Issuu on Google+

CIANO

MAGENTA

AMARELO

PRETO

DIÁRIOPOPULAR J O R N A L D E V E R D ade

Região Metropolitana do Vale do Aço - Ano V - Número 1.227 - Quarta-feira, 14/09/2011 - R$ 0,70 6

C A R TA

colÉgio angÉlica

Veja o que é o Hospital Público de Ipatinga O que tive o desprazer de não apenas presenciar, mas vivenciar foi uma vergonha pública, cujo motivo não desperta na gestão municipal a preocupação que deveria existir para mudar o quadro. Uma multidão, em média, quase 200 pessoas, num período

de 4 horas. Todas com algum sofrimento relativo à própria saúde. Algumas mais agudas, com insuficiência respiratória, fratura exposta, diarréia, vômito, desmaio, entre outras que, por não ser médica, não saberia nomear. - Camila Menezes Página 02

G O V E R NO R O B SON

Urbis é notificada sobre início de CPI manifestação - Hoje, a partir das 12h45, pais, alunos, funcionários e a direção do Colégio Angélica vão realizar um manifesto em frente à escola para expor a insatisfação com o fechamento da instituição. Ontem (13), o diretor pedagógico do Angélica, José Amilar, confirmou o encerramento das atividades da instituição a partir do ano que vem. O Colégio Angélica tem hoje 326 alunos e 45 funcionários e é a escola mais bem Página 03 colocada de Coronel Fabriciano no Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

A empresa URBIS – Instituto de Gestão Pública- , alvo de investigação de CPI, foi notificada na tarde desta terça-feira (13), em Vitória (Espírito Santo). O objetivo da notificação foi dar início aos trabalhos da Comissão, que pretende, ain-

da nesta semana, notificar também o prefeito e o município de Ipatinga. A Urbis foi contratada, em meados de 2009, para a recuperação de créditos do Governo Municipal. Já foram repassados à entidade quase R$ Página 03 7 milhões.

D R AMA FAMI L IA R

Mãe pede ajuda para Polícia prende mais um filho viciado e doente C ASO D A B I Q U IN H A

por execução de casal Foi preso mais um suspeito envolvido no caso da Biquinha, em Coronel Fabriciano. Anatólio Fernandes da Silva (foto) foi preso no fim da tarde de ontem. Ele seria o co-autor do assassinato do casal José Carlos de Oliveira Froes, de 48 anos, e Márcia Barbosa Lima, de 40. Os dois foram

encontrados, sem roupa e com um tiro na nuca, na manhã de 15 de agosto, numa trilha de que dá acesso à estrada da Biquinha. O principal autor do crime é Cleverson Elias do Nascimento, de 26 anos, que foi preso dia 2 de setembro. A Polícia Civil realizou a reconstituição do duplo

homicídio no dia 6 deste mês. Cleverson confessou o crime e ainda informou que Anatólio participou da execução. A Polícia fez a reconstituição do fato e pediu à justiça a prisão de Anatólio. Cleverson continua mantendo sua versão, mas Anatólio nega que tenha participado do crime.

A artesã Raimunda Abreu sofre há um ano com o vício do filho Gilmar Aparecido Abreu, 31 anos. O rapaz é viciado em drogas, portador do vírus HIV, surdo e perdeu o movimento dos dois braços. Gilmar ficou surdo ainda criança devido ao uso de medicamentos fortes. Com 9 meses de

vida o menino precisou se submeter a uma cirurgia por causa de uma infecção no intestino. A mãe relatou que depois da operação o filho sofreu uma queda do berço ainda no hospital, deslocou a bacia e quebrou os dois braços. Hoje, a família convive ainda com o drama das Página 04 drogas.

AAPI comemora 31 anos

TEAT R O

A peça Pietá conta as sete dores de Cristo

Página 08

A Associação dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga (AAPI) está celebrando a XX Semana do Aposentado. O tradicional evento é organizado pela instituição, celebra os seus 31 anos de existência e ainda fomenta o associativis-

mo entre seus dependentes. Durante toda a próxima semana acontecem apresentações culturais, exposições, torneios esportivos, missa, o tradicional baile, e no encerramento, a confraternização com a apresentação da banda Reprise. Página 05

w w w. d i a r i o p o p u l a r m g. c o m . b r


2

utilidades

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

FRASES “O aprendizado está relacionado à exposição ao conhecimento. Há um consenso no Brasil de que a criança tem pouca exposição ao conhecimento”. Do ministro da Educação Fernando Haddad, que estuda aumentar o número de horas do aluno na escola.

“É a única coisa que peço, mais nada. Que me julguem nos autos. Porque juízo político já tive na Câmara dos Deputados, e eu fui cassado sem provas. Como aliás o tempo está mostrando”. Do ex-ministro José Dirceu pedindo pressa no julgamento do mensalão.

dIRETOR RESPONSÁVEL Fernando Benedito Jr. Editora responsável Anna Sylvia Rodrigues e Silva (MG 12319 JP) O DIÁRIO POPULAR é uma publicação da A Gazeta Metropolitana Editora e Gráfica LTDA. CNPJ 07.366.171/0001-88 FALE CONOScO Telefone: 3827-0369. diariopopular.redacao@gmail.com ou diariopopular.comercial@gmail.com Administração e Redação Avenida JK, 1290, bairro Jardim Panorama, CEP 35.164-245. Oficina Rua Anápolis, 55, Veneza II, Ipatinga.

CARTA

Dessa vez foi comigo. Veja o que é o Hospital Público de Ipatinga Eu poderia começar esse relato me apresentando assim: sou Professora Mestre e Psicanalista, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais*. Mas prefiro fazer diferente: sou Camila**, residente em Ipatinga, exerço bem o meu trabalho, porque dele vem o meu sustento; pago meus impostos, não manipulo pessoas para me favorecer, em suma, sou cidadã. Nessa hora pergunto, o serviço público é para quem mesmo? Sim, pergunto porque é absurdo pensar que o interesse político aqui em Ipatinga alcançou a proporção do sub-humano. É um raciocínio lógico: quando pessoas necessitam de auxílio médico, é devido a algum mal estar físico ou mental. Claro! Porque desconheço, num âmbito geral, aqueles que buscam intervenção médica por puro lazer. E ainda nessa lógica, o que tive o desprazer de não apenas presenciar, mas vivenciar foi uma vergonha pública, cujo motivo não desperta na gestão municipal a preocupação que deveria existir para mudar o quadro. Uma multidão, em média, quase 200 pessoas, num período de 4 horas. Todas com algum sofrimento relativo à própria saúde. Algumas mais agudas, com insuficiência respiratória, fratura exposta, diarréia, vômito, desmaio, entre outras que, por não ser médica, não saberia nomear. Eu, entretanto, estava entre aquela multidão. Com dores crônicas de uma sinusite que me acompanha há anos, e uma enxaqueca desordenada – e com o agravante de ter expelido sangue pelo nariz por dois dias consecutivos. No mínimo passível de uma avaliação médica. E o que eu queria era pouco, já ciente de que aquele ambiente não poderia me oferecer uma qualidade no atendimento. Queria que o MÉDICO me prescrevesse um analgésico e antibiótico que fizesse cessar os meus sintomas, e talvez

um encaminhamento para um especialista, o que é de praxe quando se consulta com um clínico geral. O que se deu, entretanto, não foi isso. Foi degradante, humilhante mesmo, desleixo com o sujeito humano. Ao entrar no consultório não encontrei o MÉDICO, e sim 4 estudantes de medicina da região, que fizeram algumas perguntas a mim e ficaram discutindo as temáticas das aulas relacionadas aos meu principais sintomas (“o que você acha?”, “eu não me lembro, perdi a aula da fulana”, “tem aula dela hoje, né?!”, “vamos classificar como enxaqueca?”, “não trouxe a apostila que fala disso”...), sem ter um médico responsável por perto. Depois de uns 40 minutos ouvindo aquela espécie de brincadeira com a vida alheia, eu que também lido com a saúde e com a educação fiquei revoltada com a cena. Não é permitido nenhum acompanhante ao entrar; o uso do celular implica em expulsão do consultório (claro! Alguém pode gravar esse absurdo!). Eu perguntei se não deveriam ao menos medir a minha pressão arterial (P.A), e nenhum deles sabia manusear o instrumento. Eu ensinei uma estudante a aferir a minha P.A, e ninguém se incomodou com a situação inusitada: o paciente se examinando na presença dos (falsos) médicos. Ao final, quando já não sabiam mais o que dizer nem fazer, vieram com 3 medicações endovenosas. Recusei-me a tomar, óbvio. Se os estudantes (falsos médicos) não conseguiram me diagnosticar, o que justificaria a medicação? Ressalto que eu sabia meu diagnóstico, mas preferi não mencionar, afinal tratava-se de uma consulta, ou pelo menos deveria ser. Neste momento, uma das alunas foi atrás de um médico do Hospital: Dr. Samuel. Enquanto isso, os demais mandaram chamar um segurança armado, porque tinha uma paciente

nervosa no consultório. Aquilo me deixou assustada, mas esperei a chegada do, enfim, médico. Quando ele entrou no consultório – não sei o que já tinham dito a ele – teve a infeliz fala de que é inacreditável que uma psicanalista não tenha condições de pagar uma boa consulta. E que ali era assim mesmo, que se eu me recusasse a tomar as injeções, poderia me retirar do consultório. Tentei argumentar que um atendimento de qualidade é direito de todos que estavam ali, independente de cor, raça, religião, formação acadêmica, sexo, etc. Não gostando dos meus contra-argumentos, disse que se eu não me retirasse, chamaria o segurança. Eu saí, sim. E saí revoltada com a situação. E fiquei imaginando aquelas pessoas que estavam com, além da idade avançada, dores insuportáveis. O que iria acontecer com elas: deitar no chão para tomar durante algumas horas alguma medicação endovenosa que talvez seja o fim – não da enfermidade, mas da vida, como já aconteceu lá mesmo? Um Hospital onde quem exerce a medicina são alunos oriundos de uma faculdade que troca de administração como quem troca a seringa. Arrisco-me a dizer: alunos em formação duvidosa, sim. E administração pública irresponsável e inconseqüente. Já que não pagam bem o médico qualificado, leva os primeiros períodos de uma faculdade para o hospital, sai muito mais barato, não é mesmo?! E os cidadãos? E a saúde pública? Tem alguém aí? Se tem, responde; a população quer respostas. Depois da cena sub-humana que se passou, não poderia me calar. Isso precisa ir a público. As pessoas são enganadas o tempo todo e ninguém faz nada, por quê? É hora de virar a mesa e mostrar que a voz do todo populacional é maior que o silêncio administrativo. *Formação concluída. Atividades profissionais em exercício ** Camila Menezes, residente em Ipatinga, no bairro Veneza I.

