Page 1

Jornal do Município A serviço do munícipe www.jornaldomunicipio.com.br * redacao@jornaldomunicipio.com.br * 4674-0872 * R$ 0,50

Quarta-feira, 9 de maio de 2012 - Ano 18 - Edição nº 1.177

Loureiro ĂŠ prĂŠ-candidato a prefeito

                                             !"#!$%&'(%    )  *PĂĄgs.4 e 5

Promoçþes devem aquecer em 10% a mais nas vendas para o Dia das Mães em Ferraz de Vasconcelos

Paulo Camargo do Montreal Eventos realiza sonho de formandos

+ ,        )     -   ..   /             0   , #1*PĂĄg.3

Vem aĂ­

Montreal sediou baile para 94 formandos. PĂĄg. 8

Crianças devem tomar duas doses da vacina contra a gripe

CRISTINA CAIRO REALIZA PALESTRA      

PĂĄg. 3

Em comemoração ao Dia das Mães, o Conselho da Mulher '     -     +   Comercial e Industrial de Ferraz de Vasconcelos (ACIFV), realizam no próximo dia 10, palestra linguagem do corpo e leis universais, com 8   8 *%.    9  (,/ :    9;   * %. < =; ).        , *(>         +8(-> ?##@BGHJK!G=H*


2

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Geral

Jornal do MunicĂ­pio

Tribuna da Câmara Resumo da Ordem do dia Y Z K] [   #  /  $   [  7( & ^ Z     _`TY Tcgh  @h"YkghB Y  +/ K]        /   (

$     Y +/           T #     /  WY X    ; (    !# $         Y +/    WX    &(& ^  +/ % '3:8*6&*      K     = ( W|     #  q >   # WvX  w   K X Y # (    WvX w    5$    Y       <   K = *(* ^  H   % '6)8*6&*     K  # <    <   K   <  [    =  ?       ?         y ]#   K  #y       z#  =  *6&&{( W|     /          +  X Y #( ~K  KH#   ~  +/  #   + ~K ( ` $  * ^ Z     5c`Y [   #  [  $   Tcgh  @h"YkghB        WX = h  H  K] [   #     ( W|      X Y # (  /  @ +/ ( *(' ^  H   % 6'&&8*6&*    *(& ^  H       %  K #  w      WvX 66E)8*6&*      <  [ w    5$   #  = }    = }  K   /  K    +/  !      ?+/   [+/  $     # +} ;H   YK  ~K  =   $   #y  [   +/   /    (   ( Y Z K    W|      X Y # (

PatrocĂ­nio

#+$783953':;6:&3 58 &<:8593&63=398  &'  ), $">98"54- &!$ ,'"#'$24?$%%$ 5& 95@B:8G&5 53HK  %#"%1!" !O%"#%"$%"*O"8"%"+24?$%%$ JNR ILuminação Construção Civil Comercio de Materiais LTDA. EPP END. Rua Prefeito Francisco Rodrigues     !"#"$%" &'( )  "$%"*#"%"+ ,(

 %#"%$$%#%"$ %"-"$+$$$#/0 %$1!"&2"$%$!"*$"3  $""4    $$/"$#*$#-%3562 , ': H3Q955&:635H?3 $"3!Q!'S"U$ ,  -%  +, %#"%1!" 3!2%"#  2, ( 

Expediente O JORNAL DO MUNICĂ?PIO ĂŠ um jornal de propriedade da           !  "        #          $     % &'()*)    +/  3     5  /  ( RazĂŁo Social:         (( CNPJ: 6'()76()7'8666&:' Inscrição Municipal: :7'7      ;    #

! !"!# Daniela Foiadelli Sede: ; "  < 6&   7  =(    >?  @   B 6)3*7&36( Fone/fax: :E7:6)7* E-mail:  GH      ( (K Site: SSS(H      ( (K &#' 'E3*3*::

Filiado à ADJORI Periodicidade:   ( Data de distribuição: sexta-feira Circulação: >?  @    $ ?  T==K  /  WK    "  5  T    T=X( Y Z       / /   K   ( Y [    H   = [   ?    #     #/   Z  [   % 3\))  &:8&*8&\7'


3

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Ferraz

Jornal do MunicĂ­pio

Promoçþes devem aquecer em 10% a mais nas vendas para o Dia das Mães em Ferraz de Vasconcelos Kurth Tonn A segunda data mais importante para o comÊrcio de Ferraz de Vasconcelos deve movimentar as lojas nesta semana que antecede o dia das mães, comemorado no próximo domingo dia 13. De acordo com a Associação

Comercial e Industrial de Ferraz de Vasconcelos (ACIFV), a expectativa Ê de um aumento de 10% nas vendas, mas para alguns empresårios, o otimismo Ê ainda maior, eles apostam que as promoçþes devem atrair muitos consumidores. De acordo com a avaliação do presidente da entidade

ferrazense, Aureo do Carmo, o cenĂĄrio econĂ´mico mais favorĂĄvel ao consumo, com juros mais barato ao consumidor  R  ) incentivo a mais para que os consumidores aproveitem a segunda melhor data festiva para o varejo no ano, perdendo apenas para as vendas de Natal.

