Issuu on Google+

ENERGIA

NO PODER

Mudanças podem atrapalhar

SEM LIMITES

Mas com fichas sujas

Veja o que os empresários acham das mudanças no setor.nA4

Mesmo com deficiência

Veja o carnaval da passista que teve perna amputada.

Parlamentares condenados assumem Assembleias no país. nA4

nB4

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Terça e Quarta-feira, 12 e 13 de Fevereiro de 2013 - Ano XXVI

ASCOM/GEA

• Domingo e Segunda R$ 2,50 • Terça a Sábado R$ 1,50

BLOCO DE SUJOS

Carnaval 2013: A Banda vai passar

CARNAVAL DO RIO

Mocidade, Unidos da Tijuca e Portela foram destaques Confira os detalhes dos desfiles cariocas que empolgaram o primeiro dia na Sapucaí. nA8 DIVULGAÇÃO

Este ano, o maior bloco de sujos do Norte do país, A Banda, que sai na tarde de hoje pelas ruas de Macapá completa 48 anos de tradição. Um dos moDIVULGAÇÃO

mentos mais esperados acontece na esquina da Feliciano Coelho com a Jovino Dinoá: o encontro do casal de bonecos Chicona e Anhanguera. nB3

FOLIA NO SAMBÓDROMO

Confira como foi o último dia de desfiles na Ivaldo Veras

Presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Oreste Dalazen: explicações urgentes às investigações do Tribunal de Contas da União

carros alegóricos. Outra teve um brincante que passou mal e teve que ser socorrido pelos Bombeiros. Veja os detalhes nB2

EM MACAPÁ

Quadrilha especializada é detida pelo Bope Eles suspeitos de terem praticado um furto na madruga de sexta-feira (8) a um caixa-eletrônico de um supermercado. nB1 CELIANE FREITAS

ASCOM/GEA

Cinco escolas fecharam o último dia de desfiles na Avenida do Samba, no último sábado. Algumas tiveram problemas com

Rainha de Bateria da Mocidade Inde pendente

BENEFÍCIOS

TCU descobre “farra” em tribunais trabalhistas O TCU apura desde 2010 o descontrole na folha de pagamentos dos TRTs. Pressionado, o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), órgão supervisor dos tribunais. nA4

ANDERCIONE- assaltante perigoso

Passistas da escola Império do Povo: ritmo e alegria na Ivaldo Veras

DEIXANDO O CARGO

Papa Bento XVI vai renunciar ao pontificado O Papa Bento XVI vai renunciar a seu pontificado em 28 de fevereiro. Bento XVI anunciou a renúncia pessoalmente, falando em latim, durante um encontro de cardeais. O discurso foi feito on-

tém (11), entre as 11h30 e 11h40 locais (8h30 e 8h40 do horário brasileiro de verão), segundo o Vaticano o papado, exercido pelo teólogo alemão desde 2005, vai ficar vago até que o sucessor seja escolhido, o que se espera que ocorra “o mais rápido possível”. nA6

CLEBER - assaltante perigoso

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


Opinião

JD

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Carnaval: os problemas continuam RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

O

s desfiles das escolas de samba realizados na sexta e no sábado trouxeram de volta os mesmos problemas de outros anos. Problemas de ordem gerencial, que teriam que ser resolvidos muito antes e que, além de não serem resolvidos, foram deixados para serem atestados na hora, com que desafiando o cumprimento de regras muito bem conhecidas e que todos sabiam que precisavam ser cumpridas. O atraso do primeiro dia foi devido à fiscalização que, diga-se, não tão rigorosa, mas que foi suficiente para castigar os brincantes da primeira escola e, principalmente, testar a paciência do torcedor que havia se deslocado da zona norte para a zona sul, no Sambódromo, com todas as dificuldades conhecidas, tendo que esperar duas horas para ver o desfile da escola que representava aquela parte da cidade. Esse erro poderia ter sido evitado. Aliás, precisam ser

evitados todos os erros, se o carnaval está mesmo nos motivos para o desenvolvimento do turismo no Amapá. A necessária evolução do carnaval local não é notada. O que se percebe é um esforço muito grande dos presidentes das escolas de samba para colocar a agremiação na disputa dos campeonatos, sempre esperando que a administração do evento seja também comprometida com o resultado. O carnaval amapaense continua tendo grandes dificuldades para encontrar o caminho desenhado com a construção do Sambódromo. A falta de confiança na gestão do evento, com a intervenção demasiada do setor público ou com a submissão dos que estão à frente da liga ao setor público, se perde o rumo e se encontram os problemas. O carnaval amapaense precisa dotar os setores da gestão do evento de autonomia: com o plane-

jamento feito por todos e a execução pela direção de carnaval escolhida, deixando os setores financeiros e de arbitragem, com independência para suas decisões. O carnaval é uma questão de interesse popular. Tem que ser bem feita a comunicação – outro setor que deve ser autônomo -, para que alguém assuma a responsabilidade pelo que é dito e pelo que é prometido. A cobertura feita pela imprensa local é cheia de boa vontade, mas apenas isso, na maioria dos casos falta profissionalismo. Os padrões, para um evento que está sendo preparado para ser um dos motivos econômicos do Estado, precisam estar definidos e conhecidos. A falta de definição faz com que esse padrão seja mostrado à população em diversas cores, conforme aquela mais conveniente para aquele que está fazendo a sua avaliação. Esse cuidado é da organização do evento, da entidade que é constituída e tem direção definida pelas escolas.

Um exemplo da falta de cuidado, por parte da organização, foi dado pelo presidente da liga quando acompanhava os jurados – ele pessoalmente -, até às cabines e, depois, no final do desfile, sabe lá até onde. Isso cria um clima de desconfiança entre os espectadores. Imagine se antes do início em uma partida de futebol, o juiz fosse lavado ao meio do campo pelo presidente da federação de futebol e, principalmente, se ao final do jogo, tivesse buscá-lo no portão de saída do alambrado. Precisa haver adequada preparação das pessoas, tanto as físicas quanto as jurídicas, para que comecem a mudar o enfoque que é dado ao carnaval, doutra forma vamos continuar dizendo que o nosso carnaval precisa melhorar. É claro que a melhora será sempre e a qualquer tempo, o objeto de cada escola, mas é preciso que essa busca venha harmonizada, para que todos os esforços sejam feitos no mesmo sentido e com os mesmos objetivos.

Tripé social DENIS LERRER ROSENFIELD Professor de Filosofia - Estadão

M

al se haviam encerrado as eleições municipais de 2012 e já começavam as articulações e os debates visando a 2014, com especial destaque para o pleito presidencial. Há uma agenda econômica que está sendo ressaltada nesse debate, seja numa perspectiva propriamente da economia ou político-eleitoral. No primeiro caso, temos economistas e analistas observando que a atual política econômica está alterando os fundamentos vigentes no segundo mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso e no primeiro de Luiz Inácio Lula da Silva: o tripé superávit fiscal, câmbio flutuante e metas da inflação. O Brasil estaria seguindo uma política imediatista, baseada no aquecimento do consumo, no crédito fácil, no jogo perigoso de seguir o teto das metas de inflação – e não o centro –, além de o Banco Central estar agindo como braço do Ministério da Fazenda. O “pibinho” seria um dos seus resultados. Daí não se segue, contudo, que essa pauta econômica seja decisiva do ponto de

vista político-eleitoral, como as lideranças tucanas se estão apressando a dizer. O timing da política não corresponde ao da economia. Enquanto a atual situação econômica permanecer sob controle, sem grandes derrapagens inflacionárias, nada muda na perspectiva eleitoral. Pode até ocorrer uma queda progressiva das expectativas econômicas, sobretudo visíveis para os economistas e analistas, sem que o atual governo perca seu prestígio. Em casos extremos, o presente pode hipotecar o futuro, sem que isso signifique um fracasso eleitoral para o partido no poder. O exemplo dos Kirchners, na Argentina, mostra sucessivas reeleições num país em plena desordem econômica e institucional. O atual governo, do ponto de vista político-eleitoral, não está baseado num tripé econômico, mas social, associado a financiamentos eleitorais e políticos de grandes grupos econômicos, que estão sendo beneficiados por diferentes privilégios, como subsídios, financiamentos do BNDES e desonerações tributárias. O

tripé social é constituído pelo Bolsa-Família, pelo aumento da renda e de benefícios da classe média ascendente e por uma situação de pleno emprego. O Bolsa-Família atinge 13,9 milhões de famílias. Contando quatro votos por família (pai, mãe e parentes dos mais distintos graus), temos um contingente de 55,6 milhões de eleitores simpatizantes do atual governo e do PT. Esses gastos, independentemente da situação econômica, já estão assegurados no Orçamento da União e são, portanto, financiados por impostos. Mas o PT soube consolidar a narrativa de que o Bolsa-Família, apesar de ter sido criado no governo Fernando Henrique com outras denominações, é fruto de uma política petista. A classe média ascendente, que vive de seu trabalho, credita boa parte de seu sucesso aos governos petistas, que criaram condições para sua melhoria de vida. Pode-se dizer que essa classe não compartilha os valores petistas, na medida em que está ancorada na liberdade de escolha, no esforço próprio, na diminuição dos impostos, no elogio da segurança, e assim por diante. Todavia atribui sua ascensão aos

governos Lula e Dilma e tende a votar na atual presidente se os tucanos não tiverem um discurso especial para eles. E também neste caso soube o PT consolidar a narrativa de que a ascensão dessa classe média resulta de sua política. A redução das tarifas de energia para os setores industriais, pequenos, médios e grandes, é também muito bem vista, correspondendo a uma demanda antiga, que se torna ainda mais premente num ambiente competitivo, nacional e internacional. Num contexto capitalista de privilégios, valem agora os benefícios usufruídos por alguns, em detrimento dos setores de produção, geração e distribuição de energia, que foram atingidos por tais medidas. Note-se, no caso, que os beneficiários são em maior número que os prejudicados, aumentando, correspondentemente, o cacife eleitoral da atual presidente. Enquanto esse tripé social estiver assegurado, as chances de reeleição de Dilma Rousseff são muito grandes. Isso significa, para os próximos dois anos, que o tripé anterior, constituído por metas da inflação, superávit fiscal e câmbio flutuante, passa a ser secundário. Vale a nova fórmula eleitoral.

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994)

Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 14 Pág

Edição número

8127

A2

Análise

M

Políticos e camarotes

eu carnaval inesquecível foi o primeiro, único e certamente último no Sambódromo do Rio de Janeiro. Carnaval não é minha praia. Não consigo entender o desfile das escolas de samba. Sempre me pareceu que ver uma única ala de uma única escola era ver todas. Mas quem poderia resistir a um convite da Mangueira para assistir ao desfile no camarote da escola, tendo amigos mangueirenses? Por sorte, pura sorte, a grande farra não se deu na avenida, mas nos camarotes. Ou, mais exatamente, no camarote ocupado pelo então presidente Itamar Franco, naquela noite em que ele recebeu uma, digamos, carnavalesca sem calcinha, a tal de Lilian Ramos. Eu estava lá, mas não vi nada. Nada quer dizer que não vi aquilo que muita gente diz que viu nem qualquer

outra parte do enredo, porque o camarote do presidente era longe e não dá para ficar se movimentando muito entre um e outro. De todo modo, vi, sim, a tremenda excitação dos coleguinhas, especialmente os fotógrafos. No dia seguinte, a excitação continuava no saguão do Hotel Glória, onde o presidente se hospedava (eu também). Fiquei por ali, de plantão, fofocando com os companheiros que formavam um muro diante da porta do elevador, para tentar flagrar a saída de Itamar, só ou acompanhado. A horas tantas, a porta se abriu, a turma disparou as câmeras alucinadamente e do elevador saiu um estupefato Mário Covas, também convidado da Mangueira, também hóspede do hotel e pré-candidato ao governo de São Paulo. Foi vaiado pelos fotógrafos. (Clóvis Rossi)

Hora-Hora Favorita Quem foi ao Sambódromo de Macapá nos dois dias de desfile das escolas de samba saiu elogiando a qualidade da organização do evento. E também com a sensação de que o bicampeonato da Maracatu da Favela era questão líquida e certa. Menos Ficou também a sensação de que, ao contrário do que muitos querem fazer crer, o carnaval amapaense ainda está longe de disputar a terceira colocação entre os melhores do Brasil. Está a anos-luz do carnaval do Rio de Janeiro e de São Paulo, no que diz respeito a carnaval espetáculo. Ranking Quanto ao carnaval de participação popular, ainda está muito longe do carnaval da Bahia e de Pernanbuco. E também do carioca, cujo carnaval de rua voltou com força total. Visual Apesar de eventuais contratempos, o governador Camilo Capiberibe tinha tudo para surfar no sucesso do carnaval amapaense. Seu desempenho só não foi melhor porque

no quesito indumentária, conseguiu aparecer vestido de turista. Contar com uma assessoria para cuidar do visual também ajuda a melhorar a performance do governante. Ação Passado o carnaval, o prefeito Clécio Luís estará chegando perto dos 50 dias de trabalho. Metade do tempo previsto para a execução de seu plano emergencial. Do qual, pouco se tem visto de fato. Em tempo O povo de Macapá consegue entender as dificuldades da prefeitura, mas, de qualquer forma, é importante que o prefeito comece a mostrar serviço. Do contrário, pode começar a ser julgado como inoperante, por causa dos problemas que se acumulam no município. Vitalidade Com blocos fora do Sambódromo, é possível que o carnaval de rua ganhe força em Macapá. Se na passarela do samba havia a segurança da subvenção oficial, agora os blocos vão precisar contar com a mobilização social. Os fortes sobreviverão.

