Page 1

* Fundado em 04 de Fevereiro de 1987

Macapá-AP, Sábado, 22 de Junho de 2013 - Ano XXVI

CELIANE FREITAS

•Domingo e Segunda R$ 2,50 •Terça a Sábado R$ 1,50

INSEGURANÇA

Empresários contabilizam prejuízos após manifestações

As manifestações que aconteceram nos dois últimos dias em Macapá acarretaram enormes prejuízos a empresários. Alguns deixarão de lucra mais de R$ 5 mil por dia porque

terão que ficar com as portas fechadas. Os donos lojas disseram também que além dos prejuízos terão gastos com o reforço na segurança dos seus empreendimentos. nB1

PRESSIONADA

DIVULGAÇÃO

Dilma promete melhorar serviços públicos

NOVO PROTESTO

Estudantes se revoltam com a PM e voltam às ruas O terceiro de manifestos em Macapá foi bem mais ameno. O foco principal foi a revolta de alguns manifestantes quanto a ação da Polícia Militar. Segundo os participantes, o protesto foi motivado pela ação dos policiais nas revistas. nB2 CELIANE FREITAS

Dilma ainda pediu mais respeito e ordem

JORNAL DO DIA

Para evitar novos atos de vandalismo, alguns empresários cobriram as vidraças com compensado

A presidenta Dilma Rousseff prometeu chamar os governadores e prefeitos das principais cidades do país e os líderes das manifestações populares para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. nA4

Apesar das revistas feitas nos participantes, muitas armas e bombas foram retiradas de circulação pelos policiais

JORNAL DO DIA

NO AMAPÁ

Apenas 20% das domésticas trabalha com a carteira assinada

No Estado, o número de domésticas que trabalham na informalidade é alto. Segundo o Sindicato da Classe, existem mais de cinco mil empregadas,

mas apenas vinte por cento deste número atua com carteira assinada. O assunto foi debatido durante audiência pública, na Câmara de Macapá. nB3 CELIANE FREITAS

MAIS UM

Caseiro é encontrado morto no Torrão do Matapi

Utilização dos Correios vai deve facilitar acesso dos interessados

TRÂNSITO

Vítimas podem solicitar seguro DPVAT nos Correios

Desde ontem, as vítimas de acidentes de trânsito em todo o País poderão solicitar, gratuitamente, o Seguro DPVAT, nas agências próprias dos Correios. Com a ampliação da parceria, serão mais de 7,5 mil pontos de atendimento em todos os estados. nB4

Corpo foi transportado por canoeiros

Olendina informou que o Sindicato tem feito ações de assistência e instrução para as profissionais

A Politec, a princípio, acredita que ele tenha sido vítima de afogamento, já que o corpo não apresentava sinais de violência. O mesmo foi removido para ser periciado. nB4

NA INTERNET www.jdia.com.br - REDAÇÃO 3217.1117 - COMERCIAL jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO 3217.1111 - ATENDIMENTO 3217.1110


Opinião

JD

Poucas & Boas

• A PRESIDENTE Dilma Rousseff telefonou quinta-feira (20) para o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), para ouvi-lo sobre a onda de protestos no país. Segundo ele, Dilma estava em estado de “perplexidade”. • MUITA GENTE se admira dos atuais políticos que ontem, no período da ditadura, roubavam, assaltavam lojas, bancos, fábricas, chamarem hoje de vândalos para aqueles que estão nas manifestações. Deveriam tirar de letra, afinal o exemplo veio deles!! A Historia daquela época está aberta! • EM MACAPÁ os empresários estão sem rumo. Dinheiro que não circulava agora piorou

com as manifestações que quebram tudo na Candido Mendes, eles fecham as portas cedo com medo do quebra-quebra geral. A polícia não consegue segurar os “vândalos” e eles jogam para fora toda a revolta contra os gestores do Estado, em cima da frágil economia local. Ninguém toma providencias, nem Governo e nem Prefeitura, que também estão acuados pela insatisfação geral. Ninguém pode rir mais do outro.

• PADRE JOSÉ Busato fez 55 anos de sacerdócio no ultimo dia 21. O JD não esquece aquele que em nossas páginas evangelizou durante muitos anos o povo do Amapá! Hoje mora em um mosteiro na Itália e continua

evangelizando agora o seu país de origem. Muito querido por todos em Milão continua feliz em sua missão de padre e monge. Parabéns !!

• PRESIDENTE DILMA chamou presidente da CNBB Dom Raimundo para conversar sobre a Jornada Mundial da Juventude no Rio. Pelo pouco que conhecemos do papa Francisco, nenhuma manifestação ou revolução irá mudar sua decisão de vir para a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro em julho. Ao contrário, agora mesmo que ele estará pronto para trazer a Palavra de Jesus para todos os jovens do mundo inteiro. Quem deverá temer a vinda do Papa serão aqueles que massa-

deputado estadual

A

s manifestações iniciadas semana passada e que ganharam força com o passar dos dias, revela a inquietação a que está envolvida grande parte da sociedade e que os administradores vêm encontrando dificuldades para vê-la. A juventude brasileira que dava a impressão que estava concentrada e satisfeita com a sua participação nas redes sociais não percebendo o que acontecia em sua volta, mais uma vez surpreende e se mostra capaz de modificar o pensamento político nacional e a revirar o modele de gestão que está sendo operado no Brasil. Os mandatários não percebiam o que estava acontecendo e continuavam praticando o velho modelo baseado no lema do “manda quem pode e obedece quem tem juízo”. Outra vez os jovens, mesmo sem participar diretamente, assimilaram as lamentações dos seus pais, alguns desempregados, outros subempregados, e grande parte trabalhando apenas para a sua sobrevivência e de

sua família. A reação veio da sala de estar da família, devido as reprovações que os mais velhos sempre fazem, quando o assunto é a administração pública ou tudo aquilo que dela depende. O novo preço das tarifas pagas pelos usuários dos transportes coletivos - o gasto mais universal dos trabalhadores e dos jovens estudantes -, funcionou como a gota d’água suficiente tirar as travas das propostas os jovens brasileiros têm, ou acham que têm, para mudar a atitude dos gestores e os conceitos da administração pública. A diversificação dos temas foi o primeiro resultado apurado logo depois das primeiras conversas e além do aumento das tarifas para o transporte público, mais três temas entraram na linha de prioridade: nível de violência em todo o país, os custos da Copa do Mundo de 2014 e a necessidade de melhorar os serviços públicos prestados. Depois do vaiaço do Mané Garrincha quando a presidente Dilma decla-

rava aberta a Copa das Confederações no Brasil, os movimentos ganharam corpo e se estenderam por toda esta semana pelo Brasil. No Amapá as manifestações começaram na quarta-feira. Marcada para o final da tarde, além de trazer as cores da legitimidade e as justificativas de brasilidade, trazia uma dúvida que perseguia a consciência dos organizadores e dos responsáveis pela manutenção da ordem. É por isso que qualquer análise que se venha fazer dos acontecimentos da quarta, em Macapá, pode ser dividida em duas artes: a primeira adequada às regras e às promessas dos organizadores, com predominância da coerência e da responsabilidade; a segunda parte, um desafio à inteligência de qualquer um e à paciência da polícia. Enquanto aqueles que realmente querem a mudança se esforçavam para mostrar os seus objetivos; estes demonstravam a sua insanidade, a sua irresponsabilidade e a sua grande vontade de que tudo permaneça como está, acreditando que para isso, basta fazer baderna,

• VEJAM O QUE falaram no twitter na sexta-feira: Boa tarde povo tucuju ! \o/ ... Já estamos poraki ! Kd os moleques do PSOL, sentindo falta dos malacos, ainda não curaram os “ Zóios”. @ brunnobobi: Alguns malucos que passam gritando aqui na frente do TCE: “vamos quebrar isso aí hoje!!” =p. RT @Franck22Hill: Ponte Sérgio Arruda sendo ocupada por manifestantes... O caos se instalou em Macapá. Monalisa Kato @ ‫‏‬ MonalisaKato Acabei de receber informações que o governador receberá representantes da manifestação quando chegar de viagem, na semana q vem. Porém... Monalisa Kato @ ‫ ‏‬MonalisaKato ... Uma galera disse que na ausência dele o caos tomará conta da cidade e vão tocar o terror.

apresentar-se como vândalo que basta. Os elementos que deixaram escurecer para, protegidos pela escuridão quebrar, virar carros, atirar e se tornar alvo, esses deram a impressão que não tem compromisso com ninguém – nem com a família e muito menos com a Pátria. Aqueles que foram com os seus cartazes e com suas caras pintadas e que exerceram a sua capacidade de protestar, saíram de lá aplaudido pela sociedade; agora aqueles que se esconderam por traz de máscaras ou da escuridão da noite para participar de quebra-quebra, esses saíram vaiados, quando não feridos ou presos. O Brasil não precisa dos baderneiros. O Brasil precisa dos jovens que já entenderam o seu compromisso e a importância de ser responsável e exercer a democracia. Os verdadeiros líderes não agridem, depredam ou agem como animais irracionais; os verdadeiros líderes aceitam a liderança, constroem a democracia e usa a racionalidade humana pra defender a sociedade e sua célula principal – a família.

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(+1917-2006) e Irene Pereira(+1923-2011) Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira(+1954-1994)

Diretor Executivo: Marcelo Ignacio da Roza Diretora Corporativa: Lúcia Thereza Pereira Ghammachi Assessoria Jurídica e Tributária: Américo Diniz (OAB/AP 194) Eduardo Tavares (OAB/AP 27421) Editor-Chefe: Janderson Cantanhede Gerente Comercial: Andrew Gustavo Cavalcante dos Santos CONSELHO EDITORIAL Presidente: Aldenor Benjamim dos Santos

Secretário Executivo: Marcelo Ignacio da Roza

CONSELHEIROS: Carlos Augusto Tork de Oliveira

Danieli Amanajás Scapin

Janderson Carlos Nogueira Cantanhede

Índice

Opinião - A2 Geral - A3, Geral - A4 Cidade - B1

José Arcângelo Pinto Pereira

Luiz Alberto Pinto Pereira

Maria Inerine Pinto Pereira

Cidade - B2 Geral - B3 Polícia - B4 Geral - C1

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 E-mails pautas e contato com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br departamento comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz - Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA Tel.: (91) 3244.4722 Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Esporte - C2 Diversão&Cultura - C3 Social - C4 Classidia - 08 Pág

A2

Editor: Pablo oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

cram o povo brasileiro!!

OS JOVENS CORAÇÕES EDINHO DUARTE

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

Edição número

8233

ESPLANADA POR LEANDRO MAZZINI Jornalista

Twitter @leandromazzini

PROJETO DA ‘CURA GAY’ SÓ TERÁ SOLUÇÃO EM AGOSTO

O

projeto da ‘Cura gay’ só terá novo encaminhamento – contra ou a favor – em Agosto. É quando será escolhido o relator e o parecer vai à votação, diz o presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, deputado Dr. Rosinha (PT-SP). Há uma briga suprapartidária e de diferentes opiniões pela relatoria. Disputam o cargo: A favor do arquivo, a deputada e psicóloga Mara Gabrilli (PSDB-SP), e Érika Kokay (PT-DF), indicada pelo Conselho Federal de Psicologia. Pela manutenção da proposta, desejam a vaga de relator os deputados Roberto Lucena (PV-SP) e Rogério Carvalho (PT-SE).

Estica

A ‘estica’ do Dr. Rosinha não quer encrenca em meio ao turbilhão das manifestações das ruas – um dos motivos dos protestos é o polêmico projeto.

AprovaçãoRelâmpago

O projeto de autoria de João Campos (PSDB-GO), aprovado na Comissão de Direitos Humanos, presidida pelo pastor Feliciano (PSC-SP), teve aprovação relâmpago.

O que é

A proposta extingue artigos da Resolução do Conselho de Psicologia, e visa permitir que psicólogos realizem ‘tratamento para que pacientes deixem a homossexualidade’.

Estado de Defesa?

Houve comentários no Congresso de que a presidente Dilma poderia lançar mão do Artigo 136 da Constituição e decretar Estado de Defesa se os protestos piorarem no País. É o que proíbe ‘reunião, ainda que exercida no seio das associações’ e, claro, manifestações. Além de permitir quebra de sigilo de correspondência e sigilo de comunicação telefônica e prever ocupação militar de órgãos públicos.

