Page 1

sem escolha

Vagner love

Entre as novas panicats

explicações

Um gol por jogo no Flamengo

Só quando achar adequado

Vagner balançou as redes em oito partidas.nC1

Sabrina Sato diz que não interfere na escolha das novas integrantes.nC4

Deputado é acusado de receber R$ 160 mil de bicheiro. nA5

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Terça-feira, 03 de Abril de 2012 - Ano XXV

divulgação

Domingo e Segunda R$ 3,50 - Terça a Sábado R$ 1,50

estelionato

Professora é presa e acusada de aplicar o golpe dos contratos macabro

Corpo de pescador é encontrado mutilado em igarapé no Amapá comemoração

Liedson desencanta no Corinthians e marca dois O resultado deixou o time do parque São Jorge entre os líderes do Paulistão. A equipe chegou a figurar no topo, mas terminou a rodada na segunda colocação porque o São Paulo venceu o Ituano por 4 a 2.. nC1

O corpo do pescador Pedro de Jesus Melo, conhecido como Curau, foi encontrado na manhã de sábado pelos bombeiros. Ele foi vítima de um jacaré de 4 metros. nB3

sob sigilo

Conselho indefere pedido de afastamento de membros do MP

Maria de Nazaré Ferreira esteve ontem no Ciosp do Pacoval para ser indiciada por crime de estelionato e apropriação indébita. Ela é acusada de ter aplica-

do o golpe dos contratos em mais de 25 pessoas com a promessa de conseguir um emprego na Secretaria de Educação em troca de R$ 800 reais. nB2

sinsepeap

Obra paralisada e sem previsão de recomeço

O MP divulgou ontem decisão sobre a reclamação feita pelo Desde 2008, os servidores do relator Almino Fernandes juiz federal João Bosco. nA4 da Educação aguardam heverton mendes a finalização da obra da sede orçada em R$ 2,1

milhões. A construção foi interrompida por conta da falta de prestação de contas. nC2 heverton mendes

Acima, membros do MP/AP durante entrevista sobre o assunto

estatísticas

Tapume em frente a obra, paralisada e sem previsão de conclusão

heverton mendes

Jovens lideram ranking de mortes no Amapá As estatísticas envol- onze mortes violentas vem jovens entre 17 e durante o último final 30 anos que tiveram de semana. nB2

humanização

Servidores da saúde participam de treinamento Em discussão, a humanização do atendimento

Objetivo é promover o aprendizado de servidores focados na Política Nacional de Humanização.. nB3

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br Indeferido - Por coincidência ou não, um dia após o JD publicar matéria mostrando com o que foi gasto parte dos R$ 6 milhões do polêmico TAC da mineração, o Ministério Público publicou nota oficial em sua homepage dizendo que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) indeferiu o pedido de liminar do juiz João Bosco que denunciou promotores e procuradores. Em segredo - Na nota, o Ministério Público diz que o relator Almino Afonso Fernandes indeferiu o pedido liminar e julgou extinto o presente feito em razão da superveniente falta de interesse de agir. A reclamação disciplinar tramita em segredo de justiça.

simples: durante a semana, quando os quilombolas precisam do transporte coletivo para ir ou voltar do trabalho, poucos veículos são colocados à disposição. No entanto, durante os finais de semana, quando o fluxo de visitantes aumenta (entenda-se mais venda de bilhetes), a frota é reforçada. Quem está certo? – Sem querer dar uma de juiz, acredito que todos os dois lados estão errados. Está errada a empresa que visando somente o lucro aumenta a frota aos domingos e estão errados os moradores que como os ancestrais “homens das cavernas” resolveram tudo na pancadaria.

Revoltados – No último final de semana, os moradores do Curiaú resolveram tomar uma atitude drástica diante das linhas de coletivos: quebraram por inteiro um dos ônibus que circulava em plena tarde de domingo, na comunidade.

Providências – A CTMac (antiga EMTU) tem que ser mais enérgica com as empresas e parar de ficar chamando para conversar sobre as empresas que pintam e bordam em Macapá. Da mesma forma o Ministério Público que precisa parar de ficar assinando acordos e fazer valer o direito do usuário do transporte público.

Motivos – O motivo alegado pelos revoltados é

Barrados - O número de estrangeiros barrados ao

tentar entrar no Brasil aumentou mais de 1.000% entre 2008 e 2011, de acordo com a Polícia Federal. Só no ano passado, 10.218 viajantes foram impedidos de entrar em território nacional -uma média de 28 por dia. Bem comentado – Não sei de quem foi a ideia, mas associaram o dia 1º de Abril (domingo) ao nome do senador João Capiberibe (PSB) no twitter. Longe de querer ficar fazendo chacota com um dos nossos representantes, não posso me furtar de registrar um dos assuntos mais comentados na rede social, no último domingo. Bem comentado - Capiberibe foi “batizado” no twitter, em pleno 1º de Abril, de #capi_pai_da_ mentira. Justamente ele que preza pela honestidade e transparência. Se a manifestação popular chegou a tal ponto, talvez as palavras do senador não estejam mais soando como verdadeiras. Vale ressaltar que o comentá-

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Editorial

rio envolvendo o nome do senador foi o segundo mais movimentado na rede no domingo. Recolhe - Os políticos que possuem uma carteirinha da OPB (Ordem dos Parlamentares do Brasil) podem tirá-la da carteira e deixa-la guardada no fundo do baú. O documento, que tem brasão e aparência de documento oficial, traz uma solicitação a autoridades civis e militares para que seja concedido “trânsito livre” aos que o possuem. Sem ligação - A decisão judicial mandou ainda recolher todas as carteirinhas, que eram fornecidas pela OPB. A entidade, criada em 1976, reúne em sua maioria políticos de pouca expressão e é apontada pelo Ministério Público como “mera associação civil de direito privado, sem nenhuma ligação direta ou indireta” com o Legislativo. Até amanhã...

“O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a prática diária da inteligência e o exercício cotidiano do caráter” (Claudio Abramo) Siga: @cantanhede_AP Acesse: jandersoncantanhede.wordpress.com Email: cantanhede@jdia.com.br

Precariedade nas estradas do Estado faz movimento no terminal rodoviário despencar. Empresas de transporte amargam prejuízos devido as poucas vendas de passagens. População desiste de viajar por causa das péssimas condições nas estradas.

Foto do Dia

A2

HEVERTON MENDES

O

Perigo nas águas

s ratos d´água estão de volta ao noticiário. Eles são especialistas em assaltos a embarcações, atacando-as quando estas estão atracadas ou abordando-as durante o trajeto de viagem. Na semana passada, foram registrados casos de embarcações atacadas pelos ratos d´água. No final de semana, um barco que fazia a viagem entre Afuá e Macapá foi assaltado. A estratégia dos bandidos tem sido a mesma. Alguns elementos viajam como passageiros comuns e em determinado ponto da viagem, empunhando armas e agindo com violência, anunciam o assalto, levando a renda da venda de passagens e também dinheiro e pertences de valor dos passageiros. Durante a operação, a embarcação é abordada por uma outra, de menor porte e mais veloz, cujos integrantes entram no barco assaltado para ajudar a carregar o produto do roubo. Depois disso, todos os assaltantes fogem juntos, usando a embarcação de apoio. A realidade dos ratos d´água sempre foi um perigo para os trabalhadores e usuários de transportes fluviais na Amazônia, incluindo o Amapá. No início dos anos 2000, o Amapá ganhou notoriedade no cenário internacional por conta da ação de um grupo deles, que resultou no assassinato do velejador Peter Blake, considerado nada mais, nada menos que o “Pelé das Velas”. Na época, a ação dos

ratos d´água ganhou notoriedade e deixou o Amapá feio na foto, mas a bem da verdade pouco feito para combatê-los. De modo que eles continuaram atuando com bastante desenvoltura. No seu segundo mandato como governador, Waldez Góes lançou o Pelotão Fluvial Militar, com um pequeno contingente, mas com promessas de expandir o serviço, para garantir a segurança de ribeirinhos e do transporte fluvial nos limites do Amapá. As ações dos assaltantes dos rios refluíram durante um período, mas atualmente eles voltam à tona, demonstrando mais ousadia e também mais planejamento em seus ataques. Com isso, aumenta o perigo a que suas vítimas estão expostas, evidenciando a necessidade de aumentar os esforços de segurança. O que exigiria, por exemplo, maior controle sobre o embarque de passageiros e cargas nas embarcações. No entanto, neste aspecto, as perspectivas são pouco animadoras, visto que reina, neste tipo de transporte, o descontrole sobre quem e o que entra nos barcos que saem para viagens, não havendo, sequer, controle sobre os limites de lotação. Em função do perfil geográfico da região, viajar de barco na Amazônia deveria ser a melhor opção, com garantia de preços acessíveis, conforto e segurança. A realidade, contudo, contradiz a lógica e o bom senso.

Hora-Hora

Dengue - A dengue começa a mostrar um perigoso aumento dos casos em todo o Amapá. Segundo o Sistema Nacional de Agravos (SINAN) do Ministério da Saúde, até o último 21 de março já haviam sido notificados 117 casos da doença Macapá, com 86 casos, Oiapoque, com 15, Pedra Branca, com 1, Porto Grande, com 3 e Santana, com 12 casos.

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Editorial: José Arcângelo Pinto Pereira Diret. Adm. Financeira e Contábil: Maria Inerine Pinto Pereira Diretor de Assuntos Corporativos: Luiz Alberto Pinto Pereira Diretor Executivo: Marcelo Roza Assessoria Jurídica e Tributária: Dr. Américo Diniz — OAB/AP 194 Dr. Eduardo Tavares — OAB/DF - 27421 Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br josemaria@jdia.com.br mariaruth@jdia.com.br

Índice Opinião - A2, A3 Geral - A4 Política Nacional - A5

Economia - A6 Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3

JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representantes comerciais JC Repres. Com. Ltda. - Brasília, DF n Tel. (61) 2262-7469 - Rio de Janeiro, RJ nº Tel. (21) 2223-7551, São Paulo Visão Global Comunicação S/C Ltda. n Rua Alvarenga, 573- Butantã - CEP - 05509-000 - São Paulo, SP Tel. (11) 3032-3595, Fax (11) 3032-4102. New Mídia - Belém-PA (Gil Montalverne) Tel.: (91) 3279-3911 / 8191-2217 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Polícia - B2 Santana - B4 Esportes - C1 e C2 Classidia - 12 Pág

Edição número

7868

Perigo - Seria necessário que as autoridades públicas do Estado – todas mesmo – levantassem uma bandeira branca e unissem forças contra a dengue, sem o que muitas mortes poderão ocorrer. Vale lembrar que a dengue é uma doença das mais “democráticas”, podendo atingir desde um sem-teto da periferia até a mais alta autoridade constituída. Números - A dengue no Amapá, segundo o SINAN, atingiu em 2008 nada menos que 1.086 pessoas. Em 2009 foram 1.251 casos; em 2010, foram registrados 2.434 casos e em 2011 houve um substancial recuo para 1.906 pessoas atingidas pela doença. Subnotificação - Técnicos do setor acham que os números são baixos devido à subnotificação, isto é, casos da doença que aconteceram, mas que não chegaram ao conhecimento das autorida-

des sanitárias. Só para ter uma idéia, o Governo Federal enviou quase R$ 25 milhões somente nos meses de dezembro de 2011 a janeiro de 2012 aos 16 municípios do Estado, justamente para combater várias doenças como dengue e malária. Será que esse dinheiro foi empregado corretamente? Vai e volta – A Setrap retomou as obras de recapeamento da Rodovia Duca Serra. Mas foi só por alguns dias. De uma hora para outra, as máquinas saíram e até ontem ainda não tinham voltado. Resultado: a situação da rodovia está pior do que antes. Alto risco - Durante o serviço, sumiram as faixas de pedestre em frente à faculdade Ceap, bem como os redutores de velocidade. Agora, atravessar no local é atividade de alto risco. Especialmente à noite, quando a iluminação na rodovia é precária. Atual – A TV Cultura exibiu no último sábado uma reprise de uma entrevista com Millôr Fernandes, morto na semana passada. A entrevista foi ao gravada em 1989, no programa Roda Viva. Não fosse pela aparência muito mais jovem do entrevistado e dos entrevistadores, qualquer um diria, pela atualidade dos temas tratados, que a entrevista era bem recente.

Frases do Dia “Dize-me o que pensas e te direi com quem andas” (Wilson Garcia, jornalista e escritor)


JD

Opinião Não soube honrar RODOLFO JUAREZ

E

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

ste primeiro dia útil do mês de abril deve marcar a inauguração uma série de ações que estavam paradas por causa tal inércia de começo de ano, situação que veio de volta com alguns gestores do atual governo, devido esses gestores, ainda se encontrarem sob os efeitos dos tempos do começo da gestão pública do Amapá como Estado. Alguns secretários de estado insistiam, durante esse período do primeiro trimestre de 2012, informando, erradamente, aos fornecedores e prestadores de serviço, que “o orçamento do exercício não havia sido ainda aberto”. Ora, isso não é mais verdadeiro desde algum tempo, ou melhor, desde o tempo em que se deixou de usar ficha para o lançamento manual das verbas que os orçamentos destinavam para as despesas. Nem mesmo o quadro de detalhamento de despesa requer mais tempo para que seja instalado no sistema de procedimentos da Administração do Estado. Um programinha, feito por qualquer profissional na área de informática, atende às necessidades do lançamento do QDD sem deixar que isso sirva aos maus gestores como desculpas para o não pagamento dos credores do Estado, inclusive aqueles que ficaram em

restos a pagar. Mas a desculpa ainda foi muito usada, mesmo por auxiliares de primeiro escalão do Estado, como uma clara forma de “ganhar tempo” imaginando que poderia se valer do crédito de terceiros para mostrar poupança do Estado, como se isso funcionasse aos olhos da sociedade. Mas agora, finalmente, até essa desculpa pode acabar. Tomara que isso seja confirmado porque, assim, os empregados de prestadoras de serviço poderão, finalmente, receber os três meses de atraso que lhes devem os empregadores, informados pelos contratantes que não têm como pagar. É um jogo de empurra que alguns ordenadores de despesa usam por não compreenderem que estão prejudicando, apenas e tão somente, os menos favorecidos, exatamente aqueles que mais precisam e que não tem como suportar atrasos de um mês, então imaginar um atraso de três meses, além de humilhante, implica em tantos outros fatores da vida das famílias que dependem dos pagamentos regulares dos vencimentos. Mas o primeiro trimestre foi assim. Agora acabaram as desculpas, não dá mais para dizer que precisa publicar o orçamento, que os de-

putados estão atrasando as ações do executivo, que o orçamento não foi aberto ou qualquer outra desculpa relativa à disponibilidade. A situação é absolutamente normal e todos os fornecedores, prestadores de serviços e funcionários têm como ter as suas recompensas salariais acertadas, quitadas para que todos possam ter uma vida normal. Mesmo o período começando com um feriadão, tão esperado pelos agentes públicos que moram fora do Estado e que estão com suas viagens programadas para “esfriar a cabeça”, deve haver responsabilidade pro parte desses agentes. Agora, se ficar por aqui, alguma pessoa reclamando que não recebeu o seu salário por causa de não pagamento de fatura ou de folha, não sei como esse agente público, que vai se afastar da cidade durante a semana santa, vai poder “esfriar a cabeça”. Para poder fazer isso, deve ser absolutamente irresponsável e sem qualquer sentimento humano, pois, deve lembrar que atrás dos trabalhadores que estão sob a sua dependência de pagamento, existe uma família, com crianças inclusive, com risco de não ter alimentação na semana santa. E se você disser que é “bom para jejuar” então peça para sair e ficar agastado da gestão que você não soube honrar.

Os quatro pilares da imprensa livre ALBERT CAMUS

Observatório da Imprensa

É

difícil, hoje em dia, evocar a liberdade de imprensa sem ser tachado de extravagante, acusado de ser Mata Hari, sem se ver convencido de ser sobrinho de Stalin. No entanto, essa liberdade, entre outras, é só um dos rostos da liberdade pura e simples, e nossa obstinação em defendê-la será compreendida se houver boa vontade para admitir que não há outra maneira de vencer de fato a guerra. É certo que toda liberdade tem seus limites. É preciso, ainda, que eles sejam reconhecidos. Sobre os obstáculos que hoje são postos à liberdade de pensamento, aliás, já dissemos tudo o que foi possível dizer e diremos novamente, à saciedade, tudo o que nos será possível dizer. Em particular, uma vez imposto o princípio da censura, jamais nos espantará o bastante ver que a reprodução de textos publicados na França e examinados pelos censores da metrópole seja proibida no Soir Républicain [jornal publicado em Argel, do qual Albert Camus era redator-chefe], por exemplo. O fato de que, a esse respeito, um jornal dependa do humor ou da competência de um homem demonstra melhor do que qualquer outra coisa o grau de inconsciência a que chegamos. Um dos bons preceitos de uma filosofia digna desse nome é o de jamais se derramar em lamentações inúteis diante

de um estado de fato, que não pode mais ser evitado. A questão na França não é mais a de saber como preservar as liberdades da imprensa. É a de procurar saber como, diante da supressão dessas liberdades, um jornalista pode permanecer livre. O problema não interessa mais à coletividade. Ele diz respeito ao indivíduo. Meios E justamente o que nos agradaria definir aqui são as condições e os meios pelos quais, no próprio seio da guerra e de suas servidões, a liberdade pode ser não somente preservada, mas também manifestada. Esses meios são quatro: a lucidez, a recusa, a ironia e a obstinação. A lucidez pressupõe a resistência aos movimentos do ódio e ao culto da fatalidade. No mundo de nossa experiência, é certo que tudo pode ser evitado. A própria guerra, que é um fenômeno humano, pode ser a todo momento evitada ou interrompida por meios humanos. Basta conhecer a história dos últimos anos da política europeia para nos convencermos de que a guerra, seja ela qual for, tem causas óbvias. Essa visão clara das coisas exclui o ódio cego e o desespero que deixa estar. Um jornalista livre, em 1939, não se desespera e luta pelo que acredita ser verdadeiro como se a sua ação pudesse influenciar o curso dos acontecimentos. Não publica nada que possa incitar ao ódio ou provocar o desespero. Tudo isso está em seu poder. Em face da maré de besteiras, é preciso igualmente opor algumas recusas. Nenhuma das limi-

tações do mundo leva um espírito um pouco limpo a aceitar ser desonesto. Ora, por menos que conheçamos o mecanismo das informações, é fácil nos assegurarmos da autenticidade de uma notícia. É a isso que um jornalista livre deve dedicar a sua atenção. Pois, se ele não pode dizer o que pensa, pode não dizer o que não pensa ou o que acredita ser falso. E é assim que se mede um jornal livre: tanto pelo que diz como pelo que não diz. Essa liberdade bem negativa será, de longe, a mais importante de todas, se soubermos mantê-la. Pois ela prepara o advento da verdadeira liberdade. Em consequência disso, um jornal independente dá a fonte de suas informações, ajuda o público a avaliá-las, repudia as cascatas, suprime as injúrias, compensa, em comentários, a uniformização das informações e, em resumo, serve à verdade na medida humana de suas forças. Essa medida, por mais relativa que seja, lhe permite ao menos recusar aquilo que nenhuma força no mundo pode fazê-lo aceitar: servir à mentira.Éde 1957 fez das contradições do colonialismo um dos pilares de sua ficção, em romances como O Estrangeiro. A repórter Macha Séry, de Le Monde, localizou o texto nos Archives Nationales d’Outre-Mer, em Aix-en-Provence. Embora não esteja assinado, o texto teve sua autenticidade comprovada, afirmaram à Folha os herdeiros de Camus.

