Issuu on Google+

ANO 46

JANEIRO DE 2011

Nº 536

Criciúma ganha loja conceito da marca Anjo

Coral presenteia com sacolas ecofashion assinadas por Alexandre Herchcovitch

A primeira loja conceito da Anjo foi inaugurada no final do ano juntamente com o empreendimento do Giassi Supermercados na cidade de Criciúma (SC). Com o nome Shopping das Cores, esse espaço foi idealizado para dar mais visibilidade...

De olho no público feminino de consumidores, a Coral, marca de tintas decorativas da AkzoNobel, fechou no final do ano passado uma parceria com o estilista Alexandre Herchcovitch para desenvolver sacolas ecofashion...

26 10

11

Pincéis Tigre oferece passo a passo de pintura no Youtube

TotalSystem desenvolve linha Tec-Import

Suvinil apresenta novo leque de cores

A Pincéis Tigre reforça sua comunicação com a comunidade de artistas e aprendizes com vídeos de passo a passo de pintura no seu canal no Youtube (http://www.youtube.com/user/pinceis tigre). São ao todo 55 aulas sobre aplicação em vidro, madeira, tecido, tela, entre outros. Os vídeos foram produzidos pela empresa com a participação de artistas parceiros...

A fim de acompanhar as necessidades do mercado, a TotalSystem desenvolveu a linha Tec-Import que é formada pelo conjunto de discos dupla face de fio e espuma, e tem como destaque o conjunto de discos de espumas ventiladas. Estes produtos são de desenvolvimento exclusivo e patenteado pela TotalSystem, com uma extraordinária aceitação...

Após quase um ano de trabalho intenso, a Suvinil apresenta ao mercado o seu novo leque de cores. A paleta é composta por 1533 tons, sendo 1456 cores lisas, 21 tons de verniz e 56 metalizados. O leque apresenta também três famílias inéditas: off-whites, soft colors e violetas. Além dos vermelhos, alaranjados, amarelos, verdes, azuis, marrons e neutros...

02

15

16


EDITORIAL

OTIMISMO CARACTERIZA 2011 O mercado de tintas e vernizes acompanhou o aquecimento da economia e celebra um crescimento acima do PIB. No levantamento feito pelo Sitivesp, com base nos primeiros nove meses de 2010, o crescimento em relação a 2009 bateu 16%, e o otimismo dos fabricantes se estende para este novo ano. Com as vendas num ritmo forte fomos saber qual o cenário do setor de sistemas tintométrios, por meio de entrevistas exclusivas feitas com os fabricantes de equipamentos. Conforme esperado detectamos que este mercado segue em pleno crescimento no Brasil, onde nos últimos tempos soube entender melhor o conceito e seus grandes benefícios. O segmento de tinta epóxi não ficou de fora dessa. Também consultamos empresas que desenvolvem este tipo de produto e a expectativa

para 2011 é animadora. Começar o ano falando de cores pode ser bem convidativo, afinal as cores podem nos remeter a renovação e até mudanças de vida ou comportamento. Divulgamos o novo leque de cores da Suvinil, vale a pena conferir! E cor também envolve moda e a fabricante de tintas Coral através de seu estudo Colour Futures lançou uma sacola ecofashion em parceria com um renomado estilista. Uma estratégia promocional para venda de tintas bem atualizada e sustentável! O nosso leitor terá ainda a oportunidade de conhecer as novidades em produtos da empresa Total System; a primeira loja conceito da Anjo inaugurada recentemente em Criciúma; e a expansão da revenda Só Tintas. Muitas outras notícias e dicas de pintura seguem nesta edição podendo ser uma leitura bem agradável,

até mesmo para quem se encontra de férias e não quer ficar desatualizado sobre o mercado. Boa leitura!

Francely Morrell

ESTRATÉGIA

Pincéis Tigre oferece passo a passo de pintura no Youtube A Pincéis Tigre reforça sua comunicação com a comunidade de artistas e aprendizes com vídeos de passo a passo de pintura no seu canal no Youtube (http://www.youtube.com/ user/pinceistigre). São ao todo 55 aulas sobre aplicação em vidro, madeira, tecido, tela, entre outros. Os vídeos foram produzidos pela empresa com a partici-

CARTAS

pação de artistas parceiros que utilizam os pincéis da linha artística Pinctore. “Sentimos a necessidade de ampliar nosso atendimento ao profissional oferecendo dicas de como utilizar os pincéis com peças adequadas e preservá-los. Isso nos garante maior aproximação com artistas e divulgação dos produtos”, ressalta Eduardo Brandão, diretor geral da Pincéis Tigre.

expediente Fundador: F. L. Morrell ✰18-03-1927 =23-10-2001 | Diretor Comercial: Francis Louis Morrell Júnior | Diretora Executiva: Francely Morrell |

O Jornal do Pintor está ótimo!

Projeto Gráfico: Kinthos Criação e Design | Colaboradores: Gabriela Lozasso (Mtb. 26.667) e Sandra Scigliano (Mtb. 25.798) | Publicidade: Carlos Alberto Cunha e Alessandra Pironti | Representantes: Rovenda - Repres. Poderoso (Aracaju/SE) Tel.: (79) 3254-

É o melhor meio do pintor e lojista ficar bem informado e por muitos motivos queremos assinar este belíssimo jornal”

5627/Fax: (79) 3211-3266 |Flexa Representações (Maceió/AL) Tel.: (82) 355-6112/Fax: (82) 3032-1339 | A. F. Gusmão (Belo Horizonte/ MG) Telefax: (31) 3496-0738 | Edição mensal Ano 46 - Janeiro/11 - nº 536 As opiniões dos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. Dispensada da emissão de documentação fiscal, conforme pedido de Regime Especial Protocolo 2.346/91 de 04/07/91. Não é permitida a reprodução de matérias, no todo ou em parte, sem prévia autorização e citação da fonte. “JORNAL DO PINTOR” é marca registrada pela MORRELL EDITORA TÉCNICA desde 1962 e sua utilização, sem autorização, é vedada em qualquer forma.

Danilo de Menezes Car Carvvalho, da FFinacor inacor TTint int as. intas. 2 • JANEIRO / 2011

jp@jornaldopintor.com.br www.jornaldopintor.com.br

ADMINIS TRA ÇÃ O, RED AÇÃ O E PUBLICID ADE: ADMINISTRA TRAÇÃ ÇÃO, REDA ÇÃO PUBLICIDADE: Rua Filomena Parmigiani Fiorda, 140 Cep: 04756-130 - Santo Amaro - São Paulo/SP Tel: (11) 5645-0505 | Fax: (11) 5645-0509


2011 / JANEIRO • 3


SISTEMAS TINTOMÉTRICOS

Mercado brasileiro de sistemas tintométricos apresenta crescimento Sem dúvida, podemos considerar que a utilização de sistemas tintométricos no Brasil está consolidada no mercado, afinal, eles fazem parte do dia a dia das lojas e revendedores de tintas. “As indústrias de tintas estão cada vez mais investindo nessa área, criando novos leques de cores e expandindo os negócios também para as pequenas revendas. Hoje, encontramos sistema tintométrico até nas pequenas lojas de material de construção”, comenta Alessandra Sales, gerente de marketing da Tintomatic. De fato, é um segmento que não para de crescer no país. Para o diretor comercial da Concentrated, Robson Guimarães, todo fabricante pequeno, médio ou grande que não tem um sistema tintométrico, deverá ter nos próximos anos. “Acho que a tendência é o mercado/lojista ter cada vez mais opções, podendo desta forma oferecer o sistema em todos os padrões de qualidade das tintas e texturas disponíveis hoje no mercado”, diz. E esta excelente aceitação tem justificativa. Braz A. Cortissa, gestor comercial - Divisão Equipamentos Tintométricos da Blantech, acredita que o revendedor de tintas no Brasil vem entendendo melhor os benefícios. “O sistema tintométrico oferece um número quase que ilimitado de cores ao seu cliente, com estoque quatro vezes menor. Imagine a redução do capital parado na prateleira!”, menciona o gestor e lembra que não é a toa que o mercado via sistema tintométrico nos Estados Unidos e Europa representa acima de 90 % das vendas. Marco Antonio, diretor comercial da Vitoria & Cia, ressalta

4 • JANEIRO / 2011

que o segmento mostrou-se muito robusto em 2010, tanto por causa do crescimento orgânico das empresas, como ao início da renovação do parque de máquinas das grandes marcas. Segundo ele, tornou-se importante para os fornecedores de equipamentos ter disponibilidade de soluções com melhor performance e maior desempenho para substituir equipamentos de grandes lojas que se tornaram obsoletos. “Esse movimento continuará em 2011 e início de 2012. A preocupação fica em relação às tecnologias deficientes e ultrapassadas que têm sido oferecidas ao mercado, porém, não atendem às tendências dos próximos anos. Temos que levar em conta que já estão aí exigências de dosagens muito pequenas e corantes com zero VOC (Compostos Orgânicos Voláteis), além da intolerância dos usuários com as famosas calibrações de bombas”, analisa. E para Marcos Garcia, vendedor técnico Kalay, o grande desafio neste setor - que , segundo ele, não é exclusiva dos fabricantes de equipamentos, mas também de tintas, e contudo não deixa de ser uma oportunidade de negócios -, é a necessidade da oferta de preços e serviços acessíveis que acompanham a venda destes equipamentos e produtos, tendo como grande obstáculo a ser vencido a extensão territorial do país. Conheça nas próximas páginas alguns equipamentos tintométricos disponíveis no mercado brasileiro e as novidades que surgirão neste ano. ec A Blant Blantec echh é uma empresa brasileira especializada em vários segmentos, inclusive automação bancária. Está habitua-

da a desenvolver produtos com tecnologia de ponta e destaca a Dosadora Tintométrica Automática Blancolor a qual, segundo Braz A. Cortissa, gestor comercial - Divisão Equipamentos Tintométricos da Blantech, já vem com grandes diferenciais em relação às importadas, tais como: computador blindado embutido evitando transtornos e entrada de vírus; tela touch screen (o que existe de mais moderno no mundo); estabilizador de voltagem embutido; programa de gestão, inclusive para preços; além de contar com serviço de laboratório para desenvolvimento de cores; assistência técnica rápida mesmo nos locais mais distantes; assistência técnica pessoal com custo irrisório em relação as importadas; entre outros benefícios. A empresa também disponibiliza a Dosadora para Tintas e Texturas, que de acordo com Cortissa, tem qualidade diferenciada, pois possui sistema inteligente de agitação, pés antivibração, robustez e longa durabilidade, diferenciando-se das


