Page 1

ano 48

MARÇO de 2012

nº 550

Personale Imports inaugura o maior Centro de Treinamento da Malco

Se usados na fase de construção, impermeabilizantes têm menor custo

A Personale Imports inaugurou o primeiro Centro de Treinamento da Malco (CTM) no Brasil. De acordo com o diretor de vendas internacional da empresa americana Malco, Scott Foyle o CTM brasileiro “é o maior centro e mais equipado de todo o mundo, se comparado aos demais países onde a Malco está presente”, declara. A Personale Imports é a nova distribuidora...

A construção civil está em alta, com os eventos esportivos dos próximos anos continuará em alta e o mercado deve comemorar. O ano de 2012 promete ser agitado. Porém, quando se fala de impermeabilização na obra, existe muito ainda a melhorar. Isso porque a maioria das construtoras não estão muito preocupadas com a prevenção e, sim somente com os custos...

18

22

JP visita as instalações da Suvinil em São Bernardo do Campo (SP)

Lukscolor lança embalagem inovadora

Indasa Brasil apresenta novos polidores automotivos

O Jornal do Pintor esteve no Complexo In-

A Lukscolor apresenta a Luksbox, uma embal-

A Indasa Brasil amplia sua gama de produ-

dustrial de Tintas e Vernizes da BASF em São

agem diferente no mercado que foi idealizada

tos no Brasil e distribui com exclusividade a

Bernardo do Campo (SP), onde podem ser

como uma nova ferramenta para facilitar o tra-

prestigiada linha de polidores automotivos

produzidos por ano, até 330 milhões de litros

balho do pintor. A novidade segue a premissa

Farécla. Com sede na Inglaterra e mais de 50

de tintas, esmaltes, vernizes e resinas. As

da empresa, focada no segmento premium de

anos de experiência dedicada à indústria de

marcas produzidas nesta unidade...

02

tintas, de introduzir novas...

16

acabamento...

18


EDITORIAL

Passou o carnaval e o mercado retoma

...porque o JP destaca ainda a forte estratégia de

ainda mais seu ritmo. O leitor notará que

atuação da multinacional CPS Color no mercado de

muitas ações e novidades dão o tom des-

sistemas tintométricos; a projeção de crescimento da

sa movimentação. No setor automotivo, a

Castor para 2012; e o grande investimento da Perso-

Indasa já está promovendo novos polido-

nale Imports que não poupou esforços e inaugurou um

res que prometem inovação tecnológica. A

Centro de Treinamento.

Foto: Douglas Moreira

mercado em movimento

BASF também apresenta novidade ao seg-

Com o segmento aquecido deste jeito não deixa-

mento com o novo painel de cores da Salco-

mos de abordar dois mercados de forte atuação: com-

mix. No setor imobiliário, a Lukscolor não

plementos automotivos e impermeabilizantes. Com a

perdeu tempo e lançou uma nova embala-

colaboração dos fabricantes de ambas as áreas, reu-

tou as instalações da Suvinil em São Bernardo do

gem para facilitar o serviço de pintura. A

nimos uma série de produtos recentes e consagra-

Campo (SP) e ainda participou de um workshop de

Montana também entrou rápido em ação e,

dos que estão disponíveis no mercado nacional. Além

pintura com efeitos especiais. Para ver que aqui na

além de lançar um novo produto, apresen-

disso, através da opinião dos profissionais, consegui-

redação não é só escrever, as informações também

ta uma nova roupagem para o seu consa-

mos traçar o real cenário destes mercados que, ape-

são colocadas em prática! rs

grado stain. A Coral é outro exemplo deste

sar de tão diferentes, possuem uma enorme impor-

dinamismo, pois logo no início do ano deu

tância seja no processo de repintura automotiva – no

continuidade ao projeto “Tudo de Cor para

caso dos complementos – como numa obra – no caso

Você”, que desta vez chegou em Paraty (RJ).

dos impermeabilizantes. As notícias não param por aqui. O JP também visi-

Esse é só o começo...

Boa Leitura!

Francely Morrell

. .. >> jp v i si ta < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ................................................................................................

JP visita as instalações da Suvinil em São Bernardo do Campo (SP)

. .. >> E r r ata Na edição nº 548 de Janeiro/2012, na pág. 12, a foto que ilustra a matéria é da Pinacoteca de Santos/ SP e não corresponde com o conteúdo divulgado. 4 • MARÇO_2012

EXPEDIENTE

O Jornal do Pintor esteve no Complexo Industrial de Tintas e Vernizes da BASF em São Bernardo do Campo (SP), onde podem ser produzidos por ano, até 330 milhões de litros de tintas, esmaltes, vernizes e resinas. As marcas produzidas nesta unidade são: Suvinil, Glasurit e Novinil (linha imobiliária); Salcomix e Glasurit (linha de repintura automotiva); além da própria marca BASF para tintas automobilísticas (fornecidas às montadoras) e industriais. Antes da visitação, Michel Nunes Costa, diretor industrial de Tintas e Vernizes da BASF para a América do Sul; fez uma apresentação sobre as operações do parque fabril e, Fabio Gomes, diretor de marketing de Tintas Decorativas para o Brasil, destacou a importância e evolução das marcas imobiliárias da BASF, principalmente a Suvinil. Na oportunidade, foi possível presenciar de perto a produção e o envase das tintas imobiliárias, a ampla área de estoque e alguns dos 19 laboratórios existentes no local, como o de Microbiologia – que envolve toda a parte de análises e testes microbiológicos; de

Gabriela Lozasso, jornalista do Jornal do Pintor durante workshop

Desenvolvimento de Cores – onde é feito todo o diagnóstico das tonalidades, controle e desenvolvimento de cores; e o de Desenvolvimento de Processos - que simula, em escala reduzida, o processo de fabricação antes da operação em linha de produção. Os jornalistas convidados também puderam colocar

em prática seus “dons artísticos” no workshop realizado com a linha Suvinil Efeitos Decorativos que compõe tintas que criam sensações diversas como de tecido aplicado (efeito Camurça), de rusticidade (efeitos Bambu e Palha), de madeira (efeito Madeira), de mármore (efeitos Mármore), e muito mais.

Fundador: F. L. Morrell •18-03-1927 •23-10-2001 | Diretor Comercial: Francis Louis Morrell Júnior | Diretora Executiva: Francely Morrell | Projeto Gráfico: Kinthos Criação e Design | Colaboradores: Gabriela Lozasso (Mtb. 26.667) e Sandra Scigliano (Mtb. 25.798) | Publicidade: Carlos Alberto Cunha e Alessandra Pironti | Representantes: Rovenda - Repres. Poderoso (Aracaju/SE) Tel.: (79) 3254-5627/ Fax: (79) 3211-3266 |Flexa Representações (Maceió/AL) Tel.: (82) 355-6112/Fax: (82) 3032-1339 | A. F. Gusmão (Belo Horizonte/MG) Telefax: (31) 3496-0738 | Edição mensal Ano 48 - Março/12 - nº 550 As opiniões dos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Dispensada da emissão de documentação fiscal, conforme pedido de Regime Especial Protocolo 2.346/91 de 04/07/91. Não é permitida a reprodução de maté­rias, no todo ou em parte, sem prévia autorização e citação da fonte. “JORNAL DO PINTOR” é marca registrada pela MORRELL EDITORA TÉCNICA desde 1962 e sua utilização, sem autorização, é vedada em qualquer forma.

Administração, Redação e Publicidade: Rua Filomena Parmigiani Fiorda, 140 Santo Amaro Cep: 04756-130 - São Paulo/SP Tel: (11) 5645-0505 | Fax: (11) 5645-0509 jp@jornaldopintor.com.br www.jornaldopintor.com.br @jornaldopintor.com.br

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 5


. .. >> S i ste ma t in tom ét r i c o << ..............................................................................................

CPS Color prima pela qualidade dos produtos e serviços A empresa anuncia recentes aquisições que irão fortalecer ainda mais o fornecimento de soluções em sistemas tintométricos, e investe na qualidade dos serviços e da equipe técnica/comercial para garantir o melhor atendimento aos clientes Com mais de 60 anos de atuação no mercado mundial, a CPS Color é uma empresa multinacional de grande destaque no fornecimento de soluções em sistemas tintométricos. No Brasil, está presente há 18 anos atuando em parceria com os maiores fabricantes de tintas, onde atende todas as necessidades quando o assunto é Sistema Tintométrico. Detentora da marca COROBTM, a CPS Color acaba de adquirir as empresas LENTEQTM, fabricante de equipamentos tintométricos na Holanda, e a PINOVATM, fabricante de colorantes na Suiça. Com estas aquisições, a empresa consolida ainda mais a sua participação no mercado e fortalece o compromisso de oferecer todas as soluções para atender as necessidades de seus clientes, desde o fornecimento de equipamentos até os colorantes, incluindo softwares, serviços e cartela de cores. Também conta com uma equipe comercial capacitada para fornecer todas as informações necessárias na aquisição dos equi-

6 • MARÇO_2012

pamentos e nos serviços. Com o objetivo de atender o mercado sempre com excelência, a CPS Color também conta com um departamento de serviços composto por profissionais qualificados na área, pois prima para que o equipamento sempre funcione perfeitamente e com fidelidade nas cores produzidas, fatores relevantes para garantir agilidade nas vendas e melhor atendimento ao consumidor. Atualmente, este mesmo departamento de serviços conta com mais de 38 profissionais treinados atuando em

todo Brasil e América Latina. Segundo a empresa, isso gera aos seus clientes eficácia e melhores condições de preços em visitas e nas peças. Compromisso com a qualidade dos serviços e das peças A CPS Color entende que o sistema tintométrico representa boa parte do faturamento de uma loja e que um equipamento parado impacta diretamente no lucro de seus negócios e na insatisfação do consumidor final. Para que isso não ocorra, a multinacional preza

pela qualidade dos serviços realizados e peças fornecidas. Cabe ainda salientar que a empresa não trabalha com peças recondicionadas, e fornece somente as peças originais, as quais apresentam maior durabilidade e garantia dos serviços prestados. Para que todos estes benefícios estejam ao alcance do seu cliente, a fabricante disponibiliza diferentes pacotes de serviços que se adequam para qualquer padrão de negócio. Ela assegura que com isso o cliente pode contar com a agilidade, garantia e melhores condições de pagamentos - que podem ser realizados através de boleto bancário ou cartões de crédito Visa, Master, Dinner’s e Elo - onde o cliente tem a praticidade de pagar seus serviços e peças em até seis vezes sem juros. Além de todas as vantagens citadas, a CPS Color oferece aos clientes uma Central de Relacionamento que presta toda orientação necessária e ainda disponibiliza suporte técnico, tanto para equipamentos como em softwares.

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 7


. .. >> Co mp l e m en tos a u tom oti vo s < < ....................................................................................

