Issuu on Google+

30 e 31 de Julho de 2011 edição 577

Espaço Nobre Móveis e Decorações é inaugurada A mais nova loja de móveis e decorações de São Sebastião do Paraíso é a Espaço Nobre, inaugurada na sexta-feira, 29 de julho, na avenida Angelo Calafiori, 205. Uma loja dos empresários Marcelo Braia, Hebert e Elder Gabriel, que oferece uma linha sofisticada e com requinte aos seus clientes.

Tânea Martinez, Matheus Gabriel Pimenta, Elder Gabriel, Hebert Gabriel, Ana Júlia, Elaine Gabriel Braia e Marcelo Braia


página página10 página 210

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 23 e 24 de Julho de 2011

São SãoSebastião SebastiãododoParaíso-MG Paraíso-MGe eRegião Região- 19 - 19e e2020dedeMarço Marçodede2011 2011

PRESENTE DO PASSADO Descobertas promovem surpresa, saudades, alegria e orgulho Baile de Carnaval O salão social do OURO VERDE TENIS CLUBE no dia 23 de Julho, tornou-se um enorme palco de boas recordações onde todos puderam reviver tempos inesquecíveis dos blocos e carnavais de marchinhas. Abrilhantado pela espetacular orquestra Sul América, com repertório selecionado, foi dado o primeiro passo para o renascimento dos Bailes de Carnaval. Uma semente que brotará com toda força em fevereiro de 2012. A diretoria do OVTC agradece, através desta coluna, a todos que participaram do evento, sócios e visitantes, cujas presenças contribuíram para fortalecer o resgate dos carnavais de salão.

FOTOS WILIAN JACKSON

Dr. Luiz Antônio Montaldi (presidente do OVTC) e esposa Áurea

Momento de muita emoção, quando entra a bateria do ‘Bafo da Onça’. As irmãs Rosane e Rosimar levam o estandarte. Uma homenagem ao falecido irmão Rubinho.

Marines e Wilian (muita animação)

Uma descoberta realizada pelos alunos da professora Josimari Rocha da Silva Dizaró provocam surpresa, saudades, alegria e orgulho em várias pessoas da Escola Municipal Campos do Amaral. Foi durante uma atividade do projeto “Memorarte: Descobrindo e Valorizando as Memórias Históricas, Culturais e Artísticas” que os alunos da Educação Infantil tiveram a curiosidade em descobrir qual teria sido a primeira professora de pré da Escola Municipal Campos do Amaral. Entusiasmados em saber um pouco mais sobre a história da escola, os pequenos alunos passaram a pesquisar a res-

peito do assunto. Como alunos de outras salas participantes do projeto também estavam às voltas com pesquisas a respeito de vários assuntos, uma parceria com o 5º ano levou a uma grande surpresa. Em 1967, a primeira professora do pré da E. M. Campos do Amaral havia sido Maria Luiza Coelho de Pádua, que hoje é secretária Municipal de Educação. Diante dessa informação, mais curiosidade foi surgindo e os alunos convidaram Dona Maria Luiza para uma entrevista. Uma ansiedade muito grande tomou conta de todos na escola. “Que coincidência mais

interessante e gostosa!” – comentavam. Chegou o grande dia. Os alunos fizeram várias perguntas e Dona Maria Luiza contou como era a escola e como dava aulas naquele tempo. “A gente fazia rodinha, só que na rodinha a gente sentava era no chão mesmo. O piso não era assim. Era de madeira. Era uma escola gostosa, arejada. Na rodinha, a gente sentava, conversava. As carteiras não eram assim, pequeninhas, como hoje não”... Assim, de uma forma muito gostosa e carinhosa, Maria Luiza deu várias informações do tempo em que lecionou nesta escola.

Foi uma oportunidade muito interessante e rica, pois houve uma grande troca. Além de conhecerem mais sobre a escola, os alunos contaram algumas novidades para Dona Maria Luiza, sobre o trabalho desenvolvido por eles. Desse modo, não só alunos, mas pessoas que representam e apoiam o projeto (Cinara Soares Caetano Vanoni – professora de Educação Musical e Elainy Cristina dos Santos Lisboa – diretora) e toda equipe da escola tiveram o grande prazer em receber uma pessoa tão importante, cuja contribuição foi muito especial. (E.M. Campos do Amaral)

A ARTE DA MEMÓRIA

Alunos aprendem a fazer o mosaico do ipê Dr. Vanderlei e Andréia (idealizadores)

Thais Helena Tubaldini (linda)

Celso e Marley. (parte de um grupo de casais animadíssimos)

Flávia Junqueira (tem samba também no pé)

Alunos do 3º Ano do Ensino Fundamental da E. M. Campos do Amaral, da professora Ivonete Cândida de Morais aprendem a arte do mosaico. Engajados no projeto “Memorarte: Descobrindo e Valorizando as Memórias Históricas, Culturais e Artísticas”, os alunos têm a oportunidade de fazer o mosaico do ipê. O

ipê localizado em frente a escola é mais uma forma de valorizar a história da escola. Foi uma tarde muito especial, principalmente pela presença da artista plástica e musicista, Paschoalina Coelho Souza (Linah Biasi) que contribuiu para a realização de mais uma atividade relacionada ao projeto.

O projeto visa contar a história da escola, que é um patrimônio histórico e cultural da cidade. Proposta que Cinara Soares Caetano Vanoni acredita, pois “sem conhecer não tem como preservar” – diz ela. Os alunos ficaram muito interessados em saber a importância de preservar os bens que vão, no futuro, registrar a his-

tória através da arte. “Faz 40 anos que o ipê foi plantado por Paschoalina”, contam admirados os alunos. Entusiasmados com a história e encantados com a arte do mosaico dizem que é o “ipê do sucesso” e querem que ele esteja presente por muito tempo como registro de uma história que fará mais his(E.M. Campos do Amaral) tória.

