Page 1

MACAPÁ-AP, SEXTA-FEIRA E SÁBADO, 10 E 11 DE AGOSTO DE 2018 - ANO XXXI

Auxílio-doença e invalidez Segurados têm até dia 13 para fazer revisão no INSS B1

• EDIÇÃO VALOR R$ 2,00

* FUNDADO EM 04 DE FEVEREIRO DE 1987 INVESTIGAÇÃO : HOMENS MORTOS PELO BOPE TERIAM PRATICADO ATAQUES NAS ÚLTIMAS SEMANAS

B4

Índice de mortes violentas aumentou nos últimos dois anos no AP Levantamento aponta que em 2017 o estado registrou 430 mortes, um aumento de 5,7% se comparado com o ano anterior. Neste ano, somente no primeiro semestre, o Amapá já registrou mais de 200 casos. Nos últimos dois anos, o Amapá registrou um aumento no número de mortes violentas, é o que aponta

o levantamento do 12º Anuário de Segurança Pública divulgado na quinta-feira (9). Os dados mostram que em 2017, o estado registrou 430 homicídios, um aumento de 5,7% se comparado com 2016, quando foram registradas 390 mortes. A taxa é de 53,9 mortes para cada 100 mil habitantes.nA4 DIVULGAÇÃO

ARQUIVO JD

INSCRIÇÕES VÃO ATÉ 15 DE AGOSTO, na secretaria da instituição.

PROFISSIONALIZANTES

Cândido Portinari abre 150 vagas para cursos

Ilustração, serigrafia, artesanato de pintura em tecidos e pintura de obras imobiliárias são as disciplinas disponíveis; nB2

APONTA IBGE

Safra deste ano deve ser 5,7% menor O número de homicídios dolosos cresceu no estado DUVULGAÇÃO

A safra de cereais, leguminosas e oleaginosas do país deve fechar o ano com 226,8 milhões de toneladas, 5,7% abaixo da produção de 2017. nB3 DIVULGAÇÃO

Nenhum dos 16 municípios realiza o descarte e tratamento do lixo de forma adequada Nenhum município possui o descarte e tratamento do lixo de forma adequada. Somente a capital, Macapá, possui um aterro sanitário, mas, para se adequar às regras da Política Nacional de Resíduos Sólidos, o local precisa atender algumas exigências. O Governo do Estado do Amapá (GEA) afirmou que está buscando alternativas para resolver o problema. nA4

A PREVISÃO para a soja teve leve aumento em relação a junho (0,1%)

NESTA EDIÇÃO CADERNO A............................4Pag. CADERNO B............................4Pag.

NA INTERNET: www.jdia.com.br - COMERCIAL: comercialjd.2011@gmail.com 3217.1100 / 99902-3326


A2

Opinião

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

O CNJ e o sistema prisional O Estado de S.Paulo

C

riado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com o objetivo de fazer um mapeamento contínuo e dinâmico da população carcerária, alimentado por informações sobre as ações criminais a que presos provisórios respondem e sobre os processos de execução penal dos presos já julgados, o Banco Nacional de Monitoramento de Presos (BNMP) é uma plataforma digital que apresenta em tempo real um quadro preciso do sistema carcerário brasileiro. Divulgados no início da semana ainda em caráter parcial, pois os tribunais de São Paulo e do Rio Grande do Sul ainda não

enviaram todas as informações, os números do BNMP mostram que existem 602.217 presos em todo o País, dos quais 95% são homens e 5% são mulheres. Segundo o levantamento, 30% dos presos têm idade entre 18 e 24 anos. Os números também mostram que 40% dos presos são provisórios, aguardando julgamento; 35% já foram condenados em caráter definitivo; e 24% foram condenados por determinação da segunda instância, aguardando julgamento dos recursos impetrados nos tribunais superiores. O 1% restante reúne casos excepcionais. Entre os presos já condenados em caráter definitivo, 74% es-

tão em regime fechado, 24% em regime semiaberto e 1% em regime aberto. A plataforma do CNJ mostra ainda que, entre os crimes mais recorrentes nos julgamentos dos tribunais, 27% dos presos respondem a processos ou foram condenados por roubo, 24% por tráfico, 11% por homicídio, 8% por furto, 4% por posse ou comércio de arma de fogo e 3% por estupro. Em termos absolutos, São Paulo, que é o maior Estado do País em número de habitantes, tem a maior população carcerária, estimada em 170 mil presos, seguido por Minas Gerais, com 60 mil. Os Estados que têm o maior número de presos em relação à sua

população são Mato Grosso do Sul e Acre, enquanto a Bahia tem o menor número. Como o cadastro é alimentado diariamente e os números são divulgados em tempo real, com o tempo os dados do Judiciário passaram a colidir com os do Censo Penitenciário, que é elaborado pelo Executivo. Ao avaliar os números dos primeiros Estados – Roraima e Goiás – que alimentaram o cadastro, o CNJ constatou que a quantidade de presos era, em média, 20% menor da que constava no levantamento do Executivo, sob responsabilidade do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Enquanto o último censo estimou a população carcerária em 726.712 presos, o BNMP registra 602.217 – uma diferença de 124.495 presos.

fórmula encontrada pelo governo para apaziguar os caminhoneiros. Se a tabela for de fato aplicada, haverá reflexo nos custos dos alimentos e de muitos outros produtos. Com o resultado de julho, a inflação oficial no ano ficou em 2,94% e a acumulada em 12 meses, em 4,48%, acima da contabilizada até o mês anterior (4,39%), segundo o levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com a taxa anual praticamente em cima da meta fixada para 2018 (4,50%), é muito difícil apontar uma razão para o BC cortar os juros básicos na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), prevista para 18 e 19 de setembro. Se nenhuma pressão importante surgir até lá, os atuais 6,50% serão provavelmente mantidos. Se houver um aumento, a motivação mais provável estará associada a novidades na disputa eleitoral.

Por enquanto, a nova alta da tarifa de luz, destinada a gerar R$ 1,45 bilhão para fechar um buraco da Conta de Desenvolvimento Energético, administrada pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, é a pressão mais importante prevista para o curto prazo. O custo da eletricidade já tem subido para famílias e empresas. Em julho, foi o principal fator de elevação do IPCA, com impacto de 0,20 ponto na formação da taxa de 0,33%. Alimentação e vestuário produziram impactos negativos. Entre os positivos, o segundo mais importante foi o dos transportes, com modesto 0,09 ponto. A relativa calmaria nos mercados é mostrada também pela Fundação Getúlio Vargas no Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). O indicador subiu 0,44% em julho, menos de um terço da taxa de 1,48% observada no mês

anterior. Os preços por atacado, com peso de 60% na formação do IGP-DI, aumentaram 0,52%, um ritmo também equivalente a menos de um terço do contabilizado em junho (1,67%). A variação dos preços ao consumidor (com peso de 30% no resultado geral) passou de 1,19% para 0,17%. A alta do terceiro componente, o índice do custo da construção, com participação de 10% no conjunto, desacelerou de 0,97% para 0,61%. As maiores pressões deverão provir dos preços administrados, com altas de 7,4% em 2018 e de 5% em 2019. O novo aumento da conta de luz, um dos componentes desse conjunto, só foi confirmado uma semana depois da sessão do Copom. Pelas perspectivas atuais, os preços com evolução mais moderada serão aqueles dependentes do mercado, descartada, é claro, a hipótese de algum choque político.

Preços calmos, por enquanto O Estado de S.Paulo

C

om 13 milhões de desempregados, muita capacidade ociosa na indústria, consumidores cautelosos e ampla oferta de bens essenciais, a inflação continua moderada e se mantém no rumo previsto pelo Banco Central (BC) – pelo menos até onde se pode prever, num ambiente enevoado pela incerteza política. Em julho, a inflação oficial, medida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 0,33%, depois de ter batido em 1,26% no mês anterior. O salto registrado em junho foi um dos efeitos da paralisação do transporte rodoviário. O primeiro impacto nos preços foi passageiro, como havia previsto a autoridade monetária. Falta avaliar os impactos secundários, derivados, por exemplo, da aplicação da tabela mínima de fretes,

Editado por Omega Publicidade Ltda. Rua Mato Grosso, 296 A - Bairro Pacoval CEP. 68.908-350 - Macapá-AP CNPJ 03.926.197/0001-82 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(*1917 +2006) e Irene Pereira(*1923 +2011) 1º Presidente: JÚLIO MARIA PINTO PEREIRA 1987 a 1991 - (*1954 +1994)

Presidente em Exercício: LÚCIA THEREZA PEREIRA Editor chefe: CAROLINE MIRANDA DE LIMA Consultoria Jurídica: RAMON BATISTA DO RÊGO (OAB/AP 1453)

E-mails Pautas e contatos com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Departamento Comercial: comercialjd.2011@gmail.com JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br

Representante comercial J.C. Representações e Publicidades Ltda. Av. Rio Branco, 173 / 602 e 603 Centro - Rio de Janeiro - CEP 20040-007 CNPJ 30.868.129/0001-87 Telefax: RJ (21) 2262-7469 2262-8116 / 2533-1133 SP (11) 3223-7551 BRASÍLIA (61) 3328-4108 Contatos: Fale com a redação (96) 3217-1117 - (96) 3217-1108 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110

Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Acompanha o

ÍNDICE Opinião .....................A2, A3 Social..........................A4 Geral ..........................B1,B2,B3 Polícia .......................B4

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296 A Pacoval, Macapá (AP) CEP 68.908-350

caderno de ClasssiDia 8pág. Geral ...........................C1 Esporte ......................C2 Cultura .......................C3 Geral ...........................C4

Aos domingos Veículos ....................D1,D2,D3 Informe .....................D4

Edição número

9621

ESPLANADA POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

SOFRA, PEQUENO EMPRESÁRIO!

E

nquanto usa a isenção fiscal e abre mão de bilhões de reais em arrecadação de grandes empresas brasileiras e multinacionais – inclusive no trilionário setor petróleo – o Governo Federal segue castigando o pequeno empresário. Amparado no parecer da Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, o presidente Michel Temer

decidiu vetar, integralmente, o PL 76/18, de autoria do deputado Jorginho Melo (PR-SC), que possibilitava a reinserção de pequenos empresários ao Simples Nacional. A lei facilitaria muito a vida dos empresários devedores, que poderiam parcelar suas dívidas e voltar a pagar impostos mensais numa alíquota bem menor.

Faz por onde

Na Mensagem 421, do dia 6, Temer alegou “contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade”. Depois reclama que tem a mais baixa popularidade da História.

Dois pesos

É alta, atualmente, a inadimplência dos pequenos e médios empresários. A Receita Federal ainda tem força-tarefa para cercar quem deve. Já contra os grandes..

É do jogo

Tucanos apostam que boa parte da militância do governador Márcio França (PSB) vai pedir votos para Geraldo Alckmin a presidente. Em SP, a relação é boa entre os grupos.

Novelão

Segue nas mãos do ministro relator do STF Edson Fachin o caso do deputado federal Pr. Marco Feliciano, suspeito de agressão e estupro, denunciado pela jornalista Patrícia Lelis, de Brasília. Ela agora é.. candidata a deputada federal pelo PROS em São Paulo. Onde responde a processo na Justiça, acusada de extorsão e falso testemunho.

Só no papel.. O primeiro passo foi dado pelo menos no Congresso Nacional, enquanto o Palácio e outros órgãos do Governo não se manifestam sobre o Decreto de Temer no qual o Brasil aderiu à Resolução da ONU de combate ao terrorismo. A CCJ do Senado aprovou o PLS 30/18 “que institui a Frente Parlamentar de Segurança Pública nas Fronteiras”. Da arquibancada O Palácio de fato está neutro na campanha. Nada de reuniões partidárias ou encontros com políticos para turbinar a agenda do presidenciável Henrique Meireles (MD). Na última segunda, enquanto Meirelles se debruçava sobre a agenda da semana em reuniões que vararam a noite, o Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, estava no bar Churchill em Brasília assistindo alvoroçado Atlético x Internacional. Garoto-propaganda Fernando Haddad pode usar uma camisa com o slogan ‘Lula Livre’ hoje à noite no debate dos presidenciáveis na Band. Há quem aprove e desaprove no staff. A conferir. Radar.. A Aeronáutica segue em compasso de espera do aval do TCU para soltar um edital de licitação para Parceria Público-Privada que vai atiçar os mercados nacional e internacional. Contrato de R$ 4,5

bilhões – e investimento operacional direto de R$ 1 bilhão – para gestão da sua Rede de Comunicações do Comando da Aeronáutica. ..ligado Está previsto para até novembro. Segundo a Força, a PPP envolve ‘elaboração de projeto, instalação, operação, gestão e manutenção da infraestrutura de comunicações, controle e gestão das redes de comunicação’ em todo o território nacional e no espaço aéreo sobre a fronteira marítima do Brasil. Mídia em foco O ENECOB – Encontro Nacional de Editores, Colunistas, Repórteres e Blogueiros, e o e-latino – Encuentro de Periódicos de Latinoamérica, dos quais a Coluna é media partner, confirmaram mais dois eventos: e-latino fará press-trip em Manaus, com jornais do Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e Colômbia; e o ENECOB sobre gestão da saúde em dezembro em Brasília, com 35 grandes jornais de todas as capitais. Brasileiros & Latinos Com a rede de mais de 90 jornais signatários em 8 países, atualmente, O ENECOB e o e-latino tornaram-se dois dos maiores eventos de mídia da América do Sul. A press-trip no rio Negro tem patrocínio da Anfip, Grupo Landis, Hostnet, Hotel Kubitschek Plaza e apoio da Tuiuiú Comunicação e Conselho Federal da OAB.

Com Equipe DF, SP e Nordeste www.colunaesplanada.com.br LM Comunicação Coluna Esplanada contato@colunaesplanada.com.br Caixa Postal 1980 – CEP 70254-970 – Brasília-DF


Opinião

Macapá-AP, SEXTA-FEIRA E SÁBADO, 10 e 11 de agosto de 2018

Vara de Execuções Penais e IAPEN realizam ação social na Penitenciária Feminina Foram realizados 42 procedimentos, entre mamografias, ultrassonografias abdominais e transvaginais Redação

A

Central de Penas Alternativas e Atendimento ao Reeducando da Vara de Execuções Penais e a Coordenadoria da Penitenciária Feminina do Amapá (COPEF/AP), realizaram uma ação social voltada para a prevenção e promoção da saúde das reeducandas. A ação contou com participação voluntária do médico Cristóvão Antônio Pugliesi, especialista em diagnóstico por imagem, clínica e cirurgia geral, e ocorreu nos dias 28 e 31 de julho. Segundo a psicóloga da Vara de Execuções Penais (VEP), Ana Cleyde Bastos Matias, “o objetivo da atividade foi proporcionar às mulheres privadas de liberdade o acesso a exames imprescindíveis à saúde, possibilitando identificar, diagnosticar e monitorar os casos que requerem encaminhamentos para tratamento na rede pública”. De acordo com Ana Cleyde, o resultado final superou o número de pro-

cedimentos realizados na rede externa, “tendo em vista a necessidade de agendamento prévio e logística (escolta, transportes) para deslocamento da interna até uma unidade de saúde, concorrendo com a demanda da sociedade em geral”. Foram realizados 42 procedimentos, entre mamografias, ultrassonografias abdominais e transvaginais. E, ainda, três drenagens de cistos causados pela infecção na bartolinite - inflamação de uma ou ambas as glândulas de Bartholin, que são duas glândulas acessórias dos genitais externos femininos - e dois atendimentos de emergência a internas que apresentavam dores em razão de hérnias umbilicais. Nesses últimos casos o médico realizou a manobra de Taxe – paciente é colocada em posição na qual a cabeça fica mais baixa que o corpo fazendo com que as alças intestinais recuem em direção ao diafragma, enquanto o médico manobra para reduzir a hérnia. “A parceria foi possível porque o médico Cristóvão Antônio Pugliesi, auxiliado por sua equipe, composta pelos colaboradores Cinara Lima e Jurene Moura, disponibilizou aparelho de imagem e se voluntariou a prestar os serviços de forma gratuita. Além disso, a parceria e a colaboração da coordenadora da COPEF, Elizângela Gomes, e da

DIVULGAÇÃO

A AÇÃO contou com participação voluntária do médico Cristóvão Antônio Pugliesi, especialista em diagnóstico por imagem, clínica e cirurgia geral, e ocorreu nos dias 28 e 31 de julho. DIVULGAÇÃO

E, AINDA, três drenagens de cistos causados pela infecção na bartolinite - inflamação de uma ou ambas as glândulas de Bartholin

equipe de saúde prisional feminina foram fundamen-

tais para o êxito da ação”, finalizou Ana Cleyde.

