Page 1

SEPÚLVEDA

VALDEMAR

REENCONTRO

Renúncia à presidência

Condenado pelo revisor

Sob escolta policial

Ele não quis comandar a Comissão de Ética da Presidência. nA4

Lewandowski concordou com a tese da Procuradoria. nA5

Polícia monta esquema de guerra para o reencontro com o Flamengo. nA7 Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Terça-feira, 25 de Setembro de 2012 - Ano XXV

• Domingo e Segunda R$ 3,50 • Terça a Sábado R$ 1,50 HEVERTON MENDES

ELEIÇÕES 2012

Pesquisa aponta 2º turno, mas coligações evitam o assunto A segunda pesquisa do Ibope/TV Amapá indica a tendência de um segundo turno nas eleições de Macapá entre Roberto Góes (PDT) e Clécio Luis (PSOL). Porém, as coordenações das campanhas preferem

Roberto

PESQUISA IBOPE

PDT

Clécio PSOL

30 25

29%

Cristina PSB

33%

DEM

23%

20 15 10

Davi

13%

16%

13% 7%

5 0

12% 1% 2%

Pesquisa IBOPE 22/09/2012

HEVERTON MENDES

Pesquisa IBOPE 11/08/2012

Genivaldo PSTU

Milhomen PCdoB

1% 2%

PESQUISA TRE/AP 00004/2012

MACAPÁ

Prefeitura cobra R$ 100 milhões de impostos dos bancos Os impostos cobrados são decorrentes principalmente das operações de crédito, quando o usuário é tributado, mas o recurso não chega na Prefeitura. nB3

Mauro: “ação policial teve o objetivo de me desmoralizar na sociedade”

ARMAÇÃO

Presidente da UDE acusa delegado Mauro é presidente da UDE da Seed e é investigado por corrupção pela Polícia Civil. Porém, ele disse que tudo é armação com o objetivo de desmoralizá-lo publicamente. nB4

HEVERTON MENDES

35

ainda não tratar do assunto. Se confirmado o segundo turno, apoios de Milhomen e Davi serão os mais disputados. Quanto à Cristina Almeida e o PSB só há uma certeza: coligação com o PDT é impossível. nB1

Enquanto isso, urbanitários cobram explicações quanto ao destino da CEA

NOVO CAPÍTULO

Federalização da DEBATE NA ACIA CEA deve iniciar após Milhomen promete reforma estudos de impactos Direção do setor de Tributos mostra a evolução da dívida dos bancos com a PMM

administrativa na Prefeitura A Associação Comercial e Industrial do Amapá (ACIA) continuou ontem (24) o ciclo de debates com os candidatos à Prefeitura de Macapá. O encontro da vez foi

com Evandro Milhomen (PCdoB), que além de falar sobre suas propostas de governo, disse ainda que vai ser preciso desarmar o palanque político após o pleito. nA3 HEVERTON MENDES

A necessidade da avaliação foi definida em reunião realizada na última sexta-feira (21), em Brasília (DF), pelo Grupo de Trabalho criado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para discutir e encaminhar o processo de transferência da Companhia.nB4

CARNAVAL

DIVULGAÇÃO

Liesa planeja atrações nacionais para 2013 Liga deve montar uma grande estrutura no Sambódromo para o próximo ano. Participações de artistas nacionais devem ser o ponto alto da festa. nB2

Orles Braga voltou à Liesa após decisão judicial na última sexta-feira

Candidato à PMM, Evandro Milhomen, o presidente da ACIA, Nilton Ricardo e a candidata a vice-prefeita, Patriciana

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

A sociedade controlando o governo RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

C

om dificuldades, mas com algumas conquistas, o controle social avança sobre o processo de gestão pública país a fora. Mais vagarosamente aqui pelo norte, como, por exemplo, no Estado do Amapá, do que nos ambientes urbanos do sudeste, do sul e do centro-oeste. Os episódios da semana passada são a prova da importância dos esclarecimentos que trazem uma decisão ou a interpretação de um instante que experimenta toda a sociedade. Os dois casos mais marcantes da semana passada foram a censura ao blog do jornalista do Jornal Estado de São Paulo, João Bosco Rabelo, mandando, judicialmente, a ser retirada da “rede” uma notícia sobre o candidato Roberto Góes que disputa a reeleição ao cargo de Prefeito do Município de Macapá; a outra foi a divulgação da segunda pesquisa feita em Macapá tendo como foco a prefe-

rência atual dos candidatos inscritos para disputar aquele cargo de prefeito. O primeiro caso é uma luta de todos os jornalistas, donos de jornais e agora, os responsáveis pela utilização das redes sociais para repercutir fatos de interesse de todos e que, doutra forma, poderia deixar uma informação importante, sem ser do conhecimento do eleitor e sobre o candidato. Para a imprensa pouco interessa se vai prejudicar ou favorecer este ou aquele candidato, desde que a notícia seja acostada na verdade ou a expressão da própria verdade. O segundo caso é o que vamos procurar analisar mais detidamente devido também ao que se pode chamar controle social à campanha eleitoral. Qualquer coordenação de campanha que se preze conhece a posição do seu candidato na preferência instantânea do eleitorado. Se não fosse

assim, para que ser veria uma coordenação? Então, todas as seis coordenações de campanha, de cada uma das coligações que apresentaram candidatos ao cargo de prefeito de Macapá, já sabiam a posição do seu candidato. Não existe nenhuma possibilidade de desenvolver uma campanha sem saber isso, pelo menos. As coordenações sabem de tudo e com muito mais detalhes, pois se assim não fosse, não mudariam ou manteriam as estratégias de campanha. A divulgação das pesquisas passa pelo crivo da legislação e da fiscalização do pleito eleitoral. Vai, segundo a regra, ao Tribunal Regional Eleitoral que examina se todos os itens previstos na legislação foram atendidos. Em tendo sido atendidos, o carimbo de “autorizo a divulgação” e a pesquisa divulgada. E porque é importante prestar a atenção ao que é divulgado? Ora, se não fosse feita a divulgação apenas os diretamente interessados, um

grupo fechado, ficaria conhecendo a realidade de cada candidato e o eleitor, principal interessado, não. Saber a aceitação e a rejeição é importante para o eleitor. Saber como estão se posicionando os candidatos, assim, a pouco menos de 15 dias das eleições, também pode ajudar o eleitor a decidir em quem vai votar. Nesse momento fica fortalecida a força do amor própria de cada eleitor que começa a planejar a forma como vai desobedecer aquele que quer continuar lhe dando voz de comando, dizendo em quem vai ou em quem não vai votar. Conhecendo o cenário o eleitor ganha mais confiança e passa a colocar em evidência outras referências, algumas bem diferentes daquelas que são destacadas nas propagandas eleitorais ou nas reuniões de promoção do candidato. O controle social é isso: a sociedade controlando o governo e não o governo controlando a sociedade.

Um mensalão, três candidatos * ANDRÉ GONÇALVES

P

olíticos e jornalistas costumam contar a piada de que muita gente que trabalhou na CPI dos Correios voltava para casa e, ao abrir a geladeira, confundia a luz acionada pela porta com um holofote de televisão e começava a dar entrevista. Essa superexposição provocada pela investigação do mensalão, entre 2005 e 2006, catapultou em especial três jovens deputados federais. Atualmente, o baiano ACM Neto (DEM), o carioca Eduardo Paes (ex-PSDB, hoje no PMDB) e o paranaense Gustavo Fruet (ex-PSDB, hoje no PDT) são candidatos a prefeito das capitais dos seus estados. Tudo começou quando outro deputado do Paraná, o relator da CPI, Osmar Serraglio (PMDB), resolveu montar uma equipe para auxiliá-lo. O peemedebista dividiu o trabalho com dois adjuntos, Paes e Maurício Rands (PT-PE), e mais sete sub-relatores. Fruet ficou com a sub-relatoria relacionada à movimentação financeira, enquanto

ACM Neto apurou desvios de fundos de pensão. Nos corredores Seis meses após a CPI, que embasou a ação penal em julgamento atualmente no Supremo Tribunal Federal, Paes concorreu ao governo do Rio de Janeiro pelo PSDB e fez apenas 5,5% dos votos válidos. No segundo turno, apoiou Sérgio Cabral (PMDB), que tinha como principal cabo eleitoral o então presidente Lula, a quem Paes havia chamado de “psicótico” e “chefe de quadrilha” durante as investigações do mensalão. Em 2007, Paes trocou o PSDB pelo PMDB, com o apoio de Cabral e Lula, se elegeu prefeito da capital fluminense no ano seguinte. Agora, concorre à reeleição com os mesmos padrinhos e têm 54% das intenções de voto, segundo o Datafolha*. Herdeiro do clã Magalhães

na Bahia, ACM Neto chegou dizer que daria uma “surra” em Lula, em 2008. No mesmo ano, porém, apanhou nas urnas e não chegou ao segundo turno das eleições para prefeito de Salvador. A maré virou e, quatro anos depois, ele lidera as intenções de voto, com 39%, de acordo com o Ibope*. Fruet colheu os frutos do mensalão em 2006, quando reelegeu-se como deputado federal mais votado do Paraná. Em 2011, após desentendimentos com o PSDB local, adotou uma estratégia similar à de Paes e mudou para um partido da base governista. O raio, contudo, parece não ter caído duas vezes no mesmo lugar – Fruet está em terceiro lugar na

disputa curitibana, com 16% das intenções de voto, segundo o Ibope*. Por que a situação dele é tão diferente? ACM Neto, obviamente, não se queimou com seu eleitor tradicional porque não mudou de lado (embora tenha demonstrado arrependimento da história da surra). Já Paes migrou para um grupo político mais forte, com respaldo das máquinas estadual e federal. Enquanto isso, Fruet saiu de um time em que não tinha o respaldo do capitão, Beto Richa, para outro em que parece não ter com quem tabelar. Entre um PT constrangido e um eleitor confuso, ficou sozinho. O problema é que, como o futebol, política é um “esporte” coletivo. E os candidatos que se baseiam no voto de opinião são como goleiros. Podem fazer 50 milagres ao longo da partida, mas se tomarem um frango no final acabam crucificados para sempre. (* esta coluna foi publicada integralmente no Jornal Gazeta do Povo)

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe Interino: Marcelo Ignacio da Roza Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 12 Pág

Edição número

8013

A2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Editorial

Insistência do PSB

A

queda de 3% nas intenções de voto da candidata Cristina Almeida (PSB), da coligação Juntos pra Cuidar de Macapá, na pesquisa de opinião pública Ibope/TV Amapá, divulgada sábado, 22, e o respectivo crescimento de 4% de Roberto Góes (PDT), da coligação Construindo e Gerando Empregos, consolidando-se na primeira posição, mostra com clareza que a estratégia eleitoral dos socialistas foi mal concebida. A campanha de Cristina Almeida baseia-se em ataques ao atual prefeito, que tenta a reeleição, repisando diariamente informações sobre o envolvimento de Roberto Góes na Operação Mãos Limpas. Desde o dia 10 de setembro, segundo ano de aniversário da operação, os ataques tornaram-se mais intensos. A ponto de o programa de rádio da candidata que trata do assunto, ter sido repetido por mais de uma semana. O resultado da artilharia pesada é pouco auspicioso para Cristina Almeida. A candidata, além de perder os 3% na pesquisa, caiu da segunda para a terceira posição. Com um problema adicional: Sua queda levou-a a um empate técnico com Davi Alcolumbre (DEM), da coligação Macapá Melhor, que subiu de7% para 12%. Como a curva dele é ascendente e a dela, descendente, pode haver uma ultrapassagem, o que deixaria a candidata apoiada ostensivamente pelo governador Camilo Capiberibe numa vexatória quarta colocação. Os ataques podem, sim, ter surtido algum

efeito contra Roberto, visto que o índice de rejeição do candidato, segundo a mesma pesquisa, subiu 6%, passando de 29% para 35%. Nada, porém, que se compare à impressionante taxa de rejeição de Cristina, que pulou de 35% para 49%, um crescimento de 14% nos pouco mais de 40 dias que se passaram entre a primeira e a segunda pesquisa. Este desempenho extremamente negativo exigiria, em qualquer campanha, um replanejamento total da estratégia definida para a eleição. Não se sabe se isso será feito pela coordenação da campanha de Cristina Almeida. A se julgar pela estratégia de posicionamento do próprio Governo do Estado, desde que Camilo assumiu em janeiro de 2011, é improvável que haja uma mudança de rumo significativa. Nota-se entre as duas esferas – Governo e Campanha eleitoral do PSB – uma abordagem muito semelhante, que consiste em atacar duramente o PDT, expor mazelas, denunciar, desqualificar tudo o que foi realizado, na crença de que esse é o caminho para aniquilar seus adversários, conquistando o coração da opinião pública. Mal sucedida no Governo – basta conferir o resultado da avaliação da administração do governador Camilo -, a estratégia se mostra ainda mais ineficaz na campanha eleitoral, como confirmam os números das pesquisas do Ibope. A despeito dessas evidências, o PSB insiste nesse caminho, para regozijo dos que lhe fazem oposição.

Hora-Hora Credibilidade – Enganou-se quem pensava que Davi Alcolumbre ia comemorar o crescimento na campanha, revelado pela pesquisa do Ibope. Programa do candidato, ontem à noite, começou com uma taca no instituto, taxado de sem credibilidade. Denúncia - Programa requentou a denúncia de que o instituto teria se envolvido em uma maracutaia no Amapá, em 2010, com oferta de venda de resultado de pesquisa por R$ 1 milhão para um dos candidatos ao Governo. Surpresa – Quem acha errada a estratégia de colocar a família Capiberibe na campanha de Cristina Almeida, por conta de desgaste dos mesmos perante a opinião pública, surpreendeu-se com o programa de ontem à noite. Nele, Janete pede votos para a candidata. Era a que faltava. Dureza – Davi endureceu o discurso contra o prefeito Roberto Góes no horário eleitoral. Para ele, bater em Roberto pode ser complicado. Afinal, bem ou mal, seu partido, o DEM, ocupa a vice-prefeitura. O próprio Davi foi secretário de Obras. Futuro - Eleição de 2014 será decisiva para a definição de alianças no segundo turno. Quem ganhar agora fica mais forte para a próxima eleição. Assim, a aliança

de hoje vai ter consequências diretas na disputa para o Governo. Xadrez político altamente complexo. Complicadíssimo - Complicado mesmo, em relação à pesquisa do Ibope, é o desempenho de Evandro Milhomem, que não consegue descolar de Genival Cruz (PSTU), mantendo-se empatado com ele na última posição. Base de dados - Quem entende do assunto, questiona base de dados da pesquisa do Ibope – onde 40% das pessoas entrevistadas tem rendimento mensal superior a R$ 1.400,00 e 17% tem nível superior de escolaridade. Isso está longe da realidade da população de Macapá. Distorção - Com essa distorção na base de dados, prejuízo maior é dos candidatos com força entre os eleitores de baixa renda e baixa escolaridade. Favorecidos, por outro lado, são aqueles que transitam bem entre pessoas mais bem aquinhoadas. Faça suas avaliações. Mudanças - Coincidência ou não, programas de Davi Alcolumbre e de Cristina Almeida mudaram bastante no visual e abordagem, depois da divulgação da pesquisa do Ibope. Se tem a ver ou não, só coordenações podem responder.


JD

“ ”

Geral

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

Baixo nível - Não é de hoje que os eleitores reclamam do baixo nível da propaganda política. Os candidatos em vez de ocupar o reduzido tempo para apresentar propostas, ficam alfinetando um e outro, como se isso fosse seduzir os eleitores que ainda estão indecisos. Exemplo – Um exemplo claro de que a guerra entre os candidatos vai de mal a pior são os direitos de resposta e o gancho que alguns candidatos levaram no horário eleitoral gratuito. Afinal de contas, quem perde com isso? Chatice – Se já é chato o eleitor ser obrigado a assistir o horário eleitoral gratuito, mais chato ainda é ser obrigado a ficar olhando para aquela tela azul com alguns dizeres. Acho um verdadeiro absurdo. Providências – Acho que a Justiça Eleitoral está demorando para tomar providências quanto a guerra de farpas e acusações entre os candidatos. Das duas, uma: ou aparece um herói para dar um basta nessa picuinha política, ou o horário eleitoral gratuito vai servir só para os candidatos esfregarem os po-

dres um na cara do outro.

Não decolou – Nem com todo o esforço da família Capiberibe, a candidata Cristina Almeida (PSB) não conseguiu decolar nas pesquisas. Pior: dizem que o Ibope só vive errando. É mole?

Participação – Para completar o time, eis que agora no final do segundo tempo, entra em campo a deputada federal Janete Capiberibe (PSB), como se todo o Amapá morresse de amores por ela e a mesma fosse a salvação do PSB diante de uma possível derrota perante o PDT de Roberto. Desmerecendo – Mas voltando às pesquisas, o senador João Capiberibe (PSB) não deixou por baixo o péssimo desempenho de Cristina e disse no twitter que os números de uma pesquisa interna do PSB diferem (e muito) daqueles publicados pelo Ibope. Quem tem boca fala o que quer. O mesmo - Essa mesma oratória foi usada por Roberto em um comício rea-

lizado na orla, no último sábado. Segundo ele, pesquisa interna do PDT apontava 39% com uma grande possibilidade dele ganhar no primeiro turno. Excluído - Tem evento com os candidatos por aí que já dá como certa a exclusão de Genival Cruz (PSTU) da rodada de entrevistas e debates. Afinal de contas, será que os 2% que votariam no Genival não merecem respeito? Se é para fazer com um, tem que fazer com todos. Maioria não significa 100%.

A

Driblando - O PSDB conseguiu driblar a Lei da Ficha Limpa em Araras, a 168 km de São Paulo. Um tucano cassado em 2009 colocou a mulher como candidata a prefeita. A substituição de candidatos é permitida pela legislação. Esse é o nosso Brasil.

A

Milhomen fala em reforma administrativa na Prefeitura de Macapá Candidato diz que fará um governo humanizado e inclusivo, mas que vai precisar iniciar pela modernização dos serviços da Prefeitura de Macapá

“Precisamos mudar a forma de fazer política. O povo quer políticas públicas, isso significa maturidade” disse Milhomen

Até amanhã...

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jdia.com.br

Alvarenga disse que no Pregão Presencial nº 16/2012 do Sebrae, do dia 5 de setembro de 2012, cujo objeto era a contratação de empresa especializada em locação, montagem e manutenção de estrutura física, com fornecimento de mão de obra para a realização do Amazontech, a empresa C. F. Eireli, de fato apresentou a menor proposta no valor R$1,370 milhão, mas segundo a Certidão de Acervo Técnico emitida pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Pará (CREA/ PA), a descrição do serviço da empresa era incompatível com o objeto do Pregão, causando

a desabilitação no certame. O Sebrae disse ainda que foi acionado o CREA/PA para solicitar informações a respeito da Certidão de Acervo Técnico apresentada pela empresa C. F. Eireli. Em resposta, o CREA/PA teria encaminhado uma declaração no dia 20 de setembro de 2012, reconhecendo os erros na emissão do documento e que esses já foram ajustados pelo Conselho. Diante dos fatos e atendendo à recomendação do Ministério Público Federal no Amapá, o Sebrae deu continuidade ao processo licitatório, ontem (24), às 9h, na Sede da entidade.