CONVITE - PROJETO MEMORARTE ESCOLA MUNICIAL CAMPOS DO AMARAL O carnavalesco Waldemar entre Nadia e Paulo Piccirilo

Sonalli (linda e animada)

Você tem história? Qual história você quer deixar para o futuro? Você faz parte da história da sua cidade, de seu bairro, de sua escola? Qual história queremos deixar para o futuro? Nossa escola já tem cem anos de história. Vamos continuar contando essa história. Faça parte da história da E. M. Campos do Amaral! CONTATOS: SECRETARIA DA ESCOLA OU PELO FONE (35) 3539-1066

O indivíduo como parte da obra de arte Janaina e Malu (a prova de que carnaval combina com todas as faixas etárias)

As irmãs Seleida, Cenide e Sandra (Uffa!!! Sambaram...)

Ana Célia e Analinha (originalidade e luxo)

Acontece de 19 de julho a 21 de agosto, na região da Avenida Paulista, no centro da cidade São Paulo, a décima segunda edição do Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File). O Festival, que tem entrada gratuita, usa e abusa da tecnologia, procurando despertar outros sentidos no espectador, além do sonoro e visão. Com obras de artistas do mundo todo e tendo em sua programação: workshops, além de instalações interativas e imersivas que ocupam museus, galerias e estações de metrô, animações, jogos e maquinemas, trabalhos de web arte, vídeos, documentários, clipes musicais, experimentações exclusivamente sonoras; além dos tablets aplicativos que propõe novas maneiras de interpretar o real. Entre as várias obras, podemos destacar “Movie Mirrors”, do turco Ali Miharbi. Nela o espectador vê sua imagem refletida no espelho se transformar em personagens de filme, cercados por suas cenas. Esta obra inverte a relação espectador/imagem em movimento. Pois o espectador ficará imóvel e passará a se identificar com os corpos em movimento na tela. Outra obra super interessante é “Please Smile”, do america-

no Hye Yeon Nam. Quando ninguém é captado pelas câmeras, os cinco braços robóticos ficam imóveis na posição padrão, ou seja, com os cotovelos e os punhos pertos da parede. Mas quando alguém entra no raio da câmera, os braços apontam a pessoa a seguem seus movimentos. E se esta pessoa sorrir diante da câmera, os cinco braços acenarão com as mãos. Segundo o artista, ele apenas pretende estimular o público a ter comportamentos positivos. E em uma obra nacional, dos artistas Soraya Braz e Fábio Fon, chamado Via Invisível, podemos visualizar através de LEDs, o grau de intensidade dos microondas emitidos por nossos celulares. Esta obra está em nove saídas de metrô na região da Avenida Paulista. Além de nos enriquecer com sua variedade de linguagens, este festival ainda nos chama atenção sobre questões relacionadas ao fazer artístico. Afinal, o que é uma obra de arte? Pois ainda estamos muito presos ao antigo conceito de que apenas é arte aquilo que é belo. No passado, os muros defendiam os cidadãos na cidade, do desconhecido - a natureza. Além desta natureza ocultar o desco-

nhecido: animais selvagens; havia também os seres humanos que viviam da terra, de forma ritual, arcaica, tão distante daqueles que os muros da cidade protegiam como civilizados. E usando de todo o seu conhecimento, ele transformará a cidade em um lugar impossível de se viver, tentará destruí-la com inúmeras guerras, além do desequilíbrio ecológico que o fará a primeira vítima daquela natureza além muros. Utilizando o espaço urbano, rico em caos, o produto da má administração humana, o artista abrirá mão de categorias e critérios para sua obra, pelo contrário, cada vez mais insistirá na sua não diferença com o mundo. Ele deixará de ser aquele indivíduo que até então lhe era atribuído valores divinos para criar o belo, mas para exercer sua função de trabalhador, operário criador de obras para despertar os indivíduos para a realidade humana.

Arte não seria mais a produção de “objetos” estéticos para o consumo de uma minoria, mas uma experiência libertadora. Isto implicará numa nova posição do artista frente à sociedade. Devemos então, liberar as artes plásticas de suas convenções tradicionais e propor participações mais significativas do espectador. Segundo o grande artista Hélio Oiticica, “o verdadeiro fazer da obra seria a vivên-cia do espectador”. Afinal, cada espectador é único, sendo assim sua interpretação única. Este festival questiona nossa atuação em situações super simples de nosso dia-a-dia e que sempre nem percebemos. O uso excessivo de materiais de alta tecnologia que às vezes são prejudiciais à nossa saúde, o efeito de ações naturais sobre o corpo humano, ações mínimas de civilidades que sempre nos esquecemos. Mas a grande certeza é que se trata de uma excelente oportunidade de vivermos uma obra e conhecer mais sobre esta experiência libertadora chamada arte. Um grande abraço. Márcio Tadeu Vieira da Silva


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 23 e 24 de Julho de 2011

página 3

“E para viver bem também não precisa de muita coisa, não é verdade?” Os olhos são orientais, mas o coração é paraisense. Há quase 30 anos em Paraíso, Roberto Tahashi Kawagoe, da Pastelaria Hondo, é uma pessoa muito agradável. Mesmo com poucas palavras, Roberto consegue transmitir o quanto é satisfeito e grato por tudo que conseguiu. Reconhece a importância de sua família, de seus fregueses, e de como não precisamos de muita coisa para se viver bem. Paraíso é uma cidade formada por gente de todos os lados. Ao Roberto, cabe o agradecimento pela escolha de ter ficado aqui e pelos pastéis, principalmente os de queijo, que sempre nos faz pedir mais um. Roberto, antes de chegar à Paraíso, você morou em outras cidades. Eu nasci em São Carlos, mas passei minha infância em São José do Rio Preto. Antigamente, tinha essas brincadeiras de rodar pião, bolinha de gude, soltar pipas. No futebol, eu não era tão bom, mas jogava. Fiz o tiro de guerra e de lá fomos para São Paulo. Fiquei dez anos na capital paulista. Meu irmão tinha uma relojoaria em Mococa e abriu uma pastelaria também. Então, ele me chamou e ficamos sócios. Depois, ele abriu uma pastelaria em Passos, dois meses antes de eu abrir aqui em Paraíso. Veja bem, minha família é grande. Oito irmãos. Sete irmãos, oito comigo. Todo mundo vai fazendo a vida e vai separando. Um foi para o Paraná, sabe? E quanto a mim, deu certo de vir para cá. Por que seus pais vieram do Japão para o Brasil? Meus pais Morikichi e Kushie relataram para nós que, na época, no Brasil, estava fácil para ganhar dinheiro. Mas na verdade, não foi brincadeira não, tanto para meus pais como para meus sogros. Nossa Senhora! Eles vieram para cá trabalhar nas lavouras. Mas depois que eles vieram para cá, não retornaram para o Japão. Não tiveram oportunidade de voltar. Você já visitou o Japão? de.