Juízes substitutos do TJAP recebem vitaliciedade

DIVULGAÇÃO

Ascom Tjap

N

esta quarta-feira (08), a Corte do Tribunal de Justiça do Amapá, sob a presidência do desembargador Carlos Tork, esteve reunida na 742ª Sessão Ordinária do Pleno Administrativo. Durante a sessão, os juízes substitutos Luciana Barros de Camargo e André Gonçalves de Menezes se tornaram vitalícios nos cargos por decisão unânime do Pleno. Os magistrados foram aprovados no último concurso para a magistratura estadual, sendo empossados no início de 2016. Os juízes cumpriram todos os requisitos estabelecidos para receber a vitaliciedade, com nota favorável no quesito produtividade, além do cumprimento do Curso Oficial de Formação Inicial para Magistrados Módulo Nacional da ENFAM e da comunicação da Corregedoria de Justiça sobre a inexistência de ati-

ATO ACONTECEU durante 742ª Sessão do Pleno Administrativo

tude que desabone as suas condutas. Ainda na sessão, o presidente do TJAP, desembargador Carlos Tork, comunicou os pares sobre a publicação do edital que declara vago o cargo de desembargador do TJAP, após aposentadoria voluntária do desembargador César Pereira, a ser preenchido por juiz de entrância final, mediante critério de antiguidade.

O presidente registrou o brilhante trabalho realizado pelo desembargador César Augusto Souza Pereira. “Destaco o nosso agradecimento ao longo, exaustivo e brilhante trabalho realizado pelo desembargador como magistrado do Juizado da Infância e da Juventude de Macapá – Área Cível/Administrativa e logo depois no desembargo”, afirmou o presidente.

A 742ª Sessão Ordinária do Pleno Administrativo contou com a participação dos desembargadores: Carlos Tork (presidente), Carmo Antônio de Souza (corregedor em exercício), Agostino Silvério Junior, Manoel Brito, João Lages e Rommel Araújo. Estiveram presentes, assistindo a sessão, juízes e representantes do Sindicato dos Servidores da Justiça.

A3

'Golpistas' úteis O Estado de S.Paulo

A

notícia de que o PT se aliou a vários partidos que apoiaram o impeachment da presidente Dilma Rousseff, publicada pelo Estado, surpreende somente os incautos que ainda acreditam no discurso da pureza ideológica petista. Pois a única ideologia do PT é a que estiver mais à mão para satisfazer seu projeto de poder e de aparelhamento de setores fundamentais do Estado. Assim, o PT se apresenta hoje como partido de “esquerda” e como líder do “campo progressista” unicamente porque lhe é conveniente, e não por princípio ou convicção. O assim chamado “socialismo” petista sobrevive apenas no palavrório de seus fanáticos militantes, pois na prova dos noves, quando exerceu o poder, o PT rapidamente esqueceu seu “socialismo”, julgando ser mais interessante associar-se aos compadres do capital para financiar sua permanência no poder. Flagrado com a boca na botija, e com seu deÉ claro que os miurgo Lula da Silva na cadeia, o PT inventou o petistas, dilidiscurso da “perseguição política” e, em tor- gentes na hora no disso, retomou a de apontar as verborreia esquerdista que tanto excita desavi- contradições dos sados artistas e intelec- adversários, já tuais, mas que, na prática, é mera tentativa de têm na ponta da dar substância ideoló- língua argumengica e sentido histórico ao que não passa de tos para justificar oportunismo barato. seu constrangeEsse oportunismo se manifesta explicitamen- dor contorcioniste na formação das mo eleitoral. alianças do PT nas disputas estaduais. A reportagem mostrou que em seis Estados o partido da defenestrada Dilma Rousseff será cabeça de chapa em candidaturas com legendas que os petistas classificam de “golpistas”. Em outros nove, o PT apoiará candidatos cujos partidos também ajudaram a derrubar Dilma. É claro que os petistas, diligentes na hora de apontar as contradições dos adversários, já têm na ponta da língua argumentos para justificar seu constrangedor contorcionismo eleitoral. Segundo a presidente do PT, Gleisi Hoffman, “não há (contradição) porque estamos deixando claro que eles têm de apoiar Lula” e “ em todos esses casos (de alianças com os ‘golpistas’) tem apoio a Lula”. Ou seja, a necessidade de amparar seu encalacrado comandante obriga o PT a engolir seus alardeados princípios e associar-se a partidos e políticos que até outro dia demonizava furiosamente. É claro que isso tudo foi embalado pela conhecida retórica embusteira do PT – Gleisi informou que os partidos “golpistas” fizeram “uma autocrítica, inclusive”, razão pela qual estão agora devidamente higienizados e aptos a juntar-se aos virtuosos petistas. No Ceará, por exemplo, o PT abriu mão de disputar uma vaga ao Senado para não atrapalhar a campanha à reeleição de Eunício Oliveira (MDB), que votou pelo impeachment de Dilma. E o presidente do Senado não decepcionou: “Eu sou eleitor do Lula. Eleições livres são eleições com Lula”, discursou Eunício em evento no dia 7 passado em Fortaleza. O PT integra também a coligação do governador de Alagoas e candidato à reeleição, Renan Filho (MDB), filho do senador Renan Calheiros (MDB), outro que votou pelo impeachment de Dilma. Mas isso são águas passadas: o senador Renan conta com a popularidade de Lula da Silva para reeleger o filho e, por isso, não se constrange em vir a público para declarar apoio desbragado à “candidatura” do ex-presidente e, ao mesmo tempo, para maldizer o governo de seu correligionário Michel Temer. Segundo Gleisi Hoffman, agora Renan é parte do time: “O Renan teve um reposicionamento nessas questões que interessam ao campo progressista e popular”. O tal interesse do “campo progressista e popular” foi definido de maneira bem mais singela pelo presidente do PT de Mato Grosso, deputado Valdir Barranco, ao explicar por que o partido está apoiando a candidatura ao governo do Estado do senador Wellington Fagundes (PR), que também votou pelo impeachment de Dilma. Segundo Barranco, não foi possível fechar alianças com siglas de centro-esquerda, razão pela qual o PT se viu obrigado a pensar em “suas prioridades”: “A política está em permanente mudança. Neste momento, a melhor tática é essa. Sem o ‘chapão’, não teríamos quociente eleitoral para eleger deputados”. Simples assim.


A4

Geral

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

Índice de mortes violentas aumentou nos últimos dois anos no AP Levantamento aponta que em 2017 o estado registrou 430 mortes, um aumento de 5,7% se comparado com o ano anterior. Neste ano, somente no primeiro semestre, o Amapá já registrou mais de 200 casos. Da Redação

N

os últimos dois anos, o Amapá registrou um aumento no número de mortes violentas, é o que aponta o levantamento do 12º Anuário de Segurança Pública divulgado na quinta-feira (9). Os dados mostram que em 2017, o estado registrou 430 homicídios, um aumento de 5,7% se comparado com 2016, quando foram registradas 390 mortes. A taxa é de 53,9 mortes para cada 100 mil habitantes. Apesar do alto índice de registros, o Amapá não está entre os estados com as maiores taxas de mortes violentas por 100 mil habitantes. Rio Grande do Norte, Acre e Ceará ga-

nham destaques neste quesito, com 68, 63,9 e 59,1, de taxa respectivamente. As menores foram registradas nos estados de São Paulo (10,7), Santa Catarina (16,5) e Distrito Federal (18,2). No Brasil foram 63.880 mortes violentas no ano passado, ou seja, 175 pessoas foram assassinadas por dia, registrando elevação de 2,9% em comparação a 2016. De acordo com o levantamento, o número de homicídios dolosos cresceu no Amapá, somente em 2017 foram registrados 352 casos, uma variação de 12,4% se comparado com o ano anterior. Em seguida aparece latrocínio, com 17 casos e lesão corporal seguido de morte, com 8 registros. As duas últimas analises tiveram quedas representativas no estado. Em relação a policiais civis e militares mortos em situação de confronto, o Amapá registrou apenas 1 caso no qual a vítima estava fora de serviço. Em 2016, o anuário apontou também um único caso. Se tratando de mortes decorrentes de intervenção policial, o Amapá registrou 53 casos em 2017, apontando uma queda em comparação com 2016, quando houveram 59 casos. Cidade violenta Em janeiro de 2017, a ONG Conselho Cidadão para a Segurança Pública e

DIVULGAÇÃO

54 senadores podem buscar novo mandato em 2018; 22 desistem G1 Nacional

L A TAXA É DE 53,9 MORTES para cada 100 mil habitantes.

a Justiça Penal, do México, divulgou o ranking nacional das 50 cidades mais violentas do mundo em 2015. Macapá ficou em 48° posição, com a taxa de 30,25 homicídios por 100 mil habitantes. Esse levantamento é feito todos os anos e se baseia em dados oficiais e de fontes alternativas como as ONGs e leva em conta o número de homicídios por 100 mil habitantes. A primeira cidade brasileira a aparecer na lista é Fortaleza (12º lugar no ranking), seguida de Natal (13º), Salvador e região metropolitana (14º), todas capitais do Nordeste do país. Das 50 cidades do ranking, 21 ficam no brasil. Em dez anos Dados divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e

Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), referentes ao período entre 2004 e 2014, mostram que em uma década, o Amapá registrou aumento médio de 42,8% no número de homicídios, saltando de 173 para 247. Nos registros de mortes entre os jovens de 15 a 29 anos, no Amapá, houve um crescimento de 31,4% em dez anos e 9,2% de um ano para outro entre 2013 e 2014. Em 2004, o estado teve 118 mortes de jovens, já em 2014, foram registrados 155 mortes nessa faixa etária, o que representa um crescimento de 3,8% na taxa de homicídios desse período. Também houve crescimento entre os homicídios contra as pessoas negras. O Amapá teve um crescimento de 8,8% entre 2004 e 2014.

Nenhum dos 16 municípios realiza o descarte e tratamento do lixo de forma adequada Da Redação

E

m julho deste ano, o Ministério Público do Amapá (MP-AP) divulgou um levantamento e anunciou que irá percorrer 15 municípios do estado para verificar a situação dos lixeiros a céu aberto, que são conhecidos popularmente como “lixões”. Estes espaços são caracterizados pelo descarte irregular de lixo, com materiais a céu aberto e sem separação. Além disso, constatou-se que eles estão localizados dentro do perímetro urbano e próximos a rios. Com a ação, o objetivo do MP-AP é regularizar as áreas de descarte, viabilizar um estudo aprofundado do impacto e elaborar medidas para que os lixões se encaixem na Política Nacional de Resíduos

Sólidos. Segundo a Promotoria do Meio Ambiente, esse é o segundo levantamento feito no estado. O primeiro levantamento ocorreu em 2008 e, conforme relatório, “pouco mudou” nesse período de 10 anos. “Foi uma solicitação das promotorias do interior do estado. Estamos fazendo esse diagnóstico da atual situação dessas áreas de lixão. Já visitamos as lixeiras de Tartarugalzinho e Itaubal. O cenário é o mesmo, ambos não estão licenciados, e têm mistura de lixos hospitalares e outros problemas”, disse Michel Ribeiro, perito ambiental, ao G1. No Amapá, nenhum município possui o descarte e tratamento do lixo de forma adequada. Somente a capital, Macapá, possui um aterro sanitário, mas,

para se adequar às regras da Política Nacional de Resíduos Sólidos, o local precisa atender algumas exigências. O Governo do Estado do Amapá (GEA) afirmou que está buscando alternativas para resolver o problema. De acordo com a legislação brasileira, é necessária a extinção dos lixões e a implantação da reciclagem, reuso, compostagem, tratamento do lixo e coleta seletiva nos municípios. O Executivo Estadual afirmou que estuda a possibilidade da formação de consórcios para amenizar o custo de implantação de aterros sanitários, que ainda é considerado alto para os pequenos municípios. Porém, ainda não existe previsão para que tais medidas sejam de fato iniciadas. As promotorias do MP já

começaram a tomar medidas, com prazos e multas para licenciamento e regularização dos lixões, de acordo com o contexto de cada município.

evantamento do G1 indica que 22 dos 54 senadores em exercício e cujos mandatos se encerram neste ano não vão disputar um novo nas eleições de 2018. Isso representa 27% do total de 81 senadores. O balanço não leva em conta os senadores que foram eleitos mas deixaram os cargos. Os senadores têm mandatos de oito anos. Em uma eleição, renovam-se os mandatos de um terço deles (27). Na eleição seguinte, de dois terços (54), como é o caso desta, de 2018. Assim, estarão em disputa neste ano duas das três vagas de senador de cada estado. Na última eleição em que houve renovação de dois terços, em 2010, 27 dos 54 deixaram de concorrer. Foram levados em consideração os nomes aprovados nas convenções partidárias, que se encerraram no último domingo (5). O registro das candidaturas na Justiça Eleitoral deve ser feito até o dia 15. Mas os partidos podem trocar candidatos até 17 de setembro. O primeiro turno da eleição será em 7 de outubro. Entre os senadores que desistiram de disputar a reeleição neste ano, estão

nomes como os de Aécio Neves (PSDB-MG), candidato à Presidência em 2014, e Gleisi Hoffmann (PT-PR), atual presidente do PT. Os dois, além de Helio José (PROS-DF), José Agripino (DEM-RN), José Medeiros (PODE-MT) e Lídice da Mata (PSB-BA), vão se disputar uma cadeira de deputado federal. Outros cinco senadores vão concorrer a cargos no Executivo: Armando Monteiro (PTB-PE), Eduardo Amorim (PSDB-SE) e João Capiberibe (PSB-AP) disputarão o governo de seus estados; Regina Sousa (PT-PI) será candidata a vice-governadora; e Ana Amélia (PP-RS), candidata a vice-presidente da República na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB). Além desses, João Alberto de Souza (MDB-MA) desistiu da reeleição para coordenar a campanha de Roseana Sarney (MDB) ao governo do Maranhão. Dos outros 11 que não concorrerão à reeleição, seis informaram que decidiram deixar a vida parlamentar para cuidar dos negócios e da família. Há ainda o caso de um desistente – Givago Tenório (PP-AL) – que é suplente de um titular que voltará a concorrer em 2018. DIVULGAÇÃO


MACAPÁ-AP, SEXTA-FEIRA E SÁBADO, 10 e 11 de agosto de 2018 DIVULGAÇÃO

Oportunidade:

Em Macapá:

Homens mortos pelo Bope teriam praticado ataques nas últimas semanas

Cândido Portinari abre 150 vagas para cursos profissionalizantes B2

Investigações da Polícia Civil apontam que Alisson e Diogo teriam participação em, ao menos, quatro crimes com características de execuções. B4

Segurados com auxílio-doença e aposentadoria por invalidez têm até dia 13 para revisão no INSS DIVULGAÇÃO

Convocados deverão apresentar toda a documentação médica disponível para a comprovação da invalidez, tais como atestados, laudos, receitas e exames. Segundo o documento, as pessoas com mais de 60 anos e quem tiver 55 anos com benefício há pelo menos 15 anos estão de fora. Redação

