Issuu on Google+

www.jornaldosudoeste.com.br Diretor: Nelson de Paula Duarte - Bissemanário de Circulação Regional - São Sebastião do Paraíso/MG, Sábado, 30 de Março de 2013 - ANO XXVII- Edição: 1675 - R$ 1,30

Mulher é sequestrada em sítio no município de Paraíso página 5

Roberto Nogueira

Três são presos após roubar e manter família refém em Paraíso página 5

Caso da Elementar vai para o Ministério Público do Trabalho

Usuários agradecem volta dos ônibus intermunicipais no trevo da Copasa página 9

Paraíso participa de fiscalização integrada das divisas do Estado página 5

página 3

Nascentes das Gerais culpa prefeitura por problemas no viaduto da Copasa

População questiona agência do Banco do Brasil sobre compromisso não cumprido página 12

Ônibus para em ponto de embarque próximo ao trevo da Copasa

página 3

Estudante da rede pública vai cursar Medicina na Universidade Federal do Mato Grosso página 6


página 2

Jornal do Sudoeste OPINIÃO

CURT AS CURTAS NOVELA E a novela da Elementar vai ganhando novos capítulos. Está parecendo mais um daqueles dramalhões mexicanos. As notícias desta semana foram para colocar muita gente para pensar, inclusive vereadores que querem saber quem está falando a verdade. O prefeito Reminho semana passada, conforme publicado pelo Jornal do Sudoeste disse que a prefeitura está em dia e nada deve para a Elementar. Um advogado garante que a empresa tem mais de R$ 1 milhão para receber do município. Confirmando o que havia antecipado, foi à Câmara na quarta feira e protocolizou documentos. BATATA QUENTE A mais recente notícia no imbróglio é que a Câmara de Vereadores está transferindo a batata quente. O presidente José Luiz Correa informa que o Ministério Público do Trabalho está sendo acionado e vem mais barulho por ai. Até aqui quem continuam prejudicadas são as meninas que trabalharam este tempo todo e não receberam e desde o dia 25, oficialmente estão desempregadas pois o contrato com a Prefeitura já não existe mais. Quem é que vai pagar por isso, certamente a Justiça do Trabalho irá apontar. MAIS UMA Desta vez é a Concessionária Nascentes das Gerais quem imputa à Prefeitura a culpa pelo problema nas ruas do bairro São Francisco, principalmente no período das chuvas. O município, segundo a Nascentes, não fez as galerias de captação de água pluviais apesar do pedido de parceria da empresa. Parte do problema de iluminação no trevo da Copasa foi solucionado, mas restam alguns serviços a serem feitos, porque o risco de desmoronar ainda existe e enquanto isso a enxurrada continua invadindo as casas e causando prejuízos aos moradores. Pior do que estava acabou ficando. DIMINUÍRAM A informação de que a autorização para vários tipos de consultas serem reduzidas no Ambulatório Municipal está se confirmando. Nesta semana é o número de atendimento com o neurologista que foi determinado passasse à metade das 300 consultas que eram feitas, foi mais do que confirmado pelo profissional atendente, médico Daniel Figueiredo de Paula. Para o que havia promessa de ser solucionado nos primeiros dias de governo, o andamento tem caminhado, para trás. Na próxima semana citaremos novos exemplos. PASSARELA Dias destes vereadores realizaram reivindicação à Prefeitura e também à Concessionária Nascentes das Gerais para a colocação de uma passarela na entrada do bairro Jardim Morumbi. No local que possui um perigoso trevo na rodovia BR-265, estudantes, trabalhadores e moradores se arriscam em meio a veículos, caminhões e máquinas para a travessia de um lado a outro. Vereadores pleiteiam que a passarela Padre Geraldo Rezende que antes existia na entrada do bairro João XXIII fosse colocada no local. Resta primeiramente saber se há condição técnica de aproveitamento do material. AMORIM Maioria absoluta de vereadores da Câmara assinou projeto de lei de autoria dos vereadores Jerônimo Aparecido Silva (DEM) e Sérgio Aparecido Gomes (PSD) que denomina o Centro Municipal de Educação Infantil em fase de construção na Vila São Pedro, com o nome do ex-vereador Antonino José Amorim. A iniciativa é uma forma de homenagear o polêmico político que militou na vida pública da cidade até 2007. Empreendedor, dinâmico, questionador, incisivo e sobretudo, uma pessoa muito humana, Amorim fez escola, deixou discípulos e marcou época na história da cidade e terá seu nome lembrado para a posteridade. ELEIÇÃO Com 155 votos válidos, o prefeito de Barbacena, Toninho Andrada, foi eleito o Presidente da Associação Mineira de Municípios - AMM . Andrada é o 17º Presidente da Associação e fica a frente da instituição durante o biênio 2013/2015. Ele substituirá a Angelo Roncalli, então prefeito de São Gonçalo do Pará, que tinha em sua diretoria o ex-prefeito de Paraíso, Mauro Zanin, como segundo tesoureiro. A nova diretoria eleita e que será empossada em 9 de maio não tem nenhum prefeito da região em sua composição. Há indícios de que o Sul de Minas está carente de representações mais expressivas. CONTESTA Pelo site do Jornal do Sudoeste recebemos informação de estudante universitária, na qual contesta teor de alegação feita por um calouro matriculado no curso de Engenharia de Produção. Ele afirma ter sido vítima de trote violento no primeiro dia de aula, e registrou boletim de ocorrência, ensejando a Polícia Civil abrir procedimento investigativo. Matéria a respeito foi manchete publicada quarta-feira pelo “JS”. BEÓ O estudante de 28 anos, dentre outras queixas diz que teve vestes cortadas, corpo pintado, e foi obrigado entregar palito de dente quebrado ao meio, com a boca, para outro calouro do mesmo sexo. O cabelo foi raspado “enquanto terceiros atiravam óleo e outras substância por dentro do que restou de suas calças”, isto ao chegar à Franca. Na volta, conforme registrado no boletim de ocorrência teria lhe sido solicitado trancar-se no banheiro e a porta fechada por fora. No dia 15 na volta da faculdade teria sido novamente trancado no banheiro, e impedida sua saída, o que o teria deixado desesperado. JANELA CAIU “Li a reportagem, sou estudante, viajo no mesmo ônibus utilizado pelo aluno. Eu assim como mais da metade dos que nele viajam estamos indignados. Nada, absolutamente nada do que ele afirmou aconteceu. O único fato verídico de toda essa baboseira é a janela do banheiro ter caído. Sim, caiu porque esse aluno se prendeu (não sabe utilizar a trava da porta), e achou que estavam prendendo ele. Fez força com as pernas para abrir a porta, e nisso, se apoiou na janela fazendo que ela caísse. Com medo das consequências (que seria nenhuma), quis jogar a culpa em outros estudantes para tirar o corpo fora”, diz a universitária que pediu fosse seu nome mantido em sigilo. Em sua mensagem ela faz outras colocações e conclui: “Eu e mais 30 pessoas estamos de prova”. DIA AZUL O Dia Azul (02 de abril) foi instituído pela ONU para promover a conscientização sobre o autismo. Em todo o mundo, pontos serão iluminados de azul, chamando a atenção da população para o tema. Em São Sebastião do Paraíso, nenhum ponto será iluminado neste ano. Solicitado na prefeitura alegou-se não haver verba para tal, e nem para colaborar na confecção de faixas. O município não poderia ter emprestado o canhão de luz azul usado na sexta-feira para a abertura de exposição fotográfica na Arena?

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

Presidente permanente O Estado de S.Paulo

A habitual fluência, surpreendente serenidade - deu apenas uma canelada no antecessor Fernando Henrique - e uma observação perspicaz sobre a atmosfera das audiências da sucessora Dilma Rousseff pontuaram a primeira grande entrevista do seu padrinho Luiz Inácio Lula da Silva a um jornal brasileiro, no caso o Valor, desde que desceu do Planalto. Desceu, as suas palavras deixam claro, apesar dos disfarces, apenas em sentido formal. Longe da jactância que foi a marca registrada dos seus pronunciamentos quando presidente, desta vez ele se esforçou para parecer menos do que é na esfera da política e do governo. A propósito da campanha sucessória, por exemplo, o articulador da formidável coligação para eleger Dilma em 2010 diz que prefere percorrer o País de palanque em palanque a “trabalhar nos bastidores”. Perguntado se não se dedicará nem à costura de alianças, nunca antes terá sido tão modesto - e inverídico - ao responder: “Não precisa ser eu. O PT costura”. Nem por isso deixou de discorrer à larga, sem descalçar as sandálias da humildade, sobre a possível candidatura presidencial do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, com quem ressaltou ter uma “amizade inabalável”, e uma eventual iniciativa de sua parte para demovê-lo da ideia. “Não tenho procuração nem do Rui Falcão nem da Dilma para negociar qualquer coisa”, devolveu, como se dependesse do presidente do PT para o que for. No mesmo tom, ao tratar da escolha do candidato do partido ao Palácio dos Bandeirantes, no quadro de uma aliança “além dos limites da esquerda”, a exemplo daquela que construiu para Fernando Haddad, declarou-se, como que de olhos baixos, pronto a “dar um palpite, se o partido quiser me ouvir”. Mas ao comentar a desavença entre o governador fluminense Sérgio Cabral, do PMDB, patrono da candidatura de seu vice Luiz Fernando de Souza, o Pezão, e o companheiro Lindbergh Farias, que também aspira ao Palácio Guanabara, deixou os eufemismos de lado. “Na minha cabeça, o projeto principal é garantir a reeleição

C RÔNICA

Joel Cintra Borges

Deus

Há alguns anos tive oportunidade de ouvir uma palestra de altíssimo nível, proferida pelo erudito professor e economista João Frederico Azze, da cidade de Varginha. Sobre um assunto a respeito do qual não parece caber dúvida: o Primeiro Mandamento, ou seja, Amar a Deus sobre todas as coisas. O orador relatou os questionamentos que tinha na juventude: será que Deus é carente, necessitando do amor de todos nós? Essa exigência não seria uma forma de vaidade? Entre parênteses: essas interrogações sempre pairaram também sobre minha cabeça. Fazia, até, na imaginação, uma analogia com um ritual criado por algum cacique de uma tribo indígena: antes de seus afazeres quotidianos, todos tinham que desfilar dele, dizendo: – Eu te amo, eu te amo... E para que isso? Qual a finalidade prática dessa adoração? Temor? Adulação? Um ser realmente superior não deveria estar acima de ideias tão mesquinhas? Entretanto, o palestrante não ficou no comodismo da dúvida, ou na apatia da superstição. Foi buscar a verdade nos livros religiosos, na psicologia, sociologia, antropologia e ciências congêneres. E chegou a uma conclusão tão simples que a gente fica a se perguntar: por que não pensei nisso antes? Deus é a suprema perfeição. Não está em crescimento, em evolução. Ele já é. Ainda que não existíssemos, não houvesse a Terra, Sistema Solar, Universo, Ele existiria. Pelo simples fato de que sempre existiu. Conclusão: o fato de nós o amarmos ou não, nada muda para Ele, que não vai ficar maior ou menor, sorrir ou chorar por causa disso. Essas são qualidades e atitudes de humanos, não de uma divindade. E é muito lógico que se esse ser não estivesse acima disso tudo estaria muito longe de ser perfeito. Já a história do homem é bem diferente. É uma sucessão de carências afetivas, de separações, de solidão, que começa na expulsão do útero materno, continuando com a falta do seio na época da desmama... Estudar em cidade grande, longe dos parentes, dos amigos, das namoradas. A perda dos pais, a morte de um filho, um divórcio. Enfim, nascemos sozinhos e morremos sozinhos! Quem seria o amigo perfeito, o companheiro inseparável, se o amássemos de verdade e confiássemos nele com todas as nossas forças, senão Deus? A conclusão final é que o “Amar a Deus sobre todas as coisas” é um alerta, um conselho (mesmo porque sentimentos não podem ser obrigados), para nossa própria estabilidade psicológica e emocional. Como de resto todos os outros mandamentos, toda a obra divina. Basta que dissipemos as trevas que toldam nossos olhos, impedindo-nos de ver a luz...

