Issuu on Google+

XÔ PNEUMONIA

CAMPOS

NO PARÁ

A economia está vacinada

Ajuda dos governadores

Parentes todos empregados

Pelo menos foi isso que Dilma garantiu em entrevista.nC2

PSB já conta com Estados para alavancar Campos.

nA4

Cargos a parentes de desembargadores na mira. nA5

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Terça-feira, 05 de Março de 2013 - Ano XXVI DIVULGAÇÃO

• Domingo e Segunda R$ 2,50 • Terça a Sábado R$ 1,50

EDUCAÇÃO

Professores voltam a cobrar cumprimento do Piso no AP Deputada Marília: discussão pelo retorno

AMAPÁ

em vigor desde o ano passado. Esse ano, o Piso da classe teve um reajuste de 7,9%. Estados e municípios que ainda não cumprem deverão pagar retroativos. nB1

CELIANE FREITAS

Apoiados na decisão do STF de que a lei do Piso Salarial é constitucional, os professores já se articulam para voltar a cobrar o cumprimento da legislação que está

Luta pelo retorno do Plano Collor chega à AL Comissão buscou ajuda financeira para custear viagens até Brasília, onde acompanham o andamento do processo judicial que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). nB3 DIVULGAÇÃO

JUSTIÇA

Nova presidência assume o Judiciário REAJUSTE

Procon fiscaliza aumento no combustível

A cerimônia oficial será no Teatro das Bacabeiras, às 18h desta terça-feira (5). O desembargador Luiz Carlos assume

a presidência do Judiciário; na Vice-Presidência o decano da Casa, desembargador Dôglas Evangelista. nB2

DIVULGAÇÃO

Resjuste na mira do Procon

DIVULGAÇÃO

No ano passado foram dezenas de manifestações pelo cumprimento do Piso salarial. Agora, o STF já disse que é constitucional

Deputada federal Dalva Figueiredo: autora da PEC 111

NA CÂMARA

PEC 111 que propõe regularização dos federais entra em votação

Os postos que estiverem cobrando preços acima do mercado terão de comprovar, por meio de notas fiscais, o motivo do aumento do produto. nB4 Desembargador Luis

Carlos assume hoje o Tribunal de Justiça

Serão aproximadamente seis mil servidores do Amapá e Roraima beneficiados com a medida. A admissão vai gerar um acréscimo de mais de R$ 100 milhões por ano na economia. nB2

WANDERLEI SILVA

Nocauteia Brian Stann e levanta a torcida no retorno ao Japão As atenções estavam todas voltadas para ele. Após quase sete anos, Wanderlei Silva voltou ao Japão e não decepcionou os fãs que esperavam ver o velho ‘Cachorro Louco’ dos tem-

pos de Pride. Em uma luta de ritmo alucinante, o brasileiro castigou com socos no norte-americano Brian Stann e se reencontrou com as vitórias no UFC com um lindo nocaute. nA7

Belissa participa da 1ª etapa do Circuito Copa Brasil nA6

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


Opinião

JD

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Consequências da década perdida RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

A

administração pública no Estado do Amapá, por não ter percebido as mudanças que ocorriam no Brasil está pagando caro, nesse momento, pelo que foi feito nos últimos 10 anos, ou o que foi mal feito neste período. O fato é que o Estado não se preparou, nem política e nem administrativamente, para as exigências de agora, quando o processo de gestão nacional passa exigir as providências que não foram tomadas e as informações que não foram dadas. Na política foi desenvolvido um processo completamente desatualizado, onde os políticos imaginaram que estruturar o Estado seria estruturar as sua próprias finanças e por isso cada qual saiu para as conquistas, seja pela sua própria qualidade de vida, usufruindo de casas suntuosas, carros de luxo, ou isso e mais, rede de rádio ou televisão, afastando os empresários do setor ou estes se aliando aos políticos ou ficando à sombra deles para poder sobreviver.

Na administração se exercitou um processo em que o entendimento seria feito por favorecimento, prejudicando a construção do processo duradouro, onde estivessem a responsabilidade social e a responsabilidade administrativa, as duas bem ajustadas, para suportar as exigências e os riscos do processo administrativo em construção. Os gestores, em regra, não observaram os princípios constitucionais da administração pública que, certamente, se constituía no caminho que precisava ser explorado, compreendido e seguido por todos eles. O princípio da legalidade, detalhada em diversas formas e durante todo o tempo, não foi recepcionada por todos; o da impessoalidade precisou receber contenções e redução de área para ser visto pelos gestores, mesmo considerando até hoje, que muitos ainda não descobriram que precisam segui-lo. O principio da moralidade, provavelmente tenha sido o mais ignorado pelos

gestores que acreditaram que poderiam continuar fazendo o que quisessem fazer, certos de que seriam encobertos pelo manto da impunidade ou do esquecimento, devido a estrutura que fora montada para deixar aquele princípio engradado e fora de uso. Enganaram-se O princípio da publicidade, confundido ou não praticado, precisou ser amplamente detalhado para que, a pouco mais de 3 anos fosse mostrado definitivamente e ainda com vacácio de anos para ser considerado obrigatório através da transparência, rejeitada ao máximo pela maioria dos gestores. E o princípio da eficiência. Até agora parece que é o mais esquecido ou aquele que não é lembrado por ninguém. A regra do “se dar bem” o ou do “direito adquirido” mesmo que esse direito tenha ocorrido por vias transversas, é o que predominou. No momento em que se precisa mostrar eficiência, vêm os reclamos. Há muito que os especialistas mostram para as autoridades que o Custo Brasil é exageradamente alto;

que a máquina pública precisa sair mais em conta para o povo brasileiro, que precisa investir em infraestrutura para poder colocar-se no patamar que luta para conquistar os espaços no novo lugar que pretende na concorrência mundial. E o Brasil, não é o governo brasileiro. O Brasil, como uma república federativa é constituído pelos seus entes federativos, como a União, os estados e os municípios. Então para que haja a construção de uma máquina pública nacional mais em conta para o povo é preciso que todas as máquinas públicas de cada ente se ajuste conforme essa eficiência. Onde isso ainda não aconteceu e não houve preparação para tal, as dificuldades são imensas e os resultados são os problemas que enfrentam setores considerados estáveis, auto-sustentáveis, pelas características e pela equipe qualificada. Até nestes setores o ajuste para atender a exigência atual não foi, sequer, considerado. O resultado são os problemas exemplares ocorridos por aqui, como na CEA e, agora, na Eletronorte.

A devastação das drogas sintéticas Carlos Alberto Di Franco é doutor em Comunicação

U

ma nova droga destruidora ameaça a juventude: a cápsula do vento. Trata-se de um pó branco, de aparência comum, mas devastador. É um derivado da anfetamina e tem propriedades alucinógenas. Seus efeitos podem durar horas. Existem relatos de pessoas que ficaram até uma semana sob o efeito alucinógeno dessa substância. O usuário pode ter alterações cardíacas, convulsões, fortes alucinações e chegar à morte. O envolvimento com o tráfico de drogas bate às portas das casas dos bairros de classe média. Mostra a sua garra aos que se julgavam imunes ao seu apelo e ensombrece a alma das famílias que sucumbem ao drama da delinquência insuspeitada. O ecstasy é uma droga estimulante e alucinógena. Segundo o professor Ronaldo Laranjeira, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), “ela foi sintetizada para ser um novo moderador de apetite, mas foi descartada pelo laboratório químico que a produziu porque era muito tóxica. Ficou na prateleira por várias décadas e foi redescoberta na década de 70 para ser a droga do amor. Depois

se transformou na droga mais usada em discotecas”. O ecstasy desencadeia transtornos psiquiátricos como síndrome do pânico e depressão, que costumam vir acompanhados de taquicardia e aumento da temperatura do corpo. E tem sido a causa de inúmeras mortes. “O grande problema do ecstasy é o dano cerebral que a droga produz, principalmente nos neurônios responsáveis pelo prazer”, adverte Laranjeira. O cardápio macabro das baladas, infelizmente, tem sempre novidades. Duas novas drogas foram introduzidas no menu das raves: a ketamina e o GHB. A ketamina, também conhecida por cetamina, ou special K, é um anestésico usado em cirurgias humanas e em animais. É um parente químico do ácido lisérgico, o LSD. “Um dos principais efeitos que provoca é o desprendimento corporal, o sujeito consegue se dissociar do corpo. O uso frequente da droga pode causar danos na atenção, na memória, no estômago, no coração e no fígado”, alerta o psicólogo Murilo Battisti. O GHB (ácido gama-hidro-

xibutírico), também chamado de ecstasy líquido, não tem cheiro nem gosto. É perigosíssimo, principalmente quando misturado com álcool. Ambos - GHB e álcool - diminuem muito a atividade do cérebro. Associados, o efeito é ainda maior. O GHB é uma droga fortemente depressora. Pode levar ao coma e induzir ao suicídio. Como vê, caro leitor, a escalada das drogas é um fato assustador. Enfrentá-la só é possível com informação correta, prevenção e recuperação. Meu objetivo, neste artigo, é ajudá-lo a dar os dois primeiros passos: conhecer o que se passa no ambiente rarefeito de inúmeras discotecas e raves e entender as características devastadoras das novas drogas sintéticas. Só assim, com informação clara e sem eufemismos, você poderá captar eventuais mudanças comportamentais e dar uma orientação segura aos seus filhos. A família, um espaço de carinho, diálogo e firmeza, exige presença do pai e da mãe. Ela é, de fato, o pré-requisito da prevenção. Quando a família fracassa, as políticas antidrogas acabam se transformando no cemitério de boas intenções. O terceiro passo, a recuperação, é uma indeclinável responsabilidade dos governos.

É preciso que os governantes ajudem para valer os serviços especializados e as instituições idôneas que, anonimamente e com grande sacrifício, investem na recuperação de dependentes químicos. Trata-se de um problema de saúde pública. Recuperar é salvar vidas e multiplicar aliados na luta contra as drogas. Um dependente recuperado é o melhor prosélito das campanhas preventivas. Impõe-se que os responsáveis pelo combate às drogas abandonem o conforto de seus gabinetes e entrem em contato com o verdadeiro drama dos adictos. Eu fiz isso. Não considero correto escrever e opinar a respeito de uma realidade distante: conversei com especialistas, ouvi relatos de dependentes químicos, visitei comunidades terapêuticas que apresentam elevados índices de recuperação, desenvolvi, enfim, um trabalho de reportagem. Espero que o governo faça a sua parte. Pelo que me consta, o Congresso Nacional está decidido a arregaçar as mangas e entrar num autêntico mutirão em prol dos que lutam pela recuperação. A iniciativa, se confirmada, merece os aplausos da sociedade. A dependência química não admite politicagem. Reclama, sim, seriedade e realismo. (Condensado do Estadão)

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994)

Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 14 Pág

Edição número

8144

A2

Análise

Código Civil e suas mudanças

N

a primeira metade do século 20, os códigos ainda eram uma espécie de bíblia imprescindível de todo o conjunto das normas vigentes. Cada código regulava, em princípio, todo ou quase todo segmento do direito envolvido nas práticas da vida. A tradição da força da lei codificada encontrou bom apoio no Código Civil francês de 1804. A redação, orientada por Napoleão Bonaparte, foi no sentido de que fosse escrito com tal clareza que nenhum cidadão deixasse de compreendê-lo. Referido como “Code Napoleon”, em sua esteira servem de exemplo codificações civis da Alemanha e da Suíça. Depois se espalharam, aí incluído nosso Código Civil de 1916. Os tempos mudaram. Impôs-se o ajuste da lei a um universo mutante. A grande massa do direito foi dividida em partes cada vez menores. O tipo compacto dos códigos foi superado, aos poucos, por leis específicas, uma para cada alternativa inovadora da concentração urbana, da industrialização e dos inventos que mudaram a vida e a família. O exemplo mais atual desse resumo está em nosso Código Civil, que começou a vigorar em 11 de janeiro de 2003. A concentração do interesse predominante dos juristas nas emendas da norma codificada marcou o último decênio. Em breve repasse da parte geral, contei 25 artigos e parágrafos emendados ou substituídos até o art. 232. Daí até o art. 2046, foram 45 alterações na parte especial. Total: 70 mudanças. Sete por ano, em média. Além do Código, há, no direito civil brasileiro, mais de quarenta tipos de leis envolvidas. É o caso --entre outros exemplos-- das questões de família, da criança e adolescente e do idoso. Sem falar

na união estável ou no casamento entre parceiros do mesmo sexo. Ou seja: apesar da atualização do Código e de sua qualidade, é enorme o conjunto dos direitos estranhos à regra codificada. Como isso é possível? O cidadão comum tem dificuldade em encontrar resposta para seus problemas. Ou até mesmo para entendê-los. Uma crítica é válida, pela evidência da disparidade jurídica entre situações encontradas na França do século 19, comparadas com as situações de hoje, no Brasil. Haverá modo qualificado de superar a confusão? Ela é gerada pelas mudanças da sociedade heterogênea de nosso tempo, com os progressos da eletrônica, do transporte aéreo, da energia elétrica, do sistema bancário e da comunicação instantânea mundial. Pensando a questão em termos de direito, a resposta é difícil. A curto prazo, continuaremos navegando pela confusão encontrada no campo das múltiplas alternativas e das etapas no rumo do domínio completo de alterações extremas nos padrões da vida. Lembremos que no hemisfério sul do planeta Terra, a densidade de ocupação territorial é muito mais baixa que no hemisfério norte. Lá como cá, porém, os códigos fundamentais, próprios do passado do direito, já entraram no estágio de substituição de seus articulados específicos para o dos grandes princípios e fundamentos como parâmetros gerais da vida em grupo. Até que esse caminho seja percorrido, continuaremos sofrendo com a confusão. Anote, porém: falamos só do direito civil. Quando ajustarmos a grande massa das leis gerais ao novo perfil do progresso, teremos compreendido quanto o primeiro passo foi precioso. (Walter Ceneviva)

Hora-Hora

Desculpas O prefeito Clecio Luís (PSOL) e sua equipe costumam remeter ao ex-prefeito Roberto Góes (PDT), todas as mazelas da atual administração. Até ai nada de anormal, pois todos os prefeitos fazem a mesma coisa, para tentar se livrar das críticas da imprensa e do contribuinte.

Pai da criança Mas em relação à Operação Tapa-Buracos, iniciada no final de fevereiro, o ônus do serviço de má qualidade já cabe mesmo ao novo prefeito. Padrão Na Rua Claudomiro de Moraes, por exemplo, a borra de asfalto foi jogada nos buracos sem a devida reparação e com a compactação feita manualmente, por uma “máquina-sapo”. Repetindo o padrão adotada no tempo de Roberto Góes. Decisão No próximo domingo, o primeiro turno do Campeonato Carioca será decidido entre Botafogo e Vasco da Gama. O time de São Januário completa 10 anos de jejum, sem disputar sequer um turno, enquanto o alvinegro vem com a banca de ter despachado o favorito Flamengo.

Sina Resta saber qual escrita vai prevalecer no clássico decisivo: a do Botafogo ser tradicional freguês do Vasco, ou a sina de eterno vice dos vascaínos. Posse Hoje, as 18h00, em sessão solene no Teatro das Bacabeiras acontece à posse dos novos desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado (TJAP). Comando Para um mandato de dois anos, o desembargador Luiz Carlos Gomes dos Santos assume a presidência do Tribunal, tendo como vice Dôglas Evangelista. Costantino Brahuna será o corregedor-geral, e Gilberto Pinheiro, o diretor-geral da Escola Judicial. Sufoco Fornecimento de energia elétrica está interrompido desde domingo, 3, em Porto Grande. Problema é decorrente da queima do disjuntor que possibilita a distribuição de energia a partir da subestação da Eletronorte. Solução Problema atinge também municípios de Ferreira Gomes, Cutias do Araguari e Itaubal do Piririm. CEA busca solução em conjunto com a Eletronorte.

MINUTOS Direitos Humanos - O senador João Capiberibe (PSB/ AP) tomou posse como vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado (CDH). Prioridades – Senador amapaense diz que vai levar adiante discussões sobre a violência contra a mulher, direitos das crianças e adolescentes e questões indígenas ao longo de 2013. Mais uma - Durante o 1º Seminário das Associações de Moradores de Macapá, domingo, na UNA, surgiu uma nova organização: o Conselho das Associações de Bairros de Macapá.


JD

“ ”

Geral

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista

Interventor – O advogado Carlos Tork foi nomeado administrador da OAB Amapá até que se realize as próximas eleições no prazo de trinta dias.

Está fora – Paulo Campelo, que havia ganho a eleição e já até tinha sentado na cadeira de presidente, foi deposto do cargo por ordem judicial. Motivo: abuso de poder econômico.

Diferença – Na administração de Ulisses Trasel, Paulo Campelo foi vice. Desgastado, Trasel resolveu não buscar a reeleição e apoiou Campelo para o cargo. No entanto, não passou mais de dois meses comandando a Ordem. Absurdo - A diferença de votos entre Campelo e seu concorrente, Alessandro Brito, teria vindo de um aliado nada convencional: a Defensoria Públi-

ca do Estado do Amapá (Defenap), o que foi considerado um absurdo e uma vergonha segundo o juiz federal João Bosco, que depôs Campelo do cargo.