â&#x20AC;&#x153;Os dados econĂ´micos recente indicam que a recuperação do crescimento interno mais forte jĂĄ pode ser visto a partir desse segundo quadrimestre, e isso coincidirĂĄ com as vendas do Dia das MĂŁes e todos os incentivos ao consumo adotado pelo governo,     w

Crianças devem tomar duas doses da vacina contra a gripe

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo faz um alerta: as crianças paulistas entre seis meses de idade e menores de dois anos deverão tomar

duas doses da vacina contra a gripe. A segunda dose deverå ser aplicada um mês após a primeira. A medida vale para crianças que estiverem

participando pela primeira vez da campanha de imunização, neste ano. Crianças que jå foram levadas aos postos de saúde na campanha de 2011 só precisarão receber uma dose neste ano. Iniciada no último såbado, a campanha de vacinação contra a gripe vai atÊ o próximo dia 25. AlÊm das crianças, a imunização vale para idosos com 60 anos ou mais, gestantes, profissionais da saúde e indígenas. a Secretaria pretende imunizar contra a gripe 5,3 milhþes de paulistas, número correspondente à meta de 80% dos 6,6 milhþes de pessoas que compþem o público-alvo da campanha. Desde såbado foram vacinados 965,4 mil pessoas em todo o Estado, das quais 637 mil idosos com 60 anos ou mais, 222,8 mil crianças a partir

dos seis meses e menores de dois anos de idade, 64,5 mil gestantes, 40,8 mil trabalhadores da saúde e 1,5 mil indígenas (veja dados regionais abaixo). AlÊm de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha tambÊm irå proteger a população contra outros dois tipos do vírus influenza: A H3N2 e B. Para garantir abrangência da vacinação, a campanha conta com mais de 7 mil postos de vacinação, entre fixos e volantes, alÊm de 3,5 mil veículos, 32 ônibus e cinco barcos. Ao todo serão 41,6 mil profissionais da årea da saúde, estaduais e municipais, envolvidos na ação. Os postos de saúde vão abrir das 8h às 17h, de se g u n d a a se x ta - f e ir a , atÊ o dia 25. Na capital as salas de vacina das rodoviårias do Tietê e da Barra Funda tambÊm abrirão aos såbados e domingos, das 8h às 20h. Em razão da reforma em sua sala de vacinação, o Instituto Pasteur, na avenida Paulista, não participarå da campanha deste ano.

disse Aureo do Carmo. Custo MÊdio O consumidor deve gastar em torno de R$ 80,00 com presentes para o Dia das Mães, de acordo com estimativa da ACIFV. A relação dos segmentos que terão venda proporcionalmente mais

fortes durante a data festiva Ê liderada pelo movimento em lojas de perfumaria e cosmÊticos, passando por segmentos como de vestuårio e calçados. Eletrônicos, celulares e acessórios devem registrar o terceiro melhor resultado, seguidos de eletrodomÊsticos.


4

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Especial

PR APRESENTA SEUS FILIADOS

PR E FILIADOS CONFIRMAM APOIO TOTAL A PRĂ&#x2030; CANDIDATURA

â&#x20AC;&#x153;

-  * Estivemos no escritório político do Loureiro onde  ,      notícia e conversar com o prÊ-candidato sobre alguns pontos de vista e as intençþes do PR para este período que antecedem as convençþes e o processo   *8  ,  a entrevista concedida pelo Republicano. JM- LOUREIRO, como você se sente diante desta responsabilidade? Loureiro - Bom, um líder tem que estar pronto para essa situação, eu lutei por isso, carrego comigo a bagagem de duas eleiçþes, me sinto preparado essa Ê a palavra, maduro e com respaldo de todo o partido, Ê mais uma batalha que vamos ter de encarar, aprendi bastante nas lutas políticas, agora vamos aprender com vitória.

â&#x20AC;&#x153;MUDANĂ&#x2021;A RESPONSAVELâ&#x20AC;? 15 dias do inĂ­cio das convençþes partidĂĄrias e da concretização das alianças polĂ­ticas, como que o PR vĂŞ este momento e o que vocĂŞs quanto partido esperam e tem feito neste momento tĂŁo importante do processo eleitoral? Loureiro - Ă&#x2030; como vocĂŞ falou, ĂŠ de extrema importância esse momento, nossa postura hoje e a todo instante, ĂŠ plural, no sentido de conversar com todas as forças polĂ­ticas, para tomarmos o rumo certo.