MINUTOS Certeza - Findo o carnaval, restou uma certeza: Agora o ano de 2013 começa de vez. E como é ano pré-eleitoral, vai passar voando. Doente do pé - No carnaval do Rio de Janeiro, escola de samba sem dinheiro não tem condições nem de passar perto do Sambódromo.


Geral

JD

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Reforma de imóveis da Câmara supera gastos com favela

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI

Valor supera o orçamento do projeto de reurbanização da terceira maior favela de São Paulo, a Gleba São Francisco

C

aso o novo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), eleito na última segunda-feira, libere recursos para reformar os nove prédios de apartamentos funcionais ainda não submetidos a obras, o custo global de conservação e remodelação dos imóveis desde 2003 pode chegar a R$ 460 milhões. A estimativa oficial é que os gastos adicionais superem R$ 170 milhões nos próximos anos. A Câmara dos Deputados gastou, nos últimos dez anos, R$ 290 milhões em reformas e conservação dos 432 apartamentos funcionais colocados à disposição dos parlamentares, conforme revelou reportagem do Estado em 12 de janeiro. O valor supera o orçamento do projeto de reurbanização da terceira maior favela de São Paulo, a Gleba São Francisco. A transformação da favela paulistana em bairro deve custar R$ 260 milhões. Lá vivem cerca de 29 mil pessoas, segundo a Prefeitura. O valor se refere a obras de saneamento básico, canalização de córregos, contenção de encostas, urbanização de vias, construção de parques e entrega de cerca de 1.400 apartamentos. Entre 2003 e 2006, a média anual de gastos das reformas da Câmara foi de pouco menos de R$ 13 milhões. A partir de 2007, porém, o volume de dinheiro liberado para obras nos imóveis funcionais triplicou, chegando a uma média próxima de R$ 39 milhões por ano. Os apartamentos estão situados em 18 prédios de propriedade da Câ-

Jornalista

Twitter @leandromazzini

P

BLOCO DE CAMPOS FARÁ FOLIA EM MINAS

ré-candidato ao Palácio do Planalto em 2014, o governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, vai colocar seu bloco eleitoral nas ruas de Minas Gerais, reduto do também presidenciável Aécio Neves (PSDB). A investida será sutil, para não melindrar ou prejudicar Aécio, um eventual aliado. Campos vai chamar ao Recife após o carnaval o presidente do PSB mineiro, o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia, para traçar a estratégia do palanque no estado.

Oh, Minas Gerais... Eduardo Campos disse a interlocutor da coluna ter uma certeza: não pode abrir mão de Minas, terceiro maior colégio eleitoral do país.

R$ 166 mil por ano são reservados para pagar o fornecimento de gás aos deputados

mara. Cada edifício tem 24 moradias de quatro quartos e cerca de 200 metros quadrados cada uma. Do total de unidades, 30% estão desocupadas atualmente, a maioria em razão da realização de obras. O aumento de gastos em 2007 coincide com o pontapé inicial de um programa de reforma em metade dos prédios. Nos últimos seis anos, seis prédios ficaram prontos. Outros três permanecem em obras. Os apartamentos ganharam novos pisos e revestimentos, além de itens de conforto, como banheiras de hidromassagem. Benesses Os deputados contem-

plados com apartamentos funcionais não precisam se preocupar com gastos de manutenção. Nem mesmo a conta de luz incomoda os parlamentares. Contratos publicados na internet mostram que a Câmara paga R$ 1,2 milhão por ano à Companhia Energética de Brasília pelo fornecimento de energia "às áreas comuns e privativas dos blocos de apartamentos funcionais". Outros R$ 166 mil por ano são reservados para pagar o fornecimento de gás às mesmas unidades residenciais ocupadas pelos deputados. Também para a confecção das chaves dos apartamentos a Câmara reserva recursos: são R$ 24

mil reservados até o fim de 2013, em um contrato de um ano com a empresa Fumanchu Chaves e Segurança Eletrônica. A eliminação de parasitas nos apartamentos também está contemplada: R$ 67 mil estão reservados para "serviços de desinsetização e desratização". A série histórica dos gastos com reformas e conservação dos imóveis funcionais dos deputados foi calculada com base em dados do Sistema Informatizado de Acompanhamento da Execução Orçamentária da União (Siafi).Para permitir comparações, os dados anteriores a 2012 foram corrigidos pela inflação.

Comando de comissões do Senado deve ser definido a partir do dia 20

O

s líderes dos partidos no Senado devem definir a partir do dia 20 de fevereiro os nomes que vão comandar as comissões permanentes da Casa pelos próximos anos. As negociações tiveram início junto com a eleição da Mesa, no início do mês, mas as indicações ainda não foram confirmadas. Com as maiores bancadas do Senado, PMDB e PT têm o direito de indicar os comandos das comissões consideradas de maior importância na Casa. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ficará sob o comando do PMDB. O indicado será o senador Vital do Rêgo (PB). Vital, que foi presidente da CPI do Cachoeira, deverá assumir no lugar de Eunício de Oliveira (CE), que vai exercer a liderança do partido na Casa. A vice-liderança da comissão será do PT, mas ainda não há um nome indicado. A Comissão de Assuntos Econômicos, pelo qual tramitam todos os projetos que dizem respeito à área econômica, será mantida sob o comando do PT. No lugar de Delcídio Amaral (MS), será indicado Lindbergh Farias (RJ). A vice-presidência da comissão ficará com o PMDB, que ainda não fez a indicação. A Comissão de Assuntos Sociais deverá eleger como presidente o senador Waldemir Moka (PMDB-MS). O PMDB ainda ficará com o comando da Comissão de Educação do Senado. O in-

A3

Poder

Dúvida

Campos mostrou seu poder. Súditos de Dilma apareceram no seu camarote no Recife: os ministros Marta (Cultura), Padilha (Saúde) e Bezerra (Integração), este da sua cota.

O maior desafio de Campos começa por BH. O prefeito, Marcio de Lacerda, apesar de socialista, é mais aliado de Aécio do que do PSB nacional.

Vaticano deu dica

Há poucos meses, em visita ao Vaticano, membros do Comitê Organizador da Jornada Mundial da Juventude ouviram de preposto papal, sobre a visita de Bento XVI: “O Papa vai”, contou fonte da coluna. E ponto. Deduziu-se à ocasião o recado: haverá um Papa no Rio em Julho, mas não se tinha certeza de que seria Joseph Ratzinger.

‘Habemus boatus’ Foram testemunhas do episódio acima Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio, Dom Paulo Cesar Costa, bispo auxiliar do Rio, e padre Joel Portella Amado. Na CNBB, cardeais já esperavam a renúncia, não se sabia para quando. Vaticano & Brasília No governo Lula, o Vaticano teve a maior conquista política das últimas décadas. No país com maior população católica, foi sancionado em 2010 o acordo que definiu o Estatuto Jurídico da Igreja. Era o único país em que a Igreja estava ‘irregular’. Nosso "Papa" A torcida brazuca fica para dom Cláudio Hummes, 78, que administrou a Congregação para o Clero – ou seja, foi o Prefeito do Vaticano. É muito conhecido por lá.

A Comissão de Assuntos Sociais deverá eleger como presidente o senador Waldemir Moka (PMDB-MS).

dicado deverá ser o senador Ricardo Ferraço (ES). “É tudo uma questão de negociações. Já está tudo praticamente acertado. É só uma questão de detalhes”, disse o líder do PMDB, senador Eunício Oliveira. Outra comissão que já tem um nome indicado é a de Agricultura e Reforma Agrária. A presidência deverá ficar com o senador Benedito de Lira (PP-AL). A Comissão de Relações Exteriores, hoje presidida pelo ex-presidente da República Fernando Collor (PTB-AL), deverá ser comandada pelo senador Cyro Miranda (PSDB-GO). Collor deverá ficar com o comando da Comissão de Serviço de Infraestrutura. A Comissão de Direitos Humanos, que hoje é comandada pelo senador

Paulo Paim (PT-RS), seguirá com o PT. A indicada é a senadora Ana Rita (ES). PR e PSB ainda não decidiram quem ficará com o a presidência da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização. A Comissão de Ciência e Tecnologia deverá ficar para indicação do PDT. Conselho de Ética Além de definir os comandos das comissões, os senadores ainda terão que decidir quem irá presidir o Conselho de Ética da Casa. Pela regra da proporcionalidade, o cargo pertence ao PMDB, mas o conselho está sendo presidido atualmente por Antonio Carlos Valadares (PSB-CE). Valadares assumiu em abril do ano passado, em

meio às denúncias de envolvimento do então senador Demóstenes Torres com os negócios do bicheiro Carlinhos Cachoeira. As denúncias culminaram com a perda do mandato de Demóstenes, em junho do ano passado. Segundo Valadares, a reunião do conselho que deve definir o novo presidente deve ser marcada para março, após a definição dos comandos das comissões. O líder do PMDB, Eunício Oliveira (CE) disse que ainda não tem definição de quem ficará no cargo, mas ele próprio não descarta assumir a vaga. “No que depender do PMDB, vamos indicar logo [o novo nome]. Eu não teria problema nenhum em me autoindicar”, disse o líder.

Falta o Brasil O faturamento dos 35 cassinos de Macau em 2012 foi de R$ 77,5 bilhões, alta de 13,5%. É maior que o movimentado nos EUA, deu no Boletim de Notícias Lotéricas. Ensaio Em Londres, terça passada, o secretário de Acompanhamento Econômico da Fazenda, Antonio Silveira, revelou que estuda autorização para sites de apostas esportivas e uma agência reguladora. Tudo passaria pelo Congresso, claro. Aliás.. O anúncio de Silveira

surgiu na semana em que a Interpol revelou o esquema bilionário de fraudes no futebol. Num mundo globalizado, em que o Brasil participa ativa e diariamente do setor, causa estranheza o silêncio das autoridades aqui... No seu bolso Após perder a batalha judicial dos royalties por uso de biotecnologia para melhoramento de sementes de soja e algodão, a Monsanto pôs no mercado novo produto, que custará ao produtor R$ 115 por hectare. Óbvio, vai para o preço ao consumidor. Os golpistas Apenas dois agentes da Polícia Legislativa fizeram trabalho de campo para localizar em Alagoas os quatro golpistas que lesaram em R$ 20 mil, por telefone, alguns parlamentares. Os delegados de Maceió cederam a DP para interrogatório. Na mira O chefe da Polícia Legislativa, Pedro Ricardo Carvalho, apresenta a denúncia ao MP estadual em alguns dias. Até lá, a polícia local monitora a quadrilha para evitar fuga. Pedra d’ouro Vitória abre dia 26 a 35ª Feira Internacional do Mármore e Granito, no Centro de Eventos de Carapina na Serra. O setor movimenta a economia capixaba. Ponto Final Com renúncia de Bento XVI, PMDB e PT já disputam Prefeitura do Vaticano.

