Issuu on Google+

MONTEIRO

VASCO

RIO+20

Sob silêncio na CPI

Não confirma escalação

Documento sem ambições

Advogados do ex-chefe de gabinete solicitaram o silêncio ao STF. nA5

Cristóvão Borges não definiu a escalação para a partida contra o Cruzeiro. nC2

Líderes não alteraram o documento final.

nA7

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Sábado, 23 de Junho de 2012 - Ano XXV JORNAL DO DIA

Domingo e Segunda R$ 3,50 - Terça a Sábado R$ 1,50

INVESTIGAÇÃO

Justiça nega indiciamento de deputados na Operação Eclésia Hedoelson Uchoa, secretário do Sindsep explicou o ganho na Justiça

BENEFÍCIO

Servidores do ex-território vão receber diferenças salariais Terá direito aos benefícios garantidos na decisão os professores, técnicos administrativo, pessoal de apoio lotado na Secretaria de Educação do ex-território do Amapá, de abril de 1987 a dezembro de 1992. nB3

possuem foro privilegiado. Outras 14 pessoas entre servidores daquela Casa e empresários são suspeitos de envolvimento com fraudes no serviço público. nA4

JORNAL DO DIA

O Tribunal de Justiça negou ontem o pedido de indiciamento de deputados estaduais acusados pela Operação Eclésia, por entender que os parlamentares

ELEIÇÕES 2012

Lista de inelegíveis doTCU é irrelevante, dizTRE Desembargador Raimundo Vales esclareceu que a lista somente terá importância no momento do registro das candidaturas e que o cenário da disputa ainda sofrerá mudanças. nA3

Ministro do TSE, Henrique Neves e o presidente do TRE/AP, Raimundo Vales: debate sobre a aplicabilidade da Ficha Limpa

ECONOMIA

Amapá é o terceiro Estado que mais emite cheques sem fundos De acordo com os dados apresentados pelo Serasa, os Estados do Acre, Amazonas e Amapá foram os que mais contribuíram para elevar o percentual da região Norte. nB4 HEVERTON MENDES

NO STF

Poder de investigação do MP está sob ameaça Dois ministros acataram o argumento de que a Constituição não permite que o Ministério Público

faça investigações. Sessão de julgamento será retomada na semana que vem. nB2 CARLOS HUMBERTO/STF

CONCURSO

Secretário nega vazamento, mas abre investigação Anúncio publicado na internet dizia que os interessados poderiam adquirir o gabarito do concurso que inicia hoje ao preço de R$ 3 mil. nB1

Momento escasso na economia faz com que muitos empresários não consigam cobrir os cheques passados aos fornecedores

DE FORA

Sindicato cobra transparência na federalização da CEA A direção do Stiuap enviou ofício ao governo solicitando maior participação nas decisões da federalização da Companhia. nB1

Ministro Cezar Peluso votou contra o entendimento de que o MP pode investigar

SEM NEGOCIAÇÃO

Secretário da Sesa, Lineu Facundes

2012

Sinsepeap mantém postura e PSOL forma cobra instalação do piso salarial coalisão para Na terça-feira, professores e governo estadual vão tentar nova negociação. Desta vez, o mediador será o Tribunal de Justiça do Amapá. nB3 as eleições nA3

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Araguari + 0 RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

D

epois de tudo o que foi visto, debatido, analisado e definido na Conferência Rio + 20 o que restou para a população da Amazônia, além da grande expectativa e algum receio, foi a certeza de que, pelo menos durante os próximos 10 anos nada de investimentos na a estruturar a região para os que aqui permaneceram e os que para aqui vieram. A Amazônia está se transformando em uma mina de geração de energia elétrica limpa para todo o Brasil e alguns dos países fronteiriços, sacrificando rios e regiões inteiras, sem ter a certeza de que vai ser recompensada por isso. A insatisfação dos trabalhadores atuais já é um dos motivos para que os habitantes da região fiquem com os dois pés atrás, observando o que estão fazendo e não podendo fazer nada a não ser reclamar. As instituições, principalmente o Ministério Públi-

co e o Governo do Estado, não estão preparadas para atuar nas emergências que possam apresentar soluções em longo prazo e nos acordo compensatórios que possam garantir aos povos daqui, pelo menos um “troco social” para que não fique sentindo falta do apoio que lhe dava a floresta e que foi inundada ou que foi simplesmente eliminada. Por enquanto as coisas estão acontecendo com mais intensidade no Estado do Pará, mas já foram fincados os primeiros tentáculos por aqui, principalmente na calha do Rio Araguari, com a desculpa de que estarão construindo usinas de energia elétrica a partir do potencial hidráulico do Rio. Nada está sendo acompanhado e por ninguém. Nem mesmo a Assembléia Legislativa, órgão estadual com atribuições constitucionais para licenciar esses empreendimentos, não está preparada com equipamento e pessoal para fazer, pelo me-

nos, os registros dos estragos que estão sendo ampliados, todos os dias, e que já afetam, diretamente, os costumes dos povos que vivem no entorno daquele Rio, que era tido como o grande fornecedor de alimentos, principalmente o peixe, para os moradores do local. Precisa alguém tomar cuidado, e logo, para que não tenhamos dificuldades para justificar para as futuras gerações o que está acontecendo agora, sem qualquer registro ou manifestação corretiva de autoridades públicas ou organizações privadas. É certo que não dá mídia e, ao contrário, dá muito trabalho, exige conhecimento e precisa de acompanhamento. Tomara que os procuradores e promotores do Amapá, fiscais das leis, tenham tempo para perceber o que está acontecendo e alertar à todos, pois os moradores dos locais em modificação, vão precisar de uma resposta tão logo não tenham mais o peixe, a caça e os frutos que sempre teve ao longo de suas vidas. Não podemos, nesse

Editorial

momento, cultivar os nossos costumes urbanos, precisamos perceber que o Estado é formado por uma pequena parte, a urbana e uma grande parte a não urbana e rural. A hora é de acompanhar. E quem tem a responsabilidade que o faça. Até agora ninguém conseguiu identificar qual o órgão do Estado ou da União ou mesmo dos municípios que tem poder de polícia para interferir e evitar os erros que, todos os dias, estão sendo cometidos, seja pela ação extraprojeto das empresas que estão no local; ou pela exploração de áreas que não estão nos planos decorrentes dos estudos de impacto ambiental. A questão é séria, precisa ser levada em consideração, para que os organismos que possam evitar o pior entrem em ação enquanto é tempo. Da mesma forma como a Rio + 20 atraiu autoridades daqui para o Rio de Janeiro, neste mês de junho, é preciso que essas autoridades também sejam atraídas para o Araguari + 0, também, enquanto é tempo.

E agora, o que decidir? EDINHO DUARTE

deputado estadual

A

s eleições municipais de 2012, para escolha 16 prefeitos, 16 vice-prefeitos, 176 vereadores e mais 18 juízes de paz, em muitos casos podem estar sendo decididas esta semana. A semana que vai registrar as últimas convenções partidárias de 2012. O Calendário Eleitoral é inexorável. Marca para o dia 30, no próximo sábado, os últimos momentos para os partidos políticos, escolherem, em convenção, os seus respectivos candidatos. Depois do dia 30, apenas os registros e, depois, a campanha até o dia 7 de outubro, dia da eleição. Uma aliança bem feita pode significar a vitória, assim como, uma aliança mal feita ou mal estudada, pode significar, por antecipação, uma derrota. Então o que esperar para fazer uma coligação bem feita? Acontece que todos querem uma coligação bem feita, com um candi-

dato forte na cabeça da chapa majoritária, um candidato que não seja pesado na garupa e disposto a disputar com entusiasmo o cargo de vice-prefeito e, daí, saindo as coligações ou a coligação proporcional que vai eleger vereadores. Hoje em dia está em voga dizer que o melhor vice é uma mulher. Os exemplos estão ai. Vale lembrar que Roberto Góes venceu a eleição para a Prefeitura de Macapá trazendo Helena Guerra na vice; que Camilo Capiberibe venceu a eleição para Governador do Estado trazendo Dora Nascimento na vice. O eleitor está aprovando essas dobradinhas, tanto que os resultados estão aparecendo quando das disputas. Ainda não foi testada com relação a cabeça de chapa. Se vale a mesma coisa para o situação onde a mulher é a candidata a prefeita ou a governadora.

E se o candidato a vice for homem ou mulher? Qual a melhor imagem para o eleitor? O certo é que não está mais satisfazendo, no caso da eleição majoritária, apenas o ideário do partido. O eleitor que mais condições para que possa cobrar as promessas feitas em palanque. Até agora já aprovaram a dobradinha homem/ mulher, com o homem na “cabeça” e a mulher na “garupa”. Com relação à dobradinha mulher/homem ou mulher/mulher, pouco se sabe. Mas todas são modos de ativar as emoções do eleitor que sempre imagina que está escolhendo o melhor ou, pelo menos, aquele que lhe parece melhor. Os dirigentes partidários sabem disso. Os cabos eleitorais estão também sabendo. E isso borbulha novidades para os analistas que estão percebendo que, na falta de líderes, o eleitor está em busca de guia, ou de guias, mesmo que seja de forma subjetiva e desconhecida. É a parte emocional cada

vez mais influindo na escolha dos agentes públicos que vão ser os coordenadores dos interesses da população, no caso, ser o prefeito o vice-prefeito ou o vereador. O que sempre faz a diferença é a forma como o coordenador das eleições vai conduzir o processo. Se entender que é importante o eleitor encontrar novas formas de tomar decisão, vai estimular isso; caso contrário, estará mantendo o valor ortodoxo apurado nas eleições imediatamente anteriores e incentivando o eleitor manter apenas os parâmetros já testados. No Amapá, o aumento de 16% no eleitorado desde 2008, ano da última eleição para prefeito e vereador, vai implicar em 56 mil novos votos válidos, suficientes para fazer a diferença, tanto na eleição majoritária, para prefeito e vice-prefeito, como na eleição proporcional, para vereador. O certo é que todos esperam, mais uma vez, a oportunidade para eleger e ter esperanças.

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Carlos Nogueira Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br josemaria@jdia.com.br mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representantes comerciais JC Repres. Com. Ltda. - Brasília, DF n Tel. (61) 2262-7469 - Rio de Janeiro, RJ nº Tel. (21) 2223-7551, São Paulo New Mídia - Belém-PA (Gil Montalverne) Tel.: (91) 3279-3911 / 8191-2217 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 12 Pág

A2

Edição número

7935

A

Combate a crises futuras

população amapaense acompanha, atônita, os acontecimentos atuais, que envolvem as principais instituições do Estado. No Judiciário, trava-se uma dura disputa em torno da indicação do nome para substituir o desembargador Honildo Amaral de Mello Castro, aposentado no ano passado. Disputa de idas e vindas, que acabou levando Sueli Pini a ocupar a vaga de desembargadora. A primeira mulher a chegar a este posto no Amapá. Mas a vitória conquistada no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ainda não é definitiva. Contra ela, promete se insurgir o juiz Constantino Brahuna, em recurso a instâncias superiores da Justiça. Ele chegou a ser escolhido desembargador por duas vezes, em decisões contestadas por Pini. Afora isso, representantes do Judiciário também deverão comparecer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), para esclarecimentos sobre fatos relacionados à Operação Mãos Limpas. Caminho que também deverá ser seguido por parlamentares estaduais e o qual já trilhou o governador Camilo Capiberibe, para falar sobre fatos ocorridos durante seu mandato como deputado estadual. Como se tudo isso fosse pouco, Legislativo e Ministério Público Estadual engalfinham-se numa guerra terrível, com denúncias pesadas disparadas de ambas as partes, em bata-

lhas travadas na imprensa, na Justiça e nos bastidores do poder. No mais recente episódio, deputados estaduais conseguiram impedir, por via judicial, que alguns de seus membros fossem indiciados pela Polícia Civil, como desdobramento da Operação Eclésia, realizada pela polícia judiciária em conjunto com o MPE. Sobra também para o Tribunal de Contas do Estado, com abertura de processo no Ministério Público Federal contra conselheiros e servidores do Tribunal, acusados de desviar mais de R$ 100 milhões em recursos públicos. Como se vê, é crise que não acaba mais. Tantas que, somadas a outras, de menor escala, acabam por paralisar ou pelo menos reduzir drasticamente a capacidade de ação do poder público. Que já é baixa, diga-se de passagem, mesmo nos tempos de bonança. O consolo e a esperança, para a população, é que ao final desse período de crise, o Amapá se torne um Estado realmente melhor, cujo poder público tenha o foco no interesse coletivo, no benefício real da comunidade. Para isso, porém, mais do que a cura dos sintomas das mazelas atuais, é fundamental que suas causas sejam efetivamente atacadas. Do contrário, o futuro irá repetir ciclicamente crises semelhantes às atuais, ainda que com novos personagens.

Hora-Hora

Super Fácil - O Governo do Estado anuncia datas para inauguração de novas unidades Super Fácil. Em Ferreira Gomes, a inauguração será dia 26, em Calçoene, dia 28, e em Pedra Branca do Amapari, dia 4 de julho. Concurso - Movimento intenso no Aeroporto de Macapá e no Porto de Santana, de candidatos chegando a Macapá para participar do concurso público da saúde, que o Governo realiza no final de semana.

carros particulares, resta o meio da rua para deixar e receber passageiros e suas bagagens. Solução – Diante do problema, a postura da Infraero é de lavar as mãos. A empresa se limita a recomendar, via sistema de som do aeroporto, que os passageiros utilizem os táxis credenciados. Quanto ao estacionamento irregular dos demais taxistas, ninguém faz nada.

De mal a pior – Parece incrível, mas o Aeroporto de Macapá consegue piorar um pouco a cada dia. Agora, já quase não há mais lugar para carros pararem para as manobras de embarque e desembarque de pessoas que vão viajar ou chegam de viagem.

Crença – Desembargadora Sueli Pini, em entrevista ao Café com Notícia, ontem, afirmou que é uma cética, que não tem religião. Sua fé está firmada na solidariedade humana. E também definiu linha de ação: Para ela, corrupção é um tumor no Amapá, e o momento é oportuno para extirpá-lo.

Concorrência - A pequena área reservada para essas manobras agora fica ocupada por taxistas, que disputam corridas com os táxis das cooperativas que normalmente trabalham no aeroporto. Eles estacionam por ali, e ficam garimpando passageiros, bem debaixo de uma placa que proíbe a parada por tempo superior ao de embarque e desembarque. Quanto aos

Explicação – O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Mário Gurtyev, não viu problema na simplicidade da cerimônia de posse da nova desembargadora do TJAP, Sueli Pini, a qual estiveram presentes apenas três desembargadores – Luiz Carlos, Raimundo Vales e o próprio Gurtyev. Os demais, segundo ele, não estiveram presentes por estarem viajando.

Erramos Na edição de ontem, a chamada de capa sobre os governadores que insistem em contrapartidas para Amazônia teve um erro. A matéria não foi publicada na página A3, mas sim na B3.


JD

“ ”

Opinião

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

Desentendidos - Não sei quem se faz mais de desentendido, porém, toda vez quando os pedidos de investigação sobre os deputados estaduais são feitos por aqueles que não têm competência para fazê-lo, sempre o tiro sai pela culatra.

Não vale - Ontem, mais uma vez, o Tribunal de Justiça deu uma canetada dizendo que o pedido de indiciamento de parlamentares não pode ser feito por juiz, delegado, promotor, policial civil ou algo parecido. O nível é mais em cima: tem que ser autorizado pelo próprio Tribunal de Justiça a pedido da própria procuradora geral de Justiça, Ivana Cei. Burros nágua - Como o trâmite correto ainda não foi obedecido, a Polícia Civil e o próprio Ministério Público ficam dando “com os burros n’água”. Ou seja, vão para a imprensa dizer que pediram o indiciamento, mas na hora do vamos ver não tem validade alguma. É um verdadeiro desperdício de mão do funcionalismo público em prol não sei do que... Adeus Enterpa – Não adiantou! A Enterpa teve mesmo que abandonar os serviços que vinha prestando para a Prefeitura de Macapá. Desde ontem, a coleta de lixo da cidade está sendo feita pela Clean Gestão Ambiental, empresa que atuará no setor nos

próximos seis meses.