Papelão – Movimento Mãos Limpas volta às ruas no final da tarde de hoje. Dessa vez, em um ato de protesto pedindo que o desembargador Constantino Brahuna se julgue suspeito em processos no TJ, o que considero um papelão sem tamanho, uma vez que a própria Justiça já decidiu que Brahuna tem moral suficiente para julgar processos envolvendo o deputado Moisés Souza. Furtos - Quem quiser ter seu carro roubado em Macapá poderá deixa-lo às quintas-feiras estacionado às proximidades da Igreja Jesus de Nazaré. Por lá acontecem todas as quintas à noite a missa da

cura. Enquanto o povo pede mais proteção divina, a bandidagem aproveita para fazer a festa quebrando os vidros dos veículos levando o que podem de dentro. Aí está um prato cheio para o policiamento ostensivo trabalhar em cima. Violência – A manchete do último domingo, da edição do Jornal do Dia, caiu como um balde de água fria na cabeça do governo do Estado. Uma pesquisa a nível internacional foi divulgada e colocou Macapá como a 45ª cidade mais violenta do mundo. É mole ou quer mais?

Estratégia errada – Que o governo está investindo na segurança ninguém pode duvidar. Agora, se os investimentos estão sendo suficientes para frear a onda de violência já é outra coisa. Com Macapá na berlinda, não se pode negar que a estratégia adotada pelo secretário Marcos Roberto e companhia não está surtindo efeito.

Mortes - De acordo com o colega jornalista João Bolero Neto, 36 pessoas já perderam a vida somente nesses primeiros meses do ano vítimas da violência.

Curiosidades – Quer ver um tipo de curiosidade que só acontece aqui no Amapá quanto a segurança pública? Alguém consegue compreender como o GTA (Grupo Tático Aéreo) consegue ainda existir sem ter, ao menos, uma asa delta para voar? Com a palavra Marcos Roberto...

Sem coincidência – Sem

Até amanhã...

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jhotmail.com Blog: jandersoncantanhede.wordpress.com

Iniciativa promove o incentivo à leitura e fortalece a política do livro nos municípios. Escritores nacionais participam de palestras, recitais, mesa de debates

C

Autora das literaturas infantis “Braboletas e Ciúminsetos” e “Quem tem medo do Mapinguari?”, publicadas pela Editora Letras Brasileiras, Vássia Silveira foi editora da revista “Outraspalavras” no Acre e atualmente reside em Fortaleza (CE), tendo textos publicados nos sites Cronópios e Bestiário e assina o blog “Gavetas e Janelas”. O escritor Ovídio Poli Júnior também abraçou a iniciativa do Estado e observa com satisfação a condução da programação no Amapá, com relação a outros eventos que ocorrem no Brasil, uma vez que a Feira de Livros não se resume a um evento isolado e sim como algo amplo e que envolve todos. “Essas atividades preparatórias culminarão no fortalecimento da promoção da leitura e da política do livro, no qual o evento está inserido. O Edital de apoio a criação literária, é outra forma de incentivar escritores locais, que selecionados terão suas obras publicadas e divulgadas” ressaltou Ovídio Poli Júnior. Ovídio Poli Júnior é graduado em Filosofia, mestre em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e doutor em Literatura Brasileira. O escritor foi um dos finalistas do Prêmio Guimarães Rosa / RFI (Paris), com importante destaque em concursos e prêmios literários brasileiros. Para a estudante da 8º série da Escola Estadual Dom Pedro I, Beatriz Chaves, a experiência foi única. A jovem que confessou adorar leitura, terminou a poucos dias de ler o livro “Coração de Tinta” da escritora alemã Cornelia Funke, publicado no Brasil em 2010, disse que o contato com os au-

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

GASTO COM PROJETO DE TREM-BALA PAGARIA 1,3 MIL CASAS

A

nunciado com pompa pelo ex-presidente Lula há seis anos, o trem-bala Rio-São Paulo virou uma locomotiva de gastos antecipados. O estudo de viabilidade de R$ 28,9 milhões para respaldar a malsucedida licitação de Maio de 2011 pagaria 1.313 casas populares do ‘Minha Casa, Minha Vida’ – ao custo básico de R$ 22 mil, cada. O projeto saiu de novo dos trilhos abstratos: O estudo milionário corre risco de ser anulado e até hoje ninguém se interessou pelo plano de parceria em Nova York e Londres.

Pit stop Detalhado para investidores, nenhum deles se interessou pelo projeto no roadshow de Nova York (26/2) e Londres (1º/3) promovido pelo governo.

Abafa

Pedra na mão

O evento “Brazilian Infrastructure Forum 2013” em Londres, dia 1º, contou com Luciano Coutinho (BNDES) no lugar de Guido Mantega (Fazenda).

Mantega seria o apresentador dos megaprojetos do governo para investidores, mas alvo da imprensa britânica, com pedra e gravador na mão, ele foi preservado.

Intervenção branca

Um acordo discreto na poderosa Assefaz, o plano de saúde de cinco categorias de servidores federais, manteve por ora a entidade longe da mira do MP. O novo conselho administrativo, presidido por Carlos Viriato, pressionou o presidente da Associação, Hélio Bernardes, e conseguiu a saída de Rosana Ribeiro da Superintendência-Geral.

Rombo

Operadora da gestão Bernardes, ela e o presidente ficaram na mira do conselho, que acusa gestão temerária. O novo conselho deliberativo deve fazer auditoria nas contas. Há suspeita de perdas de R$ 30 milhões apenas em 2012.

Epa... O líder do PMDB, Eduardo Cunha, indicou pelo partido João Magalhães (MG) como novo Presidente da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara, para a eleição de Quarta. Magalhães tem bens bloqueados pela Justiça Federal por suspeita de fraudes.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de Mazagão Novo, o Governo do Estado proporcionou três momentos da programação no município

tores locais e nacionais a deixou ainda mais encantada com os livros. “Poesia Falada e Contadores de História Simultâneo à mesa de debates, o grupo de poesia Abeporá das Palavras reuniu estudantes do 1º, 2º, 3º e 4º período do ensino fundamental da Escola Municipal Otávio Caldeira Afonso no auditório da Câmara de Vereadores de Mazagão Novo. Sentados em circulo e na presença dos professores, os pequenos alunos ouviram poesias e tiveram a oportunidade de aflorar a fantasia, ouvindo histórias contadas por jovens poetas amapaenses. A estudante Alice Ferreira, ficou encantada com a apresentação do grupo e arriscou recitar a famosa poesia de Vinicius de Moraes, a Casa. “Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada. Ninguém podia entrar nela não, porque na casa não tinha chão...” recitou a estudante de apenas 11 anos. O professor de ensino fundamental, Alicio Dias,

agradeceu a organização pela chegada do Circuito da Feira de Livros na região. “Nossas crianças precisam de incentivo, troca de informações e novas experiências. Isso estimula e fortalece o trabalho feito pelos educadores em Mazagão Novo” disse o professor. Sarau para Crianças Na Escola Municipal Domingos Valente Barreto, crianças do ensino fundamental também puderam participar do Sarau Infantil com o grupo Imagem e Cia. Durante as apresentações, poetas trataram de amor e felicidade de uma maneira divertida e criativa com os pequenos estudantes. Para o diretor da instituição, Edilson Magno, a iniciativa do Governo do Estado contribui com a atuação dos professores e com o trabalho desenvolvido em sala de aula com os alunos. “ Achamos a ideia maravilhosa e recebemos de braços abertos o Circuito em nosso município. Queremos participar outras vezes das atividades”. (Andreza Sanches)

A3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

nenhuma coincidência, um dia depois da matéria o governador Camilo Capiberibe (PSB) foi para a TV falar dos investimentos que tem feito na segurança pública.

Circuito Pré-Flap 2013 chega ao município de Mazagão Novo com Projeto Caravana de Escritores ontinua a programação do 1º Circuito Pré-Feira de Livros do Amapá 2013. Ontem (4), foi a vez do município de Mazagão Novo localizado a mais de 30 km da capital, receber e conhecer autores do Projeto Caravana de Escritores da Biblioteca Nacional. Escritores e poetas como Vássia Silveira (CE), Ovídio Poli Júnior (RJ) e Ivan Carlo (AP) reuniram moradores, estudantes e professores em palestras e mesa de debates na região. Em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura de Mazagão Novo, o Governo do Estado proporcionou três momentos da programação no município. A Escola Estadual Dom Pedro I foi palco da mesa de debates promovida pelos escritores Vássia Silveira, Ovídio Poli Júnior e Ivan Carlo. A autora, jornalista e editora, Vassia Silveira, já morou no Amapá e participou da Feira de Livros ocorrida no ano passado e prestigia pela segunda vez a programação. Incentivadora da leitura, Vássia gostou da participação em Mazagão Novo e acredita que o projeto Caravana de Escritores é capaz de transformar realidades pela oportunidade de troca de experiências entre ouvintes e escritores nas mais diversas comunidades. “Valorizando não só o compromisso que tem com a literatura, muitas vezes, a criança não tem acesso a um livro e a troca de experiência e informação com os autores locais e nacionais, pode contribuir com a formação dessa pessoa, que lá na frente se tornará um grande leitor e quem sabe até em um escritor” enfatizou a autora.

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

... Epa Alvo do Ministério Público, Magalhães é alvo da PF suspeito de participação no esquema de desvio de emendas descoberto na Operação João de Barro. Oi! Na quarta passada, Cunha defendeu no plenário outro enrolado do PMDB: Coubert Martins, que acaba de tomar posse como suplente e discursava na tribuna. Sem medo Colbert Martins tem circulado de cabeça erguida pela Casa. Ele foi preso na Operação Voucher, do Ministério do Turismo, e se diz inocente. Na tribuna, disse que quer ‘olhar nos olhos da Justiça e ser julgado’. Alerta... Os hospitais de Alagoas entraram em alerta. O estado é o que mais amputa pés de vítimas de diabetes – são mil por ano – segundo a Sociedade Brasileira de Angiolo-

gia e Cirurgia Vascular, registrou o Tribuna Independente. ... dobrado Em tempos de mundo cada dia mais virtual, outro alerta, este da Serasa Experian: a cada quase 15 segundos ocorre uma tentativa de fraude com identidades e CPFs de terceiros no País. Foram 2,14 milhões de tentativas ano passado. Cadê? Sumido dos holofotes desde que o Pibinho passeia pelas páginas, há dois anos, e a indústria cambaleia, o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, deu uma boa nova para Juiz de Fora: a megafábrica da Mercedes pode voltar a produzir. Imagina a cena Dia 1º de Março, um lavrador entrou numa delegacia de Simão Dias (SE) e denunciou sujeito que transou com sua mula. O tarado atende pelo nome de Val Aleijado. Som na caixa Os organizadores dos shows de Paul McCartney estão preocupados. Sem grands patrocinadores, há risco de ele ficar no alambrado. A Fiat recusou pagar R$ 5 milhões. Ponto Final E o governo continua a acreditar que alta de consumo é qualidade de vida.

Com Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos

www.colunaesplanada.com.br LM Comunicação Coluna Esplanada contato@colunaesplanada.com.br Caixa Postal 1980 – CEP 70254-970 – Brasília-DF (61) 3254 2204 / (61) 78137537


Geral

JD

PSB quer alavancar Campos com palanques nos Estados

Na semana passada, petistas e tucanos contaram com os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso como cabos eleitorais pelo país

O

PSB pretende montar pelo menos 12 candidaturas próprias aos governos dos Estados em 2014 para vitaminar a possível empreitada presidencial do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. A busca por palanques regionais é um dos principais desafios da sigla (que teve nove candidaturas em 2010) para tirar a vantagem da presidente Dilma Rousseff e do senador Aécio Neves, os virtuais candidatos de PT e PSDB. Na semana passada, petistas e tucanos contaram com os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso como cabos eleitorais pelo país em Fortaleza e em Belo Horizonte, respectivamente. Enquanto isso, Eduardo Campos teve momentos turbulentos no PSB. Sem “padrinho”, viu correligionários (Cid Gomes, governador do Ceará, e Ciro Gomes, ex-ministro) se manifestarem contra sua candidatura à Presidência, expondo uma dificuldade que pode enfrentar nos palanques regionais em 2014. Para manter a sigla com Dilma, grupos petistas falam em negociar a vaga de vice hoje nas mãos do PMDB. Na lista de 12 candidatos nos Estados, os carros-chefes do PSB são os seis governadores da legenda (AP, PI, PB, PE, ES e CE) metade pode tentar a reeleição e os outros tentarão fazer os sucessores. O principal problema é a ausência de nomes fortes nos três maiores colégios eleitorais: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que, juntos, somam 58 milhões de eleitores, 41% do total no país. Com tucanos Em SP, a legenda não conta mais com seu candidato ao governo de três anos atrás: Paulo Skaf entrou no PMDB em 2011. O presidente do PSB-SP, Márcio França, não descarta se aliar ao PSDB. “Pode ser que uma coli-

gação com Geraldo Alckmin [governador e potencial candidato à reeleição] ajude a campanha do Eduardo”, diz. A aproximação do PSB é bem-vista por tucanos para afastar a sigla do PT. A relação entre as duas

legendas, no entanto, sofreu um abalo nas eleições de 2012. O PSB da capital paulista apoiou Fernando Haddad (PT), em vez do tucano José Serra, para a prefeitura. Em Minas, Márcio Lacerda (PSB), prefeito de Belo Horizonte, é apontado por dirigentes do partido como a principal aposta para concorrer ao governo do Estado.Mas ele próprio já comunicou ao presidente do PSDB estadual, deputado federal Marcus Pestana, que pre-

tende cumprir seu mandato inteiro na prefeitura. Lacerda é afilhado político de Aécio Neves e, no PSB, está mais ligado ao grupo dos irmãos Ciro e Cid Gomes, que defendem apoio a Dilma. O presidente do PSB local, Walfrido dos Mares Guia, é ex-ministro de Lula e ligado ao PT. No Rio, o PSB integra o governo Sérgio Cabral (PMDB) e, até agora, apoia a eleição do vice-governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB). (folha.com)

PROCLAMAS DE CASAMENTO

O oficial do Registro Civil de casamentos e mais anexos da Comarca de Macapá, capital do Estado do Amapá, República Federativa do Brasil, por nomeação legal, etc... FAZ SABER que se pretendem casar: JEFFERSON FERREIRA SAAR CLÁUDIA MARIA ARANTES DE ASSIS Ele é filho de Klaus Saar e de Irene Gomes Ferreira Saar. Ela é filha de Claudio Afonso de Assis e de Lazara Arantes de Assis. Quem souber de qualquer impedimento legal que os iniba de casar um com o outro, acuse-os na forma da Lei. Macapá-AP, 28 de janeiro de 2013

Josiane Cavalcante de Souza Escrevente

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

TIAGO PEREIRA DO CARMO JUNIOR e CLAUDIANE DA SILVA MAIA

Ele, filho de Tiago Pereira do Carmo e Carolina Rodrigues da Silva Carmo. Ela, filha de Moises Reis Maia e Creuza da Silva Maia. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 01 de fevereiro de 2013 Leonardo Gomes Pereira Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

O oficial do Registro Civil de casamentos e mais anexos da Comarca de Macapá, capital do Estado do Amapá, República Federativa do Brasil, por nomeação legal, etc... FAZ SABER que se pretendem casar: ADAILAN TAVARES RAMOS ELANNY TAMARA BRITO DA SILVA Ele é filho de Amilton Ferreira Ramos e de Vera Lúcia Tavares da Silva. Ela é filha de Aurinilza Brito da Silva. Quem souber de qualquer impedimento legal que os iniba de casar um com o outro, acuse-os na forma da Lei. Macapá-AP, 01 de março de 2013

Sônia Regina Sena de Almeida Costa Escrevente

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

A4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br


Geral

JD

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Pará dá cargos a parentes de desembargadores Há parentes de desembargadores que mantêm emprego na assessoria especial desde gestões anteriores

P

arentes de desembargadores do Tribunal de Justiça do Pará têm sido nomeados para cargos na “assessoria especial” do governo paraense, comandado pelo tucano Simão Jatene. Além dos que ganharam o cargo no atual governo, há parentes de desembargadores que mantêm emprego na assessoria especial desde gestões anteriores. Por causa disso, em fevereiro de 2012, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recomendou a esses magistrados que não julgassem causas envolvendo o Estado. Também chegou a pedir,

e, 2011, que o TJ-PA investigasse a questão. O tribunal respondeu não ter identificado nepotismo cruzado, e o procedimento foi arquivado. A reportagem revelou ontem que parentes do governador, de sua mulher e de sua ex-mulher ocupam cargos comissionados em órgãos do Pará. O conselheiro do CNJ Silvio Rocha recomendou aos desembargadores “que se abstenham de julgar causas em que o Estado do Pará ou suas entidades sejam partes, com vistas a preservar a imparcialidade e a idoneidade da magistratura, enquanto

os respectivos parentes ocuparem cargos comissionados na administração do Estado”. A reportagem identificou cinco desembargadores nessa situação: Cláudio Montalvão das Neves (mulher nomeada em 2011), Constantino Guerreiro (duas filhas nomeadas em 2011), João Maroja (filha nomeada em gestão anterior), Rômulo Nunes (mulher nomeada em gestão anterior) e Ricardo Nunes (mulher nomeada em gestão anterior). Ao menos dois deles continuam julgando casos ligados ao Estado porque dizem não ver problemas. Os assessores especiais estão formalmente ligados à Casa Civil, cúpula do go-

