Page 1

ano 46

julho de 2011

nº 542

Futura Tintas celebra 30 anos A Futura Tintas completa 30 anos de atividades. Foi criada por quatro empresários – Jorge da Rocha Gonçalves, Serge Stiepcich, Carlos Snegur e Marlene Aparecida de Oliveira – que fundaram a empresa em 13 de abril de 1981 com o nome de Cortex Indústria de Tintas Ltda. De capital 100% nacional, os primeiros produtos da marca - látex e massa plástica – foram desenvolvidos num pequeno galpão de 400 m2 no bairro de Sapopemba...

26

Hydronorth lança linha de resina ecológica

Lukscolor apresenta nova identidade visual

Em junho, o Jornal do Pintor conheceu a

Pensando em solucionar o problema do forte

Após seis meses de muita pesquisa e tra­

fá­brica/matriz da Tintas Hidracor, em Mara­

odor de solvente presente nas resinas, a

balho, a marca Lukscolor chega ao mercado

canaú, próximo a cidade de Fortaleza (CE).

Hydro­north acaba de lançar a primeira linha

com logotipo e embalagens to­tal­mente reno­

Tadeu Belfort, gerente de trade marketing da

de resina ecológica do Brasil. Sua formulação,

vados. Segundo a empre­sa, foi um processo

empresa, recebeu a equipe do Jornal do Pintor

menos nociva ao meio ambiente também é

necessário neste mo­mento em que se conso­

e revelou os últimos investimentos da empresa

menos nociva ao olfato, já que apresenta baixo

lida o PSQ-TI (Programa Setorial de Qualidade

que iniciou suas atividades...

odor: Segundo a empresa...

no setor de Tintas Imobiliárias)...

04

30

33

Maria Paula Tintas prioriza a satisfação de seus clientes

Eucatex lança Acrílico Toque Suave

A Maria Paula Tintas atua no

A Eucatex agora oferece uma

mer­cado de Niterói, São Gonçalo e Rio de Janeiro há 12 anos. A loja trabalha com produtos para o segmento imobiliário e auto­

novidade

Revenda

Jornal do Pintor visita a Hidracor em Maracanaú (CE)

nova opção: o Eucatex Acrílico Toque Suave. Com acabamento sedoso e brilho acetinado, o produto propicia toque liso e

motivo, ambos de conhecidas

fino nas paredes. Indicado para

mar­cas de fabricantes de tintas

superfícies externas e internas

e complementos...

facilita a manutenção...

02

22


EDITORIAL

Foto: Douglas Moreira

Pintar e decorar sem agredir o meio ambiente é uma realidade Nesta edição destacamos o segmento de tintas imobiliárias que hoje busca características cada vez mais sustentáveis em seus produtos. As formulações de tintas base água dominam o mercado decorativo e apresentam baixa emissão de Compostos Orgânicos Voláteis (VOC) na atmosfera, além de benefícios como facilidade de aplicação e de limpeza de ferramentas e material; economia com a dispensa da compra de solvente para diluição; baixo odor e secagem rápida. Nesta matéria, profissionais de diversas empresas do setor opinam e falam sobre os produtos relacionados à sustentabilidade e o quanto cresce o número de consumidores conscientes e dispostos a usar soluções que minimizem os impactos ao meio ambiente. E já que o tema é sustentabilidade, aproveitamos para divulgar a linha de resina ecológica lançada pela Hydronorth. Sua formulação promete ser menos nociva

ao meio ambiente e ao olfato, já que é menos tóxica e apresenta baixo odor. No circuito de visitas às fábricas em todo o Brasil, desta vez o Jornal do Pintor foi para Fortaleza (CE) e visitou as instalações da Hidracor. Conferimos de perto o Centro de Treinamento para pintores e balconistas e o show-room para clientes. Tudo isso e muito mais, segue registrado nas próximas páginas. Em entrevista exclusiva para o Jornal do Pintor, Ricardo Stiepcich, um dos sócios-diretores da Futura Tintas, conta um pouco da história desta empresa que em 2011 completa 30 anos de atividades. Ele ainda fala sobre investimentos recentes e sobre a ligação da marca com as pessoas. Os desenvolvimentos para melhorar o trabalho do pintor não param. A Anjo, por exemplo, acaba de desenvolver uma nova embalagem para sua Massa Corrida Super Leve G2. Trata-se do balde de 14 litros que, segundo a fabricante, garante muita facilidade de aplicação e com isso economia de tempo no trabalho. Veja mais detalhes na matéria. A partir de agora, o consumidor de tintas notará que as embalagens da Lukscolor estarão totalmente

diferentes. Pois é, a empresa criou uma nova identidade visual, inclusive do logotipo, para acompanhar a evolução do mercado. O Jornal do Pintor teve acesso às alterações e revela o resultado neste número. Nosso leitor também irá conferir tudo sobre a participação da Qualyvinil num programa de televisão que, de forma bem criativa, incentiva a pintura de casas; sobre o novo verniz lançado pela Montana e o novo acrílico da Eucatex e muito mais. Boa leitura!

Francely Morrell

. .. >> Re v e nda < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Maria Paula Tintas prioriza a satisfação de seus clientes A revenda de tintas investe em produtos de qualidade e equipe técnica para prestar atendimento especializado e garantir seu compromisso com o cliente

EXPEDIENTE

A Maria Paula Tintas atua no mercado de Niterói, São Gonçalo e Rio de Janeiro há 12 anos. A loja tra­ balha com produtos para o segmento imobiliário e automotivo, ambos de conhecidas marcas de fab­ ricantes de tintas e complementos, e possui uma equipe de consultores técnicos para prestar toda a orientação necessária e atendimento especializa­ do. Conforme explica o proprietário Arinelson Or­ nellas, a loja prioriza a satisfação de seus clientes e por isso investe numa equipe apta a orientá-los

2 • JULHO_2011

para que todos façam um ótimo negócio. Segundo ele, a revenda conta com diferenciais como aten­ dimento personalizado em domicílio, com horário flexível e agendamento prévio; faz entrega imediata em Niterói (inclusive região oceânica), São Gonçalo, Maricá e Itaboraí; e ainda presta assistência técni­ ca 24 horas. A revenda de tintas investe em produ­ tos de qualidade e equipe técnica para prestar aten­ dimento especializado e garantir seu compromis­ so com o cliente.

Fundador: F. L. Morrell •18-03-1927 •23-10-2001 | Diretor Comercial: Francis Louis Morrell Júnior | Diretora Executiva: Francely Morrell | Projeto Gráfico: Kinthos Criação e Design | Colaboradores: Gabriela Lozasso (Mtb. 26.667) e Sandra Scigliano (Mtb. 25.798) | Publicidade: Carlos Alberto Cunha e Alessandra Pironti | Representantes: Rovenda - Repres. Poderoso (Aracaju/SE) Tel.: (79) 3254-5627/Fax: (79) 3211-3266 |Flexa Representações (Maceió/AL) Tel.: (82) 355-6112/Fax: (82) 3032-1339 | A. F. Gusmão (Belo Horizonte/MG) Telefax: (31) 3496-0738 | Edição mensal Ano 46 - Julho/11 - nº 542 As opiniões dos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Dispensada da emissão de documentação fiscal, conforme pedido de Regime Especial Protocolo 2.346/91 de 04/07/91. Não é permitida a reprodução de maté­rias, no todo ou em parte, sem prévia autorização e citação da fonte. “JORNAL DO PINTOR” é marca registrada pela MORRELL EDITORA TÉCNICA desde 1962 e sua utilização, sem autorização, é vedada em qualquer forma.

Administração, Redação e Publicidade: Rua Filomena Parmigiani Fiorda, 140 Santo Amaro Cep: 04756-130 - São Paulo/SP Tel: (11) 5645-0505 | Fax: (11) 5645-0509 jp@jornaldopintor.com.br | www.jornaldopintor.com.br


2011_JULHO • 3


. .. >> J P V I SI TA < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ................................................................................................

Jornal do Pintor visita a Hidracor em Maracanaú (CE)

Tadeu Belfort, gerente de trade marketing da Hidracor, acompanha Francely Morrell, diretora executiva e Gabriela Lozasso, jornalista, ambas do Jornal do Pintor, na visita às instalações da empresa

Em junho, o Jornal do Pintor con­ heceu a fábrica/matriz da Tintas Hidra­ cor, em Maracanaú, próximo a cidade de Fortaleza (CE). Tadeu Belfort, ge­ rente de trade marketing da empre­ sa, recebeu a equipe do Jornal do Pin­ tor e revelou os últimos investimentos da empresa que iniciou suas atividades em 1963 com a produção de Tintas em Pó hidrossolúvel e Supercal, segmentos

4 • JULHO_2011

de forte destaque da marca no mercado Norte/Nordeste. Ao longo do tempo, a fabricante am­ pliou sua linha de produtos e, em 1995, passou a fabricar também tintas líquidas para o setor imobiliário. Em 2003, apos­ tou em fortes investimentos para tor­ nar mais visível e conhecida essa linha. O resultado foi positivo e hoje a Hidra­ cor é uma das três maiores fa­bricantes

de tintas da região Norte/Nordeste, em volume. A empresa produz atualmente uma linha completa de tintas voltadas para o uso imobiliário: tinta em pó, super­ cal, corante líquido, látex, textura, verniz e solvente. Ainda neste ano, a empresa plane­ ja lançar o sistema tintométrico Hidra­ cores, com aproximadamente mil op­ ções de cores, reforçando o compro­ misso de ampliar o portfólio de produ­ tos focado hoje em soluções cada vez mais sustentáveis. Além disso, a Hidracor pretende in­ vestir R$ 4 milhões na expansão de sua fábrica e prevê atingir neste ano

um crescimento de 20%, em relação a 2010. Atualmente, a fabricante emprega em torno de 450 colaboradores e possui três unidades fabris no estado do Ceará: Acarape, Canindé e em Maracanaú (ma­ triz). Conta ainda com um show-room para clientes chamado Espaço Hidra­ cor e com um Centro de Treinamento destinados a balconistas, pintores, ar­ quitetos, engenheiros, decoradores, en­ tre outros; que em parceria com o Se­ nai, Prefeitura e Sebrae, realiza cursos profissionalizantes e de reciclagem, to­ dos focados na prática e no aperfeiçoa­ mento da mão de obra.


