Page 1

LULA

DENÚNCIAS

CACHOEIRA

É tudo mentira

São um absurdo

Fora da prisão

Ex-presidente negou envolvimento no mensalão. nA5

Dilma fala sobre acusações de Valério.

nA5

Disse se sentir aliviado mais uma vez. nA4

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2012 - Ano XXV

Repasses devem garantir 13º dos servidores Municípios recebem 1º decênio do FPM e os repasses de 1%. No AP os valores dos municípios somam mais de R$ 10,2 milhões. nB1

PROGRAMAS FEDERAIS

R$ 4 milhões somem e MPF fala em suspeitas de desvios Por decisão judicial, a Prefeitura de Macapá está com as contas bloqueadas. O pedido feito pelo MPF foi baseado em denúncias que chegam ao órgão evi-

denciam indícios de desvio de verbas. Cerca de R$ 4 milhões foram depositados nas contas da PMM, no entanto, os salários não foram pagos. nB4

CELIANE FREITAS

FPM

• Domingo e Segunda R$ 3,50 • Terça a Sábado R$ 1,50

UMA DÉCADA

Bope completa dez anos com homenagens e formaturas

A data será marcada com solenidade de formatura e homenagens aos militares que integram a tropa de elite da Polícia Militar. nB3 JORNAL DO DIA

FINAL DE ANO

Pesquisa mostra expectativas do consumidor amapaense

78,5% dos consumidores pretendem comprar presente neste fim de ano. Os mais cotados são: vestuário (48%), calçados (48%), celular/ smartphone (30%), além de perfumaria (18%) e televisor (12%). nB2 JORNAL DO DIA

NO STF

Sindicato e bancada federal buscam retorno do percentual do Plano Collor Parlamentares da Bancada Federal do Amapá reuniram-se ontem (11), com a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, e com o ministro Luiz Inácio Ada-

ms, da Advocacia Geral da União para tratar da reincorporação do percentual do Plano Collor aos contracheques dos professores celetistas amapaenses. nA3 DIVULGAÇÃO

Major Cavalcante, sub-comandante do Bope

Agentes de endemias: falta estrutura de trabalho

ENDEMIAS

Descaso deixa Macapá à mercê de dengue e malária

Reunião aconteceu entre autoridades de Brasília e a bancada amapaense

X

A falta de estrutura e de condições de trabalho resultou num crescimento de 65% de casos de malária e na falta de inspeção preventiva contra a dengue em cerca de 26.530 imóveis da capital. nB4

CORINTHIANS Inicia caminhada ao bimundial contra Al ahly

O Corinthians põe à prova hoje, às 8h30 (horário de Brasília), em Toyota, um caso de sucesso que se acentuou na desgraça, quando foi eliminado da Libertadores para o Tolima-COL. Desde então, o time apostou na manutenção de Tite e virou modelo de gestão, faturando o Brasileirão e Libertadores. nA7

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


Opinião

JD

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Lei da Palmada faz aniversário (sem andamento)

Editorial

Luciana Nogueira e Silva Maciel Advogada

H

á praticamente um ano, no dia 14 de dezembro de 2012, uma Comissão Especial da Câmara de Deputados aprovava por unanimidade o parecer apresentado pela relatora do Projeto de Lei 7.672, de 2010, em Reunião Deliberativa Ordinária. Tal aprovação gerou polêmica entre juristas e leigos, incentivados pela cobertura da mídia, pois o referido projeto de lei é mais conhecido como “Lei da Palmada”. Especialistas das mais variadas áreas se posicionaram contra ou a favor da iniciativa legislativa e o projeto, alheio a tantos rumores, prosseguiu seu andamento, embora não tenha tido nenhuma outra fase significativa. Recursos foram apresentados para que o tema fosse discutido em Plenário e não apenas pela Comissão Especial designada para esse fim, mas, com o afastamento deles, o projeto encontra-se atualmente na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara. Não sem novos ataques, como por exemplo, a reclamação n. 7/2012 apresentada no último dia 5 de dezembro. De qualquer modo, ainda que a passos lentos, o projeto de lei segue e a polêmica persiste: é necessária uma lei que proíba qualquer espécie de castigo físico na educação dos filhos? É legítimo retirar dos pais essa forma de coerção e autoridade? A lei não poderá ser aplicada injustamente igualando genitores a marginais? Não existe resposta a essas perguntas e, dependendo do contexto social ou do enfoque dado, a opinião sobre o mesmo ponto pode mudar drasticamente. Do ponto de vista da educação, é inquestionável que o ideal é que uma criança ou um adolescente sejam criados sem qualquer abuso por parte dos responsáveis, físico ou psíquico. As consequências de um castigo normalmente transcendem o ato imediato e podem ter inúmeros reflexos na formação do caráter e da personalidade do menor. Hoje, nossa legislação já protege a criança e o adolescente reconhecendo sua situação peculiar como pessoas em desenvolvimento, através do Estatuto da Criança e do Adolescente, texto legal que o PL 7.672 visa alterar. Todavia, o texto atual é genérico. Com a aprovação da Lei da Palmada, restaria clara a impossibilidade de

uso de qualquer meio para violento físico ou psicológico para correção e educação. A Lei prevê ainda medidas a serem adotadas pelo Governo para a formação de um novo paradigma, onde os castigos físicos e tratamentos cruéis não serão aceitos, ou mesmo cogitados pelos pais, o que se efetivado será extremamente salutar. Do ponto de vista jurídico, questiona-se a necessidade de alteração da lei já existente que, em verdade, já é muito protecionista. Um dos princípios basilares do Direito de Família é a mínima intervenção estatal, ou seja, caberia a cada família dentro de suas perspectivas e aptidões optar pelo modelo de educação a ser adotado e o referido projeto viria de encontro a esse princípio. Embora exista certa razão no argumento apresentado, o que se mostra é que a simples proibição dos castigos não é o prejudicial da referida lei, pois, como já dito, para formação de crianças e adolescentes tal medida se projeta como eficaz. Há ainda que se lembrar de que a criação da lei para proibir castigos físicos foi acordada entre o Brasil e a ONU (Organização das Nações Unidas), em virtude da Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança, aprovada em 20 de novembro de 1989, pela Assembléia Geral das Nações Unidas. O PL 7.672 procura trazer à nossa realidade uma nova aplicação do Direito, cujo principal caráter é a função social que se pretende alcançar. É um novo modelo de prestação jurisdicional, no qual é considerado mais a condição das partes envolvidas do que necessariamente a natureza jurídica dos institutos. Infelizmente a violência no âmbito familiar, mesmo que com natureza educacional, ainda está cercada pelas marcas da impunidade. Muito é relevado em nome do direito dos pais ou responsáveis de educar. Assim, a proteção almejada justifica-se porque o castigo constitui uma das formas de violação dos direitos humanos e porque a história demonstra a necessidade de proteção, pois, apenas assim, serão pensadas novas formas mais eficazes e saudáveis para educar. Mas a proteção do Estado tem necessariamente que vir através de leis? O que realmente preocu-

F pa no projeto de lei é sua efetividade e a abertura de possibilidade para ingerência do Estado ou de terceiros na família. Como serão preparados os profissionais obrigados a fazer a denúncia, como aqueles da área da saúde e da educação? Como será preparado o Poder Judiciário e os Conselhos Tutelares para recepcionar tais casos? Como serão preparados os pais e responsáveis que tiveram na sua educação o uso de castigo para coibir atitudes reprovadas? Quem levará as famílias uma nova forma de educar? Quem ensinará a viver sem violência, onde diariamente somos violentados pela ausência de efetividade de proteção do Estado? Outro fator de extrema preocupação é a diversidade cultural existente em nosso país. O Governo está preparado para as inúmeras interpretações que existirão do texto legal de norte a sul? Como evitar as interpretações falhas, ou mesmo as consequências de relatos fantasiosos de crianças? Talvez essas sejam as perguntas mais preocupantes. É preciso deixar bem claro que não bater, não castigar, não significa não educar. Existe uma diferença tênue entre punição e consequência que a maior parte da população não percebe. Alguns acreditam que a lei fará com que não se possa coibir de qualquer forma as atitudes reprováveis dos filhos. As políticas públicas previstas na Lei também possuem uma grande relevância e precisam ser estimuladas para a efetivação, pois são fundamentais neste novo contexto legislativo. Estará o Estado disposto a arcar com esses custos? Porque, na prática, o que se vê é que a União edita leis de âmbito nacional, relegando aos Estados a sua aplicação e fiscalização, sem, no entanto, repassar verbas e meios de fazê-lo, deixando cada uni-

dade da Federação, com suas capacidades e recursos, adequarem o proposto ao possível. Por isso, é importante salientar que uma mudança só será possível desde que sejam fornecidos os recursos necessários ao Poder Judiciário e à Polícia Judiciária para que haja efetividade do proposto pelo legislador. Para eficácia da lei, será necessário que haja uma consciência social e até psicológica para entender as proporções da mudança que se pretende atingir. Trata-se de uma mudança não apenas pontual, mas, sim, um novo paradigma que será estabelecido para as próximas gerações. Todavia, o que se costuma fazer no Brasil é primeiramente a edição de leis, acreditando que as mesmas terão o poder de mudar anos de história contrária e, depois, com a não efetivação do proposto, são iniciadas campanhas no afã de legitimar o apresentado pelo legislador. Talvez por essa razão é que muitas da leis aqui vigentes não têm qualquer efetividade, qualquer aplicação. Se o objetivo é realmente a construção desse novo paradigma, por que não estão sendo feitas campanhas prévias à aprovação do texto, ensinando a população como se educar sem violência, quais as vantagens de um novo modelo de educação? Está fazendo aniversário a aprovação do texto pela Comissão Especial e, no decorrer deste ano, quem ouviu falar do assunto, salvo os diretamente ligados a ele? Talvez o que nosso país precisa não são novas leis, mas, sim, novas políticas públicas, pois, se houvesse conscientização da população sobre as vantagens de se educar sem punir, o Estatuto da Criança e do Adolescente na forma que se encontra seria suficiente para efetivar a proteção pactuada com a ONU.

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994)

Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 14 Pág

Edição número

8077

A2

Mudança de postura

inalmente, a Prefeitura de Macapá começou a se posicionar a respeito dos assuntos polêmicos que tem colocado à atual gestão em xeque, desde o final do processo eleitoral, em outubro. Ainda que nem tudo esteja sendo efetivamente esclarecido, o simples fato de estar participando do debate público acaba com a sensação de vazio administrativo, que vinha predominando. Realmente é inaceitável que um gestor, ainda no pleno exercício de sua gestão, abra mão do seu dever e também do seu direito de esclarecer à sociedade questões de interesse público, como, no caso de Macapá, a situação de pagamentos de empresas que prestam serviços à administração municipal, a coleta de lixo, o funcionamento dos postos de saúde e a quitação dos salários de seus servidores, entre tantos outros assuntos. A circulação de informações a respeito de muitos problemas administrativos, sem a prestação dos necessários esclarecimentos, vinha criando na população um sentimento de vácuo no poder público municipal, com a insegurança de-

corrente. Não foi por outro motivo que trabalhadores das empresas de vigilância contratadas pela Prefeitura, há quase três meses sem receber seus salários, promoveram uma manifestação violenta na sede do Executivo municipal, na semana passada. Uma clara demonstração de que a situação estava saindo do controle. Esse fato parece ter acendido o sinal de alerta no Palácio Laurindo Banha, que a partir de então passou a estabelecer uma interação maior com a sociedade, começando por informar que o pagamento dos vigilantes seria normalizado. Mesmo que o problema ainda não tenha sido solucionado, a percepção de que o poder público está ciente do mesmo e trabalha para resolvê-lo já é bem-vinda. Faltam apenas 20 dias para a posse do novo prefeito, em 1º de janeiro. Parece pouco tempo até lá e é. Espera-se que esse período transcorra dentro da maior normalidade possível. Para isso, as atitudes do prefeito Roberto Góes e de sua equipe são fundamentais. Felizmente, elas começam a dar sinais de melhora.

Hora-Hora

Máquinas Durante reunião do Diretório Nacional do PSOL, no início de dezembro, o prefeito eleito Clécio Luis disse que para chegar a vitória em Macapá, foi preciso derrotar duas máquinas, a da própria prefeitura e a do Governo. A bem da verdade, a do governo, nem tanto. Acuados Sobre a adesão dos chamados conservadores, Clécio disse que foram motivados por circunstâncias políticas especiais. Segundo ele, os aliados do segundo turno estavam acuados e não tinham condições de ir para o lado do prefeito, por causa da sombra da PF. Sepultamento Na mesma reunião, o senador Randolfe decretou a aposentadoria política de Sarney, atual presidente do Congresso. Para ele, sua eleição ao Senado, em 2010, e a eleição de Clécio para a Prefeitura de Macapá, este ano, sepultaram a possibilidade política de Sarney voltar a ser candidato pelo Amapá, em 2014.

Evento No apagar das luzes de sua administração e numa das poucas aparições públicas depois de perder a eleição para renovar seu mandato, o prefeito de Macapá, Roberto Góes, recebe convidados e a imprensa hoje, às 9 horas, na sala de embarque do aeroporto de Macapá. Levantamento Góes vai apresentar o projeto de georreferenciamento e levantamento aerofotogramétrico de Macapá. O projeto faz parte da atuali-

zação da base cartográfica municipal e do Projeto Nova Macapá, Cidade Legal. O prefeito eleito Clécio Luís confirmou presença na solenidade . Conhecer Durante o evento, será possível conhecer o projeto, que visa promover e facilitar a legalização de lotes urbanos. Os convidados também irão conhecer a aeronave, um Piper Sêneca, usada no serviço de georreferenciamento e de aerofotogrametria. Espera Os sessenta piscicultores de Macapá, que aguardavam ansiosamente pelo licenciamento ambiental para tocar seus projetos com financiamento de banco oficial, vão ter que esperar não se sabe por quanto tempo para realizar seus sonhos. Suspensão O promotor de Meio Ambiente, Marcelo Moreira, determinou a secretária municipal do Meio Ambiente, Iraciara Santos, a suspensão das licenças aos psicultores, porque não teriam sido atendidas normas da legislação federal referente à Política Nacional de Aquicultura e Pesca. Convênio Tribunal de Contas do Estado apura irregularidades no convênio 002/2005-Rurap/Cooperativa dos Produtores do Cerrado. José Florenço de Matos e Jaezer Dantas, ex-diretores do Rurap, e deputado estadual Eider Pena, ex-presidente da Cooperativa, devem apresentar defesa sobre irregularidades apontadas, ou pagar um débito de R$ 1,2 milhão, referente ao convênio.

MINUTOS Eleição - Acontece hoje, a partir das 9h30, a eleição para escolha do presidente, primeiro vice-presidente e segundo vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado. Impessoal - Observando algumas propagandas do Ministério Público do Estado, protagonizadas por membros do MP, pergunta-se: elas não comprometem a impessoalidade? Notificação – Cumprindo decisão judicial da 1ª Vara da Seção Judiciária, Sesa suspende trabalho da Amapá Serviço. Empresa tem 48 horas para desocupar postos de trabalho.


JD

“ ”

Geral

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

Piloto automático – Pelo visto o prefeito Roberto Góes (PDT) já está no piloto automático ou então contando os dias para chegar as festas de final de ano.

Deus nos acuda - A impressão que qualquer cidadão tem nesse final de gestão é que Macapá foi entregue à própria sorte. Conversando ontem com um cargo comissionado da Prefeitura, o mesmo me falou que se antes aparecia só para assinar o ponto, agora mesmo que nem isso faz mais. Vivemos um verdadeiro Deus nos acuda! Prefeito da transição – Muita gente ainda não prestou a atenção, mas Macapá tem um “prefeito da transição” que não é Roberto Góes (PDT). Trata-se de Meireles, chefe

de gabinete da PMM, que vem resolvendo todos os pepinos deixados no final de mandato.

Às claras - Os procuradores federais não usaram meias palavras ontem, durante coletiva, e foram explícitos em dizer que há fortes indícios de desvio de verbas públicas da Prefeitura.

Cadê o din-din - Afinal de contas, se todo mês o governo federal manda os recursos para pagamentos da Saúde e da Educação, e os trabalhadores estão sem receber, onde estão enfiando o dinheiro? O defensor - Roberto mais uma vez não deu um piu sobre o assunto. Quem novamente defendeu a PMM das acusações foi Meireles, que outro dia até acusou a imprensa de

estar causando “inferninho” na transição de mandatos. O PT paga - Os R$ 4 milhões pedidos pela defesa de Marcos Valério para defendê-lo dos processos que envolvem o mensalão são pagos pelo PT, segundo afirmou o próprio empresário no depoimento à Procuradoria-Geral da República. Contrapartida - Valério afirmou que esta foi a única “contrapartida pela ajuda” que prestou ao governo e ao PT nas operações que viriam a bancar o mensalão. Sabia dessa, Lula? Finalmente – Ela relutou, mas não aguentou ficar calada por muito tempo. A presidenta Dilma chegou a pedir respeito e disse que denúncias de Valério são lamentáveis. Por um voto - O Supremo Tribunal Federal (STF)

Carnaval – O repasse de recursos para o carnaval 2013 vai ter novas regras. A distribuição será baseada em dois fatores definidos com base na opinião popular e avaliação dos eventos da última quadra carnavalesca. Moralização - Bom mesmo seria moralizar de vez a utilização dos recursos públicos pelas escolas de samba. Se continuar do jeito que está, as irregularidades vão continuar e ninguém vai saber como o dinheiro do povo está sendo usado. Até amanhã...

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jdia.com.br

Eles acompanharam o presidente Aroldo Rabelo e diretores do Sinsepeap.