Foi revelado que parentes do do governo paraense, comandado pelo tucano Simão Jatene de sua mulher e de sua ex-mulher ocupam cargos comissionados em órgãos do Pará

verno, e podem atuar em qualquer área. Outro lado O desembargador Cláudio Montalvão diz que, se não pode julgar contra o Estado por ter a mulher nomeada, os ministros dos tribunais superiores também não podem julgar contra a União porque são nomeados pela presidente. “Continuo julgando e até já julguei contra o Estado.” Maroja diz que sua filha foi indicada para o cargo por um colega desembargador e que não se vê impedido porque ela não trabalha diretamente com o governador. Ricardo Nunes diz não ver problemas, pois não emprega nenhum parente do governador em seu gabinete. O desembargador Rômulo Nunes disse, por

meio de seu gabinete, que os procedimentos que investigavam irregularidades na nomeação de parentes foram arquivados pelo CNJ, pelo Ministério Público do Pará e pelo TJ-PA. Constantino Guerreiro havia dito à Folha em 2011, quando a OAB do Pará fez uma denúncia sobre seu caso, que não há irregularidade na nomeação de suas filhas por terem recebido convite para trabalhar no Executivo, e não no Judiciário. O governo do Pará diz que reduziu o número de assessores especiais e que o critério para a escolha é técnico. (folha.com)

PF paulista recusa inquérito que liga Dantas a mensalão

A

Polícia Federal em São Paulo resolveu recusar o inquérito que investiga suspeitas de que o grupo Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas, fez doações ilegais ao PT por meio do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza. Trata-se de uma das várias apurações complementares ao processo julgado no ano passado pelo Supremo Tribunal Federal, que apontou desvios de dinheiro público e realização de empréstimos bancários fraudulentos para financiar um esquema de compra de apoio de parlamentares entre os anos de 2003 e 2005, no primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nesse processo, a antiga cúpula do PT e o ex-ministro José Dirceu foram condenados por corrupção e formação de quadrilha. Valério, apontado como o operador do esquema, foi condenado por diversos crimes que somaram pena superior a 40 anos de prisão. Sobre a investigação do Opportunity, a Polícia Federal paulista concluiu que o caso terá de ser investigado em outra cidade e, por isso, decidiu remetê-lo à Justiça para que um novo local seja escolhido. O delegado Rodrigo Adriano Sandre, da Corregedoria da PF paulista, cita três capitais onde o grupo empresarial tem maior atuação e onde as investigações poderiam continuar: Rio de Janeiro, onde ficam a Brasil Telecom, atual OI Celular, e o Banco Opportunity; Belém, sede da Amazônia Celular; e Belo Horizonte, sede da Telemig Celular e domicílio de Marcos Valério e de suas empresas. “Tudo indicando que (os supostos crimes teriam se consumado em tais áreas”, diz o delegado federal.


Esporte

JD

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Escola Conexão Aquarela promove festejo Mundial ao Dia do Tênis no Amapá

O Aulão foi promovido pelos professores aos atletas da Escola que prestigiaram a programação alusiva ao dia mundial do Tênis no Amapá Amapaense Belissa Lisboa está preparada para participar do evento em Brasília

Belissa Lisboa participa da primeira etapa do Circuito Copa Brasil Elcio Barbosa

Da Reportagem

M Professores e alunos da escola Conexão Aquarela participaram dos festejos ao dia mundial do Tênis no Amapá

Elcio Barbosa

Da Reportagem

E

xatos às doze horas desta segunda-feira, 4, de março de 2013, os professores de educação física em parceria com a Federação Amapaense de Tênis (FAT) realizaram um aulão com os alunos da Escola Conexão Aquarela. O aulão aconteceu na quadra esportiva da instituição. O objetivo, às comemorações alusivas ao Dia Mundial do Tênis que foi comemorado em alguns países em parceria com as Federações e Confederações da categoria. Iniciativa A iniciativa da Federação Internacional de Tênis (ITF) em conjunto com Confederações de tênis de vários países, foi celebrar o Dia Mundial do Tênis, no dia 4 de março, com o objetivo de promover o esporte, e atrair mais adeptos, e além de motivar os praticantes para irem às quadras. Celebração A celebração do Dia

Mundial do Tênis, obedeceu uma série de eventos em todo mundo, o marco foi a tradicional exibição realizada no complexo de quadras, Madison Square Garden, em Nova York, onde nomes importantes do tênis se apresentaram. No Amapá No Amapá, o circuito de atividades movimentou a Escola, Conexão Aquarela que ressaltou a parceria com a FAT. O aulão de mini-tênis teve a participação dos alunos, e colaboradores da instituição de ensino, sob o comando do Professor de educação física, e árbitro da modalidade, Jefferson Passarinho. “Como vários alunos da Escola Conexão Aquarela já praticam o Tênis percebemos, que este é o momento para que outros estudantes tenham a oportunidade de ter contato com a modalidade. Além, de que, por meio desta iniciativa fazemos parte da grande programação mundial do Tênis, e assim, contribuiremos para o incentivo da prática

Toque de Primeira ANTONIO LUIZ

Colunista alpcampos@hotmail.com Positivo Colégio Conexão Aquarela ofereceu “aulão” e celebrou o Dia Mundial do Tênis. Reuniu atletas e imprensa com o objetivo de promover essa bela modalidade esportiva. Negativo De 1999 a 2012, ocorreram 97 mortes no Brasil provocadas por torcedores. Só em 2012 foram 23 mortes, colocando o país campeão da violência nos estádios de futebol.

Trembala II O campo de futebol da Sede Campestre está sendo preparado para receber as partidas. Time de Extremos Fogão quebra tabu e invencibilidade do Mengão. E tira da Taça Guanabara. Num só dia! Canil do Pitbull I Presidente do São José, Rômulo Simões, assegura que o tricolor disputa o Amapazão.

Peneira do Canário I Santana Clube promove esta quarta-feira uma seleção para atletas de futebol Sub-20.

Canil do Pitbull II Garante que o clube continuará em outras modalidades, a exemplo do basquete e futsal.

Peneira do Canário II Rola no Campo do Paraíso sob a responsabilidade do profº Arenildo Almeida, às 08hs.

Seleção Brasileira Luis Felipe Scolari convoca hoje os jogadores para os amistosos contra Rússia e Itália.

Impunidade Principal causa da violência no futebol nacional, já que ninguém paga por seus crimes.

Coruja da Torre I Atenções concentradas na Copa Norte de Basquete, sob a batuta do craque Mário Cuia.

Trembala I Diretoria rubro-negra reuniu sexta-feira e decidiu investir no futebol Sub-20. Acelera!

Coruja da Torre II Tupan Duarte e José Caxias vão promover o esporte amador no Ypiranga. E erguer taça.

do Tênis em nosso Estado, no futuro abriremos a escolinha para novos adeptos”, anunciou Passarinho. Presidente da FAT O presidente da FAT Alexandre Benevides dos Santos disse que mais de oitentas jovens praticam o tênis no Amapá, e que a dificuldade da federação está principalmente, na falta de espaço para praticar o esporte. Mas, AABB de Macapá, e a quadra da escola, Mundial, oferecem novas técnicas aos alunos que praticam o esporte de quadra. Atleta Para o atleta Leonardo Cruz, que aproveitou o aulão para treinar mais um pouco definiu importante a pratica do esporte, por que preserva a saúde pessoal. “As pessoas já estão praticando o esporte, isso é muito bom por que trabalha a mente, o raciocínio e isso são muito importantes” definiu a atleta. Aluna A aluna Alice Cavalcante

Taça Libertadores Grêmio x Caracas é o duelo de hoje no mais badalado evento do futebol sul-americano. Voleibol I O presidente da FAV, Alaur Neri da Fonseca, ganhou singela homenagem em Afuá-PA. Voleibol II Vale lembrar, o ilustre educador tem 50 anos de serviços prestados ao vôlei brasileiro. Cariocão Vasco e Botafogo fazem decisão em preto e branco da Taça Guanabara. Este domingo! Basquete Adulto I Campeonato Amapaense prossegue na próxima sexta, a partir de 19h, ginásio São José. Basquete Adulto II Rodada dupla com Avertino Ramos x P Conrado e ABAP x Ypiranga Clube. Confira! Deu Papão! Galera bicolor ainda sobrevoa as nuvens após o cacete do Paysandu no Remo por 2x1. Você Sabia? Remo 1x2 Paysandu rende R$ 1.172.939,00, para um público de 40.883 pessoas. Cota dos clubes de R$ 402.968,39 e – incrível – despesas de R$ 366.097,21. Um absurdo!

Souza de 13 anos que teve a oportunidade de participar do aulão alegou que o esporte é muito produtivo. “É um esporte novo por que tem um diferencial, é legal praticar o tênis de quadra”. Fator importante Outro fator que contribui a fomentação e a prática da modalidade na instituição é a parceria com a Universidade Americana Bluefield College, em que consiste a concessão de bolsas de estudos para o ensino superior, sendo o talento esportivo um dos critérios para o ganho de maiores percentuais de descontos. E o Tênis é uma das modalidades praticadas por acadêmicos da Universidade. Programação A programação se estendeu por todo o restante do dia 4 de março, com atividades realizadas na Praça do Forte, ao lado da Fortaleza de São José de Macapá, e no Mundial Tênis Clube. (Fonte – Asscom/C. A.).

Dorival minimiza eliminação do Fla e diz que trabalho não será alterado na Taça Rio

A

pós 17 jogos de invencibilidade e a conquista da melhor campanha da fase de classificação, o Flamengo foi surpreendido pelo Botafogo no último domingo e acabou eliminado da Taça Guanabara. A derrota por 2 a 0 no Engenhão frustrou torcedores e dirigentes, que acreditavam em um possível título do primeiro turno do Campeonato Carioca. Coube, então, ao técnico Dorival Júnior tranquilizar os rubro-negros. O técnico do Flamengo minimizou a queda na Taça Guanabara e disse ainda que não fará qualquer tipo de alteração no trabalho para a Taça Rio. “Não podemos pensar que está tudo errado e o trabalho não valeu de nada. Quando vencemos, não há mar de rosas. E quando perdemos, também não pode entrar naquela de terra arrasada. É preciso achar um meio termo. Temos que ter equilíbrio e maturidade para aceitar os resultados”, ponderou Dorival, acrescentando. “Vamos continuar trabalhando da mesma maneira para a Taça Rio, sem qualquer alteração. É claro que todos querem os resultados e a classificação. Vamos tentar repetir o sucesso da fase de classificação da Taça Guanabara e buscar uma melhor exibição nas partidas decisivas”, completou o treinador do Flamengo. (uol)

ais de 300 atletas Olímpicos e Paralímpícos de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco Santa Catarina e Sergipe estão inscritos em participar do Circuito Copa Brasil de Tênis de Mesa. A amapaense Belissa Lisboa participa do evento com grandes possibilidades de subir no lugar mais auto do pódio. Entre os destaques do Absoluto A, masculino estão dois representantes de Manaus Israel Barreto e Mário Costa, enquanto que no feminino a favorita é uma atleta da casa, Luciana Baptista Coutinho. A maioria dos participantes já conhece o regulamento, mas a liderança de eventos da CBTM lembra que a apresentação do documento de associado é obrigatória, e que os técnicos sem CREF serão impedidos de atuar.

As premiações serão realizadas após o término de cada competição, e os atletas deverão estar uniformizados. Aqueles que não comparecerem sofrerão punições previstas no regulamento e não serão aceitos no pódio. Durante o evento Paralímpico haverá um Classificador Funcional a disposição dos clubes/atletas para ratificar as avaliações dos classificadores regionais e para realizar exames de classificação para o próximo evento. “A expectativa é grande para a realização da primeira etapa da temporada do Circuito Copa Brasil, que começa na próxima quinta-feira, no ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), em Brasília” disse Lisboa. O Circuito Copa Brasil é dividido em seis etapas e, depois de Brasília, já estão confirmadas as edições de Santos e Maceió. A CBTM conta com recursos da Lei Agnelo/Piva. Lei de Incentivo Fiscal, e Governo Federal. Ministério do Esporte.

A taça Cidade de Belém é do Paysandu

O

zagueiro Raul foi criado no Baenão. Cresceu por lá, deve satisfação moral e profissional ao clube, pelos anos nas categorias da base do Clube do Remo. Mas, ontem, o coração de Raul mudou de cor: de azul marinho para azul celeste. E essa transformação aconteceu exatamente aos 42 minutos do segundo tempo da final da Taça Cidade de Belém. Naquele momento, Raul marcou o seu segundo gol na partida. Os dois gols foram responsáveis pela vitória do Paysandu sobre maior rival, o mesmo time que há anos atrás lhe ensinou os primeiros passes: 2 a 1, impiedosos e cheiros de ironia do destino. A vitória quebrou a invencibilidade do Leão e do técnico Flávio Araújo; garantiram a vaga na Copa do Brasil 2014 e, por fim, o título de campeão do primeiro turno. Raul foi cruel com o seu ex-clube. Mas não é nada pessoal. Pelo contrário. Ao final da partida, agradeceu ao Remo. “Tenho um carinho pelo Remo, por ser o clube que me abriu as portas e me deu oportunidade de começar carreira”, disse. Uma história e tanto para acompanhar o “Clássico do Milhão” – mais de um milhão de reais foram arrecadados com a venda de ingressos. Os lances de perigo eram lá e cá. O primeiro bom momento foi bicolor. Eduardo Ramos cabeceou com muito perigo aos sete minutos, mas o goleiro Fabiano estava bem posicionado. A resposta azulina foi logo em seguida. Fábio Paulista recebeu lançamento de Gerônimo, avançou, cortou do goleiro, mas perdeu o ângulo na hora de chutar. Jogo equilibrado, com marcação forte para os dois lados. Construir jogadas estava difícil. Mas eis

que, aos 30 minutos, os bicolores encontraram uma brecha na zaga azulina. Fabiano escorregou e Raul não teve pena de colocar para dentro. Como no jogo passado, o Remo se perdeu em campo. Walber, por exemplo, recebeu boa bola de frente para o gol, não marcou, mas reclamou muito de pênalti. Sorte que, aos 39 do primeiro tempo, Zé Antonio cobrou falta com força. O goleiro Zé Carlos não conseguiu segurar e Leandro Cearense estufou a rede e colocou a cabeça do time no lugar. Precisando da vitória, o Papão voltou querendo gol a todo custo. Aos cinco minutos, Iarley faz a bola chegar a Eduardo Ramos, mas o chute foi fraco. O Remo tentava, mas sem articulação no meio de campo e com Paysandu mais organizado, ficou difícil. Só deu Papão. Diego Bispo, João Neto, Iarley. Mas não foi nenhum deles. A ironia do destino já estava traçada na tarde de 3 de março de 2013. Aos 42 minutos, novamente de cabeça, Raul sacramenta a vitória bicolor, chorou e faz a torcida alviceleste ir embora para casa feliz: o coração de Raul já mudara de cor. Méritos ao ‘Maluco Beleza’, Raul! Longe de ser uma unanimidade na Curuzu, o ex-azulino Raul escreveu seu nome na história do clássico Remo x Paysandu marcando os dois gols na vitória do Papão da Curuzu. Estigmatizado pela passagem anterior pelo grande rival e questionado por conta dos muitos cartões que tomou durante a competição, Raul gerou comentários insatisfeitos quando foi confirmado na equipe titular por Lecheva ao longo da semana. Pesava contra ele a grande atuação que Thiago Costa teve ao substituí-lo no jogo anterior. (soupapao)


Esporte

JD

Wanderlei Silva nocauteia Brian Stann e levanta a torcida no retorno ao Japão

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Enquanto isso...

