Page 1

MAL NA FOTO

PENSANDO ALTO

EDUCAÇÃO

Massa é detonado por revista

Transferência para a Europa

Qualidade em destaque Mercadante tenta reforçar educação rural. nA7

A revista italiana Autosprint não poupou Massa de críticas. nC2

Paulinho diz que mudança virá naturalmente. nC1

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Quarta-feira, 21 de Março de 2012 - Ano XXV

Domingo e Segunda R$ 3,50 - Terça a Sábado R$ 1,50

UNIVERSA

Fundação citada em operação da PF vai fazer o concurso da Educação SOBREVIVÊNCIA

A dura vida de quem precisa de pontes

Há mais de ano, o poder público não faz a manutenção das pontes nas áreas de ressaca. As consequências são sentidas no dia a dia dos moradores. nB1

Não é de hoje que a Fundação Universa é contratada para aplicar concursos em todo o país. Assim também, já teve seu nome envolvido em denúncias e até mesmo um dos seus diretores presos durante a Operação Voucher, da Po-

NEGÓCIOS

BRIGA INTERNA

Amapaense ganha prêmio nacional nB3

Filiado do PP pede a expulsão de diretores municipais do partido Jaci Siqueira, filiado do Partido Progressista (PP), representou contra o diretório municipal em Macapá eleito, segundo ele, em conven-

lícia Federal, que levou para atrás das grades 36 pessoas em São Paulo, Brasília, Curitiba e Macapá. Foi essa entidade que o governo do Amapá contratou para aplicar o concurso da Educação que prevê 1449 vagas. nB3

Creuza de Souza Távora foi vencedora em segundo lugar nacional do Prêmio Mulher de Negócio, realizado pelo Sebrae.

ção completamente irregular. Ele solicitou ao diretório regional que convoque uma reunião para discutir o assunto. nA4

BAIXO DESEMPENHO

Macapá entre as três piores nA6 capitais no índice de gestão fiscal

Deputado Edinho Duarte vai analisar polêmica no PP

NA CÂMARA

Vereadores derrubam veto e garantem direitos dos servidores da extinta EMTU Assunto denunciado na semana passada foi colocado em pauta ontem para discussão e aprovação. nA4

Marilda Leite, secretária da Seafro

EM MACAPÁ

Dia de Combate à Discriminação Racial ganha destaque Programação da Seafro será desenvolvida no espaço do Mercado Central. nB1

Creuza Távora: reconhecimento

LIBERTADORES

Kleberson será ausência nos jogos

Kleberson surpreendeu a todos com boas atuações, mas está fora da competição. nC1

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião

Jornalista cantanhede@jdia.com.br Indignados - Na procissão da última segunda-feira, em homenagem ao padroeiro São José, os fiéis ficaram indignados com duas autoridades: o prefeito e a presidência da CEA.

no valor de R$ 10 mil, sendo 50% do salário dele e 50% do salário da esposa, a deputada Janete. Até aqui tudo muito bem explicado, pois ele era senador e ela deputada federal na época.

Motivos - O primeiro pelos buracos que tinha no percurso do trajeto. O segundo pela escuridão que estava, uma vez que a procissão foi no começo da noite de segunda-feira.

Mal explicado - Porém, após um ano, ambos foram cassados por compra de votos, ficando assim sem renda para arcar com a dívida. Será que houve o milagre dos pães? Ou será que alguém de bom coração ajudou o então desempregado casal Capiberibe a quitar a dívida? São muitas perguntas que precisam ser respondidas...

Iluminados - Muitos dos fiéis pediam até para que São José iluminasse a cabeça dos eleitores na próxima eleição que se avizinha. Bem explicado – Segundo o senador João Capiberibe (PSB), a compra da tão polêmica casa na zona norte se deu da seguinte maneira: pagou em 36 parcelas, cada uma

Aditivos – Pela lei das licitações, um aditivo só deve ser dado até o limite máximo de 25% do valor da obra (se for construção). Se for reforma, é até 50% do valor da obra. Como é que dão 19 aditivos para uma obra, ultrapassando e muito o valor que a lei determina? Muito esquisita essa história da Engeform que ganhou a reforma do Hospital Geral. Dica – Aqui deixo uma dica para a CPI da Am-

Foto do Dia

prev. O que acham de ir atrás dos valores que estavam depositados no extinto Banap? Quando o mesmo quebrou, para onde foram parar os valores e suas devidas correções que na época não eram poucas, pois o dinheiro era corrigido todo dia. Lembram?

Editorial

de julho para a promoção de campanhas. Em uso - Quatro dias depois de o TSE firmar o entendimento, muitos políticos continuam usando a ferramenta virtual para se comunicar com eleitores. Extinção do auxílio - Um procurador federal de Mossoró (RN) quer impedir no Supremo Tribunal Federal (STF) o pagamento do auxílio-alimentação e outros benefícios a todos os juízes do país, federais, estaduais e do Trabalho.

Mais caros - Os preços dos medicamentos mais vendidos poderão subir até 5,85%, em todo o país, a partir de 1º de abril. Quanto maior a presença dos genéricos na rentabilidade das empresas, maior será o reajuste.

Argumento - Por meio de ação popular, Carlos André Studart Pereira requer “imediata suspensão” dos efeitos da Resolução 133 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que prevê a concessão daquelas vantagens à toga. Como argumento, ele usa o gasto estimado em R$ 82 milhões, que o Tesouro terá com alimentação dos juízes federais e do Trabalho.

Twitter free - O PPS ingressou ontem com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a proibição do uso Twitter por políticos para promover pré-candidaturas a prefeito e a vereador no pleito deste ano. Contestando - O partido irá contestar a decisão tomada na semana passada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que vetou o uso do microblog até 5

A2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE

Sem concentração - Enquanto os fiéis estavam com o terço rezando, um aqui outro lá caía em uma armadilha. Com a escuridão, ninguém conseguia enxergar as crateras e se concentrar nas orações por um Amapá melhor.

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Até amanhã...

“O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a prática diária da inteligência e o exercício cotidiano do caráter” (Claudio Abramo) Siga: @cantanhede_AP Acesse: jandersoncantanhede.wordpress.com Email: cantanhede@jdia.com.br

Avenida Silas Salgado totalmente inundada prejudicando o tráfego de carros e pedestres. Várias casas ficaram debaixo d’água prejudicando a locomoção de quem precisa estudar ou trabalhar. Previsão é de mais chuva nos próximos dias em Macapá. HEVERTON MENDES

Dilemas municipais

A

Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou este mês o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), criado com o objetivo de estimular a cultura da responsabilidade administrativa, por meio de indicadores que possibilitem o aperfeiçoamento das decisões quanto à alocação dos recursos públicos, bem como maior controle social da gestão fiscal dos municípios brasileiros. O índice é composto por cinco indicadores, que analisam a receita própria, os gastos com Pessoal, os Investimentos, a Liquidez e o custo da dívida de cada município. Em geral, o desempenho dos 5.266 municípios avaliados é desalentador (veja matéria na página A6) com destaque para o baixo nível de receitas próprias, com alta dependência de transferências dos estados e da União, e o elevado comprometimento de receitas com pessoal. Em muitos casos, em níveis acima dos permitidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os municípios amapaenses não fogem à regra, antes a confirmam com extrema precisão. A começar pelo fato de que dos 16 municípios, 3 não encaminharam seus dados à Secretaria do Tesouro Nacional, o que tornou inviável a análise de seus desempenhos na gestão fiscal. Neste caso, pior do que um desempenho ruim é não ter sequer indicadores para avaliação. Equivale a voar às cegas, sem instrumentos de apoio, em meio a uma tempestade. As

chances de chegar ao destino em segurança são mínimas. Dos 13 municípios do Amapá avaliados, três (Ferreira Gomes, Oiapoque e Santana) estão entre os 500 de pior desempenho em todo o Brasil, considerando-se o índice geral. Apenas dois municípios (Vitória do Jari e Ferreira Gomes) foram classificados entre os que têm dificuldades em relação à receita própria. Os demais estão em situação crítica neste aspecto, assim como 83% dos municípios brasileiros. Quanto à gestão de pessoal, a situação é menos complicada. Um município – Tartarugalzinho – tem uma gestão de excelência no setor, levando em conta a relação entre receita e despesa. Três (Tartarugalzinho, Oiapoque e Itaubal) tem boa gestão e os demais enfrentam dificuldades. Com a ressalva de que quatro municípios (Ferreira Gomes, Macapá, Porto Grande e Vitória do Jari) não apresentaram os dados referentes a pessoal. O que esses dados sobre a gestão fiscal querem dizer? Muita coisa. Entre elas, que a qualidade da gestão pública no Brasil é muito baixa, em especial nos municípios. Mas também que, a despeito da baixa qualidade da gestão, existem problemas estruturais que precisam ser equacionados no País, com destaque para a rediscussão do pacto federativo, com melhor distribuição de recursos entre as regiões brasileiras. Do contrário, a situação tende a piorar.

Hora-Hora Novo pacto - A comissão especial de notáveis que apresentará propostas para um novo pacto federativo, com mudanças na relação entre estados, municípios e a União, será instalada no dia 12 de abril, com 60 dias para concluir seus trabalhos. O colegiado será presidido Nelson Jobim, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Editorial: José Arcângelo Pinto Pereira Diret. Adm. Financeira e Contábil: Maria Inerine Pinto Pereira Diretor de Assuntos Corporativos: Luiz Alberto Pinto Pereira Diretor Executivo: Marcelo Roza Assessoria Jurídica e Tributária: Dr. Américo Diniz — OAB/AP 194 Dr. Eduardo Tavares — OAB/DF - 27421 Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br josemaria@jdia.com.br mariaruth@jdia.com.br

Índice

Opinião - A2, A3 Geral - A4 Política Nacional - A5

Economia - A6 Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3

JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representantes comerciais JC Repres. Com. Ltda. - Brasília, DF n Tel. (61) 2262-7469 - Rio de Janeiro, RJ nº Tel. (21) 2223-7551, São Paulo Visão Global Comunicação S/C Ltda. n Rua Alvarenga, 573- Butantã - CEP - 05509-000 - São Paulo, SP Tel. (11) 3032-3595, Fax (11) 3032-4102. New Mídia - Belém-PA (Gil Montalverne) Tel.: (91) 3279-3911 / 8191-2217 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Polícia - B2 Santana - B4 Esportes - C1, C2 Classidia - 12 Pág

Edição número

7857

Planos - Na manhã de ontem, Jobim se reuniu com o presidente do Senado, José Sarney, para discutir a amplitude da comissão, criada por iniciativa da presidência da Casa, por ato publicado na sexta-feira (16). Conforme informou, a expectativa apresentada por Sarney é no sentido de um trabalho o mais amplo possível. Repactuação – No início de seu mandato, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL) levantou a bandeira da repactuação federativa. Era evidente, contudo, que se tratava de fardo pesado demais para um senador novo na Casa. Agora, com o aval de Sarney

e presença de notáveis, pode ser que a coisa ande. Consultorias - Foram assinados ontem, no Palácio do Setentrião, dois contratos entre o Governo do Estado e a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Por meio deles, a fundação prestará consultorias para adequação da folha de pagamento do estado, deixando-a em conformidade com a legislação vigente, e auxiliará na implantação de uma nova estrutura organizacional nas secretarias e autarquias estaduais. Prazos - A conclusão do serviço prevista para setembro de 2012.A contratação da FGV foi executada por meio da Secretaria de Estado da Administração (Sead). O governo não informou a respeito do valor do contrato. Para auxiliar a FGV, o governador Camilo Capiberibe instituiu o Comitê Executivo Estadual, composto por servidores da Sead, Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Gabinete do Governador.

Frases do Dia “A única coisa de que devemos ter medo é do próprio medo - indefinível, irracional, um terror injustificado que paralisa os esforços para passar do retrocesso ao progresso” - Franklin D. Roosevelt


JD

Opinião

A pirâmide RODOLFO JUAREZ

A

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

decisão tomada pelo alto comando da Secretaria de Estado da Educação, mantendo na direção da Escola Estadual Castelo Branco a diretora e o diretor adjunto é uma resposta clara à sociedade que vale a pena lutar por aquilo que é razoável e eficiente na administração pública. Professores, funcionários, alunos e a comunidade resolveram enfrentar aqueles que estavam dispostos a trocar uma gestão que vinha mostrando eficiência por outra que queria colher os frutos dessa eficiência, envergonhando a todos, principalmente os professores, diretores, alunos e pais de alunos que haviam se esforçado para equilibrar a gestão naquela Escola e mostra que é possível alcançar sucesso no serviço público. Foi preciso luta. Aliás, muita luta. E dessa luta participaram todos os agentes diretamente influentes no processo. Foi uma aula de cidadania e responsabilidade ministrada por pessoas que resolveram ser dignos e também que tinham a capacidade de se indignar com a injustiça, com o pouco caso que poderia, outra vez, provocar o retorno aos problemas já dominados e banidos da Escola Estadual Castelo Branco. O episódio serviu não só para provar que é possível desenvolver um processo eficiente na gestão escolar no Amapá, como também que os pais de aluno estão dispostos a enfren-

tar aqueles que pouco se interessam pelo resultado favorável ao coletivo, importando-se, prioritariamente com o atendimento de suas vaidades e das suas propostas individual de poder. Esse exemplo está precisando ser seguido. Não dá mais para conviver com o fracasso na gestão do caixa escolar, responsável pela falência de vários pequenos empresários que acreditam na proposta geral, mas que não contam com a irresponsabilidade de gestores que não pagam o que compram e que se transformam em perigosos caloteiros. Os exemplos que professores alunos, diretores e pais de alunos da comunidade docente e discente da Escola Castelo Branco, deram a população em geral, se externou também como um posicionamento responsável na semana passada, quando mesmo em ordem de greve, todos resolveram que não era possível grevar e continuaram o trabalho, certos de que seriam compreendidos, como realmente foram. É importante que todos compreendam o que fora planejado pelos dirigentes da Secretaria de Educação que estavam deixando o cargo (ainda bem!). Pois bem, o plano seria para lotear os cargos de diretor de escola entre os candidatos a vereador pelo partido político do secretário. Fazendo das escolas comitês disfarçados e, quem sabe, empur-

rando para o buraco outras escolas públicas da rede estadual. É importante que os partidos políticos, principalmente aqueles que estão no poder, compreendam que escolas, postos médicos, hospitais, delegacias, agências públicas, companhias públicas prestadoras de serviço, não são comitês eleitorais, são importantes órgãos que precisam de dirigentes competentes e com responsabilidade social, sempre buscando a melhorar a eficiência para alcançar bons resultados. O novo coordenador dos interesses da Educação no Amapá tem mostrado que está disposto a inverter a pirâmide que se sustentava em uma base política e colocava as questões técnicas no vértice e quanto mais para cima, melhor. Agora, invertendo a pirâmide da educação, colocando na base as questões técnicas pode o Estado do Amapá começar a tirar a diferença que tem nesse momento e criando condições para eliminar o desperdício, garantir segurança nas escolas e, principalmente, deixar que os diretores trabalhem sem a intimidação de que tem que estar com a bandeirinha amarela sobre a mesa dos professores e sobre a escrivaninha dos diretores. A eleição de outubro não pode ser o centro das atenções, principalmente na educação onde os professores e os alunos são os personagens mais importantes e os dirigentes e os pais de alunos os coadjuvantes indispensáveis na gestão.