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

A3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Jornalismo hiperlocal: luz no fim do túnel CARLOS CASTILHO

Observatório da Imprensa

P

elo quarto ano consecutivo o informe State of the News Media 2012 dedica um espaço especial ao jornalismo local, apontado como uma das grandes tendências no desenvolvimento da imprensa nos Estados Unidos e no mundo. Ao longo destas quatro edições, o enfoque dos autores dos informes vem se tornando cada vez mais otimista, embora reconhecendo que este nicho do jornalismo ainda enfrenta inúmeros dilemas. A preocupação dos norte-americanos em explorar as potencialidades do jornalismo praticado em escala local e hiperlocal (ruas, bairros ou pequenas cidades) contrasta com a nossa despreocupação com um tema, que pode não interessar às empresas jornalísticas, mas tem implicações diretas e palpáveis na forma como os brasileiros têm acesso à informações que afetam diretamente o seu dia a dia em casa, no transporte, no trabalho e na diversão. Desde o State of the News Media 2010, os autores do informe defendem a tese de que a cobertura local é uma opção que não pode ser descartada no momento em que a imprensa está sendo obrigada a rever seu modelo de negócios. Esta alternativa tornou-se viável com o surgimento das novas tecnologias de informação e comunicação que facilitaram enormemente a produção autônoma tanto por profissionais independentes como por amadores. Na edição deste ano, o informe já não se limita a falar apenas das potencialidades do jornalismo local, mas enumera algumas receitas com base na análise das experiências de projetos fracassados e exitosos. Trata-se de experiências que deveriam ser adaptadas ao contexto brasileiro porque a demanda por informação comunitária

sempre existiu, o problema é que as empresas não tinham e não têm condições financeiras para arcar com os custos da cobertura local, que exige muita gente para cobrir, por exemplo, os 154 bairros de uma cidade como São Paulo. Hoje já não há mais dúvidas de que a cobertura jornalística local e hiperlocal só é possível com a participação do público na produção de notícias. Mas a experiência também mostrou que não adianta centenas de pessoas começarem a mandar fotos ou notícias para um jornal porque ele não terá condições para processar todo esse material. A alternativa óbvia são sites de noticias produzidos por jornalistas independentes, que funcionam como intermediários entre o cidadão e a imprensa. Acontece que essa modalidade de jornalismo enfrenta o dilema da sobrevivência financeira; até agora, o índice de mortalidade das iniciativas era desencorajador. Segundo o informe 2012, já é possível ver luz no fim do túnel. A principal constatação é a de que são viáveis parcerias entre os independentes e as empresas, mediante a troca de conteúdo por audiência, no caso de microempreendedores, ou por experiência, no caso de sites noticiosos locais patrocinados por escolas de jornalismo para formar profissionais. É um acordo bom para os dois lados e que garantiu a sobrevivência de projetos como o Grand Avenue, um site de notícias hiperlocais sobre o bairro de Coconut Grove, em Miami, produzido por estudantes da Universidade da Flórida em parceria com o jornal Miami Herald. No caso dos jornalistas independentes, eles fornecem conteúdos para empresas jornalísticas em troca de visibilidade e acesso ao grande público. Esta parceria é cada vez mais comum em jornais regionais norte-americanos, uma vez superados os problemas de desconfiança mútua. O problema é que os independentes não tinham os conhecimentos necessários em empreen-

dedorismo para tornar sustentável a sua atividade. Hoje nos Estados Unidos já existem grandes consórcios de jornalistas, como o Authentically Local formada por 60 sites locais, e a rede Patch, criada pela America Online (Aol) e presente em 23 estados norte-americanos. O amadurecimento das experiências de cobertura local e hiperlocal provocou o surgimento de cursos de empreendedorismo informativo em cerca de 20 universidades, também nos EUA. Para os novos empreendedores jornalísticos a grande dica é a diversificação das fontes de renda, variando desde a inserção de banners publicitários até a produção de reportagens patrocinadas, como no caso do site Spot Us. Tratam-se de reportagens investigativas, de serviços ou coberturas de eventos pagas por cidadãos interessados em obter informações sobre fatos e processos de interesse público. Outra alternativa para assegurar a sustentabilidade de sites noticiosos locais é o da diversificação de fontes de renda. Para que esse tipo de projeto dê certo é essencial a prática de um jornalismo de imersão na comunidade, a exemplo do que fazem alguns sites como o das cidades Tarrytown e Sleepy Hollow, em Nova York. Nessa estratégia é indispensável uma interação ampla e constante entre os jornalistas e a comunidade para que as duas partes identifiquem oportunidades de colaboração mutuamente interessantes. As novas possibilidades de autofinanciamento de projetos jornalísticos locais não garantem sucesso automático porque cada situação é diferente. Segundo os especialistas consultados pelo State of the News Media 2012 , a taxa de mortalidade empresarial no setor ainda é muito alta, mas pelo menos surgiram mais iniciativas novas em 2011 do que as que naufragaram no mesmo ano.

Caminhos díspares e perigosos VALÉRIO CRUZ

Observatório da Imprensa

A

prática jornalística migrou para um caminho perigoso quando viu no sensacionalismo um padrão para atingir grande parte da população. Empresas de comunicação têm na informação o seu principal produto, porém deve-se questionar até que ponto a sociedade é informada verdadeiramente quando temas como violência, prostituição, drogas e crimes hediondos são a prioridade da mídia, transformando notícias e reportagens em espetáculos. O ideal iluminista do jornalismo, que busca cumprir seu papel promovendo a cidadania e dando voz à sociedade, acaba sendo suplantado pela ambição comercial que o sensacionalismo envolve. Certamente, o jornalismo tem um amplo destaque na vida das pessoas, pois é ele o grande mediador e difusor de informações no meio social. No entanto, a reflexão e a análise mais aprofundada dos fatos são deixadas de lado em prol de uma informação capitalista, com alto teor de venda. A promoção do direito à cidadania, à igualdade e à informação de qualidade são simplesmente descartadas. O fazer jornalístico passa a apropriar-se de vidas humanas ao se valer do argumento eficaz de ser o divulgador dos males da sociedade. No entanto, com isso, acaba

destruindo a informação ao intensificar a dor de vítimas de uma realidade cruel. “Circo dos horrores” O sensacionalismo é inimigo do público, pois ele contempla o que há de mais frágil na alma humana: ao priorizar os sentimentos, utiliza um tom persuasivo, de forma que o sujeito passa a ser o objeto de venda da matéria. Uma pessoa doa sua tragédia e desgraça para o enriquecimento de grandes empresas jornalísticas e eles as vendem a valores extremos para o público em bancas de jornais e revistas ou programas televisivos ou radiofônicos, conquistando grandes audiências. O alto custo cobrado no sensacionalismo está justamente nas vidas das vítimas desumanizadas e coisificadas como objetos de uma caçada selvagem ao lucro imediato. Vidas de pessoas humildes são midiatizadas de maneira errônea, sem a contextualização necessária para o público refletir, sendo tudo mostrado de maneira nua e crua para os espectadores que, como elo de uma cadeia, na maioria das vezes nem percebem em que estão envolvidos. A reflexão, um dos grandes trunfos da sobrevivência do jornalismo impresso na era digital, não é compreendida por muitos donos de jornal, ao banalizarem a violência e a tragédia de forma irresponsável e pouco ética. Para o público, resta assistir ao “circo dos horrores” ou sim-

plesmente fechar os olhos diante de uma maneira de corrupção que não vê fronteiras para explorar o aspecto mórbido, o bizarro de um acontecimento. Ficção e realidade O filme O quarto poder, de Costa Gavras, de 1997, reflete bem sobre esta prática da mídia. Nesta produção cinematográfica ocorre um sequestro e o sequestrador vira uma celebridade sob os flashes da mídia, que acompanha de forma massiva e incessante o desenrolar do crime. A imprensa explora o caso de maneira brutal, fazendo da história uma novela diária acompanhada por milhares de pessoas. Devido à demasiada exposição do sequestrador, ora tratado como um herói sofrido, ora como vilão, a história toma rumos inesperados. Psicologicamente fragilizado, ele, então, comete suicídio. Surge a seguinte questão: quem o matou? Ele próprio ou a mídia, em sua cobertura exaustiva do acontecimento? Este simples caso fictício toma grandes proporções ante a simples lembrança do caso Eloá Pimentel, no qual a mídia abusou da transmissão do sequestro, atrapalhando as negociações da polícia e permitindo que a história tivesse o final que ninguém queria ver. Neste ponto está a real gravidade do sensacionalismo, ao utilizar o ser humano como se fosse uma mercadoria, não se importando com a vida dele.


JD

Geral

Conselho julga extinto processo envolvendo promotores e procuradores Em nota publicada no site do MPE, Conselho indeferiu pedido feito por juiz

O

Ministério Público Estadual publicou ontem, em seu site, uma nota dizendo que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), indeferiu o pedido liminar e julgou extinto o processo envolvendo promotores e procuradores estaduais e federais. A nota diz que por intermédio do relator Almino

Afonso Fernandes, na reclamação disciplinar formulada pelo juiz federal João Bosco, contra membros do Ministério Público Estadual e Federal, foi indeferidoo pedido liminar e julgou-se extinto o presente feito em razão da superveniente falta de interesse de agir. A reclamação disciplinar tramita em segredo de justiça.

Em reclamação disciplinar dirigida ao CNMP, o juiz colocou sob suspeita a atuação de procuradores e promotores quanto ao controle de recursos advindos de termo de ajustamento de conduta firmado com a empresa MMX de Eike Batista, acusando-os de não prestarem contas. Bosco solicitou junto ao Conselho o afastamento

dos procuradores, alegando que os mesmos se aproveitaram de Ações Civis Públicas contra projetos de mineração para acionar Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). A denúncia reforçou que os termos eram milionários, e que os membros da MPF e MPE manteriam o controle dos recursos sem autorização judicial.

TRE recebe vereadores e discute aumento no número de vagas na Câmara de Macapá

A

tendendo a solicitação dos vereadores de Macapá, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE), desembargador Raimundo Vales, os recebeu na tarde desta terça-feira (2), para uma conversa de esclarecimento sobre o aumento do

número de vagas na Câmara Municipal de Macapá. O presidente explicou que o papel do Tribunal não é negar o pedido que solicita o aumento do número de vagas, mas sim acatar a decisão da Câmara Municipal. “Se o pedido preencher todos os requisi-

tos legais e for encaminhado em prazo hábil, não existirá motivo para ser negado”, falou o magistrado. O aumento de vagas não é obrigatório e sim uma prerrogativa do Poder Legislativo Municipal, por isso a necessidade dos vereadores aprovarem a criação

das vagas e comunicarem ao TRE. O atual número de cadeiras na Câmara Municipal é 16, porém, de acordo com as faixas populacionais previstas na Constituição Federal, a partir das Eleições 2012, o município de Macapá passará a ter 23 vereadores.

Deputado solicita manutenção de rede elétrica no interior

E

ntrou em pauta na Assembleia Legislativa o requerimento do deputado Agnaldo Balieiro (PSB) solicitando a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) a manutenção da rede elétrica nos municípios de Cutias do Araguari, Itaubal e nos Distritos de Santa Luzia do Pacuí, São Joaquim do Pacuí e Macacoari, regiões que nas últimas semanas tem sofrido com os constantes desligamentos de energia. O deputado também está requerendo os serviços de podagem da vegetação, que ao invadir a linha de transmissão que atende essas regiões, acaba causando as interrupções no fornecimento. Ele também solicitou à Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf ) a construção de um galpão com estrutura industrial, no Distrito do Abacate da Pedreira, localizado a trinta quilômetros da capital. O requerimento atende a uma antiga reivindicação dos produtores que não tem espaço para armazenar e escoar os produtos agrícolas.

Randolfe pede instalação da Comissão da Verdade

O

senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) pediu ontem (2) que a presidente Dilma Rousseff instale imediatamente a Comissão da Verdade. De acordo com a Lei 12.528/2011, cabe à comissão examinar e esclarecer violações de direitos humanos praticadas de setembro de 1946 à promulgação da Constituição de 1988. A matéria (PLC 88/2011) foi aprovada pelo Plenário do Senado em outubro do ano passado. – É fundamental que a presidente da República proceda de imediato a instalação da comissão aprovada pelo Plenário deste Senado para que se ponha a limpo o que aconteceu durante o período da ditadura. E mais do que isso: para que nós possamos fazer a reconciliação nacional, porque não se faz qualquer tipo de reconciliação nacional quando o próprio país não faz a sua autopsicologia, não faz sua autocrítica – disse. Randolfe também criticou as “celebrações do golpe de estado de 1964”, nos últimos dias, observando que o próprio termo celebração seria equivocado. Para ele, celebração se refere à “reafirmação de um

O senador Randolfe Rodrigues pediu a presidente Dilma instalação imediata da Comissão da Verdade

conjunto de valores e convicções”, o que não seria o caso agora. – As convicções [que motivaram o golpe] não são para a vida brasileira. Mas a data não pode ser esquecida. Em especial para que nunca volte a ocorrer. O senador destacou trechos de artigo escrito pela jornalista Hidelgard Angel, que estava na manifestação contrária ao encontro dos “militares de pijama”, que no último 31 de março se reuniram no Clube Militar do Rio de Janeiro para lembrar a data e protestar contra a Comissão da Verdade. Randolfe, contudo, ressaltou que os militares

não podem ser apontados como únicos autores do regime. – O conjunto da obra não responsabiliza apenas as forças militares. Mesmo tendo sido depois vítima, o Congresso participou [do golpe] porque declarou vaga a função de Presidente da República, ferindo a Constituição em vigor, quando Jango estava em pleno uso de suas atribuições no âmbito do território nacional. Além disso, as manifestações daquela época contavam com ampla participação de massivos setores organizados da sociedade brasileira. O golpe foi uma obra contra a democracia brasileira executada por várias mãos.

