Page 1

SEGUNDA-FEIRA

17 DE MARÇO DE 2014 - Edição 1258

ACIFV em prol da Cidade Limpa Atendendo as inúmeras reclamações de comerciantes, transeuntes e motoristas, a Associação Comercial e Industrial de Ferraz de Vasconcelos encaminhará nos próximos dias, um ofício aos cuidados do Sr. Prefeito Acir Filló dos Santos, cobrando providencias sobre irregularidades que ferem a Lei Cidade Limpa, no. 2.889, de 14 de abril de 2009. As reclamações se referem à poluição visual que já está tomando conta da cidade, com faixas publicitárias desde o portal da entrada da cidade próximo a ETEC, no Parque São Francisco próximo as Estações da CPTM, e no centro, inclusive com um telão de LED que, segundos alguns motoristas, à noite, a visão do semáforo se confunde devido as luzes do telão que fica ao fundo.

Página 7

A dança das cadeiras continua Prefeito com o troca-troca de secretários defende redução O ano de 2014 mal começou e o troca-troca de secretariado na Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos já está intenso. Em 15 dias, mais dois secretários pediram exoneração. No dia 12 de março, o Dr. Luiz Antonio do Nascimento deixa de comandar a Secretaria da Saúde. No início da noite, o oftalmo Luiz Cláudio Guillaumon foi indicado . O ato de substituição foi realizado no dia 13. Na Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer a vereadora Ana Acilda assumiu a pasta no lugar do Valmir dos Santos, o Sal no dia 27 de fevereiro. Página 3

Vereador Cláudio Ramos lidera movimento por melhorias no hospital regional O Vereador Claudio Ramos (PT), há algumas semanas vem fazendo movimentos por melhorias no Regional. O caos no atendimento no Pronto-Socorro (PS), no setor de triagem, a falta constante de médicos especialistas e o recente fechamento da maternidade infantil do Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, na Vila Corrêa, em Ferraz de Vasconcelos, estão revoltando cada vez mais os usuários em geral. Página4

Projeto de lei padroniza a pintura de prédios públicos em Ferraz

Página4

de desapropriações em Ferraz

O prefeito Acir Filló defendeu na manhã de quinta-feira (13), a redução do número de desapropriações de imóveis que estariam no projeto funcional do Corredor Metropolitano Bus Rap id Transit. (BRT) Perimetral Alto Tietê, que vai ligar Ferraz de Vasconcelos a Arujá, passando por Poá e Itaquaquecetuba, e que terá 20,9 quilômetros de extensão. Página 3


2 l segunda-feira, 17 de março de 2014

Jornal do Município

OPINIÃO Alexandre Padilha - ex-ministro da Saúde, coordenador da caravana Novo Horizonte

OPINIÃO Juliana Lucca - estudante e usuária dos trens metropolitanos

A discrepância do transporte A luta por transportes publico de melhor qualidade coletivos de melhor qualidade Divulgação

Em 12 de março de 2014 comecei a caravana Novo Horizonte pelo Alto Tietê, e fiz o deslocamento entre São Paulo e Mogi das Cruzes de metrô e trem avaliando a diferença entre os dois sistemas. Depois de me deslocar de minha casa, no centro de São Paulo, até Mogi das Cruzes usando metrô e trem concluo que não podem existir duas classes.

Trem metropolitano precisa ter a mesma qualidade do metrô. A população das áreas mais periféricas da cidade e dos municípios da Região Metropolitana não pode ter um tratamento inferior a quem circula nas áreas centrais. Peguei pegou a linha 3-vermelha no Anhangabaú, por volta das 6h, desci em Itaquera, onde embarquei no trem da linha

11-coral para Guaianases e fiz baldeação para Mogi, onde desci na estação Jundiapeba. Vim no contra fluxo e vi a situação de trabalhadores e estudantes indo da Zona Leste e dos municípios vizinhos para o Centro. Em Guaianases, até nos alertaram para sairmos logo senão não conseguiríamos desembarcar. Não podemos admitir isso.

OPINIÃO Pedro Cardoso da Costa - Bacharel em direito

Legislar com qualidade Nossa sociedade constrói a premissa de que os nossos congressistas, senadores, deputados federais e estaduais e vereadores precisam legislar sempre, sem discutir se há ou não necessidade. Daí que alguns institutos avaliam a participação do deputado pela quantidade de projetos apresentados e aprovados. Talvez seja hora de repensar esse modelo de Legislativo. Faz parte da natureza humana querer ser o melhor, o mais destacado, o mais criativo, quiçá até o mais inteligente. Mas no trabalho, mesmo como representantes do povo, deve ser levado em consideração a qualidade, a relevância e o resultado objetivo de qualquer projeto apresentado. Há alguns anos, escrevi que as casas legislativas brasileiras não deveriam ser comparadas às indústrias, nem analisadas pela criação anual de normas, porque acima de tudo, o importante seria o benefício geral trazido por elas. Quando um projeto de lei é apresentado, ele passa pela análise, recomendação e votação de vários órgãos internos, especialmente pelas várias comissões permanentes da Câmara dos Deputados e do Senado, apenas para restringir à esfera federal.

