Issuu on Google+

CONVOCAÇÃO

REFORÇOS

BARBOSA

Para votar o Código

Para o Fla no Brasileirão

Cleber Santana é um desses reforços do time no campeonato. nA7

PL participou do mensalão Ele ainda apresenta condenações individuais. nA5

Sarney disse que vai votar o Código Florestal.

nA4

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012 - Ano XXV DIVULGAÇÃO

• Domingo e Segunda R$ 3,50 • Terça a Sábado R$ 1,50

DÍVIDA DE R$ 2 BILHÕES

Crise da CEA piora e trabalhadores temem desemprego em massa

O ofício encaminhado pelo ministro Edson Lobão, das Minas e Energia, à bancada federal amapaense, deixou os trabalhadores da CEA apreensivos. A

caducidade da Companhia está cada vez mais próxima e assim não haverá qualquer garantia para os trabalhadores. nB1 HEVERTON MENDES

Prefeito Rildo, condenado pela Justiça

TARTARUGALZINHO

Prefeito é condenado por desvio de dinheiro

Ele foi sentenciado por unanimidade pelo Judiciário por desvio de dinheiro público e pela contratação de funcionários fantasmas. Relator diz que afronta deve ser severamente punida. nA3

Servidores da CEA aglomerados em frente da Companhia, buscam explicações da presidência quanto a crise no setor energético SITE MOCHILEIRO

JORNAL DO DIA

DE FORA

Amapá não adere à greve dos Correios Os empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) em todo o país entraram ontem em greve por prazo indeterminado. No Amapá a categoria não aderiu a greve e os serviços funcionaram normalmente durante todo o dia. nB1 HEVERTON MENDES

Vereador confirma que desiste da reeleição

EXPECTATIVA Um novo embróglio surgiu: a área do bairro do Pacoval seria de propriedade da União

SEM CONSENSO

União, Estado e Prefeitura não chegam a acordo quanto ao sítio aeroportuário foi bem sucedida. Após um ano e meio de negociações, União, Estado e Município não chegaram a um ponto pacífico. nB4

DECISÃO

FAF confirma data de jogos adiados do Amapazão de 2012 Foram precisos exatos, 45 dias, até a sessão que definiu a Justiça Desportiva Amapaense finalmente em publicar um parecer informando a FAF que ela deveria marcar a nova data da partida. nA6

A Amprev espera somente para agosto de 2013 a recuperação de todo o dinheiro investido no Banco Cruzeiro do Sul, que teve sua liquidação extrajudicial decretada no último dia 14. nB2

ELCIO BARBOSA

A reunião marcada para ontem (19), para assinar um termo de acordo para pacificar as pendências em relação ao Sítio Aeroportuário, não

Investimentos da Amprev recuperados só em 2013

Julgamento aconteceu há 45 dias e até agora não existe decisão

Atendimento nas agências dos Correios será feito normalmente

MP X AL

Ministério Público acusa novo rombo na Assembleia de R$ 4 milhões nB2

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião Terraplenagem política

CRISTOVÃO TEZZA

Gazeta do Povo

U

m assunto comum nas conversas sobre eleições, para quem não é fanático nem cabo eleitoral, é o assustador esvaziamento partidário brasileiro. Diante da sopa de letras que vemos e ouvimos, a infinidade de “pês” isso e aquilo que não significam rigorosamente nada, parece que o desprezo aos políticos ganha mais consistência. É até um recurso dos candidatos – muitos se apresentam como “não políticos”, como “diferentes”, como se enfim eles não fossem o que escancaradamente são. Mas esse desprezo que alimentamos é apenas um escapismo confortável. Ou, quem sabe, um erro profundo. Ruim com eles, infinitamente pior é nossa vida comum quando não há opções, quando a ad-

ministração é entendida como apenas uma atividade “científica” e não fruto de escolhas que são, na sua substância, políticas. Ou, muito pior ainda, quando a simplificação mental nos leva a achar que, no descalabro geral, “só a força resolve” – o Brasil viveu duas décadas de ditadura e até hoje não se recuperou dela, afundado na prepotência, na incompetência, na falta de projetos ou no simples terror de Estado. Assim, estamos muito melhor que antes, apesar das aparências. As eleições deixam saudavelmente o país à flor da pele: o esforço publicitário dos candidatos de esconder e esconder-se no escancarado tráfego e tráfico de partidos que não significam coisa alguma é,

paradoxalmente, de uma impressionante clareza didática. Está tudo diante de nós. A falta de nitidez partidária ou ideológica tem raízes na própria origem do Estado brasileiro e foi se fazendo em séculos de história; e, em tudo, reflete-se a realidade de um Brasil que se recusa teimosamente a educar-se. O estamento privilegiado da educação pública brasileira, em salário e condições de trabalho, que são as universidades federais, fizeram a mais longa e esquizofrênica greve da nossa história (sempre recebendo o pagamento em dia). Já os índices da educação básica e média (sem a qual não se consegue fazer nada mais adiante) continuam, como sempre, entre os piores do mundo. A urbanização selvagem e o entendimento de que civilização é uma mera capacidade de consumo, um

conceito que tem sido a grande marca do país desde que o Plano Real deu as condições mínimas para o Brasil parar para pensar, resultaram no que vemos. Não há nem ideias, nem partidos. É uma condenação eterna? Não – é uma escolha. E também, do lado de lá, um interesse poderoso com raízes bem localizadas. A esmagadora terraplenagem política que, montado na sua extraordinária popularidade, Lula promoveu no país em seus oito anos de governo rendeu rapidamente seus frutos – o mais vistoso deles está sendo apresentado em fatias pelo Supremo. O pouco que havia de alguma clareza ideológica, fundamental no debate político de qualquer nação, foi reduzido a pó no “populismo de resultados”. (esta coluna foi publicada integralmente no jornal da Gazeta do Povo)

Imaginação, criatividade e inovação ELOI ZANETTI

Gazeta do Povo

D

e vez em quando, algumas palavras entram no vocabulário corporativo, ganham força e correm à boca solta. É o caso de expressões como “paradigma”, “escopo” e “sustentabilidade”. Algumas, genéricas demais para dar precisão sobre os seus significados, são muito faladas e pouco compreendidas. Nos últimos tempos, entrou em voga o termo “inovação”, assunto obrigatório em publicações de negócios, palestras e planos de governo. E, como tudo que vira moda traz consigo várias paternidades, a definição correta do conceito, apesar de o termo existir desde que o mundo é mundo, ainda é imprecisa. Cada autor que lida com o assunto dá um significado. Muitas vezes, a melhor maneira de entender uma palavra é ir direto ao seu contexto e procurar a correlação e os significados entre outras do mesmo universo. Unidas, uma ajuda a compreender a função da outra. Vamos lá: não existe inovação sem que primeiro se passe pelo processo

da criatividade e a este preceda a imaginação. Por exemplo, a inovação é um atributo da empresa; ela acontece quando se impõem processos e sistemas. Para inovar a empresa, é preciso perguntar: “Temos dinheiro para fazer isto? Quem serão os parceiros estratégicos? Foram feitos estudos de mercado e planos de negócio?” Já a criatividade é atributo pessoal do funcionário. Ele tanto pode oferecer boas ideias trabalhando sozinho quanto em equipe, por meio de brainstorming. O grande erro da empresa é tentar colocar o processo criativo numa formatação, enquadrando-o em métodos e procedimentos organizados. Criatividade é assim: quanto mais desorganizada, melhor. Ela nunca marcará hora ou lugar para se apresentar. Prefere aparecer como uma erva daninha, bela e saudável, em um jardim bem cuidado. Estigmatizá-la ou arrancá-la pode não ser uma boa ideia. Por isso, se você quiser inovação, estimule a criatividade.

A inovação acontece em três passos. Vimos o segundo; agora vamos ao primeiro, que é a imaginação, pois sem ela não há criatividade, nem inovação. É a fase do sonhar acordado, flanar, deixar-se levar pelos pensamentos e ficar à toa remoendo ideias. É o tempo de desligar-se de tudo, da televisão, dos computadores, das conversas, e ir aonde nossa cabeça mandar. De todas as fases, a imaginação, na minha opinião, é a mais importante e a mais prejudicada pelo nosso sistema hodierno de viver. Estamos tão conectados, ligados a coisas desnecessárias e policiados pela família, empresa e vizinhos que ficar sem fazer nada pode parecer crime. A imaginação precisa de tempo e de amplo espaço em nossa cabeça. Deve ser por isso que Einstein, um cara que sabia das coisas, disse, mostrando a língua: “A imaginação é mais importante que o conhecimento.” Vamos a um exemplo prático: nos últimos anos, a maioria dos aviões tem saído com um novo componente aerodinâmico, uma aba vertical ou inclinada na ponta da asa, o winglet. A peça tem a função de diminuir barulhos,

trepidações e aumentar a sustentação. Também melhora a eficiência do voo, aumentando a velocidade e a economia de combustível. Muitos podem pensar que essa inovação foi criada em sofisticados laboratórios de pesquisa. Na sua fase final, sim, mas antes ela passou pelo processo da imaginação. Seu inventor gostava de observar o voo dos pássaros e eles usam do artifício de curvar as pontas das asas para planar melhor. Ora, o avião existe há quase cem anos e só agora essa inovação apareceu? É que alguém se deu ao trabalho, em completo estado de imaginação, de ficar observando urubus voarem. Platão dizia que “as palavras dizem o que são”. Mas em alguns casos precisamos de um esforço extra para entendê-las melhor. Já está na hora de colocar nos programas das escolas de negócios o assunto “compreensão das palavras do mundo corporativo”. Os jovens estão falando coisas que não sabem o que significam, ou estou enganado e quem não está entendendo nada sou eu? (esta coluna foi publicada integralmente no jornal da Gazeta do Povo)

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe Interino: Marcelo Ignacio da Roza Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br josemaria@jdia.com.br mariaruth@jdia.com.br

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Editorial

Reconstrução partidária

P

assada a eleição de 2012, muitos partidos amapaenses terão que iniciar um processo de reconstrução. A campanha eleitoral em curso evidenciou rachas existentes na maioria dos partidos, mas em alguns casos destruiu literalmente os alicerces, que vão precisar ser reedificados. O mais notório dos casos é, sem dúvida, o do PSDB. Por conta dos descaminhos trilhados pelos tucanos, desde 2010, o partido conseguiu a façanha de participar do processo eleitoral sem ter um candidato à Prefeitura de Macapá. Sem candidato próprio e sem candidato coligado. Com isso, membros do PSDB estão dando apoios isolados aos candidatos das mais diversas coligações. Alguns sobem no palanque de Cristina Almeida, outros no de Roberto Góes, outros, ainda, no de Davi Alcolumbre, no de Clécio Luís e no de Evandro Milhomem. Fica ao gosto de cada um. O racha é tão profundo, que Rilton Amanajás, presidente da Câmara de Vereadores, que normalmente seria um dos candidatos mais fortes do partido, desistiu até mesmo de tentar a sua reeleição. Ele ficou no epicentro da crise, ao trabalhar pela coligação dos tucanos com o DEM, de Davi. Para se ter uma ideia da falta de perspectivas do PSDB na disputa em Macapá, o presidente do diretório estadual do partido, Jorge Amanajás, estabeleceu uma meta inusitada para a campanha, que tem muito mais a ver com suas questões pessoais, do que com as do partido: seu grande objetivo é atrapalhar o caminho de Davi, antigo aliado e

Juventude – Foi assinado ontem de manhã, no anfiteatro da Unifap, o Pacto da Juventude, iniciativa do governo federal. O evento contou com a presença da presidente do Conselho Nacional da Juventude (Conjuve), Ângela Guimarães, que presidiu a mesa de honra.

Exceções - Entre os candidatos à Prefeitura de Macapá, Cristina Almeida (PSB) e Davi Alcolumbre (DEM) não assinaram o pacto. No caso de Cristina, pelo simples fato do evento ter sido promovido pela Coordenadoria Municipal da Juventude, da Prefeitura de Macapá, cuja coordenadora, Joelma Santos, é do PDT.

Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Elogios - O tema do Pacto da Juventude é “A cidade que a Juventude quer com desenvolvimento, direitos e participação”. Joelma Santos garante que o evento foi realizado com visão suprapartidária. Pela quanti-

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 12 Pág

Edição número

8009

hoje arquiinimigo. Se o caso do PSDB é o mais grave, não é, certamente, o único. O PPS, por exemplo, tem Alan Sales como vice na chapa encabeçada por Clécio Luis (PSOL), mas tem um deputado estadual que apóia Cristina Almeida (PSB) e outro que está trabalhando pela eleição de Roberto Góes (PDT). É visível, também, que a candidatura de Cristina Almeida não é uma unanimidade dentro do PSB, partido onde cresce cada vez mais a resistência ao comando muitas vezes autoritário dos Capiberibes, em especial o pai. O PDT também tem suas divisões internas. Não tanto em Macapá, onde a reeleição de Roberto Góes é vista como questão fundamental para a sobrevivência do projeto político do partido, mas em Santana, onde uma parte dos pedetistas, capitaneada pelo deputado federal Bala Rocha, defende o abandono do barco do candidato à Prefeitura Mário Brandão e a adesão à candidatura de Robson Rocha. Na visão desse grupo, essa seria a fórmula mais viável para barrar o caminho da coligação encabeçada por PT e PSB, com Marcivânia como candidata. Mas o assunto tem gerado polêmicas intensas, podendo, se não houver uma operação abafa, respingar na campanha de Macapá. Como se vê, passada a eleição, não vai faltar trabalho para reedificações partidárias. Trabalho ser feito com habilidade e agilidade. Afinal, não demora muito e a campanha de 2014 já entra na agenda política e problemas mal resolvidos hoje vão repercutir neste futuro próximo.

Hora-Hora

Posturas - A atitude de Cristina Almeida, que pretende assinar o Pacto num evento a ser promovido exclusivamente pelo PSB, foi muito comentada nas redes sociais durante o dia de ontem. Assim como a atitude de alguns militantes pedetistas, que durante o evento, deram as costas para Clécio Luis, candidato pelo PSOL.

JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br

A2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

dade de elogios que ela recebeu, de gente de todas as matizes políticas, parece ter alcançado esse objetivo. Abandono - Depois de longos anos abandonados à própria sorte, moradores da Avenida Castelo Branco, em Santana, foram despertados na manhã de ontem, com barulho de uma patrol que “raspava” o local. Benefício - Em seguida, o prefeito Antônio Nogueira (PT) foi visto no local, rodeado de câmeras de TV, concedendo entrevista e exaltando o “beneficio” gerado pela Prefeitura. A via, que fica paralela à Av. Santana, mais parecia o solo lunar, tal a quantidade de crateras existentes. Lançamento - No próximo sábado, 22, no show room da Moselli Veículos, acontece o duplo lançamento do Ford Ranger e do Ford EcoSport. Os veículos tem conceito inovador, com novas plataformas e alta tecnologia, aliado a conforto, praticidade e robustez. Recepção - Durante o lançamento, o gerente da Moselli, Luís Santos, juntamente com diretores da Orion Empreendimentos, estará recebendo seus ilustres convidados para apresentar as novidades e degustarem um reforçado café matinal.