Com Vinícius Tavares, Marcos Seabra e Adelina Vasconcelos

www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br @colunaesplanada


Geral JD Réus e condenados irão chefiar nove Assembleias Legislativas do país

A4

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Norma aprovada em 2010 acabou sendo questionada no STF e só entrou em vigor no ano passado - quando os deputados já estavam exercendo seus mandatos

B

lindados por colegas ou protegidos por recursos em andamento, deputados estaduais que se enquadram nos critérios de ficha suja ou com pendências na Justiça assumiram o comando de um terço das Assembleias Legislativas do país. A Folha identificou nove presidentes eleitos que já foram condenados ou respondem a processos. Há casos como o de José Geraldo Riva (PSD), em Mato Grosso, que chegou a ser cassado, mas conseguiu voltar meses depois. Ele é réu em mais de cem ações cíveis e penais e já tem quatro condenações judiciais em primeira instância. Chico Guerra (PSDB), reeleito para a Assembleia de Roraima, foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região por participação no chamado “esquema dos gafanhotos”, que desviou dos cofres estaduais R$ 200 milhões. E Ricardo Marcelo (PEN), que novamente comandará o Legislativo da Paraíba, teve a prestação de contas da sua campanha de 2006 rejeitada pelo Tribunal Regional Eleitoral local. Os três são exemplos de presidentes que não passam nos critérios da Lei da Ficha Limpa, que barra a candidatura de políticos com contas reprovadas, condenados por órgãos colegiados, cassados ou que tenham renunciado para escapar da cassação. Mas a norma aprovada em 2010 acabou sendo questionada no Supremo Tribunal Federal e só entrou em vigor no ano passado - quando os deputados já estavam exercendo seus mandatos. “A gente não consegue que as punições se efetivem. É uma lacuna da lei”, diz o promotor Célio Fúrio, autor da maioria das ações contra José Riva, que dirige a Assembleia de Mato Grosso pela sexta vez. “Tecnicamente, a gente não pode chamá-lo de ficha-suja, mas não se tem notícia na história do Estado de um parlamentar com tantos problemas, seja de ‘influência política’, seja de improbidade administrativa”, afirmou o promotor. No levantamento, a reportagem encontrou casos de condenações em primeira instância contra

TCU mandou suspender no final de janeiro o pagamento de R$ 818,9 milhões em dívidas

TCU descobre “farra dos benefícios” em tribunais trabalhistas e barra repasses

M

presidentes dos Legislativos de Alagoas, Espírito Santo e Minas Gerais, além de acusações contra os do Rio, Acre e Piauí - cujo chefe, Themístocles Filho (PMDB), está no quinto mandato seguido. Julgamentos Para Jovita Rosa, diretora do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, trata-se de uma “situação

esdrúxula” permitir que deputados que se enquadram nas atuais vedações da Lei da Ficha Limpa comandem Assembleias. Ela se encontrou com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, no final de janeiro e pediu agilidade nos julgamentos de políticos. “Se a pessoa ainda está respondendo processo, a gente não sabe se é ino-

cente ou não. As eleições de 2014 estão chegando aí, e a Lei da Ficha Limpa precisa valer para todos”, afirma. Na Bahia, em Pernambuco e Mato Grosso do Sul, os comandantes das Casas não somam problemas judiciais, mas simbolizam o amplo continuísmo nos Legislativos estaduais. Nos três casos, eles assumem o quarto mandato consecutivo.

Empresários afirmam que mudanças de política podem comprometer seus planos

O

uso prolongado das termelétricas para garantir o abastecimento do mercado brasileiro de energia e as alterações das regras provocadas pela decisão de reduzir tarifas cobradas pelo serviço gerou um clima de insegurança para os empresários brasileiros. Os proprietários de empresas no país temem que estas mudanças na condução da política nacional comprometam os planos e previsões de quem pretende continuar seguindo a cartilha da sustentabilidade, com mais eficiência nos negócios. “Os empresários programam suas atividades para 10 anos a partir das sinalizações [das políticas] como o plano decenal de energia” explicou Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS). “O uso das termelétricas num cenário mais permanente sinaliza caminhos diferentes do que o que estava sendo

conduzido”, acrescentou. Nos últimos meses de 2012, o baixo nível de reservatórios que abastecem as hidrelétricas do país, em consequência da seca que atingiu várias regiões, levou o governo a recorrer a estas fontes mais caras e menos limpas para complementar o abastecimento de energia. Mas, o temor do setor privado é que este cenário prejudique as medidas de diversificação de fontes energéticas com o estímulo às fontes renováveis. “Nosso desafio é não ir na contramão do nosso grande ganho que é uma matriz extremamente limpa, com 84% de [fontes] renováveis”, disse Marina, destacando o potencial brasileiro de fontes alternativas, como as de energia eólica e solar, que poderiam ser intensificados. Para o setor, os estímulos criados, em momento de crise financeira mundial, poderiam reduzir os custos das renováveis, aumentando a competitividade do

país em longo prazo. O governo chinês, por exemplo, está adotando medidas, aproveitando as dificuldades das nações mais desenvolvidas, para aumentar a participação das renováveis em sua matriz energética. “O risco de emitir carbono vai ser cada vez mais contabilizado. Perde-se competitividade ao negligenciar este ritmo no Brasil. A [fonte de energia] eólica está indo muito bem e já é competitiva, mas a solar e de biomassa ainda estão sendo intensificadas e precisam de estímulos por meio de leilões diversificados”, acrescentou a presidente do conselho. A área de energia é apontada como um dos maiores desafios para a sustentabilidade do setor no ano de 2013, segundo levantamento feito pelo CEBDS. Outro gargalo que pode comprometer o esforço pela maior eficiência dos negócios no país está relacionado à água. Apesar de todas as con-

quistas sociais, com redução das desigualdades registradas nos últimos anos, o Brasil ainda está longe de universalizar, por exemplo, o acesso ao saneamento básico. Mais da metade da população brasileira ainda não tem coleta de esgoto no domicílio. O problema afeta diretamente os trabalhadores e, por consequência, a produtividade das empresas. Estima-se que 217 mil trabalhadores precisam se afastar de suas atividades por ano devido a problemas gastrointestinais e que crianças que moram em locais sem saneamento básico têm um aproveitamento escolar 18% abaixo das que vivem em locais salubres. “Isto repercute na produtividade do trabalhador”, explicou Marina Grossi. “Quanto ao uso e consumo da água, o impacto é grande: temos de trabalhar para alterar o consumo e também o desperdício de água, que é grande, principalmente na agricultura”, acrescentou.

ediadora das disputas salariais entre patrões e empregados, a Justiça Trabalhista entrou na mira do Tribunal de Contas da União (TCU) pela generosidade com que tratou seus magistrados e servidores. O TCU mandou suspender no final de janeiro o pagamento de R$ 818,9 milhões em dívidas reconhecidas pelos Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs) com seu quadro de pessoal. Auditoria feita pelo Tribunal de Contas confirmou irregularidades na concessão de benefícios trabalhistas pelos TRTs. O repasse seria feito a partir de abril, conforme acordo do Judiciário com o Ministério do Planejamento, mas, por causa do bloqueio, só poderá se concretizar após o término de fiscalização do Tribunal de Contas. O TCU apura desde 2010 o descontrole na folha de pagamentos dos TRTs. Pressionado, o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), órgão supervisor dos tribunais, admitiu, em 2012, que o generoso passivo trabalhista reconhecido, de R$ 2,4 bilhões, corresponde ao dobro do montante realmente devido (R$ 1,2 bilhão). Por ora, R$ 1,5 bilhão já foi pago, com base em cálculos equivocados, segundo o TCU, que permitiram a aplicação de porcentuais exorbitantes de correção monetária e juros sobre os débitos. O montante já repassado aos servidores se refere às diferenças salariais pagas após a conversão da Unidade Real de Valor (URV) em real; ao recálculo da parcela autônoma de equivalência (PAE), que incorporou o antigo auxílio-moradia; e ao adicional por tempo de serviço (ATS). Só esses dois últimos benefícios, concedidos apenas a magistrados, já sangraram os cofres públicos em R$ 957 milhões. Num dos casos já identificados, o valor do antigo auxílio-moradia a ser pago alcançou R$ 4 milhões. Por ordem do TCU, o Conselho Superior da Justiça do Trabalho calcula agora quanto foi desembolsado a mais em cada TRT para futura e eventual ordem de ressarcimento. Parcelas Suspensa por decisão cautelar de 30 de janeiro, a parcela de R$ 818,9 milhões é a última das quatro pactua-

das pela Secretaria de Orçamento Federal (SOF) com a Justiça Trabalhista. As primeiras três parcelas, de 2010, 2011 e 2012, foram pagas com base em cálculos inflados, apontou auditoria do TCU. No voto que fundamentou o acórdão, o relator do caso no TCU, ministro Weder de Oliveira, justifica que o repasse dos recursos, sem a devida revisão, daria margem a mais danos ao erário. Outro motivo é que, com a mudança de comando no Tribunal Superior do Trabalho (TST) e a consequente dança de cadeiras no CSJT, a conclusão dos cálculos pode atrasar. O CSJT descumpriu o prazo inicialmente fixado pelo Tribunal de Contas para prestar contas dos pagamentos irregulares. Cobrado, pediu prorrogação da data para 29 de março, o que foi deferido. Um dos principais motivos é que alguns TRTs têm sonegado ao conselho informações fundamentais para a conclusão dos levantamentos. Por sugestão do atual presidente do CSJT e do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Oreste Dalazen, o Tribunal de Contas determinou que os presidentes dos Tribunais Regionais do Trabalho enviem, em 15 dias, os dados cobrados pelo órgão de controle. O descumprimento pode sujeitá-los a multa. Cálculos O pente-fino no passivo trabalhista pode revelar irregularidades ainda mais vultosas. É que os montantes calculados até agora excluem a chamada Vantagem Pessoal Nominalmente Identificada (VPNI), sigla que abarca vários tipos de benefícios; e o abate-teto, corte obrigatório de valores que excedem o teto do salário do funcionalismo (R$ 28 mil). Em fiscalizações pontuais, como no TRT da 5.ª Região (Bahia), o TCU já identificou irregularidades também nessa área. A ordem para recalcular o passivo da Justiça trabalhista foi dada após auditoria que apurou, em 2010, prejuízo potencial de R$ 274 milhões nos débitos reconhecidos pelo TRT da 3.ª Região (Minas Gerais). O valor apurado pelo tribunal era de R$ 576 milhões, ante R$ 302 milhões encontrados pelo Tribunal de Contas. (Estadão)


Geral

JD

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Partidos injetaram quase R$ 61 milhões em campanhas A de seus aliados em 2012

A5

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

País vive pleno emprego, diz FGV

PT e PSDB foram as siglas que mais fizeram repasses para ajudar os parceiros 1 milhão), Luciano Ducci, do PSB de Curitiba (R$ 264 mil), e Alex Manente, do PPS de São Bernardo do Campo (R$ 200 mil). O PSDB paulista repassou R$ 950 mil à direção nacional do DEM, um de seus principais aliados no Estado. Em São José dos Campos, os tucanos repassaram mais R$ 142 mil ao Democratas, que apoiava o candidato do PSDB a prefeito. Na capital paulista, o PRB apostou as fichas na eleição de Celso Russomanno (que terminou em terceiro lugar) e ajudou os aliados, distribuindo R$ 400 mil ao PT do B, ao PHS e ao PTN.

O

s partidos brasileiros pagaram quase R$ 61 milhões para financiar campanhas de outras siglas nas eleições municipais de 2012. O dinheiro foi repassado por diretórios e comitês partidários para ajudar candidatos de legendas aliadas. Na maior parte dos casos, partidos que tinham candidatos a prefeito fizeram pagamentos para as campanhas a vereador das siglas que os apoiavam. O Estado analisou 1.625 repasses acima de R$ 100 mil feitos pelos partidos nas eleições do ano passado e identificou 211 transferências entre as legendas – os demais repasses foram parar em contas de candidatos da mesma sigla que fez o pagamento. As transferências interpartidárias somam R$ 60,9 milhões, o que representa 5,9% do total de R$ 1 bilhão que circulou nesse universo. Os repasses são legais e foram registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante a campanha. O PT foi quem transferiu mais dinheiro a aliados: R$ 18,5

milhões. Em São Paulo, o PT repassou quase R$ 6 milhões às campanhas de vereadores dos três partidos que apoiavam Fernando Haddad: PP (R$ 3 milhões), PC do B (R$ 2,1 milhões) e PSB (R$ 850 mil). Os repasses do PT beneficiaram siglas como o PP do Recife, que apoiava o petista Humberto Costa na disputa pela prefeitura e recebeu R$ 1,3 milhão. Petistas também deram quase R$ 2 milhões para ajudar a eleger Gustavo Fruet (PDT) em Curitiba – a vitória de Fruet era considerada importante para a disputa pelo governo do Paraná em 2014, quando o PDT deve apoiar os petistas Gleisi Hoffman ou Paulo Bernardo. Outra doação volumosa partiu do PT de São Bernardo do Campo (SP), que repassou R$ 5,4 milhões a 15 partidos que apoiavam a reeleição de Luiz Marinho à prefeitura. O dinheiro foi para os comitês de candidatos a vereador de siglas maiores, como o PTB (R$ 752 mil) e o PC do B (R$ 660 mil), e menores, como o PTC (R$ 40 mil) e o PSDC

(R$ 19 mil). Marinho venceu a disputa e sua coligação elegeu 19 dos 28 vereadores do município. Barganha? Cientistas políticos e especialistas em direito eleitoral divergem na avaliação desses pagamentos: alguns acreditam que os repasses representam apenas o financiamento coletivo de um projeto político; outros afirmam que as transferências contêm indícios de uma barganha por apoio eleitoral. A quantia movimentada entre partidos é suficiente para financiar uma campanha eleitoral de grande porte. O comitê de Fernando Haddad (PT), por exemplo, desembolsou R$ 67,9 milhões para eleger o novo prefeito da capital paulista. Segundo no ranking. O PSDB foi o segundo partido que mais ajudou siglas amigas, com repasses de R$ 10,5 milhões. Parte do dinheiro financiou campanhas de candidatos a prefeito de outros partidos, como Marcio Lacerda, do PSB de Belo Horizonte (R$