Demóstenes Pouco depois de deixar a tribuna, ainda no Plenário, Randolfe pediu que o Conselho de Ética do Senado responda o mais rápido possível ao seu pedido de abertura de processo de investigação do senador Demóstenes Torres – inclusive para garantir o direito de defesa ao colega. No dia 10 de abril deve ocorrer reunião do colegiado para escolha de um novo presidente. O cargo ficou vago no ano passado com o pedido de licença do senador João Alberto Souza (PMDB-MA) para assumir cargo no governo do Maranhão. (Agência Senado)

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

A4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com Aumento da inadimplência O aumento da inadimplência e da proporção da renda das famílias comprometida com o pagamento de juros e amortizações deve limitar a expansão do crédito em 2012. Para alguns analistas, esse pode ser um freio no Produto Interno Bruto (PIB) este ano, assim como os problemas da indústria e o aumento das importações. Segunda menor expansão Em fevereiro, o crédito à pessoa física cresceu 0,7%, para R$ 958,9 bilhões - a segunda menor expansão mensal desde o início de 2005. Já o crédito total, incluindo empresas, caiu 0,13% em janeiro, a primeira queda desde pelo menos 2005, e cresceu apenas 0,4% em fevereiro, para R$ 2,034 trilhões. Ritmo de crescimento Em janeiro e fevereiro, o crédito total cresceu num ritmo semelhante ao de 2009, ano de menor expansão recente (15%), em plena crise global. Em termos de novas concessões de crédito (indicador que exclui a acumulação de juros) para pessoas físicas, o crescimento em fevereiro, de 15,5% ante o mesmo mês do ano anterior, é o mais lento em cinco anos. Em 2008, antes da crise global, esse indicador chegou a crescer 34%. Decisão polêmica (1) Ao analisar o caso de um homem acusado de estuprar três meninas de 12 anos que se prostituíam, o tribunal decidiu que ele era inocente porque as vítimas já tinham tido relações sexuais anteriormente. O Código Penal, porém, prevê que transar com menores de 14 anos, mesmo quando há o consentimento da jovem, é estupro. Decisão polêmica (2) Já sobre a lei seca, os ministros do STJ decidiram que só testes de bafômetro ou exames de sangue poderão comprovar a embriaguez do motorista ao volante. Antes, exames clínicos ou depoimentos de testemunhas bastavam para que o infrator respondesse a uma ação penal. Renúncia (1) O presidente da OAB, Ophir Cavalcante, defendeu ontem a renúncia imediata do senador Demóstenes Torres. Ele afirma que isso não o impedirá de exercer seu direito de defesa. No entanto, a gravidade das denúncias por si só recomendam uma atitude moral. Continuar no cargo significa expor-se cada vez mais e ao seu partido. Mais ainda: expor o Congresso Nacional a mais um desgaste, no momento em que precisamos resgatar a credibilidade do parlamento para garantir o processo democrático. Renúncia (2) O presidente da OAB do Rio de Janeiro, Wadih Damous, também pediu a renúncia do senador. “O senador Demóstenes, mais do que qualquer outro, já deveria ter renunciado.” Uma das mais importantes vozes da oposição no Congresso, o senador teve nos últimos dias revelados diálogos telefônicos que mostram proximidade com Carlinhos Cachoeira. Rede Com as passagens aéreas custando o olho da cara e com poucas chances de vagas, resta aos que pretendem chegar até Belém ir de barco. Uma passagem para ir de rede está custado de 120 reais para cima. A falta de portos próprios para embarque de passageiros, tanto em Macapá como em Santana tem sido a principal reclamação dos passageiros que têm que fazer malabarismo para embarcar. Devido a

situação, os pequenos acidentes são freqüentes. Cuidado redobrado Os usuários da Rodovia JK estão tendo que usar de cuidados redobrados, tanto para ir de Macapá para Santana, como para vir de Santana para Macapá. Com as chuvas, são vários os setores da rodovia que estão apresentando irregularidades graves na pista, seja pela criação de “camaleões”, seja pelo aparecimento de buracos devido à água que fica retida sobre a pista. Desembarque de açaí Os produtores e transportadores de açaí, em caroço, para Macapá estão tendo muitas dificuldades para melhorar o atendimento daqueles que fazem o recebimento do açaí nos portos improvisados no Igarapé das Mulheres, na Rampa do Santa Inês, no Igarapé da Fortaleza, no porto do açaí em Santana e no Elesbão, também em Santana. Aqueles locais estão “virando” ponto de atração para outras atividades que estão prejudicando o trabalho dos produtores e transportadores do açaí. Peixe Está prometido para hoje, a divulgação pelo Governo do Estado, através da Agencia de Pesca do Amapá (Pescap), a lista dos locais onde serão comercializadas as 100 toneladas de peixe anunciadas para a semana santa. Segundo o presidente da Agência, Bosco Alfaia, serão 12 pontos de venda em Macapá e 3 em Santana. Haverá uma variedade de peixe nos pontos e também um limite de quantidade vendida para um mesmo cidadão para evitar que os preços atraiam os atravessadores. Segundo informações oficiais os preços devem ficar entre três e onze reais o quilo do peixe. Energia Ainda não estão normalizado o fornecimento de energia elétrica para as localidades de Porto Grande, Itaubal e Cutias. Depois a interrupção da Rodovia BR-156, às proximidades de Porto Grande, os manifestantes tiveram a informação da CEA de que tudo estaria normalizado até o final de semana que passou. Ameaçam, entretanto, fazer uma nova paralisação, nesta terça-feira, caso as providências tomadas não indiquem para uma solução do problema. Ovos de Páscoa Alguns supermercadistas estão preocupados com a oferta de ovos de páscoa, em Macapá, por fabricantes artesanais que, este ano, estão distribuídas por vários pontos da cidade. Verificam que os produtos oferecidos à população têm boa qualidade e contam, ainda, com a possibilidade de ser comercializado em cestas de presente o que está atraindo, principalmente, o consumidor de média e alta renda. A preocupação dos supermercadistas é que estão oferecendo apenas os “ovos de páscoa” tradicionais e com poucas variações. Semana curta Esta é uma semana curta para os parlamentares amapaense que têm endereço em Brasília. Os deputados federais e os senadores, todos eles com participação direta nas eleições de 2012, apesar de ser uma eleição municipal, vão aproveitar a semana para encaminhar providências com relação às eleições municipais. O próximo dia 10 de abril, terça-feira, marca 180 dias antes das eleições e orienta muitas providência que precisam ser tomadas pelos partidos e pré-candidatos.


Política

JD

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Em ano eleitoral, Coaf amplia pente-fino para identificar caixa dois das campanhas Nova norma aumenta de 43 para 106 situações que podem configurar “movimentação atípicas”

E

m ano de eleições municipais, o Banco Central vai apertar o cerco a “movimentações financeiras atípicas” de marqueteiros e publicitários. O órgão decidiu ampliar a relação de operações e situações que podem configurar indícios de crimes de lavagem de capitais e ocultação de bens ilícitos, passíveis de comunicação ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). A decisão consta da Carta Circular 3.542, publicada no último dia 12. Em episódio emblemático da histórica recente do País, o publicitário Marcos Valério, operador do escândalo conhecido como mensalão, foi acusado pela Procuradoria-Geral da República de ter feito uso de duas agências de publicidade para captar valores não declarados para o PT e para financiar partidos da base aliada do governo Lula no Congresso. Valério e outros 37 personagens

citados na trama estão no banco dos réus do Supremo Tribunal Federal. O caso também levou à Corte Suprema o marqueteiro Duda Mendonça, responsável pela vitoriosa campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2002. Ele confessou à CPI do Mensalão ter recebido R$ 10,5 milhões de caixa 2 do PT em conta secreta num paraíso fiscal. Um trecho específico da nova norma do BC (capítulo VIII) mira exatamente o marketing eleitoral, considerado o tipo de serviço mais usado para caixa 2 de campanhas, pela dificuldade de mensurar a quantidade e a qualidade dos próprios serviços. É tradição nessas épocas o emprego de agências de propaganda por políticos para lavar dinheiro sujo de doações e girar recursos da contabilidade paralela. Transparência. “É uma modificação extremamente importante porque traz

maior transparência no controle dos gastos de campanha eleitoral”, avalia Pedro Barbosa Pereira Neto, procurador regional eleitoral em São Paulo. “Os gastos (com agências de publicidade) são um grande enigma, agregado ao fato de que é um tipo de serviço sobre o qual encontramos muita dificuldade para estabelecer padrão de preços e se ele foi efetivamente prestado”, explica Pereira Neto. Nada vai escapar do radar do Coaf. Nunca o pente foi tão fino. A nova norma mais que dobrou o número de situações ditas atípicas, ou seja, que podem caracterizar atos ilícitos e improbidade. Hoje há 43 situações classificadas como incomuns. O instrumento 3.542, que passa a valer dia 14 de maio - a um mês do início da campanha e a seis meses do primeiro turno das eleições -, estica a rede de atuação do Coaf. Passam a

ser consideradas suspeitas 106 condutas. O BC informa que as novas regras consolidam procedimentos para prevenção e combate à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo. Foram atualizadas normas sobre procedimentos a serem adotados por instituições financeiras. A medida, conforme o BC, atende ao compromisso internacional de implementar as recomendações do Grupo de Ação Financeira (Gafi) contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo (Financial Action Task Force). Os técnicos do BC adotaram estudos técnicos, experiências do mercado financeiro e recomendações internacionais de combate à lavagem e ocultação de valores e bens. Ficarão sob análise as operações considerando as partes envolvidas, os valores, a frequência, as for-

Deputado deve dar explicações quando achar adequado, diz presidente do PPS

O

deputado Stepan Nercessian (PPS-RJ), que recebeu R$ 160 mil do bicheiro Carlinhos Cachoeira no ano passado, prestará esclarecimentos ao Conselho de Ética do partido no momento em que achar adequado, afirmou nesta segunda-feira, 2, o presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP). “Ficará a critério dele como esclarecer. As investigações já estão ocorrendo na Procuradoria Geral da República. Não vamos blindá-lo, também não vamos condená-lo”, disse Freire. Stepan Nercessian abriu mão da vaga que ocupava na Comissão de Segurança da Câmara e pediu licença temporária do PPS. Com isso, afastou-se também da presidência do PPS fluminense, que assumiu no lugar do deputado estadual Comte Bittencourt, licenciado para ocupar a Secretaria de Governo de Niterói. “Não tenho por que me preocupar. O partido reconhece no Stepan uma pessoa com longa militância e honradez. Da nossa parte haverá todo rigor na investigação. Ele também vai prestar esclarecimentos ao Conselho de Ética da Câmara”, afirmou Freire, lem-

DIVULGAÇÃO

comunicado de nada. Se eu achasse que fosse crime, não teria feito, porque não sou criminoso”, insistiu. Stepan Nercessian garante que não sabia das atividades ilegais de Carlinhos Cachoeira. “Para mim, ele sempre foi um cara rico, empresário”, afirmou. O deputado não sabe quando irá a Brasília, pois foi O deputado Stepan Nercessian (PPS-RJ), que recebeu R$ 160 mil do bicheiro Carlinhos Cachoeira surpreendido pela morte da brando que Nercessian empréstimo bancário. irmã, Hainy Nercessian, na “não quer envolver o parti“Eu gostaria que a Câma- madrugada de domingo, do porque isso não tem ra tivesse agilidade para no Rio. nada a ver com o PPS”. instalar o processo no Roberto Freire não vê Stepan disse ter pressa Conselho de Ética e dis- desgaste do PPS com o de se defender nos conse- sesse logo se houve que- episódio. “Isso tudo é a lhos de ética do partido e bra de decoro ou não. demonstração da frouxida Câmara e reclamou de Quanto mais instâncias eu dão moral que tomou ter nenhuma informação tiver para me defender, conta do País nesse tempo do Ministério Público ou melhor. Qualquer coisa é de lulo-petismo. Não esda Polícia Federal sobre as melhor do que ficar boian- queça que esse Cachoeira investigações. O parla- do em um negócio que também tem ligação com mentar reiterou que pediu tem implicações mais for- o PT. As malfeitorias infeR$ 160 mil emprestados tes”, afirmou o deputado. lizmente estão atingindo ao bicheiro para a compra “Não vou constituir advo- quem é do governo, quem de um apartamento e que gado até que me digam é da oposição, quem não é devolveu logo em seguida, que eu cometi um crime. de nada”, afirmou. quando conseguiu um Não fui intimado, citado,

PROCLAMAS DE CASAMENTO Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

ODIRLEI PAULISTA e MARIA DE LOURDES REIS SOUSA Ele, filho de José Mauro Paulista e Sebastiana Reis Cardoso Paulista. Ela, filha de José Monteiro de Souza e Carmosina Souza Reis. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 29 de Março de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

mas de realização, os instrumentos utilizados ou a falta de fundamento econômico ou legal que “podem configurar indícios de ocorrência” dos crimes previstos na Lei 9.613/98 (Lei da Lavagem de Capitais). Contratos com setor público. A nova norma do BC também mira operações financeiras fruto de contratos com o governo. Um dos capítulos (VIII) define expressamente “situações relacionadas com a movimentação de recursos oriundos de contratos com o setor público”. Ao mencionar a Lei 8.429/92 (Lei da Improbidade), a norma prevê identificação de fluxo de valores “por agentes públicos”. Espreita ainda a estratégia de políticos para dissimular a origem de dinheiro de campanha. Manda as instituições financeiras alertarem o Coaf sobre “movimentações atípicas de recursos por pessoa natural ou jurídica relaciona-

dos a patrocínio, propaganda, marketing, consultorias, assessorias e capacitação”. Os tentáculos do Coaf também estarão direcionados a ONGs, mais especificamente a “movimentações atípicas de recursos por organizações sem fins lucrativos”. O rastreamento de movimentações vitais para a lavagem de dinheiro do tráfico de armas e de drogas e de outras faces do crime organizado agora serão usadas para identificar um rol muito maior de pessoas e empresas. O BC definiu o padrão de movimentações entre contas - depósitos de valores arredondados, recursos de alto valor, várias contas destinadas a acolher depósitos de um só cliente e enquadrou a “ausência repentina de movimentação financeira em conta que anteriormente apresentava grande movimentação”.

Mantega será investigado por Procuradoria no caso envolvendo Casa da Moeda DIVULGAÇÃO

A Procuradoria da República abriu uma investigação preliminar contra ministro

A

Procuradoria da República abriu uma investigação para apurar se o ministro Guido Mantega (Fazenda) cometeu improbidade administrativa por omissão em relação ao suposto esquema de corrupção na Casa da Moeda. Entre 2010 e o fim do ano passado, o ministro e seu gabinete receberam diversos avisos, entre eles ao menos um ofício, sobre a existência de irregularidades na Casa da Moeda. Porém, Mantega não teria tomado nenhuma medida.

A investigação, ainda em caráter preliminar, tem prazo de 180 dias para ser concluída. Depois, é aberto um inquérito civil. Como a reportagem revelou em fevereiro, Mantega manteve o economista Luiz Felipe Denucci Martins no cargo de presidente da Casa da Moeda mesmo depois de ter sido informado de suspeitas de corrupção no órgão. O Caso Um conjunto de documentos de uma operadora financeira em Londres apontam que, entre 2009 e 2011, offshores em nome de Denucci e sua família movimentaram cerca de R$ 50 milhões em contas no exterior. O dinheiro seria resultado do pagamento de comissões por fornecedores da Casa da Moeda. Denucci nega as suspeitas. O ex-diretor da Casa da Moeda já era investigado pela Polícia Federal por supostas operações irregulares com dinheiro, cerca de R$ 1,8 milhão, que trouxe do exterior por meio de um banco nos Estados Unidos. O caso será conduzida pelo procurador Júlio Carlos Schwonke, titular do 3º Ofício de Patrimônio Público, órgão de primeira instância. A representação que originou a abertura da investigação foi protocolada por senadores da oposição na Procuradoria Geral da República. O procurador-feral, Roberto Gurgel, transferiu o caso para a primeira instância.


Economia

JD

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Contribuinte tem 30 dias para entregar a declaração do Imposto de Renda O programa gerador do documento está disponível na página da Receita Federal na internet

O

s contribuintes têm trinta dias para entregar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2012. O prazo, que começou no dia 1º de março, terminará às 23h59m59s (horário de Brasília) do dia 30 de abril para quem utilizar a internet. Quem fizer a declaração em disquete de computador deverá obedecer ao horário de funcionamento das agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil. O programa gerador do documento

está disponível n a página da Receita Federal na internet . O contribuinte deve baixar ainda o Receitanet, aplicativo para a transmissão dos dados, disponível no mesmo endereço. A maior preocupação do supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, continua sendo a demora na entrega. Adir avalia que, como em todos os anos, a maioria deverá enviar os

dados nos últimos dias. No ano passado, 20% das declarações foram enviadas até o início de abril. Em 2012, não está sendo diferente. O último balanço divulgado pela Receita Federal mostra que, até a última sexta-feira (30), 5,5 milhões de declarações tinham sido enviadas. Pouco mais de 20% dos 25 milhões de documentos esperados. De acordo com Joaquim Adir, o contribuinte precisa, pelo menos, começar a separar a documentação necessária para o preenchimento da declaração. “Quem não preparou, não deve deixar para a última hora. Se não tiver os documentos e for procurar comprovantes de rendimento, recibos de médico e contas de hospitais no final do prazo terá dificuldades”, disse à Agência Brasil. Ele lembra que, na pressa, a probabilidade de erros aumenta e, com isso, a malha fina terminará sendo inevitável. Além da malha, o atraso pesa no bolso. A multa para quem não entregar a

declaração até 30 de abril é R$ 165,74. Se o contribuinte tiver que pagar tributos em atraso, a situação fica ainda mais complicada. Nesse caso, terá que pagar a multa e o imposto devido corrigido pela taxa básica de juros (Selic). Entregar a declaração antes também pode significar receber a restituição nos primeiros lotes. A liberação das restituições começa em 15 de junho e vai até 17 de dezembro, com lotes regulares liberados a cada mês. Embora a prioridade seja para quem tem mais de 60 anos e que preencheu a declaração corretamente, nada impede, segundo Joaquim Adir, que outros contribuintes sejam incluídos nos primeiros lotes de restituição. “Temos percebido, nos últimos anos, um número crescente de contribuintes idosos nos primeiro lotes e, portanto, outros contribuintes terminam ficando para os lotes posteriores. No entanto, o volume de recursos liberados pelo Tesouro para a restituição do primeiro lote pode ser

maior do que o previsto e incluir outros contribuintes”,destacou. Este ano, a entrega está tranquila, pelo menos até o momento. De acordo com o supervisor, existem poucas dúvidas e o programa gerador da declaração atingiu certa estabilidade, além de a legislação receber poucas modificações nos últimos anos. “O contribuinte quase não tem dúvidas na hora de preencher a declaração do imposto de renda”. Novidade mesmo, segundo ele, só o abatimento na declaração de doações feitas entre 1º de janeiro e 30 de abril de 2012 enquadradas no Estatuto da Criança e do Adolescente ( ECA) . O valor doado por contribuinte poderá ser de, no máximo, 3% do imposto devido, observado o limite global de 6% do valor total do imposto devido para as deduções de incentivo. E a pessoa física com renda superior a R$ 10 milhões no ano terá que usar certificado digital para a apresentação dos dados à Receita.