Cerco na pista

Chegou à Justiça Federal em Brasília ação civil pública do MPF que pede a prisão dos diretores da ANTT por não cumprimento de ordem judicial de Luziania (GO), que prevê licitação para linhas de ônibus no entorno de Brasília. Há 50 anos há monopólio.

Tristeza

A violência tirou todo o brilho da Copa das Confederações e deixa a Copa de 2014 no alambrado. Com razão, o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, está magoado com os protestos violentos, triste, chateado. Ganha um prêmio quem lhe arrancar um sorriso.

Você aqui

A coluna abriu um canal: quem quiser pode enviar fotos ou vídeos de seu protesto pacífico para o email reportagem@colunaesplanada.com.br . Serão publicadas no site.

Aperto do apito

O ministro Gilberto Carvalho confirmou que vai à Câmara em audiência pública na Quarta para explicar supostas fraudes em demarcações e violência por e contra índios.

De casa

Caiu no colo do deputado Ronaldo Fonseca (PR-DF), na CCJ da Câmara, a relatoria do projeto de lei 3411/12 , de autoria do Tribunal de Justiça do DF, que torna juiz de paz cargo de indicação partidária.

Êpa, êpa

Há gestões do PSD e

do PSDB para que a relatoria fique com Sérgio Szveiter (RJ) ou João Campos (GO). O projeto passou na Comissão de Finanças, sob relatoria de Osmar Junior (PCdoB-PI). Ele analisou só a admissibilidade no Orçamento.

Esquentadinhos.jus

A coluna revelou a tramitação do projeto enviado pelo TJDFT e, pelos bastidores, soube de declarações raivosas de togados contra o repórter. Curiosamente, oficial de justiça começou a rondar este signatário com intimação de ação que não existe.

Concorrência

O poderoso Sindilegis, que reúne os servidores do Congresso, foi à Justiça e notificou o Sindicomlegis, para barrar a primeira assembleia do que pode ser um sindicato concorrente. Em jogo, a filiação e contribuição de mais de 10 mil servidores.

Kit protesto

Virou mania desde o início da semana nas papelarias de Brasília. Os jovens pedem o Kit Protesto: cartolinas, canetas-pilotos e cola. O resultado? Nas ruas.

Povo nas ruas

Foi marcada pelo Facebook ontem nova Marcha dos Indignados para hoje, a partir das 14h, na Esplanada, rumo ao Congresso. Pacífica, espera-se.

Ponto Final

Aviso à PM baiana: Como diz cartaz em Salvador, ‘Spray de Pimenta em baiano é tempero’.

Com Marcos Seabra, Maurício Nogueira e Adelina Vasconcelos

www.colunaesplanada.com.br LM Comunicação Coluna Esplanada contato@colunaesplanada.com.br Caixa Postal 1980 – CEP 70254-970 – Brasília-DF


JD

“ ” Entre Aspas

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista

Alguém me explica Essa eu não entendi: até uma semana atrás, antes dos protestos tomarem conta do país, os empresários do transporte público falavam grosso dizendo que queriam aumentar a tarifa para R$ 2,69 agora congelam o preço em R$ 2,30. Deu para entender?

O que querem - Em uma situação como essas, vejo duas explicações para o caos: ou os empresários ficaram com medo do que parece ser inevitável, ou seja, de um rebaixamento no preço da tarifa, ou então estavam de olho gordo em cima do caso. Boatos – Paralelo aos manifestos que acontecem em Macapá, surgiu agora uma nova onda tão desnecessária quanto o quebra-quebra pelo

país: a boataria.

Ponte interditada – No início da tarde de ontem era forte a conversa de que a Ponte Sérgio Arruda, principal ligação entre as zonas norte e sul da cidade, seria interditada. Não aconteceu. Três gatos pingados apareceram por lá e logo se dissiparam.

Geral

denta Dilma resolveu falar ontem, em cadeia nacional, à nação brasileira. Mais uma vez, fez promessas para o futuro e no final deu boa noite. Mesmo papo – Não podemos admitir que diante de uma das maiores manifestações de rua da história do país a presidenta da República nada diga. Ou limite-se a ler três ou quatro parágrafos e pronto. Por essa eu não esperava.

Desastre à vista - A presidenta Dilma carece de tempo para evitar o desastre de ver se esvair sua popularidade, tornando-se sério candidato a uma fragorosa derrota na eleição do próximo ano. Oportunidade - Dilma poderá enxergar o momento que atravessa como uma preciosa oportunidade de corrigir seus principais erros e aproveitá-la com coragem e ousadia. Fôlego - Ainda surpresos com a magnitude dos protestos, analistas políticos reconhecem que a presença de multidões nas ruas deixará marcas e já rendeu frutos, como a redução das tarifas de ônibus, mas apostam que o movimento não terá fôlego para seguir adiante por muito mais tempo. Façam suas apostas... Até amanhã...

O que vocês acham? - A meu ver, no mínimo faltou imaginação. No máximo, talvez ela não tenha ou não saiba o que dizer em uma situação atípica como essa. Entre uma coisa e outra, é possível que ela ainda esteja pensandonos termos de um pronunciamento à altura para um momento

Dilma na TV – Pressionada pelas manifestações e oposição, a presi-

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@jhotmail.com Blog: jandersoncantanhede.wordpress.com

Os motivos RODOLFO JUAREZ

O

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

que está acontecendo em todo o Brasil surpreende até aqueles profissionais que se dedicam à análise comportamental das pessoas e à repercussão das medidas que são tomadas pelos governantes e que influencia na relação entre todos. Por isso nenhuma deles conseguiu entender os primeiros passos dados no rumo das ruas, chegando a imaginar que se tratava de desocupados ou mesmo baderneiros, oriundos principalmente de partidos políticos que estavam dispostos a ocupar o tempo dos outros, principalmente do sistema de segurança pública, e os seus. Nem perceberam que a imensa maioria era de jovens acadêmicos e jovens estudantes do ensino médio que, de tanto ver reclamação em casa dos pais, dos avós, dos irmãos, enfim, resolveram se combi-

M

uitos são os casos comumente noticiados de práticas abusivas sexuais cometidas contra crianças e adolescentes. Diante disso, na tentativa de minimizar essas práticas garantindo o melhor interesse dos menores, a castração química, embora polêmica a questão, mostra-se como uma das soluções a essa problemática. Configura-se como uma forma temporária de castração ocasionada por medicamentos hormonais para reduzir a libido (palavra de origem latina que significa desejo ou anseio). Diferente da castração cirúrgica, quando os testículos e ovários são removidos através de incisão no corpo, a castração química não castra a pessoa praticamente, e também não é uma forma de esterilização. Em verdade é uma medida preventiva ou de punição àqueles que tenham cometido crimes sexuais violentos, tais como estupro e abuso sexual infantil. O uso de substâncias

nar e demonstrar a força que poderiam até nem saber que tinham. De repente o que se viu foi um mar de jovens cantando o hino nacional e gritando palavras de ordem, caminhando da rua, chamando atenção dos engravatados que saiam dos escritórios e das pessoas mais pobres que lutavam nos pontos de paradas dos ônibus ou nas estações de passageiros dos trens, metros e barcas pela oportunidade de voltar para casa. No momento em que perceberam que o cenário era composto de vários quadros, nos quais estão muitas das pessoas que são citadas, repetidamente, na escola em que estudam, seja colégio ou faculdade, e vendo a foto que eles mesmos tiraram com seus modernos aparelhos multifuncionais, perceberam o sacrifício que aquelas pessoas passam todos os dias

que mude apenas as pessoas. Os resultados foram a inexplicáveis ações de quebra-quebra, praticadas por anormais que escolheram não compreender a mensagem dos jovens e preferiram enfrentar as bombas de efeito moral da polícia, os tiros de bola de borracha e os processos que os responsabilizam pelos atos que praticaram. A crise está instalada e não há qualquer condição de garantir o seu prazo de duração, mesmo que os atacantes sejam dominados agora. A delicadeza do momento exige ações coordenadas, onde o verbo ceder não pode deixar de ser conjugado e a capacidade de negociação precisa estar disponível em nível máximo, com agentes especialmente treinados e que percebam as razões de todos. Todos precisam ter cautela, principalmente o lado atacado, que dispões da força e tem a compromisso de defender os interesses de todos, mesmo que tenha que agir com firmeza.

Castração química químicas pode causar vários efeitos colaterais, incluindo aumento de peso, fadiga, trombose (inchaço nas pernas), hipertensão, podendo até ficar cego, leve depressão, hipoglicemia (perda de glicose no sangue). Além de questões éticas, a castração química pode aumentar a pressão arterial em indivíduos do sexo masculino, por vezes a níveis perigosos, além de poder causar ginecomastia é definida como o aumento do tecido mamário em homens. Outros efeitos secundários, tais como a formação de depósitos anormais de gordura no fígado, estão sendo investigados. O deputado Pastor Marco Feliciano, atualmente presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, defende, através de projeto de lei em trâmite no Congresso Nacional, a castração química para estupradores, como uma medida alternativa a esse tipo de criminoso. "O portador desse desvio sabe que poderá vir a reincidir e podendo optar

A3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Dia-Dia

como esse.

Santana tomada – Também ontem, boato de que protestos iriam tomar conta de Santana também não se realizaram. Como em Macapá, meia dúzia de estudantes com cara de sono foram para as ruas santanenses, mas a vontade de sair gritando não vingou. Laranjal do Jari foi a mesma coisa.

para chegar ao trabalho e para voltar para casa. Resolveram agir. A primeira providência foi enviar aquela foto para os seus amigos, acompanhada de um comentário, que retrata preocupação. A decisão foi para a sala de estar, na conversa com os pais ou outros familiares que tinham na prática, a mesma reclamação, inclusive aquela de que o dinheiro não estava dando para pagar a prestação do bem que tinha comprado influenciado pela tal isenção de imposto. Essa é uma hipótese para a ação dos que têm agido com responsabilidade, mas não é hipótese alguma para ação daqueles que agem como se bandidos fossem, depredando e destruindo patrimônios. As manifestações em Macapá, depois da demonstração que deram os jovens estudantes durante a tarde da quarta-feira, foram atravessada por ativistas políticos e alguns marginais por índole que têm interesse que o processo não mude e

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

Festa de verdade

H

á pouco tempo, a população brasileira comemorava a escolha do Brasil para sediar a Copa do Mundo de Futebol 2014, e o Rio, para sediar as Olimpiadas de 2016. Os dois assuntos eram tratados como uma grande conquista do País e muitos viam as escolhas como um reconhecimento mundial ao novo momento vivido pelo Brasil. Uma espécie de convite para o clube da elite mundial. Vãs esperanças. À medida que o tempo passava, ficava evidente que a preparação da infra-estrutura necessária a receber os grandes eventos iria se tornar em mais uma fonte de rumorosos escândalos de corrupção nacional. A conta para preparação dos eventos já alcançou números estratosféricos. O Brasil vai realizar a Copa mais cara de todos os tempos e vai deixar, depois, inúmeros elefantes brancos em cidades que não têm a menor tradição em futebol, como Manaus e Brasília. Enquanto isso, cidades como Belém, no Pará, onde os estádios vivem cheios, foram ignoradas. E vem mais bandalheira por aí, à medida que as obras relacionadas à Copa e às Olimpíadas avançarem. Essa, afinal, é a tradição nacional. A triste realidade matou a euforia dos brasileiros com as duas competições internacionais realizadas no País. Diante de tanta bandalheira em todos os setores da nação, e com a difícil situação econômica e social vivida no Brasil, a voz de indignação popular que vem das ruas supera em muitos decibéis os gritos de alegria dos torcedores nos estádios. Bom nisso tudo, é sonhar que esse grito que das massas pode levar o Brasil a ser verdadeiramente uma grande nação. Uma nação onde o povo tem saúde de qualidade , excelente educação, segurança pública, onde a economia é forte e diversificada e que, de quebra, ainda tem o melhor futebol do mundo. Aí sim, será uma festa sem igual.

Hora-Hora

Publicidade Preparada para rodar durante a realização da Copa das Confederações, a mídia da Fiat Automóveis, uma das patrocinadoras da transmissão da Rede Globo, tem como mote o tema “Vem pra rua!”, um chamamento à torcida nacional.

Aproveita Só que os manifestantes estão usando o mesmo “slogan” para incentivar a turma jovem a aderir o movimento reivindicatório. Então: “Vem para rua! Vem pra rua!”, seja para comprar um Fiat ou para protestar. Duplo sentido Aliás, nesses tempos de povo nas ruas, tudo parece ganhar um significado novo. Até algumas inocentes músicas juninas, fazendo referências às fogueiras ardendo, parecem aludir ao movimento popular que varre o país.

