Page 1

RASHAD

Discute com Jones pelo cinturão Ex-colegas acabaram discutindo antes da disputa. nC2

CRÍTICA

MASSA

Contra os bancos

Acho que preciso relaxar

Mantega criticou a Febraban que só faz cobranças. nA6

Piloto disse que vai seguir os conselhos do colega Rubinho. nC2

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Quem lê, sabe mais! Macapá-AP, Sexta-feira, 13 de Abril de 2012 - Ano XXV

Domingo e Segunda R$ 3,50 - Terça a Sábado R$ 1,50

VOLTANDO ATRÁS

Deputados reduzem em 50% verba indenizatória e diárias Através de um ato da mesa diretora, a Assembleia Legislativa anunicou ontem a redução em 50% do valor da verba indenizatória e a redução dos valores das diárias

HEVERTON MENDES

pagas aos parlamentares. A secretaria da Casa disse que a decisão está de acordo com os anseios da sociedade. nA3

JACIGUARA CRUZ/ASCOM

O presidente do Sindicato dos Educadores Penitenciários do Amapá (Sinapen), Alexandre Soares: greve à vista

MAIS PRESSÃO

Educadores penitenciários prometem greve geral Eles cobram perdas salariais, gratificações e melhor infraestrutura. nB1 Anúncio foi feito ontem, durante entrevista coletiva com jornalistas e membros da mesa diretora

ANÁLISE

InFamous 2: jogo é bom, mas poderia ser melhor

Confira os pormenores da análise dos seus jogos favoritos na página. nC3 DIVULGAÇÃO

PROMESSA

Empresa garante banda larga este ano

Empresa de telefonia Oi disse que avança em duas frentes de trabalho. nB3

CONTRAVENÇÃO

HEVERTON MENDES

Casa de jogos é lacrada pela Polícia Civil A ação que iniciou por volta das 16h culminou com a prisão de uma gerente e condução ao Ciosp. nB2

PROJETO DE LEI

DIVULGAÇÃO

Câmara aprova piso salarial de R$ 4,6 mil para enfermeiros Por sugestão do relator, deputado Assis Melo (PCdoB-RS), a comissão também acolheu emenda aprovada que fixa o salário dos técnicos de enfermagem em 70% do piso. nB1 DIVULGAÇÃO

CONVÊNIO

Prefeitura repassa R$ 500 mil para o futebol Deputado federal Assis Melo, relator do projeto de lei

DECISÃO

MPF promove repatriamento de criança na Bélgica Ministério Público Federal no Amapá interveio nas ações para o retorno da criança. nB3

Repasse da Prefeitura de Macapá foi assinado ontem, no valor de R$ 500 mil, para ajudar os times durante o Campeonato Amapaense. nC1

IMPASSE

Desabrigados receiam aluguel social e SIMS diz que não vai atrasar

Programa não é bem aceito pelos beneficiados, de responsabilidade da Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims), que disponibiliza R$ 350 para pagar aluguéis. nB3

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião O recuo dos deputados RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

O

s deputados estaduais ouviram a “voz rouca das ruas” e recuaram nos quesitos verba indenizatória e valor de diária para deslocamento ao interior do Estado e para fora do Estado. Foram medidas tomadas sob a pressão da população, da imprensa nacional e local, mas que, depois de analisada a questão pelos membros da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa, resolveram recuar em 50% do valor da verba indenizatória praticada e, em média, 38% nos valores das diárias tabeladas. Uma providência que já vinha sendo reclamada pelo contribuinte desde quando a população conheceu os dois aumentos consecutivos e as justificativas utilizadas para fazê-los, que culminou com a maior verba indenizatória do país e, certamente uma das maiores diárias de um agente público para ir ao interior de um Estado. A redução no teto dos dois gastos, anunciada em entre-

vista coletiva, concedida pelo presidente da Assembléia Legislativa Moisés Souza, foi obtida depois de argumentações sucessivas aos deputados que não estão na Mesa Diretora, pois, mesmo considerando o encurralamento em que se encontravam os parlamentares, todos eles, não se conformavam em ter que ceder e aceitar a diminuição proposta feita pelos membros da Mesa. Nas falas do presidente Moisés Souza e do primeiro secretário Edinho Duarte, ficaram claras as pretensões dos membros da Mesa Diretora, entendendo que havia um descontentamento popular e que as implicações não modificariam substancialmente as ações planejadas pelos parlamentares estaduais. Garantindo que está pronto para avaliar todos os posicionamentos vindos da sociedade, o primeiro secretário Edinho Duarte foi mais além, garantiu que vai ficar atento

a todos os movimentos e todos os questionamentos legítimos, para que sejam cuidadosamente analisados tecnicamente pelos auxiliares da Assembléia Legislativa e, politicamente, pelos deputados, de forma direta ou através das suas assessorias. Do lado de fora, da parte do contribuinte, ainda ficou a sensação de que o recuo foi pequeno e que o mais certo era voltar aos 30 mil mensais de outubro de 2010, reservados no título de verba indenizatória e ainda, apresentar para a população, o detalhamento real dos gastos de um deputado para alcançar esse teto. Com relação às diárias para viagens dentro do Estado, que foram reduzidas de R$ 2.600,00 para R$ 1.600,00 ainda está fora da média local. Para não deixar dúvidas com relação às reais necessidades do parlamentar, poderia ser adotado um processo de prestação de contas com o saldo sendo, obrigatoriamente, devolvido para aos cofres da Assembléia Legislativa. Mesmo assim pode-se dizer que foi uma medida histórica a adotada pela Mesa Diretora da Assembléia Legislativa. Fazia muito tempo que atos de pres-

são popular, com participação da imprensa e do povo, não funcionavam em Macapá, mesmo assim há quem queira mais. E pode ter razão na sua argumentação. O Estado é o mesmo, dividido em cinco órgãos de gestão: Governo, Assembléia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público e Tribunal de Contas, com salários diferentes para o exercício da mesma função ou função equivalente; os funcionários são pagos pela mesma Receita. O lógico seria haver paridade, tanto na recompensa salarial pelo exercício das funções, como nos valores das diárias para deslocamento para interior ou o exterior do Estado. Que tal um ensaio para tornar-se linear as diárias nos três Poderes do Estado e com as mesmas regras de liberação? Sabe-se que hoje, além de ser muito menor a média das diárias pagas pelo Poder Executivo, quando comparada com a média das diárias pagas pelo Poder Legislativo e pelo Poder Judiciário e o Ministério Público, o prazo para a liquidação, no Poder Executivo, demora consideravelmente, mas consideravelmente mesmo.

Precisamos eleger os governantes e os parlamentares JUARES LOPES DOS SANTOS Engenheiro Florestal

P

ara que se alcance a democracia plena, é preciso que o cidadão tenha o direito de eleger legitimamente os seus representantes nos poderes, executivo e legislativo. Acreditamos que infelizmente isso não acontece no Brasil, onde o presidente da república, os governadores, os prefeitos e os parlamentares, são eleitos por antecipação por causa principalmente da famigerada e perversa pesquisa de opinião pública sobre eleições, que no nosso entender não reflete opinião pública, e sim a vontade e interesse de grandes grupos econômicos, como: banqueiros; federações de indústrias; montadoras de automóveis; empreiteiras e outros, que têm emissoras de televisão e rádio e jornais escritos, como principais meios de comunicação para chegar até a massa populacional, objetivando fazer valer seus interesses político-econômicos, elegendo candidatos comprometidos com a politicagem. Tudo começa logo após o início da campanha eleitoral na televisão, quando é divulgada a primeira pesquisa, sendo que os candidatos que essas forças econômicas querem eleger, aparecem com 10 % (dez porcento) das preferências de votos, e os candidatos que não são de interesse eleger, aparecem com 90 % (noventa porcento) das preferências de votos. À medida que a campanha vai se desenrolando, os candidatos preferidos pelos organiza-

dores e divulgadores da pesquisa, vão subindo gradativamente nas posições e os outros candidatos vão descendo, e quando se aproxima das eleições, os candidatos preferidos já estão com 90 % das preferências de votos, portanto, com domínio absoluto sobre os outros candidatos. Dessa forma, o eleitor que diz equivocadamente vou votar no candidato que está bem nas pesquisas para não perder meu voto, é brutalmente induzido a depositar os votos nas urnas para os candidatos que a pesquisa o mandou votar. Esse pensamento errôneo do eleitor, é exatamente o ponto mais fraco que os interessados precisam para fazer valer seus reais interesses, elegendo os candidatos que querem, satisfazendo plenamente os objetivos para os quais as pesquisas são feitas, que é eleger candidatos comprometidos em aplicar mal os recursos públicos, tendo como principal válvula de escape para desvio do dinheiro público, o superfaturamento em licitações fraudulentas de obras; compra de equipamentos e materiais; e serviços prestados ao governo. E como se não fosse bastante, quando se trata de candidatura de presidente da república, ainda faltando vinte dias para as eleições, o candidato já pré-escolhido é chamado até aos estúdios de uma das emissoras de televisão de maior alcance de comunicação, para dizer ao público que ele e o partido político ao qual está filiado, não são mais radicais. Assim sendo, o nome dele está liberado para ser o pre-

sidente eleito, e o povo terá um presidente que poderá está totalmente comprometido com a politicagem, quando entendemos que o presidente eleito deve está comprometido com a questão econômica e social do país. Assim sendo, a pesquisa não permite que os brasileiros escolham livremente os seus candidatos, influenciando pesadamente na decisão de cada eleitor, que também é trabalhador, contribuinte e consumidor. Quem assegura que esses institutos de pesquisa não são manipulados? Por que entidades como emissoras de televisão, encomendam pesquisas de opinião pública sobre eleições? As pessoas físicas e jurídicas que organizam e divulgam as pesquisas, são principalmente as que doam dinheiro para as campanhas dos candidatos e para partidos políticos, nas circunstâncias em que vivemos, onde ninguém doa nada a ninguém, sem pedir recompensa. Quando uma pessoa física ou jurídica doa, por exemplo, cem mil reais a um candidato ou partido político, evidentemente que o interesse é arrancar pelo menos um milhão de reais dos cofres públicos, através das licitações fraudulentas e superfaturamentos, ou seja, pelo menos dez vezes mais. Sabemos perfeitamente que o dinheiro público deve ser bem aplicado em benefício da sociedade, de forma a melhorar a qualidade de vida dos brasileiros que tanto tem sofrido por falta de saneamento básico (água potável e es-

goto), falta de energia elétrica, sistema de transporte coletivo deficiente e ruas sem condições dignas de tráfego, morando em locais insalubres e moradias precárias, e o penoso atendimento médico nos hospitais públicos, e tendo ainda que conviver com o alto índice de violência e criminalidade. Se a “pesquisa de opinião pública sobre eleições” não fosse manipulada, já seria altamente injusta e prejudicial à sociedade, considerando que extrapola para todo o universo de eleitores do Brasil, cuja população é de 190 milhões de habitantes, o resultado da amostragem que é feita entrevistando 2.000 (duas mil) pessoas, portanto, com pouquíssima representatividade e legitimidade, além de não considerar que as pessoas são dotadas de capacidade de pensar. Eleitor, no próximo período de eleições, não se deixe influenciar pela pesquisa de opinião pública. Se você não tiver analisado melhor as propostas de seus candidatos, vote nos candidatos que você acha que merecem seu voto. Considere também o perfil de cada candidato, mostrado no decorrer do horário gratuito de propaganda, autorizado pelo Poder Judiciário Eleitoral. Sem dúvida, a “pesquisa de opinião pública sobre eleições”, é a maior violência que a sociedade brasileira vem sofrendo. Precisamos urgentemente proibir a divulgação de pesquisa de opinião pública sobre eleições no Brasil. É a opinião.

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Editorial: José Arcângelo Pinto Pereira Diret. Adm. Financeira e Contábil: Maria Inerine Pinto Pereira Diretor de Assuntos Corporativos: Luiz Alberto Pinto Pereira Diretor Executivo: Marcelo Roza Assessoria Jurídica e Tributária: Dr. Américo Diniz — OAB/AP 194 Dr. Eduardo Tavares — OAB/DF - 27421 Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br josemaria@jdia.com.br mariaruth@jdia.com.br

Índice Opinião - A2, A3 Geral - A4 Política Nacional - A5

Economia - A6 Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3

JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representantes comerciais JC Repres. Com. Ltda. - Brasília, DF n Tel. (61) 2262-7469 - Rio de Janeiro, RJ nº Tel. (21) 2223-7551, São Paulo Visão Global Comunicação S/C Ltda. n Rua Alvarenga, 573- Butantã - CEP - 05509-000 - São Paulo, SP Tel. (11) 3032-3595, Fax (11) 3032-4102. New Mídia - Belém-PA (Gil Montalverne) Tel.: (91) 3279-3911 / 8191-2217 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Polícia - B2 Santana - B4 Esportes - C1 e C2 Classidia - 12 Pág

Edição número

7876

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

A2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Editorial Mestres... sem carinho!

A

no passado, por intransigência da então secretária de Educação do Governo do Estado do Amapá (GEA), o Sindicato dos Professores (Sinsepeap), depois de muita peregrinação e discussão, optou pela deflagração de uma greve que durou quase 30 dias. O resultado da queda de braço foi o prolongamento do ano letivo prejudicando as férias escolares. Várias reivindicações gestadas no movimento paredista do ano passado, não atendidas pelo patrão, estão sendo reiteradas, dentre as quais o pagamento do piso nacional da categoria, pouco menos que R$ 1,5 mil; um basta no assédio moral que muitos integrantes sindicalizados estão sofrendo dentro das escolas e melhorias nas condições de trabalho. As estratégias de ambos os lados, parecem ser as mesmas. Pelo lado do GEA, o terceiro secretário de Educação na gestão se queixa de que o Sinsepeap rejeitou todas suas propostas e por seu lado, o movimento sindical acusa o GEA de “requentar” as promessas feitas no ano passado. Como elas não foram cumpridas, a categoria não acredita mais em simples palavras. Para mostrar que não estão somente fazendo ameaças veladas, des-

ta vez, em assembléia, ficou decidido que darão apenas 72 horas para que o preposto do GEA declare de público se aceita ou não as proposta do movimento, ou mesmo, se tem outra (nova) que seja viável para discussão. Para que um acordo entre as partes litigantes seja homologado, com cada um abrindo mão de algum ponto importante, se faz necessário a intervenção política, seja de um vereador, deputado estadual, federal ou mesmo senador, já que tanto a classe dos professores como dos executivos, todos tem representantes a altura para as negociações. A pressão exercida pelo sindicato ao ocupar com um número significativo de seus membros a frente do Palácio do Setentrião Annibal Barcellos, para reivindicar seus direito, faz parte da democrática, apesar do pouco caso que o atual governador era demonstra ter para com os sindicalizados. Quando era deputado estadual, o governador sempre era um da linha de frente de qualquer movimento reivindicatório que surgisse no Meio do Mundo. Não custa nada receber um grupo do movimento para uma conversa franca, tratando, os mestres... com carinho!

Hora-Hora Lixeiras - A limpeza publica da cidade que já anda mal das pernas, ainda tem que enfrentar uma horda de sujismundos. Os dois locais envergonham a cidade. Um na esquina da Av. Cora de Carvalho com a Rua Paraná, no bairro de Santa Rita onde são atirados a céu aberto restos de materiais de construção, cadeiras de plásticos quebradas e até restos tripas de frango. Tem mais - O outro local é na esquina da Avenida dos Aimorés com a Rua Claudomiro de Moraes, no Novo Buritizal. Lá as ossadas de animais vindas de açougues das proximidades fazem a festa de urubus e ratos. Exigência - Membros do corpo clínico do Hospital de Pediatria estão reiterando ao Conselho Regional de Medicina, a direção clínica da unidade, a Secretaria de Saúde e ao Ministério Público, a imediata contratação de um profissional especialista em hematologia infantil. À espera - A única que existe no Estado foi colocada a disposição do Hospital de Emergência. Quando se faz necessária uma avaliação de casos como leucemias as crianças tem que esperar dias até que uma vaga seja aberta para o devido atendimento, com o conseqüente agravamento da doença nas crianças. Vai ver que nenhuma autoridade tem filho internado por lá. Débitos - O índice de inadimplência de quem comprou carro à prestação no Amapá é bastante significativo. As financeiras estariam com mais de sete mil mandados de busca e apreensão de veículos em mãos, com mais de três parcelas em atraso. Reticentes com o cumprimento, não teriam espaço para abrigá-los. Estão preferindo renegociar os débitos a tomar o bem. Golpe - Uma quadrilha bem montada no Meio do Mundo está se especializando num golpe muito comum nas cidades grandes, mas, que ainda não havia chegado por aqui. Os espertalhões se intitulam oficiais de justiça, falsificam mandados de busca e apreensão e com informações privilegiadas, descobre quem está em atraso com os pagamentos. Conseguem tomar o bem e tentam vendê-lo para fora do Estado. A

polícia já encarcerou dois malandros, metidos até o gogó nas falcatruas. Sobras - Passado o período da Páscoa as sobras de ovos de chocolate no comércio amapaense foram grandes. Tudo indica que a crise que atinge o Amapá fez com que a guloseima mais cara, acima de R$ 30,00, tenha tido pouca saída, enquanto os que custavam pouco mais de R$ 4,50 tiveram recorde de vendas. Em promoção, os ovos maiores estão sendo vendidos a R$ 20,00, muitos deles quebrados e derretidos pelo calor. Fora - Quem precisou dos serviços dos caixas eletrônicos do banco Santander na tarde de ontem só teve aborrecimentos. Um cliente foi até a um no bairro de Santa Rita e não estava efetivando saque. Foi ate á outro posto lá pras bandas da Rodovia Duca Serra e lá chegando teve o desprazer em ver o caixa fora do ar. Para sacar uma pequena importância tentou a agência central e mais uma vez não teve oportunidade em ter os 100 reais que pretendia. Deve ter gasto 20% do que retirou em combustível. Fim - Com direito a vivas de moradores e condutores, a prefeitura de Macapá, finalmente, no dia de ontem, deu por concluído os reparos de pouco mais de 200 metros de pavimentação da Av. FAB, próximo ao cruzamento da Rua Hildemar Maia. Para tirar os “borrachudos” da pista, a turma do reparo levou mais de dois meses. Mesmo assim: Viva!!!Viva!!!! Ainda falta refazer a sinalização de solo. Mais dois meses? Buracos - Gozadores de plantão em Oiapoque, juntos com os “sobreviventes” daquele esquecido município, na tentativa de esquecer as mazelas a que são submetidos diariamente, como falta de luz, pontes da estrada quebrada e preços dos gêneros alimentícios até 50% mais caros que em Macapá se saíram com essa: devido aos imensos buracos nas vias, um foguete lançado da base aeroespacial de Kourou na Guiana Francesa quase aterriza por lá. É que a máquina estava programada para ir à lua e seus computadores foram traídos pela grande quantidade de crateras das ruas oiapoquenses.


