Issuu on Google+

SARNEY

STJ

DEIVID

Eleição não prejudica nada

Tem novo presidente

Rescinde contrato

Ele se referiu a Lei Orçamentária de 2013. nA5

Felix defendeu desmembramento de julgamentos nA5

Fora do Fla, ele está liberado para buscar outro time. nA7 Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Sábado, 01 de Setembro de 2012 - Ano XXV

HEVERTON MENDES

DENÚNCIA

• Domingo e Segunda R$ 3,50 • Terça a Sábado R$ 1,50

NA MARRA

Ocupação da Seed gera desespero em servidores

Número de cargos aumenta na CEA Essa foi a denúncia feita por Audrey Cardoso, do Sindicato dos Urbanitários, que também falou sobre a falta de transparência no portal da Companhia. nB1

Um grupo de professores invadiu ontem a Secretaria de Educação (Seed) para cobrar explicações quanto aos cortes na regência de classe. Com apitos, os servidores ocuparam o prédio e não deixaram ninguém sair enquanto o secretário Adalberto Ribeiro não os recebesse. nB3

DIVULGAÇÃO

NO MUCA

Homem é assassinado na frente da esposa Audrey Cardoso: cobrança por mais transparência na estatal

Uma servidora passou mal e conseguiu sair com o auxílio da Polícia Militar

DIFICULDADE

Mesmo depois de ter disparado tiro certeiro na cabeça de Romarinho, o assassino ainda atirou mais quatro vezes contra a cabeça dele. O criminoso mostrou o rosto à esposa da vítima e fugiu. nB3

NEGÓCIOS

Peixe Popular para Empresários de olho de funcionar por no comércio guianense falta de recursos

AMERICANAS

Cinco meses após ser lançado, o programa Peixe Popular está paralisado. A Pescap informou que o caminhão deixou de vender peixes em decorrência de dificuldade orçamentária. nB4

Villa Nova

De acordo com a Fecomércio, o intercâmbio com os representantes guianenses progrediu de forma rápida. Para os empresários locais, é possível manter uma relação comercial positiva, já que há interesse nos produtos do Amapá. nB2 HEVERTON MENDES

HEVERTON MENDES

NESTA EDIÇÃO ENCARTE DAS LOJAS

Shopping

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 2ª a Sábado - 08h às 20h Domingo - 08h às 18h

EM DISCUSSÃO

Empresários e governo receberam ontem autoridades guianenses e do Suriname para discutir de que forma a aproximação entre os dois mercados poderá acontecer

VITRINE DO AMAPÁ

Comercialização de animais é tema principal na Expofeira Programa deve retornar após a Expofeira, segundo a Pescap

Mês é marcado por ofensiva contra caos aéreo no AP No próximo dia 10 será realizada no Senado uma audiência sobre o caos aéreo no Norte e no Nordeste do país. nA3

Cerca de 350 animais bovídeos estarão em leilão e exposição, entre bubalinos das raças Murrah e Jafarabad. nC2

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Editorial

Outra cidade, outra exigência

Bom para todos

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

C

om 380 mil habitantes, a cidade de Macapá passou a ter exigências que são próprias de qualquer cidade com essa representação populacional e que, na maioria das vezes, não é percebida pelos agentes públicos e por aqueles que são assumem a responsabilidade de manter boa a relação entre o governo, o território e a população. São diversas as novas exigências que a atual condição urbana de Macapá faz para os seus dirigentes, não necessariamente apenas os dirigentes públicos, mas todos aqueles que, de alguma forma, tem que prestar contas com a cidade. Os que exercem as atividades privadas também não podem mais ignorar nenhuma das referências do Estado – o povo, o território e o governo. O povo, principal objeto dos resultados da “sociedade” (povo, território e governo), passa a ter referência do desenvolvimento geral através de programas gerais que são desenvolvidos dentro do território e sob a gestão do governo. O território precisa de

proteção dessa mesma “sociedade” para ter a garantia de sua preservação, não só ambiental, mas das suas formas, para que possa dar condições melhores de vida para a população, através da gestão eficaz do governo. E o governo, que receber da população a incumbência de gerenciar os interesses gerais, dispondo do pagamento dos tributos, é quem deve definir a melhor estratégia de gastos para que, o que a população paga, seja transformada em bem estar e satisfação, medidos através da qualidade de vida, reflexo do modo e da confiança que tem na gestão dos seus interesses. Os modelos que deram certo há dez anos não servem mais e é natural a sua substituição por modelos novos, estes adequados às exigência de agora. Entre tantas novas necessidades da população está o amparo de um Corpo de Bombeiro Militar que inspire confiança e que, quando chamado para atender as expectativas da população, seja eficiente, dentro dos padrões mínimos de comparação e que não exija ex-

plicação pelo não feito ou pelo malfeito. Os testes são feitos no momento de crise. Exatamente como aqueles que estão sendo feitos, este ano, pela população, para demonstrar a principal ação dos bombeiros – apagar incêndio. O episódio do começo desta semana, quando os bombeiros foram acionados para apagar o fogo que destruía duas moradias no Bairro do Pacoval, entra na série de problemas que a corporação teve para cumprir o seu papel, deixando a população preocupada devido o resultado que ficou depois do fogo passar e as constatações que foram feitas no momento em que mais precisava do apoio. Como disse o atual comandante do Corpo de Bombeiro Militar do Amapá: “isso não é um filme que o bombeiro chega e o herói apaga o fogo”, prosseguindo acrescentou, “aqui é real e a nossa realidade é essa”. Claro que a população esperava a ação heróica. Ela estava em desespero e precisava que alguém enfrentasse e resolvesse o

problema. Afinal, antes um pouco, todos viram os “beija-flores” tentando apagar as labaredas com pequenos baldes cheios de água. Mas não era fantasia, como na fábula, era a verdade nua e crua que se colocava à frente dos olhos de todos. O Corpo de Bombeiro Militar do Amapá precisa de mais e novos equipamentos para que possa enfrentar a nova realidade. Agora as moradias na cidade estão em casas contíguas, não guardam as distâncias de outros tempos; então em apartamentos, em pisos diversos, de andares diversos, que já chegam a vinte, em prédios de apartamentos. Uma nova realidade para a cidade Macapá e para o Corpo de Bombeiro Militar do Amapá que ainda não foi suficientemente compreendida por alguns gestores, principalmente aqueles responsáveis pelo atendimento dos pedidos e autorização das compras. A cidade mudou e as condições dadas aos bombeiros precisam mudar. E muito.

Quatro anos em quatro segundos EDINHO DUARTE

deputado estadual

E

stamos a pouco mais de um mês das eleições municipais quando os eleitores, livremente, escolherão o prefeito, o vice-prefeito e os vereadores de cada um dos 16 municípios amapaenses. Com tempo suficiente para os eleitores avaliarem as propostas dos candidatos, as suas condições para exercer o cargo público e, principalmente, a necessidade de não errar, de não cair no conto da “sereia” e, depois, por quatro anos lamentar tudo o que poderia ter evitado em 4 segundos. Faltando um mês para a decisão do dia 7 de outubro, ainda há tempo suficiente para que sejam neutralizadas as condições de erro, evitadas todas as armadilhas que são colocadas no caminho durante a campanha e, quem sabe, votar sem as amarras do patrão ou do chefe. Garanto que, mesmo erran-

do, desde que tenha certeza que escolheu o melhor para o município, não vai se culpar pelo que poderá acontecer no exercício do mandato pelo vencedor da eleição. Macapá é o único município do Estado em que pode haver segundo turno. Em todos os outros 15 municípios amapaenses a parada fica resolvida no dia 7. Não tem segunda chance! É por isso que todo cuidado é pouco. É por isso que quando mais procurar se informar sobre todos os candidatos, melhor será a tomada de decisão, materializada na frente da urna de sua seção eleitoral, no momento do voto. Em Macapá, caso não haja vencedor no primeiro turno, os eleitores terão mais 4 semanas para decidir-se entre os dois candidatos mas votados e que estarão credenciados para disputar as eleições, em segundo turno de vota-

ção, no dia 28 de outubro. Esse espaço de 36 dias que ainda faltam para o pleito do dia sete nos parece mais que suficiente para que o eleitor conheça todos os pontos, positivos e negativos, de cada um dos que disputam o cargo de prefeito. O eleitor não pode ser surpreendido por nenhuma artimanha. O eleitor precisa estar atendo e entender que é ele que está no centro das decisões e não qualquer outro elemento que, eventualmente, esteja envolvido, disputando, apoiando, criando factóides ou procurando confundir o eleitor, para depois mostrar as suas garras e deixar que tudo pareça natural, como se nada tivesse a ver com o ambiente criado, propositadamente, com o objetivo de lançar desconfiança sobre os adversários. Se o eleitor prestar bem atenção, em algum momento vai notar a disposição clara e sem disfarce, que disputantes imaturos, provavelmente pela própria imaturidade, se transformam

para mostrar o que não tem para mostrar ou esforçar-se para mostrar defeitos nos adversários que só ele vê. Percebe-se claramente que táticas antigas, com personagens novos, estão sendo usadas para alcançar objetivos alcançados outrora. Então o que o eleitor tem que fazer? Apenas ignorar? Não. Só isso não é suficiente. Precisa reagir, mostrando a sua insatisfação que, dessa forma, pode servir para que todos percebam as tentações que são lançadas como iscas para que o eleitor abocanhe e seja fisgado como já foram em outras oportunidades. Privilegiar grupo ranheta, vingativo, que não consegue sucesso em seus trabalhos é um artifício sempre usado por aqueles que se vêm frente a uma disputa não muito favorável. Se o conhecimento de tudo não for possível, o máximo de informações pode ajudar, e muito, na tomada de decisão.

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Carlos Nogueira Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, A4 Política Nacional - A5 Economia - A6

A2

Geral - A7 Social - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br josemaria@jdia.com.br mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representantes comerciais JC Repres. Com. Ltda. - Brasília, DF n Tel. (61) 2262-7469 - Rio de Janeiro, RJ nº Tel. (21) 2223-7551, São Paulo New Mídia - Belém-PA (Gil Montalverne) Tel.: (91) 3279-3911 / 8191-2217 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esportes - C1 e C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Classidia - 12 Pág

Edição número

7995

O

bom departamento de cobranças de uma empresa começa a trabalhar no momento da concessão do crédito. A empresa cuidadosa na hora de vender tem menos dores de cabeça na hora de receber. Dessa forma, evita as dores de cabeça relativas ao problema de inadimplência dos clientes, que cresce de maneira significativa no Brasil. Na sua edição de ontem, o JD trouxe matéria sobre o assunto, mostrando que o Amapá encontra-se na terceira posição, na Região Norte, no ranking da inadimplência relacionada à emissão de cheques sem fundos. Os dados destacados na reportagem foram obtidos na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Macapá. O aquecimento da economia brasileira, aí incluída a amapaense, deu-se, em boa medida, a partir do fortalecimento do mercado de consumo interno. Programas de distribuição de renda contribuíram muito para isso, permitindo que grandes fatias da população, antes em situação de extrema pobreza, passassem a dispor de melhores condições de vida, engrossando, dessa forma, o leque de consumidores. O que provocou um efeito saudável no nível de atividade econômica. Porém, o mergulho brasileiro no consumo também teve seus efeitos colaterais. Um deles, o elevado índice de endividamento das famílias, em níveis que su-

peraram a capacidade de saldar as dívidas contraídas. Os problemas de inadimplência são consequência disso. No período de entusiasmo com a explosão de consumo, muitas empresas tornaram-se menos rigorosas na concessão de crédito. Contaminaram-se com o clima de euforia, mas agora, quando o País começa a enfrentar as consequências de uma crise econômica de escala mundial, não dá mais para seguir nesta toada. Isso porque a recuperação dos prejuízos com os clientes inadimplentes vai se tornando mais penosa, gerando problemas de fluxo de caixa para grande número de empresas. O mercado oferece, para os empresários preocupados com o assunto, muitas ferramentas que dão mais segurança na hora da concessão de crédito, reduzindo os problemas posteriores com a inadimplência dos clientes. Usá-las é uma questão fundamental para a boa gestão dos negócios. De outro lado, os próprios consumidores precisam entender que o consumo não pode ser uma atividade inconsequente. Assim como se cobra dos governos bom planejamento, os cidadãos também devem saber administrar bem seus orçamentos no âmbito pessoal e familiar. O País precisa se educar para o consumo. Isso é benéfico e essencial para todos.

Hora-Hora

Tá explicado - Observando o programa do horário eleitoral, dá para entender porque Davi Alcolumbre (DEM) brigou tanto para manter o PSDB na sua coligação, aumentando seu tempo de TV e rádio. Com um jingle daquele tamanho, precisava mesmo muito tempo de propaganda. Sorriso amarelo – A comunicação da campanha de Cristina Almeida (PSB) errou na mão, em relação ao programa de rádio da candidata. O programa veiculado na sexta-feira, 31, tentou apelar para o humor, mas só provocou risos amarelos. De constrangimento.

Força - Prefeito Roberto Góes (PDT) mostrou força da campanha ontem, com grande bandeirada na Rua Leopoldo Machado. Militantes tomaram conta da rua, de ponta a ponta, deixando adversários apreensivos. Congresso - De 6 a 9 de novembro, com o patrocínio da Federação Internacional de Educação Física (FIEP), acontece em Macapá o II Congresso e Curso de Educação Física da entidade. Programação - O evento

abordará os seguintes temas: Educação física infantil, psicomotricidade, recreação e danças, educação física escolar, educação física, esportes e inclusão social e fisiologia dos exercícios. Convite - O convite para o evento é do professor amapaense Waldeci Barbosa, vice-presidente para a América do Sul da FIEP e delegado regional no Amap��. Informações pelo fone (96) 8116-6137 ou pelos sites: barbosavaldeci@hotmail.com ou www.fiepap. blogspot.com Onda - Continua a onda de furtos na Capital, no que se refere à rodões de carros, de preferência os de liga leve. No mercado oficial cada unidade sem o pneu custa por volta de R$ 500,00, mas, pode ser encontrado em “robautos” da periferia por até R$ 150,00. Prejuízo - Para completar o prejuízo do cidadão, explorado cada dia mais nos pagamentos dos impostos, os larápios ainda levam as hastes das antenas que de carros, de preferência dos importados, que são vendidas junto com o fixador. Custam em torno de R$ 500,00.

Frases do Dia “Se cada um buscasse dentro de si a recordação das horas felizes e de tudo que foi motivo de ventura, muito seguramente encontraria mais de uma razão para deleitar o espírito nessa revivência de imagens queridas.” (Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol))


JD

“ ” Entre Aspas

Geral

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

Descaso – O ano letivo de 2012 passou em vão para os estudantes amapaenses. A greve que durou mais de 60 dias foi vencida por decisão judicial, porém, não foi resolvida. A meu ver, um verdadeiro descaso com a Educação. Consequência - Creio que o governo estadual deveria ter mais jogo de cintura para dialogar com os professores. Não quero nem entrar no mérito econômico. Refiro-me às ponderações que Camilo faz para voltar a sentar com os professores. A exigência da retirada do pedido de impeachment pelos professores no Legislativo não é coisa que se faça. Lembre que a maior consequência dessa guerra é a descontinuidade do aprendizado dos amapaenses.

No MP - Ontem, a Secretaria de Educação publicou uma nota oficial sobre a ocupação do prédio pelos professores. Disse que o secretário Adalberto Ribeiro propôs receber no Ministério Público Estadual um dos manifestantes, porém, a ideia não foi para frente, uma vez que os professores exigiam a participação de outros

membros da categoria. Só não entendi o fato do governo meter o MP em um abacaxi que ele mesmo tem que resolver...

