Issuu on Google+

ALFENAS, QUARTA-FEIRA, 25 DE DEZEMBRO DE 2013 - EDIÇÃO Nº 2941

Um jeito diferente de ajudar Venício Scatolino

A venda do Zé do Arvim em Gaspar Lopes é muito conhecida e já recebeu várias personalidades. Há três anos, o proprietário cumpre o que vem se tornando uma tradição: a doação de dinheiro dados pelos fregueses à Associação Vida Viva. O que o difere de outras pessoas de boa vontade é a forma usada para fazer isto. Durante o ano todo, quem quiser pode, literalmente, jogar dinheiro para o alto e fixá-lo no teto. As notas ficam no local e são retiradas perto do Natal. É uma maneira divertida de ajudar e o proprietário promete continuar “enquanto eu viver.”

CIDADE - PÁG. 6

ONG MAI proporciona Natal para famílias A ONG MAI (Movimento de Apoio à Infância) fez distribuição de brinquedos e cestas básicas para as famílias que assiste durante o ano todo. A presidente, Jerusa Pereira Chiecchi, explica que são aproximadamente 45 famílias. Várias empresas e particulares contribuíram, tornando possível que dezenas de pessoas tenham um Natal melhor. Muitas bolas, bonecas e carrinhos fizeram a alegria das crianças. A cesta básica com vários itens vai garantir refeições completas.

Zé do Arvim entrega a Mério Rodrigues o que foi arrecadado de forma muito divertida

CIDADE - PÁG. 6

Venício Scatolino

Ano novo, tarifa nova Venício Scatolino

A tarifa de transporte coletivo de Alfenas passará dos atuais R$ 2 para R$ 2,20 no dia 1º de janeiro. A decisão foi tomada após reunião entre Alfetur e Prefeitura. O valor ficou abaixo dos R$ 2,25 que eram praticados em janeiro de 2013. No meio do ano, houve redução para R$ 2. Segundo a Prefeitura, a tarifa de Alfenas é uma das mais baratas da região.

CIDADE - PÁG. 4

Autoescolas estão recebendo mais alunos nesta época do ano

Passageiros da Alfetur vão pagar por novo valor a partir de 1º de janeiro

Candidatos a motoristas correm às autoescolas

Famílias recebem apartamentos Na sexta-feira, dia 20, 270 famílias receberam seus apartamentos pelo programa Minha casa Minha vida. Os apartamentos ficam em 15 prédios, cada um com 18 unidades, no Jardim São Carlos. A estrutura conta ainda com estacionamento descoberto, centro comunitário e área de lazer. Oito unidades foram adaptadas para pessoas com necessidades especiais.

Venício Scatolino

Muitas pessoas que querem tirar a carteira de motoristas estão correndo para as autoescolas neste final de ano. É que boa parte teme que aconteçam mudanças nas regras em 2014. Os comentários de que isto vai acontecer são muitos. Oficialmente, no entanto, não há nada definido, o que não significa que o Detran não possa publicar resolução neste sentido. Uma das possibilidades é que o número de aulas práticas suba de 20 para 40. Outra é a obrigatori-edade de aulas num simulador.

CIDADE - PÁG. 5

CIDADE - PÁG. 4 Mais 270 famílias adquiriram casa própria em Alfenas

Opinião............................2 Cidade........................3 a 6 Polícia.........................7 Esporte.......................8 Nesta edição: 12 páginas


Alfenas, quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

2

Editorial

Um bom Natal Hoje é Natal e o Jornal dos Lagos não poderia deixar de desejar a seus leitores, assinantes e anunciantes que este seja um dia muito feliz, próspero em alegrias, de confraternização. Toda a equipe deseja saúde, paz, amor, dignidade e fartura. Mas, principalmente, deseja que o espírito de Natal esteja em cada um. Que todos reflitam sobre o significado desta data. O nascimento do Menino Jesus deve servir para analisarmos tudo o que fizemos e pensar no que queremos daqui para frente. O que queremos é que ninguém se esqueça do aniversariante e do que Ele significa para a humanidade. Não importa se, na realidade, Jesus nasceu em abril, maio ou dezembro. O que vale é o simbolismo, o que Ele representa. E Ele representa a fé, que todos devemos ter no Criador; o amor que todos devemos devotar aos irmãos; a paz que todos devemos buscar; a alegria que todos queremos sentir. É hora de voltar os pensamentos para si mesmo. Será que estamos fazendo o melhor que podemos? Será que nos lembramos dos outros, que sofrem muito mais do que nós? Há muitas pessoas no mundo precisando de nossas orações, nossas vibrações e nossa ajuda material. Pois o Natal é uma ótima oportunidade para ajudar. Pode-se ajudar uma criança, uma família, uma instituição assistencial. O que importa é fazer algo pelo próximo, não apenas no Natal, mas sempre. Apenas nesta data os corações tendem a se solidarizar mais. Então, por que não aproveitar o momento e fazer o bem? Vamos lá! Vamos fazer uma boa ação. Uma palavra de carinho, um brinquedo barato, um alimento, uma prece. Qualquer que seja a ação, o mais importante é fazê-la de coração aberto, pensando que o Deus Menino nasce outra vez, a cada ano, para lembrar aos homens que vivemos em comunidade e que todos somos responsáveis uns pelos outros. Paz na terra, paz nos lares, paz para todos. Feliz Natal.

Sobrevivente aprendiz (*) Juarez Alvarenga A vida pode nos escapar momentaneamente, mas nosso encontro com ela sempre terá a participação voluntária de nossa ação. Periodicamente podemos ser escravos de nossos problemas existenciais como também Tarzan na selva das soluções. Nos descarregamentos de problemas dentro do mar seremos omissos ou ativos no encontro com as soluções certeiras. Na adolescência queremos atravessar o mar com uma só braçada; hoje, compreendemos que são necessárias milhões. Na atualidade, depois da maturidade, estudamos o mar antes de entrar nele. E se entramos não somos aventureiros, pois buscamos manusear o barco com a logística de um piloto sábio e tranquilo.

