Issuu on Google+

O

SEMANÁRIO

FUNDADOR: José Barão I DIRETOR: Fernando Reis

Quinta-feira

DE I

MAIOR

EXP ANSÃO EXPANSÃO

5 de abril de 2012 I ANO LV - N.º 2871

I

Preço 1,10

DO

ALGAR VE ALGARVE

PORTE PAGO - TAXA PAGA

www.jornaldoalgarve.pt

CARLOS BAÍA, DIRETOR REGIONAL DO IEFP

"Formação pode fazer a diferença para «sobreviver» à crise" JA Magazine

NESTE NÚMERO

PORTO DE PORTIMÃO ESPERA CINCO MIL PASSAGEIROS EM ABRIL

Cruzeiros "afundam" ambiente de crise no Algarve

P3

S. Brás prepara-se para a Festa das Tochas Floridas RADIS Dr. Jorge Pereira Agora com TAC - Rx - Ecografia - Mamografia RX Panorâmico Dentário Acordos - Convenções ADSE - SAMS - CGD - PSP - CTT - TELECOM - ADMFA ADMG -MÚTUA PESCADORES - MEDIS SAMS QUADROS - MULTICARE Rua Aug. Carlos Palma n.º 71 r/c e 1.º Esq. - Tel. 281 322 606 em frente à farmácia do Montepio (Tavira)

P 20


JA COLABORA NA RECICLA GEM ECICLAGEM O Jornal do Algar Algarvve está a colaborar na reciclagem de papel, reutilizando e utilizando sobras. Desta fforma orma pre prett endemos sensibilizar os nossos leit ores para a luta contra o plástico leitores (utilizado por div er sos jornais e re vistas diver ersos revistas na eexpedição xpedição por correio) e para a necessidade de se def ender o meio ambient e. defender ambiente.

www.jornaldoalgarve.pt

REDACÇÃO/ADMINISTRAÇÃO/PUBLICIDADE Tels. 281511955/6/7 - Fax 281511958 - e-mail: jornaldoalgarve@hotmail.com; jornaldoalgarve@gmail.com; ja.portimao@gmail.com Rua Jornal do Algarve, 46 - Apartado 23 8900-315 VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

S. Brás prepara-se para a Festa das Tochas Floridas A Procissão de Aleluia, no domingo de Páscoa, realiza-se em S.Brás de Alportel de uma forma muito especial. A tradição mantém-se e as ruas voltam a encher-se de flores “Ressuscitou como disse, Aleluia!”. Este é o grito que vai voltar a ecoar no próximo domingo, de Páscoa, pelas ruas de S.Brás de Alportel, cobertas de flores. Esta é a voz da fé que se renova ano após ano. Esta é a força da tradição! A vila transforma-se num mar de tochas floridas. Os homens, formando alas, abrem a procissão, empunhando uma tocha na mão. Ao longo da procissão, reúnem-se em pequenos grupos para, alternadamente, se levantar o grito do “Aleluia”. Aqui e além ouve-se uma voz potente e sonora: “Ressuscitou como disse!”. O grupo, erguendo bem alto a tocha, com grande alegria e entusiasmo, responde: “Aleluia, aleluia, aleluia!”. No próximo domingo de Páscoa, São Brás de Alportel será uma vez mais palco de uma das mais genuí-

nas manifestações culturais de cariz religioso do país, a secular Procissão de Aleluia, em honra de Cristo ressuscitado, onde os andores dão lugar às flores, que ornamentam magníficas tochas. As ruas apinham-se de gente, as varandas estão engalanadas, as colchas estendidas ondulam ao vento. Deslumbrantes tapetes de flores, magnífico trabalho de mãos voluntariosas, descrevem o percurso da procissão. É a tradição quem fala mais alto neste dia, e por ela erguem-se as tochas, canta-se “Ressuscitou como disse! Aleluia! Aleluia! Aleluia!”, sente-se a emoção de um dia pleno de sentir popular. São Brás de Alportel é uma terra em festa em cada domingo de Páscoa. Filhos seus, dispersos por outras terras do país e do mundo, tornam à ter-

