Page 1

ALFENAS, SÁBADO, 31 DE MAIO DE 2014 - EDIÇÃO Nº 2985

Vestibular da UNIFENAS será amanhã Galvone Oliveira

A UNIFENAS aplicará, amanhã, domingo, 1º de junho, a Prova Tradicional nas cidades de Brasília, Campinas, Curitiba, Goiânia, Salvador, São Paulo e nos câmpus da Universidade em Alfenas, Belo Horizonte, Campo Belo, Divinópolis, Poços de Caldas e Varginha. Serão quatro horas de avaliação e o resultado será divulgado no site da Universidade (www.unifenas.br), no dia 9 de junho.

CIDADE - PÁG. 9 Vestibular da UNIFENAS, amanhã, terá prova tradicional

Restaurante popular em dificuldades Desde o ano passado o restaurante popular de Alfenas está passando por dificuldades financeiras. Mesmo com o repasse feito pela Prefeitura, em dia e duas vezes ao mês, para ajudar no pagamento dos funcionários e fornecedores, a administração do local está com problemas para quitar as contas. Tanto que na semana passada a Cemig cortou o fornecimento de energia elétrica por falta de pagamento; o reestabelecimento do serviço foi feito no dia seguinte. O secretário municipal de Meio Ambiente, John Strauss, diz que desconhece o problema e afirma que nenhuma reclamação por parte do administrador do local foi levada ao seu conhecimento.

Três comissários fiscalizam, principalmente nos fins de semana, o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), em Alfenas e Serrania, nos estabelecimentos comerciais e também as festas promovidas nas cidades. Desde abril, eles têm um novo veículo para auxiliar na missão.

CIDADE - PÁG. 6

Antônio Carlos Lopes faz palestra e lança livro

O restaurante popular de Alfenas passa por dificuldades financeiras

O compêndio “Clínica Médica: Diagnóstico e Tratamento”, de Antônio Carlos Lopes (FOTO), será lançado na quarta-feira, dia 4 de junho, na UNIFENAS, com palestra do autor às 19h30, no Auditório professor Edson Antônio Velano. A coletânea, composta de seis volumes, abrange atualizações de todas as áreas da medicina, e está sendo considerada um importante marco na literatura médica no Brasil.

CIDADE - PÁGS. 10 E 11

Metade dos brasileiros acima do peso Venício Scatolino Divulgação

O Ministério de Saúde divulgou uma pesquisa sobre os números da obesidade no Brasil, já considerada uma epidemia. Entre 2001 e 2011, o número de mortes causadas por consequência do excesso de

CIDADE - PÁG. 7

CMDCA ganha veículo para proteger o ECA

NA UNIFENAS

Centenas de carros e motos serão leiloados

Visitação aos veículos que serão leiloados vai até amanhã A visitação para inspeção visual dos veículos que serão leiloados nos dias 3, 4 e 5 de junho, termina amanhã, domingo, no pátio credenciado do Detran, localizado no bairro Vila Teixeira. O leilão será re-

alizado no Espaço Z Hall, localizado na Rua Caiabis, também na Vila Teixeira, com início às 9h30 em todos os dias. Aproximadamente mil veículos serão leiloados.

CIDADE - PÁG. 6

peso aumentou três vezes. Outra pesquisa mostrou, pela primeira vez em oito ano, que o percentual de excesso de peso e obesidade se manteve estável. Os números são assustadores.

CIDADE - PÁG. 5

A fita métrica tem sido bastante utilizada pela maioria dos brasileiros que estão acima do peso

Chapadão começa a decidir Regional O Esporte Clube Chapadão vai à cidade de São João Del Rei amanhã, domingo, para o primeiro jogo da decisão da Copa Regional de Futebol Amador. O time de Alfenas viaja 230km para enfrentar o Athletic Club, a partir das 15h30, no estádio Joaquim Portugal. O volante Eduardo Mamão,

suspenso, não poderá jogar; Alexandre Coelho cumpriu suspensão automática e volta à equipe. É provável que o treinador Uarli Christi conte com Léo Mineiro para esta primeira partida. Também deverá contar com Evander Bodinho e todo o restante da equipe. No próximo domingo, dia 8, o

segundo jogo da final será em Alfenas, às 14h30.

ESPORTE - PÁG. 19

Opinião......................2 e 3 Cidade.......................5 a 14 Polícia..............................15 Esporte......................16 a 19 Geral..........................20 a 23 Editais..........................23 e 24 Esta edição: 24 páginas


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

2 Editorial PADRE HOMERO HÉLIO DE OLIVEIRA, pároco da paróquia de Nossa Senhora de Fátima

Peso pesado Todo gordinho é simpático. Pode até ser, mas também pode ser uma bomba relógio ambulante, tamanhos são os problemas que a obesidade pode acarretar. Está na hora de parar de associar “fofura” a pessoas com sobrepeso ou obesas. Fofura deve estar mais associado à simpatia, meiguice e bom humor. É claro que não estamos falando aqui que todos devem ser magros pelo padrão de modelos famosos. Trata-se de não deixar gordura acumulada, em excesso e sem controle. Todos nós sabemos que a obesidade pode levar a uma longa lista de doenças, muitas delas podendo ser evitadas. Todos nós também sabemos o que é preciso fazer: comer menos, incorporar alimentos ricos em fibras e pobres em gorduras e carboidratos na dieta, fazer uma atividade física. Em resumo, não podemos exagerar. Obviamente existem pessoas acima do peso que não apresentam doenças, ao menos aparentemente. Mas elas são apenas as exceções. A regra geral é que, em algum momento da vida, as consequências virão, e não serão boas. Estudo mostra que exatamente a metade de população está acima do peso. Ora, isto é facilmente detectado nas ruas. O que mais encontramos são pessoas com pneuzinhos à mostra ou disfarçados. O número de obesos também assusta (veja matéria na página 5 desta edição). Aí o perigo é maior ainda. Além de todos os problemas físicos, estas pessoas ainda sofrem com outros transtornos que não podem ser desprezados, como baixa autoestima, depressão e isolamento social. Além disso, muitos são motivos de risos, chacotas e preconceitos. Há sempre no noticiário um obeso impedido de trabalhar pelo simples fato de ser obeso. Outro que não pode viajar de avião porque “ocupa muito espaço” etc. Sem contar a fama de glutão que os mais cheinhos carregam. Então, “borá lá” comer melhor e com mais critério e caprichar nas caminhadas, pedaladas, natação, academia... Na feira livre, você consegue comprar frutas, legumes e verduras da estação por um preço muito baixo que um bife gordo.

Jornal dos Lagos Publicação da UNIFENAS. Órgão oficial de publicações de editais do Fórum de Alfenas. EDITOR: Valdir Cezário - Reg. 6.321 - DRT-MG - EDITORAÇÃO GRÁFICA: Paulo Henrique Corsini. REDAÇÃO E PUBLICIDADE: Rua Bias Fortes, 191 Centro - CEP: 37.130-000 - ALFENAS-MG TELEFAX: 35 3299-3878 PUBLICIDADE (fone): 35 3299-3892. Home page: www.jornaldoslagos.com. br - e-mail: jlagos@unifenas.br

Impresso em offset, na Arte Gráfica Atenas Ltda *** As idéias e os conceitos emitidos em artigos assinados não representam necessariamente a opinião deste jornal, sendo de exclusiva responsabilidade dos autores ***

A última etapa das missões No domingo passado tivemos as solenidades da bênção e levantamento do Cruzeiro Missionário nas comunidades onde se realizaram as missões. Foi a implantação de um marco assinalando o final da terceira etapa missionária. Muitos podem pensar que seria então o final das Santas Missões. Pelo contrário, não terminaram com encerramento da terceira etapa. É para começar um novo tempo, nova evangelização, consolidação e reestruturação da paróquia em setores missionários. Direcionar as atividades dentro dos cinco níveis do Ser-Igreja: Igreja-família; Igreja-Setor Missionário; Igreja-Comunidade; Igreja-Paróquia e Igreja-Diocese. Continuando a ação missionária, o setor missionário deverá transformar-se em uma fraternidade viva e eficaz, em

uma futura comunidade eclesial. No empenho pós-missão de perseverança, alguns missionário ainda retornarão, uma ou mais vezes, para reanimar os setores e as mesmas comunidades. Ação que estreita o relacionamento entre os missionários e as pessoas que participaram da Santa Missão. A continuidade das missões se consolida especialmente na atuação dos setores missionários, que, terminadas as três primeiras fases iniciais das Santas Missões, procurarão transformar-se em pequenas comunidades de base que estarão dedicadas em unir a fé com a vida das pessoas, como também a vida com a ação e esta com a oração. “Esta ação missionária dos setores será realizada nos momentos fortes de oração e reflexão do calendário litúrgico e na participação na vida

da comunidade. Finalmente, unidos em um só rebanho, ao redor de um só pastor, caminharemos seguros e esperançosos rumo aos ‘Novos Céus e Nova Terra’”.

A continuidade das missões será assegurada assim pelos grupos de base que continuam promovendo as reuniões de famílias para a oração em comum, para a reflexão bíblica, fomentando a amizade, o conhecimento mútuo, o interesse pelos problemas comuns de todos. O direcionamento das atividades missionárias a partir de então visa levar o povo à conversão fundamental, à comunhão e participação na própria Igreja. O encontro das pessoas com o amor de Deus e com os irmãos certamente trará a redescoberta de muitos valores morais e religiosos até então desconhecidos e perdidos.

RONALDO SABÓIA, Compositor intérprete e instrumentista - Alfenas – MG E-mail: ronaldosaboia@alfenas.psi.br

Quanto à Copa do Mundo! A Copa do Mundo está chegando; e junto, a preocupação, a tensão, os comentários pessimistas em relação a movimentos de baderneiros que poderão ocupar as ruas durante os jogos. O povo ordeiro cobra e reclama por mais saúde, transporte, segurança, respeito pela ordem e pelo bem público. Mas isso os ordeiros já clamam há séculos! Já os baderneiros, promovem arruaças sem nem mesmo saber o que querem ou porque clamam. São simplesmente tolos, arruaceiros! Sabemos que não são poucas as reclamações do povo brasileiro e, consequen-temente, as preocupações das polícias e das forças de seguranças governamentais diante das ameaças e reclamações. Mas o que vejo, na verdade, é um povo, uma parte da nação sendo manipulada e se deixando se levar pela onda do momento. Momento em que o país atravessa várias mudanças, principalmente no que diz respeito à inclusão social. Muito se critica na mídia e nas redes sociais o governo fazendo comparação da Copa com a realidade brasileira, mostrando todas as mazelas sociais. É a oposição hipócrita que não aprende mesmo fazer oposição criativa, honesta e correta. E o que vemos, na verdade, é uma oposição burra, boba e maldosa que busca ganhar o governo com força bruta e burra e querem incutir na cabeça do aficionado povo brasileiro a ideia de que o governo brasileiro atual é o culpado por todo mal que há na terra. Oposição burra, fraca, desonesta que já teve o poder nas mãos e perdeu por pura incompetência; e vão perder as eleições mais uma vez

porque não sabe articular, trabalhar projetos e acaba por não convencer ninguém, não convence porque vemos neles o tipo de políticos sujos. É o sujo falando do mal lavado, porco falando do toucinho. Gente, minha gente! Abram os olhos quanto a essa enxurrada de críticas ao nosso governo. Gente, nós sabemos que esta Copa no Brasil não chegou numa boa hora; mas sabemos também que a saúde, a educação, a segurança, a corrupção e muitos outros malefícios sociais já se arrastam em nosso país por décadas e décadas. Década pela qual também passaram governos até mais corruptos do que o atual, se assim podemos julgar o atual governo. Lembro-me que há décadas passadas o nosso país era assaltado nos cofres públicos e o povo brasileiro não ficava sabendo de nada. Corrup-ção no Brasil sempre existiu e isso não é de hoje. Há décadas passadas o pobre estava totalmente fora do es-quema, e bem diferente do que é ho-je. O que falta no Brasil é uma gestão pública compromissada com a verdade, com a transparência e que resolva de fato a necessidade do povo. Então, minha gente, o que não pode é o povo deixar se levar pelo som da batida do tambor no momento, onde há interesses políticos por trás, tentando tumultuar ainda mais a situação. Há um agito maldoso por parte dos opositores ao governo que querem ver o pior acontecer durante a Copa. Só não vê quem não quer! Tem pessoas, principalmente no âmbito político, que busca tirar proveito do momento a qualquer custo, mexendo com o emocional

da população que muitas vezes não percebem o quanto são manipulados pela mídia e por alguns oportunistas de plantão interessados nessa onda do momento. A Copa já está para acontecer e o povo brasileiro gosta de futebol. Portanto, povo brasileiro, curta a Copa numa boa! Não entre nessa péssima jogada política de oposição ridícula que quer somente tirar proveito da ocasião. Como já disse, os problemas sociais existem; e pensamos que somente a vontade política e a coragem dos bons poderão sim, salvar e proteger o povo brasileiro de suas mazelas. Mas acredito que se essa Copa fosse realizada em um ano sem eleições no Brasil o foco, os planos e a aceitação popular seria outra. Muitas coisas já foram ditas por personalidades nacionais e até internacionais, que causaram para as mesmas, terríveis estragos sociais e pessoais. Citamos como exemplo Ronaldo, o Fenômeno. Queremos dizer que não concordamos com as palavras dita pelo ex-jogador de futebol do jeito que ele colocou a situação. Ele disse: “Não se faz Copa do Mundo com hospitais”. Concordo que ele foi infeliz em seus dizeres, mas devo dizer que vejo em seus comentários um despreparo para argumentação. Na verdade, percebe-se que não era realmente o que ele queria dizer. Simplesmente, ele foi infeliz na sua fala, na sua colocação! Então, minha gente! O Brasil vai entrar em campo, vamos arrancar aquele grito de ‘é goooool do Brasiiiillll’. Bom fim de semana minha gente amiga e de paz! Deus seja louvado!


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

3 WALDIR DE LUNA CARNEIRO Teatrólogo

ACOLHER A LUZ - “O rio não poderia mais correr, se rejeitasse a fonte; a luz não poderia mais brilhar, se recusasse o esplendor do sol. Não podes viver plenamente, se rejeitas o Cristo; tens necessidade de que circule em ti a vida triunfante que circula nEle. Esta vida se chama: Graça.” (Gustave Thibon) - “Senhor, faze-me transparente como cristal para transmitir a tua luz.” (Katherine Mansfield) MENTIRA - “Só a mentira é forte e se impõe ao espirito dos homens graças à sua fascinação, à sua diversidade, à sua arte de distrair, lisonjear consolar.” (Anatole France) É a principal arte das ditaduras. ESTADOS UNIDOS - “Podem chamar o sistema norte-americano de americanismo do que quer que seja. A verdade é que ele proporciona grandes oportunidades para todos.” (Al Capone) - “Nos Estados Unidos qualquer um pode se tornar presidente. Este é o problema.” (George Carlin, humorista, - Do livro de Paulo Buchsbaum) BUSCA DO SUCESSO - “Certos produtores de televisão dão tanto em cima das artistas que deveriam receber o ordenado de reprodutores.” (S.Ponte Preta) REFLEXÕES - “No Brasil não há reflexão cultural, não há crítica, não há debate informado. Temos horror pelo conflito, pela iniciativa, pelas ideias. Queremos ser amados e resolver tudo na boa. Vivemos na cultura do consenso. Os meios de comunicação do Brasil não passam de repetidoras de consenso. Como Narciso, a imprensa está apaixonada pelo que vê. Qualquer sinal de ideias destoantes, de conflitos, de vida inteligente é abandonada tão rapidamente quanto possível.” (Olavo de Carvalho, filósofo, no livro “A longa marcha da vaca para o brejo.”) MINEIRO - “O mineiro é assim: ele nunca toma uma decisão que pode ser transferida para outra pessoa.” (desconhecido) VELHICE - Uma frase de Orson Welles falando de John Ford. E que sempre gostamos de repetir: “O inimigo da vida é a meia idade. A juventude e a velhice é que são as grandes fases da vida. Nós precisamos dar valor à velhice, de atuar na velhice, em vez de mandá-la passear.” (Peter Bagdanovich no livro “Afinal quem faz os filmes?”) PEÇAS DE TEATRO - “Só pelo paladar é que se prova a qualidade de um manjar, o que significa que ele só é manjar quando é ingerido com prazer e tem qualidades alimentícias. E o mesmo se passa com peças de teatro. Uma peça de teatro é uma obra literária a respeito de um segmento de vida, escrita de forma a transpor a ribalta, e forma a dizer o que tem a dizer no teatro. Esse será seu único teste. O que consegue passar essa prova é uma peça, boa ou má. É uma peça no sentido de serem suas ideias seu conteúdo, expressados em termos de teatro (relação de espaço, elemento de tempo, valores orais, o ator como instrumento etc.), que são distintos dos da literatura.” (Stark Young) FELICIDADE - “Há uma época na vida, infância ou velhice, em que a felicidade está na caixa de bombons.” (Carlos Drummond de Andrade)

ILMA MANSO VIEIRA - Bacharel em Filosofia mansur@pitnet.com.br

“Para sempre jovem” A revista Filosofia, no seu número 92, publicou um interessante artigo do PhD em Filosofia da Mente, João Fernandes Teixeira, onde o autor analisa a questão do “para sempre jovem”. “Velhice e longevidade são assuntos que desde a antiguidade, sempre foram abordados pelos filósofos”. Na última década, esses assuntos passaram a ser tratados por um grupo de pensadores, os “transhumanis-tas”, que vem revelando novas descobertas científicas, novos caminhos para prolongar a vida humana por meio de intervenção no “código genético e de outras terapias sofisticadas”. O movimento cultural e intelectual procura o bem estar e aprimoramento da condição humana. A Medicina hoje, quando tem um viés holístico, vê o homem de forma diferente e vem contribuindo para que ele viva mais e melhor. Viver melhor é, também, produto de esforço de uma grande variedade de conceitos que vem ajudando o homem a tomar consciência de que ele é, de o quanto a saúde é importante, e de que se deve mudar na alimentação, fazer exercícios, mudar hábitos e tantas outras descobertas. Nos dias de hoje os idosos estão correndo para as academias, dançando, viajando e festejando a ‘segunda juventude’. Dizem os especialistas da área de saúde, que a “má saúde é questão de estilo de vida”. Grande parte dos problemas da velhice pode ser prevenida ou adiada. Os recursos avançam. Um camponês europeu no século XII, não vivia mais do que 30 anos, e hoje, um camponês, também eu-

ropeu, vive 50, 60 anos ou mais. Por quê? Pelas conquistas da melhoria de vida. Será que o homem quer viver tanto mais? O crescimento da população idosa é preocupante. Como serão amparados os velhinhos que chegarão aos 140 anos? Sustentar a população idosa num futuro próximo, irá sobrecarregar os jovens, cada vez em menor número, tendo em vista o declínio da natalidade. A ciência avança e procura alcançar uma maioria de idosos acima dos 80 anos, física e mentalmente ativos, sem os problemas de saúde que hoje invalidam os longevos. De que adiantaria viver 120 - 140 anos, se nos últimos 20, 30, 40 anos, for em cima de uma cama, já que a velhice é inevitável. Neste caso, é preferível viver menos. Diz o artigo de João Fernandes: “Será que, em um futuro, teremos uma guerra de extermínio aos idosos...?” Por outro lado, o idoso que assume algum trabalho remunerado, para melhorar a sua condição de aposentado pela Previdência Social, ou mesmo aquele trabalho voluntário, ele teria essa ocupação como objetivo principal de vida e seria útil. Mantendo-se ativo, ele não precisa encarar o vazio da existência. O trágico é quando as limitações da idade o impedem de qualquer atividade, principalmente a de cuidar de si mesmo. Ele se dá conta de que não trabalhar, não ter mais o que fazer, não conseguir resolver, sozinho, pequenas tarefas diárias nem por prazer ou por hábito. Nem mesmo para matar o tempo não é solução

para nenhum problema. Que infeliz longevidade! Afinal, idade avançada é vitória ou derrota? Se considerarmos que viver é um presente, e que seguimos o curso normal das leis naturais que caem sobre nós, podemos considerar uma vitória atingirmos uma longa idade cronológica. A longevidade será derrota se o nosso corpo tornar-se um fardo pesado demais pelas idades biológica e psicológica. Ou pelas duas. É pior ainda, quando ambas sofrerem desgastes irrecuperáveis, ai entra o preconceito e o medo traumático pelo envelhecimento, considerando a longevidade uma punição. Na educação é importante ajustar o jovem à sociedade; e a sociedade ajustar-se ao idoso. Nos países de primeiro mundo, a sociedade derrama afeto e cuidado aos mais velhos, e isto traduz em verdadeiros tesouros de um povo consciente com os seus deveres. Os jovens respeitam os velhos na certeza de que na sua velhice serão também idosos felizes. É maravilhoso verificar uma sociedade pronta para prover as necessidades: material, psicológica e espiritual dos mais velhos. Os anos da velhice nos possibilitam a redescoberta dos valores superiores que deixamos de perceber, e os insigths que faltaram para a sabedoria. Devemos entrar na velhice como o voo arrebatador de águia e deixar explodir no peito um potencial adormecido, enclausurado. É um renascer para colocar-se num caminho novo. É um viver para novas descobertas. É viver na nossa própria intimidade.

MÔNICA NAVES BARCELOS Farmacêutica Bioquímica Mestrado - Universidade Federal de Lavras (UFLA) monicanavesbarcelos@yahoo.com.br

O otimismo em nome da saúde física, mental e social Acredito que a vida deve ser encarada de maneira positiva. Devemos enxergar as dificuldades como desafios. Isso, sem dúvida, nos garante mais saúde e longevidade. O otimismo dificilmente permite que sejamos dominados pelo stress e ansiedade. É fato que problemas fazem parte da vida de todos nós. Eles podem até ser diferentes, mas a intensidade do “sofrimento” pode ser a mesma. Não devemos ignorá-los, mas sim acreditarmos que temos a capacidade de resolvê-los, que o futuro nos reserva boas perspectivas e que é sempre possível encontrarmos soluções para as adversidades.

O otimismo torna a vida de qualquer pessoa mais saudável. Há pesquisas científicas que demonstram que quem pensa positivo tem mais saúde. Acho que é possível sermos realistas e otimistas ao mesmo tempo. Para tanto, é necessário analisarmos as circunstâncias, avaliarmos os riscos e buscarmos saídas para conclusões positivas, sem perdermos o entusiasmo e a esperança diante de obstáculos. Portanto, se desejamos saúde e vida longa, temos que “afrontar” de forma positiva todos os acontecimentos de nossas vidas, “abraçando” o mundo a partir de uma

perspectiva otimista, confiante de que grandes coisas estão por vir!


sábado, 31 de maio de 2014

4

Visitas ilustres Venício Scatolino

Alunos do pré de cinco anos do Graal (Cemei Ararinha Azul) visitaram a redação do Jornal dos Lagos (FOTO) na quinta-feira, dia 29, acompanhados pelas educadoras Adriana, Vilma, Amanda e Ana Paula. As crianças formam as turmas Monteiro Lobato e Pequenos Poetas da escola. Além do JL, elas - que estão montando um jornal - visitaram as rádios Atenas e Cultura e a TV Alfenas.


