Page 1

NOVIDADES

AMAPAZÃO

Na linha 2013 da Fiat

NOSSA GENTE O que há de melhor para você

Partida abre hoje o returno

Veja o que diz a análise dos veículos repaginados. nD2

Confira nesta edição. A revista não pode ser vendida separadamente.

Hoje, jogo acontece entre Ypiranga e Independente.

nC1

Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Domingo e Segunda, 24 e 25 de Junho de 2012 - Ano XXV

Domingo e Segunda R$ 3,50 - Terça a Sábado R$ 1,50

NA CAPITAL

DIVULGAÇÃO

Balneários são ameaça para a população no Macapá Verão Há uma semana para chegada do Macapá Verão, o controle das águas nos balneários da capital ainda não foi concluído. Os locais deveriam ser avaliados, antes de

qualquer programação de veraneio, mas a analise está atrasada e pode adiar a diversão para aqueles que não querem se expor ao perigo. nA4 e A5 JORNAL DO DIA

Qualidade do acesso será o diferencial

ESFORÇO

Obra do Linhão da banda larga avança em Oiapoque Operários tentam garantir a chegada da fibra ótica nos próximos seis meses. Até o mês que vem, as obras que estão sendo vistoriadas de perto devem avançar mais de 50 km. nB4

Balneário do Curiaú, um dos mais movimentados da capital: incerteza se a água está apropriada para o banho dos veranistas

JORNAL DO DIA

MERCADO

AMAPÁ

Nova concessionária da Nissan será construída próximo a penitenciária e a previsão de conclusão da obra é outubro deste ano. nD1

Acidentes pressionam a rede pú- do Ministério da Saúde, as capitais blica de saúde e lotam prontos-so- poderão ampliar as políticas de corros de Macapá. Com recursos prevenção de acidentes. nB2 e B3

Nissan anuncia nova concessionária no Amapá

Gastos com acidentes envolvendo motociclistas aumentaram 63%

JORNAL DO DIA

PRODUÇÃO

Aquicultores trocam experiências em Natal Evento teve como objetivo aproximar produtores de profissionais de renome nacional e internacional na área de aqüicultura, dentre doutores, pesquisadores, técnicos e aquicultores. Essa foi a primeira vez que uma comitiva amapaense participou do evento. nA6 JORNAL DO DIA

Situação reflete diretamente nas farmácias dos hospitais

SAÚDE PÚBLICA

Motociclistas são as maiores vítimas no ranking dos acidentes

CHARLES CHELALA

A Rio+20 acabou, porém, quais são os seus limites?

A sensação da maioria dos participantes da Conferência da ONU, a Rio+20, foi de decepção com o seu resultado, pois culminou com a assinatura de um documento tímido e impreciso nas metas. nA3

ANÁLISE

“X-Men: Destiny”: jogo foi feito para ficar nas prateleiras Amapá: intercâmbio e troca de experiências com outros profissionais de renome na produção

Caso queira arriscar, vá por sua conta e risco, mas saiba que a jornada não vai durar mais que quatro horas e você verá praticamente as mesmas coisas. nC3

Apenas 57% dos remédios são entregues após as licitações De acordo com o secretário, a irregularidade no abastecimento é por conta de dívidas do governo com os fornecedores. Para garantir o cumprimento dos contratos, a secretaria vai acionar a Justiça. nB1

URBANISMO

Força-tarefa tenta reduzir acúmulo de lixo em Macapá A ação faz parte da força-tarefa desenvolvida pela empresa Clean para mudar o paisagismo da cidade, que durante algum tempo ficou com o serviço comprometido por conta do acúmulo de resíduos domésticos. nB1

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


JD

Opinião

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Tempos tão bons quanto RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

H

oje é dia de São João! Não faz tempo e esta data era uma das datas mais esperadas pela população de Macapá e Santana, como de resto de todos os aglomerados urbanos. Dia que, sempre completava tudo o que se fazia na véspera. Isso que dizer que a véspera, dia 23, era tão importante como o próprio dia 24, quando, para ele, era reservado a melhor banda de forro ou o melhor forrozeiro para fazer a festa do arraial. Nessa festa não poderia faltar a fogueira, chamada fogueira de São João, as comidas e as bebidas típicas e a quadrilha, com o seu marcador e com sua estória, sempre bem contada e entendida por todos. A música era dita “musica de São João”, afinal de contas não havia espaço para outros tipos de rit-

mos. Quem tinha um pouquinho de dinheiro comprava, aqui mesmo, os foguetinhos e os estalinhos para os menores de 2 anos. Lembram? Bastava jogar no chão que havia o estalo, sem qualquer risco para a criança e as pessoas que estavam perto delas. Já os foguetinhos, além de serem mais caros também era usado pela criançada acima dos 8 anos e algumas irrequietas crianças de menor idade do que os 8 anos, mas que superava-se nas peraltices. Eles não podiam estar perto da fogueira. O risco era pegar um tição... Ah! As roupas? Todos tinham que estar devidamente vestidos para participar da festa. Não era só aqueles que iriam participar da quadrilha, mas todos deviriam estar vestidos a caráter,

com seus vestidos de chita, preferencialmente quadriculados e, os homens, com as calças remendadas, ou como se estivessem remendadas, e camisas coloridas, também de chita. Os clubes, todos eles, realizavam o baile dos namorados nessa época e o traje era, obrigatoriamente, caipira. Então imaginem o cenário com o salão de festas todo enfeitado com bandeirinhas de papel de seda, de todas as cores, e as mesas, todas elas com motivos, os mais criativos, da chamada “época de São João”. As escolas, principalmente as mais tradicionais, também não relaxavam, e as turmas mais que estavam completando ou a quarta série do ginásio ou o terceiro ano do colegial, faziam as suas promoções para “angariar fundos” para a festa da colação de grau. Quantos pares não se formavam nesta época. E quantos desses pares,

não viraram marido e mulher. Sabe que o vestido tipicamente caipira traz certa sensualidade? Só pode ser! Parecia, em minha opinião, que as mocinhas ficavam mais bonitas, mais faceiras e, até, muito menos inibidas. Do lado de fora do salão, mas no ambiente do clube ou da escola, lá estavam todas as comidas e bebidas da época. Canjica, mingau de milho, tacacá, mungunzá, suco de cana, sucos de fruta, milho verde assado, milho verde cozido, pipoca, tapioquinha, cada um em embalagem, as mais criativas. E a música? Ah! A música tocada por uma banda. A mesma que tocava o jovem guarda, Beatles, música lenta nacional e internacional, principalmente internacional, tinha se preparado um mês antes para tocar o São João. Grandes festas, tempos tão bons como os de hoje!

Vai sobrar o que de você? VANESSA FREITAS

Palestrante, consultora de empresas, escritora, professora universitária, executive coach, apresentadora do programa “Espaço da Mulher” e diretora da melhoRH consultoria. Escreve aos domingos no JD.

E

stamos todos enlouquecendo, de formas distintas, por motivos diversos e contraditórios, mas estamos de alguma forma enlouquecendo. Nunca pensei em ver um aborto “transparente e escancarado” na imprensa mundial, como vimos semana passada da chinesa que teve que abortar o segundo filho devido ao rigoroso controle de natalidade da china. Outras vezes este fato deve ter acontecido, mas agora eles mostram... Não sei qual horror é pior; se é o fato em segredo ou a revelação do fato. Acho que as pessoas tornam a vida pior do que deveriam. Quando quero pensar em cenas de beleza, distração e inteligência, nada melhor que as cenas do filme: A vida é bela! Sabemos que ela não é tão bela assim, mas também sabemos que piorá-la ou melhorá-la, depende da forma como escolhemos viver! Eu confesso que tenho buscado inspiração emRoberto Benigni, para conduzir muitos momentos não tão felizes como gostaria que fossem, mas quem os

possui como quer? Sempre acreditei que o meu céu e o inferno habitam dentro de nós. Então os convido para um domingo farto de imaginação e muito bom humor com a sua própria vida. Se não tem motivos para se alegrar, vamos nos alegrar por nada e por tudo o que ainda não temos. Vamos construir pontes neste domingo sereno e levar chances de uma vida não mais fácil (isso é ilusão), mas uma vida mais tranquila diante do que de fato podemos fazer por nós. Se não podemos sonhar, se não podemos andar na chuva (mesmo que venha uma gripezinha depois), se não podemos nos declarar ardentemente para quem amamos se não podemos pedir dinheiro emprestado na hora da “dureza” do bolso, se não podemos comprar aquele vestido maravilhoso para nos sentirmos “uma linda mulher” só uma vez na vida, se não podemos faltar à missa no domingo em que estamos descrentes, se não podemos pedir “socorro” por que não estamos mais suportando tanta dor... Vai sobrar o que de você? Já temos tantos desafios

CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

Conselheiros: Carlos Augusto Tork de Oliveira

José Arcângelo Pinto Pereira

Danieli Amanajás Scapin

Luiz Alberto Pinto Pereira

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Maria Inerine Pinto Pereira

Editorial

Resto de esperança

E

sta semana, que se inicia, é decisiva para os municípios. É o prazo final para que os partidos definam os nomes que vão apresentar à sociedade, como candidatos a ocupar os cargos de prefeitos e vereadores. Nesta semana derradeira, as agremiações políticas concluem as negociações, com vistas a definir as coligações que irão dar sustentação aos seus candidatos. De modo geral, o que mais conta nestas negociações é a busca do melhor arranjo para viabilizar o caminho para a vitória nas urnas, e não tanto a tentativa de unir forças em torno do melhor projeto para a sociedade. É esta visão pragmática da política que produz encontros políticos bizarros, como o que aproximou o ex-presidente Lula de Paulo Maluf, em São Paulo, para tentar dar viabilidade à candidatura de Fernando Haddad à Prefeitura paulista. É difícil acreditar que esta união possa significar a construção do melhor projeto para a coletividade. Mais obscuros, ainda, são os arranjos que viabilizam as candidaturas às eleições proporcionais. Nessas, o vale-tudo impera e é cada vez mais descarado. Hoje, os partidos garimpam candidatos que possam sensibilizar um eleitorado despolitizado, descrente na política como poder

transformador da sociedade. A escolha recai preferencialmente sobre estrelas do show business ou dos esportes, capazes se seduzir eleitores e carrear montanhas de votos para suas coligações. Com o que se elegem, e levam juntos políticos que de outro modo teriam grande dificuldades para conseguir seus mandatos. Essas distorções do sistema eleitoral brasileiro - que estimula a aliança entre partidos sem qualquer afinidade ideológica, movidos apenas pelo interesse político imediatista, e o lançamento de candidatos puxadores de votos, mas quase sempre sem disposição para a atividade política - são responsáveis por muitas das mazelas com as quais a sociedade convive no seu duro cotidiano. Muito se tem falado sobre a reforma desse sistema, mas quase nada de efetivo tem sido feito. Sem mudanças, ele regulará o processo eleitoral deste ano, produzindo, com certeza, as mesmas habituais aberrações. Contra isso, a única esperança é que os eleitores tenham convicção sobre a importância e o poder do voto como elemento capaz de produzir transformações na sociedade, e escolham de forma criteriosa os candidatos afinados com os interesses da coletividade. Talvez seja esperar muito.

Hora-Hora

diários para vencer, tantas tarefas difíceis de cumprir, tantos medos, tantos sonhos desfeitos, tanta dor para sufocar. Se eu não puder gritar de vez em quando ou ainda ser ridícula quando preciso for. Vai sobrar o que de mim? Diante da vida real, do papel que temos que cumprir e de quem de fato somos; pode haver uma grande distância. Mas pagamos o preço para mantermos nossas escolhas. Porém precisamos compreender que muito além dos fatos reais, existem os nossos desejos. Domar o desejo que ha-

bita em nós é uma das tarefas mais desafiadoras da vida. Existe aquilo que está claro que queremos, existe o que não queremos de jeito nenhum e os “enlouquecedores” desejos... Estes são subjetivos, duvidosos, incertos, etc. Você pode até sufocá-los por alguns dias, meses ou anos... Mas eles voltam, sempre voltam para te mostrar que existe algo a mais entre pensar e agir... E se você desconsiderá-los... Vai sobrar o que de você? Pense nisso!

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994) Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Carlos Nogueira Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos

A2

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br josemaria@jdia.com.br mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representantes comerciais JC Repres. Com. Ltda. - Brasília, DF n Tel. (61) 2262-7469 - Rio de Janeiro, RJ nº Tel. (21) 2223-7551, São Paulo New Mídia - Belém-PA (Gil Montalverne) Tel.: (91) 3279-3911 / 8191-2217 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Alerta - Não precisa dizer que a situação da saúde pública no Amapá está no CTI. Uma evidência disso é o caso de uma criança internada há mais de um mês no Hospital de Pediatria, com pouco mais de um ano de idade, aguardando numa fila interminável pelo direito de viver. Barreira - Ela tem um tumor no cérebro e por três vezes já foi marcada a cirurgia, mas a boa vontade do cirurgião esbarra na falta de um leito no CTI, sem o qual o procedimento não pode ser realizado.

Visitas - Tanto o governador Camilo Capiberibe (PSB), como a vice Dora Nascimento (PT), já estiveram visitando o Hospital da Criança e Adolescente, mas, não se sabe o motivo, o caso dessa criança não lhes foi relatado. Sem saída - Só resta à mãe da criança o choro do desespero. Nem o Ministério Público, nem o Conselho Tutelar, nem o Conselho Regional de Medicina ou quaisquer organismos ligados aos Direitos Humanos tem se compadecido da situação. E se o menor vier a falecer? De quem será a culpa? Estratégias - Muitos partidos políticos no Amapá vão esperar até aos 45 minutos do segundo tempo do prazo determinado pela Lei Eleitoral (o próximo dia 30), antes de revelarem quem serão seus candidatos e as coliga-

ções que irão formar. Espera - Alguns partidos e candidatos sabem que não reúnem às condições para enfrentar, sozinhos, um pleito para as prefeituras de Macapá ou de Santana. No entanto esperam ser convidados para ocuparem as vices. Único, mesmo, só o PSTU, que costuma classificar todos os adversários como “farinha do mesmo saco”. Pátria livre - O ex-deputado federal Aroldo Góes está à frente da comissão provisória do Partido Pátria Livre (PPL), que foi gestado dentro do sindicalismo da Petrobrás e deve colocar seu nome na convenção do partido, marcada para o dia 30, para concorrer à Prefeitura de Santana. Sondagem - Há pouco tempo, Aroldo Góes e toda a diretoria do PPL se reuniram em Santana com a conselheira aposentada do TCE, Raquel Capiberibe, e seu irmão Raimundinho. Os dois foram sondar a possibilidade de filiação ao PPL. Sem retorno – Além da filiação, os dois representantes do clã Capiberibe queriam garantir o direito de coordenar a campanha para prefeito no Porto Grande. A proposta foi analisada e rejeitada. Só não foi comunicada aos interessados, porque nem Raquel, nem Raimundinho voltaram para saber a resposta.

Índice Opinião - A2, A3 Especial - A4, A5 Geral - A6 Sociedade - A8 Dia Dia - B1, B3, B4 Polícia - B2 Classidia - 12 Pag.

Esportes - C1, C2 Atualidades - C3 Diversão&Cultura - C4 Carro e Moto - D1, D2, D3 Social Click JD - D4 Economia - E1, E2, E3, E4

Edição número 7936


JD

“ ”

Geral

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista cantanhede@jdia.com.br

STJ – Há quem confirme para esta semana o depoimento de parlamentares e membros da corte de Justiça no STJ. Assunto: continuidade da Operação Mãos Limpas.

Mais uma chance - Na próxima terça-feira, o Judiciário vai sentar à mesa e chamar governo e professores para um diálogo. Será a última chance para se chegar a um acordo depois de muitas tentativas frustradas. Convenção - O PMDB realiza convenção municipal em Calçoene, no próximo dia 29, quando deverá homologar a candidatura da prefeita Maria Lucimar à reeleição. Presença - Nova da Costa, ex-governador do Amapá e suplente do senador Sarney Jorge, confirmou presença no evento político. Ele atuou na campanha que elegeu Lucimar à Prefeitura de Calçoene, permanecendo por várias semanas no município, participando de comícios, caminhadas e visitas. Por pouco - Esta semana, um membro do alto escalão do serviço público teve sua prisão decretada por um juiz de primeira instância de Macapá. Motivos: dívidas trabalhistas. Só não acabou no xilindró pela atuação do seu advogado.

Mau exemplo - Um mês após entrar em vigor, a Lei de Acesso à Informação enfrenta resistência na cúpula do Judiciário. Ao mesmo tempo que prometem publicar os salários de servidores, os tribunais superiores adotam postura inversa quando se trata de divulgar gastos dos ministros com dinheiro público. Pendência - No Supremo Tribunal Federal (STF), a justificativa é que a lei precisa ser regulamentada por uma comissão que não tem prazo para fazê-lo nem data para se reunir. Sem atender - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manda o cidadão consultar tabelas de seu orçamento disponíveis na internet e não atende a consultas específicas. Dúvidas - Em um fim de semana com convenções partidárias que formalizarão alianças e a escolha dos candidatos, os políticos vivem um clima de incerteza, diante da demora do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em decidir sobre uma questão crucial para as eleições municipais de outubro: os contas-sujas podem concorrer?

Prazo - O problema é que a Corte ainda não deu a palavra final sobre a validade, este ano, da regra que autoriza a candidatura só de quem teve contas de eleições passadas aprovadas pela Justiça Eleitoral. O prazo final das convenções é o próximo dia 30 e o do registro de candidaturas, 5 de julho. Tendência - O TSE tem adiado a decisão há quase quatro meses, e a tendência é que haja um recuo, já que a regra foi aprovada a menos de um ano da eleição. No limite - Apesar do suspense no ar, a presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, garante que a questão será resolvida antes do fim do prazo dos registros de candidaturas. Haverá três sessões do TSE antes da data-limite. Mais caro - Disseram que não, mas abastecer o carro com gasolina deve ficar mais caro neste ano. Sob a alegação de prejuízos, por causa da defasagem entre os preços no país e no exterior, a Petrobras tem pressionado o governo para que autorize um reajuste. Bom domingo a todos...

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jdia.com.br

A Rio+20 e os limites da ONU CHARLES CHELALA

A

Economista

sensação da maioria dos participantes da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, foi de decepção com o seu resultado, pois culminou com a assinatura de um documento notadamente tímido em seus objetivos, impreciso nas metas e incoerente no seu conjunto. A frustração foi geral porque a preparação para a Rio+20 apontava no sentido exatamente oposto, ou seja, abandonar os discursos vazios e partir para compromissos concretos estabelecendo valores – aproximadamente 2% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial – e tarefas objetivas, com compromissos comuns, porém diferenciados. Entretanto, diante do dilema de se produzir o documento adequado para as necessidades prementes do meio ambiente global ou, por outro lado, elaborar tão somente o resultado

possível e consensual, por assim dizer, abstrato e amorfo, optou-se por esta segunda alternativa, uma vez que a primeira seria improvável diante das limitações da ONU. Estas limitações são evidentes, uma vez que a ONU é um organismo multilateral da esfera diplomática e, por isso mesmo, com capacidade reduzida para produzir algo tão ambicioso como aquilo que vinha sido esperado. O interessante é que na Eco-92, vinte anos atrás, as críticas eram muito parecidas com as de agora e permanecem surpreendentemente atuais, encaixando-se perfeitamente na situação ora vivida. Por exemplo, Marcionila Fernandes afirmava que o conceito de “Desenvolvimento Sustentável” era eivado de construções abstratas como “humanidade”, “gerações futuras”, “qualidade de vida”, sendo concebido em um sentido a-histórico, esvaziado de

conteúdo social e descaracterizado das diferenças que marcavam as sociedades do final do século passado (e que se mantém até hoje). Já o economista indiano Subhabrata Bobby Banerjee, questionava “Quem sustenta o desenvolvimento de quem?” e que o Desenvolvimento Sustentável, ao invés de representar a quebra de um paradigma teórico, seria um conceito absorvido e embalado pelo paradigma economicista dominante. Por isso, os frutos aproveitáveis a serem colhidos da Rio+20 não serão encontrados na cúpula dos Chefes de Estado mas em outras esferas, como nos milhares de jovens que a cada dia ampliam sua consciência ambiental; nas iniciativas como a das prefeituras de diversos países do mundo que se propuseram a reduzir emissões de gases efeito estufa ou ainda na queda da máscara da ONU apontando pela necessidade de se conceber outro(s) instrumento(s) para se construir, de fato, “o futuro que queremos”.