P

fessores. A suspensão do pagamento representou uma perda de cerca de 60% do salário desses servidores. O Sindicato estima que deixam de circular R$ 6 milhões mensais na

economia do Amapá com o fim do adicional. Ainda segundo o Sindicato, o entrave com pagamento foi posto pelo Ministério do Planejamento. Ficou agendada uma nova reu-

nião com representantes do Sindicato dos Professores para a quinta-feira da próxima semana, depois que a AGU analisar mais detalhadamente o processo.

PF investiga Rose e irmãos Vieira por lavagem

A

Polícia Federal vai abrir inquérito para investigar por lavagem de dinheiro a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, e outras pessoas investigadas pela Operação Porto Seguro - suposto esquema de compra de pareceres técnicos de órgãos públicos para beneficiar empresas. A PF suspeita que bens adquiridos de forma ilícita, a partir de atos de corrupção, teriam sido ocultados ou dissimulados pela organização integrada por Rose e Paulo Vieira, ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) apontado como chefe do grupo. Em ofício enviado à Justiça Federal, o delegado Ricardo Hiroshi, que preside o inquérito da Porto Seguro, pediu e obteve autorização para abrir uma apuração específica sobre lavagem de dinheiro.

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

U

PSD NOS PORTOS, KÁTIA MINISTRA

ma fonte palaciana e um figurão do PSD confirmam: a presidente Dilma cederá a Secretaria de Portos para o partido neoaliado, comandado por Gilberto Kassab. Como adiantou a coluna, o nome para a vaga é a senadora Kátia Abreu (TO), presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA). Ela está licenciada do cargo e mergulhou em dados sobre o setor e a infraestrutura atual. ‘Ela é uma grande estudiosa do assunto’, diz um membro da executiva do PSD sobre o convite.

Origens Não por acaso Kátia concedeu coletiva ontem com balanção da CNA e falou muito de portos. Oficialmente, desconversa: “Sou contrária à repartição partidária de cargos”.

Turma do container

Vaivém

Mexer no porto de Santos é tirar apadrinhados do PSB de Campos, que provoca o PT sobre 2014, mas principalmente de Ciro e Cid Gomes, que já não são tão aliados.

Antes de Portos, foi oferecida a Secretaria de Microempresas ao PSD. A bancada aceitava se pegasse no pacote a Aviação Civil e suas concessões. Aí nada decolou.

Debandada Após nota publicada sobre a reunião do conselho de ex-presidentes da Assefaz, que aperta o cerco sobre rombo milionário, houve debandada na entidade. A superintendente Rosana Ribeiro pegou avião para Florianópolis domingo e de lá avisou que tirou férias. O presidente Hélio Bernades vai pescar no Araguaia. Funcionários pegos de surpresa.

Arremeteu Pilotos conseguiram empurrar para 2013 a votação do novo Código Brasileiro de Aviação, que aumentará participação de estrangeiras nas aéreas. O relator, Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), jura que nada muda na jornada de trabalho dos aeronautas.

Bancada Federal do Amapá reuniram-se ontem (11), com a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, e com o ministro Luiz Inácio Adams, da Advocacia Geral da União para tratar da reincorporação do percentual do Plano Collor aos contracheques dos professores

Rose já foi indiciada por outros quatro crimes: corrupção passiva, tráfico de influência, falsidade ideológica e formação de quadrilha. A PF enquadrou Paulo Vieira nos crimes de corrupção ativa, falsidade ideológica, falsificação de documento particular e formação de quadrilha. Laranjas Nos relatórios da operação, os investigadores anotaram que Vieira registrou carros e imóveis em nome de parentes e funcionários. Há dez dias, o Estado revelou que Rosemary usava um Mitsubishi Pajero TR4 que pertencia à suposta quadrilha. Hoje, o veículo é avaliado em R$ 55 mil. Mais bens Vieira também seria o dono de um apartamento em Brasília registrado no nome de seu irmão Marcelo e de outro, em Ubatuba (SP), no nome de

sua mulher. “Alguns dos bens apontados não estão registrados em nome do investigado (Paulo Vieira), mas foram reunidos indícios de que poderiam ter sido pagos por ele (ou por sua ordem) ou registrados em nomes de pessoas próximas a ele, por sua determinação”, anotaram os policiais. Uso de carros O delegado responsável pela investigação pediu que a Justiça autorize o uso policial dos carros apreendidos na operação e de um apartamento em São Paulo. Segundo o inquérito, há “claras evidências de que tais bens foram adquiridos como produtos dos crimes praticados e apurados”. Flat nos Jardins O inquérito pede especificamente o sequestro de um flat adquirido por Vieira na Alameda Lore-

na, nos Jardins, bairro nobre da capital paulista. E-mails interceptados durante a operação revelam que o apartamento foi comprado em abril de 2010 por R$ 192 mil. Vieira pediu à corretora que a escritura fosse feita em seu nome e que fosse informado no documento o valor de R$ 80 mil. Paulo também registrou um Land Rover, comprado por R$ 300 mil, no nome de Patricia Baptistella, diretora da faculdade de sua família. Um telefonema gravado pela operação indica que Vieira tentava evitar que o acúmulo de bens levantasse suspeitas sobre ele. A PF apura o enriquecimento ilícito de Vieira e seus irmãos. Um e-mail interceptado em junho revela que Paulo é sócio da P1 Serviços Gerais, que teve um faturamento de R$ 1,1 milhão de agosto de 2011 a maio de 2012.

A3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

caminha para decidir hoje se cabe à própria Corte, e não à Câmara, decretar a perda de mandato dos três deputados condenados pelo mensalão. Após dois dias de discussão, o placar ficou em quatro votos a quatro. Celso de Mello vai desempatar a votação.

Sindicato e bancada mobilizam-se pelo percentual do Plano Collor arlamentares da Bancada Federal do Amapá reuniram-se ontem (11), com a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, e com o ministro Luiz Inácio Adams, da Advocacia Geral da União para tratar da reincorporação do percentual do Plano Collor aos contracheques dos professores celetistas amapaenses que passaram aos quadros da União. Eles acompanharam o presidente Aroldo Rabelo e diretores do Sinsepeap. A suspensão dos pagamentos colocou as famílias em dificuldade. “Estamos agindo desde o ano passado para recuperar o poder aquisitivo das famílias. A bancada toda está atuando. Queremos devolver a dignidade para aqueles profissionais e suas famílias”, disse um dos participantes. O percentual de 84,32% é relativo ao realinhamento do Plano Collor, suspenso ano passado, depois de uma disputa judicial que se arrastava desde 1992. O adicional era recebido há 16 anos por cerca de 3,5 mil pro-

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Coitada da abelha O setor rural pede mais de um ano para entrada em vigor de portaria do Ibama que proíbe aviação rural para pulverização de lavouras de soja e algodão. Segundo o Ibama, inseticida dizima abelhas. O prejuízo será de R$ 4 bi até 2020 com a proibição. Polêmica do Inquérito A Polícia Federal faz campanha pesada para que passe no Congresso uma PEC que tira poderes de investigação e fiscalização do Ministério Público. O embate é quente. Submerso Submergiu em Brasília a ideia das licitações para estacionamentos subterrâneos. Não se sabe se por causa da burocracia ou por falta de vontade. Puxadinho Yankee Após dois anos de imbróglio, a Embaixada dos Estados Unidos em Brasília derrubou o muro que invadia 150m de uma avenida aberta pelo GDF. Cena 2: Se o embaixador brasileiro em Washington fizesse o mesmo, já estava numa penitenciária.

Estilos Brasileiros-parisienses repararam a mudança de estilo da gestão Dilma. Ela ficou hospedada no Bristol Hotel, “excelente, mas longe dos melhores”, diz um bon vivant, a R$ 2.300 a diária. Já Lula ficou no Le Meurice, a R$ 1.400 por noite. Sempre ela O Conselho Nacional de Justiça recebeu 16.202 manifestações da sociedade entre Janeiro e Setembro. De acordo com a Ouvidoria, morosidade processual foi o tema predominante nas reclamações. Pantanal tur Na avaliação do governo o Pantanal está às moscas, literalmente. O Ministério da Integração e Sudeco lançarão o projeto “Turismo no Coração do País”, para atrair brasileiros, europeus e latinos durante a Copa de 2014. Vale um Brasil Como diz Caetano, alguma coisa está fora da ordem.. Só o High Line de NY, parque suspenso de 4 km, recebe mais turistas que o Brasil inteiro em um ano. Táxi! O direito a exercer a atividade de taxista será hereditário, com autorização do poder público, segundo lei aprovada no Senado que vai a sanção da presidente. Ponto Final Agora sim, Gilberto Kassab vai nadar de braçada no governo.

Com Vinícius Tavares, Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos

www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br @colunaesplanada


Geral

JD

Cachoeira deixa a prisão e se diz “bastante aliviado”

Desembargador afirmou que prisão preventiva, com duração de 2 anos, não era aplicável ao caso

O

empresário Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, condenado em primeira instância a mais de 39 anos por cinco crimes, incluindo peculato, formação de quadrilha e corrupção ativa, deixou a prisão nesta terça-feira, 11, e disse a jornalistas que se sentia “bastante aliviado”. Cachoeira estava detido desde a última sexta-feira, 7, no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. A decisão de libertá-lo foi tomada na tarde desta terça pelo desembargador Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). O oficial de justiça chegou à prisão às 18h30min e, em 25 minutos, o chefe da máfia dos caça-níqueis estava a caminho de sua casa, no Alphaville-Flamboyant, distante cerca de 14 quilômetros do presídio. Ilegalidade Tourinho Neto concedeu habeas corpus a Carlinhos Cachoeira, por entender que sua prisão preventiva, com duração de dois anos, como definida pelo juiz Aderico Rocha Santos, da 11ª Vara Criminal da Justiça Federal em Goiânia, não

D

A4

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

MP quer confisco de bens do bicheiro Carlinhos Cachoeira

O

Ministério Público Federal (MPF) pediu nesta terça-feira, 11, o confisco de bens de todos os condenados no Caso Cachoeira. Por meio de recurso contra a sentença do juiz Alderico Rocha Santos, da 11ª Vara Criminal da Justiça Federal em Goiânia (GO), os promotores Lea Batista de Oliveira e Daniel Resende de Salgado também requereram o pagamento de multa proporcional aos danos que a quadrilha provocou ao Estado. Um dos gastos citados no recurso foram R$ 156.985,50 em diárias para reforçar o efetivo policial e viabi-

lizar a deflagração da operação Monte Carlo. Se o recurso for aceito, o patrimônio de Carlinhos Cachoeira, avaliado em R$ 167 milhões, nas contas do Ministério Público Federal (MPF), será leiloado. Além de Cachoeira, o MPF requereu o chamado “perdimento de bens” da cúpula da máfia dos caça-níqueis, formada por Lenine Araújo de Souza, Geovani Pereira da Silva, Wladimir Garcez Henrique, José Olímpio de Queiroga Neto, Idalberto Matias de Araújo, Gleyb Ferreira da Cruz e Raimundo Washington de Souza Queiroga. (Agência Brasil)

Tourinho Neto concedeu habeas corpus a Carlinhos Cachoeira, por entender que sua prisão preventiva, com duração de dois anos, como definida pelo juiz Aderico Rocha Santos, da 11ª Vara Criminal da Justiça Federal em Goiânia, não seria legal.

seria legal. “No nosso ordenamento jurídico, não existe prisão preventiva quantificada em tempo”, escreveu Tourinho Neto. Argumentos

De acordo com ele, esse tipo de prisão só pode ser decretada para garantir a ordem pública, a ordem econômica, a conveniência da instrução criminal ou para assegurar a pena,

como previsto pelo artigo 312 do Código de Processo Penal (CPP). O Ministério Público Federal (MPF) pode recorrer da decisão à 3ª Turma do Tribunal. (Estadão)

Executiva Nacional do PMDB recomenda aos peemedebistas aprovação da MP do Setor Élétrico

eputados e senadores do PMDB deverão votar pela aprovação da Medida Provisória (MP) 579, que entre outras coisas trata da diminuição do preço da energia elétrica. Decisão nesse sentido foi tomada ontem (11), por unanimidade, pela Executiva Nacional do PMDB, reunida em Brasília. “O PMDB não abre mão da redução do preço da conta de luz para todos os brasileiros”, disse o presidente em exercício do partido, senador Valdir Raupp (RO). A MP está sendo discutida na comissão mista do Congresso Nacional e tem como relator o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), e o relator revisor, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Calheiros deverá apresentar seu parecer à medida provisória amanhã (12) para que

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

seja discutido e votado na comissão mista. O PMDB acredita na aprovação do parecer de Renan. A medida dispõe sobre as concessões de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, redução dos encargos setoriais e modicidade tarifária, entre outras coisas. Na última sexta-feira (7), o Diretório Nacional do PT, reunido em Brasília, apoiou a aprovação da MP. “A redução do preço da energia, além de reivindicação antiga da indústria, tem grande impacto no custo de vida e na qualidade de vida do povo, principalmente na dos mais pobres. Além disso, energia mais barata significa baixar o custo Brasil, que, para a elite conservadora, é sinônimo apenas de salário, leis trabalhistas e gastos sociais”, disse PT em nota. (Agência Brasil)

O bicheiro Carlinhos Cachoeira já encontra-se em liberdade.

Maia teme conflito entre Legislativo e Judiciário se STF decidir pela perda de mandatos

O

A MP está sendo discutida na comissão mista do Congresso Nacional e tem como relator o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL)

“Eles sabem que sou o garganta profunda do PT”, diz Cachoeira sobre petistas depois de deixar a prisão

O

PT foi o alvo de críticas de Carlos Cachoeira, no início da noite desta terça-feira (11), assim que deixou o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, ele afirmou que sua prisão é interesse dos integrantes do partido. “Eles sabem que sou o garganta profunda do PT”, disse Cachoeira em uma referência ao fato de saber informações sobre o partido. Ele desqualificou o relatório da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) do Cachoeira e disse que quer conversar com seus advogados para falar mais sobre o assunto na quarta-feira (12). “Sei de muita gente que está envolvida com o relatório que possui relações com a Delta.” Após cinco dias preso, ele foi solto por alvará expedido pelo desembargador, Tourinho Neto, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que

determinou a soltura imediata. Cachoeira deixou o Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, por volta das 18h50. O pedido de habeas corpus foi feito na última segunda-feira (10) pelo advogado de Cachoeira, Nabor Bulhões. Cachoeira voltou para a cadeia na sexta-feira (7) após o juiz Alderico Rocha Santos, da 11ª Vara da Justiça Federal, expedir pedido de prisão referente à operação Monte Carlo, deflagrada em fevereiro e que levou Cachoeira à prisão pela primeira vez. O juiz o condenou a 39 anos e oito meses de prisão por diversos crimes de corrupção, peculato e formação de quadrilha. O MPF-GO (Ministério Público Federal de Goiás) apresentou recurso à sentença do juiz Alderico Rocha Santos. (Agência Brasil)

presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), afirmou ontem (11) que a Casa não irá “se curvar” ao Supremo Tribunal Federal (STF), caso a Corte decida pela cassação imediata dos três deputados condenados no julgamento da Ação Penal 470, o processo do mensalão. São eles: João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT) Para Marco Maia, se os ministros do Supremo decidirem cassar o mandato dos três parlamentares, será criado um conflito entre o Legislativo e o Judiciário. “Não estamos entrando no mérito do julgamento, mas [questionando] a forma como deve ser tratada uma questão tão complexa como as prerrogativas dos Poderes.” Segundo Maia, não há como um tribunal cassar o mandato de alguém que foi legitimamente eleito pelo povo. “Todos os recados já foram mandados [ao STF]. A opinião e a forma com está sendo desenhado o resultado vai colocar em conflito o Parlamento e o Judiciário, e ninguém quer isso”, disse Marco Maia, defensor da tese de que cabe ao Congresso a responsabilidade pela cassação de mandatos. “Não vamos admitir, e acredito que o Parlamento não irá se curvar a uma decisão como essa do STF. Nenhum parlamentar pode prescindir de defender a instituição. O que estamos vendo é uma afronta a uma prerrogativa da Constituição. É isso que sus-

tenta a democracia e a estabilidade democrática brasileira”, acrescentou o presidente da Câmara. Maia reafirmou que a Constituição é “muito clara” quanto à prerrogativa do Legislativo de cassar mandatos de parlamentares. Sobre a possibilidade de ser criticado pela opinião pública por sua postura ante a questão, o deputado lembrou que, ao longo da história, regimes autoritários sempre contaram com grande apoio popular. “Temos que separar a opinião pública da opinião falada e escrita. Regimes autoritários e totalitários tinham sempre apoio popular e caíram quando perderam esse apoio. Os regimes totalitários se caracterizaram por romper a Constituição e interpretá-la de acordo com seus interesses. O que estamos discutindo é que não é razoável mudar uma interpretação da Constituição no meio do jogo.” Ficou empatada em 4 a 4 a votação no Supremo sobre a perda de mandato de parlamentares condenados no processo do mensalão. Mesmo sem o voto computado oficialmente, o ministro Celso de Mello sinalizou que deverá votar pela perda imediata dos mandatos. Enquanto o presidente da Corte e relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, defende a perda de mandato imediata por condenação criminal, o ministro revisor, Ricardo Lewandowski, entende que a intervenção política não cabe ao STF. (Agência Brasil)


Política

JD

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

A5

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Lula diz que novas denúncias de Marcos Valério são “mentira” Novos fatos relatados por Marcos Valério à Procuradoria Geral, entre as quais a de que Lula teria dado seu “ok” ao mensalão

Dilma disse considerar “lamentável” o que chamou de “tentativas de desgastar” a imagem de Lula da Silva ao associá-lo ao esquema do mensalão.

