Page 1

O

SEMANÁRIO

FUNDADOR: José Barão I DIRETOR: Fernando Reis

Governo investe 5,4 milhões em sete praias algarvias P5

Câmara de VRSA integra 150 pessoas com deficiência P6

António Aleixo morreu há 64 anos P 15

Mais de 100 mil ementas vendidas na Rota do Petisco de Portimão P 16

Clube de Golfe de Vilamoura conquista título europeu

quinta-feira

DE I

MAIOR

EXP ANSÃO EXPANSÃO

7 de novembro de 2013 I ANO LVII - N.º 2953

I

Preço 1,10

DO

ALGAR VE ALGARVE

PORTE PAGO - TAXA PAGA

www.jornaldoalgarve.pt

Salvação das Pousadas está nas mãos dos privados Governo estuda parceiros para entregar a gestão das Pousadas de Juventude. O passivo da Movijovem, entidade que gere as estruturas de alojamento juvenil, é de 10 milhões de euros, mas chegou aos 17 milhões. No Algarve há seis pousadas em funcionamento (Alcoutim, Arrifana, Faro, Lagos, Portimão e Tavira). A de Vila Real de Santo António (na imagem) está fechada há cerca uma década. "Há candidatos para todas. Duvido é que a esmagadora maioria tenha projetos sustentáveis", revela o secretário de Estado do Desporto e Juventude

P3

Analisámos os primeiros discursos dos dezasseis presidentes de câmara Mais de um mês depois das eleições, o JA analisa os primeiros discursos dos novos presidentes e dos que foram reeleitos para um novo mandato. Uma coisa todos partilham e não o escondem: os próximos quatro anos não serão fáceis e será preciso dar especial atenção às situações de empobrecimento. Por isso, as atenções dos autarcas viram-se para o combate ao desemprego e o apoio aos mais carenciados

P 18

RADIS Dr. Jorge Pereira

Agora com TAC - Rx - Ecografia - Mamografia RX Panorâmico Dentário Acordos - Convenções ADSE - SAMS - CGD - PSP - CTT - TELECOM - ADMFA ADMG - MÚTUA PESCADORES - MEDIS SAMS QUADROS - MULTICARE Rua Aug. Carlos Palma n.º 71 r/c e 1.º Esq. - Tel. 281 322 606 em frente à farmácia do Montepio (Tavira)

P 11 a 14


www.jornaldoalgarve.pt

REDACÇÃO/ADMINISTRAÇÃO/PUBLICIDADE Tels. 281511955/6/7 - Fax 281511958 e-mail: jornaldoalgarve@gmail.com; ja.portimao@gmail.com Rua Jornal do Algarve, 46 - Apartado 23 8900-315 VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

EDITORIAL

JA COLABORA NA RECICLA GEM ECICLAGEM O Jornal do Algar Algarvve está a colaborar na reciclagem de papel, reutilizando e utilizando sobras. Desta fforma orma pre ores prettendemos sensibilizar os nossos leit leitores para a luta contra o plástico (utilizado por div er sos jornais e re vistas diver ersos revistas na eexpedição xpedição por correio) e para a necessidade de se def ender o meio ambient e. defender ambiente.

Fundo JESSICA disponibiliza 15 milhões para investimento em reabilitação urbana Fernando Reis

A fome das privatizações! A recente reportagem da TVI sobre o ensino privado e os novos dados sobre a economia portuguesa, agravaram o nosso pessimismo e não deixam dúvidas que, com a atual política governativa e as medidas que constam do Orçamento de Estado, já aprovado na generalidade pelo Parlamento, o próximo ano será ainda mais dramático, para as famílias e PMEs. Já ninguém acredita neste rumo traçado para a nossa economia. Nem mesmo Bruxelas, que acaba de descobrir um buraco de 820 milhões na execução das contas públicas que podem empurrar o deficit deste ano para os 6%, duvidando, ainda, que, nestas circunstâncias o país consiga, no próximo ano, um crescimento suscetível de dinamizar, de forma efetiva, o emprego. Os cortes na função pública, nas pensões, na saúde e na educação, tornam as famílias e o país mais pobres e não permitem o desejável aumento do consumo. É por demais evidente que, ao contrário, do que afirmou há tempos um conhecido banqueiro, já se ultrapassaram todos os limites da austeridade. O povo e as empresas não aguentam mais! Sobretudo, quando, apesar de tantos sacrifícios, não se conseguem atingir as metas do deficit e o governo e a troika já perderam, há muito, a credibilidade. Querem melhor exemplo de hipocrisia e má fé por parte da troika, do que o que se veio a saber agora sobre o alemão que integrava a equipa? Ele reformou-se aos 61 anos com uma pensão de 10 mil euros, que acumula com outros rendimentos que continua a auferir na Comunidade Europeia, mas impediu, com a cumplicidade do governo, qualquer aumento do ordenado mínimo nacional (485¤) e impôs cortes e mais cortes nos rendimentos das famílias e dos pensionistas, a que não escaparam os mais pobres, tendo sido, também, um dos ideólogos do aumento da idade da reforma dos portugueses para os 66 anos. Mais do que hipocrisia, é uma imoralidade! E enquanto os funcionários públicos, os pensionistas e o povo, são espoliados e obrigados a pagar uma crise que não criaram, vai-se gastando o dinheiro dos nossos impostos com intervenções na banca – custeando fraudes e corrupção, como aconteceu com os muitos milhões enterrados no BPN - nas parcerias público-privadas e no ensino privado, da forma escandalosa, que pôs a nu a reportagem da TVI. Não somos contra o ensino privado nem contra os colégios particulares, mas não podemos tolerar que o Estado os financie com o tal “cheque ensino” quando, ao mesmo tempo, vai desinvestindo na escola pública e na qualidade do ensino aí ministrado. Aliás, na ideia peregrina anunciada por Paulo Portas, em breve teremos, também, grupos de professores a comprarem escolas públicas. Que se financiem escolas privadas onde não existem escolas públicas, é normal e aceitável. Agora que se gaste o nosso dinheiro financiando colégios privados, construídos ao lado das escolas públicas, é inaceitável e mostra a natureza das políticas ultraliberais deste governo. Privatizar – mais do que ordenou a troika – é a lógica imparável do governo, que já entregou ao capital estrangeiro setores vitais e lucrativos, da nossa economia e insiste agora na gestão privada de outras áreas, como o ensino e, muito em breve, de uma forma generalizada, a saúde. Uma última nota, para o mais recente ataque do governo aos fundos de pensões. Desta vez, o alvo foram os militares, que passaram pela humilhação de ver anunciado a eliminação deste fundo. Uma medida que as associações do setor já consideraram indigna e que afeta, sobretudo, os ex-combatentes. Trinta e nove anos depois da Revolução, já há quem, desencantado com o rumo do país e a ineficácia das instituições democráticas – a atual maioria parlamentar não corresponde ao voto expresso nas autárquicas - clame por um novo 25 de Abril!