Naufragar hoje é bem mais difícil, mesmo reconhecendo que o perigo do mar sempre foi o mesmo. Treinamos com vontade dentro desta vida faminta de previsões. Aprendemos a racionalizar a entrada no mar e não entramos por intuição ou emoção. Sabemos a hora certa dos mistérios da natureza e do momento exato de dar ritmo ao nosso barco. Este aprendizado veio dos distantes tempos em que agia como homem pré-histórico. Impulsivo e com horizontes no inatingível busquei acelerar o barco até naufragar. Confesso como sobrevivente histórico de minha própria história. Lutas homéricas de ondas gigantes no meu íntimo deslocaram meu bar-

co para o abismo do mar. Sufocado e aprisionado pela dor da vida, saí destas entranhas do mar por capricho de uma sorte secular. Hoje, vivo e sou conhecedor dos abismos do mar; aprendi a valorizar as soluções encontradas. As modalidades das ondas podem ainda suprender, mas o treinamento e as soluções encontradas me dão a confiança da resistência ao limite, antes de naufragar. Sobrevivente heroico desta enciclopédica vida sabe que não tenho as direções de todas as ondas, mas as lições raptadas pela dor me levarão sempre ao porto dos sobreviventes aprendizes eternos. (*) Advogado e escritor, Coqueiral-MG E MAIL: juarezlalvarenga@ig.com.br

CRÔNICA BÍBLICA MOZAR DE SOUZA, Psicólogo,

Eclesiastes. 3:1

Psicopedagogo e Professor e-mail: pastormozar@hotmail.com - Novo telefone: 9924-4547

Um novo tempo Não tive tempo de te ver, de te responder, de concluir a apresentação, de entregar o trabalho, de cumprir o prazo, de viajar, de ir ao banco, de consertar a luz. Não tive tempo de ir ao hospital, não tive tempo de ir ao velório; quando vi, já era, já tinha passado. A vida é assim, uma simples correria para muitos. Gente que se esquece dos amigos, ou mesmo deleta alguns para sempre. Tudo tem conspirado para que o ser humano viva menos e com péssima qualidade de vida. Não há tempo para uma simples caminhada; ir numa academia, nem mesmo tratar da saúde. Há um segredo em realizar as atividades com prazer. Quem deseja aprender a nadar não pode bater os braços e as pernas de uma vez, mas aos poucos aprender a tática da natação; quem deseja fazer visitas não deve fazer todas de uma vez, mas uma por mês; se deseja ler um livro leia um capítulo só por dia; quem deseja aprender falar uma língua aprenda duas ou três palavras por dia; se o desejo é conquistar alguém do seu sonho faça-lhe um elogio por semana e mande flores só nas datas especiais.

Não importa o tempo que leva, e sim, o que importa é atingir o objetivo proposto e procurar fazer do tempo um forte aliado e não um cruel inimigo. Dando tempo para o tempo logo você vai caminhar quilômetros, nadando com velocidade, visitando doentes e amigos, lendo vários livros por mês, falando o idioma escolhido, levando ao altar a mulher que você sonhava. O tempo usado dentro do próprio tempo é uma corrida, sem nenhum risco de não subir ao pódio destinado aos vencedores da vida. Nunca tente ir à frente ou atrás do tempo, mas faz dele apenas um bom companheiro de realizações. O tempo é um poderoso recurso, contudo, é como a oportunidade não é renovável e não volta nunca mais. Quando o tempo acaba, ele acaba mesmo. O tempo não usado não pode ser estocado, como passado nunca pode virar futuro. Quem não administra o seu tempo joga sua vida fora, porque um dia só pode ser vivido de uma só vez. O pregador disse: “Tudo tem o seu em seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”.

Aprende-se aqui que não há fatalismo aos olhos de Deus e que nada acontece por acontecer. O pregador revela dois pontos importantes sobre o tempo. Primeiro, “Que o homem não é um mero ator no palco da vida”. A miséria, o insucesso e a derrota podem ser evitados, isso devido ao cuidado que se dá ao bom uso do tempo. Segundo, “Não existe nada sem propósito nessa vida”. Nem tudo depende de Deus, mas depende da opção da própria pessoa, e depende também das realizações do coração. Quem nunca tem sonhos de conquistas, também nunca sobrará nenhuma gota de tempo para um ou outro sucesso aqui na terra. O tempo produz tanto a riqueza como a pobreza. O desperdício do tempo não é apenas desperdício de segundos, minutos e horas, mas também é o desperdício de oportunidade e da própria vida. O novo ano traz um novo tempo, mas também novas oportunidades de viver e ser feliz. UM NOVO TEMPO!!!

Dr. MOZAR DE SOUZA

Jornal dos Lagos

CRP-MG 04.32025

Publicação da UNIFENAS.