Dr. Joel Cintra Borges Médico-veterinário - CRMV-MG 0343 Exames de brucelose e tuberculose, toques, partos, vacinações, clínica e cirurgia. CÃES E GATOS: ATENDIMENTO A DOMICÍLIO. CONSULTÓRIO: Rua da Bahia, 19 - Jardim Independência FONES: 3531-4549 e 9975-4549 SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO - MG

FALECIMENTOS 27/03/13 JOSE VOLPE FILHO 86 ANOS 27/03/13 JOAO FERREIRA DE SOUZA 85 ANOS

EXPEDIENTE

Jornal do Sudoeste

BISEMANÁRIO DE CIRCULAÇÃO REGIONAL Filiado: Adjori e Abrajori GRÁFICA E EDITORA DR LTDA. Av. Monsenhor Mancini, 212 - Sala 1 - Centro - Fone: (35) 3531.1897 CEP: 37950-000 / São Sebastião do Paraíso - MG E-mail: jornalsudoeste@yahoo.com.br e jornalsudoeste@paraisonet.com.br homepage: www.jornaldosudoeste.com.br Editor e Diretor Responsável: Nelson de Paula Duarte - MT 08199 Diagramação: Vasco Caetano Vasco REGISTRADO NO CARTÓRIO DE TÍTULO E DOCUMENTOS REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS JURÍDICAS SOB Nº 20 DO LIVRO B1 FOLHAS 024. Impressão: Sangaletti Editora e Gráfica Ltda EPP - GRAFISC Gráfica e Editora Rua Santa Isabel, 250 - Vila Isabel - São Carlos - SP - CEP: 13.570-790

Textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do jornal.

de Dilma”, afirmou - o que significa que, se a protocandidatura do ex-presidente da UNE for um estorvo no Rio, não vingará. O mesmo se aplica aos demais Estados. No PT, de há muito que a única sentença que conta é a que sai da cabeça de seu nume tutelar. Para ele, vale o que ditou em 2010: “Não podemos permitir que a eleição de Dilma corra qualquer risco. Não podemos truncar nossa aliança com o PMDB”. E isso depois de ter contado que dias atrás ligou para a presidente e lhe disse que tomasse cuidado “para não passar dos 100%”, referindo-se aos seus altos índices de popularidade e folgada liderança nas pesquisas de intenção de voto. Ele contou também que, ao deixar o Planalto, “tinha vontade de dar minha contribuição para a Dilma, não me metendo nas coisas dela”. E “acha” que conseguiu, “quando viajei 36 vezes depois de deixar o governo”. Faz lembrar a quase lógica dos seus discursos de palanque. Lula, evidentemente, não pode confessar a verdade conhecida de todos: que ele, pelo menos na sua cabeça, continua presidente - e não raro age como tal. Ainda que pareça sincero ao declarar que “nunca esse País teve uma pessoa que chegou na Presidência tão preparada como a Dilma” porque “ela conhecia (o governo) por dentro”, diferentemente da situação dele próprio e de Fernando Henrique. (Nesse ponto, não resistiu e se cobriu de glórias: “Foi um grande acerto”.) É tido e sabido, por exemplo, que ela só passou a receber empresários com certa frequência depois de instada por Lula, por mais que este dê a entender que a ficha da presidente caiu sem a sua interferência. Ele foi arguto, de toda maneira, ao chamar a atenção para um complicador das conversas de Dilma, além do seu estilo. “Homem fala coisa que mulher não pode falar, conta piada”, observou, numa alusão ao que ele fazia, bem à brasileira, para desanuviar o ambiente nos encontros mais difíceis. É provável ainda que os homens não tenham o hábito de “perceber a mulher em um cargo mais importante”. Seja como for, a avaliação positiva do governo Dilma, a julgar pela mais recente sondagem do Ibope, é praticamente a mesma entre homens e mulheres.

COLUNA ESPÍRITA

Fé e caridade Lincoln Vieira Tavares

Frequentemente se questiona a respeito da importância da fé isoladamente, ou mesmo do exercício da caridade sem a fé. O Espírito Emmanuel, em excelente colocação, nos esclarece, comparando que a fé sem a caridade seria como maravilhosa máquina, colocada em uma exposição, porém nunca utilizada. Sabemos, também, que a caridade sem a fé poderia representar apenas uma manifestação social, sem que se imprimisse o sentimento de amor que a fé inspira. Existem pessoas destituídas de fé que auxiliam o próximo, apenas no afã de receber aplausos, retribuição, acreditando que estariam beneficiando seres inferiores, ao passo que aqueles que têm fé nunca esperam retribuição, estando estruturados por um poder superior que os impulsiona para o bem, e entendem que os seres a quem estão auxiliando são irmãos, filhos do mesmo Pai, que é Deus. A Doutrina Espírita nos ensina que a verdadeira fé tem de se estribar na razão, para que saibamos por que acreditamos, e esse conhecimento irá, seguramente, nos impulsionar à prática do amor ao próximo, como nos ensinou Jesus. Por não entender assim, é que no mundo de hoje observamos tantas distorções, quando se costuma confundir caridade com esmola, sendo que a primeira refere-se ao amor de verdade, que se transmite ao próximo, doação pessoal e sincera, compaixão, solidariedade, abnegação, ao passo que esmola seria como que um favor, até para se livrar do pedinte, sem nenhuma intenção de fraternidade. Não se pode pretender que somente a fé solucione nossos problemas espirituais, uma vez que o próprio Evangelho não

concorda com esse ponto de vista. O apóstolo Tiago, em sua Epístola, no capítulo 2, versículo 17, assim afirma: “assim também a fé, se não tiver obras, por si só está morta”. Muitos, sempre que se fala da impossibilidade de poder existir a verdadeira caridade sem a fé, citam a Parábola do Bom Samarita-no, relatada por Jesus, em que um homem descendo de Jerusalém para Jericó foi assaltado, ficando caído e ferido na estrada. Passando por ali um sacerdote e um levita (também sacerdote de outra tribo), nada fizeram, e ao passar um samaritano (que era considerado herege) atendeu o caído, proporcionando-lhe excelente atendimento, sem nenhuma intenção de obter algum retorno. Porém, cabe lembrar que o samaritano não era um herege, pelo contrário, tinha muita fé, apenas sua forma de adorar a Deus era diferente dos judeus, pois, enquanto que esses oravam no Templo de Jerusalém, os samaritanos tinham um novo templo no Monte de Gerizim. Allan Kardec diz que eles eram os protestantes da época... Diante disso, percebemos que o samaritano agiu impulsionado pela sua fé, e que, na verdade, quem não possuía fé verdadeira eram os sacerdotes, que passaram antes. Excelente lição para todos nós, espíritas cristãos de hoje, que julgamos ter fé e, às vezes, não socorremos os caídos ao nosso lado, que poderão até mesmo se encontrar bem perto, quem sabe até dentro de nossos lares! Pensemos nisso, e que as bênçãos de Jesus e os ensinamentos da Doutrina Espírita nos guiem, no sentido de sempre conseguirmos aliar a fé à caridade verdadeira.


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

Jornal do Sudoeste

página 3

Nascentes das Gerais culpa prefeitura por problemas no viaduto da Copasa Roberto Nogueira

Situação do aterro do viaduto da Copasa com risco aos moradores e casas segue indefinida

Escoamento de enxurrada é feita de maneira improvisada até que obras definitivas sejam realizadas pela Prefeitura Por Roberto Nogueira

A Concessionária Nascentes das Gerais atribuiu à Prefeitura de São Sebastião do Paraíso a culpa pelos problemas registrados, em relação às águas pluviais, no aterro do viaduto da BR-491 proximidades da caixa d’água da Copasa. A

informação foi repassada à Câmara Municipal, por Joselito Rodrigues de Castro, diretor executivo da empresa, através de ofício. No início de fevereiro uma comissão de vereadores visitou o local atendendo as reivindicações dos moradores das proximidades que protestam pela invasão da enxurrada em suas casas e temem o ris-

co de desabamento do aterro, que poderia causar uma tragédia na região. O ofício da Câmara Municipal à concessionária foi enviado dias depois dos vereadores terem visitado o local e constatarem a situação. Na época o vereador Valdir Donizete do Prado (PR), líder do prefeito, criticou as obras realizadas.

“A Nascentes das Gerais fez uma galeria de captação que joga a água dentro das casas. É um desrespeito muito grande com essas pessoas, que já perderam móveis e tiveram suas casas danificadas”, disse. Na oportunidade todos os 10 vereadores estiveram no local constataram que além das enxurradas, infiltrações no asfal-

Caso da Elementar vai para o Ministério Público do Trabalho Por Roberto Nogueira

O presidente da Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso, José Luiz Corrêa (PT) anunciou que a situação das funcionárias da Elementar Serviços de Conservação Ltda está sendo encaminhado para o MPT (Ministério Público do Trabalho). “Recebemos a documentação com as alegações da empresa e encaminhamos para o prefeito Reminho, mas já estamos tomando outras providências acionando a promotoria e os órgãos relacionados à Justiça do Trabalho”, comentou. Ele disse que a situação precisa ser resolvida e que as funcionárias é quem estão sendo prejudicadas por não receberem seus salários e seus direitos trabalhistas. Após receber o documento que foi protocolado na Câmara pelos advogados da Elementar o presidente encaminhou o relatório para análise da asses-

soria jurídica do Legislativo. “Fomos orientados a enviar cópia ao prefeito e já o fizemos e vamos aguardar como ele vai se posicionar”, disse José Luiz. Ele acrescenta que a Câmara tem tentado ajudar as mais de 100 funcionárias através de reuniões com o Executivo e agora até junto a empresa na busca de uma solução para o impasse. Na quarta-feira (27/03), dezenas de funcionárias foram até a Câmara após saber da notícia veiculada pelo Jornal do Sudoeste de que representantes da empresa estariam no local para protocolar documentos. Os vereadores têm procurado auxiliar funcionárias. Muitas delas se dizem sem receber os salários há meses, enquanto outras denunciam que foram demitidas sumariamente. Além dos vencimentos mensais também existem reclamações de que os depósitos das contribuições trabalhistas em termos de

seguridade social não foram depositados. José Luiz Corr}ea anunciou ainda que toda a documentação referente a ida das funcionárias na Câmara, os pronunciamentos na tribuna, as reuniões com o Executivo estão sendo relatadas e documentadas. “Solicitei que todo este material fosse juntado e encaminhamos para o Ministério Público do Trabalho que acreditamos também é uma instância que estamos recorrendo e que poderá nos ajudar no desfecho desta questão”, comenta. Ele finaliza dizendo que acha “um absurdo o fato das pessoas trabalharem e não receberem seus salários. É dali que elas tiram o sustento, mantém suas famílias e sobrevivem, mas não podem continuar nesta situação”, completa. Ainda sobre a troca de acusação entre a Prefeitura e a Elementar sobre os repasses e pagamentos da empresa e das

funcionárias, o presidente da Câmara afirma que uma das partes estaria faltando com a verdade. “Fomos ao prefeito Reminho semana passada que nos mostrou documentos e disse que os repasses com a Elementar estavam em dia”, comenta. Dos últimos repasses restantes de um total de R$ 379.395,13 referente aos meses de janeiro e fevereiro de 2013 faltavam pagar apenas R$ 18 mil. O prefeito também apresentou um documento aos vereadores informando que havia apenas o montante de R$ 104 mil retidos como calção e garantia que poderão ser destinados para pagar as funcionárias. No entanto, em ligação feita para o Jornal do Sudoeste advogado da empresa Elementar contesta versão apresentada pelo prefeito e afirma que a empresa tem montante superior a R$ 1 milhão a ser recebido.