Os lutadores deram mostra do que a luta reservaria: ritmo alucinante e trocação franca, lembrando os grandes momentos do extinto evento japonês

Com o resultado conquistado diante de Stann, Wanderlei também se reencontra com as vitórias no UFC, após ter sido derrotado por Rich Franklin em sua última aparição

A

s atenções estavam todas voltadas para ele. Após quase sete anos, Wanderlei Silva voltou ao Japão e não decepcionou os fãs que esperavam ver o velho ‘Cachorro Louco’ dos tempos de Pride. Em uma luta de ritmo alucinante, o brasileiro castigou com socos no norte-americano Brian Stann e se reencontrou com as vitórias no UFC com um lindo nocaute. Desde início, os lutadores

deram mostra do que a luta reservaria: ritmo alucinante e trocação franca, lembrando os grande momento do extinto evento japonês. Stann acertou um direto, e Wanderlei respondeu à altura. Os dois sentiram os golpes, mas seguiram trocando. O primeiro round chegou ao fim, com a luta no chão, e o norte-americano sangrando bastante. Ao contrário do início do primeiro assalto, os luta-

dores prefiram retomar o gás no início do segundo round. Stann partiu para o primeiro ataque, mas não teve sucesso. Como já havia acontecido nos cinco minutos iniciais, o norte-americano acertou um golpe baixo no brasileiro, que, recuperado do chute, retornou determinado a derrubar o oponente. Após exatos quatro minutos e oito segundos do segundo round, Wanderlei encontrou uma brecha na guarda do rival e não perdou. Com as mãos pesadas, o brasileiro conectou um cruzado de direita e um direto de esquerda, levando Stann a lona. Não demorou para o árbitro Marc Godard interromper a luta e levar o público ao delírio. Acostumado com o ringue do Pride no Japão, Wanderlei pode experimentar o gosto de subir nas grades do octógono para comemorar junto ao público local. Ainda na jaula, o brasileiro retribuiu o carinho em pala-

vras. “Estou muito orgulhoso. Obrigado meus irmãos japoneses, estou orgulhoso de lutar para vocês aqui”, disse. Com o resultado conquistado diante de Stann, Wanderlei também se reencontra com as vitórias no UFC, após ter sido derrotado por Rich Franklin em sua última aparição. Além disso, soma mais uma ‘Luta da Noite’ para seu currículo - é o terceiro combate consecutivo do brasileiro que recebe o bônus. Veja os resultados oficiais do UFC on Fuel 8: Silva vs. Stann: CARD PRINCIPAL MEIO-PESADOS: Wanderlei Silva venceu Brian Stann por nocaute aos 4m08s do segundo round PESADOS: Mark Hunt venceu Stefan Struve por nocaute técnico com 1min44s do terceiro round PESO COMBINADO: Diego Sanchez venceu Takanori Gomi na decisão dividida dos jurados (2928, 28-29 e 29-28) MÉDIOS: Yushin Okami venceu Hector Lombard na decisão dividida dos jurados (28-29, 29-28 e 29-28) PENAS: Rani Yahya venceu Mizuto Hirota na decisão unânime dos jurados (triplo 29-28) MEIO-MÉDIOS: Dong Hyun Kim venceu Siyar Bahadurzada na decisão unânime dos jurados (triplo 30-27) (espn.br)

Corinthians passa Barça, é 4° em ranking mundial de clubes, mas segue atrás do Chelsea

A

pesar de ter conquistado a Copa Libertadores e o mundo nos últimos 12 meses, o Corinthians aparece apenas na quarta posição do ranking mundial de clubes feito pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), divulgado ontem. O ranking, que leva em conta a participação em torneio internacionais no período de um ano, é liderado pelo Chelsea, derrotado pela equipe paulista na decisão do Mundial de Clubes. No entanto, o clube do Parque São Jorge conseguiu passar o Barcelona, que passa por uma má fase. O Corinthians aparece com 287 pontos. O Chelsea, líder, tem 307. Em segundo, está o Atlético de Madri, segundo colocado no campeonato espanhol, finalista da Copa do Rei e campeão da Liga Europa e da supercopa europeia, com 304. Em terceiro está o Bayern de Munique, com

292 - a equipe alemã foi eleita pela IFFHS a melhor equipe do mês de fevereiro. A surpresa do ranking foi a queda do Barcelona, que liderava a lista há 22 meses. Como no último ano a equipe não só perdeu o campeonato espanhol, como caiu nas semifinais da Liga dos Campeões e, mais recentemente, foi eliminada pelo Real Madrid nas semifinais da Copa do Rei, acabou caindo para a quinta posição, com 283 pontos. No top 10, aparece ainda outro brasileiro: o São Paulo, que com o título da Copa Sul-Americana tem 230 pontos na décima posição. Dentro do top 100, o Fluminense está em 12°, o Grêmio em 23°, o Santos em 24°, o Vasco está em 51°, o Palmeiras em 80° e o Atlético-MG em 84°. Entenda a pontuação A IFFHS dá pontos para vitórias e empates em tor-

C

suficiente para a distância completa da corrida. O pentacampeão voltou à pista como o mais bem colocado entre os que pararam, porém com ritmo pior que o de Átila, que ainda não visitara os boxes e disparava na liderança. Na segunda metade da prova, o competidor da Mobil Super Pioneer AMG fez um rápido pit e conseguiu voltar na frente, com a vantagem de também ter trocado os pneus traseiros. Ainda assim, Cacá partiu para cima do piloto do

suíça Martina Hingis, 32, engrossou a lista de campeões que entraram para o Hall da Fama do Tênis. O anúncio foi feito nesta segunda-feira. A ex-número 1 do mundo entrou juntamente com Cliff Drysdale, Charlie Pasarell e Ion Tiriac. O brasileiro Gustavo Kuerten já faz parte do Salão da Fama. Na carreira, Hingis conquistou 43 títulos em simples e outros 37 em duplas. Foi número 1 em ambas e acumulou, apenas em premiação, mais de US$ 20,1 milhões. ( A ex-tenista foi uma das últimas a entrar no circuito profissional ainda adolescente. Hoje a WTA permite que atletas entre 14 e 18 anos joguem torneios de primeiro porte, mas com limite de participações. Ela nasceu na então Tchecoslováquia (hoje, Kosice, na Eslováquia), mas com a mãe como treinadora, se mudou para a Suíça aos 8 anos. Sua primeira raquetada foi aos 2 anos e o primeiro torneio jogou aos 4. Como profissional, ganhou seu primeiro título quando tinha apenas 15 anos. Seu último foi em 2007. Nas chaves de simples em Grand Slams, ela conquistou 3 na Austrália (e mais três vices), um Wimbledon e um Aberto dos EUA (dois vices). Em Roland Garros ficou em segundo lugar duas vezes. (folha.com)

Neymar rebate Daniel Alves e diz que ele decidirá o momento de ir para Europa

Após a atuação bastante apagada no clássico entre Santos e Corinthians no último domingo, no Morumbi, Neymar voltou a explicar sobre os rumores de uma suposta transferência para o futebol europeu. Por conta disso, o craque santista rebateu o lateral direito Daniel Alves, que insinuou um possível acordo firmado do camisa 11 com o Barcelona, da Espanha. “O Daniel Alves é um grande amigo, mas se eu disser que o Messi vem para o Santos vocês acreditam? (risos). Agradeço o que o Daniel fala, mas estou feliz aqui”, afirmou Neymar. Questionado sobre uma possível transferência para a Europa na abertura da próxima janela de transferências, o craque santista disse que sua saída depende apenas de sua vontade. “Isso (Europa no meio do ano?) é coisa de quem não sabe da minha vida fala. Se eu sentir que é hora de sair, eu saio. É coisa minha, que eu vou decidir, e mais ninguém. Mas estou bem e feliz no Santos”, disse o atacante. Semanalmente, a imprensa europeia divulga uma possível transferência do craque santista para o exterior. Barcelona e Real Madrid, da Espanha, Manchester City, da Inglaterra, e Bayern de Munique, da Alemanha, são os mais citados. (folha.com)

Corinthians, de Guerrero, aparece entre os melhores do mundo em ranking

neio internacionais para elaborar o ranking de melhores times do mundo nos últimos 12 meses. A Liga dos Campeões, a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes, por exemplo, distribuem 14 pontos para a equipe que vence uma partida e 7 para que empata - apenas a decisão do Mundial vale mais: 21 para o vencedor e

10,5 para ambos, caso o tempo normal termine empatado. A Copa Sul-Americana e a Liga Europa, por exemplo, dão 12 pontos por vitória e 6 por empate. Todos os torneio continentais da Ásia, América do Norte, Oceania e África também distribuem pontos, porém menos que europeus e sul-americanos. (uol.br)

Cacá vence pela 30ª vez na Stock; Barrichello é 25º acá Bueno abriu a temporada 2013 da Stock Car com uma vitória difícil neste domingo em Interlagos, conquistando seu 30º triunfo na categoria após vencer uma intensa briga nas voltas finais, contra Valdeno Brito e Átila Abreu. Largando da segunda posição, o piloto da Red Bull fez parte do grupo de pilotos que realizou o seu pitstop para reabastecimento logo na primeira volta, confirmando as previsões de que a capacidade do tanque não seria

Martina Hingis no Hall da Fama do tênis

carro #51, seguido de perto por Valdeno Brito, outro que retardou seu pit e voava na pista, já que estava calçado com compostos traseiros mais novos. As três voltas finais foram de uma dura disputa, na qual Átila, com um aparente problema no carro, perdeu rendimento e tentou segurar Cacá e Valdeno. Na penúltima, os três pilotos foram do “S” do Senna até o Bico de Pato trocando posições e se tocando, até que o piloto da Red Bull A. Mattheis conseguiu assumir a ponta,

trazendo com ele o paraibano da coirmã Shell. Cacá ainda teve que aguentar a pressão de Valdeno nos últimos 4.314 metros, enquanto Átila, sem ritmo, se arrastava para cruzar em um distante 12º lugar. Rubens Barrichello não teve um bom início de temporada na Stock Car. Correndo na maior parte do tempo na parte intermediária do pelotão, o exF1 ainda teve um estouro no pneu traseiro direito durante a corrida, completando apenas em 25º. (ksnoticias.com)

Magic Johnson oferece US$ 1 milhão para LeBron participar de concurso de enterradas da NBA

A polêmica envolvendo as cravadas de LeBron James no aquecimento do Miami Heat ganharam mais um capítulo. Lendário ex-jogador da NBA, Magic Johnson se propôs a dar US$ 1 milhão ao ala para que ele participe do concurso de enterradas do Fim de Semana das Estrelas da liga norte-americana. “Por favor, LeBron, entre no concurso de enterradas. Vou colocar US$ 1 milhão”, disse Magic. “US$ 1 milhão de Magic para LeBron. Eu darei todo ano. Quero vê-lo lá. US$ 1 milhão para o vencedor”. LeBron gerou polêmica ao executar incríveis enterradas durante o aquecimento das partidas do Miami Heat. Isto porque o astro, sempre cobrado para participar do concurso de cravadas da NBA, usa como justificativa o risco de uma lesão ao executar as manobras. O astro do Heat foi questionado por repórteres sobre a proposta de Magic Johnson e foi evasivo nas respostas. “Penso sobre isso todo ano. Não tenho uma resposta ainda. Diga a ele que ainda irei responder”, comentou o astro. Incomodado com a repercuss��o das enterradas realizadas no aquecimento, LeBron já afirmou que pensa em parar com as cravadas para evitar novas polêmicas. Nos últimos jogos, porém, o astro ainda tem realizado as manobras e encantado os torcedores. (espn.br)


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Mensagem do Dia

“Quem não sabe nada tem de acreditar em tudo”. Jan Neruda

Novo presidente do Tribunal de Justição do Amapá Des embargador Luiz Carlos Gomes dos Santos

Nova Administração do TJAP no Biênio 2013/2015 toma posse nesta terça-feira. A Cerimônia oficial será no Teatro das Bacabeiras, às 18h. A partir desse momento, o Desembargador Luiz Carlos Gomes dos Santos assume a presidência do Poder Judiciário amapaense; na Vice-Presidência o decano da Casa, Desembargador Dôglas Evangelista Ramos; o Desembargador Constantino Augusto Tork Brahuna será o Corregedor-Geral da Justiça. No referido período, o Desembargador Gilberto de Paula Pinheiro será o Diretor da Escola Judicial do Amapá.

Vice presidente do Tribunal de Justição do Amapá Des embargador Dôglas Evangelista Ramos

Deputada estadual Mira Rocha Taina Fernandes

Dj Clay Barros

Alessandro Moutinho Katia Miranda e Benathar

IMPERDÍVEL! REMO X FLAMENGO EM BELÉM – PA. APROVEITE A TARIFA DIFERENCIADA QUE A TAM VIAGENS MACAPÁ SELECIONOU PARA VOCÊ. ENTRADA: R$ 80,00 À VISTA E RESTANTE: R$ 53,50 EM 5X NO CARTÃO DE CRÉDITO. MACAPÁ/BELÉM: 03/04/2013 SAÍDA 00:55 E CHEGADA 01:45. BELÉM/ MACAPÁ: 04/04/2013 SAÍDA 03:50 CHEGADA 03:50 RUA HAMILTON SILVA, 1065 – CENTRO. FONES: (096) 3216 8800/9175 7665/ 8117 4443

Sandy Talissa


CadernoB

DiaDia

Editor: Túlio Pantoja- tuliopantoja@jdia.com.br

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Piso Nacional dos professores agora depende do Estado e municípios Com a confirmação do STF, Sindicato dos Professores espera que Estados e municípios cumpram a lei KELLY PANTOJA DA REDAÇÃO

D

ecisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou constitucional o Piso Nacional dos professores da rede publica de ensino derrubando os argumentos de quatro unidades da federação que alegam dificuldades financeiras para pagar o piso, não significa que os professores da educação já podem comemorar de bate pronto. O julgamento do STF veio no exato momento em que o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou na tarde de quinta-feira (28), o novo valor do salário dos professores. Quem já percebia o piso no valor de R$ 1.451 teve um aumento de 7,9% e passará a ganhar 1.567. A lei passou a vigorar no dia 27 de abril de 2011, como foi julgado no Supremo Tribunal Federal. Briga judicial A legislação, sancionada em 2008, foi ainda naquele ano contestada pelos governadores de Mato Grosso do Sul, do Paraná, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e Ceará. O valor atualizado que deve ser pago pelos estados e municípios aos docentes em 2011 é de R$ 1.187,14. Dois pontos específicos da lei foram questionados na ação. A principal divergência estava no entendimento de piso como remuneração mínima. As entidades sindicais defendem que o valor estabelecido pela lei deve ser entendido como vencimento básico. As gratificações e outros extras não podem

ser incorporados na conta do piso. Por 8 votos a 1, o STF seguiu esse entendimento, considerando improcedente a ação. Os proponentes da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) queriam que o termo piso fosse interpretado como remuneração mínima, incluindo os benefícios, sob a alegação de que os estados e municípios não teriam recursos para arcar com o aumento. “Não há restrição constitucional ao uso de um conceito mais amplo para tornar o piso mais um mecanismo de fomento à educação”, defendeu o ministro Joaquim Barbosa, relator da ação, durante seu voto. Somente o ministro Marco Aurélio Mello votou pela procedência da ação. O ministro Gilmar Mendes, entretanto, ressaltou que a lei não considera os impactos orçamentários da medida aos cofres estaduais e municipais, o que poderia “congelar” a oferta educacional no país. Apesar de a legislação falar de uma complementação da União quando o ente federado não for capaz de arcar com os custos, para o ministro a forma como ocorrerá o repasse não está regulamentada. “A lei foi econômica ao dizer da complementação da União. É preciso dimensionar a responsabilidade por parte da União”, apontou Mendes. O ministro Ayres Britto, ressaltou, entretanto, que as questões orçamentárias não podem ser consideradas no julgamento da constitucionalidade de uma matéria.

O julgamento do STF veio no exato momento em que o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou na tarde de quinta-feira (28), o novo valor do salário dos professores. Quem já percebia o piso no valor de R$ 1.451 teve um aumento de 7,9% e passará a ganhar 1.567

O outro ponto da lei questionado pela Adin foi a regra de que um terço da carga horária do professor deverá ser reservada para atividades extraclasse como planejamento de aula e atualização. Os governos estaduais argumentaram que nesse ponto a lei fere a autonomia dos estados e municípios em organizar seus próprios sistemas de ensino. Esse ponto ficou pendente, já que não havia maioria no plenário para declarar a inconstitucionalidade. O ministro Ayres Britto, que presidiu a sessão, afirmou que a votação

desse item deve ser retomada na próxima semana. Expectativa no AP Os presidentes sindicais afirmam que houve tempo suficiente para os governos estaduais se organizarem quanto ao cumprimento do piso, uma vez que a legislação foi editada em 2008. No entanto, ficou definido que só seria considerada em abril de 2011. Para os profissionais da educação do Amapá, a decisão pode ser o início de um entendimento entre o Sindicato dos Servidores Públicos em Educação no Amapá (Sinsepeap), o go-

Projeto que cria grupo especializado para o Iapen é aprovado na Assembleia FOTOS: CELIANE FREITAS

verno do Estado e as 16 prefeituras. O presidente do Sindicato dos Professores, Aroldo Rabelo, esteve em uma reunião em Brasília na semana passada para discutir o assunto. “Espero que o governo cumpra a decisão. Primeiro porque o Supremo já disse que a lei é constitucional e que o Governo do Estado e município deverão pagar o Piso. Então o Sindicato irá correr atrás desse direito”, disse Aroldo. Para o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a lei tem que ser cumprida por todos os entes federados. “A responsabilidade

Recadastramento para o Programa Bolsa-família será suspenso entre os dias 9 e 17 deste mês

A

Pelo projeto o GTP composto por Agentes Penitenciários do quadro de servidores efetivos do Instituto de Administração Penitenciaria (IAPEN), terá como atribuições a imediata captura e recaptura de presos foragidos do IAPEN e guarda interna e externa dos estabelecimentos prisionais do Estado

REPORTAGEM JD

A

provado por unanimidade na sessão ordinária de ontem (4) da Assembleia Legislativa, projeto que cria o Grupo Tático Prisional (GTP), no âmbito do sistema de Segurança Pública do Estado do Amapá. “O grupo atualmente vem trabalhando em diversas missões dentro do IAPEN, de forma escala-extra não remunerada e nem gratificada”, justifica o autor do projeto deputado Moisés Souza (PSC). De acordo com o parlamentar, os agentes peni-

tenciários receberam treinamento ministrado pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE), da Policia Militar no ano de 2006 e desde então vem atuando de maneira técnica e eficiente. Pelo projeto o GTP composto por Agentes Penitenciários do quadro de servidores efetivos do Instituto de Administração Penitenciaria (IAPEN), terá como atribuições a imediata captura e recaptura de presos foragidos do IAPEN e guarda interna e externa dos estabelecimentos prisionais do Estado,

além de realizar operações táticas no Instituto Penitenciário no caso de revistas, fugas, motins e rebeliões, cumprimento de mandatos de prisão, proteção de autoridades e testemunhas. O projeto ainda garante ao Grupo Tático Prisional a escolta interestadual de presos de justiça e o sistema de monitoramento, rondas na área do IAPEN e gerenciamento de crises. “Resumindo, pode-se considerar que uma atividade é de operações especiais, se esta, por sua natureza ou método de trabalho,

implicar ao servidor o contato o permanente com situações de risco, em condições de risco acentuado”, frisa o deputado. Em setembro de 2012 o deputado Moisés Souza apresentou Projeto de Lei Complementar que dispõe e autoriza sobre a aposentadoria especial dos Servidores Penitenciários do Grupo Penitenciário do Amapá, regulamentado os termos do artigo 40, § 4º, Inciso II e III, da Constituição Federal, conforme redação da Emenda Constitucional, nº 47, de 05 de julho de 2005.

agora é dos gestores e da justiça”, comentou. Segundo ele, o MEC não tem poder de obrigar os estados a pagar, porém, apoia o cumprimento. Ele anunciou também que com o reajuste de 7,9%, o valor de repasse do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) irá aumentar. Neste ano, a estimativa de pagamento é de R$116,8 bilhões, já que as cifras dependem do desempenho da economia. Em 2012, o fundeb pagou R$ 102,6 bilhões para estados e municípios.