Ainda não tive oportunidaTêm parentes por lá?

Eu tenho uma tia que mora lá, mas não cheguei a conhecêla. Depois de sessenta anos, minha mãe falou com essa irmã que vive no Japão. Não tenho aquele contato mais. Você pratica costumes da cultura japonesa? Não, praticar não. A comida oriental eu gosto. Minha es-

posa faz algumas coisas. Quando eu vou a Ribeirão Preto, eu gosto de comer comida japonesa. E da comida brasileira? Gosto, vichi! São vários os pratos que eu aprecio. Feijoada é uma delícia. Quando foi que você montou a pastelaria aqui em Paraíso? Em agosto de 1983, eu montei a pastelaria aqui. Estava chovendo naquele dia. Eu comecei ali na Placidino onde aluguei o cômodo da Regina. Era novidade naquela época. Eu acredito que tenha sido a primeira pastelaria da cidade. Pode até não ter sido a primeira, sabe? No começo, até engrenar as coisas, foi difícil. Mas depois foi bem, deu tudo certo. Fiquei seis anos lá. Agora em agosto vai fazer 22 anos que eu estou neste local. E parece que foi ontem que eu abri aqui! Para você ver como passa, não é? Você aprendeu a fazer pastéis com seu irmão? Eu aprendi a fazer pastéis com meu irmão mais velho, lá em Mococa. Tanto ele como minha cunhada passou as coordenadas para mim. Depois a gente vai aperfeiçoando do nosso modo, não é verdade? Tem ideia de quantos pastéis você já fez? Nós fazemos bastante, sabe? Uma quantidade boa. Até eu brinco com o pessoal: o tempo que eu estou aqui dá para ir a São Paulo e voltar. Na lua não, porque é muito longe. Mas em São Paulo dá. Um “tantinho” bom já, viu? Tem fregueses fiéis, aqueles que sempre estão na pastelaria? Tenho. Demais. Meu freguês é um freguês amigo. Não é um freguês eventual. Tem fregueses que vêm todos os dias de manhã ou de tarde.

por Ana Carolina Bonacini

Então, eu tenho que tirar as mãos para o céu! Nós ficamos um tempo parados, e eu até comentei com a minha esposa Luiza, de como o trabalho é bom. Mas é bom conversar. Isso nos distrai muito com os fregueses também. E sobre quais assuntos vocês conversam? Falamos dos jogos, das novidades, então, falamos sobre as coisas do dia a dia. E o bom, como você conhece muitos os fregueses, você lhes chama pelo nome. É um diferencial e gratificante conhecer os fregueses pelo nome. O que fez com que você ficasse em Paraíso e não mudasse mais de cidade? Tem pessoas que perguntam o que eu acho de Paraíso. Para mim, Paraíso é uma cidade excelente, maravilhosa. Eu fui bem recebido, as pessoas gostam do eu faço, não tenho motivos para não gostar! Foi o suficiente para ficar e não ir embora. Graças a Deus. E para viver bem também não precisa de muita coisa, não é verdade? E o que é preciso ter para viver bem? A primeira coisa é ter harmonia na família - e hoje em dia está difícil. Hoje a criação de filho é difícil. É complicado. E cada um tem um pensamento. O que para mim é certo, para outro pode não ser. Graças a Deus, minha esposa Luiza é uma companheira e tanto. Ela que me dá força aqui na pastelaria, se não fosse por ela, pelo amor de Deus! Eu não tinha esse sucesso que nós temos aqui. Eu tenho um filho, Marcos Fernando, que é formado dentista e o mais novo, o Júlio César, que está estudando direito. Toda profissão é bonita. Por esses dias, eu vi uma reportagem na televisão que a apresentadora dizia que quando se gosta do que faz, não é

trabalho, é um prazer. Eu procuro fazer bem feito, para ter um produto bom. E tenho uma freguesia excelente. O que você faz para que sua pastelaria seja tão frequentada e esteja tanto tempo no mercado? A primeira coisa é atender bem o freguês. Depois, uma coisa que eu prezo muito é a limpeza. E trabalhar com produtos bons, de primeira. O diferencial é se trabalhar com bons produtos. Então, nem precisa forçar a venda. A pessoa experimenta e quer comer mais. Quais são as suas atividades nas horas livres? Então, nessa profissão é 8 ou 80. Não tem meio termo. Ou você tem que trabalhar ou não tem que trabalhar. Não é só ir à praia que é lazer. Você fugir do dia a dia, da rotina, já é um lazer. É muito relativo. Pode ser ler um livro, passear no shopping, sair por aí... Eu gosto de pescar. É bom demais. Eles falam que quando se está nervoso e para ir pescar, não é? (Risos) É bom. Mas vou te falar: como a freguesia é boa, a gente não cansa não. Quer dizer, todo mundo cansa, mas aqui, a gente tem aquele cansaço físico, mas da cabeça não. São muitas horas em pé. Qual o motivo de você ser uma pessoa tão satisfeita? O Max Gehringer falou um negócio legal: Feliz é aquela pessoa que consegue desfrutar daquilo que realizou. Se tiver vontade de comprar alguma coisa, tem que comprar,

não é verdade?

E u acho que são poucos que conseguem fazer isso. fé?