Crescem os pedidos de benefícios parados nos postos do INSS

P

atrícia dos Anjos, 26, pediu foi a um posto previdenciário em 1º de agosto de 2011 solicitar a licença - maternidade, concedida por quatro meses a mulheres que têm filho. Entretanto, devido a uma falha no sistema de informática das agências, o benefício que deveria ter sido pago só até dezembro só chegou às mãos da atendente no dia 22 de fevereiro deste ano. O problema enfrentado por Patrícia está se tornando cada vez mais comum entre os segurados da Previdência. O número de pedidos de benefícios pendentes de resposta nos postos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) chegou, em fevereiro, ao pior índice desde agosto de 2010 488.201, de acordo com dados do instituto divulgados semana passada. Em agosto de 2010, o número era de 514.101, segundo levantamento feito pela reportagem nos boletins estatísticos da Previdência Social. As pendências estavam diminuindo consideravelmente, chegando a 336.308 em julho de 2011, uma redução de 34,58% sobre o recorde anterior. Nos sete meses seguintes, porém, o salto foi grande, de 45,16%.

Para piorar o quadro, as pendências por culpa do INSS também cresceram: já são 431.534 considerando dados de fevereiro o dado mais grave desde setembro de 2010 (440.051). Os atrasos por culpa do segurado que ocorrem quando há falta ou atraso na entrega de documentos, por exemplo representam apenas 12% do total registrado. “No posto, sempre diziam que as informações do sistema de informática não batiam com meus dados. Demorou muito para corrigirem”, queixa-se Patrícia. Como a empresa onde trabalhava fechou, ficou sem receber até o INSS fazer o depósito do salário-maternidade.

o que atrasa o procedimento”, afirma. Outro problema comum, diz o advogado Sérgio Pimenta, da Comissão de Previdência da OAB do Rio, está no sistema operacional do INSS. “O sistema cai toda hora, atrasando tudo. Tem agência que chega a ficar o dia inteiro fora do ar. E isso piorou nos últimos 30 dias”, afirma. Para eles, isso ajuda a explicar o aumento percentual de pedidos em análise há mais de 45 dias, que chegou a 23,3% em fevereiro. Eram 13,6% em abril de 2011. Pela lei em vigor, benefícios concedidos em atraso superior a 45 dias devem ser pagos com correção monetária.

Treinamento O advogado Theodoro Vicente Agostinho, da Comissão de Seguridade Social da OAB de São Paulo, afirma que falta treinamento para os servidores do INSS. Segundo ele, quem entrou após os últimos concursos não conhece toda a legislação previdenciária nem os documentos antigos. “Eles não sabem operar, não há trabalho de atualização. Precisam chamar sempre um funcionário mais antigo para ajudar,

Grupo de trabalho O Ministério da Previdência tem implantado grupos de trabalho justamente para ajudar a diminuir essas pendências nos postos. Servidores de uma agência podem ser deslocados para outra, onde o índice de represamento é alto, para responder os pedidos mais antigos. Também é prática comum a mudança de processos das juntas de recursos instância interna para onde os segurados que têm pedi-

dos negados podem recorrer para outras regiões. Na semana passada, mil processos foram transferidos de São Paulo para Juiz de Fora (MG). A decisão foi tomada devido à “necessidade de adequar o quantitativo de processos em tramitação” e ao “grande volume de recursos interpostos pelos segurados e beneficiários”. Outro lado O INSS afirmou que o aumento no número de pedidos parados decorre do crescimento da formalização a partir de 2010, que levou mais trabalhadores para a Previdência Social, e do quadro insuficiente de servidores. “Muito embora tenhamos realizado em fevereiro deste ano um concurso público para preenchimento de aproximadamente 2.000 vagas, temos que reconhecer que há insuficiência de servidores, agravada pelo fato de que, no passado, o instituto passou 20 anos sem a realização de concursos públicos”, disse. Ainda segundo o instituto, 20% dos 42 mil servidores do órgão já reuniram as condições para se aposentar. Segundo o INSS, o foco do atendimento para a internet (www.previdencia.

gov.br) e para o telefone 135 canais usados para agendar pedidos de benefícios, a partir de 2006, garantiu mais rapidez aos serviços previdenciários. “A implantação do agendamento eletrônico elevou a qualidade do atendimento.” Para o INSS, apesar do período entre o agendamento e o atendimento no posto estar “acima do planejado em algumas unida-

des”, as estratégias foram aperfeiçoadas para atender o cidadão. “Podemos ressaltar que estão em andamento várias medidas que visam aprimorar o modelo de atendimento atual.” Na semana passada, um segurado que queria pedir o auxílio-doença na capital paulista só conseguia agendar atendimento pelo site da Previdência para maio..


JD

Geral

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Brasileiros acreditam que educação e emprego são mais eficientes contra violência

JD

Mundo

Etna DIVULGAÇÃO

Cerca de 33% da população disse que a implementação de programas de primeiro emprego para jovens é uma das principais formas de reduzir a criminalidade

M

ais brasileiros acreditam que educação e emprego são mais eficazes no combate à violência do que a repressão. É o que aponta pesquisa da Fecomércio-RJ divulgada ontem (2), que foi realizada com mil entrevistados, de 70 cidades brasileiras, incluindo nove regiões metropolitanas. Cerca de 33% da população disse que a implementação de programas de primeiro emprego para jovens é uma das principais formas de reduzir a criminalidade, quase 10 pontos percentuais a mais que o registrado há cinco anos, quando a pesquisa

teve início. Apenas 18% da população optaram pelo combate ao tráfico de drogas como uma das medidas de redução da violência, uma queda de seis pontos percentuais (24%) em comparação com 2007. A aprovação de leis mais duras e penas mais longas também registrou queda: de 33% para 30%. Para 71% da população, a melhor solução para a criminalidade é prestar mais atenção sobre a condição de vida da população (moradia, saúde, educação e emprego) contra 59% de cinco anos antes. Já para 28%, uma forte política de segurança pública (com mais policiais nas

ruas, leis e punições mais severas e um número maior de presídios) seria ideal para combater a violência, enquanto que em 2007 esta proporção era 39%. Dar mais opções de lazer e atividades para crianças entre 7 e 14 anos fora do horário escolar também foi citada por 17% dos entrevistados, registrando alta em relação ao levantamento de 2007 (14%). Ainda segundo a pesquisa, os brasileiros também são a favor de melhorias nos salários e nas condições de trabalho dos policiais (26%) ante 21% em 2007. Aumentar o efetivo policial nas ruas ainda é uma estra-

tégia muito lembrada, com 45%, Em 2007 a proporção era 46%. Em relação à falta de condenação, 72% dos brasileiros disseram que a impunidade aumentou. Mas o número registrou queda de 6 pontos percentuais em relação a 2008 (78%), primeiro ano em que o tema foi abordado. Para 16% dos entrevistados a impunidade diminuiu e cerca de 59% consideraram a legislação brasileira boa, que apenas precisa ser aplicada. Para 54% dos entrevistados é necessário punir todo e qualquer tipo de crime severamente para servir de exemplo e coibir outros delitos.

Erupção pela 5ª vez no ano O monte Etna, maior vulcão ativo da Europa, entrou em erupção na madrugada de domingo, pela quinta vez no ano. As erupções começaram por volta das 4h (23h do último sábado em Brasília) e duraram cerca de uma hora e meia, tingindo o céu da região de laranja pela lava incandescente e pelas cinzas. Segundo os relatos locais, as cinzas caíram sobre áreas desabitadas próximas ao vulcão, na Sicília (sul da Itália), e não provocaram a interrupção do tráfego aéreo para o aeroporto mais próximo, na cidade de Catania.

Colômbia FOTOS DIVULGAÇÃO

Pesquisa aponta que brasileiro reconhece importância da leitura, mas acha desinteressante

O

brasileiro sabe da importância da leitura para progredir na vida, mas continua considerando a atividade desinteressante. Este é o principal diagnóstico da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada nessa semana pelo Instituto Pró-Livro. Foram entrevistadas mais de 5 mil pessoas em 315 municípios e os resultados apontam que apenas metade delas pode ser considerada leitoras. O critério é ter lido pelo menos um livro nos últimos três meses. Entre os participantes, 64% concordaram totalmente com a afirmação “ler bastante pode fazer uma pessoa vencer na vida e melhorar sua situação econômica”. Mas 30% disseram que não gostam de ler, 37% gostam um pouco e 25% gostam muito. Entre os não leitores, a principal razão para não ter lido nos últimos meses é a “falta de tempo”, apontada por 53% dos entrevistados. No topo da lista aparecem também justificativas como “não gosto de ler” (30%) ou “prefiro outras atividades” (21%). A professora Vera

Aguiar, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), explicou que a falta de hábito de leitura no país é cultural. “Nossa cultura é muito oral. Se a gente pensa na religião, nas festas como o carnaval ou nos esportes como o futebol, percebe que o brasileiro prefere atividades exteriores que envolvam muitas pessoas”, aponta a pesquisadora da Faculdade de Letras da PUC-RS. Vera defende que mesmo sendo uma questão cultural, é possível mudar o quadro com ações de incentivo à leitura. Ela acredita que nas últimas décadas houve um incremento grande de programas voltados para o estímulo da leitura, mas as iniciativas ainda não tiveram o efeito esperado. “Há várias iniciativas de vários setores da sociedade – governos municipais, estaduais e federal, ONGs [organizações não governamentais], universidades – mas mesmo assim é pouco. Essas ações precisam ser mais articuladas”. Para Maria Antonieta Cunha, professora da Uni-

versidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e diretora do programa do Livro Leitura e Literatura do Ministério da Cultura, o brasileiro associa a leitura à obrigação e não ao prazer. Um trecho do estudo que evidencia essa tese são as respostas dos entrevistados à pergunta “qual é o significado da leitura para você”. Mais de 60%, acham que ler uma “fonte de conhecimento para a vida”, “fonte de conhecimento para atualização profissional” (41%) e “fonte de conhecimento para a escola” (35%). Para a professora, os resultados indicam que a maioria das pessoas não associa diretamente a leitura a uma atividade de lazer. “A questão é que nós não temos a leitura como um valor social. A pessoa não conseguiu descobrir que a leitura trabalha, mais do que tudo, com a transcendência, que é o grande item do ser humano. É aquilo que diz Fernando Pessoa: ‘a literatura é uma

DIVULGAÇÃO

Helicóptero para resgate de reféns das Farc

confissão de que a vida não basta’”, disse Maria Antonieta durante o lançamento da pesquisa. O estudo também demonstra que o hábito da leitura está conectado com a frequência à escola. Entre os que estudam estão apenas 16% do total da população de não leitores. Mesmo entre aqueles considerados leitores, a média de obras lidas é 1,4 para quem não está estudando ante 3,4 para quem estuda (considerando os últimos três meses). “Que escola é essa que nós temos que não consegue desenvolver leitores para a vida inteira?”, pergunta Maria Antonieta.

Um helicóptero brasileiro que transporta a missão humanitária para o resgate dos reféns que a guerrilha das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) libertará nesta segunda-feira na selva colombiana partiu do aeroporto de Villavicencio com duas horas de atraso por causa do mau tempo. Para a operação, as ações do Exército foram suspensas na área. As Farc prometeram libertar hoje seis policiais e quatro militares que estão em cativeiro há mais de 12 anos, e que, segundo o grupo, são os últimos militares sequestrados.

EUA

Mulheres impulsionam liderança de Obama As eleitoras norte-americanas ajudaram o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a assumir a liderança sobre o pré-candidato republicano favorito Mitt Romney em Estados decisivos, mostrou uma pesquisa do USA Today/Gallup ontem. Os resultados apontam para dificuldades que os republicanos poderiam enfrentar em um bloco fundamental na eleição geral de novembro contra Obama.

México DIVULGAÇÃO

Terremoto de magnitude 6,3 Um forte tremor voltou a abalar ontem a capital do México e provocou alarme na população. Segundo informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos o terremoto foi de magnitude 6,3. O movimento sísmico foi registrado às 14h44 (horário de Brasília) e ainda não há registros de vítimas ou prejuízos. O prefeito da Cidade do México, Marcelo Ebrard, informou que todos os hospitais e serviços “estratégicos” estão “funcionando normalmente”.


Caderno B

DiaDia Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Construção da sede do Sinsepeap continua parada e obra não tem previsão de retorno A paralização ocorreu após a denúncia de superfaturação da obra feita pelo antigo presidente do Sindicato ANDERSON CALANDRINI Da Redação

D

esde o início de 2008 os servidores da educação aguardam a finalização das obras de sua sede orçada em 2,1 milhões, que em 2010 foi interrompida por conta da falta de prestação de contas do antigo presidente do Sinsepeap, Aildo Silva. A decisão foi da Justiça do Trabalho ao julgar o processo que ele respondia sob a acusação de ter superfaturado a construção da obra da sede social, e do muro da sede campestre do Sindicato, sem a prestação de contas. Segundo Aroldo Rabelo, atual presidente do Sindicato, quando ele tomou posse,foi repassado essa situação, onde afirmaram que a empresa responsável pelo serviço foi multada em R$ 500 mil, por conta da não finalização da obra, uma vez que mesma já estava paga. Aroldo revelou que recebeu proposta da direção da empresa Laser Engenharia e Aerquitetura, responsável pelos serviços na sede social, para a retomada da obra paralisada, mas ainda vai apresentar para a categoria o que deve deci-

HEVERTON MENDES

dir em assembleia geral. “Nós estamos conversando com eles, que vem mostrando interesse, mas alegam falta de condições financeiras para retomar a obra e propõe uma redução nos valores da multa imposta pela Justiça para dá condições de programar os serviços”, explicou Aroldo. Multa: A multa imposta a empresa já está em torno de R$ 500 mil, o que impede, segundo a direção de retomar os serviços imediatamente. “Nossa intenção é resolver a situação da melhor forma possível, porque isso não pode ficar desse jeito, por isso vamos levar o assunto para uma decisão da assembleia da categoria”, voltou a explicar Aroldo. A obra A obra da sede social do Sinsepeap, orçada em 2.1 milhões iniciou em 2009, mas apesar da antiga diretoria ter adiantado todo o dinheiro, a empresa não conseguiu concluir no tempo previsto que era de um ano. O caso foi parar na Justiça levado pelo ex – vice-presidente da entidade, Rui Valdo Coutinho, que

A obra da sede social do Sinsepeap, orçada em R$ 21 milhões, paralisada após denúncia de superfaturamento

fez levantamento e denunciou a irregularidade administrativa, e deste então a obra está parada. Hoje Aroldo Rabelo já afirmou que ainda este ano levará o caso para uma assembleia geral para levar soluções para serem votadas. “Esse passo deve ser tomado de forma democrática, pois com o término dessa obra todos sairão ganhando, inclusive os professores, pois a sede atual do Sinsepeap não

comporta a demanda que temos semanalmente, ou seja, o término dessa obra tem de acontecer o mais rápido possível para melhor acomodar nosso sindicato”, explicou Aroldo. Segundo o presidente, a nova sede acabará com alguns problemas encontrados atualmente pela classe, como a falta de espaço para a realização das assembleias gerais. Hoje, o Sindicato funciona na Avenida Procópio Rola, onde mantém um pequeno espaço insuficiente para aco-

modar todos os setores. “No novo espaço teremos mais salas para dar suporte as diferentes secretarias presentes dentro da entidade; um salão de atos, para realizar as nossas reuniões com a classe, sem contar que deixaremos de pagar aluguel e teremos estacionamentos para evitar contratempos em realizar esse simples ato de estacionar o veículo”, concluiu. Na época uma série de fatores contribuíram para a paralisação das obras. Se-

gundo informações, até um técnico teria sido contratado para a realização de um levantamento geral das construções da nova sede, contudo, nenhuma avaliação foi realizada, fato que teria motivado o sindicato a mover ação judicial visando obrigar a construtora e concluir a obra. De acordo com alguns profissionais, estaria faltando recursos para a empresa prosseguir com a construção. Em que a instituição tem todas as cópias dos cheques pagos de acordo com a movimentação do cronograma feito pelo sindicato e o recebimento pela empresa. A primeira parcela paga a construtora foi de R$ 324 mil e o restante pago em datas seguidas, durante o tempo em que os serviços estavam sendo executados. Atualmente, parte do teto está danificado, sendo que vários pontos da construção precisam ser refeitos devido o tempo de abandono. “É uma pena ver um prédio desse tamanho totalmente abandonado, tudo orçado com o dinheiro público, recursos tirados do nosso bolso”, definiu a professora Amanda Gozanga.

Empresas e motoristas reclamam da situação das estradas para o interior do Estado ANDERSON CALANDRINI Da Redação

C

omo em todos os anos os motoristas e empresas de transportes, que realizam viagens para o interior do Estado reclamam da situação da estrada para o Oiapoque e Laranjal do Jarí. Nesse período de chuvas as viagens podem atrasar em até 4 horas. Segundo funcionários que atuam no Terminal Rodoviário, que realizam esse transporte no Terminal Rodoviário, como a Garra e a Viação Santanense, as dificuldades são as mesmas de todos os anos: muito atoleiro, estrada lisa e carros quebrados. “Com essas chuvas, nossas viagens acabam sendo atrasadas em cerca de 3h, sem contar os prejuízos, pois constantemente temos de realizar vistorias nos carros, tudo porque o caminho para essas cidades estão intrafegáveis”, contou Daniel

Silva, motorista que trabalha no serviço de frete. Oiapoque Em relação a essas viagens ao extremo norte do Estado, motoristas afirmam que a estrada está regular até Calçoene. “E é por isso que hoje as viagens atrasam cerca de 4h, pois em situações normais a mesma pode ser feita em 9h, mas com a atual condição da estrada realizamos o percurso entre 11h à 16h” contou o motorista G.C.O. Essa mesma realidade também é retratada pelos representantes das empresas de transportes, que são as principais prejudicadas pela precariedade da estrada. De acordo com um funcionário, os carros estão constantemente nas oficinas, onde a situação da estrada acabam chegando ao destino final com problemas mecânicos. Aidna de acordo com o atendente, as condições acabam contribuindo com o

Entre um gole e outro TULIO PANTOJA

Sociólogo tuliopantoja@hotmail.com Homenagem O projeto de lei de Nº 1.629/12, objetiva homenagear aquele que por 32 anos dedicou parte de sua vida as questões do Amapá. O referido projeto foi vetado em dezembro de 2011, pelo então Governo do Estado do Amapá. De acordo com argumentos da gestão executiva, o documento não tinha finalidade para interesse da população além de fornecer gastos para os cofres públicos. Mesmo assim os Deputados estaduais aprovam por unanimidade projeto de lei de autoria da deputada estadual Sandra Ohana (PP), que denomina Palácio do Setentrião Governador Annibal Barcellos, o então chamado de Palácio do Setentrião do Esta-

aumento nos valores das passagens. ”O valor para a manutenção dos veículos aumenta muito, e as empresas ficam prejudicadas, porque não tem condições de lucro nenhum, só prejuízos”, disse. Outro problema denunciado é em relação à segurança da estrada, pois quando os motoristas têm de reduzir a velocidade para atravessar trechos mais lentos, assaltantes aproveitam esse momento para a prática de assaltos. “Foi o que aconteceu comigo, eu estava indo para o Oiapoque, e quando peguei no primeiro atoleiro, após Calçoene, fui rendido e tive a mercadoria e dinheiro roubado” contou C.O comerciante do Oiapoque, que faz constantemente a viagem entre o interior e a Capital. O trecho em questão vai da estrada do Lourenço até o quilometro 70 Caciporé. Laranjal do Jarí A precariedade das ese de representantes de outros municípios do estado, além é claro dos profissionais da SEMSA, o evento está acontecendo no Auditório da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS) e vai até amanhã.