2011_JULHO • 5


. .. >> ti nta s s u st en táv e is i m o b iliárias << ..........................................................................

Em busca de um mundo menos poluído! Apesar do Brasil não ter nenhuma legislação rigorosa a respeito da emissão de Compostos Orgânicos Voláteis (VOC) na atmosfera, os consumidores já estão cientes dos produtos “amigos da natureza” O assunto meio ambiente e a sua preservação é tema diário de jornais e revistas em todo o mundo. E não é so­ mente moda, é um problema realmente grave que, caso não tenha o cuidado e a atenção devida de toda a população, nossos filhos, netos e bisnetos irão so­ frer as graves consequências daqui a alguns anos. A natureza está fican­ do escassa, e vem perdendo qualidade dia após dia. Portanto, todos têm que se preocupar sim – cidadãos comuns e empresas. No caso da indústria de tintas, a pre­ ocupação já vem de longa data. Seguin­ do orientações de leis norte-americanas e europeias – já que o Brasil não tem nada definido a este respeito – as indús­ trias possuem em suas linhas diversos produtos à base de água. Estes, contém uma quantidade mínima de Compostos Orgânicos Voláteis (VOC em inglês), ou seja, emitem muito menos solvente na atmosfera. Uma tinta menos agressi­ va ao meio ambiente é um produto que

6 • JULHO_2011

emite menos VOC e consequentemente prejudica em menor escala a camada de ozônio do planeta. O VOC está presente tanto em tintas de base solvente como tintas a base d’água (em menor quan­ tidade) e seu limite atual proposto é de 100 gramas por litro de tinta, mas ainda não existem normas no Brasil que re­ gulamentem isso. O que existe são em­ presas que, preocupadas com a susten­ tabilidade, procuram desenvolver produ­ tos cada vez menos nocivos ao meio am­ biente. Um exemplo são tintas acrílicas, esmaltes a base d’água e vernizes para madeira a base d’água Como no exterior existem leis rigo­ ro­sas, o mercado por lá está mais do que consolidado. No Brasil, segundo Ra­­phael Cassaro Machado, diretor exe­ cutivo do Grupo Argalit, “a cada ano se fala mais sobre o assunto e já é pos­ sível ver a preferência de consumo por pro­dutos ecológicos, quando eles têm qualidade”. Benito Berretta, diretor de marke­

ting de AkzoNobel, explica bem o pas­ so a passo do consumidor neste sen­ tido. Segundo ele, pesquisas recentes mostram que o público brasileiro pas­ sa por três etapas perante a sustent­ abilidade: desinteresse (não é um prob­ lema), interesse aparente (sustentabili­ dade é interessante, mas é para os ou­ tros mudarem seus comportamentos), interesse real (mudança de comporta­ mento). Mesmo quando ocorre mudança de comportamento, ainda existem duas fases: na primeira os consumidores cas­ tigam as empresas que fazem mal ao meio ambiente e deixam de comprar os produtos, especialmente aquelas que colocam em risco imediato a saúde e a vida da população. Já na segunda eta­ pa, eles reconhecem as empresas que possuem produtos e atitudes sustentá­ veis, levando em consideração, princi­ palmente, as corporações que prezam o menor impacto ambiental com preços mais acessíveis. Com estes dados em mãos, as indústrias podem conquistar

novos consumidores. Apesar de ter o preço mais elevado do que os produtos base solvente, as tintas sustentáveis oferecem uma séria de vantagens. Segundo o diretor da uni­ dade negócios da Tintas da Killing, Paulo Roberto Moreira, elas são as seguintes: facilidade de aplicação e de limpeza de ferramentas e material; economia com a dispensa da compra de solvente para diluição e limpeza das ferramen­ tas; baixo odor e secagem rápida. “Isso tudo se traduz em maior produtividade”, afirma. Outro ponto observado por Sergio Dennis Campéas, diretor de marke­ ting & novos negócios da Reck Tintas, é que o setor de construção civil está pou­co a pouco se adaptando aos con­ ceitos de sustentabilidade. “Algumas em­presas têm seus produtos atesta­ dos de acordo com os critérios do LEED (Liderança em Energia e Design Am­ biental, um conceito criado pelo U.S. Green Building Council (que é o con­


2011_JULHO • 7


. .. >> ti nta s s u st en táv e is i m o b iliárias << .......................................................................... selho de construções verdes dos EUA) para empreendimentos sustentáveis. Estes produtos atestados serão referên­ cia para as empresas construtoras que querem certificar seus empreendimen­ tos como sustentáveis. Mas ainda não é nada oficial ou credenciado pela legisla­ ção brasileira”, explica Campéas. E por falar em construção civil, o ge­­rente de marketing da Hydronorth Fábio Munhoz complementa dizendo que atual­mente, as grandes constru­ toras dispõem de uma gestão de sus­ tentabilidade. “Elas são unânimes em reconhe­cer que um “ecoproduto” certi­ ficado por uma entidade de credibili­ dade chama a atenção e certamente dis­para outros processos decisórios, que podem ge­rar experimentação ou contato com a marca”, conta. A empre­ sa teve acesso a uma pesquisa da con­ sultoria empresarial GS&MD – Gouvêa de Souza (especializada em varejo, mar­ keting e canais de distribuição), que diz que 51% dos brasileiros pagariam mais por produtos ecologicamente corre­ tos. “Eles pensam no meio ambiente, porém ainda têm pou­ca capacidade de avaliar os benefícios e atributos propos­ tos. Mas quando falamos em construto­ ras e algumas empreiteiras, a susten­

8 • JULHO_2011

tabilidade já virou tema de negócios e aí sim vale a pena trabalhar o tema em profundidade”, ana­lisa Munhoz. Segundo semestre As expectativas para o segundo se­ mestre deste ano são animadoras. Co­ mo já é costume no mercado, este pe­ río­do é sempre o mais aquecido do ano. Campéas, da Reck tintas, até arris­ca dizer que o período deverá represen­ tar de 55% a 60% da demanda anual de 2011, com algumas ligeiras variações regionais. A Qualyvinil, representada por Andrea Araújo, do departamento de marke­ting, afirma que teve um aumento de 20% em sua produtividade e que a tendên­ cia é crescer ainda mais. Dois dígitos de crescimento também foi o que atingiu a Hidracor perante 2010 e a expectativa é manter o ritmo de crescimento, princi­ palmente em produtos à base de água. Já a AkzoNobel espera um aumento en­ tre 5% a 7% em suas vendas. Apesar dos primeiros meses do ano não terem sido muito positivos para a Sayerlack, o diretor geral Marcelo Cen­ acchi está esperançoso. “Muitos materi­ ais alternativos tem aparecido para subs­ tituir a madeira. Mas por ser este um dos

únicos recursos “verdadeiramen­te reno­ váveis”, acreditamos que há espaço pa­ ra uma maior utilização da madeira na construção civil. O mercado brasileiro a utiliza muito pouco”, explica. Outro produto, citado pelo gerente Na­cional de Vendas da Cristal Color Ce­ sar Humberto Vieira, é o esmalte sinté­ tico. “Embora ele seja usado há bastante tempo, a versão à base de água ainda é pouco conhecida, mas seu uso já vem sendo feito em escolas e hospitais”. Vaty Colombo, diretor executivo da unidade revenda da Anjo Química, lem­ bra ainda que acontecerão grandes eventos esportivos no país nos pró­ximos anos, além do programa Minha Casa, Minha Vida. A conclusão que podemos tirar é que o mercado brasileiro de produtos à base de água tem ainda muito o que cres­ cer e uma legislação favorável à natu­ reza só irá aquecer, e muito, essa fatia de mercado! A Afe Tintas se preocupa em atender o mercado e as normas da ABNT. Sen­ do assim, toda a linha imobiliária da em­ presa é sustentável, ou seja, à base de água, segundo a empresa. Dentro des­ ta variedade de produtos são destaques:

Showdacor Econômica, Acordolar Stan­ dard e a Acordolar Premium. Segundo dados fornecidos pelo fa­ bricante, a Showdacor promete fácil apli­cação, rápida secagem e respinga­ mento mínimo. Possui resistência ao mofo, boa cobertura, bom rendimento e está disponível no acabamento fosco. A Acordolar Standard é uma tin­ ta ideal para quem deseja economia com qualidade. De acordo com a Afe, o produto é indicado para aplicação sobre reboco, massa acrílica, textura, concre­ to, blocos de cimento, fibrocimento, te­ lhas, superfícies internas de massa cor­ rida, gesso e madeira, previamente pre­ parados. A versão Premium é ideal para quem deseja um acabamento nobre com resistência. O produto contém antimofo e está disponível no acabamento fosco. A Coral se preocupa não apenas em


2011_JULHO • 9


. .. >> ti nta s s u st en táv e is i m o b iliárias << .......................................................................... provoca a sensação de maior luminosi­ dade e espaço, pois apresenta partículas que refletem até o dobro de luminosida­ de, se comparada a uma tinta conven­ cional. Como consequência, o consumi­ dor liga a luz mais tarde e obtém econo­ mia de energia elétrica.

oferecer produtos de alta tecnologia, mas também se empenha para fabri­ cá-los de maneira sustentável, com o menor impacto possível ao meio am­ biente e sem riscos à saúde de consu­ midores e colaboradores. De um modo geral, tintas base água possuem me­ nos emissão de VOC (um dos principais geradores do efeito estufa). O Decora Luz & Espaço é um lança­ mento recente da empresa, direciona­ do para um público que está interessado em uma tinta branca de altíssima qua­ li­dade. Considerado sustentável, é um produto acrílico premium da Coral, que ajuda a iluminar o ambiente. A tecno­ logia internacional patenteada Lumitec

10 • JULHO_2011

A Anjo Química acaba de ser lançar a Tinta Esmalte Base Água. O produto é indicado para a aplicação em superfí­ cies externas e internas de madeira, em metais ferrosos com fundo apropriado e também em superfícies de alumínio e galvanizado. De acordo com a empresa, o produto promete secagem rápida, alto brilho e não amarela em pinturas inter­ nas e externas. Está disponível em em­ balagens de 900 ml e 3,6 litros e em dez cores de catálogo.