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

5

UM RISCO À SAÚDE Mortes por excesso de peso

Divulgação

triplicaram em dez anos Divulgação

Marilson Ottoni Reportagem local

N

o final de abril, uma pesquisa produzida com base em informações do Datasus (sistema de registro de informações oriundas do Sistema Único de Saúde, o SUS) revelou que o número de mortes em razão do excesso de peso triplicou no país entre 2001 e 2011. O Ministério da Saúde também apresentou os resultados de um levantamento mostrando que, pela primeira vez em oito anos, o percentual de excesso de peso e de obesidade no país se manteve estável. De acordo com o governo, 50,8% dos brasileiros estão acima do peso, sendo 17,5% deles obesos. Coincidentemente, o endocrinologista brasileiro Walmir Coutinho acaba de assumir a presidência da Federação Mundial de Obesidade, instituição que congrega 30 mil especialistas, de 53 países, empenhados no combate à obesidade, doença tratada como epidemia pela comunidade científica. Ele fica no cargo até 2016. Na semana passada, Coutinho dedicou atenção à análise de dois novos dados divulgados a respeito da evolução e da consequência da obesidade no Brasil. Para Coutinho, os dados dão uma dimensão do problema. O primeiro, sobre a mortalidade, está inclusive subdimensionado. E o segundo, embora positivo, esconde algo sério: o crescimento da epidemia entre os mais pobres. Por isso, na opi-

É preciso andar em dia com a balança: excesso de pesso é um risco contra a vida Divulgação

Venício Scatolino

A endocrinologista e professora da UNIFENAS, Lúcia Tinasi Goulart destaca para o cuidado com a alimentação das crianças nião do endocrinologista, o desafio contra a obesidade é tão grande que exige o envolvimento de governos e sociedade. “De que adianta informar

uma pessoa de renda mais baixa da necessidade de comer mais frutas, verduras e legumes se isso não cabe no orçamento dela?”, questiona. Ele defende a

criação de impostos sobre as comidas gordurosas e que o dinheiro seja usado para subsidiar os alimentos saudáveis, iniciativa adotada recentemente no México. “Se nada for feito, podemos nos tornar a nação mais obesa do mundo”, afirma. Para a endocrinologista e professora da UNIFENAS, Lúcia Tinasi Goulart, o grande problema entre as pessoas é o estilo de vida. “São inúmeros os fatores que contribuem para a obesidade, uma alimentação errada, por exemplo. Hoje, as pessoas não comem em casa; então, não têm tempo para preparar sua refeição com calma e do jeito correto. A maioria apela para o fast food, um veneno dos dias atuais”, destaca a especialista. Ela se preocupa principalmente com o estilo de vida das crianças de hoje. “Temos um problema sério, as crianças não brincam mais na rua. Ficam em casa, no computador ou na televisão; e isto é grave”. O presidente da Federação Mundial de Obesidade alerta que as pessoas não morrem por causa da obesidade diretamente. “Morre-se porque a obesidade leva ao diabetes, ao infar-to, ao acidente vascular cerebral. Ela está associada inclusive a doenças como o câncer de mama. Há uma estimativa nos EUA de ocorrência de

Preocupação com a gordura abdominal deve ser uma constante no dia-a-dia 300 mil mortes por ano em consequência do excesso de peso. Em uma comparação para a América Latina, chegou-se a 200 mil mortes anualmente, sendo cerca de 80 mil óbitos no Brasil”, aponta o médico Walmir Coutinho. A médica de Alfenas orienta que as pessoas procurem uma orientação médica adequada. “Não existe milagre para emagrecer. Basicamente, é ter uma alimentação correta e atividades físicas. Sempre com a

orientação também de um nutricionista”, orienta Lúcia Tinasi. Questionado sobre como enfrentar esta epidemia da obesidade, o endo-crinologista Walmir Cou-tinho taxa: “podemos comparar com o desafio enfrentado hoje para controlar o aquecimento global. O problema chegou a um ponto tal que só será possível resolvê-lo com o envolvimento da sociedade como um todo, incluindo aí os governos de cada país e a comunidade científica.

TJMG inocenta Cemig Da Redação

O

TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) isentou, no último dia 27, a Cemig de qualquer culpa pelo acidente acontecido no pré-carnaval de Bandeira do Sul, em fevereiro de 2011. Dezesseis pessoas morreram e muitas ficaram feridas. A decisão foi tomada em segunda instância, após julgamento de recurso de

apelação. Segundo a polícia, uma serpentina metálica lançada por um folião provocou um curto-circuito. O tribunal entendeu que o acidente foi causado por terceiro e não pela Cemig. A empresa havia sido condenada em 1ª instância a pagar R$ 255 mil a cada familiar de vítima por danos morais. A Cemig recorreu e agora obteve vitória em 2ª instância.


sábado, 31 de maio de 2014

6

Venício Scatolino

ÚLTIMA CHANCE Termina amanhã a visitação aos lotes de veículos que serão leiloados Denise Prado Reportagem local

A

2ª Delegacia Regional de Polícia Civil, com sede em Alfenas, realizará mais um leilão de veículos, nos dias 3, 4 e 5. A visitação para inspeção visual dos veículos termina amanhã, domingo, no pátio credenciado do Detran (Departamento de Trânsito de Minas Gerais), localizado no bairro Vila Teixeira. O leilão será realizado, como no ano passado, no Espaço Z Hall, localizado na Rua Caiabis, também na Vila Teixeira, com início às 9h30 em todos os dias. Aproximadamente mil veículos estarão sendo leiloados. A organização é da Delegacia Regional de Alfenas, Detran/MG e da empresa Mapa - responsá-

vel pelo guincho e guarda de veículos apreendidos. Desta vez, o presidente da Comissão de Leilão será o Delegado Geral de Polícia Civil, Charles Khouri. Segundo informações da empresa Mapa, a expectativa é de que cinco mil pessoas visitem o pátio credenciado pelo Detran. No último fim de semana e empresa computou cerca de 1.500 visitantes. O último leilão realizado foi no ano passado e, na época, mais de 600 veículos, entre motos e carros, foram leiloados. Assim como em outros leilões, os veículos automotores foram classificados e separados em lotes como “sucatas” (para desmanche) e “recuperáveis” e “avaliados”. Além disso, todos os automotores foram pes-quisados os

impedimentos judiciais e administrativos vinculados a inquéritos policiais, processos judiciais e cadastrados junto ao sistema eletrônico chamado Sial (Sistema de apreensão, liberação e leilão de veículo). De acordo com o edital, no dia 3 de junho serão colocados à venda os veículos recolhidos no pátio, compreendendo os lotes de número 1 ao de número 350. No dia 4, quarta-feira, serão vendidos os lotes de 353 ao número de 650 e, no último dia, de 651 ao 1119. Para a realização deste leilão, todos os veículos foram vistoriados com retirada do chassis, motor, características, e classificados como recuperáveis, sucata e avaliados. Além disso, foram pesquisados

As motocicletas são as mais cobiçadas em um leilão e os preços variam de acordo com a classificação entre sucata e recuperável os impedimentos judiciais e administrativos vinculados a inquéritos policiais, processos judiciais e cadastrados junto ao sistema eletrônico chamado Sial.

Veículos Os veículos deste processo de leilão são auto-motores apreendidos e recolhidos no pátio, discriminados individualmente, constando o valor de avaliação de cada um e a sua condição (se sucata ou

recuperável). O veículo considerado “recuperável” poderá voltar a circular, desde que o arrematante tome todas as providências necessárias, no prazo e forma exigidos pelo Código Brasileiro de Trânsito. Já o considerado “sucata”, ou seja, irrecuperável ou definitivamente desmontado não poderá voltar a circular, a “baixa” será requerida pela Autoridade Policial - no caso o presidente da Comissão de Leilão.

Outra informação é a de que não há ônus para o arrematante, exceto o DPVAT anterior à arrema-tação, no estado de conservação em que se encontram, não cabendo, em nenhuma hipótese, ao Estado de MG, qualquer responsabilidade quanto à conservação ou reparo do veículo. Por estas razões, é assegurado a todo o interessado o direito de inspecionar, todos os veículos automotores, nos dias e horários estipulados pelos organizadores.

Comissários da CMDCA: carro para fiscalização Foto: Paulo Henrique Corsini

Foto: Venício Scatolino

Marilson Ottoni Reportagem local

O

Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Alfenas (CMDCA) adquiriu, através de recursos do Fundo da Infância e do Adolescente (FIA), um veículo para fiscalizar o cumprimento das normas do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) em estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes, cinemas, além das inúmeras festas, onde é proibida a entrada de menores de 16 anos e também a venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos. Anteriormente, os três comissariados utilizavam veículos emprestados pela Prefeitura de Alfenas. O trabalho é realizado tanto em Alfenas quanto em Serrania. “Era uma reivindicação antiga dos comissários que, até há pouco tempo, utilizavam seus próprios carros, principalmente durante eventos realizados nas duas cidades. Nós

A presidente do CMDCA, Maria Aparecida Maciel e o conselheiro Danilo da Silva afirma que solução para tirar menores da violência é o emprego O carro é adesivado com várias informações, inclusive com o disque denúncia, com garantia de anonimato chegamos a utilizar uma ambulância para fazer este exercício, criava até algumas confusões porque as pessoas achavam que alguém estava passando mal na festa”, lembra a presidente do conselho, Maria Aparecida Maciel. Normalmente, a fiscalização começa na quinta-feira e se estende até domingo, principalmente, para fiscalizar festas que solicitam o alvará de fun-

cionamento, chegando ao conhecimento do juiz, que repassa para os comissários a lista de locais que devem ser fiscalizados. “Temos muito trabalho porque são muitas festas na cidade. Infelizmente, a grande maioria dos barzinhos e restaurantes vende bebida alcoólica para menores, o que é proibido por lei. Se cumprissem a lei, melhoria e muito nosso trabalho”, desabafa Maria

Aparecida Maciel. O estabelecimento comercial ou os organizadores das festas são multados quando menores são flagrados bebendo.

Maioridade Penal Há algum tempo, motivado por crimes hediondos provocados por menores de 18 anos, setores da sociedade pedem pela diminuição da maioridade pe-

nal para 16 anos. Com nove anos de experiência na área, o conselheiro Danilo da Silva, que já foi presidente do CMDCA e a atual presidente, que trabalha há cinco anos protegendo crianças e adolescentes de Alfenas, são contrários. “O adolescente nesta idade ainda está em formação e muitos não têm vínculo familiar. As autoridades têm que se preocupar em arrumar emprego para

estes jovens. Já atendi alguns jovens que se conseguissem emprego na época, não voltariam para a criminalidade”, ensinam os conselheiros. O cidadão pode e deve denunciar qualquer situação de risco de uma criança ou adolescente. Ele pode ligar para o telefone do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Alfenas - 3698-2211.


sábado, 31 de maio de 2014

7

DIFICULDADE FINANCEIRA ameaça

Arquivo/Venício Scatolino

funcionamento do restaurante popular Fotos: Venício Scatolino

Cláudia Cabral Reportagem local

O

restaurante popular de Alfenas ainda continua com dificuldades financeiras para manter-se aberto. De acordo com o administrador do local, Ivair Antunes, mesmo com o repasse feito pela Prefeitura, a situação não é das melhores como ocorria na época que foi inaugurado - há quatro anos. É necessária ainda a reforma do prédio uma exigência feita há sete dias pela Vigilância Sanitária do município. Na semana passada, um leitor do Jornal dos Lagos, que não quis se identificar, entrou em contato com a redação relatando a situação precária do restaurante popular. Segundo ele, a qualidade do serviço prestado no local vem caindo desde que foi inaugurado. Relatou também que na segunda-feira, dia 19, a energia elétrica foi cortada por falta de pagamento. E a situação foi normalizada depois que a dívida com a Cemig foi quitada no dia seguinte. A crise pela qual passa o restaurante popular de Alfenas culminou com a suspensão do serviço em agosto do ano passado. Funcionários fizeram uma manifestação e, por meio de cartazes, cobraram o pagamento do salário atrasado que era referente ao mês de julho. O administrador relata que o restaurante não recebe repasse do Governo Federal. O valor com a folha de pagamento dos funcionários, bem como o pagamento com fornecedores, é proveniente de uma verba municipal com base no número de refeições servidas. O repasse é feito todo final de mês e, conforme Ivair Antunes, o município está em dia com a transferência. Durante a administração anterior esse repasse de verba era feito em duas parcelas: a primeira delas no quinto dia útil para quitação da folha de pagamento e o restante até o final de mês. A atual gestão passou a quitar a dívida uma vez por mês. Contudo, hoje os cerca de R$ 30 mil está sendo repassados em duas parcelas para ajudar no pagamento de funcionários e fornecedores. No ano passado a situação financeira piorou porque ocorreu um atraso no repasse e para complicar a

Ministro Patrus Ananias serve refeição no dia da inauguração do restaurante popular

Quatro anos em março

Assim que foi inaugurado eram servidas 1.500 refeições por dia; hoje, esse número não passa de 900 Administrador do restaurante, Ivair Antunes, relata que mesmo com repasse da Prefeitura dificuldades financeiras continuam

atual gestão herdou da administração anterior uma dívida de cerca de R$ 200 mil com o restaurante. Na época, ficou acertado que a quitação da dívida seria feita em 36 prestações a partir de janeiro de 2014. Devido à retenção do valor da dívida atrasada, a empresa foi obrigada a trabalhar com o estoque do dia. E isso tem influenciado na qualidade da alimentação servida. Na época cogitou-se também o fechamento do restaurante popular, mas de acordo com o administrador, foi apenas boato. Porém, nove meses se passaram e a situação financeira do local continua complicada. A direção está tentando negociar o aumento do valor do repasse feito pelo município que hoje é de R$ 1,50 por cada refeição. Para se ter uma ideia no restaurante popular de Poços de Caldas o repasse feito pelo Governo Federal é de R$ 3,50 por refeição. Entretanto, a situação do restaurante de Alfenas é diferente, pois na época que foi aberto o Executivo local conseguiu convencer o então ministro Patrus Ananias de que Alfenas é um polo estudantil e de saúde. Além dos seus mais de 70 mil habitantes, o município conta com uma população flutuante de estudantes e pacientes do SUS que chega a 100 mil pessoas, exigência feita para uma cidade conseguir um restaurante popular.

Prédio do restaurante popular pertence ao município que repassa mensalmente uma verba para ajudar nas despesas Além da população de Alfenas, o restaurante atende moradores de 28 municípios que fazem parte do Cislagos (Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Municípios da Região dos Lagos do Sul de Minas Gerais) que buscam atendimento médico. Atualmente, são servidas diariamente 900 refeições no almoço. Contudo, informa o administrador do restaurante, que há prejuízo no jantar e café, pois, nestes dois casos não há repasse municipal. Além dos problemas financeiros, a Vigilância Sanitária determinou uma reforma no local. Ivair Antunes informa que solicitou da Prefeitura me-

lhorias a serem feitas no prédio por conta do município. De acordo com administrador, o Ministério do Desenvolvimento Social disponibilizou uma verba de R$ 350 mil para as melhorias no telhado, pintura e compra de equipamentos novos. Porém, o município perdeu esse dinheiro porque, segundo Ivair Antunes, faltou a contrapartida. Segundo ele, desde que foi aberto em 2010 não foi feita nenhuma reforma, apenas pequenas melhorias. No ano passado, a empresa teve que demitir três funcionários. De 23 pessoas passou-se para 20 e atualmente são 16 pessoas trabalhando no local.

O restaurante popular de Alfenas foi inaugurado no dia 23 de março de 2010. Na ocasião, em dias de maior movimento, passavam pelo local cerca de 1.500 pessoas. Entre elas, trabalhadores, estudantes e pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) vindas de municípios vizinhos para se tratarem na cidade. O restaurante popular recebeu o nome de “Zélia de Assis Canavez”, em homenagem à mãe do então prefeito Pompilio Canavez (PT), hoje deputado estadual. No dia da inauguração, o primeiro a comprar o tíquete foi o então Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Patrus Ananias, presente na solenidade. Entre as novidades durante o primeiro ano de funcionamento foi a implantação do jantar a um custo de R$ 1 e do café da manhã por R$ 0,50 que inclui pão com manteiga, bolo, café e leite. Hoje, estes valores não são os mesmos da inauguração. O jantar passou a custar o mesmo que o almoço, R$ 2,90, e o café da manhã, R$ 0,75. A capacidade dentro do refeitório é para 200 pessoas sentadas. Não há distribuição de senhas àqueles que quiserem almoçar no local, como ocorrem em outros municípios que já possuem o restaurante popular. O restaurante popular foi construído na área anexa à GRS (Gerência Regional de Saúde). O terreno faz esquina com

as ruas Martins Alfenas e Bias Fortes. Logo no início da construção o local foi disputado entre o Executivo e a direção da Gerência Regional. Tanto a Prefeitura como a GRS reivindicavam ser proprietários da área, sendo que a GRS havia dado desti-nação da área para a construção do prédio da Farmácia de Minas, que até o momento não foi erguido. Porém, o impas-se acabou em um acordo entre ambos. Isso porque, para a construção do restaurante, seriam necessários 900 metros quadrados. Depois do acordo firmado entre as duas partes, chegou-se à conclusão de que na área de 2.162 metros quadrados cabem tanto a farmácia como o Restaurante Popular.

Governo Federal A construção do Restaurante Popular foi conseguida através de um convênio firmado com o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome). Uma verba de cerca R$ 1,2 milhão foi disponibilizada para a obra e aquisição de equipamentos e utensílios. O município participou com um valor de mais de R$ 240 mil. Os restaurantes populares são construídos através de financiamento para construção, reforma e adaptação de instalações prediais, aquisição de equipamentos permanentes, móveis e utensílios novos e capacitação e formação profissional na área de alimentação e nutrição.

Desconhecimento O Secretário Municipal de Meio Ambiente, John Strauss, responsável pelo Restaurante Popular, informou que desconhece as dificuldades financeiras. Segundo ele, não houve nenhuma reclamação ou pedido de ajuda por parte da administração do restaurante. Ressaltou também que não chegou ao seu conhecimento nenhuma crítica por parte da população com referência às

refeições servidas no local. Para isso, a secretaria mantém um fiscal para avaliar a qualidade da alimentação servida e uma nutricionista, contratada da empresa, com o objetivo de fornecer uma alimentação balanceada. Quanto à reforma, Strauss relatou que é necessária reforma no banheiro e pintura. A verba para custear estas melhorias está sendo negociada se será por conta somente da empre-

sa ou terá ajuda do município. Já o Secretário Municipal de Planejamento, Luiz Marcos Leite Moraes, relatou que realmente o administrador do restaurante o procurou, mas para solicitar o fechamento do espaço por 15 dias durante a Copa do Mundo - que começa dia 12 de junho - para a reforma do prédio. O pedido, de acordo com o secretário, ainda está sendo analisado.


sábado, 31 de maio de 2014

8

Consepa tem nova diretoria Posse dos conselheiros aconteceu na Câmara Municipal Editoria de Polícia

N

a noite de quarta-feira, dia 28, em solenidade realizada na Câmara Municipal, a nova diretoria do Consepa - Conselho Comunitário de Segurança Pública de Alfenas -, tomou posse para o biênio 2014/2016. Estiveram presentes na solenidade, representantes da antiga diretoria, os novos membros, autoridades e familiares. Após a composição da mesa e a execução do Hino Nacional, deu-se início a assinatura de posse da nova diretoria. Durante o evento, o presidente do Consepa prestou homenagens aos profissionais que já não fazem parte da atual diretoria, “e que de maneira inequívoca prestaram seus valiosos serviços durante a gestão que finda”. Entre os homenageados estavam o tenente João Elísio Souza Junior, Burmim José se Souza, Carmem Romana Esteves, Marcelo Silva e Rogério Prado. Vários atiradores do TG 04.004 também foram homenageados. Em seu discurso, o presidente Osmar da Silva Bastos agradeceu a confiança de todos que o

Integrantes da diretoria para o biênio 2014/2016 e integrantes permanentes do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Alfenas

Presidente do Consepa, empresário Osmar da Silva Bastos, durante solenidade de posse da nova diretoria reconduziu para mais um mandato e que espera “levar adiante um trabalho que vem sendo desenvolvido por várias mãos”. Ressaltou ainda a importância de parcerias com os órgãos voltados para a área de Segurança

Pública como a 18ª Cia PM Independente, Polícia do Meio Ambiente e Rodoviária, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e Tiro de Guerra. Utilizando da palavra livre, o tenente Souza

também parabenizou e fez agradecimentos aos conselheiros que estiveram na última diretoria, “pessoas que, voluntariamente, fizeram-se presentes nas reuniões mensais, eventos e atividades extraordinárias, sempre de coração

Professora da UNIFENAS defende tese de doutorado Sua pesquisa aborda os benefícios da ingestão do café por portadores de diabetes Galvone Oliveira

Rosângela Fressato Assessoria de Comunicação da UNIFENAS

A

professora do curso de Farmácia e Biomedicina da UNIFENAS, câmpus de Alfenas, Alessandra dos Santos Danziger Silvério, defendeu, recentemente, sua tese de doutorado sobre os benefícios da ingestão do café por portadores de diabetes. Seu trabalho, intitulado “Efeito na bebida de café (Coffea arábica L.) no estresse oxidativo e agregação plaquetária em ratos diabéticos”, faz parte do programa de pós-graduação em Ciências dos Alimentos na Universidade Federal de Lavras (Ufla) e teve como orientadora a professora Doutora Rosemary G.F.A. Pereira; com coorientadoras as professoras doutoras Stella

Alessandra dos Santos Danziger Silvério Maris da Silveira Duarte e Maria Rita Rodrigues (Unifal- Alfenas). Fazem parte também do grupo de pesquisa a

professora Fernanda Borges de Araújo Paula, Cláudia de Souza Ferreira, Bruno César Correa Salles e André Luís Vianna (todas

da Unifal). Alessandra ressalta que o grupo que realizou a pesquisa possui dois artigos submetidos e que estão sob avaliação de revisores de revistas internacionais especializadas. “Esses dados estão sob sigilo de publicação. Os únicos dados que podemos divulgar são os que já foram publicados; “The Effects of the Decaffeination of Coffee Samples on Platelet Aggregation in Hyperlipidemic Rats” em setembro de 2013, na revista Plant Foods for Human Nu-trition, v.68, p.268-273”. Compuseram a banca examinadora os professores: doutora Celeste Maria Patto de Abreu - Ufla; doutora Danyelle Romana Rios - UFSJ; doutor Michel Cardoso De Angelis Pereira - Ufla; Dr. Raimundo Vicente de Sousa - Ufla.

