Page 1

www.jornaldosudoeste.com.br Diretor: Nelson de Paula Duarte - Bisemanário de Circulação Regional - São Sebastião do Paraíso/MG, quarta-feira, 21 de Maio de 2014 - ANO XXVIII - Edição: 1792 - R$ 1,50

Juiz acata ação do MP e proíbe realização de shows na “Expar” Medida vale para a promoção de shows, festividades e eventos de qualquer natureza. Prefeitura e Sindicato Rural são citados como réus | página 3 Vasco C.

PM prende três após assaltarem sítio página 5

Comércio paraisense está preparado para a Copa do Mundo página 8

Presidente de sindicato diz que novas políticas podem reabrir usinas de álcool página 7

“Ptah” de Uberaba vence licitação e terá 8 meses para construir UPA página 6

Produtos relacionados à Copa do Mundo já lotam prateleir as em lojas da cidade

Agora é lei: Valor de impostos deverá constar em nota página 8


Jornal do Sudoeste

página 2

CURT AS CURTAS VISITA Grupo de funcionários e alguns vereadores mais próximos do presidente da Câmara Municipal de Paraíso, José Luiz Corrêa, estiveram em visita às obras de construção da nova sede do Legislativo. Apesar do convite extensivo a todos, boa parte de vereadores não compareceu. Numa outra oportunidade alguns menos avisados estavam presentes como no caso da assinatura do contrato com a construtora vencedora da licitação e apareceram nas fotos oficiais. Pelo que se sabe houve reprimendas. AUSENTES É comum ouvir em discursos que aquilo que for bom para a cidade terá o meu apoio, palavras ditas pelos vereadores. No entanto, na sexta-feira durante a solenidade de inauguração da unidade da Uaitec (Universidade Aberta Integrada de Minas Gerais) na cidade, apenas o vereador José Luiz das Graças apareceu para representar parte da classe política de Paraíso. Nem prefeito, vice-prefeito, secretários de Educação e de Formação Tecnológica, deram o ar da graça. MOBILIZADOS Outras lideranças devem estar mesmo mobilizadas para a vinda de novos estabelecimentos de ensino para a cidade como é o caso da Unifal e também a IFSul. Ano passado por algumas ocasiões e momentos de euforia com visitantes políticos iniciando pré-campanha foram anunciados recursos da ordem de R$ 2 milhões para construção de campos e outras instalações. Também se previa a chegada de novos cursos e coisa e tal. Foi uma fanfarrice danada, só que até agora ninguém viu a cor do dinheiro. Se a verba era oriunda de emenda parlamentar, pelo jeito desemendou-se. COPASA A qualidade da água está sendo motivo de questionamento em São Sebastião do Paraíso. O reclame partiu do vereador Marco Antônio Vitorino, o Marcão da Ambulância. Ele pediu através de indicação que as informações sobre os resultados laboratoriais possam ser demonstrados. O vereador quer saber quais são os parâmetros, as medidas e os padrões aceitáveis e os que são praticados pela estatal na cidade. Além do mais ele está pedindo contraprovas de outros laboratórios. Ele cita que os mananciais da região estão por demais poluídos e teme que a captação seja afetada. (RE) INVENTANDO Um ofício circular da Secretaria de Estado da Educação determina que professores fiscalizem a presença e frequência de alunos no projeto Reinventando o Ensino Médio, que tem aulas no sexto horário. A questão é que boa parte dos estudantes são da zona rural e necessitam do transporte para retornarem às suas casas. Como não há ônibus e vans a todo momento para os lugares mais distantes, vários alunos estariam deixando de frequentar as aulas. A ordem é para que haja uma inspeção e monitoramento desta situação. Os dados com frequência dos alunos deverão ser remetidos até o final do mês. INSUFICIENTE Um acidente registrado dias destes em um sábado à noite na avenida Zezé Amaral não foi o suficiente para sensibilizar as autoridades de trânsito da cidade. Em entrevista à EPTV divulgada no sábado a informação divulgada é de que não serão colocados quebra-molas, radar ou qualquer coisa do gênero para reduzir a velocidade. Quanto às faixas de travessia serão feitos estudos onde há maior fluxo de pessoas. Somente no acidente acima supra mencionado duas pessoas foram parar no hospital. Pelo jeito será preciso algo mais. Isso porque na cidade está em desenvolvimento a campanha de conscientização denominada de Maio Amarelo, esperava-se que mais ações práticas pudessem ser evidenciadas. NO LUCRO A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) divulgou, nesta segunda-feira, 19, que o lucro obtido no primeiro trimestre deste ano foi de R$ 1,25 bilhão, o que representa um crescimento de 44% em relação ao mesmo período do ano passado. A Concessionária registrou ainda uma geração de caixa, medida pelo Lajida, de R$ 2,1 bilhões, decorrente principalmente de um aumento de 29,45% na receita líquida, que alcançou os R$ 4,7 bilhões. Enquanto isso o consumidor paga a conta com a desculpa de que os reservatórios estão baixos e que os custos para o uso de energia alternativa são caros. A Cemig, que completa 62 anos neste dia 22 de maio, é hoje a maior empresa integrada do setor de energia elétrica do país, sendo o maior grupo distribuidor, responsável por aproximadamente 12% do mercado nacional. O consumidor afirma não ter o que comemorar. GERAÇÕES A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso mais uma vez dá um passo à frente no trabalho de formação política cidadã. Primeiro foi a implantação e adesão ao programa Parlamento Jovem desenvolvido em parceria com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Estudantes adolescentes de várias escolas da cidade estão participando do movimento. Nesta quinta-feira,23, será a vez de alunos de 7ª a 8ª séries que serão diplomados e empossados como vereadores na Câmara Mirim. Por mais que a classe política esteja desgastada é mais um passo que visa a formação e o melhoramento das futuras gerações de crianças, adolescentes e jovens para quem sabe possa de fato haver representantes do povo mais conscientes de suas funções. “DE MENOR” Autoridades e especialistas defenderam mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para ampliar a punição a infratores menores que cometerem crimes hediondos. Eles participaram do Debate Público Maioridade Penal, realizado no dia 16 de maio, no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), pela Comissão de Segurança Pública. Três palestrantes do debate admitiram o crescimento das ocorrências de crimes praticados por menores, mas se posicionaram contra a redução da maioridade penal. A proposta é que o próprio ECA passe a prever penas maiores de privação de liberdade para crimes mais graves como aqueles nos quais ocorram a morte ou invalidez da vítima, com variação para o tipo de crime e a idade do infrator. CARTÓRIO ELEITORAL Quem perdeu o prazo para alistamento, transferência de domicílio eleitoral, regularização e mudança para seção de fácil acesso, encerrado no dia 7 de maio, vai ter que esperar até o início de novembro, quando o Cadastro Nacional de Eleitores reabre, para solicitar um desses serviços. No entanto, outros serviços ainda continuam disponíveis para os eleitores como obtenção da segunda via do título, emissão de certidões eleitorais, inscrição para voto em trânsito, inscrição no programa mesário voluntário. CARTÓRIO ELEITORAL II Caso o eleitor perca o seu título, ou este esteja danificado, dificultando a leitura das informações importantes, como zona e seção eleitorais, ele ainda pode pedir a segunda via. Para isso, deve se dirigir ao cartório mais próximo de sua residência, portando um documento original com foto e o título, caso ainda o tenha. A data limite para pedir a segunda via do título no cartório de sua inscrição é 25 de setembro. Se for solicitar a segunda via fora de seu domicílio eleitoral, a data limite será o dia 6 de agosto. AFUGENTADOS Moradores de cidades vizinhas que fazem compra no comércio paraisense, mais propriamente na área central da cidade têm se queixado da falta de vagas para estacionamento, e, como se não bastasse, de outras complicações. Acostumados, por exemplo, estacionar de ambos os lados da rua Dr. Placidino Brigagão, alguns têm levado multas e até tiveram carros guinchados. Como para toda ação costuma haver reação, a dos que entraram em contato com esta coluna foi a de afirmar que poderão procurar outros municípios para suas compras. Enquanto entidades e comerciantes tentam trazer consumidores, há quem os afugente.

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

OPINIÃO

Comício do plano-safra O Estado de S.Paulo

Em mais um comício patrocinado pelo governo, a presidente Dilma Rousseff aproveitou o lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015 para falar da contribuição do PT à criação de uma agricultura eficiente e competitiva, como se nada ou quase nada tivesse ocorrido nos 30 anos anteriores à chegada dos petistas ao poder. A cômica versão dilmista do “nunca antes na história deste país” pode ter enganado algum cidadão patologicamente desinformado. Como outras patranhas petistas, é fácil de desmenti-la com dados oficiais de produção e produtividade. Se a intenção fosse apenas lançar mais um plano de apoio à produção, como se faz todo ano, a comparação com o governo tucano - de resto ingênua e inepta - teria sido dispensável. A referência foi obviamente mais um lance eleitoral, mas a oradora havia sido mal instruída sobre temas como produção e produtividade. A presidente mencionou “dificuldades” no início da gestão petista para “fazer uma política de crédito adequada”. Além disso, comparou a produção de grãos e oleaginosas no ano anterior à posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva - 96,8 milhões de toneladas em 40,2 milhões de hectares - com a estimada para este ano, 191,2 milhões em 56,4 milhões de hectares. “Tamanho crescimento da produtividade somente é possível com muita pesquisa e muito trabalho qualificado”, pontificou. Trabalho de quem: do governo petista? Para falar sobre produção e eficiência a presidente deveria ter mobilizado mais informações. Isso teria servido para ilustrá-la um pouco mais e talvez poupá-la de algumas bobagens. Síntese dos fatos: a produção cresceu mais nos anos 90 que na década seguinte e mais neste segundo período que nas três safras de 2010/ 11 a 2013/14. A transformação da agropecuária brasileira numa das mais eficientes e competitivas foi trabalho de décadas. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) foi fundada nos anos 70. Resultados de seu esforço começaram a tornar-se visíveis nos anos 80 e apareceram ainda mais claramente nos 90. Uma das

consequências foi a redução do peso dos alimentos no orçamento familiar, fato logo registrado pelos institutos de pesquisa de preços. Na safra 1990/91, o País colheu 57,9 milhões de toneladas em 37,89 milhões de hectares. Em 2000/01, a produção chegou a 100,27 milhões de toneladas, em 37,85 milhões de hectares. A produção cresceu, portanto, 73,17%, enquanto a terra cultivada diminuiu ligeiramente. Entre as safras de 2000/01 e a de 2010/11, o total produzido aumentou 62,63%, para 162,8 milhões de toneladas, e a área ocupada cresceu 31,75%, para 49,87 milhões de hectares. A produção cresceu rapidamente, mas os ganhos de produtividade foram obviamente muito mais lentos. A safra 2013/2014 está estimada em 191,2 milhões de toneladas (mais 17,44%). A área usada passou a 56,4 milhões de hectares (aumento de 13,09%). A produção por hectare expandiu-se em média pouco menos que 1,2% ao ano nesse período. No decênio anterior, a taxa média havia sido de 2,1%. Não cabe discutir agora se a presidente Dilma Rousseff distorceu os fatos intencionalmente ou, como ocorre com frequência, por mera ignorância. De toda forma, se ela de fato estivesse interessada em contar a história tal como se passou, teria de mencionar o esforço do presidente Lula para aparelhar a Embrapa para permitir a reorientação ideológica de seu programa de pesquisas. Teria citado o apoio a invasores de terras e a insegurança criada entre os produtores rurais por erros políticos dos governos petistas. Teria lembrado também os longos anos sem investimento em logística (o PT está no poder desde 2003) e os enormes problemas dos exportadores, nos últimos anos, para embarcar seus produtos. Era objetivo da presidente, sabia-se desde antes do discurso, conquistar o apoio eleitoral dos empresários do agronegócio. Por segurança, cuidou também dos interesses da indústria automobilística, anunciando a renovação de crédito especial para equipamentos. Esse tipo de apoio à modernização agrícola está longe de ser uma inovação petista, embora alguns jovens desprevenidos até possam acreditar nisso.

Juventude é campeão da Copa dos campeões de futebol Em partida emocionante, equipe “dá o troco” no Santa Cruz e fatura o tradicional título amador paraisense Por Ralph Diniz

Após meses de desentendimentos entre a Associação de Futebol Amador Paraisense (AFAP) e a prefeitura de São Sebastião do Paraíso, foi realizada, enfim, a edição deste ano da Copa dos Campeões. O tradicional torneio reuniu os quatro melhores times das duas divisões da Taça Paraíso do ano passado. Após confrontos em matamatas, passaram para a grande final da Copa dos Campeões Juventude e Santa Cruz. A partida foi uma reedição de

uma das semifinais da Taça Paraíso 2013, vencida pelo Santa por 2 a 0. Na sequência, a equipe sagrou-se campeã do torneio municipal. Dessa vez, no entanto, o Juventude fez 4 x 3 e conseguiu dar o troco no rival em uma partida marcada pela emoção do primeiro ao último minuto, para a alegria de dezenas de pessoas que ocuparam as arquibancadas da Praça de Esportes Castelo Branco. AFAP X PREFEITURA Em março, o Jornal do Sudoeste publicou reportagem a

OPERÁRIO ESPORTE CLUBE EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA Ficam todos os associados do OPERÁRIO ESPORTE LUBE convocados para uma Assembleia Geral Extraordinária, nos termos do art. 23 e 24 do Estatuto Social, que ocorrerá no dia 1° de junho de 2014 na sua sede à Praça da Abadia, s/n°, Mocoquinha, nesta cidade de São Sebastião do Paraíso, estado de Minas Gerais, às 09,00 horas em primeira convocação, e, às 10,00 horas em segunda convocação, para tratar o seguinte assunto: ORDEM DO DIA 1° - Prestação de contas da Administração de 2014 2° - Eleição da nova Diretoria tendo em vista o pedido de renúncia da atual Diretoria para término do mandato atual até 31 de dezembro de 2014 Os associados interessados em participar da diretoria, deverão apresentar chapa completa para o mandato até 31 de dezembro de 2014, com cinco dias de antecedência na Secretaria do Clube. Esse edital ficará fixado na sede do Clube, para conhecimento de todos nos termos do art. 13° do Estatuto Social. Número de sócios atual: 70 – Somente poderão participar de diretoria e votar nesta eleição os sócios já devidamente cadastrados no clube, que atualmente são em número de 70 (setenta). São Sebastião do Paraíso, 20 de maio de 2014 JASON ALVES DOURADO - PRESIDENTE

Dr. Joel Cintra Borges Médico-veterinário - CRMV-MG 0343 Exames de brucelose e tuberculose, toques, partos, vacinações, clínica e cirurgia. CÃES E GATOS: ATENDIMENTO A DOMICÍLIO. CONSULTÓRIO: Rua da Bahia, 19 - Jardim Independência FONES: 3531-4549 e 9975-4549 SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO - MG