MP do Código Florestal deve ser votada hoje

Medida Provisória do Código Florestal (MP 571/2012) será o primeiro item da pauta da sessão deliberativa marcada para hoje no Senado. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), decidiu interromper o recesso informal pelo qual o Senado passa nesse período eleitoral para tentar votar a matéria até 8 de outubro. Trata-se do segundo texto sobre a matéria encaminhado pelo Executivo, enviado ao Congresso pela presidenta Dilma Rousseff e que sofreu uma série de alterações por parte dos parlamentares. Desde o início da tramitação, ainda na comissão especial mista, a MP teve que ser negociado com a Frente Parlamentar da Agropecuária para tentar garantir a aprovação na Câmara e no Senado. Depois de longa negociação, os representantes

A3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Suspensão - Em virtude do mandado judicial da 6ª Vara Civil e da Fazenda Pública da comarca de Macapá, a Secretaria Estadual de Educação (Seed) suspendeu os concursos públicos para pedagogo e professor.

Sebrae nega problemas em licitação envolvendo R$ 2,5 milhões

superintendência do Sebrae Amapá revidou ontem, diante da recomendação feita pelo Ministério Público Federal (MPF), quanto a anulação de uma licitação envolvendo cerca de R$ 2,5 milhões. A nota do Sebrae, assinada pelo superintendente Carlos Alvarenga, diz que a instituição é rigorosa quanto à análise de documentação técnica em seus processos licitatórios e que é de responsabilidade das empresas concorrentes das licitações apresentarem, especialmente, em Pregão Presencial os documentos comprobatórios para sua habilitação.

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

dos ambientalistas conseguiram manter no texto a necessidade de recomposição das áreas de preservação permanentes (APPs) em áreas consolidadas de nascentes e olhos d’água em raio de 15 metros. A emenda, do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), substituiu uma espécie de escala estabelecida na MP original que definia o tamanho da recomposição de acordo com a dimensão da propriedade. Já os ruralistas, conseguiram emplacar no novo texto uma série de mudanças. Entre elas a possibilidade de computar a área de preservação permanente no cálculo da reserva legal. Outra vitória da base do agronegócio diz respeito ao cálculo da recomposição de APP em margens de rios. Pela MP do governo, os agricultores e pecuaristas com propriedades de 4 a 10 módulos

fiscais teriam que recompor 20 metros de APP em rios de mais de 10 metros de largura. O texto aprovado na Câmara reduziu o raio da APP para 15 metros em propriedades de 4 a 15 módulos fiscais. Na Câmara, a matéria foi aprovada sem alterações em relação ao texto formulado pela comissão mista. Se o procedimento se repetir no Senado, o projeto de lei de conversão no qual a MP foi transformada seguirá para sanção presidencial. Mas, se os senadores aprovarem alguma emenda de mérito, o projeto deverá retornar para revisão dos deputados e correrá o risco de perder a validade por decurso de prazo se não for votado até dia 8 de outubro. A previsão, no entanto, é que o Senado não proponha nenhuma mudança e a matéria seja aprovada sem novas polêmicas.

D

ando continuidade ao ciclo de debates com os candidatos a prefeitura de Macapá, a Associação da Indústria e Comércio do Amapá (ACIA), recebeu ontem (24), o candidato da coligação “A Macapá que Queremos”, Evandro Milhomen (PC do B) e sua vice, a administradora Patriciana Guimarães (PRB). O encontro contou com a participação de representantes do comércio local e militantes. Candidato falou em modernização do sistema administrativo municipal, governo humanizado e políticas inclusivas. Criticou a falta de diálogo da atual gestão com o segmento comercial amapaense, principal dificuldade enfrentada pelo setor para avançar no desenvolvimento e apresentou suas propostas de trabalho para as áreas de saúde, educação, habitação, cultura, esporte e meio ambiente. Milhomen iniciou o debate tratando diretamente de seu plano de governo, apontando os problemas que atualmente atingem a população macapaense e apresentando propostas viáveis para a solução. Temas Entre os temas abordados, o candidato falou sobre as políticas públicas voltadas à mulher e na oportunidade apresentou sua vice, Patriciana Guimarães. A administradora expressou o orgulho que

tem da parceria com Milhomen, por se tratar um político integro e compromissado com as causas inclusivas. “Uma das coisas que me encantou nesta parceria, é não ter do que se envergonhar quando falamos de Evandro. Nós temos um plano de governo humanizado e a preocupação de administrador para todos, independente de cor ou posição social” disse a Patriciana, que também atua a frente de projetos sociais. Durante o debate, Milhomen foi questionado sobre a relação entre Município e Governo e as prioridades de sua administração, caso seja eleito prefeito de Macapá. O candidato disse ter discernimento que uma das práticas do ser político, é a de governar para todos, e que seu comportamento será a de um administrador preocupado com as políticas públicas que envolvam de fato as necessidades da população. “É preciso desarmar o palanque assim que terminar a eleição. O papel do estado e do município é cuidar da vida das pessoas e tratar de políticas públicas, que é papel de quem governa” acrescentou o candidato. Segundo Milhomen, a prioridade assim que for eleito, será reformar o sistema administrativo municipal, para dar mais celeridade ao serviço público e resposta a quem precisa ou depende deste serviço, neste caso, a população.

Ainda de acordo com o candidato, a Prefeitura de Macapá funciona com um sistema antigo, dependente de papéis, cuja forma de trabalhar é ineficaz. O serviço precisa ser modernizado, incluindo serviços informatizados, que serão fortalecidos com a Central de Atendimento Administrativo, a ser implementado no governo de Milhomen. O candidato criticou a falta de aproximação do poder público com empresariado local e disse que tal situação prejudica a atuação do setor. “A Prefeitura é uma representação da organização da sociedade. É preciso que o gestor entenda que ele não está acima de todos e sim que ele foi eleito para governar em nome de todos. Tal atitude facilitaria o diálogo e ajudaria nas políticas de desenvolvimento da cidade” complementou. Pesquisas Quanto à última pesquisa publicada pelo Ibope, Milhomen e Patriciana disseram que os percentuais não os intimidaram, pelo contrário, serviram para dar mais força para continuar na disputa eleitoral. “Isso é reforçado nas visitas, nas caminhadas, no corpo a corpo com as pessoas que dizem que não aguentam mais sofrer e que querem mudança”, comentaram. (Confira na edição de amanhã matéria completa sobre o debate)


JD

Geral

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

Sepúlveda Pertence renuncia à Presidência da Comissão de Ética

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

Ele nega que tenha algum motivo predominante para sua saída, mas fala que houve uma mudança radical na Comissão

O

presidente da Comissão de Ética da Presidência da República, Sepúlveda Pertence, renunciou ao cargo na manhã de ontem. Ele citou como motivo da renúncia, que foi encaminhada ontem à presidente Dilma Rousseff, a “mudança radical” na composição da comissão. “Acabo de encaminhar minha renúncia como membro e presidente do Comissão de Ética da Presidência. O quórum está restabelecido e tenho certeza de que a comissão continuará sensível a essa missão que, às vezes, é mal compreendida, mas gratificante”, disse. Pertence disse “lamentar” a não recondução, pela presidente Dilma, de dois conselheiros da comissão que haviam sido indicados por ele: Marília Muricy e Fábio de Sousa Coutinho. Segundo ele, a não recondução foi um “fato inédito”. “Lamento a não recondução, que, ao que me parece, é um fato inédito na história da comissão, dos

dois nomes que eu tive a honra de indicar”, disse Pertence, ao deixar a reunião da comissão, no Palácio do Planalto.que é ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). Um dos momentos críticos da relação da comissão com Dilma ocorreu em dezembro passado, quando o grupo decidiu recomendar a exoneração do então ministro do Trabalho, Carlos Lupi. A decisão chegou ao conhecimento da Presidência pela imprensa, e num momento em que o Palácio do Planalto buscava contornar uma crise na pasta do Trabalho por conta de denúncias de irregularidades em convênios da pasta. Na época, o Planalto recebeu criticamente o relatório, pelo fato de boa parte dele ter sido baseada em reportagens da imprensa. Autora do relatório, Marília Muricy, em entrevista à Folha de S.Paulo na ocasião, cobrou de Dilma “respeito às regras do jogo democrático”. No último dia 3, a presidente nomeou três

DIVULGAÇÃO

L

do ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi, no final do ano passado, por causa das denúncias de irregularidades em contratos com ONGs que atingiram a pasta. Por sua vez, Coutinho sugeriu uma advertência ao ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, depois de vir à tona a informação de que ele havia recebido R$ 2 milhões por prestação de consultorias para a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais entre 2009 e 2010. Na defesa da presidente Dilma, o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), considerou natural a substituição de conselheiros e negou que a não recondução dos conselheiros esteja ligado à posição dos dois de punição aos ministros.

Projeto prevê registro de denúncias de consumidores pela internet

A

Câmara analisa o Projeto de Lei 3788/12, do Senado, que busca facilitar o atendimento dos órgãos públicos de proteção e defesa do consumidor por meio da internet. A proposta inclui a implementação de atendimento à distância por essas entidades entre os objetivos da Política Nacional das Relações de Consumo, prevista no Código de Defesa do Consumidor (CDC - Lei 8.078/90). O projeto inclui no CDC a previsão de oferta de canais de atendimento à distância, preferencialmente por meio da internet, para o recebimento e processamento de representações e denúncias. A opção por esse atendimento fica inserida na lista de direitos básicos do consumidor. A proposta, de autoria da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), autoriza ainda os órgãos oficiais de defesa do consumidor a expedir notificação por meio eletrônico aos fornecedores para que eles prestem

informações sobre questões de interesse do consumidor. “Não nos parece justo que o consumidor encontre extrema facilidade ao exercer a atividade consumerista, com o advento da internet e de modernas tecnologias de transmissão de dados, mas, por outro lado, quando sofre abusos ou violação de seus direitos, o Estado não lhes ofereça um atendimento facilitado, célere e tão moderno quanto às recentes práticas de contratações à distância”, argumenta a senadora. Atualmente, o Procon do Distrito Federal já permite ao consumidor registrar denúncias e pedir orientações pela internet. O serviço está em fase experimental. Tramitação O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

CONGRESSO QUER INTERROGAR ESPIÃO DA ABIN

A

deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) protocolou requerimento para realização de reunião da Comissão de Controle das Atividades de Inteligência (CCAI) a fim de elucidar crise entre a Polícia Federal e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A PF prendeu há poucos dias um espião da Abin que ‘hackeou’ senhas online de centenas de agentes federais e monitorava um grupo. O araponga pagou fiança e está protegido pela agência. As perguntas são: o que ele fez, a mando de quem e por quê?

Mistério A Abin não divulgou o nome do espião nem se houve punição. Há suspeita de que o cerne da crise seja a greve da PF, cujos principais agentes teriam sido monitorados.

Cerco parlamentar

Pertence deu posse a três integrantes antes de sua renúncia

novos integrantes para comissão. Muricy e Coutinho poderiam ter sido reconduzidos, mas Dilma decidiu nomear novos conselheiros. Pertence, que é ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que deverá se dedicar à advocacia. Seu mandato terminaria apenas em dezembro de 2013.

A comissão agora está com quatro membros e pode funcionar, já que este quórum é o mínimo permitido para a atuação do colegiado.Ontem, antes de pedir renúncia, Sepúlveda Pertence deu posse a três integrantes indicados pela presidente Dilma. Esta foi a última reunião de Pertence na comissão.

Oposição reage à saída de Pertence do Conselho

íderes de partidos de oposição reagiram à saída do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence da presidência da Comissão de Ética Pública da Presidência da República. Os parlamentares consideraram que há um aparelhamento do conselho, responsável por analisar a conduta dos integrantes do governo, para impedir punições e não permitir a independência de atuação do órgão. Pertence renunciou à comissão, ontem, manifestando insatisfação pelo veto da presidente à recondução dos conselheiros Marília Muricy e Fábio Coutinho ao colegiado, negando a sugestão do ex-ministro. A conselheira Marília Muricy defendeu a demissão

A4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

“Não há relação entre os votos que eles proferiram. Estão forçando demais a barra, querendo fazer essa ligação”, disse Maia. Ele lamentou a saída de Pertence. “Não acredito que ele tenha feito isso (renunciado ao cargo) eivado de rancor”, disse Maia. O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), afirmou que o governo e o PT tentaram “aparelhar” o Supremo para evitar o julgamento do mensalão, mas não conseguiram. Agora, segundo ele, querem impedir a independência do trabalho da comissão. “Na primeira oportunidade que tiveram, tentam controlar um colegiado criado para analisar denúncias de conduta ilegal dentro do Executivo. Tra-

ta-se de um absurdo, e o ministro Sepúlveda, homem sério que é, não tinha outra alternativa senão deixar o cargo para não compactuar com esse desatino”, disse Bueno. A renúncia de Pertence foi interpretada pelo líder do PSDB na Câmara, Bruno Araújo (PE) como uma demonstração clara de que o conselho perdeu a independência. “Sepúlveda Pertencente tem histórico de importante serviço prestado ao Brasil. Sempre foi comprometido com a verdade e a ética. Acredito que ele tenha percebido que o conselho não cumpre mais sua função de independência, isenção e imparcialidade”, disse Araújo.

Proposta amplia prazo para aprovado em concurso concluir formação

A

Câmara analisa o Projeto de Lei 4322/12, do deputado Edinho Bez (PMDB-SC), que concede ao candidato convocado para tomar posse em cargo público sem a formação acadêmica necessária o direito de ser nomeado durante todo o prazo de validade do concurso público, até que obtenha os títulos exigidos para o cargo. Segundo a proposta, o direito vale inclusive para os casos em que houver a prorrogação da vigência do concurso. Assim que obtiver o documento que comprove o cumprimento da exigência de formação acadêmica, o candidato deverá apresentá-lo e terá direito à nomeação para a próxima vaga que surgir a partir da data do protocolo de entrega do documento correspondente.

“Se a intenção da administração é nomear os candidatos com melhores condições de exercer o cargo, logicamente os mais bem classificados no concurso, especialmente se ainda não concluíram a formação exigida, demonstram maior capacidade que aqueles que, mesmo detendo a formação exigida, não conseguiram melhor classificação”, argumentou Bez. O deputado lembra que o Supremo Tribunal Federal (STF) já se manifestou que o momento para se exigir os requisitos estabelecidos em lei e no edital do concurso é o da posse e não o da inscrição. No entanto, atualmente o Decreto da Presidência da República 86.364/81 permite que esses documentos sejam pedidos antes da posse, o que gera dúvidas entre concursandos.

A deputada, presidente da Comissão de Defesa Nacional, quer ouvir chefão do Gabinete de Segurança Institucional, general Elito, e o diretor da Abin, Wilson Trezza.

Voto vencido

A misteriosa saída do ex-ministro Sepúlveda Pertence da Comissão de Ética da República foi para não ratificar mais o festival de absolvição no órgão.

Linha ocupada Não era o procurador-geral da Anatel, Victor Epitácio, e sim um dos conselheiros da agência, Marcelo Bechara Hobaika - ex-procurador do órgão -, quem estava com lobista da OI no Balcony Bar na quinta-feira à noite. No mesmo dia em que a Anatel multou a operadora em R$ 30 milhões. Com a palavra, as excelências.

Ai, nosso bolso Passou de R$ 1,1 trilhão ontem as cifras do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo ACSP), que mensura pagamento de tributos federais, estaduais e municipais pagos pelos brasileiros desde 1º de Janeiro. Globalização no campo A quebradeira nas safras dos EUA e China valorizaram as commodities agrícolas da agropecuária brasileira em 7,9%. A aposta da Confederação Nacional da Agricultura é que o mercado movimentará R$ 351,8 bilhões este ano. BoatoAir Corre o boato de que o consórcio argentino Engevix, que venceu licitação no Aeroporto de Brasília, passaria o ponto. A empresa nega, e anuncia ações dia 11 em coletiva. Icatu no BRB A Icatu Seguros venceu a licitação da Corretora Seguros BRB (Banco de Brasília) e vai lançar seis produtos esta semana na capital, entre eles o BRB CAP Sonho. PMDBrahma A Ambev, que fabrica a Brahma, confirmou para a imprensa o que a coluna noticiou em 10 de Julho: vai construir os Centros de Treinamento de Botafogo, Vasco e Fluminense em terrenos que serão doados pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

PMDBrahma 2 Paes, que tenta a reeleição, é vascaíno. Estão com ele nisso o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, candidato a vereador, e o presidente do Vasco, o deputado Roberto Dinamite. Todos são do PMDB. Batalha federal O Ministério da Fazenda monitora uma guerra discreta, mas forte, envolvendo a Assefaz – Associação dos Servidores da Receita. Entre a presidente do SindiReceita, Silvia Felismino, e o presidente da Assefaz, ex-padrinho dela, Hélio Bernades. Lá, como cá Na onda da Comissão da Verdade instalada aqui, a exemplo do Chile, Pedro Hidalgo, o ex-ministro da Agricultura de Salvador Allende, lança amanhã na OAB-Rio o livro ‘Do Fogo à Luz’, em que narra suas agruras na ditadura de Pinochet. Obituário & eleição Morreu ontem o pai da candidata do PSB em João Pessoa, Estela Bezerra, que está em ascensão na disputa. Militantes tentam animá-la para não cair nas pesquisas. Lennon não morreu Cartaz de candidato recebido pela coluna: ‘John Lennon mora em Hortolândia há 35 anos. Trabalha como atendente de telefone da prefeitura e quer ser vereador’. Ponto Final Faltam duas semanas para a eleição. Vote consciente.