Como você pratica a sua

As pessoas só lembram de Deus na hora do desespero. Acho que deveriam se lembrar mais. Agradecer quando se está bem e mal. Puxa vida! Eu agradeço a essa fartura de comida que tem na minha casa. Não

posso reclamar de nada. Eu valorizo as coisas simples. São as mais importantes. As coisas simples são as coisas mais legais que tem. A melhor coisa é a simplicidade. Para finalizar, registre sua mensagem aos leitores do Jornal do Sudoeste. Eu não sou de Paraíso, e por isso, agradeço a todos os meus fregueses, não só daqui, mas de todos os lugares.


página44 página

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 23 e 24 de Julho de 2011

São Sebastião do Paraíso-MG e Região - 30 e 31 de Julho de 2011

Aniversário de Eliana Prado

Com as amigas

Com a irmã Elisangela

u simpatia Eliana esbanjo

Empresária de sucesso, a aniversariante do dia 21, Eliana Prado, proprietária da loja A+B Modinha comemorou em grande estilo em sua residência seu aniversario, sábado dia 23, ao lado das filhas Amanda e Bianca, dos irmãos Elias, Elisangela e Ely e de amigos mais próximos numa super festa regada a muito glamour e descontração onde Eliana esbanjou simpatia e elegância. Com o tema de Festa Cigana, os convidados foram fantasiados a caráter. Foi servido porco a paraguaia, feijão tropeiro, muito vinho e ponche. Teve a presença do DJ Kolto tocando músicas temáticas.

Beijo carinhoso das filhas Amanda e Bianca

Eliana entre seus amigos e irmãos

Sobrinhos Leonardo e Arthur Amiga Simone

Eliana e suas filhas Amanda e Bianca

Eliana entre Tadeuzinho e Amanda, Franciele e Neto

Ely irmão da aniversariante, Kenia, Rafael e Alline, Kevin e Ana Paula

Aniversariante Eliana entre as amigas Taís, Carla, Michele, Eliane, Alline, Kenia, Ana Paula e Tássia

Elaine e Rose

Red Club, Rua Venezuela, 30 Jd América. Telefone 8844 0018.

Bruna e José Carlos

Luiza, Jaqueline, Daniela e Simone

Bárbara, Nayra e Marina


página página55

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 23 e 24 de Julho de 2011

São Sebastião do Paraíso-MG e Região - 30 e 31 de Julho de 2011

Aniversário de Laura e Lucas

Numa animada festa decorada com balões pretos e brancos e com o slogan “Saia rodada, vestido de bolinha, óculos escuros, jaqueta preta” ... os irmãos Laura e Lucas Potenciano Queiroz comemoraram aniversário, sábado dia 23 nos embalos musicais dos anos 60,70 e 80 onde convidados, familiares, e amigos foram de traje da época, bem a caráter. Laura foi aniversariante do dia

21 quando completou 11 anos, e Lucas 7 anos no dia 26. O evento que realizado na Red Club Danceteria ofereceu aos convidados um buffet com salgados e doces da época. A animação ficou por canta do DJ Ralado que não deixou ninguém parado. Os aniversariantes são filhos do comerciante Christian Cruvinel Queiróz e da professora Vanise Aparecida Queiroz.

Com os tios Chrismarcos e Pauliane, primos Luis Fernando e Ana Lívia

Tias e primas dos aniversariantes

Luiza, Jaqueline, Daniela e Simone

João e Stella

Valdeir Lima com a esposa Paula Angela e as filhas Maria Paula e Beatriz

Lucas entre seus padrinhos Ana Maria e Adriano Borges Laura e seus padrinhos Anaclélia e Jóberte

Luiz Fernando, Priscila, Maria Eduarda e Christian

Amigos Reinaldo Zero e esposa Thaís, Luiz Gonçalves e esposa Débora

Tios paternos Clélio, Maria, Tulio, Ana, Ug e Og

Tias maternas, Vania e Vanessa, Fernando, amigos Alexandre e Thais e os primos Guilherme e Virgínia

ceito adotado e aprovado pelos frequentadores, e as refeições que já conquistaram muitos adeptos aos pratos ou porções apetitosas, possui um cardápio variado com panquecas, caldos, porções, empratados que são com-

ponentes de um menu primordial que conta ainda com um atendimento eficaz e personalizado para melhor satisfazer seus clientes, além dos serviços “a la carte”, que traz opção para os mais variados paladares.

Tip Top Bar, visual onde a simplicidade e a sofisticação se confundem, conta com o prestígio de muita gente bonita. Cores vivas e reprodução de artistas mundialmente famosos na parede, tornam o ambiente ainda mais alegre em um novo con-

Fred e Tati

MÚSICA AO VIVO PARA TODOS OS EVENTOS

Laura e Lucas com seus pais Vanise e Christian

Laura e Lucas com seus pais Vanise e Christian, os avós maternos Salete e Eurípedes e avós paternos Og e Ilma

Aniversariantes Laura e Lucas

NOVIDADE Breve o Tip Top Bar estará com serviço de almoço “a la carte”, de segunda a sexta-feira. Aberto de terça a domingo, localizado na avenida Monsenhor Felipe, 565, com o telefone 3558 8803.


página 6

Lions

Rua José Osias de Sillos, 590 Fone: (35) 8823-3016

“Nós servimos há 40 anos em São Sebastião do Paraíso”

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 23 e 24 de Julho de 2011

Edição n.º: 928

NOSSO BLOG = www.culturapopgls.blogspot.com Mais INFORMAÇÃO, mais FOTOS, VÍDEOS, DICAS, INTERATIVIDADE!

