Page 1

07

15 JUNHO A 15 JULHO-2013

DE GOIÁS

Equipes catalanas ficam com 1ª e 2ª colocações no Campeonato Goiano de Handebol Atletas competem com o apoio da Prefeitura de Catalão Equipes de Catalão se destacaram na 1ª etapa do Campeonato Goiano de Handebol, em Anápolis. A cidade de foi representada pelas equipes da Associação Catalana de Iniciação e Tr e i n a m e n t o E s p o r t i v o (Ascite), nas categorias masculino (até 16 anos) e juvenil (até 18 anos). A equipe juvenil feminina terminou a competição em segundo lugar, enquanto a equipe do cadete conquistou a primeira colocação. O transporte para os atletas que participam da competição foram custeados pela Prefeitura de Catalão. Agora, as equipes se preparam para a segunda etapa do torneio que será realizada em Trindade nos dias 30 e 31 de agosto e 1º de setembro. “Será nesta fase

que sairá o campeão goiano de cada categoria”, destacou o secretário de Esportes e Lazer, Luciano Rodrigues, 'Tampa'. A Comissão Técnica da Ascite é formada pelos professores Thiago Netto, Lucembergue Vanderlei Canedo e Maria Consolação (Sação). “As equipes catalanas saíram-se muito bem na competição, causando grande surpresa e empolgação nos torcedores que prestigiaram o campeonato. Queremos agradecer ao secretário Luciano Rodrigues da Costa e também ao prefeito Jardel Sebba que não mediram esforços e contribuíram para a participação das equipes catalanas nesse grande evento esportivo”, agradeceu Sação.

METABASE PARTICIPA E ORGANIZA MOBILIZAÇÃO JUNTO A FORÇA SINDICAL “Em poucas palavras, o começo da mudança chegou, diziam os associados” Em um dia de luta nacional, o sindicato METABASE começou a mostrar a verdadeira força que possui e o potencial que ainda poderá apresentar junto aos seus associados e a sociedade. Não é de hoje que milhares de associados ligados ao sindicato pedem uma mudança que traga algo de concreto para as lutas da classe que tanto sofre por perdas que se acumularam ao passar dos anos. Para diretoria, isso era inevitável e um dia deveria começar a aparecer, “muitos associados ainda não acreditam que podemos mudar, mas faremos isso com cautela e muita responsabilidade”, declarou Diego Hilário, dirigente financeiro do METABASE. Arnaldo Antunes quando perguntado sobre a importância de participar efetivamente do movimento é emblemático, “olha, isso foi muito importante, pois mostramos que os sindicatos de Catalão que estão filiados á força sindical, tem uma força muito grande e poderão realizar grandes movimentos, capaz de mobilizar não só os trabalhadores,

mas toda a sociedade em geral”, comentou Antunes. Antunes ainda falou sobre a visibilidade que tomou o movimento, segundo Arnaldo mais de 5 mil pessoas participaram do evento e ainda os que não participaram efetivamente, acolheram o movimento não indo trabalhar, o movimento foi legitimo e ordeiro, tanto que foi notada até a participação de um empresário do ramo de fertilizantes junto a BR 050. Para um associado que não quis se identificar, a mudança é bem vinda, “olha é muito bom movimentos como estes, mas espero que esse não seja o último, queremos um sindicato cada vez mais forte e unido, e que, nós associados possamos estar cada vez mais unidos em prol da causa do trabalhador”, comentou o associado. O sindicato METABASE por meio de seus dirigentes mostrou que a mudança está em plena acessão e que o trabalhador deverá se unir cada vez mais, pois somente com a união e a força da mobilização teremos capacidade de rebater a máquina capitalista.