CRÔNICA

As voltas que o mundo dá Já trabalhei em bancos. Estive no topo da pirâmide social. Só porque trabalhava de terno e gravata, passava a falsa aparência de pertencer à “nobreza”. Classe rica, da metade do século passado, tida como tal. Tinha rádio movido a válvulas, cristaleira na sala principal da sala, estudava as filhas internadas nos mais famosos colégios de Muriaé (Santa Marcelina), Cataguases, Ponte Nova, Mariana e etc. Já tive uma amiga professora que me contou sua saga num colégio de Itabira: tomava banho de roupa e tudo. Não podia se ver nua. Era pecado, dizia a madre superiora. Parentes mais distantes achavam que eu era banqueiro. Por isso não faltava dinheiro nem namorada. Mas eu era meio banzé e não entendia bem os sinais do “vem pra cá”. Se a cidade para onde a gente fosse transferido – o que acontecia sempre – era pequena como Bomfim, Itaguara, Crucilândia, citadas aqui como exemplo, a gente era objeto de desejo de várias professoras encroadas. Faltavam homens nas pequenas cidades. Filhos de fazendeiros e comerciantes iam estudar em Belo Horizonte, advocacia, engenharia ou medicina. Isso foi na década de 50. Há, portanto, 60 anos. Hábitos, costumes, procedimentos eram outros. Não existia classe média, só ricos e pobres. Bancários se trombavam nesses extremos com a aparência de classe de pessoas abonadas. Mas a realidade era outra. Metade do salário se destinava a hospedagem e alimentação. O resto era para lazer, roupa, saúde, etc... Nos últimos dez dias do mês, nem um “puto” no bolso. Certa vez me transferiram para Muriaé, onde cheguei no dia 29 de abril, exatamente 30 anos do meu pai morrer em Belo Horizonte. Esse ano foi marcado por

muitos acontecimentos. Copa do Mundo no Brasil, bondinho do Pão de Açúcar pendurado oito dias em cima da praia Vermelha. Era preciso muita ginástica para sobreviver com as migalhas que os bancos pagavam – e ainda pagam até hoje. O colega Otávio de Souza, oriundo de família abastada, em Bom Sucesso, no oeste de Minas, aceitou o convite da namorada para assistirem ao filme “E o vento levou”. De repente, viu que não tinha dinheiro. Na época, os homens eram cavalheiros: pagavam as despesas. Otávio engendrou uma saída mirabolante: - Esqueci o guarda-chuva no hotel. O céu estava estrelado. A possibilidade de uma chuva naquela noite era praticamente zero. Otávio demorou o máximo possível no hotel na esperança de que a moça desistisse do espetáculo. Mas, persistente e receosa de perder a chance de agarrar um homem, bicho raro na época, a moça estava lá, esperando. Otávio, não tendo onde enfiar a cara, sacou mais uma: - Sabe, meu amor, não consegui distinguir a diferença entre guarda-chuva e guarda-sol. Tô confuso até agora. A gente vai se molhar mesmo. - Já comprei os ingressos. É o primeiro presente para meu futuro marido, disse Maria Alice. Com as voltas que o mundo dá, Otávio e a normalista casaram-se e foram morar em Pedra Bonita, um lugarejo às margens da BR-116 (Rio-Bahia). Fui ao casamento. Hoje não sei onde andam: se na terra ou no céu. O banco em que eu trabalhava, tinha o complicado nome de Hypothecário e Agrícola. Matinha correspon-

Wilton Rodrigues (*)

dentes nas localidades vizinhas. Eram prepostos que recebiam duplicatas sacadas contra comerciantes locais. Miradouro, Patrocínio de Muriaé, Eugenópolis, etc... Um correspondente, certa vez, mandou um comunicado para “nossa matriz” em Muriaé com a seguinte informação: “o devedor (sacado) faleceu. Vamos insistir na cobrança do título porque a viúva continua com o negócio aberto”. Um de nossos representantes era o comerciante José Alcino Bicalho, em Miradouro, a 30 quilômetros da “sede”. Bicalho tornou-se amigo íntimo de JK e acabou embaixador do Brasil na França. Há três ou quatro anos, almoçava com doutor Rinaldo Campos Soares na sede da Usiminas, em Belo Horizonte. José Alcino Bicalho, que era diretor ou conselheiro, não sei bem, estava presente. Conversa vai, conversa vem, acabamos nos identificando. Perguntei-lhe se a viúva ainda continuava com o negócio aberto. O doutor Rinaldo elogiou a comida, mas disse que a piada estava bem melhor. José Alcino não se lembrou de nada, ou fez de quem não. A última vez que ouvi falar em José Alcino não há muito tempo. Ele escreveu um artigo em um jornal da capital confessando-se admirador de José Alencar Gomes da Silva. E afirmando ser 13 anos mais velho do que ele. Um nasceu em Itamuri, o outro em São Francisco do Glória. A distância entre os dois lugarejos mede-se em termos nanométricos. E ambos só se conheceram quando estavam no topo do carreira. (*) Wilton Rodrigues escreve nesse espaço às quartas e domingos


cidades

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

FA B R I C IANO

IN V ESTI G AÇÃO

José Amilar diz que instituição não tem condições de funcionar a partir do ano que vem

IPATINGA - A empresa URBIS – Instituto de Gestão Pública - , alvo de investigação de CPI, foi notificada na tarde desta terça-feira (13), em Vitória (Espírito Santo). O objetivo da notificação foi dar início aos trabalhos da Comissão, que pretende, ainda nesta semana, notificar também o prefeito e o município de Ipatinga. A notificação da URBIS se deu na sede da empresa na Praça San Martin, edifício Alphaville Trade Center, praia do Canto, e foi feita pessoalmente pelo presidente da CPI, vereador Agnaldo Bicalho (PT), acompanhado pelo Coordenador Técnico da mesma, o advogado Vitor Magalhães Macedo. A empresa recebeu a notificação por meio do seu presidente, Mateus Roberte Carias, que confirmou a pretensão de acompanhar os trabalhos através de um procurador legalmente constituído. Essa é a terceira CPI instaurada nesta legislatura que investiga irregularidades do governo Robson Gomes. A Comissão Parlamentar de Inquérito é composta pelos seguintes vereadores: Presidente, Agnaldo Bicalho (PT); Vice-presidente, Adelson Fernandes (PSB) e Relator, Nilson Lucas - Nilsinho (PMDB).

3

Presidente da CPI Diretor do Angélica confirma fechamento notifica Urbis FABRICIANO – Na tarde de ontem (13), o diretor pedagógico do Colégio Angélica, em Coronel Fabriciano, José Amilar, confirmou o anúncio feito na última sexta-feira sobre o fechamento da escola. “O que sabemos é o que nos foi passado na reunião, que a escola não está tendo condições de arcar com as despesas. Que a receita tem sido menor que o lucro. A entidade que é responsável pelo colégio é muito séria e prefere fechar a escola a assumir dívidas posteriormente”, explicou o diretor. José Amilar trabalha na direção da escola há um ano e três meses. “Quando cheguei ao Angélica fiquei sabendo que tinha havido rumores de que a escola poderia fechar, porque a receita não estava sendo suficiente, mas esse assunto não foi confirmado por ninguém. Até porque a escola sempre cumpriu todas as suas obrigações, não estamos devendo ninguém, nem funcionários e nem fornecedores. Só agora, mais de um ano depois, é que a situação tornou-se real. A informação de que ia fechar deixou todos muito surpresos, ninguém imaginava que o colégio não pudesse mais funcionar”, declarou Amilar. Para o ex-professor do co-

O diretor pedagógico José Amilar informou ontem que o Colégio Angélica foi o primeiro colocado no Enem em Coronel Fabriciano

légio, João Damasceno, a história do Angélica não pode acabar assim, pois muitas pessoas vão ser prejudicadas. “Trabalhei no colégio durante 13 anos, eu era professor de educação física e dava aula para alunos do 1º período ao 3º ano do ensino médio, passava o dia todo na escola. E tinha muito prazer e satisfação em trabalhar lá. O colégio sem dúvida faz parte da minha história de vida e de toda a minha família. Mi-