Renato Andrade participa da assinatura da ordem de serviço de pavimentação do trecho da BR-146 O Deputado federal Renato Andrade participou da solenidade de assinatura da ordem de serviço para dar início às obras de pavimentação do trecho rodoviário entre Nova Resende e Bom Jesus da Penha, assinado pelo Governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia e pelo Secretário Carlos Melles, em Nova Resende, na última sexta-feira (22). Serão 19 quilômetros de extensão da BR-146 pavimentados e orçados em R$ 34,4 milhões, recursos vindos do programa do governo estadual, Caminho de Minas, da Secretaria de Estado de Transporte e Obras Públicas (Setop), que também irá beneficiar outros trechos do Sudoeste Mineiro. Renato Andrade destacou a sua satisfação de ver mais um trecho da nossa região sendo contemplada pelo programa Caminho de Minas. “Estou muito contente em poder acompanhar o início dessa obra, que só

irá beneficiar o usuário, trazendo mais segurança e também desenvolvimento para os nossos empresários e produ-

tores. Também é uma satisfação de ver mais um trecho da nossa região sendo contemplado por esse grandioso

programa do governo estadual que investe nas nossas estradas e no povo mineiro”.

to desde a rotatória colocam em risco o paredão de terra que separa a rodovia e o bairro. Após o envio de documento à empresa solicitando informações sobre os trabalhos realizados naquela localidade a concessionária respondeu ao ofício da Câmara. O diretor executivo da Nascentes das Gerais, Joselito Rodrigues de Castro, anunciou já ter procurado a Prefeitura através da atual administração quando propôs um trabalho conjunto. No entanto, segundo ele a Secretaria de Obras não se manifestou sobre o assunto. “Primeiramente temos a informar que no mês de janeiro de 2013, esta Concessionária procurou o Departamento de Obras da Prefeitura Municipal de São Sebastião do Paraíso para propor a execução de linha de tubos para o encaminhamento das águas sobre a rua (vale ressaltar que a abertura da rua foi realizada pela Prefeitura após a duplicação pela Concessionária), desde que a Prefeitura complementasse as obras com a execução de escada hidráulica para a dissipação e encaminhamento das águas para o ponto baixo”, diz a resposta da empresa. A reportagem teve acesso ao documento que provavelmente será lido na reunião ordinária

da Câmara, no próximo dia 4 de abril. Ainda segundo Joselito foram iniciadas tratativas com a Prefeitura, mas não houve respostas às proposições feitas. “Em contato com o senhor Maurício Marcolini (secretário de Obras) este indicou o senhor Norivaldo (Gerente de Obras) para que o mesmo pudesse realizar vistoria no local. Desde a realização da vistoria até a presente data, não houve nenhuma resposta por parte da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso”, explica o diretor da Concessionária Nascentes das Gerais. Ele salienta ainda que cumpre ressaltar que as enxurradas no bairro São Francisco, não estão sendo provocadas somente pelas águas do viaduto. O diretor acusa a Prefeitura de ter destruído o dissipador e também não ter feito a drenagem nas ruas municipais. “Quanto à iluminação, temo que o contrato firmado com o poder concedente não contempla a iluminação urbana, motivo pelo qual o pleito em testilha deverá ser encaminhado à Companhia de Energia Elétrica”, finaliza o ofício. A partir da próxima semana os vereadores deverão definir novo posicionamento para as obras de reparo na região do viaduto.

OUTRO LADO “Vamos buscar uma solução para acabar com o sofrimento dos moradores”

O Secretário municipal de Obras, Maurício Marcolini, falou com o Jornal do Sudoeste na manhã de quinta-feira (28/03). Ele disse que já está tomando providências para buscar uma solução para o problema das águas pluviais nas proximidades do bairro São Francisco. “Fomos cobrados até pelo Ministério Público, mas já respondemos e queremos fazer o nosso trabalho dentro da legalidade, para não sermos acusados depois de termos feito uma obra que não é nossa”, anunciou Marcolini. O secretário afirmou que o assunto está sendo tratado com prioridade. “É um obra que a Nascentes fez, mas não destinou os “finalmente”, é como uma calha onde a água da chuva cai em cima da calçada, sem destinar a saída”, compara. Conforme Maurício Marcolini a Prefeitura vai tomar as providências que se fazem necessárias. “Agora não dá mais para falar que a chuva atrapalha, logo retomaremos o nosso trabalho, vamos buscar uma solução para amenizar a situação dos moradores que estão sofrendo naquela situação”, disse. Marcolini falou ainda que toda a construção do aterro e da situação das ruas e casas abaixo do aterro foram fotografadas e encaminhadas ao promotor de justiça, Luiz Augusto Belloti. “Fomos cobrados pelo Ministério Público, e apesar de ser um problema que não é originário da nossa administração, vamos buscar uma providência. Queremos fazer tudo dentro da legalidade, para não sermos acusados depois de termos feito alguma obra ilegal, dentro de uma área que não nos pertence”, anuncia. O secretário diz que o assunto está sendo tratado com carinho pela administração municipal. “Sabemos que a população está sofrendo, com vários transtornos principalmente quando chove, por isso vamos retomar os trabalhos ali em breve”, assegura. Maurício Marcolini disse ainda que “solução existe, vamos resolver, pois, trata-se de um problema que já vem se arrastando por vários anos”, conclui. (RN)


Jornal do Sudoeste

página 4

Coluna Saúde Animal

Recorte e colecione!

PARTO NORMAL O texto de hoje é sobre o que deve acontecer durante um parto normal de cadelas e gatas. Escrevo “deve acontecer” porque em se tratando de Medicina os fatos nem sempre são conforme o previsto e invariavelmente há necessidade de intervenção do Médico-veterinário, o que já é um outro assunto. A duração da gestação na cadela e na gata é, em média, de 63 dias. No entanto, o tempo até o parto a partir de qualquer data de acasalamento único pode variar de 58 até 70 dias, pois os sinais de receptividade no cio podem ocorrer tanto antes como depois da ovulação acontecer realmente. O parto ocorre frequentemente mais cedo nos animais com ninhadas grandes e mais tarde nos de ninhadas pequenas. No dia do parto o básico é a temperatura corpórea do animal sofrer queda de cerca de 1 grau Celsius e há recusa do animal em alimentar-se. O processo normal de parto em cadelas e em gatas apresenta três estágios básicos: *No primeiro estágio há alterações comportamentais que incluem ansiedade e inquietação, estado ofegante e falta de apetite. O animal preocupa-se em “fazer o ninho” e há contrações uterinas iniciais (não são detectáveis externamente). Este estágio dura cerca de 6 - 12 horas e termina com a dilatação completa da cérvix. *No segundo estágio há a expulsão propriamente dita do feto. Ele se caracteriza por contrações uterinas e esforços visíveis. O primeiro feto nasce geralmente 1 - 2 horas após o início deste estágio. Após o nascimento do feto, o animal entra em fase de repouso (que pode durar de 30 minutos a 4 horas). O esforço retorna de 5 a 30 minutos antes da expulsão do próximo feto. Em ninhadas grandes, dois ou mais fetos podem nascer em sucessão rápida. Nesta fase deve-se ter atenção especial, pois se a fase de repouso (espaço entre um nascimento e outro) durar mais de 4 horas ou se o animal estiver em esforço contínuo por mais de 30 a 60 minutos sem expulsar nenhum filhote, deve-se contactar imediatamente um Médico-veterinário. *No terceiro estágio há a expulsão da placenta. Isso geralmente ocorre dentro de 5 a 15 minutos após o nascimento do feto. Várias placentas podem se seguir quando nascem vários filhotes em curto espaço de tempo. Uma descarga vaginal esverdeada ocorre devido a separação placentária e é um achado normal durante e após o parto. Frequentemente os proprietários perguntam a nós, Médicos-Veterinários se suas cadelas estão gestantes e se sim, quantos filhotes são. Infelizmente nem sempre temos condições de responder se há ou não gestação iminente pois para isso há necessidade de exames diagnósticos de imagem, como Raio X e Ultrassom. Através desses exames ficamos sabendo se a fêmea realmente está gestante, quantos fetos são e se esses fetos estão bem ou não. *ROGÉRIO CALÇADO MARTINS

– médico-veterinário – CRMV/MG 5492 *Especialista em Clínica e Cirurgia Geral de Pequenos Animais (Pós-graduação “lato sensu”) *Membro da ANCLIVEPA (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais) *Consultor Técnico do Site www.saude animal.com.br *Proprietário da Clínica Veterinária VETERICÃO (São Sebastião do Paraíso/MG)

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

“Água é Vida”

Os medrosos e sem fé são cegos! (Mateus 14.13-21)

Antonieta Símaro Campos

por Cilas Campos

“E Jesus, ouvindo isso, retirouse dali num barco, para um lugar deserto, apartado; e, sabendo-o o povo, seguiu-o a pé desde as cidades. E Jesus, saindo, viu uma grande multidão e, possuído de íntima compaixão para com ela, curou os seus enfermos. E, sendo chegada a tarde, os seus discípulos aproximaram-se dele, dizendo: O lugar é deserto, e a hora é já avançada; despede a multidão, para que vão pelas aldeias e comprem comida para si. Jesus, porém, lhes disse: Não é mister que vão; dai-lhes vós de comer. Então, eles lhe disseram: Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes. E ele disse: Trazei-mos aqui. Tendo mandado que a multidão se assentasse sobre a erva, tomou os cinco pães e os dois peixes, e, erguendo os olhos ao céu, os abençoou, e, partindo os pães, deu-os aos discípulos, e os discípulos, à multidão. E comeram todos e saciaram-se, e levantaram dos pedaços que sobejaram doze cestos cheios. E os que comeram foram quase cinco mil homens, além das mulheres e crianças.” O MEDO DOS GRANDES DESAFIOS QUE DEUS COLOCA À NOSSA FRENTE TEM NOS LEVADO À CEGUEIRA ESPIRITUAL. Quando os discípulos “lembraram” Jesus de despedir as multidões, não estavam preocupados com o bem estar daquelas pessoas, ao contrário, estavam preocupados consigo mesmos, pois, como promotores daquele evento, eles poderiam ser acusados de serem irresponsáveis por atrair tanta gente para um lugar deserto, sem água nem comida. E se a situação ficasse tensa, quem poderia conter a fúria de uma multidão com fome? Lembre-se que este fato ocorreu logo após a decapitação de João Batista (Mateus 14.1-12) e eles talvez estivessem com receio de que algo ruim também pudesse lhes acontecer. Alimentar aquelas multidões era um tremendo desafio, do qual os discípulos tinham medo. Suas ATITUDES revelam o quanto o medo dos desafios pode nos cegar: 1. FALSIDADE - vs 15. O discurso deles era muito bonito (“O lugar é deserto, e a hora é já passada; despede as multidões, para que vão às aldeias, e comprem o que comer”). Mas, o que realmente eles queriam dizer era: “Jesus, livre-se dessa gente, antes que tenhamos problemas”. O medo nos cega ao ponto de não percebermos que estamos agindo com falsidade. O bonito discurso dos medrosos não passa de uma desculpa para não se envolver com as pessoas que precisam dele. Jesus combate esta atitude di-