Rio A campanha de Eduardo Paes (PMDB) no Rio fez repasses a três partidos de sua coligação: R$ 241 mil ao PSDC, R$ 150 mil ao PTB e R$ 100 mil ao PSL. O PV de Palmas distribuiu dinheiro entre os aliados do candidato do partido à prefeitura. Campanhas a vereador do DEM receberam mais de R$ 400 mil; o PMDB foi beneficiado com quase R$ 300 mil; o PSDB recebeu duas transferências que somaram R$ 236 mil; e o PSD obteve R$ 155 mil. Receptor universal O DEM foi o partido que mais recebeu recursos de outras siglas: quase R$ 7 milhões. Metade desse dinheiro saiu dos cofres do PSDB, que ainda tenta manter o combalido aliado, desestruturado após a criação do PSD, no espectro de alianças para 2014. O PDT obteve o melhor “custo-benefício”. O partido fez apenas um repasse de R$ 100 mil, para o PT de Passo Fundo (RS), mas recebeu o segundo maior volume de recursos, R$ 6,6 milhões – a maior parte do PT e do PMDB. (Estado de S. Paulo)

Joaquim Barbosa é o único poupado em bloco de protesto em Salvador

economia brasileira vive uma situação de pleno emprego, segundo o economista do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) Fernando Barbosa Filho. A informação contraria a interpretação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que não reconhece o pleno emprego, apesar das baixas taxas registradas na Pesquisa Mensal de Emprego (PME). Para comprovar a sua tese, o economista da FGV argumenta que os salários estão crescendo acima da produtividade. “Isso vai gerar problema para as empresas. O mercado só pode responder jogando gasolina na inflação. A tendência é que a pressão nos preços de serviços devido ao mercado de trabalho apertado continue. A indústria não deve ter refresco do mercado de trabalho neste ano”, avaliou. Em janeiro, o Indicador Coincidente de Desemprego (ICD), tradicionalmente, é mais alto do que no mês anterior, observou Barbosa. No mês passado, o índice, que corresponde à variação das taxas de desemprego entre dois meses, avançou 2,7%. Em dezembro, a taxa foi de -2,4%. A elevação do porcentual indica mais desemprego. Apesar deste dado relativo ao mês anterior, o economista ressalta que não foi observada nenhuma tendência de mudança no mercado de trabalho, que deve permanecer em expansão. A expectativa é que a taxa de desocupação da PME deverá se aproximar de 5% em janeiro, segundo previsão do Ibre/FGV. A avaliação é que o mercado de trabalho está, atualmente, no patamar de outubro de 2012. Apesar da previsão de aumento do desemprego no início do ano, o esperado é uma retomada da contratação no fim do primeiro trimestre, disse Barbosa Filho. A projeção é de uma taxa de desocupação inferior aos 5,5% registrados em 2012. “Houve uma mudança no perfil do mercado, que passou a ser puxado pelo setor de serviços. A tese de crescimento da ocupação por causa da retenção da mão de obra pela indústria não me convence. Isso pesaria no bolso do empresário. Não podemos acreditar em um otimismo infinito da indústria”, argumentou. (Estadão)

Caixa liberará R$ 9 bi do FGTS para infraestrutura em 2013

A

Caixa informou nesta sexta-feira que vai disponibilizar R$ 9 bilhões este ano para investimentos em infraestrutura. Os recursos serão liberados por meio do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS), que, no ano passado, distribuiu R$ 4,4 bilhões entre os setores de energia, portos, rodovias, ferrovias e hidrovias. Desde 2007, quando o instrumento foi criado, os investimentos na área de logística somaram R$ 22,4 bilhões. O presidente do Comitê de Investimento do FI-FGTS, Jacy Afonso, avaliou, por meio de nota à imprensa, que as perspectivas de investimento para 2013 “são favoráveis”. “O panorama para o setor de infraestrutura em 2013 está em linha com o cenário do setor em 2012, onde a taxa de juros real atingiu mínima histórica impulsionando a emissão de títulos de dívida privada pelas companhias de infraestrutura”, disse. Além disso, Afonso salientou que o governo tem procurado alternativas para ampliar o volume de financiamentos de longo prazo. “A economia aponta sinais de retomada da trajetória de crescimento e, por fim, vultosos investimentos em infraestrutura estão previstos, como os anunciados pelo Programa de Investimentos em Logística, o que deve impulsionar novos desembolsos do FI-FGTS”, continuou o presidente. Estão sob análise do FI-FGTS, conforme a Caixa, mais de 20 operações, que representam aproximadamente R$ 5 bilhões em novos investimentos. Vale lembrar que o Programa de Investimentos em Logística do governo prevê investimentos de R$ 133 bilhões nas novas concessões de Rodovias e Ferrovias. Para o presidente do Comitê, o Fundo tem condições competitivas que podem complementar com outras fontes de financiamento e agregar valor aos relevantes projetos que serão leiloados. A nota cita ainda que o FI-FGTS avalia que os leilões das novas concessões de rodovias e ferrovias que serão realizados em 2013 são “uma excelente oportunidade” de diversificar as suas aplicações. Os vencedores dessas licitações, conforme o documento, encontrarão ambiente de negociação com o Fundo, que poderá participar dos projetos com financiamento e com participação acionária. (Estadão)

OCDE aponta para retomada da economia brasileira em 2013

D

O

mais famoso bloco de protesto do Carnaval de Salvador, a Mudança do Garcia, desta vez até fez elogios durante o seu tradicional desfile na segunda-feira de folia. Relator do julgamento do mensalão, no ano passado, o ministro Joaquim Barbosa ganhou elogios dos foliões, que saem do bairro do Garcia rumo à praça do Campo Grande, no circuito Osmar da festa. “É isso aí, Barbosão. Lugar de corrupto mensaleiro, aloprado e ladrão é na prisão”, dizia um dos cartazes. Em outro, pedia-se a candi-

datura do atual presidente do Supremo Tribunal Federal à Presidência, em 2014. Muitos também faziam questão de cobrar processos semelhantes para os que chamaram de mensalões do PSDB e do DEM. A Mudança do Garcia completa 66 anos em 2013 e, pelo segundo Carnaval seguido, não contou com jegues para puxar as tradicionais carroças enfeitadas que traziam as principais manifestações. A exigência do Ministério Público foi motivada por entidades de proteção aos animais e gerou polêmica. (Folha)

ados divulgados hoje pela OCDE, em Paris, indicam que a economia brasileira estaria dando sinais claros de que voltará a crescer nos próximos meses. A informação chega no momento em que economistas e o mercado em diversos países admitem a surpresa diante do baixo crescimento do PIB brasileiro em 2012. Avaliando dezenas de indicadores, a OCDE chegou à conclusão de que a economia brasileira poderia passar por uma nova fase de expansão nos próximos seis meses. Em dezembro de 2012, o índice da OCDE para o Brasil chegou a 99,6 pontos, 1,7% acima de 2011. O índice é construído a partir de dados como PIB, produção industrial, consumo, desemprego, exportações, balança de pagamentos e inflação. Segundo a OCDE, o cálculo permite saber qual será a tendência de uma determinada economia nos próximos seis meses. Já a perspectiva para a China, Rússia e Índia é de um crescimento abaixo da capacidade desses países, o que indicaria que o freio nessas economias continuará a ser sentido. Nos países ricos, os dados mostram tendências variadas. Nos Estados Unidos e Reino Unido, o crescimento estaria dando indicações de que estaria finalmente se consolidando. No Japão, os sinais de expansão estaria também surgindo. Na zona do euro, a OCDE indica uma estabilização da taxa de crescimento, o que apontaria para uma recuperação lenta e que poderá se firmar só mesmo em 2014. Já o crescimento da França deve continuar fraco durante o ano. (Estadão)


JD

Geral

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Papa Bento XVI vai renunciar ao pontificado dia 28 Ele fez o anúncio pessoalmente nesta segunda-feira (11). Pontífice disse que deixa o cargo por não ter mais forças para exercê-lo.

Bento XVI anunciou a renúncia pessoalmente, falando em latim, durante um encontro de cardeais

O

Papa Bento XVI vai renunciar a seu pontificado em 28 de fevereiro. Bento XVI anunciou a renúncia pessoalmente, falando em latim, durante um encontro de cardeais. O discurso foi feito ontém (11), entre as 11h30 e 11h40 locais (8h30 e 8h40 do horário brasileiro de verão), segundo o VaticAano. O Vaticano afirmou que o papado, exercido pelo teólogo alemão desde 2005, vai ficar vago até que o sucessor seja escolhido, o que se espera que ocorra “o mais rápido possível” e até a Páscoa, segundo o porta-voz Federico Lombardi. Em comunicado, Bento XVI, que tem 85 anos, afirmou que vai deixar a liderança da Igreja Católica Apostólica Romana devido à idade avançada, por “não ter mais forças” para exercer as obrigações do cargo. O Vaticano negou que uma doença tenha sido o motívo da renúncia. O pontífice afirmou que está “totalmente consciente” da gravidade de seu gesto. “Por essa razão, e bem consciente da seriedade desse ato, com total liberdade declaro que renuncio ao ministério como

Bispo de Roma, sucessor de São Pedro”, disse Joseph Ratzinger, segundo comunicado do Vaticano. Na véspera, Bento XVI escreveu em sua conta no Twitter: “Devemos confiar no maravilhoso poder da misericórdia de Deus. Somos todos pecadores, mas Sua graça nos transforma e renova”. Sucessor de João Paulo II, Bento XVI havia assumido o papado em 19 de abril de 2005, com 78 anos. O Vaticano afirmou que a renúncia vai se formalizar às 20h locais de 28 de fevereiro (17h do horário brasileiro de verão). Até lá, o Papa estará “totalmente encarregado” dos assuntos da igreja e irá cumprir os compromissos já agendados. O novo Papa será escolhido pelo conclave de 120 cardeais, como de costume. Decisão surpreendente O porta-voz do Vaticano disse que a decisão do Papa surpreendeu a todos do seu círculo mais próximo. Ele afirmou que, após a renúncia, Bento XVI vai à residência papal de verão, em Castel Gandolfo, próximo a Roma, e depois irá morar em um mosteiro dentro do Vaticano, que

vai ser reformado para recebê-lo. Lombardi também disse que Bento XVI não vai participar do conclave, a reunião a portas fechadas que vai escolher seu sucessor. O porta-voz afirmou que Bento XVI mostrou “grande coragem” no seu gesto, e descartou que uma depressão tenha sido o motivo da renúncia. Lombardi descartou que Bento XVI vá interferir no papado de seu sucessor. Aparência frágil Nos últimos meses, o Papa parecia cada vez mais frágil em suas aparições públicas, muitas vezes precisando de ajuda para caminhar. Em seu livro de entrevistas publicado em 2010, Bento XVI já havia falado sobre a possibilidade de renunciar caso não tivesse condições de continuar no cargo. Crises no pontificado Bento XVI, ou Joseph Ratzinger, foi eleito para suceder João Paulo II, um dos pontífices mais populares da história. Ele foi escolhido em 19 de abril de 2005, quando tinha 78 anos, 20 anos mais idoso do que seu predecessor quando foi eleito.

