Issuu on Google+

QUESTIONOU

BARBOSA

ANDERSON

Voto do relator do mensalão

Condena petistas

“Só quero voltar inteiro”

Marco ainda absolveu seis réus.

Ex-deputados foram condenados também por Fux. nA5

Ele enfrenta neste sábado Bonnar que nunca perdeu. nA7

nA5

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Sexta-feira e Sábado, 12 e 13 de Outubro de 2012 - Ano XXV

• Domingo e Segunda R$ 3,50 • Terça a Sábado R$ 1,50

SEGUNDO TURNO

DIVULGAÇÃO

Clécio ganha novos aliados e é criticado por velhos parceiros Prefeitura de Macapá. A nova coligação recebeu críticas de velhos aliados que mostraram indignação com as contradições ideológicas. nA3 CELIANE FREITAS

O candidato Clécio Luis (PSOL) saiu na frente ontem e confirmou o apoio de Davi (DEM), Lucas Barreto (PTB) e Milhomen (PCdoB) para o segundo turno, rumo a

Véspera do Dia da Criança: consumo com brinquedos deve movimentar R$ 6 bi

PESQUISA

Gastos com brinquedos chega a R$ 6 bilhões Maior potencial de consumo é da classe B, que corresponde a 24,45% dos domicílios e deve responder por quase metade dos gastos. A menor parte será das classes D e E. nC2 DIVULGAÇÃO

PURO AZAR

Motorista bate carro ao sair de concessionária

O motorista de prenome Celso, perdeu a direção. Ele declarou que nunca havia dirigido um carro com direção hidráulica, como achou muito leve, não conseguiu manter o controle. nB3

CELIANE FREITAS

Infraero espera 2,82 milhões de passageiros no feriadão

FISCALIZAÇÃO

Infraero e Polícia Rodoviária farão ações especiais no feriadão Para atender aos passageiros, foram designados mais funcionários que trabalham nos aeroportos para atuar neste feriado em função do movimento. nB4

PROPOSTAS

C2

Círio das Crianças reforça tradição

IBGE

Candidatos a Prefeitura vão debater saúde pública com médicos

Pesquisa mostra que o comércio amapaense foi o que mais vendeu no oitavo mês do ano, na comparação com julho deste ano. nB3

Na segunda-feira (15), a partir das 19h30, o entrevistado será o candidato Roberto Góes (PDT). Na terça-feira será a vez do candidato Clesio Luis (PSOL) apresentar suas propostas à classe. nA3

Motorista tinha acabado de sair da concessionária, quando perdeu o controle do carro, parando na calçada

PELA FÉ

Comércio amapaense foi o que mais vendeu em agosto nB3

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Editor: Janderson Cantanhede - cantanhede@jdia.com.br

Cadeira de couro RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

O

s dois candidatos que conseguiram passar para a “negra” do dia 28 de outubro, na disputa pela principal “cadeira de couro” da Prefeitura de Macapá, não tiveram tempo para esperar o anuncio oficial do resultado da eleição de domingo. Logo que conheceram as suas posições nas urnas, como aquelas anunciadas pelas pesquisas de intenção de voto, já buscavam o apoio das forças políticas que estavam de fora. A vantagem que o candidato Roberto Góes, PDT, viu registrado nos mapas de apuração do TSE sobre o candidato Clécio Luiz, PSOL, não lhes dão garantia de nada, pois olha para o lado e vê a sua rejeição, que não foi apurada nas urnas, mas que foi levantada nas pesquisas, como um monstro disposto a levantar um “muro de Berlin” entre ele o eleitor.

A vantagem que o candidato do PSOL leva, no quesito rejeição, sobre o candidato do PDT, quase o quádruplo (9% x 34%) com a rejeição de Clécio caindo e a de Roberto quase estável, mas ainda com tendência de subida, deixa os dois candidatos saindo quase do mesmo ponto nessa corrida de “cem metros rasos”. O tempo é curto para o candidato do PSOL, mesmo com boa aceitação, descontar os 25.092 (12,29%) votos que ficou a menos do que o candidato do PDT. Os outros 4 candidatos (Cristina, Davi, Genival e Milhomem) receberam 65.178 votos no domingo e a maior parte deles vai migrar ou para o Roberto Góes ou para o Clécio Luiz. Se a migração dos 65.178 votos fosse distribuída igualmente para os dois candidatos, coisa pouco provável, a reeleição do candidato do PDT

Parabéns meu vereador! EDINHO DUARTE

deputado estadual

A

s eleições municipais proporcionais de 2012 será uma daquelas que ficará gravada na minha memória enquanto ela funcionar e na minha história política, para todo o sempre. A eleição do Diego Duarte, meu filho, para uma das vagas de vereador para compor Câmara Municipal de Macapá foi muito especial. A colocação dele entre os primeiros, foi ainda mais compensador, ao esforço de todos aqueles que, em momento algum, deixaram de acreditar que era possível e que o trabalho estava certo. Foram 90 dias de muita luta, vencendo dificuldades todos os dias, mas que trouxe a compensação ao final, vendo o resultado e a alegria de todos os que estiveram mais perto e daqueles, que mesmo não tão perto, foram igualmente importantes para todo campanha vitoriosa laborada por muita gente. Politicamente foi uma

resposta do eleitor para aqueles que duvidam dos que trabalham por esta Terra, colocando em primeiro lugar o povo e suas carências, sem levar em consideração o sacrifício que tenha que fazer para manter esse primeiro lugar e poder satisfazer, na medida do possível, cada uma das necessidades dessa gente. Para o grupo que trabalhou diretamente na campanha do Diego, o resultado representou uma explosão de alegria e a libertação da certeza que se mostra, mais do que nunca viva, para continuar servindo de base para as futuras lutas e energizada para mostrar àqueles que pregam o caos, que no Amapá, quando se faz a política séria, falando a verdade, o eleitor ouve e, não só isso, participa para inibir aqueles que se acostumaram a tirar conclusões apressadas e sem ouvir as razões de quem as têm. Fomos, todos nós, com-

estaria certa, pois receberia a metade daqueles votos, ou seja, 32.589 votos, o que lhe daria um total de 114.628 votos (82.039 + 32.589), cabendo ao candidato do PSOL o total de 89.536 votos (56.947 + 32.589). Para que o candidato Clécio Luiz vença as eleições, desde que seja mantida a porcentagem de votos válidos apurados no primeiro turno (95,51%) e a abstenção de 15,37%, ele precisa acumular 70% dos votos nominais que foram dados para os candidatos Cristina, Davi, Genival e Milhomem, ou seja, 45.624 votos, ou melhor, para cada 10 daqueles votos, pelo menos 7 seja dados ao candidato do PSOL. Uma tarefa e tanto para o candidato do PSOL considerando o cenário apurado no domingo, dia 07, e que aumenta de dificuldade com as adesões aditivas que forem sendo contabilizadas para o candidato Clécio. Se o candidato do PDT conseguir uma adesão

equivalente a 30% dos votos totalizados pelos 4 candidatos que saíram no primeiro turno, então ganha a eleição. Bastaria, por exemplo, que os eleitores que votaram no Davi (21.796), votassem no candidato do PDT, que precisa de 19.554 votos, sem perder os votos dos eleitores do primeiro turno, para ser reeleito prefeito de Macapá. Mas como as adesões não são feitas através das lideranças em uma eleição plebiscitária, resta ao candidato do PSOL sustentar o seu baixo nível de rejeição e divulgar o alto índice de rejeição do adversário. Do contrário vai ter que cumprimentar o atual prefeito pela reeleição e continuar como primeiro suplente de senador no Senado Federal. Para o prefeito Roberto deixar a cadeira agora em 2012 e entregá-la para o candidato do PSOL, além de incorrer em muitos erros nesses próximos dias, ainda terá que aplaudir bem forte, a acertos do adversário.

batentes de um bom combate, caminhando todos os passos para que fossem ditas todas as verdades e apresentados todos os planos. Se ainda faltou dizer alguma coisa e o plano ainda carece de novos pontos, certamente haveremos de conhecer essas coisas e esses pontos e fazê-lo parte do que será feito, como se já estivesse, desde o começo, nas páginas da proposta. Para a minha família, que nunca deixou de acreditar no trabalho e no compromisso que temos com a população, com o partido e com a política, quero dizer que valeu o esforço extra, inerente a cada um há muitos anos e há muitas campanhas, por isso, provavelmente, os bons resultados que vimos tendo durante essa caminhada de mais de 20 anos e de muitos mandatos conquistados pela vontade livre e soberana do povo. Cada um tem o reconhecimento dessa conquista, desse mandato conquistado a partir da história política que tenho tido a oportunidade de escrever com dedicação, conhecimento e respeito à vontade popular. Ao candidato, meu filho

Diego Duarte, vereador eleito para uma das vagas oferecidas constitucionalmente para a Câmara Municipal de Macapá, quero dizer que o vencedor do pleito foi ele, mas quero pedir licença para imaginar que está na minha mesa e nas minhas entranhas, no meu coração o maior troféu, jamais conquistado, e que se refere ao sonho sonhado há muito e que se transformou em realidade agora. Tenho certeza que Diego Duarte haverá de honrar a confiança que lhe demonstrou ter o povo de Macapá, terra onde nasceu e vive desde o seu primeiro respiro, e que haverá de responder com muito trabalho, especial dedicação e disposição para fazer real aquilo que ainda é sonho para muita gente. Parabéns pela vitória e pela oportunidade que meu deu de saudá-lo assim, pois “são as conquistas de um filho que atestam o êxito de um pai. Ser superado por você nas realizações, nas idéias, na rigidez de caráter e na generosidade é para mim a maior conquista, a peça mais valiosa em minha sala de troféus. Parabéns meu vereador!”

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994)

Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 14 Pág

Edição número

8029

A2

Editorial

S

O efeito das alianças

e a eleição é uma guerra política, o PSOL começa a batalha do segundo turno conquistando algumas posições importantes. Ontem à tarde, PC do B, DEM e PTB declararam suas decisões de apoiar Clécio Luis (PSOL) nesta nova fase da campanha. Esses partidos juntam-se à caminhada do candidato, que já contava, no primeiro turno, com PCB, PPS, PRTB, PMN, PTC e PV. Roberto Góes (PDT) por sua vez ainda não ampliou o leque de apoios que lhe garantiu a vitória no primeiro turno, com 40% dos votos. Roberto começou a campanha com uma coligação formada por dez partidos. PDT, PP, PMDB, PR, PSL, PSC, PSDC, PHS, PSD e PT do B. Dos grandes partidos, três ainda faltam decidir seus rumos nesta reta final da campanha: PT, PSB e PSDB. No caso do PT, a divisão interna do partido é flagrante e dificilmente um dos dois candidatos conseguirá levar o partido inteiro, de corpo e alma. Mais importante do que a sigla, neste caso, é saber quem conseguirá atrair para si as lideranças mais expressivas, com mais poder de conquistar votos. O mesmo se dá em relação ao PSDB. O partido vem rachado desde o primeiro turno. Roberto, porém, leva vantagem aqui, pois já conta com o apoio das lideranças mais expressivas dos tucanos, como o deputado federal Luiz Carlos, deputado estadual Michel JK e vereador reeleito Marcelo Dias, entre outros. Como bem frisou o deputado Luiz Carlos, em seu Twitter: “Os mandatos (do PSDB) estão com Roberto”. Quanto ao PSB, o partido, ao redigir a carta aberta à população, impondo condições para apoiar o PSOL, colocou-se na sala de espera, aguardando a próxima cartada de Clécio. É provável que permaneça

assim no restante da campanha, pois a carta evidencia uma intenção de atingir dois coelhos com uma só cajadada. O PDT, ao assegurar que não fará alianças com o partido, e o PSOL, do qual expôs as contradições político-ideológicas em Macapá e Santana – e os partidos de esquerda, sempre preocupados em manter as aparências, costumam melindrar-se bastante, quando suas dubiedades são postas a nu. Se o PSB investe contra os dois partidos que se enfrentam no segundo turno, é sinal de que não quer ficar ao lado de nenhum deles. As pesquisas internas dos partidos, e aquelas que virão a público, vão mostrar os resultados efetivos dessas alianças do segundo turno. A transferência de votos não é uma coisa que aconteça de forma automática. Na verdade, poucas lideranças e partidos tem esse poder. Ao votar no primeiro turno, o eleitor busca, em seu candidato, uma via de realizar suas expectativas. Não quer dizer que no segundo turno vá continuar seguindo seu escolhido, caso ele tenha saído do páreo. Se o caminho apontado pelo candidato inicial continuar lhe parecendo promissor, para realização de suas esperanças, ele vai atrás. Se não, muda de rumo, optando pela outra alternativa ou simplesmente abrindo mão do direito de escolher. Pior é que muitas vezes as alianças trazem mais dores de cabeça aos partidos do que soluções, especialmente se o candidato precisa consumir tempo precioso de campanha para ter que explicar à opinião pública o que o levou a definir seus acordos políticos. Como pode acontecer com Clécio Luis, ao aproximar-se de partidos dos quais o PSOL historicamente costuma manter distância.

Hora-Hora

Expectativa – Quando anunciou a intenção de disputar uma vaga na Câmara de Vereadores de Macapá, Lucas Barreto (PTB) provocou uma corrida de gente interessada em candidatar-se pelo partido. Todos sonhavam em seguir no rastro de Lucas, imaginando que ele seria um grande campeão de votos. Ajuda - A impressão geral era que Lucas teria votos suficientes para eleger-se e ainda levar pelo menos mais um junto. Realmente Lucas chegou lá, mas foi apenas o terceiro mais bem votado e precisou de ajuda alheia para sua coligação alcançar o quociente eleitoral. Sozinho, nem pensar. Coerência - Ao receber o apoio do DEM e do PTB para o segundo turno, Clécio Luís (PSOL) disse que as duas adesões eram sintoma de coerência política, pois os dois partidos, no primeiro turno, manifestaram-se a favor da mudança em Macapá. Incoerência – Ainda esperando uma resposta do PSOL sobre sua oferta condicional de apoio, lideranças do PSB acham o contrário. Para essas lideranças, Clécio demonstra incoerência ao aliar-se com partidos ideologicamente distanciados do PSOL. Decisão - Resta saber

como o eleitorado vai analisar a postura do PSOL. As urnas trarão a resposta. Estranhos - Com o PSTU, partido com o qual o PSOL tem, em tese, mais afinidade ideológica, nenhuma conversa foi entabulada pela coligação de Clécio. E dificilmente será. Afinal, seria muito estranho ver no mesmo palanque DEM e PSTU. Afinidade - Mesmo sem o PSTU no palanque, Randolfe sonha em contar com o voto dos militantes do partido de Genival Cruz. Assim como Roberto Góes (PDT) espera contar com o apoio de eleitores do DEM, apesar da aliança dos Democratas com o PSOL. Dizem, nos dois casos, que é questão de afinidade política e ideológica. O que resta - Com alianças políticas sendo consolidadas, falta ver como fica a posição de alguns partidos que não disputaram, com candidato próprio, o primeiro turno. Com mais atenção para os rumos do PSDB e do PT. Sobre o PT, uma pista importante foi dada pela deputada Dalva. Ela postou em seu Twitter uma foto com a legenda: “Um café recheado de reflexão e construção de um projeto para Macapá”. Na foto, além dela, estão Clécio e Randolfe.