Dilma diz ser “lamentável” tentar desgastar imagem de Lula com mensalão

A Lula tentou evitar falar com a imprensa sobre o assunto e foi cercado de seguranças

O

ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira, 11, em Paris, que os novos relatos feitos pelo publicitário Marcos Valério à Procuradoria Geral da República (PGR), divulgados pelo Estado, são “mentira”. Lula foi cercado por jornalistas na saída do Fórum do Progresso Social, co-organizado por seu instituto, e quebrou o silêncio que perdurou ao longo de todo o dia, quando evitou falar à imprensa. Abordagem No início da tarde, a reportagem interpelou o presidente na saída do hotel Meurice, onde está hospedado em Paris. Com expressão séria, Lula fez sinal de que não responde-

ria questões, entrou em um carro e partiu acompanhado pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. Duas horas depois, o ex-presidente foi protegido por um cordão de seguranças durante o fórum e não respondeu sobre o assunto. Sua primeira manifestação aconteceu ao término do evento. Com uma postura diferente, Okamotto falou ao Estado durante o fórum e negou que tenha ameaçado Valério de morte, conforme o publicitário afirmou em seu novo depoimento à PGR. Ele afirmou que não vê novas denúncias no testemunho de Valério e que Lula teria de responder por ele mesmo. Okamotto disse também não ter lido a reportagem do Estado que

trouxe detalhes sobre o depoimento de Valério. Questionado sobre se o ex-presidente havia lido a reportagem, o assessor disse que Lula “não lê o Estadão”. Defendendo A reportagem explicou os fatos relatados por Valério à Procuradoria Geral, entre as quais a de que Lula teria dado seu “ok” ao mensalão. “Meu nome não é Lula. Se teve esse negócio, eu não estava nessa reunião. Tem de perguntar para o Lula um negócio desses”, alegou. Sobre a denúncia de que o esquema também teria pagado contas pessoais da família do ex-presidente, o assessor afirmou: “Que contas pessoais? Tem de perguntar para o Lula”. Indagado sobre as supostas ameaças de morte que teria feito a Valério, Okamotto devolveu a pergunta. “Eu ameacei ele de morte? Por que eu vou ameaçar ele de morte?”, questionou. “Está nos autos que eu ameacei ele de morte? Duvido! Duvido que ele tenha dito isso!” Sobre sua suposta declaração afirmando que “gente do PT” o queria morto, Okamotto negou

com ênfase. “Não, não, não. Eu não tenho nenhum motivo para desejar o mal a Marcos Valério. Eu o conheci depois do episódio do mensalão, da história que ele contava que tinha feito empréstimos em nome das empresas dele para ajudar o PT”, disse ele. “Isso acabou trazendo um grande transtorno para ele, não é? Ele chegou a ser condenado.” Argumentos A seguir, o assessor colocou em dúvida a credibilidade das declarações de Valério à Justiça. “Pelo que eu entendi, ele esclareceu toda a imprensa brasileira, discutiu com a Justiça, deu os nomes à Justiça. Suponho que tudo o que ele tinha para falar ele já falou”, argumentou. “E até algumas coisas que ele falou a Justiça não levou em consideração, como os empréstimos que ele tinha recebido.” Outro assessor que acompanha a delegação do ex-presidente, o ex-ministro Luiz Dulci não quis comentar as declarações de Valério. “Não vi o Estadão hoje. Acordei às 5h da manhã, mas por coisas daqui. Eu estou cuidando das coisas daqui”, disse.

presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira, em Paris, considerar “lamentável” o que chamou de “tentativas de desgastar” a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao associá-lo ao esquema do mensalão. Lula teria autorizado empréstimos bancários ao PT que seriam utilizados no esquema de compra de apoio de parlamentares da base aliada no início do seu governo, segundo depoimento do empresário Marcos Valério revelado pelo jornal O Estado de S.Paulo nesta terça-feira. “Eu considero lamentável essas tentativas de desgastar a imagem do presidente Lula. Acho lamentável”, disse Dilma em entrevista coletiva ao responder à pergunta sobre as declarações de Valério. “Eu repudio todas as tentativas, essa não seria a primeira vez, de tentar destituí-lo da sua imensa

Presidenta Dilma diz que Brasil não abrirá mão de estímulo fiscal

A

presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira que o Brasil “não abre mão” de usar o estímulo fiscal como parte do receituário para saída da crise. “Acredito que todos nós enfrentamos uma situação extremamente difícil. No nosso caso, não abrimos mão de estímulos fiscais porque temos uma situação bastante estável”, disse em entrevista coletiva no Palácio Eliseu ao lado do presidente francês, François Hollande. Investimentos “O Brasil gasta seu Orçamento em um processo de melhoria das con-

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, Oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais do Distrito e Município de Macapá - Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar: ANTONIO WANDERSON CARNEIRO DA SILVA e CRISTINA SOUZA SOARES Ele, filho de Ermino Carneiro da Silva e Maria Vieira da Silva. Ela, filha de Eranildo Souza Soares e Jucid alda Costa e Souza. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da Lei. Lavro o presente para ser afixado em Cartório e publicado na Imprensa local. Macapá-AP, 11 de dezembro de 2012 Francilene da Silva Duarte Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

O oficial do Registro Civil de casamentos e mais anexos da Comarca de Macapá, capital do Estado do Amapá, República Federativa do Brasil, por nomeação legal, etc... FAZ SABER que se pretendem casar: EDIOMAR DE JESUS SILVA NAICI MAIARA BARBOSA DOS SANTOS Ele é filho de Nivaldo Barbosa Silva e de Rosilda Magave de Jesus. Ela é filha João Quaresma dos Santos e de Maria Elci Gomes Barbosa. Quem souber de qualquer impedimento legal que os iniba de casar um com o outro, acuse-os na forma da Lei. Macapá-Ap., 11 de dezembro de 2012 Josiane Cavalcante de Souza Escrevente

carga de respeito que o povo brasileiro lhe tem”, disse Dilma referindo-se a Lula, mas sem vincular diretamente as tentativas ao mensalão. Valério, apontado como operador do mensalão e condenado a 40 anos de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) disse em depoimento à Procuradoria-Geral da República (PGR) em setembro que Lula deu “ok” aos empréstimos numa reunião no Palácio do Planalto junto com o então ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, e o tesoureiro do PT à época, Delúbio Soares. Dirceu e Delúbio também foram condenados à prisão pelo STF por envolvimento no esquema. Lula, que também está em Paris e participou de evento ao lado de Dilma mais cedo, classificou as afirmações de Valério como “mentiras”. (Por Hugo Bachega, em Brasília)

dições macroeconômicas do Brasil. Desonerando investimento em gargalos de infra e também procurando manter nossos ganhos sociais”, disse a presidente. Para Dilma, o Brasil pode usar o estímulo fiscal porque a situação macroeconômica do País permite. A presidente citou como exemplos a relação entre a dívida líquida do setor público e o Produto Interno Bruto (PIB) em torno de 34%, a inflação sob controle e as reservas internacionais “significativas” como argumentos da situação favorável da economia brasileira.


Esporte

JD

Adec enfrenta time da Tuna Luso na Copa do Brasil Feminino em 2013

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Lucas chora após último treino e ganha banho dos companheiros

Associação Desportiva Calçoene ganhou a vaga para representar o Amapá na competição nacional devido ter conquistado recentemente o inédito título Elcio Barbosa

Da Reportagem

A

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na segunda-feira a tabela da Copa do Brasil de Futebol Feminino 2013, que tem data para iniciar no dia 2 de fevereiro, e terminará no dia 20 de abril. Dado a isso, a Associação Desportiva Calçoene (ADEC), campeã amapaense de futebol feminino de 2012, enfrentará o time da Tuna Luso Brasileira na primeira fase da Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2013. O representante amapaense já inicia os preparativos para montar a equipe para disputar pela primeira vez o certame nacional. ADEC enfrenta a Tuna Luso no dia 2 de fevereiro de 2013, no estádio Glicério Marques em Macapá. A partida de volta acontece em Belém, no estádio da Tuna luso conhecido pela torcida paraense de ‘’Souza’. A idéia do treinador Ubiraelson Batista da Silva é criar uma seleção de jogadoras que disputaram recentemente o certame estadual. Orientação de outros treinadores, de como o Amapá deve participar desta competição necessitam ser observado pelo técnico alviverde da terra

Banho em Lucas durante coletiva (Foto: Alexandre Lozetti / Globoesporte.com)

O

Time feminino da ADEC vai representar o Amapá na Copa do Brasil em fevereiro de 2013

do ouro. “Vamos ouvir quem disputou esta competição para poder trabalharmos com o objetivo de representar bem o Amapá nesta competição”, falou Batista. Copa do Brasil Feminino 2013 A Copa do Brasil de Futebol Feminino de 2013 está na 7ª edição. A organização é da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Como a edição passada, aconteceu no primeiro semestre, entre 2 de fevereiro e 20 de abril. O sistema de disputa será

semelhante ao da Copa do Brasil de futebol masculino, com jogos eliminatórios (mata-mata) até a decisão do título. A equipe que somou o maior número de pontos ganhos ao final das duas partidas disputas, dentro do próprio grupo, em cada fase, será classificada para compor os grupos das fases seguintes. Na primeira fase as equipes serão dispostas em grupos regionalmente (grupos 1 a 8 - região Norte e Nordeste; grupos 9 a 16 - Centro-Oeste, Sul e Sudeste) para facilitar o

deslocamento das equipes. Nas primeiras e segundas fases (oitavas-de-final), caso a equipe visitante vença a primeira partida por três gols ou mais de diferença, estará automaticamente classificada. Nas 3 primeiras fases, as equipes se enfrentaram em jogos de ida e volta (exceto se o jogo de volta for eliminado por vitória do visitante por um placar superior a 3 gols), sendo o mandante do jogo de volta a equipe pertencente à federação melhor posicionada no ranking da CBF.

Placa e ASS/PM decidem Play Off de Voleibol feminino nesta quinta-feira no Avertinão Elcio Barbosa

Da Reportagem

A

Federação Amapaense de Voleibol (FAV) está prestes a encerrar mais uma competição do calendário anual da entidade. A FAV realiza nesta quinta-feira, 13, o confronto decisivo do play off ( confronto melhor de três partidas), entre as equipes do Placa, e da ASS/PM, naipe feminino. O jogo está marcado para as 19 horas no ginásio estadual de esporte Avertino Ramos. Empatados por uma vitória para cada equipe no play off melhor de três partidas, nesta quinta-feira, 13, sai o campeão estadual do voleibol amapaense de 2012. O Presidente da FAV Alaur Nery da Fonseca disse que o nível das equipes este ano é considerável. Por que participaram cinco equipes femininas e masculinas, “Por isso, a

Time do Placa vai tentar surpreender a ASSPM em busca da vitória para almejar mais um título na história do clube

Federação fica motivada em realizar os torneios sub 20. Os torneios sub 14, sub 15 nos naipes femininos e masculinos para

Toque de Primeira ANTONIO LUIZ

Colunista alpcampos@hotmail.com Positivo Francisco ‘Sebinho’ integra o projeto “Eu Amo Bicicleta”. O livro será distribuído em escolas brasileiras e traduz reconhecimento ao ícone do ciclismo amapaense! Negativo Estilo ranzinza de Muricy Ramalho desagrada atletas e diretores do Santos. Apesar dos 04 títulos conquistados nos últimos dois anos, o técnico não é unanimidade no clube.

Basquete Sub-15 AABB x Ass. Basqueteiros/ AP duelam esta quarta-feira, 18h30, no Avertino Ramos. Vôlei Feminino Associação Sargentos/PM e Placa Clube disputam amanhã o título, 19hs, no Avertinão. Fenômeno Azul Clube do Remo contrata 15 jogadores de futebol e tenta

ser realizados nos dias 22 e 23 de dezembro” informou Alaur Fonseca. Um grande público está esperado para compare-

dar a volta por cima. Confira! Sucesso Universitário I A Federação Acadêmica de Desporto do Amapá – FADAP recebeu valiosa premiação. Sucesso Universitário II A CBDU concedeu à FADAP, em Goiânia-GO, o prêmio de melhores do Ano 2012. Mundial de Clubes Previsão de intenso frio espera hoje a estreia do Corinthians contra o egípcio Al Ahly. Justiça Social I Clube de Boxe Nelson dos Anjos é uma das entidades contempladas numa bela sacada.

cer ao Avertinão e torcer pelas equipes rumo a vitória e conquistar o título do estadual de voleibol feminino de 2012.

Justiça Social II Pena por crime eleitoral de menor potencial ofensivo será convertida em cestas básicas. Justiça Social III Palavras de Luciano Assis, juiz eleitoral que enobrece o direito, a retidão e a sociedade. Amém, Marcos! Ontem rolou despedida do goleiro que transcende paixões clubísticas. E se tornou mito! Maracatório I Maracatu da Favela e Oratório Clube realizam uma festança de arromba este domingo.

último dia de treino, a última entrevista, o último jogo. Ontem foi repleta de emoções para Lucas, que hoje, na decisão da Copa Sul-Americana, contra o Tigre, da Argentina, se despedirá do São Paulo. A partir do dia 27, ele inicia sua trajetória em Paris, onde vestirá a camisa do PSG, clube que desembolsou R$ 115,5 milhões para contratá-lo. Após o treino comandado por Ney Franco, Lucas foi o último a deixar o gramado. Queria curtir cada momento. Disputou um torneio de faltas com o auxiliar técnico Éder Bastos e ganhou. Na saída, diante de dezenas de fotógrafos e cinegrafistas, caminhou até a sala de imprensa. Semblante fechado, olhar para baixo, tenso. O menino de 20 anos estava chegando para encarar um batalhão de jornalistas. Poucas vezes, o local esteve tão lotado. Ele sentou, olhou para frente e, já com lágrimas nos olhos, comandou: - Vamos lá. Começaram as perguntas. Foram três até que a sala de imprensa fosse invadida por alguns jogadores. Primeiro, apareceram o atacante Osvaldo e o volante Wellington, que já abraçou seu amigo desde as categorias de base. Na sequência, apareceram outros companheiros desde o CT de Cotia, como Lucas Farias, Leonardo, Léo. Douglas veio junto para prestar sua homenagem. Todos deram um banho de água e isotônico no camisa 7, que desabou. Colocou as mãos no rosto e chorou. Chorou muito. Sem vergonha. A ponto de a coletiva ter de ser interrompida para que ele pudesse tomar um banho e se recompor. Trinta minutos depois, a entrevista recomeçou. Com uma nova camisa e bem mais controlado, a joia tricolor falou sobre vários assuntos. Veja abaixo: O que sente nesse momento: Passa um grande filme pela cabeça. Desde quando saí pela primeira vez da casa até agora. Cada situação que enfrentei. Vim para um lugar (Cotia) com 13 anos e não conhecia ninguém. Quando assinei o contrato com o PSG, pensei em muitas coisas. Quero sair deixando saudade não só dentro de campo, mas também fora.

Maracatório II A brincadeira celebra o aniversário da Verde Rosa e o Amapazão da Orca Demolidora. Pimenta Malagueta Romário protocolou pedido de CPI na CBF, com assinaturas suficientes. Vai feder! Futsal Sub-11 São José x Jovens em Quadra decidem o campeonato hoje, 19hs, no Avertino Ramos. “Muy Amigos” Felipão e Parreira são xerifes demais juntos e a dupla sinaliza iminente conflito. Espere! Judô Clube I

O que mudou desde a promoção para o time profissional: Como pessoa, não mudei absolutamente nada. Sou feliz, de bem com a vida, sorrindo sempre e tentando alegrar o ambiente. Como atleta, aprendi demais, cresci muito, tanto na parte física, quanto na técnica. Cada treino ajudou muito a me desenvolver. O último treino. Quis aproveitar ao máximo, fiz questão de ficar com o Rogério Ceni e com o Milton Cruz, pessoas que me apareceram bastante. Talvez daqui uns sete, dez anos eu volte a pisar nesse gramado. Aproveitei cada momento com intensidade, vou sentir falta de tudo aqui. Dos treinos, das brincadeiras na concentração, das refeições. Será tudo novo daqui para frente. Decisão contra o Tigre É o jogo da minha vida, o jogo mais importante da minha carreira. Desde que cheguei ao profissional, não havia tido uma oportunidade de disputar uma decisão. Vou jogar tudo, 100%. Se precisar, vou me quebrar todo porque preciso ser campeão, preciso retribuir o carinho que recebi de todos aqui no clube. Temos de tomar cuidado, o Tigre chega junto e a arbitragem deixa correr. Quem errar menos, será campeão. PSG O Paris tem uma equipe muito competitiva. Será outro momento, mas vou buscar meus objetivos. É claro que a liga espanhola é melhor que a liga francesa, mas foi a melhor proposta para mim e para o São Paulo. No PSG, existem craques consagrados e muitos brasileiros, o que certamente vai facilitar a minha adaptação. Desejo para o futuro Quero um dia ser eleito o melhor jogador do mundo. Ainda falta muito. A saída para Paris é o primeiro passo em busca desse sonho, afinal todo o foco está lá na Europa. Só posso dizer obrigado a todos no São Paulo. Fiz até uma colinha para falar o nome de todas as pessoas que me ajudaram de alguma maneira. Deus, minha família, os funcionários de Cotia, desde a tia da cozinha, o pessoal da limpeza, a diretoria da base, o Geraldo (supervisor), Marcos Tadeu (diretor). Também tem os técnicos que trabalharam comigo, o Vizzolli, Baresi, Toninho. (espn.br)

A tradicional academia movimenta o tatame este final de semana no Avertino Ramos. Judô Clube II Sábado tem III Torneio Vitor Artur 9/10 anos e XVIII Torneio Osair Pinho 11/12 anos. Judô Clube III Domingo de XVIII Torneio André Santiago sênior, acima 15 anos masculino/ feminino. Você Sabia? Vem aí a Copa Imprensa Integração reunindo a turma que faz a mídia esportiva tucuju. O Torneio Início leva o nome Mario Tomaz e estimula a amizade entre cronistas.