Produtos de alta qualidade conquistam o mercado de repintura automotiva Tendo em vista os constantes avanços na indústria automobilística, não há dúvida que os carros produzidos atualmente exigem produtos com alta performance e novas tecnologias. Esta atmosfera favorável tem impulsionado o mercado nacional de complementos automotivos a desenvolver soluções cada vez mais inovadoras com a garantia de oferecer melhor acabamento, secagem mais rápida, alta produtividade, baixo custo da produção, mais resistência a intempéries e fatores químicos, além do fato de estarem em sintonia com a sustentabilidade. “O mercado de complementos automotivos teve nos últimos anos uma melhora geral nos desempenhos de qualidade dos produtos (tradicional e alta tecnologia), em decorrência da competitividade que temos e que força a melhora constante de ambos os mercados. Com a melhoria da renda per capta e o crescimento nas vendas de autos com maior tecnologia embarcada, estamos observando uma migração lenta, mas contínua das compras para produtos de alta tecnologia, tanto pela própria tecnologia como pela sustentabilidade”, cons-

8 • MARÇO_2012

tata José Fernando Bertoldi Alonso, gerente comercial da Iberê. Para Paulo Donádio, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Anjo, o aumento da frota de veículos brasileira também tem referência com a evolução de produtos inovadores que, em sua opinião, é hoje o principal alvo dos fabricantes de tintas. “Cada vez mais se buscam produtos cuja relação custo x benefício atenda a exigência do consumidor final que, hoje em dia, está muito atento a questão da qualidade”, diz Donádio que incrementa: “o principal desafio é a busca por produtos que tenham uma harmonia com o meio ambiente, como àqueles com maior teor de sólidos e baixo VOC”. Contudo, essa redução de VOC (Compostos Orgânicos Voláteis), assim como do nível de toxidade de resinas, pigmentos, aditivos e catalisadores, contribuindo com a qualidade de vida do profissional de repintura e com a preservação do meio ambiente também é um ponto de destaque do mercado atual, conforme lembra Weslley Ruiz da Silva, coordenador técnico de Repintura da BASF. Segundo ele, em

virtude do amadurecimento do cliente, o mercado de repintura automotiva está em constante evolução por meio de lançamentos e reformulações de produtos já existentes. E o aumento da concorrência entre os fabricantes do setor também contribui com o desenvolvimento de novas tecnologias e produtos de alta qualidade. A demanda por produtos mais amigáveis ao meio ambiente e de fácil aplicação são também aspectos deste mercado citados por Vanessa Rossi, analista de comunicação da Sherwin-Williams Automotive Finishes. Para ela, criatividade, inovação e ótimo serviço deverão prover a diferenciação entre as empresas no segmento de repintura automotiva. “Neste cenário, os maiores beneficiários são os clientes, já que as empresas terão que se superar para continuar mantendo a lealdade dos usuários”, diz Vanessa. Diferentes tecnologias e alta competitividade Fabiana Verbickas, líder de produtos Repintura Automotiva, DuPont do Brasil, ressalta que, atualmente, o mer-

cado brasileiro convive com diferentes tecnologias com o objetivo de atender aos mais diversos perfis de oficinas de reparação automotiva. “São desde pequenas oficinas que, apesar de valorizarem a qualidade final de seus serviços, necessitam de produtos com preços mais acessíveis para atender ao ticket médio para viabilizar seu negócio. Já as grandes oficinas buscam maior produtividade para atender a sua constante demanda”, menciona. A executiva ainda pontua que os desafios são atender esses clientes com qualidade e custos competitivos, assim como antecipar as tendências de mercado e futuras legislações ambientais. Na análise de Sandro Lemos, coordenador de segmento de mercado da AkzoNobel, o mercado de complementos é extremamente competitivo, pois há diversas opções de marcas e, algumas vezes, a escolha da oficina é tomada apenas pelo preço do produto. Porém, Lemos considera que houve uma evolução na qualidade dos complementos e há uma melhor conscientização de oficinas em relação ao custo x benefício. “Massas com aderência so-

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 9


. .. >> Co mp l e m en tos a u tom oti vo s < < .................................................................................... bre galvanizados e primers PU de alto enchimento e rápida secagem são produtos cada vez mais presentes nas oficinas”, afirma. Visão do Futuro Com base no crescente aumento da renda dos brasileiros (no ano de 2011 53% da população era classe C e a projeção para 2014 é de 58%), e por hoje o País ser o quinto maior mercado de veículos do mundo, projetando subir para o terceiro em 2016, atrás da China e EUA (segundo levantamento da consultoria KPMG), Andréa Coelho, gerente de marketing Starquímica, acredita que as indústrias de tintas para reparação automotiva têm um maior desafio no desenvolvimento de seus produtos, pois o crescente poder de consumo da população torna o nível de exigência dos consumidores cada vez mais alto quanto à sustentabilidade, funcionalidade e qualidade. “Também acreditamos que, num futuro próximo, o governo brasileiro poderá criar uma legislação que regulamente a emissão de solventes nas oficinas de reparação do país, como vigora na Europa desde 2007. E completa: “estamos seguros de que o futuro das tintas para a reparação automotiva está na tecnologia à base de água,

10 • MARÇO_2012

por isso oferecemos e continuaremos a oferecer ao mercado o que existe de mais inovador em tecnologia para produtos base água”. Victor Cabral, diretor de marketing e técnico da PPG Refinish, explica que, com relação aos primers, o mercado atual ainda trabalha com tecnologias convencionais tais como primers nitrocelulose e poliuretano de baixo e médio sólidos; mas ele atenta que existe espaço para novas tecnologias, as quais vêm surgindo gradativamente, como a que auxilia na maior fidelidade de cor e os primers de baixo VOC que oferecem melhor preenchimento e performance. “Em um futuro próximo, teremos a tecnologia base água aplicada a primers de um e dois componentes, que vão trazer ainda mais benefícios aos usuários”, ressalta. Quanto às massas, Cabral admite que o mercado também está aberto a receber novos produtos com tecnologias inovadoras, mas os de tecnologia convencional - como massas nitrocelulose e poliéster catalisadas - ainda tem o seu espaço. Ele observa que as massas poliéster vêm evoluindo para a tecnologia voltada aos produtos de alto desempenho e baixa porosidade, com acabamento fino que reduz o re-

trabalho. E lembra que, recentemente, foram introduzidas massas de baixa densidade. Confira nesta reportagem alguns complementos automotivos lançados recentemente no mercado! Oferecendo sempre soluções inovadoras, a Wanda, marca de repintura automotiva da AkzoNobel, lançou no final de 2011 o Washprimer Monocomponente Livre de Cromato. A estratégia está em linha com a política de sustentabilidade adotada pela multinacional em todo o mundo.

A mudança tem foco na filosofia do grupo de, cada vez mais, desenvolver produtos amigáveis ao meio ambiente e à saúde do pintor. O novo Wash-

primer dispensa a utilização de catalisador. Sua diluição é feita diretamente com thinner para poliuretano (PU), tornando mais fácil a preparação do produto, e eliminando a necessidade de um catalisador exclusivo no estoque. Além disso, conforme ressalta Sandro Lemos, Coordenador de Segmento de Mercado, o novo produto, de tom esverdeado, tem melhor aderência e maior resistência a corrosão. Também na linha Wanda destaca-se o Primer PU 5100 HS, produto de alto enchimento que promete rápida secagem e é considerado muito macio para lixar. Ele está disponível em três opções de cor - branco, cinza claro e cinza escuro -, sendo permitida a mistura das tonalidades para conseguir diferentes tons de cinza. O produto pode ainda ser tingido com toners da linha Wanda PU. Segundo Lemos, esta flexibilidade para alteração da cor do primer auxilia a aplicação do acabamento, com melhor resultado de cobertura. A Anjo colocou no mercado mais um complemento automotivo, no final do ano passado, visando atender uma fatia de mercado que busca custo x benefício. Esse produto é o Primer PU 8001. Ele é indicado para pintura geral ou

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 11


. .. >> Co mp l e m en tos a u tom oti vo s < < .................................................................................... parcial de veículos automotivos e pode ser usado para pintura de tinta base PU e também tinta poliéster. Conforme explica Paulo Donádio, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Anjo, o Primer PU 8001 é bicomponente e caracteriza-se pelo bom enchimento e lixamento, tudo isso com o melhor preço. A Anjo possui também em seu portfólio o Primer PU 5:1 que é pronto para uso e o Primer PU 4:1:1 que é vendido em conjunto com catalisador e thinner 5000.

Produto com alto desempenho, o Verniz PU 5001 é outra solução da marca que confere em sua fórmula maior quantidade de sólidos, alto brilho, ótimo alastramento, excelente durabilidade e maior facilidade na aplicação. Donádio diz que a inclusão deste verniz na linha automotiva foi para acompa-

12 • MARÇO_2012

nhar as tendências do mercado e também para seguir uma regra da empresa que é oferecer produtos de alto desempenho e melhor custo x benefício. O Verniz PU 5001 está disponível em latas de 750 ml com catalisador em latas de 150 ml. A Anjo possui atualmente duas versões de massa poliéster, uma para enchimento e outra para acabamento. O diferencial desses produtos é a aderência direta em substratos de galvanizado, alumínio e aço carbono (ferro) e os dois produtos prometem oferecer facilidades na aplicação e no lixamento. A Massa Poliéster Enchimento e a Massa Poliéster Acabamento são indicadas para reparos em geral de repintura automotiva, serralherias industriais e também para peças de fibra. O gerente afirma que a versão enchimento, além de melhorar o preenchimento do local que está sendo usada, é de fácil aplicação e melhor lixamento. Já a versão acabamento foi desenvolvida especialmente para dar um acabamento mais adequado, além da melhor aderência. Recentemente, a BASF lançou ao mercado - por meio da marca Salcomix de tintas para repintura automoti-

va -, três novidades em primer. Uma delas é o Primer Universal 500, que possui alto nível de fluidez na pistola e, segundo Weslley Ruiz da Silva, coordenador técnico de Repintura Automotiva da BASF, tem excelente alastramento e rendimento. A outra solução é o Primer Fill 5500 que a fabricante assegura ter alta consistência e ótimo nível de enchimento; e por fim, a terceira novidade é o Primer PU 2800 que, de acordo com Silva, proporciona bom enchimento, secagem rápida, excelente lixamento e alta retenção de brilho. Novidade Exclusiva dada ao Jornal do Pintor! Para o primeiro trimestre de 2012, a DuPont lançará para o mercado de base água a linha de complementos Standox VOC. Esta linha vem para completar a linha dos produtos ambiental-

mente corretos, primers e vernizes de alto poder de sólidos e baixo VOC (Compostos Orgânicos Voláteis). A fabricante revela que os primers desta nova série apresentarão facilidade de aplicação, alto poder de enchimento, secagem rápida e facilidade na lixabilidade, tornando a oficina cada vez mais produtiva. Além disso, Fabiana Verbickas, Líder de Produtos Repintura Automotiva - DuPont do Brasil, esclarece que, mantendo a qualidade premium Standox e a alta produtividade, a empresa terá um verniz de aplicação de 1 demão e meia sem intervalo. Segundo ela, é o Standocryl 2K VOC Express que garante o melhor resultado e a produtividade que uma oficina Standoblue necessita para atender cada vez melhor o seu público. Em 2011, a DuPont também promoveu novidade em complementos automotivos para cobrir todos os segmentos de mercado. Na Linha Duxone inova com a Massa Poliéster I2112 que promete grande poder de enchimento, fácil lixabilidade, não apresenta porosidade e auxilia o preparador no lixamento devido a sua cor que proporciona esse controle na hora de lixar. Também destaca o Primer PU DX1300 que a marca garante um bom enchimento, boa secagem, fácil lixabilidade, resis-

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 13


. .. >> Co mp l e m en tos a u tom oti vo s < < .................................................................................... tência a solventes e excelente relação custo x benefício, assim como o Verniz DX0402 desenvolvido para conferir ótimo aspecto, rápida secagem, boa retenção de brilho e também ter excelente relação custo x benefício. Já na Linha DuPont ChromaPremier Pro, apesar de ser uma linha à base de

solvente, todos os produtos apresentam alto teor de sólidos, o que limita a emissão de solventes para o meio ambiente, alinhados com a plataforma de atuação global da empresa. A Massa Poliéster 2115S desta família apre-

14 • MARÇO_2012

senta fino acabamento, porém assegura grande poder de enchimento, maior facilidade de alastramento e lixabilidade, proporcionando acabamentos mais finos. O Primer PU 3344XS possui grande versatilidade, pois o sistema Value Shade permite o preparo do primer na cor que mais se adequa a cor que será pintada na peça, além de ser um primer de alta produtividade, podendo ser lixado em até 1 hora e meia após a aplicação. Segundo a fabricante, este primer possui grande poder de enchimento e também apresenta a característica de controle de lixamento que facilita na finalização do acabamento para a pintura. A DuPont também possui para clientes que necessitam aumentar a produtividade ou mesmo incrementar um negócio adicional em sua oficina, o sistema reparos rápidos, o MPR (Micro Paint Repair). Este sistema é composto de uma massa e um primer com secagem U.V. (Ultra Violeta) que proporciona a execução de pequenos reparos em poucas horas. Conforme explica Fabiana, nesse sistema, a oficina pode trabalhar com uma linha independente e aumentar o faturamento com serviços particula-

res, onde o carro entra, passa por uma avaliação que identifica a característica do processo de reparação e a entrega do veículo para o proprietário em poucas horas. A massa possui a secagem com lâmpada UV de 250 wats de 2 minutos, e o primer, com este mesmo equipamento, apresenta secagem em 3 minutos, pronto para lixar e realizar o acabamento. Ambos os produtos possuem facilidade de aplicação, pois não necessitam de catálise e o primer é aplicado em spray eliminando a necessidade da pistola convencional. A Iberê possui em sua linha de complementos automotivos: Batida de Pedra, Massa Rápida, Primer Universal, Primer PU, Endurecedor PU, Adesivo para Mármore e Laminação, Manta de Fibra de Vidro, Massa Poliéster e a Massa Light. Entre tantas soluções, a empresa apresenta uma novidade que é a Massa

Light que chega ao mercado com uma nova formulação para atender a solicitação do consumidor e usuários. De acordo com José Fernando Bertoldi Alonso, Gerente Comercial da Iberê, o produto passa a conferir baixa densidade, sua aplicação está mais leve e maleável, além de garantir fácil lixamento e baixa porosidade. A Maxi Rubber destaca o Ultra Light Adesivo Plástico para corrigir imperfeições em chapas, fibra de vidro e madeira. Desenvolvido com tecnologia americana, é uma solução que promete lixamento mais macio e maior rendimento.