JD

“ ” Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

Ninguém imaginou - A união do DEM, PTB e PCdoB com Clécio do PSOL pegou de surpresa ontem todo mundo. Quem imaginou que o DEM que até hoje esteve ao lado de Roberto Góes (PDT) iria lhe virar as costas? Ou será que foi vice e versa? De encontro - A confirmação dos novos aliados de Clécio vem de encontro ao que o PSB dos Capiberibes esperava. Afinal de contas, quem esperava o PSOL da esquerda de mãos dadas com tais partidos de direita? Disseram não? - Sendo assim, resta-me esperar uma negativa do PSOL quanto ao chamado do PSB que disse com todas as letras: “estamos aqui te esperando”.

No ar - Uma declaração me chamou a atenção ontem, na coletiva do PSOL, DEM e PTB foi o fato de Clécio, ao se dirigir a Lucas Barreto, ter perguntado como deveria trata-lo: vereador, deputado ou governador? Encerrou - Se Clécio for eleito prefeito com essa

coligação, fica meio que subentendido que em 2014 o caminho estará livre para Lucas Barreto. Será esse o futuro encerrado de Camilo Capiberibe no governo?

Trocados – Ontem, na coluna, escrevi sobre as atitudes do PSB que deixaram o PT de escanteio. Mas, pelo visto, quem vai ficar também de lado daqui para frente são os amarelinhos que têm um altíssimo índice de rejeição e perderam nos dois maiores colégios eleitorais do Estado. Arrebenta - O pastor evangélico Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, promete voltar a usar o chamado “kit gay” para “arrebentar” o candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. Deus me livre! Barrados - Dos 197 políticos fichas-sujas que recorreram à Justiça e mesmo barrados disputaram a eleição a prefeito, 59 (quase um ter-

Geral

ço) foram os mais votados de suas cidades. Esperança - Se os recursos desses candidatos forem acatados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ou pelo Supremo Tribunal Federal (STF), eles serão diplomados e poderão tomar posse em 2013. Caso os recursos sejam negados ou não julgados neste ano, o segundo mais votado tomará posse em janeiro.

Críticas - Datafolha e Ibope tornaram-se alvo de críticas em razão de resultados eleitorais que destoaram de pesquisas concluídas na véspera da votação, sobretudo em São Paulo e Curitiba. Em compensação, aqui no Amapá o Ibope acertou na mosca. Bom feriado!

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jdia.com.br

Os candidatos terão uma hora para responder as perguntas. Os questionamentos serão baseados no Programa Saúde da Família, Unidades de Pronto Atendimento e Unidades Básicas de Saúde

N

perguntas. Os questionamentos serão baseados no Programa Saúde da Família, Unidades de Pronto Atendimento e Unidades Básicas de Saúde. Para a conselheira federal, Dra. Graça Salgado o evento será uma ótima oportunidade para os candidatos exporem suas propostas, para que a categoria analise as melhores. Nas eleições de 2010, para o governo do Estado, a autarquia federal abriu as portas para os candidatos debaterem a saúde pública com os profissionais. E nes-

te pleito, não seria diferente. De acordo com o presidente do CRM-AP, Dr. Dorimar Barbosa, os médicos têm que analisar as melhores propostas para área de saúde, pois no final quem vai se beneficiar é a sociedade. “Nossa Constituição garante que a saúde é direito de todos, e nós da classe médica temos que zelar por esse direito. Por isso todos os médicos estão convidados para participar desse momento tão importante da nossa democracia”, ressalta o presidente. (Ascom/CRM-AP).

TSE já julgou mais de 3 mil recursos sobre indeferimento de registro

O

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já julgou 3.252 recursos sobre indeferimento de candidaturas referentes às eleições municipais deste ano. O número ainda é menos da metade dos 7.023 recursos que chegaram ao tribunal. Dos 2.936 recursos de candidatos que tiveram o registro negado em função da Lei da Ficha Limpa, o tribunal já julgou 907. A

lei, criada em 2010, determina, entre outras coisas, que ficam inelegíveis os candidatos condenados por órgão colegiado por crimes como o de improbidade administrativa. Um levantamento parcial feito pela assessoria do TSE mostra que, entre os processos já recebidos ligados à Lei da Ficha Limpa, a maioria está relacionada a condenações por problemas nas prestações

A3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Clécio disputa segundo turno com apoio de Lucas, Davi e Milhomen

Incorporação dos projetos de governo dos ex candidatos contribuiu com as alianças DIVULGAÇÃO

Nulos - Sub judice, esses 197 políticos barrados receberam 1,1 milhão de votos, de acordo com levantamento feito pela Folha de S. Paulo. No caso dos 59 que ainda podem tomar posse, foram 779,7 mil votos, todos registrados como “nulos”.

Candidatos a Prefeitura vão debater saúde pública com médicos

a próxima semana, presidentes das associações de especialidades em Medicina vão sabatinar os candidatos a prefeitura de Macapá, no auditório do Conselho Regional de Medicina do Estado do Amapá (CRM-AP). Na segunda-feira (15), a partir das 19h30, o entrevistado será o candidato Roberto Góes (PDT). Na terça-feira será a vez do candidato Clesio Luis (PSOL) apresentar suas propostas à classe. Os candidatos terão uma hora para responder as

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

de contas dos candidatos. São pelo menos 1.224 recursos. Em seguida vem as condenações criminais. Levantamento preliminar, feito em parte dos processos, apontou 252 recursos. Os ilícitos eleitorais, como compra de votos ou transporte ilegal de eleitores, por exemplo, são responsáveis por 133 entre os 1.628 processos que fizeram parte do levantamento.

A cerimônia para anunciar as novas parcerias, ocorreu no auditório do Macapá Hotel

ANDREZA SANCHES Da Redação

N

a tarde de ontem (11), o candidato a Prefeitura de Macapá, Clécio Luis (PSOL) anunciou suas alianças políticas para disputa no segundo turno. Em um encontro com os principais representantes do PTB, DEM e PC do B no Amapá, o candidato confirmou apoio após conversações sobre a incorporação dos projetos de governo dos ex candidatos a majoritária, ao seu plano administrativo, caso seja eleito prefeito da capital. Aguardado A cerimônia para anunciar as novas parcerias, ocorreu no auditório do Macapá Hotel e contou com a presença do presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Eduardo Seabra, vereador Lucas Barreto (PTB), senador Papaléo Paes (PSDB Nacional), senador Randolf Rodrigues (PSOL), assistente Jurema Costa do PTB Mulher e o prefeito eleito do município de Santana, Robson Rocha (PTB), além do deputado Davi Alcolumbre (DEM). Segundo o candidato Clécio Luis, as alianças foram firmadas em função dos ex candidatos apresentarem propostas de mudança para Macapá. A absorção dos projetos defendidos por Davi Alcolumbre foi um dos principais acordos estabelecidos entre os partidos. Agradecimentos “Com muita humildade eu venho agradecer o

apoio para continuar essa segunda etapa. Recebemos a incorporação dos partidos com a convicção de construção de um projeto político que nos propusemos a eleição, de fazer com que a população possa ter sua alto estima resgatada e a que Prefeitura volte a ter uma administração digna” ressaltou o candidato Clécio Luis. Objetivos Durante o encontro, o senador Randolf Rodrigues disse que o objetivo das alianças é por fim a alternância dos grupos políticos no Amapá. Para o parlamentar o apoio consolidado entre os partidos e o candidato Clécio configura o único caminho para mudanças no cenário político. “Não estamos apenas apontados apenas uma aliança política, e sim um caminho novo para a política no Amapá. É uma aliança para ganhar a Prefeitura no último domingo deste outubro, mas é também para governar em conjunto, unindo ideias e propostas de Clécio e demais lideres para Macapá dar a volta por cima” declarou o senador. Milhomen fala em compromisso e credibilidade ao apoiar Clécio Luis. Em seguida, foi a vez do ex candidato Evandro Milhomen (PC do B) anunciar apoio a Clécio Luis. O deputado federal explicou que avaliou o quadro político eleitoral para o segundo turno da disputa à Prefeitura de Macapá, e concluiu que o único candidato com compro-

misso e credibilidade capaz de coordenar ações de governo que ajudem na construção de uma cidade mais humana e feliz é Clécio Luis. “É um jovem político, atuante enquanto vereador e preparado para enfrentar os grandes desafios que se impõe para a nova gestão que assumirá o governo no inicio do ano vindouro. A relação programática daquilo que nós defendíamos na campanha foi absolvida pelo candidato Clécio, isso foi importante para que o Partido pudesse se debruçar na escolha” explicou Milhomen. Críticas Se por um lado as novas alianças foram comemoradas pelo PSOL, por outro, os velhos aliados não deixaram passar em vão e teceram algumas críticas. O deputado federal Bala Rocha (PDT), foi um dos que comentou a nova aliança. “A harmonia tão criticada pelo PSB agora é 50. O ‘novo’ virou a “nova harmonia” com PSOL, DEM, PSDB e PTB”, disse no twitter. Já o internauta Fábio Muniz, comentou a tal diferença de ideologias partidárias. “Clecio mão de ferro rejeita PSB se alia com DEM e Rosemiro Rocha, e forma a esquerda mais torta que eu ja vi”, comentou no microblog. O blogueiro Heverson Castro, que é declaradamente pró-PSB, foi mais ácido no twitter. “A ideologia do PSOL é igual a dona Doratéia da Gabriela. Ela vive dando lições, mas vai perder a moral quando descobrirem que era quenga”, disse.


JD

Geral

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Penas para condenados pelo mensalão dependem do entendimento do STF Se os ministros acatarem na íntegra a denúncia do MPF, punições serão somadas e poderão chegar a 8 anos em regime fechado

O

s petistas condenados por corrupção ativa pelo Supremo Tribunal Federal (STF) terão de esperar pelo fim do julgamento de todos os tópicos do mensalão para saber quais serão as suas punições. José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares foram acusados por corrupção ativa e formação de quadrilha e são amplas as possibilidades das penas, que podem variar das mais brandas às mais severas. Embora os ministros ainda não tenham votado com relação ao crime de formação de quadrilha, há outro fator que torna as punições menos previsíveis; é a forma como os crimes serão enquadrados: como concurso material (quando as penas para os crimes que foram cometidos mais de uma vez são somadas) ou como crime continuado (que desconsidera a repetição dos crimes). Os petistas respondem por nove imputações de crime de corrupção ativa e por formação de quadrilha. A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) indica a incursão dos acusados sob a modalidade de concurso material. Dessa forma, se um dos acusados cometeu o crime por nove vezes, a pena será calculada para cada uma e somada. “Se os ministros acatarem a denúncia na íntegra, que pede o julgamento com base no concurso material, aí as penas podem chegar ao máximo. Se for superior a oito anos de prisão, será em regime fechado”, expli-

A

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

DEPÓSITO COMPLICA PRIMEIRA-DAMA DE PALMAS

U

m depósito de R$ 100 mil na conta de ex-assessora da primeira-dama de Palmas (TO) pode complicar a já delicada situação do prefeito Raul Filho (PT). A coluna teve acesso à quebra do sigilo da empresa laranja Adécio e Rafael Construções, que recebeu R$ 37 milhões da Delta. No dia 15 de Fevereiro, há o repasse para Rosilda Rodrigues, braço direito da deputada estadual Solange Duailibe (PT), esposa de Raul. O prefeito, que já passou pela CPI do Cachoeira, agora pode abrir caminho para a mulher.

Tratorando Este é o segundo depósito comprometedor para o casal. No início da CPI, foi descoberto repasse de R$ 120 mil na conta de Rosilda, justificado como venda de um trator.

ca Rodrigo Sánchez Rios, especialista em Direito Penal. Ele ressalta que, até o fim do julgamento, será difícil ter qualquer noção de qual será a pena dos acusados. “Qualquer ponderação poderá ser limitada. O que parece é que, se for nos moldes do que o MPF sugere, as penas poderão ser as mais gravosas”, comenta. As possibilidades do julgamento mudam sensivelmente o tamanho das penas. “Se os ministros decidirem calcular as penas levando em conta o crime continua­­do, as acusações passam a contar como se fossem um crime apenas”, aponta Rios. Nesse caso, Dirceu, Genoino e Delúbio, que têm as mesmas acusações, podem receber puni-

ções mais brandas: entre 4 e 8 anos de prisão, em regime semiaberto, que costuma ser cumprido em colônia penal agrícola ou industrial. Quadrilha e prescrição A amplitude da penalidade que será imposta é imprevisível. No entanto, uma possível condenação por formação de quadrilha pode não influenciar no cálculo. A pena prevista para o crime é de um a três anos de detenção. Caso sejam condenados e a pena calculada seja a mínima, já haverá prescrito o prazo da punição. “Acho difícil que a denúncia de formação de quadrilha se converta em punição efetiva. Nesse caso haverá a prescrição retroativa, por-

que o prazo acabou em 2011”, explica o especialista em direito penal Fábio Guaragni. Se a pena para essa acusação for a máxima, que é de três anos, há tempo para o cumprimento da pena. Nesse caso, o prazo só prescreve em 2015. Guaragni acredita que o julgamento tem cumprido um papel pedagógico e será um marco para o Direito. “A forma como ele está sendo abordado pode fazer com que os ministros tenham uma postura diferente, principalmente com relação ao cálculo das penas e da culpabilidade do agente. Nesse sentido, o Brasil tem tradição liberal e de escolha sempre pelas penas mínimas”. (Gazeta do Povo)

Corregedoria Geral do MP de Goiás instaura processo e suspende Demóstenes Torres

Corregedoria Geral do Ministério Público do Estado de Goiás decidiu instaurar processo administrativo disciplinar para investigar o ex-senador Demóstenes Torres (ex-DEM, atualmente sem partido), cassado em julho após denúncias de envolvimento com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Após perder o mandato no Senado, Demóstenes voltou a exercer sua função de procurador no MP-GO, que

A4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

agora vai investigá-lo. Demóstenes Torres também foi suspenso do exercício de suas atividades como procurador. Diálogo gravado pela Polícia Federal no dia 3 de março de 2011 mostrava que o empresário Carlinhos Cachoeira pediu ajuda ao então senador Demóstenes para transferir policiais militares acusados de integrar um grupo de extermínio no Estado. Dez dias depois, o irmão

de Demóstenes, Benedito Torres, assumiu o cargo de procurador-geral do Ministério P��blico Estadual --ou seja, chefe dos promotores que atuaram na operação e que deveriam dar o parecer. Todos os pareceres, porém, foram contrários à transferência, que, mesmo assim, foi autorizada pela Justiça. Demóstenes negou ter atendido ao pedido de Cachoeira. No último dia 27 de agosto, um documento pediu o afastamento cautelar de Demóstenes Torres de suas funções como procurador da Justiça no Ministério Público de Goiás ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O documento foi assinado por um grupo de promotores e procuradores goianos e tinha mais de 80 assinaturas. E, em julho, a Corregedoria Geral do Ministério Público do Estado de Goiás já havia instaurado reclamação disciplinar para apurar possível falta em relação ao cumprimento de suas funções como procurador do MP-GO. Cassação de Demóstenes A cassação de Demóste-

nes aconteceu em 11 de julho. Foram 56 votos a favor da cassação, 19 votos contra, 5 abstenções e 1 ausência. Eram necessários 41 votos para que a cassação fosse aprovada. Com isso, o ex-líder do DEM fica inelegível até 2027 (oito anos após o fim da legislatura para o qual foi eleito), quando terá 66 anos. Além disso, ele perde o foro privilegiado e seu processo poderá deixar de ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal para ser julgado apenas pela Justiça Federal de Goiás.

