Page 1

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PADRE ANTÓNIO DE OLIVEIRA MARTINS —

LAGOA

SUPLEMENTO DE NATAL EDITORIAL Olá, fiéis leitores! O Natal foi pródigo em actividade e criatividade, daí que tenha sido necessário este suplemento. Divirtam-se, vendo ou revendo, vivendo ou revivendo os momentos que o Jornaleco tornará eternos...

A EQUIPA DO JORNALECO

JÁ QUE ESTÁ AQUI, VISITE OS BLOGUES DA BE/CRE

FICHA

TÉCNICA

Nº12—2011/12

Montagem/grafismo: Prof(s) Lívia Ferreira, Júlia Correia e Arlene Santos Tratamento de imagem: Prof. Lívia Ferreira. Tratamento de texto: Prof(s) Júlia Correia, Arlene Santos e Madalena Meyrelles Publicação: Prof. Isabel Rosa (site) e Lívia Ferreira (blogue) SEDE: ES/3º Ciclo Padre António Martins de Oliveira Escola EB 2/3 Jacinto Correia Escola EB 1 de Carvoeiro Escola EB1/JI de Lagoa Escola EB1/JI de Porches Jardim de Infância de Carvoeiro

Apoios:

BE/CRE (Prof. Isabel Rosa), Teresa Adão

(reprografia), Serviços Administrativos e Órgão Executivo. Agradecimentos a todos os que contribuem para a edição do nosso “Jornaleco”.


JANEIRO 2012

É triste acabar a escola Que é tão especial Mas temos a consciência Que depois vem o Natal

Pai Natal, Saco cheio de caramelos, Anda pelas casas Com os seus chinelos. Desce pela chaminé, Tuc, tuc, tuc Pé ante pé Deixa a prenda debaixo Da árvore. E lá vai ele outra vez, Mas não fiquem tristes, Porque ele volta No 12º mês.

Feliz é o Natal É muito especial A árvore a brilhar E as crianças a brincar. Francisca Ferreira – 5ºE É Natal, é Natal Há muita comida… É Natal, é Natal A família está unida…

O Natal é a época da amizade e Do amor. É a época de fazer renascer uma flor. É uma época triunfal, Época tão especial, o Natal! Dlim, dlão Dlim, dlão Lá vem o Pai Natal A voar A toda a gente Prendinhas vai dar, Mas não são bens materiais. São ainda mais especiais, São prendas sentimentais!

É Natal, é Natal Que dia de cor… É Natal, é Natal Que dia de amor… Laura Piscarreta – 5ºE

Alexandre Neto- 5ºE No Natal Se eu pudesse Eu queria A todo o mundo dar Alegria Paz, Pão e muito Amor Habitação E dar valor ao ser humano Em qualquer lugar Sem raça, cor ou religião descriminar.

O natal é época de dar e receber É tempo de estar com a família E o peru comer. Estar em silêncio para as doze badaladas ouvir E ver toda a gente a sorrir. É uma alegria quando é para as prendas abrir e toda a gente a se divertir. Sara Abreu 6ºD Bárbara Palma– 5ºE

Suplemento de Natal

2


JANEIRO 2012

O professor de Educação Musical, Jorge da Ponte, organizou

Actuação do 7ºA e 7ºF, Last christmas

com os alunos um espectáculo que teve lugar no Auditório da Escola, no dia 15 de Dezembro, pelas onze horas, com músicas alusivas ao Natal. Para além da música e do canto, os alunos apresentaram também coreografias a condizer. A apresentação do espectáculo esteve a cargo da aluna Carlotta do 7º F.

A plateia divertida!

“Last christmas, I gave you my heart But the very next day, you gave it away…”

Suplemento de Natal

3


JANEIRO 2012

A turma 7º E interpretou: Let it snow; Ballade; All I want for Christmas . A aluna Rute, do 7º E, interpretando a canção All I want for Christmas

And since we've no place to go, Let It Snow! Let It Snow! Let It Snow!...”

O professor de música, Jorge da Ponte,.