(Com Marcos Seabra e Vinícius Tavares)

www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br


Política

JD

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Revisor condena Valdemar Costa Neto por corrupção passiva e lavagem de dinheiro Lewandowski concordou com a tese da Procuradoria Geral da República, autora da denúncia contra Costa Neto

O

ministro Ricardo Lewandowski, revisor do mensalão, votou ontem (24), no STF (Supremo Tribunal Federal), em Brasília, pela condenação de Valdemar Costa Neto, deputado federal e ex-presidente do Partido Liberal (PL, atual PR), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Lewandowski concordou com a tese da Procuradoria Geral da República, autora da denúncia, de que Costa Neto recebeu R$ 10,8 milhões das empresas de Marcos Valério apontado como o operador do mensalão, montante levantado junto ao Fundo Visanet, do Banco do Brasil, amparado em empréstimos fictícios concedidos pelo Banco Rural. Segundo a acusação, os recursos chegaram até Costa Neto e outros integrantes do PP, como Jacinto Lamas, ex-tesoureiro da sigla, e o ex-deputado federal Carlos Alberto Rodrigues (Bispo Rodrigues), por meio de Simone Vasconcelos, ex-diretora da agência SMP&B, de Valério. Para o revisor, o grupo de Valério e os réus do PL também utilizaram a empresa Guaranhuns Empreendimentos para ocultar a origem dos recursos. “Essa Guaranhuns, a meu ver, era uma verdadeira lavanderia de dinheiro”, disse Lewandowski. O ministro-revisor afirmou que os réus do PL receberam R$ 6 milhões em cheques nominais emitidos pela SMP&B para a Guarunhuns. Costa Neto, segundo Lewandowski, também recebeu R$ 1,5 milhão em espécie das empresas de

Valério. Completa os R$ 10,8 milhões recebidos pelo PL cerca de 25 transferências eletrônicas nos valores entre R$ 59 mil e 200 mil. “O corréu Valdemar Costa Neto não se limitou a receber de forma simulada a vantagem indevida, ciente da origem ilícita, simulou a renegociação de negócio jurídico de fachada a dar uma falsa licitude aos pagamentos”, explicou Lewandowski, referindo-se ao uso da Guaranhuns por Costa Neto. Réus do PP O revisor retomou nesta segunda seu voto sobre a participação de integrantes de partidos da base aliada do governo federal acusados de receber pagamento em troca de apoio em votações no Congresso Nacional no primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva (20032006). Antes, Lewandowski julgou os réus ligados ao PP (Partido Progressista) e à corretora Bônus-Banval. O revisor condenou Pedro Corrêa, ex-deputado federal (PP-PE); João Cláudio Genú, ex-assessor do PP na Câmara; e Enivaldo Quadrado, ex-sócio da corretora Bônus-Banval pelo crime de corrupção passiva. Corrêa e Genú já haviam sido condenados pelos revisor pelo crime de corrupção passiva. Já Quadrado foi condenado por lavagem de dinheiro. “Ficou comprovada a associação de José Janene, Pedro Corrêa, João Cláudio Genú e Enivaldo Quadrado para cometer crimes”, afirmou o ministro. “Não há necessidade que todos os integrantes se

O ministro e revisor do julgamento do mensalão, Ricardo Lewansdowski, Ele condenou três réus por formação de quadrilha

conheçam. Não é necessário que o conjunto de agentes pratiquem todos os delitos”, acrescentou Lewandowski. O magistrado já havia absolvido o deputado federal Pedro Henry (PP-MT) e o também ex-sócio da Bônus-Banval Breno Fischberg dos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Henry foi absolvido ainda da acusação de corrupção passiva. Hoje, o ministro absolveu também Genú da acusação de lavagem de dinheiro, após condená-lo por corrupção passiva. De acordo com a denúncia da Procuradoria Geral da República, as empresas de Marcos Valério apontado como o operador do mensalão repassaram, a mando da cúpula do PT, R$ 4,1 milhões

para os parlamentares do PP. Desse total, R$ 2,9 milhões foram entregues em malas ou sacolas, e R$ 1,2 milhão foi transferido pela sistemática de lavagem de dinheiro operacionalizada pela Bônus-Banval. Depois do PL, o ministro deverá proferir seu voto sobre a atuação de ex-parlamentares e pessoas ligadas ao PTB e PMDB no esquema. Voto do relator Na última quinta-feira, o ministro-relator do mensalão, Joaquim Barbosa, acolheu a versão da acusação e votou pela condenação de 12 réus em razão dos repasses ilegais feitos pelas empresas de Valério aos partidos da base aliada. A única absolvição de Barbosa neste item foi em relação a Antônio Lamas,

irmão de Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL, por falta de provas para condená-lo por formação e quadrilha e lavagem de dinheiro. Durante a exposição de seu voto, Barbosa afirmou que o mensalão ocorreu e que o dinheiro recebido pelos parlamentares teve relação com o apoio dos mesmos e de seus partidos em votações na Câmara dos Deputados, como nas reformas da previdência e tributária. Já o ministro Ricardo Lewandowski afirmou, em entrevista após a sessão de quinta-feira, que não deverá entrar no mérito da discussão sobre a existência de pagamento de propina a parlamentares –o

PROCLAMAS DE CASAMENTO

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Belª Maria Cristiane da Silva Passos, Oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais do Distrito e Município de Macapá - Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar: MARCELO EDUARDO DE MEDEIROS e JOELMA FRANCIONE BARROS Ele, filho de Pedro Moreira de Medeiros e Maria Eduarda de Medeiros. Ela, filha de Francisco de Assis Barros e Severina Maria Barros. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da Lei. Lavro o presente para se afixado em Cartório e publicado na Imprensa local. Macapá-AP, 24 de setembro de 2012 Milene Fôro de Almeida Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

O oficial do Registro Civil de casamentos e mais anexos da Comarca de Macapá, capital do Estado do Amapá, República Federativa do Brasil, por nomeação legal, etc... FAZ SABER que se pretendem casar: WILLIAM FERREIRA FIGUEIREDO CLEIDIANE OLIVEIRA VAZ Ele é filho de Manoel Vale Figueiredo e de Rosana Ferreira Moraes. Ela é filha de João Moreira Vaz e de Jandira de Oliveira. Quem souber de qualquer impedimento legal que os iniba de casar um com o outro, acuse-os na forma da Lei. Macapá-Ap., 24 de setembro de 2012 Josiane Cavalcante de Souza Escrevente

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Belª Maria Cristiane da Silva Passos, Oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais do Distrito e Município de Macapá - Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar: EVANDRO RAMOS DE SOUZA e ANA CÉLIA FARIAS VILHENA Ele, filho de João Nazareno Trindade de Souza e Paulina Magno Ramos. Ela, filha de Olentino Vilhena e Raimunda Farias. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da Lei. Lavro o presente para se afixado em Cartório e publicado na Imprensa local. Macapá-AP, 11 de setembro de 2012 Milene Fôro de Almeida Escrevente autorizada

“Nova fatia” Ao final do voto de Lewandowski sobre o item 6, os oito ministros restantes em ordem crescente de tempo na Suprema Corte apresentarão seus votos. Depois de concluída esta parte do julgamento, o ministro-relator dará início a uma “nova fatia”, sobre o item 6.4 da denúncia, referente aos réus acusados de corrupção ativa, que inclui os chamados núcleos político e publicitário.

Presidente interino diz que renúncia de Pertence não prejudica Comissão de Ética

I O oficial do Registro Civil de casamentos e mais anexos da Comarca de Macapá, capital do Estado do Amapá, República Federativa do Brasil, por nomeação legal, etc... FAZ SABER que se pretendem casar: CARLOS ALBERTO COSTA CANTUÁRIA ELIANE FONSECA ALBUQUERQUE Ele é filho de Carlos Alberto Sampaio Cantuária e Maria do Carmo Cardoso Costa Cantuária. Ela é filha de Anacleto dos Santos Albuquerque e de Maria Olga Barbosa Fonseca Albuquerque. Quem souber de qualquer impedimento legal que os iniba de casar um com o outro, acuse-os na forma da Lei. Macapá-Ap., 31 de agosto de 2012 Josiane Cavalcante de Souza Escrevente

chamado mensalão. “Não há necessidade de entrar neste tipo de elucubração [se o dinheiro recebido pelos parlamentares era proveniente do mensalão ou caixa dois]”, disse.

nterinamente na presidência da Comissão de Ética da Presidência da República, Américo Lacombe disse que o trabalho do colegiado não será prejudicado pela renúncia do presidente Sepúlveda Pertence ao cargo. Pertence apresentou a renúncia. “De jeito nenhum [o trabalho será prejudicado]. A comissão independe dos seus membros. A comissão existe independentemente de quem a compõe”, disse Lacombe. Após a posse de três novos conselheiros e a renúncia de Pertence, logo no início da reunião, os trabalhos foram retomados e Lacombe informou que pretende apresentar, ainda nesta tarde, o voto sobre o uso de um jatinho fretado por empresário pelo ministro do Desenvolvimento,

Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, para participar de um seminário em Roma, em outubro do ano passado. O presidente interino informou que a análise de outro caso relacionado a Pimentel, o de prestação de consultorias em 2009 e 2010, período em que ele não exercia cargo público, foi redistribuída e o novo relator é Mauro de Azevedo Menezes. O mandato do antigo relator, Fábio Coutinho, venceu e não foi renovado pela presidenta Dilma Rousseff. Segundo Lacombe, a eleição do novo presidente da Comissão de Ética deve ocorrer quando o colegiado estiver novamente completo, com sete conselheiros. Para isso, Dilma terá de nomear três novos membros.


JD

Esporte

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Associação Padre Vitório Galiani organiza Campeonato de futebol para convidados

Estratégia em encerrar os jogos no fim do ano tem o objetivo de coincidir com o término do mandato da atual presidência Elcio Barbosa

Da Reportagem

N

o Amapá, a sociedade civil participa das entidades, principalmente, esportivas em busca de lazer aos fins de semana. Esse costume social envolve as associações existentes na zona rural próximas a capital, Macapá (AP). Entretanto, o caminho para se chegar nesses lugares é pelas Rodovias. A dez minutos do centro da cidade, na Rodovia JK está localizada a Associação Padre Vitório Galiani (APVG). É lá que os integrantes da APVG iniciaram os preparativos para organizar a 12ª edição do Campeonato que envolve os associados, e convidados da entidade. Este ano de 2012, a competição será aberta para entidades (times) externas, e por isso, dezesseis equipes já confirmaram inscrições. A competição encerrará no fim do ano.

Estratégia A estratégia da diretoria em encerrar os jogos no fim do ano é com o objetivo de coincidir com o término do mandato do atual Presidente, Waldir Costa. É o terceiro mandato do Waldir Costa a frente da entidade. Ele deixa o cargo no fim de dezembro de 2012. Modelo de disputa Segundo o vice – presidente, Vasconcelos, o modelo da disputa do certame é tradicional e o presidente Waldir deve receber homenagens. Pois, foram formadas quatro (04), chaves contendo quatro (04) equipes em cada chave. Classificam-se duas (02) equipes de cada chave para as oitavas de finais, depois, haverá as quartas de finais, as semifinais, e a partida final. “O campeonato desse ano, a gente está organizando de for-

ma que deve coroar o grande trabalho que o presidente Valdir vem fazendo a frente da Associação, um árbitro FIFA deve ser convidado para arbitrar a partida decisiva, e os atletas que irão disputar a competição terão a idade acima de 38 anos, os convidados se confraternizarão conosco” informou Vasconcelos, vice-presidente da entidade. Tabela da competição O presidente, Waldir Costa disse que a partir de agora, a diretoria vai protocolar documentação no sentido de divulgar a tabela oficial da competição para os representantes das equipes inscritas, e marcar tão logo a data do inicio do campeonato. “A ideia de convidar equipes” de fora, foi o vice-presidente, Vasconcelos, e muita gente e clubes nos procuraram, infelizmente vamos fazer apenas com dezesseis

Presidente da Associação Valdir Costa com empresário Gilberto Diniz

equipes devido às condições e o tempo, eu peço desculpas aos amigos por que as inscrições já encerraram, a gente fica preo-

cupado, e ao mesmo tempo sentido por que, as pessoas sabem que as competições da associação são organizadas e

com isso o campeonato vem abrilhantar mais o nome da associação padre Vitório Galiani” enfatizou o Presidente Waldir.

Amapaenses vencem o 5º Fest Jeep “Meio do Mundo” com sucesso de público Elcio Barbosa

Da Reportagem

O

amapaense Rogério Lacerda venceu o 5º Jeep Clube no ‘Meio do Mundo’ dirigindo o Jeep Wrangler “King Kong”. Rogério fez o tempo médio de: 1min., 14seg., 329 milésimos. José Maria Esteves do (AP) pilotando um Troller “Expedition 98” fez o Tempo médio de : 1 min., 14 seg., 097 milésimos. A Banda de Música do Exército, sediada no 34º Batalhão de Infantaria de Selva, marcou presença e executou os hinos do Brasil e do Amapá, enquanto autoridades hasteavam as bandeiras do Brasil, do Amapá e do Jeep Clube. O Equinócio no ‘Meio do Mundo’ que coincide com o início da ‘Primavera’ estação do ano que surgem as flores nas árvores e plantas marcou o dia 22 de setembro de 2012 no Amapá. O evento, já é uma atração não só para os Brasileiros, e sim para os turistas que vêem ao Amapá neste período curtir o ‘Equinócio da Primavera’. A atração mais esperadas da programação do ‘Equinócio da Primavera’, foi à realização do 5º Fest Jeep no Meio do Mundo.

Ganhadores do 5º Fest Jeep no Meio do Mundo no Palco de 2012 que foi a atração mais esperadas da programação do ‘Equinócio da Primavera’

Pista Uma estrutura de pista foi montada para que os jipeiros realizassem suas apresentações, arquibancadas de ferro e uma pista com lombadas e valas compuseram o cenário do evento. A competição foi coordenada pelos integrantes do Jeep Club de Macapá. Primeiramente, cada um fez a apresentação de seu carro e logo após enfrentaram os obstáculos usando suas habilidades no volante.

Público O público pôde conhecer os jipes e os competidores que concorram nas categorias de Jeep Willys, Diesel, Gasolina e Força Livre. O público vibrou com as provas onde os jipes realizaram as mais perigosas manobras na trilha montada na área do entorno do Sambódromo, próxima ao Monumento Marco Zero do Equador. Presidente do clube O presidente do clube, o piloto João Cruz, falou da enorme satisfação que sentia em estar protagonizando com os colegas dele, os jipeiros mais um grande evento do segmento Off – Road. “Para nós é muito importante que a cada dia a sociedade conheça mais sobre o papel do Jeep Clube, e do quanto defendemos a valorização do Amapá, e da natureza e da gente”, disse Cruz. Secretário de Turismo O secretário estadual do Turismo, Sandro Bello Barri-

Toque de Primeira ANTONIO LUIZ

Colunista alpcampos@hotmail.com Positivo O Santana Esporte Clube completa hoje 57 anos de fundação. O canário milionário é um dos clubes mais tradicionais do Amapá e merece calorosos aplausos. Tim-Tim! Negativo L Euzébio derrubou o técnico Abel Braga! Calma galera tricolor, é que no Fluzão 2x1 Náutico, o zagueiro aplicou ridículo carrinho e deixou Abelão estatelado. Égua!

Futsal Adulto Semifiais desta terça-feira reúnem Sesp x Seama e Cane x Canário, no Avertino Ramos. Baile de Aniversário A festa vai rolar em 29 SET pelos 57 anos do Santana Clube. Traje esporte fino, 23hs. Capacitação I I Congresso de Educação Física da FIEPAM ocorre de 24

a 27 OUT, em Manaus-AM. Capacitação II Uma iniciativa do conceituado Colégio e Faculdade Salesiana Dom Bosco. Habilite-se! Karate Santana recebe em outubro a tradicional Copa Nakayama. Dojo da melhor qualidade! Dia do Rádio Festejado neste 25 SET e Roquete Pinto é considerado o “pai da radiofusão brasileira”. Grandeza No jogo Atlético-GO 1x2 Flamengo, 75% da galera era urubu. E o jogo foi em Goiâ-

ga, que naquele ato representava o governador do Estado, disse que foi uma feliz parceria a entrada do Jeep Clube na programação do Equinócio da Primavera, que contou com diversas outras atrações, como shows artísticos e culturais, um planetário, palestra do astronauta Marcos Pontes e um desafio de vôlei de praia promovido pela Red Bull reunindo atletas de ponta no mundo. Opinião O estudante Diogo Xavier acompanha o pai, jipeiro competidor, em todas as competições. “Achei a iniciativa importante, pois valoriza mais o trabalho dos jipeiros da nossa região”, afirmou. Já a funcionária pública Emille Souza disse que tudo é novidade. “Esta é a primeira vez que prestigio uma apresentação deste esporte, achei emocionante, eles deram um show de agilidade”. Ao todo, 29 jipeiros do nia! Ciclismo I Sucesso total a 4ª Etapa do Campeonato Mountain Bike que rolou na sede da Expofeira. Não Profissional Hoje tem rodada dupla e futebol da melhor qualidade no Glicerão. A partir de 19 horas! Papão da Amazônia Empate em casa com o Santa Cruz ameaça o Paysandu na Série C. Forte odor de degola. Aplausos I Zezinho Macapá e PC Martins promoveram ‘Encontro da Hospitalidade Leonai Garcia’.

Amapá, Guiana Francesa, Pará e Santa Catarina concorreram ao título deste ano. O ganhador teria a chance de cumprir em menor tempo, o percurso da prova. Na categoria gasolina: 1º lugar - Rogério Lacerda (AP) - Jeep Wrangler “King Kong” - Tempo médio 1min., 14seg., 329 milésimos. 2º lugar - Nazareno Loureiro (AP) - Troller “Ani-

mal” - Tempo médio 1min., 29seg., 900 milésimos. 3º lugar - José Lopes (AP) Troller “Bala de Prata” Tempo médio 1min., 34 seg., 185 milésimos. Categoria diesel: 1º lugar José Maria Esteves (AP) - Troller “Expedition 98” - Tempo médio 1 min., 14 seg., 097 milésimos. 2º lugar - João Cruz (AP) - Troller “Búfalo Doido” - Tempo médio 1min., 16 seg., 210 milésimos. 3º lugar - Nei Feio (AP) - L-200 “Garça Amarela” - Tempo médio 1min., 23seg., 222 milésimos. Categoria jeep Willys: 1º lugar - Hemerson Lysias (PA) - Willys “Calango Louco” - Tempo médio 1min., 13seg., 113 milésimos. 2º lugar - Gilson Cohen (AP) - Willys “Barão Vermelho” - Tempo médio 1min., 20seg., 288 milésimos. 3º lugar - Charles Bordallo (AP) - Willys “Bordalinho” - Tempo médio 1min., 29seg., 522 milésimos. As equipes da Polícia Militar e ambulâncias do Samu deram apoio aos participantes. Por medida de segurança, o público assiste as exibições das arquibancadas que foram montadas três metros de distância da pista.

Secretário Sandro (Setur), Sub Ten J. Dias (E.B.), Negão (Fenajeep) e João Cruz (Jeep Clube)

Aplausos II Os recursos coletados destinam-se ao tratamento de saúde do jornalista Mario Tomaz. Novo Palácio I Assembleia de torcedores do Barcelona estuda a construção de novo e moderno estádio. Novo Palácio II O Barça já possui o belo Camp Nou para 99 mil pessoas. Um referendo bate o martelo! Aplausos II Associação dos Torcedores do Fluminense do Amapá realizaram belíssima promoção.

Aplausos II Um terço do recolhido foi para o Abrigo São José. Esporte com responsabilidade social! Vôlei de Praia 2ª Edição Red Bull Latitude Zero rolou em Macapá e atraiu feras mundiais. O povo adorou! Vôlei de Quadra ASS x PC (f) e AZS x LAV (m) inicía o campeonato adulto amanhã, no Ginásio da PM. Você Sabia? Dias 28 e 30 SET, o Remo começa peregrinação pelo interior. Os azulinos vão realizar dois amistosos em Redenção, distante a 920 km de Belém. Haja estrada e poeira!