2011 / JANEIRO • 5


SISTEMAS TINTOMÉTRICOS

nacionais existentes. at ed é fabricante dos concentrados tintométricos A Concentr Concentrat ated de uso em tintas imobiliárias, contudo, também é representante e distribuidora autorizada no Brasil da Hongpu Eletrical Manufacture Co. Ltd., fabricante chinês de equipamentos tintométricos. Vários modelos de equipamentos são trabalhados pela Concentrated no mercado nacional, como no caso da Dosadora Automática ATS que é totalmente automática, promete fácil manutenção e alta precisão nas dosagens. Outra versão é a Dosadora Manual que, segundo o diretor comercial, Robson Guimarães, tem baixo custo de investimento e manutenção, além de diversas opções de réguas de dosagem. Na parte de Misturadores são citados o Gyro Mixer HS 5 - automático, moderno e fácil de usar; e o Gyro Mixer HS 6 – semiautomático, prático e, segundo assegura a empresa, de fácil manuseio. “A Hongpu participa todos os anos da China Coat, e atua fortemente nos mercados

6 • JANEIRO / 2011

da Europa e Ásia, o que faz com seu equipamentos estejam sempre evoluindo tecnicamente. Ela oferece um ano de garantia em todos os modelos. No Brasil, a Concentrated mantém estoque de pronta entrega das dosadoras manuais e peças de reposição para todos os produtos comercializados. Os pedidos de misturadores e dosadoras automáticas são atendidos somente com a importação”, esclarece Guimarães. A CPS Color oferece os equipamentos Corob que prometem modernidade, design inovador e excelente precisão na dosagem. Conforme esclarece Jonathan Nieves, gerente técnico da CPS Color, hoje os equipamentos Corob são montados com a eletrônica (4G), o que permite uma logística simples e fácil, reduz a manutenção - devido aos simples controles que podem ser realizados neles; além da facilidade na troca de peças.

Contudo, também existe a possibilidade de instalação de mais opcionais, como, por exemplo, no caso do sistema automático de controle de umidade. “Este sistema é essencial para colorantes com VOC Free e já está em funcionamento em diversos lugares no mundo, como Europa e Estados Unidos”, diz. Nieves garante que os equipamentos comercializados pela CPS Color são fáceis e práticos de usar, rápidos e adequados para cada necessidade dos clientes. Ele cita o Dosificador D200 4G com design moderno e compacto, recomendado para lojas de pequeno a médio porte, com consumo de energia extremamente baixo (30W/mês). “Ele é rápido e simples para uso diário e manutenção”, acrescenta. Outra solução é a D800 HD, um equipamento de grande porte para fábricas, distribuidores e lojas com alta produção.


2011 / JANEIRO • 7


SISTEMAS TINTOMÉTRICOS

Ele é recomendado para sistemas decorativos ou industriais e conta com a Tecnologia Extra da Corob - um sistema revolucionário de bombas de engrenagem em cerâmica e com controle eletrônico individual da cada circuito, permitindo assim menor consumo de energia, maior vida útil de todos os componentes e uma maior precisão na dosagem de corantes. Para Nieves, um exemplo de inovação e design é o agitador giroscópico CleverMIX: “ele é único no mercado brasileiro e mundial que conta com a função de posicionamento vertical e travamento automático da embalagem, estas duas funções permitem ao usuário um trabalho com menor esforço e maior performance”, relata. Segundo o gerente técnico, a CPS Color tem realizado atualizações tecnológicas nos seus equipamentos Corob, que permitem uma maior vida útil e exatidão nas dosagens, menor consumo de energia e funções muito mais simples e seguras. Em meados de 2011, Nieves avisa que a CPS Color lançará uma série de equipamentos econômicos totalmente automáticos que serão comercializados no mundo e apresentados também no Brasil. ement comerOs principais equipamentos da Fluid Manag Management cializados no Brasil, através da empresa Vitoria & Cia – distribuidor autorizado da marca, buscam atender todos os tamanhos de loja de tintas, como é o caso da Dosadora AT-1500 para lojas de pequeno e médio porte, e da Dosadora AT-7000 para lojas de porte médio a grande, principalmente as especializadas. A marca também apresenta o Misturador Gyro Mixer, cujo foco é em lojas com giro maior em texturas ou que desejam um

8 • JANEIRO / 2011

misturador de durabilidade e resistência superior, como uma opção do equipamento feita com porta em alumínio. Conforme opina Marco Antonio Vitoria, diretor comercial da Vitoria & Cia, no Brasil, além do porte da loja, outra classificação muito importante é a localização. Ele explica que nos casos de localidades distantes de grandes centros, onde os custos de deslocamento de técnicos para a manutenção é oneroso, a melhor opção é por equipamentos de menores índices de manutenção, maior resistência a oscilações de energia e livres de necessidades de calibração de bombas. E equipamentos com estas características são produzidos pela Fluid, inclusive opções com performance de prolongado período de uso sem necessidade de paradas. “A Dosadora AT 1500, por exemplo, absorve variações elétricas de 100 a 240 volts, necessitando como apoio estabilizadores de baixa potência, como os de 500 W; e o próprio Gyro Mixer, que

devido sua porta metálica em alumínio acabou com as visitas periódicas de troca de porta e eliminou qualquer risco de acidentes pessoais com o desprendimento de embalagens de tintas”, diz Marco Antonio. Para 2011, o diretor comercial revela o lançamento da Dosadora AT-1500 com dosagem simultânea e da AT-7000 de alta performance. “Em 2011, a grande novidade será ganho de velocidade em performance de nossas máquinas, privilegiando nossos clientes com o que existe de mais modernos em dosagem no mundo”, ressalta o diretor, acrescentando: “nossa dosadora AT 1500 terá dosagem simultânea, isso tornará esse equipamento capaz de atender uma gama maior de clientes, como lojas de pequeno e médio porte, mas que tenham picos de demanda em determinado momento da semana, como aos sábados pela manhã”. Já no modelo AT 7000 terá a opção de bombas de alta velocidade em quatro reservatórios, otimizando em até 25% o tempo de dosagem de cores médias e escuras, o que também contribui muito no atendimento dos períodos de picos de dosagem. “Estaremos concedendo para o modelo AT 7000 uma extensão de garantia especial, superior ao praticado no mercado atualmente. Vale a pena conferir, pois essa garantia poderá ser maior do que a durabilidade de bombas com outras tecnologias que conhecemos hoje”, avisa Marco Antonio. ueir a oferece o Misturador Junqueira Mod MJ A Max Junq Junqueir ueira 51.3 projetado para misturar tintas e texturas. Ele possui três velocidades, tem controle eletrônico de aceleração, comando digital e gira o produto em eixos, indicado para todos os tipos de embalagens.


SISTEMAS TINTOMÉTRICOS

Segundo o diretor da empresa Max Luiz G. Junqueira, tratase de um sistema muito silencioso, que conta com um design moderno e garante baixíssimo índice de manutenção, sendo de simples manuseio. Junqueira também salienta que é um equipamento de excelente custo benefício, sendo 100% nacional. y e oferece A Santint está no Brasil representada pela Kala alay sistemas tintométricos para o segmento imobiliário e automotivo. Na linha imobiliária tem como destaque a Dosadora Automática A3, com capacidade de até 16 canisters e sistema de pistão, que garante alta confiabilidade e dispensa a necessidade de calibração, além disso possui baixo desgaste e custo de manutenção, tornando o conjunto automático ainda mais atrativo.

A empresa oferece também o Misturador V3, sistema inédito combinado de Giro Vortex – Patente Santint, com capacidade de até 35kg e quatro velocidades, de mecânica simples e robusta. Segundo Marcos Garcia, vendedor técnico da Kalay, ele proporciona grande durabilidade, inclusive para uso em texturas. “Atualmente este conjunto proporciona os menores custos de aquisição de um sistema tintométrico automático”, garante. Completando a linha imobiliária, a Santint possui as Dosadoras Manuais M3 e M4 com diversas configurações em canisters, pistões e réguas, tendo ainda a opção em aço inox e com capacidade para 3,8 litros. “No início de 2011 também contaremos com o lançamento para o segmento automotivo da PerfitAll, sistema de Mixing Machine que além de possuir todas as configurações de embalagens, permite utilizá-las em uma mesma prateleira preenchendo ao máximo o espaço disponível e tendo como resultado

o aumento de sua capacidade total”, revela Garcia. omatic destaca o Agitador Giroscópico Tintomixer A Tint intomatic modelo T6000, equipamento mais utilizado pelos lojistas de tintas, conforme garante a gerente de marketing da empresa, Alessandra Sales. Ela explica que é um equipamento de alta tecnologia e o mais compacto e silencioso do mercado. De fabricação 100% nacional, ele possui painel digital a prova d’água, três velocidades e promete ser fácil de operar.

Recentemente, a Tintomatic lançou a nova dosadora manual TC1200 que apresenta um design moderno e assegura, segundo o fabricante, alta precisão na dosagem dos colorantes. Este equipamento possui temporizador eletrônico para homogeneização dos colorantes, além de plataforma ajustável para embalagens de 18 litros, galão e ¼ de galão. De acordo com Alessandra, essa dosadora é a solução ideal para os pequenos estabelecimentos, que precisam de um produto eficiente e preciso, porém com baixo custo.

2011 / JANEIRO • 9


LOJA

Criciúma ganha loja conceito da marca Anjo O diferencial dessa loja está no cubo Anjo, na disponibilização das embalagens e o simulador de ambientes. A linha imobiliária também é destaque do espaço

A primeira loja conceito da Anjo foi inaugurada no final do ano juntamente com o empreendimento do Giassi Supermercados na cidade de Criciúma (SC). Com o nome Shopping das Cores, esse espaço foi idealizado para dar mais visibilidade à marca e facilitar o acesso aos produtos Anjo. O proprietário Eduardo Alborghetti, explica que escolheu abrir sua loja neste espaço porque o mercado está muito concorrido e também está sempre em busca de novidades para atender melhor seus clientes. “Achei a ideia de ter uma loja junto a um supermercado muito interessante porque o fluxo de pessoas é grande, estaremos mais perto do consumidor

10 • JANEIRO / 2011

final e o horário de atendimento é diferenciado”, comenta. Para o diretor de marketing da Anjo, Vaty Colombo, esta ideia de loja conceito é uma estratégia da empresa que deverá se estender para todo o Brasil. “Acreditamos nesta modalidade porque o horário de atendimento é flexível dando a oportunidade às pessoas que vão ao supermercado semanalmente, de ir até a loja, escolher a cor de sua preferência no simulador de ambientes, sem se preocupar com tempo”, destaca. O diferencial dessa loja conceito da Anjo está no cubo Anjo, na disponibilização das embalagens e o simulador de ambientes. A linha imobiliária será o destaque do espaço,

mas produtos da linha automotiva também poderão ser adquiridos. “Será um local exclusivo para conhecer e comprar produtos da marca Anjo com um atendimento profissional e personalizado”, explica Colombo. Há quatro anos trabalhando com os produtos da Anjo em outra loja, Alborghetti está investindo neste espaço porque acha os produtos de qualidade e a marca está crescendo a cada dia. “A Anjo é uma empresa forte no mercado e acredito nessa nova estratégia de diferenciação da marca”, complementa. O novo empreendimento do Giassi Supermercados possui 600 vagas de estacionamento e 60 lojas de apoio.