Psicólogo Comportamental

Órgão oficial de publicações de editais do Fórum de Alfenas. EDITOR: Valdir Cezário - Reg. 6.321 - DRT-MG EDITORAÇÃO GRÁFICA: Paulo Henrique Corsini REDAÇÃO E PUBLICIDADE: Rua Bias Fortes, 191 - Centro CEP: 37.130-000 - ALFENAS-MG TELEFAX: 35 3299-3878 -

CONTATO COM O PSICÓLOGO: (35) 9924-4547 CONSULTÓRIO:

PUBLICIDADE (fone): 35 3299-3892. Home page: www.jornaldoslagos.com.br Impresso em offset, na Arte Gráfica Atenas Ltda *** As idéias e os conceitos emitidos em artigos assinados não representam necessariamente a opinião deste jornal, sendo de exclusiva responsabilidade dos autores ***

Centro Multiprofissional Introcaso Rua Coronel Pedro Corrêa, 445 - centro Tels. (35) 3297-2020 // 3292-2899 Alfenas - Minas Gerais

Motivos para consulta psicológica: > Desejo de mudanças na vida. > Síndrome de pânico, solidão, estresse. > Ansiedade, depressão, angústia. > Falta de motivação, indecisão. > Dificuldade conjugal, e com os filhos. > Baixa estima, infelicidade, desânimo > Fraco desempenho no trabalho e sexual


quarta-feira,2525dededezembro dezembrodede2013 2013 quarta-feira,

SINE OFERECE VAGAS

33

Número de indenizações do DPVAT sobe 25% de janeiro a setembro

Atualização 17/12/2013

Da Redação

O

-AUXILIAR DE DOCEIRA -AUXILIAR DE ESCRITÓRIO -ASSISTENTE CONTÁBIL -BABÁ -CASEIRO -CONSULTOR DE VENDAS -COSTUREIRA(O) -COZINHEIRA E DOMÉSTICA -CHURRASQUEIRO -ELETROTÉCNICO -EMPREGADA DOMÉSTICA -ENCAREGADO DE DEPARTAMENTO PESSOAL -GARÇOM/GARÇONETE -INSTALADOR DE CORTINAS -MARCENEIRO -MECÂNICO DE AUTOS -RECEPCIONISTA -SALGADEIRA -SERRALHEIRO -TÉCNICO DE ENFERMAGEM -TÉCNICO DE INFORMÁTICA -TRABALHADOR RURAL -VENDEDOR -WEB DESIGNER

Rua Manoel Pedro Rodrigues - 126 - Centro Alfenas MG - Fone: 35 3698-1757 Horário: 8 às 11hs/13 às 17hs

Cargo

Vagas

Cidade

número de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT às vítimas de acidentes de trânsito continua a subir. As estatísticas da Seguradora Líder apontam acréscimo de 25% na quantidade de benefícios pagos de janeiro a setembro de 2013 ante mesmo período de 2012, chegando a 445.833 indenizações. Os pagamentos por invalidez permanente, mais uma vez, foram os principais responsáveis pelos acidentes, registrando alta de 36% em relação ao ano passado. O aspecto positivo a destacar, cabe às indenizações por morte. De acordo com o estudo, o pagamento dessas indenizações caiu 9% em relação ao período de janeiro a setembro de 2012. Neste período, foram pagos 41.761 benefícios por morte. As vítimas mais frequentes continuam sendo as com idade entre 18 e 34 anos, totalizando 50,8%, sendo predominantemente composta por homens. O

1

Alfenas

Majô de Souza

Ajudante de eletricista de autos

1

Alfenas

Reportagem local

Ajudante geral

1

Alfenas

Atendente

1

Alfenas

Atendente de farmácia

1

Alfenas

1

Alfenas

Auxiliar de controle de pragas

1

Alfenas

Auxiliar de cozinha

1

Alfenas

Auxiliar de departamento pessoal

1

Alfenas

Auxiliar de produção

1

Alfenas

Auxiliar de secretária

1

Alfenas

Deficiente físico

1

Alfenas

Encarregado de produção

1

Paraguaçu

Encarregado de serviços gerais

1

Alfenas

Garçom

1

Alfenas

Gerente

1

Alfenas

Marceneiro

1

Alfenas

Mecânico

1

Alfenas

Operador de empilhadeira

1

Alfenas

Pintor de autos

1

Alfenas

Serralheiro

1

Alfenas

Serviços gerais

1

Alfenas

Soldador

1

Alfenas

Técnico de enfermagem

1

Alfenas

Técnico de refrigeração

1

Alfenas

Técnico de segurança do trabalho

1

Alfenas

Técnico em informática

1

Alfenas

Tosador (a)

1

Alfenas

Vendedor externo (com habilitação) 3

Alfenas

Vendedor (a ) (com experiência)

Alfenas

1

do Sul e 55% em Santa Catarina. Já na Região Centro Oeste, apesar da maioria de acidentes fatais ter envolvido automóveis, o estado do Mato Grosso apresentou um número maior de indenizações por mortes em acidentes com motocicletas, correspondendo a 48% dos benefícios concedidos pelo Seguro DPVAT no período. Nas Regiões Norte e Nordeste, o veículo de duas rodas é o principal causador de acidentes fatais indenizados pelo Seguro DPVAT. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito, a frota de motocicletas da Região Norte é de 48,4% e da Região Nordeste 43,8%.

Saiba mais O próprio nome do Seguro Dpvat é esclarecedor: Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Isso significa que o Dpvat é um seguro que indeniza vítimas de acidentes causados

por veículos que têm motor próprio (automotores) e circulam por terra ou por asfalto (vias terrestres). Observa-se que, nessa definição, não se enquadram trens, barcos, bicicletas e aeronaves. É por isso que acidentes envolvendo esses veículos não são indenizados pelo Seguro Dpvat. A mesma definição menciona que o Seguro Dpvat cobre danos pessoais, o que significa que não há cobertura para danos materiais, como roubo, colisão ou incêndio do veículo. Outro dado importante é que o Seguro Dpvat é obrigatório porque foi criado por lei, em 1974. Essa lei (Lei 6.194/74) determina que todos os veículos automotores de via terrestre, sem exceção, paguem o Seguro Dpvat. A obriga-toriedade do pagamento garante às vítimas de acidentes com veículos o recebimento de indenizações, ainda que os responsáveis pelos acidentes não arquem com essa responsabilidade.