250,00 cada. Gasto desnecessário e, portanto, condenável. Movimentos Previsto para a próxima quarta-feira (26), o movimento que colocou contra a parede o governador Camilo, o prefeito Clécio e os demais políticos amapaenses, deve chegar até Santana, o segundo município mais populoso do Estado. Descaso Lá, também, o descaso com a cidade é deplorável. A buraqueira é infernal, o lixo está espalhado para todo lado, o transporte público é sofrível, a saúde pior que em tempo de guerra e as mazelas administrativas continuam. Na lista Depois de Santana, a bola da vez pode ser Oiapoque.

Excesso O antigo terreno do empresário Zé Lito, no Novo Buritizal onde a prefeitura deverá edificar mais de 2 mil moradias por conta do PAC 2, está tendo um gasto desnecessário, merecendo, inclusive, ser colocado na pauta das reivindicações das passeatas.

Mau humor Se quiser ver a turma do PSB de mau humor, diga que o dinheiro parou de circular no Amapá. A frase causa arrepios nos inquilinos do Setentrião. Por lá, consideram que se trata de uma mentira que foi repetida mil vezes e por isso, para o povão, acabou virando verdade.

Desperdício Em vez de cercar a extensa área com madeira de baixa qualidade e baixo custo , centenas de telhas de alumínio, caríssimas, estão sendo usadas no local. São mais de mil unidades em torno de R$

Tarefa difícil Não é por outra razão que os releases do Governo do Estado procuram, a todo custo, provar que o dinheiro está sim circulando no Amapá. Agora, vá convencer quem está de bolso vazio.

MINUTOS Ideal – Ouvir o prefeito Clécio Luís falar sobre o novo sistema de transportes que pretende implantar em Macapá é inspirador. É como um sonho bom. Difícil é acordar para a realidade.

pela troca da pena de prisão, se submetendo a tratamento médico que provoque a chamada 'castração química', poderá livrar a sociedade de novamente estar exposta aos riscos de seus ataques", justifica Feliciano no seu projeto. Portanto, a castração química afigura-se como alternativa à prisão para criminosos que não conseguem controlar a libido e cometem crimes sexuais, especialmente contra crianças e adolescente.

Resta agora aguardar o trâmite do projeto de lei e se o legislador entender pela sua aplicação, a prática será inserida no ordenamento jurídico brasileiro. ADRIA SALES LAGE, RAFAELE VIEIRA MEDEIROS, acadêmica do 8º termo/matutino do Curso de Direito da Faculdade de Macapá – FAMA. E-mail: ad-lage@hotmail. com Orientação: Profª Sônia Ribeiro

Desânimo - Começam a surgir sintomas de desânimo com as manifestações de rua. Motivo: Latino fez uma música em homenagem ao movimento. Para muitos, é o sinal do fim. Golpismo – turma do PT nacional difunde a tese de que manifestações de rua são ação da direita, que estaria tentando golpe para tirar o partido de Lula do poder. Força - Tese petista é “viagem na maionese“, mas texto da colunista da Folha de São Paulo, Eliane Cantanhêde, que já usa expressão “militares leais à presidente Dilma” acaba fortalecendo a maluquice. Patético - Diante da crise vivida hoje no Brasil, como soa patética a mensagem de alguns partidos políticos na TV. Como a do PHS, veiculada ontem, anunciando-se como um partido que luta por justiça social e igualdade.


JD

Geral

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

A4

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Após protestos, Dilma promete discutir pacto para melhorar serviços públicos O primeiro será a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que privilegie o transporte coletivo

A

presidenta Dilma Rousseff prometeu chamar os governadores e prefeitos das principais cidades do país e os líderes das manifestações populares para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV, Dilma anunciou que as ações do governo terão três focos. O primeiro será a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que privilegie o transporte coletivo. O segundo é a destinação de 100% dos royalties do petróleo para a educação, proposta que está em discussão no Congresso. Para melhorar a saúde, Dilma prometeu trazer mais médicos do exterior para ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a presidenta, o vigor das manifestações pode ser aproveitado para que sejam tomadas medidas que beneficiem a população e já começaram a produzir resultados, como a redução das tarifas de ônibus em diversas cidades brasileiras. “As manifestações desta semana trouxeram importantes lições. As tarifas baixaram e as pautas dos manifestantes ganha-

ram prioridade nacional. Temos que aproveitar o vigor das manifestações para produzir mais mudanças que beneficiem o conjunto da população brasileira”, declarou. A presidenta citou a trajetória de defesa da democracia durante a ditadura como motivo para levar as reivindicações em consideração. “A minha geração lutou muito para que a voz das ruas fosse ouvida. Muitos foram perseguidos, torturados e morreram por isso. A voz das ruas precisa ser ouvida e respeitada e não pode ser confundida com o barulho e a truculência de alguns arruaceiros”. Dilma disse ainda que não deixará de combater a corrupção. “Sou a presidenta de todos os brasileiros. Dos que se manifestam e dos que não se manifestam. A mensagem direta das ruas é pacífica e democrática. Ela reivindica um combate sistemático à corrupção e ao desvio de dinheiro público. Todos me conhecem. Disso eu não abro mão” A presidenta prometeu ainda conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes, governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto

Dilma disse ainda que não deixará de combater a corrupção. “Sou a presidenta de todos os brasileiros”

em torno da melhoria dos serviços públicos. Ela anunciou ainda que pretende receber os líderes das manifestações pacíficas, representantes de organizações de jovens, das entidades sindicais, dos movimentos de trabalhadores e das associações populares. A mensagem foi ao ar em cadeia nacional de rádio e TV. Dilma passou o dia dis-

cutindo os protestos e manifestações que ocorrem no país e que ontem (20) reuniram quase 2 milhões de pessoas em 438 cidades. De manhã, a presidenta se reuniu com ministros, entre eles o da Justiça, José Eduardo Cardozo. Também recebeu o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do

Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno. A onda de manifestações pelo país começou em São Paulo, reivindicando a revogação do reajuste da tarifa de ônibus de R$3 para R$3,20. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital, Fernando Haddad, voltaram atrás no reajuste, mas os protestos continuaram e se ampliaram

pelo país. Entre as causas defendidas pelos manifestantes estão o fim da impunidade, da corrupção e a crítica aos gastos públicos com a Copa das Confederações e a Copa do Mundo. Também são contrários à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público.

Presidenta reconhece legitimidade de protestos, mas pede respeito e ordem

A

presidenta Dilma Rousseff disse ontem (21), em pronunciamento em rede nacional, que está acompanhando as manifestações que acontecem pelo país com atenção, reconheceu a legitimidade dos protestos e criticou a violência e o vandalismo, disse que é a presidenta de todos os brasileiros e anunciou que o governo vai lançar um plano nacional de mobilidade urbana, com foco na melhora do transporte coletivo. “Se aproveitarmos bem o impulso desta nova energia política, poderemos fazer, melhor e mais rápido, muita coisa que o Brasil ainda não conseguiu realizar por causa de limitações políticas e econômicas”, disse a presidenta na abertura do pronunciamento, que foi ao ar às 21h em rede nacional de rádio e TV. Dilma disse que tem a “obrigação” de ouvir as vozes das ruas e dialogar

com todos os segmentos para levar as reivindicações adiante, mesmo que não seja “fácil chegar onde desejam muitos dos que foram às ruas”. A presidenta pediu que os manifestantes ajam dentro da lei e da ordem. “Os manifestantes têm o direito e a liberdade de questionar e criticar tudo. De propor e exigir mudanças. De lutar por mais qualidade de vida. De defender com paixão suas ideias e propostas, mas precisam fazer isso de forma pacífica e ordeira. O governo e a sociedade não podem aceitar que uma minoria violenta e autoritária destrua o patrimônio público e privado, ataque templos, incendeie carros, apedreje ônibus e tente levar o caos aos nossos principais centros urbanos”, declarou. Dilma defendeu ainda a reforma política. “Precisamos oxigenar o nosso sistema político e encontrar mecanismos para que ins-

tituições se tornem mais transparentes e mais resistentes aos malfeitos. A melhor forma de combater a corrupção é com transparência e vigor”, acrescentou. A presidenta criticou os que rejeitaram a presença de partidos políticos nas manifestações e disse que é preciso ampliar as formas de participação popular para que a população se sinta mais e melhor representada. “É um equívoco achar que qualquer país possa prescindir de partidos, e, sobretudo, do voto popular, base de qualquer processo democrático. Temos de fazer um esforço para que o cidadão tenha mecanismos de controle mais abrangentes sobre os seus representantes”, declarou. Durante o pronunciamento, Dilma saiu em defesa de se fazer a Copa das Confederações e a Copa do Mundo no Brasil e disse que o governo não gas-

A presidenta pediu que os manifestantes ajam dentro da lei e da ordem.

tou dinheiro público de áreas como saúde e educação para a construção de estádios. “Quero esclarecer que o dinheiro do governo federal gasto com as arenas é fruto de financiamento que será devidamente pago pelas empresas e

governos que estão explorando estes estádios. Jamais permitiria que esses recursos saíssem do Orçamento público federal, prejudicando setores prioritários com a saúde e a educação”. Ao final da mensagem, a presidenta pediu aos bra-

sileiros que recebam bem os estrangeiros que virão ao Brasil para o torneio. “Precisamos dar aos nossos povos irmãos a mesma acolhida generosa que recebemos deles. Respeito, carinho e alegria. É assim que devemos tratar os nossos hóspedes”.

Quase 2 milhões de brasileiros participaram de manifestações em 438 cidades

L

evantamento divulgado hoje (21) pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra que ontem houve protestos em pelo menos 438 cidades de todos os estados brasileiros. Quase 2 milhões de brasileiros fizeram manifestações pela redução das passagens do transporte público, contra os gastos com as obras da Copa do Mundo, pelo aumento dos recursos para a saúde e educação e contra a corrupção e a impunidade. Para o presidente do CMN, Paulo Ziulkoski, ainda não se pode mensurar o que as manifestações podem trazer de concreto para a sociedade, mas para ele os protestos são positivos, pois acabam conscientizando a população e mostram cidadãos mais

ativos. Além disso, para o presidente, os atos vão fazer todas as esferas do governo reverem seus conceitos. Segundo, Ziulkoski a maioria dos confrontos aconteceu em cidades grandes e médias, nas pequenas os manifestos foram pacíficos. Ele disse que houve manifestos inclusive em municípios de 5 mil e 10 mil habitantes. “Ainda vamos fazer um levantamento mais detalhado”. Os movimentos tiveram início com protestos pela redução da passagem de ônibus na capital paulista. O Movimento Passe Livre, que mobilizou São Paulo com esse tema, defende um em última instância um transporte público gratuito para toda a população. Ziulkoski classifica como

irracional um projeto que preveja transporte público gratuito para todos, pois alguém vai ter que arcar com os custos. “Hoje 62% do custo do transporte público tem subsídio ou isenção. O nosso legislador apregoa benefícios mas não existe almoço grátis”, disse o presidente do CNM.

Os movimentos tiveram início com protestos pela redução da passagem de ônibus na capital amapaense.


CadernoB

Cidade

Editor: Túlio Pantoja- tuliopantoja@jdia.com.br

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

Empresários começam a contabilizar prejuízos causados após manifestações

Alguns empreendedores deixarão de lucra mais de R$ 5 mil por dia porque terão que ficar com as portas fechadas FOTO ELEN COSTA

CELIANE FREITAS

Donos lojas disseram que além dos prejuízos terão gastos com o reforço na segurança dos seus empreendimentos

ELEN COSTA

A

Da Redação

s manifestações que aconteceram nos dois últimos dias em Macapá acarretaram enormes prejuízos a alguns empresários locais, depois que um grupo de radicais infiltrados no meio do protesto decidiram depredar lojas no Centro comercial da cidade. Alguns empreendedores deixarão de lucra mais de R$ 5 mil por dia porque terão que ficar com as portas fechadas. “Infelizmente quando chegamos aqui encontramos esse cenário. Os vidros da nossa loja todos destruídos. Ainda não sabemos se levaram alguma coisa porque estava tudo espalhado. Tivemos que retirar o que restou e

Ótica no centro da cidade teve as vidraças todas estouradas pelos vândalos

guardar na outra loja. Ficaremos com essa fechada porque tivemos a informação que hoje vai ter novamente esse quebra-quebra”, disse a gerente de uma ótica localizada no cruzamento da Avenida Presidente Vargas com a Rua São José que foi alvo do vandalismo na noite desta quinta-feira (20). Os donos lojas disseram também que além dos prejuízos terão gastos com o reforço na segurança dos seus empreendimentos. Além de instalar câmeras de segurança, eles irão contratar seguranças armados e blindar a vidraça com compensados e até mesmo placas de ferro. “Acontece tudo isso e quem vai arcar com os prejuízos somos nós mesmos.