Outra solução da marca é o Maxi Light, massa poliéster de baixa densidade, que é considera uma evolução no segmento. O produto foi formulado para corrigir defeitos em superfícies metálicas - como materiais ferrosos/não fer-

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 15


. .. >> Co mp l e m en tos a u tom oti vo s < < .................................................................................... rosos, peças de fibra de vidro e madeira –, e a equipe técnica Maxi Rubber assegura que oferece maior rendimento, melhor acabamento e facilita muito o lixamento. A PPG Refinish destaca as novas massas e primers, que vieram para complementar a linha ACS. A Massa Poliés­ ter baixa densidade (C551-9500) ACS promete excelente lixamento e secagem rápida, além de ser muito fácil de manu­sear. É recomendada para reparações que exijam correções de defeitos mais profundos, possibilitando uma grande economia de lixa.

Já o Adesivo Plástico (C551-9400) de baixa densidade garante, segundo Victor Cabral, diretor de marketing e técnico da PPG Refinish, um bom lixamento, ótima secagem e fácil manuseio. É um produto recomendado para reparações que exijam correções de defeitos em substratos diversos, possibilitando também uma grande economia de lixa. Na parte dos primers, o Primer PU HS Branco (C565-7000) e Primer PU HS Cinza Escuro (C565-7007) são primers de alto sólidos que foram desenvolvidos para apresentar secagem rápida, ótimo enchimento e fácil lixamento. Cabral ex-

16 • MARÇO_2012

plica que são recomendados para aumentar a produtividade, devido ao tempo de secagem reduzido; e proporcionar maior fidelidade de cor. Sua secagem ocorre em 20 minutos a 60°C e em até 2 horas a 25°C. A PPG oferece ainda o Primer Multifill Branco (C086-6210) e o Primer Multifill Cinza Escuro (C086-6217) que foram lançados para complementar a já existente família Multifill. Segundo Cabral, a secagem rápida, fácil lixamento e aplicação são seus diferenciais. Estas soluções são recomendadas para pintura geral ou parcial antes de qualquer acabamento PPG. Outro destaque é o Primer Bicomponente (C565-6300) que promete secagem rápida, fácil lixamento e aplicação. É indicado para pintura geral ou parcial antes de qualquer acabamento da marca. A secagem ocorre em 30 minutos a 60°C e em até 1 ½ horas a 25°C. Na linha de Massas de Polir, a Sherwin-Williams Automotive Finishes destaca a nova Massa de Polir Base Água nº 2 que foi reformulada e está em nova embalagem, mais atrativa e moderna. As principais características que a fabricante atribui para este produto são: odor mais suave e agradável, textura que facilita a aplicação, não empasta na boina, melhor poder de corte e facilida-

de na limpeza. Já na linha de primers, o destaque é o SpectraPrime P30. Trata-se de um primer de alta performance indicado para preparação de superfícies metálicas, especialmente para receber acabamentos como AWX, Ultra7000 Ultrabase Base Alto Sólidos e Lazzudur Esmalte Poliuretano Alto Sólidos. Conforme explica Vanessa Rossi, analista de comunicação da empresa, ele possui alto teor de sólidos, excelente poder de enchimento, lixamento rápido e fácil (em pequenos ou grandes retoques), além de ótima aderência. Quando utilizados juntos em mesclas, possibilitam economia na aplicação de cores com baixo poder de cobertura e uma redução de até 50% do tempo de trabalho. O SpectraPrime pode ser encontrado em 3 versões: P30A na cor cinza, o P30B na cor preta e P30W na cor branca. A Starquímica acaba de lançar mais um produto no mercado de polimento: a Massa de Polir 3 em 1 à base d´água, denominada Massa de Polir nº 2. Segundo Andréa Coelho, gerente de marketing da empresa, a novidade confere ótimo poder de corte, rapidez na aplicação, excelente brilho e por ser à base d´água tem odor suave. Além disso, Andréa garante que ela não empasta na boina e não mancha borracha. A massa de polir nº 2 é 3 em 1 porque pode ser aplicada com boina agressiva para corte, com boina macia pré-lustro e com boina de espuma para lustro e acabamento final. Ela já está disponível no mercado em embalagens de 1 kg. Outro lançamento da Starquímica é

a Massa poliéster Starmaster. Em embalagens de 1 kg, é um produto desenvolvido para oferecer alta produtividade, ser de fácil lixamento, extremamente leve e não deixar poros na superfície. Outra solução inovadora e diferenciada da marca para o mercado da repintura automotiva é o Verniz 1010 Alta Performance que possui alto teor de sólidos, com catálise 2:1 e diluição de 10 à 20%.

A fabricante garante que é um produto com a melhor relação custo x benefício do mercado, oferece secagem rápida, ótimo alastramento, excelente brilho, melhor rendimento, além de assegurar excelente aspecto final. Segundo o coordenador técnico Alta Tecnologia da Starquímica, Valdomiro Júnior, “o Verniz 1010 Alta Performance chega para preencher uma lacuna do mercado com um produto de excelente performance a preço competitivo. As oficinas vão ganhar em produtividade sem aumentar os custos da reparação”, avisa. O Verniz 1010 Alta Performance traz ainda um outro diferencial: utiliza os Catalisadores da linha Starpremium, facilitando toda a parte de estoque e logística das oficinas e lojas de tintas. Está disponível nas embalagens de 0,9l, 3,6l e 5,4 litros.

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 17


... >> N ova embal agem << .............................

Lukscolor lança embalagem inovadora

A Lukscolor apresenta a Luksbox, uma embalagem diferente no mercado que foi idealizada como uma nova ferramenta para facilitar o trabalho do pintor. A novidade segue a premissa da empresa, focada no segmento premium de tintas, de introduzir novas soluções no mercado que gerem benefícios para seus clientes. A nova embalagem dispõe de régua medidora em uma das laterais, que torna o processo de diluição mais fácil e correto. Com design retangular, a Luksbox também permite a introdução de rolos

18 • MARÇO_2012

de pintura de até 23 cm. Prática e empilhável possui, ainda, alça que facilita o transporte. Além da ideia de oferecer uma solução original para uma ferramenta de trabalho comum ao pintor, aspectos sustentáveis também foram levados em conta no desenvolvimento do produto. Produzida em plástico de alta resistência, a Luksbox é totalmente reciclável e reutilizável. Apresenta lacre de segurança e está disponível em embalagens de 18 litros para o Latex Premium Plus Lukscolor.

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 19


. .. >> I na ug ur aç ão < < . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Personale Imports inaugura o maior Centro de Treinamento da Malco

Fotos: Agência Leon

O CTM fará a distribuição dos produtos Malco para todo o Brasil e capacitará os polidores do país

O diretor de vendas internacional da Malco, Scott Foyle, e o presidente da Personale, Hélio Bondan, inauguraram em Foz do Iguaçu o maior centro de treinamento da Malco

A Personale Imports inaugurou o primeiro Centro de Treinamento da Malco (CTM) no Brasil. De acordo com o diretor de vendas internacional da empresa americana Malco, Scott Foyle o CTM brasileiro “é o maior centro e mais equipado de todo o mundo, se comparado aos demais países onde a Malco está presente”, declara. A Personale Imports é a nova distribuidora desta marca que assegura alta qualidade no quesito resultado e performance no embelezamento dos carros. Durante esse ano a Personale Imports e o Centro de Trei-

Equipe Malco Brasil comemora a inauguração do CTM

Os convidados puderam conferir de perto a qualidade, o rendimento e a rapidez na aplicação dos produtos Malco

namento, localizado em Foz do Iguaçu (PR), oferecerão curso de aperfeiçoamento para polidores de todo o Brasil. Além disso, o local facilitará o acesso a todos os produtos Malco. Há 59 anos no mercado, a Malco garante que está entre as três melhores dos Estados Unidos. Atualmente, a empresa está presente em 70 países. Sua linha é composta por aproximadamente 200 produtos para limpeza, proteção e polimento ao seu carro, desde rodas até latarias. A Malco afirma que suas soluções pro-

porcionam alta performance, rendimento e maior facilidade na aplicação com custo/benefício e a garantia de excelentes resultados no carro. A inauguração do Centro de Treinamento da Malco no Brasil contou com a presença do diretor de vendas internacional da Malco, Scott Foyle, do consultor técnico da Malco nos EUA, Mark Istanich, do consultor técnico da Malco no Brasil, Billy Martinez, do presidente da Personale Imports, Hélio Bondan, além de clientes de vários estados do Brasil.

. .. >> Nov i da d e < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Indasa Brasil apresenta novos polidores automotivos A empresa passa a fornecer com exclusividade ao mercado brasileiro alguns polidores da marca Farécla que possuem tecnologia inovadora A Indasa Brasil amplia sua gama de produtos no Brasil e distribui com exclusividade a prestigiada linha de polidores automotivos Farécla. Com sede na Inglaterra e mais de 50 anos de experiência dedicada à indústria de acabamento de superfícies, a Farécla oferece produtos à base d’água que promovem sustentabilidade, além de uma tecnologia inovadora com diminishing abrasives - partículas tecnicamente concebidas e suspensas em um sistema de emulsão. Essas partículas microscópicas, inicialmente com extremidades irregulares, removem marcas através da ação de polimento e com isso vão se transformando em esferas lisas capazes de polir até atingirem um acabamento de alto brilho. Segundo o diretor geral da Indasa Brasil, Dirlei Martins, “a Farécla é líder em diversos mercados por sua destacada qualidade e inovação tecnológica. No Brasil, vemos um grande merca20 • MARÇO_2012

ciência dos produtos Farécla. A empresa atestou que, quando comparada com a concorrência, os produtos Farécla demonstraram performance superior, eliminando os riscos de forma permanente e alcançando acabamento de alto-brilho em menor tempo. Cabe ainda destacar que, além dos polidores, a Indasa Brasil irá distribuir a linha de acessórios, dentre eles, discos de lã, discos de espuma, suportes de disco e panos para polimento.

do potencial e temos certeza que os polidores que estamos trazendo irão facilitar e muito o trabalho dos profissionais do setor de polimento e embelezamento automotivo. Assim como ocorre com os abrasivos Indasa, vamos nos diferenciar da concorrência pela excelência da qua-

lidade dos nossos produtos”. Eficiência comprovada No final do ano passado foram conduzidos testes de eficácia junto a fabricantes de tintas em São Paulo onde, segundo a Indasa Brasil, foi comprovada a efi-

