Issuu on Google+

CIANO

MAGENTA

AMARELO

PRETO

DIÁRIOPOPULAR J O R N A L D E V E R D ade

Região Metropolitana do Vale do Aço - Ano III - Número 1.116 - Quinta-feira, 28/04/2011 - R$ 0,70 Agência Brasil

AÇÃO ELEITORAL

Absolvição de Robson é confirmada pelo TRE Garibaldi: “Frouxidão total”

PREVIDÊNCIA

A corte entendeu que não houve irregularidades na aquisição e distribuição dos kits escolares, ato ilícito na realização do Ipatingaço e nem uso indevido da máquina administrativa José Barbosa/ACS-PMI

Pensões por morte vão ter critérios O ministro Garibaldi Alves (Previdência) confirmou ontem (27) que o governo estuda limitar os critérios de concessão de pensões por morte no Brasil. Segundo Garibaldi, atualmente não há regras para o recebimento de pensão por morte, o que pode causar problemas no futuro para a Previdência. “Não há regras, há uma frouxidão total”, Página 09 disse ele.

Anastasia, secretários e Dnit: situação sem precedentes na história

FA B R I C I A N O

T E AT R O

Começa hoje em Timóteo o 1º Festim

As cortinas se abrem para a realização do 1º Festival Nacional de Teatro de Timóteo (Festim), que tem início nesta quinta-feira (28), com a apresentação da Paixão de Cristo, na Praça 1º de Maio (Centro), e prossegue até o próximo domingo (1º). A iniciativa é do Grupo de Teatro Atempus, em parceria com a Prefeitura de Timóteo e Fundação Aperam Acesita. O objetivo do evento é promover um intercâmbio cultural e a integração entre grupos teatrais e produtores culturais de diversas localidades, além de propor a reflexão e difusão da produção teatral braPágina 06 sileira.

O prefeito Robson Gomes durante o encontro com os secretários de Estado Alexandre Silveira e Sérgio Barroso: chances de se tornar sub-sede

2014

Ipatinga pode ser sub-sede da Copa O secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sérgio Barroso, conheceu alguns pontos da cidade, que atual-

mente está na disputa para ser uma das sub-sedes da Copa do Mundo de 2014. Na comitiva estava ainda o prefeito Robson Gomes

S AÚ D E

(PPS), vereadores e o secretário de Estado de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira. Barroso ressaltou as qualidades do

município e disse que Ipatinga tem condições de ser uma das eleitas da Federação Internacional de FutePágina 11 bol (Fifa).

estação q u alifica

Prefeitura abre seleção Alunos reivindicam a para médicos do PSF continuidade do projeto A Prefeitura de Ipatinga abriu processo seletivo para médicos que tenham interesse em atuar no Programa Saúde da Família. Os profissionais

cumprem 40 horas semanais e o salário base é de R$ 3.056. O período de inscrição vai do dia 16 de maio a 24 do mesmo Página 03 mês.

Monitores e alunos da Estação Qualifica protestaram ontem (27) contra o fechamento da Estação Qualifica. Cerca de 30 pessoas, entre alunos

e monitores, fizeram manifestação na antessala do prefeito. O fechamento foi anunciado na última terça-feira pela Prefeitura. Página 06

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Minas Gerais julgou improcedente a ação de impugnação de mandato eletivo contra o prefeito Robson Gomes da Silva e a viceprefeita Márcia Perozini, confirmando assim a sentença de primeira instância dada pelo juiz da 131ª Zona Eleitoral de Ipatinga, Antônio Augusto Calais de Oliveira. Durante audiência de terça-feira (26), a corte considerou que não houve irregularidades na aquisição e distribuição dos kits escolares, que não houve ato ilícito na realização do Ipatingaço e também entendeu que não ocorreu uso indevido de propaganda institucional em benefício dos então candidatos a prefeito e vice de Ipatinga. Página 03

anivers á rio

Usiminas destaca compromisso com o desenvolvimento “As histórias da empresa e da cidade se confundem em torno de um mesmo propósito, o desenvolvimento do Vale do Aço”. A afirmação é do diretor da Usina de Ipatinga, Francisco Luis Araújo Amério, lembrando que a relação entre empresa e cidade é anterior à emancipação. Página 08

www.diariopopularmg.com.br


2

utilidades

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

FRASES ARTIGO

“É sempre melhor enfrentar os problemas do crescimento do que os problemas do desemprego, da falta de renda, da falta de investimento e da depressão econômica”. Da presidente Dilma Rousseff, explicando durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), que o governo não vai controlar a inflação à custa do desemprego e da redução drástica do crescimento.

“Não temos tempo para esta bobagem. Temos coisas mais importantes para fazer. [Eu] tenho coisas mais importantes para fazer”. Do presidente dos EUA, Barack Obama, sobre a polêmica se nasceu no Quênia ou no Havaí.

dIRETOR RESPONSÁVEL Fernando Benedito Jr. Editora responsável Anna Sylvia Rodrigues e Silva (MG 12319 JP) O DIÁRIO POPULAR é uma publicação da A Gazeta Metropolitana Editora e Gráfica LTDA. CNPJ 07.366.171/0001-88 FALE CONOScO Telefone: 3827-0369. diariopopular.redacao@gmail.com ou diariopopular.comercial@gmail.com Administração e Redação Avenida JK, 1290, bairro Jardim Panorama, CEP 35.164-245. Oficina Rua Anápolis, 55, Veneza II, Ipatinga.

espaço público

ARTIGO

Escolas conhecem cartões postais da cidade

O passageiro da agonia

As escolas Joaquim Ferreira de Souza e José Maria Bowen encerraram esta semana a participação dos educandários da rede municipal na programação de aniversário da cidade. Os 47 anos de Timóteo mereceram a atenção especial dos cerca de 7,5 mil alunos da Secretaria Municipal de Educação. Foram realizadas pesquisas, exposições, visitas aos cartões postais da cidade, ao legislativo e ao Executivo, maquetes dos pontos turísticos, paródias, danças e rappers, enfim neste mês a história da cidade foi contada e recontada nos trabalhos escolares e imaginário das crianças.

Emílio Celso Ferrer Fernandes (*)

ARTIGO

Grande mídia: mudança à la Lampedusa

Venício Lima (*)

Desde a publicação do relatório da Hutchins Commission – “A free and responsible press” (Uma imprensa livre e responsável) – nos Estados Unidos, em março de 1947, a justificativa predominante (não a única) para o importante papel da mídia nas democracias liberais é a chamada “teoria da responsabilidade social da imprensa” (RS). Como se sabe, a Hutchins, uma iniciativa dos próprios empresários de mídia, por eles financiada, foi criada em 1942 como resposta a uma onda de críticas diante da crescente oligopolização do setor e da formação das redes de radiodifusão (networks). Tornava-se cada vez mais difícil sustentar a doutrina liberal clássica do mercado livre de ideias (a free marketplace of ideas) onde a liberdade de expressão seria exercida por cidadãos e grupos empresariais de mídia em igualdade de condições. A saída foi a criação da teoria da RS. Centrada no pluralismo e na diversidade de ideias – agora não mais no mercado, mas deslocados para dentro dos próprios veículos, regidos pelo profissionalismo, objetividade e imparcialidade das notícias – a Hutchins acreditava que a teoria da RS seria capaz de legitimar o argumento de que a liberdade da imprensa é uma extensão da liberdade de expressão individual. Não só nos EUA, mas, sobretudo, em países europeus com forte tradição de imprensa partidária, a teoria da RS passou, no entanto, a enfrentar sérias dificuldades e a doutrina liberal clássica teve que se render à intervenção do Estado no mercado para garantir e estimular a concorrência através de agências reguladoras independentes. Teóricos da democracia liberal como Giovanni Sartori, por exemplo, afirmam que uma das condições que permitem uma opinião pública relativamente autônoma é “uma estrutura global de centros de influência e informação plurais e diversos”, isto é, uma “estrutura policêntrica dos meios de comunicação”. De qualquer forma, o vínculo entre liberdade de expressão, liberdade da imprensa e democracia passa pela crença liberal de que o livre debate feito por indivíduos racionais e bem informados no mercado de ideias conduzirá necessariamente à formação de uma opinião pública independente capaz de tomar as melhores decisões para o conjunto da sociedade e, mais ainda, à prevalência da verdade. E uma das premissas para a formação de uma opinião pública independente, é a existência de competição entre os meios de comunicação. Dessa perspectiva, a liberdade da imprensa encontraria sua justificativa na medida mesma em que permitisse a circulação da diversidade e da pluralidade de ideias existentes na sociedade – vale dizer, garantisse a universalidade