Pais e funcionários promovem manifesto em frente à escola FABRICIANO – Hoje, a partir das 12h45, pais, alunos, funcionários e a direção do Colégio Angélica vão realizar um manifesto em frente à escola para expor a insatisfação com o fechamento da instituição. O vereador fabricianense Marcos da Luz (PT) confirmou a participação no encontro. “Estarei no manifesto para prestar solidariedade ao Colégio Angélica. Temos que apoiar as famílias, os alunos e os funcionários. Não queremos que a escola feche e o que pudermos fazer para ajudar faremos. A Câmara Municipal não pode ajudar financeiramente porque a escola é privada e isso é inconstitucional, mas todo o Legislativo está disposto a apoiar o colégio no que

for possível”, declarou o vereador. O diretor José Amilar informou que vai intensificar o compromisso com os alunos de que a direção vai lutar para que a escola continue funcionando. “O desejo de todos é que consigamos mudar a situação e o que quero mais uma vez prometer aos nossos alunos é que todo o trabalho vai ser cumprido com a seriedade de sempre, não podemos desanimar”, concluiu o diretor pedagógico. ENEM O Colégio Angélica foi a escola mais bem colocada de Coronel Fabriciano no Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, conforme dados divulgados ontem (13).

nhas duas filhas estudaram lá, a mais velha é advogada e a mais nova está cursando medicina. Minhas irmãs e meus sobrinhos também estudaram no Angélica. A escola representa um marco na educação de Coronel Fabriciano e não pode fechar de jeito nenhum”, afirmou o exprofessor. SITUAÇÃO O Colégio Angélica tem hoje 326 alunos e 45 fun-

cionários. Segundo o diretor José Amilar, desde meados dos anos 90 a escola vem perdendo alunos. “O colégio perdeu alunos e por mais que conseguisse recuperar alguns, a defasagem continuou. Perdemos mais alunos do que matriculamos novatos, e com isso a receita se tornou cada vez menor”, lamentou José Amilar. Ainda segundo o diretor, uma forma de reverter a condição seria aumentar o número de alunos matriculados.

A DENÚNCIA A Urbis foi contratada, em meados de 2009, para a recuperação de créditos do Governo Municipal com órgãos como INSS, Programa de Apoio à Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) e Receita Federal. Já foram repassados à entidade quase R$ 7 milhões. A CPI pretende apurar irregularidades no processo de licitação (na modalidade pregão) que levou à contratação da Urbis, bem como nos pagamentos feitos à entidade no período de janeiro de 2010 até abril deste ano. De acordo com a denúncia, muitos repasses foram feitos de forma adiantada e os serviços pagos não foram prestados. Serão investigadas ainda as compensações de impostos e contribuições feitas pelo Governo sem autorização federal e em desacordo com a legislação vigente. Ainda segundo a denúncia, a Urbis não elaborou relatórios conclusivos sobre as compensações realizadas e também não comprovou ser capaz de atender aos serviços para os quais foi contratada. O documento afirma que não existem procedimentos administrativos feitos pelo município junto aos órgãos federais competentes autorizativos para as compensações efetuadas.


4

cidades

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

D R AMA FAMI L IA R

Mãe pede ajuda para filho viciado Depois de sobreviver a doenças quando ainda era bebê, ficar surdo, perder e recuperar os movimentos dos braços, homem contrai HIV, se vicia em drogas e leva família ao desespero IPATINGA – A artesã Raimunda Abreu sofre há um ano com o vício do filho Gilmar Aparecido Abreu, 31 anos. O rapaz é viciado em drogas, portador do vírus HIV, surdo e perdeu o movimento dos dois braços. “Já faz seis meses que não tenho paz. Tem um ano que percebi que o Gilmar estava diferente, ele começou a sair muito e chegar de madrugada e também ficou agressivo em casa. Mas esse ano as coisas ficaram mais graves, ele tem piorado a cada dia mais e já não suporto essa situação. Preciso de ajuda antes que aconteça algo pior com o meu filho, pode acontecer uma tragédia na minha família se eu não conseguir ajudá-lo de alguma forma”, declarou a mãe emocionada. DEFICIÊNCIA Gilmar Raimundo Abreu ficou surdo ainda criança devido ao uso de medicamentos fortes. Com 9 meses de vida o menino precisou se submeter a uma cirurgia por causa de uma infecção no intestino. A mãe relatou que depois da operação o filho sofreu uma queda do berço ainda no hospital, deslocou a bacia e quebrou os dois braços. “Fui buscar meu filho no hospital depois da cirurgia e o encontrei caído no chão. Ele quebrou os dois braços, mas os médicos não puderam engessar

porque ele era um bebê”, informou Raimunda. Segundo a artesã, logo em seguida o filho ficou muito doente e chegou a ser desenganado pelos médicos: “Morava em Vitória ainda e os médicos me disseram que meu filho não sobreviveria, pois o quadro clínico dele piorou muito. Eu fui até o hospital e pedi permissão para eu levar meu filho para morrer em casa. O médico me autorizou e depois acabou voltando atrás por precaução, mas eu o peguei e levei embora assim mesmo. Aí minha luta começou. Fui pra Belo Horizonte tratar o meu filho e fiquei com ele em casa 8 meses em coma, mas com o passar do tempo ele foi respondendo aos tratamentos. Os remédios que ele tinha que tomar eram muito fortes e por isso ele foi perdendo a audição até ficar surdo”, relatou. Durante 14 anos, Gilmar recebeu tratamento para se reabilitar. “A minha luta foi recompensada porque meu filho sobreviveu e aprendeu a andar”, comemorou dona Raimunda. APAE Quando o filho já estava recuperado, Raimunda pegou o dinheiro da venda da casa em Vitória e comprou um barraco no bairro Vale do Sol em Ipatinga, onde mora até hoje. Na cidade o menino continuou o trata-

Mariana Goulart

A mãe emocionada mostra os desenhos que o filho fazia antes de se tornar usuário de droga

Local onde Raimunda, que é artesã, dá aula para as crianças aprenderem a trabalhar com artesanato

mento na Apae onde permaneceu até completar 16 anos. “A Apae foi uma segunda mãe pro Gilmar, ele aprendeu muita coisa lá e começou a conseguir

se comunicar. Ele conseguiu ler os lábios da gente e entender o que eu falava com ele”, informou a mãe. Dona Raimunda con-

tou que o filho tinha uma profissão antes de se tornar usuário de drogas, Gilmar fazia desenhos e caricaturas. Além do dinheiro que recebia pelos desenhos, Gilmar recebe um salário de aposentadoria por invalidez. Antes de se envolver com drogas, segundo a mãe, o filho era um rapaz tranquilo e de bom relacionamento com a família. Gilmar é casado com uma moça que também é surda, mas Raimunda informou que teve que pedir para a esposa do filho deixá-lo porque ele começou a ficar muito agressivo e ela temia que ele judiasse da mulher. Gilmar tem o relacionamento difícil com a família e para ajudar a mãe, o filho mais novo alugou uma casa para que a artesã trabalhasse e pudesse guardar os pertences. HIV Segundo Raimunda, foi a sogra de Gilmar que solicitou que ele fizesse um exame de sangue para saber se ele tinha alguma doença. “A sogra dele pediu pra ele e a esposa fazerem alguns exames, aí descobrimos que meu filho tem Aids. Graças a Deus a esposa dele não contraiu o vírus”. A mãe declarou ainda que nos últimos meses o filho se recusa a continuar o tratamento da doença. “Ele não quer mais saber dos remédios, tá tudo

aqui em casa, mas ele não quer mais se tratar. Só fala em morrer, ele inclusive tentou se matar já, quando o encontrei ele tinha pegado uma corda e tava querendo se enforcar. Por isso que não posso ficar longe dele, fico na casa em frente, mas toda hora venho aqui ver como ele está”, informou a mãe. AJUDA No mês passado, Gilmar ficou muito agressivo, agrediu a mãe e quebrou objetos em casa. Raimunda chamou a polícia para tentar acalmá-lo e o filho passou a noite na delegacia. “Eu não quero que eles levem meu filho preso, o que quero é que eles me ajudem. Ele precisa ser internado e não preso. Eu levei o boletim de ocorrência a prefeitura de Ipatinga e pedi ajuda mas fui informada que tenho que esperar até que eles analisem o caso do meu filho. Mas eu vou esperar até quando?” Raimunda usa a casa que o filho alugou, montou uma oficina de artesanato e dá aula para crianças do Vale do Sol. “Eu ajudo essas crianças porque não quero que elas fiquem na rua. Pelo menos enquanto eu estou ensinando artesanato eu sei que as crianças estão bem. Não quero que aconteça com ninguém o que aconteceu com meu filho”, concluiu Raimunda.