Esporte

JD

Corinthians põe à prova fase rica e inicia caminhada ao bimundial contra Al ahly

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Enquanto isso...

Em seu momento mais forte economicamente nos 102 anos de vida, o time paulista estreará no Mundial de Clubes contra um novo candidato a azarão

O

Corinthians põe à prova hoje, às 8h30 (horário de Brasília), em Toyota, um caso de sucesso que se acentuou na desgraça, quando foi eliminado da Libertadores para o Tolima-COL. Desde então, o time apostou na manutenção de Tite e virou modelo de gestão, faturando o Brasileirão e Libertadores. Em seu momento mais forte economicamente nos 102 anos de vida, o time paulista estreará no Mundial de Clubes contra um novo candidato a azarão: o Al Ahly, que jogou poucas partidas no ano e se recompõe após tragédia que resultou na morte de 72 torcedores em batalha campal. O ganhador deste jogo enfrentará na final o vencedor de Chelsea x Monterrey, que se enfrentam na quinta, em Yokohama. A presença no Mundial de Clubes evidencia a fase equilibrada do Corinthians. Ídolos do time, Emerson Sheik e Paulinho manifestaram intenção de permanecer no Corinthians com ou sem título no Mundial. Tite renovou seu contrato por mais um ano. A fase “megalomaníaca” corintiana foi elevada à última potência neste período no Japão. A previsão é que o clube reúna de 20 a 40 mil pessoas no estádio para as semis, recorde entre times brasileiros no Japão. A Nike, patrocinadora do time, instalou outdoor com os dizeres “Aqui é Corinthians” próximo ao estádio do Chelsea, principal concorrente ao título. Em meio à expectativa da torcida alvinegra, o discurso no elenco é de que o “já ganhou” pode ter consequências nefastas, citando o Mazembe e o próprio Tolima como exemplos. “Não me lembro de nenhum jogo fácil que os times brasileiros tiveram nesta fase. O São Paulo ganhou apertado em 2005, o Inter também teve dificuldade em 2006

Adriano faz acordo e pagará R$ 110 mil por tiro que acertou jovem no carro do atleta O atacante Adriano, que está sem clube desde novembro, aceitou fazer um acordo e terá que pagar R$ 110 mil para o Hospital Barra D’Or e para a jovem Adriene Cyrillo Pinto, ferida na mão por um tiro disparado no carro do jogador, em dezembro de 2011. A decisão foi tomada na audiência de instrução e julgamento, no 9º Juizado Especial Criminal da Barra da Tijuca. Os valores são referentes aos danos morais e físicos da modelo - R$ 60 mil - e ao valor cobrado pelo hospital para onde a jovem foi levada depois do incidente. Com a confirmação do pagamento do acordo, o hospital terá que retirar um processo movido contra Adriano na 7ª Vara Cível do Foro Regional de Jacarepaguá. O valor dos atendimentos médicos era bem superior, mas os advogados do hospital aceitaram a negociação. O pagamento também impede que Adriene entre na Justiça para pedir uma indenização na esfera cível. Apesar de aceitar a proposta, o jogador manteve a versão de que é inocente.. (uol) Emerson Sheik é a principal esperança de gol do Corinthians no Mundial

e o Santos no ano passado venceu, mas levou sufoco dos japoneses”, reforça Tite. O Corinthians terá sua força máxima para a partida no Toyota Stadium. Guerrero desembarcou no Japão como dúvida após lesão, mas confirmou presença entre os titulares. Cássio foi poupado de treino às vésperas para se tratar de dores no ombro. Campeão africano, o Al Ahly apresenta um futebol sem estrelas, com atletas experientes e calcado no espírito coletivo. Apesar da vitória sobre o Sanfrecce Hiroshima por 2 a 1, nas quartas, o time egípcio sofreu grande pressão dos japoneses, que falharam nas conclusões. Egípcios animados contra a fiel O Al Ahly desafia o favoritismo do Corinthians depois de vencer o Sanfrecce Hiroshima na fase anterior do torneio. No último final de semana o técnico Hossan El Badry admitiu que não conhecia a equipe brasileira. No entanto, em contato com a reportagem o egípcio admitiu que assistiu a 3 horas de gravação dos brasileiros. El Badry analisou o Corinthians com base na vitória por 5 a 1 sobre o Coritiba no Pacaembu, em novembro passado, pelo Campeonato Brasileiro.

Os jogadores do campeão da África dizem se sentirem motivados para desafiar o favoritismo brasileiro também pelo fato de encarar uma torcida rival em esmagadora maioria. A previsão é de que 20 mil corintianos façam barulho nesta quarta no Toyota Stadium. “Quando o time vinha jogando, não jogávamos diante uma grande torcida, geralmente 2 ou 3 mil pessoas por partida. Não é fator de pressão. Ao contrário, estamos felizes de jogar diante de tanta gente. É uma oportunidade de mostrar nosso futebol para a torcida do adversário”, disse o meio-campo Hossam Ashour. Corinthians x Al Ahly Data: 12.12.2012 (quarta-feira) Horário: 8h30, de Brasília Local: Toyota Stadium Árbitro: Marco Rodríguez (MEX) Corinthians: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André, Fabio Santos; Ralf, Pauilinho, Danilo, Douglas; Emerson Sheik e Paolo Guerrero Técnico: Tite

Al Ahly: Ekramy; Fathi, Gomaa, Naguib, Said; Ashour, Ghaly, Soliman, Hamdi; Gedo e Aboutrika (Kenawi) Técnico: Hossam El Badry (globoesporte)

Estados-sede da Copa pagaram propina a Ricardo Teixeira, diz Romário O deputado Romário (PSB-RJ) afirmou ontem na Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, que a CBF “é uma instituição de corruptos e cheia de ladrões”. A manifestação foi feita na audiência pública que debate sobre a situação dos estados que não participarão diretamente da Copa 2014. “A ausência do presidente da CBF desta audiência pública, até sem mandar representante, é bem a cara da CBF”, disse Romário. “Eu também fui enganado por esse presidente (José Maria Marin), e a situação é tão grave que na rua já me falam que sentem saudades do presidente anterior (Ricardo Teixeira)”. Para Romário, os estados que ficaram fora da Copa é porque não pagaram a “propina a Ricardo Teixeira”, afirmou. “Foi assim que aconteceu, quem paga mais leva. Os estados que mais pagaram propinas ao ex-presidente da CBF ficaram com a sede”. O autor do requerimento para a audiência pública, deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA), abriu a sessão criticando a ausência de Maria Marin. “Lamento a ausência da CBF, que poderia ter enviado um representante. Por isso, estou pensando em apoiar a iniciativa do deputado Romário para instalar uma CPI na Câmara dos Deputados, pois esta casa merece respeito”, disse Francisco Escórcio. “Eu também diria isso”, afirmou o jornalista britânico Andrew Jennings, que visitou a Comissão de Turismo e Desporto”, sendo aplaudido quando foi apresentado pelo deputado Romário. Jennings, autor do livro Jogo Sujo, escreveu sobre os bastidores e e corrupção na Fifa, no recente episódio que culminou com a saída do ex-presidente da Fifa, Joáo Havelange, do conselho do Comitê Olímpico Internacional , e a renúncia de Ricardo Teixeira da CBF. (uol)

Fernando Prass fecha com o Palmeiras e assina contrato por três anos

Fernando Prass rescindiu com o Vasco e é o novo goleiro do Palmeiras

O

Palmeiras já tem novo goleiro para a disputa da Série B e da Copa Libertadores em 2013. O clube fechou a contratação de Fernando Prass por três anos e terá 100% dos direitos econômicos e federativos do goleiro de 34 anos.

A reportagem apurou que Prass chega com status de titular e seus salários ultrapassam a casa dos R$ 300 mil. Prass é o segundo reforço para a próxima temporada após a chegada de Ayrton, lateral que veio do Coritiba. O goleiro rescindiu o contrato com o Vasco

na última segunda-feira. Ele teve a liberação publicada no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O compromisso iria até o fim de 2013. Ele moveu uma ação contra o clube e cobra três meses de salários e FGTS

atrasados.O vice-presidente jurídico do clube cruzmaltino Aníbal Rouxinol esteve no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) para avaliar o processo. O dirigente tem uma reunião agendada com o advogado do atleta e aposta em um acordo amigável.(uol)

Kaká já aceita negociar com o Galatasaray, afirma jornal espanhol O Galatasaray deu o primeiro passo para contratar Kaká em janeiro. De acordo com o jornal espanhol “AS”, o meia brasileiro se mostrou disposto a negociar com o clube turco após uma primeira sondagem. Apesar disso, o técnico Faith Terim, que se mostrou empolgado com a possibilidade de contar com o atleta, preferiu manter a cautela. - Se há um contato com o jogador, só o presidente sabe. Não sei nada sobre o tema – despistou Terim, em entrevista ao diário espanhol. De fato, Ünal Aysal, mandatário do Galatasaray, admitiu a possibilidade de contratar Kaká, mas, assim como seu treinador, não quis dar muitos detalhes sobre a negociação. - Kaká está feliz no Real e, se vier, não poderá jogar a Liga dos Campeões, pois já atuou pelo Real. Apesar destes obstáculos, se Terim quer que eu negocie com o Real, vamos trabalhar com todas as nossas forças – prometeu o dirigente ao jornal turco Hürriyet.”. Esta não é a primeira vez que o Galatasaray tenta a contratação de Kaká. No início da temporada, o clube turco também procurou o brasileiro, que, na época, não quis negociar e afirmou que preferia permanecer no Real. Ainda segundo o “AS”, um dos fatores que podem facilitar a contratação de Kaká é a presença de outros brasileiros no Galatasaray. Além do volante Felipe Melo e do zagueiro Cris, o clube também conta com Taffarel, que é preparador de goleiros. A boa relação entre Terim e Mourinho também traz otimismo para os turcos. Por outro lado, o salário do meia, de € 9 milhões anuais, é um empecilho para o Galatasaray, que não poderia arcar com esta quantia. Além disso, há a concorrência de times da MLS – o Los Angeles Galaxy e o New York RB já mostraram interesse em Kaká. (globoesporte.com)


Sociedade

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Empresários Revelação de 2012 José Batista e Rosimara Sobrinho, Christiane e Luciano Lisboa e Emílio e Mara Colares na solenidade de posse da nova diretoria da Associação de Panificadores de Macapá e Santana(Aspams) e do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Estado do Amapá (Sindipanc/AP).

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Presidente do Sindicato das Indústrias de panificação e Confeitaria do Estado do Amapá (Sindipanc/ AP), a empresária Alice Caxias e a diretora Técnica do SEBRAE, Ana Dalva.


CadernoB

DiaDia

Editor: Túlio Pantoja- tuliopantoja@jdia.com.br

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Repasses do FPM devem garantir 13º salários de servidores municipais Municípios recebem 1º decênio do FPM e os repasses de 1%. No AP os valores dos municípios somam mais de R$ 10,2 milhões ANDREZA SANCHES Da Redação

O

s repasses do 1° decêndio de dezembro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do 1% feitos na segunda-feira (10) devem ajudar os gestores de todo o país a pagar o 13º salário de seus servidores, mas o leve crescimento dos repasses, os valores não resolvem os problemas que enfrentam neste final de mandato. Em valores já descontados, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) o repasse foi de R$ 2.444.668.851,88. Em valores brutos, incluindo a retenção do Fundeb, o montante é de R$ 3.055.836.064,85. Os valores adicionais foram creditados na última sexta-feira (7). Houve um crescimento de 3,7% neste primeiro repasse do mês de dezembro em comparação com o mesmo período de 2011, em termos reais. O acumulado do ano até o primeiro decêndio de dezembro é de R$ 62,4 bilhões, em valores brutos. Em comparação com os valores do mesmo período de 2011, observa-se uma queda de 2%. Também no dia 10, as prefeituras recebem o repasse do 1%, decorrente do valor da arrecadação do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto de Renda (IR) contabilizada entre o início de dezembro do ano passado até o final de no-

vembro deste ano. O repasse foi uma conquista histórica da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) em 2007 e consta na Emenda Constitucional 55. O atual repasse do 1% será de R$ 2.877.034.328,85, bem próximo às estimativas da CNM que foram de R$ 2,933 bilhões. Comparando o atual repasse com o do ano passado em termos reais, ou seja, corrigindo a inflação do período, cresceu 1,1%. A CNM alerta aos gestores que o 1% adicional do FPM não incide retenção do Fundeb, mas trata-se de uma transferência constitucional e por isso deve incorporar a Receita Corrente Líquida (RCL) do Município. Entenda o que é O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é uma transferência constitucional (art.159, inciso I, alínea “b” e “d”) feita pela União aos Municípios. Corresponde mensalmente a 22,5%, nos meses de janeiro a novembro, e a 23,5%, no mês de dezembro, da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Do valor arrecadado, conforme preceitua a Constituição Federal, 10% dos recursos pertencem às capitais, enquanto os demais municípios absolvem 86,4%, e a quantia referente a 3,6% é destinada para o Fundo de Reserva distribuído entre os municípios do interior com mais de 142 mil e 633 habitantes.

Brasil e França assinam acordo sobre fronteira da Guiana

O

governo brasileiro fechará uma série de parcerias com a França na tarde desta terça-feira. Entre as iniciativas há um projeto para montar um sistema de socorro emergencial integrado na fronteira norte do Brasil, na divisa com a Guiana Francesa, além de projetos para a produção de células voltaicas e um acordo de cooperação entre os Correios e o grupo postal francês La Poste. Segundo informações antecipadas pelo Itamaraty, um dos principais atos que serão assinados entre os governos do Brasil e França é o que prevê a cooperação no socorro emergencial às margens do Rio Oiapoque, na fronteira da Guiana Francesa. Será criada uma faixa de 150 km em que os dois países poderão trabalhar de forma conjunta.

O Ministério do Desenvolvimento e os ministérios franceses da Indústria e do Ensino Superior também acertarão detalhes para o desenvolvimento do setor de energia solar. A intenção é que o Brasil tenha tecnologia para o desenvolvimento de unidades fotovoltaicas completas, desde a purificação do silício até a produção das células e módulos. Ainda na área econômica, os Correios e a francesa La Poste pretendem assinar acordo de projetos de cooperação. Entre os demais atos, está o memorando entre os ministérios da Educação dos dois países para a recepção, na França, de 2 mil estudantes brasileiros em três anos. Além disso, será oficializado um programa para formar professores nas áreas de biologia, física, matemática e francês.

Ponte sobre o rio Oiapoque deverá ter uma atenção especial do Itamaraty

Repasses do 1° decêndio de dezembro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do 1% feitos na segunda-feira (10) devem ajudar os gestores de todo o país a pagar o 13º salário de seus servidores.

Destino Os recursos são distribuídos aos municípios conforme o número de habitantes, para cada município existe um coeficiente individual, o cálculo de distribuição do FPM é realizado com base nas

estimativas, realizadas anualmente, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em decorrência da crise econômica mundial, os municípios tiveram uma redução no repasse do FPM, no primeiro trimes-

tre do ano. Os números da arrecadação tributária do Governo Federal divulgados pela Receita Federal mostraram que o Imposto de Renda (IR), o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e a Contribuição de Interven-

ção no Domínio Econômico (Cide), principais tributos federais compartilhados com Estados e municípios, tiveram uma queda real de 11,2% no primeiro trimestre, comparado a igual período de 2008.

TCU indica critério de FPE e FPM tido como inconstitucional para 2013 DIVULGAÇÃO

O processo foi relatado pelo ministro Walton Alencar Rodrigues

O

Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu, em acórdão do fim do mês passado, que os coeficientes de distribuição dos recursos do Fundo de Participação dos Estados (FPE), que valerão a partir de janeiro de 2013, serão os mesmos considerados inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão normativa 123/2012 do TCU, com o novo rateio do FPE e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), assinada pelo presidente do órgão, ministro Benjamin Zymler, está gerando grande controvérsia no Congresso e entre tributaristas. Em fevereiro de 2010, o Supremo considerou inconstitucional o artigo 2º da lei complementar 62, que define percentuais de repartição dos recursos do FPE entre as diversas regiões e os coeficientes de participação de cada Estado. O STF entendeu que o

atual rateio não promove o equilíbrio socioeconômico entre os Estados, como determina a Constituição. O FPE é constituído por 21,5% de tudo o que o governo federal arrecada com o Imposto de Renda e com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) - um bolo de cerca de R$ 51 bilhões neste ano. O STF tomou o cuidado de dar um prazo até 31 de dezembro de 2012 para que o Congresso Nacional aprovasse lei complementar com os novos critérios de rateio do FPE, por entender que uma imediata supressão da lei complementar 62 representaria prejuízo ao interesse público e à economia dos Estados. Passado todo esse tempo, nem o Senado e nem a Câmara aprovou a nova legislação, o que deixa a repartição do FPE a partir de janeiro do próximo ano sem critério legal. Sem nova lei, a União teria que cum-

prir a decisão do STF e não realizar as transferências dos recursos do FPE para os Estados. Todas essas questões foram analisadas pelos ministros do TCU, de acordo com o relatório do acórdão 3.135/2012. Os técnicos da Secretaria de Macroavaliação Governamental (Semag) do Tribunal observaram que o artigo 161 da Constituição diz que cabe ao TCU efetuar o cálculo das quotas referentes aos fundos de participação. Além disso, o artigo 92 da lei 5.172/1966 (Código Tributário Nacional) manda o Tribunal encaminhar os coeficientes ao Banco do Brasil até o último dia útil de cada exercício. Os técnicos observaram ainda que, apesar dos esforços do Congresso, “não há nenhuma garantia de que a nova legislação será tempestivamente aprovada pelo Senado e pela Câmara e sancionada pela presidente da República”. Por isso, a Semag entendeu que o TCU deveria definir os novos coeficientes de repartição, “independentemente da publicação ou não de nova legislação para o fundo”. Segundo a Semag, os coeficientes do FPE “seriam calculados provisoriamente com base na legislação que se encontra ainda vigente e deveriam ser revistos, mediante alteração da decisão normativa que os fixaria, quando da publicação da nova legislação para o citado fundo”. O processo foi relatado

pelo ministro Walton Alencar Rodrigues, que aceitou a argumentação apresentada pela Semag. Para aceitar a proposta, Rodrigues disse que ponderou “o fato de a União não poder reter os aludidos recursos (do FPE), os quais pertencem constitucionalmente aos Estados e ao Distrito Federal”. Rodrigues disse que pautou-se, sobretudo, “nos princípios da segurança jurídica e da prudência” por entender que os dispositivos da lei complementar 62/1989 questionados pelo STF ainda estarão em vigor até 31/12/2012. “Desta forma, até que sobrevenha nova disciplina legal, devem ser mantidos os coeficientes para o exercício de 2013 com base no anexo único da LC 62/1989”. A proposta de Rodrigues foi aprovada pelos demais ministros do TCU. Um ministro do TCU, ouvido ontem pela reportagem, disse que o Tribunal apenas cumpriu sua tarefa de calcular os coeficientes para o ano seguinte com base nos critérios existentes. Segundo ele, a decisão não é impositiva e se houver mudança nos critérios, os coeficientes terão que ser refeitos. Todas as lideranças dos partidos políticos no Congresso têm conhecimento da decisão normativa do TCU. Um dos senadores diretamente envolvidos nas negociações em torno do FPE admitiu, num primeiro momento, estranheza com a decisão do TCU.


