Page 14

Esporte

Jornal do Dia

Macapá-AP, quinta-feira, 14 de abril de 2011

Editor responsável : Pablo Oliveira< pc.oliveira@hotmail.com

Após perder espaço, Bruno César ganha nova chance como titular Com só dois gols marcados nas últimas três partidas, o treinador promoverá o retorno do meia Bruno César ao onze inicial do Corinthians DIVULGAÇÃO

Fonte uol.com.br

Na Grande Área Mario Tomaz BOLA CHEIA. A nova diretoria do Santos fecha com uma comissão técnica de qualidade, já tem material esportivo e começou seus treinamentos. Jogada de craque do ex-atacante, e presidente Luciano Marba. BOLA MURCHA. Direção da Liga Desportiva de Laranjal do Jari não quer resolver a situação da eleição. Se depender de Joel, o problema vai parar na justiça comum. Nada bom para o esporte.

À

s portas das quartas de final do Campeonato Paulista e há três jogos sem vencer duas derrotas e um empate, o técnico Tite não está satisfeito com o desempenho ofensivo do Corinthians. Com só dois gols marcados nas últimas três partidas, o treinador promoverá o retorno do meia Bruno César ao onze inicial do Corinthians na última partida da fase de classificação do Estadual, domingo, contra o Santo André, às 16h, fora de casa. “Já adianto que o momento do Bruno chegou, ele vai jogar. Estou avaliando a situação de forma geral e quero definir isso na sexta, mas ele está preparado. É a retomada do trabalho do Bruno, normal com todos atletas”, afirmou o comandante corintiano. O meia, que começou o ano em alta após ser eleito a revelação da última edição do Campeonato Brasileiro, tendo balançado as redes adversárias 14 vezes, perdeu espaço após o

FEMININO. Sete equipes estarão disputando o Campeonato Amapaense deste ano. São eles - Santos, São Paulo, Oratório, Trem D. Clube, Liga Desportiva de Tartarugalzinho, Adec (Associação Desportiva Calçoene) e Cruzeiro.

Bruno César coloca as mãos na cabeça durante jogo do Corinthians

pífio empate da equipe por 0 a 0 contra o Tolima, no Pacaembu, pela primeira fase da Libertadores-11. Depois disso, o treinador tentou achar um meia que fosse capaz de fazer o time render como no ano passado. Para a função, ele testou Danilo, Morais, Ramíres e ainda recuou o atacante Jorge Henrique.

C2

“O Bruno voltaria para equipe quando viajou, para vocês [jornalistas] verem como são as coisas. O técnico precisa de coerência, não posso colocar um jogador que faltou no treinamento [para viajar]. Ele ficou fora do clássico [contra o São Paulo], o Ramirez entrou e foi bem”, explicou Tite. Outro que pode reapa-

recer é o zagueiro Paulo André. Longe dos gramados desde novembro do ano passado para operar, o beque deve ir a campo no próximo domingo. “Vamos esperar os treinamentos. O Paulo fez um trabalho mais intenso. Essa semana ele vai dar a resposta para a intensidade dos trabalhos e ver se tem condição”, finalizou.

Ganso quer definir rumo após jogo no Paraguai e aumenta pressão por resultado

SUB17. Doze equipes estarão disputando a competição neste ano que começa no primeiro turno do Campeonato de Profissionais. Macapá, Lagoa, Trem, São José, São Paulo, Combatente, Cruzeiro, Santos, Oratório, Clube Atlético Amapaense, Ypiranga Clube e Renovação. VOLTARAM. Cinco dias após terem suas dispensas anunciadas oficialmente pelo Paysandu, o meia Alex Oliveira e o lateral esquerdo Élton Lira voltaram a treinar normalmente com o grupo bicolor nesta quarta-feira (13). A dupla, mais o zagueiro Nei Baiano, foi dispensada do clube após a eliminação da Copa do Brasil, contra o Bahia. Em relação aos contratos dos jogadores, a assessoria de imprensa do Paysandu informou que nada foi alterado e que os prazos para rescisão continuam firmados para novembro, como era antes. PARABÉNS YPIRANGA. O mais antigo clube de Rondônia faz aniversário ontem. É o Ypiranga Esporte Clube, agremiação de um passado de glórias, tanto no futebol, como no social. Daqui a oito anos, em 2019, será o primeiro clube do estado a alcançar seu centenário de existência.