Lava-jato

Precedente

Mais duas empresas de Palmas receberam verba da Adécio: WTE Engenharia, R$ 316,8 mil, dia 13/2. E Auto Posto Modelo, em 28 de setembro de 2010, com R$ 300 mil.

A procuradoria eleitoral de Palmas já enquadrou Solange Duailibe e empresários por falsificação de documentos para justificar ‘empréstimo’ de R$ 130 mil em 2010.

Curto-circuito

O PSDB não quer deixar barata a MP que reduz a conta de luz, proposta da presidente Dilma considerada eleitoreira pelos adversários. O deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) propôs emenda 287 para que os estados, com previsão de perda de receita do ICMS, sejam compensados com recursos da já existente Conta de Desenvolvimento Elétrico.

Só pra contrariar A emenda 112, de autoria do Senador Álvaro Dias (PSDB-PR), inclui os consumidores livres no sistema de cotas para os comerciantes. E o deputado Antonio Imbassahy (PSDB-BA) chuta o interruptor: propõe a supressão de todos os artigos. Do além O candidato à prefeitura de Mariana (MG), Roberto Rodrigues (PTB), tem usado áudio do ex-prefeito João Ramos, assassinado em 2008, para pedir votos: “Prezados eleitores, mais uma vez peço: vote no 14”. Sobre águas O tão esperado primeiro ônibus elétrico de Brasília já embarcou da China num navio para Santos (SP). Seguirá depois de carreta para a capital até o fim do mês. Epa, epa No STF, o ministro Lewandowski elogiou muito o deputado Campos Machado (PTB-SP), seu amigo e com quem trabalhou. Campos depôs na ação e negou o Mensalão. Fogo amigo... Ao contrário do que pensa Dilma Rousseff, o presidente do Banco de Desenvolvimento da America Latina, Enrique Garcia, defende os EUA sobre o derrame de dólares no mercado em prol do seu sistema financeiro, o que causa danos à economia brasileira.

Demóstenes Torres, senador cassado no dia 11 de julho, vota no último domingo

... e silêncio Garcia admitiu que a medida é boa para a economia mundial, mas ruim para o Brasil. Ele deu palestra ontem na Latin Asia Business, em Cingapura, na presença de representantes de 47 países. O Brasil foi representado por... ninguém sabe. Sobrou pra você Revoltados com a pro-

posta de reajuste de 15,8% em três anos, os juízes do Trabalho vão melar a Semana de Conciliação, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça. Já avisaram que não participarão. Na canela O Clarín desceu o malho no governador do Chaco, Jorge Capitanich, pelo apagão no estádio. Ele pediu o jogo na terra da presidente para agradar C.Kirchner: “Isso que acontece quando se mistura futebol e política”, manchetou o diário argentino. Os milionários Pesquisa global da consultoria Michael Page com 4,3 mil CFOs - chief financial officer, 500 deles aqui, revelou que os brasileiros são vice-líderes em salários. Cerca de 49% dos ouvidos ganham US$ 255 mil por ano. Só perdem para os americanos. Apagão político Os prédios da Esplanada funcionaram precariamente ontem com geradores, na queda de luz na capital. Com plenários vazios no Congresso, nenhum assalto foi registrado. Saudade do poder Com síndrome de prefeito de pijama, Paulo Maluf se antecipou e foi o primeiro a divulgar local e hora de votação no domingo, antes mesmo dos candidatos: 9h na Fesp. Justiça Terá início hoje em Luziânia (GO) o julgamento do acusado de assassinar, em 2010, a servidora do CNPq Elzamir Gonzaga da Silva, encontrada baleada em seu carro. Ponto final O que se diz é que nem os refletores do estádio centenário no Chaco aguentaram os hinos destoados cantados na abertura do Brasil x Argentina.

(Com Marcos Seabra e Vinícius Tavares)

www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br


Política

JD

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Barbosa e Fux condenam dois ex-deputados do PT por lavagem de dinheiro

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Marco Aurélio questiona voto do relator e absolve seis réus do crime de lavagem de dinheiro

Barbosa leu trechos da denúncia que afirma que o ex-ministro recebeu propina do publicitário Marcos Valério apontado como o operador do mensalão

O

relator no julgamento do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, e o ministro Luiz Fux votaram ontem (11), no STF (Supremo Tribunal Federal), em Brasília, pela condenação dos ex-deputados Paulo Rocha (PT-PA) e João Magno (PT-MG) por lavagem de dinheiro, mas absolveram o ex-parlamentar Professor Luizinho (PT-SP) da mesma acusação. O ministro-relator também condenou o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto por lavagem de dinheiro e absolveu José Luiz Alves, ex-chefe de gabinete de Adauto, e Anita Leocádia, intermediária dos saques feitos a mando de Rocha, por falta de provas. O revisor, Ricardo Lewandowski, e o minsitro Marco Aurélio, divergiram em parte de Barbosa e absolveram todos os réus. Barbosa leu trechos da denúncia que afirma que o ex-ministro recebeu propina do publicitário Marcos Valério --apontado como o operador do mensalão-por meio de assessores e também intermediou repasses de recursos para o PTB. A defesa do réu admite que Adauto recebeu dinheiro do PT, mas foi para saldar dívidas de campanha sem saber que o dinheiro tinha origem ilícita. Um dos saques feitos para Adauto foi no valor de R$ 650 mil, e o Banco Rural precisou entregá-lo a Simone Vasconcelos, ex-funcionária de Valério na agência SMP&B, por meio de um carro-forte. Segundo o ministro-relator, Adauto não só se valeu do esquema organizado

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF)

Relator no julgamento do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, e o ministro Luiz Fux

pelo Banco Rural, mas utilizou intermediários para fazer os saques. O cargo ocupado por Adauto “reforça ainda a conclusão de que ele tinha conhecimento da origem ilícita dos valores recebidos.” Em suma, diversamente do que foi alegado por Anderson Adauto em seu interrogatório judicial e em suas alegações finais, para Barbosa os valores não foram recebidos do diretório nacional do PT, mas do esquema de Marcos Valério e “mediante lavagem de dinheiro”, afirmou Barbosa. O ministro afirma que, embora o dinheiro fosse usado para pagar dívidas de campanha, nada muda em relação à lavagem de dinheiro. Já sobre o Professor Luizinho, Barbosa acredita que não há provas de que o ex-parlamentar tenha lavado dinheiro do mensalão. Se-

gundo a Procuradoria Geral da República, Luizinho recebeu R$ 20 mil das contas de Marcos Valério. Segundo alegação da defesa, o dinheiro seria usado como caixa dois para pagar despesas de campanha para a eleição dos vereadores do PT em São Paulo. No entendimento de ministro, não há provas de que o dinheiro repassado pelo ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e recebido pelo intermediário José Nilson dos Santos foram realmente solicitados pelo Professor Luizinho, como argumenta a defesa dele. Barbosa afirmou ainda que foi feito apenas um único repasse ao Professor Luizinho, o que reforça a dúvida quanto ao dolo dele na lavagem de dinheiro. Discussão sobre lavagem A caracterização da lava-

gem do dinheiro gerou uma longa discussão entre os ministros, envolvendo Lewandowski, Aurélio, Barbosa, Luiz Fux e Dias Toffoli. Para Lewandowski, Aurélio e Toffoli, os réus deste item não pode ser condenados por lavagem de dinheiro porque não houve intenção de ocultar os recursos. Já Barbosa e Fux consideraram que houve dolo por parte de alguns réus pela maneira como receberam os recursos --grandes montantes em dinheiro, mediante inclusive a carro-forte. No julgamento do mensalão, a maioria dos réus acusados de lavagem de dinheiro também respondem por outros crimes, em geral, corrupção --ou seja, há um crime antecedente. No caso dos réus deste item, elem são acusados apenas por lavagem.

Orçamento de 2013 pode ter mais R$ 22 bilhões em receitas, diz relator

O

Orçamento do próximo ano pode ter as receitas revistas em mais R$ 22 bilhões. Esse recurso extra foi estimado pelo relator de Receitas da proposta orçamentária de 2013, deputado Claudio Puty (PT-PA), que participou hoje (11) de reunião com a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. A receita prevista pelo governo para

2013 é R$ 1,03 trilhão. Segundo Puty, o recurso adicional poderá vir da maior arrecadação do Imposto de Renda (IR) de empresas e pessoas físicas e do aumento de receitas previdenciárias. O deputado disse que o aumento da arrecadação do IR tem relação direta com o comportamento da economia, que deve apresentar maior crescimento em 2013.

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, Oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais do Distrito e Município de Macapá - Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar: ANDREO DIONE VALADARES CARVALHO e EVA DA CRUZ PALMEIRIM Ele, filho de Divana Valadares Carvalho. Ela, filha de Raimundo Vieira Palmeirim e Raimunda Correia da Cruz. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da Lei. Lavro o presente para ser afixado em Cartório e publicado na Imprensa local. Macapá-AP, 10 de outubro de 2012 Francilene da Silva Duarte Escrevente autorizada

O

ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), questionou ontem (11) o voto do ministro Joaquim Barbosa, relator da Ação Penal 470, conhecida como processo do mensalão, e, assim como o revisor Ricardo Lewandowski, absolveu seis réus do crime de lavagem de dinheiro. Para Marco Aurélio, não é possível “confundir corrupção passiva com lavagem de dinheiro”. Ao fazer a intervenção, Mello apresentou seu voto antes do da ministra Rosa Weber, que, pela ordem inversa de antiguidade da Casa, teria a palavra após o pronunciamento de Lewandowski. Segundo Mello, houve “elasticidade” no voto de Joaquim Barbosa, ao condenar os ex-deputados petistas Paulo Rocha (PA) e João Magno (MG) e o ex-ministro dos Transportes Anderson Adauto por lavagem de dinheiro. Marco Aurélio argumentou que o relator do processo está caracterizando como lavagem de dinheiro atos tipificados no crime de corrupção passiva. “Não tenho como dizer diante desses fatos que são típicos da lavagem de dinheiro. Não vi um dado que pudesse guardar sintonia ”, avaliou. O ministro manifestou preocupação com a amplitude dada pela Corte ao delito de lavagem de dinheiro e disse que a lei cor-

re o risco de ficar desmoralizada, se for ampliada pelo Supremo Tribunal. “Toda vez que se exagera na busca da aplicação da lei, essa lei tende a ficar, até mesmo, desmoralizada.” Para o ministro, a dimensão dos argumentos da Corte sobre o tema pode acabar por desqualificar o julgamento. “Preocupa-me sobremaneira o diapasão que se está dando à lavagem de dinheiro. Isso repercutirá nacionalmente, considerada a atuação dos diversos órgãos investidos do ofício judicante. Um suspiro no âmbito do Supremo repercute, e repercute em termos de se assentarem enfoques, de se assentar jurisprudência.” Marco Aurélio destacou que a dimensão da lei, aceitando a tese da Corte de que é possível dolo eventual no delito de lavagem de dinheiro, advogados criminalistas poderão ser processados por receber dinheiro gerado por crimes. “Não quero assustar os criminalistas, mas vislumbro que teremos muitas ações penais contra os criminalistas porque são contratados por acusados de delitos até gravíssimos e, claro que poderão supor que os honorários, os valores, são provenientes de crimes. Crimes praticados por traficantes, contraventores e outros”, explicou. O dolo eventual é considerado quando o réu assume o risco de cometer um crime.

Ministério reduz de 18 para 16 anos idade mínima para cirurgia bariátrica no SUS

N No caso das receitas previdenciárias, ele destacou que o crescimento vem da maior formalização do mercado de trabalho. “A receita previdenciária tem uma relação com a economia, mas não tem sido tão cíclica. Tem uma relação com o mercado de trabalho, que tem surpreendido com grau de formalização”, disse. Puty acrescentou que deve apresentar relatório definitivo sobre as receitas em 31 de outubro, um dia depois de audiência pública com a ministra Miriam Belchior. O presidente da Comissão Mista de Orçamento, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), destacou que o aumento na estimativa de receitas para o próximo

ano é importante para garantir recursos para “temas que o Congresso inclui tradicionalmente no Orçamento”. Ele citou a necessidade de recursos para as emendas e para ressarcimento a estados exportadores que perderam receitas com a Lei Kandir. O senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator-geral da proposta orçamentária de 2013, destacou que é preciso investir com responsabilidade, em um momento de crise econômica externa. “Estamos vivendo um momento de dificuldades na economia, de queda na arrecadação do governo. Portanto, temos que fazer um Orçamento com responsabilidade fiscal”, disse.

o Dia Nacional de Prevenção à Obesidade, lembrado ontem (11), o Ministério da Saúde informou que vai reduzir, de 18 para 16 anos, a idade mínima para realização de cirurgia bariátrica no Sistema Único de Saúde (SUS), nos casos em que há risco de morte para o paciente. De acordo com comunicado da pasta, a decisão foi tomada com base em estudos que apontam o aumento da obesidade entre adolescentes. Dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares de 2009 (POF) indicam que, na faixa de 10 a 19 anos, 21,7% dos brasileiros apresentam excesso de peso. Em 1970, o índice era 3,7%. O governo anunciou ainda a inclusão de exames e de técnicas cirúrgicas para redução de estômago. Atualmente, o SUS autoriza três técnicas: a gastroplastia com derivação intestinal; a gastrectomia com ou sem desvio

duodenal; e a gastroplastia vertical em banda, que será substituída por apresentar significativo índice de novo ganho de peso pelo paciente. No lugar desse procedimento, está prevista a inclusão da gastroplastia vertical em manga (sleeve). Na cirurgia plástica reparadora pós-operatória, além da oferta da cirurgia plástica reconstrutiva do abdome para correção dos excessos de pele (chamada de dermolipctomia abdominal), a rede pública deve passar a oferecer também o procedimento que inclui a intervenção na parte posterior do tronco. Antes de se submeter a uma das três técnicas, o paciente entre 16 e 65 anos deve passar por avaliação clínica e cirúrgica e ter acompanhamento com equipe multidisciplinar durante dois anos. Nesse período, ele terá de fazer dieta e, se os resultados não forem positivos, a cirurgia será recomendada.