O papado do conservador alemão foi marcado por algumas crises, com várias denúncias de abuso sexual de crianças e adolescentes e acobertamento por parte do clero católico em vários países, que abalou a igreja, por um discurso que desagradou muçulmanos e também por um escândalo envolvendo o vazamento de documentos privados através de seu mordomo pessoal, o chamado “VatiLeaks”, que revelou os bastidores da luta interna pelo poder na Santa Sé. Os escândalos de pedofilia o levaram, em várias ocasiões, a expressar um perdão público às vítimas desses crimes e a reconhecer, durante sua viagem a Portugal, em maio de 2010, que a maior perseguição que sofria a Igreja não vinha de seus “inimigos externos” e sim de seus “próprios pecados”. Na ocasião, ele prometeu que os culpados responderiam “ante Deus e a justiça ordinária” pelos crimes. Como Papa, Bento XVI tomou medidas que confirmaram o seu perfil conservador,, como autorizar a missa em latim, em setembro de 2000. Em janeiro de 2009, ele suspendeu a excomunhão de quatro bispos integristas do movimento ultraconservador de Marcel Lefebvre, entre eles o britânico Richard Williamson, que nega a existência do Holocausto nazista. Bento XVI escreveu três encíclicas: “Deus caritas est” (Deus é caridade, 2005), sobre a caridade e o amor divino, “Spe salvi” (Salvos pela esperança, 2007), na qual faz uma autocrítica ao cristianismo moderno e analisa principalmente o pessimismo e o materialismo que sacode os europeus, e “Caritas in veritate” (Na caridade e na verdade, 2009). A chanceler da Alemanha, país natal do Papa, Angela Merkel, disse que está “emocionada” com a decisão e que vai se pronunciar. (G1)

Morre 2ª criança vítima de acidente com trio elétrico em Socorro, SE

M

orreu na noite de domingo (10), o menino, de 10 anos, que estava internado em estado grave no Hospital de Urgência de Sergipe, em Aracaju, após ser atropelado por um trio elétrico desgovernado durante o carnaval no Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro, na região metropolitana. Ele é a segunda vítima do acidente. Outro garoto de 11 anos, que chegou a ser socorrido após o acidente, morreu ao chegar ao hospital. Vinte pessoas ficaram feridas no acidente. De acordo com informa-

ções do hospital, ele teve parte dos membros inferiores esmagado pelo trio e precisou ser operado, no entanto, não resistiu e morreu ainda no centro cirúrgico. Os feridos que tiveram escoriações leves foram encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva, na Zona Norte da capital. Os casos mais leves foram atendidos ainda no local do acidente. O policial militar do Batalhão de Choque, que também ficou ferido ao utilizar um carro da corporação para parar o trio elétrico, foi encaminhado ao Hospital da PM, tam-

bém na Zona Norte. Segundo informações, ele sentia fortes dores nas costas por causa do impacto entre os veículos e por isso foi hospitalizado, mas passa bem. Acidente De acordo com a polícia, o acidente aconteceu por volta das 13h de domingo (10), quando milhares de pessoas acompanhavam os festejos carnavalescos na Avenida B do Conjunto Jardim. O trio elétrico ficou desgovernado após perder o freio e atropelou cerca de 20 foliões que brincavam o carnaval no Conjun-

to Jardim. Ainda segundo a polícia, o condutor do trio tentou de diversas maneiras parar o veículo, mas não conseguiu. O veículo só parou ao bater em uma caminhonete da Polícia Militar, que atuava na segurança da festa. Com o impacto entre os veículos, o policial Nivaldo dos Santos, do Batalhão de Choque, teve uma lesão nas costas e precisou ser encaminhado ao hospital. A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro (SE) informou que toda a programação do carnaval do município foi suspensa em razão do acidente. (G1)

Segurança da boate Kiss morre em Porto Alegre

U

m homem que atuava como segurança da boate Kiss morreu na noite do ultimo domingo (10) no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, onde estava internado há duas semanas. Com isso, se eleva a 239 o número de vítimas da tragédia, ocorrida na madrugada de 27 de janeiro em Santa Maria.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, Rodrigo Taugen, 29, era da cidade de de Julio de Castilhos (RS) e estava internado no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre. A família não deu informações sobre o velório, mas possivelmente o corpo será levado para Santa Maria. Com isso, 49 pa-

cientes seguem internados em decorrência do incêndio. A Secretaria da Saúde, com dados da Força Nacional do SUS e do Estado, informou que os feridos estão hospitalizados em quatro cidades gaúchas. Deste total, 13 pacientes ainda precisam de ventilação mecânica para respirar. Porto Alegre concentra o

maior número de internados, com 31 vítimas, das quais 12 respirando com aparelhos. Em Santa Maria ainda há 15 pessoas internadas, um com ventilação mecânica. Em Canoas há um paciente internado, enquanto em Caxias do Sul duas pessoas feridas no incêndio necessitam de cuidados médicos. (BOL)

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

JD

Mundo

Mundo Animal

Morre maior crocodilo em cativeiro no mundo O maior crocodilo do mundo em cativeiro, de 6,7 metros, morreu nas Filipinas neste domingo (10), 17 meses após ser capturado no sul do país, informam seus tratadores. O animal foi capturado em setembro de 2011 por ser suspeito de matar e devorar um pescador e uma criança de 12 anos. Ele era mantido em cativeiro em Bunawan, pequena cidade da Ilha de Mindanao. O crocodilo chamado de “Lolong” foi considerado pelo livro dos recordes Guinness o maior em cativeiro em 2012, destronando “Cassius”, que tinha 5,48 m e que vive em um parque na Austrália. ‘Lolong’ está guardado em água salgada e resfriada por blocos de gelo, enquanto os tratadores, que não sabem a causa da morte do crocodilo, esperam pela autópsia do corpo do animal. (G1)

Assédio na Internet Agência de acompanhantes estaria recrutando menores de idade pelo Facebook A agência Angels After Dark, do Canadá, está sendo acusada de recrutar meninas menores de idade pelo Facebook, para prestarem serviços de “acompanhantes”. De acordo com uma jovem de 17 anos, que pediu para manter sua identidade em sigilo, ela e diversas amigas receberam mensagens privadas na rede social com convites para fazerem parte da empresa. A jovem canadense disse que não respondeu à mensagem, porém confirmou que uma de suas amigas respondeu e afirmou ter recebido a proposta de ganhar US$ 500 (R$ 1 mil aproximadamente) por dia da empresa. Segundo a adolescente, ela ainda foi convencida a publicar em seu Facebook uma postagem perguntando se haveria outras pessoas que se interessariam pelo serviço. Curiosamente, a resposta foi bem positiva. A jovem explicou que “cinco ou seis” garotas logo responderam que teriam interesse, enquanto outras se comunicaram por meio de mensagens privadas. A investigação começou depois de a própria assediada contar o que houve para sua mãe, e ela então ter avisado às autoridades. Depois de toda a polêmica, a página da After Dark no Facebook foi tirada do ar, e um oficial local afirmou que a agência não tem nenhuma autorização para funcionar, o que a torna totalmente ilegal. Um representante da companhia se recusou a fazer comentários sobre o caso, porém garantiu que a empresa não tem nenhuma empregada menor de idade. Em seu site oficial, a After Dark ainda publicou uma nota reafirmando que não contrata pessoas que não sejam maiores de idade, e disse que está revendo as suas políticas de utilização de redes sociais. (globo.com)

Inundações na América do Sul Chuvas provocam inundações em países da América do Sul Pelo menos seis pessoas morreram e centenas de moradores de Arequipa, no sul do Peru, foram afetadas pelas inundações e deslizamentos de terra provocados pelas chuvas que atingem a cidade desde a tarde de sexta-feira (8). Muitas pessoas estão sem energia elétrica e água potável na cidade. Autoridades locais avaliam que as chuvas de janeiro deste ano atingiram um volume quatro vezes maior do que a média mensal. As chuvas também castigaram outras regiões da América do Sul. Na Bolívia, quase nove mil famílias foram afetadas por enchentes. Na semana passada, fortes chuvas causaram problemas em vilarejos do deserto do Atacama, no Chile, considerado um dos lugares mais secos do mundo. (uol)


JD

Atualidades

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Cabelos com raiz oleosa e pontas secas necessitam de cuidados especiais Encontre o produto certo para o seu cabelo, lavar os cabelos corretamente é um dos segredos para ter fios saudáveis e bonitos

Q

uem vive às voltas com o dilema de raiz oleosa e pontas secas sabe como é difícil equilibrar esses extremos, o problema realmente requer alguns cuidados, que se não forem observados no dia a dia, a única solução pode ser o corte. Antes de tudo é importante esclarecer qual a frequência com que se deve lavar. “Esse problema acomete principalmente os fios mais finos, que, geneticamente, na maioria dos casos, estão associados a glândulas sebáceas maiores, que produzem mais oleosidade. Por isso, lavar em dias alternados é o mais recomendado para reeducar as glândulas, de maneira que fabriquem menos sebo”, explica a dermatologista Flávia Martelli, de São Paulo. “Lavar diariamente pode levar as glândulas sebáceas a trabalharem mais”, conclui a médica. Sim, parece incoerente ter que deixar de lavar os cabelos oleosos com frequência. Justamente eles que, na maioria dos casos, em 24 horas começam a parecer mais pesados e sujos? É, mas vale a pena e nem tudo está perdido, pois existe uma boa solução: o xampu a seco, que ameniza a oleosidade, refresca e suaviza odores desagradáveis. “O xampu a seco é a salvação para a mulher que lava de manhã e a noite já está oleoso. Mas ele não deve ser usado como substituto o tempo todo porque o cabelo necessita de ser lavado com água e um bom xampu, para se manter limpo e remover a oleosidade. Além de trazer benefícios para a saúde do cabelo”, orienta o cabeleireiro Raphael Vogler, do salão Crystal Hair, do Rio de Janeiro. O xampu certo Os xampus para cabelos oleosos cumprem muito bem o papel de tratar esse tipo de fio, por suas propriedades refrescantes e adstringentes, que removem a oleosidade do couro cabeludo. “Para que essa adstringência não aumente o ressecamento das extremidades do fio, o segredo é não abrir mão

C

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Recompensa de US$ 1 milhão agita caçada humana nos EUA

A

utoridades americanas estão oferecendo US$ 1 milhão por informação que leve à captura de um ex-policial de Los Angeles suspeito de matar três pessoas. O prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, anunciou a recompensa neste domingo (10) durante uma coletiva de imprensa. “Não toleraremos que ninguém mine a segurança, a tranquilidade de nossos bairros e nossas comunidades”, disse Villaraigosa. O suspeito Christopher Dorner tornou-se alvo de uma caçada humana no sul da Califórnia. Ele teria assassinado ex-colegas da polícia de Los Angeles como um ato de vingan-

ça. Dorner estaria culpando suas vítimas pelo fim de sua carreira policial. A SWAT, uma unidade especial da polícia americana, encontrou a caminhonete do ex-policia em uma região montanhosa da Califórnia, na quinta-feira (7). (bol)

Marinha e Bombeiros retomam buscas por homem que caiu de navio

Condicionador e máscaras nunca devem ter contato com a raiz dos fios

de um condicionador aplicado do meio do fio para as pontas, para fechar a cutícula. Lembrando que condicionador e máscaras nunca devem ter contato com a raiz do fio, para não aumentar a oleosidade”, explica Flávia Martelli. Além dos produtos para cabelos oleosos, muitas marcas disponibilizam xampus específicos para raiz oleosa e pontas secas, mas vale pedir uma sugestão para o seu cabeleireiro. “Os xampus próprios para esse problema agem através de íons. A carga iônica do cabelo oleoso acaba se conectando a carga do xampu e com isso limpa a região onde há mais oleosidade. Como a parte seca, das pontas, possui outra carga iônica (negativa), nessas áreas, só ocorre a ação dos componentes hidratantes”, descreve o cabeleireiro e proprietário do salão Circus Hair, Rodrigo Lima, de São Paulo. Alternar os xampus também traz benefícios. “O ideal é lavar os cabelos dia sim, dia não, alternando também o xampu utilizado: uma vez com um para cabelos oleosos e outra com um xampu para fios normais. Mudar a marca é muito importante também para evitar que os ativos de uma determinada

fórmula se acumulem nos fios. Variar a composição química dos xampus com frequência garante uma limpeza mais eficaz dos cabelos e uma absorção equilibrada dos ativos”, justifica o dermatologista e tricologista Valcinir Bedin, de São Paulo. E por fim, o uso de um xampu anti-resíduos também pode útil para tratar esse tipo de cabelo, desde que se use um condicionador depois, para tratar as pontas, e a aplicação seja feita a cada duas ou quatro semanas, nunca semanalmente para evitar o efeito rebote. Pontas secas A questão das pontas secas é delicada porque cabelos ressecados se tornam frágeis e suscetíveis a ficarem quebradiços. E no caso das extremidades dos fios, essa fragilidade é ainda maior, por ser a parte mais distante do couro cabeludo, que é a fonte de nutrição. Portanto, assim como a raiz oleosa precisa de adstringência, as pontas necessitam de hidratação, o que na prática significa jamais abrir mão de aplicar um condicionador ou máscara, por receio de aumentar a oleosidade da raiz. “Uma coisa não tem nada a ver com a outra,

basta aplicar o condicionador do meio do fio para as extremidades, sem ter contato com o couro cabeludo”, ressalta Raphael Vogler. As máscaras capilares com enxágue também são muito eficazes para os casos severos de ressecamento das pontas, por terem ativos mais concentrados e, assim, mais potentes – a recomendação de uso varia de acordo com o fabricante, mas geralmente uma aplicação por semana é suficiente. “Nas pontas quebradiças, aquelas que se rompem quando fazemos o teste de esticar o fio, é aconselhável aplicar uma máscara com efeito de nutrição e força. Mas se elas estiverem apenas secas, isto é, porosas, sem tendência à quebra, o ideal é uma máscara hidratante”, sugere Rodrigo Lima. Agora, no caso das pontas duplas, aquelas que se ramificam no mesmo fio, não há nenhum produto que possa tratar. “Esse estágio é irreversível, as pontas não se juntam mais. Para fortalecer de novo o cabelo, a única solução é cortar em um comprimento que elimine completamente a duplicação do fio”, avisa a dermatologista Flávia Martelli. (bol)

Especialistas alertam para risco de misturar álcool e remédios no Carnaval arnaval é a festa mais esperada pelos brasileiros e é comum os foliões exagerarem na bebida. Para prevenir a ressaca do dia seguinte e, assim, voltar à folia, muitos costumam tomar “um antes e um depois”. Porém, essa mistura de álcool com medicamentos pode terminar gerando sérios problemas de saúde, como avisa o Conselho Regional de Farmácia de São Paulo (CRF-SP). Quem está sentindo dor de cabeça, tontura e enjoo procura tomar algo que promova um alívio rápido e, com essa urgência, acaba misturando analgésicos com bebidas. O resultado da mistura pode gerar hemorragia gastrointestinal, irritação da mucosa do estômago, perda da coordenação motora e náuseas. O CRF-SP lembra que o