PROMOÇÃO

Coral presenteia com sacolas ecofashion assinadas por Alexandre Herchcovitch Coleção exclusiva ficou à disposição de consumidores em pontos de venda de todo o Brasil De olho no público feminino de consumidores, a Coral, marca de tintas decorativas da AkzoNobel, fechou no final do ano passado uma parceria com o estilista Alexandre Herchcovitch para desenvolver sacolas ecofashion, produzidas com sobra de materiais de coleções antigas do estilista. A marca, que dita tendências de cores todos os anos com o Colour Futures, o estudo global de cores da AkzoNobel, firmou pela segunda vez parceria com estilistas brasileiros. Em 2008, a marca patrocinou o desfile de Dudu Bertholini no SPFW. Os modelos de sacolas aliam moda e sustentabilidade. A preocupação em reaproveitar o material resultou em uma coleção exclusiva para a promoção. “Serão 100 mil sacolas e mais de 100 modelos. A consumidora terá a chance de colecionar produtos exclusivos, com a qualidade da Coral e modelos criados pelo reconhecido estilista” reforça André Niero, diretor de vendas da AkzoNobel Tintas Decorativas. A promoção funciona como um comprou, ganhou. A cada 16 litros comprados das linhas Decora ou Super Lavável, do segmento Premium da Coral, o consumidor ganha uma sacola. A promoção permanece enquanto durarem os estoques e ocorre em todo o Brasil.

2011 / JANEIRO • 11


TINTA EPÓXI

Tinta Epóxi: por um 2011 melhor Apesar de todo o clima de euforia do mercado em 2010, o segmento de tinta epóxi não conseguiu acompanhar o grande desenvolvimento do setor de tintas como um todo. O resultado está longe de ter sido ruim, porém, os fabricantes entrevistados esperam que 2011 seja ainda melhor. De acordo com Ricardo Araújo, da equipe técnica da Brasilux, o mercado nacional está cada vez mais informado sobre os produtos disponíveis para pintura e proteção. “E é aqui que a resina epóxi ganha, já que possui uma grande maleabilidade em sua utilização”, afirma. Tanto a Anjo Química, quanto a Perfortex, não obtiveram um 2010 tão positivo, porém ambas acreditam que os próximos doze meses serão promissores. “Temos pouca penetração neste segmento, mas acreditamos nas aplicações direcionadas a pisos industriais”, diz Vaty Colombo, diretor de marketing da Anjo. “As empresas hoje têm uma maior consciência em proteger seus equipamentos, já que o custo da corrosão é muito alto. Por este e outros motivos, temos a certeza de crescimento em 2011”, complementa Gustavo Lopes, do marketing da Perfortex. Com um crescimento declarado de mais de 10% no ano passado, a Tintas Âncora, acredita no desenvolvimento da linha para revestimentos de piso. “Isso se deve às facilidades de limpeza e a eliminação da contaminação do subsolo, além da linha para arquitetura”, explica Silvério Macchia, químico responsável. Com crescimento um pouco menor, porém não menos signi-

12 • JANEIRO / 2011

ficativo (em torno de 6%), está a Maza. Segundo Marcelo Neto, gerente nacional de vendas, a empresa realizou algumas pesquisas qualitativas, que reforçaram o crescimento da tinta epóxi durante este ano. Nesta matéria é possível conhecer os lançamentos de algumas empresas já neste primeiro mês, ressaltando a confiança de todos no segmento. Confira. a é composta por dois A tinta epóxi fabricada pela Âncor Âncora componentes (a base epoxídica e o endurecedor, que pode ser uma amina, uma poliamina, uma poliamida ou ainda uma

poliamidoamina, entre outros). O produto é oferecido à base de água (Aquabase Epóxi N) ou solvente (Duron 2000 e Duron 2500 ATS). Estes produtos são de elevada resistência físico-química, porém não são indicadas para a aplicação em ambientes externos, pois com o tempo sofrem amarelamento e calcinação. A indicação é para ambientes internos, tais como pisos, paredes de concreto e alvenaria, podendo também ser aplicada sobre metais. A novidade para este ano é o lançamento da Aquabase de cor 100% branca, já que a Aquabase Epóxi N não permite obter uma cor totalmente branca, devido às características de seus veículos. A Anjo Química apresenta tintas epóxi com excelente resistência química em ambientes de média e alta agressividade. Os produtos podem ser aplicados em diversos tipos de ambientes, desde que tenham um tratamento prévio da superfície, conforme a recomendação na embalagem. Para este ano, a novidade - ainda em período de avaliação - é um epóxi à base de água. asilux oferece vários tipos de resinas epóxi direcionadas A Br Brasilux às mais diversas aplicações. O mais recente lançamento da empresa é o Epóxi Poliamida Plus, indicado especialmente para pinturas em regiões altamente úmidas, proporcionando excelente aderência mesmo na condição citada. O produto tam-


TINTA EPÓXI

bém pode ser aplicado em cimento, fibra, aço e estruturas metálicas, além de outras superfícies que necessitem de alta proteção anticorrosiva com excelente custo x benefício. Os outros produtos da linha epóxi da Brasilux são: Epóxi Poliamida e Epóxi Poliamina. A Maza apresenta uma tinta epóxi catalisável, ou seja, bicomponente. Suas principais características são a resistência à abrasão, à umidade e aos ataques químicos. A formulação dos produtos é normatizada pela ABNT, o que confere aos produtos excelente qualidade, aderência e um grau superior de dureza. O epóxi Maza pode ser aplicado em superfícies de reboco, concreto, azulejos, pisos, metais ferrosos e madeira não resinosa. Neste mês, a empresa está lançando uma embalagem dedicada ao produto, assim como oito cores de catálogo, que

são: branco, azul, vermelho, preto, amarelo, verde, cinza claro e cinza médio.

linha epóxi à base de água será ampliada com novidades para a pintura de piso e estrutura metálica.

Os produtos epóxi apresentados pela Per erffor orttex são bicomponentes, com excelente resistência química e também à umidade. São indicados como revestimento de pisos, estruturas metálicas, tanques e máquinas, entre outras aplicações. Além disso, segundo a empresa, o produto confere ao sistema um excelente custo x benefício, protegendo o substrato dos efeitos da corrosão. Nestes primeiros meses do ano, a Perfortex irá lançar o Epóxi Novolac, com maior resistência química, à abrasão e, principalmente, à temperatura, podendo aguentar até 200oC. Outro lançamento é um epóxi com secagem rápida – em torno de três horas e um terceiro produto com cura em baixa temperatura, o que é ideal para pinturas de câmeras frias. A

as não int Em seu portfólio próprio de produtos, a Rec eckk TTint intas tem tinta epóxi. Porém, a fabrica no conceito de private label, ou seja, com marca própria ou com exclusividade, inclusive para exportação. O principal produto é o Esmalte Epóxi, que é bi-componente, catalisável, de alta qualidade e com acabamento brilhante. Oferece alta dureza, ótima aderência e durabilidade, além de grande resistência à umidade e abrasão. O Esmalte Epóxi é indicado para uso doméstico, profissional e industrial em superfícies de reboco, azulejos, pisos, metais ferrosos e madeiras não resinosas. A empresa está trabalhando em um produto à base de água, mas ainda não existe previsão de lançamento no mercado.

2011 / JANEIRO • 13


REVENDA

Grupo Só Tintas reforça participação na região serrana do estado do Rio de Janeiro O Grupo fez uma aquisição estratégica que projetará seu crescimento para 2011

A rede de lojas de tintas do estado do Rio de Janeiro, que possui cinco lojas e um atacado de tintas e de complementos de pintura, adquiriu as lojas Provinciana Tintas, Mago das Cores e Todas as Tintas, revendas em atividades há mais de 23 anos na região de

14 • JANEIRO / 2011

Petrópolis (RJ). “Foi uma aquisição estratégica, pois reforçamos a nossa participação no mercado da região serrana do estado, no qual estaremos com uma presença maior na cidade de Petrópolis, em áreas de maior movimento e consumo”, comenta Frederico Borba, um dos

sócios-diretores do Grupo. Borba explica que as lojas estão sendo reformadas para entrarem no padrão da Só Tintas e terão um mix de produtos mais sofisticados para atender a demanda do mercado da região. As lojas da Só Tintas continuarão a atender o mercado

varejista, assim como oferecerá soluções específicas ao segmento da construção civil. “A Só Tintas vai continuar sua expansão para a Baixada Fluminense e Grande Rio sempre aproveitando as oportunidades que surgirem”, avisa Borba.


TECNOLOGIA

TotalSystem desenvolve linha Tec-Import A empresa utiliza tecnologia de ponta para atender o mercado de pintura e repintura, apresentando produtos inovadores, como o conjunto de discos de espumas com suporte removível ventilado A fim de acompanhar as necessidades do mercado, a TotalSystem desenvolveu a linha Tec-Import que é formada pelo conjunto de discos dupla face de fio e espuma, e tem como destaque o conjunto de discos de espumas ventiladas. Estes produtos são de desenvolvimento exclusivo e patenteado pela TotalSystem, com uma extraordinária aceitação, segundo a fabricante. O conjunto de discos de espumas ventiladas permite, através da ação dos cortes na espuma e seu suporte removível, diminuir a temperatura na área de trabalho ente 15% a 20%, assegurando maior proteção nas tintas e vernizes. “Com os cortes na espuma e no suporte, garantimos a ação de ventilação durante toda a vida útil do produto”, garante o diretor da Totalsystem, Daniel Berardi. Inicialmente, estão no mercado duas opções: Conjunto Espuma Macia (cor amarela) para polimentos leves ou manutenção e acabamento – dá brilho e tira os hologramas - e o Conjunto Espuma Super Macia (cor preta) para acabamento final e cristalização. As opções estão disponíveis nas medidas normais de produção: 8” 203 mm ou Mini de 5,5” 140mm Com oito modelos de discos dupla-face em fio ou espuma, a TotalSystem também oferece ao mercado produtos exclusivos, como o disco dupla-face de fio azul para polimento e acabamento de resinas náuticas; e a boina de fio preto, desenvolvida para o polimento de cores escuras.