JD

“ ”

Geral

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

Redução – A mesa diretora da Assembleia Legislativa anunciou ontem, a redução em 50% da verba indenizatória e a redução dos valores das diárias pagas aos parlamentares. Agora, ficou difícil para a turma do lado de lá ficar jogando pedra nos parlamentares.

torcer porque sabe que os trabalhadores quase sempre têm razão. Então, porque não evitar tudo isso? É necessário, realmente, que esse embate descambe para a paralisação de uma classe que atinge todo o Estado? Quanta falta de consenso!

Pela metade - Acredito que a decisão tomada pela mesa legislativa foi bastante sensata. Afinal de contas, para que manter uma verba indenizatória de até R$ 100 mil, quando a maioria dos deputados usava somente até R$ 50 mil?

Validado - A Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que valida testemunhos e exames clínicos (observações visuais de médicos) como provas em processos criminais contra motoristas que dirigem embriagados. A proposta também dobra o valor da multa, que passa a ser de R$ 1.915,40.

Maturidade - Quem lê a coluna sabe que não gosto de puxar saco, mas tenho acompanhado decisões acertadas tomadas pela presidência da Assembleia Legislativa. Mostra com isso que há maturidade política e que não há nenhum problema em reconhecer o clamor da sociedade. Preocupação - Agora, esse tipo de atitude é preciso que seja ecoada no Amapá. Causa-me preocupação em ver o governo do Estado não conseguindo, por exemplo, encontrar um ponto de consenso com os professores que ameaçam greve geral. De novo vai acontecer o que todos os alunos sofreram ano passado? É necessário? - O pior de tudo, é que depois de tanto arranca-rabo, tapas na mesa e beicinhos, o governo sempre dá o braço a

Invalidado - Se aprovado pelo Senado e sancionado pela Presidência, o projeto vai, na prática, invalidar a recente decisão do Superior Tribunal de Justiça, segundo a qual só bafômetros e exames de sangue podem valer como prova -testemunhos e exame clínico, que eram usados em alguns casos, portanto, foram invalidados. Freando o crédito - Com a alta da inadimplência, os bancos de montadoras já projetam um ano com crescimento menor do crédito para financiar a com-

pra de veículos. Agora está mais difícil aprovar novos empréstimos. A Anfavea já se queixou ao governo dizendo que o setor bancário não está atendendo a demanda, mas o governo fez de conta que não era com ele.

A3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Deputados estaduais reduzem verba indenizatória e diárias Deputado Edinho Duarte disse que a sociedade não aprovou e a AL teve maturidade para voltar atrás

Divididas - Maior central sindical do país, com 22 milhões de filiados e 30 anos de vida, a CUT volta a defender o fim do imposto sindical. Todas as outras centrais lutam para manter a receita. Fora de ordem – O mais importante símbolo nacional, a bandeira hasteada em frente ao Palácio do Planalto não cumpre as exigências estabelecidas em lei. Há falhas de proporções e de disposição das estrelas. Até o slogan Ordem e Progresso está fora do lugar. Onde vamos parar, meu Brasil? Mais R$ 500 mil – Lá se vão R$ 500 mil em apoio aos clubes que participam do Campeonato Amapaense de Futebol Profissional, fruto de um convênio assinado entre a Prefeitura de Macapá e os clubes. O recurso será repassado para o Oratório Recreativo Clube, que ficará encarregado de realizar a distribuição do benefício para os demais. Até amanhã...

“O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a prática diária da inteligência e o exercício cotidiano do caráter” (Claudio Abramo) Siga: @cantanhede_AP Acesse: jandersoncantanhede.wordpress.com Email: cantanhede@jdia.com.br

Presidenta Dilma recebe Camilo e diz que quer um modelo justo para a CEA

D

urante quase duas horas, a presidenta Dilma Rousseff recebeu o governador Camilo Capiberibe no final da tarde de ontem (12). Ao lado de três ministros: Edison Lobão, das Minas e Energia; Paulo Sérgio Passos, dos Transportes; e Ideli Salvati, das Relações Institucionais, a presidenta conversou com o governador Camilo sobre diversos temas de interesse do Amapá. O principal assunto da reunião foi a federalização da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). “Disso eu entendo, governador, e para o Amapá é preciso que tenhamos um modelo diferenciado que garanta ao Estado um desenvolvimento seguro, com energia de qualidade, responsável e justo com o povo amapaense”, afirmou a presidenta sobre a CEA. Dilma acrescentou que o modelo de federalização da CEA não pode ser igual ao de outras companhias do Centro-Sul do país, pois a realidade na Amazônia é bem diferente. Ela foi severa ao criticar as perdas de energia da CEA causadas por ligações clandestinas. Na gestão passada, as perdas chegaram a atingir 40% de toda a energia distribuída pela empresa. A presidenta disse ainda que é preciso baratear o custo da energia adquirida pela companhia para viabilizar a empresa. A presidenta gostou de saber sobre o plano de banda larga que o Estado está desenvolvendo em

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

O anúncio foi feito ontem pelo presidente da Assembleia legislativa (AL), Moisés Souza (PSC)

O

s deputados estaduais do Amapá decidiramreduzir em 50% o valor da chamada Verba Indenizatória destinada ao custeio e logística dos gabinetes parlamentares. O anúncio foi feito ontem (12) durante entrevista coletiva do presidente da Assembleia legislativa (AL), Moisés Souza (PSC), ao lado de integrantes da atual Mesa Diretora. Eles também anunciaram a redução do valor das diárias nacionais e o fim das diárias internacionais. Falando aos jornalistas, Moisés disse que não vem de sua gestão o modelo adotado para o pagamento das diárias para deslocamentos dos parlamentares e outras atividades do mandato. “Assumi a presidência desta Casa no dia 1º de fevereiro do ano passado, implementando uma série de medidas visando o resgate deste Parlamento e também a austeridade exi-

gida para isso, tanto que descentralizamos os recursos para garantir autonomia aos deputados e apoio para o bom funcionamento de seus gabinetes e toda a estrutura a ser mobilizada”, disse Souza. O primeiro-secretário da Casa, deputado Edinho Duarte (PP), ressaltou essas medidas inovadoras adotadas durante a atual gestão administrativa da Assembleia. “Aqui nós não temos décimo terceiro, décimo quarto salário, nem auxilio paletó, cota de passagens, auxílio moradia, tampouco qualquer outro penduricalho de outros parlamentos. Unificamos tudo isso na Verba Indenizatória, que não foi aceita pela sociedade, daí decidirmos dar esse passo para trás, numa demonstração de grandeza comum apenas aos agentes públicos comprometidos com os interesses da população”, argumentou Duarte.

O limite para o ressarcimento das despesas dos gabinetes dos deputados, entre elas a contratação de pessoal, deslocamentos, aluguel de veículos, barcos, serviços de terceiros, dentre outras era de até R$ 100 mil e agora passam a ter o limite de no máximo R$ 50 mil. Através do Ato da mesa Diretora nº 003/2012 os deputados resolveram que o valor das diárias devidas aos deputados estaduais será calculado conforme parâmetros percentuais, como 10% do valor pago a título de subsídio mensal (R$ 1,6 mil) para deslocamentos dentro do Estado e de 15% para as viagens oficiais para outras unidades da federação. A medida também prevê que os deslocamentos dos parlamentares mesmo que de cunho oficial a localidades distantes a menos de 30 quilômetros da Capital do Estado não faz jus a diárias.

Dilma acrescentou que o modelo de federalização da CEA não pode ser igual ao de outras companhias do Centro-Sul do país

parceria com a empresa de telefonia Oi e elogiou a iniciativa do governador. Outro ponto que mereceu atenção especial da presidenta foi a conclusão da BR-156 e da ponte binacional, em Oiapoque. Ela cobrou do ministro dos Transportes maior celeridade nas obras. O próprio ministro Paulo Sérgio Passos garantiu que as obras estão mais aceleradas por causa da mudança de gestão que o Estado teve com Camilo Capiberibe. A presidenta Dilma concordou. “É o que todo mundo está falando, ministro”. O governador Camilo Capiberibe também pediu a liberação de mais casas populares e apoio para a

estadualização do Porto de Santana. A presidenta disse que o Governo Federal trabalhará em parceria com o Governo do Estado do Amapá para desenvolver o porto. “Vamos trabalhar em conjunto também com o prefeito Nogueira, que tem interesse em desenvolver o porto. Temos consciência da importância do porto para o crescimento econômico do Amapá”, disse o governador. Camilo Capiberibe saiu satisfeito do encontro com a presidenta Dilma. “Conversamos muito e a presidenta mostrou que tem um olhar especial para o povo do Amapá e um desejo forte de ajudar o Estado a se desenvolver”, destacou o governador.

Falando aos jornalistas, Moisés disse que não vem de sua gestão o modelo adotado para o pagamento das diárias para deslocamentos dos parlamentares e outras atividades do mandato


JD

Geral

Milhomen será relator de sindicância que investiga denúncias contra deputados Segundo deputado federal, objetivo é dar respostas à sociedade

O

presidente da Câmara Federal, Marco Maia, assinou esta semana o ato que formalizou a criação da Comissão de sindicância que vai investigar três deputados acusados de envolvimento com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Comissão Notícias divulgadas pela Agência Câmara informam que a intenção do Congresso, ao instalar a sindicância, é produzir uma investigação ampla em relação às denúncias. O colegiado é composto por cinco deputados: quatro parlamentares que compõem a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e pelo Corregedor da Câmara, deputado Eduardo da Fonte (PP/PE). O presidente Marco Maia já fez a indicação dos relatores. Na Comissão de sindicância, o deputado federal Evandro Milhomen (PCdoB), membro titular da CCJ, foi designado para relatar a representação contra o deputado Rubens Otoni (PT/GO). O deputado Maurício Quintela Lessa (PR-AL) ficou com o caso

Na Comissão de sindicância, o deputado federal Evandro Milhomen (PCdoB), membro titular da CCJ, foi designado para relatar a representação contra o deputado Rubens Otoni (PT/GO)

de Sandes Junior (PP-GO) e Jerônimo Goergen (PP-RS) ficou com o caso de Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO). Também integra a comissão o deputado Odair Cunha (PT-MG). Segundo Milhomen, a Comissão tem por objetivo dar respostas à sociedade. “Nós iremos buscar todas as informações com transparência para ter certeza se

há ou não indícios de envolvimento e provas de corrupção”, declarou. O caso Cachoeira A Operação Monte Carlo foi deflagrada pela Polícia Federal no fim de fevereiro para desbaratar um esquema ilegal de jogos de azar, que seria comandado por Carlinhos Cachoeira. Escutas da operação divulgadas

pela imprensa revelaram conversas suspeitas entre o senador Demóstenes Torres e deputados federais. Cachoeira foi preso pela Polícia Federal sob acusação de exploração de jogos ilegais e construção de uma rede de tráfico de influência que cooptou policiais, políticos e agentes públicos. (Agência Uno Comunicacação)

Aprovada mudança em taxas cobradas de companhias aéreas e passageiros

O

Plenário aprovou, na quarta-feira (11), a Medida Provisória 551/11, que diminuiu de 50% para 35,9% o valor do Adicional de Tarifa Aeroportuária (Ataero) incidente sobre as taxas cobradas das companhias aéreas e dos passageiros. A redução vale desde janeiro deste ano e teve como objetivo aumentar a atratividade dos aeroportos concedidos à iniciativa privada em fevereiro. A proposta será analisada ainda pelo Senado. Aprovada na forma do projeto de lei de conversão do relator, deputado Arthur Oliveira Maia (PMDB-BA), a MP também cria a Tarifa de Conexão, a ser cobrada da empresa aérea pelo uso das instalações do aeroporto nas conexões entre seus voos. A nova tarifa ainda depende de regulamentação, mas a intenção do governo é remunerar as administradoras dos aeroportos pelo uso das áreas por passageiros em trânsito nas conexões. Há vários casos de isenção dessa tarifa, como o transporte de passageiros de aeronaves militares e aviões públicos federais; passageiros de voo de retorno por motivos de ordem técnica ou meteorológica; passageiros com menos de dois anos de idade; e passageiros de aeronaves militares ou públicas estrangeiras se houver reciprocidade. Aeroportos concedidos Uma das mudanças feitas pelo relator permite a aplicação de recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) em obras de desenvolvimento, ampliação e reestruturação de aeroportos concedidos à iniciativa privada. Entretanto, elas não poderão ser de obrigação do concessionário, conforme o estabelecido no contrato

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com Luz para Todos Segundo informações obtidas com as comunidades e a própria Eletronorte, o Programa Luz para Todos do Governo Federal e que tem no Amapá a coordenação da Eletronorte, está com problemas em sua execução. Segundo os moradores da região de Tartarugalzinho os serviços estão completamente paralisados. A Eletronorte informou que se trata de problemas com alguns executores que estão desistindo dos contratos firmados e com ordem de serviço. O distrato tem um processo administrativo demorado até que seja dada a ordem de serviço para a empresa colocada em segundo lugar. Transporte clandestino Os mototaxistas, principalmente aqueles que desde o ano passado deixaram a clandestinidade e passaram para o grupo daqueles que receberam concessão do Município de Macapá para explorar a atividade, são os que mais reclamam da concorrência exercida por aqueles que chamam de clandestinos. Recentemente estiveram na Prefeitura Municipal de Macapá, em audiência com o Prefeito Roberto Góes que lhes garantiu endurecer até o limite do possível, exatamente como fizera quando os atuais legalizados eram os clandestinos. Confiança e credibilidade em baixa Uma pesquisa de opinião aplicada para apurar a confiança nos Poderes Executivo e Legislativo do Estado e a credibilidade nas ações dos seus principais gestores, revelou a situação crítica em que se encontram. A credibilidade nas informações oriundas do Poder Executivo alcançou o seu nível mais baixo, 7, 35% (sete vírgula trinta e cinco por cento) e a credibilidade nas ações praticadas ou prometidas, ficaram em 4,85% (quatro vírgula oitenta e cinco por cento). Considerada pelos analistas uma situação crítica. No legislativo os números são ligeiramente superiores: 7,05% na confiança e 5,95% na credibilidade. Associação Comercial O presidente da Associação Comercial e Industrial do Amapá está pretendendo “pescar” novos associados para a entidade que, faz algum tempo, vem perdendo o foco dos seus objetivos. O atual presidente está prometendo, inclusive, modificar os estatutos sociais da ACIA para possibilitar espaços para os pequenos e micros empreendedores e não esconde de ninguém o fato de que os empresários da pequena e micro empresa estão afastados do processo e não querem nem ver falar na ACIA, tida, segundo o presidente, como uma associação de grandes empresários.

Uma das mudanças feitas pelo relator permite a aplicação de recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) em obras de desenvolvimento, ampliação e reestruturação de aeroportos concedidos à iniciativa privada

de concessão. Outra mudança permite a aplicação de verbas do Fnac em ações que tenham como objetivo explícito reduzir o tempo de viagem aérea. Para permitir que a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) participe da administração dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília juntamente com o setor privado, a MP autoriza a estatal a criar subsidiárias e participar das sociedades de propósito específico (SPE). Isso é necessário devido ao modelo de privatização. A Infraero continuará com 49% do controle desses aeroportos ao participar das três SPE vencedoras.

Impacto O impacto estimado para a Infraero, com a redução do Ataero, é de R$ 614,4 milhões em 2012, R$ 701,5 milhões em 2013 e de R$ 801 milhões em 2014. Segundo o governo, isso será compensado com a arrecadação maior do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre empréstimos de pessoa física proporcionada pelo Decreto 7.458, de abril de 2011. Como os preços das tarifas continuaram iguais, na repartição sobrará mais dinheiro para a empresa administradora dos aeroportos, seja a Infraero, na maior parte deles, seja para os consórcios vencedores administradores dos

aeroportos de Brasília, Guarulhos (SP) e Viracopos (SP) e de outros que ainda serão licitados. No caso das companhias aéreas, a nova Tarifa de Conexão poderá ser parcialmente compensada com a isenção da incidência da Ataero sobre a tarifa de uso das comunicações e dos auxílios à navegação aérea em rota (quando o avião está longe dos aeroportos). A Ataero também não incidirá sobre a tarifa de conexão. Desde o dia 15 de março, entretanto, todas as tarifas já foram reajustadas para recompor a inflação anual do período. A taxa de embarque doméstico passou de R$ 20,66 para R$ 21,57 em aeroportos de grande movimento.