Verbas foram aumentadas em 50 por cento. Vila Real de Santo António e Albufeira foram os dois primeiros concelhos do Algarve a recorrer a este fundo de apoio de âmbito comunitário O Fundo JESSICA Portugal aumentou em 50 por cento as verbas disponíveis para investimento em reabilitação urbana no Algarve. O montante é, neste momento, de 15 milhões de euros, revelou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve. Desde 2010, quando a iniciativa JESSICA foi criada em Portugal, foram já aplicados 2,3 milhões na região algarvia, prevendo-se que este valor suba para os 10 milhões até ao final de 2013. O investimento feito até agora traduziu-se na reabilitação e dinamização económica do centro histórico pombalino de Vila Real de Santo António, pela construção de um centro comercial a céu aberto, e no financiamento da construção de um parque de estacionamento com 459 lugares, em Albufeira. A Iniciativa JESSICA foi lançada conjuntamente pela Comissão Europeia, pelo Banco Europeu de Investimento e pelo Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa, e visa apoiar os Estados membros na utilização de mecanismos de engenharia financeira para financiamento de investimentos de reabilitação urbana. Em Portugal, o Fundo JESSICA disponibiliza 130 milhões de euros, tendo uma capacidade de investimento direto de 340 milhões de euros. O investimento total do Fundo em Portugal, até 4 de novembro deste ano, foi de 100 milhões de euros, estimando-se que chegue aos 128 milhões de euros até ao final do presente ano. Este investimento permitiu financiar 36 projetos em 19 concelhos do país, criando 626 postos de trabalho diretos. As áreas de intervenção que mais têm recorrido a este fundo são o turismo, o imobiliário, o comércio e a energia. Os interessados em recorrer ao Fundo JESSICA no Algarve

A reabilitação urbana do centro histórico de VRSA foi realizada com financiamento do JESSICA

devem fazê-lo através do Turismo de Portugal, a entidade gestora de Fundos de Desenvolvimento Urbano para a Região.

Roteiro do Empreendedorismo Jovem passa pela Universidade do Algarve Fundação da Juventude incentiva jovens a criarem a sua oportunidade O Roteiro do Empreendedorismo, que vai passar por 17 distritos, estará esta quinta-feira na Universidade do Algarve. A ini-ciativa começará às 9h30, na sala 1.19 do Complexo Pedagógico do Campus da Penha. A iniciativa é organizada pela Fundação da Juventude, com o apoio e parceria da Agência Nacional para a Gestão do Programa Juventude em Ação. Até ao final do ano,

a Fundação da Juventude pretende motivar os jovens, promover as suas competências empreendedoras e contribuir para o desenvolvimento do espírito de iniciativa. Para ajudar na concretização destes objetivos, o Roteiro proporciona a apresentação de oportunidades, recursos e fontes de financiamento para projetos a ser realizados no âmbito do Programa Juventude em Ação/ /“Erasmus +”. Todas estas finalidades serão trabalhadas

sob a forma de objetivos gerais a serem atingidos pelos participantes no Roteiro, através de uma abordagem formativa e informativa, com a duração de um dia. O Roteiro do Empreendedorismo dirige-se a jovens com idades entre os 18 e os 25 anos, interessados no desenvolvimento do seu potencial empreendedor, estudantes universitários, recém-licenciados, desempregados e candidatos a primeiro emprego. A Fundação da Juventude

é uma instituição privada, de interessepúblico,semfinslucrativos,focadanaformação, empreendedorismo e apoio ao emprego jovem. Foi criada em setembro de 1989, pela mão de 21 instituições públicas e privadas e declarada instituição de utilidade pública, em março de 1990. De âmbito nacional, a Fundação da Juventude tem sede na cidade do Porto, contando com Delegações nas Regiões de Lisboa e Vale do Tejo e no Algarve.

Assine o JORNAL DO ALGARVE visite-nos online

www.jornaldoalgarve.pt


Jornal do Algarve  

Edição nº2954 | 7 NOV 2013

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you