Prefeitura de Macapá informa que no período de 9 a 17 de março, o recadastramento no Programa Bolsa-Família será suspenso, temporariamente, por conta da paralisação do sistema de Cadastro Único (plataforma de inscrição do Programa), vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O sistema passará por manutenção e modernização, com a implantação de um novo Sistema de Informações Sociais que atenderá a todo o Brasil. “No dia 18 o atendimento volta a sua normalidade. Pedimos a compreensão dos beneficiários e esclarecemos que essa é uma medida do MDS para aperfeiçoar a inscrição das famílias no Programa”, explica o titular da Secretaria de Assistência Social e do Trabalho (Semast), Gilvano Moraes. O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País. O Bolsa Família integra o Plano Brasil Sem Miséria (BSM), que tem como foco de atuação os 16 milhões de brasileiros com renda familiar per capita inferior a R$ 70 mensais, e está baseado na garantia de renda, inclusão produtiva e no acesso aos serviços públicos. O Programa atende mais de 13 milhões de famílias em todo território nacional de acordo com o perfil e tipos de benefícios: o básico, o variável, o variável vinculado ao adolescente (BVJ), o variável gestante (BVG) e o variável nutriz (BVN) e o Benefício para Superação da Extrema Pobreza na Primeira Infância (BSP). Os valores dos benefícios pagos pelo PBF variam de acordo com as características de cada família - - considerando a renda mensal da família por pessoa, o número de crianças e adolescentes de até 17 anos, de gestantes, nutrizes e de componentes da família. A gestão do Bolsa Família é descentralizada e compartilhada entre a União, estados, Distrito Federal e municípios.


Geral

JD

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

PEC 111 que propõe regularização de federais entra em votação

Serão beneficiados servidores admitidos que ingressaram até outubro de 1988 CELIANE FREITAS

PEC 111/11 de autoria da deputada Dalva Figueiredo (PT-AP) propõe incorporar ao quadro em extinção do Governo Federal, os servidores e os policiais militares admitidos regularmente pelos governos do Amapá e de Roraima no período de outubro de 1988 a outubro de 1993

A

PEC 111/11 de autoria da deputada Dalva Figueiredo (PT-AP) propõe incorporar ao quadro em extinção do Governo Federal, os servidores e os policiais militares admitidos regularmente pelos governos do Amapá e de Roraima no período de outubro de 1988 a outubro de 1993. Serão beneficiados também os servidores admitidos os policiais civis e delegados que ingressaram

à época e os servidores das prefeituras municipais contratados até outubro de 1988. Outro ponto do texto é a isonomia com os servidores do estado de Rondônia, que também foi um Território e, em 2009 foram contemplados com a Emenda Constitucional nº 60, que assegura o vinculo federal aos servidores daquele estado, que trabalharam no período de instalação, entre dezem-

bro de 1981 a março de 1987. Serão aproximadamente seis mil servidores do Amapá e Roraima beneficiados com a medida. A admissão deles para o quadro da União, no caso do Amapá, vai gerar um acréscimo de mais de 100 milhões de reais por ano na economia na economia amapaense. A proposta de Emenda a Constituição já passou por diversas comissões, sendo

aprovada em todas. O trâmite final da PEC 111 é sua votação pelo plenário da Câmara dos Deputados, o que acontecerá nesta quarta-feira (05/03), fruto de um entendimento entre os líderes partidários no Congresso Nacional e do apoio incondicional das bancadas do Amapá e de Roraima. Para assegurar a aprovação são necessários 308 votos dos 513 parlamentares da casa. (Câmara dos Deputados)

Ministério da Saúde apoia Plano Emergencial da Saúde em Macapá REPORTAGEM JD

N

a quinta-feira (28), o prefeito Clécio Luís e o secretário de Saúde, Anderson Walter, estiveram no Ministério da Saúde (MS) onde foram recebidos pelo secretário de Atenção à Saúde, Dr. Helvécio Magalhães. A reunião teve como eixo principal a apresentação do Plano Emergencial para reestruturação da Rede Municipal de Saúde em Macapá, que consiste em medidas que vão desde reforma e aquisição de equipamentos e medicamentos, a contratação de pessoal. O Ministério da Saúde garantiu apoio ao plano emergencial, com disponibilização de recursos através dos programas federais já ofertados, como é o caso do Programa de Requalificação de Unidades Básicas de Saúde (Requalifica) e do Programa Nacional de Melhoria de Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). A Secretaria Municipal de Saúde já está em processo de cadastramento das propostas de reforma, ampliação e construção de unidades de saúde no “Requalifica” e iniciou o processo de adesão ao PMAQ para contratualização e re-

contratualização de equipes de Atenção Básica. Além disso, com base no decreto de situação de Emergência em que se encontra o município, o MS vai aumentar o recurso já disponível para a reforma das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Marcelo Cândia, Raimundo Ozanan e São Pedro. O aumento vai possibilitar a efetivação da obra dentro das necessidades de cada uma das três unidades. Outra boa noticia é a doação de quatro ambulâncias Mercedes-Benz, modelo Sprinter. As vans

serão incorporadas a frota do Samu municipal em substituição das Ivecos. Segundo o secretário de saúde, duas destas ambulâncias serão destinadas a atender as comunidades dos distritos. Ainda esta semana técnicos do Ministério da Saúde desembarcam em Macapá para dar uma consultoria a respeito dos programas disponibilizados e captação de recursos. Os técnicos também visitarão as UBSs, para diagnosticar problemas e pontuar as unidades com maior necessidade de investimento.

“O encontro foi bastante positivo, esta semana será fundamental para finalizarmos as pendências burocráticas. O Ministério da Saúde se mostrou favorável para a liberação dos recursos, e o fará o mais breve possível. Com este apoio as unidades serão reestruturadas, o que possibilitará um ambiente de trabalho adequado aos nossos profissionais e uma maior qualidade nos serviços e atendimentos oferecidos aos nossos usuários”, finalizou o secretário de Saúde do município, Anderson Walter.

A reunião teve como eixo principal a apresentação do Plano Emergencial para reestruturação da Rede Municipal de Saúde em Macapá, que consiste em medidas que vão desde reforma e aquisição de equipamentos e medicamentos, a contratação de pessoal.

Deputados pedem ao governo rapidez no envio do novo Código de Mineração

D

eputados têm pressa em analisar o novo Código de Mineração. A proposta está sendo elaborada desde 2010 pelo governo e deve mudar o sistema de concessões e atualizar os valores dos royalties da exploração de minérios. O texto também deve propor a criação da Agência Nacional de Mineração e do Conselho Nacional de Política Mineral. No início do ano, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, prome-

teu para este mês o envio da matéria ao Congresso. O deputado Jaime Martins (PR-MG), relator de trabalho sobre o tema no Conselho de Altos Estudos da Câmara, pediu rapidez no envio do novo Código de Mineração ao Congresso. Ele alertou para os riscos da insegurança jurídica no setor. “Essa iminência da mudança do marco regulatório fez com que muitas empresas paralisassem seus investimentos”, disse Martins. “Esse é o pior

dos mundos, quando não se sabe com quais regras vamos conviver nas próximas décadas.” Compensação aos municípios O deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), integrante da Frente Parlamentar da Infraestrutura, afirmou que o Congresso está pronto para analisar o novo marco legal da mineração. Ele fez um apelo ao governo e alertou para a urgência das novas regras que devem ti-

B2

rar o setor da estagnação e garantir recursos para os municípios afetados pela atividade. “O cidadão que sofre com a poluição e com as estradas ruins, decorrentes do tráfego de caminhões que transportam minérios, precisa ter a devida recompensa com a melhoria da infraestrutura, da saúde, da educação, enfim, o investimento desses recursos de forma organizada não só no município mas também em toda área adjacente”, disse.

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com MAPA DA VIOLÊNCIA (1) O mapa das mortes violentas nos primeiros dois meses do ano não mostrou, quando comparado com o mesmo período do ano passado, mudança de tendência, apesar dos anúncios feitos pelas autoridades da segurança pública local. Apenas o número de mortes por arma branca apresenta queda na soma das ocorrências em janeiro e fevereiro. Em 2012 foram registradas 26 mortes por arma branca e, no mesmo período em 2013, forma registrados 7 mortes. MAPA DA VIOLÊNCIA (2) Com relação ao suicídio, que nos dois primeiros meses de 2012 teve o registro de 4 mortes, nesse mesmo período, em 2013, o número de ocorrência por morte devido suicídio subiu para 13, correspondendo a um aumento de 225%, certamente um dos mais altos do Brasil. Com relação ao trânsito, nos dois primeiros meses do ano, tanto em 2012, como em 2013, foram registradas 14 mortes. BURACÃO Continua desafiando a paciência da população e a competência dos gestores responsáveis pela manutenção da orla da cidade, seguramente um dos mais importantes setores turísticos de Macapá, um buraco de aproximadamente 10 metros quadrados de boca e dois metros de profundidade, na calçada do trecho entre a Fortaleza de Macapá e o Trapiche Eliezer Levi. Um perigo para as pessoas que andam por ali e uma vergonha para os responsáveis pelo local. RECLAMAÇÃO Vencidos os primeiros dois meses do ano e os prefeitos municipais continuam reclamando dos seus antecessores. Alegam que foram muitos os desmandos e ocorridos nos municípios com pequena receita pública, como o caso de Pracuúba e considerável receita pública, como é o caso de Macapá. Os prefeitos do interior alegam que se ficar por lá, lamentando, jamais irão resolver os problemas e, por isso, passam semanas em Macapá, querendo falar com agentes do Estado. PRONTO SOCORRO Apesar da propaganda e das informações que chegam ao conhecimento da imprensa, os usuários do Hospital do Pronto Socorro continuam reclamando, e muito, da forma como são tratados os pacientes ali naquela casa de saúde. São repetidas as reclamações com relação àquelas pessoas internadas para submeter-se à cirurgia, consideradas simples, como a de um braço ou perna quebrada. Os pacientes esperam mais de um mês para serem operados. AVALIAÇÃO Alguns deputados estão estranhando a submissão exagerada que a mesa da Assembléia Legislativa está aceitando a partir de “ordens” vinda do Setentrião, ou até o Ministério Público. Alegam que os deputados que dirigem a Casa estão temerosos demais desde o começo do ano quando aceitaram devolver e redistribuir 24 milhões de reais do orçamento da AL. Segundo os deputados descontentes o valor poderia ser muito

bem devolvido, mas vinculado a, por exemplo, terminar o anexo da Assembléia que virou uma garagem mal acabada e muito cara. DIFICULDADES Os funcionários da Eletronorte disseram-se surpresos com a decisão da alta direção da empresa em encerrar as atividades administrativas aqui em Macapá, muito embora essa fosse uma possibilidade levantada, desde 2009, quando foi definida a data da inserção de Amapá como consumidor do operador nacional de energia, através do Linhão do Tucurui, anunciado como uma grande conquista para o Amapá. Se os funcionários não foram informados, mas os dirigentes sabiam. CUSTO BRASIL O governo federal, através de sua área de análise econômica e de conjuntura, devido o resultado, considerado muito fraco, do Produto Interno Bruto (PIB) do ano passado, quando não alcançou a 1% de crescimento, depois de ter sido planejado entre 4% e 5%, avaliou que as medidas que o país precisa tomar e que já estavam prontas, para baixar o Custo Brasil, precisam ser tomadas este ano, pois no ano que vem é ano de eleição e o desgaste político pode ser ainda maior da presidente que vai a reeleição em 2014. AS MUDANÇAS O governador do Estado está procurando apenas o momento mais adequado e a oportunidade mais apropriada, para realizar a mudança na Secretaria de Infraestrutura, exonerando de lá o atual secretário Joel Banha, viria para a Assembléia Legislativa, em uma engenharia política onde não seria afetado o recém empossado deputado do PT Zé Luis, mesmo que o PSB ficasse sem representante na AL, pois, nesse caso, o deputado Balieiro seria o sacrificado, indo para o Detran, que o atrai muito. Para a Seinf, Amilton Lobato Coutinho, que está na Caesa, é o nome mais forte. RESULTADO INDESEJADO O vice-presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, alertou os poderes públicos para o fato de que a implementação do Processo judicial Eletrônico (PJe), da forma como vem sendo conduzida e sem a infraestrutura adequada, vai acabar resultando na exclusão do advogado e dos cidadãos, em prejuízo da necessária inclusão e acesso à Justiça. MICHEL TELÓ Relatório divulgado pelo IFPI - Federação Internacional da Indústria Fonográfica com os números das vendas (físicas e digitais) de 2012 mostrou que a indústria fonográfica começa a se reerguer após chegar ao fundo do poço. Já os fenômenos da música pop continuam dando as cartas. Na lista divulgada dos dez singles mais vendidos do ano passado, Michel Teló apareceu na sexta posição com seu hit ‘Ai se eu te pego’ e impressionantes 7,2 milhões de cópias vendidas, fazendo o sertanejo chegar ao topo do ranking em 23 países da Europa e América Latina.


Geral

JD

B3

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Luta pelo retorno do Plano Collor chega à Assembleia Legislativa do Amapá Parlamento estadual deve encontrar meio legal para garantir apoio aos professores, que tentam reverter perdas salariais

A

convite da deputada estadual Marilia Góes (PDT), representantes de uma comissão de professores do ex-Território Federal do Amapá participaram da sessão de ontem da Assembleia Legislativa, no horário do Grande Expediente. Eles foram pedir apoio do Legislativo na batalha pela recuperação de perdas salariais sofridas em função da suspensão de parcela de seus vencimentos relacionadas ao Plano Collor. Em 2011, o governo federal suspendeu o pagamento desses valores, por considerá-los indevidos, o que, em alguns casos, representou uma redução de mais de 80% dos salários. Composta por 11 membros, a Comissão precisa angariar recursos financeiros para custear as despesas de viagens de seus representantes até Brasília, onde acompanham o andamento do processo judicial que tramita no Supremo Tribunal Federal STF, há cerca de dois anos, visando reaver as parcelas suprimidas dos salários. Solidária à luta dos professores Marília Góes, alerta aos demais deputados que é dever do Poder Legislativo abrir as portas e somar esforços com estes

A parlamentar pedetista lembra que isso representa uma queda de mais de R$ 6 milhões mensais em volume de recursos circulando na economia amapaense.

servidores, tendo em vista todas as circunstâncias sociais e financeiras que o processo envolve. “São 3.428 professores federais do ex-Território que sofreram essa perda terrível em seus salários”, explica a deputada. A parlamentar pedetista lembra que isso representa uma queda de mais de R$ 6 milhões mensais em volume de recursos circu-

lando na economia amapaense. “Essa não é uma causa só dos professores, com suas famílias assoladas pelo endividamento, mas de todo o Estado, que sofre o impacto da queda drástica no poder aquisitivo dessas pessoas”, analisa ela, que também enfatizou a dramática situação que todas estas famílias tem vivido, chegando a afetar até mesmo a saúde física e

metal de alguns. Graves fatores que contribuem para o aumento dos impactos sociais no Amapá. Marilia defende que a Assembleia Legislativa busque um meio legal de apoiar a luta dos professores. Segundo o presidente do Sinsepeap, Aroldo Rabelo, um dos integrantes da Comissão que ocupou a tribuna da AL ontem, os

Conselho apoia investigação da Polícia Federal em crimes contra jornalistas

O

Conselho de Comunicação Social do Congresso vai enviar a deputados e senadores um ofício de apoio à proposta de federalização de crimes cometidos contra profissionais da comunicação. A medida está prevista no Projeto de Lei 1078/11, do deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP), que permite a participação da Polícia Federal na investigação de crimes contra a atividade jornalística em que houver omissão ou ineficiência das autoridades locais. Reunidos na segunda-feira (4) no Senado, os integrantes do colegiado pediram ainda prioridade para a tramitação do projeto e recomendaram que o texto abranja todos os trabalhadores envolvidos na produção jornalística. O argumento dos conselheiros é que não só jornalistas são mortos, mas também radialistas, blogueiros e mo-

toristas de empresas de comunicação, entre outros. “No ano passado, tivemos três assassinatos de repórteres e sete de radialistas ou de pequenos empresários de mídia. Isso demonstra, na prática, que não apenas os jornalistas têm de estar protegidos”, defendeu a vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas e conselheira suplente, Maria José Braga. Isenção Na opinião do relator da matéria no conselho, o representante dos radialistas, José Catarino do Nascimento, a federalização das investigações se justifica pela dificuldade dos municípios em atuar nesses casos. “Nos municípios, faltam delegado, investigador e escrivão, porque o Estado não se compromete com esses entes”, observou Nascimento.