Tempo seco aumenta incêndios em Minas Gerais O número de incêndios florestais registrados no estado de Minas Gerais neste mês tomou proporção preocupante. Dados fornecidos por satélites disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam centenas de focos de fogo em todo estado. Minas Gerais é o Estado que registra o maior número de focos de incên-

dios florestais no Brasil. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram 510 focos desde janeiro. Em seguida vêm Bahia (com 446 registros), Piauí (372) e Pará (264). O longo período de estiagem, que atinge boa parte do território mineiro, e a baixa umidade do ar contribuem para o problema. Essa combinação, soma-

da às altas temperaturas, se tornou o principal rival do Corpo de Bombeiros e dos brigadistas que tentam debelar os incêndios em Minas. Há regiões onde o fogo consome a vegetação há dez dias, como no Parque Nacional do Caraça, em Catas Altas, importante santuário de biodiversidade e destino de amantes do ecoturismo onde o fogo já consumiu o

equivalente a mais de 242 campos de futebol. Na Serra de Santa Helena, em Sete Lagoas, na região Central, a vegetação é castigada pelas chamas há seis dias, e 150 hectares foram destruídos. Ontem, o Corpo de Bombeiros atendeu a cem chamados somente em Belo Horizonte e na região metropolitana, sendo 91 incêndios em áre-

as verdes e nove em lotes vagos. Não chove na capital há mais de três meses. No Vale do Aço a situação se repete, como em todos os anos. Incêndios provocados por criminosos destoem as áreas verdes urbanas e rurais. Só temos um motivo para nos orgulhar: a parceria poder público e sociedade civil no Sistema de Combate a Incêndios Flo-

restais do Parque do Rio Doce. Com a proteção de Nossa Senhora da Saúde e o trabalho de colaboração das empresas regionais, das comunidades periféricas e do Estado, o Parque tem ficado livre do fogo. O clima seco deve continuar em todo Estado até a próxima quinzena. Com o início da primavera, há possibilidade de chover.


cidades

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

5

C O R R ENTE V E R D E

PV reúne 30 municípios para debater eleições 2012 Partido Verde realiza encontro em Ipatinga para definir estratégias para próximo ano IPATINGA - O Partido Verde (PV) largou na frente e iniciou a mobilização de suas bases na região do Leste Mineiro. Representantes do PV de 30 municípios se reuniram em Ipatinga para confirmar filiações e debater as estratégias para as eleições de 2012. A mesa da plenária foi composta pelo prefeito de Ipaba, José Geraldo Reis, o presidente do PV de Ipatinga, Amantino Onézimo, os vereadores de Ipatinga, Roberto Carlos e José Geraldo Amigão e a deputada Rosângela Reis. A grande preocupação do PV neste momento é filiar o máximo possível de lideranças até o dia 7 de outubro, quando encerra-se o prazo final para

filiação estabelecido pela Justiça Eleitoral. A boa representatividade registrada no encontro animou os dirigentes do PV, que consideram os próximos 25 dias cruciais para a definição das chapas de vereadores para as eleições municipais. De acordo com o presidente do PV, Amantino Onézio, “o partido está ciente de sua responsabilidade regional e o diretório de Ipatinga dará apoio aos municípios representados no encontro”. UNIDADE Num tom de chamamento geral, o vereador Roberto Carlos afirmou que o “PV é igual a propaganda da Rexona, sempre cabe mais um. Estamos ex-

Rosângela: inspiração para o crescimento partidário a partir do potencial “verde” da região

O encontro reuniu lideranças do PV de vários municípios do Leste de Minas

pandindo nossa potência verde no cenário regional e nacional”. Roberto Carlos disse ainda que a maior arma do PV em Ipatinga e na região será a unidade. “Vamos criar um clima de amizade e não de divisão, como está ocorrendo em outros partidos. A unidade é o nosso grande segredo. O principal nome do nosso partido é o nome do PV e não de uma única liderança”, assegurou o vereador. A deputada Rosângela Reis, principal liderança do PV regional, discursou sobre diversos temas de relevância nacional como a votação do Novo Código Florestal e a Emenda 29, que estabelece o investimento mínimo de 10% das receitas correntes brutas da União para a Saúde. E determina também que os estados deverão aplicar no mínimo 12% da receita corrente bruta, e os municípios, 15%. Rosân-

gela pediu pressa nas votações desses projetos, pois segundo ela, “o Brasil não pode esperar por muito tempo para salvar a nossa estrutura de saúde que padece com a falta de recursos públicos”. ELEIÇÕES No final de seu discurso, Rosângela Reis chamou a plateia para refletir sobre o quadro político regional. Ela acredita no crescimento do PV a partir de uma grande unidade partidária. “Conclamamos a todos para, a partir de hoje, somarmos nossas energias e nosso entusiasmo numa ampla corrente verde. Inspirando na Bacia do Rio Doce e na Mata do Parque, vamos transformar o Vale do Aço e o Leste de Minas no Coração Verde de Minas e eleger a maior quantidade de vereadores e prefeitos do PV em todo o Estado,” finalizou.

C OMEMO R AÇÃO

AAPI celebra 31 anos com programação especial IPATINGA – A Associação dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga (AAPI) está celebrando a XX Semana do Aposentado. O tradicional evento é organizado pela instituição, celebra os seus 31 anos de existência e ainda fomenta o associativismo entre seus dependentes. Todas as festividades só foram possíveis graças ao apoio de empresas parceiras como Usiminas, Caixa Econômica Federal, Fundação São Francisco Xavier, Sicoob, Cônsul, Sindipa, entre outros patrocinadores. Durante toda a próxima semana acontecem apresentações culturais, exposições, torneios esportivos, missa, o tradicional baile e no encerramento, a confraternização com a apresentação da banda Reprise. Parte das atividades serão realizadas na sede social da entidade, bairro Bom Retiro, na rua Borba Gato, n° 215. Atualmente a AAPI pos-

Arquivo AAPI

lidade pública municipal e estadual. CURSOS A associação oferece cursos básicos e profissionalizantes de informática, elétrica residencial e costura industrial. Na área de artesanatos e trabalhos manuais são organi-

zadas oficinas de pintura em tecido, pedraria, macromê, decoupage e tricô. Os associados podem também se inscrever no curso musicalidade e flauta. O destaque da AAPI para o segundo semestre foi a criação do curso Cuidados com idosos, com a participação de

25 pessoas. O treinamento foi dividido em nove módulos, que são ministrados por médico geriatra, enfermeira, fisioterapeuta, entre outros profissionais qualificados. A capacitação foi desenvolvida a para suprir as dúvidas de familiares que cuidam de pacientes acamados.

Programação da Semana do Aposentado A confraternização entre os aposentados e pensionistas é uma das marcas do evento

sui quase 7.500 mil associados diretos, mas seu público indireto ultrapassa a casa dos 20 mil dependentes. Entre os serviços ofertados aos associados destacam-se a o empréstimo de cadeira de rodas, colchão de ar, muletas, doação de fraldas geriátricas, transporte de pacientes, visitas domiciliares e hospitalares a doentes acompanhados pela Diretoria do Departamento de Assistência Social.

HISTÓRIA A Associação dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga (AAPI) foi criada em 6 de setembro de 1980. Por ser uma entidade sem fins lucrativos, todos os serviços realizados pela organização visam promover a sustentabilidade do seu público alvo, com a prestação de serviços à área da saúde, cultura, lazer e esporte. A instituição possui o título de uti-

Dia 14/09 (Terça) - Clube dos Pioneiros • 18h30 Solenidade de Abertura • Apresentação da Peça “O Homem das dores e as dores dos homens” (Grupo de Mesquita) • Apresentação: Grupo de Musicalidade da AAPI (Professora: Iris Guadereto) • Confraternização e Documentário “Passado de Ouro Presente de Aço” (Primeiros 25 anos da Usiminas) • Exposição de trabalhos manuais • Exposição, Curso de Manutenção de CPU, Internet e Informática Básica. Dia 15/09 (Quarta) - Clube dos Pioneiros • 18h30 Apresentação Dança Senior (Prof.ª Therezinha Ferreira Costa) • Apresentação Grupo “Bons Tempos” Geronto Ativação (Prof.ª Lúcia Medina) • Homenagem aos Pioneiros • Documentário: “Passado de ouro, presente de aço” (Primeiros 25 anos da USIMINAS) • Confraternização • Exposição de trabalhos manuais • Exposição, Curso de Manutenção de CPU,

Internet e Informática Básica. Dia 16/09 (Quinta) - Clube dos Pioneiros • 18h30 Palestra : “Educação para o trânsito” (Prof. Daniel Miranda - DER) • Dança de Gafieira (Prof.ª Elaine Nunes) • Premiação de torneios relativos ao evento • Documentário “Passado de ouro, presente de aço” (Primeiros 25 anos da USIMINAS) • Confraternização • Exposição de trabalhos manuais • Exposição, Curso de Manutenção de CPU, Internet e Informática Básica. Dia 17/09 (Sexta) - Clube Ipaminas • 23h Grande Baile de Aniversário dos 30 anos da AAPI • Banda Super Som C&A (Belo Horizonte) Dia 18/09 (Sábado) - Clube dos Pioneiros • 8h30 Futebol • 8h30 - Seleção da AAPI x USIMINAS • 9h30 - Seleção da AAPT x SINDIPA • Confraternização: Churrasco e Show musical


6

cidades

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Ronaldo Fraga é tema de encontro de educadores Instituto Cultural Usiminas promove encontro de educadores, que vão trabalhar o tema artesvisuais com base na exposição do estilista IPATINGA - Educadores do Vale do Aço estarão reunidos no próximo sábado (17), em mais uma edição do “Encontro de Formação de Professores”, iniciativa realizada pelo Instituto Cultural Usiminas. Das 10h às 12h, os participantes estarão reunidos, no Centro Cultural, para conversar sobre a exposição “Cadernos de Croquis”, do estilista Ronaldo Fraga, que entra em cartaz na Galeria Hideo Kobayashi no dia 27/09. O encontro tem entrada gratuita e será coordenado pela doutoranda em educação e arte-contemporânea Valquíria Prates, curadora da programação da Ação Educativa do Instituto Cultural Usiminas. Entre os assuntos em pauta estão a criatividade, arte, moda e história do Brasil, a partir da observação e do estudo das coleções de roupas criadas por Ronaldo Fraga, com base na cultura brasileira. Além disso, os participantes poderão experimentar algumas das atividades práticas que serão realizadas no ateliê da exposição, voltadas para estudantes e visitantes em geral, passando pelo desenho,

Divulgação

Momento de orientação vocacional realizado durante a VII Semana das Profissões (2010)

Os participantes poderão experimentar algumas das atividades práticas que serão realizadas no ateliê da exposição

colagem e criação de modelos com tecidos. “O nosso objetivo é preparar o professor para explorar os possíveis desdobramentos da exposição Cadernos de Croquis com seus alunos em sala de aula”, explica Valquíria. A palestra integra o programa da Ação Educativa “Laboratório Usicultura”, que conta com o patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O objetivo do programa é proporcionar aos educadores do Vale do Aço “um espaço de encontro e troca, reflexão, fruição e prática a partir do contato com as diferentes formas de expressão artística, sob a orientação de artistas e espe-

cialistas convidados”, explica Penélope Portugal, coordenadora dos Espaços Culturais Usiminas. Os professores interessados em participar do Encontro devem agendar sua presença no setor de Ação Educativa pelo telefone 31 3829 9654 ou pelo email acaoeducativa@usimina.com.