Frases do Dia

“Metade do mundo tem de suar e gemer, para que a outra possa sonhar.” (Henry Wadsworth Longfellow)


JD

“ ” Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

Debate - O debate realizado ontem, entre os candidatos à Prefeitura de Macapá, serviu mais uma vez para atrair ou afastar eleitores. O diferencial dessa vez foi a união “branca” de todos contra um.

Lasquinha - O certo é que todos os candidatos aproveitaram para tirar uma lasquinha de Roberto Góes (PDT), que de tantas perguntas e críticas ao vivo, acabava às vezes respondendo “A” quando a pergunta falava de “B”. Jogar pedra - Roberto como vem de uma administração com dificuldades, tem um telhado de vidro maior do que todos os demais candidatos. Assim, todos aproveitam para jogar uma pedrinha. Parceria - Na verdade, administrar uma cidade que nem Macapá sem o apoio do governo é coisa para doido. Por isso que Cristina e Camilo pregam tanto a parceria entre Prefeitura e Governo. Eles sabem que sem isso, a capital não vai para frente. Contra ataque – E não é que o ex-presidente Lula, considerado por alguns como o “pai do mensalão”,

apareceu dando apoio à candidata Cristina Almeida?! Seria esse o contra ataque aos resultados das últimas pesquisas? Padrinhos – A meu ver, uma das dificuldades da campanha de Cristina são os “padrinhos” que ela “escolheu” para abençoar sua campanha. Pegou o governador Camilo bastante desgastado e o ex-presidente Lula que agora aparece debaixo de suspeita no mensalão. Falta mais alguém?

Faltou – Quem não lembrou, digo que faltou citar a participação do senador João Capiberibe (PSB) que já aparece na propaganda de Cristina. Foi Capi que lançou o falido PDSA (Programa de Desenvolvimento Sustentável do Amapá) e perdeu o primeiro mandato de senador por compra de votos. Estranho – Dois dias depois da investigação da Justiça Eleitoral e Polícia Federal pipocar em Macapá, tendo na mira várias Secretarias de Governo, o Ministério Público surge com mais uma denúncia contra

Geral

a Assembleia Legislativa. Troca-troca - Distribuir dentaduras em troca de votos parece coisa do passado. Em uma cidade abaixo ou acima da Linha do Equador, foram encontrados eleitores vendendo seus votos em troca de aparelhos ortodônticos. Faz parte - Os avanços no tratamento da saúde bucal e a troca da dentadura pelo aparelho, porém, em nada mudam o crime eleitoral desses casos. Ainda assim, há quem diga que tudo isso faz parte do jogo.

Até amanhã...

Ele foi sentenciado por unanimidade pelo TJAP por desvio e contratação de funcionários fantasmas

Prefeito de Tartarugalzinho, Rildo Gomes de Oliveira: sentença dada por unanimidade pela Justiça. Abaixo, desembargador Raimundo Vales: “afronta deve ser severamente punida”

E DIVULGAÇÃO

Um dos objetivos é aperfeiçoar o processo de capacitação dos professores da rede pública

A

Prefeito Rildo, de Tartarugalzinho, é condenado por desvio de dinheiro

Na fila - Além de Dirceu, serão julgados o ex-presidente nacional do PT José Genoíno, o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares e outros sete réus. Eles são apontados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) como principais integrantes do núcleo político do mensalão.

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jdia.com.br

dem fazer a pré-inscrição nos cursos a partir de fevereiro do ano que vem. A diretora de formação de professores da educação básica da Capes, Carmen Moreira de Castro Neves, explica que o aperfeiçoamento permite maior clareza no processo. “A ideia é que secretarias de educação tenham visibilidade melhor da demanda de suas redes”, diz. “Assim, poderão negociar com as universidades uma oferta de cursos que realmente atenda à demanda.” Carmen salienta que a educação inicial e continuada de professores é uma das condições estruturantes para o desenvolvimento sustentável do país. Criado, em 2009, o Parfor aumenta a cada ano o número de professores atendidos. Em sua primeira edição, abriu 140 turmas em 32 instituições de educação superior, em um total de 4.273 matrículas. De acordo com o último levantamento, realizado no primeiro semestre deste ano, foram contabilizados mais de 62 mil

A3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Julgamento - O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu deve ser julgado por corrupção ativa na semana do primeiro turno das eleições municipais. A projeção é feita por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Secretarias podem pedir cursos de formação para professores

partir deste ano, secretarias de educação estaduais e municipais podem informar a demanda por formação inicial dos professores de suas redes pela internet, na Plataforma Freire. O prazo vai até 22 de outubro. As aulas terão início no segundo semestre de 2013. Com a iniciativa, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação pretende aperfeiçoar o processo de capacitação dos professores da rede pública, a partir da abertura do calendário de atividades do Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (Parfor). Este primeiro momento é de análise de demanda. Por isso, somente usuários com perfil definido pelas secretarias de educação, já cadastrados na Plataforma Freire, podem inserir os dados relativos aos cursos desejados pelas redes de ensino, o que deve ser feito até 22 de outubro. Já os professores interessados po-

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

matrículas e 1.678 turmas em 91 instituições. Segundo Carmen, o desafio do Parfor para os próximos anos é atender outros 500 mil professores. “Queremos que o plano continue com esse ritmo de crescimento. Para isso, é essencial o apoio das secretarias estaduais e municipais aos professores”, afirma. Ela lembra que muitas vezes, para concluir os cursos, os professores carecem de auxílio para deslocamentos e para hospedagem, quando participam de eventos. “Essa sensibilidade das redes é muito importante”, destaca. O Parfor é um programa emergencial criado para permitir a professores em exercício na rede pública de educação básica o acesso à formação superior exigida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Por meio do programa, a Capes financia a oferta de turmas especiais, na modalidade presencial, implantadas em cursos de licenciatura gratuitos e de qualidade.

m pleno ano eleitoral municipal, o prefeito de Tartarugalzinho, Rildo Gomes de Oliveira, fica cada vez mais enrolado com a Justiça. Na sessão 824º da CâmaraÚnica, ele foi condenado por unanimidade pelo Tribunal de Justiça. O desembargador Raimundo Vales, relator do processo,condenou em 2º grau, o prefeito e outras pessoaspor esquema fraudulento, desvio de dinheiro público e contratação de funcionários fantasmas que sequer tinham conhecimento de que seus nomes constavam na folha de pagamento da Prefeitura. Rildo está terminando o seu segundo mandato naquela Prefeitura e apoia a Professora Claudete para o cargo nestas eleições. A primeira condenação de Rildo foi dada pelo juiz Luiz Carlos Kopes Brandão, que o condenou a devolver todo o dinheiro público que foram indevidamente incorporados em seus patrimônios, a suspensão dos direitos políticos por cinco anos e ao pagamento de multa. Diz o relatório que Rildo Oliveira, juntamente com seu secretário municipal, Astalayr Martins e Antonio Pinheiro da Silva Filho, conhecido como “Baianinho” firmaram em 2006 um convênio com o governo do Estado, no valor de quase R$ 150 mil, visando o recebimento de recursos para a manutenção do terminal rodoviário de Tartarugalzinho. Foi na assinatura desse convênio que o Ministério Público do Amapá identificou as irregularidades de desvio de recursos. A Ação de Improbidade Administrativa foi baseada no suposto desvio das verbas públicas destinadas à manutenção do terminal rodoviário de Tartarugalzinho, pelas condutas ilícitas de liberar verba publica sem a estrita observância das normas pertinentes ou influir de qualquer forma para sua aplicação irregular, bem assim entendido pelo esquema fraudulento dos réus na contratação de servidores fantasmas que sequer tinham conhecimento de que seus nomes constavam na folha de pagamento da Prefeitura. Constam dos autos que o Governo Estadual repassou ao Município R$

38.600,00 para as despesas com a obra rodoviária, recursos que foram desviados através de esquema fraudulento. Este se iniciava com o réu Antônio Pinheiro, mais conhecido como “Baianinho”, oferecendo falsas promessas de trabalho, a fim de obter documentos pessoais de laranjas que, sem saber, eram contratados pela prefeitura, prova decisiva da participação do Prefeito Rildo Oliveira e o então secretário de Finanças do Município Astalayr Martins, que formalizavam os contratos temporários de trabalho, incluíam os nomes dos laranjas na folha de pagamento, autorizavam e retinham os respectivos pagamentos, e ainda consta que o prefeito e seus cúmplices emitiam comprovante de recebimento dos salários, pagos em dinheiro, aos “funcionários fantasmas”. A propósito, na prestação de contas do Município de Tartarugalzinho consta na folha de pagamento daquela Prefeitura Municipal, referente à obra no terminal rodoviário, no período de agosto a novembro de 2006, o nome de todas as testemunhas que prestaram depoimento em juízo, unânimes na afirmação de que jamais receberam o pagamento dos salários, uma vez que sequer tinham conhecimento da situação. Para ilustrar a dinâmica do suposto esquema fraudulento cabe a leitura do depoimento que Ediane Ferreira Barbosa, uma das vítimas, declarou: “Que nunca trabalhou no Terminal Rodoviário de Tartarugalzinho; que mora em Macapá há aproximadamente dez anos; que no final do ano de 2007 a depoente foi procurada por um senhor conhecido por ‘Baianinho’; que pediu os seus documentos para

tentar arranjar um emprego, porém nunca foi empregada pelo referido senhor; que não sabe dizer se o senhor Baianinho trabalha na Prefeitura de Tartarugalzinho; [...] que nunca recebeu nenhum valor em dinheiro da Prefeitura de Tartarugalzinho, pois nunca trabalhou para a mesma; que ficou sabendo há pouco tempo que seu nome constava em uma relação de funcionários do Terminal Rodoviário, através de um senhor chamado Tecão [...] que seu pai é primo distante do então Prefeito Rildo Oliveira e que jamais morou em Tartarugalzinho, que nunca recebeu nenhuma quantia em dinheiro de “Baianinho” ou da Prefeitura de Tartarugalzinho” Nesse contexto, o tal esquema não poderia consumar-se se o apelante Antônio Pinheiro, “Baianinho” não tivesse como cúmplices, o prefeitoRildo e então secretário Astalayrpara levar a cabo os falsos contratos e efetivar os pagamentos, supostamente aos contratados, mas, na verdade, aos participantes do esquema. “Insta ressaltar, por conseguinte, que essa prática odiosa de corrupção administrativa, que, sob diversas formas, promove o desvirtuamento da Administração Pública e afronta os princípios da ordem jurídica deve sim ser severamente punida, principalmente porque tem como vítima a sociedade que paga altíssimos impostos num país por vezes desacreditado por causa de figuras políticas vergonhosas como as que aqui se apresentaram”, relatou o desembargador Raimundo Vales. Ontem, a reportagem do Jornal do Dia tentou contato com o prefeito Rildo pelo telefone, mas o mesmo não foi encontrado.


JD

Geral

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Sarney convocará Senado para votar Código Florestal

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

Senadores também irão concluir a votação da mensagem presidencial designando Tori Zavascki para a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal

O

presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), vai suspender o recesso branco da Casa na próxima semana para que os senadores examinem a Medida Provisória do Código Florestal, instalem comissões mistas de quatro Medidas Provisórias e concluam a votação da mensagem presidencial designando o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tori Zavascki, para a vaga aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) com a aposentadoria compulsória do ministro Cezar Peluso. O esforço concentra-

do na Casa deve começar na terça-feira, 25. Previsto para ser examinado no esforço concentrado dos dias 16, 17 e 18 de outubro, a decisão de antecipar a análise do pacote de medidas se deve à aprovação na Câmara da MP do Código Florestal, na noite de terça-feira. A MP perderá a validade se não for aprovada até 8 de outubro. Há consenso entre os senadores para aprovar o texto enviado pela presidente Dilma Rousseff. Ainda assim, os senadores terão de manter o texto apoiado pelos deputados que be-

A4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

DIVULGAÇÃO

U

CÂMARA QUASE VIVE DIA DE MMA

m impasse quase resultou ontem numa denúncia pela Lei Maria da Penha dentro do próprio Congresso. A vice-presidente da Câmara, Rose de Freitas (PMDB-ES), e o deputado Inocêncio de Oliveira (PR-PE) se estranharam na Mesa por causa do imbróglio entre manter ou encerrar a sessão à tarde. Num ato impulsivo, Inocêncio teria dado um empurrão no braço de Rose. Ela chamou um assistente para testemunhar e estava disposta a denunciar o parlamentar à Corregedoria da Casa, mas o assessor se recusou.

Blindagem total Procurados insistentemente pela coluna durante o dia, os deputados Inocêncio e Rose calaram. Não quiserem mais tocar no assunto. O assistente está acuado e teme reações.

Senador José Sarney vai suspender recesso branco na Casa

neficia as médias e grandes propriedades rurais quanto às exigências de recuperação da vegetação às margens dos rios desmatadas ilegalmente. O procedimento banaliza a atuação dos senadores na votação de Medidas Provisórias, mas se tornou praxe na Casa, já que as MPs chegam com o prazo estourado, o que impede a alteração do texto e o seu retorno à Câmara dos Deputados. O parecer do relator Renan Calheiros favorável à indicação de Zavascki para o Supremo já foi lido e agora resta ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Eunício Oliveira, marcar a sabati-

na para a quarta-feira, dia 26. A mensagem será votada no mesmo dia no plenário. Com relação às Medidas Provisórias, estão na pauta de instalação das comissões mistas a MP 576, que cria a Empresa de Planejamento e Logística (EPL); a MP 577, sobre a extinção das concessões de energia e da prestação temporária de serviços; a MP 578, que permite a redução do Imposto de Renda da depreciação acelerada de veículos de transporte de mercadorias; e a MP 579, que trata da redução dos encargos setoriais de energia e sobre as concessões e normas de distribuição do setor.

Senador elogia medidas para incentivar a indústria no país

A

s medidas econômicas adotadas pelo governo federal para incentivar a economia nacional e aumentar a competitividade da indústria brasileira foram elogiadas em Plenário ontem pelo senador Cidinho Santos (PR-MT). O senador listou iniciativas da presidente Dilma Rousseff que trouxeram, em sua avaliação, impacto positivo para a indústria e, no curto e médio prazo, devem resultar em crescimento para o país. A medida mais importante, destacou o senador, é a redução das taxas de juros. Segundo ele, hoje o país tem juros reais na faixa de 2% ao ano, descontada a inflação. A redução da taxa seria extremamente benéfica para a economia brasileira, ao baratear o crédito, estimular o consumo, aumentar a geração de empregos e de renda e viabilizar a redução da dívida pública interna. Atrelada à redução dos juros, a liberação, pelo Banco Central, de R$ 30 bilhões para injeção no sistema bancário para aumentar a oferta de crédito e incentivar o consumo foi outra iniciativa positiva, na análise de Cidinho. Ele disse acreditar que a medida colocará a serviço do setor produtivo um expressivo volume de recursos que, até então, “ficava parado nos cofres do governo”. Outra medida considerada fundamental pelo senador foi a desoneração da folha de pagamento de 40 setores da economia, que representam 13% do emprego formal do país, 16% da massa salarial do setor formal e 59% das exportações de manufaturados.