Ronda Policial JOÃO BOLERO

Da 99,1 FM BLOG DO BOLERO Fevereiro fecha com 36 mortes violentas No mês de fevereiro registramos 36 mortes violentas em todo o Estado. SUICÍDIO e ARMA DE FOGO lideraram essa estatística com 9 óbitos cada. -Foram 9 casos de SUICÍDIOS, sendo 4 em Macapá, 2 em Cutias do Araguari, e 1 nas localidades de Santana, Fazendinha e Vitória do Jari. Foram 7 por enforcamento,

Conforme lembrou Maria José Braga, a federalização garantiria ainda a isenção das investigações. Muitos crimes, disse a dirigente, deixam de ser investigados por conta de interesses locais e há casos, por exemplo, em que policiais civis e militares estão envolvidos. O PL 1078/11 aguarda análise da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Outros assuntos O conselho aprovou ainda o entendimento de que os juízes não podem determinar o recolhimento de biografias não autorizadas antes de sua disponibilização ao público. Foi aprovada a redação final do relatório sobre as restrições que têm sido impostas à comercialização de biografias não autorizadas de personalidades brasileiras. De acordo com o parecer, qualquer resposta

judicial deve ocorre somente após a publicação. A recomendação foi tomada a partir da análise do PL 393/11, do deputado Newton Lima (PT-SP), que tem o objetivo de garantir a divulgação de imagens e informações biográficas sobre pessoas de notoriedade pública. Também foi aprovada a redação final de relatórios referentes a alterações no regimento interno do colegiado e sobre a lei de criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC – Lei 11.652/08). Conselho Criado pela Constituição de 1988, o Conselho de Comunicação Social funciona como órgão auxiliar do Congresso na elaboração de estudos, pareceres e recomendações, entre outras solicitações dos parlamentares, sobre assuntos relacionados à comunicação e à liberdade de expressão.

1 por envenenamento e 1 por arma de fogo. Todos do sexo masculino. Foram 9 homicídios por ARMAS DE FOGO: sendo 8 em Macapá e 1 em Santana. Todos do sexo masculino. Em 3º lugar o TRÂNSITO: com 6 óbitos, sendo 2 em Macapá e 2 na BR-156, e 1 nas localidades de Santana, Paredão (Ferreira Gomes). Onde 3 estavam de moto, 2 de carro e 1 era pedestre. 5 do sexo masculino e 1 do sexo feminino. Em 4º lugar AFOGAMENTO E ARMA BRANCA com 4 óbitos cada: -Foram 4 óbitos por afogamento: sendo 2 em Santana e nas localidades de Bailique e Pracuúba. Todos do sexo masculino. -Foram 4 óbitos por arma branca: sendo 1 nas localidades de Macapá, Santana, Paredão (Ferreira Gomes) e Lourenço (Calçoene), 3 do sexo masculino e 1 feminino. Em 6º lugar ASFIXIA: com 3 óbitos, sendo 2 por acidente

educadores tem grandes chances de sucesso na disputa judicial. Mas, para isso, é importante que a Comissão possa acompanhar de perto a votação do processo, impetrado pelo servidores do Ceará, mas que beneficia também os amapaenses. “Temos uma reunião marcada como o ministro Gilmar Mendes (do STF) nesta terça-feira, às 18 ho-

ras em Brasília”, explica o sindicalista. O ministro pediu vistas do processo, no momento em que a votação no STF estava 4 a 3 em favor dos servidores. Além do contato com Gilmar Mendes, os servidores amapaenses tentam conseguir uma audiência com o presidente do Supremo, ministro Joaquim Barbosa, para sensibilizá-lo a respeito do assunto.

Instituto de Pesos e Medidas inicia aferição em táxis com terminação 8, 9 e 0

O

s taxistas de Macapá e Santana que ainda não realizaram o procedimento de aferição devem ficar atentos, pois o prazo final da vistoria será 31 de março. O Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Amapá (Ipem/ AP) iniciou sexta-feira, 1º, a aferição dos táxis com terminação 8, 9 e 0. O número de táxis aferidos, este ano, é o esperado pelo Instituto e corresponde a 90% de 1.038 veículos. A aferição é realizada anualmente num período de três meses. Em janeiro foi feita nas placas com terminação 1, 2, 3 e 4; em fevereiro será em veículos com terminação 5, 6 e 7; e, em março, os de terminação 8, 9 e 0. Para executar a vistoria é necessário que o taxista apresente os seguintes documentos: certificado de verificação do Ipem do ano anterior (2012); Certificado

de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV); cartão de identificação de autônomo; selo de vistoria de 2012; e GRU pago. Segundo informações do coordenador técnico operacional do Ipem, Marcelo Nunes, os profissionais que não comparecerem à sede do Instituto para a mudança de tarifa e verificação do taxímetro estão infringindo a Portaria nº 201/2002, do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e, consequentemente, poderão ser autuados e multados. O proprietário de veículo pode obter mais informações sobre o assunto por meio do número 0800.280-8844. A aferição está sendo feita em dois períodos na sede do Ipen/APrgão, localizada na Avenida Aurino Borges de Oliveira, 1278, bairro São Lazaro, até o final de março de 2013.

doméstico e 1 por homicídio. Sendo 2 do sexo masculino e 1 do sexo feminino. E 1 homicídio por AGRESSÃO FÍSICA: em Vitória do Jari. Uma criança do sexo feminino (3 anos). Vingança ou acerto de contas? Homem é assassinado com três tiros no Zerão. Foi por volta das 08h14min da noite de sábado (2) que aconteceu mais um homicídio na Capital. A vítima foi o FLANKLIN ANDRÉ OLINTO DE ABDINO (22), que estava parado próximo a primeira Arena do Zerão, quando dele se aproximou um homem que estava de moto, que sacou de uma arma de fogo e disparou pelo menos três tiros no Flanklin e em seguida fugiu. A vítima morreu no local, pois um dos tiros lhe atingiu a cabeça, outro nas costas e outro no antebraço esquerdo. A polícia já sabe que o acusado atende pelo prenome de Carlos, vulgo “Tatuzinho”, mas até agora, ele não foi preso.


DiaDia

JD

B4

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Aumento do preço do combustível leva Procon a fiscalizar postos de Macapá Postos que estiverem cobrando preços acima do mercado terão de comprovar o motivo do aumento

D

evido ao aumento do preço do combustível registrado nos últimos dias, o Instituto de Defesa do Consumidor do Amapá (Procon/AP) realiza, nos dias 4 e 5, uma pesquisa de campo nos principais postos de Macapá e Santana no período da manhã e da tarde. A ação é resultado de um trabalho desenvolvido por uma equipe de fiscais qualificados. Os primeiros postos a serem fiscalizados são os mais frequentados e que estão localizados nos bairros centrais das duas cidades. Os postos que estiverem cobrando preços acima do mercado terão de comprovar, por meio de notas fiscais, o motivo do aumento do produto e deverão demonstrar, claramente, a necessidade do aumento aplicado. A diretora do Procon, Nilza Amaral, explica que todas as empresas que forem notificadas terão um prazo de até dez dias para apresentarem as docu-

mentações junto ao Procon, onde serão criteriosamente analisadas. “É importante ressaltar que qualquer irregularidade, tanto relacionada ao aumento, porventura sem justificativa, ou trabalhos de rotina como verificação de preços e litragem, poderá resultar em autuação”, adverte Nilza. A consumidora Margarete Pena, que estava abastecendo no momento da ação, disse estar satisfeita com a atuação do Instituto, mostrando-se surpresa com a iniciativa e a abordagem. “É muito importante a atuação do Procon, principalmente na fiscalização do combustível, porque é comum encontrarmos variação de preços em diversos postos. É impressionante como o combustível no centro da cidade é mais caro que nos bairros mais afastados. Na Zona Norte, encontramos combustível com diferenças marcantes de preço”, conclui Margarete.

CELIANE FREITAS

Os postos que estiverem cobrando preços acima do mercado terão de comprovar, por meio de notas fiscais, o motivo do aumento do produto e deverão demonstrar, claramente, a necessidade do aumento aplicado.

Nova presidência assume o Judiciário nesta terça-feira

Desembargador Luiz Carlos Gomes dos Santos (abaixo) assume a presidência do Poder Judiciário amapaense; na Vice-Presidência o decano da Casa, desembargador Dôglas Evangelista Ramos (centro); o desembargador Constantino Augusto Tork Brahuna (esq) será o Corregedor-Geral da Justiça. No referido período, o desembargador Gilberto de Paula Pinheiro (dir) será o Diretor da Escola Judicial do Amapá

desembargador Dôglas Evangelista Ramos; o desembargador Constantino Augusto Tork Brahuna será o Corregedor-Geral da Justiça. No referido período, o desembargador Gilberto de Paula Pinheiro será o Diretor da Escola Judicial do Amapá.

A

cerimônia oficial será no Teatro das Bacabeiras, às 18h desta terça-feira (5). A partir desse momento, o desembar-

gador Luiz Carlos Gomes dos Santos assume a presidência do Poder Judiciário amapaense; na Vice-Presidência o decano da Casa,

Perfil dos desembargadores Natural de Belém/PA, o desembargador Luiz Carlos Gomes dos Santos graduou-se em Direito pela UFPA em 1977. Inscreveu-se como advogado, na OAB - Secção do Amapá, em 1978, onde fez parte do Conselho Seccional até 1981. Em 1978 foi aprovado em concurso para o cargo de advogado do TFA, permanecendo até 1981. Ele ingressou no MPDFT, por concurso público, em 1981, no cargo de Defensor Público. Foi promovido

a Promotor Substituto, depois a Promotor Público e, finalmente, a Promotor de Justiça, cargos que exerceu no então Território Federal do Amapá. Foi nomeado desembargador na primeira formação deste Tribunal, em 1991. Assumiu os cargos de corregedor, vice-presidente e presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá, por duas vezes, onde conduziu a implantação do voto eletrônico no Amapá em 1996. No TJAP foi corregedor da justiça por duas vezes, vice-presidente e presidente. Pela segunda vez assumirá a presidência da Corte de Justiça Amapaense. O desembargador Dôglas Evangelista Ramos é natural de Barreiras, no estado da Bahia. Bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Estudos Sociais Aplicados da Universidade de Brasília – UNB em 1971.

Exerceu a magistratura de 1º grau nos Estados de Rondônia e Amapá. Ele foi o primeiro Desembargador empossado no Tribunal de Justiça do Estado do Amapá e também o primeiro presidente, vindo a assumir novamente esse cargo no biênio 2009/2011. Nos dois últimos anos esteve à frente da Escola Judicial do Amapá – EJAP, onde realizou excelente trabalho. Assume pela 2ª vez a vice-presidência desta Corte. O Desembargador Constantino Augusto Tork Brahuna é paraense, nascido em Belém. Bacharelou-se em Direito pela UFPA em 1973. Foi procurador do Estado do Pará; sub-chefe e chefe da casa civil do Governo paraense. Em 1991 ingressou na magistratura do Estado do Amapá como Juiz de terceira entrância, sendo removido por merecimento para a 1ª

Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca da capital em 1994. Em 2011, foi promovido, por merecimento, ao cargo de desembargador. O desembargador Gilberto de Paula Pinheiro nasceu em Macapá/AP. Bacharelou-se em Ciências Jurídicas no CESUPA e em Ciências Econômicas pela UFPA. No Pará, exerceu as funções de Delegado de Polícia, Promotor de Justiça, Promotor Eleitoral, Juiz de Direito e Juiz Eleitoral. Na condição de Desembargador foi corregedor e vice-presidente por duas oportunidades, e presidente do Tribunal de Justiça do Amapá. Foi, ainda, vice-presidência da AMB-Região Norte. Profundo conhecedor de assuntos amazônicos, palestrou em países da Europa, Américas do Sul, Central e do Norte.

Linhas urbanas ganham vinte novos ônibus hoje O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) apresenta ao prefeito Clécio Luís na próxima terça-feira, 5 de março, 20 novos ônibus que serão incorporados à frota urbana. O evento está marcado para as 9h ao lado do Teatro das Bacabeiras. São 10 ônibus da empresa Siãothur, 5 da Expresso Marco Zero, 3 da Amazontur e 2 da Capital Motena. Boa parte dos veículos são do modelo B270F. São chassis Volvo e Mercedes Benz e carrocerias Mascarrelo, Marcopolo e Comil.

Os veículos equipados com a nova motorização Euro 5. Eles seguem a norma Proconve P7 do Conama, reduzindo a emissão de poluentes por motores diesel. “Com o objetivo de reduzir a emissão de poluentes dos veículos automotores, aprimorar a qualidade dos combustíveis e conscientizar a população sobre a poluição, o Conava criou o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores. O Programa foi criado em 1986, e passou por cinco diferentes fases desde então,

resumindo-se à exigência de medidas tecnológicas, por parte das montadoras e distribuidoras de combustível, de modo à gradativamente, diminuir o índice de poluentes no ar. A partir de janeiro de 2012 entrou em vigor a fase P7, visando diminuir significamente a emissão de NOx (óxido de nitrogênio) e material particulado”, explica o engenheiro Artur Sotão. Todos os ônibus são adaptados para cadeirantes. O Setap estima para 2014 que 100% da frota urbana e intermunicipal seja

de veículos com acessibilidade para cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida, obesos e idosos. A cada renovação de frota, as empresas locais incorporam veículos adaptados, democratizando o acesso das pessoas com necessidades especiais ao transporte público. Atualmente, 186 veículos compõem a frota de ônibus, sendo 147 a frota operante. Em 2008, existiam apenas dois ônibus adaptados com elevadores. Hoje são 99, o que representa 67% da frota. Há empresas, como a Amazontur, em que

todos os veículos já são adaptados. A Sião Thur deve também chegar nesta marca em 2013. Entre 2009 e 2012 foram incorporados à frota 54 ônibus novos, todos com acessibilidade, um investimento de mais de R$ 13 milhões. Hoje a média de idade dos ônibus de Macapá é de 4.3 anos, bem abaixo da média nacional, que é de 5.5 anos. Somente este ano, para a compra dos 20 veículos fora feitos investimentos de R$ 5 milhões e 200 mil. “Mantendo o padrão da frota, as empresas busca-

ram no mercado nacional novos e modernos veículos que permitem a acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência e de mobilidade reduzida ao transporte com mais conforto e segurança, antecipando em um ano a obrigatoriedade desse benefício, previsto na legislação brasileira, conforme especificações da Norma Brasileira 14022, que atendem dispositivos do Decreto Federal nº 5296, que trata da acessibilidade, dando condições para que portadores de necessidades especiais.


CadernoC

Atualidades

Editora: Cristiane Coutinho - cris-coutinho@hotmail.com

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Pensar demais antes de agir pode levar à estagnação Raciocinar demais diante das situações é uma tentativa de dominar todas as possibilidades e efeitos das nossas decisões.