Geral

JD

Vendas de Natal devem movimentar R$ 30 milhões no comércio amapaense Divulgada pela Federação do Comércio, pesquisa do IPDC aponta detalhes sobre as compras que o consumidor fará no comércio neste fim de ano

A

expectativa para as vendas de fim de ano de empresários, comerciantes e, de forma geral, dos empreendedores amapaenses,parece que será correspondida. O Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio do Estado do Amapá (IPDC), ligado à Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amapá (Fecomércio/ AP) divulgou ontem (11) pesquisa que indica a intenção de compras do consumidor amapaense para as festas de fim de ano. Realizada entre os dias 4 e 6 de dezembro, a pesquisa se baseou na aplicação de 500 questionários direcionados aos clientes que se encontravam nas áreas de maior fluxo de pessoas do centro comercial de Macapá. Comemoração Os primeiros dados indicam que 90 % dos entrevistados pretendem comemorar o natal, sendo que o local preferido para festejar é a própria residência (60%), a casa dos pais fica em segundo (18%) e casa de parentes em terceiro (14%). Compras 78,5% dos consumidores macapaenses pretendem comprar algum produto para dar de presente neste fim de ano. Os presentes mais cotados são: vestuário (48%), calçados (48%), celular/smartphone (30%), além de perfumaria (18%) e televisor (12%).A expectativa dos empresários era que os smartphones seriam os mais procurados, com 76% das intenções de compra, seguido de computadores e notebooks

A pesquisa também mostrou os fatores decisivos na hora da compra. As promoções são o que mais atraem consumidores (51%), depois os preços (45%) e por último a vitrine (30%).

(51%), peças de vestuário (50%), calçados (49%), tablet (45%) e televisores (40%). A pesquisa também mostrou os fatores decisivos na hora da compra. As promoções são o que mais atraem consumidores (51%), depois os preços (45%) e por último a vitrine (30%). Gastos e forma de pagamento Cerca de 50% dos entrevistados pretendem gastar até R$ 300 na hora das compras, outros 38% es-

tão dispostos a gastar mais de R$ 400 em presentes. Os dados da pesquisa também indicam que o consumidor amapaense não quer fazer dívidas: 68%, a maioria, pretende comprar à vista; o cartão de crédito é a opção de 32% dos consumidores. E os que pretendem comprar à vista encontrarão muitas facilidades, como sugeriu a pesquisa do IPDC divulgada no final de novembro, que mostrava que 89% dos empresários pretendiam dar descontos para pagamento à vista.

Para Beatriz Cardoso, gerente executiva do IPDC, a facilidade de acesso ao crédito, principalmente estimulada através de compras parceladas, leva o consumidor a adquirir presentes de valores mais elevados. “Com base nos dados apurados na pesquisa, estima-se que as vendas de natal no comércio local cheguem a aproximadamente R$ 30 milhões”, comentou a gerente executiva. Essa foi quarta pesquisa realizada pelo IPDC e a terceira voltada para o consumidor. (Gabriel Fagundes)

A

ensino sofreu um atraso. A SEED manteve as férias referentes ao mês de julho, porém, os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março ficaram comprometidos. De acordo com o novo calendário escolar da SEED, desde agosto, os estudantes já tiveram 92 dias letivos, referentes aos sábados e feriados. Até janeiro de 2013, as escolas devem cumprir 139 dias letivos, mas algumas instituições têm aderido aos feriados, o que chama atenção da Secretaria Estadual de Educação. Segundo o secretário Adalberto Ribeiro, a SEED deve in-

tensificar a fiscalização nas escolas, principalmente as de ensino médio de Macapá e Santana, como forma de garantir o cumprimento do calendário escolar. “Algumas escolas de 5º a 8º série e 1º a 4º podem até fazer o feriado, porque o calendário permite. Mas as escolas de nível médio não podem se dá a esse luxo, em função de prejudicarem os alunos e na Secretaria vamos acompanhar isso” disse o gestor. O novo calendário escolar passou a vigorar desde o dia 5 de junho, quando a greve foi con-

siderada ilegal. As aulas reiniciaram em agosto e seguirão até o dia 1º de março do próximo ano. Os estudantes terão aulas até próximo às festas natalinas, retornado no dia seguinte, e o mesmo ocorrerá no Ano Novo, onde os alunos retornam para as salas de aulas no segundo dia de janeiro. O novo calendário foi aprovado e homologado pelo Conselho de Estado de Educação. As escolas puderam adaptar o calendário, sob a aprovação da Secretaria de Estado da Educação. (Andreza Sanches)

Crianças carentes recebem Papai Noel no plenário da AL

D

ando prosseguimento a programação de final de ano, a Assembleia Legislativa do Estado do Amapá (AL), recebe na manhã desta quarta-feira (12) a visita do Papai Noel, no Plenário da Casa. A programação que inicia às 9 horas, terá a participação das crianças atendidas pela Associação Crianças

Sorrindo, na área de ponte do bairro Universidade e estudantes carentes da rede estadual de ensino. No próximo dia 19 acontece a Cantata de Natal, com apresentações culturais e shows de corais adultos e infantil. A programação de natal da Assembleia Legislativa teve inicio dia 03

deste mês, com o acender das luzes. Este foi o nome dado ao evento que marcou a programação de Natal da Casa. Os contornos do edifício principal do Parlamento foram adornado com três mil luzes brancas e verdes, dando um visual todo especial ao prédio, numa inédita

programação que prevê ainda a visita de um Papai Noel e uma Cantata Natalina. Serviço: Evento - Visita do Papai Noel Local - Plenário da Assembleia Legislativa Horário - 9 horas da manhã Data - 12 de dezembro de 2012

B2

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com AUTORIZADO Os deputados, depois de viajarem para Brasília e outras partes do Brasil, dizendo eles que precisavam informar-se sobre o que é federalização, para poder votar o projeto do Executivo que pedia autorização para emprestar um bilhão e quatrocentos milhões de reais, chegaram e votaram como estava na proposta do Palácio do Setentrião e, pior, sem discutir a essência do projeto. ESSÊNCIA Não discutir, por exemplo, as condições e taxas, é não estar disposto a fiscalizar. Claro que a proposta do executivo para um pedido desses deve ser, de origem, defensiva, considerando que os deputados têm o dever de questionar os detalhes, para ter certeza da melhor decisão e a possibilidade de uma fiscalização de acordo com o que foi autorizado. Nem uma coisa nem outra. A autorização dos deputados não se preocupou, sequer, em deixar livre o Executivo para procurar uma melhor taxa no mercado.

Cumprimento do calendário escolar sob fiscalização da SEED

fiscalização em escolas que compõem a rede pública estadual de ensino, sobretudo, àquelas que devem cumprir o calendário escolar, deve ser intensificada, foi o que garantiu o secretário estadual de Educação, Adalberto Ribeiro. A Secretaria de Estado da Educação (SEED) realiza o acompanhamento das instituições de ensino médio atingidas pela greve em Macapá e Santana. Com a greve dos professores que durou cerca de 70 dias no Amapá, o calendário escolar de 2012 da rede estadual de

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

DEFENSORIA PÚBLICA A dotação para a Defensoria Pública do Estado do Amapá em 2013 foi estipulada em R$ 1.200,000,00 (hum milhão e duzentos mil reais), um duodécimo de R$ 100.000,00 (cem mil reais). Pela quantidade de trabalho que tem o órgão e pela importância social que deve assumir, parece um orçamento muito aquém das necessidades da empresa, com 0,04% do Orçamento Fiscal. As Defensorias Públicas no Brasil funcionam, diferentemente do Amapá, como órgão independente e dispondo de 2% do Orçamento Fiscal. Já é tempo de pensar nisso... A MAIOR E A MENOR A maior dotação do Orçamento do Estado para

2013 é para a Secretaria de Estado da Educação. São R$ 922 milhões (31,29% do Orçamento Fiscal). Isso quer dizer que a Seed vai contar com um duodécimo de R$ 76,85 milhões. Um valor desse tamanho dá para pensar em melhorar a educação, trazer os professores para a sala de aula e manter as escolas com um mínimo de higiene e urbanidade. ORÇAMENTO DA ASSEMBLÉIA O orçamento da Assembléia Legislativa para 2013, o mais contestado por todos, desde os mais altos executivos até os filiados de partidos que fazem oposição à Mesa Diretora da Assembléia, está colocada no 7º lugar do ranking do Orçamento de 2013, com R$ 156 milhões, o que corresponde a um duodécimo de R$ 13,0 milhões. Segundo os críticos desse valor, metade desse valor pode fazer parte de uma poupança para que não haja atraso do 13º do ano que vem. PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA No ranking do Orçamento de 2013, a Procuradoria Geral de Justiça vem logo depois da Assembléia Legislativa, em 8º lugar, com uma previsão inicial de R$ 124 milhões, ou seja, R$ 10,3 milhões por mês. Sendo que o orçamento ainda prevê para o Ministério Público 100 mil reais na rubrica denominada: Fundo Especial para Apoio e Desenvolvimento do Ministério Público. APELAR PARA QUEM? As lâmpadas das luminárias do muro de arrimo da Praça do Forte, no Lugar Bonito, deste o Trapiche Eliezer Levi até o Araxá estão todas apagadas. E, pior, com as próprias luminárias estão sendo arrancadas ou pela ação da água ou do vento ou pelos próprios usuários da área que ficam aborrecidos com o descaso.

Artesãos e moveleiros participam dos últimos preparativos para a Feira de Natal

A

Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom) realizou ontem (11), na Casa do Artesão, o sorteio das tendas para distribuir os espaços aos artesãos, moveleiros e empreendedores que irão participar da Feira de Natal, que inicia oficialmente na próxima sexta-feira (14), às 18h, e se estende até o dia 31 de dezembro. Além do sorteio, os expositores assinaram um termo de compromisso, onde os mesmos se responsabilizam em zelar pelo espaço durante o período da exposição. “Estamos aqui fazendo esse sorteio para dar oportunidade a todos e também é fundamental para o sucesso da feira. Que vocês, expositores, cuidem do espaço ao qual foi confiado aos mesmos”, ressaltou a diretora do Departamento de Desenvolvimento

do Comércio da Seicom, Cristina Nunes. A Feira de Natal faz parte do “Natal de Todos, É Tempo de Paz”, projeto do Governo do Amapá, com o objetivo de estimular e fortalecer o segmento do artesanato, dos empreendedores individuais e microempreendedores por meio do fomento do comércio no período natalino. A empreendedora Firmina Lobo vive a expectativa de participar desse projeto. “Estou ansiosa e acredito que vou fazer boas vendas”, afirma. Quarenta tendas serão disponibilizadas gratuitamente para noventa expositores que participarão do evento. Os produtos serão diversificados, todas as barracas receberão identificação e serão divididas por segmentos de forma organizada.


Geral

JD

Bope completa dez anos no AP com homenagens e formatura A data será marcada com solenidade de formatura e homenagens aos militares que integram a tropa de elite da Polícia Militar

C

riado no dia 6 de dezembro de 2002, o Batalhão de Operações Especiais, o Bope, o 5º da Polícia Militar (PM) do estado do Amapá, é uma tropa de elite treinada especialmente para o combate em diversas situações e principalmente para o resgate de reféns. Suaespecializada é atuar em ocorrências que exigem respostas imediatas e resultados aceitáveis à sociedade. Hoje, aos 10 anos de existência, o Bope/AP é referência nacional em especializações policiais. Lealdade, honra, força, disciplina e compromisso com a missão, são alguns dos lemas seguidos à risca pelos integrantes desse batalhão, destaca o sub-comandante, Major Cavalcante. Para marcar a data uma vasta programação está acontecendo desde o início do mês. Nesta quarta-feira (12) acontecerá na área externa do Bope, uma solenidade de formatura. Na oportunidade, policiais que fazem parte da história da unidade serão homenageados. Como surgiu A ideia de criar uma tropa de elite se deu na década de 90, quando o Amapá passou a sofrer violentas ações de quadrilhas especializadas, oriundas de outros estados. A época, oficiais do grupo de estudo foram enviados à corporação de outras capitais brasileirascomo em São Paulo, Goiás, Ceará, Alagoas e Bahia, com o objetivo de coletar subsídios detalhados sobre suas unidades especializadas. A maioria dos integrantes do Bope/APera militar da extinta Companhia Independente de Rádio Patrulha, a CIRP. A criação do batalhão foi organizada de acordo com as peculiaridades do estado do Amapá, como característica geográfica, populacional, econômica e carcerária, além da realidade institucional da corporação. O tenente coronel Marcos Vasconcelos da Cruz foi o primeiro a comandar a tropa de elite da PM/AP. Vasconcelos também buscou especializações em forças federais como Exército Brasileiro, Mari-

Hoje, aos 10 anos de existência, o Bope é referência nacional em especializações policiais. Lealdade, honra, força, disciplina e compromisso com a missão, são alguns dos lemas, segundo o Major Cavalcante, sub-comandante

nha do Brasil e Polícia Federal, a fim de qualificare capacitar seus homens a prestarem um serviço de qualidade à sociedade amapaense, e a altura de uma unidade de operações policiais especiais. Conhecimentos e técnicas modernas dentro de áreas policiais específicas, como desarmamento de explosivos, gerenciamento de crises, seqüestros e roubos com reféns, patrulhamento diário especializado em guerrilha urbana, emprego de armamentos não-letais, munições químicas e de impacto controlado para Controle de Distúrbios Civis, foram algumas das especializações e capacitações trazidas pelos militares ao Amapá. De imediato, os policiais multiplicaram seus conhecimentos para todo o restante do batalhão com cursos do mesmo nível em que foram formados. Companhias do Bope A princípio o Bope/AP era divido em três companhias: a Roda OstensivaTática e Motorizada, a Rotam, que éespecializada em busca, captura, cerco tático e patrulhamento em áreas urbanas e rurais consideradas de alto risco,oComando de Operações Especiais, o Coe, especializado para atuar em ocorrências de geren-

ciamento de crises que requer o emprego de efetivo reduzido, negociador, time tático e Sniper (atirador), e o Choque, especializado em controle de distúrbios civis, e que tem como principal característica o uso de agentes químicos e armamento não-letal. Está companhia também é a responsável pelo isolamento/ocupação de áreas de alto-risco e policiamento em praças desportivas e grandes eventos. Depois, outras duas passaram afazer parte da corporação: o Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva, o Giro, que é formado por motociclistas especializados em pilotagem de alto risco que patrulham áreas urbanas, rurais e pontes (ressaca). A agilidade na motocicleta é o grande diferencial dessa companhia que visa, principalmente, deter, inibir e saturar, por meio de abordagem, criminosos que utilizam este tipo de veículo na fuga,e o canil, que é uma tropa especializada no emprego de cães em operações especiais, como controle de distúrbios civis, faro de entorpecente, explosivos, busca em matas, busca em casos de sinistro e assalto tático, busca de infratores em ambientes confinados. Ações Entre as muitas ações

policiais em que foi necessária a intervenção dos homens do Bope, uma delas é lembrada até hoje pelos integrantes da corporação e pela sociedade em geral. No dia 22 de dezembro de 2006, seis bandidos fortemente armados, invadiram uma loja no bairro Santa Rita, na capital Macapá. Pelo menos trinta pessoas, entre funcionários e clientes do estabelecimento, foram mantidas reféns por várias horas. Após as conversações feitas entre os negociadores do Bope e os criminosos, os delinqüentes se renderam e todos os reféns foram liberados, sem que houvesse nenhum ferido e qualquer disparo de arma de fogo. Outro caso que também chamou a atenção e que sempre será lembrado pelos combatentes do batalhão, aconteceuem janeiro de 2011. A época, assaltantes que planejavam um roubo a uma loja no centro da cidade, foram surpreendidos pela polícia e usaram a casa paroquial da Igreja São José, para se esconder. Além do bispo Dom Pedro Conti, outras quatro pessoas foram mantidas reféns pelos bandidos, que após negociar com os policiais do Bope, libertaram as vítimas e se entregaram. (Elen Costa)

