Jornal do Rebouças - Edição 86 - Dezembro/2021

Page 1


www.jornaldoreboucas.com.br

JO

Dezembro/2021

JR

do REBOU AL Ç RN

JO

RN

AL

AS

JORNAL do REBOUÇAS

AS

2

do REB O


JO

AL

www.jornaldoreboucas.com.br

Dezembro/2021

JORNAL do REBOUÇAS

AS

AS

JO

JR

do REBOU AL Ç RN

RN

do REB O

Falta pouco para nascer o Complexo de Segurança Alimentar do Capanema

E

stão em fase avançada as obras do novo Armazém da Família Capanema e do Espaço Social do Mesa Solidária, sob o Viaduto Capanema, no bairro Jardim Botânico. Os dois espaços somados ao Restaurante Popular do Capanema que já funciona no lado oposto do viaduto integrarão o inédito complexo de segurança alimentar da Prefeitura na região, que será referência em alimentação saudável e solidariedade. São 661,66 m² de área construída, sob a coordenação do Departamento de Edificações da Secretaria Municipal de Obras Públicas, com o investimento de R$ 1.728.810,14. A previsão é de que as obras dos dois espaços, que ficam lado a lado, sejam concluídas no primeiro semestre de 2022. Com a intervenção, a Prefeitura progride nas ações de qualificação da região da Rodoferroviária de Curitiba e do Mercado Municipal, além de fortalecer as estruturas de atendimento à população menos favorecida. “O local, onde antes pessoas em situação de risco e usuários de drogas permaneciam de forma insalubre, está florescendo para a vida, para a vida de uma cidade que tem respeito por todas as pessoas, em especial, as mais vulneráveis”, destaca o prefeito Rafael Greca. Armazém da Família O Armazém da Família Capanema será o 35º equipamento do gênero administrado pela Secretaria Municipal de Segurança Ali-

mentar e Nutricional na cidade. Os armazéns vendem alimentos e itens de higiene e limpeza em média 30% mais baratos que os mercados comuns. Com 340 m² de área construída, o espaço contará com amplo ambiente para a comercialização dos produtos, sala para serviços administrativos, banheiros, vestiários e refeitório para os funcionários, área de recebimento de material e depósito. Espaço Social Já no Espaço Social, cuja área construída é de 320 m², as equipes também estão trabalhando nos acabamentos internos, faltando a instalação dos equipamentos da cozinha, pintura e do estacionamento. O Espaço Social Capanema terá cozinha e salão de refeições com 80 lugares para pessoas em situação de risco atendidas pelo Mesa Solidária, o programa da Prefeitura e parceiros para garantir alimentação de qualidade em lugares dignos a pessoas socialmente vulneráveis. A previsão é que o Espaço Social do complexo do Capanema receba, diariamente, cerca de 500 pessoas, que terão acesso a café da manhã, almoço e jantar. O local contará, logo na entrada, com pias para higienização das mãos, espaços para guarda-volumes, banheiros, área de serviço, área administrativa, vestiário para os funcionários, depósito de resíduos e casa de gás.

Dezembro é vermelho e laranja contra a aids e o câncer de pele

O

Projeto Sesc Saúde promove a Campanha Sesc Dezembro Vermelho: mês de luta contra a aids. Ao longo do mês postos de orientação e conscientização serão montados em unidades de serviço do Sesc PR, além de live e ação simultânea de educação em saúde em 27 unidades do estado. De janeiro de 2007 até dezembro de 2018, o Paraná tinha o acumulado de 20.283 casos de aids. O maior número se concentra na faixa etária de 30 a 39 anos, com 54,6% dos casos. A taxa de detecção dos casos de aids por 100 mil habitantes apresentou redução de 36,7% no Paraná entre os anos de 2015 e 2019 e a de mortalidade, também por 100 mil habitantes, teve queda de 22,6% no mesmo período. A taxa de detecção e casos de HIV por 200 mil habitantes caiu 0,9%. Câncer: O Complexo de Saúde Erasto Gaertner, por meio do seu programa Conscientizar +, e a Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Paraná lançam em parceria uma série de ações de conscientização para a campanha Dezembro Laranja. A mobilização incentiva a prevenção e o combate ao câncer de pele e chama atenção para o aumento da incidência da doença durante o verão. Com o mote “Adicione mais fator de proteção ao seu verão”, o movimento encampado pelas duas das instituições mais importantes do Brasil no combate à doença traz um “alerta laranja” para a volta dos brasileiros às praias e piscinas e estimula o uso do filtro solar como produto protetor contra a radiação. No Paraná são diagnosticados mais de 500 casos anuais do tipo melanona.