E sinceramente, eu acredito que com essa atitude ninguém vai chegar a lugar nenhum. Não vão conseguir resolver nada. Eu fico indignado e revoltado com tudo isso. Tive que ficar aqui na frente até o fim dessa palhaçada porque eles disseram que vão quebrar tudo. Até agora meus prejuízos já chegaram a mais de R$ 2 mil”, lamentou o proprietário de uma revistaria depredada pelos supostos manifestante. Com as ameaças de novos protestos, os donos dos estabelecimentos comerciais estão tendo inclusive que mexer na estrutura dos prédios com medo de terem os sues produtos saqueados. Muitos deles estão fechando mais cedo com medo do vandalismo.

Loja do do centro comercial ficou com a mercadoria completamente exposta após depredação


Geral

JD

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

B2

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Estudantes ficam revoltados com ação da PM e voltam às ruas para protestar A prisão de uma jovem que fazia cartazes na Praça da Bandeira foi o estopim para a fraca manifestação

O

terceiro de manifestos em Macapá foi bem mais ameno que os primeiros dias. O foco principal foi a revolta de alguns manifestantes quanto a ação da Polícia Militar. Na Praça da Bandeira, o movimento responsável pela manifestação pacífica de quarta-feira (19), fez uma avaliação dos avanços na pauta de reivindicações. No mesmo momento em que a reunião de avaliação acontecia, um outro grupo de manifestantes resolveu percorrer as principais ruas do centro da cidade. O protesto de ontem foi motivado, segundo os participantes, pela ação dos policiais militares na hora das revistas. Segundo o estudante Randerson Lobato, o estopim do protesto foi quando uma adolescente foi abordada de forma agres-

siva pelos policiais. Ela estaria fazendo alguns cartazes em um ponto da praça quando a PM a abordou dizendo que “aquilo era proibido”. Apesar das explicações e da intervenção dos demais colegas, a jovem acabou sendo detida e levada na viatura. Foi nesse momento que, revoltados, os adolescentes revolveram percorrer o centro da cidade. Revista policial Apesar das reclamações contra a atuação da polícia, muitas armas estão sendo retiradas de circulação durante as manifestações. Através de denúncias, a polícia encontrou um grande arsenal de armas caseiras e pedras escondidos em pontos estratégicos da Praça da Bandeira. Prevenção Diante das ameaças, a

PM adotou como estratégia a revista preventiva, principalmente nos indivíduos considerados suspeitos carregando mochilas e com rostos cobertos. O boato de que os manifestantes iriam interditar a Ponte Sérgio Arruda ontem não foi confirmado. Apesar de algumas viaturas do Batalhão de Trânsito (BPTran) estarem fiscalizando o local desde o inicio da tarde, apenas alguns estudantes foram vistos no local. Por volta das 19 horas, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado para conter a ação isolada de alguns vândalos no bairro São Lázaro, o que logo foram reprimidas pela ação policial. Também na noite de ontem, o grupo de manifestantes que percorreram ruas do centro da cidade pararam em frente a Assembleia Legislativa

CELIANE FREITAS

Policiais fazendo revista entre os participantes da manifestação de ontem: armas foram apreendidas

para cobrar um posicionamento dos parlamentares quanto aos protestos. Um cordão de isolamento foi formado pelos policiais evitando invasões. RAUL MARECO

Manifestantes ontem, em frente ao prédio da Assembleia Legislativa. Até o fechamento desta edição, protesto havia sido pacífico

CELIANE FREITAS

Armas e pedras apreendidas ontem, com os manifestantes. Enquanto isso, parte do grupo fazia avaliação ordeira do protesto na Praça da Bandeira

CNBB declara apoio a manifestantes, mas critica destruição do patrimônio

A

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou ontem (21) nota em que declara “solidariedade e apoio” às manifestações no país, desde que ocorram de forma pacífica. Na avaliação da CNBB, a movimentação “desperta para uma nova consciência” e atesta que “não é possível mais viver num país com tanta desigualdade”. A nota destaca também a demonstração de intolerância com a corrupção. “As mobilizações questionam a todos nós e ates-

tam que não é possível mais viver num país com tanta desigualdade. Sustentam-se na justa e necessária reivindicação de políticas públicas para todos. Gritam contra a corrupção, a impunidade e a falta de transparência na gestão pública”, diz o texto. A nota registra ainda que as manifestações recentes mostram que os brasileiros não estão dormindo em “berço esplêndido”. A CNBB critica a violência registrada nas manifestações e alerta que esse comportamento leva ao

descrédito. “Nada justifica a violência, a destruição do patrimônio público e privado, o desrespeito e a agressão a pessoas e instituições, o cerceamento à liberdade de ir e vir, de pensar e agir diferente, que devem ser repudiados com veemência”, registra. A nota foi divulgada em entrevista coletiva na sede da CNBB. O presidente da entidade, cardeal Raymundo Damasceno Assis, que se reúne com a presidenta Dilma Rousseff na tarde de hoje, foi questionado por jornalistas se considera im-

portante que a dirigente faça um pronunciamento oficial sobre a onda de manifestações. O cardeal respondeu que essa seria uma iniciativa positiva:”Imagino que ela deva dizer uma palavra ao país”, disse. Na manhã de ontem, a presidenta Dilma Rousseff e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, tiveram uma reunião em que avaliaram as manifestações. A onda de protestos no país fez a presidenta cancelar viagens ao Japão e a Salvador.

Manifestantes protocolam pauta de reivindicações na Câmara

S

ete manifestantes que participaram dos protestos de quinta-feira (20) voltaram ao Congresso ontem (21) para protocolar uma pauta com 13 reivindicações colhidas durante a manifestação. Eles entregaram o documento no protocolo administrativo do Senado, no protocolo da Presidência da Câmara, na Comissão de Legislação Participativa desta Casa e também foram recebidos pelo diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio.

Os jovens afirmaram que se conheceram ontem na manifestação e decidiram apresentar uma pauta comum para dar um foco à reivindicação. O estudante Clay Zeballos ressaltou que o grupo é apartidário e não tem a intenção de se tornar lideranças do movimento. Ele espera que o diretor-geral apresente as reivindicações aos parlamentares. “Gostaríamos que os parlamentares nos procurassem. Como somos aparti-

dários, não seria interessante procurá-los, mas, sim, o contrário”, disse. Reivindicações Os manifestantes também pretendem protocolar o documento no Supremo Tribunal Federal (STF) e na Presidência da República. O texto traz 13 reinvindicações: rejeição das PECs 33, que submete decisões do STF ao Congresso, e 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público; fim do voto secreto par-

lamentar; mais investimentos para a saúde, educação e segurança; CPI para apurar o superfaturamento das obras da Copa; por um estado laico efetivo; cassação e prisão dos envolvidos no mensalão; tornar a corrupção um crime hediondo; fim do foro privilegiado; retirada de Renan Calheiros da Presidência do Senado; veto ao ato médico; melhorias imediatas no transporte público; redução salarial dos parlamentares; voto facultativo.

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com BALANÇO SÓCIO AMBIENTAL O presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Amapá realizou o lançamento do primeiro balanço sócio ambiental do Conselho referente a 2012. O evento aconteceu na quinta-feira, dia 20, no auditório do prédio da Federação do Comércio, em Macapá. O balanço sócio ambiental do CRC/Amapá processa a incorporação da política de responsabilidade social nas gestões do sistema de conselhos de contabilidade. DILMA CAI 8 PONTOS O índice de pessoas que avalia o governo da presidente Dilma Rousseff como ótimo ou bom caiu oito pontos percentuais desde março deste ano, passando de 63% para 55%, segundo uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). SEM O IMPACTO DOS PROTESTOS A pesquisa, que foi realizada pelo Ibope entre os dias 8 e 11 de junho e não chegou a medir o impacto dos protestos generalizados por causa do aumento no preço das tarifas do transporte, entre outros motivos, também apontou um aumento entre aqueles que avaliam o governo como ruim ou péssimo, um índice que saltou de 7% para 13% e atingiu seu maior índice desde o início do mandato de Dilma, em 2011. REGULAR 32% De acordo com a pesquisa, assim como 55% dos entrevistados respaldam o governo de Dilma com avaliações entre bom e ótimo, 32% das pessoas consultadas consideram a gestão da presidente como “regular”, enquanto 13% a classificam como “ruim” ou “péssimo”. OUTROS DADOS As informações oficiais sobre o balanço de feridos dão conta de que pelo menos 4 pessoas foram atendidas logo depois de terminados os confrontos da FAB, sendo dois policiais militares, lesionados com uso de pedra. Outras 15 pessoas foram atendidas devido ao efeito do spray de pimenta. A polícia estimou que entre 20 e 25 mil pessoas participaram da manifestação em Macapá no final da tarde e começo de noite da quarta-feira. GINCANA CULTURAL A Escala Estadual Ruth Bezerra realiza nesta sexta-feira, dia 21, na quadra da escola e pela parte da manhã, a gincana cultural

sobre meio ambiente e qualidade de vida, com o objetivo de promover a IV Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. O tema deste ano faz referência à escola como foco na sustentabilidade trazendo o tema “Vamos Cuidar do Brasil com Escolas Sustentáveis”. FUNDO DE PARTICIPAÇÃO De pouco adiantou o esforço dos senadores amapaenses no Senado Federal. Esta semana foi aprovado o projeto de lei que altera as regras de distribuição do Fundo de Participação dos Estados (FPE). O projeto prevê a manutenção do atual modelo até 2015 e cria novas regras para a divisão a partir de 2016. O texto ainda precisa ser votado na Câmara Federal. A nova regra altera, para pior, o sistema de distribuição no que se refere ao Estado do Amapá. FORMAÇÃO O Fundo de Participação dos Estados é formado por 21,5% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados. Hoje a distribuição é feita conforme renda per capita de cada estado, em benefício dos mais pobres. Estados do Norte, Nordeste e Centro Oeste ficam com 85% e os da Região Sul e Sudeste 15% com percentuais fixos para cada ano. A nova equação será conhecida tanto que seja concluída a votação do projeto e tenha havido a sanção da presidente Dilma. SEMENTE Encerra-se hoje a 1ª Semana Estadual de Conciliação. Desde segunda-feira que está sendo desenvolvido um esforço conjunto entre magistrados, acadêmicos de direito e estagiários, seguindo um cronograma que marca para este sábado, dia 22, uma blitz educativa sobre conciliação quando serão entregues folders, cartazes e mudas de planta que representam a semente da conciliação. DECISÃO O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o Ministério Público tem legitimidade para questionar propagandas partidárias irregulares na Justiça Eleitoral. Os ministros julgaram ação da Procuradoria-Geral da República contra lei de 2009 que restringia o direito de contestar apenas aos partidos. A decisão não afeta as propagandas eleitorais de candidatos, transmitidas nas eleições.


Geral

JD

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

B3

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

Apenas 20% das domésticas trabalha com a carteira assinada no Estado

Em audiência pública, vereadores e domésticas debateram os novos direitos e regularização da profissão na capital CASSIO ALBUQUERQUE Da Redação

A

Câmara Municipal de Macapá realizou na manhã de ontem (21), audiência pública para discutir a regulamentação da PEC das Domésticas no município, através da Emenda Constitucional nº 72/2013. A sessão reuniu parlamentares e representantes da classe. De iniciativa dovereador Ulysses Parente, a sessão objetivou convocar empregadas e empregadores para tomarem conhecimento dos novos direitos que foram concedidos a classe. “É importante a conscientização de ambas as partes sobre esses novos diretos garantidos a categoria. A PEC, através

da emenda veio ampliar o direito dos trabalhadores domésticos, mas ainda dependem de certas regulamentações”, explicou. No Estado, o número de domésticas que trabalham na informalidade é alto. Segundo o Sindicato da Classe, existem mais de cinco mil empregadas, mas apenas vinte por cento deste número atua com carteira assinada. “Nesses anos todos, nossos direitos não foram reconhecidos pelas autoridades e esse momento é muito importante para as domésticas no Amapá”, disse a Presidente da Entidade, Olendina Nunes. Ulysses ressaltou a importância das agências de emprego, SINE e SETE para

instruir os empregadores sobre os novos direitos. “Esses locais que geralmente oferecem grande parte das vagas para a função. É preciso que estes trabalhem de forma a obedecer às leis trabalhistas, garantindo os direitos e deveres de patrão e empregado”, explicou. Olendina informou que o Sindicato tem feito ações de assistência e instrução para as profissionais conhecerem a PEC e orientá-las em caso de irregularidades. “É muito importante valorizar nosso trabalho, já que as empregadas dependem das patroas e patroas dependem das empregadas. Sem o trabalho doméstico, o Brasil pára”, disse.