Estados terão R$ 28,5 milhões para qualificar gestão do SUS

O

Ministério da Saúde está repassando R$ 28,5 milhões aos 26 estados e o Distrito Federal para financiar a qualificação da gestão no Sistema Único de Saúde (SUS). A medida, publicada, no Diário Oficial da União, tem como objetivo incentivar a implementação de ações para a formalização do Contrato Organizativo de Ação Pública (COAP). Para o Amapá foram reservados R$ 401.877,90 mil. Com afunção de definir as responsabilidades dos entes federativos para com o SUS, o COAP serve de instrumento de planejamento, gestão compartilhada e controle social, garantindo mais segurança jurídica aos gestores. Entre as ações específicas previstas na portaria estão à implantação e o

fortalecimento das comissões Intergestores Bipartite (CIBs); das comissões Intergestores Regional (CIRs) e do Colegiado de Gestão da Saúde do Distrito Federal. As CIBs são fóruns de negociação entre o estado e os municípios. Já as CIRs são instâncias de discussão e decisão que reúne secretarias estaduais e municipais de saúde. Os recursos repassados pelo Ministério da Saúde também devem fortalecer o processo de Planejamento Regional Integrado e as ações de Ouvidoria, Auditoria e Gestão Participativa. A aplicação da verba servirá para o desenvolvimento de ações de apoio e capacitação das novas gestões municipais e conselhos municipais de saúde; fortalecimento das Regi-

ões de Saúde e implementação das respectivas Comissões Intergestores Regional. Os recursos também terão como destino a capacitação dos ouvidores e auditores, avaliação de desempenho das Regiões de Saúde e respectivas CIRs e, ainda, fortalecimento das políticas de promoção da equidade, por meio da criação dos comitês técnicos. As ações a serem desenvolvidas devem ser pactuadas na CIB e Colegiado do DF, com a correspondente aplicação do recurso. A especificação também deverá constar nas Programações Anuais de Saúde (PAS), em conformidade com os Planos de Saúde. Também devem ser incluídas no Relatório Anual de Gestão. O repasse será em parcela única,

por meio do Fundo Nacional de Saúde (FNS). Participantes É uma política nacional, aprovada em 2007, após um amplo processo de discussão que durou três anos. Trata-se de um conjunto de medidas que orienta as ações de governo na promoção e aperfeiçoamento da gestão democrática do SUS. Foi construída de forma coletiva, envolvendo gestores do SUS e o controle social, por meio do Conselho Nacional de Saúde. A Política tem por fundamento as diretrizes e os princípios pressupostos da Reforma Sanitária: direito universal à saúde, como dever do Estado, universalidade, equidade, integralidade e participação social.

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

B3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Universidade Estadual do Amapá sedia programação do Festival Quebramar

A

multiplicidade da cultura, marca da 5ª edição do Festival Quebramar, que leva o patrocínio do governo do Estado, invadirá o ambiente acadêmico da Universidade do Estado do Amapá. A programação na Ueap, que tem à frente o movimento Fora do Eixo Letras (FEL), inicia com diferentes oficinas da área de linguagens ministradas pelo carioca Jiddu Saldanha, dias 11 e 12 de dezembro, e tem na Cantata de Natal, dia 13, às 19h, um dos seus pontos mais altos. O Festival Quebramar fará fundo para a primeira exibição oficial do Coral da Ueap, na pré-estreia da Cantata de Natal, “Vinde, Cantai!”, cuja estreia acontecerá no dia 19, às 20h, no Teatro das Bacabeiras. O repertório está composto por 12 interpretações sacras sob a regência de Williams Leigues Sol Sol e orientação vocal de Arnely Schulz. A 5ª edição do Festival Quebramar promete inundar a cultura amapaense com sons, imagens, atividades de formação, apresentações artísticas e interpretações literárias de estilos variados, além do espetáculo circense Circo Roda Ciranda. À frente da programação, estão os apresentadores: Governo do Amapá e Fundo Nacional da Cultura. Os realizadores: Casa Fora do Eixo Amapá, Casa Fora do Eixo Amazônia, Universidade Fora do Eixo, Movimento Fora do Eixo, Circuito Amazônico de Festivais Independentes, Rede Brasil de Festivais Independentes. O Festival Quebramar acontecerá simultaneamente, de 10 a 16 de dezembro, no Centro Cultural Franco Amapaense, Casa Fora do Eixo Amapá, Centro de Difusão Cultura João Batista Azevedo Picanço, Ueap, Museu da Imagem e do Som, Museu Sacaca, Biblioteca Pública Elcy Lacerda, Anfiteatro da Fortaleza São José e Par-

que do Forte. Os dias 15 e 16 estão reservados para a programação musical. O Fora do Eixo é um movimento sociocultural de trabalhos colaborativos, pautado na Economia Solidária, Cultura Digital e compartilhamento de conhecimento livre. A FEL é a frente temática do Fora do Eixo que movimenta as cadeias criativa e produtiva da palavra em suas mais diversas manifestações – escrita, falada, visual, sonora, multimídia, dentre outras. Com mais de 100 coletivos, a rede conecta cerca de 2.000 agentes, 27 estados brasileiros e 10 países da América Latina. Nos últimos seis anos a rede vem desenvolvendo tecnologias inovadoras, sociais e de gestão, na área da cultura. Confira o vídeo com a programação da edição 2012 do Festival Quebramar no link: http://bit.ly/ WwT2Ow e em www.festivalquebramar.com Confira a programação Quarta-feira (12/10) Manhã Oficina “Breves cenas” com Hudson Andrade (PA) Horário: 8h às 12h Local: Centro Cultural Franco Amapaense Oficina de Video-Poema com Jiddu Saldanha (RJ) Horário: 8h às 12h Local: Laboratório de Informática da Ueap Tarde Oficina Gesto na Narrativa Oral com Jiddu Saldanha (RJ) Horário: 14h às 18h Local: Ueap Tela Mural de Leo Lobos (CHL) e Banda Ekinócio (AP) Horário: 16h Local: Área externa da Biblioteca Pública Elcy Lacerda Noite Oiapoque e Chuí: Poesias Nativas Grupo de Marabaixo (AP) e Pajador (Pedro Jr.) Horário: 19h Local: Auditório da Ueap

Casa da Justiça realiza mais uma ação do projeto de valorização dos detentos

A

Casa da Justiça realizou no Pavilhão Masculino do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), a VI Ação do Projeto “Eu existo: Registro Legal para o Preso”. O programa tem a parceria do Tribunal de Justiça do Amapá, Defensoria Pública, Rede superfácil e coordenação do Projeto Pai Legal e Pai Presente. Durante o evento foram disponibilizados os serviços de entrega de 2ª via da certidão de nascimento; expedição da carteira de trabalho, RG e Cartão do SUS; Pedido de 2ª via de certidão de nascimento; pedido de reconhecimento voluntário de paternidade; pedido de Providências; audiência de Reconhecimento de Paternidade por meio do projeto “Pai Legal”; Direcionamento ao Núcleo Defenap/ Iapen e orientações jurídicas e en-

caminhamentos diversos. Segundo a servidora da Casa da Justiça e uma das responsáveis pela Ação Social, Linda Miranda, o Projeto “Eu existo-Registro Legal para o Preso” já é realizado desde 2006, e fica maior a cada ano. “Um dos principais motivos é o número de parceiros que nos permitem disponibilizar, a cada edição, novos serviços”. Ainda durante a Ação Social, o Coral do Tribunal de Justiça fez uma apresentação aos internos. Nova ação No dia 14 (sexta-feira) deste mês, haverá uma outra ação do Projeto. Desta vez, as atividades serão concentradas na Penitenciária Feminina. Na oportunidade, também haverá apresentação do Coral do Tribunal de Justiça.


DiaDia

JD

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

B4

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

PMM tem prazo para apresentar detalhamento da aplicação dos recursos federais capitados MPF/AP acredita que bloqueio das contas ajudará no melhor acompanhamento da próxima gestão

A

pós o bloqueio das contas da Prefeitura de Macapá referentes aos programas federais da saúde e da educação, determinado na última segunda-feira (10) em ação cautelar proposta pelo Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP), procuradores federais reforçaram que a PMM tem um prazo de dez dias, para apresentar o detalhamento de como os recursos foram utilizados durante os últimos seis meses. A decisão determina que os recursos bloqueados sejam utilizados para normalizar pagamentos e garantir a continuidade dos serviços públicos, mas solicita que em cinco dias o Banco libere a movimentação dessas contas, seguido no prazo de contestação, a Prefeitura é obrigada a apresentar o demonstrativo com informações de como os repasses foram utilizados. Segundo a procuradora federal, Damaris Baggio, o Ministério Público Federal busca impedir, dentro das

suas possibilidades, que os prováveis desvios prossigam. “No primeiro momento foi feito dessa forma, o bloqueio das contas, assim em nova gestão, nós teremos mais garantias e como acompanhar da melhor forma esse recurso, que deve ser utilizado para seus devidos fins”, ressaltou a procuradora. O procurador federal Almir Sanches, também alertou para a retenção dos empréstimos consignados que vem sendo recolhidos pela Prefeitura de Macapá, mas que não são repassados às agências bancárias. “Empréstimos consignados tem juros mais baixos, justamente pela certeza da instituição financeira que vai receber aquele dinheiro mensalmente e pontualmente. Se as instituições passarem a ter medo de que a administração não repasse os juros retidos, a tendência será o aumento desses juros”, mencionou o procurador. A medida cautelar foi re-

sultado de um conjunto de denúncias, uma delas realizada na semana passada pelos médicos que atuam no Programa Saúde da Família (PSF), que estão sem receber desde outubro. Vale ressaltar que nos últimos três meses, a PMM recebeu mais de R$ 4 milhões do Governo Federal, destinados aplicação nos Programas Saúde da Família, Saúde Bucal e Núcleos de Apoio à Saúde da Família, porém, os profissionais não receberam os salários. De acordo com o MPF/ AP, as inúmeras denúncias que chegam ao órgão evidenciam indícios de desvio de verbas. Mesmo com o fim do mandato, o atual prefeito de Macapá, Roberto Góes, deve responder pelas denúncias na Justiça, como cidadão comum. Ontem, a PMM disse que o pagamento dos vigilantes depende de ajustes na documentação. Da Saúde e da Educação deverão estar sendo feitos nos próximos dias.(Andreza Sanches)

CELIANE FREITAS

As inúmeras denúncias que chegam ao órgão evidenciam indícios de desvio de verbas. Mesmo com o fim do mandato, o atual prefeito de Macapá, Roberto Góes, deve responder pelas denúncias na Justiça, como cidadão comum.

Descaso com a vigilância em saúde deixa Macapá à mercê de dengue e malária

M

alária no verão e dengue no período chuvoso, esse tem sido o ciclo de doenças vetoriais – com índices em constante crescimento, que afetam a população de Macapá. A falta de estrutura e de condições de trabalho na Coordenadoria de Vigilância em Saúde do Município resulta, por exemplo, num crescimento de 65% de casos de malária e na falta de inspeção preventiva contra a dengue em cerca de 26.530 imóveis da capital em 2012. Com todo o drama vivido anualmente pela população, o município corre o risco de perder recursos federais para construção do Centro de Controle de Zoonoses, que cuida das ações de prevenção e combate a essas doenças. O valor do convênio é de R$ 600 mil, com contrapartida do município na ordem de R$ 250 mil. O dinheiro está na Caixa Econômica, mas o Ministério Público Federal não aprovou o terreno onde seria erguida a obra, e até o momento a Prefeitura não apontou outra área para execução do convênio.

A malária é uma endemia local inserida no Programa Municipal de controle da Malária – PMCM, que de acordo com o Ministério da Saúde deve realizar quatro ciclos de borrifação – a cada três meses, principalmente nas zonas de alto risco, durante o ano. Os maiores índices se apresentam nas áreas rurais, que requer o deslocamento de servidores para as atividades de diagnóstico, prevenção e educação em saúde. “O problema é que o setor encontrou dificuldades para a execução das atividades do primeiro ciclo por conta de atrasos na abertura do orçamento anual, na aquisição de insumos e atraso no pagamento das diárias dos servidores”, explica Daniela Pinheiro, da Equipe de Transição. Segundo apurou, para a realização do segundo ciclo foi necessário remanejamento orçamentário, o que comprometeu a realização dos terceiro e quarto ciclos que estão sem perspectivas de cumprimento. Ao contrario da dengue, a transmissão da malária ocorre em período não chuvoso, onde foram registra-

dos 90% dos casos entre meados de julho a dezembro. Dentre os estados da região Norte, o Amapá foi o que registrou maior aumento no número de casos. Para combater a dengue, o município conta com o Programa Municipal de Controle da Dengue – PMCD, que tem cadastrados 68 bairros em Macapá, incluindo os perímetros urbano e peri-urbano, totalizando 162.739 domicílios acompanhados pelo programa. Para cuidar de todo esse montante, o PMCD dispõe de 156 agentes de endemias - cada agente tem a responsabilidade de inspecionar de 20 a 25 imóveis por dia. O problema é que esse número de agentes é deficitário, o que compromete a inspeção em pelo menos 26.530. As atividades são realizadas em ciclos bimestrais através do Levantamento de Índice Rápido – para Aedes aegypti, o LIRA, que tem como objetivo identificar as áreas infestadas, selecionando os bairros críticos, levando em consideração o índice de infestação e a incidência da endemia. Mas,

falta apoio logístico e material adequados e em quantidade suficiente para realização do trabalho. Falta também treinamento e atualização para que os profissionais lidem com o sistema operacional do LIRA, além da ferramenta essencial para o acompanhamento dos índices, áreas e casos, que são os computadores. Sem a alimentação diária do sistema o Ministério da Saúde não tem como acompanhar a realidade da dengue no município, deixando portanto de dar o suporte à altura do problema. “Há problemas primários que impedem o bom andamento do setor. Falta desde copiadora para o trabalho burocrático interno, até veículos e combustível para o trabalho de campo”, revela Daniela. Outro agravante é o sucateamento dos equipamentos existentes. O Programa possui 19 maquinas de Ultra Baixo Volume (UBV) Costais, que servem para fazer a borrifação do produto químico. Mas, apenas oito estão em uso, as demais estão paradas por falta de manutenção corretiva.

Sebrae apresenta empresas vencedoras no Prêmio MPE Brasil

N

Para combater a dengue, o município conta com o Programa Municipal de Controle da Dengue

esta sexta-feira, 14 de dezembro, às 16h, no auditório do Sebrae, acontece a Cerimônia do MPE Brasil (Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas). Evento de reconhecimento estadual e nacional às micro e pequenas empresas que promovem o aumento da qualidade, produtividade e competitividade pela disseminação de conceitos e práticas de gestão empresarial. De acordo com a gestora do prêmio no Amapá, Gisele Paula, concorreram entre si, no Ciclo 2012, 83 mil empresas, 46,6% das empresas inscritas participaram do processo de diagnóstico e concorrem efetivamente ao prêmio. No Amapá, foram inscritas 198 empresas que corresponde a 118% das metas de inscrição.

CELIANE FREITAS

Para Denner, a morte coloca o ser humano diante de questões essenciais, de perguntas profundas, que não podem ser negadas.

Psicologia da Morte é tema de palestra em Macapá

O

curso acontece pela segunda vez em Macapá e tem o objetivo de esclarecer as concepções que envolvem a morte e o morrer possibilitando maior entendimento sobre a valorização da vida buscando resgatar as verdades que se escondem atrás da morte. O evento vai acontecer no próximo dia 15, das 08h às 18h no Instituto Nacional de Pós-Graduação e Extensão - INEP. Localizado na Av. Leopoldo Machado. De acordo com o professor e psicólogo Denner William de Macêdo, serão discutidos temas como: a reflexão critica sobre a morte e o morrer; conhecer os processos da morte e o enfrentamento do luto saudável; proporcionara vivencia das separações de modo salutar; vivenciar, refletir e debater as perdas diárias, como superar a morte de entes queridos, o histórico da morte na cultura oriental e ocidental, aprofundar o estudo sobre a morte e algumas questões intrigantes: morte como fracasso, as fases do desenvolvimento do enlutado; envelhecimento; separação e processo de restruturação da vida; morte e a questãodo suicídio; pacientes terminais e os diversos tipos de lutos. Segundo o psicólogo, este curso proporciona uma visão singular da morte e do morrer. “É preciso que desconstruamos o entendimento de morte ligada com

castigo, medo, tristeza, punição. Falar de morte, é fundamental para que possamos enfrentar o processo de enlutamento de forma salutar, e superar o luto, não é esquecer da pessoa amada, mas antes de tudo, superar aceitando da perda e continuando a viver, guardando os sentimentos agradáveis dentro do coração” explicou. Para Denner, a morte coloca o ser humano diante de questões essenciais, de perguntas profundas, que não podem ser negadas e trazendo o tema para discussão proporciona um melhor entendimento e assim se elabora uma visão positiva da morte. “A dor da perda é o preço pelo prazer de amar, de querer bem, de ter convivido e dividido momentos bons com as pessoas que amamos, logo vivenciar o luto é possibilitar momento de crescimento e lapidação humana,” ressaltou. Educar para morte é educar a sociedade para viver em plenitude com a vida. Mas a educação para a morte vai além, porque toca em todos os aspectos ligados a vida desde as primeiras fases da infância, constituindo um elemento daeducação para as novas gerações. Como público alvo, este curso visa participar profissionais da saúde e áreas afins, acadêmicos e pessoas interessadas com a temática da morte. (Mônica Costa)


CadernoC

Atualidades

Editora: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Twitter lança filtros fotográficos para combater popularidade do Instagram e Facebook Os filtros do Twitter imitam o recurso que é um dos traços mais populares do Instagram

O

Twitter apresentou na segunda-feira filtros coloridos que os usuários do site de microblogging poderão aplicar às fotos que postam, uma decisão que acentua sua rivalidade incipiente com o Facebook. Os filtros do Twitter imitam o recurso que é um dos traços mais populares do Instagram, um serviço de compartilhamento de fotos adquirido este ano pelo Facebook por 715 milhões de dólares. Ainda que os novos filtros representem um anúncio modesto de produto que afeta apenas uma pequena proporção das atividades dos usuários do Twitter, a decisão tem peso simbólico na batalha cada vez mais intensa entre o Facebook e o Twitter pelo domínio do setor de mídia social.