Voto em trânsito será permitido em 83 municípios

Açougueiro

Auxiliar administrativo

sexo masculino, entre todas as idades, somou 76% de todas as indenizações pagas até setembro de 2013. Quando analisadas as indenizações por tipo de veículo, as estatísticas mostram que 72% dos benefícios foram pagos em consequência de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas, sendo o anoitecer, entre 17 e 19h59, o período de maior incidência de acidentes indenizados (24%). A predominância de indenizações por morte, resultante de acidentes causados por automóveis, foi observada em quase todo o Sudeste, tendo em vista a maior concentração deste tipo de veículo na composição da frota desta região. A exceção fica por conta do Espírito Santo, onde motocicleta é o veículo que mais se envolve em acidentes fatais. No Sul, onde também predomina a frota de automóveis (64,7% do total da região), os acidentes fatais envolvendo estes veículos lideram as estatísticas: 57% no Paraná, 56% no Rio Grande

O

TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou seis resoluções que vão valer para as eleições de 2014. Elas dispõem sobre atos preparatórios para o pleito; registro e divulgação de pesquisas eleitorais; crimes eleitorais; cerimônia de assinatura digital e fiscalização do sistema eletrônico de votação, votação paralela e segurança dos dados dos sistemas eleitorais; representações, reclamações e pedidos de direito de resposta; e modelos de lacres e seu uso nas urnas, etiquetas de segurança e envelopes com lacres de segurança. Uma dessas resoluções amplia a possibilidade de voto em trânsito para presi-

dente da República para todas as cidades com mais de 200 mil eleitores do país, o que significa 83 locais. Em 2010, o voto em trânsito só foi permitido nas capitais. Desta forma, o eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral poderá se habilitar em qualquer cartório eleitoral a partir do ano que vem para votar. Mas para a adoção do procedimento é preciso que no mínimo 50 eleitores do município queiram votar em trânsito. O eleitor tem de se habilitar entre 15 de julho e 21 de agosto de 2014. Se não comparecer para votar, deve justificar a ausência. O voto vale somente para presidente da República. São Paulo tem 25 municípios com mais de 200 mil eleitores, seguido do Rio de Janeiro, com dez, e

Minas Gerais, com sete. Em Minas poderá haver voto em trânsito em Belo Horizonte, Contagem, Betim, Juiz de Fora, Uberlândia, Montes Claros e Uberaba. Palmas e Boa Vista são as duas únicas capitais com menos de 200 mil A resolução também torna facultativo o voto do preso provisório, aquele que ainda não tem condenação definitiva. Antes, ele era obrigatório, fazendo com que o preso votasse em seção instalada no presídio onde estivesse.

Outras decisões A realização de enquetes eleitorais em sites também não será permitida, diferentemente do que ocorreu em 2010. Os ministros do TSE consideraram que

enquete é pesquisa, ainda que sem o mesmo rigor científico. Quanto às pesquisas, elas devem incluir todos os candidatos registrados a partir do dia 10 de julho. A pesquisa deve ser registrada na Justiça Eleitoral com o mínimo de cinco dias antes da divulgação do resultado. Inscrição de eleitor, transferência de título eleitoral e mudanças de dados devem ser feitos até 7 de maio, a fim de que o cidadão possa votar em 5 de outubro. O primeiro turno será neste mesmo dia. Se o candidato a cargo majoritário - governador e presidente da República - não obtiver 50% mais um dos votos válidos, haverá segundo turno no dia 26 de outubro.

Transferência de empréstimos não pode ser cobrada Da Redação

O

Conselho Monetário Nacional aprovou na semana passada novas regras para a transferência de empréstimo e financiamento de um banco para outro. AS determinações valem para empréstimo consig-

nado e financiamento de imóveis e de automóveis, por exemplo. As medidas vão vigorar a partir de 5 de maio de 2014. A transferência terá regras uniformes para todos os agentes financeiros. O mesmo será com os prazos para a troca de informações

e transferência dos recursos. Não poderá haver cobrança do cliente de custos de transferência. Já a taxa de juros poderá ser alterada, mas mantendo-se prazos e valores da operação de crédito. A instituição financeira da qual o cliente está sain-

do terá um dia útil para disponibilizar as informações solicitadas, entre elas, saldo devedor, número do contrato e taxas de juros cobradas. O banco terá também cinco dias para fazer uma contraproposta ao cliente.


quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

4

Tarifa de ônibus urbano sobe para R$ 2,20 Venício Scatolino

Majô de Souza Reportagem local

A

partir de 1º de janeiro de 2014, a tarifa de transporte coletivo urbano de Alfenas será de R$ 2,20. Segundo o secretário de governo, Luiz Marcos de Moraes, a decisão foi tomada em reunião entre Prefeitura e Alfetur, concessionária do serviço. Segundo a Prefeitura, a Alfetur apresentou plani-lha em que propunha o valor de R$ 3,03, mas houve negociação e o valor ficou num patamar intermediário. O secretário afirmou que “a gente queria que continuasse em R$ 2, mas não havia como. A empresa precisava recompor a tarifa. Então, negociamos.”

Valor da tarifa subiu 10% e vale em 1º de janeiro Ele lembrou que a nova tarifa está abaixo dos R$ 2,25, preço que era praticado em janeiro de 2013. Com as manifestações ocorridas no meio ano, em que uma

das reivindicações era justamente a redução das tarifas em todo o Brasil, o preço ficou em R4 2. Marcos Moraes informou que também foi ne-

gociado com a empresa a aquisição de quatro novos ônibus em 2014, criação de novas linhas e instalação de cobertura em vários pontos de ônibus.