Sobr e a TTo otalSy Sobre alSysstem

O consumidor ainda conta com discos para polimento agressivo (fio cor natural mesclado com vermelho); discos para polimento normal (fio cor natural); e disco acabamento-brilho (fio cor amarela) que promete proporcionar brilho e eliminar hologramas, deixando a superfície pronta para cristalizar. A linha de fio é fabricada em duas medidas: 8,5” ou 220 mm – a maior do mercado - e mini de 5,5” ou 140mm. A empresa fabrica também os discos dupla-face de espuma de poliéster em dois tipos - espuma macio e espuma super macio - em medida de 8” ou 203 mm.

Com apenas seis meses atuando no mercado varejista, a empresa vem fortalecendo sua posição, graças a uma ampla linha de produtos que promete alta qualidade e desempenho, acompanhados por programas de sustentabilidade ambiental. Crescendo a passos firmes, inclusive nos países membros do Mercosul, sua gama de produtos atende o setor automobilístico, náutico, aviação e moveleiro. A empresa possui capital 100% nacional e utiliza tecnologia e mão de obra totalmente local, permitindo competir de igual por igual com empresas estrangeiras. Segundo Lucas Felipe, gerente de novos negócios, a preocupação com a sustentabilidade é muito importante e a qualidade dos produtos é assegurada pelos rígidos controles, desde a escolha das matérias-primas até um teste final de cada produto. Atualmente, são fabricados mais de 80 itens nas fábricas da empresa. Para o diretor da Totalsystem, Daniel Berardi, “temos uma longa experiência em vendas institucionais, onde nossa qualidade já foi testada e aprovada pelas maiores e mais importantes empresas nacionais e multinacionais do setor. Além disso, temos o reconhecimento de montadoras, oficinas e estaleiros de referência”.

2011 / JANEIRO • 15


CORES

Suvinil apresenta novo leque de cores Paleta reformulada conta com 1533 cores, com destaque para os tons inéditos: off-whites, soft colors e violetas. Cores ganharam nomes criativos para facilitar a memorização e isoladores asseguram maior precisão na escolha da tonalidade Após quase um ano de trabalho intenso, a Suvinil apresenta ao mercado o seu novo leque de cores. A paleta é composta por 1533 tons, sendo 1456 cores lisas, 21 tons de verniz e 56 metalizados. O leque apresenta também três famílias inéditas: off-whites, soft colors e violetas. Além dos vermelhos, alaranjados, amarelos, verdes, azuis, marrons e neutros. As cores agora também passam a ser identificadas por nomes e não apenas com códigos. Outra novidade são os três isoladores de cor, que proporcionam melhor visualização, sem interferência dos demais tons da página. “A organização está diferenciada. São cinco páginas com informações básicas e ainda índice alfabético e índice alfanumérico para facilitar a localização das cores”, explica Karina Walter, coordenadora de marketing da Suvinil.

No total, são mais de 650 cores totalmente novas e aproximadamente 850 foram especialmente selecionadas de leques anteriores da Suvinil e mantêm os códigos já conhecidos. Apenas as cores inéditas têm referências e códigos novos. As anteriores, que não estão nesse novo leque 2011, permanecem

disponíveis no sistema SelfColor. “Com a reformulação do leque, conseguimos oferecer opções mais diversificadas para os nossos consumidores, ajudando-os na hora de escolher a cor. Além disso, a identificação por nomes e os isoladores vão auxiliálos ainda mais nesse processo”, afirma Karina. O leque de cores foi reorganizado seguindo a teoria das cores e, respeitando a ciência delas. Assim, foi desenvolvido um leque completo, que oferece ao consumidor novas possibilidades no mundo das cores. “Trabalhamos no dimensionamento da percepção da cor, tais como a saturação, cromaticidade, tonalidade e luminosidade”, afirma Osmar Caliman, químico especializado do laboratório de tintas imobiliárias na área de cores e sistemas tintométricos.

Leroy Merlin e Suvinil revitalizam a Fundação Gol de Letra em comemoração aos seus 10 anos A Fundação Gol de Letra, criada pelos ex-jogadores Raí e Leonardo, completou em 2010 uma década de vida. A instituição que atua em São Paulo e no Rio de Janeiro é reconhecida pela Unesco e desenvolve programas para mais de 1.200 crianças, adolescentes e jovens carentes de até 24 anos. Para dar continuidade à série de comemorações, a fundação recebeu no final do ano passado uma cara nova. Colaboradores voluntários da Leroy Merlin doaram seu tempo e trabalho para revitalizar a sede da fundação na Vila Albertina, em São Paulo. Eles pintaram salas, corredores e escadas com tintas doadas pela Suvinil. Além dos funcionários da rede francesa, 25 pintores da comunidade, que residem próximo a fundação, também

colocarão a mão na massa. Eles foram treinados por técnicos da Suvinil durante 12 horas e receberam capacitação para realizar este e outros trabalhos de pintura. Diversos espaços da instituição serão renovados, em um total de cinco mil metros quadrados. “Estamos muito orgulhosos de poder colaborar com uma fundação idônea como esta. Trazer novas cores para o espaço proporciona um ambiente mais agradável e eleva a autoestima dos moradores. A capacitação dos pintores também é de extrema importância, já que possibilita trocas de experiências importantes e novos conhecimentos”, explica Francisco Verza, vice-presidente de Tintas Imobiliárias e Repintura da BASF.

INICIATIVA

Sincomavi lança programa de capacitação para deficientes físicos O projeto prevê a capacitação e formação de profissionais com deficiência física, bem como de jovens aprendizes, para a atuação no varejo de material de construção e na construção civil O termo de cooperação técnico, social e cultural, firmado no final do ano passado pelo Sincomavi, Brukcham (Câmara de Comércio, Indústria e Serviços Brasil Reino Unido), Fenavape (Federação Nacional das Avapes) e Avape (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência), busca facilitar o cumprimento da lei 8213, que estabelece para organizações com 100 ou mais funcionários a obrigatoriedade de preencher de 2% a 5% de seus cargos com beneficiários reabilitados, ou pessoas portadoras de deficiência. O projeto prevê a capacitação e formação de profissionais com deficiência física, bem como de jovens aprendizes, para a atuação no varejo de material de construção e na construção civil. 16 • JANEIRO / 2011

Reinaldo Pedro Correa presidente do Sincomavi

O presidente do Sincomavi, Reinaldo Pedro Correa, diz estar muito orgulhoso de representar o primeiro sindicato patronal que se engaja neste importante movimento de inclusão social: “a portaria 92 deu maior clareza à lei e condições para que as empresas comecem a cumprir a legislação”, ressalta. Pelo acordo, o Sincomavi fica responsável pela negociação de pactos com o Ministério do Trabalho, com o apoio dos sindicatos dos empregados, para a obtenção de prazos mais dilatados e estabelecimento de metas para a regularização de empresas com dificuldades em atender a legislação. Brukcham, Fenavape e Avape oferecerão programas específicos de capacitação e treinamento, que atendam às necessidades das empresas do segmento.


RECONHECIMENTO

Futura Tintas é reconhecida “Empresa Amiga do Bem” Empresa apóia a ONG Amigos do Bem que lidera projetos de desenvolvimento humano e social no sertão nordestino A Futura Tintas recebeu da ONG Amigos do Bem o certificado de Empresa Amiga do Bem, reconhecimento dado a empresas que contribuem com os projetos desenvolvidos pela entidade no sertão nordestino. Desde 2007, a fabricante de tintas é parceira da instituição que lidera projetos de desenvolvimento humano e social no sertão dos estados de Alagoas, Pernambuco e Ceará. Em 2010, por exemplo, a Amigos do Bem entregou casas de alvenaria, construiu uma fábrica de

G U I A

beneficiamento de caju, apoiou a produção de artesanato pelas comunidades atendidas e prestou atendimento médico e odontológico, entre outras ações. Graças ao apoio da Futura e de outras cerca de 100 grandes marcas brasileiras de vários segmentos industriais é que 9.600 famílias do sertão, cerca de 60 mil pessoas, tiveram suas vidas transformadas para melhor. “A Amigos do Bem faz um trabalho nobre. Resgata a dignidade das famílias através da

D E

construção de moradias dignas e da geração de trabalho e renda. A Futura se sente muito feliz em poder contribuir com essa nova realidade”, afirma Rubens Sidorovich, diretor comercial da Futura Tintas.

Rubens Sidorovich (diretor comercial da Futura Tintas), recebe o certificado de Alcione de Albanesi (presidente da ONG Amigos do Bem)

P R O D U T O S

&

S E R V I Ç O S

2011 / JANEIRO • 17


G U I A

18 • JANEIRO / 2011

D E

P R O D U T O S

&

S E R V I Ç O S


ONDE COMPRAR BEM BUTANTÃ

FREGUESIA DO Ó/PIRITUBA

MORUMBI

PIRITUBA

A loja mais completa de São Paulo

CENTRAL TELEVENDAS [11]

3746-3450

VL. SONIA Av. Prof. Francisco Morato, 3777 - (11) 3746-3450 BUTANTÃ Rua Camargo, 99 - (11) 3819-5000 JABAQUARA Av. Jabaquara, 1863 - (11) 5587-1000 OSASCO Av. dos Autonomistas, 413 - (11) 3743-4000

HIGIENÓPOLIS

SÃO MATEUS

www.tintasfamosas.com.br VILA FORMOSA

BUTANTÃ

SANTANA

CAMBUCI

IPIRANGA

CAXINGUI

ZONA LESTE

AUTOMOTIVAS E RESIDENCIAIS ENTREGAMOS EM TODA GRANDE SÃO PAULO DESENVOLVIMENTO DE CORES ESPECIAIS IPIRANGA: Estrada das Lágrimas, 2026 CARRÃO: Av. Guilherme Giorgi, 684 [11] 2097-3034

ATENDIMENTO:

[11]

2914-0699

vendas@galpaotintas.com.br IPIRANGA

CENTRO “EMPRESA FUNDADA EM 1938”

TINTAS RESIDENCIAIS, AUTOMOTIVAS E I NDUSTRIAIS ARTIGOS PARA PINTURAS EM GERAL

TUDO PARA A PINTURA DE SUA CASA E CARRO

Matriz: Av. Rio Branco, 738 - Tels.: 3221-4186 / 3221-1609 Loja 2: R. Monteiro de Melo, 373/377 - Tel.: 3865-5802 Loja 3: R. Alvarenga, 1179 - Tels.: 3032-1702 / 3813-8346 Loja 4: R. Clélia, 1789 - Tels.: 3673-0433 / 3673-0014 Loja 5: Av. Jangadeiro, 347 - Tels.: 5666-7658 / 5667-4926 Loja 6: Al. Araguaia, 870 - Tels.: 4193-6708 / 4689-0996