Outra novidade é a Tinta Acrílica Pre­ mium, agora sem cheiro. Sua nova fór­ mula, já disponível no mercado, é fa­ bricada com compostos que eliminam o odor do ambiente após três horas de aplicação. Essa característica foi com­ provada através de um laudo da Uni­ versidade Federal de Santa Catarina (UFSC), após a realização de um teste com um júri olfatométrico para a ava­li­a­­­ção do impacto odorante do produto. A Tinta Acrílica Premium Sem Cheiro é in­ dicada para proteção e decoração de su­ perfícies externas e internas de reboco, concreto, gesso, massa acrílica, massa corrida, texturas e fibrocimento. A Anjo destaca também a Tinta Em­ borrachada Anjo, um produto à base de água, indicado para telhados externos com aderência direta em fibrocimento, barro, concreto, zinco, alumínio e gal­ vanizado. Trata-se de um revestimen­ to elástico impermeabilizante, que se­ gundo dados fornecidos pelo fabricante possui boa aderência, resistente a alca­ linidade, a ação da maresia e a intem­ péries. Sua composição antimofo pro­ mete maior durabilidade e sua película impermeável e elástica permite acom­ panhar a dilatação e retração conforme a variação da temperatura. O produ­

to garante ainda a redução térmica e acústica nos ambientes, além da acús­ tica. Segundo testes feitos UFSC com o produto na cor branca, há diminuição de 3°C na temperatura e de 4 a 5 dBA de redução acústica, proporcionando me­ lhorias no ambiente. A Annetta Indústria Química desde sua fundação, no ano 2000, adotou a filo­ sofia de servir o cliente com produtos de qualidade sem agredir o meio am­ biente e a saúde de trabalhadores, pin­ tores e usuários. Portanto, afirma que jamais utilizou materiais cancerígenos, segundo termo de compromisso assi­ nado pelos seus fornecedores. Segun­ do informações fornecidas pela empre­


2011_JULHO • 11


. .. >> ti nta s s u st en táv e is i m o b iliárias << .......................................................................... sa, não são utilizados pigmentos colori­ dos ou anticorrosivos à base de croma­ to hexavalente, nem com conteúdo de chumbo; secantes de chumbo; agen­ tes de cura aromáticos para tintas epóxi ou alcatrão de hulha das siderúrgicas. É importante ressaltar que desde 1997 o FDA (Food and Drug Administration) classifica o chumbo e o cromo hexava­ lente como cancerígenos, mas que até hoje ainda estão presentes em diversas tintas comercializadas no Brasil. A An­ netta oferece tintas sem solvente, tin­ tas com baixo VOC e tintas à base de água: acrílicas, esmalte sintético, epóxi, epóxi-acrílicas e poliuretanos. Seu dire­ tor, Miguel Annetta, diz que foi o precur­ sor (desde o final dos anos 60) do uso no Brasil dessas novas tecnologias. Em 2008 a Annetta lançou sua linha de tintas higiênicas à base de água com aditivos biocidas especiais, que perma­ necem no filme após a secagem, ideais para manter os ambientes protegidos da ação de fungos e bactérias. A Li­n ha Hygienic Annetta conta com produtos inodoros de excelente desempe­nho e durabilidade, segundo a empresa, e que mi­ni­mizam as pos­ sibilidades de contaminação bacteria­ na, ajudando no controle de patoge­

12 • JULHO_2011

nias e na redução do trabalho de saniti­ zação das superfícies, ideais para uso em am­bientes hospitalares, industriais e residenciais. Seguindo o conceito de sustentabi­lidade, a Annetta afirma que se especializou no combate à corrosão do ferro, ajudando desta forma a preser­ var os ativos de empresas e residências, evitando ao máximo o consumo de no­ vos materiais. Em sua linha de bases e corantes oferece produtos que não uti­ lizam materiais tóxicos para o ser hu­ mano, com características antimofo e antibacte­rianas, alta resistência a in­ tempéries e longa durabilidade, reduz­ indo a frequência da repintura. São dois os produtos destacados pela Argalit: Esmalte Base Água e Tinta Te­ lha Ecológica. O primeiro, pela ausência de solvente, não exala um cheiro forte e dispensa o uso de aguarrás. É indi­ cado para a aplicação em superfícies externas e internas em metal, madei­ ra e alvenaria, com formulação exclusi­ va e secagem rápida. Além disso, após a aplicação o produto cria uma película protetora que embeleza e facilita a lim­ peza. Está disponível em embalagens de 3,6 litros e 900 ml, com dez opções de cores. Já a Tinta Telha Ecológica, se­

gundo a empresa, é resistente à ação do sol e da chuva. A tinta forma um filme impermeabilizante que dá brilho e evi­ ta a deterioração e a formação de limo na superfície de telhas cerâmicas, de ci­ mento e fibrocimento. Pode ser encon­ trado em cinco cores (vermelho óxido, cerâmica ônix, cerâmica telha, pérola e champagne), além do impermeabili­ zante incolor. Ambos foram lançados com a chan­ cela do selo Ecos - linha de produtos fei­tos à base d’água que agrega o con­ ceito de sustentabilidade, permitindo ao consumidor optar por uma solução eco­logicamente correta. Dentro dos conceitos de tintas base água, a Cristal Color apresenta os se­ guin­tes produtos: Pinta Tudo Gold, Pro­

telha Plus e Tinta Acrílica Concentra­ da. O Pinta Tudo foi desenvolvido espe­ cialmente para possibilitar a renova­ ção rápida do ambiente. É recomenda­ do para paredes e tetos de superfícies externas e internas de madeiras, metais ferrosos, galvanizados, aço, alvena­ria, PVC, hospitais e superfícies azuleja­ das de cozinhas, banheiros e lavande­ rias de residências ou estabelecimen­ tos comer­ciais e industriais. A empresa diz que o produto minimiza a agressão ao meio ambiente, já que sua fórmula deve ser diluída somente com água, o que evita gastos adicionais com diluen­ tes químicos, além de oferecer baixo o­dor e facilidade na limpeza dos mate­ riais de aplicação.


2011_JULHO • 13


... >> tintas sustentáveis imobiliárias << .... O Protelha Plus é um impermeabili­ zante à base de emulsão acrílica, formu­ lado para pinturas de telhas de cerâmi­ ca, concreto e fibrocimento. Oferece, se­ gundo a empresa, excelente brilho e ren­ dimento, ótimo nivelamento e lavabili­ dade, além de resistência a mofo e as intempéries. Finalmente a Tinta Acrílica Concen­ trada conta com um finíssimo acaba­ mento, grande poder de cobertura, re­ sistência e durabilidade. É de fácil apli­ cação e seca rapidamente sem dei­xar odor. O produto é indicado para pinturas externas e internas de alvenaria, concre­ to, fibrocimento, blocos pré-moldados e massas niveladoras. Está disponível nos acabamentos semibrilho e fosco, dis­ pensando o uso de selador em reboco novo ou massas brancas. Em breve, a Cristal Color promete lançar um esmalte à base de água. A Eucatex apresenta o Eucatex Acrí­ lico Toque Suave, com acabamento se­ doso e brilho acetinado. Indicado para superfícies externas e internas, o produ­ to tem baixo VOC e também um suave perfume - o que demonstra respeito ao meio ambiente, evitando a poluição do ar e também reduzindo possí­veis pro­ble­ mas de saúde nos usuários, como rea­ ções alérgicas. O Eucatex Acrílico Toque Suave pro­ mete, de acordo com informações ce­ didas pela empresa, alta durabi­lidade, excelente cobertura e rendimento su­ perior. É de fácil manutenção, sendo necessário usar apenas uma esponja úmida e detergente neutro para limpe­ za mais pesada. Nas paredes externas é resistente a intempéries e oferece pro­ teção aos raios UV. Está disponível em embalagens de 800 ml, 3,6 e 18 litros, em nove tonalidades, além das mais de 2 mil cores oferecidas no sistema tinto­ métrico E-Colors.

Outro produto destacado pela empre­ sa é o Eucatex Acrílico Premium, que oferece segundo o fabricante, alta lava­ bilidade, excelente cobertura, maior ren­dimento e suave perfume. Além dis­ so, em sua composição a água é usa­ da como solvente, menos prejudicial ao meio ambiente que os solventes quími­ cos. Disponível nos acabamentos semi­ brilho e fosco, em galão de 3,6 litros e 14 • JULHO_2011

lata de 18 litros, é também encontrado no E-Colors. O terceiro produto em destaque é o Esmalte Premium Base Água, que dis­ pensa a utilização de solventes para lim­ peza. O produto pode ser aplicado so­ bre metal, madeira e alvenaria e pos­ sui baixo odor, o que permite a aplica­ ção sem a necessidade de se deixar o lo­ cal. A formulação à base de água indica que o produto tem baixa toxicidade. Fá­ cil de aplicar, possui secagem rápida e acabamento excelente. Além do branco, o Eucatex Esmalte Premium Base Água está disponível no E-Colors em com mais de 2 mil opções de cores. As tintas imobiliárias da Futura são todas à base de água, o que contribui com o meio ambiente através da baixa emissão de Compostos Orgânicos Vo­ láteis (VOC) na atmosfera. A empresa des­taca as seguintes linhas: Premium (Tinta Acrílica Futura Super Premium nas versões fosca, acetinada e semibri­ lho), Standard (Tinta Látex Acrílica Fu­ tura Super) e Econômica (Tinta Acrílica Texcor/ Tinta Látex Vinil Acrílica Texcor), além da Tinta para Gesso Futura Super e Tinta para Piso Futura Super.