A3

O beijo DOM PEDRO JOSÉ CONTI

U

Bispo de Macapá

m casal de idosos tinha cinquenta anos de casamento. Muitos anos juntos. Casa, trabalho, filhos e netos. Agora, vivendo o tempo da aposentadoria, estavam sentados num banco da estação, esperando a chegada do trem. No banco da frente deles, um casal de jovens namorados se abraçava com carinho. Os dois idosos olhavam tudo em silêncio. Os dois jovens começaram a se beijar. A senhora idosa, procurou levemente a mão do marido e, com um sorriso luminoso, disse-lhe: - Você poderia fazer o mesmo. - O quê? Está louca – respondeu o marido – eu nem a conheço! O marido não entendeu ou fingiu não ter entendido. Deixemos de lado a brincadeira e falemos de São João Batista, pois neste domingo celebramos a solenidade do seu nascimento. Lembrar a criança e as circunstâncias do seu nascimento, no entanto, significa também lembrar os pais idosos: Zacarias e Isabel. Os encontramos no início do evangelho de Lucas e, como bem sabemos, a simplicidade da narração revela uma grande mensagem. Apresentando a gravidez inesperada de Isabel, o evangelista quer nos preparar a acolher o mais surpreendente de tudo: a gravidez de Maria, mãe de Jesus. As palavras-chave são aquelas do anjo à Maria: “Para Deus nada é impossível” (cf. Lc 1,37) e a pergunta que o povo se fazia a respeito de João: “Que vai ser deste menino?” (cf. Lc 1,66). Os acontecimentos são sinais do amor de Deus

que quer manter viva a esperança do povo porque algo de maior ainda está para acontecer: chegou a plenitude dos tempos (cf. Gl 4,4). Maria, José, Zacarias, Isabel e, mais tarde, também os pastores que, alegres, irão a Belém para encontrar o recém-nascido Salvador, representam os chamados “pobres de Deus”, isto é, os humildes que esperavam ansiosos e confiantes a chegada do Messias. Os primeiros capítulos do evangelho de Lucas antecipam o drama da acolhida e da rejeição de Jesus. Por que os pobres e os pequenos – os humildes – conseguem vibrar com o nascimento de João e, depois, com o de Jesus? Por que Deus, com eles, consegue fazer maravilhas e eles enxergam a novidade, acreditam, adoram e se rejubilam? Justamente porque são “pobres”. Eles não estão apegados a outras riquezas, não têm nenhum poder ou posição humana privilegiada para defender. Eles confiam totalmente e unicamente em Deus. Foi muito diferente para os Herodes, os grandes e os poderosos de todos os grupos do tempo de Jesus. Eles ficaram com medo, primeiro do menino Jesus e depois do profeta que vinha do Norte. Segundo eles, Deus não podia estar do lado de quem mostrava misericórdia, curava os doentes, saciava os famintos, consolava e perdoava os pecadores. Se Deus era Pai, que salvava por amor como ele ensinava, quem teria mais acreditado numa salvação que vinha da obedi-

ência rigorosa à Lei? Já conhecemos o final da história de Jesus. Voltamos a Zacarias e Isabel, os dois pais idosos. Talvez para Maria, muito mais jovem, ter sonhos e esperanças era normal. Talvez todas as moças sonhavam em ser, um dia, mães do Salvador. Mas para os dois “velhos”, tinha sentido ainda “sonhar”, aceitar fazer parte da novidade que estava para acontecer e acreditar que João, o filho inesperado, “dom de Deus” - como diz o nome dele – ia preparar os caminhos para o Messias? Difícil acreditar. No entanto foi isso que aconteceu. As promessas de Deus se realizam sempre para quem acredita e nunca perde a esperança, porque sabe em quem confiou. Por isso, admiro as pessoas idosas que rezam e participam da própria comunidade. Admiro-as quando falam de Deus aos mais jovens e parecem enxergar e viver as histórias que contam. Admiro-as quando continuam olhando para frente, não mais com a esperança nas coisas humanas, mas já vislumbrando as coisas do alto. Admiro-as quando não parecem estar cansadas como quem chega ao final de uma caminhada, mas animadas como quem está no início de uma nova aventura. Neste domingo, vamos dizer muito obrigado aos zacarias e às isabeis presentes em nossas famílias e em nossas comunidades. Muitas dessas pessoas continuam, ainda hoje, a serem “pais e mães” de tantos joõesinhos. Todos nos ajudam a acreditar em Deus e a esperar por Ele. Merecem um grande beijo.

Governo lança obras do Conjunto Macapaba nesta segunda-feira

N

esta segunda-feira, 25, a partir das 9 horas, o governador Camilo Capiberibe lança as obras de construção do Conjunto Habitacional Macapaba, numa área de 138 mil metros quadrados, às margens da BR210, em frente ao bairro Brasil Novo, zona Norte de Macapá. O projeto prevê a construção de um total de 4.366 unidades habitacionais no conjunto. Na primeira etapa, serão 2.148 unidades, sendo 1.984 apartamentos e 164 casas, todas com dois quartos, banheiro, sala, cozinha e toda a infraestrutura ne-

cessária. O investimento na etapa inicial é de R$ 130 milhões. A contrapartida do Estado, por meio do Proamapá, será de R$ 12 milhões, com previsão de entrega das obras em dezembro de 2013. Durante a solenidade desta segunda-feira, o governador assinará o contrato para a segunda etapa da obra, com mais 2.218 unidades, sendo 2.064 apartamentos e 154 casas. A segunda etapa também contemplará os chamados equipamentos comunitários, com a construção de escolas de ensino médio e fundamental e creches e investimen-

to de aproximadamente geral de R$ 135 milhões. A previsão de entrega dessa etapa é julho de 2014. Esta será a primeira ação do Programa Minha Casa, Minha Vida II no Amapá. As 4.500 unidades previstas no Programa Minha Casa, Minha Vida I não foram construídas. “Pela inércia da gestão anterior, o Amapá acabou penalizado com a redução de 50% da cota de recursos para o período de 2011/2014”, explica o secretário de Estado da Infraestrutura, Joel Banha, acrescentando que a situação foi revertida na atual gestão.(Colaborou Ascom/Seinf)


JD

Especial

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

A4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Sem monitoramento de águas, veranistas se arr

Há uma semana para chegada do Macapá Verão, controle das águas nos balneários amapaenses ainda não foi concluído, e banhistas DIVULGAÇÃO

No Amapá, o Instituto do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial (Imap) é o órgão responsável pela realização da coleta e análise da qualidade das águas dos balneários do Estado

ANDREZA SANCHES Da Redação

N

os principais balneários da capital, o fluxo de banhistas já pode ser observado. São pessoas que anteciparam as férias para aproveitar a chegada do verão. Mas o que os veranistas não imaginam é que a brincadeira do mês de julho pode se transformar em um problema. É que o monitoramento da qualidade da água ainda não foi concluído. E se para obter um resultado confiável da qualidade da água é necessário cinco semanas de coletas. Como fazer esse trabalho a uma semana da tão esperada Festa do Sol? A pesquisa de Balneabilidade analisa as águas dos balneários amapaenses e determina se estão “Próprias ou Impróprias” para o banho, ou seja, se estão contaminadas ou não por esgotos domésticos. A existência de esgoto é identificada através da contagem da bactéria Escherichia coli (E.c.) presente nas fezes de animais de sangue quente, que podem colocar em risco a saúde dos banhistas. No Amapá, o Instituto do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial (Imap) é

o órgão responsável pelarealização da coleta e análise da qualidade das águas dos balneários do Estado. Mas há uma semana para o inicio do verão macapaense, a pesquisa de balneabilidade ainda não foi apresentada.

Banhistas arriscam a saúde, sem saber se as águas estão próprias ou impróprias para o banho. A preocupação vai além, tecnicamente são necessárias cinco semanas consecutivas de coletas para que se obtenha um resultado confiável da qualidade da água, que deve ser coletada a um metro de profundidade, na quantidade de 250 mililitros em cada ponto, cujomaterial é submetido a exames bacteriológicos durante 24 horas. Todo trabalho é feito como base na Resolução

nº 274 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), que classifica a água como imprópria para banho quando está contaminada por bactérias provenientes de esgoto (acima de 1.000 coliformes fecais por 100 ml de água ou 800 Escherichia coli por 100 ml de água ) em no mínimo duas amostras de cinco analisadas ou quando o valor obtido na última amostragem for superior a 2500 coliformes fecais ou 2000 Escherichia coli, ou por floração, crescimento excessivo de algas (ciano-

bactérias). No Estado, os balneários Perpétuo Socorro, Fazendinha, Araxá, Curiáu e os localizados nos municípios de Ferreira Gomes e Porto Grande, são considerados os principais e mais movimentados nesta época do ano. Os locais deveriam ser avaliados, antes de qualquer programação de veraneio, mas a analise está atrasada e pode adiar a diversão para aqueles que não querem se expor ao perigo. Sobre o assunto, o diretor presidente em exercício do

Banhistas arriscam a saúde, nos balneários Perpétuo Socorro, Fazendinha, Araxá, Curiáu e os localizados nos municípios de Ferreira Gomes e Porto Grande

Imap, Paulo Couto admitiu o atraso da coletas e análise de balneabilidade das águas na capital e no interior, mas garantiu o início dos trabalhos nesta segunda-feira (25). “Nunca deixamos de realizar as análises, pois se trata da saúde dos veranistas. Para isto, fazemos sempre o monitoramento da qualidade da água nesses lugares próximo ao início do verão. Durante o período de uso no verão, também iremos intensificar realizando de três ou quatro vezes as análises nas praias


Especial

JD

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

rriscam nos balneários da capital

s arriscam a saúde, sem saber se as águas estão próprias ou impróprias para o banho e balneários do Estado”, esclareceu o diretor. A gerente do Núcleo de Monitoramento, Raiza Silva, reforçou dizendo que visando o bem estar da população amapaense, o Instituto realiza anualmente análises das águas dos principais balneários visitados no mês de julho em decorrência do veraneio, para informar se essas águas estão próprias ou impróprias para banho. ”As coletas serão realizadas semanalmente por técnicos do núcleo de análises químicas, em períodos de maior fluxo de banhistas. Todo trabalho busca reunir informações para que possamos repassar as pessoas que freqüentam esses locais nesta temporada” explicou a gerente. O diretor presidente, ainda atribuiu o atraso no controle das águas, as mudanças de procedimentos administrativos que vem ocorrendo dentro órgão. Atualmente o Imap não conta com laboratório próprio para analise da água, situação que já dura dois anos. Para garantir os resultados da balneabilidade, oInstituto conta com a parceria com o Laboratório Central. “Na tentativa de solucionar o problema, o Imap conseguiu através Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), aprovar o projeto de aquisição deum laboratório próprio, por meio do Fundo Estadual de Recursos do Meio Ambiente. A expectativa é que no segundo semestre iniciemos as obras” explicou Paulo Couto afirmando que com o reaparelhamento, os serviços serão ampliados, proporcionando inclusive a análise da água durante todo o ano. Balneário Perpétuo Socorro Durante pesquisas realizadas em anos anteriores, o balneário do Perpétuo Socorro, localizado à margem esquerda da frente da capital,.é o único balneário, cuja utilização é considerada consecutivamente imprópria para o banho. Em 2011, o local foi reprovado novamente com base no parâmetro E. Coli estar acima do limite máximo permitido. A ligação de esgoto sanitário à rede pluvial, fazendo com que o esgoto ao invés de ser encaminhado ao tratamento seja despejado in natura no meio ambiente, a ausência de unidades de tratamento, ou mesmo dificuldades operacionais nas unidades implantadas e a cobertura insuficiente de redes de esgoto são motivos para as consecutivas reprovações das águas do balneário Perpetuo Socorro. Riscos à Saúde Ações que incluem saneamento são consideradas mecanismos para garantir saúde e prevenção e controle de doenças. Mas os serviços que se referem ao esgotamento sanitário, seja de resíduos sólidos ou controle de águas ainda é bastante deficiente. O despejo de esgotos sem tratamento, vazamentos de produtos tóxicos e a disposição inadequada de resíduos sólidos, atitudes praticadas pela própria ação do homem, preocupam porque interferem diretamente no meio ambiente. Especialistas alertam que para garantir a preservação do meio ambiente e consequetemente o bem estar da população, é necessário além da implantação dos

A5

DIVULGAÇÃO

Coluna

ESPLANADA

POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

GOVERNO QUER TRIPLICAR PESCADO

O ministro da Pesca, Marcelo Crivella, teve carta branca da presidente Dilma e trabalha para acelerar licenciamentos de mais parques aquícolas nas hidrelétricas. O plano é consolidar mais de 250 parques, nos reservatórios das usinas, com várias espécies criadas em cativeiro, a fim de fomentar o setor para o pescador artesanal e pequenas empresas. Para avançar, o ministro tem de encomendar estudo de impacto ambiental para cada caso. ‘O país pode triplicar a sua produção de pesca’, diz o ministro.

Língua afiada

A Fundação Escola de Serviço Público Municipal de Manaus iniciou curso de mandarim para os funcionários. Para receber chineses na Copa.

Cara limpa

Federico Franco foi eleito vice-presidente de bigode em 2008. Tomou posse na sexta à noite de cara limpa. Literalmente.

O paraguaio Não será surpresa: o vice, que virou presidente do Paraguai, para conquistar a população vem para cima do Brasil pedir nova revisão do tratado da usina Itaipu.

equipamentos de saneamento, é preciso assegurar a sua operacionalidade, após a conclusão das obras. O alerta é com base nas exigências da legislação ambiental, como a Resolução CONAMA 274/2000 no que se refere as águas destinadas à recreação. Segundo a Lei, os corpos d’água contaminados por esgotos sanitários expõem os banhistas a riscos de doenças, devido à presença de bactérias, vírus e protozoários. A balneabilidade das águas reflete a qualidade destinada ao uso para recreação, o contato direto e prolongado com a água, onde a possibilidade de ingerir quantidades apreciáveis de água é elevada. Contaminações d) coliformes fecais (termotolerantes): bactérias pertencentes ao grupo dos coliformes totais caracterizadas pela presença da enzima ß-galactosidade e pela capacidade de fermentar a lactose com produção de gás em 24 horas à temperatura de 44-45°C em meios contendo sais biliares ou outros agentes tenso-ativos com propriedades inibidoras seme-

lhantes. Além de presentes em fezes humanas e de animais podem, também, ser encontradas em solos, plantas ou quaisquer efluentes contendo matéria orgânica; e) Escherichia coli: bactéria pertencente à família Enterobacteriaceae, caracterizada pela presença das enzimas ß-galactosidade e ß-glicuronidase. Cresce em meio complexo a 44-45°C, fermenta lactose e manitol com produção de ácido e gás e produz indol a partir do aminoácido triptofano. A Escherichia coli é abundante em fezes humanas e de animais, tendo, somente, sido encontrada em esgotos, efluentes, águas naturais e solos que tenham recebido contaminação fecal recente; f) Enterococos: bactérias do grupo dos estreptococos fecais, pertencentes ao gênero Enterococcus (previamente considerado estreptococos do grupo D), o qual se caracteriza pela alta tolerância às condições adversas de crescimento, tais como: capacidade de crescer na presença de 6,5% de cloreto de sódio, a pH 9,6 e nas temperaturas de 10° e 45°C. A maioria das espécies dos Enterococcus são

de origem fecal humana, embora possam ser isolados de fezes de animais; Classificação da água Excelente: Quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das cinco semanas anteriores, colhidas no mesmo local, houver, no máximo, 250 coliformes fecais (termotolerantes) ou 200 Escherichia coli ou 25 enterococos por l00 mililitros; Muito Boa: Quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das cinco semanas anteriores, colhidas no mesmo local, houver, no máximo, 500 coliformes fecais (termotolerantes) ou 400 Escherichia coli ou 50 enterococos por 100 mililitros; Satisfatória: Quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das cinco semanas anteriores, colhidas no mesmo local, houver, no máximo 1.000 coliformes fecais (termotolerantes) ou 800 Escherichia coli ou 100 enterococos por 100 mililitros.

Sem rastros Os integrantes da CPI no Congresso estão intrigados com uma triangulação feita pelo empresário e sócio de Carlinhos Cachoeira, o empreiteiro Rossine Aires Guimarães. Dia 31 de agosto de 2011 ele pediu ao Banco Rural empréstimo de R$ 4 milhões, pela construtora CRT. O dinheiro saiu e sumiu em um dia. Segue O dinheiro sai dia 1º de setembro para a Todeschini Construções, também de sua propriedade, mas a empresa deixou de existir em 2009 para se tornar Constil. A CPI quer saber se o empresário usou a Todeschini para repassar o dinheiro para partidos. Sensatez Fernando Lugo, presidente deposto do Paraguai, foi sensato e paciente. Acolheu a decisão soberana do Senado por seu impeachment. Tinha o Exército a seu favor e, numa eventual atitude insana, a possibilidade de tomar a Casa. Mal cheiro O Brasil possui ainda 4 mil lixões municipais, que devem ser eliminados por lei até 2014. A maioria no Centro-Oeste e Nordeste. Aplausos A postura de Luiza Erundina em repudir coligação com Paulo Maluf rendeu uma moção de aplausos do PSB da Paraíba à coerência política da conterrânea. Bicos afinados Se na chapa petista a briga pelo vice causou estragos públicos, na do tucano

José Serra a disputa é na surdina. Líderes do PSDB querem chapa puro sangue. Serra quer chapão. A convenção de hoje acontece no Ibirapuera. Confusão O PT paulistano vive crise existencial. Aliado do PP de Maluf, o candidato Fernando Haddad não quer o PTB de vice. A opção é Netinho de Paula, do PCdoB, mas ele avisou ao partido que não aceita chapa com Haddad… Parintins Dados da Amazonastur: Parintins, palco da quase centenária disputa dos bois Caprichoso e Garantido, deve receber pelo menos 86 mil turistas. Acredite, quase um quarto deles de outros países. Segregação oficial A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) prepara para 2014 a campanha da fraternidade preocupada com a forma cruel de ‘limpeza humana’ feita por prefeitos nas capitais: a expulsão de moradores de rua e viciados das ruas, sem qualquer auxílio. Poder do triângulo O eleitorado de Uberlândia, cidade-pólo do triângulo mineiro, é maior do que o de nove capitais brasileiras, divulgou o TSE. São 444.656 eleitores. Tudo ok O Ministério do Esporte liberou a tempo as passagens para os alunos do CEL, do Rio, irem a Toulon. As meninas do vôlei trouxeram medalha de prata do mundial de alunos. Ponto Final O caso da falta de governabilidade que derrubou Lugo no Paraguai explica Lula com Sarney e Collor por aqui, diferente de Lula com Maluf por tempo de TV.