Rua Silva Bueno, 1.949 - Tel. 2914-0955 Av. Paes de Barros, 3.354 - Tel. 2274-1433 Via Anchieta, 1.200 - Tel. 2914-6800 www.comapitintas.com.br 2011 / JANEIRO • 19


ONDE COMPRAR BEM ZONA LESTE

BARUERI/SP

RIO CLARO/SP

BRASÍLIA/DF

SANTO ANDRÉ/SP

ITAJAÍ/SC

TINTAS AUTOMOTIVAS • IMOBILIÁRIAS • INDUSTRIAIS • ARTESANATO E AFINS

Vl. Prudente: Av. do Oratório, 3.215-A [11] 2024-9200 Mooca: Rua Visconde de Inhomerim, 1.148 [11] 2362-8600 www.atacadaodastintas.com.br

Sistemas: SELFCOLOR - CORAL - LUKSCOLOR LAZZURIL [AUTOMOTIVA] MATRIZ: Rua Duque de Caxias 783 Centro Fone/Fax [11] 4198-5111 -sulamerica.tintas@terra.com.br FILIAL: Av. Independência 4911 Éden - Sorocaba/SP Fone [15] 3325-2523/3739 - Fax [15] 3325-3354 sulamericatintas@superig.com.br

ZONA SUL

BOITUVA/SP

[47]

R. Joaquim Floriano 442 - Itaim Bibi - 3167-7821 Av. Prestes Maia 635 - Centro - 3228-3611 Av. Moreira Guimarães 1393 - Moema - 5044-3292 Av. Morumbi 8281 - Brooklin - 5531-7112 R. Domingos de Moraes 749 - Vl. Mariana - 5081-7330 R. Rui Barbosa 236 - Bela Vista - 3253-0123 Av. Rangel Pestana 1400 - Brás - 3313-2418 Rua da Mooca, 608 - 3207-0112

BAURU/SP

TINTAS DAS MELHORES MARCAS, COM O MELHOR PREÇO PARA O ACABAMENTO DE SUA CONSTRUÇÃO. (15) (15)

3363-1303 3363-1304

TINTAS E ARTIGOS PARA PINTURA EM GERAL

tintajai@brturbo.com.br

www.jctintas.com.br Av. Mário Pedro Vercellino, 362 - Centro

Rua A lflfrred oE oR Alf edo Eiicke, 114 Bar Barrra d do Riio

JOAÇABA/SC

MOGI DAS CRUZES/SP

PIRACICABA/SP

SÃO BERNARDO DO CAMPO/SP

RIO DE JANEIRO/RJ

A CASA DO RAMO QUE MAIS BARATO VENDE ESPECIALIZADA EM TINTAS PARA AUTOMÓVEIS E CONSTRUÇÃO • VERNIZES • ESMALTES • SOLVENTES • PINCÉIS, ETC. ENTREGAS RÁPIDAS

MATRIZ: Av. Dom Hélder Câmara, 7721 (antiga Suburbana) Piedade - Rio De Janeiro/RJ PABX (21) 2597.2644 Fax (21) 2596.8010 FILIAL: R. Barão de Ipanema, 43 - Loja A Copacabana - Rio De Janeiro/RJ / PABX (21) 2235.2910 e-mail: mar@mardastintas.com.br | www.mardastintas.com.br

PIRACICABA/SP

ANUNCIE AQUI

Para anunciar nesta seção

RIO DE JANEIRO/RJ

Pensou em Pintar, venha para ...

sua loja pagará somente R$ 121,00 por mês. Ligue para: (11) 5645.0505

R.D.L. TRANSPORTES ESPECIALISTA NO TRANSPORTE DE TINTAS E COMPLEMENTOS COM SEGURO TOTAL DA CARGA Excelente estrutura de Coletas e Entregas com Rapidez e Segurança em todo Grande Rio e Grande São Paulo SÃO PAULO/SP: Rua Pedra Sabão 409 Vl. Guilherme Telefax (11) 2909-0907 RIO DE JANEIRO/RJ: Av. Nova York 398 Bonsucesso Telefax (21) 2590-7773 20 • JANEIRO / 2011

Tintas Automotivas, Frota, Hospitalar, Imobiliária, Industriais e Acessórios em geral AV. DOM HELDER CÂMARA, 9440 - CASCADURA - RJ TEL.: [21] 2599-2606 | FAX: [21] 2593-6122 www.colorimetria.com.br e-mail: colorimetria@colorimetria.com. br

Aqui não fazemos só tinta. Fazemos também amizade!!!

VARGINHA-TRÊS CORAÇÕES-TRÊS PONTAS/MG


BOLSA DE SERVIÇO DA REPINTURA AUTOMOTIVA Esses valores são sugestivos podendo variar de região para região e não incluem montagem, desmontagem, parte elétrica e tapeçaria

SUGESTÃO BÁSICA DE ORÇAMENTO PARA REPINTURA AUTOMOTIVA:

ESMALTE SINTÉTICO CAPÔ

ESMALTE POLIURETANO

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

170,00

200,00

230,00

PEÇA RECUPERADA

200,00

230,00

260,00

PARA-LAMA

CAPÔ

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

250,00

300,00

350,00

PEÇA RECUPERADA

280,00

330,00

380,00

PARA-LAMA 80,00

100,00

120,00

PEÇA NOVA

140,00

170,00

200,00

100,00

120,00

150,00

PEÇA RECUPERADA

170,00

200,00

230,00

80,00

100,00

120,00

PEÇA NOVA

180,00

210,00

240,00

PEÇA RECUPERADA

100,00

120,00

150,00

PEÇA RECUPERADA

210,00

240,00

270,00

TET O TETO

180,00

200,00

250,00

TET O TETO

300,00

350,00

380,00

600,00

700,00

800,00

700,00

800,00

900,00

1.800,00

2.400,00

2.800,00

PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

LA TERAL TRASEIRA LATERAL PEÇA NOVA

LA TERAL TRASEIRA LATERAL

TRASEIRA COMPLET A COMPLETA

300,00

350,00

400,00

TRASEIRA COMPLET A COMPLETA

FRENTE COMPLET A COMPLETA

350,00

400,00

450,00

FRENTE COMPLET A COMPLETA

1.000,00

1.200,00

1.500,00

PINTURA T OTAL TO

PINTURA T OTAL TO

BASE POLIÉSTER CAPÔ

BASE ÁGUA CAPÔ

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PEÇA NOVA

250,00

300,00

350,00

PEÇA NOVA

450,00

500,00

550,00

PEÇA RECUPERADA

280,00

330,00

380,00

PEÇA RECUPERADA

450,00

500,00

550,00

PARA-LAMA

PARALAMA

PEÇA NOVA

140,00

170,00

200,00

PEÇA NOVA

400,00

450,00

500,00

PEÇA RECUPERADA

170,00

200,00

230,00

PEÇA RECUPERADA

400,00

450,00

500,00

PEÇA NOVA

500,00

550,00

600,00

LA TERAL TRASEIRA LATERAL

LA TERAL TRASEIRA LATERAL

PEÇA NOVA

180,00

210,00

240,00

PEÇA RECUPERADA

210,00

240,00

270,00

PEÇA RECUPERADA

500,00

550,00

600,00

TET O TETO

300,00

350,00

380,00

TET O TETO

600,00

700,00

800,00

TRASEIRA COMPLET A COMPLETA

600,00

700,00

800,00

TRASEIRA COMPLET A COMPLETA

600,00

600,00

600,00

FRENTE COMPLET A COMPLETA

700,00

800,00

900,00

FRENTE COMPLET A COMPLETA

1.000,00

1.200,00

1.500,00

1.800,00

2.400,00

2.800,00

PINTURA T OTAL TO

4.000,00

5.000,00

6.000,00

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

PINTURA T OTAL TO

LACA NITROCELULOSE CAPÔ PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

CARRO PEQUENO

CARRO MÉDIO

CARRO GRANDE

170,00

200,00

230,00

200,00

230,00

260,00

PARA-LAMA PEÇA NOVA PEÇA RECUPERADA

80,00

100,00

120,00

100,00

120,00

150,00

LA TERAL TRASEIRA LATERAL

80,00

100,00

120,00

PEÇA RECUPERADA

100,00

120,00

150,00

TET O TETO

180,00

200,00

250,00

TRASEIRA COMPLET A COMPLETA

300,00

350,00

400,00

PEÇA NOVA

FRENTE COMPLET A COMPLETA PINTURA T OTAL TO

350,00

400,00

450,00

1.000,00

1.200,00

1.500,00

JP Diverte O sujeito estava parado na porta de um boteco, quando vê um garoto com um cachorro enorme, todo pintado de vermelho, sendo puxado por uma corda amarrada nos seus testículos. Comovido com o sofrimento do cachorro, o sujeito aborda o garoto: - O que é isso, meu filho? O que você está fazendo? - Estou brincando de bombeiro! Achando que seria mais fácil se entrasse na do garoto, o cara sugere:

- Então porque você não amarra a corda no pescoço do cachorro? O seu carro de bombeiro vai ficar muito mais rápido. - Eu sei, mas aí eu fico sem a sirene! # Um homem telefona para a sua esposa e diz: - Querida, o meu chefe me convidou e alguns dos seus amigos para irmos pescar num lago distante. Vamos ficar fora uma semana.

Esta é uma excelente oportunidade para eu conseguir a promoção que tenho esperado; por isso me prepare roupa suficiente para uma semana, e também a minha caixa de apetrechos de pesca. Vamos partir diretamente daqui do escritório, e vou passar aí apenas para apanhar essas coisas. Ah... por favor, coloque também o meu pijama novo, aquele de seda azul. A mulher acha esse pedido um bocado estranho, mas atende. No fim de semana seguinte, ele regressa

da pescaria um tanto cansado; mas, fora isso, nada de anormal. A mulher recebe-o com um beijo e pergunta se apanharam muitos peixes. - Sim! Muitos pargos, algumas garoupas e uns poucos carapaus. Mas, porque você não colocou o meu pijama de seda azul, tal como pedi? A mulher apenas olha fixamente nos olhos dele e responde segura de si: - Coloquei sim, querido! Coloquei-o dentro da caixa de apetrechos de pesca! 2011 / JANEIRO • 21


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA PREÇOS BBASEADOS ASEADOS EM CUS OTAL FIN AL APURADO CUSTTO TTO FINAL

PL ANILHA DE CCO OTAÇÃ O PLANILHA ÇÃO

(Mão-de-obra, leis sociais, faturamento, tintas, massas ou

Acima de 3 metros Nível A: Andaime

vernizes em geral, ferramentas e equipamentos gerais, in-

Acima de 6 metros Nível B: Cadeira Suspensa

ml - Metro linear

clusive balancins, etc), com responsabilidade total de

Acima de 6 metros Nível C: Balancim Manual

m = Metro

PINTURA PRONTA.