Mal digerido - O certo é que a ideia de enfiar o Ministério Público no meio da discussão entre professores e Estado não caiu bem. Tanto que não foi aceita pela categoria. Afinal de contas, o que tem a ver o MP disponibilizar sua própria sede para resolver uma batata quente do governo do PSB? Sugestões - A meu ver, o Ministério Público pode ocupar dois papeis fundamentais na mediação entre governo e professores: um é convencendo o governador Camilo a cumprir a Lei do Piso (afinal de contas, o MP é o guardião da lei) e o outro é emprestando parte do seu orçamento para cobrir as despesas no pagamento do Piso. Se não for assim, a participação do MP não se justifica. Obrigação - A partir de segunda-feira, passa ser obrigatório o uso de pon-

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jdia.com.br

to eletrônico para pequenas e médias empresas com mais de dez empregados que optaram pelo registro eletrônico do ponto. Contestação - A decisão está sendo contestada na Justiça por muitos empregadores que alegam o alto custo da manutenção.

Ingratidão - Para o senador Jorge Viana, interlocutor de Lula, o presidente do PSB está deixando nessa história de Recife o pior sentimento para a relação PT-PSB, que é o sentimento da ingratidão. O presidente Lula merecia um tratamento muito melhor do que esse do presidente do PSB. Até amanhã...

A

Servidores públicos em greve fazem passeata em Brasília

Ana Amélia (PP-RS). As propostas agora aguardam designação de relator na CCJ. Em recente pronunciamento, Paulo Paim explicou que o PLS 83/2007 define os serviços ou atividades essenciais, para os efeitos do direito de greve, previstos no parágrafo 1º do artigo 9º da Constituição. Já o PLS 84/2007 define, para os mesmos efeitos, os serviços ou atividades essenciais previstos no inciso VII do artigo 37 da Carta. No pronunciamento, Paim afirmou que, como a ementa do PLS 84/2007 é similar à do PLS 710/2011, ele entende que essas propostas devem ser apensadas e submetidas ao reexame da relatora na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Além dos dois senadores, foram convidados para o debate na CDH José Milton Maurício da Costa, secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal; Cledo Vieira, coordenador-geral da Federação dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União; Janine Vieira Teixeira, coordenadora-geral da Federação de Sindicatos de

A3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Mês de agosto é marcado por ofensiva contra o “caos aéreo” no Estado do Amapá Duas novas empresas aéreas poderão operar na região FOTOS DIVULGAÇÃO

Piorou - As novas pesquisas divulgadas esta semana pioraram o clima entre PSB e PT, e, por tabela, a relação entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, que trabalha seu candidato para vencer o petista Humberto Costa no primeiro turno.

Direito de greve será debatido em audiência pública no Senado

Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) realiza nesta segunda-feira, 3, audiência pública para debater o direito de greve no Brasil. O requerimento para realização da audiência foi apresentado pelo presidente da comissão, senador Paulo Paim (PT-RS). Os senadores Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Pedro Taques (PDT-MT) estão entre os debatedores. O representante paulista é autor do PLS 710/2011, que disciplina o exercício do direito de greve do setor público, previsto no inciso VII do artigo 37 da Constituição. Já o parlamentar por Mato Grosso é o relator da matéria na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Em recente entrevista à Agência Senado, Aloysio Nunes afirmou que, passados 24 anos da promulgação da Constituição, o Congresso Nacional ainda deve ao país uma lei que regulamente a realização de greves no setor público. Seu projeto, segundo ele próprio, trata dos limites que devem ser mantidos e também cria mecanismos de negociação. Na entrevista, o senador cobra também a edição de um decreto, pela Presidência da República, que incorpore ao direito brasileiro os termos da Convenção 151, da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Lembrou ainda que o Supremo Tribunal Federal (STF), na ausência da lei, determinou que seja aplicado, no que couber aos servidores públicos, as disposições contidas na Lei 7.783/89, que disciplina o direito de greve no setor privado. Paulo Paim também é autor de dois projetos que regulamentam o direito de greve nos setores público e privado. Os Projetos de Lei do Senado (PLS) 83/2007 e 84/2007 tramitam em conjunto e já foram aprovados na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde tiveram como relatora a senadora

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

Trabalhadores em Educação nas Universidades Públicas Brasileiras; Marinalva Silva Oliveira, presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior; Álvaro Sólon de França; presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil; Marcos Vinicio de Souza Wink, presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais; Rodrigo Brito, presidente da Central Única dos Trabalhadores do Distrito Federal; e Paulo Barela, membro da Secretaria-Executiva Nacional da Central Sindical e Popular CSP-Conlutas. Após a audiência, a Comissão vota requerimento também de Paulo Paim solicitando realização de audiência pública para debater “a precarização do trabalho no Brasil, abordando a terceirização, o Simples Trabalhista e a reforma da CLT” - Consolidação das Leis do Trabalho. De acordo com o requerimento, os nomes dos convidados serão enviados posteriormente para a secretaria da comissão.

Empresa Passaredo Linhas Aéreas pode operar no Amapá como alternativa para a população da região

N

o próximo dia 10 de setembro será realizada no Senado Federal a audiência pública sobre o caos aéreo no Norte e no Nordeste do país. Governo, ANAC, parlamentares e representantes de empresas do setor, participarão do debate buscando encontrar alternativas para a falta de voos e preços exorbitantes das passagens para a Região Amazônica. Randolfe é um dos autores do requerimento e também protagonista de uma verdadeira ofensiva no mês de agosto para denunciar esses problemas e buscar alternativas que melhorem as condições da população, que precisa se deslocar do Amapá para outras localidades em todo o Brasil. O senador defende uma aposta do governo federal na aviação regional. Fortalecendo e incentivando as empresas desse ramo. Reuniões Randolfe estabeleceu contato com duas empresas aéreas que em breve estarão operando voos no estado do Amapá. Uma delas foi a MAP Linhas Aéreas, companhia manauara. Em reunião com Randolfe neste mês, o presidente e vice-presidente da empresa, informaram ao senador que em 2013 a MAP já estará operando um voo diário para Macapá. A empresa recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) também neste mês. Outra resposta positiva recebida pelo senador veio após encontro, entre ele e o presidente da empresa Passaredo Linhas Aéreas, José Luiz Felício. Na reunião, o senador pediu o empenho da empresa para chegar ao Amapá e se colocou à disposição da Passaredo para ser o interlocutor entre a Companhia e o governo do Estado. Os empresários ficaram otimistas com a

Senador defende uma aposta do governo federal na aviação regional

proposta e estão prontos para reunirem com o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa, na busca de incentivos que possam facilitar a chegada da Passaredo ao Amapá. Representações Paralelo aos encontros, Randolfe protocolou uma série de representações para denunciar o que ele classifica como um “duopólio” entre TAM e GOL – únicas Companhias que operam no Amapá. No início de agosto, o senador amapaense entregou ao Diretor da ANAC, Cláudio Passos, uma representação pedindo que as duas empresas fossem investigadas por possíveis práticas irregulares, resultantes da concentração de mercado. O mesmo documento foi entregue na Infraero. Como parte da estratégia, Randolfe protocolou no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), outra representação denunciando as companhias por “possíveis práticas de infração à ordem econômica”.

Na Tribuna A denúncia também foi feita na tribuna do Senado no dia 9 de agosto. “É um absurdo uma passagem, por exemplo, de Macapá para Belém, de meia hora de voo, custar de mil a R$ 1.200, em nome da chamada lei da oferta e da procura. Isso é um retrato do que significa a política de retirar o Estado de tudo, deixando tudo a mercê do mercado”, denunciou Randolfe em pronunciamento também neste mês. Voos extras Na última semana, Randolfe foi informado pelo Ministério Público do Amapá que a Companhia TAM começou a dar respostas às denúncias feitas por ele. A TAM anunciou que vai disponibilizar voos extras para a Região Amazônica em períodos de maior procura como férias e feriados. O mesmo procedimento já é adotado pela empresa na época do Círio de Nazaré (procissão católica realizada anualmente em Belém do Para e que reúne aproximadamente dois milhões de romeiros).

No próximo ano, a MAP Linhas Aéreas já estará operando um voo diário para Macapá


JD

Geral

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

A4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Novo presidente do STJ toma posse hoje

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

Assumem como presidente, Felix Fischer, e vice-presidente, Gilson Dipp FOTOS DIVULGAÇÃO

BRASIL AVANÇA NO URÂNIO, MAS SEM BOMBA

S

em alarde, as Indústrias Nucleares do Brasil em Resende (RJ) acabam de finalizar a primeira etapa de um processo histórico: a meta de enriquecimento de urânio como combustível nuclear. Foram instaladas as quatro cascatas de ultracentrífugas do primeiro módulo. Mas sem interesse na bomba nuclear, tão cobiçada por outros países como blindagem internacional. A Constituição determina que o enriquecimento do mineral é para fins pacíficos e o Brasil é signatário de acordos internacionais.

Escala O urânio enriquecido vai alimentar 100% dos reatores da usina Angra 1, e 20% de Angra 2, para geração de energia elétrica. Em 2016, Angra 3 começa a operar. Fischer assume o comando do STJ nos próximos dois anos, ao lado do ...

... vice-presidente, Gilson Dipp, que já está no STJ há 14 anos

Superior Tribunal de Justiça (STJ) tem novo comando desde ontem. Assumem como presidente, Felix Fischer, e vice-presidente, Gilson Dipp. A solenidade foi às 16h, na sede do tribunal, com a presença da presidente Dilma Rousseff e de todos os presidentes dos tribunais superiores. Também estarão presentes o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ministros, governadores e parlamentares. Fischer assume o comando do STJ nos próximos dois anos. Ele sucede o ministro Ari Pargendler, que esteve na presidência do

2010). Dipp, o novo vice-presidente, está no STJ há 14 anos. Foi vice-diretor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), ministro do TSE e presidente da Comissão de Juristas, com o objetivo de elaborar o anteprojeto do Código Penal, em 2011. O novo vice-presidente do STJ faz parte da Comissão da Verdade, criada pelo governo para investigar as violações dos direitos humanos ocorridas de 1946 a 1998. Por dois anos, a comissão pretende apurar responsabilidades sobre mortes, torturas e desapa-

O

Tribunal no biênio 20102012. Alemão, naturalizado brasileiro, o novo presidente do STJ defende a limitação do número de recursos judiciais. Segundo ele, o processo eletrônico e a Lei dos Recursos Repetitivos geraram avanços significativos. Fischer foi procurador de Justiça do Ministério Público estadual e está no tribunal há 16 anos. Foi ministro e corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), além de presidente da Comissão de Jurisprudência do STJ e coordenador-geral do Conselho da Justiça Federal (2007) e corregedor nacional de Justiça (2008-

recimentos no período. Dipp integra o grupo ao lado de mais seis membros - José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça, Rosa Maria Cardoso da Cunha, advogada, Cláudio Fonteles, ex-procurador-geral da República, Maria Rita Kehl, psicanalista, José Paulo Cavalcanti Filho, advogado e escritor, Paulo Sérgio Pinheiro, presidente da Comissão Internacional Independente de Investigação da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Síria. Antes da cerimônia de posse, o ministro Felix Fischer conceu entrevista coletiva, no Edifício dos Plenários, no STJ.

Após polêmica com bilhete, ministra aposta no diálogo com congressistas

A

ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou ontem no Rio que aposta no diálogo com o Congresso Nacional para aprovação da MP (Medida Provisória) sobre o Código Florestal. Na última quarta-feira, 29, integrantes de comissão mista do Congresso aprovaram relatório da MP com mudanças que reduzem o tamanho da área de recomposição de áreas desmatadas ilegalmente na beira dos rios. A aprovação foi parte de um acordo segundo o qual o texto não sofreria novas alterações nos plenários da Câmara e do Senado, por onde ainda

precisa passar até o próximo dia 8 de outubro --quando perde validade. No entanto, o governo negou a realização do acordo. Um bilhete enviado pela presidente Dilma Rousseff às ministras Izabella e Ideli Salvatti (Relações Institucionais) evidenciou a divergência e revoltou integrantes da bancada ruralista, que agora ameaçam dificultar a aprovação da MP. “Não foi o governo que cedeu. O acordo foi feito por parlamentares da base do governo, não com o governo. Não sei se a base está desafinada com o governo. Simplesmente houve um esforço

da base do governo, ou de parte dela, em preservar a MP. Agora a medida vai para plenário e nós contamos com o diálogo do Congresso Nacional”, disse a ministra. A MP foi enviada ao Legislativo pela presidente como um complemento aos vetos feitos por ela ao projeto do novo código. Mas, no bilhete, Dilma afirmou: “Por que os jornais estão dizendo que houve um acordo ontem no Congresso sobre o Código Florestal e eu não sei de nada?”. Izabella também deu indicativos de que caso o diálogo não funcione, a MP poderá sofrer alterações pelo Executivo.

“Quando a MP voltar ao Executivo para sanção da presidente, o governo deverá se reunir e analisar o texto. A presidente foi enfática ontem. A posição é de governo, não é de ministro A ou B”, disse. A ministra participou no Rio da assinatura de um acordo de cooperação técnica com o governo estadual que prevê ações conjuntas de apoio à regularização ambiental de propriedades fluminenses. O ministério vai gerar a integração do Sicar (Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural) com o sistema estadual. Outros Estados também terão o convênio feito.

Militares terão aumento de 30%, parcelado em três vezes

O

s militares terão 30% de reajuste salarial, a partir de primeiro de março de 2013. Ao contrário do que desejava a categoria, que queria um aumento maior na primeira parcela, já que consideram que seus salários estão muito defasados em relação às demais carreiras de Estado, o reajuste será parcelado igualmente em três vezes. Serão pagos em primeiro de março de 2013, 2014 e 2015. O aumento será linear para todos os postos. O anúncio foi feito pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, . Ela explicou que algumas categorias, como os militares, estavam recebendo aumentos diferenciados,

reconhecendo que seus salários estavam defasados. Ao final dos três anos de reajustes concedidos, o impacto na folha de pagamentos será da ordem de R$ 12,5 bilhões. Inicialmente, os estudos enviados pelo Ministério da Defesa ao Planalto, pediam reajustes na casa de 45%. Embora reconhecendo que os militares precisavam ser contemplados com aumentos diferenciados, a presidente Dilma Rousseff e a área econômica consideravam a reivindicação acima das possibilidades das contas públicas. Uma das maiores dificuldades de concessão de reajuste para os militares, de acordo com integrantes do governo, é o peso da folha

DIVULGAÇÃO

Miriam Belchior: militares estavam recebendo aumentos diferenciados

de pagamentos desta categoria. O orçamento do Ministério da Defesa para 2012 é de R$ 64,794 bilhões. Deste total, 69,9% que correspondem a R$ 45,297 bilhões, vão para pagamento de pessoal e encargos. Dos cerca de R$

45,3 bilhões destinados só a pessoal, R$ 28,5 bilhões representam o pagamento de inativos e pensionistas. Ou seja, os inativos representam 62,9% da folha de pagamentos e o pessoal da ativa, com R$ 16,8 bilhões, representa 37,1%.

De perto

É nosso

A sempre desconfiada Agência Internacional de Energia Nuclear acompanha o avanço brasileiro. A comitiva já esteve em Resende e voltará até o final do ano.

As ultracentrífugas para o processo de enriquecimento foram desenvolvidas pelo Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo.