A4

Forçando agenda Devido o inferno astral que está passando em Macapá, o governador Camilo Capiberibe resolveu “armar a tenda” em Brasília e forçar uma agenda pró-ativa enquanto espera as coisas se acalmar por aqui e receber as respostas dos bancos onde teria as 35 contas correntes e de poupança. Já esteve em ministério, em Fundações, no Senado, na Câmara Federal e agora está querendo ir ao Planalto. A audiência marcada ainda não tem fechado elementos administrativos e deve seguir as pautas políticas, como, por exemplo, a parceria do PSB com o PT nas disputas pela prefeitura de Macapá. Recuziada pela metade O presidente Moisés Souza, mesmo contrariando pelo menos 5 deputados estaduais, resolveu baixar em 50% o teto da verba indenizatória que estava em

100 mil reais, a maior do País, segundo levantamento feito pelo Fantástico, programa da TV Globo. Outro número considerado exagerado pelos próprios deputados, o que define as diárias para as viagens de deputados ao interior do Estado, que estava em 2.600 reais, foi reduzida em 38% e ficou em 1.000 reais. Para nova realidade ainda tem deputado contra (acha que é pouco) e populares a favor (entendem que ainda é muito) Interditada Depois de 4 meses de sua reinauguração com direito a festas, falatório oficial, inclusive do Governador do Estado, de deputados federais e estaduais e de senadores, eis que o Trapiche Eliezer Levi está, novamente, interditado. A alegação é de que a maré alta do último dia 9 acabou abalando parte da estrutura do Trapiche e das instalações elétricas. Para o engenheiro do Governo que estava no trapiche, no momento da visita da imprensa, o problema deve ser entregue à mesma empresa que foi responsável pela reforma anterior e não sabe quando voltará a ser liberado. Será que tem cabeça de burro? Parques e praças Estão em fase de rápida deterioração algumas praças e alguns parques da Cidade. Segundo as lideranças comunitárias das proximidades desse elementos urbanos, o descaso das autoridades e o vandalismo da população são os principais responsáveis pela situação em que se encontram esses logradouros. A praça dos Três irmãos, no Buritizal, no entrono da principal caixa d’água do bairro, é um exemplo. A CAESA que teria ficado responsável pelo zelo da praça, depois do final de 2010 saiu do local e, agora, nem a comunidade, nem a prefeitura e muito menos a Caesa estão cuidando do próprio comunitário. Entendimento O Tribunal de Justiça do Estado do Amapá e a Seccional da Ordem dos Advogados do Amapá celebraram, esta semana, acordo que elimina possíveis constrangimentos dos advogados por ocasião do acesso às dependências do prédio do TJAP e dos Fóruns do Judiciário amapaense e faz desaparecer o objeto de reclamação que tramita perante o CNJ, cuja desistência será providenciada pela OAB. Resolução alterada Em razão do entendimento a que chegaram as Instituições, o Tribunal de Justiça alterou a resolução que disciplina o acesso de pessoas aos prédios do Judiciário amapaense, para dispensar os advogados, quando devidamente identificados, de se submeterem aos detectores de metais neles instalados, admitindo, assim, que, de forma isonômica, os causídicos utilizem as mesmas passagens de acesso reservadas para ingresso dos Magistrados, Promotores e Serventuários da Justiça. Súmula vinculante 13 O STF (Supremo Tribunal Federal) deverá reformular o texto da Súmula Vinculante 13, que proíbe a prática de nepotismo nos Três Poderes da República. O Presidente da Corte, Ministro Cesar Peluso, disse, no CNJ, que as decisões tomadas pelo STF em relação ao nepotismo, desde a aprovação da sumula, em 2008, não são conflitantes com o entendimento dos conselheiros do Conselho sobre o assunto. O comentário foi feito a partir da análise de processos envolvendo casos de nepotismo ligados ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.


Política

JD

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

A5

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Anencefalia: Supremo Tribunal Federal aprova por 8 votos interrupção da gravidez Ministros Gilmar Mendes e Celso de Mello tentaram acrescentar ainda condição para mulher fazer o aborto

P

or 8 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu autorizar a mulher a interromper a gravidez em casos de fetos anencéfalos, sem que a prática configure aborto criminoso. Durante dois dias de julgamento, a

maioria dos ministros do STF considerou procedente ação movida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS), que tramita na Corte desde 2004. Último ministro a se manifestar, o presidente do

PROCLAMAS DE CASAMENTO

STF, Cezar Peluso, votou contrariamente à interrupção da gravidez. O outro voto contrário foi o do ministro Ricardo Lewandowski. Para Peluso, não se pode impor pena capital ao feto anencefálico, “reduzindo-o à condição de lixo”. Segundo o ministro, o feto, portador de anencefalia ou não, tem vida e, por

isso, a interrupção da gestação pode ser considerada crime nesses casos. “É possível imaginar o ponderável risco que, se julgada procedente essa ação, mulheres entrem a pleitear igual tratamento jurídico na hipótese de outras anomalias”. Os ministros Marco Aurélio Mello, Rosa Weber, Joa-

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

JOSÉ DE ANDRADE e MARIA DOS SANTOS PEDROSO

quim Barbosa, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Carlos Ayres Britto e Gilmar Mendes e Celso de Mello se posicionaram a favor da ação. O ministro Antonio Dias Toffoli se declarou impedido de votar, porque quando era advogado-geral da União (AGU) posicionou-se favorável à interrupção. Por isso, dos 11 ministros da Corte, somente dez participaram do julgamento. Os sete ministros favoráveis acompanharam a tese do relator, Marco Aurélio

Mello. Ele considerou que a mulher que optar pelo fim da gestação de anencéfalo (malformação do tubo neural, do cérebro) poderá fazê-lo sem ser tipificado como aborto ilegal. Atualmente, a legislação permite o aborto somente em caso de estupro ou de risco à saúde da grávida. Fora dessas situações, a mulher que interromper a gravidez pode ser condenada de um a três anos de prisão e o médico, de um a quatro anos.

Ele, filho de Rosa Uchoa de Andrade. Ela, filha de Lauro Chaves Pedroso e Amelia dos Santos Pedroso. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 03 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

Ele, filho de João Paulo da Silva e Maria da Conceição Rodrigues dos Santos. Ela, filha de Francisco Cardoso e Marina Gouveia Cardoso. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 13 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

Ele, filho de João Andrade Batista e Neuza Monteiro de Andrade. Ela, filha de Ernestino Uchoa de Andrade e Ernestina Pereira de Andrade. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 06 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

MANOEL DOS SANTOS DA SILVA e MARINETE GOUVEIA CARDOSO

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

EDINALDO RODRIGUES BARBOSA e ELIZANGELA BASTOS DE ANDRADE

CARLEBI MONTEIRO DE ANDRADE e ALZENITA PEREIRA DE ANDRADE

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

ODINALDO FERREIRA DOS SANTOS e LUCIANE MENDES GUEDES

Ele, filho de José Apolonario Barbosa e Eremita Rodrigues Barbosa. Ela, filha de Abílio Uchoa de Andrade e Mariza Bastos de Andrade. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 03 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

Ele, filho de Olivio Gomes dos Santos e Valdina Ferreira dos Santos. Ela, filha de Erivelto Damasceno Guedes e Lindalva Mendes Guedes. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 13 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

NELSON PEREIRA DE ANDRADE e ROSIANE FERREIRA DA COSTA

Ele, filho de Benedito Uchoa de Andrade e Ernestina Pereira de Andrade. Ela, filha de Rosileia Ferreira da Costa. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 06 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

BENEDITO UCHOA DE ANDRADE e MERCEDES FRANÇA ALVES Ele, filho de Bernardino José de Andrade e Antonia Uchoa de Andrade. Ela, filha de Antonio Alves Pimentel e Raimunda Alves Bandeira. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 06 de Fevereiro e 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

CLAUDECIR SANTOS ANDRADE e MARTA SOUZA DA SILVA Ele, filho de José Andrade e Maria dos Santos Andrade. Ela, filha de Mauro Pereira da Silva e Rute Martins de Souza. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 13 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

VANDO FERREIRA DUARTE e ODETE FERREIRA DOS SANTOS Ele, filho de Antonia Ferreira Duarte. Ela, filha de Valdina Ferreira dos Santos. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local. Macapá-AP, 03 de Fevereiro de 2012 Helza Lia L. da Lima Escrevente autorizada


Economia

JD

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Bancos retêm crédito, cobram spread elevado e querem jogar conta nas costas do governo O ministro criticou o presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal. Segundo Mantega, em vez de apresentar soluções, a entidade fez cobranças de novas medidas do governo DIVULGAÇÃO

O

ministro da Fazenda, Guido Mantega, fez duras críticas aos bancos privados no país, que, segundo ele, provocam uma retenção de crédito, cobram o maior spread do mundo e “querem jogar a conta nas costas do governo”. Além da retenção de crédito, Mantega reclamou que os spreads cobrados por esses bancos são “muito elevados”. O spread é a diferença entre a taxa de captação do recurso e a cobrada dos clientes ao conceder o empréstimo. “A taxa de captação é no máximo 9,75% e emprestando a 30%, 40%, 50%, 80% ao ano, dependendo das linhas de crédito. Essa situação não se justifica. Esse spread é o maior do mundo”, reclamou Mantega. De acordo com o ministro, a economia brasileira tem condições jurídicas sólidas, com leis que garantem a devolução dos recursos do investidores, e inflação baixa, em torno de 4,5%. Mantega também considera boa a situação fiscal, com melhora no superávit primário e queda na dívida pública brasileira. O ministro disse ainda que os consumidores estão recebendo

O ministro disse ainda que os consumidores estão recebendo um salário melhor e com vontade de consumir

um salário melhor e com vontade de consumir. “No passado, tínhamos alguma insegurança jurídica, com leis que não garantiam a devolução dos recursos. Mas hoje avançamos muito porque temos a Lei de Falências e a de Alienação Fiduciária, que garante os bens quando se faz um em-

préstimo”, disse. Outra avanço, lembrou o ministro, é a aprovação do Cadastro Positivo, que lista os bons pagadores. De acordo com ele, à época da tramitação da proposta na Congresso, os bancos garantiram que, depois que o cadastro fosse aprovado, o crédito ficaria mais barato.

Para Mantega, além de reduzir o spread, existe a possibilidade de os bancos privados baixarem as taxas oferecidas aos correntistas. “A lucratividade dos bancos continua elevada. No ano, passado os bancos [no Brasil] ficaram entre os mais lucrativos do mundo. Acho bom isso, os bancos podem ter lucros,

Governo vai investir R$ 2,8 bilhões no Programa Minha Casa, Minha Vida

A

nova fase do Programa Minha Casa, Minha Vida vai beneficiar 2.582 municípios de até 50 mil habitantes e contará com investimento de R$ 2,8 bilhões para a construção de 107.348 unidades. Do total de municípios selecionados, 1.663 serão contemplados pela primeira vez pelo programa habitacional. De acordo com o Ministério das Cidades, para essa nova etapa foram recebidas 8.939 propostas destinadas à construção de 426.146 unidades em 4.042 municípios. Foi preciso, no entanto, fazer uma seleção considerando o nível de pobreza de cada um. Segundo o ministério, o programa, nessa modalidade tem o objetivo de atender às famílias com renda mensal de R$ 1,6 mil, residentes em áreas urbanas. Os empreendimentos são de pequeno porte e as propostas foram limitadas a 50 unidades habitacionais, sendo no máximo duas por município. O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, ressaltou, em discurso durante o lançamento do programa, a necessidade de parceria com os prefeitos para que o programa

DIVULGAÇÃO

A

Inflação para famílias de baixa renda mais do que dobra e chega a 0,55% em março

O

Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), que mede a inflação para famílias com renda de um a 2,5 salários mínimos, registrou variação de 0,55% em março deste ano. A taxa é superior à registrada em fevereiro, que havia sido 0,25%. O dado foi divulgado ontem (12) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Entre as classes de despesa que compõem o índice, foram registradas altas no grupo alimentação (cuja taxa passou de –0,04% em fevereiro para 0,62% em

Para essa nova etapa foram recebidas 8.939 propostas à construção de 426.146 unidades em 4.042 municípios

possa chegar às cidade menores. “Os mais de 2,5 mil municípios que serão beneficiados nessa nova etapa representam todo o espectro de nossas forças políticas”. Segundo Ribeiro, “foi preciso fazer muitos cálculos - cálculo sobre como fazer mais com menos, cálculo para ajudar os brasileiros que mais precisam, mas o único que não se fez foi o político. É uma

prova prática do governo da presidenta Dilma Rousseff, que encara o desafio de governar um país complexo como o nosso sem discriminação. Pouco importou nesse processo se o município era governado por esse ou aquele partido”, explicou. Os estados também puderam cadastrar uma proposta para municípios de até 20 mil habitantes e

duas para municípios entre 20 e 50 mil habitantes. Dados do governo mostram que na primeira fase do programa foram contratadas mais de 60 mil moradias em quase 2 mil municípios. A meta para essa nova etapa é contratar mais 220 mil moradias até 2014. O governo vai conceder subsídio de R$ 25 mil por unidade construída.

Em relação à desigualdade de renda, Brasil está na contracorrente dos países desenvolvidos, diz Dilma o anunciar ontem (12) unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida para municípios de até 50 mil habitantes, a presidenta Dilma Rousseff disse que o Brasil está na contracorrente dos países desenvolvidos que, segundo ela, estão “voltando para trás” com um aumento significativo de desigualdade de renda. “O Brasil está na contracorrente, vê a impor-

mas a partir de crédito, a partir de atividade de econômica de empréstimo e sem afligir o consumidor.” O ministro criticou o presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal, que participou anteontem (10) de reunião no Ministério da Fazenda. Segundo Mantega, em vez de apre-

tância da melhoria da qualidade de vida da sua população e, por isso, tenho a certeza de que esse país vai dar o salto a mais”, disse. Dilma destacou ainda que, no próximo mês, irá anunciar a ampliação da meta do Minha Casa, Minha Vida – de 2 milhões para 2,4 milhões de moradias até 2014. O governo anunciou hoje a nova fase do Programa Minha Casa, Minha Vida que vai beneficiar 2.582 municí-

pios de até 50 mil habitantes e contará com investimento de R$ 2,8 bilhões para a construção de 107.348 unidades. A presidenta lembrou que a construção das novas moradias irá levar dinamismo para a economia dos municípios e justiça social. “Isso significa gerar oportunidades de emprego: o comércio local vai comprar produtos, as pessoas vão comprar cimento e, assim

como a gente faz justiça social, faz crescimento econômico. É com essa engrenagem que as coisas são feitas”, disse. Dilma destacou o déficit habitacional e a concentração de pobreza como os dois principais critérios para a escolha de municípios para o programa. “É preciso atender os que mais precisam: falta casa e tem miséria, aí tem que estar o Minha Casa, Minha Vida.”

sentar soluções como o aumento de crédito, a entidade fez cobranças de novas medidas do governo, com desonerações. “Se os bancos são tão lucrativos, eles tem margem sim para reduzir as taxas e aumentar o volume de crédito”, reforçou o ministro. De acordo com Mantega, o governo tem uma agenda positiva permanente para melhorar as condições da economia, com medidas como o aumento da segurança na concessão de crédito pelos bancos. O ministro reclamou que, mesmo assim, as instituições financeiras cada vez cobram “mais segurança e mais medidas”, além de “querer jogar a conta nas costas do governo”. “Se não tivessem lucratividade, poderíamos reduzir tributos e mexer no compulsório. Mas eles têm margem sim para aumentar o crédito. É possível fazer isso e vamos continuar com uma agenda positiva para melhorar a situação.” A Febraban disse que não vai comentar o assunto. Nos últimos dias, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal anunciaram redução dos juros de linhas de crédito.

março), habitação (de 0,38% para 0,72%), saúde e cuidados pessoais (de 0,39% para 0,77%), vestuário (de –0,04% para 0,59%) e educação, leitura e recreação (de 0,16% para 0,75%). Já os grupos de transportes e comunicação tiveram queda na taxa. A inflação de transportes diminuiu de 0,71% em fevereiro para 0,13% em março. Comunicação teve uma queda na taxa de 0,06% para –0,34% no período. O grupo despesas diversas manteve a taxa de 0,27% nos dois meses.

