Issuu on Google+

* FUNDADO EM 04 DE FEVEREIRO DE 1987

MACAPÁ-AP, DOMINGO E SEGUNDA, 06 E 07 DE OUTUBRO DE 2013 - ANO XXVI

•DOMINGO E SEGUNDA R$ 2,50 •TERÇA A SÁBADO R$ 1,50

OPINIÃO

CARRO INTELIGENTE

A anestesia juvenil

Carro da Nissan que dirige sozinho O veículo escolhido pela Nissan para testar a tecnologia (direção autônoma) foi o Leaf. D1

REITOR Tavares em entrevista exclusiva

ENSINO SUPERIOR

“A meta é inserir os jovens na universidade”

B3

Transferência de terras emperra desenvolvimento O governador Camilo Capiberibe aproveitou a vinda da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, ao Amapá para discutir um

assunto que vem emperrando o desenvolvimento do Estado: a pendência na transferência das terras da União. De acordo com ele,

as prefeituras deixam de executar obras e perdem recursos quando precisam provar a titularidade da terra. nC1

DIVULGAÇÃO

CELIANE FREITAS

Qual a formação de um médico? Dr. Eduardo analisa a peregrinação B3

Nossas crianças são induzidas ao consumismo desde muito tenras, muito novas. Qual as consequências disso na juventude de hoje?

O reitor da Unifap, José Carlos Tavares, deve estar deixando o cargo nos próximos meses. Em entrevista ao JD, ele analisou avanços. nB2 e B3

FÉ E DEVOÇÃO

A juventude está inserida na coordenação da comissão, divulgação, liturgia, e também nas reflexões, e em toda programação. nB4 DIVULGAÇÃO

CULTURA

Como há o impasse na transferência das terras da União para o Amapá, muitas emendas parlamentares, principalmente as destinadas à construção de creches, acabam sendo perdidas. Ministra Ideli Salvatti prometeu dar maior atenção quanto ao assunto.

Quebramar 2013: festival tem nova data

ASSEMBLEIA GERAL

A organização optou pela mudança na data do evento, que aconteceria nos dias 29 de outubro a 03 de novembro e agora, passa a ser realizado no período de 26 de novembro a 1º de dezembro. nC3

Professores discutem projeto de lei para nova regência Com a realização de uma assembleia geral, no sábado (5), o Sindicato dos Servidores Públicos

em Educação no Amapá (Sinsepeap), discutiu como pauta principal o projeto de lei sobre a

Gratificação de Incentivo à Regência de Classe (GIRC) para professores da rede estadual. nB1

DIVULGAÇÃO

Juventude é protagonista no Círio de Nazaré este ano

CELIANE FREITAS

TRÊS TIROS

Mulher morre no hospital vítima de latrocínio

FESTIVAL: música em destaque

ESPORTE

Amapafogo anuncia Projeto “Feijão do Fogão”

A mulher foi alvejada com três tiros pelo corpo na manhã da última segunda-feira,30, quando teve a casa invadida por bandidos. nB4

NESTA EDIÇÃO CADERNO A............................4Pag. CADERNO B............................4Pag. CADERNO C............................4Pag. CADERNO D............................4Pag. CLASSIDIA...............................8Pag.

O PROJETO equivale ao retorno da regência a qual foi incorporada junto ao salário base dos profissionais

O objetivo é aproximar novos sócios torcedores radicados no estado amapaense ao clube alvi negro carioca. nC2

NA INTERNET: www.jdia.com.br - REDAÇÃO: 3217.1117 - COMERCIAL: jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO: 3217.1111 - ATENDIMENTO: 3217.1110


A2

Opinião

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013

Poucas & Boas

• NO TWITTER as melhores informações da semana: Juliano Silva ?@JulianoDCSGov Camilo visita obras d passarelas e faz parceria c/ Pref Clecio, PMM fará limpeza d áreas q receberão o morar melhor. Juliano Silva ?@JulianoDCS@oMarceloFelipe Assim será dividido trabalho entre GEA e PMM e quem sai ganhando e a população que mais precisa q vive nas áreas de ressaca. Raimundo Vales ?@raimundo_valesSe a injustiça é clara e manifesta você tem que reagir, nós temos que reagir! Polícia Federal ?@agenciapfNas operações especiais de setembro, foi verificado desvio de quase R$ 500 milhões em recursos públicos em convênios c/ ONGs #EuConfioNaPF

Polícia Federal ?@agenciapfSomente em setembro, foram cumpridos 177 mandados de buscas nessas operações especiais, além de 73 conduções coercitivas #EuConfioNaPF Teles Junior ?@AntonioTelesJr”@VEJA: PSOL e o salário dos professores: pimenta nos olhos dos outros…http://goo.gl/ oKD8Dy “ Começou a perseguição da Direita

• POLÍTICA NA WEB ?@ PoliticaNaWebProjeto garante férias para advogados, com suspensão de prazos processuais: Ao entrar em férias, o advogado suspenderá durante sua ausência os prazos que correrem contra o cliente do qual for o único representante com procuração judicial. É o que prevê o Projeto de Lei 5240/13, do deputado Damião Feliciano (PDT-

-PB), em análise na Câmara, que busca garantir ao advogado o direito de férias de 30 dias anuais. Ministério da Saúde ?@ minsaude”Um país grande como BR ñ pode esperar q demanda existente por médicos ñ deva ser atendida ou q espere médicos se formarem”, pres@dilmabr Ministério da Saúde ?@ minsaude“Nós temos q melhorar a vida das pessoas. E isso tb é dar atendimento médico na hora q elas precisam” #Dilma# Mais Médicos EstadoeNoticia ?@Estado e Noticia@ DepLuizCarlos participa do @ Estadoe Noticia para confirmar que continua na presidência do PSDB no Amapá. Partido segue em busca de filiações @randolfeap recepcionando a ministra Ideli Salvati, em Macapá.

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Marina “@cartacapital: Maria Silva afirma que ainda não tem resposta sobre se irá se filiar a algum partido “Ainda tenho uma noite e um. José Barreto ?@Zeca_ Bto: Indo para o banco agora. RT Pastor pede R$ 21 milhões aos fiéis para pagar dívida de TV João Gomes ?@ajoaogomes: Olhava as fotos do Gov. @CamiloPSB da visita q/ fez as obras ds passarelas d Perpétuo Socorro,ñ está ofegante e cansado. Ministério da Saúde ?@ minsaude: Nota do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher repudia discriminação contra médicos estrangeiros: http://goo.gl/tJnGGe #MaisMédicos João Gomes ?@ajoaogomes: Para descontrair: Feijoada da torcida Amapafogo, legal! precisando de uma Kombi para levar o povo podemos providenciar.

Vinte e cinco anos RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

V

inte e cinco anos é um bom período para analisar, não só a importância da Constituição Brasileiro promulgada no dia 5 de outubro de 1988, mas e também, a transformação do Território Federal do Amapá em Estado do Amapá, que veio no corpo da Carta Magna. No caso do Amapá ainda há de se considerar o desconto dos 15 meses vividos pelo período chamado transição, no qual tivemos de tudo: um governador que não queria deixar o cargo, um governador de um “governo relâmpago” e um governador protempore. A primeira parte dos 15 meses – os primeiros 8 meses -, foram de indefinição e de uma insistência do governador Jorge Nova da Costa, atual suplente de senador de José Sarney, que entendia que havia ganho um mandato. Foi acertada a nomeação de Doly Mendes Boucinhas, que acabaria passando menos de um mês no comando do governo do Estado, até que o impasse levantado por Nova da Costa fosse resolvido.

Resolvido o impasse e defina da situação, o presidente Fernando Collor de Mello nomeou o seu afilhado político, Gilton Pinto Garcia que assumiu em maio de 1990 e ficou até a posse do primeiro governador eleito, Annibal Barcellos, em 1º de janeiro de 1991. Os outros 23 anos e 9 meses tiveram a administração de Annibal Barcellos (um mandato de 4 anos, não era permitida a reeleição), João Alberto Rodrigues Capiberibe (dois mandatos de 4 anos cada, sendo que o segundo foi completado por Dalva Figueiredo, durante 9 meses), Waldez Góes (também dois mandatos de quatro anos cada, sendo que, o segundo mandato foi concluído por Pedro Paulo Dias de Carvalho, que exerceu o cargo por 9 meses) e, atualmente, o governador Camilo Capiberibe está com 2anos e 9 meses à frente do Governo do Amapá. O atual mandato dura até o dia 31 de dezembro de 2014. É um período fértil para todas as áreas da ciência que pretenda analisar o de-

Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos CONSELHEIROS: Haroldo Pinto Pereira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Carlos Augusto Tork de Oliveira

Heloisa Figueiredo Pereira

Opinião - A2 Geral - A3, Geral - A4 Cidade - B1

mais agressiva e com horizontes mais largos; no campo político as experiências foram férteis, mas até agora prevaleceu a identidade familiar sobre a identidade partidária. O 5 de outubro é uma data para reflexão, avaliação e, principalmente, medição do que foi feito e o que foi deixado de fazer. Com um orçamento de mais de 5 bilhões de reais para o ano que vem e uma população que já superou os 700 mil habitantes, o Amapá ainda não conseguiu fixar as suas prioridades nem para investimento e nem para os seus gastos. Os analistas concluem que o Estado gasta mal os recursos que destina para sua manutenção e investe muito pouco do seu orçamento, muito menos do que poderia. Os problemas administrativos estão cristalizados na saúde, na educação e na segurança e ocupa toda a equipe que se deixa envolver na rotina, sem vencer aqueles problemas. Foram 25 anos de muito estudo dos problemas e pouquíssima assimilação dos procedimentos para resolvê-los. Ainda há muito para ser feito!

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296 A - Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68.908-350

CONSELHO EDITORIAL

Cidade - B2 Geral - B3 Polícia - B4 Geral - C1

E-mails Pautas e contatos com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br Diretora Comercial: juliane.pereira@jdia.com.br Departamento Comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA - Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 / (96) 3217-1108 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esporte - C2 Diversão&Cultura - C3 Social - C4 Classidia - 08 Pág

ESPLANADA POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

MEU APARTAMENTO, MINHA VIDA

O

deputado Biffi (PT-MS), Quarto-Secretário e responsável pelos apartamentos funcionais da Câmara Federal, avisou a colegas que pretende extinguir o auxílio-moradia e alojar todas as excelências em imóveis da Casa. Hoje a lista dos pretendentes aos apartamentos em reformas conta 83 na fila – que não para de crescer. Mas o rebu será grande, porque a nova licitação para os blocos C, D e E abrange obras em apenas 28 unidades. Se faltarem apartamentos, a ideia é alojar dois deputados por imóvel.

Mansões

Os apartamentos recém-reformados na Quadra 302 Norte ficaram um luxo, com acabamento de primeira, e chamaram a atenção das excelências que vistam colegas.

Agora, vou! Antes reticentes em ocupar os apartamentos velhos e mofados, os deputados querem trocar suítes apertadas dos hotéis pelos 180m² com quatro quartos e sala gigante.

Novo CPC

O deputado Fábio Trad (PMDB-MS) comemora: lê o relatório final do novo Código de Processo Civil na Comissão Especial na próxima Quarta.

Ih, dancei!

Editado por Omega Publicidade Ltda. Rua Mato Grosso, 296 A - Bairro Pacoval - CEP. 68.908-350 - Macapá-AP CNPJ 03.926.197/0001-82 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(*1917 +2006) e Irene Pereira(*1923 +2011) Primeiro Presidente: Júlio Maria Pinto Pereira (*1954 +1994) Segundo Presidente: José Arcangelo Pinto Pereira Terceiro Presidente: Maria Inerine Pinto Pereira

Presidente Executivo: Haroldo Pinto Pereira Diretora Comercial: Juliane Pereira Consultoria Jurídica: Jakeline Morato Pereira de Souza (OAB/AP 1381) Juliane Pereira (OAB/AP 1320) Editor-Chefe: Janderson Cantanhede

Índice

sempenho dos governos que já comandaram o Estado, principalmente para as áreas administrativas, ambientais, econômicas e políticas. Certamente que, com o desenho de desenvolvimento feito para ser executado por estado federado, não cabe especular como estaria o Amapá se continuasse na condição de território. Aquele modelo, com os objetivos que justificaram a criação do território, estava esgotado em si mesmo. Apenas os funcionários públicos tinham expectativa com relação àquela forma de gerir os interesses da população daqui, a partir de ordens vindas do planalto central. O modelo administrativo é o mesmo de outros estados da Federação e não poderia ser diferente; o enfoque ambiental, esse foi muito diverso, dependendo do gestor, cada um com um proposta ou mesmo sem proposta, esperando o tempo passar para ver no que ia dar; na economia não havia qualquer possibilidade de ficar pior, qualquer providência possibilitaria a melhoria do sistema, mesmo assim, até agora, o Estado ainda se recente de uma política econômica

Coluna

Edição número

8321

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) tem cenário de isolamento. Encostou no amigo Marcelo Deda, do Sergipe, para tentar se aproximar da presidente Dilma. Com problemas de saúde, Deda saiu de cena por ora. Para piorar, a ministra Ideli Salvatti esteve em João Pessoa há três semanas e não avisou ao governador da visita. Tô nem aí.. O desdém de Ideli para o governador já indica o afastamento do Planalto de governadores socialistas, diante da pré-candidatura presidencial de Eduardo Campos, para quem Coutinho dará palanque. Multifunção O secretário-geral do novato PROS, Raul Canal, tem perfil eclético. É maçom, apresentador de TV, ex-tenente do Exército de 84 a 91 e foi padre. Tem fortes ligações com as forças armadas e bom trânsito suprapartidário em Brasília. Presentão O deputado Givaldo Carimbão, futuro líder do PROS, cedeu o comando da legenda para a ministra Ideli Salvatti em Santa Catarina,onde ela é pré-candidata ao governo. Era uma vez.. Muita gente no Congresso estranhou a comenda pelos 25 anos da Constituição para Lula. Embora ex-presidente, o PT fez jogo duro sobre a Carta Magna à época. Ôh da lavoura! Em Campo Mourão (PR), a presidente Dilma tranquilizou agricultores. Prometeu investir R$ 5 milhões em armazéns e cilos. A turma agradeceu. É que em carta que vazou Domingo passado, noticiada na Coluna, o presidente da Conab, Rubens Santos, desabafou sobre a crise financeira da estatal e fechamento de balcões de negócios. Infraero 2.0 Vicente Falconi, o pai do Choque de Gestão

contratado para consultoria de rearrumação na Infraero, apresentou duas propostas que eliminam duas diretorias implantadas na gestão Gustavo do Vale: Planejamento e Jurídica, mas a turma chiou. Ihhh.. A poderosa Diretoria Jurídica está resistente. A turma da cúpula prefere sacrificar as Superintendências e Gerências regionais dos aeroportos da Infraero. É o que deverá ser feito, em novo redesenho. Falconi não costuma cobrar menos que R$ 2 milhões... A chave do PMDB O PMDB terá uma chave do pote de ouro das articulações de palanques no Nordeste se o senador Vital do Rêgo for nomeado ministro da Integração. Ele e Aguinaldo Ribeiro (Cidades) terão os mais poderosos ministérios com ações no interior do País. Magoou Interlocutores de Cabral dizem que ele não pediu ministério, mas ofereceu a Dilma um palanque no Rio, em troca do apoio incondicional dela a seu candidato, Luiz Pezão. Na conta Dilma não diz, mas Lula diria ‘nunca antes na História..’. A Caixa chegou a R$ 100,1 bilhões em contratações do crédito imobiliário. Ponto Final Por falar na Caixa, já passou da hora de Eike abrir uma poupança..