A7

correto é buscar orientação farmacêutica antes de consumir qualquer medicamento, mesmo os isentos de prescrição. Uma superdosagem de paracetamol, por exemplo, eleva o risco de danos no fígado. Ingerir medicamentos sem orientação pode até mascarar ou piorar uma doença. Por exemplo: a pessoa acha que uma dor na parte posterior dos olhos é um sintoma de ressaca, no entanto pode ser dengue. Se ela se automedicar tomando uma aspirina (ácido acetilsalicílico), pode gerar um sangramento grave e até sua morte. “Kit ressaca” Outro alerta importante do conselho é sobre a prática ilegal de algumas farmácias que colocam à venda os chamados “kits

ressaca”. Trata-se de uma embalagem contendo vários medicamentos misturados. Este tipo de ação é proibido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pode gerar muitos problemas (veja box). Já a hepatologista Débora Dourado, do Hospital e Maternidade São Luiz, afirma que os hepaprotetores (remédios que protegem o fígado), e que são vendidos livremente em drogarias, não trazem nenhum benefício: “Nem mesmo o efeito protetor foi definitivamente confirmado”. Uma confusão comum cometida pelas pessoas é associar os sintomas da ressaca como enjoo, mal-estar e dor de cabeça ao fígado. A médica esclarece: “Na verdade, são relacionados principalmente com estômago e com o

sistema nervoso central (cérebro). Existe a hepatite alcoólica aguda, mas é uma situação muito grave que requer internação em UTI e pode até provocar a morte da pessoa”. Tomar algum tipo de medicação logo após beber pensando em evitar a ressaca pode até piorar a situação. A hepatologista lembra que alguns medicamentos contêm analgésico tipo anti-inflamatório, o que pode agredir ainda mais o estômago. “Melhor tomar apenas se tiver dor de cabeça”, recomenda. (bol)

D

uas embarcações, uma do Corpo de Bombeiros e outra da Marinha, continuavam na manhã desta segunda-feira (11) as buscas pelo passageiro que caiu de um navio de cruzeiro na noite do último sábado (9), em Santos, no litoral de São Paulo. De acordo com o comandante Marcelo Ribeiro de Souza, capitão dos Portos da Capitania do Estado de São Paulo, os trabalhos foram retomados por volta das 8h desta segunda-feira e, ainda não há novidades no caso. Segundo o comandante Ribeiro, o raio de busca aumenta conforme o tempo passa. “As buscas prosseguem em torno do local em que o navio estava atracado, no armazém 32, onde possivelmente houve a queda. Mas à medida que o tempo vai passando, vamos aumentando o raio de busca, que está em torno de oito quilômetros do local”, afirma. De acordo com o tenente Renato Goes, do Grupo de

Bombeiros Marítimos (GBMar), as buscas encerram às 20h, devido à baixa visibilidade, ou até a vítima ser encontrada. Ele ainda explica que todas as lanchas dos bombeiros que percorrem as praias da Região estão de sobreaviso e, podem auxiliar nas buscas. Caso Segundo a Capitania dos Portos, o passageiro, identificado como Luciano De Lucca, ocupava a cabine 11063, e caiu no mar instantes antes de o navio zarpar, por volta das 18h50 deste sábado (9). O comandante do MSC Fantasia informou que um tripulante viu a queda do passageiro no mar pelo lado esquerdo do navio. Um rapaz que estava em uma moto aquática teria presenciado a queda e tentado resgatar, sem sucesso, o passageiro. Após buscas e depoimentos dos passageiros, o navio saiu do Porto de Santos na madrugada deste domingo (10). (G1)

Empresa de tecnologia ensina executivos a ficar ‘bem na foto’ em rede social

A

Dell iniciou um programa para melhorar os perfis que seus profissionais mantêm no LinkedIn, uma rede social voltada para a vida corporativa. A empresa de informática contratou um fotógrafo profissional para tirar fotos que aparecem nas páginas de funcionários e também deu orientações sobre a melhor forma de listar experiências profissionais e educacionais. O objetivo é atrair outros profissionais: a empresa considera que fazer seus executivos aparecerem “bem na foto” na internet faz com que as pessoas tenham mais vontade de trabalhar lá. “Cada vez mais, as pessoas procuram na internet informações sobre as pessoas com querem trabalhar”, afirma o Alexandre Tran, diretor de aquisição de talentos da Dell para a América Latina. “Elas buscam o perfil e querem saber o que ele fez de diferente, porque ele pode ser um líder inspirador.” O programa, que começou com os diretores da empresa e agora está

sendo estendido aos gerentes, incluiu mudanças no modo como esses profissionais montam seu currículo no LinkedIn: em vez de siglas internas para cargos e certificações, por exemplo, eles foram orientados a usar termos que possam ser entendidos pela maioria das pessoas. Também foram recomendados grupos dos quais eles poderiam participar no serviço. Tran reconhece que essa “recauchutagem” faz com que os executivos da empresa estejam mais expostos à concorrência. Isso porque ao menos 150 companhias usam o sistema pago do site para buscar profissionais no Brasil e entrar em contato com eles para possíveis vagas. O site permite que empresas façam buscas por profissionais, usando palavras-chave, e tenham acesso aos contatos do usuário, “Na prática, todos nós estamos expostos, então é melhor que eu represente melhor a empresa, e mostre como é trabalhar aqui”, diz o executivo. (bol)


CadernoB

DiaDia

Editor: Túlio Pantoja- tuliopantoja@jdia.com.br

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Macapá e de Saint Georges traçam parcerias entre cidades Inauguração da ponte sobre o rio Oiapoque está inserida nesse amplo projeto de parceria CELIANE FREITAS

ELEN COSTA DA REDAÇÃO

C

om a perspectiva de estreitar as relações transfronteiriças no Platô da Guiana, favorecendo a troca de experiências e intercâmbio entre as cidades de Macapá e Saint Georges, o prefeito de Macapá, Clécio Luís, recebeu na manhã do sábado passado (9), a prefeita e o vice-prefeito de Saint Georges, Fabianne Mathurin e Edmar Elford. O encontro marca o início do relacionamento entre fronteiras e governos, nessa nova gestão, que visa à consolidação de um Termo de Cooperação Técnica direcionado ao intercâmbio nas áreas do turismo, cultura, identidade e territorialidade. Durante o encontro, que contou também com a participação do presidente Jorge Maciel e técnicos do Instituto Municipal de Políticas de Promoção de Igualdade Racial (Improir) e da Fundação Municipal da Cultura (Fumcult), a proposta de se desenvolver pacto de ações conjuntas e integradas, com programas de interesse comum entre cidades, foi ponto convergente entre gestores. Clécio Luís lembrou que, em 1998, quando esteve à frente da Secretaria de Estado da Educação (Seed), teve a oportunidade de acompanhar todo o processo de retomada das relações transfronteiriças, período no qual houve a fundação do principal centro lingüístico voltado ao ensino do francês em

Clécio Luís lembrou que, em 1998, quando esteve à frente da Secretaria de Estado da Educação (Seed), teve a oportunidade de acompanhar todo o processo de retomada das relações transfronteiriças, período no qual houve a fundação do principal centro lingüístico voltado ao ensino do francês em Macapá.

Macapá, que se tornaria referência na capital. “O Centro Danielle Miterrand foi aberto em 1999 pela Educação, e é claro que temos todo o interesse, resguardadas nossas condições, de firmar parcerias no sentido de fortalecer nossas políticas voltadas ao cidadão, em especial na educação, cultura e turismo”, afirmou o prefeito. A prefeita de Saint Georges, Fabianne Mathurin, agradeceu a recepção do prefeito, desejou-lhe sucesso na gestão e se mostrou confiante com a formulação da parceria. “Somos irmãos de fronteira e temos o mesmo inte-

resse de vocês amapaenses, que é de desenvolver uma política sustentável. A França tem o entendimento e nós também, de que devemos amarrar nosso carro no trem brasileiro, e nós, em especial, aqui no Amapá, porque somos parecidos culturalmente em diversos fatores. Tenho fé nessa abertura entre as nossas cidades e vamos nos empenhar para que tudo dê certo”, pontuou Mathurin. A inauguração da ponte sobre o rio Oiapoque está inserida nesse amplo projeto de parceria, aliás, ela é uma concretização dessas parcerias, cujas pri-

meiras sementes entre países (Brasil e França) foram plantadas em meados de 1996. De lá pra cá inúmeros acordos entre governos foram firmados, mas a maioria se direciona a intercâmbios na área da cultura. “O que almejamos é algo mais amplo e no sentido de fortalecimento de conhecimento e igualdade no fluxo entre territórios. Por exemplo, os guianenses podem entrar tranquilamente em Macapá, sem empecilho algum, mas nós brasileiros temos dificuldades reais de entrar na região de vocês, o que dificulta muita coisa. Se pu-

déssemos criar um roteiro turístico, no qual os turistas possam, a partir de Macapá, chegar até Saint Georges, quem sabe Caiena, e possam consumir produtos de lá, e vice-versa, isso nos abriria caminhos. E ai entra o fortalecimento econômico, o intercâmbio cultural e tecnológico, cursos de formação, curso de capacitação em línguas para professores, e tantas outras possibilidades”, finalizou o prefeito Clécio Luís. Para dar prosseguimento às discussões, na busca de um modelo de regulamentação de cooperação, o prefeito Clécio Luís propôs a formação de um grupo de trabalho formado por técnicos da Fumcult, Improir e da Secretaria Municipal do Turismo, juntamente com representantes do governo de Saint Georges. O objetivo é pautar metas bem definidas de cooperação entre ambos os territórios, apontando as problemáticas, as vantagens e as perspectivas de articulação. Após esse primeiro encontro, ficou acertado que uma delegação da Prefeitura participará, no mês de março, do Conselho do Rio, evento que reúne prefeituras e estados da Guiana Francesa, com a presença do Amapá, para debater questões pertinentes à saúde, transporte, educação, dentre outros. Logo depois do evento, a equipe municipal de Macapá ficará em Saint Georges para dar prosseguimento às conversações.

TARIFA SOCIAL NESTA TERÇA-FEIRA GORDA

H

oje terça-feira gorda de carnaval (12), os brincantes pagarão a tarifa social de R$ 1,15 no transporte coletivo. As empresas de ônibus também prepararam, juntamente com a CTMac, os itinerários alternativos que serão usados quando a Banda, considerado o maior bloco de sujos do Norte, já tiver tomado os principais corredores da cidade. Ônibus que atravessam as zonas Sul e Norte da cidade através da Jovino Dinoá serão remanejados para a Rua Hamilton Silva. Ao invés da FAB, dobrarão na Raimundo Álvares da Costa. Já os ônibus que utilizam a Rua Eliezer Levy, no sentido Norte-Sul serão remanejados para a Rua Manoel Eudóxio. Na medida em que Banda passar pela Feliciano Coelho, liberando os corredores da Jovino e a Eliezer Levy, os ônibus retomarão seus itinerários nessas via. No final de semana, mesmo com baixa demanda, as empresas de ônibus mantiveram as linhas especiais para atender ao Sambódromo. Foram seis linhas especiais, sendo 5 urbanas e 1 intermunicipal para o desfile das agremiações. O horário das linhas especiais foi das 22h às 05h. Nos demais horários, a frota operante supriu a demanda dos eventos carnavalescos.