Mão de obra - O secretário de Manutenção Urbanística, Eraldo Trindade, disse que a Clean absorverá boa parte dos trabalhadores da Enterpa e atuará nos primeiros dias com uma força-tarefa como forma de normalizar a coleta de lixo na capital. Acima - Cerca de quatro mil servidores, políticos e magistrados dos três Poderes ganham acima do teto do funcionalismo de R$ 26,7 mil. Onde estão - De julho de 2010 a junho de 2011, funcionários do Senado chegaram a receber, cada um, de R$ 360 mil a quase R$ 765 mil. Já no Judiciário, são 1.331 servidores nessa situação. E, no Executivo, outros 1.069 servidores ganham acima do teto. Motivos - Entre os motivos das distorções estão fatores como o fato de legislação sobre o regime dos servidores indicar verbas que não entrariam no cálculo do teto, como horas extras; valores retroativos; e verbas indenizatórias como diárias. A soma dos supersalários só no Congresso com irregularidades

na folha chegaria a R$ 657 milhões/ano. Sem ofensas - O Superior Tribunal de Justiça determinou que mensagens publicadas em redes sociais, como Orkut e Facebook, que sejam consideradas ofensivas ou impróprias pelos usuários terão de ser retiradas do ar em até 24 horas após serem denunciadas. Auxílio - Empresas responsáveis por serviços de e-mail, como Hotmail e Google, serão obrigadas a fornecer auxílio na localização do remetente de mensagens que causem danos morais. As decisões foram tomadas pela ministra Nancy Andrighi. Convenção – O Partido da República (PR) realiza hoje, suas convenções visando as eleições municipais deste ano. É o primeiro partido a confirmar os nomes rumo a disputa. Surpresa – Aqueles que fazem parte da cozinha do PR comentam à boca miúda que haverá surpresa na convenção de hoje do partido. Há quem confirme que Vinícius Gurgel será o vice de Roberto Góes (PDT) na disputa. É esperar para ver o que vai acontecer... Até amanhã...

“O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a prática diária da inteligência e o exercício cotidiano do caráter” (Claudio Abramo) Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jdia.com.br

Saudades de uma falsa realidade afetuosa DORIEDSON ALVES

A

Professor

perda sempre será algo extraordinariamente doloroso, para todo e qualquer mortal ajuizado, dentro do meio cultural do qual fazemos parte, principalmente quando ela diz respeito a alguém profundamente ligado a realidade afetiva do sujeito que perde. Pode ser um ente querido que falecera, uma relação afetiva mal resolvida, o término de uma intensa amizade, a saudade enquanto sentimento de ausência se constituirá, durante muito tempo ou a vida toda, em grande razão de tristeza, insegurança, dor. O certo é que a perda sempre traz consigo a insatisfação por se ter perdido, não havendo mas aquilo pelo qual se tinha admirável apresso, no qual havia enorme exultação e a promessa contínua de contentamento, satisfação, segurança (felicidade para alguns). Na verdade, a ideia fundamental aqui é mesmo o sentimento desagradável de despossuir o objeto do desejo/prazer, isto é, o sofrimento por ser alienado dele. Em alguns casos bem curiosos, banais, comuns, certos indivíduos abandonam a própria vida para viver outra, onde a motivação está na preservação – a todo custo e ainda que ela seja ruim – da sensação de conforto que reveste a aparência boa de relacionamentos maus sucedidos, embora o bem maior, nestes casos, seja o rompimento consensual. É curioso como os indivíduos se apegam intensamente aos outros, criando, fomentando, consolidando vínculos de dependência quase patológicos. Para estudiosos da conduta humana (filósofos, psicólogos, sociólogos etc.), por exemplo, isso se dá sobretudo porque os seres humanos são, fundamentalmente, seres destinados ao convívio social;

portanto, condicionados a construir vínculos coletivos (família, escola, amigos, etc.) com grande carga afetiva, fazendo dessas relações elementos indispensáveis à sua própria estruturação individual e reafirmação enquanto singularidades passionais, sociais, históricas, culturais. Logo, quando um fim trágico – são vários os possíveis – encerra as relações intersubjetivas, as marcas do insucesso ou da impotência ante o fim, trazem consigo inúmeros ressentimentos, cuja intensidade acaba desestabilizando, marcando, onerando substancialmente a vida daquele que sofre a ausência da perda. Por isso, de forma extremamente banal, os desertores são sumariamente condenados, em algumas situações, há a canonização pela saudade; outros, no entanto, sofrem a vingança despudorada do desprezo, enquanto para os mais desalmados, apenas a morte vingativa satisfaria a sede de vingança, aquela ataviada de nobre justiça compensatória. Não importa a nacionalidade, a cultura, a história de vida, todo mudo sempre carrega consigo um resquício, por mais tênue que seja, de elementos sentimentais que o fazem ser o que é: ser constituído no afeto. Nuca se é inteiramente insensível ou absurdamente racional. Todos são presas fáceis, de certo modo, dos rudimentos amorosos em suas manifestações tempestuosas; contudo, cada um manifesta ou irá manifestá-lo de acordo com sua própria história experiencial de vida, reprimindo determinadas facetas e revelando outras. O mais importante, entretanto, é o fato da passionalidade é inata e instintivamente constituída em todo ser humano, ainda que não queira ele admitir. Por esta razão, passamos a vida inteira querendo,

ambicionando alguém como companheiro e, mesmo que se negue, a frustração é muito perturbadora quando não logramos êxito. Desse modo, é concebida a tosca ideia de feições afetivas onde há claramente a vontade implícita de domínio, ou seja, as incertezas do envolvimento amoroso carecem, no âmbito das mazelas as quais nutrem seus aspectos vitais, de certo grau de previsibilidade, confiabilidade ou simplesmente rude controle, por isso, é necessário haver a sua hierarquização: o amo/senhor de um lado, e do servo/lacaio do outro em constante conflito. Por conseguinte, temos dominadores e pseudodominados lutando ardorosamente pelo controle absoluto dos relacionamentos, nos quais a força será medida pela submissão do outrem. O que é curioso em tudo isso, além de várias outras coisas, é o fato de guerrearem em terra de ninguém: a racionalidade humana não pode, infelizmente, escravizar a força imperiosa das ações erigidas pelas torrentes intensas da afetividade. Segundo o pensador dinamarquês Sörem Kierkegaard (no livro “O desespero humano”): “O homem do imediato, ao desesperar, nem se quer tem eu suficiente para ao menos desejar ou sonhar ter sido aquilo que não foi. Então, defende-se de outra maneira, desejando ser outrem”. Logo, diante do fracasso, alguns acabam tentando reduzir a importância do não-eu, especialmente através da superficialização das relações, isto é, pela conduta afetiva na qual a ideia principal gira entorno da fugacidade/ efemeridade dos relacionamentos, como se fosse absolutamente plausível a objetificação do outro. Enfim, o medo está em ficar privado de um controle apenas presumido, pois não há nenhuma certeza inabalável de se conseguir evitar os desencontros da vida amorosa.

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

A3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Lista com nomes de inelegíveis é irrelevante, diz presidente do TRE Este ano não poderão se candidatar políticos condenados por crimes como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e ou crime contra o patrimônio

E

m visita ao Amapá para palestrar sobre “Prestação de Contas nas eleições municipais” durante o I Seminário de Direito Eleitoral: Eleições 2012 promovido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AP), o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves, falou sobre a aplicabilidade da Lei Complementar 135, de 2010, conhecida como Lei da Ficha Limpa e garantiu que todos os Estados estão “altamente qualificados” para aplicar os dispositivos da lei. De acordo com a Lei, as pessoas condenadas na Justiça por crimes considerados graves ou contra o patrimônio público, ficam impedidas registrar candidaturas e não podem concorrer ao pleito municipal deste ano. “Pessoas que firmaram convênio com o Governo Federal e posteriormente fizeram mau uso deste recurso, tiveram suas contas rejeitadas pelo TCU. A única hipótese de ser elegível, é se essa pessoa entrar na Justiça, que pode ser a comum, e obter um pronunciamento judicial ainda que de caráter cautelar, liminar ou antecipação de tutela em que seja suspenso pelo judiciário a decisão do TCU” explicou o ministro do TSE, Henrique Neves. O ministro Henrique Neves ainda reforçou sobre a prática da prestação de contas dos candidatos nessas eleições. Entre as novidades para a campanha eleitoral está a necessidade de emissão de recibos eleitorais referentes às doações, sendo que candidatos a prefeito e seus vices deverão utilizar o mesmo recibo; a obrigatoriedade de abertura de conta de campanha pelos candidatos, comitês financeiros e partidos políticos; além da possibilidade de se manter uma reserva individual ro-

HEVERTON MENDES

“Todos os Estados estão “altamente qualificados” para aplicar os dispositivos da lei” disse ministro Henrique Neves

tativa em dinheiro para despesas de pequeno valor. Quanto arelação de gestores públicos, ocupantes de cargos ou funções, que tiveram suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE/AP), desembargador Raimundo Vales esclareceu que a lista somente terá importância no momento do registro de candidaturas e que neste momento, a relação é irrelevante para o TRE/AP, uma vez que o cenário ainda sofrerá mudanças em virtude do registro de candidaturas. “A lista somente terá importância no momento do registro de candidatura das pessoas que conste na lista como inelegível, se ele não se candidatar, para nós é irrelevante, mas se vier a se candidatar e estiver na lista, o registro será indeferido, lembrando que esta pessoa pode recorrer ao TSE” ressaltou o desembargador. No Estado, mais de 130 pessoas foram citadas, são pessoas físicas que tiveram contas julgadas irregulares por decisão válida contra a qual não cabe recurso. Da relação, vale destacar nomes que já ocuparam cargos majoritários em alguns

municípios amapaenses. A exemplo de Altamir Mineiro Rezende, ex prefeito do município de Tartarugalzinho e pai do deputado estadual Bruno Mineiro. O nome do ex prefeito do município de Santana, Rosemiro Rocha também consta na relação do TCU, com oito processos por improbidade administrativa. Na mesma situação se encontra Valter Gurjão de Oliveira, ex prefeito do município de Serra do Navio, Ricardo Antonio de Barros, ex prefeito do município de Calçoene com três processos, Rildo Alaor da Silva ex prefeito do município de Amapá com dez processos e Vlademir Silva Furtado, ex prefeito de Ferreira Gomes. Com 14 processos, está Reginaldo Brito de Miranda, ex prefeito do município de Laranjal do Jari e com seis processos está Maria do Socorro Pelaes, atual prefeita do município de Pedra Branca do Amapari. A gestora também é irmã da deputada federal Fátima Pelaes. Em 2010, o tribunal informava apenas os servidores públicos ou funcionários comissionados que tinham contas rejeitadas. Este ano foram incluídos na lista, todas as pessoas fizeram mau uso do dinheiro.

PSOL forma coalizão para as eleições de outubro

A

lém dos sete partidos que fecharam acordo em torno de uma candidatura alternativa, o PSOL também vem finalizando conversações com outras duas legendas O pré-candidato do PSOL a prefeitura de Macapá, vereador Clécio Vieira, e o senador da república Randolfe Rodrigues, também do PSOL, se reuniam na manhã de ontem, com lideranças de sete partidos para formalização de uma coalizão política para disputar as eleições municipais de outubro. PSOL, PV, PPS, PCB, PRTB, PTC, PMN e PPL, aliança a qual o senador Randolfe Rodrigues apelidou de “Unidade Popular”, fecharam acordo em torno da pré-candidatura de Clécio Vieira. O PSOL também vem costurando a ampliação dessa aliança com outro dois partidos. A reunião ocorreu na sede do PSOL. Dando início à reunião, Clécio Vieira falou da necessidade de se construir uma campo político alter-

nativo e viável para ganhar as eleições e, consequentemente, romper o circulo político que se alterna no poder desde meados da década de 1990, tendo como protagonista os partidos PSB, PDT e PT. “Não tem chapa melhor do que esta que está se formando, com lideranças incontestáveis, um frente franca, aberta, honesta, com força política para ganhar as eleições”, disse o pré-candidato. Ainda durante sua análise, o vereador do PSOL disse ser necessário construir um caminho para se ganhar as eleições e governar o município com força política. “Devemos construir uma força política para governar (o município) junto com o Governo (estadual), sem estarmos subjugados a ele”, ressaltou Clécio Vieira. Para o senador Randolfe Rodrigues, a coligação que está se formando em torno do nome de Clécio Vieira tem tudo para ser vitoriosa. “Nós temos elementos que

indicam isso”, disse ele, lembrando que o ambiente político criado atualmente no Amapá favorece a eleição de uma candidatura alternativa como a que se apresenta em torno do vereador do PSOL. “Nós temos o ambiente de mudança, um excelente candidato, e a sociedade está disposta a essa transformação”, emendou. Representando o PCB, o vereador Nelson Souza e ex-deputado estadual Jorge Souza engrossaram o caldo afirmando não existir nome mais qualificado do que o do vereador Clécio Vieira para disputar a eleição para prefeito. “Estamos confortável e confiante nessa candidatura”, disse Nelson Souza. O vereador Antonio Grilo, do PV, também realçou que a formação de uma ampla frente em torno de Clécio Vieira e o caminho mais seguro para a formação de projeto político sério e voltado para os interesses da população.


JD

Geral

Tribunal de Justiça do Amapá nega pedido de indiciamento de deputados estaduais Negativa é mais um golpe contra a Operação Eclésia, que investiga a AL Da Redação

O

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

MINISTRO QUER r$ 20 BI PARA SANEAMENTO

Desencontros

Operação Eclésia foi desencadeada no mês passado e cumpriu 19 mandados de busca e apreensão de documentos

pedido feito ao Tribunal de Justiça, que decide ou não se acata a solicitação. Como o pedido de indiciamento foi feito por delegados de polícia, logo o TJAP negou. Os pedidos de indiciamento foram feitos sob as suspeitas de fraude em licitação, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, num esquema que teria desviado R$ 5 milhões. Segundo os policiais, a suposta articulação entre a cooperativa e o Legisla-

tivo era feita por José Góes Júnior, que segundo a polícia, propôs ao presidente da Contran, Sinézio Leal, a fraude e este ganharia um percentual. Um dos indiciados, Gleidson Luis Amanajás da Silva, mais conhecido como “Gargamel”, foi visto em filmagens quando sacava altas quantias em dinheiro na boca do caixa em bancos da capital. A Operação Eclésia foi desencadeada no mês passado e cumpriu na época 19 mandados de busca

e apreensão de documentos e equipamentos de informática na AL, com o fim de instruir os inquéritos civis públicos em curso na Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Cultural e Público de Macapá. Na lista de indiciados por formação de quadrilha, fraude em licitação, peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro, estão os servidores Edmundo Ribeiro Tork Filho, Lindemberg Abel do Nascimento, Jeremias Moraes de Oliveira, Janiery Torres Everton, Geisiel Brito Moreira, Vitório Miranda Cantuária, Ednardo Tavares Souza,José Maria Miranda Cantuária e Gleidson Luis Amanajás Silva. Por formação de quadrilha, falsidade ideológica, fraude em licitação e lavagem de dinheiro, foram indiciados os cooperados da Cootram: Sinésio Leal da Silva, Antônio Brasilízio Lima da Cunha e José da Costa Góes Júnior. O tesoureiro do Banco do Brasil, Fúlvio Sussuarana Batista, também foi indiciado por formação de quadrilha, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo. O ex-senador foi condenado a 31 anos de prisão – nove anos e quatro meses por peculato-desvio; oito anos por estelionato qualificado; oito anos e oito meses por corrupção ativa; dois anos e meio por uso de documento falso; dois anos e meio por formação de quadrilha.

Entre os crimes, os réus foram condenados por peculato (crime praticado por servidor público que se apropria de dinheiro ou qualquer bem a que tenha acesso em razão do cargo), corrupção ativa, estelionato majorado, uso de documento falso e formação de quadrilha. O voto-vista do ministro Og Fernandes acompanhou integralmente

a posição do relator do processo, desembargador convocado Vasco Della Giustina, e rebateu todos os argumentos da defesa. O julgamento da Sexta Turma do STJ, retomado ontem, foi iniciado em 8 de maio e tratava de recurso especial contra decisão de 2006 do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3).