Diretoria Conselho Executivo: A diretoria para o biênio 2014/2016 é composta por: Presidente: Osmar da Silva Bastos 1º vice-presidente: Denis da Silva Moreira 2º Vice-presidente: Pedro Alves de Barros 1º Secretário: Fernando Donizete Campos 2º Secretário: Miguel de Souza Reis 1º Tesoureiro: Luiz Carlos Frogeri 2º Tesoureiro: Paulo Cesar Vieira Conselho Deliberativo: Presidente - Eliana Antunes Albergaria de Oliveira Relatora - Daniela da Silva Bastos Conselho Fiscal: Presidente - José Osvaldo de Oliveira Secretário - Marcos Aurélio de Souza Relator - Anderson Figueiredo de Souza Assessora Jurídica - Carmem Romana Esteves Núcleo de Direitos Humanos: Denise Prado da Silva Juquiel dos Santos Núcleo de Eventos: Michelle Aline da Costa Ana Caroline Pereira de Lima aberto para as discussões e trocas de experiências”. O tenente ressaltou também a importância da parceria com o Poder Judiciário e Ministério Público, pois por meio de “doações oriundas de aplicações de multas pecuniárias e transações penais, conseguimos efetuar comprar de materiais e equipamentos para os órgãos de Defesa Social do município de Alfenas”.

Consepa O Conselho Comunitário de Segurança Pública de Alfenas (Consepa) foi instalado em 1999, e declarado como entidade sem fins lucrativos e de utilidade pública, por meio da Lei 3.269, de agosto de 2001. Tem como objetivo, estreitar os laços entre os órgãos de Defesa Social e a Sociedade Ordeira.

Grande defensor do Consepa, o tenente João Elísio Souza Junior, enumerou, durante a cerimônia, algumas atividades realizadas pelo Consepa, na gestão passada. Entre as ações estão: Realizações de blitze educativas em pontos estratégicos da cidade, antes de grandes eventos, e em conjunto com os órgãos envolvidos na área de Segurança Pública; Reuniões comunitárias em alguns bairros da cidade, escutando a comunidade local e os orientandos como seria a melhor maneira de resolverem seus conflitos; Junto à PM, tem apoiado a instalação do projeto Rede de Vizinhos Protegidos, que já estão em funcionamento em vários bairros do município.


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

9

UNIFENAS tem Processo Seletivo amanhã Galvone Oliveira

Everton Marques

Regras para a prova

Assessoria de Comunicação da UNIFENAS

O

s seis câmpus da UNIFENAS (Universidade José do Rosário Vellano), e outras seis cidades do país, receberão amanhã, domingo, 1º de junho, os candidatos ao Processo Seletivo 2014 - segundo semestre. A Prova Tradicional da Universidade será aplicada de manhã e à tarde de acordo com os cursos de interesse e câmpus. Para as aulas que terão início no segundo semestre, a Universidade oferece vagas para os cursos de Administração, Biomedicina, Direito, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Pedagogia no câmpus de Alfenas. O câmpus de Belo Horizonte oferecerá Administração, Biomedi-

Prova Tradicional será aplicada nos períodos da manhã e tarde cina, Direito, Enfermagem e Medicina. Enquanto que o de Divinópolis apenas o curso de Fisioterapia, e o câmpus Varginha, o curso de Psicologia. Além dos câmpus acima

citados, a Prova Tradicional também será aplicada no de Poços de Caldas e nas cidades de Brasília, Campinas, Curitiba, Goiânia, Salvador e São Paulo. Os candidatos aos

cursos dos câmpus de Belo Horizonte e de Varginha farão a prova no período da manhã, às 9 horas. Já os candidatos aos cursos dos câmpus de Alfenas e Divinópolis farão a prova

De acordo com o edital, após o início das provas, serão concedidos 15 minutos de tolerância para a entrada de candidato retardatário à sala, sem que haja acréscimo no horário fixado para o término das provas. Findo esse tempo, os portões serão fechados. O candidato não poderá realizar qualquer tipo de consulta ou comunicação com outros participantes, nem usar brincos, relógio, lápis, lapiseira, borracha, óculos escuros, bonés ou similares, bottons ou similares etc. Os cabelos longos deverão estar presos. Aquele que, durante a realização das provas

for encontrado de posse ou portando, mesmo que desligados, telefone celular, smartphone, pager, tablet, calculadora, controle remoto, alarme de carro, receptor ou transmissor de dados e mensagens, ou quaisquer outros componentes ou equipamentos eletrônicos, em funcionamento ou não, terá suas provas anuladas, e será sumariamente eliminado do Processo Seletivo. Outras informações sobre o Processo Seletivo 2014 - segundo semestre da UNIFENAS podem ser obtidas pelo edital disponível no site www.unifenas.br/vestibular/.

às 15h30. Serão quatro horas de avaliação e o resultado será divulgado

no site da Universidade (www.unifenas.br), no dia 9 de junho.

Universitários visitam Tribunal Regional do Trabalho 3ª Região Fotos: Madson Morais

A

lunos do 6º período do curso de Direito da UNIFENAS, câmpus de Alfenas, acompanhados pelo professor de Direito do Trabalho, Ricardo Botega de Mesquita, coordenador-adjunto do curso, visitaram na terça-feira, dia 27, o TRT da 3ª Região. Além de conhecerem a Exposição da Memória, assistiram a uma sessão da 5ª Turma, presidida pela desembargadora Lucilde D’ajuda Lyra de Almeida, que cumprimentou os estudantes em nome da instituição e explicou-lhes a composição da turma, a pauta e a dinâmica de um julgamento. Dos 120 processos na

Alunos no Tribunal Regional do Trabalho - 3ª Região pauta do dia, os universitários tiveram a oportunidade de assistirem a duas sustentações orais a distância, uma do município de Passos e outra de

Montes Claros, tecnologia já apropriada pelo TRT que, entre outras vantagens, duas merecem destaque: dar mais agilidade ao Judiciário e ampliar o

Professor Ricardo e os alunos que participaram da visita

acesso aos jurisdicionados. A última atividade da visita foi a participação dos alunos em uma audiência onde atuaram como partes na simulação de uma

reclamação trabalhista. Essas atividades são desenvolvidas pelo Programa Justiça e Cidadania

do Centro de Memória do TRT da 3ª Região. (Fonte - http://www.trt3. jus.br/)

Comarca de Alfenas, Estado de Minas Gerais. Juízo de Direito da 2.ª Vara Cível. Edital de Intimação. Prazo 30 (Trinta) dias. Ação de Falência. Processo n.º 0611130.8.13.0016 em que o(a) Distribuidora de Medicamentos Santa Cruz Ltda move contra Distribuidora Brasil Ltda. O Dr. Paulo Cássio Moreira, MM. Juiz de Direito da 2ª Vara Cível da Cidade e Comarca de Alfenas/MG, em pleno exercício de seu cargo, na forma da Lei, etc., Faz Saber aos que o presente Edital de Intimação virem ou dele conhecimento tiverem, expedido nos autos da Ação de Falência acima referida, na forma do artigo 156, parágrafo único, da Lei nº 11.101/2005 que foi por sentença deste Juízo, Encerrada a Falência de Distribuidora Brasil Ltda, inscrita no CNPJ nº 19.113.737/0001-49, nos termos da sentença transcrita a seguir: Vistos, ETC. Trata-se de processo de falência, manejada por Distribuidora de Medicamentos Santa Cruz Ltda em face da Distribuidora Brasil Ltda, tendo sido a falência decretada a tempo e modo. Realizadas todas as determinações da Lei de Falência, não foram encontrados bens passíveis de arrecadação, tendo a parte autora pleiteado a extinção da Lide, sem resolução de mérito, nos termos do artigo 267, VIII, do qual discordou o ministério público, já que o feito foi sentenciado. Após, os autos vieram-me conclusos. Eis o relatório. Decido e Fundamento. De chofre clarifico que o presente processo de falecia da empresa Distribuidora Brasil Ltda, deve ser encerrado, como requerido pelo peticionário de f. 722, isto porque, após análise dos autos, constata-se, inegavelmente, a inexistência de bens passiveis de serem arrecadados, o que, por sua vez, desemboca na falta de interesse econômico que justifique o andamento do processo. Nota-se que o desinteresse econômico da parte autora vem estampado na petição de f. 798, onde a parte autora “Distribuidora de Medicamentos Santa Cruz Ltda”, pugna pela extinção da lide, sem julgamento do mérito, nos termos do artigo 267, VIII, do CPC. De outro lado, a miserabilidade da empresa e de seus sócios resta a meu aviso demonstrado nos autos, já que nenhum bem de sua propriedade foi sequer relacionados aos autos, sendo estes nitidamente insolventes. É de sabença geral que o processo deve sempre buscar uma finalidade, seja ela ativa ou passiva, visando a pacificação social e a justa prestação da jurisdição, sendo que inexistindo esta finalidade não há o porque de se prosseguir com o andamento de uma demanda, pois do contrário implicaríamos em demandar simplesmente por demandar, o que é vedado pelo nosso ordenamento jurídico. De outro lado, não se pode deixar de considerar que ambos os sócios da empresa falida já são falecidos, não havendo por conseguinte, data venia, qualquer repercussão na esfera criminal, já que com a morte extingue-se a punibilidade do agente. Assim, ante a inexistência de bens a serem arrecadados e, encontrando-se os sócios da empresa, atualmente falecidos, entendo que o encerramento da falência é medida de rigor. Neste sentido comunga a doutrina do Professor Moacyr Lobato que: A sentença que encerra o processo decorre do exaurimento patrimonial da massa ou da verificação de sua inexistência. O processo falimentar existe, portanto na medida em que houver bens que integrem o acervo patrimonial, de caráter objetivo, que integre a massa falida. (Campos Filho, 2007, p. 288) “Brasil. Lei nº. 11.101, de 09 de fevereiro de 2005. (Nova Lei de Falências e Recuperação Judicial). Brasília: Senado, 2005. Art. 156”. (Grifei). Diante do Exposto e, considerando tudo mais que dos autos consta, calcado nos princípios do livre convencimento motivado e da fundamentação dos atos jurisdicionais, aliado ao princípio da duração razoável do processo hei por bem declarar com fincas no artigo 156, da Lei 11.101/2005, o encerramento da falência da empresa Distribuidora Brasil LTDA, continuando esta com o passivo então existente, como o que se infere destes autos. Cumpra-se a secretaria deste juízo as disposições do parágrafo único do artigo 156 da Lei 11101/2005. Expeçam-se editais e aguarde-se o decurso do prazo para interposição de eventual recurso. Transitada esta em julgado, arquive-se. E, para que não aleguem ignorância, expediu-se o presente, que será afixado no saguão do Fórum Milton Campos, sito na Praça Dr. Emílio da Silveira, nº 314, Centro, em Alfenas/MG e publicado na forma da Lei. Dado e Passado em Secretaria, nesta cidade e comarca de Alfenas, Estado de Minas Gerais, 09 de maio de 2014.


sábado, 31 de maio de 2014

10

UNIFENAS promove palestra e la de livro de ANTÔNIO CARLO Soloni Viana Marketing HUAV

A

UNIFENAS recebe dia 4 de junho, quarta-feira, para palestra e lançamento da sua mais recente coletânea, “Clínica Médica: Diagnóstico e Tratamento”, o médico e professor Dr. Antônio Carlos Lopes, diretor da Escola Paulista de Medicina da Universidade de São Paulo-Unifesp, e presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica. A palestra, que antecede o lançamento, será às 19h30, no Auditório Prof. Edson Antônio Velano, na Biblioteca Central, no câmpus universitário. “Clínica Médica: Diagnóstico e Tratamento” é uma coleção composta de seis volumes, somando 6.234 páginas, com 157 capítulos, divididos em 36 seções, acompanhada por um 1 DVD-Rom com as imagens e os fluxogramas da obra. Com abrangente atualização de todas as áreas da medicina, a coletânea é importante marco na literatura médica no Brasil e está sendo considerada como um novo patrimônio médico literário. O trabalho de autoria e edição do compêndio foi coordenado pelo professor Antonio Carlos Lopes e contou com a participação de 41 coordenadores e 756 colaboradores, todos eles grandes nomes da medicina brasileira das mais variadas especialidades. A obra, editada pela editora Ateneu, foi lançada em São Paulo, em março, no Espaço Alves Guimarães, e tem agenda de lançamento em várias capitais e faculdades de medicina do país. O livro, que é voltado essencialmente aos clínicos, aborda os principais temas das diversas áreas da Medicina, tais como: Geriatria, Medicina Paliativa e Dor, Dermatologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Cardiologia, Hipertensão Arterial, Hematologia, Gastroenterologia, Fígado, Vias Biliares e Pâncreas, Nefrologia, Fluido e Eletrólitos, Endocrinologia, Nutrologia, Doenças dos Vasos Sanguíneos e Linfáticos, Mastologia, Ginecologia, Obstetrícia Normal e Patológica, Pa-

tologia Médica e Cirúrgica na Gestação, Distúrbios Musculoesqueléticos e Imunológicos, Distúrbios Urológicos, Distúrbios do Sistema Nervoso, Distúrbios Psiquiátricos, Doenças Infecciosas e Terapia Antimicrobiana, HIV/ SIDA, Infecções Virais e por Rickettsia, Infecções Bac-terianas e por Clamídia, Infecções por Protozoários e Helmintos, Infecções Micóticas, Distúrbios Devido a Agentes Físicos, Envenenamentos, Oncologia, Distúrbios Genéticos Clínicos, Medicina Molecular, Avaliação Pré-operatória e Valores de Referência em Exames de

Análises Clínicas. Para que este grandioso livro pudesse ser preparado, o editor Antônio Carlos Lopes contou com a participação de 756 colaboradores e especialistas destacados em suas respectivas áreas. Trata-se, sem dúvida, de uma obra essencial ao clínico que nela pode se amparar para condução do diagnóstico, tratamento e encaminhando seguro do paciente. No papel de coordenador geral, o professor ACLopes participou ativamente de todas as etapas, desde a elaboração do conteúdo programático, indicação dos coordena-

dores e acompanhamento da definição de todos os autores, até o processo de seleção de fotos e gráficos, revisão do conteúdo programático, uniformização dos textos, garantindo que a obra contemplasse apenas aquilo que já está consagrado. “O livro envolveu colegas de vários Estados, de várias Universidades, e não foram poupados esforços, nem da editora Atheneu, nem dos demais envolvidos no projeto, para que fosse concretizado da maneira como havíamos idealizado”, conta o Prof. Antônio Carlos Lopes.

Livros que ensinam “A medicina se aprende nos livros, não nas revistas”, diz ele, afirmando: “Essa é uma frase clássica que tem que ser respeitada sempre, a despeito da tecnologia avançada e do progresso das publicações. Apesar de todo desenvolvimento tecnológico e modernidade pedagógica, os livros são ainda de valor incalculável, os livros ensinam”, garante o professor Antônio Carlos. Para o diretor da Unifesp, o papel de “Clínica Médica: Diagnóstico e Tratamento” é, particularmente, importante para a difusão da prática médica de qualidade nas regiões mais distantes e áreas remotas, carentes de atualização científica, mas com a pluralidade de atendimentos, características de um país de dimensões continentais, miscigenação e cultura tão variados quanto os nossos, que desafiam diariamente os profissionais na linha de frente do atendimento à população”. “Preenchemos aqui uma lacuna na literatura médica nacional, com uma abordagem completa das diversas áreas da Medicina”, afirma o professor Antonio Carlos Lopes. No entanto, ele avisa: “O trabalho não para por aqui; muito pelo contrário”. Com o passar do tempo, ressalta, novas edições serão necessárias, tendo em vista o grande progresso da medicina na área de diagnóstico e tratamento. Para o presidente da SBCM, “O acesso à informação atualizada e confi-

ável é imprescindível para que o médico siga realizando o diagnóstico adequado e oferecendo o melhor tratamento possível, em uma relação médico-paciente adequada, baseada no humanismo, que deve permear toda a atividade profissional.” De acordo com o coordenador geral da publicação, ela é voltada aos especialistas de todas as áreas, para que possam consultar, de maneira prática e objetiva, também assuntos relacionados a outras áreas, podendo oferecer um encaminhamento adequado ao diagnóstico e tratamento de seus pacientes. “É importante que o médico, por mais especialista que seja, interaja com outras especialidades médicas, e que tenha à mão uma fonte segura para consultas em caso de dúvidas.” A obra, afirma o coordenador, leva em conta a capilaridade entre as várias especialidades, de suma importância no exercício da medicina no dia-a-dia, permitindo um diagnóstico e tratamento muito mais completos. “Esta característica é de suma importância especialmente nas regiões onde não há a oferta de especialistas que existe nos grandes centros. E ainda que haja, em muitos casos um mesmo especialista atende a diversas regiões, não estando disponível permanentemente. Assim, os clínicos precisam saber mais sobre as demais especialidades; enfim, ser generalistas na acepção completa da palavra”.

“É um trabalho brasileiro, contempla a medicina brasileira”, afirma o professor, em referência ao fato de muitas vezes profissionais brasileiros precisarem se basear em obras internacionais, que nem sempre abrangem uma série de características típicas de nosso país e de nossa população. Os colaboradores abordaram, de forma crítica, temas que atendem à exigência e necessidades reais dos profissionais que atendem no Brasil. “Temos a garantia e a tranquilidade de trazer capítulos redigidos por colegas, médicos, professores, que exercem a profissão no dia-a-dia, habilitados a discorrer sobre diagnósticos e tratamentos de forma crítica, contemplando, por meio de experiências pessoais do dia-a-dia, aquilo que é consagrado, que é realmente importante.” A obra, avalia ACLopes, é também uma excelente referência aos médicos estrangeiros, ou mesmo aos brasileiros formados em outros países e que buscam, ou já conquistaram, a revalidação de seus diplomas. “ ‘Clínica Médica: Diagnóstico e Tratamento’ é, ainda, referência importante àqueles que, mesmo formados nos grandes centros urbanos, atuam em regiões afastadas. Esta situação dificulta a atualização profissional e faz com que estes profissionais estejam em constante busca por alternativas para se manter atualizados.”

A coletânea é composta por seis volumes, com 157 cap Soloni Viana

Dr. Antônio Carlos Lopes, diretor da escola de medicina da UNIFESP e presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica

Homenagem espe A vinda do professor Antônio Carlos Lopes para palestra e lançamento da Coletânea “Clinica Médica: diagnóstico e tratamento”, dia 4 de junho, na UNIFENAS, tem sabor especial e traz à memória boas lembranças de amizade, companheirismo e pro-fissionalismo. O médico, professor de Clinica Médica, diretor do curso de medicina da Unifesp e presidente da ABCM, é grande amigo da Universidade e da família Velano. Durante muitos anos e até o final da vida

do professor Edson Antônio Velano, fundador da UNIFENAS, foi seu médico e amigo fiel. Foi o professor Antônio Carlos Lopes, que juntamente com outros profissionais, ofereceu parecer favorável à criação do curso de Medicina da UNIFENAS, que foi aceito pelo MEC. A assinatura de Antônio Carlos Lopes avaliando a UNIFENAS teve peso fundamental e contrapôs outras avaliações. Pelo seu profissionalis-mo e amizade, ACLopes foi homenageado pela instituição e o bloco 4 do

H Al se do su um se M 19 so cu da oc em laç dic inf ao cie


sábado, 31 de maio de 2014

11

ançamento Encontro de Gestores Hospitalares

OS LOPES

reúne profissionais na UNIFENAS Fotos: Soloni Viana

Soloni Viana Marketing HUAV

O

pítulos, divididos em 36 seções, somando 6.234 páginas

A coleção A Coletânea “Clínica Médica: diagnóstico e Tratamento” conta em seus seis volumes, somando 6.234 páginas, com 157 capítulos, divididos em 36 seções, abordando os seguintes temas: Vol. 1 - Sintomas comuns, Geriatria, Medicina paliativa e dor, Dermatologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Cardiologia, Hipertensão Arterial e Hematologia; Vol. 2 - Gastroenterologia: fígado, vias biliares e pâncreas; Nefrologia: fluídos e eletrólitos; Vol. 3 - Endocrinologia, Nutrologia, Doenças dos vasos sanguíneos e linfáticos; Vol. 4 - Mastologia, Ginecologia, Obstetrícia normal e patológica, Patologia Médica e cirúrgica na gestação; Vol. 5 - Distúrbios musculoesqueléticos e imunológicos, Distúrbios urológicos, Doenças do sis-

ecial

ospital Universitário lzira Velano recebe o eu nome. Na recepção o Bloco 4, ao lado de ua foto, há a inscrição de m texto que faz parte do eu relatório enviado ao EC em 25 de março de 989, que diz: “O profesor Antônio Carlos Lopes umprimentou o reitor a universidade pela precupação demonstrada m só partir para a instação de um curso de mecina após a obtenção da fraestrutura necessária o seu suporte técnico e entifico.”

tema nervoso, Distúrbios psiquiátricos, Doenças infecciosas e terapia antimicrobiana, HIV-SIDA, Infecções virais e por Rickettsia, Infecções bacterianas e por clamídia, Infecções por protozoá-rios e helmintos e Infecções micóticas; Vol. 6 - Distúrbios devidos a agentes físicos, Envenenamentos, Oncologia, Distúrbios genéticos clínicos, Medicina Molecular, Avaliação pré-operatória, Valores de referência em exames de análises clínicas. Livro: Clínica Médica: Diagnóstico e Tratamento Autor: Professor Doutor Antônio Carlos Lopes Editora Atheneu Coleção: 6 volumes Formato: 17,5 x 25 cm Total de páginas: 6.254

Atheneu: 85 anos de editora Há 85 anos no mercado nacional, a Editora Atheneu São Paulo hoje integra o Grupo Atheneu, que é o maior núcleo no Brasil com publicações na área de Saúde. Os livros publicados pela Editora Atheneu já formaram milhares de médicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas e outros profissionais da saúde, que usam as publicações para atualização mesmo depois de formados. São livros-referência na área de saúde, vários deles traduzidos e vendidos no exterior, incluindo 19 premiados pelo Jabuti. O Grupo Atheneu é formado pela Editora Atheneu, que possui os selos Editora Atheneu Cultura e Editora Atheneu Mirim, e Atheneu Editora São Paulo. Juntos, possuem cerca de 1.800 títulos publicados no Brasil e acordos de parceria editorial com México e Colômbia.

s gestores hospitalares do Sul de Minas se reuniram esta semana na UNIFENAS, para debaterem importantes temas da gestão da saúde, no 1º Encontro Regional de Gestores Hospitalares, promovido pela SRS (Superintendência Regional de Saúde), nos dias 28 e 29, quarta e quinta-feira, no Salão de Eventos UM. O evento, que contou com a presença de cerca de 60 profissionais de várias áreas da saúde, entre eles gestores, gerentes, médicos e enfermeiras, dos 26 municípios que formam a SRS, teve abertura oficial às 8h do dia 28, pelo Superintendente Regional de Saúde da SRS, Sérgio Pessoa Coelho. Participam da SRS de Alfenas os municípios de Alterosa, Areado, Bandeira do Sul, Botelhos, Campestre, Campo do Meio, Campos Gerais, Carmo do Rio Claro, Carvalhópolis, Conceição da Aparecida, Divisa Nova, Fama, Machado, Paraguaçu, Poço Fundo, Serrania, Arceburgo, Cabo Verde, Guaranésia, Guaxupé, Juruaia, Monte Belo, Muzambinho, Nova Resende e São Pedro da União. O diretor Clínico do Hospital Universitário Alzira Velano, Dr. José Sérgio Tavela Júnior, proferiu palestra às 9h, sobre Gestão da Clínica, e às 10h30, Daniela Palhares, diretora de gestão de contratos da SES (Secretaria de Estado da Saúde MG), falou sobre “Contratos: Importantes instrumentos na gestão hospitalar”. Após debate houve in-

Gestores hospitalares de 26 cidades da região reunidos para debater questões do setor tervalo para almoço e o seminário prosseguiu à tarde com palestras sobre Política Estadual para Hospitais, proferida por Alexandre Viana Andrade, Referência Técnica da Diretora de Gestão Hospitalar-SES-MG; Central de Regulação-SUS Fácil ministrada pelo Dr. Cláudio de Lima, Coordenador Central Regulação - Macro Sul. Ao final do dia foi realizada uma oficina com todos participantes. Quinta-feira, 29, novas palestras, debates, oficinas.O superintendente da SRS, Sérgio Pessoa Coelho proferiu palestra sobre Hotelaria Hospitalar; O Olhar da Vigilância Sanitária foi o tema abordado pelas profissionais Waldete Brandão, Coordenadora Vigilância Sanitária - SRS Alfenas e Maria Bernadete de Azevedo, Arquiteta Vigilância Sanitária - SRS Alfenas. Ao final do dia houve oficina, apresentação do resultado das oficinas, avaliação do evento e encerramento. O objetivo do evento foi provocar uma reflexão sobre a gestão hospitalar e constituir uma rede

Superintendente da SRS de Alfenas, Sérgio Pessoa Coelho de assistência hospitalar, conformou o superintendente Sérgio Pessoa Coelho. Segundo ele, a intenção dos organizadores do encontro é aprimorar a referência e contra referência das macro e micro regiões, em especial para os procedimentos de média complexidade e após as discussões nos grupos, identificar entre eles, de acordo com a particularidade de cada hospital de pequeno porte, uma nova

proposta de atuação. O que se pretende, diz Sergio Pessoa, é provocar uma reflexão e identificar as vocações dos hospitais de pequeno porte. Uma das principais questões que foram debatidas no encontro é a ausência de contra referência dos pacientes encaminhados aos hospitais de referência, superlotando estes hospitais com pacientes que poderiam retornar aos hospitais de pequeno porte.