Prefeitos pedem distribuição de royalties mais igualitária

R

eunidos onrem (12) em Brasília, onde partipam do lançamento da nova fase do Programa Minha Casa, Minha Vida, mais de 1.000 prefeitos de municípios de até 50 mil habitantes aproveitaram para reivindicar uma distribuição mais igualitária dos royalties da exploração de petróleo. Ao discursar durante o lançamento da nova etapa do programa, o prefeito de Lages (RN), Benes Leocádio, levou a reivindicação dos demais prefeitos à presidenta Dilma Rousseff. “Os recursos advindos da produção de petróleo devem ser divididos entre todos os municípios porque é a divisão de recursos de todos nós brasileiros”, disse ele, aplaudido de pé pelos demais prefeitos que participaram do evento. Leocádio disse ainda que os municípios farão um esforço para pagar o piso dos professores. “Nós vamos

respeitar o piso nacional dos professores porque acreditamos na transformação do país por meio da educação”, acrescentou. O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, elogiou a ação do governo de escolher as áreas mais pobres para receber os recursos do Minha Casa Minha Vida. “Os municípios beneficiados dificialmente teriam condições de construir um grande conjunto residencial. Além disso, o país precisa gerar emprego e gera, assim, por meio da construção civil”, destacou. Ele lembrou que os governadores e os prefeitos precisam levar infraestrutura para perto das casas a serem construídas. “Às vezes, algumas familias moram em um lado da cidade e vão passar para outro, às vezes essas mudanças vão acarretar sobrecarga para o sistema de educação, a necessiade de construção de uma praça”, explicou.


JD

Geral

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

Dificuldades processuais são os maiores problemas do Programa Terra Legal

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

JD

Mundo

Hamid Karzai DIVULGAÇÃO

Já passaram pelo trabalho de georreferenciamento 35,5 mil imóveis, tendo o Ibama detectado entre eles apenas 198 com indícios de desmatamento

A

maior dificuldade que o governo enfrenta para a regularização das terras na Região Amazônica está ligada a procedimentos processuais, de acordo com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas. Ele afirmou ontem (12) que o Programa Terra Legal, aprovado em 2009 para regularizar a ocupação fundiária na Amazônia Legal, não avançou mais porque não havia metodologia no Estado brasileiro para tratar o georreferenciamento. Atualmente, segundo Pepe Vargas, já há metodologia construída e as empresas contratadas apresentam melhores condições para esse trabalho, que muitas vezes é dificultado pela ocorrência de chuvas e outros obstáculos próprios da região. Já passaram pelo trabalho de georreferenciamento 35,5 mil imóveis, tendo o Ibama detectado entre eles apenas 198 com indícios de desmatamento. Falando em audiência pública na Comissão de Agricultura do Senado Federal, o ministro não quis estipular metas para a regularização fundiária realizada pelo Terra Legal, mas

DIVULGAÇÃO

Considera antecipar eleições O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, revelou que considera a possibilidade de uma eleição presidencial antecipada em 2013, e não em 2014, para coincidir com o início da retirada anunciada do país das tropas da Otan e dos Estados Unidos. “Organizar a eleição presidencial um ano antes, em 2013. É uma eventualidade sobre a qual estive refletindo”, disse o presidente afegão à imprensa durante uma visita do secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen.

Mahmud Ahmadinejad FOTOS DIVULGAÇÃO

Programa Terra Legal, aprovado em 2009, não avançou mais porque não havia metodologia no Estado

alegou que “já se começou a fazer alguma coisa”. De acordo com ele, durante muitos anos, o Estado brasileiro minimizou investimentos sociais. “Nessa fase, muitos órgãos federais reduziram sua estrutura, e com o Incra não foi diferente”. Pepe Vargas chamou a atenção para o posicionamento já manifestado pela presidenta Dilma Rousseff de que os novos assentamentos só sejam implantados quando ofereçam condições mínimas de es-

trutura para as populações beneficiadas. Ele opinou que “não se pode fazer assentamento onde as famílias, ao invés de se desenvolverem, tenham agravada ainda mais a sua situação de miséria”. No debate que se seguiu ao pronunciamento do ministro, o senador Jayme Campos (DEM-MT) disse que a maioria dos agricultores assentados no seu estado vive em situação “muito difícil”. A sugestão dele é de que o Ministério da Integração Nacional

desenvolva um programa de perfuração de poços artesianos nas áreas de seca da região. Na questão da implementação do Programa Terra Legal, Jayme Campos criticou o que chama de “excesso de burocracia para a regularização”. Segundo o senador, quando o governo regularizar as terras da Amazônia, vai cair índice de desmatamento, porque o agricultor que for proprietário não vai devastar sua propriedade.

Casos de demência mental podem triplicar até 2050

P

elo menos 35,6 milhões de pessoas no mundo sofrem com problemas decorrentes de demência mental, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A estimativa é que até 2030 esse número aumente para 65,7 milhões e até 2050 para mais que o triplo - 115,4 milhões. Os especialistas dizem que a demência afeta pessoas em todos os países, sendo que nas regiões mais pobres as princi-

pais vítimas são as que têm mais de 50 anos. A demência é uma síndrome de natureza crônica causada por uma diversidade de doenças mentais, que afetam em geral a memória, o raciocínio, o comportamento e a capacidade de fazer atividades cotidianas. O Mal de Alzheimer é apontado como a causa mais comum de demência, registrando 70% dos casos. As doenças caracterizadas por demência mental

geram gastos de aproximadamente US$ 604 bilhões por ano no mundo. Para a OMS, o tratamento da demência deve ser prioridade de saúde pública. Apenas oito países desenvolvem programas públicos de tratamento desses problemas. A recomendação da OMS é incentivar o diagnóstico precoce, sensibilizar a opinião pública sobre as doenças referentes à demência, reduzir o estigma e proporcionar me-

lhor atendimento e mais apoio aos cuidadores. “Precisamos aumentar nossa capacidade de detectar demência precoce e fornecer cuidados de saúde e sociais necessários. Muito pode ser feito”, disse o diretor-geral adjunto da área de Doenças Não Transmissíveis e Saúde Mental da OMS, Oleg Chestnov. “Os profissionais de saúde muitas vezes não são adequadamente treinados para reconhecer a demência. “

Inmetro publica autorização provisória para que laboratórios possam certificar próteses de mama

P

ortaria do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) publicada ontem (12) no Diário Oficial da União autoriza, de forma provisória, que laboratórios responsáveis por testes de preservativos masculinos e de luvas cirúrgicas passem a certificar também implantes mamários no país. De acordo com o texto, a determinação é válida por um prazo de seis meses, a

contar da data de publicação da portaria. No dia 21 de março, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nota informando que as importações de próteses de silicone no Brasil estariam suspensas até que fosse publicada uma resolução que tratasse da certificação do produto. O Inmetro havia estabelecido o prazo de 31 de março para divulgar portaria definitiva sobre o

assunto. As novas regras foram aprovadas depois do escândalo internacional envolvendo a marca francesa Poly Implant Prothese (PIP) e a holandesa Rofil, acusadas de usar silicone inapropriado, aumentando o risco de o implante romper ou vazar e provocar problemas de saúde. Calcula-se que 20 mil brasileiras tenham implantes das duas marcas. A partir de agora, as pró-

teses terão de passar por testes em laboratórios brasileiros, para checar a resistência e a composição do silicone usado, e por exames biológicos. Além disso, os fabricantes serão inspecionados. Até então, a empresa precisava apresentar apenas um certificado do país de origem para conseguir autorização de venda da prótese no Brasil, e os lotes não tinham que ser testados.

Irã não vai ceder a pressões O Irã não retrocederá nem um milímetro em seus direitos nucleares inalienáveis, afirmou o presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad, na véspera do reinício das discussões entre Teerã e as grandes potências sobre seu programa nuclear. “Saibam que a nação iraniana será firme em seus direitos fundamentais, e que nem a pressão mais dura a fará ceder”, enfatizou durante um discurso citado pela agência oficial IRNA. “Aconselho a todos os inimigos [do Irã] e a as potências arrogantes que mudem seu comportamento em relação a esta nação”, acrescentou o presidente durante uma viagem à província de Hormozgan, no Golfo Pérsico.

Hollande acusa Sarkozy

Especulação financeira O candidato socialista à Presidência francesa, François Hollande, favorito nas pesquisas, acusou Nicolas Sarkozy de incentivar a especulação no mercado para fins políticos depois que o presidente disse que uma vitória de Hollande poderia provocar uma crise de confiança na França. A tensão entre os dois rivais aumentou, dez dias antes do primeiro turno da eleição presidencial marcada para 22 de abril. Sarkozy alertou que os mercados poderiam fugir de títulos franceses se Hollande conquistar o poder em um segundo turno, em 6 de maio.

Indonésia

Ministério da Agricultura disponibiliza dados governamentais

A

partir de ontem (12), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) passa a disponibilizar publicamente dados governamentais no portal www.agricultura.gov. br/acesso -a-informacao, cumprindo determinação da Lei de Acesso à Informação Pública. Para o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho o portal é mais do que combate à corrupção. “O portal possibilita ao cidadão acesso ao desenvolvimento, podendo dividir o progresso e conheci-

mento do nosso país”, disse em solenidade essa manhã. A criação do portal foi feita para cumprir a Lei de Acesso à Informação Pública, que estabelece acesso amplo a qualquer documento e informação específica buscado pelo cidadão. A lei foi aprovada em 18 de novembro de 2011 e entra em vigor a partir de 16 de maio. “Estamos determinando igualdade ao Brasil. A lei em vigor é mais um motivo de orgulho ao nosso país, mais uma afirmação para que o mundo olhe para o nosso país e veja que estamos

preparados para uma democracia justa e firme. Essa lei vai contribuir muito para o desenvolvimento do nosso país”, disse o ministro. Além da seção que será disponibilizada no portal oficial do ministério para os cidadãos acompanharem os gastos públicos e tirarem suas dúvidas, também foi inaugurado um espaço físico no ministério chamado de Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) para atender as pessoas que tenham interesse nas informações sobre transparência pública. O secretário de Prevenção

da Corrupção e Informações Estratégicas da Controladoria-Geral da União (CGU), Mário Vinícius Claussen Spinelli, disse que a dificuldade foi vista desde o inicio das discussões sobre a lei de acesso e que “o ministério está preparado para cumprir a data estipulada”. “Não tenho dúvida de que passaremos para um patamar da relação de Estado e sociedade nunca visto antes na história do Brasil. Vamos conseguir ter uma relação mais direta e uma grande ferramenta para o combate à corrupção”, disse Spinelli.

Terremotos deixaram cinco mortos Cinco pessoas morreram e outras sete ficaram feridas na ilha indonésia de Sumatra por causa do terremoto de 8,7 graus e das 11 réplicas que sacudiram nesta quarta-feira (11) a zona mais próxima ao epicentro, indicaram nesta quinta-feira (12) fontes oficiais. As vítimas eram das localidades de Lokhsemawe, Banda Aceh e Aceh Besar, todas na província de Aceh. No distrito de Aceh Singkil, uma criança está em estado crítico por causa dos ferimentos que sofreu ao cair do alto de uma árvore durante o terremoto. Outras seis pessoas ficaram feridas após acidentes relacionados com os terremotos, enquanto uma ponte ruiu, segundo os dados preliminares recolhidos pela Agência de Gestão de Desastres da Indonésia.


Caderno B

DiaDia Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Educadores penitenciários cobram perdas e aumentos com ameaça de greve geral Órgão foi o primeiro a entrar em negociação com o GEA este ano, porém, não obteve respostas até agora ANDERSON CALANDRINI Da Redação

O

presidente do Sindicato dos Servidores e Educadores Penitenciários do Amapá (Sinapen), Alexandre Soares, informou na manhã de ontem que a classe poderá entrar em indicativo de greve, caso suas reivindicações não sejam aceitas ou negociadas com o Governo do Estado do Amapá. Segundo o representante da categoria, o SINAPEN foi o primeiro a entrar em negociação com o GEA este ano, mesmo com a antecipação, ainda não recebeu respostas concretas do Executivo Estadual. “Nós fomos o primeiro sindicato a cobrar em 2012 aumento salarial, momento em que protocolamos um ofício no dia 04 de janeiro, que pedia ao Governo o aumento, gratificações e melhorias na infraestrutura”, disse. De acordo com Soares, cerca de oito anos os agentes não ganham reajuste nos vencimentos. Diante das reivindicações, a classe vem negociando com o GEA, principalmente com o secretário de planejamento, Juliano Del Castilho, que no dia 12 de março respondeu ao ofício protocolado, momento em que afirmou que até o dia 22 do mesmo

mês o sindicato estaria recebendo uma resposta. Contudo, a promessa não saiu do papel, onde o GEA anunciou apenas um aumento de 8% no salário dos servidores públicos em geral, baseados na Lei da Data Base de 1º de Abril. “E as reivindicações da classe continuaram a ficar sem respostas”, contou o sindicalista. Devido a falta de resposta, a categoria realizou uma assembleia geral, na tarde da última quarta-feira (11), para discutir quais medidas a classe tomaria para entrar mais uma vez em negociação com o GEA. “Foi ai que mais uma vez entramos em contato com o secretário de planejamento, no dia 09 de abril, para pedir a respostas sobre as reivindicações, e o ultimo retorno que obtivemos era que o Governador está viajando. O Juliano pediu que a classe esperasse ele retornar para abrir uma nova mesa de negociações”, explicou Alexandre. Baseado na resposta, a classe resolveu anunciar dez dias por uma resposta do Executivo Estadual. Com isso, já foi marcado para o dia 25 de abril outra assembléia. “Até a data nenhuma mesa de negociação for montada com os representantes da Seplan, nós votaremos pelo indica-

Hora Extra Um dos pedidos da classe é em relação a falta de pagamento das horas que os agentes praticam. Atualmente os agentes chegam a fazer 32 horas extras, porém só recebem por 16, que é máximo estipulado nas cláusulas contratuais “Ou seja, trabalhamos a mais, não recebemos por isso e se faltarmos ainda têm descontos em nossos vencimentos, e isso não aceitaremos mais”, definiu Alexandre. Reivindicações 1. Aumento Salarial de 30% no Salário Base; Atualização das progressões e pagamento do retroativo em 02 vezes; Pagamento das outras 16 horas-extras; Regulamentação e pagamento do Auxilio Fardamento; Garantias de Aumento de 10% para 30% na Gratificação de Periculosidade; Garantias de Aumento de Aumento da Gratificação Atividade Penitenciaria (GAP) de 15% para 30% ainda neste ano de 2012; Pagamento do Retroativo da Gratificação de Periculosidade dos Anos de 2003 á 2010; Apoio do Governo no Projeto de um “Auxilio Alimentação; Abertura de li-

Deputados aprovam obrigação de vender meia-entrada pela internet

A

Comissão de Defesa do Consumidor aprovou as emendas do Senado ao Projeto de Lei 2125/07, do deputado Felipe Bornier (PSD-RJ), que obriga o fornecedor de produto ou serviço cultural a ofertar a meia-entrada sempre que utilizar a internet para realizar a venda de ingressos. A proposta foi aprovada pela Câmara em 2009, mas voltou ano passado para que as alterações votadas pelos senadores sejam analisadas pela Casa. Pela proposta, a comprovação do direito do beneficiário à meia-entrada se dará quando houver

a entrega do ingresso na entrada do evento cultural (cinema, teatro, shows e outros). Se não puder comprovar o direito, o consumidor perderá todo o valor pago. Para os organizadores do evento, o desrespeito à lei implicará sanções administrativas previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90), como multa e suspensão temporária da empresa organizadora. Os senadores propuseram que os organizadores sejam obrigados a informar, antes de finalizada a venda de ingressos, quais os documentos que serão aceitos

O Dia em Foco

FRANCK FIGUEIRA

Secretário de Redação franckfigueira@jdia.com.br

Sem ligação Mais uma vez a população fica sem saber o que fazer frente a alguma situação de risco, principalmente quando o mesmo precisa de uma ligação para o Centro Integrado de Segurança Pública (CIODES). As informações garantem que os telefones estão sem funcionamento, e mais, a maioria das secretarias estaduais estão sem comunicação. De acordo com alguns funcionários, a operadora de telefonia havia cortado os serviços por falta de pagamentos.

Sem ligação II Fontes asseguram que todos os órgãos da segurança pública estão sem comunicação, e o problema estava sendo camuflado. A população que se sentia desprotegida pela falta de segurança, vai ficar ainda mais sem os serviços que deveriam ficar 24 horas de plantão. O problema já se repetiu algumas vezes, entretanto, o GEA deveria pelo menos priorizar a comunicação via CIODES, que há anos vem recebendo fortes criticas da população quanto a demora nos atendimentos.

HEVERTON MENDES

tivo de greve”, destacou o presidente do Sinapen.

como comprovante para garantir o direito à meia-entrada. A mesma informação deve ser fixada em local visível na entrada do evento. Caso isso não ocorra, o consumidor terá direito a devolução imediata do valor pago, sem prejuízo de indenização por perdas e danos. Para o relator da proposta, deputado Deley (PSC-RJ), as emendas acrescentam dispositivos que contribuem com a ideia inicial da proposta, além de garantirem mais informações e mais direitos ao consumidor. Por tudo isso, ele recomendou sua aprovação.

