Page 1

ZONA NORTE

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

Jornal do1

Tiragem: 2.000 exemplares

POVO

,00

Filé do Bairro

Ano I - Edição 019

DETRAN

Justiça derruba liminar do GEA e diz que greve dos professores é legal O governo do Amapá já anunciou que vai recorrer da decisão judicial que considerou legal a greve do Sindicato dos Professores. A liminar pedindo a ilegalidade foi indeferida pelo desembargador Raimundo Vales.

n Página 14

Quadrilha vendia carteiras e fazia assaltos na cidade Treze pessoas foram presas na última quarta-feira por suposto envolvimento na venda de carteiras de habilitação no Departamento Estadual de Trânsito, e assaltos praticados em Macapá. Dezesseis mandados entre prisão e busca e apreensão foram expedidos.

TAXISTAS

Prefeito concede placas definitivas

O Prefeito de Macapá Roberto Góes assinou na sala de reuniões da PMM, decretos que contemplam a classe dos taxistas de Macapá. Os decretos são voltados ao aumento da tarifa fixa.

n Página 12

DROGAS

Federais encontram coca

Durante a madrugada da última terça-feira, 08, agentes federais da Delegacia de Repressão ao Tráfico de Entorpecentes da Superintendência Regional do Amapá, apreenderam 20,8 Kg de cocaína em uma operação de rotina.

n Página 10

RESSACAS Vanessa Karoline do Bairro Beirol n Página 13

n Página 9

OAB AMAPÁ

Lista sêxtupla vai mesmo sair

n Página 14

Ocupação vai ser discutida

O Ministério das Cidades realizará em junho, uma audiência pública para discutir a situação das famílias que moram em áreas de ressaca. O encontro, contará com a participação da Justiça Federal e da Bancada.

n Página 5


ZONA NORTE

Jornal do

POVO

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

HUMOR

2

ZONA NORTE

Jornal do

ENTREVISTA DA SEMANA

PORTUGUÊIS

Governo assina convênios mas deixa dirigentes insatisfeitos

Jornal do POVO

ZONA NORTE

CNPJ 13.259.568/0001-73

n O DONO Grupo Conceito de Comunicação n QUEM MANDA:

Venilton Santos veniltonsantos1@hotmail.com

n QUEM CUIDA: Aracy Neto

netoamapa@hotmail.com

15

POVO

NOÇO

EXPEDIENTE

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

n QUEM DIRIGE: José Marques Jardim - DRT 040 josemarquesjardim@hotmail.com n QUEM AJEITA: André Campos

n QUEM FAZ: Redação n QUEM OLHA: Carlos Magno n QUEM DEFENDE Dr. Eduardo Lopes OAB-AP 392

n QUEM VENDE Aracy Neto 9133-4677 n QUEM ESPALHA Célio Silva 9181-3029 n ONDE FICA Rua General Rondon, 1467 - Sala 26

n TIRAGEM: 2 mi n QUEM COLABORA Você! De qualquer bairro da Zona Norte entre em contato através do email ou telefone e passe as informações.

Conceitos emitidos em artigos é de inteira responsabilidade de seus autores. Não refletindo a opnião deste veículo. n Email: jornaldopovo-zonanorte@hotmail.com n Fones reportagens: (96) 9121-7368 / 9133-4677

Na quinta-feira, 03 de maio, no Palácio do Setentrião, o Governador Camilo Capiberibe assinou convênios para apoiar o Futebol Amapaense e as federações de esportes não–profissionais (antiga denominação: esporte amador). O esporte amapaense vive há muito tempo à míngua, com o pires na mão. Diariamente vimos nos programas esportivos, atletas, técnicos e treinadores implorando por passagens, hospedagem e alimentação para participarem de eventos nacionais. Um grande avanço foi conquistado em termo de valores. Os esportes não-profissionais saíram de R$ 150 mil em 2011 para R$ 400 mil este ano. Mas, para alguns, a inquietude é com referência à distribuição: R$ 600 mil somente para o futebol profissional e R$ 400 mil para as demais federações esportivas (23 filiadas ao Conselho). “Trabalhar com o esporte no país do futebol é complicado mesmo. Sou torcedor da Orca Demolidora do Santa Rita, e gostaria muito de ver um time amapaense na série C do brasileiro. Presenciei no estádio Glicério Marques partidas do Campeonato

Amapaense (Amapazão), com times de elenco 100% contratado fora. Pergunto: Onde estão os resultados trazidos do futebol profissional amapaense?” disse o Presidente da Federação Amapaense de Judô, Antônio Viana. E ainda relembrou que: “_Caio Lobato do Tênis de Mesa está aí com suas medalhas em brasileiros, olimpíadas escolares, etc... A natação, Ciclismo, Tae-Kwon-do, Atletismo, Boxe e o Judô com seus campeões Pan-americanos, Sul-americanos, Brasileiros, impondo respeito ao Brasil e mundo afora.” Somente no Campeonato Brasileiro Região I (AP, CE,

MA, PA e PI) deste ano realizado em Ananindeua-PA no mês de abril o Amapá foi aclamado 68 vezes durante a premiação, a canção do Amapá seria tocada 16 vezes (números de ouros conquistados). “Acredito que com um projeto bem elaborado junto ao Ministério do Esporte esse R$ 1 mil serviria de contrapartida para beneficiar 10 vezes mais. Aplaudimos a louvável iniciativa do governo estadual, mas o Futebol Amapaense precisa realmente se profissionalizar para poder receber recursos e mostrar resultados concretos dentro das quatro linhas e com atletas da casa.”