Araguaia, 40 anos Quarenta anos depois, a Justiça Federal de Marabá (PA) recebeu esta semana as denúncias do MP Federal contra o coronel Sebastião Curió, da reserva do Exército, e contra o major da reserva Lício Augusto Maciel. Os dois são acusados pelo sequestro qualificado de militantes durante a repressão à guerrilha do Araguaia.

Histórico Curió, que vive em Brasília, e Lício tornaram-se assim os primeiros réus na Justiça por crimes cometidos na ditadura. Os sequestrados na década de 70 caracterizam-se como desaparecidos. PAC do Carinho Antes de entrar na campanha de Haddad (PT) com mensagens de apoio, a senadora Marta Suplicy, preterida na disputa, conversou separadamente com Lula, em SP, e com a presidente Dilma, em Brasília. Cafuné ‘A Marta só precisava de um afago’, diz um petista amigo dela. A senadora estava tão alheia à campanha que foi vista numa quarta-feira caminhando em Fortaleza. Data venia O ministro do STF Marco Aurélio citou numa entrevista a ‘agilitação’, variável de agilitar - há décadas modificada para agilizar. Mas alertou que não estava errado. Incêndio mineiro O PMDB de Minas, citado como fisiológico pelo prefeito de BH, Marcio de Lacerda (PSB), abriu guerra: ‘Esqueceu-se o prefeito que, enquanto acumulava patrimônio, negociando com o Regime Militar, o PMDB restabeleceu a democracia’, diz nota. BRB ressuscita Há poucos anos ainda

um nicho político usado pelos governadores para alojar aliados e negócios suspeitos, o Banco de Brasília registrou lucro recorde no primeiro semestre de 2012: R$ 115 milhões. Isca no anzol O ministro da Pesca, Marcelo Crivella, quer lançar o PAC da Pesca: incentivar a indústria de ração para alevinos em todos os estados, e abrir 100 mil tanques escavados de um hectare. Entulho O governo do DF gastou para fixar duas megaplacas na via L2 Sul, onde carros passam a 70km/h, para anunciar elevadores nos hospitais. Ninguém as lê, enfeia o canteiro e prova que médicos e remédios estão em segundo plano. Virou moda A exemplo do deputado Reguffe (PDT-DF), Valtenir Pereira (PSB-MT) reduziu o número de assessores e virou faz-tudo no gabinete em prol da economia para a Câmara. Vento na pá O Brasil será o líder na construção de aerogeradores para as torres de geração de energia eólica. Os negócios do setor chegarão a R$ 25 bilhões até 2017. Ponto Final Deu no Jornal do Brasil em 2010: O Brasil já detém a tecnologia para fazer a bomba atômica. Não faz porque não quer.

(Com Marcos Seabra e Vinícius Tavares)

www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br


JD

Esporte

Grêmio mantém foco em vaga para a Libertadores Após 20 rodadas, o Grêmio venceu oito partidas em casa e perdeu duas. Longe dos seus domínios foram cinco vitórias e quatro derrotas

A

ou dois jogos fora. Então, como o Vanderlei falou, se os adversários da frente continuarem com essa média, mérito deles, mas a nossa parte vamos fazer”, afirmou o volante Fernando. Após 20 rodadas, o Grêmio venceu oito partidas em casa e perdeu duas. Longe dos seus domínios foram cinco vitórias e quatro derrotas. Além disso, os comandados de Vanderlei Luxemburgo empataram uma vez, com a Ponte Preta, em Campinas. Três pontos da meta de 37 foram obtidos contra o Vasco da Gama e o tricolor ainda tem oito jogos no Olímpico e nove fora. Destes, enfrenta o Atlético, em Minas, o Fluminense, no Engenhão,

e o restante todos contra clubes que estão da 10ª posição para baixo. Porém, nenhum integrante do futebol do Grêmio espera por facilidades. Com o Brasileiro entrando na reta final, os adversários estarão lutando por melhores posições na tabela e, com o bom rendimento do clube gaúcho, a expectativa é que todos aumentem os cuidados nos enfrentamentos com o tricolor. “Sabemos que vai ser um jogo difícil, pois estamos subindo na tabela e as pessoas estão observando com outros olhos. O Palmeiras é uma equipe qualificada e não adianta dizer ao contrário. Na última vez, disseram a mesma coisa, acabamos facilitando e

perdemos na Copa do Brasil. Temos que entrar ligados. É clássico e mais uma final que vamos disputar. Não podemos oscilar no 2º turno, precisamos de regularidade. Independente de ser fora de casa, vamos entrar com cautela, mas para vencer sempre”, afirmou o volante Souza. O Grêmio realiza a partir das 11h no Olímpico o último treino antes de enfrentar o Palmeiras. No período da tarde a delegação viaja para São Paulo. O jogo contra os paulistas ocorre no sábado, às 18h30, no estádio do Pacaembu. Após 20 rodadas, o tricolor gaúcho é o terceiro colocado com 40 pontos e os adversários ocupam a 17ª posição com 16.

Com edema ósseo na bacia, Fred desfalca o Fluminense por pelo menos três jogos

Fred lamenta chance desperdiçada no segundo tempo da partida contra o Corinthians

O

atacante Fred está fora da partida do Fluminense contra o Figueirense, de hoje às 18h30, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com dores causadas por um edema ósseo na região da bacia, o artilheiro do Campeonato Brasileiro, ao lado de Luis Fabiano, do São Paulo, será preservado por tempo indeterminado para se recuperar , mas deverá desfalcar o time contra Santos e Internacional. “Estamos administrando a situação do Fred já há algum tempo. Ele está com edema ósseo na bacia, causado por um trauma de esforço repetitivo, e está incomodando ele. As dores estão aumentando e ele sente depois que volta do intervalo. Ele não queria parar de nenhuma maneira,

mas o departamento médico achou melhor tirá-lo do jogo, já que o edema não está regredindo”, explicou o médico do clube, Victor Favilla. Assim, quem ganha uma chance na equipe titular é o jovem Samuel, que será companheiro de Rafael Sobis e Wellington Nem no ataque tricolor. A revelação de 21 anos já atuou em 12 jogos deste Campeonato Brasileiro, com quatro gols marcados. Segundo o médico tricolor, as dores em Fred começaram há três semanas, na vitória de 2 a 1 sobre o São Paulo. Deco sem previsão Recuperando-se de um estiramento grau dois na coxa esquerda, o meia Deco está evoluindo, mas o departamento médico do Flu-

minense prefere não estabelecer um prazo para o retorno do armador, que não entra em campo desde o dia 5 de agosto, contra o Coritiba. “O Deco está evoluindo muito bem, as dores já passaram, ele está fazendo trabalhos de musculação, mas não posso dizer exatamente quando ele vai estar jogando. Não estamos dando prazo, mas ele está evoluindo bem”, encerrou Favilla.

A6

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Atrasos salariais “enterram” o Palmeiras

S

ete derrotas em nove rodadas. O desempenho do Palmeiras nos últimos jogos do Campeonato Brasileiro nem de longe lembra o do título da Copa do Brasil. Segundo um jogador, que preferiu não se identificar, uma das respostas para a queda de rendimento seria a crise financeira sofrida pelo Verdão. De acordo com o “boleiro anônimo”, o clube palestrino está com dois meses de salários atrasados. “Quando vai vencer o terceiro, eles pagam um mês”, revelou. Com esta prática, os dirigentes evitam chegar a três meses atrasados, o que possibilitaria aos jogadores rescindir contrato na Justiça Trabalhista sem pagamento de multa. No entanto, não são apenas os salários que estão atrasados. O jogador também confirmou que o Palmeiras ainda não pagou as premiações pela conquista da Copa do Brasil, que acontece no início de julho. “Eles apenas dizem que não têm dinheiro para pagar”, afirmou. Falta dinheiro em caixa? O fato curioso é que, ape-

Luxemburgo passou para os jogadores que a meta mínima é de conquistar 37 pontos no segundo turno

vitória contra o Internacional no último domingo fez o Grêmio atingir a meta planejada de conquistar 37 pontos no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Apesar de estar a quatro pontos do líder Atlético-MG, que tem um jogo a menos, o foco de todos no estádio Olímpico segue sendo conquistar uma vaga para a Libertadores 2013. O título, por enquanto, segue em “segundo plano”. “Não podemos nos acomodar, temos que continuar com a mesma pegada. Temos uma projeção de fazer, no mínimo, 37 pontos e temos 10 jogos em casa. Então, além de fazer valer o fator Olímpico, temos chances de ganhar um

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

sar do discurso da diretoria, o clube tem dinheiro para contratar. Nos últimos dias, chegaram o volante Corrêa e os atacantes Obina e Tiago Real. Os dois primeiros possuem salários relativamente altos. Já para contratar o último gastou R$ 1 milhão. Não bastasse isso, o Verdão também chegou a sondar a contratação do meia Alex, do Fenerbahçe, da Turquia, que também custaria altas cifras ao clube. Por fim, o presidente Arnaldo Tirone também discute a renovação de contrato com o técnico Luiz Felipe Scolari, que deve ganhar um aumento salarial de R$ 700 mil para R$ 1 milhão. Felipão, o cara! O clima entre diretoria e elenco é dos piores, segundo o jogador. O mesmo não acontece na relação entre jogadores e Felipão. O treinador continua com moral com o grupo. Afinal, durante a Copa do Brasil, ele havia prometido pagar do próprio bolso um prêmio de R$ 250 mil para os atletas dividirem se conquistassem o título. “E cumpriu logo após a conquista”, finalizou o anônimo.

Remo define time que pega o Mixto na serie D

T

empo para trabalhar. Era tudo o que o Remo poderia querer às vésperas da estreia na segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, mas a realidade da Série D está muito longe do ideal. Até o primeiro jogo contra o Mixto (MT), domingo, no estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, em Cuiabá (MT), a equipe azulina só terá um dia para se preparar, enquanto o rival passou a semana inteira treinando com vistas ao jogo de ida do mata-mata. Com tão pouco tempo para treinar - o que não vinha acontecendo desde o início da competição nacional -, o técnico Marcelo Veiga ainda não definiu o time que entra em campo no domingo, mas pela atuação remista na sofrida vitória por 2 a 1 sobre o Vilhena (RO), anteontem, no Mangueirão, tudo indica que haverá mudanças na escalação. No entanto, o sistema de jogo com três zagueiros deve ser mantido. “Só vamos ter a sexta-feira para treinar em dois períodos. Como viajaremos logo na madrugada de sábado para Cuiabá, só vamos poder fazer um treino leve, à tarde, quando chegarmos lá. Por isso, teremos pouco tempo para fazer os ajustes necessários na equipe”, reconheceu o comandante azulino, que ontem à tarde, na reapresentação do elenco, orientou os jogadores reservas em um dois toques em campo reduzido, seguido de um treinamento de finalizações. Os titulares fizeram apenas o tradicional treino regenerativo pós-jogo. Para domingo, o treinador

conta com os três titulares que estavam suspensos - o zagueiro Diego Barros, o volante Jhonnatan e o meia-atacante Reis, que vinham tendo papel fundamental no desempenho da equipe. No entanto, o retorno do trio à formação principal não está garantido. Será preciso observá-los no treino coletivo desta tarde, quando atuarão no esquema 3-5-2. “É claro que vou observar como o time se comporta com a presença destes três atletas, já que eles só saíram da equipe por suspensão, mas também preciso pensar em outros fatores antes de definir qual será a melhor formação para enfrentar o Mixto fora de casa”, ressaltou Veiga. “Costumo armar as minhas equipes muito em função de como vem o adversário. Por isso, preciso ver como o Mixto vem para esse primeiro duelo. Se eles vierem avançados, temos de nos postar bem e estarmos prontos para o contra-ataque. Se o Mixto ficar esperando o jogo, temos de tomar a iniciativa sobre o adversário”, esclareceu o técnico azulino. Arbitragem A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou ontem o sorteio da arbitragem para os jogos de ida das oitavas de final da Série D. Para o confronto entre Remo e Mixto (MT), domingo, às 19h (de Belém), no Dutrinha, em Cuiabá, o árbitro principal será o goiano André Luiz de Freitas Castro. Ele terá como assistentes José do Nascimento Júnior e Luciano Benevides de Souza, ambos do Distrito Federal.

Tabela do Brasileirão serie A


JD

Esporte

Deivid rescinde contrato com o Fla e está liberado para negociar com outros clubes

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

A7

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Enquanto isso...

Sem espaço no elenco e com pouco prestígio junto ao técnico Dorival Júnior, o atleta começou a negociar sua saída há cerca de um mês

O

atacante Deivid não é mais jogador do Flamengo. A rescisão do contrato do atleta foi definida após reunião entre seus representantes e membros da diretoria do clube no início da tarde de ontem. O encontro serviu para selar o acordo pelo pagamento da dívida de mais de R$ 7 milhões que o r u bro-

-negro tem com o ex-camisa 9. Como tem apenas seis jogos pelo time da Gávea no Campeonato Brasileiro, Deivid ainda pode se transferir para outro clube do país para disputar a competição deste ano. O jogador recebeu sondagens de Botafogo e Coritiba, mas só deverá definir o futuro na próxima semana. Em breve comunicado no seu site oficial, o clube anunciou que “o acordo sobre as pendências financeiras entre o clube e o atleta agradou ambas as partes e, a partir de hoje [sexta], o atacante não é mais jogador do Flamengo”. Desde janeiro deste ano, o jogador mov i a uma ação judicial contra o clube cobrando pagamentos de direitos de imagem atrasa-

dos, além de danos materiais. Para assinar a rescisão do contrato válido até o fim deste ano e liberá-lo para atuar em outro clube, o Flamengo exigia que Deivid abrisse mão de parte do montante de R$ 7 milhões. Incrível gol perdido marca passagem Sem espaço no elenco e com pouco prestígio junto ao técnico Dorival Júnior, o atleta começou a negociar sua saída há cerca de um mês. Com apenas seis gols marcados nas 28 partidas disputadas neste ano, Deivid ficou marcado pelo incrível gol perdido no clássico contra o Vasco pelo Campeonato Carioca. No total, em dois anos de rubro-negro, o atacante disputou 99 jogos e balançou as redes 31 vezes. Ele conquistou apenas um Campeonato Carioca, em 2011.

Thiago Silva sofre lesão muscular e é cortado de amistosos da seleção Capitão da equipe do técnico Mano Menezes, o zagueiro Thiago Silva foi cortado ontem dos amistosos da seleção brasileira contra África do Sul e China, nos dias 7 e 10 de setembro. O anúncio foi realizado pela CBF, que não informou se outro atleta será convocado para substituir o jogador do Paris Saint-German. Portanto, David Luiz, Dedé e Rever seguem como os zagueiros à disposição do treinador para os duelos no Morumbi e no estádio do Arruda. Segundo a entidade que comanda o futebol brasileiro, Thiago Silva foi submetido a um exame de ressonância magnética, que diagnosticou uma lesão muscular de grau 1 na coxa do atleta. Ele ficará afastado dos gramados por duas semanas. Os jogadores se apresentam à comissão técnica de Mano na segunda-feira. Os treinos serão realizados em Cotia, no centro de treinamento do São Paulo. Na sexta, feriado da Independência, o Brasil encara a África do Sul, no Morumbi, às 15h45. Depois acontece a viagem para Recife, onde na segunda o duelo será com a China, na casa do Santa Cruz. ............................................................................