Com Marcos Seabra, Maurício Nogueira e Adelina Vasconcelos

www.colunaesplanada.com.br LM Comunicação Coluna Esplanada contato@colunaesplanada.com.br Caixa Postal 1980 – CEP 70254-970 – Brasília-DF


Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013

Entre Aspas JANDERSON CANTANHEDE Jornalista

Troca-troca - Mais de 10% dos deputados federais trocaram de partido até a véspera do prazo final de filiação para quem pretende disputar as eleições de 2014. Debandada - Até o final de sexta-feira (4), pelo menos 54 deputados e dois senadores haviam mudado de legenda. No Amapá, a aprovação de novos partidos também provocou debandada nas legendas tidas tradicionais. Muito maior - O número de mudanças, no entanto, deve ser ainda maior por dois motivos: nem todos que migraram de legenda repassaram a informação ao Congresso e alguns congressistas, em meio a negociações, deixaram para o último dia a assinatura da nova ficha de filiação.

segundo lugar no número de perdas de parlamentares. No Senado, o ritmo das mudanças é menos intenso.

Quem mais ganhou - Os recém-criados Solidariedade (SDD) e Partido Republicano da Ordem Social (Pros) receberam 75% dos migrantes: 21 foram para o primeiro, e 20 para o segundo.

Aliança - A direção nacional do PSB confirmou, em sua página na internet, a constituição de uma aliança para 2014 entre o partido e a ex-ministra Marina Silva, terceira colocada na disputa presidencial de 2010.

Quem perdeu - Quem mais perdeu foi o PDT, de onde saiu o fundador do SDD, Paulinho da Força (SP). Foram nove baixas na bancada: os pedetistas perderam seis deputados para a nova sigla e outros três para o também novato Pros.

Ideologias - A chegada de Marina Silva pelo PSB abriu ontem, nas redes sociais, uma discussão sobre as tão esquecidas ideologias políticas. Afinal de contas, algum político leva elas em consideração no fundo do coração?

Encolhimento - Não é sem razão que o PDT ingressou na Justiça para suspender a criação do Solidariedade. Os pedetistas sofreram um encolhimento de 33%.

Era uma vez - Para os mais críticos, foi-se o tempo em que os políticos tinham ideologia política! “Hoje em dia

Menor - O PMDB ficou em

Opinião

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

os partidos e políticos quase em sua totalidade perderam identidade, deixaram os discursos políticos de lado em troca somente de cargos e benesses! Os partidos possuem estatutos por mera formalidade, pois não são cumpridos, os ideais e programas partidários são esquecidos e a única coisa que não é esquecida é o fisiologismo”, disse-me um vizinho. A verdade - O certo é que não vemos hoje líderes verdadeiramente populares e políticos forjados no seio da comunidade são uma raridade, pois o poder financeiro e político o espremem ao ponto de que ou ele apoia alguém que lhe foi indicado ou fica fora da política! Em falência? - Partidos com caciques políticos, com ideais radicais e com causas que só servem para lhe dar o nome da sigla é o que mais a gente vê por aí! Seria essa a falência do sistema político brasileiro? Bom domingo...

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@hotmail.com Blog: jandersoncantanhede.wordpress.com

Quem sou eu? DOM PEDRO JOSÉ CONTI

U

Bispo de Macapá

ma criança, que se chamava Antônio, perguntou a sua mãe: - Quem eu sou? - Você é meu filho – respondeu a mãe. Depois foi ter com a avó e perguntou: - Quem sou eu? -Você é meu neto – respondeu a avó. O irmão dele passou por aí e Antônio lhe perguntou: - Quem sou eu? - Você é meu irmão – respondeu o irmão. - Muito bem – pensou Antônio, eu sou três coisas: filho, neto e irmão. Agora vou perguntar ao porteiro. - Você é um morador deste prédio – foi a resposta. Antônio pegou a bicicleta e foi comprar uma revistinha. O dono da banca lhe disse que era um cliente. Na escola, a professora lhe disse que era um aluno. Pensou: - Então já cheguei a sete: filho, neto, irmão, morador, ciclista, cliente e aluno. Nada mal! - Leu a revistinha e se tornou leitor. Bateu bola com os amigos e foi jogador. Olhou a televisão e foi telespectador. Encontrou a esposa do seu irmão e perguntou: - Quem sou eu? -Você é meu cunhado e tio do nosso filho - ela respondeu. A conta estava aumentando:

filho, neto, irmão, morador, ciclista, cliente, aluno, leitor, jogador, telespectador, cunhado e tio. Doze! Antes da noite alguém disse para ele que era um moleque, um enjoado, um intrometido, um guri sem juízo. Chegamos a dezesseis, disse Antônio consigo mesmo. Foi deitar-se e, no dia seguinte, a mãe o acordou chamando-o de dorminhoco. - Levanta, hoje é domingo vamos passear – disse a mãe. Ótimo, pensou Antônio, com dorminhoco e turista cheguei a dezoito, sou ou não sou uma pessoa importante? Tinha razão porque todas as pessoas que vivem neste mundo são importantes. Apesar do tom de brincadeira, esta pequena história nos lembra do valor de cada um. Cada relacionamento, de família, de trabalho e até de lazer faz de nós pessoas interligadas e preciosas. Mais ainda, somos importantes para os que nos amam e também nós consideramos aqueles que amamos extraordinários e únicos. Ficamos surpreendidos, portanto, com as palavras de Jesus, quando, no evangelho deste domingo, convida os discípulos a declararem-se “servos inúteis”, após ter trabalhado o dia inteiro. Parecem palavras ofensivas, de desprezo, uma

Apesar do tom de brincadeira, esta pequena história nos lembra do valor de cada um. humilhação. É verdade que Jesus nunca bajulou ninguém e nunca quis agradar aos discípulos, por medo, talvez, que o seguissem por interesse e não por amor. No entanto ser chamados de servos e ainda por cima inúteis nos parece demais. Como sempre, o próprio evangelho nos ajuda a entender. Numa passagem Jesus diz que não vai mais nos chamar de “servos”, mas vai nos chamar de amigos. Em outra, proclama servo bom e fiel aquele empregado que multiplicou os talentos. Jesus não quer nos humilhar, simplesmente quer nos colocar no nosso lugar. Somos servos do Reino e não donos. Trabalhar para o Reino de Deus já é um premio; não pode e não deve ser considerado como um direito ou uma situação privilegiada exclusiva para outros. “Servos” significa que participamos – por graça divina – do grande projeto amoroso de Deus. Servos porque dedicados e obedientes, felizes de trabalhar por uma causa tão grande. “Inúteis” nos lembra de que o crescimento do Reino é também dom de Deus e não depende de forma determinante do nosso esforço. Nós muda-

mos, cansamos, traímos os planos de Deus, mas o seu amor não esmorece e nem desiste. No final, Jesus nos convida a reconhecer que fizemos o que devíamos fazer. Esta é a nossa grande satisfação: ter contribuído com a causa do Reino. Este Reino é muito diferente dos empreendimentos humanos, tem outros critérios e outras medidas. Por exemplo, é dos pobres e dos pequenos e não dos grandes. Cresce também quando dormimos. É escondido, mas pode ser encontrado. Desaparece, mas faz crescer a massa, como o fermento. O que vale é entrar na dinâmica do Reino, deixar-nos envolver. Não importa se veremos ou não os resultados; não interessa o nosso sucesso. O que vale é continuar a acreditar na bondade do Reino, o único tesouro que compensa vender tudo para comprá-lo. Basta um grão de mostarda de fé para que estas coisas aconteçam. Até aquelas que parecem impossíveis. É a fé que faz de nós pessoas importantes para o Reino. Outras posições sociais e humanas mudam e passam, esta permanece neste mundo e no outro.

Faces da violência DORIEDSON ALVES

V

PROFESSOR

ivemos em mundo que, desde seus estágios mais remotos, carrega consigo as marcas da violência. Não há como negar: a história humana também é a história do domínio de uns, e da sujeição de outros. Sempre houve (e sempre haverá) na mente humana, sob forma de potência ou possibilidade, a arquitetura da imposição coercitiva, onde as ideias, atitudes, pensamentos, vontades, são aspectos desprezíveis de alguém “destinado” à submissão: o violentado. O outro é importante, mas apenas como instrumento da satisfação do sujeito dominante. Portanto, nesse caso, toda relação se baseia na concepção autoritária, presidida pela simples coisificação, onde o “não-eu” tem, irrevogavelmente, a obrigação de ser “coisa” manipulável. Desse modo, qualquer resquício de dignidade humana, princípio constitucional, deve obrigatoriamente ser abolido, sob pena de uma indesejável insubordinação. Contudo, o curioso nisso é a incapacidade, do opressor, de se colocar, por um minuto que seja, na condição daquele a quem oprime – alteridade. Por outro lado, é impossível negar que isso está, em última instância, ligado a “natureza” do homem, não importando a época, condição social, credo religioso, etc., a vontade de dominar, oprimin-

do, está presente. Por isso, qualquer ideia entendida enquanto “ética da compaixão”, parece absurda e fora de contexto. Podemos pensar, de certa forma, a violência como um espelho refletindo o que há de pior no ser humano, como se fosse a face oculta e obscura de todo indivíduo. Porém, ela está escondida, esperando, a qualquer momento, por mais torpe que seja o motivo, a oportunidade para emergir com força excessiva, desproporcional ao que a desencadeou. Além disso, ela é um dispositivo extremamente eficiente para conseguirmos atingir objetivos específicos, principalmente no intuito e tentativa de obrigar a aceitação de nossa vontade egoísta, isto é, do contentamento sustentado pelo sofrimento alheio. É a dialética do carrasco e da vítima. A questão fundamental, no entanto, se encontra na distinção entre quem castiga e quem é castigado. Contudo, o primeiro pode agir de forma compulsória, sem nenhuma escolha que possa desobrigá-lo da ação agressiva; ou pode agir de maneira extremamente prazerosa: o sádico. Já ao segundo cabe apenas à insatisfação – acompanhada da tolerância ao sofrimento infringido, ante a dor e a humilhação de ser violado – sem

nenhuma recusa, sobretudo por temer represália, a destituição do seu estado infeliz. Por se encontrar em situação desfavorável, à certeza da impunidade, em relação ao agressor, acaba se tornando fardo extra. A violência de quem sofre calado, em certos aspectos, é bem maior! Não havendo a quem recorrer, pois nada será feito em sentido compensatório, reprimindo a intolerância, o descontrole e a brutalidade do agressor, o agredido acaba se conformando ao fardo de ser hostilizado, na maioria das vezes. No entanto, felizmente isso não se aplica a todos, caso contrário, notáveis como Mahatma Gandhi (o “apóstolo da não-violência”), Martin Luther King Jr., Nelson Mandela – para citar apenas alguns – seriam somente recordações tristes de homens que doaram a vida por causas impossíveis, inúteis. Entretanto, a justiça compensatória, vingativa, punitiva, se encontra bem distante da realidade concreta da dura existência sofredora. Ela (a justiça) também foi violada pelas leis escritas, mas mortas, quando o único sentido possível é a sua própria condenação, através do constrangimento físico e moral perpetrado pela indiferença de quem a conduziu às escuras, forjando situações de imparcialidade. Ela foi envergonhada ante o triunfo arrogante do violentador infame: o homem sem piedade. Por isso, toda alteridade fora destinada

A3

a encenação discursiva, impregnada de um falso amor justiceiro, onde reside confortavelmente a vontade de enganar. O pior tipo de violência, sem dúvida nenhuma, é aquela que nega ao violentado a possibilidade, por mais remota que seja, de autodefesa, demostrando, por parte do agressor, uma covardia explícita. Bem, quando bombas atômicas explodiram em Hiroshima e Nagasaki, durante a Segunda Guerra Mundial, dezenas de milhares de pessoas, basicamente civis, foram impedidas de qualquer ação defensiva, ao serem condenadas à morte, mutilação, deformação, simplesmente por força de uma “vontade revanchista”, calcada na vaidade de alguns burocratas estúpidos. Aquilo se justificou, na verdade, como a mais sórdida demonstração de poder. E é justamente isso que fazemos ao sermos violentos, demostramos poder. E o que é pior: um poder autojustificado; portanto, absurdamente arbitrário (imoral e antiético), sob a ótica de quem convive socialmente, pois, em um dado momento, pode se encontrar na mesma situação de vulnerabilidade. Onde fica a fraternidade, princípio humano por excelência? Enterrada entre os brutalizados pela nossa irracional intolerância, obscurecida pelas barbáries, em suas subjugadas faces anônimas, na figura de quem vítima e, também, de quem é vitimado.