Sem sinal

Depois de vazar comentário de Lula em gravação em Pelotas (RS) ‘exportadora de veados’, em 2006, o PT local redobrou a atenção. Ninguém entra com celular no estúdio.

Aos aliados

A Câmara dos Deputados aprovou a criação de 149 cargos para DNIT e as Superintendências da Amazônia (Sudam), Nordeste (Sudene) e Centro-Oeste (Sudeco).

Serra reage Os trackings do PSD e PSDB de ontem apontam o tucano José Serra no segundo turno de São Paulo. Por ora, dois fatores influenciam nos índices que o indicam colado em Russomanno (PRB): o desgaste do PT no julgamento do Mensalão no STF, e os discursos mais acirrados do candidato contra Haddad (PT).

Bernardo é 100 A candidata a prefeitura de Londrina, Márcia Lopes (PT), promove no sábado no Rotary Club jantar por adesão para angariar fundos. O interessado vai pagar R$ 100 para ver de longe o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. Mas bah! O ministro mineiro Joaquim Barbosa foi contaminado pelo 20 de setembro, data em que gaúchos celebram a Revolução Farroupilha. Ao citar depoimento de Roberto Jeferson sobre a existência do Mensalão, o relator soltou um inconfundível ‘bah’. Pelot$ O Brasil superou o Cazaquistão e sediará, em 2016, o 24ª World Mining Congress, o encontro mundial da turma do minério. Londres-Rio Andrew Amery, chefão da Segurança dos Jogos de Londres 2012, baixa em Brasília dia 27. Palestra para peritos da PF na Conferência Ciências Forenses em Multimídia. Debandada O deputado Reguffe (PDT-DF) revoltou-se ontem com a falta de quórum para a leitura do PL 3998/12 do qual é relator, que obriga planos de saúde a bancar a quimioterapia oral. ‘Votar sim ou não é da consciência, agora não votar é vergonhoso para o parlamentar’. E o salário, oh! Maior debandada teve a Comissão de Finanças, onde seria lido re-

latório de Afonso Florence (PT-BA) que extingue os 14º e 15º salários dos deputados. Nem o próprio Florence, com problemas pessoais e eleitorais, apareceu em Brasília. Na mira Hélio Bernades foi reeleito para o biênio 2013-2015 no comando da milionária ASSEFAZ – Fundação Assistencial dos Servidores da Fazenda, que abrange cinco carreiras. Não terá vida fácil. A oposição quer passar uma lupa na gestão, já investigada pelo MP Federal. Faz de conta Sob a estiagem em Brasília, representantes diplomáticos de Brasil, África do Sul, Índia e China (BASIC) reúnem-se a partir de hoje para discutir mudanças climáticas. Maior poluidor mundial, a China ainda não é obrigada a cumprir o protocolo de Kyoto. Ele voltou Decano na Maçonaria, Laelson Rodrigues resolveu entrar na disputa pelo comando do Grande Oriente do Brasil, cuja eleição vive poderosa ingerência política de Brasília. Lei de patentes Um dos maiores especialistas no assunto, o britânico Graham Dutfiel está no Rio, amanhã, para debater no V Encontro Acadêmico de Propriedade Intelectual e Inovação. Ponto Final O cidadão sofrendo para receber o 13º e os deputados mantendo outros dois extras..

(Com Marcos Seabra e Vinícius Tavares)

www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br


Política

JD

Políticos do PL participaram do mensalão, afirma Barbosa O argumento de que o PL não precisava ser comprado, porque era o partido do então vice-presidente da República José Alencar não procede, disse ministro

O

ministro Joaquim Barbosa, relator da Ação Penal 470 afirmou ontem (19) que os réus ligados ao PL (atual PR) participaram do esquema de compra de apoio parlamentar conhecido como mensalão. Barbosa negou a tese de que o dinheiro era fruto de acordo com o PT para pagamento de dívidas, conforme sustentam os acusados. O ministro ainda não apresentou as condenações individualizadas, etapa que cumprirá apenas no final do voto, mas já detalhou a conduta dos deputados Valdemar Costa Neto e Bispo Rodrigues e do ex-tesoureiro do partido Jacinto Lamas. Antônio Lamas, ex-assessor do PL, foi considerado inocente pelo relator por falta de provas, segundo entendimento do Ministério Público Federal. De acordo com Barbosa, o argumento de que o PL não precisava ser comprado, porque era o partido do então vice-presidente da República José Alencar não procede. Citando depoimentos, o ministro disse que a legenda não queria mais se aliar ao PT na campanha presidencial de 2002, depois que o Tribunal Su-

O ministro ainda não apresentou as condenações individualizadas, etapa que cumprirá apenas no final do voto

perior Eleitoral decidiu sobre a obrigatoriedade da verticalização de coligações. “Os deputados do PL não apoiaram sequer a chapa presidencial vencedora, logo, inexiste razão para entender que o partido apoiaria o novo governo na Câmara dos Deputados.” O relator destacou que, na época dos pagamentos, 23 parlamentares migraram para o PL, aumentando significativamente a bancada da legenda. Segundo Barbosa, o líder

do esquema foi o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, que recebeu R$ 10,8 milhões para orientar a legenda a votar com o governo em reformas importantes, como a tributária e a da Previdência. O ministro ainda narrou que o deputado Bispo Rodrigues recebeu R$ 400 mil para influenciar votação da bancada evangélica. “Pode-se concluir que os repasses de fevereiro de 2003 a agosto de 2004 ao presidente do PL e do final de 2003 ao Bispo Rodrigues funcionaram como uma espécie de capital para a garantia de apoio desses parlamentares e seus correligionários ao governo”, argumentou o relator, para quem o emprego do dinheiro é irrelevante para a configuração de corrupção passiva. Barbosa entendeu que Jacinto Lamas também é culpado, embora em gravidade menor que os parlamentares, porque participou ativamente das transações financeiras com o grupo de Marcos Valério. “O volume de recursos manipulado pelo réu não permite o argumento da defesa sobre o desconhecimento [do esquema]. Partidos políticos não são doadores universais de dinheiro para outros partidos, por tanto

tempo e por sistemática suspeita.” Valdemar Costa Neto, Bispo Rodrigues e Jacinto Lamas também foram enquadrados no crime de lavagem de dinheiro porque, segundo Barbosa, usaram artifícios para dissimular o recebimento da verba do chamado “valerioduto”. Entre os meios empregados estão o intermédio da empresa Guaranhuns e o envio de terceiros para sacar o dinheiro em espécie no Banco Rural e na SMP&B, além do “sistema delivery” de dinheiro na casa dos acusados. “Se era só para pagar dívida de campanha, por que receber por um sistema tão sofisticado?”, questionou Barbosa. O relator considerou Antonio Lamas inocente porque o assessor fez apenas um recebimento em nome do PL, e não há provas de que ele sabia do esquema criminoso. Barbosa deixou para analisar as acusações de formação de quadrilha envolvendo os réus ligados ao PL depois do intervalo da sessão do Supremo Tribunal Federal, que será retomada daqui a meia hora.

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Câmara aprova MP do Código Florestal que aumenta benefícios a desmatadores

D

epois de muita discussão, os deputados aprovaram a Medida Provisória que altera o Código Florestal. O texto, que veio da presidente Dilma Rousseff, foi modificado pela Comissão Especial do Congresso e ampliou os benefícios aos desmatadores ilegais. Com todos os destaques rejeitados, o texto segue agora para o Senado e posterior sanção presidencial. A bancada ruralista concordou em votar o texto hoje mesmo sem a garantia de que a presidente Dilma Rousseff não vá vetar a MP. O governo tentava rejeitar este texto e voltar ao texto original da MP, enviado pelo Executivo e mais pró-ambiente. Entre as alterações feitas pela Comissão estão a menor área a ser reflorestada em margens de rios, a ampliação deste benefício para propriedades maiores e a possibilidade de plantar árvores frutíferas para computo da Área de Preservação Permanente (APP). Os senadores devem votar a matéria na próxima semana, quando retomam as atividades após mais uma semana de “recesso branco”, em função das eleições municipais, que levam os parlamentares aos seus Estados para apoiar candidatos do partido em campanha. Entre as alternativas para uma possível perda de vigência da MP estão a edição

de outra, após as eleições, ou o uso de um decreto legislativo para disciplinar os efeitos legais da medida. Obstrução Parlamentares do DEM, PSDB e integrantes da FPA (Frente Parlamentar Agropecuária) tentaram impedir a votação para que se chegasse a um acordo sobre um texto que fosse aprovado no Senado e sancionado pela presidente. A obstrução se deve à recusa do governo de manter o acordo feito na Comissão Especial do Congresso. Na comissão, líderes governistas teriam garantido que o texto alterado da MP seria aprovado sem vetos e alterações nas duas Casas e pela presidente. Só que, após alguns dias, o governo manifestou insatisfação e deixou aberta a possibilidade de vetos. A bancada ruralista, maioria na Casa, geralmente consegue aprovar textos de seu interesse. O que os impedia de votar a MP antes de um acordo era a apreensão de que a presidente vetasse o texto alterado, mas a decisão foi por aprovar em vez de deixar a MP caducar. O PPS e o PV, por outro lado, também tentam impedir a votação, mas por outro motivo. Para eles, não há garantia de veto e, por isso, não querem aprovar o texto que aumenta benefícios para desmatadores ilegais.

MPs sobre débitos de estados e PPPs começam a tramitar no Congresso

A

s medidas provisórias (MPs) 574 e 575 começaram a tramitar efetivamente ontem (19) no Congresso Nacional. Os deputados e senadores instalaram as comissões especiais responsáveis pela

primeira análise das matérias antes das tramitações na Câmara e no Senado. A MP 574 estabelece o parcelamento dos débitos dos estados, Distrito Federal e municípios, com a Fazenda Nacional, do PIS/Pasep e da Cofins. O parcelamento valerá também para autarquias e fundações públicas vinculadas aos estados e municípios. Para conseguir esse pagamento parcelado, os governadores e prefeitos terão que autorizar a retenção e repasse do valor acordado à União. Os valores das parcelas serão descontadas mensalmente dos repasses dos fundos de participação dos estados e dos municípios. Os parcelamentos poderão ser feitos em até 180 meses e os débitos terão redução de 60% das multas, de 25% dos juros, além de isenção dos encargos legais. O benefício valerá para os débitos, mesmo que não estejam inscritos na Dívida Ativa da União, ainda que em fase de execução fiscal ajuizada. Além disso, a MP abre a possibilidade de refinanciamento de parcelas não quitadas. Já a MP 575 dá tratamento diferenciado às parcerias público-privadas (PPPs) no pagamento de tributos federais em favor do sócio privado. Pela regra estabelecida, os recursos entregues às empresas usados na construção e compra de bens serão, em um primeiro momento, livre de alguns impostos. Estão incluídos o Imposto de Renda (IR), a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), o PIS/Pasep e a Cofins. A MP 575 prevê ainda a ampliação da adoção de PPPs por estados e municípios. As regras estabelecidas pelo governo federal preveem que, nesses casos, o limite de comprometimento da Receita Corrente Líquida (RCL) com despesas de caráter continuado derivadas de PPPs passe de 3% para 5%.


JD

Esporte

FAF confirma data de jogos adiados do Amapazão de 2012

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Fred vira exceção no disciplinado Flu e tenta dimunuir amarelos com dicas de Abel

Jogos do 2º turno e da decisão do Amapazão serão realizados no Glicério Marques

Fred recebeu cinco cartões amarelos por reclamação neste Campeonato Brasileiro

O

Fluminense sofre pouco com desfalques por suspensões em comparação aos adversários deste Campeonato Brasileiro. Terceiro time mais disciplinado da competição, empatado com o Flamengo, o time das Laranjeiras levou 50 cartões amarelos e está atrás apenas do Botafogo, com 47, e do Vasco, com 45 advertências. O capitão e ídolo Fred, porém, destoa do grupo e tenta evitar novas suspensões ‘bobas’. O campeão de amarelos no Fluminense é o volante Edinho, com sete advertências em 22 jogos. Já a maior média de punições é do meia Deco, que recebeu quatro amarelos em nove partidas (0,44 cartões por jogo). Fred aparece na segunda posição, com seis amarelos em 16 jogos e média de 0,37 por partida. Mas o que mais chama atenção nas advertências do camisa 9 é o motivo. Cinco delas foram por reclamação com a arbitragem. Para não desfalcar mais o tricolor carioca no Brasileirão, Fred deve tentar se controlar mais e ouvir as recomendações do técnico Abel Braga. O lateral Bruno explica que o comandante sempre pede atenção para evitar advertências desnecessárias. “O Abel Braga cobra bastante o time para não levarmos esse tipo de cartão [por reclamação]. Ele pede bastante tranquilidade, para não entrar na provocação do adversário e tentar não reclamar. A gente tem que ser inteligente. Um detalhe pode mudar o campeonato”, disse o jogador do Fluminense. O último amarelo, que culminou na segunda suspensão do atacante no Brasileirão, foi na vitória por 2 a 0 contra a Portuguesa. Ele questionou uma falta não marcada por Jaílson Macedo Freitas e disse: “você é um cara de pau”. A suspensão custou a ausência na derrota do líder para o lanterna Atlético-GO, somente a segunda do Fluminense no Brasileirão. Apesar de admitir que precisa melhorar na parte disciplinar, Fred também questiona o nível dos árbitros no Brasileirão. “Estou trabalhando este controle. Não achei que foi falta minha, por isso eu desabafei na hora. A arbitragem é tema entre nós, jogadores. Em conversas, nós sabemos que os árbitros estão errando muito. As repetições de erros deixam todos nervosos. Na maioria das partidas, eles não deixam ninguém feliz, nenhuma das equipes envolvidas”, disse o atacante em entrevista ao Arena Sportv. Com Fred em campo e somente um jogador suspenso (o volante Edinho), o Fluminense enfrenta o Náutico neste sábado, às 18h30, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O time carioca é o líder do Brasileirão com 53 pontos, dois a mais do que Atlético-MG, que tem uma partida a menos.