Inicialmente, os produtos Farécla destinados ao mercado brasileiro são: FastTrack - composto polidor G10 – polidor extrafino Glaze – lustrador Black Top – lustrador alto-brilho Wax Top – cera protetora Fast Inspection – inspeção final www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 21


. .. >> L a nça me n to < < . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Montana lança o Lackstone Esmalte PU Alto Brilho Disponível na cor branca, o novo produto é considerado uma evolução em acabamentos para móveis Chega ao mercado moveleiro o mais novo reforço para acabamentos originais e de alta qualidade em laqueados de alto brilho. É o Esmalte PU Alto Brilho na linha de cor branca. Segundo o químico da Montana, Vilnei Schreiber, trata-se de uma importante evolução nesta linha de acabamentos para móveis da empresa. “Conseguimos melhorar a performance de aplicação e o brilho do esmalte que ficou muito mais acentuado”, destaca. A empresa confirma que testes em campo mostraram que o desempenho do novo Lackstone Esmalte PU Alto Brilho da Montana é muito superior aos de mercado. “O novo esmalte ganha em alastramento, dureza, tempo de secagem e cobertura. Esses fatores melhoram o processo produtivo e beneficiam o cliente com mais qualidade, tornando seu produto ainda mais competitivo”, avalia o químico. O alto brilho é uma tendência que vem ganhando força nos mercados mais exigentes como o europeu. A Montana foi ver de perto esses avanços no Salão do Móvel de Milão deste ano, na Itália, ponto de encontro dos formadores de opinião do setor moveleiro e que influencia o mercado mundial. “A Montana compartilha com seus parceiros a tendência para os próximos anos. O Esmalte PU Alto Brilho é um acabamento nobre e que evidencia detalhes do substrato. Por isso, o

cuidado com o preparo da superfície é fundamental para que o resultado final seja perfeito. A melhor dica é o uso de um bom primer antes do acabamento, especialmente quando o substrato é muito poroso, como os da linha LBR (poliuretânico) ou LRR (poliéster), ambos da Montana”, explica Schreiber.

mais poroso for o substrato. Ele permite um acabamento com maior gramatura, proporciona melhores resultados de nivelamento de superfície e excelente estabilidade ao longo do tempo, ampliando a vida útil do móvel. A aplicação do Lackstone Esmalte PU Alto Brilho da Montana deve ser feito à pistola. Resiste bem ao amarelecimento e aceita polimento. Ideal para painéis decorativos, móveis de sala e quartos, cozinhas e ambientes corporativos, conforme tendência detectada no último Salão do Móvel de Milão. O Lackstone Esmalte PU Alto Brilho é à base de solvente e bicomponente. Usa catalisadores da linha LNB10 da Montana que têm baixos teores de monômero de isocianato (TDI) livre. Por isso, a Montana foi a primeira empresa da América do Sul a receber o Selo WoodCover, marca internacional da Bayer, que reconhece as organizações do segmento de madeira e móveis que desenvolvem produtos inovadores, de alta tecnologia e que respeitam a saúde humana e o meio ambiente.

Inovador O primer LRR Poliéster é o mais indicado quanto

Osmocolor CS está com nova embalagem O Osmocolor CS é um stain bastante conhecido pelo mercado da construção civil e, segundo a Montana, é o produto que mais vem ganhando espaço em pintura de madeiras no segmento, em áreas internas e externas. Agora, a empresa inova em sua embalagem. “Reformulamos aspectos da embalagem com foco na crescente demanda pelo produto. Arquitetos, engenheiros, construtores e proprietários de imóveis aderem às cores claras e ao branco. Osmocolor CS não só protege e embeleza a madeira com sua maior pig-

mentação, mas também – e isto é muito importante – não amarela com o passar do tempo. Esta propriedade se deve à alta qualidade de suas resinas e solvente”, explica Rafael Ferreira, gerente de marketing e comunicação da Montana. O produto possui duplo filtro solar, acompanha os movimentos naturais da madeira e, por isso, não trinca e nem descasca. Está disponível em oito cores prontas para uso, que podem ser misturadas entre si para obter dezenas de novas tonalidades.

. .. >> Ma d e i ra < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ................................................................................................

Manutenção de deck antes e após o verão

A distância entre os meses de frio e calor leva muita gente a se descuidar da manutenção de um dos locais mais usados nos dias de verão: os decks das piscinas. As áreas decoradas com madeira pedem o uso de vernizes adequados e uma técnica de pintura especial, que vão ajudar a prolongar a beleza e a vida útil desse espaço. É o que explica o químico de controle de qua-

22 • MARÇO_2012

lidade da Argalit, Fabrício Pereira: “é necessário aplicar uma seladora para madeiras antes da pintura para aumentar a durabilidade e impermeabilizar o local. Em seguida é preciso passar um verniz que atua como um filme protetor das superfícies”, explica. Segundo suas informações, a indicação da Argalit é o Verniz Marítimo, que tem durabilidade e alta resistência.

www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 23


. .. >> I mp e r me a bil iza n t es < < .................................................................................................

Se usados na fase de construção, impermeabilizantes têm menor custo Consumidor ainda não têm muito o conhecimento disso, mas mercado vem crescendo. Expectativa é a melhor possível para 2012 A construção civil está em alta, com os eventos esportivos dos próximos anos continuará em alta e o mercado deve comemorar. O ano de 2012 promete ser agitado. Porém, quando se fala de impermeabilização na obra, existe muito ainda a melhorar. Isso porque a maioria das construtoras não estão muito preocupadas com a prevenção e, sim somente com os custos do uso deste tipo de produto. “É fato que a impermeabilização preventiva tem um custo menor, de 1% a 3% do valor da obra. Mas também é verdade que o assunto só ganha maior importância quando surgem os problemas. E para corrigi-los o custo passar ser de aproximadamente 20%”, alerta Vicente Parisotto Júnior, gerente técnico da Mactra. É esta a cultura de uso de impermea­ bilizantes que devemos ter por aqui. É fundamental que as obras tenham qualidade para evitar problemas futuros. “E somente uma correta impermeabilização pode garantir isso. Corrigir problemas depois da casa pronta é caro e gera enormes transtornos”, complementa o Eng. Charles Spíndola Abrenhosa, gerente regional Centro Norte da Sika Brasil. Quando este assunto é tratado desde o início é possível eliminar fungos e bolores responsáveis por problemas respiratórios e todos os inúmeros outros tipos de problemas de saúde. Além disso, o imóvel pode se depreciar por conta do problema. Ou seja, não existe nenhuma vantagem em não levar o assunto a sério! Henrique Setti, gerente de marketing da Viapol vai mais além, dizendo que todos devem ter mais conhecimento sobre o produto e os benefícios que ele pode trazer à obra: desde os engenheiros, passando por arquitetos, aplicadores, vendedores e balconistas, até chegar ao próprio consumidor. “Atualmente as pessoas têm mais conhecimento, mas existe um grande potencial a ser desenvolvido”, afirma. Para este ano, as empresas estão muito otimistas. “Esperamos um amadurecimento do mercado, no qual as escolhas dos clientes deverão ser mais pautadas por qualificação de fornecedores e produtos”, diz Setti, da Viapol. Alexandre Baumgart, diretor comercial e técnico da Vedacit/Otto Baumgart complementa dizendo que: “a Copa do 24 • MARÇO_2012

Mundo e as Olimpíadas são eventos que devem assegurar ótimo retorno ao setor, ao longo dos próximos quatro anos, além dos programas de infraestrutura e moradia”, diz. “Estamos em um momento importante para a construção civil no País”, afirma Emil Fehr, gerente de marketing e desenvolvimento de mercado da Lwart Química. Apesar da euforia, as empresas afirmam que ainda há muito a fazer e os clientes, aos poucos, estão se informando mais: “o papel da indústria é se preparar para fornecer produtos e serviços com qualidade, que atendam e superem as expectativas do consumidor”, conclui Osmar Amorim, coordenador comercial da Koberlack. A Eucatex destaca dois produtos, o primeiro é o Eucatex Impermeabilizante 5 em 1. Ele é capaz de solucionar cinco problemas de uma só vez: sela, impermeabiliza, elimina microfissuras de até 0,2 mm, pinta e combate microrganismos como bolor, fungos e algas. É indicado para superfícies externas de reboco, blocos e calhas de concreto, telhas de fibrocimento e cerâmica, massa acrílica e blocos cerâmicos não vitrificados. O produto ainda oferece acabamento emborrachado com elasticidade permanente, que resulta em ótima aderência, não propaga chamas e é de fácil

aplicação, segundo a empresa. Segundo a fabricante o 5 em 1 também proporciona proteção contra batida de chuva, é resistente às intempéries e oferece proteção contra os raios UV, maresia e variações térmicas. Está disponível em lata de 18 kg e galão de 3,6 kg, nas cores branco, gelo, palha, tangerina e verde lima, além de disponibilizar mais de 500 tons no Sistema Tintométrico E-Colors. O segundo é o Eucatex Impermeabilizante Branco para Lajes que é uma membrana elástica moldada no local, com aplicação à frio. É um produto acrílico de alta elasticidade e pode ser aplicado com vassourão de pelo macio, pincel, trincha ou broxa. De alta aderência, o impermeabilizante proporciona grande proteção e resistência às intempéries, bem como excelente acabamento. A empresa destaca que, apesar do nome, não só as lajes estão protegidas com o produto, mas também marquises, coberturas inclinadas, telhados de fibrocimento, bem como abóbodas, calhas e jardineiras. Por ser branco, reflete os raios solares, reduzindo parte do calor absorvido pela estrutura. Está disponível em baldes de 18 e 4,5kg. Os impermeabilizantes em destaque pela Hydronorth são para locais distintos. O primeiro é o Impermeabilizante Telhados e Lajes. De acordo com a empresa, este é um produto profissional de alta performance formulado a partir de resinas acrílicas e especialmente criado para a impermeabilização e proteção de superfícies externas. É uma alternativa para a proteção e impermeabilização de telhados variados (cerâmica, cimento ou galvanizados), lajes, sa-

cadas, varandas, terraços e outras áreas podendo ou não apresentar algum grau de inclinação na superfície a ser impermeabilizada. Depois de aplicado, o produto age diretamente sobre a superfície desejada e forma uma membrana elástica de alto desempenho que diminui a absorção de água. Promete excelente rendimento, economia de tempo e de mão de obra, diminuindo o custo do m² pintado. O produto está disponível em cores, além do branco que pode contribuir para a diminuição da temperatura da superfície pintada. Já o Impermeabilizante Paredes e Muros, também de alta performance, é ideal para a proteção e o embelezamento de superfícies de alvenaria, reboco, cimentados, pré-moldados, tijolos, cerâmicas não esmaltadas, tubos de PVC dentre outros. É uma alternativa para selar, pintar, impermeabilizar, eliminar fissuras (< 0,3mm) e microfissuras (< 0,05mm), combater o mofo, fungos, algas e outros microrganismos.

O produto, depois de aplicado diretamente sobre a superfície desejada, forma uma membrana elástica de alto desempenho que, além de proporcionar acabamento acetinado e diminuir a absorção de água. Está disponível também em cores, além do branco. A Koberlack conta com uma vasta linha de impermeabilizantes, além de outros produtos que têm esta atuação. Os de maior destaque são: Koberflex, Kobercril, Koberterm, Kobermax e o Koberhidro. O Koberflex é um impermeabilizante à base de polímero de vidro, que segundo a empresa é altamente resistente, ultra flexível e durável com enorme campo de aplicabilidade. Oferece fácil aplicação e alto rendimento. O Kobercril é um produto à base de água e resinas acrílicas. Flexível, oferece alto rendimento, é versátil e de fácil aplicação com altíssimo poder de aderência e flexibilidade. Já o Koberterm é à base de polímero de vidro, aluminizado e atérmico, com o www.jornaldopintor.com.br


www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 25


. .. >> I mp e r me a bil iza n t es < < .................................................................................................

objetivo de reduzir a passagem de calor em lajes, paredes e telhados. De acordo com a fabricante, este produto merece destaque, pois é muito resistente, durável, multiuso, tem alto rendimento e grande vida útil. Para uso interno existe o Kobermax, um impermeabilizante mono componente à base de cimento, agregado e aditivo para uso interno. Quando aplicado corretamente se funde à estrutura tornando-se totalmente impermeável. E finalmente os hidrofugantes Koberhidro e Kobersil. O primeiro é à base d’água para pedras naturais, mineiras, ardósias, mármores, granitos e outras. O produto vem pronto para uso e promete impermeabilizar sem formar película e sem dar brilho. Já o Kobersil é de base solvente, também indicado para pedras e similares e que promete um alto rendimento.