DIVULGAÇÃO

No Estado, o número de domésticas que trabalham na informalidade é alto.

Polícia Civil tira “Macarrão” de circulação após intensa investigação ELEN COSTA

A

Da Redação

gentes de Polícia Civil da Delegacia Especializada em crimes Contra o Patrimônio (DECCP) prenderam na manhã de ontem (21), através de uma ordem judicial, Miguel Brazão Júnior, conhecido no submundo do crime como “Macarrão”. Segundo informações do delegado Wellington Ferraz, Macarrão já vinha sendo investigado pela polícia. Ele é acusado de ter participado de um rou-

bo ocorrido em no mês passado em um estabelecimento comercial, localizado no bairro Jardim Felicidade – Zona Norte da cidade de Macapá. Conforme o apurado durante o inquérito, na companhia de um comparsa, e de posse de uma arma de fogo, Macarrão rendeu o proprietário do mercantil e exigiu que este lhe entregasse todo o dinheiro que tinha. A ação criminosa aconteceu durante a madrugada. Como a vítima não possuía a quantia, a dupla

de bandidos começou a agredir a mesma, que tinha 60 anos de idade. O idoso recebeu chutes e tapas. Antes de fugir, os criminosos levaram um televisor de 42’. De posse das informações e dos depoimentos, a autoridade policial representou pela prisão preventiva do assaltante. A Justiça concedeu a mesma, e ele acabou sendo localizado em uma residência no bairro Jardim felicidade I, também na Zona Norte da capital amapaense.

DIVULGAÇÃO

Ainda de acordo com a polícia, macarrão já havia cumprido pena no Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) pelo crime de roubo. Atualmente ele foi beneficiado e estava em regime de prisão domiciliar. Depois dos procedimentos de praxe, o criminoso foi submetido a exame de corpo de delito na Polícia Técnico-Científica (Politec) e de lá foi transferido para a penitenciária, onde deve aguardar um novo posicionamento da justiça.

Prorrogadas inscrições para o Macapá Verão

F

oram prorrogadas as inscrições até o dia 26 de junho para os artistas interessados em se apresentar no Macapá Verão 2013. A prorrogação foi necessária devido à grande procura. Os interessados podem dirigir-se ao Prédio do Instituto

Municipal de Turismo (Macapatur). As inscrições também acontecem na Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), e na Sub-Prefeitura da Zona Norte. De segunda a sexta-feira, no horário das 08h às 12h e das 14h às 18h, e no sábado das 09h

Segundo informações do delegado Wellington Ferraz, Macarrão já vinha sendo investigado pela polícia.

Serão mais de 20 palcos espalhados pelos balneários e praças da cidade, por onde passarão as mais diversificadas atrações.

às 14h. No ato da inscrição é necessária a apresentação de portfólio com release, recortes de jornais, revistas, fotos, CD e DVD. Podem inscrever-se também locutores e donos de sons para evento de pequeno porte. Serão mais de 20 palcos espalhados pelos balneários e praças da cidade, por onde passarão as mais diversificadas atrações. Também terão

espaço grupos teatrais, poetas e grupos de dança, e a programação não se concentrará aos domingos, as sextas e sábados também haverá programação., no Complexo do Araxá e no Balneário da Fazendinha, aumentando assim a oportunidade dos artistas locais mostrarem seu talento no já tradicional evento que dá boas vindas à estação mais quente do ano.

Beneficiários do Bolsa-Família têm acompanhamento nutricional

T

udo pronto para que beneficiários do Programa Bolsa-Família, moradores da Zona Norte

PROCLAMAS DE CASAMENTO

de Macapá, recebam acompanhamento da condicionalidade da saúde, quesito exigido pelo Mi-

PROCLAMAS DE CASAMENTO

nistério da Saúde e Combate à Fome (MDS) para que as famílias possam continuar a receber o be-

nefício. Tecnicamente chamado de Acompanhamento Antropométrico, o monitoramento consiste na verificação nutricional de cada membro da família, através da averiguação de peso e altura. Caso haja a comprovação de algum tipo de risco (peso baixo ou elevado, e estatura muito baixa), os mesmo serão orientados quanto aos hábitos de uma alimentação saudável ou encaminhados à consulta com nutricionista, médico ou enfermeiro. “A convocação é para todas as famílias que ainda não compareceram nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) para o acompanhamento.

PROCLAMAS DE CASAMENTO

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

Bel ª Maria Cristiane da Silva Passos, oficial do 2º Registro Civil das Pessoas Naturais Do Distrito e Município de Macapá-Estado do Amapá; FAZ SABER que se pretendem casar:

Ele, filho de Jonas Alberto dos Santos e Valdete Isackson Jucá dos Santos. Ela, filha de Jorge de Lima Rodrigues e Odaisa Sussuarana Rodrigues. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local.

Ele, filho de Geroncio dos Santos e Laura Azevedo Melo dos Santos. Ela, filha de João Marino de Jesus e Maria Assunção Pereira de Jesus. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local.

Ele, filho de Josamar Lemos Maia e Maria Soniêta Lima Maia. Ela, filha de Antonio Carlos Neves Coelho e Maria José dos Santos. Alguém souber de algum impedimento, oponha-se na forma da lei. Lavro o presente para se afixado em cartório e publicado na imprensa local.

RAPHAEL JUCÁ DOS DOS SANTOS e NATHÁLIA SUSSUARANA RODRIGUES

Macapá-AP, 17 de junho de 2013 Jean Danilo C. Rodrigues Escrevente autorizado

JORGE VITORIO MELO DOS SANTOS e RAIMUNDA PEREIRA DE JESUS

Macapá-AP, 21 de junho de 2013 Jean Danilo C. Rodrigues Escrevente autorizado

FRANCISCO JARDSON LIMA MAIA e AMANDA PRISCILA DOS SANTOS COELHO

Macapá-AP, 20 de junho de 2013 Jean Danilo C. Rodrigues Escrevente autorizado


JD

Geral

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

B4

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Vítimas de trânsito podem solicitar Seguro DPVAT nas agências dos Correios do AP Os interessados poderão utilizar 26 pontos dos Correios no estado, para darem entrada em suas solicitações FOTO ELEN COSTA

Pessoas vítimas de acidentes de trânsito têm direito ao seguro DPVAT. Utilização dos Correios vai facilitar o acesso dos interessados a esse benefício

REPORTAGEM JD

A

Da Redação

partir do dia 21 de junho, as vítimas de acidentes de trânsito em todo o País poderão solicitar, gratuitamente, o Seguro DPVAT, nas agências próprias dos Correios. Com a ampliação da parceria, serão mais de 7,5 mil pontos de atendimento oficiais em todos os estados do território nacional — sendo mais de 6 mil agências da ECT. A expectativa é de que este aumento facilite o acesso dos beneficiários ao Segu-

ro DPVAT. O pedido do benefício deve ser feito gratuitamente e sem a necessidade de intermediários em uma Seguradora Consorciada ou, a partir de agora, nas agências próprias dos Correios. A parceria entre a ECT e a Seguradora Líder-DPVAT teve início em 2011 nos estados do Ceará, Maranhão e Piauí e foi estendido em 2012 para outros nove estados. Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Espírito Santo Pernambuco, Paraná, Rio

de Janeiro, Rondônia, Roraima, Sergipe, São Paulo, Tocantins e o Distrito Federal serão beneficiados agora. Para o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, “a parceria consolida o objetivo dos Correios de oferecer acesso a diversos serviços aos cidadãos brasileiros”. De acordo com o Diretor-Presidente da Seguradora LíderDPVAT, Ricardo Xavier, “o recebimento do Seguro DPVAT pelas vítimas de trânsito é simples e dispensa o auxílio de ter-

ceiros. Por meio dessa parceria, as vítimas de acidente de trânsito terão mais um importante canal para buscar os benefícios do Seguro DPVAT, afirma. O projeto contou com o treinamento de cerca de 25 mil trabalhadores da ECT. Ao dar entrada no pedido do seguro nos Correios, as vítimas ou seus beneficiários recebem um comprovante da respectiva solicitação, enviada à Seguradora Líder DPVAT, para o devido acompanhamento.

A iniciativa favorece a população vítima de acidente de trânsito. A quantidade de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT de janeiro a março de 2013 aumentou em 28% em relação ao mesmo período em 2012. De acordo com a Seguradora Líder-DPVAT foram pagas 124.846 indenizações entre as três coberturas do Seguro DPVAT – morte, invalidez permanente e reembolso por despesas médico hospitalares. A indenização de invalidez permanente representou 68% deste total. Um dado preocupante é a quantidade de indenizações pagas por acidentes envolvendo motocicletas: 70% do total, quando, de acordo com o DENATRAN, esses veículos representam apenas 27% da frota nacional. Os automóveis, que representam a maior parte da frota de veículos (60%), foram responsáveis por 24% das indenizações. O perfil das vítimas permanece constante: 77% dos benefícios foram pagos para vítimas do sexo masculino. A maior incidência de indenizações envolveu acidentados de 18 e 34 anos, representando 51%, parcela importante da população economicamente ativa. Para dar entrada no pedido de indenização nos Correios é simples: O DPVAT é um seguro

de dano pessoal que pode ser solicitado por vítimas de acidentes de trânsito resultantes em invalidez permanente, morte e para reembolso de despesas médicas e hospitalares. Toda pessoa que sofrer um acidente no País, seja pedestre, motorista ou passageiro, tem direito ao seguro. Veja como solicitar: - Informe-se sobre a documentação necessária pelo telefone 0800 022 12 04 ou pelo site www. dpvatsegurodotransito. com.br. Lembrando que o prazo para o pedido da indenização é de até 3 anos, a contar da data do acidente. - Dirija-se a uma agência dos Correios informada no site www.dpvatsegurodotransito.com.br. - Guarde o comprovante de envio fornecido pelos Correios. - Até 30 dias da data da entrega da documentação solicitada, o pagamento das indenizações é feito por meio de crédito em conta corrente ou conta poupança da vítima ou de seus beneficiários. Os valores indenizados são de R$13.500,00 no caso de morte; até R$13.500,00 para invalidez permanente, variando conforme o grau de invalidez; e até R$2.700,00 para despesas médicas e hospitalares, dependendo dos gastos efetivamente realizados e comprovados.

Caseiro é encontrado morto no Torrão do Matapi ELEN COSTA Da Redação

O

corpo de um homem aparentando ter uns 40 anos de idade foi encontrado na manhã de ontem (21) por moradores da localidade de Igarapé das Armas, no Torrão do Matapi, na BR-156, a cerca de 40 quilômetros de Macapá. De acordo com informações, o homem até então não identificado, trabalhava como caseiro em uma propriedade naquela região. Ele teria

sido visto pela última vez em vida na noite anterior, fazendo o consumo de bebida alcoólica. O cadáver dele foi encontrado em baixo de uma canoa. A Polícia Técnico-Científica (Politec), a princípio acredita que ele tenha sido vítima de afogamento, já que o corpo não apresentava sinais de violência. O mesmo foi removido para ser periciado e após a necropsia é que o resultado da causa mortes dera revelada.