Prefeito de João Pessoa demite secretário pelo Twitter

A

Coluna

Direto do cano

STJ mantém pena de 31 anos de prisão para o ex-senador Estevão

pós perder o direito de disputar a reeleição e deixar o PSB, o prefeito de João Pessoa, Luciano Agra (sem partido), demitiu um secretário municipal pelo Twitter ontem. “Comunico a demissão de Lau Siqueira da Secretaria de Desenvolvimento Social. O secretário adjunto (Antonio) Jácome responderá pela pasta”, publicou Agra pela manhã em sua página na rede social. Horas depois, o site da prefeitura divulgou a informação. Embora sem partido, o agora ex-secretário Si-

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Os números alertam o governo, porque segundo dados do IBGE, de 2010, pelo menos 34% dos municípios tratam o esgoto.

Ontem, Ministério Público abriu a farta documentação apreendida na Operação Eclésia

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve, de forma unânime, a condenação do ex-senador Luiz Estevão e dos empresários José Eduardo Corrêa Teixeira Ferraz e Fábio Monteiro de Barros Filho, ex-sócios da construtora Incal. Junto com o juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto, eles superfaturaram as obras do fórum do Tribunal

A4

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP), vai às ministras Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Miriam Belchior (Planejamento) para pedir liberação de R$ 20 bilhões do Orçamento para os prefeitos antes das campanhas. Aguinaldo quer abrir seleção pública para receber os projetos dos gestores e bancar as obras com recursos do Orçamento, do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e do BNDES. Ele tem nas mãos pesquisa quente respondida por 4 mil alcaides: só 30% do esgoto são tratados no país.

ALYNE KAISER

Tribunal de Justiça do Amapá negou ontem o pedido de indiciamento dos deputados Edinho Duarte (PP) e Moisés Souza (PSC), na Operação Eclésia deflagrada no mês passado, pela Polícia Civil. Eles foram acusados de envolvimento em um suposto esquema de pagamento superfaturado à Cooperativa de Transportes de Veículos Leves e Pesados do Estado do Amapá. Além dos dois deputados, outras 14 pessoas também tiveram o pedido de indiciamento formulado pelo Núcleo de Operações e Inteligência da Polícia Civil por estarem supostamente ligados a fraudes no serviço público. Entre os indiciados estão funcionários do Legislativo e empresários. A negativa do Tribunal de Justiça contra o indiciamento dos deputados estaduais pode ser explicada de forma muito simples: os parlamentares possuem foro privilegiado e por conta disso, não podem estar sujeitos a qualquer tipo de processo judicial, salvo aqueles movidos pela procuradora geral de Justiça com

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

queira é do grupo político do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB). Agra assumiu a prefeitura em março de 2010, após Coutinho, de quem era vice, deixar o cargo para disputar o governo do estado. A relação entre prefeito e governador se deteriorou nas últimas semanas, após Coutinho apoiar o nome de Estelizabel Bezerra, ex-secretária de Planejamento de João Pessoa, para pré-candidata do PSB à prefeitura da cidade. Com apoio do grupo do governador, a ex-se-

cretária acabou derrotando o prefeito na prévia do PSB realizada no último dia 10: obteve 305 votos, contra 142 de Agra, que pediu desfiliação do partido na última segunda-feira. A demissão do secretário é mais um capítulo da divisão do PSB na Paraíba. Em evento nesta sexta, Agra disse que estava sendo desrespeitado por Siqueira. “Precisa haver o respeito. Primeiro, porque eu tenho mais idade do que ele e sou chefe hierárquico dele. Ele estava pedindo para sair”, disse. O ex-secretário criticou

a atitude do prefeito. “O gabinete dele fica a menos de 50 metros da minha sala. Bastaria chamar já que eu estava na prefeitura a convite dele, que insistiu muito para que eu aceitasse”, afirmou. Siqueira estava no cargo desde a primeira gestão de Coutinho na Prefeitura de João Pessoa, em 2005. “Obrigado pela covardia de não me encarar de frente, prefeito. Ser demitido pelo Twitter, convenhamos, é moderno”, criticou. O prefeito não quis comentar as declarações do ex-secretário.

O problema de muitas prefeituras é que as equipes perdem financiamentos ou obras dadas porque erram nos projetos. Virou filão no interior empresa que elabora os planos.

Modelo

Modelo de urbanização e transporte, Curitiba saiu na frente de novo. Já circulam na capital os primeiros ônibus híbridos, movidos a eletricidade e diesel.

Vaivém verde

Um dos integrantes do ex-secretariado de Luiza Erundina na prefeitura de São Paulo anda de braços dados com José Serra (PSDB). Eduardo Jorge, do PV, foi secretário de Saúde e ganhou espaço por sua atuação social. Chegou a atender a população em uma garagem na zona leste da capital em troca de alimentos doados.

Premonição? Foi Eduardo Jorge, ainda em 1991, quem propôs a remoção das marcas comerciais de medicamentos, um pontapé inicial para os futuros genéricos, ideia hoje base das campanhas de José Serra. Poder Candidato à prefeitura de Salvador, o federal ACM Neto nega que se afastará da liderança do DEM na Câmara. Garante que vai ‘no máximo compartilhar’ algumas funções com os vices-líderes. Susto O apaixonado ex-senador Mão Santa levou susto. Sua Adalgisa Moraes foi internada às pressas em Teresina, e submeteu-se a cirurgia cardíaca. Passa bem. Eurocopa Angela Merkel, chancelar alemã, avisou a Dilma que não viria à Rio+20 por compromissos inadiáveis. Ontem, foi vista na tribuna do jogo Alemanha x Grécia. Alerta vermelho A queda nas pesquisas é o recado que faltava para o PCdoB se aliar ao PT de Haddad em SP. Na cúpula comunista os estrategistas avisaram: quanto mais cair nas pesquisas, menor será a importância do cargo pretendido numa troca. Alerta paraguaio O impeachment do presidente do Paraguai pelo Senado do país é a prova para os colegas da América

do Sul de que é importante ter o Congresso nas mãos, a chamada governabilidade. Apetite chinês Aconteceu há semanas em Harvard, e um brasileiro testemunhou. Uma representante do governo chinês, que banca centenas de alunos compatriotas ali, peitou um americano que se vangloriou de os EUA serem vanguarda intelectual: ‘Por enquanto’, ouviu dela. Abandono de emprego Está na berlinda com o PT o prefeito do Recife, João da Costa. Um chefão do partido disse que tudo poderia ser resolvido nas hostes da legenda, e não na Justiça. Ele não terá apoio da executiva nacional para qualquer candidatura. Grama. E só A subcomissão da Copa na Câmara está preocupada especialmente com a utilização pós-evento dos estádios de Natal, Manaus, Brasília e Cuiabá. No site Veja no site charge de Aliedo sobre o dia em que a piada rolou solta numa CPI no Congresso, com a presença de Ricardo Teixeira, ex-CBF. Ponto Final Virou moda das construtoras dar nome europeu ou americano a seus condomínios. O Brasil insiste em não ser Brasil.

www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br


Política

JD

Advogados acionam STF para garantir silêncio de Cláudio Monteiro

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

CPI não pode “terminar em pizza”, diz CNBB DIVULGAÇÃO

Monteiro foi convocado para depor na CPMI na próxima quinta-feira (28) DIVULGAÇÃO

Movimentação bancária de Demóstenes deverá elucidar relação com esquema

O

s advogados de Cláudio Monteiro, ex-chefe de gabinete do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir que seu cliente fique em silêncio durante

depoimento à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira. Monteiro foi convocado para depor na CPMI na próxima quinta-feira (28). Ele é citado em uma gravação da Operação Monte

Carlo, da Polícia Federal (PF), em conversa com pessoas ligadas a Cachoeira. Quando as denúncias foram divulgadas na imprensa, Monteiro se afastou do cargo. As gravações da PF também apontam que Montei-

ro seria um dos beneficiados pelos aparelhos celulares via rádio, comprados por Cachoeira e distribuídos, de acordo com a Polícia Federal, a pessoas que faziam parte da organização. O pedido de habeas corpus protocolado no STF foi remetido ao ministro Cezar Peluso. De acordo com o advogado do ex-chefe de gabinete, Sandro Rogério Monteiro, além de garantir o direito de permanecer calado, Cláudio Monteiro também quer consultar seus defensores durante o depoimento. “O habeas corpus tem como objetivo garantir que ele esteja acompanhado dos advogados [durante o depoimento à CPMI], ser tratado com urbanidade e ter o direito de permanecer calado. Tivemos diversos casos de parlamentares que se exaltaram durante os depoimentos”, disse o advogado.

Governo reage e classifica projeto que extingue teto salarial como retrocesso

A

aprovação pela comissão especial da Câmara de uma Proposta de Emenda à Constituição que acaba com os tetos salariais e outras amarras que impedem aumentos indiscriminados de salários no funcionalismo público disparou um sinal de alerta no governo. Ministros reagiram e afirmaram que a aprovação do projeto pelos plenários do Congresso Nacional pode trazer sérios problemas para as contas públicas. “É um retrocesso, um mau sinal para a Previdência, para o sistema”, disse o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves. “Estamos em um momento de crise e devemos nos acautelar.” “Acho essa decisão muito preocupante”, afirmou a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, que estava na

Rio+20. Ela acrescentou que a medida pode ser “um problema para o País”. “Foi uma primeira votação, mas ela é importante e, por isso mesmo, espero que não avance.” Para Miriam, responsável pelo controle dos gastos com pessoal do governo, a situação pode ser revertida. Ela conta com forte mobilização da base do governo no Congresso para barrar a medida, que também ameaça as finanças de Estados e municípios. “Temos que garantir bons salários ao servidor, mas não por meio de artimanhas e conchavos de gabinetes”, disse o ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, que foi, quando deputado, relator da PEC que criou o teto equivalente ao salário de um ministro do Supremo, hoje em R$

26.723,13. Não é possível calcular o impacto que a aprovação da nova PEC teria sobre as contas públicas, porque ela abre possibilidades infinitas de aumentos. O projeto aprovado na comissão especial unifica os tetos do funcionalismo –Estados e municípios também passam a ter o salário do Supremo como base – e permite que esse valor seja superado ao se somarem ao salário apasentadorias e bonificações especiais dadas durante a carreira. O texto retira ainda o poder da Presidência da República de definir o maior salário pago pela administração. Também vincula o aumento de parlamentares a aumentos de ministros do Supremo. Para passar a valer, o proje-

to precisa passar pelos plenários da Câmara e do Senado –não é necessária sanção presidencial. Contramão A nova PEC vai na contramão do que vem ocorrendo nas despesas de pessoal durante o governo de Dilma Rousseff. Desde o ano passado, ela pisou no freio na concessão de reajustes salariais e novas contratações. Como consequência, os gastos com a folha, que consumiram 33,3% da arrecadação líquida em 2010, recuaram para 32,1% em 2011 e, no período de janeiro a abril deste ano, estão em 25,1%, segundo o Ministério do Planejamento. O arrocho é feito para reduzir a dívida pública e ajudar na queda dos juros, mas o custo político é alto.

Presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis

O

presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno, afirmou nesta sexta que a Igreja e a sociedade esperam que os parlamentares cumpram o seu dever e que a CPI do Cachoeira não resulte em impunidade dos membros do grupo criminoso investigado pela Operação Monte Carlo. Ele ressalvou que não deve haver prejulgamento e que ainda não perdeu a esperança. “Eles estão trabalhando na investigação e nós esperamos que ela (a CPI) cumpra realmente a sua missão e que tudo não termine em pizza”, disse. Em entrevista ao final da reunião do Conselho Permanente da CNBB, o dirigente disse ter a mesma expectativa em relação ao julgamento do mensalão, marcado para começar em agosto no Supremo Tribunal Federal (STF), para que não haja impunidade e o dinheiro desviado seja devolvido aos cofres públicos. “O dinheiro público pertence à sociedade e deve ser todo investido em projetos que venham beneficiar o bem comum”, afirmou. “Não basta a punição de quem for condenado, é preciso devolver o que desviou”. Em dura nota em defesa da ética pública, divulgada após o encontro, a CNBB cobrou tanto do Congresso como do STF medidas eficazes para a punição dos

corruptos envolvidos nos dois casos. Diante de tantos escândalos, diz a nota, “a sociedade chega mesmo a colocar em xeque a credibilidade das instituições, que têm o dever constitucional de combater a corrupção e estancar a impunidade”. Segundo o documento, “o senso de justiça é incompatível com as afrontas ao bem comum que logram escapar às penas previstas, contribuindo para generalizada sensação de que a justiça não é a mesma para todos”. Dom Damasceno justificou a insistência da Igreja em relação ao tema. “O que desejamos é que cada uma dessas instâncias cumpra realmente o papel que lhes cabe: no STF, o julgamento (do mensalão) e na CPI, a investigação (do Cachoeira)”. Durante o encontro, os bispos lembraram trecho do documento em defesa da ética, publicado há 20 anos, pouco depois do impeachment do ex-presidente Fernando Collor, hoje membro da CPI do Cachoeira. “Como não denunciar a grande criminalidade dos que desviam, em proveito pessoal, enormes somas dos órgãos públicos, provocando escândalo e revolta, muitas vezes impotente, da parte dos humildes, a quem estavam destinados esses bens?”. Atualmente, prossegue o documento “a situação continua sugerindo as mesmas preocupações”.

CPI quer rapidez na quebra de sigilo da Delta

O

presidente da CPI do Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), afirmou ontem, ser contrário ao pedido feito por uma operadora de telefonia para prorrogar o prazo do repasse à comissão do sigilo telefônico da Delta Construções. Em ofício recebido esta manhã pela CPI, a Claro pediu mais 60 dias para enviar os registros de 2.447 celulares habilitados pela empreiteira. A operadora argumenta que precisa de mais tempo para concluir as pesquisas e processar os históricos de chamados dos aparelhos. Suspeita de envolvimento com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, a Delta teve seus sigilos telefô-

nico, bancário e fiscal quebrados no dia 29 de maio. “Eu discordo (do prazo pedido), até porque a CPI tem prazo para concluir os trabalhos”, afirmou Vital do Rêgo, a quem cabe regimentalmente aceitar ou rejeitar pedidos desse tipo. Os trabalhos da comissão parlamentar, passíveis de prorrogação, estão previstos para serem encerrados no dia 4 de novembro. Na prática, o pedido da operadora faria com que os documentos só chegassem à CPI em meados de agosto. Vital disse que deve cobrar na segunda-feira que a empresa apresente justificativa para o aumento de prazo. Ele vai analisar o caso e dar a palavra final sobre o pedido.


Economia

JD

Aprenda a negociar suas dívidas Com as taxas de juros em queda, podemos considerar este período como o ideal para exigir melhores condições na hora da negociação

A

facilidade de pagamento que as lojas oferecem, o pagamento do valor mínimo nas faturas de cartão de crédito e o excesso de compras podem resultar em grandes dívidas para o consumidor, já que muitos acabam perdendo o controle e não conseguem liquidar os débitos. Pensando nesta parcela da população, que só no mês de maio subiu 4,32% de endividados, o economista e professor de finanças, Richard Rytenband, explica alguns dos métodos que as credoras disponibilizam para a negociação. Negociar uma dívida, seja no cartão de crédito, comércio ou outro tipo de instituição financeira, é sempre um bom negócio para ambos. Pois esta negociação permite que o devedor pague menos juros

e aumenta as chances da empresa receber o valor devido. No momento atual, com as taxas de juros em queda, podemos considerar este período como o ideal para exigir melhores condições na hora da negociação. Uma forma eficiente são as empresas que oferecem renegociação coletiva, que reúnem uma série de devedores do mesmo credor e renegociam todas as dívidas em uma única proposta. As empresas são especializadas e cobram um percentual do valor que conseguiram economizar na dívida. Infelizmente, muitos acreditam que depois de cinco anos, a dívida não negociada e não paga, “caduca”, o que não é verdade, o nome do devedor apenas sai da lista das empresas de análise de crédito, mas o consumidor ainda terá restrições com as credoras. Então, para evitar problemas como estes, o pri-

meiro passo é ter consciência financeira e saber que a partir do momento que se negocia uma dívida, será preciso arcar com o valor mensalmente, para que a negociação não seja em vão. “Não adianta aceitar uma proposta que não poderá ser cumprida, mesmo que o credor no primeiro momento insista que não tem como facilitar mais. O credor tem todo interesse em receber, lembre-se disso”, alerta o economista. Liste todas as dívidas que possui, priorize sempre as com a maior taxa de juros para evitar o efeito bola de neve, que começa a crescer de forma descontrolada e torna-se impagável. “Dependendo do tamanho da sua dívida, venda algum bem material, assim, será possível pagar ou amortizar parte da dívida, sem se enforcar cada vez mais”. No caso de cartões de crédito existem formas que auxiliam na hora de quitar os débitos,

muitas instituições aceitam a portabilidade da dívida oferecendo melhores condições do que o credor original, “outra solução, é ao entrar em contato com a central de atendimento do cartão, peça para falar diretamente com o setor de cobranças. Normalmente o atendente faz uma primeira proposta e esta não é a mais vantajosa”. As credoras oferecem muitas formas de negociação, muitas dívidas podem ser reduzidas em até 50%, além de ser refinanciadas com juros mais baixos e com uma boa condição de pagamento para cada devedor. “E não esqueça de solicitar o CET (Custo Efetivo Total) da dívida, que mostrar os juros, as taxas e impostos que serão cobrados. O fornecimento desta informação é obrigatório por lei” - conclui o especialista.