Comissão da OAB trabalha na elaboração do Estatuto da Diversidade Sexual

O Lions Clube de São Sebastião do Paraíso está em festa. Hoje, em nossa reunião festiva, ingressará para nosso Clube mais um Companheiro. Trata-se de Celso José de Souza, para nós carinhosamente conhecido,c como Alemão. Sua vasta cabeleireira loira, lhe granjeou este título. O Lions conheceu, Celso, quando no ano passado, na visita do Governador Fernando, ele participou com os leões da festa de confraternização. CL Olavo viu nele o perfil de um leão. E assim hoje, após convites, ele receberá seu certificado e distintivo de leão. Lembro-me, como se fosse hoje. Procurava voluntários, que juntos comigo abraçassem o Projeto SOS Criança. Subia pela rua Dutra da Silva, quando duas figuras com roupas de modelo japonesa, me chamaram atenção. Movida por uma

força estranha, parei o carro e me dirigi, para as duas pessoas que estavam frente a uma Academia de Artes Marciais. Falei palavras que me vinham, sem pensar muito. Pedi-lhes ajuda, para trabalhar com as crianças. No mesmo instante a resposta foi positiva. Celso e Alexandre, outro professor, abraçaram a causa. Além de professor ele é o tesoureiro do SOS, e hoje o mais novo Leão da família leonística. Parabéns, Celso. Seja bem vindo à família. Contamos com você. ALEGRIA Dia 11 de agosto, receberemos a visita de nosso novo Governador. Trata-se do DG CL Georjos Saba Arbache. Seja bem vindo à nossa casa, que também é sua casa Companheiro. Nossa cidade o receberá de braços abertos.

A NOSSA SEDE ESTÁ DISPONÍVEL PARA SER UTILIZADA POR ENTIDADES ASSISTENCIAIS EM EVENTOS, E LOCADA PARA FESTAS PARTICULARES. Contatos:

Ruth Corsi FONE - 3531-2998 ou 9926-9646

A Comissão da Diversidade Sexual do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) está trabalhando na elaboração do Estatuto da Diversidade Sexual, a fim de garantir os direitos à população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais). O objetivo é construir um microssistema que, além de assegurar direitos, também sirva para dar-lhes efetividade com foco em direitos fundamentais como à livre orientação sexual, direito à igualdade e à não discriminação, à constituição de família e direito ao próprio corpo, entre outros. Depois de concluído pela Comissão, presidida pela advogada Maria Berenice Dias, o Estatuto deverá ser submetido a discussão e aprovação pelo Pleno do Conselho Federal da OAB.

infraconstitucional que precisam ser alterados. “Concomitantemente, será apresentada proposta de emenda constitucional. Como este é um compromisso de toda a sociedade, gostaríamos de contar com a contribuição de todos”, afirmou Maria Berenice. As sugestões e propostas devem ser encaminhadas para o e-mail estatutods@mbdias.com.br. Alguns dos pontos que devem ser abordados, de acordo

com a advogada, são: princípios fundamentais, direito à livre orientação sexual, direito à igualdade e à não-discriminação, direito à constituição de família, direito à filiação biológica, guarda e adoção, direito à saúde, direito ao próprio corpo, direito de acesso à justiça e à segurança, direito à educação, direito ao trabalho, direito à moradia, dos meios de comunicação, das políticas públicas, disposições finais e transitórias.

Essa é em ALFENAS! Agende!

DOCUMENTO CONTARÁ COM SUGESTÕES DA POPULAÇÃO A Ordem dos Advogados do Brasil divulgou o e-mail criado especialmente para que a sociedade possa opinar durante a elaboração do Estatuto da Diversidade Sexual. O estatuto está sendo elaborado para garantir todos os direitos à população LGBT. Além do texto, haverá a indicação dos dispositivos da legislação

...e dia 21/8 Parada Gay de Alfenas

Mitologia Grega Maria Ofélia Tubaldini Scarano* Existem várias versões sobre a origem de nupciais e a conduzissem ao alto de determiEros, deus do amor. Uma delas, segundo Apuleio, nada colina. Lá, uma serpente alada e medoEros é filho de Afrodite. Poucas pessoas esta- nha, iria torná-la sua esposa. vam prestando culto à Afrodite, Deusa da BeleEmbora desesperado, o rei e a rainha nada za, e do Amor. A maioria dos peregrinos estava mais podiam fazer, senão cumprir o que fora preferindo admirar a extraordinária formosura determinado. Vestiram a filha para as bodas e de uma simples morta, a princesa Psique. levaram-na para a colina. Afrodite, indignada chamou seu filho Eros Exausta pela interminável espera, Psique e tramou uma vingança: Eros deveria usar suas adormeceu. Até ela chega a suave brisa de flechas encantadas para fazer Psique apaixo- Zéfiro (deus do vento), que a arrebata, transnar-se pela pior criatura do mundo. portando-a para um magnífico castelo em uma Eros parte para cumprir o desejo de sua planície coberta de flores e belos regatos. mãe. Mas a beleza da mortal era tão grande Ao despertar, encantada com o deslumque ao vê-la Eros foi transpassado por uma de brante cenário, Psique ouve uma voz que a suas próprias flechas, e feriu-se de amor. convida a entrar no castelo, banhar-se e deTomado pela paixão nada disse à mãe, ape- pois jantar. Atravessando corredores e salas, nas convenceu-a de que se livraria da rival. não encontra ninguém. Sente-se como se esO amor de Eros torna Psique inatingível tivesse sendo observada. aos amores terrenos. Apesar de infinitamente Durante o jantar, doce música a envolve, menos belas, suas irmãs são logo escolhidas e mas continua sem ver ninguém. casam-se com reis. Ao anoitecer, dela se aproxima Eros, proPsique permanece só, a ninguém ama. tegido pela escuridão. Psique não pode verEntristecidos por vê-la assim, seus pais lhe o rosto; nenhum temor, porém, a aflige. O foram consultar o oráculo de Apolo (deus da medo é banido pelas palavras apaixonadas e luz) a fim de solicitar ajuda. Mas Eros já havia pelas ardentes carícias do deus. também procurado Apolo e fizera-o aliado de (Aguarde continuação). sua conquista amorosa. Assim, para auxiliar o *MARIA OFÉLIA TUBALDINI SCARANO – MEMBRO companheiro do Olimpo, Apolo ordenou aos DAACADEMIA PARAISENSE DE CULTURA. pais da princesa que a vestissem em trajes Fonte: Mitologia – Abril Cultural