Dia-Dia

Novo tempo no Jarí Com o afastamento do prefeito eleito de Laranjal do Jarí Zeca Madeireiro, pela Justiça Eleitoral, acusado de compra de voto, com o segundo colocado Barbudo Sarraf também afastado, assumiu o mandato, ontem, na Câmara de Vereadores o edil Bode Queiroga. Filho do saudoso Queiroga, família tradicional no Estado, que tambem já sentou naquela cadeira onde até hoje serve de exemplo aos mais jovens. O Sul do Amapá já foi há alguns anos um dos mais pujantes desse setentrião, com a Jarí Florestal impulsionando a indústria de celulose e agronegócio, gerando emprego e renda na região. O município de Laranjal do Jarí é estratégico para o Amapá, já que é a única ligação rodoviária com o resto do Brasil via Almerim, Monte Alegre, Prainha e Santarém, assim como um porto alternativo para escoar a produção de soja. A construção da Hidrelétrica de Santo Antônio vem colocando o município, assim como o vizinho Vitória, de volta na trilha do desenvolvimento, mas a falta de vontade política no que concerne a construção da ponte ligando Se realmente o Amapá ao Pará vem atrapalhando os recursos do muito. prefeito afastado O novo prefeito de Laranjal inicia seu junto as Estâncias mandato na expecta- superiores não prostiva de imprimir força perarem, não volde trabalho chamando para auxiliá-lo tando mais ao gente de capacidade cargo... técnica que tenha alguma habilidade política. É simples, considerado gente do povo, anda pelas passarelas cumprimentando aos mais humildes e filho da terra. Se realmente os recursos do prefeito afastado junto as Estâncias superiores não prosperarem, não voltando mais ao cargo, Bode Queiroga pode ser uma grata surpresa entre os seus demais pares. Mas vai precisar e muito da ajuda da bancada federal em Brasília e do Governo do Estado para tocar o terceiro maior núcleo populacional do Estado.

Hora-Hora

P&P Ontem pela manhã, clientes da Betral Seminovos Plus (Multimarcas) foram surpreendidos ao chegarem à loja que fica no coração do bairro de Santa Rita. Alem do tradicional cafezinho e água gelada foram recebidos pelo coordenador de vendas Ney de Oliveira Pereira e equipe, na base de um animado pagode. “É o que chamamos de P&P”, disse Ney se referindo a “preço e pagode”. “Quem ganha são os nossos fiéis e tradicionais clientes”, finalizou.

Vala Depois do apelo da coluna a Prefeitura de Macapá mandou tapar a enorme vala cavada pela Caesa na Av. Cora de Carvalho, atrás do SENAI. Antes, populares taparam o buracão com restos de entulhos de material de construção, mas as chuvas abriram novamente a cratera. Agora veio a solução definitiva. Preocupação A classe empresarial amapaense vem manifestando grande preocupação com a diminuição de dinheiro em circulação. Diversas causas: dívidas em bancos, com cartões de créditos e no comércio. Antes o dinheiro ficava nas contas dos correntistas até mais ou menos no dia 20 de cada mês, agora, só está durando no máximo até o

dia 10. E neste mês ainda vão ter que administrar os gastos da ExpoFeira, que ninguém é de ferro. Divisão Não chamem para dividir nem mesmo o adoçante do cafezinho o deputado estadual Manoel Brasil e o promotor Moisés Rivaldo (IMMES). Tudo por conta do racha ocorrido no Partido Ecológico Nacional (PEN51), que no Meio do Mundo tinha Brasil como seus cabeça-pensante e chefe. Num chamado golpe de estrela, Rivaldo foi a Brasília e com ajuda de políticos influentes trouxe para si o partido. Logo, Manoel Brasil quando soube que havia perdido o controle dos peneanos no Estado tratou de se filiar em outro, antes que a janela fechasse. Contagem A contagem dos dias em que a escuridão toma conta na BR 210, trecho entre os bairros Boné Azul, Açaí, Brasil Novo e Morada das Palmeiras, que já completava 17 dias foram devidamente suspensos. O motivo é um crédito que o JD vai dar à CEA, diante da matéria publicada que prometeu licitação para a compra das luminárias. Depois das devidas correções na iluminação pública vai passar a bola para prefeitura, que daí em diante fará a manutenção. Trégua iniciada!

MINUTOS Boa ideia - Com o objetivo de alertar pais e filhos sobre os perigos do consumismo na infância, mais de 50 feiras de troca de brinquedos estão sendo promovidas em várias cidades. A iniciativa faz parte de uma campanha lançada pelo Instituto Alana, que atua na defesa dos direitos da criança, e conta com a adesão de 13 estados, entre eles Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. Novos valores - Segundo a coordenadora de Mobilização do Instituto Alana, Gabriela Vuolo, com a proximidade do Dia da Criança, comemorado no próximo sábado (12), as famílias devem estar atentas aos apelos comerciais em excesso. Ela ressaltou que, além de possibilitar entrosamento e socialização entre as crianças, as feiras de troca ajudam a dar novos significados


A4

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013


MACAPÁ-AP, DOMINGO E SEGUNDA, 06 e 07 de outubro de 2013

Geral

COM TRÊS TIROS

Juventude é protagonista no Círio de Nazaré em Macapá B4

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Entrevista exclusiva

Ensino superior: “A principal necessidade é inserir os jovens na universidade”, diz reitor B2 & B3

Mulher morre no HE vítima de latrocínio

B4

Professores discutem projeto de lei para nova regência de classe

Gratificação é uma vantagem concedida ao profissional da educação básica equivalente a 25% do vencimento Jéssica Alves Da reportagem

C

om a realização de uma assembleia geral, no sábado (5), o Sindicato dos Servidores Públicos em Educação no Amapá (Sinsepeap), discutiu como pauta principal o projeto de lei sobre a Gratificação de Incentivo à Regência de Classe (GIRC) para professores da rede estadual, de autoria da deputada estadual, Marília Góes (PDT). De acordo com o documento, a gratificação é uma vantagem concedida ao profissional da educação básica, professor e pedagogo, efetivo com exercício em sala de aula equivalente a 25% do vencimento do

cargo. Se aprovada, a GIRC incorpora-se ao vencimento dos professores para efeito de aposentadoria, desde que eles atuem em salas de aula no período mínimo de quinze anos. A lei entrará em vigor a partir de janeiro de 2014. O presidente do sindicato, Aroldo Rabelo, afirma que é preciso primeiramente ouvir a classe sindical para encaminhar o projeto para a Assembleia Legislativa. “A deputada reuniu com sindicato, na terça feira (1) para apresentar o projeto de lei. Por conta disso estamos fazendo assembleia para discutir o projeto, junto com a categoria e encaminhar para a deputada. Queremos adequá-lo para atender as nossas necessidades e para isso, precisamos contar com a colaboração dos sindicalizados”, explica Rabelo. O projeto equivale ao retorno da regência, na qual o Governo do Estado incorporou junto ao salário base dos profissionais para assim chegar ao piso nacional da categoria. Segundo Aroldo, os professores não aceitam a incorporação, pois a regência de classe é considerada uma conquista

CELIANE FREITAS

Matheus Assis

Formado em Ciência da Computação pela UMC e MBA Executivo pela FAAP

N

AROLDO Rabelo afirma que professores não aceitam a incorporação da regência junto ao salário base dos profissionais

pelos profissionais. “Na prática isso não é considerado um ganho, pois nós já recebíamos esse benefício. O que queremos é um reajuste salarial em cima deste vencimento básico. O projeto de regência de classe é o retorno do que o governo tirou para dizer que pagaria o piso, mas na verdade ele burlou a lei, porque temos uma perda salarial de 25% para chegar ao piso salarial. Então com

o projeto, a regência começaria a partir de 25%”, afirma o presidente. Sobre as negociações, Aroldo afirma que neste ano, o Sinsepeap ainda não realizou negociações com o governo, mas ele garante que a mesa de diálogo neste período visa apenas discutir questões de caráter pedagógico, para a melhoria do sindicato. Por enquanto, ainda não há previsão de paralisações.

Iiiiihhhhh, casei!

ão, não estamos falando de arrependimento por ter se casado! Mas sim de um site, um serviço que te ajuda a casar. O “iCasei” é um site onde você programa todo o seu casamento, de ponta a ponta, com um custo muito baixo e facilidades bastante interessantes. No iCasei, os noivos se cadastram com as informações sobre o seu grande dia e podem fazer lista de convidados, listas de presentes online, cotas em dinheiro, receber mensagens dos amigos em um mural, confirmação de presença (RSVP) e até criar o seu site personalizado, usando o nome do casal como endereço (ex www. matheusejuliane.com). Este site já vem com categorias pré-definidas, como história dos noivos, local da cerimônia e da festa, informações sobre os padrinhos e

muito mais. Podem ser adicionadas e retiradas todas as categorias que desejar. E as vantagens não param por aí! De acordo com sua necessidade, o aplicativo te sugere fornecedores de produtos e serviços disponíveis em todo o país, com preços e criatividade para todos os bolsos. Além do mais, o iCasei conta com um aplicativo grátis, pelo qual você pode acompanhar seus presentes recebidos, confirmações de presença dentre outros. Na hora de programar seu casamento se divertindo, a dica é o iCasei. No final de tudo, você ainda recebe um CD com as memórias de tudo que foi feito no site. Mais em: Www.icasei.com.br E-mail: mxassis@gmail.com Twitter/Instagram: (@MattsCom)


B2

Geral

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013 Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Ensino superior: “principal necessidade é inserir os jovens na un O reitor da Unifap, José Carlos Tavares, analisou durante entrevista exclusiva ao JD os avanços estruturais e os desafios da instituição Karina Rodrigues Da reportagem

O

reitor da Universidade Federal do Amapá (Unifap), José Carlos Tavares, deve estar deixando o cargo nos próximos meses. Desde 2006 respondendo pela instituição, Tavares deixa para o mundo acadêmico um legado nunca antes visto de infraestrutura e avanços no ensino superior. Nos últimos sete anos, a Unifap passou por um

processo de reestruturação tanto na parte física, quanto de pessoal. Em 2006, o número de professores era de 158. Hoje são 420 docentes. As vagas para alunos na instituição também aumentaram. Saltaram de 1,2 mil para 6,2 mil vagas. Os cursos de mestrado não existiam em 2006. Hoje já são cinco. Doutorado naquela época nem se falava na Unifap. Atualmente são dois doutorados próprios e três interinstitucionais. Os cursos de graduação também aumentaram. Passaram de dez (2006) para 24 este ano. “Uma forma de sensibilizar o MEC foi através da abertura de novos cursos que dessem sustentação aos cursos já existentes na época, assim surgiram: farmácia, medicina, jornalismo, engenharia elétrica e outros cursos de graduação. Como foi apresentado um grande projeto de investimento em infraestrutura, a universidade

não tinha onde colocar esses novos cursos”, informa. Os primeiros empreendimentos na gestão de Tavares foram dois: a ampliação da biblioteca, a ideia de abrir novos cursos para que o MEC visse a Unifap como uma forma de inserção do jovem da sociedade amapaense dentro da instituição. “Todos pensam que o Ministério da Educação (MEC) existe para resolver todos os problemas das universidades, mas o MEC fornece apenas condições mínimas e básicas para as instituições se manterem”, ressalta. O recurso anual da Unifap passou de R$ 3 milhões (2006) para R$ 16 milhões (2013) anuais, mas o reitor afirma que ainda não é suficiente devido a quantidade de cursos que foram implantados durantes esses últimos anos. Durante esses dois mandatos boa parte dos investimentos foram voltados CELIANE FREITAS

UNIFAP DIGITAL, um dos espaços criados na instituição para facilitar o acesso à rede

João Frota

Jornalista policial E-MAIL – joaojrfrota@hotmail.com

Plantão Policial VIOLÊNCIA DOMÉSTICA O desenvolvimento sempre foi o desejo de governantes e da população de um lugar em crescimento, onde todos têm a ganhar, principalmente pela circulação maior de valores, como o comercio, a indústria, o lazer e muitas alternativas de vida que geram empregos e renda. Mas infelizmente sempre com ela vem à indústria do crime, que parece caminha lado a lado, e estamos percebendo que no Amapá isso não é diferente, quando já amargamos o aumento da demanda dessa violência, que para o povo pacato e ordeiro do Amapá, não é bem vinda. Esperamos, portanto, a atenção maior em relação a este grande mal da humanidade que é “a violência urbana”.

VISITA ILUSTRE Quarta feira (2), Macapá recebeu a visita da Secretária Extraordinária de Políticas para Mulheres (SEPM), a consultora em Psicologia e Mediação de Conflitos, Cintia Yoshihara, contratada pela Secretária de Segurança Pública Nacional com a Secretária de Polí-

ticas para as Mulheres da Presidência da República. VISITA ILUSTRE ll A visita aconteceu em órgãos controladores e combatentes a violência doméstica do Amapá, como a Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher. Cintia veio ver in-loco as aplicações de recursos

80% da violência contra a mulher, tem como incentivadora a bebida alcoólica.”