JD

Esporte

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br DIVULGAÇÃO

Ronaldinho Gaúcho reencontra o Fla nesta quarta e mobiliza grande efetivo de PMs

Polícia prepara “esquema de guerra” e chama 500 homens para reencontro de Fla com R10 Ronaldinho Gaúcho amenizou o reencontro com o rubro-negro carioca, onde atuou até meados deste ano e saiu depois de recorrer à Justiça

A

inda que Ronaldinho insista que é apenas mais um jogo e o Flamengo evite polêmicas sobre a partida desta quarta-feira, contra o Atlético-MG, a Polícia Militar do Rio de Janeiro prepara um verdadeiro “esquema de guerra” para garantir a segurança no reencontro entre o ex-camisa 10 e o rubro-negro. Entre oficiais do batalhão próximo ao Engenhão, policiais do GEPE (Grupamento especial de policiamento em estádio) e membros da tropa de choque, a PM escalará aproximadamente 500 homens para a ocasião. “Estamos tratando o jogo como uma ocasião especial, com um esquema semelhante ao utilizado em clássicos regionais de grande rivalidade e decisões. Temos que ter mui-

ta atenção, até por tudo que envolve este reencontro entre Flamengo e Ronaldinho. Sabemos do clima criado entre as partes e precisamos agir. Existe uma expectativa de grande público e calculamos um contingente de quase 500 policiais para cuidar do policiamento”, explicou o tenente-coronel João Fiorentini, comandante do GEPE e responsável pela logística de segurança pública do evento. “Estamos tratando o jogo como uma ocasião especial, com um esquema semelhante ao utilizado em clássicos regionais de grande rivalidade e decisões. Temos que ter muita atenção, até por tudo que envolve este reencontro entre Flamengo e Ronaldinho. Sabemos do clima criado entre as

partes e precisamos agir. Existe uma expectativa de grande público e calculamos um contingente de quase 500 policiais para cuidar do policiamento”, explicou o tenente-coronel João Fiorentini, comandante do GEPE e responsável pela logística de segurança pública do evento. A ideia dos policiais é evitar qualquer tipo de tumulto durante o deslocamento do ônibus que transporta a delegação do time mineiro e, principalmente, brecar possíveis tentativas de brigas entre as torcidas. A PM espera um grande número de atleticanos na quarta-feira. Filas enormes e setor Leste esgotado E não será apenas a torcida do Atlético-MG que

A7

marcará presença em quantidade elevada no Engenhão. Os rubro-negros não escondem a empolgação para o jogo, sobretudo após a vitória no último domingo, e já esgotaram os ingressos para um dos setores reservados para os cariocas no estádio. Com enormes filas em todos os postos de venda, os torcedores do Flamengo compraram todos as entradas para o setor leste, restando ingressos apenas para as alas oeste e sul. O lado norte está reservado para os mineiros. Com promoção de ingressos e bilhetes custando entre R$ 5 e R$ 20, a expectativa da diretoria rubro-negra é que a carga total seja esgotada ainda na terça-feira, véspera do duelo entre Ronaldinho Gaúcho e Flamengo.

Enquanto isso...

Torcida santista faz manifesto e crê em complô da mídia e arbitragem para prejudicar Neymar A torcida uniformizada do Santos Torcida Jovem lançou manifesto em que acredita haver esquema na arbitragem e mídia para prejudicar o atacante Neymar. Panfletos foram distribuídos antes do jogo contra a Portuguesa, no Pacaembu,no ultimo sabado, pedindo para que os críticos mudem de postura, além de incentivar os santistas a reprovarem qualquer crítica em direção ao jogador. O cartão amarelo que tirou Neymar do jogo vencido pela Portuguesa por 3 a 1, no sábado, ocorreu depois de o atacante comemorar o gol feito contra o Coritiba, no jogo anterior. O manifesto da Torcida Jovem estranha a advertência do juiz. “O Neymar passou a ser um rival para aqueles que não gostam do bom futebol e torcedores rivais do Santos, só que junto com as vais está vindo a perseguição de parte da mídia e da arbitragem, deixando de marcar inúmeras faltas e dando cartões até quando o jogador extravasa sua alegria através de sua magia e comemorações contagiantes”, diz trecho do manifesto apresentado pela uniformizada alvinegra. O atacante do Santos foi vaiado na passagem da seleção brasileira por São Paulo. Torcedores chamaram Neymar de “pipoqueiro” no amistoso contra a África do Sul, no Morumbi, jogo vencido pelo Brasil por 1 a 0. Um dia antes do jogo no Morumbi, o atleta também foi criticado pela torcida em treino com portões abertos no estádio do São Paulo. ............................................................................

Sem goleiro, Cristiano Ronaldo acerta o travessão e perde gol incrível Ontem Cristiano Ronaldo marcou de pênalti e ajudou o Real Madrid a vencer o Rayo Vallecano por 2 a 0, fora de casa, em jogo válido pelo Campeonato Espanhol. Mas a vitória poderia ter sido maior se não fosse por um gol incrível perdido pelo astro. Quando os dois gols da partida já haviam sido marcados, Ronaldo recebeu a bola livre, dentro da área, após jogada de Higuaín pela direita e, sem goleiro, pegou mal na bola, que caprichosamente bateu no travessão e não entrou. ............................................................................

Rubinho fecha com equipe da Stock Car para disputar a Corrida do Milhão Companheiro de Hulk critica salário do brasileiro e é afastado do Zenit O meio-campista e capitão do Zenit, Igor Denisov, foi afastado da equipe após duras críticas ao atacante Hulk. Para ele, o brasileiro não é uma super estrela e não merece o salário que recebe no atual campeão russo. “Entendo que se tivéssemos Messi ou Iniesta, provavelmente mereceriam qualquer salário”, disse Denisov. “Sim, compramos bons jogadores que ajudaram o Zenit. Mas, são realmente muito melhores que os atuais líderes da equipe e merecem cobrar três vezes mais?”, questionou o jogador. A transação de Hulk do Porto para o time russo foi a mais cara da última janela de transferências do futebol europeu – estima-se valor próximo de R$ 144 milhões. Além do atacante, o clube contratou o meia belga Axel Witsel e, apenas nestas transações, gastou 100 milhões de euros. Desde que chegou, porém, o brasileiro ainda não viu sua nova equipe vencer – tem um empate e duas derrotas. Segundo a imprensa russa, Hulk receberá 6,5 milhões de euros por temporada e Witsel a metade desse valor. ............................................................................

Rubens Barrichello posa ao lado do carro da Full Time, sua nova equipe na Stock Car

A

pós terminar a sua temporada de estreia na Fórmula Indy em 12º lugar, Rubens Barrichello deu um jeito de continuar competindo e fechou contrato com a equipe Full Time, da Stock Car, para disputar a Corrida do Milhão, que encerrará o campeonato no dia 9 de dezembro em Interlagos. Rubinho doará o cachê de R$ 230 mil pela sua participação, e disse ter aceitado o convite para ajudar a entidade filantrópica que mantém em parceria com o amigo Tony

Kanaan. “Nunca escondi minha paixão pela Stock Car. Agora, vou ter a chance de unir o útil ao agradável, já que o Instituto Barrichello Kanaan será o grande beneficiário do projeto. A iniciativa já é vitoriosa antes mesmo de começar. Mil crianças do IBK já saem ganhando, independentemente do resultado”, declarou Barrichello. “Para mim está sendo uma honra. Sempre me dediquei ao lado social, porque na minha carreira sempre fui muito ajudado.

O foco principal está sendo ajudar o Instituto, além de uma realização pessoal que é pilotar um Stock Car”, completou Rubinho, que vestiu as cores da sua nova equipe durante o anúncio na sede da Full Time, em Cotia, na Grande São Paulo. Barrichello já experimentou o novo cockpit, e fará seu primeiro teste na Stock Car no dia 15 de outubro, no circuito de Curitiba. O piloto ainda analisa a possibilidade de antecipar a estreia para a etapa paranaense, no dia 21, ou

na de Brasília, em 11 de novembro. Em Interlagos, ele disputará o prêmio de R$ 1 milhão que será dado ao vencedor da etapa de encerramento da temporada. “Entrei no carro e é uma sensação completamente diferente daquela do meu dia-a-dia. Eu não vejo as rodas, tem uma cabina fechada em cima de mim... Acho que essa familiarização com uma coisa fechada vai demorar um segundo ou dois”, comentou o piloto de 40 anos, recordista em largadas na Fórmula 1.

Horas depois de perder irmão em acidente, jogador dá show com 2 touchdowns na NFL Torrey Smith, wide receiver do Baltimore Ravens, emocionou os fãs de futebol americano na noite do último domingo. Horas depois de receber a notícia de que seu irmão morreu em um acidente de moto, ele decidiu jogar contra o poderoso New England Patriots e, com uma performance incrível e dois touchdowns, ele ajudou seu time a conquistar uma vitória apertada. “Eu não sabia se iria jogar ou não hoje [domingo], mas consegui vir, vencer e jogar bem. Isso é para o meu irmãozinho. Nós estamos muito agradecidos pelo apoio que recebemos de todos da liga, e todos os fãs em geral. Minha família realmente gostou disso”, disse Smith à NBC, após a vitória dos Ravens por 31 a 30 sobre os Patriots, atuais vice-campeões da NFL. O jogador ficou sabendo da notícia da morte do seu irmão logo pela manhã. Tevin Jones sofreu um acidente de moto fatal em Virginia, estado natal de Smith e sua família. Imediatamente, o atleta foi visitar os familiares acompanhados dos seguranças da equipe da NFL. Somente pouco antes do início do jogo ele tomou a decisão de entrar em campo. “Foi incrível. Eu não consigo imaginar o que ele está passando. Eu tenho muitos irmãos e irmãs, eu não consigo me imaginar na pele dele neste momento”, disse Joe Flacco, quarterback dos Ravens´, ao site da NFL. Smith foi decisivo para a vitória. Diante de um dos times mais fortes do torneio, ele conseguiu receber dois touchdowns, com 127 jardas ao todo. O lance decisivo para a vitória dos Ravens, no entanto, foi um field goal de 27 jardas de Justin Tucker, no estouro do cronômetro.


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Anuncie sua empresa ou evento na coluna social do Jornal do Dia através do 9112 5045.

Rogerio Campos e Adriana Gato Vanessa Mira

Izabela Rodrigues e Camila Rabelo

Silvana e Amigo

Peças fundamentais que toda mulher deve ter no guarda-roupa

Algumas peças-chave podem facilitar a vida da mulher na hora de escolher um look. São elas as peças neutras e clássicas, fáceis de combinar com o restante do visual. São elas:

Mensagem do Dia “Os sentimentos verdadeiros se manifestam mais por atos que palavras.” (Shakespeare)

Vestido preto O vestido preto é uma peça que pode ser usada em diversas ocasiões. Escolha um modelo que tenha um bom tecido e caimento para valorizar a silhueta.

Carla Rocha

Camiseta branca A camiseta branca básica é a peça chave para compor diversos looks femininos. Para valorizar a silhueta escolha um modelo com material boa qualidade. Calça skinny preta A calça skinny preta é útil para compor diversos looks femininos, e ainda ajuda a valorizar e alongar a silhueta. Prefira um modelo de jeans confortável para dar mobilidade e facilitar os afazeres diários.

Rafaela Nery e Rami

Blazer preto Outra peça clássica e versátil que toda mulher deve ter no armário é um blazer preto estruturado. Para o trabalho combine o blazer com camisa de seda e calça social, por exemplo. Sapatilha A sapatilha é outro item coringa que não pode faltar no armário feminino. Escolha um modelo confortável, versátil e de cores neutras como o nude e o preto, por exemplo. Marcelo Pacheco Novo visual de Sabrina Leah

Fotógrafo Kelwyn Melo


CadernoB

DiaDia Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

Editor: Fabrício Costa- fabriciocosta@jdia.com.br

Pesquisas indicam segundo turno em Macapá, mas coligações evitam o assunto

Se o segundo turno for confirmado, apoios de Davi e Milhomem serão cobiçados. Já em relação a Cristina e o PSB... Roberto

PESQUISA IBOPE

PDT

Clécio PSOL

35 30 25

29%

PSB

33%

Da Redação

A

eleição para a Prefeitura de Macapá pode ser decidida em segundo turno. É o que apontam os números da pesquisa Ibope/TV Amapá, realizada de 19 a 21 de setembro. A pesquisa, que teve 602 pessoas entrevistadas e tem margem de erro de 4%, confirma o prefeito Roberto Góes (PDT), candidato à reeleição pela coligação Construindo e Gerando Empregos, em primeiro lugar, com 33% da preferência dos eleitores, seguido por Clécio Luis (PSOL), da Unidade Popular, que chegou aos 23%. Sobre possíveis alianças políticas para este hipotético segundo turno, as coordenações das duas campanhas preferem silenciar, por enquanto. Pode-se antever, contudo, uma intensa disputa pelos apoios de Davi Alcolumbre (DEM), da coligação Macapá Melhor, e Evandro Milhomem (PC do B), da coligação A Macapá que Queremos. Para Alberto Góes, um dos coordenadores da campanha de Roberto

13%

15

23%

10

A

16%

13% 7%

5 0

Milhomen PCdoB

Genivaldo PSTU

1% 2%

1% 2%

12%

Pesquisa IBOPE 11/08/2012 PESQUISA TRE/AP 00004/2012

Pesquisa IBOPE 22/09/2012

Góes, é muito cedo para pensar em estratégias para o segundo turno. Ele entende que agora não é o momento para se pensar no assunto e nem de se negociar com eventuais parceiros. “Pesquisa é uma coisa, resultado das urnas é outra”, diz ele. E completa: “A coisa muda depois do resultado consolidado e só então é possível discutir novas alianças políticas”. Na coligação Unidade Popular há pelo menos um desejo já expresso, em relação ao assunto: o de contar com os apoios de Evandro Milhomem e de Davi Alcolumbre, caso o segundo turno entre Clécio e Roberto se confirme.

Mas por enquanto, é só desejo. “Negociações, só depois de 7 de outubro”, declara Márcia Corrêa, assessora de imprensa da coligação. E quanto ao PSB? “Não tem acordo nem no primeiro e nem no segundo turno”, afirma a assessora. Segundo ela, o posicionamento de Clécio é contra o troca-troca entre o PSB e o PDT. “Não seria coerente fazer uma aliança com o PSB no segundo turno”. Apesar da negativa, especula-se, nos bastidores da política macapaense, que PSB e PSOL poderão, sim, estar juntos no futuro. A aliança, contudo, seria informal, a fim de evitar transferir para Clécio os

Divulgação da pesquisa não altera o rumo das campanhas eleitorais

coordenação da campanha da coligação Construindo e Gerando Empregos, do prefeito Roberto Góes, não vai mudar a estratégia de trabalho em função do resultado da nova pesquisa Ibope/TV Amapá. “A gente nem sem empolga, nem se abate com resultado de pesquisa”, declara Alberto Góes, um dos coordenadores. Segundo ele, é prematuro afirmar se vai ou não haver segundo turno, e, havendo, quaiscandidatos estarão na disputa. A coordenação da campanha de Roberto Góes considera válidas todas as variáveis relacionadas ao resultado da eleição do dia 7 de outubro. “Em 2010, há três dias da eleição, a pesquisa do Ibope apontava que Jorge Amanajás teria 23% dos votos. No final, ele chegou a 28% e ficou fora do segundo turno por pouco mais de mil votos”, lembra Alberto. “Temos nossas próprias pesquisas, com metodologia que consideramos mais adequada e com margem de erro menor. Nela, os resultados são ainda melhores para nosso candidato, mas nem por isso ignoramos outras variáveis possíveis”, acrescenta ele. O programa eleitoral do candidato no rádio e na TV, por exemplo, vai ser mantido com a mesma estrutura. “Desde o início, nosso programa tem duas linhas básicas: a prestação de contas do que o prefeito realizou

Davi DEM

20

MARCELO ROZA

Cristina

em seu primeiro mandato e as propostas para o segundo. Isso vai continuar”, explica Alberto. Na coordenação da campanha Unidade Popular, o resultado Ibope/ TV Amapá foi recebido sem surpresas. “Nossas pesquisas internas apontam até uma diferença menor entre Clécio e Roberto Góes”, declara Márcia Corrêa, assessora de imprensa. Ainda não houve nenhuma reunião especial depois da divulgação da pesquisa entre os coordenadores, para avaliação do resultado, mas os rumos da campanha seguem inalterados. “Nossos programas continuarão propositivos, como desde o início da campanha”, afirma a assessora. Há quase duas semanas da eleição, a realização do segundo turno ainda não é considerada um fato consumado na coligação Unidade Popular, mas sim uma “possibilidade real”, “Ainda pode acontecer muita coisa”, diz Márcia Corrêa, “, inclusive derramamento de dinheiro, como em eleições passadas, mas confiamos na Justiça Eleitoral para que isso não aconteça”. Assessores do candidato Davi Alcolumbre (DEM), da coligação Macapá Melhor, disseram que a pesquisa tem outros elementos, como rejeição e avaliação da Prefeiturae do Governo do Estado, que precisam ser considerados, pois podem influenciar na decisão de

problemas de avaliação do governador Camilo Capiberibe, cuja candidata Cristina Almeida, chegou a incríveis 49% de rejeição nesta segunda pesquisa do Ibope. Na primeira, a taxa já era alta: 35%. Conta ponto para isso o fato de politicamente os dois principais nomes do PSOL, Randolfe Rodrigues e o próprio Clécio, terem estado muito próximos do PSB no passado. Clécio foi secretário de Educação no Governo Capiberibe e Randolfe foi vice de Camilo Capiberibe na campanha para a Prefeitura de Macapá, em 2008. Sobre Cristina Almeida e o PSB, uma coisa pode ser descartada com absoluta

certeza: uma aliança com o PDT. No mais, tudo é possível. Simulação do segundo turno A pesquisa Ibope/TV Amapá, realiza entre 19 e 21 de setembro, fez uma simulação de segundo turno entre os dois primeiros colocados, Roberto Góes (PDT), da coligação Construindo e Gerando Empregos, e Clécio Luis (PSOL), da coligação Unidade Popular. Na simulação, Clécio Luis ficou com 37% das intenções de voto, e Roberto Góes com 35%, o que caracteriza um empate técnico, visto que a margem de erro declarada pelo Ibope

é de 4% para mais, ou para menos. 14% dos entrevistados declaravam que votariam branco ou nulo no segundo turno entre Clécio e Roberto, e 15% não souberam responder. O Ibope também simulou um possível segundo turno entre Roberto Góes e Cristina Almeida (PSB), da coligação Juntos pra Cuidar de Macapá, terceira colocada na pesquisa de intenção de votos, com 13%. Neste eventual segundo turno, a vitória de Roberto Góes seria tranquila, com 39%, contra 16% de Cristina. 25% dos entrevistados disseram que votariam branco ou nulo e 20% não souberam responder.