JD

Esporte

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Hoje tem Gigantes do Norte neste Dia das Crianças no Glicerão

FEXAP realiza hoje etapa estadual de Xadrez

Os sósias dos craques do futebol brasileiro falam a imprensa sobre o encontro com as crianças logo mais

Da Reportagem

Elcio Barbosa

Da Reportagem

N

a década de 1920, o então deputado federal, Galdino do Valle Filho teve a idéia de “criar” o dia das crianças. Os deputados aprovaram o decreto, e o dia 12 de outubro foi oficializado como Dia da Criança. Devido a isto, os “Gigantes do Norte”, time de anões fazem logo mais, fim de tarde animada com palhaços e pipocas no Glicério Marques para as crianças amapaenses a partir das 18 horas. A festa em homenagem, e alusiva ao Dia das Crianças no Brasil, ganhou força na gestão do então presidente, Arthur Bernardes, através do decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924. O evento conta com duas partidas, uma em Macapá logo mais às 18 horas no Glicerão contra a equipe da escolinha de futebol, Zico 10, e outra, neste sábado no horário da manhã em Santana. No domingo, 14, eles visitarão o municí-

pio de Porto Grande. A parceria é entre a Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel), que tem a frente, Vitor Jaime, e a Rádio Diário FM 90.9 (apresentador, Costa Filho). O preço dos ingressos está sendo vendido no valor de R$ 5,00 reais. Em Macapá, no prédio da Rádio Diário FM, ou pelo telefone 9125-1555. Em Santana você encontra na lanchonete Café com Bobagem na Praça Cívica. Confirmados as presenças dos sósias dos jogadores do futebol brasileiro, craques como: Vagner Love, Pet, Denílson, Ronaldinho Gaúcho, Kaká, e outros. “Está tudo pronto e nossa idéia é animar o dia das crianças em Macapá e em Santana, esperamos que, seja uma grande festa, e os pais podem levar os filhos para participar” confirmou Vitor Jaime incentivador da festa. “Os anões são atrações não só no Pará, e no Maranhão, mas, em todos os lugares que eles vão, e acreditamos seja su-

DIVULGAÇÃO

Time dos anões quando consediam entrevista a TV Band Macapá quando vieram pela 1ª vez ao Amapá

cesso em Macapá” também reforçou o Costa Filho organizador do evento. Os Gigantes do Norte tem uma historia de superação devido à escassez de recursos para o esporte amador no norte do

País. A idéia surgiu em 2007, durante uma conversa entre o técnico de futebol, Carlos Lucena na época treinador da Tuna Luso Brasileira e o amigo dele, Alberto, que é ‘anão’ e é conhecido de “capaci-

dade”, hoje com 40 anos. O time já realizou mais de 50 partidas em quase todos os municípios do Pará, e acumula apenas, 3, derrotas, os anões ainda estão em busca de um patrocinador.

Elcio Barbosa

O

xadrez no Amapá surge como mais uma novidade esportiva, onde alunos-atletas possam despontar no cenário estadual e nacional, como grandes mentes do esporte ‘pensante’. Entretanto, a Federação Amapaense de Xadrez (Fexap) realiza hoje as 9 horas a etapa estadual das Olimpíadas Estudantis de 2012, no Colégio Amapaense. “Por que a escola Castelo Branco já saiu na frente e no dia 12 faremos a seletiva no Colégio Amapaense para definir os classificados tanto no feminino quanto no masculino para participar das Olimpíadas que será realizada em Cuiabá” informou Everaldo Dias, presidente da Federação Amapaense de Xadrez. Segundo o Presidente Everaldo Dias, a semifinal do Campeonato Estadual Categoria Absoluta, onde os enxadristas vão mostrar o esporte através da capacidade de ‘raciocinar’. Ou seja, o ‘xadrez pensado e obedecerá ao tempo Suíço de 61 minutos’ “serão precisos 10 competidores para a semifinal absoluta ser considerada estilo Heath Internacional de xadrez, seria inédito para o xadrez amapaense acontecerá no período de 2 a 4 de novembro.

Amapá fatura 2ª vitória no brasileiro Definidos grupos onde Amapá Sub -15 masculino em Cuiabá participa dos JUB’ S 2012 Elcio Barbosa

Da Reportagem

A

seleção do Amapá conquistou a segunda vitória no Campeonato Brasileiro naipe masculino Sub-15 da (3ª Divisão), ao vencer a seleção do Tocantins por 63 a 60. O Amapá derrotou no 1º período de 27 a 15 o Tocantins na tarde de ontem em Cuiabá, estado do Mato Grosso. Os amapaenses computaram com 31 pontos, quatro rebotes, quatro recuperações de bola, quatro assistências e um bloqueio do cestinha, Lucas Lacerda. Novamente estreante na competição já deixando a marca dele no certame. O principal pontuador tocantinense foi o armador Fábio Nobre, com 30 pontos, nove rebotes e sete assistências. O Amapá lidera o grupo “B”, com quatro pontos (duas vitórias), enquanto Tocantins soma três pontos (uma vitória e uma derrota). A rodada terá mais dois jogos no Ginásio Ver-

dinho, em Cuiabá: Acre x Rio Grande do Norte às 19h e Amazonas x Roraima, às 21h, horário de Brasília. A seleção do Mato Grosso folga na rodada. De acordo com o regulamento, as sete seleções foram divididas em dois grupos. Na primeira fase as equipes jogam entre si dentro de suas respectivas chaves. Os dois primeiros colocados de cada grupo se classificam para a fase semifinal: A1 x B2 e A2 x B1. Os vencedores disputam o título, enquanto os perdedores decidem o terceiro lugar. Os três primeiros colocados garantem vaga na 2ª Divisão, em 2013. O Campeonato Brasileiro Sub–15 Masculino (3ª Divisão) é organizado e realizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), financiado pela Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal através do convênio com o Ministério do Esporte, e apoio da Federação de Basquetebol de Mato Grosso.

Toque de Primeira ANTONIO LUIZ

Colunista alpcampos@hotmail.com Positivo Iniciou a elevação da estrutura metálica para a cobertura da arquibancada do Estádio Zerão. O material foi montado no chão e está sendo içado através de um guindaste. Negativo FIFA diz que simulação está se tornando um ‘câncer’ do futebol. Na Inglaterra, as simulações e o famoso ‘cai-cai’ são severamente criticados pela opinião pública. Estádio Zerão I Pilares de sustentação da arquibancada recebem os últimos reforços para o novo telhado. Estádio Zerão II Projetado para combater os esforços do vento e irá cobrir todos os assentos do estádio.

Leão Ferido Jogadores reclamam de cheques ‘sem fundos’ dados pela diretoria do Clube do Remo. Gigantes do Norte I O único time de anões do Brasil faz um jogo esta sexta em Macapá. Pela segunda vez! Gigantes do Norte II A partida rola no Glicério Marques, às 18hs, contra o Sub-13 da Escolinha Zico 10. Gigantes do Norte III No sábado será a vez de jogo em Santana e no domingo em Porto Grande. Imperdível! Brasileirão As atrações do sábado ficam por conta de Flamengo x Cruzeiro e Portuguesa x Timão.

O

Lucas está sendo apontado como destaque da competição em 2012

Futsal de Santana Foi adiado para 16 Out inscrições ao V Campeonato Entre Órgãos Públicos e Privados. Papão da Amazônia I Paysandu encara este domingo o Cuiabá-MT em jogo perigoso fora de casa, 16 horas. Papão da Amazônia II Caso não consiga efeito suspensivo, o próximo jogo do Paysandu rola em Paragominas. I Copa Nakayama Devido ao Círio de Nazaré, o inédito torneio de karatê foi adiado. Data a ser definida. Usain Bolt O recordista mundial de 100 metros rasos revela desejo de se tornar jogador de futebol. Nutrição Desportiva I A city Macapá vai sediar importante encontro sobre preparação e formação do atleta.

Amapá participa dos Jogos Universitários Amapaenses (JUB’ S 2012) com as modalidades individuais no período de 17 a 22 de outubro, e os das modalidades coletivas no período de 22 a 28 de outubro de 2012, em Foz do Iguaçu no estado do Paraná. A Coordenação dos Jogos já fez o sorteio das delegações que estão confirmados na competição. Com tudo, a equipe de handebol masculina da Faculdade Ceap do Amapá vai disputar a 1ª divisão dos JUB’ S 2012. A informação é da diretoria da Federação Acadêmica de Desporto do Amapá (Fadap). A direção da Fadap informou ainda que o futsal (masculino) da Seama e a (feminina) da Unifap estão no grupo da 3ª divisão, assim como o voleibol masculino da Unifap. Essas equipes amapaenses garantiram vaga para disputar os JUB’ S de 2012, após cumprirem jogos da etapa estadual que aconteceram no período de 28 de agosto, a 02 de setembro. Cinco Instituições de Ensino Superior amapaense disputaram nas modalidades de

Nutrição Desportiva II Consumo de líquidos e ingestão correta de nutrientes influenciam o desempenho esportivo. Abel Braga Para o técnico do Flu, ‘time campeão não é o que faz mais gols, mas o que leva menos’. Esporte Universitário I Delegação do Amapá foi definida para as Olimpíadas Universitárias – JUB’S 2012. Esporte Universitário II São 60 integrantes entre dirigentes, técnicos e atletas. Equipe forte em busca do pódio. Estranho no Ninho Kaká busca recuperar espaço numa seleção cheia de garotos. É um recomeço. Quem diria! Você Sabia? Zico declara que Mano Menezes já tem o time formado para a Copa do Mundo 2014. Como todo o respeito ao Galinho, resta saber até onde vai a seleção formada por Mano.

O handebol da Ceap tem garantido bons resultados para o Amapá devido a parceria com a republica dos esportes

basquetebol, futsal, handebol, voleibol, atletismo, natação, judô e xadrez. A delegação do Amapá está composta por 69 pessoas, e envolve o chefe da delegação, o Presidente da Federação, Olivaldo Nunes (Fadap), e mais Fisioterapeuta, técnicos e além dos atletas de Atletismo, Cássio Bruno da Fama, Alan Sérgio, Danielson Rodrigo, Andréia Souza e Danyelle Silva da Unifap. Na Natação: Suzane Amador e Felipe Augusto da Unifap, o Judô Alessandro de Melo da Fama, no Han-

debol masculino a Equipe do Ceap no Futsal masculino a Equipe da Estácio/Seama, futsal feminino. A Unifap, com o voleibol masculino. “Estamos na esperança de trazerem excelentes resultados para o esporte amapaense. O Handebol Masculino do CEAP, vice-campeão da 1ª divisão em 2011 tem boas chances de subir no lugar mais alto do pódio, tentará manter o bom rendimento e continuar na elite do handebol universitário brasileiro” disse Olivaldo Nunes, Presidente da Fadap.

Única novidade no time que pega o Cuiabá será a entrada de Leandrinho na lateral

O

coletivo apronto do Paysandu ficou para ontem, mas os indícios são de que não haverá surpresas na escalação do time que vai encarar o Cuiabá-MT fora de casa, domingo à tarde. A única mudança em relação ao time que começou a partida diante do Treze-PB será por causa da suspensão de Yago, que deixará a lateral direita para a entrada de Leandrinho. Em entrevista ao repórter Agripino Furtado, da Rádio O Liberal/CBN, o técnico Lecheva praticamente confirmou essa intenção. “A tendência é essa. Tentei mudar o mínimo possível contra o Treze e devo fazer isso contra o Cuiabá. Só devemos ter a entrada do Leandrinho no lugar de Yago”. Portanto, o time deve ter João Ricardo no gol; Leandrinho, Marcus Vinicius, Fábio Sanches e Rodrigo Fernandes; Vânderson, Ricardo Capanema, Alex Gaibu e Harison; Kiros e Thiago Potiguar. Ontem, o trabalho foi voltado quase que unicamente para finalizações. Mesmo com o ataque tendo desencantado e feito cinco gols na rodada passada, Lecheva não abriu mão de aprimorar a pontaria dos comandados. “Podemos melhorar, claro. Hoje (ontem) foi um trabalho bem específico de finalização. Isso serve também para trabalhar a defesa. É o que temos de treinar para fazer gols e nos defender”, comentou Harison. Vânderson também deu o aval para o trabalho específico, lembrando que foi assim antes do último jogo e tudo saiu a contento. “O que vai resolver nossa situação é a postura diante do Cuiabá, a alegria no vestiário. Temos que levar esse espírito para lá para tentarmos os três pontos e ficarmos próximos da classificação”, disse. “O Lecheva sabe muito bem que o trabalho sobre as finalizações tem que continuar. O treinamento foi basicamente nesse fundamento e foi muito proveitoso. Tem sido assim desde a véspera do jogo com o Treze-PB”, completou o volante.