DELEGADA Vilani, titular da DECCM

Não se pratica violência e abuso à crianças, somente nas pontes, em grandes residências de bairros nobres também.”

destinados a essa área e levantar as reais necessidades de investimentos na área, para que possa ser objetivado um trabalho mais concentrado, visando a diminuição dos abusivos números atuais de violência contra a mulher. ESTATUTO Um passarinho me contou que o esperado estatuto da briosa Polícia Militar, que se encontra na Procuradoria Geral do Estado (PROGE), ainda não será neste ano de 2013, que será encaminhada para votação e aprovação na Assembleia Legislativa. Apesar do esforço concentrado de oficiais, alguma coisa ainda emperra tal votação. Quem viver verá! CONSTRUÇÕES Desde o início de 2011, o governador anunciou a inauguração do prédio do semiaberto no anexo atual, onde irá oferecer mais de 240 vagas. CONSTRUÇÕES ll Uma grande quantida-

para cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado), como também para a qualificação dos professores, inclusive o recurso que é destinado para a universidade, baseado na titulação dos professores, quantidade de alunos formados e em cursos de pós-graduação. Tavares acredita que a base para ter cursos de graduação forte precisa investir em cursos de pós-graduação como mestrado, doutorado e projetos de pesquisa extensão. “A universidade só terá dinheiro para investimentos se for consolidada a pesquisa, a pós-graduação e a extensão. As melhores universidades do país têm esses cursos bem estruturados. A Unifap possui alunos em todos os níveis de ensino, dessa forma podemos concorrer a orçamentos maiores”, disse. Em 2006, todos os cursos estavam com avaliações suspensas pelo órgão que avalia os de graduação ou estavam com uma avaliação bastante comprometedora, como era o caso do curso de Direito que já estava sob a intervenção da OAB Nacional que tinha o objetivo de fechá-lo. O número de professores era insuficiente para a quantidade de cursos existentes, pois no ano de 2013 a Unifap foi a universidade da região Norte que mais recebeu vagas para professores e técnicos, assim como sua infraestrutura mudou bastante no decorrer dos anos.

A bancada federal do Amapá contribui para a construção de novos prédios dentro da universidade através das emendas parlamentares, é o caso do bloco de jornalismo que está construído por meio de emenda parlamentar. Segundo o reitor, só os recursos disponibilizados pelo MEC não seriam suficientes para atender as necessidades da instituição. “A principal necessidade da Unifap atualmente, é inserir mais jovens dentro da própria universidade. Isso diminuiria a criminalidade. Se formos analisar, vamos perceber que a inserção desses jovens no ensino superior ainda é baixa, justamente porque o número de vagas ofertadas pela instituição ainda não é capaz de absorver grande parte dessa população”, afirma Tavares.

de de reeducando que progrediram de regime, do fechado para o semiaberto, continua pagando suas penas dentro do cadeião, que não mais é o lugar adequado, por falta de vagas no semiaberto, onde perdem inclusive a

condição de poderem estar trabalhando no extra-muro, já que por 3 dias trabalhado 1 dia é automaticamente diminuído de suas penas, o que os favorece na volta mais rápida ao convívio da família e da sociedade.

Redução da evasão escolar Programas de auxílio transporte, moradia, alimentação e bolsa xerox, foram alguns dos projetos que diminuíram o numero de evasão na instituição, o objetivo desses benefícios é atrair e manter o estudante da universidade. Em Fevereiro de 2014 será inaugurada a moradia estudantil que terá 150 vagas para acadêmicos. Pesquisas O número de pesquisas também cresceu nos últimos anos, em 2006 existiam apenas dois grupos de pesquisa, hoje a Unifap tem mais de 70

TAVARES acredita que a base para se ter cursos

grupos de pesquisa. Todos são validados no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), isso facilita o acesso a recursos para projetos de pesquisa. “Apesar de ter crescido o número de acadêmicos em programas de pesquisas, ainda precisamos de mais estudantes inseridos nesse tipo de trabalho. Temos pesquisas em todas as áreas do conhecimento, além disso, todas as áreas são contempladas com bolsas de iniciação científica, e para o aluno ter acesso a essas bolsas deve concorrer através de edital que é lançado pela instituição”, alerta.

COMBUSTÍVEL Apesar das novas instalações do novo posto de combustível, inaugurado e entregue na semana passada, as dificuldades para abastecer viaturas continuam.

DITO POPULAR

“A árvore quando está sendo cortada, observa com tristeza que o cabo do machado é de madeira”.

ENTREVISTA com O DELEGADO ROBERTO PRATA Como o senhor vê hoje a aplicabilidade da lei do menor? Del. Prata – Hoje percebemos uma preocupação e cobrança maior por parte da Justiça e da própria população pela prioridade que seja dada ao menor. As estruturas tem se juntado em volta dessa causa tão nobre que é a criança brasileira. Onde acontece com mais frequência esses abusos ao menor? Del. Prata – por incrível que pareça, acontecem geralmente e em sua maioria dentro de suas próprias residências, quando geralmente são praticados por familiares próximos, como, por exemplo; padrastos contra enteados e enteadas.

DELEGADO Roberto Prata, titular da DERCCA

Esses abusos contra as crianças apurados pela delegacia, acontece somente entre classes baixas? Del. Prata – Ledo engano, também nas grandes residências e grandes edifícios, de classes altas, também acontece, casos tão parecidos quanto nas baixadas, não são crimes com uma característica apenas de pessoas simples e humildes, infelizmente. A reincidência é muita nesses atos de abusos? Del. Prata – Com certeza, apesar de quando chegam aqui na delegacia e tomarmos medidas severas, casos até de prisão, quando menos se espera o individuo esta de novo sendo apresentado pela polícia militar. Muitos casos tristes a

OCORRÊNCIAS...

relatar desses monstros que vem parar aqui na DERCCA? Del. Prata – Infelizmente sim, tenho atendido caos aqui que tem me deixado muito triste e emocionado, mas, tenho que olhar pelo lado profissional da coisa e tratar como tal, não posso agir com o coração, mas como ser humano, pai que sou, há muitas situações em que eu conto até cem. A delegacia dispõe de uma estrutura de pessoal como psicólogos e assistentes sociais, para os primeiros atendimentos dessa clientela? Del. Prata – é o que temos de melhor aqui, além de nossos colegas delegados, escrivães e agentes, abnegados, graças a Deus temos uma equipe muito dedicada a causa das nossas crianças amapaenses.

O sonho dos moradores de ponte é chegar a casa, sem que sejam molestados por bandidos nas entradas das baixadas///O tenente coronel PM Aelitonmi, ficou emocionado quando recebeu o comando do 4º BPM, onde estava como subcomandante há mais de 3 anos. Merecido!!///E o proativo e competente Major Claudio Braga, depois de fazer um brilhante trabalho no BPTRAN foi jogado na geladeira. Entenda!///Competência tem nome: delegada Sheila Vasques titular da DEATRAN, que tem feito um trabalho magnífico em defesa de um trânsito legal///Presidentes de Associação de Bairros tem oficializado diariamente aos órgãos competentes, verdadeiros casos e polícia em seus bairros///A notícia é que o bandeco no Iapen deu uma melhorada. Pelo menos a farinha voltou a ser servida. Menos mal!///O que tem de viaturas sendo mal usadas por servidores não tá no gibi. Como diz o outro, essa turma é muito cara-de-pau///E pessoal à disposição das Polícias Civil e Militar, até quando heim?


Geral

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

niversidade”, diz reitor

A anestesia juvenil

A formação atual de um médico (part. 1)

CELIANE FREITAS

Élcio José de Souza Ferreira

Prof. Dr. Eduardo Augusto da Silva Costa

P

s de graduação fortes é investir em cursos de pós-graduação

Acompanhe os números 2006

2013

Nº Cursos 10

Nº Cursos 24

Professores 158

Professores 420

Vagas/Alunos 1,2 mil

Vagas/Alunos 6,2 mil

Doutorado 0

Doutorado 5

Mestrado 0

Mestrado 5

Recursos R$ 3 milhões

Recursos R$ 16 milhões

B3

Élcio José de Souza Ferreira, Técnico judiciário TJAP, Bel. Em Direito pelo CEAP, especialista em Direito Público. Equipe Interprofissional VIJ - Área Cível Administrativa.

Médico com Residência, Mestrado e Doutorado em Cardiologia. Professor de Cardiologia da Faculdade de Medicina da UFPA. Pós-Doutorado em Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista

ara quem estiver pensando em estudar medicina, é bom saber por antecipação que o curso atual para formação de um profissional que vai querer ter espaço no mercado de trabalho atual e do futuro, é de dez anos, seis de faculdade e no mínimo mais quatro de residência médica, pois antigamente no mundo acadêmico e agora no mundo atual, o médico sem residência é um médico sem formação completa, um micromédico (este termo foi utilizado pelo reitor da universidade do estado mais a leste do país para o reitor anterior da Unifap, informando a qualidade do curso de medicina deles). Mas residência médica é coisa muito séria. Antes dos anos oitenta bastava terminar o curso de seis anos e fazer um estágio em algum lugar de maior projeção científica, por meses ou até um ou dois anos e tudo bem, o médico se tornava um especialista, de qualidade boa ou discutível, mas aceito pela sociedade civil. Do início dos anos oitenta pra cá o procedimento mudou, foi criada no MEC, com sede em Brasília, a Comissão Nacional de Residência Médica, que passou a avaliar os hospitais universitários e não-universitários e, quando qualificados, passou a credenciá-los, de tal modo que a procura por uma vaga passou a ser a ordem para os recém-formados, são dois anos de medicina geral, clínica médica para os de especialidade clínica ou cirurgia geral para os de especialidade cirúrgica e mais dois anos de especialidade, seja ela clínica ou cirúrgica, e às vezes, mais dois anos em uma subespecialidade, totalizando seis anos; por exemplo, na minha área são dois anos de clínica médica, dois anos de cardiologia e mais dois anos de uma subespecialidade como a minha (hemodinâmica e cardiologia intervencionista), ou dois anos de eletrofisiologia e arritmias ou mais dois anos de ecocardiografia, ou dois anos de cardiologia pediátrica, etc... Existem especialidades que

não necessitam dos dois anos de clínica médica ou cirurgia geral, como oftalmologia, otorrinolaringologia, neurologia, neurocirurgia, dermatologia, ginecologia, obstetrícia e ortopedia, nestas a formação é direta, não ocorrendo necessidade do pré-requisito. “Mas, o importante é que a sociedade, com o advento da internet e da socialização da informação, tomou conhecimento disso, e agora cobra a formação de cada profissional, de tal forma que em alguns países como os Estados Unidos, um terço das vagas dos cursos de medicina é ofertado para estrangeiros, pois com o conhecimento no computador a sociedade passou a cobrar diuturnamente a formação do médico (vide recentemente a cobrança da especialidade do médico que acompanhava o cantor Michael Jackson), e devido o custo elevado dos seguros médicos para o caso de erros, a profissão passou a ter historicamente menos adeptos, pois é a profissão que se você não tem conhecimento teórico e habilidade prática naquilo que está fazendo, o resultado pode ser catastrófico e com perdas de vida, eu ensino para os meus alunos..., aqui não há aprendizado por tentativa e erro, pois se errarmos alguém morre, principalmente, na minha especialidade...”. Por conseguinte, no mundo atual, se o médico decide ser especialista a residência médica é o primeiro degrau da carreira, depois vem à prova de título de especialista pela Associação Médica Brasileira (AMB), e, se quiser maior formação ou carreira universitária, vem a seguir o mestrado, o doutorado, e os pós-doutorados. É importante saber que, hoje, nas universidades federais, para fazer concurso público para professor de medicina há necessidade de doutorado, ou no mínimo mestrado, e para isso é necessário a residência médica como pré-requisito. Para seu conhecimento, nos próximos finais de semana vamos continuar a comentar este assunto!

E

stivemos recentemente no CIP/FCRIA, onde palestramos aos jovens infratores, internos daquela unidade de atendimento, sobre os Direitos, Garantias e Aplicação de Medidas Socioeducativas, onde tivemos contato direto, com pessoas que tem anseios como qualquer outro ser humano, sonhos em realizar suas esperanças e expectativas, e de terem vidas dignas. Isso, poderia ser realidade, se tivessem eles tido, as oportunidades de estudarem, dignidade familiar e social, alimentação, moradia etc... Entretanto, o que se detecta, é a triste realidade, de que foram praticamente todos, alijados de qualquer processo social evolutivo, e restando neles apenas, os sonhos lúdicos do consumismo, e as contaminações provenientes, das mazelas sociais, das drogas e da prostituição, enfim, das organizações criminosas entranhadas nos meios onde vivem. De acordo com o estudo feito pelo CNJ, no Mutirão Carcerário, em 2012, 60% desses jovens infratores, estão na faixa de idade entre 15 e 17 anos, a maioria deles não frequentava a escola antes de ingressarem nas unidades de atendimentos, em sua maioria absoluta, pararam de estudar antes dos 14 anos, pararam de estudar entre a quinta e a sexta série, e 8% são completamente analfabetos. Isso, reforça e demonstra, que o nosso país, em especial o Amapá, precisa adotar políticas específicas, voltadas ao combate da evasão escolar no ensino fundamental, pois, só assim, e com a efetiva fiscalização do cumprimento, das obrigações pelo estado e pelos municípios, é que teremos a possibilidade de diminuir os números de analfabetos, analfabetos funcionais e semi analfabetos, minorando com educação, e cultura, os altos índices de práticas de atos infracionais, pelos jovens. O consumismo, provo-

cado pelas mídias impressas, faladas, televisivas e sociais em geral, principalmente das grifes, das marcas, e de diversos equipamentos eletrônicos, provocam nos jovens, um frisson de consumo, onde a inexistência de capacidade em adquirí-los, tortura-os diariamente, com lavagens cerebrais, em doses midiáticas colossais. A televisão, a internet, a TV a cabo, via satélite e o rádio, além das mídias escritas, jornais revistas e similares, que trazem conteúdos sensualizados, de consumismos de drogas legalizadas, de violências doméstica e urbana em geral, e com atrativos visuais de beleza, onde demonstram, que é bonito consumir de um tudo, bastando para isso, um bom marqueteiro por trás, e um visual colorido, paradisiáco e sensual, para que os vícios atrelados ao produto, sejam transformados em doce mel, e com breve amargor, às classes sociais desprivilegiadas, aos mais pobres, mas também atingindo, a todas as demais classes sociais. Nossas crianças são induzidas ao consumismo desde muito tenras, muito novas, as meninas tendem a se maquiarem desde ainda garotinhas, e nós pais, estamos contribuindo para isso, sensualizando nossas crianças desde muito cedo. O consumo desenfreado de mídias visuais a grosso modo, e subliminares são motivadoras de muitos casos de violências, entre os jovens, os sonhos de consumo, provocam uma desenfreada busca por satisfação de desejos sem nenhum lastro familiar. Qual o preço que teremos que pagar por essa anestesia, ilusória, aliciadora, alijante e excludente social perniciosa, das mídias sóciais fantasiosas? O preço, será muito alto, pois, segurança pública repressiva e investigativa, custa caro ao estado, melhor dizendo, aos cidadãos.