Ronda Policial JOÃO BOLERO Da 99,1 FM

BLOG DO BOLERO

ESTATÍSTICA DAS MORTES VIOLENTAS DE 01 a 20.06.2013 1º ARMA DE FOGO: com 52 homicídios (3 culposos) 34 em Macapá; 5 em Santana; 2 em Porto Grande, 2 em Ferreira Gomes, 2 em laranjal do Jari; 1 no Distrito do Coração, 1 no Igarapé da Fortaleza (STN), 1 no Distrito de Lourenço (Calçoene); 1 na Rodovia Duca Serra, 1 em Fazendinha, 1 em Vitória do Jari, 1 em Serra do Navio. 50 do sexo masculino e 2 do sexo feminino. Obs.: No mesmo período do ano passado foram 49 homicídios, 33 em Macapá. 2º TRÂNSITO: com 44 óbitos 15 em Macapá; 8 na BR-156; 7 em Santana;

3 na Rodovia do Curiaú, 3 Rodovia JK; 2 na Rodovia Alceu Paulo Ramos, 2 na BR-210, 2 na Rodovia Duca Serra; 1 no Paredão (Porto Grande), 1 em Ferreira Gomes; 37 do sexo masculino e 7 do sexo feminino. 19 de moto, 13 de carro, 6 pedestres e 6 de bicicleta. Obs.: No mesmo período do ano passado foram 46 óbitos, 15 em Macapá. 3º ARMA BRANCA com 43 homicídios; 15 em Macapá; 8 em Santana; 4 em Laranjal do Jari; 3 em Oiapoque; 2 em Fazendinha, 2 em Lourenço (Calçoene); 1em Calçoene, 1 no Paredão (Ferreira Gomes), 1 em Tartarugalzinho, 1 na Ilha de Santana, 1 na Perimetral Norte (Porto Grande), 1 em Amapá, 1

FOTO ELEN COSTA

De acordo com informações, o homem até então não identificado, trabalhava como caseiro em uma propriedade naquela região

no Distrito do Coração (MCP), 1 em Mazagão, 1 na BR-210; 39 do sexo masculino 4 do sexo feminino. Obs.: No mesmo período do ano passado foram 63 homicídios sendo 28 em Macapá. 4º AFOGAMENTO: 31 óbitos 6 em Santana; 3 em Laranjal do Jari; 2 em Macapá, 2 em Porto Grande, 2 no Bailique, 2 em Cutias do Araguari; 1 em Mazagão, 1 no Abacate da Pedreira, 1 em Amapá, 1 em Pracuuba, 1 em Oiapoque, 1 em Calçoene, 1 Maçaranduba (Tartarugalzinho), 1 no Curiau Mirim, 1 na Tessalônica, 1 no Rio Macacoary, 1 no Igarapé da Fortaleza, 1 em Fazendinha, 1 na Rodovia Duca Serra; Todos do sexo masculino; Obs.: No mesmo período do ano passado 40 óbitos, 10 em Macapá. 5º SUICÍDIO: com 24 casos 11 em Macapá; 2 em Vitória do Jari, 2 em Cutias, 2 em Santana; 1 em Mazagão, 1 em Fazendinha, 1 em Mazagão Velho,1 em Ferreira Gomes e 1 em Porto Grande, 1 em Amapá,1 na BR-210; 17 por enforcamento, 4 por envenenamento, 2 por arma de fogo, 1 por esfaqueamento. 19 do sexo masculino e 5 do sexo feminino;

Obs.: No mesmo período do ano passado foram 16 casos, 10 em Macapá. 6º ASFIXIA: 08 óbitos ( 5 por homicídio e 3 por acidente doméstico) 6 em Macapá; 1em Pedra Branca, 1 em Calçoene ; Todos do sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado 06 casos, 2 em Macapá. 7º AGRESSÃO FÍSICA: 06 óbitos 3 em Macapá; 1 em Vitória do Jari, 1 em Tartarugalzinho, 1 em Santana; Os 5 do sexo masculino 1 do sexo feminino; Obs.: No mesmo período do ano passado nenhum caso. 8º CHOQUE ELÉTRICO: 06 óbitos 4 em Macapá; 1 em Itaubal, 1 em Curicaca, 6 do Sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado 03 casos, 1 em Macapá. 09º PAULADA: 06 homicídios 6 em Macapá; 5 do sexo masculino e 1 dos sexo feminino. Obs.: No mesmo período do ano passado 03 casos. 10º TRAUMATISMOS DIVERSOS: 05 óbitos 2 em Macapá

1 em Vitoria do Jari, 1 em Santana, 1 em Laranjal do Jari ; Todos do sexo masculino; Obs.: No mesmo período do ano passado foram 13 óbitos com 08 em Macapá 11º FETO: 02 óbitos 1 em Macapá e 1 em Santana; Obs.: No mesmo período do ano passado 01 caso, em Mazagão. 12º QUEIMADURA: 01 óbito 1 em Macapá, Sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado nenhum caso. 13º PICADA DE COBRA: 01 óbito 01 em Macapá; Sexo feminino. Obs.: No mesmo período do ano passado nenhum caso. 14º RAIO: 01 óbito 1 em Ferreira Gomes; Sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado nenhum caso. POR CAUSA DESCONHECIDA: 02 óbitos ( 1 por homicídio) 1 em Porto Grande e 1 na BR-156. No ano passado foram 7 por causas desconhecidas. No ano passado 2 mortes por acidente aéreo, em Macapá, 1 masculino e 1 feminino.


CadernoC

Geral Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Número de pessoas ocupadas continua aumentando no País Dados fazem parte da Pesquisa Industrial Anual – Empresa, divulgada pelo IBGE e revelam estabilidade no crescimento da indústria brasileira

O

número de empresas industriais com mais de uma pessoa ocupada cresceu 4% no Brasil de 2010 para 2011, passando de 299.862 para 312 mil. Do mesmo modo, o número de pessoas ocupadas mostrou expansão de 3%, subindo de 8,4 milhões de pessoas pra 8,6 milhões, com média de 28 pessoas empregadas por empresa. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Anual – Empresa (PIA-Empresa), divulgada ontem (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a economista Maristella Rodriguez, da Coordenação de Indústria do IBGE, a indústria brasileira mostrou estabilidade em 2011, em comparação ao ano anterior. “Ela teve um crescimento muito modesto que, na verdade, [decorre] do cenário internacional”. Lembrou que a economia mundial foi afetada pela crise financeira de 2008, pela debilidade da economia norte-americana e, mais recentemente, pela crise do euro. A volta da trajetória de crescimento modesto da indústria brasileira está apoiada na contribuição da indústria extrativa, intensiva em recursos naturais. O que ocorre, disse Maristella à reportagem, é que apesar do pequeno peso da indústria extrativa na estrutura industrial, há um efeito multiplicador importante. “Os bens que nela são extraídos fornecem insumos, tanto para a indústria de transformação como para a indústria da construção civil”. Maristella ressaltou que o valor adicionado da indústria brasileira, diferença entre o valor bruto da produção e o consumo intermediário, atingiu R$ 679,3 bilhões, em 2011. As atividades com maior participação no total da indústria foram fabricação de produtos alimentícios (12,6%), extração de minerais metálicos (9,9%), fabricação de coque, de produ-

Número de pessoas ocupadas teve expansão de 3%, subindo de 8,4 milhões de pessoas pra 8,6 milhões

tos derivados do petróleo e de biocombustíveis (9,8%), fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (9,5%) e fabricação de produtos químicos (6,7%). Juntos, esses cinco segmentos industriais representam 48,5% do valor adicionado da indústria total. O valor bruto da produção e o consumo intermediário somaram, respectivamente, R$ 2,1 trilhões e R$ 1,4 trilhão. Já o valor da transformação industrial, que corresponde à diferença entre o valor bruto da produção industrial e o custo das operações industriais, alcançou R$ 936,8 bilhões. O IBGE observou que os dois primeiros setores (produtos alimentícios e minerais metálicos) têm grande peso dentro da indústria. O ganho de participação do ramo de fabricação de produtos alimentícios em 2011, por exemplo, foi 12,2% em relação ao ano anterior. As empresas do setor industrial mostraram receita líquida de vendas de cerca de R$ 2,2 trilhões, em 2011, com média de R$ 7 milhões por empresa. Os gastos com pessoal somaram R$ 319,2 bilhões e mostraram participação de 14,5% na estrutura dos custos e despesas da indústria, cujo total alcançou também R$ 2,2 trilhões.

Maristella Rodriguez disse que as empresas com 500 ou mais pessoas ocupadas, com maior escala de produção, continuam com maior participação no total da indústria brasileira. “Em 2011, essas empresas auferiram receita líquida de vendas correspondente a 68,2% do total, percentual superior ao de 2010 (67,4%). As grandes empresas dominam o mercado, nesse sentido”, disse. Em termos de dinâmica da indústria, Maristella disse que um dos setores que têm peso grande dentro da estrutura industrial e que ganhou participação, em termos percentuais, de 2007 para 2011, foi a indústria de alimentos. A atividade foi influenciada pela continuidade da oferta de crédito na economia e pela expansão do consumo, associadas a mudanças na renda do consumidor. Outro setor relevante foi a extração de minerais metálicos, influenciada pelo aumento da produção de ferro e que ganhou impulso devido à demanda externa e aos preços favoráveis de exportação. “O que acontece é que [há], nesse período, um aumento da exportação das commodities (produtos agrícolas e minerais comercializados no exterior) e uma continuidade do crescimento da renda, do

emprego, das condições de crédito na economia. [Há] medidas temporárias de desoneração, isenção fiscal em alguns setores, com a queda do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), por exemplo”. A pesquisa revela que, no ano de 2011, o total de investimentos registrados nas empresas industriais atingiu R$ 162,9 bilhões. As empresas com 30 ou mais pessoas ocupadas investiram no seu ativo imobilizado 96,8% do total aplicado. “Isso é bem representativo”, disse. O destaque coube aos investimentos efetuados em máquinas e equipamentos industriais, cuja participação foi 46,3%, contra 45,4% no ano anterior. A indústria brasileira cresceu 16,1% no período compreendido entre 2007 e 2011, enquanto a economia evoluiu 22,9%. Já a participação da indústria no Produto Interno Bruto (PIB), soma dos bens e serviços fabricados no país, mostrou leve recuo, passando de 27,8% em 2007, para 27,5%, em 2011. Em 2010, a participação foi mais significativa (28,1%). Em relação ao índice de produção física da Coordenação de Indústria do IBGE, a taxa de crescimento da indústria no período pesquisado foi 5,9%. (Agência Brasil)

Gastos de brasileiros no exterior batem recorde em maio

O

s gastos de brasileiros no exterior chegaram a US$ 2,232 bilhões, em maio, de acordo com dados divulgados ontem (21) pelo Banco Central (BC). Esse foi o maior resultado para meses de maio, na série histórica do BC, iniciada em 1969. Em igual mês do ano passado, esses gastos ficaram em US$ 1,829 bilhões. De janeiro a maio, os gastos de brasileiros ficaram em US$ 10,370 bilhões, contra US$ 9,019 bilhões registrados nos cinco meses de 2012. O chefe do Departamento Econô-

mico do BC, Tulio Maciel, ressaltou que as viagens internacionais são “sensíveis” à cotação do dólar, que está em alta. “O câmbio tem oscilado e a conta de viagens internacionais tende a responder em alguma proporção em relação ao câmbio”. Entretanto, Maciel disse que a renda dos brasileiros continua crescendo e isso estimula às viagens ao exterior. Além disso, Maciel lembrou que muitos turistas compram pacotes de viagens internacionais antecipadamente. Por isso, a alta do dólar

pode não ter efeito imediato na redução dos gastos de brasileiros no exterior. Neste mês, segundo ele, é possível que essas despesas sejam maiores do que em junho de 2012. “[Há] alguma defasagem desse movimento [de alta do dólar] e a resposta das viagens”, disse. Os dados preliminares deste mês, até o dia 19, mostram que as despesas de viagens chegaram a US$ 1,286 bilhão. As receitas deixadas por estrangeiros no Brasil, ficaram em US$ 320 milhões, nesse período.. (Agência Brasil)

Inscrições para o ProUni podem ser feitas até a próxima sexta-feira

T

eve inicio ontem (21) as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni). Aqueles que quiserem concorrer a bolsa de estudos em instituições particulares de educação superior podem se inscrever no site do programa. As inscrições vão até a próxima terça-feira (25). Pode se inscrever no ProUni o estudante brasileiro que não tenha diploma de curso superior. É preciso ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou ter tido bolsa integral em escola particular. Segundo o Ministério da Educação, serão 90.010 bolsas no segundo semestre deste ano. Do total, 55.658 serão bolsas integrais e 34.352 parciais, de 50% do valor das mensalidades das instituições particulares. As bolsas integrais do ProUni são para os estudantes com renda bruta familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais

são para os candidatos com renda bruta familiar de até três salários mínimos por pessoa. O processo terá duas chamadas. O resultado da primeira será divulgado no dia 28, pela internet. Desse dia até 5 de julho, o estudante pré-selecionado deverá comparecer à respectiva instituição de ensino para aferição das informações prestadas no momento da inscrição, providenciar a matrícula e, se for o caso, participar de seleção própria da instituição. O resultado da segunda chamada está previsto para 13 de julho. O estudante terá de 15 a 19 de julho para comprovar as informações e providenciar a matrícula. Os candidatos não selecionados nessas etapas podem aderir à lista de espera do dia 26 a 29 de julho. Eles começarão a ser convocados a partir do dia 2 de agosto. O candidato selecionado terá até o dia 7 do mesmo mês para a comprovação dos documentos e matrícula. Em 12 de agosto será feita a segunda convocação.Os pré-selecionados deverão fazer a matrícula até o dia 15 de agosto. (Agência Brasil)