Garantia do trabalho Alguns munícipes inconformados com o tipo de material utilizado na operação tapa buracos desenvolvido na capital, estão querendo que seja expedido um certificado de qualidade dando garantias do serviço executado. Alguém se atreve a expedir?

Finalidade A Rede Cegonha é uma estratégia do Ministério da Saúde (MS), operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípios da humanização e assistência, onde as mulheres, recém-nascidos e crianças têm direito a ampliação do acesso, acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal; transporte tanto para o pré-natal quanto para o parto entre outras ações.

Implantação da Rede Cegonha A Secretaria Municipal de Saúde de Macapá iniciaram ontem, discussão de estratégias para implantação da Rede Cegonha no Município de Macapá. O encontro que conta com a participação das apoiadoras do Ministério da Saúde

Perigo nos rios e igarapés Na semana passada um pescador do município de Amapá foi morto depois de sofrer um ataque de um jacaré, a família em primeiro momento pensou na possibilidade de homicídio, mas depois que o réptil foi morto encontraram em seu interior pedaços dos membros do pesca-

do do Amapá. Justa homenagem!

HEVERTON MENDES

“Prejuízo é grande nas vendas de passagens no terminal devido a precariedade nas estradas”, disse Daniel Silva

tradas atingem o município do oeste do estado. Os relatos são os mesmos tanto entre os motoristas particulares quanto as empresas de ônibus que realizam viagens no trecho. “Nós motoristas enfrentamos dificuldades com uma diferença, para a primeira localidade sofredor. Fica o aviso para quem gosta de tomar banho nos rios e igarapés a noite. Quebra, quebra Depois de não aguentar mais tamanho descaso com a falta de coletivos para a comunidade quilombola do Curiaú, moradores optaram por outra forma de manifestação, resolveram depedrar o único veiculo que realizava o percurso para o local. A manifestação é valia, mas desta forma violenta é coisa do passado, há outras formas de reivindicar os seus direitos. Revolta Tem colegas da impressa que estão revoltados, por falarem quase todos os dias a respeito dos abusos cometidos por motoristas de onibus e ninguém tomar qualquer tipo de providência. Já tem gente falando que vai sair pelas ruas de Macapá com uma filmadora, afim de flagrar tais abusos cometidos. Será que mesmo assim continuaram dando as costas? Revista Nossa Gente Depois de passar por uma

mos com os atoleiros e para o segundo com a quantidade de lama, poças d’água, que deixam a estrada lisa e provocam constantementes acidentes, principalmente aos viajantes que não conhecem a estrada”, definiu Daniel Silva. Por conta das dificuldareformulação gráfica a revista Nossa Gente retorna no próximo fim de semana de cara nova, sobre coordenação da jornalista Patrícia leal e com o designer Jair Jr., mas uma opção oferecida pelo Jornal do Dia para entretenimento da população amapaense, isso que é presente de páscoa! O mais acessado O portal de notícias do Jornal do Dia bateu o grandioso numero de mais de 6.000.000 de acessos, é disparado o portal mais acessado do Estado do Amapá, atualmente possui uma média de 12 mil acessos por dia, reportagens, vídeos, áudios nacionais e locais, além da atualização simultânea dos principais fatos que ocorrem no estado, Brasil e mundo. Acesse www. jdia.com.br Sugestão de mudanças A Confederação Nacional da Indústria (CNI) apresentou, sugestões de mudanças ao Projeto de Lei 6826/10, que prevê sanções a empresas que praticarem atos lesivos contra a administração pú-

des nas estradas, a própria população evita em realizar as viagens. A gerencia de algumas empresas garante que a procura pelas passagens caiu cerca de 40%. Somente em feriados prolongados o movimento tende a crescer, mas completamente diferente de anos anteriores. blica. Entre outras alterações, a CNI pediu a flexibilização da multa prevista no texto para essas empresas. Mais severidade O parecer sobre o projeto, a ser votado na Comissão Especial sobre Atos contra a Administração Pública, pune a empresa corruptora com multa entre 0,1% e 20% de seu faturamento bruto no último exercício financeiro. Para a CNI, os percentuais deveriam incidir apenas sobre ramos de atividade da empresa responsáveis pelas irregularidades, e não sobre o faturamento global. Trabalho escravo Foi instalada na Câmara a comissão parlamentar de inquérito (CPI) que vai investigar a ocorrência de trabalho escravo e análogo à escravidão nas áreas rurais e urbanas do País. O deputado Cláudio Puty (PT-PA) foi eleito o presidente da CPI. O relator será o deputado Walter Feldman (PSDB-SP). Por hoje é o que há, volto quinta!


JD

Polícia

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

B2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Professora acusada de vender contratos administrativos é desmascarada pela polícia Maria Lobato Ferreira foi acusada de enganar várias pessoas com a promessa de conseguir contratos na Seed ALYNE KAISER Da Redação

A

professora Maria de Nazaré Lobato Ferreira esteve na manhã de ontem no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública do bairro Pacoval para ser indiciada por crime de estelionato e apropriação indébita. Ela foi acusada de ter tapeado mais de 25 pessoas com a promessa de conseguir um contrato

administrativo na Secretaria Estadual de Educação (Seed) em troca de R$ 800 reais. De acordo com o delegado Júlio César, titular da 2ª Delegacia de Polícia, mais de 25 vítimas já foram ao Ciosp para prestar depoimentos contra a acusada. “Pode ser que mais pessoas tenham sido enganadas. Ela prometia o contrato administrativo e pegava a metade do dinheiro e dizia que a outra

parte pegaria quando a pessoa assinasse o contrato, depois sumia”, disse ele. Segundo o delegado, a mulher pode ter recebido cerca de R$ 13 mil reais desde o final do ano passado. “Os contratos eram de quatrocentos reais, os de vigilante, até os de oitocentos, que eram os de professores”, disse ele. Alguns professores garantiram que a denunciada usava nomes de pessoas que supostamente traba-

lhavam dentro daquela secretaria. “Ela disse que uma Patrícia iria ajudá-la e também dizia que a primeira dama do Estado estava no jogo, para que com isso, as pessoas acreditassem e repassassem o dinheiro. Eu fui um deles”, disse o professor, que não quis se identificar. A vigilante NSS, de 33 anos, foi uma das enganadas, mas conseguiu reaver o dinheiro. “Sou vigilante e trabalho em Ferreira Go-

mes. Soube por outros amigos que ela estava fazendo isso e a procurei. Como demorou muito, mais de um mês pra ela resolver, fui atrás dela e peguei minha grana de volta. No dia que ela me devolveu, estava com um bolo de dinheiro na mão”, disse a vigilante. Os professores e outras vítimas da acusada estavam irritados no Ciosp Pacoval. No momento da acareação entre as partes,

houve um principio de tumulto, que foi acalmado pelos agentes de polícia. De acordo com a assessoria de comunicação da Seed, a denúncia será apurada e se for comprovado o caso, a professora vai responder administrativamente. Maria é professora da turma de 1992 e estava lotada atualmente na Escola Raimunda Ramos dos Passos, no bairro Novo Horizonte.

Jovens lideram ranking de mortes no final de semana no Estado ALYNE KAISER Da Redação

J

ovens entre 17 e 30 anos lideraram o ranking das onze mortes violentas registradas durante o último final de semana. Foram registrados 6 homicídios e uma morte por queda de uma árvore. Na madrugada de domingo por volta das 5h da manhã o jovem de 18 anos Wilson de Souza Lobato foi assassinado a tiros na esquina da Rua Guanabara com a Avenida Rio Grande do Norte, no bairro do Pacoval. Segundo a polícia, um homem teria chegado, atirado e fugiu sem ser visto. No município de Laranjal do Jari o jovem de 27 anos Raimundo de Lima

Oliveira foi assassinado a terçadadas e pauladas na noite de domingo por volta das 22h. Segundo a polícia, o jovem estava brigando com a companheira quando a feriu com uma terçadada e o assassino revidou. Ele fugiu tão logo cometeu o crime. Por volta das 10h da manhã de domingo morria no HE o José Ronaldo da Silva Extrão, de 25 anos. Ele havia dado entrada naquela casa de saúde horas antes. José estava em um bar no bairro Universidade e na saída foi cercado por vários homens que o feriram a pauladas. Ainda por volta das 22h20 o jovem Josiel Barbosa da Silva, de 24 anos, foi assassinado a tiros. Ele

estava em frente a uma casa na Rua Júpiter, bairro Jardim Marco Zero quando foi surpreendido pelo atirador que fugiu assim que cometeu o crime. No bairro do Perpétuo Socorro foi morto o jovem Renato Dias Vilhena, de 19 anos. Ele estava numa casa na Rua Antônio Pelaes da Silva quando foi surpreendido pelo assassino e assassinado a facadas. E no município de Porto Grande o jovem caseiro Carlos Valente Miranda, de 23 anos, foi assassinado a golpes de faca pelo amigo de bebedeira Diego Ramon Oliveira, de 23 anos, mais conhecido como “Negão”. O fato aconteceu por volta das 5h da madrugada de sábado após uma discussão.

Jovens entre 17 e 30 anos lideraram o ranking das mortes violentas registradas no último final de semana

Polícia procura homem que tentou matar jovem a tiros ALYNE KAISER Da Redação

A

polícia está a procura do dono de um carro Golf Vermelho que está sendo acusado de ter dispara-

do dois tiros contra o jovem Isaac Calado Sozinho, de 27 anos. A tentativa de homicídio aconteceu por volta das 5h49 da madrugada de sábado na Praça de Nossa Senhora de Fáti-

Ronda Policial

ma, no bairro Santa Rita. Segundo a polícia, Isaac e outros amigos estavam lanchando quando foram chamados pelo dono do carro que pediu ajuda para que o veículo fosse empurrado.

Após duas tentativas o automóvel estancou e os jovens o ajudaram novamente. Covardia Segundo testemunhas, o motorista teria descido

de crack e duas porções da mesma droga. Blana foi encaminhada ao CIOSP do Congós, onde o Delegado de Plantão elaborou um TC e já marcou a data a fim que ela sente na frente do homem da capa preta.

JOÃO BOLERO

Da 99,1 FM BLOG DO BOLERO

Adolescente é vítima de tentativa de homicídio Deu entrada às 11h50min da noite de sexta-feira no H.E da Capital o adolescente de 17 anos Marlon Monteiro Rodrigues, residente na Passarela Rui Barbosa, Muca. Ele foi vítima de um tiro de revólver cujo crime aconteceu próximo a casa dele. Uma testemunha disse para os policiais que foram atender a ocorrência que o autor do disparo atende pelo apelido de “Mortadela”, porém, ele não foi preso.

Mulher é presa com crack no Buritizal Após receber uma denúncia anônima, uma Guarnição da PM comandada pelo SGT Almeida do 1º Batalhão, se deslocou no início da madrugada de sábado, até as proximidades do Bar da Loura, que fica no Bairro Buritizal, e prendeu a BLANA SUELEM BARROS MORENO ( 26). Com ela os policiais apreenderam quatro pedras

vo (UTI) até o fechamento desta edição. Denúncia Quem souber do paradeiro do acusado pode ligar para o 190 que terá a identidade preservada.

com dois tiros de arma de fogo, inclusive ele morreu no local. A vítima era conhecida por Madruga e residia as proximidades da Caesinha no Perpétuo Socorro. Até agora, a Polícia não tem pistas de quem seria o acusado, mas suspeita que o crime foi por vingança. Caseiro morre afogado no Rio Pedreira Banhistas encontraram por das 12h40min de domingo, no rio Pedreira, na Comunidade do Lontra, o corpo do caseiro Dionízio dos Santos Teixeira (47). Ele estava desaparecido desde o dia 29 de março passado, quando foi passar da lancha para o Trapiche, caiu e bateu a cabeça na borda do barco, caindo dentro do rio e desaparecendo. A necropsia atestou morte por afogamento.

Adolescente é baleado com gravidade Deu entrada no H.E às 08h00min da noite de sábado (31), o adolescente de 15 anos Jonilson Luan Oliveira, residente no Bairro Jardim Marco Zero. Ele foi vítima de um tiro de revólver, cujo crime aconteceu próximo a UNIMED e, segundo a Polícia os acusados são conhecidos por “Porcão” e “Lourinho”, que estavam em uma moto, mas que não foram presos. Rixa teria sido o motivo da tentativa de homicídio.

Quadrilha mirim assalta ônibus na zona norte Tanto a PM como a Polícia Civil, diligenciaram com o objetivo de apreender cinco menores que na noite de sexta-feira, assaltaram um ônibus e passageiros na BR210, em frente ao Bairro Brasil Novo, oportunidade em que os mesmos armados com facas, despescaram os passageiros, assim como, o motorista e o cobrador, que recebeu três facadas dos infratores, sendo duas no peito e uma no braço esquerdo. Os menores abandonaram o ônibus ao lado do muro do Cemitério São Francisco de Assis, e fugiram pela área que fica por trás do Cemitério. Alguns passageiros conseguiram identificar quatro dos cinco infratores. Eles são conhecidos por Ronieu, Vaguinho, Tibaco e Gabi.

do carro após a ajuda e sacado a arma. Isaac foi atingido e levado às pressas para o Hospital de Emergências onde permanece internado na Unidade de Tratamento Intensi-

Capotamento na rodovia do Curiaú deixa um morto e cinco no H.E Um capotamento grave aconteceu por volta das 02h35min da tarde de sábado, na Rodovia do Curiaú, quando o Evandro Emílio Santos dirigia um carro Classic de placas NEX-1053 e capotou e acabou atropelando o ciclista José Washington Silva da Luz (46), que foi conduzido ao H.E da Capital juntamente com os integrantes do carro, no caso o Edson Pires do Amaral (37), que acabou morrendo logo após dar entrada naquela Casa de Saúde, o Doriedson Batista Rodrigues (42), José Alberto de Souza Freitas (34), João de Deus Almeida Loureiro (38), todos residentes na Av. Princesa Isabel, no Bairro Jesus de Nazaré. Alguns deles encontram-se em estado delicado de saúde. Madruga é assassinado a bala Mais um homicídio com arma de fogo. Desta vez aconteceu no Bairro do Pacoval, na esquina da Av. Rio Grande do Norte com a Guanabara, por volta das 05h34min quando o Wilson de Souza Lobato (18), foi assassinado

Autônomo é assassinado a terçadadas e a pauladas no bairro Universidade Morreu por volta das 09h50min da manhã de ontem (1), no H.E de Macapá, o autônomo José Ronaldo da Silva Estrão (25). Ele foi vítima de terçadadas e pauladas, cujo crime aconteceu por volta das 05h30min da madrugada de domingo, quando ele bebia em um bar denominado “Pelica Bar”, que fica no Bairro Universidade e ao se deslocar para a casa dele, que fica na Rua Inspetor Antonio Oliveira, foi cercado por vários elementos armados com paus e terçados e passaram a agredir a vítima, que foi encaminhado ao H.E, onde após três horas, acabou morrendo. Até agora, nenhum dos acusados foi preso. Autônomo é baleado em via pública e encontra-se na U.T.I do H.E Encontra-se internado na U.T.I do H.E de Macapá, o autônomo Isaac Calado Sozinho (27), residente na Av. 27 de julho, no Conjunto Laurindo Banha, quando ele foi baleado covardemente por um elemento, logo após ter ajudado a empurrar o carro do acusado que estava no prego, e depois tentar acalmar os ânimos entre o acusado e um amigo seu quando discutiam, em frente a uma lanchonete que fica na av. Padre Júlio. A polícia já sabe quem é o criminoso e espera que para o bem dele, se apresente espontaneamente no CIOSP do Pacoval, caso contrário será pedida a prisão preventiva dele e dos amigos dele que foram conivente com o crime.