Resultado das pesquisas movimenta redes sociais

voto do eleitor. Levando em conta que Davi não tem apoio desses poderes, o resultado é visto como excelente e por isso, a campanha será mantida no mesmo rumo. Procurada pelo Jornal do Dia, a assessoria da candidata Cristina Almeida ficou de se posicionar sobre o resultado da pesquisa por e-mail, mas isso não foi feito. Resultado da pesquisa Com exceção de Cristina Almeida, todos os candidatos melhoraram o percentual de intenção de votos na segunda pesquisa Ibope/TV Amapá, em relação à primeira, divulgada no dia 10 de agosto. Roberto Góes manteve-se na primeira posição, passando de 29% para 33%, com crescimento de 4%. Clécio Luis, que na primeira pesquisa estava empatado tecnicamente no segundo lugar, com Cristina Almeida, isolou-se na segunda posição, passando de 13% para 23%. Davi Alcolumbre (DEM), da coligação Macapá Melhor, quarto colocado na pesquisa inicial, cresceu de 7% para 12%, chegando a um empate técnico com Cristina Almeida no terceiro lugar, que caiu de 16% para 13%. Nas últimas posições, empatados tecnicamente, estão Evandro Milhomem (PC do B), coligação A Macapá que Queremos, e Genival Cruz (PSTU), Ambos passaram de 1% para 2%. (Marcelo Roza)

A

divulgação da pesquisa do Ibope, no último sábado (22), sobre a preferência do eleitor para a Prefeitura de Macapá, agitou os comentários nos blogs e redes sociais. No blog da jornalista Alcilene Cavalcante, uma análise foi postada ontem sobre suas opiniões diante dos percentuais. Segundo ela, em uma eleição majoritária, o carisma e o desempenho do candidato fazem a diferença. A empatia com o eleitor na TV e nas ruas é decisiva. Como exemplos, ela citou o candidato Davi em empate técnico com a candidata Cristina. A jornalista considera que a alteração no visual de Cristina foi de certa forma prejudicial para sua campanha. “Cristina construiu um personagem para ser candidata em 2006 (Sim. Ela não se vestia daquele jeito antes). Desconstruiu esse personagem na campa-

nha de 2012, para atender indicações de pesquisas qualitativas. Acabou ficando sem identidade”, disse. Já o senador João Capiberibe (PSB), em seu twitter, disse minutos depois da divulgação da pesquisa do Ibope que estava comemorando o resultado da última pesquisa feita pelo PSB, mostrando números bem diferentes dos que foram mostrados minutos antes pela TV Amapá. Segundo ele, a diferença é grande entre os números do Ibope e as pesquisas internas feitas pelo PSB. “É sempre assim, não lembro de um único acerto do Ibope”, disse Capiberibe. O jornalista Silvio Souza, também utilizou o seu twitter para traçar alguns comentários sobre a pesquisa e disse que não viu com surpresa os resultados. “Eu tinha dito aqui (no twitter) que o Roberto e o Clécio continuavam

crescendo e que a Cristina tinha caído. Fazendo uma comparação com a pesquisa anterior, Roberto subiu 4 pontos, Clécio subiu 10 e Cristina caiu 3. Parece que não tá fácil para o PSB”, comentou. Para Silvio, um dos problemas da campanha de Cristina é a declaração de apoio da família Capiberibe, por conta dos problemas de rejeição. Ontem mesmo ele mencionou que para definhar ainda mais a campanha de Cristina faltava apenas a participação da deputada federal Janete Capiberibe, o que se concretizou ontem à noite na propaganda eleitoral da candidata. Já Josiel Alcolumbre, irmão do candidato Davi Alcolumbre, disse que a campanha difamatória adotada por alguns candidatos tem saído pela culatra. “A população tá de saco cheio de pecuínhas. Queremos soluções dos problemas”, disse no twitter.


Geral

JD

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

B2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Liga das Escolas de Samaba planeja atrações nacionais para o Carnaval 2013 Primeiro passo para o início do Carnaval do ano que vem será a definição dos sambas de enredo

C

om pendências ainda por resolver com a Justiça e as constantes mudanças na diretoria, a Liga das Escolas de Samba (Liesa) anuncia novas atrações para o Carnaval 2013. As programações foram definidas entre a direção da Liga e presidentes das agremiações. O primeiro passo para o início do Carnaval do ano que vem será a definição dos sambas de enredo. Durante discussões, as agremiações e direção da Liesa de-

FOTOS HEVERTON MENDES

finiram para o 1º de outubro a entrega dos sambas, no qual o segundo passo a decidir é a gravação nos estúdios. De acordo com a coordenação cultural da Liesa, as gravações devem acontecer na primeira quinzena de outubro. No entanto, a direção da Liga está em negociação com uma empresa de música para a gravação de todos os sambas enredos das agremiações. A apresentação dos

Liga das Escolas de Samba (Liesa) anuncia novas atrações para o Carnaval 2013

Orles Braga se mantém a frente da Liga até o final do Carnaval 2013

sambas enredos esta inserida na programação do Amazontech 2012 com show de todas as escolas de samba. O evento de renome nacional acontece em novembro, no espaço do Sebrae. Mesmo diante das incertezas, a Liga está deve montar uma grande estrutura no Sambódromo durantes os desfiles. Participações especiais de cantores e artistas nacionais deve ser o ponto alto da festa, além de um es-

paço de lazer e entretenimento. Contas de 2012 Na última sexta-feira (20), Orles Braga voltou à presidência da Liesa por determinação judicial. A juiza Keila Bastos, anulou o processo administrativo que ensejou o afastamento definitivo de Braga e sua diretoria, e o processo administrativo eleitoral provisório, sendo que a eleição será realizada conforme prevê o estatu-

to da Liesa, em maio de 2013. No prazo de 30 dias, Braga irá apresentar ao Conselho de representante sua prestação de contas, referente a realização do carnaval 2012. Algumas agremiações participaram de uma reunião extraordinária e alguns diretores manifestaram contrários à decisão, porém, o Conselho teve que acataar a decisão judicial. Orles Braga havia sido cassado pelo conselho fis-

cal e pelo Conselho de representantes, pelo motivo de suas contas não haverem sido aprovadas e, em uma eleição provisória, Luiz Mota, o Geléia, foi o eleito, ocupando o mandato até maio de 2013. Mas diante da decisão judicial a eleição não tem validade. Para a surpresa de todos, o advogado da Liesa, Jair Sampaio, teria desistido da ação. Agora, Orles se mantém a frente da Liga até o final do Carnaval 2013.

Alunos e servidores do Ifap reclamam de preços altos e falta de opções de alimentação na instituição

N

o Instituto Federal do Amapá (IFAP), os alunos e servidores estão reclamando com os valores considerados abusivos praticados pela única cantina da instituição. Segundo informações dos reclamantes, a cantina foi licitada este ano e cobra lanches que custam o preço mínimo de R$ 5 dos estudantes. Além disso, a qualidade da alimentação

é bastante questionada pelos servidores e alunos, ainda mais que próximo ao Instituto não existe lanchonetes ou restaurantes, o que dificulta a concorrência. De acordo com a coordenação do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica (Sinasefe), a situação só está piorando, porque desde a última sexta-feira

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com Debate na Band Está confirmado para o dia 28, sexta-feira, o debate na Band que contará com a participação de todos os seis candidatos a prefeito do Município de Macapá. Jornalistas especializados e a população farão perguntas diretamente ao candidato. O debate terá a mediação do chefe de jornalismo da Band, Pedro Veleda, que também vai atuar como direito do programa. Está criada uma grande expectativa com relação ao debate, inclusive entre os próprios candidatos. Estádio Zerão Continuam a passos de cágado as obras de recuperação do Estádio Zerão. Uma obra que teve a expectativa, inclusive do Governador Camilo, de ser entregue no final do ano passado, não poderia consumir mais um ano de obras e isso sem se ter a certeza de que vai mesmo acabar, agora, em dezembro de 2012. Só para re-

lembrar o Estádio Estadual Milton de Souza Corre, o Zerão, foi construído e inaugurado, em menos de 7 meses. Não se conforma O governador Camilo e a direção do PSB não se conformam com o pífio resultado da candidata Cristina Almeida que foi apontada na pesquisa do IBOP divulgada no sábado. Enquanto todos os candidatos subiram na escala positiva, a candidata do PSB foi a única que caiu. Deixou a marca dos 16% e caiu para a marca dos 13%. Tudo isso com um agravante: a rejeição que era de 35% aumentou para 49%. Como explicar? Os coordenadores da campanha e os responsáveis pelos programas eleitorais gratuitos no rádio e na televisão ainda não compreenderam o que aconteceu no período entre a divulgação da primeira até a divulgação da

(21), os alunos do Ifap estão praticamente sem nenhum tipo de alimentação. Ainda de acordo com as informações, isso acontece porque a única cantina da escola paralisou os serviços. Segundo a administração da instituição, o problema aconteceu devido a uma pane elétrica, o que impossibilitou o funcionamento de vários equipa-

segunda pesquisa Ibope. Está sendo esperado para esta semana uma última tentativa no sentido de colocar a candidata do governo no segundo turno, caso contrário cabeças “grandes” rolarão. Foi o que disse a fonte. Temendo O candidato a reeleição pelo PDT, Roberto Góes, é o que parece mais preocupado. O esforço no período foi muito grande para crescer apenas 4 pontos foi de 29% para 33%, mas o suficiente para manter a dianteira. O que preocupa a coordenação de campanha é a rejeição apurada para o candidato do PDT. Está muito acima do que era esperado e já buscam outra estratégia para enfrentar o adversário que virá no segundo turno. Mesmo assim trabalham para nãos serem surpreendido. Outros candidatos Entre os outros candidatos, o candidato do DEM, Davi Alcolumbre, busca se firmar nas propostas que tem para apresentar à população. Segundo ele o tempo está encurtando rapidamente e vai ter que acelerar as proposta. Os 12% que o eleitor deu ao

mentos. Para a classe estudantil, a desculpa não foi aceita, já que o prédio e a fiação elétrica tem pouco tempo de uso. “Estamos vivendo dentro de um local que não tem nenhum tipo de alimento, e mais, a instituição não oferece alimentação para os alunos e servidores, então, estamos reivindicando melhorias na única lanchonete do local”, disse um coordena-

dor do Sinasefe. A administração da instituição afirmou aos estudantes que as devidas providências estão sendo tomadas para resolver a situação o mais breve possível. Na tarde de ontem, alunos ligaram para a reportagem informando que uma equipe estava realiando uns ajustes na fiação elétrica da lanchonete. Para o Sinasefe, os alu-

nos e servidores ficam a deriva no extremo norte da cidade, praticamente ilhados e sem acesso às condições mínimas para o desenvolvimento de suas atividades, que é a alimentação. Contudo, a qualidade dos alimentos também é alvo de denuncias. Até o fechamento desta edição, a lanchonete da Instituição permaneceu de portas fechadas.

candidato Davi na pesquisa divulgada no sábado, deixam empatado, tecnicamente, com a candidata do PSB que, segundo os coordenadores, deve ser ultrapassada. As esperança são grandes do candidato do DEM para passar para o segundo turno. Sabe que lá é uma eleição completamente diferente.

do o tom nas escolas. As direções das escolas, muito mais voltadas para garantir o cargo conquistado politicamente, ainda não assumir o comando dos educandários de forma direta e completa. Professores se reúnem, sem convocação e conforme o seu nível de compromisso, para não perder mais tempo.

certame, que começa a receber inscrições a partir desta segunda-feira, 24.

Semana do Trânsito Apesar de todas as dificuldades que enfrenta o trânsito de Macapá, com sinalização semafórica precária e com interrupção de energia todos os dias em, praticamente, todos os bairros; com muitas ruas sem asfalto na capital e as que têm a capa asfáltica não estão em boas condições, para a Semana Estadual de Transito faltou uma proposta mais adequada à realidade local. Parecia que não, mas o Detran também padece da síndrome do Estado Virtual.

Reação A Associação Nacional de Jornalistas (ANJ) divulgou um comunicado na sexta-feira, 21 de setembro, protestando contra a censura imposta por um juiz eleitoral de Amapá a um post veiculado no blog do diretor da sucursal do Estado, em Brasília, João Bosco Rabello. Segundo a ANJ, que se mostrou a favor do recurso feito pelo Estadão, com a atitude, o juiz “desconsidera papel da imprensa nas sociedades democráticas”.

Falta muito Está faltando muito para as escolas da rede estadual de ensino voltem à normalidade. Para se ter uma idéia, até agora, os professores, conforme a sua dedicação, é que estão dan-

UEAP – Vestibular 2013 A adoção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de acesso à metade das vagas ofertadas pela Universidade do Estado do Amapá (Ueap) no vestibular 2013 é a principal novidade da sétima edição do

UEAP – endereço para inscrição O endereço eletrônico para inscrição é o www. ueap.edu.br/vestibular. Atenção redobrada aos candidatos às cotas de indígena e portadores de deficiência, que devem validar suas inscrições com a apresentação do comprovante provisório de inscrição e documentos comprobatórios, originais e cópias, previstos no edital, até as 17h30 do dia 17 de outubro, na Divisão de Processo Seletivo (DIPS), localizada no Campus I da Ueap, para não ter suas inscrições canceladas. Voto limpo Já está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no selo Voto Limpo, o HotSite das Eleições 2012, onde estão concentradas todas as informações necessárias para que o eleitor vote com tranqüilidade no pleito municipal de 7 de outubro. No HotSite, os eleitores podem consultar o Manual de Sobrevivência e tirar dúvidas sobre “O Dia E” - o dia da eleição.


JD

Geral

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

é encontrado Prefeitura de Macapá cobra Homem morto à beira da BR-156 R$ 100 milhões de impostos U das agências bancárias PMM promete ainda denunciá-los nos Ministérios Públicos Estadual e Federal

A

Prefeitura de Macapá reivindica dos bancos instalados na capital o pagamento de tributos na ordem de R$ 100 milhões. A cobrança ensejou uma ação judicial que está em curso e que tem jurisprudência em outros municípios, que querem evitar que os impostos arrecadados pelos bancos sejam direcionados para poucas cidades brasileiras, onde essas instituições financeiras estão instaladas. Os impostos são decorrentes principalmente das operações de crédito, quando o usuário é tributado, mas o recurso não chega na Prefeitura. De acordo com decisão do STF, tomada em 2009, os municípios podem cobrar o ISS (Imposto Sobre Serviços) sobre operações de leasing realizadas pelas instituições financeiras. “Isso significa que não se discutirá mais sobre a legalidade ou não da cobrança do ISS sobre as operações de leasing perante os Tribunais”, ressalta o procurador geral do Município, Antônio Fornari. “Doravante, as ações judiciais que tratam deste tema seguirão a mesma decisão dada pelo Supremo, ou seja, favorável à cobrança do imposto pelos municípios”. A decisão do STF ratifica a posição do Pleno do Tribunal de Justiça do Amapá, que já se pronunciara a favor do município de Macapá para a cobrança do imposto, gerando a expectativa do recolhimento de mais de R$ 100 milhões de ISS sobre opera-

ções de leasing já realizadas e que não pagos pelos bancos ao município. Atualmente o que ocorre é que o ISS arrecadado pelos dois principais bancos privados (Itau e Bradesco) é direcionado para as cidades de Barueri e Osasco, no interior de São Paulo. Nestas cidades, pelo volume de recursos arrecadados, os bancos pagam apenas 2% de ISS. Entretanto, a Lei Complementar 116, de 2003, é clara ao afirmar que o Imposto Sobre Serviços deve ser arrecadado no local onde prestou-se o serviço. De acordo com Elcides Vales, coordenador de Arrecadação da Prefeitura de Macapá, os bancos hoje constituem-se num dos setores de alta rentabilidade do país. “Mais de 70% de suas receitas advém de taxas, tarifas, comissões, pacotes, funções, subfunções, extratos, conferências, etc... Estes serviços são autônomos, pois, sobre eles não há a incidência do Imposto Sobre Operações Financeiras, devendo incidir sobre eles o ISS”, explica. De acordo com Elcides, a Justiça já tem entendimento que se os entes tributantes municipais não fizerem tais cobranças estarão violando o princípio da isonomia tributária, contido no artigo 150, II da Constituição Federal, na medida em que outros contribuintes que realizam as mesmas atividades dos bancos são tributados pelo ISS. “Ademais, não tributar as instituições financeiras nestas atividades seria o mesmo

HEVERTON MENDES

Elcides Vales, coordenador de arrecadação da Prefeitura

que renunciar de forma tácita a receita tributária que teria direito o município o que é vedado pela artigo 14 da Lei Complementar 101/00”. Denuncias Além de acionar judicialmente os bancos, a Prefeitura vai denunciá-los nos Ministérios Públicos Estadual e Federal e buscar apoio na bancada federal, visto tratar-se de um assunto que afeta todos os amapaenses. Um exemplo disso é o empréstimo obtido pelo governo estadual junto ao BNDES na ordem de 1 bilhão de reais. Só em ISS a operação rendeu R$ 50 milhões, recurso que foi recolhido no Rio de Janeiro, onde esta a sede do banco, e que poderia ter sido reco-

lhido em Macapá, gerando investimentos. Só para se ter uma ideia do que representam os R$ 100 milhões devidos pelos bancos, com este recurso seria possível construir 2 mil casas populares, ou adquirir um milhão e quinhentas mil cestas do programa Escola Viva. A Prefeitura também vai ingressar na Justiça contra o governo do Estado pela prática de improbidade administrativa. A lei Complementar 116/2003 é clara quanto ao recolhimento na fonte do ISS dos prestadores de serviço. O governo do Estado divulgou circular junto às secretarias proibindo os órgãos de cumprirem a lei, causando sério prejuízo à capital.

A

mico brasileiro que acarretaram queda no repasse do FPE ao Estado. O FPE é a principal fonte de arrecadação do Amapá, o qual depende de cerca de 70% desse repasse para saldar as contas do Executivo estadual. Na análise da Seplan, os números demonstram que até o mês de agosto deste ano o FPE apresenta um déficit em torno R$ 157 milhões em relação à previsão com a emenda modificada pelo Poder Legislativo. “Esse comportamento indica que até o final do ano, o déficit poderá ser de mais de R$ 235 milhões. O mesmo acontece com o IPI, que está também deficitário em pouco mais de R$ 1 milhão”, avalia o secretário em exercício da Seplan, Luiz Afonso Picanço.