Jornalismo digital prospera apesar da incerteza com a econômica global

A

umentam os investimentos em vídeos, aplicativos móveis e infográficos como principais razões para o crescimento de audiências na mídia digital no mundo todo. No Brasil, só o uso de vídeos subiu de cerca de 20% em 2011 para a média de 43,5% em 2012. Empresas de mídia ao redor do mundo estão disponibilizando uma ampla gama de ativos de conteúdo digital e utilizando fontes também digitais em suas reportagens mais fortemente em 2012 do que nos últimos cinco anos. Esta é uma das principais conclusões do Estudo Global de Jornalismo Digital da Oriella PR Network. O estudo é realizado com jornalistas de todo o mundo desde 2008 e visa acompanhar a adoção de tecnologias sociais e digitais pela mídia. Esta quinta versão teve por base entrevistas cerca de 600 jornalistas da Europa, Ásia-Pacífico e Américas, e encontrou a mídia cautelosamente otimista em relação às suas publicações apesar da incerteza contínua na economia global: 54% dos entrevistados esperam que a audiência da publicação para a qual trabalham cresça este ano, contra apenas 20% que antecipam redução. No caso específico do Brasil, quase 52% dos entrevistados consideraram que haverá aumento de audiência para suas publicações, 25% apostaram em aumento de receitas publicitárias e cerca de 35% indicaram aumento de equipe acima de 10% ainda em 2012. Apesar do otimismo do grupo de respondentes no país, ao redor de 40% consideraram que nada mudará neste ano nesses três quesitos. O estudo global constata ainda que o uso de publicações de vídeo online quase dobrou desde o ano passado - 36% contra 20% de 2011. Além disso, 40% dos entrevistados disseram que suas publicações oferecem blogs assinados por seus

jornalistas e 22% produzem infográficos em casa. Dispositivos móveis e mídias sociais A importância crescente de dispositivos móveis e de uso de mídia social para as estratégias de monetização dos editores se reflete no crescimento sustentado de aplicativos móveis e a contínua popularidade de posts personalizados do Twitter e páginas do Facebook. A proporção de jornalistas dizendo que seus títulos já tem apps vem em crescimento contínuo nos últimos três anos e, em 2012, uma publicação em cada quatro tem um aplicativo móvel. No Brasil, o uso do Twitter caiu de quase 70% em 2011 para 61% este ano. A tendência do aumento do uso de vídeos mantem-se também por aqui, onde, dos cerca de 20% de 2010 e 2011, este ano a média foi de 43,5% (41% de vídeos de fontes externas e 46% produzidos internamente). Dos cerca de 37% do total geral que adotam infográficos no Brasil, 22% produzem internamente e cerca de 15% usam fontes externas. A adoção de aplicações móveis demonstrou crescimento sustentável. Globalmente, um a cada quatro jornalistas disse que sua publicação tinha app móvel. O Brasil ficou um pouco acima da média, chegando a mais de 29% de uso. As fontes no âmbito da imprensa social A pesquisa concluiu que o uso de mídias sociais na obtenção de novas notícias é uma realidade da maioria dos entrevistados, mas somente quando a fonte é conhecida dos jornalistas. 53% dos respondentes consultam microblogs (como Twitter ou Facebook) de fontes que conhecem; quando a fonte não é familiar, esse número cai para a metade. O uso de blogs convencionais na obtenção de notícias

é um pouco menor, mas segue uma tendência semelhante à dos microblogs: 44% dos entrevistados disseram ter usado os blogs que eles conhecem para busca de novas pautas e apenas 22% consultam blogs desconhecidos. Esta é uma reversão do quadro de 2011, quando 43% dos entrevistados disseram que consultariam blogs que eles não conheciam e 30% somente os familiares. A dependência de especialistas do setor para novas histórias cresceu de 54% em 2011 para 64% este ano, e entrevistas com porta-vozes tornaram-se a primeira opção dos jornalistas na busca por notícias, substituindo os press releases, agora na quinta posição de preferência. No Brasil, é gritante a diferença dada às informações de mídias sociais, blogs e microbogs já conhecidos do jornalista versus os desconhecidos: 52% contra 38% no caso das mídias sociais e 44% versus 9% no caso dos blogs e microblogs. No país, aumentou a preferência

pela busca de entrevistas com porta-vozes corporativos (de 20% em 2011 para 34% em 2012) e também a consulta às agências de RP (cerca de 8% em 2011 e 18% em 2012). Acompanhando a tendência mundial, o press-release recebido na caixa de e-mails vem caindo na preferência e chegou a somente 6% este ano. Impresso versus online O estudo indica que é menor o crescimento da mídia online em detrimento do offline. Em 2012, 47% dos entrevistados disseram que a mídia impressa e o broadcast tinham maior audiência, contra 50% das respostas em 2011. Por outro lado, a proporção de entrevistados que dizem que a cada ano menos de 20% de seu conteúdo online é novo manteve-se praticamente o mesmo - entre 20 e 25%. Como em 2011, os entrevistados ficaram igualmente divididos entre o conteúdo online e o offline. No Brasil, embora 29% dos respondentes representassem veículos online (sem versão impressa), cerca de 24% indicaram que a quantidade de seu conteúdo online está acima de 60% do total publicado.

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Melhor idade impulsiona o mercado de cosméticos

E

m busca de uma juventude prolongada, o grupo da terceira idade busca cada vez mais no mercado de cosméticos, produtos que proporcionem maior qualidade de vida, conforto, bom preço e resultados. De olho nesse novo público, as empresas de cosméticos desenvolvem linhas específicas para essa faixa etária – que em 2050, segundo o IBGE, serão 22,7% da população brasileira. Atualmente, o Brasil conta com 19 milhões de idosos, faixa etária que mais cresce no país, segundo pesquisa realizada em 2009 pelo IBGE. Eles despontam como um forte potencial de mercado para empresas de produtos e serviços, pois 80% recebem benefícios como aposentadorias e pensões. Apesar de dispor de um poder aquisitivo elevado e sólido, as pessoas deste grupo são mais rigorosas na escolha de seus produtos, podendo mudar facilmente de marca, se o mesmo não atender as suas expectativas. Para isso, o investimento anual das empresas de cosméticos deverá aumentar de R$ 9,3 bilhões em 2010 para R$ 20 bilhões em 2015. Segundo a Associação Brasileira de Cosmetologia - ABC, nesta toada o Brasil está prestes a se tornar o segundo no ranking mundial de perfumaria e cosméticos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) cerca de 92% das mulheres na terceira idade conso-

mem cosméticos e 57% compram frequentemente produtos de maquiagem. Visando este mercado, as empresas de cosméticos desenvolvem linhas destinadas exclusivamente para as mulheres de faixa etária acima dos 60 anos, como hidratantes com uma versão para o dia e uma para a noite e que buscam minimizar sinais profundos, como rugas e traços de expressão, outros proporcionam maior resistência à pele de pessoas com mais de 70 anos. Neste aspecto pode-se dizer que o mundo verá o rápido crescimento no consumo de produtos antiage e antirrugas. Atualmente todas as pesquisas se voltam à absorção de substâncias pela derme, camada da pele onde ficam os fibroblastos, células responsáveis pela produção de colágeno. Toda essa atmosfera demonstra o crescimento de um mercado sólido e promissor. “Apesar de estar vivendo um “boom”, o mercado de cosméticos para a 3ª idade tende a se permanecer em ascensão por muito tempo, já que a população brasileira de idosos chegará a 65 milhões de pessoas em 2050, três vezes mais que os atuais 20,5 milhões. Além disso, a mulher brasileira sempre buscará novas fórmulas com ingredientes diferenciados, próprios para aumentar a sua auto-estima e para continuar sendo mundialmente conhecida com um sinônimo de beleza”, completa Alberto Keidi Kurebayashi – presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia.

Em Números

Gastos de brasileiros em viagem ao exterior são recorde para o mês de maio

Apesar da alta recente do dólar, os gastos de brasileiros em viagens ao exterior bateram recorde em maio. No mês passado, essas despesas totalizaram US$ 1,829 bilhão, o maior resultado para o período registrado pelo Banco Central (BC). Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, a alta do dólar ainda não afetou o resultado de maio porque os consumidores compram pacotes de viagem antecipadamente. “Boa parte dessas despesas já estava contratada”, disse. No entanto, a expectativa do BC é redução dessas despesas. “A gente tem observado ainda um fluxo significativo, mas a perspectiva para viagens internacionais ao longo do ano é que haja arrefecimento, principalmente comparado a igual período do ano passado”, destacou. Nos cinco meses do ano, os gastos de brasileiros em viagens internacionais chegaram a US$ 9,019 bilhões, resultado maior do que os US$ 8,376 bilhões registrados de janeiro a maio de 2011. As receitas de estrangeiros em viagem no Brasil chegaram a US$ 3,009 bilhões, nos cinco primeiros meses deste ano, ante US$ 2,801 bilhões de igual período do ano passado. Apenas em maio, essas receitas ficaram em US$ 532 milhões, ante US$ 527 milhões de igual período do ano passado. ............................................................................

Fazenda autoriza repasse de R$ 10 bilhões ao BNDES

O Diário Oficial da União publicou ontem despacho do ministro da Fazenda interino, Nelson Barbosa, autorizando o repasse de R$ 10 bilhões ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo o texto, a União se compromete a emitir em favor do banco estatal, sob a forma de colocação direta, títulos da dívida pública mobiliária federal interna. No último dia 13, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, tinha anunciado que, dentro da política de liberações do Ministério da Fazenda, estavam previstos R$ 45 bilhões para o BNDES. Segundo Augustin, os recursos seriam liberados à medida que fossem necessários e os desembolsos exigissem. “Há vários usos que vão sendo definidos ao longo do ano, mas o que se espera repassar é o da lei: R$ 45 bilhões”, disse o secretário, na ocasião. ............................................................................

Produção industrial volta a crescer, indica CNI

A produção industrial brasileira voltou a registrar crescimento, em maio, ao atingir 51,6 pontos ante os 45,3 pontos registrados em abril, informou ontem a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em nota, a entidade avalia que, mesmo com o resultado, o cenário econômico na indústria nacional “continua ruim e com tendência de queda”. Segundo a Sondagem Industrial, o nível de utilização da capacidade instalada (UCI) ficou em 73%, índice considerado abaixo do usual para os meses de maio. Em abril, o UCI chegou a 71% e em maio do ano passado, a 74%. A CNI utiliza um escala de 0 a 100 e valores acima de 50 pontos indicam aumento da atividade, do emprego, acúmulo de estoques indesejados e utilização da capacidade instalada acima do usual. O indicador que mede o estoque efetivo/planejado ficou em 53,1 pontos. Na avaliação da CNI, isso mostra que há mais produtos estocados nas fábricas do que gostariam os empresários. Em abril, o indicador estava em 53 pontos e em maio de 2011, em 50,9 pontos. Na nota, o gerente executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, informou que mesmo com um pequeno crescimento na atividade, concentrado na indústria extrativa e nas grandes empresas, a utilização da capacidade instalada está baixa e os estoques estão aumentando.


JD

Geral

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

Rio+20: Líderes não alteram documento pouco ambicioso

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

JD

Mundo

Energia eólica DIVULGAÇÃO

Rascunho apresentado pelo Brasil, um dia antes da chegada dos chefes de Estado e governo na discussão, não será alterado

DIVULGAÇÃO

Vale e Hydro investirão R$650 mi

Dilma e demais chefes de Estado reuníram-se na Rio+20, mas não avançaram com acordos multilaterais

A

poucas horas do final da Rio+20, Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, poucas novidades são esperadas. O rascunho apresentado pelo Brasil na última terça (19), um dia antes da chegada dos chefes de Estado e governo na discussão, não será alterado. A informação é do negociador chefe do Brasil, André Correa do Lago. O texto “O Futuro que Queremos” também já está na página oficial da conferência como o documento final. Durante estes três dias, tanto a sociedade civil quanto políticos criticaram a falta de ambição do texto, que não estabelece metas claras de desenvolvimento sustentável, nem indica números para o financiamento. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon , disse estar decepcionado com o texto, mas depois voltou

atrás ao dizer que ele era um sucesso. Entre os brasileiros, todos admitiram que faltaram grandes pontos de avanço, mas que este foi o consenso possível. “Eu vejo países criticando a falta de ambição do texto, mas ninguém sentou para colocar dinheiro adicional. O que eu vejo são os países mais pobres assumindo compromissos, e os mais ricos não colocarem mais dinheiro”, disse a ministra, ontem, repetindo uma frase comum na boca dos brasileiros nos últimos dias. O embaixador também destaca o papel dos países em desenvolvimento na nossa geopolítica internacional. Para ele, a manutenção do princípio das “responsabilidades comuns, porém diferenciadas” é essencial para grantir que as nações mais pobres cresçam da sua maneira. Se-

gundo Lago, é o princípio que permite que o Brasil tome voluntariamente a meta de diminuir o desmatamento em 80% até 2020 ou que a China seja o segundo país do mundo que mais investe em energia renovável. Barbara Stocking, da ONG Oxfam, é dura em suas críticas e diz que os mais pobres é que vão pagar as contas da falta de ambição no documento final. Na última quinta (21), diversas ONGs e ambientalistas entregaram um documento criticando a falta de avanços reais na Rio+20. Principais avanços Tanto para a ministra, quanto para o negociador, o estabelecimento de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável é um dos grandes pontos do texto. Com ele, a partir de 2014 serão traçadas metas e prazos

para medir e indicar o desenvolvimento dos países, considerando não só avanços econômicos, mas também sociais e ambientais. Teixeira ainda destacou que o texto diz que o PIB não é o melhor índice para medir desenvolvimento, estabelece um caminho para o consumo sustentável em 10 anos, indica um mandato para fazer um novo tratado sobre proteção de oceanos e cria um fórum de alto nível para coordenar o desenvolvimento sustentável. Já o negociador destaca que o reconhecimento de que é “crucial” atingir as metas da Assistência Oficial ao Desenvolvimento (ODA, em inglês), na qual os países ricos devem investir 0,7% de seu PIB até 2015 nos países em desenvolvimento. Até agora, só 5 países cumpriram: Dinamarca, Holanda, Luxemburgo, Noruega e Suécia..

A mineradora Vale e a australiana Pacific Hydro anunciaram ontem a formação de uma joint venture em energia eólica e deverão investir 650 milhões de reais em dois parques no Rio Grande do Norte. O investimento em energia renovável, o primeiro da Vale em eólica, busca atender parte do crescimento da demanda da companhia nos próximos anos, observou a mineradora em comunicado, ressaltando que a iniciativa visa aumentar o uso de fontes limpas na matriz energética da empresa. Cada empresa terá 50 por cento dos novos parques eólicos, mas a Vale consumirá sozinha a energia elétrica produzida pelos primeiros 20 anos. Os projetos já possuem as licenças ambientais necessárias, e o início das operações de ambos está previsto para 2014.