Ele também disse que o valor cobrado em Alfenas é menor que os de Lavras, Passos, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Três Corações e Varginha.

A reportagem não conseguiu contato com os representantes da Alfetur que participaram da reunião com a administração pública.

CEF entrega apartamento a 270 famílias Fotos: Venício Scatolino

Da Redação

A

Caixa Federal entregou na sexta-feira, dia 20, 270 apartamentos do Residenc ial Alfenas,

construídos dentro do Programa Minha Casa Minha vida. O empreendimento é destinado a famílias com renda de até R$ 1,6 mil. No total, foram investidos recursos de R$ 13,5 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial. Os apartamento ficam no Jardim São Carlos. São 270 unidades distribuídas em 15 blocos de 18 apartamentos cada.

Famílias contempladas assinaram documentação A área de cada moradia é de 42,29m², sendo dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de

serviço. O condomínio tem estacionamento descoberto, com uma vaga por apartamento, centro

Prédios de apartamentos ficam no Jardim São Carlos

comunitário e área de lazer. Do total, oito apartamentos são adaptados

para pessoas com necessidades especiais. A estrutura tem pavimentação, redes de águam,

esgotamento sanitário, drenagem, energia elétrica e acesso fácil a transporte público.


Alfenas, quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

5 Fotos: Venício Scatolino

CNH

Expectativa de mudanças faz aumentar a procura por autoescolas

Jairo Carlos Campos: época de muitas aulas teóricas e práticas

Majô de Souza Reportagem local

T

odo final de ano a história se repete. Pessoas que querem tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) lotam os Centros de Formação de Condutores. O principal motivo é a expectativa de mudanças nas regras. Há algum tempo já vêm sendo ventiladas propostas que passariam a valer já no ano que vem. Na verdade, não há nada oficial ainda. O Detran terá de publicar resolução e, mesmo assim, é comum que haja um prazo para adequação das autoescolas e dos candidatos a motorista. O uso do simulador, por exemplo, é uma das mudanças previstas. Quando se tornar obrigatório, fará com que o candidato faça no mínimo cinco aulas no equipamento. Mas ele ainda não chegou à maioria das autoescolas. Em Alfenas, apenas a autoescola Metrópole possui simulador. Outra mudança esperada é o aumento do número de aulas práticas de volante. Atualmente, o número mínimo é de 20 aulas, sendo que há possibilidade para que elas passem a 40. Na prática nem haverá grandes mudanças, uma vez que a maioria absoluta de quem está aprendendo a dirigir sempre faz mais aulas. Existe também a possibilidade de que câmeras de vídeo sejam instaladas nos veículos usados nos testes “de rua”. Seria uma forma

Candidatos fazem aulas teóricas primeiro e depois treinam na rua de proteger examinador e examinado, dando maior transparência ao exame. Da mesma forma que as outras mudanças possíveis, esta ainda não foi definida oficialmente. Especulam-se mudanças no próprio exame prático, mas não há nada definido. Hoje, este exame é dividido em duas partes. Primeiro, o candidato faz a baliza com cones. Depois faz o exame de regras de circulação. Outra possibilidade é a terceirização dos exames. Pela proposta, eles deixariam de ser da alçada da Polícia Civil. Quanto a isto também não há definição. Agora, o que os candidatos podem esperar quase com certeza é o aumento das tarifas. Elas sobem todo ano e geralmente isto ocorre em janeiro. Quanto ao valor das aulas teóricas e práticas, cada autoescola define seu preço e a data do reajuste.

Simulador promete preparar melhor candidatos a motorista

Adriano Reis Botelho: mudanças são benéficas para os alunos

Benéficas Para o diretor de ensino da autoescola Ipê, Adriano Reis Botelho, que atua no ramo há quase 20 anos, “todas as mudanças que presenciei até hoje foram benéficas para o candidato. Por exemplo, o exame de rua em duas etapas e o aumento da carga horária teórica para 45 aulas são medidas acertadas.” Segundo ele, em Minas há 1.370 CFCs e a maioria ainda não tem simulador. Ele já tem uma proposta de compra, ao preço de R$ 38.800 e sabe que terá de cobrar pelas aulas no equipamento. “Vai acabar saindo mais caro para o aluno. É inevitável”, afirma, mas ressalta que “será interessante, porque o aluno vai simular situações reais de trânsito e até de perigo. Ele terá de ser bom.” Mas, para o diretor de ensino, não é apenas a expectativa de mudanças que atrai candidatos à autoescola. “Todo fim de ano é assim mesmo. As pessoas querem começar o ano novo com a carteira de motorista”, explica, afirmando que a procura por aulas aumentou entre 20% e 25%. Para o proprietário da autoescola Silvana, Jairo Carlos Campos, as aulas no simulador deverão ser exigidas em breve. Ele comprou o equipamento em junho e vai recebê-lo em dezembro, “mas sei que a maioria não tem. A fábrica não está dando conta de atender todos os pedidos. Então não sei como vai ficar.” Jairinho calcula que o aumento da demanda aumentou no mínimo 25%. Os dez veículos da autoescola ficam o dia todo e parte da noite nas ruas e as aulas teóricas vão de 7 às 21 horas, com dois professores. “Tive de fazer isto para dar conta da procura”, informa. Para ele, não há necessidade de muita pressa pelos candidatos. “Geralmente, quem já está no processo de tirar carteira tem direito adquirido. Então, mesmo se houver mudanças, eles estão garantidos pelas regras atuais. Pelo menos foi assim até hoje.” Além disso, afirma, no que se refere ao número de aulas, a maioria já faz mais que o mínimo exigido. “Por isso, os alunos não vão sentir muita diferença se a carga horária aumentar. E quanto ao simulador, é um bom equipamento, vai preparar melhor os candidatos”, acredita.