Deivid ficou marcado pelo incrível gol perdido contra o Vasco no Carioca deste ano

André Brasil ganha segunda medalha de ouro do país e bate recorde mundial nos 50 m livre S10

O

Brasil conquistou a sua segunda medalha de ouro nos Jogos Paraolímpicos de Londres. E pela segunda vez na natação, mas agora com André Brasil. O brasileiro não só foi o primeiro colocado na prova dos 50 m livre S10 e ficou com o ouro como ainda bateu o recorde mundial da prova, com o tempo de 23s16. Na última quinta-feira, Daniel Dias foi campeão dos 50 m livre S5. Também participou da prova desta sexta o brasileiro Phelipe Rodrigues, que chegou na quarta colocação, com o tempo de 23s99. Em segundo, ficou o canadense Nathan Stein em 23s58 e, na terceira posição, o australiano Andrew Pasterfield, com o tempo de 23s89. Esta é a segunda medalha

Lucas volta a abrir as portas para Ganso e promete foco no São Paulo “até o último minuto”

U Brasileiro André Brasil comemora após conquistar a medalha de ouro nos 50 m livre S10 em Londres

de André Brasil nos Jogos. Na última quinta-feira, ele conquistou a prata nos 200 m medley S10. O nadador, que já chegou a competir com atletas sem

deficiência, conquistou quatro ouros nos Jogos de Pequim em 2008. A natação brasileira também marcou presença em outras finais nesta sexta-

-feira. Na prova dos 50 m borboleta S7, Veronica Almeida ficou com a sétima colocação e nos 200 m medley SM5 Joana Neves ficou em sexto lugar.

Rival de José Aldo se lesiona e brasileiro vai defender cinturão contra Frankie Edgar no Rio

m dos destaques da vitória do São Paulo sobre o Botafogo, o meia-atacante Lucas deu as vindas para o meia Paulo Henrique Ganso mais uma vez. Depois da última recusa do Santos à investida são-paulina, o atleta não projetou o desfecho da negociação, mas afirmou que o atleta seria muito bem vindo no time tricolor. Em entrevista à TV Globo, Lucas elogiou o companheiro de seleção brasileira, afirmando que gostaria de ver o meia santista com a camisa do São Paulo quando ele se recuperar da lesão “Acho que sim, o Ganso é um cara diferenciado, é muito bom jogador, e com certeza iria nos ajudar aqui no São Paulo”, afirmou o meia-atacante. Se Ganso poderia vir para o São Paulo, Lucas já está vendido. A situação, no entanto, não o faz perder o foco ou se dedicar menos do que deveria. O camisa 7 são-paulino fez questão de afirmar que continuará jogando como se não tivesse sido negociado. “Sempre tive motivação para jogar, entrar em campo e fazer o meu melhor. Minha vontade está redobrada, pode ter certeza que até o último minuto eu vou correr para ajudar o São Paulo”, afirmou. Contratação mais cara do Paris Saint-Germain na atual janela de transferências, Lucas se apresentará ao clube francês após a disputa do Campeonato Brasileiro. Já Paulo Henrique Ganso deverá ficar parado por tempo indeterminado após sofrer uma lesão muscular na última quinta-feira. ............................................................................

Luxa minimiza título e ‘alfineta’ Palmeiras: “Ganhou a Copa do Brasil em 5 min”

Vanderlei Luxemburgo conhece muito bem a rivalidade entre Grêmio e Palmeiras. Técnico do time paulista nos anos 90, o comandante trocou de lados com Felipão e acabou desclassificado na semifinal da Copa do Brasil deste ano. Porém, em vez de reconhecer o mérito do rival, Luxa ‘alfinetou’ o alviverde nesta sexta-feira, véspera do encontro pela 21ª rodada do Brasileirão. “Ganharam a Copa do Brasil em 5 minutos”, minimizou o técnico lembrando os dois gols feitos no confronto de ida da semi, em Porto Alegre. “O Palmeiras ganhou a Copa do Brasil em 5 minutos, esta que é a verdade. Os dois jogos que eles fizeram foram normais. Se pegar depois, também. Foi assim. Em cinco minutos de desatenção nossa eles marcaram dois gols, e ganharam a Copa do Brasil. É um jogo igual, complicado, se cometermos os mesmos erros daqui [jogo de ida da semifinal] será difícil. Mas podemos conquistar um resultado positivo”, opinou o treinador do Grêmio. O jogo citado pelo comandante de campo é o de ida das semifinais. Em Porto Alegre, Grêmio e Palmeiras empatavam em 0 a 0 até os 40 do segundo tempo. No entanto o Grêmio não havia criado chance clara de gol, com os visitantes fechados. Aproveitando-se do contra-ataque, Barcos e Mazinho decretaram 2 a 0. ............................................................................

Torcida do Vasco protesta contra técnico Cristóvão Borges e cartola em São Januário

J

osé Aldo terá novo adversário no UFC que acontecerá no Rio de Janeiro, no próximo dia 13 de outubro. O presidente do UFC Dana White anunciou que o oponente Erik Koch se machucou e Frankie Edgar ganhará a chance de brigar pelo cinturão do Peso Pena. Frankie Edgar acaba de descer da categoria Leve após perder uma revanche para Benson Henderson, por quem ele já havia sido derrotado em fevereiro deste ano. Edgar pode en-

trar no seleto hall dos lutadores que conquistaram o cinturão em duas categorias diferentes. Segundo o jornal USA Today, Dana White admitiu que ficou decepcionado ao saber da lesão de Koch, mas acredita que o novo confronto será ainda mais interessante para o público. “Obviamente nós tivemos algumas semanas duras aqui no UFC “, disse. “Mas Frankie Edgar, sendo o guerreiro que ele é, aceitou a luta e vai dar ainda mais intensidade.”

“Eu acho que as pessoas vão estar muito animadas para esta luta. Frankie passou por momentos difíceis, mas muita gente acha que ele pertence a essa categoria. Bem, aqui vamos nós. José Aldo vs Frankie Edgar. As pessoas têm vontade de ver essa luta há muito tempo”, afirmou. Antes de Koch se machucar, Aldo já havia declarado que via com bons olhos a chegada do ex-campeão da categoria até 70kg. O confronto no Rio de Janeiro vai se chamar “UFC 153:

Aldo vs Edgar” e acontecerá no HSBC Arena. Dana White vem sofrendo com as mudanças de última hora no UFC. Recentemente, Jon Jones se recusou a lutar contra Chael Sonnen no UFC 151 pelo cinturão dos meio-pesados depois da lesão Dan Henderson. A atitude causou o cancelamento do evento que aconteceria neste sábado. Agora, o atual campeão será desafiado pelo brasileiro Vitor Belfort, no dia 22 de setembro..

O treino do Vasco de ontem foi pautado pelo protesto de cerca de 20 torcedores contra o técnico Cristóvão Borges e o diretor de futebol Daniel Freitas. O time realizava uma atividade recreativa, quando os membros da organizada Força Jovem, suspensa por seis meses dos estádios em dias de jogos, iniciaram a manifestação nas arquibancadas. As faixas “Pensar grande é agir como Gigante – Contratações de peso! Técnico de ponta!” e “Honrem a cruz de malta que carregam no peito” foram expostas. Os torcedores pediram a saída de Cristóvão Borges e Daniel Freitas. Os dois profissionais foram xingados enquanto observavam o episódio no gramado de São Januário. Carlos Alberto, Fernando Prass e William Barbio foram outros alvos dos manifestantes, que pediram a saída destes jogadores do time titular. O protesto não foi interrompido pelo clube até o final da atividade. O Gigante da Colina não vence há cinco jogos. Para o jogo contra a Portuguesa, sábado, às 21h, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco não vai contar com Eder Luis, que só terá condições de jogo no próximo fim de semana. O lateral esquerdo William Matheus segue com dores no joelho. O jogador é dúvida para o compromisso. O técnico Cristóvão Borges pode optar por Tenorio para formar a dupla de ataque com Alecsandro. William Barbio é a outra opção do comandante. Suspensos na última rodada, Juninho e Fellipe Bastos estão à disposição. O substituto natural de William Matheus é o lateral esquerdo Thiago Feltri. O time deve enfrentar a Portuguesa com a seguinte escalação: Fernando Prass; Auremir, Dedé, Douglas e William Matheus (Thiago Feltri); Nilton, Wendel, Juninho e Carlos Alberto. Tenorio e Alecsandro.


JD

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, sรกbado, 01 de setembro de 2012

A8


CadernoB

DiaDia Macapá-AP, sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Editor: Fabrício Costa- fabriciocosta@jdia.com.br

Sindicato denuncia aumento no número de cargos na CEA e falta de transparência SITUAP afirma que a Companhia não atualiza Portal da Transparência, além de não ter lisura nos processos FRANK FIGUEIRA Da Redação

A

total transparência dos gastos e da aplicação dos recursos públicos em suas áreas não está sendo uma prática constante na Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). O Portal da Transparência da estatal está desatualizado desde 2011, ficando impossível de acompanhar os gastos e investimentos da Companhia. De acordo com Audrey Cardoso, presidente do Sindicato dos Urbanitarios do Amapá (STIUAP), o Portal que deveria estar sendo atualizado diariamente, tem apenas o balanço de 2010 e 2011. O sindicalista afirma que se tornou impossível acompanhar o número exato de contratos firmados pela CEA, e muito menos os valores pagos para contratos no decorrer de 2011 e 2012. “Há uma série de deficiências encontradas no Portal, e tudo que é gasto ou firmado o funcionário e nem a população fica sabendo desses recursos”, disse. Diante do fato, Audrey reforça que nem os gastos com folha de pagamento são divulgados, fato que vai de encontro à bandeira defendida pelo governo do Estado e contra a Lei da Transparência que exige a

todos os órgãos públicos a divulgação dos gastos para a sociedade. “Inclusive o pai do governador foi o autor da Lei, mas por incrível que pareça a CEA não respeita isso”, informou. No entanto, o sindicato já teria solicitado através de protocolo a divulgação de informações dentro da empresa, porém nenhuma resposta foi repassado aos urbanitarios. Audrey garante que nada muda, independentemente de governo, as manobras políticas continuam as mesmas, entretanto, na atual direção, o assédio moral é destacado.“Assim como no governo passado a CEA continua sendo essa caixa preta, mas hoje tem um adicional: as perseguições. A presidência não tem nenhum respeito com a condição humana dos trabalhadores, e isso tem se destacado nessa atual gestão que tenta esconder de todos a situação da Companhia”, afirmou Audrey. Cargos aumentaram Segundo informações, atualmente a CEA mantém mais de 230 cargos comissionados. De acordo com o sindicalista, no início do governo Camilo foi anunciada a exoneração de mais de 170 funcionários, no entanto, os números foram alterados para menos. “Os

HEVERTON MENDES

Audrey Cardoso, presidente do STIUAP, diz que o Portal que deveria estar sendo atualizado diariamente, tem apenas o balanço de 2010 e 2011

números de cargos aumentaram, tiraram somente os cargos que eram de partidos e hoje colocaram mais pessoas, inclusive estão usufruindo de benefícios que são exclusivo do nosso acordo coletivo”, explica o sindicalista. Relacionado a isso, Audrey salienta que a manobra interferiu nos acordos coletivos da categoria. Se-

gundo ele, o presidente da CEA, Zé Ramalho, teria colocado dois impedimentos para atrasar os acordos: protocolo de intenções que sempre fica por assinar e os cortes de despesas da Eletrobrás. “Os servidores da CEA não chegam a 500. Já os comissionados que são mais de 230 entram na cota da administração da empresa, e esse quantitati-

vo não pode entrar na nossa negociação porque não temos responsabilidades sobre eles, então tudo isso há uma morosidade para se resolver”, concluiu. A reportagem tentou entrar em contato com a direção da Companhia para explicar sobre a falta de atualização do Portal, mas não tivemos êxito.

Transparência A lei estabelece que qualquer cidadão, partido político, associação ou sindicato pode denunciar ao Tribunal de Contas e ao órgão do Ministério Público o descumprimento das medidas de transparência. A punição em caso de descumprimento é a suspensão de repasses voluntários federais.

Repasse de R$ 27,2 milhões vai custear 1ª etapa da Rede Cegonha no AP

O

Ministério da Saúde aprovou a primeira etapa da Rede Cegonha no estado do Amapá. Serão repassados R$ 27,2 milhões para custear as primeiras ações previstas na estratégia Rede Cegonha. O valor é destinado ao custeio de três Centros de Parto Normal e quatro Casas da Gestante, Bebê e Puérpera, além da criação de 34 leitos de Gestação de Alto Risco, 13 leitos de UTI Adulto Tipo II, 30 leitos de UTI Neonatal Tipo II, 20 leitos de UCI Neonatal e 26 leitos Canguru. Também serão qualificados nove leitos de UTI Neonatal Tipo II e 18 leitos de UCI Neonatal. De imediato, serão repassados R$ 2,6 milhões para os serviços existentes. O

restante do valor será pago conforme andamento da Rede Cegonha no estado. O montante vai permitir que o estado qualifique e amplie a rede de assistência à mulher e ao bebê. Lançada no ano passado, a estratégia fortalece um modelo de atenção que vai do reforço do planejamento familiar à confirmação da gravidez, passando pelo pré-natal, parto, pós-parto, até os dois primeiros anos de vida da criança. A portaria aprova a primeira etapa do Plano de Ação da Rede Cegonha no estado, referente aos municípios de Santana (R$ 4,7 milhões), Laranjal do Jari (R$ 5,6 milhões), Porto Grande (R$ 4,3 milhões), Oiapoque (R$ 183 mil), além da capital Macapá (R$ 12,2 mi-

lhões). O plano define os primeiros passos para a implantação da Rede Cegonha no estado e tem a participação ativa do Governo Federal, estados e municípios A portaria autoriza a transferência de recursos do Fundo Nacional de Saúde para os fundos de saúde do Estado e municípios da Rede de Assistência, após habilitação de todos os serviços previstos no Plano de Ação. As ações previstas na estratégia Rede Cegonha visam qualificar, até 2014, toda a rede de assistência, ampliando e melhorando as condições para que as gestantes possam dar à luz e cuidar de seus bebês de forma segura e humanizada.

DIVULGAÇÃO

Programa é um modelo de atenção que vai do reforço do planejamento familiar à confirmação da gravidez

Profissionais alertam para boa alimentação no Dia do Nutricionista

N

o Dia do Nutricionista, comemorado ontem (31), profissionais da área alertaram para o consumo de alimentos com qualidade e em quantidades adequadas à saúde. A presidenta da Federação Nacional dos Nutricionistas, Elizabeth Moura, destacou que a nutrição não deve ser lembrada apenas na hora de perder peso.” Em geral, as pessoas pensam mais em nutrição quando se preocupam com o seu peso, mas essa ciência é muito mais que isso. A boa nutrição também cura e é responsável pelo bem-estar da população”, disse. Para a nutricionista Andrielle Haddad, a indústria de alimentos promove um “bombardeio sensorial no

público, através da propaganda, para vender seus alimentos, mas o consumidor tem que ficar alerta para a sua necessidade individual de nutrientes”. Ela recomenda que as pessoas olhem os rótulos dos produtos para saber “o teor de gordura, de açúcar, de carboidratos, enfim, de tudo que tenha a ver com as necessidades diárias de cada um”. Sobre o consumo de açúcar, a presidenta do Conselho Regional de Nutrição do Distrito Federal, Mara De Boni, alerta para os perigos da ingestão em excesso, que aumentam as chances do surgimento de doenças, como diabetes. É importante ainda, continuou a nutricionista, alter-

nar os tipos de adoçantes usados, pois é mais seguro consumir variadas marcas que tenham princípios ativos diferentes. Há suspeitas de que o uso continuado de um único tipo possa causar doenças. Ela destacou que a sociedade “clama hoje pela participação profissional do nutricionista em prol da saúde”, ao participar de sessão solene na Câmara Legislativa do Distrito Federal em homenagem aos nutricionistas. A funcionária pública Marli Bitencourt reconhece que o cuidado com os alimentos não é uma preocupação frequente das pessoas. Em casa, ela tenta adotar hábitos saudáveis, como cozinhar com azeite de oli-

va no lugar do óleo de soja. Porém, reclama do preço do azeite o que “inviabiliza o uso permanente”. Ela e dez irmãos, todos com mais de 50 anos de idade, passaram a controlar o consumo de açúcar e gordura, pois já perderam um membro da família, vítima de infarto. O motorista Douglas Moreno diz ficar atento às informações nos rótulos dos produtos, lembrando que a indústria é obrigada a informar as características do alimento nas embalagens. A coordenadora de Segurança Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Patrícia Chaves, destacou que, nos últimos dez anos, a nutrição passou

DIVULGAÇÃO

Nutricionistas alertam para o consumo de alimentos com qualidade

a se tornar peça importante dentro dos programas sociais do governo. “A questão da nutrição vem contando com a preocupação

das políticas públicas, na área do ministério e no trabalho do governo em prol do combate à fome dentro das políticas sociais.”


