Page 1

O

SEMANÁRIO

FUNDADOR: José Barão I DIRETOR: Fernando Reis

Vila Real de Santo António

CDU apresentou publicamente candidatos às autárquicas P 13

quinta-feira

DE I

MAIOR

EXP ANSÃO EXPANSÃO

20 de junho de 2013 I ANO LVII - N.º 2934

I

Preço 1,10

DO

ALGAR VE ALGARVE

PORTE PAGO - TAXA PAGA

www.jornaldoalgarve.pt

Falta de material clínico põe em risco urgências Utentes dos serviços básicos têm de ser encaminhados para o hospital de Faro

Deolinda nas comemorações do feriado de Castro Marim P 15

Mais de 500 mil alunos no Fórum Educação e Formação P 17

Italianos investem 1,5 milhões no Olhanense

P5

Algarve não desarma na luta contra as portagens Um ano e meio depois, a comissão de utentes não se rende e promete continuar a lutar contra as portagens até o Governo desistir da cobrança na Via do Infante. Amanhã, dia 21, o verão arranca com mais uma manifestação a dar conta do descontentamento da população

P 19 P3

Lagoa assina protocolos da área da saúde P 21

Vila Real Sto António cria Banco de Resgate para ajudar famílias sobre-endividadas

RADIS Dr. Jorge Pereira

P 8/9

ESPAÇO COMERCIAL

Agora com TAC - Rx - Ecografia - Mamografia RX Panorâmico Dentário Acordos - Convenções ADSE - SAMS - CGD - PSP - CTT - TELECOM - ADMFA ADMG - MÚTUA PESCADORES - MEDIS SAMS QUADROS - MULTICARE Rua Aug. Carlos Palma n.º 71 r/c e 1.º Esq. - Tel. 281 322 606 em frente à farmácia do Montepio (Tavira)

Quinta da Malata Portimão 914 462 317 / 914 462 328 914 462 302

e d a d i n u t r Opo 50m2


JA COLABORA NA RECICLA GEM ECICLAGEM O Jornal do Algar Algarvve está a colaborar na reciclagem de papel, reutilizando e utilizando sobras. Desta fforma orma pre ores prettendemos sensibilizar os nossos leit leitores para a luta contra o plástico (utilizado por div er sos jornais e re vistas diver ersos revistas na eexpedição xpedição por correio) e para a necessidade de se def ender o meio ambient e. defender ambiente.

www.jornaldoalgarve.pt

REDACÇÃO/ADMINISTRAÇÃO/PUBLICIDADE Tels. 281511955/6/7 - Fax 281511958 e-mail: jornaldoalgarve@gmail.com; ja.portimao@gmail.com Rua Jornal do Algarve, 46 - Apartado 23 8900-315 VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

PRESIDENTE DA CÂMARA DE FARO SUSPENDE MANDATO

Macário aponta “contradições” na sua condenação judicial “Sofro profundamente há cerca de três anos com todas estas peripécias invulgares e estranhas”, diz o autarca, que no início desta semana anunciou a suspensão do seu mandato até ser analisado um novo recurso. “Quero demonstrar a todos que me interessa mais a verdade e a justiça do que o poder pelo poder”, frisa Macário Correia O presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, anunciou na segunda-feira que vai “suspender provisoriamente o mandato”, enquanto aguarda a análise do recurso que vai apresentar quanto à sua condenação à perda de mandato. A informação foi avançada pelo ainda presidente da autarquia farense através de um comunicado intitulado “Contradições em processo judicial”, publicado no site da câmara. “Vou solicitar à próxima reunião ordinária da Câmara Municipal de Faro que me autorize a suspender provisoriamente as funções de presidente de câmara. Quero demonstrar a todos que me interessa

mais a verdade e a justiça do que o poder pelo poder”, revelou o autarca. Macário Correia foi condenado por irregularidades em processos de licenciamento de obras particulares na serra de Tavira, quando ainda presidia àquela autarquia. Porém, o social-democrata recusa as acusações e afirma apenas que interpretou as leis e a sua aplicação, “com decisões favoráveis às simples pretensões de humildes cidadãos em casos isolados”. “Não sou acusado de qualquer crime, nem de ter beneficiado pessoalmente de qualquer privilégio decorrente do que está no processo”, sublinha o autarca.