JM - O cenårio Ê de muitas incertezas, de possíveis candidaturas a serem anunciadas, de partidos discutindo seus rumos, a      o aumento no número de cadeiras na Câmara, como JM - Loureiro, estamos hå que vocês veêm tudo isso?

Especial

Jornal do MunicĂ­pio

LOUREIRO Ă&#x2030; PRĂ&#x2030; CANDIDATO A PREFEITO No começo do mĂŞs de maio, a direção municipal do Partido da RepĂşblica Ferrazense se reuniu com       mou o que era de se esperar, o partido terĂĄ candidatura prĂłpria nas eleiçþes municipais de 2012, e LOUREIRO entrarĂĄ na disputa, como prĂŠ candidato. Depois de alguns meses de discussĂŁo o natural se      um dos membros do diretĂłrio executivo do PR de Ferraz, o partido mantĂŠm sua   ;      balharĂĄ com fortes reuniĂľes com a militância da sigla e fortalecerĂĄ um nome para a disputa das eleiçþes:â&#x20AC;&#x153; Ele jĂĄ disputou duas eleiçþes, ĂŠ o lĂ­der maior da sigla no municĂ­pio, temos o respaldo da estadual e da nacional do partido, nĂŁo temos outro caminho a nĂŁo ser a prĂŠ-candidatura prĂłpriaâ&#x20AC;?,

~ )~- Ksidente do PR em Ferraz de

5

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Jornal do MunicĂ­pio

â&#x20AC;&#x153; EU LUTEI POR ISSOâ&#x20AC;?.

Loureiro - O que a gente sente Ê um grande nó no ar, que realmente existe ou que estão tentando dar em todo o meio político, o que o PR entende Ê que då    >    nó e começar a tomar algu           caminhos, e quem estiver neste nó, que consiga desfazê-lo e tomar seus caminhos tambÊm, a eleição estå batendo em nossas portas e o eleitor quer ouvir o que temos de fato para apresentar para a cidade. JM - E com relação ao eleitor, como Ê esse debate, o que o PR tem encontrado nas ruas de Ferraz? Loureiro - Interesse, o eleitor estå muito mais interessado em discutir política do que algumas pessoas pensam, tenho sido questionado, estamos fazendo um debate vivo de ideias com

Temos que colocar toda a rede de UBS para funcionar e fazer com que o cidadĂŁo tenha acesso irrestrito a saĂşde, para aĂ­ sim implantarmos uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), um AmbulatĂłrio de Especialidades MĂŠdicas, que aliĂĄs imagino que seja um caminho para chegarmos a um Sistema Integrado de SaĂşde Ferrazense com atendimento de excelĂŞnciaâ&#x20AC;?

o caminho para chegarmos a um Sistema Integrado de Saúde Ferrazense com atendimento de excelência, e isso em todas as outras åreas, Educação, Segurança e etc.

o eleitor, isso acontece diariamente.

JM - E quanto a administração pĂşblica, como fazer uma gestĂŁo responsĂĄvel? JM - E o que o PR penLoureiro - Acredito que sa sobre polĂ­ticas pĂşblicas teremos que passar por uma para o municĂ­pio, qual ĂŠ o reforma administrativa, inalvo do PR de maneira ge- tegrar as Secretarias e res- (Samuel) Avante Eu Vou ral para Ferraz de Vascon- peitar o funcionalismo pĂşcelos? blico, capacitĂĄ-lo, pagar em Loureiro - O partido en- dia seus salĂĄrios, cumprir tende que existem vĂĄrias com todas as obrigaçþes, brechas deixadas por essa respeitar as instituiçþes conadministração e pelos go- veniadas, a propriedade privernos passados, desde o vada, de uma forma que a acesso a saĂşde, a educação prefeitura cumpra com o seu de qualidade, a segurança de papel, ela tem que ser a mefato o direito de ir e vir do lhor e a primeira prestadora cidadĂŁo, a limpeza pĂşblica  .    * -  entre outros pontos. vĂŞ, de 2000 pra cĂĄ muita coisa mudou, eu sinto no dia Ivan do Bar JM - Esses sĂŁo os pro- a dia a força da construção blemas, mas e as soluçþes, civil. A oferta de empregos ĂŠ o que fazer, qual o postura natural e forte, o Brasil estĂĄ que o prĂłximo governo de- funcionando, nĂŁo ĂŠ mĂĄgica verĂĄ adotar? de ninguĂŠm estar gerando Loureiro - Olha pra ser emprego e renda e aqui em bem direto, e fazendo um Ferraz ĂŠ obrigação acom     ;    panhar esse processo, para nĂŁo ĂŠ possĂ­vel morar em quando o munĂ­cipe precisar uma casa que nĂŁo esteja de um serviço prestado pela pronta, ou cozinhar em uma prefeitura ele seja atendido cozinha sem fogĂŁo, precisa- e bem atendido em todas as mos por tudo para funcionar ĂĄreas. Margarete primeiro, para depois construirmos algo novo, no caso JM - LOUREIRO resuma da nossa cidade por exem- em poucas palavras a inplo, antes de construir outro tenção do PR para a cidade. posto de saĂşde, temos que Loureiro â&#x20AC;&#x201C; Ă&#x2030; a mudança colocar toda a rede de UBS mais responsĂĄvel da histĂłria para funcionar e fazer com de Ferraz. que o cidadĂŁo tenha acesso irrestrito a saĂşde, para aĂ­ JM- E dĂĄ pra fazer? sim implantarmos uma UPA Loureiro - NĂŁo tenho dĂş( Unidade de Pronto Aten- vida, estamos em um grupo dimento), um AmbulatĂłrio novo, ideias novas, o sangue de Especialidades MĂŠdicas, estĂĄ novo,mudança ĂŠ a palaque alias imagino que seja vra chave deste grupo. Renato Ferraz