Segundo a coordenadora de Gestão Orçamentária da Seplan, Antônia Nascimento da Silva, a queda do IPI ocorre em função da desoneração desse imposto sobre carros e os eletrodomésticos da chamada “linha branca”, como forma encontrada pelo governo federal para combater a crise financeira no Brasil, movimentando a economia por meio do consumo de bens. Entretanto, a medida afeta diretamente os estados que dependem desse repasse para compor a sua receita, como é o caso do Amapá e até a Bahia. “A constante queda no repasse do FPE coloca o Estado em situação financeira complicada, uma vez que a baixa arrecadação deste recurso faz com

que o Governo do Amapá deixe de cumprir, no tempo devido, com pagamentos importantes, como o repasse do duodécimo aos Poderes, pagamento dos servidores estaduais, saldar acordos com o funcionalismo público firmado na data base, programas sociais, manutenção da máquina administrativa, entre outros”, diz Luiz Afonso. De acordo com Antônia Nascimento, a situação financeira do Estado não está mais complicada em função de que o Imposto de Renda voltou a ser recolhido de maneira regular, o que não ocorria nos anos anteriores, e o aumento gradativo na arrecadação do ICMS, que compõe os outros 30% da receita do Estado.

Detran anuncia leilão para desafogar pátio super lotado

O

Departamento Estadual de Trânsito (Detran) prepara para o fim do mês de outubro, um leilão de motos. A intenção é desafogar o mais rápido possível o pátio do órgão que, por sua vez, está impossibilitado de receber veículos. Atualmente o pátio do Detran mantém 2.707 veículos, sendo que cerca de dois mil são motocicletas que estão amontoadas há anos naquele local. Dessas duas mil motos, a maioria foi apreendidas por conta dos usuários não terem habilitação. Outro fator que contribui diretamente na remoção de motocicletas é re-

ferente a falta de documentação necessária para o veículo rodar pelas ruas. De acordo com Salvador Baia, chefe do gabinete do Detran, a situação é preocupante, uma vez que metade dos motoqueiros que rodam na cidade não são habilitados. “É uma questão preocupante, porque é um meio de transporte fácil de se adquirir e as blitz em Macapá recolhem muito mais motos do que carros, e isso está relacionado com os motoqueiros não habilitados”, disse. Segundo Baia, o grande número de infrações aliado a falta de documentação,

fortalecem os proprietários abandonarem seus veículos. “Como disse são veículos fáceis de adquirir e isso tem contribuído para muitos condutores abandonarem as motos”, explica. Este será o primeiro leilão de motos do Departamento e o primeiro na gestão de Sávio Pinto. A coordenação do leilão informa que durante o mês de outubro, o órgão deve realizar uma ampla divulgação nos principais meios de comunicação do estado. Também será aberto horários de visitação do pátio das motocicletas, onde o interessado pode vê de perto as con-

dições dos veículos. Informações garantem que metade das motocicletas estão em condições de uso, entretanto, centenas precisam de vários ajustes já que há anos estão paradas. Dificuldades De acordo com informações, não está sendo possível o recolhimento de motos para o pátio do Detran. A informação garante ainda que no momento os órgãos competentes manteriam uma pausa nas fiscalizações ostensivas devido ao grande numero de veículos parados no pátio do Detran.

De acordo com a perícia, o homem estava inchado e com sinais de violência, além de ter um furo na testa. A perícia ainda não informou se o homem fora atropelado ou assassinado. (Alyne Kaiser)

Mais uma morte é registrada no trânsito

N

Governo diz que emenda aprovada pela Assembleia Legislativa põe em risco a vida financeira do Estado

nálise realizada pela Coordenadoria de Gestão Orçamentária, vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan), confirma um déficit milionário na arrecadação do Fundo de Participação dos Estados (FPE) até agosto deste ano. A observação parte do pressuposto da emenda efetuada pelos deputados estaduais do Amapá que alteraram no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) o valor de arrecadação prevista para este ano do FPE e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A medida adotada pelos parlamentares tem sido considerada arbitrária, já que a alteração na emenda não leva em conta as mudanças no cenário econô-

m homem moreno, de altura mediana, que ainda está como desconhecido no IML da Politec, foi encontrado morto no KM 32, à beira da BR 156 no inicio da manhã deste domingo (23).

a última sexta-feira (21) um trágico acidente de trânsito tirou a vida da professora Divani Reis da Silva Caldas, de 34 anos. De acordo com a polícia, a professora, que mora na comunidade do Breu, ia todos os dias para o município de Tartarugalzinho para dar aulas. Neste dia, a manga de sua jaqueta se enrolou na roda moto, o que fez com que a professora caísse. Ela teve morte instantânea. O marido da professora era o condutor do veiculo. Até agora, segundo estatísticas de João Bolero, já morreram 82 pessoas no trânsito de Macapá. Destes casos, 23 aconteceram em Macapá, 14 na

BR-156, 8 na Rodovia Duca Serra, 7 no município de Santana, 5 na Rodovia do Curiaú e 5 na Rodovia JK . Ainda aconteceram 4 mortes em Laranjal do Jari, 3 na BR-210, 2 na Rodovia Alceu Paulo Ramos e 2 em Ferreira Gomes além de 1 nas localidades de: Rodovia MCP/MAZ, Distrito do Lourenço/Calçoene, na Rod. AP-20, Vitória do Jari, Rodovia Salvador Diniz e Igarapé da Fortaleza, Cujubim (Pracuúba) e 1 na Perimetral Norte (Porto Grande) 1 em Tartarugalzinho. Dos mortos, 66 eram do sexo masculino e 16 do sexo feminino. 37 pessoas estavam de moto, 18 de carro, 14 eram pedestres, e 13 ciclistas. (A.K)

Foragido de Mato Grosso é preso em Santana

O

foragido de justiça João Vanderley Andrade Siqueira, de 57 anos, foi preso na Ilha de Santana na manhã desta segunda-feira (24). Ele é o principal acusado de ter matado um colega de trabalho em Mato Grosso do Sul. Desde o ano de 1995 que a polícia daquele Estado procurava o acusado que estava morando no Amapá há oito anos e há dois anos na Ilha de Santana. Crime Consta no histórico criminal da Comarca de Cárceres (MT) que vítima

e acusado trabalhavam na mesma empresa. Em dado momento teve inicio uma discussão cujo motivo não foi revelado ocasião em João se armou com um revolver e disparou contra a vítima. Mudanças João vinha fugindo da polícia e passou viver em vários Estados. A juíza Elza Yara Ribeiro da 1ª Vara Criminal de Cárceres expediu mandado de prisão. Ele já está no Instituto de Administração Penitenciário do Amapá (Iapen) para aguardar recambiamento. (A.K)

Ronda Policial JOÃO BOLERO

Da 99,1 FM BLOG DO BOLERO Criança de 6 anos morre afogada em Pedra Branca Durante o último domingo, 23, Lucas Cauan Correa de Andrade tomava banho em companhia dos pais em um dos balneários do Município de Pedra Branca, quando por volta das 03h00min da tarde de notaram o sumiço dele e começou a procura, tendo o mesmo sido encontrado uma hora depois mas já sem vida. A POLITEC aqui de Macapá foi acionada e foi até aquela Localidade fez a remoção do corpo para o IML, onde foi constatada a morte por afogamento. Trio é preso com pistola 380 Uma Guarnição do BRPM Comandada pelo Ten. Pinheiro, após uma denúncia anônima, prendeu por volta das 02h55min da madrugada de domingo (23), na área interna da AERC, o trio formado por Max Fran Nunes da Costa (22), Ely Barbosa de Souza Neto (21) e Jeferson Rodrigues de Souza (22). Com eles, os policiais aprenderam uma pistola 380, de numeração raspada e municiada. O trio foi apresentado no CIOSP do Congós, onde o Delegado Gabriel Poiova constatou que a arma pertencia a Jeferson Rodrigues e ao Ely Barbosa ,os quais foram flagranciados e enquadrados no crime de porte ilegal de arma de fogo. Dupla de moto assalta duas adolescentes, mas acaba presa Dois maus elementos por volta das 03h30min da tarde de ontem, montados em uma moto, um deles armado com uma arma de fogo, renderam duas adolescentes quando caminhavam na Rua José Lourenço de Sá, no bairro Novo Horizonte, sendo uma de prenome Grabriela (14) e outra de prenome Luana (16) e tomaram das vítimas, os celulares. Mas os assaltantes não deram sorte, pois foram presos por uma Guarnição da PM do 2º Batalhão, comandada pelo SGT Ayres da Silva. Com eles os policiais apreenderam um revólver cal. 22 e os dois celulares roubados. Eles foram identificados por Lucas Silva de Oliveira (18) e Heliton Jardim Barata (26), os quais foram flagranciados pelo Delegado Marko Scaliso, no CIOSP do Pacoval.


JD

DiaDia

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Presidente da UDE diz que foi vítima de armação e denuncia delegado

Ele comentou com a reportagem do JD que ação policial teve o intuito de desmoralizá-lo perante a sociedade CINTHYA PEIXE Da Redação

N

o início deste mês, policiais da Delegacia Fazendária com apoio do Núcleo de Operações em Inteligência (NOI) da Polícia Civil cumpriram mandados de busca e apreensão na Unidade Descentralizada de Execução da Educação (UDE), vinculado a Secretaria de Estado da Educação (SEED). O objetivo foi apurar elementos sobre a suposta prática de crimes de corrupção passiva, estelionato e falsidade ideológica. A equipe esteve na casa de Hildemar Jorge Mauro, que é presidente da Unidade Descentralizada de Execução da Educação (UDE) e que foi acusado de vender possíveis contratos administrativos. Entretanto Mauro diz que foi vítima de uma armação. “Foi uma trama que surgiu dentro da própria Secretaria de Educação, apoiada por ex-presidentes da UDE. Porque eu descobri muita coisa errada, demiti mais de 100 pessoas, então tem gente que tem motivos para não gostar de mim e fazer este tipo de armação”, se defendeu o presidente. Ele conta que dentre as pessoas que o acusam, estão duas ex-presidente da UDE. “Estranhamente tem depoimentos de duas ex presidentes da UDE. Um delas foi exonerada do cargo por conta de coisas erradas que ela fez e a outra foi afastada por conta de um comissão interventora, que eu presidia”,falou. Ele comenta que ação teve o intuito de desmorali-

HEVERTON MENDES

zá-lo. “Lamentavelmente eu fui envolvido em dois episódios caluniosos em que fizeram busca e apreensão na minha casa e na UED. Na minha casa apesar de ter um mandado para busca e apreensão, estranhamente não levaram computador e nem pendrives. Então ficou muito caro que foi somente para me desmoralizar”. Hildemar Jorge fala ainda que a informação de que ele havia fugido é falsa. “Passei 16 dias para ser ouvido porque estava acompanhando minha esposa em Belém em um exame de cateterismo. Mas divulgaram que eu tinha fugido. Eu trouxe comprovante de que eu estava acompanhando ela”, enfatizou. Acusações Hildemar Jorge Mauro relata que no dia 20, foi divulgado pela Delegacia Especializada no combate aos crimes contra a Fazenda Pública, através do delegado Leandro Leite que preside as investigações, que ele havia sido indiciado por concussão e corrupção passiva, entretanto durante seu pronunciamento o delegado não citou em nenhum momento a sua defesa. “Eu nunca cometi nenhum crime. Não sou santo, porque ninguém é, mas em termo de honestidade não há o que duvidar. Mas gente fica preocupado porque foi divulgado a conclusão do advogado Leandro Vieira Leite, que simplesmente fez o resumo das acusações, como se o meu depoimentos, das minhas testemunhas e das provas que apresentei não

Hildemar Jorge Mauro,presidente da Unidade Descentralizada de Execução da Educação (UDE), se defende das acusações de vendas de contratos

tivessem valido de nada”, falou Jorge Mauro. Ele diz ainda que o delegado Leandro foi tendencioso. “Eu não vou chamar o delegado de canalha e nem de criminoso por causa disso, vou deixar a sociedade avaliar e o Ministério Público com isenção, comprovar o que estou falando. Além de eu ser inocente, as pessoas que fazem parte desta trama foram ajudadas pela atuação do delegado”. Além de Mauro, a servidora da Seed Lídia Coelho Ribeiro Pureza também foi investigada, porque estaria supostamente vendendo contratos de trabalho na UDE por um valor de R$ 250,00.

Mauro diz que Lídia Pureza não é uma pessoa de boa índole. “Lídia Pureza, é estelionatário e que me acusa de vender contratos na UDE. Eu provei que ela não é uma pessoa de boa índole. Ela tem sete processos por dividas que ela fez e não pagou e também ela vive mudando constantemente de endereços. Além disso, o depoimento de Lídia Pureza é totalmente conduzido pelo delegado Leandro. Ele coloca palavras e versões na boca dela”, denunciou. Mauro comentou também que durante o seu depoimento Leandro Leite falou que sabia que as denuncias eram caluniosas, mas que este era o traba-

lho da justiça e que o inquérito seria encaminhado para o Ministério Público. Propina A Delegacia Fazendária divulgou também que conforme se apurou nos trabalhos de investigação, o Presidente da UDE teria exigido a quantia de R$ 10.000,00 de uma determinada servidora da entidade para que fossem pagas as verbas trabalhistas a que ela tinha direito. Caso a servidora não depositasse o dinheiro em uma conta indicada pelo acusado, a rescisão contratual não seria deferida. Além disso, foi constatado através do comprovante bancário que o dinheiro

foi transferido para uma conta corrente do filho de suspeito. Hildemar Jorge Mauro se defende dizendo a transferência da conta do seu filho é algo normal feito entre parentes e que o dinheiro é proveniente de um empréstimo. “Há também a denuncia da advogada Esther Luciana, a quem eu pedi R$10 mil emprestados e eu dei como garantia um processo que eu tenho contra o estado, que quando eu recebesse a pagaria. Ela prontamente me emprestou e eu pedi para depositar na conta do meu filho. Se realmente fosse propina eu não iria depositar na conta do meu filho”, finalizou Mauro.

Federalização da CEA deve iniciar após estudos de impactos

A

assinatura do protocolo de intenções que vai nortear o processo de federalização da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) está prevista para acontecer após estudos dos impactos que a Medida Provisória 579 vai causar no setor elétrico. A necessidade de realizar essa avaliação foi definida em reunião realizada na última sexta-feira (21), em Brasília (DF), pelo Grupo de Trabalho criado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para discutir e encaminhar o processo de transferência do capital acionário da estatal amapaense para a União. A reunião é resultado dos entendimentos mantidos, semana passada, pelo governador do Estado, Camilo Capiberibe, com o coordenador do grupo de trabalho e secretário do MME, Marcio Zimmerman e o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto,

acompanhado pelo senador João Alberto Capiberibe, pela deputada federal Janete Capiberibe e pela secretária extraordinária do GEA em Brasília, Divanaide Ribeiro. Na ocasião, o governador do Amapá solicitou que os ajustes necessários para a assinatura do protocolo sejam finalizados com urgência. O presidente da CEA, José Ramalho, informou que foi definida a realização de uma análise dos impactos da MP 579, que deverá promover alterações no Protocolo que estava finalizado. Ele participou da reunião do GT junto com os representantes do governo do Estado e disse que com o resultado ficou definido que as equipes do Estado e da União realizem os estudos para compreensão desses impactos para serem discutidos em nova reunião agendada para esta quarta-feira, 26, na capital federal. “Por outro lado, estamos definindo

junto com a Seplan um cronograma de desembolso que contemple, além dos recursos para a federalização da Companhia, investimentos para outros setores com saúde e educação, de 2012 a 2015”, destacou Ramalho. A primeira parcela será liberada ainda este ano, segundo informou o presidente da CEA. O grupo de trabalho para definir a federalização é coordenado pelo MME e conta com representantes da Eletrobras, Secretaria do Tesouro Nacional, CEA e governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan) e Procuradoria Geral do Estado (PGE). A MP 579, de 11 de setembro de 2012, “Dispõe sobre as concessões de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, sobre a redução dos encargos setoriais, sobre a modicidade tarifária, e dá outras providências”.

HEVERTON MENDES

Companhia de Eletricidade do Amapá: capital acionário da estatal amapaense será transferido para a União

4º Fest Jeep no Meio do Mundo encerra programação do Equinócio da Primavera

A

drenalina e emoção são as palavras certas para descrever a sensação dos participantes do 4º Fest Jeep no Meio do Mundo. O evento é um dos esportes radicais mais prestigiados pelos amapaenses. A competição faz parte da programação do Equinócio da Primavera, realizado pelo Jeep Clube de Macapá e Secretaria de

Estado do Turismo (Setur). Para que as atividades fossem desenvolvidas com sucesso e segurança, foi montada uma estrutura de pista ao lado do Marco Zero do Equador. A programação iniciou na tarde deste sábado, 22, com 29 competidores, e chegou à decisão final no domingo, 23.

A competição foi acirrada e os jipeiros puderam mostrar que o esporte é cheio de surpresas. O público se mostrou encantado com a disputa e as dificuldades encontradas pelos adversários. O presidente do Jeep Club de Macapá, João Cruz, diz que a cada dia o esporte se torna mais conhecido e respeitado pe-

los amapaenses. “A meta é divulgar nosso Clube mostrando que o esporte é radical, mas com total segurança. É importante mostrarmos que somos uma família e que a diversão com segurança é a nossa meta”, explica João. Desde a criação do Jeep Club, a instituição vem realizando diversas práticas esportivas radicais e de aventuras, mas nunca es-

quece das ações sociais, especialmente nos municípios do Estado. O jipeiro Joaquim da Silva considera a competição um momento de socialização entre os competidores e seus familiares, afinal, o esporte e uma prática realizada em equipe. “É um momento de descontração e lazer, no momento da disputa esquecemos os

problemas e mantemos a atenção somente nas provas, para que sejam realizadas com total segurança”, comenta Joaquim. Após cumprir todas as etapas, chegou o momento tão esperado, a decisão final com entrega dos troféus. Acompanhe a lista de vencedores do 4º Fest Jeep no Meio do Mundo.