“Não se meta em política sem dinheiro” ARLEY FELIPE AMANAJÁS

A

arley_amanajas@hotmail.com

pesar dos pensamentos negativos de alguns e da falta de esperança no controle da corrupção no Brasil, hoje irei levantar um tema que pode ajudar, eu disse ajudar, não solucionar, o problema da corrupção. Compartilho com vocês a perplexidade que tive ao ver as cenas de flagrantes de corrupção que o programa Fantástico vem produzindo nas ultimas semanas e, em especial, a reportagem que foi veiculada domingo passado, onde um repórter se fez passar por um funcionário publico responsável pela licitação de um hospital federal e recebia de diversas formas possíveis, propostas de suborno para direcionar a licitação para determinada empresa. O que me espantou não foi o fato propriamente dito, pois como já falamos aqui neste espaço que nos é concedido, o Amapá não deve nada aos estados do Sul e Sudeste do país quando se trata de corrupção. Infelizmente, a nossa realidade é a mesma: superfaturamento em contratos, fraudes escancaradas em licitações e empresários sem ética profissional nenhuma, que se valem de leis brandas e sem nenhuma aplicabilidade, para lesar os cofres públicos. Só para citar e não deixar sair da memória de quem possa estar lendo este artigo, é só relembrar as ultimas operações da Polícia Federal no Amapá. Na maioria delas há empresas que prestaram serviço para os seus bolsos, quando deveriam estar prestando serviços à população. Entre as operações que eu citei, sem

sombra de duvidas a mais influente foi a Mãos Limpas, que desfez uma quadrilha que lesou em mais de 1 bilhão de reais os cofres públicos do Amapá. Esta operação foi importante, porem foi apenas uma, não esqueçam da operação Pororoca, Antídoto entre outras, onde empresários figuravam como protagonistas do desvio de verba publica. Entre os detidos na Mãos Limpas estava o empresário responsável pela empresa de vigilância Amapá Vip, que era contratada como prestadora de serviço para secretarias do Governo do Estado e operou sob contrato de emergência durante anos, coisa que a lei condena veementemente, recebendo dinheiro público em quantias absurdas e dando uma porcentagem deste dinheiro para o gestor do órgão. Em suma, a mesma cena que presenciamos na reportagem do Fantástico, porem com outros atores, ou bandidos, dependendo do ponto de vista. Vale a pena transcrever o depoimento do ministro Jorge Hage, da Controladoria Geral da União, procurado pela reportagem do Fantástico após as gravações : “Existe uma noção pré-concebida contra o funcionário público, que ele é o mau, ele é o corruptível. Enquanto que o empresário, o setor privado, é puro, é eficiente, é eficaz. Associada à noção de que a empresa tem que entrar nesse jogo, porque se não ela não leva vantagem porque as outras vão fazer. Isso distorce o mercado, distorce a competição e no longo prazo prejudica todo mundo” As palavras do ministro são muito pertinentes. A idéia que o Brasil tem é que o funcionalismo público é ine-

ficiente, imoral e vagabundo, enquanto o setor privado é feito por profissionais de qualidade, com competência e conhecimento para exercer suas tarefas. Atribuo esta concepção a alguns fatores, como a onda de privatizações que ouve no Brasil no período dos anos 90 e, principalmente, ao péssimo uso que os políticos eleitos do nosso país dão ao dinheiro público, comprometendo e sujando a imagem do servidor publico brasileiro no modo geral. E porque os órgãos públicos do estado não possuem, ou deixam de exercer alguns serviços diretamente e os terceirizam? A resposta é a mesma para várias outras indagações que nos fazemos quando o assunto é política: Jogo de interesses, dinheiro, voto, corrupção. Você já deve ter ouvido o dito popular: “Não se meta em política sem dinheiro.” Esse pode ser considerado um dos reflexos da corrupção no brasil. Terceirizando o serviço público o político eleito retribui o auxilio financeiro que o empresário lhe deu para a sua campanha. Ora, amigos, empresário não apóia campanha de candidato sem querer nada em troca, e político nenhum concede serviço publico a terceiro sem querer um pouco, ou alguma porcentagem do dinheiro do contrato para o cofre de sua reeleição. A verdade é dura, porém continua sendo verdade. Enquanto não acabarmos com este circulo vicioso onde entra dinheiro e sai votos, não iremos avançar em nada no combate à corrupção no Brasil. Até semana que vem, com os concursos públicos e como eles podem ajudar a combater a corrupção no Brasil.

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

A3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Previdência complementar fragiliza direitos dos servidores RANDOLFE RODRIGUES Senador da República

O

Projeto de Lei nº 1.992, de 2007, que institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares do cargo efetivo, inclusive os membros dos órgãos que menciona, fixa o limite máximo para a concessão de aposentadorias e pensões pelo regime de previdência de que trata o art. 40 da Constituição da República, autoriza a criação de entidade fechada de previdência complementar denominada Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal – Funpresp, e dá outras providências. Foi construído um mito por parte da grande mídia em relação à previdência do serviço público. Ao longo do tempo, os governos, de Collor até a presidente Dilma e a grande mídia têm propalado em conjunto que a previdência dos servidores públicos gasta demais e cresce sem controle, que existe um suposto déficit entre as contribuições e benefícios previdenciários. O jornal O Estado de S. Paulo, em matéria de 10 de março de 2011, diz que o sistema arrecada

pouco mais de R$ 22,5 bilhões para pagar uma despesa de R$ 73,9 bilhões. Esses dados resultam de um processo de desmonte do serviço público. Nas últimas décadas, o número de servidores ativos do Poder Executivo caiu de 991.996 em 1991 para 970.605 em 2010. Caso o número de servidores tivesse acompanhado, ao longo dessas duas décadas, o crescimento do nosso Produto Interno Bruto, teríamos de ter, hoje, 1.802.597 servidores ativos. Sendo assim, o tal déficit propalado não existiria. O segundo mito é que se contempla a Previdência Pública fora do contexto em que ela está assegurada na Constituição da República, que a coloca dentro de um conjunto chamado Seguridade Social, sempre superavitária e não deficitária. Também não me parece ser verdade que os gastos com servidores estejam aumentando, ao contrário. Os gastos com servidores encontram-se em queda livre. O Governo Federal gastava 56,2% de sua receita corrente líquida com os servidores ativos e inativos. Esse percentual caiu enormemente em 2010, 33,3%. Além do mais, a proposta orçamentária para 2012 também reco-

nhece que os gastos com pessoal ativo e inativo estão caindo fortemente (de 4,98% do PIB em 2009 para 4,15% do PIB em 2012). A própria exposição do projeto de lei da autoria do Governo reconhece que, na realidade, ao invés de diminuir o gasto público, acarreta um aumento. Isso é dito claramente, com todas as letras, na justificativa do PL nº 1992, de 2007. Esse projeto de lei trata, na verdade, da privatização da previdência pública, da complementação da chamada Emenda Constitucional nº 41 que correspondeu à terceira geração da reforma previdenciária. Esse PL é a quarta geração da reforma previdenciária. Transfere a previdência pública para um fundo de pensão sujeito às regras do mercado e sendo contrário ao princípio sobre o qual ela se funda. Uma previdência pública é assentada sobre o princípio da segurança, existe para dar segurança e tranquilidade para aquele que vai ser beneficiado por ela. É um símbolo de um Estado que procura o bem-estar social dos seus. A criação de um fundo de pensão, ao contrario sensu, é a privatização da previdência pública e significa a flexibilização, a neoliberalização do papel

Crise da indústria exige mais atenção OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA

O

governo promete novas medidas para estimular a atividade industrial, afetada pelas condições adversas do mercado internacional e pela perda de competitividade. Essa perda é explicável apenas parcialmente pela valorização do real, fator de encarecimento dos produtos brasileiros em moeda estrangeira. A indústria de transformação cresceu 0,1% em 2011, praticamente nada. O produto industrial calculado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi em janeiro 2,1% menor que em dezembro e 3,4% inferior ao de janeiro do ano passado. Dificilmente haverá, no Brasil, um problema econômico mais importante que esse, neste momento, especialmente porque o setor industrial ainda é a principal fonte de empregos decentes, de modernização tecnológica e de dinamismo para o conjunto das atividades. Pode-se discutir se a ação do governo é bastante ampla e articulada e se atinge as questões mais relevantes, mas a preocupação do ministro da Fazenda e da presidente da República parece inegável. No entanto, poucos dos grandes jornais vêm cobrindo de forma sistemática esse conjunto de temas. As exceções têm sido o Estado de S. Paulo e o Valor. Linguagem abominável O assunto foi manchete do Estadão no domingo (18/3): “Custo da produção industrial é maior no Brasil que nos EUA”. Ainda na primeira página, alguns detalhes importantes. Em cinco anos, o custo do trabalho, em dólares, cresceu 46% no Brasil e apenas 3,6% nos Estados Unidos. Entre 2003 e 2011, o custo da energia elétrica subiu 246% para a indústria brasileira e 35,3% para a ame-

ricana. De novo em cinco anos, a produtividade industrial aumentou 9% nos Estados Unidos e 1,1% no Brasil. O material dessa edição completou uma semana de intensa cobertura dos problemas enfrentados pelo setor de manufaturas e das soluções discutidas em Brasília. O ministro da Fazenda Guido Mantega propõe estender a novos segmentos a desoneração da folha salarial já oferecida a alguns setores, como os de confecções, calçados, call centers e softwares. Na sexta-feira (16/3), o material do Estadão sobre indústria e comércio exterior espalhou-se por três páginas. O Valor apresentou, entre outras boas matérias, um estudo do departamento econômico do Bradesco sobre o câmbio mínimo aceitável para a indústria. Esse câmbio, segundo o trabalho, está na altura de R$ 1,80 por dólar para a média do setor industrial. Um dos grandes temas dessa mesma semana foi a ata da última reunião do Copom, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (BC). Na semana anterior, o Copom havia reduzido de 10,5% para 9,75% a taxa básica de juros. Sem ser exatamente uma surpresa, o corte de 0,75 ponto porcentual superou a previsão dominante no mercado financeiro, 0,5 ponto. A ata, com os elementos levados em conta na decisão do Copom, surge normalmente oito dias depois da reunião. Desta vez, a grande novidade foi uma informação quase literal sobre os próximos passos da política monetária. Segundo o documento, o Copom “atribui elevada probabilidade à concretização de um cenário que contempla a taxa Selic se deslocando para patamares ligeiramente acima dos mínimos históricos e nesses patamares se estabilizando”. Apesar da linguagem – como sempre – abominável, o recado foi considera-

do claríssimo pelos especialistas. A taxa vai cair até 9%, pouco acima do nível mínimo de 8,75, alcançado em 2009, e aí continuará. Todos os grandes jornais destacaram a mesma informação e a mesma explicação. O BC vai interromper a redução dos juros naquele ponto para evitar um problema para o governo. Se a taxa cair além daquele nível, será quase certamente necessário baixar a remuneração da caderneta de poupança, ou, pelo menos, a remuneração dos depósitos superiores a um determinado montante. Mexer na caderneta, a mais popular e mais democrática aplicação financeira, é um jogo politicamente perigoso e o momento é muito impróprio para uma experiência desse tipo. Bola fora Para completar, uma dúvida persistente: o caderno de “Esportes” será mesmo o melhor lugar para o noticiário sobre a preparação da Copa? Mesmo com a publicação de algumas notícias na seção de “Política”, jornais têm concentrado a maior parte do material nas páginas esportivas. Mas de fato há nessas notícias muito mais problemas financeiros, administrativos e políticos do que futebolísticos. Não há previsão minimamente segura de quanto custarão as obras da Copa, mas na Matriz de Responsabilidades elaborada pelo governo federal há uma indicação de R$ 27 bilhões. Os valores das obras já foram várias vezes revistos e o número atual é provavelmente subestimado. Só para a chamada “mobilidade urbana” a previsão é de R$ 12,4 bilhões. Muitos projetos dessa área estão atrasados e a tendência é de novos aumentos de custo. Os problemas envolvidos nessa história parecem , salvo enorme engano, pouco futebolísticos.


JD

Geral

Filiado do Partido Progressista pede a dissolução do diretório municipal e expulsão da executiva Assunto será discutido hoje, em reunião com o diretório regional do PP

O

funcionário público Jaci Siqueira, filiado do Partido Progressista (PP), resolveu representar contra o diretório municipal do partido em Macapá eleito, segundo ele, em convenção completamente irregular. O documento de representação foi protocolado no dia 9 de março de 2012, na presidência da comissão provisória estadual do PP no Amapá. Jaci diz que no afã de manter-se no comando da direção municipal, o advogado Washington Caldas teria infringido inúmeros dispositivos do estatuto do partido. “Quem estabelece o calendário das convenções municipais é o diretório regional, conforme o artigo 17 do estatuto. Entretanto, Washington resolveu realizar uma pseuda convenção sem o consentimento e o conhecimento do órgão regional, sem a devida divulgação necessária e contando com a presença de apenas 23 filiados, de um universo de 2.124 filiados. Não encaminhou, também, as atas e de-

Deputado estadual Edinho Duarte, presidente regional do PP, vai avaliar acusações

mais atos ao órgão regional como estabelece o estatuto. Além disso, constituíram um diretório municipal com apenas 15 integrantes, sem atentar que quem fixa o número de integrantes dos diretórios é o órgão regional. Para Macapá, o número de integrantes deverá ser de trinta membros”, disse Jaci na representação. Para ele, o mais grave de tudo é que Caldas não tem

legitimidade para requerer o registro do diretório e da comissão executiva junto à Justiça Eleitoral, pois essa legitimidade pertence ao órgão regional. Nem mesmo a prestação de contas à Justiça e ao órgão regional foi feito. Por todas as razões é que Jaci solicita ao presidente da comissão provisória estadual do Amapá, deputado Edinho Duarte, que

convoque uma urgente reunião extraordinária para deliberar sobre a anulação da convenção municipal, dissolução do diretório municipal e sobre a expulsão dos filiados envolvidos. Ontem, a reportagem do Jornal do Dia tentou contato com Washington Caldas, mas não conseguiu contato. De acordo com Edinho Duarte, a reunião está marcada para hoje.

Câmara derruba veto que retirava direitos dos servidores da extinta EMTU

Mesa diretora da Câmara manteve os direitos dos trabalhadores da extinta EMTU

E

m reunião ordinária, realizada ontem (20), na Câmara Municipal de Macapá, entrou em pauta o veto parcial ao Projeto de Lei Complementar nº 016/2011 (PMM), transformando a Empresa Municipal de Transportes Urbanos (EMTU) em Companhia de Trânsito e Transportes de Macapá (CTMac). Após análise, foi aprovado pelos vereadores o pa-

recer de nº 010/2012- da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da CMM, que trata pela permanência dos parágrafos 5º e 6° do artigo 24 e parágrafo único do artigo 25, que garantem os seguintes direitos aos servidores. “Ficam assegurados os direitos já adquiridos dos funcionários definidos no § 3°, que garante que os empregados públicos efeti-

vos ocupados da entidade autárquica, no qual a mesma foi transformada, mantendo suas características originais, ficando assegurados e concedidos novos direitos em conformidade com o Plano de Carreiras e Salários do Regimento Interno da CTMac. Os servidores recepcionados pela CTMac, serão acolhidos pelo regimento próprio da previdência social municipal,

sendo assegurado o tempo de serviço prestado a antiga Empresa Municipal de Transportes Urbanos”, diz parte do artigo aprovado. No parágrafo único do artigo 25, ficaram mantidas as regras existentes de remuneração dos cargos e funções da EMTU até a aprovação do projeto de organização do Plano de Cargos, carreiras e vencimentos da autarquia.

Senadores aprovam MP da Defesa Civil depois de governo prometer novo marco regulatório

O

s senadores aprovaram, em votação simbólica no Plenário, a Medida Provisória 547/2011, que instituiu a Política Nacional de Defesa Civil e dispôs sobre o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil e o Conselho Nacional de Proteção e Defesa Civil. A MP foi aprovada na forma do projeto de lei de conversão enviado pela Câmara dos Deputados (PLV 4/2012), sem alterações. A

matéria segue para sanção presidencial. Inicialmente, o relator do PLV no Senado, senador Casildo Maldaner (PMDB-SC), havia promovido alterações no texto dos deputados. Ele, porém, concordou em desistir das emendas depois de o governo federal se comprometer a enviar ao Congresso proposta de um novo marco regulatório para a Defesa Civil no próximo mês.

A MP 547/2011 perderia sua validade nesta quarta-feira (20). Se emendas fossem aprovadas no Senado, a matéria teria de retornar para nova apreciação na Câmara, o que significaria a perda do prazo. A proposta, que também autorizou a criação de sistema de informações e monitoramento de desastres, trancava a pauta do Senado desde a semana passada. Senadores da oposição

aproveitaram e voltaram a reclamar do pouco tempo que o Senado teve para apreciar a proposta – apenas oito dias. Segundo eles, esse é um fato recorrente que só poderá ser resolvido quando a Câmara dos Deputados concordar em aprovar a PEC 11/2011, que modifica a tramitação das MPs no Congresso e estipula um mínimo de 30 dias para os senadores analisarem cada proposta.

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

A4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com Dia do Fica Na sexta-feira passada, dia 16, o secretário de Educação do Governo do Amapá, Adalberto Carvalho, confirmou a permanência da diretora e do diretor adjunto da Escola Estadual Castelo Branco. Foi preciso uma semana inteira para que os pais de alunos, os professores e funcionários daquela escola pudessem convencer o secretário que não concordavam com o “golpe” dado em cima da hora pelo secretário José Maria que já deixou o cargo. A diretora Maria das Dores Lobato da Silva e do diretor-adjunto José Carlos Fonseca foram confirmados nos respectivos cargos. Corrida Desde que foram divulgados os editais para os concursos públicos para a saúde e para a educação com vagas para todo o Estado, que os cursinhos preparatórios para as provas estão sendo vistos com a tábua de salvação dos que pretendem alcançar sucesso nos dois concursos. Mesmo assim ainda há aqueles que andam desconfiados. A proposta de grade eficaz e que contam com professores preparados para ministrar as aulas preparatórias tem deixado muitos candidatos desconfiados. Promessa Desde a procissão do Círio de Nazaré realizado em outubro do ano passado que os candidatos aos cargos eletivos que estão sendo oferecidos nas eleições municipais do dia 7 de outubro de 2012. A procissão de São José tinha mais candidatos por metro quadrado este ano do que em qualquer outro ano. Os cargos de vereador e prefeito que estarão em disputa este ano são vistos, também, como possibilidade de emprego para alguns desempregados. Corrupção Esta semana, depois de reportagens diversas, se pode perceber o outro lado da corrupção. Empresários ou gerentes de empresas fornecedoras para os diversos níveis de governo foram apanhados com a boca na botija e, quando a relação é completada por funcionários públicos corruptos, então fecha o círculo da corrupção. Observando os registros feitos pelas diversos meios de comunicação dá para imaginar porque as licitações só têm um concorrente e como isso é bom para o funcionário corrupto e péssimo para a população. Violência A reação da policia civil e da policia militar aos crimes praticados nos centros urbanos amapaenses tem sido satisfatório, entretanto, não dá para, por causa disso, se alimentar satisfação. Homicídios, acidentes de trânsito, afogamentos, roubos, apreensão de drogas e prisão de traficantes, nos índices que estão sendo feitos em Macapá e em Santana principalmente, antes de ser um sucesso, segundo os especialistas é um fracasso da prevenção. Essa sim um dos objetivos dos grupos de inteligência das diversas polícias. Buracos Há uma direta relação entre o aumento das chuvas e o aumento do número e de tamanho dos buracos nas ruas e avenidas da cidade de Macapá. Algumas delas, mesmo nos trechos que cortam o centro da Cidade, estão desafiando a equipe da prefeitura que está escalada para enfrentar o problema. Alguns trechos, ao que parece, já foram declarados vencedores e os agentes públicos municipais já desistiram de enfrentá-los.