O apelido de Adson “Preguiça” do Nascimento é enganoso. O peso-pena, veloz e ativo dentro da jaula, venceu José Eubes no Jungle Fight 38, neste sábado em Belém, no Pará, e chegou à sua 52ª luta no MMA, apesar de seu cartel público no site especializado “Sherdog” indicar “apenas” 32. Por suas contas, são 41 vitórias, nove derrotas e dois empates. O amapaense garante que a desatualização de seu cartel não tem nada a ver com sua alcunha, e sim com uma dificuldade geográfica para mandar as informações dos eventos menores para o exterior. A única preguiça que o lutador mostra é a de usar seu nome de batismo, Adson. Sua alcunha, originada nas rodas de capoeira onde começou a lutar, pegou de tal forma que virou sua identidade, e o ajuda a enganar os adversários. “Às vezes eu luto e os caras falam, “Você é muito rápido!” Foi na capoeira que ganhei (o apelido), me botaram de Preguiça quando fiz o batizado na corda. Não me incomodo. Às vezes, as pessoas me chamam de Adson e eu nem atendo, mas

quando chamam de Preguiça, já fico mais esperto.” Agora, Preguiça espera fazer seu 53º combate em sua cidade, Macapá, onde o Jungle desembarca no próximo dia 25 de maio. O evento em Amapá será uma oportunidade de mostrar a força do MMA no estado. Preguiça treina com John “Macapá” Teixeira, um dos integrantes do reality show “The Ultimate Fighter Brasil - Em busca de campeões”, e esteve entre os 70 finalistas para entrar na casa na categoria pena. Todavia, acabou descartado. Isso não desanimou o atleta, que se vê em boas condições para conquistar um título no Jungle e dar um salto para um evento internacional. “Meu plano agora é lutar no Amapá, me destacar mais uma vez, sair com a vitória e chegar perto do cinturão, que está vago, para pegar uma vaga lá fora. Não acredito que agora será já pelo cinturão, mas estou galgando os passos. Vim para o Jungle Fight para ficar. Estou aí, esperando quem vai ser o adversário, sem preferência. Quem estiver na minha frente, vai ter que passar por cima anunciou o amapaense.”

Alguns números do Judô: n Regional 2012 (100 atletas, 02 árbitros e 04 técnicos) – Média de Valor total gasto: R$72 mil n 05 campeonatos brasileiros – 80 atletas – Média de valor total a ser gasto: R$182 mil n 02 Treinamentos de Campo (CE e MG) – 20 atletas – Média de valor total a ser gasto: R$30 mil n 21 eventos estaduais em 2012 – mais de 1.500 atletas – Média de valor total a ser gasto – R$55.293 mil n Total: R$339.293 mil n Convênio FAJ/SEDEL: R$17 mil n Convênio com o conselho das federações: R$400 mil/23=R$17.392 mil n Total a ser captado com amigos do judô, pais, atletas, técnicos: R$304.901 mil

Hoje, dia 12 de maio no Rio de Janeiro, estará acontecendo um dos eventos mais esperados pelos amantes do MMA, o Jungle Fight 39 e tem amapaense na arena. Tiago Trator e Gustavo Dutra (o Besouro), estarão neste combate na categoria 77kg. É o Amapá no maior evento do Brasil e da America Latina!


ZONA NORTE

Jornal do

POVO

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

GERAL

14

POVO

Justiça derruba liminar do GEA e diz que greve dos professores é legal O governo do Amapá já anunciou que vai recorrer da decisão judicial que considerou legal a greve do Sindicato dos Professores. A liminar pedindo a ilegalidade foi indeferida pelo desembargador Raimundo Vales. A paralisação tem mais de 20 dias, com professores ocupando galerias da Assembleia

Legislativa, fazendo passeatas e acampando em frente ao Palácio do Governo. Para o governo, o Sindicato dos Professores não deu condições para que as negociações de reajuste salarial continuassem. Já no entendimento do desembargador, o Sinsepeap cumpriu todos os requisitos para negociar com o governo. A falta de entendimento en-

tre GEA e Sindicato é sobre o reajuste de salário. A categoria chegou a abrir mão dos 33%, que é o percentual do piso, se contentando com 20%. O governo acenou com 15,56%, o que não foi aceito. De acordo com os sindicalistas, 18% seria um percentual de reajuste aceitável, mas o GEA se recusa a avançar dos 15,56%.

Ulisses Träsel presidente, o pedido de impugnação impetrado por nove advogados da Ordem não é motivo

de preocupação. Segundo ele, a legitimidade de alguns nomes que entraram com a impugna-

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

POLÍTICA

Audiência Pública sobre Amapá Jovem lota AL

Apesar de protestos internos, OAB vai mesmo formar lista sêxtupla A Ordem dos Advogados do Brasil no Amapá vai mesmo realizar eleição para indicar doze advogados, dos quais seis comporão a lista de onde sairá um nome para o cargo de desembargador deixado com a aposentadoria de Ednardo Souza no Tribunal de Justiça do Amapá. A confirmação foi feita por Ulisses Trasel, Presidente da OAB Amapá. Segundo ele, todos os advogados em atuação no estado terão direito a voto. Será feita uma análise a cargo do Conselho Seccional da entidade em cima dos doze nomes mais votados. Um outro crivo diminuirá o número para seis nomes que seguirão para o tribunal. Ainda de acordo com o

ZONA NORTE

Jornal do

ção não existe. “Eles estão com os direitos políticos cassados por que eram da antiga direto-

ria e não tiveram a prestação de contas aprovada”, explicou Trasel. Outros seis encontram-se inadimplentes. Washington Caldas, ex-presidente da OAB é um dos que pede a impugnação. Para Ulisses, Caldas nem conseguiu elaborar o regimento interno da instituição. “Ele concorreu à reeleição e ficou em último lugar”, disse. O valor da taxa de inscrição é questionado pelos advogados contrários ao atual presidente. Para concorrer à lista sêxtupla, é preciso pagar R$ 6 mil. Sobre isso, Trasel disse que a OAB entende que o crescimento de cada advogado tem que ser bancado por ele mesmo.