quarta-feira, 25 de de 2013 quarta-feira, 25 dezembro de dezembro de

6

Soltando “pratas” para ajudar Fotos: Venício Scatolino

Majô de Souza Reportagem local

H

á três anos um ritual

se repete na venda do

Zé do Arvim, em Gaspar Lopes. Ele retira do teto notas de variados valores e as repassa para a Associação Vida Viva, que assiste a mais de 300 pessoas com câncer. O que chama a atenção é como o dinheiro

A nota se fixa no teto e fica lá até o próximo Natal, quando é retirada

foi parar no teto. Zé do Arvim explica. Uma tampinha de garrafa, de metal, ganha um pequeno prego e uma rodela de batata crua. A nota é espetada e o doador tem a honra de jogá-la para cima, fixando-se no teto. Isto é feito o ano todo por pessoas que frequentam a venda.

Zé do Arvim prepara uma nota, usando tampinha e batata crua

Segundo o dono, “muitos ficam curiosos, perguntam como a nota foi parar lá. Aí eu explico e a maioria acaba querendo fazer.” A brincadeira é feita o ano todo. Quando chega o Natal, o dinheiro é retirado, contado e entregue à associação. Este ano foram R$ 391. Zé do Arvim acha pouco e acredita que a situação financeira dos bataticultores tem a ver com isto, já que eles eram os maiores contribuintes desta inusitada “caixinha”. “No ano passado deu R$ 790, mas

Zé do Arvim entrega a Mério Rodrigues o dinheiro arrecadado Famosa por vários motivos, venda também ajuda de forma divertida os batateiros estão quase todos quebrados”, lamenta. Ele explica que a ideia surgiu quando viu a Vida Viva ajudando uma mulher no bairro. “Eles nem conheciam ela, mas estavam

ajudando. Aí pensei: vou ajudar este povo. Assim começou e, enquanto eu for vivo, vou continuar fazendo e é sempre para a Vida Viva. Quem quiser, pode vir aqui e jogar o dinheiro

para o teto.” Mério Rodrigues, presidente da associação, afirma que esta é uma forma original e divertida de ajudar. “Nós temos muito que agradecer todas as pessoas

que nos ajudam. Fazemos nosso trabalho com a ajuda do próximo”, afirma. Para ele, “é preciso confiar em Deus e nas pessoas. Gente como o senhor Zé do Arvim é que nos dá ânimo

para continuar o trabalho.” Mério Rodrigues refuta que o valor seja pequeno. “Qualquer quantia, dada de bom coração, ajuda muito e a Vida Viva só tem a agradecer ao Zé do Arvim.”

MAI faz Natal para dezenas de famílias Fotos: Venício Scatolino

Majô de Souza Reportagem local

A

ONG MAI (Movi-

mento de Apoio à In-

fância) fez esta semana

distribuição de brinquedos e cestas básicas para as famílias que assiste durante o ano todo. A presidente, Jerusa Pereira Chiecchi, explica que são aproximadamente 45 famílias. Várias empresas e particulares contribuíram, tornando possível que dezenas de pessoas tenham um Natal melhor. Muitas bolas, bonecas e carrinhos fizeram a alegria das crianças. A cesta

Voluntários realizam trabalhos durante o ano todo Jerusa Chiecchi preside a entidade e auxilia na entrega de brinquedo para as crianças básica com vários itens vai garantir refeições completas. Além dos presentes, foi servido lanche e refrigerante. “Quem não pôde vir, vamos levar em casa”, informa. O MAI proporciona reforço escolar e ajuda famílias de variadas formas. Além das doações, há um bazar de roupas e calçados que funciona de segunda a quinta. Parte das despesas é coberta pelas vendas deste bazar.

Os produtos são ganhados; uma parte é colocada à venda e uma parte é doada aos assistidos. Todas as quartas-feiras, as famílias recebem uma refeição na sede da entidade, na avenida São José. O trabalho é realizado por um grupo de voluntários. A ONG vai ficar em recesso apenas nestes últimos dias do ano. Já no início de janeiro as atividades serão retomadas.

Muitas famílias terão um Natal melhor graças à ONG


Alfenas, quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

7

Duas pessoas ficam feridas em acidente Jovem é preso por furto Denise Prado

Foto: Corpo de Bombeiros

Editoria de Polícia

U

m veículo Gol e um Vectra se envolveram em acidente, na rua Barão de Alfenas, no bairro Campos Elíseos. Uma guarnição de resgate e uma de salvamento do Corpo de Bombeiros esteve no local, onde encontraram uma das vítimas já fora do carro e deitada

no chão. Os dois ocupantes do veículo Gol foram levados para o Hospital Universitário Alzira Velano com ferimentos leves. Já os passageiros do Vectra não tiveram ferimentos.

Editoria de Polícia

P

O acidente aconteceu na rua Barão de Alfenas, bairro Campos Elíseos

Polícia Ambiental apreende pescado na região Foto: PM Meio Ambiente

Editoria de Polícia

A

Polícia Militar de Meio Ambiente iniciou neste mês de dezembro, uma grande operação ao setor pesqueiro, envolvendo a captura, o transporte e o comércio de pescados. Estas operações estão sendo realizadas devido ao período da Piracema - época de reprodução dos peixes que termina no dia 28 de fevereiro de 2014. Durante este período são proibidas diversas atividades como pescar em determinados lugares, capturar espécies nativas, dentre outras. A operação está sendo desenvolvida com patrulhas aquáticas e terrestres, sendo que a última foi composta por 29 policiais militares.