45,4 mil pessoas

Maior evento já realizado pela ONU

Com um público quase três vezes maior do que a Rio92, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio+20, já é o maior evento da história da organização multilateral. Durante os dez dias do encontro, que terminou ontem no Riocentro, zona oeste da capital fluminense, cerca de 45,4 mil pessoas foram credenciadas, segundo informou a porta-voz da conferência, Pragati Pascale. Ela destacou que, desse total, quase 11 mil foram emitidos para delegações de diversos países, aproximadamente 10 mil para organizações não governamentais e representantes da sociedade civil, mais de 4 mil para profissionais da imprensa e 4,3 mil para contingente de segurança.

Izabella Teixeira

Programação cultural da Rio+20 ainda reserva atrações no último do evento

O

fim da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio+20, ontem, também marca o encerramento da maior parte da vasta programação cultural gratuita relacionada ao evento, que, desde o último dia 13, vem atraindo centenas de milhares de cariocas e visitantes. A recordista de público foi a exposição montada no Espaço Humanidade 2012, no Forte de Copacabana, na zona sul do Rio. Segundo a organização do evento, cerca de 200 mil pessoas já visitaram a mostra, que une tecnologia, educação e arte com o objetivo de conscientizar e engajar a população nos temas que envolvem

o desenvolvimento sustentável. Diariamente, o público tem formado filas de até 500 metros, ao longo da Rua Francisco Otaviano, que dá acesso ao forte, para ver a exposição concebida pela premiada cenógrafa e diretora teatral Bia Lessa. O Espaço Humanidade também teve uma concorrida programação de shows musicais, que será encerrada às 19h30m, com um show do cantor e compositor Zeca Pagodinho. Os ingressos, limitados a 350 pessoas, serão distribuídos uma hora antes, em um quiosque na Praia de Copacabana, próximo à Rua Miguel Lemos. No entanto, outra expo-

sição recordista de público e que une as temáticas ambiental, cultural e histórica, permanece em cartaz por mais um mês, até 22 de julho. Amazônia – Ciclos de Modernidade, inaugurada no final de maio no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), traça um roteiro da cultura amazônica por meio de sua arte, arqueologia e urbanismo, desde o século 18 até a contemporaneidade. A mostra, com curadoria do crítico Paulo Herkenhoff, também utiliza a tecnologia para proporcionar ao público uma viagem pela cultura visual da floresta. De acordo com a assessoria de imprensa do CCBB-Rio, mais de 100 mil

pessoas já visitaram a exposição, que fica aberta de terça-feira a domingo, das 9h às 21h. No Parque do Flamengo, onde também chegou ao fim nessa sexta-feira a Cúpula dos Povos, evento paralelo à Rio+20, termina às 17h a visitação à exposição Projeto Paisagem, do artista plástico Vik Muniz, que, a partir de lixo reciclável doado pelos próprios visitantes, está criando, desde o dia 13, uma obra de arte inspirada na Baía de Guanabara. É outra mostra de grande sucesso de público, com extensas filas de pessoas levando sacolas com garrafas PET e outros objetos recicláveis para dar sua contribuição à criação da obra.

Fórum na ONU para desenvolvimento sustentável é um dos avanços

Ao antecipar o balanço sobre os resultados da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse ontem que a criação de um fórum de alto nível sobre desenvolvimento sustentável na Organização das Nações Unidas (ONU) gera a expectativa de que o tema será tratado com maior relevância e comprometimento. Atualmente, o tema é discutido na Comissão de Desenvolvimento Sustentável da ONU, criada a partir de uma demanda da Rio92. Nos últimos dias, representantes de vários países questionaram os legados do encontro, que ocorreu há vinte anos, apontando inclusive os baixos resultados alcançados por esse órgão. A decisão da Rio+20 é a de que o debate sobre desenvolvimento sustentável seja empoderado, passando a ser discutido por esferas mais altas dos governos.

Leonardo Boff

Cúpula dos Povos aprova moção de apoio ao presidente do Paraguai

A

Cúpula dos Povos aprovou ontem uma moção de apoio ao presidente do Paraguai, Fernando Lugo, ameaçado de ser destituído do poder por processo de impeachment. Também foi convocada uma vigília em frente ao consulado do Paraguai no Rio, na Praia de Botafogo. Representantes de sindicatos brasileiros estão se mobilizando para viajar hoje ao país, para tentar garantir a permanência de Lugo no poder. A secretária nacional de Mulheres Trabalhadoras da

Central Única dos Trabalhadores (CUT), Rosane Silva, classificou de retrocesso e golpismo o processo político no país vizinho. “Nós estamos percebendo que é um golpe o que está acontecendo no Paraguai, porque não está sendo respeitada a vontade do povo. Através deste golpe, estão tentando tirar o poder dado ao presidente Lugo. O movimento sindical vai mandar um grupo de lideranças para fortalecer a luta dos trabalhadores paraguaios neste momento”, disse Rosane. Para a ativista so-

cial Sandra Quintela, da Rede Jubileu Sul, que trabalha as questões do reconhecimento da dívida gerada pela Usina de Itaipu, não resta dúvida de que se trata de golpe. “Mais uma tentativa de golpe, como vem acontecendo nos últimos anos na América Latina. É muito preocupante para a democracia no continente, porque é mais um golpe institucionalizado. Já não é preciso mais tropas militares. É um golpe civil para impor interesses dos grupos econômicos que nunca aceitaram a vitória do

presidente Lugo”, disse Sandra. Na opinião de Carlos Henrique Painel, um dos coordenadores da Cúpula dos Povos e membro do Fórum Brasileiro de ONGs, o processo político paraguaio é, no mínimo suspeito, pela pressa na tomada de decisões. “Apesar de estar respeitando os trâmites burocráticos dentro do Congresso paraguaio, o processo é suspeito pelo açodamento, como nunca antes aconteceu. Por isso, a nossa suspeita de que isso é uma tentativa de um golpe branco.

Aplaudido de pé

Ser aplaudido de pé por uma plateia apaixonada não é um direito reservado apenas aos grandes astros e celebridades do mundo pop. Com um estilo mais “povão”, sem frescuras nem seguranças, o teólogo e escritor Leonardo Boff foi um dos mais celebrados participantes do evento paralelo à Rio+20, a Cúpula dos Povos. A principal diferença entre Boff e os chefes de Estado que participam da Rio+20 pode ser percebida nas pessoas que os cercam: enquanto os presidentes seguem em comitivas escoltadas por policiais, o teólogo podia ouvir ao fundo, enquanto discursava, dezenas de jovens cantando o sucesso “Age of Aquarius”, do grupo norte-americano The Mamas and The Papas, uma das músicas ícone do movimento hippie.


JD

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, sรกbado, 23 de junho de 2012

A8


CadernoB

DiaDia Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

Editor: Fabrício Costa- fabriciocosta@jdia.com.br

Secretário nega vazamento do gabarito das provas para o concurso da Sesa Anúncio publicado na internet dizia que os interessados poderiam adquirir o gabarito ao preço de R$ 3 mil ANDERSON CALANDRINI Da Redação

A

pedido do secretário Lineu Facundes, a Polícia Civil vai investigar a possível venda do gabarito das provas do concurso público da Secretaria Estadual de Saúde, que acontece neste sábado e domingo. A notícia sobre o vazamento do resultado das questões estava sendo divulgado nas redes sociais. O anúncio publicado na internet dizia que os interessados poderiam adquirir o gabarito ao preço de R$ 3 mil. Ainda de acordo com o anúncio, após o certame, o comprador teria que pagar a quantia de R$ 27 mil. A Secretaria Estadual de Saúde tomou conhecimento do assunto. A direção entrou em contato com a Fundação Universa, responsável pelo concurso. “Informamos a fundação sobre a venda do gabarito das provas e pedimos que

o caso seja investigado”, disse Lineu Facundes. O Secretário garante que gabarito é uma fraude. “Logo que tomamos conhecimento do suposto vazamento do gabarito, tivemos a precaução de verificar junto à instituição quais as possibilidades dele ser verdadeiro, e fomos tranquilizados que esta possibilidade não existia, pois a fundação trabalha com 37 provas diferentes” afirmou. Lineu Facundes garantiu a realização do concurso normalmente. Concurso A Secretaria de Estado da Saúde do Amapá (Sesa) abriu 1.593. Além dos contratos, a secretaria deve fazer reserva vagas para os cargos de nível médio e superior. Remuneração varia de R$ 1.747,46 a R$ 6.112,98. 5% das vagas ofertadas são destinadas a candidatos portadores de deficiência.

HEVERTON MENDES

A pedido do secretário Lineu Facundes, a Polícia Civil vai investigar a possível venda do gabarito das provas

“Concurseiros” chegam em voos lotados na capital amapense

C

andidatos vindos de outros estados para prestar concurso na área da saúde chegam ao Amapá. De acordo com os donos de hotéis, houve um aumento na procura por hotéis e pousadas em mais de 80%. A proprietária do Hotel Mais, localizado no bairro Buritizal, Francy Cardoso, disse que 80% dos quartos já estão ocupados. “Alguns candidatos fizeram as reservas antecipadamente pela internet ou pelo telefone”, festejou a empresária. O aumento na procura está associado diretamente a realização dos concursos públicos nas áreas da Saúde e Educação. A espectativa do governo é que a chegada de candidatos também ajude a aquecer outros segmentos como os restaurantes. A candidata Juliane Cristina, que veio de Goiás, e irá disputar uma vaga

de Farmacêutica no concurso público da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a estabilidade, o número de vagas e os salários são responsáveis por despertar o interesse de profissionais de outrosa centros do país. “Antes de decidir, analisei todas as situações, e a perspectiva de crescimento foi decisivo para a minha escolha pelo Amapá”, contou Cristina. Juliane Cristina é outra que pretende trocar Goiás pelo Amapá. Ela também irá lutar por um vaga para Farmacêutica. A candidata veio acompanhada do marido, Edson Torres, que concorre uma das vagas de Operador de Rádio do concurso da Sesa. “A região Norte está em expansão, assim como o Amapá”, afirmou Torres. Os taxistas e moto-taxistas aproveitaram o fluxo de passageiros no aeroporto, na rodoviária e no Porto de Santana.

HEVERTON MENDES

Fluxo de passageiros no aeroporto aumenta com concursos públicos realizados no Amapá

“Como as férias ainda não chegaram, com a realização dos concursos do governo, os passageiros fe-

cham pacotes com a gente. Levamos eles para fazer a prova e nos pontos turísticos de Macapá”, disse

Cláudio Domingos. O concurso recebeu 45.480 inscrições que disputam 1.593 vagas para o

quadro efetivo da Sesa. Os salários iniciais dos aprovados variam de R$ 1.747,48 a R$ 6.112,98.

Sindicato cobra transparência no processo de federalização da CEA

A

direção do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbana do Estado do Amapá (Stiuap) enviou esta semana, ofício ao governador Camilo Capiberibe, solicitando maior participação nas decisões que estão sendo tomadas para federalizar a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). O sindicato enfatizou a importância do acesso às informações geradas no âmbito do poder público em todos os níveis que foram contemplados na Lei 12.527/11 que garante o acesso à informação de interesse público, independentemente de solicitações, ratificando os princípios da publicidade dos atos da gestão pública e do controle social promovido pelas Entidades e sociedade civil organizada, aprovada recentemente pela presidenta Dilma

Roussef. Por se tratar de interesse público, o sindicato lembra que a população amapaense vai arcar com as despesas decorrentes do empréstimo necessário para quitar as dividas e equilibrar o patrimônio líquido da empresa que se encontra negativo, sendo condição essencial para a entrada da Eletrobrás na gestão. Outra preocupação do sindicato diz respeito à situação dos funcionários no quadro efetivo da CEA, que até o momento não foi levado em consideração pelo GEA nesta negociação e deveria constar no Protocolo de Intenções. No ofício, o Stiuap solicita ao governador que encaminhe cópia do Protocolo de Intenções, contendo os termos da negociação da federalização da companhia, bem como projetos de lei encaminhados à As-

HEVERTON MENDES

Ofício solicitando maior participação nas decisões que estão sendo tomadas para federalizar a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA)

sembléia Legislativa do Estado, calendário com datas previstas, acordo de gestão com a Eletrobrás e demais documen-

tos que constam no processo até a sua conclusão. Por fim, no documento enviado, o sindicato

solicitou agendamento de uma audiência com o governador Camilo Capiberibe para o período de 25 à 29 deste mês,

tendo como pauta a “Federalização e as expectativas futuras para a categoria dos eletricitários e o governo”.


JD

Polícia

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

Com votos contra o MP, STF começa a julgar se promotor pode investigar Dois ministros acatam argumento de que a Constituição não permite que o MP faça investigações. Sessão será retomada na semana que vem

O

julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode impedir o Ministério Público (MP) de realizar investigações começou no último dia 21 de forma desfavorável aos procuradores e promotores. Os ministros Cezar Peluso e Ricardo Lewandowski votaram contra o poder investigatório do MP em uma das duas ações que tratam do assunto. O julgamento acabou sendo suspenso e deve ser retomado na próxima quarta-feira. Ainda faltam os votos de nove ministros. A decisão dos dois casos pode vir a ter repercussão geral, sendo aplicada para outras situações semelhantes. Caso o MP perca o poder de investigar, essa função caberia exclusivamente à polícia. O caso analisado ontem era o de um recurso do ex-prefeito Jairo de Souza Coelho, de Ipanema, no interior de Minas. Ele havia sido investigado pelo MP porque não cumpriu decisão da Justiça mineira para pagar precatórios. Peluso, relator do caso, entendeu que a Constituição não permite que o MP realize investigação penal. Caberia ao MP requisitar diligências e abertura de investigação à polícia judiciária. “A Constituição não conferiu ao Ministério Público a função de apuração preliminar de investigação penal. Essa é uma leitura isolada do texto da Constituição, sugerindo que estaria no item ‘outras funções’ do Ministério Público”, disse Peluso. Ele admitiu, porém, que o MP pode promover atividades de investigação como medida preparatória para instalação de ação penal, mas somente em casos excepcionais: sus-

DIVULGAÇÃO

Fonte

U

m casal foi preso em flagrante na noite da última quinta-feira, 21, no município de Portel, no Marajó, por porte ilegal de armas e tráfico de drogas. “Estávamos realizando buscas na região desde o dia 15, na tentativa de encontrar e prender o assassino do nosso colega de farda, soldado Calan-

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Polícia Civil prende em Goiás acusado de latrocínio no Pará AGÊNCIA PARÁ Fonte

P

oliciais civis do Núcleo de Apoio à Investigação, de Redenção, no sul do Pará, prenderam, no Estado de Goiás, um foragido da Justiça do Pará acusado de latrocínio (roubo seguido de morte). Ivan Júnior Vieira da Silva, 24 anos, de apelido “Branco”, foi localizado na cidade de Jataí, interior de Goiás. A prisão do criminoso teve o apoio de policiais civis da 2ª Delegacia Distrital de Jataí. Ivan da Silva responde processo criminal por ter morto a facadas Charleson Rodrigues Amorim, 11 anos, em 21 de janeiro de 2008, após invadir a casa da vítima para assaltá-la, juntamente com um comparsa. Ele Ivan teve mandado de prisão preventiva decretado pelo juiz Fábio Penezi Póvoa, em 1º de abril de 2008. O comparsa de “Bran-

co”, Sebastião Aguiar da Silva, de apelido “Sesel”, foi preso seis dias depois do crime, em Redenção. “Sesel” foi localizado enquanto bebia em um bar situado no Setor Santos Dumont. Ele estava com prisão preventiva decretada pela Justiça local. No inquérito, foi apurado que a vítima foi morta enquanto dormia em casa, na avenida Perimetral. Do local, os bandidos roubaram R$ 200 em dinheiro, uma máquina fotográfica, bijuterias, telefone celular e um ferro elétrico, entre outros objetos. O menino ainda chegou a ser socorrido até o Hospital Municipal de Redenção, onde ficou internado. A vítima conversou com policiais e identificou, em fotos, os autores do crime, Sebastião e Ivan, que morava ao lado da casa da vítima na época. Ivan já está recolhido em Redenção para responder pelo crime na Justiça.