B4

Geral

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013 Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Mulher morre no HE vítima de latrocínio Alyne Kaiser

I

vone dos Santos, de 43 anos, faleceu na manhã da última sexta-feira (4), no

Hospital de Emergência. A mulher foi alvejada com três tiros pelo corpo na manhã da última segunda-feira,30, quando teve a casa invadida

por dois (2) bandidos. De acordo com as informações da polícia, naquele dia, Ivone estava em casa junto com Antônio das Cha-

gas, de 44 anos, quando os criminosos chegaram de motocicletas. Eles conseguiram roubar cordões de ouro e anéis. Antônio esboçou

reação e tentou fugir, quando os criminosos começaram a efetuar vários disparos. Antônio levou um tiro e felizmente, ficou fora de pe-

rigo. O corpo de Ivone foi sepultado na tarde de sábado. Ninguém da família quis falar sobre o assunto.

Juventude é protagonista no Círio de Nazaré em Macapá

DIVULGAÇÃO

Mônica Costa Da reportagem

O

s jovens que foram para a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, ao encontro com o Papa Francisco estão na organização do Círio de Nazaré deste ano. A juventude está inserida na coordenação da Comissão do Círio Musical, Divulgação, Liturgia, e também nas reflexões, e em toda programação musical entoada durante aprocissão de Transladação da Imagem até a Matriz Nossa Senhora de Fátima, entre outras participações. De acordo com a coordenadora de Liturgia do Círio de Nazaré, Claudia Figueiredo, cerca de trezentos jovens representando oSetor Juventude da Diocese de Macapá, estarão ao lado da Imagem de Maria, e deverão participar da segurança da berlinda, que é a estrutura que conduz a imagem de Nossa Senhora de Nazaré durante a procissão. “A juventude vai participar de um coral, durante a procissão de transladação que vai sair da Catedral São José no bairro Central, até a Igreja Nossa Senhora de Fátima no bairro Santa Rita. Está acontecendo na Catedral São José o ensaio com um grupo de diversos movimentos juvenis da igreja que apresentarão durante o trajeto após a Missa de Transladação e Apresentação do Manto,

JUVENTUDE continua em foco na maior manifestação de fé

que deve ocorrer no dia 12 de Outubro às 19 horas na Catedral.” Disse. Segundo ela, os jovens se responsabilizaram pelos carros de anjos e na entrega de águas doadas pelos devotos para as crianças vestidas de anjos. E outra parte também deve fazer a guarda dos padres, religiosos (as), visto que, não haverá mais a corda, a mesma que protegia os sacerdotes e autoridades do Estado do Amapá. Hinos Toda a liturgia musical da

Missa Campal em frente à Matriz Nossa Senhora de Fátima, serão as mesmas músicas cantadas durante a Missa de Envio do Papa Francisco em Copacabana. Símbolos JMJ “A réplica da Cruz da Jornada Mundial da Juventude, e o Ícone de Maria serão conduzidos por grupos de jovens na grande procissão no domingo. Com objetivo de recordar a JMJ e o pedido do Papa Francisco, para os jovens do mundo inteiro ‘Ide, sem medo de servir’”. Finalizou a Claudia.


MACAPÁ-AP, DOMINGO E SEGUNDA, 06 e 07 de outubro de 2013

Geral

Amapafogo Projeto ‘Feijão do Fogão no Meio do C2 Mundo II’ Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

SOCIEDADE

Quebramar 2013

Festival tem data alterada

C3

Primeira-dama Claudia Camargo Capiberibe recebe felicitações C4

Pendência na transferência das terras do AP atrapalha o desenvolvimento, diz governador De acordo com ele, as prefeituras deixam de executar obras e perdem recursos quando precisam provar a titularidade

FOTO: AGÊNCIA AMAPÁ

Agência Amapá

O

governador Camilo Capiberibe aproveitou a vinda da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, ao Amapá, onde participou na sexta-feira (4), do Encontro Estadual de Prefeitos e Prefeitas, para pedir apoio no que se refere à transferência das terras do Amapá sob do-

COMO HÁ o impasse, muitas emendas, principalmente as destinadas à construção de creches, acabam sendo perdidas

mínio da União. De acordo com ele, as prefeituras deixam de executar obras e perdem recursos federais quando precisam provar a titularidade da terra. Como há o impasse, muitas emendas parlamentares, principalmente as destinadas à construção de creches, acabam sendo perdidas. “Por maior que seja o esforço da nossa bancada em Brasília, esse é um assunto que depende da vontade do Governo Federal. Por isso queremos seu apoio nessa luta, que só fortalece o Amapá”, pediu o governador, que, na ocasião, assinou o decreto que dispõe sobre a composição, estrutura, competência e funcionamento do Conselho das Cidades

do Amapá. A ministra Ideli Salvatti agradeceu a recepção que teve ao chegar ao Estado, o qual visita pela primeira vez. Falou do esforçou dos parlamentares para trazer recursos para o Amapá e elogiou a presença dos prefeitos. Ela veio acompanhada de ministros e técnicos do Governo Federal para promover a Caravana dos Municípios, cujo objetivo é orientar prefeitos a acessar recursos federais e resolver pendências. No total, foram feitos 228 atendimentos individuais. “Se os prefeitos tivessem que ir a Brasília, teriam que passar pelo menos duas semanas para fazer o que em dia fizeram aqui”, ponderou

AV: Feliciano Coelho, 659 - Trem Tel: (96) 3242-9264 - CEP 68901-025 Site: www.notecomp.com.br Em frete ao Colégio Alexandre Vaz Tavares

a ministra, que, por duas vezes, citou a banda federal nominando um a um dos parlamentares. O prefeito de Macapá, Clécio Luís, reconheceu o quanto é importante o atendimento personalizado aos prefeitos. “Esse encontro encurta o caminho entre os prefeitos e o Governo Federal”, resumiu. A visita às capitais faz parte da política de relação institucional de investimentos do Governo Federal, onde as suas principais pastas montarão estruturas de atendimento individualizado sobre os programas federais, acesso de recursos, além da análise, caso a caso, das demandas das prefeituras.


C2

Esporte

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013 Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Amapafogo anuncia Projeto “Feijão do Fogão no Meio do Mundo II” JORNAL DO DIA

Mega evento será realizado no dia 9 de novembro para celebrar a reunião alvi negra carioca em Macapá ELCIO BARBOSA Da Reportagem

A

diretoria da Amapafogo anunciou ontem a imprensa, um Megaprojeto denominado ‘Botafogo Sem Fronteiras, Feijão do Fogão no Meio do Mundo II’. O objetivo é aproximar novos sócios torcedores radicados no estado amapaense ao clube alvi negro carioca. O evento foi realizado na sede da entidade localizada na Rua São José, no Laguinho. De acordo com Delmer Guida, presidente da Amapafogo, o Megaprojeto será realizado no dia 9 de novembro de 2013, em um hotel em Macapá. “O clube tem desejo em adquirir no-

PRESIDENTE Delmer Guido e a diretoria da torcida organizada do Botafogo no Amapá , durante evento realizado ontem

vos sócios, mostrar para o torcedor que tem sentimentos de relação de paixão, mostrar ao torcedor que o clube está aqui no estado do Amapá, onde ele mora, trazendo ídolos mostrando a ele, que respeita muito esse amor, essa relação de carinho”, declarou. Guida disse ainda que no Mega evento, cada torcedor simpatizante do Bota-

fogo que marcar presença, pagará um ingresso e se tornará automaticamente torcedor do clube. “Ele comprou um ingresso, e é aceito sócio torcedor do Botafogo, cadastrado, e a partir do 2º mês se ele quiser continuar, ele paga a 2ª mensalidade e continua sócio torcedor do Botafogo”, explicou. No segundo momento, o

Fla usa invencibilidade em clássicos para superar distância do Maracanã

FOTO: DIVULGAÇÃO

UOL/Esporte

mento de reunir o maior número de torcedores, além das presenças dos ídolos Paulinho Criciúma e Mazolinha, Campeões pelo Botafogo em 1989, Donizeti o ‘Pantera’, Campeão Brasileiro em 1995, teremos ainda a presença do Maurício Assunção, presidente do Botafogo”, afirmou Guida, presidente da Amapafogo.

Toque de Primeira ANTONIO LUIZ

Colunista alpcampos@hotmail.com

A

liado importante na recuperação no Campeonato Brasileiro, o Maracanã não poderá “ajudar” o Flamengo neste final de semana. Por conta de um acordo de R$ 1 milhão firmado em julho, o Rubro-negro enfrentará o Vasco no estádio Mané Garrincha, em Brasília, neste domingo, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. E já que não poderá contar com sua casa carioca, o Flamengo aposta nos números para superar o rival de São Januário. Invicto em clássicos contra times do Rio em 2013, o Rubro-negro espera repetir o retrospecto neste domingo. Em sete partidas contra os rivais cariocas neste ano, o time da Gávea venceu cinco jogos e empatou em duas oportunidades, tendo 80,9% de aproveitamento nestes duelos. “Realmente estamos conseguindo um bom desempenho nos clássicos deste ano. Precisamos manter este bom retrospecto no domingo, apostamos nisso. É um tipo de jogo diferente que motiva a todos”, comentou o técnico Jayme de Almeida. “Foi justamente em um c l á s s i c o que começamos a formar esse sentimento d e

Megaprojeto Feijão do Fogão, deve reunir mais de mil pessoas. “O ‘Feijão do Fogão no Meio do Mundo’ já aconteceu em Macapá, e no resto do País, foi feito um evento como este, em Juiz de Fora deu 600 pessoas, na Paraíba deu 700 pessoas, em Macapá, há dois anos, deu 1200 pessoas, foi considerada a maior do Brasil, e temos o senti-

Positivo Final do returno rola esta segunda-feira e o destaque do Amapazão é Alessandro, craque do EC Macapá. Hábil, veloz, oportunista e poder de conclusão. Uma fera tucuju! Negativo Amapazão entra na reta final e os clubes reclamam que ainda não receberam um tostão do Governo Estadual. “Disque” a primeira parcela será liberada dia 10 de outubro.

ESTÁDIO Mané Garrincha receberá o clássico entre Flamengo e Vasco

equipe vitoriosa das últimas partidas. Aquele jogo contra o Botafogo [confronto de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no último dia 25], com o apoio da torcida, mexeu muito com o time. Não conseguimos vencer, mas fizemos um bom jogo. Desta vez, mesmo longe, precisamos repetir aquele espírito e o retrospecto nos clássicos”, ressaltou o comandante rubro-negro. E mesmo embalado pelas duas vitórias nas últimas partidas e pelo retrospecto contra os rivais regionais, Jayme de Almeida pede calma e “pés no chão” ao Flamengo. Segundo ele, o time ainda precisa se preocupar com a dis-

tância para a zona do rebaixamento. “Algumas coisas favorecem, mas ainda não estamos brigando lá em cima, mas sim para se distanciar da parte de baixo. Essa é a realidade, não adianta contar história, falar de Libertadores e tal. Vamos trabalhar, colocar o pé no chão e ter noção da realidade”, alertou o técnico. Em 11º lugar, o Flamengo tem 33 pontos, seis a mais que o São Paulo, primeiro clube da zona da degola, e ainda trata com cautela a questão do rebaixamento. Em caso de tropeço para o Vasco no fim de semana, o risco de uma queda para a segunda divisão pode voltar a rondar o clube.

Profissão Regulamentada I Graduados e habilitados em Educação Física comemoram uma decisão judicial gaúcha. Profissão Regulamentada II Justiça determina que apenas profissionais registrados sejam empossados em concurso. Brasileirão O ‘clássico dos milhões’ Flamengo x Vasco desperta a atenção da galera este domingo. Amapazão I Decisão do returno rola esta segunda e os clubes esperam que agora o público apareça.

Amapazão II Em que pese os bons jogos, a torcida anda escassa nos estádios. Acorda, galera tucuju! Fenômeno Azul Remo enfrenta o Flamengo esta terça, desta vez fora de casa pela Copa Brasil Sub-20. Tricolor na Copinha I Diretoria do São José confirma participação na Copa São Paulo Junior do próximo ano. Tricolor na Copinha II Presidente Rômulo Simões assegura que vai reforçar o time e realizar inédita campanha.

Tite escala contestados Ibson e Romarinho no time titular no Corinthians UOL/Esporte

O

técnico Tite surpreendeu ao escalar dois contestados pela torcida do Corinthians como titular no treino deste sábado realizado no CT Joaquim Grava. Ibson e Romarinho entraram no meio de campo da equipe. A dupla foi escalada no lugar dos atacantes Pato e Emerson Sheik e deve entrar no time titular do Corinthians no duelo deste domingo contra o Atlético-MG, às 16h, no estádio Independência, jogo que terá acompanhamento lance a lance do Placar UOL Esporte. Ibson foi apontado pela torcida do Corinthians como um dos responsáveis pela má fase do clube no Brasileirão. Segundo o Diário Lance, Romarinho deixou de ser o xodó da Fiel e passou a ser xingado pelos integrantes das organizadas do Timão. Com 34 pontos, o Corinthians atualmente é o nono na tabela de classificação do Brasileirão. Contra o Atlético-MG, o time tenta engatar uma sequência de vitórias para apagar de vez a crise.

ne e Paulo Silva serão homenageados. Momento Família Longe da balada, tricolor Fred celebra 30 anos em mesão com o pai, o irmão e amigos. Basquete Adulto I Campeonato masculino e feminino inicia em 25 Out e inscrições encerram esta segunda. Futebol Amador FAF promove uma reunião esta segunda-feira e define Campeonato Não Profissional. Pôquer Não estranhem, mas é a aula mais procurada no curso Ciências do Esporte da Unicamp. Expofeira do Amapá I 11º Campeonato Amapaense de MotoCross terá 80 pilotos, R$ 8 mil de grana e troféus.