zendo: “Eles não precisam ir embora”. 2. DESAMOR O versículo 21 nos fala que havia mulheres e crianças naquela multidão. Quanto desamor por parte dos discípulos, não é mesmo? Como puderam pensar que o Nosso Senhor Jesus fosse permitir que homens, mulheres e crianças famintas voltassem à noite, caminhando em vão atrás de alimento em lugares desertos e pequenas vilas sem recurso? É dessa falta de amor que nos fala Tiago: “Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso? Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma”. O medo nos cega ao ponto de não percebermos que estamos agindo com desamor. O bonito discurso dos medrosos não passa de uma maneira de se livrar das pessoas o mais rápido possível, sem realmente se importar como elas irão resolver os problemas mais imediatos que as afligem. Jesus combate esta atitude dizendo: “Dai-lhes vós de comer”. 3. PERDA DO FOCO Ao invés de fixar os olhos na solução (Jesus), olharam o problema (a fome da multidão). Ao invés de fixar os olhos nos recursos ilimitados de Deus (Jesus O Pão que desceu do céu), olharam seus míseros cinco pães e dois peixes. Ao invés de fixar os olhos na maravilhosa oportunidade de testemunhar do grande amor de Deus, olharam para seus próprios umbigos, preocupando-se consigo mesmos (com medo de se darem mal). O medo nos cega ao ponto de não percebermos que estamos perdendo o foco do cristianismo genuíno. O bonito discurso dos medrosos não passa de uma manobra para deixar passar as oportunidades que surgem à sua frente de testemunhar do amor e do poder de Deus. Jesus combate esta atitude dizendo: “Trazei-mos aqui (os vossos poucos recursos eu multiplicarei)”. CONCLUSÃO: O medo dos grandes desafios que Deus têm colocado à nossa frente nos leva à falsidade, ao desamor e a perder o foco do cristianismo genuíno. Mas, graças a Deus, Jesus sempre age em sentido contrário, fazendo-nos enfrentar as situações e incentivando-nos a aproveitá-las para darmos testemunho do amor e do poder de Deus.

22 de março é o dia consagrado á água. Ela é sem sombra de dúvida uma das maiores graças de Deus àterra. É uma benção a gente viver num país que tem 13% das reservas de água doce do planeta sendo que quase 2/3 na Amazônia. É um patrimônio não só nosso, mas de toda a humanidade que já no século XXI começou a enfrentar a escassez. Note-se que ao que consta menos de 1% de água na terra é potável. A ONU declarou 22 de março como Dia Mundial da Água. Devemos refletir que esta dádiva da natureza não deve ser privatizada. No Brasil quase metade das residências ainda não está ligada á rede de esgoto; rios e lagos perto dos grandes centros urbanos estão poluídos e os recursos para a sua recupera-

ção muitas vezes são desviados pela corrupção. A captação das águas de chuva para uso doméstico ainda é precária e tem desperdício evidente. Vinte anos atrás estive na Itália e ali – em Milão – onde morava uma família de meu sobrinho – engenheiro – já constatei a falta do precioso líquido. Para uso doméstico enquanto estivesse acessa na torneira uma luz vermelha a água não podia ser usada; só quando mudasse para o verde. Água para beber só litros engarrafados e bem caros. Usam por lá chás engarrafados também importados. Aqui entre nós é comum vermos o desperdício de água com lavagem de calçados aguamento de ruas sem pensar-se que estamos tirando dos nossos irmãos a água para a sobrevivência. Você já pensou nisto?

DOE: UM OVO DE PÁSCOA OU CHOCOLATES PARA CRIANÇAS CARENTES DE NOSSA CIDADE Prefeitura Municipal de São Sebastião do Paraíso – MG. Processo de Licitação, modalidade Pregão nº 029/2013, Presencial, Processo nº 0488/2013 , Registro de Preços nº 012/2013, Tipo Menor Valor Por Item Objeto: contrataçao de pessoa juridica para fornecimento de indicadores quimicos e biologicos, involucros e detergente enzimatico, a serem utilizados na central de esterelizaçao, pelo periodo de 12 meses, integrando as açoes de media e alta complexidade. A abertura será dia 10 de Abril de 2013, às 09:00 horas. O edital completo e as demais informações relativas a presente licitação encontram-se à disposição no site: www.ssparaiso.mg.gov.br e na Prefeitura Municipal, Gerência de Compras e Licitações, na Praça dos Imigrantes, n.º 20, Lagoinha, (Anexo I) nesta cidade, fone (0xx35) 3539-7000 ou fone/fax (0xx35) 3539-7015, diariamente das 08:00 às 11:00 e das 13:00 às 17:00 horas, onde poderão ser lidos, examinados e adquiridos. São Sebastião do Paraíso – MG, 25 de março de 2013. WELINGTON BONACINI DE CARVALHO – Pregoeiro.

e-mail: sergi.magalhaes@bol.com.br SERGIO MAGALHÃES

Caras de tacho Não era para ser uma vitória qualquer, como acabou sendo. Afinal, Vettel venceu pela 27ª vez, igualou a marca do lendário Jackie Stewart, tornou-se o sexto piloto com mais vitórias na Fórmula 1, mas teve sabor amargo. O pódio do GP da Malásia foi dos mais constrangedores, todos com cara de tacho. No fundo cada um sabia que aquele não era seu lugar de fato. A interferência dos boxes vai render desdobramentos até a próxima corrida, dia 14, na China. Primeiro porque Vettel ignorou uma ordem de equipe e ultrapassou Mark Webber num dos duelos mais emblemáticos dos últimos anos. Segundo porque Nico Rosberg agiu como carneirinho, obedeceu Ross Brawn, e não ultrapassou Lewis Hamilton mesmo sendo mais rápido. Entre as voltas 44 e 46 a disputa Webber X Vettel fez despertar o sono de quem varou a madrugada à espera do GP da Malásia. Webber (1º) deixou os boxes e voltou ainda na liderança, mas com Vettel embutido em sua caixa de câmbio. Foram duas voltas de adrenalina pura, da mais ferrenha disputa roda a roda dividindo cada metro da pista. O alemão levou a melhor. Mais atrás, Rosberg duelou com Hamilton pela 3ª posição, mas foi impedido de ultrapassar. A diferença nos dois lances foi que Vettel fez valer o que todo mundo espera de um grande piloto: foi pra cima e ultrapassou; enquanto que Rosberg foi subserviente e ganhou na testa o rótulo de segundo piloto da Mercedes. Quem agiu certo, quem agiu errado? O assunto é polêmico e dá margem para discussões, mas primeiro deve-se levar em conta que jogo de equipe sempre existiu no automobilismo desde os primórdios tempos, e foram poucos os que tiveram coragem de ignorar uma ordem vinda dos boxes. Os que ignoraram pagaram um preço, como o argentino Carlos Reutemman que até hoje afirma ter sido sabotado pela própria Williams na decisão do título de 81 contra Nelson Piquet porque em Jacarepaguá se recusou a entregar a vitória para o companheiro Alan Jones. Outro clássico da desobediência marcou a última volta do GP de San Marino/

AP

Pilotos ficaram com cara de tacho no pódio da Malásia. No fundo cada um sabia que aquele não era seu lugar de fato

82 quando Didier Pironi mandou às favas a ordem ferrarista, ultrapassou Gilles Villeneuve e venceu. A fúria de Villeneuve em 'destroçar' Pironi o levou a morte num terrível acidente na Bélgica poucos dias depois. Vale lembrar que a rivalidade entre Ayrton Senna e Alain Prost ganhou contornos de animosidade porque Ayrton não cumpriu um "acordo de cavalheiros" que firmaram antes do GP de San Marino/89 em que o que largasse na frente não seria atacado pelo outro na primeira volta. Na largada o trato foi respeitado, mas a prova foi paralisada e na segunda partida Senna ultrapassou o francês e venceu a corrida. O esporte necessita de lances polêmicos que elevam os níveis de rivalidade, que despertam o interesse do público, que da audiência. A Fórmula 1 precisa mudar o conceito de fazer seus pilotos fantoches dos chefes de equipes que se preocupam apenas com os interesses do time e de suas marcas. Por isso a atitude de Vettel deve ser vista por outro ângulo, como alguém que quebrou o protocolo, ignorou a ordem de equipe e venceu como manda o instinto de piloto. Não que eu esteja defendendo o desacato a ordens do chefe, mas em pleno começo de campeonato esse é um sentimento que fere a essência do esporte. Por isso que entre as caras de tacho do pódio, prefiro a de Vettel, independente se foi desleal ou não, afinal, não é justo o piloto arriscar o pescoço a 300 km/h e ainda ser impedido de vencer.


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

Jornal do Sudoeste

página 5

Mulher é sequestrada em sítio no município de Paraíso Uma mulher foi sequestrada na tarde de quinta-feira (28/03) em um sítio localizado a mais ou menos 10 quilômetros de São Sebastião do Paraíso. Equipes de policiais civis e militares foram mobilizadas, mas até os primeiros minutos da madrugada de sexta-feira ela não havia sido localizada. Silene Aparecida Pereira Oliveira fez três ligações e falou por telefone com familiares. Disse que estava em um cafezal e passava bem. Conforme explica o sitiante José Cipriano Oliveira (Zezinho), ele e sua esposa Silene chegaram ao sítio por volta de 16h. Enquanto ela foi cuidar de afazeres, ele apanhou uma roçadeira e se dirigiu para o cafezal. Já retornava para casa quando foi surpreendido por um ho-

mem de estatura média, magro, encapuzado, armado com revólver que lhe exigiu dinheiro. “Abri a carteira e entreguei a ele o que eu tinha na carteira, mas ele não se contentou e disse que queria mais”. O sequestrador determinou que Zezinho colocasse os braços para trás e passou uma corrente fina com cadeado no pulso. Em seguida foram para a casa do sítio. O sitiante é hipertenso e passou mal pela segunda vez (a primeira ainda estavam no cafezal). Dizendo fazer parte de uma facção criminosa que atua na capital e interior de São Paulo, o sequestrador sempre exigindo mais dinheiro resolveu deixar o sitiante e levar sua esposa.

O sequestrador acompanhado de Silene deixou o sítio a pé, mas em certo momento disse que um veículo iria buscá-lo. Até o fechamento desta edição, por volta de 1h da madrugada de sexta-feira (29/ 03) Silene tinha feito três ligações para familiares. A primeira pouco depois de 17h30. A segunda foi logo em seguida e a última por volta de 21h. Disse que estava em um cafezal, mas não poderia dar mais detalhes. Policiais civis levantaram dados e iriam rastrear as ligações em busca de pistas. Um grande número de policiais militares também foi ao local. Veículos que trafegavam sentido São Tomás de Aquino – Paraíso passaram a ser vistoriados.

A expectativa era por novos contatos da vítima. Pela maneira de agir do sequestrador que teria dito estar observando o sitiante há algum tempo, policiais admitem tratar-se de “amador”, e que poderia estar escondido não muito distante do sítio. Segundo informações, há menos de 15 dias o funcionário de uma fazenda nas proximidades também foi vítima de assaltante encapuzado. O delegado regional Marcus Roberto Piedade e o comandante da 20 Cia de PM Especial, tenente-coronel Daniel Paulino foram ao sítio na noite do sequestro. Policiais aguardavam o amanhecer para fazer uma varredura na região, possivelmente com auxílio de helicóptero.