Inscrição complicada Milhares de candidatos a uma vaga nos concursos do Estado não conseguem realizar as inscrições no site da Universa. Aliada a internet precária, o site da empresa responsável pelo certame, não apresenta opções diretas para finalizar o processo de impressão. O problema se arrasta desde a última segunda-feira (9), e até o momento as falhas não foram solucionadas. A empresa é responsável pelos concursos da SEED, SESA, Prefeitura de Porto Grande e Prefeitura de Cutias. Sem espaço O Instituto Médico Legal (IML), localizado na Politec, não tem condições de suporta o acumulo de corpos nas geladeiras. A situação é delicada, e o diretor confirma que tudo depende do Governo do Estado, que é ciente da

O presidente do Sindicato dos Educadores Penitenciários do Amapá (Sinapen), Alexandre Soares

citações de compras e serviços de: Viaturas Xadrez e Ônibus para a realidade de nossas estradas de nossos Estado, Armamento Letal e menos Letal (com suas respectivas munições), Sistema de Monitoramento de Câmera com Eficiência, Colete Balístico, Raio-X de corpo (pessoal), Detectores de Metais; Radio comunicadores (HTs) e materiais de Expediente e de uso imprescindível ao bom andamento do serviço e outros; sendo que o Iapen encaminhara copias

desses pedidos ao Sinapen-Ap; Criação de projeto de lei de aposentadoria especial para servidores penitenciários; Criação da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária; Criação de Projetos e Programas de bem estar biopsicosocial no caso de sofrimento mental, bem como a assistência terapêutica como forma de redução dos riscos inerentes ao seu trabalho, visando à promoção da saúde mental e a melhora do ambiente e das condições de tra-

balho, das relações interpessoais e da qualidade de vida do servidor; Criação e nomeação de uma Comissão (Sejusp – Iapen - Sinapen) para trabalhos e análise da reestruturação da carreira do servidor penitenciário: plano de cargos e carreira e Lei Orgânica; Promover gradativamente a substituição da Polícia Militar das Guaritas e Guarda Externa por Agentes Penitenciários no ano de 2012 com a convocação de uma nova turma.

Comissão aprova piso salarial de R$ 4,6 mil para enfermeiros; parteiras também são beneficiadas

A

Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou nesta quarta-feira o Projeto de Lei 4924/09, do deputado Mauro Nazif (PSB-RO), que fixa o piso salarial de enfermeiros em R$ 4.650. Por sugestão do relator, deputado Assis Melo (PCdoB-RS), a comissão também acolheu emenda anteriormente aprovada pela

situação, porém, nenhuma iniciativa foi anunciada. Caso aconteça um acidente de grandes proporções, o Estado não possui condições de encaixar os cadáveres, e pelas informações, existem 18 corpos que não foram identificados, onde ocupam as gavetas do IML há mais de dois anos. Agentes O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Amapá (SINAPEN) deu um prazo de dez dias para o governo do Estado atender algumas reivindicações da classe. Caso o contrário, uma greve será instalada. Os agentes amargam oito anos sem aumento salarial nos vencimentos. As principais reivindicações são o aumento salarial em 30%, pagamento das progressões e retroativo em duas vezes e cumprimento das horas extras.

Comissão de Seguridade Social e Família, que fixa o salário dos técnicos de enfermagem em 70% do piso (R$ 3.255), em vez dos 50% previstos no projeto original. O texto aprovado também aumenta o percentual previsto para auxiliares de enfermagem e parteiras. No projeto original eles receberiam 40% do salário do enfermeiro. O texto aprovado fixa um percentual de 50% do

Mais greve O Sindicato dos Profissionais da Saúde (Sindsaude) também pegou carona na onda das greves, e deve anunciar uma paralisação em assembleia geral na próxima segunda-feira (16). Na pauta de reivindicações estão uma série de acordos não cumpridos com o Governo do Estado. O reajuste de 8% concedido pelo executivo estadual não foi bem aceito entre os profissionais, que permeiam 39,31% de reposição salarial. Qual será a próxima categoria anunciar greve? Crianças Hoje, os profissionais do Estratégia Saúde da Família (ESF) e Núcleo de Apoio ao Saúde da Família (Nasf) do Distrito da Fazendinha, estarão realizando atividades do Programa de Crescimento e

piso (R$ 2.325) para essa categoria. “Sabemos que um piso salarial digno desestimula que os trabalhadores mantenham diversos empregos em detrimento da saúde deles e de seus pacientes. Nossa realidade demonstra que grande parte dos profissionais da saúde se submete a longas jornadas e a múltiplos vínculos contratuais”, disse Assis Melo.

Desenvolvimento (PCD), junto as crianças do Igarapé da Fortaleza. A ação será de 8h às 12h. O PCD tem como foco o bem estar e a saúde das crianças, e está voltado prioritariamente para menores de seis anos. Além disso, o programa prevê melhorias da assistência, ampliando a área de atenção de caráter preventivo. Mega sena Nenhum apostador acertou as dezenas sorteadas no concurso 1379 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (11). O prêmio ficou acumulado em R$ 17 milhões para o sorteio de sábado (14). As casas lotéricas de Macapá amanheceram movimentadas de apostadores. Nunca um amapaense acertou as dezenas da Mega-sena. Faças as suas apostas até as 14h de amanhã.


JD

Polícia

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

B2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Civil fecha casa de jogos clandestinos Os donos das máquinas devem responder por crime de contravenção penal por jogos de azar ALINE KAYSER Da Redação

A

gentes de Polícia Civil, da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio (Deccp) e Núcleo de Operações e Inteligência (NOI) conseguiram fechar no final da tarde de ontem mais uma casa de jogos clandestinos . A ação que iniciou por volta das 16h culminou com a prisão de uma gerente e condução ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública do Pacoval. De acordo com informações do delegado Leandro Totino, na hora em que os agentes anunciaram a chegada da polícia, os jogadores pularam o muro e fugiram. “Somente uma mulher ficou na casa. Ela se identi-

ficou como gerente e disse que trabalhava para um homem que não é amapaense”, disse o delegado. A casa, localizada no centro da cidade, na Avenida Duque de Caxias era grande, com muro alto e portão eletrônico. O total de máquinas apreendidas não foi divulgado pela polícia até o fechamento desta edição. Segundo o delegado, em todas elas havia considerável quantia em dinheiro, que só será contado após perícia da Politec. Segundo o delegado, as investigações permanecem para que mais casas sejam fechadas. A gerente foi ouvida no Ciosp Pacoval e em seguida, liberada. Os donos das máquinas devem responder por crime de contravenção penal por jogos de azar.

A casa de jogos de azar, onde funcionavam bingos na forma de videopoker, com computadores de última geração, funcionava a pouco tempo no local. No inicio de janeiro deste ano duas outras casas de jogos foram fechadas pela mesma equipe. A ação culminou com a prisão dos donos das casas de jogos. As casas de jogos estavam localizadas na esquina da Avenida Antônio Coelho de Carvalho com a rua Odilardo Silva, no bairro do Centro e outra na Avenida 1º de maio com o Canal do Beirol. No total foram apreendidas 23 máquinas de caça níquel, sendo 15 no Beirol e 8 no Centro. Os donos das máquinas foram encaminhados para a delegacia.

FOTOS HEVERTON MENDES

Momento em que a Polícia Civil chegou na casa localizada na Avenida Duque de Caxias, no centro da cidade

O total de máquinas apreendidas não foi divulgado pela polícia até o fechamento desta edição. Segundo o delegado, em todas elas havia considerável quantia em dinheiro, que só será contado após perícia da Politec

Ronda Policial JOÃO BOLERO

Da 99,1 FM BLOG DO BOLERO Filho do casal que morreu vítima de acidente de trânsito foi transferido para o hospital São Camilo Foi transferido para o hospital São Camilo o pequeno Pedro odoni Vieira Lenzi de apenas 6 anos de idade. Ele foi vítima do pavoroso acidente de trânsito que aconteceu por volta das 06h40min da noite do último domingo (9), na BR-156, no Km 23, numa curva acentuada, quando o carro que ele era passageiro capotou várias vezes, e morreu no local a mãe dele Maria Ivani Vieira Lenzi (42) e o pai dele Pedro Henrique da Motta Lenzi (53), que morreu hora depois no H. Já a quarta vítima desse acidente, no caso o Michel Leal Vieira (27) já teve alta do H.E ele é irmão da Maria Ivani. A transferência dele para o Hospital São Camilo, foi porque apresentou sangramento em um dos pulmões mas, segundo os médicos, não é grave, e o guri não corre risco de morte. Para quem não sabe, Pedro Henrique Lenzi, era Patrulheiro da Polícia Rodoviária Federal aqui do Estado. Evangélico vítima de assalto morre no H.E de Macapá Morreu por volta das 05h00min da tarde da última quarta-feira, no H.E, o evangélico Emilson Freitas de Souza (21), que residia na Av. Equatorial, 1665, Pedrinhas. Ele foi vítima de pauladas, cujo delito foi praticado por uma quadrilha composta de seis elementos, que por volta das 05h30min da manhã do dia 3 deste mês, aproveitando que ele saia da casa dele para trabalhar, tentaram assaltar o mesmo, que reagiu e por isso foi espancado. O certo é que após oito dias internado, o Emilson acabou não resistindo. A polícia já sabe que entre os acusados, dois foram identificados por uma testemunha do crime. Eles são conhecidos por “Perninha” e “ Gilson”. Amor bandido: marido agride mulher e acaba preso Acionada pelo CIODES, uma Guarnição da PM do 2º Batalhão, comandada pelo SGT L. Gonçalves, por volta das 09h30min da noite, teve que prender o autônomo Valdir Morais Dias (40), residente no Bairro Vitória Régia. É que ele acabava de agredir a sua companheira de todas as horas de prenome Julieta, cujo delito ele cometeu na casa do casal. Em face às agressões, a vítima ficou lesionada em várias partes

do corpo. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado a DCCM, onde a Delegada de plantão tomou as providências de acordo com a Lei Maria da Penha. Homem sabia que a polícia estava atrás dele e resolveu se entregar A Equipe da Captura da Polícia Civil comandada pelo Del. Valcely Almeida, já havia ido à casa do Levi Ferreira da Silva (31), que fica na Av. Itaguatiara, no Município de Itaubal. Acontece que lá, a família informou que não sabia o paradeiro dele. Levi estava sendo procurado pelo crime de homicídio. E ontem ele se apresentou na Captura, onde recebeu voz de prisão. Outro que foi preso através de mandado de prisão foi o Nat Muller Ferreira. O crime dele foi dirigir veículo automotor embriagado e provocar acidente de trânsito. Aliás, que ele é reincidente nesse tipo de crime, segundo o Delegado Valcely disse a este repórter. Este ano, já foram cumpridos 86 mandados de prisão pela Captura e todos foram encaminhados ao IAPEN. Homem procurado pela Justiça é preso ao furtar a bicicleta da doméstica A Guarnição da PM do 6º Batalhão , comandada pelo SGT B. Matos, rondava ontem (11) pela manhã, na Rua São José com Av. Ana Nery, quando foi chamada por uma mulher de prenome Maria, a qual disse que há cerca de três dias haviam furtado a bicicleta dela e, ali próximo estava um homem que estava montado na referida bicicleta. Ao chegar ao local os PMs interceptaram o homem e ficou comprovado que a bicicleta era a mesma que havia sido furtada da frente da casa da Maria. O homem foi identificado como Aderbaldo Ferreira das Neves (32), residente no Bairro Cidade Nova, e quando verificado no sistema, constataram que existia um mandado de prisão contra ele.

Autônomo morre no Hospital de Especialidades vítima de terçadadas Faleceu por volta das 11h40min da noite de ontem, no Hospital de Especialidades Alberto Lima, o autônomo Árleson Silva Sandim (18), que residia na Av. Violeta Mont’Alverne, no Novo Buritizal. Ele foi vítima de cinco terçadadas pelo corpo, cujo crime aconteceu domingo, por volta das 05h00min da tarde, próximo a casa da vítima. A Polícia já sabe que foi uma quadrilha conhecida por “Come ovo”, composta por dez rapazes. Ainda segundo a Polícia, e algumas testemunhas, participaram do massacre o Dvan, Marquinho, Pelúcia, Neto, Sandro, Buzú e Nen. Polícia Militar prende homem com crack no Pacoval Uma Guarnição do BRPM, comandada pelo Al. SGT R. Batista, quando rondava por volta de 01h00min da madrugada, no Bairro Pacoval , deparou com um homem em atitude suspeita, que estava na esquina a Rua Guanabara com Av. Acre, e que ao ser abordado, os PMs encontraram em poder dele duas cabeças de crack e a importância de17 reais. Ele foi identificado por Márcio Magave Pires, e vai ter que sentar na frente do homem da capa preta, uma vez que foi encaminhado ao CIOSP do Pacoval e lá feito um TC, para que o mesmo se apresente ao Fórum, pra receber sua pena.


JD

DiaDia

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Desabrigados recusam e SIMS diz que aluguel social não corre o risco de atrasar Famílias desabrigadas do Aturiá temem aceitar aluguel pago pelo Estado com medo de serem despejadas ANDERSON CALANDRINI Da Redação

N

a última segunda-feira (09), a orla do Aturiá foi atingida pelas marés altas, fato que deixou 12 famílias desabrigadas, e mais uma vez as secretarias estaduais e municipais tiveram de prestar assistência aos desabrigados. E para tentar diminuir a gravidade do problema, os órgãos de assistência sociais mantêm programas para atender a população carente. Porém, os programas não são bem aceitos pelos beneficiados, principalmente “Aluguel Social”, de responsabilidade da Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims), que disponibiliza R$ 350 por mês, para pagar aluguéis até o recebimento de suas indenizações. A principal reclamação acontece em relação aos atrasos, que acontece periodicamente. Para Venâncio Santos, o projeto de forma estrutural é bom,

porém tem sérios problemas, e uma delas são os atrasos. “Isso nos faz passar por humilhações”, disse. De acordo com o aposentado, a SIMS já passou mais de três meses sem pagar o beneficio. Várias famílias já foram despejadas por não cumprir com os itens exigidos no contrato de aluguel, principalmente o pagamento mensal pelo imóvel. Recusado O projeto já está sendo visto de forma negativa, que alguns locatários se recusam a alugar para os beneficiados pelo Aluguel Social. “Eu não tive esse problema porque entrei no projeto, nos primeiros meses, mas muita gente que teve dificuldades para achar locais que aceitassem o fato do aluguel ser pago pelo projeto do Governo”, concluiu seu Venâncio. A SIMS A reportagem do Jornal do Dia foi até a SIMS, e

conversou com Joelson Mira, coordenador de proteção social (setor responsável pelo programa). Mira confirmou que no início do ano, o Aluguel Social passou por um problema com a conta do governo. “Realmente nós tivemos um pequeno problema com o programa no início do ano, que consequentemente ocasionou um atraso de dois meses (janeiro e fevereiro), porém atualmente o programa segue sem atrasos”, explicou o coordenador. Outro ponto criticado pelos usuários do programa está relacionado às diferenças entre as famílias, que não são estudados no momento em que a mesma é atingida pelo projeto. Para Joelson, os valores pagos não se enquadram com a realidade. Para seu Venâncio, os coordenadores não avaliaram o número de pessoas de uma família, uma vez que o recurso é insuficiente para alugar uma residência ampla. “Assim fa-

HEVERTON MENDES

Recentemente familiares foram alojados em escola devido as cheias da maré que ocorreu na semana passada

mílias formadas por 4 pessoas que ganham o valor, existem aquelas, como a minha, que é formado por 12 pessoas, recebem o mesmo, fato que demonstra a ineficácia do projeto, e como pode uma casa para servir de

moradia a uma dúzia de indivíduos com a apenas R$ 350”, indaga o aposentado. O coordenador de proteção social avalia que não há como mudar essa realidade, reforçando que o valor é o máximo ofer-

tado, e está previsto no plano que rege o programa. Atualmente, um aluguel de uma casa gira em torno de R$ 400 a R$ 500, dependendo do bairro. Com R$ 350, é possível alugar um kit net com três cômodos.

Empresa garante banda larga no Amapá até o final de 2012

O

governador Camilo Capiberibe recebeu em audiência ontem, 12, dois diretores da Oi Telefonia. Os executivos levaram ao governador informações sobre o andamento das obras de

construção da conexão por fibra ótica com a Guiana Francesa, para garantir a oferta de acesso à internet em banda larga no Amapá. Jaques Checcucci, da Diretoria de Relações Go-

vernamentais, e Urbano Costa Lima, da Diretoria de Relações Institucionais da Região Norte, informaram ao governador que as licenças do Ibama já foram concedidas e estão aguardando apenas a li-

beração prévia do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para dá início às obras. “Acreditamos que depois de iniciadas as obras, em seis meses já teremos concluído a

Ministro Alexandre Padilha diz que Saúde do Amapá terá mais recursos

A

mpliar o atendimento oncológico no Alberto Lima, concluir e equipar a ampliação do hospital de Santana e garantir a ampliação do Pronto Socorro do Osvaldo Cruz. Estas foram algumas das conquistas do Amapá na audiência do governador Camilo Capiberibe e bancada federal com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, na quarta-feira, 11. O ministro mostrou disposição para ajudar a agilizar a liberação de recursos para as principais obras de

saúde no Amapá. O governador Camilo agradeceu o empenho do ministro e disse que o Estado precisa dos recursos para poder melhorar o atendimento na saúde. Acompanharam o governador Camilo Capiberibe, os senadores João Capiberibe (PSB) e Randolfe Rodrigues (PSOL) e os deputados federais Evandro Milhomem (PCdoB), Vinícius Gurgel (PR), Janete Capiberibe (PSB) e Fátima Pelaes (PMDB). Os deputados reforçaram os pedidos do governador e já garan-

tiram recursos com emendas parlamentares. Além de garantir agilidade na liberação de recursos, o ministro confirmou presença no encerramento do Encontro Nacional de Parteiras que acontece em Macapá, de 22 a 26 de maio deste ano. Padilha apresentou ao governador a possibilidade de realizar um mutirão de cirurgias no Estado. “Existe uma estimativa sobre a real demanda de cirurgias eletivas no Estado e reunimos os profissionais médicos para fazer

tudo o que tiver para ser feito nas áreas oftalmologia, com ênfase em Catarata, ortopedia e de angiologia. Isso alivia as filas de espera” esclareceu o ministro. O governador Camilo disse que está a disposição do ministério para fazer a parceria e executar o mutirão. “Tudo o que for feito para melhorar o atendimento das demandas de saúde no nosso Estado, nosso governo está pronto para ajudar”, garantiu Camilo Capiberibe ao final do encontro.