Papão da Amazônia Triunfos e fracassos do Paysandu na Série B aceleram o coração da torcida alvi-celeste.

Expofeira do Amapá II Expo-Flay mobiliza o aeromodelismo e recepciona o bicampeão mundial Fábio Borges.

Feijão no Fogão I Tradicional convenção alvinegra reúne ídolos, diretoria e feijoada da melhor qualidade.

Diálogo É o segredo do técnico Marcelo Oliveira para controlar ego dos jogadores no Cruzeiro.

Feijão no Fogão II Acontece dia 09 NOV com a presença de Maurício Assunpção, presidente do Botafogo.

Você Sabia? Caso a França esteja na Copa do Mundo, pode treinar na Guiana Francesa. Vemos uma grande chance de o Amapá pleitear uma visitação e entrar no roteiro do futebol mundial.

Feijão no Fogão III Renivaldo Costa, Humberto Moreira, Ana Girle-


Diversão&Cultura

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013

C3

Editora: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Quebramar 2013: festival tem data alterada O evento será realizado no período de 26 de novembro a 1º de dezembro Da Redação

A

coordenação do Festival Quebramar 2013 está trabalhando intensamente para que essa edição seja uma das melhores já realizadas no Amapá, para isso, optou pela mudança na data do evento, que aconteceria nos dias 29 de outubro a 03 de novembro e agora, passa a ser realizado no período de 26 de novembro a 1º de dezembro. O Quebramar é considerado um dos maiores festivais de artes integradas da Amazônia e inseriu o Amapá no mapa da cena musical independente do Brasil. Em 2013, o festival completa seis anos de existência e traz em sua programação nomes importantes do cenário cultural do Brasil e os destaques de artistas da

Região Norte. Na edição anterior, oito mil pessoas participaram da programação, que ocupou inúmeros espaços de Macapá, durante seis dias com atividades de formação, circulação, difusão e integração, utilizando-se da aplicação de tecnologias livres em sua composição. Desde seu surgimento, em 2008, o Quebramar já envolveu cerca de 600 músicos, em 150 shows e recebeu mais de 30 atividades de formação, dentre painéis e oficinas. Este ano serão realizadas quatro dias de prévias nas escolas, Batalhas de Bandas, cinco dias consecutivos de eventos com shows musicais, espetáculo teatral, e em todos os cinco dias rodas de discussão sobre arte e cultura, oficinas livres, exposição de artes visuais perma-

DIVULGAÇÃO

nente e mostras de audiovisual em parceria com os grupos cineclubistas locais, com o envolvimento de aproximadamente 60 agentesculturais da Amazônia e demais regiões do país. Patrocinadores O Festival Quebramar 2013 é apresentado pela Petrobras, após ser contemplado pelo Programa Petrobras Cultural. Apoio Locoreggae Promoções e Eventos. Apoio Cultural Prefeitura Municipal de Macapá e Governo do Estado do Amapá. Integra o Circuito Amazônico de Festivais Independentes e Rede Brasil de Festivais Independentes. Realização Casa Fora do Eixo Amapá, Casa Fora do Eixo Amazônia, Fora do Eixo, Ministério da Cultura e Governo Federal.

NA EDIÇÃO anterior, oito mil pessoas participaram da programação, que ocupou inúmeros espaços de Macapá

Lançamento da 2ª Feira de Livros do Amapá Museu Sacaca comemora acontece terça-feira no Palácio do Setentrião mês das crianças com o FOTO: DIVULGAÇÃO

Agência Amapá

S

erá na terça-feira, 8, às 9h, no Palácio do Setentrião, o lançamento, pelo governador Camilo Capiberibe, da 2ª Edição da Feira de Livros do Amapá

Agência Amapá

O 2ª EDIÇÃO da Feira de Livros do Amapá (Flap), que este ano traz o tema “Leitura e Sustentabilidade”, vem embalada pelo sucesso de público e de crítica em 2012

(Flap), que este ano traz o tema “Leitura e Sustentabilidade”. Embalada pelo sucesso de público e de crítica em 2012, a Flap apresentará um circuito de literatura e arte que valoriza as populações tradicionais e os monumentos históricos, sem desmerecer a inclusão digital da leitura e o lúdico, presentes nas contações de histórias infanto-juvenis. A Flap representa não só a expressão da leitura e o florescer da literatura no Estado, como também a inclusão de um público formado por jovens escritores que passa desapercebido pela grande mídia literária, mas que são encontrados nos rabiscos, livretos e nas entrelinhas das conversas dos apaixonados por poesia. O testemunho do escritor amapaense Franck Siqueira a estudantes, nas viagens da pré-Flap ao interior do Estado, representa a dimensão do alcance da Feira. “Muita gente se perde por aí por besteira, por achar que não tem capacidade de fazer algo legal ou que ninguém o valoriza, muitas vezes o que você escreve muda a vida de al-

guém. Mudou a minha vida. Muda a tua vida como nós mudamos a nossa”, disse. A pré-Flap iniciou em março deste ano e já passou pelos municípios de Macapá, Santana, Mazagão, Porto Grande, Ferreira Gomes, Pracuúba, Amapá e deve chegar a outras cidades até a abertura da Feira. O Rufar Literário, dentro da Flap, foi criado especialmente para que escritores amapaenses e convidados possam estar próximos do público juvenil presente nas escolas para celebrar, compartilhar e interagir a sua arte literária. O período de realização da Flap, de 26 outubro a 1º de novembro, marcará, pelo segundo ano, um movimento único no Amapá de inserção de escritores amapaenses no mercado do livro, do despertar de novos leitores e consumidores estimulados pelo Vale Livro, que este ano contemplará um público maior composto por artistas, professores, servidores e estudantes do ensino médio e superior público do Estado, totalizando um investimento de R$ 150 mil.

Resumo das Novelas Malhação Clara comenta com Giovana o flagra que deu em Vitor. Flaviana devolve o celular de Micaela e avisa às meninas. Martin fica radiante com o recado que recebe de Micaela. Ronaldo pergunta a Vitor pelo dinheiro que sumiu de sua carteira e se surpreende com sua irritação. Giovana encontra o produto que Vitor comprou de Minhoca. Rafa avisa a Martin para tomar cuidado com Micaela e Flaviana, e ele se surpreende. Giovana conversa com Paulino sobre Vitor, e os dois se preocupam com a saúde do rapaz. Caetano chega ao casarão furioso. Ben e Anita chegam da praia dispostos a contar para a família sobre seu namoro, mas são surpreendidos pela chegada de Meg, que se apresenta como namorada de Ben.

Sangue Bom Irene foge depois de discutir com Bárbara. Dorothy, Kevin e Luz ficam arrasados com a história que Bárbara lhes conta. Perácio faz um acordo com Brenda. Bolivar fica aliviado ao saber que Bárbara escondeu a verdade de um de seus filhos. Natan pede para Willy Bob assistir à apresentação de Verônica. Perácio vai ao Cantaí com Bluma, e Rosemere fica abalada. Érico beija Cléo para atingir Verônica. Fabinho encontra Irene. Willy Bob convida Verônica para se profissionalizar como cantora. Verônica aceita se tornar cantora profissional com o nome de Palmira Valente, e Érico se emociona. Érico se desculpa com Renata. Fabinho ouve Socorro afirmar que Amora sabotou o Kim Park.

projeto Circo de Todos

Joia Rara Amélia agradece Franz por deixar Pérola morar com ela. Sílvia finge constrangimento e tenta culpar Viktor por tê-la beijado. Odilon vê os monges na praia e pega os pertences deles. Manfred sugere a Ernest que tire Pérola de Franz e Amélia. Manfred adverte Venceslau para não esbanjar dinheiro e levantar a suspeita de Ernest sobre os desfalques na empresa. Dália se desespera ao saber que seu irmão Davi morreu na guerra. Jampa, Sonan e Tenpa são confundidos com moradores de rua e vão presos. Pérola chega à casa de Amélia para morar com ela.

Amor à Vida Perséfone expulsa Leila de sua casa. Eudóxia manda seu mordomo servir cachorro-quente para Jonas, e Márcia fica indignada. Rafael avisa a Atílio que ele vai sair da cadeia. Valdirene sente falta de Carlito. Rafael avisa Thales e Leila que Nicole pode ter uma irmã. Niko e Eron falam para Amarilys que vão registrar Fabrício em nome deles. Gina e Herbert se beijam. Aline pede ajuda a Bruno para encontrar a casa que ela quer comprar. Paloma convence César a investir em um ambulatório para pacientes carentes. Félix faz a cabeça de Pilar contra Paloma. O vilão fala para Silvia que César vai comprar uma mansão para Aline.

Museu Sacaca reserva neste mês de outubro muitas atrações para as crianças. Uma delas é o Circo de Todos, com a oficina de arte circense, neste domingo, 6, na Maloca Multiuso da instituição. O objetivo é identificar as artes circenses como patrimônio cultural e utilizá-las como instrumento de educação e desenvolvimento social. A equipe do Circo Escola Museu Sacaca, projeto “Circo de Todos”, vai ensinar às crianças e seus responsáveis a arte do malabarismo, equilibrismo e acrobacias de solo

e aérea. As aulas de circo oportunizam aos participantes momentos de vivência, experiência e descoberta de novas formas de expressão e de conhecimento, inspirados na linguagem artística circense, o que possibilita considerável melhoria nas relações interpessoais e ainda estimula os sentimentos de cooperação e solidariedade. A iniciativa é da Gerência do Projeto “Circo, Arte e Ludicidade” do Centro de Pesquisas Museológicas/Museu Sacaca, que pertence ao Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa).

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Ótimo astral para fazer um acordo importante com alguém que andava duvidando da aliança com você. Mercúrio e Saturno estão juntos, reforçando importância de decisões sérias sobre recursos compartilhados com um sócio ou o cônjuge.

Libra (23 set. a 22 out.) Lua em seu signo pede que continue a dar mais atenção a suas necessidades pessoais, deixando o mundo um pouco de lado, por mais algumas horas. O bom aspecto que a Lua forma com Marte favorece atividades e movimento. Decisão e coragem.

Touro (21 abr. a 20 mai.) Você pode sentir certa urgência hoje, como uma insatisfação crescente, a sensação de um tempo que está terminando. Mas você ainda está dependendo demais das decisões alheias. Arrumações em casa em destaque, não as adie mais. No amor, espere e observe.

Escorpião (23 out. a 21 nov.) É bom ficar um pouco ausente das badalações, sem programas apertados que enrijeçam sua imaginação. Arte, cultura e poesia devem estar presentes. Fazer o bem a quem precisa pode ser excelente ideia para o sábado; devoção amorosa aos seus queridos.

Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Astral mais leve e animado pra você curtir um sábado diferente. Energia física, boa disposição e animo pra resolver um monte de tarefas que estavam aguardando sua decisão. É bom contar com uma boa ajuda para chegar ao fim do dia contente de verdade!

Sagitário (22 nov. a 21 dez.) A vida social apela muito hoje, há gente com novidades pra contar. Porem, a necessidade de isolamento e descanso também é grande e precisará ser atendida. A água terá poder curativo e ajudará você a se desvencilhar de mágoas e dores passadas.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Com a mente e o coração em casa, fica mais difícil sair por aí, topando qualquer programa. Aconchego e receptividade familiar contam muito pra você hoje. Você pode gastar um pouco mais para reunir a família, ou comprar um item que estava faltando.

Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Espante pensamentos sérios demais, cultivando um pouco de humor - tente se enxergar com olhos menos exigentes, volte seu coração para as coisas boas e divertidas que ainda, certamente, irão ocorrer em sua vida. Tudo ficará mais fácil de tocar, assim.

Leão (22 jul. a 22 ago.) Vida social mais animada, provável viagem - curta, porem altamente estimulante e capaz de renovar sua disposição. Proximidade com amigos queridos traz alegria. Leitura, informação e cinema são programas ótimos para fazer com seu amor.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) Sonho secreto: caminhos livres, aventura, paisagens bonitas, gente de bom astral. Mercúrio e Saturno cortam um pouco seus planos, cobrando trabalho não feito e responsabilidades a cumprir. Assuntos ligados a imóveis em pauta. Descartes necessários.

Virgem (23 ago. a 22 set.) Senso apurado do valor das coisas ajuda você a escolher muito bem hoje - e mesmo ficando nos bastidores, sendo discreto, irá determinar o curso de uma decisão familiar. Importante descansar bastante e ter tempo livre pra fazer o que gosta.

Peixes (20 fev. a 20 mar.) O sábado pede um cotidiano equilibrado, leve e variado. Encontrar os amigos, visitar um parente querido, brindar a uma vitória comum. Tempere o controle e o ciúme dos filhos e do seu amor com humor; preocupação demais não adianta nada.


Sociedade

LÚCIA THEREZA @luciathereza lucia.ghammachi@jdia.com.br

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013

Diagramadora: Maraina Melo - maramiranda@jdia.com.br

Jovem empresária

Parabéns! Homenagem a Primeira-dama Claúdia Camargo Capiberibe

Assumiu a vice-presidência do Jornal do Dia, a empresária e advogada Juliane Pereira, acumulando o cargo de diretora comercial. Juliane filha do primeiro presidente do JD Julio Maria Pereira, já falecido. A colunista deseja a jovem empresária sucesso e um caminho repleto de realizações no Primeiro Jornal Diário do Estado!

Visita

Quem esteve visitando o Jornal do Dia foi o deputado Charles Marques. Na ocasião, o parlamentar aproveitou para conhecer o espaço físico deste diário e colocou em dia as conversas com o Presidente do Conselho Editorial do JD, Padre Aldenor Benjamim.