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO TOMÁS DE AQUINO Estado de Minas Gerais | Administração – 2013/2016 Edital - Prefeitura Municipal de São Tomás de Aquino – MG. Processo de Licitação, modalidade Tomada de Preços n.º 001/2014, Tipo Menor Preço global, Objeto: “Contratação de Empresa para reforma de PSF com recursos do Convênio SICONV nº 752872/2010 e o Município de São Tomás de Aquino. Conforme PROCESSO Nº 2603.0346866-84/2010, compreendendo o fornecimento de todo o material empregado, equipamentos, mão-de-obra, serviços complementares, transportes, etc., definidos no Memorial Descritivo, Planilha Orçamentária, Anexos”. A abertura que era dia 23 de Maio de 2014, às 09:00 horas encontra-se suspensa. - Prefeitura Municipal de São Tomás de Aquino – MG. Processo de Licitação, modalidade Pregão Presencial n.º 026/2014, Tipo Menor Preço Unitário, Objeto: “Contratação de tratamento, coleta e destinação de resíduos hospitalares da secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura municipal de São Tomás de Aquino”. A abertura será dia 02 de Junho de 2014, às 09:00 horas. - O edital completo e as demais informações relativas às licitações encontramse à disposição dos interessados no site www.staquino.mg.gov.br e na Prefeitura Municipal, Departamento de Compras e Licitações, na Rua Alves de Figueiredo, n.º 393, Centro, nesta cidade, fone (0xx35) 3535 – 1228, diariamente das 08:00 às 11:00 e das 13:00 às 17:00 horas, onde poderão ser lidos, examinados e adquiridos. São Tomás de Aquino – MG, 20 de Maio de 2014. Roneido Teófilo de Carvalho – Prefeito Municipal.

respeito da indignação de atletas e dirigentes de clubes amadores de Paraíso a respeito da não realização da Copa dos Campeões, tradicionalmente organizada nos primeiros dias de cada ano. Na ocasião, o então presidente da AFAP, Ricardo dos Santos, explicou que os campeonatos não aconteceram porque a prefeitura deixou de repassar cerca de R$ 8 mil à associação, referentes aos meses de novembro e dezembro de 2013, e, por isso, a associação não teria condições de custear o torneio. Na oportunidade, Antônio

Severino da Cunha, chefe do Departamento de Esportes da prefeitura de Paraíso, reconheceu o débito com a AFAP, entretanto, deixou claro que o município havia dado todas as garantias à associação de que será quitado e o a AFAP deveria organizar a copa. Diante do imbróglio, Ricardo Santos renunciou ao cargo de presidente da associação e o Departamento de Esportes assumiu a organização dos campeonatos de futebol da cidade. O contrato entre as partes se encerrou neste mês.

Paraíso conquista 50 medalhas no JOJU de natação Resultado rendeu o título na categoria masculina e o vice-campeonato para a feminina Por Ralph Diniz

A equipe de natação de São Sebastião do Paraíso fez bonito na 25ª edição dos Jogos da Juventude do Sudoeste de Minas Gerais (JOJU), disputado em Passos. Com uma excelente atuação dos atletas até 17 anos, o time subiu ao pódio 50 vezes e conquistou o primeiro lugar na modalidade masculina e o vice-campeonato na feminina. Paraíso concorreu com os donos da casa, Varginha, São Lourenço, Guaxupé, Poços de Caldas, Campo Belo. Ao todo, foram 24 medalhas de EXPEDIENTE

ouro, 15 de prata e 12 medalhas de bronze. Entre os destaques da equipe paraisense ficaram os nadadores Rafael Lins, que conquistou o troféu de revelação do campeonato, Matheus Ribeiro e Vinícius Bozelli, que ganharam cinco e quatro medalhas de ouro, respectivamente. Os atletas paraisense que conquistaram medalhas foram: Rafael Lins; Mirella Souza; Ana Paula Finco; Bruna Araújo; Bárbara Godoy; Vinícius Vara; Matheus Ribeiro; Fernanda Araújo; Thayná Oliveira; Vinicius Bozelli; Leonardo Resende; e Henrique Lima.

Jornal do Sudoeste

BISEMANÁRIO DE CIRCULAÇÃO REGIONAL Filiado: Adjori e Abrajori GRÁFICA E EDITORA DR LTDA. Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1 - Centro - Fone: (35) 3531.1897 CEP: 37950-000 / São Sebastião do Paraíso - MG E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br e jornalsudoeste@paraisonet.com.br homepage: www.jornaldosudoeste.com.br Editor e Diretor Responsável: Nelson de Paula Duarte - MT 08199 Diagramação: Vasco Caetano Vasco REGISTRADO NO CARTÓRIO DE TÍTULO E DOCUMENTOS REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS JURÍDICAS SOB Nº 20 DO LIVRO B1 FOLHAS 024. Impressão: Sangaletti Editora e Gráfica Ltda EPP - GRAFISC Gráfica e Editora Rua Santa Isabel, 250 - Vila Isabel - São Carlos - SP - CEP: 13.570-790

Textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do jornal.


Jornal do Sudoeste

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

página 3

Juiz acata ação do MP e proíbe realização de shows na “Expar” Medida vale para a promoção de shows, festividades e eventos de qualquer natureza. Prefeitura e Sindicato Rural são citados como réus Ralph Diniz Por Ralph Diniz

Na tarde de segunda-feira (19/5), acatando ação civil pública proposta pelo Ministério Público da comarca de São Sebastião do Paraíso, o juiz Osvaldo Medeiros Neri deferiu pedido para que seja proibida a realização de eventos com som mecânico ou música ao vivo no Parque de Exposições João Bernardes Pinto Sobrinho (Expar). A medida, proposta pelo promotor de justiça Luís Augusto Belloti, da Curadoria do Meio Ambiente, vale para a promoção de shows, festividades e outros eventos de qualquer natureza. De acordo com o Ministério Público, o Sindicato Rural de São Sebastião do Paraíso, responsável pelo parque de exposições, reiteramente vem descumprindo a legislação que disciplina o uso de equipamentos sonoros, em eventos comerciais, contando com a autorização da prefeitura. O MP entende que o desvio de conduta afeta o meio ambiente e os populares que residem nas cercanias do parque, principalmente nos jardins América e Europa. O juiz acatou também pedido de antecipação de tutela no sentido de impor a obrigação do sindicato não realizar tais eventos a partir da data do deferimento. Já no que diz respeito à prefeitura, o magistrado decidiu que o Executivo não poderá apoiar, incentivar, promover ou autorizar a realização de shows, festividades e outros naquele local, sob pena de incidência de multa no valor de R$ 30 mil, além de responsabilidade criminal.

SEM PRONUNCIAMENTOS Diante da decisão, o Jornal do Sudoeste entrou em contato com o presidente do Sindicato Rural de Paraíso, Antônio Jacinto Caetano. Ele recebeu a nossa reportagem na sede da instituição na tarde de ontem (20/5), mas disse que, por enquanto, não vai se pronunciar sobre o caso. O presidente afirmou, no entanto, que vai conceder uma entrevista ao “JS” o quanto antes, na presença do advogado do sindicato. Da mesma forma, entramos em contato com a assessoria de Comunicação da prefeitura. O órgão informou que entraria em contato com o Departamento Jurídico do Executivo e que encaminharia um posicionamento em seguida. Contudo, nenhuma resposta foi encaminhada até o fechamento desta edição. PROMOTOR DE EVENTOS DISCORDA

Decisão judicial deve frustrar planos de realização da Expar após a Copa do Mundo

POLUIÇÃO Segundo o documento emitido pelo juiz, o objeto da ação civil é pedido relacionado à poluição ambiental provocada no ambiente do Parque de Exposições e que, em diversas oportunidades, foi propalada pela circunvizinhança, mesmo após tentativas do MP solucionar o problema. A decisão do juiz baseou-se, en-

tre outras coisas, em relatórios e boletins que apontam que o ruído produzido nos eventos excedeu o tolerado pela legislação de 55 decibéis ou mesmo o constante alvará expedido pelo município de 60 decibéis. Ainda no documento, o promotor menciona o show da dupla “Munhoz e Mariano”, realizado no dia 28 de dezembro de 2013 no referido par-

que de exposições. Segundo as informações, o som do evento atingiu 80 decibéis, quando o limite era de 63 decibéis, considerando o ruído externo. SEM EXPAR No dia 1º de maio, durante as celebrações da Festa do Trabalhador, realizada na Arena “João Mambrini”, o presidente do Sindicato Rural de Paraíso,

Antônio Jacinto Caetano, anunciou ao público presente que o prefeito Reminho Aloise havia autorizado a realização da Expar deste ano com portões abertos. O evento, de acordo com Jacinto, seria realizado logo após o fim da Copa do Mundo, no segundo semestre. Se a decisão judicial for mantida, a festa não poderá acontecer no Parque de Exposições.

Responsável pela organização de diversas festas e shows no Parque de Exposições João Bernardes Pinto Sobrinho, o promotor de eventos Rafael Gonçalves critica a decisão judicial de proibir tais atividades naquele espaço. Segundo ele, os eventos organizados em Paraíso contribuem para a economia local, além de oferecer mais opções de lazer aos jovens da cidade. “Essa é uma decisão inédita na região, que prejudica o comércio, a rede hoteleira, os restaurantes e, principalmente àqueles que procuram opções de diversão. Para poder assistir a um show, o paraisense precisa pegar um carro e viajar para outros municípios”, comenta.

SINTO VERGONHA Marcha a Brasília deve reunir moradores e autoridades contra baixa de Peixoto DE MIM desconheço o autor O garoto de hoje é o velho ancião de amanhã. O velho ancião de hoje é o garoto de ontem. Esta vida terrena é um sopro, um minuto, um instante. Do processo misterioso que transforma crianças em idosos, o que é que compreendemos? Olhos cansados necessitam de óculos para continuar a enxergar, joelhos cansados, de bengala para seguir adiante. Tudo passa, tudo passará, eis a única certeza que possuímos. O velho ancião de hoje, amanhã onde estará? Quem haverá de responder esta pergunta algum dia?... Esta jornada terrena é uma viagem de inestimável valor. Se você partir com o espírito aberto, sempre haverá o que o surpreenda e encante. Dentre os mil caminhos do mundo, o único caminho legítimo a escolher é aquele que nos haverá de conduzir a um coração puro, a uma alma solidária. Entre as idas e vindas da vida, seremos suficientemente sábios a ponto de escolher o itinerário que nos conduz a um coração puro, a uma alma solidária, ao melhor de nós mesmos? Somos todos viajantes, somos todos aventureiros, a avançar pelas sendas da alma. Aqui e acolá paramos para repor as nossas energias. Da mesma forma que o corpo físico necessita de nutrientes para não definhar... A nossa alma necessita de compaixão, bondade, perdão, amor, doação, silêncio, arte, poesia. Quanto do nosso tempo dedicamos à alimentação do nosso corpo físico? Quanto do nosso tempo dedicamos à alimentação da nossa alma? O que significa alimentar a alma? A meta final da jornada é resgatarmos a criança que um dia fomos. A criança capaz de desfrutar a plenitude do instante presente. A criança capaz de se encantar com as coisas simples e a gratuidade da vida. A criança cujo sorriso brota do mais fundo e puro da alma. Sair deste mundo de mãos dadas com a criança que um dia fomos, que mais se pode almejar? Da mesma forma que o açúcar adoça o paladar, o contínuo avançar na senda que conduz à Bem-aventurança adocica a nossa jornada existencial. “Caminhe com os sonhadores, os que acreditam, os corajosos, os alegres, os que planejam, os que fazem as pessoas de sucesso com a cabeça nas nuvens, e os pés no chão. Permita que o espírito deles inflame uma chama em tua interioridade, de modo a deixar este mundo melhor do que o encontraste. Carlos A. Kley, Consultor Empresarial — Áudio no site: www.aparfm.com.br consult@paraisonet.com.br — www.consultoriakley.com.br

Revoltados contra a decisão do Operador Nacional de Sistema (ONS), que estuda reduzir o nível do reservatório da Usina Mascarenhas de Moraes, conhecida por Lago de Peixoto, em até 13 metros, moradores e autoridades dos municípios que poderão ser atingidos decidiram marchar a Brasília para participarem de uma audiência pública na Câmara dos Deputados, solicitada pelo deputado federal Carlos Melles (DEM/MG). A decisão foi em Delfinópolis, na segunda-feira (19/5), com a presença de cerca de 500 populares, prefeitos, lideranças de segmentos, e representantes de Furnas, que se reuniram em uma audiência pública da Assembleia Legislativa, proposta pelo deputado estadual Antonio Carlos Arantes (PSDB). O motivo da polêmica foi o anúncio de Furnas de que o nível do reservatório de Peixoto poderá ser reduzido até a cota mínima, que é de 653 metros em relação ao nível do mar. Hoje o nível está em 663 metros, ou seja, 3 abaixo do nível máximo que é de 666 metros. “É uma decisão que não podemos aceitar. Mostra a total falta de planejamento que sacrifica a população e os municípios, quando um governo faz algo de bom a gente aplaude, mas essa situação é critica e podíamos esperar tudo da presidente Dilma, menos isso, porque ela foi ministra de Minas e Energia do governo Lula e não tomou providências”, pontuou na abertura da au-

diência o autor do requerimento, deputado Antonio Carlos Arantes. Emocionado, o prefeito de Delfinópolis, Pedro Paulo Pinto, deixou claro que se houver a redução do lago os prejuízos serão irreversíveis para sua cidade e para a região. “Vamos brigar até o final, isso não vai acontecer porque esse governo federal tem que ter planejamento”, afirmou. Representando o presidente de Furnas, Flávio Decat, o coordenador do Centro de Serviços Compartilhados Minas Gerais da empresa, Marcos Alves de Morais, afirmou que a decisão da redução partiu do Operador Nacional de Sistema (ONS). O dirigente explicou que “todos os reservatórios do país são operados de forma integrada pelo ONS, e que estamos vivendo o pior período de seca dos últimos 50 anos, e que a estiagem motiva tal decisão”. Procurando tranquilizar a população e as lideranças, o representante de Furnas explicou que “a redução será um processo lento e controlado”, o que irritou os presentes. “Agradecemos e respeitamos muito sua presença aqui, mas reduzir de forma lenta não resolve, é matar devagar quem está aqui. Pode levar com clareza a seus superiores que não aceitamos”, frisou o deputado Arantes. Em nota distribuída á imprensa, Furnas destacou que durante a reunião realizada no início do mês em Delfinópolis (MG), ofereceu ajuda à prefeitura no sentido de remanejar a localiza-

ção do porto da balsa e realizar a construção da estrada de acesso ao novo porto, ações que seriam custeadas por Furnas, apesar de a empresa não ter obrigação legal de arcar com essas despesas. Nas cidades de Passos e São João Batista do Glória, Furnas já está custeando medidas para mitigar possíveis impactos na captação de água para consumo nesses municípios. Está sendo providenciada a compra de materiais e a realocação dos pontos de captação de água nesses municípios. O sistema de captação da cidade de São João Batista do Glória já está pronto e funcionando e o de Passos será concluído até o fim desta semana. Ainda na nota, Furnas lembra que essas medidas são provisórias e a captação e o transporte hidroviário da região do reservatório de Mascarenhas de Moraes retomarão suas operações normais tão logo o ciclo de chuvas se normalize. Autor de dois requerimentos já aprovados na Câmara dos Deputados para a realização de audiências públicas nas Comissões de Meio Ambiente e de Minas e Energia, o deputado federal Carlos Melles também foi claro ao destacar que lideranças e a população regional vão resistir bravamente. “Não conhecem nosso sofrimento, nossa garra, essa de comer prato feito não vai dar certo”, disse Melles, explicando que para as audiências em Brasília, que devem acontecer no próxi-

mo dia 04 de junho, estão sendo convidadas autoridades como os dirigentes do ONS, Furnas, Cemig, Eletrobras, Ministro das Minas e Energia, prefeitos e vereadores, tanto de Peixoto como também de Furnas. “Não vai ser essa baixa de Peixoto que vai salvar o Brasil, porque sacrificar só esta região, já não chega o sacrifício em Furnas, vamos a Brasília com o envolvimento de todos os deputados da região, mas é importante que a população esteja presente, vamos estar unidos”, enfatizou. “Não me conformo, sou indignado com o tratamento que Furnas da aqui na região, não consigo entender por que sacrificar tanto nossa gente. Tem um débito grande desde sua criação, e ficam dando reforma de praça, carro para entidade, o que é importante e agradecemos, mas não resolve o crucial porque o povo fica na mão”, disse Carlos Melles, reiterando que “não é uma questão política, é uma questão econômica e social, uma questão de saúde pública”. Os prefeitos de Cássia, São João Batista do Glória e Ibiraci, e o presidente da Câmara de Passos, reforçaram o prejuízo em seus municípios e endossaram o movimento de resistência em busca de uma solução harmônica. Com a palavra aberta na audiência pública, dezenas de pessoas se revezaram ao microfone, a maioria em tom exaltado narrando o eminente prejuízo que terão e a irresponsabilidade do governo federal.