Centro Frei Daniel de Samarate fecha convênio com o governo

O

Centro de Promoção Humana Frei Daniel de Samarate organizou um café da manhã, com o objetivo de agradecer a continuidade do convênio que o governo estadual celebra com o Centro por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). A primeira-dama do Estado, Cláudia Camargo Capiberibe, esteve presente no evento e destacou que o Centro é uma conquista da sociedade e que neste lugar as pessoas têm a oportunidade de, além de ter o atendimento médico e assistencial, vivenciarem a força do atendimento espiritual. “É dever do Estado ajudar a fortalecer instituições como esta. O governador Camilo Capiberibe está atuando nesse sentido e, celebrar o convênio, de-

monstra o quanto ele admira e apoia o trabalho de todos os voluntários que atuam no Centro”, comentou. Para a coordenadora administrativa do Centro, Maria Ivanete Campos, a continuidade do convênio significa a garantia do andamento dos trabalhos, que hoje atende as pessoas na ponta da sociedade, que, na maioria das vezes, não conseguem atendimento nos postos de saúde. Por fim, o administrador do Centro, Frei Apolônio Troese, destacou que no caminho de Jesus sempre existiram mulheres com a coragem necessária para ajudar, agradecendo a todos os voluntários e reafirmando o compromisso da entidade com seus usuários. Atualmente, o Centro re-

Café da manhã para agradecer a continuidade do convênio no Centro

aliza uma média de 4 mil atendimentos mensais, entre exames, consultas, serviços odontológicos e

fisioterápicos, entre outros. Possui 32 médicos voluntários e muita vontade de fazer o bem.

conexão de Oiapoque a Calçoene”, afirmou Urbano. “Atuaremos em duas frentes, uma em cada ponta, para que a obra avance rapidamente”, assegurou o diretor da Oi. O

governador Camilo Capiberibe disse que o governo está empenhado em contribuir para que a banda larga a preços acessíveis estejam disponíveis para a população o mais rápido possível.

Ministério Público Federal promove repatriamento de criança retida na Bélgica

A

decisão de repatriamento de uma menina retida na Bélgica foi cumprida em março. A menor, de 6 anos, estava em poder do pai desde junho de 2009. O Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP), por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), interveio nas ações para o retorno da criança. Em julho de 2010, Guizela Winter, mãe da menina, procurou o MPF/AP para representar contra Philippe Sterckmans, o pai. Autorizada por ela e na companhia da avó materna, a criança viajou para passar férias com ele na Bélgica. Na data marcada para retorno ao Brasil, o pai impediu que a garota embarcasse. A família começou, então, uma corrida para recuperar a criança. A PRDC promoveu o contato de Guizela com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) - Autoridade Central que atua em casos como este. A Procuradoria deu suporte à mãe orientando sobre a documentação necessária para o processo de devolução da criança. Assessorada pela Defensoria Pública da União, Guizela Winter deu entrada em requerimento de busca e apreensão. A Justiça Federal acolheu o pedido com base na Convenção de Haia. Não há registro de caso semelhante envolvendo Bélgica e Brasil.

Repatriamento A SDH estabeleceu contato com autoridades belgas para solucionar a questão. Em novembro de 2011, a Corte Belga determinou o retorno da menina. O repatriamento aconteceu pouco mais de um ano depois do início do processo. Durante todo o período, o pai recusou-se a entrar em acordo com a mãe. Quando a Corte Belga determinou a devolução da criança, ele havia levado a menina para a África. Somente com o retorno dos dois à Bélgica, em março deste ano, foi possível cumprir a ordem judicial. Com o acompanhamento de assistentes sociais, Guizela Winter pode rever a filha depois de quase dois anos. As duas se encontraram em Bruxelas, capital da Bélgica, e, três dias depois, embarcaram para o Brasil. O pai concordou com os termos estabelecidos pelas autoridades belgas, dando a guarda da garota à mãe, e aceitou, ainda, apenas visitar a menina. Atualmente, a criança mora com a mãe em Ourilândia, no Pará. Os primeiros dias têm sido de readaptação. Guizela externa gratidão ao trabalho das instituições e pessoas envolvidas e destaca a atuação do MPF/AP: “foi quem realmente deu todo o apoio, todo o auxílio que eu precisava para que eu pudesse conseguir a minha felicidade de volta”.


DiaDia

JD

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Minha Casa, Minha Vida promete 580 unidades habitacionais no Estado Serão investidos R$ 2,8 bilhões em moradias para famílias com renda mensal de até R$ 1.600 mil

A

Presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou ontem (12), em Brasília (DF), os 2.582 municípios brasileiros com até 50 mil habitantes selecionados para a construção de 107.348 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida 2 (MCMV 2). Serão investidos R$ 2,8 bilhões em moradias para famílias com renda mensal de até R$ 1.600,00. Do total de municípios selecionados, 1.163 estão sendo contemplados pela primeira vez pelo programa.

O nível de pobreza das cidades brasileiras foi o critério que orientou a escolha das cidades. A finalidade é fazer com que o programa alcance o objetivo de dar condições para as famílias de baixa renda de terem acesso à moradia digna. Para a construção das moradias, o governo federal vai conceder subsídio de R$ 25 mil por unidade construída. Para a seleção, os municípios apresentaram ao governo federal duas propostas para construção de até 50 unidades habitacionais em cada

uma. Os estados também puderam cadastrar projetos nos municípios. Nos projetos, estados e municípios apresentaram contrapartidas que facilitam a execução do empreendimento, como a oferta de terrenos. Meta No programa Minha Casa, Minha Vida 1, foram contratadas mais de 60 mil unidades habitacionais em quase dois mil municípios com até 50 mil habitantes. A meta para essa nova etapa é contratar mais 220 mil moradias até 2014.

CEA retoma discussão sobre prevenção do uso abusivo de álcool e drogas

A

palestra realizada pelo Centro de Atenção Psicossocial e outras Drogas (CAPS-AD) aconteceu no auditório da Companhia de Eletricidade do Amapá e faz parte da programação coordenada pela Seção de Bem Estar Social da Divisão de Recursos Humanos (SEBS/DRH). O objetivo é trabalhar de maneira preventiva causas e conseqüências da dependência química, assim com possibilidades de tratamento.

O ciclo de palestras iniciou em março e deverá encerrar em agosto, com participação de técnicos da própria empresa e de parceiros de órgãos que trabalham com a saúde no Estado. O Centro que estava paralisado desde 2007 foi reinaugurado em junho do ano passado, pelo Governo do Amapá, mantido com ajuda do Sistema único de Saúde (SUS). Ele trabalha com pessoas que tentam se recuperar do vício de álcool e outras dro-

gas, assistidos por uma equipe multidisciplinar, que oferece serviços psicológicos, psiquiátricos de massoterapia, fisioterapia, enfermagem, terapia ocupacional, entre outros. De acordo com Rômulo Pantoja, enfermeiro do CAPS-AD, que também é chamado de “Espaço Acolher”, atende cerda de 250 pessoas por mês. Essa estatística poderia ser maior, se não fosse pela vergonha das pessoas em procurar pelos serviços ou

pela falta de conscientização sobre o assunto. Rômulo disse ainda que a pessoa viciada em álcool e outras drogas não são curadas e sim tratadas. Ele comparou a dependência química com a própria diabetes, que não tem cura, mas que pode ser controlada. Neste caso, o desejo em querer receber o tratamento é o primeiro passo. “Não podemos tratar o usuário de álcool e outras drogas com tratamento de choque, exigindo que ele largue o vício imediata-

Tribunais podem descontar dias parados de grevistas

O

s Tribunais brasileiros podem descontar, nos salários dos seus servidores, os dias parados por motivo de greve, caso não haja compensação dos dias não trabalhados. A posição foi firmada na terça-feira (10), pelo plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a partir da aprovação de enunciado administrativo proposto pelo conselheiro Gilberto Valente Martins, com adaptações propostas pelos outros conselheiros. A votação ocorreu durante a 145ª. sessão

ordinária do CNJ. Entendimento No entendimento do Conselho, a paralisação dos servidores públicos durante movimentos grevistas implica na suspensão da relação jurídica de trabalho, o que permite o desconto da remuneração, conforme jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) e do próprio CNJ. Na sessão desta terça-feira (10/4), o plenário considerou legal o desconto no salário dos grevistas, desde que não haja

um acordo para a compensação dos dias não trabalhados. A edição do enunciado foi proposta pelo conselheiro Gilberto Valente Martins, durante o julgamento de dois Pedidos de Providências. Questionamentos Nos três casos, servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT8 – Pará e Amapá) questionavam a decisão da Corte de descontar o salário dos grevistas, durante a parali-

sação realizada entre os dias 15 de junho a 26 de julho do ano passado, e reivindicavam a possibilidade de compensar com trabalho os dias parados. Por maioria (12 votos a 3), os conselheiros declararam a legalidade da decisão do TRT8 de cortar o ponto dos servidores que participaram da greve. O Plenário acompanhou o voto do conselheiro Gilberto Martins, que declarou improcedente o pedido feito pelos servidores.

Comunidade do bairro Provedor recebe Centro de Inclusão Digital no município santanense

G

arantir que as comunidades tenham acesso à educação e à inovação tecnológica. Este é o objetivo do Centro de Inclusão Digital que foi entregue ontem (12), no Centro Comunitário do bairro Provedor. O laboratório passará atender os moradores através de cursos gratuitos de informática. Este é o segundo laboratório de informática disponibilizado a população santanense este ano, a entrega de mais quatro unidades estão previstas para este mês. O primeiro Centro de Inclusão Digital foi inaugurado em março, no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS), no bairro Remédios. A unidade presta atendimento de assistência social, visando atender a população através de projetos, programas e serviços que viabilizem a proteção básica das famílias mais carentes. Com o Centro em funcionamento, as ações foram ampliadas e ajudarão no desenvolvimento da comunidade através da inclusão digital.

Centro servirá de apoio a comunidade com cursos gratuitos de informática

“A proposta é facilitar o acesso à informatização, promovendo entre crianças, jovens e adultos de famílias mais carentes do município de Santana, a inclusão digital, além de

estimular a responsabilidade social, o empreendedorismo e ampliar as noções de cidadania” ressaltou o prefeito do município Antonio Nogueira.

A terceira unidade do Centro de Inclusão Digital, será entregue hoje (13), as 15h, na Escola Municipal Padre Angelo Biragui, no bairro Paraíso.

mente. Esse é um processo gradativo, por isso que trabalhamos a redução de danos e oferecemos entre os serviços laboratoriais oficinas terapêuticas, utilizando música, teatro, alongamento e respiração, considerados elementos fundamentais no processo de recuperação”, disse o palestrante. Para Agnes Rodrigues, psicóloga da CEA, a discussão sobre esse tema na empresa irá auxiliar os funcionários a lidar com a dependência, tanto no

convívio com pessoas que estão nesta situação, quanto na prevenção da doença. O técnico do CAPS-AD retornará no próximo dia 25, às 12h, no auditório da CEA, onde irá ministrar a palestra para funcionários de outros setores. O Centro está funcionando na Avenida Cora de Carvalho, nº 1731, esquina com a Rua Hamilton Silva, bairro Santa Rita. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Programação do Projeto Beleza Empreendedora já iniciou em Santana

D

urante o mês de abril o Projeto Beleza Empreendedora promove encontro dos empresários numa Assembleia da Associação dos Empresários de Salão de Beleza (Assebel) e diversos cursos viabilizando soluções viáveis para fortalecer e desenvolver o segmento da beleza no Estado do Amapá. De acordo com a diretora técnica do Sebrae, Ana Dalva Ferreira, as ações desenvolvidas vem fortalecer o debate sobre o segmento de beleza, mudanças e inovações, troca de experiências sobre as dificuldades encontradas no setor, a importância da boa gestão do negócio, e mudanças de comportamento e de processos que podem melhorar a empresa Segundo a gestora de projetos do Sebrae, Denise Nunes, participam em média de 170 empresas de salão de beleza que já atuam em Macapá e Santana, participando de cursos, palestras, seminários, consultorias, missões empresariais, entre outros, com o objetivo de desenvolver o segmento da beleza no Amapá. “Um resultado importante conforme a pesquisa de mensuração feita em 2011, a qual aponta que mais de 60% das empresas estão legalizadas, pois ao iniciarmos o projeto em 2010 tínhamos apenas 10% delas registradas, graças ao trabalho de conscientização e capacitação feita durante estes dois anos”, disse a

gestora de projetos do Sebrae, Denise Nunes, informando ainda, que as empresas são formadas 88% por micro empresas e 37% atuam a mais de 10 anos na área da beleza. Resultados Em 2010, se conseguiu trabalhar o associativismo com a criação da Associação dos Empresários de Salão de Beleza de Macapá e Santana (Assebel), onde os empresários puderam estar mais juntos e integrados para fortalecer o segmento da beleza. “O desafio para o ano de 2012, último ano de desenvolvimento do projeto é o assessoramento na criação do Sindicato da categoria, afim, de resolver as questões trabalhistas entre empregados e empregadores”, finaliza a gestora de projetos do Sebrae, Denise Nunes. Ainda de acordo com ela, em 2012 iniciou com atendimento aos empresários de salão de beleza de Santana, pois nos últimos anos eles participavam em Macapá. Agora, por uma solicitação dos próprios empresários do município de Santana e em decorrência de uma realidade totalmente diferente, se decidiu desmembrar as atividades por município, para uma atuação mais eficiente do Projeto. Se identificou que existe mais de 100 salões de beleza em Santana e a meta do projeto para este ano é atender 50 salões de beleza e formalizar pelo menos 60% destes. (Informações/Sebrae)


Caderno C

Esporte Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Prefeitura de Macapá assina convênio com clubes e garante R$ 500 mil para o Amapazão 2012 No ano passado o repasse foi de R$ 300 mil. Recursos servirão para ajudar nas despesas dos clubes durante o Campeonato DIVULGAÇÃO

Representantes dos clubes em reunião com o prefeito Roberto Góes. Recursos no valor de R$ 500 mil serão repassados para o Oratório que ficará encarregado de realizar a distribuição do benefício para os demais

N

a manhã de ontem, a Prefeitura de Macapá, através da Coordenadoria Municipal de Esporte e Lazer (Comel), firmou convênio de apoio aos clubes que participam do Campeonato Amapaense de Futebol Profissional. O recurso, no valor de R$ 500 mil, será repassado para o Oratório Recreativo Clube, que ficará encarregado de realizar a distribuição do benefício para os demais. Participaram da solenidade de assinatura o deputado estadual e Presidente do Ypiranga Clube,

Edinho Duarte, a secretária municipal de finanças Edilena Cantuária, o vice-presidente da Federal Amapaense de Futebol Paulo Rodrigues e demais dirigentes. No ano passado o repasse da Prefeitura de Macapá foi de R$ 300.000,00. De acordo com o coordenador de Esporte e Lazer de Macapá, Vitor Jaime, os recursos servirão para o Campeonato Estadual de forma administrativa e para ajudar nas despesas dos clubes. “O repasse da Prefeitura de Macapá para o

Amapazão é importantíssimo, pois, sabemos das dificuldades de cada clube em participar do campeonato e nesse momento toda ajuda é bem vinda para o futebol”, declarou. O Campeonato Amapaense de Futebol Profissional 2012 terá 9 clubes participantes, com inicio marcado para o dia 29, de abril e a primeira partida será entre Ypiranga e Santos, às 17h, no estádio Glicério Marques. Segundo o deputado estadual e presidente do Ypiranga Clube Edinho Duarte, os clubes

que estarão no Amapazão recebem estes recursos para dá uma melhor estrutura a equipe e para a parte administrativa dos clubes. “Os recursos que estarão disponíveis aos clubes servirão para todas as áreas dos clubes. Essa atitude do prefeito Roberto Góes, em ajudar o Campeonato Profissional e de suma importância para dá uma melhor consistência e estrutura aos clubes e de maneira geral ao Campeonato”, disse. Para o prefeito de Macapá e presidente da FAF Ro-

berto Góes, os recursos a serem repassados ao Campeonato servirá não somente para ajudar aos clubes, mas também é um investimento no esporte amapaense. “Nossa idéia é movimentar o futebol profissional, ajudar os clubes participantes e organizar da melhor maneira o Amapazão 2012. Com esse repasse temos a expectativa de realizar um excelente campeonato de futebol e conseqüentemente mostrar à comunidade no compromisso com o esporte”, afirmou.

Este ano o Amapazão terá 9 clubes participantes, são eles: Oratório Recreativo Clube, Independente Esporte Clube, Clube Atlético Cristal, Santana Esporte Clube, Santos Futebol Clube, São Paulo Futebol Clube, Sociedade Esportiva e Recreativa São José, Ypiranga Clube e Trem Desportivo Clube. Os clubes vem reclamando do tratamento que o governo do Estado tem dado ao esporte. Até o momento, o GEA não anunciou nenhum apoio ao campeonato.