Paraíso participa de fiscalização integrada das divisas do Estado Por: Roberto Nogueira

São Sebastião do Paraíso é um dos municípios de Minas Gerais com fronteira com outros estados onde está sendo desenvolvida a Fiscalização Integrada de Divisas. A operação acontece em 35 pontos de rodovias estaduais e federais do estado, sendo três deles na região. Os trabalhos foram iniciados durante a semana e envolve a participação de policiais militares, civis e fiscais da receita estadual e federal. A fiscalização foi iniciada noite de terça-feira, 26, com ações integradas nas divisas

de Minas Gerais que será, a partir de agora, realizada rotineiramente não apenas nas áreas limítrofes do Estado. Nesta primeira ação, a operação Divisas Seguras fiscalizou 35 pontos de rodovias estaduais e federais, em regiões de divisa de Minas Gerais com os Estados de São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. A atuação conjunta de abordagem e fiscalização tem como objetivo realizar operações preventivas e repressivas em pontos estratégicos das estradas que contornam Minas Gerais, a fim de flagrar a entrada de drogas, explosivos, armas, veículos rouba-

dos, entre outros materiais ilícitos no Estado. O trabalho é feito através de trabalho de parceria envolvendo servidores da Secretaria de Estado de Defesa Social, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Receita Estadual, Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal. Segundo a secretaria Adjunta de Defesa Social, operações como esta continuarão acontecendo frequentemente. O órgão enfatiza que é de fundamental importância a presença do Estado nas áreas limítrofes de Minas Gerais, para garantir uma fiscalização contínua e eficaz. Na região além de São Sebastião do

Paraíso, o trabalho também é desenvolvido em outros dois trechos, envolvendo os municípios de Arceburgo e Capetinga. LOCAIS DA OPERAÇÃO DIVISAS SEGURAS NA REGIÃO São Sebastião do Paraíso Rodovia MG-050 km 400 Capetinga Rodovia MG-444 Km 18 (Divisa SP) Arceburgo Rodovia MG-449 Km 10 (Antigo Posto Fiscal)

Três são presos após roubar e manter família refém em Paraíso Na tentativa de roubar, ladrões atiraram cofre da empresa pela janela. Casa das vítimas é anexa ao estabelecimento Por Ralph Diniz

Na madrugada de quartafeira (27/03), três homem foram presos após cometerem tentativa de roubo e manterem uma família refém em São Sebastião do Paraíso. O crime ocorreu em uma empresa de sacarias, situada na avenida João Pereira de Souza, no bairro Jardim Canaã. As vítimas moram em uma residência anexa ao estabelecimento comercial. Por volta da 0h30, a Polícia Militar foi chamada para o local. Lá, os militares se depararam com um dos ladrões no interior da casa com seus moradores: um casal e uma criança de dois anos de idade. O chefe da família relatou à PM que eles haviam sido rendidos pelo grupo com uma arma de fogo de cano longo – possivelmente uma espingarda. Em seguida, foi anunciado o assalto.

Enquanto um dos autores vigiava as vítimas, outros três roubavam os objetos da residência. No entanto, a ação dos ladrões foi interrompida pela chegada da polícia que, minutos depois, constatou tentativa de roubo do cofre da empresa. O objeto foi retirado de uma sala e jogado pela janela, contudo, não foi violado. Preso, J.H.S., 26, entregou os dois comparsas, que foram localizados em uma residência. Celulares, relógio e outros objetos das vitimas foram achados em um terreno situado nas proximidades do estabelecimento alvo do delito. Os autores foram reconhecidos pela família e as cenas do crime captadas pelo sistema de monitoramento da sacaria. A arma de fogo utilizada e o quarto suspeito envolvido no crime não foram encontrados. O trio foi preso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil.

MARCELO SALOMÃO AROS PSIQUIATRIA PSICOTERAPIA PSICANALÍTICA CONSULTORIA:

Rua Marechal Deodoro, nº 2.233 - Centro

Telefone: (16) 3012-2330 Franca - SP

A P.M. de Itamogi/MG, tornar público, para conhecimento dos interessados que ira realizar abertura Processos Licitatórios, conforme relação abaixo: • Proc. nº0194/13 T.P. 01/13, abertura 09:00hs, dia 16/04/13, empresa especializada para prestação de serviços de operação tapa burraco em CBUQ. • Proc. Nº 0195/13 pregão 023/13, abertura 09:00 hs, dia 17/04/13, Aquisição de uniformes para os alunos das escolas municipais. • Proc nº 196/13 Pregão nº 024/13, abertura 09;00hs.dia 18/04/13, aquisição de concreto usinado para manutenção depto obras. • Proc. Nº 197/13 Pregão 25/13, abertura 09:00hs., dia 19/04/13 Aquisição de pneus novos para manutenção veículos frota e convênios. • Proc. Nº198/13 chamada publica, abertura 19/04/13 14:00 hs, Aquisição de gêneros alimentícios através agricultura familiar • Proc. Nº 199/13 Pregão 26/13 abertura 09:00hs dia 23/04/13 aquisição dois veículos coletivos para deptos saúde e educação. Os editais estão a disposição dos interessados na sede da Prefeitura Municipal de Itamogi/MG, à Rua Olimpia E.M. Barreto 392, Bairro Lago Azul das 08:30 hs às 16:30 hs, mais informações entrar contato telefone 35.3534-1104, email compras@itamogi.mg.gov.br com Joaquim, 25/03/2013-Osmair Martins – Prefeito Municipal.

RELOJOARIA PONTUAL Aqui qualidade e bom gosto não custa mais caro.

JÓIA - RELÓGIOS - PRESENTES FINOS PERFUMES IMPORTADOS PRODUTO ORIGINAL

RESTAURAÇÃO DE RELÓGIOS ANTIGOS TRATAMENTO ANTI-CUPINS Fone: (35) 3531-7557 Com. João Alves, 74 (Praça da Fonte) ao lado do Juizado Especial

www.pontualparaiso.com.br


Jornal do Sudoeste

página 6

• Dos Leitores • A Primeira Igreja Batista realizou em São Sebastião do Paraíso, noite intitulada “Adora-ção Solidária”, onde alimentos foram recolhidos para serem doados para instituições de caridade em nossa cidade.o O evento foi organizado por jovens da igreja. Creio se tratar de bom exemplo para outros jovens e também motivará os nossos que se empenharam nessa nobre missão: ajudar ao próximo. Foi no dia 16 de março na quadra da igreja, na avenida Zezé Amaral 775, onde cultos são realizados às quartas às 19h30, sábado culto para jovens às 20h e domingos às 9 e 19h30.

Estudante da rede pública vai cursar Medicina na Universidade Federal do Mato Grosso Paraisense de 17 anos ignora dificuldades da “vida humilde” e começa a realizar o sonho de sua vida

Jader Saraiva Machado Neto jadermercia@hotmail.com

Homenagem á Flávia Aparecida André Dedico este espaço concedido gentilmente por este jornal para apresentar minha breve homenagem a esta grande mulher que há mais de sete anos desenvolve seu importante trabalho na área contábil. Compromissada e com bastante interesse no bem estar social também ajuda várias pessoas na conquista de seus direitos tais como a tão sonhada aposentadoria. Exemplo de caráter justiça humildade e carinho ao próximo além de ser boa filha amiga e minha tão amada noiva, meu amor por você aumenta a cada dia. Aproveito para renovar meu pedido de casamento e que Deus possa te iluminar para que continue fazendo parte da história da sociedade paraisense. Lucas Rogério

Estudantes mineiros criam energia sustentável

“Estudantes mineiros criam tecnologia que transforma o grito das torcidas em energia. Um projeto de estudantes mineiros busca transformar o barulho das torcidas dos estádios em energia sustentável. A ideia é de que o protótipo gere energia para abastecer o local dos próprios jogos. O som das arquibancadas é captado por receptores revestidos por uma manta que vibra ao entrar em contato com as ondas sonoras, o que gera a eletricidade. Com os receptores a energia pode alimentar diversos setores nos estádios. De acordo com o projeto, é necessário que os ruídos sejam de 90 a 100 decibéis para que a tecnologia funcione. Essa média foi alcançada com 15 mil torcedores no estádio Arena Independência, sendo que a capacidade do local é de 23 mil pessoas, ou seja, o barulho e, consequentemente, a geração de energia será ainda maior nos dias em que as arquibancadas estiverem lotadas. Uma das estratégias para estimular a geração de energia sustentável nos estádios é fazer uma espécie de competição para mostrar qual a torcida mais animada. Seriam utilizados painéis durante as partidas mostrando a atuação de cada uma. No momento, os estudantes buscam verba para financiar a construção do protótipo. Para eles, o projeto já poderia ser colocado em prática nos estádios que vão receber os jogos da Copa do Mundo de 2014". Com a palavra os políticos de minas para valorizar este programa de reconhecimento e competência dos estudantes mineiros. Fernando de Miranda Jorge – Jacuí -E-mail: fmjorf@hotmail.com Fonte: Ciclo Vivo R.M.M.G. - Rede Metrológica de Minas Gerais

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

Por Ralph Diniz

“A vida é feita de escolhas”, prega o sábio e batido dito popular. Há quem use a pobreza e outras dificuldades como artefato de fuga dos grandes desafios e provações. Outros, contudo, ignoram tais obstáculos e constroem verdadeiros castelos com as pedras que lhes são atiradas. E foi exatamente a segunda opção que guiou os passos do jovem paraisense Gustavo Aguiar de Oliveira, filho caçula do mestre de obras João de Oliveira e da técnica em enfermagem Lúcia Bernadete. Prestes a completar 18 anos de idade, o rapaz, que estudou a vida toda em escolas da rede pública de ensino (E.M. Profª Maria de Lourdes Dizaró, E.E. Paraisense e E.E. Benedito Ferreira Calafiori), ignorou o fato de não ter nascido em “berço de ouro” e foi à luta em busca do grande sonho: ser médico. E não é que a dedicação de Gustavo rendeu frutos!? Neste ano, ele foi aprovado em três das principais universidades de Medicina do País. Sendo uma federal (Universidade Federal do Mato Grosso) e duas instituições particulares com direito a bolsa integral (UNIPAC, de Juiz de Fora e FAME, de Barbacena). Após a divulgação dos resultados, Gustavo conta que optou pela instituição matogrossense pelo histórico e qualidade do curso, reconhecido em todo Brasil e que conquistou nos últimos anos a nota máxima do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). Ele deve se mudar para Cuiabá no segundo semestre. Questionado sobre sua

fonte de inspiração e motivação, o futuro universitário conta diz usar uma frase do pensador Aristóteles. “Nós somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um feito, mas um hábito”. Nas linhas a seguir, Gustavo Oliveira conta ao Jornal do Sudoeste sobre a conquista e suas expectativas profissionais. Ao fim, dá conselhos a tantos outros jovens paraisenses que, assim como ele, têm origem humilde, mas nem por isso, deixam de acreditam que” o impossível é só uma questão de opinião”. JS: Quais as dificuldades que um estudante da rede pública de ensino enfrenta ao disputar vagas com jovens que sempre estudaram em escola particular? Gustavo: O estudante da rede pública de ensino, no geral, enfrenta uma concorrência desleal com outro de escola particular, visto que os professores da rede particular são muito mais motivados e não enfrentam as mazelas que o estado coloca frente a cronogramas falhos que os docentes de escola pública devem cumprir. No entanto, é possível que um aluno da rede pública se esforce e alcance seus objetivos com muita determinação, pois seria cômodo culpar apenas o sistema de ensino. JS: Como você conseguiu vencer essas barreiras? Gustavo: Quando ingressei no Ensino Médio, no popular Ditão, fiquei muito satisfeito com a postura séria e eficaz da escola para formação não somente de cidadãos de bens, como também de pessoas capazes de correr atrás de seus objetivos. É importante salientar, que no terceiro ano, ingressei no cursinho pré-vestibular noturno do Colégio Objetivo NHN. Isso também foi decisivo para minha aprovação, uma vez que revisei, aprendi e ganhei uma rotina mais forte de estudos. Eu cursava o Ensino

lação.