Jornal do Sudoeste

página 4

• Dos Leitores • Jacuí, sonhando com seu aniversário III

Dr. Yaperi de Melo Dantas e Helena

DR Jamil Jorge Simão

Prédio da COPASA

Acordei. Ainda sonolenta vejo passar à minha frente alguns sonhos reais o que me alegra pois, estão aí, vivinhos da silva. Não sei se ainda sonho ou se são reais mesmo. Querem ver? Vamos tentar alguns. Olhem, são meus filhos, nasceram aqui: Dr Jamil Jorge Simão - médico residência de ofício longe daqui, mas não longe assim, porque de coração e de alma está sempre presente no meio de nós: “Nasceram de suas mãos mais de nove mil seres humanos e vale dizer, mais que a população daqui de sua cidade. Vocês leitores sabiam? Outro, Jornalista DídimoPaiva, também reside e se profissionalizou fora daqui, mas como filho de Jacuí, não deixou por menos - eternizou mais de vinte mil editoriais sendo alguns deles referindo-se a sua terrinha - , nos grandes Jornais do Brasil, notadamente no Jornal O Estado de Minas; foi o precursor do Sindicalismo no Brasil juntamente com outros pioneiros, editou o Código de Ética do Jornalista; deixou sua colaboração no DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos; fundou a Casa do Jornalista de Belo Horizonte, de memoráveis passagens à época da ditadura militar; editou livros tais como “Um Bunker na Imprensa” e “Passos de uma Paixão”. Mas foi no Jornal a sua paixão. Pois, um bom jornal, penso eu, é uma nação falando consigo mesma, lembrando (Arthur Miller, The Observer, 26 nov. 1961). Outro filho, este adotivo meu, que no mandato do prefeito Dr. Yapery de Melo Dantas à frente da municipalidade jacuiense, numa reu-

Jornalista Dídimo Paiva

nião na Superintendência da Copasa em Belo Horizonte, colocou-me na vanguarda por água tratada. Como fui beneficiada na área da Saúde! Pois que, no Estado de Minas Gerais ocupo lugar de destaque no que tange a abrangência da COPASA - Companhia de Saneamento de Minas Gerais, contribuindo assim para a melhoria na qualidade de vida das pessoas, uma vez que a COPASA detém a concessão dos serviços de abastecimento de água em 613 municípios, o que corresponde a quase 70% dos municípios mineiros, estou entre eles. Que privilégio! É por isso que chegando aos 200 anos, quero mais, muito mais...quem sabe outros filhos meus, tais quais estes citados, possam tornar reais outros sonhos. Matéria prima de primeira qualidade, não falta. Temos de sobra gente nova crescendo profissionalmente e que gosta de nós. Há, volto a sonhar com o meu aniversário... ele é tudo para mim. Não vejo a hora de chegar o 19 de julho, quero surpresas! Fico de olho no relógio e um relógio não marca a vida. Quando muito ele divide horas, minutos, segundos, décimos.”Dá para lembrar Camões: Mudam os tempos, mudam-se as vontades, muda-se o ser, muda-se a confiança. Porque tudo é composto de mudança. Tomando sempre novas qualidades”... e novas realizações e esperanças. A expectativa é o melhor que há. Fernando de Miranda Jorge -Jacuí/MG e-mail: fmjor@hotmail.com

Coluna Mauro Ferreira DR. MAURO ALVES FERREIRA CD. USP- RIBEIRÃO PRETO | BIOLOGIA - UNIFRAN SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO E-MAIL MAUROALVESF@PARAISONET.COM.BR

COMO MANTER SUA ESCOVA DE DENTES Manter a sua escova dental limpa e em boas condições de uso é extremamente importante para a sua saúde. Alguns cuidados são necessários para reduzir a contaminação por bactérias, vírus ou fungos e aumentar a durabilidade da escova. Escovas devem ficar longe do vaso sanitário Todas as vezes que for escovar os dentes deve-se primeiro limpar a escova em água corrente. Após o uso, ela deve ser novamente enxaguada e o excesso de água removido com leves batidas na pia. Não é recomendado secar a escova na toalha, o ideal é posicionála na vertical em um porta escova, evitando o contato com outra escova e também facilitando sua secagem. O porta escova deve ser deixado longe do vaso sanitário, de preferência dentro do armário. Estudos científicos comprovaram a presença de coliformes fecais alojados em escovas, em função da proximidade com o vaso sanitário. O certo é acionar a descarga sempre com a tampa fechada para que esses microorganismos não atinjam objetos ao redor.

PARAISONET A VERDADEIRA INTERNET – SÓ PARAISONET PODE OFERECER CONEXÃO COM SEGURANÇA TOTAL

LIGUE - 3531-6200 E PRONTO

Os protetores de escovas dentais, como estojos ou protetores para a cabeça da escova, são de grande utilidade somente em viagens para evitar que as cerdas fiquem espremidas ou achatadas. Guardar sempre em estojos não é correto, pois a umidade ajuda na proliferação de bactérias. Deixar a escova de molho para matar bactérias é mito Não se deve deixar a escova de molho em água quente ou em algum enxaguante bucal. Além de prejudicar a conservação, pode aumentar a proliferação de bactérias. O ambiente quente e úmido é bom para as bactérias se multiplicarem. Quando trocar a escova dental A escova deve ser trocada de 3 em 3 meses. Após esse período ela perde sua eficiência, pois as cerdas se deformam. Se a pessoa contrair uma gripe ou resfriado, a escova deve ser substituída imediatamente para evitar a reinfecção. Outra observação importante é nunca compartilhar a sua escova, pois é de uso pessoal.

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

Jornal do Sudoeste

página 5

PM prende três após assaltarem sítio FOTOS: Vasco C.

Por Heloisa Rocha Aguieiras

A Polícia Militar prendeu na tarde de ontem, (20/5), no Largo Santa Rita, área central de São Sebastião do Paraíso, três rapazes, acusados de terem amarrado um casal em um sítio nas proximidades do Clube Seniors, assaltando a propriedade e fugindo para a cidade. Quatro rapazes, entre eles um menor, são acusados de amarrarem o casal proprietário do Sítio Santa Terezinha, para roubarem a propriedade. Eles fugiram no Fusca cinza que também era do sitiante, placas BKP 8502 de Paraíso. Após dez minutos que deixaram a propriedade, o sitiante conseguiu avisar a Polícia Militar, que passou a fazer buscas na cidade por meio do Tático Móvel, que encontrou os rapazes no Fusca subindo pela rua Deputado Campos do Amaral em alta velocidade, quando um deles pulou do carro e fugiu a pé, enquanto os outros atiraram contra a PM. Subindo a rua Djalma Dutra, em frente ao Largo Santa Rita, o Fusca atingiu uma senhora que estava atravessando

a via, atropelando-a e jogandoa contra a parede da casa de esquina. Na sequência, capotaram o veículo, sendo cercados imediatamente por diver-

sas viaturas. No carro foi encontrada uma faca grande, um revólver calibre 38 e seis balas. Os três pegos foram presos e levados

para a delegacia. A senhora atropelada foi atendida pelos Bombeiros, apenas com escoriações, sem ferimentos de maior gravidade.

Menor é apreendido com quase 100 pinos e cocaína em Paraíso Na residência do suspeito, a PM ainda encontrou embalagens para envasar a droga Por Ralph Diniz

PONTOS DE VENDA • Relojoaria Pontual • Edson Seguros • Laticínios Aviação • GP Supermercado • Presidente Jóias • Panificadora Santa Paula • GP Supermercados • Casa das Impressoras • Zippy Calçados • Diskartucho NA COMPRA DO INGRESSO CONCORRERÁ A UMA TV 40 POLEGADAS

Suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas, um adolescente foi apreendido pela Polícia Militar na noite de sábado (17/5), no Jardim Alvorada, em São Sebastião do Paraíso. Com ele foram encontrados 88 pinos de cocaína, dinheiro e outros materiais. Uma equipe da PM realizava a Operação Antidrogas pelas ruas do Jardim Alvorada quando, por volta das 20h, se deparou com o menor de 16 anos em atitude suspeita. Ao abordar o jovem, os militares encontraram a referida quantidade de entorpecentes, pronta para a comercialização, e a quantia de R$ 142 em dinheiro.

Em seguida, os policiais se dirigiram até a casa do adolescente e, depois de autorizados pelo padrasto do acusado, realizaram buscas no interior da residência. No quarto do menor foram encontrados mais um pino de cocaína, R$ 45 em dinheiro, uma balança de precisão e dois pacotes contendo diversos pinos plásticos vazios para envasar a droga. Diante dos fatos, a PM apreendeu o menor, o dinheiro e os materiais encontrados e os encaminharam para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram tomadas as medidas judiciais cabíveis. Segundo informações, essa não é a primeira vez que o acusado é apreendido pelo crime de tráfico de entorpecentes.


Jornal do Sudoeste

página 6

“Ptah” de Uberaba vence licitação e terá 8 meses para construir UPA Por Roberto Nogueira

A empresa Ptah Construções Ltda, com sede em Uberaba (MG) foi vencedora do processo de licitação para erguer o prédio que abrigará a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em São Sebastião do Paraíso. Na sexta-feira (16/5), a Prefeitura concedeu a ordem de serviço autorizando a montagem do canteiro de obras no terreno ao lado do Ambulatório Municipal, no bairro Santa Maria. O orçamento é de R$ 1.827.341,70 e a obra deverá ser entregue no prazo de oito meses, ou seja, em janeiro de 2015. A Prefeitura de Paraíso encerrou na última quinta-feira,15, a segunda licitação para a construção da UPA no município. Há cerca de 50 dias outro processo chegou a ser concluído tendo sido vencedora a Marco Construções, de Paraíso. No entanto, dias depois de ser proclamada vencedora a empresa anunciou desistência do serviço, mesmo tendo que pagar uma multa rescisória de R$ 60 mil prevista em contrato e obrigar a realização de uma nova licitação. Os trabalhos deveriam ter iniciado em 20 de março e o prazo de finalização é de oito meses a contar do fornecimento da ordem de serviço. Na última seleção apenas duas empresas se habilitaram para o processo, mas a Ptah foi a única a atender aos requisitos exigidos. O município paraisense foi selecionado há dois anos juntamente com outras 10 cidades mineiras que receberam a UPA. Os recursos para as obras, orçadas em quase R$ 2 milhões, são oriundos do Ministério da Casa Civil, sendo

R$ 1,4 milhão através do Programa de Aceleração do Desenvolvimento – PAC 2, que foram depositados em julho de 2012 em conta da Prefeitura e o restante seria em contrapartida do Município. Segundo o prefeito Reminho o empreendimento deverá consumir mais R$ 1 milhão a ser gasto com a compra de equipamento e material de serviço. A Unidade de Pronto Atendimento de Paraíso será de nível II com capacidade para atender uma população de 200 mil habitantes. Elas são estruturas de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares o-nde, em conjunto com estas, compõe uma rede organizada de Atenção às Urgências. Compõem a microrregião municípios como São Tomás de Aquino, Pratápolis, Jacuí, Itamogi e Monte Santo de Minas. A obra será realizada em um terreno que mede 3.179 m² localizado entre a Rua Estela e Rua Farmacêutico Francisco Bruno, ao lado do Pronto Socorro. As UPA’s 24h são integrantes do componente préhospitalar fixo e devem ser implantadas em locais/unidades estratégicas para a configuração das redes de atenção à urgência, com acolhimento e classificação de risco em todas as unidades, em conformidade com a Política Nacional de Atenção às Urgências. A estratégia de atendimento está diretamente relacionada ao trabalho do Serviço Móvel de Urgência (Samu), que organiza o fluxo de atendimento e encaminha o paciente ao serviço de saúde adequado à situação.