A Futura Tintas, sempre antenada às tendências do mercado e às necessi­ dades dos consumidores, lança cores modernas e cheias de vida nas linhas Standard e Texcor. As novas t­onalidades são: cerâmica, capuccino, ro­sa vida, be­ rinjela e sol de verão para a linha Fu­ tura Super Standard e laranja, alfaze­ ma e rosa suave, para a linha Econômi­ ca Texcor. A Hidracor, em sua linha de produ­ tos, apresenta três deles dentro do con­ texto de sustentabilidade. O Esmalte Hidralit Eco é à base de água e indica­ do para embelezar e proteger superfí­ cies de madeiras e metais. Segundo a empresa, o produto possui baixo odor, al­to brilho e ótimo rendimento, além de secagem rápida, fácil aplicação, re­ sistência a fungos e ao amarelamento e está disponível em 12 cores. Já o Extraturbo é uma tinta acríli­ ca bastante concentrada, pois a lata de 18 litros rende até 400 m² e 80 m² no galão. O fabricante assegura que o produto prossui excelente rendimento, ótima cobertura e zero odor e está dis­ ponível em 21 cores. O terceiro produto


2011_JULHO • 15


. .. >> ti nta s s u st en táv e is i m o b iliárias << ..........................................................................

é o Hidralacril Superlavável - uma tin­ta acrílica de alto desempenho, com zero odor e uma película superlavável, além de um finíssimo acabamento nas opções semibrilho e acetinado. Está disponível em 20 tonalidades. A Hydronorth está lançando neste mês de julho um pacote de produ­

16 • JULHO_2011

tos ligados diretamente à sustentabili­ dade. São eles: Tinta Acrílica Ecológica de Alta Performance (Premium); Mas­ sas Ecológicas (interiores e exteriores); Revestimento Acrílico Graffiato Ecológi­ co; Esmalte Base Água Ecológico Seca Fácil; Verniz Base Água Ecológico Seca Fácil e Telhado Branco – Manta Líqui­ da / Revestimento Impermeabilizante. A empresa promete dar mais detalhes em breve. A Irajá apresenta em sua linha de pro­dutos o Esmalte Base Água, como sendo o produto que mais evoluiu no sen­tido de preservação do meio am­ biente. Segundo a empresa, uma das vantagens deste produto é o baixo odor, devido ao solvente utilizado ser inodoro

(água) e a facilidade de manuseio e lim­ peza dos equipamentos. O Esmalte Base Água promete alta cobertura, excelente checagem e fino acabamento para uso em superfícies in­ternas e externas de metais e ma­ deira. A Tintas Killing afirma que investe constantemente em produtos susten­ táveis, pois seu objetivo é contribuir com a preservação do meio ambiente, reduzindo significativamente a emissão de compostos orgânicos voláteis (VOC) na atmosfera. Entre os destaques da empresa está a linha de acabamento transparente para madeira, Kisalack Base Água, que é constituída do Verniz Filtro Solar bri­ lhante e acetinado; o Stain Impregnan­ te e a Seladora para Madeira – produ­ tos estes que têm a propriedade de blo­ quear manchas que ocorrem em deter­ minadas madeiras. Já a Kisacril Tinta Emborrachada está no mercado para valorizar a pin­ tura de imóveis de alvenaria e concre­ to, sendo indicada para proteger super­ fícies externas e internas contra a ação do sol, chuva e maresia. O produto pro­ mete, segundo o fabricante, criar uma

película flexível e impermeável, com gran­de resistência ao clima e outros fatores, proporcionando uma durabili­ dade superior, pois acompanha a aco­ modação e movimentação de prédios e casas. A Kisacril também protege con­ tra infiltrações e cobre microfissuras. É encontrada na cor branca e também em inúmeras opções do sistema tinto­ métrico Colorline, em embalagens de 3,6 e 18 litros. A Killing também está apresentan­ do o novo Esmalte Base Água que, de acordo com a empresa, possui um alto desempenho, além de oferecer brilho e boa cobertura. Outros lançamentos são o Fundo Branco Fosco para Madeira (base água) e a Massa Base Água para correção de imperfeições em madeira. A Lukscolor tem uma linha completa de produtos à base de água, desde fun­ dos a acabamentos para metais, ma­ deiras, alvenaria, pisos etc. Os produ­


2011_JULHO • 17


. .. >> ti nta s s u st en táv e is i m o b iliárias << ..........................................................................

tos identificados pelo selo “Lukscolor Green” estão em conformidade, de acor­ do com a empresa, com todas as pesqui­ sas de tendência mundial para desen­ volvimento de produtos funcionais, pois harmonizam satisfação e qualidade, com preservação do meio ambiente e bem estar social. Toda a linha oferece as seguintes características: não utiliza solventes orgânicos; atende aos limites de emissão de VOC; elimina o cheiro ca­ racterístico das tintas, trazendo conforto e bem-estar do início ao fim da pintura e utiliza matérias-primas amigáveis ao meio ambiente e ao ser humano. Os produtos prometem, segundo o fabricante, altíssima resistência e du­ rabilidade, excelente cobertura e rendi­ mento, acabamento perfeito e fácil lim­ peza e conservação. O mais recente lançamento é o Pou­ pa Tempo Selador Acrílico Luksco­lor.

18 • JULHO_2011

Trata-se de um produto desenvolvido para o uso em superfície de reboco e concreto novo, onde exis­ te a necessidade de blo­ quear a ação da alca­linidade nos acabamentos. Possui bom poder de cobertura e de enchi­ mento, é de fácil aplicação, seca­ gem rápida e ótima aderência à su­ perfície. Além disso, a Lukscolor afir­ ma que o produto é multifuncional, já que atua como selador, uniformizan­ do a absorção das superfícies externa e interna de alvenaria, proporcionando um me­lhor rendimento da tinta de aca­ bamento e também bloqueando a ação da alca­linidade (até pH = 13). Portanto, ele pode ser aplicado diretamente após sete dias da execução do reboco ou do concreto, sem a necessidade de aguar­ dar 28 dias de cura. A Luztol está prestes a lançar uma novidade: sua linha de Demarcação Viária à base de água, cuja composição, de acordo com os idealizadores do produto, não irá gerar nenhum tipo de dano ao meio ambiente. Com lançamento previsto para o se­ gundo semestre, o novo produto che­

ga ao mercado com copolímeros acríli­ cos em sua composição. A tinta é total­ mente isenta de aditivos plastificantes e solventes orgânicos. Promete, segundo a empresa, ótima secagem, boa cober­ tura e excelente resistência a água e ao desplacamento. O produto será lançado em emba­ lagens de 3,6 e 18 litros, em três cores (branco, preto e amarelo). A Montana Química investe no seg­ mento de tintas à base de água de eleva­ do desempenho técnico, especialmente formuladas para atender madeiras que sofrem alta exposição. De acordo com a empresa, este tipo de tecnologia evoluiu muito. Porém, os melhores resultados quanto a desempenho, especialmente em áreas de alta exposição ao intem­ perismo, são alcançados com os aca­

bamentos de base solvente e alinhados aos novos conceitos de produção, com compostos seguros para aplicadores e usuários. A madeira, como todo material de construção, deve ser analisada em re­ lação às suas condições de uso e à de­ finição dos critérios de proteção ne­ces­ sários para cada tipo, obtendo-se assim um melhor desempenho. As tintas de­ vem exercer uma função que vai além do resultado estético; o acabamento deve cumprir a função de proteger o substra­ to, melhorar sua estabilidade dimen­ sional, suavizar a superfície e ofe­recer resistência.

Em conformidade com tudo isso, a Montana apresenta a Línea Acqua Mon­ tana, que oferece diferentes propostas de brilho, em acabamentos foscos e ace­ tinados - características muito aprecia­


2011_JULHO • 19


. .. >> ti nta s s u st en táv e is i m o b iliárias << .......................................................................... das no segmento da alta decoração. A Línea Acqua é composta por vernizes de elevada transparência, esmaltes foscos e a versão Goffrato micro e média textu­ ra com alta resistência a riscos. A Qualyvinil apresenta ao mercado o Qualyvinil Rende Muito Mais com di­ luição de até 60%. De acordo com a em­ presa, o produto oferece uma excepcio­ nal performance com grande poder de cobertura, excelente resistência às in­ tempéries e rendimento superior, com maior desempenho na aplicação. Por possuir uma maior consistência, se di­ luído corretamente possibilita um ren­ dimento de até 40% a mais que a linha convencional, conservando característi­ cas de cobertura e resistência. O Qualycor Esmalte Base Água é um esmalte ecologicamente correto, de­ senvolvido para facilitar o processo de pintura, já que promete a fácil limpeza das ferramentas. Ele apresenta baixís­ simo odor, e segundo a empresa ofe­ rece ótima resistência às intempéries e seu acabamento possui grande poder de cobertura, além de secagem rápida. Já o Qualycril Impermeabilizante Parede 6 em 1 é um produto de alta tecnologia que possui seis funções em uma úni­ca solução. O produto, portanto, é indica­­do­ para pintar (acabamentos foscos), se­

lar, impermeabilizar, eliminar microfis­ suras e combater microrganismos­, além de possuir um poder de refletância para superfícies externas de reboco, mas­ sa acrílica, concreto e blocos não-vitri­ ficados. A Reck possui uma linha comple­ ta de produtos à base de água para uso em superfícies de alvenaria, produzidas na nova fábrica, localizada em Diadema (SP). O destaque da empresa é a linha de tintas acrílicas, que atende os três níveis de qualidade do mercado: pre­ mium, standard e econômica – todas à base de água.