Nesta quarta-feira, 9, a deputada estadual Marília Góes (PDT) realizou a Audiência Pública para debater a atual situação do Programa Amapá Jovem, criado em 2009 pelo governador Waldez Góes, que elaborou lei aprovada pelo Legislativo. As galerias e o plenário da Assembleia ficaram lotados por jovens de todo o Estado, que usaram a tribuna para desabafar e demonstrar toda a insatisfação com a falta de políticas públicas para a juventude por parte do atual Governo do Estado. Representantes do Governo Camilo, convidados para fazerem parte do debate e prestarem esclarecimentos sobre a paralisação do programa e o corte de jovens beneficiários, não compareceram e nem sequer encaminharam qualquer tipo de justificativa. Em vez disso, a secretária estadual de Inclusão e Mobilização, Eloiana Cambraia, deu uma série de entrevistas à imprensa amapaense, durante o dia de ontem, dizendo que o Governo lançará um novo programa para a juventude. “É necessário que os representantes do Governo ouçam a juventude, que deem as explicações necessárias a estes jovens, que tinham no Programa as orientações necessárias para a construção de um futuro melhor”, criticou Marilia Góes. Segundo ela, ao contrário do que a representante do governo disse durante as entrevistas de ontem, o Amapá Jovem não fazia apenas o pagamento de bolsas benefícios. “A inclusão em políticas públicas com ações voltadas a assistência social, trabalho e empreendedorismo, educação, qualificação, meio ambiente e atividades de entretenimento,

como esporte, cultura e lazer, fazem parte do Programa”, esclareceu a deputada pedetista. Para Marília Góes, que foi secretária Inclusão e Mobilização Social no governo do PDT, o não cumprimento do Programa fere todos os princípios da moralidade, mas principalmente desrespeita os direitos adquiridos pela juventude. O Amapá Jovem chegou a ter mais de dez mil jovens inscritos. Atualmente tem menos de quatrocentos beneficiários. Segundo a deputada, o Governo do Estado só se pronunciou sobre o assunto quando soube da realização da Audiência Pública. “O Governo está agindo de má-fé, pois não tem política pública para os jovens”. Para o presidente da Associação de Monitores e Bolsistas do Amapá Jovem (AMBAJ), Gilvan Barbosa, que procurou a parlamentar para expor a situação do Programa, a Lei do Amapá Jovem tem que ser respeitada, para o bem da juventude. “O programa é uma forma de proteger os

jovens dos riscos sociais a que são expostos. Lutamos para que os critérios do Programa sejam garantidos em sua totalidade, como era na gestão anterior, em que os jovens eram beneficiados com atividades de todos os tipos, com as quais mais se identificavam, sendo também uma porta para o mercado de trabalho”, defendeu o presidente. O presidente da Assembleia Legislativa Moisés Souza, e os parlamentares Bruno Mineiro, Michel Jk e Raimunda Beirão estiveram presentes à Audiência e reforçaram o compromisso da Casa com a juventude, para cobrar do Poder Executivo que a Lei seja cumprida. “A juventude tem apoio integral desta Casa e de todos os deputados e continuaremos trabalhando, e isso não é um favor, é o nosso dever” concluiu Moisés. Além dos deputados também fizeram parte da mesa da Audiência diversos representantes dos jovens, entre eles o porta voz da juventude de San-

tana, Rariomar, Coordenador da Juventude do PSC, Caetano Bentes, Assessor Municipal da Juventude de Mazagão, Amilso Andrade, representante da Secretaria Municipal da Juventude de Pedra Branca, –Track Eden, presidente em exercício da UECSA, Rogério Lima, e a Coordenadora Municipal da Juventude de Macapá, Joelma Santos. Ao término das discussões os principais questionamentos foram direcionados ao governador Camilo Capiberibe. Como ele não se fez presente, as perguntas serão protocoladas no Palácio do Setentrião, para que o governador as responda. Em relação aos pagamentos atrasados das bolsas do Amapá Jovem, uma ação jurídica será impetrada contra o Governo do Estado. A partir de tudo que foi exposto na Audiência Pública será gerado um documento, que também será entregue aos representantes do Executivo, com assinaturas dos parlamentares e jovens presentes.

3

Saúde tem 15 dias para entregar papelada à CPI Em sessão realizada terça-feira (08), a Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde da Assembleia Legislativa recebeu ofício da Secretaria de Estado da Saúde do Amapá. Nele constava a solicitação de nova dilatação de prazo de 60 dias para a conclusão do trabalho de reprografia de documentos, em decorrência de um quantitativo de 60 mil cópias. Ainda consta no documento o montante de R$ 120 mil reais gastos com fotocópias, representando 15% do total a ser fornecido conforme requerido. A SESA já havia solicitado anteriormente prazo de 10 dias e não foi cumprido. Para o relator da CPI da Saúde, deputado Jaci Amanajás (PPS), o secretário Lineu da Silva Facundes poderia enviar o material até por pendrive. “Acho que o secretário só pode estar de brincadeira pedindo mais prazo para entregar a documentação. Existem outros meios de nos entregar esse material, o próprio pendrive serviria, contanto que nos enviasse. Creio que o prazo máximo seria até 30 dias”. O deputado estadual Edinho Duarte (PP) também não concordou com o prazo. “O secretário colocar no papel tudo isso e assinar, é declarar sua incompetência diante dessa pasta que é a Saúde, está subestimando nossa inteligência. Já demos prazo e dizer que ainda não foi entregue a documentação por querer mais tempo para xerocar é absurdo demais. Não podemos aceitar isso. Temos que entrar com pedido de busca e apreensão”. Ao final dos trabalhos, foi aprovado o requerimento de Edinho Duarte dilatando o prazo por mais 15 dias. Caso contrário, se a equipe de técnicos da Secretaria de Saúde não entregar a documentação em tempo hábil, será realizada busca e apreensão na instituição.


POVO

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

GERAL

8

POVO

AÇÃO

Cemitérios da cidade estão limpos para o Dia das Mães Cursos profissionalizantes beneficiam 100 mulheres

A Subprefeitura da Zona Norte de Macapá iniciou nesta terça-feira, 08, a limpeza do cemitério São Francisco de Assis, para a comemoração do Dia das Mães, celebrado no segundo domingo do mês de maio. Esta é uma das datas em que o número de visitas é bastante elevado. O

trabalho de limpeza deve ser realizado até o próximo sábado, 12. Hildo Fonseca, chefe da zelarodia urbana da Subprefeitura, afirmou que os familiares também precisam fazer a limpeza dos túmulos. “Nós recebemos muitas reclamações, mas os parentes precisam trocar os

ZONA NORTE

Jornal do

vasos de flores, que muitas vezes são criadouros do mosquito da dengue, principalmente neste período de chuvas”, lembrou Fonseca. Além disso, a Subprefeitura está coordenando o trabalho de roçagem do canteiro central da Rua Tancredo Neves, também localizada na Zona Norte.