Geral

JD

Macapá-AP, sexta-feira, 31 de agosto de 2012

B2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Amapá inicia relacionamento empresarial com a Guiana Francesa e o Suriname Encontro de delegações tem a principal finalidade estreitar relação empresariais com setores econômicos do Estado

N

a manhã de ontem, no auditório da Federação do Comércio (Fecomércio), aconteceu o seminário internacional “Oportunidades de Negócios Amapá X Suriname”. O evento foi voltado para o setor empresarial do Estado de vários setores econômicos. Mais de sessenta pessoas compõem a delegação, composta de empresários, políticos, embaixador e assessores. Uma delegação do Suriname e da Guiana Francesa marcaram presença no encontro, que tem a principal finalidade estreitar relação

FOTOS HEVERTON MENDES

empresariais com alguns setores econômicos do Estado. De acordo com o presidente da Fecomércio, Ladislau Monte, o intercâmbio com os representantes progrediu de forma rápida após o primeiro encontro ocorrido em junho deste ano. Para o empresário, é possível manter uma relação comercial positiva com os empresários vizinhos, que já manifestaram interesse nos produtos do Amapá. “Hoje eles vão conhecer as nossas potencialidades, e isso pode ocorrer na troca de negócios entre os empresários

Seminário internacional “Oportunidades de Negócios Amapá X Suriname” aconteceu ontem no auditório da Federação do Comércio (Fecomércio)

Ladislau Monte afirma que intercâmbio progrediu de forma rápida

de lá”, disse. Segundo o representante do comércio local, após uma a criação da rota marítima que facilita o transporte e a logística entre os países, a oportunidade de bons negócios devem representar um avanço na economia local. “Podemos vender tudo para eles, porque eles produzem muito pouco como o petróleo e minério, e uma produção forte em arroz e banana, e nós temos tudo para oferecer a eles”, explicou Ladislau. Para ele, o Amapá tem

uma grande vantagem de oferecer dois benefícios na exportação: a Área de Livre Comércio e as tributas de exportação. Durante o encontro não foi revelado valores envolvidos em eventuais negociações. Para Ladislau Monte, seria um pouco precipitado pensar em valores no momento. “Não é o momento de revelar valores, mas acredito que o comércio pode acontecer e isso sem duvida vai gerar ótimos resultados para a economia local”, definiu. O secretário da Seicom,

José Reinaldo Picanço, resume que o seminário surgiu para atender a demanda dos próprios empresários do Suriname, que solicitaram um encontro com o nosso empresariado local. “Pois eles realmente estão interessados em fechar negócios e o governo pretende trabalhar no sentido de oportunizar e intermediar essas negociações”, destacou. O vice-presidente do Suriname, Robert Ameerali, disse que seu país veio com o intuito de conhecer o Amapá e realmente pro-

mover relações comerciais para que os países se integrem . “Esses dias vão ser de muito diálogo e estaremos aqui para fazer com que os trabalhos se desenvolvam, vamos realizar essa cooperação entre o Amapá e o Suriname, que vai gerar muitos negócios. Agradeço ao governo estadual por essa oportunidade”, ponderou. O evento foi uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), Sebrae e Fecomércio.

Empresários do Suriname também participam de encontros de negócios

U

ma comitiva de empresários do Suriname chegou ao Amapá para participar do encontro de negócios no Pavilhão Internacional de Oportunidades de Negócios da 49ª Expofeira Agropecuária, aberta oficialmente ontem. Mais de sessenta pessoas compõem a delegação, entre empresários, autoridades como o vice-presidente, embaixador, ministro da Agricultura e assessores. A Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), foi a responsável em atender a demanda dos próprios empresários surinameses que solicitaram encontros de negócios com o empresariado local dos mais variados segmentos, pois estão interessados em comprar produtos e serviços dos

empreendedores amapaenses. O secretário da Seicom, José Reinaldo Picanço, que na ocasião representou o governador Camilo Capiberibe, recebeu a delegação no Aeroporto Internacional de Macapá e a levou a um receptivo de boas-vindas oferecido pela secretaria. Na ocasião, o gestor da Seicom se pronunciou e saudou toda a delegação do Suriname e falou que o interesse dos países em fazer negócios surgiu há um mês, quando a delegação do Brasil, representada pelo Amapá por instituições governamentais, entre outras, participou do 2º Rendezvous (RDV) entre Brasil/Guiana/Suriname. O referido encontro discutiu a integração entre os três países e ainda temas de interesses mútuos, como co-

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com Oitavo mês Termina o oitavo mês do ano no dia do patrão. Já se foram do ano de 2012 oito meses e em torno de três bilhões, apenas dos orçamentos públicos. Só do orçamento do Estado, são mais de dois bilhões e quatrocentos milhões gastos. Uma fábula de dinheiro para um Estado que não consegue encontrar o caminho da riqueza, da melhora da qualidade de vida, da eliminação das desigualdades sociais. Estas, aliás, só aumentam!

Os números de macapá Está fechado o número de eleitores aptos a votar em todo o Município de Macapá. São 253.310 eleitores, distribuídos em 724 seções eleitorais, em 129 locais de votação. Se for mantido, pelo menos aproximado, a média de comparecimento, votos em branco e votos nulos, observadas nas últimas eleições para escolha de prefeito, vice-prefeito e vereadores, para ganhar no primeiro turno o candidato precisa ter mais de 105 mil votos.

operação econômica, transporte, barreiras alfandegárias, energia, compras de produtos e serviços. “Os empresários do Amapá estão com muitas expectativas em realizar parcerias com o empresariado do Suriname e nós estamos aqui para proporcionar, intermediar e fazer tudo para que sejam fechados negócios”, pontuou José Reinaldo Picanço. O vice-presidente do Suriname, Robert Ameerali, disse que seu país veio com o intuito de conhecer o Amapá e realmente promover relações comerciais para que os países se integrem . “Esses dias vão ser de muito diálogo e estaremos aqui para fazer com que os trabalhos se desenvolvam, vamos realizar essa cooperação entre o Amapá e o Suriname, que

2º, 3º e 4º Não houve alteração entre os municípios que detém o segundo, o terceiro e o quarto colégio eleitoral. Santana, com 63.311 eleitores é o segundo colégio eleitoral; Laranjal do Jari, com 27.391 eleitores é o terceiro; e Oiapoque, com 17.023 e o terceiro colégio. O Município de Pracuúba continua com o menor número de eleitores, com 3.184 aptos a votar, distribuídos em 11 seções e em 5 locais de votação. Falta equipamento O Corpo de Bombeiro Militar do Amapá vem encontrando dificuldades para convencer a população na espera de novos equipamentos. O próprio comandante da corpora-

vai gerar muitos negócios”, pontuou. Ainda durante o receptivo, o presidente da Federação do Comércio (Fecomércio/ AP), Ladislao Monte, discorreu sobre a importância dos empresários de outro país terem interesses em comprar os produtos dos empresários amapaenses. “Este é um grande passo para consolidarmos uma parceria e fazer intercâmbio comercial entre os países, já que ambos estão interessados em fazer negócios”, enfatizou. Além do encontro de negócios, os surinameses participam de extensa agenda no Amapá. O itinerário inclui também visitas a algumas empresas âncoras que estão no Estado, e um city tour pela cidade de Macapá para conhecer os pontos turísticos. ção, Coronel Miranda, não está satisfeito com o tratamento que vem recebendo de alguns setores do Governo. Os mais chegados do comandante dizem que ele já fez tudo o que podia e até o que não podia fazer e os equipamentos não estão, sequer, encomendados. Duplicação Já há quem fale abertamente, entre os populares e entre as autoridades municipais, da necessidade de duplicação da capacidade de tráfego da Ponte Sérgio Arruda. O assunto também chama para o debate as autoridades do trânsito, pois, na via do fluxo norte/sul também precisa se duplicada a capacidade de pistas de rolamento, passan-

HEVERTON MENDES

Empresários do Suriname marcaram presença no encontro de negócios

Uma comitiva da Guiana Francesa chegou ontem para participar, junto do de duas para quatro. Só cheiro A maioria dos moradores do Bairro Universidade e do Bairro Embrapa estão muito encabulados com os dirigentes da Secretaria de Obras do Município de Macapá. Dizem os moradores que eles chegam com serviço bem perto do bairro e, quando todos pensam que vai recuperar as ruas da região que estão péssimas, eis que os equipamentos e os trabalhadores desaparecem. Parece até provocação. Combate ao fumo Esta semana o calendário maçava para o dia 28 o Dia de Combate do Fumo. Por aqui, onde apenas em Macapá mais de 70 mil pes-

com os empresários do Suriname, de compromissos comerciais. soas tem o vício, nada foi feito, nem no Estado e nem no Município. As duas secretarias ficaram no “ora veja” e perderam uma excelente oportunidade de fazer esclarecimentos, nem que fosse pelo rádio e pela televisão, dos males do tabagismo. Campanhas eleitorais Depois de uma arrancada de todos, agora só os mais qualificados estão permanecendo na disputa. Ainda longe da linha de chegada dá a impressão que os “coelhos”, todos eles, já são conhecidos e agora em setembro, os eleitores esperam que mostrem as suas propostas, sem mentiras e assumindo responsabilidades que sabem posem assumir.


JD

Geral

Macapá-AP, sexta-feira, 31 de agosto de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Regência é cortada e professores invadem e ocupam por quatro horas prédio da Seed O que era para ser mais um dia de protestos pacíficos virou um confronto entre educadores e servidores da Seed CINTHYA PEIXE Da Redação

U

m grupo de professores invadiu ontem pela manhã a Secretaria de Estado da Educação (Seed) para cobrar uma resposta em relação aos corte pelo terceiro mês consecutivo da regência de classe da categoria. Munidos de apitos, colchões e alimentos os servidores ocuparam o prédio e não deixaram ninguém sair ou entrar enquanto o secretário Adalberto Ribeiro não recebesse a comissão formada para dialogar com o governo. Segundo um dos professores, o que era para ser mais um dia de protestos pacíficos fugiu do controle, pois o confronto entre educadores e servidores da Seed por pouco não acabou em agressões. A Polícia Militar foi acionada para conter o tumulto. “Recebemos hoje a notícia de que novamente o governo do Estado retirou a regência dos trabalhadores da Educação. Então já são três meses sem regência de classe, prejudicando a categoria”, relatou Otávio Brito, membro da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos em

Educação do Estado do Amapá (Sinsepeap). Em meio ao tumulto, funcionários da Secretaria chegaram a pular a janela, pois a porta de saída foi trancada pelos manifestantes. Um dos professores que teve a regência de classe cortada foi Jânio Holanda. Ele trabalha na Escola Estadual Rodoval Borges Silva, em Santana, e diz que está dando aula normalmente, mas mesmo assim, teve a regência cortada. “No mês de julho recebi somente R$299,47 porque cortaram a regência e também o ponto. Neste mês de agosto, mesmo estando em sala de aula a regência foi cortada mais uma vez e meu salário liquido veio R$1.195,01”, explicou Jânio. A categoria cobra a implantação do piso salarial previsto na lei 11.738, além do julgamento dos méritos que ilegalizaram a greve dos professores. “É uma paralisação de advertência para cobrar do Tribunal de Justiça celeridade nos processos de todas as liminares que envolvem a greve dos professores. Estamos cobrando também condição mínima para o funcionamento das escolas, porque os caixas escolares

Categoria continua tentando retomada de negociações com o governo

Número de acidentes envolvendo motos aumenta estatísticas na capital amapaense ALYNE KAISER Da Redação

M

ais um acidente de trânsito culminou com a morte de uma pessoa. Passava das 21h desta quinta-feira (30) quando Natal de Jesus da Costa de Almeida, de 51, conduzia uma motocicleta na Rodovia Duca Serra, município de Santana, quando co-

lidiu com o Siena de placas NEZ 1753, que era conduzido por Leonardo dos Santos Pereira, de 24 anos. De acordo com a polícia, o impacto do acidente foi tão forte que Natal morreu minutos depois no Hospital de Emergências. Leonardo deve responder a um IP já que não estava com Carteira Nacional de Habilita-

Ronda Policial JOÃO BOLERO

Da 99,1 FM BLOG DO BOLERO Equipe captura executa o mandado de prisão de número 204 só este ano Uma Equipe da Polícia Civil da Captura comandada pelo Delegado Valcely Almeida, executou 204 mandados de prisão este ano, quando prendeu no bairro do Congós o Paulo Renato Nunes Chaves (24), residente na Av. Pompeu Cardoso, no referido bairro, pelo crime de lesões corporais de natureza grave, praticado por ele no ano

FOTOS HEVERTON MENDES

Polícia Militar foi acionada para tentar conter o ânimo dos professores da rede estadual dentro do prédio da Secretaria de Educação

estão bloqueados, falta merenda, enfim falta estrutura”, disse Otávio Brito. Otávio disse também que o Sinsepeap reivindica que o governo do Estado volte a sentar com a categoria para negociar. O pedido de impeachment do governador Camilo Capiberibe continua mantido pelos professores na Assembleia Legislativa. “Continuamos pedindo o impeachment do governador na Assembleia Legislativa, cobrando que os deputados apontem o mais breve possível a comissão especial que vai fazer a apuração. A categoria está começando a achar que eles estão segurando este processo, então cobramos celeridade no afastamento do governador”, finalizou o membro da diretoria do Sinsepeap. Ontem à tarde o secretário de Educação, Adalberto Ribeiro, não recebeu os professores para discutir as reivindicações. A categoria prometeu ir para o Parque de Exposições da Fazendinha vaiar o Executivo.