O

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está convocando os seguradosque recebem o auxílio-doença e aposentadoria por invalidez para realizar a revisão de seus benefícios. Esta medida é uma ação do Governo Federal para identificar os beneficiários

ainda estão incapacitados de exercer o trabalho.A convocatória foi publicada no Diário Oficial da União no dia 20 de julho. Esta chamada tem como público-alvo os beneficiários com mais de dois anos sem passar pela perícia. Neste caso, eles têm cinco dias para realizar o agendamento das perícias após ser convocado. O prazo para a

O PRAZO para a marcação encerra no dia 13 agosto e, quem não fizer o procedimento, terá o pagamento suspenso.

marcação encerra no dia 13 agosto e, quem não fizer o procedimento, terá o pagamento suspenso. No momento da perícia deverá ser apresentada toda documentação médica que o segurado dispo-

nha para a comprovação da invalidez, tais como atestados, laudos, receitas e exames. Segundo o documento, as pessoas com mais de 60 anos e quem tiver 55 anos com benefício há pelo menos 15 anos

Prefeitura de Tartarugalzinho tem 60 dias para concluir obrado Aterro Sanitário Redação

A

Prefeitura de Tartarugalzinho foi notificada pela Promotoria de Justiça com uma Ação Civil Pública, nesta semana. A medida obriga a gestão municipal a concluir a obra do Aterro Sanitário, de acordo com as normas relativas à Política Nacional do Meio Ambiente, no prazo máximo de 60 dias. Em caso de descumprimento, haverá pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil (dez mil reais). A Prefeitura já sofreu multa uma de R$ 30 mil (trinta mil reais) pela deposição de lixo diretamente no meio ambiente, que formou uma lixeira a céu aberto. Segundo o Ministério Público do Amapá (MP-AP), o Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá (IMAP) realizou uma vistoria, aonde constatou a irregularidade e gerou o Auto de Infração Ambiental. A medida foi tomada após uma de série denúncias dos moradores da cidade. Foraminstaurados três inquéritos civis e dois proce-

dimentos administrativos na apuração do caso. A Promotoria de Tartarugalzinho solicitou perícia da Polícia Técnica Científica (Politec) e laudo do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (CAOP/Ambiental) do MP-AP. Constatou-se que a área recebe resíduos sólidos desde 2012 e funciona de maneira irregular, sem licença ambiental, nem inspeção sanitária dos órgãos competentes. “É público e notório os problemas enfrentados pelos moradores da comunidade que reside às proximidades da área do aterro, bem como os danos ambientais já perceptíveis. A situação ora exposta é lamentável”, frisou Klisiomar Lopes, titular da Promotoria. Em nota, o MP-AP afirma que buscou diversas medidas extrajudiciais para agilizar a solução do problema. “Entretanto o Município nada tem feito efetivamente, muito menos tem informado quais as medidas serão adotadas para garantir a conclusão da obra”, diz trecho. Com a inoperância da

gestão municipal, o MP-AP ingressou com a Ação Civil Pública. No documento, o Tartarugalzinho é representado pelo prefeito, Rildo Gomes de Oliveira; do secretário municipal– SEMMAT/TGZ, senhor Atekxiangre João Da Silva; e do secretário municipal de Infraestrutura, Obras e Serviços – SEMIOS/TZ, Jair da Silva Oliveira. A medidaobriga o Município a garantir a conclusão da obra do Aterro Sanitário Municipal dentro das normas relativas à Política Nacional do Meio Ambiente. “O aterro está funcionando de forma completamente irregular. A inconse-

quente ação do Município causou e continua causando deplorável e insustentável dano à ecologia, ainda que de forma reversível. O meio ambiente é um patrimônio a ser necessariamente protegido, estando a sociedade efetivamente prejudicada pela supressão dos recursos naturais ocorrida com a irregular prática ora combatida”, complementa Klisiomar. A ação prevê, ainda, aplicação multa diária, em caso de descumprimento da decisão judicial, aos gestores citados anteriormente, no valor de R$ 5 mil (cinco mil reais), com o respectivo bloqueio de contas. DIVULGAÇÃO

estão de fora. O beneficiário tem até 60 dias para marcar o exame a partir do agendamento. Se não procurar o INSS neste prazo, o benefício será cancelado, assim como aqueles que marcarem a

perícia e não comparecerem. Os exames devem ser marcados pelo número 135 ou pelo site do INSS. O INSS está realizando mutirões de perícias aos segurados não localizados pelos Correios por alguma inconsistência no endereço, principalmente no interior do estado. 97 amapaenses foram reconvocados devido a não localização, em 2018.Por isso, a recomendação do INSS é que o segurado mantenha o cadastro de endereço atualizado para evitar o não envio da convocação. Em todo o país, desde 2016, os beneficiários nessas condições estão sendo chamados para verificar a continuidade da incapacidade para o trabalho. Segundo o INSS, este é o maior edital de convocação do processo de revisão de perícias.

CTMac intensifica fiscalização do transporte escolar

ASCOM PMM

Ascom PMM

C

om prazo de regularização junto à Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) encerrado, proprietários dos transportes escolares que circulam na capital amapaense estão sendo fiscalizados com mais rigor. As ações nas portas das escolas tiveram início na quarta-feira, 8, e continuarão de maneira intensa sem prazo determinado. Até junho de 2018, estavam cadastrados na CTMac 66 veículos específicos para o transporte escolar. Porém, apenas 34 estavam com a licença em dia e com validade até 31 de julho. A licença para transporte escolar deve ser atualizada semestralmente e o prazo para regularização do documento encerrou no dia 31 de julho, sendo assim abrindo período de fiscalização a partir do dia 1º de agosto. “Tivemos uma procura baixa para a renovação da licença. Alertamos novamente aos pais so-

bre os riscos de confiar as vidas dos filhos nas mãos de pessoas sem autorização para exercer esse trabalho”, alerta o diretor-presidente da CTMac, André Lima. Neste último prazo de regularização, apenas 13 veículos cadastrados renovaram a licença e passaram pela vistoria. “Nossa fiscalização nas portas das escolas já iniciou e iremos recolher os veículos que não possuem autorização ou não estão com a devida licença em dia e sem condições de tráfego”, enfatiza André Lima. Na última semana, uma Kombi realizando o transporte de crianças foi apreendida. A licença apresentada estava vencida há mais de três anos e o veículo não possuía qualquer condição segura para o transporte escolar.


B2

Dia-Dia

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

Cândido Portinari abre 150 vagas para cursos profissionalizantes Ilustração, serigrafia, artesanato de pintura em tecidos e pintura de obras imobiliárias são as disciplinas disponíveis; inscrições vão até 15 de agosto, na secretaria da instituição. Redação

A

s inscrições para os cursos profissionalizantes do Centro de Educação Profissional em Artes Cândido Portinari já começaram. Até dia 15 de agosto interessados em cursos de ilustrador, serigrafia, artesanato de pinturas em tecidos e pintura de obras imobiliárias podem se matricular. São disponibilizadas 150 vagas. As matrículas são presenciais e ocorrem até ao limite das vagas. Para se inscrever, é necessário ter mais de 14 anos e apresentar os seguintes documentos (original e cópia): carteira de identidade, CPF, comprovante de residên-

Etapa municipal dos Jogos Escolares vai selecionar equipes para competição estadual DIVULGAÇÃO

PARA SE INSCREVER, é necessário ter mais de 14 anos e apresentar os seguintes documentos (original e cópia): carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de escolaridade e cartão do SUS.

DIVULGAÇÃO

cia, comprovante de escolaridade e cartão do SUS. As inscrições são realizadas na secretaria do Cândido Portinari, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, avenida Cônego Domingos Maltês, nº 1976, bairro Buritizal, entre as ruas Santos Dumont e Hildemar Maia. As aulas serão iniciadas dia 20 de agosto. Vagas por turno Manhã: Artesanato de pinturas em tecido (15); pintura de obras imobiliárias (15). Tarde: Ilustrador (30); artesanato de pinturas em tecidos (15); serigrafia (15). Noite: Ilustrador (30); artesanato de pintura em tecidos (15); serigrafia (15).

Inclusão Digital: Unifap oferta curso gratuito de informática básica Redação

A

Universidade Federal do Amapá (Unifap) inicia, no dia 13 de agosto de 2018, as inscrições para o projeto Unifap Digital, que oferta curso gratuito de informática básica para acadêmicos da Instituição e pessoas da comunidade em geral que estejam em situação de vulnerabilidade socioeconômica. As inscrições seguem abertas até o dia 16 deste mês, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30, na sala da coordenação do projeto, situada no Bloco de Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, que fica no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). São ofertadas 72 vagas, distribuídas em três turmas. Para se inscrever, o candidato deverá ter a partir de 18 anos de idade, ter concluído ou estar cursando o 3º ano do ensino médio em escola da rede pública. Alunos da Unifap regularmente matriculados no segundo semestre

letivo de 2018 também podem participar do curso. No ato da inscrição, o candidato precisa apresentar o formulário de inscrição (Anexo I do edital) impresso e preenchido e a documentação solicitada no edital de seleção. A inscrição será realizada por ordem de chegada com, no máximo, 50 inscritos por turno. Caso as 150 inscrições sejam concluídas antes do dia 16 de agosto, o período de inscrição será dado como encerrado. A seleção para as vagas será por meio de sorteio, que será realizado no dia 20 de agosto de 2018, às 15h, no auditório do Bloco de Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, localizado no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). Serão três turmas, uma em cada turno (manhã, tarde e noite), com 24 vagas em cada uma. As aulas serão realizadas de setembro a dezembro de 2018, às segundas, quartas e sextas, com duração de 3h/aula. O curso de in-

JDIA

Redação

A

etapa municipal dos Jogos Escolares, que vai acontecer no período de 10 a 15 de agosto, em Macapá, vai selecionar atletas da rede municipal de ensino para quatro modalidades do campeonato estadual. A seletiva é organizada pela Secretaria de Estado do Desporto e Lazer do Amapá (Sedel), através do Núcleo de Esporte e Rendimento (NER). Cerca de 2.750 alunos-atletas de 110 escolas da capital, começarão na próxima sexta-feira, 10, a competir nas modalidades futsal, basquetebol, voleibol, handebol, ciclismo, natação, tênis de mesa, vôlei de praia, luta olímpica, judô, atletismo, badmington e xadrez, nas faixas etárias de 12 a 14 anos e de 15 a 17, no masculino e feminino. De acordo com o gerente de esporte e lazer da Sedel, Olivaldo Nunes, essa etapa é classificatória. “Três equipes de cada modalidade se classificam para a etapa estadual, se unindo com as dos outros municípios, que também estão em competição”, explicou. Os demais municípios do estado também estão nessa etapa, de onde as equipes, devem ser selecionadas até o dia 12 de agosto para começar o campeonato estadual, que começará no dia 21 de agosto. Olivaldo Nu-

nes diz ainda que após a etapa estadual, os atletas vão se preparar para a disputa regional e depois nacional. “O Evento esportivo serve como seletiva para a fase regional coletiva, 12 a 14 anos e 15 a 17 anos, que serão realizados entre os dias 19 e 23 de setembro, em Manaus/AM e a Etapa Nacional dos jogos Escolares da Juventude, que acontecerão entre os dias 12 a 25 de novembro em Natal/RN”, disse o gerente. Os jogos da modalidade futsal vão acontecer em duas quadras, Ginásio Avertino Ramos e Ginásio do Trem. O basquetebol e voleibol vão acontecer na quadra do Colégio Amapaense e o Handebol será na quadra da Universidade Estadual do Amapá. O ciclismo que também acontecerá nesse período, será na Rodovia Norte/Sul, no sábado, 11, às 15h. A natação na próxima sexta-feira, 17, na Piscina Olímpica Capitão Euclides Rodrigues. As demais modalidades individuais acontecerão até o dia 16 de setembro. Em 2017, os Jogos Escolares reuniram mais de 4 mil alunos-atletas em todo o Amapá, nas categorias sub-14 e sub-17. Os campeões de cada modalidade esportiva ainda representaram o Amapá na etapa nacional dos jogos, como deve ocorrer este ano.

VAGAS DE EMPREGOS DISPONÍVEIS PARA O DIA 10/08/2018

SINE/MACAPÁ OCUPAÇÃO

QT. DE VAGAS

CASEIRO CONFERENTE DE CARGA E DESCARGA

formática básica será ofertado por módulos, sendo: Introdução à Informática, Internet, Editor de Texto, Planilha Eletrônica e Editor de Apresentação. A carga horária total do curso é de 150 horas. O resultado final será divulgado na data provável de 23 de agosto de 2018. O candidato selecionado deverá assinar o termo de compromisso nos dias 24, 27 e 28 de agosto, na coordenação do Unifap Digital, situada no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). As aulas estão previstas para iniciarem no dia 3 de setembro. Mais informações no

edital, disponível no site da Unifap. Unifap Digital – o projeto Pró-Estudante Inclusão Digital - Unifap Digital consiste em uma ação de assistência estudantil com o intuito de produzir qualidade à prática acadêmica mediante os objetivos de inclusão social e democratização do ensino de informática, além de propiciar à comunidade do entorno da Universidade a oportunidade de inclusão digital. O Unifap Digital é uma ação da Pró-reitoria de Extensão e Ações Comunitárias (Proeac), por meio do Departamento de Extensão (DEX).

01 01

COZINHEIRO À LA CORTE

01

EMPREGADA DOMÉSTICA

01

ENCANADOR INDUSTRIAL

01

ESTOQUISTA

01

FLORISTA (VENDEDORA)

01

GERENTE

01

MONTADOR DE MÓVEIS

01

MECÂNICO

02

PINTOR INDUSTRIAL

01

OPERADOR DE MINI CARREGADEIRA

01

TEC. EM MANUTENÇÃO DE IMPRESSORA E COMPUTADOR VENDEDOR EXTERNO

02 01


Geral

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

B3

Safra deste ano deve ser 5,7% menor, diz IBGE DIVULGAÇÃO

A previsão para a soja teve leve aumento em relação a junho (0,1%)

Produção de motos sobe 34,7% em julho, diz Abraciclo Da Redação

A

Agência Brasil  

A

safra de cereais, leguminosas e oleaginosas do país deve fechar o ano com 226,8 milhões de toneladas, 5,7% abaixo da produção de 2017, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de julho deste ano, divulgado hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A previsão da pesquisa de julho é 0,5% (1,1 milhão de toneladas) a menos do que estimativa a anterior, feita em junho pelo IBGE. A queda de junho para julho foi provocada por previsões menos otimistas para as safras de milho (-1%), arroz (-0,2%), trigo (-4,1%), feijão (-3,4%) e sorgo (-2,5%). A previsão para a soja teve leve aumento em relação a junho (0,1%). A melhora da estimativa do algodão, de 1,3%, também contribuiu para evitar queda maior da previsão da safra de cereais, leguminosas e oleaginosas. Na comparação com 2017, das três principais

A CANA-DE-AÇÚCAR É O PRINCIPAL DELES, já que é o maior produto agrícola do país em volume. Para a cana, é esperada uma safra 0,4% maior do que a de 2017.

lavouras de grãos do país, apenas a soja deverá fechar o ano com alta em relação a 2017 (1,2%). As outras duas deverão terqueda: milho (-16,7%) e arroz (-7,3%). Outros produtos Produtos que não entram no cálculo da safra de cereais, leguminosas e oleaginosas mas que têm peso importante na agricultura brasileira também são analisados pela pesquisa do IBGE. A cana-de-açúcar é o principal deles, já que é o maior produto agrícola do país em volume. Para a cana, é esperada uma safra 0,4% maior do que

a de 2017. A projeção é, no entanto, 0,1% menor do que a feita em junho. O café também deverá ter alta em relação a 2017, de 23,6%, um resultado também 0,1% menor do que o previsto na pesquisa de junho. Outro produto com esse comportamento é o tomate, cuja produção prevista em de julho é 2,1% do que a de junho e que, portanto, deverá ter aumento de apenas 1,4% em relação a 2017. Os demais produtos com produção maior do que 1 milhão de toneladas deverão ter queda em relação a 2017. A uva

manteve a mesma projeção de junho, com queda estimada de 17,5% em relação ao ano passado. Os outros com estimativa de queda em relação a 2017 também tiveram recuo na previsão de junho para julho: laranja (-0,3% em relação a junho e -8,7% na comparação com 2017), banana (-1,2% em relação a junho e -6,2% na comparação com 2017), mandioca (-3,6% em relação a junho e -3,2% na comparação com 2017) e batata-inglesa (-0,2% em relação a junho e -11,2% na comparação com 2017).