26 • MARÇO_2012

A Lwart Química/Ciplak destaca alguns dos impermeabilizantes de sua linha. O primeiro é o Veda Laje branco, um impermeabilizante acrílico flexível, que ajuda no processo de selagem e acabamento, evitando o descascamento de paredes. Pode ser misturado com tinta e é ideal para coberturas expostas, como lajes. Promete ótima fixação e resistência à ação do tempo. Está disponível em baldes de 3,6 Kg, 18 Kg e em tambor de 200 Kg. O Veda Umidade Ciplak é um impermeabilizante cimentício de base acrílica semiflexível, desenvolvido para uma impermeabilização rápida em locais com pouca movimentação da estrutura. É aplicado na forma de pintura em demãos cruzadas. Resistente às pressões hidrostáticas positivas e negativas, é de fácil aplicação e ex-

celente aderência a concreto e alvenaria. É recomendado para aplicação em reservatórios enterrados, piscinas enterradas, tanque, baldrame, muro de arrimo, cortina, poço de elevador, floreira, piso frio em contato com o solo e no tratamento da umidade ascendente. Este produto não deve ficar exposto às intempéries. O terceiro destaque é o Veda Umidade Flex Ciplak. Sua diferença do produto acima é que ele é produzido à base de resinas termoplásticas, aditivos e cimentos especiais e elaborado para permitir um revestimento impermeável com excelente aderência, flexibilidade e resistência mecânica. É resistente às pressões hidrostáticas positivas, apresentando alto desempenho e capacidade de absorver microfissuras devido à sua flexibilidade, segundo a empresa. É recomendado para aplicação em reservatórios, caixas d’água, piscinas, baldrame e áreas molháveis (banheiro, cozinha, sacada, área de serviço). Em locais enterrados, este produto deve ser aplicado após 2,0 Kg/m² do produto citado anteriormente. O Mantacril é um produto com excelente elasticidade e flexibilidade e auxilia na prevenção de fungos e mofo.

Com aderência a diversos tipos de superfície, pode ser aplicado em áreas molhadas e úmidas como lajes, piscinas, reservatórios, terraços e jardineiras. Disponível nas cores cinza e branca. Esta última, quando aplicada em lajes é capaz de refletir os raios UV e proporcionar diminuição de temperatura do ambiente. Há 17 anos no mercado, a Mactra possui uma linha completa de produtos para a construção, com destaque para os impermeabilizantes, já que é detentora da marca VedBem. De acordo com informações fornecidas pela empresa, sua principal característica é a oferta de soluções definitivas, indicadas para prevenção e correção. Além disso, a Mactra tem como obje-

www.jornaldopintor.com.br


. .. >> Imp e rme a bi l i z a n t es < < ................................................................................................. tivo facilitar o uso de seus produtos, com itens de fácil aplicação e, geralmente, na dose certa. Em relação aos impermeabilizantes, a Mactra oferece a linha VedBem e ainda fabrica produtos complementares para o tratamento de trincas e proteção de superfícies. Entre os produtos para pintores, é possível destacar: o Imperall Premium (proteção contra chuvas), o Vedbem Trinca (para a correção de trincas, fissuras e calafetação em esquadrias) e o Telhafria (revestimento para telhados). A Sika possui uma linha completa em impermeabilizantes para as diversas etapas da construção. A empresa destaca um conceito que vem adotando que é o de mostrar ao profissional e ao consumidor que eles só têm a ganhar ao utilizar impermeabilizantes ainda na fase da construção. Desta forma, a impermeabilização não representará nem 2% do valor total da obra. É através deste conceito, que a Sika apresenta o Top 5 Sika: com cinco produtos é possível impermeabilizar cinco áreas críticas de qualquer casa em construção. A primeira delas é o alicerce, com o produto Igol EcoAsfalto, que cria uma barreira impermeável para a

www.jornaldopintor.com.br

água não subir pela parede. Misturado às massas de cimento, a empresa indica o Impersika Líquido, para impermea­ bilizar e dar liga à massa de assentamento, reboco e contrapiso. No rodapé de parede, basta aplicar o Sika Impermurantes, com o objetivo de prevenir a umidade de pé de parede. Nos banheiros, o produto indicado é o Sikatop 100 antes do revestimento cerâmico, para evitar a umidade nas paredes externas ao banheiro. E finalmente para fachadas, a Sika indica o Igolflex Fachada contra batidas de chuva. Caso na construção existam lajes, piscina, floreiras e outras áreas espe-

ciais, a empresa possui outros produtos em linha. A Vedacit/Otto Baumgart apresenta uma ampla gama de impermeabilizantes, entre os quais destaca: Vedatop, Vedapren Cores e o Vedapren Parede. Segundo informações fornecidas pela empresa, o Vedatop é um revesti­ mento impermeabilizante que adere per­feitamente ao concreto, à alvenaria e à argamassa. É indicado para vedar e eliminar vazamentos e umidade em caixas d´água, piscinas, reservatórios, paredes sujeitas à infiltração de água de chuva, rodapés, áreas frias e poços de elevadores. Embora não seja para acabamento, permite que as paredes recebam pintura depois da aplicação. Está disponível em galão de 4 kg, balde e caixa de 18 kg. O Vedapren Cores é uma manta líquida para impermeabilização que cobre as estruturas com elasticidade e durabilidade. Indicado para terraços, lajes de cobertura, calhas de concreto, e ambientes frios como banheiros, cozinhas e áreas de serviço, está disponível nas tonalidades concreto, verde e terracota, nas embalagens galão de 3,6 kg, balde de 18 kg e tambor de 200 kg. Já o Vedapren Parede é indicado

para impedir o surgimento de manchas e bolor. O produto é uma pintura impermeável, elástica e de base acrílica, que oferece grande aderência e durabilidade. Dispensa a seladora e pode ser deixado exposto, servindo como acabamento final, ou ainda receber tinta látex/acrílica. Por funcionar como uma manta líquida, também proporciona a absorção de pequenas movimentações da fachada. A Viapol apresenta o Vedalage Plus – Manta Líquida, uma membrana acrílica líquida pronta para o uso, aplicada como pintura, com eficiência superior frente às membranas convencionais. Impermeabilizante à base de água, o produto pode ser aplicado à frio com

2012_MARÇO • 27


. .. >> I mp e r me a bil iza n t es < < ................................................................................................. trincha, rolo de pintura ou vassoura de pelo, formando uma membrana impermeável, elástica e flexível sobre as superfícies, impedindo a infiltração de água e umidade. Segundo a fabricante é resistente a intempéries e possui secagem rápida, facilitando e agilizando o trabalho de aplicação - o tempo de secagem entre demãos pode variar de duas a três horas dependendo da temperatura, da ventilação do local, umidade relativa e espessura da demão

aplicada. O Vedalage Plus – Manta Líquida é indicado para a impermeabilização de lajes de cobertura, marquises, abóbadas, telhas de fibrocimento, entre outras áreas e, segundo a empresa, possui um alto rendimento – até 18 m² com um balde de 18 kg. Sem solventes na composição e resistente aos raios ultravioletas, favorece a redução de calor nos ambientes e, consequentemente, proporciona maior conforto térmico e minimiza os gastos

de energia com ar condicionado, contribuindo para a redução do efeito estufa. Em áreas frias, ajuda a conservar o calor interno, diminuindo o consumo com energia de aquecedores. O produto conta com excelente aderência a diferentes substratos - como concreto e argamassas – e permite vedar fissuras ativas de até 0,2 mm e passivas de até 0,5 mm. É comercializado nas cores bege, branca, telha e concreto, em balde de 18 kg e galão de 4 kg.

. .. >> Re sultados < < . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Castor anuncia crescimento e expectativas positivas para 2012 Empresa apostou na ampliação do portfólio de produtos e dobrou o número de itens comercializados; anunciou incremento de 18,5% no faturamento de 2011 e espera crescer mais 20% em 2012

Apesar da crise mundial e seus riscos à economia brasileira, a Castor Ferramentas para Pintura aproveitou o bom momento vivido pelo setor da construção civil e conseguiu obter um crescimento de 18,5% em seu faturamento no ano passado. O resultado é atribuído ao forte trabalho de marketing e vendas realizado durante 2011. A empresa, que em 2012 completa 35 anos de atua­ ção no mercado de ferramentas e acessórios para as áreas de acabamento, pintura e efeitos decorativos, manteve o foco na ampliação do seu portfólio de produtos e conseguiu dobrar o número de itens oferecidos ao mercado. Uma estratégia que visa superar as necessidades do consumidor final, seja ele o profissional da área da construção civil, pintura ou o hobbista. O incremento foi obtido por meio de investimentos no parque industrial, localizado em Diadema (SP), e pelas importações, que têm como objetivo fortalecer a linha de produtos fabricados aqui e reconhecidos pelo mercado como sendo de alta qualidade. Além de uma completa reestruturação na gestão produtiva, finalizada em maio do ano passado e que elevou a produtividade em 22%, foram adquiridos novos equipamentos para a linha de produção. “Somente este ano ain28 • MARÇO_2012

da receberemos mais cinco ou seis máquinas novas importadas”, diz Leon Czarlinski, diretor da empresa. “Em relação à capacidade produtiva instalada em 2010, nossa meta é dobrá-la até o final 2012”, complementa. Paralelamente aos investimentos na produção, os aportes em logística serão o foco este ano e incluirão modernização de todas as etiquetas e sistemas automatizados de controles na expedição, gerenciamento dos estoques e na administração logística. Expansão em 2012 Em busca do fortalecimento da marca Castor no segmento de ferramentas e acessórios para pintura, a Castor quer investir fortemente no ponto de venda em 2012. Com isso, o desenvolvimento de material de apoio às vendas, como displays de balcão, expositores, folders, coleção passo a passo, campanhas, entre outros, deve ser intensificado. Em 2011 já obtivemos uma ampliação da carteira de clientes, com destaque para os Estados de São Paulo e Minas Gerais, que representam os principais mercados para a empresa em volume de vendas. Mas a meta é pulverizar as vendas em todas as regiões. O

compromisso em oferecer embalagens que se diferenciam por levar aos usuários informações importantes e que os auxiliam tanto na escolha do produto, como na utilização dos mesmos também será mantido. “Queremos crescer mais 20% neste ano e acreditamos que temos todas as condições internas e econômicas para isso, pois o setor da construção deve se manter aquecido em 2012 e anos subsequentes. Entretanto, a desoneração de impostos é fundamental por parte do governo para que a construção civil continue dando sua importante contribuição para a economia como um todo”, destaca Czarlinski. Segundo ele, a pesada carga tributária é um dos principais entraves enfrentados pelas indústrias como um todo e que merece toda a atenção do governo. “Desde que entrou em vigor a substituição tributária, sofremos também a competição interna, pois enquanto o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços de São Paulo (ICMS) é de 18%, em outros Estados é de 12%. É preciso se estabelecer isonomia tributária entre os Estados brasileiros”, complementa. www.jornaldopintor.com.br


. .. >> Re p i ntur a < < . . . . . . . . . . . . . . . . . ................................................................................................

BASF lança Painel de Cores para o mercado de repintura automotiva A nova ferramenta da marca Salcomix oferece precisão e rapidez na identificação de cores aos laboratórios das revendas do segmento

Em virtude da grande variedade de cores disponíveis para o mercado automotivo, o processo de identificação de cores para repintura requer um alto investimento de tempo. Pensando nisso, a Salcomix, marca de tintas para repintu-

www.jornaldopintor.com.br

ra automotiva da BASF, lança ao mercado o Painel de Cores Salcomix, uma ferramenta que visa facilitar o processo de identificação da cor nos laboratórios das revendas de tintas para repintura automotiva.