ÚLTIMAS SEMANAS

novela de: NOXYEMA JACKSON Esta é uma história de ficção. Qualquer semelhança com nomes, pessoas ou fatos, terá sido mera coincidência. CAPÍTULO 18 - E aí, Grazy? Tá tudo certo? - Você ficou louco, Eduardo? Sai de perto de mim! Tem um tanto de gente que te conhece aqui. Não podemos ser vistos juntos. Tá tudo certo, sim, mas agora dá linha na pipa! - Tá bom. Eu vou. Quando chegar a hora, você sabe o que tem que fazer... – e ele sai, retornando para onde estavam Pérola e Kelly. - Nossa! Você mal cumprimentou a gente... Chegou todo afobado e foi falar com a Grazy. Não sabia que você a conhecia... Chegou a vê-la em alguma de nossas festas? - De fato não conheço mesmo... É que lá na portaria me pediram para dar um recado a ela e foi o que fui fazer. Parece que estão precisando dela lá na entrada... Como vocês estão? - Ótimas, apesar de não sabermos bem o que viemos fazer aqui... E você? - Estou bem, Pérola! Resolvi o meu lance com as meninas lá em Ribeirão e acho que elas estão chateadas comigo, mas... fazer o quê? Eu me apaixonei... Estou noutra... - Apaixonou? Por quem? Conta logo este babado, menino! – indaga Kelly toda curiosa. - Tá vendo aquele travesti ali? O nome dela é Verusca... Ela é minha nova paixão! - O quêêê??? Você? Apaixo-

nado por um travesti? Estou boba! – exclama Pérola. - Foi o que a Priscila e a Marisa disseram. A Priscila, então, quase faltou me bater. Não se conforma em ser, entre aspas, trocada por um travesti. Mas, “o coração tem razões que a própria razão desconhece”, não é? Eu vou até lá falar um “oi” para ela, ok! Volto logo... Eduardo vai ao encontro de Verusca, que já tinha notado a presença do bofe, ficando com a cabeça cheia de dúvidas do porque dele estar ali, no sítio de Mr. Gonzaga. “Será que ele é envolvido com colocon”? – indagou para si mesma. Porém, ficou na dela, à espera que ele se manifestasse. Adrianny também tinha visto Eduardo chegar. Conteve a emoção, mas, dentro de si, ficou toda eufórica para conhecê-lo mais de perto. O bofe se aproxima das monas. - Oi, Verusca! Que surpresa você estar aqui... – ele pega na mão das bibas. - Oi, Eduardo! É... Eu vim até aqui para resolver um lance meu. E você? O que faz aqui? - Pode parecer estranho eu estar aqui, Verusca, mas depois eu te explico com calma. Como você passou a semana? Sentiu saudade de mim? Eu senti muita de você... - Acho que este não é o melhor momento para falarmos sobre isso, Eduardo... Eu passei a semana cheia de preocupações e também saí à procura

de um emprego. - Ah, que bom! Eu também tive uma semana agitada. Mas, você está certa. Aqui não é o melhor local para falarmos de nós. Posso ir à sua casa mais tarde? - A hora que eu for embora, eu te aviso! Se quiser, você pode ir ao meu ateliê, sim... Adrianny só escutava a conversa dos dois. Por dentro, estava morrendo de inveja da amiga e possessa de raiva com Carlos que, até àquela hora, não havia dado sinal de vida. Marisa e Priscila foram conversar com Fabinho San Mon Netty para acertar detalhes da contratação. Lucas e Danilo, fãs ao extremo do empresário, foram na cola das duas a fim de ter uma melhor aproximação com Fabinho. Eles não se cabiam de tanta felicidade por estarem diante de seu ídolo. Fabinho percebeu a euforia do casal e, para delírio deles, convidou-os para, depois da reunião, irem até sua mansão para tomarem um drink e falarem amenidades. Danilo e Lucas quase tiveram uma síncope. Priscila e Marisa também foram convidadas. Garçons servindo os convidados, buffet de primeira, música ambiente... Quase duas horas depois, e muitos não sabiam por que tinham sido convidados para a reunião no sítio. Neste interim, Tyler chega para a reunião na companhia de Carlos e Eloy. No entanto, nenhum dos três vai ao encontro de Verusca ou Adrianny, que só observam a atitude dos bofes. Após muita expectativa, Gonzaga surge entre os convidados e vai logo dizendo: - Quero anunciar para todos a minha candidatura a prefeito de Paraíso! Continua na próxima edição. Releia capítulos anteriores e siga também no BLOG.


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 23 e 24 de Julho de 2011

página 7 O prezado Dr. Epitácio Advíncula, culto promotor de justiça que aposentou-se na comarca de São Sebastião do Paraíso, onde reside, comemorou seu natalício no dia 22.

7 ERROS COMPROMETEDORES DE NOIVOS NO CASAMENTO RELIGIOSO 1. NÃO ESCOLHER BEM A IGREJA PARA A CERIMÔNIA E/OU NÃO OBEDECER AS NORMAS DA IGREJA ESCOLHIDA. 2. NÃO SE PREPARAR ADEQUADAMENTE PARA O SACRAMENTO. 3. DEIXAR DE VERIFICAR DETALHES DA DECORAÇÃO COM ANTECEDÊNCIA. (INCLUINDO BUQUÊ) 4. CONVIDAR MUITOS PADRINHOS E/OU QUE NÃO TENHAM COMPROMISSO COM O RELIGIOSO. 5. USAR TRAJE EM DESACORDO COM O AMBIENTE. 6. NÃO CONTAR COM AJUDA DE PESSOA EXPERIENTE E COMPROMETIDA COM O EVENTO PARA COORDENAR ENTRADAS E SAÍDAS. 7. ATRASAR OU PERMITIR QUE ATRASE A CERIMÔNIA POR ATRASO DE PADRINHOS OU DAMAS.