na dinâmica da construção civil já neste ano”, disse Martins. O governo tem buscado adotar medidas para melhorar o ritmo de crescimento da economia. Inicialmente, a previsão era de um crescimento acima de 3% neste ano. A fragilidade política do governo, que não conseguiu aprovar medidas econômicas importantes no Congres-

so, e a greve dos caminhoneiros deram uma travada no crescimento. Com isso, as novas previsões são de que o país cresça 1,5% a 1,6% em 2018. A travada na economia frustrou os planos do governo, que esperava faturar, durante a campanha eleitoral, um país crescendo em ritmo mais forte e reduzindo mais o desemprego.

produção de motos no Brasil subiu 34,7% em julho, com 96.277 motos feitas, informou a associação das fabricantes, a Abraciclo. O desempenho foi em comparação ao mesmo período do ano passado, que teve 71.482 unidades produzidas. Em relação ao mês de junho, quando 50.118 motos foram montadas no país, o crescimento foi de 92,1%. Já no acumulado dos sete meses, saíram das linhas de produção 590.961 motos, alta de 19,3% sobre o mesmo período do ano passado (495.232 unidades). De acordo com a entidade, fatores como a ampliação da oferta de crédito e maior participação do consórcio estão sendo fundamentais para bons resultados. O desempenho baixo em junho ocorreu

devido aos reflexos da greve dos caminhoneiros, no final de maio. Veja histórico mensal de produção de motos no Brasil Setor está reagindo em 2018, após anos de quedas constantes Exportações em baixa Em julho foram exportadas 5.229 motocicletas fabricadas no Brasil, o que representa queda de 37,6% sobre o mesmo mês do ano passado, que alcançou 8.380 motos. Na comparação com junho, com 4.404 unidades, houve alta de 18,7%. Com relação ao desempenho no acumulado dos sete meses, foram exportadas 46.259 motocicletas, aumento de 13,4% sobre as 40.797 unidades registradas no mesmo período do ano passado. Os principais destinos neste período foram, pela ordem, a Argentina, Estados Unidos e Colômbia. DIVULGAÇÃO

Novo valor para compra de imóvel com FGTS deve vigorar a partir de setembro G1 Nacional

E

mpresários da construção civil pediram, e o presidente Michel Temer deve solicitar à sua equipe econômica que o novo valor para compra de imóvel, de R$ 1,5 milhão, com uso de recursos do FGTS comece a valer a partir de setembro. O setor foi surpreendido quando a decisão tomada pelo governo, na semana passada, foi publicada, fixando a data de entrada em vigor apenas em janeiro de 2019. “Fomos ao presidente Michel Temer falar sobre o assunto, porque nossa expectativa era de que a medida, importante para estimular o setor, entrasse em vigor imediatamente. Aí fomos surpreendidos com a data de janeiro do ano que vem. Mas o presidente nos disse que vai pedir à sua equipe para

que a decisão entre em vigor já em setembro”, afirmou ao blog o presidente da Câmara da Indústria da Construção Civil, José Carlos Martins. Na semana passada, o governo havia aprovado uma medida para estimular a construção civil. Subiu de R$ 850 mil a R$ 950 mil para R$ 1,5 milhão o valor do imóvel que pode ser financiado pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), no qual o comprador pode usar recursos do seu FGTS. Só que, quando a decisão foi baixada, veio a surpresa da data. “A medida é importante e precisamos que ela entre em vigor imediatamente, exatamente para estimular o setor da construção civil, que vem registrando queda desde o final de 2014. Com a medida entrando em vigor imediatamente, poderemos buscar uma melhora

CONSTRUTORA E REFLORESTADORA RIO PEDREIRA LTDA CNPJ (MF) 05.696.802/0001-00Insc. Estadual 03.003.706-4 Rodovia Duque de Caxias, km 1, S/N, Centro, Santana – AP Telefone (96) 3281-1256

Torna Público que RECEBEU do Instituto do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá – IMAP, LICENÇA DE OPERAÇÃO N°. 0126/2018, para Operação de uma Usina de Produto de Concreto Asfáltico, no Canteiro de Obras da referida Empresa Localizado no Município de Laranjal do Jari, para o Plano de Mobilidade Urbana das Ruas e Avenidas do Município de Laranjal do Jari no Estado do Amapá, em conformidade com a Lei Federal nº 140/2011, de acordo com o Código Ambiental do Estado do Amapá, Lei Complementar nº 0005/94 – Código de Proteção ao Meio Ambiente, Capítulo IV, Artigo 12, Item II.

O DESEMPENHO foi em comparação ao mesmo período do ano passado, que teve 71.482 unidades produzidas.

CONSTRUTORA E REFLORESTADORA RIO PEDREIRA LTDA CNPJ (MF) 05.696.802/0001-00Insc. Estadual 03.003.706-4 Rodovia Duque de Caxias, km 1, S/N, Centro, Santana – AP Telefone (96) 3281-1256

Torna Público que REQUEREU do Instituto do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá – IMAP, LICENÇA DE OPERAÇÃO, para Operação do Canteiro de Obras da Empresa Rio Pedreira, Localizado no Município de Laranjal do Jari, para o Plano de Mobilidade Urbana das Ruas e Avenidas do Município de Laranjal do Jari no Estado do Amapá, em conformidade com a Lei Federal nº 140/2011, de acordo com o Código Ambiental do Estado do Amapá, Lei Complementar nº 0005/94 – Código de Proteção ao Meio Ambiente, Capítulo IV, Artigo 12, Item II.

Oportunidade única / Bairro Marabaixo Vende-se um sítio no KM-09, próximo a saída do Marabaixo, medindo 300x300, campo de futebol, poço amazonas, árvores frutíferas, com água nos fundos, ótimo para grandes empresas, titulado, registrado em cartório de imóveis, próximo ao Convento de Freiras. Valor à combinar. Tratar: 98125-2176/99193-7050.


B4

Dia-Dia

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

Homens mortos pelo Bope teriam praticado ataques nas últimas semanas Investigações da Polícia Civil apontam que Alisson e Diogo teriam participação em, ao menos, quatro crimes com características de execuções. A dupla foi morta durante confronto policial. Redação

N

esta semana, dois homens identificados como Alisson Ruan Dias Viegas, de 23 anos, e Diogo Nunes Brazão, de 20 anos, morreram após trocarem tiros com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), no centro de Macapá. Investigações da Polícia Civil, divulgadas na manhã de quinta-feira (09) através da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe), apontam que os dois mortos tinham envolvimento em, pelo menos, quatro crimes com características de execuções ocorridas nas últimas duas semanas. De acordo com as investigações, dentre os crimes, os homens seriam suspeitos de participarem de três homicídios e uma tentativa. Todos aconteceram em Macapá. Além disso, a Polícia Militar (PM) já havia informado que a dupla teria uma extensa ficha criminal, com acusações de outros homicídios e roubos. A Polícia Civil informou que os crimes com carac-

DIVULGAÇÃO

SEGUNDO A DECIPE, os dois faziam parte de um grupo criminosos, que teriam envolvimento com internos do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

terísticas de execução, teriam ocorridos entre os dias 23 de julho a 3 de agosto. Segundo a Decipe, os dois faziam parte de um grupo criminosos, que teriam envolvimento com internos do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Líderes demandavam ordens para que o grupo cometesse assaltos, furtos e homicídios, aponta as investigações. As informações apontam, ainda, que entre os crimes com características de execução, Alisson e Diogo teriam participado de quatro, entre eles a morte de Rodrigo Bandeira de Lima, executado por duas pessoas próximo à Feira do Produtor no dia 23 de julho; um suspeito de roubo, de 26 anos, ferido a tiros ao receber uma ligação em frente de casa no dia 25 de julho; a morte de Mailon Silva dos Santos, de 16 anos, executado quando ia entregar um carregador de telefone e Maria Ilma Gouveia dos Santos, de 39 anos, morta a tiros dentro

de casa, onde a polícia encontrou drogas, armas e munições no dia 3 de agosto. Todos os casos ocorreram em Macapá. Um vídeo, divulgado pela polícia, mostra um dos assassinatos que teriam sido encomendados pelo grupo. A vítima Rodrigo Bandeira de Lima foi alvejado com tiros na cabeça e costa. A imagem mostra duas pessoas se aproximando dele para efetuarem os disparos. Troca de tiros Na terça-feira (07), três pessoas foram mortas durante uma abordagem do Bope. Segundo o relato policial, ocupantes de um carro foram interceptados após suspeita de participação em um roubo de R$ 4 mil de um correspondente bancário. Horas depois, eles foram abordados e teriam apontado pistolas para a equipe policial, que precisou conter a ameaça efetuando disparos. Entre os mortos estavam Alisson e Diogo e uma terceira pessoa identificada como

SearJasube. Fotos divulgadas nas redes sociais mostram Alisson e Diogo, acompanhando outras cinco pessoas que fariam parte do grupo criminoso, usando roupas da Polícia Civil, coletes balísticos e armas de fogo. Segundo apuração da polícia, Alisson era suspeito de ter raspado a cabeça de uma ex-namorada após uma discussão, em 2017 e Diogo era suspeito de participação na morte de uma ex-namorada, em Laranjal do Jari, além de um assalto de bebidas. Para a polícia, o comportamento violento de ambos mostra o risco que a equipe do Bope corria no dia da abordagem. A terceira pessoa, SearJasube, era motorista de um aplicativo de serviços de transportes. Nenhum crime anterior foi associado à ele, no entanto, a polícia ressalta que não há dúvidas sobre a participação dele para dar fuga ao grupo. Após abordagem, equipe do Bope ressaltou que ele estava armado.

Acusado de matar namorada por asfixia em Macapá é absolvido em julgamento G1 AP

F

oi absolvido pelo Tribunal do Júri de Macapá o ajudante de serviços gerais Valdez Brito da Costa, de 25 anos, que respondia por feminicídio pela morte por asfixia da namorada Maiara Silva da Silva, num crime ocorrido em julho de 2017. O julgamento iniciou pela manhã e encerrou por volta de 14h desta quinta-feira (9).

A escolha dos jurados foi unânime pela inocência do réu, embora eles tenham apontado que Valdez tenha provocado a morte da companheira. O Ministério Público estadual (MP-AP), que pedia a condenação do homem por homicídio qualificado, manifestou interesse em recorrer da decisão. O caso ocorreu no dia 8 de julho de 2017, dentro da residência onde o casal mo-

rava, localizada em um ramal do quilômetro 9, na Rodovia AP-010, Zona Oeste da capital. Costa está preso desde então. A mulher estaria grávida de quatro meses. O G1 não teve acesso ao laudo da necropsia. O advogado de defesa, Hugo Silva, declarou que o réu confirmou, na época, autoria em depoimento, mas que estava sob efeito de álcool e que não lembra de ser autor do homicídio.

O suspeito era, assim como a namorada, dependente químico. Ao fim do julgamento, foi expedido alvará de soltura de Valdez Brito da Costa. “Os senhores membros do Conselho de Sentença, analisando os quesitos formulados, decidiram por MAIORIA de votos que o réu deverá ser absolvido tornando prejudicada a votação dos demais quesitos”, diz trecho da sentença.

Ronda Policial JOÃO BOLERO Da 99,1 FM

BLOG DO BOLERO

TRIO ENFRENTA O BOPE E LEVA DESVANTAGEM Foi por volta das 11h00min da noite desta terça-feira (7) que uma guarnição do BOPE estava caçando uns elementos acusados de praticarem um homicídio contra uma mulher, assim como, outros elementos que haviam assaltado um estabelecimento bancário na Av. Duque de Caxias, de onde roubaram dinheiro, celulares e joias das vítimas. Como os policiais já haviam recebido uma informação de que no interior de um carro de passeio haviam três homens fortemente armados e que estavam estacionados na Av. Padre Júlio com a Rua Cândido Mendes, os policiais chegaram no local e foram recebidos a bala, e receberam o revide,morrendo no local um deles, no caso o DIEGO NUNES FRAZÃO (20). Foram socorridos por uma ambulância os outros dois e levado ao H.E de Macapá, porém, meia hora depois não resistiram e acabaram morrendo. São eles: ALISSON RUAN DIAS VIEGAS (24) e SEAD JASUB DE SOUZA VAZ (23). Segundo a polícia, Alisson e Diego, tinham passagem pelo IAPEN. POLÍCIA CIVIL DE OIAPOQUE TENTA DESVENDAR MORTE DE EMPRESÁRIO A polícia civil de Oiapoque está tentando desvendar um mistério que é a morte do empresário do ramo de combustível. AUGUSTO GOMES DA MOTA (61), cujo corpo foi encontrado em uma área de mata, na Vila de Ilha Bela, na fronteira com a Guiana Francesa. O Augusto morava sozinho, e sua esposa em Macapá. Ele teria sido visto pela última vez no sábado (4),quando foi caçar em área de mata. A espingarda que ele conduzia sumiu. O certo é que a delegada Valcilene Carneiro que preside o Inquérito, está aguardando o resultado da necropsia, a fim de prosseguimento nas investigações e chegar a uma conclusão, se o Augusto foi vítima de homicídio ou suicídio. BEBÊ É A MAIS NOVA VÍTIMA DO TRÂNSITO Morreu por volta das 09h00min da manhã desta quarta-feira (8) no H.E de Macapá, a pequena KAUANE VITÓRIA DA SILVA PEREIRA (9 meses). Ela foi vítima de acidente

de trânsito, ocorrido por volta das 07h30min da manhã, na Rodovia JK, quando a mãe dela de nome MARLY PEREIRA, que estava a pé com a bebê no colo, atravessava a Rodovia e foi atropelada por um carro de passeio dirigido por ELIEL DA SILVA,que foi apresentado no CIOSP do Pacoval por uma guarnição da Polícia Rodoviária Estadual, onde prestou depoimento, pagou fiança e foi liberado. ARBITRO DE FUTEBOL DE SABÃO MORRE VÍTIMA DO TRÂNSITO Morreu por volta das 07h00min da manhã desta quarta-feira (8), no H.E de Macapá, o MARCO ANTONIO DE DEUS MOTA DO CARMO (48). Ele foi vítima de acidente de trânsito ocorrido no último dia 4 deste mês, quando ele trafegava na moto dele e foi atropelado por um carro, no cruzamento de Rua São José com Av. Ana Nery, e teve vários traumas pelo corpo, onde ficou por quatro dias internado no H..E e acabou não resistindo. AUTÔNOMO MORRE AFOGADO Um lago que existe entre os bairros Nova Esperança e Santa Rita, foi palco de uma morte por afogamento, tendo como vítima o autônomo MAX JOSÉ DA SILVA DAMASCENO, que sofreu uma crise de epilepsia próximo ao lago, caiu e acabou morrendo afogado.O corpo foi removido pela POLITEC para a necropsia, que atestou a morte por afogamento. ATIRA NA GUARNIÇÃO DO GIRO/BOPE E ACABA MORTO Foi por volta das 10h15min da manhã desta quarta-feira (8), que uma guarnição do GIRO/BOPE recebeu uma denúncia de que uma casa na Av. Sebastião Lamarão, no Novo Horizonte, tinha vários elementos escondidos, e quando os policiais se aproximaram da casa, alguns deles fugiram pelos fundos, porém, os policiais depararam com a porta trancada. Os policiais bateram na porta e um tiro foi disparado de dentro da casa, houve o revide e foi atingido o CLAUDIO SANTOS DE CASTRO (22), e acabou morrendo. Segundo a polícia, contra ele existia um mandado de prisão em aberto.