O Painel de Cores é composto por chips, que representam mais de 500 cores nacionais e importadas e suas principais variantes, oferecidas por 15 montadoras entre os anos 1953 e 2011. O principal diferencial da ferramenta está na pintura dos chips, realizada com tinta automoti-

va original. Além disso, também são disponibilizados todos os detalhes de cada cor: nome; código da cor original e das variantes; ano de criação; montadora e país de origem. ‘’Por utilizar tinta original de repintura em sua confecção, o Painel de Cores Salcomix permite ao colorista uma rápida identificação da cor, contribuindo com a racionalização do tempo durante o processo’’, explica Andrea Orlandi, gerente de produto de Repintura Automotiva da BASF. A nova ferramenta é de fácil manuseio, e contribui com a rapidez e precisão do trabalho desenvolvido pelos profissionais nos laboratórios das revendas de tintas para repintura automotiva. O Painel de Cores Salcomix está disponível em toda a rede de revenda da marca.

2012_MARÇO • 29


. .. >> P r oje to < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ................................................................................................

“Tudo de cor para você” chega a Paraty (RJ)

Foto: Cátia Rissi

Nesta edição, a primeira de 2012, cinco casas foram selecionadas para terem não apenas sua fachada renovada, mas também todo seu interior

A cantora Ana Carolina e Jaap Kuiper, presidente da AkzoNobel para América Latina

O “Tudo de cor para você”, maior projeto socioambiental da AkzoNobel, detentora da marca Coral, iniciou o ano de 2012 com tudo. Logo no mês de janeiro, voluntários, colaboradores e clientes formaram uma verdadeira onda da pintura, colorindo as construções pre-

30 • MARÇO_2012

viamente selecionadas da cidade histórica de Paraty (RJ). De maneira simbólica, o “Mutirão da Pintura” marcou a renovação das fachadas de diversos imóveis e para encerrar as comemorações, os envolvidos e moradores tiveram a oportunidade de partici-

par de um show da cantora Ana Carolina. Para a edição de Paraty, a Coral reservou, ainda, uma ação inédita no projeto: cinco casas da comunidade de Ilha das Cobras, além dos imóveis que receberam a nova pintura, foram selecionadas para terem não apenas sua fachada

renovada, mas também todo seu interior totalmente transformado pelas cores das tintas Coral. A primeira edição de 2012 do “Tudo de cor para você” contou com o apoio da Prefeitura de Paraty por meio da Secretaria Municipal da Cultura.

www.jornaldopintor.com.br


.. . >> C o nstru ç ão c ivi l < < . . . . . .................................................................................................

FGTS vai financiar material de construção O Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aprovou no início de janeiro nova linha de crédito para aquisição de material de construção – Financiamento de Material de Construção (Fimac FGTS). O financiamento será de até R$ 20 mil para proponentes cotistas do fundo com vínculo empregatício ativo, independente da renda familiar e de acordo com a capacidade de pagamento do mutuário. O Fimac FGTS será destinado para reforma, ampliação ou construção de imóveis residenciais, além de instalação de hidrômetros de medição individual, implantação de Sistema de Aquecimento Solar e de itens que visem à acessibilidade, desenvolvimento sustentável e preservação do meio ambiente. O prazo de amortização será limitado a 120 meses, com prestações calculadas pelo Sistema de Amortização Constantes (SAC) ou Tabela Price, ficando a critério do agente financeiro. O gestor de aplicação e o agente operador – Caixa Econômica Federal - deverão regulamentar as disposições complementares a esta resolução no prazo de até 30 dias, a contar da data de publicação.

www.jornaldopintor.com.br

Serão destinados ao Fimac FGTS R$ 300 milhões para o exercício 2012. A taxa de juros máxima será de 12% ao ano, que compreende os juros, comissões e outros encargos financeiros. O mutuário poderá ter apenas uma operação ativa e a amortização ou quitação da dívida não poderá ser feita por meio de saques das contas vinculadas do FGTS. Em financiamentos superiores a R$ 10 mil, os agentes financeiros deverão verificar previamente a regularidade da inscrição previdenciária relativa a mão de obra a ser utilizada na reforma ou ampliação.

Para o assessor do Ministério do Trabalho e Emprego, Paulo Furtado, que presidiu a reunião do conselho, o trabalhador que precisa reformar ou construir terá um grande benefício. “As linhas disponíveis no mercado hoje são caríssimas. Estamos barateando o valor do financiamento com taxas de juros bem abaixo do mercado. Mensalmente, a Caixa recolhe FGTS de 33 milhões de trabalhadores e todos estão aptos a acessar essa linha”, ressalta. O representante da Confederação Nacional do Comércio, Cláudio Conz, destacou que a nova linha terá um im-

pacto extraordinário. “A linha foi aprovada em um momento oportuno, porque irá possibilitar que as pessoas que estão precisando fazer uma manutenção na sua casa, que foi afetada pelas fortes chuvas desse período, tenham acesso a um financiamento com taxas mais em conta”. A edificação ou lote que for receber a obra deverá ser regularizada e financiável nas condições do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Os agentes financeiros poderão promover o credenciamento dos estabelecimentos que comercializam materiais de construção, definindo regras de prudência para assegurar a qualidade da operação de crédito. Também só poderão ser comercializados materiais cujas especificações técnicas cumpram as normas da Associação Brasileiras de Normas Técnicas (ABNT) e de acordo com o Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade (SBAC) e com as resoluções do Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Conmetro). Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego/Net Tintas (Sitivesp)

2012_MARÇO • 31


G U I A

32 • MARÇO_2012

DE

P R O D U T O S

&

S E R V I Ç O S

www.jornaldopintor.com.br


ONDE COMPRAR BEM artur alvin

santana

vila formosa

Butantã

A loja mais completa de São Paulo

Central Televendas [11]

3746-3450

Vl. Sonia Av. Prof. Francisco Morato, 3777 - (11) 3746-3450 Butantã Rua Camargo, 99 - (11) 3819-5000 Jabaquara Av. Jabaquara, 1863 - (11) 5587-1000 Osasco Av. dos Autonomistas, 413 - (11) 3743-4000

zona leste

higienópolis

www.tintasfamosas.com.br pirituba

butantã

são mateus

zona leste

Vl. Prudente: Av. do Oratório, 3.215-A [11] 2024-9200 Mooca: Rua Visconde de Inhomerim, 1.148 [11] 2362-8600 www.atacadaodastintas.com.br

caxingui

ipiranga

ZONA SUL

TUDO PARA A PINTURA DE SUA CASA E CARRO Rua Silva Bueno, 1.949 - Tel. 2914-0955 Av. Paes de Barros, 3.354 - Tel. 2274-1433 Via Anchieta, 1.200 - Tel. 2914-6800 www.comapitintas.com.br www.jornaldopintor.com.br

r. Joaquim Floriano 442 - Itaim Bibi - 3167-7821 Av. Prestes Maia 635 - Centro - 3228-3611 Av. Moreira Guimarães 1393 - Moema - 5044-3292 Av. Morumbi 8281 - Brooklin - 5531-7112 R. Domingos de Moraes 749 - Vl. Mariana - 5081-7330 R. Rui Barbosa 236 - Bela Vista - 3253-0123 Av. Rangel Pestana 1400 - Brás - 3313-2418 Rua da Mooca, 608 - 3207-0112

2012_MARÇO • 33


ONDE COMPRAR BEM BAURU/sp

rio claro/sp

osasco/SP

itajaí/sc [47]

tintas e artigos para pintura em geral

tintajai@brturbo.com.br

Rua Alfredo Eicke, 114 Barra do Rio

piracicaba/SP

rio de janeiro/rj

A Casa Do Ramo Que Mais Barato Vende Especializada em Tintas para Automóveis e Construção • Vernizes • Esmaltes • Solventes • Pincéis, etc. Entregas Rápidas

Matriz: Av. Dom Hélder Câmara, 7721 (antiga Suburbana) Piedade - Rio De Janeiro/RJ PABX (21) 2597.2644 Fax (21) 2596.8010 Filial: R. Barão de Ipanema, 43 - Loja A Copacabana - Rio De Janeiro/RJ / PABX (21) 2235.2910 e-mail: mar@mardastintas.com.br | www.mardastintas.com.br

Santo André/SP

rio de janeiro/rj

Pensou em Pintar, venha para ...

Tintas Automotivas, Frota, Hospitalar, Imobiliária, Industriais e Acessórios em geral av. dom helder câmara, 9440 - Cascadura - RJ tel.: [21] 2599-2606 | fax: [21] 2593-6122 www.colorimetria.com.br e-mail: colorimetria@colorimetria.com. br

Aqui não fazemos só tinta. Fazemos também amizade!!!

piracicaba/SP

barueri/sp

Santo andré/sp

tintas automotivas • imobiliárias • industriais • artesanato e afins Sistemas:Selfcolor - Coral - Lukscolor - Lazzuril [automotiva] Matriz: Rua da Prata, 652 - Jd. dos Camargos/Barueri Fone/Fax [11] 2543-6131 - sulamerica.tintas@terra.com.br Filial: Av. Independência 4911 Éden - Sorocaba/SP Fone [15] 3325-2523/3739 - Fax [15] 3325-3354 sulamericatintas@superig.com.br

anuncie aqui

Para anunciar nesta seção sua loja pagará somente

R$ 168,00 por mês. Ligue para: (11) 5645.0505 34 • MARÇO_2012

www.jornaldopintor.com.br


BOLSA DE SERVIÇO DA rePINTURA automotiva Esses valores são sugestivos podendo variar de região para região e não incluem montagem, desmontagem, parte elétrica e tapeçaria

SUGESTÃO BÁSICA DE ORÇAMENTO PARA REPINTURA AUTOMOTIVA:

esmalte sintético CAPÔ

esmalte poliuretano

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

131,00

213,00

245,00

PEÇA RECUPERADA

213,00

245,00

277,00

PARA-LAMA PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

CAPÔ

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

266,00

319,00

373,00

PEÇA RECUPERADA

300,00

350,00

405,00

PARA-LAMA 85,00

106,50

128,00

PEÇA NOVA

149,00

181,00

213,00

106,50

128,00

160,00

PEÇA RECUPERADA

181,00

213,00

245,00

LATERAL TRASEIRA

LATERAL TRASEIRA 85,20

106,50

128,00

PEÇA NOVA

192,00

224,00

255,00

PEÇA RECUPERADA

106,50

128,00

160,00

PEÇA RECUPERADA

224,00

255,00

288,00

TETO

192,00

213,00

266,00

TETO

319,00

373,00

405,00

TRASEIRA COMPLETA

319,00

373,00

426,00

TRASEIRA COMPLETA

640,00

745,00

852,00

FRENTE COMPLETA

373,00

426,00

480,00

FRENTE COMPLETA

745,00

852,00

958,00

1.065,00

1.278,00

1.600,00

1.917,00

2.556,00

2.982,00

PEÇA NOVA

PINTURA TOTAL

PINTURA TOTAL

base poliéster CAPÔ

base água

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

266,00

319,00

373,00

PEÇA NOVA

480,00

532,00

586,00

PEÇA RECUPERADA

300,00

350,00

405,00

PEÇA RECUPERADA

480,00

532,00

586,00

PEÇA NOVA

149,00

181,00

213,00

PEÇA NOVA

426,00

480,00

532,00

PEÇA RECUPERADA

181,00

213,00

245,00

PEÇA RECUPERADA

426,00

480,00

532,00

PARA-LAMA

CAPÔ

PARALAMA

LATERAL TRASEIRA

LATERAL TRASEIRA

PEÇA NOVA

192,00

223,00

255,00

PEÇA NOVA

532,00

586,00

640,00

PEÇA RECUPERADA

224,00

255,00

288,00

PEÇA RECUPERADA

532,00

586,00

640,00

TETO

319,00

373,00

405,00

TETO

640,00

745,00

852,00

TRASEIRA COMPLETA

640,00

745,00

852,00

TRASEIRA COMPLETA

640,00

640,00

640,00

FRENTE COMPLETA

1.065,00

1.278,00

1.600,00

PINTURA TOTAL

4.260,00

5.325,00

6.400,00

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

85,20

106,50

128,00

FRENTE COMPLETA PINTURA TOTAL

745,00

852,00

958,00

1.917,00

2.556,00

2.982,00

laca nitrocelulose CAPÔ PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

181,00

213,00

245,00

PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

106,50

128,00

160,00

TETO

192,00

213,00

266,00

TRASEIRA COMPLETA

319,00

373,00

426,00

FRENTE COMPLETA

373,00

426,00

480,00

1.065,00

1.278,00

1.600,00

213,00

245,00

277,00

85,00

106,50

128,00

106,50

128,00

160,00

PARA-LAMA PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

LATERAL TRASEIRA

PINTURA TOTAL

JP Diverte Mestre do suspense A mãe para o filho: - Joãozinho, a professora disse que você adora deixar as pessoas do colégio em suspense. É verdade? - É, mãe... - E como é isso? - Ah... Depois eu lhe conto! Sigilo Duas amigas conversam: - É realmente incrível como o seu www.jornaldopintor.com.br