Sessão realizada no ultimo dia 2 de agosto de 2012 pela ação impetrada pelo Oratório

Elcio Barbosa

Da Reportagem

A

Ação Judicial impetrada no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), denominada de Inanimada, manifestada pelo filiado da FAF, o Oratório Recreativo Clube (ORC), no ultimo dia 02 de agosto, teve um final importante para o andamento da decisão do 2º turno do Amapazão de 2012. Foram precisos exatos, 45 dias, até a sessão que definiu a Justiça Desportiva Amapaense finalmente em publicar um parecer informando a FAF que ela deveria marcar a nova data da partida do 2º turno do Campeonato Estadual de Futebol. Entretanto, a FAF decidiu realizar o jogo da decisão do 2º turno entre (Oratório x Santos) para o dia 29 de setembro de 2012, às 18 horas no Glicerão. Caso, o time do Santos vencer, o 2º turno, haverá duas partida para definir o campeão estadual. A primeira delas está

marcada para o dia 9, e a segunda partida para o dia 13 de outubro no Glicerão. O resultado do Acórdão procedido pelo Pleno do TJD julgou o processo 136.002.2012. Por maioria dos votos dos auditores presentes na sessão do dia 14 de setembro de 2012, ação julgada totalmente improcedente. Não reconhecimento da caracterização do w x 0 em favor do autor da ação, o Oratório Recreativo Clube. Inexistência da súmula. Inexistência do jogo. Processo extinto. Dê-se o Arquivamento do Processo. Que a Federação promova novas partidas das finais do Amapazão de 2012, com a maior brevidade possível. “O departamento técnico já tomou todas as medidas cabíveis que devem ser tomadas para a realização da partida da decisão do 2º turno, policiamento, estádio, ambulância, e equipe de apoio, hoje sai o quadro de arbitro da FAF para apitar a partida” falou Reginaldo Nobre, Diretor técni-

co da FAF. O Oratório disse que vai recorrer da ação no

STJ da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Rival de Anderson se vê como Rocky Balboa e admite estar “aterrorizado”

Gilson Kleina deixa a Ponte Preta e é o novo técnico do Palmeiras

S

tephan Bonnar é conhecido por ter sido protagonista de um combate que elevou o UFC e o MMA, quando fez a final do primeiro reality show The Ultimate Fighter. Na ocasião, em 2005, ele perdeu para Forrest Griffin em uma batalha sangrenta, mas ficou conhecido por sua garra. Agora, aos 35 anos, o norte-americano vive um período de declínio. Ele se considerava aposentado do esporte quando aceitou o desafio de encarar Anderson Silva e salvar o UFC Rio 3. Depois de tanto pedir um combate contra alguém de peso, ele conseguiu. Mas admite o papel de azarão. Em conferência telefônica com a imprensa brasileira, Bonnar admitiu que está aterrorizado em enfrentar o campeão Anderson, mas disse que isso servirá de motivação e espera sair dessa história como uma versão moderna de Rocky Balboa. “Esta história tem tudo para ser igual a um filme de Rocky Balboa. A junção de Rocky 1 com Rocky 4, quando o personagem de Stallone vai para a Rússia lutar na casa do Ivan Drago e é o azarão. Vou assistir muito Rocky para me motivar”, afirmou Bonnar, que vem de três vitórias na carreira e tem cartel de 15 triunfos e sete reveses. O norte-americano ainda respondeu sobre os motivos de aceitar um duelo desses. Ele já havia explicado que só voltaria ao octógono contra grandes lutadores, e admitiu que ter um

Gilson Kleina levou a Ponte de volta à Série A do Brasileiro

G

Ele se considerava aposentado do esporte quando aceitou o desafio de encarar Anderson Silva

rival do nível de Anderson é algo desconfortável. “Eu estou morrendo de medo”, disse Bonnar, que tira algo de positivo disso. “Mas o medo é um motivador. É isso o que preciso para pegar fogo na academia e dar meu máximo nessas três semanas. Até minha mãe e minha mulher não queriam que eu pegasse essa luta, acham que eu vou sair morto do Brasil (risos).” Bonnar admitiu que se vê como o maior azarão da história de uma luta principal no UFC, mas não descarta surpreender. “Quero

ser como Matt Serra (que venceu Georges St-Pierre em 2007 e se tornou campeão dos meio-médios). Ele chocou o mundo e se tornou campeão”, explicou o norte-americano, que no entanto descartou uma segunda luta com Anderson, valendo o cinturão dos médios, caso vença este duelo no peso meio-pesado. O rival do Spider disse ainda que tem um prazer especial em lutar no Rio de Janeiro. Ele foi treinado por Carlson Gracie, lenda do jiu-jítsu, e guarda um carinho pela cidade brasileira.

Hoje, o norte-americano segue tendo instruções de um brasileiro em sua luta de chão, com Sergio Penha. Stephan Bonnar ainda falou sobre o convite surpresa para enfrentar o Spider. Primeiramente, ele teve oferecido um combate contra Glover Teixeira, também no UFC Rio, já que Rampage, o rival original, se machucou. “Meu empresário veio me perguntar se eu enfrentaria Glover, mas ele sabe que eu só quero grandes lutas. Tentei Forrest e Rampage, e Dana não me deu”, contou.

ilson Kleina é o novo técnico do Palmeiras. Após uma reunião ontem, o treinador acertou a sua saída da Ponte Preta e seguiu para Itu, onde o time da capital está concentrado para o duelo de sábado contra o Figueirense, às 18h30. O presidente Arnaldo Tirone confirmou a contratação e Kleina assinará até dezembro de 2013. A Ponte agora exigirá que o Verdão pague a multa rescisória. O vínculo de Kleina terminava em dezembro. Com o assédio palmeirense, a diretoria ofereceu uma renovação até dezembro de 2013, porém ele não aceitou. O valor da multa gira em torno de R$ 300 mil. “Não estou abandonando a Ponte, sempre agi com lisura. Assim como decidi vir par a Ponte, que me fez um vencedor e cresci junto com o time, chega um momento em que preciso dar um salto, seguir caminho”, comentou o treinador, segundo

comunicado oficial do clube campineiro. Os auxiliares Jair e Juninho, o preparador físico Fabiano Xhá e o de goleiros Palha também saíram. O técnico paranaense tem 44 anos e assumiu o comando da Macaca em 2011, quando levou a equipe do interior do Estado de volta à primeira divisão do Brasileiro. No Campeonato Paulista, a Ponte chegou até a semifinal, quando perdeu para o rival Guarani. “Não temos um plano B, porque para nós só existia o plano A. O Gilson Kleina era o nosso técnico até dezembro de 2012 pelo menos. Agora vamos planejar o que fazer e ir ao mercado com calma”, observou Márcio Della Volpe, presidente da Ponte Preta. Sem Felipão desde a última quinta-feira, o Palmeiras vive uma grave crise e está seriamente ameaçado de rebaixamento, na 19ª colocação, com 20 pontos, oito atrás do Flamengo, primeiro acima da zona da degola.


JD

Esporte

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br DIVULGAÇÃO

Cleber Santana (centro) e Renato Santos, enfim, são reforços do Flamengo no Brasileiro

Flamengo muda forma de pagamento, evita fracasso e acerta com dupla do Avaí

Enquanto isso...

Ciclista espanhol morre ao ser atropelado por carro durante treinamento O ciclista espanhol Víctor Cabedo, da equipe Euskaltel, morreu ontem, depois de ser atropelado por um carro enquanto treinava na cidade de Almedijar, na Espanha. O manager da equipe, Miguel Madariaga, confirmou a morte do atleta, que aconteceu por volta de 14h (horário local). O acidente aconteceu no quilômetro 10,2 da estrada CV200, no trecho entre Almedijar e Aín. Cabedo foi atingido por um carro e caiu em um barranco, segundo bombeiros que fizeram o resgate do corpo. O ciclista, de 23 anos, estreou como profissional no ano passado e se transferiu neste ano para a equipe basca. Seu principal resultado foi a vitória em uma das etapas da Volta das Astúrias em 2011. ............................................................................

Flamengo amargou ontem a marca de um mês sem vitórias no Campeonato Brasileiro. E o jejum que já dura sete jogos provocou uma queda livre na tabela

O

Flamengo conseguiu evitar o fracasso na negociação com Cleber Santana e Renato Santos, jogadores do Avaí. O clube fechou o acordo para contratar a dupla após mudar o formato de pagamento ao clube catarinense. Ao invés de liberar três jogadores em um troca-troca, o Rubro-Negro acertou uma compensação financeira maior ao Avaí – além de Thiago Medeiros – para garantir os reforços. As contratações ficaram

em risco após Hernane e Negueba rejeitarem o empréstimo ao Avaí. Apenas Thiago Medeiros aceitou entrar na negociação. Para sacramentar o acordo com o clube de Santa Catarina, o Flamengo ainda colocou o jovem Erick Flores no pacote. Novos jogadores do Flamengo, Cleber Santana e Renato Santos se organizam para apresentação. O meia está em Santa Catarina fechando detalhes de sua mudança para o Rio de Janei-

ro. O zagueiro apareceu no Ninho do Urubu ontem e realiza exames médicos. O Flamengo também precisa correr para regularizar a dupla, já que o período de inscrições para o Campeonato Brasileiro se encerra na sexta-feira. A ideia do Flamengo é colocar os dois jogadores à disposição do técnico Dorival Júnior já para a próxima rodada do Brasileiro, neste fim de semana. Ainda lutando para se afastar da zona do rebaixamento, o

Flamengo encara o Atlético-GO no domingo. A situação física de Renato Santos, porém, deve atrapalhar os planos do Flamengo em reforçar a zaga imediatamente. Ele sofreu uma lesão no última partida que disputou pelo Avaí. Na manhã de ontem, Negueba não foi visto no campo durante treinamento comandado por Dorival Junior. O atacante Hernane treinou normalmente no centro de treinamento Ninho do Urubu.

Danilo renova contrato com o Corinthians e fica até agosto de 2014 no time

O

meia Danilo acertou ontem a renovação de contrato com o Corinthians. O jogador tinha vínculo até o fim da temporada, mas terá o acordo estendido até agosto de 2014. O contrato ainda não foi assinado. “Já está acertado. O Corinthians deve anunciar em breve. O Danilo queria continuar no clube, ele está muito bem lá e o Corinthians também queria a manutenção do jogador. Ainda falta entregar umas papeladas, mas o mais importante é que o contrato até agosto de 2014 está acertado”, disse o empresário do meia, GIlmar Rinaldi, a reportagem. O jogador de 33 anos foi decisivo na conquista da Libertadores. Ele foi o se-

Brasil enfrenta EUA fora de casa na volta à primeira divisão da Copa Davis O Brasil não levou sorte no sorteio dos confrontos da primeira rodada do Grupo Mundial da Copa Davis. Depois de voltar à elite da competição após nove anos, a equipe brasileira vai estrear contra os Estados Unidos, fora de casa, entre os dias 1 e 3 de fevereiro de 2013. A equipe norte-americana é a maior vencedora da história da Copa Davis, com 32 títulos, o último em 2007. Chegou às semifinais do Grupo Mundial neste ano, e só perdeu para a Espanha no último fim de semana. Os Estados Unidos contam com o número 10 do mundo John Isner e com a principal dupla do circuito, formada pelos irmãos Bob e Mike Bryan. Brasil e Estados Unidos já se enfrentaram quatro vezes em Copa Davis, e o time brasileiro venceu apenas uma vez, em confronto válido pelo Zonal Americano em 1966, em Porto Alegre, quando Thomaz Koch ainda jogava. No último duelo, os norte-americanos enfrentaram Guga, Meligeni e Jaime Oncins em Ribeirão Preto em 1997 e levaram a melhor pela primeira rodada do Grupo Mundial. “Confronto bastante duro, mas acredito que, se nos prepararmos bem novamente, podemos surpreendê-los”, avaliou o capitão brasileiro João Zwetsch. A dupla brasileira Marcelo Melo e Bruno Soares já derrotou os temidos irmãos Bryan em julho do ano passado, na quadra dura de Washington. Thomaz Bellucci também já superou o “gigante” Isner em 2010, no saibro de Roma, mas perdeu um ano antes no challenger de Auckland em piso rápido. “Sonho de consumo” entre os cabeças-de-chave que poderiam enfrentar os brasileiros na Davis, o Cazaquistão foi sorteado para enfrentar a Áustria. Já a Croácia, que teria de viajar ao Brasil e era tida como um adversário menos difícil, vai pegar a Itália fora de casa. ............................................................................

Danilo domina a bola durante a vitória do Corinthians por 3 a 1 sobre o Grêmio

gundo artilheiro do time no torneio continental, com quatro gols. Emerson Sheik fez cinco gols. Danilo marcou o gol de empate do Corinthians contra o Santos, no Pacaembu, gol que classificou a equipe do Parque São Jorge para

as finais da Libertadores. Após firmar novo acordo com Danilo, o Corinthians tem como próxima meta estender o vínculo do técnico Tite por mais uma temporada. O treinador destacou nesta quarta-feira que o assunto não deve-

rá se prolongar. “O planejamento já está todo esboçado, com datas. Vamos planejar. Os dois lados têm interesse. É só sentar e alinhavar”, revelou. O vínculo atual do técnico com o Corinthians vence no fim do ano.

Jones vê lição em acidente bêbado e prega respeito contra ‘lenda’ Belfort no UFC 152 Não é fácil ser campeão do UFC. Fora as “pedreiras” pela frente para defender o cinturão, um lutador como o meio-pesado Jon Jones precisa trabalhar muito fora do octógono, ainda mais se sonhar atingir o patamar de ídolos como Michael Jordan e Tiger Woods, como o próprio norte-americano já falou. Antes de encarar Vitor Belfort no UFC 152, neste sábado em Toronto (CAN), Jones sentiu na pele esse desafio e sofreu dois grandes baques: foi detido embrigado após causar um acidente de trânsito e acabou levando a culpa pelo cancelamento da edição 151. O primeiro caso foi em maio, em Nova York. Na madrugada de um sábado, ele foi de encontro a um poste com seu Bentley, dando perda total do veículo. Por conta disso, teve de cumprir um programa de reabilitação pelo problema com alcoolismo e se livrou de cumprir um tempo atrás das grades.

Santos sinaliza acordo com SP, mas diz que impasse com a DIS atrapalha saída de Ganso

O

Santos emitiu uma nota oficial, ontem, dizendo que a nova proposta do São Paulo atende aos interesses do clube. Agora, no entanto, diz que o que impede a negociação é um impasse com a DIS, que tem parte dos direitos econômicos do jogador e pretende ajudar os dirigentes tricolores na transferência. “Os assessores jurídicos do Santos FC não recomendam a negociação enquanto houver pendências na Justiça envolvendo parte dos direitos econômicos do atleta junto à empresa DIS. Esta situação é de conhecimento do São Paulo FC”, escreveu o Santos , que disse que a nova proposta do São Paulo atendeu os interesses do

clube do ponto de vista financeiro. A pendência em questão se refere a uma disputa que as partes travam pelos direitos econômicos de um pacote de atletas santistas cujos direitos econômicos foram vendidos à DIS ainda na gestão Marcelo Teixeira. Entre eles estão o atacante André, o volante Wesley e o meia Ganso. Quando os dois primeiros foram vendidos em 2010, o Santos usou o processo como argumento para não repassar à DIS os valores devidos , cerca de R$ 8 milhões. Agora, a diretoria tenta fazer com que parte deste valor seja abatido com a saída de Ganso. Como a investidora vai ajudar o São Paulo com

Novela sobre o futuro Paulo Henrique Ganso segue na pauta de Santos, São Paulo e DIS

R$ 7,5 milhões dos R$ 23,9 milhões que serão usados na compra do meia, ela não está disposta a ceder

ao pedido do Santos. O clube da Vila Belmiro tenta se resguardar politicamente de uma futura co-

brança do Conselho Deliberativo, que se recorda da promessa dos cartolas de que só cederiam

Ganso pelo valor total da multa (R$ 53 milhões, somando as partes que cabem ao Santos e à DIS).