"Sofro profundamente" “Sofro profundamente há cerca de três anos com todas estas peripécias invulgares e estranhas. Estas sucessivas decisões contraditórias, deste anormal processo, já me destruíram bastante, na minha saúde, na de familiares e no prejuízo efetivo do desempenho das minhas funções públicas”, desabafa Macário Correia, apontando as “sucessivas contradições nas decisões dos titulares do poder judicial a meu respeito”, algo que considera “muito preocupante e inquietante”. “Reafirmo que cumprirei serenamente a última decisão judicial, qualquer que ela

seja”, assegura o ainda presidente da Câmara de Faro, explicando que vai suspender provisoriamente as funções para “demonstrar a todos que me interessa mais a verdade e a justiça do que o poder pelo poder”.““Solicito-o com dor e sofrimento. Tenho sofrido com profunda tristeza e com muito silêncio. Custa muito ver dito e escrito o que não é verdade. A população de Faro e os funcionários municipais, em especial, não merecem o que têm sofrido solidariamente comigo, com esta injusta e estranha situação”, conclui Macário Correia.“ N.C.

Autarcas revoltados com suspensão das obras na Estrada Nacional 125 A Câmara de Lagos aprovou na semana passada, por unanimidade, uma nova “moção de repúdio” relativa à suspensão das obras de requalifi-cação da EN 125, um ano depois da Associação de Municípios Terras do Infante (Aljezur, Lagos e Vila do Bispo) ter manifestado o seu descontentamento pela paragem das obras. “Considerando que já se passou um ano e a situação

da rotunda de acesso à Praia da Luz não avançou e que, por outro lado, também as obras de requalificação da EN125 continuam suspensas, a Câmara Municipal de Lagos decidiu reforçar a posição anteriormente tomada pela Associação de Municípios Terras do Infante”, refere a autarquia em comunicado. De acordo com o documento, “há mais de um ano que a autarquia chama a atenção

para o perigo e a péssima imagem que aquela artéria representa para Lagos e para o turismo algarvio e português, quando tudo parece tão fácil para a conclusão e limpeza daquele crucial nó rodoviário”. “O mesmo se refere em relação à circular de Lagos, praticamente concluída há um ano, à mercê dos elementos da natureza e em degradação, à espera, da última camada de revestimen-

to”, alerta a moção. É ainda apontada a “total falta de resposta” aos pedidos de colaboração e de informação suscitados pelas autar-quias envolvidas, por parte das entidades responsáveis, nomeadamente da parte do Governo, das Estradas de Portugal e das empresas construtoras, quanto à conclusão das obras suspensas desde o início de 2012 “.

LOULE

Jovens ajudam a vigiar a floresta Voluntários participam no programa de vigilância florestal para prevenir incêndios O Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara Municipal de Loulé acaba de lançar a sexta edição do Programa de Voluntariado Jovem - Vigilância Florestal, uma iniciativa que conta com o apoio das juntas de freguesia do Ameixial, Tôr, Alte, Benafim, Salir e Querença, A atividade destina-se a jovens com idades compreendidas entre os 12 e os 17 anos, organizados em grupos de sete, sendo sempre acompanhados por um monitor. Cada brigada tem a durabilidade de uma quinzena, funcionando em dias alternados. O programa de voluntaria-do ao longo dos anos tem fomentado a cultura de proteção e valorização do nosso património comum, a floresta e dar a conhecer a alguns jovens as freguesias do concelho. Outro dos objetivos das ações é a prevenção e deteção de fogos florestais, sensibilização e informação às populações (entrega de folhetos) e interação com a população mais idosa e isolada. O programa terá início no dia 1 de julho e decorrerá até dia 30 de agosto. Os interessados em integrar uma destas brigadas poderão inscrever-se através de telefone (289 400 827) ou por e-mail (smpc@cm-loule.pt).

PREÇOS IMBATÍVEIS SCOOTER

MER CEDES A180 D MERCEDES ANO 2008

OPORTUNIDADE

LAND RO VER ROVER ANO 1993

Consulte os nossos preços e-mail: pcauto40@gmail.com Telf. 914 462 302

Jornal do Algarve  

Edição nº2934 | 20 JUN 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you