O do Amapá será no dia 15 de maio. DEUSIMAR OLIVEIRA. O empresário não faz mais parte da direção de esportes do Ypiranga Clube. Entregou o cargo e espera definição do presidente Edinho Duarte, que está em Brasilia resolvendo assuntos particulares e conversando com Luiz Estevão para acertar parceria com o clube amapaense. ESTÁDIO ZERÃO. O autor do primeiro gol do estádio e o principal artilheiros da década de 90, Raimundo Américo Miranda quer que continue sua placa de bronze no estádio. Miranda, o primeiro gol deste estádio. Ai Coronel !!! ALUIZIO VIDEIRA. Se tudo der certo, em junho a bola rola pelo Campeonato Amapaense no estádio de Mazagão. Palavra dos secretários Joel Banha - Infraestrutura e Pingarilho - Desporto e Lazer. Reunião ocorreu ontem com o vice-prefeito Jorjão e com o vice-presidente Paulo Rodrigues. PAVULAGEM. Tem gente que não quer começar por baixo e nem ter que trocar almoço por janta e se capacitar. Quer chegar logo ganhando bem e fazendo o que tem entende. Calma, assim é fácil demais. E o que vem fácil... fácil também vai. CASAL SCAPIN. Os empresários Carlos e Danieli Scapin estiveram na abertura do Campeonato de Fraldinhas e mostraram que além de bons investidores, gostam de esporte. O resultado... é que não foi tão satistário 0x7 para o Macapá. COPA GOSPEL DE FUTSAL. Será nesta quinta-feira, a partir das 16 horas, o coquetel de apresentação da Copa Gospel 2011. O evento ocorre no monumento Marco Zero e a bola começa a rolar no dia 25 de junho. Estarão na disputa da competição 40 equipes - Macapá, Santana e Mazagão.

Meia promete aos familiares um parecer definitivo sobre futuro até o fim da semana

Fonte uol.com.br

O

futuro de Paulo Henrique Ganso tem tudo para ser traçado ao término dos 90 minutos do duelo entre Santos e Cerro Porteño, hoje, às 20h30, no Paraguai, pela Libertadores. O meia prometeu aos familiares e representantes um parecer definitivo sobre o rumo da carreira até o fim da semana, mas sabe que o destino pode variar de acordo com o resultado do jogo. Por conta disso, Ganso prefere o silêncio. Embarcou e chegou a Assunção ignorando jornalistas para não fomentar boatos ou ter de explicar o encontro que teve com Ronaldo e o

presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, na semana passada, em São Paulo. Pessoas próximas do meia ainda confiam que a preferência é por um novo acerto contratual com o Santos e a obtenção da garantia de transferência para o futebol europeu em curto prazo. O grande problema é que a demora em um posicionamento definitivo deixou o atleta de 21 anos extremamente pressionado. Ganso chegou ao Paraguai como a ‘estrela solitária’ do Santos, já que Elano e Neymar estão suspensos. Como uma derrota resultará na precoce eliminação do alvinegro na Libertadores, a impressão é de que o camisa 10

depende de um resultado positivo para seguir no clube. O temor dos dirigentes é que os gritos de “mercenário”, já disparados contra o meia pela própria torcida, ganhem força em caso de fiasco no torneio continental, ao ponto de justificar a saída do clube. Caso não haja sucesso para segurar Ganso, o Santos pretende dificultar a transferência para a Europa e bate o pé cobrando os 50 milhões de euros de multa rescisória. No entanto, ninguém na Vila acreditava ter o Corinthians como um inimigo real. O rival não só seria a “ponte” para o futebol europeu, mas também representaria uma dura derrota política para