Polícia Civil intensifica operação “Paz nas ruas de Icoaraci” “A Constituição não conferiu ao MP a função de apuração preliminar de investigação penal. Essa é uma leitura isolada da Constituição, sugerindo que (a investigação) estaria no item ‘outras funções’.” Cezar Peluso

peitos de crimes praticados por membros ou servidores da própria instituição; por policiais; ou se a autoridade policial notificada não instaurar o inquérito. Lewandowski declarou seguir o voto do relator. Outra ação acabou sendo juntada ao recurso do prefeito mineiro, por também questionar o poder de investigação do MP. Trata-se do habeas corpus de Sérgio Gomes da Silva, o “Sombra”, acusado pelo homicídio de Celso Daniel, ex-prefeito de Santo André (SP). Sombra pede a anulação da ação porque ela se embasou em investigação do MP.

Opiniões divergentes O procurador Leonir Battis­­ti, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco) do MP do Paraná, defende as investigações do Ministério Público. Segundo ele, se o MP for impedido investigar, tendo de solicitar para a polícia fazer isso, estará de mãos atadas. “O MP tem poderes de investigação em face da própria Constituição que não dá exclusividade de apuração de ilícito para a polícia. Tanto que as CPIs do Poder Legislativo têm autoridade para tal”, diz ele. Battisi afirma ainda que

investigações serão prejudicadas se a polícia não abrir inquérito rapidamente e que, para questionar a inação de policiais, terá de recorrer à corregedoria da Polícia Civil – o que atrasará muito a ação. O vice-presidente da As­ ­sociação de Delegados da Polícia Civil, Carlos Benito Jorge, defende a limitação dos poderes do MP. Mas ele diz que o voto de Peluso pode gerar problemas. “Nenhuma lei brasileira fala das excepcionalidades [previstas por Peluso]. O MP não tem hoje nenhuma previsão legal de investigar e, ao abrir algumas excepcionalidades, pode gerar outros questionamentos.”

Casal é preso por tráfico em Portel DIÁRIO ONLINE

B2

drine, e acabamos chegando até a dupla de traficantes”, informou o cabo Gonçalves da Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam), que participou da operação. Segundo o policial militar, a equipe composta por 24 homens do Comando de Missões Especiais (CME), sob as ordens do capitão Ricardo Arimatéia, chegou ao local através de denúncia anônima, enquanto cum-

Ronda Policial JOÃO BOLERO

Da 99,1 FM BLOG DO BOLERO

Motoqueiro é preso por meio de mandado judicial Benedito Dias da Silva, de 47 anos, foi preso na madrugada de ontem, no bairro Brasil Novo. Ele é acusado de falsidade ideológica. De acordo com os policiais existem dois mandados de prisão expedidos pela Justiça contra ele. Benedito trafegava pela rua Lago Verde, quando foi surprendido pelos militares. O acusado ainda tentou fugir, mais foi capturado pelos policiais. Benedito mora no Infraero II . Ele foi entregue no CIOSP do Pacoval e em seguida encaminhado

priam ronda pela cidade. Benedito do Socorro B. Soares, também conhecido por Kinho, e a companheira dele, Roseane Ferreira da Silva, foram encontrados com um revólver de calibre 38, uma balança de precisão, fita crepe, certa quantia em dinheiro, além de pedras de óxi, pasta de cocaína, solução de bateria e quase um quilo de barrilha, ainda não contabilizados. A solução de bateria é

utilizada para dissolver as pedras de óxi e a barrilha, no preparo da droga, para aumentar a quantidade. Ainda de acordo com o cabo Gonçalves, o casal foi conduzido até a Delegacia de Portel, chefiada pelo delegado Adalberto Cardoso, onde foi apresentado. “Conseguimos capturar a dupla, mas as buscas e a operação seguem por tempo indeterminado”, afirmou o policial.

AGÊNCIA PARÁ Fonte

C

ombater e coibir, de formas preventiva e ostensiva, toda e qualquer ação delituosa para proporcionar paz à população do distrito de Icoaraci, em Belém. Esse é o objetivo de uma operação policial realizada pela equipe de policiais civis da Seccional Urbana do distrito. Sob coordenação da delegada Elizete Cardoso, a ação denominada “Paz nas ruas de Icoaraci” foi intensificada, neste mês, até o dia 30, em função do aumento do número de pessoas nas ruas da localidade, devido às festas juninas. De acordo com a delegada, a operação envolve todos os investigadores do expediente da Seccional e se constitui de rondas, abordagens em coletivos, em veículos particulares, em transportes alternativos e de aluguel, pedestres, ciclistas, motociclistas, além de visita em bares, lanchonetes, casas de show e verificação de denúncias de tráfico de drogas. Segundo ela, o redobrado movimento de pessoas nas ruas, principalmente nos dias de festividade da quadra junina, propicia a ação de bandidos e envolve todos os tipos de delito. “Daí a necessidade da Seccional intensificar ações de combate na área de sua com-

petência”, salienta. No último final de semana, foram feitas rondas ostensivas, abordagens em pessoas em atitude suspeita e em veículos. Vários bares na estrada de acesso ao distrito de Outeiro, em situação irregular, foram fechados. Em um deles, foi o bar denominado de “Calipso”, local de denúncias de atos ilegais, como desordem, prostituição e tráfico de drogas. Segundo a delegada, durante a operação, os policiais que fizeram a fiscalização do local perceberam que o espaço não funcionava apenas como bar, como estava descrito no alvará apresentado pela proprietária do estabelecimento. Na realidade, depois de altas horas, o local se transformava em casa de show. “Isso faz elevar sensivelmente o índice de criminalidade. Além disso, o local estava provocando poluição sonora e havia casos de desordem. Os proprietários foram orientados a comparecerem à DPA (Divisão de Polícia Administrativa)”, explicou. No final de semana passado, a operação resultou em três prisões em flagrante, duas delas por tráfico de droga e outra por violência doméstica contra mulher. Houve a lavratura de dois Termos Circunstanciados de Ocorrência por consumo de entorpecentes e desacato.

para o Instituto de Administração Penitenciário do Amapá (Iapen). Trio assalta papeçaria no bairro Cidade Nova Três pessoas armadas com facas, invadiram na tarde de quinta-feira, 21, a loja FORT PAPEL, no bairro Cidade Nova. Os assaltantes renderam a proprietária e roubaram da papelaria 700 reais, um notebook, um celular e fugiram a pé. Uma Guarnição da PM do 6º Batalhão, chegou a ser acionada, mas, até agora, os bandidos não foram presos e nem identificados. Mulher é detida ao agredir o ex-marido Lucicleide Costa França, de 22 anos, é acusada de agredir a socos o ex companheiro, branca lidera estatísticas das mortes violentas no Amapá; dados foram José Peres da Silva, de 70 anos. Lucicleide Arma divulgados ontem pela coluna do Bolero foi detida por militares. O vaso aconteceu na rua Ariosvaldo Coelho Caxias, no bairro que a acusada é quem provoca discussões e ameCidade Nova II, às 09h55da última quinta-feira aças contra ele. Os dois foram encaminhados ao (21). Em depoimento, a vítima disse aos policiais, CIOSP do Pacoval.


JD

DiaDia

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

União irá pagar diferenças salariais aos servidores do ex-território do Amapá Decisão também prevê pagamento de incentivos funcionais decorrentes do exercício de função na área educacional CINTHYA PEIXE Da Redação

O

Sindicato dos Servidores Públicos Federais Civis do Estado do Amapá (Sidsep) conseguiu junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região que a União pague as diferenças salariais a servidores do ex-território federal do Amapá. A decisão prevê ainda o pagamento de incentivos funcionais decorrentes do exercício de função na área educacional. Têm direito aos benefícios garantidos na decisão os professores, técnicos administrativo, pessoal de apoio lotado na Secretaria de Educação do ex-território do Amapá, de abril de 1987 a dezembro de 1992. “Os servidores deixaram de ganhar e nós entramos em 1996 com esta ação, novamente em 2006 e só agora saiu o resultado”, comemora Hedoelson Uchoa, secre-

tário geral do Sindsep. De acordo com o secretário, a decisão beneficia todos que trabalharam na educação, mas o servidor terá de comprovar que atuou no período de 1987 a 1992. A comprovação deve ser feita por meio de contracheque. “A dificuldade é justamente conseguir os contracheques, porque se você não conseguir fica complicado receber estas diferenças salariais, mas a gente está tentando junto a Sead, que na época era quem tinha o cadastro dos servidores. Então é preciso que o servidor tenha pelo menos alguns contracheques para que a gente possa fazer os cálculos”, ressaltou Uchoa. O secretário avisou também que haverá uma assembleia, sem data definida, para que a assessoria jurídica do sindicato passe todas as orientações necessárias aos servidores.

Esta é a maior ação e também um das mais antigas lutas do Sindicato dos Servidores Públicos Federais Civis do Estado do Amapá. “A ação é muito importante porque a gente vem lutando há muito tempo e saímos vitoriosos. O Sindicato hoje tem uma média de três mil servidores da educação, mas há quase nove mil servidores filiados. Esse é o maior plano que vai beneficiar os servidores da educação, é um bom dinheiro, que sem dúvida irá movimentar a economia do estado”, enfatizou Hedoelson. O secretário geral do Sindsep disse também que em razão dos valores que serão pagos serem muitos altos, na maioria dos casos, o dinheiro irá demorar um pouco para sair. “Vamos preparar os cálculos e esperamos que até 2014 a gente comece a pagar”, finalizou.

HEVERTON MENDES

Hedoelson Uchoa, secretário geral do Sindsep, afirma que resultado foi uma vitória para os servidores

Sinsepeap mantêm postura, e cobra instalação do piso salarial ANDERSON CALANDRINI Da Redação

P

rofessores e governo tem um novo encontro marcado com data, hora e local para acontecer. Será terça-feira (26), às 14h no Tribunal de Justiça do Amapá. O encontro foi agendado pelo próprio Judiciário. É a primeira vez, desde o início da greve, em 18 de abril, que a Justiça vai mediar a discussão para que categoria e Estado cheguem a um acordo. Os dois irão fazer parte do programa de conciliação do Tjap, muito usado para resolver conflitos, principalmente, entre consumidores e empresas. Representantes do Sindicato dos Servidores em Educação Pública do Estado do Amapá (Sinsepeap) estiveram no Tjap para conhecer mais sobre a metodologia do programa. “O sindicato vai se

preparar para a rodada de negociação”, afirmou Lia Borralho. Apesar da iniciativa do tribunal para encerrar as chuvas de ações na Justiça, a assessoria jurídica do sindicato protocolou ontem mais uma ação. De acordo com a representante do sindicato, a ação marca o início de muitas outras que serão movidas contra o Governo. “Esta nova etapa mostrará para a sociedade que o nosso movimento é legal, e o ‘Dissídio Coletivo’ como é chamada a ação, irá mostrar os atos ilegais tomados pelo GEA, que através de palavras bonitas deve ter levado o desembargador Raimundo Vales ao erro” afirmou Borralho. O próximo passo do sindicato será cobrar a aplicação da lei, que determina o piso salarial em R$ 1.451,00. Ou seja, os 33,7% que faltam para o

Estado chegar ao teto aprovado pelo governo federal e consolidado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A medida é uma resposta à equipe econômica do governo, que rejeitou a proposta da categoria de 20%. “Vamos legalizar novamente o nosso movimento, de acordo com a Constituição qualquer mobilização que cobra pela implantação de uma lei aprovada, não pode ser considerada ilegal. A nossa assessoria vai pedir à legalização do movimento, primeiramente na esfera Estadual, caso a iniciativa não dê retorno vamos para a esfera Federal” explicou. A reportagem procurou a assessoria do Governo do Estado para falar sobre o assunto, mas até o fechamento desta edição, não houve o retorno por parte do GEA, como confirmado.

Demanda de atendimentos das unidades de saúde é transferida

A

Secretaria Municipal de Saúde, informa que as Unidades báscias de Saúde Leozildo Barreto Fontoura (Zerão) e Cabralzinho serão fechadas por 60 dias. Já a Unidade de saúde do Perpétuo Socorro terá redução de 50% no atendimento. As medidas são necessárias em razão da reforma que acontecerá nas referidas casas de saúde. Neste sentido a demanda de atendimento da UBS Cabralzinho está sendo transferida para as UBSs Marabaixo e Coração. Já os usuários da UBS Leozildo Fontoura serão atendidos parte na UBS do Congós e parte na Policlínica Universidade. Na ubs do Perpétuo Socorro a demanda de atendimento será reduzida 50%. A Semsa pede a compreensão de todos os usuários so sistema municipal de saúde pelo transtorno necessário para qualificação estrutural das referidas unidades de saúde que passarão por adequação de ambiente com reforma es-

HEVERTON MENDES

HEVERTON MENDES

“O sindicato vai se preparar para a rodada de negociação”, afirmou Lia Borralho

Município santanense recebe manutenção na sua malha viária ANDREZA SANCHES Da Redação

O

UBS Marabaixo recebe atendimentos das unidades que estão em reforma

trutural, elétrica, hidráulica, sanitária e pintura geral. As obras são realizadas, através da portaria nº 2.206 de 14 de setembro de 2011, que institui no âmbito da Política Nacional de Atenção Básica, o Programa de Requalificação de Unidades de Saúde. Segundo informação das empresas responsá-

veis pela obra o prazo de execução é de 60 dias. A prefeitura está reformando e ampliando um total de quatro unidades de saúde. Mais sete ubss devem entrar em reforma até o inicio do próximo semestre. São elas: UBS Marcelo Cândia, Rubim Aronovitch, Congós, Lélio Silva, Rosa Moita, Pacoval e Pedrinhas.

s serviços de melhorias das ruas do município de Santana já podem ser visualizados. A primeira etapa do recapeamento asfáltico e sinalização de duas importantes vias de acesso no município será entregue hoje. O benefício é resultado da parceria entre a Prefeitura de Santana e o Governo do Estado, que assinaram convênio autorizando o repasse de R$ 2,5 milhões para a recuperação de 15 km de via. Nesta primeira etapa que foi concluída, foram recapeados 3 km da avenida Maria Colares e rua Pastor Souzinha. Estas vias interligam o bairro Central da cidade à Rodovia JK e Vila Amazonas. A execução do serviço foi de responsabilidade da Prefeitura de Santana. A obra está sendo feita por etapa, de acordo com a prestação de contas. Para esta pri-

Repasse de R$ 2,5 milhões de 15 km de via no município

meira fase foram repassados R$ 500 mil. A intenção é concluir os 15 km até o segundo semestre deste ano. Além do recapeamento, a rua está foi toda sinalizada. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) com o apoio logístico da Superintendência de Trânsito (STRANS) sinalizou horizontalmente todo o percurso. Assim que as ruas forem asfaltadas, simultaneamente serão sinalizadas.

Durante a manhã será feita uma vistoria técnica com a presença do governador Camilo Capiberibe e do prefeito do município Antonio Nogueira e população. À noite, a partir das 19h, uma programação cultura marca o encerramento da primeira etapa. Ainda durante a noite será feita pelo Detran, a entrega de uma pick-up, Frontier, para auxiliar as ações da Superintendência de Trânsito na cidade.


DiaDia

JD

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Amapá é o terceiro estado do país que mais emite cheques sem fundo De acordo com os dados, o volume de cheques devolvidos no país cresceu 0,2 ponto percentual em maio CINTHYA PEIXE Da Redação

O

Amapá é o terceiro estado do país que mais emite cheques sem fundo. A informação é da empresa de consultoria Serasa Experian. De acordo com os dados, o volume de cheques devolvidos no país cresceu 0,2 ponto percentual em maio, na comparação com o mesmo período de 2011, e fechou o mês em 2,2%. Acre e Amazonas, respectivamente, lideram as estatísticas. Segundo a Seresa, a região norte tem um histórico de índices acima da média nacional. Os números mostram o Acre com o maior percentual (15,3%), seguido pelo Amazonas (12,73%) e Amapá (10%). Os três estados foram os que mais contribuíram para elevar o per-

centual da região Norte em de devolução de cheques em 2011 (4,18%), enquanto que o Sudeste, o menor índice, (1,57%). O presidente do Sindicato do Comércio Lojista do Estado do Amapá (Sindloja), Marcos Antônio Cardoso, garante que por conta do quadro negativo a maioria dos comerciantes do estado deixou de aceitar pagamento com cheque. “Os cheques hoje no comércio geralmente só são usados de empresários para empresários, com clientes é bem difícil”, sintetizou o presidente. Cardoso também sustenta que o elevado índice de cheque sem fundo as compras feitas pelos pequenos empresários no sul do país. “Talvez não seja nem o cliente direto do comércio, porque

nós recebemos pouquíssimos cheques. O que acontece é que os novos e os pequenos empresários que trabalham com cheques para comprar mercadorias fora do estado, muitas vezes eles não conseguem cobrir o valor até mesmo por conta do momento escasso que a nossa economia atravessa”, deduz. Conforme a Serasa, o aumento tem ligação com o endividamento, comprometendo a renda e isso resulta em uma inadimplência crescente do consumidor. O Dia das Mães, também contribuiu para o crescimento do índice. O percentual registrado em maio de 2012 também é maior do que a taxa verificada em abril, quando 2,08% dos cheques foram devolvidos.