Segundo a empresa, todas ofere­ cem excelente desempenho dentro de sua classificação, são sem cheiro na abertura da embalagem e no momento da aplicação, têm baixo respingamen­ to, são isentas de metais pesados e com baixo VOC. A Reck Tintas está desenvol­ vendo uma linha completa de esmaltes e vernizes à base de água para atender a pintura de substratos de madeira e metais, obedecendo todos os conceitos de sustentabilidade mencionados, es­ perando com isso, no médio prazo, tra­ balhar exclusivamente com produtos sustentáveis. São dois os produtos destacados pe­ la Resicolor. O primeiro é o Telhabril Acqua­line que é um impermeabilizante acrílico solúvel em água. Sua fórmu­

20 • JULHO_2011

la com elevado teor de sólidos propor­ ciona um acabamento de alto brilho, de acordo com informações transmitidas pela empresa, que garantem um ótimo grau de impermeabilização, retenção de brilho e cor. O produto promete refletir os raios solares, mantendo o ambiente em tem­ peratura agradável durante o verão, principalmente em cores claras, e no in­ verno absorve o calor do ambiente man­ tendo a temperatura mais amena. O segundo é o Esmaltelit, um esmal­ te à base de água, que é a opção mul­ tiuso da Resicolor, pois é indicado para pintura de alvenaria e também madei­ ra, metais ferrosos, galvanizado e metais não ferrosos em geral, que tradicional­ mente é usado com um produto base solvente. Por se tratar de produto mul­ tiuso, é possível otimizar as sobras. Além disso, sua tecnologia base água possibilita o não amarelamento das cores.

Em breve, como novidade, a Resico­ lor apresentará ao mercado novas em­ balagens, com atributos em relação ao o meio ambiente e ao bem estar. E a lin­ ha Econômica passará a ser sem cheiro após a aplicação, assim como a linha premium.

A Sayerlack destaca como susten­ tável dois produtos: o esmalte base água Aquaris e o Poliesmalte - Esmalte Sin­ tético Premium Plus. O primeiro é um produto pratica­ mente isento de sol­ventes (baixo VOC), o que, segundo a em­presa, lhe concede qualidades como baixo odor, secagem rápida, facilidade de aplicação, alto ren­ dimento e um cuidado maior com a se­ gurança do usuário.

De acordo com dados fornecidos pela empresa, suas propriedades pro­ tegem muito mais a superfície da ma­ deira, tanto em exteriores como em in­ teriores, e proporcionam melhores re­ sultados no acabamento como: durabi­ lidade superior e a conservação de bri­ lho e cor por mais tempo. O Poliesmalte também é indicado para madeira e me­ tal e tem como principais característi­ cas a não-agressão ao meio ambiente, baixo odor e composição livre de metais pesados (como o chumbo, por exem­plo). O produto promete alto rendimento e cobertura, boa conservação do brilho e da cor, além de secagem rápida. É in­ dicado para exteriores e interiores, nas versões brilhante, acetinado e fosco em diversas cores. A Suvinil, marca de tintas imobiliá­


2011_JULHO • 21


... >> tintas sustentáveis imobiliárias << .... rias da BASF, vê como uma realidade o desenvolvimento de produtos com menor impacto ambiental. Em 2002, a empresa criou o Projeto Pet, que utili­ za garrafas PET para a produção de um dos principais componentes das tintas e vernizes, a resina. Para cada galão de 3,6 litros de esmaltes e vernizes ne­ cessita-se de cinco garrafas na com­ posição. Desde que o pro­jeto foi lança­ do, a empresa já retirou do meio ambiente mais de 425 milhões de garrafas (mais de 20 mil toneladas) de embalagens PET, reutilizando o material para produzir esmaltes e verni­zes. A mar­ ca ainda possui a linha Suvinil Me­ nos Sujeira com fór­ mula exclusiva, que garante redução de até 70% nos respingos provocados pela tinta no momento da pintura, facilitan­ do também o processo de limpeza do ambiente.

22 • JULHO_2011

O produto promete ainda alta du­ rabilidade e cobertura, excelente aca­ bamento e qualidade, já que o fator ‘menos sujeira’ aliado ao atributo ‘sem cheiro’, proporciona conforto para con­ sumidores e profissionais; e é susten­ tável à medida que oferece menos des­ perdício de material. A Suvinil possui ainda linhas de tin­ tas e complementos com baixos índices de VOC, embora o Brasil ainda não possua uma regu­ lamentação rela­ tiva a isso. Mesmo assim, a empresa vem buscando re­ duzir a sua gera­ ção, investindo for­ temente na pesqui­ sa e no desenvolvi­ mento de tecnolo­ gias e soluções vol­ tadas à diminuição do uso de solventes orgânicos em tintas com a sua substi­ tuição por solventes mais amenos ou água. As tintas da Suvinil atendem às atuais diretivas européias para a quan­ tidade de compostos emitidos.

... >> Novidade << ..............................................

Eucatex lança Acrílico Toque Suave A fabricante garante que o produto propicia toque liso e fino nas paredes

A Eucatex agora oferece uma nova opção: o Eucatex Acrílico Toque Suave. Com acabamento sedoso e brilho aceti­ nado, o produto propicia toque liso e fino nas paredes. Indicado para superfícies externas e internas facilita a manuten­ ção, sendo necessário usar apenas uma esponja úmida e detergente neutro para limpeza mais pesada. Nas paredes ex­ ternas, é resistente a intempéries e ofer­ ece proteção aos raios UV. O Eucatex Acrílico Toque Suave está disponível nas embalagens quarto (800 ml), galão (3,6L) e lata (18L) em nove to­

nalidades: Branco, Gelo, Algodão Egíp­ cio, Palha, Marfim, Areia, Erva Doce, Mate e Marine; e também no E-Co­lo­rs, sistema tintométrico da Eucatex que oferece mais de duas mil opções de cores. Atenta às necessidades do consumi­ dor e preocupada com o meio am­biente, a Eucatex ainda ofereceu, durante todo o mês de junho, uma exclusiva sacola ecológica na compra de duas latas de 18L deste mais novo integrante da li­ nha de tintas. Essa promoção foi válida até 30 de junho.


2011_JULHO • 23


. .. >> v e rni z < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ...............................................

Novo verniz da Montana livra os móveis de riscos Verniz PU Antirrisco Bi componente protege de atritos e desgastes Com tecnologia 100% nacional, a Montana Quími­ ca desenvolveu e acaba de lançar no mercado o Ver­ niz PU Antirrisco Bi componente. O lançamento pro­ mete manter os móveis em perfeito estado, inclusive aqueles que sofrem atrito intenso e desgaste produ­ zido pelo movimento constante de objetos em sua su­ perfície, independente de serem de lâmina de madei­ ra natural ou de madeira maciça.

O novo Verniz LGA 353 PU Antirrisco da Montana tem brilho 30, toque acetinado e requer catalisador PU da série LNB, que atende aos padrões internacionais de segurança, com baixos teores de isocianato (TDI) livre. Em aplicação a pistola, apresenta excelente pa­ drão de alastramento e de transparência. Está disponível em balde metálico com 18 litros. “O verniz antirrisco é muito superior aos demais produ­

Segundo a empresa, tampos de mesa, balcões e mobiliário corporativo ganham uma grande resistên­ cia, mantendo as condições originais do acabamento mesmo depois de passar por um teste rigoroso com aplicação de esponja de aço. “É fácil perceber a dife­ rença entre uma peça de madeira com verniz tradicio­ nal, que ficou toda arranhada, e outra feita com o novo produto, absolutamente inalterada”, comenta V­ilnei Schreiber, químico da Montana.

tos. O acabamento dura mais com menos manuten­ ção”, afirma o químico. Por isso, é recomendado para uma ampla faixa dos móveis corporativos – como me­ sas, escrivaninhas, prateleiras, balcões e cadeiras – submetidos com frequência a condições de uso agres­ sivas em ambientes como o de lojas, restaurantes, es­ critórios, hotéis, clínicas, academias e até mesmo nas residências. “Todos ganham com móveis que têm qua­ lidade e duram mais”, avalia Vilnei.

24 • JULHO_2011

... >> rev ital iz ação << .........

Leroy Merlin revitaliza a Casa da Criança em Santo Amaro (SP) A Casa da Criança de Santo Amaro é uma instituição sem fins lucrativos que atende cerca de 60 crianças de 0 a 18 anos de idade em situação de risco e vulnerabi­ lidade social. Nos dias 21 e 22 de junho, o local saiu de sua rotina diária e recebeu 180 colaboradores voluntá­ rios da Leroy Merlin que doaram parte de seu tempo e trabalho para pintar e reformar a entidade. Foram pintados aproximadamente 1.500 m2 da en­ tidade e utilizados cerca de 250 litros de tintas. “Esta­ mos muito felizes em realizar este tipo de ação. Revi­ talizar uma instituição que atende 60 crianças caren­ tes é muito gratificante para todos nós. Os colabora­ dores adoraram participar e, sobretudo, constatar o sorriso sincero das crianças com a reforma pronta”, declara Alain Ryckeboer, diretor geral da Leroy Mer­ lin Brasil. Além da pintura, foram feitas pequenas reformas, instalação elétrica e outras melhorias na Casa da Criança de Santo Amaro. A ação faz parte do Progra­ ma de Sustentabilidade que a empresa desenvolve que é o “Construir e Sustentar”. Ele implementa diversas ações de impacto positivo na sociedade e no meio am­ biente que vão desde a comercialização de produtos ecossutentáveis até a construção de lojas certificadas AQUA (Alta Qualidade Ambiental) no Brasil.


2011_JULHO • 25


... >> C eleb ração << .....................................