Professor mostra contra-cheque onde houve descontos, entre eles, a regência de classe da categoria

Homem é assassinado em frente à esposa no bairro do Muca ALYNE KAISER Da Redação

O

jovem de 29 anos, Edvan Barbosa dos Passos, mais conhecido como “Romarinho” foi executado na frente da esposa dele com cinco tiros pelo corpo durante a noite desta quinta-feira (30). De acordo com a polícia, Romarinho caminhava por volta das 20h da noite quando na esquina da Avenida Remo Amoras com a Travessa Maria Tereza, no bairro do Muca, próximo a casa dele quando foi surpre-

endido pelo assassino. O criminoso tinha estatura mediana, e usava um boné se aproximou e por trás, atirou na cabeça da vítima. Mesmo depois de ter disparado o tiro certeiro na cabeça de Romarinho, o assassino ainda atirou mais quatro vezes contra a cabeça dele. O criminoso mostrou o rosto à esposa da vítima e depois fugiu numa motocicleta. A demora pelo carro tumba da Politec incomodou a família. Segundo um dos familiares, já passava das 23h e nada deles irem remover o

passado contra um rival. DCCP prende mais um acusado de assalto Uma Equipe da Polícia Civil da DCCP, comandada pelo Delegado Paulo Rener, prendeu na manhã de ontem o Alex do Nascimento Spulins (29). É que ele na semana passada, assaltou uma jovem, tomando o celular dela, cujo crime ele praticou depois das 10h da noite, apesar dele está cumprindo pena domiciliar pelo mesmo crime. Em face disso foi encaminhado ao IAPEN. Colisão entre carro e moto mata o motoqueiro Foi por volta das 09h00min da noite de ontem (30), que aconteceu uma colisão entre um carro Siena de placas NEZ-1753 dirigido por Leonardo dos Santos Pereira (24), cuja a CNH está vencida, e uma moto pilotada por Natal de Jesus da Costa de Almeida (51). Esse acidente aconteceu na Rodovia Duca Serra em Santana. Segun-

corpo. Ao ligar para a Politec, a família foi informada que não havia combustível no carro tumba. Um inquérito policial foi instaurado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe). Um acerto de contas deve ter sido o motivo para o crime, pela forma como foi praticado. Já no município de Laranjal do Jari a polícia continua a procura dos assassinos de Marcos Paulo Figueira dos Santos, de 35 anos. Marcos foi executado

com seis tiros quando pegou uma mulher no centro da cidade e ela pediu que ele a levasse até o Assentamento Nazaré Mineiro, que fica distante 2 km. Quando Marcos parou a moto, foi surpreendido por um homem com um revólver. Ele o executou com seis tiros pelo corpo. A Polícia local acredita que uma “casinha” teria sido armada para que Marcos fosse assassinado. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso.

do uma testemunha, a culpa foi do condutor do carro, que fez uma conversão causando o grave acidente. O Natal morreu logo após dar entrada no H.E de Santana, e o Leonardo ficou no local, em seguida foi apresentado a 1ª DP de Santana por uma Guarnição Do BPTRAN daquele Município. Autônomo comete suicídio no bairro do congós Familiares do Walaci Wesley da Silva Melo (24), encontraram o mesmo pendurado por uma carda no pescoço, em um dos cômodos da casa, que fica Av. Pompeu Cardoso, no bairro Congós, isso por volta das 05h30min da madrugada de hoje. Segundo um membro da família, ele chegou em casa por volta das 04h00min da madrugada e não se sabe o que teria o motivado vítima tirar a própria vida. Uma guarnição do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionada, porém, quando chegou ao local o Walaci já estava em óbito.


DiaDia

JD

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Caminhão do Programa Peixe Popular pára de circular por falta de recursos Agência de Pesca diz que dificuldade já está sendo solucionada e que o programa voltará após a Expofeira CINTHYA PEIXE Da Redação

C

inco meses após ser lançado, o programa Peixe Popular está paralisado deixando assim de oportunizar o acesso ao pescado com preços mais acessíveis. Segundo o diretor presidente da Agência de Pesca do Amapá (Pescap), João Bosco Alfaia, após a Expofeira o caminhão do Peixe Popular voltará a atender os bairros. “O caminhão do Peixe Popular parou de funcionar por alguns meses, mas agora irá voltar a circular nos bairros que não possuem pontos fixos do projeto, como por exemplo, o Marabaixo e Zerão. A população inclusive já esta cobrando a volta”, declarou João. O diretor informou que o caminhão deixou de vender peixes em decorrência de dificuldade orçamentária. “Tivemos uma dificuldade orçamentária, mas que já foi resolvida. O caminhão vai estar na Expofeira, não irá vender o produto e sim demonstrará que o programa estará de

volta”, disse Bosco. O diretor presidente explica que o governo fez uma parceria com as colônias de pescadores para subsidiar os custos, como óleo diesel, o gelo e transporte para que o pescador desenvolva a atividade, desta forma a intervenção do governo barateia o custo do produto para a população. Existem cinco postos fixos do Programa Peixe Popular, distribuídos nos bairros Infraero II, Jardim Marco Zero, Renascer, Novo Horizonte e Perpetuo Socorro. Brevemente mais um ponto será inaugurado no bairro do Laguinho, que será administrado pela Colônia de Pescadores do Oiapoque. Peixe do mar Na volta, o Peixe Popular vai ter uma vertente diferente, que é o estímulo ao consumo de peixes do mar presentes na costa do Amapá. “O Peixe Popular é um programa que disponibiliza em maior quantidade, peixes baratos. Só que o peixe que nós temos em grande quantidade, que é

o peixe do mar, não estão em nosso hábito alimentar, já que eles acabam indo para o mercado do Pará”, falou Bosco. Desta forma, para incentivar o consumo de peixe do mar, o diretor do Pescap diz que foi idealizado o 1º Festival Gastronômico de Peixe do Mar no Meio do Mundo, que iniciou ontem e prossegue até o dia 9 de setembro na 49ª Expofeira. O evento é promovido por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e da Agência de Pesca do Amapá (Pescap), em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Além de incentivar o consumo, o festival está promovendo a divulgação e comercialização de quatro espécies de peixes: corvina, uritinga, gurijuba e rosado. A meta é comercializar, durante a realização Expofeira, cerca de quatro toneladas de pescado e oferecer quarenta mil degustações. Os pratos serão disponibilizadas por 20 restaurantes de Macapá, a preços populares, no valor de R$ 5.

HEVERTON MENDES

Cerca de quatro toneladas de pescado devem ser comercializados durante festival gastronômico

Pesquisas da Embrapa em aquicultura e pesca são destaques na Expofeira

A

Expofeira do Amapá é vitrine para as tecnologias da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em aquicultura de pesca. Este ano, o estande da Embrapa Amapá traz uma exposição representativa dos temas sanidade de organismos aquáticos, peixes ornamentais, produção e pesca de camarão regional, controle da qualidade da água e defumação de pescado. “Esses temas serão apresentados ao visitante por meio de banners, publicações, aquários, equipamentos de controle da qualidade de água, lupa e vidros contendo amostras de parasitas”, afirma a pesquisadora Kárlia Amaral, presidente da comissão organizadora da Embrapa na Expofeira. A ambientação do estande é outro atrativo, a exposição da Embrapa contará com decoração em grafite e acessórios de pesca. Integrante do grupo de pesquisa em aquicultura e pesca, Kárlia Amaral acrescenta que o visitante será recepcionado com a degustação de filhote de pirarucu defumado. Para isso foram providenciados 40 quilos de filhote e pirarucu, que passarão pelo processo de

defumação durante o dia, na Embrapa Amapá, e à noite o produto será levado ao estande. O esmero no preparo fica por conta do pesquisador Cesar Santos e dos bolsistas Daniel Pandilha, Márcia Daady, Renan Diego da Silva e Úrsula Morales. A Embrapa Amapá iniciou as pequisas em aquicultura e pesca em 2007, devido a grande demanda de informações cientificas relacionadas às espécies encontradas no litoral e nas águas continentais do Amapá e de apoio técnico a projetos destinados ao desenvolvimento da aquicultura e pesca no Estado. Hoje a empresa atua com uma equipe nesta área e possui cinco laboratórios e um galpão de cultivo. “A população tem muitas dúvidas sobre aquicultura, o modo correto do cultivo e a Embrapa tem informações e orientações sobre criação de peixes e camarão”, observa a pesquisadora. Atualmente são cinco pesquisadores atuando em aquicultura e pesca na Embrapa Amapá, com especialidade nas seguintes linhas de atuação: sanidade animal (Marcos Tavares Dias); nutrição de organis-

tensionistas do setor para que adotem cuidados sanitários, como o monitoramento constante dos parasitos e das taxas de parasitismo dos peixes.

Um dos processos mais antigos de conservação do pescado, a defumação envolve as etapas anteriores de salga (foto) e secagem

mos aquáticos ( Eliane Tie Oba Yoshioka); qualidade de água (Kárlia Dalla Santa Amaral); reprodução de organismos aquáticos (César Santos) e cultivo de camarão (Jô de Farias Lima). Diversas atividades são realizadas nos laboratórios e no galpão de cultivo instalados na sede do centro de pesquisa, em Macapá, e para continuar a avançando ainda em 2012 será iniciada a construção de viveiros de cultivo nos campos expe-

rimentais Amapá.

da

Embrapa

Sanidade de organismos aquáticos A Embrapa Amapá fez um estudo das condições sanitárias em pisciculturas no Estado do Amapá, a fim de minimizar a mortalidade de peixes e aumentar a qualidade do produto fornecido pelos piscicultores da região. Para isto, foi realizado o treinamento dos produtores e técnicos ex-

Produção de peixes ornamentais O cultivo de espécies ornamentais é uma atividade com grande potencial econômico, que pode fomentar o desenvolvimento de formas alternativas de diversificação da produção aquícola no Estado do Amapá, e contribuir com o desenvolvimento sustentável pelo extrativismo controlado de algumas espécies. A Embrapa Amapá desenvolve estudos bioecológicos com a espécie de peixe ornamental Apaiari, devido estas informações serem importantes para o desenvolvimento de tecnologias de cultivo. Produção e pesca do camarão de água doce A Embrapa Amapá visitou comunidades de pescadores e portos locais, onde foram levantadas demandas sobre o potencial de pesca, status do estoque pesqueiro atual e as possibilidades de racionamento das espécies dos camarões locais,

considerando-se o recente aumento no número de pescadores camaroeiros atuantes no Amapá, segundo dados do Ministério da Pesca e Aquicultura. Assim, buscou-se avaliar os aspectos técnicos e sócio-econômicos da cadeia produtiva e do status do estoque atual das populações de M. amazonicum e M. carcinus (camarão regional) e gerar referências para o manejo sustentável destes recursos. Demonstração do processo de defumação de pescado Um dos processos mais antigos de conservação do pescado, a defumação envolve as etapas anteriores de salga e secagem. A Embrapa Amapá realizou em 2009 capacitação de salga e defumação na colônia de pescadores do Bailique (Macapá, AP), com apoio de pesquisadores da Embrapa Pantanal. O defumador pode ser construído de forma prática e artesanal, a baixo custo, e que possibilita a conservação de aproximadamente 10kg de peixe/ dia através do método de defumação, como demonstrado no banner em exposição no estande da Embrapa na 49ª Expofeira.

Remédios podem ser retirados das farmácias populares com procuração

P

essoas com mais de 60 anos ou com dificuldades de locomoção contam uma alternativa para retirar os medicamentos ofertados gratuitamente pelo programa Farmácia Popular. Se o paciente se enquanto em uma das duas situações, fica dispensado da presença física nas farmácias para a retirada do medicamento. Pela Portaria 184/2011, que dispõe sobre as normas operacionais do programa, um representante legal do paciente – parente ou amigo – pode realizar toda a transação. Basta que ele apresente na farmácia a receita médica atualizada, documentos de identificação do pa-

ciente beneficiário e do próprio representante, além de uma procuração simples que autorize a retirada, com firma reconhecida. A procuração pode ser escrita de próprio punho – clique aqui para ver modelo. A única despesa para o beneficiário é o reconhecimento de firma, que custa em média, R$ 5 – conforme cada cartório. Para o secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha, o programa Farmácia Popular não apenas amplia o acesso da população aos medicamentos, como também mostra um impacto no bem estar das pessoas de modo geral, sobretudo na população mais carente.

“A qualidade de vida dos idosos e das pessoas com dificuldade de locomoção norteiam este programa como uma ação que considera a saúde e o bem estar. O programa é um bom exemplo mundial desta orientação que considera a cidadania daqueles que mais precisam de uma ação do Estado para fazerem parte de uma sociedade justa e desenvolvida”, afirma. Os medicamentos podem ser retirados em uma das 557 farmácias próprias, presentes em 441 municípios, ou nas cerca de 20 mil farmácias e drogarias credenciadas ao programa pelo Aqui Tem Farmácia Popular, que cobrem 3.359 municípios em

todo o País. Farmácia Popular Criado em 2004 para ampliar o acesso da população a medicamentos para as doenças mais comuns entre os cidadãos, o programa Farmácia Popular do Brasil oferta medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto. No último ano, o programa registrou um crescimento de 269% no número de pessoas beneficiadas, saltando de 1,2 milhão em janeiro de 2011 para 4,8 milhões em julho de 2012. Além dos cerca de 810 tipos de medicamentos oferecidos gratuitamente nas mais de 38 mil unidades públicas de saúde localizadas em todos os mu-

nicípios do país, o programa Farmácia Popular disponibiliza, na rede própria, 113 itens. No Aqui Tem Farmácia Popular, são ofertados 25 itens. São medicamentos para hipertensão, diabetes, asma, colesterol, glaucoma, rinite, osteoporose, doença de Parkinson, dislipidemia e anticoncepção. Em fevereiro de 2011, o programa foi reforçado com a ação Saúde Não Tem Preço, que tornou gratuita a oferta de 11 medicamentos para hipertensão e diabetes nas farmácias da rede privada e 14 da rede própria. Os medicamentos para hipertensão e diabetes foram escolhidos para entrar na gratuidade por

serem as doenças crônicas que mais afetam a população. Em junho deste ano, como parte das ações do Plano Brasil Sem Miséria, o governo federal também passou a distribuir gratuitamente medicamentos para asma. Desde então, 141,5 mil pessoas em todo o país já retiraram os medicamentos nas farmácias populares. Para ter acesso aos medicamentos do programa Farmácia Popular, tanto na rede própria quanto nas farmácias privadas conveniadas ao programa, o cidadão precisa apenas apresentar um documento de identidade com foto, CPF e receita médica dentro do prazo de validade.


CadernoC

Atualidades Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Amapá apresenta projetos de compensação ambiental neste sábado na Expofeira O primeiro acordo fechado na Rio+20 a ser apresentado é um Projeto de Serviços Ambientais que será desenvolvido com a investidora Permian Global

O

governo do Estado vai apresentar neste sábado, 1º, dois dos principais avanços conquistados pelo Amapá durante a Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. A apresentação será a partir de 15h, no auditório do Pavilhão Internacional de Oportunidades de Negócios da 49ª Expofeira. O evento terá a presença do governador do Amapá, Camilo Capiberibe. São parcerias pré-acordadas ainda na Conferência Mundial. O primeiro acordo fechado na Rio+20 a ser apresentado neste sábado é um Projeto de Serviços Ambientais e REDD+ (Redução de Emissões por Degradação e Desmatamento), que será desenvolvido na Floresta Estadual do Amapá (Flota), cuja cooperação técnica é com a investidora inglesa Permian Global. “A forte atuação do Amapá na conferência ocorrida em junho gerou uma agenda pós-Rio+20. Um dos acordos fechados pelo governador Camilo Capiberibe durante os trabalhos no Rio de Janeiro possibilitou a parceria com essa investidora (Permian) do mercado de commodities de crédito de carbono de florestas tropicais”, resume a diretora do Instituto Estadual de Florestas do Amapá (IEF), Ana

Cotidiano Novas Vagas em 2013 Governo federal prevê criação de 63 mil vagas para cargos públicos em 2013

O governo federal prevê a criação de 63 mil vagas para cargos públicos em 2013. Os novos postos de trabalho estão previstos no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa), que foi enviado , ao Congresso Nacional. Segundo o Ministério do Planejamento, deste total, a previsão é que 61.682 vagas sejam preenchidas já no ano que vem. As vagas devem ser preenchidas por concurso público. No entanto, as contratações devem obedecer às necessidades de contratação dos diversos órgãos e entidades públicas. Das vagas previstas, 53 mil serão para preencher cargos no Executivo. A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, informou que cerca de 21 mil novas vagas serão para a área da Educação. “São cargos fundamentais para expansão da rede de universidades e alcançar a meta de institutos técnicos no país”, disse. Os novos concursados vão onerar em R$ 3 bilhões os gastos do governo com folha de pagamento em 2013. A despesa será adicionada aos R$ 11,3 bilhões concedidos de reajuste salarial a cerca de 1,7 milhões de servidores, ativos e inativos, do Executivo. Os três poderes totalizam cerca de 1,9 milhões de servidores. A remuneração está atualmente em R$ 198,9 bilhões ao ano.