JD

Esporte

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Anderson deixa pressão de lado e avisa: “só quero voltar inteiro para casa”

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Card principal do UFC 153

Anderson foi diversas vezes questionado sobre a expectativa do espetáculo, principalmente pelo fato de Bonnar nunca ter sido nocauteado ou finalizado

Anderson Silva encara Stephan Bonnar no final da coletiva do UFC Rio 3 que será realizado neste sabado

N

ão é à toa que Anderson Silva é considerado o melhor lutador de MMA da história, após vitórias espetaculares tanto na garra quanto na superação. Para o UFC Rio 3, neste sábado, a expectativa é a mesma, com ele encarando o norte-americano Stephan Bonnar na categoria meio-pesado – uma divisão acima dos médios, em que detém o título. No entanto, o Spider procura fugir desta obrigação. Para ele, o importante é apenas sair do octógono como entrou. Ontem, em coletiva realizada em um hotel na Barra da Tijuca, no Rio, Anderson

foi diversas vezes questionado sobre esta expectativa de espetáculo, principalmente pelo fato de Bonnar nunca ter sido nocauteado ou finalizado. Mas fugiu de prometer algo, como um chute de cinema, como fez contra Vitor Belfort, ou um nocaute avassalador, caso da revanche contra Chael Sonnen. “Minha obrigação é voltar inteiro para casa. Eu treino e faço minha parte, mas o resultado final é uma coisa que pode ser injusta. Você pode treinar o máximo e cometer um erro... Então, meu principal foco é voltar inteiro para a minha casa”, afirmou o campeão dos

médios. “Acho que é normal a pressão quando você começa a ser conhecido. Vitória e derrota andam lado a lado e enquanto eu lutar posso ser derrotado. Eu treino para não ser surpreendido com alguma técnica que seja melhor que a minha e é isso que vou levar para o octógono sábado”, completou ele. Anderson afirmou que vê com naturalidade o fato de ser visto como um herói e que sua trilha de superação, desde criança, o motivam a tentar se manter vencedor, rumo ao objetivo de se aposentar invicto no UFC. Questionado sobre uma

vitória polêmica sobre Thales Leites, em que já afirmou ter amenizado o ritmo para nocautear um compatriota que respeitava, Anderson disse que isso não se repetirá. O campeão afirmou que não pretende pegar leve só para estender o show e ampliar o espetáculo. “Bater mais fraco? Jamais. “Vou bater forte, do mesmo jeito que ele vai bater”, afirmou o brasileiro. Bonnar aposta em superstição O adversário de Anderson Silva, Stephan Bonnar, foi pouco questionado durante a entrevista coletiva,

mas foi sorridente e até mandou um “oi” em português. Bonnar voltou a dizer que se sente como num filme de Rocky Balboa, por ser um grande azarão, e aposta em um pouco de superstição para vencer no sábado. “Eu sou um pouco supersticioso e está luta acontece num dia 13. Acredito que o 13 atrai boas coisas, então é como um

sinal para mim”, disse o norte-americano, que voltou a se dizer feliz com a chance, que veio quase no encerramento de sua carreira. “De vez em quando, grandes oportunidades aparecem, e eu quero aproveitar”, completou ele, que foi bem humorado para falar de como tentará vencer o Spider. “Não vou dividir minha estratégia com vocês, né!? (risos).”.

Enquanto isso... Novo quarteto funciona e seleção brasileira goleia o 80º do ranking da Fifa

C

ontra uma fraca seleção do Iraque, que ocupa a 80ª posição no ranking da Fifa, o Brasil conseguiu uma goleada de 6 a 0, no jogo que marcou a volta de Kaká. O meia do Real Madrid formou com Oscar, Hulk e Neymar um quarteto ofensivo que levou o time à vitória, na partida disputada em Malmö, na Suécia. A seleção volta a jogar na próxima terça-feira contra o Japão, na Polônia. O Brasil não encontrou nenhuma dificuldade para vencer os iraquianos. Com uma formação inédita, o time de Mano Menezes dominou o jogo durante os 90 minutos. Os iraquianos não esboçaram reação ao controle brasileiro em nenhum momentos gols foram marcados por Oscar, duas vezes, Kaká e Hulk. Oscar abriu o placar do jogo aos 21 minutos, após uma arrancada de Neymar. O santista encontrou o meia do Chelsea livre na

área e ele marcou. Cinco minutos depois, após jogada de Kaká pela esquerda, o ex-jogador do Inter fez o segundo gol. Derrotados, os iraquianos até tentavam atacar e davam espaço para os brasileiros, que poderiam até ter ampliado o placar ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, a seleção chegou à goleada. Kaká, principal atração do jogo, marcou dois minutos após o intervalo. Hulk ampliou aos 10 minutos do segundo tempo. Faltando 20 minutos para o jogo terminar, Kaká foi substituído por Lucas. Com a nova formação, o quarteto seguiu tendo facilidade para chegar na área do Iraque. Neymar, aos 30 minutos do segundo tempo, e o próprio Lucas, aos 34, ampliaram o placar. BRASIL 6 x 0 IRAQUE Gols: Oscar, duas vezes, Kaká, Hulk, Neymar e Lucas.

Oscar é cumprimentado por Kaká após marcar pela seleção

Brasil: Diego Alves; Adriano, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo; Paulinho, Ramires (Sandro), Kaká (Lucas), Oscar(Giuliano); Neymar e Hulk (Thiago Neves). Técnico: Mano Menezes

Iraque: Noor, Samal, Ali, Salam e Abbas (Husam Kadhim). Koudon, Muthana Khalid (Jabbar), Hamad e Nashat. Ahmed Yasin (Kareem) e Younis. Técnico: Zico.

Massa crê que pódio obtido no Japão aumenta chances de renovar contrato com a Ferrari Felipe Massa chega para o Grande Prêmio da Coreia do Sul confiante em garantir sua permanência na Ferrari para 2013. Questionado sobre as conversas sobre renovação de contrato, o brasileiro admitiu que o pódio obtido no Japão no fim de semana anterior aumentou suas chances de seguir na escuderia italiana. “Acredito que [o pódio] foi muito bom para mim. Importante para o futuro, importante por toda a maneira como você trabalha, importante para a forma como a equipe está feliz. Estou certo de que foi importante para todos”, disse Massa. “Estou aqui para tentar e alcançar resultados. Nunca corri apenas por estar na pista, apenas dirigir um carro porque gosto. Eu corri para alcançar resultados e sempre os conquistei nas categorias em que passei”, completou o piloto. “É o que me traz felicidade, porque quando você fica um longo tempo sem resultados, você não fica feliz”. Massa, porém, evita prognóstico para o GP da Coreia do Sul, que ocorre neste domingo. O brasileiro diz ter reencontrado seu melhor rendimento e nega que um bom resultado seja necessário para garantir a renovação de seu contrato.“Não acho que o resultado desta corrida seja importante para o meu futuro. Estou 100% certo de que realmente estou na direção certa agora”, comentou o brasileiro. ............................................................................

Sheik dança hit sul-coreano Gangnam Style, mas diz que tentou homenagear MC Naldo

E

merson Sheik celebrou o seu gol na vitória do Corinthians contra o Flamengo, 3 a 2, no Pacaembu, com uma dancinha. O atacante declarou que a comemoração bem humorada foi para homenagear MC Naldo, amigo do atleta. A coreografia, porém, se assemelhou ao hit Gangnam Style, do cantor sul-coreano Psy, que virou febre na internet. “Tenho que pedir desculpa para o Naldo, meu par-

ceiro. Tentei fazer a dança dele, mas não sou muito bom nisso”, disse Emerson à rádio Estadão/ESPN. Mesmo tendo feito um gol, Emerson considerou fraca sua atuação contra o Flamengo. Ele atuou graças à absolvição do STJD horas antes da partida. Ele não precisou cumprir a sexta partida de suspensão por ter xingado o árbitro Péricles Bassols, na partida em que o Corinthians derrotou o Atlético-

-MG por 1 a 0. “Tenho que agradecer ao Tite de me deixar jogar os 90 minutos. Agora é muito mais foco nos treinamen-

tos. Honestamente, não gostei [da atuação]. Duas semanas que eu descansei, peguei uma preparação boa, mas foi bom”.

Troca de farpas no futsal: supervisor acusa Falcão de faltas, e atleta vê ‘irresponsabilidade’ do dirigente

Restando menos de uma semana para a viagem da seleção brasileira para o Japão, onde irá se preparar para a Copa do Mundo de Futsal na Tailândia, o clima entre a Confederação Brasileira e um dos principais jogadores do elenco não parece ser dos melhores. Em meio à recuperação de lesão na coxa direita, Falcão é acusado pelo supervisor Reinaldo Simões de não comparecer aos trabalhos programados pela CBFS; o atleta, por outro lado, diz que a irresponsabilidade no caso é do dirigente, que tornou público um mal entendido na agenda da fisioterapia. Falcão e toda a comissão técnica e diretoria da seleção se reuniram na sexta-feira em Brasília e traçaram a rotina para esta semana. O jogador informou que tinha compromissos pessoais marcados para segunda e terça, e aí começa o atrito entre as versões colocadas pelas partes. Segundo Simões, o combinado foi que Falcão iria iniciar a recuperação no Santos, clube que o jogador defendeu, em meio à agenda que incluia gravação de campanha publicitária e consulta no dentista. O jogador, campeão nacional pela Intelli Orlândia, diz que foi ele próprio quem propôs tentar conciliar os horários e usar os intervalos para ir ao clube santista, mas que oficialmente o trabalho teria início ontem. “Eu coloquei a possibilidade de tentar ir ao Santos para tratar, foi uma vontade minha. O combinado foi ir até lá caso eu tivesse espaço. Mas a programação era a partir de quinta e eu já consegui antecipar para hoje [quarta-feira], onde comecei a tratar em Orlândia”, explicou Falcão em entrevista ao ESPN. com.br..


JD

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, sexta-feira e sรกbado, 12 e 13 de outubro de 2012

A8


CadernoB

DiaDia Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Editor: Túlio Pantoja- tuliopantoja@jdia.com.br

Moradores amargam prejuízos após vendaval no Igarapé da Fortaleza

Segundo os moradores, ventos fortes e a forte chuva que derrubou várias árvores, deixaram destelhadas várias casas CINTHYA PEIXE Da Redação

O

ntem pela manhã, os moradores do Igarapé da Fortaleza começaram a comprar material de construção e a fazer os reparos nos locais que foram destruídos por um vendaval que aconteceu na madrugada de quarta-feira (10). Segundo os moradores, primeiro vieram os ventos fortes e depois a chuva, que derrubou árvores, destelhou casas, destruiu caixas d’água e a rede elétrica. “Nunca tinha visto tamanha destruição em toda a minha vida. Parece que minha casa ia cair, porque balançava todas as paredes”, falou Alcione Oliveira. Alcione teve sua casa parcialmente destruída com a queda de açaizeiros durante o vendaval. Ela declarou que ontem pela manhã seu pai teve que comprar 10 telhadas e mais diversos materiais para poder ajeitar sua residência. “Ele comprou

fiado porque não temos dinheiro para comprar este material agora”, disse a moradora. O Tenente Coronel Janary, do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP) relatou que a Defesa Civil já cadastrou as cerca de 33 famílias atingidas pelo desastre e que está repassando os dados para o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), instituição visa possibilitar o gerenciamento de ações preventivas, bem como a mobilização de recursos humanos para atuar durante a ocorrência de desastres naturais. Através destes dados o Cenad poderá ter informações sobre riscos de futuros desastres, preparando assim a população para se isto chegar a ocorrer. Janary disse ainda que já foi feita uma ação no Igarapé da Fortaleza com o intuito de eliminar as árvores que ainda apresentavam risco de cair, elimi-

CELIANE FREITAS

nação daquelas que ficavam muito próximas as residências e também o restabelecimento da energia elétrica, visto que o sistema também foi atingido. Ventos fortes Os vendavais são provocados pelo deslocamento violento de uma massa de ar. Normalmente são acompanhados de precipitações hídricas intensas e concentradas, que caracterizam as tempestades. O superaquecimento local, ao provocar a formação de grandes cumulunimbus isolados (nuvens convectivas de trovoada que se desenvolvem verticalmente até grandes altitudes), gera correntes de deslocamentos horizontal e vertical de grande violência e de elevado poder destruidor. As tempestades relacionadas com a formação de cumulunimbus são normalmente acompanhadas de grande quantidade de raios e trovões.

Os moradores teveram suas casas parcialmente destruídas com a queda de açaizeiros durante o vendaval

CELIANE FREITAS

Defesa Civil alerta população para perigo de desastres naturais REPORTAGEM JD Da Redação

E A CTMac entende que o Círio tem um significado muito forte para os macapaenses e está dando a sua contribuição para que a festa seja ainda mais organizada

CTMac organiza trânsito no Círio 2012

A

Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) está fazendo campanha educativa para orientar os condutores de veículos a não estacionar nas ruas e avenidas por o Círio de Nossa Senhora de Nazaré vai passar neste domingo (14). “O Círio de Nazaré uma das maiores festas religiosas do norte do Brasil e aqui no Amapá, temos um numero considerável de católicos e devotos da santa. Então a previsão é que, como de

Projeto prevê criação de farmácias veterinárias populares

A

Câmara analisa proposta que prevê a criação de farmácias veterinárias populares. Segundo o projeto (PL 4148/12), essas farmácias serão estabelecimentos privados que comercializarão diretamente ao consumidor, na forma de varejo, medicamentos para uso veterinário a preços subsidiados. “A medida pretende garantir subsídios para tornar mais baratos e permitir que os medicamentos de uso veterinário sejam

costume, as ruas sejam tomadas pela multidão. Por isso o nosso departamento de educação está trabalhando para garantir que o trajeto do Círio não seja ocupado por veículos para que os fieis possam passar com tranquilidade. A CTMac entende que o Círio tem um significado muito forte para os macapaenses e está dando a sua contribuição para que a festa seja ainda mais organizada e bonita”, diz o presidente da CTMac Car-

utilizados por pequenos agricultores para resguardar seus animais de doenças e epidemias”, afirma o autor do projeto, deputado César Halum (PSD-TO). A proposta também é assinada pelo deputado Junji Abe (PSD-SP). Para ter acesso aos subsídios, as farmácias deverão firmar convênio com União, estados e municípios. Um dos requisitos para funcionamento das farmácias é a presença de médico veterinário no estabelecimento. Caberá ao Ministério da Agricultura definir os medicamentos de uso veterinário que receberão subsídios, considerando-se as evidências epidemiológicas e prevalências de doenças e agravos. A pro-

los Sérgio Monteiro. Agentes da CTMac estarão acompanhado todo o trajeto do Círio para que não hajam problemas no trânsito. O objetivo é garantir o isolamento do trajeto seja respeitado. “Não podemos proibir que as pessoas usem essas vias na véspera do Círio, por isso estamos pedindo a colaboração dos condutores. Que eles deixem de usar essas vias como estacionamento por um dia, apenas. Logo após

dução desses medicamentos será feita por laboratórios privados e públicos autorizados e sujeitos à fiscalização periódica do ministério. Os ministérios da Agricultura e da Saúde poderão firmar convênio com entidades públicas e privadas para implantação de novos serviços de disponibilização de medicamentos para uso veterinário. Essas entidades terão seus custos de produção ou aquisição ressarcidos. As demais regras sobre aquisição, estocagem e comercialização dos medicamentos serão definidas por uma lei complementar posterior. Preço alto Os autores do projeto afirmam que muitas famí-

o Círio as ruas e avenidas estarão liberadas para o tráfego de carros e motos”, enfatiza Carlos Sérgio. Trajeto Avenida Cora de Carvalho, Rua Hildemar Maia, Avenida Mendonça Furtado, Rua Hamilton Silva, Avenida Presidente Vargas, Rua Cândido Mendes e Avenida Mario Cruz. Chegada na Igreja Matriz São José com a benção final do bispo diocesano Dom Pedro.