PMM anuncia saída da Enterpa e entrada da Clean na coleta de lixo HEVERTON MENDES

HEVERTON MENDES

O presidente do Sindicato do Comércio Lojista do Estado do Amapá (Sindloja), Marcos Antônio Cardoso

Prefeitura de Macapá faz lançamento oficial da CTMac

O

A Prefeitura de Macapá anunciou ontem, a saída da empresa Enterpa da coleta de lixo da cidade de Macapá

A

Prefeitura de Macapá anunciou ontem, a saída da empresa Enterpa da coleta de lixo da cidade de Macapá e o início de operação da Clean Gestão Ambiental, empresa que atuará no setor nos próximos seis meses. De acordo com a Secretaria de Manutenção Urbanística, a empresa ab-

sorverá a maior parte dos trabalhadores da Enterpa e atuará nos primeiros dias com uma força-tarefa para normalizar a coleta de lixo na capital. Segundo dados do IBGE, Macapá chegou a atingir o nível de 95% de excelência na coleta de lixo domiciliar, em 2011. No ano 2000, esse índice era de apenas 40%. “A

proposta é retomarmos esse índice”, anunciou o prefeito Roberto Góes (PDT). Emergência O contrato com a Clean será emergencial e na próxima semana será dado inicio ao processo licitatório para a empresa que atuará em definitivo no setor.

prefeito Roberto Góes (PDT) fez o lançamento oficial da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), ontem pela manhã. Para Roberto a CTMac é mais uma prestadora de serviços à comunidade que vem para se somar aos avanços que a cidade experimenta hoje. “Avançamos muito com a EMTU no aumento e renovação da frota de ônibus, na aquisição equipamentos de sinalização, na implantação do Bilhete Único entre outros benefícios e vamos continuara avançando com CTMac. Apesar de todo avanço, sabemos que ainda temos muitos problemas, mas é encarando esses obstáculo de frente e arregaçando as mangas para trabalhar que va-

mos resolve-los. Agora vamos dar continuidade a implantação do estacionamento rotativo, do transporte executivo com ar condicionado, modernizar a nossa fiscalização com foto sensores. Todo esse trabalho está voltado para continuar salvando vidas no trânsito. Então o lançamento da CTMac marca o começo de um grande trabalho na busca de vida melhor para o nosso povo”, disse Roberto. Vereadores, secretários, lideranças comunitárias e imprensa participaram do evento. De acordo com o presidente da CTMac Carlos Sérgio Monteiro, agora a CTMac vai buscar na justiça, o direito de fazer a licitação para legalizar o transporte coletivo na capital. “A

juíza Keila Banha deu decisão favorável ao empresários e nos impediu de realizar essa licitação que iria dar legalidade e resolver boa parte dos problemas que nós temos hoje com o transporte coletivo, mas nós vamos recorrer a instância superior para garantirmos o direito do cidadão de ter um transporte coletivo de qualidade. Somente a licitação vai acabar com os ônibus velhos e os atrasos. Por isso, não vamos desistir”, enfatiza Carlos. Mudança A CTMac, é uma autarquia que resulta da transformação da antiga Empresa Municipal de Transportes Urbanos em Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá.

Estado se prepara para acidentes de grandes proporções

A

Secretaria de Estadual da Saúde (Sesa) reúne-se na próxima terça-feira, 26, às 16h, no auditório do HE, com representantes das Secretarias Municipais de Saúde, Bombeiros Militares, policiais Militar e Rodoviária Federal, Conselho Estadual de Saúde e direção do Hospital de Clínicas Alberto Lima para a formatação do Plano de Ações para atuar em situações de acidentes de grandes proporções, que envolvam pessoas com fraturas e queimaduras. O plano faz parte das ações desenvolvidas pelo novo programa de governo, que prevê investimento de mais de R$ 300 milhões em ações. O Plano de Ações, que será desenvolvido pela administração do Hospital de Emergência, tem como objetivo preparar entidades e corpo técnico para uma situação de catástrofe. Para o diretor do Hospital,

Regiclaudo Silva, a falta de planejamento não preparou equipes e entidades no Amapá para atuarem em acidentes de grandes proporções. “Nossa intenção é deixar um botão vermelho em alerta, um botão que possa ser acionado caso um grande acidente aconteça”. O diretor explica que o plano criará uma rede com contatos de pessoas e entidades que atuarão diretamente, caso seja necessário. “Vamos formar uma rede de emergências. Se acontecer um acidente saberemos quem procurar. Para isso vamos reunir e chamar representantes do município e do Estado”, enfatizou. A preparação passa também pelos espaços físicos. “Além dos técnicos, também precisamos preparar os espaços físicos. Não adianta preparar técnico e na hora de atender não ter o espaço para receber as pessoas”, concluiu o Regiclaudo.

DIVULGAÇÃO

Um incêndio de grandes proporções destruiu 125 estabelecimentos comerciais e 90 residências em Laranjal do Jari


CadernoC

Esporte Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Remo viaja quase Seleção de Cutias inicia os 20 horas para jogar trabalhos de olho no título inédito do Intermunicipal 2012 O Time mantêm a base de 2011. Dirigente aposta em uma competição mais acirrada e aposta na valorização da prata da casa Elcio Barbosa ELCIO BARBOSA Da Reportagem

O

presidente da Liga Desportiva de Cutias do Araguari, Gilson Rabelo, aposta em uma competição mais acirrada. A mudança no regulamento do Intermunicipal deste ano, que determina um número mínimo de atletas de fora do município, vai possibilitar as equipes uma maior identidade com os atletas e jogos mais disputados. “Na reunião entre os presidentes de ligas ficou acordado que a partir

deste ano cada seleção terá por obrigação por apenas cinco atletas de fora do município para compor o selecionado. Acredito que esta decisão irá mostrar o verdadeiro sentido do Intermunicipal de seleções”, aposta Rabelo, afirmando que o torneio tem como meta de valorizar a prata da casa.A Federação Amapaense de Futebol (FAF) confirmou para o dia 3 de julho, o início do Intermunicipal. A competição inicia pelo grupo, sediado no município de Calçoene, no norte do Amapá.

Cutias corre atrás do primeiro título do torneio. O combinado manteve a base que disputou a competição em 2011. No entendimento do dirigente, os jogadores se apresentaram bem e por isso ganharam nova chance este ano. Em 2001, disputou o terceiro lugar. No ano seguinte fez a decisão contra a seleção de Santana. Foram necessários três partidas para conhecer o campeão. O título ficou com os santanenses, que venceram o jogo por 4 a 1.

Gilson Rabelo já foi goleiro da seleção de Cutias

Alemanha espanta “zebra grega”, vai à semifinal da Euro e reforça favoritismo

A

Alemanha mantém sua campanha perfeita na Eurocopa-2012. Ontem, a equipe espantou a ‘zebra’ grega e se classificou para as semifinais do torneio continental. Em Gdansk (Polônia), os alemães venceram a Grécia por 4 a 2. A seleção alemã reforça sua condição de favorita ao título da Euro-12. A equipe

é a única equipe com 100% de aproveitamento na competição e passou incólume pelo “grupo da morte”, com triunfos sobre Dinamarca, Portugal e Holanda. Este foi o primeiro jogo do torneio no qual Angela Merkel acompanhou a seleção no estádio. A chanceler alemã não viajou para a Ucrânia, onde a Alemanha

atuou na primeira fase, por discordar do regime político local - e pela prisão da ex-primeira-ministra Yulia Timoshenko, acusada de abuso de poder. Nas semifinais, a Alemanha enfrenta no dia 28, em Varsóvia (Polônia) o vencedor do duelo entre Inglaterra e Itália, que se enfrentam neste domingo. Hoje tem França e Espanha.

DIVULGAÇÃO

Lahm abriu o caminho para a vitória de 4 a 2 da Alemanha sobre a Grécia

Remo estreia no domingo pela Série D do Campeonato Brasileiro contra o Vilhena (RO), às 18h (de Brasília), no estádio Portal do Amazônia, e além de enfrentar um adversário completamente desconhecido, os jogadores precisarão superar o cansaço da viagem de quase 20 horas, sendo mais de cinco horas de vôo e outras 14 horas por via terrestre. A “via crucis” azulina começa no final da tarde de ontem, às 18h15, quando a delegação embarca com destino à Brasília (DF), onde haverá uma espera de duas horas pela conexão que levará o grupo para Porto Velho (RO), onde o desembarque deve ocorrer já na madruga de sábado. Os remistas pernoitam na capital rondoniense e, pela manhã, pegam um ônibus fretado com destino a Vilhena (RO), tendo pela frente um percurso de aproximadamente 700 quilômetros que deve levar pelo menos 14 horas para ser cumprido. Apesar dessa odisseia pelo interior da Amazônia, os jogadores azulinos preferem minimizar os efeitos que tantas horas de estrada possam ter sobre o desempenho da equipe na partida do final de semana. “Vai ser nuito cansativo, mas tem que esquecer isso, quando entrar em campo tem que ser outra história”, disse o jovem volante Jhonnatan, que também

faz sua estreia na competição nacional, fator que o deixa um pouco apreensivo. “Sempre dá aquele frio na barriga e quero entrar para ajudar a vencer e esquecer o resto”. O zagueiro Juan Sosa também admite preocupação com desgaste provocado pela viagem, embora acredite que haja tempo para que o grupo possa se recuperar antes de entrar em campo. “Um treino leve de preparação e uma boa noite bem dormida já ajudam a descansar mais. O importante é conseguir vencer. O cansaço não pode atrapalhar o objetivo”, afirmou. No mês passado, às vésperas da estreia na Série D, a diretoria do Remo havia conseguido convencer a CBF a utilizar uma rota alternativa, que seria cumprida integralmente por via aérea (Belém-Brasília-Cuiabá-Vilhena), mas o supervisor de futebol do clube, Fernando Oliveira, explicou que desta vez não houve tempo para fazer este pedido. “Como a decisão de iniciar a Série D só foi tomada na quarta-feira, a empresa que cuida da logística de transporte e hospedagem dos clubes da Série D teve pouco tempo para agilizar as passagens aéreas e, por isso, não tivemos condições e nem tempo hábil para solicitar qualquer alternativa neste sentido”, comentou Oliveira.


JD

Esporte

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br DIVULGAÇÃO

Ronaldinho admite que sua contratação elevou expectativa geral sobre Atlético-MG

P Cristóvão Borges não definiu a escalação do Vasco para a partida contra o Cruzeiro

Com ausência de Juninho treinador não confirma escalação do Vasco

C

ristóvão Borges, técnico do Vasco, vai levar o mistério em torno da escalação do time até momentos antes do confronto contra o Cruzeiro, hoje às 18h30, em São Januário, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. Gripado e com cansaço muscular, Juninho está fora do compromisso. O capitão é um desfalque importante e o treinador ainda estuda o substituto. A primeira opção envolve a entrada simples de Fellipe Bastos no meio de campo. Já a segunda alternativa conta com a mudança de Felipe para o meio e o retorno de Thiago Feltri na

lateral esquerda. No único coletivo realizado durante a semana, o Cruzmaltino foi escalado da seguinte forma: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Rodolfo e Felipe; Romulo, Nilton, Fellipe Bastos e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro. O comandante do Gigante da Colina pretende assistir vídeos do time celeste para solucionar a dúvida. “Tenho duas alternativas, mas realmente não decidi. São duas possibilidades. Colocar o Fellipe Bastos ou o Felipe no meio. As alternativas já foram treinadas e experimentadas. Não teremos problemas em jogar

com qualquer uma das opções. Mas ainda vou ver o que é melhor. Pretendo analisar o Cruzeiro para definir o time que entra em campo”, afirmou. Cristóvão Borges salientou a qualidade técnica de Juninho como um dos problemas da sua ausência. O treinador assegura que o Vasco melhorou a saída de bola após a mudança de Felipe para a lateral esquerda e deixou clara a importância de organização no setor de meio de campo. “As características do Juninho são importantes para a equipe. Ele dá uma dinâmica muito boa ao

time. Estávamos com problemas na saída de bola e melhoramos com a entrada do Felipe. Os dois são jogadores de técnica e passe. Temos que ter no meio sempre essa organização”, completou. Por fim, Cristóvão Borges trabalha com a possibilidade de um confronto equilibrado entre líder e vice-líder do Brasileirão. No entanto, está ciente de que o Cruzmaltino precisa fazer a diferença jogando em seus domínios. “O que prevalece nesse tipo de jogo é o equilíbrio. Mas jogando em casa, com a nossa torcida, ficamos mais fortes”, encerrou.

Goleiro são-paulino diz estar com a cabeça explodindo pela eliminação da Copa do Brasil

O

goleiro do São Paulo Denis admitiu chateação pela eliminação do clube na semifinal da Copa do Brasil. Ele confessou que o time está em débito não só com a torcida e que ainda não esqueceu o revés. “A minha cabeça está explodindo. Se eles estão tristes, chateados, eu estou muito mais. Nenhum goleiro tinha jogado uma competição inteira depois do Rogério assumiu, era a minha chance de ser campeão e eu não consegui”. A chateação de Denis se deve pelo fato de que ele

teria na Copa do Brasil e no Paulistão a chance de ser campeão pela primeira vez atuando uma competição inteira como titular. “Estamos em débito com a torcida e o clube e não é de agora. Faz três anos que o São Paulo não conquista nada e precisamos mudar isso”, respondeu de forma incisiva. O São Paulo não conquista um título desde 2008, quando foi campeão brasileiro, mas terá outras duas oportunidades de reverter este quadro no segundo semestre deste ano: o Brasileirão e a Copa Sul-Americana

cante afirma que sofrerá atenção especial dos adversários. “Procuro tirar alguma vantagem em prol da equipe, se tem mais de um jogador marcando vai sobrar espaço. Ou um jogador livre, tem de abrir espaço, movimentar, para dar oportunidade aos companheiros”, afirmou. Ronaldinho Gaúcho participou até agora de dois jogos com a camisa do Atlético, ambos fora de casa, contra o Palmeiras e São Paulo. O jogador fará a sua estreia em casa diante do Náutico, hoje, às 21h. O jogador afirma que será um jogo diferente. “Influencia e muito, quando se joga com uma grande torcida que dá apoio 90 minutos é difícil parar de correr, vai fazendo que a motivação fique maior, toda estreia é um jogo diferente”, disse. Ronaldinho destaca que está se sentindo bem em campo e prevê melhora com sequência de jogos. “Está melhorando a cada dia, treino é treino, jogo é jogo, até agora é muito pouco tempo de jogo, venho procurando analisar, entender a forma que cada um gosta de receber a bola, procurando me adaptar o mais rápido possível, estou bem mais avançado do que eu imaginava”, afirmou.