MACAPÁ-AP, SEXTA-FEIRA E SÁBADO, 10 E 11 DE AGOSTO DE 2018 - ANO XXXI

Auxílio-doença e invalidez Segurados têm até dia 13 para fazer revisão no INSS B1

• EDIÇÃO VALOR R$ 2,00

* FUNDADO EM 04 DE FEVEREIRO DE 1987 INVESTIGAÇÃO : HOMENS MORTOS PELO BOPE TERIAM PRATICADO ATAQUES NAS ÚLTIMAS SEMANAS

B4

Índice de mortes violentas aumentou nos últimos dois anos no AP Levantamento aponta que em 2017 o estado registrou 430 mortes, um aumento de 5,7% se comparado com o ano anterior. Neste ano, somente no primeiro semestre, o Amapá já registrou mais de 200 casos. Nos últimos dois anos, o Amapá registrou um aumento no número de mortes violentas, é o que aponta

o levantamento do 12º Anuário de Segurança Pública divulgado na quinta-feira (9). Os dados mostram que em 2017, o estado registrou 430 homicídios, um aumento de 5,7% se comparado com 2016, quando foram registradas 390 mortes. A taxa é de 53,9 mortes para cada 100 mil habitantes.nA4 DIVULGAÇÃO

ARQUIVO JD

INSCRIÇÕES VÃO ATÉ 15 DE AGOSTO, na secretaria da instituição.

PROFISSIONALIZANTES

Cândido Portinari abre 150 vagas para cursos

Ilustração, serigrafia, artesanato de pintura em tecidos e pintura de obras imobiliárias são as disciplinas disponíveis; nB2

APONTA IBGE

Safra deste ano deve ser 5,7% menor O número de homicídios dolosos cresceu no estado DUVULGAÇÃO

A safra de cereais, leguminosas e oleaginosas do país deve fechar o ano com 226,8 milhões de toneladas, 5,7% abaixo da produção de 2017. nB3 DIVULGAÇÃO

Nenhum dos 16 municípios realiza o descarte e tratamento do lixo de forma adequada Nenhum município possui o descarte e tratamento do lixo de forma adequada. Somente a capital, Macapá, possui um aterro sanitário, mas, para se adequar às regras da Política Nacional de Resíduos Sólidos, o local precisa atender algumas exigências. O Governo do Estado do Amapá (GEA) afirmou que está buscando alternativas para resolver o problema. nA4

A PREVISÃO para a soja teve leve aumento em relação a junho (0,1%)

NESTA EDIÇÃO CADERNO A............................4Pag. CADERNO B............................4Pag.

NA INTERNET: www.jdia.com.br - COMERCIAL: comercialjd.2011@gmail.com 3217.1100 / 99902-3326


A2

Opinião

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

O CNJ e o sistema prisional O Estado de S.Paulo

C

riado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com o objetivo de fazer um mapeamento contínuo e dinâmico da população carcerária, alimentado por informações sobre as ações criminais a que presos provisórios respondem e sobre os processos de execução penal dos presos já julgados, o Banco Nacional de Monitoramento de Presos (BNMP) é uma plataforma digital que apresenta em tempo real um quadro preciso do sistema carcerário brasileiro. Divulgados no início da semana ainda em caráter parcial, pois os tribunais de São Paulo e do Rio Grande do Sul ainda não

enviaram todas as informações, os números do BNMP mostram que existem 602.217 presos em todo o País, dos quais 95% são homens e 5% são mulheres. Segundo o levantamento, 30% dos presos têm idade entre 18 e 24 anos. Os números também mostram que 40% dos presos são provisórios, aguardando julgamento; 35% já foram condenados em caráter definitivo; e 24% foram condenados por determinação da segunda instância, aguardando julgamento dos recursos impetrados nos tribunais superiores. O 1% restante reúne casos excepcionais. Entre os presos já condenados em caráter definitivo, 74% es-

tão em regime fechado, 24% em regime semiaberto e 1% em regime aberto. A plataforma do CNJ mostra ainda que, entre os crimes mais recorrentes nos julgamentos dos tribunais, 27% dos presos respondem a processos ou foram condenados por roubo, 24% por tráfico, 11% por homicídio, 8% por furto, 4% por posse ou comércio de arma de fogo e 3% por estupro. Em termos absolutos, São Paulo, que é o maior Estado do País em número de habitantes, tem a maior população carcerária, estimada em 170 mil presos, seguido por Minas Gerais, com 60 mil. Os Estados que têm o maior número de presos em relação à sua

população são Mato Grosso do Sul e Acre, enquanto a Bahia tem o menor número. Como o cadastro é alimentado diariamente e os números são divulgados em tempo real, com o tempo os dados do Judiciário passaram a colidir com os do Censo Penitenciário, que é elaborado pelo Executivo. Ao avaliar os números dos primeiros Estados – Roraima e Goiás – que alimentaram o cadastro, o CNJ constatou que a quantidade de presos era, em média, 20% menor da que constava no levantamento do Executivo, sob responsabilidade do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Enquanto o último censo estimou a população carcerária em 726.712 presos, o BNMP registra 602.217 – uma diferença de 124.495 presos.

fórmula encontrada pelo governo para apaziguar os caminhoneiros. Se a tabela for de fato aplicada, haverá reflexo nos custos dos alimentos e de muitos outros produtos. Com o resultado de julho, a inflação oficial no ano ficou em 2,94% e a acumulada em 12 meses, em 4,48%, acima da contabilizada até o mês anterior (4,39%), segundo o levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com a taxa anual praticamente em cima da meta fixada para 2018 (4,50%), é muito difícil apontar uma razão para o BC cortar os juros básicos na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), prevista para 18 e 19 de setembro. Se nenhuma pressão importante surgir até lá, os atuais 6,50% serão provavelmente mantidos. Se houver um aumento, a motivação mais provável estará associada a novidades na disputa eleitoral.

Por enquanto, a nova alta da tarifa de luz, destinada a gerar R$ 1,45 bilhão para fechar um buraco da Conta de Desenvolvimento Energético, administrada pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, é a pressão mais importante prevista para o curto prazo. O custo da eletricidade já tem subido para famílias e empresas. Em julho, foi o principal fator de elevação do IPCA, com impacto de 0,20 ponto na formação da taxa de 0,33%. Alimentação e vestuário produziram impactos negativos. Entre os positivos, o segundo mais importante foi o dos transportes, com modesto 0,09 ponto. A relativa calmaria nos mercados é mostrada também pela Fundação Getúlio Vargas no Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). O indicador subiu 0,44% em julho, menos de um terço da taxa de 1,48% observada no mês

anterior. Os preços por atacado, com peso de 60% na formação do IGP-DI, aumentaram 0,52%, um ritmo também equivalente a menos de um terço do contabilizado em junho (1,67%). A variação dos preços ao consumidor (com peso de 30% no resultado geral) passou de 1,19% para 0,17%. A alta do terceiro componente, o índice do custo da construção, com participação de 10% no conjunto, desacelerou de 0,97% para 0,61%. As maiores pressões deverão provir dos preços administrados, com altas de 7,4% em 2018 e de 5% em 2019. O novo aumento da conta de luz, um dos componentes desse conjunto, só foi confirmado uma semana depois da sessão do Copom. Pelas perspectivas atuais, os preços com evolução mais moderada serão aqueles dependentes do mercado, descartada, é claro, a hipótese de algum choque político.

Preços calmos, por enquanto O Estado de S.Paulo

C

om 13 milhões de desempregados, muita capacidade ociosa na indústria, consumidores cautelosos e ampla oferta de bens essenciais, a inflação continua moderada e se mantém no rumo previsto pelo Banco Central (BC) – pelo menos até onde se pode prever, num ambiente enevoado pela incerteza política. Em julho, a inflação oficial, medida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou em 0,33%, depois de ter batido em 1,26% no mês anterior. O salto registrado em junho foi um dos efeitos da paralisação do transporte rodoviário. O primeiro impacto nos preços foi passageiro, como havia previsto a autoridade monetária. Falta avaliar os impactos secundários, derivados, por exemplo, da aplicação da tabela mínima de fretes,

Editado por Omega Publicidade Ltda. Rua Mato Grosso, 296 A - Bairro Pacoval CEP. 68.908-350 - Macapá-AP CNPJ 03.926.197/0001-82 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(*1917 +2006) e Irene Pereira(*1923 +2011) 1º Presidente: JÚLIO MARIA PINTO PEREIRA 1987 a 1991 - (*1954 +1994)

Presidente em Exercício: LÚCIA THEREZA PEREIRA Editor chefe: CAROLINE MIRANDA DE LIMA Consultoria Jurídica: RAMON BATISTA DO RÊGO (OAB/AP 1453)

E-mails Pautas e contatos com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Departamento Comercial: comercialjd.2011@gmail.com JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br

Representante comercial J.C. Representações e Publicidades Ltda. Av. Rio Branco, 173 / 602 e 603 Centro - Rio de Janeiro - CEP 20040-007 CNPJ 30.868.129/0001-87 Telefax: RJ (21) 2262-7469 2262-8116 / 2533-1133 SP (11) 3223-7551 BRASÍLIA (61) 3328-4108 Contatos: Fale com a redação (96) 3217-1117 - (96) 3217-1108 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110

Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Acompanha o

ÍNDICE Opinião .....................A2, A3 Social..........................A4 Geral ..........................B1,B2,B3 Polícia .......................B4

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296 A Pacoval, Macapá (AP) CEP 68.908-350

caderno de ClasssiDia 8pág. Geral ...........................C1 Esporte ......................C2 Cultura .......................C3 Geral ...........................C4

Aos domingos Veículos ....................D1,D2,D3 Informe .....................D4

Edição número

9621

ESPLANADA POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

SOFRA, PEQUENO EMPRESÁRIO!

E

nquanto usa a isenção fiscal e abre mão de bilhões de reais em arrecadação de grandes empresas brasileiras e multinacionais – inclusive no trilionário setor petróleo – o Governo Federal segue castigando o pequeno empresário. Amparado no parecer da Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, o presidente Michel Temer

decidiu vetar, integralmente, o PL 76/18, de autoria do deputado Jorginho Melo (PR-SC), que possibilitava a reinserção de pequenos empresários ao Simples Nacional. A lei facilitaria muito a vida dos empresários devedores, que poderiam parcelar suas dívidas e voltar a pagar impostos mensais numa alíquota bem menor.

Faz por onde

Na Mensagem 421, do dia 6, Temer alegou “contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade”. Depois reclama que tem a mais baixa popularidade da História.

Dois pesos

É alta, atualmente, a inadimplência dos pequenos e médios empresários. A Receita Federal ainda tem força-tarefa para cercar quem deve. Já contra os grandes..

É do jogo

Tucanos apostam que boa parte da militância do governador Márcio França (PSB) vai pedir votos para Geraldo Alckmin a presidente. Em SP, a relação é boa entre os grupos.

Novelão

Segue nas mãos do ministro relator do STF Edson Fachin o caso do deputado federal Pr. Marco Feliciano, suspeito de agressão e estupro, denunciado pela jornalista Patrícia Lelis, de Brasília. Ela agora é.. candidata a deputada federal pelo PROS em São Paulo. Onde responde a processo na Justiça, acusada de extorsão e falso testemunho.

Só no papel.. O primeiro passo foi dado pelo menos no Congresso Nacional, enquanto o Palácio e outros órgãos do Governo não se manifestam sobre o Decreto de Temer no qual o Brasil aderiu à Resolução da ONU de combate ao terrorismo. A CCJ do Senado aprovou o PLS 30/18 “que institui a Frente Parlamentar de Segurança Pública nas Fronteiras”. Da arquibancada O Palácio de fato está neutro na campanha. Nada de reuniões partidárias ou encontros com políticos para turbinar a agenda do presidenciável Henrique Meireles (MD). Na última segunda, enquanto Meirelles se debruçava sobre a agenda da semana em reuniões que vararam a noite, o Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, estava no bar Churchill em Brasília assistindo alvoroçado Atlético x Internacional. Garoto-propaganda Fernando Haddad pode usar uma camisa com o slogan ‘Lula Livre’ hoje à noite no debate dos presidenciáveis na Band. Há quem aprove e desaprove no staff. A conferir. Radar.. A Aeronáutica segue em compasso de espera do aval do TCU para soltar um edital de licitação para Parceria Público-Privada que vai atiçar os mercados nacional e internacional. Contrato de R$ 4,5

bilhões – e investimento operacional direto de R$ 1 bilhão – para gestão da sua Rede de Comunicações do Comando da Aeronáutica. ..ligado Está previsto para até novembro. Segundo a Força, a PPP envolve ‘elaboração de projeto, instalação, operação, gestão e manutenção da infraestrutura de comunicações, controle e gestão das redes de comunicação’ em todo o território nacional e no espaço aéreo sobre a fronteira marítima do Brasil. Mídia em foco O ENECOB – Encontro Nacional de Editores, Colunistas, Repórteres e Blogueiros, e o e-latino – Encuentro de Periódicos de Latinoamérica, dos quais a Coluna é media partner, confirmaram mais dois eventos: e-latino fará press-trip em Manaus, com jornais do Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e Colômbia; e o ENECOB sobre gestão da saúde em dezembro em Brasília, com 35 grandes jornais de todas as capitais. Brasileiros & Latinos Com a rede de mais de 90 jornais signatários em 8 países, atualmente, O ENECOB e o e-latino tornaram-se dois dos maiores eventos de mídia da América do Sul. A press-trip no rio Negro tem patrocínio da Anfip, Grupo Landis, Hostnet, Hotel Kubitschek Plaza e apoio da Tuiuiú Comunicação e Conselho Federal da OAB.

Com Equipe DF, SP e Nordeste www.colunaesplanada.com.br LM Comunicação Coluna Esplanada contato@colunaesplanada.com.br Caixa Postal 1980 – CEP 70254-970 – Brasília-DF


Opinião

Macapá-AP, SEXTA-FEIRA E SÁBADO, 10 e 11 de agosto de 2018

Vara de Execuções Penais e IAPEN realizam ação social na Penitenciária Feminina Foram realizados 42 procedimentos, entre mamografias, ultrassonografias abdominais e transvaginais Redação

A

Central de Penas Alternativas e Atendimento ao Reeducando da Vara de Execuções Penais e a Coordenadoria da Penitenciária Feminina do Amapá (COPEF/AP), realizaram uma ação social voltada para a prevenção e promoção da saúde das reeducandas. A ação contou com participação voluntária do médico Cristóvão Antônio Pugliesi, especialista em diagnóstico por imagem, clínica e cirurgia geral, e ocorreu nos dias 28 e 31 de julho. Segundo a psicóloga da Vara de Execuções Penais (VEP), Ana Cleyde Bastos Matias, “o objetivo da atividade foi proporcionar às mulheres privadas de liberdade o acesso a exames imprescindíveis à saúde, possibilitando identificar, diagnosticar e monitorar os casos que requerem encaminhamentos para tratamento na rede pública”. De acordo com Ana Cleyde, o resultado final superou o número de pro-

cedimentos realizados na rede externa, “tendo em vista a necessidade de agendamento prévio e logística (escolta, transportes) para deslocamento da interna até uma unidade de saúde, concorrendo com a demanda da sociedade em geral”. Foram realizados 42 procedimentos, entre mamografias, ultrassonografias abdominais e transvaginais. E, ainda, três drenagens de cistos causados pela infecção na bartolinite - inflamação de uma ou ambas as glândulas de Bartholin, que são duas glândulas acessórias dos genitais externos femininos - e dois atendimentos de emergência a internas que apresentavam dores em razão de hérnias umbilicais. Nesses últimos casos o médico realizou a manobra de Taxe – paciente é colocada em posição na qual a cabeça fica mais baixa que o corpo fazendo com que as alças intestinais recuem em direção ao diafragma, enquanto o médico manobra para reduzir a hérnia. “A parceria foi possível porque o médico Cristóvão Antônio Pugliesi, auxiliado por sua equipe, composta pelos colaboradores Cinara Lima e Jurene Moura, disponibilizou aparelho de imagem e se voluntariou a prestar os serviços de forma gratuita. Além disso, a parceria e a colaboração da coordenadora da COPEF, Elizângela Gomes, e da

DIVULGAÇÃO

A AÇÃO contou com participação voluntária do médico Cristóvão Antônio Pugliesi, especialista em diagnóstico por imagem, clínica e cirurgia geral, e ocorreu nos dias 28 e 31 de julho. DIVULGAÇÃO

E, AINDA, três drenagens de cistos causados pela infecção na bartolinite - inflamação de uma ou ambas as glândulas de Bartholin

equipe de saúde prisional feminina foram fundamen-

tais para o êxito da ação”, finalizou Ana Cleyde.