No site da Presidência da República consta um link que relaciona todas as normas federais, dentre as quais estão as leis ordinárias, um número muito acima das demais normas legais. Consta, por exemplo, que foram aprovadas 172 leis só em 2013, o menor número dos últimos 4 anos. Na década passada, foram sancionadas 2.235 leis ordinárias. A questão central é que mais de 90% dessas leis é para destinar dotações orçamentárias aos órgãos federais, atribuir nome de trechos ou de estradas federais, nome de viadutos, datas comemorativas e até para homenagear determinadas categorias, com um dia destinado a elas, com direito a feriado para a respectiva categoria. Mais um dia de descanso dentre os muitos feriados. São exemplos, a Lei 12.884, de 21.11.2013, institui o Dia Nacional dos Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade; a Lei 12.907, de 18.12.2013, abre ao Orçamento da Seguridade Social da União, em favor do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, crédito especial no valor de R$ 2.350.000,00, para os fins que especifica; a Lei 12.882, de 12.11.2013, dispõe sobre a denominação do novo Prédio da Adminis-

tração da Faculdade de Direito, no Campus da Universidade Federal do Amazonas, na cidade de Manaus. Por terem a mesma natureza, presume-se que todas passem pelo mesmo trâmite burocrático, ainda que seja por mera formalidade, com todos os pareceres já padronizados. Mesmo assim, não deixa de ser desperdício de tempo e de mão de obra, que deveriam ser canalizados para matérias mais relevantes e de abrangência maior. Pelo método que avalia o parlamentar pela quantidade de leis aprovadas, um deputado que tivesse 50 projetos aprovados desses acima seria incomparavelmente melhor do que outro que aprovou as aposentadorias para idosos da zona rural, de quem criou o seguro-desemprego ou de quem instituiu o divórcio. Não se duvida de que todas as normas têm sua relevância, sua importância, mas os procedimentos de liberação de verbas federais, de nome de órgãos, de implantação de dia de categoria poderiam ficar adstritos às atribuições poderiam ficar adstritos às atribuições de determinadas comissões internas do governo federal, mesmo que criadas especificamente para essa tarefa.

Sou uma entre 3,8 milhões de pessoas que a Companhia Metropolitana de São Paulo recebe diariamente. Uma em milhões de passageiros que todos os dias enfrentam a superlotação e os atrasos para chegar e retornar do serviço. Há anos utilizo o metrô e me deparo com um quadro que só piora. Duas semanas atrás estava na estação Penha da linha 3 – Vermelha, quando começou uma confusão. Para minha surpresa o segurança que deveria ter apartado a briga apenas criou mais conflito. Poucos dias atrás um grupo de pessoas empurrou um senhor (por volta dos 80 anos), que quase caiu na linha da estação República (3-Vermelha) e claro, os poucos funcionários que estavam na estação nem perceberam o ocorrido. Hoje tive o desprazer de estar no mesmo vagão de um garoto que empurrou e maltratou a minha mãe, uma senhora de quase 60 anos. Agora pergunto aos senhores, qual deve ser a postura dos usuários em situações como essa? A falta de segurança no metrô geram discussões inúteis e tumulto a toa. Não é a primeira vez que me sinto inerte aos acontecimentos do metrô. De fato, concordo que o aumento da população e a falta de educação da mesma não são responsabilidades dos senhores. Só que é encargo da Companhia Metropolitana de São

Paulo oferecer, no mínimo, um serviço seguro, limpo e organizado. Não existem desculpas para o péssimo funcionamento no horário de pico. É absurdo o metrô da, sempre chama “cidade da garoa”, virar o caos toda vez que o tempo muda. É ridícula a discrepância da qualidade do serviço a cada dia, devido à péssima logística. Acredito que falo por muitos quando digo que não quero monitores para TV Minuto ou qualquer tipo de mídia. Quero investimentos em segurança e organização. Quero um transporte rápido e não um transporte que invista em me distrair. Quero segurança na plataforma, é absurdo que estações como Penha, República,

Consolação entre outras não tenham nenhum tipo de grade de proteção. É incoerente a engenharia mesmo das novas estações. Como pode, construir a estação Paulista e não calcular que o número de pessoas que vem da linha Verde para a Amarela, não é compatível com o espaço de transferência de uma estação para outra. Causando assim um acumulo de pessoas a beira do trilho na estação Consolação. E ainda temos que escutar do Sr. Alvelleda (presidente do metrô), que “Trens lotados significam que nosso planejamento está correto. Seria um equívoco gastar bilhões de reais para atender poucas pessoas”.