Governo federal lança Plano de Safra, mas dinheiro pode não chegar aos cafeicultores Por Heloisa Rocha Aguieiras

O governo federal divulgou na segunda-feira, (19/5), o Plano de Safra 2014, que prevê R$ 156 bilhões para a agropecuária. Esse valor é 14,7% maior em relação a safra 2013/ 2014. Para a cafeicultura foram destinados mais de quatro bilhões, por meio do Funcafé, mas dinheiro pode não chegar ao bolso do produtor, dizem os especialistas. Esse montante é 27% maior do que o disponibilizado no ano passado, porém, de acordo com o vice-presidente da Cooparaiso – Cooperativa Regional dos Cafeicultores de São Sebastião do Paraíso, José Rogério Lara, o produtor não tem mais limite exigido pelas instituições financeiras. “Todo o lastro de garantias que o produtor de café tinha, já foi dado aos bancos em safras anteriores. Isso sem contar que os agentes financeiros devem demorar em liberar esse dinheiro”, argumentou. Para o setor produtivo foram destinados à estocagem do café R$ 1,3 bilhões. O custeio vai receber R$ 845 milhões, o financiamento para aquisição de café (FAC) vai receber R$ 950 milhões. Também haverá recursos para capital de giro em R$ 900 milhões, para recuperação de lavouras terá R$ 20 milhões e o mercado futuro mais R$ 10 milhões. A proposta original do Conselho Deliberativo da Política do Café incluiu recursos para o setor industrial haverá na linha de capital de giro R$ 200 milhões para as indústrias de café solúvel mais R$ 300 milhões para as indústrias de torrefação de café. Há também R$

400 milhões para as cooperativas de produção e R$ 250 milhões para exportação. CENÁRIO O superintendente administrativo e financeiro da Cooparaiso, Marlon Braga Petrus, disse que o mercado de café mudou radicalmente por causa do longo período de estiagem. “Depois fevereiro passado, o sentimento do mercado passou a ser apreensivo, já que há muito tempo não se via uma seca neste período do ano e com tamanha influência sobre o percentual de rendimento da produção”, argumentou Marlon. O motivo é que pode haver uma confirmação de perdas na ordem de 20% como média brasileira, o excedente de estoque praticamente deixa de existir, o que resulta em preços sustentados. “No momento existem preocupações com relação a possíveis reflexos para a safra 2015, que pode ter seu potencial produtivo também afetado, mas tanto os reais números de perdas atuais como os futuros, somente serão conhecidos com segurança a partir de setembro próximo. Neste intervalo de tempo, esperamos ver um comportamento de preços sustentados”, diz. Segundo Marlon, “os efeitos que uma quebra de 20% poderia causar sobre as cotações, já aconteceu, ou seja, os preços evoluíram R$ 150,00 de janeiro até o momento, saindo de R$ 300,00 para R$ 450,00 a saca. Com isso, uma confirmação de quebra, não terá novo efeito de alta, pois esta situação já está precificada”.

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

Câmara diploma e empossa “vereador mirim” de Paraíso Fotos: Roberto Nogueira

Membros da Câmara Mirim são recebidos pelos vereadores Por Roberto Nogueira

A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso dará posse nesta quinta-feira (22/5), aos 10 vereadores mirins eleitos pelas escolas da cidade. Na mesma oportunidade os 20 estudantes eleitos entre titulares e suplentes também serão diplomados para o exercício de um ano de atividades. Na semana passada os alunos tiveram o primeiro contato com os futuros padrinhos, conheceram o corpo de funcionários e assessores e tiveram as primeiras noções sobre o funcionamento do Poder Legislativo. O projeto Câmara Mirim de Paraíso é uma iniciativa do presidente da casa José Luiz Corrêa (PT) que foi aprovado no final de 2013. A iniciativa prevê a participação de alunos da 7ª e 8ª séries de escolas da rede municipal, estadual e particular. Os estudantes participantes passaram por um processo de eleição em cada instituição de ensino. A informação sobre os eleitos em cada escola foi definida no mês passado. Na tarde de sexta-feira (16/ 5), o grupo de alunos esteve na Câmara onde tiveram o primeiro contato com os vereadores. Foram informados sobre o projeto, quais as atividades serão desenvolvidas e puderam conhecer o trabalho que

é feito pelo vereador junto à comunidade. “Este prédio pertence a prefeitura, mas a Câmara é um órgão diferente e independente”, ensinou Corrêa aos jovens alunos que acompanharam a explanação atentamente. Corrêa salientou que as principais funções do vereador é apresentar projetos, fazer leis e fiscalizar o Executivo. A apresentação dos alunos foi acompanhada pela presença dos vereadores José Luiz das Graças, Jerônimo Aparecido Silva, Marco Antônio Vitorino, Jesu Araújo e Ailson Aparecido Nascimento, o Beto da Guardinha. Também participaram vários assessores dos vereadores, funcionários dos vários setores da Câmara como imprensa, jurídico, contabilidade e administração. “Quero dar as boas vindas a vocês que serão nossos coleguinhas, desejando que possamos fazer um belo trabalho em conjunto”, disse Jerominho. “Vocês estão de parabéns por estarem aqui conosco para esta troca de experiência, temos muito a ensinar, mas também queremos aprender com vocês”, anunciou José Luiz das Graças. Após o primeiro contato com os vereadores e funcionários da casa, houve a exibição do vídeo institucional da Câmara Municipal, onde são detalhadas todas as características e funções do Legislativo.

Alunos de várias escolas da cidade vão compor Câmara Mirim de Paraíso No material é enfatizado sobre a existência dos três poderes, Legislativo, Executivo e Judiciário, no entanto, o presidente José Luiz acrescentou que “os poderes são harmônicos e independentes entre si”. Durante a apresentação foram mostradas as formas de trabalho e atuação do vereador que além de fazer leis e fiscalizar o prefeito, faz indicações, homenagens, audiências públicas, aprova moções, homenagens e ajuda na elaboração do orçamento municipal. Os estudantes foram informados ainda que as reuniões acontecem ordinariamente na quinta-feira, às 18h30, no período de 1º de fevereiro a 31 de dezembro, podendo haver convocações extraordinárias. Foi ainda comentado sobre a existência de uma mesa diretora, composta pelo presidente, vice-presidente e secretária. Há as comissões temáticas e especiais da Câmara que tem a função de analisar e estudar projetos e ações específicas. Além das reuniões, os vereadores também atuam a todo momento acompanhando obras, participando de eventos e buscando melhorias para a comunidade, disse o presidente. Ao final da apresentação os estudantes foram comunicados sobre a data e horário da diplomação e posse dos mem-

bros titulares da Câmara Mirim. A solenidade acontecerá nesta quinta-feira, dia 22 de maio, a partir das 18h, antecedendo a sessão ordinária normal. Haverá em seguida a eleição da mesa diretora mirim e também a definição por sorteio de qual vereador apadrinhará cada aluno titular. Os alunos se reunião uma vez por mês, na segunda terça-feira de cada mês. Uma das alunas eleitas é portadora de necessidades especiais teve dificuldades para chegar ao plenário. Cadeirante ela teve de utilizar o elevador da Prefeitura que dá acesso ao Teatro Municipal para chegar ao plenário. O presidente da Câmara, José Luiz Corrêa, se desculpou com a estudante dizendo que em breve esta situação não mais ocorrerá. “Está sendo construída uma nova sede da Câmara, que terá ampla acessibilidade e este transtorno que você passou não mais acontecerá quando estivermos em nossa sede própria”, anunciou. O episódio fez lembrar a Legislatura entre os anos de 2004 a 2007 quando o vereador José Ornei Duarte, que também era cadeirante, precisava ser carregado nos braços pelos colegas vereadores e funcionários da casa todas as vezes em que precisava ir à Câmara.

Vereadora Dilma Oliveira indica controle do uso de agrotóxicos Por Roberto Nogueira

A vereadora Dilma de Oliveira (PV) é a autora de duas indicações feitas ao Executivo em que propõe ações que visam a melhoria do meio ambiente. Na primeira reivindicação ela pede a elaboração de estudos e projetos relacionados ao uso de agrotóxicos. “Sabemos da importância na qualidade de vida e saúde pública, precisamos estar atentos a estas questões”, observa. Ela também defende a instituição de um programa de controle de erosão com remanejamento de terras e aproveitamento para ajudar no aumento do cultivo de hortaliças no município. As indicações da vereadora foram apresentadas na semana passada durante sessão ordinária da Câmara sobre forma de indicação ao Executivo. A intenção segundo ela é mobilizar as secretarias municipais de Meio Ambiente e também a de Desenvolvimento Agropecuário, juntamente com os órgãos competentes para auxiliar aos produtores rurais do município quanto ao uso de defensivos agrícolas. Dilma toma por base o dispositivo previsto no artigo 251, inciso III da Política Rural, da LOM (Lei Orgânica Municipal). O indicativo prevê que o município formulará, mediante lei, a política rural assegurando várias medidas sendo uma delas “repressão ao uso de anabolizantes e ao uso indiscriminado de agrotóxicos”. Conforme Dilma a iniciativa justifica-se pela importância que deve ser dada a ações que promovam a qualidade de vida, na saúde pública, além de proteção ao meio ambiente. “Sa-

bemos da grande quantidade de defensivos utilizados na cadeia produtiva de alimentos e a adoção desta medida vem atenuar o uso de produtos químicos agrícolas através de técnicas alternativas que poderão ajudar a repelir as pragas de forma natural”, completa. A vereadora cita como exemplo o estado do Paraná que utiliza o cultivo de plantas com cheiro nas plantações de frutas e hortaliças, como é o caso do alho, coentro e manjericão. “O odor liberado por estas plantas cultivadas em consórcio, repele os insetos. Outra forma de monitoramento seria por meio da adoção de tecnologias já existentes no mercado”, relata. Em Paraíso a Central de Coleta realizou em 2012 um trabalho que resultou no recebimento de 234 toneladas de embalagens vazias. No ano passado a campanha continuou sendo intensificada e a expectativa era recolher de forma ambientalmente adequada o volume de 260 toneladas. Para 2014 a expectativa é de que o índice na região de São Sebastião do Paraíso supere a casa das 285 toneladas de embalagens vazias Levantamento realizado pelo INPEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) apontou que Minas Gerais destinou 1,8 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas no primeiro semestre de 2013.A quantidade é 4% maior, se comparado ao mesmo período de 2012. Na época foram recolhidas em igual período do ano passado 1.754 toneladas. Os números nacionais também apontam crescimento no volume arrecadado em 9%, passan-

do de 19.552 para 21.382 toneladas. De acordo com o Instituto em análise mais recente, os índices de devolução de embalagens vazias de agrotóxicos em Minas Gerais cresceram na ordem de 19%, enquanto que a média de crescimento do Brasil foi de 9%. O comparativo avaliou os quatro primeiros meses de 2013 e 2014. Foram devolvidas 1.266.610 kg de embalagens de agrotóxicos vazias aos postos de recolhimento do Estado, de janeiro a abril deste ano. O mesmo período de 2013 teve um recolhimento de 1.061.421, o que representa um crescimento de 19,3%. Comparando o mesmo período, foram recolhidos em todo o Brasil 14, 6 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos e 13,4 toneladas em 2013, representando um aumento de 9%. Sendo assim, a média de recolhimento de embalagens em Minas foi 10% maior que a média nacional. QUALIDADE DO SOLO O segundo pedido da vereadora feita através de indicação ao prefeito é referente a aplicação do Inciso X do artigo 251 da LOM. O dispositivo

prevê que o Município tem como um dos principais objetivos na zona rural instituir um programa de controle de erosão, de manutenção de fertilidade e recuperação do solo degradado. “Temos conhecimento que há no município um grande número de terrenos impossibilitados para o cultivo, devido à terra arenosa ou pedregosa, dificultando pequenos produtores plantar, principalmente hortaliças”, descreve. A sugestão da vereadora é para que a Prefeitura faça a remoção de terra para os locais degradados a fim de que possibilite ao menos o cultivo de hortaliças ou mesmo outras culturas. “Já que termos a estufa de produção de mudas, incentivando a horticultura, solicito também a distribuição de terras produtivas para a colocação nos solos que atualmente não possuem condições de produzir”, sugere. A vereadora acredita que a medida ajudará incentivar a geração de renda e o desenvolvimento sustentável, acrescenta. Ambas as proposições foram aprovadas por unanimidade pelo plenário da Câmara e encaminhadas para o Executivo municipal.


Jornal do Sudoeste

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

página 7

Comitiva visita Presidente de sindicato diz que novas obras da Câmara políticas podem reabrir usinas de álcool que completa 25% da construção Por Heloisa Rocha Aguieiras

Heloisa Rocha Aguieiras

Paredes e lajes já foram levantadas no primeiro pavimento da obra está com ritmo acelerado Por Roberto Nogueira

Um grupo de vereadores, funcionários e assessores na Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso visitaram na manhã de segunda-feira,20, as obras de construção da nova sede do Legislativo. “Nós estamos satisfeitos com o andamento dos trabalhos que já chegaram a um quarto do total e acreditamos que a partir de agora ela vai deslanchar e chegaremos ao final do ano com quase 70% terminado”, analisou o presidente da Câmara, José Luiz Corrêa. A expectativa é de que a conclusão do serviço possa ocorrer no prazo de um ano caso o ritmo das atividades sejam mantidas. A visita contou com a presença de vereadores como Walker Américo de Oliveira, Dilma de Oliveira e José Luiz das Graças. Também estavam presentes assessores parlamentares e também assessores jurídicos, funcionários dos setores administrativos da Câmara. Para o presidente, José Luiz Corrêa é importante que o pessoal acompanhe o andamento das atividades. “Este acompanhamento vai continuar acontecendo periodicamente, como já ocorreu anteriormente e teremos novas visitas possivelmente em julho”, disse. Corrêa assegura que está satisfeito com o desenvolvimento da obra. “A par-

te de fundação está completa, agora passaremos para o levantamento das paredes e teremos um adiantamento dos serviços, veremos que a construção vai estar mais modificada a cada dia”, avalia. Na semana passada foram pagas duas medições de R$ 130 mil cada. “Eu acredito que chegaremos em dezembro com 65 a 70% de todos os trabalhos concluídos e vai ficar faltando praticamente a parte de acabamento para finalizar. A nossa previsão é de que em meados de 2015 já possa ser entregue e inaugurada”, avalia. O presidente da Acissp (Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços de São Sebastião do Paraíso), o engenheiro Ailton Rocha de Sillos também acompanhou a visita. Na legislação passada como vereador ele foi idealizador do projeto de construção da nova sede do Legislativo. “O andamento é muito positivo tenho acompanhado de perto o desenvolvimento do projeto, vejo com satisfação que está indo muito bem”, define. Como membro da Comissão de Acompanhamento das Obras ele destacou que a aquisição de material e a mão de obra foram contratados na cidade. “Estamos observando tudo, com rigor desde a compra e uso do material aos gastos que são feitos, está tudo dentro da normalidade”, completa.

Há 44 usinas fechadas no país e seis no estado de Minas Gerais desde 2009, sendo uma delas, a Central Energética Paraíso (Cepar), em São Sebastião do Paraíso. Desde então, o setor sucroalcooleiro corta empregos e está mergulhado em dívidas. Os preços do etanol nas bombas de combustíveis não atraem mais o consumidor. O presidente da Siamig (Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool e do Sindicato da Indústria do Açúcar do Estado de Minas Gerais), Mario Ferreira Campos Filho, disse em entrevista exclusiva ao Jornal do Sudoeste, que somente a adoção de novas políticas públicas pelo governo poderão fazer com que as indústrias de álcool, como a Cepar, possam ser reabertas no futuro. Ele disse que o setor já vinha em crise desde 2011, época em que o governo estava segurando os preços dos combustíveis na bomba. Mário acredita que o setor, que enfrenta desconfiança dos donos de terra e do mercado em geral, ainda possa reagir e resgatar a credibilidade. Ao comentar sobre essa situação do setor, o presidente da Siamig lamentou o fechamento de várias usinas de álcool em todo o país. “Foram 48 em todo o Brasil, seis só em Minas Gerais, inclusive a de Paraíso. Esta situação causa muitos problemas para as cidades, como o desemprego e tem outros impactos negativos como redução de impostos entre outras consequências ruins”, aponta. Mário cita que a crise vem desde 2011, um período em que o Governo Federal vinha monitorando os preços na bomba, principalmente em relação

Usina Cepar, de cana-de-açúcar, que funcionou até 2012 em Paraíso

à gasolina e o diesel, com a justificativa de impedir o crescimento da inflação. Também na época houve o aumento da frota de veículos bicombustíveis. “Foram medidas que podemos chamar de populista e de cunho político”, descreve. Ele detalha que a gasolina é concorrente do álcool e na relação de consumo o álcool só passa a ser competitivo quando atinge preço a partir de 70% da gasolina. “Este fator limitou muito, considerando o custo de produção, os investimentos que são feitos para eliminar a queima, além de outros investimentos para manter a produção. Tudo isso foram fatores que fizeram aumentar o valor do produto”. As empresas sofreram o impacto e aquelas que não tinham condições de sustentação foram as que mais foram penalizadas, como foi o caso da Cepar. “Outras indústrias que atuam com a produção de açúcar e de energia tiveram condição de se manterem, mas as empresas mais novas ficaram em situação difícil e o resultado foi o fechamento de usinas em seis cidades de Minas”.