3

Reajuste do IPTU será limitado à inflação

O

projeto da Prefeitura que adia a revisão da Planta Genérica de Valores e garante que o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não sofra reajuste em 2022 foi aprovado, por unanimidade, nesta terça-feira (08/12) em segundo e último turno na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A proposta recebeu 37 votos favoráveis. A mensagem segue agora para sanção do prefeito. Dessa forma, os reajustes que estavam em vigor nos últimos anos, de 4% para imóveis residenciais, e de 7% para terrenos mais inflação, não serão praticados no IPTU 2022, que terá apenas a correção pela inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). A correção pela inflação é prevista em lei. A revisão da Planta Genérica de Valores atualizaria o valor venal dos imóveis da cidade, de acordo com os preços de mercado. Com isso a cobrança do IPTU poderia variar acima da inflação para aqueles imóveis com valor venal defasado. Com a aprovação na CMC e a sanção do Prefeito, a apresentação da atualização da Planta Genérica de Imóveis pela Prefeitura fica adiada para outubro de 2022, sendo que o reajuste que será aplicado valerá para 2023.


JO

www.jornaldoreboucas.com.br

Dezembro/2021

JR

do REBOU AL Ç RN

JO

RN

Coluna Tudo no Seu Tempo! por

Jarbas J. Silva

O pão que veio do céu

E

mbora o homem trabalhe para que o próprio homem seja alimentado, parece que o alimento físico não alcança toda a humanidade, pois vemos diariamente nas mídias e ao nosso redor as bocas famintas por um pedaço de pão. Todavia sabemos que tal situação decorre da injustiça, da ganância, do egoísmo humano. Por outro lado, mesmo os que se fartam de “pão”, muitas vezes não se saciam espiritualmente e buscam preencher o vazio existencial com drogas, imoralidades, prazeres efêmeros. Entretanto há algo que preenche todas as nossas necessidades, supre toda nossa miséria, toda nossa carência, toda nossa penúria. Do que carecemos, afinal? Não só de comida, é claro! Além disso, precisamos de afeto, precisamos de certezas, precisamos de uma fonte de vida! Muitos nada disso têm, vivem a mendigar, vivem por migalhas, indo ao mais baixo nível da humanidade. São humilhados. Mendigam não só por um pedaço de pão, por um prato de comida, mas também por uma cumbuca de afeto, por uma porção de fé, por uma xícara de vida plena! Há os que nada têm o que comer; há os que têm o que comer, mas não têm afeto; há os que têm afeto, porém não sabem para onde ir; e também há os que têm tudo, mas não conseguem preencher o vazio que se apresenta depois de se ter tudo. Este é um momento de fartura, mesas recheadas, geladeiras entupidas, sacolas coloridas de presentes indo e vindo. Mas também é um momento de reflexão. O “bom velhinho” poderá até trazer, pela chaminé, alguns momentos de alegria, que sabemos não será para todos, e mesmo assim uma alegria passageira, pois logo virá outro Natal, e o que foi trazido já pode ter sido consumido. Todavia Deus, em Sua infinita bondade, em seu infinito amor, enviou para toda a Humanidade um único e suficiente presente, cujo um dos nomes é “Pão da vida”. No Evangelho de João, capítulo 6, versículo 35, o Filho de Deus nos diz: “...Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim jamais terá fome...”. Jesus é um presente diário, não precisamos esperá-lo em datas festivas, basta clamar o Seu poderoso nome e ali Ele se fará presente, na dor e na alegria, na falta de alimento, tanto física quanto emocional e espiritualmente. Percebemos, então, que a terra nos dá o alimento, mas este não é suficiente para matar a nossa fome, seja por falta de recursos, seja pela corrupção humana. Mas Aquele que nos é suficiente em tudo e em todos é o que deveras nos alimenta diariamente com a Sua palavra de poder, de amor, de justiça, de sabedoria, de misericórdia. E Ele veio do céu, do Pai celeste, para que todos tenham vida plena, suprindo todas as nossas carências e misérias. Que o nosso Natal, com todos os seus adereços, “comes e bebes” e comunhão, seja também um momento de agradecer a Deus pelo Pão enviado do céu, Jesus Cristo, Aquele que foi, que é e que será eternamente! Jarbas J. Silva é Professor de língua portuguesa, especialista em leitura e interpretação de texto, Pastor, Escritor e Compositor. Contato: (41) 99235-5117