lias de pequenos agricultores deixam de tratar seus animais por não conseguir arcar com as despesas veterinárias. Para os deputados, o acesso aos medicamentos veterinários é de extrema importância para a agricultura nacional, uma vez que os principais focos de doenças animais podem surgir em pequenas propriedades de agricultores familiares e se alastrar para outras áreas, causando graves prejuízos para a economia. Os parlamentares explicam que a proposta se baseia no programa criado pelo governo federal para ampliar o acesso de cidadãos de baixa renda a medicamentos destinados à saúde humana – o Farmácia Popular do Brasil.

sta semana aconteceu em diversos Estados brasileiros a Semana Nacional de Redução de Desastres. No Amapá, houve uma vasta programação que contou com diversas atividades, como uma reunião que aconteceu na terça-feira, 9, entre a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil e demais órgãos da segurança pública e saúde, com o tema “Perfil Epidemiológico Comparativo das vítimas de acidente de trânsito, atendidas no pronto atendimento do Hospital de Emergências de Macapá, no 1º Semestre de 2008 e 2009”. “Esta reunião teve o intuito de orientar as políticas de prevenção de segurança pública e da saúde, para a gente encarar a grande quantidade de acidentes que acontecem em Macapá também como um desastre, porque isto trará várias conseqüências, como para o estado, que vai gastar recursos para o tratamento e indenizações”, declarou o Tenente Coronel Janary. Além disto, na quarta-feira, 10, houve a entrega do cartão de pagamento da Defesa Civil, meio pelo qual o Governo Federal irá repassar recursos para as coordenadorias estaduais. Quando acontecerem desastres, a partir de agora o Amapá estará habilitado

para utilizar o dinheiro disponível no cartão. Ontem pela manhã a Defesa Civil encerrou a programação distribuição de folders de prevenção de acidentes domésticos e acidente de trânsito, em vários pontos de Macapá, dentre eles o cruzamento da Rua Leopoldo Machado com Avenida Padre Júlio e Avenida Presidente Vargas com Rua General Rondon. “Segundo estudos o acidente doméstico é a segunda maior causa de trauma atendida no Hospital de Emergências. São quedas, queimaduras e diversos outros acidentes que acontecem todos os dias dentro de casa”, disse Janary. A data Instituída em 2005, a Semana Nacional de Redução de Desastres, celebrada na segunda semana de outubro, tem por objetivo aumentar a percepção de risco da sociedade brasileira relacionada à sua conduta preventiva e preparativa, principalmente das comunidades que vivem em áreas de risco. Neste ano, o Ministério da Integração Nacional estabeleceu o mês de novembro para as atividades relacionadas ao evento. Já as coordenadorias estaduais de Defesa Civil desenvolvem diferentes ações para redução de desastres nos meses de outubro e novembro. CELIANE FREITAS

Tenente Coronel Janary fala sobre a ação de prevenção


Geral

JD

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

CEA diz que obras para interligar sistema do AP ao país estará pronta em 2013 Serão executadas cinco obras para interligação ao SIN, totalizando R$ 24 milhões de investimentos no fornecimento de energia em todo o Estado CELIANE FREITAS

REPORTAGEM JD Da Redação

A

diretoria da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) esteve reunida ontem, com os trabalhadores da empresa, para socializar e discutir pontos relacionados à federalização e a interligação do Amapá ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Para o diretor técnico, Rogério Cardoso, a interligação do Amapá ao SIN é uma realidade. Ele falou ainda sobre os encaminhamentos que estão sendo feitos pela CEA para essa integração. Segundo o diretor, uma comissão formada por 20 técnicos de vários setores da Companhia estão trabalhando no levantamento e encaminhamento das ações necessárias para essa nova configuração, a partir da chegada da linha de transmissão da Hidrelétrica de Tucuruí. “Licitamos uma empresa que está iniciando a elaboração do projeto básico e, assim que for concluído, faremos a licitação para a realização das obras que deverão estar prontas em maio de 2013”, declarou Rogério. Serão executadas cinco obras para interligação ao SIN, com linhas de transmissão de 69 KV e uma subestação com potência de 26 MVA, em Laranjal do Jari, totalizando R$ 24 milhões de investimentos

Para o diretor técnico, Rogério Cardoso, a interligação do Amapá ao SIN é uma realidade

do governo do Estado, através do Proinveste e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Em relação ao processo de federalização, as informações foram repassadas pelo presidente da CEA, José Ramalho. Ele iniciou afirmando que o governador Camilo Capiberibe, ao assumir o Poder Executivo, enfrentou o problema do endividamento da empresa junto com a diretoria da CEA em busca de uma solução definitiva. “Primeiro, tivemos um embate político

para não arcar com toda a dívida porque inviabilizaria outros investimentos pelo Estado”, declarou José Ramalho, acrescentando que foi dado encaminhamento a uma negociação com o governo federal, que concordou com a retirada de juros e multa da dívida para discutir um modelo de federalização mais adequado do Amapá. Ramalho esclareceu ainda que a assinatura do protocolo de intenções, documento que vai dar início ao processo de federalização da CEA, foi

adiada para atender solicitação da Eletrobras de inclusão, no referido documento, dos impactos causados pela edição das Medidas Provisórias nº 577 e nº 579. Ainda segundo o presidente, os últimos estudos feitos pela equipe da CEA foram encaminhados esta semana para análise da Eletrobras, que, após avaliação, deverá se posicionar a respeito e agendar a data para assinatura do protocolo, a qual deverá ocorrer em Macapá a pedido do governo do Estado.

Setrap pede mais prudência a motoristas que trafegam pelo Km 9

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com A CARTA A Comissão Executiva Estadual do PSB e outras lideranças do partido produziram e fizeram publicar um documento que tem o título: “Carta ao Povo Macapaense”. Na carta os dirigentes deixam clara a sua posição com a qual chegou ao cargo de governador do Estado e dizem em que condições podem transformar a vontade de apoiar o candidato do PSOL na eleição do dia 28 de outubro de 2012. DESEJO No documento fica expressa a fidelidade que o Partido segue e propõe ao povo afirmando que “o PSB opõe-se à renovação do mandato do candidato do PDT nas eleições municipais de Macapá, por considerá-lo o atual expoente do grupo político que a nossa população já rejeitou em 2010”, em uma alusão ao resultado da eleição em que o PSB venceu, em segundo turno, o candidato do PTB, Lucas Barreto. ADIANTE Na mesma carta, logo adiante, o PSB considera possível o apoio político-eleitoral ao PSOL, que em 2010 esteve aliando com Lucas Barreto (PTB) que “virou” o principal adversário do PSB. Condiciona, entretanto, o apoio do PSB às posições claras em relação a temas selecionados na carta, como o “desejo” do partido (PSOL) ter o apoio do PSB, de forma pública. NATURALIDADE DOS PREFEITOS ELEITOS Entre os 14 prefeitos eleitos para dirigir os municípios amapaenses, alguns são migrantes, mas a maioria nasceu em Macapá/AP. Está escrito na certidão de nascimento deles que nasceram nos seguintes municípios: 1 em Fortaleza/CE; 1 em Quixadá/CE; 1 em Breves/PA; 1 em Afuá/PA; 1 em Carmo do Parnaíba/ MG; 1 em Belo Vale/MG. Os outros 8 são Amapaense, nascidos 6 em Macapá, 1 em Mazagão e 1 em Amapá. São, portanto, 2 paraenses, 2 mineiros, 2 cearenses e 8 amapaenses. VICE-PREFEITO Os cargos de vice-prefeito estão distribuídos entre os seguintes partidos: 3 (três) no PSB; 2 (dois) no PP e 2 (dois) no PT; os outros partidos, PSDB, PR, PSD, PMDB, DEM, PTB e PDT, tem cada 1 (um) vice-prefeito eleito. Ainda faltam ser conhecidos os vice-prefeitos de Macapá, que vai ficar entre Telma Gurgel (PSD) e Allan Sales (PPS) e de Pedra Branca que está indefinido.

Numeros de acidentes continuam crescendo na rodovia paresar da pista esta sinalizada, falta de atenção é indicada como maior causa de colisões

A

pesar da sinalização indicar que existem homens e máquinas na pista, muitos motoristas não reduzem a velocidade no trecho da Rodovia 440, também conhecida como Ramal do Km 9, onde a Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap) faz o trabalho de recapeamento da via. O diretor do Departamento de Engenharia de Produção do Setrap, Tiago do Carmo, disse que mesmo não tendo ocorrido nenhum acidente, é preci-

so que os motoristas atentem para a sinalização, indicando a obra, e principalmente reduzam a velocidade. “Na próxima semana devemos iniciar a sinalização horizontal e vertical, garantido segurança no trecho já executado. Mas é preciso que o motorista reduza a velocidade onde nossos homens trabalham, para que não ocorra nenhum acidente”, alertou Tiago. Na Rodovia 440 serão recapeados 9 quilômetros, dos quais 6 quilôme-

tros já estão concluídos, usando o Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). “Esse é um material mais resistente, próprio para usar em rodovias onde circulam com frequência veículos pesados. É importante dizer que essa obra é executada com recursos próprios do Estado”, informou Tiago. Mais pavimentação O diretor também esclareceu que 95% das obras de pavimentação da Rodovia JK já estão concluí-

B2

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

das e que até o final de novembro o serviço estará 100% executado. Durante o mês de agosto, a Setrap, atendendo demanda de associações de moradores, fez o asfaltamento de algumas ruas e avenidas dos bairros Marabaixo I e III, Renascer, Jardim I e Zerão, bem como a recuperação total da avenida Castelo Branco, em Santana. Nesses locais foi feito o que os técnicos chamam de Tratamento Superficial Simples (TSS).

SEGUNDO TURNO As coordenações de campanha dos dois candidatos que passaram para o segundo turno de votação que será realizado no dia 28 de outubro, domingo, para se conhecer o prefeito de Macapá, estão buscando apoio entre os partidos que apresentaram candidatos no primeiro turno e que já estão fora da disputa: Davi (DEM), Cristina (PSB), Milhomen (PC do B) e Genival (PSTU). Os quatro candidatos juntos somaram 65.178 votos. AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DOS CANDIDATOS A grande vantagem do candidato do PDT, Roberto Góes, é a diferença

de 25.092 votos (12,29%), entre a sua votação e a votação do candidato do PSOL Clécio Luiz; a grande vantagem do candidato do PSOL, Clécio Luiz, é a baixa rejeição de 9% que tem, contra 34% que tem o candidato do PDT, Roberto Góes. 7 EM CADA 10 De acordo com os cálculos e em um cenário em que seriam mantidos todos os índices de abstenção e votos válidos registrados no primeiro turno de votação, de cada 10 dos 65.178 votos que foram dados aos candidatos que não foram para o segundo turno, 7 teriam que ir para o candidato Clécio Luiz vencer a eleição. Em outro qualquer cenário mais desfavorável, o atual prefeito seria reeleito. ALIANÇA COM O POVO Os responsáveis pela campanha da coligação encabeçada pelo PSOL estão preferindo falar que estão mais interessados em uma aliança com o povo, ou seja, com o eleitor. Há receio de que o candidato do partido possa trazer em uma aliança com o PSB parte da rejeição que o partido apresentou durante o primeiro turno 57%. Se isso acontecer, dizem os dirigentes, “será fatal”. OS VOTOS DO DAVI Se fosse operação exata uma aliança política, bastaria o candidato Roberto trazer os 21.796 votos dados ao candidato Davi, para vencer a disputa. Roberto precisar alcançar 102 mil votos para vencer a eleição. Só com os votos que foram dados ao Davi, o candidato do PDT ficaria com 103 mil. O NOVO PRESIDENTE O ministro Joaquim Barbosa foi eleito na quarta-feira presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) por dois anos, a partir de novembro. Barbosa substituirá o atual presidente, Ayres Britto, que deixa o cargo em 18 de novembro, quando se aposenta por completar 70 anos. Ele assume por ser o ministro mais antigo da corte que ainda não ocupou o cargo. O VICE O vice-presidente, eleito também nesta quarta, é o ministro Ricardo Lewandowski. Relator e revisor da ação penal do chamado mensalão, respectivamente, os dois têm protagonizado vários embates durante as sessões deste julgamento. HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO Os candidatos a prefeito do Município de Macapá, Roberto Góes (PDT) e Clécio Luiz (PSOL) já estarão no rádio e na televisão neste sábado, dia 13, no horário eleitoral gratuito do segundo turno ininterruptamente entre os dias 13 e 26 de outubro. A definição está no calendário eleitoral. INSERÇÕES TAMBÉM No rádio, a propaganda vai ao ar às 7h e 12h e na televisão às 13h e 20h30. Os candidatos terão 10 minutos em cada horário para expor suas idéias. No mesmo período, eles terão 30 minutos diários divididos em tempos de 30 e 60 segundos para veicularem inserções que começam às 8h e encerram à meia-noite. As emissoras geradoras permanecem as mesmas do 1º turno.


Geral

JD

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

B3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Comércio amapaense foi o que mais vendeu em agosto

Círio das Crianças reforça a tradição nesta sexta-feira

As 27 Unidades da Federação tiveram resultados positivos na comparação CINTHYA PEIXE Da Reportagem

O

volume de vendas do Comércio Varejista do Amapá subiu 7% em agosto de 2012 frente a julho de 2012, na série ajustada sazonalmente. Com este resultado, o comércio amapaense foi o que mais vendeu no oitavo mês do ano, na comparação com julho deste ano. Em segundo e terceiro lugares ficaram Roraima (3,6%) e Mato Grosso do Sul (2,9%), respectivamente. Em relação a agosto de 2011, as variações foram de 24,6% para o volume de vendas. O Comércio Varejista Ampliado (que agrega, aos índices do varejo, as atividades “Veículos, motocicletas, partes e peças” e “Material de construção”, que incluem o ramo atacadista) apresentou aumento de 14% para o volume de vendas. As 27 Unidades da Fe-

deração tiveram resultados positivos na comparação agosto de 2012 versus agosto de 2011, sendo as taxas mais significativas observadas em: Roraima (28,8%); Amapá (24,6%); Mato Grosso do Sul (22,6%); Acre (14,9%); Ceará (13,6%) e Tocantins com 13,2%. Quanto à participação na composição da taxa do comércio varejista, destacaram-se, pela ordem, São Paulo (12,4%); Minas Gerais (10,1%); Rio de Janeiro (6,2%); Rio Grande do Sul (9,5%) e Paraná (9,0%). Ainda por Unidades da Federação, os resultados com ajuste sazonal (na comparação mês/mês anterior) para o volume de vendas mostram que dos 27 estados da federação, dezesseis apresentaram variação positiva, sendo os destaques: Amapá (7,0%), Roraima (3,6%), Mato Grosso do Sul (2,9%) e Mato Grosso com 1,9%.