Só mais um pouco Quase metade dos profissionais nunca pediu aumento de salário, revela pesquisa

Outro projeto chama-se “Iniciativa Amapá”, que está sendo montado como um plano de desenvolvimento sustentável

Euler. Na ocasião, estará presente o presidente Permian, Stephen Rumsey. O outro projeto chama-se “Iniciativa Amapá”, que está sendo montado com o objetivo de estabelecer um plano de desenvolvimento sustentável para a área amapaense do Escudo das Guianas – região composta por 250 milhões de hectares de florestas dos estados brasileiros do Amapá e Pará, Colômbia, Venezuela, Suriname e Guiana Francesa. A cooperação é com a ONG

Conservação Internacional e o Fundo Vale. Balanço da Rio+20 Antes das apresentações dos projetos, uma mesa redonda composta de diversas instituições governamentais fará um balanço da Rio+20 e discutir o rumo das políticas estaduais de sustentabilidade. Participam da mesa gestores do IEF, Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e Universidade Estadual do Amapá (Ueap), além de re-

presentantes do Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS), da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), e dos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs) da Ueap e da Universidade Federal do Amapá (Unifap). Em seguida à mesa redonda, ocorre o lançamento do 1º Volume da Série Técnica do IEF, um estudo quantificou o estoque de carbono na Floresta Estadual do Amapá (Flota).

Pesquisa realizada pela Robert Half com 764 profissionais entre analistas, especialistas, gerentes, diretores e presidentes, revela que 45,6% dos entrevistados nunca pediram um aumento salarial. “Ainda existe o tabu de que de negociar salário pode passar uma imagem negativa”, aponta Mário Custódio, gerente de recrutamento da Robert Half. No entanto, de acordo com os resultados, 38,6% dos profissionais pretendem pedir aumento ainda em 2012. Nas busca por melhores salários, 47,1% dos profissionais apontam que a melhor estratégia é falar com o chefe logo depois de um projeto bem executados, porém outros 21,8% dizem não ter estratégia. “Desde que o profissional tenha argumentos, resultados consistentes e comprove a sua evolução de forma concreta não há problema em abordar o tema com seu gestor direto”, completa.

Produtividade na era digital: 7 dicas para turbinar o seu tempo

Q

uem trabalha na frente do computador nem sempre consegue ser produtivo durante todo o tempo. Com muitas distrações pelo caminho, manter o foco acaba sendo uma luta. Por isso, o consultor e representante brasileiro da Dale Carnegie, multinacional de treinamento e desenvolvimento de pessoas, Pedro Gomes, listou dicas que podem ajudar a melhorar a administração do seu tempo em um ambiente onde todos estão conectados 24 horas por dia, durante os sete dias da semana, no mundo do “agora, agora, agora”. 1. Chegue cedo Você não vê vantagens na idéia de chegar ao trabalho 30 minutos mais cedo? Pense melhor: abrir mão de 30 minutos de sono pode lhe render 8 horas inteiras com bem menos estresse no escritório. Durante esse tempo “extra” você pode atacar sua caixa de e-mails sem outras distrações e também terá tempo para pensar e responder com calma as mensagens que recebeu durante a noite, conseguindo limpar a caixa de entrada antes que a ofensiva matinal de e-mails recomece. Bônus: você poderá saborear seu cafezinho matinal acompanhado de paz e tranquilidade. 2. Mantenha um planejamento diário Se o gerenciamento do tempo pode ser ameaçado pelas ferramentas digitais, essa mesma tecnologia pode te ajudar a se manter dentro da programação.

Pense além do seu calendário digital: se você tem uma lista de coisas a fazer com mais de 20 itens, planeje quanto tempo cada uma deve levar e adicione essas informações na sua agenda a fim de programá-la para emitir um sinal quando for hora de passar para a próxima tarefa – ou quando for hora de fazer uma pausa 5 minutos para tomar água, café, ir ao banheiro ou conversar com um colega de trabalho. O grande desafio de trabalhar com um planejamento diário é que a maioria das pessoas desiste por acreditar que não funciona. Para que isso não aconteça com você antes de iniciar a sua lista, responda duas perguntas mágicas: 1) Tem que ser hoje? 2) Tem que ser eu? Respeitando rigorosamente essas perguntas, certamente a sua lista será muito eficaz, seu dia muito mais produtivo e você ficará mais disposto a investir energia em suas atividades até que o alarme “diga” que é hora de parar. 3. Saiba dizer não Dizer não às pessoas é sempre um desafio, seja por receio de ficarmos mal vistos, ou por acharmos que dar conta de mais tarefas é o caminho para o reconhecimento ou até mesmo pela incapacidade de negar algo para as pessoas. Porém, saber dizer não quando realmente necessário é uma habilidade fundamental para se garantir a execução efetiva do seu planejamento diário, evitando as sobrecargas de trabalho que prejudicam o rendimento do funcionário.

Em muitos casos, quando uma pessoa não sabe dizer não acaba sobrecarregando-se de tarefas extras e muitas vezes desempenhando atividades que não são diretamente suas, deixando suas próprias prioridades para serem feitas depois do horário. Não desperdice nenhum minuto do seu tempo porque é dele que a vida é feita. 4. Seja presente Não importa o quanto você queira prestar atenção, reuniões parecem ser feitas para surfar na web. O problema? Você gasta mais tempo depois da reunião tentando acompanhar o conteúdo do que se tivesse apenas se concentrado no que foi dito. Se for possível, desligue seu telefone quando estiver em uma reunião e diga para um assistente ou colega onde você estará e como encontrá-lo caso haja alguma emergência. Se você precisar estar acessível durante a reunião, coloque seu telefone no silencioso e deixe-o no bolso, onde você não ficará tentado a checar os e-mails ou a qualquer outra atividade que distraia a sua atenção. 5. Use o e-mail corretamente Apesar de ser uma ferramenta de trabalho fundamental nos dias de hoje, o e-mail deve ser usado como parcimônia

para que não se transforme em um dos maiores vilões da produtividade. Isto porque muitas pessoas se habituam a resolver tudo por e-mail, e se esquecem de que um simples telefonema, por exemplo, poderia ser infinitamente mais prático para determinadas ocasiões. Por isso, leve sempre em consideração a seguinte regra: se a mensagem que se quer transmitir gerar um diálogo, vale mais a pena utilizar meios dinâmicos como telefone, Skype, MSN, entre outros, que possibilitam uma conversa mais fluida. O e-mail, portanto, deve ser priorizado para mensagens específicas, rápidas ou para transmitir informações simples que não exigirão respostas complexas. 6. Evite procrastinar

Nada é mais eficiente para nos fazer procrastinar do que a internet, particularmente as redes sociais como Facebook ou Twitter. Mas, de acordo com o livro “O poder do hábito”, escrito pelo jornalista da publicação norte-americana The New York Times, Charles Duhigg, podemos diminuir o poder da procrastinação através da produtividade. A chave é reconhecer o motivo que te leva a surfar na web: se você quer apenas arejar a cabeça, encaixar isso na sua programação de atividades (veja em “Mantenha um planejamento diário”) vai ajudá-lo a passar apenas 5 ou 10 minut o s em sites de esportes ou de relacionamentos – e não horas inteiras – sem prejudi-

car seu desempenho. 7. Proteja seu tempo particular Funcionários que usam smartphones podem sentir que estão acorrentados digitalmente ao escritório. Claro, você pode não conseguir desligar seu dispositivo de trabalho imediatamente quando sair do ambiente de trabalho. No entanto, é razoável que desliguem tais dispositivos durante o jantar ou quando colocam as crianças na cama. Decida em qual horário é importante estar “desplugado” e proteja-o com todas as forças, sendo mais focado e eficiente durante o horário de trabalho. Saber que você terá aquele tempo exclusivamente para você, sua família ou amigos vai te tornar uma pessoa mais tranquila e mais produtiva no seu trabalho.


Economia

JD

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Comercialização de animais é um dos temas principais na Expofeira deste ano Serão vendidos apenas animais que estarão em exposição, pois garante a venda, a sanidade e a qualidade dos animais

A

49ª Expofeira Agropecuária do Amapá promete grandes negócios na área da pecuária. Para garantir o sucesso dos empreendimentos, a Subcomissão de Assistência Técnica vai garantir todo o suporte necessário para a comercialização dos animais. O evento teve início ontem, 31, e vai até 9 de setembro, no Parque de Exposições da Fazendinha. De acordo com o presidente da Subcomissão, Álvaro Renato Galvão, 350 animais bovídeos (bovino e bubalino) estarão em leilão e exposição, entre bubalinos das raças Murrah e Jafarabad, procedentes do Pará, e animais da raça Nelore, vindos de grandes produtores do Brasil. Segundo Álvaro Renato, 35 criadores estão participando da exposição, os animais serão comercializados por meio de leilões, financiamentos e também serão vendidos de forma direta entre os pecuaristas e compradores. Durante a exposição, serão instaladas representações do Banco da Amazônia (Basa), Banco do Brasil e da Agência de Fomento do Amapá (Afap). Conforme o presidente, serão vendidos apenas os animais que estarão em exposição dentro do Parque de Exposições da Fazendinha, uma vez que garante a venda, a sanidade

Agência Amapá/Antonio Sena

Durante a exposição, serão instaladas representações do Banco da Amazônia (Basa), Banco do Brasil e da Agência de Fomento do Amapá (Afap)

e a qualidade dos animais. Para participar do financiamento, o comprador terá de fazer um cadastro na Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Após esse procedimento, passará por uma fiscalização dos técnicos do Instituto de Desen-

volvimento Rural do Amapá (Rurap), que fará uma visita até o local onde o animal será levado para verificar se o comprador tem condição de ficar com a rês. “Os animais só poderão ser entregues ao final da Expofeira e só entrarão no

Aumento dos salários manteve expansão no consumo das famílias

O

aumento dos salários, “que estão crescendo mais que a inflação”, foi o principal motivo para o crescimento de 2,4% no consumo das famílias no segundo trimestre deste ano. Ainda assim, foi o pior resultado para os segundos trimestres desde 2003, segundo números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A avaliação foi feita ontem (31) à reportagem pela economista Maria Beatriz David, do Departamento de Economia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Segundo o IBGE, o consumo das famílias, mesmo reduzindo o ritmo de crescimento, vem mostrando resultados positivos há 35 trimestres seguidos. A economista advertiu, no entanto, que o ganho da

massa salarial no Brasil tende a se reduzir com o aumento dos preços das commodities (produtos agrícolas e minerais comercializados no exterior). Por isso, avaliou que o consumo das famílias, daqui para frente, vai continuar positivo, mas com taxa decrescente. Maria Beatriz destacou que outro fator importante para a expansão do consumo das famílias foi o esforço da renúncia fiscal e do acesso ao crédito. “Isso tem impacto no consumo”. Acrescentou, porém, que as medidas do governo de renúncia fiscal tendem também a se esgotar. Salientou que as medidas de renúncia fiscal do governo foram renovadas, tentando manter o fôlego do consumo das famílias, mas é preciso aguardar para ver se esse objetivo se

concretiza. “Agora, temos que esperar para ver se elas vão continuar tendo impacto. Mas, na minha opinião, é que vai ser desacelerado (o consumo)”. A expectativa de Maria Beatriz David é que o consumo das famílias nos próximos meses “não vai a zero, mas será cada vez menor”. De outro lado, a economista explicou que o crescimento de 0,4% do Produto Interno Bruto no período pesquisado foi influenciado pela agropecuária, cuja expansão alcançou 4,9%. “E a agropecuária vai continuar funcionando bem, ante a crise nos Estados Unidos em função da seca, e na Europa também”. Com a desaceleração do consumo das famílias, segundo Maria Beatriz, “quem tende a puxar mesmo uma pequena parcela do PIB é a agropecuária”.

Brasil deve planejar economia a longo prazo para crescer mais

P

ara sustentar nível satisfatório de crescimento, o Brasil precisa realizar mudanças na economia que se sustentem a longo prazo. A avaliação é do economista João Victor Guedes. Para ele, o governo está focado em bons resultados no curto prazo e toma medidas imediatistas. Por esse motivo, diz, o país cresce a taxas abaixo dos demais membros do grupo Brics (Rússia, Índia, China e África do Sul), formado por países cujas economias estão em ascensão. O economista faz parte do Instituto Milenium, uma organização da sociedade civil formada por intelectuais, empresários e acadêmicos para estudar a economia e os valores da sociedade brasileira. João Victor Guedes avaliou o crescimento da economia

brasileia porque o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o resultado trimestral do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. O PIB cresceu 0,4% no segundo trimestre desse ano, na comparação com o primeiro, e 0,5% em relação ao mesmo período de 2011. No semestre, houve variação positiva de 0,6% e, no acumulado de 12 meses, a economia cresceu 1,2%. Em valores correntes, a soma das riquezas do Brasil ficou em R$ 1,1 trilhão no segundo trimestre de 2012. O economista destaca que o crescimento trimestral do PIB foi sustentado principalmente pela agropecuária, que avançou 4,9% frente aos primeiros três meses do ano. Ele ressalta que a atividade vai bem em função das ex-

portações, sustentadas pela desvalorização cambial promovida pelo governo e pela queda da produção em outros países - principalmente os Estados Unidos, que enfrentam uma seca - e a consequente alta no preço. Guedes chama a atenção para a natureza temporária de políticas nacionais de estímulo ao consumo, como a desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incide sobre carros, móveis e artigos da chamada linha branca. “O Brasil precisa fazer reformas perenes, que o preparem para o crescimento que quer ter. A primeira e mais importante seria a reforma tributária, com uma carga [de impostos] que não seja punitiva para o produtor e para o próprio trabalhador. Isso traria um aumento natural do consumo”, analisa.

parque se estiverem com os exames completos”, esclareceu Álvaro. Ele também explicou que para garantir a qualidade dos animais ou evitar prejuízos aos produtores e aos demais segmentos econômicos, todo veículo com matrizes que

entrar no Parque de Exposições terá de passar antes por um rodolúvio/tanque com substância detergente, utilizada para a desinfecção. “O rodolúvio irá fazer uma prévia desinfecção no pneu do carro, onde geralmente é o que traz infecção para

dentro do parque. Dessa forma, quando chega ao curral, onde o animal é desembarcado, ele desce no pedilúvio, que é água à base de iodo para lavar a pata dos animais”, detalhou o presidente. (Agência Amapá)