Ele acredita que há saída para o setor: “Lutamos por uma política que mude a regra de mercado, tem que haver preço competitivo, tem que haver sustentabilidade. Sou otimista, porque é a sociedade quem paga. Os bancos fizeram empréstimos enormes às usinas, mas não podemos viver de ilusão. O álcool é um produto que gera energia renovável e limpa e os produtores não vão deixar esta conquista”. Sobre a influência do clima, Mário disse que foi muito grande. “A seca influenciou na produtividade que causou um impacto grande”. Mesmo assim, para o presidente da Siamig, o Brasil tem potencial, pois 65% dos veículos são flex. “É uma questão de ajuste, mas eu acredito que o álcool e as usinas voltarão a gerar riqueza. A reativação das usinas como a Cepar de Paraíso dependerá de um conjunto de fatores. Voltar a acreditar na produção vai depender do produtor, tivemos a fase do Proálcool, muitos fecharam e depois reabriram, agora para as usinas voltarem a operar não é impossível, é preciso resgatar a imagem, a

credibilidade e a confiança”, completou. O PREÇO O preço do etanol na bomba, em média é de R$ 2,19 e a gasolina está em R$ 3,09, o litro. A diferença de preço entre o etanol e a gasolina já foi menor, há pouco tempo, o que desanimou o consumidor. Mário explicou que o preço da gasolina é estável, mas o do etanol é hoje fixado por tabela. No fim de abril, o governo federal anunciou um pacote de incentivo ao setor, procurando reerguer o prestígio do etanol. Entre as medidas está a redução da cobrança de PIS/Cofins sobre o etanol, que foi zerada, e diminuição e renovação das taxas de juros cobradas nas linhas de crédito aos produtores, incluindo a do BNDES. Essas ações têm o objetivo de aumentar a ogferta do produto e assim, o governo também espera uma redução do preço do etanol cobrado nas bombas, que voltaria a competir de igual para igual com a gasolina. Colaborou o repórter ROBERTO NOGUEIRA

Sedeagro promove curso pelo Senac para feirantes Divulgação Por Roberto Nogueira

Ainda saboreando os resultados positivos da realização da 1ª Feira Noturna da Estação a Sedeagro (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agropecuário) realizou mais uma atividade de treinamento para os feirantes de São Sebastião do Paraíso. “Não podemos nos acomodar porque a dinâmica dos acontecimentos está em constante modificação e é preciso que o pessoal esteja atento para as variações de mercado, as tendências, por isso foi oferecido mais esta possibilidade”, anunciou o secretário Mauro Westin. Ele informou que na próxima semana haverá uma reunião para avaliar a feira ocorrida na noite de quarta-feira,14, quando deverá ser marcado a próxima realização do evento. A repercussão positiva da Feira Noturna da Estação não fez com que a equipe da Sedeagro ficasse eufórica com os resultados alcançados. “De uma certa maneira nós sabíamos que o planejamento realizado teria uma resposta positiva e foi o que aconteceu. Surgiram muitos comentários positivos, tivemos muitas sugestões do público, dos feirantes, mas tudo tem que ser analisado com calma, o pessoal está satisfeito e nós também”, disse o secretário. No entanto, ele assegurou que é preciso ter calma, para não agir pelo impulso do momento e defende a realização de pesquisas juntos aos comerciantes e o público para definir o futuro da feira. De acordo com o assessor de Programas Agropecuários, da secretaria, Marco Aurélio Alves de Paula o objetivo principal da feira é o de potencializar as vendas. “Poucas cidades tem uma constância de feiras igual a Paraíso”, define. Atualmente são 75 produtores cadastrados sendo que aproximadamente 30 são feirantes”, esclarece. Para Mauro Westin o setor já entendeu que o objetivo principal é ampliar a produção e diversificar a produtividade,

Produtores de hortaliças e feirantes participam de curso do Senac na Sedeagro

“são metas que nos levarão a outros patamares e que tem como finalidade a implantação do Centro de Distribuição, ainda temos alguns passos a serem dados para chegar lá tendo que primeiro atender a demanda interna através da merenda escolar e o fornecimento para o mercado local”, acrescenta. O secretário disse que o prazo maior para que se reúna os feirantes e produtores para fazer a avaliação da feira noturna tem um propósito. “É preciso dar um tempo para refletir, sentir o mercado além da euforia do primeiro momento”, aponta. Ele reconhece que o evento foi uma grande vitrine despertou muita gente que voltou os olhos para a atividade e que é uma situação que vai ajudar a compreender a proposta de trabalho desenvolvida pela Sedeagro. Conforme Érica Paschoini, que é a chefe de Elaboração de Eventos, Difusão Tecnológica e Treinamentos da Sedeagro, a Feira da Estação voltou a acon-

tecer no último sábado em seu horário habitual durante o dia de 7 às 13 horas. “Recebemos diversas sugestões para mudanças de dia, de horário, de pessoas querendo participar da feira, a procura por espaço nas barracas acontece todos os dias, mas não podemos perder o foco principal”, aponta. Por isso já na noite de segunda-feira,20, a rotina de cursos e treinamentos para a melhoria da capacitação voltou a ser realidade entre os feirantes. A atividade foi realizada a partir das 19h na própria sede da secretaria, com a realização pelo Senac (Serviço Nacional de Atividade Comercial) do curso de atendimento ao público. “Já tivemos cursos sobre embalagem, apresentação dos produtos, disposição nas barracas e a intenção é ir aprimorando gradativamente desde a qualidade do produto como a prestação de serviços, o pessoal já sabe a importância de cada detalhe que faz a diferença e a Judá no sucesso de todo o empreendimento que está

sendo desenvolvido”, esclarece Érica. HORTITEC Outro evento também organizado pela Sedeagro será a visita a Hortitec (Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas) em Holambra (SP) na próxima quinta-feira (29/5). O evento mostra as perspectivas de mercado, evoluções tecnológicas e novidades do setor, reúne expositores que apresentam novidades para produtores de diferentes setores do agronegócio como flores, frutas, hortaliças, florestais e demais culturas intensivas. O nível técnico do público que visita a Hortitec é o grande diferencial do evento, sendo que para garantir o perfil, os convites são distribuídos aos clientes potenciais dos próprios expositores, tendo como alvo somente quem tem real interesse no setor. Cerca de 46 produtores e comerciantes locais estarão presentes nesta feira.


Jornal do Sudoeste

página 8

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

Comércio paraisense está preparado para a Copa do Mundo Confiantes na paixão do brasileiro e no bom momento da seleção, lojistas reforçam seus estoques de produtos alusivos ao mundial Por Ralph Diniz

Enquanto a maioria das 32 seleções que disputarão a Copa do Mundo no Brasil a partir de 12 de junho ainda não deu início a sua preparação para o torneio, lojistas de São Sebastião do Paraíso já colocaram o time em campo com o objetivo de lucrar com a venda de produtos relacionados ao campeonato mundial de futebol. De camisas oficiais a cornetas e tintas para o rosto: é possível encontrar quase tudo sobre o evento nas lojas da cidade. E para atrair o público, os proprietários não economizam na decoração de seus estabelecimentos. Na maioria deles, as bandeiras e faixas com as cores verde e amarela ocupam prateleiras, paredes, portas e janelas. Mesmo com o momento econômico do País não sendo dos melhores, os empresários de Paraíso apostam na paixão do brasileiro pelo esporte bretão e, também, no fato da Copa acontecer “em casa” para alavancar suas as vendas. Marina Alves, gerente do “Super 1,99 do Tchê”, conta que a loja adquiriu uma grande quantidade de produtos no mês passado, e, diante da procura, já prepara outro pedido (ainda maior) aos fornecedores. De acordo com a gerente, a intenção de reforçar o estoque antes mesmo do início dos jogos da Copa é para evitar algo semelhante ao que aconteceu durante o mundial

de 2010, quando faltaram diversos produtos na loja. “Estamos nos preparando porque sabemos que as vendas vão aumentar a partir das próximas semanas”, afirma Marina. Os preços dos artigos do mundial no estabelecimento variam entre R$ 1,99 a R$ 51. Além da paixão do brasileiro pelo futebol, alguns lojistas acreditam que o momento de ascensão vivido pela seleção nacional pode influenciar nos negócios durante a Copa. Proprietário da loja “Torcedor Esporte Clube”, Hélio Francisco Tavares Gil declara que aposta no sucesso de Neymar, Felipão e companhia para aumentar as vendas de camisas oficiais e licenciadas. “Nossa expectativa é muito boa quanto às vendas e, também, a respeito da nossa seleção”, comenta. Assim como Marina Alves, Gil acredita que o comércio melhore com a realização dos primeiros jogos do Brasil. Representante da distribuidora “Elite” no Sul e Sudoeste de Minas, Toni Francisco Cozim, conta que a empresa, situada em Matão (SP) e especializada na confecção de camisetas, espera comercializar mais de 100 mil peças alusivas à Copa somente nas cidades mineiras. “Os pedidos não param de chegar”, completa o vendedor. “RECEIO” Questionado sobre o assunto, o presidente da ACISSP (Associação Co-

Produtos relacionados à Copa do Mundo já lotam prateleir as em lojas da cidade

mercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços de São Sebastião do Paraíso), Ailton Rocha de Sillos, demonstra certo receio, não por causa do potencial do comércio local, e sim devido à crise econômica situada no País. “Temos que estar preparados, pois a Copa é um momento importante, nosso comércio tem potencial e vai

saber agir. Essa iniciativa é interessante e muito louvável, porque é na crise que buscamos algo novo para sobreviver”, ressalta. Sillos diz ainda que a associação está disposta a apoiar as ações do comercio paraisense. Ele lembra ainda que a instituição promove, até o final de maio, a campanha “A Copa em Família Come-

ça na ACISSP”, que valoriza a figura da mãe como elo fundamental familiar e sua participação nos jogos da Copa Mundo. “Estamos aliando o momento festivo do Campeonato Mundial de futebol acontecer no Brasil, que, com certeza, facilitará o trabalho de fomento de vendas de cada empresa”, conta. Sillos explica que os prê-

mios seguirão a temática da Copa do Mundo do Brasil. Cinco televisores de tela grande serão sorteados. Além disso, cada loja participante premiará um cliente com uma pipoqueira elétrica estilizada. O vendedor responsável pelo cupom sorteado também ganhará uma pipoqueira. Cerca de 100 lojas participam da promoção.

Agora é lei: Valor de impostos deverá constar em nota Por Heloisa Rocha Aguieiras

O governo federal determinou por meio da Lei 12.741/ 2012, chamada de “De Olho no Imposto”, que as notas fiscais tragam a descrição do valor dos impostos dos produtos nela contidos. A lei começou a vigorar em junho do ano passado, mas somente a partir do próximo dia 10 de junho é que as empresas estarão sujeitas à fiscalização dos órgãos de defesa do consumidor. Quem descumprir a determinação poderá sofrer penalidades como multa e vale também para empresas prestadoras de serviços. Alguns supermercados de Paraíso já estão apresentando o cupom fiscal desta forma. Como neste caso são muitos itens, os estabelecimentos cadastraram seus produtos e fizeram a média para aqueles que são semelhantes; assim o cupom apresenta um valor aproximado em tributos. De acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), apenas 7,97% das empresas mineiras discriminam os tributos nas notas fiscais. Minas Gerais fica atrás de São Paulo (31,72%) e Rio de Janeiro (9,87%). A coordenadora do Procon em São Sebastião do Paraíso, procuradora do município Mirian Galvani, disse que as informações deverão constar em todas as notas fiscais eletrônicas geradas e que o sistema digital deve adequar para ter essa informação. “Não é possível cobrar das empresas se elas não têm um sistema atualizado que disponibilize na nota fiscal eletrônica um jeito de ser preenchida

com essa informação sobre os tributos. Se não tiver isso, como o comerciante poderá informar”, questiona. Sendo assim, os estabelecimentos que possuem um software gerador da nota fiscal eletrônica, terão que solicitar ao fornecedor do programa que façam uma adaptação para que, ao gerarem o documento já saia no campo “informações complementares” o valor dos impostos dos produtos constantes naquela nota. Ou seja, o sistema gerador da nota fiscal eletrônica terá que ser adaptado para ter mais esta informação. Uma alternativa para empresas é que em vez de divulgar a informação nos documentos fiscais, poderão ser passados os valores por meio de painel afixado em local visível, ou ainda por qualquer outro meio eletrônico ou impresso, de forma a demonstrar o valor ou percentual dos tributos incidentes sobre todas as mercadorias ou serviços. O sócio-proprietário do Escritório de Contabilidade Pessoni, Jamil Domingues, disse que a fiscalização será realizada pelos órgãos de defesa do consumidor. “As multas pela falta da informação devem ser pesadas, mas eu não acredito que elas aconteçam no início do processo, no mês que vem, pois as empresas terão que se adaptar e dependem de sistemas informatizados, então acredito que o governo dará mais um prazo para isso”, disse o contador. A legislação tem como objetivo dar mais direção à transparência tributária, possibilitando ao cidadão saber que paga tributos em tudo o que consome. Para se ter uma

ideia, um celular tem em seu preço 33% de impostos embutidos. “Não acredito que isso vai fazer com que o cidadão tenha maior consciência do que paga em imposto. Muitos estabelecimentos já estão fornecendo a informação no cupom fiscal e a maioria dos consumidores sequer repararam nisso”, argumenta. As empresas podem obter mais informações no site https://www.ibpt.org.br/, inclusive uma tabela de valores de tributos. TRIBUTOS QUE DEVEM CONSTAR Os tributos que deverão ser informados no documento fiscal são os seguintes: -Imposto sobre Operações relativas a Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). -Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). -Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). -Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou Relativas a Títulos ou Valores Mobiliários (IOF). -Contribuição Social para o Programa de Integração Social (PIS) e para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) (PIS/Pasep). -Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). -Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, incidente sobre a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados, gás natural e seus derivados, e álcool etílico combustível (Cide).