E

starmos sempre antenados, em busca constante por informações, é uma cobrança da vida moderna. Aparentemente, quanto mais conhecimento adquirimos, mais bem preparados estamos para enfrentar situações desafiadoras. Por outro lado, o excesso de considerações pode prejudicar o impulso humano fundamental: a ação. “Raciocinar demais diante das situações é uma tentativa de dominar todas as possibilidades e efeitos das nossas decisões. Só que, com isto, diminui a nossa capacidade de ação e podemos ter dificuldade para encontrar soluções criativas”, explica a psicóloga Elisa Villela, doutora em desenvolvimento humano pela USP. Assim, pensar menos pode permitir a descoberta de saídas mais inovadoras para os mesmos problemas, o que só é possível quando acessamos um conhecimento previamente adquirido, que alguns especialistas chamam de intuição. Em linhas gerais, a reflexão pode e deve ser o primeiro passo para a tomada de atitude. No entanto, se ela começar a bloquear os movimentos e provocar estagnação, também pode sugerir uma insegurança sobre o próprio potencial, que precisa ser investigada com mais cuidado. “Algumas pessoas postergam decisões por acreditarem que o repertório de informações que possuem nunca é suficiente”, alerta a doutora em psicologia clínica Maria Elisabeth Montagna, professora da PUC de São Paulo. O ponto de equilíbrio A solução, portanto, não é deixar de pensar antes de agir, mas, na medida do possível, con-

O excesso de considerações pode prejudicar o impulso humano fundamental: a ação

ciliar impulsividade e raciocínio. “Em determinadas situações, é importante se dar ao direito de agir num ímpeto. Tomar decisões e assumir determinados comportamentos pode implicar em se permitir ser agressivo, mas não no sentido destrutivo. Estamos falando daquela agressividade vital que todos nós precisamos para delimitar nosso espaço no mundo”, defende Elisa. Para conseguir agir dessa maneira, a psicóloga explica que maturidade e um bom nível de autoconhecimento são essenciais. Com isso, é possível atender aos próprios desejos sem perder o contato com a realidade. “Em alguns casos, pode ser benéfico pensar um pouco menos e adotar comportamentos emocionais, independente das consequências não tão positivas a médio e longo prazo”, afirma Reginaldo do Carmo Aguiar, psicólogo especialista em terapia comportamental. “Isso

não significa ser inconsequente, mas ter ideias e pensamentos flexíveis, aceitando que erros fazem parte da vida”, acrescenta. A intuição a seu favor Na hora de decidir também vale tirar proveito da intuição, ou seja, aquela sensação que nos aparece repentinamente trazendo uma certeza íntima sobre a validade de determinada atitude, mesmo quando somos incapazes de explicá-la de forma objetiva. “A intuição é a habilidade de processar informações inconscientemente, sem a intervenção do raciocínio lógico. Ela se desenvolve por meio de experiências e memórias acumuladas no decorrer da vida”, define a psicóloga Katia Rech, do Centro de Desenvolvimento da Intuição e Criatividade. É como se tudo o que você viveu e aprendeu fosse arquivado e, quando é necessário, estas informações se organizam e surgem à mente

num insight, sem que você consiga identificar os passos que levaram até a essa ideia. “Nunca temos certeza absoluta a respeito de uma intuição e, por isto, tendemos a descartá-las sem verificar sua veracidade e aplicação”, declara Katia. Segundo a especialista, quando há pouca informação disponível e é necessário tomar uma decisão, esta capacidade pode ser mais útil do que questionar-se repetitivamente em busca de uma certeza. Meditação, ioga, técnicas de relaxamento e atividades ligadas à arte são maneiras de conectar-se a si mesmo e de desenvolver ainda mais a intuição. Contudo, deve-se saber o momento de usá-la e quando é preciso submeter os sentimentos íntimos à uma reflexão mais profunda. E, sobretudo, cuidar para que esta reflexão não se prolongue indefinidamente, levando ao estado improdutivo de inércia. (bol)

‘Eliminação’ de HIV em bebê não abre caminho para cura em adultos

O

caso de um bebê americano que, após ter a infecção por HIV detectada, foi tratado com uma combinação de medicamentos e teve o vírus reduzido a níveis indetectáveis por exames comuns, o que foi considerado uma “cura funcional”, não cria, em princípio, nova perspectiva de eliminação do vírus em adultos, segundo explica o médico Adilson Westheimer, infectologista do Hospital Heliópolis e da Faculdade de Medicina do ABC, ambos na Grande São Paulo. “Esse não é o caminho para a cura em adultos. O que foi apresentado pode trazer um direcionamento para cura em recém-nascidos”, explica Westheimer, que considera o anúncio deste domingo (3), nos EUA, “uma excelente notícia”. Como se trata de apenas um caso, ainda há muito a ser estudado para entender se essa abordagem pode ser repetida com os mesmos efeitos em outros indivíduos. “O importante é o paciente sob tratamento

continuar se tratando. Foi uma descoberta importante porque a criança recém-nascida foi tratada com três remédios, quando normalmente se usa apenas um. O tratamento precoce e o uso de mais remédios pode ter ajudado”, afirma o infectologista do Instituto Emílio Ribas, Caio Rosenthal. “Foi uma ótima notícia. Sempre que se fala em cura cientificamente evidenciada, é sempre muito bom para a medicina”, acrescentou. Combinação O bebê foi tratado com uma combinação de remédios que fez com que o vírus praticamente desaparecesse de seu corpo. Em adultos, o HIV também pode ter sua presença reduzida com medicamentos, mas, quando estes são suspensos, o vírus volta a proliferar porque fica em latência em várias partes do corpo, como gânglios linfáticos, células do sistema intestinal e do sistema nervoso central, entre outros. Em recém-nascidos, os

pontos onde o vírus pode ficar latente ainda est��o em desenvolvimento, por isso ele não consegue se instalar da mesma forma que em adultos, nota Westheimer. O caso apresentado nos EUA tem outra especificidade: a mãe não sabia que tinha o HIV, por isso o bebê foi infectado. Mães que fazem pré-natal, caso tenha o vírus detectado, já começam a tomar medicação, assim como o bebê, quando nasce. “Se for feita a profilaxia com medicamentos, a chance de transmissão é praticamente zero”, aponta o médico do Hospital Heliópolis. No Brasil, a maioria das mulheres faz o pré-natal. Um eventual método de tratamento resultante do caso apresentado nos EUA poderia ser útil em lugares onde há muitos casos de crianças que nascem sem que as mães saibam que têm o HIV, como em alguns países africanos, onde a incidência da Aids é mais alta. Entenda o caso Pesquisadores dos Es-

tados Unidos apresentaram o que, segundo eles, é o primeiro caso documentado de “cura funcional” de uma criança infectada pelo HIV. A cura funcional ocorre quando a presença do vírus é tão mínima que ele se mantém indetectável pelos testes clínicos padrões e discernível apenas por métodos ultrassensíveis. Ela é diferente da cura “por esterilização” (que pressupõe uma erradicação completa de todos os traços virais do corpo), mas significa que o paciente pode se manter saudável sem precisar tomar remédios por toda a vida. O estudo foi realizado por cientistas do Centro da Criança Johns Hopkins, da Universidade do Mississippi e da Universidade de Massachusetts, e apresentado em um congresso médico em Atlanta. A descoberta, segundo eles, pode ajudar a abrir caminho para eliminar a infecção pelo vírus em outras crianças. (G1)

DF começa a vacinar meninas de 11 a 13 anos contra o HPV

O

governo do Distrito Federal (GDF) vai iniciar esta semana a vacinação contra o papilomavírus humano (HPV) em meninas de 11 a 13 anos que estudam em escolas públicas e privadas. A imunização será feita no próprio colégio por profissionais da Secretaria de Saúde. Além disso, os professores foram capacitados para orientar pais e alunos quanto à importância da imunização e de seguir o cronograma de doses. A criança ou adolescente na faixa etária definida precisa de autorização dos pais para receber a dose, aplicada em três etapas. De acordo com a secretaria, os pais estão sendo orientados pelos colégios para permitir a vacinação. Em setembro do ano passado, o Senado aprovou projeto de lei que prevê que meninas de 9 a 13 anos tenham o direito de receber gratui-

tamente na rede pública de saúde a vacina contra o HPV. O texto, de autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ainda precisa ser analisado pela Câmara dos Deputados. A Secretaria de Saúde do DF, em parceria com a Secretaria de Educação, decidiu imunizar, em um primeiro momento, apenas meninas de 11 a 13 anos em razão do preço elevado da vacina. A expectativa é que, nos próximos anos, toda a faixa etária prevista no projeto receba a dose. O GDF destacou que a dose é nova no calendário de vacinação da rede pública, mas tem a eficácia garantida. Reações adversas como febre podem ser registradas como em qualquer outro processo de imunização. O alerta maior é que a vacina protege apenas contra o HPV e não previne as demais doenças sexualmente transmissíveis (DST). (agenciabrasil)

FNDE recebe prestação de contas de estados, municípios e Distrito Federal

E

stados, municípios e Distrito Federal devem prestar contas ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) dos recursos recebidos em 2011 pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) até 9 de março. Além disso, os gestores devem informar à autarquia os dados sobre os investimentos feitos em educação em 2012. Pela Constituição Federal, estados e municípios devem investir em educação pelo menos 25% de sua arrecadação de tributos. O prazo vai até 30 de abril para os municípios e até 31 de maio para os estados e Distrito Federal. No caso da prestação de contas do PNAE, aqueles que não cumprirem o prazo podem ficar sem os recursos do governo federal para a alimentação escolar enquanto não regularizarem a situação. Os gestores devem encaminhar os dados pelo Sistema de Gestão de Prestação de Contas (SiGPC), também conhecido como contas online, disponível no portal eletrônico do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). De acordo com o FNDE, até o fim da tarde desta quinta-feira (28), mais de 3,9 mil prefeituras de 22 estados, ou seja, 70% dos municípios, ainda não haviam prestado contas dos recursos da alimentação escolar no contas online. Os novos prefeitos que

ainda não têm senha do sistema devem entrar em contato com a central de atendimento pelo telefone 0800-616161. O FNDE disponibilizou também um guia para auxiliar os gestores na prestação de contas. Após o fim do prazo, as contas serão analisadas e um parecer será enviado pelos profissionais responsáveis ao FNDE até o dia 23 de abril. A partir dessa data, as informações receberão ou não a aprovação da autarquia. Segundo o FNDE, o orçamento do PNAE para este ano é de R$ 3,5 bilhões, para beneficiar mais de 44 milhões de alunos da educação básica, incluindo o ensino de jovens e adultos. Além das contas do PNAE, autarquia recebe também, desde a segunda-feira (25) os dados sobre os investimentos feitos em educação em 2012. Eles devem ser enviados pelos municípios, estados e Distrito Federal por meio do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope). Nesse caso, quem não cumprir o prazo ou não conseguir comprovar que investiu 25% do orçamento em educação fica inadimplente no Cadastro Único de Convênios (Cauc) do governo federal. Com isso, deixa de receber os recursos de transferências voluntárias da União e fica impossibilitado de firmar novos convênios com órgãos federais. (agenciabrasil)


JD

Economia

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

C2

Editora: Cristiane Coutinho - cris-coutinho@hotmail.com

Brasil não pega ‘pneumonia’ com ‘espirro’ da crise externa, diz Dilma

Presidente participou de entrega de moradias populares em João Pessoa. Ela citou avanços na economia.

Dilma com prefeitos em João Pessoa no evento de entrega de moradias populares do Programa Minha casa Minha Vida.

A

presidente Dilma Rousseff afirmou ontém (4), durante evento de entrega de moradias populares do pro-

grama Minha Casa Minha Vida em João Pessoa, que o Brasil “está mudando” e que o país não “pega pneumonia” quando há

um “espirro” da crise econômica mundial. “O Brasil vem mudando. Nós aumentamos a oportunidade de trabalho, re-

duzimos o desemprego, demos uma correção para o salário mínimo. Quando há crise lá fora, um espirro, o Brasil não pega pneu-

Receita recebe 534,7 mil declarações do Imposto de Renda em quatro dias

N

os quatro primeiros dias de entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2013, mais de meio milhão de contribuintes acertaram as contas com o Leão. Até a tarde de ontém (4), a Receita Federal tinha recebido 534.776 declarações. O prazo de entrega começou na última sexta-feira (1º) e vai até as 23h 59min 59s de 30 de abril. Neste ano, o Fisco espera receber mais de 26

milhões de declarações, ante 25.244.122 do ano passado. O programa gerador está disponível na página da Receita Federal desde 25 de fevereiro. Para transmitir a declaração é preciso instalar também o Receitanet, disponível no mesmo endereço. A Receita publicou um passo a passo na internet com os procedimentos para a entrega da declaração. Está disponível ainda um manual com perguntas e respostas

sobre o preenchimento do documento. O contribuinte conta ainda com uma animação sobre a instalação do programa. Além da internet, a declaração poderá ser encaminhada em disquetes de computador nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, durante o horário de funcionamento das agências. A multa mínima para a entrega após o prazo é R$ 165,74. As regras para a entrega da declaração estão na

Instrução Normativa 1.333, publicada no Diário Oficial da União em 19 de fevereiro. Entre os obrigados a declarar, estão os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 24.556,65 em 2012. Também está obrigado a declarar o contribuinte que recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil. (agenciabrasil)

Arrecadação sobe R$ 100 bilhões e carga tributária bate recorde

C

om R$ 100 bilhões a mais arrecadados em 2012, a carga tributária, que é a relação entre impostos e riquezas produzidas no país, bateu o recorde: ficou em 36,27% do PIB (Produto Interno Bruto), 0,25 ponto percentual a mais do que em 2011. O total de impostos recolhidos de 2012 ficou em R$ 1,59 trilhão, ante R$ 1,49 trilhão em 2011. Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), que divulgou estudo nesta segunda-feira (4), os brasileiros têm pago mais impostos na última década.

Em dez anos, a carga tributária cresceu 3,63 pontos percentuais, média de 0,36 ponto percentual ao ano. Apesar dos cortes de tributos em 2012, como o desconto do IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) para automóveis, o total arrecadado não diminuiu. “Nem mesmo as desonerações e o fraco desempenho do PIB conseguiram diminuir a carga tributária brasileira”, disse o coordenador de estudos do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral. O IBPT havia previsto queda da carga tributária de 2012, mas com a alta arre-

cadação em novembro e dezembro e o fraco desempenho do PIB a arrecadação foi recorde, diz o especialista. O estudo do instituto aponta que a arrecadação para a Previdência Social foi a que mais cresceu (R$ 30,73 bilhões a

mais do que em 2011). O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) foi o segundo imposto que mais cresceu (R$ 28,48 bilhões), seguido da Cofins (R$ 16,39 bilhões) e Imposto de Renda (R$ 14,33 bilhões).

monia, temos R$ 378 bilhões de reserva”, afirmou a presidente. Dilma disse também, a exemplo do que já fez em outros discursos recentes, que prentede que o Brasíl se torne um “país de classe média”. “Nós queremos um país de classe média, de renda média, um país em que as pessoas sejam consumidoras, tenham seus direitos de consumidores respeitados, a sua casa de qualidade, acesso a saúde e a educação”, afirmou. No evento, o governo federal entregou também retroescavadeiras para 22 municípios da Paraíba. Além dos prefeitos das cidades beneficiadas, estava na cerimônia o governador do estado, Ricardo Coutinho, que discursou pouco antes de Dilma. Coutinho é do PSB, partido aliado do governo federal, mas que pode ser adversário do PT nas eleições de 2014, já que se cogita no meio político a candidatura do presidente do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo

Campos, para concorrer com Dilma. Sem citar o PSB e uma eventual candidatura de Campos, a presidente, durante o discurso, disse também que disputas no período da eleição não podem interferir na relação entre os políticos no exercício do mandato. “Nós podemos disputar eleição, brigar na eleição, fazer o diabo na hora da eleição. Agora, quando a gente está no exercício do mandato, temos de nos respeitar, porque fomos eleitos pelo voto direto do povo brasileiro”, afirmou a presidente. Dilma afirmou ainda que “não tem justificativa para nenhum governo perserguir quem não é do mesmo partido dele”. “Desde o início do governo Lula, nós mudamos a forma de relacionar. Os recursos são dados porque as pessoas precisam, os municípios, quem quer que seja. Nós não olhamos se o prefeito é de que partido, de que credo religioso, de que time de futebol”, concluiu a presidente. (G1)

Lucro real de BB, Bradesco e Itaú tem 1ª queda em 15 anos

A

pesar de terem apresentado altos lucros nominais em 2012, os três maiores bancos de capital aberto do país --Banco do Brasil, ItaúUnibanco e Bradesco-- tiveram queda no lucro ajustado pela inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). No ano passado, a lucratividade dos três bancos apresentou diminuição de 6,26% em relação à do ano anterior --o equivalente a R$ 2,49 bilhões. Foi a primeira queda desde 1996, segundo levantamento feito pela consultoria Economatica. Em 2012, o lucro real consolidado dos bancos foi de R$ 37,18 bilhões. No ano anterior, havia sido de R$ 39,67 bilhões. O resultado menor do ano passado interrompeu uma sequência de 15 anos de crescimento da lucratividade dos três bancos ajustada pela inflação. Em 1996, eles tiveram juntos prejuízo de R$ 16,15 bilhões, mas esse valor foi ocasionado pelo reconhecimento de perdas efetuado pelo BB no valor de R$ 19,8 bilhões, segundo a consultoria. No mesmo ano, o Itaú teve lucro de R$ 1,56 bilhões e o Bradesco, de R$ 2,17 bilhões. Para o estudo, a consultoria ajustou todos os lucros históricos pela infla-

ção medida pelo IPCA desde 1986 até dezembro de 2012. Em 86, primeiro ano analisado, os três bancos juntos tiveram lucro de R$ 4,08 bilhões. Cenário A economia global tem passado por um período desafiador, com a dificuldade das grandes potências em retomar o crescimento sustentável, em meio a diversos impasses políticos. Isso impacta fortemente o setor bancário mundial, inclusive aqui no Brasil. Por causa disso, segundo especialistas, a queda nos lucros dos bancos já era esperada, mas as operações dessas instituições mostraram sinais que alimentam boas perspectivas para o futuro. “A crise ainda não passou, mas o Brasil tem conseguido de alguma forma amenizar seus efeitos. Mesmo sendo natural a queda no lucro dos bancos, alguns fatores mostram que o setor está conseguindo segurar os impactos negativos do cenário macroeconômico”, disse Elad Revi, analista da Spinelli Corretora. “A taxa de inadimplência, por exemplo, é um desses sinais, pois, apesar de ter subido, ficou em níveis confortáveis tanto para os bancos privados quanto os públicos no ano passado”, completou Revi. (uol)