Bope prende quadrilha especializada em furtos a caixa-eletrônico ELEN COSTA

A

Da Redação

pós receber informação da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM), conseguiu prender uma quadrilha especializada em furtos a caixa-eletrônico. A prisão do bando aconteceu por volta da 15h do último sábado (9). De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Bope, os suspeitos de terem praticado um furto na madruga de sexta-feira (8) a um caixa-eletrônico, localizado no interior de um supermercado, no município de Santana, e que rendeu ao bando o valor de R$ 168 mil, trafegavam em um veículo de modelo Gol, cor prata e placas NEV-4172, no Centro de Macapá quando foram abordados. Depois de buscas realizadas no interior do veículo, os militares encontraram a quantia de R$ 3.462. Os ocupantes do carro foram então submetidos a um breve interrogatório e acabaram confessando o crime. Jaime Júnior da Silva Campos, Hernani Roni dos Santos e Genésio Eufrásio, naturais das cidades de Cuiabá e Várzea Grande, no Estado de Mato Grosso, no Sul do País, foram conduzidos diretamente para a 2ª Delegacia de Polícia de Santana, onde o caso já estava sendo investigado. Depoimento e prisão de mais bandidos Durante as oitivas colhi-

das pelo delegado Rogério Campos, o trio delatou a autoridade o restante da quadrilha. Jaime, Hernani e Genésio informaram que outros três comparas ainda estariam no Amapá, hospedados em um hotel no centro comercial da capital. Elas também seriam de Mato Grosso, e estavam trafegando pela cidade em um carro modelo Gol de placa NEV-8964. As equipes da tropa de elite da PM foram para o local onde deram início a campana e por volta das 3h de domingo (10), conseguiram localizar e abordar o carro com os criminosos dentro, as proximidades do hotel, na Rua Jovino de Noá, no bairro Central. Com Cleverson Almeida da Costa, Everton Aparecido de Almeida Silva e Carlos Antônio da Silva, foi encontrado o valor de R$ 10.433,30. Eles também acabaram confessando o furto, e foram levados para a delegacia. Vários frascos de perfumes, relógios e roupas de grifes famosas, e extratos bancários que comprovam depósitos em altos valores para cidades no Sul do Brasil, foram apreendidos com a quadrilha. Os bandidos disseram à autoridade que estava no estado há cerca de uma semana, onde realizariam uma sequência de furtos a caixas-eletrônicos, cujo crime seria a especialidade do bando. Interação A prisão da quadrilha só foi possível devido à interação entres as policias dos

Estados do Amapá e Mato Grosso, onde os bandidos já tinham cometido vários crimes e estavam sendo investigados e monitorados. Foi graças aos policiais mato-grossense que a polícia amapaense soube que os criminosos esta-

vam agindo aqui. Ainda segundo informações, o bando também é acusado de ter agido nos estados de Roraima e Rondônia. O próximo alvo da quadrilha no Amapá, de acordo com os levantamentos feitos pela polícia, seria um cai-

Alan de tal

Andercione

Israel Gama Soares

José Marlucio Pereira

xa-eletrônico no município de Mazagão. Os presos foram autuados em flagrante no crime de furto qualificado. O delegado solicitou à Justiça a prisão preventiva dos mesmos. Ainda está semana, eles devem ser

transferidos para o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen). De acordo com a polícia, as investigações irão continuar, já que há informações que o bando contava com o apoio de criminosos locais.

Cleber

Rui Ferreira Pantoja

Zenone


Geral

JD

B2

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Bloco de sujos invade ruas e avenidas de Macapá nesta terça-feira gorda de carnaval

Outra novidade para 2013 é o aumento do número de trios elétricos que irá acompanhar o bloco, que sobe de cinco para dez CELIANE FREITAS

Este ano, a Banda promete novidades que arrastará mais uma vez uma multidão de brincantes que fantasiados ou não desfilam na companhia dos famosos bonecos Anhanguera, Cutião, Chicona, Iracema e Arizinho.

ELEN COSTA Da Redação

A

programação do carnaval amapaense continua nesta terça-feira (12) com o tradicional desfile da Banda pelas ruas e avenidas capital, a partir das 14 horas com saída da avenida Presidente Vargas. A passagem do maior bloco de sujos do Norte é um dos momentos mais esperados pelos foliões. O carnaval do Amapá segue até sábado (16) com Formigueiro,

Caldeirão do Pavão, desfile de blocos em Santana e carnaval de rua nos bairros de Macapá. Este ano, a Banda promete novidades que arrastará mais uma vez uma multidão de brincantes que fantasiados ou não desfilam na companhia dos famosos bonecos Anhanguera, Cutião, Chicona, Iracema e Arizinho. A alegria desta terça-feira “gorda” de carnaval será comandada por dez trios elétricos, com mais de dez pontos de som

distribuídos ao longo do percurso de cinco quilômetros, com concentração na avenida Presidente Vargas. O desfile passará pela Cândido Mendes, Henrique Galúcio, Tiradentes, Feliciano Coelho, Leopoldo Machado, avenida FAB e encerrará na rua São José na Praça do Barão com grande show da Banda Placa. Haverá arquibancada em toda a extensão da área da Escola Estadual Alexandre Vaz Tavares totalizando 200

metros, além de palco. O desfile do tradicional casal de bonecos Cutião e Chicona e hoje seus três filhos Arizinho, Iracema e o Cutião é uma atração a parte. Este ano, os bonecos foram confeccionados em Recife e farão homenagens a algumas personalidades do Amapá, como Raimundo Adamor Picanço, hoje já falecido e que teve participação fundamental no Bloco de Sujos, se dedicando na confecção do boneco

Veja como foi o último dia de desfiles das escolas de samba na Ivaldo Veras Unidos do Buritizal omenageando São Jorge, a Associação Recreativa Unidos do Buritizal iniciou o segundo dia de desfile do Carnaval 2013, sábado à noite. Com o enredo “Da dança, da Espada à Fé: Amor, Ferro e Aço - Sarava São Jorge! És Ogunhê-Babá”, os brincantes vibraram vendo a escola passar na avenida. O primeiro carro veio com o tema “A lenda e a origem de um povo”, empolgando e arrancando aplausos por onde passou. A ala das baianas trouxe o tema “Mãe África de Ogum Orixá Conquistador, Ogum fez-se respeitar em toda a África negra pela sua característica devastadora”. A agremiação levou 14 alas e 1.339 brincantes para a Ivaldo Veras. A escola de samba Unidos do Buritizal não teve nenhum incidente.

H

Solidariedade A segunda escola a entrar na Avenida Ivaldo Veras, a Associação Recreativa Império de Samba Solidariedade, arrancou aplausos do público amapaense, com o irreverente enredo “Da Lança à Dança, da Espada à Fé: Amor,

Ferro, e Aço - Saravá São Jorge! És Ogunhê-Babá”. O tema convidou o público presente no Sambódromo a embarcar numa viagem pelo mundo imaginário de acordo com a Mitologia Yorubá (Língua tradicional dos orixás e da cultura afro-brasileira). O abre-alas apresentou o símbolo da escola, o Jacaré-Acangá, ressaltando a fauna e a flora. O segundo carro alegórico trouxe o tema Ogum Guerreiro na versão africana. Com 14 alas e aproximadamente 1.200 brincantes, a agremiação desfilou na avenida do samba amapaense sem incidentes. Piratas da Batucada A terceira escola a entrar na Avenida Ivaldo Veras no segundo dia de desfiles foi a Associação Recreativa e Cultural Piratas da Batucada. Este ano, a agremiação está defendendo o enredo “Janary, sonhos e amores do mito caboclo”. Mesmo com muita chuva, os brincantes, público das arquibancadas e camarotes cataram o enredo que homenageia o primeiro governador do Amapá. Filhos e parentes do homenageado participaram do desfile.

Anhanguera. A Banda é o maior bloco de sujos do Norte, arrastando verdadeira multidão na Terça-Feira de Carnaval - este ano, dia 12 de fevereiro. O Governo do Estado patrocina a manifestação popular, com recursos na ordem de R$ 184 mil. Outra novidade para 2013 é o aumento do número de trios elétricos que irá acompanhar o bloco, que sobe de cinco para dez. “Essa decisão saiu de reunião entre a diretoria de A Banda e do Governo do Estado. Precisamos acompanhar o grande crescimento anual do número de brincantes”, assinala José Savino, presidente do bloco de sujos. Uma arquibancada de 200 metros para 5 mil pessoas será construída na Avenida Feliciano Coelho, no bairro do Trem. Para este ano, o público estimado é de mais de 150 mil pessoas, entre brincantes e espectadores; a Secretaria de Segurança traça rigoroso esquema para o evento, com as polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros. Em 2013, A Banda completa 48 anos de tradição. Um dos momentos mais esperados acontece na esquina da Avenida Feliciano Coelho com a Rua Jovino Dinoá: o encontro do casal de bonecos Chicona e Anhanguera. Em plena folia, eles “casaram” e fazem parte da festa há décadas.

Caldeirão do Pavão Amanhã (13), é a vez do tradicional Caldeirão do Pavão no bairro Laguinho. Idealizado pelo saudoso mestre Lineu Ramos, conhecido na comunidade como “Mestre Pavão”, a festa promete animar a quarta-feira de cinzas deste carnaval. A folia entrou para o calendário oficial da programação de carnaval do Amapá e hoje é organizada pelas filhas e amigos da família de Pavão. A programação costuma iniciar às 8h, com a preparação do famoso caldo do Pavão, preparado a base de verduras, carne de boi com osso, mocotó e outros ingredientes e acompanhamentos. A tarde, os foliões seguem animados atrás de trios elétricos pelas ruas e avenidas no bairro. Formigueiro No dia 14, a festa fica por conta doBloco do Formigueiro, com concentração no Largo dos Inocentes, atrás da Igreja São José. A festa ocorre com desfile de brincantes pelas ruas e avenidas do centro da capital amapaense. A folia também faz parte da programação oficial de carnaval no Amapá é regada a distribuição de um caldo feito com verduras, para reforçar as energias do brincante. É o momento de reunir os amigos e aproveitar os últimos dias de carnaval.

Autônomo é assassinado a facada no Paredão

O

autônomo Eduardo Mota Monteiro, de 31 anos, foi encontrado morto no interior da casa onde ele residia, localizada na Vila São Pedro, no distrito de Paredão, no município de Porto Grande. O corpo dele foi achado por vizinhos. Segundo informações, a polícia foi acionada e ao chegar ao

local constatou que Eduardo havia sido morto com uma facada no coração e outra no braço esquerdo. O crime está sendo apurado pela Polícia Civil de Ferreira Gomes. As autoridades pretendem chegar o quanto antes ao autor do homicídio e ao motivo que o levou a praticar o crime. (Elen Costa)

Uma pessoa foi morta no último dia de desfile em Macapá

F O Piratão, como é conhecido no mundo carnavalesco amapaense, levou para a avenida do samba três carros alegóricos e 18 alas, cada uma com 100 pessoas, totalizando 1.800 brincantes. Durante o desfile, a agremiação teve dois problemas, um ritmista da bateria passou mal e foi levado para o Hospital de Emergência, e um carro alegórico quebrou antes de entrar na avenida, o que acabou atrasando a apresentação da escola. Maracatu da Favela Encerrando a última noite dos desfiles das escolas de samba do Estado do Amapá, a atual campeã do Carnaval amapaense, a Maracatu da Favela, entrou na Avenida Ivaldo Veras com 2.500 foliões

que extravasaram alegria em verde e rosa. A escola trouxe para a pista o enredo “Tic-tac, tic-tac, tic-tac... Acertem seus ponteiros: é tempo de folia!”. E mostrou ao público amapaense o fascínio do homem pelo tempo e de sua necessidade de controlá-lo. O carro abre-alas da verde e rosa amapaense trouxe o tema “Nas engrenagens do tempo” e contou à população amapaense que não há como fugir das engrenagens que regem a fabulosa mágica da vida. Ao todo, 12 alas preencheram a avenida do samba com o badalar do relógio ao som do coração da escola, a bateria, que arrancou aplausos dos amapaenses e turistas presentes no Sambódromo.

oi por volta das 7h de domingo (10) que moradores de uma área de ponte, da Avenida Ivaldo Veras, no bairro do Zerão, na Zona Sul da capital a amapaense, encontraram o corpo de um homem dentro do lago. De acordo com informações da polícia, o ho-

mem tinha vários golpes de arma branca pelo corpo. Até o fechamento desta edição, a vítima não havia sido identificada, já que nenhum documento foi encontrado com ela. O caso vai ser investigado pela Delegacia de Polícia Civil do bairro do Zerão. (Elen Costa)

Homem comete suicídio por enforcamento no Jesus de Nazaré

E

veraldo Gomes Ramos, de 41 anos, foi encontrado morto com um fio elétrico em volta do pescoço. O corpo dele foi achado por familiares, no quarto da casa onde ele morava, na Rua Leopoldo Machado, no bairro Jesus de Nazaré. A princípio acreditasse em suicídio. O fato aconteceu por

volta das 10h de domingo (10). Ninguém soube informar a polícia o motivo que poderia justificar o ato cometido pelo autônomo. Porém, um membro da família de Everaldo, contou que ultimamente ele estava bastante depressivo e com um comportamento estranho. (Elen Costa)


Geral

JD

B3

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Cardeais brasileiros têm chance de assumir papado, diz dom Darci Nicioli

Bispo auxiliar de Aparecida diz que aceita renúncia com ‘dor no coração’. Segundo ele, cinco cardeais brasileiros são candidatos a ocupar o posto.