Jornal do Sudoeste

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

Fechamento: Terça-feira, 15 horas

página 9

Número: 1024

UNO WAY, vendo, ano 2009, branco, super conservador R$ 13.500,00. Tratar fone: 9975-5420 e 353154-20

VEÍCULOS RESIDÊNCIAS À VENDA: Jd. Belvedére R$ 130.000,00 Cód: 3686 Área do Terreno: 160 m² Área construída: 69,9 m² 3 dorm, sala, copa-coz, jardim de inverno, ban, pré-disposição para aquecimento solar, área de serv, entrada de garagem p/ 2 carros. Laje e piso frio. RECÉM CONSTRUÍDA. Centro R$ 320.000,00 Cód: 3679 Área do Terreno: 228 m² Área construída: 130 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, copa-coz, ban, área de serv, entrada de garagem. Laje e porcelanato. Edícula c/ 1 dorm e w.c. Forro de p.v.c. e piso frio. Cidade Nova R$ 220.000,00 Cód: 3759 Área do Terreno: 305 m² Área construída: 122 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, copa-coz, ban, área de serv, garagem p/ 2 carros. Laje e porcelanato. RECÉM CONSTRUÍDA. Jd Acapulco R$ 170.000,00 Cód: 3764 São 2 sobrados com 4 apartamentos. Cada apartamento com 1 dorm, sala, coz, ban. Jd Alvorada R$ 110.000,00 Cód: 3546 Área do Terreno: 150 m² Área construída: 69 m² 3 dorm, sala, coz, ban, área de serv, entrada de garagem. Laje e piso frio. RECÉM CONSTRUÍDA. Jd América VII R$ 200.000,00 Cód: 2854 Área do Terreno: 150 m² Área construída: 70 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, coz, ban, área de serv, garagem. Laje e piso frio. RECÉM CONSTRUÍDA. Jd América VII R$ 285.000,00 Cód: 3372 Área do Terreno: 250 m² Área construída: 141,9 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, copa-coz, ban, lavabo, área de serv, garagem p/ 2 carros. Jd Canadá R$ 130.000,00 Cód: 3554 Área do Terreno: 190 m² Área construída: 62 m² 2 dorm, sala, coz, ban, área de serv., garagem. Laje e piso frio. Jd Coolapa R$ 435.000,00 Cód: 2774 Área do Terreno: 412 m² Área construída: 315 m² 4 dorm sendo 1 suíte, sala p/ 2 ambientes, varanda, copa-coz, ban, área de lazer c/ forno de pizza, garagem p/ 4 carros. Laje, ardosia e piso frio. Jd Coolapa R$ 200.000,00 Cód: 3079 Área do Terreno: 240 m² Área construída: 107 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, coz, ban, área de serv, garagem. Jd das Acácias R$ 130.000,00 Cód: 3630 Área do Terreno: 250 m² Área construída: 59 m² 2 dorm, sala, coz, ban, área de serv, entrada de garagem p/ 2 carros. Laje e piso frio. RECÉM CONSTRUÍDA. Jd Europa R$ 180.000,00 Cód: 3244 Área do Terreno: 187 m² Área construída: 110 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, coz, ban, área de serv, garagem. Laje e piso frio. RECÉM CONSTRUÍDA Jd Europa R$ 1.050.000,00 Cód: 3693 Área do Terreno: 600 m² Área construída: 470 m² 4 dorm sendo 2 suítes, 1 suíte com hidro, sala de TV, sala p/ 3 ambientes, lavabo, escritório, coz com gabinete, lavabo, coz externa com fogão à lenha, área para churrasco com W.C. e piscina, garagem p/ 8 carros, acabamento de ótima qualidade com granito, piso frio e laje. Jd Europa R$ 160.000,00 Cód: 2805 Área do Terreno: 150 m² Área construída: 80 m² 3 dorm, sala, coz, ban, área de serv, garagem p/ 2 carros. Laje e piso frio. Jd Itamarati R$ 110.000,00 Cód: 3022 Área do Terreno: 250 m² Área construída: 70 m² 2 dorm, sala, coz, ban, área de serviço, garagem. Jd Morada do Sol R$ 184.000,00 Cód: 3697 Área do Terreno: 330 m² Área construída: 110 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, copa, coz, ban, área de serv, amplo porão, garagem. Laje e taco. Lagoinha R$ 520.000,00 Cód: 2745 Área do Terreno: 190 m² Área construída: 280 m² 4 dorm sendo 2 suítes, 1 suíte c/ hidro, 3 dorm tem armários, sala de visitas, sala de TV, coz c/ armários, ban, lavanderia, tacão de ipê, garagem p/ 2 carros. Morumbi R$ 125.000,00 Cód: 3720 Área do Terreno: 250 m² Área construída: 69,68m² 3 dorm, sala, coz, ban, área de serv, entrada de garagem p/ 2 carros. Laje e piso frio. EM CONSTRUÇÃO. Rosentina II R$ 140.000,00 Cód: 3752 Área do Terreno: 189 m² Área construída: 70 m² 3 dorm, sala, coz, ban, área de serv, entrada de garagem p/ 2 carros. Laje e piso frio. Em construção. Chácara em Monte Santo de Minas R$ 400.000,00 Cód: 3780 Área do Terreno: 1700 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, coz, ban, área de serv, piscina, área de churrasco, parque. Laje e porcelanato. Chácara Condomínio Campo Alegre R$ 400.000,00 Cód: 3782 Área do Terreno: 2250 m² 2 dorm sendo 1 suíte, sala conjugada com a coz, ban, varanda em volta da casa, jardim em frente a casa, garagem p/ vários carros. Laje piso frio. Casa nos fundos com 2 dom, sala e coz conjugadas, ban. Forro de madeira e piso frio. Área para churrasco com fogão à lenha, piscina, pomar formado com laranjeiras. Aceita casa no Jd. Daniela como parte de pagamento. S Genaro R$ 130.000,00 Cód: 3775 3 dorm, sala, coz, ban, área de serv, entrada de garagem p/ 2 carros. Laje e ardósia. S José I R$ 280.000,00 Cód: 3137 Área do Terreno: 260 m² Área construída: 240 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, copa-coz, ban, garagem p/ 2 carros, área de lazer com churrasqueira, forno e fogão à lenha, sauna, piscina, mirante. S Judas Tadeu R$ 130.000,00 Cód: 3596 Área do Terreno: 200 m² Área construída: 66 m² 3 dorm, sala, coz, ban, área de serv, garagem. EM CONSTRUÇÃO. Sta Tereza R$ 105.000,00 Cód: 3740 Área do Terreno: 250 m² Área construída: 0 m² 3 dorm, sala, coz, ban, área de serv, entrada de garagem p/ 2 carros, área coberta nos fundos. Laje e piso frio. Vila Helena R$ 190.000,00 Cód: 3636 Área do Terreno: 250 m² Área construída: 69,7 m² 3 dorm sendo 1 suíte, sala, coz/copa americana, ban, área de serv, garagem. Laje e piso frio. RECÉM CONSTRUÍDA.

UNO WAY, vendo, ano 2009, branco, super conservador R$ 13.500,00. Tratar 9975-5420 e 353154-20

tacionamento, valor 22. 000,00. Telefone 9907-9247 com Eric

GOL 8v, vendo, ano 2001, cor prata, em ótimo estado de conservação. Tratar no Beco Guarani, 35 ou 3531-4419

MOTO XRE 300 - Vende-se 2011/11, vermelha, único dono. R$ 11 mil. Fones (35) 9975 0246 8881 6716 ou 3531 6716 falar com José Maria.

KOMBI 95, vendo, branca, documentos 2014 ok, pronta para trabalhar, R$ 6.500,00. Tratar 9880-8165 (vivo) e 91827055 (tim)

FIESTA Vende-se 1997, verde, imposto 2014 pago, 4 pneus novos, 2 portas, conservado. Contato: 9804-5444

AGILE LTZ, vendo, 2011/2011 cinza, R$ 26 mil. Tratar 35581379 CAMINHÃO MERCEDES BENZ e L200, vendo, caminhão ano 2000 branco, e camionete L200 2005 cinza. OU TROCO-SE por sítio bem localizado e próximo à cidade com excelente localização. Tratar com Paulo 9821-7704. C4 PALLAS vendo, 2013, branco, com 15 mil km rodados, automático, banco de couro, sencor de estacionamento, ar digital. ÚNICO DONO. Em perfeito estado. Tratar com 3593-1096 ou 99160500 (vivo) MÁQUINA DE ESTEIRA D7, vendo, ano 1984, motor novo, com bateria nova, em bom estado de conservação, parte mecânica tudo ok. Tratar pelos fones 9936-0909 (vivo) e 9124-6039(tim) MERIVA MAXX 05/05, vidros elétricos traseiros e dianteiros, direção hidráulica, ar condicionado, sensor de es-

KOMBI VENDE-SE ou TROCA branca, ano 99, 4 bicos, 12 lugares. Contato: 99013773 falar com Miguel. COROLLA 2008/ 2009,Vendese, completo, automático novíssimo, banco de couro Contato: (35) 9122-9395 (TIM) falar com Francisco. MOTO HONDA NX 4 Vendese ano 2001/2001, ótimo estado, cor verde, detalhes cromados escapamentos coyte, 53 mil KM. R$7 mil reais. Contato: 9106-1420 falar c/Martha. CAMINHÃO MERCEDES BENZ vende-se ou troca. ano 1967, toco. Diferencial novo. Tratar (35) 3541-1849 ou 99189293. R$ 15 mil. Gilson. CAMINHÃO CHEVROLET D 60 Vende-se ano 78, ótimo estado de conservação. R$ 14 mil reais. Contato 9191-3630 (TIM) falar com Pedro. MOTO CG 150 – Vende-se, ano 2008 KS, cinza chumbo. Ótimo preço, documentação 2012 Ok. Falar c/ Leandro 9966-7063.

COLHEDORA DE CAFÉ, vendo, Suprema, Azul, Café, VN, ano 2006, pouco uso, Valor R$ 18.000,00 REVISADA TRATAR FONE: 9975-5420 e 353154-20

RECOLHEDORA DE CAFÉ, vendo, Maq 6000, Dragão Sol, ano 2006 R$ 15.000,00 REVISADA TRATAR FONE: 9975-5420 e 353154-20

IMÓVEIS TERRENO – Vende-se, na rua Duque de Caxias, ao lado do número 673, Jd. Planalto. Mede 40 m2. Tratar (35) 98764470. TERRENO PRONTO SOCORRO vendo, na rua do Pronto Socorro, altura do nº 869 medindo 250m², murado, por R$ 72 mil. Tratar pelo fone 9823-9389 (vivo) ou 3531-6467 CASA - VENDO – PARQUE DAS ANDORINHAS Rua Amilcar Carina, 215 - Próxima aos novos fóruns! 3 dormitórios – tacos com synteko - (01 uíte com hidro) - Banheiros com Blindex – Metais Deca – Piso Cerâmico Sala 02 ambientes – Cozinha com armário – Jardim de inverno Despensa – 02 banheiros externos. Quintal com área de lazer coberta Garagem ampla – Portão eletrônico Alvenaria em tijolos – Ótima construção! Cerca elétrica e alarme! Aquecedor – Construção nova (05 anos) Tratar com André – (35)35315101 – 8857-2940 CASA ALUGA-SE com 3 quartos, sala de estar, cozinha, banheiro, laje, piso garagem. Rua Ana Maria, 71 – Vila Radaeli fone 9137-7130 TERRENO JARDIM EUROPA VI vendo ou troco, 9 metros de frente e 22 metros de fundos (198m²), localizado na Av. Lusitânia a 6 metros da Humberto de almeida. Troco por veículo ou gado, aceita financimaneto da caixa. Tratar (16) 9 92751215 (claro) 16 9 8162-9424 (tim) com Fernando CHÁCARA CAMPO ALEGRE: vende-se, casa com 4 quartos, varanda, murado na frente, e alambrado na lateral, garagem para 6 veículos, construção com 270m² e terreno de 2.272,50m², ACEITO TERRENO na troca nos bairros: coolapa, Europa e Mediterranee. Tratar (35) 84581846 (claro e (35) 9967-0034 (vivo) KIT NET CENTRO, aluga-se para morar ou comercial, com 1 sala, 1 quarto e cozinha conjugadas, de esquina com a rua Tiradentes e Geraldo Marcolini, excelente para ponto comercial, garagem para 1 moto. Tratar 35582159 FOGÃO USADO 4 BOCAS: vendo, branco, acendedor automático, marca Continental R$ 130,00. Tratar com Jacqueline Fone 9894-0141 • TERRENO SÃO JUDAS TADEU, vendo, rua Antônio Roque Martins, 773, com 10x25 metros, todo murado, lado favorável, tratar pelo fone 35316235, 9957-5316 (vivo) e 87116500(oi) • OPORTUNIDADE: Oportunidade! Vendo terreno de 480 m² em uma das melhores localizações de S.S. Paraíso (tanto comercial quanto residencial), situado a Rua Dr. Placidino Brigagão (próximo a Choppani), tendo aprox. 20 x 24 m. Tratar no telefone (35) 8879-6209 ou 9102-1365. ALUGO APARTAMENTO CONDOMÍNIO WILSON ZVARICK, sala, 2 quartos, banheiro, cozinha, área de serviço, cobertura para carro em construção. Tratar (35) 9144-2904 CHÁCARA CAMPO ALEGRE: vende-se, casa com 4 quartos, varanda, murado na frente, e alambrado na lateral, garagem para 6 veículos, construção com 270m² e terreno de 2.272,50m², ACEITO TERRENO na troca nos bairros: coolapa, Europa e

Mediterranee. Tratar (35) 84581846 (claro e (35) 9967-0034 (vivo) VENDO RESIÊNCIA 4 dorms (1 suíte), Fino Acabamento, Porcelanato Vidro Temperado Verde, Cozinha com Balcão em Granito, Água Aquecida, Garagem 2 Autos. Vila Helena. Tratar: 35-9875-8181 ALUGO PONTO COMERCIAL NO CENTRO DA CIDADE AV. MONS. MANCINI, TRATAR 3558-7041 CASA – VENDE-SE, CONTENDO 02 DORMITÓRIOS, SALA, COZINHA, BANHEIRO, LAVANDERIA E GARAGE COBERTA PARA 02 CARROS, LAJE, PISO FRIO, TERRENO 240 M2 , CONSTRUÇÃO 81 M2 , TODA MURADA, ÓTIMA LOCALIZAÇÃO NO JARDIM OURO VERDE- VALOR R$165.000,00, ACEITA TROCA POR TERRENO DE MENOR VALOR. CONTATO: 35-9214-4039 TIM / VIVO 9970-1340. VENDO APARTAMENTO NO CENTRO DE SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO: 3 dormitórios, 1 suite, banheiro social, sala, cozinha, todos com armários, área de serviço, garagem, dependência de empregada com banheiro, portaria 24 horas. Tratar (16) 9 8202-9243 tim CASA, vende-se, ótima localização, com 7 cômodos, laje, piso frio, garagem para 3 carros. Tratar com Edna na rua Maria Amélia, 333 fone (35) 92450777 UMA CASA, VENDO NO JARDIM PLANALTO, próximo à av. Central, com 03 dormitórios, sendo 02 suítes, e uma delas com banheira de hidromassagem, e com box blindex, sala ampla, hall na entrada com um cômodo agrupado, banheiro social, cozinha, lavanderia, área aberta na lateral e uma coberta no fundo, material todo de primeira, sendo as venezianas e grades fabricadas por encomendas, garage coberta para 02 carros e descobertas para 04 carros, portão eletrônico, toda com cerca elétrica, câmaras coloridas e graváveis vl. R$ 320.000,00. Aceito troca por casa de menor valor nos bairros próximos. Contato: 3,59214-4039 tim / 9970-1340 vivo. CASA – Vende-se, 6 cômodos, garagem, lajotada, piso frio, edícula com 5 cômodos, totalmente separadas uma da outra. Rua Pedro Dutra Júnior, 70 e 70 A, por R$ 120 mil ou a combinar. São novas. Tel (35) 9245 0777. CASA VENDE-SE na rua Antônio Borges,102 Centro. 3 quartos, sala, cozinha, copa, banheiro, garagem, quintal. Área construída 101 m², terreno 202 m². R$ 180 mil reais. Contato: (35) 9903-7639 / (35) 8704-7303. 1 LOTE DE TERRENO - vendese, no Jardim Coolapa, na Nilo Peçanha, ao lado do nº 60, + 300m². Tratar com Marta pelo telefone 3531-4954 ou 91313698. CASA ANTIGA EM PASSOS vende-se, na região central de Passos, na rua Paraná, 130. Tratar com Marta pelo telefone 3531-4954 ou 9131-3698. CASA Vende-se terreno com 300 m², 2 quartos, sala, cozinha, banheiro, + 1 sala de escritório. No fundo um sobrado no térreo: sala, copa, cozinha, 1 banheiro. Parte superior 2 quartos, sala, 1 banheiro. Contato: 8401-6503 / 9145-8425.