Gustavo Oliveira começa a realizar o sonho de ser médico a partir do próximo semestre

Médio na parte da manhã, no período da tarde fazia as tarefas e esquemas de estudo (tanto do Ditão como do curso) e, à noite, frequentava a sala do cursinho. JS: E como você lidava com essa rotina? Gustavo: Era uma rotina um pouco pesada, no entanto, que compensa muito. Como diria um professor meu: “Não adianta dormir em cima dos livros, porque o conhecimento não irá passar por osmose!”. É um sacrifício que qualquer estudante tem que passar, afinal se fosse fácil não teria a mínima graça. JS: Por que medicina? Gustavo: Medicina sempre foi meu sonho, algo que desde pequeno trago comigo, pelo fascínio da amplitude que a profissão pode lhe proporcionar com uma visão ética, honesta e altruísta frente a uma sociedade tão necessitada de boas obras. Medicina porque é uma bela arte de ajuda, compromisso, responsabilidade e possibilita seu estudante ser um cientista. A ciência é o agente da transformação e o nosso País necessita de mais cientistas que trabalhem em prol da saúde e do bem estar da popu-

JS: Uma vez formado, o que você espera da sua profissão? Gustavo: Espero me especializar em Neurologia e sempre estar me atualizando sobre as novidades em termos de tratamentos e possibilidades de cura. E o principal: levar às pessoas essas atualizações que serão fundamentais para preservação da saúde. Mas ainda é cedo para falar de expectativas. Irei trabalhar e estudar muito para tornar-me um profissional de qualidade, como tem que ser com qualquer outra profissão. JS: Quais conselhos você pode oferecer aos jovens que sonham em passar em uma universidade federal? O conselho que deixo aos jovens que logram uma vaga em uma universidade federal é o mais simples possível. Que comecem a deixar o comodismo de lado e passem a estudar com um foco, um objetivo, um projeto de vida. O estudante tem que se esforçar muito e abdicar de algumas tarefas para dar ênfase aos estudos. O professor está ali para te dar água, resta a cada estudante escolher o tamanho da sede que ele terá. Também sugiro que eles sejam questionadores e realmente façam uso do direito de perguntar, caso não tenham entendido a matéria ou algum exercício. Ressalto também que é importante pesquisar e ler muito sobre sua futura profissão, e ver se é “aquilo” mesmo que ele quer, para lá na frente não se arrepender de suas escolhas. Por fim, digo que eu sempre acreditei muito em Deus e isso é fundamental não só aos estudantes, mas para todos. É importante você não desanimar e nunca desistir de seus sonhos porque, se é para algo realmente acontecer, pode ter certeza que tem a providência divina nisso.

CONSERTO DE TV LED, LCD E PLASMA, - SOM - MONITOR - MICROONDAS

A garantia do melhor conserto

Garantia de 4 meses TÉCNICO RESPONSÁVEL: Roberto

e-mail: eletronicadigital7@gmail.com - São Sebastião do Paraíso - MG Fone: 3558-1697- Av. Monsenhor Felipe, 129


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

Jornal do Sudoeste

página 7

Franca Basquete joga neste sábado na Arena contra o Mogi pelo NBB Por Roberto Nogueira

A equipe do Franca Basquete joga neste sábado, 30, às 19 horas, na Arena Olímpica João Mambrini, em São Sebastião do Paraíso pelo NBB (Novo Basquete Brasil). A partida contra o Mogi das Cruzes, seria realizado no Ginásio Pedrocão, mas o local foi cedido anteriormente para um outro evento. Esta será a primeira partida oficial de basquete na arena neste ano, que em anos anteriores já tinha recebido outras três partidas da equipe francana. A diretoria do Franca Basquete confirmou a partida contra o Mogi em Paraíso na tarde de terça-feira. A transferência é porque o Ginásio Municipal Pedrocão que abriga os jogos do time francano foi cedido antecipadamente a outro evento. No local será realizado durante o final de semana o COMADEF - Congresso da Mocidade das Assembleias de Deus de Franca. Mesmo assim a equipe poderá contar com a força de sua torcida que deverá viajar cerca de 70 quilômetros para acompanhar e torcer pela equipe. A direção disponibilizou ao menos três ônibus que deverá deixar Franca por volta das 17 horas para trazer a torcida até São Sebastião do Paraíso para empurrar e incentivar o time para mais uma vitória. O Vivo Franca Basquete busca a terceira vitória consecutiva no NBB. Além da parti-

da de hoje faltam apenas outras três partidas para o encerramento da fase de classificação. O time está empenhado e luta para terminar a etapa no G4, mas precisa vencer os próximos compromissos. Depois do Mogi, o Franca enfrentará ainda o Uberlândia, dia 4 de abril; o São José, dia 9 de abril; e o Pinheiros, no dia 11 de abril. Todas estas partidas já serão realizadas no Pedrocão em Franca. A equipe francana venceu o Vila Velha na segunda-feira,25, retornou aos treino na quarta-feira e ontem viajou até Paraíso onde fez treinamentos na Arena Olímpica, em preparação para a partida de logo mais. O técnico Lula Pereira conclamou a torcida francana e paraisense a incentivar a equipe. O momento é muito importante para nós e o apoio da torcida em São Sebastião do Paraíso é fundamental”, disse o treinador. Esta não é a primeira vez que o Vivo Franca manda seus jogos em São Sebastião do Paraíso. Em 2011, a equipe jogou algumas partidas do campeonato Paulista na Arena Olímpica João Mambrini, motivado pela reforma do ginásio Pedrocão. Em 28 de setembro perdeu para o Limeira por 89 a 82 e depois em 6 de outubro nova derrota, desta vez para o Bauru, por 86 a 80. Em 27 de julho o time francano jogou amistoso contra a Seleção Brasileira Universitária e venceu por 94 a 89.

FRANCA BASQUETE X MOGI DAS CRUZES SERÁ EM SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO NESTE SÁBADO Foi alterado o local do jogo entre VIVO/Franca X Mogi das Cruzes/Helbor marcado às 19h do dia 30 de março, no mesmo dia e horário, na Arena Olímpica, localizada na Avenida Monsenhor Mancini, s/nº, São Sebastião do Paraíso/MG. Motivo: Indisponibilidade de Ginásio Pedrocão em Franca

Mais uma vez a Arena Olímpica em Paraíso será a casa do Franca Basquete

Jiu-Jitsu paraisense conquista medalhas no interior de São Paulo Competição na cidade de Sertãozinho rendeu nove medalhas para a equipe Fight Club Por Ralph Diniz

Atletas da equipe Fight Club, de São Sebastião do Paraíso, fizeram bonito e foram destaque na primeira edição do Sertão Open de Jiu-Jitsu. A competição, realizada na cidade de Sertãozinho, interior de São Paulo, no domingo, 24, rendeu ao time comandado pelo professor Raggi Nayme nove medalhas. Cerca de 400 pessoas participaram do torneio. Dos 13 representantes da equipe da cidade, oito lutadores levaram o nome de Paraíso ao pódio. Vitória Castro (campeã juvenil e adulta), João Vitor Martins, Igor Sant’ana e Rodrigo Teixeira trouxeram medalhas de ouro; Murilo Lovo, Marcelo Paulino e João Paulo Reis conquistaram uma prata cada um; Thiago Rodrigues garantiu uma medalha de bronze. A atuação dos atletas, prin-

cipalmente da jovem Vitória, de 15 anos, surpreendeu até mesmo seu treinador. Raggi também enaltece o grupo e a competição regional. “Esses torneios servem para que os lutado-

res se preparem para competições maiores, de nível nacional e internacional”. O próximo desafio da equipe Fight Club é se planejar para a disputa da Copa Leão Dou-

rado, que será realizada em Belo Horizonte com a data a definir. Para buscar mais medalhas na capital mineira, contudo, o grupo precisa buscar patrocinadores.

SELEÇÃO BRASILEIRA SUB-19 MASCULINA VAI TREINAR EM PARAÍSO O técnico Demétrius Ferracciú convocou, nesta quartafeira (dia 27), a Seleção Brasileira Sub-19 Masculina para a primeira etapa de treinamentos para o 11º Campeonato Mundial da categoria, que será realizado de 27 de junho a 7 de julho, em Praga, na República Tcheca. Os jogadores se apresentam no dia 10 de abril, às 12h30 de Brasília, para os treinos na Arena Olímpica de São Sebastião do Paraíso, em Minas Gerais. “Essa foi uma convocação para a primeira etapa de preparação visando o Mundial. Vamos dar sequência ao que vem sendo realizado nos últimos dois anos e fazer o melhor trabalho para incorporar nos atletas a filosofia antes do Mundial. Eles tem que entender a importância e a seriedade que é uma competição como esta e a dedicação que é preciso ter. Tenho certeza que todos vão se doar 100% para poder chegar bem no Mundial”, disse o técnico Demétrius Ferracciú. NOME – POSIÇÃO – IDADE – ALTURA – CLUBE – NATURALIDADE Arthur Pecos Fernandes da Silva - armador - 18 anos - 1,82m S.E. Palmeiras (SP) - SP Deryk Ramos Evandro Ramos - armador - 18 anos - 1,85m Winner Limeira (SP) - SP Felipe Ricci Maia - armador - 17 anos - 1,73m - Franca Basquete (SP) - SP Lucas Henrique Moreira - armador - 17 anos - 1,81m - Winner Limeira (SP) - SP Wilson Carneiro de Lima Junior - armador - 18 anos - 1,75m Minas Tênis Clube (MG) - MS Leonardo Fernando Roese - ala/armador - 18 anos - 1,92m Timpview High School (EUA) - SP Christian Pannuzio - ala/armador - 18 anos - 1,85m - Minas Tênis Clube - MG - MG Antônio Elpidio Ferreira Junior - ala - 1,94m - Franca Basquete (SP) - SP Danilo Fuzaro Siqueira - ala - 18 anos - 1,89m - Minas Tênis Clube (MG) - MG Dimitri Chatzicharalambous Souza - ala - 18 anos - 1,97m - Siena Menssana Basket (ITA) - SP Enrico Bueno da Silveira Leite - ala - 18 anos - 1,89m - IMG Academy (EUA) - SP Guilherme Martins Verardo - ala - 18 anos - 1,93m - Esporte Clube Pinheiros (SP) - SP Humberto Luis Silva - ala - 18 anos - 1,95m - Esporte Clube Pinheiros (SP) - SP Guilherme Naleagaca Saad - ala - 17 anos - 2,00m - Club Athletico Paulistano (SP) - SP Daniel Bordignon Barbieri - ala/pivô - 18 anos - 2,03m - Clube Caja Laboral (ESP) - SC Felipe Rocha - ala/pivô - 18 anos - 2,02m - Life Center Academy (EUA) - RS Leonardo Demétrio - ala/pivô - 18 anos - 2,04m - Minas Tênis Clube (MG) - PR Bruno Correa F. Caboclo - ala/pivô - 18 anos - 2,05m - Grêmio Recreativo Barueri (SP) - SP Wesley Alexandre Sena da Silva - ala/pivô - 17 anos - 2,08m - S.E. Palmeiras (SP) - SP Eduardo Campos Sommer - pivô - 18 anos - 2,04m - Winner Limeira (SP) - SP Felipe Rech - pivô - 17 anos - 2,12m - Basquete Joinville (SC) - SC Adriano Alves Junior - pivô - 17 anos - 2,10m - Minas Tênis Clube (MG) - MG Felipe Braga Alfredo - pivô - 18 anos - 2,11m - Elan Bernais PauLacq-Orthez (FRA) - MG Lucas Dias Silva - pivô - 17 anos - 2,03m - Esporte Clube Pinheiros (SP) - SP Matheus Henrique Pereira - pivô - 18 anos - 2,01m - Winner Limeira (SP) - SP COMISSÃO TÉCNICA Administrador: Mariano Bícego Técnico: Demétrius Ferracciú Assistentes Técnicos: Jefferson Louis Teixeira e Athos Calderaro Preparador Físico: João Henrique Gomes e Diego Falcão Médico: Carlos Tadeu Moreno Fisioterapeuta: Alexandre Jorge Leite PROGRAMAÇÃO Apresentação Local: Arena Olímpica de São Sebastião do Paraíso (MG) Data: 10 de abril Horário: 12h30 TREINAMENTOS Local: Arena Olímpica João Mambrini. NIKE GLOBAL CHALLENGE Período: 17 a 20 de julho Local: Washington D.C. (EUA) Fonte: CBB