Nesta terça-feira, 08, a Prefeitura de Macapá através da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Comulher, assinou Termo de Cooperação com o Instituto Federal do Amapá, Ifap, do Programa Mulher Mil. As cem mulheres beneficiadas serão contempladas com a capacitação no curso de Formação Inicial e Continuada em “Assentamento básico de cerâmica e porcelanato”. Presente em todo o país, o Programa Mulheres Mil é uma política pública já executada em 112 campi de institutos federais de educação, ciência e tecnologia. A meta é promover, até 2014, a emancipação social, econômica e educacional de 100 mil brasileiras. Segundo Ester de Paula, coordenadora da Comulher, a Prefeitura de Macapá é parceira do programa, e pretende garantir que as secretaria do município lancem licitações de obras, que exijam percentual de aquisição desta mão de obra qualificada. “Nós nos preocupamos não apenas com o aprendizado destas mulheres, mas também com oportunidade no mercado de trabalho. Além disso, durante o período em que o curso será realizado, os filhos destas alunas também terão uma sala exclusiva no Ifap para desenvolver diversas atividades”, destacou Ester. A coordenadora ainda lembrou que no dia 21 de maio, a Prefeitura de Macapá deverá inaugurar as duas sedes do Centro de Referência em Atendimento à Mulher, Cram. A solenidade de inauguração contará com a ilustre presença da ministra de políticas públicas para as mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci. Serão entregues para a população dois centros, um localizado na zona norte e outro na zona sul de Macapá.

POLÍCIA

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

9

Operação Praga

Venda de carteiras no Detran e assaltos leva 13 para o xadrez

Treze pessoas foram presas na última quarta-feira por suposto envolvimento na venda de carteiras de habilitação no Departamento Estadual de Trânsito e assaltos praticados em Macapá. Dezesseis mandados entre prisão e busca e apreensão foram expedidos. Muitos dos acusados são servidores do Ministério Público e Detran. A operação recebeu o nome de Praga. Cada CNH era vendida por R$ 1 mil, parcelados em duas vezes. Documentos foram apreendidos em várias residências, além de dinheiro, armas de fogo e dois carros furtados na madrugada de quarta-feira. De acordo com a políFoto: Jornal aGazeta

ZONA NORTE

Jornal do

mento, o delegado Sávio Pinto. Segundo ele, a quadrilha tinha envolvimento com assaltos e já teria praticado nada menos que 15 deles. Em um dos casos um açougueiro foi morto. A polícia também disse que um funcionário do Ministério Público intermediava a venda de CNH. O Ministério Público confirmou o envolvimento do funcionário, que seria estagiário. Ele, segundo a nota,

cia, os acusados começaram a ser investigados há quatro meses. O trabalho começou pelo Detran. Lá, estaria ocorrendo, além da venda de carteiras, falsificação de documentos. O envolvimento de funcionários foi confirmado pelo diretor do Departa-

já foi desligado da função. A comprovação do envolvimento da quadrilha com assaltos veio quando objetos roubados de uma residência no último dia 09, foram encontrados na casa de um dos acusados. O envolvimento de mais pessoas não foi descartado.


ZONA NORTE

Jornal do

POVO

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

GERAL

12

POVO

Roberto Góes concede placas definitivas e aumento da tarifa aos taxistas de Macapá

O Prefeito de Macapá Roberto Góes assinou na sala de reuniões da PMM, decretos que comtemplam a classe dos taxistas de Macapá. Os decretos são voltados ao aumento da tarifa fixa, a criação do Dia do Taxista e o que concede de forma definitivas as placas de aluguel de taxis de propriedade do município aos proprietários que comprovem o uso por no minimo 1 ano. O aumento na chamada “bandeira inicial” será de R$

ZONA NORTE

Jornal do

1,45, ou seja, passa dos atuais R$ 2,70 e atinge R$ 4,15, o aumento ocorre depois de 6 anos sem váriação no taxímetro. Outros pontos a se destacar foi a concessão definitiva das placas de taxis de propriedade do município, ao proprietário atual que comprove o uso as mesma em mais de 1 ano e o decreto que cria o Dia Municipal do Taxistas, a ser comemorado anualmente, dia 26, de agosto. Para o presidente do Sintaxi-AP Rizo-

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

CIDADES

Ministério das Cidades vai discutir ocupação de ressacas no Amapá O Ministério das Cidades realizará em junho, uma audiência pública para discutir a situação das famílias que moram em áreas de ressaca. O encontro, que contará com a participação da Justiça Federal e da Bancada Federal, foi definido em Brasília, com a participação da deputada Fátima Pelaes (PMDB-AP), juiz João Bosco e a analista de infraestrutura do Departamento de Produção Habitacional, Andrea Mansur. Ficou agendada visita dos técnicos do Ministério das Cidades a Macapá nos dias 11 e 12 de junho. “Precisamos resolver a situação dessas famílias que vivem em palafitas. Elas precisam

de uma moradia digna. Dezenas de crianças morrem afogadas nessa situação”, alertou a deputada. E informou: “Somente na área do Congós, mais de 18 mil famílias vivem em área de

ressaca. Estima-se que 42 mil famílias das cidades de Macapá e Santana precisem ser removidas. É um projeto grandioso, de profundo sentido e alcance social.” Segundo o Juiz

João Bosco, uma Ação Civil Pública foi movida para garantir assistência a essas famílias. A partir daí, ele buscou junto à bancada federal uma solução para o problema. No final de 2011, a deputada Fátima Pelaes e o juiz estiveram em audiência com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Queriam apoio do presidente no convencimento ao Governo Federal para que as famílias fossem beneficiadas pelo programa Minha Casa Minha Vida. Sarney fez, então, pedido à Casa Civil requerendo a inclusão dessas famílias no programa. “Foi muito importante a nossa gestão

junto ao presidente Sarney. O papel do presidente Sarney foi emblemático nisso. No momento da reunião, os técnicos do Ministério das Cidades mostraram, inclusive, o ofício do presidente Sarney, que fazia menção ao meu pleito. O governo do estado possui o terreno para transferir cerca de 5 mil famílias. A idéia é envolver as prefeituras, a sociedade e diversas autoridades para encontrar uma solução rápida para estas famílias. Além do diagnostico da situação de Macapá e Santana, deverá ser debatido no encontro um exemplo de sucesso na remoção das famílias em Manaus”, informou João Bosco.