SE R V IÇO Encontro de Formação de Professores Data: 17 de setembro, das 10h às 12h Local: Centro Cultural Usiminas Informações e agendamento na Ação Educativa: 3829 9654

C U LT U R A

Fabriciano participa da 3ª Jornada Mineira de Patrimônio Cultural FABRICIANO – A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, realiza, até o dia 30 de setembro, a 3º Jornada Mineira do Patrimônio Cultural. O evento pretende estimular ações simultâneas de estímulo à cultura e sensibilizar a população quanto à preservação do patrimônio cultural de cada município. As ações em Coronel Fabriciano começaram nesta terça-feira (13), com visitas guiadas à Biblioteca Municipal Professora Mariana Roque Pires.

A ação é promovida pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/ MG). Alunos dos anos iniciais estão sendo incentivados a frenquentar a biblioteca. “Fizemos um levantamento e constatamos que os alunos dessa faixa etária não estão ambientados com a biblioteca. Vamos promover as visitas, até o final deste mês. Haverá ainda um momento de contação de histórias. As crianças vão conhecer as diversas formas de manifestações da literatura”, revela o gerente de

Cultura, Amir José de Melo. Também faz parte da programação o Encontro de Educação Patrimonial Memória e Identidade, marcado para acontecer na tarde da próxima sexta-feira (16). “A questão do patrimônio cultural do nosso município será discutida no Salão Paroquial por toda sociedade. Será o Primeiro Encontro de Educação Patrimonial do Município. Temos muitas manifestações culturais que precisam ser resgatadas. Queremos chamar atenção para elas”, informa Melo.

São Francisco realiza VIII Semana das Profissões Exposição realizada por faculdades e universidades será aberta ao público IPATINGA - O Colégio São Francisco Xavier (CSFX) promove, entre os dias 19 e 23 de setembro, a VIII Semana das Profissões. O evento tem como objetivo auxiliar o estudante do Ensino Médio a escolher a profissão. “Nesta idade, os estudantes estão em fase de formação da própria identidade. Sentimos neces-

sidade de orientá-los a escolher a profissão a partir da responsabilidade, da satisfação e da realização que a atividade escolhida proporcionará”, ressalta a orientadora educacional da 2ª série do Ensino Médio, Kathia Katrimane Linhares. Para isso, os coordenadores do evento montaram programação com mesas-

redondas, palestras, momentos de orientação vocacional e visitas a algumas empresas do Vale do Aço. Haverá ainda exposição realizada por faculdades e universidades, aberta à comunidade. “Assim, os alunos ainda terão contato com os profissionais e as empresas onde trabalham”, complementa Kathia.

Programação 19 de setembro (segunda-feira) – Teatro Zélia Olguim 10h às 11h30 – Palestra ministrada pela promotora de Justiça de Minas Gerais, Vanessa Andrade Ferreira, seguida de mesa-redonda com a participação de profissionais das áreas de Humanas, Exatas e Biológicas (para alunos 2ª série do Ensino Médio - Matutino); 15h30 às 17h15 – Palestra ministrada pelo cirurgião Cardiovascular do HMC, Jackson Brandão Lopes, seguida de mesa-redonda com a participação de profissionais das áreas de Humanas, Exatas e Biológicas (para alunos 2ª série do Ensino Médio Vespertino). 20 de setembro (terça-feira) – Teatro Zélia Olguim Manhã e tarde – Orientação vocacional realizada por psicólogos do curso de Psicologia da UNIPAC Vale do Aço (para alunos 2ª série do Ensino Médio); 20 de setembro (terça-feira) – Anfiteatro do CSFX Cariru Manhã e tarde – Palestra sobre “Vestibular seriado”, ministrada pelo diretor de Vestibular e Exames da Universidade Federal de Viçosa (UFV), André Luiz Lopes de Faria (para alunos 1ª série do Ensino Médio); 16h30 – Palestra sobre “Enem”, ministrada pelo diretor de Vestibular e Exames da Universidade Federal de Viçosa (UFV), André Luiz Lopes de Faria (para professores e alunos do Ensino Médio).

21 de setembro (quarta-feira) – Área interna do CSFX Cariru 8h30 às 11h30 e 13h às 16h – Exposição promovida pelas faculdades e universidades convidadas – Universidade Federal de Viçosa (UFV), Fundação João Pinheiro, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET), Universidade Presidente Antônio Carlos Vale do Aço (UNIPAC Vale do Aço), Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (UNILESTE), Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE), Centro Universitário de Caratinga (UNEC), Faculdade de Direito de Ipatinga (FADIPA), Faculdade de Medicina do Vale do Aço (UNIVAÇO), Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC MG), Universidade Federal de Lavras (UFLA) e Fundação Getúlio Vargas (FGV). A exposição é aberta à comunidade. 22 de setembro (quinta-feira) – Teatro Zélia Olguim Manhã e tarde – Orientação vocacional realizada por psicólogos do curso de Psicologia da UNIPAC Vale do Aço (para alunos da 2ª série do Ensino Médio). 23 de setembro (sexta-feira) – Visita Manhã e tarde - Visita às empresas USIMINAS, CENIBRA, Fundação São Francisco Xavier (Hospital Márcio Cunha, Centro de Odontologia Integrada e Unidade de Oncologia), CIPALAM, INTERTV, PROVEST, APERAM, Fórum de Ipatinga e Rádio Jovem Pan (para alunos da 2ª série do Ensino Médio).


cidades

BARBARIDADE

Autores de homicídio são presos em Cava Grande

Diário Popular

7

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

C OM B ATE À S D R O G AS Polícia Militar

Assassinos contaram que depois de chamar o rapaz para beber e fumar crack, o mataram a pauladas, atearam fogo e afogaram a vítima por causa de uma dívida de R$ 1 mil MARLIÉRIA – Após quase 48 horas de intensas buscas, a Polícia Militar conseguiu prender na manhã de ontem o ajudante Vander Madalena, de 24 anos. Ele figurava como principal suspeito do assassinato de Luiz Carlos Machado Estevão, de 27 anos, cujo corpo foi descoberto por populares na manhã do último domingo, incendiado e com a cabeça enfiada num lamaçal. O rapaz foi localizado pelos policiais dentro de uma carroça que trafegava pela MG-760, ligando o distrito de Cava Grande a Dionísio. Após o crime, ele se refugiou em um matagal por dois dias. Logo que foi preso, Vander confessou a autoria do crime e contou que outra pessoa participou da barbárie. O carvoeiro Rodrigo Fortunato Oliveira, de 28 anos, também participou da execução, segundo relatos do primeiro preso. DÍVIDA A motivação do crime apresentada pelo autor foi que Luiz Carlos lhe devia R$ 1 mil. Já o de Rodrigo seria o roubo de um aparelho de DVD e uma agressão feita pela vítima ao rapaz. Mas essa informação não foi confirmada pelo carvoeiro. Vander contou à reportagem que encontrou Luiz Carlos na feira livre que acontece todas as sextas-feiras na praça central do distrito de Cava Grande. Ele, juntamente com Rodrigo, convidou a vítima para beber em

Nadieli Sathler

Nadieli Sathler

Rodrigo convidou a vítima para beber e fumar crack

Vander Madalena foi preso na MG 760 quando retornava para casa

um bar. Além das bebidas, os autores ofereceram droga para o rapaz, que era usuário. “Encontrei com o Rodrigo e falei com ele: vamos carregar o Luiz Carlos hoje, e ele topou. Compramos três pedras de crack, cada uma por R$ 10 e chamamos ele para beber”, contou. Para não levantar suspeitas de que iriam dar cabo à vida de Luiz Carlos, o autor revelou que se fez de amigo da vítima, ficou com ele no bar na noite de sexta-feira de 20h até às 22h. Foi então que Vander mostrou as três pedras de crack ao rapaz para atraí-lo para o matagal. “Furamos uma lata para o Luiz Carlos fumar a droga, foi então que peguei um pedaço de pau e comecei a bater na cabeça dele, depois foi a vez do Rodrigo. Fizemos isso no matagal. Como não sabíamos se ele tinha morrido, resolvi arrastá-lo até as margens do córrego e afundar a cabeça dele na lama para ele terminar de morrer afogado”, reve-

lou Vander. TÊNIS Questionado sobre quem teria colocado fogo no corpo da vítima, Vander disse que foi Rodrigo. Ele alegou que levou o corpo de Luiz Carlos para a beira da água e que depois saiu do local do crime. Mas antes “dispensou” o outro pé do tênis com o qual estava calçado, pois o outro par ficou atolado na lama. Segundo o sargento Carlos Caim foi por causa do tênis que a Polícia Militar chegou até Vander. O militar reconheceu o calçado, pois viu o autor com ele no dia anterior em um bar. “Desde domingo nossos policiais se revezaram no povoado de Mundo Novo, onde o Vander se escondeu. Ele foi criado na comunidade, por isso conhecia bem o local e os lugares onde poderia se esconder. Alguém passou de carro pela estrada de chão e viu que ele es-

tava escondido na carroça e nos avisou. Ele nos contou que estava voltando para casa, pois estava com fome”, informou o militar. PASSADO Vander tem passagem por agressão. Segundo a PM, ele inclusive ficou preso por três meses na cadeia de Coronel Fabricano, de onde saiu recentemente. Já Ronaldo reside em Cava Grande há quatro meses. Os policiais apuraram que o carvoeiro pode ter participação em um homicídio registrado no município de Periquito, mas nada ainda foi confirmado. Rodrigo negou qualquer participação no crime, mas não soube dizer à reportagem onde estava na noite do assassinato de Luiz Carlos. Ao ser interpelado se possuía um álibi para o dia do crime, o carvoeiro também disse não ter. “Sempre que acontece alguma ocorrência policial em Cava Grande o Rodrigo aparecia no posto policial de curioso. No dia em que descobrimos o crime ele não apareceu, isso também levantou suspeita da participação dele no crime”, justificou o sargento. Vander e Rodrigo foram apresentados na delegacia de Timóteo no início da tarde de terça-feira ao delegado Vitor Matsuoka, que ratificou a prisão em flagrante. Os presos foram levados para a cadeia de Coronel Fabriciano.