EDITAL DE EXTRATO DE DOCUMENTOS Edna Katia do Amaral Costa – CPF 142.356.038-84 comunica o extravio do Alvará de Licença Municipal de Ferraz de Vasconcelos nº 4683, datada em 16 de novembro de 2000.

Expediente Razão Social: Empresa Jornalística “Do Município-SP” Ltda-ME CNPJ: 03.870.873/0001-43 Sede: Rua Tio Patinhas, 01 - sala 07, Parque Dourado, CEP 0808527-150, Ferraz de Vasconcelos. Fone/fax: 4674-0872 / 3442-8217 E-mail: redacao@jornaldomunicipio.com.br Site: www.jornaldomunicipio.com.br Rede Social: facebook.com/jornaldomunicipiofv

Redação Diretora Executiva: Maria de Lourdes Ramos da Silva Design: Anderson Prates (Free-lance) Gráfica: Periodicidade: Semanal, Distribuição Sexta Feira. Circulação: Ferraz de Vasconcelos (50%), Poá (20%), Itaquaquecetuba (10%) e São Paulo 20% (Cidade Tiradentes, Guaianases, Itaim Paulista e Itaquera).

Administração e Gerenciamento: Karacteres Publicidade Ltda-ME CNPJ: 18.588.520/0001-22 Sede: Rua. Francisco Rodrigues Seckler, 111,sala, 131 B, Vila Taquari, Cep 08230-020, São Paulo - SP -E-mail: karacterespp@hotmail.com Rede Social: facebook.com/karacterespublicidade As matérias e artigos assinados não são de responsabilidade da empresa. As fotos deste jornal que forem utilizadas em outros veículos de imprensa deverão constar credito conforme lei nº 5988 de 14/12/1973


Jornal do Município

segunda-feira, 17 de março de 2014

4secretariado

A dança das cadeiras continua com o troca-troca de secretários

l

3

4moradia Prefeito defende redução de desapropriações em Ferraz Roseli Souza

O ano de 2014 mal começou e o prefeito Acir Filló, em 15 dias, troca o comando da Secretaria de Saúde e Esportes, ambas pela terceira vez desde o início do seu mandato. Divulgação

Marcelo Prado Jr. Lourdes Ramos

Saúde - O ano de 2014 mal começou e o troca-troca de secretários na Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos já está intenso. Em 15 dias, mais dois secretários colocaram os cargos a disposição. Dessa vez, o prefeito Acir Filló (PSDB) aceitou na manhã de quarta-feira, 12, o pedido de exoneração do médico Luiz Antonio do Nascimento, que comandava a Secretaria de Saúde desde 23 de agosto do ano passado. Segundo nota divulgada a imprensa pela assessoria de comunicação do prefeito, o ex-secretário Dr. Luiz Antonio pediu desligamento do cargo em virtude de ter várias atividades simultâneas e uma delas, na Prefeitura de São Paulo, aonde também trabalha como médico e não teve a liberação para se dedicar integralmente a secretaria de saúde de Ferraz. Para o lugar do ex-chefe da pasta, foi nomeado no

início da noite, o médico oftalmologista Luiz Cláudio Guillaumon que já é funcionário da prefeitura há mais de dez anos, foi indicado e recomendado pelo prório Dr. Luiz Antonio. O ato de substituição foi realizado na manhã do dia seguinte, 13 na sede da Secretaria localizada na Vila Romanópolis e logo após o ato administrativo o novo secretário começou a trabalhar. Nos bastidores o que se comenta é que o Dr. Luiz Antonio entrou na rota de colisão com o secretário de governo e vereador licenciado Juracy Ferreira (PMDB), que também comandou no início da gestão de Filló a pasta da saúde municipal. Outro fato que também motivou a decisão do médico foram as duras críticas feitas pelo vereador e presidente Luís Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho, durante a audiência pública de saúde realizada no último dia 27, no Legislativo.

Fabinho criticou a saída de 12 médicos da Secretaria Municipal da Saúde nos últimos meses. Além disso, o vereador lamentou o fato de o povo reclamar de falhas no atendimento e da falta de remédios nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Rebatendo a crítica o Dr. Luiz Antonio apontou investimento baixo da prefeitura no setor e revelou que os médicos pediram para sair da rede local por não aceitar as novas diretrizes da pasta. Ressaltou ainda que alguns médicos tivessem mais de dois vínculos empregatícios o que é proibido por lei, outros além de não obedecer à carga horária recebiam horas extras, o que era um absurdo. Esportes - A dança das cadeiras também envolveu a secretaria da Juventude, Esportes e Lazer. A vereadora Ana Acilda Alves da Silva assumiu a pasta no lugar do empresário Valmir dos Santos, o Sal, que, por motivos particulares, solicitou

exoneração ao chefe do Poder Executivo ferrazense. A mudança foi oficializada dia 27 de fevereiro no Gabinete do chefe do Executivo ferrazense, durante cerimônia que contou com a presença de secretários municipais, vereadores, lideranças políticas e servidores.  Em seu segundo mandato como vereadora em Ferraz, Ana vai ocupar a pasta que desde abril do ano passado era comandada por Sal. A titularidade, num primeiro momento, foi do empresário e educador físico Marcos Antonio Atanazio, que se desligou do governo em março de 2013, a pedido, com o objetivo de dedicarse às suas empresas. A ideia da mais nova secretária de Filló é dar continuidade aos trabalhos desempenhados por seus antecessores, incrementar os projetos já existentes, buscar recursos na esfera estadual e federal, desenvolver e incentivar competições esportivas na cidade.