Neste domingo, 31 de julho, quem completa 4 aninhos, é a pequena Clara, filha de Cleiton Donizete de Carvalho e Kátia Silva Carvalho, os quais juntamente com sua irmã Kamila lhe desejam muitas felicidades, saúde e que Deus a projeta sempre!

Alice Souza Bonacini aniversariou no dia 27 de julho. Votos de saúde e muitos anos de vida.

ANIVERSARIANTES

Sábado, dia 30 a jornalista Angélica Dizaró (TV Sudoeste), Daiane Nascimento Moreira. Dia 31 Viviane Scarano Pedroso Bertozzi, a jornalista Heloisa Aguieiras, Clara Silva Carvalho (filha de Cleiton Carvalho e Kátia). Dia 1.º de agosto Mayra, filha de Lourdinha e Valdir do Prado, Terezinha de Barros Pucci, Guilherme Henrique Siqueira Medeiros, Itamar Bonfim e seu filho, o músico Cassius Bonfim, Bruno de Melo Borges. Dia 2 Antonio Nascimento Ozéas, Natalina Portella Bícego, Conceição Bonifácio Pereira Martins. Dia 3 Estevam Nascimento (banca de revistas), Carolina Vicentina Ferreira. Dia 4 Juliana Neves Pereira. Dia 5 o médico Dr. Glauco Joaquim Rosa de Figueiredo, Gleici Kelly Oliveira, Abadia Moreira Ozéas, Larissa Lima Cruz, Priscila Rezende, Eric Brandão Pelúcio, Andréia Silveira Montipó.

Gabriela completa dois anos neste domingo, dia 31. Filha muito querida de Renata Mendes Cardoso e do advogado e presidente da ACEP, Anderson Martins Vieira (Carioca). Joé Carlos Alves Pinto

Horóscopo Semanal

A morte nossa de cada dia Vem até mim Sacia minha sede de prazer Tira-me a vontade de viver

É com o coração dilacerado que escrevo sobre a prática que virou moda no mundo: o suicídio. Não bastasse os meios violentos para se pôr cabo à vida, como veneno, alta dosagem de remédios, corda, faca, tiro, agora a mania é beber até mostrar as tripas, fumar até “contrair” um câncer de pulmão, se drogar até enxergar os vampirinhos do além, fazer sexo selvagem, ininterrupto, violento – seja lá com quer for: homem, mulher, vaca, cavalo, cachorro, cadáver... atuando como exímios atores da promiscuidade desmedida. É. O mundo não acabou, porém, a cada dia, extinguem-se os valores, as crenças, os bonitos hábitos de respeito, a real preocupação com o bem-estar alheio... E o autoamor? Quem se ama se machuca? Quem se ama se molesta? Quem se ama se mata? Seguidores de pseudomártires, jovens se enveredam por caminhos tortuosos, achando-se invencíveis, arrastando para perto colegas que vibram na mesma faixa. Assim, constroem castelos de ilusão, alicerçados por vícios de todas as espécies, desregramentos infindáveis, orgias regadas a musiquinhas trevosas que estouram nas paradas de sucessos, corpos seminus desfilando nas passarelas da alucinação – pedaços de carne prontos para serem abruptamente comidos: divino bacanal ! Dessa forma, milhares de pais desesperados rogam clemência a Deus, procuram clínicas especializadas no tratamento de toxicômanos, terapeutas, psicólogos, psiquiatras. Tristemente convivem com mortos-vivos dentro de casa e perguntam: O que fazer? Por isso, pais, não tenham medo de dizer NÃO aos seus filhos, deem limites a eles, cultivem o necessário hábito da rotina, ouçam as dúvidas que eles apresentarem, usem a educação dos sentimentos para que eles não se tornem robôs da sociedade materialista, consumista, insensível. Ajam com a razão, contudo, não se esqueçam do coração. Claro que não almejamos aqui tecer julgamentos perante nossos irmãos que optam pelo suicídio – já, que, todos nós temos nossas fraquezas –, mas sim, fazer um alerta aos adeptos do suicídio involuntário: o vazio interior advém quando ignoramos nossas necessidades, esquivando-nos do importante diálogo com nós mesmos e do contato íntimo com o Ser Maior. Precisamos, na verdade, pedir emprestado o espelho da bruxa do conto Branca de Neve – antes de a menina entrar em cena – a fim de enxergarmos a pessoa mais bela e importante que existe na face da Terra: nós! Oração do Suicida Marília de Souza Neves

Poderoso chefe das zonas infernais Santificado seja a tua envolvente sedução Vem para perto de mim com teus fiéis seguidores das trevas E me encoraja a pôr fim à minha podre carne A dor minha de cada dia Tira-me hoje de uma vez Deixa que os vermes comam meu corpo todo E eu sinta o sinistro espetáculo da decomposição E Vós, Senhor, que habitais sublimes esferas superiores Perdoai o mal que cometi contra mim mesmo, assim como a dor que provoquei em meus familiares Entendei minha fraqueza, minha tentação Abrandai, Senhor, minha “punição”! Perdão!!

É por isso que eu digo: é melhor falar do que ruminar! E, neste caso, é melhor rir do que morrer de tédio!! Pronto, falei, tá falado! faleitafalado2010@hotmail.com