Cheque comemora cem anos no sistema bancário brasileiro

O

uso dos cheques no sistema bancário brasileiro completou cem anos: a partir de 7 de agosto de 1912, ele passou oficialmente a fazer parte dos recursos disponíveis para movimentação de fundos pelos correntistas, conforme estabelecia o Decreto 2.591, baixado pelo então presidente Hermes da Fonseca. Passado um século, a estrutura básica do cheque não mudou: ele continua sendo como definia o decreto, embora tenha recebido, no transcorrer dos últimos anos, os aperfeiçoamentos necessários para adaptar-se ao processamento eletrônico de documentos e às normas que o sistema bancário pouco a pouco adotou, como a impressão de caracteres especiais para identificação magnética ou óptica. Os primeiros cheques brasileiros foram os do Banco Comercial da Bahia, aberto em 1845, já no segundo império, mas nessa época eles ainda tinham o nome de “cautela”. A legislação só começou a reconhecer a existência do cheque em 1860, quando foi promulgado o Código Comercial brasileiro, que fazia referência ao documento, mas ainda não com esse nome. A palavra “cheque”

tornou-se oficial para o governo ao aparecer no Decreto n. 917, de 24 de outubro de 1890, que tratou das falências, e depois na lei 149-B, publicada em 1893, sobre títulos ao portador. Com o Decreto n. 2.591, de 7 de agosto de 1912, seu uso foi, finalmente, regulamentado. O uso do cheque trouxe várias vantagens imediatas ao sistema bancário, tais como facilidade na movimentação de grandes somas, segurança na movimentação desses fundos, economia de tempo, além de ter-se transformado pouco a pouco em um dos mais poderosos instrumentos de crédito da economia brasileira. Segundo as estatísticas do Banco Central, o cheque movimentou R$ 2.691 trilhões em 2010. O equivalente a um crescimento de 7,55%. Vale ressaltar que deste montante, R$ 2.107 trilhões foram em cheques pré-datados. Como todos os instrumentos do sistema bancário, o cheque tem uma grande quantidade de recursos de segurança, que estão presentes desde a fabricação do seu papel até a compensação e processamento. Ainda assim, a Telecheque lista 12 cuidados fundamentais para quem os utiliza:

* Evite levar os talões: leve apenas as folhas que pretende utilizar no dia; * Guarde os talões sempre em local seguro; * Só emita cheques nominais e cruzados; * Ao pré-datar, anote no canhoto o valor, nome da pessoa para quem você emitiu o cheque e data do “bom para”; * Sempre destrua os talões de contas inativas; * Nunca deixe juntos os cheques e os seus documentos pessoais; * Não faça o preenchimento com caneta hidrográfica ou com tinta que possa ser facilmente apagada, e evite canetas oferecidas por estranhos; * Ao preencher, inutilize os espaços vazios dos campos de preenchimento e evite rasuras; * Quando receber um novo talão, confira os seus dados, os da conta corrente e a quantidade de folhas; * Nunca deixe cheques ou requisições assinados no talão; * Em caso de roubo ou extravio, comunique imediatamente o banco e faça um boletim de ocorrência; * Mantenha seu endereço de correspondência sempre atualizado nas instituições ou empresas com as quais mantém relacionamento de crédito.


JD

Diversão&Cultura

Livro “Aventuras do Richard” vai fazer parte do acervo das bibliotecas Elcy Lacerda e Sema Autor relata suas experiências vivenciadas mundo afora, inclusive pelo Amapá. Richard incluiu o Estado mais uma vez no roteiro de gravações do programa Agência Amapá

O autor relata, em algumas páginas, suas experiências vivenciadas mundo afora, inclusive pelo Amapá

E

m uma solenidade simples, mas de grande relevância para o potencial e reconhecimento ambiental do Amapá, o biólogo e apresentador do programa televisivo “Aventura Selvagem”, Richard Rasmussen, realizou a entrega de vários exemplares do livro “Aventuras do Richard” para as bibliotecas Elcy Lacerda e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). O autor relata, em algumas páginas, suas experiências vivenciadas mundo afora, inclusive pelo Amapá. A programação, que iniciou no auditório da Biblioteca Pública Elcy Lacerda, contou com a presença de estudantes, imprensa, fãs e autoridades ligadas ao meio ambiente. Além da doação de livros, Richard Rasmussen incluiu o Estado mais uma vez no roteiro de gravações do programa “Aventura Selvagem”, que vai ao ar pelo SBT e National Geographic, pela riqueza, proteção e conservação ambiental que o Amapá possui. “Dessa vez a minha pauta está direcionada à APA (Área de Proteção Ambien-

tal) da Fazendinha por se tratar de um fragmento de floresta de várzea dentro da cidade que contempla uma espécie animal muito rara que é o tamanduaí, um gênero em extinção, e isso tem que ser mostrado para o mundo”, disse Richard Rasmussen durante o evento. O secretário de Meio Ambiente, Grayton Toledo, no ato representando o governador Camilo Capiberibe, destacou a importância da vinda do apresentador pela terceira vez ao Estado. “Isso é uma prova de que o Amapá não tem somente assuntos negativos para serem divulgados em nível nacional e até internacional. Temos uma exuberância natural da fauna e da flora capaz de despertar curiosidades e admiração de quem conhece nossos potenciais através da mídia”, destacou o secretário. Na agenda de compromissos, o apresentador também visitou a Sema, parceira do biólogo nas expedições realizadas no Amapá, e agradeceu o apoio recebido durante as missões desenvolvidas nessa região. Richard Rasmussen e equipe do programa ficam no Estado até o dia 7 de setembro. No roteiro de filmagens, os botos no Porto de Santana, visita à casa de pescadores, a busca pelo camarão pitu da região; visita à RPPN (Reserva de Proteção do Patrimonio Natural), onde vai mostrar onça, anta, macacos, cobras e harpias da reserva, além do futlama na APA da Fazendinha e a vida naquele lugar durante o dia e à noite. Depois ele segue para as matas de Mazagão que circundam o rio Preto, na busca do raro tatu canastra; segue para a foz do rio Araguari, região da Pororoca, entre os municípios de Macapá, Amapá, Cutias. Lá, vai mostrar a vida dentro do barco com seus integrantes, passagens a respeito da onda, a vida dos ribeirinhos.

Resumo das Novelas Malhação Ju aceita namorar Dinho. Rafael acaba rasgando a foto de Rita que estava com Orelha. Lia vê Ju e Dinho juntos e estranha ao se perceber incomodada com a cena. Nando sai do hospital. Rita conta para Rafael que Mathias pode ser seu pai. Marcela não percebe a irritação de Gil com os vídeos sobre ela na TV Orelha. Mário mostra a “mansão do terror” para Nando, que se interessa. Gil destrata Rita. Após um mergulho na praia, Dinho constata que suas roupas foram roubadas e decide ir embora com Ju assim mesmo. Pilha fica feliz quando Fatinha chega à casa de Orelha. Gil se esconde ao ver Rita, Mathias e Robson passarem.

Cheias de Charme Fabian/Inácio é antipático com Rosário e reclama das fãs para os jornalistas. Sarmento avisa que pode ser condenado em seu processo. Wanderley, Zaqueu e Naldo se penalizam com a situação de Socorro. Rosário acredita que descobrirá o mistério de Fabian. Lygia convida Penha para ir à sua casa. Cida encontra Elano e fica abalada. Isadora se insinua para Niltinho. Stela faz declarações para Elano. Sidney avisa que acompanhará Rosário em sua turnê e Inácio fica nervoso. Niltinho e Isadora se beijam. Lygia decide ir para a Espanha e pede para Gilson ficar com Samuel.

Amor Eterno Amor Elisa confessa a Virgílio que se apaixonou por Rodrigo e afirma que Melissa e Dimas são os culpados pelo sequestro do rapaz. Regina pensa em aceitar a proposta de Fernando. Seth afasta Zenóbio de Melissa. Rodrigo janta com Miriam. Jáqui confessa para Valdirene que está interessada em Henrique. Gil não acredita que Laura esteja com ciúmes de Henrique. Beto e Gabi namoram. Virgílio revela a Rodrigo o paradeiro de Elisa. Henrique afirma a Juliana que está interessado em Jáqui, mas que não pode terminar seu relacionamento com Laura. Gracinha incentiva Valéria a se declarar para Josué. Jacira posa para as fotos de divulgação de suas bijuterias.

Avenida Brasil Carminha não consegue convencer Tufão a desistir da separação. Leleco pede que Jorginho abra mão de Nina. Ivana diz a Max que passará a noite com ele na lancha. Zezé conta para Janaína que encontrou roupas de homem na chácara. Suelen admira o desenho de Roni para o novo uniforme do time do Divino. Leleco fica aliviado quando o teste de gravidez de Tessália dá negativo. Verônica e Noêmia rejeitam Cadinho. Jorginho conta para Lucinda que Tufão está apaixonado por Nina. Verônica tenta vender uma escultura para Monalisa. Jorginho tenta convencer Nina a viajar com ele.

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

C4

Editor: Franck Figueira - franckfigueira@jdia.com.br

Celebridades LeAnn Rimes

Processa mulheres que vazaram conversa telefônica

A cantora country LeAnn Rimes está processando duas mulheres que, segundo ela, gravaram e vazaram uma conversa sua ao telefone. As informações são do site da revista “People”. O processo foi aberto na Corte Superior de Los Angeles ontem (31), um dia depois de Rimes ter se internado para tratar uma crise de estresse e ansiedade. De acordo com a cantora, as mulheres se asseguraram que o material viria a público.

Solteira

Débora Nascimento, a Tessália de “Avenida Brasil” Débora Nascimento, que interpreta a Tessália de “Avenida Brasil”, está solteira. A atriz, de 27 anos, terminou seu casamento de três anos com o empresário Arthur Rangel. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da atriz. A assessoria, contudo, não quis informar desde quando Débora está sozinha. No último dia 22 de junho, ela foi vista com José Loreto, ator que vive o Darkson na trama das nove, em um camarote da festa de São João na cidade de Gravatá, em Pernambuco.

Morte de Sage Filho de Sylvester Stallone morreu de doença cardíaca , dizem legistas

O filho do ator americano Sylvester Stallone, Sage, morreu de uma doença cardíaca e não por consumo de drogas, informou o departamento de medicina legal de Los Angeles, sete semanas depois de o ator, de 36 anos, ter sido encontrado morto em seu apartamento. Um boletim preliminar do legista determinou como causa da morte “aterosclerose nas artérias coronarianas”, uma lesão das artérias que levam sangue ao coração e pode causar ataque cardíaco.

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Um dia de polarizações, com a Lua cheia que ressalta a importância de buscar a compreensão maior. Ir além da repetição dos mesmos gestos que controlam e disciplinam o cotidiano, para alcançar explicações mais abrangentes da vida.

Libra (23 set. a 22 out.) Sexta feira de Lua cheia em Peixes é promessa de balada, emoções e sensibilidades alteradas. Vá com calma. Mergulhar na loucura dos outros pode ser bom em filme. Na vida real, não. Seja cuidadoso ao se alimentar.

Touro (21 abr. a 20 mai.) Com a cheia lunar de hoje, você já pode se desvencilhar um pouco mais dos aspectos miúdos do dia a dia, para se concentrar nas amizades que dão sentido a tudo isso que vem fazendo. Quanto mais esperança, melhor!

Escorpião (23 out. a 21 nov.) A Lua cheia de hoje ocorre num signo irmão do seu, portanto a promessa é de que você saiba naturalmente como digerir e como se movimentar com as pessoas. Profundidade de entrega e comunicação sem palavras. Arte pode ser alternativa.

Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) A Lua cheia de hoje é um marco importante para você. Ativando o eixo da profissão e da carreira, impõe uma consciência mais aguçada do que ainda falta conquistar. Momento de se elevar do conhecido para ganhar horizontes vastos.

Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Que tal chamar os amigos para uma reunião gostosa em casa? O astral privilegia as conexões emotivas poderosas, que ligam cabeças e corações. Bom para sentir as raízes que você tem com algumas pessoas especiais. Muita imaginação.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Você sabe: uma coisa é esmiuçar uma técnica e dominá-la perfeitamente. Outra é saber para onde, afinal, tudo isso está levando você. A Lua, cheia em Peixes, ilumina o seu caminho com mais intuição e entendimento geral.

Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Confrontos são esperados até domingo; seja cuidadoso com o que falar. É bom reservar espaço para restaurar suas forças. Você precisa arejar a mente com a cheia lunar, enriquecer seu espírito com arte, cultura e muito amor.

Leão (22 jul. a 22 ago.) Altos e baixos emocionais e comportamentos dramáticos são comuns nos dias da Lua cheia, ainda mais uma como a de hoje, que contrapõe fortemente razão e emoção. Para você é chance de somar recursos com outros parceiros.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) Se você já pagou um monte de dívidas, suas ou de outras pessoas, que tal se dar um pequeno mimo? Uma viagem, por exemplo - pode começar a pensar nela! Depois desta Lua cheia, muitos caminhos irão se revelar atraentes.

Virgem (23 ago. a 22 set.) O Sol em seu signo recebe a oposição da Lua, que brilha cheia no signo da misericórdia e do sentimento, Peixes. Para você é oportunidade de ver claramente quem importa em sua vida. Quem é a benção salvadora que o compreende.

Peixes (20 fev. a 20 mar.) É no seu signo que a Lua brilha redonda hoje. De muitas maneiras, você fica na berlinda. Que seja por sua graça, talentos e poder de entender os seres. Você terá mais espaço para liberar seus dons criativos também. Aproveite!


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Macapá-AP, sábado, 01 de setembro de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Contrate o Programa Balada Fashion para o seu evento: Inauguração de empresas, coquetel de lançamento da nova coleção, aniversário, formatura, confraternização, etc... Contatos: 9112 5045/ 9112 1989. Programa Balada Fashion todos os sábados às 0 e reprise aos domingos às 14h. Na REDETV.

Mensagem do Dia Os juízes Décio Rufino (auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça), Marconi Marinho Pimenta (titular do Juizado Norte), Eleusa da Silva Miniz (titular do Juizado da Micro e da Empresa de Pequeno Porte) e Nilton Bianquini (titular do Juizado Especial Cível e Criminal de Santana) participaram de uma videoconferência promovida pelo Conselho Nacional de Justiça sobre a figura do juiz leigo nos Juizados Especiais.

Kariny Viana e Gabriela Viana

Robson Leitão e Maico

Pollyana Osterno e namorado Thiago Gama

Vana Costa

John Maycon e João Vitor, os mais novos tecnólogos d o Amapá

Todo charme de Taina

Você tem que ser o espelho da mudança que está propondo. Se eu quero mudar o mundo, tenho que começar por mim. Mahatma Gandhi

Sabrina Melo

Na próxima segunda-feira, 4, acontece no Espaço Marina da Glória-Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, a solenidade de premiação das 100 melhores Unidades Artesanais, e nos dias 5 e 6, o Encontro de Negócios. O Amapá apresenta duas (2) caixas, sendo uma (1) caixa confeccionada em Madeira Marupá trançada com cipó Titica. Contendo urnas maracá confeccionadas em barro; medindo 13,5 cm (altura) X 10 cm (largura) X 20 cm (comprimento) e pesando 712 (gramas). O produto se chama Kit Casal Maracá; e a outra caixa confeccionada em madeira Marupá trançada com cipó Titica. Contendo Vasos cone confeccionados em barro, medindo 11,5 cm (altura) X 12 cm (largura) X 15,5 cm (comprimento) e pesando 900 (kg). O produto se chama Kit Vasos cone. Participam do evento a colaboradora do Sebrae, Josseli Pantoja, diretora técnica do Sebrae, Ana Dalva Ferreira e a artesã, Ana Cleide Carvalho.


jornal do dia 01/09/2012