JD

Geral

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

A6

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Produtores trocam experiências em Natal U

m grupo de produtores amapaenses participou em Natal–RN, do IX Simpósio Internacional do Camarão e VI Simpósio Internacional de Aquicultura que foi realizado nos dias 11 a 16 de junho. Este evento foi de grande relevância, pois, aproximou o produtor de profissionais de renome nacional e internacional na área de aqüicultura, dentre doutores, pesquisadores, técnicos e aquicultores, principalmente os que fizeram parte da comitiva amapaense, pois, foi à primeira vez que eles saíram para participar de um encontro grandioso voltado a produção de peixes, camarões e ostras em sistema de cativeiro. Temas - Participaram de palestras ministradas por profissionais e especialistas renomados, que apresentaram temas importantes sobre o status atual da piscicultura brasileira e mundial, envolvendo desafios, progressos e perspectivas da aqüicultura brasileira, onde abordaram as demandas tecnológicas, as perspectivas mercadológicas e as amplas e promissoras oportunidades que esse estratégico segmento da aqüicultura brasileira oferece. Incentivo - Mais uma vez o SEBRAE-AP, através de sua direção e equipe técnica, demonstrou o seu comprometimento com o setor produtivo do Estado, e em especial, à aqüicultura, e vale lembrar, que no ano passado, neste mesmo evento, o

SEBRAE apoiou para que o presidente do Instituto AQUIAP, e hoje também, Coordenador Municipal de Aqüicultura de Macapá, Emanuel Brito estivesse presente, assim ele pode, em conversa formal com o Engenheiro de Pesca e Doutor em Aquicultura Geraldo Bernardino, profissional renomado e conhecido mundialmente, se juntaram para elaborar o esboço da legislação ambiental de aqüicultura, aperfeiçoada e votada na Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito de Macapá que hoje é Lei. Esta é hoje reconhecida pela comissão nacional entre as cinco melhores leis do país de 2012, voltada ao setor produtivo, e que também rendeu a Roberto Góes-PDT, o prêmio Prefeito Empreendedor. Apoio - Este ano, com forma de motivar os futuros empreendedores no ramo aquícola, o SEBRAE apoiou novamente a participação de produtores, para que os mesmos participassem deste mega evento, onde teve Antonio Viana (SEBRAE), como chefe da delegação, acompanhado novamente de Emanuel Brito e demais produtores, que ficaram maravilhados, e puderam observar o quanto o Amapá está atrasado em relação a outros centros, mais com a certeza de que reúne grande potencial para crescer e tornar o Estado um grande produtor de peixes de cativeiro do país.

Visita em Laboratório de Peixes, no detalhe representante do Amapá com Ministro Crivela

MelhoriasSegundo Antonio Viana, Gestor do Projeto Agronegócio do SEBRAE-AP, a participação de empreendedores do setor da aquicultura “é imprescindível para gerar melhorias e inovação da produção no setor, através do recebimento de informações de ponta para serem repassadas e aplicadas na aquicultura local, e no Estado em geral, além de trazer informações atualizadas da legislação e políticas públicas que possa dar mais sustentabilidade aos aquicultores, e venha a desenvolver o estado do Amapá, a exemplo dos licenciamentos que estão

sendo entregues aos produtores pelo Município de Macapá”, opinou. Ensinamento - Para Emanuel Brito, a FENACAM traz excelentes recordações por tudo o que aconteceu ano passado, e se mostrou muito feliz por participar novamente do evento, onde pode rever amigos e renomados profissionais, dentre os quais, o doutor Geraldo Bernardino (SEPROR/AM), João Manoel Alves (GUABI), Fernando Kubitza (Acquaimagem-SP), dentre outros. E para premiar a participação da comitiva amapaense, o Coordenador Municipal de Aquicul-

tura e presidente do Instituto AQUIAP, Emanuel Brito, foi convidado pela jornalista Mariangela (assessora de comunicação do MPA), para uma ligeira conversa com ministro de Pesca e Aquicultura senador Marcelo Crivella. O tema principal foi em relação à Lei 1.876/2011PMM, muito elogiada pelo ministro, que fez questão de convidar Brito para uma visita no Ministério, e orientou para que levasse alguma proposta de projeto que viesse atender a classe. Crivella também solicitou uma cópia da lei, e fez questão de lembrar de que não podemos ignorar a riqueza hídrica que temos, e se tivermos uma política para o setor, mudaremos a vida de centenas de famílias que vivem na pobreza, e que precisam levantar o auto-estima e terem uma vida digna. Progresso - Brito ficou lisonjeado pelo privilégio dado a sua pessoa, dizendo, “fiquei muito feliz e gratificado, pois, em meio a inúmeras autoridades, você ser levado a presença de um ministro, e mais, ser recebido com atenção, respeito e admiração por tudo o quanto temos realizado pela aquicultura no Amapá, só tenho que agradecer, mas tudo isto é para se cumprir a palavra que diz, Deus usa o tolos para confundir os sábios, e os fracos para confundir os fortes” ensina, “e é isto que tem acontecido em minha vida”, frisou. Visitas- Além de participarem das palestras, os produtores tiveram a oportunidade de conhecerem algumas cidades do sertão do Nordeste,

dentre as quais; Monte Alegre, Tangará e Brejinho, visitando as fazendas e laboratórios de camarões e tilápias, com produção á nível industrial, ficaram maravilhados retornando mais empolgados, consciente de que estão caminhando na direção certa, onde a aquicultura é uma atividade com um potencial fantástico a ser explorado, principalmente no Amapá. “Até eu (ministro) que não moro no Amapá tenho conhecimento das riquezas hídricas que existem e que precisam ser exploradas de forma responsável, aonde a aquicultura tem tudo no Amapá, para fazer parte da economia brasileira na produção de peixes e camarões de cativeiro”, desabafou. Na realidade o Estado precisa acordar deste sono letárgico em relação ao setor produtivo, e os governantes e a classe política terem a consciência de que o desenvolvimento e crescimento de uma comunidade, município, estado ou País, começa pelo campo, e não pela corrupção sem limites, por quem tinha o dever de elaborar leis e por quem tinha o dever de fiscalizar. Para lembrar, as pessoas que tiverem interesse em obter informações na área de aquicultura, cadastramento e licenciamento ambiental para criação de peixes, camarões e outros animais marinhos ou fluviais basta entrar em contato com Antonio Viana, no SEBRAE-AP ou na Coordenadoria Municipal de Aquicultura (Sub-Prefeitua - Zona Norte), falar com Emanuel Brito, e terão uma atenção toda especial.


JD

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

A7


CadernoB

DiaDia Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Falta de medicamentos nos hospitais prejudica usuários do SUS no Amapá Desde o início do ano, muitos contratados foram fechados, mas sem alcançar o objetivo desejado ANDERSON CALANDRINI Da Redação

O

secretário estadual de Saúde (Sesa), Lineu Facundes, afirmou que as medidas tomadas pela secretaria não foram suficientes para normalizar o abastecimento das farmácias dos hospitais com medicamentos. Desde o início do ano, muitos contratados foram fechados, mas sem alcançar o objetivo desejado. De acordo com o secretário, a irregularidade no abastecimento é por conta de dívidas do governo com os fornecedores. “Mesmo com o fechamento dos contratos, hoje, esbarramos em algumas atitudes tomadas por certas empresas contratadas, que por conta de débitos anteriores acabam retardando a entregue dos medicamentos” explicou. Por conta disso, de tudo o que foi empenhado pela secretaria 57% foram concretizados. “Vamos procurar os meios legais para ga-

HEVERTON MENDES

rantir os repasses dentro das datas previstas nos contratos firmados, para que assim, a população não seja prejudicada” assegurou Lineu. Para garantir o cumprimento dos contratos, a secretaria vai acionar a Justiça. A iniciativa é fazer com que os 43% dos empenhos pendentes sejam entregues. Rescisão Contratual O secretário afirmou que dos atuais contratos, alguns serão finalizados e substituídos por outros. Os novos acordos devem cumprir as cláusulas dos contratuais. “Hoje, todos os contratos formais da Sesa estão chegando ao seu término, fato que já nos leva a montar novos projetos licitatórios. Por conta disso, estamos aguardando o encerramento para contratarmos outras empresas, ou recontratar as atuais, se essas se comprometerem a cumprir os prazos” condicionou Facundes.

O secretário estadual de Saúde (Sesa), Lineu Facundes, afirmou que todas as medidas não foram suficientes para normalizar o problema nos hospitais

Clean inicia os serviços de limpeza na capital com força tarefa CINTHYA PEIXE Da Redação

U

m dia depois de assumir oficialmente o serviço de limpeza da cidade, a Clean Gestão Ambiental iniciou os trabalhos pelo Canal da Mendonça Júnior. A ação faz parte da força tarefa programa entre a empresa e o município, para mudar o paisagismo da cidade, que durante algum tempo ficou com o serviço comprometido por conta do problema entre prefeitura e Enterpa. O ritmo deve ser assim pelos próximos seis meses, tempo que a empresa ficará responsável pela limpeza da cidade. Segundo o diretor de fiscalização da Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística (Semur), Robson Picanço, 40 homens estiveram envolvidos na ação. O próximo passo será a limpeza dos canais do

Beirol e Perpétuo Socorro. “Preparamos esta força tarefa e na última sexta-feira (22) iniciamos os trabalhos pela coleta de lixo e agora estamos nos canais. Acreditamos que muito em breve tudo estará normalizado, até mesmo pela estrutura da nova empresa que é muito melhor”, declarou o diretor, informando que também será realizado o serviço de coleta seletiva, inicialmente, somente nos bairros do Cabralzinho, Conjunto da Embrapa e Boné Azul. De acordo com o diretor, a atual empresa conta com 12 caminhões coletores, dois ônibus, dois carros pipas para a lavagem de feiras e mercados e um caminhão para coleta seletiva, e está disponibilizando 420 funcionários. Segundo o supervisor operacional, José Antônio, os caminhões colocados em operação são novos. “Além de serem

HEVERTON MENDES

Moradores reclamam do acúmulo de lixo em frente de suas residências e esperam que nova empresa venha melhorar a coleta de lixo na capital

caminhões novos e modernos, nós fazemos constantemente revisões, isto nos dá certa tranquilidade e até mesmo aos morado-

res porque, com certeza, por um bom tempo, não teremos problemas com os nossos veículos justamente por esse planeja-

mento”, garantiu. O contrato com a Clean é de caráter emergencial. A Prefeitura de Macapá informou que na próxima

semana dará inicio ao processo licitatório para contratar a nova empresa que atuará em definitivo no setor.

Banco que não eliminar dado negativo de cliente poderá ser penalizado

E

mpresas que deixarem de eliminar, pontualmente, dos seus cadastros e bancos de dados, informações negativas sobre correntistas e clientes referentes a período superior a cinco anos poderão ser penalizadas. Projeto de lei com essa finalidade foi apresentado no dia 15 de junho pela senadora Ana Amélia (PP-RS) e enviado para exame da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). O projeto (PLS 209/2012) propõe alteração no Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/1990). Segundo argumenta a senadora, após duas décadas de existência do CDC, alguns de seus dispositivos continuam sendo burlados pelas empresas brasileiras, em especial as do setor financeiro. O artigo 43, que disciplina os ban-

cos de dados sobre consumidores é, de acordo com a senadora, um dos que têm tido mais dificuldades de aplicação. O artigo, explica Ana Amélia, deixa claro que nenhum dado cadastral negativo pode ficar armazenado por prazo superior a cinco anos. Algumas instituições financeiras, no entanto, diz ela, de caráter privado ou estatal - como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal mantêm a pratica de colocar em “listas negras internas e perpétuas clientes com passado inadimplente ou que já tenham ingressado na justiça contra o banco”. Para suprir a lacuna deixada no Código do Consumidor no que se refere à adequação dos cadastros, Ana Amélia propõe a inclusão de um artigo que prevê pena

DIVULGAÇÃO

Empresas que deixarem de eliminar informações negativas sobre correntistas e clientes referentes a período superior a cinco anos poderão ser penalizadas

de detenção de três meses a um ano e multa paras as empresas que não eliminarem dados nega-

tivos de correntistas e clientes após cinco anos. Após exame na CAE, o projeto será encaminha-

do às comissões de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) e

de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), cabendo à última decisão terminativa. (Agência Senado)


DiaDia

JD

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

B4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Obras do linhão da banda larga avançam em Oiapoque

Com linhão, até aldeia vai ter acesso a internet

Operários tentam garantir a chegada da fibra ótica nos próximos seis meses HEVERTON MENDES

População indígena aguarda ansiosamente pela fibra ótica

A

José Alípio Junior, esteve no município de Oiapoque fiscalizando os serviços e o andamento das obras

A

pós vinte dias do lançamento oficial das obras da banda larga, os operários da empresa RM Telecom empresa prestadora de serviços da Oi - trabalham para garantir a chegada da fibra ótica nos próximos seis meses, conforme acordo entre o governo do Estado e a empresa de telefonia. Nos últimos dias, o diretor-presidente do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap), José Alípio Junior, esteve no município de Oiapoque fiscalizando os serviços e o andamento das obras. “Os trabalhos já iniciaram e mensalmente essa fiscalização será feita. A po-

pulação espera pelos resultados desta obra e o governo estadual garante banda larga para o amapaense. Nossa posição agora é de órgão fiscalizador”, afirmou o diretor. Pela área da Guiana Francesa, desde a Ponte Binacional as obras estão concluídas. Agora, ela avança pelas ruas de Oiapoque chegando às margens da BR-156. Em duas semanas, a RM conclui 25 km de cabeamento instalado. As obras para a implantação da banda larga no Amapá geraram cerca de 300 novos empregos. São cerca de 200 trabalhadores na execução e 100 na parte de logística, de

acordo com a RM Telecom. Até o mês de julho deste ano, as obras devem avançar mais de 50 km. No mesmo período, a empresa avança mais de 40 km por mês. Durante a visita técnica, José Alípio Junior participou da reunião do Comitê Gestor dos Povos Indígenas (Cogepi) da BR-156, onde a população indígena fez algumas exigências à Oi. A empresa se comprometeu em instalar telefones nas aldeias, oportunizar capacitação de indígenas para manutenção de equipamentos, além de esclarecer as dúvidas dos índios sobre o empreendimento.

O Comitê é formado pela Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap), Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para os Povos Indígenas (Sepi), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Ministério Público Federal (MPF/AP), Fundação Nacional do Índio (Funai), além de várias lideranças indígenas de Oiapoque. Além do diretor-presidente do Prodap, participaram da visita o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio La Rocque, o chefe de Gabinete Civil do Governo do Amapá, Kelson Vaz e representantes da empresa de telefonia Oi.

população indígena da Aldeia Manga, localizada no município de Oiapoque, aguarda ansiosamente pela conexão por fibra ótica. Em visita a Aldeia, o diretor-presidente do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap), José Alípio Junior, conheceu as atividades desenvolvidas pelos índios e participou de uma reunião entre o Conselho Indígena e representantes da Oi, empresa responsável pelas obras da banda larga para o Amapá. Atualmente, a aldeia possui um laboratório de informática na Escola Indígena Estadual Jorge Iaparrá. Nele, os estudantes passam por cursos de informática básica e posteriormente iniciam pesquisas referentes ao conteúdo programático ensinado no local. A escola atende ensino fundamental e médio. A professora de Cultura Indígena, Edilena dos Santos, explica que o Manga possui energia 24 horas,

facilitando os trabalhos no laboratório com os índios. A docente se queixa que a atual velocidade na conexão não atende as necessidades da escola e diz que a banda larga irá aprimorar a metodologia de ensino dos indígenas. “Se com a baixa conexão a internet já nos auxilia, imagina com a fibra ótica. Tanto as aulas quanto o planejamento das mesmas terão um salto na qualidade. A banda larga dará agilidade e dinamismo nos ensinos aos nossos Karipunas”, comemora. A pequena Lene Luany, 9 anos, diz gostar de “computador e das coisas dentro dele”, referindo-se a conexão por internet. Para a índia, as aulas tornam-se mais interessantes e atrativas quando ocorrem no laboratório de informática da aldeia. “Se eu pudesse ficaria todos os dias no computador conhecendo as coisas e aprendendo mais sobre o que os professores ensinam”, diz a garota.

Corpo de Bombeiros auxilia em pontos estratégicos no Arraiá da Praça Beira Rio

SUS poderá adotar prontuário eletrônico

A

Comissão de Assuntos Sociais (CAS) analisa na próxima quarta-feira (27), em decisão terminativa, projeto de lei que prevê a adoção, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de prontuário eletrônico para registrar informações médicas, autorizar exames e liberar resultados, autorizar internação hospitalar, além de registrar receitas médicas e informações sobre o paciente. A modernização no atendimento do SUS está prevista no PLS 474/2008, já aprovado no início de 2010 pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). Para implementar a medida, deverão ser instituídos no âmbito do SUS três cadastros nacionais: de usuários, de profissionais de saúde e de serviços de saúde, públicos e privados. Para a então senadora Roseana Sarney (PMDB-MA), autora da proposta, é preciso levar ao sistema de saúde brasileiro os avanços da tecnologia de informação, para tornar mais eficientes os serviços prestados a toda a população. A relatora da matéria na CAS, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-

Objetivo dos militares é manter a tranquilidade e segurança dos integrantes quadrilheiros, bem como do público que vai ao local

C

A modernização no atendimento do SUS está prevista no PLS 474/2008, já aprovado no início de 2010

-AM), concorda. Para ela, o prontuário eletrônico contribuirá para melhorar a qualidade dos serviços prestados, reduzindo custos e aumentando a eficiência da gestão do sistema. Férias proporcionais A comissão vota ainda, terminativamente, proposta que prevê a concessão de férias proporcionais a empregados contrata-

dos há pelo menos seis meses. Caso não seja apresentado recurso para votação em Plenário, o texto segue para análise pela Câmara dos Deputados. De autoria do senador Valdir Raupp (PMDB-RO), o projeto (PLS 286/2007) altera artigo da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT - Decreto Lei 5.452/ 1943) para assegurar a possibilidade de concessão de férias proporcio-

nais, em caráter excepcional, aos empregados que já tiverem cumprido pelo menos seis meses de trabalho. Acidente de trabalho Outra proposição em analise terminativa na CAS é o Projeto de Lei do Senado nº 512/2007, que garante o prazo prescricional de três anos para as ações de reparação civil por acidente de trabalho.

om um efetivo de 15 militares, o Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP) auxilia nas pequenas ocorrências no Arraiá da Beira Rio. O objetivo é manter a tranquilidade e segurança dos integrantes quadrilheiros, bem como do público que vai assistir as apresentações. Conforme o tenente Silva, os militares ficam de prontidão em pontos estratégicos para maior agilidade nos procedimentos. “O fluxo de pessoas é grande aqui no evento da Beira Rio. Porém, conseguimos realizar os atendimentos com agilidade e presteza a todas as ocorrências. Pretendemos dobrar o número de militares no final deste mês, pois é período de pagamento e muitos resolvem apreciar o atrativo junino com seus familiares”, ressalta o militar. Além do Corpo de Bombeiros, o espaço conta com o apoio da Polícia Militar, Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mantendo ambulâncias e enfermeiros de prontidão, além da Compa-

nhia de Eletricidade do Amapá (CEA), que está a postos com um grupo gerador em caso de problema no fornecimento de energia elétrica. Lançado oficialmente no dia 15 de junho, o Arraiá da Beira Rio deste ano vem alcançando um grande público, que durante esses dias de apresentação lotou as arquibancadas da quadra junina. Em um grande espetáculo de cores, dança e muito forró, aproximadamente 97 quadrilhas juninas, divididas em grupos (1, 2, 3, tradicionais e participações especiais), deverão se apresentar na Cidade Junina durante os 15 dias de festa. O tenente Silva finaliza orientando os quadrilheiros a se alimentarem adequadamente antes das apresentações. “Desmaios de brincantes são as ocorrências que mais acontecem antes e depois das apresentações. Procuramos sempre orientá-los a se alimentarem antes das apresentações, para assim não ocorrer esses tipos de casos”, encerra.