filho se parece com o pai – diz a primeira. Ao que a outra responde: - Sim, mas fale baixo, senão meu marido ficará muito sentido. Insatisfeito O médico para o paciente: -Sua doença não me agrada nem um pouco... -Sinto muito, mas só tenho essa! Bagunça - Essa boquinha, de quem é essa bo-

quinha? E esse narizinho? E esses olhinhos, de quem são? - Não sei doutor. Neste necrotério a desordem é tão grande que...

Engano Detetive: encontramos sua sogra. Genro: E o que disse? Detetive: Nada Genro: Então não é minha sogra.

Criança O garotinho de 3 anos sai do banheiro em direção à cozinha: - Mamãe! Sabonete fala e canta? - Não, meu filho! Por quê? - Então eu tomei banho com o seu radinho de pilha...

Direitos iguais Mamãe, isso não é justo. A Márcia tem 15 anos e você deixa ela usar sutiã. Eu já estou com 17, também quero! - Pelo amor de Deus, Waltinho, não insista! 2012_MARÇO • 35


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA PREÇOS BASEADOS EM CUSTO TOTAL FINAL APURADO

PLANILHA DE COTAÇÃO

(Mão-de-obra, leis sociais, faturamento, tintas, massas ou

Acima de 3 metros Nível A: Andaime

m² = Metro quadrado

vernizes em geral, ferramentas e equipamentos gerais,

Acima de 6 metros Nível B: Cadeira Suspensa

ml - Metro linear

inclusive balancins, etc), com responsabilidade total de

Acima de 6 metros Nível C: Balancim Manual

m = Metro

PINTURA PRONTA.

Acima de 6 metros Nível D: Balancim Elétrico S/B - Semibrilho

CONCRETO OU TIJOLO APARENTE Silicone base de água...................................................................................................................................................................................................10,96 m2 Silicone base solvente..................................................................................................................................................................................................... 16,42 m2 Verniz acrílico base de água....................................................................................................................................................................................... 12,82 m2 Verniz acrílico base de solvente..................................................................................................................................................................................19,80 m2 Verniz poliuretano monocomponente.................................................................................................................................................................... 24,20 m2

fundos e restaurações Descascamento de Superfície até 3 m................................................................................................................................................................... 0,37m² Descascamento de Superfície acima de 3 m..................................................................................................Nível A.....................................0,46m² Descascamento de Superfície acima de 6 m.................................................................................................. Nível B.....................................0,62m² Descascamento de Superfície acima de 6 m.................................................................................................. Nível C...................................... 0,71m² Descascamento de Superfície acima de 6 m..................................................................................................Nível D.....................................0,83m² Aplicação de Fundo Preparador até 3 m............................................................................................................................................................13,42m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 3 m............................................................................................Nível A..................................... 14,16m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m............................................................................................ Nível B....................................14,96m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m............................................................................................ Nível C....................................15,34m² Aplicação de Fundo Preparador acima de 6 m............................................................................................Nível D....................................16,99m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante até 3 m............................................................................................................................................16,08m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 3 m............................................................................Nível A....................................16,83m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m............................................................................ Nível B.....................................17,57m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m............................................................................ Nível C....................................18,32m² Aplicação de Fundo Impermeabilizante acima de 6 m............................................................................Nível D....................................19,06m² Restauração de Fissuras até 3 m................................................................................................................................................................................0,96ml Restauração de Fissuras acima de 3 m..............................................................................................................Nível A....................................... 1,28ml Restauração de Fissuras acima de 6 m.............................................................................................................. Nível B....................................... 1,54ml Restauração de Fissuras acima de 6 m.............................................................................................................. Nível C....................................... 1,86ml Restauração de Fissuras acima de 6 m..............................................................................................................Nível D....................................... 2,18ml Restauração de Trincas de Massa até 3 m...........................................................................................................................................................3,30ml Restauração de Trincas de Massa acima de 3 m .......................................................................................Nível A......................................3,73ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m ....................................................................................... Nível B......................................4,47ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m......................................................................................... Nível C......................................5,22ml Restauração de Trincas de Massa acima de 6 m.........................................................................................Nível D......................................5,54ml Restauração de Trincas de Alvenaria até 3 m.....................................................................................................................................................5,48ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 3 m...................................................................................Nível A......................................6,07ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m................................................................................... Nível B......................................6,60ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m................................................................................... Nível C...................................... 7,35ml Restauração de Trincas de Alvenaria acima de 6 m...................................................................................Nível D...................................... 7,77ml Execução de Emboço até 3 m.................................................................................................................................................................................... 5,43m² Execução de Emboço acima de 3 m ..................................................................................................................Nível A...................................... 6,71m² Execução de Emboço acima de 6 m .................................................................................................................. Nível B....................................... 7,51m² Execução de Emboço acima de 6 m................................................................................................................... Nível C.......................................8,41m² Execução de Emboço acima de 6 m...................................................................................................................Nível D.....................................8,95m²

pintura interna - TETOS E PAREDES Látex PVA simples c/fundo uniformizante - sobre emboço............................................................................................................................. 6,89 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão comercial - sobre emboço ou gesso..............................................................................................9,66 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão luxo e retoques c/iluminação farta no local sobre emboço ou gesso.............................................................................................................................................................................. 12,77 m2 Látex PVA c/massa corrida padrão luxo e retoques sobre emboço ou gesso c/acabamento final em verniz sobre látex (liquibrilho)...................................................................................................................................13,25 m2 Só massa corrida para receber papel de parede sobre emboço..........................................................................................................6,06 m2 Óleo simples c/faixa sinalizada para barras de garagem.........................................................................................................................15,98 m2 Óleo c/massa corrida e faixas sinalizadas para barras de garagem...................................................................................................18,49 m2 Esmalte acetinado c/massa corrida sobre emboço fino padrão luxo...................................................................................................19,79 m2 Esmalte automotivo tipo laca brilhante c/massa corrida............................................................................................................................. 43,30 m2 Quantil ou similar sobre fundo látex simples.......................................................................................................................................................14,08 m2 Quantil ou similar sobre massa corrida e fundo látex......................................................................................................................................19,21 m2 Epóxi bicomponente simples..................................................................................................................................................................................... 44,47 m2 Epóxi bicomponente c/massa corrida adequada.......................................................................................................................................... 60,10 m2 Poliuretano bicomponente simples......................................................................................................................................................................... 45,92 m2 Poliuretano bicomponente c/massa corrida adequada............................................................................................................................. 66,09 m2 Borracha clorada simples............................................................................................................................................................................................. 33,72 m2 Textura - Externa | Interna........................................................................................................................................................................... 16,07 | 20,28 m2 Pátina................................................................................................................................................................................................................... 23,86 | 29,82 m2 Pintura Manchada.................................................................................................................................................................................................9,54 |15,51 m2 Aplicação de Massa PVA até 3 m.............................................................................................................................................................................. 4,47m² Aplicação de Massa PVA acima de 3 m ......................................................................................................... Nível A.........................................5,14m² Aplicação de Massa PVA acima de 6 m ..........................................................................................................Nível B....................................... 5,94m² Aplicação de Gesso sobre Emboço até 3 m.........................................................................................................................................................4,71m² Aplicação de Gesso sobre Emboço acima de 3 m.................................................................................... Nível A....................................... 5,43m² Aplicação de Gesso sobre Emboço acima de 6 m.....................................................................................Nível B....................................... 6,37m² Aplicação de Massa Única até 3 m........................................................................................................................................................................... 19,17m² Aplicação de Massa Única acima de 3 m ..................................................................................................... Nível A......................................19,49m² 36 • MARÇO_2012

Aplicação de Massa Única acima de 6 m ......................................................................................................Nível B.................................... 20,34m² Aplicação de Textura até 3 m..................................................................................................................................................................................... 12,99m² Aplicação de Textura acima de 3 m ................................................................................................................ Nível A......................................13,90m² Aplicação de Textura acima de 6 m .................................................................................................................Nível B......................................14,48m² Aplicação de Textura Tipo Rústica até 3 m............................................................................................................................................................ 17,34m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 3 m ....................................................................................... Nível A......................................18,53m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m ........................................................................................Nível B......................................19,30m² Látex PVA sobre Massa até 3 m................................................................................................................................................................................... 8,41m² Látex PVA sobre Massa acima de 3 m ............................................................................................................. Nível A....................................... 8,67m² Látex PVA sobre Massa acima de 6 m ..............................................................................................................Nível B....................................... 9,49m² Látex PVA sobre Massa Única até 3 m.................................................................................................................................................................... 9,27m² Látex PVA sobre Massa Única acima de 3 m ............................................................................................... Nível A....................................... 9,53m² Látex PVA sobre Massa Única acima de 6 m ................................................................................................Nível B......................................10,44m² Látex PVA sobre Gesso até 3 m................................................................................................................................................................................. 10,12m² Látex PVA sobre Gesso acima de 3 m ............................................................................................................. Nível A......................................10,48m² Látex PVA sobre Gesso acima de 6 m ..............................................................................................................Nível B........................................11,48m² Látex PVA sobre Textura até 3 m.................................................................................................................................................................................. 11,13m² Látex PVA sobre Textura acima de 3 m ............................................................................................................ Nível A........................................11,52m² Látex PVA sobre Textura acima de 6 m .............................................................................................................Nível B......................................12,62m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso até 3 m............................................................................................................................................................. 15,66m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso acima de 3 m ......................................................................................... Nível A......................................16,55m² Látex Acrílico Fosco sobre Gesso acima de 6 m ..........................................................................................Nível B.......................................17,44m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso até 3 m..................................................................................................................................................................17,23m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso acima de 3 m .............................................................................................. Nível A......................................18,23m² Látex Acrílico S/B sobre Gesso acima de 6 m ...............................................................................................Nível B........................................19,17m²