Modelo representa o Amapá em concurso para escolha da mais bela da comunidade

V

indas de todos os estados do Brasil, 27 jovens vão participar da grande final do concurso “Top Cufa”, realizada pela Central Única das Favelas, em parceria com a marca de tratamento de cabelos Pantene, que vai eleger a mais bela jovem das periferias do país. O Amapá será representado por uma candidatada da capital Macapá. A estudante de design e modelo Luana Tainara Ribeiro. A modelo de 19 anos acredita no recurso da massagem e muita água para manter um corpo saudável. “Tomar um copo de água assim que acordo é sagrado. Depois academia e massagem, na qual descobri o segredo para perder a barriguinha além de relaxar. Já o meu cabelo, eu hidrato uma vez por semana e lavo de dois em dois dias. Na minha necessaire não pode faltar o creme de pentear, gel, cera e óleo”, revela a modelo. Determinada, a representante do Amapá pretende ser reconhecida mundialmente, seja nas passarelas ou no backstage. “Adoro o que eu faço, por isso acredito que dessa forma trabalho ainda mais feliz e confiante. Sempre digo

que se eu não tiver carreira nas passarelas, estarei por traz delas, por este motivo estudo design”, afirmou Luana. O concurso, que teve início no mês de junho deste ano com mais de 10 mil meninas inscritas, hoje conta com 27 que chegaram à reta final de realizar o primeiro passo de seu grande sonho, ser a “Top Cufa Brasil”. A vencedora será conhecida em novembro no programa do Caldeirão do Huck , da TV Globo, na qual serão avaliadas por uma banca juradora em relação a beleza, postura, carisma e desenvolvimento. Além de toda a projeção promovida pelo concurso, a grande vencedora receberá produtos da marca Pantene ao longo de um ano, além de um contrato de exclusividade com uma agência de modelos. A CUFA (Central Única das Favelas) é uma organização sólida, reconhecida nacionalmente pelas esferas políticas, sociais, esportivas e culturais. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas do Rio de Janeiro – principalmente negros – que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver.

A grande procissão acontece dia 14, tradicionalmente no segundo domingo do mês de outubro, e mais de 200 mil fiéis participam do ato de fé.

O Fonte: IBGE/AP

Motorista bate carro na saída de concessionária

N

a manhã de ontem uma situação inusitada parou o trânsito na Rua Leopoldo Machado, no centro de Macapá. O motorista de prenome Celso, saiu de uma concessionária localizada no cruzamento da Avenida Machado de Assis com Leopoldo Machado, dirigindo o automóvel Gol de placa NEV 8591, perdeu a direção e bateu no muro de um colégio particular. O colégio fica no mesmo quarteirão na loja de

família é a base, e que ensina os valores e princípios cristãos, na fé em Deus e tradição, que o Círio representa” disse Marieta. Durante o percurso, várias homenagens à Nossa Senhora. Pe. Fabio encerra o Círio das crianças com a benção, e depois haverá distribuição de lanches. A grande procissão acontece dia 14, tradicionalmente no segundo domingo do mês de outubro, e mais de 200 mil fiéis participam fazendo orações a Deus, com promessas e graças alcançadas. Os romeiros ressaltam o amor e o carinho à nossa Senhora, a Mãe de Jesus Cristo. O tema da festividade este ano é “Eu Creio! Nós Cremos!” e o lema: “Feliz aquela que acreditou” (Lucas 1; 45). Cercado de simbolismo e devoção, o Círio de Nazaré um momento marcante na história da cultura do povo da Amazônia.

Taxistas de Macapá e Santana são orientados para o Amazontech 2012

Vendedores da concessionária disseram que nunca tinham se deparado com uma situação como essa. Equipe policial esteve no local para averiguações

Foragido é recapturado em Laranjal do Jari

U

A modelo de 19 anos acredita no recurso da massagem e muita água para manter um corpo saudável

veículos. O motorista declarou que nunca havia dirigido um carro com direção hidráulica, como achou muito leve, não conseguiu manter o controle. Vendedores da concessionária disseram que nunca tinham se deparado com uma situação deste tipo e tentavam juntamente com o proprietário do veículo encontrar uma forma de resolver a situação, sem que houvesse mais prejuízos.

Círio das Crianças acontece sob a organização da Diocese de Macapá, hoje (12), dia de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil e Dia das Crianças. Catequistas, crismandos e catequizandos também participarão do evento. Nas paróquias São José, Nossa Senhora da Conceição, São Pedro e as Igrejas do Bairro Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, a santa missa inicia às 7h30 na Catedral São José, depois da celebração, a Procissão levará a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, até a Igreja Nossa Senhora da Conceição. Para Marieta Paula, coordenadora da catequese da paróquia São José, o Círio das Crianças tem a finalidade de fazer as crianças compreender junto com os seus pais, o sentido religioso na tradição Cristã Católica. “Neste momento de unidade, a

ma equipe da Unidade de Policiamento Comunitário comandada pelo capitão Waldez, foi atender uma ocorrência, uma denúncia anônima de que um foragido estava escondido na Passarela Principal do Bairro Samaúma, município de Laranjal do Jari. A equipe foi até o local e após perseguição pelas áreas de ponte, conseguiram capturar o foragido, Jailsom Nogueira Pinheiro, de 33 anos, natural de Pinheiros-Maranhão. Jailsom foi conduzido até a Delegacia de Polícia de Laranjal do Jari e após consulta ao INFOSEG foi constatado que havia dois mandados de prisão em aberto em seu nome. O in-

frator responde pelos crimes de homicídio, artigo 121 do Código Penal e artigo 157, crime de roubo. Ele foi ouvido pelo delegado plantonista e posteriormente encaminhado ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) para aguardar julgamento.

No treinamento, os taxistas credenciados recebem um kit contendo porta-revista, adesivo de identificação dos táxis, boné, lixeirinha de carro.

N

uma ação estratégica do receptivo do Amazontech, taxistas de Macapá e Santana são parceiros na orientação aos visitantes e turistas. Em reunião, na sede do Sebrae, 30 taxitas conhecem, por meio de palestra, o maior evento de sustentabilidade da região amazônica. No dia 16 de outubro, a capacitação no Curso de Atendimento ao Cliente acontecerá no Escritório Regional do Sebrae em Santana, às 19h, e na Sede do Sebrae, em Macapá, no dia 29 de outubro, das 19h às 22h. Segundo o diretor-superintendente do Sebrae, João Carlos Alvarenga, os taxistas são prestadores de serviços, fundamentais para o resultado positivo do Amazontech, além de grande aliado dos turistas. “Nosso papel é agregar esses profissionais ao serviço de divulgação e prepará-los com base na pro-

gramação que movimenta a economia do Estado”, salientou. Os taxitas interessados em participar da capacitação de orientações sobre o Amazontech e do Curso Atendimento ao Cliente devem procurar a coordenação do receptivo do evento no Sebrae, Karina Alvarenga ou Deuzanira Brito. No treinamento, os taxistas credenciados recebem um kit contendo porta-revista, adesivo de identificação dos táxis, boné, lixeirinha de carro, guia de expressões usuais (português/francês) e guia turístico com telefones úteis, endereço de hotéis e restaurantes e pontos turísticos do Estado. “É a oportunidade de empreender e fazer o diferencial no mercado, fazendo com que o taxista, também seja um divulgador do Amazontech”, comentou o taxista Francisco Santos.


JD

DiaDia

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

B4

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Beneficiários de planos não serão prejudicados por suspensão de atendimentos, assegura ANS Médicos paralisaram os serviços de consultas e cirurgias eletivas em dez Estados do país por melhores honorários

REPORTAGEM JD Da Redação

A

pesar da suspensão no atendimento pelas operadoras de planos de saúde, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informou hoje (11) que os beneficiários não podem ser prejudicados pela falta de atendimento. Desde quarta-feira (10), médicos paralisaram os serviços de consultas e cirurgias eletivas em dez estados do país. Em nota, a ANS informou que os serviços de emergências são garantidos aos beneficiários e que não há justificativa legal para a suspensão desse tipo de atendimento. Além disso, é proibida qualquer cobrança de valores adicionais por serviços que têm cobertura obrigatória pelo plano de saúde. Segundo a agência, caso algum prestador de serviço cobre algum valor indevido, a operadora deverá oferecer alternativas para o atendimento. No caso dos atendimentos eletivos, ou seja, sem urgência e emergência, a ANS orienta que as operadoras devem fazer o agendamento das consultas, exames, internações e

outros procedimentos dentro dos prazos estipulados pela agência, através da Resolução Normativa 259. Em caso de reagendamentos, as operadoras devem estar preparadas para a marcação dos serviços. Dúvidas podem ser esclarecidas por meio da Central de Atendimento ao Consumidor no portal da ANS na internet (www. ans.gov.br) ou no número 0800 701 9656. A agência também têm núcleos de atendimentos disponíveis em 12 estados brasileiros. Paralisação A mobilização está sendo articulada por três entidades que representam a classe médica nacionalmente - Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira e Federação Nacional dos Médicos – e o cronograma da suspensão dos atendimentos está sendo definido por comissões estaduais. De acordo com o representante da Comissão Nacional de Honorários da Associação Médica Brasileira (AMB), Florisval Meinão, a ideia é denunciar, principalmente, os baixos repasses feitos pelas operadoras de planos de saúde aos médicos que inte-

gram as redes credenciadas. Ele ressaltou que os serviços de urgência e emergência serão mantidos nos dias da mobilização. “As remunerações são baixíssimas, especialmente se levarmos em consideração a responsabilidade que a atividade médica envolve. O que temos visto ao longo dos anos é que as operadoras aumentam as mensalidades que cobram dos usuários utilizando índices acima da inflação ao passo que reajustam os honorários com índices inferiores à inflação.” Meinão informou que, em geral, um médico que atende no estado de São Paulo, por exemplo, recebe entre R$ 25 e R$ 60 por uma consulta a pacientes de planos de saúde. A categoria considera que o valor mínimo aceitável é R$ 80. Ele acrescentou que uma das defasagens mais evidentes está relacionada à atividade de obstetras, que recebem das operadoras de saúde, em média, R$ 300 por parto realizado. “Há famílias que pagam mais do que isso para contratar cinegrafistas que registram o parto. O valor pago a obstetras é uma aberração”, criticou.

CELIANE FREITAS

Em nota, a ANS informou que os serviços de emergências são garantidos aos beneficiários

Divisão do fundo partidário pode ficar restrita ao resultado das eleições faz com que situações desse tipo sejam questionadas na Justiça. “A forma de imprimir segurança institucional e jurídica é regular a questão. O emigrante, seja qual for seu motivo, não levará consigo os recursos do fundo nem o horário eleitoral. Com efeito, valorizam-se os partidos e evitam-se distorções e casuísmos”, argumenta.

O projeto será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e pelo Plenário.

REPORTAGEM JD Da Redação

P

roposta em análise na Câmara impede que a migração de parlamentares entre partidos tenha efeito na divisão dos recursos do Fundo Partidário e do horário reservado para propaganda política no rádio e na TV. A medida está prevista no Projeto de Lei 4470/12, do deputado Edinho Araújo (PMDB-SP) e de outros nove deputados. De acordo com as leis

que regulam os partidos políticos e estabelecem normas para as eleições (9.096/95 e 9.504/97), as verbas do Fundo Partidário são distribuídas desta forma: 5% para todos os partidos com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e 95% para os partidos com representação na Câmara, na proporção de seus votos. Já o horário eleitoral gratuito tem a seguinte divisão: 1/3 para todos os partidos e 2/3 para aqueles com deputados federais, ainda na

mesma proporção dos parlamentares eleitos. Pela proposta, não deverão ser consideradas quaisquer mudanças de filiação partidária entre os deputados para o cálculo dessas cotas. Ou seja, caso os parlamentares resolvam mudar de partido depois das eleições, seja a legenda já existente ou não, a distribuição inicial do fundo partidário e do horário eleitoral será mantida. Edinho Araújo argumenta que a lei hoje não é clara nesses casos, o que

Novo partido O debate sobre os recursos do fundo e o horário eleitoral foi aquecido pela fundação do Partido Social Democrático em 2011. Hoje, o novo partido já representa a quarta maior bancada da Câmara, resultado da migração de parlamentares de outras legendas. O TSE decidiu, no último mês de agosto, que o PSD tem direito a receber parte dos 95% do fundo partidário destinados aos partidos com representação na Câmara. Em junho, o Supremo Tribunal Federal (STF) também já havia determinado a reserva de parte dos 2/3 do horário gratuito do rádio e da TV para o novo partido. O projeto será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e pelo Plenário.

Infraero e Polícia Rodoviária Federal farão ações especiais no feriado prolongado

A

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizarão ações especiais para o feriado prolongado do dia 12 de outubro. A Infraero espera que 2,82 milhões de passageiros circulem nos 63 aeroportos do país entre os dias 11 e 13 de outubro. Hoje (12), a previsão é que 540,63 mil pessoas embarquem, o que representa uma queda de 0,43% em

relação ao mesmo período do ano passado. Para atender aos passageiros, foram designados mais funcionários que trabalham nos aeroportos para atuar neste feriado em função do movimento. O Guia do Passageiro, com informações e recomendações para viagens aéreas, está disponível no site da Infraero e os passageiros também podem ter informações sobre o andamento do voo pelo aplicativo Infraero Voos

Online. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fará fiscalização intensa em 70 mil quilômetros de rodovias federais. Com o aumento do movimento, a polícia terá 9 mil policiais trabalhando nas estradas. Em 60 pontos críticos, onde a frequência de acidentes é maior em feriados prolongados, a fiscalização será mais rigorosa. A PRF utilizará também oito helicópteros no patrulhamento das rodovias e no resgate aeromédico.

Para evitar congestionamento do trânsito, o tráfego de caminhões bitrem, veículos com dimensões excedentes e caminhões cegonhas será restrito durante o feriado. Nos dias da restrição, esses tipos de veículos não poderão transitar, independentemente de o motorista ter a Autorização Especial de Trânsito (AET). Os dias da restrição são: hoje (11), até as 22 h; sexta-feira (12) das 6 h às 12 h; e domingo (14) das 16 h às 24 h.