De olho para o chão Os caminhantes da orla da cidade não estão nem podendo prestar a atenção no grande rio ou no nascer do sol, ou mesmo nas nuvens cúmulos que são responsáveis pela chuvas ditas tão “pesadas” quanto tão densas são as nuvens. Os painéis de concreto estão se deslocando e provocando desnivelamento do piso que, para os desavisados ou os demais confiantes, se transformam em pontos de tropeço. Alguns já tiveram a desagradável situação de ter que ficar na horizontal e com cara no chão literalmente. Justiça Itinerante Os moradores do Município de Calçoene, localizado à cerca de 360 quilômetros da Capital, tiveram na sexta-feira, dia 16.03 a oportunidade de acompanhar o trabalho do Tribunal de Justiça. A mais alta Corte do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá esteve presente na cidade para realização da 4ª Sessão do Projeto Justiça Itinerante. Os Desembargadores da Secção e da Câmara Única do Tribunal julgaram os 22 processos em grau de recurso no segundo grau de jurisdição. Os processos são oriundos das Comarcas de Calçoene, Amapá e Tartarugalzinho. A regulamentação A Justiça Itinerante de segundo grau está regulamentada pela Resolução 023/2005, que prevê a realização de “sessões jurisdicionais do Tribunal de Justiça – Pleno, Seção Única e Câmara Única – fora da capital, em comarcas do interior. Esta foi a 4ª Sessão Itinerante para julgamento de processos em grau de recursos. A primeira foi em Vitória do Jari, a segunda em Oiapoque, depois Santana, e por último Calçoene. O próximo No final do primeiro semestre, em junho, a Sessão Itinerante será em Laranjal do Jari, quando serão julgados também recursos de Vitória do Jari; em setembro, será em Oiapoque e, em novembro, em Porto Grande, ocasião em que serão julgados recursos de Porto Grande e de Ferreira Gomes. Retorno de servidores Baseado no princípio constitucional da reciprocidade, a Prefeitura de Macapá está anunciado que vai solicitar, nos próximos dias, o retorno dos servidores que ocupam cargos no Governo do Estado e que pertencem ao quadro do Município de Macapá. Segundo as autoridades do município de Macapá dezenas de servidores estão nesta situação, lotados em cargos do primeiro e segundo escalão ou a disposição de secretarias estaduais. Os primeiros Entre os que deverão ter a solicitação de retorno confirmado estão os casos da professora Lúcia Borges, reitora da Ueap, que foi nomeada pelo governador Camilo antes que fosse concluído o processo de cessão. O inspetor Fernando Lourenço, que tem cargo na Sejusp, e que pertence a guarda municipal, é outro caso. Manejo difícil A retenção de impostos e contribuições na fonte é técnica de arrecadação pela qual as administrações tributárias visam o aperfeiçoamento da fiscalização. Com efeito, transfere-se, de modo expresso, a terceiro vinculado ao fato gerador da obrigação tributária o dever de arrecadar, antecipadamente, o tributo ou contribuição devida pelo contribuinte.


Política

JD

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Governadores pedem que discussão sobre ICMS interestadual inclua pontos da reforma tributária

Em audiência pública no Senado, eles defenderam que os debates abranjam temas como o comércio eletrônico, a elaboração de políticas de desenvolvimento regional e o funcionamento do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz)

O

s governadores pediram ontem (20) que as discussões em torno da redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) interestadual sejam ampliadas para incluir propostas que não avançaram nas discussões da reforma tributária ao longo do ano passado. Em audiência pública no Senado, eles defenderam que os debates abranjam temas como o comércio eletrônico, a elaboração de políticas de desenvolvimento regional e o funcionamento do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Para o governador de

Goiás, Marconi Perillo, as decisões do Confaz, que reúne os secretários da Fazenda dos 26 estados e do Distrito Federal, precisam deixar de ser unânimes. “A unanimidade nunca leva a soluções definitivas, principalmente na criação e manutenção de incentivos fiscais”, declarou. Entre as atribuições do Confaz, está a validação dos benefícios fiscais criados pelas unidades da Federação. O governador do Ceará, Cid Gomes, apoiou a reformulação das decisões do conselho. Ele também defendeu a definição de uma política industrial para compensar os efeitos do

fim de incentivos fiscais concedidos por estados menos desenvolvidos. “Os estados mais ricos convencionaram chamar essa prática de guerra fiscal, mas a expressão é pejorativa. Essas iniciativas foram tomadas para reduzir desigualdade e melhorar emprego e renda”, explicou. A ampliação dos investimentos em infraestrutura para restaurar a competitividade dos estados que perderem incentivos fiscais foi defendida pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. “O Espírito Santo precisa receber infraestrutura do governo federal para ficar

competitivo em relação aos demais estados da Região Sudeste”, reivindicou. Casagrande também pediu que as discussões em torno do comércio eletrônico (cujos impostos ficam com o estado onde a página da internet está registrada) e a mudança de indexador das dívidas dos estados, atualmente corrigidas pelo IGP-DI mais 6% ou 7,5% ao ano. O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, expressou preocupação com a proposta de redução do ICMS interestadual para mercadorias importadas. Caso a alíquota – atualmente em 7% ou 12%

Líderes governistas fecham acordo para votar Lei da Copa sem artigo que libera consumo de bebidas alcoólicas

O

s líderes da base governista reunidos ontem (20) com os ministros do Esporte, Aldo Rabelo, e das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, fecharam acordo para votar o texto da Lei Geral da Copa, aprovado pela comissão especial, suprimindo o Artigo 29 que libera o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios. No lugar do artigo será

incluído o texto do acordo firmado pelo governo brasileiro com a Federação Internacional de Futebol (Fifa), que suspende o Item 13 A do Estatuto do Torcedor. O dispositivo proíbe a portabilidade de bebidas nos estádios de futebol. “Fechamos posição. Vamos votar o texto que foi aprovado pela comissão especial. Porem, vai ser feito um destaque para

excluir o Artigo 29 [liberação de bebidas nos estádios], o que facilita a aprovação do acordo firmado pelo governo”, disse o líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP). Ele declarou ainda que o texto aprovado pela comissão tem avanços importantes que serão mantidos na votação em plenário. “Mas no que diz respeito à bebida, vamos ficar com o texto original do governo”, completou. Chinaglia disse também

que a intenção dos aliados do governo é votar a Lei Geral da Copa ainda na noite de hoje (20). Ele reconheceu que poderá ter dificuldades para essa votação em função da obstrução de parlamentares que querem atrelar a votação da Lei da Copa à do Código Florestal. “Não há nenhuma possibilidade de votar esta semana o Código Florestal”. De acordo com o líder do PT, deputado Jilmar Tatto (PT-SP), mesmo nas unidades da Federação há lei que proíbe a venda de bebidas nos estádios não deverá haver dificuldades para cumprir o acordo. Segundo ele, os estados que vão sediar os jogos da Copa aceitaram o acordo firmado pelo governo. “Vamos ajudar esses estados a fazer que se cumpra o acordo com a Fifa”. O ministro Aldo Rabelo disse que o acordo fechado com os líderes partidários atende a posição do governo. “O governo manteve a posição de defender o cumprimento das garantias, que significaram a vinda da Copa do Mundo para o Brasil.

PROCLAMAS DE CASAMENTO

O oficial do Registro Civil de casamentos e mais anexos da Comarca de Macapá, capital do Estado do Amapá, Republica Federativa do Brasil, por nomeação legal, etc... FAZ SABER que se pretendem casar:

ELIOMAR GOMES ROCHA LENIZE SANTOS BARBOSA Ele é filho de Pedro da Rocha Filho e de Maria Francisca Gomes Rocha. Ela é filha de José Ribamar Cutrin Barbosa e de Marilene Santos Barbosa. Quem souber de qualquer impedimento legal que os iniba de casar um com o outro, acuse-os na forma da lei Macapá-Ap.,16 de Março de 2012 Josiane Cavalcante de Souza Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

ROBERTO ROSSAS ESTEVES e MARIA DE NAZARÉ FARIAS DE SOUZA Ele, filho de Avelino Esteves e Maria Sarah Rossas Esteves. Ela, filha de Almerinda Farias de Souza. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 20 de Março de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

dependendo do estado por onde a mercadoria entra – seja reduzida para 4%, os incentivos para os bens importados pelos portos catarinenses, que entram no país pagando menos imposto, perderão a validade. Esse processo, segundo ele, provocará perda de receita e prejudicará fortemente as finanças do estado. “A aprovação do projeto provocará perda de R$ 950 milhões por ano”, destacou. Perillo também manifestou descontentamento com o projeto de resolução do Senado. De acordo com ele, a redução da alíquota poderá levar o estado de Goiás à falência. “Vamos ar-

recadar R$ 1,2 bilhão a menos [por ano] com a medida. Em um momento em que as demandas aumentam e os professores tiveram o piso reajustado em 22%, o estado não tem como suportar essa perda de receita”, explicou. Casagrande calculou em R$ 600 milhões anuais o impacto que o fim do incentivo para os portos do Espirito Santo terá sobre as contas estaduais. Além de um prazo de transição, ele defendeu que a diminuição do ICMS interestadual abranja apenas os produtos nacionais mais prejudicados pela concorrência com os importados.

Comissão do Senado aprova aposentadoria especial para pessoas com deficiência

P

essoas com deficiência poderão se beneficiar de uma contribuição menor para a Previdência Social. A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou ontem (20) projeto permite que pessoas com deficiência, filiadas ao Regime Geral de Previdência Social, se aposentem mais cedo. De acordo com a proposta (PLC 40/2010), o tempo de contribuição vai variar de acordo com o tipo de deficiência: leve (30 anos, no caso de homem e 25, mulher), deficiência moderada (27, homem e 22, mulher) e deficiência grave (25 anos, homem e 20, mulher). O relator, senador Lindbergh Farias (PT-RJ), disse esperar que a matéria seja votada logo no plenário da Casa. “O que eu quero é velocidade. Conseguimos um

acordo bom para as pessoas que possuem deficiência e temos que colocar rapidamente no plenário do Senado e no plenário da Câmara.” A CAE também aprovou pedido de urgência para a matéria, o que permite que ela seja votada rapidamente no plenário. Depois de aprovada no Senado, a proposta ainda volta à Câmara dos Deputados porque houve mudanças no projeto original.


Economia

JD

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Quase 65% dos municípios do país têm gestão fiscal difícil ou crítica Índice de Gestão Fiscal revela que apenas 95 municípios brasileiros têm excelência na gestão

A

situação fiscal é difícil ou crítica para quase 65% dos municípios brasileiros, enquanto a excelência na gestão fiscal está restrita a 2% das cidades do país. As regiões Sul e Sudeste concentram os municípios com melhor qualidade de gestão fiscal, com 81 cidades entre as 100 melhores do Brasil. Do lado oposto, aparecem Norte e Nordeste, com 93 municípios entre os 100 piores no que diz respeito à eficiência na gestão orçamentária das prefeituras. Os dados são do IFGF (Índice Firjan de Gestão Fiscal), criado pelo Sistema FIRJAN para avaliar a qualidade de gestão fiscal dos municípios brasileiros.

Em sua primeira edição e com periodicidade anual, o IFGF traz dados de 2010 e informações comparativas com os anos de 2006 até 2009. O estudo é elaborado exclusivamente com dados oficiais, declarados pelos próprios municípios à Secretaria do Tesouro Nacional. O indicador considera cinco quesitos: IFGF Receita Própria, referente à capacidade de arrecadação de cada município; IFGF Gasto com Pessoal, que representa quanto os municípios gastam com pagamento de pessoal, medindo o grau de rigidez do orçamento; IFGF Liquidez, responsável por verificar a relação entre o total de restos a pagar acumu-

lados no ano e os ativos financeiros disponíveis para cobri-los no exercício seguinte; IFGF Investimentos, que acompanha o total de investimentos em relação à receita líquida, e, por último, o IFGF Custo da Dívida, que avalia o comprometimento do orçamento com o pagamento de juros e amortizações de empréstimos contraídos em exercícios anteriores. Os quatro primeiros têm peso de 22,5% sobre o resultado final. O IFGF Custo da Dívida, por sua vez, tem peso de 10%, por conta do baixo grau de endividamento dos municípios brasileiros. O índice varia entre 0 e 1, quanto maior, melhor é a gestão fiscal do município.

Cada município é classificado com conceitos A (Gestão de Excelência, acima de 0,8001 pontos), B (Boa Gestão, entre 0,6001 e 0,8), C (Gestão em Dificuldade, entre 0,4001 e 0,6) ou D (Gestão Crítica, inferiores a 0,4 pontos). Em sua estreia, o IFGF avaliou 5.266 cidades brasileiras, onde vive 96% da população. Dos 5.565 municípios do país, 297 não apresentaram seus dados fiscais ao Tesouro Nacional até o fechamento do trabalho, em setembro do ano passado. São 43 municípios da Bahia, 34 do Pará, 33 de Minas Gerais, 29 do Piauí, 23 do Maranhão, 22 de Goiás, oito do Rio de Janeiro, além de 105 de outros 19 estados brasilei-

ros. Apesar de 2010 ter sido o ano de maior crescimento econômico do país desde 1986, o IFGF aponta que os municípios brasileiros estão, em média, em uma situação fiscal difícil. O índice Brasil atingiu 0,5321 pontos, influenciado pelo crítico desempenho do indicador de Receita Própria (0,2414 pontos), além da difícil situação retratada pelo IFGF Liquidez (0,5719) e pelo IFGF Gasto com Pessoal (0,5773). Por outro lado, o IFGF Investimentos atingiu seu maior nível desde 2006 (0,6163 pontos), enquanto o IFGF Custo da Dívida manteve a melhor pontuação entre os cinco indicadores avaliados pelo estudo (0,8055 pontos).

Piores desempenhos entre as capitais: Natal, Macapá e Cuiabá

A

o contrário do que se poderia esperar, as capitais não apresentaram preponderância sobre os resultados brasileiros. Apenas sete ficaram entre os 500 melhores resultados do país no IFGF 2010. São elas: Porto Velho (0,8805), Vitória (0,8423) e Porto Alegre (0,8017), únicas capitais avaliadas com gestão fiscal de excelência, seguidas por São Paulo (0,7797), Curitiba (0,7684), Campo Grande (0,7617) e Florianópolis (0,7210). Os três últimos lugares no ranking das 26 capitais fica-

ram com Natal (0,4519), Macapá (0,4404) e Cuiabá (0,3713). Melhor desempenho fiscal entre as capitais brasileiras e 12º lugar no ranking nacional, Porto Velho foi avaliada com conceito A em todos os indicadores, exceto no IFGF Gasto com Pessoal, em que recebeu conceito B. Na capital do estado de Rondônia, o aumento da arrecadação originado das obras de usinas hidrelétricas permitiu que a prefeitura investisse sem precisar postergar despesas nem se endividar para financiar os projetos.

São Paulo garantiu o quarto lugar entre as capitais brasileiras devido a notas máximas em duas das cinco variáveis pesquisadas: Receita Própria e Gasto com Pessoal. O que se observa é que a gestão fiscal do município foi bem-sucedida ao transformar seu potencial de arrecadação em recursos para os cofres municipais. Na faixa intermediária do ranking das capitais, com desempenho geral bom (conceito B), Belo Horizonte (12° lugar) e Rio de Janeiro (14°) são exemplos de que ter eleva-

do nível de arrecadação tributária não é garantia de bons resultados nos demais indicadores. Na capital mineira registrou-se dificuldade na execução dos restos a pagar e elevado custo de endividamento. Já para a capital fluminense, além das despesas com juros e encargos da dívida, pesou o histórico de elevados gastos com a folha de salários. Em contrapartida, a cidade do Rio de Janeiro registrou uma situação de liquidez confortável, na qual os ativos financeiros superaram com folga os restos a pagar

A6

acumulados em 2010. No último lugar do ranking encontra-se Cuiabá (0,3713 pontos), o pior resultado entre as capitais brasileiras e a única a apresentar conceito D, de gestão crítica, no resultado geral. A análise das contas públicas da capital mato-grossense revelou um quadro de elevado custo de endividamento – 2,2 vezes a média das capitais – e de significativo comprometimento com restos a pagar – em 2010 foram equivalentes a 1,5 vezes o ativo financeiro.

Governo aumenta corte do Orçamento em mais R$ 368,6 milhões

O

governo federal elevou o contingenciamento de gastos de R$ 55 bilhões para R$ 55,073 bilhões devido à necessidade de bloqueio de mais R$ 368,6 milhões. A alteração está no Relatório de Reprogramação Orçamentária do primeiro bimestre divulgado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. A Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei de Diretrizes Orçamentárias determinam que o governo realize avaliações bimestrais das despesas e receitas da União. A avaliação deve ser encaminhada ao Congresso Nacional e aos demais poderes. As limitações ocorreram, entre outros fatores, devido à revisão das estimativas de receita líquida de transferências a estados e municípios, que demonstraram um pequeno decréscimo de R$ 72,9 milhões em decorrência de prorrogação do prazo de pagamento do Simples Nacional.