Futura Tintas celebra 30 anos A história desta empresa é marcada por grandes transformações e pela valorização humana. A fabricante, que renasceu muito mais forte após ter suas instalações iniciais destruídas por uma enchente, procura evoluir com as pessoas e contribuir da melhor forma possível com o mercado de tintas

A Futura Tintas completa 30 anos de atividades. Foi criada por quatro em­ presários – Jorge da Rocha Gonçalves, Serge Stiepcich, Carlos Snegur e Mar­ lene Aparecida de Oliveira – que fun­ daram a empresa em 13 de abril de 1981 com o nome de Cortex Indústria de Tintas Ltda. De capital 100% nacional, os primeiros produtos da marca - látex e massa plás­ tica – foram desenvolvidos num peque­ no galpão de 400 m2 no bairro de Sapo­ pemba, zona leste da capital paulista. Esta fábrica, após completar sete anos de atividades, foi devastada por uma forte tempestade e uma grande enchente as­ solou o bairro. O episódio, triste e mar­ cante ao mesmo tempo, acabou tendo um final feliz, pois impulsionou a empre­ sa para um parque industrial bem maior e mais moderno em Guarulhos (SP), ci­ dade onde a empresa está instalada até os dias atuais. Em 1990, outros grandes marcos. A empresa passa a contar com novos só­ cios e, na mesma época, nascia o no­me fantasia Futura Tintas, pelo qual pas­sou a ser conhecida. Logo depois, através de várias ações mercadológicas, o volu­me de vendas quintuplicou e a marca passou

26 • JULHO_2011

a ser comercializada em todo território nacional. A partir disso, foi necessário ampliar a fábrica e transferir as insta­ lações para um novo endereço. Em 2004, com a ampliação dos negó­ cios e de portfólio houve mais uma mu­ dança de endereço, desta vez para a Rua Panambi, em uma área de 10 mil m2, lo­ cal onde está instalada atualmente. Este é o resumo geral do surgimen­ to desta fabricante que soube traçar uma história de sucesso no setor de tintas, acompanhando as tendências e evoluções do mercado. Desde a déca­ da de 90, a Futura Tintas é comandada pelos empresários Rubens Sidorovich, José Edglê Teixeira e Ricardo Stiepcich. Este último, gentilmente, concedeu ao Jornal do Pintor uma entrevista exclusi­ va que detalha os aspectos priorizados pela empresa, cujos valores traduzem os pensamentos e sentimentos das pes­ soas. Acompanhe a entrevista! Jornal do Pintor: O que motivou o surgimento da empresa? Ricardo Stiepcich, sócio-diretor da Futura Tintas: Meu tio Carlos era pro­ prietário da Carplast e vendia massas


. .. >> C e l e b raç ão < < . . . . . . . . . . . . . . ....................... plásticas e o Jorge era proprietário de uma rede de lojas em São Gonçalo (RJ) e fabricava tintas com a marca Cortex que eram comercializadas apenas em suas lojas. Então, motivados pela apro­ ximação dos dois segmentos onde atua­ vam, os dois empresários decidiram dar amplitude ao negócio e abrir uma fábri­ ca para lançar as massas e as tintas da Cortex ao mercado. JP: Na sua opinião, quais foram as principais evoluções da empresa ao longo destes 30 anos? Ricardo Stiepcich: Gosto de fazer uma analogia da empresa com o ser

vivo dotado de corpo, mente e alma. Digo isso porque se fala muito em produtos, máquinas, tecnologias, parque indus­ trial e diversas vezes nos esquece­ mos das pessoas, do lado alma. Então, quando você me pergunta o que vejo de evolução nesses 30 anos, vem o fato de buscarmos o equilíbrio dessa tríade – o corpo como sendo os colaboradores e a cultura da empresa; a mente que se­ riam os clientes e o mercado; e a alma que seriam todas as pessoas envolvi­ das. Sempre investimos muito neste equilíbrio. Talvez nós não tenhamos um parque industrial ultramoderno, mas nunca esquecemos dos colabora­ dores e do bem-estar deles e jamais es­ quecemos do bom relacionamento com os clientes. Então, mais importante do que citar as melhorias da fábrica, pre­ firo citar a evolução que temos com as pessoas. Investimos em conhecimen­ to e pessoas, pois queremos construir uma empresa cada vez mais ética, hu­ mana e próspera. JP: Existe algum investimento recente da empresa que poderia destacar? Ricardo Stiepcich: Fizemos dois in­ vestimentos. Um deles é o fato de ini­ ciarmos uma nova atuação destinada

ao segmento da construção civil. Será uma nova Unidade de Negócio da Futu­ ra, pois trabalhar com esta área é bem diferente do trabalho que desenvolve­ mos hoje com as lojas, com o varejo. Na construção civil, a aplicação aca­ ba tendo mais destaque do que a tin­ ta em si. E nós enxergamos tecnologia nesse negócio. Então, vamos fornecer a “parede já pintada”, ou seja, através de parceiros iremos trabalhar com o pro­ cesso de aplicação airless que já é con­ sagrado na pintura de prédios no exte­ rior e, no Brasil, ainda estamos enga­ tinhando. Por meio deste sistema, exis­ te uma economia incrível de tempo na apli­cação e de produto. A tinta, a tecno­

logia e as máquinas são os instrumen­ tos para levarmos a solução completa ao setor da construção civil. JP: Qual sentimento lhe vem diante dos 30 anos de Futura e o que esperar daqui por diante? Ricardo Stiepcich: O sentimento é de que estou velho...(risos) e preciso até de óculos para ler suas perguntas...(brin­ ca). Bom, na verdade tem um sentimen­ to de orgulho, porque é uma história de vida, inclusive fizemos um livro sobre a empresa. E voltando àquele raciocínio de con­ struir uma empresa mais ética, humana e próspera; acho que se pudermos con­ tribuir de alguma forma para que isso aconteça, podemos contagiar o merca­ do e construir cada vez mais empresas melhores para se trabalhar e para con­ tribuir com a sociedade. Acho que dei­ xar as pessoas mais motivadas vai muito além do que uma empresa pensar ape­ nas em ir atrás de dinheiro. Temos que começar a olhar as empresas não só na dimensão econômica, mas também em outras dimensões como a potencial – quem faz parte e conta a história, por exemplo; e a dimensão casual – que é para quem estou fazendo e servindo tudo isso. 2011_JULHO • 27


. .. >> p r oje to < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ................................................................................................

Qualyvinil, em parceria com a Rede Construlíder, participa do projeto “Mãos à Obra” veiculado na emissora Record Os criadores das melhores histórias baseadas em boas atitudes em prol da sociedade ganham à pintura completa de suas residências O projeto “Mãos à Obra” é realizado no interior de São Paulo e atende cidades importantes como Ribeirão Preto, Franca, Araraquara, entre outras; com objetivo de envolver toda a comunidade para desenvolver ati­ tudes consideradas como “boas ações” em prol da comunidade em que vivem contemplando, inclusive, ações voltadas à preservação do meio ambiente. A empresa Qualyvinil, em parceria com a Rede Cons­trulíder, participa deste projeto que é veiculado no programa Balanço Geral da emissora de TV Record. A campanha consiste em destacar as três me­lhores histórias que respondam à pergunta: “Qual atitude vo­ cê tomou para transformar sua casa e sua comunida­ de?”, e os vencedores ganham a pintura completa de suas residências com todo o suporte e o acompanha­ mento técnico de profissionais da Qualyvinil. No mês de maio foi contemplada uma das me­

lhores histórias de boas ações que resultou na entre­ ga da primeira casa totalmente pintada. “A ganhado­ ra teve uma bela atitude em prol da sociedade e por este motivo foi contemplada com a pintura comple­ ta de sua casa, através da nossa parceria com a Rede Cons­trulíder”, relata Andréa Araújo, do departamen­ to de marketing da Qualyvinil. Segundo ela, investir em projetos sociais é uma atividade que faz parte da história da Qualyvinil, pois a empresa vem há tempo

A campanha do projeto “Mãos à Obra” pode ser conferida nos links: • http://www.recordribeiraopreto.com.br/novo/balancoribeirao/noticias_videos.asp?id=8216 • http://www.recordribeiraopreto.com.br/novo/balancoribeirao/noticias_videos.asp?id=7653 • http://www.recordribeiraopreto.com.br/novo/balancoribeirao/noticias_videos.asp?id=7962

28 • JULHO_2011

trabalhando em prol de projetos que tragam melho­ rias a diversas comunidades. E, de acordo com Jéssica Soares, do departamen­ to de marketing da Rede Construlíder, “foi muito gra­ tificante para Rede Construlíder ter a Qualyvinil como parceira comercial no projeto “Mãos à Obra”. Desta for­ ma, divulgamos essa parceria que é de longa data re­ forçando o prestígio da marca já consolidada no mer­ cado de Ribeirão Preto e região. O público que acom­ panha o programa nota que com pequenas ações po­ demos ver grandes resultados, e que se cada um fi­ zer sua parte podemos construir um mundo melhor. Esperamos poder contar com a Qualyvinil para ou­ tras ações comerciais e de marketing, tão produtivas como essa”.


2011_JULHO • 29


... >> Lançamento << ....................................