Acima de 6 metros Nível D: Balancim Elétrico

S/B - Semibrilho

CONCRETO OU T JOLO APARENTE S one ba e de água S one ba e o en e Ve n a o ba e de água Ve n a o ba e de o en e Ve n po u e ano mono om ponen e omponen

0 29 m 5 42 m 2 004 4m 8 59 m 22 72 m

FUNDOS E RESTAURAÇÕES De a amen o de Supe e a é 3 m De a amen o de Supe e a ma de 3 m De a amen o de Supe e a ma de 6 m De a amen o de Supe e a ma de 6 m De a amen o de Supe e a ma de 6 m undo P epa ado a é 3 m Ap a ão de FFundo Ap a ão de FFundo undo P epa ado a ma de 3 m Ap a ão de FFundo undo P epa ado a ma de 6 m Ap a ão de FFundo undo P epa ado a ma de 6 m Ap a ão de FFundo undo P epa ado a ma de 6 m Ap a ão de FFundo undo m pe meab an e a é 3 m mpe Ap a ão de FFundo undo m pe meab an e a ma de 3 m mpe Ap a ão de FFundo undo m pe meab an e a ma de 6 m mpe Ap a ão de FFundo undo m pe meab an e a ma de 6 m mpe Ap a ão de FFundo undo m pe meab an e a ma de 6 m mpe Re au a ão de F u a a é 3 m Re au a ão de F u a a ma de 3 m Re au a ão de F u a a ma de 6 m Re au a ão de F u a a ma de 6 m Re au a ão de F u a a ma de 6 m Re au a ão de T n a de Ma a a é 3 m Re au a ão de T n a de Ma a a ma de 3 m Re au a ão de T n a de Ma a a ma de 6 m Re au a ão de T n a de Ma a a ma de 6 m Re au a ão de T n a de Ma a a ma de 6 m Re au a ão de T n a de A ena a a é 3 m Re au a ão de T n a de A ena a a ma de 3 m Re au a ão de T n a de A ena a a ma de 6 m Re au a ão de T n a de A ena a a ma de 6 m Re au a ão de T n a de A ena a a ma de 6 m E e u ão de Embo o a é 3 m E e u ão de Embo o a ma de 3 m E e u ão de Embo o a ma de 6 m E e u ão de Embo o a ma de 6 m E e u ão de Embo o a ma de 6 m

N N N N

e e e e

A B C D

N N N N

e e e e

A B C D

N N N N

e e e e

A B C D

N N N N

e e e e

A B C D

N N N N

e e e e

A B C D

N N N N

e e e e

A B C D

N N N N

e e e e

A B C D

0 35m 0 43m 0 58m 0 667m 7m 0 78m 2 60m 3 30m 4 05m 4 40m 5 20m 5 0m 5 80m 6 50m 7 20m 7 90m 0 90m 20m 45m 75m 2 05m 3 0m 3 50m 4 20m 4 90m 5 20m 5 5m 5 70m 6 20m 6 90m 7 30m 5 0m 6 30m 7 05m 7 90m 8 40m

PINTURA INTERNA - TETOS E PAREDES Lát ex PV A sim ples c/fundo unif or mizant e - sobr e emboço ..................................................................................................................... 6,4 7 m2 Láte PVA simples unifor ormizant mizante sobre 6,47 Lát ex PV A c/massa cor cial - sobr e emboço ou g esso ...................................................................................... 9,0 7 m2 Láte PVA corrrida padrão comer comercial sobre gesso 9,07 Lát ex PV A c/massa cor o e rre etoq ues c/iluminação ffar ar Láte PVA corrrida padrão lux luxo oques artta no local sobr e emboço ou g esso ....................................................................................................................................................................... 11,89 m2 sobre gesso Lát ex PV A c/massa cor o e rre etoq ues sobr e emboço ou g esso Láte PVA corrrida padrão lux luxo oques sobre gesso c/acabament o ffinal inal em vver er niz sobr e lát ex (liq uibr ilho) ........................................................................................................................... 12,4 4 m2 c/acabamento erniz sobre láte (liquibr uibrilho) 2,44 Só massa cor a rreceber eceber papel de par ede sobr e emboço .................................................................................................. 5,69 m2 corrrida par para parede sobre Óleo sim ples c/f aix a sinalizada par a bar ar ag em ................................................................................................................ 15,00 m2 simples c/faix aixa para barrras de g gar arag agem Óleo c/massa cor aix as sinalizadas par a bar ar ag em ........................................................................................... 17,36 m2 corrrida e ffaix aixas para barrras de g gar arag agem Esmalt e ace tinado c/massa cor e emboço ffino ino padrão lux o ........................................................................................... 18,58 m2 Esmalte acetinado corrrida sobr sobre luxo Esmalt e aut omo tiv o tipo laca br ilhant e c/massa cor Esmalte automo omotiv tivo brilhant ilhante corrrida ..................................................................................................................... 40,66 m2 Quantil ou similar sobr e fundo lát ex sim ples ................................................................................................................................................ 13,22m2 sobre láte simples Quantil ou similar sobr e massa cor ex ........................................................................................................................... 18,0 4 m2 sobre corrrida e fundo lát láte 8,04 Epóxi bicom ponent e sim ples ................................................................................................................................................................................ 41,7 6 m2 bicomponent ponente simples ,76 Epóxi bicom ponent e c/massa cor uada .................................................................................................................................. 56,43 m2 bicomponent ponente corrrida adeq adequada Poliur etano bicom ponent e sim ples .................................................................................................................................................................... 43, oliure bicomponent ponente simples 43,112 m2 Poliur etano bicom ponent e c/massa cor uada ...................................................................................................................... 62,06 m2 oliure bicomponent ponente corrrida adeq adequada Bor ha clor ada sim ples ....................................................................................................................................................................................... 31,66 m2 Borrrac acha clorada simples Textur a - Ext er na | Int er na .................................................................................................................................................................... 15,68 | 119,0 9,0 4 m2 xtura Exter erna Inter erna 9,04 Pátina ........................................................................................................................................................................................................... 22,40 | 28,00 m2 Pintur a Manc hada ........................................................................................................................................................................................ 8,96 |1 4,56 m2 Pintura Manchada |14,56 Aplicação de Massa PV A at é 3 m ..................................................................................................................................................................... 4,20m² PVA até Aplicação de Massa PV A acima de 3 m .................................................................................................. Nív el A ................................... 4,83m² PVA Nível Aplicação de Massa PV A acima de 6 m .................................................................................................. Nív el B ................................... 5,58m² PVA Nível Aplicação de Gesso sobr e Emboço at é 3 m ............................................................................................................................................. 4,42m² sobre até Aplicação de Gesso sobr e Emboço acima de 3 m ........................................................................... Nív el A .................................... 5, sobre Nível 5,11 0m² Aplicação de Gesso sobr e Emboço acima de 6 m ........................................................................... Nív el B ................................... 5,98m² sobre Nível Aplicação de Massa Ú nica at é 3 m .............................................................................................................................................................. 18,00m² Única até Aplicação de Massa Ú nica acima de 3 m .............................................................................................. Nív el A ................................. 18,30m² Única Nível 22 • JANEIRO / 2011

Ap a ão de Ma a Ú Únn a a ma de 6 m e ua aé 3 m Ap a ão de TTe Ap a ão de TTe e u a a ma de 3 m Ap a ão de TTe e u a a ma de 6 m Ap a ão de TTe e u a T po RRúú a a é 3 m Ap a ão de TTe e u a T po RRúú a a ma de 3 m Ap a ão de TTe e u a T po RRúú a a ma de 6 m Lá e PV A ob e Ma a a é 3 m PVA Lá e PV A ob e Ma a a ma de 3 m PVA A ob e Ma a a ma de 6 m Lá e PV PVA Lá e PV A ob e Ma a Ú PVA Únn a a é 3 m Lá e PV A ob e Ma a Ú PVA Únn a a ma de 3 m Lá e PV A ob e Ma a Ú PVA Únn a a ma de 6 m A ob e Ge o a é 3 m PVA Lá e PV Lá e PV A ob e Ge o a ma de 3 m PVA A ob e Ge o a ma de 6 m Lá e PV PVA Lá e PV A ob e TTe e ua aé 3 m PVA Lá e PV A ob e TTe e u a a ma de 3 m PVA Lá e PV A ob e TTe e u a a ma de 6 m PVA Lá e A o FFo o o ob e Ge o a é 3 m Lá e A o FFo o o ob e Ge o a ma de 3 m Lá e A o FFo o o ob e Ge o a ma de 6 m Lá e A o S B ob e Ge o a é 3 m Lá e A o S B ob e Ge o a ma de 3 m Lá e A o S B ob e Ge o a ma de 6 m

m² = Metro quadrado

N e B N e A N e B N e A N e B N e A N e B N e A N e B N e A N e B N e A N e B N e A N e B N e A N e B

9 0m 2 20m 3 05m 3 60m 6 30m 7 40m 8 2m 7 90m 8 4m 89m 8 70m 8 95m 9 80m 9 50m 9 84m 0 78m 0 45m 0 82m 85m 4 70m 5 554m 4m 6 38m 6 8m 7 2m 8 00m

