Issuu on Google+

O

SEMANÁRIO

FUNDADOR: José Barão I DIRECTOR: Fernando Reis

João Carlos Correia, presidente da Junta de Freguesia de S. Bartolomeu de Messines:

Mover mundos e fundos para re-erguer Messines P3

Castro Marim

Câmara celebra protocolo com farmácias P7

Albufeira investe um milhão de euros para diminuir risco de cheias

Túnel reforçado para evitar "bomba-relógio" P8

Futebol: Atlantic Cup começa hoje

Equipas do norte da Europa defrontam-se no Estádio Algarve P 15

JA Magazine Saúde

DE

Quinta-feira

I

MAIOR

EXP ANSÃO EXPANSÃO

27 de janeiro de 2011 I ANO LIII - N.º 2809

I

Preço 1,10

DO

ALGAR VE ALGARVE

PORTE PAGO - TAXA PAGA

www.jornaldoalgarve.pt

ALBUFEIRA SERVE PRIMEIRAS REFEIÇÕES AOS MUNÍCIPES MAIS CARENCIADOS

Famílias com fome recorrem à cantina social Cerca de 70 pessoas com poucos recursos económicos já podem tirar a barriga de misérias na cantina social de Albufeira, um número que a autarquia admite que deverá aumentar muito mais nos próximos meses, devido à crise e ao aumento do desemprego que não têm dado tréguas na região MUNICÍPIOS ALGARVIOS COMEÇAM JÁ A TRABALHAR PARA EVITAR INCÊNDIOS

P 12

RESULTADOS DAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS

Prevenção de fogos arranca em pleno inverno

Algarvios dão vitória à abstenção

Ainda estamos na época do frio e da chuva mas, na região, vários municípios já iniciaram a prevenção dos fogos florestais. Porque o abandono e a falta de acessos são as grandes dificuldades no combate aos incêndios no Algarve, homens e máquinas estão a abrir caminhos nas zonas mais sensíveis. Afinal, parece que a região aprendeu com o passado

Próxima Semana

RADIS Dr. Jorge Pereira

Agora com TAC - Rx - Ecografia - Mamografia RX Panorâmico Dentário Acordos - Convenções ADSE - SAMS - CGD - PSP - CTT - TELECOM - ADMFA ADMG -MÚTUA PESCADORES - MEDIS SAMS QUADROS - MULTICARE Rua Aug. Carlos Palma n.º 71 r/c e 1.º Esq. - Tel. 281 322 606 em frente à farmácia do Montepio (Tavira)

P5

P4


JA COLABORA NA RECICLA GEM ECICLAGEM O Jornal do Algar Algarvve está a colaborar na reciclagem de papel, reutilizando e utilizando sobras. Desta fforma orma pre prett endemos sensibilizar os nossos leit ores para a luta contra o plástico leitores (utilizado por div er sos jornais e re vistas diver ersos revistas na eexpedição xpedição por correio) e para a necessidade de se def ender o meio ambient e. defender ambiente.

www.jornaldoalgarve.pt

REDACÇÃO/ADMINISTRAÇÃO/PUBLICIDADE Tels. 281511955/6/7 - Fax 281511958 - e-mail: jornaldoalgarve@hotmail.com; faro@jornaldoalgarve.pt; portimao@jornaldoalgarve.pt Rua Jornal do Algarve, 46 - Apartado 23 8900-315 VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

TIVOLI É PRIMEIRA CADEIA PORTUGUESA A CONQUISTAR CERTIFICADO RECICLAGEM 100%

Hotéis algarvios são os mais "verdes" As unidades hoteleiras de Carvoeiro, Lagos e Marina Vilamoura do grupo Tivoli são pioneiras num sistema de reciclagem, que separa e encaminha mais de uma tonelada de resíduos diariamente. Os hotéis algarvios têm desde pequenos ecopontos nos quartos, até grandes contentores para armazenar milhares de garrafas de plástico > NUNO COUTO O certificado Reciclagem 100%, criado em 2008 pela Sociedade Ponto Verde (SPV), com o intuito de certificar espaços e eventos com “garantia verde”, acaba de ser atribuído pela primeira vez a uma cadeia hoteleira portuguesa. Trata-se do grupo Tivoli, que viu serem distinguidos os hotéis Marina Vilamoura, Lagos e Carvoeiro, por garantirem “a separação da totalidade dos resíduos de forma correta, com vista à sua reciclagem”. Em declarações ao JA, a diretora de qualidade da Tivoli, Adriana Jacinto, explicou que os hotéis certificados procederam à instalação de ecopontos, que vão desde pequenos contentores de separação seletiva nos quartos de todos os hotéis algarvios, até contentores específicos para depositar milhares de garrafas de plástico produzidas frequentemente em congressos e conferências. Mas o sistema de reciclagem vai muito mais além das embalagens de plástico, conforme adianta a responsável: “Há muitos