Juízes substitutos do TJAP recebem vitaliciedade

DIVULGAÇÃO

Ascom Tjap

N

esta quarta-feira (08), a Corte do Tribunal de Justiça do Amapá, sob a presidência do desembargador Carlos Tork, esteve reunida na 742ª Sessão Ordinária do Pleno Administrativo. Durante a sessão, os juízes substitutos Luciana Barros de Camargo e André Gonçalves de Menezes se tornaram vitalícios nos cargos por decisão unânime do Pleno. Os magistrados foram aprovados no último concurso para a magistratura estadual, sendo empossados no início de 2016. Os juízes cumpriram todos os requisitos estabelecidos para receber a vitaliciedade, com nota favorável no quesito produtividade, além do cumprimento do Curso Oficial de Formação Inicial para Magistrados Módulo Nacional da ENFAM e da comunicação da Corregedoria de Justiça sobre a inexistência de ati-

ATO ACONTECEU durante 742ª Sessão do Pleno Administrativo

tude que desabone as suas condutas. Ainda na sessão, o presidente do TJAP, desembargador Carlos Tork, comunicou os pares sobre a publicação do edital que declara vago o cargo de desembargador do TJAP, após aposentadoria voluntária do desembargador César Pereira, a ser preenchido por juiz de entrância final, mediante critério de antiguidade.

O presidente registrou o brilhante trabalho realizado pelo desembargador César Augusto Souza Pereira. “Destaco o nosso agradecimento ao longo, exaustivo e brilhante trabalho realizado pelo desembargador como magistrado do Juizado da Infância e da Juventude de Macapá – Área Cível/Administrativa e logo depois no desembargo”, afirmou o presidente.

A 742ª Sessão Ordinária do Pleno Administrativo contou com a participação dos desembargadores: Carlos Tork (presidente), Carmo Antônio de Souza (corregedor em exercício), Agostino Silvério Junior, Manoel Brito, João Lages e Rommel Araújo. Estiveram presentes, assistindo a sessão, juízes e representantes do Sindicato dos Servidores da Justiça.

A3

'Golpistas' úteis O Estado de S.Paulo

A

notícia de que o PT se aliou a vários partidos que apoiaram o impeachment da presidente Dilma Rousseff, publicada pelo Estado, surpreende somente os incautos que ainda acreditam no discurso da pureza ideológica petista. Pois a única ideologia do PT é a que estiver mais à mão para satisfazer seu projeto de poder e de aparelhamento de setores fundamentais do Estado. Assim, o PT se apresenta hoje como partido de “esquerda” e como líder do “campo progressista” unicamente porque lhe é conveniente, e não por princípio ou convicção. O assim chamado “socialismo” petista sobrevive apenas no palavrório de seus fanáticos militantes, pois na prova dos noves, quando exerceu o poder, o PT rapidamente esqueceu seu “socialismo”, julgando ser mais interessante associar-se aos compadres do capital para financiar sua permanência no poder. Flagrado com a boca na botija, e com seu deÉ claro que os miurgo Lula da Silva na cadeia, o PT inventou o petistas, dilidiscurso da “perseguição política” e, em tor- gentes na hora no disso, retomou a de apontar as verborreia esquerdista que tanto excita desavi- contradições dos sados artistas e intelec- adversários, já tuais, mas que, na prática, é mera tentativa de têm na ponta da dar substância ideoló- língua argumengica e sentido histórico ao que não passa de tos para justificar oportunismo barato. seu constrangeEsse oportunismo se manifesta explicitamen- dor contorcioniste na formação das mo eleitoral. alianças do PT nas disputas estaduais. A reportagem mostrou que em seis Estados o partido da defenestrada Dilma Rousseff será cabeça de chapa em candidaturas com legendas que os petistas classificam de “golpistas”. Em outros nove, o PT apoiará candidatos cujos partidos também ajudaram a derrubar Dilma. É claro que os petistas, diligentes na hora de apontar as contradições dos adversários, já têm na ponta da língua argumentos para justificar seu constrangedor contorcionismo eleitoral. Segundo a presidente do PT, Gleisi Hoffman, “não há (contradição) porque estamos deixando claro que eles têm de apoiar Lula” e “ em todos esses casos (de alianças com os ‘golpistas’) tem apoio a Lula”. Ou seja, a necessidade de amparar seu encalacrado comandante obriga o PT a engolir seus alardeados princípios e associar-se a partidos e políticos que até outro dia demonizava furiosamente. É claro que isso tudo foi embalado pela conhecida retórica embusteira do PT – Gleisi informou que os partidos “golpistas” fizeram “uma autocrítica, inclusive”, razão pela qual estão agora devidamente higienizados e aptos a juntar-se aos virtuosos petistas. No Ceará, por exemplo, o PT abriu mão de disputar uma vaga ao Senado para não atrapalhar a campanha à reeleição de Eunício Oliveira (MDB), que votou pelo impeachment de Dilma. E o presidente do Senado não decepcionou: “Eu sou eleitor do Lula. Eleições livres são eleições com Lula”, discursou Eunício em evento no dia 7 passado em Fortaleza. O PT integra também a coligação do governador de Alagoas e candidato à reeleição, Renan Filho (MDB), filho do senador Renan Calheiros (MDB), outro que votou pelo impeachment de Dilma. Mas isso são águas passadas: o senador Renan conta com a popularidade de Lula da Silva para reeleger o filho e, por isso, não se constrange em vir a público para declarar apoio desbragado à “candidatura” do ex-presidente e, ao mesmo tempo, para maldizer o governo de seu correligionário Michel Temer. Segundo Gleisi Hoffman, agora Renan é parte do time: “O Renan teve um reposicionamento nessas questões que interessam ao campo progressista e popular”. O tal interesse do “campo progressista e popular” foi definido de maneira bem mais singela pelo presidente do PT de Mato Grosso, deputado Valdir Barranco, ao explicar por que o partido está apoiando a candidatura ao governo do Estado do senador Wellington Fagundes (PR), que também votou pelo impeachment de Dilma. Segundo Barranco, não foi possível fechar alianças com siglas de centro-esquerda, razão pela qual o PT se viu obrigado a pensar em “suas prioridades”: “A política está em permanente mudança. Neste momento, a melhor tática é essa. Sem o ‘chapão’, não teríamos quociente eleitoral para eleger deputados”. Simples assim.


A4

Geral

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

Índice de mortes violentas aumentou nos últimos dois anos no AP Levantamento aponta que em 2017 o estado registrou 430 mortes, um aumento de 5,7% se comparado com o ano anterior. Neste ano, somente no primeiro semestre, o Amapá já registrou mais de 200 casos. Da Redação

N

os últimos dois anos, o Amapá registrou um aumento no número de mortes violentas, é o que aponta o levantamento do 12º Anuário de Segurança Pública divulgado na quinta-feira (9). Os dados mostram que em 2017, o estado registrou 430 homicídios, um aumento de 5,7% se comparado com 2016, quando foram registradas 390 mortes. A taxa é de 53,9 mortes para cada 100 mil habitantes. Apesar do alto índice de registros, o Amapá não está entre os estados com as maiores taxas de mortes violentas por 100 mil habitantes. Rio Grande do Norte, Acre e Ceará ga-

nham destaques neste quesito, com 68, 63,9 e 59,1, de taxa respectivamente. As menores foram registradas nos estados de São Paulo (10,7), Santa Catarina (16,5) e Distrito Federal (18,2). No Brasil foram 63.880 mortes violentas no ano passado, ou seja, 175 pessoas foram assassinadas por dia, registrando elevação de 2,9% em comparação a 2016. De acordo com o levantamento, o número de homicídios dolosos cresceu no Amapá, somente em 2017 foram registrados 352 casos, uma variação de 12,4% se comparado com o ano anterior. Em seguida aparece latrocínio, com 17 casos e lesão corporal seguido de morte, com 8 registros. As duas últimas analises tiveram quedas representativas no estado. Em relação a policiais civis e militares mortos em situação de confronto, o Amapá registrou apenas 1 caso no qual a vítima estava fora de serviço. Em 2016, o anuário apontou também um único caso. Se tratando de mortes decorrentes de intervenção policial, o Amapá registrou 53 casos em 2017, apontando uma queda em comparação com 2016, quando houveram 59 casos. Cidade violenta Em janeiro de 2017, a ONG Conselho Cidadão para a Segurança Pública e

DIVULGAÇÃO

54 senadores podem buscar novo mandato em 2018; 22 desistem G1 Nacional

L A TAXA É DE 53,9 MORTES para cada 100 mil habitantes.

a Justiça Penal, do México, divulgou o ranking nacional das 50 cidades mais violentas do mundo em 2015. Macapá ficou em 48° posição, com a taxa de 30,25 homicídios por 100 mil habitantes. Esse levantamento é feito todos os anos e se baseia em dados oficiais e de fontes alternativas como as ONGs e leva em conta o número de homicídios por 100 mil habitantes. A primeira cidade brasileira a aparecer na lista é Fortaleza (12º lugar no ranking), seguida de Natal (13º), Salvador e região metropolitana (14º), todas capitais do Nordeste do país. Das 50 cidades do ranking, 21 ficam no brasil. Em dez anos Dados divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e

Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), referentes ao período entre 2004 e 2014, mostram que em uma década, o Amapá registrou aumento médio de 42,8% no número de homicídios, saltando de 173 para 247. Nos registros de mortes entre os jovens de 15 a 29 anos, no Amapá, houve um crescimento de 31,4% em dez anos e 9,2% de um ano para outro entre 2013 e 2014. Em 2004, o estado teve 118 mortes de jovens, já em 2014, foram registrados 155 mortes nessa faixa etária, o que representa um crescimento de 3,8% na taxa de homicídios desse período. Também houve crescimento entre os homicídios contra as pessoas negras. O Amapá teve um crescimento de 8,8% entre 2004 e 2014.

Nenhum dos 16 municípios realiza o descarte e tratamento do lixo de forma adequada Da Redação

E

m julho deste ano, o Ministério Público do Amapá (MP-AP) divulgou um levantamento e anunciou que irá percorrer 15 municípios do estado para verificar a situação dos lixeiros a céu aberto, que são conhecidos popularmente como “lixões”. Estes espaços são caracterizados pelo descarte irregular de lixo, com materiais a céu aberto e sem separação. Além disso, constatou-se que eles estão localizados dentro do perímetro urbano e próximos a rios. Com a ação, o objetivo do MP-AP é regularizar as áreas de descarte, viabilizar um estudo aprofundado do impacto e elaborar medidas para que os lixões se encaixem na Política Nacional de Resíduos

Sólidos. Segundo a Promotoria do Meio Ambiente, esse é o segundo levantamento feito no estado. O primeiro levantamento ocorreu em 2008 e, conforme relatório, “pouco mudou” nesse período de 10 anos. “Foi uma solicitação das promotorias do interior do estado. Estamos fazendo esse diagnóstico da atual situação dessas áreas de lixão. Já visitamos as lixeiras de Tartarugalzinho e Itaubal. O cenário é o mesmo, ambos não estão licenciados, e têm mistura de lixos hospitalares e outros problemas”, disse Michel Ribeiro, perito ambiental, ao G1. No Amapá, nenhum município possui o descarte e tratamento do lixo de forma adequada. Somente a capital, Macapá, possui um aterro sanitário, mas,

para se adequar às regras da Política Nacional de Resíduos Sólidos, o local precisa atender algumas exigências. O Governo do Estado do Amapá (GEA) afirmou que está buscando alternativas para resolver o problema. De acordo com a legislação brasileira, é necessária a extinção dos lixões e a implantação da reciclagem, reuso, compostagem, tratamento do lixo e coleta seletiva nos municípios. O Executivo Estadual afirmou que estuda a possibilidade da formação de consórcios para amenizar o custo de implantação de aterros sanitários, que ainda é considerado alto para os pequenos municípios. Porém, ainda não existe previsão para que tais medidas sejam de fato iniciadas. As promotorias do MP já

começaram a tomar medidas, com prazos e multas para licenciamento e regularização dos lixões, de acordo com o contexto de cada município.

evantamento do G1 indica que 22 dos 54 senadores em exercício e cujos mandatos se encerram neste ano não vão disputar um novo nas eleições de 2018. Isso representa 27% do total de 81 senadores. O balanço não leva em conta os senadores que foram eleitos mas deixaram os cargos. Os senadores têm mandatos de oito anos. Em uma eleição, renovam-se os mandatos de um terço deles (27). Na eleição seguinte, de dois terços (54), como é o caso desta, de 2018. Assim, estarão em disputa neste ano duas das três vagas de senador de cada estado. Na última eleição em que houve renovação de dois terços, em 2010, 27 dos 54 deixaram de concorrer. Foram levados em consideração os nomes aprovados nas convenções partidárias, que se encerraram no último domingo (5). O registro das candidaturas na Justiça Eleitoral deve ser feito até o dia 15. Mas os partidos podem trocar candidatos até 17 de setembro. O primeiro turno da eleição será em 7 de outubro. Entre os senadores que desistiram de disputar a reeleição neste ano, estão

nomes como os de Aécio Neves (PSDB-MG), candidato à Presidência em 2014, e Gleisi Hoffmann (PT-PR), atual presidente do PT. Os dois, além de Helio José (PROS-DF), José Agripino (DEM-RN), José Medeiros (PODE-MT) e Lídice da Mata (PSB-BA), vão se disputar uma cadeira de deputado federal. Outros cinco senadores vão concorrer a cargos no Executivo: Armando Monteiro (PTB-PE), Eduardo Amorim (PSDB-SE) e João Capiberibe (PSB-AP) disputarão o governo de seus estados; Regina Sousa (PT-PI) será candidata a vice-governadora; e Ana Amélia (PP-RS), candidata a vice-presidente da República na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB). Além desses, João Alberto de Souza (MDB-MA) desistiu da reeleição para coordenar a campanha de Roseana Sarney (MDB) ao governo do Maranhão. Dos outros 11 que não concorrerão à reeleição, seis informaram que decidiram deixar a vida parlamentar para cuidar dos negócios e da família. Há ainda o caso de um desistente – Givago Tenório (PP-AL) – que é suplente de um titular que voltará a concorrer em 2018. DIVULGAÇÃO


MACAPÁ-AP, SEXTA-FEIRA E SÁBADO, 10 e 11 de agosto de 2018 DIVULGAÇÃO

Oportunidade:

Em Macapá:

Homens mortos pelo Bope teriam praticado ataques nas últimas semanas

Cândido Portinari abre 150 vagas para cursos profissionalizantes B2

Investigações da Polícia Civil apontam que Alisson e Diogo teriam participação em, ao menos, quatro crimes com características de execuções. B4

Segurados com auxílio-doença e aposentadoria por invalidez têm até dia 13 para revisão no INSS DIVULGAÇÃO

Convocados deverão apresentar toda a documentação médica disponível para a comprovação da invalidez, tais como atestados, laudos, receitas e exames. Segundo o documento, as pessoas com mais de 60 anos e quem tiver 55 anos com benefício há pelo menos 15 anos estão de fora. Redação

O

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está convocando os seguradosque recebem o auxílio-doença e aposentadoria por invalidez para realizar a revisão de seus benefícios. Esta medida é uma ação do Governo Federal para identificar os beneficiários

ainda estão incapacitados de exercer o trabalho.A convocatória foi publicada no Diário Oficial da União no dia 20 de julho. Esta chamada tem como público-alvo os beneficiários com mais de dois anos sem passar pela perícia. Neste caso, eles têm cinco dias para realizar o agendamento das perícias após ser convocado. O prazo para a