JD

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

A8


CadernoB

DiaDia Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Editor: Fabrício Costa- fabriciocosta@jdia.com.br

Caducidade da CEA pode comprometer empregos na empresa, dizem urbanitários Hoje, a Companhia deve mais de R$ 2 bilhões e ainda pode acumular mais prejuízos com a atual situação

O

presidente do Sindicato dos Urbanitários do Amapá (STIUAP), Audrey Cardoso, afirmou ontem que a categoria está insegura quanto a aplicação da caducidade ou da intervenção da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) pelo Ministério de Minas e Energia (MME). O temor surgiu após o ofício encaminhado à bancada federal, pelo ministro Edson Lobão, mostrando preocupação quanto a demora e a inércia do governo do Estado para discutir soluções para a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). “Nessa situação vamos ficar sem pai e sem mãe, à deriva e sem uma definição”, disse Cardoso. De acordo com o sindicalista, o governo do Estado vai acumular mais divida. Atualmente a CEA deve mais de R$ 2 bilhões. Audrey reforça que a permanente inadimplência e o não atendimento aos padrões requeridos pelas normas de regulação e fiscalização à concessão do serviço público de distribuição de energia vai prejudicar diretamente a população. “Com isso vai ter um novo concessionário que será privado, que visa lucro, então a popula-

HEVERTON MENDES

ção vai pagar caro pela energia com uma nova empresa”, comentou. Encontro Na tarde da última terça-feira (18), a categoria se reuniu com opresidente da Companhia, José Ramalho, para discutir sobre o futuro da classe. Durante o encontro, o presidente da CEA informou que o governador Camilo Capiberibe (PSB) teria assegurado que o ministro Edson Lobão, se comprometeu para a próxima terça-feira (25), uma reunião para selar a assinatura do protocolo de intenção. De acordo com Audrey, a mesma proposta foi marcada no último dia 27 de junho, porém, nada aconteceu. No decorrer do encontro, o presidente José Ramalho pediu para a categoria a suspensão das negociações do acordo coletivo da categoria. “Ele pediu isso por conta do processo de federalização. Consideramos isso foi uma ofensa. Se ele não tem autonomia para assinar um acordo coletivo de trabalho em relação aos trabalhadores, ele não pode ter autonomia para assinar nenhuma licitação e nem reajustar salários dos contratos”, comentou.

Urbanitários durante movimento grevista na capital amapaense; futuro da Companhia de Eletricidade do Amapá preocupa a categoria

Após a reunião, a categoria inicia na próxima segunda-feira (24), uma vigília em frente da sede da CEA, esperando informações a respeito da assinatura do protocolo. Caso o contrário, o STIUAP vai realizar uma assembleia para decidir sobre uma possível paralisação.

Venda do patrimônio Informações garantem que a direção está preparando a venda do patrimônio da Companhia. Audrey afirma que a área localizada na AERC e as residências de antigos funcionários estão a venda para uma grande empresa de construção. Para

o presidente dos Urbanitários, as negociações vão reduzir o patrimônio da empresa, ou seja, vão diminuir os ativos existentes. Segundo informações extra oficiais, o valor das negociações não ultrapassa a R$ 5 milhões e que, uma empresa da área de construção civil local seria

a compradora. “Eles vão aumentar o prejuízo da empresa, o resultado do balanço vai aparecer como prejuízo, mas tudo isso estamos buscando informações sobre essa transação que só vai aumentar ainda mais a divida da Companhia”, informou Audrey.

Governo quer investir R$ 25 milhões diante da demanda de R$ 400 milhões para interligar sistema elétrico do AP, diz sindicato

D

urante o encontro ocorrido na tarde da última terça-feira (18), Audrey Cardoso disse que o presidente da CEA, José Ramalho, afirmou que o governo estadual pretende tirar R$ 25 milhões do Tesouro Estadual para a realização da interligação do sistema nacional. Segundo Audrey, o recurso fica muito abaixo do ideal, estipulado em R$ 400 milhões. “Isso não é nada, vão fazer alguns remendos, alguns arranjos, e mais, vão fazer uma propaganda para nada. A verdade é que não tem investimento para esse tipo de serviço”, justificou Audrey.

Já em agosto deste ano, a Secretaria de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia realizou uma reunião com representantes da Eletrobrás e Eletronorte. O ofício diz que os representantes da CEA foram convidados, mas não compareceram no evento. Dessa forma, a discussão do assunto não avançou uma vez que a Companhia de Eletricidade do Amapá era a mais interessada e não esteve presente. Um ofício foi encaminhado ao governador do Estado, Camilo Capiberibe (PSB) recomendando adoção imediata de medidas visando solucionar a ques-

tão. “Parece que há uma negociação nos bastidores, não entendemos porque o GEA não resolve de uma vez essa situação, esta parecendo proposital as coisas acontecer desta forma. Queremos saber se já existe uma empresa por trás da negociação ou se o negócio já está fechado. A CEA é uma caixa preta”, concluiu o presidente do STIUAP. Cabe destacar que todas as concessionárias de serviço público de energia elétrica estão submetidas à Medida Provisória 577, de agosto de 2012, que dispõe sobre a extinção das concessões.

HEVERTON MENDES

R$ 25 milhões em investimentos não é nada diante das necessidades da CEA, diz sindicalista

Amapá não adere à greve nacional dos Correios CINTHYA PEIXE Da Redação

O

s empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) em todo o país entraram ontem em greve por prazo indeterminado. No Amapá a categoria não aderiu a greve e os serviços funcionaram normalmente durante todo o dia. A assessoria de comunicação dos Correios no Amapá informou que até ontem não houve nenhuma movimentação dos funcionários no sentido de paralisação e que por enquanto a população pode ficar tranquila, já que não será prejudicada. “No Amapá todos os serviços e atendimentos continuam normais”, declarou. Já aprovaram paralisação os empregados dos

Correios em Alagoas, no Amazonas, Ceará, Distrito Federal, em Goiás, Mato Grosso, na Paraíba, no Paraná, em Pernambuco, no Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e no Tocantins. Em Minas Gerais e no Pará, a categoria já havia iniciado a greve na semana passada. Esse número, no entanto, pode aumentar nos próximos dias. Até o dia 25, dez dos 35 sindicatos da categoria espalhados pelo país farão assembleias. Bahia, Espírito Santo, Acre, Mato Grosso do Sul e Roraima devem decidir pela paralisação. Reivindicações A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) – sindicato nacional da categoria – quer 43,7%

de reajuste salarial, 200 reais de aumento linear e piso de 2,5 mil. Quatro sindicatos que se desfiliaram da federação (São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins e Bauru) reivindicam 5,2% de reajuste, 5% de aumento real e aumento linear de 100 reais. Carteiros, atendentes comerciais e operadores de triagem e transbordo têm salário-base de 942 reais. A empresa oferece somente 5,2% de reajuste e afirma que o índice garante o poder de compra e repõe perdas com a inflação. “Uma paralisação traz prejuízos financeiros e de imagem para a empresa, para a sociedade e para o próprio trabalhador”, declarou a direção dos Correios em seu blog institucional. Os Correios têm mais de 115.00 funcionários. Os trabalhadores da empresa

HEVERTON MENDES

Atendimento nas agências dos Correios será feito normalmente sem nenhuma alteração com greve nacional

entregam, por dia, cerca de 33,9 milhões de objetos simples, cerca de 830.000 cartas registradas e 835.000 encomendas. A

empresa garante ter um plano de contingência para manter os serviços. Para isso, pretende relocar empregados das áreas

administrativas, contratar trabalhadores temporários e realizar de horas extras e mutirões nos finais de semana.


Geral

JD

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

B2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Recuperação do investimento total no Cruzeiro do Sul só em agosto de 2013 Élcio Ferreira, da Amprev, declarou que expectativa é que até agosto de 2013 seja recuperado todo o dinheiro investido CINTHYA PEIXE Da Redação

É

lcio Ferreira, presidente da Amapá Previdência (Amprev), declarou ontem ao Jornal do Dia que a expectativa é que até agosto de 2013 seja recuperado todo o dinheiro investido no Banco Cruzeiro do Sul, que teve sua liquidação extrajudicial decretada no último dia 14. O presidente falou que a Amprev tinha investido exatamente R$ 65.030.972 milhões e que até o momento já conseguiu recuperar R$55.778.987,68 milhões. “Já resgatamos 85,78% do valor investido e esperamos que até agosto de 2013 todo o valor seja resgatado pelo Amprev”, relatou. Ele disse ainda que todo mês, entre os dias 7 e 10, a Amprev recupera uma quantia em dinheiro e, além disso, o rendimento será de aproximadamente 10 milhões, 15% há mais do que o previsto. Foi anunciado, que dentre as prioridades de pagamento estão os correntistas com o aval no Fundo Garantidor de Crédito

(FGC), que no caso do Amapá, sendo que o que valor está limitado a R$70 mil. O que ultrapassar esse limite fica para a quitação no processo de quitação se houve ativo suficiente, entretanto Élcio declarou que isto não irá acontecer. “A liquidação do Banco Cruzeiro do Sul não afeta os fundos, porque eles não fazem parte do patrimônio do Banco. Os fundos estão em regime de caixa, ou seja, todos os cotistas receberão seus direitos integrais contratuais”, disse o presidente da Amprev. Élcio informou que os contribuintes da Amprev e seus 130 aposentados e 840 pensionistas, não devem se preocupar visto que os fundos de investimentos são regidos pela Resolução 3922 do Conselho Monetário Nacional (CMN) e pela Instrução Normativa 356 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Sendo assim, os recursos aplicados nos fundos de investimentos têm garantia diferenciada do dinheiro que é movimentado em contas-correntes e cadernetas de poupança.

HEVERTON MENDES

Élcio Ferreira, presidente da Amapá Previdência (Amprev): 85,78% do valor investido já resgatado e restante podendo acontecer até agosto de 2013

Intervenção Em junho deste ano, o Banco Central anunciou a intervenção no Banco Cruzeiro do Sul, através de Regime de Administração Especial Temporária (RAET), pelo prazo de 180 dias que

encerrou na última quinta-feira (13). Com sede na cidade de São Paulo, o Banco sofreu intervenção em função do descumprimento de normas aplicáveis ao sistema financeiro e da verificação de insubsistência em itens

do ativo. Esta semana, as negociações com o Santander (SANB11) para a compra do Banco Cruzeiro do Sul não avançaram diante da cobrança pelo banco espanhol de garantias que impediram um acordo para a

venda da instituição. O plano de recuperação do banco Cruzeiro do Sul, que tinha um rombo de R$ 2,237 bilhões até a intervenção ocorrida em junho, previa, além da reestruturação da dívida, a venda da instituição.

Alvará para regularização do Loteamento Boné Azul deve ser emitido hoje

A

entrega do alvará para regularização do Loteamento Boné Azul deve ocorrer ainda hoje (20), pelo menos foi o que informou o secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional de Macapá (SEMDUH), Carlos Henrique Nery. O projeto de urbanização, regularização e a emissão definitiva de títulos de lotes no Amapá, fazem parte do Programa Lote Legal desenvolvido pelo Governo do Estado, mas o avanço do projeto estaria enfrentando burocracia por parte da Prefeitura. Na semana passada, o JD publicou reportagem sobre os problemas que atingem moradores do Loteamento Boné Azul. Segundo eles, a titularização definitiva das áreas ainda não ocorreu, em função de burocracia por parte do município. De acordo com informações dos moradores do Boné Azul, o planeja-

mento para regularização de áreas na Zona Norte, foi promovido no ano passado, mas até agora nenhuma visita a área teria sido realizada. O presidente do Instituto do Meio Ambiente (IMAP), Mauricio de Souza, explicou que houve uma preparação do projeto no início do ano, com a demarcação do loteamento, georeferenciamento, identificação das quadras e definição de arruamento. Em seguida, foi protocolado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (SEMDUH), a solicitação para emissão do alvará de projeto do Loteamento Boné Azul, mas o processo não estaria avançando. “Reforçamos a importância do Programa, que é de interesse social e que não pode ser tratado como interesse particular. Somente depois de uma pressão dos moradores, nós recebemos no final de junho do município um

boleto para pagar a taxa de Alvará”, disse Maurício Souza. Ainda segundo o presidente, o pagamento do alvará teria ocorrido no dia 3 de agosto e uma reunião seria promovida com os moradores para incentivar a cobrança e finalmente dar andamento ao projeto. Sobre o assunto, o secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional de Macapá esclareceu que o pagamento ocorreu no dia 14 de agosto e não no dia 3 como alegou o presidente do IMAP. Carlos Henrique Nery ainda explicou que não existe burocracia por parte da Prefeitura, e que os técnicos apenas atuam com cautela, no sentido de resolver pendências existentes para dar andamento ao processo. “Como qualquer regularização, nós temos procedimentos a obedecer. Desde a data em que foi dado entrada no proces-

HEVERTON MENDES

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano garantiu prazo para entrega de alvará

so, ele vem tramitando e nós estamos sempre solicitando algum documento que esteja faltando” informou o secretário. Todo trabalho está sendo feito diretamente com a empresa contratada para atuar nesse Progra-

ma. “É bom esclarecer que o Imap não está tratando diretamente sobre o assunto, visto que existe uma empresa que foi contratada para fazer esse trabalho de regularização e todas as considerações que nós fazemos é

com esta empresa” completou Nery. O secretário garantiu que nesta quinta-feira (20), o alvará deve ser emitido, e a licença poderá ser recolhida pelo Instituto do Meio Ambiente (IMAP).

Ministério Público acusa novo rombo na Assembleia de R$ 4 milhões

O

Ministério Público acusa a Assembleia Legislativa de envolvimento em um suposto esquema de desvio de R$ 4 milhões com a empresa Tapajós Agencia de Viagens e Turismo (Ecotur). As informações foram repassadas ontem, durante coletiva de imprensa e os dados são provenientes do Inquérito Civil Público n° 045/2012 da Promotoria de Defesa do Patrimônio Cultural e Público de Macapá (Prodemap). O promotor Flávio Cavalcante foi quem explicou todo o esquema de desvio de dinheiro, que teria acontecido nos anos de 2011 e 2012. “No dia 23 de março de 2011, em caráter emergencial se contratou a empresa Tapajós. Foi apresentada uma justifica que foi insuficiente para embasar um contrato emergencial de tamanha

magnitude, já que os deputados já possuem verba indenizatória destinada para este tipo de serviço. Do valor total de R$ 5.070 milhões destinado à Tapajós, foram desviados aproximadamente R$ 4 milhões. O MP solicitou informações das empresas TAM e Gol, para saber ao certo quantos bilhetes haviam sido emitidos pela empresa e a resposta foi pouco mais de R$1 milhão. Logo após os pagamentos, Maria Orenilza, proprietária da empresa Tapajós, é acusada de realizar saques altíssimos na boca do caixa, totalizando R$3.577 milhões. Em um primeiro momento quando perguntada, Maria disse que vendia entre R$300 e R$400 mil por mês de passagens para a AL e depois reservou-se no direito de permanecer em silêncio.