Aplicativo avisa usuário sobre vencimento de documentos e contas

D

a série de aplicativos que facilitam o cotidiano, o SmartMind é indicado para os esquecidos. O app, que é gratuito e funciona pelo Facebook, foi desenvolvido pela StartMind para auxiliar os usuários da rede social a controlar o vencimento de documentos, contas a pagar, produtos e garantias, entre outros itens. Qualquer usuário da rede social pode acessar o aplicativo e cadastrar as datas de vencimento de inúmeros itens para receber lembretes no perfil do Facebook e também por e-mail, além de informações importantes relacionadas aos itens cadastrados. Giovani Amaral, CEO da Sofit, explica que um brasileiro possui cerca de 30 documentos com vencimentos para controlar periodicamente e o esquecimento de pagamentos ou renovações pode acarretar em diversas multas e contratempos. “Por outro lado, a consulta diária ao Facebook já é um hábito para grande parte das pessoas e nada mais conveniente do que reunir informações re-

levantes em um local único, evitando que o usuário tenha que sair e acessar outras plataformas”, diz. O aplicativo SmartMind auxilia o usuário a gerenciar inúmeros itens relacionados a veículos como manutenção, seguro, impostos, além de garantias de produtos, passaportes, vistos, vacinas, consultas médicas ou datas importantes. Quando o usuário inserir o vencimento da habilitação ou do seguro do carro, por exemplo, receberá alertas sobre o vencimento do pagamento, indicação de onde pode ser renovado, quais são os valores praticados e qual a documentação necessária, além de outras dicas. O Smartind conquistou mais de 5 mil usuários em apenas uma semana. A expectativa da empresa é gerenciar mais de 400 mil vencimentos até o final deste ano. Mais informações no site do aplicativo.


Esporte

JD

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

C2

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Com vitória sobre o Trem, São José garante vaga na decisão do futebol Sub 20 Equipe precisava apenas do empate, mas venceu por 1 a 0. Final é dia 27 DIVULGAÇÃO

Equipes de basquete do Sesi e da escola Meta exibem as medalhas no peito

Sesi é campeão de basquetebol dos Jogos Escolares 2013 Elcio Barbosa

Da Reportagem

O Junior Belém comemora com os companheiros o 1º gol dele e o único da partida, que garantiu a classificação a final da competição

Elcio Barbosa

Da Reportagem

A

Sociedade Esportiva e Recreativa São José (SERSJ) já garantiu a 1ª vaga de finalista do Campeonato Amapaense de Futebol Sub 20, ao vencer o Trem Desportivo Clube por 1x0. O São José precisava somente do empate, mas a vitória frente ao Trem facilitou a classificação do tricolor. O gol foi marcado pelo meio campista, Junior Belém aos 40 minutos do 1º tempo. A arbitragem foi de: Claudio Jorge, com o auxilio de Inácio Silva, e Enoc Pacheco. A partida aconteceu na noite da ultima quinta-feira, 20, no estádio municipal, Glicério Marques. O São José disputa o título

na quinta-feira, 27, de junho de 2013, no Glicério Marques contra o time do Santos, ou Oratório. SER São José, e Trem realizaram uma partida diferente entre todas realizadas no decorrer do certame sub 20. Tanto São José, quanto o Trem buscavam a todo o instante o gol inaugural do marcador. Somente aos 40 minutos da primeira etapa, a rede balançou a favor do São José, Junior Belém fez uma obra prima que ninguém por aqui estar acostumado a ver, ele chutou de fora da área, ela estufou a rede do goleiro Irleson, era o gol da classificação, placar final São José 1x0. O segundo tempo, a responsabilidade ficou para o

time do Trem, a locomotiva tinha que empatar e virar o placar para chegar à partida final do Campeonato. O treinador, Bruno Caldas bem que tentou, colocou Chiquinho, e Jacson em campo, para mudar a história do jogo, mas não conseguiu. O técnico Arcanjelo José, conhecido Zezinho Macapá neutralizou as jogadas destes atletas com as atuações do Lourinho, e do Tracajatuba. Certo momento do jogo, o árbitro tinha que advertir com o cartão amarelo para conter as jogadas pesadas em campo. O tempo passou, e o Trem não conseguiu mexer na rede adversária, placar final, São José 1x0,

classificado para a decisão do certame marcado para o dia 27, quinta-feira, no Glicério Marques. “Na hora do chute eu pensei em passar para o companheiro Cabral, mas acabei acertando um belo chute, e fui feliz, com a vitória a gente percebe a união do grupo, apesar das dificuldades financeiras, eu dedico o gol aos meus companheiros, a minha namorada e meus familiares” declarou o autor do único gol da partida Junior Belém. “É isso que nós queremos do time do São José, que eles entrem focados em campo, para jogar no São José tem que ser guerreiro” alegou Zezinho Macapá, treinador tricolor.

Zico 10 vence São José no Campeonato de Fraldinhas, que busca novos talentos

Sesi é Campeão dos Jogos Escolares Amapaenses de 2013, na faixa etária de 12 a 14 anos, o jogo aconteceu na manhã desta sexta-feira, 21, no ginásio, Avertino Ramos. A escola Meta ficou como vice-campeã da competição. Oportunamente, o secretário de estado do desporto e lazer, Sedel, Mário Brandão indicou as colaboradoras da Secretaria entre as cozinheiras, e serventes, premiarem os atletas vencedores. “Nós nos sentimos muito felizes com a iniciativa do secretário, nunca tínhamos feito isso, e parabenizamos todas as equipes que participaram dos jogos” disse dona

Francisca que trabalha na copa da Sedel. A competição prossegue hoje, (sábado) dia 22 de junho de 2013, na modalidade de Atletismo: as 8:00 horas da manhã, haverá os jogos de Tênis de Mesa, no quartel da Policia Militar do Amapá, situada na Rua: Jovino Dinoá no bairro do Beirol, e na Associação Cantumoris de Tênis de Mesa, localizada na Av: Acelino de Leão, entre as Ruas, General Rondon e Eliezer Levy no Trem. A partir das 9 horas, o Pódio enfrenta o Sesi no Basquetebol Feminino, no ginásio Avertino Ramos. No domingo, haverá a corrida de Ciclismo a partir das 8 horas da manhã no Circuito do bairro Congós.

Jogadores do Paysandu comemoram retorno à Copa do Brasil

O

s jogadores do Paysandu treinavam normalmente a parte física em uma arena de Belém, quando receberam a notícia de que o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) havia revertido as duas decisões anteriores e, assim, recolocando o Papão na Copa do Brasil. As reações foram diversas e teve jogador que chegou a fazer “dancinha” no meio da movimentação comandada pelo preparador físico Wellington Vero. – Eu até dancei lá de alegria, pois se for verdade realmente, a gente fica feliz. É esse o clima do nosso time. Alegria acima de tudo. Temos que trabalhar forte para aguentar as duas competições (Série B do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil). O professor Vero está apro-

veitando muito essa parada da Copa das Confederações para trabalhar a parte física – disse o zagueiro Raul. O lateral-direito Yago Pikachu também não conteve a alegria. O jogador entrou na sala de imprensa do clube com um sorriso largo no rosto, mas confirmou que a informação pegou a todos de surpresa. – A notícia pegou todos nós de surpresa durante o treino até porque nos dois últimos julgamentos não conseguimos e, agora, aconteceu isso, que só nos deu alegria e mais motivação para trabalhar. Foi inesperado mesmo. Agora é dar continuidade no trabalho e focar na Série B, que é o nosso principal objetivo, mas também na Copa do Brasil – disse o lateral. (soupapao)

Após arrependimento, Tsunami retorna ao Sub-20 do Remo

Time de Fraldinhas da escolinha Zico 10 venceu o São José e pega o Ypiranguinha

Elcio Barbosa

Da Reportagem

Z

ico 10 derrotou o time do São José por 2x1, pelo Campeonato Amapaense de Fraldinhas, categoria sub 9 de Futsal. Marcaram para o Zico 10, Marcel, e Fernando Lima, diminuiu para o São José, Raickson Gabriel. A arbitragem do jogo foi: Carlos Sérgio Brito, e José Guilherme Souza. A partida aconteceu na tarde desta sexta-feira, 21, no ginásio, Júlio Pereira no bairro Laguinho. A próxima rodada será realizada no dia 27, quinta-feira, entre

Zico 10 x Ypiranguinha, São José x Jovens em Quadra. A Federação Amapaense de Futsal criou esta competição com o propósito de estimular novos atletas, a modalidade de futsal amapaense. Os jovens times arrastam os pais para realizarem um bom programa de fim de tarde ao ginásio. Ninguém fica, sem dar uma boa risada, bem que as crianças se esforçam em realizar um bom futsal. O detalhe é quando o atacante, por exemplo, erra a bola, acaba acertando a perna do adversário, que acaba em choro, é preciso

o pai entrar em quadra para fazer o jovem atleta se calar, para continuar a partida. Aos 5 minutos e 50 segundos de bola rolando da primeira etapa, Marcel dividiu levemente com a defesa ganhou a bola e chutou para o fundo das redes, placar Zico 10, 1x0. No segundo tempo, o nervosismo era evidente entre os pais, os atletas correm para um lado e para o outro atrás de pequena bola fabricada especificamente para esta categoria. Aos 8 minutos e 35 segundos, Raickson Gabriel empatou o jogo, placar 1x1.

Perto do fim, Fernando Lima deu a vitória para o time do Zico 10, aos 10 minutos e 11 segundos, placar final 2x1. “A escolinha agradece aos pais que, comparecem no ginásio para prestigiar os filhos deles, conseguimos essa vitória e vamos atrás de mais outra” falou Edinoelson Trindade, popular careca e coordenador da escolinha Zico 10. Pela outra partida, os Jovens em Quadra empatou com o Show de Bola por 2x2. Marcaram para os Jovens em Quadra, João Paulo, e Airam. Marcaram para o Show de Bola, Cauã, e Rodrigo.

O

jovem Wenderson Souza está de volta ao Clube do Remo. Mais conhecido como Tsunami, o garoto de apenas 16 anos retornou a Belém na madrugada desta sexta-feira. O jovem foi levado ao Recife (PE) por um empresário, com a proposta de brilhar no futebol pernambucano. O clube seria o Sport (PE). Ulysses Oliveira, vice-presidente das categorias de base do Leão, revelou que Wenderson Souza não foi orientado para tomar a decisão correta. O atleta azulino ficou somente seis dias na capital pernambucana. “O Tsunami tem apenas 16 anos, muito novo para lidar com esse tipo de situação. Apresentaram uma

proposta que deixou o garoto desorientado. Essa proposta foi totalmente ilusória. Fiquei sabendo que quando chegou no Sport (PE), o Wenderson quis voltar no outro dia. Não sei o que aconteceu para ter essa vontade de retornar o mais rápido possível. Quando o clube soube dessa situação de desespero dele, mandamos a passagem para volta a Belém e graças a Deus está de volta ao Clube do Remo”, contou Oliveira. O vice-presidente das categorias de base convocou um reunião para acontecer na tarde desta sexta-feira, às 16h, na secretaria de futebol amador do clube, para resolver a situação do jogador.