Atricon reforça que o trabalho do TCE não pode parar nilson Barros, os pontos em destaque só trazem beneficíos a categoria. “Nós taxistas estamos satisfeitos com o reconhecimento do nosso trabalho, por parte da prefeitura. O aumento da tarifa, a concessão definitivas das placas e o Dia do Taxista, são pontos que vinhamos pleiteando com município a bastante tempo e apartir de agora passa a ser realidade”, disse. Mas, o principal ponto em destaque aos taxistas foi o decreto que autoriza o poder público municipal, a conceder em carater definitivo as placas de aluguel de taxi, de propriedade do município

aos proprietários que comprovem o uso por mais de um ano. Ainda segundo Rizonilson, essa é uma das maiores conquistas dos trabalhadores. “Podemos destacar como uma grande ação conquista pela categoria, poís, garante ao trabalhador a continuidade dos serviços na praça”, declarou. Já em relação ao aumento da ”tarifa fixa” o principal argumento usado pela categoria foi a manutenção dos veículos. Um pneu, que antes custava R$ 117, agora custa mais de R$ 200. As peças de reposição também foi argumento, que sugundo os trabalhadores aumentaram cerca de 40%,

sem falar nas constantes altas nos preços dos combustíveis. Para o prefeito Roberto Góes, os pontos apresentados por parte dos taxistas surgiu apartir que o sindicato procurou conversar com a prefeitura em relação as princiapais reivindicações da categoria. “O sindicato chegou até nós e colocou as reivindicações na mesa, apartir disso colocamos o que seria possivél atender e hoje estamos assinados as prioridades que a categoria almejava. Sabemos que é um grande avanços, mas sabemos que ainda temos muito para avançar com essa categoria de trabalhadores”, finalizou.

5

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) enviou ao Estado, o diretor de relações institucionais, conselheiro Luiz Henrique Lima, para dar apoio ao Tribunal de Contas do Amapá (TCE/AP). O diretor esteve reunido durante dois dias com a presidente em exercício do Tribunal, Maria Elizabeth Picanço, conselheiro Ricardo Soares, conselheiros substituto e diretores do TCE. Na pauta da reunião foi tratado a importância do Tribunal para exercer o controle externo no estado. “A instituição, Tribunal de Contas do Amapá é o mais importante nesse momento, e os trabalhos devem continuar. A Atricon vai dar

total apoio ao TCE/AP, para que continuem desenvolvendo suas funções normalmente”, afirmou o conselheiro, Luiz Henrique Lima. A partir de 2011 o Tribunal de Contas, implementou novas atividades desenvolvidas, através da Escola de Contas, com cursos voltados para a capacitação dos jurisdicionados e a sociedade em geral. Foi criado também a Ouvidoria de Contas, instrumento utilizado para garantir maior proximidade com a comunidade, visando fortalecer o controle social. O Tribunal fortaleceu o controle externo, dando celeridade aos auditorias e fiscalizações nos órgãos públicos do estado.


ZONA NORTE

Jornal do

POVO

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

CIDADES

6

Professores recorrem a deputados na negociação salarial com o governo rosa”, criticou, referindo-se à propaganda oficial que o Sindicato dos Servidores Públicos em Educação (Sinsepeap) conseguiu tirar do ar, através de uma ação judicial. “Dinheiro tem, o que falta é gestão”, denunciou Marilia, mencionando o jargão usado por Camilo Capiberibe, e que também tem sido frequentemente utilizado pelos servidores em greve, para condenar a postura do governador, que não aceita ir além dos 15,56% de reajuste proposto à categoria. “Somente em 2011 o Amapá teve um aumento de mais de 20% no repasse de recursos federais, entre eles o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação). Não há

Jornal do

POVO

SESI Cozinha Brasil chega à Zona Norte pelo Cidade Nova I

As galerias da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá foram novamente tomadas, na sessão ordinária de segunda-feira, 7, por representantes do movimento de greve na educação estadual. Eles buscam apoio dos parlamentares amapaenses para intermediação de diálogo com o Governo do Estado, a fim de chegar a um acordo que viabilize o fim da greve, que já se prolonga por mais de 20 dias. A deputada estadual Marilia Góes, líder do PDT na Casa, ocupou a tribuna para defender os direitos dos profissionais da educação. Para ela, o Governo não se preocupa com as prioridades da população. “O Governo diz não ter dinheiro para dar o aumento aos professores, mas tem verba para fazer propaganda menti-

ZONA NORTE

justificativa para não atender os anseios da categoria”, garantiu a deputada pedetista. Durante a sessão, a professora Graça Pastana usou espaço concedido pelos parlamentares para fazer seu desabafo “Não estamos pedindo nada, não estamos pedindo ao governador que seja tirado dinheiro da saúde, da segurança ou de qualquer outra política. Só queremos nossos direitos conquistados”, enfatizou a professora. Ela lembrou que os oito anos da gestão do então governador João Alberto Capiberibe (PSB), pai do governador Camilo, foram marcados pela falta de diálogo com os servidores, e pela desvalorização do pessoal da educação. “Estamos vivendo a mesma coisa no atual governo do PSB”, declarou.