Minas Gerais avalia circulação viral da febre aftosa Da Redação

O

IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária) realizará durante o mês de junho, em todo o Estado, um monitoramento sorológico de circulação do vírus da febre aftosa. O objetivo é apoiar a certificação de ausência de circulação viral em Minas Gerais, que é uma zona livre com vacinação. Estão previstas 7.008 coletas de amostras de soro em 169 municípios e 219 propriedades selecionadas. As análises serão realizadas pelo Laboratório Nacional Agropecuário

de Minas Gerais. Com este estudo será possível conferir a condição sanitária dos rebanhos e atender os requisitos do mercado para exportação, além da manutenção do status do Estado de zona livre de febre aftosa com vacinação perante à Organização Mundial de Saúde Animal. A realização dos estu-

dos sorológicos segue determinação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e será efetuada por todos os Estados que integram a zona livre de febre aftosa com vacinação, reconhecidos internacionalmente. Além de Minas Gerais, os

Estados envolvidos nos estudos são Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Bahia, Sergipe, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e parte das zonas livres do Amazonas e Pará.


sábado, 31 de maio de 2014

12

POSICIONAMENTO REFORÇADO

Plaquinhas com frases das músicas da dupla sertaneja foram distribuídas para fotos

Cabine de foto personalizada da UNIFENAS foi uma atração à parte

Os alunos Sheiderson e Augusto com Zezé Di Camargo

UNIFENAS presente em Show de Zezé Di Camargo & Luciano Fotos: Galvone Oliveira

Everton Marques Assessoria de Comunicação da UNIFENAS

A

UNIFENAS promoveu ações de marketing que reforçam ainda mais a sua marca em Belo Horizonte. A festa “Uma Tarde de Buteco”, que teve como atração principal Zezé Di Camargo & Luciano, reuniu um seleto grupo no espaço reservado para eventos em Alphaville - Lagoa dos Ingleses, município de Nova Lima. O evento, no dia 24 de maio, foi organizado para comemorar um ano da Wood’s BH. No show de uma das duplas sertanejas de maior sucesso no Brasil a Universidade ganhou visibilidade. Um telão de led, exclusivo, divulgou o Processo Seletivo 2014/2 e as fotos que eram registradas durante o evento. A cabine de foto personalizada foi uma atração à parte. Casais e grupos de amigos entravam no seu interior para registrar a participação no show. De brinde, eles levavam a fotografia com quatro poses. Algumas pessoas preencheram um cadastro para receber informações da instituição, por e-mail. Os alunos do câmpus de Belo Horizonte, sorteados para o evento, tiveram uma atenção especial, promoters os recepcionaram, assim como aos professores e coordenadores convidados. Houve também a distribuição de adesivos no formato de coração com frases das músicas da dupla sertaneja. O mesmo conteúdo estava em plaquinhas usadas para poder registrar fotos da festa. Presente em todos os momentos, a marca da UNIFENAS também ficou visível no

A dupla durante o show, registrado por dezenas de celulares

Momentos antes do show começar, o público já lotava o espaço reservado para evento: com duração de sete horas camarote que recebeu convidados da reitoria. Os alunos Augusto Silveira, do curso de Enfermagem, e Sheiderson Nascimento, do curso de Direito, tiveram a oportunidade de ir ao camarim dos artistas para conhecêlos. Para Sheiderson, o momento proporcionado

pela Universidade superou as expectativas e afirmou que foi “fantástico, uma oportunidade única, que só a UNIFENAS faz”. Augusto complementou: “A UNIFENAS mais uma vez capricha e cuida do seu aluno, como eu”. O show foi como um descanso nesta reta final

de semestre, que é sempre corrido. “É uma hora de lazer e aproveitar”, disse Aneilde de Brito, coordenadora do curso de Enfermagem. Tim Soier, organizador do “Uma Tarde de Buteco”, elogiou o apoio da Universidade e disse que novas ações em conjunto

Quem preencheu um cadastro também receberá informações da Universidade deverão ocorrer em breve. “Vão começar várias coisas legais e tem a ver com o público da Universidade.” Com alunos e a organização satisfeitos, o resultado para a Universidade também foi positivo. A instituição se fez presente em um evento que con-

tribui para divulgar ainda mais o seu nome. “A proposta da UNIFENAS - Belo Horizonte é criar a interação com diversos públicos. Estamos interagindo em um momento de descontração”, disse Bruno Santiago, coordenador de marketing da UNIFENAS.


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

13

Ministério da Saúde cria normas para humanizar mais o parto Soloni Viana

Soloni Viana Marketing do HUAV

A

ssegurar o contato pele a pele do recémnascido com a mãe imediatamente após seu nascimento, colocando o bebê sobre o abdômen ou tórax da mãe de acordo com sua vontade, de bruços e cobrilo com uma coberta seca e aquecida. Essa é uma das recomendações do Ministério da Saúde para o nascimento de bebês com ritmo respiratório normal. O texto faz parte da atualização das diretrizes para a organização da atenção integral e humanizada ao recém-nascido no Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria, que foi publicada no Diário Oficial da União do dia 8 de maio, quinta-feira, recomenda ainda que o aleitamento materno na primeira hora de vida do bebê, exceto em casos de mães HIV ou HTLV positivas. O texto propõe também que o exame físico, pesagem e vacinação do recém-nascido, entre outros procedimentos, sejam feitos apenas depois da sua primeira hora de vida. Outra proposta da portaria é quanto ao clampeamento do cordão umbilical do recém-nascido, que deve ser feito após cessadas as pulsações do recém-nascido (aproximadamente de 1 a 3 minutos), exceto em casos de mães isoimunizadas ou HIV/HTLV positivas, em que o clampeamento deve continuar sendo feito de imediato.

A enfermeira Luciana Silveira Orsi Costa aguarda, com emoção, seu primeiro filho Ainda de acordo com a portaria, para o recém-nascido com respiração ausente ou irregular, deverá ser seguido o fluxograma do Programa de Reanimação da Sociedade Brasileira de Pediatria. O estabelecimento de saúde que mantiver profissional de enfermagem habilitado em reanimação neonatal na sala de parto deverá possuir em sua equipe, durante 24 horas, ao menos um médico que também seja capacitado.

A portaria publicada pelo Ministério da Saúde altera, ainda, os atributos do procedimento na tabela de procedimentos, medicamentos, órteses, próteses e materiais especiais do SUS. Com a mudança, o atendimento ao recém-nascido consiste na assistência por profissional capacitado, médico (preferencialmente pediatra ou neonatologista) ou profissional de enfermagem (preferencialmente enfermeiro obstetra ou

Assembleia discute criação de região metropolitana em Pouso Alegre Da Redação

N

o próximo dia 5 de junho, Pouso Alegre vai sediar uma audiência pública para debater a possível criação de uma região metropolitana no Sul de Minas. O debate será às 14 horas, na Câmara Municipal e foi convocado pelo deputado Paulo Lamac (PT). A Comissão de

Assuntos Municipais e Regionalização da Assembleia Legislativa de Minas Gerais vai comandar a reunião. Segundo o deputado, a formação de uma região metropolitana no Sul de Minas é uma reivindicação de vários municípios. Para ele, a organização de municípios em grupos otimiza recursos, une esforços e soma as necessi-

dades. A mesma discussão está acontecendo também no Triângulo Mineiro e no Norte do Estado. Além da Prefeitura de Pouso Alegre, também foram convidados representantes de Borda da Mata, Congonha, Estiva e Santa Rita do Sapucaí.

neonatal), desde o período anterior ao parto, até que o recém-nascido seja encaminhado ao quarto em alojamento conjunto com sua mãe ou à unidade neonatal. Com a portaria, essa equipe de atendimento deve incluir médico residente, enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de enfermagem. Para a enfermeira do Hospital universitário Alzira Velano, Luciana Silveira Orsi Costa, 29 anos, gestante de 27 semanas (seis meses), que espera seu primeiro filho com muito carinho e emoção, diz que sua sensação como mãe de primeira viagem, é muito bonita. Ela pretende ter um parto humani-zado e afirma que “O parto humanizado representa o amor incondicional dos pais pelo filho, onde a espera de nove meses culmina na atenção total, desde a qualificação de profissionais na assistência à parturiente, a presença do pai ou acompanhante, o contato do pele a pele com o bebê”. Para ela o carinho e aconchego da família são momentos únicos na vida da mulher, associados à dedicação e empenho da equipe médica e de enfermagem. “Nós precisamos estimular que a primeira mamada aconteça na primeira hora de vida, além de fornecer o primeiro aporte calórico para a vida do bebê. A aproximação, pele a pele, da mãe com o bebê, também acelera a descida do leite materno, aumentando a chance de sucesso no aleitamento e diminuiu a chance de hemorragia uterina”, explica a enfermeira e futura mamãe.

JORNAL DA PRAÇA ERRAMOS - Na matéria publicada pelo Jornal dos Lagos sobre os partidos políticos do Brasil, a legenda de número 20 é PSC (Partido Social Cristão). O PTC (Partido Trabalhista Cristão) tem, na verdade, o número 36. 3º BÁRBARAS FEST SHOW - A comunidade rural dos Bárbaras (rodovia Alfenas/Paraguaçu, km 12) estará realizando nos dias 7, 8, 14 e 15, o 3º Bárbaras Fest Show Beneficente. Todos os dias haverá completo serviço de bar, leilão, bingos e shows. Aos sábados, a festa começa às 19 horas e aos domingos, 16 horas. Os shows agendados são: padre Arnoldo e Vanderley; e Daiane e Tatiane (ambos dia 7); forrozão com João Victor e Railsson (dia 8). Kennedy e William; e Sula Mazurega (dia 14); e no domingo, dia 15, forrozão com Felipe e João Guilherme. A organização é de Ney Barreto, com apoio da Rádio Cultura AM de Alfenas. FECHADO PARA REFORMA - O recinto de leilões do parque de exposições do Sindicato dos Produtores Rurais de Alfenas vai realizar um leilão de gado amanhã, quinta-feira, dia 29 de maio. Depois, o local será fechado para reformas. A reinauguração está revista para o dia 10 de agosto, dentro da Agrofest, com um leilão de elite, vendendo animais para cria, recria e engorda. FUNCIONAMENTO DE ÓRGÃOS MUNICIPAIS NA COPA - Por meio do decreto 1041, a Administração Municipal definiu o funcionamento dos órgãos públicos municipais durante os jogos da Copa do Mundo de futebol em sua primeira fase. Nos dias 12, 17 e 23 de junho, o expediente será de 8 às 12 horas. O horário não se aplica aos serviços essenciais, como por exemplo, alguns atendimentos à saúde e o trabalho da Guarda Municipal.

OFICINAS DE ORAÇÃO E VIDA - Oficinas de Oração e Vida na paróquia de São José e Dores de Alfenas já começaram: todas as segundas, a partir das 19 horas, sob a responsabilidade das guias Celina e Jeane (telefones: 3291-6300 e 3291-2166), no Centro de Pastoral Cristo Rei (avenida São José, 1005, centro). Também há oficinas às quintas-feiras, às 14 horas, com as guias Maria Conceição e Sebastiana (telefones: 3291-2987 e 9902-2324). Participe! “JOVEM APRENDIZ ADM” - Para auxiliar as empresas de médio e grande porte a cumprir a Lei do Aprendiz - do Ministério do Trabalho e Emprego - que determina a contratação de um percentual de aprendizes segundo o número de funcionários - a Associação Dias Melhores, entidade sem fins lucrativos, promoverá a quarta turma de inclusão social por meio da qualificação profissional. A iniciativa resolve dois principais entraves no processo de contratação de aprendizes: atender as demandas dos empresários dispostos a cumprir a legislação e o mecanismo de inserção dos jovens de baixa renda, no mercado de trabalho desta comunidade. O curso de aprendizagem na formação de “Auxiliar de Escritório, em geral”, tem duração de 16 meses, quarenta vagas, turnos da manhã e tarde aos jovens de 14 a 22 anos. PREVISÃO DE INÍCIO CURSO - 01 de julho de 2014 Cadastramento na sede da Dias Melhores, Rua Presidente Artur Bernardes, nº 423, Centro. Telefone: (35)3292.4992.

SERVIÇO MILITAR - ALISTAMENTO COMUNICADO DA 13ª DELEGACIA DE SERVIÇO MILITAR Alistamento Militar é o ato prévio e obrigatório a que estão sujeitos todos os brasileiros do sexo masculino. Os jovens que completam 18 anos em 2014 ou aqueles nascidos antes de 1996 e que ainda não se alistaram, poderão fazer o alistamento militar até o dia 30 do mês de JUNHO de 2014 Basta comparecer na Junta de Serviço Militar (JSM) de Alfenas, que está localizada na Rua Juscelino Barbosa, 1091 sala 01(ao lado do Bradesco). DOCUMENTOS NECESSÁRIOS: (todos originais) 01 (uma) foto 3x4 recente com camiseta preta Certidão de Nascimento Comprovante de residência recente CPF e RG. JOÃO LUIS DA SILVA RIOS- 1º Tenente Delegado da 13ª Delegacia do Serviço Militar


14

CONVITE

O

Grupo Novo Dia de Alcoólicos Anônimos convida para as suas reuniões que acontecem às terças, quintas e sábados, no horário de 20 às 22 horas. “Se você tem ou conhece alguém que tenha problema com bebidas alcoólicas, talvez nós de A.A. possamos ajudá-los” é a mensagem do grupo. Alcoólicos Anônimos é uma irmandade de homens e mulheres que compartilham suas experiências, forças e esperanças, a fim de resolver seu problema comum e ajudar outros a se recuperarem do alcoolismo. O único requisito para ser membro é o desejo de parar de beber. Para ser membro do AA não há necessidade de pagar taxas ou mensalidades. O grupo é auto-suficiente. Não está ligado a nenhuma seita ou religião, nenhum movimento político, nenhuma organização ou instituição. Faça uma visita ao grupo, que fica na Rua Antônio Fernandes Salles, bairro Aparecida, em Alfenas.

sábado, 31 de maio de 2014


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

15

Militares participam de palestras sobre saúde

Reprodução/PM

Reprodução/PM

Editoria de Polícia

LAVRAS - Militares da Guarnição Policial de Lavras participaram na manhã de terça-feira, dia 27, no auditório do 8º Batalhão da Polícia Militar, de palestras sobre o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional. Segundo a PM, este programa tem como objetivo promover e preservar a saúde dos policiais militares da ativa no Estado de Minas Gerais estabelecendo a realização obrigatória de exames médicos periódicos, objetivando a identificação precoce de possíveis agravos à saúde, bem como a adoção de medidas técnicas e administrativas que impeçam a progressão de

A arma usada pelo assaltante foi encontrada em um campo de futebol, próximo ao bairro Por do Sol

A palestra sobre saúde ocorreu no auditório do Batalhão da PM de Lavras alterações já identificadas e/ou possibilitem a reabilitação profissional do policial militar. Durante as palestras a capitão Adriana Mesquita e o tenente Luís Ângelo de Oliveira, Oficiais Médicos do Núcleo de Atenção Integral à Saúde, explicaram

detalhadamente sobre os fatores de risco e proteção nas questões afetas à saúde e qualidade de vida dos Policiais Militares. De acordo com a PM, o núcleo de saúde, no decorrer do ano, avalia e acompanha seus colaboradores por meio de ações previstas

no Programa de Controle Médico, diagnosticando, solicitando exames, receitando remédios, e repassando orientações médicas e outras providências necessárias, zelando assim pela saúde e bem-estar do servidor militar da Guarnição de Lavras.

No ritmo da Copa do Mundo Reprodução/PM

Da Redação

E

ntrando no clima da Copa do Mundo, os envolvidos no projeto “Golaço Futuro Cidadão” promoveu um torneio de futebol que contou com a presença de pais e amigos dos garotos. O evento foi realizado na sede da 18ª Companhia de Polícia Militar Independente em Alfenas. Na primeira quinzena do mês de maio, o projeto idealizou juntamente com a Escolinha de Futebol Meninos da Vila, localizado na Vila Esperança, um torneio para interagir a

Já no ritmo da Copa do Mundo, crianças participam de torneio de interação comunidade no ambiente do quartel. Na oportunidade, os pais externaram a animação com que os filhos sempre chegam em casa, após as aulas do projeto. Os envolvidos acreditam

que esta satisfação vem pelo fato de fazerem parte de um trabalho de equipe, baseada no convívio e sintonia do espírito de corpo militar. Para o instrutor do projeto, sargento Jaime de

Oliveira Batista, “a riqueza trazida pelas diferentes opiniões e presente também nas distintas experiências, contribui para o crescimento e ampliação da visão de mundo, principalmente dos jovens”.

Proerd presente nas escolas de Campo do Meio Reprodução/PM

Editoria de Polícia

O

Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas), há 13 anos na área da 18ª Companhia de Polícia Militar Independente formou, em Campo do Meio, quase 300 crianças de escolas municipais, neste mês de maio. Estiveram presentes na solenidade, o secretário de Educação Luciano Morais Moreira, o comandante do Destacamento de Campo do Meio, sargento Rafael Ananias Nascimento, além de pais, amigos, diretores e professores da rede de ensino.

PROERD Programa com duração de seis meses tem como objetivo ensinar as crianças a combater as drogas e

Quase 300 crianças firmaram o compromisso de ficarem longe das drogas a valorizar a vida em todos os aspectos. As aulas são ministradas uma vez por semana em cada turma, pelos instrutores/PM do Proerd. O Proerd é a versão brasileira do programa Norte-americano Drug Abuse Resistence Education (Dare), criado em 1983.

No Brasil, foi implantado em 1992 e conta com três cursos: Proerd para 4ª e 6ª séries do ensino fundamental e Curso Proerd para pais. O programa consiste em uma ação conjunta entre o policial militar devidamente capacitado, chamado Policial Proerd,

professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, no sentido de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a violência entre estudantes, bem como ajudá-los a reconhecer as pressões e a influência diária para usar drogas e praticar a violência e a resistência a elas.

Policial militar impede assalto em Alfenas Denise Prado Editoria de Polícia

U

m policial militar que se encontrava de folga impediu um assalto, na noite de terça-feira, no bairro Jardim América. Outras duas ações como esta já ocorreram em Alfenas e em Campos Gerais e, em todos os casos, houve troca de tiros com os bandidos. O policial conversava com amigos enquanto um vizinho guardava a motocicleta Honda CB 300, na garagem. Neste momento, o vizinho foi surpreendido pelo assaltante que o derrubou no chão, apontando uma arma e anunciando o assalto. Ao perceber que se tratava de um assalto, o militar correu para casa e buscou sua arma de fogo. Ao sair, o ladrão ainda tentava dar partida na moto quando, então, o policial deu voz de prisão ao autor que não obedeceu e apontou o revólver. Segundo a Polícia Militar, para repelir a iminente agressão, o militar fez disparos em direção ao ladrão que também revidou disparando dois tiros e fugindo em seguida. Momentos depois, a polícia encontrou

o revólver calibre 32 com duas munições intactas e outras duas deflagradas, além de um agasalho com capuz, que foi utilizado pelo bandido.