â&#x20AC;&#x153;O Sangue estĂĄ novoâ&#x20AC;?

Dra. Mariza Maceu

BĂĄ do Lava RĂĄpido

Carlos Ciriaco

Cesar do Castelo

CĂ­cero do GĂĄs

Lila do Coco

Lucimara Assunção

Luiz Marconces

Luiz TenĂłrio

Neguinho

Nestor Cabelereiro

Pastor Olavo Santana

PaulĂŁo - Vl. SĂŁo Paulo

Ricardo da Padaria

Tarcisio Xuxa

Thiago Coutinho

Zoinho da FarmĂĄcia

Prof. Alexandre

Mestre Fernando Vieira

LĂş do Rosana

ZĂŠ JoĂŁo


6 (!!')!

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Jornal do MunicĂ­pio


7

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Jornal do Município

Vem aí o ANÚNCIE evento AQUI empresarial

(!!')!


8

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Jornal do MunicĂ­pio

Social

Paulo Camargo do Montreal Eventos realiza sonho de formandos Da redação e do portal R7 Comovido com a história dos estudantes que ficaram sem os bailes de formatura em Ferraz de Vasconcelos e outras cidades, o empresårio Paulo Camargo, proprietårio do Montreal, decidiu minimizar a decepção de parte dos jovens. No último dia 27, 94 dos cerca de 300 formandos lesados pela empresa Lilitty eventos - responsåvel pela

realização das festas que nĂŁo aconteceram - tiveram o sonho realizado. Camargo, com o auxĂ­lio de parceiros, ofereceu aos estudantes o tĂŁo sonhado baile de formatura. â&#x20AC;&#x153;Eu me comovi com a situação, assim como o Brasil todo se comoveu. Era pai, mĂŁe, aluno chorando. Todo mundo indo para a delegacia. ';; *   passar por esta situação. Imagine vocĂŞ mandar sua ;       , * Vem um amigo de longe para

Eliane Camargo, Eliane Camargo (apresentadora) e Paulo Camargo

  ; ,    ;  e, de repente, dĂĄ com a cara na portaâ&#x20AC;?, ressaltou Paulo Camargo. Camargo conta que teve a ideia quando foi procurado pelo pai de uma das formandas. â&#x20AC;&#x153;Ele perguntou se eu nĂŁo poderia doar o salĂŁo para a ;  >  >    dela. Ele disse que a menina estava em casa, chorando. Pensei que seria chato fazer sĂł a formatura dela porque ela tem um monte de amiga.         ; 

conversar com as amigas e, depois, comigoâ&#x20AC;?, disse Camargo. O empresĂĄrio começou a cadastrar os estudantes que o procuravam. Todos tiveram que apresentar os carnĂŞs da Lilitty pagos. Era o Ăşnico requisito. â&#x20AC;&#x153;De repente, havia 70 formandos. Abracei a causa

>     ) * Arrumei vestido para as meninas. Arrumei terno para    *Â&#x201A; R  ,w>    Num misto de cansaço e felicidade, Camargo diz que a recompensa veio em forma de abraço.

â&#x20AC;&#x153; Foi muito bom. O pessoal me abraçou, tanto pai, quanto mĂŁe, quanto tio. Foi muito emocionante. Quando vocĂŞ faz algo com o coração, a retribuição vem com abraço. NĂŁo tem dinheiro que pagueâ&#x20AC;?,       Camargo

EmpresĂĄrio Paulo Camargo

Faça sua declaração de imposto de renda aqui


Edição 1177  

Edição 1177, Jornal do Município

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you