da liberdade de expressão individual no debate público. O jornal “El Clarin” de Buenos Aires, em conflito aberto com o governo Kirchner – e vice-versa – publicou em sua página editorial, no dia 24 de abril, o artigo “El periodismo, infraestructura de la democracia” do executivo italiano Carlo De Benedetti, ex-Olivetti e ex-Pirelli, e atual presidente do Grupo Editorial L’Expresso. No artigo, De Benedetti introduz um novo argumento sobre o papel da mídia nas democracias contemporâneas. Diante do “fluir anárquico de la información online, en el bombardeo continuo de datos que nos llegan en forma de bytes o píxeles”, argumenta ele que somente “el buen periodismo puede seleccionar, ordenar, interpretar y proponer a los ciudadanos una representación de la realidad que les permita participar en la vida pública y ejercer el necesario control sobre el poder . Sin esa función esencial — y es la historia que estamos viviendo en nuestras sociedades occidentales — la multiplicación infinita de un saber aparente se traduce en un ruido de fondo invasivo, en cuyo efecto alienante se afirman los peores liderazgos populistas. Ese es el gran riesgo que enfrentamos”. Para De Benedetti, portanto, não é mais a pluralidade e a diversidade na circulação de ideias, vale dizer, a universalização do direito à comunicação – que muitos de nós acredita estar sendo estimulada pelas novas TICs, sobretudo, pela internet – que fortalece a democracia. Ao contrário, são necessárias “personas intelectualmente preparadas, que sepan encontrar, seleccionar, ordenar e interpretar las noticias” e que garantam “una función esencial (da mídia), sin la cual no sólo desaparecería la gran información, sino que se vería castigada la democracia misma”. O artigo termina afirmando que “quizás hasta ayer el rol del periodista estaba más en buscar la noticia, hoy en cambio está en seleccionarla e interpretarla. Pero la función de perro guardián frente al poder sigue intacta” É impossível ler o artigo de Carlo De Benedetti no “Clarin” e não se lembrar da máxima de Tomasi di Lampedusa no clássico “Il Gattopardo”: “é preciso mudar, para continuar tudo como está”. Vale dizer, mude-se o que for necessário na doutrina liberal desde que, protegida pela falácia de que “o poder” é apenas “o poder do Estado” e apoiada na eterna retórica da defesa da democracia, a grande mídia e os interesses que representa e defende continuem intocados. (*) Venício Lima é professor titular de Ciência Política e Comunicação da UnB (aposentado) e autor, dentre outros, de Regulação das Comunicações – História, Poder e Direitos, Editora Paulus, 2011.

O “Passageiro da Agonia” é um filme que relata a trajetória do criminoso Lúcio Flávio, famoso bandido da década de 70 que se tornou nacionalmente conhecido pelos roubos a banco e fugas espetaculares. Longe de comparar a vida pregressa do famoso bandido Lúcio Flávio e a do prefeito de Ipatinga, mas o destino de Robson Gomes, caso fosse contado em um filme ou livro, poderia perfeitamente receber o nome de “O Passageiro da Agonia”. Um bom drama, por sinal. Aliás, o que poucos sabem é que Lúcio Flávio é primo de um político atuante em Ipatinga. Coincidentemente, os dois têm belos olhos verdes. Dramaturgia à parte, vou me ater à trajetória política do atual prefeito de Ipatinga. Em 2010, uma grande força política se une contra o PT para eleger Robson Gomes, após as cassações dos políticos Chico Ferramenta (PT) e Sebastião Quintão (PMDB). Interinamente, Gomes inspirava confiança, pois fazia um governo pregando a estabilidade e como o povo não queria mudar de novo, ganhou o discurso da paz. No auge, todos se alinharam a Robson Gomes, dentre tantos, a atual deputada Rosângela Reis (PV), que chegou a declarar em vídeo e nos palanques que avalizava o candidato a prefeito que apoiava. Na lei e no ditado popular, quem avaliza também paga a conta. Espero que a deputada um dia pague a dívida do Robson Gomes. Tomara que não seja com o chapéu dos outros, em recuo a mais uma candidatura. Decepcionada, hoje Rosângela Reis não senta mais na mesa de Robson Gomes. Até mesmo antigos adversários e pseudopetistas também bajularam Robson Gomes em troca de cargos e “consultorias” na Prefeitura. Com a autoridade combalida, Robson Gomes está se tornando conhecido pela sua falta de firmeza na condução da coisa pública, principalmente depois que os “conselheiros” lotearam a sua cadeira de prefeito. Já o deputado Alexandre Silveira é um caso à parte. Usufrui dos louros do governo. Alexandre é quem manda, nomeia, exonera, contrata e etc. Especialista nas articulações mais finas, sempre se colocou publicamente ao lado de Robson Gomes, mas por trás, costura novo nome para substituir seu antigo e hoje desgastado aliado. Inteligente, Silveira já sabe que o destino de Gomes pode ser trágico. A Comissão Processante (CP) dos Kits Escolares que tem contado com amplo apoio logístico do presidente da Câmara, Nardyello Rocha – além da Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa movida pelo Ministério Público –, é apenas um dos vários calvários que Robson Gomes terá de enfrentar daqui para frente, dentro e fora da Prefeitura. Aliás, o beneficiado mais direto com a queda prematura de Robson Gomes, caso venha a se configurar uma cassação pela Câmara Municipal, seria o próprio Nardyello Rocha, que ganha força como o novo invento de Alexandre Silveira. Bom de bola, Nardyello Rocha já saiu do banco de reserva e se prepara para substituir o até então titular Robson Gomes. Sai bola mucha e entra o bola cheia. Evidente que não desejo que Robson Gomes seja atacado a facadas numa cela, enquanto adormece, como foi o fim trágico do bandido legendário Lúcio Flávio. Na verdade, mesmo solto, Gomes anda sendo apunhalado pelas costas em todos os momentos. É por essas e outras, que é preciso sair desta letargia, assumir o comando e colocar Ipatinga num novo ciclo de desenvolvimento e paz, tal qual o prometido em campanha. (*) Emílio Celso Ferrer Fernandes é advogado atuante em Ipatinga.


3 CIANO

3 MAGENTA

3 AMARELO

cidades

3 PRETO

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

3

K I T s E S C O L A R es E I P A T I N G A Ç O

TRE confirma a absolvição de Robson Gomes e Márcia IPATINGA - O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Minas Gerais julgou improcedente a ação de impugnação de mandato eletivo contra o prefeito Robson Gomes da Silva e a vice-prefeita Márcia Perozini, confirmando assim a sentença de primeira instância dada pelo juiz da 131ª Zona Eleitoral de Ipatinga, Antônio Augusto Calais de Oliveira. Durante audiência de terça-feira (26), a corte considerou que não houve irregularidades na aquisição e distribuição dos kits escolares, que não houve ato ilícito na realização do Ipatingaço e também entendeu que não ocorreu uso indevido de propaganda institucional em benefícios dos então candidatos a prefeito e vice de Ipatinga. O CASO No dia 21 de outubro de 2010, ou seja, cinco meses após a vitória de Robson e Márcia nas urnas durante a eleição extemporânea de Ipatinga, o TRE, atendendo pedido do segundo colocado, determinou o

Carlos Henrique

nhas, o que acabou sendo feito pelo juiz”, explicou José Júlio Costa Neto, advogado do prefeito Robson Gomes e da vice-prefeita Márcia Perozini.