O

governador Camilo Capiberibe que foi para as redes sociais e declarou : “Hoje é quatro de outubro uma data muito especial, pois é o aniversário da minha companheira, da mãe dos meus filhos, do meu amor. Cau, parabéns e obrigado por nos dar, a mim e aos nossos filhos queridos, o privilégio de dividirmos com você o dia a dia das nossas vidas.” A Secretária de governo e primeira-dama do Estado recebeu muitas homenagens na última sexta-feira pelo seu aniversário, muitos amigos e secretários falaram de sua simplicidade, sensibilidade e sabedoria em conduzir a Secretaria de Inclusão e Mobilização Social. A coluna registra o evento com votos de felicidades e desejo de grandes realizações, e nas fotos, Claúdia Capiberibe aparece sempre ao lado da população onde tem grande popularidade.

O PAPA EM ASSIS

• UMA IMENSA MULTIDÃO participa na Missa celebra pelo Papa Francisco, em Assis, junto das basílicas do Santo. Na homilia, o Papa evocou o exemplo concreto de São Francisco, com a sua “maneira radical de imitar a Cristo”. “O amor pelos pobres e a imitação de Cristo são dois elementos indivisivelmente unidos, duas faces da mesma medalha” - insistiu. Qual é hoje o testemunho que ele nos dá? – interrogou-se o Papa, observando que a primeira coisa, a realidade fundamental de que São Francisco nos dá testemunho é esta: ser cristão é uma relação vital com a Pessoa de Jesus, é revestir-se d’Ele, é assimilação a Ele”. E isso “começa do olhar de Jesus na cruz”. “Deixar-se olhar por Ele no momento em que dá a vida por nós e nos atrai para Ele. Francisco fez esta experiência, de um modo particular na pequena igreja de São Damião, rezando diante do crucifixo.” “Voltamo-nos para ti, Francisco, e te pedimos: ensina-nos a permanecer diante do Crucifixo, a deixarmo-nos olhar por Ele, a deixar-nos perdoar, recriar pelo seu amor”. Um segundo aspecto do testemunho de São Francisco recordado pelo Papa na sua homilia foi o seguinte: “quem segue a Cristo, recebe a verdadeira paz, a paz que só Ele, e não o mundo, nos pode dar”. “Qual é a paz que Francisco acolheu e viveu e que nos transmite? É a paz de Cristo, que passou através do maior amor, o da Cruz. É a paz que Jesus Ressuscitado deu aos discípulos”. O Papa fez notar que “a paz franciscana não é um sentimento piegas” “Por favor, este São Francisco não existe!” “A paz de São Francisco é a de Cristo, e encontra-a quem toma sobre si o seu jugo, isto é, o seu mandamento: Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei”. Finalmente, terceiro aspecto do testemunho de Francisco de Assis recordado pelo Papa na homilia da missa, “o amor por toda a criação, pela sua harmonia”: “O Santo de Assi dá testemunho do respeito por tudo o que Deus criou e que o homem é chamado a guardar e proteger, mas sobretudo dá testemunho de respeito e amor por todo o ser humano”. E foi neste contexto, quase a concluir a sua homilia, que o Papa Francisco lançou um solene apelo à paz e ao respeito pela criação: “Daqui, desta Cidade da Paz, repito com a força e a mansidão do amor: respeitemos a criação, não sejamos instrumentos de destruição!


MACAPÁ-AP, DOMINGO E SEGUNDA, 06 e 07 de outubro de 2013

Carro&Moto Testamos o novo Ford Focus - D2 Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

MOTO

Carro que dirige sozinho Veículo escolhido pela Nissan para testar a tecnologia “Autonomous Drive” foi o Leaf

D3

Yamaha YS150 Fazer estreia no Brasil D3

Renault lança edição especial do Sandero Revista Auto Esporte

O

Renault Sandero acaba de ganhar uma série especial. Batizada de Tech Run, a nova versão será a primeira da linha do hatch equipada com motor 1.0 a contar com

o sistema multimídia Media NAV, que traz uma tela de 7 polegadas sensível ao toque integrada ao painel. O carro estreia nas concessionárias com preço sugerido de R$ 37.990. Maior destaque do Sandero Tech Run, a central multimídia engloba os serviços de rádio, telefone e navegação

GPS. A tecnologia permite que o usuário execute as músicas armazenadas no celular via Bluetooth ou, ainda, por cabo auxiliar. A central pode ser comandada também por meio de comandos na coluna de direção. O veículo é baseado na versão Essence e traz um motor 1.0 16V de 76/77 cv de po-

tência e torque máximo de 9,9/10,1 kgfm. A lista de equipamentos de série é mais recheada que a versão original. O carro sai de fabrica com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas, computador de bordo, faróis de neblina, freios ABS e airbag duplo frontal.


D2

Carro&Moto

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013

Testamos o novo Ford Focus Ford quer nova geração entre os quatro primeiros do segmento. Tem novo design e até motor flex com injeção

JOSÉ ARCANGELO

Hyundai A expressão máxima da tecnologia mundial em SUV (Veículo Utilitário Esportivo) é o Santa Fé 2014, com sistema de tração 4x4 inteligente (acionando a tração traseira conforme as condições do piso), capacidade para cinco ou sete lugares, teto panorâmico com acionamento a motor elétrico e o primeiro SUV com “sandstorm”, a nova geração do design escultura fluida da Hyundai.

O

UMA APOSTA OUSADA – e que merece elogios – são as rodas pretas aro 17 na versão topo de linha

to. Está 5 cm mais longo e 2 cm mais fino, com 4,53 m de comprimento e 2,05 m de largura. A curtíssima tampa do porta-malas dá o tom da traseira arrojada, enquanto o para-choque dianteiro é bastante agressivo por conta das grandes entradas de ar. Apita o árbitro O jogo começa, mas não dá nem para ouvir o apito do juiz, pois o sistema de isolamento acústico teve uma evolução sensível. O ronco do 2.0 só é ouvido e sentido com mais intensidade nas retomadas. A Ford, aliás, garante que o Focus é um carro fun to drive (divertido para dirigir). Mas basta olhar para a alavanca de câmbio, onde há botões de + e - para perceber que não é bem por aí. Se as borboletas faziam falta no Fiesta, imagine agora com 178 cv sob o capô. Embora as trocas de marchas sejam extremamente rápidas e sem trancos, se divertir por aqui não é fácil. Nos bastidores, até mesmo os engenheiros da marca citam a falta das aletas para trocas sem tirar a mão do volante, mas explicam que se trata de uma imposição da matriz. No quesito desempenho, porém, ele não decepcionou frente aos líderes. Não espere uma aceleração de esportivo, já que o máximo do torque está numa rotação elevada (4.500 rpm). Mesmo assim, o Focus

cumpre muito bem sua função na cidade e na pista. Acelerou de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos, número superior aos 9,9 s do Civic e 10,4 s do Corolla. Mas como beira os R$ 90 mil e, nessa faixa, está o Jetta 2.0 TSI, é necessário lembrar que o VW faz o mesmo em 7 s. O motor também se mostrou econômico, graças à sexta marcha que mantém o motor em 2.500 rpm a 120 km/h. O resultado é um consumo rodoviário de bons 11,8 km/l com etanol, superior aos 10,5 km/l do Corolla. Na cidade, o Focus fez razoáveis 6,8 km/l. Lembra do aço de alta resistência? É ele um dos principais responsáveis por tornar o Focus mais divertido. A carroceria rígida somada à suspensão independente muito bem acertada e, claro, uma dose de tecnologia com controles eletrônicos de estabilidade e tração, faz com que o Focus encare curvas sem medo. A inclinação da carroceria é mínima e a suspensão se mantém “dura na queda” nas curvas mais fechadas, evocando alguns sorrisos. É nessa hora que o Focus mostra seu espírito fun. Os pneus Michelin 215/50 reagem bem e custam a fazer ruídos. Na cidade, porém, alguns buracos causam um leve incômodo, mas nada muito significativo. O bom acabamento da versão topo de linha im-

pressiona, com cromados no volante e painel. Os banco de couro abraça o motorista graças às abas laterais, e quem vai atrás tem melhor espaço para pernas do que cabeça. O destaque fica por conta da central multimídia feita por Sony e Microsoft. Disponível apenas no Titanium, chama atenção pela tela de 8 polegadas sensível ao toque, com direito a navegador. Há ainda teto solar, ar de duas zonas, seis airbags e uma série de mimos. Para figurar entre os quatros primeiros, a marca precisa vender entre 1,5 mil e 2,5 mil unidades, sendo apenas 10% do Titanium — cerca de 70% será da SE. “Nosso cliente deseja mais esportividade, o que não se encontra nos sedãs médios líderes de vendas”, aposta o gerente de marketing da Ford, Oswaldo Ramos. Equipamentos e design não são problemas para o Focus. Mas sim o preço, que o coloca em igualdade com concorrentes que oferecem mais desempenho, como o Jetta, ou donos de um conjunto mais bem acertado, como o Civic. Ainda falta o algo a mais que o Focus Sedan nunca teve para brigar no “mano a mano” com os japoneses. A boa notícia é que ele tem disposição suficiente para figurar entre os quatro. Os fãs da marca também não irão se decepcionar, pois o Focus, de fato, evoluiu muito.

Yamaha YS150 Fazer estreia no Brasil Revista Auto Esporte

A

Yamaha acaba de apresentar a nova YS150 Fazer, o primeiro modelo de 150 cc da montadora japonesa em território nacional. A motocicleta chega em outubro ao País em duas versões: ED e SED com preços de 7.390 e R$ 7.850, respectivamente. A novidade é equipada com um motor Blueflex (bicombustível) de quatro tempos, que dispõe de um sistema de injeção eletrônica com mapeamento para qualquer percentual de etanol e gasolina. O propulsor desenvolve potência máxima de 12,2 cv a 7 500 rpm e produz torque de 1,28 kgfm a 5 500 rpm. O design mistura linhas esportivas com toques que

Pista livre Colunista

Revista Auto Esporte

ditado não é novo. Em algum campeonato de futebol, você certamente ouviu o comentarista dizer: “Time grande tem que entrar em toda competição para ser campeão”. Uma máxima difícil de ser cumprida, pois nem todo time é Barcelona e nem todo campeonato é moleza. Mas é estranho ouvir o técnico de uma grande equipe ou um executivo da Ford dizer que o time ou produto não brigará pela liderança. Não aconteceu na Espanha, mas no Brasil. A Ford não almeja, ao menos por enquanto, ser líder entre os sedãs médios, onde o Civic se reveza com o Corolla. Ela ficará feliz se entrar na lista dos quatro mais vendidos com o novo Focus Sedan que desembarca no Brasil em outubro com cinco versões partindo de R$ 70 mil, chegando nos R$ 90 mil da Titanium Plus avaliada. Quando se fala em Focus Sedan, a pergunta é: agora vai? As duas últimas gerações reuniam bons atributos, mas a traseira... Ah, a traseira era como um gol perdido sem goleiro. Seu design nunca agradou. A Ford investiu pesado nessa nova geração, desenvolvida na Alemanha. É agora um sedã, adivinhe só, com ares de cupê, como toda montadora gosta de bradar por aí. Só não se pode negar que melhorou muito. Está 5 cm mais longo e 2 cm mais fino, com 4,53 m de comprimento e 2,05 m de largura. A curtíssima tampa do porta-malas dá o tom da traseira arrojada, enquanto o para-choque dianteiro é bastante agressivo por conta das grandes entradas de ar. Quando se fala em Focus Sedan, a pergunta é: agora vai? As duas últimas gerações reuniam bons atributos, mas a traseira... Ah, a traseira era como um gol perdido sem goleiro. Seu design nunca agradou. A Ford investiu pesado nessa nova geração, desenvolvida na Alemanha. É agora um sedã, adivinhe só, com ares de cupê, como toda montadora gosta de bradar por aí. Só não se pode negar que melhorou mui-

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

PRIMEIRO MODELO de 150cc da marca japonesa no País chega em outubro em duas versões partindo dos R$ 7.390

dão certa robustez ao modelo. Na traseira, o principal destaque fica por conta da lanterna bi-partida, dando um aspecto mais moderno. Já o painel é bem completo e conta com mostrador digital e indicador de marcha, em todas as versões. No quesito segurança, a marca afirma que o sistema de

freios possui melhor progressividade, o que evita frenagens bruscas. A YS150 Fazer vem equipada com pneus TL (sem câmara) com pneu traseiro de 100mm de largura. A configuração mais completa, SE, diferencia-se da versão de entrada por ter cavalete central, pintura e grafismo

diferenciados, piscas com lente cristal, além do acabamento do banco com textura especial e molas amortecedoras traseiras na cor vermelha. Este modelo será uma forte concorrente da Honda CG Titan EX (top de linha), que custa R$ 7.830, ou seja, é apenas R$ 20 mais barata.