pintura EXTERNA Látex PVA tipo interior/exterior até 6m alt............................................................................................................................................................. 6,66 m2 Látex acrílico c/fundo uniformizante de textura até 6m alt..........................................................................................................................13,40 m2 Idem acima de 6m alt..................................................................................................................................................................................................... 18,65 m2 Textura acrílica c/calafetação e látex acrílico......................................................................................................................................................16,80 m2 Aplicação de Massa Acrílica até 3 m....................................................................................................................................................................... 14,48m². Aplicação de Massa Acrílica acima de 3 m ................................................................................................... Nível A.........................................15,12m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m ....................................................................................................Nível B.......................................15,66m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m.....................................................................................................Nível C......................................27,00m² Aplicação de Massa Acrílica acima de 6 m.................................................................................................... Nível D........................................17,36m² Aplicação de Massa Única até 3 m.......................................................................................................................................................................... 16,08m² Aplicação de Massa Única acima de 3 m ..................................................................................................... Nível A.......................................16,83m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m ......................................................................................................Nível B........................................ 17,47m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m........................................................................................................Nível C.........................................18,16m² Aplicação de Massa Única acima de 6 m....................................................................................................... Nível D.......................................19,28m² Aplicação de Textura Acrílica até 3 m...................................................................................................................................................................... 14,48m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 3 m .................................................................................................. Nível A.......................................15,44m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m ...................................................................................................Nível B.......................................16,08m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m....................................................................................................Nível C........................................ 17,47m² Aplicação de Textura Acrílica acima de 6 m................................................................................................... Nível D.......................................19,06m² Aplicação de Textura Tipo Rústica até 3 m............................................................................................................................................................. 17,38m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 3 m ....................................................................................... Nível A.......................................18,44m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m ........................................................................................Nível B.......................................19,30m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m..........................................................................................Nível C..................................... 20,96m² Aplicação de Textura Tipo Rústica acima de 6 m......................................................................................... Nível D....................................... 24,15m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica até 3 m................................................................................................................................................14,91m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 3 m ......................................................................... Nível A....................................... 15,76m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m ..........................................................................Nível B.........................................16,61m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m............................................................................Nível C........................................17,09m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Acrílica acima de 6 m........................................................................... Nível D.......................................18,00m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única até 3 m................................................................................................................................................ 15,87m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 3 m ............................................................................ Nível A.......................................16,29m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m .............................................................................Nível B........................................17,09m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m..............................................................................Nível C........................................17,89m² Látex Acrílico Fosco sobre Massa Única acima de 6 m............................................................................. Nível D.........................................18,21m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura até 3 m............................................................................................................................................................. 16,08m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 3 m ........................................................................................ Nível A.......................................16,83m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m .........................................................................................Nível B........................................17,57m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m...........................................................................................Nível C.......................................18,32m² Látex Acrílico Fosco sobre Textura acima de 6 m.......................................................................................... Nível D.......................................19,06m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica até 3 m....................................................................................................................................................16,41m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 3 m .............................................................................. Nível A........................................ 17,37m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m ...............................................................................Nível B.......................................18,26m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m................................................................................Nível C.......................................18,80m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Acrílica acima de 6 m............................................................................... Nível D.......................................19,82m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única até 3 m...................................................................................................................................................... 17,47m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 3 m ................................................................................ Nível A.......................................18,53m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m...................................................................................Nível B.......................................18,80m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m...................................................................................Nível C.......................................19,70m² Látex Acrílico S/B sobre Massa Única acima de 6 m.................................................................................. Nível D..................................... 20,02m² www.jornaldopintor.com.br


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA Látex Acrílico S/B sobre Textura até 3 m.................................................................................................................................................................. 17,63m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 3 m.............................................................................................. Nível A.......................................18,53m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m...............................................................................................Nível B.......................................19,33m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m...............................................................................................Nível C.......................................20,13m² Látex Acrílico S/B sobre Textura acima de 6 m.............................................................................................. Nível D..................................... 20,98m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente até 3 m...................................................................................................................................................14,91m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 3 m ............................................................................ Nível A....................................... 15,76m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m .............................................................................Nível B.........................................16,61m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m..............................................................................Nível C........................................17,09m² Verniz Acrílico sobre Concreto Aparente acima de 6 m............................................................................. Nível D.......................................18,00m² Látex Acrílico sobre Piso................................................................................................................................................................................................... 12,57m² Látex Acrílico sobre Piso (Faixas de Demarcação)................................................................................................................................................ 5,75ml

SUPERFÍCIES METÁLICAS Só repintura em esmalte, grafite ou alumínio.....................................................................................................................................................13,93 m2 Desoxidação esmalte, grafite ou alumínio c/fundo zarcão........................................................................................................................... 18,21 m2 Idem c/fundo especial - galvanizados ou alumínio....................................................................................................................................... 20,49 m2 Esmalte, grafite ou alumínio em perfis, cantoneiras, batentes e tubulações aparentes até 4”................................................................................................................................................................................................................. 7,04 m2 Idem calhas ou rufos..........................................................................................................................................................................................................7,30 m2 Esmalte grafite ou alumínio com massa automotiva........................................................................................................................................30,14 m2 Tratamento, zarcão e epóxi bicomponente e acabamento....................................................................................................................... 67,84 m2

REGRAS DE MEDIÇÃO Venezianas: multiplicar por 3. Vitrô basculante: multiplicar o vão por 3. Vitrô não-basculante e janelas: multiplicar por 2. Grade: multiplicar por 3. Caiação interna ou externam borracha clorada ou epóxi: não descontar vãos até 4,00 m2. Para vãos superiores a 4,00 m2 deduzir apenas o que exceder a este valor. Têmpera de gesso, cola, têmpera lavável e látex: não descontar vãos de até 2,00 m2. Para vãos superiores a 2,00 m2 deduzir apenas o que exceder a este valor. Espaletas, faixas, vigas e molduras isoladas com largura de até 40 cm., são medidas por metro linear e cobradas a razão de 50% dos preços unitários por m2. Caixilhos de ferro, ferragens pesadas: multiplicar a área do vão-luz por 2.

MAPA DE CÁLCULO DE DILUIÇÃO, Nº DE DEMÃOS E RENDIMENTO DAS TINTAS

TIPO DE TINTAS

SOLVENTES

SUPERFÍCIES DE MADEIRA Óleo sem massa - obras populares.........................................................................................................................................................................13,00 m Idem rodapés.......................................................................................................................................................................................................................... 3,71 m Idem beirais até 60 cms. larg. madeira à vista.......................................................................................................................................................11,11 m2 Verniz poliuretano tipo naval - obras populares................................................................................................................................................15,02 m2 Idem rodapés........................................................................................................................................................................................................................ 6,90 m Idem beirais até 60 cms. larg. madeira à vista................................................................................................................................................... 11,50 m2 Esmalte acetinado c/massa corrida padrão comercial................................................................................................................................ 20,24 m2 Idem rodapés.........................................................................................................................................................................................................................8,35 m Esmalte acetinado c/massa corrida a óleo padrão luxo............................................................................................................................24,07 m2 Idem rodapés....................................................................................................................................................................................................................... 10,44 m Esmalte automotivo alto brilho c/massa corrida adequada e lixa d’água.........................................................................................6,78 m2 Idem rodapés....................................................................................................................................................................................................................... 31,00 m Laqueação, acabamento pome em pó............................................................................................................................................................. 73,70 m2 Lustração natural c/cera a boneca padrão comercial...................................................................................................................................19,00 m2 Lustração natural c/goma laca padrão luxo..................................................................................................................................................... 28,07 m2 2

diversos Caiação até 3 m.................................................................................................................................................................................................................. 4,55m² Caiação acima de 3 m ............................................................................................................................................. Nível A........................................ 4,82m² Caiação acima de 6 m ..............................................................................................................................................Nível B........................................... 5,11m² Caiação acima de 6 m...............................................................................................................................................Nível C........................................ 5,37m² Caiação acima de 6 m.............................................................................................................................................. Nível D........................................ 5,63m² Verniz Filtro Solar Marítimo........................................................................................................................................................................................... 34,40m² Esmalte Sintético.................................................................................................................................................................................................................... 7,77m² Barrado de Garagem em Esmalte Sintético....................................................................................................................................................... 42,39m² Pintura de Tubulação e Corrimão em Esmalte Sintético................................................................................................................................... 31,52ml

fachadas Lavagem Externa com Hidrojateamento até 3 m...................................................................................................................................................1,12m2 Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 3 m........................................................................... Nível A.......................................... 1,76m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m............................................................................Nível B........................................ 2,30m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m............................................................................Nível C........................................ 2,55m² Lavagem Externa com Hidrojateamento acima de 6 m........................................................................... Nível D..........................................3,17m² Instalação de Tela Fachadeiro..................................................................................................................................................................................... 5,43m² Bandeja Nível A.................................................................................................................................................................................................................. 48,78ml Bandeja Suspensa acima de 3 m............................................................................................................................................................................... 81,26ml

Estrutura metálicas planas: multiplicar a área de projeção horizontal por 2. Estruturas metálicas ou de madeira em arco: aumentar 30% a área de projeção horizontal e multiplicar por 2. Estruturas metálicas: multiplicar a área do vão-luz por 2. Elementos vazados: multiplicar a área por 5. Terças e elementos de sustentação de telhas: multiplicar a área de projeção horizontal por 2. Esquadrias de madeira: Portas ou janelas-guilhotina com batentes: multiplicar a área do vão-luz por 3. Portas ou janelas-guilhotina sem batentes: multiplicar a área do vão-luz por 2. Caixilhos com venezianas: multiplicar a área do vão-luz por 5.

Líquido Base PVA Incolor Líquido Base Acrílico Incolor Líquido Impermeabilizante a Óleo Selador Pigmentado PVA Selador Pigmentado Acrílico Primer a Óleo para Madeiras Primer Surfacer Zarcão Comum Fundos Anticorrosivos Sintéticos Zarcão Preparado tipo Petrobras Zarcão Borracha Clorada Zarcão Epóxi Catalisado Cromato de Zinco Primer Epóxi Catalisado Óxido Primer Epóxi Catalisado Branco Primer para Galvanizados Massa PVA e Acrílica Super Extra Massa a Óleo e Sintéticas Massa Epóxi Catalisada Massa para Madeira Tinta Látex PVA Super Extra Tinta Látex PVA 2ª Linha Tinta Acrílica 100% Super Extra Tinta a Óleo Fosca Tinta a Óleo Brilho Super Extra Esmalte Sintético Brilho Super Extra Esmalte Sintético Semibrilho Super Tinta Grafite Super Extra Tinta Alumínio Super Extra Esmalte Epóxi Brilhante Catalisado Esmalte Epóxi Semibrilho Catalisado Esmalte Poliuretano Catalisado Esmalte Borracha Clorada Tinta Demarcação Borracha Clorada Tinta Cerâmica Super Extra Stain Semitransparente para Madeira Stain Cores Sólidas para Madeira Verniz Copal Brilhante Verniz Marítimo Brilhante Verniz Seda Sintético Semibrilho Verniz Epóxi Catalisado Verniz Poliuretano Catalisado Verniz Premium Duplo Filtro para Madeira

Água Água Aguarrás Água Água Aguarrás Thinner Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Água Aguarrás Solvente próprio Água Água Água Água Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Aguarrás Solvente próprio Solvente próprio Aguarrás

DILUIÇÃO Trincha

Rolo

Pistola

Nº de Demãos

Rend. p/ Demão

15% 30% 20% 10% 10%

50 a 100% 15% 40% até 30% até 20% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% 10% 15% 10% até 15% até 15% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% até 10% 10% 20% 20% 20% 25% 20% 20% 5%

10 a 20% 20% 20% 30% 20% 20% 40% 40% 20% 20% 20% 20% 20% 20% até 25% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 30% 20% 30% 30% 30% 30% 30% 30% 10%

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 3 3 4 finas 3 3 3 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 2 3 3 3 2 2 3

30 m2 30 m2 30 m2 25 m2 25 m2 25 m2 25 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 50-70 m2 50-70 m2 50-70 m2 08-12 m2 5 m2 5 m2 14--15 m2 30-35 m2 25-30 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 40-45 m2 25-30 m2 25-30 m2 18 m2 70 m2 50 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30-40 m2 30 m2

10% 10% 30% 30% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 15% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 10% 15% 15% 15% 20% 15% 15% -

- Os rendimentos apontados são válidos para a embalagem: galão 3,6 litros. - O rendimento real, dependendo do método de aplicação preparo de superfícies e condições de trabalho.

Divulgue sua empresa e seus produtos em uma das páginas mais lidas do Jornal do Pintor pelos pintores. Patrocine a bolsa de serviço da pintura.

(11) 5645.0505

www.jornaldopintor.com.br

2012_MARÇO • 37


JP #550  

Jornal do Pintor - Edição de Março 2012