CadernoC

Esporte Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Ypiranga x Independente: Partida abre hoje o returno do Amapazão 2012 O jogo está confirmado para as 17h, no Glicério de Souza Marques ELCIO BARBOSA

ção bem melhor do que a do adversário. O time não tem ninguém suspenso e nem no departamento médico. Por conta disso, Germano Tiago vai contar com força máxima. O treinador quer tirar proveito

do momento do adversário, que tenta se recuperar da derrota e consequentemente da perda do título do primeiro turno.

Jogadores do Ypiranga querem esquecer a derrota para o Oratório

Jogadores do Independente estão concentrados na coquista do 2º turno do amapazão

ELCIO BARBOSA Da Reportagem

S

em muito tempo para lamentar a perda do primeiro turno para o Oratório, o Ypiranga volta a campo neste domingo para encarar o Independente. A partida que abre o returno do Amapazão, é uma ótima oportunidade para o negro

anil mostrar que a derrota na última quinta-feira (21) foi esquecida. O jogo está confirmado para às 17h, no Glicério de Souza Marques. Para a partida de hoje, o técnico, Vitor Jaime terá dois desfalques: Júlio Cesar e Fidélis, ambos receberam o terceiro cartão amarelo e cumprem suspensão automática. Jaime não revelou

os substitutos. Iniciar o segundo turno com uma vitória é tudo que o Clube da Torre deseja. Afinal, tanto o Ypiranga quanto o Independente sabem que a quantidade de jogos é menor e qualquer tropeço pode afastá-los da decisão. Aparentemente para este confronto o representante santanense está em situa-

Corinthians “resgata” ex-titulares para o grande clássico contra o Palmeiras

C

orinthians e Palmeiras estão nas finais da Copa Libertadores e Copa do Brasil, respectivamente, mas no Campeonato Brasileiro a vida para os times não anda nada fácil. Tite e seus reservas conquistaram apenas um ponto e amargam a lanterna da competição, enquanto o Palmeiras soma dois na 18ª colocação. Em busca da primeira vitória, Tite voltará a escalar um time sem os titulares no clássico contra o rival, mas colocará em campo três importantes jogadores na campanha vitoriosa do Brasileirão 2011 e que hoje não gozam de tanto prestígio no elenco. Liedson é que mais precisa provar o seu valor. O atacante chegou a treinar na equipe C – reserva do reser-

DIVULGAÇÃO

va –, ficou fora de algumas convocações, mas na última quarta-feira atuou bem diante do Santos e será escalado no lugar de Elton, voltando a ser titular após um mês. Com apenas três gols Titular contra a Ponte, J. Cesar volta ao gol; Paulo André retorna e Liedson tem chance na temporada, muito bom poder jogar ao cinco jogos, já foram seis uma boa apresentação no clássico de do- lado dele”, disse Romarinho, gols sofridos. Corinthians e mingo pode ser o início de que assim como Willian, for- Palmeiras se enfrentam nesuma nova fase e a compro- mará o ataque do Corin- te domingo, às 16 horas, no Pacaembu pela 6ª rodada do vação de que ainda pode ser thians com o camisa 9. Se na Libertadores, a zaga Brasileirão. Se vencer, o Coútil ao elenco. “Nos treinos, ele fala comi- corintiana é uma das armas e rinthians ultrapassa o rival, go de vez em quando para só levou três gols em 12 jo- que pode até acabar na últifechar, abrir na lateral. Vai ser gos, no Brasileiro o rendi- ma colocação caso o Atlétimuito importante para mim, mento não é o mesmo. Em co-GO não perca.

Oswaldo “esconde o jogo” no Botafogo e não define titular para o ataque

O

técnico Oswaldo de Oliveira manteve o mistério sobre o time titular durante o treino deste sábado, no Engenhão, e não deixou claro quem será o substituto do atacante Herrera, que está de saída do clube. Na atividade desta manhã, o comandante alvinegro usou tanto Elkeson quanto Loco Abreu no treinamento de bolas paradas. Os dois são os mais cotados para substituir o argentino. O camisa 13 tem leve vantagem, apesar das declarações no início da semana em que admitia estar insatisfeito com as poucas chances recebidas. O meia-atacante Maico-

suel, que também deve deixar General Severiano em breve, participou normalmente das atividades com os companheiros está dentro do planejamento para o jogo de domingo. Apesar da indefinição, o Botafogo deve enfrentar a Ponte Preta com Jefferson, Lenon, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Jadson, Renato, Vitor Júnior, Fellype Gabriel e Andrezinho; Loco Abreu (Elkeson). O jogo entre as equipes será realizado às 18h30 de hoje, no Engenhão. Com nove pontos em cinco jogos, o time de General Severiano é o 4ª colocado no Campeonato Brasileiro.

Após “guerra” e demissão no Fla, Luxa muda comportamento e distribui sorrisos no Grêmio

O

técnico Vanderlei Luxemburgo mudou drasticamente de comportamento em relação a imprensa desde sua saída do Flamengo. No Rio, ele usava tática de “guerra”: fechava treinos, era ríspido e buscava distância dos jornalistas. Em Porto Alegre faz o contrário. Ao rever seu ex-time, neste domingo, Luxa irá testar a conduta ‘light’ repetida no Sul. No Flamengo, Luxemburgo jamais conversava informalmente com jornalistas antes ou depois de treinamentos. Os contatos com a

imprensa eram raros e sempre pautados pela distância. Luxa se limitava a responder perguntas em coletivas e em algumas agia de forma ríspida. No início de fevereiro, foi demitido pelo clube rubro-negro. Contratado pelo Grêmio logo em seguida, o treinador mudou completamente. Logo de sua chegada, Vanderlei Luxemburgo fez questão de visitar uma a uma as redes de rádio e televisão. Segundo o próprio, precisava “entender como as coisas funcionam” no Rio Grande do Sul - já que tem

sua primeira experiência no Estado. Nas atividades diárias, a cordialidade pauta a relação. Luxa cumprimenta todos os presentes, sempre sorrindo. Conversa sobre assuntos gerais, até durante treinamentos físicos. Conta histórias da seleção brasileira, faz brincadeiras e mantém o clima positivo na relação pessoal. Talvez por tratar todos como ‘amigos’, Luxa evite treinamentos fechados. O comandante cita repetidamente que entende o trabalho da imprensa e por isso só busca reclusão em mo-

mentos decisivos. Foram menos de 10 oportunidades de trabalhos fechados nos quatro meses de Olímpico. Exatamente o contrário do ocorrido no Rio. Em ‘guerra’ com a imprensa local, o então técnico do Fla fechava absolutamente todos os treinamentos. Raros eram os momentos em que o fim da atividade - quando o trabalho já se encaminhava para o final - era aberto para realização de imagens. Talvez a justificativa para a ‘fase light’ do comandante no Grêmio possa ser os resultados positivos. O time

tricolor gaúcho vinha muito bem até a última semana. Porém, a eliminação na Copa do Brasil aliada a uma derrota para o Náutico no Brasileiro gerou o primeiro momento de contestação em Porto Alegre. Um bom teste para a conduta. Logo agora o técnico terá pela frente seu ex-clube. Onde vivia em confronto com a mídia e saiu alegando ‘fritura’ da direção pela relação com Ronaldinho Gaúcho. Até hoje o Flamengo é assunto proibido por Luxemburgo. “Isso não me pertence mais”, se limita a

dizer quando perguntado sobre o que houve na Gávea. Tanto no Rio quanto em Porto Alegre, ele se envolve com todos os aspectos do clube. Indica e participa de contratações, opina sobre departamentos, estruturas e profissionais. No Flamengo, tal situação gerava desgaste com membros da diretoria, no Grêmio tal conduta é aplaudida. Talvez por isso a relação interna seja boa e ajude na externa. Grêmio e Flamengo se enfrentam neste domingo, às 16h, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.


JD

Esporte

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Brasil atropela Porto Rico e fica a uma vitória da fase O final do Grand Prix

Ferrari decepciona em Valência, e Vettel crava terceira pole do ano

Equipe do Distrito Federal se aproveitou do nervosismo rival para levar o título

DIVULGAÇÃO

alemão Sebastian Vettel faturou neste sábado sua terceira pole position no ano. Em uma sessão de treinos marcada pela decepção da Ferrari, o bicampeão mundial fez sua última volta lançada com perfeição para liderar e conquistar a primeira posição no grid do GP da Europa, em Valência, na Espanha. Lewis Hamilton e Pastor Maldonado completam os três primeiros. A Ferrari decepcionou com ambos os carros e não passou do Q2. Felipe Massa sai apenas em 13º - é o melhor brasileiro, logo à frente de Bruno Senna - e o vice-líder do campeonato Fernando Alonso foi um pouco melhor, em 11º.

Vettel, atual campeão da F-1, foi o pole position também no Bahrein e no mais recente GP, realizado no Canadá. Com 1min38s086, o jovem piloto sai na frente do grid pela 33ª vez na carreira, sendo a terceira vez seguida que ele o faz no circuito de rua de Valência. Em um campeonato marcado pelo equilíbrio e o recorde de sete pilotos vencendo as sete primeiras corridas, o GP da Europa vive a expectativa de um destes competidores enfim embalar. A liderança no momento é da McLaren, com Lewis Hamilton. A prova em Valência começa às 9h (de Brasília) deste domingo.

Enquanto isso... FOTOS DIVULGAÇÃO

Brasileiras vibram após confirmarem a vitória por 3 sets a 0 sobre Porto Rico

E

m atuação praticamente impecável, o Brasil atropelou Porto Rico e venceu por 3 sets a 0, parciais de 25-17, 2512 e 25-19, na penúltima rodada do Grand Prix. Com o resultado, o time de José Roberto Guimarães subiu para a quinta posição no torneio. A seleção brasileira encerra sua participação nesta fase no próximo domingo, quando encara a anfitriã China. A equipe precisa de uma vitória por

3 a 0 ou 3 a 1 para avançar à fase final – as cinco melhores garantem vaga. Se bater as chinesas por 3 a 2, o Brasil terá de torcer para que Cuba e Alemanha não superem Porto Rico e Turquia por 3 a 0 ou 3 a 1, placares que dão mais pontos aos times vitoriosos. Ontem, os destaques foram os bons ataques de Sheilla e Paula Pequeno, que anotaram nove e oito pontos, respectivamente. O alto número de erros

de Porto Rico, 23 no total, também contribuíram para a fácil vitória. O Brasil começou a partida ligado desde o início e logo abriu 4 a 0 de vantagem. As porto riquinhas até estudaram uma reação e encostaram no placar, mas o time brasileiro soube manter o controle da situação no primeiro set: 25 a 17. Já a segunda parcial foi um verdadeiro passeio. Falhando muito em bolas bobas, as atletas de Porto

Rico pouco fizeram para impedir nova derrota. Sem aliviar, as brasileiras venceram por incontestáveis 25 a 12. Com a folga, Guimarães optou por rodar seu elenco no terceiro set. Foi aí que Porto Rico passou a dar trabalho e chegou a estar liderando a parcial por 16 a 13. Neste ponto, porém, começou a reação do Brasil, que voltou a dominar o rival e se recuperou para fechar em 25 a 19.

Cigano desdenha da obsessão de Werdum em roubar seu cinturão: “Deixe que fale”

F

abrício Werdum está em Belo Horizonte para lutar contra o norte-americano Mike Russow, mas o gaúcho não esconde sua “obsessão” em conseguir uma revanche contra o atual campeão dos pesos pesados do UFC, Junior Cigano. Werdum foi nocauteado pelo catarinense em 2008, na sua última luta no UFC antes de ser transferido para o Strikeforce. Desde que sua vitória sobre Roy Nelson que marcou o retorno à organização, o gaúcho só fala em tirar o cinturão de Cigano. “Claro que estou pensando nesta luta de agora, mas já tenho meus planos. Acho que teria mais uma luta antes de disputar o cinturão. Pode ser que eu lute no mesmo evento do Cigano e do Velásquez. Se o Cigano ganhar e eu ganhar, vou enfrentar ele. Quero que ele ganhe, quero essa revanche com ele”,

avisou Werdum. “Vai Cavalo” também levantou a possibilidade de enfrentar Cigano como técnico da próxima edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil. “De repente na segunda ou terceira casa do TUF, seria legal, bastante diferente ter peso pesado”. “Com certeza quero isso aí, quando perdi para ele não foi uma época boa da minha vida, não estava bom de cabeça. Meu objetivo é o cinturão, e contra o Cigano”, completou Werdum. Por sua vez, Cigano fez pouco caso da obsessão do rival e disse que preferiria defender o cinturão contra um adversário mais qualificado: “Não vou dizer que gostaria de lutar com Werdum. Para mim, tanto faz, não escolho adversário, mas acho que ele tem que se credenciar à luta pelo cinturão. Ele é um lutador muito perigoso no chão,

Toque de Primeira ANTONIO LUIZ

Colunista alpcampos@hotmail.com Positivo Luciano Marba ergue moderno Centro de Treinamento e projeta futuro promissor para o Santos tucuju. Oferece estrutura aos atletas e colherá os frutos na Série D. Negativo A violência e a deslealdade dominaram o jogo Palmeiras 1x1 Grêmio. Nem parece que os jogadores são profissionais e o atleta rival é companheiro de profissão.

Amapazão Oratório brilha em campo e conquista o 1º turno. O cracão Fabinho deitou e rolou. Amapazão I Ypiranga x Independente duelam este domingo no Gigante da Favela, a partir de 17hs. Brasileirão Rodada domingueira tem como destaque Corinthians x Palmeiras e Grêmio x Mengão.

DIVULGAÇÃO

Cristiano Ronaldo: “O sonho continua”

Depois de iniciar a Eurocopa com atuações apagadas, contra Alemanha e Dinamarca, Cristiano Ronaldo deu a volta por cima e foi o responsável por classificar a seleção portuguesa às semifinais, com gols decisivos sobre Holanda e República Tcheca. O jogador foi só elogios à equipe que derrotou os tchecos por 1 a 0 nesta quinta-feira, em Varsóvia. Animado, o camisa 7 acredita que este ano Portugal possa chegar às finais da Eurocopa e fazer diferente de 2004, quando, jogando em casa, a seleção comandada por Felipão perdeu para a Grécia por 1 a 0. “Temos feito um percurso difícil. A verdade é que o sonho continua. Foi mais uma etapa cumprida e agora que venham as semifinais. A esperança é grande. Temos de pensar na final, mas com os pés no chão. Estamos na luta”, assegurou Cristiano Ronaldo. ............................................................................

Dono do citurão dos pesos pesados, Cigano fala em coletiva na pesagem do UFC BH

acho que vai ganhar no sábado. Mas quanto ao que ele fala ou deixa de falar, deixe que fale e eu continuo lutando”. “Se ele quer ser treinador do TUF é problema dele. Eu só penso em defendeu meu cinturão”, completou Cigano. Werdum já havia alfinetado o campeão ao

Azulino da FAB Esporte Clube Macapá completa 68 anos no dia 18 de julho e programa uma big festa. Azulino da FAB Na oportunidade, será apresentado um esboço de elenco para disputar o Amapazão/13. Copa do Brasil Depois de 14 anos o Palmeiras vai à final, mas a última partida acontece em Curitiba. Ciclismo Este domingo tem prova de resistência no Circuito Curiaú. É a 4ª etapa do campeonato. Ciclismo I Presidente da FAC, Anto-

dizer que essa resistência em enfrenta-lo seria medo: “Não tenho nada a provar para ele. Ele deve estar preocupado. Quando ninguém o conhecia, dei a oportunidade de lutar comigo no UFC. Quero ver se ele vai ter moral para fazer o mesmo. Mas tenho certeza de que essa revanche vai chegar”. nio Carlos Araújo, desenvolve excelente trabalho de equipe. Fenômeno Azul Primeiros rivais do Remo na Série D são 18 horas de viagem e 4.400 km até Rondônia. Fenômeno Azul I O Leão enfrenta o Vilhena este domingo e o jogo rola no Estádio Portal da Amazônia. Liga Nacional Voleibol da melhor qualidade brinda Macapá com a inédita Liga Nacional de Clubes. Liga Nacional I A competição masculina ocorre de 01 a 08 de julho e envolve sete estados brasileiros.

Bellucci enfrenta Nadal na estreia em Wimbledon

O sorteio das chaves do torneio de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, foi cruel com o brasileiro Thomaz Bellucci, que terá como adversário na primeira rodada o espanhol Rafael Nadal. O número dois do mundo, campeão na grama inglesa em 2008 e 2010, conquistou há duas semanas o torneio de Roland Garros pela sétima vez. Bellucci, atual número 78 do mundo, não faz uma boa temporada. O brasileiro falhou na tentativa de defender seus pontos nos torneios no saibro, onde ano passado teve um bom desempenho e acabou caindo no ranking. A queda na lista da ATP (Asssociação dos Tenistas Profissionais) acabou custando a vaga nos Jogos Olímpicos de Londres. O paulista está fora da Olimpíada e precisa contar com desistências ou receber um convite para participar da competição. Esta será a terceira vez que Bellucci encontrará Nadal em uma partida de Grand Slam. Os outros encontros aconteceram em Roland Garros em 2008 e 2010, quando o espanhol levou a melhor e venceu os dois duelos por 3 sets a 0.

Papão da Amazônia Paysandu aguarda o anúncio da CBF para o início do Campeonato Brasileiro Série C. Jogos No Meio do Mundo Governo do Amapá aposta tanto no evento, que considera uma ‘ação de governo’. Jogos No Meio do Mundo I A competição vai reunir mais de 3.000 atletas-estudantes brasileiros e de outros países. Libertadores O argentino Boca Juniors chega a mais uma final, mas os corintianos andam confiantes.

Libertadores I O Corinthians está invicto e chega forte à decisão da copa. Final com sabor especial! Forrozão da Colina A festa vai rolar no próximo dia 30 de junho no Bar do Vasco. Tempero de bacalhau! Forrozão da Tia Joana Concurso de quadrilha e muita animação irradia o bairro do Trem. Dia 30 de junho! Você Sabia? MARCOS MONTEIRO Que este sábado, no Batalhão Ambiental de Santana, encerraram as atividades semestrais do projeto “Peixinhos Voadores”. Rivanildo Coutinho coordena o evento.


JD

Atualidades

Macapá-AP, domingo e segunda, 10 e 11 de junho de 2012

C3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Novo teste torna mais segura detecção de doença em doação de sangue

Análise do seu jogo favorito X-Men: Destiny DIVULGAÇÃO

Atualmente, o teste mais usado se chama Elisa. Hoje, 75% do sangue é coletado no serviço público e os 25% restantes vêm da rede particular

T

odo o sangue coletado no país terá de ser submetido a um teste mais eficaz na detecção dos vírus da Aids e da hepatite C a partir deste ano. O Ministério da Saúde informou na última segunda-feira (18) que a portaria que tornará o procedimento obrigatório será publicada em novembro. A tecnologia NAT será empregada tanto no sistema público de saúde quanto na rede privada. Atualmente, apenas 25% das mais de 3,5 milhões de bolsas de sangue coletadas anualmente no país passam pelo Teste de Ácido Nucleico (NAT, na sigla em inglês), que consegue detectar os vírus mesmo que o doador tenha sido contaminado há poucos dias. Atualmente, o teste mais usado se chama Elisa. Hoje, 75% do sangue é coletado no serviço público e os 25% restantes vêm da rede particular. O período de tempo em que os vírus, embora presentes no sangue, não são detectados pelos testes é chamado de janela imunológica. Essa é uma das causas principais de um resultado falso negativo, por exemplo. No caso da Aids, a janela imunológica atual, de 22 dias com o Elisa, cairá para 7 dias. Para as hepatites, esse tempo passará de 70 dias para 11 dias.

DIVULGAÇÃO

Considerações Curto e com falhas naquele que deveria ser o seu ponto forte - a liberdade de escolha - “X-Men: Destiny” é um jogo feito para ficar nas prateleiras das lojas e não sair delas. Caso queira arriscar vá por sua conta e risco, mas saiba que a jornada não vai durar mais que quatro horas e você verá praticamente as mesmas coisas caso escolha outro personagem.