4INVESTIMENTO

Vacinação contra o vírus HPV e “Março Lilás” tem inicio em Ferraz

Marcelo Prado JR

A Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos iniciou no dia 10 de março, a vacinação, gratuita, contra o vírus HPV (Papiloma Vírus Humano), responsável pelo aparecimento do câncer de colo de útero. Durante a ação, que será realizada até 10 de abril, a municipalidade pretende imunizar 5,7 mil adolescentes. A campanha contra o vírus HPV terá à frente a Vigilância Epidemiológica e o Serviço de Atendimento Especializado (SAE), departamentos subordinados à Secretaria de Saúde e à Secretaria de Educação de Ferraz. A imunização, que é intramuscular, será composta por três doses. A primeira será aplicada entre março e abril. A segunda, após seis meses

da primeira. Já a terceira e última, também conhecida como dose de reforço, deve ocorrer depois de cinco anos da primeira. Além das 13 UBSs, cinco escolas da rede municipal de ensino, 17 da rede estadual e quatro particulares servirão como pontos de imunização da campanha. São as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) “Prefeito Helmuth Herman Hans Louis Baxmann”, “Luciano Poletti” e “Myriam Penteado Rodrigues Alckimin”, bem como as Escolas Integrais e Formação Pedagógica (Ediforps) I e II. As 17 instituições de ensino da rede estadual de Ferraz e as unidades particulares Instituto Educacional Andrade, Instituto Educacional Luterano, Núcleo Educacio-

Will de Oliver

nal Ferrazense (Nef), além do Serviço Social da Indústria (Sesi) também receberão os profissionais da Saúde. O atendimento será feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30.

Saúde para as mulheres

A campanha contra o vírus HPV terá à frente a Vigilância Epidemiológica e o Serviço de Atendimento Especializado (SAE)

O prefeito Acir Filló defendeu na manhã de quinta-feira (13), a redução do número de desapropriações de imóveis que estariam no projeto funcional do Corredor Metropolitano Bus Rap id Transit. (BRT) Perimetral Alto Tietê, que vai ligar Ferraz de Vasconcelos a Arujá, passando por Poá e Itaquaquecetuba, e que terá 20,9 quilômetros de extensão. A mensagem foi transmitida por secretários municipais, que participaram da primeira reunião para discutir o assunto com engenheiros e arquitetos da estatal, realizada no escritório da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), na Capital paulista. No encontro a EMTU apresentou o projeto funcional com o traçado do corredor que será edificado em Ferraz. A construção de um novo viaduto já foi confirmada para o município, depois que estudos apontados pelos engenheiros da estatal, será necessário para poder escoar o fluxo de veículos e caminhões ligando os dois lados da cidade. Outro ponto discutido na reunião foi com relação ao terminal inicial e final dos ônibus articulados, que terá ligação com a nova estação Ferraz de Vasconcelos, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e com o futuro terminal rodoviário do município, que concentrará a linhas municipais e intermunicipais de ônibus. Para os secretários mu-

nicipais Silas Faria de Souza, de Planejamento e João Matias, de Transportes e Mobilidade Urbana, o primeiro encontro foi bastante positivo. “Foi uma reunião de trabalho que nos deixou satisfeitos, pois conseguimos fazer com que a EMTU entendesse a recomendação do prefeito Filló, em reduzir o impacto das desapropriações das casas e estabelecimentos comerciais, que estariam inicialmente na rota do traçado do corredor. Ficou acertado que os engenheiros da estatal irão desenvolver um novo trajeto que atenda de fato a solicitação do prefeito”, afirma o engenheiro Silas. Dentro de até 20 dias será realizada a segunda reunião da primeira fase do projeto funcional, para que a EMTU apresente o projeto básico do Corredor Metropolitano, já com o traçado das pistas com o impacto das possíveis desapropriações. O trabalho está sendo elaborado pelo Consórcio Projeto BRT Arujá, formado pelas empresas Vetec e Walm, vencedor da concorrência pública, sob a supervisão e coordenação da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e da Secretaria dos Transportes Metropolitanos.   A estimativa é de que sejam atendidos 47 mil passageiros por dia que serão transportados com uma frota prevista de 67 ônibus, sendo 55 articulados e 12 do tipo Padron.