Outras investigações O Ministério Público constantemente está ofertando denúncias contra a Assembleia Legislativa. Porém, quando perguntado sobre as demais denúncias de corrupção envolvendo outros Poderes, como por exemplo o governo do Estado que recentemente foi alvo de investigação da Justiça Eleitoral e da Polícia Federal, a procuradora Ivana Cei disse que há várias esferas de investigações, mas que o grupo de investigação é pequeno. “Sim, nós estamos realizando várias investigações, tanto do Governo como da Prefeitura. O que ocorre é que nós somos um grupo pequeno de Procuradores de Justiça, então nosso contingente é muito pequeno em comparação ao quantitativo de investigações”, comentou Ivana.

HEVERTON MENDES

O MP reunido com a imprensa ontem. Abaixo, o promotor Flávio e a procuradora Ivana Cei


JD

Geral

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Greve do Judiciário completa uma semana sem negociações entre GEA e serventuários A única reivindicação da categoria é o aumento de 10% no salário dos servidores que deve ser dado pelo governo

C

ompletou ontem, uma semana de greve dos serventuários da Justiça do Amapá. Segundo o presidente do Sindicato, Jocinildo Moura, até o momento o governo do Estado não iniciou nenhum tipo de negociação com a categoria. A categoria pede reajuste de 8% que foi repassado pelo governo do Estado aos servidores públicos, mas que não atingiu o Judiciário. A paralisação foi votada no último dia 5, em assembleia geral do Sindicato dos Serventuários da Justiça do Estado do Amapá (Sinjap), que após enviar dois ofícios ao Palácio do Setentrião sem respostas, resolveu instalar o estado de greve. “A nossa categoria teve muita paciência esse ano em relação à negociação salarial. Conseguimos sentar à mesa de negociação com o Mario Gurtyev, presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, onde foi negociado um percentual de 10% de aumento, sendo 8% do reajuste do governo mais 2% que seria repassado elo TJAP”, explicou Jocinildo Batista,

HEVERTON MENDES

presidente do Sinjap. Porém o repasse do governo não ocorreu, assim como no ano passado, quando a categoria optou pela greve. Segundo Jocinildo, o sindicato já procurou por três vezes abrir negociação com o governo, porém não obteve resposta em nenhuma delas. “Por conta disso, após três assembleias a categoria decidiu pelo movimento grevista” finalizou. Reajuste A única reivindicação da categoria é o aumento de 10% no salário dos servidores. Para Jocinildo, a categoria estava esperando o aumento de 8% que foi repassado pelo Governo a todos os servidores públicos estaduais, e foi solicitado mais 2%. “O que totaliza um aumento de 10%, acordo que já havia sido discutido com o Judiciário e aceito pelo setor. Porém, o pagamento já com reajuste só iria acontecer após o governo repassar esse aumento, o que não aconteceu”, disse Jocinildo. “Assim como em 2011, ficamos de fora do reajuste do Governo, pau-

Segundo Jocinildo, o sindicato já procurou por três vezes abrir negociação com o governo, mas não obteve resposta. A greve continua

ta que foi transformada nessa paralização. Caso nenhuma resposta chegue até o final do dia de hoje, a categoria já votará à im-

plementação da greve, que pelos meios legais deve iniciar 72 horas após a deflagração”, concluiu o presidente do sindicato.

Segundo o Sinjap, uma ação judicial foi impetrada contra o governo estadual, iniciativa tomada também em 2011. Até o momento

o GEA ainda não se pronunciou a respeito do assunto e, não anunciou nenhuma negociação com a categoria.

Projeto Red Bull Latitude Zero promete emoção e alegria aos amapaenses

A

linha imaginária do Equador se transforma em palco para realização do Projeto Red Bull Latitude Zero, que acontecerá na manhã deste sábado, 22, em frente ao Monumento Marco Zero do Equador. O evento é realizado pelo Governo do Estado do Amapá (GEA), em parceria com a empresa Red Bull, e faz parte da programação do Equinócio da Primavera, realizado no período de 19 a 23 de setembro. O Red Bull Latitude Zero é um jogo de vôlei em formato único, e possibilitará a disputa de duplas femininas e masculinas internacionais e nacionais de vôlei representando os hemisférios Norte e Sul. É importante ressaltar que o formato

da disputa não é a mesma de uma partida normal de vôlei de praia. O jogo acontece em formato de enduro, com uma hora e meia de duração. Nos primeiros vinte minutos, duas duplas femininas se enfrentam. Em seguida, é a vez das duplas masculinas por vinte e cinco minutos. Mas, a decisão acontece nos quarenta e cinco minutos finais, quando os times se unem em quartetos. A equipe do hemisfério Sul será composta por Tamsin Hinchley, Maria Clara, Ricardo e Bruno Schmidt e terão como competidores a equipe do Norte, composta por Rogers, Dallhauser, Maria e Vicky. O evento é voltado ao público esportivo e população em geral.

GEA/ASCOM

Projeto Red Bull Latitude Zero, vai acontecer na manhã deste sábado, 22, em frente ao Monumento Marco Zero do Equador

Alunos vão ao meio do mundo conhecer um dos principais pontos turísticos do país

I

niciou ontem (19), no Monumento Marco Zero do Equador, a programação do “Equinócio da Primavera - Astronomia no Meio do Mundo”. Por meio do projeto “A Escola vai ao Meio do Mundo”, estudantes, acadêmicos, professores e visitantes participam da programação, que se estenderá até o dia 23 de setembro. O evento está sendo realizado pelo Governo do Amapá, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), em parceria com outras secretárias. Durante três dias, 19, 20 e 21 de setembro, estarão acontecendo atividades do projeto “A Escola vai ao Meio do Mundo”, que tem como objetivo aproximar os alunos para conhecerem de perto um dos principais pontos turísticos do Brasil, tal como sua função. De acordo com a coordenadora do evento, Patrícia Cunha, 24 escolas de Macapá e Santana participam da programação. “Estamos dando todo apoio logístico, como lanche, transporte e guiamento. Os alunos e professores estão sendo acompanhados e guiados

durante a visita ao Monumento Marco Zero do Equador”, explica a coordenadora. Neste primeiro dia de programação, os estudantes do 1° ao 5° ano da Escola Estadual Professora Nilton Balieiro Machado, Escola Estadual Mário David Andreazza, Escola Estadual Professor Antônio Castro Monteiro e Escola Estadual Professora Josefa Jucileide A. Colares marcaram presença no Monumento Marco Zero para conferir e apreciar as atividades. Eles puderam conhecer de perto como funciona a vivência científica do universo. Uma das atrações que chamaram muito atenção dos alunos e visitantes foi o planetário de São Paulo, onde faz uma simulação para mostrar uma projeção sobre as estrelas e planetas, em que reproduz uma viagem ao espaço. A aluna Vitória Andrade, do 5º ano da Escola Estadual Josefa Jucileide A. Colares, experimentou a sensação e pôde constatar que realmente é uma viagem ao sistema solar. “Foi muito bom e gostei.

GEA/ASCOM

Programação do “Equinócio da Primavera - Astronomia no Meio do Mundo” contará com a presença de alunos da rede estadual de ensino

Tive a emoção de sentir que estava realmente nas nuvens, hora parece que estamos em pé, outra hora sentada e hora deitada. Vozes pareciam relatando o naosso planeta”, diz emocionada. A pedagoga Lucivânia Mira, da Escola Estadual Castro Alves, relatou a im-

portância da experiência que os alunos estão tendo por meio do projeto. “Os estudantes puderam aprender um pouco a questão dos planetas, do cortiço da primavera, o alinhamento do sol, além das aulas práticas que estão tendo sobre ciência”, ressalta a pedagoga.

Durante toda programação do “Equinócio da Primavera - Astronomia no Meio do Mundo”, acontece no turno da noite apresentações culturais como performance poética com Suzane Brazão, às 21h; apresentações do Grupo de Dança Zimba, às 21h30; e às 22h, apresentação de

voz e violão com Laudy Santarém, além de apresentação do Fórum Estadual de Turismo. A programação acontece durante 5 dias, de quarta a sábado, das 8h às 00h, sem intervalo. No domingo, 23, será apenas durante o dia, até às 19h, com encerramento.


JD

DiaDia

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

União, Estado e Município não chegam a acordo quanto ao sítio aeroportuário

Enquanto nada é resolvido, conclusão da rodovia norte-sul ajudaria a desafogar trânsito e evitar futuras invasões

A

reunião marcada para ontem (19), para assinar um termo de acordo para pacificar as pendências em relação ao Sítio Aeroportuário, não foi bem sucedida. Após um ano e meio de negociações, União, Estado e Município não chegaram a um ponto pacífico. Participaram da reunião o Ministro da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt; o Governador do Amapá, Camilo Capiberibe; os parlamentares Bala Rocha (PDT/AP), João Capiberibe (PSB/AP) e Janete Capiberibe (PSB/AP), além de Alberto Góes, representando a Prefeitura de Macapá Embora os entendimentos referentes ao Bairro Alvorada tenham sidos resolvidos – as cerca de 900 famílias seriam transferidas para um conjunto habitacional construído pelo Governo do Amapá, um novo embróglio surgiu: a área do bairro do Pacoval seria de propriedade da União e também seria objeto de

HEVERTON MENDES

negociação. Já a Prefeiruta de Macapá não concorda com as possíveis sanções em caso de descumprimento do acordo. Todavia, um ponto em comum foi defendido pelos membros da bancada e do poder executivo amapaense: enquanto a situação do Pacoval não for resolvida, a resolução do Bairro Alvorada é vital para a construção da rodovia norte-sul, fundamental para desafogar o tráfego da capital e melhorar a qualidade de vida da população. A rodovia serviria para formar um cinturão em volta ao sítio, evitando possíveis invasões. Aeroporto Ao final da reunião, o ministro adiantou ao Deputado Bala Rocha que o MOP (Módulo Operacional), que oferece a mesma funcionalidade e comodidade dos terminais convencionais, deverá começar a ser implementado em até 30 dias.

Outra problemática é o aeroporto de Macapá, implementação do Módulo Operacional, ajudaria na operacionalidade dos terminais no local

Gestão do programa Amapá Terra Legal fixa data para audiência pública em Macapá

D

epois de percorrer 11 dos 16 municípios amapaenses, os técnicos que compões a Unidade Gestora de Projetos (UGP) do programa Amapá Terra Legal cumprem a fase preparatória de divulgação e cadastramento do programa. Na tarde de ontem (19), a equipe da UGP reuniu-se com gestores, governantes e sociedade civil para estipular a data da audiência pública com a finalidade de regularização fundiária no município de Macapá. O encontro aconteceu no auditório da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan), a qual é executora do convênio firmado com a União, por meio da UGP, que compõe o programa estadual de regularização fundiária denominado Amapá Terra Legal.

De acordo com o coordenador da UGP, George Arnaud Tork, as audiências públicas visam informar os posseiros sobre execução do convênio e tirar dúvidas quanto ao processo de regularização fundiária. “Hoje, nós concluímos a fase de marcação das audiências públicas. Em Macapá, a data ficou estipulada para o dia oito de novembro, após o período eleitoral em segundo turno. Na próxima etapa faremos o levantamento de posse (cadastramento) em todos os 11 municípios contemplados pelo convênio”, explica. O coordenador estima que a entrega dos títulos de posse das glebas deverão ser entregues até o final do primeiro semestre de 2013. O convênio Amapá Terra Legal objetiva legalizar 2.500 posses de terrenos ocupados em

terras públicas estaduais, que correspondem, segundo o Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap), a 11% de todo território amapaense. O Amapá Terra Legal é efetivado em parceria com o Imap, Instituto Estadual de Florestas (IEF), Instituto do Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural (SDR). Datas das Audiências Públicas 16/10 - Calçoene; 17/10 - Amapá; 18/10 - Pracuúba; 19/10 - Tartarugalzinho; 23/10 - Porto Grande; 24/10 - Pedra Branca; 25/10 - Itaubal; 30/10 - Laranjal Jari; 31/10 - Vitoria do Jari; 06/11 - Mazagão; 08/11 - Macapá;

JD recebe a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré

Coordenação estima que a entrega dos títulos deverão acontecer até o final do primeiro semestre de 2013

População idosa valorizada com atividades esportivas

A

Círio de Nazaré é a maior festa religiosa do Brasil e chega a levar 2 milhões de devotos em Belém do Pará

A

imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré chega no Jornal do Dia na manhã de hoje (20) as 10h30. O evento será marcado com missa e novenário no salão da empresa. A imagem da santa sairá do Jornal do Dia sexta-feira, 21, as 08h30 e segue para o Tribunal de Justiça do Estado do Amapá. Este ano, a imagem de Nazaré visita 59 institui-

ções públicas e privadas da capital amapaense. Em Macapá, a grande procissão acontece tradicionalmente no segundo domingo do mês de outubro, e mais de 200 mil fiéis participam fazendo orações a Deus, com promessas e graças alcançadas. Os romeiros ressaltam o amor e o carinho à nossa Senhora, a Mãe de Jesus Cristo. O tema da festividade este ano é “Eu Creio! Nós

Cremos!” e o lema: “Feliz aquela que acreditou” (Lucas 1; 45). Cercado de simbolismo e devoção a Deus, o Círio de Nazaré é um momento marcante na história da cultura do povo da Amazônia. Conhecido como a maior festa religiosa do Brasil, o Círio de Nazaré também leva para a ruas de Belém, mais de 2 milhões de devotos no Estado do Pará. (Mônica Costa)

população idosa com atividades esportivas está sendo valorizada com a realização da 15ª edição dos Jogos da Pessoa Idosa. São modalidades diferentes adaptadas para estimular a prática de atividade física, como fator de promoção da saúde e bem-estar das pessoas idosas. A abertura oficial da edição aconteceu na última segunda-feira, 17, no Ginásio Poliesportivo Avertino Ramos, com as presenças do secretário da Sedel, Rogério Salvador, que participou do júri, que escolheu a Miss e o Mister Melhor Idade 2012. Técnicos e colaboradores do Núcleo de Esporte de Participação e Aventura (Nepa), representantes da Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS) e Grupos de Idosos de Macapá e Santana também participaram da cerimônia. O título de Miss ficou com a senhora Maria Valmira Monteiro, do Projeto Minha Gente, enquan-

to que a princesa é a senhora Margarida Eugênia, do Grupo da 3ª idade Nova Esperança. O senhor José Sebastião, do Nova Esperança, é o novo Mister 2012, ficando Derval Barbosa Costa, do Projeto Minha Gente, com o título de Príncipe. Três modalidades esportivas foram cumpridas nesse dia: Acerte o Alvo, conquistado pela equipe do Grupo Moriá, do bairro Congós, ficando a equipe do Grupo Liberdade, do bairro Brasil Novo, com o segundo lugar; Jogo de Dama, conquistado pelo atleta Francisco Ramos, do Grupo Moriá, enquanto que Derval, do Projeto Minha Gente levou o segundo lugar e finalmente o título do Dominó, naipe masculino, foi para a dupla Antonio Carlos e Raimundo Barbosa, do Grupo Nova Esperança. José Monteiro e Antonio Ozório, do Grupo Liberdade ficaram com a segunda colocação. Na última terça-feira,