“I don't want a lot for Christmas There is just one thing I need I don't care about the presents Underneath the Christmas tree I just want you for my own More than you could ever know Make my wish come true All I want for Christmas is you…”

O 9ºF, interpretando Natal em todo lado

“Oh the weather outside is frightful, But the fire is so delightful,

Suplemento de Natal

4


JANEIRO 2012

O Jardim de Inf창ncia de Porches preparou o Natal na sua escolinha. Depois foi festejar com os seus amigos da EB 1 de Porches e do Jardim de Inf창ncia de Carvoeiro.

Suplemento de Natal

5


JANEIRO 2012

TODOS AMIGOS, ASSIM É NATAL!

Suplemento de Natal

6


JANEIRO 2012

A biblioteca decorou-se a rigor para receber este Natal de 2011. A exposição “Natal no Mundo” mostrou aos alunos com é festejada esta época em diversos países do mundo.

Mais uma vez, a professora Isabel Rosa, dotou a biblioteca de um bonito presépio tradicional algarvio e explicou aos alunos a sua origem e significado.

Sobre este assunto consulta:

Pe. José da Cunha Duarte, Natal no Algarve: raízes medievais , 2002

http://www.esec-tomas-cabreira.rcts.pt/biblioteca/bib0304/presepio/presepio_tradicional_algarvio2003.htm

Suplemento de Natal

7


JANEIRO 2012

Árvore elaborada no Clube da Reciclagem, dos alunos do 5º C e 5º E, com a professora Anabela Guerreiro.

A árvore de Natal feita pelos alunos dos professores Jorge Guerreiro e Teresa Raposo, com material reciclado, no Clube de Artes (7ºG, 9ºF).

Suplemento de Natal

8


JANEIRO 2012

A direcção do Agrupamento juntou professores, funcionários e associação de pais num jantar de convívio e confraternização, nesta data festiva.

PROFESSORES ANIMADOSE ESPERANÇADOS NUM ANO MELHOR!!! Suplemento de Natal

9


JANEIRO 2012

Os doces tradicionais: Os alunos do 2º e 3º ciclos, no âmbito da disciplina de Educação Moral e Religião Católica, festejaram o Natal, preparando a decoração de uma mesa de Natal. No dia 16 de Dezembro, pelas 8:30h, cada turma dirigiu-se para a sua sala e decorou-a o melhor que sabia e podia. Todos deram o seu melhor, respeitando a tradição, com muitas guloseimas e imaginação. A apreciação do juri foi esperada com ansiedade, quem seria o vencedor? E o momento cultural? Ninguém se podia enervar, cantar certinho uma música de Natal, apresentar uma peça de teatro alusiva à época, eram os desafios que tinham de superar.

Todos se portaram muito bem, mas os vencedores foram: Para além do concurso de mesas, o Jornaleco destaca algumas imagens deste Natal de 2011 vivido pelos alunos na escola Jacinto Correia: Os presépios a lembrar o que se estava a comemorar: o nascimento de Jesus.

O bolo do 9ºF… Nham, nham!!! Que apetitosos que estavam todos os doc es, pre parados pelos alunos, professores e ou Encarregados de Educação...

Suplemento de Natal

10


JANEIRO 2012 O Convívio entre alunos, professores e encarregados de educação

O pai e a mãe natal do 8º A

O pai e a mãe natal do 8º B O Bolo do 8º E e as panquecas do 8ºA:

O Júri

Suplemento de Natal

11


JANEIRO 2012

O que eu espero de 2012 O que eu espero é que haja muita alegria e pensamentos bons entre as pessoas, mesmo que haja crise. Conheço várias pessoas que estão nervosas e pensam que 2012 vai ser muito mau. Eu não penso isso, eu penso que é mais um ano em que temos de trabalhar arduamente. Eu, como disse, espero que 2012 seja um ano cheio de alegria e sorrisos. Leonor Marcos – 5º C

Eu espero que em 2012 haja muita saúde, muita alegria. Espero que deixe de haver roubos e homicídios e que passe a haver paz e muito amor! Tatiana Nascimento – 5º G

Eu espero que a crise acabe, que as portagens baixem, que dêem emprego a quem precisa. Que haja menos roubos, que haja menos incêndios nas florestas, que as linhas de comboio não fechem. Nuno Soares - 5º G

O que eu espero de 2012 é que haja muita alegria, paz, amor, carinho e muita saúde. O que eu não quero mesmo que aconteça são muitas desgraças ao mesmo tempo. Beatriz Matias – 5º C