O lançamento surgiu alguns dias depois que o Instagram anunciou inesperadamente que não permitiria mais a exibição de fotos que hospeda em mensagens do Twitter. O motivo, disse Kevin Systrom, presidente-executivo do Instagram, é atrair mais visitantes diretos ao site da companhia. Ainda que Systrom tenha declarado à Reuters na semana passada que não tinha planos específicos de revelar como planeja monetizar seu serviço, analistas dizem que o Instagram ofereceria um rico meio de receita publicitária para o Facebook assim que a maior rede social do mundo decidir explorá-lo. O Twitter informou que seus novos recursos são acionados pela Aviary, uma companhia de Nova York que desenvolve software

de edição de imagens para plataformas de compartilhamento de fotos como o Flickr, entre outras. Desde que as redes sociais começaram a apoiar a integração de fotos, nos últimos anos, esses recursos se provaram imensamente populares junto aos usuários, enquanto o compartilhamento de vídeos, por exemplo, ainda não repercutiu com a mesma intensidade. Bijan Sabet, um dos primeiros investidores no Twitter, disse que a qualidade emocional das fotos foi exibida na noite da eleição presidencial norte-americana, em novembro, quando uma imagem do presidente Barack Obama abraçando a mulher, Michelle, no instante em que anunciou sua vitória, se tornou o tweet mais reproduzido de todos os tempos. (UOL)

Lançamento surgiu alguns dias depois que o Instagram anunciou que não permitiria mais a exibição do Twitter

Rede vai fazer hoje migração de todos usuários para novo perfil

O

Twitter informou nesta segunda-feira (10) que todos os usuários da rede social passarão a ter o novo perfil do site a partir do dia 12 de dezembro. Muitos usuários da rede já contam com o recurso, mas a partir desta quarta (12), todos serão migrados automaticamente. “Em 12 de dezembro, nós vamos disponibilizar os novos perfis para todos os usuários: você vai ter acesso a ele automaticamente

ao acessar o Twitter.com “, diz o post no blog oficial da rede social. O novo perfil do Twitter lembra muito o Facebook. Os usuários, além da foto do perfil e o plano de fundo, podem alterar um espaço da foto da capa. Segundo a rede, quem não quiser colocar uma imagem de capa, a área vai exibir uma imagem cinza. O recurso de inserir uma imagem de capa foi anunciado em setembro deste ano. (uol)

Sem postar nada, Papa consegue meio milhão de seguidores no Twitter em 24 horas

A

conta no Twitter de Bento XVI, @pontifex, já tem cerca de 500 mil seguidores apenas 24 horas depois do anúncio de sua abertura. Se forem somadas as oito línguas nas quais a primeira conta Twitter do Papa está disponível, o número de “followers” já chegou a meio milhão. O Sumo Pontífice abriu uma conta pessoal com o objetivo de transmitir a mensagem católica aos milhões de usuários da rede social, em sua maioria jovens. O Papa escreverá seu pri-

meiro tweet em pessoa e ao vivo durante a audiência geral de quarta-feira, 12 de dezembro, anunciou o Vaticano na segunda-feira em uma coletiva de imprensa. Além do inglês, os tweets do Papa também estarão disponíveis em espanhol (@pontifex_es), italiano (@pontifex_it), português (@pontifex_pt), francês (@pontifex_fr), alemão (@ pontifex_de), polonês (@pontifex_pl) e árabe (@pontifex_ar). Posteriormente, outras línguas serão incluídas.. (uol)


JD

Economia

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Hora de negociar as matrículas e a educação financeira nas escolas Quem não se programou e está sem reservas, provavelmente terá de comprometer parte do 13º

O

s pais que não incluíram o custo da matrícula escolar para 2013 no orçamento de 2012 podem ter perdido boas oportunidades de descontos que, quando não são propostos pelas próprias escolas, numa escala conforme a antecedência do pagamento, são argumento de negociação dos pais. Quem não se programou e está sem reservas, provavelmente terá de comprometer parte do 13º. salário para negociar prazo com a escola, tentando obter ainda algum desconto. Caso essa opção também não seja mais possível, sugiro às famílias deixarem o orgulho de lado e procurarem a diretoria ou área financeira do colégio para buscar alternativas que não levem ao endividamento. É importante ter em mente que a escola tem seus limites financeiros, contudo, não tem o mínimo interesse em perder um aluno. Assim, você pode solicitar um desconto especial ou parcelamento no decorrer dos meses de 2013, dentro da suas possibilidades financeiras. Mas sempre lembrando de incluir o va-

É importante ter em mente que a escola tem seus limites financeiros, contudo, não tem o mínimo interesse em perder um aluno

lor das parcelas no orçamento mensal. O correto seria ter planejado essa despesa desde o início do ano, reservando mensalmente parte do que ganha para esta finalidade. A matrícula nada mais é do que uma parcela da anuidade ou semestralidade. Assim, quando se assina o contrato, se estabelece o valor, que normalmente é dividido em doze ou seis parcelas iguais de acordo com o regime da instituição. Taxas de pré-matrículas também

podem ser cobradas, mas estas deverão ser abatidas em valores futuros. Para essa situação não se repetir em 2014, é melhor incluir no planejamento anual 13 mensalidades escolares, para não comprometer uma das prioridades da família que é a educação dos filhos. Situações como essas podem ser evitadas com educação financeira. Quando escolas adotam a educação financeira em seus currículos, todos saem ganhando porque é

um conhecimento com efeito em cadeia. Crianças passam a influenciar os hábitos de consumo e controle das contas em casa; professores, ao aplicar em suas vidas o conteúdo aplicado em sala de aula, conquistam mais autonomia financeira; e as escolas se destacam por oferecem um ensino diferenciado e agregador. Quando as atividades envolvem as famílias, a escola consegue promover uma transformação tão significativa, que traz como con-

trapartida menores índices de inadimplência. É cada vez maior a preocupação de governos em vários países do mundo em tornar a população apta para tomar decisões de consumo de forma consciente e responsável. A escola pode ter um papel importante na formação de alunos-cidadãos, autônomos, com visão crítica e capazes de assimilar, desde cedo, a importância do equilíbrio financeiro para o bem-estar individual e social. (uol)

PIB agropecuário deve crescer entre 3,5% e 4% em 2013

O

cenário de crise mundial e os baixos resultados do agronegócio brasileiro este ano ainda não comprometeram o otimismo do setor em relação ao ano que vem. Pelas estimativas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), divulgadas ontem (11), em Brasília, o Produto Interno Bruto (PIB) agropecuário deve crescer entre 3,5% e 4% em 2013. A projeção, segundo técnicos do órgão, foi calculada a partir da expectativa do mercado interno e mundial. Os especialistas acreditam que, em 2013, os produtores rurais brasi-

leiros vão colher até 180,1 milhões de toneladas. Segundo a CNA, o volume é suficiente para abastecer o mercado interno, que, pelas projeções da entidade, deve manter o patamar deste ano, e atender à expectativa de uma demanda mundial crescente. “Apesar de toda a crise, ainda [estamos] otimistas em relação a toda a Ásia pelo movimento virtuoso, com crescimento da renda na China, principalmente”, destacou a presidenta da CNA, Kátia Abreu. A política do novo governo chinês tem ganho a atenção do mercado mundial pelas sinalizações de medidas

para ampliar a classe média do país, atraindo 500 milhões de chineses para esse patamar econômico, e pela projeção de dobrar a renda per capita da população até 2020. “Eles pretendem priorizar os investimentos em consumo mais do que os investimento em infraestrutura. Todos sabem que, quando alguém melhora sua vida e sua renda, a tendência é se alimentar melhor. Estamos otimistas”, acrescentou. Além dessa expectativa de aumento da demanda por alimentos, impulsionada pelos asiáticos, o ano marcado por significativas perdas agrícolas nas princi-

Emprego na indústria tem alta de 0,4% em outubro, aponta IBGE

pais regiões produtoras do mundo, que sofreram, principalmente, com problemas climáticos, pode ser uma sinalização de bons resultados em 2013, pelo menos, para o agronegócio brasileiro. Pelas contas da CNA, o Valor Bruto da Produção (VBP), que considera o faturamento obtido com a venda dos 25 principais produtos do setor, pode atingir a marca dos R$ 382,8 bilhões em 2013. A projeção foi calculada a partir das estimativas de supersafras de grãos e fibras, com destaque para a soja, milho e outras cadeias que estão retomando o crescimento

C2

e pelas mudanças nos preços das commodities impulsionados pelos prejuízos mundiais do setor. Com as perdas que fizeram com que os produtores americanos registrassem queda de mais de 10% na produção de soja e milho, por exemplo, o cenário de menor oferta fez com que os preços subissem, compensando, no mercado nacional, parte das perdas. A soja, por exemplo, ficou 38% mais cara em relação ao ano anterior. O trigo teve alta de mais de 10%. O valor do milho ainda não foi recuperado no mercado mundial. (agenciabrasil)

Procura por crédito diminui em novembro

A

procura por crédito no mês de novembro foi 7,6% menor do que em outubro, mas superou em 5,3% o movimento registrado no mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, houve queda de 3,4%. Os dados são da pesquisa mensal Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, divulgada ontem (11). Na avaliação dos economistas da Serasa, os três feriados de novembro – dois dos quais emendados com dias úteis, levaram a esse resultado. Eles consideram que está havendo um processo de recuperação na procura por crédito, apesar de a demanda ter sido negativa no acumulado do ano na maioria das regiões pesquisadas. Ocorreu alta apenas no Norte do país (3,4%) e no Nordeste (0,3%). A maior retração foi constatada no Sul (-5,8%), seguido do Centro-Oeste (-4,4%) e do Sudeste (-4,3%). Na comparação de novembro com outubro, a busca por crédito registrou forte recuo no Sudeste (-14,8%). Segundo os economistas da Serasa, o resultado pode ser associado ao fato de que nesta região estão localizadas as capitais São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, onde comemora-se o feriado de 20 de novembro (Dia da Consciência Negra). Foi registrado queda também no Nordeste (-1,7%) e alta nas demais regiões com 3%, no Centro-Oeste; 0,8% no Norte e 3,1 % no Sul. Nas análises por faixa de renda, houve redução na procura por crédito em todos os níveis. A queda com menor intensidade foi entre os de baixa remuneração. Entre os que têm renda de até R$ 500, a demanda por crédito caiu 2,6%. Entre os que recebem de R$ 500 a R$ 1 mil, a taxa foi negativa em 9,6%. O grupo com rendimento entre R$ 1 mil e R$ 2 mil foi o que registrou maior recuo entre as classes analisadas: de 9,6%. Nos grupos com renda de R$ 2 mil a R$ 5 mil e de R$ 5 mil a R$ 10 mil, a demanda por crédito caiu 8%; e para os que recebem acima de R$ 10 mil, a queda foi de 4,2%.De janeiro a novem bro, apenas o grupo com menor renda aumentou a procura em 4,7%. Entre os demais grupos, a queda mais expressiva foi a dos que têm rendimentos entre R$ 5 mil e R$ 10 mil (-5,8%). (agenciabrasil)

Estímulo ao etanol pode aliviar problemas de abastecimento de gasolina, diz sindicato

U O

emprego na indústria apresentou alta de 0,4% em outubro, na comparação com setembro, com alta de 1,1% no número de horas pagas e de 0,1% no valor da folha de pagamentos. Os dados positivos refletem aumento de 2,3% no ritmo da produção industrial, no período de junho a outubro. As informações foram divulgadas ontem (11), na Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, do Instituto Brasileiro de Geografia e Esta-

tística (IBGE). No acumulado de dez meses, entre janeiro e outubro, o índice de emprego na indústria ficou negativo em –1,4%. O número também é negativo na comparação com outubro de 2011 (–1,2%), com destaque para os setores de vestuário (-10,5%), calçados e couro (-5,9%), têxtil (-5,5%), meios de transporte (-3,3%), papel e gráfica (-2,5%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicação (-2,4%). Em contraste, no

mesmo período houve impacto positivo no emprego nos setores de alimentos e bebidas (4%), borracha e plástico (2,1%) e indústria extrativista (3,6%). Ainda no confronto com outubro de 2011, o desempenho industrial nos estados foi o seguinte: Pernambuco (-6,8%), Rio Grande do Sul (-3,7%), São Paulo (-1,4%), Minas Gerais (0,7%) e Paraná (0,8%). A íntegra da pesquisa pode ser acessada na página do IBGE na internet.. (agenciabrasil)

m estímulo à produção e ao consumo do etanol aliviaria os problemas enfrentados na distribuição de gasolina no país. A declaração é do presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), Alisio Vaz. No final deste ano, vários estados brasileiros tiveram problemas no abastecimento de gasolina. Houve restrições na venda de combustíveis para os postos em alguns locais, o que levou à falta de gasolina nessas áreas. No Amapá, segundo o Sindicom, chegou a haver uma falta generalizada do combustível. No Rio de Janeiro, depois de problemas com as refinarias de Manguinhos, que foi fechada, e Duque de Caxias (Reduc), que teve que parar para manutenção, os postos estão enfrentando problemas para

comprar gasolina. Segundo o Sindicom, para que o etanol seja atrativo para o consumidor, precisa custar até 70% da gasolina. Desde 2010, o preço do etanol não tem sido competitivo na maior parte do país. Com isso, o

consumidor tem usado mais a gasolina para abastecer o veículo. “Certamente se o etanol voltar, isso pode gerar alívio no estresse vivenciado na distribuição de derivados de petróleo”, disse o presidente Alisio Vaz.agenciabrasil)


JD

Geral

Presidente da Anatel diz que telefonia móvel ainda não alcançou qualidade

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

C3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

JD

Mundo

Influência internacional

A liberação das vendas foi condicionada à apresentação de planos de melhoria dos serviços pelas operadoras TIM, Claro e Oi

O

presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, disse ontem (11) que ainda não foi observada uma melhoria substancial nos serviços das operadoras de telefonia móvel, depois da suspensão da venda de novas linhas, em julho deste ano. A liberação das vendas foi condicionada à apresentação de planos de melhoria dos serviços pelas operadoras TIM, Claro e Oi. “Ainda não dá para inferir que houve uma melhoria substancial, apenas estamos constatando que há uma estabilidade na prestação de serviço. Embora haja esforço das empresas, achamos que ainda está faltando muito para atingir o nível de qualidade que o Brasil precisa”, disse Rezende, que participa de audiência pública da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados. Rezende garantiu que a Anatel vai continuar cobrando investimentos das empresas e acompanhando a execução dos planos de melhoria. “Mas temos que dar mais um tempo para fazer uma avaliação crítica em relação aos pro-

Moreira Franco defende aumento da influência internacional do Brasil

Presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende

cedimentos que elas estão adotando”. O presidente da Anatel criticou as operadoras de telefonia móvel, dizendo que as palavras “infinito e ilimitado” deveriam sair do vocabulário de propaganda das empresas. “Isso leva o usuário a achar que ele pode utilizar o serviço sem custo nenhum. Na verdade, nada é infinito, nada é ilimitado, existe limite para tudo e as empresas devem ter consciência para não

confundir o consumidor”. Rezende explicou que os principais problemas no setor de telefonia móvel são detectados nos serviços de dados, que apresentam índices abaixo dos previstos pela Anatel. Segundo ele, os pontos críticos do setor estão relacionados a contas e cobranças, informações aos usuários e acesso à rede de dados. O diretor executivo do Sindicato Nacional das

Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), Eduardo Levy, informou que os planos de melhoria das empresas tiveram aumento de 14% na previsão de investimentos até 2014. Segundo ele, as empresas ofereceram à Anatel informações detalhadas de planejamentos para melhoria de infraestrutura, dimensionamento da rede e expansão da cobertura. (agenciabrasil)

CFM defende mudanças na avaliação de cursos e alunos de medicina

O

presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto d’Ávila, defendeu ontem (11) avaliação continuada dos cursos de graduação de medicina, e não apenas ao final do curso – como ocorre atualmente. Para ele, a avaliação precisa ser menos teórica e mais prática, com provas de habilidades e não apenas de múltipla escolha. Ao comentar os resultados da prova realizada pelo Conselho Regional de Medicina do Es-

tado de São Paulo (Cremesp), d’Ávila defendeu ainda que, além dos alunos, as instituições de ensino também sejam avaliadas. “O exame deve ser mais bem elaborado, deve acontecer ao longo do curso e deve avaliar a escola também”, disse. Na semana passada, o Cremesp informou que mais da metade dos alunos recém-formados em medicina no estado foram reprovados no exame. A prova foi realizada em novembro deste ano e é obri-

gatória a todos os formandos de São Paulo. A prova do Cremesp contou com 120 questões objetivas que abrangem problemas comuns da prática médica, de diagnóstico, tratamento e outras situações, em nove áreas básicas: clínica médica, clínica cirúrgica, pediatria, ginecologia, obstetrícia, saúde mental, epidemiologia, ciências básicas e bioética. Dos 2.411 participantes, 54,5% acertaram menos de 60% da prova, ou seja, menos de 71 das 120

questões. O exame contou com a presença de 2.525 estudantes das 28 escolas médicas paulistas que funcionam há mais de seis anos. Cento e quatorze provas foram invalidadas. “Esse exame é o retrato da realidade. É uma inferência de que alguma coisa vai mal”, destacou o presidente do CFM. “Defendemos um teste de progresso e uma avaliação da escola, como pré-requisito para exercer a profissão”, concluiu. (agenciabrasil)