AL

AS

JORNAL do REBOUÇAS

AS

4

do REB O

As atrações do Natal de Curitiba estão emocionantes e cheias de brilho. O maior Natal gratuito do Brasil é aqui

Á

rvores de Natal, caixas de presente gigantes, estrelas de Belém, guirlandas, mantos de luz, rosáceas e contornos luminosos se espalham pelo Centro e bairros, enchendo os olhos de quem percorre espaços públicos da capital à noite. Essas atrações não precisam de agendamento para serem apreciadas por moradores e turistas. Basta se programar e fazer o seu roteiro. Nos circuitos natalinos de carro (drive-thru), mais decorações e espetáculos para serem apreciados à noite. Ainda há vagas para o Caminho de Luz Copel Telecom no Parque Barigui e o Caminho de Luz do Parque Náutico, com agendamento no site da programação. Já o drive-thru do Natal Condor no Passeio Público está esgotado, mas é possível conferir a decoração antes das apresentações de carro e nos fins de semana, além das segundas quando o local fica aberto até 9 de janeiro. Sempre destaques da decoração, as mais de 30 árvores do Natal 2021 encantam pela estrutura imponente toda iluminada ou com milhares de vasinhos de flores para torná-las “vivas”. Com até 22 metros de altura, as árvores de Natal podem ser conferidas no Parque Barigui, Rua XV de Novembro, Largo da Ordem, Passeio Público, Parque Náutico, Jardim Botânico, rotatória da Avenida Cândido de Abreu (Centro Cívico), Parque Tanguá, Asilo São Vicente de Paulo, Santa Cândida, Praça Santos Andrade, Bosque do Papa, Memorial Paranista, Bosque Alemão, Parque Tingui, Santa Felicidade, Mercado Municipal e Igreja do Perpétuo Socorro. Todas as Ruas da Cidadania também têm árvores de Natal, com alturas entre 6 metros e 15 metros, que ainda dividem a atenção com

rosáceas de luz. Nas regionais Matriz e Bairro Novo, inclusive, há estruturas externas com até 13 metros de altura. Guirlandas & cia Além das árvores de Natal, guirlandas foram instaladas para valorizar as fachadas de prédios históricos, como a Igreja da Ordem, a Casa Hoffmann e o Liceu das Artes. Também fazem parte da decoração de alguns espaços as tradicionais estrelas de Belém, como as instaladas no jardim do Portal do Bosque Alemão e em frente à Catedral; e as estrelas de Natal de piso espalhadas ao redor da ninfa de bronze da Praça Eufrásio Correia, junto à Câmara Municipal, e em frente ao Paço da Liberdade Sesc PR, na Praça Generoso Marques. Os contornos de luz estão sendo usados na decoração para valorizar a arquitetura de edifícios, como Memorial Paranista, Palácio Avenida, Capela da Glória e shoppings centers, bem como em estruturas de áreas verdes, como pontes, portais, ilhas, belvedere e oratório do Parque Tanguá, do Passeio Público e do Bosque Alemão. Já os tradicionais presépios são um convite para visitar o Parque Lago Azul, no Umbará, e a Rua da Cidadania do Bairro Novo, no Sítio Cercado. Na Rua Mário Tourinho, o minicircuito “Direção da Vida Natal Servopa". Concertos luminosos podem ser conferidos na Estufa do Jardim Botânico. Linha Natal ou a pé Quem preferir deixar o carro em casa pode fazer pelo Centro vários circuitos a pé. Comece pelo Natal O Boticário na Rua XV de Novembro, com seus mantos de luz, árvore de Natal de flores de 11 metros e caixas de presente gigantes com experiências sensoriais e olfa-