Jornal do Sudoeste

página 10

DIVERSOS VENDE-SE – SACARIA VAZIA PLÁSTICA Vendemos 3 mil sacos vazios para milho/ café (R$0,60 a unidade) Rua Dep. Campos do Amaral, 62 (35)3531-4655 - Rose COLHEDORA DE CAFÉ, vendo, Suprema, Azul, Café, VN, ano 2006, pouco uso, Valor R$ 18.000,00 REVISADA TRATAR FONE: 9975-5420 e 353154-20 RECOLHEDORA DE CAFÉ, vendo, Maq 6000, Dragão Sol, ano 2006 R$ 15.000,00 REVISADA TRATAR FONE: 9975-5420 e 353154-20 ROUPAS POR ATACADO vendo, só modinha, blusas, saias, vestidos, shorts, novidades toda semana, tratar 9143-9590 ou (35) 9162-9823falar com Vanessa LAVATÓRIO | CADEIRA | ESPELHO vendo, excelente preço. Tratar em 9968-5050 (vivo) – 8415-5707 (claro) – 88850591 (oi) ALUGA-SE SALA PARA ÁREA DA SAÚDE 15m², na rua Pimenta de Pádua, 1.900 Lagoinha. Tratar fone 3531-6710 ALUGA-SE TRATORES Trator cafeeiro, traçado, trincha leve, varredeira, adubadeira, carretas para silo e outros implementos. Tratar: 35-8858-2481 – Rafael

ELETRODOMÉSTICOS: (USADOS) vendo, ótima oportunidade, fogão, geladeira Consul e um tanquinho Colormaq, todo em muito boa condição de uso. Tratar 9111-3610 e 9106-3731 BERÇO DE MADEIRA MACIÇA, vendo, feito por marceneiro, cor de madeira neutra. R$ 200,00, 8857.3889 Particular. CADEIRINHA DE BEBÊ: “Vendo uma até 13 kg, estado de nova, R$ 100,00, 8857.3889” TARRAFAS – Vende-se redes e tarrafas de pesca. Tratar na rua Duque de Caxias 220 tratar com Darci Ferreira após às 17 horas ou pelo telefone 8825-0997. GUILHERME ELETRICISTA Serviços de eletricidade em geral, instalação de antena, telefones e etc. Tratar 35317557 e 9701-8128 DIVERSOS - Vendo a preços excepcionais - Mesa pequena, poltrona reclinável, grill, mesa de computador, carro conversível para criança, triciclo, torradeira, furadeira e uma bicama – temos outros produtos – confiram – 9953-5088 DITO TECLADO CASSIO CTK 560 - Vende-se, novo, com suporte. R$ 450,00. Entrar em contato pelo tel: (35) 3531-1394.

• TERRENO PRONTO SOCRRO vendo, na rua do Pronto Socorro, altura do nº 869 medindo 250m², murado, por R$ 72 mil. Tratar pelo fone 9823-9389 (vivo) ou 3531-6467 • TERRENO JARDIM EUROPA VI vendo ou troco, 9 metros de frente e 22 metros de fundos (198m²), localizado na Av. Lusitânia a 6 metros da Humberto de almeida. Troco por veículo ou gado, aceita financiamento da caixa. Tratar (16) 9 9275-1215 (claro) 16 9 8162-9424 (Tim) com Fernando • GELADEIRA / JOGO DE SOFA / 2 BOTIJÕES DE GÁS VÁZIOS / CAMA DE SOLTEIRO DE MADEIRO / CONJUNTO DE MESA / CÔMODA / 6 CADEIRAS DE FORMICA PARA COZINHA. tratar 3531-7699 após 18 hs. • ROUPAS POR ATACADO vendo, só modinha, blusas, saias, vestidos, shorts, novidades toda semana, tratar 9143-9590 ou (35) 9162-9823falar com Vanessa • CHÁCARA CAMPO ALEGRE: vendese, casa com 4 quartos, varanda, murado na frente, e alambrado na lateral, garagem para 6 veículos, construção com 270m² e terreno de 2.272,50m², ACEITO TERRENO na troca nos bairros: coolapa, Europa e Mediterranee. Tratar (35) 8458-1846 (claro e (35) 9967-0034 (vivo) • KOMBI 95, vendo, branca, documentos 2014 ok, pronta para trabalhar, R$ 6.500,00. Tratar 9880-8165 (vivo) e 9182-7055 (tim)

A L ZIRO

Corretor de Imóveis

Creci 14.167-MG Fones: (35) 9915-1593 * 35-8838-9229 * 35-8417-3949 * 35-9157-3385

Se você tem intenção de comprar sua casa própria através de financiamento da Caixa Econômica Federal, ou de outras instituições financeiras, procure-nos e lhe daremos toda assessoria necessária para que você faça um excelente negócio. PREÇOS R$ 32,5 mil R$ 55 mil R$ Parcelado PREÇOS R$ 25 mil R$ 50 mil R$ 105 mil R$ 160 mil PREÇOS R$ 55 mil R$ 250 mil

PREÇOS R$ 70 mil R$ 85 mil R$ 90 mil R$ 115 mil R$ 120 mil R$ 120 mil R$ 120 mil

R$ 120 mil

R$ 125 mil R$ 120 mil R$ 140 mil R$ 190 mil R$ 200 mil R$ 250 mil R$ 1milh

LOTES Lote Vila Muschioni, 200m2, rua asfaltada. Lote Jd Canadá, rua asfaltada Lote Jd Canadá, rua asfaltada, pagto parcelado sendo R$ 25.000,00 de entrada + 48x de R$ 520,00. RURAIS CHÁCARA no Cond. Matrinchâ, área de 2.275m2 CHÁCARA no Cond. Matrinchâ, área de 4.550,00m2, aceita-se CARRO, CAMINHÃO, TRATOR CHÁCARA no Cond. Cachoeira, cercada, casa com 02 dormit, sala visitas, cozinha, varandas, 02 banheiros, pomar. Chácara no Condomínio Campo Alegre, casa c/02 qtos, sala, coz, banh social, varanda, lavand, + 02 cômodos c/banheiro. APARTAMENTOS Cota de Apto na Av. Zezé Amaral, 02 qtos, sala, cozinha, banh social, vaga de garagem 01 auto Apto Praia Grande-SP, 02 qtos (01 suíte), sala de visitas, cozinha e sala de jantar conjugados, banh social, lavanderia, garagem 01 auto, piscina comunit.aquecida e coberta, edif frente p/mar, docum. Ok p/financ. RESIDÊNCIAS Casa Lot São Sebastião, 03 dormit, sala, cozinha, banh soc, garagem, lavand cob, lote 180m2, laje e piso frio Casa Res. Santa Tereza, 02 qtos, sala, cozinha, banheiro soc, garag cob 01 auto e 02 desc, lavanderia cob, terr 250m2. Casa Jardim Alvorada, 02 qtos, sala, copa-cozinha, banheiro soc, lavand cob, garagem cob 01 auto Casa NOVA Lot São Sebastião, 02 dormit, sala, cozinha, banh social, garagem, lavanderia. Casa Resid Santa Tereza 02 qtos, sala, coz, banh social, garagem cob 02 autos, lavand cob., cômodo e banheiro nos fundos. Casa NOVA Res.Morumbi, 03 dormitórios, sala, cozinha, banh social, garagem div. autos, terr gde. 02 Casas, Resid Santa Tereza: 1ª 03 qtos, sala, coz, banh social, garagem cob 01 auto e 02 desc, lavand cob. 2ª Edícula com 02 qtos, sala, coz, banh e lavanderia cob. 02 Casas, Resid Morumbi: 1ª 03 qtos(01 suite) sala, copa, coz, banh social, garagem cob 02 autos, lavand cob. Fundos: Edícula com 02 qtos, sala, coz, banh e lavanderia cob. Casa Vila Ipê, 02 dormitórios, sala, cozinha, banh social, garagem cob 01 auto, cômodo nos fundos c/ banh, terr gde. Casa NOVA Lot São Sebastião, 03 qtos, sala, cozinha, banheiro soc, garag 02 autos, lavand. Casa Verona, 04 qtos, sala gde, cozinha, banheiro soc, garag 04 autos, lavand Casa Vila Helena, 03 qtos, sala, copa - cozinha, banheiro soc, garag cob 02 e desc + 02, lavanderia cob. Casa Vila Sta Maria, 03 qtos (01 suíte), sala, copacozinha, banheiro soc, garag 02 autos, terr 288m2. Casa Jd Europa, 03 qtos (01 suíte), sala, copacozinha, banheiro soc, lavanderia, garag 02 autos. Sobrado no Centro, parte de cima 02 suítes com armários + suíte máster c/closed e banh hidrom, parte de baixo com sala de visitas, sala de tv, banheiro, 02 cozinhas, parte ext lavand e cômodo despejos, nos fundos varanda c/churrasq + banh + ducha fria, terr 495m2, port eletr e aquec solar.

• FOGÃO USADO 4 BOCAS: vendo, branco, acendedor automático, marca Continental R$ 130,00. Tratar com Jacqueline Fone 9894-0141 • APARTAMENTO NO CENTRO: Vendo, 3 quartos, 1 suíte, todos com armários embutidos, banheiro social, sala para dois ambientes, dependências de empregada, cozinha, área de serviço, garagem,piscina, salão de festas, apartamento todo reformado. Tratar: 9813-9047. • MÁQUINA DE ESTEIRA D7, vendo, ano 1984, motor novo, com bateria nova, em bom estado de conservação, parte mecânica tudo ok. Tratar pelos fones 9936-0909 (vivo) e 9124-6039(tim) • ALUGO PONTO COMERCIAL NO CENTRO DA CIDADE AV. MONS. MANCINI, TRATAR 3558-7041

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

OPORTUNIDADES CONTRATA FARMACÊUTICO MAX FARMA rua La Salles, 421 – 3531-6434 CONTRATA-SE: ACOMPANHANTE PARA IDOSA: para cobrir folgas. Tratar 9958-7361 (vivo) ou 3531-1329 OFEREÇO MEUS SERVIÇOS como acompanhante de idosos ou diarista. Contato: Lúcia 9198-1536. OFEREÇO MEUS SERVIÇOS como doméstica ou diarista. Maria Aparecida. Contato: 91201863 OFEREÇO MEUS SERVIÇOS ACOMPANHANTE de idosos ou empregada doméstica. Possua curso técnico de enfermagem e experiência na área nas duas funções. Tratar com Graziele 8466-0156 e 8713-8725 OFEREÇO MEUS SERVIÇOS para cuidar e também de pernoite para idosos. Com experiência e disponibilidade. Contato pelo 9701-3805 e 3558-9913 OFEREÇO MEU SERVIÇO DE MOTORISTA PARTICULAR para viajar, entregar, passeios e outros, em S.S.Paraíso e Região, cobro por hora, semana, quinzenal ou por mês. Tratar pelo fone (35) 3531-8125 e (35) 8856-2787 com Miro ou na Rua Stela, 370, Vila Maria MARIDO DE ALUGUEL pintor, pedreiro, limpa caixinha de gordura, calha, instala-se cortinas, troca-se chuveiro, Encanador, troca-se fechaduras e portas, eletricista e outros. Contato: 9826-4189 / 9923-1468 falar com Antônio.

SERVIÇO EM GERAL para mudança em toda região. Contato: 9928-9476 (VIVO)/ 9248-2750 (TIM). OFEREÇO MEUS SERVIÇOS de faxineira ou doméstica. Contato: 9116-9448 (tim) Vilma. OFEREÇO PARA TRABALHAR COMO ATENDENTE , recepção, telefonista, ajudante de veterinário ou outras funções. Tenho disponibilidade para atuar no período da tarde. Contato: 9181-8829 OFEREÇO MEUS SERVIÇOS internos e externos. Contato: 3558-4929 / 9128-7450 falar com Wagner. OFEREÇO MEUS SERVIÇOS para tomar conta de Sítio ou Fazenda. Sendo o casal experiência em máquinas agrícolas e ela serviços domésticos. Contato: 8874-6386/9925-0760 falar com Wagner. RECREADOR OU MONITOR DE LAZER PRECISA-SE, COM EXPERIÊNCIA. TRATAR 3531-2476 OU 3531-1653 COM PAULO HENRIQUE AULA PARTICULAR de matemática de ensino fundamental , ensino médio, ensino superior. Preparação para concurso público e vestibular. Contato: (35) 9177-1308 / 3411-8845 falar com Priscila. AULAS PARTICULARES - Matemática para Ensino Fundamental de (1ª a 4ª) e de (5ª a 8ª) séries, Ensino Médio, Vestibular e Concurso Publico. Fale com Priscila. Informação pelo telefone: (35) 9177-1308.