CAPRICÓRNIO (22/12 A 21/01) A fase é muito boa, especialmente para projetos que exijam sua criatividade. Amor e romances continuam em alta, com promessa de alegrias e divertimentos. Caso tenha filhos, a fase é ótima para passeios e boas conversas. AQUÁRIO (21/01 A 18/02) Ótimas vibrações estão em seu entorno com promessa de melhorarem ainda mais. As amizades e os compromissos amorosos continuam por algumas semanas. Vida social ativa, novas amizades e muita alegria. PEIXES (19/02 A 19/03) Cuidado para não se envolver em brigas e discussões domesticas, pois nenhuma delas levará a nada. As tensões estão no ar e por isso você deve manter essa energia sob controle. Seja racional. ÁRIES (20/03 A 20/04) Urano e sol unidos em um lindo aspecto mobiliza sua vida a mudanças positivas relacionadas ao amor e aos relacionamentos. O momento é de progresso e aumento dos negócios e de seus rendimentos. TOURO (21/04 A 20/05) Lua e marte em gêmeos pode mobilizar você a gastos desnecessários neste período. mantenha seus investimentos e finanças sob rígido controle. Saturno continua exigindo organização em seu dia a dia. GÊMEOS (21/05 A 20/06) Marte e lua em seu signo pede calma e discernimento nas ações. Nada de reações e movimentos impulsivos. O dia é nervoso, mas produtivo. Bom para solucionar problemas difíceis. Bons acordos de negócios. CÂNCER (21/06 A 21/07) Hoje você pode estar mais nervoso ou mesmo meio deprimido. Procure investigar os motivos e deixe-os para trás, pois essa energia é passageira. Mudanças positivas relacionadas aos seus investimentos. LEÃO (22/07 A 22/08) Sol e mercúrio em seu signo melhoram sensivelmente os contatos e a comunicação, especialmente as relacionadas aos acordos comerciais. Prepare-se para uma nova e vibrante fase de alegria. Fique atento às mudanças. VIRGEM (23/08 A 22/09) Marte e lua em gêmeos mobilizam ações em projetos relacionados à sua carreira e profissão. Procure controlar seus impulsos e a agressividade. Use essa energia para correr atrás de seus sonhos. LIBRA (23/09 A 22/10) Nesta fase os contratos com empresas, clubes e instituições ganham um novo fôlego. É possível que algum deles sejam revistos e reavaliados. As amizades e toda atividade em equipe são beneficiadas. ESCORPIÃO (23/10 A 21/11) Acordos que envolvam parcerias ou sociedades se tornam mais concretos neste período. A fase é ótima e vai durar algum tempo. Período excelente para rever projetos de trabalho e se preparar para novos passos. SAGITÁRIO (22/11 A 21/12) O trabalho recebe as boas energias de Júpiter e a tendência é de aumento de demanda e sucesso. Algumas portas vão se abrir e novos contatos serão feitos. Viagens e estudos em alta. amor em fase de revisões.

No Festival de Dança de Joinville

O Balé Flávia Junqueira já está em Santa Catarina, para participar do Festival de Dança de Joinville, considerado o melhor festival de dança do mundo. O grupo de sapateado saiu de Paraíso, às 2h da manhã de terça-feira, 26 de julho, e se apresenta na praça da prefeitura de Joivinville, em dois shoppings da cidade, em um hospital infantil e no centro de eventos Cau Hansen. A tia Flávia elogiou a organização do evento e admitiu sentir aquele friozinho na barriga por realizar um sonho. O Balé Flávia Junqueira teve o apoio da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, das empresas Matsuda e Duzani.

O diretor presidente do Sicoob Nossocrédito, Luiz Carlos Diogo congratulou-se com o capitão da equipe do Paraíso Basquete, Otávio. Pediu que transmitisse aos demais atletas e dirigentes, cumprimentos pela conquista do título de campeões na etapa regional do JIMI, semana passada, em Passos.

BODAS DE PRATA CIDO TORRE E DELMIRA

A comemoração de 25 anos de feliz vida conjugal dos empresários Aparecido Torre e Delmira, aconteceu sábado, 23/07 em Itamogi. Torre, da Colônia Italiana, não deixou faltar nenhum detalhe para realizar uma festa típica. Receberam dos amigos votos de felicidade e também de familiares que vieram da Itália para prestigiar o casal . Não faltaram o bom vinho, frios, o tradicional azeite e muito macarrão. O casal embalado ao som do cantor Tigrão que interpretava belas canções italiana se divertiu junto com toda família dançando tarantela. Parabéns ao casal, que Deus os abençoe, e estamos aguardando a festa das bodas de ouro de (50 anos).


página 8

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 23 e 24 de Julho de 2011

Comunidade do Morro Vermelho promove “Queima do Alho e Encontro de Carreiros”

A 1a Festa da Queima do Alho e o 5º Encontro de Carreiros prometem atrair um grande público à comunidade rural do Morro Vermelho, localizada a 15 km de São Sebastião do Paraíso. Segundo Sebastião Geraldo de Oliveira, da comissão organizadora, o evento acontecerá nos próximos dias 6 e 7 de agosto. “No sábado teremos pela primeira vez no município de Paraíso, a realização da Festa da Queima do Alho, e no domingo a partir das 10h , o início do desfile de carros de boi. Conforme explica Henrique dos Reis Oliveira, também organizador do evento, a

festa reunirá participantes de toda região como, sendo aguardados de Nova Rezende, Jacuí, Guaxupé, Pratápolis, Itamogi, São João Batista do Glória, Bom Jesus da Penha, Santa Cruz da Prata, Guaranésia, Monte Santo, e das comunidade de Termópolis, Queimada Velha,Chapadão, de São Sebastião do Paraíso, entre outras. A Festa da “ Queima do Alho” é uma tradição onde os participantes montam barracas e produzem vários tipos de comidas. De forma gratuita, o público vai experimentando de acordo com suas preferências os diversos pratos. Cada comitiva, à sua manei-

de boi de toda região. A festa contará ainda com serviço de bar, música ao vivo. O presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Paraíso, Pedro Delfante, destacou ser dever do Conselho que preside, apoiar, valorizar e incentivar iniciativas como esta da comunidade do Morro Vermelho, sobretudo na manutenção de nossas tradições mais legítimas, como as dos carreir-os e suas boiadas, e agora, pela primeira vez no município, a Festa da Queima do Alho, que, com certeza passará a fazer parte também de nosso calendário festivo e cultural. ra prepara as comidas variadas, geralmente arroz com frango, feijão tro-peiro, amendoim torrado, tutu, carnes assadas, torresmo, paçoca de carne entre outros pratos. José Martins também da comissão organizadora, salienta que no domingo pela manhã as comitivas e os participantes se preparam para o início do desfile ás 10h, que já virou uma tradição na comunidade, com expectativa este ano da presença de 50 carros


/1314242860