O PRAZO para a marcação encerra no dia 13 agosto e, quem não fizer o procedimento, terá o pagamento suspenso.

marcação encerra no dia 13 agosto e, quem não fizer o procedimento, terá o pagamento suspenso. No momento da perícia deverá ser apresentada toda documentação médica que o segurado dispo-

nha para a comprovação da invalidez, tais como atestados, laudos, receitas e exames. Segundo o documento, as pessoas com mais de 60 anos e quem tiver 55 anos com benefício há pelo menos 15 anos

Prefeitura de Tartarugalzinho tem 60 dias para concluir obrado Aterro Sanitário Redação

A

Prefeitura de Tartarugalzinho foi notificada pela Promotoria de Justiça com uma Ação Civil Pública, nesta semana. A medida obriga a gestão municipal a concluir a obra do Aterro Sanitário, de acordo com as normas relativas à Política Nacional do Meio Ambiente, no prazo máximo de 60 dias. Em caso de descumprimento, haverá pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil (dez mil reais). A Prefeitura já sofreu multa uma de R$ 30 mil (trinta mil reais) pela deposição de lixo diretamente no meio ambiente, que formou uma lixeira a céu aberto. Segundo o Ministério Público do Amapá (MP-AP), o Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá (IMAP) realizou uma vistoria, aonde constatou a irregularidade e gerou o Auto de Infração Ambiental. A medida foi tomada após uma de série denúncias dos moradores da cidade. Foraminstaurados três inquéritos civis e dois proce-

dimentos administrativos na apuração do caso. A Promotoria de Tartarugalzinho solicitou perícia da Polícia Técnica Científica (Politec) e laudo do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (CAOP/Ambiental) do MP-AP. Constatou-se que a área recebe resíduos sólidos desde 2012 e funciona de maneira irregular, sem licença ambiental, nem inspeção sanitária dos órgãos competentes. “É público e notório os problemas enfrentados pelos moradores da comunidade que reside às proximidades da área do aterro, bem como os danos ambientais já perceptíveis. A situação ora exposta é lamentável”, frisou Klisiomar Lopes, titular da Promotoria. Em nota, o MP-AP afirma que buscou diversas medidas extrajudiciais para agilizar a solução do problema. “Entretanto o Município nada tem feito efetivamente, muito menos tem informado quais as medidas serão adotadas para garantir a conclusão da obra”, diz trecho. Com a inoperância da

gestão municipal, o MP-AP ingressou com a Ação Civil Pública. No documento, o Tartarugalzinho é representado pelo prefeito, Rildo Gomes de Oliveira; do secretário municipal– SEMMAT/TGZ, senhor Atekxiangre João Da Silva; e do secretário municipal de Infraestrutura, Obras e Serviços – SEMIOS/TZ, Jair da Silva Oliveira. A medidaobriga o Município a garantir a conclusão da obra do Aterro Sanitário Municipal dentro das normas relativas à Política Nacional do Meio Ambiente. “O aterro está funcionando de forma completamente irregular. A inconse-

quente ação do Município causou e continua causando deplorável e insustentável dano à ecologia, ainda que de forma reversível. O meio ambiente é um patrimônio a ser necessariamente protegido, estando a sociedade efetivamente prejudicada pela supressão dos recursos naturais ocorrida com a irregular prática ora combatida”, complementa Klisiomar. A ação prevê, ainda, aplicação multa diária, em caso de descumprimento da decisão judicial, aos gestores citados anteriormente, no valor de R$ 5 mil (cinco mil reais), com o respectivo bloqueio de contas. DIVULGAÇÃO

estão de fora. O beneficiário tem até 60 dias para marcar o exame a partir do agendamento. Se não procurar o INSS neste prazo, o benefício será cancelado, assim como aqueles que marcarem a

perícia e não comparecerem. Os exames devem ser marcados pelo número 135 ou pelo site do INSS. O INSS está realizando mutirões de perícias aos segurados não localizados pelos Correios por alguma inconsistência no endereço, principalmente no interior do estado. 97 amapaenses foram reconvocados devido a não localização, em 2018.Por isso, a recomendação do INSS é que o segurado mantenha o cadastro de endereço atualizado para evitar o não envio da convocação. Em todo o país, desde 2016, os beneficiários nessas condições estão sendo chamados para verificar a continuidade da incapacidade para o trabalho. Segundo o INSS, este é o maior edital de convocação do processo de revisão de perícias.

CTMac intensifica fiscalização do transporte escolar

ASCOM PMM

Ascom PMM

C

om prazo de regularização junto à Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) encerrado, proprietários dos transportes escolares que circulam na capital amapaense estão sendo fiscalizados com mais rigor. As ações nas portas das escolas tiveram início na quarta-feira, 8, e continuarão de maneira intensa sem prazo determinado. Até junho de 2018, estavam cadastrados na CTMac 66 veículos específicos para o transporte escolar. Porém, apenas 34 estavam com a licença em dia e com validade até 31 de julho. A licença para transporte escolar deve ser atualizada semestralmente e o prazo para regularização do documento encerrou no dia 31 de julho, sendo assim abrindo período de fiscalização a partir do dia 1º de agosto. “Tivemos uma procura baixa para a renovação da licença. Alertamos novamente aos pais so-

bre os riscos de confiar as vidas dos filhos nas mãos de pessoas sem autorização para exercer esse trabalho”, alerta o diretor-presidente da CTMac, André Lima. Neste último prazo de regularização, apenas 13 veículos cadastrados renovaram a licença e passaram pela vistoria. “Nossa fiscalização nas portas das escolas já iniciou e iremos recolher os veículos que não possuem autorização ou não estão com a devida licença em dia e sem condições de tráfego”, enfatiza André Lima. Na última semana, uma Kombi realizando o transporte de crianças foi apreendida. A licença apresentada estava vencida há mais de três anos e o veículo não possuía qualquer condição segura para o transporte escolar.


B2

Dia-Dia

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

Cândido Portinari abre 150 vagas para cursos profissionalizantes Ilustração, serigrafia, artesanato de pintura em tecidos e pintura de obras imobiliárias são as disciplinas disponíveis; inscrições vão até 15 de agosto, na secretaria da instituição. Redação

A

s inscrições para os cursos profissionalizantes do Centro de Educação Profissional em Artes Cândido Portinari já começaram. Até dia 15 de agosto interessados em cursos de ilustrador, serigrafia, artesanato de pinturas em tecidos e pintura de obras imobiliárias podem se matricular. São disponibilizadas 150 vagas. As matrículas são presenciais e ocorrem até ao limite das vagas. Para se inscrever, é necessário ter mais de 14 anos e apresentar os seguintes documentos (original e cópia): carteira de identidade, CPF, comprovante de residên-

Etapa municipal dos Jogos Escolares vai selecionar equipes para competição estadual DIVULGAÇÃO

PARA SE INSCREVER, é necessário ter mais de 14 anos e apresentar os seguintes documentos (original e cópia): carteira de identidade, CPF, comprovante de residência, comprovante de escolaridade e cartão do SUS.

DIVULGAÇÃO

cia, comprovante de escolaridade e cartão do SUS. As inscrições são realizadas na secretaria do Cândido Portinari, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30, avenida Cônego Domingos Maltês, nº 1976, bairro Buritizal, entre as ruas Santos Dumont e Hildemar Maia. As aulas serão iniciadas dia 20 de agosto. Vagas por turno Manhã: Artesanato de pinturas em tecido (15); pintura de obras imobiliárias (15). Tarde: Ilustrador (30); artesanato de pinturas em tecidos (15); serigrafia (15). Noite: Ilustrador (30); artesanato de pintura em tecidos (15); serigrafia (15).

Inclusão Digital: Unifap oferta curso gratuito de informática básica Redação

A

Universidade Federal do Amapá (Unifap) inicia, no dia 13 de agosto de 2018, as inscrições para o projeto Unifap Digital, que oferta curso gratuito de informática básica para acadêmicos da Instituição e pessoas da comunidade em geral que estejam em situação de vulnerabilidade socioeconômica. As inscrições seguem abertas até o dia 16 deste mês, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30, na sala da coordenação do projeto, situada no Bloco de Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, que fica no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). São ofertadas 72 vagas, distribuídas em três turmas. Para se inscrever, o candidato deverá ter a partir de 18 anos de idade, ter concluído ou estar cursando o 3º ano do ensino médio em escola da rede pública. Alunos da Unifap regularmente matriculados no segundo semestre

letivo de 2018 também podem participar do curso. No ato da inscrição, o candidato precisa apresentar o formulário de inscrição (Anexo I do edital) impresso e preenchido e a documentação solicitada no edital de seleção. A inscrição será realizada por ordem de chegada com, no máximo, 50 inscritos por turno. Caso as 150 inscrições sejam concluídas antes do dia 16 de agosto, o período de inscrição será dado como encerrado. A seleção para as vagas será por meio de sorteio, que será realizado no dia 20 de agosto de 2018, às 15h, no auditório do Bloco de Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, localizado no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). Serão três turmas, uma em cada turno (manhã, tarde e noite), com 24 vagas em cada uma. As aulas serão realizadas de setembro a dezembro de 2018, às segundas, quartas e sextas, com duração de 3h/aula. O curso de in-

JDIA

Redação

A

etapa municipal dos Jogos Escolares, que vai acontecer no período de 10 a 15 de agosto, em Macapá, vai selecionar atletas da rede municipal de ensino para quatro modalidades do campeonato estadual. A seletiva é organizada pela Secretaria de Estado do Desporto e Lazer do Amapá (Sedel), através do Núcleo de Esporte e Rendimento (NER). Cerca de 2.750 alunos-atletas de 110 escolas da capital, começarão na próxima sexta-feira, 10, a competir nas modalidades futsal, basquetebol, voleibol, handebol, ciclismo, natação, tênis de mesa, vôlei de praia, luta olímpica, judô, atletismo, badmington e xadrez, nas faixas etárias de 12 a 14 anos e de 15 a 17, no masculino e feminino. De acordo com o gerente de esporte e lazer da Sedel, Olivaldo Nunes, essa etapa é classificatória. “Três equipes de cada modalidade se classificam para a etapa estadual, se unindo com as dos outros municípios, que também estão em competição”, explicou. Os demais municípios do estado também estão nessa etapa, de onde as equipes, devem ser selecionadas até o dia 12 de agosto para começar o campeonato estadual, que começará no dia 21 de agosto. Olivaldo Nu-

nes diz ainda que após a etapa estadual, os atletas vão se preparar para a disputa regional e depois nacional. “O Evento esportivo serve como seletiva para a fase regional coletiva, 12 a 14 anos e 15 a 17 anos, que serão realizados entre os dias 19 e 23 de setembro, em Manaus/AM e a Etapa Nacional dos jogos Escolares da Juventude, que acontecerão entre os dias 12 a 25 de novembro em Natal/RN”, disse o gerente. Os jogos da modalidade futsal vão acontecer em duas quadras, Ginásio Avertino Ramos e Ginásio do Trem. O basquetebol e voleibol vão acontecer na quadra do Colégio Amapaense e o Handebol será na quadra da Universidade Estadual do Amapá. O ciclismo que também acontecerá nesse período, será na Rodovia Norte/Sul, no sábado, 11, às 15h. A natação na próxima sexta-feira, 17, na Piscina Olímpica Capitão Euclides Rodrigues. As demais modalidades individuais acontecerão até o dia 16 de setembro. Em 2017, os Jogos Escolares reuniram mais de 4 mil alunos-atletas em todo o Amapá, nas categorias sub-14 e sub-17. Os campeões de cada modalidade esportiva ainda representaram o Amapá na etapa nacional dos jogos, como deve ocorrer este ano.

VAGAS DE EMPREGOS DISPONÍVEIS PARA O DIA 10/08/2018

SINE/MACAPÁ OCUPAÇÃO

QT. DE VAGAS

CASEIRO CONFERENTE DE CARGA E DESCARGA

formática básica será ofertado por módulos, sendo: Introdução à Informática, Internet, Editor de Texto, Planilha Eletrônica e Editor de Apresentação. A carga horária total do curso é de 150 horas. O resultado final será divulgado na data provável de 23 de agosto de 2018. O candidato selecionado deverá assinar o termo de compromisso nos dias 24, 27 e 28 de agosto, na coordenação do Unifap Digital, situada no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP). As aulas estão previstas para iniciarem no dia 3 de setembro. Mais informações no

edital, disponível no site da Unifap. Unifap Digital – o projeto Pró-Estudante Inclusão Digital - Unifap Digital consiste em uma ação de assistência estudantil com o intuito de produzir qualidade à prática acadêmica mediante os objetivos de inclusão social e democratização do ensino de informática, além de propiciar à comunidade do entorno da Universidade a oportunidade de inclusão digital. O Unifap Digital é uma ação da Pró-reitoria de Extensão e Ações Comunitárias (Proeac), por meio do Departamento de Extensão (DEX).

01 01

COZINHEIRO À LA CORTE

01

EMPREGADA DOMÉSTICA

01

ENCANADOR INDUSTRIAL

01

ESTOQUISTA

01

FLORISTA (VENDEDORA)

01

GERENTE

01

MONTADOR DE MÓVEIS

01

MECÂNICO

02

PINTOR INDUSTRIAL

01

OPERADOR DE MINI CARREGADEIRA

01

TEC. EM MANUTENÇÃO DE IMPRESSORA E COMPUTADOR VENDEDOR EXTERNO

02 01


Geral

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

B3

Safra deste ano deve ser 5,7% menor, diz IBGE DIVULGAÇÃO

A previsão para a soja teve leve aumento em relação a junho (0,1%)

Produção de motos sobe 34,7% em julho, diz Abraciclo Da Redação

A

Agência Brasil  

A

safra de cereais, leguminosas e oleaginosas do país deve fechar o ano com 226,8 milhões de toneladas, 5,7% abaixo da produção de 2017, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de julho deste ano, divulgado hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A previsão da pesquisa de julho é 0,5% (1,1 milhão de toneladas) a menos do que estimativa a anterior, feita em junho pelo IBGE. A queda de junho para julho foi provocada por previsões menos otimistas para as safras de milho (-1%), arroz (-0,2%), trigo (-4,1%), feijão (-3,4%) e sorgo (-2,5%). A previsão para a soja teve leve aumento em relação a junho (0,1%). A melhora da estimativa do algodão, de 1,3%, também contribuiu para evitar queda maior da previsão da safra de cereais, leguminosas e oleaginosas. Na comparação com 2017, das três principais

A CANA-DE-AÇÚCAR É O PRINCIPAL DELES, já que é o maior produto agrícola do país em volume. Para a cana, é esperada uma safra 0,4% maior do que a de 2017.

lavouras de grãos do país, apenas a soja deverá fechar o ano com alta em relação a 2017 (1,2%). As outras duas deverão terqueda: milho (-16,7%) e arroz (-7,3%). Outros produtos Produtos que não entram no cálculo da safra de cereais, leguminosas e oleaginosas mas que têm peso importante na agricultura brasileira também são analisados pela pesquisa do IBGE. A cana-de-açúcar é o principal deles, já que é o maior produto agrícola do país em volume. Para a cana, é esperada uma safra 0,4% maior do que

a de 2017. A projeção é, no entanto, 0,1% menor do que a feita em junho. O café também deverá ter alta em relação a 2017, de 23,6%, um resultado também 0,1% menor do que o previsto na pesquisa de junho. Outro produto com esse comportamento é o tomate, cuja produção prevista em de julho é 2,1% do que a de junho e que, portanto, deverá ter aumento de apenas 1,4% em relação a 2017. Os demais produtos com produção maior do que 1 milhão de toneladas deverão ter queda em relação a 2017. A uva

manteve a mesma projeção de junho, com queda estimada de 17,5% em relação ao ano passado. Os outros com estimativa de queda em relação a 2017 também tiveram recuo na previsão de junho para julho: laranja (-0,3% em relação a junho e -8,7% na comparação com 2017), banana (-1,2% em relação a junho e -6,2% na comparação com 2017), mandioca (-3,6% em relação a junho e -3,2% na comparação com 2017) e batata-inglesa (-0,2% em relação a junho e -11,2% na comparação com 2017).