Eu espero que 2012 seja um ano feliz e inesquecível e, principalmente, que a crise acabe. Espero ganhar o Euro milhões e poder partilhar o dinheiro com os pobres. Espero que todos melhorem o mundo e vocês podem contribuir para isso. Vasco Viegas – 5º C

Suplemento de Natal

12


JANEIRO 2012

Com a colaboração dos alunos e o professor de Religião e Moral Católica, Princípio 9º Nenhuma criança deverá sofrer por negligência (maus Armindo Martins, a Biblioteca da Escola Jacinto Correia, comemorou o Dia dos cuidados ou falta deles) dos responsáveis ou do governo, nem por crueldade e Direitos Humanos, dando especial ênfase aos Direitos das Crianças. exploração. Não será nunca objecto de tráfico (tirada dos pais e vendida e comprada por outras pessoas). Nenhuma criança deverá trabalhar antes da Conhece os teus direitos: idade mínima, nem deverá ser obrigada a fazer actividades que prejudiquem Em 1959 a ONU (Organização das Nações Unidas) escreveu e aprovou a sua saúde, educação e desenvolvimento. "Declaração dos Direitos da Criança". Princípio 10º A criança deverá ser protegida contra qualquer tipo de preconPrincípio 1º Toda criança será beneficiada por estes direitos, sem ceito, seja de raça, religião ou posição social. Toda criança deverá crescer nenhuma discriminação de raça, cor, sexo, língua, religião, país de origem, num ambiente de compreensão, tolerância e amizade, de paz e de fraternidade classe social ou situação económica. Toda e qualquer criança do mundo deve universal. ter seus direitos respeitados! Visita o site júnior: http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?P=Sabias&ID=203 Princípio 2º Todas as crianças têm direito a protecção especial e a Todas as crianças têm direito a crescer num ambiente saudável, mas é claro todas as facilidades e oportunidades para se desenvolver plenamente, com que qualquer criança também deve ter responsabilidades para consigo, as liberdade e dignidade. As leis deverão ter em conta os melhores interesses da outras crianças e os adultos. criança. A criatividade esteve bem presente nas ilustrações apresentadas pelos Princípio 3º Desde o dia em que nasce, toda a criança tem direito a um alunos. Vejam alguns exemplos! nome e uma nacionalidade, ou seja, ser cidadão de um país. Princípio 4º As crianças têm direito a crescer e criar-se com saúde. Para isso, as futuras mães também têm direito a cuidados especiais, para que seus filhos possam nascer saudáveis. Todas as crianças têm também direito a alimentação, habitação, recreação e assistência médica. Princípio 5º Crianças com deficiência física ou mental devem receber educação e cuidados especiais exigidos pela sua condição particular. Porque elas merecem respeito como qualquer criança. Princípio 6º Toda a criança deve crescer num ambiente de amor, segurança e compreensão. As crianças devem ser criadas sob o cuidado dos pais, e as mais pequenas jamais deverão separar-se da mãe, a menos que seja necessário (para bem da criança). O governo e a sociedade têm a obrigação de fornecer cuidados especiais para as crianças que não têm família nem dinheiro para viver decentemente. Princípio 7º Toda a criança tem direito a receber educação primária gratuita, e também de qualidade, para que possa ter oportunidades iguais para desenvolver as suas habilidades. E como brincar também é uma boa maneira de aprender, as crianças também têm todo o direito de brincar e de se divertir! Princípio 8º Seja numa emergência ou acidente, ou em qualquer outro caso, a criança deverá ser a primeira a receber protecção e socorro dos adultos.

Suplemento de Natal

13


JANEIRO 2012

Suplemento de Natal

14


JANEIRO 2012

Na Escola Jacinto Correia decorreu animado o Jantar para descobrir o Amigo Secreto!

OS IS FE IT !!! T A S SOS E S AMIIGOS O I R U C U ORES ÃO DOS SE S S E F PRO RE VE LAÇ COM A

Suplemento de Natal

15


JANEIRO 2012

ANO 2009/2010 Momentos que o tempo n達o apaga...

Suplemento de Natal

16

Suplemento de Natal  

Jornaleco de Natal

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you