Outras ações Recentemente, um policial militar atingiu um ladrão que entrou em sua residência localizada no bairro Recreio Vale do Sol. De acordo com a PM, o policial se ausentara de sua residência por alguns instantes e, ao retornar, percebeu algo diferente na porta da casa e marcas de barros na entrada. Ao verificar o que ocorria, um dos três envolvidos que estava armado, disparou na direção do policial, que revidou à agressão com três disparos em direção ao criminoso, atingindo-o no abdômen, braço e joelho. O autor atingido foi encaminhado para o Hospital Universitário Alzira Velano e morreu na noite de domingo, dia 25. No início do mês de maio, um investigador da Polícia Civil de Campos Gerais foi atingido por dois tiros durante uma tentativa de assalto a uma mercearia. Ele foi internado no Hospital Alzira Velano, mas passa bem.


sábado, 31 de maio de 2014

16

Copa Alterosa de Futsal Reprodução

Batendo bola com o leitor (*) Pedro A. Souza

Pela segunda vez, o treinador Luciano Assumpção leva um time de Alfenas à final da Copa Alterosa; desta feita, o Alfenense Futsal briga, de novo, com o Três Pontas Atlético Clube

Alfenense Futsal é finalista Fotos: Otávio Borba

Otávio Borba Editoria de Esporte

O

Alfenense Futsal - representante de Alfe-nas na Copa Alterosa de Futsal - jogou em Areado (a 32km de Alfenas), na noite de quinta-feira, goleou Pouso Alegre pela segunda vez e se classificou para a grande final da competição. A partida entre as duas equipes foi disputada no ginásio poliesportivo Venerando Braz, e os alfenenses venceram os pousoalegrenses pelo placar de cinco a dois. No primeiro jogo entre os dois times, em Pouso Alegre, Alfenas venceu por quatro a um. A final da Copa Alterosa de Futsal será entre o Alfenense Futsal e Três Pontas. De acordo com Luciano Assumpção, treinador do Alfenense Futsal, “o primeiro tempo desta partida foi bastante equilibrado e o placar ficou em um a um. E logo no início do segundo, eles fizeram dois a um; mas logo o nosso time se refez e virou o marcador em cinco a dois”, informa. Luciano ‘Arara’, como é mais conhecido, contou que o Alfenense Futsal terá duas baixas importantes para a decisão do título diante da seleção de Três Pontas, em data e local a serem definidos pela organização. Trata se do fixo Eduardinho Mamão, que sofreu uma entorse no joelho e está praticamente fora; e do pivô Vinícius Formigão, expulso faltando apenas 20 segundos para o término da partida. “Reclamei, e muito, com eles (da organização), pois o árbitro é de Três Pontas e a falta que o Formigão fez

Eduardo Mamão (esquerda) e Vinícius Formigão são os principais desfalques do Alfenense Futsal para a decisão contra Três Pontas não era para cartão amarelo; e como ele já tinha amarelo, recebeu o vermelho”, ressalta, e também se culpa por não ter tirando o jogador. “Também errei, pois poderia ter sacado o Formigão, mas no calor do jogo, nem vi ele tomando o primeiro cartão”, explica, lamentando e ao mesmo tempo afirmando que estes jogadores farão falta sim. “Mas acredito no elenco como um todo; os que estão entrando têm dado conta do recado. Mas perdemos sim, principalmente no quesito experiência”, comenta. O Alfenense Futsal venceu com: Alexandre Ávila, Eduardinho Mamão, Rogério Cebolinha, Luka e Vinícius Formigão. No banco, Assumpção contou com: Guilherme, Buguinho, Luiz Eduardo, Kadu, Ansão, Guigui e Wellington Papaia. Os árbitros da partida foram o trespontano Wanderley Baldansi e Dalmir Cesar.

Rogério Cebolinha vem sendo um dos destaques e na última partida, em Areado, fez dois gols diante de Pouso Alegre

***Campeonato Brasileiro, Série A: -Sétima rodada: 18 gols, média de 1,8 gols por partida. Internacional 1 x 3 Cruzeiro; Atlético 0 x 0 Criciúma. -Oitava rodada: 16 gols, média de 1,6 gol por partida. Corinthians 1 x 0 Cruzeiro; e Atlético 2 x 0 Fluminense. -O Cruzeiro é o líder com 16 pontos e o Atlético é o sexto com 14 pontos. A diferença da pontuação entre os sete primeiros colocados é de apenas um e dois pontos. -Nona rodada (faltando 29): hoje, sábado, dia 31, 18h30, São Paulo x Atlético, em São Paulo; amanhã, domingo, dia 1º, 16 horas, Cruzeiro x Flamengo, em Uberlândia. No dia 4 de junho teremos o jogo Sport x Bahia (Recife) para que todas as equipes completem nove partida e teremos a pausa para a Copa do Mundo. ***Campeonato Brasileiro, Série B: -Na sétima rodada os mineiros se deram bem. O BOA venceu, em casa, o Avaí-SC por dois a zero; e o América, em Recife, ficou no empate em um a um com o Santa Cruz. Já na oitava rodada foi decepcionante. O América, em Goiânia, perdeu a invencibilidade para o Atlético (3x0) e o BOA, em casa, foi derrotado pelo Santa Cruz (0x2). O time de Pernambuco teve sua primeira vitória, depois de sete empates. O Coelho ainda lidera com 17 pontos, com as companhias de Ceará e Joinville e o BOA é o 18º colocado com oito pontos. Teremos mais duas rodadas antes da Copa do Mundo: nona rodada, no sábado, Ponte Preta x BOA (16h20, em Campinas); e América x Náutico (16h20, Soarez de Azevedo, em Muriaé). Na décima rodada, terça-feira, dia 3: Portuguesa x América (19h30), no Canindé; e BOA x Vasco (21h50), em Varginha. ***Campeonato Brasileiro, Série C: Na quinta rodada, o Tupi foi goleado (3x0) pelo Mogi Mirim e caiu para a sexta colocação (sete pontos em 15 possíveis). Recebe hoje, 16 horas, o Madureira. ***Decisão da Liga dos Campeões, Lisboa (Portugal): Tempo normal, Real Madrid 1 x 1 Atlético de Madrid. A equipe do técnico Diego Simeone levou o empate no último minuto dos acréscimos da etapa complementar. Prorrogação: Real Madrid 3 x 0 Atlético. A equipe de Carlo Ancelotti aproveitou do cansaço e mereceu o título.

MENSAGEM:

“Não se queixe do mundo. O mundo não é mau. Os homens é que ainda não conseguiram ser bons. Mas da lama imunda nasce a pureza dos lírios. E também daquilo que nos parece mau e impuro pode surgir a luz mais sublime. Repare que a luz não se suja, mesmo quando é refletida pelo pântano. Procure ter apenas bons pensamentos, porque eles não serão maculados, nem mesmo quando refletidos em ambientes menos puros.” Desejo aos amigos leitores um abençoado final de semana. PAZ, ESPERANÇA e BONS PENSAMENTOS são os meus desejos. Um abraço a todos os leitores. Conte aos amigos, espalhe por aí o Jornal dos Lagos.

Três Pontas O outro finalista é o TAC/Três Pontas, que eliminou Cabo Verde. Na primeira partida, na terça-feira, o time de Cabo Verde, em casa, venceu os trespontanos por dois a um. Já na quinta-feira, dia 29, o TAC, no ginásio Aureliano Chaves, em Três Pontas, venceu os adversários, no tempo normal, por quatro a um. Na prorrogação, houve empate em dois gols e o Três Pontas se classificou

porque fez melhor campanha do que Cabo Verde. A decisão da Copa Alterosa de Futsal será entre Alfenense Futsal e Três Pontas, em apenas uma partida. A organização (TV Alterosa e Aroa), até o fechamento desta edição, ainda não havia definido data e nem local para esta decisão. O terceiro lugar da competição será decidido entre Pouso Alegre e Cabo Verde.

LEMBRETE: **Não julgue pequena demais a sua tarefa. Da perfeição com que a executar dependerá sua oportunidade para receber uma incumbência maior. RECOMENDE A RÁDIO CULTURA AOS SEUS AMIGOS E AMIGAS. ESPALHE POR AÍ (AM ou OM = 1180 KHW)

RÁDIO CULTURA AM DE ALFENAS: A RÁDIO DO POVO! e-mail: jlagos@unifenas.br - Show do Esporte - Rádio Cultura AM. Horários: de segunda a sexta, das 11h às 12 horas. Sábado: de 11h às 13 horas.

(*) Cirurgião Dentista e Comentarista Esportivo da Cultura AM


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

DE 12 A 15 ANOS

17

Elzo lança projeto de futebol em Machado Presença do Flamengo Master promete abrilhantar festividade hoje, no campo do Santa Luiza Reprodução

Venício Scatolino

Valdir Cezário Editoria de Esportes

O

ex-jogador de futebol e agora empresário Elzo Coelho desenvolve projeto social em Machado (a 32km de Alfenas) já há alguns anos. Trata-se do Instituto Elzo Túlio - nome do filho dele, falecido em acidente automobilístico há três anos -, que trabalha com crianças e adolescentes. O instituto tem sede num sítio do empresário, localizado entre as cidades de Machado e Poço Fundo, e tem como lema ‘Educando pelo esporte’. Hoje, sábado, dia 31, a partir das 13h30, o Instituto Elzo Túlio estará ampliando seu raio de ação e fará lançamento do projeto de futebol para crianças do bairro Santa Luiza. O evento acontece no campo do próprio bairro. “Hoje, o Instituto Elzo Túlio trabalha com o atletismo; são mais de cem crianças atendidas até agora e nossa intenção é ampliar este raio de ação”, afirma, por telefone, o empresário Elzo Coelho. Ele está otimista quanto ao futuro do projeto e aponta que deverá trabalhar outros esportes, como vôlei, basquete, futsal, futebol de campo, dentre outros. Num primeiro momento, o projeto está preparado para receber cem crianças com idade entre 5 a 12 anos. “Posteriormente, nossa intenção é ampliar esse número de participantes. E para que isso possa acontecer estamos à procura de parceiros que possam propiciar isso”, disse. Coelho conta também que o projeto conta com apoio e aprovação do Instituto Banco do Brasil, que já vem dando sua contribuição para o lançamento na tarde de hoje. “Nós não queremos ver crianças e adolescentes inseridos no mundo da crimina-

Elzo já trabalha com meninos, tanto na formação do atleta como no caráter pessoal de cada um deles: “nosso objetivo é formar cidadãos de bem para uma sociedade bem melhor”, avaliou o ex-jogador e agora empresário lidade; queremos eles praticando esportes, crescendo com um objetivo concreto de ser um cidadão de bem. Por isso, nossa preocupação em manter esses meninos e meninas longe das drogas ou de qualquer mal que possa impedi-lo de ser um ser humano respeitado”. É desta forma que Elzo Coelho pretende dar formação aos futuros homens e mulheres de Machado e também da região. “Se, dentre eles surgirem bons atletas, que possam expandir no esporte, melhor ainda”, revela.

Expansão Além de manter o projeto Instituto Elzo Túlio em Machado, Elzo Coelho quer expandir o projeto para cidades vizinhas. “Eu percebo que somos bem aceitos nas cidades da região e nossa intenção é abrir franquia nestas cidades também. Não ficar só em Machado, mas buscar parceiros para nos apoiar a alavancar ainda mais nosso projeto”, revela Coelho. Ele está otimista quanto a esta expansão e afirma que já manteve os primeiros contatos em alguns municípios e aceitação “foi muito boa”. Alfenas está na rota do instituto Elzo Túlio.

Master Para abrilhantar ainda mais o lançamento do projeto de futebol no bairro Santa Luiza, na tarde de hoje, Elzo Coelho convidou o Flamengo Master para

fazer um amistoso com os Amigos do Elzo, a partir das 15 horas, no próprio campo do bairro Santa Luiza. “Nós queremos socializar este projeto, por isso, não precisamos ir ao centro da cidade para realizar essas ações”, disse Elzo Coelho. Ele explica que o projeto tem de ir onde as crianças estão atuando, “pois ficará mais fácil e dará mais visibilidade ao trabalho”. Dentre os jogadores do

Flamengo Master estão: Rondinelli, Renato Carioca, Adílio, Nélio, Piá, Cláudio Adão, Marquinho, Beto, Jorginho, Carlos Henrique, dentre outros. “Virão muitos ex-atletas do Flamengo para dar um brilho especial ao lançamento do nosso projeto”, informa Elzo Coelho. Já na seleção de amigos do Elzo, alguns nomes como Adalto (ex-Portuguesa), Elivélton Rufino (ex-Cruzeiro,

seleção brasileira e vários outros clubes do país, hoje empresário em Alfenas), Claudinho (ex-Santos), dentre outros, além de alguns convidados alfenenses, como Cléber Cunha, Osmar Andrade, Marcos Monte Ale-

gre, Boaventura, Luiz Carlos Bahia. “Vai ser um grande jogo e lá mesmo no campo do Santa Luiza; um campo simples, mas vai receber a todos com o coração aberto”, conclui Elzo Coelho. A entrada no local será gratuita.

O melhor da Copa de 86, no México Reprodução

Elzo Aloísio Coelho nasceu em Serrania, no dia 22 de fevereiro de 1961. Mais conhecido como Elzo, é um ex-futebolista e treinador de futebol, que defendeu a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1986. Foi, inclusive, escolhido o melhor volante da Copa, bem como o melhor preparo físico dentre os participantes do Mundial realizado no México. Elzo iniciou sua carreira no Ginásio Pinhalense, de Espírito Santo do Pinhal, com 16 anos. Despertou o interesse da Internacional, de Limeira, que o contratou em 1981. Em 1984 foi para o Atlético Mineiro, onde conquistaria os campeonatos mineiros de 1985 e 1986. Convocado de maneira surpreendente pelo técnico Telê Santana, em março de 1986, acabou titular do Brasil na Copa do Mundo da-

Ao lado de grandes craques do futebol brasileiro, Elzo vestiu a camisa da seleção e foi escolhido um dos melhores da Copa de 86, no México quele ano e foi eleito um dos melhores do mundial. No total, Elzo jogou onze partidas pela seleção brasileira, entre março e junho de 1986. Ficou no Atlético até 1987, quando foi vendido ao Benfica. Na temporada de 198788, ele disputou a final

da Liga dos Campeões, perdida para o holandês PSV Eindhoven, nos pênaltis. No ano seguinte, voltou ao Brasil para defender o Palmeiras, onde ficou até 1990. Em 1991, foi contratado pelo Catanduvense, ficando por lá até 1993, quando

aposentou-se sem nunca ter sido expulso. “Eu sempre me antecipei aos adversários e por isso ficava com a bola”, revelou, à revista Placar, em 2008. Quando jogou no Palmeiras, ganhou a Bola de prata de 1989. (Fonte: Wikipédia)


sábado, 31 de maio de 2014

18

Claudino ganha prova de atletismo da Academinas Atleta passeia pelas ruas e cruza a linha de chegada em 1º; cinco anos da academia comemorados com sucesso Fotos: Academnnas

Valdir Cezário Editor de Esportes

Q

uatro competições simultâneas marcaram os cinco anos de fundação da Academinas Tênis & Fitness durante o mês de maio. No início do mês, começou o torneio interno de tênis envolvendo cerca de 50 atletas que disputaram quatro categorias. Este torneio durou dois finais de semana, com início dia 10 de maio e ofereceu premiação com troféus e medalhas e também é realizado a cada dois meses na academia. “O objetivo é promover o esporte e a integração entre todos os atletas, que vão desde a categoria infantil até feminino e veteranos”, informa a empresária Julietta Totti Guimarães, proprietária da academia. O auge das comemorações da Academinas aconteceu no domingo, 25 de maio. Na manhã deste dia foram realizadas a corrida e caminhada com cinco quilômetros pelas ruas de Alfenas, culminando com as semifinais e finais da Copa Academinas 5 Anos Clube da Casa de Tênis, que reuniu tenistas profissionais da região. A largada das provas de atletismo foi na mão inglesa da Praça Getúlio Vargas e a chegada aconteceu na Academinas, na parte baixa do Jardim Aeroporto. “Um sucesso, com mais de 90 participantes e um percurso sem exigir muito dos atletas; vão ser muito interessantes tanto a corrida como a caminhada”, comemorava, antes da largada, Julli Totti, como é mais conhecida.

Atletismo Vários atletas da cidade e região se posicionaram para a largada da prova de cinco quilômetros. Atiradores do Tiro de Guerra de Alfenas se juntaram a eles e também fizeram parte do rol que teria de correr os cinco quilômetros. Dentre os participantes, atletas como Washington Claudino, Gilberto Tomaz e um dos dirigentes da

Valdir Cezário

Pódio masculino: Washington Claudino (1º), Fabrício Cãndido (2º), Gilberto Tomaz (3º), Evânio Vitor (4º) e Sebastião Pena (5º)

Valdir Cezário

Antes mesmo de cruzar a linha de chegada, Claudino comemora primeiro lugar

Pódio feminino: Auixillene Izabel (1º), Gisele Singi (2º), Loredana Diniz (3º), Damaris Bernardes (4º) e Andreia Cássia (5º) Fotos: Academnnas

Em entrevista, Julieta Totti comemora sucesso dos eventos dos cinco anos da Academinas

Lucas (direita) e Eduardo ‘Taga’, campeão e vice, respectivamente, do torneio de tênis Alfa, Elmo Barreiro. Da região, o que mais poderia interferir no bom desempenho dos alfenenses seria o atleta machadense Fabrício Cândido. E logo na largada, sem problema algum, Washington Claudino tomou a ponta, se projetou à frente e foi em busca de mais uma vitória no atletismo local. Correu os cinco quilômetros como se estivesse realizando um treino e chegou em primeiro lugar com um tempo de 14 minutos e 14 segundos. Logo em seguida, veio Fabrício Cândido, de Machado. E, na terceira colocação, Gilberto dos Reis Tomaz, de Alfenas. Aliás, os cinco primeiros colocados foram revezados entre alfenenses e machadenses. O quarto colocado foi Evânio Vítor, de Machado, e o quinto,

Sebastião Pena, o Pança, de Alfenas. “Eu não poderia bobear porque o Fabrício (segundo colocado) estava na minha cola; então, tive que impor um pouco mais de velocidade em alguns trechos para não deixá-lo se aproximar”, disse Washington Claudino, que há duas semanas havia conquistado uma prova do Sesi, também em Alfenas. “Estou acostumado com provas mais longas e então tive que me adaptar a esta”, completou o atleta campeão que, por pouco perderia a largada porque pensou que a prova estava marcada para às 9 horas. A largada foi às 8h10. Dentre as mulheres, o revezamento nas cinco primeiras posições foi entre atletas de Alfenas e Pouso Alegre. A campeã foi Auxillene Izabel, de

Pouso Alegre. Ela cruzou a linha de chegada um pouco cansada, mas nada que a impedisse de afirmar que o trajeto foi muito bom. “Não tinha muita subida e nem descida, mas precisei acelerar meu ritmo porque tinha atleta na minha cola”, disse. Ela se referia a Gisele Bastos Singi, que chegou em segundo lugar. “Eu estou acostumada a provas de 60km e na neve; cheguei recentemente da Patagônia, onde corri no gelo e tive uma boa performance”, disse Gisele, atleta alfenense que vem se destacando não só no cenário local, mas também participa de desafios fora do país, principalmente em países gelados. Depois de Gisele, na terceira posição, chegou a alfenense Loredana Diniz; em quarto, outra atleta de Alfenas: Damaris Bernardes. E o quinto lugar ficou para a pousoalegrense Andreia Cássia.

Tênis A final do torneio de tênis Copa Academinas 5 anos Clube da Casa foi entre Lucas, de Passos, e Eduardo ‘Taga’, que é professor na Academinas. O vencedor foi Lucas, que comemorou seu último título no Brasil antes de ingressar na Universidade do Arizona para dar continuidade ao seu treinamento como tenista profissional. “Foi um torneio de primeiro nível, que reuniu alguns dos principais tenistas da região”, comemorou Julli Totti.

Todos os participantes da corrida e da caminhada receberam medalhas...

...e doaram alimentos não perecíveis como inscrição para as provas “Estou muito feliz com tudo o que aconteceu; todos os eventos que programamos e realizamos foram de alto nível e ficaram muito bem organizados; estou muito orgulhosa da minha equipe e agradeço a todos os participantes. A Academinas está de portas abertas a todos que quiserem conhecer e ingressar em nossas atividades físicas”, terminou a empresária e educadora física, que afirma ainda que em seus cinco anos, a Academinas já conta com mais de 200 atletas nas modalidades

tênis e fitness. Ela agradece ao grande número de pessoas que foi à academia, durante os eventos, especialmente no dia 25 de maio. Na chegada e premiação dos atletas que disputaram a prova de atletismo e andaram a caminhada, foi servido um café da manhã a todos. Julli Totti também agradece aos parceiros da Academinas: Clube da Casa, Novo Rumo Chevrolet, Ankaras Agência de Viagens, Caixeta Construtora e Loteadora, ConstruCar, Lester Piercing e Tatuagem e MaxSeg.


sábado, 31 de maio de 2014

19

Copa Regional de Futebol Amador

JORNADA ESPORTIVA

É DECISÃO

ATHLETIC CLUB X EC CHAPADÃO Amanhã, 15h15 - Direto de São João Del Rei PRIMEIRO JOGO DA FINAL DA COPA REGIONAL DE FUTEBOL AMADOR Sintonize 1180khz - acesse www.radioculturaalfenas.com.br

Chapadão faz primeiro jogo da final Confiantes, jogadores da equipe de Alfenas viajam para São João del Rei onde enfrentarão o Athletic Valdir Cezário

Otávio Borba Editoria de Esporte

A

manhã, domingo, dia 1º de junho, o Esporte Clube Chapadão vai até a cidade de São João del Rei (a 230km de Alfenas), onde enfrentará o Athletic Club, a partir das 15h30, no estádio Joaquim Portugal. A partida será a primeira da decisão inédita para o time alfenense, da Copa Regional de Futebol Amador, promovida e organizada pela Liga Sul Mineira de Futebol, com sede em Varginha. A partida de volta entre as duas equipes está marcada para o domingo seguinte, dia 8, no estádio Francisco Leite Vilela, do América, em Alfenas. O Chapadão vem de uma espetacular vitória diante do Três Pontas Atlético Clube, na partida de volta da fase semifinal, em Alfenas, por três a um. Já o Athletic precisou correr mais: perdeu para o Cruzeiro, em Guaranésia, por três a um, no tempo normal; e somente na prorrogação venceu por um a zero e ficou com a outra vaga na decisão. O time do Esporte Clube Chapadão vem bem desde o início da competição. Oscilou em alguns jogos, mas na reta final, se firmou como favorito a uma vaga na decisão. O grupo ganhou alguns reforços e produziu mais, principalmente com as chegadas de Léo Mineiro e Flávio Torres. O treinador Uarli Christi disse que deverá ter força quase máxima para o confronto de amanhã. Quase porque o volante Eduardo Mamão será uma exceção: foi expulso no jogo de domingo passado, aos 25 minutos da segunda etapa. “Porém, teremos as voltas do meia-atacante Rafinha e também de Evander Bodinho. E vamos definir o grupo somente no coletivo”, disse Christi, lembrando que na tarde desta sexta-feira, no campo do América, faria treino-amistoso às 19 horas diante do Rodosul, time de Celso Liberato.