A Federação das Indústrias do Estado do Amapá (FIEAP), através do Serviço Social da Indústria (SESI) está realizando o programa SESI Cozinha Brasil na Escola Estadual Maria Ivone de Menezes, no bairro Cidade Nova I. A ação acontece no período de 7 a 11 de maio. Podem participar funcionários da indústria e seus dependentes e membros da comunidade. As aulas são gratuitas e ao final do curso, o participante recebe um livro de receitas e o certificado. O SESI Cozinha Brasil

é um programa gratuito, de âmbito nacional, que objetiva promover alimentação inteligente e melhoria da qualidade de vida da população. O Cozinha Brasil tem metodologia própria para atender trabalhadores e seus dependentes, comunidade e empresas do Estado do Amapá. A meta é introduzir novos hábitos na cultura alimentar da população, focalizando a produção e a ingestão de uma alimentação de alto valor nutricional e baixo custo, valorizando a culinária regional.

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

GERAL

11

Ações sociais têm resultado positivo A Ação Cívico Social (ACiSO) realizada pela Marinha do Brasil que conta com a participação da Prefeitura de Macapá (PMM) está a todo o vapor no Distrito do Bailique. Desde o último sábado (05) técnicos das Secretarias Municipais de Saúde e da Assistência Social e Trabalho, estão realizando atividades junto à população ribeirinha. É a terceira vez que a PMM participa efetivamente da ação que tem como base de atendimento a Escola Bosque na Vila Progresso e o Navio Auxiliar Pará. Na escola foram instalados postos de atendimentos médico, (clínico geral, pediatria e ginecologia). A Semsa realiza também ações de vacinação e laboratoriais com exames de PCCU e teste rápido de HIV. E ainda disponibilizou farmácia e equipe de combate a hanseníase e tuberculose. Paralelo aos atendimentos na escola bosque, o navio auxiliar Pará está servindo de base

com laboratório (exames de rotina) entrega do resultado no mesmo dia, atendimento odontológico (profilaxia, restauração, extração e prevenção), Mamografia e Raio-X.

Nos dois primeiros dias de ação foram realizadas 48 coletas de PCCU com palestras educativa, 50 procedimentos cirúrgicos, aplicação de 1579 doses de vacinas dos 10 tipos oferta-

dos e cerca de 600 atendimentos médicos divididos entre clinico geral, ginecologista e pediatra. A Semsa ainda dispensou aproximadamente 500 medicamentos e 145 testes rápido de

HIV, A Semast por sua vez já contabilizou em dois dias 45 cadastramentos e 31 recadastramento. A ação está atendendo moradores das 54 comunidades que formam o Arquipélago do Bailique. Para Dona Maria Tereza moradora da Vila Progresso este tipo de ação é muito importante. “Estamos muito distante de Macapá e o acesso aos serviços oferecidos hoje é muito difícil, precisamos aproveitar, pois é muito bom pra nós que moramos aqui” finaliza. O secretário de saúde Otacílio Barbosa que não pode acompanhar a ação em decorrência de sua agenda em Macapá falou do resultado obtido nos primeiros dias. “Esta é uma grande oportunidade para a população ribeirinha. A distância dificulta o acesso aos serviços de saúde, a ação está sendo extremamente positiva, estamos satisfeitos com o resultado” encerrou o secretário.

Rua São José terá mudanças a partir de 1º de junho A Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) vai fazer mudança no cruzamento da Rua São José com a Avenida Raimundo Alvares da Costa. A partir do dia 1º de junho a preferência será de quem trafega na São José e não mais de quem transita na Raimundo Alvares, como é hoje. O objetivo da mudança é melhorar o fluxo de veículos no sentido sul/norte. “Fizemos um estado e verificamos que

o fluxo de veículos na São José é muito maior que na Raimundo Alvares, principalmente à noite. Fazendo uma comparação, em minuto passam dezessete carros na São José, contra apenas um trafegando na Raimundo Alvares. Concluímos que a São José só perde em fluxo para a Rua Leopoldo Machado. Então decidimos fazer a mudança para dar mais rapidez à passagem dos veículos na direção da zona norte de

Macapá. É mais uma mudança que vai trazer bons resultados para o nosso trânsito”, explica o diretor de trânsito da CTMac Jair Coelho. Agentes do departamento de educação da CTMac estão no local para informar aos condutores sobre a mudança e os benefícios que ela irá trazer. Recentemente a CTMac fez mudanças nos cruzamentos da avenida Jovino Dinoá com Procópio Rôla e Jovino com Raimundo Alva-

res para desafogar o trânsito na avenida Fab. Na avaliação de Jair a medida trouxe resultados muito satisfatórios. “Foi uma mudança que deu mais fluidez ao trânsito naquele local e melhorou o trânsito de forma significativa. Hoje estamos mudando aqui na São José e continuamos estudando outras medidas que possam melhorar o tráfego de veículos aqui na nossa cidade”, acrescenta Coelho.


ZONA NORTE

Jornal do

POVO

POLÍCIA

Tráfico

Federais encontram mochila “entupida” de coca Durante a madrugada da última terça-feira, 08, agentes federais da Delegacia de Repressão ao Tráfico de Entorpecentes da Superintendência Regional do Amapá, apreenderam 20,8 Kg de cocaína em uma operação de rotina. O entorpecente foi encontrado em uma mochila dentro de uma embarcação que vinha de Santarém, no Pará. O barco atracou no Porto do Grego, município de Santana. Os agentes

entraram em ação e revistaram toda a bagagem a bordo. Um cão farejador participou da ação e logo a droga foi encontrada. Ninguém foi preso. De acordo com os agentes, as operações continuam nos portos, considerados meios de entrada de entorpecentes no Estado. Várias vezes já foram apreendidas quantidades de droga no Porto do Grego, geralmente vinda do Estado do Pará, após percorrer longas distâncias.

@

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

10

DEOLHO NO FACEBOOK

Capotamento mata um e deixa dois feridos na BR Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em um capotamento no quilômetro 374 da BR-156 na manhã de quinta-feira, 10. Jean Carlos Balieiro das Neves, 28, dirigia uma caminhonete L200, placa NEL 7869, com destino a Tartarugalzinho. Ele perdeu a direção em uma curva e acabou capotando. Jean não usava cinto de segurança e foi parar fora do veículo. A terceira pessoa que estava no carro foi trazida para Macapá e passa bem. O outro ocupante foi identificado como Jonas Silva, e também não sofreu ferimentos graves. Foi dele o depoimento dado à polícia de que o veículo transportava mantimentos e que uma das rodas traseiras sacou na curva causando o capotamento. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a velocidade teria causado o acidente, mas que somente o trabalho da perícia poderá comprovar o que ocorreu. Este é o quarto acidente ocorrido na BR, este ano, com vítima fatal.