IFGF é resultado de três anos de pesquisas

O

São Paulo tem seis municípios entre os dez melhores do país

G

rande parte das prefeituras brasileiras (43,7%), precisamente 2.302 municípios, foi avaliada em situação de dificuldade, enquanto 1.045 cidades (19,8%) aparecem em gestão crítica. Outras 1.824 prefeituras (aproximadamente 33%) apresentaram gestão fiscal boa, enquanto apenas 95 municípios no país ganharam conceito de excelência, uma década depois da promulgação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), marco fundamental para a gestão pública brasileira.

O desempenho dos municípios mostrou que as desigualdades econômicas e sociais brasileiras se estendem à gestão fiscal. As regiões Sul e Sudeste dominaram o topo do ranking nacional: concentraram 79,8% dos 500 melhores resultados e apareceram em 81 das 100 primeiras colocações. Já na parte inferior do ranking, observou-se maciça presença de municípios do Norte e, principalmente, do Nordeste: 81,4% dos 500 piores resultados, com 93 municípios entre os 100 desempenhos mais baixos

do IFGF. O município de Santa Isabel, em Goiás, lidera o ranking nacional como a cidade com melhor eficiência na gestão fiscal: 0,9747 pontos. O estado de São Paulo tem seis municípios entre os dez melhores, lista em que Minas Gerais, Paraná e Pará também têm representantes. Completando o ranking Top 10, portanto, aparece em segundo lugar Poá (SP), seguida de Barueri (SP), Jeceaba (MG); Piracicaba (SP); Caraguatatuba (SP); Ourilândia do Norte (PA); Maringá (PR); Birigui

(SP) e Paraibuna (SP). Municípios do Nordeste predominam na lista dos dez piores. No ranking, em ordem decrescente, estão Pindoba (AL); Porto da Folha (SE); Conceição (PB); Lagoa de Dentro (PB); Buerarema (BA); Teixeira (PB); Conselheiro Mairinck (PR); Ibirataia (BA); Piaçabuçu (AL) e Ilha Grande (PI), pior gestão do país. A Região Sul foi o grande destaque do IFGF, respondendo por quase 47,6% dos 500 melhores resultados em 2010, percentual duas vezes superior à sua representatividade em nú-

mero de municípios (22,3%). Enquanto uma programação financeira eficiente foi primordial para o desempenho do Sudeste, o diferencial da região Sul foi o menor enrijecimento das contas públicas com a folha de salários, o que abriu espaço para elevados níveis de investimentos. Em contraste, a região Nordeste ficou com a menor participação no Top 500 do IFGF 2010 (4,8%), embora seja a região brasileira com o maior número de municípios (1.654, ou 31,4% do total).

Índice Firjan de Gestão Fiscal foi criado como um posicionamento do Sistema FIRJAN diante da necessidade de promoção da gestão pública eficiente, por meio de uma ferramenta de accountability democrática. Embora a boa gestão fiscal não seja condição suficiente para garantir qualidade na oferta de serviços públicos à população, é condição necessária para o cumprimento dessa missão. Entre os principais objetivos do estudo estão estimular a cultura da responsabilidade administrativa e da gestão pública eficiente a partir da possibilidade de avaliação do desempenho fiscal do município; municiar de indicadores os milhares de gestores municipais do país; e fornecer à sociedade uma ferramenta eficaz de controle social da gestão fiscal dos municípios. O IFGF foi elaborado por três anos com base nos resultados fiscais disponibilizados pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), no diálogo com gestores públicos e nas informações retiradas da literatura acadêmica. Na concepção do Índice buscou-se identificar o desafio da gestão fiscal municipal na alocação dos recursos, tendo em vista as restrições orçamentárias com as quais se deparam as prefeituras brasileiras.

Dependência crônica: 83% dos municípios não geraram 20% de sua receita em 2010

O

indicador Receita Própria, que mede o total de receitas geradas pelo município em relação ao total da receita corrente líquida, aponta a grande dependência dos municípios nas transferências de recursos das outras esferas de governo. A maioria absoluta dos municípios (83%) foi avaliada com conceito D em 2010. Isso significa que 4.372 prefeituras geraram menos

de 20% de sua receita, sendo os demais recursos transferidos por estados e União. Apenas 119 prefeituras (2,3%) obtiveram conceito A e 212 (4%), conceito B no IFGF Receita Própria. O IFGF Gasto com Pessoal, que representa quanto os municípios gastam com pagamento do quadro de funcionários, chama atenção para o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fis-

cal (2000), que limitou os gastos das prefeituras com pessoal em até 60% da receita. Uma década após a promulgação da lei, 384 municípios (7,3%) gastaram com pessoal mais do que o permitido. O IFGF Investimentos, indicador que acompanha o total de investimentos em relação à receita corrente líquida, confirmou que, em um ambiente de elevadas despesas correntes, tem sobrado pou-

co espaço para os investimentos capazes de promover o bem-estar da população, como iluminação pública de qualidade, transporte eficiente, escolas e hospitais bem equipados. O estudo constatou que metade dos municípios foi avaliada com conceito C e D. Essas prefeituras aplicaram, em média, 7% da receita em investimentos, percentual equivalente a 1/3 do investido pelas que foram avaliadas

com conceito A e B. O IFGF Custo da Dívida, correspondente à relação entre as despesas de juros e amortizações e o total de receitas líquidas reais, apontou um quadro de baixo nível de endividamento. Estão em situação de gestão de excelência precisamente 3.079 municípios (58%), maior incidência dessa conceituação entre os indicadores acompanhados. No IFGF Liquidez,

responsável por verificar a relação entre o total de restos a pagar acumulados no ano e os ativos financeiros disponíveis para cobri-los no exercício seguinte, chamou a atenção que 19,5% dos municípios tenham sido avaliados com nota 0. Isso significa dizer que eles encerrarem o ano com mais restos a pagar do que recursos em caixa, ou seja, viraram 2010 no vermelho.


JD

Geral

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Ministério vai financiar reestruturação do atendimento municipal a moradores de rua

JD

Mundo

No Cairo DIVULGAÇÃO

O objetivo é ajudar as prefeituras interessadas em restruturarem os serviços de atendimento e acolhimento oferecidos aos moradores de rua

O

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai destinar mais dinheiro às cidades com mais de 200 mil habitantes. O objetivo é ajudar as prefeituras interessadas em restruturarem os serviços de atendimento e acolhimento oferecidos aos moradores de rua. A proposta de expandir o financiamento federal para serviços assistenciais às cidades com mais de 200 mil habitantes foi aprovada no início do mês pela Comissão Intergestores Tripartite - que reúne representantes dos governos federal, estaduais e municipais - e, em seguida, pelo Conselho Nacional de Assistência Social. Antes dos recentes casos de agressões a moradores de rua que ganharam destaque na imprensa, a prioridade vinha sendo os municípios com população acima de 250 mil habitantes. Segundo a diretora da Secretaria Nacional de Assistência Social do ministério, Telma Maranho Gomes, a nova orientação beneficiará 133 localidades, entre elas 17 regiões metropolitanas. Do total, 94 que já contam com serviços de acolhimento e recebem recursos federais, passarão a receber um valor maior do que o atualmente repassado pela União. As demais 39 cidades irão instalar os serviços e passarão a receber o dinheiro federal para manter toda a estrutura de atendimento. A expectativa, diz a diretora, é que, com o reordenamento da rede existente nos municípios que já recebem os recursos federais e o acréscimo de mais 39 localidades, a capacidade de atendimento aos moradores de rua passe dos atuais 13.9 mil pessoas mensais para mais de 22 mil atendimentos mensais

DIVULGAÇÃO

Tumulto em funeral deixa 30 feridos

Ao menos 30 pessoas ficaram feridas nesta terça-feira no empurra-empurra de fiéis do lado de fora da catedral Abassiyah, templo que acolhe em seu interior o funeral do papa copta, Shenouda 3º, no Cairo. Milhares de coptas se aglomeram em frente ao templo, onde só é possível entrar com convite. O velório começou por volta das 5h30 (horário de Brasília).

Petição por justiça FOTOS DIVULGAÇÃO

EUA investigam morte de adolescente

Antes dos recentes casos de agressões a moradores de rua que ganharam destaque na imprensa, a prioridade vinha sendo os municípios com população acima de 250 mil habitantes

até o fim deste ano. De acordo com Telma Maranho, só os recursos destinados à restruturação e ampliação dos centros especializados para Pessoas em Situação de Rua, os chamados centros POP, deverá ser ampliado em mais de quatro vezes, passando dos atuais R$ 1 milhão para R$ 4,5 milhões mensais. Cada Centro POP receberá entre R$ 13 mil e R$ 23 mil, de acordo com modelo de gestão e o número de habitantes da cidade. O dinheiro virá do Plano Brasil sem Miséria, cuja meta é retirar da extrema pobreza, até 2014, cerca de 16 milhões de

pessoas. “Passaremos recursos, orientações técnicas e capacitação para que os municípios restruturem seus serviços. Vão ser R$ 4.5 milhões mensais para que [as prefeituras] estruturem suas equipes e adequem [a estrutura assistencial] ao número de atendimentos”, disse Telma. “A prefeitura que aceitar terá que se comprometer a organizar isso junto com o governo federal” Ainda de acordo com Telma Maranho, a portaria ministerial regulamentando a iniciativa será publicada em breve. As prefeituras terão até o fim de abril para aderirem ao

novo modelo. As que já recebem recursos federais receberão a diferença de valores retroativo a março deste ano. Já as que passarão a ser beneficiadas agora receberão o dinheiro a partir de maio. A restruturação dos serviços assistenciais também atingirá o modelo de financiamento federal aos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), abrigos, repúblicas e casas de passagem (serviços de acolhimento). O ministério prevê que o investimento total com a expansão dos serviços ultrapassará R$ 133 milhões este ano.

O

cidades como vem acontecendo”, defendeu Mercadante. As escolas localizadas em áreas rurais respondem por 12% das matrículas de educação básica no país. Enquanto a taxa de analfabetismo no país - na população com mais de 15 anos - é 9,6%, na zona rural o índice sobe para 23,2%. Apenas 15% dos jovens de 15 a 17 anos do campo estão no ensino médio e só 6% das crianças até 3 anos têm acesso à creche. O Programa Nacional de Educação do Campo (Pronacampo) prevê ações para melhorar a infraestrutura das escolas e a formação dos professores, além de ampliar o tempo de permanência dos alunos nos colégios. Uma das metas é garantir o abastecimento de água e energia elétrica até 2014 para cerca de 11 mil escolas que não têm rede de esgoto nem luz elétrica. O plano também prevê a construção de 3 mil escolas. De

Elizabeth 2ª

Vínculo entre parlamento e monarquia

Mercadante lança programa para melhorar ensino no campo e diz que descaso na área foi equívoco histórico ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse ontem (20) que foi um “equívoco histórico” o descaso do país com as escolas do campo. O governo lançou, em solenidade no Palácio do Planalto, um pacote de medidas para melhorar a qualidade do ensino oferecido nas escolas localizadas em áreas rurais, que apresentam índices educacionais bastante inferiores aos verificados no restante do país. “O Brasil hoje é o segundo produtor mundial de alimentos, o campo brasileiro exporta quase US$ 95 bilhões. O campo é o grande responsável pela melhora das contas externas e é um equívoco não dar prioridade para a educação no campo como aconteceu durante toda a nossa história. É muito mais inteligente para o Brasil estimular que esses jovens e famílias permaneçam no campo em vez de serem acomodados nas periferias das grandes das

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu uma investigação nesta terça-feira sobre o assassinato de um adolescente negro por um segurança de bairro, em resposta a uma petição internacional, tweets de celebridades e ira da opinião pública. Mais de 435 mil pessoas, muitos alertados por tweets de celebridades como o diretor de filmes Spike Lee e o músico Wyclef Jean, assinaram uma petição no website de ação social Change.org, pedindo a prisão do atirador, George Zimmerman.

DIVULGAÇÃO

A rainha Elizabeth 2 ª renovou seu compromisso de serviço com o Reino Unido nesta terça-feira ao se dirigir às Câmaras do Parlamento britânico, onde recebeu uma homenagem pelos seus 60 anos de trono, conhecido como Jubileu de Diamantes. A rainha manifestou seu compromisso com os britânicos diante de deputados e lordes, todos reunidos em uma solene e emotiva cerimônia na Westminster Hall, o edifício mais antigo do palácio que abriga as duas Câmaras do Parlamento, a dos Comuns e a dos Lordes.

Cidade do México DIVULGAÇÃO

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante

acordo com Mercadante, o investimento anual no Pronacampo será R$ 1,8 bilhão. Estão previsas também a distribuição de 180 mil bolsas de estudo de educação profissional e a produção de material didático específico com temas que tratam da realidade do

campo. As obras chegarão às escolas em 2013. Para melhorar o transporte escolar, o programa prevê a compra de 8 mil ônibus escolares, 2 mil lanchas e 180 mil bicicletas. Prefeituras e governos estaduais irão aderir às ações do Pronacampo por meio de edital.

Força da natureza

Um terremoto de magnitude 7,6 atingiu uma área a 193 quilômetros ao leste da região mexicana de Acapulco, perto da Costa do Pacífico, segundo informações do USGS (Centro Geológico dos Estados Unidos). De acordo com as primeiras informações, o tremor que durou ao menos cinco minutos também afetou a Cidade do México.


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Gusttavo Lima fazendo pose para coluna

Tendência nas mãos – Anel duplo e triplo

Aposte na tendência do anel inspirado no estilo soco inglês e fique na moda com o acessório. O modelo de anel inteiriço com aros unidos vem se destacando no mundo da moda e para algumas mulheres já se tornou peça “tem que ter” na caixinha de acessórios. O anel que ocupa quase todos os dedos dá um toque extra para a produção e pode parecer extravagante, mas isso não significa que não deve ser usado por todas as mulheres. Isso vai de acordo com o gosto pessoal de cada uma. Para adquirir o acessório, basta escolher o que mais combina com o seu estilo e na hora de usar, é preciso saber combinar o acessório com a produção. Para acertar, basta seguir uma regra básica: para looks carregados, aposte em acessórios mais básicos e vice-versa.

Juliana, Luciano Marba e Carlos Mota

Mensagem do dia

“A teoria ajuda-nos a suportar a nossa ignorância dos fatos.” Jorge Santayana

A bela Jessica na coluna

Janderson Cantanhede e Esposa

Antonio, Nadine e Leslei

Lidiane Amorim

Evite a gripe

Febre alta, dores no corpo, mal-estar intenso, congestão nasal, tosse leve, espirros constantes. Qualquer pessoa corre o risco de pegar gripe e precisar lidar com estes desconfortos. Embora geralmente não seja uma doença perigosa, ela pode atrapalhar seus planos do final de semana ou sua rotina de trabalho ao fazer você passar alguns dias de repouso. Para quem é pego de surpresa, o jeito é tratar dos sintomas. Mas como o vírus da gripe é altamente contagioso, o ideal é fazer o possível para evitá-lo, e a melhor maneira de evitar a gripe é praticar uma boa higiene. Uma das principais medidas preventivas que podem ser tomadas para tentar se livrar do incômodo é lavar frequentemente as mãos com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar.

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Jonas Albuquerque

Renata Nogueira

Contrate o Programa Balada Fashion para o seu evento: Inauguração de empresas, coquetel de lançamento da nova coleção, aniversário, formatura, confraternização, etc... Contatos: 9112 5045/ 9112 1989. Programa Balada Fashion todos os sábados às 18:40 e reprise aos domingos às 14h. Na REDETV.