18, um bom público compareceu ao Estádio Municipal Glicério Marques e na Quadra Poliesportiva da Escola Estadual Coaracy Nunes para incentivar os atletas da melhor idade nas atividades de Caminhada Terrestre, Boliche e Troca de Colunas, respectivamente. Ontem, na Piscina Olímpica Capitão Euclides Rodrigues, acontecem as atividades de Natação e Caminhada Aquática. Hoje, a partir das 8h, haverá a disputa das últimas modalidades adaptadas: voleibol, bola ao cesto e chute a gol. Logo após as atividades, acontece a grande festa de encerramento com premiação (troféus e medalhas) dos campeões dos Jogos da Pessoa Idosa 2012. O coordenador dos jogos, professor de Educação Física Roberto Sena, disse que toda uma estrutura logística foi montada para o bom desenvolvimento da competição. (Ascom/ Sedel)


CadernoC

Atualidades Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Denatran faz campanha para reduzir o número de acidentes envolvendo motos

COTIDIANO Força da natureza

Segundo o diretor do Departamento, Julio Arcoverde, em 5 anos o número de motos dobrou, passando de 10 milhões, em 2007, para quase 20 milhões

“Vaporizou tudo”, diz homem que registrou tornado de fogo Testemunha de um raro fenômeno da natureza, o australiano Chris Tangey diz ter ficado espantado ao ver um tornado de fogo no outback - a seca região que cobre boa parte do país. “Ele vaporizou completamente toda a vegetação, incluindo a grama, arbustos e árvores”, comenta sobre o estrago causado. Felizmente, não foi registrado nenhum dano grave. Tangey, chefe de uma produtora de filmes e vídeos, buscava uma locação e ajudava alguns trabalhadores quando um deles chamou a atenção quandou ma coluna de fogo apareceu a cerca de 300 m deles. “Era obviamente um vórtex criado pelo fogo, mas eu fiquei aturdido ao ver o tamanho dele, cerca de 30 m de altura e fazia um som como de um jato de guerra.”

Dicas

“Economist”: universidades particulares têm “boom” no Brasil Com 13.452 registros, os motociclistas formaram o grupo com maior número de mortos, 32,81% do total

O

Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) realizou ontem (19), em Brasília, uma atividade voltada para motociclistas. Foi para demonstrar a necessidade de manutenção desses veículos e para melhorar formação dos condutores. O motociclista é o destinatário de esforços das autoridades para redução do número de acidentes. É para ele que está direcio-

nado um grupo de ações educativas nesta Semana Nacional do Trânsito, que terá atividades até terça-feira da semana que vem. Segundo o diretor do Denatran, Julio Arcoverde, em 5 anos o número de motos dobrou, passando de 10 milhões, em 2007, para quase 20 milhões neste ano. Último levantamento do governo mostra que em 2010 o número de mortos no trânsito chegou

a 40.989. Com 13.452 registros, os motociclistas formaram o grupo com maior número de mortos, 32,81% do total. Julio Arcoverde defende ações conjuntas entre governo e sociedade para fiscalizar e orientar os motociclistas. “Se nos unirmos, poderemos transformar a realidade do país. A segurança no trânsito depende de cada um de nós”, afirma Arcoverde.

Entre as ações realizadas para diminuir os acidentes envolvendo motos, está o treinamento obrigatório para motofrentistas e mototaxistas, determinado pelo regulamentos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) no início de agosto. “Vamos dar início, neste mês, a uma campanha educativa para incentivar a capacitação dos motociclistas”, adianta o diretor do Denatran.

A revista The Economist desta semana traz uma reportagem sobre o que chama de “crescimento explosivo” das universidades privadas no Brasil e afirma que estudantes e investidores estão lucrando com esse cenário. “Estudantes nas universidades públicas do Brasil ainda são mais brancos e mais ricos que a média, e é mais provável que tenham frequentado escolas particulares”, diz a revista. “Mas um crescimento explosivo em universidades particulares, com fins lucrativos, está finalmente abrindo a educação superior.” Qualidade “Nenhuma das instituições com fins lucrativos tem o prestígio ou os recursos das melhores universidades públicas, como a Universidade de São Paulo, estrela solitária da América Latina em rankings internacionais”, diz o texto. “Algumas são pouco mais que fábricas de diplomas de qualidade duvidosa. Mas uma qualificação em uma das líderes pode dobrar o salário de um jovem”, afirma a revista, citando um especialista do Banco Mundial.

Cuidados com a pele mudam de acordo com a idade

N

ão faz muito tempo, víamos gerações e gerações de mulheres passando de mãe para filha seu regime de cuidados com a pele de maneira imutável. Eram cuidados que deveriam ser observados durante toda a vida. Os mesmos produtos eram usados sempre, sem levar em conta o grau de envelhecimento da pele. Mas, com tantos avanços tecnológicos, no campo dos produtos e tratamentos para a pele, hoje, você deve adaptar sua rotina de cuidados, de acordo com a sua idade, visando atender as necessidades da sua pele no tempo certo, é o que explica a dermatologista Cris-

tine Carvalho, diretora do CDE – Centro de Dermatologia e Estética. A seguir, a médica enumera alguns prós e contras sobre a melhor forma de cuidar de sua pele aos 20, 30, 40 e além dos 50 anos: • Não tome banhos de sol: em qualquer idade “É irônico ver muitas mulheres gastando com cremes ou injeções antienvelhecimento e tratamentos para parecer mais jovem, quando a maneira mais fácil e eficaz de manter a aparência mais jovem é estar atenta sobre a exposição ao sol, evitando horas de pico e usando um chapéu de aba larga, por exemplo”, diz a

diretora do CDE. • Use protetor solar diariamente: a partir dos seus 20 anos “A partir dos 20 anos – embora seja muito importante a proteção solar na adolescência e na infância também – é essencial tornar rotineira a aplicação de protetor solar diário de pelo menos 30 FPS no rosto e nas partes expostas do corpo. Este é um hábito saudável que você deve cultivar para colher benefícios futuros, pois é um dos fatores-chave para manter a pele com uma aparência jovem e saudável”, ensina Cristine Carvalho, que também é chefe do Departamento de

Fototerapia do Curso de Pós-Graduação em Dermatologia da Fundação Pele Saudável, Instituto BWS. • Use produtos de limpeza profunda: a partir dos 20 anos “Se você tem uma pele com propensão a manchas, use com regularidade um produto de limpeza com ácido salicílico, que também ajuda a manter os poros limpos, evitando o aparecimento de acne. Você deve saber também que sua acne pode mudar de natureza, entre a adolescência e a idade adulta (resultado de flutuações hormonais), se concentrando mais no queixo e na área de linha da mandí-

bula”, informa a dermatologista. • Não exagere na maquiagem na casa dos 20 “Aos 20 e poucos anos, somos abençoados por uma pele cheia de viço, então, provavelmente, você não precisará de uma base com cobertura total. Opte por um creme hidratante colorido ou uma simples cobertura de BB cream. A maioria de nós tende a sobrepor camadas e camadas de creme e de base no rosto, o que deixará a pele mais oleosa. Para ajudar no controle da oleosidade do rosto, use o pó apenas na zona-T ou lenços que absorvam a oleosidade sem retirar o pó da

pele”, ensina a médica. • Use um produto retinóide, a partir dos 30 “É inevitável: a pele, na casa dos 30, vai começar a mostrar algumas linhas de expressão e algumas rugas finas. A elasticidade vai começar a diminuir. A aplicação de um produto retinóide, algumas vezes por semana, vai ajudar a retardar alguns desses problemas de pele. Só não esqueça de manter o uso do protetor solar junto com o de retinóides, pois esta susbtância pode afinar a pele e torná-la mais propensa aos danos provocados pelo sol”, diz a dermatologista Cristine Carvalho.


JD

Geral

Livro defende juros sobre juros e diz que, sem eles, bancos quebram em 10 anos

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Não há problema de inflação no Brasil, diz ministro Mantega DIVULGAÇÃO

Prática comum no Brasil, os juros compostos consistem, basicamente, na cobrança de juros sobre juros. É um tema que tem resultado em diversas ações na Justiça

Os bancos são obrigados, por determinação do Banco Central, a oferece

O Os bancos são obrigados, por determinação do Banco Central, a oferecer uma série de serviços gratuitos aos clientes. Este e outros direitos, no entanto, muitas vezes não são conhecidos pelos consumidores. O que pode resultar em gastos desnecessários

A

cobrança de juros compostos é necessária para o equilíbrio do sistema financeiro. É o que defende o matemático e professor do Insper José Dutra Vieira Sobrinho, que acaba de lançar um livro sobre o assunto. Prática comum no Brasil, os juros compostos consistem, basicamente, na cobrança de juros sobre juros. É um tema que tem resultado em diversas ações na Justiça –em alguns casos, com vitória para o consumidor que se sente prejudicado. Para Dutra, autor do recém-lançado “Cobrança de juros sobre juros: anatocismo – uma longa história de tabus, equívocos e interesses” (Editora Almedina), a discussão em torno do tema é resultado de erros de interpretação e desconhecimento. Anatocismo é o termo jurídico para capitalização de juros. A diferença entre os juros simples e os juros compostos está no fato de que, no primeiro caso, a taxa incide apenas sobre o montante principal da dívida. No segundo caso, incide sobre o montante e sobre os juros contabilizados. Entenda na prática Suponha-se que uma pessoa pediu um empréstimo de R$ 1.000,00 para pagar em quatro meses, a juros de 10% mensais. Se o sistema usado no empréstimo for o de juros simples, a cada mês essa pessoa pagará R$ 100 de juros, que equivale a 10% de R$ 1.000. Ao fim dos quatro meses, o consumidor terá pago R$

1.400 ao banco. No sistema composto é diferente: os juros são cobrados não só sobre o capital inicial, mas também sobre os juros que vão se acumulando. Assim, no primeiro mês, os juros seriam 10% de R$ 1.000, ou R$ 100. Na segunda parcela, porém, esses 10% seriam calculados não sobre R$ 1.000, mas sobre R$ 1.100 (o valor do capital emprestado mais os R$ 100 de juros já cobrados). Ao fim de quatro meses, o consumidor terá desembolsado R$ 1.464.10. Apesar de a conta ser desfavorável ao consumidor, Dutra Sobrinho afirma que os juros compostos são regra no mundo todo. Até porque, se os juros compostos fossem proibidos, a remuneração sobre investimentos também mudaria. A remuneração da poupança, por exemplo, é calculada com base nos juros compostos. O matemático diz que, se o consumidor pegasse um empréstimo pagando juros simples e ganhasse dinheiro numa aplicação financeira sobre a qual incidissem juros compostos, isso causaria um desequilíbrio no sistema financeiro. “Se não houvesse cobrança de juros sobre juros, os bancos iriam à falência em menos de dez anos. Não é uma questão jurídica, é um questão matemática”, diz. Efeito dos juros simpels seriam desfeitos com o tempo O economista Samy Dana, professor da FGV-SP, concorda que os juros

compostos são necessários ao sistema financeiro. Diz, ainda, que os efeitos dos juros simples seriam facilmente desfeitos com o passar do tempo. Ele cita o exemplo de uma pessoa que decidisse investir R$ 100 com juros de 10% mensais. Na metodologia dos juros simples, a cada mês essa pessoa receberia R$ 10 de juros. Assim, teria R$ 110 ao fim do primeiro mês de investimento. Em dois meses, teria R$ 120. Em pouco tempo, essa pessoa perceberia que poderia ganhar mais dinheiro de outra forma. Compensaria mais sacar os R$ 110 no fim do primeiro mês e reaplicar esse dinheiro no mesmo investimento logo em seguida. Assim, ela ganharia 10% sobre R$ 110, e teria, ao fim de dois meses, R$ 121. Importante é consumidor ter informação prévia, diz advogada Órgãos de defesa do consumidor ouvidos pela reportagem não têm posição definida sobre a legali-

dade ou não da cobrança de juros sobre juros. Procurados, o Procon de São Paulo e o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) não se pronunciaram sobre o tema. A advogada Sônia Amaro, da associação de defesa do consumidor Proteste, diz que as decisões que existem na Justiça são muito divergentes e variam de caso a caso. Enquanto não existe um entendimento definitivo sobre o assunto, diz a advogada, o consumidor deve buscar se informar o máximo possível sobre os financiamentos. E é obrigação dos bancos, diz ela, dar a informação detalhada sobre os juros e encargos que serão cobrados. “A informação deve ser dada previamente para o consumidor contratar o financiamento da forma mais consciente possível. Até para que ele perceba que, se desistir do financiamento e esperar um pouco mais, poderá comprar aquele bem em algum tempo.”

Prejuízo no segundo trimestre não afeta investimentos da Petrobras, diz Graça Foster

A

previsão de investimentos da Petrobras para este ano é R$ 87,5 bilhões, apesar do prejuízo de R$1,3 bilhão no segundo trimestre. De acordo com a presidenta da estatal, Maria das Graças Foster, o prejuízo teve, como principal justificativa, a depreciação do real, já que 73% das dívidas da estatal são em dólar. Ela, no entanto, garantiu que 2012 será um ano de lucros para a empresa. “Perspectivas positivas embasam os investimentos crescentes da Petrobras. Investimos mais de R$ 70 bilhões por ano, desde 2009, e a previsão para 2012 é R$ 87,5 bi-

lhões”, disse Foster, durante audiência pública ontem (19) na Câmara dos Deputados. A estatal registrou R$ 70,8 bilhões em investimentos em 2009, R$ 76,4 bilhões em 2010 e R$ 72,6 bilhões, em 2011. Em relação aos ganhos da Petrobras, Foster disse que o lucro líquido no primeiro trimestre de 2012 foi R$ 9,2 bilhões, mas, no trimestre seguinte, a empresa registrou prejuízo de R$ 1,3 bilhão. “Esse prejuízo se deve principalmente à depreciação do real, já que 73% da nossa dívida são em dólar. Toda nossa atividade e receitas estão atreladas ao câmbio. Quando há um in-

vestimento muito grande, como foi nesse período, fazemos captações em dólar no mercado. Com a depreciação do real, nossa dívida cresceu”, disse. A presidenta da estatal citou outros motivos para o prejuízo: “A queda na exportação de petróleo resultou na diminuição da produção. Além disso, com a parada do campo da Chevron [após serem identificadas rachaduras no fundo do mar decorrentes da extração de petróleo pela empresa]. Perdemos, só com isso, 15 mil barris por dia. Houve também a baixa de 41 poços secos e/ou que não eram comerciais, que-

da na margem de derivados, em função do crescimento da demanda, o que acabou sendo atendido por importações”, informou. Graça Foster acrescentou que o plano de negócios e gestão da petrolífera soma US$ 236,5 bilhões para o período entre 2012 e 2016. A viabilidade financeira já foi aprovada pela empresa e, para obtê-la, “não haverá emissão de novas ações”. “Nossa prioridade é a produção, porque é dela que vem a receita para investirmos nas refinarias e as condições para fazer os investimentos na área de abastecimento e na de gás e energia,” explicou.

ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem (19), em Paris, que não vê o processo inflacionário no Brasil com preocupação, tanto em 2012 quanto em 2013. “A inflação segue dentro da meta e vai continuar”, afirmou. Por isso, disse, a política de juros baixos adotada pelo governo deve prosseguir, avalia o ministro. Mantega afirmou que, diante de medidas tomadas pelo governo, como a redução do preço da energia elétrica para consumidores residenciais e industriais e do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para bens duráveis, a expectativa é que a inflação se mantenha comportada. “A tendência é que [a inflação] seja mais benigna e não se eleve. Não será preocupante no próximo ano”, afirmou. O ministro da Fazenda também reiterou a jornalistas europeus que a economia brasileira crescerá 4% em 2013. Ele reconheceu que a elevação do crédito, uma das bases do processo de expansão da economia, segue em ritmo mais lento.

“Mas a economia continuará se expandindo”, afirmou. Ele estimou que o crédito no Brasil deverá crescer entre 14% e 15% em 2012. Segundo Mantega, o Brasil incluirá mais brasileiros na classe C em 2013, enquanto reduzirá as classes D e E, um movimento que promoverá a expansão do mercado consumidor. “Devemos incluir mais 30 milhões de brasileiros na classe C no próximo ano. Haverá também aumento das classes A e B e dimunuiçao das D e E. O Brasil será, em 2020, o quinto maior mercado de consumo do mundo, alimentado por emprego, mobilidade social e crédito”, afirmou. Mantega está em Paris desde o início da semana. Na terça-feira, se reuniu com o ministro de Finanças da França, Pierre Moscovici, e nesta quarta-feira, palestrou para empresários europeus. Ele permanece na Europa até sexta-feira, quando participará de uma conferência promovida pela revista britânica “The Economist”, em Londres, sobre os mercados que crescem mais rápido no mundo.

Confiança da indústria cresce em setembro, mas continua abaixo da média, mostra pesquisa

O

Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) cresceu um ponto em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado, chegando a 57,4 pontos. Em relação a agosto deste ano o aumento foi mais expressivo, 2,9 pontos. Os dados foram divulgados ontem (19) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Mesmo com a melhora, o indicador segue abaixo da média histórica, que é 59,5. De acordo com Renato da Fonseca, gerente de pesquisa da CNI, as medidas do governo de incentivo ao consumo e à redução do custo de produção – prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), tarifas de energia mais baratas e desoneração da folha de pagamento – tiveram influência na percepção do empresário, mesmo que algumas delas estejam previstas para entrar em vigor somente a partir de 2013. “O comércio continua crescendo, ele não viu crise. O problema é que parte dessa demanda é por produtos importados, e a indústria está

tendo dificuldade de competir. No momento em que o governo começa a tomar medidas que aumentam a competitividade, o empresário industrial passa a acreditar na capacidade de crescer”, avalia. Fonseca diz que a proximidade do Natal também contribuiu para melhorar a confiança da indústria. “Estamos em período tradicionalmente de atividade industrial mais alta, em que se começa a produzir mais para o fim do ano. O pico é em outubro, indo até novembro”, comenta. Um ponto considerado positivo pela CNI é que o índice de confiança cresceu em todos os setores da indústria em setembro, com exceção do setor de minerais metálicos. Renato da Fonseca afirma que os motivos do recuo nessa área específica são “fatores externos e a desaceleração da economia asiática”. O Índice de Confiança do Empresário Industrial vai de 0 a 100. Geralmente, oscila em um nível próximo a 60. Quando fica abaixo disso, é sinal de que a confiança está em baixa.


JD

Diversão&Cultura

Lindsay Lohan atropela pedestre, foge do local do acidente e acaba detida Atriz logo foi liberada e não terá que pagar fiança, de acordo com fontes doTMZ

L

indsay Lohan foi detida ontem (19), em Manhattan, Nova York, por atropelar um pedestre e deixar a cena do acidente sem socorrê-lo, segundo o TMZ. Por volta das duas horas da manhã, Lohan estava colocando seu carro Porsche Cayenne na vaga do estacionamento, em baixa velocidade, quando atingiu o joelho de um homem com cerca de 30 anos. De acordo com o site, o passageiro que estava com a atriz checou se o carro tinha sido danificado e, em seguida, os dois

entraram em um hotel. Meia-hora depois, quando Lohan saiu do prédio, a polícia a deteve. A atriz logo foi liberada e não terá que pagar fiança. De acordo com fontes do TMZ, Lohan não estava alcoolizada. Lindsay Lohan está dizendo aos amigos que não tinha ideia de que havia atingido uma pessoa, até ser detida pelos policias na saída do hotel. Segundo o TMZ, a atriz também afirma que não havia nenhum passageiro em seu carro. Lohan está chamando o acidente de “muito suspeito” porque o

homem não mostrou ferimento algum e sente que ela está sendo vítima de uma armação. Ela não vai deixar que o assunto acabe por aí e está pensando em lutar até o fim para que isso seja esclarecido. A vítima do acidente foi hospitalizada, mas não tem ferimentos graves. Esta detenção poderia desencadear

em uma violação da liberdade condicional que a atriz está cumprindo pelo caso do roubo de joias. Uma das condições da condicional é que Lohan siga todas as leis. Mesmo sem condenação, o juiz Stephanie Sautner, responsável pelo caso, poderia ordenar que a atriz volte ao tribunal.

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

C3

Editor: Franck Figueira - franckfigueira@jdia.com.br

Celebridades Justin Bieber Mãe revela que está há 15 anos sem fazer sexo Pattie Mallette, mãe de Justin Bieber, revelou em entrevista no “The Ellen De Generes Show” que já está há 15 anos sem sexo. O motivo da abstinência, contou a mãe do cantor, foi um voto que ela fez para si mesma aos 21 anos: “Honestamente, eu levo esse voto muito a sério. Escrevi num pedaço de papel e fiz uma pessoa testemunhar. Significa muito. Cheguei a esse ponto, não vou parar agora”.

Bruno Lucas Nasce filho de Dentinho e Mulher Samambaia

Nasceu ontem (19), Bruno Lucas, filho de Dani Souza (Mulher Samambaia) e o jogador de futebol Dentinho. A informação foi confirmada pelo craque em seu Twitter. “Nasceu meu filho Bruno Lucas!! Lindo igual ao pai!” A criança nasceu no hospital São Luiz, em São Paulo.

Marcello Novaes Folga na praia da Barra daTijuca O ator Marcello Novaes aproveitou sua folga nas gravações de Avenida Brasil ontem (19) para curtir a praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Novaes, 50, que interpreta Max na novela das 21h da TV Globo, descansou e curtiu o forte calor na Zona Oeste da capital fluminense.

“Eu quero que ela seja feliz”, diz Pe Lanza sobre namoro de Giovanna Lancellotti

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Dia de Mercúrio e hoje ele atravessa o setor do casamento e das sociedades, trazendo um pouco de movimento e leveza aos seus relacionamentos. Aprenda muito com essas pessoas que estão sempre do seu lado!

Pe Lanza do Restart “leva um fora” de morena na festa do 19º Prêmio Multishow

N

o Prêmio Multishow de 2011, Pe Lanza e Giovanna Lancellotti protagonizaram uma cena de ciúmes com direito a fotos dos paparazzi. Na edição de 2012, que aconteceu na última (18) no HSBC Arena, zona oeste do Rio, o músico do Restart disse que o problema é coisa do passado e fez questão

de dizer que ele e a atriz são “amigos”. “Nós somos amigos, desejo que ela seja muito feliz e eu estou vivendo a minha vida”, comentou ele sobre o namoro de Giovanna com o ator Arthur Aguiar. Giovanna e Arthur evitaram a imprensa, mas andaram de mãos dadas no evento e trocaram beijos na festa.

Resumo das Novelas Malhação Lorenzo liga para Ju atrás de Lia. Paulina tenta acalmar Tatá que teme que a irmã tenha ido embora, como Raquel. Lia mostra o grafite que fez com Gil para Lorenzo e consegue conversar com ele sobre Raquel. Dinho fica curioso para saber por que Mário devolveu um livro para Alice. Lia dá um fora em Ju. Leandro tenta se aproximar de Isabela. Dinho se anima com o acampamento que farão na escola e Ju tenta disfarçar a decepção com o passeio. Marcela teme que o filho não queira ir ao passeio com a turma. Lia incentiva Gil a vencer seu trauma e ir com ela ao passeio. Ju exige uma conversa com Lia.

Cheias de Charme Laércio informa a Chayene que Socorro é sua nova estrela. Brunessa reage com despeito aos elogios de Rodinei para Liara. Gilson fica inconformado com a decisão de Penha em se separar dele. Cida decide processar a família Sarmento. Isadora anuncia seu namoro com Niltinho. Gilson fala para Lygia que terminou seu relacionamento com Penha. Máslova aconselha Conrado a pedir Cida em casamento. Liara vê Brunessa beijando Rodinei. Rosário é acusada de se aproveitar do estado de Fabian para se promover. Rodinei contrata Brunessa para trabalhar na Galehip.

Lado a Lado Constância destrata Isabel. Fernando estranha as atitudes de Albertinho. Padre Olegário convence Praxedes a libertar Zé Maria. Alice desconfia de que Laura esteja apaixonada por Edgar. Mário elogia a reportagem de Guerra. Edgar desconfia de que alguns negócios de Bonifácio tenham procedência duvidosa. Albertinho tenta se explicar para Isabel. Albertinho discute com Constância por causa de Isabel. Edgar diz a Laura que foi apaixonado por outra mulher. Zé Maria encontra Isabel e os dois descobrem que foram enganados por Berenice. Jurema fala para Isabel não contar para Zé Maria que se envolveu com Albertinho.

Avenida Brasil Carminha cuida de Tufão. Nina tenta convencer Ivana de que Carminha está mentindo. Jorginho e Nina decidem se afastar de toda a família dele. Tufão pede para Carminha voltar para casa e Max fica contrariado. Verônica, Noêmia e Alexia descobrem que Cadinho tem uma conta na Suíça e decidem morar com ele no Divino. Tessália aceita namorar Darkson. Suelen observa Leandro deixar o Divino. Carminha repreende Janaína e Zezé na cozinha. Leleco se preocupa com a depressão de Tufão. Max desconfia quando Carminha fala que conseguiu todas as provas que Nina tinha contra ela.

Touro (21 abr. a 20 mai.) Lua e Marte juntinhos no setor de relacionamentos e casamentos coloca na berlinda a qualidade e a intenção das atuais relações estáveis. Será natural se conectar com estas pessoas num nível muito mais profundo e essencial. Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Mercúrio, seu regente, e Júpiter, que atravessa seu signo, começam a formar, bem devagar, um lindo aspecto no céu. Entendimento e visão ampla das atuais condições de vida e trabalho. Melhorias a vista. Hoje, cuide de não gastar dinheiro. Câncer (21 jun. a 21 jul.) Suas anteninhas estão mais poderosas hoje, captando tudo o que se passa bem pertinho e longe também. O único cuidado a ser tomado: blindar corpo e espírito de gente manipuladora e egoísta. Transformação sentimental.. Leão (22 jul. a 22 ago.) Se tudo estiver bem no trabalho, aproveite o dia pra cuidar de assuntos domésticos e familiares. Há pendências a resolver. Você sente e pressente e precisa dar o primeiro passo nesta direção. Tumultos interiores aumentam. Virgem (23 ago. a 22 set.) Mercúrio e Urano em aspecto tenso tornam difícil incorporar as surpresas e as novidades corriqueiras, que chegam pra brincar com seu senso de ordem e sua necessidade de organizar tudo direitinho. Essencial ter humor e ser otimista!

Libra (23 set. a 22 out.) Sua inquietude está alcançado um nível alto. Mercúrio e Urano avisam: não se distraia com mil conversas fora de hora ao guiar ou andar nas ruas, ou no ambiente de trabalho. Dispersão prejudicial, corrija o quanto antes. Escorpião (23 out. a 21 nov.) Lua em seu signo hoje encontra Marte, sinalizando período de impaciência e rebeldia, mas poderoso senso estratégico e instinto de preservação. Quem vê sua cara não tem ideia do que se passa no seu coração. Assim seja, para o melhor! Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Tensão nas finanças e nos sentimentos hoje. Você mesmo pode dar um tiro no próprio pé, achando que está tendo atitude honrada e de autopreservação. Viagens e deslocamentos complicados. Adie. Amor em baixa, cuidado. Capricórnio

(22 dez. a 20 jan.) Saturno já não está mais formando aspecto algum no céu, entra pois na fase final de seu transito longo por Libra. Mas para você, a pressa existe. Muita coisa fica clara. E você quer e precisa tirar o atraso. Reúna forças e siga.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) Dia de sair por aí cutucando meio mundo pra ver se algo muda na pasmaceira e alguém sai da preguicinha covarde e confortável. Assim você pensa e sente? Pois a primeira briga pode ser com o sócio ou o cônjuge. Pese se vale a pena. Peixes (20 fev. a 20 mar.) Cenário astral tenso, com dificuldade ao lidar com sócios e clientes e fatos inesperados que atrapalham seus planos, no plano doméstico e profissional. Algo sai diferente do que planejou. Vênus e Marte complicam cena amorosa.


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Macapá-AP, quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Anuncie sua empresa ou evento na coluna social do Jornal do Dia através do 9112 5045.

Aconteceu no último dia 19, o Encontro de Educadores da Estácio no Amapá. O evento reuniu diretores, coordenadores pedagógicos e professores de escolas do Ensino Médio. O tema trouxe para discussão o uso das redes sociais no ensino. O ponto alto do evento foi a exibição da palestra do vice-presidente do Facebook na América latina, Alexandre Hohagen, que foi exibida de forma simultânea em todo o Brasil. O encontro de educadores é um evento nacional, que objetiva discutir temas atuais de importância para o processo de ensino, bem como aproximar as instituições de ensino médio do ensino superior.

Laura Oliveira e Pebas

Toda irreverência de Tati Taylor e banda Babilônia

Aliany Favacho e amiga

Mensagem do Dia Dedique mais tempo a ouvir as pessoas, declare palavras de amor, de amizade, de esperança.

Roberta Sussuarana

Locutor Wilker Martins

A linda Samia

Alessandra e Bruno Cei

Fernando Coutinho e Oryenne Fernandes


Jornal do Dia 20/09/2012