Motorzão O Hyundai Santa Fé 2014 vem com motor 3.3 litros, V6, com bomba de óleo e fluxo variável, com muito mais potência e mais eficiente, o chamado “smart efficiency”. No kit multimídia, tela de LCD de oito polegadas com GPS integrado, média player, Bluetooth e entrada para iPoid. Câmbio automático de seis velocidades com mais economia de combustível e manutenção, pois, nunca precisará trocar o óleo da caixa. Tecnologia No SUV da Hyundai a tecnologia avança no Brasil como nos modelos europeus, com sistema de aviso de mudança de faixa de direção e câmeras instaladas no para-brisa dianteiro, que detectam a mudança de faixa sem o acionamento de setas. Test drive na Caoa Macapá, Rua Adilson José Pinto Pereira, 224, bairro de são Lázaro, Zona Norte. “Canguru” Essa veio do nosso Presidente Executivo Haroldo Pinto, leitor assíduo. Quem já não observou caminhões trucados com um dos eixos elevados do pavimento quando descarregados? Alem de transgredir o Código

Nacional de Trânsito (CNT) a adaptação, caso não tenha a devida autorização, prejudica tanto o veículo com a pavimentação das estradas. É um procedimento estético que custa em média R$ 3,6 mil, podendo prejudicar o conjunto traseiro como causar graves acidentes. caso os serviços não sejam executados por oficinas confiáveis. Modificação Como os caminhões ficam mais altos no eixo: é aplicado um chassi secundário sempre acoplado abaixo do chassi original, com a devida alteração dos locais das molas. Este método tem os favoráveis que acham que o veículo melhora sua performance nas curvas, tem mais embalo devido ao peso da carga ser para frente e os contrários dizem que a elevação só tem fins estéticos. Na próxima edição mais detalhes! Guerra Chega o novo VW Golf nas concessionárias e a Ford desencadeia uma mega- ofensiva lançando na Argentina a terceira geração do Ford Focus para o mercado brasileiro que chega por aqui para o mês, nas versões hatch e sedã. Serão vendidos apenas com motor Direct Flex e câmbio automático Powershift. Versões Na versão “S” de entrada o Ford Focus vem de série com freios ABS (antitravamento), airbag duplo, monitor de pressão dos freios, sistema multimídia SYNC com telas de quatro polegadas, roda de liga leve de 16 polegadas (hatch) e 17 (sedã), controle de estabilidade e tração para o automático. Tudo mais barato que o VW Golf.

Auto Pista

Se a sua opção é um carro com câmbio automático de um hatch compacto, experimente dirigir ou um Chevrolet Onix LTZ, um Hyundai HB20, um VW Gol ou Fiat Palio ou Renault Sandero. Então é só conferir preço, manutenção e pos-vendas, com destaques para o HB20, Fiat Palio e Renault Sandero. –x-x-x-x- A CTMac em vez da pintura horizontal nos cruzamentos com a cor vermelha, se quiser acertar em cheio, mude para cor amarela, mesmo que não seja a cor preferida do atual prefeito da Capital. –x-x-x-x- Pavimentação da Rua Santos Dumont efetivada pelo GEA desde a Av. FAB até a Rodovia Juscelino Kubitscheck (Macapá-Fazendinha) vai valorizar ainda mais a chegada ao Amapá Garden Shopping e o futuro Hipermercado do Grupo Fortaleza. –x-x-x-x- Se as lâmpadas de xenônio são proibidas (brancas) – só são permitidas as vindas de fábricas como se consente as suas comercializações? –x-x-x-x- Pior: até motocicletas estão usando irregularmente as lâmpadas de xenônio. –x-x-x-x- Um abraço a Família Agra, leitora assídua da coluna. –x-x-x-x-“A vida de todos nós é uma responsabilidade, e somos culpados, não somente do mal que fazemos, como o bem que deixamos de fazer”. (Elisabeth Leseur). –x-x-x-x- Freando... e torcendo para que nenhuma tragédia aconteça na escuridão da BR 210, entre os bairros Boné Azul e Morada das Palmeiras, na Zona Norte. –x-x-x-x- Mesmo assim: Bom Domingo!


Carro&Moto

Macapá-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013

Pegamos carona no carro da Nissan que dirige sozinho

D3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Em detalhes

FOTOS DIVULGAÇÃO

FOTOS DIVULGAÇÃO

Chrysler diminui produção do SRT Viper

O SRT Viper é um dos carros mais incríveis que já aceleramos. Apesar disso, o esportivo está travado nas lojas, com apenas 426 unidades vendidas desde seu lançamento no começo de fevereiro. O resultado é o acúmulo de estoque nas concessionárias, o que obriga a Chrysler a diminuir a produção em um terço. De acordo com o site Automotive News, as lojas da Chrysler possuem 565 unidades do Viper no estoque. A situação piora pelo fato do Viper não ser vendido na Europa. O único destino internacional do esportivo é o Oriente Médio. Para Ralph Gilles, o chefão da SRT, o problema é que muitas pessoas ficam intimidadas pelo esportivo, que era conhecido por ser bem arisco nas gerações anteriores. A solução encontrada pela SRT é levar uma frota para as concessionárias apenas para test-drive - algumas lojas não permitem o teste por medo de o cliente estragar um carro de US$ 104 mil (R$ 228 mil). O modelo 2014 vem com um dia de treinamento com um piloto profissional em uma pista. (caranddriverbrasil)

O LEAF DIRIGIDO por computador desvia de um “pedestre” distraído: tecnologia promissora, mas ainda longe das ruas

Veículo escolhido pela Nissan para testar a tecnologia “Autonomous Drive” foi o Leaf, seu veículo 100% elétrico Carros.IG

A

Nissan promove de tempos em tempos um grande evento mundial para a imprensa especializada. Chama-se Nissan 360 e é uma rara oportunidade de dirigir vários modelos produzidos pela fabricante japonesa. E foi o que o iG fez em uma arena preparada numa antiga base aérea militar da marinha dos Estados Unidos na Califórnia. Guiamos desde carros que chegarão ao Brasil (como o novo Sentra), a esportivos como o GT-R e até mesmo utilitários, incluindo um micro-ônibus de condução bem divertida. O mais curioso é que o modelo mais espantoso não pôde ser “guiado” afinal seu grande chamariz é o de nos tornar passageiros em 100% do tempo, graças ao sistema que faz o papel de motorista virtual. Aparência comum O veículo escolhido pela Nissan para testar a tecnologia “Autonomous Drive” (direção autônoma) foi o Leaf, seu primeiro veículo 100% elétrico. O hatch movido apenas pela energia de baterias de íon de lítio é a vedete mundial da marca e roda no Brasil apenas como táxi. Chegamos à pista de teste e lá conhecemos alguns dos responsáveis pelo projeto como Mitsuhiko Yamashita, vice-presidente de desenvolvimento do projeto. De fala mansa, o executivo japonês explicou como a Nissan tem investido na tecnologia. A ideia é ter uma pista de testes especialmente desenhada para avaliar os principais problemas ainda não resolvidas da direção autonôma,

ONDE ESTÃO os sensores e câmeras do Leaf com sistema de direção autônoma

como saídas de autoestradas e a reação a pedestres e situações inusitadas. Andamos até o Leaf, examinamos seu exterior e pouca coisa chamou atenção – apenas algumas câmeras semelhantes a de estacionamento em volta da carroceria, além de pequenos retângulos pretos. Perguntei a Yamashita por que o Leaf não possui aquela torre no teto do carro, como o carro autônomo do Google e ele me respondeu com um ar maroto “nossa tecnologia é mais avançada que a deles”. De fato, o sistema da Nissan é até simples comparado ao Toyota Prius usado pelo Google como bancada de testes. São câmeras, radares e sensores laser espalhados por todos os lados do automóvel, além de um banco de dados com mapas atualizados. Há também dois atuadores (espécie de motores) responsáveis por acelerar e frear o carro – a direção elétrica, também possui um dispositivo que automatiza suas funções. Sr. Autônomo Entramos no carro e lá estava um motorista real à frente do volante. “Mas não é um carro que dirige sozinho?”, perguntei. O funcionário explicou que o Leaf funciona como uma versão normal do carro até que o sistema autônomo é ligado. A única coisa diferente no seu interior é um laptop no centro do console. Nosso motorista, apelidado de “sr. Autonômo”, nos levou até o ponto onde o Leaf passaria a dirigir sozinho numa pista pequena

demarcada no meio de uma ampla área de concreto. Estacionamos numa baia e a partir dali o Leaf “assumiu o volante”. Antes de sair, o carro verifica se há movimento na rua e depois começa a se movimentar lentamente. Segundo nosso guia, o Leaf “lê” as marcas pintadas no chão para delimitar o espaço de rolagem, mesmo que sejam tracejadas como em ruas normais. Questionamos então se a falta delas afetaria a precisão do carro e o funcionário da Nissan, um tanto confuso, fez que sim – ele não conhece as vias mal sinalizadas do Brasil... A primeira impressão sobre o modo de dirigir autônomo da Nissan é que estamos numa espécie de trilho virtual: o carro faz curvas de forma mecânica, sem a suavidade dos humanos. Há uma certa inércia também para acelerar e frear, sintomas de uma tecnologia ainda muito nova. A Nissan criou um percurso em que mostra algumas situações hipotéticas como um cruzamento e a súbita aparição de um pedestre atravessando fora da faixa. No primeiro caso, quando o Leaf não tinha a preferência no cruzamento, ele parou numa distância segura e esperou o outro veículo cruzar sua frente para, então, seguir seu caminho. Já na vez que ele deveria ter avançado pela esquina, algo deu errado e nosso “motorista” teve um momento de confusão mental. Em vez de avançar de uma vez, o Leaf passou a acelerar lentamente. Após isso, começou

COMO O NISSAN “enxerga” o trânsito e seu entorno: sistema ainda tem dificuldade em tomar decisões em situações de risco

a fazer curvas fora do raio ideal, invandindo as faixas. Nosso guia, um tanto desconcertado, desligou o sistema, assumiu o volante e levou o carro até o ponto final do nosso passeio inusitado. Agilidade A segunda situação em que o Leaf foi apresentado mostra o carro reagindo a um pedestre distraído, que invade a pista por detrás de veículos estacionados. Testado com um boneco, a situação demonstrou que o sistema da Nissan soube interpretar o risco e desviar do pedestre em tempo muito mais curto que um ser humano poderia fazer. Resta saber como ele reagiria caso houvessem outros obstáculos como carros ao lado ou mais pedestres. A sensação de andar num veículo autônomo é um tanto estranha no início, mas nos faz pensar como somos exigidos em situações extremas no trânsito todos os dias. É um trabalho de certa forma inútil que pode, sim, ser executado por computadores. Mas o horizonte é um tanto distante ainda. A Nissan, por exemplo, acredita que terá carros com esse recurso apenas em 2020: “trabalhamos para que dentro de duas gerações tenhamos o carro autônomo à venda”, diz Yamashita. A rival americana Tesla, do bilionário Elon Musk, quer chegar antes, já em 2016. O carro autônomo não será apenas um item para conferir produtividade ao nosso dia a dia. Ele também significará mais segurança nas ruas, afinal 93% dos acidentes hoje estão ligados a falha humana. Mas sua aplicação exigirá mudanças nos projetos dos carros já que o computador consegue guiar de forma mais eficiente e tirar mais desempenho do veículo – o espaço de frenagem, por exemplo, tende a cair, o que desgastaria com mais rapidez os freios dos veículos atuais. Talvez o futuro não veja carros voando tão cedo como num desenho dos Jetsons, porém, o ato de dirigir deverá ser apenas um opcional num cenário não tão distante.

Vaga de emprego “confirma” fábrica da Land Rover no Brasil A Jaguar Land Rover confirmou, sem querer, que vai mesmo erguer uma fábrica no Brasil. No site da empresa dedicado ao anúncio de vagas de emprego, há uma inscrição para a vaga de Gestor de Qualidade, exigindo domínio do português e uma carreira na área. O anúncio diz que o candidato vai comandar a equipe de produção e realizar o controle de qualidade que a Jaguar Land Rover exige de seus veículos. Em troca, além do salário, o escolhido terá cobertura de saúdeprivada, seguro de viagem, bônus de acordo ao desempenho e uso consignado de dois carros, ou da Jaguar Land Rover, ou da Ford. Até o momento, a Jaguar Land Rover do Brasil afirma que planeja construir uma fábrica no Brasil e que nenhuma decisão foi tomada. Consultada, a fabricante diz que a vaga existe e que ela é global. Caso os planos para o Brasil não sigam adiante, o contratado seria designado para outro país. Os rumores dizem que o complexo vai produzir apenas modelos da Land Rover e os mais cotados são Freelander eEvoque. Os dois utilitários compartilham plataforma e são os mais vendidos da marca no País.(caranddriverbrasil)

Novo corvette terá versão “Shooting Brake”

A nova geração do Chevrolet Corvette Stingray acaba de chegar às lojas nos Estados Unidos e para aqueles que já buscam alguma modificação interessante no esportivo existe uma boa notícia. Segundo o site GT Spririt, a preparadora Callawayrecebeu aval da GM para fabricar algumas unidades da versão “shooting brake” (uma espécie de perua esportiva) apenas para o mercado norte-americano, a partir do dia 1º de janeiro do ano que vem, por US$ 22.995 ( em torno de R$ 51 mil), valor que não inclui o preço do carro, que parte de US$ 51 mil (cerca de R$ 112.700) nos Estados Unidos. O pacote de modificações também pode incluir algumas alterações mecânicas. Com isso, somada às alterações na parte aerodinâmica, o esportivo norte-americano poderá ser capaz de alcançar mais de 320 km/h, tornando-se um concorrente da Ferrari FF, que vem com motor V12 de 660 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos e atingir 335 km/h. . (caranddriverbrasil)

Mclaren revela detalhes do 12C GT Sprint

A McLaren revela mais informações sobre a versão apenas para pista do supercarro12C. Entre outras diferenças, o 12C GT Sprint conta com mais efeito solo (gera pressão aerodinâmica para segurar o carros nas curvas), sistema de freios modificado e controle eletrônico da estrutura recalibrado, tudo para transformar o modelo inglês num autêntico carro de corrida com ajustes personalizados de acordo com o gosto do dono. Mas isso tem um preço: 195 mil libras (em torno de R$ 700 mil, sem impostos e taxas). No conjunto mecânico o motor é V8 3.8 biturbo, de 625 cv acoplado ao câmbio de sete marchas e dupla embreagem. Na versão de competição, a McLarentratou de otimizar os sistemas de arrefecimento do motor e do óleo do cárter. E para dar o máximo de agilidade, tirou todos os equipamentos que não são considerados essenciais a fim de reduzir o peso total. Além disso, distância livre do solo é 40 milímetros menor, os pneus montados nas rodas de aro 19 são de competição e foi instalado um macaco pneumático para as paradas nos boxes. (caranddriverbrasil)


D4

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, domingo e segunda, 06 e 07 de outubro de 2013


Jornaldodia06102013