JD

Diversão&Cultura

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Quadrilhas fazem bonito na sexta eliminatória do II Arraiá da Beira-Rio

Grupos inovaram, encantaram e levantaram o público presente, que ficou até a última apresentação FOTO DIVULGAÇÃO

A

6ª eliminatória do concurso de quadrilhas levou milhares de pessoas no último dia, 19, ao II Arraiá da Beira-Rio. Os grupos estilizados inovaram, encantaram e levantaram o público presente que ficou até a última apresentação. O equilíbrio entre as apresentações mostra que o apoio dado pelo (GEA) elevou o nível das quadrilhas e valorizou a quadra junina. Pontualmente às 20h30 a primeira quadrilha, Explosão Junina, do 3º grupo, entrou na arena de apresentação comemorando suas bodas de prata. Com 25 anos de existência, a quadrilha do bairro do Zerão, em Macapá, viajou na sua própria história e relembrou antigas apresentações, muitas delas inclusive campeãs. Em seguida, a Coração Caipira, homenageando o saudoso mestre Sacaca, relembrou as histórias de uma das figuras mais importantes do Laguinho, de Macapá e porque não dizer do Amapá. Uma réplica da estátua de Sacaca, que fica no museu que leva o seu nome, fez parte das apresentações. A primeira quadrilha do 2º grupo, a Evolução Junina, do Novo Buritizal, com a temática “Amazônia e seus mistérios, Evolução Junina canta e dança caliente no são João Moderno”, levantou o público com sua coreografia que em momentos fez alusão aos ritmos caribenhos. A Encanto Junino, de Laranjal do Jari, trouxe a temática indígena, mas o grande homenageado foi o próprio município, uma vez que ao final uma grande bandeira do município foi estendida. Finalizando o 2º grupo, a Verde Amarelo, do Nova Esperança, em Macapá, fez um São João das Arábias, já que seu tema era Dubai, uma cidade erguida no meio do deserto. O destaque foram suas indumentárias com muito luxo e brilho. 1º Grupo: equilíbrio e inovação marcam as apresentações A Sensação Junina, do município de Tartarugalzinho, contou a história dos milhares de nordestinos que migraram e migram até hoje para o Amapá. No fim de sua apresentação deixou a seguinte pergunta: Será que nossa quadra junina vai continuar evoluindo ou voltar às raízes? Muito esperada, a atual campeã mostrou novamente que vem para disputar o título. Com o tema “Amor, fé e paixão a Sorri-

so Cristalino vem ver o peso e espalhar o cheiro do Pará”, o grupo de Laranjal do Jari falou do Círio de Nazaré e seus brincantes vieram representando os pagadores de promessas e a fé que só o paraense tem. O Açaí também fez parte do enredo do grupo que foi muito aplaudido. Por fim, mas não menos importante, a Estrela Santanense inovou este ano ao trazer um tema bem “hi tech”. “Benvindo ao vídeo Game das Estrelas”, contou a história dos jogos eletrônicos. Personagens do Street fighter, Mortal Kombat, Guitar Hero eram os trajes dos casais destaques. Mas, o que levantou o público mesmo foi quando os demais casais vestidos de irmãos Mario Bros, juntamente com as princesas, entraram na arena. Muito trabalho tiveram os jurados em escolher quais das quadrilhas se destacaram, uma vez que o nível de todas está muito equiparado, confirmando o sucesso do II Arraiá da Beira-Rio. (Agência Amapá)

Resumo das Novelas Malhação Bruno pede Fatinha em casamento. Marta se desespera com a notícia sobre o segundo casamento de Bruno e Fatinha. Pilha é ovacionado em seu show. Fatinha cria regras pro seu relacionamento com Bruno até que a data do casamento chegue. Há uma passagem de tempo. Os alunos esperam ansiosos os resultados do vestibular. Pilha cobra o beijo que Fatinha prometeu se passasse para a faculdade. Chegam os convites de casamento de Bruno e Fatinha. Tizinha e Nando continuam sem se falar. Raquel se culpa pelo leilão do apartamento e Lia consola a mãe. Luana volta para o Rio de Janeiro. (segunda-feira)

Sangue Bom Irene estranha a reação de Fabinho. Malu discute com Amora por causa de Bento. Tina obriga Xande a confirmar para Bárbara que Kevin é o culpado por seus importunos virtuais. Tito convence Sheila a não ligar para a polícia. Verônica/ Palmira diz para Érico conversar com Renata depois que ela sair do hospital. Bento vê a foto da campanha que Amora fez com Maurício. Maurício afirma que se casará com Amora. Fabinho entrega o endereço de Irene para Sueli Pedrosa. Tina afirma a Xande que protegerá Kevin. Renata acorda e é recebida por Érico. Bento fala para Maurício que está com Amora. Irene entra em pânico quando Sueli Pedrosa bate na porta de sua casa.

Flor do Caribe Ester encontra fotos, joias e objetos roubados e conta a Samuel que Alberto e Dionísio planejam levar as relíquias para fora do Brasil. Alberto percebe que Ester não está em casa. Bibiana desconfia quando Lipe lhe diz que não se sente bem para ir à aula. Dom Rafael avisa a Cassiano que o avião que era dele, e agora é de Alberto e Gonzalo,transportará uma carga contrabandeada. Cristal tenta convencer Ester de que não houve nada entra ela e Cassiano. Amaralina pede a Duque que compre um bugue para ela se associar a Ester e Taís. Isabel e a polícia federal entram na casa de Dionísio com um mandado de busca.

Amor à Vida Paloma é sedada para se manter no CTI. Ordália é impedida de cuidar da neta. Elenice ouve Bruno falando com Glauce sobre a sua suposta paternidade. Niko e Patrícia explicam o plano de Amarilys para Eron. Denizard defende Pilar de um insulto de Félix e Ordália fica enciumada. Lutero decide alterar a medicação de Paulinha. Patrícia manda Michel para fora de seu apartamento. Leila exige que Thales se case com Nicole. César pede que Priscila confirme que ganhou um carro dele. Aline não deixa César sair de sua casa. Valdirene pede para Carlito levá-la a um treino de futebol. Ninho suspeita de que Paulinha seja sua filha. Bruno se desespera com a possibilidade de perder Paulinha.

C3

Músicos brasileiros aderem às gravações em EP

A

rtistas brasileiros têm apostado no EP (sigla de “extended play”), que nada mais é do que um CD com menos músicas, uma novidade no mercado brasileiro, mas um formato consolidado já há muitos anos no exterior. Nomes como Luan Santana, Paula Fernandes e Fafá de Belém lançaram músicas em EPs neste ano. A venda de CDs caiu 12,45% em 2012, na comparação com o ano anterior, segundo a Associação Brasileira de Produtores de Discos. A queda de faturamento das vendas de formatos físicos --juntos, CD, DVD e Blu-ray caíram mais de 10%- só não foi maior graças ao fenômeno “Esse Cara Sou Eu”, de Roberto Carlos. A música, até então inédita, foi lançada junto de outras três, no formato EP. O CD encolhido de Roberto foi vendido a R$ 9,90 e ultrapassou 2 milhões de cópias vendidas desde 2012. “O sucesso do Roberto abriu esta possibilidade para outros artistas”, diz Paula Fernandes, a maior vendedora de DVDs musicais no país. A cantora sertaneja lançou este ano o EP “Um Ser Amor”, puxado pela música homônima, tocada na novela “Amor à Vida”, da Globo, e que saiu com tiragem de 50 mil cópias. Fafá de Belém lança agora “Amor e Fé”, com quatro canções religiosas. “Quando Roberto lança um EP, ‘desmitifica’ e manda abaixo qualquer crítica em relação a esse formato”, diz Fafá. (UOL)

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) A partir de hoje o Sol iluminará seus sonhos, com um tom mais delicado e profundo. Serão semanas ótimas para passar mais tempo com os familiares, rever fotos, relembrar passado e assim redesenhar seu presente. Sua casa também merece receber mais carinho e atenção. Touro (21 abr. a 20 mai.) Com a mudança do Sol para Câncer, neste comecinho de inverno, vale muito rever como anda a sua comunicação com as pessoas que realmente importam no seu momento atual. Um irmão distante, uma prima que você adora, todos podem ser aproximados através de uma boa comunicação. Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Se você ainda não tinha consciência plena de sua versatilidade e engenhosidade e de como elas são o caminho para a segurança tão sonhada, agora com o Sol em Câncer será mais fácil descobrir isto. Programe sua agenda: seus valores balizarão suas escolhas e até suas finanças. Câncer (21 jun. a 21 jul.) Os cancerianos podem comemorar! Com o Sol em seu signo, estão em destaque total - vitalidade e saúde em geral melhoram até pra quem não está fazendo aniversario hoje. Um novo ciclo de realizações se aproxima. Tempo de estabelecer seu terreno claramente. Leão (22 jul. a 22 ago.) Para você, começa hoje um daqueles períodos do ano em que o melhor é se interiorizar, revendo trajetórias e escolhas. Momento especial para dar fim em projetos que não vingaram. Coragem pra encarar os erros passados e aprender com sua correção. Revisão astral com Sol em Câncer. Virgem (23 ago. a 22 set.) A novidade de hoje é que o Sol passa a transitar um signo amigo o emotivo e sonhador Câncer. A promessa é de calor humano e sustentação emocional, tanto na vida social quanto na amorosa. Você já pode sentir o futuro com mais profundidade. Engaje-se no que toca seu coração.

Libra (23 set. a 22 out.) Depois de dez meses chegou a hora de ver se seus esforços estão mesmo dando certo, se os objetivos profissionais foram alcançados, se conquistou aquele lugar confortável e seguro que tanto almejava. É também a época de colher os frutos de seus atos, com o Sol em Câncer a seu favor. Escorpião (23 out. a 21 nov.) Nem sempre os sonhos são tao claros para você como quando o Sol transita o sensível e intuitivo Câncer, como ocorre a partir de hoje. Rotas e caminhos se revelarão por meio dos sonhos. Anote-os. Também ótimo para viajar, ter contatos com o exterior, ter abrigo na espiritualidade. Sagitário (22 nov. a 21 dez.) A Lua hoje corre em seu signo, colocando ênfase nas mudanças de humor, nas emoções reveladoras. Um dia para cuidar mais de si, do que dos outros. Alem disso o Sol entra em Câncer, esclarecendo algo sobre o poder das emoções na sua vida, pelas próximas semanas. Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) O tempo de se voltar aos outros chegou - todos aqueles com quem você tem de estabelecer relações de parceria, ou com quem se consulta. Deles, você espera sustento emocional, apoio e receptividade. Escolha seus pares dentre os que são capazes da imprescindível empatia. Aquário (21 jan. a 19 fev.) Você sabe que os sentimentos e os apegos, as fraquezas e as dependências existem - embora deteste tudo isso, é agora que importa reconhecer quando outros querem se pendurar em você, e vice-versa. O Sol em Câncer traz muita consciência sobre isto tudo. E sobre sua saúde também. Peixes (20 fev. a 20 mar.) Clima astral em mutação com o Sol adentrando Câncer, signo irmão do seu, do triangulo das aguas intuitivas, de sentimento e de emoções profundas. Para você é o desabrochar de talentos, a fertilidade de meios e a originalidade criativa em ação. O amor requer mergulhos infinitos.


Sociedade

Aline Lima alinec.lima@hotmail.com

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Macapá-AP, sábado, 22 de junho de 2013

Mensagem do Dia “O importante não é vencer todos os dias, mas lutar sempre.” Waldemar Valle Martins

Sabrina Exner e Gabriel Sabino

Meg, Rogerio , Bruna, Michely e Silvana

Simone Pinheiro Toda graça de Bianca, em click para a coluna

Silmara Tavares e Silmara Almeida

NOTA

Thomas Rodrigues e Patrícia Ferraz

Ronan Rocha e Thammy Abreu

Os Correios abriram 14 vagas de estágio e cadastro reserva para estudantes do ensino médio e superior nos municípios de Macapá e Santana. As inscrições iniciaram na última segunda-feira, 17 e vão até 28 de junho. A jornada do estágio será de 4 horas diárias e 20 horas semanais. Para participar do concurso, o candidato deve estar matriculado com frequência efetiva nas instituições conveniadas com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ETC) e ter obtido média mínima de 6,0 nas disciplinas cursadas no ano anterior. Os interessados deverão entregar pessoalmente a ficha de inscrição devidamente preenchida na Av. Coriolano Jucá, 125, Centro, em Macapá.

DICA DE MODA

Para ficar elegante não basta apenas se vestir bem. Os acessórios fazem toda a diferença no look e quando bem utilizados, deixam o visual mais bonito. O anel é um acessório de grande aceitação entre as mulheres, por isso sempre está em alta. Entre os principais modelos estão os anéis duplos e triplos, os anéis de falange e os anéis conectados. Além dos anéis, outros acessórios complementam o visual, como colar, brinco, pulseiras e óculos escuros.

22 06 2013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you