O advogado José Júlio da Costa comemorou mais uma decisão favorável

Robson Gomes: sem irregularidades

retorno dos autos para a 131ª Zona Eleitoral para realização de audiência e oitiva de testemunhas. A ação foi interposta pela coligação “A Força do Povo”, dos candidatos derrotados Maria Cecília Ferramenta Delfino e Saulo Manoel da Silveira. Naquela época, o juiz eleitoral já havia indeferido todos os pedidos dos opositores de Robson e Márcia, mas a sentença foi anulada pelo Tribunal Regional Eleitoral, sob o argu-

ção extemporânea de Ipatinga, sob a alegação de que o candidato, hoje prefeito Robson Gomes da Silva, e sua vice, haviam cometido vários ilícitos. No primeiro momento, a sentença julgou improcedente todos os pedidos contra o prefeito Robson. Atendendo recurso da coligação adversária, o Tribunal Regional anulou a primeira sentença para que os autos retornassem para a Zona Eleitoral e houvesse a realização de audiência e oitiva de testemu-

mento de que não poderia ter sido proferida a sentença sem a realização de audiência para a oitiva de testemunhas. Já no dia 17 de fevereiro de 2011, a coligação derrotada em maio de 2010 interpôs um segundo recurso no TRE, que foi julgado nesta terça-feira (26). AIME “Este processo é uma ação de impugnação de mandato eletivo que foi interposta pelos segundo colocados na elei-

SAÚDE

PMI abre processo seletivo para contratar médicos do PSF IPATINGA - Profissionais médicos que tenham interesse em atuar no Programa Saúde da Família em Ipatinga podem participar de processo seletivo da Secretaria Municipal de Saúde. O edital foi publicado nesta quinta-feira (28). Os profissionais cumprem 40 horas semanais e o salário base é de R$ 3.056, além do incentivo do Programa. O período de inscrição vai do dia 16 de maio a 24 do mesmo mês. O Processo Seletivo constará de uma prova objetiva de múltipla escolha e prova de títulos. As inscrições estão sendo realizadas no Departamento de Desenvolvimento de Recursos Humanos, situado no 3º andar do prédio da pre-

Carlos Henrique

feitura de Ipatinga, no horário de 12h às 17h, sendo que as inscrições também podem ser feitas por procuração. A convocação para a contratação será feita de acordo com a necessidade da Prefeitura. A convocação respeitará a ordem de classificação e o número de vagas existentes ou que vierem a existir, durante o período de validade do Processo Seletivo, tendo prazo de validade de seis meses, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Municipal. Os portadores de necessidades especiais, assim entendidos aqueles que se enquadram nas categorias discriminadas no artigo 4º do Decreto Fe-

deral nº 3.298/99 e suas alterações, têm assegurado o direito de inscrição no presente Processo Seletivo, desde que a necessidade especial seja compatível com as atribuições do emprego para o qual concorrem. Do total de vagas, e das que vierem a ser criadas durante o prazo de validade do Processo Seletivo, 5% ficarão reservadas aos candidatos portadores de necessidades especiais. Será classificado o candidato que obtiver 50% dos pontos ou mais. A classificação final dos candidatos será feita pela soma dos pontos obtidos na prova objetiva de múltipla escolha e na prova de títulos.

RECURSO José Júlio disse que, logo em seguida, o juiz Antônio Augusto Calais de Oliveira, proferiu nova sentença julgando mais uma vez improcedentes todas as ilegalidades que tinham sido apontadas pela coligação adversária. “Mais uma vez, a coligação adversária recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral. No entanto, na terça-feira (26), o TRE julgou o recurso em seu plenário e negou todos os pedidos dos segundo colocados na eleição, mantendo a sentença de primeiro grau, confirmando novamente que não houve ilegalidade, seja durante a campanha, na aquisição dos kits, na realização do Ipatingaço e, por fim, a aquisição de seu mandato foi de forma lícita através do voto popular e direito”, concluiu.


4

cidades

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

Estado retoma debate sobre gestão integrada na RMVA BH - O secretário de Estado de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira, preside hoje (28), às 14 horas, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, a 1ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço - RMVA. Na pauta da reunião estão: apresentação do arranjo institucional da RMVA e das competências do Conselho; apresentação das características da RMVA; discussão e aprovação do Regimento Interno do Conselho, eleição do Grupo Executivo do Conselho e posse de seus novos membros. O Conselho Deliberativo da RMVA foi instalado em novembro de 2007 pelo Governo de Minas, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana - SEDRU. Na ocasião foi também instalada a Assembleia Me-

Divulgação

O Sodalício é uma instituição de proteção social especial de alta complexidade com serviço de atendimento 24h

O secretário Alexandres Silveira discute, entre outros assuntos, o arranjo institucional da RMVA e das competências do Conselho Deliberativo

tropolitana da RMVA e regulamentado o Fundo de Desenvolvimento Metropolitano. O Conselho é integrado por 14 representantes, sendo dois de Ipatinga, dois de Coronel Fabriciano, dois de Timóteo, dois de Santana do

Paraíso, quatro representantes do Poder Executivo Estadual, um da Assembleia Legislativa de Minas e um da sociedade civil organizada. Suas atribuições são orientar, planejar, coordenar e controlar as execuções de funções públicas de interes-

se comum, estimular a elaboração e aprovar o Plano Diretor de Desenvolvimento Metropolitano da RMVA, acompanhar a implementação dos projetos indicados no plano e deliberar sobre a utilização dos recursos do Fundo Metropolitano.

COMÉRCIO

“Dia de Receber Bem” tenta captar clientes no feriado FABRICIANO - Nesta sexta-feira (29), a Acicel-CDL promoverão, pela segunda vez, o “Dia de Receber Bem” em Coronel Fabriciano, em parceria com a Prefeitura Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Faixa Azul e Unimed Vale do Aço. Reflexo do feriado nas cidades vizinhas, o fluxo de pessoas que circulam na cidade aumenta significativamente neste dia e a Acicel-CDL, juntamente com os parceiros e toda a

Sodalício Tio Questor comemora 31 anos

classe empresarial, se mobilizaram para oferecer tranquilidade, segurança, hospitalidade, além de um atendimento diferenciado aos visitantes neste dia. SEGURANÇA Dentre algumas medidas que serão adotadas, destaca-se o reforço do efetivo da Polícia Militar para garantir a segurança pública, juntamente com a Polícia Civil. A Guarda Municipal atuará com uma postura mais instrutiva, orientando o trânsito de uma for-

ma educativa e os jovens do Faixa Azul trabalharão para atender bem quem chega à cidade. O Corpo de Bombeiros estará com uma viatura de prontidão em um ponto estratégico da cidade para atender a qualquer emergência. Já a Unimed participará da mobilização prestando serviços gratuitos de saúde na Praça da Prefeitura. ESTACIONAMENTO Aos lojistas da cidade, foi sugerido que deixassem livres as vagas de es-

tacionamento próximo às lojas, para facilitar o acesso dos consumidores, além de oferecer um atendimento diferenciado, buscando a fidelização dos visitantes. “Aqueles que visitarem nossa cidade no dia 29, receberão um panfleto de boas vindas com informações e orientações a respeito da cidade e acreditamos que assim como no ano passado, esta ação será um sucesso com a participação de todos”, afirma o presidente da Acicel-CDL, Ivair de Andrade.

TIMÓTEO - Sanfona, bolo, atividades recreativas, dança, teatro e celebrações. É assim que os internos do Sodalício Tio Questor, única instituição de permanência (asilar) de Timóteo, vão comemorar durante toda esta semana o aniversário de 31 anos da entidade. As festividades foram organizadas pela Prefeitura Municipal de Timóteo, através da Secretaria de Assistência Social. Ontem houve apresentação de sanfoneiros, do Coral do Creia (Centro de Referência de Educação Inclusiva Ativa) e bolo comemorativo, abrindo as festividades, que contou com a presença do prefeito Sérgio Mendes (PSB). “O Sodalício é uma instituição que conta com profissionais dedicados, que contribuem para a excelência dos serviços. Nossa principal referência desse trabalho é a humanização do atendimento. Estes cidadãos que hoje, por questões sociais ou mesmo de abandono, necessitam do atendimento asilar, são pessoas que ajudaram a construir nossa nação e que têm a nos oferecer a experiência, o conhecimento e a sabedoria de vida”, sublinhou o prefeito. PROGRAMAÇÃO Hoje (28), o Progra-

ma Humanizar também desenvolvido pela Prefeitura de Timóteo, vai comandar a festa com atividades recreativas, teatro e dança. Já na sexta-feira (29), acontece uma missa em Ação de Graças. No sábado (30), apresentação da Corporação Musical Santa Cecília, e para fechar a programação, no domingo (1º de maio) acontece um culto com a Igreja Evangélica Assembleia de Deus. Abertas à comunidade, as festividades terão início sempre a partir das 14h30. De acordo com o gerente da entidade, Gilton Amorim, estas comemorações proporcionam uma maior interação dos idosos com a comunidade. SERVIÇOS O Sodalício Tio Questor atende atualmente 32 internos, sendo 16 homens e 16 mulheres. A instituição funciona na modalidade de proteção social especial de alta complexidade com serviço de atendimento 24h. O Sodalício conta com serviços de enfermagem, nutrição e administrativo, além de uma equipe multidisciplinar formada por enfermeiros, médicos, psicólogas, assistente social, pedagogas, coordenador, nutricionista e economista doméstica.