Festas de arromba para celebrar a Páscoa Nesta Páscoa, o Portimão Arena propõe duas festas temáticas de arromba para os amantes da boa música e dos ritmos mais trepidantes e que não deixarão ninguém indiferente. Na noite de sexta-feira (30), a festa "Vintage" remete os mais saudosistas para uma viagem no tempo até à década de 1980 e às suas sonoridades únicas, com a seleção musical de Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, acompanhado pelo Dj convidado Vasco Dantas, garantia de muita animação entre as 23h59 e as 06h00. Ao longo do mesmo horário, a noite seguinte será dedicada ao "Glamour", ao som dos mais recentes êxitos das pistas de dança, ficando a animação a cargo do DJ Deelight, do produtor Mastercris e de The Deluxe Project, uma dupla de Djs composta por Pedro Guedes e Just, para uma festa 'non stop'. Os ingressos para o evento, organizado em parceria pela Portimão Urbis e pela Checknow Audiovisuais, podem ser adquiridos na Blueticket e na bilheteira do Portimão Arena, ao preço de 10 euros para um dia, enquanto o passe para os dois espetáculos custará apenas 15 euros.

ra que os viu nascer, neste dia que é de orgulho para todos os são-brasenses. Mas não só os filhos da terra visitam São Brás neste dia. Ano após ano, são milhares os turistas que passam pela localidade. Um longo tapete de flores, com um quilómetro, cobre o chão e marca o percurso da procissão, como se a Primavera também viesse celebrar este dia de festa. Para construir esta verdadeira obra de arte, são precisas três toneladas de flores, num trabalho que resulta de um centena de voluntários. Depois de uma árdua semana de trabalho, na apanha e preparação das flores, na véspera do Domingo de Páscoa, por volta das 5h00, que todos os minutos são poucos, noite fora, até ao amanhecer, para que quando o sol chegar, possa fazer brilhar o magnífico tapete florido e que pode ser ob-

servado a partir das 9h30, nas ruas da vila de São Brás de Alportel.

S. Brás mantém a tradição Esta procissão foi outrora popular em todo o Algarve. As confrarias eram então obrigadas a levar uma tocha acesa ou luminária e opas vestidas. Posteriormente, a falta de cera levou ao aparecimento de paus pintados e ornamentados com flores, no cimo do qual se colocava uma pequena vela. Mais tarde, com o desaparecimento das confrarias, permanecem

na procissão os paus enfeitados, as lanternas e as velas acesas ao lado do pálio e as opas, que ainda hoje são trajadas pelos homens que transportam o pálio. Ao longo da procissão, sempre se cantaram hinos, responsos e o Aleluia, em honra da Ressurreição do Senhor. Outrora havia um ou dois coros a cantar e o povo respondia, mas com o passar do tempo, a falta de clero e de cantores, levou a que o canto ficasse na boca do povo.

CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE NASCE EM MAIO EM PORTIMÃO:

Dar voz aos jovens Numa altura em que cresce o desemprego e as dúvidas entre os jovens, e os mais novos sentem cada vez mais o seu futuro em risco, a autarquia anunciou que em maio deverá ser constituído o Conselho Municipal de Juventude. A ideia é aproximar o poder político local e os jovens, de forma a compreender melhor as expectativas da juventude O Conselho Municipal de Juventude de Portimão está a ganhar forma em Portimão e deverá mesmo ser constituído dentro de um mês, anunciou, na semana passada, a vereadora com o pelouro da Juventude da Câmara de Portimão, Isabel Guerreiro. Segundo a autarca, este será um órgão consultivo criado para "promover a participação cívica dos jovens", e funcionará na Casa Manuel Teixeira Gomes. Na apresentação pública da nova entidade, Isabel Guerreiro destacou que o Conselho Municipal de Juventude permitirá "o estreitamento de relações entre a autarquia e as estruturas juvenis, de forma a apurar as aspirações e anseios dos jovens". "Vai ter um grande protagonismo, pois é primordial ouvir os jovens e levá-los a participar ativamente na vida do município e

na definição das políticas que lhes são dirigidas, em áreas como a cultura, o desporto, o emprego, a habitação ou a ação social", acentuou a vereadora da autarquia, sublinhando que "Portimão tem que contar com a capacidade de sonhar e a ambição dos jovens em contribuírem para mudar estes tempos difíceis que atravessamos." Também presente na apresentação esteve Ana Figueiredo, presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens local, que defendeu ser "muito importante implicar os jovens nos projetos dirigidos ao nosso futuro". Segundo a autarquia, o regulamento do Conselho Municipal de Juventude deverá ser submetido a aprovação pela assembleia municipal de Portimão já em abril, podendo vir a ser constituído logo no mês seguinte. N.C.


Capa 5 Abril 2012