CadernoB

DiaDia

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Moradores das áreas de ressaca voltam a reclamar das precárias condições das pontes Pontes deterioradas e energia clandestina são alguns dos problemas enfrentados pelos moradores JACKELINE CARVALHO Da Redação

O

lhando de longe parece ser uma ponte como outra qualquer, com os problemas estruturais e os fatores de risco de sempre. Mas quem se atreve a percorrer os 200m da ponte e conhecer a realidade das pessoas que se submetem a morar em lugares onde a condição humana deixou de ser levada em conta há muito tempo? A última coisa que a av. Antônio Carlos Reis pode se atrever a ser é uma via que liga um bairro ao outro. Jardim Felicidade de um lado, Novo Horizonte de outro. Em toda a extensão da passarela os moradores correm o risco de sofrer acidentes. Várias tábuas simplesmente se soltaram, deixando “buracos” no meio do caminho. Em alguns trechos, a impressão que se tem é a ponta vai tombar para dentro do lago – lembra até aquele quadro famoso do programa Domingão do Faustão, chamado “A ponte do rio que cai”. Adultos e crianças dividem a mesma passarela com bicicletas e motos, estas últimas chegam a andar em alta velocidade. O que, aliás, é um dos motivos no

qual a ponte se encontra perigosamente torta. Se pela manhã já é complicado desviar dos obstáculos, difícil mesmo fica à noite, em que a iluminação das casas não ajuda nem um pouco quem tenta visualizar qual o melhor lugar para colocar o pé. Área de ressaca Carlos Roberto é eletricista, mora há 15 anos na avenida e diz que já presenciou inúmeros acidentes envolvendo crianças, inclusive com mortes. Uma criança de 7 anos, com problemas físicos, foi olhar pela janela e caiu no lago. Morreu afogada. “Eu já vi criança cair no lago, ou por acidente ou para sair da frente das motos. Os pais também não têm nenhum cuidado com a segurança das crianças. Quando vê, elas já caíram.” Carlos conta ainda que a maioria das instalações elétricas da avenida é clandestina. Como o poste da Companhia de eletricidade do Amapá (CEA) não chega em todas as casas, os moradores puxam “gatos” para as residências. É o mesmo caso da água que é consumida. Os canos disponibilizados pela Companhia de água e esgoto do Amapá (Caesa), vão até

no início da via. Com recursos próprios, os moradores das margens da ponte compraram os canos e instalaram um sistema hidráulico a céu aberto. Por a ponte passa, é possível notar a presença de tubulação interligando todas as casas. Saneamento básico é luxo por esses lados. Os dejetos são jogados diretamente no lago. Em períodos chuvosos, é comum o nível da água subir e invadir as casas, expondo a saúde de crianças e idosos a todo o tipo de doença. E além de doenças, o aparecimento de animais silvestres preocupa quem não outra escolha de moradia. As áreas de ressaca na cidade de Macapá possuem diversos biomas naturais. Ao jogar lixo doméstico e dejetos nos lagos, causam desequilíbrios no ecossistema. Mas afinal, quem está invadindo o espaço de quem? Uma moradora relatou que após uma chuva, um jacaré foi capturado na ponte. “Tomei um susto quando vi o jacaré. Graças a Deus, ninguém se machucou”. Sofrimento A dona de casa Rosilda Soares cuida da irmã com

HEVERTON MENDES

Moradora se equilibrando sobre ponte precária em área de ressaca até chegar a ambulância

problemas mentais. Ela conta que em dias de crise, precisa chamar os bombeiros para levá-la ao hospital e ser medicada. Porém, raramente vão buscá-la, obrigando-as a andar até a beira do asfasto, correndo o risco de cair da ponte. “É muito difícil levar. São 4 pessoas para levá-la até a ambulância. Se tivesse uma passarela boa, tinha como eles trazerem alguma coisa pra ajudar, mas não pode. E não sou só eu que passa por dificuldades aqui. Tem cadeirante que sofre pra

sair pela ponte”, diz ela. Segundo o morador Paulo Rogério Dias, a situação da área já foi pior, pois antes da avenida ser afastada, até quem mora na parte aterrada, sofria com a lama. E diz que se o poder público disponibilizar o material para a reforma da ponte, os próprios moradores se uniram, em forma de mutirão, para reformá-la. “Não podemos ficar esperando a boa vontade das autoridades. Então, se eles derem o material, nós faremos a reforma”, afirma

Paulo. Carlos Roberto tem consciência de que o aterro das ressacas é uma das causas para o aumento da temperatura na cidade, mas diz que o poder público poderia ter evitado a ocupação das áreas se tivesse um plano de urbanização. “Agora o jeito é tentar melhorar a vida das pessoas do jeito que dá. Por que aqui na esquina tem ônibus, padaria, escola. Quem vai quer sair daqui pra ir para um lugar mais longe ainda?”. Pois é, quem?

Programação destaca o Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial ANDERSON CALANDRINI Da Redação

A

Secretaria Extraordinária de Políticas para o Afrodescendentes (Seafro) estará realizando hoje (21) a celebração do Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial, com programação no Mercado Central de Macapá. Segundo a Marilda Leite secretária da Seafro, além das apresentações de marabaixo e de danças típicas das áreas quilombolas do Amapá, o evento estará fazendo uma crítica a sociedade, que mesmo após tanto tempo de discussões e debates, em muitos casos ainda continua a ter pensamentos racistas. Essa data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) que instituiu o dia 21 de março como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial em memó-

ria do Massacre de Shaperville. “Essa celebração é em relação aos ganhos que os negros vêm obtendo no decorrer de décadas de lutas contra o pensamento racista. E para dar uma maior contribuição estaremos realizando pequenas intervenções, dos próprios participantes do encontro, para que esse dia não seja relembrado apenas por apresentações de danças, mas também dando espaço para desabafos e contribuições” explicou Marilda. “Além das intervenções estaremos promovendo o fortalecimento do combate ao racismo, pois hoje tais conceitos parecem estar sendo dissipados da mente da população”, disse a secretária. O Massacre de Shaperville Em 21 de março de 1960, 20.000 negros protestavam contra a lei do passe, que

O Dia em Foco

FRANCK FIGUEIRA

Secretário de Redação franckfigueira@jdia.com.br

Poluição sonora Macapá se tornou uma cidade barulhenta. Andando pelas poucas opções de lazer que a cidade oferece, tem sempre um carro com as malas abertas e o som afastando todos. E para piorar, outros “sem noção” vão exibindo as suas aparelhagens, sem se tocar do barulho que estão causando. A imagem parece inacreditável, mas vários carros com as malas abertas parecem que disputam qual o melhor som, e não se importam se há crianças, idosos ou famílias por perto. Fazem isso porque na cidade

não existe fiscalização atuante dos órgãos ambientais. Então som na caixa. Poluição sonora II Até mesmo em eventos de grande porte, principalmente os shows realizados no Sambódromo, a disputa de quem tem o melhor som é levado a sério. A confusão sonora é misturada a todo tipo de musica, onde ouvir “estrondos” é sinônimo de bom som. Lógico que após qualquer balada, o “barulho” invade postos de combustíveis, praças e lojas de conveniências, sempre acompanhados de

os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular. Isso aconteceu na cidade de Joanesburgo, na África do Sul. Mesmo sendo uma manifestação pacífica, o exército atirou sobre a multidão e o saldo da violência foram 69 mortos e 186 feridos. Além dessa ocasião esse dia é representado por outros ganhos como as conquistas da população negra no mundo: a independência da Etiópia, em 1975, e da Namíbia, em 1990, ambos países africanos, sem contar com o reconhecimento em 1997, nessa mesma data, do Zumbi dos Palmares como um herói nacional.

Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial é marcado com programação no Mercado Central

O que é discriminação racial? A Convenção Internacional para a Eliminação de todas as Normas de Discriminação Racial da ONU,

ratificada pelo Brasil, diz quê: “Discriminação Racial significa qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada na raça, cor, ascendência,

muito álcool e confusão. Somente no ultimo final de semana, um posto de combustível foi alvo de uma grande batida policial, e mais de 30 menores embriagados foram identificados.

é a liquidação, até o se chegar ao efetivo pagamento.

Resposta A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) encaminhou documento ao Ministério Público Federal se colocando a disposição para esclarecer as supostas irregularidades formuladas em denúncia pelo vereador Washington Picanço (PSB). O vereador questionou sobre processo de pagamento de plantões médicos e diárias, apontando diferença entre o valor empenhado e o pago em Ordem Bancária. A Semsa explica que os valores empenhados nem sempre são pagos em única parcela, daí o passo seguinte que

Resposta II Segundo o secretário Otacílio Barbosa, o empenho de R$ 4 milhões apontado pelo vereador, refere-se a recurso global, tendo sido pago em inúmeras parcelas, de acordo com o cumprimento da finalidade. Ao levantar o questionamento, o vereador demonstra total desconhecimento com o processo contábil e denota claro interesse de macular a imagem da administração pública e seus gestores. Acesso Cerca de 50% dos municípios brasileiros (48,6%) já são atendidos pelo serviço de internet móvel -- o que representa um aumento de 23,4% na cobertura de 2010 para

origem étnica ou nacional com a finalidade ou o efeito de impedir ou dificultar o reconhecimento e/ou exercício, em bases de igualdade, aos direitos

2011. Os dados foram revelados nesta terça (20) pela Huawei, companhia de telecomunicações, em parceria com a consultoria Teleco, em um levantamento que traça o panorama do serviço de internet banda larga no país. O ritmo de adoção da internet móvel no Brasil é superior à média mundial. O crescimento da banda larga móvel no mundo foi de 26,2%. Em Macapá, é possível acessar a internet sem fio nas principais praças, mas banda larga ainda não tem data definida pelo GEA. Posse Tomou posse no ultimo sábado (17), o novo presidente do Sindicato dos Serventuários da Justiça do Amapá (SINJAP), Jocinildo Moura. Ele retorna ao Sindicato depois de dois anos afastado, e du-

humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida pública” Art. 1.

rante a cerimônia prometeu compromisso e luta pelos direitos da categoria. Após o discurso, um coquetel foi servido aos convidados. Turismo A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) promove no monumento Marco Zero do Equador, no período de 21 a 23 deste mês, a programação “A Escola vai ao Meio do Mundo”. O evento faz parte do projeto Equinócio das Águas e será realizado com alunos de escolas públicas de Macapá e Santana. Os estudantes serão monitorados por 12 técnicos da Setur e recepcionistas que prestam serviço no Centro de Atendimento ao Cliente (CAT) do Monumento Marco Zero. Palestras e mesas redondas serão os pontos principais do evento.


JD

Polícia

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

B2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Bope prende assaltantes em Santana

Seis pessoas acusadas de cometer diversos assaltos no município santanense foram presas pelo batalhão

Manuel Raimundo Lopez dos Santos- Dinho, Rodrigo Cardoso Ferreira- 18 anos e Ronilson Moraes Cardoso: várias vítimas compareceram à delegacia para prestar depoimento sobre os acusados

Menores Jorge Pablo Luiz Rodriguez e Diogo Nunes também envolvidos nas práticas de crime no município santanense

ALYNE KAISER Da Redação

U

ma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope)

conseguiu prender no último final de semana seis pessoas acusadas de cometer diversos assaltos no município de Santana. De acordo com a polí-

cia, passava das 11h30 quando uma denúncia anônima foi feita à Central de Operações do BOPE. A informante dizia que na passarela da Ave-

nida Mário de Andrade, numa área de ponte do Bairro Remédio II, vários indivíduos estariam guardando produtos eletrônicos oriundos de fur-

tos realizados durante a madrugada. A denúncia dizia que os envolvidos estariam furtando objetos de residências naquele mesmo bairro. “A casa era utilizada de base para a guarda de objetos de furtos e roubos para que depois os objetos fossem entregues a receptadores”, disse um oficial da PM. Quando os militares chegaram na casa encontraram JPRS, de apenas 16 anos com uma caixa de automotiva com dois auto-falantes e um CD-PLAY. Os militares também prenderam o jovem Manuel Raimundo Lopes dos Santos, de 24 anos, que estava no pátio da casa e tentou fugir assim que viu a polícia. Outro menor DNF, de 14 anos,

também tentou fugir por uma área de ponte mas foi apreendido. Após a investida, os militares deram início a várias diligências nos Bairros Remédio II, Nova Brasília e Nova União. Os militares conseguiram apreender ainda dois botijões de gás de cozinha de 13kg, uma caixa de som automotiva, um fogão elétrico, uma balança grande eletrônica, uma caixa amplificada, um Cd Player, um par de tênis, dois bonés e um short. Vítimas Várias vítimas compareceram à delegacia para prestar depoimento. Ainda foram detidos Ronison Morais Cardoso, de 20 anos, Rodrigo Cardoso Ferreira, de 18 anos e Pablo Rômulo Barros Vieira, de 18 anos.

Prédio da Guarda Municipal é evacuado para averiguação

O

prédio da Guarda Municipal de Macapá foi evacuado pela defesa Civil Municipal após apresentar pequenas rachaduras e infiltrações em sua estrutura. As infiltrações começaram a aparecer ainda no feriado (19) após alguns estalos ouvidos pelos inspetores de plantão. De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, Ribamar Souza, assim que foram avisados, o comandante e ele tomaram as devidas precauções. “Entramos em contato com o setor de engenharia da Prefeitura de Macapá e eles foram averiguar o prédio. Achamos melhor dispensar os funcionários para que nada ocorresse”, disse o subcomandante.

O prédio de 2 andares é alugado para a GMM desde 2009. Segundo Ribamar, os técnicos da Prefeitura informaram que não havia nenhum problema na estrutura do prédio, somente algumas infiltrações o que fez com que o reboco caísse. “Eles explicaram que como o prédio fica localizada numa área baixa da cidade, que inclusive ficava em área de ressaca, as infiltrações apareceram, mas que nada comprometia a estrutura”, disse Ribamar. Segundo ele, ainda hoje o trabalho voltará ao normal e enquanto devem ser feitas reformas no prédio, outro lugar deve ser alugado para que a GMM funcione normalmente. (Aline Kayser)

Ronda Policial JOÃO BOLERO

Da 99,1 FM BLOG DO BOLERO

Aconteceu em Oiapoque tiroteio entre PM e acusados de assalto termina em morte A Polícia Militar de Oiapoque já havia recebido um informe que dois homens aqui de Macapá haviam chegado recentemente em Oiapoque e vinham praticando vários assaltos, principalmente em residências, e sempre agiam com violência, onde amordaçavam e amarravam as vítimas. E por volta das 10h00min da noite de domingo passado, logo após acontecer mais um assalto, os PMs encurralaram os dois acusados em um Bairro periférico da Cidade, porém, os policiais foram recebidos a bala por eles, o que foi respondido a altura, onde um deles acabou morto, e foi identificado como VANDERSON RAMOS SANTOS. Já o outro parceiro, fugiu se embrenhando em uma área de mata daquele Município e, até agora, não foi preso. PM paraense evita que mais de 100 kg de cocaína chegasse a Macapá Uma Guarnição da PM de Almerim/PA, apreendeu por volta de 12h00min de ontem, em uma embarcação que navegava naquele Município, cerca de 111 kg de pasta base de cocaína. Foram presos dois traficantes que assumiram a propriedade da droga, sendo um

O forro do prédio está desabando e coloca em risco os funcionários que permanecem no local

natural de Açailândia e outro de Óbidos, ambos do Estado do Pará. Para os policiais, os acusados confessaram que todo o carregamento da droga tinha destino para nosso Estado, porém, o policial paraense que nos informou sobre essa ocorrência declinou o nome do destinatário. Bombeiros encontam corpos das adolescentes que morreram afogadas Uma Guarnição do Corpo de Bombeiros de Macapá conseguiu resgatar os corpos das adolescentes que morreram afogadas no Rio Amapari, no Município de Porto Grande. As vítimas estavam em uma Ubá onde mais quatro pessoas da família eram passageiras, e naufragou no início da tarde de domingo (18), no referido Rio. Inclusive logo após o naufrágio, o Corpo de Bombeiros de Macapá, comandado pelo Ten Ramos, foi para aquele município, onde deu início as buscas, e por volta das 09h00min da manhã de ontem, resgatou o corpo da CORINA CRISTINA PANTOJA DIAS (11), e seis horas depois encontrou o corpo da CAROLINE CRISTINA PANTOJA DIAS (14). A POLITEC foi acionada e fez a remoção dos corpos das duas adolescentes que residiam na área Portuária de Santana. Identificado o segundo motoqueiro que morreu na rodovia Alceu Paulo Ramos Foi identificado ontem (19) à tarde na POLITEC, o corpo do outro motoqueiro que foi vítima de acidente de trânsito, ocorrido por volta das 05h00min da madrugada de domingo (18) na Rodovia Alceu Paulo Ramos, próximo a Comunidade de Casa Grande, quando duas motos colidiram entre si. Em uma delas estava o WESLEI DOS SANTOS (26). Já o outro que somente foi

identificado ontem, chamava-se AELTON PIMENTEL ALVES (24). A falta de testemunha do acidente vem dificultando o trabalho da Polícia. A Polícia suspeita de que um carro tenha contribuído para que acontecesse a colisão entre as motos, pois no local do acidente, existia uma calota e alguns fragmentos pertencentes a um carro. Ex detenta do Iapen é presa com crack Uma Guarnição do BRPM, comandada pelo Sgt. William da VTR 1811, quando rondava pelo Bairro do Laguinho, deparou com uma mulher que estava na Av. Ana Nery, que ao avistar a viatura policial, tentou se esconder atrás de uma mangueira, foi então que os policiais a abordaram e encontraram com ela uma cabeça de crack pesando aproximadamente 25gr. Ao receber voz de prisão, ela se identificou como CARMEM SARAIVA DAS NEVES (26). Ela disse para o sargento que tem passagem pela polícia pelo crime de assalto e que a droga pertence ao marido dela, o JONAS DOS SANTOS SOUZA, que atualmente cumpre pena no IAPEN. Carmem foi flagranciada no CIOSP do Pacoval pelo Delegado Frederico Murta. Jovem de 18 anos morre vítima de facadas Morreu por volta das 09h15min da noite de ontem, no H.E de Macapá, o jovem OTÁVIO LURREN DA SILVA SOARES (18), que residia na Passagem Gama, no Bairro do Beirol. Ele foi vítima de várias facadas pelo corpo, cujo crime aconteceu por volta das 08h20min, próximo a casa dele e, segundo uma testemunha, foi praticado pelos elementos conhecidos por “Gugu” e “Léo”, que até agora, não foram presos. Segundo a Polícia, rixa teria sido o motivo do homicídio.


JD

DiaDia

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Governo contrata fundação citada em operação da PF para fazer concurso

Universa já esteve no “olho do furacão” quando alguns de seus membros foram presos na Operação Voucher

A

Fundação Universa, contratada pelo governo do Estado para realizar o concurso da Educação, já esteve no “olho do furacão” recentemente quando alguns de seus membros foram presos na Operação Voucher, deflagrada pela Polícia Federal em agosto do ano passado. A PF prendeu um total de 36 pessoas, em São Paulo, Brasília, Curitiba e Macapá. Ao todo 38 mandados de prisão foram expedidos na ação que envolveu 200 policiais.