Um menino tinha uma cicatriz no rosto, as pessoas do colégio não falavam com ele nem sentavam ao seu lado, na realidade quando os colegas do colégio o viam franziam a testa devido a cicatriz ser muito feia… Então a turma se reuniu com o professor e foi sugerido que aquele menino da cicatriz não frequentasse mais o colégio, o professor levou o caso à diretoria do colégio. A diretoria ouviu e chegou a seguinte conclusão: Que não poderia tirar o menino do colégio e que conversaria com o menino pra que ele fosse o ultimo a estrar em sala de aula e o primeiro a sair, desse forma nenhum aluno via o rosto do menino, a não ser que olhassem pra trás. O professor achou magnifica a ideia da diretoria, sabia que os alunos não olhariam mais pra trás. Levado ao conhecimento do menino da decisão ele prontamente aceitou a imposição do colégio, mas com uma condição: que ele compareceria na frente de todos os colegas do colégio, para dizer o porque daquela CICATRIZ. A turma concordou e no dia seguinte o menino entrou e dirigiu-se a frente da sala de aula e começou a relatar: – Sabe turma, eu entendo vocês. Essa cicatriz é muito feia, mas foi assim que eu a adquiri:- Minha mãe era muito pobre e pra ajudar na alimentação da casa ela passava roupa pra fora… eu tinha por volta de 7 ou 8 anos de idade…(A turma tava em silencio atenta a tudo…) o menino continuou: – Além de mim, tinha mais 3 irmãozinhos um de 4 anos, outro de 2 anos e uma irmãzinha de apenas alguns dias de vida..(SILENCIO TOTAL NA SALA). Foi aí que não sei como a nossa casa que era simples e toda de madeira começou a pegar fogo.. minha mãe correu ate o quarto em que estávamos, pegou meu irmão de 4 anos o de 2 anos e eu pelo braço e nos levou pra fora, havia muita fumaça, as paredes que eram de madeira pegavam fogo e estavam muito

quentes… minha mãe colocou-me sentado no chão do lado de fora e pediu que eu ficasse ali ate ela voltar, pois minha mãe tinha que voltar a casa e pear a minha irmãzinha que ainda ficara no quarto em chamas.. só que quando minha mãe tentou entrar na casa em chamas as pessoas que estavam ali não deixaram minha mãe pegar minha irmãzinha e via minha mãe gritar: “minha filha esta la dentro”! Vi no rosto da minha mãe o desespero, o horror e ela gritava, mas aquelas pessoas não deixavam minha mãe buscar minha irmãzinha. Foi aí que decidi: Deixei meus irmãos e disse-lhes que não saísse de la ate eu voltar, sai entre as pessoas e sem que eles percebessem eu entrei na casa… Havia muita fumaça, estava tudo muito quente,mas eu tinha que pegar minha irmãzinha. Eu sabia o quarto em que ela estava. Quando cheguei ao quarto la estava ela enrolada num lençol e chorava muito. Nesse momento vi alguma coisa caindo e então me joguei sobre ela pra protege-la e aquela coisa quente tocou no meu rosto. (a turma estava quieta, atenta ao menino e envergonhada) então o menino continuou: Vocês podem ate achar essa CICATRIZ feia, mas tem alguém la em casa que a acha linda e todos os dias quando eu chego, ela minha irmãzinha a beija porque sabe que a marca do AMOR. Pra você que leu essa historia ate o fim, queria dizer que o mundo esta cheio de cicatrizes. Não falo da cicatriz visível, mas das cicatrizes que não se veem, estamos sempre prontos a abrir cicatrizes nas pessoas, seja com palavras ou ações. Ha aproximadamente 2000 anos JESUS CRISTO adquiriu algumas cicatrizes nas mãos, pés, corpo e cabeça. Essas cicatrizes eram nossas, mas Ele nos protegeu e morreu em nosso lugar e ficou com todas aquelas cicatrizes. Essas também são marcas DE AMOR.

ZONA NORTE

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

CLASSIFICADOS

Jornal do

7

POVO

Rose Belém 91431144 ou 91544011 Convide os amigos para conhecer produtos 05 estrelas e ganhe uma limpeza facial grátis. -----------------------------Neto do Rádio 91334677 ou 81128487 Trabalhamos com vendas, manutenção e instalação de rádio VHF/HF/Repetidora. Temos equipamentos para comunicação dentro e fora do Estado. Não perca tempo fale ponto a ponto para onde for sua necessidade. EMail: netoamapa@hotmail. com -----------------------------Sandro 91246279 - Pizzaria e Lanchonete Radical - Disk Entrega. -----------------------------Junior 91513877 - Vende-se 01 Máquina de Solda R$400,00, 01 Furadeira

Industrial R$300,00 e 01 Balança Digital R$350,00. -----------------------------Tablet 81041672 - Vende-se Tablet R$750,00, com entrada 3G. -----------------------------Vende-se uma casa no Marabaixo II na 4ª Avenida, nº 1948, em frente ao Posto de Saúde. Contém 1 sala, 1 cozinha, área de serviço, 3 suítes, toda forrada em madeira de lei, toda murada, caixa d´água e poço arteseano. Valor R$ 120.000,00. Falar com Pedro Castelo. 9154-0681. -----------------------------Um terreno medindo 15x30mts com uma casa mista, com pátio, cozinha, banheiro, dois quarto e varanda, localizado no Abacate da Pedreira próximo a três balneários Abacate, Lontra e Santo Antonio da Pedreira. R$12.000,00 ­Contatos: 81285516 / 9156-4776

ANUNCIE GRÁTIS

Deixe aqui seu anúncio com até 3 linhas de texto, recorte e entregue no ponto de venda do jornal.