JD

DiaDia

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Jacaré “assassino” faz vítima no Amapá Pescador de 52 anos conhecido como Curau foi morto após ataque do animal no Igarapé do Poname, em Amapá ALYNE KAISER Da Redação

F

oi confirmado na tarde de sábado que o pescador Pedro de Jesus Ferreira Melo, de 52 anos, foi morto após ataque de um jacaré-açú na madrugada da quirta-feira (29) no Igarape do Poname, município de Amapá. De acordo com informações dos soldados Queiroz, Alberto e Salgado, da 9ª Companhia de Resgate e Salvamento do Corpo de Bombeiros, a vítima saiu para pescar por volta das 23 horas com um amigo, Everaldo Ramos, e por volta das 2h da manhã foi se

refrescar no rio e não mais retornou. “O amigo disse que ouviu os gritos dele e ainda tentou salvá-lo, mas era tarde demais. Mesmo assim ele achava que era somente um afogamento”, disse o soldado. A equipe do CB foi acionada e ainda na tarde de sexta-feira (30) se deslocou para o local, mas como a maré estava baixa, a procura só poderia ser feita no outro dia. Na manhã de sábado, os bombeiros fizeram várias buscas e encontraram o corpo de Pedro, já em avançado estado de putrefação, sem as pernas e olhos.

Os bombeiros foram informados por moradores de que alguns jacarés foram vistos na costa e os soldados resolveram averiguar. Já por volta das 22h depararam-se com um jacaré de aproximadamente quatro metros que atacou a pequena embarcação. Em legítima defesa, os militares mataram o reptil a tiros. Já no domingo os bombeiros encontraram as pernas, pés e até um dos olhos do pescador, dentro da barriga do animal. A família do pescador suspeitava de homicídio antes dos restos mortais dele serem encontrados dentro do réptil.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Momento em que o corpo do pescador foi encontrado no igarapé do Poname, no município de Amapá

Os bombeiros encontraram as pernas, pés e até um dos olhos do pescador, dentro da barriga do animal; corpo já em estado de decomposição dentro de embarcação junto ao Corpo de Bombeiros

Rurap e SIMS realizam oficina do Programa de Aquisição de Alimento

O

Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) e a Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS) estarão realizando nesta terça-feira, 3, às 8h, no auditó-

rio da Escola de Administração Pública do Amapá (EAP), oficina de aprimoramento operacional do Programa de Aquisição de Alimento (PAA). O objetivo é definir as funções de cada órgão

no programa, além de aprimorar e nivelar cada vez mais as ações do PAA. Estarão presentes técnicos do Rurap e gerentes da SIMS que operam o programa nos municípios.

O PAA é um programa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e tem convênio com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá. Essa é a segunda etapa do proje-

to, que é um aditivo na ordem de R$ 540 mil com a contrapartida do governo do Estado para a compra de alimentos. O programa vai atender os 16 municípios e contemplará no mínimo 120

agricultores e 112 entidades que receberam os alimentos, que beneficiará cerca de 20 mil pessoas. A execução da segunda etapa está prevista para o período de abril a junho deste ano.

Oficina discute humanização no atendimento do SUS

I

niciou na manhã de ontem, com participação de servidores da saúde, a II Pré-Oficina de Formadores Institucionais HumanizaSUS Amapá. O objetivo do evento é promover o movimento, o aprendizado e a efetividade para a formação de apoiadores e formadores institucionais da Política Nacional de Humanização (PNH) no Estado. O encontro prossegue nesta terça-feira, 3, no Centro de Educação Profissional Graziela Reis de Souza, nos turnos da manhã e tarde. Com o tema “Porque trabalhar em rede do SUS?”, os participantes foram questionados sobre “Como se dá o desdobramento no atendimento?”, “O sentido da rede” e “A rede é única?”. “A oficina é um sinal que

o processo de formação no Amapá está criando força e que, com a capacitação dos 20 formadores e apoiadores, o Estado irá dar um salto na qualificação do atendimento no SUS”, disse a consultora da PNH, Terezinha Francisca Moreira. O que é o HumanizaSUS? A Política Nacional de Humanização existe desde 2003, para efetivar os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) no cotidiano das práticas de atenção e gestão, qualificando a saúde pública no Brasil e incentivando trocas solidárias entre gestores, trabalhadores e usuários. A PNH estimula a comunicação entre esses segmentos para construir processos coletivos de

enfrentamento de relações de poder, trabalho e afeto que, muitas vezes, produzem atitudes e práticas desumanizadoras, que inibem a autonomia e a corresponsabilidade dos profissionais de saúde em seu trabalho e dos usuários no cuidado de si. Por meio de cursos e oficinas de formação/intervenção e a partir da discussão dos processos de trabalho, as diretrizes e dispositivos da PNH são vivenciados e reinventados no cotidiano dos serviços de saúde. Em todo o Brasil, os trabalhadores são formados e reconhecidos como multiplicadores e apoiadores da Política Nacional, pois são os construtores de novas realidades em saúde e poderão se tornar os futuros formadores da PNH em suas localidades.

HEVERTON MENDES

Iniciou na manhã de ontem a II Pré-Oficina de Formadores Institucionais HumanizaSUS Amapá

Monitoramento de pacientes hipertensos e diabéticos poderá ser feito via satélite M acapá poderá ser a primeira capital nacional a implantar sistema de monitoramento de pacientes hipertensos e diabéticos via satélite. A Secretaria de Saúde está estudando a possibilidade de implantação do sistema junto aos pacientes cadastrados no Programa de Controle de Hipertensos e Diabéticos (Hiperdia).

Novo invento que controla a diabetes e a pressão alta a distância, não necessita de muita tecnologia, basta que o paciente tenha em casa por algum momento do dia, uma tomada com energia elétrica, explicou o Coordenador de Saúde Jonatas Firmino. “Não há necessidade de telefone, computador ou internet. O paciente fará as verifica-

ções de rotina da glicose ou pressão arterial normalmente. O aparelho armazena os dados e quando conectado ao transmissor emite para o satélite. Esses dados podem ser acessados, via internet, de qualquer lugar do mundo”, disse Jonatas Firmino. Com esse mecanismo ganha a população. Comunidades mais isoladas serão monitoradas a

distância e as equipes multidisciplinares formadas por nutricionista, psicólogo, enfermeiro, agente comunitário de saúde, do Estratégia Saúde da Família, farão as intervenções necessárias na orientação dos pacientes, frisou o secretário de Saúde, Otacílio Barbosa. “Nossos pacientes que moram nas mais distantes localidades, serão al-

tamente beneficiados. Muitas vezes eles não cumprem a determinação médica de verificar os índices diariamente e com esse novo mecanismo o médico saberá se eles estão seguindo as orientações corretamente”, disse o secretário. O monitoramento, quase que em tempo real dos dados diários do portador das duas enfermidades trará

grande benefício aos doentes, uma vez que o médico terá controle absoluto dos resultados. Consequentemente trará uma redução de gastos significativa para a saúde pública, pois com a doença estabilizada o paciente reduz o potencial sequelante próprio dessas patologias que aumenta substancialmente o gasto no sistema de saúde.


Santana

JD

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Servidores recebem capacitação em gestão As ações do programa de capacitação fazem parte de um convênio entre Prefeitura de Santana e o governo federal FOTOS ANDREZA SANCHES

José Prado de Souza, professor adjunto IV na Universidade Federal do Pará ministrou palestras no primeiro dia de curso. Cerca de 200 servidores da Prefeitura de Santana ainda participarão dos cursos até o dia 5 de maio

ANDREZA SANCHES Da Redação

I

niciou ontem (2), no auditório da Companhia Docas de Santana, a primeira fase dos cursos do Programa de Capacitação dos Servidores Municipais. As ações fazem parte de um convênio entre Prefeitura de Santana e o Governo Federal, através do Programa Nacional de Apoio à Modernização Administrativa e Fiscal

(PNAFM), financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e visa capacitar os gestores para melhorar a atividade administrativa desempenhada no município. O primeiro módulo do curso foi ministrado pelo professor adjunto IV da Universidade Federal do Pará (UFPA), José Prado de Souza, com palestras especificamente voltadas para os gestores municipais. Intitulado “Desenvolvi-

mento Gerencial: Com enfoque em Gestão Pública”, foram assuntos abordados durante as atividades: Conceito de Gestão; Importância da Política e do Processo de Gestão; Habilidades e Competência do Gestor; Governança, Gestão Local para Sustentabilidade; Planejamento e Desenho Urbano; Cultura para Sustentabilidade; Educação para Sustentabilidade e Qualidade de Vida; Economia Local;

Criativa e Sustentável entre outros temas. O Programa Nacional de Apoio à Modernização Administrativa e Fiscal (PNAFM) contempla ações que visem à modernização da gestão administrativa e fiscal, possibilitando ao município a elaboração e implementação de ações, a exemplo de Plano Diretor, Cadastro Multifinalitário e Planta Genérica de Valores. De acordo com a secre-

tária Municipal de Fazenda, Dr. Joana Tork, o programa ocorrerá durante todo o mês de abril, com datas definidas para atender a cada grupo de servidores. “No próximo dia 10, o programa atenderá cerca de 30 servidores efetivos com o curso Licitação, Contratos e Convênios”, disse a secretária, informando que o curso ocorrerá na Prefeitura de Santana no horário de 8h às 18h.

Fazem parte ainda do PNAFM, os cursos de Plano de Cargos e Salários, Legislação Tributária, Material e Patrimônio, Legislação Urbana, Contabilidade Pública, Organização de Arquivos, Arrecadação Tributária, Técnica de Fiscalização, Contencioso Administrativo, Atendimento ao Cidadão, Cadastro Técnico Municipal, Divida Ativa Municipal e Informática Básica e Avançada.

Plano de Ação da Rede Cegonha no município de Santana será discutido

A

Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio do Grupo Condutor da Rede Cegonha no Amapá, iniciou ontem (2), a oficina de discussão para construção do plano de ação da Rede Cegonha. O evento segue até amanhã (4), no auditório da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS). O evento conta com a participação da representante do Ministério da Saúde, Rita Viana, da coordenadora da Área Técnica da Mulher, Sônia Levore, representantes de todos os municípios do Estado e diretores dos hospitais da capital. Na ocasião, serão discutidos os planos de ação de

todos os municípios do Estado para que seja elaborado o plano único para o Amapá, ou seja, o Estado vai encaminhar as demandas para o MS a partir dessa elaboração. De acordo com a programação, as atividades continuam hoje (3), com a apresentação e discussão dos Plano de Ação dos municípios de Amapá, Calçoene, Macapá, de Laranjal do Jari, Vitória do Jari, Mazagão, Cutias, Itaubal. As 14h45 ocorre a apresentação e discussão do Plano de Ação do município de Santana. Na quarta-feira (4), a partir das 8h, haverá apresentação e discussão do desenho da região, orien-

tação para o Plano Único do Estado, encerrando com reunião com o secretário de Estado da Saúde para fechar os encaminhamentos junto com o grupo condutor. A Rede Cegonha é o programa brasileiro que garante a organização de uma rede de cuidados materno-infantil. A atenção às gestantes e aos bebês compreende a criação de novas estruturas de assistência e acompanhamento das mulheres com renda até R$ 70 por mês. As ações têm como assunto à “Garantia de Vaga Sempre”, tanto para as gestantes como para os recém-nascidos. (Informações/Sesa)

As atividades visam apresentar e discutir o plano de ação da Rede Cegonha nos municípios

Projeto “Leite Fonte e Vida” atende famílias do Igarapé da Fortaleza

As doações serão realizadas a cada mês após o recolhimento mensal das latinhas em Casa de Shows. As famílias interessadas em receber a doação devem procurar a Associação de Moradores do Igarapé da Fortaleza

ANDREZA SANCHES Da Redação

B

eneficiar famílias carentes com a doação de leite de em pó. Este tem sido o objetivo do Projeto “Leite: Fonte e Vida”, coordenado pela Associação de Moradores do Distrito de Igarapé da Fortaleza em parceria com uma Casa de Shows do Distrito de Fazendinha. A ideia é arrecadar latas de cerveja e vendê-las, para

adquirir pacotes de leite que serão doados aos moradores da localidade. A proposta partiu da Associação de Moradores do Distrito de Igarapé da Fortaleza, segundo o presidente Efrain Coutinho, ao observar que os frequentadores da Casa de Show consumiam uma quantidade considerável de cerveja e que ao final de cada festa, dezenas de latas eram recolhidas, pensou uma forma de

aproveitá-las através de um projeto social que beneficiasse as famílias do Igarapé da Fortaleza. “As latinhas eram vendidas pelo proprietário da Casa, que utilizava o dinheiro da venda em uma confraternização entre os funcionários, mas porque não usar esse recurso de maneira social? Apresentamos a proposta, o proprietário concordou com a ideia, e agora, a cada mês, as famílias receberão doa-

ções de leite em pó” disse Efrain Coutinho, que também é funcionário da Casa de Shows. As famílias beneficiadas foram cadastradas pela Associação, a primeira doação ocorrida este mês, atendeu cerca de 100 famílias. Foram recolhidos mais de 500 quilos de latinhas, com R$ 1300 arrecadados com a venda do material reciclável, foi possível adquirir cerca de 500 pa-

cotes de leite em pó. A dona de casa, Maria dos Santos, foi uma das moradoras beneficiadas com o projeto, ela aprovou a iniciativa e agradeceu a Associação, já que a doação vai ajudar na alimentação da família. “Eu só tenho a agradecer a ajuda dos coordenadores desse projeto, pois o leite acrescenta na alimentação da nossa família” comentou a moradora. As doações serão rea-

lizadas a cada mês, após o recolhimento mensal das latinhas na Casa de Shows. Serviço As famílias interessadas em receber a doação, devem procurar a direção da Associação de Moradores do Distrito de Igarapé da Fortaleza, localizada na rodovia Salvador Diniz, 998. As famílias precisam ser comprovadamente carentes.


Caderno C

Esporte

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

Love cumpre “acordo” no Carioca e tem média de quase um gol por jogo no Flamengo em 2012 Com os dois gols marcados na vitória sobre o Bangu, Vagner balançou as redes pela oitava vez em oito partidas DIVULGAÇÃO

Vagner Love comemora após marcar o primeiro gol do Fla na partida contra o Bangu

Q

uando Vagner Love retornou ao Flamengo declarou que um dos seus objetivos era ter a

média de um gol por partida em 2012. Na contagem geral, nos 11 jogos que disputou neste ano, o “Arti-

lheiro do Amor” ainda não alcançou sua meta. No entanto, levando-se em conta somente os números do

Campeonato Estadual desta temporada, o atacante cumpriu o “acordo” e, com os dois gols marcados na vitória sobre o Bangu, no último domingo, balançou as redes pela oitava vez em oito partidas. Para que a marca também seja estabelecida na “contabilidade geral”, Love espera marcar dois gols contra o Emelec, do Equador, na próxima quarta, pela Libertadores, e igualar o número 12 em jogos e gols marcados nesta sua segunda passagem pelo time da Gávea. “Espero que na quarta-feira, contra o Emelec, eu consiga fazer dois gols. Assim eu atinjo essa meta que eu estou buscando. O negócio é trabalhar firmemente. O segredo é esse”, disse o atacante após

o jogo contra o Bangu, no último domingo. Mais que os objetivos pessoais do jogador, os gols têm feito toda a diferença para a equipe rubro-negra. A ‘superioridade’ de Love em balançar a rede é tão alta que o segundo artilheiro do Flamengo na temporada é Ronaldinho Gaúcho, que tem apenas cinco, apenas a metade. Além dos gols, o jeito de Vagner Love tem conquistado não só os torcedores, mas todo o elenco. Após a partida contra o Bangu, Ronaldinho Gaúcho disse que estava feliz com o rendimento do afilhado. Outra situação foi quando Deivid perdeu um gol ‘feito’ contra o Vasco, pela semifinal da Taça Guanabara, o primeiro turno do estadual.

Love blindou o companheiro e fez questão de ‘dividir’ os gols com o atacante. A primeira passagem do atacante também foi satisfatória mesmo não conquistando nenhum título pelo Rubro-Negro. Em 2010, o Artilheiro do amor disputou 29 jogos e marcou 23 gols. O Flamengo começa uma semana que será marcada por dois jogos importantes. O primeiro será contra o Emelec-EQU, pela Copa Libertadores. A partida será realizada nesta quarta-feira, às 21h50, no Equador. Na sequência, a equipe retorna ao Rio de Janeiro e se prepara para o jogo contra o Vasco, pelo Campeonato Carioca. O clássico será disputado neste sábado, às 18h30, no Engenhão. DIVULGAÇÃO

Liedson desencanta marcando dois gols e Corinthians supera Oeste de São Paulo

L

iedson andava cabisbaixo e triste pelos 13 jogos sem marcar, mas não perdeu a motivação. Calibrava o pé sozinho nos treinos, e nos jogos aparecia na marcação, nos contra-ataque e buscava incessantemente o gol. No último domingo, o esforço foi recompensado. Com uma grande atuação coroada com dois gols e uma assistência, o atacante comandou a vitória do Corinthians por 3 a 0 so-

bre o Oeste, em Presidente Prudente. O resultado deixou o time do parque São Jorge entre os líderes do Paulistão. A equipe chegou a figurar no topo, mas terminou a rodada na segunda colocação porque o São Paulo venceu o Ituano por 4 a 2. As equipes estão empatadas com 40 pontos, mas o Tricolor leva vantagem pelo saldo de gols. Liedson marcou seu primeiro gol em jogo ofi-

cial na temporada (o último havia sido no dia 27 de novembro, contra o Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro) e ajudou o Corinthians a quebrar um outro tabu: a maldição do Prudentão. O último triunfo no estádio havia sido logo após a contratação de Ronaldo Fenômeno, que viu das arquibancadas a vitória por 2 a 0 sobre o Noroeste no dia 25 de fevereiro de 2009. O Levezinho mostrou

que estava inspirado. Deu uma de marcador e roubou a bola no campo adversário, acionou um rápido contra-ataque e deu o passe para Willian ampliar aos 18 minutos. Depois do gol, o Oeste tentava chegar ao gol, mas não tinha qualidade para concretizar suas chances. Enquanto isso, o Timão administrava o resultado com uma clara superioridade na partida. Ainda tinha chance de ampliar e

Liedson comemora um de seus gols na vitória por 3 a 0 sobre o Oeste

coube a Liedson, o nome do jogo, essa tarefa. Aos 44 minutos, ele aprovei-

tou passe de Cachito Ramirez e selou a vitória com mais um gol.