As investigações começaram em abril e apontaram possíveis irregularidades em um convênio de R$ 4,45 milhões firmado entre o Ministério do Turismo e o Ibrasi (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável). Presos Dalmo Antônio Tavares de Queiroz, coordenador de projetos da Fundação Universa, a mesma que o governador do Amapá contratou para realizar o concurso este ano, foi um

dos presos. Entidade A Fundação Universa é uma entidade de direito privado com autonomia administrativa e patrimonial sem fins lucrativos. Foi instituída em 1998 pela União Brasiliense de Educação e Cultura (UBEC), mantenedora da Universidade Católica de Brasília, da Faculdade Católica do Tocantins e do Centro Universitário do Leste de Minas, entre outras mantidas. Tem sede em Brasília (DF), filial em

DIVULGAÇÃO

Palmas (TO) e representações no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. Concurso No concurso da educação estadual serão disponibilizadas 1.339 vagas para professor, 110 para especialista em comunicação/Pedagogo, ambos para candidatos com nível superior e com o salário de R$ 2.643,08. Além de 43 vagas para auxiliar educacional e instrutor musical, para nível médio, com a remuneração de R$ 1.110,09.

Concurso da Educação será aplicado pela Universa

Trabalho de prevenção à dengue avança com capacitação de agentes

A

Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por intermédio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS), vem atuando na prevenção e no combate à dengue no Estado. Uma das estratégias da CVS tem sido a capacitação dos agentes de endemias dos municípios. O primeiro a receber as oficinas de capacitação, em janeiro deste ano, foi Ferreira Gomes. Os municípios de Porto Grande e Santana deverão receber a capacitação em abril deste ano. Segundo o coordenador do Programa Estadual de Controle da Dengue, Sávio Sarquis, a capacitação serve para ajudar os agentes de endemias na melhoria da identificação de criadouros, visita de campo, tratamento larvário e adulto. “Em Santana, a capacita-

ção envolve ainda registro geográfico e preenchimento de ficha de notificação”, explicou o coordenador. A ação objetiva qualificar melhor os profissionais de saúde que atuam diretamente na identificação e no controle dos vetores da doença. “Desta forma, o Estado faz a parte dele atuando na prevenção e os municípios ganham reforço na execução de suas ações visando maior eficiência no controle do vetor”, completa Sarquis. Sávio antecipou que a Sesa planeja, ainda para este semestre, a capacitação de agentes de endemias dos demais municípios. Ele explicou que as cidades de Santana e Porto Grande aparecem na estatística da dengue como municípios que devem ter a prevenção inten-

HEVERTON MENDES

sificada. “O Estado vai antecipar suas ações com medidas preventivas, a fim de auxiliar esses municípios no combate a essa endemia”, ressaltou o coordenador. Dados Sávio garantiu que, de janeiro até o início deste mês, foram notificados 35 casos suspeitos de dengue no Estado, a maioria deles em Macapá. O coordenador explicou que os casos suspeitos notificados até agora são menores que os casos ocorridos nos três primeiros meses do ano passado. Conforme o coordenador de Programa Estadual de Controle da Dengue, até o final deste semestre a Sesa vai programar outras ações de educação em saúde para o combate à dengue, que envolverá rea-

Sesa, por intermédio da CVS vem atuando na prevenção e no combate à dengue no Estado

lização de blitzen, palestras e sensibilização da população. Sávio diz que a população é peça fundamental no

combate à doença e com ações simples pode ajudar muito o poder público desde a manutenção da caixa d’água sempre tam-

pada a evitar o acúmulo de água em recipientes como garrafas, pneus, vasos de plantas, calhas e outros.

Amapaense ganha segundo lugar em premiação nacional de negócios ANDERSON CALANDRINI Da Redação

N

o dia 08 de março, a empreendedora Creuza de Souza Távora, foi agraciada com o segundo lugar nacional, do Prêmio Mulher de Negócio, realizada pelo Sebrae, que em todos os anos destaca as melhores empresárias do país, destacando as melhores histórias de vida empreendedora. A micro empreendedora concorreu com 16 mil empreendedoras de todo o Brasil, que no decorrer de 2011 foram enviando suas histórias de negócio, para que o Sebrae pudesse destacar as melhores. Nesse período, Creuza ganhou um reconhecimento estadual, pois o Sebrae Amapá a escolheu como empreendedora do ano passado, e tal título lhe deu a oportunidade de concorrer pelo prêmio nacional na mesma categoria nesse ano. “Esse foi o maior reconhecimento já alcançado por mim, que estou no mercado da Floricultura há 20 anos. Mais todo esse

prestígio não foi conseguido de forma fácil, pois em tanto tempo no mercado, passei por etapas difíceis, que aos poucos vão ficando para trás.” contou Creuza. A empresária contou ao Jornal do Dia, que o seu início no ramo se deu por um acaso, pois a ideia surgiu em meio ao enterro de um tio, que segundo foi descrito por Creuza teve grande importância em sua vida. “Essa foi uma perda muito dura para a família, principalmente para minha mãe, que estava perdendo o último irmão que ainda estava vivo, parente esse que a ajudou muito no momento em que ficou viúva” iniciou a empresária com lágrimas aos olhos. “A ideia surgiu no dia do enterro do meu tio, pois nós queríamos dar um belíssimo adeus a ele, que muito se dedicou a família, porém na época não existiam muitas floriculturas, então eu e meus irmãos fomos pedindo de casa em casa, flores dos jardins para enfeitar o caixão. Conseguimos nosso objetivo, pois encontramos muitas flores,

HEVERTON MENDES

Creuza Távora concorreu com 16 mil empreendedoras de todo o Brasil

chegamos ao enterro, enfeitamos o termo branco ao qual ele estava vestindo. Mas não nos atentamos para algumas formigas que vieram juntos, e quando percebemos a roupa de meu tio estava cheio de formigas, que saiam das rosas” continuou a empresária. Segundo ela foi nesse momento em que decidiu abrir seu negócio, pois vendo a carência do mercado, pode começar a dar os pri-

meiros passos. “Mas não bastava apenas abrir o negócio era preciso ter especializações, e foi o que eu fiz, pois após perceber que estava conseguindo crescer, procurei instituições que fornecessem cursos para os micros e pequenos empresários. E é com toda essa coragem e força de vontade que chego hoje a ter esse reconhecimento nacional” concluiu a empresária. Além do reconhecimento

nacional a empresária ganhou a oportunidade de fazer um dos melhores cursos de empreendedorismo e qualidade, ofertado pela Fundação Nacional da Qualidade, que é parceira do Sebrae no prêmio e reconhecida a nível nacional por seus cursos. O Prêmio O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios (PSMN) reconhece, em nível estadual, regional e nacional, histó-

rias de mulheres de negócio, que transformaram seus sonhos em realidade. Com o intuito de que as experiências premiadas inspirem a outras mulheres a se tornarem empreendedoras. A premiação é realizada pelo Sebrae, por meio da SPM – Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, BPW Brasil e FNQ – Fundação Nacional da Qualidade. Requisitos para participar O prêmio é dirigido a mulheres empreendedoras com mais de 18 anos que sejam proprietárias de micro e pequenas empresas ou membros de cooperativas e associações de pequenos negócios produtivos com geração de trabalho e renda. As empresas, cooperativas ou associações deverão estar formalmente estabelecidas há pelo menos um ano de exercício fiscal. O faturamento anual máximo é de até R$ 2.400.000,00. O domicílio fiscal deve ser no estado em que estiver concorrendo.

Escolas municipais são beneficiadas com obras de acessibilidade

O

ntem, a Prefeitura de Macapá através da Secretaria Municipal de Educação, Semed, inaugurou obras de acessibilidade na Escola Municipal Raimunda Lima Guedes, localizada no bairro Marabaixo II. O processo de adaptação foi realizado em 11 instituições de ensino de Macapá. O investimento dos governos municipal e federal possibilitou o cum-

primento das diretrizes do Plano de Desenvolvimento da Educação, PDE. O objetivo é garantir a inclusão educacional dos alunos que possuem necessidades especiais. Na ocasião, o promotor de justiça, Pedro Leite, parabenizou a Prefeitura de Macapá por cumprir com a obrigação determinada em Lei Federal. “Sem dúvidas, o Ministério Público Estadual está

muito feliz em ver que as escolas do município estão garantindo aos seus alunos direitos iguais de oportunidades educacionais. O papel do MPE é cobrar das autoridades que o dinheiro público seja aplicado corretamente, e hoje nós vemos que isso é uma realidade em Macapá”, enfatizou o promotor. Para o coordenador de acessibilidade de Maca-

pá, Fernando Pereira, este é um momento muito importante para a educação, principalmente para os alunos que possuem dificuldades de locomoção. “Este resultado é fruto de muito esforço do prefeito Roberto Góes e da secretária Helena Guerra, e hoje é dia de parabenizá-los. Nós cobramos sim, mas também temos o dever de reconhecer o esforço

da prefeitura em minimizar a desigualdade e o preconceito. Hoje nós já podemos ver uma cidade diferente”, destacou Pereira. Nesta primeira etapa, as escolas foram contempladas com obras de reforma e acabamento das edificações, construção de rampas, alargamento de portas e passagens, adaptação de sanitários, sina-

lização visual e tátil. Além da aquisição de mobiliário acessível e material didático exclusivo. Foram contempladas as escolas municipais: Jardim Felicidade, José Leoves, Maria Bernadete, Gerson Trindade, Amapá, Caetano Tomaz, Goiás, Raimunda Virgulino, Wilson Malcher, Meu Pé de Laranja Lima e Raimunda Lima Guedes.


Santana

JD

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Cinco bairros serão beneficiados com a Feira Itinerante no município santanense Volume de produção e movimentação da economia local será analisado a partir do funcionamento do evento FOTOS ANDREZA SANCHES

Durante a feira que inicia a partir das 6 e vai até as 12 horas, consumidor poderá encontrar uma variedade de hortaliças, frutas e artesanato. Feira Itinerante ocorrerá em cinco bairros de Santana

ANDREZA SANCHES Da Redação

H

ortaliças, frutas da época, plantas medicinais e artesanato. Uma variedade de produtos, todos transportados de localidades como Cinco Chaves, Assentamento do Anauerapucu, Limão, Piaçacá, Alto Pirativa, Igarapé do Lago e Distrito de Ilha de Santana. Mais de 50 trabalhadores tiveram a oportunidade de expor e comercializar sua produção na primeira edição do Projeto Feira Itinerante, promovido no município de Santana. A proposta foi lançada na última se-

mana, contemplando a Área Portuária, mais ainda atenderá cinco bairros do município. A ideia é atender produtores que trabalham diretamente com a agricultura familiar. Cerca de 100 barracas foram montadas para a comercialização de produtos cultivados no próprio município, visando garantir a geração de renda para os pequenos produtores e, ainda, fomentar a agricultura familiar em Santana. De acordo com o secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Pedro Mauro Seabra, o projeto intitulado “Co-

mercialização da Agricultura Familiar Tradicional das Regiões Metropolitanas de Santana” é proveniente de um convênio com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), no valor de R$ 644.000,00 resultado de emenda parlamentar da deputada federal Fátima Pelaes, com contrapartida da Prefeitura de Santana. Os bairros Fonte Nova, Mutirão, Nova Brasília, Elesbão e Distrito de Igarapé da Fortaleza serão os próximos a receber toda estrutura da Feira Itinerante. As áreas foram identificadas pelo Minis-

tério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) em conjunto com a coordenação do projeto em Santana. Para a líder comunitária e produtora na localidade de Cinco Chagas, Maria Helena, a iniciativa atende as expectativas dos feirantes, já que os produtores não tinham espaço para comercializar no Mercado Municipal, devido ocupação total dos boxes. “Com a estrutura disponibilizada, nós podemos trazer nossos produtos, sem nos preocupar com a chuva ou sol para estragá-los” indagou a agricultora que vive da produção venda de fa-

rinha, tucupi e tapioca. O coordenador da Feira Itinerante, Raimundo Mendonça, explicou que o projeto disponibiliza toda infra-estrutura necessária para atender os agricultores, os equipamentos foram adquiridos com recursos do convênio. “Os produtores são regularmente cadastrados, trabalham devidamente padronizados, e além da barraca,ainda podem contar com equipamentos como balança, lixeira, transpalates, mono blocos, balcão expositor, caixa térmica e até freezer” informou o coordenador.

Quem visitou as barracas aprovou a iniciativa. A dona de casa Joana Gaia, está acostumada a visitar o Mercado em busca de hortaliças, para ela, a expansão da feira fará com que os consumidores tenham mais opções na hora de comprar, e com preços mais relevantes. “O deslocamento também facilitará o acesso para os moradores que residem mais distante do Mercado Municipal, porque assim, eles terão oportunidade de comprar produtos de qualidade e com bom preço” comentou a dona de casa.

Fórum de Lideranças Comunitárias discute problemas do município FOTOS ANDREZA SANCHES

Representantes dos bairros apontaram problemas, como falta de limpeza e revitalização das vias; muitas áreas de ressaca continuam sendo um dos piores problemas urbanos no município

ANDREZA SANCHES Da Redação

N

o último final de semana, o prefeito do município de Santana, Antônio Nogueira, acompanhado dos representantes das Secretarias Municipais de Manutenção Urbanística e Planejamento, esteve reunido com presidentes de bairros em mais uma edição do Fórum de Lideranças Comunitárias. O encontro debateu sobre as principais dificuldades enfrentadas pelos moradores no município. Representantes de bair-

ros como Nova Brasília, Fonte Nova, Parque das Laranjeiras, Vila Amazonas, Centro, Paraíso, Jardim de Deus, Remédios, Provedor, Mutirão,Novo Horizonte, Área Portuária, Piçarreira e Daniel participaram do encontro. O Fórum de Lideranças Comunitárias visa reunir governo municipal e representante de Associações de Moradores para ouvir, debater e apresentar soluções que possam suprir as necessidades de cada bairro. Segundo o prefeito de Santana, Antônio Nogueira, a medida

tem gerado dezenas de resultados positivos, a exemplo do Calendário de Limpeza da cidade, organizado na mesa de reuniões da prefeitura em conjunto com as lideranças. Durante este último encontro o prefeito ouviu atentamente todas as reivindicações e sugestões dos moradores. As criticas e propostas foram registradas pelo próprio gestor, para dar encaminhamento ao próximo plano de ações nos bairros. Uma das reclamações era quanto ao serviço de

limpeza das ruas e avenidas do município, cujo cronograma segundo os moradores, tem atrasado. Sobre o problema, o secretário Municipal de Manutenção Urbanística, Jacinaldo Araújo, garantiu um novo calendário de serviços a ser organizado com a ajuda dos moradores. Outro problema destacado na mesa de reuniões foi as péssimas condições das vias do município, serviço de tapa buracos e pavimentação, estiveram entre os principais pedidos das lideranças comunitárias.

Segundo o presidente da Associação de Moradores bairro Nova Brasília, Reginaldo Portilho, as reclamações quanto a situação das vias são constantes por parte dos moradores. “Algumas vias,como a avenida Coelho Neto, rua Padre Vitório Galiane estão intrafegáveis, queremos que a prefeitura inicie um serviço com urgência, os moradores já estão impacientes” disse Portilho. Mas o encontro não serviu apenas para criticas, o representante da Associação de Moradores do bairro Vila Amazonas,

Raimundo Sanches, aproveitou para parabenizar o prefeito pelas ações desenvolvidas no município, em seguida Nogueira, reafirmou o compromisso com a revitalização de pontos críticos no bairro, a exemplo da praça e pontos de paradas para coletivos, que segundo o gestor estão passando por reformas. A reunião é promovida todos os meses, para que a prefeitura tenha conhecimento dos principais problemas dentro de cada bairro, e a partir daí, planeje soluções para atender os moradores.


CadernoC

Esporte Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

De volta à boa fase, experiente Kleberson lamenta ausência na Libertadores da América Segundo o jogador, ele poderia ajudar mesmo estando no banco

Dirigente do Fla pede dedicação a Adriano após farra: “ele não vai se recuperar em Búzios”

DIVULGAÇÃO

Fora de forma, Imperador caiu na farra no último fim de semana

O

Campeão mundial pela seleção brasileira em 2002, jogador já consegue recuperar o seu espaço no Flamengo

C

onsiderado carta fora do baralho rubro-negro no início da temporada, Kleberson surpreendeu a todos com boas atuações e gols contra Fluminense e Friburguense, na Taça Rio. No entanto, isso não será o suficiente para o campeão mundial reforçar o Flamengo na Libertadores por um “simples” motivo: ele não foi

inscrito na competição. Feliz com o momento, mas chateado por estar fora da competição sul-americana, o meia lamentou não poder contribuir mais com o time. “Queria ajudar o time na Libertadores também. No Carioca, tenho ajudado em campo e até feito gols. Na Libertadores, poderia ajudar mesmo estando no

banco, mas, infelizmente, não estou inscrito”, afirmou. Experiente, Kleberson deu a receita para a volta por cima. “Tudo tem seu tempo. Tenho que estar preparado para quando o Joel precisar estar à disposição. Estou bem fisicamente, o Joel me conhece bem e eu conheço o clube. O mais

importante é que o nível do elenco do Flamengo está elevado” Por fim, o meia admitiu que a fase de artilheiro é algo inédito na carreira. “Vou falar a verdade: isso nunca tinha acontecido comigo. Mas estou gostando. Espero continuar marcando os gols para ajudar o Flamengo”, finalizou o meia.

vice de futebol do Flamengo, Paulo César Coutinho, mandou mais um recado para Adriano, que está em processo de rescisão de contrato com o Corinthians. Questionado sobre a festa do Imperador regada a mulheres e bebidas, no último fim de semana, em Búzios, o dirigente ressaltou que ele precisa se dedicar para voltar à velha forma para, consequentemente, acertar com o Rubro-Negro. “Ele precisa se conscientizar que isso tem que partir dele mesmo. O Adriano é um fora de série, mas não vai se recuperar sozinho. Não é em Búzios que ele vai se recuperar desse problema, que não é simples. Só um terço dos jogadores voltou a jogar com essa lesão [no tendão de aquiles] e só 5% voltaram a ser o que eram antes, segundo um levantamento feito nos Estados Unidos”, disse. De acordo com o jornal Extra, Adriano, mesmo

mancando muito, passou o último fim de semana em Búzios, onde fez churrasco, bebeu cerveja, jogou sinuca e até dançou cercado de mulheres. Com fome após uma das festas, ele teria comido três salgados na mesma noite numa loja de conveniência. “Vou suspender esse assunto do Adriano por um tempo. Primeiro, ele tem que resolver o problema com o Corinthians, que é um clube com o qual temos ótimo relacionamento. Não adianta ter afobação. Ele vai levar uns dois meses para recuperar aquilo ali. O Flamengo vai fazer a sua parte, mas o Adriano tem que fazer a dele também. Se ele estiver com vontade, ninguém segura. Mas não podemos contratar um jogador lesionado que não está empenhado. Por isso, quero conversar com ele. Ainda não olhei no olho dele. Estou deixando isso para depois que resolver a questão com o Corinthians”, frisou.