JD

Esporte

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Frente a frente, ex-colegas Jones e Rashad trocam acusações antes de disputa de cinturão O programa Ultimante Insider os colocou frente a frente antes da luta, e houve uma verdadeira “lavagem de roupa suja”

E

x-colegas [e até mesmo amigos] do centro de treinamento de Greg Jackson, Jon Jones e Rashad Evans finalmente vão se enfrentar na disputa de cinturão dos meio-pesados, no UFC 145, em 21 de abril. Mas eles ainda têm muita coisa engasgada por conta do passado. O programa Ultimante Insider os colocou frente a frente antes da luta, para que eles fizessem uma verdadeira lavagem de roupa suja. Eles trocaram muitas acusações – sobrou muito para Greg Jackson – e prometeram vitória, mas foi impressionante a tensão no ar. Jon Jones: Sabia que nós éramos caras bons, que sempre teria

essa possibilidade [de nos enfrentarmos], mas estava apenas honrado de fazer parte do time Jon Jones: Greg disse: “Rashad sempre será bem vindo de volta, ele sempre será como um irmão para mim”. Ele sempre fala do Rashad. Rashad Evans: Ele sempre diz isso, mas nunca me ligou. Ele sempre fez tudo, mas não foi capaz de pegar o telefone para me ligar e me falar: vamos conversar. Jon Jones: E você ligou? Rashad Evans: Sim eu liguei, foi em que sempre liguei. Jon Jones: Ele sempre disse que o Rashad tinha paixão pelo time e pela nossa história… Rashad Evans: História? Eu que fiz a história, que vim e fiz a história do treino, você que veio para junto de nós depois. Você não tem raízes nessa história. Eu ajudei a criar Greg Jackson, eu sou a razão para você ir treinar lá. Então não me venha falar

da história do programa porque eu que fiz esse programa Jon Jones: Há mais no Greg que os quatro ou cinco lutadores do UFC, são garotos que não estão n UFC, que não tem isso para oferecer, que não tem dinheiro ou popularidade. Esses são os garotos que me adoram, eu sou o líder do time deles, o capitão, eles apreciam a pessoa que eu sou, minha lealdade pelo time. Rashad Evans: Essa é a grande questão. Eu me sinto desrespeitado. Então agora você vai ser contra mim? Qual é sua lealdade ao mentir? Se você vai ser contra pessoas que te ajudaram, então o que ele pode fazer com você? Rashad Evans: Eu treinei com Jon, sei o que ele faz, o que o técnico vai dizer para ele fazer, eu sei o treinamento inteiro. Jon Jones: Você sabe o que estou treinando agora? Rashad Evans: Lógico que sei, treinei com você muito tempo, sei tudo que

ele vai te pedir. Jon Jones: Vou dizer o que o Rashad vai fazer nessa luta: ele fintar com um cruzado de direta e tentar me por para baixo, round após round. Sei das minhas fraquezas , mas sou um wrestlers também. Não sei se ele sabe disso. Eu tenho muito mais técnica, sou mais rápido, mas limpo e mais preciso. Eu sei como eu perderia e e s t o u treinando para evitar isso. Rashad Evans: Jon, você acabou de me mostrar como vai perder. Você acha que sabe. Mas eu que te dei o que você sabe. Você vai fazer exatamente o que vou querer que você faça. Jones: Ok, prometo que vou fazer o seu jogo. Sou melhor que você, mais jovem, tenho uma técnica melhor. E vou provar que você está acabado.

Massa diz que segue conselho de Barrichello: “preciso relaxar”

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Oscar Pistorius (dir.) disputa revezamento 4 x 400 m no Mundial de Daegu, em 2011, pela África do Sul

Massa é tietado em Xangai; brasileiro disse que semanas de folga fizeram bem

N

a semana seguinte ao GP da Malásia, Rubens Barrichello afirmou que Felipe Massa precisava “relaxar e ir para cima”. O conselho do veterano foi aceito pelo piloto da Ferrari, que precisa de um bom resultado na China para apagar o começo desastroso na temporada. “Falei com o Rubens depois do GP da Malásia, e na verdade era pós-corrida para ele também, na Fórmula Indy. Falamos sobre isso, pois para ele envolve o aprendizado de uma nova categoria. E eu falei sobre o que está acontecendo comigo. E acho que ele está certo: preciso rela-

xar para fazer o meu trabalho da melhor maneira possível”, afirmou Massa durante entrevista coletiva no centro de hospitalidade da Ferrari em Xangai. “Preciso gostar do que eu faço, afinal, pilotar é o que eu amo fazer. Então eu espero ter um bom fim de semana aqui e no Bahrein e ter o que efetivamente seria um novo começo para minha temporada”, continuou o brasileiro, lembrando que passou a última semana em Maranello trabalhando no carro para tentar melhorar o rendimento. Mas o tempo com a família também teve sua importância.

“Estou me sentindo melhor, e os dias de relaxamento que eu tive definitivamente me ajudaram, e mesmo que eu estivesse naquele tipo de situação antes, sei como lidar com isso”, completou Felipe. Sua expectativa para o GP da China, no entanto, é realista: “Trabalhamos duro para trazer novidades para essa corrida e ainda não estamos onde queremos, mesmo com as atualizações. Mas estamos nos esforçando muito para avançar na direção certa o mais rápido possível e para entregar uma boa melhora na performance do carro”, encerrou.

Perto de ser o 1º amputado em olimpíada, Pistorius conta que era alvo de travessuras

A

os 25 anos, o corredor Oscar Pistorius já fez o que nenhum homem na história conseguiu: tornou-se o primeiro atleta amputado a competir contra pessoas “normais” em uma prova de Campeonato Mundial. Mas o sul-africano quer mais. Ele busca ser o primeiro também a ir para uma Olimpíada. Para isso, disputa a partir desta sexta-feira a última eliminatória de seu país para os Jogos de Londres. Correndo a prova dos 400 m, Pistorius precisa marcar menos que 45s30. No mês passado, ele cravou 45s20,

tempo que o credenciaria para os Jogos. A tarefa é complicada, mas nada que impeça um “competidor feroz”, como ele se definiu. O sucesso nas pistas vem de um desejo que habita a cabeça do sul-africano desde os tempos de criança. Amputado desde os 11 meses de vida, Pistorius sempre fez questão de ser tratado igual ao demais. Foi isso que fez, por exemplo, com que sofresse uma pegadinha no colegial, quando seus amigos esconderam suas próteses, colocaram fogo em seu colchão e o acordaram dizendo que o dormitório es-

tava em chamas. “Apenas uma brincadeira”, diz ele. Para ter condições de ir a Londres, Pistorius teve de superar as barreiras naturais de um atleta amputado e a resistência de quem falava que ele tinha certa vantagem sobre seus rivais por causa de suas próteses. O corredor evita usar a palavra preconceito, mas fala que “há países no mundo que ainda não aceitam que há um grande número de pessoas com deficiência”. O caso chegou à Corte Arbitral do Esporte, que lhe deu permissão para competir com atletas olímpicos.

Indy muda horário da prova em SP contra chuva e para preservar futebol na TV

A

prova da Fórmula Indy em São Paulo terá início adiantado em relação aos moldes dos últimos dois anos, anunciou nesta quarta-feira a organização da etapa brasileira, agendada para 29 de abril. A medida acontece como forma de prevenção contra a chuva, que atrapalhou as corridas anteriores da categoria na cidade, e ainda para evitar qualquer tipo de choque com a transmissão do futebol de domingo na grade da TV Bandeirantes. “A prova vai começar entre 12h30 e 12h42, um pouco mais cedo [a largada de 2011 aconteceu às 13h, de Brasília]. É um horário mais adequado para a programação da Band e também serve de proteção contra a chuva, que nos últimos anos caiu no meio da prova”, afirmou Marcelo Meira, vice-presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação, após vistoria oficial no sambódromo do Anhembi, local

da corrida. Em seu primeiro ano de organização em São Paulo, em 2010, a prova da Indy teve desfecho atrasado em razão das chuvas que castigaram a capital paulista. Naquele cenário, a transmissão da corrida acabou entrando no horário tradicionalmente reservado ao futebol do domingo. Neste ano, a data do evento de automobilismo coincide com as semifinais do Paulistão, por exemplo. Para a realização da etapa deste ano, a organização da prova priorizou a prevenção contra os impactos da chuva. Do orçamento total investido pela Prefeitura, cerca de R$ 7 milhões foram destinados a obras na pista, informa a SPObras. Com a ajuda de uma consultoria de pilotos e de técnicos da IndyCar, a organização identificou pontos críticos com potencial de alagamento. Somente nas proximidades da Rua Professor Milton

Rodrigues e da Avenida Olavo Fontoura, 110 metros de canaletas foram instalados. Segundo o diretor da SPObras, Pedro Evangelista, o traçado não passa acima da estrutura contra chuva, mas, se os carros eventualmente escaparem, não terão seus pneus danificados pelo material escolhido. “Ao todo temos dois mil novos pontos de drenagem na nova estrutura. Não vai acumular água”, diz o diretor da SPObras. Em sua história em São Paulo, a Indy estreou em 2010 em 15 de março, em um período tradicional de chuvas fortes. A prova foi seriamente comprometida pelos alagamentos e inspirou a mudança para abril no ano seguinte. Em 2011, a corrida foi agendada para 1º de maio, num domingo, mas só pôde ser concluída novamente em razão do efeito das águas. Representantes técnicos da IndyCar acompanham o

DIVULGAÇÃO

andamento das obras no sambódromo do Anhembi há três semanas. Eles trabalham amparados em um relatório preparado em cima de observações de pilotos sobre as condições da prova de 2011. Outro ponto de preocupação nas obras é a transição de asfalto entre a reta do sambódromo a entrada no trecho de rua. De acordo com a organização, o desnível chamado de “bump” teve impacto reduzido em relação à prova do ano passado. Presente na

vistoria desta quarta-feira, o prefeito Gilberto Kassab manifestou a expectativa de que a cidade de São Paulo possa apresentar uma imagem de competência ao mundo, sem os problemas dos anos anteriores. “Estamos muito orgulhosos deste momento, com a esperança de ter uma prova mais perfeita, trazendo a experiências das corridas anteriores, melhorando as condições a cada ano”, declarou Kassab. “É um legado de imagem, transmitido

para mais de cem países. E todo esse trabalho de drenagem fica para a cidade, para o Carnaval e demais eventos do ano no sambódromo”, acrescentou o prefeito paulistano. A expectativa da organização é de que aproximadamente 40 mil pessoas acompanhem a etapa de São Paulo da Indy no Anhembi. Segundo a direção da Band, uma das responsáveis pela prova, a procura por ingressos tem sido animadora.


JD

Atualidades

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

C3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Álcool pode deixar cérebro mais “ligado” para lidar com testes, diz pesquisa

Análise do seu jogo favorito InFamous 2: Festival of Blood DIVULGAÇÃO

Participantes alcoolizados conseguiram acertar mais do que os sóbrios

U

ma pesquisa realizada por psicólogos da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, afirma que beber álcool em quantidades moderadas pode deixar o cérebro mais “afiado” para lidar com atividades que requerem criatividade. O estudo foi feito com 40 homens de idades entre 21 e 30 anos recrutados de forma voluntária através do site Craigslist. Metade deles foram alcoolizados até atingir concentração de álcool no sangue de 0,075, que é acima do permitido para motoristas na maioria dos Estados americanos. Os demais continuaram sóbrios durante o estudo. Em seguida, todos os 40 participantes foram submetidos a testes de Associações Remotas de Mednick (RAT, na sigla em inglês), que é uma forma simples e rápida usada por psicólogos para avaliar a solução de problemas criativos. Os cientistas apresentam três palavras ao entrevistado - por exemplo, “mate”, “cadeira” e “bule”. O objetivo é encontrar uma palavra comum que possa ser associada a cada um destes termos, como a palavra “chá” (formando a palavra composta “chá-mate” e as expressões “chá de cadeira” e

DIVULGAÇÃO

Índice de acerto entre as pessoas que haviam bebido era de 58%, em comparação com 42% que não tinham bebido

“bule de chá”). No caso da pesquisa feita pela universidade de Illinois, os psicólogos ainda pediram para que cada entrevistado explicasse como chegou à resposta correta - se foi através de algum método de associação ou se foi por um mero “lampejo espontâneo”. Os participantes que estavam alcoolizados conseguiram acertar mais vezes as respostas, do que os sóbrios. O índice de acerto entre as pessoas que haviam bebido era de 58%, em comparação com 42% dos que não tinham

ingerido álcool. Além disso, eles apresentaram respostas de forma mais rápida (12s para os alcoolizados, em comparação com 15s dos sóbrios) e com maior incidência de “lampejos espontâneos”. Isso sugere que o álcool pode, em determinados casos, contribuir para que as pessoas encontrem respostas mais rápidas e de forma mais criativa. O estudo feito pelos pesquisadores Andrew Jarosz, Gregory Colflesh e Jennifer Wiley foi publicado na edição de março da revista científica .

Os autores do artigo dizem que o resultado é compatível com outros estudos, que sugerem que sonecas tiradas imediatamente antes de tarefas difíceis podem melhorar o desempenho do cérebro na busca por soluções criativas. Outra pesquisa afirma que um grau menor de concentração também tem mesmo efeito no cérebro. Para os pesquisadores de Illinois, um grau moderado de alcoolização pode contribuir para “desconcentrar” o indivíduo, facilitando soluções criativas.

Dicas para o mau hálito desaparecer de você

S

egundo os especialistas consultados, consumir alimentos que causam mau odor, fumar ou negligência na limpeza dental pode causar o mau hálito. No entanto, 10 por cento dos casos, poderia também ser devido a alguma enfermidade oculta. Como sabemos que o cheiro é um sinal de algo da noite anterior? É aconselhado procurar a ajuda de um amigo, se você acha que pode ter esse problema, porque é difícil avaliar como o seu hálito “cheira”. Mas se não quiser enfrentar isso, você pode lamber o interior de seu pulso com a parte posterior da língua e esperar alguns segundos até a saliva secar. Se o pulso tiver um odor fétido, o problema pode ser de sua respiração também.A doença periodontal pode ser uma causa comum do mau hálito. Então o primeiro passo para remediar isso é escovar os

dentes e a língua após as refeições, usar fio dental regularmente e beber bastante água. Reduzir a quantidade de álcool e café também pode ajudar o problema a desaparecer. As dietas podem causar um odor doce produzido por substancias químicas liberadas pela quebra de gordura. Além de mau hálito, tais dietas raramente levam à perda de peso permanente. Normalmente estes conselhos são úteis, mas se o problema persistir, você deve ir a um dentista. Se suspeitar que este é um problema mais grave, procure o especialista para investigar a causa. Pode haver outras causas mais raras. Como boca seca. A condição conhecida como Xerostomia (boca seca) pode causar mau hálito, porque a produção de saliva é reduzida e a saliva ajuda a limpar a boca. Pode ocorrer durante o sono, mas também é conhecido

como “hálito matinal”. A desidratação pode exacerbar isto, de modo que tenha a certeza de manter um nível alto de água no corpo. Por outro lado, os problemas com as glândulas salivares, alterações hormonais durante a menopausa ou reações a algumas drogas podem também levar a síndrome. Problemas com nariz, boca e garganta. Pólipos nasais ou infecções do sinus nasais descarregados para o fundo da garganta causam gotas de mucosa que criam um mau odor da boca. Da mesma forma, as infecções respiratórias superiores e inferiores ou úlceras no sistema respiratório pode ser responsável. A fenda palatina pode ser outra causa, porque proporciona o ambiente ideal para a multiplicação de bactérias. Outra possibilidade seria pequenas pedras que formam nas amídalas. Outras condições médicas é a insu-

ficiência renal crônica que pode levar ao odor da urina ou hálito de peixe, e a diabetes descontrolada pode também causar um mau hálito frutado. Alguns medicamentos usados para tratar pressão alta, doenças psiquiátricas ou problemas urinários, podem causar halitose. Outros dividem-se em substâncias químicas no organismo e a liberação desta decomposição pode chegar a respiração. Nitratos usados para angina e tranquilizantes estão entre eles. O seu médico pode prescrever alternativas para eles. Síndrome do odor de peixe. Isso ocorre porque o corpo perde a capacidade de quebrar corretamente trimetilamina (encontrada em certos alimentos) e liberado na urina, suor e respiração. Os testes de urina e de sangue pode ajudar a confirmar o diagnóstico suspeitado.

Dicas de Saúde Exercício para perder 5 cm de barriga em 2 meses

M

uitas vezes, a barriguinha resiste a todos os tipos de dietas. Você pode emagrecer 5, 10 e 20 quilos e ela ainda está lá, intacta. O que não é apenas frustrante, mas, como você sabe, é arriscado para a saúde. Então, às vezes requer o foco no objetivo de perder barriga. Se a dieta tem falhado na tentativa, você terá que recorrer ao exercício. Você não precisa de treinamento intensivo para perder barriga rápido. Incorpore simplesmente uma rotina diária de exercícios que lhe permite perder barriga, 5 cm em apenas 2 meses. A barriga é um dos principais indicadores a serem

considerados para preservar a saúde. Muitas vezes uma barriga proeminente indica que o seu peso está se tornando um fator de risco importante para o bom funcionamento do corpo. Se você é homem e da circunferência de sua barriga for superior a 90 polegadas ou você é uma mulher e sua circunferência da cintura superior a 80, você está no limite e você pode ter problemas. A maneira de evitar isso é reduzir a extensão de sua barriga, para o qual você pode escolher exercícios diferentes. Como calcular a quantidade de exercício fazer? Bem, é fácil. Cinco centímetros de barriga, é o equivalente a cerca de 5 quilos. O que

você precisa para perder gordura acumulada é o exercício aeróbico, que é indicado para atingir esse objetivo. No entanto, dentro disso, você tem várias opções para escolher. De acordo com o exercício que você escolher, você vai precisar de tempo para consumir 600 calorias por dia que vai deixar você perder no final de 2 meses e 5cm de barriga. Por exemplo, um homem de 30 anos, que mede 1,80 cm de altura e pesa 100 quilos. Tem um

IMC de 30. Embora seja no limite do que é considerado excesso de peso, e não o grau de obesidade, o problema é a barriga. Sua barriga mede exatamente 100 cm e é preciso urgentemente baixá-la a 95 cm. Para conseguir isso em 2 meses, de acordo com sua medida, você pode optar por exercer as seguintes opções: uma hora de caminhada em um ritmo acelerado; 40 minutos de bicleta de média intensidade; 40 minutos de corrida.