Maturidade De acordo com Uarli Crhisti, a sua equipe está

O Esporte Clube Chapadão (acima) viaja amanhã de manhã com destino a São João Del Rei, onde vai enfrentar o Athletic Clu (foto à direita) no primeiro jogo da final da Copa Regional

DETALHES DA DECISÃO

Primeiro jogo, amanhã, domingo, 15h30: -Athletic Clube x Esporte Clube Chapadão, no estádio Joaquim Portugal, em São João Del Rei. Árbitro: Filemon da Silva. Auxiliares: Mauro Gabriel e Lázaro de Carvalho. Reserva: Aguinarras Amadeu Costa Bento. Representante: Vander Luis Almeida. Fiscal: Gilberto Antônio Cardoso Junqueira. Observador: José Abel Bernades Bueno Valdir Cezário

Mesmo atuando de volante, Elinton Cuecão (direita) se projeta ao ataque em busca do gol mais madura e consciente nestes jogos que afunilaram a competição, como nas quartas de finais e semifinais. “Queremos manter a pegada, jogar com a mesma determinação e responsabilidade, pois só assim vamos conquistar o nosso objetivo”, ressalta. Segundo Christi, o Chapadão vai viajar para São João del Rei amanhã, domingo, às 7 horas. A distância entre as duas cidades chega a 230 quilômetros e, por isso, a delegação deve chegar ao destino por volta de 11 horas e logo em

seguida vai para o almoço. Após, descanso até o início da partida, marcada para às 15h30. O presidente do time, Reginaldo Silva, está confiante e disse que um bom número de torcedores do Chapadão estarão presentes em São João para prestigiar o Chapadão, fato este que se tornou um tônica nesta competição. “Estamos contentes com o momento do time; todos estão confiantes e vamos levar nossos torcedores para que nos prestigiem mais uma vez”, completa.

Reprodução/site Athletic

Atlhetic completo e com a torcida O Athletic Club de São João Del Rey, microrregião das Vertentes, está pronto e otimista para receber amanhã, às 15h30, o Esporte Clube Chapadão, no primeiro jogo da decisão da Copa Regional de Futebol Amador. O time da cidade do ex-presidente do Brasil, Tancredo Neves, conseguiu a sua classificação no domingo, dia 25, na cidade de Guaranésia: perdeu no tempo normal (3x1 para o Cruzeiro); porém, venceu na prorrogação, por um a zero. No jogo de ida, vitória de quatro a zero do Athletic, do presidente Cláudio Gonçalves. De acordo com Samuel Rocha, 54, funcionário público municipal e diretor de esportes do Athletic, “a classificação para a final foi suada e conquistada com muita dedicação e luta”. Ele informa ainda que devido a um WO, a sua equipe deixou de pegar o primeiro lugar no geral. O time, que vai completo para a partida de amanhã, manda os seus jogos no estádio Joaquim Portugal, que tem capacidade para três mil pessoas. “Mas isto não vai acontecer, pois devido a problemas de segurança e até mesmo por ordem do

Corpo de Bombeiros, vamos abaixar este número significativamente para que todos os torcedores possam ter condições de assistir a partida com bastante tranquili-dade”, ressalta. O treinador do Athletic é o professor de Educação Física Paulo Rogério. “A maioria dos jogadores é de São João mesmo. De fora, temos apenas três, que são profissionais e ainda estão em busca de contratos”, informa. São eles: o atacante Beto, que já teve passagem pelo Atlético Paranaense, sendo o artilheiro da equipe com sete gols, além de Flávio e Edson, que esteve de passagem pelo futebol polonês. “Temos um time compacto, ofensivo e que sabe marcar. Fizemos uma boa campanha e estamos bastante confiantes, embora respeitemos o nosso adversário”, argumenta. Segundo Samuel Rocha, a expectativa dos sanjoanenses é grande, “pois há um bom tempo não disputávamos este tipo de competição com chances de conquistar; e vamos lutar muito para que possamos alcançar a nossa meta. Os torcedores estão animados, assim como todos os jogadores e

membros da comissão técnica e diretoria”, informa. Ele ainda reclamou da opção pelos jogos de TV do Campeonato Brasileiro. “É uma concorrência desleal, mas aquele que realmente gosta do time e quer ver o nosso futebol bem representado, certamente virá a campo, pois o Brasileirão tem muito tempo ainda e nada está definido”, encerra e informa que o preço do ingresso será de R$ 6 para homens, R$ 3 para estudantes. Mulheres, associados do Athletic, maiores de 65 anos e menores de 12 anos entram de graça.

Athletic Clube O Athletic Club é um clube de lazer, esportivo e social, sem fins lucrativos, que teve sua origem no futebol de campo em 27 de junho de 1909. Possui estrutura moderna, onde cada detalhe foi planejado para que todo sócio possa usufruir de lazer, praticar esportes, relaxar e fazer novos amigos com conforto e segurança. Suas equipes participam anualmente de competições oficiais das federações de futebol, basquete, natação e vôlei, além de promover competições internas para seus sócios e atletas. (Fonte: site Athletic Club)


sábado, 31 de maio de 2014

20

ZAPPING Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora. Os capítulos que vão ao ar estão sujeitos a eventuais reedições - de 02/06 a 07/6/2014 MALHAÇÃO Globo – 17h35 Segunda (02/06) - Anita tenta convencer Antônio a libertar Sofia. Ben encontra Anita e Sofia e liga para Ronaldo. O investigador Moura avisa a Ben que a polícia já está a caminho. Ben consegue alcançar Antônio e enfrenta o irmão. Clara avisa a todos no ensaio do musical que Anita e Sofia foram sequestradas. Ben inventa uma história sobre o pai de Antônio e o menino fica em choque. A polícia chega ao local do cativeiro. Terça (03/06) - Sidney se desespera e tenta salvar Sofia. A polícia chega a tempo e prende Antônio. Sofia revela a Sidney que nunca esteve grávida. Todos explicam o plano armado para capturar Antônio, e Ben se preocupa com o estado de Sidney, que acreditou na gravidez de Sofia. Zureta conta para os amigos que Frédéric convidou os alunos para passar férias no Havaí. Martin revela a Omar e Zico que o restaurante agora está em seu nome. Sofia procura Sidney. Quarta (04/06) - Sidney e Sofia se declaram um para o outro. Martin convida Ronaldo para ser seu sócio no Embaixada do Gol. Sofia confessa a Sidney que não desistiu de morar fora do país e o menino garante que vai esperar pela amada. Hernandez afirma a Maura que não abandonará Antônio, mas decide não sofrer mais pelo rapaz. Drica e Amanda se interessam pela viagem dos meninos ao Havaí. Caetano se candidata à vaga de garçom no Embaixada. Sofia recebe respostas de duas escolas dos Estados Unidos. Quinta (05/06) - Sofia não é aceita nas duas escolas para as quais aplicou. Ben pede Anita em casamento e a menina o convence a esperar. Ronaldo repreende o comportamento de Caetano com os clientes. Serguei comenta com Meg que um cabeleireiro famoso o procurou para fechar negócio. Ben e Anita pedem permissão a Vera e Ronaldo para morarem juntos na garagem do casarão. Sexta (06/06) - Vera e Ronaldo não permitem que Ben e Anita fiquem juntos no casarão. Omar e Fábio procuram Luciana e travam uma disputa para conquistá-la. Junior comunica à equipe de produção do musical que a empresa de som foi assaltada. Martin consegue solucionar o problema do áudio do musical. Sofia recebe um convite para estagiar em um ateliê em Paris. Luciana repreende Omar e Fábio. Sidney revela a Sofia que foi ele quem mostrou seu trabalho para o ateliê francês.

MEU PEDACINHO DE CHÃO Globo – 18h15 Segunda (02/06) - Zelão elogia a capacidade intelectual de Serelepe para Rodapé. Gina diz à mãe que não votará em Ferdinando. O prefeito das Antas pede ao Padre Santo que avise a Juliana sobre o atraso no pagamento de seu salário. Juliana comenta com Renato sobre a dificuldade que ele terá de manter o posto de saúde. Juliana fala para Gina que terá de dar aula em outro lugar caso a prefeitura das Antas não tenha recursos para pagar seu salário. Renato fica desconcertado quando uma senhora oferece uma galinha como forma de pagamento de sua consulta médica. Terça (03/06) - Serelepe avisa a Zelão que não vai procurar Pituca para reatar sua amizade. Padre Santo cogita a possibilidade de greve dos professores por causa do atraso nos salários e o prefeito das Antas se irrita. Ferdinando diz ao pai que não quer mais que Zelão seja seu segurança. Serelepe resolve parar de frequentar a escola por entender que já sabe ler e escrever e se despede de Juliana. Zelão declara seu amor para Juliana. Giácomo conta para Renato que Zelão acompanhou Juliana até a casa de Pedro e o médico fica enfurecido. Quarta (04/06) - Gina conta a Pedro Falcão que Zelão desrespeitou Juliana. Mãe Benta tem compaixão por Zelão pelo amor que o rapaz nutre por Juliana e comenta sua preocupação com Rosinha. Renato sente ciúmes de Juliana com Zelão e acaba brigando com a professora. Catarina comenta com Epaminondas que gostaria de saber quem são os pais de Serelepe. Quinta (05/06) - Serelepe diz a Pituca que não sabe quem são seus pais e deixa claro que não gosta de falar sobre o assunto. Juliana não aceita a companhia de Renato nem de Zelão no caminho para a casa de Pedro Falcão. Renato e Zelão discutem. Catarina mostra para Epaminondas o livro escrito por Ferdinando. Gina conta que deixou Ferdinando esperando porque ele ameaçou beijá-la. Zelão diz à mãe que ficará com Juliana de qualquer jeito. Sexta (06/06) - Serelepe conta para Ferdinando que Zelão tem a intenção de raptar Juliana. Ferdinando avisa a Juliana do perigo que ela corre com Zelão e decide levar a professora para a casa de Pedro. Epaminondas avisa a Zelão para não se aproximar de Juliana. Ferdinando e Gina se estranham quando ele a impede de usar sua arma para atirar em Zelão. Sábado (07/06) - Ferdinando garante para Gina que está gostando dela. Epaminondas ameaça deserdar Ferdinando caso ele se apaixone por Gina. Juliana diz a Pedro que sente pena de Zelão. Epaminondas entrega a arma que tomou de Zelão e faz o empregado prometer que não fará nada de errado. Ferdinando diz para Epaminondas que pretende conversar com o prefeito antes de assumir a oposição e afirma que levará Gina com ele. Zelão fica aflito ao saber que Juliana o procurou enquanto estava na casa de Pedro.

GERAÇÃO BRASIL

EM FAMÍLIA

Globo – 19h15

Globo – 21 h

Segunda (02/06) - Jonas explica aos participantes as regras da próxima etapa da disputa. Pamela avisa a Megan que vai procurar mais informações sobre Davi. Jack chega na Califórnia e é recebido por Brian e Dorothy. Jonas leva Verônica para acompanhar a prova com ele. Maria e outras ex-namoradas de Brian o difamam na tevê e Evangelina o defende. Pamela pede para Rita não contar para Herval que ela esteve na Plugar. Alice pede para Matias voltar para a faculdade. Jack encerra o contrato de Maria, que fica ainda mais furiosa com Brian. Cai um temporal e Verônica fica presa no mesmo local que Jonas. Um drone observa os dois.

Segunda (02/06) - Virgílio fica chateado ao ver que Helena não se desfez de sua caixa de lembranças e decide sair de casa. Felipe se desculpa com Silvia por ter dito, na frente de Clara, que ela estava interessada em Cadu. Bárbara recebe flores de Lucas, deixando André incomodado. Chica conta para Luiza que Virgílio abandonou Helena. Dulce conhece Pedro Paulo, novo professor da faculdade. Luiza visita Virgílio no hotel. Marina prepara um jantar para Clara. Embriagado, Felipe atende uma criança e faz um diagnóstico errado. Jairo perde Bia no shopping, deixando Juliana nervosa. O paciente de Felipe dá entrada no hospital em estado crítico.

Terça (03/06) - Manu e Davi se aproximam durante a nova etapa do concurso e começa a pintar um clima entre os dois. Verônica janta com Jonas e tenta falar com ele sobre sua família. Jonas avisa a Pamela que passará a noite acompanhando o desempenho dos candidatos. Pamela sente falta de ter um projeto só seu. Evangelina termina o noivado com Brian. Brian é preso. Iracema e Gláucia se encontram e se alfinetam. Herval convida Pamela para sair. Olinda lê a mão de Pamela. Dorothy se desespera com a prisão de Brian.

Terça (03/06) - Alice vai com Nando ao presídio interrogar um suspeito de estupro. Juliana fica aliviada ao encontrar Bia em uma loja de brinquedos. Helena e Chica internam Felipe em uma clínica de reabilitação. Jairo diz a Juliana que vai levar Bia para uma feijoada na comunidade. Marina e Vanessa pensam na proposta de sociedade de Branca. Ivan ouve Clara e Cadu discutirem sobre separação. Gabriel incentiva a mãe do menino a denunciar Felipe. André se incomoda ao ouvir Lucas convidar Bárbara para viajar com ele. Alice organiza um chá de lingerie para Luiza. Jairo e Juliana chegam à comunidade com Bia. Clara e Marina passeiam juntas.

Quarta (04/06) - Alice termina o namoro com Matias. Pamela relembra o que Olinda disse quando leu sua mão. Sílvio flagra Marisa com Vander, e Gláucia comemora. Edna aconselha Verônica a não se envolver com Jonas. Rita descobre que Dante fará um show com Cidão. Vander incentiva Matias a pegar a van de Cidão para ajudar Alice. Megan avisa a Jonas e Pamela que Brian foi preso. Elias e Suzana voltam para São Paulo. Dante percebe o sumiço da van de Cidão. Matias atropela Danusa. Brian tem um surto e Dorothy fica nervosa. Verônica toma uma decisão sobre sua relação com Jonas. Quinta (05/06) - Dante se apavora quando Matias conta que provocou um acidente com a van de Cidão. Jonas se preocupa com a carta que pediu para Brian guardar. Danusa fica interessada em Matias. Verônica fica constrangida com os comentários de Megan sobre Jonas e acaba deixando seu gravador na mansão. Herval convida Pamela para um evento na Plugar. Jack ouve Jonas falar com Brian sobre um envelope grená. Jonas encontra o gravador de Verônica e sai de casa apressado. Pamela lembra de Olinda e sente uma tontura. Jonas e Verônica se beijam. Sexta (06/06) - Verônica implora que Jonas vá embora. Jack guarda o envelope grená. Lara reclama de Shin para Iracema. Dante conta para Cidão o que aconteceu com sua van. Alice briga com o ex-namorado. Cidão exige que Matias trabalhe para ele para pagar a dívida de Dante. Pamela chega para o evento na Plugar. Iracema conversa com Shin sobre a festa de Tomás. Jojô afirma para Verônica que Jonas armou para ficar com ela. Brian volta ao seu estado normal e Jack avisa que contará para Pamela sobre o conteúdo do envelope grená. Sábado (07/06) - Cidão chama Matias para um trabalho e Rita se desespera. Megan tenta seduzir Davi. Brian conta para Jonas que Alex e Jack sabem do conteúdo do envelope. Gláucia pega fios de cabelo de Danilo. Brian pega o envelope grená no quarto de Jack. Brian informa a Maria que possui a gravação de sua invasão com Alex ao Regenera. Sílvio incentiva Barata a procurar Verônica. Cidão avisa a Dante e Rita que Matias teve de fugir da polícia. Dorothy estranha o estado de Jack. Dante pede que Davi ganhe o concurso para pagar sua dívida com Cidão. Jack se sente mal e Pamela se desespera.

Quarta (04/06) - Virgílio fica feliz com a visita de Benjamim e surpreende o pai ao contar que se separou de Helena. Juliana se preocupa com Bia, que brinca com as crianças da comunidade. Dulce leva Pedro Paulo para conhecer o campus da universidade. Luiza e as amigas se divertem no chá de lingerie. Os idosos reclamam da comida da casa de repouso com Miss Lauren e ameaçam denunciá-la. Juliana se irrita ao ouvir de Jairo que algumas pessoas dizem que ela foi a responsável pela morte de Gorete. Luiza percebe a admiração que Lívia tem por Laerte e sente uma ponta de ciúme. Quinta (05/06) - Chica fala para Helena que lamenta que Virgílio tenha saído de casa. André começa a perceber que sente por Bárbara algo além da amizade. Luiza diz a Laerte que gostaria de fazer uma cerimônia de casamento na igreja. Shirley diz a Selma que uma cartomante previu seu futuro feliz com Laerte. Cadu admite para Nando que está prestes a perder Clara para Marina. Selma mostra satisfação ao saber da separação de Helena e Virgílio. Os alunos da faculdade ficam animado com o estilo do novo professor de linguística. Alice investiga mais um suspeito de estupro. Sexta (06/06) - Ana se preocupa com Virgílio ao falar com ele por telefone. Verônica enaltece a atitude de Cadu de espalhar pelo bistrô cartazes de incentivo à doação de órgãos. Nando e Virgílio conversam sobre relacionamentos e falam de Helena e Juliana. Laerte se lembra do fracasso de seu casamento com Helena e fica nervoso. Murilo é chamado para mais uma campanha publicitária, mas acha o cachê baixo e não aceita a proposta. Shirley diz a Selma que fará tudo para impedir Luiza e Laerte de se casarem. Cadu se chateia ao imaginar Clara e Marina juntas. Sábado (07/06) - Felipe agradece Chica e Helena por cuidarem dele e pede que elas não o tirem da clínica de reabilitação. Alice diz a Malu que já sabe o nome do segundo suspeito de ter violentado Neidinha. Gabriel e Silvia terminam o relacionamento porque ela insiste em defender Felipe. Laerte aceita se casar na igreja e Luiza já começa a fazer os preparativos. Cadu sofre ao ver que Clara prefere a companhia de Marina. Gisele se anima ao pensar que será sócia no estúdio de fotografia. Chica diz a Ricardo que está com uma intuição ruim em relação a Branca. Bárbara fica feliz ao perceber que André está com ciúme dela.

VITÓRIA

CHIQUITITAS

RECORD - 21h20

SBT -20h30

Segunda (02/06) - No Brasil, Gregório, dono do haras Altacyr Ferreira, demonstra preocupação quanto à dívida no banco em conversa com o empregado Bernardo, mas é interrompido pelos galopes da égua Vitória. Priscila conta orgulhosa para seus amigos, também neonazistas, que atropelou um negro. Laíza e Mossoró descobrem que Diego pode vender o bar para Paulão. Diana, Gregório e Mossoró estão jantando quando recebem a notícia de que a cocheira está pegando fogo. Diana e Artur tem uma linda noite de amor. De volta ao haras, a joqueta conta ao pai sobre o namoro com o Artur. Na clínica psiquiátrica Clarice conta para o médico os segredos que rondam a sua vida e diz ter sido covarde em não ter contado a verdade para Gregório. No haras Arminho, Artur consegue ter seu encontro com Gregório.

Segunda (02/06) - Na casa de Carol, Bruno explica como era sua relação com Letícia. A psicóloga

Terça (03/06) - Artur mente para Diana dizendo que Gregório passou mal ao descobrir que ele era cadeirante. Felipe conta para Edu que Gregório pediu para que ele matasse Vitória. Javier tenta convencê-lo a desistir da vingança, mas Artur insiste que deseja ver Gregório sofrer por rejeitá-lo. Tadeu, Caíque e Paulo Henrique fazem hora no bar para despistar suas esposas. Artur fica surpreso e aliviado por Gregório não ter dito que ele é irmão de Diana. Felipe acusa Artur de ter provocado o derrame em Gregório, mas Diana defende o namorado. Artur confessa para Jorge que foi ele quem colocou fogo na cocheira de Gregório.

Terça (03/06) - JP diz para Mili que gostaria de conversar com mais calma com Açucena. Samuca

Quarta (04/06) - Beatriz ouve a conversa e fica horrorizada. Artur pressiona e Jorge acaba aceitando ser o culpado. Ramiro é pressionado por Sabrina sobre a investigação do crime, mas tenta desconversar. Depois de muita insistência, Bernardo deixa Diana competir com Vitória. Beatriz conta para Mossoró que Artur é o responsável por atear fogo no haras. Ao chegar à delegacia Artur e Jorge encontram Beatriz e Mossoró. Agitado, Gregório é acalmado por Bernardo e os dois conversam através de códigos. Renata comenta com Edu, Zuzu e Manel o assédio que sofre de Jorge. Mossoró diz para Diana que Artur é culpado pelo incêndio.

Quarta (04/06) - Miguel foi quem na verdade pegou a aranha de Matilde. Ele escreve mais

Quinta (05/06) - Jorge explica para Ramiro o motivo do incêndio. Laíza conta para Caíque, Paulo Henrique e Tadeu que vai reformar o bar. Bárbara tenta impedir que Sorriso não sofra mais agressões de Paulão e Priscila. Jorge impede Beatriz de ir morar com Mossoró. Renata avisa a Zuzu que Jorge será demitido do haras. Nelito acha que Artur mandou Jorge incendiar a cocheira, mas Luciene deixa escapar que tinha certeza de que Gregório era culpado. Artur liga para Javier querendo notícias de sua mãe, Clarice. Deitado no leito, Gregório chora ao se lembrar da discussão com Artur. Clarice se arrepende de não ter contado a verdade para Gregório. Diana chega com uma mala para morar na casa de Artur. A joqueta ouve o papo de Jorge com Artur e questiona a conversa entre eles.