Cada 150 mil transfusões de sangue feitas no Brasil, uma resulta na contaminação do receptor por HIV ou pelo vírus da hepatite C

Dados do Ministério da Saúde indicam que, a cada 150 mil transfusões de sangue feitas no Brasil, uma resulta na contaminação do receptor por HIV ou pelo vírus da hepatite C. Por isso, a testagem para esses dois vírus será priorizada. “Mas, até o final do ano que vem, incluiremos na portaria o teste NAT para hepatite B e dengue ou doença de Chagas”, disse o coordenador da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Guilherme Genovez.

Centralização A testagem do sangue por meio do NAT será feita no Brasil de forma centralizada, em 14 centros nacionais. No Estado de São Paulo serão três polos: o Centro de Hematologia e Hemoterapia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o Hemocentro de Ribeirão Preto, ambos no interior, além da Fundação Pró-Sangue, na capital. Um teste NAT, norte-americano, custa cerca de R$ 140 por bolsa de san-

gue. No Brasil, porém, será usada uma versão nacional da tecnologia. “Conseguimos chegar a um custo 30% inferior ao praticado pela iniciativa privada”, disse Genovez. O produto nacional é fruto de uma parceria entre a Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás), o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Biomanguinhos), o Instituto Carlos Chagas, o Instituto de Tecnologia do Paraná e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná. DIVULGAÇÃO

Três tratamentos para secar a barriga

S

eja por gordurinhas ou retenção de líquidos, existem tratamentos para secar a barriga e detonar o abdome estufado. Confira: Massagem A técnica ultramodeladora Lakshimi promete resultado imediato e duradouro. “Ela começa com a esfoliação suave para a melhor absorção dos produtos. Depois aplica-se o fluido ativador sobre a barriga, bem como o creme de massagem corporal, onde se realizam as manobras de amassamento. Para finalizar, aplica-se o ultrassom”,explica Rosana Giancaterino, esteticista da Lakshimi Spa & Beauty (SP). É possível que haja uma perda de até 5 centímetros com o tratamento. São indicadas dez sessões.

Lipoaspiração Ainda é a melhor solução quando nem tratamento estético nem dieta e malhação acabam com a gordura localizada no abdome. A cirurgia pode ser realizada com anestesia local associada à sedação. Ela remove as células adiposas por meio da aspiração da área afetada, deixando uma cicatriz bem pequena, do tamanho aproximado de uma pinta. “É possível remover, no máximo, de 3% a 7% do peso total da paciente”, explica Alexandre Barbosa, cirurgião plástico (SP). Como toda cirurgia, é essencial seguir alguns cuidados no pós-operatório, como uso de cinta modeladora por 30 dias e submeter-se a sessões de drenagem linfática para amenizar o inchaço.

C

ciety of Physiotherapy, os ambientes desse trajeto podem permitir a adoção de uma má postura no uso dos dispositivos móveis, e esta muitas vezes contribui para dores nas costas e na nuca. Entre os pesquisados, a média de horas extras trabalhadas por meio de smartphones, tablets e computadores portáteis é de duas horas por dia. O trabalho adicional seria uma forma de os trabalhadores darem conta de uma quantidade muito grande de tarefas e aliviar a pressão do dia a dia no escritório. Preocupação Para a presidente da Char-

Pontos Positivos Controles Pode parecer estranho, mas a única coisa bacana em “X-Men: Destiny” é o sistema de controle. Os botões de ataque e pulo são o A e o B, poderes especiais ficam no C e no Z, movimentação no analógico e outras ações espalhadas nas demais teclas. É fácil controlar o seu mutante em “Destiny” e em menos de 5 minutos você já está esmurrando vários inimigos pelas ruas de San Francisco - e percebendo que fazer isso pelas próximas horas não vale tanto a pena. Pontos Negativos Suas escolhas não fazem diferença Um dos principais pontos de “Destiny” é a possibilidade de escolher se você quer seguir o grupo do bem ou do mal. A ideia é boa, mas mal executada: suas decisões, no máximo, geram um caminho alternativo e um diálogo e outro diferente. Aliás, não faz sentido escolher seguir a Irmandade, ganhar um uniforme maneiro e o Pyro, que é do mesmo grupo, te atacar logo em seguida. Câmera ruim Há tempos um jogo de Wii não castigava o jogador com a câmera como este aqui. Apesar de se mover facilmente pressionando esquerda ou direita no controle digital, ela se desloca apenas nessas direções. Você perde um bom tempo andando em círculos porque não viu que a passagem que procurava estava pouco acima da sua cabeça. Jogo curto Quatro horas é todo o tempo tudo que você precisa para concluir “X-Men: Destiny”. E o pior: talvez não tenha vontade de fazer isso novamente com outro personagem, pois as mudanças no estilo e no enredo de cada um são pequenas - até as habilidades aprendidas são iguais. Vai ver são parentes distantes que compartilham o mesmo gene mutante.

Quando os exercícios e dieta não resolvem, o jeito é partir para tratamentos estéticos que secam a barriga

Endermolipo O procedimento é realizado por um aparelho de sucção que associa drenagem linfática e massagem por ultrassom. “Ele realiza uma massagem profunda e estimula a circulação linfática. Sua tecnologia é baseada em princípios fisiológi-

“Hora extra” no smartphone causa riscos à saúde, diz estudo ontinuar trabalhando em smartphones, tablets e laptops depois de deixar o escritório pode causar dores nas costas e pescoço, além de estresse. O alerta é feito pela Chartered Society of Physiotherapy, associação que representa os fisioterapeutas do Reino Unido. Após uma pesquisa online com 2.010 funcionários de escritórios, a organização concluiu que quase dois terços das pessoas continuam trabalhando no caminho de volta do trabalho ou em casa, e que essas pessoas se tornaram “escravas de telas”. Segundo a Chatered So-

Introdução Muitos fãs dos “X-Men” já imaginaram como seria ter a chance de conhecer a fundo o universo da série, escolher entre ajudar os heróis ou a Irmandade de Mutantes. É nessa situação que os protagonistas de “X-Men: Destiny” se encontram. Ambientado em San Francisco, “X-Men: Destiny” traz 3 jovens que descobrem seus poderes após um acidente. A partir daí, você é livre para escolher o que quer fazer durante a aventura: ser bom ou mau. Infelizmente, na prática, não faz tanta diferença assim.

tered Society of Physiotherapy, Helen Johnson, as descobertas da instituição causam “grande preocupação”. “Fazer hora extra em casa pode parecer uma solução boa no curto prazo, mas se isso se tornar parte de uma rotina pode causar problemas como dores nas costas e pescoço, além de doenças relacionadas a estresse”, afirma Johnson. “Para quem usa dispositivos portáteis e não mantém uma boa postura, o risco é ainda maior.” Segundo Brendan Barber, secretário-geral do Trades Union Congress, organização que reúne os principais sindicatos da Grã-Bretanha,

cos, que reduz a retenção de água, favorecendo o funcionamento dos sistemas venoso e linfático, e é capaz de moldar o corpo e reduzir volume, potencializando a queima de gordura”, pontua Juliana Piola. São recomendadas cerca de dez sessões, podendo ser feitas duas por semana. DIVULGAÇÃO

as pessoas precisam aprender a desligar seus computadores portáteis quando saem do trabalho. “Níveis excessivos de trabalho não são bons para ninguém. Funcionários sobrecarregados não só costumam ter um desempenho pouco satisfatório no trabalho, como também podem adoecer mais facilmente”, afirma Barber. “Quando um trabalhador está tão sobrecarregado que constantemente sente a necessidade de fazer hora extra em casa, as coisas claramente saíram do controle.”

Mais de 70% das mulheres com mais de 50 estão tentando perder peso

U

ma pesquisa publicada na revista especializada “International Journal of Eating Disorders” aponta que a idade não protege as mulheres de transtornos alimentares e das preocupações excessivas com o peso. Entre participantes de uma pesquisa, todas com mais de 50 anos, 3,5% relataram comer compulsivamente, quase 8% induzem vômito ou usam laxantes e mais de 70% estão tentando perder peso. De acordo com o estudo, 62% das mulheres afirmaram que seu peso tem impacto negativo em suas vidas. O trabalho, liderado pela médica Cynthia Bulik, diretora do programa de transtornos alimentares da Universidade da Carolina do Norte, envolveu 1.849 americanas. “Sabemos pouco sobre como mulheres com 50 anos ou mais se sentem a respeito de seu próprio corpo. É errada a impressão de

que elas ‘superam’ a insatisfação com o corpo e os transtornos alimentares com a idade. Ninguém se deu ao trabalho de perguntar. Como a maioria das pesquisas se concentra nas jovens, nosso objetivo foi entender as preocupações das mulheres dessa idade para dar base a pesquisas futuras e ao planejamento de atendimento”, afirmou Bulik em um comunicado divulgado pela universidade. A idade média das participantes era 59 anos e 92% eram brancas. Mais de um quarto delas, 27%, eram obesas, 29% estavam acima do peso, 42% tinham peso normal e 2% estavam abaixo do ideal. Cerca de 36% das mulheres disseram ter passado ao menos metade do tempo nos cinco anos anteriores fazendo dieta e 40% afirmaram se pesar duas vezes por semana ou mais. O peso ocupava os pensamentos de 64% delas todos os dias.


JD

Diversão&Cultura

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Ator de Giovanni Ribisi se casa com modelo após romper com Cat Power O

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Celebridades Arnold Schwarzenegger

Cavanhaque grisalho

Notícia surpreendeu veículos internacionais que ainda não haviam anunciado que os dois estavam namorando ator Giovanni Ribisi, famoso pela atuação em “Encontros e Desencontros” e por viver o irmão de Phoebe em “Friends”, casou-se com a modelo britânica Agyness Deyn. A notícia surpreendeu veículos internacionais que ainda não haviam anunciado que os dois estavam namorando. Procurado pela revista “People” e pelo site Huffington post, o representante do ator confirmou a informação. Os dois se casaram neste final de semana em Los Angeles. Há alguns meses, o ator rompeu um longo relacio-

C4

DIVULGAÇÃO

O ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, adotou um novo visual recentemente: pela primeira vez, deixou sua barba crescer e transformou-se em um cavanhaque. Arnold, 64 anos, resolveu não tingir o cavanhaque, que agora constrasta com os cabelos do ator, tingidos há muitos anos de um tom castanho claro.

Lisandra Souto

Fim de casamento foi “pensado”

Giovanni Ribisi e a modelo Agyness Deyn se casam em Los Angeles

namento com a cantora Cat Power, que comentou o término em junho deste ano, na divulgação de seu novo álbum, “Sun”. “Eu tentei amadurecer minha vida pessoal de um jeito que nunca fiz antes. Então agora que o relacionamento acabou o círculo está completo. Há uma

grande perda na minha vida pessoal mas também há um presente, tenho sorte por ter terminado este álbum”, disse ela. Ribisi, que também atuou em “Avatar” e “Encontros e Desencontros”, está no elenco de “Ursinho Ted”, que estreia no Brasil no dia 5 de outubro.

Em entrevista à coluna Retratos da Vida, do jornal Extra, Lisandra Souto falou sobre o fim do casamento de 15 anos com Tande. Segundo a atriz, foi uma “atitude pensada” e os dois ainda tem um “laço muito forte”, que são os filhos Yasmin e Yago.

Tony Parker

Clube de pancadaria

O jogador de basquete e ex-marido da atriz Eva Longoria, Tony Parker, está processando a casa noturna nova-iorquina W.i.P. NightClub por ter permitido a briga entre os rappers Drake e Chris Brown, em que Parker saiu ferido. As informações são do site TMZ .

Halle Berry é condenada a pagar US$ 20 mil mensais de pensão alimentícia, diz site DIVULGAÇÃO

Halle Berry com a filha Nahla Aubry em Malibu, na Califórnia, em 2011

A

atriz Halle Berry foi condenada a pagar US$ 20 mil mensais de pensão alimentícia a Gabriel Audry, segundo o site de celebridades “TMZ”. O valor foi exigido na Justiça pelo ex-namorado da atriz para cuidar de Nahla, filha de 4 anos que tiveram enquanto estavam juntos. Os advogados das duas

partes se reuniram na última segunda-feira (18). De acordo com fontes ligadas a Audry, um juiz especializado em direito da família determinou que Halle começasse a pagar as quantias mensais. O ex-namorado afirmou que o dinheiro será usado para manter o padrão de vida oferecido pela atriz.

Resumo das Novelas Malhação Gabriel percebe que Cristal está usando Tomás para manipulá-lo. Beatriz suspeita que Débora e Bernardo tenham colocado as bombinhas na fogueira. Dieguinho confessa a Tamtam que é seu admirador secreto e a beija. Débora fica com ciúmes ao ver Jefferson dançando com Aninha. Carmem dança com Fabiano, mas não o reconhece. Fabiano descobre que Laura não foi avisada sobre a suspensão de Débora. Betão acredita que Nelson queira apressar o casamento com Natália por causa de uma gravidez.

Amor Eterno Amor Angélica torce para que Virgílio seja preso. Miriam vai com Rodrigo procurar Joana. Gracinha cuida de Pedro e Jair fica enciumado. Beatriz e Gabriel conversam sobre a obra no apartamento. Marcelo liga para Jacira e Tobias desconfia da mulher. Rodrigo e Miriam conseguem falar com Joana. Fernando afirma para Melissa que Zenóbio é o mendigo que ele atropelou. Francisco ajuda Cris a encontrar um trabalho. Priscila confidencia a Miriam seu interesse por Kléber. Valéria discute novamente com Elisa.

Cheias de Charme Gentil concorda em não divulgar que Fabian vai entregar o prêmio para as Empreguetes. Brunessa consegue a vaga de arrumadeira na casa dos Sarmento e tenta conquistar a confiança de Sônia. Cida não percebe as indiretas que Penha faz sobre Elano. Chayene instrui Socorro a enganar as Empreguetes. Brunessa se insinua para Sarmento. Sandro vai para a premiação escondido de Penha e vê Gentil beijar a mão da ex-mulher. Inácio não consegue encontrar o endereço do evento. Chayene sobe ao palco e é ovacionada pelo público.

Avenida Brasil Iran se surpreende ao descobrir o valor que Monalisa pretende pagar pela rede de salões. Betânia diz a Nina que não vai mais se passar por Rita. Silas conta que Lúcio apareceu em seu bar nervoso e Janaína se preocupa. Suelen tenta fugir de Ramón. Nina incentiva Max a sair com Ivana. Janaína confidencia a Nina que expulsou o filho de casa. Lúcio e Bernadete vão para a casa dela. Lucinda procura Betânia para saber notícias de Nina. Cadinho avisa a Alexia que vai à casa de Verônica.

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) As vibrações do sábado pedem mansidão, tranquilidade, papos longos, programas sem pressa. Evitar as pessoas que criticam seu jeito de viver será dificilo. Mas você pode assim testar sua paciência. De noite, clima super romântico!

Libra (23 set. a 22 out.) As oscilações astrais de hoje pedem que você diminua o ritmo, aceite seu limite, sem ficar ranzinza e chato por causa disso. Alguns amigos mudam de plano, não force nada. Faça seu jogo. Literatura e cultura em geral animam o amor.

Touro (21 abr. a 20 mai.) Amizades novas trazem um entusiasmo e um sabor de descoberta difíceis de saborear com os amigos de sempre. Mas estes, testemunhos de todos os seus fracassos e vitorias, esperam por você também. No amor, muito dialogo.

Escorpião (23 out. a 21 nov.) Aproveite as boas vibrações de Mercúrio pra refletir sobre sonhos e inspirações. De algum modo eles estão dizendo algo essencial sobre como você se orienta agora, no trabalho e numa relação pessoal. A noite traz encontros agradáveis.

Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Altos e baixos neste sábado, em que será importante manter as rédeas curtas nos gastos financeiros. Por um capricho momentâneo, você poderia sucumbir ao consumismo de depois se lamentar. Familiares precisam de atenção.

Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Seu prestigio sobe e tudo fica bem porque você seguiu seu norte interno, sem delongar com explicações. Enquanto alguns discutem, você acumula mérito, boa reputação e credibilidade. O amor é um campo a ser explorado com inteligência.

Câncer (21 jun. a 21 jul.) Você passa bem o sábado se respeitar sua necessidade de sono, boa alimentação e arejamento mental. Não é o melhor dia do mês pra mergulhar em relações intimas que demandam demais de você. Encontros leves e simpáticos caem melhor.

Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Pra que dizer aos outros o que nem mesmo você consegue expressar a si próprio? Cuidado ao entrar em discussões com amigos sobre política, finanças e rumos mundiais. Há parceiros que estão chateados com você também. Vá saber porque.

Leão (22 jul. a 22 ago.) Sob um céu que protege suas relações familiares e seus vínculos, vale muito dispensar a atenção devida a quem acompanha seus passos há tanto tempo. Alguns momentos de atenção, e um peso sai de sua alma. Reuniões a noite.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) No fundo, tudo anda cansando sua beleza - os mesmos programas com as mesmas pessoas que já não tem nenhum mistério. Parece que você se cansa do familiar, e está em busca do inédito, do diferente. Haja coragem! Peixes (20 fev. a 20 mar.) Mude planos, tente adapta-los ao momento do seu parceiro. Sem ele, a programação não terá o mesmo prazer. Você conta com a simpatia alheia num assunto de negócios, ou de dinheiro. Seja especifico e claro nos seus pedidos e comentários.

Virgem (23 ago. a 22 set.) Em troca de um pouco de paz, até onde você irá hoje? Atividades artísticas são a melhor pedida pra descansar a cabeça. Um amigo vem em busca de seus conselhos. No amor, observe mais e registre os sinais não falados de seu parceiro.


CadernoD

Carro&Moto

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Nissan anuncia nova concessionária no Amapá com investimento de R$ 6 milhões Serão aproximadamente 3.500 km² de área construída e a previsão de conclusão da obra é outubro deste ano CINTYA PEIXE Da Redação

M

ais uma revenda da marca Nissan, que tem como concessionária no Amapá a Trilha Norte, será construída em Macapá. O empreendimento é financiado pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), disponibilizado pelo Banco da Amazônia (Basa). Este é mais um investimento do Grupo Orion, orçado em aproximadamente R$ 6 milhões. A nova concessionária será erguida na Rodovia Duca Serra, próximo à penitenciária. Serão aproximadamente 3.500 km² de área construída e a previsão de conclusão da obra é outubro deste ano. A obra vai gerar de 80 a 100 empregos diretos. A nova concessionária atenderá todos os padrões mundiais da marca Nissan. “A Nissan já funciona desde 2004 no Amapá e agora estaremos com novas instalações para atender melhor os clientes, com uma revenda moderna, enquadrada nos novos programas mundiais da marca. Vamos ter todos os departamentos padronizados com a nova identidade visual da marca”, destacou Otaciano Júnior, diretor do Grupo Orion. Hoje, as vendas da Nissan representam 4% do merca-

do amapaense. Com a nova revenda, a estimativa é que essa fatia aumente para 6%. Outra expectativa é o aumento no número de atendimentos do pós-venda. Sustentabilidade A nova concessionária Nissan funcionará de forma sustentável, visto que toda a coleta de água para a lavagem de veículos e limpeza do prédio será feita através da captação da água da chuva. Serão colocadas no prédio placas de energia solar. Dessa forma, parte da energia utilizada na concessionária será proveniente deste recurso. Além disso, todo o sistema de coleta de óleo lubrificante será reciclável. O óleo vai direto para um armazenador onde será feita a sucção sem contato manual e também dentro da revenda não será vendido o óleo em embalagens plásticas, já que ele será transportado de um barril diretamente para o reservatório do veículo. Impostos Otaciano Júnior destaca que a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) estimulou a venda de automóveis no Estado. Na primeira quinzena após a redução do imposto, as vendas aumentaram 20%.