Considerações “Infamous 2: Festival of Blood” é um bom jogo, mas poderia ser muito melhor. Além de ser curto, ele compartilha dos problemas de “Infamous 2”. A história é divertida e existem missões paralelas para dar e vender – principalmente com o UGC. Quem é fã de “Infamous”, vai achar que os US$ 10 foram muito bem gastos, mas não recomendo “Festival of Blood” para quem ainda não conhece a série. Introdução O mundo dos super-heróis colide com a fantasia dos vampiros. Um tema até manjado para quem curte ler HQs como pode ser visto em histórias como “Batman Vs. Dracula” e na saga “Maldição dos Mutantes” com os X-Men. Parte disso se deve à saga Crepúsculo, que trouxe os vampiros de volta aos holofotes. Claro que um dia essa febre chegaria aos videogames, como aconteceu em “Infamous 2: Festival of Blood”, jogo por download que está disponível na PlayStation Network e pode ser jogado até por quem nunca jogou um game com o entregador elétrico. A história conta como Cole McGrath, o (anti)herói que tem poderes elétricos luta para se livrar de um vírus vampírico enquanto luta com novos inimigos e chefes no meio da cidade de New Marais. Pontos Positivos Um vampiro elétrico Quem conhece o universo do herói vai se sentir em casa, a cidade de New Marais, que lembra New Orleans, é um belo cenário para o jogo. Tem aquele clima festivo e um misto de cidade grande com ar interiorano. O jogador sente que a trama vampiresca poderia realmente acontecer lá. Toda a história de “Festival of Blood” acontece em uma noite. Nesse intervalo de tempo, Cole precisa descobrir uma forma de se livrar do vírus vampírico. Ele tem quase todos os poderes de “Infamous 2”, entretanto não precisa ficar preocupado: o game não estraga a surpresa e não conta nada do que acontece nas histórias dos jogos anteriores. Junto com a maldição vampirica, você ganhará novos poderes que vão desde voar pela cidade até recuperar energia ao sugar o sangue de vítimas que fizer nas ruas. Quem gosta da mitologia dos caçadores da noite realmente vai se divertir com a versão criada pela Sucker Punch. Missões para dar e vender Como é um mundo de jogo aberto, “Festival of Blood” tem diversas missões secundárias para serem realizadas, algumas bem bobinhas como salvar policiais de ataques de vampiros, outras chatas como sugar o sangue de 100 pessoas diferentes. Mas a variedade vem mesmo com a adição do conteúdo gerado pelos usuários (CGU). Com isso o game ganha um dinamismo e cada partida gera uma situação completamente diferente e inusitado. O filtro de missões dos produtores é bem bacana e tem seleções divertidas e pitorescas. Vale a pena perder um tempinho com o que outros jogadores bolaram com o tema vampírico de New Marais. Pontos Negativos Dura pouco A história principal de “Festival of Blood” pode ser terminada em mais ou menos três horas. A trama é bem corrida e as missões principais não são exatamente desafiadoras. Quem já jogou “Infamous 2” certamente já está acostumado com a mecânica do game e pode até chegar ao fim mais rápido. A impressão que fica é que este era um conteúdo extra por download, mas que foi vendida como um jogo em separado para atrair quem não comprou “Infamous 2”. Combate precário No primeiro jogo da série “Infamous” os inimigos eram fortes demais e Cole tinha que fugir sempre dos caras armados, fazendo uso prático dos cantos e proteções do cenário, o que tornava o combate mais cerebral e tático. Só que em “Infamous 2” e agora em “Festival of Blood” as coisas mudaram radicalmente e ficaram menos divertidas. A lista de problemas não é pequena: O herói não consegue se mover direito em lugares apertados,falta um sistema de trava de mira, os inimigos se teleportam toda vez que você olha pra eles. Os adversários se mexem com uma velocidade absurda que Cole não tem, ou seja, você precisa ficar procurando no mapa pra tentar descobrir onde o inimigo está ao invés de apreciar o jogo. O herói elétrico também não aguenta muitas pancadas e morre com poucos golpes. Não são poucas as vezes que você terá que fugir para procurar alguma coisa elétrica para continuar vivo, o que quebra a dinâmica do game.


JD

Diversão&Cultura

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

Atriz 17 quilos mais magra, diz estar satisfeita com as medidas na Avenida Brasil “A profissão e a exposição que ela traz me fizeram ser mais vaidosa”, afirmou DIVULGAÇÃO

Débora Nascimento, a Tessália de “Avenida Brasil”

D

ona de um corpo escultural, Débora Nascimento, 26, surpreendeu ao revelar que já foi gordinha. Dezessete quilos mais magra, a Tessália de “Avenida Brasil” afirmou ao “F5” que hoje está satisfeita com suas medidas, mas que faria intervenções cirúrgicas se precisasse. “Meu maior incômodo era me ver um pouco acima do peso, olhar para o espelho e perceber que minhas roupas não serviam mais da mesma maneira. Hoje me sinto plena. Não quero mudar nada em mim. Estou bastante satisfeita com meu corpo e comigo mesma”, disse a atriz, de 1,78m e 67 quilos. Aos 17 anos e no auge da carreira de modelo, Débora engordou 14 quilos e chegou aos 84 quilos por causa de uma depressão, mas ela garante que nunca sofreu nenhum tipo de pressão para estar em forma. Ainda assim, resolveu largar as passarelas, fazer uma dieta e investir na carreira de atriz. Mesmo com tudo em cima e natural, a atriz revelou que não teria problema

de mudar alguma coisa no corpo. “Ainda não [me senti pressionada], mas se um dia precisar e sentir vontade de fazer, farei sim”. Romance com um homem mais velho Nos próximos capítulos de “Avenida Brasil”, Tessália vai engatar um romance com Leleco (Marcos Caruso), um homem bem mais velho. Apesar da diferença de idade, Débora acredita que sua personagem realmente ama o pai de Tufão (Murilo Benício) e que não se importaria com a idade caso se apaixonasse. “O que Tessália sente por Leleco é amor mesmo. Não acho que seja a falta da figura paternal, pois seus pais são casados há 30 anos e vivem juntos e felizes em Cachoeira de Macacu. Nunca aconteceu de me apaixonar por um homem mais velho, mas se acontecesse, certamente a diferença de idade não me impediria de seguir uma paixão”, afirmou a atriz, casada há três anos e meio com o empresário Arthur Rangel, 26.

C4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Celebridades Katy Perry DIVULGAÇÃO

Quero ser extraterrestres A cantora Katy Perry, 27, contou ao tabloide britânico “The Sun” que se interessa bastante por notícias sobre a possibilidade de vida fora do planeta Terra. “Eu sou fascinada por esses assuntos porque eu cresci num ambiente em que tudo era preto ou branco”, afirmou. “Agora vejo mais cores no mundo e faço mais perguntas.”

Michel Teló FOTOS DIVULGAÇÃO

Canta hit de Adele em show Após turnê pela Europa, Michel Teló volta aos palcos paulistanos e se apresentou ontem (12), no Villa Country (zona oeste de São Paulo). Os ingressos custaram R$ 80 (segundo lote) e estavam disponíveis no site da Ticket 360. Além de “Ai Se Eu te Pego” e “Fugidinha”, o sertanejo incluiu no “set-list” uma das principais músicas de Adele: “Someone Like You”. “Admiro muito o trabalho dela. É uma grande cantora”, disse em entrevista ao “Guia”.

Luciana Gimenez

Volta à autoescola A apresentadora Luciana Gimenez, 43, voltou à frequentar a autoescola. “Adoro dirigir em São Paulo”, afirma. “Mas estacionar no meio de um congestionamento é um grande desafio.” Por isso, a mãe de Lucas Jagger resolveu fazer aulas de baliza.

Série “Tapas & Beijos” dá a mesma audiência que novela das 18h

DIVULGAÇÃO

Horóscopo

As atrizes Fernanda Torres e Andrea Beltrão, que vivem Fátima e Sueli

A

Globo registrou dois recordes na noite da última terça-feira (10), um de “Amor Eterno Amor” e outro de “Tapas & Beijos”. As duas atrações registraram 25 pontos de ibope (cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo) e índices semelhantes de share (participação no número de TVs ligadas) 48% da novela, contra 45% da série. A novela “A Vida da Gente”, que antecedeu “Amor Eterno Amor”, chegou a bater 27 pontos. Contudo, terminou com média geral de 22 pontos, a pior para o horário desde

2008. Já a série estrelada por Fernanda Torres e Andréa Beltrão chegou a 31 pontos na temporada anterior. Ontem, “Louco por Elas” também repetiu seu recorde de 16 pontos, com 32% de participação. Na Record, a estreia de “Máscaras” marcou 11 pontos com 19% de share, mesmo índice do primeiro capítulo de sua antecessora, “Vidas em Jogo”. Na sequência, “Rei Davi” tomou a liderança da Globo mais uma vez ao concorrer com o “Profissão Repórter” e o “Jornal da Globo”. Foram 11 pontos contra dez e 12 contra 11, respectivamente.

Resumo das Novelas Malhação Babi afasta Alexia de Moisés e Gabriel fica aliviado. Nelson estranha a ligação de Helena. Gabriel repreende Kiko. Débora elogia o beijo de Jefferson. Um fio de luz começa a entrar em curto na festa e ninguém percebe. Alexia aconselha a Natália lutar para ficar com Nelson. Guido ignora Babi. Carmem reclama de Laura para Aparecida. Maria derrama um suco de propósito em cima de Babi e as duas se estranham. Natália decide terminar seu relacionamento com Nelson.

Amor Eterno Amor Rodrigo pede desculpas a Pedro por tê-lo destratado em Marajó. Pedro fica espantado ao saber que ganhou um apartamento de Verbena. Carmem e Zé pedem para Jacira e Tobias tomarem conta do bar enquanto eles estiverem fora. Miriam combina de se encontrar com Pedro na redação. Rodrigo mostra seus desenhos para Teresa. Henrique elogia Juliana. Francisco ensina Bruno a tocar clarineta. Rodrigo convida Marlene para trabalhar na ONG. Pedro chega à redação e é cumprimentado por todos.

Aquele Beijo Os dois se abraçam e se despedem com muito carinho. Medrosa, Iara confessa que não vai conseguir ir sozinha para o outro lado. Hermanita faz um sinal e para surpresa de Iara surgem lindos homens, molhados e com uma mudinha de cueca na mão. Hermanita explica que eles estavam tomando banho. “Então vamos acabar com esse banho de uma vez, minha gente! Joselito! Ganhei meu dia!”, comemora Iara. Claudia consegue se livrar de Rubinho e se casa com Vicente. Damiana é presa.

Avenida Brasil Carminha expulsa Nilo da piscina de sua casa. Muricy vai ao encontro de Leleco na delegacia. Suelen tenta conquistar Leandro. Muricy discute com Tessália e tenta impedir que Leleco seja solto. Jorginho pensa em Nina. Leandro leva Suelen para a casa de Diógenes e lá ela encontra as fotos rasgadas no lixo. Tufão tira Leleco da cadeia. Monalisa repreende Adauto por ter contado a Muricy sobre a prisão de Leleco. Nina vê Carminha roubando mercadorias em uma loja e assume a culpa para ganhar a confiança da patroa.

Áries (21 mar. a 20 abr.) Dias difíceis, que testam sua paciência arrogância não vai resolver nada. A ideia é descobrir o que faz você curvar a cabeça, aquilo que o deixa de joelhos. Leis, regras, formalidades e seu poder concreto são o tema candente do dia.

Libra (23 set. a 22 out.) De suma importância hoje: confira encanamentos, forro, teto, vigas de sustentação da sua moradia. Problemas crônicos tendem a se tornar agudos daqui em diante. Para não ter más surpresas, considere uma avaliação profissional do imóvel.

Touro (21 abr. a 20 mai.) Tudo tem limite, até a fé, a força numa crença. Estes são dias de teste para a sua visão de mundo. Sol e Saturno em ângulo áspero preservam o que é solido, mas detonam com o que foi construído sem estrutura e consistência.

Escorpião (23 out. a 21 nov.) Cobranças indevidas, atraso no pagamento de valores esperados, demandas maiores de parentes - parece que suas finanças estão mesmo indo pelo ralo. Liste o que for urgente, insista, pegue no pé de quem deve dinheiro a você.

Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Cena financeira um tanto critica hoje e nos próximos dias. Corte o supérfluo, mas preserve o essencial. O que for estrutural não precisa ser descartado. No amor, é preciso reconhecer quando o tempo age mudado os sentimentos. Câncer (21 jun. a 21 jul.) Reformas e construções, relacionamentos com colegas de trabalho, tudo passa pelo filtro da exigência extremada. Nem você precisa ceder a pressões de quem contratou, nem tem a liberdade de manipular alguém como quiser. Leão (22 jul. a 22 ago.) Tema de hoje: realidade x sonho, limites físicos reais x ilusão de ser sobrehumano. Limites claros entre uma e outra coisa também tornam mais difícil aguentar a vida chatinha, repetitiva, de sempre. Cabe a você inventar algo novo. Virgem (23 ago. a 22 set.)

Resultado de esforços passados começam a surgir hoje. Da mesma forma, desvios na rota, inércia e postergações também apresentam a fatura anual. Manutenção preventiva ajuda a manter estruturas fortes. Você agiu assim no casamento?

Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Escolhas importantes deverão ser feitas nos próximos dias. Elas terão consequências de longo prazo. Tem a ver com amigos, participação em clubes, entidades e associações. Combata a preguiça e enquadre filhos sem medo de ser exigente. Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Por mais que você queira curtir o momento livremente, ao sabor dos impulsos, por mais que esteja empenhado em algo vibrante em casa, as demandas e obrigações de carreira e trabalho começam a pesar mais. Cuide melhor delas. Aquário (21 jan. a 19 fev.)

Marte e Netuno continuam bagunçando suas finanças, parece haver uma grande confusão de papeis, documentos e contratos, há quem deva dinheiro a você. São detalhes que atrapalham a vida. Em breve tudo se desenrolará.

Peixes (20 fev. a 20 mar.) Lua em Capricórnio pede objetividade ao planejar o futuro, sobriedade com amigos e percepção clara de seus limites. Sol e Saturno marcam uma virada no equilibrio entre você e seu par; o assunto pode envolver dinheiro e bens materiais.


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, sexta-feira, 13 de abril de 2012

Olavo Almeida

Contrate o Programa Balada Fashion para o seu evento: Inauguração de empresas, coquetel de lançamento da nova coleção, aniversário, formatura, confraternização, etc... Contatos: 9112 5045/ 9112 1989. Programa Balada Fashion todos os sábados às 18:40 e reprise aos domingos às 14h. Na REDETV.

Deputada Estadual Marília Góes

Paulo Chama e esposa

Dupla Ramon e Gabriel

Mensagem do dia “Ver a vida, as pessoas, as formas... é um detalhe. Mas, Viver de bem com a vida, amando as pessoas, de todas as formas, é um detalhe que faz toda diferença!”

Diferentes benefícios do limão Lica Pantelão e Katia Mauricio

Charles Penante e Dayane

Gabriela Cunha

Raina Lobato

O limão é uma fruta ácida, amarga e que pode ser consumida de diversas formas, entre elas suco e chá. Serve também para temperar saladas ou dar mais sabor às receitas, bastam apenas algumas gotinhas. Apesar de ser bastante usado na cozinha, o limão pode ser muito útil na casa toda. A fruta pode dar uma ajudinha em tarefas que você nem imagina e ainda substituir alguns produtos de limpeza, remover manchas, espantar insetos e assim por diante. • Eliminar odores: Para remover os odores de alimentos fortes como peixe, alho, cebola ou até mesmo o cheiro desagradável da comida que ficou guardada por muito tempo dentro da geladeira ou microondas, a dica é cortar um limão, espremer o suco em um corpo e colocá-lo por um tempo no local onde vem do mau cheiro. • Espantar insetos: Para espantá-los, basta adicionar uma quantidade de suco de limão em um litro de água e aplicar a mistura ao lavar o chão, limpar vidros, janelas, portas e rodapés. • Limpar vidros: Assim como o vinagre, o limão também pode substituir os produtos de limpeza nas atividades domésticas, pois ele tira manchas difíceis de vidros e espelhos. Para isso, basta fazer uma mistura de ½ suco de limão em uma bacia com água, umedecer uma esponja e a aplicar no vidro ou espelho fazendo movimentos circulares. Finalize aplicando um pano seco no local.

jornal do dia 13 04 12  
jornal do dia 13 04 12  

jornal do dia 13 04 12

Advertisement