Brasil perdeu mercado por causa de entraves à competitividade, diz CNI

A

s exportações do Brasil perderam mercado não apenas por causa da crise econômica, mas também devido à baixa competitividade de sua produção industrializada. As declarações foram dadas pelo gerente executivo de pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Renato da Fonseca. A CNI divulgou ontém (4) o estudo Coeficientes de Abertura Comercial, que mostrou participação recorde das importações no consumo e exportações abaixo dos patamares de anos anteriores. Segundo o le-

vantamento, o coeficiente de de participação dos importados no consumo doméstico ficou em 21,6%, maior valor desde o início da série histórica em 1996. “Um país aberto, que exporta e importa, é bom. Se a participação [das importações] aumenta porque o país está entrando em cadeias produtivas, é uma coisa boa. Mas [no caso do Brasil] houve perda de competitividade muito mais do que integração na cadeia mundial de produção. Os coeficientes de exportação e importação deveriam crescer mais ou menos

iguais”, disse Fonseca. Para ele, os componentes do chamado custo Brasil compromentem as vendas externas. “Estamos perdendo mercado na América Latina, nos Estados Unidos. O Brasil tem ima ineficiência que se chamaria de sistêmica. Carga tributária elevada, problema de infraestrutura, carência de mão de obra qualificada, dificuldade de empresas e trabalhadores fazerem acordos pela falta de flexibilidade.” De acordo com Fonseca, a indústria espera recuperar as exportações este ano com as me-

didas para diminuir os custos de produção anunciadas pelo governo, como desconto na conta de energia e desoneração da folha de pagamento. Porém, diz Fonseca, ainda é cedo para prever qual será o impacto real das mudanças que entram em vigor neste ano. “Deve haver impacto de redução de custo, mas é preciso ver o resultado final. A expectativa de exportação da indústria [para 2013] está mais positiva. Esperamos que o coeficiente de exportação continue crescendo e o de importações diminua.”(agenciabrasil)


JD

C3

Geral

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Editora: Cristiane Coutinho - cris-coutinho@hotmail.com

Reunião para o conclave reúne 142 cardeais Pelos dados do Vaticano,142 cardeais estavam presentes na reunião, porém apenas 103, inclusive cinco brasileiros

A

primeira etapa da reunião preliminar do Colégio de Cardeais, na manhã de ontem (4), transcorreu em clima de serenidade, com a presença de 142 religiosos que decidiram enviar uma mensagem ao papa emérito Bento XVI. A reunião marca o início das conversas preparatórias para o conclave (quando será eleito o futuro papa). A expectativa é que a partir dessa reunião seja definida a data em que começará o conclave, que não tem prazo para terminar. Pelos dados do Vaticano,142 cardeais estavam presentes na reunião, porém apenas 103, inclusive cinco brasileiros, têm direito a votar no conclave, pois estão com menos de 80 anos. Na primeira etapa da reunião, os religiosos fizeram um juramento, baseado na Constituição da Igreja Católica Romana (Universi Dominici Gregis), sobre como se comportarão durante o encontro. Em entrevista coletiva, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que a reunião transcorreu em clima de serenidade e que uma mensagem será enviada a Bento XVI. A reunião foi dividida em duas fases – de manhã, que começou às 9h30 (5h de Brasília), e à tarde, que começará às 17h (13h de Brasília) “Há uma atmosfera de serenidade e muito construtiva. Há um desejo de participar ativamente e de forma muito clara, neste momento tão importante de discernimento sobre a situação da Igreja no mundo e os critérios para a escolha do novo pastor da Igreja universal”, disse o porta-voz. Na segunda etapa da reunião, há dois momentos de meditação, com intervalo de 30 minutos. À tarde, os cardeais deverão elaborar uma mensagem para Bento XVI. Segundo o porta-voz, as reuniões preparatórias são usadas também para que alguns cardeais, que ainda não se conhecem, tenham contato pessoal. Falso cardeal A Guarda Suíça deteve ontem (4) um homem, vestido com os trajes religiosos, que tentou ingressar no Colégio de Cardeais, que faz a reunião preliminar para o conclave. O homem identificado como Ralph Napierski disse que se chamava Basilius e que pertencia à Igreja Ortodoxa Italiana, que não existe. Antes de ser identificado como falso cardeal, Napierski criticou o clero por ter trocado padres acusados de pedofilia de diferentes paróquias. Napierski usava um lenço púrpura na cintura semelhante às faixas dos cardeais. Também conversou com vários religiosos ao chegar ao Vaticano. Napierski disse ser fundador da Opus Dei e ter inventado um sistema que permite às pessoas controlar computadores com o poder do pensamento. Na manhã de ontem, 142 cardeais, reunidos em Roma, iniciaram as primeiras reuniões para o conclave, que definirá o sucessor de Bento XVI. Porém, a data exata do início do conclave ainda

não foi definida. Bento XVI deixou o pontificado no último dia 28. De acordo com o Vaticano, a expectativa é que até a Páscoa, deve ser anunciado o nome do futuro papa. Já estão no Vaticano 103 dos 115 cardeais aptos a votar no conclave. O Brasil será representado por cinco religiosos. Nome não mencionado A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) deu orientações sobre a conduta que deve ser assumida no período denominado sé vacante (quando não há papa). Até a eleição do sucessor de Bento XVI, será omitida da oração eucarística (das missas) a menção ao papa. Também não há substituição do nome dele por outro. Nesse período, é recomendado que durante a missa sejam feitas orações para o novo papa. A orientação é que, se possível, seja feita a recitação pública do rosário pela eleição do sucessor de Bento XVI. Alguns bispos brasileiros sugerem que os fiéis façam suas orações direcionadas para o conclave (quando se elege o novo papa). Não há data definida para o começo do conclave, nem prazo determinado para a sua conclusão. Porém, pelas orientações da CNBB, assim que o papa for eleito, todos devem fazer orações em intenção dele. Assim que o conclave for finalizado, com a escolha do sucessor de Bento XVI, as igrejas de Brasília deverão homenagear o próximo papa. O arcebispo metropolitano de Brasília, dom Sergio da Rocha, disse que devem ser tocados os sinos das igrejas: “Como manifestação de júbilo e acolhida ao novo pastor supremo”, explicou. Visita Fiéis de várias nacionalidades se reuniram nesse domingo (3), nos arredores de Castel Gandolfo (residência oficial dos papas), para homenagear o papa emérito Bento XVI, que renunciou ao pontificado no último dia 28. Castel Gandolfo fica a cerca de 30 quilômetros do Vaticano. Os fiéis fizeram vigília na tentativa de ver Bento XVI, que ficará no local apenas por dois meses,depois passará a morar no Mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano. O padre Pietro Diletti disse que os fiéis rezaram por Bento XVI e pela Igreja. O religioso contou que se reuniu uma vez, no café da manhã, com o papa emérito. Segundo o padre, Bento XVI fez várias perguntas sobre o interesse dos fiéis, o comportamento e suas dúvidas. Para Diletti, essas questões demonstram a atenção e delicadeza de Bento XVI. Ontem, na Praça São Pedro, na qual os fiéis se reúnem nos dias de celebração do papa, houve silêncio e poucas pessoas circulando. Foi o primeiro domingo de sé vacante (período sem papa). Raros fiéis estiveram no local e rezaram sob a janela fechada do apartamento papal, no Palácio Apostólico. (Agência Brasil)


JD

Diversão&Cultura

Faustão registra maior audiência em 2013 com “Melhores do Ano” Com 20 pontos e 42% de participação no share, o programa colocou a Globo na liderança isolada na noite deste domingo

Macapá-AP, terça-feira, 05 de março de 2013

Editora: Cristiane Coutinho - cris-coutinho@hotmail.com

Celebridades Cliques Ísis Valverde usa vestido curto e deixa pernas de fora no Rio

A atriz Ísis Valverde, 25, escolheu um vestido curto e confortável para viajar nesta segunda-feira (4) no Rio. Ela apareceu no aeroporto Santos Dumont com as pernas de fora, óculos escuros e cabelo preso. A atriz não se incomodou com os cliques e sorriu para as fotos. Ísis estava na companhia do namorado, o músico Tom Rezende, 25.

O

programa “Domingão do Faustão” (Globo), apresentando o troféu “Melhores do Ano”, registrou sua maior audiência de 2013 em São Paulo. Com 20 pontos e 42% de participação no share, o programa colocou a Globo na liderança isolada na noite deste domingo (3). Cada ponto equivale a 62 mil domicílios na Grande SP. Os números já são consolidados. No mesmo horário, a Record e o SBT registraram 7 pontos e a Band chegou a 3 pontos. A premiação A premiação dos “Melhores do Ano” de 2012 realizada neste domingo (3) pelo “Domingão do Faustão” consagrou a novela “Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro, exibida entre 26 de março e 19 de outubro. O folhetim levou os prêmios de

C4

Na cozinha Juliana Paes mostra barrigão de grávida e ganha carinho de Angélica em gravação Com quase cinco meses de gestação, nem o vestido soltinho escondeu o barrigão de Juliana Paes. Nesta segunda-feira, a atriz se encontrou com Angélica para uma gravação de Estrelas, e ganhou um carinho especial da amiga. Juliana está no quarto mês de gravidez. O primeiro filho, Pedro, tem 2 anos. A gravação aconteceu em um restaurante na Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde Angélica presenteou a amiga com um avental.

Logo que apareceu no palco, de óculos azuis e terninho brilhante, o público vibrou

melhor atriz (Adriana Esteves), ator (Murilo Benício), ator coadjuvante (Juliano Cazarré), atriz coadjuvante (Ísis Valverde) e atriz mirim (Mel Maia). Os únicos a driblarem a unanimidade de “Avenida Brasil” foram

Tiago Abravanel, escolhido melhor ator revelação por seu papel em “Salve Jorge”, e Titina Medeiros, premiada como melhor atriz revelação por sua personagem em “Cheias de Charme”. (bol)

De volta aos palcos Atriz eleita revelação no Faustão diz que Cláudia Abreu foi sua técnica Titina Medeiros, a Socorro de “Cheias de Charme”, foi eleita atriz revelação no prêmio “Melhores do Ano” no “Domingão do Faustão”. Ela disputou o título com Cacau Protásio, a Zezé de “Avenida Brasil” e Débora Nascimento, a Tessália, também de “Avenida Brasil”. Titina, que sempre trabalhou no teatro, disse que não tinha a intenção de ir para a TV. “Foi fora da rota”, disse ela, que com o fim da novela voltou aos palcos com seu grupo teatral.

Jô Soares faz 25 anos de “talk show” e lança DVD com melhores entrevistas

H

á 25 anos, Jô Soares, 75, trocou o humor rasgado e uma galeria de 200 personagens de sucesso na Globo pelo sonho de ser entrevistador. No SBT, inspirado pelos americanos Jack Paar e Johnny Carson, estreou em 16 de agosto de 1988 o “talk show” “Jô Soares Onze e Meia”, que levou prestígio e anunciantes à emissora. De volta à Globo desde 2000, Jô Soares retoma hoje a temporada do seu “Programa do Jô” e anuncia o lançamento, em DVD, das suas principais entrevistas, em ambos os canais. “Esse é um tipo de parceria benéfica. Não que houvesse essa intenção, mas o programa se tornou uma espécie de registro da história do Brasil desse período”, diz ele, que chegou a pedir no SBT que as fitas de sua atração não fossem apagadas. O material dos DVDs ainda está em seleção e deve trazer um apanhado de encontros raros, como o com Luís Carlos Prestes (1898-1990).

“Entrevistas marcantes, você pode botar o Roberto Carlos, o Chico Buarque, mas também o gago que se candidatou a vereador e outros tantos desconhecidos. A conversa mais marcante, espero que seja sempre a próxima.” Muitas personalidades declinaram o convite para se sentar na poltrona do artista, como Silvio Santos. “É a pessoa a quem eu devo a oportunidade de ter feito o programa. O Silvio é um convidado que não consegui e sei que nunca irei entrevistar”, lamenta. Dos 13 mil bate-papos, três convidados são recorrentes: o cartunista Ziraldo, com 20 participações, e o cantor Caetano Veloso e o ex-presidente Lula, com 13 cada um. “Certa vez, num dia em que seria entrevistado, um dente meu quebrou e eu fui ao programa de máscara”, lembra Ziraldo. “Há dias em que o Jô está desinteressado pelo entrevistado, mas quando ele se interessa, é imbatível.” (uol)

Resumo das Novelas Malhação Pilha e Marizete estão se divertindo juntos e surpreendem a todos. Raquel liga para Marcela, pedindo ajuda para socorrer Lia. Realeza é pressionado a pagar o cachê de Pilha e Fatinha. Lia é levada para o centro cirúrgico. Fatinha e Bruno combinam de sair juntos. Vitor descobre que Lia sofreu um acidente e vai para o hospital. Ju pergunta a Vitor o motivo de ele ter sido preso. Lorenzo e Raquel temem não conseguir o tipo sanguíneo de Lia a tempo da transfusão. Rosa fala para Olavo que suspeita de que Sal seja o culpado pelos problemas judiciais de Vitor. Vitor diz ter o mesmo tipo sanguíneo de Lia e se oferece para doação.

Guerra dos Sexos Felipe insiste em falar com Roberta, que não lhe dá atenção. Charlô acusa o filho de ser cúmplice de Otávio na sabotagem ao desfile. Carolina afirma a Felipe que o responsável pelo fracasso no evento é Kiko. Ambulâncias levam Nando e as modelos para o hospital. Charlô apreende as garrafas com a água que Nando bebeu. Juliana acredita que Nando ajudou Otávio a sabotar o desfile. Nando implora que Vânia o ajude a reaver seus contratos com as agências de modelos. Charlô confirma a sabotagem no desfile e Carolina se preocupa. Analú denuncia Kiko para Roberta.

Lado a Lado Isabel diz a Constância que ela não ama Elias. Constância visita Laura e diz a filha que ela não sairá do sanatório. Praxedes abre um mandado de busca para encontrar Laura. Bonifácio presenteia Berenice com roupas e joias. Laura e Judite combinam sua fuga do sanatório. Laura consegue roubar a chave da enfermeira. Isabel diz a Elias que ele poderá ver Constância. Albertinho reconhece o colar da mãe no apartamento de Umberto. Laura e Judite são pegas durante a fuga.

Salve Jorge Lívia abriga Wanda. Helô tenta acalmar Lucimar após a fuga de Wanda. Celso tenta falar com Érica, mas ela se recusa a vê-lo. Helô e Stenio passam a noite juntos. Theo protege Érica de Celso. O capitão manda rezar uma missa para Morena. Lívia mente em seu depoimento para Helô. Lucimar reclama de Sheila ter deixado Wanda escapar. Por meio de seu perfil falso na internet, Morena pede um telefone para se comunicar com Helô. Raquel procura Lívia e Wanda fica tensa. Theo se emociona ao falar com Érica sobre Morena. Sheila conta para Helô que um coronel que trabalha com Theo é cúmplice de Wanda. Raquel acredita que Lívia esteja tendo um caso com Élcio. .

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Perceba como as reações agressivas e intempestivas têm origem inconsciente, ariano. Observe mais as suas atitudes, não reaja simplesmente ao que lhe acontece. Conscientize-se. Tendência aos excessos, que lhe prejudica. Touro (21 abr. a 20 mai.) Cuidado com fantasias ilusórias e idealizadas. Pode se decepcionar, taurino. Afeto incondicional e empatia são lições. Mas não significam ferir a própria sensibilidade. Dia em que devem ser evitados exageros emocionais e financeiros. Gêmeos (21 mai. a 20 jun.)

Dia desfavorável para questões profissionais e de relacionamento, geminiano. Deve agir com base na intuição e não se envolver em questões confusas e ilusórias. Anseio por mais beleza e sensibilidade no trabalho. Câncer (21 jun. a 21 jul.) Evite agir como dono da verdade. Observe mais e imponha menos, canceriano. Dia em que pode haver contratempos relacionados a viagens, trabalho ou estudos. Momento importante para aproximar mais o ideal do real. Leão (22 jul. a 22 ago.) Um dia que pode ser de prejuízos financeiros, se você exagerar, leonino. Muito cuidado com a tendência a sair do tom, a esperar demais, a excessos emocionais. Observe suas ações e como elas podem estar sendo baseadas em reações compulsivas. Virgem (23 ago. a 22 set.) Dia de energia delicada para os relacionamentos e o trabalho, nativo de Virgem. Evite idealizações excessivas. E evite prometer o que não tem condições de cumprir. Nervosismo e inquietação. Um dia em que o exercício da temperança será fundamental.

Libra (23 set. a 22 out.) Momento delicado para as relações de trabalho. Exigências excessivas, libriano. Evite agir com base na culpa, ou na sensação de que precisa fazer de tudo para agradar. Excessos de qualquer natureza hoje podem causar danos irreversíveis. Escorpião (23 out. a 21 nov.) Excelente momento para a expressão criativa e sensível de seus talentos. Cuidado com enganos e confusões na vida afetiva. Retomada de antigas questões emocionais. Lua minguante que representa a conclusão nos próximos dias de um ciclo de experiências. Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Em seu signo a Lua é minguante, sagitariano. Momento de reflexões e de observação. Questões familiares pedem a sua atenção e uma atitude compassiva. Capricórnio

(22 dez. a 20 jan.) Dia em que a observação atenta é essencial para não cometer erros. Considerar-se o dono da verdade ou ser dogmático pode levar a desavenças, capricorniano. Dificuldade de se fazer entender. Clareza é algo a ser buscado.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) Muito cuidado com gastos excessivos e compras desnecessárias, aquariano. O dia é marcado pela tendência ao exagero, com reflexo em questões emocionais e materiais. Peixes (20 fev. a 20 mar.) Pode hoje se sentir confuso e ter dificuldade em expressar o que pensa, pisciano. Momento em que retornam antigas questões que você imaginava resolvidas. Repense. A Lua minguante indica que é preciso deixar para trás velhos conceitos e paradigmas.


Jornal do Dia 05/03/2013