HEVERTON MENDES

Para termos uma ideia do que a redução do IPI representou no preço final, os veículos que custam até R$ 30 mil a redução em média foi de R$2.500 e veículos de até R$ 50 mil a redução fica em torno de R$ 4.500. Antes, essa redução era repassada ao cliente como forma de bonificação. Agora, é incluída diretamente no preço final do veículo, o que acaba sendo um atrativo muito maior. FNO Segundo informações de Zilmar Carvalho Cunha, gerente geral da Agência do Basa no município de Santana, através do FNO houve a aplicação de R$ 70 milhões ano passado no Amapá. A previsão é que este ano sejam aplicados

Otaciano Junior e diretores do Banco Amazônia

R$ 200 milhões em obras de comércio, serviços, indústrias e turismo. O FNO apoia, em bases sustentáveis, empreendimentos rurais e não rurais, mediante a concessão de financiamentos voltados

para atender às reais necessidades dos setores produtivos. O Banco da Amazônia, através das agências Santana e Macapá tem aplicado recursos em todos os 16 municípios do Estado do

Maquete da nova loja da Nissan revela mais um grandioso empreendimento no Estado do Amapá

Amapá e fará a inauguração de mais uma agência no município de Laranjal do Jarí, com previsão para o próximo mês.


Carro&Moto

JD

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Avaliação dos repaginados Siena EL, Strada Trekking e Palio Adventure Linha 2013 foi lançada em Recife com missão de incrementar vendas em 10% DIVULGAÇÃO

Versão de entrada já traz uma bela lista de equipamentos de série, como câmera de ré, ar digital, sistema de entretenimento

V

ocê pode estar se perguntando: se, antes, todas as vezes que o Palio mudava de geração os outros modelos da família também seguiam as alterações do hatchback, por que isso não ocorreu agora? Pois bem, fizemos essa pergunta ao diretor comercial da Fiat, Lélio Ramos, que confirmou que a marca não pretende lançar posteriormente uma nova geração para Siena EL, Strada e Palio Weekend. “É uma estratégia da Fiat, dividimos as famílias. O Siena EL ficou com a mesma plataforma porque está na base do segmento; a picape teve significativas mudanças visuais e passou a ter opção de cabine dupla em todas as versões, e a Weekend já tinha entre-eixos maior, então não vimos necessidade de mudança mais radical”, explicou, lembrando que o Grand Siena também tem suas próprias características, diferentes das do Palio. Com as mudanças na linha 2013, a expectativa da marca, segundo Ramos, é de que as vendas desses modelos cresçam pelo menos 10%. Siena EL O iG Carros dirigiu a versão 1.0 do Siena EL, que tem preço de R$ 28.150 e, segundo a Fiat, deterá 60% das vendas da configuração EL. Dentro da família Siena, a variante EL abocanhará 40%, enquanto o Grand Siena deverá ficar com 60%. Reposicionado, o Siena EL agora é o sedã de entrada da Fiat Por fora, as mudanças mais visíveis no sedã ocorreram nas grades superior e inferior, que receberam desenho do tipo colmeia – a superior também ganhou faixa horizontal cromada com logotipo da Fiat -, e no para-choque, que ficou mais envolvente. Por dentro, as mudanças não chamam tanto a atenção: há novos tecidos nos bancos, volante de três raios e leve alteração na parte central do painel. As portas têm novas bolsas porta-objetos, onde agora há espaço para colocar uma garrafa pequena de água e há apoio para o pé esquerdo. A lista de série inclui alertas de limite de velocidade e manutenção programada, comando interno de abertura do porta-malas e da tampa do tanque do combustível, desembaçador do vidro traseiro temporizado e revestimento completo do porta-malas. Sob o capô está o velho e conhecido motor Fire 1.0 Flex com 73

Strada Trekking Depois, seguimos para a picape Strada Trekking, que agora, no lugar do motor 1.4 8V Flex, tem o 1.6 16V, que entrega 115 cv e 16,2 Kgfm (gasolina) e 117 cv e 16,8 kgfm (etanol) e também incorpora a nova versão cabine dupla. Por fora, destaque para os novos para-choque e grade dianteira. O iG Carros avaliou a configuração de cabine estendida, com preço de R$ 41.150, que se comportou bem tanto em um trecho de estrada de terra como no trânsito urbano, com boas saídas e retomadas. Entre os itens de série, a versão Trekking também passa a contar de série com airbags dianteiros e freios ABS com EBD, além de vidros e travas elétricos. Nova Fiat Strada agora oferece opções de motor 1.4, 1.6 e 1.8 Internamente, o painel de instrumentos da Strada ficou mais bonito, com fácil visualização. O novo volante está mais ergonômico, com melhor pegada. Dentro da linha Strada, a versão Trekking responderá por 25% das vendas, a Working por 45% e a Adventure por 30%. Palio Adventure A versão Adventure detém mais da metade das vendas da perua da Fiat: são 55% de market share, ante 20% da Attractive e 25% da Trekking. Guiamos a Palio Adventure equipada com o câmbio manual, que custa R$ 51.510. Sob o capô, o modelo conta com o motor 1.8 16V, que gera 130 cv (gasolina) e 132 cv (etanol). Por fora, a Adventure ganhou ‘bigodinho’ diferenciado, com detalhes vazados. Na traseira, há

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Pista livre JOSÉ ARCANGELO

Colunista

“Recall” A Citröen está convocando os proprietários de automóveis da marca, modelos C4 e C4 Pallas a comparecerem numa concessionária para verificação e troca dos itens que vedam o compartimento do motor, que segundo informações da montadora francesa, os componentes podem apresentar falhas, com possibilidades de infiltração de água no bloco, podendo ocasionar pane elétrica e eventualmente princípio de incêndio. Agendamento Os veículos envolvidos no chamado devem ser levados a uma autorizada e o tempo estimado para o reparo é de pouco mais de uma hora. Os agendamentos podem ser efetivados pelo 0800 011 8088 ou pelo site da montadora. São os seguintes: C4, fabricação entre julho de 2008 e dezembro de 2011, chassi 9G519039 até CG533839 . C4 Pallas fabricado entre dezembro de 2006 a dezembro de 2011, chassi 7G502811 até CG533700. Chinês Os carros chineses no Brasil tem despertado uma dualidade de ódio e amor de quem compra um modelo, sempre atraído pela completa gama de itens acessórios assim como os preços. O primeiro modelo flex, o Chery S-18 é um caso de “amor”, completão, com direito a duplo air bag e freios ABS (antitravamento). O propulsor 1.3 16V entrega 91 cv, apesar de bom não casou bem com o câmbio impreciso e ruidoso.

cv (gasolina) e 75 cv (etanol) e torque de 9,5 kgfm (gasolina) e 9,9 kgfm (etanol), que, se não empolga, empurra razoavelmente bem o sedãzinho, principalmente em ruas planas.

Contra Os acabamentos internos do S-18 mostram matérias simples, plásticos de pouca qualidade e os botões do painel tem aparência frágil. Apesar de o design ser muito semelhante a um Fiat Punto mais parrudo, a centralização dos mostradores no console deve ter sido bem resolvida para a média de altura dos chineses, mas em desconformidade barra horizontal cromada com a inscrição Adventure no porta-placa. A station wagon aventureira recebeu novas rodas de liga leve,

que, opcionalmente, podem vir com aro de 16 polegadas e pneus de uso urbano, em vez dos de uso misto.

Para Fenabrave, crescimento é reflexo das medidas do governo

A

s vendas de automóveis e comerciais leves tiveram crescimento de 19,24% na primeira quinzena de junho, se comparadas às da primeira quinzena de maio. Já em relação ao mesmo período de 2011, a alta foi ainda maior, de 23,91%, segundo dados divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Em entrevista ao IG Carros, o presidente da entidade, Flávio Meneghetti, afirmou que o bom desempenho é resultado direto das medidas do governo, de reduzir o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), aliado à redução do spread bancário, o incremento no ritmo de aprovação de crédito – a média de aprovação subiu de 30% para 50% a 55% -, além da redução da margem das montadoras e da rede de distribuição. Nos primeiros quinze dias do mês, foram emplacados 175.659 automóveis e comerciais leves. “A média diária de emplacamentos foi de 15.920 unidades, enquanto a de maio foi de 12.500, mas precisamos levar em conta que muitos dos emplacamentos realizados neste mês foram de carros vendidos ainda em maio, depois do anúncio das medidas”, avaliou Meneghetti. Na opinião de Paulo Roberto Garbossa, diretor da consultoria ADK Automotive, houve uma corrida às concessionárias no fim de maio. “Além da redução do IPI, as montadoras também deram descontos nos preços dos carros zero-quilômetro e realizaram feirões. Comprar ficou mais fácil não só por causa dos valores, mas também por conta dos prazos de financiamento.”

D2

com os latino-americanos, ocorrendo que a posição do volante bloqueia a leitura de grande parte dos mostradores. Aumento O desencontro entre as declarações do ministro das Minas e Energia Édson Lobão e a Petrobrás na Rio +20 sobre os aumento nos preços dos combustíveis foi muito claro. Enquanto técnicos da BR tentam convencer a presidente Dilma que a nossa gasolina é barata, Lobão pensa mais politicamente no assunto. Antes não, mas depois das eleições de outubro preparem-se para majoração de 10%. Apostando! Atitude No mês de maio, em média, os preços dos carros novos tiveram um decréscimo de 2,6%, com maior destaque para os populares, entre 5,5 e 6,0%, o maior desde 2008. A pergunta que não quer calar é: trocar ou não de carro? Se ou seu carango tiver com quatro ou mais anos de uso, o ideal é pesquisar preços, promoções e as avaliações do seu usado para ver quem paga melhor, tendo cuidado com os “milagres” de pagar mais no usado e “desforrar” no novo, com taxas de juros maiores e maquiado de acessórios. Prêmios Num carro de R$ 50 mil, com um bom desconto de até 6% numa compra a vista, o cliente embolsa R$ 3 mil, que pode muito ser empregada na compra de uma nova TV digital ou mesmo uma geladeira de luxo. Se preferir, a melhor aplicação seria a poupança, com boa liquidez, rendendo pouco, mas sempre segura. Se o seu usado ainda for enxuto, com dois anos de uso, desembolsar uma quantia alta num bem que desvaloriza logo ao sair da loja é bom avaliar, consultar taxas de financiamentos e entendidos no assunto.

Auto Pista

Diretor de Seminovos da Orion Empreendimentos (Betral Plus/Moselli), Miguel Araújo, teve sucesso absoluto no tratamento especializado no coração na Beneficiência Portuguesa, em São Paulo. Até o final do mês desembarca “turbinado” no Meio do Mundo. Diz ele que deixou de usar “carburador” para utilizar uma potente “injeção eletrônica”. Bom retorno. –x-x-x-x- Hyundai Caoa em Macapá com uma boa promoção: Tucson fabricado no Brasil em condições imperdíveis com taxa de 0%, 50% de entrada e o saldo em 24 parcelas sem juros. O show room fica na Rua Adilson José Pinto Pereira 224, bairro de São Lázaro.–x-x-x-x- XXII Congresso Fenabrave que acontece de 16 a 18 de agosto no São Paulo Expo Center Norte - Pavilhão Azul teve inscrições promocionais prorrogadas. –x-x-x-x- Só para exemplificar, um almoço no encontro sai por R$ 95,00. –x-x-x-xAgradeço ao publicitário Wesley Pontes e a sua esposa Luana o convite para o aniversário de um ano de Fellycia Pontes no próximo dia 30. –x-x-x-x- Usar o vidro traseiro do carro como “out door” anunciando a venda, constando o número do telefone pode ser uma temeridade. Na hora que você diz “vendo” é para qualquer um. Em hipótese nenhuma aceite negócios no período noturno ou solicitação para “sentir o carro”. Pode ser assalto na certa. –x-x-x-x- “É mais fácil mudar a natureza do plutônio do que mudar a natureza maldosa do homem.” (Albert Einstein). –x-x-x-x- Freando... e se defendendo da maldade humana. –x-x-x-xMesmo assim: Bom Domingo!


Carro&Moto

JD

Macapá-AP, domingo e segunda, 10 e 11 de junho de 2012

Dicas para deixar seu carro bonito e gostoso

D3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Em detalhes

FOTOS DIVULGAÇÃO

Normal… quem não gosta de receber elogios por tratar tão bem seu carro? Só é preciso não exagerar muito nos cuidados DIVULGAÇÃO

Novo modelo traz motor de 625 cv e chega aos 329 km/h

A Bentley anunciou algo marcante para os fãs da marca de luxo: o seu automóvel mais rápido de todos os tempos. Apesar de oferecer detalhes semelhantes ao Continental GT tradicional, o novo modelo, que adicionou “Speed” ao seu nome, traz sob o capô o motorzão W12 de 6.0 litros e 625 cavalos de potência. ............................................................................

À

s vezes nos empolgamos e perdemos umas boas horas (e centenas de litros de água) para deixar nosso carro impecável. Normal… quem não gosta de receber elogios por tratar tão bem seu carro? Só é preciso não exagerar muito nos cuidados – e também tomar muito cuidado com o que se ouve por aí.

Carroceria Comece escolhendo uma sombra, pois se a espuma do sabão ou shampoo secar durante a lavagem, isso pode formar bolhas na pintura. Se a carroceria estiver quente, o ideal é esperar ela refrescar, pois o calor abre os poros do verniz, e a água junto com detergentes podem contaminá-lo. Feito isso, use jatos de água para tirar as sujeiras mais pesadas. Em seguida encha um balde com água e shampoo automotivo ou sabão neutro (preferência para os com glicerina) e inicie pelo teto, ou seja: lave o carro aos poucos, sempre de cima para baixo. Enxague cada parte cuidadosamente antes de começar outro setor, e para secar utilize um pano de microfibra. Eles são encontrados em supermercados e absorvem mais água. Se não for possível, escolha uma toalha macia e limpa para não criar hologramas (unhas de gato) na pintura. Um dos pesadelos de todo proprietário é passar por um asfalto muito novo e ganhar algumas manchinhas de piche na lataria do carro. Cuidado para retira-las. Dilua um pouco de querosene em água e passe com um pano apenas nas manchas, pois o querosene retira parte do verniz da pintura. Assim que as manchas saírem, lave o local com água e sabão até ter certeza de que não sobrou nada de querosene. Se um pássaro ou algum outro elemento biológico emporcou seu carro, limpe o mais rápido possível. Quanto mais a sujeira se solidificar, pior para a pintura. Chegando nas partes mais baixas, lave os plásticos, as rodas e pneus com água, sabão e escovas, sem utilizar outros produtos à base de óleo que possam prejudicar a borracha. Se as suas rodas forem de liga leve, encerar pode ser uma boa, pois a cera garante brilho e proteção a elas.

Enceramento Encerar a pintura dá mais brilho, previne o aparecimento de manchas e certamente aumenta sua durabilidade, mas são necessários cuidados. Se seu carro tiver até 6 meses, acabou de ser repintado ou é muito antigo, não use ceras com silicone. O tipo da cera – líquida ou em pasta, para pinturas queimadas ou com repelentes de água – quem decide é você, conforme o tipo de pintura e a sua intenção. Além disso, já existem shampoos automotivos que possuem cera líquida em sua forma. Num mundo perfeito, o ideal é encerar o carro depois de cada lavagem, com a carroceria bem limpa e seca. A melhor e mais tradicional forma de aplicar é com um pano macio, como o de microfibra, espalhando uma pequena quantidade. Depois de espalhar bem, passe um pano seco, também macio, lustrando com movimentos circulares. As partes plásticas precisam ser protegidas, pois a cera pode causar manchas nelas. Na dúvida, assista essa cena clássica do primeiro Karatê Kid, de 1984. Só não vá se basear no Chaves!

Polimento O polimento é muito mais complexo que a simples aplicação de cera, e seu efeito é mais duradouro. Porém, a cada vez que é feito um polimento, uma fina camada de verniz da pintura é perdido, justa-

mente a camada que ofusca o brilho do seu carro. Por isso, faça apenas a cada 12 meses, e com um profissional de confiança, com as ferramentas adequadas. Existem trocentos tipos de polimento no mercado: Polimento simples: Feito com massa de polir para uniformizar o verniz, seguido por uma cera para abrir o brilho e “esconder” as marcas do polimento. É indicado que se faça em pinturas novas após 30 dias da aplicação do verniz na lataria. Polimento cristalizado: Um processo um pouco diferente. Lixa-se a pintura com lixa 1200, 1500 ou 2000 para uniformizar o verniz, depois é dado um polimento com cera para carros recém pintados. Cristalização ou espelhamento: Custa caro, demora até dois dias, e só pode ser feito por quem realmente sabe. Após uma avaliação do carro para verificar a necessidade de lixamento ou não na pintura, o especialista começa a caçar marcas e hologramas com luzes especiais. Várias ceras são aplicadas até atingir o resultado ideal e, no fim, uma cera cristalizadora é aplicada. Para não perder o brilho, é necessária uma manutenção a cada 6 meses.

Interior Aqui começa o trabalho forense – ou Monk, se preferir. Comece limpando com pincel as frestas do painel e lugares que acumulam poeira. Após isso, passe um pano úmido ao redor e aspire o interior, inclusive os bancos. Nunca passe silicone nos plásticos, pois além de acumular poeira, pode causar manchas. Opte por produtos anti-UV, que também podem ser aplicados nas partes plásticas externas. Mas se os bancos estiverem sujos, o ideal é limpa-los com produtos próprios para este fim, como espumas. Em caso de sujeira pesada emergencial, retire os bancos do carro para lavá-los de verdade, com cuidado para não encharcá-los. E bancos de couro são como pele: além da limpeza convencional, faz bem passar um hidratante (pode ser cosmético mesmo) a cada seis meses, para evitar

que ele resseque. Nos vidros, a dica é usar papéis limpos e macios, ou até mesmo jornal. Caso estejam engordurados, o melhor é passar água com sabão com uma esponja e depois secar… com jornal. Panos limpos e macios servem também, claro, principalmente embebidos em limpa-vidros, mas podem deixar aqueles fiozinhos pequenos e irritantes.

Astra recebe atualizações na Europa

A General Motors anunciou na semana passada que a família Astra, vendida na Europa sob os emblemas da alemã Opel e da britânica Vauxhall, recebeu alguns upgrades para o modelo deste ano. O hatchback de cinco portas e a perua esportiva Sports Tourer passaram por mudanças estéticas, enquanto que o cupê esportivo GTC passará a vir com um novo motor a diesel biturbo.O hatch e a perua receberam desenho atualizado, que inclui parte frontal com nova grade e novo emblema reposicionado, além de para-choque remodelado. O para-choque traseiro agora apresenta uma barra cromada horizontal que vai de uma extremidade a outra da peça. ............................................................................

Grupo que comprou Saab quer produzir elétricos

Motor Não lave constantemente o motor de seu carro, principalmente se estiver pensando em vendê-lo, pois isso não é um bom indício para os conhecedores. Além disso, as centrais eletrônicas e os componentes eletrônicos do motor são sensíveis aos jatos fortes de água. Produtos químicos derivados do petróleo também podem danificar as borrachas e prejudicar o funcionamento da máquina. Em caso de necessidade, limpe as partes aparentes com um pano embebido com produtos específicos. O óleo de mamona, que aparentemente caiu em desuso, resseca algumas borrachas também. E importante: não faça essa limpeza com o motor ainda quente.

A tradicional fabricante sueca Saab, que anunciou falência no ano passado, foi adquirida pelo grupo National Eletric Vehicle Sweden (Nevs) que engloba investidores chineses, japoneses e também suecos. O anúncio foi feito dias atrás, porém os valores envolvidos na operação não foram divulgados. O grupo afirmou que pretende concentrar suas atenções, em princípio, na produção de um veículo elétrico, baseado no sedã 9-3, além de um modelo totalmente novo para 2014. ............................................................................