Risco em penitenciárias garante adicional de periculosidade

E

nquanto cresce a população carcerária no Brasil, ultrapassando em 2011 quase meio milhão de detentos, as contratações de trabalhadores terceirizados da administração penitenciária ganha cada vez mais força, aumentando o efetivo em 400% em apenas três anos. Esses trabalhadores estão expostos a situações de risco, como envolvimento em motins e rebeliões, que somaram mais de 400 presos envolvidos em dezembro de 2011. No Amapá, cerca de dois mil detentos dividem espaço em uma penitenciária que tem capacidade para 900 detentos. Em decorrência desse risco, decisão recente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) garantiu a um desses trabalhadores o direito ao adicional de periculosidade, normalmente cedido a servidores públicos da administração centralizada. O trabalhador tem direito ao adicional de periculosidade quando caracterizado o contato permanente com determinada atividade perigosa e que cause risco acentuado ao trabalhador a ponto de, em caso de acidente, lhe tirar a vida ou mutilá-lo. Para a advogada trabalhista, Rita de Cássia Vivas, as condições de trabalho foram determinantes para garantir ao trabalhador da Fundação Professor Doutor Manoel Pedro Pimentel (Funap), em São Paulo, entidade pública vinculada à Secretaria de Estado da Administração Penitenciária na área de inclusão so-

cial de presos e egressos, o direito de adicional de 30% sobre o salário. “Independente de ser servidor concursado ou não, o trabalhador que está dentro das unidades prisionais está exposto a situações de conflito como motins e rebeliões, que infelizmente ainda são comuns no sistema penitenciário brasileiro e que muitas vezes têm desfechos fatais”, alegou. Na decisão, os ministros entenderam que tanto servidores estatutários como empregados celetistas são abrangidos pela Lei que garante o adicional àqueles que exercem atividades penitenciárias de forma permanente, independente do regime jurídico que os rege. Dessa forma, a decisão foi unânime em condenar a Funap ao pagamento do adicional de periculosidade, já que a norma se aplicaria também aos empregados públicos da administração descentralizada do Estado de São Paulo. Entre 2008 e 2011, segundo dados do Ministério da Justiça, a quantidade de servidores da administração penitenciária cresceu 31% no Brasil, incluindo servidores públicos concursados, comissionados e terceirizados. No mesmo período, a quantidade de funcionários terceirizados, que atuam exclusivamente no tratamento penal, aumentou mais de 400%. Em dezembro de 2011, ainda segundo dados do órgão, foram 409 presos envolvidos em motins ou rebeliões nas penitenciárias brasileiras.

Em decorrência desse risco, decisão recente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) garantiu a um desses trabalhadores o direito ao adicional de periculosidade,


JD

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, sexta-feira e sรกbado, 12 e 13 de outubro de 2012

C1


JD

Geral

C2

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Gastos com brinquedos devem superar R$ 6 bilhões neste ano, mostra Ibope

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Compra da Webjet pode baixar passagens aéreas no país

Maior potencial de consumo é da classe B, que corresponde a 24,45% dos domicílios e deve responder por quase metade dos gastos com brinquedos “O que fizemos foi gerar uma eficiência que as empresas não criaram com a fusão. Agora, a ociosidade vai ter um custo, que é a perda dos slots não utilizados.” Ricardo Machado Ruiz, conselheiro do Cade

O

A menor parte será das classes D e E, que têm quase a mesma quantidade de domicílios da classe B (20,58%) e responderão por 5,85% do consumo

O

Ibope avalia, na véspera do Dia da Criança, que o consumo com brinquedos em 2012 deve movimentar R$ 6,02 bilhões, um aumento de 14% em relação ao ano passado.

De acordo com o instituto, o maior potencial de consumo é da classe B, que corresponde a 24,45% dos domicílios e deve responder por quase metade dos gastos com brinquedos (46,50%).

A menor parte será das classes D e E, que têm quase a mesma quantidade de domicílios da classe B (20,58%) e responderão por 5,85% do consumo. Já a classe A, que tem o menor número de domi-

cílios, correspondendo a 2,6% do total, terá um consumo cinco vezes superior ao de sua participação demográfica, respondendo por 13% dos gastos. (Gazeta do Povo)

Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (Cade) aprovou no último dia 10, por unanimidade, a compra da Webjet pela Gol. Com isso a Webjet deve ser extinta e sua frota, incorporada à da Gol. No entanto, os conselheiros condicionaram a aprovação à obrigação da empresa de manter eficiência mínima de 85% de sua operação no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Na prática, a empresa terá de usar, pelo menos, 85% dos slots (faixas de horário) que possui no terminal. O acordo poderá resultar em redução nos preços das passagens da ponte aérea entre o Rio e São Paulo. A análise da concentração no setor de transporte aéreo feita pelo conselheiro Ricardo Machado Ruiz mostrou que o maior impedimento à participação de novos concorrentes nesse mercado é a indisponibilidade de espaços para embarque e desembarque de aeronaves – os chamados slots – nos aeroportos mais importantes do país. De acordo com ele, há uma falta de slots em horários atrativos nos aeroportos de Brasília, Curitiba, Campinas, Confins, Guarulhos e Galeão, mas a situação é mais crítica no Santos Dumont e em Congonhas. Nos seis primeiros aeroportos, ainda

seria possível a participação de uma nova companhia do porte da Webjet, mas o Santos Dumont e Congonhas já têm suas capacidades alocadas em 90% e 97%, respectivamente. Eficiência “O que fizemos foi gerar uma eficiência que as empresas não criaram com a fusão. Agora, a ociosidade vai ter um custo, que é a perda dos slots não utilizados”, explicou o conselheiro. “A companhia vai ter de decolar de qualquer jeito, então ela terá de fazer um esforço para vender o maior número de passagens possível, o que deve ter impacto nos preços cobrados”, completou. Nas contas do Cade, depois da fusão, a companhia tem 142 slots no Santos Dumont. O conselheiro disse ainda que a elevação da eficiência da Gol/Webjet no Santos Dumont deverá ter um impacto semelhante em Congonhas, apesar de o órgão antitruste não ter incluído o aeroporto paulista no Termo de Compromisso de Desempenho assinado pela empresa. “Mais de 40% do tráfego da companhia que chega ou sai do Santos Dumont refere-se à ponte aérea, então o esforço feito no Rio deverá se repetir em São Paulo”, concluiu. (Gazeta do Povo)


JD

Diversão&Cultura

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Adauto conquistou o público de “Avenida Brasil” Ator Juliano Cazarré conquistou muitos fãs pela atuação ao longo da novela

N

ão é só a Zezé (Cacau Protásio) que conquistou bem mais do que o papel de coadjuvante poderia lhe proporcionar. Adauto (Juliano Cazarré) também ganhou muitos fãs ao longo da novela. Na noite da última quarta-feira, 10, por exemplo, o personagem mais chorão e ingênuo do Divino ainda estava sofrendo a descoberta da traição de Muricy (Eliane Giardini) e sensibilizou quem estava ligado na trama. Monique Evans foi uma que mostrou carinho por Adauto. “Chorando com o meu ADAUTO!!! Aiiiiiiiiiiii peninha”, escreveu a ex-modelo no Twitter.

C3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Celebridades Vida boa! Solteira, Zilu comemora dois anos de namoro com executivo nos EUA

A

ex-mulher de Zezé di Camargo, Zilu, 49 anos, anunciou o fim do casamento com o cantor sertanejo este ano, mas, segundo a coluna de Léo Dias do jornal “O Dia” desta quinta-feira (11), ela iria comemorar dois anos de relacionamento com o executivo Charly Cruz. O objetivo deles é realizar uma viagem para as Bahamas..

Opinião Junior Lima é contra mulher que usa calcinha grande: “Aquilo é muito feio”

O Adauto foi fundamental no núcleo do Divino

Com suspeita de plágio, nova música de Latino é proibida naTV

cantor Junior Lima, 28 anos, ex-parceiro musical e irmão de Sandy, tem uma opinião muito categórica sobre o tamanho da calcinha que a mulher que está com ele deve usar. Para o cantor, a peça íntima precisa ser delicada e pequena. “Aquelas enormes, (estilo) americanas. Não dá! Aquilo é muito feio”, revelou, segundo a revista “Quem”. Junior estava presente, na noite de terça-feira (9) em um evento de lançamento de uma nova linha de uma marca de lingeries, onde tocou com sua banda Dexterz.

Fora de cena Carol Dieckmann se emociona quando grava como prostituta para “Salve Jorge”

C

arolina Dieckmann, 34 anos, não tem conseguido segurar as lágrimas quando vive a prostituta Jéssica, de “Salve Jorge”, próxima novela das 21h. “Chorei muito nas primeiras gravações, fora de cena”, contou a atriz à revista “Marie Claire”. O papel faz Carol ter contato com o mundo da prostituição e com o tratamento da mulher como mercadoria. É o choque com essa realidade que tem comovido a atriz. “As pessoas não têm ideia, existe muita gente que é enganada, que sabe que vai trabalhar como prostituta, mas não tem noção que vai morar num cativeiro e que será obrigada a transar com 20 caras num dia, por exemplo”, analisou.

Horóscopo 21/03 a 19/04 ÁRIES Dia com possíveis desgastes e lutas por bens materiais, não deixe que isso abale a sua fé.

23/09 a 22/10 LIBRA Dia de lutar pela justiça e pela divisão correta dos recursos entre os seus parceiros.

20/04 a 20/05 TOURO Apego material pode deixar você um pouco intransigente na hora de dividir as coisas.

23/10 a 21/11 ESCORPIÃO Seu coração pode estar um tanto pesado, não deixe que antigas mágoas influenciem as suas decisões.

21/05 a 21/06 GÊMEOS Olhos bem abertos para não perder coisas que você pode ter direito de receber, fique ligada.

22/11 a 21/12 SAGITÁRIO Bom dia para pensar mais no outros, você não pode dar conta do mundo sozinha, precisa compartilhar.

22/06 a 22/07 CÂNCER Hoje o egoísmo estará tentando corromper a sua mente, fuja dessa armadilha, não vacile.

22/12 a 19/01 CAPRICÓRNIO Esperanças e projetos futuros podem estar ameaçados pela ganância de algumas pessoas.

23/07 a 22/08 LEÃO Competição acirrada, hoje todo mundo está se achando meio leão também, é rugido pra tudo que é lado.

20/01 a 18/02 AQUÁRIO Opositores e mesmo parceiros querendo levar a melhor sem lhe dar o que você merece, fique ligada.

23/08 a 22/09 VIRGEM Conflitos com as pessoas podem ter um forte cunho materialista, evite desgastes desnecessários.

19/02 a 20/03 PEIXES Seu dia de deixar a espiritualidade um pouco de lado e cuidar melhor de assuntos deste mundo.

Latino: nova música do cantor na mira da crítica

A

nova música do Latino pode ter gerado muito burburinho na internet, mas as emissoras de TV do País não estão dispostas a tocar a canção em seus programas, novelas ou intervalos comerciais. Tudo porque “Despedida de Solteiro” sofre com a acusação de possível plágio do hit sul-coreano “Gangnam Style”, interpretado pelo cantor Psy, como contou na última quinta-feira, 11, o colunista Flavio Ricco, do site “UOL”. A música, que critica ao fazer piada dos no-

vos ricos da Coreia do Sul, virou uma sensação em todo o planeta nas últimas semanas por causa do videoclipe maluco e pelos passos de dança. Atualmente, o clipe no YouTube tem mais de 400 milhões de visualizações. Já a música de Latino, que é feita em cima da mesma base e mantém o mesmo ritmo da canção original, fala sobre sexo e sobre tudo o que um solteiro precisa fazer quando está prestes a se casar. O vídeo da música tem pouco mais de 2 milhões de visualizações.

Resumo das Novelas Guerra dos sexos Veruska tenta convencer Roberta a desistir da presidência da Positano. Otávio anda assustado pela favela até ser interceptado por Nando. Charlô se impressiona com o jeito como Analú fala de Nando. Felipe estranha que Juliana e Fábio conversem sem brigar. Charlô tem uma ideia para convencer Otávio a desbloquear as compras para a loja. Roberta encontra uma solução para pagar seus funcionários. Carolina questiona Nieta sobre Nenê. Ulisses acredita que Carolina esqueceu Zenon. Roberta fala para Veruska que venderá suas joias para pagar os funcionários. Otávio fica furioso ao chegar à loja e ver o que Charlô aprontou.

Gabriela Doroteia e Amâncio aceitam apoiar o casamento de Manoel. Doroteia arma plano para se vingar de Coriolano. Zarolha avisa às meninas do Bataclan que vai se casar. Gabriela se entristece ao saber que Nacib arrumou um cozinheiro. Malvina pede ajuda a Mundinho. Zuleika ameaça Doroteia e Amâncio e ordena ser bem tratada pela família de Berto. Coriolano descobre que Glória o trai.

Lado a Lado Afonso faz as pazes com Isabel. Fernando pede a ajuda de Edgar para defender a fábrica de um processo. Caniço aparece no Morro da Providência com roupas novas e Jurema fica intrigada. Margarida se preocupa por Bonifácio apoiar a revolta do povo contra o governo. Zé Maria segue a manifestação que o povo faz na rua. Laura tenta descobrir quem é o pai do filho que Isabel está esperando. Teodoro confessa sua paixão por Alice e lhe faz uma serenata. Zé Maria avisa a Jurema que o governo está usando a vacinação para exterminar a população pobre da cidade. Berenice beija Caniço depois de receber um presente. Quequé fala para Mario que o teatro deve fechar.

Avenida Brasil Nina diz a Jorginho que não se lembra do que houve, mas acha que pode, sim, ter matado Max. Carminha é levada do lixão por Santiago e sofre tortura psicológica do pai, a quem chama de maldito e é ameaçada: “Lava essa boca pra falar de mim! Esqueceu do que eu posso fazer com você?”. Os moradores do Divino começam a apontar seus suspeitos pelo assassinato. Lucinda vai à delegacia e revela que matou Max.


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 12 e 13 de outubro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Empresario Elinaldo Kzan

A Princesa Ana Clara comemorando seus 4 anos

Mensagem do Dia Vivemos uma realidade tão dura que, às vezes, queremos voltar à infância, à época de fantasias,convivência com os pais, tendo nosso próprio mundo, sem as múltiplas preocupações, tantas decepções e as constantes pressões… Mas nem todos tiveram um lar, ou não foram felizes na infância, e nem essa volta é possível. Mas ser adulto também não é sinônimo de carrancudo e só pensar na dura realidade. Jesus disse que precisávamos nos tornar como crianças para herdar o Reino dos céus… Viva o momento presente da vida, mas não mate o espírito de criança que um dia houve em você. Cultive a simplicidade, o mundo de sonhos a alegria, o amor à natureza e a confiança em Deus. Com toda a certeza sua vida terá mais sentido e muito mais beleza… (Fernando Partiners)

Solange, Adna e Katia Milena

Jaqueline e Marcio Correia

Rubens Castro

Aline Raylana

Amanda Mendonça

Alana posando para coluna

Com o objetivo de traçar estratégias de divulgação para o maior evento de sustentabilidade da Região Norte, o Amazontech, 25 assessores de comunicação do Sebrae, Governo do Estado do Amapá, Embrapa e Unifap se reúnem para consolidarem informações aos profissionais que estarão realizando coberturas jornalística e fotográfica, além de divulgação nas redes sociais. O Amazontech acontece no período de 13 a 17 de novembro, no Complexo Meio do Mundo, em Macapá. A entrada para o evento é franca e oferece ao público, palestras, seminários, rodada de negócios, oficinas e oportunidades de negócios. O pré-credenciamento pode ser realizado no hotsite: www.amozontech2012.com.br.


Jornal do Dia 12/10/2012