Plantas medicinais e aromáticas dominam próxima atividade da Rota da Cortiça A Associação Rota da Cortiça continua empenhada em desenvolver atividades diversas que valorizem o interior algarvio, os seus recursos e tradições. É neste âmbito que surge mais um workshop, no dia 30, sobre plantas medicinais e aromáticas do sobreiral e que incide ainda sobre as questões da alimentação saudável. De acordo com as informações divulgadas pela organização, esta iniciativa vai decorrer no Centro de Artes e Ofícios de São Brás de Alportel entre as 10h00 e as 13h00. A agricultura biológica e a importância de uma alimentação saudável que recorra a plantas medicinais e aromáticas para fins condimentares são alguns dos temas que vão ser aprofundados. As inscrições e informações adicionais devem ser solicitadas através dos contactos 289840018, 96 00 70 806 ou info@rotadacortica.pt.

outros resíduos que também são corretamente encaminhados para reciclagem, como eletrodomésticos e equipamentos antigos, alcatifas, mobiliário, lâmpadas ou óleo alimentar”, que, no caso do Hotel Tivoli Carvoeiro, é recolhido por uma empresa de Lagoa, que produz biodiesel. “Tudo isto tem custos adicionais, mas encaramo-los como um investimento que trará os seus lucros. Além disso, o sistema permite outras poupanças, como água e energia, e previne a poluição”, realça Adriana Jacinto. Segundo a avaliação da Sociedade Ponto Verde aos três hotéis certificados no Algarve, estas unidades produzem mais de três toneladas de resíduos, sendo que cerca de 1,2 toneladas são indiferenciados. Uma vez devidamente separados no local, esses resíduos são recolhidos e encaminhados pela SPV para entidades que asseguram a reciclagem, com a colaboração dos sistemas municipais, autarquias e operadores privados. Em 2011, a cadeia hoteleira espera alcançar a mesma certificação para os hotéis Tivoli Victoria, Tivoli Victoria Residence e Tivoli Jardim.

ASSOCIAÇÕES ALGARVIAS UNEM-SE E ELABORARAM MANIFESTO

Luta contra portagens na A22 continua Várias associações algarvias juntaram-se à Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) e elaboraram um manifesto em defesa da não introdução de portagens na Via do Infante (A22). O documento, divulgado no início desta semana, refere que ao aprovar a introdução das portagens na A22, o atual Governo contraria “anteriores compromissos políticos que vinculavam essa medida à existência de alternativa”. No manifesto é sublinhado que a discordância perante a decisão do Governo não é sinónimo de privilégios para a região. “Razões técnicas ligadas à mobilidade na região e sobretudo pelas consequências económicas, nomeadamente no turismo”, são elencadas. “Introduzir portagens na Via do Infante sem a existência de uma alternativa séria

para atravessar o Algarve – recorde-se que, face à ausência de modernização da rede ferroviária, também o comboio não constitui uma alternativa credível -, acentuará a sinistralidade e o congestionamento rodoviário, com implicações negativas diretas na atividade turística e na economia da região, contribuindo para o agravamento da atual crise”, lê-se no manifesto. Um dos argumentos frisados neste documento refere-se à questão da segurança da Estrada Nacional 125. “Segundo dados atuais do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, na EN 125 ainda continuam a morrer, em média, 30 pessoas por ano, o que significa que é a segunda estrada mais mortífera de Portugal”, recordam os signatários. Uma situação que pensam que se tornará mais grave

com o aumento de tráfego resultante da introdução de portagens na Via do Infante. O documento é assinado pela AMAL, pela Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, a Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve, a Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve, a Associação Empresarial da Região do Algarve, a Confederação dos Empresários do Algarve, a União Geral dos Trabalhadores, a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses e a Comissão de Utentes da Via do Infante. Segundo informações recolhidas na AMAL, o documento ainda não foi endereçado a qualquer entidade competente, uma vez que a AMAL aguarda a marcação de uma reunião no Ministério das Obras Públicas. S.C.S.

5GKKCGP*jhcfah+[A\C\S\A\T

NÃO SE DECIDA SEM VISITAR O APARTAMENTO MODELO

APARTAMENTOS DE QUALIDADE JUNTO

AO

GUADIANA

T1, T2, T3 EM DUPLEX PARQUEAMENTO PRIVATIVO

www.isrconstrucoes.com

Telf.: 281 510 240

Fax: 281 510 249

e-mail: isrgeral@mail.telepac.pt


Primeira e última página do JA