Em parceria com a Polestar, Volvo turbina o S60

A Volvo, em parceria com a Polestar (empresa com quem mantém um contrato oficial para o desenvolvimento de projetos de alto desempenho), apresentou na Europa na última segunda-feira o conceito Volvo S60 Polestar. De acordo com a montadora sueca, o modelo traz sob o capô o seu principal diferencial: um motor seis cilindros a gasolina turbo de 515 cavalos de potência. ............................................................................

Outras dicas

Dicas para você vender o seu usado

Quando chega a hora de trocar de carro é normal bater aquela ansiedade para que o novo venha logo. Mas vá com calma! Antes de mais nada você deve vender seu usado, e com o mercado de carros novos aquecido fica mais difícil conseguir um bom preço nele, principalmente quando este é dado como parte do valor do zero-quilômetro. Antes de mais nada, você deve saber quanto vale o seu carro. Consulte tabelas de usados como a da FIPE. Como elas não consideram os acessórios, pode ser necessário fazer uma pesquisa em sites de classificados para ter uma ideia de quanto o mercado está disposto a pagar por determinado modelo, sempre prestando atenção na região onde o carro está, nos equipamentos e na condição geral. Lembre-se que ninguém vai pagar muito mais por acessórios como som, DVD, rodas e outras personalizações.

Kia mostra Sorento reestilizado

Após flagrantes divulgados na internet e que revelaram algumas novidades, o Sorento 2013 acaba de ter suas primeiras imagens e informações divulgadas pela Kia Motors. Trata-se da chamada reestilização de meia-vida da geração que estreou mundialmente em 2009. De acordo com a Kia, o novo Sorento deve chegar às lojas da Ásia e Estados Unidos em setembro. Já o início das vendas do SUV no Brasil ainda não tem data marcada. E, ao que tudo indica, esta mexida no jipão vai além de meros retoques na aparência. As mudanças incluem aprimoramentos no consumo de combustível e no nível de emissões de poluentes, e melhorias na dirigibilidade e no rodar, em geral. Visualmente, o SUV da Kia exibe novos para-choques dianteiro e traseiro, faróis e lanternas equipados com diodos luminosos, e rodas com novo design, que podem medir até 19 polegadas de aro em alguns mercados. O interior traz novos materiais de acabamento, quadro de instrumentos com tela de cristal líquido (LCD), tela de sete polegadas no painel, teto solar panorâmico, com área translúcida maior que o do modelo anterior, e novo seletor de marchas e revestimento de couro nas versões com câmbio automático..


Click JD

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Túlio Pantoja- tuliopantoja@jdia.com.br

A primeira mulher a assumir o desembargo no Amapá, Parabens magistrada, Sueli Pini

Assessora de imprensa Lidiane Nunes

Márcia Santos e Kelly Monte

Prefeito da Capital, Roberto Goés juntamente com sua mãe , Deputada estadual Maria Goés recebendo felicitações pela passagem do seu aniversário

Fabiola, luana Cardoso e Michelle Rodrigues

Rayanne França

Editor chefe do Jornal do Dia Janderson Cantanhede e editora da Revista Nossa Gente, Patricia Leal, ela chegando de merecidas férias e JC saíndo

Comandantes Rezende Policia Militar e Miranda do Corpo de Bombeiros Militar do Estado

Mônica Nery

Secretário de Segurança do Estado Marcos Roberto durante lançamento do Proamapa


CadernoE

Economia&Negócios Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Cursos são os principais benefícios para reter profissionais no mercado Oferta de treinamentos e cursos subsidiados é utilizado pelas organizações para auxiliar na contratação

A

oferta de treinamentos e cursos subsidiados é o principal benefício utilizado pelas organizações do Brasil para auxiliar na contratação e reter profissionais, de acordo com os CFOs (Chief Financial Officer) brasileiros. Segundo levantamento realizado pela Robert Half, o item foi apontado por 54% dos profissionais ouvidos no Brasil. Em seguida, aponta o estudo, aparece o bônus adicional, com 39% das indicações. O menos citado pelos CFOs brasileiros é o auxílio moradia, que recebeu apenas 4% das respostas. Média Global Considerando os 19 países participantes do estudo, o principal benefício oferecido é o bônus adicional, com 30% das indicações. Na contramão, estão o subsídio de academia de ginástica e os programas de caridade/ voluntariado, com 7% das citações cada, como é possível observar na tabela a seguir:

Clientes querem atendimento bancário personalizado, revela estudo

O

s clientes bancários cada vez mais exigentes querem que as instituições ofereçam assessoria financeira e serviços tanto via canais virtuais quanto físicos. Segundo pesquisa realizada pela Cisco, 92% dos clientes brasileiros preferem uma agência repleta de recursos de assessoria financeira, que vão além dos serviços bancários tradicionais, mas com serviços de educação financeira, jurídica, contábil, impostos e seguros. A pesquisa ainda mostrou que 80% rejeitam a ideia de agências altamente automatizadas,

com atendimento pessoal e serviços especializados limitados. Ainda foi verificado que 13% dos consumidores dissseram que deixariam seu banco atual caso o atendimento pessoal e a assessoria fosse eliminada de sua agência bancária. Atendimento Virtual Com relação aos diferentes tipos de atendimento, a pesquisa mostrou que no Brasil, 82% dos clientes preferem usar os aplicativos da web dos bancos para operações como pagar contas, gerir contas e verificar extrato. A média é maior que a dos

clientes de países emergentes (70%) e desenvolvidos (77%). Com relação ao acesso a transações via dispositivos móveis, a pesquisa mostrou que no Brasil a uso desse recurso ainda é baixo. Apenas 13% dos clientes preferem usar aplicativos bancários móveis para acompanhamento de despesas e pagamentos em tempo real. Dos que preferem usar o meio móvel para esses tipos de serviços no Brasil , 88% são da geração Y (nascidos entre 1977 e 1990) e geração X (nascidos entre 1965 e 1976) e 84% estão familiarizados com a tecnologia.

DIVULGAÇÃO

82% dos clientes preferem usar os aplicativos da web dos bancos para operações como pagar contas, entre outros

Endividamento: manter a calma é essencial para não entrar numa furada

O

endividamento com certeza tira o sono de muitos consumidores que pretendem regular sua situação com o crédito. Porém, o maior problema acontece quando o consumidor resolve usar atitudes desesperadas para solucionar a restrição no nome. “Normalmente, os endividados perdem a noção dos valores no tempo, ou seja, não sabem mais fazer a relação entre entradas e saídas. Principalmente quando as entradas são variáveis, dificultando o controle. O pior é que acabam tomando decisões equivocadas e atitudes desesperadas”, explica o consultor e diretor da Nota 10 Consultoria, Laerte Oliveira. Caminho errado Segundo o consultor, muitos consumidores acabam optando por atalhos perigosos para resolver os problemas com o crédito. Conheça esses caminhos e saiba como lidar com eles:

1. Parcelinhas: é importante ter muito cuidado com as ofertas de crédito cujas parcelas sejam baixas. Elas são um convite para que o endividado transforme seus problemas de curto prazo em problemas de longo prazo. “Não que o parcelamento de uma dívida não seja uma saída adequada. Mas, a preocupação está em não se fazer as contas para saber se essas parcelas, mesmo baixas, caberão no orçamento”, explica Oliveira.

DIVULGAÇÃO

mento poderão ser maiores que os anteriores, mas no momento da pressão, o endividado acaba fazendo essa troca sem perceber esse ponto. Por isso, se esta opção for bem analisada, principalmente neste momento em que os bancos estão reduzindo os juros, ela poderá valer a pena esse refinanciamento”, afirma Oliveira.

2. Limpando o nome: existem no mercado empresas que oferecem serviços para limpar o nome das pessoas. “Nesse caso, é preciso ponderar se vale ou não a pena, e se existe segurança nesse trabalho”, conta o consultor.

4. Amigos e parentes: “deve-se tomar muito cuidado quando “bate o desespero” para pagar uma dívida, na busca de dinheiro através de pessoas da família ou de amigos próximos. Isto porque uma falta de pagamento a quem ajudou no momento, poderá levar a vários problemas interpessoais”, explica o consultor.

3. Velha dívida por uma nova: outro caminho não aconselhável, mas de grande procura, é o da busca de um novo empréstimo para pagar um anterior. “O problema é que os juros cobrados nesse novo financia-

5. Penhora: no momento em que a situação sai de controle alguns consumidores chegam a penhorar joias de família e no fim podem perdê-las, pois não conseguem dinheiro para recuperá-las.

Casal tenta organizar dívidas, que na maioria dos casos, sempre leva ao desespero na hora de pagá-las


JD

Economia&Negócios

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

E2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

A avaliação de desempenho CONCEIÇÃO TEIXEIRA Psicóloga

A

s práticas de Avaliação de Desempenho não são novas. Surge em decorrência do crescimento das organizações e aumento da complexidade das tarefas de gestão de pessoal. A avaliação de desempenho humano sempre teve sua expressão. Desde que o homem deu trabalho a um outro, passou a ser avaliado. Parece que avaliar é uma prerrogativa humana que orienta os seus atos; formal ou informalmente, o tempo todo se formam opiniões acerca do comportamento alheio; o que é preciso questionar são as bases desse julgamento. Registros históricos do século IV mostram que antes mesmo da Fundação da Companhia de Jesus, Santo Inácio de Loyola, já se utilizava de sistemas para medir o potencial dos jesuítas. Os jesuítas que partiam para suas missões religiosas nos países colonizados já eram submetidos a processos de avaliação sobre a sua atuação. Santo Inácio de Loyola utilizava um sistema de avaliação combinado, composto por relatórios, notas das atividades desenvolvidas e de uma avaliação de potencial de cada um dos jesuítas. As avaliações aconteciam através de auto classificação feita pelos membros da ordem, relatórios de cada supervisor a respeito das atividades de seus subordinados e relatórios especiais feitos por qualquer jesuíta, que

acreditava possuir informações sobre seu próprio desempenho ou o desempenho de seus colegas. A primeira tentativa de avaliar o desempenho de funcionários foi nos Estados Unidos em 1842, quando o Serviço Público Federal implantou um sistema de relatórios. O mesmo aconteceu no Exército Americano. Em 1880, o exército americano também desenvolveu o seu sistema com características básicas: missão permanente, estrutura organizacional rigidamente hierárquica, carreira fortemente estruturada e estabilidade. Os requisitos avaliados são voltados para valores e qualidades imprescindíveis no militar, tais como: coragem, bravura, honestidade, lealdade, dedicação, solidariedade, obediência, disciplina, assiduidade, pontualidade, espírito de equipe, tempo de serviço, etc. de modo geral o serviço público americano absorveu o modelo militar, tendo como pressuposto a prestação de serviços à sociedade. Quando a avaliação de desempenho entra em cena nas organizações? A primeira indústria que se tem notícia da implantação da Avaliação de Desempenho foi a General Motors, que já em 1918 tinha um sistema de avaliação para seus executivos; contudo, somente após a Segunda Guerra Mundial é que os sistemas de Avaliação de Desempenho tiveram uma ampla divulgação nas Organizações, pois mais do

que nunca as empresas precisavam se reestruturar e garantir o aumento da produtividade, através de sistemas de controle de seus empregados. A Avaliação de Desempenhocolabora diretamente com o processo de aprendizagem, retenção e reconhecimento na medida em que oferece dados objetivos sobre os empregados, apontando suas necessidades específicascomo também aqueles que são merecedores de premiações ou promoções. O procedimento organizacional é dinâmico e não deve ser considerado como caso resolvido em definitivo, isto também ocorre com os sistemas de avaliação de desempenho; a manutenção do que já foi implantado com sucesso, para que atue também com sucesso, deve contar com periódicas revisões daquilo que já está sendo utilizado. A adoção da critica sistemática que deve levar a modificações periódicas é elemento essencial na quebra da força do hábito por parte dos avaliadores, bem como no aprimoramento do sistema, tornando-o, com o passar do tempo, mais sensível e mais bem adaptado às transformações que a empresa pode sofrer ao longo do seu próprio desenvolvimento.

Veja os cursos para o mês de junho

Psicóloga Conceição Teixeira conceicao@accrh. com

27, 28 e 29 de junho tem o curso de Couching e Mentoring

Apenas 34% das companhias acreditam na importância estratégica do próprio RH DIVULGAÇÃO

Profissionais de TI mudam de emprego devido a cargo e salário no país DIVULGAÇÃO

O sucesso organizacional de uma empresa dependerá, principalmente, da capacidade do RH de combinar decisões

O

s profissionais de recursos humanos têm encontrado dificuldade de progredir estratégicamente nas empresas. Ao menos, é essa a constatação da Hay Group. De acordo com seu mais recente levantamento, 34% das companhias consultadas afirmam que o RH tem uma importância estratégica para as empresas. Já o percentual de companhias não percebem tal contribuição é de 6%. Os demais 60%, no entanto, costuma ficar ‘em cima do muro’ na hora de demonstrar sua opinião, mas ainda assim acreditam em melhorias. O problema Entre os principais problemas citados pelo estudo para justificar a dificuldade de atuação do

RH estão o desalinhamento entre o lado humano e o negócio da companhia, a forma de medição do trabalho e a gestão de talentos. Para se ter uma ideia, segundo os dados apurados, apenas 40% dos respondentes acreditam que a medição do trabalho está estreitamente alinhada com os processos de gestão. O mesmo se repete ainda com a gestão de talentos, em que um número ainda menor (36%) percebe o alinhamento entre a gestão de talentos e organização. Precisa mudar Para solucionar esse impasse, a pesquisa sugere que a área de recrutamento deixe de se apegar as processos tradicionais e ineficientes

para avançar em uma abordagem mais integrada, que unirá o trabalho executado pelas pessoas ao negócio. “É fundamental que o RH faça essa mudança, passando a ocupar a posição de parceiro estratégico dos negócios”, informou o diretor global de medição de trabalho da companhia, Phil Johnson. Para ele, o sucesso organizacional de uma empresa dependerá, principalmente, da capacidade do RH de combinar decisões de capital humano com a estratégia de negócios. A pesquisa No total, mais de 1.400 profissionais de RH e de gestão sênior de todo o mundo foram entrevistados pela consultoria.

A falta de profissionais de TI (Tecnologia da Informação) é uma das reclamações atuais das empresas

A

falta de profissionais de TI (Tecnologia da Informação) é uma das reclamações atuais das empresas brasileiras. Entretanto, as que conseguem pessoas qualificadas para trabalhar acabam sofrendo com a perda do trabalhador. Para saber porque estes profissionais trocam de emprego, o Instituto Datafolha a pedido do Sindpd (Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação) realizou uma pesquisa com profissionais do setor do estado de São Paulo. O principal motivo é que eles estão descontentes com as políticas de cargos e salários oferecidos pelos empregadores. A resposta foi apontada por 43% dos respondentes. O indicador supera as

condições de trabalho, a remuneração oferecida e os benefícios, cujo o percentual ficou em 21%. Os profissionais disseram ainda que não se sentem valorizados pelas organizações, com 39%. Eles querem ser CLT O estudo revelou ainda que os empregados contratados no regime da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) estão mais felizes com as empresas: 65% classificam suas companhias como ótimas ou boas e 60% aprovam os benefícios que recebem. Já entre os funcionários em regime pessoa jurídica, o índice de satisfação com as condições de trabalho cai para 48%, enquanto 29% aprovam o plano de saúde oferecido e apenas 18% consideram a oferta de benefí-

cios como boa ou ótima. No modelo CLT Flex, em que parte da remuneração é recebida em dinheiro e parte em forma de benefícios, 56% dos profissionais de TI pesquisados avaliam as condições de trabalho como boas ou ótimas, 49% aprovam o plano de saúde e 31% aprovam os benefícios oferecidos. Outra maneira que as empresas têm de reter este profissional é oferecer como benefício o pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). Pelos dados, 76% dos entrevistados avaliaram este benefício como a mais importante conquista da categoria nos últimos anos, na frente até mesmo do aumento salarial, que aparece em segundo com 70% de preferência.


JD

Economia&Negócios

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

E3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Geração “Y” prefere empresa internacional a ter bom salário, revela pesquisa Esses dados revelam uma mudança no perfil profissional no mercado de trabalho dos jovens profissionais

P

ara os profissionais da chamada Geração “Y”, nascidos entre 1980 e 2000, trabalhar em uma empresa internacional é mais importante do que ganhar alto salário. Para eles, o uso de outros idiomas no trabalho, 58%, desenvolvimento técnico e profissional, com 55%, e contato de trabalho internacional, 54%, são fatores fundamentais para a escolha de um trabalho. O salário só aparece em 4° lugar, com 47%, e a progressão de carreira com 46%, em quinto lugar. Esses dados são do estudo “The ‘Y’ Factor”, realizado pela Hays Recruiting experts worldwide na Europa Central e Oriente com mais de 4.000 entrevistados. Bom ambiente de trabalho e benefícios também valorizados por essa geração. Entre os entrevistados, os que procuram um ambiente com respeito entre colegas representam 52%, seguido por uma atmosfera amigável, com 49%, e 46% desejam um equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Os benefícios ofereci-

dos também são bem vistos pelos jovens profissionais, como plano de saúde privado, com 58%, cursos e treinamentos, 47%, e bônus por desempenho, com 46%. Esses dados revelam uma mudança no perfil profissional no mercado de trabalho. As anteriores, baby boomers (nascidos entre 1943 a 1964) e a geração “X” (nascidos entre 1960 a 1985), colocavam os altos salários e à nomenclaruta dos cargos como fatores determinantes para um bom emprego. Brasil Os brasileiros da Geração “Y” acompanham a estatística. Segundo o gerente da espertise Hays Information Technology em São Paulo, Henrique Gamba, o setor de TI (Tecnologia da Informação) é composta por muitos profissionais com esse perfil. “É por essa razão que notamos uma alta movimentação na área. Pelo fato de estarem em busca do novo, eles podem ter prejuízos com relação ao ganho de experiência e

DIVULGAÇÃO

amadurecimento na carreira. É importante encerrar ciclos para apresentar resultados no currículo, o que irá contribuir, inclusive, na busca por novas oportunidades no mercado de trabalho”, afirma. Geração “Y” Os jovens profissionais dessa geração tem idade inferior a 30 anos e desejam crescer profissionalmente e se desenvolver no campo acadêmico: 95% deles têm cursos de graduação e 10% buscam uma pós-graduação para complementar sua capacitação profissional. Outra característica positiva é a visão global, com mais da metade deles já terem vivência profissional internacional, fato que justifica o interesse por empresas estrangeiras. Um ponto a ser trabalhado pela geração é a ansiedade. A pesquisa revela que o imediatismo faz parte do cotidiano dos jovens, que cada vez mais almejam resultados a curto prazo e respostas rápidas para suas ações.

Outra característica positiva é a visão global, com mais da metade deles já terem vivência profissional internacional

Documentos: você sabe por quanto tempo eles precisam ficar guardados?