Hydronorth lança linha de resina ecológica O produto chega ao consumidor com maior valor agregado: menos tóxico, menor VOC e odor reduzido

Pensando em solucionar o proble­ ma do forte odor de solvente presen­ te nas resinas, a Hydronorth acaba de lançar a primeira linha de resina eco­ lógica do Brasil. Sua formulação, me­ nos nociva ao meio ambiente também é menos nociva ao olfato, já que apre­ senta baixo odor. Segundo a empresa, esta é a pri­ meira resina ecológica do Brasil e, para comprovar seu impacto, a Hydronorth promoveu uma pesquisa junto aos con­ sumidores. “Apresentamos três tipos de resinas do mercado sem identificálas, para um grupo de homens e mu­ lheres. Nota-se que as opiniões mas­ culinas e femininas são distintas nessa etapa da análise. Porém, quando apre­ sentada a Resina Multiuso Ecológica da Hydro­­north, 89% dos entrevistados dis­ seram que ela tem um odor mais agra­ dável”, explica o gerente de marketing, Fábio Munhoz. Segundo ele, a pesquisa também revelou que o fato da nova linha apresentar menor toxicidade foi unani­ memente relevante junto à amostra­ gem consultada. “Além disso, as resi­ nas foram desenvolvidas com uma tec­ nologia sustentável, reduzindo em 30% a emissão de poluentes na atmosfera e

utilizando como matéria-prima produ­ tos de fontes renováveis”, explica o quí­ mico responsável e gerente de Pesquisa & Desenvolvimento, Alex Mineto. A quantidade de VOC (Compostos Or­gânicos Voláteis) na Resina Multi­uso Hydronorth, de acordo com a empresa, é 25% menor do que o apresentado nas resinas convencionais e também possui 80% menos de benzeno. “A partir de en­ saios exaustivos e da busca de parceiros estratégicos para o desenvolvimento da tecnologia, chegamos a esta inovação em resinas acrílicas impermeabilizan­ tes”, ressalta Fábio. “Colaborar com o meio ambiente e ajudar a conscientizar o mercado é um conceito sustentável que a Hydronorth quer implantar des­ de já”. Outro ponto relevante apontado pela Hydronorth é o fato da nova resina manter a sua capacidade de promover o brilho acima da média nas versões in­ color e colorida. A Resina Multiuso Ecológica ganha­ rá uma embalagem comemorativa em seu lançamento com o selo verde, que informa ao consumidor que se trata de um produto único no mercado. A emba­ lagem também incorpora o selo come­ morativo dos 30 anos da Hydronorth.

Hydronorth vence mais uma vez o Ranking de Conceito e Imagem da Indústria Pela 15ª vez a Hydronorth sagrou-se campeã na categoria resina acrílica no Ranking de Conceito e Imagem da Indústria. Com a opinião de 1.981 lojis­ tas, a empresa também levou o terceiro lugar na categoria revestimento tex­ turizado. O prêmio é resultado de uma pesquisa de mercado voltada para o varejo de materiais de construção e está em sua 15ª edição. “Somos um dos pioneiros no mercado de resinas e o fato de termos o reconhecimento de parceiros e consumidores é o resultado de investimentos contínuos no aprimoramento da qualidade técnica de nossa linha de resinas”, explica o diretor executivo da Hydronorth, Matheus Góes. 30 • JULHO_2011


2011_JULHO • 31


. .. >> p r o d uto < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ................................................................................................

Nova embalagem da Massa Corrida Super Leve da Anjo garante rendimento similar ao da lata de massa corrida tradicional Além da vantagem em rendimento, o produto garante facilidade de aplicação e, com isso, economia de até 25% no tempo da realização do trabalho

A Massa Corrida Super Leve G2 está sendo comercializada pela Anjo em nova embalagem: um balde de 14 litros que, segundo a empre­ sa, promete melhor relação de custo/benefício para os clientes. A nova embalagem é 100% reciclável e os 14 litros de massa corrida envasados propor­ cionam rendimento em metros quadrados igual a uma lata de massa corrida conven­ cional com volume de 18 litros. O gerente de Pesquisa e Desenvolvimento, Paulo Donádio, cita como exemplo que o rendimento tanto de uma embalagem de 14 litros de Massa Corri­ da Super Leve G2 quanto uma lata de 18 litros de massa corrida convencional rendem de 40 a 60 m² por demão.

32 • JULHO_2011

Segundo o parecer técnico da Universidade Fe­ deral de Santa Catarina - UFSC, outro grande bene­ fício do produto é a economia de tempo na realização do trabalho de aplicação, que pode chegar a ser de 25%. Contudo, também foi constatado que esta Mas­ sa é mais fácil de lixar consumindo menos lixa; a for­ mação de pó é menor em comparação com a mas­ sa corrida convencional; além do grande benefício ergo­nômico, pois a nova embalagem de 14 litros pesa 17kg, enquanto que a de massa convencional de 18 li­ tros pesa 32kg. A Massa Corrida Super Leve G2 é um produto ino­ vador indicado para nivelar e corrigir imperfeições ra­ sas de superfícies internas de reboco, concreto apar­ ente, gesso, fibrocimento e paredes pintadas com lá­ tex, proporcionando um acabamento liso.


. .. >> Nov i da d e < < . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .................................................................................................

Lukscolor apresenta nova identidade visual Novo logotipo traz o desenho das flores numa versão 3D, e as embalagens buscam ter maior clareza nas informações para facilitar o entendimento do consumidor Após seis meses de muita pesquisa e trabalho, a marca Lukscolor chega ao mercado com logotipo e embalagens to­ tal­mente renovados. Segundo a empre­ sa, foi um processo necessário neste mo­mento em que se consolida o PSQ-TI (Programa Setorial de Qualidade no se­ tor de Tintas Imobiliárias), já que os pro­ dutos, homologados na categoria Pre­ mium, superam todos os quesitos es­ tabelecidos. “Tínhamos que deixar cla­ ro em nossa comunicação que a Luks­ color é mais que Premium, é Premium Plus”, explica Cristina Poto­ma­ti, direto­ ra da empresa. “O DNA da marca sem­ pre esteve ligado à qualidade e ino­va­ção. Nossa identidade visual tam­bém preci­ sava expressar toda essa evolução.” Para Angélica Potomati, diretora da Lukscolor, é um projeto que vai além do redesenho da marca ou da atualização de embalagens. Segundo ela, o “Bran­ ding 360º”, como foi chamado o novo con­­ceito de identidade, “busca trazer os valores mais fortes da empresa de for­ ma clara e consistente, para tocar o con­ sumidor todas às vezes em que ele en­ trar em contato com a marca”. Contu­ do, ela avisa: “a Lukscolor não mu­dou, ela apenas evoluiu”. Para fundamentar o processo de evo­lução do logotipo e das embalagens da Lukscolor, uma pesquisa de merca­ do foi realizada pelo Núcleo de Estudos

G U I A

a flor, produzida ante­rior­mente por um pincel, numa flor re­pleta de tinta. Pol­ lock representa essa experiência, por­ que soube manejar a tin­ta de maneira especial”, assinala Pe­dro Carvalho, di­ retor da Design Abso­luto, empresa res­ ponsável pela nova iden­tidade visual da Lukscolor. O segundo passo foi a padroniza­ ção das embalagens e a reorganização das informações, para facilitar o enten­ dimento do consumidor. O obje­tivo foi deixar as informações claras e didáti­ cas destacando todos os benefícios dos produtos e mostrando a real vantagem de pintar com uma tinta Premium Plus da Lukscolor.

da Embalagem da Escola Superior de Pro­paganda e Marketing (ESPM), que levou em consideração os diversos pú­ blicos com os quais a marca se rela­cio­ na (consumidores, revendedores, es­ pecificadores e aplicadores). A pesquisa identificou, principalmente, que as em­ ba­lagens de tintas do mercado não pos­ suem informações claras e precisas e que o consumidor não consegue enten­ der as diferenças e vantagens entre tin­ta econômica, standard e premium. Os es­ tudos apontaram também que a Luks­

DE

color é uma das três marcas mais lem­ bradas do mercado nacional. Alterações visuais O primeiro passo foi o redesenho da flor, imagem principal do logotipo. Ela ganha uma versão em 3D, que ex­pressa toda a tecnologia, inovação e ex­pertise envolvida nas tintas Luks­color. Transforma-se numa autêntica pin­ tura inspirada na arte de Paul Jac­k­son Pollock, referência no movimento do ex­ pressionismo abstrato. “Transformamos

P R ODU T O S

&

Novo conceito de embalagem A disposição do logotipo Lukscolor na embalagem é para criar “ritmo” na gôn­dola e trazer energia para a marca no ponto de venda. As imagens usadas têm como objetivo informar o consumi­ dor e também agregar estética e cor. As des­crições de uso e especificações pas­ sam a ter maior destaque nas novas em­ balagens, facilitando para o consumidor a escolha correta do produto. Os importantes atributos de cada produto foram listados e diagramados na face da embalagem compondo assim o “ciclo” de entendimento para uma ven­ da mais fácil para o consumidor.