As aulas do Programa Educacional de Resistência às Drogas começaram em duas escolas

PROERD implantado em Perpétuo Socorro BELO ORIENTE - A Polícia Militar de Belo Oriente, juntamente com o Núcleo de Prevenção Ativa (NPA) do 14º Batalhão, está aplicando no distrito de Perpétuo Socorro o Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD). O projeto atende aos anseios da Comunidade Escolar local. As aulas começaram na semana passada na Escola Municipal Perpétuo Socorro e na Escola Estadual Presidente Tancredo Neves. Ao todo serão atendidos 222 alunos, do 5º ano do Ensino Fundamental. O PROERD tem o objetivo de preparar crianças e adolescentes para evitarem o primeiro contato com as drogas lícitas ou ilícitas. Para isso transmite uma mensagem de valorização à vida, ressaltando a importância de se manterem longe das drogas e, consequentemente, da violência.

LIÇÕES O programa consiste em nove lições que serão aplicadas uma vez por semana e, ao final, acontecerá a formatura dos alunos participantes. As lições desenvolvem a auto-estima, o cultivo da felicidade, controle das tensões, civilidade e ensinam técnicas de autocontrole e resistência às pressões dos companheiros e às formas de oferecimento de drogas por pessoas estranhas ao convívio das crianças e adolescentes. Mais uma vez, o instrutor do PROERD foi recebido com muito entusiasmo por alunos e professores dos educandários contemplados com o programa, que enxergam em suas aulas uma ótima oportunidade de conscientização sobre o perigo do mundo das drogas e a maneira como devem se comportar para se manterem longe delas.

V IN G ANÇA

PM prende rapaz por participação em tiroteio TIMÓTEO – Durante operação da Polícia Militar realizada segunda-feira (12), por volta das 12h, policiais encontraram em poder de Warley Junio Santos Oliveira, o ‘Tadeuzinho’, de 18 anos, um revólver calibre 32, carregado com seis cartuchos intactos. A apreensão ocorreu na Travessa São João Batista, no dis-

trito Cachoeira do Vale, em Coronel Fabriciano. Segundo testemunhas, na madrugada de segundafeira houve tiroteio na rua Bahia, provocado por dois indivíduos identificados pelos apelidos de ‘Tetei’ e ‘Tadeuzinho’. Ainda conforme moradores do bairro, no mesmo dia, os policiais fo-

ram até a casa de Warley, e sua esposa informou que ele dormiu fora de casa. Warley foi encontrado pelos policiais em um barracão próximo à sua casa. Ele relatou aos militares que no último sábado (10), foi surpreendido por ‘Tetei’ quando andava pela rua Bahia, e como tiveram uma desaven-

ça em um bar, o rapaz tentou matá-lo. Ele só conseguiu escapar quando o suposto autor parou de atirar para recarregar a arma de fogo. O conduzido foi levado para a delegacia de Timóteo e autuado em flagrante por porte ilegal. A arma e os cartuchos também foram entregues para a autoridade policial.

ASSALTO Em uma outra ocorrência, também na tarde de anteontem, a frentista Naiara de Oliveira Silva, de 21 anos, que trabalha no posto Gentil situado na Av. Juscelino Kubitschek, no bairro Jardim Panorama, em Ipatinga, foi surpreendida por dois indivíduos armados. Eles rouba-

ram aproximadamente R$ 100 em dinheiro. Os assaltantes fugiram em duas motos. As imagens do circuito interno de câmeras do posto registraram que outros dois bandidos, não identificados, aguardavam perto do estabelecimento. A Polícia Militar ainda não conseguiu identificar os criminosos.


8

cultura

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

EST R EIA

Divulgação

Cena da peça que dá início ao projeto do Teatro Transcendental

“Pietá” traz proposta de “teatro transcendental” Montagem teatral narra as sete dores que Maria experimentou com o nascimento, vida, paixão e morte de Jesus Cristo IPATINGA – A peça “Pietá – As Sete Dores de Maria”, de Jorge Carneiro e Nanci Alves, dirigida por Ênio Reis, será apresentada no próximo dia 18, às 19:30h, no Centro Cultural Usiminas. A realização é da rádio Educadora. Na montagem, Maria fala sobre as sete dores que experimentou com o nascimento, vida, paixão e morte de Jesus Cristo. As dores são contadas e, ao mesmo tempo, encenadas com muita profundidade. São elas: Profecia de Simeão, Fuga para o Egito, Maria procura Jesus em Jerusalém, Jesus encontra a Vossa Mãe no caminho do Calvário, Maria ao pé da Cruz de Jesus, Maria recebe Jesus descido da Cruz e Maria deposita Jesus no Sepulcro. As cenas são embaladas por uma trilha sonora espetacular. A produção do espetáculo é de Ênio Reis Produções Artísticas e Culturais e da jornalista Nanci Alves. Com a proposta de

produzir peças teatrais que proporcionem momentos de espiritualidade, os produtores deram início ao projeto Teatro Transcendental, com a peça “Pietá – As Sete Dores de Maria”, em função do cinquentenário da proclamação oficial de Nossa Senhora da Piedade como padroeira do Estado de Minas Gerais, celebrado em 2010. O diretor Ênio Reis também assinou peças de sucessos como “Pérolas do Tejo” e “Como sobreviver em festas e recepções com buffet escasso”, ambas com Carlos Nunes.

SE R V IÇO Realização: Rádio Educadora Evento: PIETÁ, As Sete Dores de Maria. Data: 18 de setembro Local: Centro Cultural Usiminas Horário: 19h30 Ingressos promocionais: R$15,00 Classificação Livre Duração: 65 minutos

CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS Pregão nº. 13/2011 - Contratação de empresa para aquisição de aparelhos condicionadores de ar, montagem, instalação e prestação de serviços de assistência técnica e manutenção corretiva. O início do certame está previsto para as 14h00min (quatorze horas) do dia 26 de setembro de 2011, na sala de reuniões da Câmara, na Praça Três Poderes, s/nº - Centro, em conformidade com a legislação vigente. O edital poderá ser adquirido na sala da Comissão de Licitação, 4º andar, telefone (31) 3829-1243, fax (31) 38291240, no horário de 12:00 às 17:00 horas e pelo site: www. camaraipatinga.mg.gov.br

Escolas de Coronel Fabriciano recebem Grupo Armatrux FABRICIANO – Nesta quarta-feira (14), alunos de quatro escolas municipais de Coronel Fabriciano assistem a uma apresentação de teatro do Grupo Armatrux, de Belo Horizonte. A apresentação do espetáculo será possível graças a uma parceria firmada entre o grupo teatral e a Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura de Coronel Fabriciano. O espetáculo será apresentado em duas sessões: às 10h e 15h, no Centro de Arte e Educação, no Melo Viana. A p rox i m a d a m e n t e , 1.200 alunos das escolas municipais Maria da Penha Lima, Dom Lélis Lara, Maria da Conceição Ataíde e do Programa Curumim terão a oportunidade de assistir a peça “Parangolé”, que trata da questão ambiental de forma lúdica. O espetáculo é voltado às crianças dos anos iniciais. “2011 é o Ano Internacional das Florestas e a Campanha da Fraternidade também explorou o tema

Divulgação

1.200 alunos terão a oportunidade de assistir à peça “Parangolé”, que trata da questão ambiental de forma lúdica

ambiental. Portanto, por ser um assunto que está em voga, percebemos a importância de trazer o espetáculo aos nossos alunos”, destaca o gerente de Cultura de Coronel Fabriciano, Amir José de Melo. Oito apresentações teatrais voltadas aos alunos da rede municipal já foram realizadas neste ano no Centro de Arte e Educação. Outras

quatro apresentações devem acontecer até o mês de novembro. “Pretendemos realizar duas peças em outubro e outras duas em novembro”, informa Melo. OFICINA DE TEATRO Além da apresentação aos alunos, uma oficina de Teatro será ministrada aos professores da rede municipal das quatro escolas be-

neficiadas. O curso contemplará 25 educadores e vai acontecer na sala de cursos da Secretaria Municipal de Educação. “Aliamos o teatro à Educação em Coronel Fabriciano. No Projeto da Educação Integral, inclusive, trabalhamos as atividades teatrais como ação complementar ao ensino formal”, comenta Melo.