ATENDIMENTO NUTRICIONAL AUXILIA O TRATAMENTO CONTRA A DEPENDÊNCIA QUÍMICA A dependência química é uma doença de caráter social, físico e psíquico. Com o uso de drogas o usuário supre necessidades psicológicas e com isso passa a consumila freqüentemente para satisfazer-se, evitar sensações de mal estar e buscar soluções para seus problemas interiores. O profissional de nutrição contribui para que o tratamento desenvolvido em grupos, clínicas, centros e organizações não governamentais que oferecem acompanhamento clínico a dependentes químicos tenham seu objetivo alcançado. O desafio contra o consumo contínuo de drogas, medicamentos ou substâncias psicoativas envolve conhecimentos multidisciplinares e uma investigação sobre possíveis necessidades nutricionais. Estudos relatam que pacientes que são submetidos ao acompanhamento nutricional possuem melhor evolução e prognóstico. Isso se deve ao fato de que além dos efeitos fisiológicos maléficos da dependência de substâncias psicoativas, a doença prejudica o modo de vida dos adictos, entre os quais os hábitos alimentares. Nesta população, é evidente a alimentação irregular e dietas pobres em valor nutricional. De acordo com a dependência, as conseqüências vão desde anemias e danos hepáticos a diagnósticos de baixo peso e desnutrição grave. É nesse momento que o nutricionista deve intervir, com o objetivo de auxiliar o paciente na reposição de nutrientes por meio de dietas e suplementação alimentar adequada. Normalmente, com a evolução do tratamento a inapetência é deixada de lado, e o apetite é restabelecido durante o tratamento, causando na maioria dos casos um alto consumo de alimentos diretamente ligado a ansiedade e a momentos compulsórios. Portanto o trabalho do nutricionista deverá atingir as duas faces de comportamento alimentar durante essa fase, a desnutrição e o excesso de peso. Sendo assim, alguns objetivos do tratamento ambulatorial são: abolir quadros de desnutrição, contenção de excessos alimentares, reeducação alimentar, manutenção de peso, melhora da auto-estima, prevenção da recaída, melhora da qualidade de vida, prevenção de transtornos alimentares ( ex. Anorexia, bulimia). O trabalho deve ser desenvolvido com peculiaridade, e a complexidade dos casos também demanda acompanhamento personalizado e bastante proximidade, do contrário, não se consegue resultados específicos. Alimentação saudável e adequada é importante para todo mundo. Para dependentes químicos mais ainda! DR. Cibelle: Nutricionista

Trabalhadores da John Deere aprovam PLR

A p ó s i n t e n s a s negociações e até ameaça de greve, os trabalhadores da John Deere aprovaram a proposta de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) na tarde de segunda-feira. Os trabalhadores receberão um abono (parte fixa) em vale-alimentação no valor de R$ 700,00 com pagamento em 15 de dezembro. Já o valor do CIPP, que é calculado baseado nas metas individuais de cada um, será pago no dia 8

de julho. O valor do abono teve um aumento de 233%, uma vez que no ano passado o parte fixa era de R$ 300,00. Segundo o diretor do SIMECAT, José Geraldo, essa é uma vitória muito importante, já que a empresa se recusou o tempo todo a pagar a parte fixa. É importante ressaltar que o único local que a empresa paga a parte fixa é em Catalão. Essa é uma grande conquista dos metalúrgicos da cidade.

Agora, quem é empregado a partir de 30 dias também receberá o abono proporcional ao tempo de serviço. Mudança que beneficia o trabalhador, pois anteriormente só recebia quem tinha mais de 90 dias de empresa. O trabalhador Divino Mariano, sentiu desde o início que o resultado ia ser bom. “Dessa vez percebi que os companheiros estavam mesmo mobilizados, sempre tem aqueles que ficam na sombra do outro, mas no geral a maioria tava unido”, ressalta. Campanha Salarial Agora o foco é a campanha Salarial, a mobilização continua em prol das mais de 40 reivindicações dos trabalhadores. As negociações se arrastam desde o lançamento da Campanha, em 26 de abril. Por Juliana Barbosa Assessoria de imprensa SIMECAT

Jornal do interior 7  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you