4 l segunda-feira, 17 de março de 2014

Projeto de lei padroniza a pintura de prédios públicos em Ferraz

Jornal do Município

4saúde

Vereador lidera abaixo assinado por melhorias no hospital regional Liderados pelo vereador Claudio Ramos (PT), ferrazenses decidiram fazer um abaixo-assinado que fará parte do pedido de abertura de uma ação civil pública

Viviane Silva

Pedro Ferreira

A Prefeitura Municipal de Ferraz de Vasconcelos poderá ser obrigada a pintar os seus futuros prédios nas cores da bandeira da cidade, ou seja, o verde, a cinza e o amarelo. Já as construções existentes, que, hoje, são padronizadas na cor verde por determinação do atual governo municipal deverão passar pela mudança na medida em que houver a necessidade de uma nova pintura. A novidade faz parte de um projeto de lei dos vereadores José Nelson Ferreira (PRB), o Pastor Nelson e Walter Marsal Rosa (PROS), o Valtinho do Ipanema, apresentado na segunda-feira, dia 10. Além disso, a matéria também abrangerá os prédios alugados e os adesivos da frota de veículos e de máquinas próprios ou alocados. Em compensação, o texto não se aplicará no caso de a edificação exigir a sua identificação ou visualização em cores especiais definidas em normas técnicas nacionais e internacionais, se tratar de bem tombado pelo Patrimônio Histórico e Cultural Municipal ou Estadual, de bens cedidos por órgãos da administração direta ou indireta da União do Estado e de obra oriunda de convênio ou parceria, devidamente, expressa em lei.

Por sua vez, os automóveis de uso exclusivo do prefeito, do presidente do Legislativo e de presidentes de autarquias e fundações também ficam de fora da futura padronização. A obrigatoriedade de utilização de cores da bandeira do município poderá se estender aos prestadores de serviços públicos, permissionários ou concessionários, a critério da administração. A norma em tramitação determina ainda que os uniformes destinados aos servidores públicos locais e aos alunos da rede municipal de ensino quando distribuídos, gratuitamente, pela municipalidade deverão obedecer à mudança. Para os autores, a presente obrigatoriedade visa impedir que a cada mandato prefeito e presidente da Câmara eleitos adotem cores selecionadas de acordo com o seu critério pessoal e de partidos políticos acarretando assim despesas indevidas para satisfazer apenas a um desejo particular. Além do mais, eles avaliam que a norma permitirá a população ferrazense a efetuar o controle social da gestão pública e, ao mesmo tempo, exercer a fiscalização de bens do patrimônio público da cidade e a aplicação de recursos como manda a Constituição de 88.

O Vereador Claudio Ramos (PT), há algumas semanas vem fazendo movimentos por melhorias no Regional. O caos no atendimento no Pronto-Socorro (PS), no setor de triagem, a falta constante de médicos especialistas e o recente fechamento da maternidade infantil do Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, na Vila Corrêa, em Ferraz de Vasconcelos, estão revoltando cada vez mais os usuários em geral. Por isso, liderados pelo vereador (foto) Claudio Ramos Moreira (PT), munícipes ferrazenses decidiram fazer um abaixo-assinado que depois fará parte do pedido de abertura de uma ação civil pública junto ao Ministério Público Estadual (MPE). A coleta começou na terça-feira, dia 25, e até a presenta data já foram recolhidas mais de 5.000 mil assinaturas. Segundo Claudio Ramos, a meta do movimento é alcançar 10 mil adesões que servirão de embasamento a solicitação do processo de investigação de virtuais responsabilidades do governo estadual pelo MPE. Afinal, o que vem acontecendo no Hospital Regional é um verdadeiro crime contra a saúde pública. Para o petista, além de não oferecer atendimento digno aos moradores, o fechamento para obras no setor neonatal significa uma completa falta de respeito à comunidade, já que, o cidadão ferrazense sequer tem o direito de vir ao mundo próximos meses, na cidade. “Hoje, a saída é a mulher ir até o Hospital Geral de Guaianases para ganhar o

seu bebê. Por tudo isso, o nosso povo está cansado de procurar atendimento médico no Hospital Regional e, simplesmente, ouvir como resposta que não existem profissionais especializados na unidade todos os dias. Em suma, a nossa gente não suporta mais tanta negligência e inoperância por parte do Palácio dos Bandeirantes contra o que acontece no Dr. Osíris”, desafia Claudio Ramos. O vereador afirmou ainda que a tragédia na falta de atendimento pode inclusive ser uma estratégia adotada pelo governo municipal para justificar uma possível privatização do Hospital. Há rumores que o PS poderá ser terceirizado para o Instituto Dante Pazzanese. Para ele, o correto seria o governo estadual buscar meios urgentes visando à contratação de médicos e de demais funcionários e não apenas ficar no campo de eternas promessas. Claudio Ramos destaca também que a campanha exigindo respeito, cidadania é um atendimento digno no Hospital Regional, isto é, o abaixo-assinado está sendo coletado na região central da cidade e na periferia. Além disso, o interessado pode procurar o próprio vereador ou a sua