Policiais recolheram mais de mil metros de redes na represa de Furnas

Até o momento, foram fiscalizados 13 municípios da região de Passos, sendo percorridos os rios onde já foram recolhidos cerca de 1700 metros de redes. Nos comércios de pescados, foram apreendidos 2.947 quilos de peixes sem documentos de origem,

Dênis Pereira/Equipe Positiva

seis quilos de carne de capivara, além da aplicação de multas no total de R$ 35.064,88 aos infratores. Quatro pessoas foram presas por terem cometido crimes ambientais relativos ao período de Piracema. Segundo o comando, os peixes apreendidos foram

doados a várias instituições como asilos, creches e hospitais da região. Já os materiais de pesca foram destruídos. A fiscalização nos 55 municípios que compreendem a área da Unidade continuará até o término do período da Piracema.

PM e PC cumprem mandado e prendem autor de roubo Reprodução

Editoria de Polícia

MACHADO - Durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, a Polícia Militar e Civil prenderam um dos autores de um roubo ocorrido em um estabelecimento comercial daquele município. Há informações de que o mesmo seja responsável por outros roubos. A ação policial foi em uma residência da rua José Azarias de Oliveira. Na casa foram encontrados cartu-

chos de diversas espécies e tamanhos, centenas de munições de vários calibres (de fuzis e revólver), pólvoras, grande quantidade de espoletas, buchas utilizadas para recarregar arma, coldre e duas armas de fogo sendo uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 44.

U

m novo modelo de radar móvel está sendo usado nas rodovias federais de Minas. As novas unidades, num total de dez, vão se somar a outros equipamentos do mesmo tipo, num rodízio nas rodovias. O aparelho é capaz de identificar motoristas em alta velocidade a uma distância

O aparelho pode ser utilizado manualmente por um policial ou de forma automática, em um tripé. No modo automático, o radar capta o movimento do veículo, mede a velocidade e fotografa a placa, se a velocidade estiver acima do

Nove pessoas ficam feridas em acidentes Denise Prado

P

As armas e munições foram apreendidas em cumprimento a mandado de busca e apreensão

de dois quilômetros e tem uma câmera fotográfica acoplada.

O acidente aconteceu na rodovia BR 167, próximo a Três Pontas

o freio.

Editoria de Polícia

Novos radares funcionam em Minas Gerais Da Redação

or meio de denúncias a PM conseguiu prender um jovem de 31 anos que acabara de furtar uma residência localizada na rua Alterosa. Segundo o informante, havia uma pessoa transitando a pé pela via, carregando duas bolsas. Uma viatura foi para o local indicado, sendo que o rapaz, ao perceber a presença da polícia jogou o material no chão e saiu correndo em direção ao bairro Jardim Panorama. Durante a perseguição, o autor tropeçou e caiu, sendo então preso. Dentro das bolsas foram encon-

trados diversos objetos furtados em residência, porém, o autor se recusou a dizer qual residência. Uma testemunha alegou que viu o autor na frente de uma casa da Rua Alterosa. D imediato, os policiais foram até o local e viram que uma das residências estava com a porta dos fundos arrombada. Além disso, havia um colchão sobre o muro para evitar que o autor furasse as mãos nos pregos fixados, o que levou o autor a confessar o crime. Ninguém foi encontrado na residência que, provavelmente, são de estudantes e estão de férias. O autor foi levado para a Delegacia de Polícia Civil.

limite permitido. No modo manual, o agente mira o

veículo a ser fiscalizado e assim que ele acionar o gatilho, o radar começa este veículo, registrando a velocidade em cada trecho. Segundo o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) vai instalar, a partir de janeiro, 108

novos radares fixos nas rodovias federais no Estado. Com os já instalados, serão 414 unidades. A fiscalização será mais intensa em cinco tipos de infração: embriaguez, excesso de velocidade, falta de cinto de segurança, ultrapassagem perigosa e irregularidades praticadas por motociclistas.

elo menos nove pessoas ficaram feridas em acidentes ocorridos na rodovia BR 491 e BR 167. Os dois aconteceram no domingo, dia 22. Em um deles, cinco pessoas tiveram ferimentos leves. O acidente aconteceu próximo ao município de Três Pontas. O motorista de um Fiat Uno perdeu o controle de direção ao fazer uma curva, capotou e, em seguida, caiu em uma vala. Os feridos, Juliana de Andrade Reis Oliveira, 18 anos; Miguel Ângelo Ribeiro, 22, Maicon Luis Ribeiro Valério, 20; Alessandra de Fátima Ribeiro, 13 anos; e um bebê de oito meses foram socorridos pela Polícia Militar e, depois de passarem por exames no Pronto Socorro de Três Pontas, foram liberados. Segundo o motorista, o carro perdeu

Na BR 491 Quatro pessoas ficaram feridas em acidente que envolveu uma Van, um carro e uma motocicleta, na rodovia BR 491, trecho entre Alfenas e Paraguaçu. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma pessoa ficou presa às ferragens e foi retirada pelos bombeiros. Três vítimas foram socorridas e levadas para a Santa Casa de Paraguaçu e outra foi transferida para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas. Ainda de acordo com os bombeiros, o acidente aconteceu quando o carro que seguia de Varginha sentido Alfenas perdeu o controle em uma curva e atingiu a van que vinha em sentido contrário. Neste momento, a motocicleta que ia para Varginha também perdeu o controle e se chocou contra a traseira da van.