Jornal do Sudoeste

página 8

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

SÃO TOMÁS DE AQUINO

por Selma Braia

Vereadores de São Tomás participam de encontro com o deputado Antônio Carlos No sábado, 23 de março, os vereadores de São Tomás de Aquino, Libércio Nogueira de Souza, Cátia Aparecida de Carvalho Souza, Valdinei Vieira dos Santos, Dalmon Superbi, estiveram com o deputado estadual Antônio Carlos Arantes (PSCMG). Uma visita informal que aconteceu em sua residência, em São Sebastião do Paraiso. No encontro também estiveram presentes o assessor Alexandre Guiraldelli, Beto, Hélio e Tiãozinho do PT. Uma reunião de resultados positivos, com uma pauta de assuntos variados, entre o parlamentar e as lideranças da politica aquinense. Durante a visita, foi reafirmado pelo deputado, o compromisso com São Tomás e como os aquinenses. Segundo Arantes, não importa o resultado das urnas, o trabalho para atender reivin-

De pé Hélio, Ney. Antônio Carlos, Dalmon e Libércio. Sentados Cátia, Beto, Sebastião e Alexandre

dicações do município permanece e ressaltou que a união do grupo, presente ao encontro, tem importância para buscar

novas realizações e conquistas em favor dos aquinenses. Com muita propriedade, o deputado Antônio Carlos pon-

Deputado Antônio Carlos com os vereadores, Ney, Cátia, Dalmon e Libércio

derou sobre questões como segurança pública, o preço do café que afeta a economia dos municípios da região, verbas

que podem ser destinadas ao municiípio, o trabalho que realiza na Assembleia de Minas, a Assistência Social, seu futuro

como deputado do PSC de Minas. Os vereadores aquinenses solicitaram ao deputado que interceda junto ao governo estadual, liberação das escrituras do primeiro bloco de casas da COHAB – Santa Clara, são 102 casas construídas. Pediram também a liberação junto ao SETOP liberação da 2ª parcela da quadra coberta da COHAB - Santa Clara. Que teve início no governo Maria Helena Rodrigues Abrão. Do encontro, os vereadores saíram com a certeza que o município aquinense continuará tendo no deputado Antônio Carlos Arantes um interlocutor de prestígio junto ao governo de Anastasia. Um trabalhador incansável, sempre presente na vida dos aquinenses, uma voz que reivindica por São Tomás de Aquino na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Odair Cunha recebe lideranças de São Tomás de Aquino em Ibiraci

Deputado Odair Cunha com os vereadores, Cátia, Libércio, Dalmon e Ney

O encontro de lideranças de São Tomás de Aquino, com o deputado federal Odair Cunha (PTMG), foi no último final

de semana na vizinha cidade de Ibiraci-MG, onde aconteceu Plenária de Prestação de Contas de seu mandato.

Hélio e Beto com os assessores de Odair Cunha, Roney Brito, Edson Moura e Fernanda Scanavachi

A reunião com o deputado majoritário em São Tomás de Aquino, pela última eleição, foi considerada, pelo grupo de lideranças, de

resultados positivos, pois na oportunidade levaram ao conhecimento do parlamentar, importantes reivindicações do município. Odair

Odair e os aquinenses, Sebastião, Hélio, Beto, Pablo, Cátia, Libércio, Dalmon e Ney

Cunha é reconhecidamente um parlamentar sempre pronto a atender os anseios dos aquinenses e a cidade já foi beneficiada por várias

emendas do deputado mineiro. No grupo de lideranças aquinenses estavam também, Beto, Hélio e Tiãozinho do PT.

54 anos

Escola Estadual Dr. Tancredo de Almeida Neves A tradicional escola aquinense comemorou com orgulho seus 54 anos de fundação. Uma vida de trabalhos profícuos na área da Educação de São Tomás de Aquino e o orgulho de todos aquinenses. Foi um dia diferente, festivo nas comemorações. Houve concurso de poesia, apresentações musicais, números de danças, brincadeiras, pulapula, salão de beleza com penteados, cortes, manicure. A equipe de agentes da saúde pesando e medindo a garotada, competição de futebol de salão. Parabéns diretores, professores, alunos e todo o universo “Tancrediano”. Durante as festividades de aniversário houve a participação da comunidade aquinense e a visita dos alunos da Escola Santo Tomás de Aquino. Parabéns Escola Estadual Dr. Tancredo de Almeida Neves.

Escola Estadual Dr. Tancredo de Almeida Neves

Penteado na aluna

Futebol de Salão

Escova no cabelo

Manicure

Salão de beleza

Apresentação de dança

Apresentação musical

Professor Domingos

Pula Pula

Apresentação de dança


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

Jornal do Sudoeste

página 9

Usuários agradecem volta dos ônibus intermunicipais no trevo da Copasa Por Roberto Nogueira

Depois de praticamente três anos de proibição, ônibus intermunicipais voltaram a fazer ponto de parada nas proximidades do trevo da Copasa para embarque e desembarque de passageiros. A medida que foi alterada há 15 dias através de decreto do prefeito Rêmolo Aloise está sendo comemorado pelos usuários. “Quero agradecer a quem tomou esta atitude porque é uma medida que beneficia a tanta gente, dá mais segurança, as pessoas ficam aqui abrigadas e com mais conforto”, comentou a dona de casa Olivia Giraldini do Nascimento. A decisão pelo impedimento do trânsito dos ônibus intermunicipais pela avenida ocorreu teve como argumento de que o intenso volume de veículos poderia causar algum acidente grave. Outra justificativa era de que o ponto de parada não tinha segurança e o conforto existente no Terminal Rodoviário Angelo Scavazza. No entanto como os ônibus passavam pela rodovia BR491, alguns faziam parada embaixo da passarela. Como promessa de campanha, o atual prefeito Rêmolo Aloise revogou o Decreto anterior e autorizou que os ônibus voltassem a transitar pela avenida Wenceslau Braz e pa-

rassem ao lado da sede da Copasa. “Felizmente os ônibus voltaram já faz uns 10 dias e o povo está acostumando a embarcar aqui novamente, o movimento vem crescendo todos os dias com pessoas que saem de Paraíso e chegam de outras cidades”, comenta a comerciante Sônia Aparecida que tem uma lanchonete nas proximidades. Sônia conta que foi uma luta muito grande para tentar reverter a situação e que agora percebe o quanto que as pessoas estão contentes. “Muitas pessoas de outras cidades da região querem ir ao centro, nas clínicas, na Santa Casa e antes tinham de ir na rodoviária, ficava difícil para voltar, aqui fica mais perto e mais fácil. Na hora de irem embora é a mesma coisa para pegar o ônibus de volta”, compara. Ela acredita que à medida que as pessoas souberem da parada dos ônibus no local o movimento vai aumentar ainda mais. Para a professora Camila Ribeiro que vem de Monte Santo de Minas e volta todos os dias o embarque e desembarque ficou mais fácil. “Antes eu pegava o ônibus embaixo da passarela era muito perigoso”, disse. Olívia Giraldini elogiou a Prefeitura pela decisão. “Venho aqui toda segunda-feira, onde fico com meus netos e retorno na sexta-feira, agora

ficou muito bom para pegar o ônibus, agradeço que fez isso por nós”, afirmou. Jesusmara Machado Ferreira também embarcou de volta para Monte Santo de Minas e também comentou sobre o novo ponto. “Aqui a gente tem mais segurança. Assim como eu outras mulheres tinham medo de ficar ali embaixo da passarela, muitas vezes enfrentando frio, sol e chuva”, relatou. O casal Luciano Aparecido e Magali Silva também gostou da decisão. “A rodoviária é longe, aqui ficou bom para o povo, eu mesmo desci aqui com minha esposa para irmos a uma clínica”, conta o rapaz. Durante a reportagem uma senhora que chegou com a filha e viajaria para Mococa, chegou a pedir passagens que não são vendidas no local. As empresas Nasser/Santa Cruz, São Bento e Rápido Sudoestino, já estão utilizando o espaço para embarque e desembarque. A exceção são as empresas Expresso União, Mota e Gontijo que ainda não aderiram a nova situação e os ônibus ainda passam direto pela rodovia. A autorização para que os ônibus voltem a trafegar pela Avenida Wenceslau Brás foi concedida através do Decreto Nº 4321 que é retroativo a 28 de fevereiro de 2013. A medida atinge aos ônibus intermunicipais que transitam pela BR-491 e BR-265.

Roberto Nogueira

Embarque de passageiros já acontece em ponto próximo ao trevo

Geraldo Thadeu aprovou a criação de uma comissão especial para a imigração O deputado federal Geraldo Thadeu (PSD-MG) aprovou na manhã de quarta-feira, 27, na Câmara dos Deputados, a criação de uma subcomissão permanente das imigrações e emigrações. A comissão vai acompanhar os processos de emigração, ou saída de pessoas do país, assim como os movimentos de imigração, entrada de estrangeiros no Brasil. A subcomissão será instalada na Comissão Permanente de Relações Exteriores e terá como membros oito deputados, sendo que Geraldo Thadeu será o presidente deste novo grupo de trabalho. Geraldo Thadeu tem nove anos de experiência na atuação junto aos processos que envolvem o respeito e a dignidade

humanos nos casos em que as pessoas estão fora de seu país de origem. Representando Minas Gerais, o deputado tem acompanhado ao longo do mandato casos que envolvem cidadãos de Poços de Caldas e Governador Valadares intercedendo junto a Comunidade Europeia e também junto aos Estados Unidos. Por volta de seis anos atrás a realidade era principalmente de pessoas que eram levadas a atravessar a fronteira dos Estados Unidos pelos chamados coiotes e que em muitos casos morriam no caminho, ou ficavam presas ao tentarem uma vida melhor fora do Brasil. Hoje o movimento é inverso e com o fortalecimento da economia no país, existem muitas pesso-

as vindas do Haiti e também da Bolívia, que chegam a ficar em condições ilegais de trabalho escravo e maus tratos, atraídas pela possibilidade de emprego e renda. Alguns anos atrás o deputado conseguiu trazer de volta para o Brasil, a pedido da família, os corpos de dois homens que adoeceram durante a travessia do México para os Estados Unidos. Geraldo Thadeu participou ainda da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da imigração que estimulou o Ministério das Relações Exteriores a criar a secretaria nacional da imigração. “Esta subcomissão terá um trabalho ainda mais focado no acompanhamento do respeito aos direitos humanos e

no cumprimento das leis vigentes. A atuação dos deputados deve sempre se adequar às mudanças de realidade da população e às necessidades que advém destas mudanças na busca da dignidade onde quer que as pessoas estejam”, comentou o deputado. O deputado foi também indicado nesta quarta-feira, pela Liderança do PSD na Câmara como membro titular da representação brasileira no Parlamento do Mercosul. Criado em dezembro de 2006, o Parlamento tem como objetivo fortalecer o processo de integração entre os países do Mercosul, além de atuar em diferentes temáticas como saúde, economia, habitação, direitos humanos, economia e outras.