Ferrari cria plano emergencial

H

á três dias, a Ferrari está em estado de emergência. Assustada com o mau desempenho no início deste Mundial, a escuderia italiana está trabalhando em várias frentes para tentar diminuir a desvantagem tanto para a Red Bull, dona de duas vitórias em duas provas, quanto para a McLaren, que teve dois segundos lugares. Passadas duas etapas do campeonato, a Ferrari ainda não conseguiu subir

no pódio. A melhor colocação de sua dupla de pilotos até agora foi o quarto lugar de Fernando Alonso no GP da Austrália no último domingo, na Malásia, Felipe Massa foi quinto, e o espanhol, sexto. Na tentativa de melhorar seu desempenho para o GP da China, que será já neste domingo, a cúpula ferrarista preferiu voar de volta para Maranello, na Itália, antes de se dirigir para Xangai. Stefano Domenicali,

chefe do time, e os diretores técnicos Aldo Costa e Pat Fry embarcaram para a sede da escuderia pouco depois do fim do GP da Malásia para trabalhar lado a lado com seus engenheiros e buscar soluções para as principais reclamações de Massa e Alonso. O restante da equipe chegou já na segunda a Xangai, a fim de iniciar os trabalhos. A prioridade da Ferrari é investigar a parte aerodinâmica do F150 Itália para

os dirigentes. Os santistas já vivem a expectativa de novas eleições no fim do ano. O clube litorâneo se vê refém de Ganso no momento. Se o atleta não topar o acordo, uma transferência nacional poderia se tornar viável. Os cerca de R$ 60 milhões necessários para contratá-lo não são mais considerados inibidores para o Corinthians, dependente de um “sim” oficial do meia. Enquanto isso, Ganso encontrou um meio de ter suas vontades contratuais atendidas. Ele só não espera encarar a dura realidade de optar por permanecer no Santos sem o respaldo do torcedor. Para isso, vencer o Cerro Porteño é fundamental. entender por que sua performance na pista não corresponde aos números dos testes feitos no túnel de vento. A ideia é identificar logo o problema para que o desenvolvimento do carro seja revisto e se possa agilizar as novidades que deveriam ser colocadas em uso apenas na parte europeia do Mundial. Uma delas é o desenvolvimento de uma nova asa dianteira, inspirada na usada pela Red Bull e que é alvo de polêmica entre as equipes, apesar de a FIA já tê-la aprovado.

‘Pedi a Deus para não morrer afogada’, diz Fabiana folha.com

A

meio de rede Fabiana, do Vôlei Futuro e da seleção brasileira, falou que ficou com medo de morrer afogada no acidente com o ônibus que transportava o seu time ao ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). Por volta das 19h40, chovia muito forte, e o ônibus tombou para a direita, no lado em que Fabiana estava sentada. Com isso, outras garotas caíram sobre ela, enquanto a água entrava no ônibus. “Quando o ônibus virou, eu fiquei coberta pela água. As meninas estavam por cima de mim. Só pensava assim: ‘Deus não me deixe morrer afogada’. Fiquei em estado de choque”, disse a jogadora. Fabiana sofreu um corte no braço esquerdo, precisou levar sete pontos, e agora passa bem. Outras jogadoras também se cortaram, como a levantadora Ana Cristina, no cotovelo, a central Fer-

nanda Gritzbach, na coxa e a oposta Joycinha, no supercílio. A líbero americano Stacy é quem inspira mais cuidados. Ela foi levada para o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A atleta realizará exames e deve ficar em observação por 48 horas. O Vôlei Futuro iria nesta terça-feira fazer o primeiro confronto contra o Osasco pela semifinal da Superliga feminina. A partida acabou adiada. Com tantas jogadoras feridas e abaladas emocionalmente, o técnico do Vôlei Futuro, William, afirmou não saber quando essa partida poderá ser disputada. “Em relação ao jogo, vai demorar um pouquinho acontecer. É complicado, as jogadoras estão machucadas. Vamos ficar um tempo sem treinar”, disse William, que sofreu uma fissura no osso do braço. A CBV deve nos próximos dias definir uma data para esse jogo.

jdia 14 04 2011  

jdia 14 04 2011