O

bispo auxiliar da Arquidiocese de Aparecida e ex-reitor do Santuário Nacional, monsenhor Darci Nicioli, de 53 anos, afirmou nesta segunda-feira (11) que a decisão do Papa Bento XVI de renunciar ao cargo “dói no coração”. Bento XVI fez o anúncio pessoalmente, falando em latim, durante um encontro de cardeais. Ele deixa o pontificado em 28 de fevereiro. Segundo Nicioli, cinco cardeais brasileiros são candidatos a ocupar o posto - dom Raymundo Damasceno, atual arcebispo de Aparecida e Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Cláudio Hummes, de 78 anos, arcebispo emérito de São Paulo, Odilo Scherer, de 63 anos, atual cardeal arcebispo de São Paulo, dom João Braz de Aviz, de 66 anos, que mora em Roma e é prefeito das congregações dos religiosos em Roma, e dom Geraldo Majella Agnelo, de 79 anos, atual arcebispo emérito de Salvador (BA). “Todos os cardeais com menos de 80 anos são candidatos e podem votar na escolha do novo Papa, mas sabemos que depende do espírito santo. Por isso, vamos rezar muito para que seja nomeado o melhor cardeal”, afirmou Nicioli. “A decisão do Papa Bento XVI está prevista no direito canônico. Nós aceitamos com dor no coração, mas entendemos e aceitamos o desejo do Santo Papa”, disse Nicioli. Candidatos Dom Raymundo Damasceno, atual arcebispo de Aparecida e Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), disse que nenhum cardeal se sente preparado para assumir o cargo. “Ninguém pretende ser candidato a Papa, mas vamos rezar para que Deus nos ilumine para que nós possamos escolher o melhor que for para a igreja e para o mundo”, afirmou. Damasceno afirmou ainda que a decisão do Papa Bento XVI foi inesperada e causou uma

Da esquerda para a direita: Dom Odilo Scherer, dom João Braz de Aviz, dom Geraldo Majella Agnelo (no alto), dom Cláudio Hummes e dom Raymundo Damasceno têm chances de suceder Bento XVI

grande surpresa para os membros da igreja. “Toda missão da igreja a gente entende sempre como um serviço à igreja e ao povo de Deus. Portanto, a missão a gente deve receber com humildade, confiando sobre tudo na força de Deus porque diante de uma missão tão grande ninguém se sente preparado para isso”, disse. Memória O Papa Bento XVI este-

ve no Brasil em 2007. No dia 11 de maio de 2007, o Papa Bento XVI chegou de helicóptero a Aparecida e circulou pelas ruas da cidade no ‘papamóvel’. Ele sorriu, acenou para os fiéis e até baixou o vidro do veículo e ficou hospedado no seminário Bom Jesus. No dia seguinte, foi à Fazenda Esperança em Guaratinguetá (SP), onde abraçou crianças e jovens

e rompeu a segurança para chegar mais perto de quem foi lá para prestar uma homenagem. O gesto surpreendeu quem achava que ele era um Papa muito sério. No dia 13 de maio, último da visita ao Brasil, ele fez uma missa campal em Aparecida para milhares de pessoas. Antes de deixar a cidade, ele abriu a Conferência dos Bispos da América Latina e Caribe.

Arquidiocese do Rio diz que renúncia do Papa não interfere na Jornada 2013

A

rquidiocese do Rio diz que renúncia do Papa não interfere na Jornada 2013 Arcebispo da cidade disse que reza pela saúde do pontífice. Prefeitura afirmou que preparação para o evento está mantida. Após o comunicado que o Papa Bento XVI vai renunciar a seu pontificado em 28 de fevereiro, o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta confirmou que a saída do pontífice não vai interferir na realização do evento da Jornada Mundial da Juventude, que acontece em julho na cidade. A Prefeitura do Rio reafirmou a posição e disse que toda a preparação da cidade para a realização da Jornada Mundial da Juventude está mantida. Em nota, a prefeitura disse que segue as orientações da Arquidio-

cese, responsável pela programação do evento. “O próprio Bento XVI sempre disse que a Jornada Mundial da Juventude seria feita no Rio por ele ou por seu sucessor. Rezamos pela saúde do Papa como também pela de todos os idosos e enfermos neste dia de Nossa Senhora de Lourdes”, disse Tempesta durante a cerimônia. No entanto, para Dom Orani, a renúncia foi “uma surpresa”, embora já fosse cogitada. “Não é comum a renúncia de um papa. Geralmente, eles permanecem no cargo, mesmo com a saúde debilitada. Por isso, acho que foi um ato de coragem, de entender que, com tantas novas exigências na sociedade atual, teria que ser diferente”, disse o arcebispo do Rio. O último dos sete papas a deixar o cargo foi Gregório XII, em 1415.

Prefeitura afirmou que preparação para o evento está mantida.

Quanto a uma eventual ausência do futuro papa, o arcebispo disse achar improvável que o papa não compareça ao evento. “Não consideramos essa questão. É tradição os pa-

pas comparecerem, mesmo após uma troca recente”. Pelo Twitter, a arquidiocese informou que a Jornada Mundial da Juventude acolherá o novo papa da Igreja Católica.

Tijuca mostra a Alemanha em desfile criativo, mas cheio de problemas

M

artelos que levitam, fantasias que mudam de cor, efeitos sonoros que imitam trovões, um toboágua de 15 metros no meio da Sapucaí. Para celebrar o ano da Alemanha no Brasil, a Unidos da Tijuca empolgou o público com muitas surpresas e efeitos especiais. Mas, apesar de criativo, o desfile foi cheio de problemas: carros quebraram e tiveram princípio de incêndio, formaram-se buracos no meio do trajeto e duas integrantes desmaiaram. Os problemas começaram logo no início, quando, devido a um erro de manobra, uma peça do carro abre-alas quebrou e um integrante teve que segurá-lo ao longo de toda a avenida. Por isso, a escola ficou com um buraco entre a comissão de frente e o abre-alas, o que pode tirar pontos na nota. O carnavalesco Paulo Barros mostrou preocupação. “Se eu não infartei até agora eu não infarto mais”, disse ao repórter da TV Globo. Para ele, o viaduto na entrada da Sapucaí dificulta a passagem de carros altos. “O sambódromo é maravilhoso,

mas tem que arrumar uma solução pra isso. É dificil fazer um carnaval nesse estado”, disse. Esse mesmo carro teve um problema elétrico no final e ficou parado logo antes da dispersão, no fim do desfile. Os integrantes que vinham depois passavam em volta dele, mas havia a preocupação de que os carros seguintes ficassem engarrafados. A complicação foi resolvida quando o carro foi cortado com uma serra elétrica. O segundo carro também apresentou problemas. Logo após entrar na avenida, uma fumaça saiu do alto e quatro bombeiros chegaram a escalar a alegoria para ajudar os membros que estavam em cima. O problema foi controlado rapidamente e o carro continuou andando, mas outro buraco se formou entre ele e a primeira alegoria. Mais à frente, uma integrante de outra alegoria passou mal, aparentemente por causa do calor. Ela foi socorrida pelos bombeiros e passa bem. Por fim, já na dispersão, uma senhora desmaiou no carro Floresta Encantada e foi levada para uma ambulância.


Carnaval

JD

B4

Macapá-AP, terça e quarta-feira, 12 e 13 de fevereiro de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Turista do RJ é atingido na cabeça por gradil de casarão em Ouro Preto

Caminhão-pipa encostou em fio, que forçou e puxou a grade. Homem teve corte profundo na cabeça, mas passa bem.

U

m turista de 28 anos do Rio de Janeiro ficou ferido depois que o gradil de uma sacada de um casarão caiu sobre ele, nesta segunda-feira (11), em Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais. O folião estava em cima do passeio, na Rua São José, em frente ao nº 56, e testemunhas contaram ao Corpo de Bombeiros que um caminhão-pipa fazia a limpeza da via quando encostou em um fio em que estavam adereços e enfeites de carnaval. A corda se

prendeu ao veículo e o motorista não percebeu e continuou na direção. Com a força, o fio puxou a grade, que foi arrancada e caiu atingindo a vítima. Os bombeiros foram chamados para socorrer o homem, que teve um corte profundo na cabeça. O rapaz foi encaminhado consciente para a Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto e vai ser submetido a uma tomografia. De acordo com a unidade de saúde, o paciente está bem e não corre risco de morrer.

CELIANE FREITAS

Turista do Rio de Janeiro é socorrido pelo Corpo de Bombeiros em Ouro Preto

Compositor da Leandro de Itaquera morre horas antes de desfile

O

compositor Ronald Elias Balvetti, da escola de samba Leandro de Itaquera, morreu na noite deste domingo (10), horas antes de a agremiação se apresentar no Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo. Segundo representantes da agremiação da Zona Leste, Xixa, como era conhecido, passou mal em casa, por volta das 21h30, e morreu a caminho do hospital. Antes de entrar na avenida, os integrantes da escola de samba fizeram um minuto de silêncio em sua memória. Segundo Marco Medonha, diretor da velha guarda da Leandro de Itaquera, o compositor de 44 anos estava desde sua fundação. “Era um dos maiores compositores da escola. Trouxe muita alegria para o carnaval”, disse. Até as 5h30 desta segunda-feira (11), não havia informações sobre o velório de Xixa. As causas de sua morte não haviam sido divulgadas até o horário.

O

Ronald Elias Balvetti, o Xixa, passou mal e morreu a caminho de hospital.

“Vim para fazer diferença”, afirma passista que teve perna amputada

A

estudante Haone Thinar, de 20 anos, é uma veterana do carnaval de São Paulo. Ela não se deixa abater pela condição de amputada. No carnaval 2012, desfilou como passista da Nenê de Vila Matilde. “Vi que no samba tenho mais oportunidade. Queria mostrar que, apesar de ser deficiente, não preciso deixar de ser passista, vim para fazer diferença no mundo”, disse a jovem. Nos anos anteriores, ela desfilou pela Mancha e Vai-Vai. A estudante conta que mantém uma rotina na qual não se deixa prender por barreiras: já fez capoeira e freqüenta bailes funk. Ela teve a perna amputada aos nove anos por causa de um câncer, mas mesmo assim não desistiu dos sonhos e já cursou teatro. Estudante do 3º ano de ensino médio, ela trabalha como atendente no DER. Se pudesse deixar um exemplo, falaria diretamente para as garotas que enfrentam problemas parecidos. “Menina é mais vaidosa, acha que quando perdeu um membro, perdeu a vida. As pessoas dão risada de mim, mas eu sou mais eu. Vou atrás dos meus objetivos”, disse. Haone terminou um relacionamento de 5 meses na véspera do carnaval

Policial diz como evitou acidente ainda mais grave com trio em Sergipe policial militar Nivaldo dos Santos explicou como conseguiu parar o trio elétrico que estava desgovernado e atropelou 20 pessoas e matou duas crianças no domingo (10) durante o carnaval no Conjunto Jardim no município de Nossa Senhora do Socorro, na região metropolitana de Aracaju, em Sergipe. As crianças chegaram a ser socorridas, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no Hospital de Urgência de Sergipe(Huse). A tragédia poderia ter sido ainda maior se o policial não tivesse agido rápido ao perceber o perigo. “Graças à Deus eu tive forças para tomar aquela atitude imediata. Eu faço parte da segurança e tenho que salvar vidas, mas nunca pensei que naquele momento, em questões de segundos, pudesse salvar tantas vidas”, afirma o militar. “Eu estava a sete metros a frente do trio quando vi o desespero daquelas pessoas. A guarnição que estava em cima do trio pulou pelo lado direito e vi o alvoroço das pessoas. Naquele momento eu olhei pelo retrovisor da viatura e pensei: só Deus agora. Eu tenho que segurar esse trio. Joguei a primeira marcha, segurei o pé no freio e sai levando. Graças a Deus o motorista que estava no trio também teve competência e não puxou o veículo nem para o lado direito e nem para o esquerdo. Ele seguiu reto a viatura e eu segurei o impacto todinho. E graças a Deus estou aqui vivo”, conta.

O policial disse ainda que está rezando pela família das vítimas e que só Deus poderá consolá-las. “Eu orei hoje de manhã e pedi que Deus dê o consolo a eles”, disse Nivaldo dos Santos emocionado. O motorista do trio elétrico prestou depoimento na Delegacia Plantonista ,na manhã desta segunda-feira (11), e foi liberado em seguida. Carnaval cancelado. A Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro informou que toda a programação do carnaval do município foi suspensa em razão do acidente envolvendo um trio elétrico no Conjunto Jardim, onde um menino de 11 anos morreu após ser atingido pelo veículo. Por meio de nota enviada à imprensa na tarde de domingo, ela informou que está prestando assistência à família da vítima. Leia a íntegra da nota: “A Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro informa a população que suspendeu toda a programação do Carnaval em virtude à fatalidade acontecida no Conjunto Jardim, no começo da tarde deste domingo (10). As vítimas e suas famílias estão recebendo total assistência da Prefeitura de Socorro, e também será solicitado que a Polícia Civil instale procedimento para apurar o ocorrido e definir responsabilidades. A Prefeitura externa toda solidariedade às famílias e, em acordo com a Polícia Militar, decidiu suspender toda a programação carnavalesca”.

Passista da Nenê de Vila Matilde

porque o namorado não queria que ela desfilasse. “Terminei por causa do carnaval, ele tem ciúmes.

Ele pediu para escolher e eu falei que ficaria com o carnaval”, disse. A mãe, Sandra Silva, de

42 anos, já não se surpreende: “sempre falei para ela nunca se deixar abater por ninguém”, disse.

Acidente com trio matou duas crianças e feriu outras 20.


jornal do dia 12e13/02/2013