JD

Esporte

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Barrichello sofre com novidades da Indy, mas é o melhor da equipe após duas provas No último domingo, o piloto brasileiro terminou na oitava colocação no Grande Prêmio do Alabama DIVULGAÇÃO

Rubinho fez quatro ultrapassagens a 16 voltas do fim do GP do Alabama, neste domingo

R

ubens Barrichello não conseguiu um resultado expressivo nas suas duas primeiras provas na Fórmula Indy e sofreu com particularidades da categoria, mas ainda assim é o melhor de sua equipe até o momento. Veterano, o brasileiro está à frente do experiente Tony Kanaan e conseguiu, mesmo com as dificuldades, pontuar sem-

pre que foi à pista. O piloto soma 37 pontos

após as provas de São Petersburgo e Alabama e é o

décimo colocado. Para efeito de comparação, He-

lio Castroneves é o líder com 86 pontos, conquistados com uma vitória e um terceiro lugar. Rubinho está à frente de E. J. Viso (36 pontos e 12º lugar) e de Tony Kanaan (22 pontos e 26º), seus companheiros de KV Racing. Diferentemente da Fórmula 1, a Indy não estabelece que as equipes formem duplas de pilotos. As duas principais forças são a Penske e a Chip Ganassi, com a Andretti logo atrás. A KV Racing, comandado pelo ex-piloto Jimmy Vasser, ocuparia um terceiro pelotão, que aposta na experiência de Kanaan e Barrichello para fazer o carro crescer durante o ano. Até agora, Rubinho é quem tem dado mais resultado, mesmo sofrendo com o período de adaptação. Em sua estreia, em São Petersburgo, o brasileiro teve dificuldades por não conhecer a pista e largou em 13º lugar. Durante a corrida, ele não soube aproveitar as paralisações por bandeira amarela, comuns na Indy,

e teve muita dificuldade para economizar combustível, outra característica da categoria. O resultado foi um 17º lugar, que só veio porque Barrichello já tinha completado mais de 95% da prova. Na verdade, ele teve uma pane seca e não completou a corrida. No Alabama, em um circuito em que Barrichello conheceu em seu período de testes, ele foi melhor. No sábado, passou muito perto de avançar à segunda fase do treino de classificação, foi o melhor entre os eliminados de sua bateria, mas largou em 14º. Na corrida, se superou, foi regular e ganhou seis posições, terminando em oitavo. Os próximos compromissos da Indy são em Long Beach, em São Paulo em Indianápolis. Para Barrichello, um passo importante para seu futuro na Indy seria a inclusão dele na lista de novatos da categoria. Pela experiência, ele não entrou na relação de pilotos que ganham o direito de treinarem meia hora a mais em cada circuito.

Vôlei Futuro cala o Maracanãzinho, bate Unilever Primeira luta do TUF no tie-break e força terceira partida da semifinal tem vitória polêmica DIVULGAÇÃO

de time de Belfort após dois golpes baixos

DIVULGAÇÃO

Vôlei Futuro segue em busca da sua primeira final na Superliga Feminina

P

ressionado após perder em casa a primeira partida da semifinal da Superliga Feminina, o Vôlei Futuro surpreendeu o Unilever no Rio de Janeiro e, de maneira espetacular, venceu a segunda partida da semifinal. Jogando no Maracanazinho, o time de Araçatuba venceu por 3 sets a 2 (22-25, 25-22, 25-20, 22-25, 15-7), em 2h15, forçando a terceira partida da série, que será disputada no próximo dia 6 de abril, também no Rio de Janeiro, às 21h00. 11.500 torcedores lotaram o ginásio carioca estabelecendo o melhor público da atual edição da Superliga Feminina. Precisando da vitória, o Vôlei Futuro começou melhor a partida, abrindo 8-5 no primeiro set com um ataque de Joycinha. Mas

após o primeiro tempo técnico a equipe de Bernardinho voltou melhor e com Sheila empatou em 8-8. A partida seguiu equilibrada até o Unilever abrir 15-14, manter a liderança e fechar o primeiro set em 25-22 com um ataque de Waleskinha. Demonstrando nervosismo, o Vôlei Futuro começou errando demais no segundo set. Com Mari, o Unilever abriu 5-3. Mas a equipe de Paulo Coco se recuperou e com uma maior participação de Fernanda Garay e Paula Pequeno, a equipe paulista conseguiu a virada chegando a abrir três pontos de vantagem em bloqueio de Carol Gattaz. Com Paula Pequeno na diagonal, o Vôlei Futuro fechou em 25-22 o segundo set. O terceiro set começou

Godofredo Pepey, da equipe de Vitor Belfort, venceu a primeira luta do TUF Brasil

novamente com o Unilever melhor. Com ataques sucessivos de Mari e Sheila, o time da casa chegou a abrir cinco pontos de vantagem na primeira parada técnica. Mas com bom jogo de bloqueio o time paulista empatou em 8-8. Contando com erros do Unilever, o Vôlei Futuro abriu cinco pontos de vantagem e em novo bloqueio de Carol Gattaz fechou o terceiro set em 25-20. Equilibrado e emocionante desde o primeiro ponto, o quarto set foi decisivo para o Unilever que precisava da vitória para alcançar sua oitava final seguida na Superliga. Mas o Vôlei Futuro, disposto a forçar a terceira partida, seguia melhor, mantendo uma ligeira vantagem. O Vôlei Futuro

chegou a abrir 19-16, mas o Unilever se recuperou e após um emocionante rally empatou em 19-19. A recuperação desestabilizou o time paulista que permitiu a virada e viu Régis fechar o quarto set em 25-22 e forçar o tie-break. O quinto set parecia que manteria o equilíbrio da partida, mas o Vôlei Futuro conseguiu abrir vantagem com bons ataques de Garay chegando a 8-2. Bloqueando muito bem, o time paulista precisou apenas manter a vantagem e com ataque de Joycinha venceu o quinto set por 15-7, fechando a partida em 3 sets a 2 e mantendo vivo o sonho da primeira final da Superliga Feminina. A levantadora Ana Cristina, do Vôlei Futuro foi a melhor jogadora da partida.

Kobe Bryant erra 15 arremessos seguidos, mas faz cesta decisiva e dá vitória aos Lakers

A

tarde tinha tudo para ser horrível e desastrosa para o astro Kobe Bryant. Na partida entre Los Angeles Lakers e New Orleans Hornets, o jogador passou os três primeiros quartos sem anotar um ponto sequer. Errou os seus 15 primeiros arremessos, chegando ao pior desempenho de sua carreira. Mas, no último quarto, ele

conseguiu se recuperar da melhor maneira possível. Fez uma cesta de três a 20 segundos do fim, que consolidou a virada dos Lakers, que venceu por 88 a 85. Kobe terminou a partida com 11 pontos anotados, e o péssimo desempenho de apenas três arremessos certos de quadra, em 21 tentativas, o que significa um aproveitamento de

14,2%. Ele atuou em 38 minutos do jogo. O mau desemepenho de Kobe Bryant foi recompensado pelo pivô espanhol Pau Gasol, que terminou o duelo como cestinha, ao anotar 21 pontos e ainda apanhar 11 rebotes para sua equipe. Andrew Bynum também contribuiu para a vitória ao fazer um duplo-duplo (19 pontos e dez

rebotes). Com a vitória em casa, os Lakers seguem na terceira colocação da Conferência Oeste da NBA. São 32 vitórias e 20 derrotas até o momento. Enquanto isso, o New Orleans chegou a sua 39ª derrota na temporada, e permanece como lanterna da conferência, com apenas 13 resultados positivos.

A

pós explicação didática e escolha dos participantes na semana anterior, o reality show The Ultimate Fighter (TUF) começou para valer neste domingo. Membro da equipe de Vitor Belfort, Godofredo Pepey venceu a primeira luta do programa por decisão dividida em combate contra Wagner Galeto, resultado polêmico devido a dois golpes baixos aplicados pelo ganhador. O início do programa deste domingo mostrou a divisão dos participantes em duas equipes, com participação do chefão do UFC Dana White. Após tirar a sorte na ‘moedinha’, Wanderlei Silva ganhou o direito de iniciar a seleção e escolheu para seu time Rony Jason, Delson ‘Pé de Chumbo’, John Macapá, Francisco Massaranduba, Marcos ‘Vina’ Vinícius, Renée Forte, Wagner Galeto e Leonardo Macarrão. Já Vitor Belfort, que ficou com o direito de ‘casar’ a primeira luta de acordo com o sorteio, selecionou para seu time César Mutante, Hugo Wolverine, Daniel Sarafian, Rodrigo Damm, Tiago Bodão, Godofredo Pepey, Sérgio Moraes e Anistávio ‘Gasparzinho’. Último atleta a ser selecionado, Gasparzinho não conseguiu esconder seu desapontamento. Segundo o lutador, Vitor Belfort demonstrou “com o olhar” que não desejava contar com o atleta em seu

time, apesar do astro do UFC ter tentado motivar o participante após a seleção. Wagner Galeto e Godofredo Pepey (criticado por Wanderlei por seu cabelo estilo Neymar) foram os escolhidos por Belfort para realizarem a primeira luta do reality. Os dois lutadores receberam a visita do campeão dos penas do UFC, José Aldo, antes do combate. Pepey iniciou a luta tentando levar o confronto para o chão, mas sem sucesso. Mesmo assim foi melhor no primeiro round, quando acertou bons golpes contra o rosto de Galeto, que sofreu para atingir o rival de maior envergadura. Já o segundo round foi marcado por dois golpes baixos aplicados por Pepey contra a virilha de Galeto, que caiu no chão. Apesar dos protestos de Wanderlei Silva, ambos os ataques irregulares foram considerados não intencionais e nenhum ponto foi descontado. Galeto tentou recuperar a diferença no fim do assalto, mas não foi o suficiente para evitar a derrota. O resultado foi considerado injusto por Wanderlei e sua equipe, que criticaram os dois golpes baixos aplicados por Pepey. Chateado com o resultado, Galeto não conseguiu segurar as lágrimas e precisou ser consolado por seus colegas de time.


JD

Atualidades

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

C3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Estudo constata que 70% dos fumantes têm alterações arteriais

Análises sobre seu jogo favorito Análise: Silent Hill: Downpour DIVULGAÇÃO

Dos participantes, 30% têm hipertensão, 25% obesidade e 3,5% diabetes, disse Montserrat León, do IACS e coordenadora clínica do projeto

U

m estudo de prevenção cardiovascular que retirou 280 mil amostras de DNA, sangue, soro e urina de quase 6 mil trabalhadores espanhóis constatou que 70% dos fumantes apresentam alterações nas artérias. A pesquisa, denominada “Aragón Workers’ Health Study”, é realizada há três anos entre o Instituto Aragonés de Ciências da Saúde (IACS) e o Centro Nacional de Pesquisas Cardiovasculares (CNIC), e tem como objetivo conhecer, desde seu início, a evolução das doenças cardiovasculares, explicou o coordenador, José Antonio Casasnovas. O pesquisador disse em entrevista coletiva que o estudo, o maior da Europa e que utiliza técnicas muito inovadoras, revela que aos 40 anos já começam a ser vistas alterações nas artérias, por isso que a arterioresclerose é “mais precoce” do que se pensava. No entanto, não se sabe se essas alterações são naturais, fisiológicas ou condicionarão uma doença, e isso deve ser analisado agora, acrescentou. Dos participantes do estudo (trabalhadores da General Motors em Figueruelas, Zaragoza), 30% têm hipertensão, 25% obesidade e 3,5% diabetes, disse Montserrat León, do IACS e

DIVULGAÇÃO

Considerações Em sua primeira investida na série, o estúdio Vatra Games conseguiu capturar a essência de “Silent Hill”, mas faltou capricho nos sistemas de jogo. O combate é truncado e os puzzles cheiram a naftalina. Para quem curte a série, é melhor investir na coletânea em alta definição “Silent Hill HD Collection”. “Downpour” tem bons momentos de terror, principalmente nas passagens pelo Otherworld. A cidade se molda ao passado do protagonista, o detento Murphy Pendleton. O sistema de escolhas ajuda a criar um vínculo entre Murphy e o jogador - algo importante em um jogo de terror, afinal, se você não estiver ligado ao personagem, seu destino não terá a menor importância.

A pesquisadora se referiu ao tabagismo como o principal responsável pelas doenças cardiovasculares

coordenadora clínica do projeto. Segundo León, das 500 mulheres estudadas nesse grupo 45% eram fumantes e entre os homens, 37%. A pesquisadora se referiu ao tabagismo como o principal responsável pelas doenças cardiovasculares. De fato, a pesquisa constatou que 70% dos fumantes tinham alterações arteriais, também evidenciadas nos diabéticos, disse Casasnovas. Os voluntários, com idade média de 49 anos no caso dos homens e 40 no caso das mulheres, concederam entre duas e três mostras de DNA, sangue,

Dicas de Saúde 4 dicas cotidianas para emagrecer Muitas vezes, pequenos detalhes podem fazer a diferença. Quantas vezes pensamos que estas pequenas coisas que não acrescentam muito a nossa vida e nós perdemos? Grande erro. Detalhes se somam a outros detalhes e depois a outro e assim por diante, e o impacto pode ser muito maior. Falando de emagrecer, pode seguramente ser aplicado. Mudar pequenos hábitos a cada dia, você pode perder peso e viver mais saudável. Veja aqui 4 dicas que podem servir todos os dias para emagrecer: * Substitua o café ou outros chás para um chá verde ou vermelho: A maioria das pessoas bebem infusões diárias de qualquer tipo, seja no trabalho, no café da manhã ou à noite, sentado no sofá assistindo a um filme. O café é muito saboroso, mas se você quer emagrecer, é melhor você tomar um chá vermelho ou um chá verde. Sem açúcar, é claro. * Caminhar meia hora por dia: Se o trabalho ou a universidade está um pouco longe de casa, você pode fazer esse trajeto de voltar calmamente a pé. Tome um momento do dia para um passeio, você vai relaxar e pensar sobre outras coisas que não seja comer. Você também pode subir escadas no seu prédio, diáriamente. Você verá como é um bom exercício. * Alterar os métodos de cocção: Acostume-se com spray de cozinha, não coma frituras e evite molhos pesados. Esqueça as refeições com excesso de maionese e ovo, substituir a maior parte do óleo de salada em uma mistura com o molho de soja e vinagre. Prefira os pratos feitos a vapor e grelhados, evitando assim gordura dos alimentos ao fazer frituras. Enfim, há muitas maneiras cortar calorias que você come pratos com apenas alguns truques como estes. * Beba muita água: Beba dois litros de água por dia é algo não só importante para a hidratação e para limpar o corpo, mas também pode servir para emagrecer. Segundo o Dr. Cormillot, beber alguns copos de água antes de cada refeição, reduz a sua ingestão por 75 a 90 calorias por porção. Além disso, o estômago estará mais satisfeito e não precisa comer tanto.

Dicas de saúde para o trabalho Trabalhar o dia todo sentado pode trazer sérios problemas de saúde. Para prevenir lesões mais sérias, vejamos algumas dicas de saúde. Existem dois conceitos de postura. A elegante, que é dada como correta pela maioria das pessoas e a correta, que depende de diversos aspectos para garantir a saúde do profissional. É preciso fazer com que nossas articulações trabalhe corretamente e não visar apenas o estético. Devem funcionar como um carro regulado, todas encaixadas e agindo com perfeição. Apenas sentar na posição tida como elegante não resolve. É necessário ficar atento às dores e problemas já existentes, que devem ser corrigidos com o tempo. Quando a pessoa faz a postura correta e sente dor, ela deve ajustar suas articulações com fisioterapia analítica, para que seu corpo possa funcionar direito. Ao sentar, a pessoa deve posicionar o tronco em uma posição reta em relação ao encosto da cadeira. Os dois pés devem tocar o chão e as pernas não devem estar cruzadas, isso pode criar desajustes na bacia. Pessoas menores podem usar apoios específicos para os pés. Tente não escorregar para a frente da cadeira com o passar do dia.

soro e urina, foram pesados, tiveram a altura e o perímetro abdominal medidos, e foram avaliados para saber se tomavam medicação, sofriam de tabagismo, diabetes e obesidade, disse Casasnovas. No entanto, ele se mostrou “surpreso” pelo fato de que nesta fábrica automobilística, graças à “ergonomia” implantada, o trabalho físico mais duro é levantar 4,5 quilos de peso com manipuladores, por isso que o consumo de calorias é a metade do que imaginava. As doenças cardiovasculares serão a causa de morte de quase a metade

dos espanhóis, e entre 70 e 75% das causas de internações hospitalares. Daí a importância deste estudo, que será prolongado com o acompanhamento da saúde dos voluntários, ressaltou Martín Laclaustra, subdiretor do Biobanco do CNIC. Neste centro estão guardadas 140 mil mostras dos trabalhadores que participam do estudo (cada uma com um microchip com todos os dados). Uma quantidade semelhante está a 80 graus abaixo de zero nos congeladores do Biobanco do Hospital Miguel Servet, em Zaragoza, que começou a funcionar em 2011.

Laranja pode ajudar a prevenir o AVC

Q

ue comer frutas e verduras faz bem à saúde não é novidade, nem que a laranja ajuda na prevenção de diversas doenças, pois é rica em vitamina C. Mas, agora, pesquisadores britânicos e norte-americanos encontram mais um motivo para essa fruta ser consumida aos montes: a laranja pode ajudar a reduzir o risco de acidente vascular cerebral (AVC). O estudo, realizado em parceria pelas Universidades de Esta Anglia, na Inglaterra, e da Harvard School of Medicine, analisou dados sobre o risco de AVC em quase 70.000 enfermeiras norte-americanas, focando-se sobre sua alimentação, especialmente sobre as formas de flavonoides, encontrados em plantas.