S E R V I Ç O S

2011_JULHO • 33


G U I A

34 • JULHO_2011

DE

P R ODU T O S

&

S E R V I Ç O S


ONDE COMPRAR BEM ipiranga

centro

Butantã

são mateus

“EMPRESA FUNDADA EM 1938”

A loja mais completa de São Paulo

Central Televendas [11]

3746-3450

Vl. Sonia Av. Prof. Francisco Morato, 3777 - (11) 3746-3450 Butantã Rua Camargo, 99 - (11) 3819-5000 Jabaquara Av. Jabaquara, 1863 - (11) 5587-1000 Osasco Av. dos Autonomistas, 413 - (11) 3743-4000

Tintas Residenciais, Automotivas e Industriais Artigos para Pinturas em geral

TUDO PARA A PINTURA DE SUA CASA E CARRO

Matriz: Av. Rio Branco, 738 - Tels.: 3221-4186 / 3221-1609 Loja 2: R. Monteiro de Melo, 373/377 - Tel.: 3865-5802 Loja 3: R. Alvarenga, 1179 - Tels.: 3032-1702 / 3813-8346 Loja 4: R. Clélia, 1789 - Tels.: 3673-0433 / 3673-0014 Loja 5: Av. Jangadeiro, 347 - Tels.: 5666-7658 / 5667-4926 Loja 6: Al. Araguaia, 870 - Tels.: 4193-6708 / 4689-0996

Rua Silva Bueno, 1.949 - Tel. 2914-0955 Av. Paes de Barros, 3.354 - Tel. 2274-1433 Via Anchieta, 1.200 - Tel. 2914-6800 www.comapitintas.com.br

anuncie aqui

santana

vila formosa

Para anunciar nesta seção sua loja pagará somente R$ 121,00 por mês. Ligue para:

www.tintasfamosas.com.br butantã

(11) 5645.0505 higienópolis

cambuci

zona leste

pirituba

caxingui

anuncie aqui

anuncie aqui

ipiranga

Para anunciar nesta seção

Para anunciar nesta seção

sua loja pagará

sua loja pagará

somente R$ 121,00 por mês. Ligue para: (11) 5645.0505

automotivas e residenciais entregamos em toda grande são paulo desenvolvimento de cores especiais Ipiranga: Estrada das Lágrimas, 2026 Carrão: Av. Guilherme Giorgi, 684 [11] 2097-3034

atendimento:

[11]

2914-0699

vendas@galpaotintas.com.br

zona leste

somente R$ 121,00 por mês. Ligue para: (11) 5645.0505

Vl. Prudente: Av. do Oratório, 3.215-A [11] 2024-9200 Mooca: Rua Visconde de Inhomerim, 1.148 [11] 2362-8600 www.atacadaodastintas.com.br

2011_JULHO • 35


ONDE COMPRAR BEM ZONA SUL

barueri/sp

piracicaba/SP

são bernardo do campo/SP

piracicaba/SP

itajaí/sc

tintas automotivas • imobiliárias • industriais • artesanato e afins r. Joaquim Floriano 442 - Itaim Bibi - 3167-7821 Av. Prestes Maia 635 - Centro - 3228-3611 Av. Moreira Guimarães 1393 - Moema - 5044-3292 Av. Morumbi 8281 - Brooklin - 5531-7112 R. Domingos de Moraes 749 - Vl. Mariana - 5081-7330 R. Rui Barbosa 236 - Bela Vista - 3253-0123 Av. Rangel Pestana 1400 - Brás - 3313-2418 Rua da Mooca, 608 - 3207-0112

Sistemas: Selfcolor - Coral - Lukscolor - Lazzuril [automotiva ] Matriz: Rua Duque de Caxias 783 Centro Fone/Fax [11] 4198-5111 - sulamerica.tintas@terra.com.br Filial: Av. Independência 4911 Éden - Sorocaba/SP Fone [15] 3325-2523/3739 - Fax [15] 3325-3354 sulamericatintas@superig.com.br

BAURU/sp

Boituva/SP

[47]

Tintas das melhores marcas, com o melhor preço para o acabamento de sua construção. (15) (15)

3363-1303 3363-1304

tintas e artigos para pintura em geral

tintajai@brturbo.com.br

www.jctintas.com.br Av. Mário Pedro Vercellino, 362 - Centro

anuncie aqui

Rua Alfredo Eicke, 114 Barra do Rio

rio claro/sp

joaçaba/SC

Santo André/SP

rio de janeiro/rj

Para anunciar nesta seção sua loja pagará somente R$ 121,00 por mês. Ligue para: (11) 5645.0505

mogi das cruzes/sp

A Casa Do Ramo Que Mais Barato Vende Especializada em Tintas para Automóveis e Construção • Vernizes • Esmaltes • Solventes • Pincéis, etc. Entregas Rápidas

Matriz: Av. Dom Hélder Câmara, 7721 (antiga Suburbana) Piedade - Rio De Janeiro/RJ PABX (21) 2597.2644 Fax (21) 2596.8010 Filial: R. Barão de Ipanema, 43 - Loja A Copacabana - Rio De Janeiro/RJ / PABX (21) 2235.2910 e-mail: mar@mardastintas.com.br | www.mardastintas.com.br

rio de janeiro/rj

osasco/SP

Pensou em Pintar, venha para ...

Tintas Automotivas, Frota, Hospitalar, Imobiliária, Industriais e Acessórios em geral av. dom helder câmara, 9440 - Cascadura - RJ tel.: [21] 2599-2606 | fax: [21] 2593-6122 www.colorimetria.com.br e-mail: colorimetria@colorimetria.com. br

Aqui não fazemos só tinta. Fazemos também amizade!!!

anuncie aqui

Para anunciar nesta seção sua loja pagará somente R$ 121,00 por mês. Ligue para: (11) 5645.0505 36 • JULHO_2011

R.D.L. Transportes especialista no transporte de tintas e complementos com seguro total da carga Excelente estrutura de Coletas e Entregas com Rapidez e Segurança em todo Grande Rio e Grande São Paulo São Paulo/SP: Rua Pedra Sabão 409 Vl. Guilherme Telefax (11) 2909-0907 Rio de Janeiro/RJ: Av. Nova York 398 Bonsucesso Telefax (21) 2590-7773


BOLSA DE SERVIÇO DA rePINTURA automotiva Esses valores são sugestivos podendo variar de região para região e não incluem montagem, desmontagem, parte elétrica e tapeçaria

SUGESTÃO BÁSICA DE ORÇAMENTO PARA REPINTURA AUTOMOTIVA:

esmalte sintético CAPÔ

esmalte poliuretano

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

170,00

200,00

230,00

PEÇA RECUPERADA

200,00

230,00

260,00

PARA-LAMA PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

CAPÔ

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

250,00

300,00

350,00

PEÇA RECUPERADA

280,00

330,00

380,00

PARA-LAMA 80,00

100,00

120,00

PEÇA NOVA

140,00

170,00

200,00

100,00

120,00

150,00

PEÇA RECUPERADA

170,00

200,00

230,00

LATERAL TRASEIRA

LATERAL TRASEIRA 80,00

100,00

120,00

PEÇA NOVA

180,00

210,00

240,00

PEÇA RECUPERADA

100,00

120,00

150,00

PEÇA RECUPERADA

210,00

240,00

270,00

TETO

180,00

200,00

250,00

TETO

300,00

350,00

380,00

TRASEIRA COMPLETA

300,00

350,00

400,00

TRASEIRA COMPLETA

600,00

700,00

800,00

FRENTE COMPLETA

350,00

400,00

450,00

FRENTE COMPLETA

700,00

800,00

900,00

1.000,00

1.200,00

1.500,00

1.800,00

2.400,00

2.800,00

PEÇA NOVA

PINTURA TOTAL

PINTURA TOTAL

base poliéster CAPÔ

base água

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

250,00

300,00

350,00

PEÇA NOVA

450,00

500,00

550,00

PEÇA RECUPERADA

280,00

330,00

380,00

PEÇA RECUPERADA

450,00

500,00

550,00

PEÇA NOVA

140,00

170,00

200,00

PEÇA NOVA

400,00

450,00

500,00

PEÇA RECUPERADA

170,00

200,00

230,00

PEÇA RECUPERADA

400,00

450,00

500,00

PARA-LAMA

CAPÔ

PARALAMA

LATERAL TRASEIRA

LATERAL TRASEIRA

PEÇA NOVA

180,00

210,00

240,00

PEÇA NOVA

500,00

550,00

600,00

PEÇA RECUPERADA

210,00

240,00

270,00

PEÇA RECUPERADA

500,00

550,00

600,00

TETO

300,00

350,00

380,00

TETO

600,00

700,00

800,00

TRASEIRA COMPLETA

600,00

700,00

800,00

TRASEIRA COMPLETA

600,00

600,00

600,00

FRENTE COMPLETA

1.000,00

1.200,00

1.500,00

PINTURA TOTAL

4.000,00

5.000,00

6.000,00

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

80,00

100,00

120,00

FRENTE COMPLETA PINTURA TOTAL

700,00

800,00

900,00

1.800,00

2.400,00

2.800,00

laca nitrocelulose CAPÔ PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

170,00

200,00

230,00

PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

100,00

120,00

150,00

TETO

180,00

200,00

250,00

TRASEIRA COMPLETA

300,00

350,00

400,00

FRENTE COMPLETA

350,00

400,00

450,00

1.000,00

1.200,00

1.500,00

200,00

230,00

260,00

80,00

100,00

120,00

100,00

120,00

150,00

PARA-LAMA PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

LATERAL TRASEIRA

PINTURA TOTAL

JP Diverte A de sempre O casal de meia idade passeia pelo zoológico. Ao passar pela jaula do macaco, o animal puxa a mulher para dentro das grades e arranca toda a sua rou­ pa. Ela se vira para o marido, deses­ perada: - Você vai ficar aí parado? O que devo fazer? E o homem: - Faça o mesmo que você faz lá em casa, diga: “Hoje não, meu bem,

estou com dor de cabeça!” - Querida, por que você nunca fala comigo quando tem seus orgasmos? - Ora, Alberto... Você nunca está por perto quando eu os tenho... Olhos bem fechados Joãozinho, aluno de uma professo­ ra extremamente politizada, disse em sala de aula: - Tia... Lá em casa, nasceram oito ca­ chorrinhos, e todos vão votar no candi­

dato que a senhora apóia. - Quem bom! – disse a professora, toda animada. Quatro dias depois, Joãozinho disse à professora: - Tia... Lá em casa, nasceram oito cachorrinhos, e cinco vão votar no can­ didato que a senhora apóia. Então, a professora, intrigada, per­ guntou: - Ué? Não eram oito bichos? - Eram... - E aí? O que aconteceu?

- Três dos filhotes já abriram os olhinhos... Sexo maníaco Papo entre duas amigas: - Você não imagina o quanto é difícil vir trabalhar pela ma­nhã. O Luís é um touro! É sexo, sexo e sexo! E quando ele sai de férias é pior ainda... - Quanto tempo ele fica fora? - Varia, mas normalmente é só o tempo de fumar um cigarrinho... 2011_JULHO • 37


38 • JULHO_2011


2011_JULHO • 39


JP #542  

Jornal do Pintor - Edição de Julho 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you