na dinâmica da construção civil já neste ano”, disse Martins. O governo tem buscado adotar medidas para melhorar o ritmo de crescimento da economia. Inicialmente, a previsão era de um crescimento acima de 3% neste ano. A fragilidade política do governo, que não conseguiu aprovar medidas econômicas importantes no Congres-

so, e a greve dos caminhoneiros deram uma travada no crescimento. Com isso, as novas previsões são de que o país cresça 1,5% a 1,6% em 2018. A travada na economia frustrou os planos do governo, que esperava faturar, durante a campanha eleitoral, um país crescendo em ritmo mais forte e reduzindo mais o desemprego.

produção de motos no Brasil subiu 34,7% em julho, com 96.277 motos feitas, informou a associação das fabricantes, a Abraciclo. O desempenho foi em comparação ao mesmo período do ano passado, que teve 71.482 unidades produzidas. Em relação ao mês de junho, quando 50.118 motos foram montadas no país, o crescimento foi de 92,1%. Já no acumulado dos sete meses, saíram das linhas de produção 590.961 motos, alta de 19,3% sobre o mesmo período do ano passado (495.232 unidades). De acordo com a entidade, fatores como a ampliação da oferta de crédito e maior participação do consórcio estão sendo fundamentais para bons resultados. O desempenho baixo em junho ocorreu

devido aos reflexos da greve dos caminhoneiros, no final de maio. Veja histórico mensal de produção de motos no Brasil Setor está reagindo em 2018, após anos de quedas constantes Exportações em baixa Em julho foram exportadas 5.229 motocicletas fabricadas no Brasil, o que representa queda de 37,6% sobre o mesmo mês do ano passado, que alcançou 8.380 motos. Na comparação com junho, com 4.404 unidades, houve alta de 18,7%. Com relação ao desempenho no acumulado dos sete meses, foram exportadas 46.259 motocicletas, aumento de 13,4% sobre as 40.797 unidades registradas no mesmo período do ano passado. Os principais destinos neste período foram, pela ordem, a Argentina, Estados Unidos e Colômbia. DIVULGAÇÃO

Novo valor para compra de imóvel com FGTS deve vigorar a partir de setembro G1 Nacional

E

mpresários da construção civil pediram, e o presidente Michel Temer deve solicitar à sua equipe econômica que o novo valor para compra de imóvel, de R$ 1,5 milhão, com uso de recursos do FGTS comece a valer a partir de setembro. O setor foi surpreendido quando a decisão tomada pelo governo, na semana passada, foi publicada, fixando a data de entrada em vigor apenas em janeiro de 2019. “Fomos ao presidente Michel Temer falar sobre o assunto, porque nossa expectativa era de que a medida, importante para estimular o setor, entrasse em vigor imediatamente. Aí fomos surpreendidos com a data de janeiro do ano que vem. Mas o presidente nos disse que vai pedir à sua equipe para

que a decisão entre em vigor já em setembro”, afirmou ao blog o presidente da Câmara da Indústria da Construção Civil, José Carlos Martins. Na semana passada, o governo havia aprovado uma medida para estimular a construção civil. Subiu de R$ 850 mil a R$ 950 mil para R$ 1,5 milhão o valor do imóvel que pode ser financiado pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), no qual o comprador pode usar recursos do seu FGTS. Só que, quando a decisão foi baixada, veio a surpresa da data. “A medida é importante e precisamos que ela entre em vigor imediatamente, exatamente para estimular o setor da construção civil, que vem registrando queda desde o final de 2014. Com a medida entrando em vigor imediatamente, poderemos buscar uma melhora

CONSTRUTORA E REFLORESTADORA RIO PEDREIRA LTDA CNPJ (MF) 05.696.802/0001-00Insc. Estadual 03.003.706-4 Rodovia Duque de Caxias, km 1, S/N, Centro, Santana – AP Telefone (96) 3281-1256

Torna Público que RECEBEU do Instituto do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá – IMAP, LICENÇA DE OPERAÇÃO N°. 0126/2018, para Operação de uma Usina de Produto de Concreto Asfáltico, no Canteiro de Obras da referida Empresa Localizado no Município de Laranjal do Jari, para o Plano de Mobilidade Urbana das Ruas e Avenidas do Município de Laranjal do Jari no Estado do Amapá, em conformidade com a Lei Federal nº 140/2011, de acordo com o Código Ambiental do Estado do Amapá, Lei Complementar nº 0005/94 – Código de Proteção ao Meio Ambiente, Capítulo IV, Artigo 12, Item II.

O DESEMPENHO foi em comparação ao mesmo período do ano passado, que teve 71.482 unidades produzidas.

CONSTRUTORA E REFLORESTADORA RIO PEDREIRA LTDA CNPJ (MF) 05.696.802/0001-00Insc. Estadual 03.003.706-4 Rodovia Duque de Caxias, km 1, S/N, Centro, Santana – AP Telefone (96) 3281-1256

Torna Público que REQUEREU do Instituto do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá – IMAP, LICENÇA DE OPERAÇÃO, para Operação do Canteiro de Obras da Empresa Rio Pedreira, Localizado no Município de Laranjal do Jari, para o Plano de Mobilidade Urbana das Ruas e Avenidas do Município de Laranjal do Jari no Estado do Amapá, em conformidade com a Lei Federal nº 140/2011, de acordo com o Código Ambiental do Estado do Amapá, Lei Complementar nº 0005/94 – Código de Proteção ao Meio Ambiente, Capítulo IV, Artigo 12, Item II.

Oportunidade única / Bairro Marabaixo Vende-se um sítio no KM-09, próximo a saída do Marabaixo, medindo 300x300, campo de futebol, poço amazonas, árvores frutíferas, com água nos fundos, ótimo para grandes empresas, titulado, registrado em cartório de imóveis, próximo ao Convento de Freiras. Valor à combinar. Tratar: 98125-2176/99193-7050.


B4

Dia-Dia

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 10 e 11 de agosto de 2018

Homens mortos pelo Bope teriam praticado ataques nas últimas semanas Investigações da Polícia Civil apontam que Alisson e Diogo teriam participação em, ao menos, quatro crimes com características de execuções. A dupla foi morta durante confronto policial. Redação

N

esta semana, dois homens identificados como Alisson Ruan Dias Viegas, de 23 anos, e Diogo Nunes Brazão, de 20 anos, morreram após trocarem tiros com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), no centro de Macapá. Investigações da Polícia Civil, divulgadas na manhã de quinta-feira (09) através da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe), apontam que os dois mortos tinham envolvimento em, pelo menos, quatro crimes com características de execuções ocorridas nas últimas duas semanas. De acordo com as investigações, dentre os crimes, os homens seriam suspeitos de participarem de três homicídios e uma tentativa. Todos aconteceram em Macapá. Além disso, a Polícia Militar (PM) já havia informado que a dupla teria uma extensa ficha criminal, com acusações de outros homicídios e roubos. A Polícia Civil informou que os crimes com carac-

DIVULGAÇÃO

SEGUNDO A DECIPE, os dois faziam parte de um grupo criminosos, que teriam envolvimento com internos do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

terísticas de execução, teriam ocorridos entre os dias 23 de julho a 3 de agosto. Segundo a Decipe, os dois faziam parte de um grupo criminosos, que teriam envolvimento com internos do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen). Líderes demandavam ordens para que o grupo cometesse assaltos, furtos e homicídios, aponta as investigações. As informações apontam, ainda, que entre os crimes com características de execução, Alisson e Diogo teriam participado de quatro, entre eles a morte de Rodrigo Bandeira de Lima, executado por duas pessoas próximo à Feira do Produtor no dia 23 de julho; um suspeito de roubo, de 26 anos, ferido a tiros ao receber uma ligação em frente de casa no dia 25 de julho; a morte de Mailon Silva dos Santos, de 16 anos, executado quando ia entregar um carregador de telefone e Maria Ilma Gouveia dos Santos, de 39 anos, morta a tiros dentro

de casa, onde a polícia encontrou drogas, armas e munições no dia 3 de agosto. Todos os casos ocorreram em Macapá. Um vídeo, divulgado pela polícia, mostra um dos assassinatos que teriam sido encomendados pelo grupo. A vítima Rodrigo Bandeira de Lima foi alvejado com tiros na cabeça e costa. A imagem mostra duas pessoas se aproximando dele para efetuarem os disparos. Troca de tiros Na terça-feira (07), três pessoas foram mortas durante uma abordagem do Bope. Segundo o relato policial, ocupantes de um carro foram interceptados após suspeita de participação em um roubo de R$ 4 mil de um correspondente bancário. Horas depois, eles foram abordados e teriam apontado pistolas para a equipe policial, que precisou conter a ameaça efetuando disparos. Entre os mortos estavam Alisson e Diogo e uma terceira pessoa identificada como

SearJasube. Fotos divulgadas nas redes sociais mostram Alisson e Diogo, acompanhando outras cinco pessoas que fariam parte do grupo criminoso, usando roupas da Polícia Civil, coletes balísticos e armas de fogo. Segundo apuração da polícia, Alisson era suspeito de ter raspado a cabeça de uma ex-namorada após uma discussão, em 2017 e Diogo era suspeito de participação na morte de uma ex-namorada, em Laranjal do Jari, além de um assalto de bebidas. Para a polícia, o comportamento violento de ambos mostra o risco que a equipe do Bope corria no dia da abordagem. A terceira pessoa, SearJasube, era motorista de um aplicativo de serviços de transportes. Nenhum crime anterior foi associado à ele, no entanto, a polícia ressalta que não há dúvidas sobre a participação dele para dar fuga ao grupo. Após abordagem, equipe do Bope ressaltou que ele estava armado.

Acusado de matar namorada por asfixia em Macapá é absolvido em julgamento G1 AP

F

oi absolvido pelo Tribunal do Júri de Macapá o ajudante de serviços gerais Valdez Brito da Costa, de 25 anos, que respondia por feminicídio pela morte por asfixia da namorada Maiara Silva da Silva, num crime ocorrido em julho de 2017. O julgamento iniciou pela manhã e encerrou por volta de 14h desta quinta-feira (9).

A escolha dos jurados foi unânime pela inocência do réu, embora eles tenham apontado que Valdez tenha provocado a morte da companheira. O Ministério Público estadual (MP-AP), que pedia a condenação do homem por homicídio qualificado, manifestou interesse em recorrer da decisão. O caso ocorreu no dia 8 de julho de 2017, dentro da residência onde o casal mo-

rava, localizada em um ramal do quilômetro 9, na Rodovia AP-010, Zona Oeste da capital. Costa está preso desde então. A mulher estaria grávida de quatro meses. O G1 não teve acesso ao laudo da necropsia. O advogado de defesa, Hugo Silva, declarou que o réu confirmou, na época, autoria em depoimento, mas que estava sob efeito de álcool e que não lembra de ser autor do homicídio.

O suspeito era, assim como a namorada, dependente químico. Ao fim do julgamento, foi expedido alvará de soltura de Valdez Brito da Costa. “Os senhores membros do Conselho de Sentença, analisando os quesitos formulados, decidiram por MAIORIA de votos que o réu deverá ser absolvido tornando prejudicada a votação dos demais quesitos”, diz trecho da sentença.

Ronda Policial JOÃO BOLERO Da 99,1 FM

BLOG DO BOLERO

TRIO ENFRENTA O BOPE E LEVA DESVANTAGEM Foi por volta das 11h00min da noite desta terça-feira (7) que uma guarnição do BOPE estava caçando uns elementos acusados de praticarem um homicídio contra uma mulher, assim como, outros elementos que haviam assaltado um estabelecimento bancário na Av. Duque de Caxias, de onde roubaram dinheiro, celulares e joias das vítimas. Como os policiais já haviam recebido uma informação de que no interior de um carro de passeio haviam três homens fortemente armados e que estavam estacionados na Av. Padre Júlio com a Rua Cândido Mendes, os policiais chegaram no local e foram recebidos a bala, e receberam o revide,morrendo no local um deles, no caso o DIEGO NUNES FRAZÃO (20). Foram socorridos por uma ambulância os outros dois e levado ao H.E de Macapá, porém, meia hora depois não resistiram e acabaram morrendo. São eles: ALISSON RUAN DIAS VIEGAS (24) e SEAD JASUB DE SOUZA VAZ (23). Segundo a polícia, Alisson e Diego, tinham passagem pelo IAPEN. POLÍCIA CIVIL DE OIAPOQUE TENTA DESVENDAR MORTE DE EMPRESÁRIO A polícia civil de Oiapoque está tentando desvendar um mistério que é a morte do empresário do ramo de combustível. AUGUSTO GOMES DA MOTA (61), cujo corpo foi encontrado em uma área de mata, na Vila de Ilha Bela, na fronteira com a Guiana Francesa. O Augusto morava sozinho, e sua esposa em Macapá. Ele teria sido visto pela última vez no sábado (4),quando foi caçar em área de mata. A espingarda que ele conduzia sumiu. O certo é que a delegada Valcilene Carneiro que preside o Inquérito, está aguardando o resultado da necropsia, a fim de prosseguimento nas investigações e chegar a uma conclusão, se o Augusto foi vítima de homicídio ou suicídio. BEBÊ É A MAIS NOVA VÍTIMA DO TRÂNSITO Morreu por volta das 09h00min da manhã desta quarta-feira (8) no H.E de Macapá, a pequena KAUANE VITÓRIA DA SILVA PEREIRA (9 meses). Ela foi vítima de acidente

de trânsito, ocorrido por volta das 07h30min da manhã, na Rodovia JK, quando a mãe dela de nome MARLY PEREIRA, que estava a pé com a bebê no colo, atravessava a Rodovia e foi atropelada por um carro de passeio dirigido por ELIEL DA SILVA,que foi apresentado no CIOSP do Pacoval por uma guarnição da Polícia Rodoviária Estadual, onde prestou depoimento, pagou fiança e foi liberado. ARBITRO DE FUTEBOL DE SABÃO MORRE VÍTIMA DO TRÂNSITO Morreu por volta das 07h00min da manhã desta quarta-feira (8), no H.E de Macapá, o MARCO ANTONIO DE DEUS MOTA DO CARMO (48). Ele foi vítima de acidente de trânsito ocorrido no último dia 4 deste mês, quando ele trafegava na moto dele e foi atropelado por um carro, no cruzamento de Rua São José com Av. Ana Nery, e teve vários traumas pelo corpo, onde ficou por quatro dias internado no H..E e acabou não resistindo. AUTÔNOMO MORRE AFOGADO Um lago que existe entre os bairros Nova Esperança e Santa Rita, foi palco de uma morte por afogamento, tendo como vítima o autônomo MAX JOSÉ DA SILVA DAMASCENO, que sofreu uma crise de epilepsia próximo ao lago, caiu e acabou morrendo afogado.O corpo foi removido pela POLITEC para a necropsia, que atestou a morte por afogamento. ATIRA NA GUARNIÇÃO DO GIRO/BOPE E ACABA MORTO Foi por volta das 10h15min da manhã desta quarta-feira (8), que uma guarnição do GIRO/BOPE recebeu uma denúncia de que uma casa na Av. Sebastião Lamarão, no Novo Horizonte, tinha vários elementos escondidos, e quando os policiais se aproximaram da casa, alguns deles fugiram pelos fundos, porém, os policiais depararam com a porta trancada. Os policiais bateram na porta e um tiro foi disparado de dentro da casa, houve o revide e foi atingido o CLAUDIO SANTOS DE CASTRO (22), e acabou morrendo. Segundo a polícia, contra ele existia um mandado de prisão em aberto.

Jornal do Dia 10 e 11.08.2018  

Edição de sexta-feira e sábado

Jornal do Dia 10 e 11.08.2018  

Edição de sexta-feira e sábado

Advertisement