De acordo com os resultados, os flavonoides cítricos, chamados flavanonas, pareciam estar associados com uma redução no risco de acidente vascular cerebral. “Nossos dados sugerem que se você comer mais frutas cítricas, pode modestamente reduzir o risco de acidente vascular cerebral”, afirmam os pesquisadores. Contudo, os pesquisadores ressaltam que é necessária a realização de novas pesquisas para comprovação dos benefícios. Pessoas que fazem uso de medicamento controlado devem consultar seu médico antes de consumir grande quantidade de frutas cítricas, pois algumas substâncias contidas nessas podem afetar o funcionamento dos medicamentos.

Levar o cão ao trabalho reduz o estresse, revela estudo

O

s empregadores preocupados em aumentar a produtividade nesta época de feroz concorrência deveriam permitir aos funcionários levar seus cães ao trabalho, sugere um estudo científico publicado nos Estados Unidos. A presença de cães no local de trabalho não apenas contribui para a redução do estresse, mas também ajuda os demais funcionários a enfrentar a jornada, destaca o artigo publicado na última edição do International Journal of Workplace Health Management. “Os cães são uma eficaz barreira ao estresse”, disse à AFP o professor Randolph Barker, da Escola de Comércio da Virginia Com-

monwealth University, em Richmond. Relatórios anteriores já haviam demonstrado os efeitos benéficos da presença de cães em hospitais e clínicas para idosos, mas Randolph Barker garante que o estudo desenvolvido por sua equipe é o primeiro com foco na relação entre cães e o local de trabalho. Os cães são uma solução “de baixo custo e estão facilmente disponíveis para as empresas”. Os pesquisadores analisaram ao longo de uma semana o comportamento de 76 trabalhadores voluntários divididos em três grupos: o que levou seu cão ao trabalho, o que tem um cachorro em casa e o que não possui animal doméstico.

Introdução “Silent Hill” é uma série conturbada, com bons jogos no passado e títulos um tanto quanto decepcionantes em tempos recentes - como “Homecoming”, de 2008. “Downpour” é a mais nova investida da Konami na série de terror. Com um novo protagonista e uma mistura de pontos conhecidos da cidade de Silent Hill com locações até então não visitadas, o jogo é uma mistura de erros e acertos, que pode até entreter os jogadores, mas está longe de ser um game do mesmo nível dos primeiros episódios. Pontos Positivos Herói incomum Em “Downpour”, você controla Murphy Pendleton, um detento rumo a uma prisão de segurança máxima, que, após um acidente, vai parar em Silent Hill, a boa e velha cidade amaldiçoada que dá nome à série de terror da Konami. Conforme a trama se desenrola, você vai descobrindo um pouco mais sobre o passado de Murphy, como a razão dele estar preso e o que o sujeito fez para merecer uma visita à Silent Hill. Logo no começo, vemos que o novo protagonista não é um cara muito bonzinho. No tutorial, você esfaqueia uma vítima indefesa no banheiro da prisão, mas outros segredos são revelados ao longo do game. A vida atrás das grades é uma boa alternativa para o clichê “ex-soldado”, tão comum hoje em dia, e explica um pouco a coragem de Murphy na hora de lidar com as criaturas grotescas que surgem pelo caminho. No fim das contas, entender o personagem e suas motivações é uma das características mais envolventes de “Silent Hill: Downpour”. Escolhas durante a aventura Em alguns momentos do jogo, você precisa tomar decisões, como ajudar um personagem ou deixar o coitado para morrer. Não são muitas escolhas, mas ajudam a criar um vínculo entre Murphy e o jogador. As decisões não mudam muito o rumo da história, o que é uma pena. Mas ao deixar o jogador escolher, “Downpour” permite que você determine se é um sujeito bom em uma situação ruim, ou se é um bandido desalmado. O vínculo entre Murphy e o jogador é importante para a imersão. Em um jogo de terror, se você não se identifica com o personagem de alguma forma, seu destino não tem importância. Afinal, para que se esforçar para conseguir o melhor final do jogo, se você não está nem aí para o protagonista? Ambientação sinistra “Downpour” apresenta uma versão de Silent Hill cheia de novas locações, pontos nunca visitados pelos games anteriores. Ao mesmo tempo, respeita a ambientação da série, com personagens sinistros e paisagens desoladas. O cenário ajuda na criação de tensão ao longo da partida e alguns trechos são arrepiantes, principalmente as rápidas passagens pelo Otherworld - uma espécie de inferno no mundo de “Silent Hill”. Durante o jogo, você explora apartamentos e lojas abandonadas. Além da história principal, há várias missões paralelas que permitem conhecer mais sobre a cidade e seus habitantes - ainda que dependam de mecânicas de jogo antiquadas e que não se encaixam muito bem em uma história de terror. Pontos Negativos Combate simples demais Assim como “Homecoming”, “Downpour” é um “Silent Hill” mais voltado para a ação. Murphy usa qualquer ferramenta que encontrar pelo caminho como arma - chaves inglesas, facas, pedaços de madeira e até pedras constam em seu arsenal. O combate, em si, é muito simples, não indo além de esmagar um botão até acabar com o adversário. A simplicidade rende momentos cômicos e não-intencionais, como pessoas andando para lá e para cá com uma faca de açougueiro fincada nas costas - e não se trata de um monstro sobrenatural, mas de uma pessoa comum e indefesa, que deveria estar no chão, agonizando de dor. Para um jogo que coloca o combate como seu principal elemento - diferente dos primeiros jogos de “Silent Hill” - era de se esperar um sistema mais complexo. Puzzles antiquados “Downpour” é cheio de mecânicas antiquadas: missões paralelas envolvem encontrar objetos perdidos, devolver esses objetos ao seu local de origem para agradar os moradores da cidade e conseguir algum item especial. Os puzzles, porém, são o ponto baixo do jogo: além de ser muito fácil descobrir o que fazer, muitas vezes antes mesmo de perceber o problema - você mexe nas coisas e descobre um elevador ou porta secreta, antes de notar que precisa fazer isso para avançar. Pior ainda, são os típicos puzzles de arrumar quadros para abrir passagens secretas. Tudo bem, eles funcionam, mas honestamente: por que um presidiário, fugindo de uma cidade amaldiçoada, se importaria em endireitar um quadro velho na parede de uma casa abandonada?


JD

Diversão&Cultura

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

Sabrina Sato diz que não interfere na escolha das novas panicats “Tem muitas mulheres bonitas, eu procuro não me meter muito”, disse Sabrina DIVULGAÇÃO

A

apresentadora Sabrina Sato, 31, não tem direito a voto na escolha das assistentes de palco do “Pânico”. O programa, que estreia neste domingo (1º) na Band, é famoso por ter belas mulheres em trajes sumários rebolando no fundo do palco. “Tem muitas mulheres bonitas, eu procuro não me meter muito”, afirmou Sabrina Sato. “Meu gosto não bate com o gosto dos homens”, explicou. “A gente [do sexo feminino] gosta de uma mulher mais normal.” A “Japa” também fez questão de ressaltar que o que aparece no programa

é uma versão exagerada dela mesma e que é bem mais esperta do que aparenta. “Eu falo inglês superbem”, assegurou. “Aquilo é uma personagem.” Em uma das primeiras reportagens na nova emissora, Sabrina vai aparecer caracterizada como bruxa. A famosa pinta que ela tem na testa acaba mudando de lugar e virando uma verruga. Ela também aparecerá no quadro “Prainha Gente Fina”, ao lado de Sábio (Edu Sterblitch), uma imitação do namorado dela, o deputado federal Fabio Faria (PSD-RN).

C4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Celebridades Rafinha Bastos DIVULGAÇÃO

Programa perde humorista Nem estreou e o “Saturday Night Live Brasil”, da Rede TV!, teve sua primeira baixa. A nova atração de Rafinha Bastos perdeu a comediante Marlei Cevada, que interpreta a espevitada Nina em “A Praça É Nossa”, do SBT. Ela, que já tinha fechado sua participação no programa, voltou atrás e resolveu continuar ao lado de Carlos Alberto de Nóbrega.

SBT FOTOS DIVULGAÇÃO

Com novas panicats mascaradas, Pânico na Band estreia em segundo

A A apresentadora Sabrina Sato, que diz não ter direito a voto nas escolhas

estreia da turma do “Pânico” manteve um segredo que ajudou a segurar a alta audiência. O “Pânico na Band”, em seu primeiro programa na nova emissora, obteve 11 pontos de média de audiência, empatando com “Domingo Espetacular”, da Record. Cada ponto no ibope equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo. A mudança das panicats, uma das novidades mais esperadas do humorístico, foi o grande segredo que acabou não sendo revelado no final. As moças, com exceção de Babi Rossi, que já fazia parte do elenco do programa na RedeTV!, ficaram o tempo todo de casaco e mascaradas.

Brigas entre integrantes atrapalha estreia de musical sobre as Spice Girls

P

lanejado para estrear no fim de 2012, o musical “Viva Forever”, inspirado nas músicas do grupo “Spice Girls” está com problemas para sair do papel por conta do difícil relacionamento entre as ex-integrantes.

Segundo o jornal americano “New York Post”, as cantoras não conseguem concordar entre si sobre o roteiro escrito por Judy Cramer, que estava por trás do musical “Mamma Mia!”. “Melanie Brown e Melanie

Chisholm não conseguem concordar em nada”, disse uma fonte ao jornal. Outra ex-Spice que não tem dado atenção à peça é Victoria Beckham que está mais preocupada com sua grife de roupas.

“Pânico” e “Legendários” Leonor Correa, que deixou a direção do programa “Eliana” (SBT) vai dirigir o piloto de “A Tribo”, atração criada por Alexandre Frota no canal. Nos bastidores, dizem que”A Tribo” é um mix de “Pânico” e “Legendários”.

Bruce Willis

Quarta filha A segunda mulher do ator Bruce Willis, 57, Emma Heming, 33, deu à luz uma menina. De acordo com o site “E! Online”, ela nasceu no último domingo, em Los Angeles. A garotinha, que é a primeira do casal, nasceu com 4,1 quilos. Willis tem mais três filhas com a atriz Demi Moore: Rumer, 23; Scout, 20; e Tallulah, 18.

DIVULGAÇÃO

Diferenças entre Spice Girls têm dificultado conclusão de musical

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Semana começa bem pra voce, super energética! Além de focado, entusiasmado e seguro de si, você está mais perto de quem é companheiro de verdade de suas aventuras. Esteja pronto a dar um gás no amor, mostrando todo seu romantismo.

Libra (23 set. a 22 out.) Mais um convite, libriano? Parece que até enfim as pessoas certas se lembraram de você! Nada como este gosto saboroso de aceitação, calor humano e reconhecimento. Participe, dê ideias, engaje-se. O mundo o aguarda. Amor em alta.

Touro (21 abr. a 20 mai.) Com a reputação em destaque total, você começa positivamente a primeira semana de abril. Um chefe ou superior está de olho na sua performance. Faça por merecer o elogio que tanto aguarda. Assuntos familiares tomarão seu tempo também.

Escorpião (23 out. a 21 nov.) Marte e Netuno em oposição trazem consciência de quão diferente é a ilusão da ação certeira, de como é difícil harmonizar trabalho cotidiano com o sonho de que todos os envolvidos num projeto tenham o mesmo pique. Reveja tudo isso.

Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Variar a rotina é uma boa desculpa pra deixar a cabeça voar um pouco por ai. Mas sem isso, como se comprometer com uma rotina que entedia? Alguns momentos de liberdade trazem aquele pique de volta. Curiosidade pelo mundo.

Resumo das Novelas Malhação Cristal diz a Gabriel que deixou um bilhete para Alexia avisando que iria sair. Fabiano dispensa Suzana e vai ao cinema com Laura. Betão pergunta sobre a revista em que sairá sua matéria com Maria. Cristal discute com Alexia e finge passar mal na frente de Gabriel. Aparecida sugere que Carmem seja amiga de Laura. Gabriel pede que Cristal vá para sua casa, em Petrópolis, e ela culpa Alexia. Jefferson comenta com Dieguinho que eles precisam gravar um CD em uma gravadora.

Amor Eterno Amor Regina destrata Valdirene e a manda se afastar de Michele. Zé da Carmem desiste de brigar com Josué. Pedro se irrita por ter que dividir um quarto com Gracinha. Tereza entrega a Rodrigo os documentos que Verbena guardava sobre seu desaparecimento. Ribamar comemora a aceitação de sua estátua de São Jorge no condomínio. Kléber não percebe as investidas de Cris. Bruno tenta convencer Valdirene a contar seu segredo para ele. Julinho fala para Laís que a pedirá em casamento.

Aquele Beijo Eveva tenta socorrer Deusa enquanto Grace Kelly observa tudo pela varanda do apartamento. Sarita abriga Cléo e Tide em sua casa. Valério ameaça denunciar Damiana e Raimundinha para Felizardo e elas revidam. Deusa sobrevive à tentativa de assassinato, mas precisa passar por uma cirurgia. Olga descobre que Otília pediu um novo julgamento e ataca a irmã. Marieta, Olavo e Taluda desistem da dieta. Ricardo leva Bernadete e o filho recém nascido para sua casa. Amália pede Joselito em casamento.

Avenida Brasil Mercedes e Nina tentam descobrir o paradeiro de Begônia. Max fica nervoso quando Ivana avisa que começará um tratamento para engravidar. Jorginho procura Lucinda. Nina termina o seu namoro com Hector. Jorginho se lembra de Rita. Carminha exige que Tufão repreenda o filho. Por causa de uma confusão com Begônia, Nina vai parar em uma delegacia. Tufão pede para Jorginho se desculpar com Carminha. Hector tira Nina da cadeia. Carminha se encontra com Max.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Esta semana em especial, e hoje em particular, o cenário astral destaca a chance de melhorar seu setor financeiro. Os convites se multiplicam, é sua fama ganhando terreno. Você pode ganhar mais, mas ter coragem é determinante. Leão (22 jul. a 22 ago.) Clima astral deste início de semana pede recolhimento e paz interior. A Lua transita seu signo, significando assim um ótimo dia pra se cuidar melhor. Visão de conjunto e clareza fornecem autoconfiança. Contatos com pessoas de fora em destaque. Virgem (23 ago. a 22 set.)

Se você apostar um pouco mais na improvisação, na fé e na alegria, vai ver como o dia será mais vibrante e movimentado. Você se queixa, mas não percebe que está segurando o fluxo espontâneo da vida. Ande pra frente e não remoa magoas.

Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Um clima de boa vontade e amizade ajuda você a tomar pé numa semana que promete vibração e novidade! É claro que você pode contar com as pessoas. Mas tem de discriminar quem e quando. Essencial e urgente fazer isso agora. Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Um clima de boa vontade e amizade ajuda você a tomar pé numa semana que promete vibração e novidade! É claro que você pode contar com as pessoas. Mas tem de discriminar quem e quando. Essencial e urgente fazer isso agora. Aquário (21 jan. a 19 fev.)

Surge alguém que se empolga com suas ideias, está pronto a se unir em prol de uma iniciativa original. Você deve ir conversando, explicando, acertando os detalhes. Mas tem de aguardar mais uma semana pra realizações maiores.

Peixes (20 fev. a 20 mar.) O amor pode ser um problema ou uma solução, já disse um poeta. Hoje ele é a saída pra superação de entraves - domésticos, familiares, íntimos. Uma pitada de generosidade e outra de alegria e confiança na vida, pisciano!


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, terça-feira, 03 de abril de 2012

BBBs Mau Mau, Rodrigão e Rodrigo Carvalho marcando pre sença na Feijoada do Bloco Malagueta

Como usar sapato oxford feminino

Rafaela e Ricardo

Mensagem do dia “As vezes é preciso parar e olhar para longe, para podermos enxergar o que está diante de nós.” (John Kennedy)

Contrate o Programa Balada Fashion para o seu evento: Inauguração de empresas, coquetel de lançamento da nova coleção, aniversário, formatura, confraternização, etc... Contatos: 9112 5045/ 9112 1989. Programa Balada Fashion todos os sábados às 18:40 e reprise aos domingos às 14h. Na REDETV.

Por ser inspirado em sapato masculino, usar o oxford com peças mais delicadas e românticas dá uma suavizada no visual, deixando com um toque mais feminino. Pode ser usado com saias e vestidos curtos, principalmente em estampas discretas e florais. O sapato oxford com salto fica mais sexy quando usado com saia ou vestido super curto e acessório vintage. Também combina com calças, tanto as skinny quanto as de modelagem reta, pantalonas, leggings. Os shorts jeans e os de alfaiataria também caem bem com esse tipo de sapato. Utilize blusas sem muito destaque para não deixar o look muito carregado, o grande destaque deve ficar por conta dos sapatos. Evite usar o sapato oxford feminino com roupas mais despojadas e que fazem a linha esportiva, como os modelos balonê, godê e saias muito longas. Mulheres básicas devem investir no sapato oxford bicolor preto e branco ou marrom e branco, já as mais ousadas podem escolher o sapato oxford em cores cromo, envernizada ou os mais coloridos. E já que a moda traz modelos de sapato oxford feminino que vão do clássico ao mais ousado, a dica é escolher o que mais combina com o seu estilo e usar sem medo, pois eles prometem chamar muita atenção e fazer sucesso entre as mulheres.

Deusa e Romulo

Claudine Kathleen

Eduardo Tavares

Alê Moutinho

jornal do dia 03/04/2012  

jornal do dia 03/04/2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you