M Ú SI C A

Dupla do Pianobar faz Happy Hour no Shopping IPATINGA - Nesta quarta-feira (14), o músico Jefferson Rocha, acompanhado por Leandro Martins, comanda a tradicional Happy Hour do Shopping do Vale do Aço, a partir das 18h30, com entrada gratuita. Para o repertório, um som diferenciado, que envolve o pop, o jazz, a bossa, o rock clássico e uma pitada das influências montanhosas de Minas Gerais. Jefferson Rocha e Leandro Martins mantêm a parceria com o projeto “Pianobar”. Jefferson é músico e intérprete, e empresta a sua voz ao refinado som executado pelo pianista e tecladista Leandro. Segundo Jefferson Rocha, o projeto tem o objeto de dar um jeito diferente à arte de tocar em bares e eventos, transformando algumas das clássicas canções em versões contemporâneas

e levando o público a viajar no tempo sem perder a noção de presente. Jefferson Rocha atuou por vários anos em uma das mais importantes bandas de baile do Vale do Aço: a Express Band. Radialista e ator de teatro, Jefferson está inserido diretamente no movimento cultural da região. Seu mais recente trabalho é o grupo “Desplugados”, banda que interpreta sucessos da MPB em versões acústicas. Leandro Martins é músico da noite do Vale do Aço, atuou em grandes trabalhos, participando de projetos consagrados como Mistura Fina, Casa de Bamba, Pink Floyd Cover, Banda Express, Cia Show, e de cinco edições do Ipatinga Live Jazz. Já foi premiado no Festival Roda Viva como melhor arranjo ao lado do

Divulgação

Jefferson Rocha é vocalista

Divulgação

Leandro Martins toca piano e teclado

músico Fábio Monteiro e atualmente é membro da

banda de rock clássico Cigarro Picado.


brasil

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

9

Governo estuda aumentar Investir em estudo garante tempo do aluno na escola bons resultados E D U C AÇÃO

Quase 50 mil japoneses tem mais de 100 anos O Japão anunciou um número recorde de pessoas com mais de cem anos. São 47.756, a maioria é mulher. Segundo o ministério da saúde, trabalho e previdência, o número de centenários quadruplicou em 12 anos. Nos últimos 12 meses, foram registrados 24.952 novos centenários no país. Cada um deles recebeu uma carta do Primeiro-Ministro japonês e uma caneca de prata. Em 1999, o país tinha apenas 11.346 pessoas com mais de cem anos.

Embaixada e OTAN são alvos em Cabul O número de mortos nos ataques coordenados em Cabul, no Afeganistão, subiu para seis, incluindo quatro policiais e dois civis, segundo informaram funcionários afegãos. E ao menos 16 pessoas ficaram feridas nos ataques, cujos alvos eram a Embaixada dos EUA, a sede da Otan e outros prédios governamentais. A Otan e os EUA informaram que nenhum dos seus funcionários foi atingido. Ao menos seis explosões e tiros foram ouvidos na capital ao longo do dia. Segundo o Taleban, que reivindica a ação, vários militantes estavam armados com granadas, fuzis AK-47 e coletes suicidas. Os alvos eram prédios do governo nas proximidades do distrito de Wazir Akbar Kha, que abriga as embaixadas.

Vítimas de pedofilia denunciam papa Uma associação americana de vítimas de padres pedófilos anunciou nesta terça-feira ter apresentado uma queixa ante o TPI (Tribunal Penal Internacional) contra o papa Bento 16 e outros dirigentes da Igreja católica acusando-os de crimes contra a humanidade. Os dirigentes da associação SNAP (Rede de Sobreviventes de Abusados por Padres, na sigla em inglês), orientados pelos advogados da ONG americana “Centro para Direitos Constitucionais”, entraram com uma ação para que o papa seja julgado por “responsabilidade direta e superior por crimes contra a humanidade por estupro e outras violências sexuais cometidas em todo o mundo”.

BRASÍLIA – O Ministério da Educação e entidades do setor estudam aumentar o número de horas do aluno na escola. As possibilidades em análise são elevar a carga horária diária, que hoje é de quatro horas, ou ampliar o número de dias letivos, atualmente definido em 200 dias, informou o ministro Fernando Haddad. Atualmente, a criança ou o adolescente deve ficar 800 horas por ano na sala de aula, carga considerada baixa quando comparada à de outros países, segundo Haddad. “O aprendizado está relacionado à exposição ao conhecimento. Há um consenso no Brasil de que a criança tem pouca exposição ao conhecimento seja porque a carga horária diária é baixa ou porque o número de dias letivos é inferior ao de demais países”, disse o ministro, após participar da abertura do Congresso Internacional Educação: uma Agenda Urgente, promovido pelo movimento Todos pela Educação. META Para manter o estudan-

O aprendizado, segundo o ministro, está relacionado com o tempo de exposição ao conhecimento

te mais tempo na escola, Haddad avalia antecipar a meta de ter metade das escolas públicas funcionando em regime integral, prevista para ser cumprida até 2020, ou até mesmo enviar um projeto de lei ao Congresso Nacional. “Não vamos encaminhar projeto de lei antes de receber o aval daqueles que vão executar isso. A ideia é aumentar o número de horas por ano que a criança fica sob a responsabilidade da escola”, explicou. O estudo está sendo feito em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Mu-

MENSA L ÃO

nicipais de Educação (Undime), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). O ministro reconhece que a medida exigirá mais recursos da pasta. Segundo ele, uma das metas do Plano Nacional de Educação (PNE), em discussão no Congresso Nacional, é elevar para 7% do Produto Interno Bruto (PIB) os investimentos no setor. O novo PNE estabelece 20 metas educacionais que o país deverá atingir até 2020.

BRASÍLIA – Investir em uma formação de ensino superior resulta em ganhos futuros. A conclusão faz parte de relatório divulgado ontem (13) pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Segundo o documento, no Brasil, ter curso superior resulta em um aumento de 156% nos rendimentos. É o mais alto índice entre todos os 30 países pesquisados. O estudo aponta que, nos países analisados, em média, um indivíduo que concluiu a educação superior recebe pelo menos 50% a mais do que uma pessoa com ensino médio concluído. De acordo com a OCDE, no Brasil, 68,2% dos indivíduos que completaram a universidade ou um programa avançado de pesquisa ganham duas vezes mais que a média de um trabalhador. O estudo aponta, ainda, que 30,1% dos brasileiros entre 15 e 19 anos não estão estudando e que, desses, 16,1% estão empregados, 4,3% estão desempregados e 9,7% não estão na força de trabalho.

benefÍcio

Dirceu pede rapidez em FGTS completa 45 anos com julgamento do mensalão previsão de arrecadar R$ 67 bi SÃO PAULO - O ex-minis-

tro da Casa Civil José Dirceu afirmou ontem (13) que espera que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue o processo do mensalão com rapidez e de acordo “com os autos”. “É a única coisa que peço, mais nada. Que me julguem nos autos. Porque juízo político já tive na Câmara dos Deputados, e eu fui cassado sem provas. Como aliás o tempo está mostrando”, afirmou em entrevista após seminário sobre petróleo promovido no Rio de Janeiro. Na quinta-feira passada terminou o prazo para os réus do mensalão apresen-

tarem suas alegações finais ao STF. Em sua defesa, Dirceu rechaçou todas as acusações feitas contra ele e de que controlava as ações do PT. “Não há qualquer elemento no processo que possa sequer sugerir que Dirceu tinha conhecimento de questões relacionadas à administração ou finanças do PT no período que esteve à frente da Casa Civil”, diz o texto elaborado pela defesa. Dirceu deixou o comando da Casa Civil no governo Lula, em 2005, em razão das denúncias, e teve seu mandato cassado pela Câmara em dezembro do mesmo ano.

BRASÍLIA - O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) completou ontem (13) 45 anos. O fundo foi criado em 1966 para proteger o trabalhador demitido sem justa causa. O FGTS é constituído por contas vinculadas, abertas em nome do trabalhador. O saldo é formado por depósitos mensais feitos pelo empregador, que contribui com 8% do salário pago ao empregado. Segundo dados da Caixa Econômica Federal, que administra os depósitos do FGTS, foram sacados no primeiro semestre do ano R$ 27,92 bilhões (em 16,7 bilhões de operações de sa-

que). A maior parte do dinheiro, R$ 17,39 bilhões, foi liberada para trabalhadores demitidos imotivadamente, representando 60% dos saques feitos no período. Os saques por aposentadoria ficaram em segundo lugar, respondendo por 14% das retiradas, totalizando R$ 3,91 bilhões. Na sequência estão os saques para compra da casa própria, que totalizaram R$ 3,67 bilhões (13,1%). O restante, R$ 2,95 bilhões, foi sacado, principalmente, para pagar tratamentos de saúde previstos em lei e para atender aos casos de calamidade pública (10,6%).


10

Diário Popular

Cultura

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

C INEMA

Divulgada lista dos 15 filmes brasileiros candidatos ao Oscar BRASÍLIA - O Ministério da Cultura divulgou a lista dos 15 filmes brasileiros inscritos para concorrerem à vaga de melhor filme estrangeiro na premiação do Oscar. A lista é composta pelos filmes: “Assalto ao Banco Central”, “Bruna Surfistinha”, “As Mães de Chico Xavier”, “Tropa de Elite 2”, “A Antropóloga”, “Estamos Juntos”, “Família Vende Tudo”, “Federal”, “Vips”, “Histórias Reais de um Mentiroso”, “Malu de Bicicleta”, “Mulatas! Um Tufão nos Quadris”, “Quebrando o Tabu”, “Trabalhar Cansa” e “Lope”. A Comissão Especial de Seleção responsável pela escolha do filme será composta pela secretária do Audiovisual do Ministério da Cultura, Ana Paula Dou-

Áries A Lua está oposta à Saturno. Individualidade e relacionamento entram em desafio. O receio de envolvimento emocional, por achar que perde a autonomia, é um medo infundado. Hora de amadurecer suas atitudes nas relações. Todos estão interconectados.

Libra Enfrente os seus medos para poder se relacionar em um novo nível, libriano. Se as pessoas têm certas atitudes com você isso reflete o modo como você se trata. Hora de um importante amadurecimento sobre a individualidade e as relações, nativo de Libra.