Está na hora deste papo verde amadurecer. Pesquisa inédita revela os culpados pela degradação do meio ambiente. Confira!

Já nas bancas!

16x7.indd 1

3/24/11 6:12 PM


cidades

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

5

ACUSAÇÕES

Prefeito solicita perícia na CPI dos Kits Escolares IPATINGA – O prefeito Robson Gomes (PPS) entregou à Comissão Processante (CP) na segunda-feira (25) e complementou na terça (26), uma lista com 38 questionamentos sobre as provas levantadas pela CPI dos Kits Escolares, que o acusa de improbidade administrativa – quando há enriquecimento ilícito. Os questionamentos contestam os indícios de irregularidades levantados pela Comissão Parlamentar de Inquérito, concluída no último dia 24 de fevereiro. Entre os itens que o prefeito pediu que fossem periciados estão os pagamentos à Acolari durante a sua gestão, a data em que os kits foram adquiridos e se a quantidade de produtos é igual a que constava no registro de preços. Os dados serão analisados por peritos credenciados pela justiça e pela IBTEC, instituto reconhecido pelo Inmetro, e concluídos até a segunda quinzena de maio, quando devem começar os interrogatórios com as testemunhas indicadas pelo prefeito. PRAZO Segundo o presidente da CP, o vereador Saulo Manoel (PT), Robson Gomes, pediu, ainda, um prazo para que seu assistente pudesse ler os documentos relativos à denúncia. Foi dado a ele o prazo de até segunda-feira para concluir a leitura. Composta pelos vereadores Saulo Manoel, Nilton Manoel (PMDB) e Maria do Amparo (PDT), a CP tem como base o relatório com mais de 700 páginas produzido ao longo de seis meses pela CPI dos Kits Escolares. A Comissão tem o poder de cassar o mandato de Robson caso os vereadores aprovem seu afastamento por maioria absoluta, o que corresponde a nove votos válidos. EVASÃO FISCAL Um dos pontos do relatório que mais tem incomodado o prefeito é a acusação de evasão fiscal (não pagamento de tributos), quando foram contratadas, por meio da Acolari, empresas terceirizadas.

Gustavo Jácome

Com “O Arquivo Vivo”, o Grupo Farroupilha comemora seus 15 anos de fundação

teatro

Farroupilha estreia novo espetáculo no Zélia Olguin IPATINGA - O Grupo Farroupilha apresenta, em Ipatinga, seu novo espetáculo, “O Arquivo Vivo”, no próximo final de semana. A peça, que ficará em cartaz nos dias 29 e 30 de abril e 1º de maio, no Teatro Zélia Olguin, conta a história de um arquivo vivo que habita os bastidores de uma repartição pública. O arquivo faz várias revelações de tramóias políticas, relações de infidelidade, disputa pelo poder e inicia uma série de confusões que viram uma cidade de ponta cabeça. O texto é uma livre adaptação do conto “O Arquivo Vivo da Prefeitura”, de Beto Oliveira, um dos vencedores do Concurso Nacional de Contos de Humor, realizado em 2010, pelo Farroupilha, em parceria com o Clube dos Escritores de Ipatinga (Clesi).

O prefeito Robson indicou um assistente técnico para acompanhar os trabalhos do perito João Garcia, responsável pela contabilidade.

O espetáculo, assim como o concurso de contos, integra o projeto “Contos para uma peça”, patrocinado pela Usiminas, com apoio do Instituto Cultural Usiminas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

por trabalhar com “O Arquivo Vivo da Prefeitura”. Brincamos com a história, recortamos fatos, acrescentamos outros, suprimimos personagens, criamos outros, transformamos os que já existiam”, detalha.

CONCURSO Sobre a escolha do texto vencedor do concurso, o ator e integrante do Farroupilha, Sinésio Bina, recorda que o grupo estava indeciso entre três contos selecionados. Ele conta que o grupo chegou a pensar na possibilidade de montar três histórias distintas. Segundo ele, foram feitos vários exercícios de redação por parte de todos os envolvidos no processo de estruturação do texto que resultaria no espetáculo. “Após algumas experimentações de cena, optamos

DESAFIO Para a dupla de dramaturgos, Júlio Maciel e Eduardo Moreira, o grande desafio era inserir o teatro onde só havia literatura. A dramaturgia da peça é o resultado de um longo trabalho em equipe. A montagem traz no elenco Sinésio Bina, Torosca Silvestre, Claudiane Dias e Didi Peres que se desdobram na interpretação de vários personagens que se interrelacionam em cena. “O Arquivo Vivo” leva a assinatura de Júlio Maciel, na direção, e dramaturgia de

“Isso demonstra que a CP está cumprindo seu papel de garantir o direito à ampla defesa”, disse o vereador Saulo Manoel.

Sobre o andamento dos trabalhos, Saulo garantiu que o cronograma está sendo cumprido e que o prazo de finalização

Eduardo Moreira, ambos do Grupo Galpão, e Sinésio Bina. A iluminação é de Telma Fernandes. Gessé Rosa, assistente de direção, responde também pela preparação corporal e operação de luz; a criação e composição de figurinos e cenário são de Rafael Cabral; Pedro Bastos assina trilha sonora e projeção; a produção executiva é de Leila Cunha. Luciano Soares, assistente de produção e contrarregra, Adelson Alves Dias, cenotécnico, e Edilaine Peres, assistente de produção, completam a ficha técnica. A produção conjunta é do Grupo Farroupilha. SERVIÇO O Arquivo Vivo Data: 29 e 30 de abril e 1º de maio, às 20:30h, no Teatro Zélia Olguin. Duração: 60 minutos. Classificação: 12 anos.

será respeitado. O vereador afirmou que os trabalhos da CP finalizam até o dia 30 de junho e não poderão ser prorrogados.


6

cidades

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

T E atro

Festim começa hoje e reúne 16 espetáculos TIMÓTEO – As cortinas se abrem para a realização do 1º Festival Nacional de Teatro de Timóteo (Festim), que tem início nesta quintafeira (28), com a apresentação da Paixão de Cristo, na Praça 1º de Maio (Centro), e prossegue até o próximo domingo (1º). A iniciativa é do Grupo de Teatro Atempus, em parceria com a Prefeitura de Timóteo e Fundação Aperam Acesita. O objetivo do evento é promover um intercâmbio cultural e a integração entre grupos teatrais e produtores culturais de diversas localidades, além de propor a reflexão e difusão da produção teatral brasileira. “Estamos orgulhosos em saber que o Festim representará um importante marco na história da nossa cidade e, também, na trajetória do nosso grupo. Estamos ansiosos para iniciar o evento, que já está com quase tudo pronto para receber a todos”, comemora a atriz Rúbia Maroli, que é presidente do Grupo Atempus e idealizadora do Festival. Durante os quatro dias do Festim, a população do Vale do Aço poderá conferir uma programação diversificada, composta por 16 espetáculos, que serão apre-

Divulgação

Programação do 1º Festim 28 de abril (5ª feira) Paixão de Cristo 20h | Praça 1º de Maio | Centro Classificação: Livre | Entrada gratuita 29 de abril (6ª feira) - Abertura Oficial Momento Cultural: espetáculo “O Chico e a Maruca” Grupo Arte na Maturidade |Timóteo 19h | Teatro da Fundação Aperam Acesita Classificação: Livre O Pacote Conexão Teatro e Dança Entreactos | Ipatinga 20h30 | Teatro da Fundação Aperam Acesita Classificação: 10 anos