De contrato novo no Corinthians, Fluminense atribui melhor fase de Deco à sintonia fora de Paulinho diz que transferência campo e papo de Abel Braga para Europa virá naturalmente DIVULGAÇÃO

Volante artilheiro, Paulinho já anotou 17 gols em 104 partidas pelo Corinthians

T

itular do Corinthians há mais de um ano, desde a saída de Elias, Paulinho teve na semana passada seu contrato renovado até junho de 2014 e agradeceu à diretoria, após o treino desta segunda-feira. Especulação frequente em jornais italianos, o volante repetiu o discurso de que não recebeu nenhuma proposta do futebol europeu. “Desde o final do ano passado coloquei que ficaria porque não tinha nada em mãos, nenhuma proposta oficial”, declarou o camisa 8. “Agradeço ao Corinthians por ter feito tudo isso por mim. A índole da direção foi de sempre reconhecer o

trabalho dos jogadores, e essa renovação foi gratificante.” Questionado sobre seu futuro no Velho Continente, Paulinho respondeu: “Isso naturalmente acontece. Na minha carreira tudo aconteceu muito natural, não tem por que me precipitar e continuo com o pensamento aqui no Corinthians.” Os direitos econômicos do atleta de 23 anos estão divididos entre Audax (45%), banco BMG (45%) e Corinthians (10%). Em dezembro, José Carlos Brunoro, dirigente do Audax (ex-Pão de Açúcar), acreditava que receberia uma oferta de clubes italianos para apresentar ao clube de Par-

que São Jorge, fato que não ocorreu. Também no ano passado, na semana que antecedeu o título brasileiro, o ex-presidente Andrés Sanchez falou em comprar a parte dos direitos econômicos de Paulinho que pertencem a Audax e BMG, porém a negociação não saiu da teoria. Após ser poupado no fim de semana, enquanto os reservas empataram por 3 a 3 com o Comercial, pela 14ª rodada do Campeonato Paulista, o meio-campista volta a campo na quarta-feira, quando o Timão recebe o mexicano Cruz Azul no Pacaembu, pela quarta rodada do grupo 6 da Libertadores.

D

emorou, mas engrenou. Um ano e meio após ser contratado a peso de ouro e cheio de pompa, o craque Deco vive sua melhor fase no Fluminense. Não apenas técnica, exibindo um vasto repertório de jogadas de efeito, mas principalmente física, já que 20 de seus 50 jogos com a camisa tricolor foram disputados nos últimos seis meses. Vale lembrar que neste período houve férias e pré-temporada, o que torna o momento atual ainda mais especial. A fama mundial e o altíssimo salário (R$ 750 mil mensais) não encontraram eco em campo em 2010. O Fluminense conquistou o título brasileiro, mas Deco foi um mero coadjuvante com apenas um gol e duas assistências em um time cuja estrela maior sentava no banco e atendia pelo nome de Muricy Ramalho. A destacar naquela temporada, somente um segundo tempo no Serra Dourada, contra um Goi-

ás, então na zona de rebaixamento. No primeiro semestre do ano passado, o panorama não se alterou. Um brilho fugaz em um golaço contra o América-MEX pela Copa Libertadores foi o máximo que o craque, ex-Porto, Barcelona e Chelsea, conseguiu. Tanto que Deco chegou a cogitar, mais de uma vez, em pendurar as chuteiras. Mas o rumo da prosa mudou com a chegada de Abel Braga, bem como o futebol do apoiador, destaque do time desde a reta final do Brasileirão passado. A relação entre técnico e jogador, de fato, mudou. Na era Muricy, houve um dia em que Deco chegou para o treinador e disse que estava apto a jogar 60 minutos. Como resposta, ouviu que deveria estar apto a jogar os 90min e que não seria ele, Deco, que decidiria quanto tempo jogaria, mas sim o técnico. Era o jeito Muricy de ser. Ríspido. “Mas eu nunca tive problema ne-

nhum com ele, não. É que cada um tem seu método”, apressou-se em dizer o jogador. O método Abel Braga é diferente. Não chega a ser o oposto, como o do paizão Joel Santana, mas diferente. O treinador tricolor aposta no sucesso da multidisciplinaridade. E o resultado prático está aí. Campeão da Taça Guanabara com gol e grande atuação de Deco, vitória sobre o Boca Juniors na mítica La Bombonera com gol e grande atuação de Deco... e lá vai o gajo. “Se a matéria for sobre ele, minimize o meu trabalho e exalte o pessoal da fisioterapia aqui do Fluminense. Os caras são fantásticos, os melhores com quem já trabalhei. Ele e o Cristiano [Nunes, preparador físico] são os responsáveis pelo momento do Deco. Eu apenas converso com o jogador sobre o melhor momento para ele jogar, e o melhor para ele ser poupado. Decidimos em conjunto”, disse Abel. DIVULGAÇÃO

Deco comemora o gol que marcou na Bombonera, na vitória sobre o Boca Juniors


JD

Esporte

C2

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Revista italiana detona, pede demissão de Massa e sugere até Trulli para o lugar No GP da Austrália, Massa largou em 16º lugar. Na corrida, ele vinha mal até chocar-se com Bruno Senna DIVULGAÇÃO

Massa durante o fim de semana na Austrália; brasileiro segue pressionado

Bruno Senna toca no carro de Felipe Massa e o dois abandonam o Grande Prêmio da Austrália

A

revista italiana Autosprint não poupou Felipe Massa de críticas após a desastrosa estreia da Ferrari no GP da Austrália, no último fim de semana. Em um editorial, a publicação fez duras críticas ao brasileiro, pediu sua demissão imediata e sugeriu até o veterano italiano Jarno Trulli, demitido da Caterham, como solução. “Desculpe dizer, mas é inútil negar o óbvio: Aquele

piloto não existe mais desde agosto de 2009. Algo clicou dentro dele e ele desligou a luz do talento. A Ferrari já deu a ele muitas oportunidades, mas Maranello [sede da equipe] deve decidir rapidamente se quer desperdiçar outra temporada ou lutar pelo campeonato de construtores”, disse o texto da revista. O incidente de agosto de 2009 a que se refere a Autosprint é o fatídico aci-

dente de Felipe Massa na Hungria, quando uma mola bateu em seu capacete. O brasileiro perdeu o restante daquela temporada e nunca voltou a correr como se esperava. Seu contrato vai até o fim do ano e o futuro na Fórmula 1 é incerto. No GP da Austrália, Massa teve problemas no treino de classificação e largou no 16º lugar. Na corrida, ele vinha mal até chocar-se com Bruno Senna e aban-

donar a corrida. Nas entrevistas que sucederam a prova, ele voltou a criticar duramente o carro. Para a Autosprint, a atitude positiva de Fernando Alonso é um diferencial em relação ao brasileiro. O texto da publicação faz uma alusão a um post de Alonso no Twitter, com a foto de um copo com água até a metade e a ideia de que ele está “meio cheio”, em vez de “meio vazio”.

Conheça os 10 melhores lutadores de MMA da atualidade e entenda o ranking peso-por-peso

C

om o público cada vez maior de MMA no Brasil, alguns termos do esporte estão se tornando populares, principalmente para quem acompanha as transmissões na TV. No entanto, nem todas as nomenclatura do esporte são completamente entendidas por esse público mais novo, então vou usar esse post para explicar uma das mais co-

muns: o pound-for-pound, ou peso-por-peso, ou P4P. Basicamente esse termo é utilizado para designar os melhores lutadores dentre todas as categorias de peso. Ele foi herdado do boxe, que tem uma longa tradição nesse tipo de ranking, e consolidado ao longo dessas últimas duas décadas no MMA. Agora, nada melhor do que dar o ranking peso-por-pe-

so do MMA para exemplificar. Esse será o primeiro ranking do blog e usei como base os principais e mais renomados sites norte-americanos. Também tem alguns pitacos do blog no meio. Para se fazer esse top 10, é levado em consideração os melhores lutadores de cada categoria entre todos os torneios e analisada a qualidade de cada um, independen-

DIVULGAÇÃO

te do peso. É avaliada a capacidade técnica deles no MMA, o desempenho em suas últimas lutas, assim como o nível dos adversários que foram vencidos. Claro que como em qualquer ranking subjetivo, haverá muita discussão. Por isso, convido você, internauta, a dar seu pitaco nos comentários ali abaixo após ver o ranking.

“Sendo malicioso, aquele copo meio cheio pode ter outra interpretação: Significa que Alonso está sozinho. A outra metade do copo, simbolizada pelo seu companheiro Massa, está completamente vazia”, disse a revista, que discorda de uma suposta opinião da Ferrari de que não há substitutos adequados no mercado. “Bom, eu acho que sim e faz duas sugestões práticas

e factíveis para começar. Nenhum piloto de teste ou criança. Um é Sergio Perez, que saiu da última posição em Melbourne, passando por Massa e terminando em oitavo. Mas tem outro piloto que ainda é muito rápido, experiente e está em boa forma: Jarno Trulli”, escreveu a publicação, referindo-se ao italiano de 37 anos que não renovou seu contrato com a Caterham para essa temporada.

“Baixinho” dos Hawks consegue enterrada e vira destaque na NBA; ex-time de Nenê perde

C

om 1,88 m, o armador Jeff Teague, do Atlanta Hawks, passa longe dos gigantes companheiros da NBA. Porém, o “baixinho” foi o destaque da rodada da noite de segunda-feira da NBA ao conseguir roubar uma bola na defesa e partir para a enterrada no duelo contra o Boston Celtics. Após conseguir o desarme, Teague saiu em disparada e viu os rivais Kevin Garnett e Ray Allen se preocuparem com os grandalhões dos Hawks e deixar o caminho livre no garrafão para cesta e a comemoração do norte-

-americano após a enterrada. Ao todo, Teague marcou oito pontos na derrota para os Celtics por 79 a 76. O cestinha da partida foi do Atlanta, Joe Johnson com 25 pontos, enquanto que os pontos do Boston foram divididos entre as suas principais estrelas: Paul Pierce, Kevin Garnett e Ray Allen. Mesmo com a derrota, o Atlanta Hawks continua na frente dos Celtics na classificação da Conferência Leste. A equipe de Atlanta ocupa a sexta colocação, seguido pelo rival de Boston, que é o sétimo.

Rio ganhou na bola, na camisa e na tradição

Nadal ainda mostra mágoa com franceses: “não aceito que me chamem de dopado”

O

tenista espanhol Rafael Nadal deixou claro em entrevista ontem que ainda se incomoda com as suspeitas de doping levantadas pela imprensa francesa em fevereiro contra esportistas espanhóis. “Não aceito que me rotulem como dopado quando desde os setes anos trabalho mil horas por dia. Ao final, cansa”, disse o número dois do mundo ao jornal francês L´Equipe. Em fevereiro, um programa humorístico francês da TV Canal Plus fez uma sátira com o espanhol e insinuou que o tenista se dopava. O episódio aconteceu logo após o também espa-

nhol, o ciclista Alberto Contador, ser punido por dois anos após testar positivo na Volta da França de 2010. “Eu não acusaria ninguém sem provas. O problema que tem na França, e eu não sei porque, é que eles duvidam de todo mundo. Não se pode acusar de ter a “poção mágica” porque a poção mágica é trabalho e esforço”, declarou Nadal. O espanhol condenou a brincadeira, disse que existe tipos de humor diferentes e isso que prejudica a imagem dos tenistas com as pessoas que não tem conhecimento de como é rígido o sistema antidoping no tênis.

“Não me fez rir, mas cada um tem o seu humor. Cada país tem o seu humor diferente. O humor francês e o espanhol não são o mesmo. Uma parte da população não sabe como é o esporte profissional, que não sabe como funciona o controle antidoping: que temos quase todos os dias, que devemos estar localizados em 365 dias do ano”, explicou. Dias depois das insinuações francesas, Nadal passou por um exame antidoping supresa em plena manhã de um sábado. Foi o próprio tenista espanhol que divulgou a notícia em sua conta no Twitter na

época. “8h30 da manhã! Acabo de passar por um controle antidoping surpresa. Era de esperar após tudo. Mas fico feliz que seja assim”, escreveu Nadal. A brincadeira dos humoristas franceses chegou a causar um mal estar diplomático entre os dois países. A embaixada francesa na Espanha até chegou a divulgar uma nota dizendo que os tenistas espanhóis despertavam “paixão” nos franceses para tentar amenizar a situação. Além de Nadal, Contador, Pau Gasol e Casillas também foram vítimas das brincadeiras dos comediantes do Canal Plus.

V

enceu fácil o terceiro jogo contra o Mackenzie e é semifinalista da superliga. Ganhou na bola, na camisa e na tradição. Merecidamente está na luta por mais um título brasileiro. O jogo decisivo curiosamente foi o menos equilibrado e mais tranquilo para o Rio. Em pouco mais de uma hora, as meninas comandadas por Bernardinho fizeram 25/15, 25/21 e 25/16. Gabi, uma das estrelas do Mackenzie, começou no banco e fez muita falta na hora mais importante do time na competição. Uma pena, mas debilitada fisicamente, poderia comprometer o trabalho do time. Gabi é jovem, tem apenas 17 anos, mas não estava sentindo o peso de decidir uma vaga na semifinal. Priscila Daroit está visivelmente sem ritmo de jogo, é

uma jogadora promissora e cumpriu sem papel. O que pode ter comprometido o emocional do time foi a contusão de Thais ainda no segundo set. Com ou sem Thaís, o destino do time estava resolvido. Sheilla e Mari, do outro lado, tiveram ótimo aproveitamento no ataque. Juciely e Valeskinha voltaram a jogar bem no meio e pontuar. O Rio foi superior em todos os fundamentos. Fernanda trabalhou com o passe na mão 90% do jogo e teve seu trabalho facilitado. Resumindo O Rio passou um susto grande com a derrota no primeiro jogo das quartas de final, suportou a pressão de não poder mais errar e mostrou novamente que cresce nas horas decisivas.