OFEREÇO MEUS SERVIÇOS como doméstica, arrumadeira, faxineira. Tenho experiência e referência. Tratar 8457-3537 Claudinéia OFEREÇO MEUS SERVIÇOS DE MOTORISTA com responsabilidade e confiança para trabalhar de motorista: em Vam, Kombi, Carro para transporte escolar ou viagens de turismos. Contato J. Lúcio fone 9972-1682 VOCÊ PRECISA DE MOTORISTA PARTICULAR: para viagens, entregas ou passeio, faço serviço por hora/ dia/ semana / mês, com referência. Tratar 3531-8125 e 35 8856-2787 (oi) com Miro FAÇO SERVIÇO DE MONTAGEM - DESMONTAGEM DE MÓVEIS –

VENDE-SE OU TROCA POR CASA DE MENOR VALOR OU CHÁCARA: Uma casa na Av Andorra ,45 jd Europa, Excelente localização, estrutura e material de primeira linha, 120m de construção, sendo 3 quartos, sala, 2 banheiros, cozinha, garagem p/ 2 carros, área de churrasco, casa de fundo c/ banheiro , fogão a lenha e forno completo. Tratar com Sr Francisco. Tel.: 35 35318710 (horário comercial) Ou 35 88558266

ORAÇÃO ORAÇÃO DE SANTA RITA

Ó poderosa e gloriosa Santa Rita,eis a vossos pés um alma desamparada que, necessitando de auxílio, a vós recorre com a doce esperança de ser atendida por vós que tendes o incomparável título de SANTA DOS CASOS IMPOSSÍVEIS E DESESPERADOS. Ó cara Santa, interessai-vos pela minha causa, intercedei junto a Deus para que me conceda a graça de que tanto necessito (dizer a graça que deseja). Não permitais que tenha de me afastar dos vossos pés sem ser atendido. Se houver em mim algum obstáculo que me impeça de obter a graça que imploro, auxiliai-me para que o afaste. Envolvei o meu pedido em vosso preciosos méritos e apresentai-o a vosso celeste esposo, Jesus, em união com a vossa prece. Ó Santa Rita, eu ponho em vós toda a minha confiança; por vosso intermédio, espero tranquilamente a graça que vos peço. Santa Rita, advogada dos impossíveis, rogai por nós.


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

Jornal do Sudoeste

página 11


Jornal do Sudoeste

página 12

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 21 de Maio de 2014

Federação Sindical Trabalhista Sul de Minas Luiz Carlos Pais* Este artigo registra resultados parciais de uma pesquisa que estou fazendo sobre a história recente de São Sebastião do Paraíso, tradicional polo regional da cafeicultura fina do sudoeste mineiro, tomando como referência as décadas de 1930 a 1960. Eventos ocorridos neste agitado período da história política brasileira constituem uma fase diferenciada do desenvolvimento local das instituições políticas e sociais. O episódio abordado neste texto ocorreu na primeira metade da década de 1930 e focaliza iniciativas pioneiras para organizar a classe trabalhadora em sintonia com as políticas decretadas pelo presidente Getúlio Vargas. Trata-se da criação da Federação Sindical Trabalhista Sul de Minas, em 1933, por cidadãos dispostos a fundar uma legenda inovadora e concebida no fluxo favorável aos ventos políticos daquele momento. O desafio maior era romper com as velhas regras conservadoras que prevaleceram nas quatro primeiras décadas do período republicano. A liderança desse grupo era exercida pelo empresário e jornalista Roberto Scarano, apoiado por outros conhecidos cidadãos da sociedade local. A importância histórica dessa arrojada iniciativa transcende os limites regionais e insere o tradicional polo cafeeiro do sudoeste mineiro no cenário político mais amplo do país. A Revolução Constitucionalista de 1932 foi uma ameaça ao projeto político idealizado pelo presidente Vargas. Ao golpear os velhos redutos das oligarquias paulistas e mineiras, havia uma promessa de iniciar uma nova fase democrática no país. Mas, entre os ideais, as promessas e as realidades estavam as conhecidas práticas conspiratórias. Apesar de tudo, esse momento marcou uma nova fase nas relações entre o trabalho e o capital. Nesse contexto, uma das estratégias adotadas pelo hábil político gaúcho foi estimular a criação de sindicatos, federações e outras legendas de organização política dos trabalhadores. Uma medida inserida no quadro de expansão das primeiras leis e garantias trabalhistas. O aumento expressivo de número de trabalhadores urbanos seria, afinal de contas, uma fonte de votos nada desprezível. Caso a estratégia do golpe político não funcionasse, naquele clima de incerteza, restaria a alternativa de submissão às urnas. Diante dessa conjuntura nacional, um grupo pioneiro de paraisenses entendeu ser aquele o momento adequado para criar a primeira instituição sindical da cidade e região. Uma iniciativa ousada no campo da política, pois expressava a clara intenção de alterar os rumos da velha ordem instituída nas relações entre patrões e empregados, as quais, naquele momento, ainda estavam baseadas na antiga lógica agrária do começo do século XX. Este projeto pioneiro no campo das relações trabalhistas pertence ao momento de transição da base econômica agrária para a expansão do comércio e implantação das primeiras indústrias. Consta na ata de fundação da referida entidade paraisense que a primeira reunião desse grupo trabalhista ocorreu na casa onde funcionava o Partido Socialista Brasileiro, nos altos da Mocoquinha. Um evento que estava na contramão da linha política tradicional vinculada ao Partido Republicano Mineiro, entre outras legendas mais conservadoras. A importância histórica desse acontecimento local ultrapassa os limites geográficos do Sul de Minas. IMAGEM 1 A revolução de 1930 havia se consumado com o apoio de políticos mineiros, com a promessa de acabar com as velhas e abusivas práticas que predominaram na Velha República. Havia uma expectativa quanto à definição de políticas para regulamentar as relações entre capital e trabalho. Nos redutos mais atrasados do país ainda predominavam os sentimentos patronais que susten-

taram os longos anos de escravidão. Assim, esta confederação foi criada em sintonia com os tempos de mudança em relação às velhas práticas da política do café com leite. A revolução getulista motivou a formação de lideranças políticas cujo território de atuação não seria mais de base agrária e artesanal, como havia predominado nas quatro primeiras décadas do período republicano. Pequenas indústrias começaram a ser instaladas em várias cidades do interior, com o desafio de usar tecnologia inovadora para aquela época, visando superar a antiga produção artesanal. Nesse contexto de expansão econômica, em São Sebastião do Paraíso surgiram importantes indústrias de laticínios, artefatos de madeira, curtumes e de produtos associadas à cafeicultura. Essa expansão econômica proporcionou então uma alteração das classes sociais, de forma geral, diversificando o predomínio até então vigente do setor agrícola. Em particular, começou a surgir uma classe operária cujos trabalhadores tinham salários pagos mensalmente, ao contrário das práticas mais antigas usuais nas fazendas de café, cujo pagamento ocorria por ocasião da colheita e venda da produção. O operário urbano passou a ter certa expectativa de direito trabalhista. Os sindicatos começavam a se formar nas grandes cidades. Aos poucos, esse tipo de organização começou a se espalhar pelo interior. Muitas dificuldades teriam ainda os trabalhadores em organizar seus próprios redutos para defender seus direitos. Os órgãos de repressão estavam atuando em favor da velha política. Em pouco tempo, a notícia da criação de uma confederação trabalhista em Paraíso chegou ao DOPS. O delegado local havia passado as informações. Mas tudo estava sendo feito de acordo com as orientações do governo federal. Não houve nenhuma revolução, no sentido de romper de forma absoluta com o sistema econômico mais amplo, mas o velho modelo agrário começou a ser alterado com a expansão de outros setores da economia e este foi um passo para consolidar uma nova política trabalhista no país. No dia 5 de junho de 1933, duas centenas e meia de trabalhadores se reuniram para fundar uma organização pioneira, a Federação Sindical Trabalhista Sul de Minas. A reunião ocorreu no espaço onde funcionava a sede do Partido Socialista Brasileiro. São informações contidas na ata de fundação da organização. Naquele momento, os socialistas estavam empenhados em organizar suas trincheiras nas principais cidades do país. A Era Vargas estava apenas começando e os rumos daquele momento político eram incertos. Havia certa esperança geral de encerrar o período da velha política dominada pelas oligarquias agrárias mineiras e paulistas, mas os coronéis regionais ainda tinham extensos redutos de dominação. Era também um momento de profunda crise para a cafeicultura. Há registro de que foram queimadas 80 milhões de sacas de café, entre 1929 e 1937. Durante muitos anos, a agricultura tinha sido a principal base econômica da região, mas novos setores da economia estavam em franco processo de expansão. O êxodo rural e o crescimento das cidades abriam novas oportunidades no comércio, indústria e serviços. A convergência desses fatores sinalizou então para o início da alteração dos rumos políticos de abrangência nacional. Os participantes da reunião de trabalhadores escolheram o empresário e jornalista Roberto Scarano para ser o presidente da instituição e José Nascimento Junior foi eleito para ocupar o cargo de secretário. Com essa base inicial, o primeiro desafio foi tentar obter o reconhecimento junto ao Ministério do Trabalho, conforme estipulava o Decreto Federal no 19.770, de 19 de março de

IMAGEM 1

Acervo do DOPS - APM

Estatutos da Federação Sindical Trabalhista Sul de Minas aprovados em 20 de junho de 1933

IMAGEM 2

Acervo do DOPS - APM

O delegado envia os estatutos da Federação para a polícia, consultando sobre a sua legalidade

IMAGEM 3

O projeto sindical liderado pelo empresário Roberto Scarano chegou ao Ministério do Trabalho. Diário Oficial da União, 29 de dezembro de 1933, p. 33.

IMAGEM 4

Documento 27, pasta 4979.Acervo do DOPS – APM

Extrato da Ata de fundação da Federação Sindical Trabalhista Sul de Minas.

1931. Outra medida deliberada foi escolher uma comissão parar elaborar os estatutos para que a entidade pudesse ser registrada nos órgãos competentes. Esta comissão foi composta, além do presidente e secretário escolhidos, pelos senhores Roque Scarano, Horácio Pedrosa e Antônio Martins. Após formar a comissão para escrever os estatutos, o presidente falou da necessidade de todos os trabalhadores se organizarem em seus respectivos sindicados, cuja reunião possibilitaria consolidar a criação de uma federação de trabalhadores. Foi discutida ainda nessa reunião a conveniência de formar um sindicado para reunir os trabalhadores do comércio, outro para reunir os pedreiros, outro para os marceneiros e carpinteiros e outro para congregar os padeiros. Ao verificar a expressiva quantidade de trabalhadores presentes à primeira reunião, os organizadores entenderam que havia o número suficiente para organizar o Sindicato dos Pedreiros (66 membros), o Sindicato dos Carpinteiros e Marceneiros (36 membros), o Sindicato dos Padeiros (33 membros). Foram então organizadas as listas para iniciar o processo de criação dos diferentes sindicatos. Encerrada a discussão do assunto, foi então deliberada a data da próxima reunião para o dia 30 de junho de 1933, quando a comissão escolhida apresentaria a proposta de estatutos para discussão e aprovação do mesmo. A criação de uma organização trabalhista naquele tempo ainda era alvo de reações imprevisíveis por partes dos redutos mais conservadores.

Um mês após a reunião, o DOPS já estava de posse de cópias da primeira ata e do estatuto da nova organização. Tinha entrado em ação o delegado, que justifica sua decisão de enviar os documentos para análise superior, destacando em seu radiograma que a criação da sociedade estava sendo mal vista na cidade por pessoas de alta representação. IMAGEM 2 Documentos arquivados na pasta 4979 do acervo do extinto DOPS de Minas Gerais, disponibilizados no Arquivo Público Mineiro, preservam traços históricos dessa louvável iniciativa idealizada por esses paraisenses pioneiros nos primeiros tempos do trabalhismo. Uma análise dos estatutos da entidade permite afirmar que se tratava de um texto bem redigido, concebido em sintonia com a forma jurídica ne-

cessária para um documento dessa natureza e em sintonia com outras iniciativas análogas como foi a criação da Federação Sindical Trabalhista de São Paulo. Esta instituição serviu de referência para orientar as iniciativas de Roberto Scarano e seus amigos idealistas. O chefe de Polícia de Belo Horizonte respondeu a consulta feita pelo delegado de São Sebastião do Paraíso, esclarecendo que a Federação estava sendo organizada exatamente com base na legislação federal. Poderia ser uma organização “mal vista” por parte de alguns políticos locais, mas acreditava-se ser aquele um novo tempo na correlação de forças entre capital e trabalho. Seis meses depois, o arrojado projeto político havia avançado um pouco. IMAGEM 3 O ministro encarregado das questões trabalhistas, Joaquim

Pedro Salgado, assinou despacho publicado no Diário Oficial da União, de 29 de dezembro de 1933, orientando os paraisenses a sistematizar a fundação dos diferentes sindicatos para dar continuidade à criação da federação. Outra fonte impressa da época, o Almanaque Administrativo, Mercantil e Industrial do Rio de Janeiro, de 1935 a 1937, registra a existência da Federação Trabalhista e Sindical Sul de Minas e de outras associações e entidades sociais existentes em São Sebastião do Paraíso. IMAGEM 4 Ao finalizar este sobrevôo ao passado da nossa terra é oportuno ressaltar a importância de valorizar a dimensão existencial e humana que transcende qualquer diferença política contida em uma questão pontual da história. Os eventos que mais dignificam a integridade do ser humano são construções coletivas sonhadas por pioneiros que ousam enxergar um pouco além do seu próprio tempo. Por essa necessária ousadia e crença na utopia nem sempre os personagens de uma história grandiosa são reconhecidos no calor do contexto por eles vivenciado. Três décadas depois do fato protagonizado pelos irmãos Roberto e Roque Scarano, compartilhados pelos seus companheiros, e no contexto do golpe militar de 1964, foi a do ciclo virtuoso vivenciado pelo então deputado estadual Delson Scarano. Os quinze paraisenses detidos no episódio estavam confinados na Penitenciária Agrícola de Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Ninguém conseguia sequer obter informação sobre a situação dos presos. Mesmo diante de toda incerteza daquele momento e do rompimento do estado de direito, o Deputado Delson conseguiu chegar ao alto comando golpista. Durante dias percorreu vários corredores e gabinetes do extinto Departamento de Ordem Pública e Social, da Secretaria de Segurança Pública e dos quartéis da capital mineira. Habilmente, conseguiu avalizar a idoneidade e honradez dos seus conterrâneos. Fossem eles comunistas, (Este texto é parte integrante de livro a ser lançado pelo autor ainda este ano, que trata das prisões arbitrárias efetuadas durante os períodos de ditadura no Brasil.) trabalhistas, sindicalistas ou simpatizantes do presidente deposto, nenhum havia cometido ações que pudessem atentar contra a ordem pública e social. Além do deputado Delson Scarano, no documento cuja cópia tenho em mãos consta o nome do senhor R. Rezende Pimenta que também assinou o termo de custódia para liberação provisória dos paraisenses. Gestos de dignidade e de respeito às diferenças que podem até nos colocar em posições opostas em relação a uma questão menor, mas que podem igualmente nos tornar mais humanos e solidários e com isso superar os desafios do nosso tempo existencial. *LUIZ CARLOS PAIS, é paraisense, Professor na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, filho do saudoso Poeta e Escritor, José Paes membro da Academia Paraisense de Cultura, já falecido.

1400638384  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you