tivas. Depois, siga para o Largo da Ordem e São Francisco, para conferir a decoração da fachada dos prédios históricos e as duas árvores de Natal - uma delas no Memorial de Curitiba, além da Praça João Cândido (Ruínas de São Francisco), com sua decoração natalina e belvedere iluminado. O tour natalino a pé pelo Centro ainda pode incluir a lúdica decoração do Natal Condor no Passeio Público, até as 19h, de terça a sexta por conta do circuito drive-thru à noite, ou, até 22h, de sábado a segunda, e o Natal Fonte de Energia Ebanx, com sua árvore de Natal acesa com a energia gerada pelas pedaladas de bicicletas, de quarta a sábado. Caso você não tenha feito o agendamento para pedalar na Santos Andrade (já esgotado), a dica é apreciar a curiosa fonte de energia da decoração interativa e percorrer as 11 bancas da Feira Especial de Natal do local, repleta de opções de presentes e enfeites para a casa. Além de programar tours a pé, outra opção é embarcar na linha X54 Natal Parque Tanguá, que sai do Centro, com ponto inicial em frente ao Memorial Árabe. O tour de ônibus passa pelo Passeio Público, Árvore de Natal do Centro Cívico, Bosque do Papa, Memorial Paranista, Ópera de Arame e Parque Tanguá – percorrendo 16 quilômetros. O passageiro pode descer nos pontos, aproveitar a programação e embarcar novamente, porém pagando uma nova passagem, que custa R$ 4,50, o mesmo das demais linhas da capital. Confira a programação completa no site: natal.curitiba.pr.gov.br. A programação está sujeita a alterações.


JO

AL

www.jornaldoreboucas.com.br

Dezembro/2021

JORNAL do REBOUÇAS

AS

AS

JO

JR

do REBOU AL Ç RN

RN

do REB O

Pix Saque e Pix troco

Saiba como usar e sacar dinheiro só com o celular

A

pesar de ser recente, o Pix já faz parte do dia a dia dos brasileiros. Com a popularidade do sistema de pagamentos, o Banco Central expandiu as funcionalidades com as opções de saque e troco. Os serviços já são realizados em diversos estabelecimentos comerciais.

Sabe como usar as novas modalidades? Confira o passo a passo a seguir: Pix Saque: Com o Pix Saque, a pessoa pode sacar dinheiro em estabelecimentos comerciais e não precisa fazer compra no local. A loja funciona como um “agente de saque”. Com a função, você não precisa de um caixa eletrônico e o cartão do banco para acessar o valor em espécie, é só usar o celular. Os interessados devem buscar um estabelecimento que ofereça o serviço e fazer um Pix no valor que deseja sacar que o dinheiro será entregue pelo caixa da loja. Pix Troco: O Pix Troco permite que o consumidor passe um valor maior pelo produto e pegue o troco em dinheiro. Para usar essa função, a pessoa compra um produto e paga por meio do Pix, mas recebe o troco em espécie. Basta transferir ao estabelecimento o valor do produto mais aquele que deseja receber. Limites: As novas funções contam com um limite: as transações não podem ser superiores a R$ 500 durante o dia, ou seja, das 6h às 20h, segundo o Banco Central, nem maior que R$ 100 no período noturno. O cliente tem direito a fazer oito transações do tipo por mês de graça. A partir da nona, pode ser cobrada uma tarifa. Comerciantes: A adesão, por parte do comerciante, é opcional e o agendamento não será permitido: só vale para operações feitas na hora. O lojista que oferecer esse serviço vai receber de R$ 0,25 a R$ 0,95 por operação. O valor pode ser negociado com o banco em que ele tem conta.

No Paraná, um milhão não voltaram para tomar a 2ª dose

O

setor de Imunização da Sesa realizou uma apresentação com o panorama da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Paraná. Os dados mostram a necessidade de busca ativa por parte dos municípios para aplicação da segunda dose (D2) em cerca de um milhão de paranaenses que não voltaram para completar o esquema vacinal. “Depois de tudo que passamos até chegar uma vacina que levasse esperança para as pessoas, ainda temos registros de atrasos ou falta de procura pela segunda dose. Precisamos que essas pessoas se conscientizem da importância da imunização completa”, disse o secretário municipal de Saúde de Mangueirinha e presidente do Cosems, Ivoliciano Leonarchik. A equipe também ressaltou a importância da otimização do uso dos frascos de vacinas para que não haja descarte de nenhum imunizante. A Sesa orienta que em casos de sobra de doses, os municípios podem articular o remanejamento das vacinas com outras cidades, com apoio das Regionais de Saúde. A secretaria está distribuindo as vacinas de acordo com a necessidade apontada pelos municípios, reservando o restante dos imunizantes no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). Até esta quarta-feira, o Paraná já havia aplicado 9.029.039 doses de primeira dose, 7.559.880 segundas doses e 324.873 doses únicas do imunizante da Janssen. Foram 16.913.792 doses aplicadas até o momento no total.