O Festival vai promover um intercâmbio cultural e a integração entre grupos teatrais e produtores culturais de diversas localidades

sentados na Praça 1º de Maio e no prédio da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Timoteo (Centro), gratuitamente, e no teatro da Fundação Aperam Acesita, com ingressos ao preço popular de R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). As vendas acontecem no Centro Cultural da Fundação Aperam Acesita e as exibições acontecem pela manhã, tarde e noite. COMPETIÇÃO Os espetáculos selecionados e que concorrerão a prêmios no Festim são divididos em três modalidades: palco adulto, rua/espaço alternativo adulto e infantil. “O júri será composto

por profissionais com qualificação técnica e artística. Serão premiadas as categorias: melhor atriz, ator, diretor e melhor ator e atriz coadjuvante”, explica Rúbia. Ainda segundo a organizadora do evento, também recebem prêmios melhor iluminação e cenário dos espetáculos adulto e infantil (modalidade palco). “Todos os espetáculos concorrerão aos prêmios de melhor texto, trilha sonora, figurino, maquiagem, revelação do Festival, excelência profissional e júri popular. A montagem que receber maior quantidade de premiações ganhará prêmio em dinheiro”, detalha

Rúbia. Integram o júri do Festim: categoria rua/espaço alternativo adulto: Camile Gracian (Fabri), Fernando Firmo (Brasília) e João Valadares (BH). Categoria palco adulto: Darci di Mônaco (Ipatinga), José Lopes (Ipatinga) e Shelmer Gvar (BH). E na categoria infantil: Nazza Amaral (Valadares), Rita Knop (Timóteo) e Zarinha Martins (Timóteo). SERVIÇO Venda de ingressos R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia) Bilheteria do Centro Cultural da Fundação Aperam Acesita Alameda 31 de Outubro, nº 500, Centro Informações: (31) 8555-7238 | (31) 8557-9657

Morte ao Aço e Vida ao Baco Assembleia dos Desaçociados | Timóteo 21h30 | Praça 1º de Maio | Centro Classificação: 16 anos | Entrada gratuita 30 de abril (sábado) O Jovem Apaixonado e a Rosa Nova Arte Jovem | Belo Horizonte 10h | Praça 1º de Maio | Centro Classificação: 14 anos | Entrada gratuita Bagagem Daniela Alves e Gessé Rosa | Ipatinga 11h | Teatro da Fundação Aperam Acesita Classificação: Livre Uma História Sem Pé Nem Cabeça (Infantil) Grupo In-Cena de Teatro | Teófilo Otoni 14h | Teatro da Fundação Aperam Acesita No Reino de Calamaço Cia Bruta | Ipatinga 15h | Praça 1º de Maio | Centro Classificação: Livre | Entrada gratuita

Pessoas ou Coisas Podem Mudar o Mundo, Mas Hoje Nada Aconteceu Cia dos Aflitos | Belo Horizonte 17h | Teatro da Fundação Aperam Acesita Classificação: 10 anos O Arquivo Vivo Grupo Farroupilha | Ipatinga Espetáculo Convidado | 20h30 | Teatro Zélia Olguin | Cariru | Ipatinga Classificação: 12 anos 1º de maio (domingo) O Menino e a Árvore Trupe da Alegria | Timóteo 10h | Praça 1º de Maio | Centro Entrada gratuita Entre Causos e Trovas, um Dedinho de Prosa Robson do Vale | Timóteo 11h | Teatro da Fundação Aperam Acesita Classificação: 16 anos Mundo dos Sonhos (Infantil) Fragmentos do Teatro | Peçanha 14h | Teatro da Fundação Aperam Acesita A Família de Arthur Coletivo Independente | Ipatinga 15h | Prédio da Secretária de Educação | Centro Classificação: 10 anos Ed Mort e a Conexão Nazista Cia de Teatro Katarriso | Gov. Valadares 16h | Teatro da Fundação Aperam Acesita Troca de Experiências Entre os Grupos 17h15 | Prédio da Secretária de Educação | Centro Entrada gratuita Premiação e encerramento 20h | Teatro da Fundação Aperam Acesita Entrada gratuita

A Difícil Vida Fácil Célio Martins | Gov. Valadares 16h | Teatro da Fundação Aperam Acesita Classificação: 16 anos

E S TAÇ ÃO Q UA L I F I C A

Manifestantes pedem continuidade do projeto IPATINGA – Monitores e alunos da Estação Qualifica protestaram ontem (27) contra o fechamento da escola que oferece cursos profissionalizantes gratuitos à população. Cerca de 30 pessoas, entre alunos e monitores, saíram da sede do projeto, que fica no Centro de Ipatinga, e se dirigiram até a porta do gabinete do prefeito Robson Gomes (PPS). O fechamento foi anunciado na última terça-feira (26) pela Prefeitura de Ipatinga. Segundo a administração, a partir da próxima segunda (2) os alunos não irão mais poder contar com os serviços na cidade. Além disso, os 15 profissionais

que trabalham no local serão demitidos. A monitora Daiene Coutinho convocou a imprensa para falar sobre a situação da instituição. Segundo ela, há 1 ano e 4 meses a Prefeitura não repassa as verbas para o projeto. O dinheiro para custeio das despesas e pagamento de funcionários estaria saindo da empresa responsável pelo projeto, a NT Systems. Ainda segundo a monitora, cerca de 500 alunos estão matriculados no projeto, mas a capacidade é para atender 1.700 pessoas, porém faltam recursos até para a divulgação junto à sociedade.

André Almeida

Alunos e professores foram para o 4º andar da prefeitura, pedir que projeto não seja fechado

Quando foi inaugurada, em 2008, a estação contava com o projeto “Juventude Cidadã”, que dava a todos seus alunos vale-transporte, lanche e uma bolsa no valor de R$ 120. Esses benefícios foram

cortados, mas as aulas ainda eram oferecidas. Ao todo, são 93 cursos no projeto, orientados por 11 monitores. DÚVIDAS Os atuais alunos não sa-

bem o que será de seus cursos após o fechamento da Estação Qualifica. Neander Bruno Gonçalves, de 21 anos, é um dos alunos mais antigos. Ele participou do projeto Juventude Cidadã e, como afirma, já fez quase todos os cursos oferecidos. Recentemente ele iniciou um curso para ajudar quem vai tirar a carteira de motociclista e não tem certeza se conseguirá concluir. “É um prejuízo para a cidade”, disse. Outra que tem dúvidas é Edinalva Maria Gonzaga. Ela começou o curso de informática há três meses, já está na metade e também não sabe se irá receber o diploma.

Os instrutores também não conseguiram informar sobre a continuidade das aulas. Durante o protesto de ontem, eles tentaram uma reunião com o prefeito, mas não tiveram sucesso. Foi pedido aos manifestantes que aguardassem uma resposta para segunda-feira. SINE No mesmo imóvel onde funciona o Qualifica, funciona a central de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (Sine). Em nota, a prefeitura informou que o Sine será mantido em funcionamento no mesmo local.


cidades

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

7 Nadieli Sathler

A S S A S S I N ATO

Rapaz é morto no Vale do Sol IPATINGA – O jovem Cássio Felipe Araújo Maia, 18 anos, foi morto na noite desta quarta-feira (27), na rua Gaturamo, em frente ao número 330, bairro Vale do Sol. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo na cabeça. Ele e mais um adolescente acabavam de chegar ao local onde ocorreu o crime. Eles haviam acabado de desembarcar de uma motocicleta, inclusive Cássio ainda estava de capacete na cabeça quando foi baleado. Uma equipe do SAMU chegou a socorrer a vítima, mas o rapaz faleceu a caminho do Hospital Municipal de Ipatinga. A Polícia Militar esteve no local e as primeiras informações davam conta de que dois dos autores do assassinato estavam em duas bicicletas com roupas escuras e a face encoberta por camisetas e bonés. Após o crime eles fugiram, em bicicletas diferentes. A descrição dada por testemunhas é de que os autores do homicídio também são jovens, magros e de cor escura. A perícia esteve no local e recolheu três projeteis de arma de fogo.