P NTURA EXTERNA Lát ex PV A tipo int er ior/e xt er ior at é 6m alt. .................................................................................................................................................... 6,25 m2 Láte PVA inter erior/e ior/ext xter erior até Lát ex acrílico c/fundo unif or mizant e de tte extur a at é 6m alt. ................................................................................................................. 12,58 m2 Láte unifor ormizant mizante xtura até Idem acima de 6m alt. .............................................................................................................................................................................................. 17,5 ,511 m2 Textur a acrílica c/calaf etação e lát ex acrílico .............................................................................................................................................. 15,7 7 m2 xtura c/calafe láte 5,77 Aplicação de Massa AAcrílica crílica at é 3 m ............................................................................................................................................................. 13,60m² até Aplicação de Massa AAcrílica crílica acima de 3 m ........................................................................................... Nív el A .................................. 14,20m² Nível Aplicação de Massa AAcrílica crílica acima de 6 m ........................................................................................... Nív el B .................................. 14,70m² Nível Aplicação de Massa AAcrílica crílica acima de 6 m ........................................................................................... Nív el C ................................. 25,35m² Nível Aplicação de Massa AAcrílica crílica acima de 6 m ........................................................................................... Nív el D .................................. 16,30m² Nível Aplicação de Massa Ú nica at é 3 m ................................................................................................................................................................. 15, Única até 5,11 0m² Aplicação de Massa Ú nica acima de 3 m .............................................................................................. Nív el A .................................. 1 5,80m² Única Nível Aplicação de Massa Ú nica acima de 6 m .............................................................................................. Nív el B .................................. 16,40m² Única Nível Aplicação de Massa Ú nica acima de 6 m .............................................................................................. Nív el C ................................... 17,05m² Única Nível Aplicação de Massa Ú nica acima de 6 m .............................................................................................. Nív el D .................................... 18, Única Nível 8,11 0m² a AAcrílica crílica at é 3 m ........................................................................................................................................................... 13,60m² Aplicação de TTe extur xtura até Aplicação de TTe extur a AAcrílica crílica acima de 3 m .......................................................................................... Nív el A .................................. 14,50m² xtura Nível Aplicação de TTe extur a AAcrílica crílica acima de 6 m .......................................................................................... Nív el B .................................... 15, xtura Nível 5,11 0m² Aplicação de TTe extur a AAcrílica crílica acima de 6 m .......................................................................................... Nív el C .................................. 16,40m² xtura Nível extur a AAcrílica crílica acima de 6 m .......................................................................................... Nív el D ................................... 17,90m² xtura Nível Aplicação de TTe Aplicação de TTe extur a TTipo ipo RRús ús tica at é 3 m ................................................................................................................................................. 16,32m² xtura ústica até Aplicação de TTe extur a TTipo ipo RRús ús tica acima de 3 m ................................................................................ Nív el A ................................... 17,40m² xtura ústica Nível Aplicação de TTe extur a TTipo ipo RRús ús tica acima de 6 m ................................................................................ Nív el B .................................... 1 8, xtura ústica Nível 8,112m² Aplicação de TTe extur a TTipo ipo RRús ús tica acima de 6 m ................................................................................ Nív el C ................................... 19,68m² xtura ústica Nível Aplicação de TTe extur a TTipo ipo RRús ús tica acima de 6 m ................................................................................ Nív el D ................................. 22,68m² xtura ústica Nível Lát ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa AAcrílica crílica at é 3 m .................................................................................................................................. 14,00m² Láte sobre até Lát ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa AAcrílica crílica acima de 3 m ................................................................. Nív el A .................................. 14,80m² Láte sobre Nível Lát ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa AAcrílica crílica acima de 6 m ................................................................. Nív el B .................................. 1 5,60m² Láte sobre Nível osco sobr e Massa AAcrílica crílica acima de 6 m ................................................................. Nív el C .................................. 16,05m² Lát ex AAcrílico crílico FFosco Láte sobre Nível Lát ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa AAcrílica crílica acima de 6 m ................................................................. Nív el D .................................. 16,90m² Láte sobre Nível Lát ex AAcrílico crílico FFosco e Massa Ú nica at é 3 m ..................................................................................................................................... 14,90m² Láte sobre Única até osco sobr ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa Ú nica acima de 3 m .................................................................... Nív el A .................................. 1 5,30m² Lát Láte sobre Única Nível ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa Ú nica acima de 6 m .................................................................... Nív el B .................................. 16,05m² Láte sobre Única Nível Lát Lát ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa Ú nica acima de 6 m .................................................................... Nív el C .................................. 16,80m² Láte sobre Única Nível el D ..................................... 17,1 0m² Lát ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e Massa Ú nica acima de 6 m .................................................................... Nív Láte sobre Única Nível Lát ex AAcrílico crílico FFosco osco sobr e TTe extur a at é 3 m ................................................................................................................................................... 15, Láte sobre xtura até 5,11 0m² crílico FFosco osco sobr e TTe Lát ex AAcrílico extur a acima de 3 m ................................................................................ Nív el A .................................. 1 5,80m² Láte sobre xtura Nível o o ob e TTe e u a a ma de 6 m N e B 6 50m Lát ex AAcrílico crílico Láte críl o FFo Lá e A o FFo o o ob e TTe e u a a ma de 6 m N e C 7 20m Lá e A o FFo o o ob e TTe e u a a ma de 6 m N e D 7 90m Lá e A o S B ob e Ma a A aaé3m 54m Lá e A o S B ob e Ma a A a a ma de 3 m N e A 63m Lá e A o S B ob e Ma a A a a ma de 6 m N e B 7 5m o S B ob e Ma a A a a ma de 6 m N e C Lá e A 7 65m Lá e A o S B ob e Ma a A a a ma de 6 m N e D 86m Lá e A 6 40m Únn a a é 3 m o S B ob e Ma a Ú Lá e A o S B ob e Ma a Ú N e A 7 40m Únn a a ma de 3 m o S B ob e Ma a Ú N e B 7 65m Únn a a ma de 6 m Lá e A Lá e A o S B ob e Ma a Ú N e C 8 50m Únn a a ma de 6 m Lá e A o S B ob e Ma a Ú N e D 8 80m Únn a a ma de 6 m


BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA Lát ex AAcrílico crílico S/B sobr e TTe extur a at é 3 m ...................................................................................................................................................... 16,60m² Láte sobre xtura até ex AAcrílico crílico S/B sobr e TTe extur el A ................................... 17,40m² Láte sobre xtura Nível Lát a acima de 3 m ..................................................................................... Nív el B .................................... 18, Lát ex AAcrílico crílico S/B sobr e TTe extur a acima de 6 m ..................................................................................... Nív xtura Nível Láte sobre 8,11 5m² Lát ex AAcrílico crílico S/B sobr e TTe extur a acima de 6 m ..................................................................................... Nív el C .................................. 18,90m² Láte sobre xtura Nível extur a acima de 6 m ..................................................................................... Nív el D .................................. 19,70m² Lát ex AAcrílico crílico S/B sobr e TTe xtura Nível Láte sobre Ver niz AAcrílico crílico sobr e Concr eto Apar ent e at é 3 m ..................................................................................................................................... 14,00m² erniz sobre Concre Aparent ente até Ver niz AAcrílico crílico sobr e Concr eto Apar ent e acima de 3 m .................................................................... Nív el A .................................. 14,80m² Nível erniz sobre Concre Aparent ente niz AAcrílico crílico sobr e Concr eto Apar ent e acima de 6 m .................................................................... Nív el B .................................. 1 5,60m² Ver erniz sobre Concre Aparent ente Nível Ver niz AAcrílico crílico sobr e Concr eto Apar ent e acima de 6 m .................................................................... Nív el C .................................. 16,05m² erniz sobre Concre Aparent ente Nível el D .................................. 16,90m² Ver niz AAcrílico crílico sobr e Concr eto Apar ent e acima de 6 m .................................................................... Nív Nível erniz sobre Concre Aparent ente Lát ex AAcrílico crílico sobr e Piso ........................................................................................................................................................................................... 11 ,80m² Láte sobre Lát ex AAcrílico crílico sobr e Piso (F aix cação) ..................................................................................................................................... 5,40ml Láte sobre (Faix aixas Demarcação) as de Demar

SUPERFÍCIES METÁLICAS Só rrepintur epintur a em esmalt e, g e ou alumínio ............................................................................................................................................. 13,08 m 2 epintura esmalte, grraf afititite Deso xidação esmalt e, g e ou alumínio c/fundo zar cão .................................................................................................................... 17,1 0 m2 Desoxidação esmalte, grraf afititite zarcão Idem c/fundo especial - g al 4 m2 gal alvvanizados ou alumínio ................................................................................................................................. 19,2 9,24 Esmalt e, g e ou alumínio em per oneir as, bat ent es e tubulações Esmalte, grraf afititite perffis, cant cantoneir oneiras, batent entes apar ent es at é 4” .......................................................................................................................................................................................................... 6,6 aparent entes até 6,611 m 2 Idem calhas ou rruf uf os ................................................................................................................................................................................................. 6,85 m2 ufos Esmalt eg e ou alumínio com massa aut omo tiv a .............................................................................................................................. 28,92 m 2 Esmalte grraf afititite automo omotiv tiva Trat ament o, zar cão e epóxi bicom ponent e e acabament o .............................................................................................................. 63,70 m 2 atament amento, zarcão bicomponent ponente acabamento

REGRAS DE MEDIÇÃO Venezianas: multiplicar por 3. ô basculant e: multiplicar o vvão ão por 3. itrô basculante: Vitr Vitr ô não-basculant e e janelas: multiplicar por 2. itrô não-basculante Gr ade: multiplicar por 3. Grade: ada ou epóxi: xt er nam bor ha clor Caiação int er na ou eext clorada xter ernam borrrac acha inter erna ar a vvãos ãos super ior es a não descont ar vvãos ãos at é 4,00 m 2. PPar ara superior iores descontar até 4,00 m 2 deduzir apenas o q ue eexxceder a es alor que estte vvalor alor.. Têm per a de g esso, cola, têm per a la ex: não Têmper pera gesso, têmper pera lavvável e lát láte descont ar vvãos ãos de at é 2,00 m 2. PPar ar a vvãos ãos super ior es a descontar até ara superior iores 2,00 m 2 deduzir apenas o q ue eexxceder a es alor que estte vvalor alor.. Espale aix as, vig as e moldur as isoladas com lar gur a Espalettas, ffaix aixas, vigas molduras largur gura o linear e cobr ade at é 40 cm., são medidas por me trtro cobraaté metr das a rrazão azão de 50% dos pr eços unit ár ios por m2. preços unitár ários Caixilhos de ffer er er ens pesadas: multiplicar a ár ea errro, ffer errrag agens área do vvão-luz ão-luz por 2.