assessoria na Câmara Municipal, no centro, e ainda estabelecimentos comerciais e entidades sociais em geral. Para tanto, basta escrever o nome, o número de RG e a denominação do bairro onde mora. “Contamos com a sua colaboração por uma saúde pública decente e de qualidade. Chega de descaso no Hospital Re-

gional”, branda Claudio Ramos. Como muita frequência, todos os vereadores locais têm discordado, frontalmente, da maneira como o cidadão ferrazense e regional vem sendo atendido no Dr. Osíris Florindo Coelho. Para eles, a situação chegou ao limite e, por isso, exigem uma solução para o problema.


Jornal do Município

segunda-feira, 17 de março de 2014

4CURSOS

CIC recebe cursos de Moda e Beleza do Fundo Solidariedade do Estado

l

5

4palestras

PROCON realiza palestras para estudantes dos Ediforps I e II

As inscrições estão abertas à comunidade para os cursos gratuitos de qualificação profissional, que iniciarão suas atividades no final deste mês. lo. Na capital, seis unidades estão distribuídas pela cidade, outras três estão nos municípios de Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos e Francisco Morato, e duas unidades no interior,nas cidades de Campinas e Jundiaí.

Lourdes Ramos

O Centro de Integração e Cidadania de Ferraz de Vasconcelos através do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP) conquista mais dois importantes projetos para a população ferrazense. As inscrições estão abertas para o Pólo de Moda e Beleza, que iniciarão suas atividades neste equipamento no final deste mês. Os dois cursos serão oferecidos gratuitamente para maiores de l8 anos e ministrados em dois períodos: Manhã – Corte e Costura, Depilação e Maquiagem.

Tarde – Corte e Costura, Assistente de Cabeleireiro e Manicure. Tarde – Corte e Costura, Assistente de Cabeleireiro e Manicure. Para se inscrever, o interessado deverá comparecer neste CIC, à Rua Américo Trufelli, 60 - Conjunto Residencial José Chacon Moriel munido de original e cópia do RG, CPF e Comprovante de Endereço. Não é exigida escolaridade mínima ou experiência prévia nas áreas de moda ou beleza. Para maiores informações ligue: - Fones: 4675- 5320 / 4674-0800.

Sobre o CIC O Centro de Integração da Cidadania é um programa da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. Em cada unidade do CIC, a população tem acesso a serviços públicos gratuitos como emissão de documentos, cursos profissionalizantes, oficinas culturais, núcleo de mediação de conflitos, orientação sobre consumido oferecida pelo PROCOM e acesso à justiça gratuita por meio da Defensoria Pública. Atualmente, existem 11 postos do programa em todo o Estado de São Pau-

4INVESTIMENTO

Sobre o FUSSESP O Fundo Social de Solidariedade é um órgão do Governo, vinculado à Casa Civil, presidido pela Primeira Dama do Estado, Lu Alckmin. Seu objetivo é desenvolver projetos sociais para melhorar a qualidade de vida dos segmentos mais carentes da população. A atual administração exercita a solidariedade educativa, criando programas e ações visando o resgate da dignidade humana, a qualificação profissional, a geração de renda e emprego. Para tanto, são articuladas ações e a ampliação de parcerias com iniciativa privada, órgãos do governo e com a sociedade civil. O Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo atua na capital, em 2.500 entidades cadastradas e no interior. Will de Oliver/Se

com Ferraz

Banco do Povo baixa juros e aumenta linha de crédito

Renato Ourives

O Banco do Povo Paulista, gerido pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo, e coordenado pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia de Ferraz de Vasconcelos, anunciou a redução da taxa de juros e aumento na oferta de crédito para pessoas físicas e jurídicas. De acordo com o agente de crédito do órgão, Neto Zeller, a taxa que antes era de 0,5% ao mês, desde fevereiro, passou a ser de 0,35% ao mês. O prazo para o pagamento de empréstimos também foi elevado de 12 para 24 meses, no caso de aquisição de mercadorias por parte de pessoa física, aumentou de 18, para 36 meses para pessoa jurídica. Ainda segundo Zeller, o limite máximo para crédito também sofreu reajuste, passando de R$ 10 mil, para R$ 15 mil, para quem trabalha por conta própria, e de R$ 15 mil, para R$ 20 mil, no caso de empresas com CNPJ. Os interessados em linhas de crédito devem se informar na sede do Banco do Povo Paulista de Ferraz, que

funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, na Secretaria de Indústria e Comércio (Avenida Santos Dumont, 1.646, Jardim Vista Alegre – 4677-7414). Na oportunidade, o candidato ao financiamento passa por uma pré-entrevista, para, posteriormente, se cadastrar como pessoa física e jurídica e apresentar um avalista. O órgão, então, faz a análise de restrição e a constatação “in loco” do negócio e não cobra taxa de abertura de crédito, de cadastro, de elaboração de contrato, e de nenhum outro valor para liberação do financiamento. No ano passado, o Banco do Povo Paulista de Ferraz de Vasconcelos bateu o valor de R$ 1 milhão em empréstimos feitos a microempresários da cidade. O montante foi destinado entre 2006, ano em que o programa gerenciado pelo município em parceria com o Governo do Estado de São Paulo foi implementado, e 2013. De maio a novembro do ano passado, a instituição ofereceu mais de R$ 330 mil em créditos. O secretário municipal de Indústria e Comércio, Elio

Crédito para empreender

Prefeito Acir Filló comemora iniciativa, na foto abaixo o agente de crédito NetoZeller

de Andrade Filho, que também é empresário, destaca a importância da instituição para o microempreendedor. “O Banco do Povo é, sem dúvida, uma grande ferramenta para quem precisa investir no seu negócio. Muitos comerciantes, profissionais liberais, e outros empreendedores encontram no órgão, um ótimo parceiro na hora de expandir o seu negócio, principalmente pelos juros baixíssimos, e a facilidade de se aprovar o crédito. O Banco do Povo tem todo nosso apoio em Ferraz”, exaltou Andrade. O prefeito Acir Filló comemorou a baixa na taxa de

juros praticada órgão. “Os juros para empréstimos do Banco do Povo que já eram baixos, ficaram ainda mais atrativos para os empreendedores. Sei o quanto é difícil empreender neste País. Tudo é burocratizado e arriscado, sem contar que os impostos são altíssimos. Para quem precisa de dinheiro para investir num novo negócio ou incrementar o que já existe, o Banco do Povo é ideal. Queremos, assim, ampliar os atendimentos. Se os microempresários tiverem apoio e como crescer, vão gerar mais empregos no município e contribuir com a arrecadação”, disse Filló.

Saber consumir

Palestra contou com os palestrantes Solange (foto acima e Juliane (foto menor) Marcelo Prado Jr.

A Secretaria de Educação e o Procon de Ferraz de Vasconcelos deram continuidade quarta-feira passada (12 de março), ao projeto “Saber Consumir”, elaborado pela Fundação PROCON de São Paulo. O objetivo da iniciativa é promover a educação para o consumo das crianças e de jovens nas escolas, evitando, assim, o consumismo, e incentivando, ao mesmo tempo, a responsabilidade individual e ambiental. Durante a manhã foram duas palestras na Escola Integral e Formação Pedagógica (Ediforp) I. Já no período da tarde, mais duas na Ediforp II. Ambos para alunos do 8º e 9º anos. Com adesão gratuita, o projeto está sendo desenvolvido em todas as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emef) e Escolas Municipais de Ensino Infantil e Fundamental (Emeif) da cidade. Na oportunidade, os professores receberam certificados e o kit “Saber Consumir”, que serão apresentados aos alunos da rede. As palestras foram ministradas pela coordenadora do PROCON, Miriam Melchiori Matos, pela técnica e fiscal, Juliane Gallo e Solange Costa. De acordo coordenadora do PROCON, o tema Consumo deve ser inserido nas atividades escolares, já que, na ótica da profissional, crianças e jovens têm mais faci-

Coordenadora

Mirian Melchiori falou sobre técnica fiscal para os alunos

lidade para estimular os pais sobre o assunto. “O objetivo do PROCON, em parceria com Secretaria Municipal de Educação, é reeducar o aluno na questão do consumir. Em pesquisa realizada pela Fundação PROCON de São Paulo, cerca de 80% das decisões de compras da família, são influenciadas pelas crianças. Com isso, estamos levando à sala de aula uma maior reflexão quanto à compra, reeducando o aluno, que, consecutivamente, vai passar para seus pais o que é e quando se deve consumir de forma consciente”, acrescenta Miriam. Na orientação dada aos alunos, além da palestra convencional, houve uma dinâmica com os estudantes, onde alguns deles escolhidos voluntariamente, simularam o ato de compra e venda de um determinado produto a domicilio, e na loja. A visita ocorreu nos dois Ediforps da cidade. O projeto “Saber Consumir” já esteve nas Emefs “Luciano Poletti”, e “Myriam Penteado Rodrigues Alckimin“. Já na quinta-feira (13 de março) a açãorealizou-se na Emef “Helmuth Hermann Hans Louis”. A iniciativa foi encerrada oficialmente na sexta-feira (14 de março), na Praça Independência.