Nadieli Sathler

A dupla Eduardo Dias Luiz e Kinetion Miranda foi presa em flagrante

ROUBO

Assaltantes abusados atacam padaria duas vezes seguidas O corpo do pedreiro foi resgatado já sem vida do soterramento ocorrido no bairro Caçula, em Ipatinga

C aç u la

Pedreiro morre soterrado em obra IPATINGA – Um deslizamento de terra na manhã desta quarta-feira (27), na rua Tembes, 248, Morro do C-3 no bairro Caçula, causou a morte do operário Odair José Oliveira, 38 anos. Ele trabalhava na construção de um muro de arrimo no local do acidente. No momento em que o barranco cedeu havia outra pessoa no local. Porém, ele conseguiu se desvencilhar da terra sem a ajuda do Corpo de Bombeiros De acordo com o tenente Hoberdan Inácio, o socorro ao pedreiro ocorreu imediatamente após a queda do barranco. Eles usaram uma retroescavadeira, pás e enxadas para encontrar a vítima e retirar a terra. O bombeiro disse ainda que a vítima ficou soterrada por cer-

ca de 20 minutos. Com o apoio do SAMU ele foi conduzido ao Hospital Municipal de Ipatinga. No momento em que foi retirado da terra os bombeiros não conseguiram detectar sinais vitais em Odair. “Não foi possível detectar no momento em que ele foi retirado. Mas tentamos a reanimação cardio-pulmonar. Considerando a quantidade de terra que o encobria, ele foi resgatado com rapidez”, disse o bombeiro. Sobre as causas que podem ter provocado o deslizamento, o tenente informou que o escavamento pode ter desestruturado o barranco, além da terra estar úmida.

EMBARGO

A Defesa Civil esteve no local para acompanhar os tra-

DROGAS

balhos de remoção da terra feito pelo Corpo de Bombeiros. O chefe do órgão, Noé Pedro, disse que os proprietários da construção tinham autorização para fazer o desaterro. A licença foi concedida pelo departamento de Meio Ambiente do Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma). “Eles não tomaram os cuidados de segurança. Pelo tipo de serviço que estava sendo executado não deveriam ter pessoas próximo à máquina. A vítima era um encarregado de obra, alguém que deveria ter noção de segurança. Eles fizeram de qualquer jeito”, declarou Noé. A Defesa Civil previu a possibilidade de novos deslizamentos no local.

IPATINGA – Os assaltantes Eduardo Dias Luiz, 30 anos, e Kinetion Miranda, 26 anos, foram presos em flagrante na tarde desta quartafeira (27), por assaltarem por dois dias consecutivos a Padaria Renascer, no bairro Veneza. Jerry Alves Pinto, proprietário do estabelecimento, contou que a primeira abordagem foi na terça (26), às 6h30, quando um dos autores chegou ao balcão e pediu vários itens. No momento em que a atendente somava as mercadorias foi anunciado o assalto, sob a ameaça de uma arma de fogo. O bandido inclusive roubou as joias que estavam com a balconista da padaria.

CARA-DE-PAU O segundo assalto foi na manhã desta quarta. Dessa vez o ladrão entrou na Padaria se identificando como o assaltante do dia anterior. Disse ainda que teria sido agredido por militares no dia anterior para tentar intimidar Jerry. TEMPO “Dessa vez ele pediu Em AnaMaria desta semana: Uma outra funcio- apenas o dinheiro que nária que LINGERIES estava no mo- SENSUAIS estava no caixa. Ele disGG : elas emagrecem TAMANHO mento do crime contou se que estava com uma 15 anos, e Maycon Ro- que o assaltante e você fica pediupoderooosa! arma de fogo na cintura. drigues da Silva, de 18. 2 cervejas, 2 garrafas de Mas, não chegou a mosE MAIS: Veja como proteger Segundo a PM, o menor suco, 2 pedaços de bolo, trá-la. Acredito que ele sua família do alcoolismo tentou se esconder, mas Só 99 estava mentindo”, coR$ 2 lata de leite condensafoi abordado. Já nas bancas. do, 2 isqueiros, 6 Trident mentou. Com Daniel, foi encontrada uma quantia de R$ 20 em dinheiro. Já com o menor, a políEm AnaMaria desta semana: cia apreendeu 18 buchas, supostamente de macoLINGERIES nha. SENSUAIS Os dois foram levados TAMANHO GG: à delegacia. Eles já poselas emagrecem suem passagens pela poe você fica lícia por diversos crimes. poderooosa! 99 O menor, inclusive, estaSó R$ , va atualmente em prisão Já nas bancas. domiciliar.

Polícia registra diversas ocorrências de tráfico IPATINGA – Durante um patrulhamento da Polícia Militar ontem (27) na avenida Luiza Nascimbene, na Vila Celeste, a polícia abordou dois indivíduos em atitude suspeita em uma praça do bairro. Durante a abordagem o telefone celular de Dieli Rodrigues de Souza, de 18 anos, tocou. A ligação era de um indivíduo que encomendava uma bucha de maconha. Além de Dieli, havia um menor de 17 anos. Com os dois foram en-

contradas três buchas de maconha embaladas e prontas para o comércio. Dieli conseguiu fugir. O menor foi encaminhado à delegacia. VENEZA Um outro menor foi apreendido também nesta quarta-feira suspeito de tráfico de drogas no bairro Veneza. Segundo a PM, ele tentou fugir ao ver a viatura, entrando em sua casa. Uma revista foi feita e com o jovem foi encontrada uma substância parecida com

crack. Em sua casa foi localizada mais quantidade da mesma substância. Ao todo, foram aproximadamente 250 gramas. Com o menor foi encontrada ainda uma garrucha calibre 32. Arma e drogas foram apreendidas e encaminhadas à delegacia. BECO DO ADÃO Ainda em Ipatinga, durante uma operação antidrogas no bairro Nova Esperança, em um local conhecido como Beco do Adão, a Polícia Militar encontrou D.R.S., de

e 3 maços de cigarros. As mercadorias custariam R$ 30,70. Além das mercadorias, o autor levou também quase R$ 20 em espécie. O assaltante chegou a pedir que as vítimas esperassem um tempo maior antes de acionar a Polícia Militar. Ele saiu do local a pé, mas testemunhas contaram que um segundo indivíduo esperava na esquina com uma bicicleta.

1,

1

1,99

Só R$


8

CIDADEs

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011 Nilmar Lage

O Circuito Usiminas de Cultura: novidade na formação de público

Nilmar Lage

Fachada do Teatro Zélia Olguin, que foi totalmente reformado: investimento de R$ 291 mil

47 ANOS

Usiminas destaca parceria pelo desenvolvimento regional IPATINGA - No próximo dia 29, Ipatinga completará 47 anos, mas é anterior a essa data a relação entre o município e a Usiminas. Quando ainda era um distrito, conhecido como Horto de Nossa Senhora, o local recebeu a estaca inicial da siderúrgica, em 1958. “De lá pra cá, as histórias da empresa e da cidade se confundem em torno de um mesmo propósito, o desenvolvimento do Vale do Aço. Ao longo de todos esses anos a Usiminas vem investindo na região, realizando projetos voltados para saúde, educação, cultura e desenvolvimento sustentável”, afirma o diretor da Usina de Ipatinga, Francisco Luis Araújo Amério.

investimentos da Usiminas em responsabilidade social e ambiental alcançaram não apenas Ipatinga, mas também todas as cidades onde a empresa está presente. A siderúrgica aplicou cerca de R$ 30 milhões nos 31 municípios onde possui operação. Entre essas iniciativas destaca-se o Projeto Xerimbabo, que neste ano realizará sua 27ª edição no Vale do Aço, sendo considerado uma das iniciativas de educação ambiental mais duradouras no país. “Além de apoio e incentivo a ações já existentes, desenvolvemos também projetos próprios, como o Xerimbabo, que já atingiu a marca de mais de 2 milhões de visitantes”, afirma o diretor.