MAPA DE CÁLCULO DE DILUIÇÃO, Nº DE DEMÃOS E RENDIMENTO DAS TINTAS

T PO DE T NTAS

SOLVENTES

SUPERFÍCIES DE MADEIRA Óleo sem massa - obr as popular es ................................................................................................................................................................. 12,20 m 2 obras populares Idem rrodapés odapés ................................................................................................................................................................................................................ 3,48 m Idem beir ais at é 60 cms. lar g. madeir a à vis beirais até larg. madeira vistta ......................................................................................................................................... 10,43 m 2 Ver niz poliur etano tipo na as popular es ......................................................................................................................................... 14, erniz poliure navval - obr obras populares 4,11 0 m2 Idem rrodapés odapés ................................................................................................................................................................................................................. 6,4 7m 6,47 Idem beir ais at é 60 cms. lar g. madeir a à vis beirais até larg. madeira vistta ......................................................................................................................................... 1 0,80 m2 Esmalt e ace tinado c/massa cor cial ......................................................................................................................... 19,00 m2 Esmalte acetinado corrrida padrão comer comercial Idem rrodapés odapés ................................................................................................................................................................................................................... 7,8 4m ,84m Esmalt e ace tinado c/massa cor o ................................................................................................................... 22,60 m 2 Esmalte acetinado corrrida a óleo padrão lux luxo Idem rrodapés odapés ................................................................................................................................................................................................................ 9,80 m Esmalt e aut omo tiv o alt o br ilho c/massa cor uada e lix a d’água ............................................................................... 60,3 7 m2 Esmalte automo omotiv tivo alto brilho corrrida adeq adequada lixa 60,37 Idem rrodapés odapés ................................................................................................................................................................................................................. 29, 29,113m Laq ueação, acabament o pome em pó ...................................................................................................................................................... 69,20 m 2 Laqueação, acabamento Lus trtração ação natur al c/cer a a boneca padrão comer cial ........................................................................................................................... 17,46 m2 ustr natural c/cera comercial Lus trtração ação natur al c/goma laca padrão lux o ............................................................................................................................................. 26,36 m 2 ustr natural luxo

DIVERSOS Caiação at é 3 m .......................................................................................................................................................................................................... 4,2 7m² até 4,27m² el A .................................... 4,53m² Nível Caiação acima de 3 m ....................................................................................................................................... Nív Caiação acima de 6 m ....................................................................................................................................... Nív el B .................................... 4,80m² Nível Caiação acima de 6 m ....................................................................................................................................... Nív el C .................................... 5,0 4m² Nível 5,04m² Caiação acima de 6 m ....................................................................................................................................... Nív el D .................................... 5,29m² Nível Ver niz FFiltr iltr o Solar Marítimo .................................................................................................................................................................................. 32,30m² erniz iltro Esmalt e Sint ético ........................................................................................................................................................................................................ 37,30m² Esmalte Sintético Bar ag em em Esmalt e Sint ético ............................................................................................................................................. 39,80m² Barrrado de Gar Garag agem Esmalte Sintético Pintur a de TTubulação ubulação e Cor e Sint ético ...................................................................................................................... 29,60ml Pintura Corrrimão em Esmalt Esmalte Sintético

FACHADAS La em Ext er na com Hidr ojat eament o at é 3 m ...................................................................................................................................... 1,05m 2 Lavvag agem Exter erna Hidrojat ojateament eamento até La em Ext er na com Hidr ojat eament o acima de 3 m .................................................................. Nív el A ..................................... 1,65m² Lavvag agem Exter erna Hidrojat ojateament eamento Nível La em Ext er na com Hidr ojat eament o acima de 6 m .................................................................. Nív el B ..................................... 2, Lavvag agem Exter erna Hidrojat ojateament eamento Nível 2,11 5m² La em Ext er na com Hidr ojat eament o acima de 6 m .................................................................. Nív el C .................................... 2,39m² agem Exter erna Hidrojat ojateament eamento Nível Lavvag La em Ext er na com Hidr ojat eament o acima de 6 m .................................................................. Nív el D .................................... 2,98m² Lavvag agem Exter erna Hidrojat ojateament eamento Nível Ins ela FFac ac hadeir o ............................................................................................................................................................................. 5, Insttalação de TTela achadeir hadeiro 5,11 0m² Bandeja Nív el A ......................................................................................................................................................................................................... 45,80ml Nível Bandeja Suspensa acima de 3 m .................................................................................................................................................................... 76,30ml

Es trtrutur utur a me ea de pr ojeEstr utura mettálicas planas: multiplicar a ár área projeção hor izont al por 2. horizont izontal Es trtrutur utur as me a em ar co: aument ar Estr uturas mettálicas ou de madeir madeira arco: aumentar 30% a ár ea de pr ojeção hor izont al e multiplicar por 2. área projeção horizont izontal Es trtrutur utur as me ea do vvão-luz ão-luz por 2. Estr uturas mettálicas: multiplicar a ár área Element os vvazados: azados: multiplicar a ár ea por 5. Elementos área Ter ças e element os de sus ação de ttelhas: elhas: multiplicar erças elementos susttent entação a ár ea de pr ojeção hor izont al por 2. área projeção horizont izontal Esq uadr ias de madeir a: Esquadr uadrias madeira: Por tina com bat ent es: multiplicar a orttas ou janelas-guilho janelas-guilhotina batent entes ár ea do vvão-luz ão-luz por 3. área Por tina sem bat ent es: multiplicar a orttas ou janelas-guilho janelas-guilhotina batent entes ár ea do vvão-luz ão-luz por 2. área Caixilhos com vvenezianas enezianas: multiplicar a ár ea do vvão-luz ão-luz área por 5.

Líq uido Base PV A Incolor Líquido PVA uido Base AAcrílico crílico Incolor Líq Líquido Líq uido Im per meabilizant e a Óleo Líquido Imper permeabilizant meabilizante Selador Pigment ado PV A Pigmentado PVA Selador Pigment ado AAcrílico crílico Pigmentado as Pr imer a Óleo par a Madeir Primer para Madeiras imer Sur Pr Primer Surffacer Zar cão Comum Zarcão Fundos Anticor os Sint éticos Anticorrrosiv osivos Sintéticos cão Pr epar ado tipo PPe etrtrobr obr Zar Zarcão Prepar eparado obras as Zar cão Bor ha Clor ada Zarcão Borrrac acha Clorada Zar cão Epóxi Cat alisado Zarcão Catalisado Cr omat o de Zinco Cromat omato Pr imer Epóxi Cat alisado Óxido Primer Catalisado Pr imer Epóxi Cat alisado Br anco Primer Catalisado Branco Pr imer par a Gal Primer para Galvvanizados Massa PV A e AAcrílica crílica Super Extr a PVA Extra Massa a Óleo e Sint éticas Sintéticas Massa Epóxi Cat alisada Catalisada Massa par a Madeir a para Madeira A Super Extr a Tint a Lát ex PV PVA Extra inta Láte Tint a Lát ex PV A 2ª Linha inta Láte PVA Tint a AAcrílica crílica 1100% 00% Super Extr a inta Extra Tint a a Óleo FFosca osca inta a a Óleo Br ilho Super Extr a Tint Brilho Extra inta Esmalt e Sint ético Br ilho Super Extr a Esmalte Sintético Brilho Extra Esmalt e Sint ético Semibr ilho Super Esmalte Sintético Semibrilho Tint a Gr af e Super Extr a inta Graf afititite Extra a Alumínio Super Extr a Tint inta Extra Esmalt e Epóxi Br ilhant e Cat alisado Esmalte Brilhant ilhante Catalisado Esmalt e Epóxi Semibr ilho Cat alisado Esmalte Semibrilho Catalisado Esmalt e PPoliur oliur etano Cat alisado Esmalte oliure Catalisado e Bor ha Clor ada Esmalt Borrrac acha Clorada Esmalte ada Tint a Demar cação Bor ha Clor inta Demarcação Borrrac acha Clorada Tint a Cer âmica Super Extr a inta Cerâmica Extra anspar ent e par a Madeir a Stain Semitr Semitranspar ansparent ente para Madeira Stain Cor es Sólidas par a Madeir a Cores para Madeira Ver niz Copal Br ilhant e erniz Brilhant ilhante e Ver niz Marítimo Br ilhant ilhante erniz Brilhant Ver niz Seda Sint ético Semibr ilho erniz Sintético Semibrilho Ver niz Epóxi Cat alisado erniz Catalisado Ver niz PPoliur oliur etano Cat alisado erniz oliure Catalisado niz Pr emium Duplo FFiltr iltr o par a Madeir a Ver Premium iltro para Madeira erniz

Água Água Aguar guarrrás Água Água Aguar guarrrás Thinner Aguar guarrrás Aguar guarrrás Aguar guarrrás e pr ópr Sol Solvvent ente própr óprio io Sol e pr ópr io Solvvent ente própr óprio Aguar guarrrás Sol e pr ópr io Solvvent ente própr óprio ópr io Sol própr óprio Solvvent ente e pr Aguar guarrrás Água Aguar guarrrás io Sol e pr ópr ente própr óprio Solvvent Água Água Água Água A guar guarrr ás A guar guarrr ás A guar guarrr ás A guar guarrr ás A guar guarrr ás A guar guarrr ás Sol e pr ópr io Solvvent ente própr óprio ópr io e pr Sol óprio Solvvent ente própr Sol e pr ópr io Solvvent ente própr óprio Sol e pr ópr io Solvvent ente própr óprio Sol e pr ópr io Solvvent ente própr óprio A guar guarrr ás A guar guarrr ás A guar guarrr ás A guar guarrr ás A guar guarrr ás guarrr ás A guar Sol e pr óp Solvvent ente própr ópr o So en e p óp o A gua á

D LU ÇÃO T n ha

Ro o

5% 30% 20% 0% 0%

50 a 00% 5% 40% a é 30% a é 20% a é 0%

0% 0% 30% 30% 0% 0% 0% 0% 0%

a é 0% a é 0% aé aé aé aé aé

0% 0% 0% 0% 0%

P oa

N de Demão

0 a 20% 20% 20% 30% 20% 20% 40% 40% 20% 20% 20% 20% 20%

0% 5% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 0% 5%

0% 5% 0% a é 5% a é 5% a é 0% a é 0% a é 0% a é 0% a é 0% a é 0% a é 0% 0% 20%

20% a é 25% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 20% 30% 20% 30%

5% 5% 20% 5% 5%

20% 20% 25% 20% 20% 5%

30% 30% 30% 30% 30% 0%

3 3 4 na 3 3 3 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 3 2 3 3 3 2 2 3

Rend p Demão 30 m 30 m 30 m 25 m 25 m 25 m 25 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 50 70 m 50 70 m 50 70 m 08 2 m 5m 5m 4 5m 30 35 m 25 30 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 40 45 m 40 45 m 40 45 m 40 45 m 40 45 m 40 45 m 40 45 m 25 30 m 25 30 m 8m 70 m 50 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 30 40 m 30 m

O end men o apon ado ão vvá á do pa a a emba ag em g a ão 3 6 o O end men o ea agem ga dependendo do mé odo de ap cação p epa o de upe c e e cond çõe de aba ho

Divulgue sua empresa e seus produtos em uma das páginas mais lidas do Jornal do Pintor pelos pintores. PATROCINE A BOLSA DE SERVIÇO DA PINTURA.

(11) 5645.0505

2011 / JANEIRO • 23



JP #536