5

Pesquisa pelo APP Saúde Já mostrará como está o peso do curitibano

C

uritiba quer conhecer o estado nutricional da sua população e, para isso, a Secretaria Municipal da Saúde incluiu na plataforma Saúde Já Curitiba uma rápida pesquisa aos usuários sobre seu peso e altura. Os resultados vão contribuir para embasar ações multissetoriais na Prefeitura para a prevenção e combate à obesidade no município. O questionário entrou no ar na primeira semana de dezembro. Para acessar a pesquisa, basta instalar ou fazer a atualização do aplicativo Saúde Já Curitiba por meio das lojas virtuais (App Store e Play Store ) ou o site www.saudeja.pr.gov.br. No próximo login no Saúde Já, o usuário será convidado a responder sobre seu peso e altura, grau de escolaridade e, no caso de mulheres em faixa etária fértil, se está grávida. Combate à obesidade A Organização Mundial da Saúde (OMS) assinala que sobrepeso e obesidade constituem fatores de risco maior para muitas doenças crônicas, tais como diabetes, doenças cardiovasculares e câncer. Inclusive para a covid-19, o excesso de peso mostrou-se como um dos fatores do agravamento da doença. A obesidade é um problema global, que ocorre em países de alta, média e baixa renda (particularmente em áreas urbanas), em todas as faixas etárias e seu combate deve estar na pauta da gestão pública municipal. Atualizar os dados após o período da pandemia com novas ferramentas é crucial.


JO

www.jornaldoreboucas.com.br

JR

do REBOU AL Ç RN

RN

JO

A

Dezembro/2021

AL

AS

JORNAL do REBOUÇAS

AS

6

do REB O

Paraná registra melhor evolução na educação estadual em todo o Brasil

educação pública em escolas estaduais do Paraná foi a que mais evoluiu de forma geral nos últimos anos, de acordo com dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), criado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas. Nos cenários avaliados pelo Ideb – ensino fundamental e médio – o Paraná tem o melhor índice geral do país ou a melhor evolução de um período para outro. Na faixa dos anos iniciais de ensino fundamental (até o 5º ano), o Paraná lidera o ranking brasileiro entre as escolas estaduais, com 6,8, segundo avaliação do Ideb. Os dados são de 2019, último ano com números disponíveis. Em 2017, o período anterior, o estado aparecia em 5º lugar, com índice de 6,3. Para 2021, o Ideb tem apenas uma meta projetada, que no caso do Paraná está em 6,9. Na faixa dos anos finais do fundamental (até o 9º ano), o Paraná aparece com o 3º melhor índice (5,1), mas foi quem teve o maior salto no ranking nacional – aparecia em 9º lugar em 2017, com 4,6. Na faixa do ensino médio, o Paraná também está em 3º, com 4,4. No período, teve a maior evolução porcentual entre todos os estados, com um Ideb observado 18,92% maior que o período anterior. Nos três cenários, os índices do Paraná estão acima da média nacional. Em 2019, a nota do Brasil era de 6,1 nos anos iniciais, 4,7 nos anos finais e 3,9 no ensino médio das escolas estaduais.

Educação para o futuro A evolução ocorreu graças principalmente a dois fatores: investimentos e direcionamento de recursos. Nos últimos anos, o Paraná investiu R$ 1 bilhão em educação pública. Boa parte desses recursos foram aplicados em tecnologia para a infraestrutura das escolas e em conteúdo ligados às necessidades atuais, como educação financeira, inglês e conteúdo ligado a tecnologia. O objetivo é educar os estudantes para as profissões do século 21 e fazer com que o Paraná seja um estado bilíngue. Com isso, os alunos poderão competir não apenas com alunos de colégios particulares, mas com jovens de todo o mundo. Em termos de aprendizado, a tecnologia aplicada na educação vai proporcionar aulas de programação – que deve entrar na grade curricular do ensino médio – e robótica (no contraturno escolar). Além disso, é possível ter aulas de inglês através de um aplicativo de celular, melhorar a prática de redação e ter aulas de reforço. No caso da infraestrutura, o objetivo é que todas as salas de aula do Paraná tenham wifi de qualidade e acessos liberados para sites educacionais através internet por fibra ótica. Além disso, a partir de 2022 as matriculas poderão ser feitas 100% online – o aluno que não conseguir fazê-la pode comparecer à secretaria da sua escola. E já existe o APP Escola Paraná, um sistema em que o usuário consegue visualizar tudo sobre o aluno e que possibilita a aproximação dos pais nas escolas.