Quinta (05/06) - Matilde segue as orientações de Carmen sobre um novo falso testamento para

Sexta (06/06) - Artur fala para Diana que Jorge não tinha intenção de provocar o incêndio. Diana não aceita a desculpa e quer Jorge demitido. Diana conta para Artur que saiu de casa depois de brigar com Mossoró. Após muita insistência de Diana, Artur diz que vai demitir Jorge. Artur liga para a clínica e se irrita ao saber que Javier fugiu com sua mãe. Jorge se diz arrependido de ter mentido e que não deveria ter aceitado o dinheiro de Artur. Clarice fica preocupada com Javier e sua família. Catarina avisa a Artur que Bernardo, Luciene e Nelito estão esperando por ele e Diana insiste em ir junto. Bernardo conta que Artur é o culpado pelo derrame de Gregório.

deduz que ele é o pai de Dani. Mili sobe ao palco vestida como Açucena para receber o prêmio. No Café Boutique, Tobias prepara uma surpresa para Maria Cecília. Na sala de aula, Pata acusa Janu de ter criado o perfil falso dela. Matilde vai até a mansão dos Almeida Campos e fala para Carmen que recebeu uma carta, onde diz saber tudo sobre o falso testamento. Eduarda encontra com Shirley Santana, que lhe leva até sua humilde residência. Carmen e Matilde andam pelos corredores do porão do orfanato, mas não encontram ninguém. JP vai ao orfanato falar com Mili.

consegue descobrir o endereço de quem criou a página falsa de Pata na internet. As chiquititas vão até o endereço residencial. Na praça, JP e Açucena se encontram. A casa de quem criou o falso perfil de Pata é de Janu. A aranha Brunilda, de Matilde, some mais uma vez. Eduarda dorme no sofá da sala de Shirley. Samuca, Tati, Ana e Neco saem pelo orfanato com um aplicativo que detecta seres vivos para tentar localizar a aranha Brunilda.

uma carta anônima para ela contando que está com Brunilda. Junior recebe imagens do casal que supostamente morreu no acidente de avião e descobre que o casal não se trata de Gabriela e Miguel, o que significa que eles estão vivos. Carmen fica sabendo da notícia sobre Gabriela e não gosta nada, pois a vilã a mandou para a França sem ninguém saber. Rafa, Binho e Neco entram em uma discussão com Janjão, Tatu e André.

recuperar Brunilda. Sai o resultado de DNA e Bruno realmente é o pai de Dani. Bia entra no grupo de Janu e Bel, que fazem a cabeça da menina contra as amigas. No Café Boutique, o cozinheiro falta e Armando ordena que Beto assuma o posto, embora o garçom não saiba cozinhar. Matilde desiste de tentar descobrir quem é a pessoa que está com Brunilda e deixa o testamento em cima do banco da praça. Carol revela para Dani que seu pai não está morto e que gostaria de conhecê-la. Sexta (06/06) - Ao ler o falso testamento, Miguel pensa que sua filha está morta, assim como Gabriela. Na briga, Tatu dá uma paulada na cabeça de Mosca pelas costas. Janu e Bel vão ao orfanato atrás de Bia, que as recebe como se fossem amigas. Os meninos usam a maquiagem de Vivi para tentar disfarçar as marcas da briga. Bia conta para Janu e Bel que irá ficar um tempo com o pingente de Mili. Carol percebe que os meninos estão com machucados e roxos. Rafa explica que brigaram com os vizinhos. Carol e Chico dizem que violência não leva a nada e que não quer mais que eles se aproximem deles.

Por Anna Bittencourt (interina)

Doce reencontro A excentricidade e a exuberância tem pautado os recentes trabalhos de Cláudia Abreu na tevê. Depois de interpretar a afetada Chayene em “Cheias de Charme”, a atriz revisita uma personagem “perua” em “Geração Brasil”, outra trama da dupla Izabel de Oliveira e Filipe Miguez. A proximidade entre elas, no entanto, é vista com certo distanciamento por Cláudia. “Existem diferenças enormes entre as duas. A Chayene queria fama a qualquer custo e não estabelecia relações verdadeiras com ninguém. A Pamela já é famosa, ela vive como se estivesse em um ‘reality show’”, compara, aos risos. Para se preparar para viver a “gringa”, ela ficou cerca de 20 dias gravando na Califórnia, nos Estados Unidos. “Foi ótimo. Voltei melhor, com outras reflexões”, garante. Além do reencontro com os autores, “Geração Brasil”, marca uma nova parceria com atores com quem Claudia já trabalhou, como Taís Araújo, Isabelle Drummond e Renata Sorrah. “Tenho de ir retocar a maquiagem várias vezes porque tenho problema de acesso de riso nas gravações”, confessa. Introspecção involuntária No ar em “Em Família” como o advogado Nando, Leonardo Medeiros comemora a alta carga psicológica de tem que “botar para fora” para encarar seu personagem. Apesar de estar acostumado a tipos mais densos na tevê, como o fechado Lourenço de “A Vida da Gente”, ele garante que se preparar para esses personagens vai de encontro com a sua personalidade. “Adoraria ser comediante, mas não tem jeito. Já tentei fugir desse estereótipo do cara durão, solitário... Mas agora já me acostumei”, diz, aos risos. Em seu primeiro trabalho com Manoel Carlos, ele comemora o convite para interpretar um personagem central e exalta o trabalho feito pelo autor em parceria com o diretor Jayme Monjardim. “Na tevê, o trabalho do diretor é muito desgastante. É uma pressão muito grande”, valoriza ele, que já dirigiu produções teatrais. Para relembrar Juliano Enrico, um dos últimos “VJs” contratados da fase aberta da MTV, vai ganhar uma animação no Cartoon Network. “Irmão do Jorel”, criado por ele, é baseado na sua própria infância e conta a história de um menino de nove anos e de sua excêntrica família. Com 12 episódios de 11 minutos cada um, o desenho deve estrear no canal a cabo logo após a Copa do Mundo. Elenco definido Faltando poucos dias para a Copa do Mundo, o SBT definiu sua equipe para não ficar de fora do Mundial. O técnico Joel Santana e os ex-jogadores Paulo Sérgio e Edmílson serão os comentaristas especiais da emissora. Além do trio, os repórteres Sid Marcus e Celito Esteves vão acompanhar, diariamente, os passos da Seleção, que serão exibidos em “flashes” durante a programação. Atuação internacional Confirmado para uma participação em “Boogie Oogie”, Fernando Belo vai participar de uma montagem brasileira nos teatros de Nova Iorque, nos Estados Unidos. O ator, que está longe da tevê desde “Saramandaia”, integrará o elenco de “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, inspirado no livro homônimo de Machado de Assis, como parte da programação do conceituado United Solo Festival. Aqui, não Não vai ser desta vez que Di Ferrero, vocalista da banda NX Zero, vai estrear como ator. Aprovado para participar de “Na Mira do Crime”, ele foi barrado pelo Sindicato dos Artistas por não ter o DRT, registro profissional de ator. A série de Tiago Santiago, que será produzida pela Fox e exibida pela Record, ainda não tem data de estreia confirmada. Lado negro Anajú Dorigon e Paulo Dalagnoli estão escalados para viver os vilões da próxima temporada de “Malhação”. Com estreia marcada para 14 de julho, a atriz será a bailarina Jade. Por ter uma mãe muito rigorosa, ela se tornará uma jovem amargurada, egocêntrica e maldosa. Já o ator interpretará Lírio, braço direito de Jade e igualmente perverso. De volta Após Caio Castro e Tatá Werneck serem confirmados nos papéis principais de “Lady Marizete”, Henri Castelli também entra para o folhetim de Alcides Nogueira e Mário Teixeira. Longe da tevê desde o fim de “Flor do Caribe”, em 2013, o ator volta em 2015 para a faixa das sete. Versão baixa renda Miguel Falabella já tem um projeto engatilhado para quando a atual temporada de “Pé na Cova” chegar ao fim. O autor fará uma espécie de paródia da famosa série americana “Sex And The City”. Batizada de “O Sexo e As Nêga”, a produção será protagonizada por Cláudia Jimenez e também terá Karen Hills, Lilian Valesca, Maria Bia e Corina Sabath no elenco. Caça-talentos O SBT já começa a procurar nomes para integrar seu novo “reality show”. “Esse Artista Sou Eu”, inspirado em um formato produzido pela Endemol, colocará personalidades para interpretarem outros artistas. Entre os confirmados na produção, estão o cantor Marcelo Augusto, a ex-Rouge Lissah Martins e o ex-RBD Christian Chavez. A estreia está marcada para 25 de agosto. Alterações As primeiras alterações no elenco de “Assombrações” começam a ser feitas. Na novela de Aguinaldo Silva, Pedro Paulo Rangel foi escalado para viver o mordomo Walter, que guarda um grande segredo sobre a patroa Maria Inês, personagem de Christiane Torloni. No entanto, na última semana, o ator foi substituído por Norival Rizzo sem maiores explicações. Novidade na área Com a pouca repercussão de “Superstar”, Boninho já começa a planejar um novo programa para as tardes de domingo. Com baixo rendimento, uma nova temporada de “Divertics” foi descartada e o diretor precisa arranjar alguma produção para encaixar nas férias do “Esquenta!”. O novo projeto, no entanto, é mantido em sigilo total. Indecisão A ida de Luiz Bacci para a Band tem gerado impasses na direção da emissora. Isso porque ainda não foi definido o tipo de produção que ele comandará. Uma das opções é a volta do “Boa Noite, Brasil”, que já foi apresentado por Flávio Cavalcanti e Gilberto Barros. Mas também há uma corrente que estimula a importação do argentino “Intrusos”, um “telebarraco” com plateia. Peixe novo A partir desta segunda, o “Jornal Nacional” ganha mais um apresentador. De onde a Seleção Brasileira estiver hospedada, Galvão Bueno, principal nome entre os narradores esportivos da Globo, vai acompanhar Patrícia Poeta no comando do noticiário. Em ascensão Segundo o novo ranking medido pelo Ibope que lista o desempenho dos canais fechados, o Viva saltou de 12º para 10º colocado. De olho na boa visibilidade do canal, a Globosat já estuda abrir mais um braço, assim como fez com o SporTV. A ideia é que o Viva 2 seja lançado no próximo ano. e-mails para esta coluna: redacao@tvpress.com.br


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

21 PÉROLAS DO CLOVIS CLOVIS PEREIRA, Alfenense e professor em São Paulo-SP

DR. HÉLIO MOREIRA (*) O autor é alfenense, nasceu em Gaspar Lopes e reside em Goiânia; é membro da Academia Goiana de Letras; da Academia Goiana de Medicina; Instituto Histórico e Geográfico de Goiás

BAÚ LITERÁRIO - DEIXE-ME CONTAR ENQUANTO ME LEMBRO!

Os dias primeiros do nosso calendário O calendário nos reserva uma série de dias pontilhados com datas comemorativas. Na parte religiosa, os ‘dias santos’ em muito dos casos são comemorados em datas móveis; cada ano em dia diferente, sendo necessário recolher à ‘folhinha’ para atualizar-se. O dia primeiro do mês é responsável em algumas datas comemorativas. Vejamos: Primeiro de janeiro ‘Dia do Ano Novo’, ano novo apenas no calendário; a velhice do ano anterior acompanha o vivente no ano entrante e nada de ano novo! Seria novo se os problemas terminassem junto ao ano que se foi. Mas ‘quá’, continua como antes, no quartel de Arantes. Dívidas, doenças, inflação etc. Primeiro de abril, dia da mentira. Em remotas eras, era comum um vivente contar mentira a outro. De acordo com o teor da mentira, às vezes o interlocutor acreditava e, em outros casos, bradava: ‘É mentira, hoje é primeiro de abril!’ Recentemente a data aconteceu e ninguém se lembrou de contar mentira, deixando para os políticos essa missão, tão bem cuidada por eles..., vem aí novas eleições e mais mentiras para somar ao cartel. Previnam-se! Primeiro de maio é comemorado o ‘Dia do Trabalho’. Voltando a máquina do tempo, havia várias confraternizações como jogos de futebol com portões abertos, comes e bebes em algumas indústrias e, à tarde, o esperado pronunciamento do Presidente da República anunciando o valor do novo salário mínimo. O salário mínimo atual é decretado em outra data e o povão não tá nem aí; as comemorações acontecem sem o embalo de antes e estamos entendidos. Embora seja o Dia do Trabalho, em que quase todos comemoram a folga, outros trabalham. Entrevistei um coveiro e a ‘bronca’ aconteceu: “Senhor coveiro, hoje, feriado nacional e o senhor está no trampo?” - Acontece que ninguém escolhe data para morrer e defunto tem preferência para ser enterrado! Hoje, no meu plantão, enterrarei alguns que resolveram morrer numa data histórica e minha obrigação é atendê-los!’ terminou o coveiro. Em seguida entrevistei um açougueiro: “Senhor açougueiro, hoje, feriado nacional o senhor está servindo sua freguesia? Não seria melhor estar em casa junto aos familiares?” - Cruzes! - O açougueiro era lusitano -, em casa está hospedada minha sogra e a velhota fala pelos cotovelos. Decidi ouvir meus fregueses que, pelo menos, compensam monetariamente; quanto à minha sogra, é inverso! Primeiro de novembro é comemorado ‘Dia de Todos os Santos’. Através do telefone intercelestial, entrei em contato com alguns e a ‘bronca’ aconteceu: São Jorge se diz injustiçado. Houve ‘fuxico’ de que estava enrustido com alguns terreiros de macumba e a cassada à sua santidade aconteceu.”Ainda sou venerado por alguns fiéis e isso é bom demais!”Alegou. São Benedito estava nervoso. “Embora minha cassação tenha acontecido, em muitas igrejas e capelas minha imagem foi mantida e venerada por uma legião de católicos”. Cassação não existe apenas para alguns políticos; aqui no céu, ‘cochilou, o cachimbo cai’, terminou o santo. São Cristovão foi inquirido: - Amigo Cristovão, qual sua opinião sobre o dia primeiro de novembro, Dia de Todos os Santos? Há um ‘buxicho’ entre os católicos de que você foi desativado e perdeu a santidade. Que me diz? Perguntei - Sim! Em reunião entre os cardeais havia denúncia de que minha carta de motorista estava vencida e meu exame de saúde, idem. Fui convidado a prestar contas e constaram que, de fato, minha situação era irregular. Não deu outra; fui cassado. Meus devotos não me abandonaram. Alguns mantêm sobre o painel do veículo a minha imagem protetora. Agora, só entre nós: “Em dias de feriados prolongados em que motoristas com ‘o caco cheio’ fazem acrobacias nas estradas, sou o primeiro a cair fora antes que o pior aconteça. De mansinho, descolo do painel e caio na capoeira. Depois, através da mídia, fico a par do que me livrei”, encerrou São Cristovão. Havia outros pronunciamentos. Devido o alto custo dos pulsos intercelestiais, encerrei o trabalho sobre “Os primeiros dias do nosso calendário”. Amém! Amém!

drhmoreira@gmail.com www.heliomoreira.blogspot.com www.academiagoianadeletras.org

Marcel Proust implica com os vizinhos Não há controvérsia, a coleção de sete livros que Marcel Proust (1871/1922) escreveu e que se unificam com o título “Em busca do tempo perdido”, teve influência seminal na literatura do século XX e continua encantando os leitores do século XXI. Nesta coleção de livros (mais de 3.000 páginas e mais de um milhão de palavras), escritos entre os anos de 1913 a 1927, Proust conseguiu, com o gênio inigualável da produção autobiográfica, como se fora um pintor, desenhar e ser narrador da vida e dos costumes de mais de 200 personagens, zombar da vida fútil e snobe da sociedade, da qual ele fazia parte e, sobretudo, descreveu com incrível sabedoria, o amor entre o homem e a mulher, embora ele fosse homossexual Os biógrafos de Proust são unânimes em afirmarem que ele possuía um gênio difícil, excêntrico, arredio à aproximação de pessoas desconhecidas, introvertido e, sobretudo, irônico e mordaz; uma das características da sua personalidade e que marcou a sua existência era a sua vida em clausura, saindo, eventualmente, para algumas atividades culturais (galeria de arte, assistir concertos musicais, fortuitos encontros com amigos em restaurantes); nestas oportunidades agasalhava-se de maneira exagerada, com capotes pesados de pele. Nos seus últimos três anos de vida (1913/1917) passou a viver e a trabalhar (escrevia os manuscritos à mão, na sua cama) em completa reclusão no quarto do seu apartamento no Boulevard Haussmann, em Paris, na companhia de Celeste Albaret, sua governanta. Provavelmente a doença que ele adquiriu quando tinha nove anos de idade (asma brônquica) levou-o a assumir esta atitude, tendo em vista a recorrência de crises quando entrava em contato com substancias alergênicas ou mudanças bruscas do meio ambiente; até recentemente não existia nenhum registro histórico de possíveis entreveros entre Proust e seus vizinhos de prédio, como poderia ocorrer, tendo em vista sua permanência tão prolongada dentro de casa e principalmente pela sua ojeriza ao barulho (chegou a colocar folhas de cortiças nas paredes do seu quarto). Recentemente (2010) o Museu de Cartas e Manuscritos de Paris adquiriu 26 cartas, ainda inéditas, escritas por Proust entre 1908 e 1916 e endereçadas para uma vizinha (Madame Marie Williams), musicista que tocava harpa, esposa de um dentista e que morava no andar superior ao seu, e que foram posteriormente publicadas pela editora Gallimard de Paris (Lettres a sa voisine - Cartas a sua vizinha). Ao lado de mostrar sua finesse no trato com uma dama, ele reclama, como se fora um moto perpetuo, do barulho que havia “sobre a sua cabe-

Boulevar Haussmann - Paris ça” e que não lhe dava trégua; embora as cartas sejam carregadas de ironias e até desaforos, em nenhum momento ele fugiu do tratamento polido, cortês e, principalmente, encaradas por ele, como tudo o que escrevia, como obra literária. Ele agradece por saber que ela se “preocupa com o barulho que o incomoda, porém peço que o mesmo seja moderado”; fala com ironia “ Eu sei que o encanador aparece todos os dias entre as 7 e 9 horas da manhã, esta preferência dele não é a mesma que a minha” ; indaga - “Poderia lhes perguntar, madame e doutor, para pensarem em mim amanhã e diminuírem o barulho?”; “ Poderiam ser mais moderados na hora de bater os tapetes amanhã?” Em duas outras cartas, carregadas de citações culturais e poéticas, ele reclama do barulho, com uma brilhante fantasia a respeito do silêncio. “De toda maneira, quem sabe? Eu sempre penso que o barulho poderá ser tolerável, se ele for contínuo, desde que não estejam consertando a nossa rua durante a noite, consertando seu apartamento durante o dia ou demolindo o shop da esquina nos intervalos ... quando tudo dispersa, o silêncio irá ressoar em meu ouvido ...” “São 8 horas, uma pequena luz bate no assoalho de cima, mostrando que ali o “veronal” não foi usado. Acordei muito cedo ainda para minha crise de asma, o que me aborrece não é o barulho continuo, mas sim aquilo que é jogado no assoalho”. Proust tinha consciência de que estava escrevendo uma obra de arte e precisava concluí-la, algumas vezes, junto com a carta, enviava livros e de volta recebia flores da Madame, “ Hoje o fog produziu-me ataque de asma, por isto estou com dificuldade para escrever estas palavras, estou lhe enviando meu pequeno livro” , “ Agradeço sua maravilhosa e artística carta, bem como o “bouquet” de flores que a acompanhava” Parece, pela persistência da troca

de correspondência, que as queixas dele nunca ultrapassaram os limites da urbanidade, embora isto possa parecer ao lermos trecho desta carta onde ele imiscui na intimidade da vida do casal vizinho: “Sei que o Doutor viaja amanhã e já adivinho o empacotamento e fechamento de caixas. Seria possível fechar estas caixas hoje a noite? Desde que não seja entre 4 e 5 horas; se minha crise de asma terminar antes, avisarei”. Ficam perguntas a serem respondidas: - Por quê ele não falava pessoalmente com os vizinhos? As cartas eram enviadas pelo correio ou eram deixadas debaixo da porta? A harpa da Madame Marie Williams não o incomodava?


sábado, 31 de maio de 2014

22 LUCIANA SIQUEIRA CARVALHO Professora de pintura ateliê ‘Fisarte’ blog: lumaosquefazem.blogspot.com

Vigilantes No mundo de hoje existem muitas coisas que nos tiram do foco da vigilância; é preciso que fiquemos em alerta e preparados para que não sejamos surpreendidos. Porque uma coisa é certa: um dia partiremos dessa para uma “BEM” melhor. Para nós cristãos significa encontrarmos com Cristo. Nossa vida aqui é muito passageira, porém nem sempre nos lembramos disso. Vivemos aqui como se o tempo nos fosse eterno, e não é. A vida não é pura sucessão de atos; é também uma luta diária rumo à nossa Salvação. Vigiar é próprio de quem ama, porque crê. Na Bíblia somos advertidos por diversas vezes à vigilância e à oração. Se deixamos de “vigiar e orar” perdemos o significado mais importante de nossa vida, desperdiçando o tempo que temos. “Vigiar e orar” são atitudes cristãs de quem vive a vida em profundidade. Se empenhe sendo fiel, vigilante, orante e prudente. Esteja pronto, pois não sabemos o dia nem a hora. Que o Senhor te abençoe e te guarde em seus caminhos sempre. CARMEN DOS SANTOS E OLIVEIRA Presidente do COMDALF - Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência de Alfenas/MG

JONATHAN DOMINGUES DE SOUZA (TATO)

Pastor da Igreja Presbiteriana Independente Graduado em Teologia pelo CESUMAR e Graduando em Psicologia pela UNIFENAS

A desvantagem de acreditar só em sí! Eu ouvi de um empresário uma vez em um culto que realizei na cadeia de Machado a seguinte frase: Eu só acredito no esforço e no trabalho. Temos vivido uma época onde a autoestima tem sido muito trabalhada. Há uma grande preocupação com o “EU”. Creio que este trabalho de resgate de identidade é muito válido. Precisamos crer mais em nossa força, em nossos esforços e potenciais. Nós precisamos nos amar mais e cuidar mais de nós. Mas, por outro lado, assim que cheguei a Alfenas, ouvi de um médico, após o óbito de uma pessoa muito querida dele, que ele mesmo estava tratando: “Chega um momento que o ser humano tem que se render. Ele é finito”. Há sempre um vazio impreen-

-chível. Na psicanálise um desejo que nunca será saciado. Há sempre a busca de algo. Jesus disse: Qual de nós por mais ansioso que esteja pode acrescentar algumas horas em sua vida? Jesus declarou nossa finitude e impotência diante da vida. Podemos cuidar do nosso corpo, mas não controlar a vida. O Salmo 127.1-2 disse: Se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que a edificam; inútil vos será acordar de madrugada, repousar tarde; aos seus amados ele dá enquanto dormem. Você trabalha, luta, faz de tudo, mas vê uma casa abalada, um lar destruído. A desvantagem de acreditar em si mesmo é perder como disse Jeremias em Lamentações 3.22-23:

As misericórdias do Senhor são as causas de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade. A fé desvenda um novo campo. Ela nos revela um Deus misericordioso que irrompe em nossa história trazendo o renovo, revigorando as forças e realizando seus milagres. Deus, simplesmente Deus. Poderosamente Deus! Crer somente em si impede você de vê-lo, não apenas em um escrito religioso, mas como Jó disse: Antes eu conhecia só de ouvir falar, mas agora os meus olhos te veem. Assim, acredite em você, mas se prepare para ser surpreendido por um Deus que é vivo. Quer ver isso? Busque-o e se prepare para a surpresa!