Alfenas, quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

8

ABC faz jogo de amigos e presta homenagens Reprodução

Otávio Borba Editoria de Esporte

F

im de ano e normal mente as equipes se encontram para comemorar os feitos e não feitos. Amizade, bola e cerveja é o lema do time de De-

nis de Paula Nogueira, o Deninho, ex-jogador do Alfenense Futebol Clube e vários clubes de Alfenas e enfermeiro do Hospital Universitário Alzira Velano. E o ABC fez jogo festivo na manhã de domingo, dia 15, no estádio do Alfenense Futebol Clube. De acordo com Deninho, além do jogo festivo, este encontro também foi marcado por homenagens a ex-jogadores e diretores, como o médico Boaventura Passos

O ABC reuniu jogadores e amigos do time para um momento de confraternização e homenagens Vinhas, além de Jarbas Soares (presidente do Clube Esportivo Operário), Geraldo Rosa e Antônio Prado (Caixa D’água), torcedores que sempre estão presente no meio esportivo de Alfenas. Celino Guedes, ex-jogador e treinador do Clube Esportivo Operário, também foi homenageado

pelo ABC. O jogador Elivelton Rufino também foi convidado, mas por compromissos já agendados não pôde comparecer. Ele esteve presente em um jogo beneficente na cidade de Camanducaia, do seu amigo Marcelo Camanducaia, ex-jogador do Santos Futebol Clube na década de 90.

Deninho explica que “a nossa intenção é simples e singela, reconhecendo sempre as pessoas que lutam pelo futebol de Alfe-nas. E estas pessoas muito ajudaram na nossa trajetória no futebol e tenho certeza que continuarão lutando e incentivando como sempre fizeram com amor e dedicação” encerra.

Uma camisa de jogo personalizada do ABC foi entregue a cada homenageado. O resultado do jogo foi de quatro a dois para o ABC Preto, com gols de Pezão (2), Da Silva e Baiano, enquanto Carneiro e Derson descontaram para o ABC Branco. O ABC Preto venceu com: Rogerinho, Bianchi-

-ni, Carlinhos Japão, Carlinhos Vardemá e Leandro Jacaré (Pity); Dodorel, Rodrigo Terra, Baiano, Ivan, Pezão e Da Silva. O ABC Branco perdeu com: Ailton, Anderson, Cleitão, Rodrigo Urias e Reginaldo; Henrique (Ademir), Carneiro e Reginaldo Silva; Geraldo (Deninho), Tura e Derson.

Garoto de Machado é reavaliado em SP Reprodução

Otávio Borba Editoria de Esporte

O

observador técnico do São Paulo, Alan Costa, a convite de Thiago Souza Alexandre, da Secretaria de Esportes, veio a Alfenas em novembro. Na oportunidade, em três dias, avaliou cerca de 500 garotos das escolinhas de futebol de Alfenas e da região. As atividades aconteceram no estádio Rachid B. Saliba, campo do Operário. De acordo com Thiago Alexandre, um acordo foi selado entre Geraldo Oliveira (diretor geral de base) e o observador técnico do São Paulo, Alan Costa, com o município de Alfenas e com o ele (Thiago), para que em 2014, seja feita novamente mais uma avaliação em Alfenas. “E em 2014, vamos voltar a Cotia com os meninos pré-avaliados em novembro”, informa. Cinco garotos foram

O garoto Felipe Araújo, o preparador físico Carlos, da base do São Paulo e Thiago Alexandre avaliados de forma positiva, ou seja, deverão ser chamados para serem reavaliados por uma comissão do tricolor do Morumbi. São eles: Patrick, Gabriel e Gabriel Alexandre (os três de Alfenas), Alan (garoto de Três Pontas, comandado pelo treinador e ex-jogador do América de Alfenas,

Luiz Almeida) e Felipe Araújo (de Machado). De acordo com informações de Thiago Alexandre, “o meni-

no Felipe Araújo, nascido em 2000, de Machado, já está em São Paulo e ficará no Centro de Treinamento

em Cotia por uma semana. Se for avaliado mais uma vez de forma positiva, o clube do Morumbi deverá entrar em contato com os pais do garoto para que este seja monitorado pelos profissionais do São Paulo Futebol Clube”, informa. Além de Thiago Alexandre, o treinador da Escola Bola de Ouro, de Machado, Renato Botarini, acompanhou Felipe em São Paulo. De acordo com o treinador Lúcio Borges, do Recreativo do Sul de Machado, este é mais uma garoto que teve início na sua escolinha e levado para o Bola Preta de Eloi Mendes. Em relação aos demais garotos, Thiago Alexandre afirma que está previsto para que eles possam opor-

tunidade em 2014, “quando o clube do Morumbi deverá entrar em contato com ele para que estes meninos possam estar sendo reavaliados”, explica. O treinador da Escoli-nha Cruz Preta de Alfenas, José Carlos de Moraes, o Vardemá, também está ansioso para que seus jogadores possam ser lembrados pela Comissão Técnica do Futebol de Base do São Paulo Futebol Clube. “Os meninos foram bem e todos estamos na esperança de que eles possam ser novamente vistos pelos responsáveis pela base do São Paulo. Acredito e muito no potencial deles e se Deus quiser eles serão contemplados neste concorrido mundo da bola”, comenta.

Bombeiros alegram natal de crianças Da Redação

N

a manhã de sábado, dia 22, o 2º Pelotão do Corpo de Bombeiros, com sede em Alfenas, e com apoio de vários voluntários, percorreu diversos bairros entregando brinquedos à crianças em situação de vulnerabilidade. Segundo o comando, “o foco principal foi comparecer aos bairros de maior índice de crianças que ne-

Foto: Corpo de Bombeiros

cessitam de ajuda, tendo em vista que nem todos os pais têm condições de presentear seus filhos”. Os bombeiros contaram ainda com reforço adicional, o “Papai Noel”, que transformou o dia em festa e uma só alegria.

O Corpo de Bombeiros percorreu vários bairros de Alfenas, numa ação de solidariedade


EDIÇÃO COMPLETA - JORNAL DOS LAGOS - 25 DE DEZEMBRO 2013