Pandemia A tecnologia fez com que o Paraná se tornasse o primeiro estado a adotar aulas on-line durante a pandemia da Covid-19. Com isso, foi possível deixar o calendário acadêmico em dia. Nesse sentido, o Paraná foi na contramão de vários outros estados que não investiram na educação. Além disso, programas de reforço foram implantados com a volta dos estudantes às aulas presenciais. Hoje a rede estadual de educação do Paraná conta com 1 milhão de alunos entre a 5ª série do ensino fundamental até 3° ano do ensino médio. São ao todo 2.100 escolas, todas com TV e computador para ajudar os professores e alunos nas aulas. Projetos em destaque Programa Inglês Paraná: Foi implantado no 3º trimestre de 2021. Um aplicativo ensina o aluno digitalmente, corrigindo a pronuncia do aluno para dar fluência na língua inglesa, de forma didática. O app já está funcionando em boa parte da rede estadual. O Investimento foi de R$ 12,9 milhões, com 405 mil alunos beneficiados. Kits Robótica: As aulas são ofertadas no contraturno escolar e os alunos precisam se inscrever, através da Secretaria de Estado da Educação (SEED). Hoje, 20% dos alunos da rede estão inscritos na matéria. Mais de 2,5 mil kits de robótica serão entregues

para 257 colégios da rede estadual do Paraná. O investimento é de R$ 9,1 milhões. Redação Paraná: Redação com inteligência artificial está funcionando em toda a rede estadual. O aluno escreve e o sistema corrige questão ortográfica, enquanto o professor corrige os argumentos e o desenvolvimento das ideias. Beneficia todos os alunos do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio, além de 8.119 professores de Língua Portuguesa. Não demandou investimento; foi desenvolvido pela equipe de Tecnologia da Informação da SEED. Educação Financeira: A partir de 2022, todos os 350 mil alunos do Ensino Médio terão essas aulas duas vezes por semana. Uma atuação ativa na sociedade passa por uma relação saudável com o dinheiro. Em 2021, o investimento foi de R$ 200 mil, colocado em Plano de Aula, PPT (slides), Lista de Exercícios, HTML e vídeo interativo. Qualquer escola pública pode aderir. Colégios Cívico-Militares: Vários pais entendem que matricular os filhos nessa modalidade é oferecer uma opção segura de estudo, alinhada aos valores que eles professam. O Paraná quer oferecer todas as opções escolares disponíveis e os colégios cívico-militares estão dentro desse cardápio de escolhas. São 206 colégios espalhados pelo Estado e 110 mil alunos beneficiados.


JO

AL

www.jornaldoreboucas.com.br

Dezembro/2021

JORNAL do REBOUÇAS

AS

AS

JO

JR

do REBOU AL Ç RN

RN

do REB O

7

Rua da Cidadania da Matriz tem horário ampliado para o Natal

J

á está em vigor o horário especial de funcionamento para os permissionários da Rua da Cidadania da Matriz, na Praça Rui Barbosa. Com isso, o público terá mais tempo de fazer compras nos cerca de 400 boxes, quiosques e lojas da parte interna (Mercado Central) e externa (Centro Comercial Rui Barbosa) do local. O atendimento nos serviços públicos continua no mesmo horário de segunda a sexta-feira, das 8h até as 17h, dependendo do órgão. Juntos, o Mercado Central da Rua da Cidadania da Matriz e o Centro Comercial Rui Barbosa oferecem 338 boxes, um sacolão de frutas e verduras, quatro lanchonetes, cinco quiosques de alimentação, 53 lojas e três chaveiros, que também oferecem serviços de fotocópias e fotos, todos operados por permissionários. O horário de funcionamento fica assim: De 13 a 17/12: das 9h às 20h Dia 18/12: das 9h às 19h Dia 19/12: das 9h às 18h De 20 a 23/12: das 9h às 20h Dia 24/12: das 9h às 18h Dia 25 e 26/12: fechado De 27 a 30/12: das 9h às 19h Dia 31/12: das 9h às 16h


www.jornaldoreboucas.com.br

JO

Dezembro/2021

JR

do REBOU AL Ç RN

JO

RN

AL

AS

JORNAL do REBOUÇAS

AS

8

do REB O


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.