Ministro da Agricultura concorda em colocar preço mínimo na saca de café de R$ 270 para R$ 340 Decisão tem que passar pelo Conselho Monetário Nacional e foi sugerida pela classe de cafeicultores e apoiada por Arantes A Comissão de Política Agropecuária e Agroindustrial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), representada pelo seu presidente, Antônio Carlos Arantes e o deputado Inácio Franco, reuniuse terça-feira, 26, em Brasília com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade (PMDB) para reivindicar definição de um preço mínimo pela saca de café para R$ 340 e não R$ 270 como se pratica atualmente. Arantes salientou ao ministro a necessidade de parce-lamento da dívida dos produtores que vence agora em maio para serem pagas em 12 vezes e destacou que é fundamental uma política firme para combater a crise no setor leiteiro, uma vez que o custo de produção aumentou bastante, tornando inviável a produção. O ministro concordou com o aumento do preço da saca de R$ 270 para R$ 340, mas precisará passar pelo crivo do Conselho Monetário Nacional para confirmar este valor. Segundo Antônio Carlos “o café e o leite estão passando por uma crise, o custo da produção está altíssimo com o aumento do combustível e dos insumos e

Agropecuária da Assembleia de Minas, o ministro já endereçou um estudo para o pedido ser melhor avaliado. Estiveram presentes na reunião também o chefe de gabinete do deputado Antônio Carlos, Luciano Gontijo, o assessor técnico da Assembleia, Júlio Bedê e assessores do Ministério da Agricultura.

isto está desestimulando a permanência do homem no campo”. Conforme enfatiza o deputado, “quem vai pagar esta conta alta é o municípios, e a quebra de várias cooperativas que têm realizado até então o papel social, ação esta que deveria ser feita pelo Governo Federal”. Antônio Carlos saiu esperançoso da reunião. “O ministro também é produtor e isto faz com que ele entenda melhor os problemas e gargalos vividos pelo homem do campo”. QUEIJO TAMBÉM EM PAUTA

Outra pauta debatida neste encontro foi o pedido de mudança na legislação que cuida da comercialização do queijo artesanal entre os Estados. “Proíbem a venda deste queijo feito em Minas para outros estados e a lei aceita a importação deste tipo de queijo vindo da Europa. É uma contradição”, revelou. Arantes replicou inclusive a frase de um produtor de queijo. “Quem gosta de queijo duro é rato e ralo. O brasileiro gosta de queijo macio, maturado em um prazo bem menor que 60 dias”, argumentou. De acordo com o presidente da Comissão de

Código Florestal Brasileiro x Código Floretal Mineiro Antônio Carlos comentou também de sua luta, juntamente com outros parlamentares da Comissão de Política Agro-pecuária da Assembleia de trabalharem por uma lei que possa equiparar as mesmas interpretações do Código Florestal Brasileiro ao de Minas Gerais. Segundo Antônio Carlos, “os produtores estão sendo punidos injustamente, pois o que tem prevalecido no momento das multas é a legislação mineira, que hoje emperra a vida do produtor. Estamos trabalhando para mudar este quadro.” Por fim, o deputado concluiu que é perfeitamente possível conciliar o respeito do produtor pelo meio ambiente e preservar e valorizar a sua atividade produtiva.

Empregadas domésticas terão direitos trabalhistas ampliados por lei PEC iguala benefícios aos dos demais trabalhadores urbanos e rurais. Outros sete direitos ainda deverão ser efetivados Por Ralph Diniz

O Senado concluiu na terça-feira (26/03), a aprovação da proposta de emenda à Constituição conhecida como PEC das Domésticas, que iguala os direitos trabalhadores domésticos aos dos demais trabalhadores urbanos e rurais. A proposta, que já havia sido aprovada em primeiro turno na terça passada, 19, foi aprovada novamente por unanimidade no segundo turno, com o voto favorável de 66 senadores. O texto será promulgado na próxima semana. A partir de sua promulgação, a PEC já garantirá a aplicação imediata de nove novos direitos a babás, faxineiros e cozinheiros, dentre outros trabalhos exercidos em residências. Mais sete outros direitos, no entanto, ainda dependerão de regulamentação para detalhar como serão aplicados e efetivar os direitos e deveres de empregados e empregadores. Entre os direitos que começam a valer imediatamente estão a garantia de salário nunca inferior ao mínimo (hoje em R$ 678), jornada de trabalho não superior a 8 horas por dia (máximo de 44 horas semanais), pagamento de horas-extras, além do reconhecimento de convenções ou acordos coletivos. Contudo, por enquanto, não serão efetivados de imediato o direito a indenização em demissões sem justa causa, a concessão de seguro-desemprego e salário-família pelo governo, conta no FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), adicional noturno, auxílio-creche e o seguro contra acidentes de trabalho. Segundo o Ministério do Trabalho, todos esses direitos ainda dependem de novas leis, ou alteração das existentes –

que precisam passar pelo Congresso –, além da edição de decretos ou portarias, lançadas pelo próprio governo. Não há prazo definido para essas novas normas, mas o MT afirma que a expectativa é que elas sejam criadas o mais rápido possível. Empregada doméstica desde os 14 anos de idade, Rosalina Barros, 27, afirma que a nova lei é uma conquista para a classe que, segundo ela, é pouco valorizada pela sociedade. “Trabalhamos como qualquer outra pessoa e merecemos os mesmos direitos. Esse reconhecimento demorou muito, mas chegou, graças a Deus. Vamos poder trabalhar com mais tranquilidade”. Ainda sem conhecer a nova lei com maiores detalhes, ela declara que o pagamento de horas-extras garantirá um bom aumento na renda da família. Dados do Ministério do Trabalho estimam que 7 milhões de pessoas trabalham como domésticas no Brasil hoje; destes, somente cerca de 1 milhão têm carteira assinada e, portanto, os direitos trabalhistas assegurados. Até a aprovação da PEC, os profissionais registrados já tinham direitos como 13º salário, repouso semanal, férias, aposentadoria, entre outros. Em novembro de 2011, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) recomendou condições de trabalho e remuneração decente e iguais aos dos demais trabalhadores para os domésticos em todo o mundo. A organização alertava que a falta de proteção legal aumenta a vulnerabilidade desses profissionais. Neste ano, a OIT apresentou estudo que aponta o Brasil como o país com mais empregados domésticos, seguido pela Índia, com 4,2 milhões e a Indonésia com 2,4 milhões.

Prefeitura Municipal de São Sebastião do Paraíso – MG. Processo de Licitação, modalidade Pregão nº 029/2013, Presencial, Processo nº 0488/2013 , Registro de Preços nº 012/2013, Tipo Menor Valor Por Item Objeto: contrataçao de pessoa juridica para fornecimento de indicadores quimicos e biologicos, involucros e detergente enzimatico, a serem utilizados na central de esterelizaçao, pelo periodo de 12 meses, integrando as açoes de media e alta complexidade. A abertura será dia 10 de Abril de 2013, às 09:00 horas. O edital completo e as demais informações relativas a presente licitação encontramse à disposição no site: www.ssparaiso.mg.gov.br e na Prefeitura Municipal, Gerência de Compras e Licitações, na Praça dos Imigrantes, n.º 20, Lagoinha, (Anexo I) nesta cidade, fone (0xx35) 3539-7000 ou fone/fax (0xx35) 3539-7015, diariamente das 08:00 às 11:00 e das 13:00 às 17:00 horas, onde poderão ser lidos, examinados e adquiridos. São Sebastião do Paraíso – MG, 25 de março de 2013. WELINGTON BONACINI DE CARVALHO – Pregoeiro.


Jornal do Sudoeste

página 10

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 30 de Março de 2013

População questiona agência do Banco do Brasil sobre compromisso não cumprido Clientes pedem por guarda-volumes e funcionamento do caixa eletrônico ao lado prefeitura Cristiane Bindewald

Os clientes paraisenses do Banco do Brasil vêm mostrando insatisfação devido ao não cumprimento de dois compromissos

assumidos há meses pelo banco: a reabertura do caixa eletrônico ao lado da prefeitura e a colocação de guarda-volumes na agência central. O caixa eletrônico situado na

rua Dr. Placidino Brigagão foi explodido por ladrões em fevereiro de 2012. O gerente da filial na época, Rodrigo Marinho Lima Piedade, afirmou em março de 2012 que esperava o resultado

das perícias para a instalação do novo terminal eletrônico. Um ano depois, o problema ainda não foi resolvido. Segundo o gerente de negócios da agência de Paraíso, José Maria Raspanti, o banco está dependendo do procedimento de empresa terceirizada. “A parte física do Banco está ok, mas a parte lógica, de transmissão de dados, é feita pela empresa de telefonia Oi. Depois que a Oi liberar o ponto, nós instalamos o terminal de atendimento”, explica. A demora para a realização do serviço é explicada pela consequência da explosão. “Está demorando porque foi um caso especial. A fiação subterrânea foi toda comprometida. A empresa foi instalar, mas não havia energia elétrica, e foi preciso chamar a Cemig. Chamamos nosso Centro de Suporte Operacional e Logístico (CSL), em Belo Horizonte, e essa parte está certa, falta apenas a telefonia. Creio que em trinta dias tenhamos esse terminal funcionando”, afirma. AAUSÊNCIA DE GUARDA-VOLUMES NAAGÊNCIA DO BB Com relação à ausência de guarda-volumes, o gerente afirma que as providências cabíveis à agência local foram tomadas. “Fomos notificados pela Câmara

Arquivo

Municipal no final de 2012 e submetemos para nosso centro de suporte em BH. Como somos uma empresa de economia mista, temos que abrir processo licitatório, seguindo a Lei 8666. Feito isso, vamos adquirir o equipamento, de acordo com a lei”. A lei municipal 3886/2012 determina “a obrigatoriedade das instituições financeiras, órgãos públicos e empresas que possuírem porta de segurança com detector de metais de instalarem guarda-volumes no hall de entrada.”

A demora neste caso também tem explicação. “No final de todo ano, o banco suspende processos de licitações. Em janeiro, começa tudo de novo. Agora, tudo depende de se achar as empresas que participem do processo. Mas estamos submetidos, o Banco do Brasil aproveita e faz compra que atenda o país inteiro. Não há como prever tempo, mas já está sendo licitado. Os procedimentos que cabiam à agência foram tomados no tempo que foi exigido”, conclui Raspanti.


1364559754