CadernoC

Atualidades Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

O que fazer quando você trabalha com alguém que não gosta

COTIDIANO Fique atento

Talvez seus hábitos te irritem, eles sejam preguiçosos ou escrevam e-mails grosseiros. Não deixe pessoas assim arruinarem seu ambiente de trabalho

T

odos nós temos que lidar com colegas de trabalho desagradáveis. Talvez seus hábitos te irritem, eles sejam preguiçosos ou escrevam e-mails grosseiros. Não deixe pessoas assim arruinarem seu ambiente de trabalho — Peter Bregman, da Harvard Business Review, oferece dicas para trabalhar com as mais antipáticas criaturas. Chico*, como eu, é escritor, palestrante e líder de uma empresa de consultoria. Posso dizer que ele é profissional, bem respeitado, capaz, honesto e é considerado popular. Uma conhecida em comum nos chamou para colaborar em um projeto e, claramente, há um benefício mútuo em trabalharmos juntos. Isso tudo soa ótimo, não fosse um problema: eu não gosto do Chico. Há algo nele que não me desce. Ele parece muito autocentrado, ou egocêntrico, ou vaidoso. Eu não sei bem o que é, mas sei que não gosto dele. Eu comentei isso para a pessoa que nos quer trabalhando juntos. Ela me falou, em suma, para desencanar. “Você não precisa gostar dele”, disse ela, “mas seria bom para você trabalhar com ele”. Então como trabalhar com alguém de quem você não gosta? “Sorria e suporte” não funciona Eu não estou falando só de alguém que te frustra porque não sabe se comunicar bem ou não sabe liderar uma reunião. Claro, é irritante ver seu tempo perdido, principalmente quando você sabe que poderia fazer um trabalho melhor. Mas é diferente quando você não gosta da pessoa. Pensa só em como você responde de forma diferente a alguém que você gosta, mas não sabe liderar uma reunião (você quer ajudá-lo) e em como isso funciona quando você não gosta da pessoa (você quer parar de trabalhar com ela, ou, se a reunião é muito longa, matá-la). O conselho mais comum dado nessas horas é simplesmente não levar a relação para o lado pessoal. Faça o negócio que precisar fazer com a pessoa e siga

Fim de ano trará 155 mil vagas temporárias ao país O conselho mais comum dado nessas horas é simplesmente não levar a relação para o lado pessoal.

adiante. Em outras palavras: sorria e suporte. Mas eu descobri que é quase impossível fazer assim. As pessoas de quem não gostamos nos enlouquecem e perdemos um tempo imenso reclamando delas, ou estressando sobre uma conversa que precisamos ter com elas. E isso nem é o pior. O problema é que, quando você não gosta de uma pessoa, é provável que ela saiba disso. O que faz com que ela também não goste de você. E se você acha que trabalhar com alguém de quem você não gosta é difícil, tente trabalhar com alguém que não gosta de você. É muito simples, mesmo. As pessoas com quem você se dá bem sempre vão tentar te ajudar; as pessoas com quem você não se dá bem sempre vão tentar te atrapalhar. Ser querido tem benefícios irrefutáveis. De acordo com uma pesquisa, quanto mais pessoas gostam de você, mais fácil, mais produtiva e mais rentável sua vida vai ser. O que significa que alguém que não gosta de você — mesmo se você sorrir e suportar — configura um risco. Ou seja, sorrir e suportar a situação é uma estratégia que não dá certo. Então, qual a alternativa? Considere, por um momento, a razão pela qual você não gosta de alguém. Talvez você ache essa pessoa avarenta. Ou egoísta. Ou sem consideração. Ou

malvada mesmo. Em outras palavras, eles possuem uma falha de caráter ou um traço desagradável que te incomoda. Como minha opinião sobre o Chico: convencido, vaidoso, egocêntrico. Agora — esta é a parte mais difícil — pense se você consegue encontrar, nas partes mais sombrias da sua psique, restos desses traços desagradáveis em si mesmo. Será que você é avarento, egoísta, sem consideração ou simplesmente malvado? Você não gosta mesmo desse seu lado, certo? Você queria se distanciar dessa parte. Assim como você gostaria de se distanciar dessa pessoa irritante. Em outras palavras, é possível que o motivo pelo qual você não suporte essa pessoa em primeiro lugar é porque ela te lembra do que você não consegue suportar em si mesmo. De repente, trabalhar com pessoas de quem você não gosta se torna bem mais interessante. Porque conhecê-las melhor e aceitar as partes dela que você desgosta é, na verdade, se conhecer melhor e aceitar as suas partes desagradáveis. Como superar seu desgosto por alguém? Superando seu desgosto por si mesmo É aí que seu desafeto pode se tornar útil. Use-o para se compreender melhor. Considere por que você tem um problema com ele. O que ele faz que te incomoda tanto? Supe-

re essa inabilidade de liderar reuniões ou escrever um e-mail decente e vá direto ao ponto. Que parte da personalidade ou do comportamento dessa pessoa te irrita? O que você detesta nela? Aí, considere como suas respostas podem ser um reflexo do seu comportamento. Este é um jogo e você vence ao descobrir esse comportamento detestável em si mesmo. Para mim, o Chico refletia esses atributos meus que eu não gostava —como eu posso ser convencido, vaidoso e egocêntrico. Pense nas vezes que você se sentiu miserável, egoísta, sem consideração ou malvado. Tá vendo? Você consegue enxergar seus sentimentos de atração e desgosto? Você consegue admitir para si mesmo que não é tudo preto no branco? É preto E branco. Você consegue viver com a complexidade de ser humano? Esta é a chave para ter compaixão por si próprio. E ter autocompaixão é a chave para ser compassivo com os outros. Sem você nem notar, vai começar a gostar de pessoas de quem nunca gostou antes. Talvez você até se sinta compelido a ajudá-las a tornar essas reuniões ainda mais produtivas. Agora é fácil me enxergar no Chico. Eu posso ter os mesmos defeitos que ele. Ainda é difícil admitir isso — especialmente na escrita —mas é parte de quem sou e, em doses certas, isso me ajuda.

No fim de ano, 155 mil vagas de trabalho temporário devem ser abertas. É um aumento de 5,5% em relação ao ano passado. O cálculo é da Assertem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário). A entidade também prevê que a participação da indústria nesse tipo de contratação: de tradicionais 30% para 25%; e um aumento do comércio de 70% para 75%. No comércio, os principais contratantes são as lojas de rua, de shoppings e os supermercados. E busca-se, principalmente, analistas de crédito, gente para atendimento, para fazer crediário, embaladores, estoquistas, etiquetador e, claro, vendedores. Segundo a Asserttem, 60% das contratações estarão na faixa etária entre 18 e 39 anos. Já na indústria, os bens de consumo (alimentos, bebidas, brinquedos, eletrônicos, vestuário e papel) são os maiores demandantes de mão de obra temporária, que se divide, nas funções de auxiliar administrativo, auxiliar de departamento financeiro, auxiliar de serviços gerais, técnicos em manutenção industrial e técnico em segurança trabalho.

Apagão

Apagão no Nordeste afetou oito Estados e mais de sete milhões de pessoas, dizem elétricas Uma reunião na tarde desta segunda-feira (24) vai discutir as causas do apagão que atingiu oito dos nove Estados do Nordeste na tarde do último sábado (22). Inicialmente, a informação era que a falha teria afetado consumidores de seis Estados: Bahia, Ceará, Paraíba, Maranhão, Pernambuco e Sergipe. Ontem, a Eletrobras Distribuição Alagoas e a Consern (Companhia Energética do Rio Grande do Norte) incluíram os dois Estados na lista de afetados. Apenas o Piauí não relatou apagão. A reunião foi convocada pelo Ministério de Minas de Energia e vai reunir, em Brasília, representantes do setor elétrico, onde devem ser apontadas e analisadas, preliminarmente, as causas do acidente. O problema, segundo a Cemar (Companhia Energética do Maranhão), teria ocorrido no sistema de suprimento elétrico de responsabilidade da Eletronorte (Centrais Elétricas do Norte do Brasil), em Imperatriz (MA), que teria causado a interrupção do fornecimento de energia em cadeia. Balanço O Estado mais atingido foi a Bahia, onde 1,8 milhão de consumidores foram afetados pela pane em 289 municípios. A Coelba (Companhia de Eletricidade da Bahia) informou que a falta de energia durou 20 minutos, das 15h50 às 16h10. Na região metropolitana de Salvador, 1/3 dos consumidores foram afetados pelo apagão. No Maranhão, a Cemar disse que o fornecimento de energia atingiu toda a região sul e parte das regiões leste e Norte, inclusive parte da ilha de São Luís. Ao todo, 1,65 milhão de pessoas ficaram sem energia elétrica durante mais de 40 minutos.


JD

Geral

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Vencimento de títulos corrigidos pela inflação faz Dívida Pública Federal cair R$ 10 bilhões Dívida pública mobiliária (em títulos) interna caiu 0,53%, passando de R$ 1,788 trilhão para R$ 1,779 trilhão

U

m forte vencimento de títulos indexados à inflação fez a Dívida Pública Federal (DPF) apresentar leve queda em agosto e manter a distância da barreira de R$ 2 trilhões. Segundo números divulgados há pouco pelo Tesouro Nacional, o estoque da DPF encerrou o mês passado em R$ 1,867 trilhão, valor 0,51% menor que o montante de R$ 1,877 trilhão registrado no fim de julho. A dívida pública mobiliária (em títulos) interna caiu 0,53%, passando de R$ 1,788 trilhão para

R$ 1,779 trilhão. Isso ocorreu porque o Tesouro resgatou R$ 28,32 bilhões em títulos a mais do que emitiu. Esse resgate compensou a incorporação de R$ 18,79 bilhões em taxas de juros. Pagamento O reconhecimento de juros ocorre porque a correção que o Tesouro se compromete a pagar aos investidores (que emprestam dinheiro para que o governo possa rolar a dívida) é incorporada gradualmente ao valor devido. No caso de um investidor que comprou um título por R$ 100

com correção de 12% ao ano, ele receberá R$ 964 ao final de 20 anos. Essa diferença é incorporada mês a mês ao total da dívida pública. Dívida A queda só não foi maior porque a dívida pública externa ficou praticamente estável em agosto. No mês passado, a dívida do governo brasileiro no exterior totalizou R$ 88,43 bilhões, valor apenas 0,02% maior que os R$ 88,43 bilhões registrados em julho. De acordo com o Tesouro, a queda de 0,62% do dólar no mês passado contribuiu para essa estabilidade.

Como os vencimentos no mês passado se concentraram em títulos corrigidos pela inflação, a participação desses papéis na dívida interna caiu de 36,71% em julho para 35,01% em agosto. Em agosto, venceram R$ 46,8 bilhões em títulos atrelados a índices de preços. Os papéis prefixados (com juros definidos antecipadamente), no entanto, respondem pela maior parte do endividamento do Tesouro. A fatia desses títulos na dívida interna passou de 36,89% em julho para 38,47% no mês passado. Influência A fatia dos títulos vinculados a taxas flutuantes, como a Selic (taxa de juros básicos da economia), aumentou de 24,54% para 25,23%. Influenciada pela queda do dólar, a parcela da

dívida interna vinculada ao câmbio caiu de 1,86% para 1,29%. Esses números levam em conta as operações de swap pelo Banco Central (BC), que equivalem a operações de compra ou venda de dólar no mercado futuro e têm impacto na dívida pública. Previsão Com taxas definidas com antecedência, os títulos prefixados são preferíveis para o Tesouro Nacional porque dão maior previsibilidade à administração da dívida pública. Em contrapartida, os papéis vinculados à Selic representam mais risco porque pressionam a dívida para cima, em ciclos de alta dos juros básicos. Como os títulos que venceram eram, em grande parte, de curto prazo, o prazo médio da DPF melhorou significativamente, aumentando d e

3,99 anos em julho para 4,05 anos em agosto. O Tesouro Nacional não divulga o resultado em meses, apenas em anos. Essa queda se refletiu na redução da participação dos vencimentos nos próximos 12 meses, que caiu de 26,03% para 24,17%. Prazos mais longos são favoráveis para o Tesouro porque dão ao governo mais tempo para planejar e executar as operações de renegociação (rolagem) da dívida pública. Por meio da dívida pública, o governo pega emprestados recursos dos investidores para honrar compromissos. Em troca, compromete-se a devolver os recursos com alguma correção, que pode ser definida com antecedência, no caso dos títulos prefixados, ou seguir a variação da taxa Selic, da inflação ou do câmbio.

Receita publica regras de regime que desonera impostos para donos de salas de cinema

Metalúrgicos da GM pedem ajuda para manter emprego

O Recine foi anunciado em março deste ano pela presidenta Dilma Rousseff

A

Receita Federal publicou ontem (24), no Diário Oficial da União, instrução normativa estabelecendo os procedimentos e regras para participar do Regime Especial de Tributação para o Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (Recine). O Recine foi anunciado em março deste ano pela presidenta Dilma Rousseff, junto com outras medidas destinadas a popularizar o cinema em áreas onde a população tem

poucas opções de entretenimento. O regime de desonerações suspende as contribuições de PIS/Pasep e do Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a aquisição de máquinas, materiais de construção e equipamentos para salas de cinema, além da cobrança do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em operações de importação. Os benefícios podem ser pleiteados por pessoas jurídicas com projetos

de construção ou ampliação de salas, adequados às exigências legais. Para se habilitar, é preciso estar em dia com os impostos e contribuições pagos à Receita e preencher formulário, cujo modelo está disponível no Diário Oficial desta segunda-feira. O documento deve ser entregue às unidades da Delegacia da Receita Federal ou da Delegacia Especial da Receita Federal do Brasil de Administração Tributária (Derat), que analisarão os pedidos.

Um grupo de 86 metalúrgicos, pedem ajuda ao governo para impedir demissões na fábrica da General Motors

U

m grupo de 86 metalúrgicos, reunidos pelo sindicato de São José dos Campos, chega a Brasília hoje, 25, a fim de pedir ajuda ao governo para impedir demissões na fábrica da General Motors, naquela cidade, onde a empresa reduziu as atividades. Acordo fechado pelo sindicato e montadora, no mês passado, interrompeu desligamento de trabalhadores até 30 de novembro

próximo. Para a montadora, é necessário afastar os funcionários, porque deixou de investir na fábrica em 2009, para ampliar a produção em outras unidades Sindicato e GM irão se reunir, na próxima quinta-feira (27) em rodada de negociações destinadas a buscar alternativas que possam viabilizar o retorno dos investimentos. Até agora a montadora não fez comentários sobre a situação dos 1.840 empregados

excedentes que pretendia dispensar. Além disso, há a situação de 940 metalúrgicos da linha de montagem do modelo Classic, cujos salários são parcialmente pagos pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Como parte do acordo definido, no último dia 4 de agosto, foi oferecido aos 7,5 mil empregados um programa de demissão voluntária (PDV), o terceiro desde o final do primeiro semestre.

Atividade da construção civil cai pelo quarto mês consecutivo

A

atividade da construção civil teve nova queda em agosto, aponta a Sondagem Indústria da Construção, pesquisa divulgada ontem (24) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador ficou em 48,1 pontos, operando pelo quarto mês consecutivo abaixo da linha divisória dos 50 pontos. O índice varia de 0 a 100, sendo que as pontuações abaixo de 50 revelam uma percepção negativa. Segundo o economista da CNI Danilo Garcia, o desempenho negativo está relacionado à desaceleração da economia como um todo. “Há uma nova situação econômica, com desaceleração do Produto Interno Bruto [PIB, soma das

riquezas de um país]. É um período de adaptação, há um novo cenário. Tivemos uma expansão muito forte em 2010, que não se sustentou em 2011. Em 2012, já iniciamos o ano com uma demanda não tão grande”, comentou. Danilo Garcia disse que não há uma estimativa de reação no curto prazo e que o setor da construção espera pela retomada do crescimento do PIB. O desempenho das pequenas empresas foi o que mais contribuiu para o resultado negativo. Elas registraram 45,7 pontos em agosto, enquanto as médias empresas marcaram 46,3 pontos e as grandes, 46,7. São consideradas pequenas as empresas que

têm de 10 a 49 empregados. As médias são as que têm de 50 a 249 funcionários, e as grandes as que possuem acima de 250 trabalhadores. A evolução do número de empregados em agosto situou-se em 49,3 pontos. Com relação a esse indicador, também houve destaque negativo para as pequenas empresas, já que elas registraram 47,6 pontos em agosto, enquanto as médias e grandes empresas cravaram 49,6 e 49,8 pontos respectivamente, aproximando-as da linha divisória dos 50 pontos. A Utilização da Capacidade de Operação (UCO) da construção subiu um ponto percentual entre julho e agosto, de 69% para 70%.

No entanto, entre as pequenas empresas, esse indicador recuou de 66% para 62% no período. “Em geral, [os pequenos empresários] têm uma dificuldade maior de se adaptar a cenários adversos”, comenta Danilo Garcia. Apesar da percepção pessimista sobre agosto, as perspectivas dos empresários para os próximos seis meses são otimistas. A expectativa para a atividade nos próximos seis meses ficou em 57 pontos, enquanto a sobre novos empreendimentos e serviços alcançou 56,7 pontos. Os empresários também esperam aumentar as compras de matérias-primas e insumos nos próximos seis meses (57,8 pontos) e vol-

tar a contratar (56 pontos). No entanto, de acordo com o economista Danilo Garcia, “o otimismo não está tão alto como em épocas de menor desempenho”. A Sondagem da Indústria da Construção trabalha

com uma amostra de 475 empresas, das quais 176 são pequenas, 186 médias e 113 grandes. As avaliações dos empresários sobre o mês de agosto foram coletadas pela CNI no período de 3 a 14 de setembro.


JD

Geral

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

Especialista diz que dados da Pnad não representam a realidade da educação “Critério usado pelo IBGE para definir analfabetismo não leva em conta o nível de proficiência dos alunos em leitura e escrita Segundo”, diz Priscila Cruz diretora do (MTE) DIVULGAÇÃO

Se for levado em conta desde a educação infantil até o ensino médio, o Brasil tem 3,8 milhões de crianças e jovens fora da escola

A

pesar dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2011, divulgada na última sexta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontarem pequenos avanços na área de educação, a melhoria é muito lenta para o patamar de qualidade em que o Brasil se encontra. A opinião é da diretora executiva do Movimento Todos pela Educação (MTE), Priscila Cruz, advogada que atua na defesa da educação de qualidade há dez anos. Segundo ela, o critério usado pelo IBGE para definir analfabetismo não leva em conta o nível de proficiência dos alunos em leitura e escrita. “Alfabetização é muito mais do que escolarização. O IBGE olha os jovens e adultos com mais de 15 anos, aqueles que têm quatro anos ou mais de escolaridade já é considerado alfabetizado. Mas como a gente tem uma qualidade de edu-

cação muito ruim no Brasil, o que acontece é que tem muita criança de 11, 12 anos, jovem que está no ensino médio com 15, 17 anos, que ainda é analfabeto. Infelizmente isso ainda é uma realidade no nosso país”, explica Priscila. Ela disse que uma das metas do MTE é que toda criança esteja plenamente alfabetizada aos 8 anos de idade, o que não ocorre atualmente. “A Prova ABC (uma parceria da Organização Não Governamental (ONG) Todos pela Educação com o Instituto Paulo Montenegro, a Fundação Cesgranrio e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) mostrou que, das crianças de 8 anos no Brasil, só metade é plenamente alfabetizada. É um dado bem diferente daquele do IBGE. É diferente fazer a prova e testar ou perguntar quantos anos de estudo tem e ela ser considerada alfabetizada”. Priscila admite que hou-

ve avanços. Porém, eles ocorrem muito devagar. “A gente vem melhorando só que num ritmo muito lento. Se a gente tivesse num patamar mais alto, melhorar lentamente não seria tão ruim. A gente está num patamar muito baixo e melhorando muito lentamente, vai demorar muito pra gente conseguir garantir o direito de todos os alunos a ter educação de qualidade”. A diretora da ONG aponta que, apesar de 98,2% da população de 6 a 14 anos, correspondente ao ensino fundamental, estarem na escola, se for levado em conta desde a educação infantil até o ensino médio, o Brasil tem 3,8 milhões de crianças e jovens fora da escola. A situação é pior entre os adolescentes de 15 a 17 anos, que deveriam estar no ensino médio. Nessa faixa etária, a taxa de escolarização caiu de 85,2% em 2009 para 83,7% em 2011. “O ensino médio vive uma crise de identidade:

esses alunos não veem sentido nesse ensino médio, acabam evadindo, saem antes do tempo de se formarem e a gente está perdendo esses jovens. São jovens que, na sociedade atual, século 21, sociedade do conhecimento, não concluíram nem o ensino médio, é ter aí um extermínio de jovens”, alerta Priscila. A diretora executiva do Movimento Todos pela Educação lembra que existem experiências de outros países e também dentro do Brasil que apontam caminhos a serem seguidos para melhorar o desempenho dos alunos. “Acho que tem de investir em professor: eles são muito mais formados para serem teóricos da educação. Tem que ter um maior número de escolas em tempo integral, tem que ter avaliações que realmente ajudem os gestores a formularem suas políticas e incorporar a avaliação como ferramenta para avançar”.