SÓCIOAMBIENTAL Ao longo de 2010, os

ECONOMIA A empresa também

tem realizado iniciativas voltadas para o fortalecimento da economia do Vale do Aço. Por meio do Programa de Priorização dos Fornecedores Locais, a Usiminas comprou cerca de R$ 400 milhões de materiais e serviços de empresas da região, no ano passado. E há expectativa que esse número cresça ainda mais com o Projeto Garimpando Oportunidades, que foi lançado este ano e pretende promover a integração entre Usiminas e empresas do setor metalmecânico da região. EDUCAÇÃO Em educação, a Usiminas aplicou R$ 6,7 milhões só no ano passado, apostando em projetos como Ação Educativa, Biblioteca Central de Nilmar Lage

A empresa instalou o resfriamento acelerado de chapas grossas (CLC): investimento de R$ 539 milhões

Ideias, oficinas e exposições. A empresa mantém ainda bolsas de estudos no Colégio São Francisco Xavier/Fundação São Francisco Xavier, voltadas para filhos de empregados das áreas operacionais da Usina de Ipatinga, Unigal, Usiminas Mecânica e Usiroll. Por meio do Colégio, também foram disponibilizados à comunidade novos cursos técnicos: análises clínicas, enfermagem e mecânica. ESPORTE E CULTURA O esporte e a cultura também estão entre os focos de atuação da Usiminas, que ao longo do último ano investiu R$ 19 milhões nessas áreas, destinados a 80 projetos patrocinados por meio do Instituto Cultural Usiminas. No Vale do

aAço, as novidades ficaram por conta do Circuito Usiminas de Cultura – realizado em Santana do Paraíso e outras duas cidades de Minas Gerais – e a Série MPB de Música, que já levou ao palco do Centro Cultural músicos como Diogo Nogueira, Frejat, Fernanda Takai e Maria Gadú. Também no ano passado a Usiminas reformou o Teatro Zélia Olguin, investindo R$ 291 mil em equipamentos de iluminação, nova sinalização da fachada, instalações elétricas, revitalização de palco e telhados. RECONHECIMENTO Por conta dessa atuação, a Usiminas foi reconhecida pelo Ministério da Cultura como uma das maiores incentivadoras culturais do

país. A companhia foi apontada ainda, pela Secretaria Estadual de Cultura, como a que mais destinou recursos à produção cultural, em Minas Gerais, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Segundo Francisco, Ipatinga e todo Vale do Aço sempre farão parte do foco de atuação da Usiminas. “Temos nosso olhar voltado para a comunidade da região e é constante nosso apoio a iniciativas que colaboram para o desenvolvimento da localidade. Temos certeza de que a parceria entre Usiminas e o município de Ipatinga será sempre favorável a todos, principalmente aos moradores, que são também nossos colaboradores”, conclui.

Investimentos na Usina de Ipatinga IPATINGA - Com os olhos voltados para o desenvolvimento do Vale do Aço e também para a modernização da unidade de Ipatinga, a Usiminas tem realizado amplos investimentos nas suas áreas operacionais. Alguns deles já foram concluídos, como a Coqueria 3, com capacidade de produção de 750 mil toneladas de coque por ano. Por meio do equipamento – que entrou em operação no segundo semestre de 2010 e demandou aportes de R$ 707 milhões – a empresa espera alcançar a autossufici-

ência em coque até 2013. Em novembro, a empresa anunciou a conclusão da instalação da tecnologia de resfriamento acelerado de chapas grossas (CLC), um investimento de R$ 539 milhões. O equipamento possibilitará à empresa fornecer uma nova família de aços com alto valor agregado chamada Sincron, com características e desempenho diferenciados para atender às demandas do pré-sal. Em curso está o investimento de R$ 152 milhões na modernização tecnológica da aciaria

2. Os recursos serão utilizados na instalação do desgaseificador a vácuo nº 3 (RH-3), que vai elevar em 80% a produção de aço líquido desgaseificado - que passará de 1 milhão de toneladas/ano para 1,8 milhão de toneladas/ano. Este ano, ainda neste semestre, entra em curso a nova linha de galvanização a quente, com foco nos mercados automotivo e de linha branca. A capacidade do grupo será ampliada em 550 mil toneladas/ano e o investimento é de aproximadamente R$ 1 bilhão.


brasil

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

PREVIDÊNCIA

9

GREVE

Pensões por morte Juízes federais terão novas regras fazem paralisação Agência Brasil

BRASÍLIA - O ministro Garibaldi Alves (Previdência) confirmou ontem (27) que o governo estuda limitar os critérios de concessão de pensões por morte no Brasil. O ministério analisa um conjunto de normas para disciplinar a concessão do beneficio. Segundo Garibaldi, atualmente não há regras para o recebimento de pensão por morte, o que pode causar problemas no futuro para a Previdência. “Não há regras, há uma frouxidão total. Se compararmos essa realidade com a de outros países, não temos critérios, carências e nem constatação de que aquela pessoa realmente está merecendo aquela pensão. Se não corri-

O ministro Garibaldi Alves: “Não há regras, há uma frouxidão total”

girmos isso, podemos ter problemas maiores no futuro”, afirmou o ministro. Segundo a reportagem, o governo estuda uma proposta que prevê ao menos

cinco regras: impor período mínimo de contribuição; obrigar o dependente a provar que não pode se sustentar sozinho; definir limite de tempo para

que viúvas jovens recebam os valores; proibir o acúmulo da pensão com outro benefício; e limitar a liberação da pensão integral para casos específicos.

TRABALHO

BRASÍLIA – Juízes federais de todo o país fizeram ontem (27) um dia de paralisação para cobrar melhores condições de trabalho, reajuste de subsídio e equiparação de direitos com membros do Ministério Público. Ainda não há estimativa de quantos juízes irão aderir ao movimento, especialmente após a decisão do Conselho da Justiça Federal, na última segunda-feira (25), de cortar o dia de salário de quem não trabalhar. Também não há previsão do impacto que a paralisação pode causar, uma vez que não se sabe quantos juízes de fato ficarão ausentes. A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), que lidera o movimento, informa que apesar da paralisação, as portas da Jus-

tiça estarão abertas, uma vez que os servidores não estarão em greve. A Ajufe informa ainda que, mesmo paralisados, os juízes poderão ser contactados para resolver questões urgentes. O ato de paralisação contará com palestras na sede da Justiça Federal em Brasília, com a participação de sindicalistas da Itália, da Europa e de Portugal. Cerca de 100 juízes devem vir a Brasília e haverá também manifestações nos estados. O presidente da Ajufe, Gabriel Wedy, afirmou que caso as principais demandas que motivam a paralisação não sejam atendidas, a entidade volta a realizar assembleia extraordinária em 90 dias para decidir os rumos do movimento.

LEI MARIA DA PENHA

Domésticas são negras com baixa escolaridade Aprovado fim do direito BRASÍLIA - Mulheres negras e com baixa escolaridade formam a maioria das trabalhadoras domésticas brasileiras. Em entrevista por ocasião do Dia Nacional das Trabalhadoras Domésticas, a presidente da federação da categoria, Creuza Maria de Oliveira, disse que no Brasil a atividade deriva do trabalho escravo e por isso grande parte da

categoria é negra. “O trabalho doméstico no Brasil é executado por mulheres negras, que não tiveram a oportunidade de ir para uma faculdade [por exemplo] e o trabalho que é valorizado é o acadêmico”, afirmou. GÊNERO A assistente de programas da Organização das Nações Unidas para

as mulheres, a ONU Mulheres, Danielle Valverde, afirmou que a maioria das trabalhadoras domésticas não chega a concluir o ensino básico. “É um trabalho que tem grande componente de gênero, porque é exercido por mulheres, e também etnicorracial. No caso do Brasil, é feito por mulheres negras. Na América Latina, é um em-

prego exercido em grande parte por mulheres indígenas”, afirmou. Ela disse ainda que grande parte das empregadas domésticas têm direitos legalmente reconhecidos, como a Carteira de Trabalho assinada e o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), mas que na prática eles ainda não são considerados.

a suspensão de processo BRASÍLIA - Pessoas acusadas de terem cometido crime de violência doméstica contra a mulher poderão perder o direito a suspensão do processo. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, em caratér terminativo, o projeto que agora vai à Câmara dos Deputados. A suspensão condicional de processo - ou sursis processual - pode ser proposta em crime com pena mínima de até um ano, quando o acusado não tenha praticado outro crime e atenda requisitos previstos no artigo 7º do Código Penal. Com a proposta, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) quer incluir as agressões domésticas no rol de impedimentos à aplicação da suspensão. Conforme a autora, a Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) já previa que o autor de agressão

familiar não poderia ter seu processo suspenso. No entanto, no final de 2010, decisão do Superior Tribunal de Justiça concedeu essa possibilidade a um acusado de violência doméstica, com base na Lei dos Juizados Especiais (Lei 9.099/1995). Para fazer valer a norma já prevista na Lei Maria da Penha e evitar novas interpretações em favor do agressor, Gleisi Hoffmann propôs explicitar a proibição também na Lei dos Juizados Especiais. A relatora, senadora Marta Suplicy (PT-SP), não só apoiou a iniciativa da colega como incluiu emenda acrescentando a essa mesma lei dispositivo assegurando que a abertura de processo contra acusado de violência doméstica pode ocorrer sem a representação da vítima, podendo ser motivada pelo poder público.