Percentual de embalagens de agrotóxicos com destinação adequada aumenta 8%

M

ais de 34,6 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos usadas nas propriedades rurais do país, entre janeiro e novembro deste ano, foram tratadas adequadamente e até reaproveitadas. O volume é 8% maior do que o levantado pelo Sistema Campo Limpo, no mesmo período de 2011. “Isso mostra que o sistema atingiu a maturidade e se tornou uma rotina na cadeia de produção”, avaliou João Cesar Rando, presidente do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (InpEV), formado por 95 empresas e dez instituições de outros segmentos. O Brasil é um dos líderes dessa cadeia de reciclagem e, segundo dados da entidade, 80% do volume total de embalagens colocadas no mercado são recolhidos e tratados adequadamente. Ainda assim, o sistema

não alcança todo o país. Desde que a logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos se tornou obrigatória – há dez anos – agricultores, fabricantes e comerciantes se organizaram para atender às novas regras. Pelo sistema, cada agente da cadeia produtiva assume algumas responsabilidades para cumprir as determinações previstas na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Enquanto os consumidores se comprometem a devolver as embalagens após o uso dos defensivos, o comércio fica obrigado a receber e armazenar essas embalagens. As indústrias têm o compromisso de tratar o material e transformar as embalagens em novas ou em outros produtos como conduítes (tubos de ferro ou plástico) usados na construção civil. “Há um crescimento do mercado agrícola, com mais produção e maior uso de tecnologia, com

isso está aumentando o volume de embalagens pós consumo”, explicou Rando, ao destacar que o volume totalizado nos 11 meses deste ano mostra que o agricultor das regiões produtoras têm respondido proporcionalmente ao incremento da atividade. Rando explica que as unidades de recebimento e o processo de recolhimento e transformação estão concentradas nas regiões onde a agricultura é mais intensa, mas reconhece que é preciso ampliar as medidas para outros estados, com modelos diferenciados. “Estamos na fase de sintonia fina. Em alguns estados, onde a agricultura é menos expressiva, há sempre um trabalho de melhoria a se fazer para buscar um comprometimento maior dos agricultores e revendedores”, disse. Segundo ele, as empresas têm estudado alguns modelos para que a cadeia

de reciclagem de embalagens chegue a essas regiões, como muitos estados da Amazônia brasileira. “Não há regiões que tenham problemas tão sérios que precisem ser priorizadas, mas [atuamos] onde podemos criar mecanismos que ajudem a melhorar o índice de retirada dessas embalagens do campo, que pode se tornar até um problema de saúde pública”, acrescentou. A tendência é que os fabricantes estabeleçam uma espécie de calendário para essas regiões, definindo um período fixo para o recolhimento dos resíduos. “Isso atenderia a regiões de horticulturas, por exemplo, que, geralmente, estão mais afastadas”, explicou. A intenção dos responsáveis pela logística reversa é estimular o envolvimento desses produtores menos habituados à prática a partir de campanhas educativas.. (folha.com)

O ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, defendeu ontem (11) a adoção de estratégias soft power para cooperação e aproximação com outros países como forma de aumentar a influência do Brasil no plano internacional. “É o tipo de mecanismo com o qual você relaxa a relação, criando um ambiente novo. Temos valores, cultura, que nos permitem uma presença no mundo mais envolvente, mais afetuosa e esse é o objetivo”, declarou, após participar de evento sobre o tema na sede Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). De acordo com o publicitário Nizan Guanaes, que também participou do debate na capital paulista, “soft power é um termo utilizado na teoria das relações internacionais para descrever habilidade de um corpo político, como o Estado, para influenciar indiretamente o interesse ou comportamento de outros corpos políticos por meio de atividades culturais ou ideológicas”, explicou. Como exemplo de ações de soft power adotadas pelo governo federal, o ministro citou a missão de paz das Nações Unidas no Haiti, que contou com um jogo da seleção brasileira de futebol, em 2004. Para o ministro Moreira Franco, as estratégias a serem adotadas precisam estar alinhadas à política de defesa nacional, tendo em vista que, apesar de serem ações brandas [soft], elas são também expressão de poder [power]. “Precisamos mobilizar pensadores, dentro e fora do governo, para que a nação brasileira tenha muito claramente as ferramentas que utilizará para definir a sua presença no mundo. Nós queremos que essa presença tenha sempre a marca de valores que falam de igualdade, de respeito, que falam de liberdade, de democracia”, ponderou.(agenciabrasil)

Evitando riscos Presidente do Haiti pede que Dilma apoie manutenção de força de paz para evitar riscos à estabilidade O presidente do Haiti, Michel Martelly, pediu à presidenta Dilma Rousseff que apoie a manutenção da força de paz no país em nome da estabilidade política e econômica. Em carta enviada há uma semana para Dilma, Martelly relata que a manutenção da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (cuja sigla é Minustah) é fundamental, pois o país não tem condições, por enquanto, de fazer sua própria segurança. Na carta, à qual a Agência Brasil teve acesso, Martelly relata em duas páginas o quadro geral no Haiti. No segundo parágrafo, o presidente haitiano lembra que a estabilidade no país também influencia os vizinhos no Caribe. “Peço por favor que negocie com as Nações Unidas”, apelou Martelly, na correspondência. A retirada gradual dos homens da força de paz no Haiti foi definida pela Organização das Nações Unidas (ONU). Há nove meses, o comando da Minustah é do Brasil, sob a coordenação do general Fernando Rodrigues Goulart, de 54 anos. Martelly argumenta que o calendário deve ser revisto para que o governo prepare as forças locais em substituição às tropas estrangeiras. O presidente haitiano também menciona que o Haiti está às vésperas das eleições municipais e para o Senado – quando um terço do Parlamento será renovado. Paralelamente, o governo tenta organizar as forças internas de segurança. (agenciabrasil)

Renúncia na Itália Renúncia do primeiro-ministro da Itália leva a clima de instabilidade

A decisão do primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, de renunciar instaurou um clima de instabilidade política e econômica no país. O ex-primeiro Silvio Berlusconi, que é alvo de uma série de denúncias, disse que quer voltar ao governo, enquanto a Bolsa de Valores de Milão sofreu baixa no último dia (10). A legislação italiana determina que haja uma nova eleição em até 70 dias após a renúncia do governo. O novo pleito já estava previsto para ocorrer até abril de 2013. Monti deixa o governo por não dispor de apoio político no Parlamento italiano, depois de aprovar medidas de austeridade, como reformas trabalhistas. A renúncia provocou queda de 2,3% na Bolsa de Valores de Milão e aumentou a análise sobre o risco país da Itália em mais 33 pontos – fechando em 365 pontos. O presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, disse estar preocupado com a incerteza política na Itália, considerando as mudanças no cenário político como uma ameaça à estabilidade da Europa. Segundo ele, Monti conseguiu conquistar o equilíbrio no país. O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, destacou a importância das medidas de austeridade adotadas por Monti. Segundo ele, nas próximas eleições, os italianos devem observar as propostas e não se deixar levar por ilusões.. (agenciabrasil)


JD

Diversão&Cultura

Festival Sónar SP anuncia atrações para 2013; Pet Shop Boys está confirmado Segundo o Facebook do Sónar, o line-up completo será divulgado em 2013 e as vendas de ingressos terão início no dia 20 de fevereiro de 2013

O

festival Sónar anunciou ontem (11), através de sua página no Facebook, as dez primeiras atrações para sua edição de 2013. O evento ocorre no Anhembi, em São Paulo, nos dias 24 e 25 de maio de 2013 (sexta e sábado). Já estão confirmados a banda Pet Shop Boys, o alemão Paul Kalkbrenner, a banda norte-americana Explosions In The Sky, Jamie Lidell, os DJs Renato Ratier e Mau Mau, as duplas Matmos e Taksi, o DJ e produtor Theo Parrish e a banda The Roots. Segundo o Facebook do Sónar, o line-up completo será divulgado em 2013 e as vendas de ingressos terão início no dia 20 de fe-

Macapá-AP, quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

C4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Celebridades Nathália Dill Vai processar revista “Playboy”

A atriz Nathália Dill vai processar a revista “Playboy” por ter publicado, na edição de dezembro, uma foto em que ela aparece nua durante uma cena do filme “Paraísos Artificiais”. A informação foi confirmada pelo advogado dela, Ricardo Brajterman. Ele afirmou que a atriz pretende entrar com uma ação na Justiça, ainda esta semana, por danos morais e materiais. “A ação por danos morais é pela mágoa de ver a imagem publicada sem autorização. Já o dano material é referente ao dinheiro que a revista pagaria se a Nathália posasse nua, ou seja, ela pode ser indenizada com o valor de um cachê da ‘Playboy’”, explicou Brajterman. (uol)

Ney Latorraca Alta após um mês e meio internado

O cantor Neil Tennant em show do Pet Shop Boys no Primavera Sound, em Barcelona (29/05/2010)

vereiro de 2013. Em 2012, a segunda edição brasileira do festival

reuniu shows de bandas como Kraftwerk, Justice, Mogwai, Criolo e James Blake. O Sónar, ou Festival Internacional de Música Avançada e New Media Art, foi criado em 1994 em Barcelona. Com edições anuais em São Paulo, Tóquio e

Cidade do Cabo, além de edições em outras cidades, o evento busca trazer as atrações mais atuais da música eletrônica. Mais informações podem ser encontradas através do www. sonarsaopaulo.com.br ou do www.facebook.com/ sonarsp. (uol.musica)

Depois de um mês internado, o ator Ney Latorraca, de 68 anos, teve alta ontem (11) da Casa de Saúde São José, na zona sul do Rio. A alta médica foi confirmada ao UOL por Edi Botelho, amigo e produtor de Latorraca. O médico do ator, Marcelo Kalichsztein, também confirmou a alta e disse que o ator está “bem, animado e agora vai se recuperar em casa”. Por volta das 15h, o ator deixou o hospital dentro de um carro preto e foi fotografado por paparazzi.. (uol)

Dane DeHaan Novo Harry Osborn de “O Espetacular Homem-Aranha 2”

Depois que seu nome foi cogitado para dar vida a Harry Osborn em “O Espetacular Homem-Aranha 2” (The Amazing Spider-Man 2), Dane DeHaan reconheceu que adoraria interpretar o amigo de Peter Parker e de Mary Jane Watson. Finalmente, o sonho desse jovem, que pôde ser visto recentemente em “Poder Sem Limites” (Chronicle), foi realizado. (uol)

Warner consegue bloquear lançamento de paródia de “O Hobbit”

Horóscopo

Primeiro pôster em português do filme “O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”

D

e acordo com o site “Deadline”, o estúdio Warner conseguiu uma liminar na justiça para impedir o lançamento de uma paródia do filme “O Hobbit - Uma Jornada Inesperada” que estreia neste final de semana nos cinemas americanos. “Esta vitória reforça a importância de proteger nossa obra criativa de uma empresa como a Global Asylum”, disse um comunicado enviado pela Warner. A Global Asylum pretendia lançar um filme intitulado “Age of Hobbits”. O juiz Philip Gutierrez entendeu

que a produção poderia causar confusão entre o público. “Age of Hobbits” seria lançado três dias antes do longa de Peter Jackson. Durante a audiência o advogado da Warner ressaltou a intenção da Asylum em capitalizar atenção e dinheiro a partir de “O Hobbit - Uma Jornada Inesperada”. No início de 2012 a Global Asylum foi processada também pela Universal, o estúdio alegou que eles produziram um filme semelhante ao “Battleship”, estrelado por Rihanna. (uol.cinema)

Resumo das Novelas Malhação Lorenzo incentiva Lia a viajar e deixar o assunto da audiência com ele e Raquel. Tatá questiona Raquel sobre as fotos que tentou recolher. Ju descobre que Dinho e Lia vão viajar e fica chateada. Fatinha pede para Ju deixa-la sozinha com Bruno em casa. Rita diz a Mathias que voltará para a Suécia. Fatinha inventa um motivo para ir embora e deixa Bruno sozinho no meio do encontro. Severino avisa a Lorenzo que Raquel pediu para ele dizer no tribunal que ele e Marcela são amantes. Lorenzo avisa a Marcela que Raquel vai usá-la no tribunal para tentar ganhar a guarda das filhas. Clô tem uma crise alérgica por causa da comida de Isabela.

Guerra dos Sexos Juliana acredita que Vânia acusou Carolina para se proteger. Roberta procura sua sobrinha. Nando desiste de esperar por Roberta. Carolina conta para a tia que Vânia e Felipe são namorados. Vânia e Felipe discutem. Juliana não atende o telefonema de Vânia. Otávio tenta enganar Charlô. Carolina convence Roberta de que não é a informante de Otávio. Manoela sai apressada de casa. Fábio reclama de Roberta ter escolhido Nando para a campanha da Positano. Nando discute com Kiko e Roberta se desespera. Zenon pede dinheiro para Ulisses. Frô foge de casa. Dino se preocupa com Roberta.

Lado a Lado Constância se irrita por não encontrar Albertinho na casa de Umberto. Neusinha culpa Isabel pela plateia vazia do teatro. Albertinho se insinua para uma moça em um bar. Assunção não aceita que Constância rejeite Laura. Neusinha recebe muitas flores e fica emocionada. Edgar confirma a Zé Maria que João Cândido foi preso. Teresa discute com Praxedes por causa de Eulália. Isabel não conta para Zé Maria que está pensando em viajar. Edgar entrega vários textos a Guerra, que fica impressionado. Albertinho afirma que vai defender Laura na rua. Caniço encontra Zé Maria conversando com Berenice.

Salve Jorge Berna oferece dinheiro para Adalgisa/Wanda falar com Aisha. Mustafa exige que Pepeu e Drica paguem pelos passeios que venderam para os turistas. Stênio tenta convencer Helô a viajar com ele. Lena dá o endereço de Thompson para Lucimar. Russo flagra Morena com o celular de Adam. Zyah repreende Bianca por contradizê-lo na frente de Tamar. Celso e Antônia não encontram o escritório indicado por Simone/ Irina. Wanda descobre que Mustafa é milionário e liga para Berna. Élcio implica com Érica. Áurea convence Theo a comemorar seu aniversário. Clóvis ameaça Miro.

Áries (21 mar. a 20 abr.) A época é ótima pra programar uma viagem, mas hoje a tendências é exagerar nos gastos e ser impulsivo demais nas escolhas. Este é um dia de preparação astral, arranje um tempinho para aquietar a mente. Ciumeiras no amor. Touro (21 abr. a 20 mai.) Aplicar bem o 13º salário ou a bonificação que recebeu é essencial nesta época de dezembro! Porem, Lua e Júpiter em ângulo difícil sinalizam fraco poder de decisão. Espere a lunação de amanhã pra decidir melhor. Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Astral bastante tenso agita a sua alma hoje! Você está sendo puxado para caminhos diferentes, antagônicos até. A pior coisa a fazer é prometer que vai dar conta de algo grande demais. Não hesite num relacionamento.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Seu corpo responde rápido as ameaças ambientes hoje e da mesma forma você está emocionalmente mais sensível. É importantíssimo seguir uma rotina bem saudável agora! Inspiração a mais nas tarefas de trabalho.

Libra (23 set. a 22 out.) Vênus e nodo lunar norte arranjam encontros e eventos sociais onde você pode ganhar com seu talento. O difícil será se desviar das ciumeiras e da manipulação emocional de uns e outros. Mas sim, você ganhará algo bom. Escorpião (23 out. a 21 nov.) A beleza é difícil de explicar, você tem de aceitar isto. Há belezas sobre as quais todos concordam. Há outras que alguns enxergam e muitos não. Descubra qual é a sua e não se sinta fora do jogo da sedução. Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Por mais que você queira explicar o que está vendo e entendendo de algo, é bem capaz de não conseguir. Nem tente forçar a mão, pois seria ainda mais mal compreendido. Curto circuito entre emoções e razão. Capricórnio

(22 dez. a 20 jan.) Vênus anuncia uma amiga capaz de levantar a sua bola e restituir sua autoconfiança. Marte em seu signo quer tudo pra agora. Difícil. Confie mais no lento poder de transformação interior, ele o levará mais fundo e mais longe.

Leão (22 jul. a 22 ago.) Lua, Mercúrio e Júpiter embolam seu meio de campo hoje - na ânsia de mostrar seus talentos você corre o risco de exagerar na dose e causar má impressão. Drible autoritarismo crescente e saiba conciliar interesses múltiplos.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) A pergunta que não quer calar é: afinal, o que você quer fazer da sua vida? Até onde vai seu pique de mudar o mundo? Ao mesmo tempo, está abrindo a cabeça e não aceita respostas batidas. Achará caminhos novos agora.

Virgem (23 ago. a 22 set.) Começou há pouco uma curta fase em que você está mais ligado no que acontece na sua vida intima do que nas altas esferas do poder. Fora das vitrines, você será mais feliz nestas semanas. Prepare sua agenda para isto.

Peixes (20 fev. a 20 mar.) Os pequenos entreveros domésticos continuam - e como você está ligadíssimo hoje em suas próprias ambições e projetos sociais e profissionais, até as menores dificuldades parecem intoleráveis. É só isso.

Jornal do Dia 12/12/2012  

Jornal do Dia 12/12/2012

Advertisement