P

ode parecer incomum, mas muitos consumidores acabam realizando pagamentos em duplicidade, indenizações indevidas e multas por falta de organização com os documentos e comprovantes de pagamento. De acordo com a sócia da Trade Contabilidade, Simone Domingues, as contas de consumo, como água, luz e telefone, devem ficar guardadas por pelo menos cinco anos, enquanto os inventário deve permanecer arquivado por 31 anos. Organizando os armários Segundo Simone, a organização dos documentos pode ajudar a evitar transtornos financeiros. “Utilizar pastas identificadas e separadas por ordem alfabética auxilia na organização dos documentos. Dentro delas, sugiro que os documentos sejam separados por ano, assim facilita a busca e evita o estresse”, aconselha. Veja na tabela abaixo, o tempo que cada documento precisa ficar guardado:

Está devendo? Saiba o que fazer quando o credor não é encontrado

T

oda compra parcelada exige que o consumidor não tenha restrições de crédito. Porém, às vezes, regularizar a situação do CPF não é tão fácil quanto parece. Em alguns casos, a empresa credora fechou, mudou de nome ou endereço, e por isso, fica mais difícil encontrá-la para quitar a dívida. Como fazer? Quando a dívida em questão é com cheque, o primeiro passo a dar é pedir a microfilmagem do cheque, dessa forma, será possível ter os dados de quem depositou o cheque. “Com os dados da em-

presa credora, o consumidor pode acessar o site da Receita Federal e descobrir alguns dados importantes para fazer o contato”, explica a advogada da Proteste - Associação de Consumidores, Tatiana Viola de Queiroz. Mudança Caso não encontre a empresa, a advogada aconselha que o consumidor procure a Junta Comercial para descobrir se a empresa mudou de nome ou de endereço. Se mesmo após todas essas tentativas o consumidor não conseguir contato com a empresa credora, é possível entrar com

uma ação de consignação em pagamento para depositar a dívida em juízo. “Na justiça, o consumidor conseguirá

pagar a dívida, a multa e outros encargos, além disso, o juiz determinará a baixa da inscrição do consumidor nos ca-

dastros de restrição ao crédito”, conta Tatiana, acrescentando que este tipo de ação pode ser solicitada também por

consumidores que encontram dificuldades em pagar sua dívida para credores que não querem receber.


JD

Economia&Negócios

Macapá-AP, domingo e segunda, 10 e 11 de junho de 2012

E4

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

Número de usuários ativos na internet supera 50 milhões em maio, diz Ibope De acordo com dados divulgados pelo Ibope Nielsen Online, é a primeira vez que a marca é atingida

O

número de usuários ativos da internet brasileira, tanto no trabalho quanto em residências, cresceu 4,2% em maio, na comparação com o mês anterior, atingindo 50,9 milhões. De acordo com dados divulgados pelo Ibope Nielsen Online, na última sexta-feira (22), é a primeira vez que a marca de 50 milhões de usuários é atingida. Na comparação com maio do ano passado, o crescimento do número de usuários ativos foi de 11%. Já o acesso à internet no trabalho e em casa atingiu o número de 68 milhões de pessoas. Quanto ao tempo de navegação dos usuários de internet no Brasil em maio, ele foi de

DIVULGAÇÃO

60 horas e 7 minutos, queda de 0,3% sobre abril. Considerando o total de brasileiros com acesso à internet de qualquer ambiente, incluindo escolas, lan houses e outros locais, no terceiro trimestre de 2011, foram registrados 82,4 milhões de usuários. Publicidade A atividade publicitária em maio do ano manteve a tendência de crescimento dos meses anteriores, com aumento no número de banners e de campanhas. No mês de maio, foram realizadas 7.030 mil campanhas, divulgadas por 2.306 mil anunciantes diferentes, por meio de 22.800 mil peças publicitárias.

Considerando o total de brasileiros com acesso à internet de qualquer ambiente, no 3º trimestre de 2011, foram registrados 82,4 milhões de usuários

Conflito de gerações: veja 4 dicas para trabalhar com profissionais mais “velhos”

S

martphones, facebook, twitter, MSN. Com essas ferramentas a tecnologia tornou a comunicação muito mais fácil, esteja longe ou perto. Já a comunicação entre as gerações, é outro questão, inclusive no local de trabalho. De fato, as empresas vêm notando que as diferenças entre gerações tem ocasionado uma tensão nos locais de trabalho, de acordo com a professora da Escola de Negócios WP Carey, Dale Kalika. “Cerca de 80% dos executivos da Fortune 500 afirmam que a comunicação entre as gerações é um desafio no am-

biente de trabalho”, segundo um artigo do CEO Scoot Weiss da Speakeasy Forber, publicado pela Carrerbliss. Dicas Se você é jovem e se encaixa na situação descrita, veja essas dicas: Siga o fluxo da empresa: observe ao seu redor. A empresa em que você trabalha é mais tradicional quando se trata de cultura? “Dependendo da cultura da empresa, especialmente nos ambientes corporativos “Old School”, às vezes é comum ver falta de comunicação entre gerações”,

DIVULGAÇÃO

diz o CEO do YouTern, Mark Babbit. Preste atenção também como a maioria dos profissionais se comunicam e, assim, siga o exemplo. “Tenha cuidado com o canal de comunicação que está utilizando para enviar mensagens. Algumas delas não devem ser enviadas por e-mail ou mensagem de texto”, sugere Kalika. Tenha uma atitude positiva: segundo o fundador e presidente de Líderes em Crescimento, Tim Elmore, se você quer conquistar o respeito dos colegas de trabalho mais velhos, tenha uma postu-

Se você quer conquistar o respeito dos colegas de trabalho mais velhos, tenha uma postura humilde diante deles

DIVULGAÇÃO

Preste atenção também como a maioria dos profissionais se comunicam e, assim, siga o exemplo

ra humilde diante deles e demonstre vontade de aprender com eles. Elmore também sugere que trabalhar em projetos paralelos, mostra que você está disposto a realizar um trabalho sério e focado. “Sua atitude positiva irá impressionar os gestores da empresa e abrir caminho para maiores oportunidades no emprego”, explica Elmore.

há muitas características positivas que os mais velhos precisam aprender com os jovens. “Seja autêntico. Seja sincero. Conheça seus colegas como membros individuais da equipe e, talvez, como bi-direcionais mentores. Afinal, em uma relação instrutor-aprendiz geralmente foca na missão como os resultados e sucesso”, diz Babbitt.

Seja autêntico: seguir o fluxo da empresa não é necessariamente deixar de ser você mesmo. Não há razão para incorporar a geração mais velha se você não é assim. Aliás,

Não leve para o pessoal: se você receber uma crítica construtiva, deve ter em mente que os a maioria dos desentendimentos, frustrações ou conflitos entre pesso-

as de idades diferentes não é pessoal, e sim profissionais. Babbitt diz que às vezes, a má comunicação entre as gerações é um problema do próprio ser humano. “Em vez de ver uns aos outros como colegas e colaboradores capazes, nós, os Boomers cai em um padrão de tratamento que temos com os nossos filhos. E os jovens tratam os Boomers como seus pais”, explica. Se você se encontra em um desentendimento como esse, respire fundo, se acalme e tente novamente levar a situação de uma forma respeitosa e positiva.

Saiba como profissionalizar sua empresa familiar

M

uitos empresários se preocupam com a profissionalização de sua empresa familiar. Quem acredita que para que isso ocorra é necessário substituir os familiares por profissionais do mercado está enganado. O segredo é implantar ações estratégicas e envolver toda a organização na execução do plano de ação. É o que explica o diretor da consultoria Evoluo, Armando Grell. De acordo com o especialista, são muitas etapas para dinamizar a empresa e aumentar sua competitividade no mercado. Uma delas é definir um organograma e as funções de cada um dentro da empresa, sendo familiar ou não. “Quando cada executivo sabe seu papel dentro da organização, os conflitos gerados pela ingerência em assuntos de outras áre-

as são reduzidos significativamente. Além disso, facilita a vida do executivo principal, que pode estabelecer e cobrar meta de desempenho das áreas, independentemente se o responsável é um familiar ou não”, diz. Ele ainda ressalta que antes de tudo, é preciso ter um plano de negócio para a empresa, no qual irá traçar as linhas gerais de estratégia, sua visão e objetivos.”Tem que ter visão de futuro, se não fizer um planejamento detalhado para a empresa, ela poderá perder para a concorrência”. Para alavancar sua produção é indispensável focar em três ações estratégicas: capacitação de todos funcionários, independente do grau de parentesco; criação de instrumentos para estabelecer e medir o desempenho indi-

vidual e criar programa de bonificação atrelado a esse desempenho. Casos comuns Há situações em que o funcionário não-familiar pode se sentir injustiçado frente aos cargos que os familiares possuem, o que pode ocasionar em desentendimentos ou até chegar demissões. A sugestão de Gell é deixar claro no contrato social da empresa sobre as funções de cada funcionário e sua ética. “O ideal é fazer o familiar começar por baixo, ter as mesmas oportunidades dos outros funcionários”, explica. Também há casos em que os familiares não estão devidamente capacitados para uma função Para isso, ele afirma que há apenas uma forma para não haver conflitos na empresa ou ocasionar na di-

minuição da produtividade: investir no profissional da família. “Fazer um plano de ação individual para ele, profissionalizá-lo por meio de uma faculdade ou curso técnico ou contratar um assessor para ensiná-lo na prática as funções do cargo”. E se o “empregado” não se dedicar o bastante e o plano de ação individual não ser efetivo, cabe ao empresário separar o emocional do profissional e abrir a oportunidade para os outros funcionários. Para o gestor da empresa familiar Pediatric Home Care, Jefferson Ladeia, a dificuldade de estabelecer a liderança com os funcionários familiares é mais difícil do que com os outros, isso é classificado por ele como um ponto negativo de uma empresa familiar. “A liderança com os familiares não tem o mesmo

DIVULGAÇÃO

Liderança com os funcionários familiares pode se tornar mais difícil

impacto e pode retardar um pouco a produção da empresa”. A solução para isso, segundo Ladeia, é estabelecer processos bem definidos, como a implantação de pessoas externas para

gerenciar as áreas em que os familiares atuam e intermediarem as decisões dos CEOs para com os funcionários. “Assim distancia o vínculo entre a vida particular e a profissional”, afirma Ladeia.


JD

Geral

Macapá-AP, domingo e segunda, 03 e 04 de junho de 2012

B2

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

No Amapá, gastos com acidentes envolv Acidentes de trânsito pressionam a rede pública de saúde e lotam prontos-socorros de Macapá; com recursos do Ministério

L

FOTOS HEVERTON MENDES

evantamento do Ministério da Saúde mostra que, no Amapá, o custo de internações por acidentes com motociclistas pagas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) cresceu 63% de 2008 a 2011, passando de R$ 80 mil para R$ 131 mil. O crescimento dos gastos acompanha o aumento das internações que passou de 99 para 159 hospitalizados no período. Em 2010, cinco motociclistas morreram em acidentes. “O Brasil está, definitivamente vivendo uma epidemia de acidentes de trânsito e o aumento dos atendimentos envolvendo motociclistas é a prova disso. Estamos trabalhando para aperfeiçoar os serviços de urgência no SUS, mas é inegável que esta epidemia está pressionando a rede pública”, avalia o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O gasto com atendimentos a motociclistas no país, em 2011, foi 113% maior do que em 2008, passando de R$ 45 milhões para R$ 96 milhões. O número de internações passou de 39.480 para 77.113 hospitalizados no mesmo período e o número de mortes aumentou 21% nos últimos anos – de 8.898, em 2008, para 10.825 óbitos em 2010. Com isso, a taxa de mortalidade cresceu de 4,8 óbitos por 100 mil habitantes para 5,7/100 mil entre 2008 e 2010. “A elevação dos acidentes envolvendo motociclistas fez com que, pela Motociclistas que sobreviveram a acidentes reforçam importância de campanha educativa para diminuir número de mortos e feridos na capital amapaense primeira vez na história, a mento, monitoramento, acom- 2020, recomendado pela Orga- dos acidentes, e assim, atuar começara a ser atendida de fortaxa de mortalidade deste grupo superasse a de pedestres panhamento e avaliação das nização Mundial da Saúde com políticas públicas pontuais”, ma regular. “Só para se ter uma explica a diretora de Análise de ideia atualmente é preciso o au(5,1/100 mil) e a de outros veícu- ações a partir de fatores de risco. (OMS). Situação em Saúde do Ministério mento de 70 ônibus novos, para los automotores (5,4/100 mil), Em 2010, o projeto foi implantaMonitoramento da Saúde, Deborah Malta. que os 100 mil usuários do servicomo carros, ônibus e cami- do em cinco capitais – Palmas, Teresina, Campo Grande, Belo Ministério da Saúde monitora Além do crescimento de fatores ço possam contar com transpornhões”, alerta Padilha. Horizonte e Curitiba -, que con- mortes e internações por aciden- de risco importantes como ex- tes mais confortáveis, e como seguiram melhoras nestes indi- tes de trânsito a partir do Siste- cesso de velocidade e consumo rapidez” explicou Carlos Clay, Prevenção ma de Informações sobre Morta- de bebida alcoólica antes de diri- presidente do Sindicato. Para enfrentar o avanço dos cadores. A expansão do projeto é um lidade (SIM) e do Sistema de gir, Deborah Malta aponta o inO representante ainda ressalacidentes de trânsito, o Governo Federal expandiu o Projeto Vida dos desdobramentos do Pacto Informações Hospitalares do cremento na frota de veículos tou que hoje a capital conta com como fator para o aumento do cerca de 130 ônino Trânsito a todas as capitais Nacional pela Redução dos Aci- SUS (SIH/SUS), respectivamente. “O Ministério da Saúde vem número de acidentes. Segundo o bus sucateados e brasileiras. Lançado em junho de dentes no Trânsito – Pacto pela 2010, a ação é uma das iniciati- Vida, firmado entre os ministé- melhorando a coleta de dados e Departamento Nacional de Trân- fora dos padrões vas do Ministério da Saúde para rios da Saúde e das Cidades no qualificando as informações jun- sito (Denatran), o número de ve- ambientais toleprevenir e reduzir a violência no ano passado. A meta é estabili- tamente com as Secretarias Esta- ículos registrados cresceu 16,4% ráveis emitindo zar e reduzir o número de mor- duais e Municipais de Saúde. entre 2008 e 2010, passando de alto teor de CO² trânsito. veículos para nos ares amapaCom recursos do Ministério da tes e lesões em acidentes de Com a ajuda das delegacias, dos 54.506.661 Saúde, as capitais poderão am- transporte terrestre nos próxi- institutos médicos legais e dos 65.205.757. No mesmo período, enses. Por conta desse pliar as políticas de prevenção de mos dez anos, como adesão ao hospitais, é possível qualificar os óbitos foram de 38.273 para déficit histórico, lesões e mortes no trânsito por Plano da Década de Ações para a mais a informação e fazer um 42.844 – alta de 12%. Já a frota de motocicletas foi na década de 90 meio da qualificação, planeja- Segurança no Trânsito 2011- melhor diagnóstico da situação ampliada em 27% - surge em Macapá de 13.079.701 para o transporte al16.622.937 -, impli- ternativo, motocando elevação na táxis, que baseaproporção destas em do em outras diante do total de realidades comeveículos de 24% para çou a atender as 25,5%. demandas da população. Porém o Transporte transporte seguiu Público na clandestinidaEm termos locais há de até ser recomuito tempo o servi- nhecido legalço ofertado pelos mente através de empresários dos co- um projeto de Lei letivos não atende as do ex-prefeito demandas, fato que João Henrique Pileva muitas pessoas mentel. a procurarem formas alternativas mais ráAgravo pidas e que atendam Além dos proas necessidades de blemas dos transdeslocamento. portes coletivos, Atualmente essa re- outros pontos alidade tem se agra- agravam o auvado, pois o baixo mento no númenúmero de ônibus e ro de acidentes o sucateamento aca- em duas rodas, ba deixando uma dentre eles estão grande demanda o aumento da sem atendimento, frota de veículos, fato que aumenta a má sinalização ainda mais o uso de das ruas, e o péstransportes alternati- simo estado da vos. malha viária, que Em termos rodoviá- para muitos morios, o Sindicato da toristas são caucategoria há muito sadores de acitempo vem defen- dentes de dendo a expansão trânsito. Agrado número de auto- vando a situação móveis nas empre- ainda encontramsas, para que a de- -se os gargalos, ... Serviço ofertado pelo “O Brasil está, definitivamente vivendo uma epidemia de acidentes envolvendo motociclistas”, avalia o ministro da Saúde, Alexandre Padilha ... manda possa locais onde a


JD

Geral

Macapá-AP, domingo e segunda, 03 e 04 de junho de 2012

B3

Editor: Fabrício Costa - fabriciocosta@jdia.com.br

vendo motociclistas aumentaram 63 % da Saúde, as capitais poderão ampliar as políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito por meio de vários fatores

Falta de sinalização e tráfego complicado são alguns dos fatores que têm contribuído para o número elevado de acidentes envolvendo motociclistas na cidade. Vítima recebendo primeiros socorros após acidente na rua São José (foto destaque)

os empresários dos coletivos não atende as demandas, fato que leva muitas pessoas a procurarem alternativas, como moto-taxis ...

grande quantidade de veículos resultam em trânsito lento. CTMAC A Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTmac) afirma que desde o início do ano está tomando iniciativas para controlar os problemas por conta do aumento da frota em Macapá. Dentre os projetos encontra-se a reorganização das ruas da cidade. Um estudo feitopor engenheiros de trânsito vindos de fora do Estado, mostraram quais pontos deveriam ser mudados para evitar a formação de novos gargalos. O Estudo mudou o sentido de alguns cruzamentos, como o da Avenida Procópio Rola, que deixou de ser preferência no encontro com a Rua Jovino Dinoá.

Além da mudança no trânsito, a CTmac informou que licitações já estão sendo feitas para a compra de 22 semáforos. Osa novos equipamentos irão substituir considerados ultrapassados. Ao todo, 12 serão substituídos e os outros 10 serão instalados em outros pontos da capital, identificados pelos engenheiros. Licitação Quanto aos coletivos, a CTmac desde o segundo semestre de 2011 tenta realizar o processo licitatório para a contratação de empresas de ônibus. A meta é colocar 200 coletivos novos para cobrir melhor a capital. Mas os donos das atuais empresas que atuam na cidade, tem conseguido na Justiça retardar o processo.

... “É preciso o aumento de 70 ônibus novos” explicou Carlos Clay, presidente do Sindicato dos Rodoviários


Sociedade

Aline Lima alinelima@jdia.com.br

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, domingo e segunda, 24 e 25 de junho de 2012

Contrate o Programa Balada Fashion para o seu evento: Inauguração de empresas, coquetel de lançamento da nova coleção, aniversário, formatura, confraternização, etc... Contatos: 9112 5045/ 9112 1989. Programa Balada Fashion todos os sábados às 18:40 e reprise aos domingos às 14h. Na REDETV.

Yuri e Fatima Pelaes

Mensagem do dia

Procuradora geral do MP-AP Ivana Cei

“Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera. Ama-se justamente pelo que o amor tem de indefinível”. Desconhecido

Siana Fernandes e Andre Melo

O que não se deve vestir para o trabalho

Lutador de MMA Adson Preguica

Consultora de moda das lojas Visual Fashion Laura Sousa

Dayane e sua filha Mercia Leticia

Andressa Andrade

Em determinados ambientes de trabalho não se tem a obrigação do uso de uniformes. Sendo assim, algumas gafes podem ocorrer ao se vestir. Deve-se então, levar em consideração o cargo ocupado, função exercida, tal como a filosofia da empresa e a forma de se portar dos demais funcionários. Portanto, vestir-se adequadamente é um indicativo de que você reconhece seu papel, assim como de sua organização. Contudo, atente para o fato de que caso exerça funções de chefia, ou tenha contato direto com clientes, sua imagem deve espelhar o que a empresa de fato deseja representar. Sendo assim, todo e qualquer elemento que traduza exageros ou se destaquem devem ser evitados, como peças curtas, muito justas, decotes exagerados, calças baixas ou cores extremamente vibrantes. Isto, porque a atenção em um ambiente profissional deve voltar-se aos interesses e assuntos profissionais, e tais características podem voltar a atenção dos interlocutores para uma esfera pouco desejável. Logo, a regra se aplica também aos cabelos, unhas, maquiagem, joias e acessórios. A aparência deve ser sóbria e elegante. Igualmente importantes, os saltos não devem ser extremamente altos.

Jornal do Dia 24/06/2012  

Jornal do Dia 24/06/2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you