Touro O equilíbrio nos relacionamentos, no trabalho e na saúde está sendo testado. Hora de compreender como a saúde depende de fatores emocionais. Aprimore-se. Perseverança não é o mesmo que teimosia. É necessário encarar seus medos e culpas, taurino.

Escorpião Os momentos contemplativos e de introspecção são necessários à evolução. O que constantemente se repete em sua vida tem algo importante a lhe ensinar, escorpiano. As situações insatisfatórias somente mudam com a consciência e a percepção da própria responsabilidade.

Gêmeos O medo de amar e do trabalho interior que envolve um amor pleno devem ser superados. Fundamental é o amor-próprio, para não projetar falsas expectativas sobre as pessoas. O amadurecimento emocional tem sido o grande desafios dos geminianos. Câncer Profissionalmente há novas experiências e possibilidades, com mais autonomia. Interiormente e em família há limitações a serem vencidas e responsabilidades a cumprir. Para relacionamentos equilibrados é preciso que você se harmonize emocionalmente.

‘Assalto ao Banco Central’ é inspirado no maior roubo a banco do século: o assalto ao BC de Fortaleza em 2005, quando foram roubados R$ 164,7 milhões

rado Santana, o presidente da Associação Brasileira de Cinematografia, Carlos Eduardo Carvalho Pacheco, o ministro do Departamento Cultural do Ita-

maraty, George Torquato Firmeza, e os representantes da Academia Brasileira de Cinema, Jorge Humberto de Freitas Peregrino, Nelson Hoineff, Roberto

Farias e Silvia Maria Sachs Rabello. O filme escolhido representará o Brasil na disputa pelo melhor filme estrangeiro.

t v paga

Dilma sanciona lei que define regras BRASÍLIA - A presidenta Dilma Rousseff sancionou a Lei 116, que define novas regras para o serviço de TV por assinatura no Brasil. As informações são da Casa Civil da Presidência da República. Além de abrir o mercado de TV para operadoras de telefonia, a lei também acaba com a limitação da participação de capital estrangei-

Horóscopo do dia

ro no serviço de TV a cabo. A presidenta vetou dois artigos da lei. Um deles transferia do Ministério da Justiça para os programadores a definição dos critérios de classificação indicativa. O outro tratava da possibilidade de cobrança para os serviços de atendimento telefônico. A lei ainda define o

cumprimento de cotas para veiculação de produção independente nacional. De acordo com o texto, as concessionárias de telecomunicações poderão associar-se a produtoras para a distribuição de programação. A lei prevê também a obrigatoriedade de cotas semanais de três horas horas e meia de programação nacional mesmo

para canais estrangeiros. Outro dispositivo da lei define que a Agência Nacional do Cinema (Ancine) será responsável por regular se o conteúdo a ser veiculado, feito por uma produtora, é mesmo produzido no Brasil. A Ancine também é quem deverá definir a extensão do horário nobre nas programações.

Sagitário Ser ético, justo e equilibrado, promovendo a paz, é o desafio sagitariano. Assumir o que você pensa, que é diferente da maioria, faz parte do seu desafio evolutivo. Promover conciliação não significa fugir de conflitos, mas em primeiro lugar aceitar diferenças. Capricórnio Equilíbrio pessoal e profissional é muito importante para realizar os seus propósitos. Quem são as pessoas que lhe acompanham na sua jornada de evolução, capricorniano? Fortaleça alianças, parcerias, mas reconheça também lo que cabe somente a você fazer.

Leão Pensamentos criam a realidade. Muita atenção com os pensamentos que emana. Podem ser necessárias certas conversas nos relacionamentos sobre temas delicados. Diferenças enriquecem os contatos. Não é necessário pensar igual. Aceite diferenças, leonino.

Aquário A verdade é relativa, cada pessoa tem a sua e é preciso respeitar isso, aquariano. Não fazer aos outros o que não gostaria que fizessem com você é um bom preceito a seguir. Cultivar ética e autenticidade nos relacionamentos é fundamental. Aja segundo o que acredita.

Virgem Inseguranças pessoais e nos relacionamentos devem ser enfrentadas com maturidade. Não baseie os seus valores no que os outros consideram importante. Seja você mesmo. Momento positivo para expandir horizontes, avaliando as coisas com objetividade e consciência.

Peixes Há muitos padrões obsoletos que devem ser enfrentados, para que haja mudanças positivas. Questões emocionais e que envolvem intimidade, sexualidade e finanças são desafiadoras. Momento interessante para promover conciliação onde antes existia conflito.

C INE D O V A L E D O AÇO

resumo de novelas malhaçao Globo, 17h45 Em seu e-mail, Alexia pede para Gabriel se afastar dela. Ademir empresta seu celular para Guido e implora que ele não conte a Sandra. Cristal não se conforma com a decisão de Gabriel de desistir do caso de Alexia. Michele descobre que Igor infectou seu computador com um vírus. Ziggy chega à casa de Débora para consertar o computador de Michele. Laura manda um torpedo para Guido e Sandra acredita que seja para Ademir. Betão fica com ciúmes da atenção que o Mestre de kung fu dá para Gabriel e avança no rival.

cordel encantado Globo, 18h15 Úrsula inventa uma história para Herculano e outra para Cândida, que não gosta da volta da duquesa. Bel entrega para o capitão o mapa de onde o tesouro está escondido. Petrus pede para Florinda ficar com ele. Ternurinha diz a ZóioFurado que eles precisam do apoio de Úrsula para pegar o tesouro de Seráfia. Úrsula tenta seduzir Herculano. Jesuíno tem um pesadelo e acorda assustado. Miguézim entra em transe e faz uma profecia ao saber do sonho de Jesuíno. Úrsula põe o soro da verdade no café de Cícero e pergunta onde o tesouro está escondido.

morde e assopra Globo, 19h15 Júlia fica indignada com a acusação de Ícaro. Cleonice vende a fazenda para Abner. Hortência manda Celeste para a cozinha. Alice aconselha Guilherme a conversar com Diogo. Herculano e Xavier desconfiam da desculpa que Melissa dá para Wilson. Amanda fica furiosa com a rejeição de Ícaro. Isaías começa a destruir os panfletos de Minerva, mas para com medo de ser denunciado. Duda se desespera ao saber que o fotógrafo de uma revista está a caminho do spa. Guilherme procura Diogo. Júlia chega à fazenda de Abner e encontra Celeste.

fina estampa Globo, 20h50 René oferece uma carona para Griselda ao vê-la perturbada com a notícia da alta do filho. Vanessa e Ellen contam para Patrícia que Antenor teve alta do hospital. Dona Zilá fala para Amália que ela vai ficar com seu caderno de receitas quando ela morrer. Antenor sente-se mal ao levantar para ir embora e Griselda o ampara. Leandro vai à loja em que comprou seu tênis e exige receber outro no lugar do que se rasgou. Griselda chega com Antenor em casa. René resolve ligar para Griselda, no momento em que Tereza Cristina chega ao “Le Velmont”.

Cowboys & Aliens Sala 2 - Seg., Ter., Qua, e Quinta: 16h20 - 18h50 - 21h20 Sala 2 - Sáb, e Domingo : 13h50 - 16h20 - 18h50 - 21h20 Lanterna verde Sala 3 - Seg., Ter., Qua., Quin., Sex., Sab, e Domingo: 16h50 - 21h30 Os Smurfs (Dublado) Sala 3 - Seg., Ter., Qua., Quin., Sex., Sab, e Domingo: 14h20 - 19h00 PLANETA DOS MACACOS: A ORIGEM Sala 1 - Seg., Ter., Qua., Quin., Sex., Sab, e Domingo: 16h30 - 21h10 O Homem do Futuro Sala 3 - Seg., Ter., Qua., Quin., Sex., Sab, e Domingo: 14h30 - 19h15


SOCIAL

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011

11

Show dorachaves.2008@gmail.com

Aposentados Abrindo a XX Semana do Aposentado, a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga, AAPI, realizou ontem solenidade de abertura no Clube dos Pioneiros no Bom Retiro

Leste animado pela apresentação do Coral da Usiminas, e de trabalhos da AAPI. Na sexta-feira acontecerá o baile de gala. Mais informações pelos telefones 3823-9657 ou 3823-2700.

Sábado, dia 17, o cantor Gabriel Esteves - que já percorreu várias cidades de Minas - fará um show em Coronel Fabriciano no Centro de Arte e Educação às 20h. Gabriel Esteves possui um estilo muito próprio e está sendo elogiado por todo o público que o assiste. Além de cantar, o

músico toca violão, piano (ou teclado) e guitarra. O show é bastante interativo e é para todas as idades. O repertório passa por músicas de autoria própria, além de Paul McCartney, Beatles, Peter Gabriel, Cat Stevens, Caetano Veloso, Titãs, dentre outros. Ingressos a R$6,00. Jorge Vieira e a esposa Alessandra embalam a filhota

Encontro

Hiller Félix e Derlane se preparam para o baile da Aciati, no sábado

Teatro Aproveitando a companhia um do outro, Carlinho e Raiane, pai e filha

Baile do Havaí Já está bem próximo o tradicional Baile do Havaí. Reservar a data 15 de outubro na agenda é uma obrigação para quem curte boa música. O Baile acontecerá na Associação Atlética CENIBRA (AAC), a partir das 23 horas, com show da Banda San Remo, de Belo Horizonte. O espaço será todo

coberto e com área vip para quem adquirir os ingressos de mesas. A partir da próxima segunda-feira, 19 de setembro, os ingressos de mesa e individuais estarão à venda nas lojas Rara Opção, