Issuu on Google+

29 de Setembro de 2012 edição 638

Clube das Acácias promove jantar beneficente

O Jantar da Primavera promovido pelo Clube das Acácias de São Sebastião do Paraíso, sábado passado nas dependências da Liga, tem merecido elogios, pelo evento em si, e por ter destinado o valor das adesões para o Hospital Regional do Câncer, de Passos. O Clube das Acácias é integrado por esposas de maçons, e periodicamente realiza acontecimentos sociais com a finalidade de arrecadar fundos para obras de benemerência. Foi uma confraternização regional, de vez que Acácias de Jacuí, Passos e Cássia, e seus respectivos esposos se fizeram presentes. Cardápio de primeira e música com o Paraíso em Seresta.


Jornal do Sudoeste

página 2

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 29 de Setembro de 2012

ARTE DE FOTOGRAFAR Assim como tocar um instrumento, pintar uma tela, escrever um livro, representar num palco, bordar, costurar, cozinhar e muitas outras artes, fotografar também depende de talento, não basta ter uma câmera moderníssima, cheia dos recursos, é preciso conseguir captar o que existe atrás do que

se vê, é ver através da alma. E para representar esta arte, o fotógrafo paraisense WILIAN JACKSON foi convidado a participar de uma página da revista “Doce Mar de Minas” que circula na região mineira dos lagos e o título da matéria é “Minas Gerais é tudo isto e muito mais.

Foto Marinês Gil

Wilian Jackson

Horóscopo Semanal CAPRICÓRNIO (22/12 A 21/01) Mercúrio se aproxima de Saturno em Libra e um contrato ou um projeto pode ser firmado. O momento é de acordos e planos de negócios estruturados e duradouros. Necessidade de intimidade e aprofundamento de uma relação. AQUÁRIO (21/01 A 18/02) Mercúrio se aproxima de Saturno em Libra e seus planos e projetos futuros podem passar por uma revisão. Uma viagem pode ser adiada ou, ao menos, causar algum estresse. Fé e religiosidade questionadas. PEIXES (19/02 A 19/03) Mercúrio se aproxima de Saturno e você fica mais fechado e introspectivo, com necessidade de aprofundar e revisar algumas escolhas. O momento é decisivo para evitar erros e dúvidas nos próximos passos que forem dados. ÁRIES (20/03 A 20/04) Mercúrio se aproxima de Saturno e seus relacionamentos ganham um ar mais sério. Conversas importantes podem acontecer neste momento, assim como reuniões de negócios e acordos mais consistentes. TOURO (21/04 A 20/05) Mercúrio se aproxima de Saturno e questões relacionadas a contratos e a projetos de trabalho ficam mais sérias e ganham mais força. Caso tenha que assinar um contrato, observe cada cláusula. Paixões. GÊMEOS (21/05 A 20/06) Seu regente se aproxima de Saturno e você fica mais sério, fechado e organizado. Com a mente mais profunda, é hora de colocar em ordem seus pensamentos e ideias. Cuidado com brigas e rompimentos em amizades. CÂNCER (21/06 A 21/07) Mercúrio e Saturno unidos dão um tom de insatisfação e seriedade aos seus relacionamentos familiares. As conversas ficam mais densas e escassas, assim como os entendimentos. Finanças passam por um momento delicado. Economize. LEÃO (22/07 A 22/08) Um problema familiar pode tirar sua calma neste momento, no entanto, você deve ser racional, pois essa energia é passageira. Mercúrio se aproxima de Saturno e você fica mais fechado. O momento é de seriedade. VIRGEM (23/08 A 22/09) Um acordo de negócios ou um contrato importante podem ser firmados neste momento. Um bom investimento também pode ser feito. É hora de economizar e planejar minuciosamente seus gastos. LIBRA (23/09 A 22/10) Mercúrio se aproxima de Saturno em seu signo e você fica mais sério e introspectivo. O momento pede pensamento profundo e organização interna e externa. Vênus e Marte em tensão pede comedimento nos gastos. ESCORPIÃO (23/10 A 21/11) Mercúrio se aproxima de Saturno e certo mal-estar acomete seu coração. É hora de parar e refletir profundamente sobre escolhas e passos que foram dados no passado. O momento pede reflexão minuciosa e profunda. SAGITÁRIO (22/11 A 21/12) Júpiter ainda em Gêmeos, e em ótimo aspecto com Saturno e Mercúrio, pode dar um novo movimento, agora mais determinante em seus relacionamentos, especialmente os afetivos. Ótimo momento para viagens longas.

FOTO ESCOLHIDA de WILIAN JACKSON “Mineirice – Ouro Preto / MG

A página contou com 5 fotógrafos convidados da região, dentre eles Wilian Jackson de São Sebastião do Paraiso. Wilian se apresenta da forma como trabalha: “Apaixonado pela arte da fotografia, estou sempre procurando me aperfeiçoar, buscando o melhor resultado possível em meus trabalhos. A luz ideal, o melhor enquadramento, a busca pelo novo, por lugares inusitados e novos ângulos motivam a minha busca por aquela imagem que, além de bela, também surpreende e emocione.”

Amigos e Irmãos Caminhoneiros (*)Ely Vieitez Lisboa O Presidente do SinditacSSP, Aparecido César Medeiros “Cidinho” em nome de toda a diretoria do SINDITAC-SSP, deseja prestar seus agradecimentos a todos os motoristas que estiveram presentes durante este período de lutas pelo qual passou o setor de transportes de nosso país. Um agradecimento especial aos motoristas que se dispuseram a participar das reuniões realizadas na cidade de Brasília, Sr. Adriano Pereira (Bino), ao deputado Antonio Carlos Arantes, Oswaldo Bueno, Sebastião Francisco (Beiçola), Antonio Carlos Pereira (Bolão) e nosso amigo, sempre apoiador das causas do transporte, vereador Edson Ferreira da Silva (Edinho). O resultado de nossas lutas é agora refletido no cenário do transporte nacional. Vitórias como a prorrogação por mais 180 dias da vigência da lei 12.619/12 (Parada de descanso obrigatório), as alterações trazidas nas resoluções 3056 e 3658 da ANTT, corrigindo as antigas e desleais formas de “frete retorno”, dentre outras como a redução do índice de juros do Procaminhoneiro para 2,5% ao ano. Nesse ínterim, resultado também de nossa grande luta, recebemos no último dia 21, a notícia de que o item número dois das nossas reivindicações foi atendido pela Presidenta

Dilma Rousseff, juntamente com a Ministra da Casa Civil, Gleise Hoffmann, a redução da carga tributária do Transportador Autônomo de Cargas. Assim, a Lei nº 7.713, de 22 de dezembro de 1988, que dispunha a carga tributária calculada sobre 40% da renda bruta total, PASSOU A SER 10% o cálculo para o transporte de cargas, através da medida provisória 582/12, publicado no Diário Oficial da União no dia 21 de Setembro de 2012. Mais uma vez frisamos que essa conquista é resultado do esforço e trabalho dos Sindicatos dos Transportadores Autônomos de Cargas de Minas Gerais, em especial o nosso SINDITAC-SSP (São Sebastião do Paraíso -MG) e todos aqueles motoristas que de alguma forma contribuíram para o sucesso de nossas reivindicações, que junto ao Movimento União Brasil Caminhoneiro obtiveram mais essa grande vitória em benefício do setor de transportes. Acreditamos no futuro do setor de transporte e sabemos que é o início de uma grande valorização e o reconhecimento para todos os transportadores de cargas. Um grande abraço, Aparecido César Medeiros Presidente

RELOJOARIA PONTUAL Aqui qualidade e bom gosto não custa mais caro.

JÓIA - RELÓGIOS - PRESENTES FINOS PERFUMES IMPORTADOS PRODUTO ORIGINAL

REST AURAÇÃO DE RESTAURAÇÃO RELÓGIOS ANTIGOS TRA TAMENTO TRAT ANTI-CUPINS Fone: (35) 3531-7557 Com. João Alves, 74 (Praça da Fonte) ao lado do Juizado Especial

www.pontualparaiso.com.br

Você sabe pensar? Pense bem antes de responder, ops, eu disse pense? Esqueça! Pensar não é o seu forte, não é mesmo? Não se preocupe, você não é o único, logo, não esquente a “cabeça” não! Continue ocupando o seu tempo assistindo às novelas, discutindo sobre futilidades, lendo cultura inútil, cultivando frivolidades, valorizando ninharias, falando errado, mutilando os “r” das palavras (“você que i lá na casa da muié pra nóis v se ela vai fala pra gente”), assassinando a Língua Portuguesa, enriquecendo valorizando ninhariasendo cultura inos times de futebol, mantendo os jogadores como imperadores, valorizando-os e, em contrapartida, desvalorizando os professores com salários deficitários. Você representa o povo brasileiro que faz volume, mas não faz “massa”, faz bagunça, mas não reivindica, faz carnaval e festeja durante alguns dias e passa o restante do ano sambando pra se virar nos 30, escorregando feito quiabo, boiando na maionese, dançando feito marionete, sendo um joguete nas mãos dos tubarões ou seriam tucanos? É, pensar não é mesmo para qualquer um não! Bendita seja a alienação! Abençoada a santa “ingnorância”! Glorificada burrice que venda os olhos de quem não sabe ver, eu disse “sabe”, e não, “pode”. Quem não pode ver possui deficiência visual; já quem não sabe ver é analfabeto visual e de analfabetos o Brasil está cheio: é gente que pode ouvir, mas não sabe, são os analfabetos auditivos. Os que podem falar, mas na maioria das vezes preferem silenciar porque têm medo de exposição, não sabem articular as ideias, não possuem repertório verbal – esses não passam de analfabetos da linguagem. Fora os analfabetos “semifuncionais”, “pré-funcionais”, “funcionais, propriamente dito”. E os que não sabem votar, não querem entender de política, são o quê? Analfabetos políticos! Preferem fazer o que todo mundo faz: criticar sem conhecer, reproduzir falas, terceirizar a culpa, transferir responsabilidades, projetar no político a personificação do diabo! E aqueles que podem pensar, mas não se dão o trabalho de compreender os pensamentos, o que são: burros? Alienados? “Ingnorantes?” Desprovidos do saber? Ou seriam os “felizes da vida”por não sofrerem por aquilo que não têm conhecimento? Sinceramente, nada disso é contemporâneo: Karl Marx e Hegel já falavam de alienação naquela época, viam a exploração da mão de obra trabalhista, as disparidades de classes. E hoje, o que mudou? As pessoas estão menos ou mais “alienadas?” Pensam mais? Interessam-se em decodificar o sistema capitalista? Nananinanão! Pra que pensar, se elas podem consumir? Pra que refletir, se filosofam em redes sociais? Pra que criar, se podem copiar? Pra que escrever, se podem colocar aspas, ou mesmo, plagiar? Pra que pensar, se têm computador, tablet e vários outros eletrônicos que, com memória de 4gb, por exemplo, conseguem armazenar mais informações do que alguns indivíduos conseguiriam a vida inteira. E eu me pergunto: quantos gigabytes1 tem sua mente? Quantos megabytes2 há nos seus pensamentos? Se você pudesse salvar as informações armazenadas no seu cérebro, o que usaria: ( ) um pendrive de 1 GB (Gigabyte)? ( ) De 2 a 3? ( ) Acima de 4? (x) N.D.A (nenhuma das anteriores): porque a minha memória é pequena e poucos KBs3 (Kilobytes) já armazenariam todas as informações. Então eu volto a pensar, ops, a me questionar (porque pensar dói demais): por que é mais fácil não saber pensar? Ora bolas! É fácil achar resposta: é mais fácil porque quem pensa é mais seletivo nos relacionamentos, é criterioso quando vota, é exigente porque sabe o que é bom e melhor, é mais chato, mais briguento, mais crítico, mais falante, mais articulador, mais dono de si, mais nervoso, mais estressado, mais “fora de contexto” e, com tantos “mais”, muitos “poréns”, diversos “contudo” e infindáveis “porquês” só pode ser porque é doido mesmo! Falta espaço no mundo para essas pessoas, elas estão “sobrando”! Já para quem não pensa, sobra espaço, porque tá faltando! É complexo mesmo! Também acho! É mais fácil não saber pensar porque sobra tempo pra ficar na calçada vendo o fluxo de quem sai de casa às 7h da manhã e volta já anoitecendo, dá tempo de andar, olhar para os lados despreocupado, coçar o saco ao ar livre como quem anda sem pressa num dia cinzento de finados. Dá tempo de se dar o direito de sentar num banco de uma pracinha movimentada sem se ater à criança pedindo esmola, ao adolescente fumando maconha, ao menino entregando panfletos, à mãe que bate no filho porque ele queria algodão-doce – sendo que ela não tem dinheiro pra comprar – , aos sons ensurdecedores de campanhas políticas, aos santinhos dos candidatos esparramados pelo chão sem pensar que a Amazônia está virando papel. Pensar pra quê, se é possível gozar sem ter um orgasmo intelectual? Siga o meu conselho: quer ser feliz? Não quer enlouquecer? Então, evite pensar! CONTEXTUALIZANDO: 4

Um gigabyte (GB) é mais ou menos 1.000.000.000 de bytes. 2 Um megabyte (MB) é mais ou menos 1.000.000 de bytes. 3 Um kilobyte (KB) é mais ou menos 1.000 bytes.

É por isso que eu digo: é melhor falar do que ruminar! Pronto! Falei, tá falado!(Footnotes)

faleitafalado2010@hotmail.com


Jornal do Sudoeste

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 29 de Setembro de 2012

página 3

Acredito na educação de qualidade Maria José Colombaroli está na direção do Colégio Objetivo, desde 1993, quando optou por continuar seguindo seu ideal de trabalhar pelo ensino de qualidade. Sua trajetória profissional começou na zona rural, na mesma escola em que estudou, e chegou à Superintendência de Ensino. Aos 65 anos, depois de muitas especializações e experiências na área da Educação, Maria José acredita que uma nação grandiosa é construída através da igualdade de oportunidades para todos os cidadãos. Qual é sua trajetória na área de educação? Eu sempre trabalhei com Educação. Meu princípio de carreira foi na zona rural. Depois, vim trabalhar em São Sebastião do Paraíso. Trabalhei na Escola Estadual Campos do Amaral, na Escola Municipal Interventor Noraldino Lima, na Escola Estadual Paula Frassinetti e, depois, fiquei na Superintendência Regional de Ensino, durante vinte anos. Você foi professora de alguma área específica? Eu fui professora de Ensino Fundamental. Quando eu lecionava na zona rural, lecionava para a 1º, 2º, 3º e 4º séries. Antigamente, era tudo junto. Trabalhávamos, ora com uma série, ora com outra, por docência. Quando vim para o Campos do Amaral trabalhei em uma 4ª série. No Noraldino Lima trabalhei com o ensino noturno. Quando fui para a Escola Estadual Paula Frassinetti, especializei-me em Alfabetização. Fiquei quase toda a vida de magistério, de regência, em Alfabetização. Naquela época, o professor de alfabetização era bastante valorizado. O Estado assumia as orientações, nós tínhamos várias propostas novas para experimentar. Trabalhei também experiência com pré-escolar. E depois, fui atuar na Superintendência de Ensino. Apesar de uma queda nos índices de analfabetismo no Brasil, ainda temos quase 13 milhões de analfabetos no país. Em sua opinião, qual a maior dificuldade para a erradicação do analfabetismo? Eu vejo que há investimento por parte do Estado e da prefeitura, hoje em dia, sim. Mas, antigamente, a escola não era tão cheia como agora. Agora, a educação é aberta e abarca um número muito grande de alunos. Toda vez que você abre as portas para um número muito grande de alunos, as dificuldades também aumentam. Você terá alunos com mais facilidade, alunos com menos facilidade, menos preparados, outros prontos para a alfabetização. Alfabetizar é uma arte. Vamos trabalhando com o aluno, trabalhando, e, de repente, ele tem um insight e está lendo. Não é uma coisa que se possa obrigar. Precisamos fazer todo um trabalho, para depois o aluno mostrar que está alfabetizado. Então, há uma grande dificuldade em se conduzir uma alfabetização. Precisamos ter noção de todo o desenvolvimento da criança, de zero até doze, treze anos, para ir oferecendo atividades de acordo com a idade e a necessidade. Alunos de escolas da zona rural de Paraíso são constantemente premiados. Você acha que a escola rural mudou? A escola da zona rural sempre foi muito boa. Eu comecei atuando na zona rural, no Sapé. Os alunos da zona rural são muito bons, porque eles têm contato com a natureza, sentem necessidade da leitura, tem um interesse muito grande. E vivem uma vida mais saudável, longe da poluição ambiental e sonora. Eu considero o aluno da zona rural privilegiado. Estamos vendo essa realidade, com as premiações de alunos de escolas como a Napoleão Volpe. Quando lecionei na zona rural, meus alunos eram avaliados pela prefeitura, pelo estado, e iam sempre muito bem.

por Cristiane Maria Bindewald

Qual é a sua história como estudante? Eu sou oriunda de zona rural, meus pais moravam no Sapé. Ali, fiz o 1º, 2º e 3º ano. Na época, não havia o 4º ano na zona rural. Eu sou aluna de sala por docência. Minha professora dava aula para o 1º, 2º e 3º ano. Eu também sou oriunda desse tipo de trabalho. Depois, vim estudar no Noraldino Lima. Conclui a 4ª séire e fui para o Colégio Paula Frassinetti. Ali, fiz o antigo Ginásio e fiz Magistério. Era a única instituição, na época, que oferecia ensino médio com habilitação. Por sinal, o curso de Magistério era muito bom. Depois do Magistério, como seguiram seus estudos? Depois do Magistério, fui para a batalha, procurar trabalho. Fui lecionar primeiro na escola onde eu havia estudado, na zona rural. Depois, fui lecionar na Rocinha. Vim para a zona urbana, porque a vida do professor era muito difícil. Ele precisava fazer uma caminhada muito grande. Fui trabalhar no Campos do Amaral como contratada. Prestei concurso, passei. Naquela época, precisava-se de concurso para entrar. Entrei, através de concurso, nas escolas estaduais. Depois dessa caminhada, fui fazer Pedagogia, em Passos. Depois de concluído o curso, fui convidada a trabalhar na Superintendência, para desenvolver projetos de alfabetização, nos quais o governo estava investindo. Fui privilegiada, outra vez, porque eu estava trabalhando e desenvolvendo novos projetos. Eles acreditavam que a alfabetização seria a parte fundamental da escola. Depois disso, fiz pós-graduação em Pré-escolar, em Belo Horizonte e fiz pós-graduação em Educação Especial. Com o passar do tempo, passei a atuar em outras áreas da educação e fui fazer pós-graduação na UFMG, em Metodologia do Ensino. Fiquei por três anos na UFMG, por conta dessa especialização. Recentemente, fiz pós-graduação em Ensino à Distância. Há quanto tempo você está no Colégio Objetivo como diretora? Estou aqui desde 1993. A minha função é Coordenadora Pedagógica, porque a direção cabe aos donos da escola. Como os donos não estão presentes, eu respondo pela direção. Eu tenho uma autorização da Superintendência para isso. Depois de aposentada, tive o privilégio de escolher o que eu queria fazer. Como eu me preparei a vida inteira para atuar na Educação, resolvi que só me aposentaria quando achasse outro trabalho na área de educação, que fosse ao encontro com o meu ponto de vista. Então, vim prá cá, passei por entrevistas, fui testada pelos donos, porque eles precisavam de uma pessoa dinâmica. E consegui. Entre as entrevistadas, fui convidada e estou aqui, até hoje. Estou aqui, porque acredito em uma educação de qualidade. O material oferece essa qualidade na qual acredito e, também, tenho um ponto muito importante, que são os meus professores, que são treinados e trabalham em cima desse material. Em sua opinião, por que há diferença entre o ensino particular e o público, principalmente no que diz respeito ao ensino médio? Por que o ensino particular é

“O meu desejo é que todos os alunos consigam realizar seus sonhos, consigam estar dentro de uma universidade e realizar seus sonhos, como ser humano e profissional”. mais forte do que o ensino público? Nós recebemos uma clientela que realmente quer mais aprofundamento. Nós temos um material que conduz a isso. O objetivo de um pai que coloca o filho em uma escola particular é o ensino diferenciado. E isso nós oferecemos. Nós preparamos, não só em termos de conteúdo, mas também preparamos o aluno para que ele ingresse em universidades e faça o caminho de sua vida profissional. É um orgulho muito grande, porque se fizermos uma análise de quantos alunos colocamos em grandes universidades, tanto particulares como federais e estaduais, veremos que o número de alunos do Objetivo é muito grande. E também o número de profissionais que passaram por aqui. Hoje, já estou recebendo os filhos dos alunos que passaram pelo Objetivo. Isso é a maior satisfação. O que você acha da Lei das Cotas, que destina 50% das vagas das universidades federais para alunos de escolas públicas e considera também questões raciais?

Agora, vão acontecer? Precisamos esperar. São boas ou ruins? Não foram testadas, então, temos que esperar. Mas o que precisamos pensar é que temos que dar oportunidade a todos, igualmente, independente de ser de escola particular ou pública. Os estudantes teriam que ter as mesmas oportunidades. É uma questão de igualdade, é tratar a população estudantil com seriedade, porque na verdade todo estudante quer chegar ao nível universitário. Para aquele da escola mais simples ou aquele da mais famosa, qual é o objetivo? É chegar lá no topo da educação, é ser um universitário e ser um profissional. A igualdade seria o melhor caminho. Os seus pais nasceram na zona rural? Não, meu pai era da zona urbana e foi morar na zona rural. Meu pai foi fiscal de fazenda, por muitos anos. Durante toda minha vida, ele morou na zona rural. Meu pai é o João Felipe de Carvalho, mais conhecido por Dão, era muito famoso, na época. Ele sem-

“Alfabetizar é uma arte. Vamos trabalhando com o aluno, trabalhando, e, de repente, ele tem um insight e está lendo. Não é uma coisa que se possa obrigar. Precisamos fazer todo um trabalho, para depois o aluno mostrar que está alfabetizado”. Primeiro, acho que isso não é constitucional. O governo deveria repensar isso, encontrar outro caminho, que trate todos com igualdade. Os que estão na escola pública também recebem conhecimento, também são bons alunos, deveriam competir de igual para igual. Acho que isso terá que ser repensando, pois é desumano com todos os alunos. Todos são do mesmo país, de raças diferentes, mas contribuem com a nação. Então, por que alguns são diferenciados? O que você acha das novas propostas do ministro da Educação, Aloísio Mercadante, para o Ensino Médio? O Mercadante está começando agora, ele é professor. Nós temos uma gama de ideias educacionais e ele estando dentro do governo tem condição de colocar em prática. Mas tudo tem que acontecer. As propostas estão aí, as mudanças precisam acontecer.

pre cuidou do nosso vocabulário, mesmo na zona rural, achava que nós tínhamos que falar corretamente, que nós tínhamos que ler. Minha mãe, Sebastiana Santana, mais conhecida por Tuca, me alfabetizou em casa. Quando entrei na escola, eu já estava alfabetizada. Eu fui privilegiada, também, porque meus pais me davam muita assistência. Por que seu pai era famoso? Ele foi o peão mais famoso de Paraíso, na época em que se faziam muitos rodeios. Em 1946, 47, 48, o divertimento que havia em Paraíso eram os rodeios. E o meu pai era o peão mais famoso da época, nunca caiu. Até quando já tinha 50 anos, se ele montasse, não caía. Como eram realizados estes rodeios? Os rodeios eram realizados onde hoje é o Campão, onde as pessoas fazem caminha-

da. Os fazendeiros cediam os animais, pois na época precisavam amansar para a lida, para a roça. Juntava a alta classe social para ver. Era um espetáculo. Você é casada, tem filhos? Eu sou casada com o Luciano Colombaroli, que é marceneiro. Eu tenho um filho, o Emílio, que é casado com a Regina, atual diretora do Alice Naves. Eu tenho um casal de netos, a Ana Carolina, que faz Direito na UNESP, e o Tiago, que está fazendo cursinho, preparando-se para Engenharia Mecânica. A minha família é pequena, mas é uma família bastante presente, uma família que batalha muito, que corre atrás de seus ideais. Você sempre conseguiu conciliar a vida pessoal com a profissional? A minha vida toda é uma vida bem cheia, meu dia é bem cheio. Desde a hora que levanto até a hora em que vou me deitar. Eu trabalho oito horas no Colégio Objetivo, tenho meu horário de trabalho e de atendimento, tenho meu horário para fazer academia, paro o meu crescimento espiritual. Eu tenho horário para tudo, mas eu dou conta de tudo, porque a minha vida é bastante organizada. Por que e onde você busca o crescimento espiritual? Eu acredito que o ser humano, depois que luta pelo ter, que tem que correr para sobreviver, chega o momento em que fala: agora, estou correndo atrás de algo que me satisfaça como ser humano. Então, hoje, eu participo do grupo Pró-Vida, que se encaixou em meu pensamento, em meus ideais. Atualmente, estou seguindo a filosofia do PróVida e, dentro da espiritualidade, sou bastante espiritualista, acredito na realidade espiritual. O que é o Pró-Vida? O Pró-Vida é uma filosofia de vida na qual você faz opção de viver, bem consigo e com todos, primeiramente. É um lugar onde crescemos espiritualmente, temos uma preparação filosófica muito grande, temos bastante estudo. Nós acreditamos que tanto o corpo como a mente do ser humano são muito importantes. Como você analisa a situação da cultura em Paraíso? A cultura é muito importante e faz parte do ser humano. O

que falta no ser humano é despertar essa sensibilidade. São Sebastião do Paraíso é uma cidade que vem se desenvolvendo, está crescendo, traz algumas peças teatrais, mas o público ainda não sente necessidade. Não sabe que aquilo é cultura, que é muito bom, que acrescentará algo. Eu creio que mudanças nesse sentido são ao longo da caminhada. Cada pessoa tem um desenvolvimento dentro de uma determinada época. Eu creio que cultura é interesse pessoal de cada um. Aqui, há tanta gente que sai de Paraíso, vai visitar museus em outras cidades, ver peças fora. Há um grupo seleto em Paraíso, que gosta de cultura. E acho que Paraíso está crescendo, sim, dentro de uma realidade que está melhorando dia a dia. O que você gosta em cultura? Eu gosto muito de teatro, de shows, gosto muito de viagens, viajo muito. Acho que toda vez que saímos para uma viagem, voltamos renovados, de cultura, de conhecimento, A melhor coisa do mundo é viajar. Todo ser humano deveria programar pelo menos uma viagem, todo ano, seja ela de que nível for. Todo ser humano deveria reservar uma semana por ano para viajar, conhecer outras cidades, outros países, porque isso nos enriquece muito. Qual foi sua melhor viagem? Eu tenho tantas... Quando fui para Orlando, já havia sonhado muito com isso. Fui com uma turma de 22 alunos e um casal de pais. Aqueles dias em que ficamos lá foram maravilhosos. Contando, nem conseguimos passar a beleza de lá. Há parques maravilhosos, aquela educação de país de Primeiro Mundo, aquilo que te envolve e é muito importante. Mas também não deixo de gostar do Nordeste brasileiro, que é muito bonito. Do Sul, que tem muita coisa boa. Eu acho que vale a pena. Como diretora, se a concedessem um desejo a ser realizado na área da educação, qual seria? O meu desejo é que todos os alunos consigam realizar seus sonhos, consigam estar dentro de uma universidade e realizar seus sonhos, como ser humano e profissional. Seria o ideal, porque uma nação feliz, uma nação grandiosa, precisa ter o seu povo feliz, com emprego, vivendo uma vida digna.


página 4 São Sebastião do Paraíso-MG e Região - 29 de Setembro de 2012

BALADA DE ANIVERSÁRIO Only White Black & White

No sábado (22/09), rolou uma super festa, animadíssima no Clube dos Médicos de São Sebastião do Paraíso em comemoração a amigas de classe que estão cursando o terceiro colegial no Colégio Objetivo. As aniversariantes que estavam de black receberam que chegaram de white nessa festa que contou com muita gente bonita e animação que começou por volta das 19h se estendeu Especiais cumprimentos as aniversariantes, Ana Flávia Marques do dia 15 deste mês, e Isabella Tonin do dia 27, Ana Laura Pelúcio segunda-feira dia 01 de outubro, e Laura Paschoali dia 8 de novembro que para alegria de todos fizeram essa festa tão bem

MISS SÃO SEBASTIÃO DO PA

DAIANE SOUZA

ELAINE PRADO

MARIA PAULA VENÃNCIO

CREONICE SANTOS

Será realizado no próximo dia 20 de outubro às 21h no Teatro Municipal Sebastião Furlan, o co 2013. O concurso que está na programação do aniversário da cidade, terá 27 candidatas que A coordenação é de Flávio Vieira que intitula com o tema rodeios do Brasil on em luxuosos trajes típicos, gala e maiô. Terão participações especiais, Mi Estadual Paula Frassinetti com a representante Rosilene Corrêa, e da Garot

DISK ENTREGA: 3531-5813 SALGADOS - PANQUECAS - CREPES - SUCOS DOCES - CUPCAKES - PÃO DE QUEIJO

VENHA NOS CONHECER!! Rua Dr. Placidino Brigagão, 1.284 - Centro ANEXO A CULTURA INGLESA


página 5 São Sebastião do Paraíso-MG e Região - 29 de Setembro de 2012

E ANIVERSÁRIO e Black & White

dos Médicos de São Sebastião do Paraíso em comemoração ao aniversário das o Objetivo. As aniversariantes que estavam de black receberam seus convidados bonita e animação que começou por volta das 19h se estendeu até altas horas. dia 15 deste mês, e Isabella Tonin do dia 27, Ana Laura Pelúcio aniversaria nesta ovembro que para alegria de todos fizeram essa festa tão bem organizada.

As aniversariantes que estavam de Black receberam seus convidos que chegaram de White

EBASTIÃO DO PARAÍSO 2013

Wandy Borges Fotografia e Arte

ANA PAULA FERREIRA

ROSILENE CORREA

ANA CLAUDIA SANTOS

ANDRIELE FERRAESI

21h no Teatro Municipal Sebastião Furlan, o concorrido concurso Miss São Sebastião do Paraíso aniversário da cidade, terá 27 candidatas que disputam o título máximo da beleza paraisense. ra que intitula com o tema rodeios do Brasil onde as candidatas se apresentam gala e maiô. Terão participações especiais, Miss Estudantil 2012 da Escola m a representante Rosilene Corrêa, e da Garota Verão 2012, Stefânia Naves.

VIVIANE SPOSITO


página 6

Jornal do Sudoeste

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 29 de Setembro de 2012

“Manchando os papéis e documentos fiéis” Eu vou votar, vou escolher, vou votar, vou escolher... em rítmo de música minha gente. E aí vai ficar parado? Vai ficar nessa de sempre? Seu futuro é você quem faz, sua atitude vai dizer para onde irá, democracia, liberdade, justiça, poder, tudo está em nossas mãos. O melhor somos nós quem decidimos. E por que ficar de fora? Por que não mostrar que faz parte dessa nação? Juntos somos o grito da humanidade mais fortes que um pelotão. Você faz a diferença por tanto não seja vítima das suas próprias indecisões, erre, lute, mas não deixe de fazer o que julga melhor. Você seria capaz de dormir tranquilo sabendo do que acontece com o mundo? Ou melhor. sabendo que você não fez nada para ajudar. E se não consegue ao menos se vincular com a sociedade como vive? Como é a sua vida? Um rio de incertezas? Ou vai para onde o destino te levar? Só não se esqueça, para haver destino é preciso viver, não se vá com o vento ou se deixe tocar por uma brisa. Vote sem medo, faça o que é melhor, durma de consciência tranquila e com a sensação de “trabalho bem feito”, não deixe de tomar as melhores decisões para sua vida. Seu voto é tão importante como o de qualquer outra pessoa, para mudarmos o mundo é preciso que cada um comece por você mesmo, é preciso de um pouco de cada, não fique de fora. Boa sorte à todos, escolham com consciência. “O sol há de brilhar mais uma vez.” Renato Russo

Renato Russo

MICHELE CAROLINE LUZ, 14 anos, estudante em São Sebastião do Paraíso


São Sebastião do Paraíso-MG e Região 29 de Setembro de 2012

Jornal do Sudoeste

página 7

CASAMENTO DE HELENA E VITOR Helena e Vitor se casaram dia 15, na Igreja São João Batista, em Itamogi. Helena é filha de Carlos Tadeu Silva e Maria Lúcia da Silva. Vitor, filho de Vitor Pellegrino e Sônia Maria Custódio Pellegrino. A coluna os cumprimenta.

Chá de Cozinha/ Chá Bar

O chá de cozinha ou de panela foi inventado para realizar a despedida de solteira da noiva com suas amigas e com as mulheres da família dela e do noivo. Geralmente, é uma amiga quem organiza os convites, e os distribui. Em nossa região o costume é de que cada convidada leve um prato de salgado ou quitandas, bebidas e o presente, normalmente estipulado pela noiva. Uma forma delicada é colocar a lista de presentes em uma loja de artigos de cozinha e a própria convidada escolhe o que vai dar. Algumas noivas optam por oferecer as comidas e bebidas. A organizadora deve ressaltar para as convidadas que devem disfarçar o conteúdo do pacote de presente, para dificultar a noiva de acertar o que tem dentro. Cada erro consiste em um castigo que deverá ser criativo, para tornar a brincadeira divertida. Cuidados devem ser tomados quanto às brincadeiras para não expor a noiva a momentos desagradáveis. Optar por brincadeiras que envolvam as convidadas evita constrangimentos desnecessários. A noiva pode aproveitar a oportunidade para montar um caderno de receitas solicitadas quando feito o convite. O mais importante é que fiquem boas lembranças e se divirtam muito.

Marco Aurélio Fotografias www.marcoaureliofotografias.com

Momentos inesquecíveis requerem cuidados especiais...

Conte com nossos serviços para o sucesso de seu evento.

RG Eventos Assessoria e Cerimonial

APc por Abaetê Ary

AcAdemiA PArAisense de culturA ‰ A NOVA DIRETORIA E A VALORIZAÇÃO DO TALENTO

A estimada escritora, inspirada poetisa, Dalila Mirhib Cruvinel numa bem cuidada recepção preparada por seus filhos celebrou no dia 23 aniversário de nascimento. Com admiração, a coluna a cumprimenta.

Todos os membros acadêmicos serão partícipes dos sucessos da APC no novo ano. Acadêmico que se inicia. A desejada integração foi alcançada durante a sessão solene de posse realizada na última quarta-feira, 26. Imbuídos do espírito de coesão que os irmana, os integrantes de nosso corpo de sócios compreenderam que sem a força da união não será possível alcançar os objetivos da entidade, quais sejam, a promoção, o estímulo e a vivência de todas as manifestações artísticas e culturais de nossa cidade e de seus cidadãos. Cada um, de acordo com suas capacidades individuais, será parte importante na estrutura diretiva da APC. É a Academia rumo ao desenvolvimento cultural de São Sebastião do Paraíso!

‰ PARAÍSO EM SERESTA

Abrilhantaram a Sessão Solene de posse da Nova Diretoria da APC, integrantes do Paraíso em Seresta. Esta coluna deixa registrado o sucesso da apresentação e os agradecimentos de tantos quantos tiveram a oportunidade de vê-los e ouvi-los.

‰ GRATIDÃO

São sempre insuficientes as recompensas devidas àqueles que nos servem com gratuidade. A nova Diretoria da APC externa neste espaço seu reconhecimento pelo dedicado auxílio prestado pelas jovens Carla Silva Rodarte, da Escola Nova, e Vanessa de Oliveira, da Cooparaiso, e também pelo gerente municipal de Cultura, Lucas Cândido de Oliveira. Nossos gratidão também ao jornalista Nelson Duarte – ele também acadêmico – pela cessão deste espaço, destinado aos informes de nossa Academia. Com a ajuda de todos, a cultura paraisense engrandece e agradece.

‰ 191º ANIVERSÁRIO DA CIDADE

PROGRAMAÇÃO CULTURAL DA SEMANA ¾ Apresentação E. M. Alice Naves Ferreira, quinta-feira, 4, às 19h, no Teatro Municipal ¾ Peça teatral A Insanidade Continua, sábado, 6, às 20h, no Teatro Municipal

‰ PARCERIA

Aniversariantes Dia 28 Dr. Antônio Westin, Célia Nunes. Sábado, dia 29 Ivanilda Rodrigues Barros. Dia 30 Gabriel Marques Suzano. 1.º de outubro Wander Pimenta Filho, Ana Laura Pimenta Pelúcio. Dia 2, Mônica Fiori Lazzarini, Thatiane Aparecida Neves. Dia 3 Amanda Vasconcelos Rezende. Em São Tomás de Aquino José Carlos de Moura. Dia 4 Camila Mambrini Ruiz Júlio. Dia 5 a médica Dra. Letícia de Pádua Pires, Cristiane Aparecida dos Reis, Flávio Henrique Rogeri Amorim, Aline Piazentini.

• AGRADECIMENTO

Foi firmada parceria da APC com a Secretaria de Cultura do Município visando possibilitar a montagem de uma exposição de pinturas de artistas da cidade, mostra esta a se realizar durante os festejos dos 191 anos de Paraíso. O tema será a II Guerra Mundial, lembrando os 70 anos da entrada do Brasil no conflito. Mais detalhes nas próximas edições.

‰ EFEMÉRIDES CULTURAIS DA SEMANA

Ontem, 29/setembro – Centenário de nascimento do cineasta italiano Michelangelo Antonioni. Hoje, 30/setembro – Gutenberg lança o primeiro livro impresso, A Bíblia (1452) Amanhã, 1º/outubro – Benjamin Franklin realiza a famosa experiência com a pipa para provar a eletricidade dos raios. (1752) Dia 2/outubro – É votada definitivamente a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, uma das cartas constitucionais mais revolucionárias da história moderna. (1789) Dia 3/outubro – Nascimento de Orlando Silva (1915) e falecimento de Emilinha Borba (2005), dois ícones da música popular brasileira. Dia 4/outubro – Nascimento de Auguste de Saint Hilaire (1779), naturalista francês, autor de importantes livros sobre os costumes e paisagens brasileiros do século XIX. Dia 5/outubro – Dia Mundial do Professor. Nascimento de El Greco (1541), pintor, escultor e arquiteto grego, considerado o precursor do expressionismo e do cubismo. Nascimento do doutor Placidino Brigagão, 14º prefeito de São Sebastião do Paraíso. TEMA DA SEMANA: PARA CONFIRMAR NOSSA DISPOSIÇÃO “Se quiseres que algo se faça, encarrega disso uma pessoa ocupada”. (provérbio chinês)

A diretoria da Associação de Combate ao Câncer - ACCa, ao Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais pela

doação de 120 latas de leite em pó no dia 20 de agosto. Nossos agradecimentos.


Jornal do Sudoeste

Homenagem

São Sebastião do Paraíso-MG e Região 29 de Setembro de 2012 Roberto Nogueira

página 8

Tarde de festa Sãosinha Elegância e charme estavam presentes no almplo em grande estilo, comemorando dois aniversários: de Cyrene Amaral Coimbra, e de Dra. Dinomar Campos do Amaral, realizado no salão de festa residencial da Dra. Neusa Amaral, irmã das aniversariantes. Estavam presentes familiares e amigos que foram abraçálos com muito carinho. Cyrene recebeu os cumprimentos junto de seu esposo, Geraldo Coimbra. Ao redor da piscina de águas muito azuis, jovens dan-

A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso homenageou a funcionária pública municipal Aparecida Queiroz, na sessão ordinária de quinta-feira,27. Ela fez uso da palavra na Tribuna Livre quando anunciou sua aposentadoria na administração

municipal. Emocionada Cida Queiroz agradeceu ao Legislativo o apoio que recebeu ao longo de sua carreira, em seguida foi cumprimentada e elogiada por seus relevantes serviços prestados sendo destacada por sua dedicação, empenho como

pessoa e servidora pública. Na manhã de sexta-feira,28, novamente ela recebeu cumprimentos, do prefeito Mauro Zanin e do viceprefeito Márcio da Silveira que enalteceram o seu trabalho na Prefeitura e na comunidade.

çavam embalados pela bonita voz de Quincas, cantando músicas do cancioneiro brasileiro. As aniversariantes são pessoas muito queridas nos meios assistenciais, onde executam trabalho maravilhoso, e na sociedade paraisense pelos seus méritos intelectuais e personalidades brilhantes. O bolo comemorativo foi servido com delicioso sorvete. Foi uma festa linda na tarde de 23 de setembro, pertinho da primavera, estação das flores. Parabéns.


1348940578