Nome: Anúncio:

Telefone:


POVO

POLÍTICA

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

4

ZONA NORTE

Jornal do

POVO

FILÉ DO BAIRRO

Mira Rocha quer Centro de Assistência Social em Oiapoque Oiapoque é um dos municípios mais distantes da capital Macapá, e talvez pela distância é pouco assistido por programas sociais ofertados pelo governo. A deputada Estadual Mira Rocha (PTB), solicitou em caráter de urgência ao Governo do estado a implantação de um centro de referência em assistência social para o município. Com o centro, a população vai poder adquirir de forma mais rápida, benefícios como o Bolsa-Família, essencial para ajudar no sustento de muita gente. “Meu objetivo como parlamentar é facilitar a vida dessas famílias, com um lugar no próprio município onde elas possam resolver as pendências. O beneficio será liberado de forma mais rápida”, ressaltou a parlamentar. O Bolsa-Família é o carro-chefe dos programas. Criado em 2004, a partir da reforma e fusão de programas de transferência de renda já existentes, beneficia famílias em situação de pobreza - com renda mensal por pessoa de R$ 60 a R$ 120 - e extrema pobreza - com renda mensal por pessoa de até R$ 60. Para permanecerem no programa, as famílias precisam cumprir determinadas condições, como a permanência das crianças de até 15 anos na escola, com freqüência mínima de 85%; e a atualização das carteiras de vacinação. O Centro também vai poder ajudar quem procura o primeiro emprego por exemplo, inserindo os jovens no mercado de trabalho local, garantindo o desenvolvimento econômico para o comercio e para as famílias assistidas. Esses programas sociais são garantidos pelo governo federal, e devem ser repassados para os mais necessitados, outros benefícios são o Bolsa Escola, Bolsa Gás o Luz para Todos.

Comissão de Obras empossa novos membros Em sessão extraordinária presidida pelo deputado Bruno Mineiro (PT do B) a Comissão Permanente de Transportes e Obras Públicas (CTO) da Assembleia Legislativa do Amapá realizou algumas mudanças na composição parlamentar. O deputado Ocivaldo Gato (PTB) assumiu a vaga deixada depois da renúncia do deputado Michel JK (PSDB). “É um parlamentar que tem formação na área de Engenharia Civil e vai contribuir para o crescimento da comissão”, frisou Michel. O vice-presidente da AL, Junior Favacho (PMDB) assumiu a suplência na vaga do deputado Zezé Nunes (PV). O deputado Manoel Brasil (PRB), citou quatro pontos a serem discutidos na Comissão. O primeiro é a localização do Aeroporto Internacional de Macapá, que foi tema de uma audiência pública realizada dia 30 de agosto de 2011. A audiência teve como objetivo propor a mudan-

ça do aeroporto para o Km 21, da BR-156, com o objetivo de oferecer segurança à população e melhorar a trafegabilidade no trânsito da capital, principalmente o fluxo de veículos da zona norte com a zona sul. Segundo Manoel Brasil, a audiência pública foi importante para discutir a segurança dos moradores de moram entorno do aeroporto. “Macapá cresceu sem planejamento e a cada dia vem se expandindo. A área do aeroporto oferece riscos a mais de 7 mil pessoas, por isso, temos que transformar a área e o prédio do aeroporto em um grande centro de convenções para se desenvolver o turismo do Estado”. O segundo ponto proposto pelo deputado é quanto à ponte binacional de 378 metros sobre o rio Oiapoque construída no estilo da moderna Octávio Frias de Oliveira, de São Paulo, deveria ser inaugurada em 2010, a um custo próximo de R$ 75

milhões – R$ 12,9 milhões. A situação de abandono começa a mudar com obras do Governo Federal em uma ponte para ligar Oiapoque à capital guianense, Caiena, e na pavimentação da BR-156, estrada que ainda tem cerca de 200 km em trechos não asfaltados entre Oiapoque e a capital. Brasil sugeriu que a Comissão agende uma visita a presidente Dilma Rousseff. “Não podemos ficar omisso nesse caso”, citou. O terceiro ponto é a questão da estrada de ferro que liga Macapá, à Serra do Navio. A ferrovia inaugurada em 1957, tem por principal objetivo o transporte do minério de manganês extraído e beneficiado na Serra e que é embarcado para exportação pelo Porto de Santana. A preocupação da Comissão de Obras é quanto à manutenção da estrada e sua utilização para o ecoturismo. Por último, o deputado sugeriu que a CTO realize visitas ao Porto de Santana.

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

13

Filé do Bairro

ZONA NORTE

Jornal do

Vanessa Karoline n Signo: Câncer n Nascimento: 11/07/95 n Produção: Kananda Nobre 8101-2364 Filé do Bairro do Beirol

KITT FOTO STUDIO Av. Feliciano Coelho, 1630 - Trem - Macapá-AP Seja você também nosso Filé do Bairro. (96) 3223-5504 / 3223-4383 / 9115-9464 / 8112-6411 Email: oamapa@uol.com.br / k.ap2012@hotmail.com Mande foto para netoamapa@hotmail.com.


ZONA NORTE

Jornal do

POVO

GALERA DA CITY

Macapá, 12 a 19 de maio de 2012

16

Com Diene Gomes diene-gomes@live.com

Parabéns a todas as mamães do Amapá Tatiane Bezerra e os filhos Isabella e Kaio Hilda Jardim

Patrícia Oliveira e a filha Eduarda Lana dos Anjos

A Empresária Carla Barros Vanilda LucindaJornalista dos Santos Keila Góes comemora aniversário

AGORA NO RÁDIO

Zona norte em destaque Aos sábados das 8h às 11h

Maria Elcy com a filha Tatiane e a neta Flávia

105,9 FM

Comunidade, política, entrevistas, polícia e muitos sorteios para os ouvintes. No comando: Cláudio Malta, José Marques Jardim e uma grande equipe de jornalistas e repórteres. Sintonize !!!

Jornal do Povo Zona Norte 19  

Jornal do Povo Zona Norte 19

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you