Baixo investimento na saúde contribui para queda da qualidade de vida dos brasileiros, aponta CFM

O

Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou ontem (24) nota em que relaciona o baixo investimento do governo na saúde pública ao mau desempenho do Brasil no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), ranking no qual o país ocupou 84ª posição entre os 187 países avaliados. “Trata-se de uma posição nada lisonjeira para quem se coloca entre os dez mais ricos do mundo, com pretensões de ser a sexta economia do mundo”, diz o primeiro-vice-presidente do CFM, Carlos Vital. Baseado em levantamen-

tos realizados por organismos internacionais, o conselho constatou timidez nos investimentos públicos em saúde no Brasil, com reflexo nos resultados alcançados pelo modelo brasileiro nos campos do cuidado, prevenção e promoção de saúde. Segundo o CFM, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que o governo brasileiro tem uma participação menor do que as suas possibilidades no financiamento da saúde pública, figurando em último lugar entre os países que têm modelo público e acesso universal

à saúde. A concentração dos médicos nas grandes cidades é apontada como fator que contribui para a desigualdade de acesso da população ao sistema de saúde. Segundo cálculos do conselho, os 373 mil médicos que atuam no Brasil seriam suficientes para atender a demanda, caso houvesse políticas públicas de incentivo à fixação de profissionais em municípios pequenos, principalmente do Nordeste do país e da região amazônica. De acordo com o CFM, todos os países que investem mais em saúde têm

uma taxa maior de médicos por mil habitantes e estão mais bem posicionados no ranking do IDH. Além disso, contam com uma expectativa média de vida maior e menores taxas de mortalidade neonatal (primeiros 28 dias de vida), segundo relatório de Estatísticas Sanitárias 2012 da OMS. Para o conselho, o esforço público brasileiro poderia ser maior ou melhor orientado se o país contasse com uma visão estruturante na gestão da saúde e os avanços na esfera econômica fossem estendidos ao campo das políticas sociais.

Governo federal começa a coletar dados sobre rede de atendimento social e assistencial

O

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) começa ontem (24) a coleta de dados do Censo 2012 do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Realizado anualmente desde 2007, o levantamento traça um retrato detalhado da estrutura e dos serviços prestados pela rede de assistência social no país. Este ano, o censo traz pela primeira vez questionários sobre unidades de acolhi-

mento das redes pública e não governamental, responsáveis por abrigar crianças, adolescentes, mulheres ou idosos vítimas de violência, abandono ou negligência. Os locais também são indicados para pessoas cujos vínculos familiares foram rompidos e que se encontram em situação de rua. De acordo com o MDS, além da estrutura física, dos recursos humanos e das atividades desenvolvi-

das pelas unidades, serão mapeados ainda a quantidade e o perfil das pessoas acolhidas. Os questionários podem ser visualizados, impressos e preenchidos no endereço http://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/censosuas. Para preencher os documentos, o responsável deve ter uma senha de acesso aos sistemas da Rede Suas com perfil cadsuas.município ou cadsuas. estado. Caso seja identificado algum problema na

senha, o MDS orienta que o gestor entre em contato por meio do telefone 0800707-2003. Na primeira etapa da coleta de dados, gestores municipais e estaduais devem preencher os dados sobre as unidades de acolhimento, os centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e os equipamentos voltados ao atendimento de pessoas em situação de rua (centros POP).

C3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

JD

Mundo

Paquistão

Ataque de drone norte-americano mata militantes islâmicos O ataque de um drone (avião não-tripulado) norte-americano provocou, ontem, a morte de pelo menos cinco militantes islâmicos na região tribal do Paquistão próxima à fronteira com o Afeganistão, informaram autoridades de segurança. O ataque ocorreu em Mir Ali, na região do Waziristão do Norte, considerada um reduto de grupos ligados à rede Al-Qaeda e aos talibãs afegãos. De acordo com as fontes paquistanesas, o drone americano disparou dois mísseis. Em Miranshah, uma autoridade de segurança disse à AFP que o ataque deixou cinco mortos. “O complexo foi localizado na aldeia de Jaderjail, 40 quilômetros a leste de Miranshah, que é o coração do distrito tribal do Waziristão do Norte”, disse a fonte. Nessa região “há santuários de todos os grupos, de talibãs a combatentes estrangeiros”, acrescentou. Em Peshawar, altos funcionários de segurança confirmaram o número de vítimas entre os combatentes. A partir de maio, o número de ataques utilizando drones teve um considerável aumento, depois de uma reunião de cúpula da Otan em Chicago, Estados Unidos, que abordou o bloqueio à passagem pelo território paquistanês de suporte terrestre destinado as tropas da coalizão no Afeganistão. Paquistão e Estados Unidos tentam desde então recompor suas relações e isso motivou a reabertura parcial das rotas. Os ataques americanos com drones geram um intenso mal-estar no Paquistão, onde o governo acusa os aviões não-tripulados de violarem incessantemente o espaço aéreo do país. Contudo, dirigentes americanos afirmam que os ataques com aviões não-tripulados são muito importantes para sua estratégia e, portanto, não serão interrompidos. Os Estados Unidos consideram que a região tribal semiautônoma do noroeste de Paquistão é um dos principais bastiões de grupos talibãs e ligados a Al-Qaeda, onde possuem campos de treinamento e preparam ataques no vizinho Afeganistão.

Justiça Sargentos que urinaram em corpos de afegãos são indiciados Dois sargentos do corpo de Marines americanos foram acusados de suposto envolvimento no escândalo provocado por um vídeo postado na internet no qual soldados são vistos urinando nos corpos de três afegãos, anunciou ontem o Pentágono. As acusações contra os sargentos Joseph Chamblin e Edward Deptola são feitas um mês depois de outros três marines terem sofrido sanções administrativas por seu envolvimento no incidente ocorrido na província afegã de Helmand em 27 de julho de 2011. Um vídeo divulgado na internet em janeiro mostra quatro soldados americanos urinando em três corpos ensanguentados, e um dos homens, aparentemente sabendo que estava sendo filmado, afirma: “Tenha um ótimo dia, amigo,” referindo-se a um dos mortos. O Pentágono indicou que as acusações contra os sargentos são feitas por “violações do Código Unificado da Justiça Militar, por seu envolvimento no episódio de urinação em combatentes talibãs mortos e por posarem em fotos não-oficiais com pessoas mortas”. Eles foram acusados também de abandono do dever por uma série de falhas de comando envolvendo marines mais jovens.

Lembrança macabra

Austríacos debatem o que fazer com a casa onde Hitler nasceu Uma sugestão para transformar a casa na Áustria na qual Adolf Hitler nasceu em um espaço residencial comum provocou um debate no país sobre como usar uma propriedade vazia ainda carregada com uma forte bagagem histórica décadas depois do fim da Segunda Guerra Mundial. O homem que se tornou ditador nazista nasceu na casa na cidade de Braunau am Inn, perto de Salzburgo, na fronteira com a Alemanha, em abril de 1889. A família viveu ali apenas três anos, mas a ligação dele com o edifício de três andares deixou uma marca indelével. Atualmente uma aposentada é dona da propriedade, que vem sendo alugada pelo Ministério do Interior austríaco desde 1972 e sublocada para Braunau. De acordo com notícias da mídia, o prédio - que era uma hospedaria quando a família de Hitler alugou o espaço ali - já abrigou uma biblioteca, um banco, salas de aula e mais recentemente um workshop de uma organização filantrópica para pessoas deficientes, que se mudou há um ano. A questão sobre o que fazer com o imóvel agora expõe as divisões entre aqueles que desejam salientar o seu passado e aqueles que querem virar a página de um capítulo inglório da história local.


JD

Diversão&Cultura

Ronaldo perde a vergonha de mostrar a barriga O que antes era troféu apenas de uns poucos paparazzi, agora é patrimônio geral: a imagem da barriga geométrica do ex-craque de futebol

L

evando a vida de forma sedentária há dois anos, segundo disse, Ronaldo virou personagem de um reality show sobre emagrecimento exibido no “Fantástico”. O ex-jogador aceitou se submeter ao plano de exercícios e reeducação alimentar proposto pelo “Medida Certa”, o que inclui se deixar filmar em diferentes etapas do processo. Empresário de sucesso, com negócios em diferentes áreas, incluindo uma empresa de gestão de imagem de atletas e sociedade em casas noturnas, além de garoto-propaganda de várias marcas, Ronaldo vai aparecer no programa ao longo de dez semanas, di-

vidindo com os espectadores variados momentos de sua intimidade. A julgar pela estreia, perdeu totalmente a vergonha que tinha de falar do seu peso. O que antes era troféu apenas de uns poucos paparazzi, agora é patrimônio geral: a imagem de sua barriga geométrica. Não bastasse, compartilhou com o público a sua taxa de colesterol (283), a circunferência da cintura (107 cm) e o peso (118 kg). E ainda brincou com a situação constrangedora: “Privacidade? No ‘Fantástico’?”, disse ao ficar de sunga e colocar uma touca diante da nutricionista. Qual o interesse de Ronaldo em tamanha expo-

Macapá-AP, terça-feira, 25 de setembro de 2012

Editor: Franck Figueira - franckfigueira@jdia.com.br

Celebridades Revista ‘Sexy’ Divulga fotos da capa de outubro A ex- apresentadora do programa Papo Calcinha,do Multishow, Luhanna Melloni é a capa do mês de outubro da revista Sexy. Ela que já se declarou bissexual, fez poses ousadas em um restaurante antigo de São Paulo. Além de Melloni, a publicação que chega nas bancas no próximo dia 27 traz uma entrevista com o jogador Valdivia. Além dele, Neymar, Ganso, Diego Alvez, Cortez e Juan falam sobre os seus games favoritos.

Lady Gaga Clicada nua e sentada em vaso sanitário

Empresário de sucesso, com negócios em diferentes áreas, incluindo uma empresa de gestão de imagem de atletas e sociedade

sição? O que ganha com isso? A apresentadora Renata Ceribelli fez a pergunta ao ex-jogador: “Por que você aceitou participar do ‘Medida Certa’?”. “Pra mostrar pro Brasil que o esporte contribui com a saúde e se vive muito melhor praticando esporte”, disse. “Quando

eu ponho um objetivo que vai ser conquistado, eu dou a vida, assim. Eu sou movido a desafios, então eu vou encarar isso como um grande desafio.” Faltou dizer que perdeu a vergonha e, pelo visto, que agora aprecia a exposição de sua privacidade.

Lady Gaga não é nada convencional, e mais uma vez mostrou isso em um ensaio realizado pelo amigo e renomado fotógrafo Terry Richardson. Em uma atmosfera retrô, a cantora posou com diferentes figurinos, incluindo um corset transparente. A foto que mais chama a atenção, porém, é uma em que a cantora aparece nua e fumando, sentada em um vaso sanitário.

Wanessa Camargo Suposta reconciliação dos pais: “ia adorar”

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (24), no edifício World Trade Center, em São Paulo, a cantora Wanessa Camargo - que compareceu ao evento para promover um lançamento das marcas Oral B e Pampers - negou os rumores de que seus pais, o sertanejo Zezé di Camargo e sua ex-mulher Zilu, haviam reatado a união. “Eu ia adorar, mas não. Está tudo igual”, respondeu aos jornalistas.

Robert Pattinson estabelece condição única para reatar com Kristen Stewart: casamento

D

epois de ficar arrasado com a traição de Kristen Stewart (22), Robert Pattinson (26) estaria “desesperado” para voltar com a sua ex-namorada, mas quer um relacionamento realmente sério, afirmou uma fonte: “Rob disse à Kristen que a única maneira de perdoá-la seria assumir um relacionamento mais sério, ele quer se casar e precisa ter certeza que ela também pretende passar a vida toda ao lado dele”. “Embora Kristen tenha quebrado o coração de

Rob, ele percebeu que não consegue viver sem ela, que nunca deixou de amá-la e acredita que ela também ainda o ama. Ele está desesperado por fazer dar certo e está disposto a dar a ela uma segunda chance”, continuou a fonte. Outra pessoa próxima ao casal contou ao jornal Daily Star Sunday: “Os dois já haviam conversado abertamento sobre casamento e a resposta dela sempre foi que não queria apressar as coisas”. Será que agora ela muda de ideia para tê-lo de volta?

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Vá devagar, ariano: nem você nem ninguém está com o humor maravilhoso, portanto admita que falta imaginação e pique. Mas é bom dia para avaliar o passado, sem saudosismo. Preocupações com parentes idosos. Touro (21 abr. a 20 mai.) Novidades para você, que reina em seu lar: converse e resolva pendências com vizinhos, com empregados, ou com os próprios parentes. É medida essencial para garantir um percurso mais livre e suave nos próximos dias. Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Nem tudo que você quer você pode, e o mesmo pode ser dito do colega ao lado. Seja aquele camarada amigo que entende as dificuldades alheias, num momento delicado. Ordem e organização domésticas ajudam a manter a paz interna.

Robert Pattinson e Kristen Stewart

Resumo das Novelas Malhação Robson impede Ju de conversar com Dinho. Nando e Marcela gritam por socorro. Raquel fala com Tatá e confirma sua vinda ao Brasil. Ju diz a Lia que vai contar para Dinho que não gosta de acampamento. Orelha aconselha Dinho a terminar seu namoro. Robson encontra Morgana lendo na barraca. Paulina comenta com Lorenzo que Tatá quer convencer Raquel a ficar. Lorenzo se preocupa com Tatá. Dinho e Ju conversam na praia. Bruno, Rasta, Nélio e Ana percebem o pedido de socorro de Marcela. Fatinha se insinua para Cezar. Dinho acusa Lia de ter estimulado Ju a mentir para ele.

Cheias de Charme o Borralho se reúne para assistir à apresentação de Sandro na TV. Gilson e Lygia sofrem por causa de Samuel. Cida pede para Elano acompanhá-la à delegacia para falar com Sarmento. Sônia e Isadora ficam perplexas com a notícia da falsificação do exame de DNA feita por Sarmento. Chayene é desprezada e Socorro é ovacionada pelos fãs em Sobradinho. Dália combina com Marçal sua fuga do hospital psiquiátrico. Sandro vence o concurso. Elano leva Cida para visitar o túmulo dos pais. Liara fala para Lygia que ela precisa entender o que realmente sente por Gilson. Sidney leva Inácio para falar com Rosário.

C4

Lado a Lado Edgar afirma para Constância que Laura continuará recebendo Isabel em sua casa. Jurema repreende Berenice por deixar o vestido de noiva de Isabel no varal. Eulália se faz de vítima durante uma discussão com Teresa, ao ver Praxedes chegar. Neusinha faz Diva contar sobre seu encontro com Frederico. Zé Maria discursa em favor da capoeira. Edgar e Laura se declaram um para o outro. Berenice tenta provocar Isabel. Praxedes briga com Teresa por causa de Eulália. Caniço provoca um acidente com o vestido de noiva de Isabel. Albertinho se irrita com os elogios que recebe dos amigos por humilhar Isabel. Guerra desconfia de que Fernando tenha inveja de Edgar.

Avenida Brasil Nina e Jorginho são presos e percebem que caíram em uma cilada. Leleco procura Nilo no lixão. Janaína ameaça Max na frente de Zulmira. Jerônimo confirma a Leleco que Max vivia no depósito de lixo. Jorginho tenta convencer Tufão de que Carminha é má. A família Tufão especula que Jorginho seja cúmplice de Nina no sequestro de Carminha. Noêmia, Verônica e Alexia compram roupas na loja de Diógenes. Tufão recebe a confirmação de que algumas notas que estavam com Nina foram usadas no pagamento do sequestro. Leleco aconselha o filho a conversar com Jorginho, antes de denunciar Nina.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Lua e Saturno em ângulo difícil esfriam relações com parceiros, há desanimo e desencorajamento no ar. Os fatos podem trazer lições para vocês se entenderem melhor. Há um amadurecimento dos negócios, em curso. Leão (22 jul. a 22 ago.) Pegue leve nos exercícios e mexa-se com suavidade para evitar problemas nas costas e na coluna, hoje bombardeada por um aspecto difícil de Saturno! As mudanças de temperatura prejudicam. No amor, falta de tempo impera. Virgem (23 ago. a 22 set.) Congestionamento astral na área afetiva quebra a espontaneidade geral. O dia permite aferições, analises, estudos. Mas que nenhuma conclusão seja feita, pois não mostrará a realidade. Clima frio no amor também.

Libra (23 set. a 22 out.) Mídia e comunicações em alta - e um dia difícil, de escolhas entre o ruim e o menos pior. Problemas no trabalho - adiamentos, ou receptividade baixa. Segure a onda que vai passar! Não espere muito apoio de seu cônjuge. Escorpião (23 out. a 21 nov.) Nesta 2ª feira seja cuidadoso com criticas aos irmãos e parentes próximos, e não conte com muita festinha para seus comentários. Será uma pena azedar o clima. Tenha paciência com as falhas dos seus queridos. São como você. Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Imitações e copias não servem hoje nem na maneira de lidar com o chefe diante de um problema inesperado. Os bancos e demais instituições estão prejudicados e o cenário astral pede cuidados maiores com seu dinheiro. Capricórnio

(22 dez. a 20 jan.) Para você um dia de escolhas tensas, determinantes, importantes. Nada no plano dos sonhos, e sim no campo bem concreto dos interesses comuns. Estrutura financeira, reputação profissional e tipo de atividade em jogo.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) Organize bem seus passos nesta 2ª feira. O clima pede cuidado com espontaneismos de ocasião e também não favorece a criatividade sem ordem, método ou planejamento. Ou seja, o dia é dos caretas. Leve-os bem a sério. Peixes (20 fev. a 20 mar.) Colaboração entre sócios e parceiros deixa a desejar. Empregados também não entendem muito bem como você quer as tarefas feitas. Um a empreitada requer mais esforço do que pensava. Amanhã será outro dia.

Jornal do Dia 25/09/2012  
Jornal do Dia 25/09/2012  

Jornal do Dia 25/09/2012

Advertisement