6 l segunda-feira, 17 de março de 2014

Jornal do Município

COMUNICADO AOS ASSOCIADOS

Editais - Atas e Balanços } redacao@jornaldomunicipio.com.br


Jornal do Município

segunda-feira, 17 de março de 2014

l

7

ACIFV em prol da Cidade Limpa Lourdes Ramos

Atendendo as inúmeras reclamações de comerciantes, transeuntes e motoristas, a Associação Comercial e Industrial de Ferraz de Vasconcelos encaminhará nos próximos dias, um ofício aos cuidados do Sr. Prefeito Acir Filló dos Santos, cobrando providencias sobre irregularidades que ferem a Lei Cidade Limpa, no. 2.889, de 14 de abril de 2009. As reclamações se referem à poluição visual que já está tomando conta da cidade, com faixas publicitárias desde o portal da entrada da cidade próximo a ETEC, no Parque São Francisco próximo as Estações da CPTM, e no centro, inclusive com um telão de LED que, segundos alguns motoristas, à noite, a visão do semáforo se confunde devido as luzes do telão que fica ao fundo. “Estamos seguindo nosso estatuto e representando a classe junto ao Poder Executivo que prontamente recebeu as reclamações e se mos-

trou também muito preocupado com as alegações de que algumas irregularidades causam a falta de segurança. Fico feliz em poder prestar esse serviço para minha cidade”, diz Aureo do Carmo presidente da ACIFV. “Quero dizer que a Prefeitura não está passiva a esses acontecimentos e que providencias estão sim sendo tomadas, pois concordo com a denuncia de que a visão do semáforo da Avenida Brasil tanto quanto os outros ficam prejudicados com essa poluição visual. Inclusive, aproveito pra fazer um alerta a todos os comerciantes que providenciem a legalização de suas fachadas ou de suas propagandas, pois a prefeitura está ativa e multando . Já estamos estudando adequações na Lei da Cidade Limpa porém, a que está em vigor no momento é o que está valendo. Agradeço a nossa parceira ACIFV por nos ajudar a sermos eficiente. Não podemos ser passivos as necessidades da nossa sociedade”, diz o prefeito.

O QUE A LEI DIZ :

Poluição Visual

Estamos seguindo o nosso estatuto e representando a classe junto ao Poder Executivo que prontamente recebeu as reclamações e se mostrou também preocupado. Aureo do Carmo Presidente da ACIFV

Moradores reclamam das faixas, cartazes e painéis de led que deixam a cidade poluída e sem manuntenção


8 l segunda-feira, 17 de março de 2014

Jornal do Município

SOCIAL

Primeira Dama promove chá da tarde para homenagear as mulheres Fotos: Gláucia Ramos

Encontro foi realizado no Rotary Club de Ferraz de Vasconcelos, organizado pela primeira-dama da cidade, Viviane Vieira dos Santos; a segunda edição do chá da tarde promovido pelo Fundo Social de Solidariedade faz parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher Michel Tavares

O Fundo Social de Solidariedade de Ferraz de Vasconcelos realizou na tarde de quinta-feira (13 de março), um chá da tarde em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Com o comando da primeira-dama da cidade, Viviane Vieira dos Santos, o evento foi realizado no Salão Social do Rotary Club (Avenida Brasil, 121, Vila Correia). Mais de 350 mulheres representando entidades, empresas e sociedade civil compareceram ao evento. Bem como secretários municipais do prefeito Acir dos Santos (Filló). O segundo chá da tarde teve como objetivo principal a confraternização entre as mulheres da cidade. Na ocasião sorteios de brindes, ao som da orquestra com os alunos do Centro de Educa-

ção Infantil OIAEU, abrilhantaram a descontraída tarde. Que também contou com a explanação da presidente do Fundo Social do município, Viviane Vieira, e de mais quatro representantes femininas, que contaram suas histórias de luta e superação. Foram elas, a diretora do Centro de Educação Infantil (CEI) “Adelino Gomes Marques”, Tatiane Fiqueire; a empresária Priscila Yokoi; Juliane Martins, do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Ferraz; e Cristina Oliveira, que representou a sociedade civil. O chefe do Poder Executivo, Acir Filló, que comemorou aniversario quinta-feira (13 de março), também fez questão de prestigiar o evento de sua esposa.

Miss e Mister Estudantil 2014

Homenagem as mulheres

Primeira dama Viviane Vieira e presidente do Fundo Social de Solidariedade, promoveu o chá da tarde que confrenizou as mulheres de várias gerações da nossa cidade.

Renatinho Se Ligue A prefeitura, por meio da Coordenadoria de Juventude, a Secretaria da Educação e o Fundo Social, vão promover o Miss e Mister Estudantil 2014, as inscrições começam dia 25 de março e vão até o dia 15 de Abril. Podem participar alunos do ensino fundamental II e Ensino Médio da rede estadual e municipal de ensino, o regulamento ficará disponível no site da prefeitura. Informações: 4678-5830 ou 4674-7800

Edição 1258  

Jornal do Município, edição 1258

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you