Rapidinhas

FOTOS DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

O goleiro do São Paulo, Denis, admitiu chateação pela eliminação do clube na semi da Copa do Brasil

Brasil vence Cuba e respira no Grand Prix

N

a história do vôlei feminino, Brasil e Cuba sempre protagonizaram duelos decisivos. Na manha de ontem, em Luohe, na China, não foi diferente. As duas seleções, que são concorrentes diretas por uma vaga nas finais do Grand Prix Mundial, fizeram um ótimo jogo. Melhor para o Brasil que venceu por 3 sets a 2 e pôde respirar aliviado por uma vaga nas finais da competição. Com 12 pontos, a seleção brasileira está no limite da zona de classificação para a fase final. A última fase do Grand Prix Mundial será disputada na China com os cinco primeiros colocados da classificação e a equipe anfitriã, que atualmente ocupa o segundo lugar da tabela, atrás apenas do líder Estados Unidos. O Brasil volta à quadra hoje, às 8h30 (de Brasília) para enfrentar

rincipal reforço do Atlético-MG nos últimos anos, o meia-atacante Ronaldinho Gaúcho reconhece que a sua contratação criou uma expectativa maior em cima do clube e dos companheiros na disputa do Campeonato Brasileiro. O jogador afirma estar pronto para “motivar” o torcedor atleticano em campo. “É um momento importante para nós jogadores, torcedores, o Galo vem de dois anos difíceis, isso motiva todo mundo, com a minha chegada cria expectativa em todo mundo, o momento é bom”, disse Ronaldinho Gaúcho. Desde a chegada de R49 à Cidade do Galo, há quase três semanas, o Atlético vem sendo apontado como um dos favoritos para a conquista do título do Brasileirão. O time teve bom início, com três vitórias, um empate e uma derrota, ficando na terceira colocação. “Tem de aproveitar tudo isso, fazer o nosso melhor para que o torcedor fique feliz e no outro final de semana volte ao estádio, cada vez mais, é isso que a gente quer, melhorar o entrosamento com o torcedor”, observou Ronaldinho Gaúcho. Reconhecendo a expectativa criada pela sua contratação, o meia-ata-

DIVULGAÇÃO

Miami bate Thunder e é campeão da NBA

A American Airlines Arena testemunhou na noite desta quinta-feira a coroação de seu primeiro rei. Com uma atuação coletivamente perfeita, o Miami Heat massacrou o Oklahoma City Thunder por 121 a 106, fechou a série final da NBA por 4 a 1 e deu a LeBron King James seu primeiro troféu de campeão da liga de basquete mais importante do mundo. O badalado ala do Heat, eleito Jogador Mais Valioso (MVP) da liga nesta temporada e em outras duas ocasiões, não foi virtuoso como em outras oportunidades, mas teve uma importância fundamental. Mais maduro, o rei conduziu a equipe nos momentos bons e ruins dos playoffs. O Heat garantiu o segundo troféu de campeão de sua história (o primeiro foi obtido em 2006). E LeBron foi eleito MVP das finais pela primeira vez na vida. ............................................................................

Brasil volta à quadra hoje para enfrentar a seleção de Porto Rico

Porto Rico. O primeiro set do jogo contra Cuba não fugiu da expectativa que girava em torno do jogo e foi bastante equilibrado. O Brasil esteve bem nos saques, mas do outro lado da rede tinha um valente time cubano que sempre empatava o jogo quando as brasileiras tomavam a frente do placar. Assim foi até as cubanas alcançarem 31 a 29 e vencer. Na segunda etapa, o Brasil fez a diferença na

rede, tanto nos bloqueios quanto nos ataques e venceu por 25 a 18. No terceiro set, a seleção brasileira voltou a ter um bom desempenho nos saques e se valendo de erros cubanos fechou com outro 25 a 18. O Brasil estava em desvantagem na quarta parcial. Mas, após um tempo técnico com a as substituições realizadas por Zé Roberto, a seleção encostou no placar. Porém, apesar de não jogar mal,

as meninas do Brasil não suportaram os saques cubanos, principalmente os da jogadora Santos, e viram o placar geral ser empatado em 2 sets a 2. A seleção brasileira massacrou no set decisivo. Excelente no bloqueio e soltando o braço na frente a Seleção do Brasil cravou 15 a 7 e saiu vitoriosa do duelo. O resultado só não foi mais amplo porque o time nacional cometeu alguns equívocos na recepção.

Vettel supera tempo de Maldonado e é o mais rápido do dia em Valência; Senna é o 5º

O alemão Sebastian Vettel foi o mais rápido ontem no primeiro dia de treinos para o GP da Europa, em Valência. O piloto da Red Bull anotou 1min39s334 e superou o tempo do venezuelano Pastor Maldonado, da Williams, que terminou na frente no primeiro treino pela manhã. Nico Hulkenberg, da Force India, e Kamui Kobayashi, da Sauber, surpreenderam e terminaram na segunda e terceira colocação respectivamente. Ao contrário do que aconteceu no primeiro treino desta sexta, Maldonado não conseguiu acompanhar o pelotão da frente. Enquanto isso, o brasileiro Bruno Senna, que não participou na primeira sessão, mostrou que a Williams realmente está com um bom acerto para o final de semana e fez o quinto melhor tempo. Felipe Massa, que durante a semana mostrou confiança e se colocou como um dos candidatos à vitória em Valência, novamente andou atrás do companheiro Fernando Alonso. O brasileiro melhorou seu tempo em relação à primeira sessão, mas ficou apenas com a 15ª posição, enquanto que o espanhol foi o sétimo.


JD

Diversão&Cultura

Comédia “E aí, Comeu?” leva conversa masculina às telas Dirigido por Felipe Joffily (“Muita Calma Nessa Hora”), o longa pode ser chamado de uma espécie de “Sex and the City” tupiniquim na versão masculina

O

que os homens falam quando o assunto é mulher? A comédia “E Aí... Comeu?” parte desse princípio, acreditando que todo mundo tem curiosidade em saber o que é dito numa mesa de um bar quando nenhuma mulher está ouvindo. Dirigido por Felipe Joffily (“Muita Calma Nessa Hora”), o longa pode ser chamado de uma espécie de “Sex and the City” tupiniquim na versão masculina. Os protagonistas são um trio de amigos: Fernando (Bruno Mazzeo, de “Cilada.com”), Honório (Marcos Palmeira) e Fonsinho (Emilio Orciollo Netto). Bem estereotipados, os três personagens são possibilidades cômicas a par-

DIVULGAÇÃO

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

C4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Celebridades Marília Gabriela

Com novo amor em show Marília Gabriela (64) apareceu com seu novo namorado, o executivo italiano Riccardo de Angelis, na noite da última quinta-feira, 21. O casal foi assistir ao show da cantora Marisa Monte (44), que estreou a turnê Verdade Uma Ilusão, no HSBC Brasil, no Rio de Janei-

Rodrigo Lombardi

FOTOS DIVULGAÇÃO

Bruno Mazzeo, Marcos Palmeira e Emilio Orciollo Neto em cena de “E Aí, Comeu?”, de Felipe Joffily

tir dos seus perfis: Fernando acabou de separar-se de sua mulher (Tainá Müller) e leva cantadas da vizinha adolescente (Laura Neiva), que se insinua para ele na piscina. Já Honório suspeita que sua mulher

independente, Leila (Dira Paes), tem um amante. Fonsinho é mulherengo, amante de uma prostituta (Juliana Schalch), mas gosta mesmo de sair com mulheres casadas. O roteiro baseia-se na peça homônima (que também foi montada como “Da Boca pra Fora”), de 1998, escrita por Marcelo Rubens Paiva, que divide os créditos da adaptação com Lusa Silvestre. As conversas do bar são francas e conseguem certo timing de comédia. Por outro lado, as cenas entre elas mostram-se irregulares e previsíveis.

As personagens femininas não fogem muito do padrão estereotipado de seus companheiros. Praticamente todos os clichês já usados por humorísticos televisivos repetem-se aqui - exceto a santa, o que sobra fica entre a prostituta, a que tem fixação por sapatos e a mulher infiel. Apenas Dira Paes consegue injetar um pouco de humanismo em Leila, a mulher casada que procura diversão fora de casa e é completamente apaixonada pelo marido só que ele, neurótico como é, não consegue perceber.

Equitação para viver protagonista

O ator Rodrigo Lombardi, 35, incluiu a equitação entre suas atividades esportivas. Tudo para viver o protagonista de “Salve Jorge”, próxima novela das 21h da Globo. Na trama, ele será Theo, um cavaleiro que é devoto de São Jorge.

Michel Teló

Não sou sex

O cantor Michel Teló será entrevistado pela jornalista Marília Gabriela no programa De Frente Com Gabi, do SBT, neste domingo (24), e falará sobre família, sexo e beleza. De acordo com o cantor do hit Ai Se eu Te Pego, a timidez faz dele uma pessoa charmosa.

Sky “despeja” TV Rá-Tim-Bum, que fala em “boicote” da operadora DIVULGAÇÃO

Turma do “Castelo Rá-Tim-Bum”, uma das atrações do canal infantil TV Rá-Tim-Bum, que diz sofrer boicote da Sky

A

Fundação Padre Anchieta ensaia um manifesto público contra a Sky por conta da retirada da TV Rá-Tim-Bum de vários pacotes de assinatura. Até dezembro passado, o canal infantil aparecia em pelo menos metade dos 16 pacotes de canais oferecidos pela Sky. Após reorganização dos combos de canais, o Rá-Tim-Bum passou a constar apenas em um pacote.

O conselho da fundação prometeu tomar providências contra o que alguns já chamam de boicote. Diretores acham que a operadora não levou em conta o caráter educativo do canal infantil --único a ter programação 100% nacional e a ser livre de publicidade para as crianças na TV por assinatura. A Sky afirma que não existe boicote e que se trata de uma reorganização de pacotes de canais.

Resumo das Novelas Malhação Gabriel percebe que Cristal está usando Tomás para manipulá-lo. Beatriz suspeita que Débora e Bernardo tenham colocado as bombinhas na fogueira. Dieguinho confessa a Tamtam que é seu admirador secreto e a beija. Débora fica com ciúmes ao ver Jefferson dançando com Aninha. Carmem dança com Fabiano, mas não o reconhece. Fabiano descobre que Laura não foi avisada sobre a suspensão de Débora. Betão acredita que Nelson queira apressar o casamento com Natália por causa de uma gravidez.

Amor Eterno Amor Teresa torce para que Rodrigo descubra se Angélica está envolvida em seu desaparecimento. Fernando expulsa Regina de seu quarto. Rodrigo sonha com Verbena. Beatriz e Gabriel reatam. Josué reclama com Valéria por não lhe dar atenção e a deixa sozinha. Antônio pede Deolinda em casamento. Elisa questiona Rodrigo sobre o casamento dos dois. Fernando fica em choque ao ver a foto de Zenóbio no jornal. Clara aconselha Miriam a pensar em Rodrigo antes de dormir, para poder sonhar com ele.

Cheias de Charme Rosário manda Inácio sair para que ele não veja Fabian, mas não percebe que está sendo filmada pela câmera de segurança. Penha ensina Manuela a cozinhar. Lygia sente dor ao tentar abraçar Alejandro. Gentil homenageia Penha na rádio. Brunessa pede para Liara ajudá-la a trabalhar na Galerie. Valda se cansa quando Sônia a manda organizar a reunião da Liga das Patroas. Otto pensa em Penha. Máslova implica com Penha por andar no elevador social e Otto flagra a discussão.

Avenida Brasil Nina esconde Lúcio no armário de seu quarto. Tufão vê o cofre aberto e desconfia de que o ladrão foi orientado por alguém de dentro da casa. Adauto encontra Janaína presa no lavabo, mas ela desconversa sobre a identidade do bandido. Nina afirma que viu alguém fugindo pelo muro. Todos acreditam em Nina, que se vangloria por ter salvado Max novamente. Lúcio aparece na sala da mansão fingindo preocupação com Janaína e Carminha percebe a armação. Ramón enfrenta Suelen. Ágata deixa escapar para Débora que Jorginho assistiu a seu ensaio de charme com Nina.

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Ótimo astral pra você se conectar com pessoas que há muito não vê, resgatando antigas camaradagens. Por todo o dia, as vibrações harmonizadas entre Vênus, Lua e Urano trazem surpresinhas boas e encontros felizes. Touro (21 abr. a 20 mai.) Sucesso em uma empreitada financeira, mas guarde a novidade por enquanto. Terá chance maior ainda se souber lidar bem com tecnologia e novas informações. Associe simpatia a um toque de improvisação e arrase num encontro.

Libra (23 set. a 22 out.) Trabalho que tem tudo a ver com arte, ou que exige de você uma dose extra de inspiração visual - eis um foco poderoso para terminar bem a semana. No campo social, movimento e muitos papos. Viagens são assunto em destaque.

Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Você está super atraente e popular hoje e com sua gentileza e espírito leve atrairá gente ligada ao espírito contemporâneo. Circule, saia, divirta-se, a noite; o amor ronda de perto, e você tem mais é que mostrar todo seu encanto.

Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Vênus, Lua e Urano avisam: se você for ousado e arrojado, capaz de surpreender com algo bem diferente, irá atrair a atenção de um chefe e assim ganhar uma boa oportunidade de mostrar seu talento. O amor promete muito.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Sol e Netuno em ângulo harmonioso indicam facilidade para lidar com formas artísticas, boa imaginação e tendências idealistas. Vênus e Urano acrescentam alguma novidade ao cenário amoroso, desde que você mantenha discrição.

Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Aprendizado de novas técnicas e muita curiosidade pra aprender a lidar bem com elas são o segredo de um dia feliz, produtivo e interessante. As artes da expressão pessoal se enriquecem desta forma também. Dialogo melhora o amor.

Leão (22 jul. a 22 ago.) A Lua transita por seu signo hoje, e por muitas horas formará aspecto favorável com Vênus e Urano, dois astros que prometem espírito investigativo e amor a novidade. Preste atenção as pessoas novas que surgirem em sua vida hoje. Virgem (23 ago. a 22 set.) Deixe de lado a pretensão de organizar tudo nos mínimos detalhes hoje. Quanto mais improvisar e for versátil, melhor viverá este dia recheado de pequenas informações agradáveis e oportunidades bacanas. Seja simpático.

Escorpião (23 out. a 21 nov.) Focalize sua atenção no trabalho, e zele por sua boa reputação, levando em conta novas informações, sendo simpático com clientes e observando os seus sinais. Bom para aquisição de novos instrumentos, ou novidade tecnológica.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) enário astral maravilhoso pra você em quase todos os sentidos! Aproveite a onda boa pra assumir alguns riscos novos. O amor é uma imagem inspiradora.. Você se distinguirá em um campo do conhecimento também. Proteção. Peixes (20 fev. a 20 mar.) Encontro com antigos amigos ou amores toca fundo em você, e este contato movimenta novas ideias de como viver seu presente - de um jeito todo diferente. Você está aprendendo algo importantíssimo e de forma acelerada.


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, sábado, 23 de junho de 2012

A Magistrada Sueli Pini foi empossada no cargo de Desembar gadora do Tribunal de Justiça do Amapá. Na foto ao lad o da jornalista Bernadeth Farias

Hoje Regina Célia Carneiro comemora mais uma primavera. A colunista e familiares desejam felicidades!!!

Contrate o Programa Balada Fashion para o seu evento: Inauguração de empresas, coquetel de lançamento da nova coleção, aniversário, formatura, confraternização, etc... Contatos: 9112 5045/ 9112 1989. Programa Balada Fashion todos os sábados às 18:40 e reprise aos domingos às 14h. Na REDETV.

Mensagem do dia “Desenvolver força, coragem e paz interior demanda tempo. Não espere resultados rápidos e imediatos, sob o pretexto de que decidiu mudar. Cada ação que você executa permite que essa decisão se torne efetiva dentro de seu coração.” Dalai Lama

Laryssa e Mauricio Santos Adriana Ferreira

Benefícios do iogurte com granola

Geladinho, cremoso e totalmente nutritivo, a mistura do iogurte com granola é uma opção para quem quer garantir uma vida saudável e trazer vários benefícios ao corpo humano. É uma maneira de deixar o cardápio muito mais saboroso, isso porque a combinação com o iogurte natural garante mais sabor à dieta. Vale lembrar que essa mistura também é uma boa opção quando batido no liquidificador com leite e frutas. Normalmente, a granola é produzida através da mistura de cereais torrados, como por exemplo, a aveia, arroz, trigo, milho e centeio. Eles são misturados com mel e frutas, como as uvas passas, flocos de maçã e castanhas.

Jornalista Karla Samara0

Daniel Lima e Michely Sullivan

Patricia Ferraz

DIA 23/06, pré-estreia nacional do filme Uma Longa Viagem, de Lúcia Murat, no Clube de Cinema! Data: 23 de junho Local: Auditório do Museu da Imagem e do Som: 2° piso do Teatro das Bacabeiras! Hora: 18h30.


Jornal do Dia 23/06/2012