10 CIANO

10 MAGENTA

10 AMARELO

10 PRETO


ESPORTE

Diário Popular

Quinta-feira, 28 de abril de 2011

11

COPA 2014

Ipatinga pode ser sub-sede André Almeida

Em visita à cidade, secretário da Copa do Mundo destacou as qualidades do município e disse que a cidade tem condições de ser escolhida pela Fifa IPATINGA – Em visita a Ipatinga nesta quarta-feira (27), o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sérgio Barroso, conheceu alguns pontos da cidade, que atualmente está na disputa para ser uma das sub-sedes da Copa do Mundo de 2014. Acompanhando Sérgio, estavam o prefeito Robson Gomes (PPS), vereadores e o secretário de Estado Extraordinário de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira, além de vários secretários de governo. A comitiva visitou o estádio do Ipatingão, além de alguns cartões postais do município, como o Parque Ipanema. Durante a visita, Barroso ressaltou as qualidades do município e disse que Ipatinga tem condições de ser uma das eleitas da Federação Internacional de Futebol, a Fifa.

CRITÉRIOS A sub-sede, também chamada de Centro de Treinamento de Seleção (CTS), é a cidade que abriga os jogadores e equipe técnica durante 20 dias antes do início da Copa. Ela deve atender requisitos básicos estipulados pela Fifa. A escolha de uma subsede CTS é baseada em critérios estritos. Os hotéis, por exemplo, devem ter disponibilidade de, no mínimo, 55 quartos com arcondicionado ou aquecedor (considerando o clima na região nos meses de junho e julho). Algumas seleções podem precisar de 100 quartos ou mais. O serviço de restaurante deve atender a, no mínimo, 55 pessoas, em estilo buffet, que seja reservado 24 horas para uso exclusivo da seleção. A sala para conferência de imprensa

O secretário Sérgio Barroso visitou o estádio acompanhado de Robson Gomes. Alexandre Silveira, Nardyello Rocha, secretários e lideranças

deve ter estilo cinema e capacidade mínima de 100 pessoas. Os aeroportos devem ser próximos da cidade e precisam ter capacidade para receber aeronaves de aproximadamente 120 passageiros e que permita voos noturnos. As seleções exigem uma distância máxima de até 60 minutos de deslocamento hotel-aeroporto via ônibus. Já a distância máxima de deslocamento entre hotel

e centro de treinamento deverá ser de 20 minutos. Por último, o CTS deve ter, pelo menos, um campo em excelentes condições e de acordo com os parâmetros internacionais estabelecidos pela Fifa, além de spa, piscina e áreas para prática de exercícios. AEROPORTO Ipatinga atende, em parte, as exigências. Seu setor hoteleiro tem condi-

ções para abrigar as equipes e o transporte até o Ipatingão é facilitado pelas diversas vias de acesso. O estádio está em reforma e, segundo o governo municipal, terá todas as possibilidades de realização dos treinamentos. Um dos grandes entraves, de acordo com Sérgio Barroso, é mesmo o aeroporto. No local, a capacidade de pouso é para aviões de até 60 passageiros. Para o secretário, é necessário

um trabalho de expansão e aumento da oferta de voos. A Usiminas afirmou que está investindo R$ 7,5 milhões na melhora do aeroporto que leva seu nome. Segundo a empresa, uma esteira e equipamento de raios-X já foram comprados e a reforma será concluída no primeiro semestre do ano que vem. OPORTUNIDADES O titular da Secopa ressaltou ainda a oportunidade de negócios gerada por uma Copa do Mundo. Profissionalização, geração de emprego e renda são alguns dos fatores que podem alavancar a economia das sedes e também das cidades que abrigarem os Centros de Treinamentos. “O título de Sub-sede gera empregos, aumenta o turismo e fortalece a imagem da cidade, que ganha visibilidade mundial”, disse o secretário na manhã de ontem. Em Minas Gerais, esse número chegou a 17. A primeira seleção das cidades deve ser divulgada pela Fifa no próximo mês.

FUTEBOL AMERICANO

Ipatinga Atroz conquista 1º título de sua história IPATINGA - O Campo do Jabaquara foi palco de momentos de muita emoção e adrenalina. Três equipes de três estados diferentes participaram do 1º Torneio Jabaquara de Futebol Americano. A equipe Brasília V8 (DF), o Vila Velha Revolutions (ES) e representando o Vale do Aço, o Ipatinga Atroz, proporcionaram ao público bons jogos. JOGO O jogo de futebol americano possui inúmeras diferenças com o futebol (inglês) tão famoso no Brasil. Dentre estas diferenças podemos citar as formas de pontuação, o número de atletas e o tipo de faltas e jogadas. As formas de pontuar

são as seguintes: Touchdown (6 pontos) – Ocorre quando um atleta da equipe de ataque atinge uma das áreas do final do campo chamada de endzone. Dá o direito a um chute extra no valor de 1 ponto. Field Goal (3 pontos) – Chute realizado durante o ataque e que deve passar sobre o gol em formato de y. Safety (2 pontos) – Acontece quando um jogador da defesa derruba o jogador do ataque, que esteja de posse da bola, dentro da área de Endzone. O CAMPEONATO A fórmula de disputa foi por número de vitórias, as equipes jogaram entre si e a que obtivesse o maior nú-

mero de vitórias se sagraria campeã do torneio. As equipes visitantes fizeram a primeira partida na sexta-feira (22), saindo a equipe de Vila Velha vitoriosa, por um placar considerado baixo, mas o suficiente. O resultado do Jogo foi Revolutions 7 X 0 Brasília V8. Foi um jogo no qual as defesas mostraram todo o seu repertório de jogadas, fazendo por várias vezes interceptações e retomadas de bola. No dia 23, foi a vez do Atroz enfrentar a equipe do V8, que trouxe para o campeonato 44 atletas. O time de Ipatinga contou com um pequeno grupo com pouco mais de 20 jogadores. O que tornou a partida muito mais emocionante. O Atroz

O Atroz venceu a partida por 15 a 6, com dois Touchdowns

venceu a partida por 15 a 6, com dois Touchdowns, um de Daniel Clemente e outro de Douglas Moreira, além de um chute de Marcelo. “Nesse jogo mostramos que é possível vencer com uma equipe bem menor. Vencemos uma equipe forte, mas a técnica venceu a força”, afirma o técnico André Henrique.

O jogo de domingo definiu o campeão. O Atroz mostrou toda a sua versatilidade em jogos de passes e corridas e abriu o placar com Marco Antônio. O placar foi fechado em 13 a 0. Com a segunda vitória a equipe do Vale do Aço sagrou-se campeã. Após o jogo o presidente do Jabaquara Jorge Empereur fez a en-

trega das taças. E ainda comentou a grande surpresa: “Em dias em que vemos notícias de briga entre jogadores nos jogos de futebol, ver um jogo onde o contato é quase obrigatório, terminar sem nenhum caso de violência, nos mostra que é importante investir neste tipo de esporte”, comentou.


CIANO

MAGENTA

AMARELO

PRETO


Jornal 28-04-2011