JD

Atualidades

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Pesquisa mostra como o dia a dia do trabalho afeta a vida do casal

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Anorexia cresce entre os adultos

Uma das conclusões é que o cansaço geral da atividade cotidiana afeta diretamente a vida a dois

O

que você faria se arrumasse uma hora por dia? Pense nisso enquanto nós informamos sobre o que disseram os participantes de uma pesquisa curiosa. 21% dos homens dedicam esta hora em pról do casal e do amor. As mulheres, entretanto, 13% responderam que estavam indo passar horas cuidando da família em geral. Com esses dados, vemos que a primeira coisa que as pessoas não fazem quando se sentem cansado é exercício. E o que mais falta é um bom momento com a família e amigos ou passar mais tempo ao lazer. Uma das primeiras conclusões a retirar desta pesquisa é que o cansaço geral da atividade cotidiana afeta diretamente a vida do casal, afetando assim o lado afetivo do casal. Nós todos gostaríamos de mais tempo, mas a pesquiza diz que perdemos tempo com coisas inuteis. Este estudo foi realizado pela Pfizer em vários países, incluindo Brasil (aqui foi feita entre homens e mulheres com idades entre 25 a 65 anos). E pode-se concluir que, para ambos os homens (59%) e mulheres (65%), o stress no trabalho, para além das responsabilidades em casa, são os principais fatores que causam fadiga reduz o tempo, o dever e dedicação aos cuidados da saúde. Pode-se dizer, portanto, que quase 70% dos brasileiros se sentem cansados e sem energia para fazer as atividades que realmente gostam de fazer. O estudo mostra que são as mulheres (74%) que se

DIVULGAÇÃO

Os dados da pesquisa mostram que a primeira coisa que as pessoas não fazem quando se sentem cansadas é exercício

sentem mais cansadas, em comparação com 55% dos homens. No entanto, são estes (52%) que relatam ter mais energia para conciliar trabalho e vida pessoal. A pesquisa também diz que metade dos brasileiros (50%) não tem tempo para fazer o que querem e se tiverem, 56% são dedicados ao exercício. As causas Segundo o Dr. Jesus Roman, presidente da Sociedade Espanhola de Dietética e Ciências da Alimentação, “O estilo de vida moderno, o stress, falta de tempo. São as principais causas do desânimo e a pouca vontade de fazer exercícios.” Além disso, a sensação de cansaço aumenta no inverno porque as condições climáticas exigem ainda mais o metabolismo. E sem dúvida, é a

culpa por parte do estress fadiga da crise econômica. Em crianças Jovens também sofrem de fadiga e estress. Estima-se que um em cada seis sofre com esse disturbio. Como apontado pelo doutor Betes de Toro, “este aumento é devido ao aumento do nível de concorrência, demanda e falta de companheirismo. O tempo gasto na Internet, o que leva tempo para realizar as tarefas de classe e viver com os pais, com uma sociedade permissiva e ética esforço bastante frouxa, parece também contribuir para este fenômeno. ” Comer melhor Curiosamente, se você tivesse mais tempo, a grande maioria poderia usar um pouco para comer me-

Combatendo o stress

S

tress é uma resposta natural do corpo quando não descansa o suficiente ou se há mudanças no estilo ou ritmo de vida, ou quando há problemas em casa, escola ou trabalho. Ele produz ansiedade e pode afetar qualquer faixa etária. Quando uma pessoa sofre de estresse há um maior risco de surgirem doenças menores, como frio ou tosse, porque o estado emocional reduz as defesas do organismo. Causas * O ritmo de vida acelerado. * Passar a maior parte do tempo no trabalho e deixar de lado a recreação. * Mudanças no estilo de vida causada pelo nascimento de uma criança, morte de um ente querido, divórcio ou perda do emprego. * Exposição a fontes de ruído. * Problemas na escola, no trabalho e em casa. * Descanso insuficiente. * O uso de drogas.

lhor e dormir mais, dois pré-requisitos para uma melhor saúde e melhor equilíbrio. Estas respostas são preenchidos com resoluções de Ano Novo, que podem ser resumidas em mais tempo para si mesmo, a saúde eo bem-estar. No fundo é a idéia de poupar e gastar mais tempo com a família. Trabalho e família A fadiga também é refletido na reconciliação da vida profissional e familiar. Segundo a pesquisa, a Espanha é o país onde o mais difícil é combinar a vida social e do trabalho, atrás de Portugal e à frente da Grécia. De qualquer forma, a sensação de cansaço Européia tem de tudo. Até 70% da população acredita que não tem tempo para qualquer

Segredos para cozinhar na dieta de Dukan

O

* O diagnóstico é feito com base nesses sinais, levando em consideração a história clínica do paciente, e algumas dicas de saúde devem ser levadas em consideração.

Sintomas * Ansiedade. * Frustração. * Irritabilidade. * insônia. * memória prejudicada. * Sintomas de stres? * Dor de cabeça e musculares. * Falta de apetite. * Fadiga * Quando fumante o aumento do consumo

Prevenção o Enfrentar os problemas. o Relaxamento ajuda stress o Realizar atividades físicas e exercícios de respiração aliviar o nervosismo. o Durma 6-8 horas por dia. o Organizar atividades a cada dia o Vitaminas e suplementos nutricionais fortaleçao corpo e ajudar a combater o cansaço ou fadiga

Diagnóstico * Você pode determinar que uma pessoa está sob estresse, quando não desempenhar eficientemente suas atividades diárias e perder o entusiasmo por eles.

Tratamento o Recomendamos chás de ervas e calmantes naturais para a controlar o nervosismo, ansiedade e irritabilidade. o Existem alguns medicamentos indicados para

insônia, que não exigem receita médica. o A dor de cabeça e muscular pode ser aliviada com analgésico sem receita. o Você pode usar técnicas de relaxamento para reduzir a tensão muscular. o Estabelecer uma rotina de exercícios. o Tome um banho quente durante 30 minutos. o A música controla o nervosismo. o Se o estresse provoca um aumento do número de cigarros consumidos, você pode usar o rapé desabituantes que não exigem receita médica. o Quando uma criança sofre de stress, o melhor é tentar viver em um ambiente silencioso (sem ruído com música suave), tente induzi-lo a praticar esportes. o Às vezes, especialmente se o stress é durável, é aconselhável a assistir a uma terapia psicológica ou psiquiátrica.

s segredos da dieta de Dukan não se baseia apenas nas fases de implementação e seleção de alimentos permitidos ou restritos. Há também outros segredos relacionados com o melhor da cozinha, que pode ser refletido em um processo mais rápido, para perder quilos. Não só a seleção dos alimentos é importante na implementação de uma dieta incluindo a dieta Dukan, mas também como preparar alimentos para evitar a adição de calorias ao cozinhar. Para evitar as calorias extras, Dukan tem o seu segredo. Nada melhor que uma grelha para cozinhar carnes e vegetais. A grelha para cozinhar permite escoar a gordura oculta que a carne contêm. Também com este método de cozinhar pode preparar legumes assados, tais como pimentão, berinjela, abóbora, cenoura, aspargo, chicória, cebola, alho, etc. Além disso, a grelha permite que os sabores dos alimentos fiquem mais fortes, o que pode ser muito útil para reduzir o sal adicionado. Saber cozinhar é tão importante quanto saber quais alimentos escolher, este é um dos segredos de todas as dietas, incluindo a dieta Dukan.

C3

coisa que você gostaria de realizar.

O

corpo perfeito e o excesso de peso tornam-se uma obsessão para muitas pessoas. Sendo assim os casos de anorexia entre adultos de 40 a 50 anos estão a crescer. Embora a doença geralmente comece na adolescência, o crescente número de adultos com esta doença é uma realidade. O ideal de beleza vigente, a propaganda enganosa e a relação entre o sucesso e a magreza inserida em muitas mulheres e tambem em alguns homens que querem ser patologicamente magros. Isto está sujeito a dietas restritivas e insalubres, especialmente durante o verão. O primeiro passo para corrigir esta condição é uma consciência que envolve comer muito pouco. Para isso, o eixo central do tratamento é de apoio à família.

Dicas de Saúde Bactérias do bem DIVULGAÇÃO

É

senso comum que as bactérias possuem efeito devastador sobre nosso organismo. O que poucos sabem é que muitas delas, presentes em nosso organismo agem como verdadeiros aliados a nossa saúde e nosso sistema imunitário. Presente em todo nosso corpo como na nossa pele, cabelo, unhas e sistema digestivo, as bactérias atuam não apenas produzindo doenças em nosso organismo, mas também são aliadas no combate a invasores indesejados. Freqüentemente somos orientados por nossos dermatologistas a evitar longos banhos quentes e uso exagerado de sabonete. Isso porque a remoção da oleosidade associada como algumas bactérias presentes na pele agem impedindo que bactérias nocivas a nossa saúde penetrem no organismo e produzam seus efeitos devastadores. No aparelho digestório temos também uma população enorme de bactérias. No total temos aproximadamente 2kgs de bactérias intestinais. Dentre essa população enorme temos as que serão aqui consideradas ruins como clostridium dificilis, streptococos, stafilococos, cândida albicans e as positivias como bifidus bacterias, lactobacilus. As bactérias aqui denominadas de positivas exercem papel importante regulando a quantidade de bactérias ruins. As bactérias ruins atuam gerando diversas doenças tais como diarréia, irritações intestinais, processos inflamatórios e etc. Recentemente estudos têm demonstrado que o clostridium dificilis quando aumentado pode favorecer o câncer de cólon.

Mastigar bem emagrece

Um estudo chinês concluiu que uma melhor mastigação de alimentos pode reduzir em até 12% da quantidade que comemos. Mastigação parece ter alguma influência sobre os hormônios do intestino e da saciedade. O impacto que isso teria sobre o nosso peso e a nossa saúde é importante o suficiente para que mudemos nossa mastigação. Os pesquisadores puderam ver que quando mais o alimento é mastigado mais aumenta a quantidade do hormônio CCK no sangue dos participantes, um hormônio que tem o efeito de redução do apetite. Pelo contrário, reduzindo a quantidade de grelina, um hormônio que estimula o apetite. O efeito combinado de ambos poderia ser, talvez, a causa da redução de 12% da quantidade que comemos. Os autores especulam que uma melhor mastigação possa fazer que os nutrientes dos alimentos cheguem de uma forma mais eficiente ao organismo. Isso levaria a diferentes quantidades na secreção de hormônios que foi mencionado acima. Em qualquer caso, dizem que a melhor mastigação é um método eficaz para combater a obesidade.


JD

Diversão&Cultura

Emissora agenda último episódio da série “House” No Brasil, a série é exibida pelo canal pago Universal Channel e pela Record

O

s fanáticos pelas peripécias do Dr. Gregory House podem ir preparando o lencinho. A Fox marcou para o próximo dia 21 de maio, nos Estados Unidos, a exibição do último episódio de “House M. D.”. No ar desde 2004 e com oito temporadas, a série é estrelada por Hugh Laurie e já ganhou 38 prêmios, incluindo dois Globos de Ouro de melhor ator. No Brasil, a série é exibida pelo canal pago Universal Channel e pela Record.

DIVULGAÇÃO

D

C4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Celebridades Eliana DIVULGAÇÃO

No espaço

O ator Ashton Kutcher, 34, vai viajar para o espaço em breve. O astro de “Two and a Half Men” será o 500º “passageiro astronauta” da empresa. Branson diz ter falado com Kutcher para dar as boas-vindas. Na ligação, o ator disse estar “excitado” com o fato de ser um dos primeiros a experimentar “a mágica do espaço”.

Quer comprar uma cidade? FOTOS DIVULGAÇÃO

Hugh Laurie (dir.) em cena da oitava temporada da série “House”, cujo último episódio será exibido em 21 de maio

“Se mulherengo é gostar de mulher, então eu sou”, diz Rodrigo Santoro urante seu tour de entrevistas para a divulgação do filme “Heleno”, Rodrigo Santoro contou que é um tipo diferente de mulherengo. “Eu não sou esse mulherengo... O que é ser mulhe-

Macapá-AP, quarta-feira, 21 de março de 2012

Último morador coloca cidade à venda em leilão DIVULGAÇÃO

rengo? Se é gostar muito de mulher, talvez eu seja mulherengo então, porque gosto bastante de mulher. Adoro as mulheres, não mentirei para você!”, contou ele à revista “Contigo!”. Apesar do seu gosto por

Com essa, a frase “O último a sair apague a luz” acaba de ficar oficialmente obsoleta. A cidade de Buford, nos Estados Unidos, já era famosa por ter apenas um habitante: Don Sammons. Só que agora nem mesmo ele quer permanecer por lá. Segundo o site da revista “Time”, Sammons está planejando vender a cidade para outra pessoa em um leilão. Aliás, já está tudo marcado: os interessados podem ir à casa de leilões Williams & Williams, em Oklahoma, no dia 5 de abril, ao meio-dia, e dar seus lances.

Namorada lutadora

Jurada do “X Factor”

A lutadora Stacy Keibler, 32,

está negociando um contrato com o reality show “The X Factor”. Segundo o “New York Post”, ela deverá ser uma das juradas da segunda temporada da atração. O programa está passando por uma grande reformulação e demitiu Nicole Scherzinger e Paula Abdul após o primeiro ano. Apesar do seu gosto por mulheres, Santoro disse que continua solteiro

mulheres, Santoro disse que continua solteiro. “Continuo solteiro, mas não fujo de namorar, só não aconteceu.” Sobre o o filme, o ator disse que se identifica com seu personagem Heleno no quesito paixão. “Acho que o paralelo entre nós é a paixão, a entrega e o comprometimento

pelo que fazemos. Ele era literalmente o cara que vestia a camisa, dizia que jogaria pelo Botafogo até de graça. Eu me identifico muito com isso. Esse filme é o caso, faria até de graça. E fiz, porque nem recebi ainda. Aqui no cinema brasileiro, falta dinheiro, mas sobra paixão. Fizemos esse filme na raça.”

Xuxa fica só de toalha em episódio de “As Brasileiras”

A

apresentadora Xuxa, 48, vai aparecer apenas enrolada em uma toalha em “As Brasileiras” (Globo). No episódio que protagoniza, que vai ao ar na quinta-feira, ela viverá a socialite Rita. Além de Rodrigo Lom-

DIVULGAÇÃO

bardi, ela contracenará com Giulia Gam e Bianca Byington.

Resumo das Novelas Malhação Cristal despista Gabriel repetindo a história que inventou sobre a saúde de seu pai e o convence a não visitá-la. Laura fica confusa depois que Guido e Fabiano vão embora. Moisés avisa a Guido que ele precisará pagá-lo para usar a cozinha do bar de Coxinha. Gabriel e Alexia discutem por causa de Cristal. Carmem reclama da comida que Aparecida faz. Jefferson confessa a Dieguinho estar ansioso para começar a estudar no Primeiro Opção, agora que ganhou uma bolsa de estudos no colégio.

Amor Eterno Amor Fernando se preocupa com o estado de Miriam. Verbena garante a Melissa e Dimas que seu filho voltará com Fernando e Miriam. Clara fala para Zilda que Lexor ajudará a trazer Rodrigo de volta. Miriam conta para Gabriel que Carlos não quis ir para Belém com ela. Clara sugere que Verbena toque piano. Lexor toca a mesma música que Verbena no restaurante onde Fernando e Miriam estão. Carlos se emociona ao ouvir a música e Miriam observa a reação do vaqueiro.

Aquele Beijo Felizardo decide fazer o exame de DNA com Agenor, Raíssa e Damiana. Alberto conta para Ana Girafa que Maruschka doará o terreno do Covil do Bagre para ela. Brites avisa a Estela que Sebastião descobrirá que ela o dopou no dia da quermesse. Joselito afirma a Amália que Vicente voltará a andar. Damiana diz a Raimundinha que precisa fugir antes que se revele o resultado do exame de DNA. Estela foge para o Paraguai. Olga é envenenada. Orlandinho tenta motivar Belezinha para o concurso.

Fina Estampa Ferdinand atinge um detetive enquanto foge da polícia. Quinzé pede para reatar com Teodora. Ferdinand consegue escapar dos policiais. O delegado Paredes vai até a mansão de Tereza Cristina. Baltazar chega em casa e vê sua cama arrumada no sofá. Teodora e Quinzé fazem as pazes. Renê pensa em comprar uma casa no Marapendi Dreams e pede a opinião de Griselda. Baltazar tenta se aproximar de Solange, mas não consegue. Íris e Alice partem de caminhão pela estrada.

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Os arianos podem comemorar a entrada do Sol em seu signo! A partir de hoje começa um novo ciclo zodiacal. Até março de 2013 os assuntos domésticos e familiares estarão em destaque. O poder do sentimento se fará sentir.

Libra (23 set. a 22 out.) O Sol alcança o ponto mais distante do seu signo hoje. E a partir de agora, reinicia sua jornada por todos os 12 signos. É um recomeço! A Lua é o astro regente, e para você isto quer dizer mais ambição e necessidade de domar caprichos.

Touro (21 abr. a 20 mai.) Os arianos podem comemorar a entrada do Sol em seu signo! A partir de hoje começa um novo ciclo zodiacal. Até março de 2013 os assuntos domésticos e familiares estarão em destaque. O poder do sentimento se fará sentir. Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Brinde ao novo ciclo astral que tem início hoje, tudo muda e tem gosto de novidade - algo que você adora! Sol em Áries reforça importância dos amigos em sua vida. Tenha planos e lute por eles. Ano zodiacal regido pela Lua valoriza suas finanças.

Escorpião (23 out. a 21 nov.) Bom ano novo pra você, que terá a Lua a seu favor por todos os 12 meses próximos. Outono que começa brando sob os raios do Sol em Áries. Concentre-se nos aspectos miúdos da vida, mas cuide bem de sua vida espiritual. Viagens anunciadas.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Um ciclo solar novo e super favorável aos cancerianos tem início hoje, com a entrada do Sol em Áries. È que o astro regente do período será a Lua, que comanda seu próprio signo. Chance de se destacar. E de se realizar muito mais. Leão (22 jul. a 22 ago.) Como ocorre todo ano, o outono chega instaurando a chance de uma nova oportunidade - é o ano zodiacal em ação. Desta vez a Lua comanda o ciclo todo, ressaltando a chance de você resolver assuntos do passado e da família. Virgem (23 ago. a 22 set.)

Sol em Áries - motivo de comemoração, sem duvida, pra você, que terá 12 meses inteirinhos pra melhorar ainda mais sua vida, adaptando e modificando o seu presente. Nosso satélite comanda este ciclo, sinal de muitas instabilidades a vista.

Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Para os sagitarianos é motivo de alegria quando o Sol atinge o signo irmão de Áries. É a sua chance de somar paixão ao entusiasmo e assim ter mais garra pra explorar a vida e suas possibilidades. Serão 12 meses para ir fundo isso. Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Relacionamentos: tema que estará em pauta por 12 meses a começar de hoje, com o novo ciclo solar que começa. O Sol entra em Áries, e todo um movimento de renovação tem lugar. Casamentos, sociedades e parcerias serão revistas. Aquário (21 jan. a 19 fev.)

Clima astral de renovação com entrada do Sol em Áries, boa chance de recomeçar do zero - e neste período, regido pela Lua, quem ganha destaque é o lado emotivo, as memórias e os sonhos. Que eles seus tijolos para um novo amanhã.

Peixes (20 fev. a 20 mar.) Mudança a vista e com boas perspectivas pra você, pois a Lua, astro dos sentimentos e das emoções, será a regente do novo ano zodiacal que começa hoje. O acento será na vida espiritual, nas viagens, na sensibilidade maior.

Jornal do Dia 21/03/2012  

Jornal do Dia 21/03/2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you