Propaganda comercial de produtos de fumo (*) Paulo Afonso da Mata Machado

MOMENTOS DE INCLUSÃO A acessibilidade é um direito humano e está em emergência no momento. Já não se podem dissociar dois conceitos fundamentais: Acessibilidade e Inclusão, na medida em que desejamos discutir e preconizar a participação de todos. Discutindo sobre esse assunto, que é uma realidade ainda pouco conhecida, estamos colaborando para que se tenha uma equiparação de oportunidades, colaborando para a melhoria na qualidade de vida e, sobretudo, na liberdade e discernimento para que as Pessoas com Deficiência e Mobilidade reduzida, possam fazer as próprias escolhas ao exercício pleno da cidadania. A cidade tem de oferecer acessibilidade a todos nas ruas, praças, prédios, transportes e escolas. A falta dela prejudica a todos, mas as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, são as que mais sofrem com essa situação, pois precisam vencer esses obstáculos todos os dias. A cidade tem que oferecer para todos seus cidadãos, condições para que possam circular com autonomia e a isso se dá o nome de ACESSIBILIDADE. A cidade tem que se adaptar a seus habitantes e não os habitantes a ela. Siga o ensinamento de Mahatma Ghandi: “Seja você a mudança que quer ver no mundo”.

As campanhas antifumo têm sortido efeito. Muitas pessoas vêm deixando de fumar. A esse número se junta o de óbitos e o dos que deixam de fumar por questões de saúde: adquiriram câncer no pulmão, enfisema pulmonar ou enfarto do miocárdio, ou ainda, como o ex-presidente Lula, foram acometidos de câncer na laringe. Tudo isso representa queda no faturamento das empresas de cigarros que, desesperadas, tentam conquistar novos clientes. Desse modo, estampam nos pontos de venda, em letras garrafais, propaganda de seus produtos, colocando na parte de baixo dos cartazes e com letras miúdas a determinação governamental de que devem deixar claro que esse produto contém mais de 4.700 substâncias tóxicas que afetam o organismo completamente, provocando tanto a impotência sexual como acidentes vasculares cerebrais (o popular derrame). Parece piada vermos no mesmo cartaz uma propaganda exaltando as vantagens de determinado tipo de cigarro e, embaixo, com pequeno destaque, falando dos malefícios do cigarro, tudo isso em um país em que a propaganda comercial de artigos de fumo é proibida em todo o país desde 2011, como se segue: É vedada, em todo o território nacional, a propaganda comercial de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fumígeno, derivado ou não do tabaco, com exceção apenas da exposição dos referidos produtos nos locais de vendas, desde que acompanhada das cláusulas de advertência a que se referem os §§ 2o, 3o e 4o deste artigo e da respectiva tabela de preços, que deve incluir o preço mínimo de venda no varejo de cigarros classificados no código 2402.20.00 da Tipi, vigente à época, conforme estabelecido pelo Poder Executivo. (art. 3º da Lei nº 9.294/1996, com a redação dada pela Lei nº 12.546, de 2011)

Com redação tão clara de proibição da propaganda comercial de tais produtos, por que as distribuidoras de cigarros desafiam a lei e estampam propaganda de seus produtos acintosamente em locais frequentados por crianças e adolescentes? A resposta pode ser dada pela história da Lei 9.294 que, originalmente, em seu art. 3º, permitia a propaganda de produtos de fumo apenas no rádio e na televisão no horário entre 21 e 6 horas. Os parágrafos do art. 3º especificavam como deviam ser feitas tais propagandas: não podiam sugerir o consumo exagerado ou irresponsável, nem a indução ao bem-estar ou saúde, ou fazer associação a celebrações cívicas ou religiosas; não podiam induzir as pessoas ao consumo, atribuindo aos produtos propriedades calmantes ou estimulantes, que reduzissem a fadiga ou a tensão, ou qualquer efeito similar; não podiam associar ideias ou imagens de maior êxito na sexualidade das pessoas, insinuando o aumento de virilidade ou feminilidade de pessoas fumantes; não podiam associar o uso do produto à prática de esportes olímpicos, nem sugerir ou induzir seu consumo em locais ou situações perigosas ou ilegais; não podiam associar o uso do produto à prática de atividades esportivas, olímpicas ou não, nem sugerir ou induzir seu consumo em locais ou situações perigosas, abusivas ou ilegais; não podiam empregar imperativos que induzissem diretamente ao consumo; não podiam incluir, na radiodifusão de sons ou de sons e imagens, a participação de crianças ou adolescentes, nem a eles dirigir-se. É evidente que o legislador pretendia que o público alvo da propaganda fosse constituído tão somente de adultos, teoricamente com capacidade para discernir os perigos advindos no ato de fumar. Diante disso, a lei foi modificada em 2000, proibindo-se a propaganda na mídia e liberando-a, por meio de pôsteres,

painéis e cartazes, na parte interna dos locais de venda do produto. As empresas de cigarro gostaram muito da nova redação da lei. A propaganda na mídia, destituída do glamour em que os fumantes cavalgavam cavalos de raça ou dos conquistadores de belas mulheres com seu inseparável cigarro não estavam surtindo efeito. Nos postos de venda, a propaganda era direta e atingia público de todas as idades, repondo os clientes que morriam ou deixavam de fumar. O legislador percebeu isso e, em 2011, modificou novamente o art. 3º da lei, desta vez proibindo definitivamente a propaganda de cigarros e assemelhados. Entretanto, cometeu um erro grave, não revogando os §§ 1º e 2º desse artigo. Dizem que a lei não contém palavras inúteis. No entanto, não vejo palavras mais inúteis que as contidas nos §§ 1º e 2º do art. 3º da Lei 9.294, os quais estabelecem critérios para propaganda nos meios de comunicação, quando esse tipo de propaganda já se encontra proibido desde 2000. Portanto, é preciso que o Congresso Nacional reveja a Lei 9.294, removendo tais dispositivos. Isso, no entanto, não impede a ação do Ministério Público, mandando retirar todos os cartazes que veiculem propaganda comercial de cigarros nos pontos de venda, em especial naqueles que são frequentados livremente por crianças e por adolescentes. Sugiro que tal medida seja tomada com rapidez pois vem aí a copa do mundo e teremos visitantes de todos os países que, certamente, rirão às nossas custas ao se depararem com cartazes exaltando os artigos de fumo, com uma observação de que tais produtos são altamente tóxicos e podem provocar câncer de todos os tipos. (*) Funcionário público aposentado/ Banco do Brasil, residente em Belo Horizonte


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

23

EDITAIS DE PROCLAMAS REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE MINAS GERAIS REGISTRO CIVIL DE ALFENAS - MG CERTIDÃO DO EDITAL DE PROCLAMAS CERTIFICO que na data de 22 de maio de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: GABRIEL SILVA RODRIGUES e PRISCILA CRISTINA DE OLIVEIRA GARCIA. Ele filho de Weliton Dias Rodrigues e Claudia Aparecida Silva Rodrigues; e ela filha de José Antonio Felix Garcia e Elisangela Aparecida de Oliveira; e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 22 de maio de 2014. CERTIFICO que na data de 26 de maio de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: EVANDRO MATIOLI PAULINO DA COSTA e PAMELA MARQUES ÁVILA; ele filho de Geraldo Paulino da Costa e Elisa Matioli Paulino da Costa; e ela filha de Mauro dos Santos Ávila e Cleide Vieira Marques Ávila, e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 26 de maio de 2014. CERTIFICO que na data de 23 de maio de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: GERSON RIBEIRO DE SOUZA e JOELMA APARECIDA SILVÉRIO MARTINS; ele filho de José Ribeiro de Souza e Teresa Moreira de Souza; e ela filha de Jose Martins e Teresa Silverio Martins; e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 23 de maio de 2014. CERTIFICO que na data de 28 de maio de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: DENIS PACHECO e EDNA SOUZA; ele filho de Baltazar Pacheco e Maria de Lourdes Pacheco; e ela filha de Sebastião Izalino Sobrinho e Olga Ribeiro de Souza; e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 28 de maio de 2014. CERTIFICO que na data de 27 de maio de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: CHARLLES AGUIAR DA CRUZ PEREIRA e YONÁ ANDRADE DE MIRANDA; ele filho de Denilson Souza Pereira e Sandra Aguiar da Cruz Pereira; e ela filha de Arakem Tercetti de Miranda e Elizabeth Maranezi Andrade de Miranda; e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 27 de maio de 2014. Aline da Silva Danziger Escrevente autorizada Alessandro Mesquita Oficial do Registro Civil

geral

A bolha imobiliária no Brasil!!! Será? Por Alex Pinto Lemos de Faria (*) Desde o final do ano passado e até hoje a pergunta que mais respondo é sobre uma bolha imobiliária, no Brasil, prestes a estourar, tenho analisado evidências históricas nacionais e internacionais, concluo até aqui que, provavelmente, os preços continuariam a subir. Certa empresa de Consultoria Imobiliária, consultoria britânica Knight Frank, Levantou dados e concluiu que o Brasil teve em 2012 a maior alta de preços de imóveis residenciais: 13,7% em média. Como primeiro indicador, usei o consumo anual per capita de cimento como estimativa do grau de aquecimento da atividade no setor imobiliário em momentos de estouro de bolhas em 02 países. Hoje, pelas minhas contas, este indicador chegou a 361Kg no Brasil. No ritmo médio de crescimento dos últimos 10 anos, que foi de 5% a.a., em apenas dois anos atingiríamos o nível mais baixo de estouro de bolhas, que é de 400Kg, o que sugeriria cautela. Por outro lado, o nível máximo de consumo de cimento antes bolhas estourarem, em alguns casos passou de 1.600Kg anuais per capita. O segundo indicador, importante é o total de crédito imobiliário disponível. Crédito permite que mais

gente compre imóveis, aumentando a procura por eles e elevando seus preços. No Brasil, apesar do crescimento dos últimos anos, ele ainda é de apenas 7% do PIB, muito distante dos 50% do PIB que costuma ser o mínimo quando bolhas imobiliárias estouram. Mesmo considerando-se uma expansão ao ritmo dos dois últimos anos, que foi de 1,4% do PIB ao ano. Sinal de tranquilidade. Capacidade de pagamento dos brasileiros, levando em conta preços dos imóveis em relação à renda no mundo, chama a atenção a grande dispersão entre as maiores cidades brasileiras, com algumas entre as mais caras e outras entre as mais baratas. O Terceiro indicador, Das 50 cidades mais caras do planeta, 49 estão em países emergentes, incluindo quatro no Brasil: Brasília (10ª), Rio de Janeiro (25ª), Belo Horizonte (43ª) e Porto Alegre (45ª). Por outro lado, Salvador não está mais entre as 100 mais caras do mundo, Fortaleza é uma das únicas 10 cidades entre as 50 mais baratas do mundo que não estão nos EUA, e Campinas também está entre as 100 mais baratas. Entre os 385 maiores mercados imobiliários globais, a

classificação média das 11 cidades brasileiras incluídas foi 124ª, sugerindo que o mercado brasileiro como um todo está um pouco mais caro do que a média, mas distante dos mais caros do planeta. Entre os mercados emergentes, o Brasil está mais barato do que a média. Fonte revista EXAME, 20 março 2014. Aspecto favorável é que um menor percentual da renda necessário para pagamento mensal de hipotecas sugere que no Brasil temos melhor capacidade de honrar dívidas. Além disso, comparando o preço de compra de imóveis com o custo de alugá-lo, constata-se que no Brasil alugueis elevados estimulam compras mais do que no resto do mundo. Por fim, a desvalorização do real barateou os imóveis no Brasil para compradores estrangeiros. Em resumo, altas modestas ou manutenção de preços são prováveis na maioria dos casos e o risco de estouro imediato de uma bolha imobiliária nacional ainda é baixo. Se você está na esperança dos preços despencarem para comprar, garanto que isto não acontecerá. (*) Corretor de Imóveis, Imóbil-Administradora de Imóveis, Alfenas-MG


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

24 1ª VARA CRIMINAL, DE ATOS INFRACIONAIS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE E DE CARTAS PRECATÓRIAS CRIMINAIS DA COMARCA DE ALFENAS - MG Processo nº 0071259-53.2012 PRAZO DO EDITAL: 30 (TRINTA) DIAS

1ª VARA CRIMINAL, DE ATOS INFRACIONAIS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE E DE CARTAS PRECATÓRIAS CRIMINAIS DA COMARCA DE ALFENAS - MG PROCESSO Nº 0058488-43.2012 EDITAL DE INTIMAÇÃO DE SENTENÇA COM O PRAZO DE 60 DIAS COMARCA DE ALFENAS/MG VARA DE EXECUÇÕES PENAIS

Edital de Intimação de Sentença do menor G. C. V., e seus representantes legais, residentes na Praça Rachid B. Saliba, nº 45, Centro, nesta cidade de Alfenas, MG, estando atualmente em lugar incerto e não sabido.

E D I TAL A DRA. DENISE LUCIO TAVELA, MMª. Juíza de Direito da 1ª Vara Criminal, de Atos Infracionais da Infância e da Juventude e de Cartas Precatórias Criminais da Comarca de Alfenas, MG, em pleno exercício do cargo, na forma da lei etc... FAZ saber aos que virem o presente ou dele conhecimento tiverem, que tem em andamento nesta Vara o Processo nº 0071259-53.2012, onde figuram como menores infratores B. A. E, M. R. B. G e F. L. dos S. e como vítima a saúde pública. E, constando dos autos que foi remetido a este Juízo o objeto apreendido, pelo presente INTIMA EVENTUAIS INTERESSADOS para manifestarem interesse na restituição de 01 (um) aparelho de telefone celular, marca Nokia, modelo X2-00, nº de série 355937/04/526391, cor preta com vermelha, devendo comparecer nesta Secretaria, situada no Fórum Milton Campos, Praça Dr. Emílio da Silveira, nº 314, Alfenas, MG, no PRAZO DE 10 (DEZ) DIAS. Ficando esclarecido que decorrido o mencionado prazo, sem manifestação, os bens serão doados a entidade de assistência social, tudo nos termos dos artigos 9º e 10º do Provimento Conjunto nº 01/2003, editado pela douta Corregedoria Geral de Justiça deste Estado. Para conhecimento de todos e bem como para ressalvar direitos e obrigações, expediu-se o presente que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e passado nesta cidade de Alfenas, MG, aos 23 de maio de 2014. Eu, __________________________(WANDERLENA BECKER MUNHOZ FERNANDES MANSO RABELO), Escrivã Judicial conferi e assinei. DENISE LUCIO TAVELA Juíza de Direito

A DRA. DENISE LUCIO TAVELA, MMª Juíza de Direito da 1ª Vara Criminal, de Atos Infracionais da Infância e da Juventude e de Cartas Precatórias Criminais da Comarca de Alfenas, MG, em pleno exercício do cargo, na forma da lei etc... FAZ saber aos que virem o presente ou dele tiverem notícia que, por este Juízo e 1ª Vara Criminal desta cidade, tem em andamento um processo movido pela Justiça Pública contra G. C. V. Pelo presente, fica o menor e seus representantes intimados da r. sentença de fls. 75, datada de 14/03/2014, que JULGOU EXTINTO O FEITO. E, constando dos autos que o menor e seus representantes estão atualmente em lugar ignorado, incerto e não sabido, mandou, na melhor forma de direito, expedir o presente pelo qual INTIMA-OS através deste Edital de Intimação de Sentença publicado com prazo de 60 dias, findo o qual correrá o prazo de cinco dias para apelação. Para conhecimento de todos será este publicado e afixado no saguão do Fórum desta cidade. Dado e passado nesta cidade de Alfenas, MG, aos 26 de maio de 2014. Eu,___________________________ (WANDERLENA BECKER MUNHOZ FERNANDES MANSO RABELO), Escrivã Judicial, conferi e assinei. DENISE LUCIO TAVELA Juiz de Direito

EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Juíza de Direito em substituição na 2ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Alfenas/MG, Denise Lucio Tavela, no uso de suas atribuições legais, especialmente a Resolução do CNJ nº 154/2012 e Provimento Conjunto TJMG/CGJ nº 27/2013 FAZ SABER que se encontra aberto prazo para credenciamento de entidades públicas ou privadas com finalidade social, a fim de que possam se habilitar como recebedoras de valores arrecadados com aplicação da pena de prestação pecuniária, objeto de transações penais e sentenças penais condenatórias. Os valores a que se refere este edital destinar-se-ão exclusivamente para aplicação em atividades de caráter essencial à segurança pública, educação e saúde, vedada a destinação ao custeio do Poder Judiciário, à promoção pessoal de magistrados ou integrantes das entidades beneficiadas, inclusive remuneração a seus membros, às finalidades político-partidárias e às entidades que não estejam, na data do credenciamento, regularmente constituídas. O cadastramento é gratuito e far-se-á mediante o preenchimento do formulário que constitui o anexo único deste edital, devendo a entidade interessada, no ato do credenciamento, apresentar os documentos que comprovem as informações preenchidas, bem como, o “plano de projeto” que será objeto de apreciação pelo Serviço Social Judicial que lavrará parecer sucinto sobre a sua viabilidade e conveniência no prazo de 15 (quinze) dias contados de sua apresentação. Somente serão admitidas a participar do credenciamento entidades que possuam sede, agências ou filiais na Comarca de Alfenas/MG, devendo a verba destinada ser aplicada exclusivamente em projetos referentes aos Municípios que integram a Comarca. Do “plano de projeto” constará, obrigatoriamente: a) finalidade;

Edital de Convocação A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral de Alfenas,atendendo o que determina os artigos 14, 17, 18, 30, 34 e 35 do estatuto social, convoca os trabalhadores associados da categoria diferenciada dos “Movimentadores de Mercadorias” dos municípios de Alfenas, Areado e Campos Gerais em MG, para participarem da Assembleia Geral Ordinária que será realizada em sua sede na RuaMinistro Salgado Filho, n.º 189-A, no centro, na cidade de Alfenas-MG, que será realizada no dia 07/06/2014 às 14 horas em 1.ª convocação por votação de 2/3dos associados ou em 2.ª convocação às 15 horas com o voto de 2/3dos associados presente, para deliberarem sobre a seguinte pauta: 1º - Discutir e Aprovar a Prestação de Contas do Exercício de 2013. Alfenas, 31 de Maio de 2014. José Izael Jardim de Souza Diretor Presidente Edital de Convocação A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral de Alfenas, atendendo o que determina os artigos 14, 17, 18, 30, 34 e 35 do estatuto social, convoca os trabalhadores associados da categoria diferenciada dos “Movimentadores de Mercadorias” dos municípios de Alfenas, Areado e Campos Gerais em MG, para participarem da Assembleia Geral Ordinária que será realizada em sua sede na Rua Ministro Salgado Filho, n.º 189-A, no centro, na cidade de Alfenas-MG, que será realizada no dia 07/06/2014 às 16 horas em 1.ª convocação por votação de 2/3 dos associados ou em 2.ª convocação às 17 horas com o voto de 2/3 dos associados presente, para deliberarem sobre a seguinte pauta: 1º - Discutir e Aprovar a Previsão Orçamentária para o Exercício de 2014. Alfenas, 31 de Maio de 2014. José Izael Jardim de Souza Diretor Presidente

b) tipo de atividade que pretende desenvolver; c) exposição sobre a relevância social do projeto; d) tipo de pessoa a que se destina; e) tipo e número de pessoas beneficiadas; f) identificação completa da pessoa responsável pela elaboração e execução do projeto, caso não coincida com o dirigente da entidade; g) discriminação dos recursos materiais e humanos necessários à execução do projeto, com a identificação das pessoas que irão participar da respectiva execução; h) período de execução do projeto e de suas etapas; i) forma e local da execução; j) valor total do projeto; k) outras fontes de financiamento, se houver; l) forma de disponibilização dos recursos financeiros; m) outras informações; n) declaração de ciência do dever de prestar contas, na forma do art. 11 do Provimento Conjunto TJMG/CGJ nº 27/2013. A documentação deverá ser apresentada até o dia 28 (vinte e oito) de agosto de 2014, na Secretaria da 2ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Alfenas/MG. Os projetos a serem contemplados serão escolhidos, de forma fundamentada, pelo Juízo da Execução Penal, mediante parecer prévio da Assistente Social Judicial e do Ministério Público com atuação na Execução Penal, de acordo com os rígidos balizamentos da Resolução 154/2012 do CNJ e do Provimento Conjunto 27/2013 do Tribunal de Justiça e Corregedoria Geral de Justiça de Minas Gerais. E, para tornar público aos interessados, determino a afixação deste Edital no átrio do fórum local e sua publicação, por extrato, em jornais de circulação local e regional. Alfenas, 28 de maio de 2014. DENISE LUCIO TAVELA Juíza de Direito - em substituição -

ANEXO I (a que se refere o art. 6º, I, do Provimento Conjunto nº 27/CGJ/2013) FORMULÁRIO DE CADASTRAMENTO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE INTERESSADA:

Nome Completo da Instituição: CNPJ: Natureza Jurídica: Endereço: Bairro: CEP: Município: Estado: Atividade principal da Instituição: Nome completo do Diretor(a) da Instituição: CPF: Telefone residencial:

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 001/2014 O Presidente da Associação Científico, Cultural, Esporte e Lazer dos Servidores da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas - ACCEL, no uso de suas atribuições legais, convoca os associados(as) para a Assembleia Geral Ordinária que se realizará, conforme Estatuto da ACCEL em seu Art. 12, Inciso IV, Art. 13,15 e 45, no campus Sede para deliberar sobre a reforma do Estatuto, a ser realizada em primeira convocação no dia 03/06/2014 (3º feira) às 15h00 na sala PCA 301 com maioria absoluta dos associados e em segunda convocação no dia 04/06/2014 (4º feira) às 15h00 na sala PCA 203 com qualquer número de presentes. Alfenas, 29 de maio de 2014

Telefone Funcional: Telefone celular: E-mail: Responsável pelo Benefício: Assinatura do Diretor da Instituição:

EXTRATO DE PUBLICAÇÃO A Juíza de Direito em substituição na 2ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca Alfenas/ MG informa que se encontra aberto o prazo para credenciamento de entidades a serem beneficiadas com o recebimento de valores arrecadados com aplicação de pena de prestação pecuniária, objeto de transações penais e sentenças penais condenatórias. O credenciamento deverá ser feito até o dia 28 de agosto de 2014, no Fórum local mediante a apresentação da documentação pertinente. Maiores informações poderão ser obtidas junto à Secretaria da 2ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Alfenas/MG. DENISE LUCIO TAVELA Juíza de Direito - em substituição -

EDIÇÃO COMPLETA - JORNAL DOS LAGOS - 31 DE MAIO 2014  

*Vestibular da UNIFENAS será amanhã; *Restaurante popular em dificuldades; *Na Unifenas - Antônio Carlos Lopes faz palestra e lança livro;...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you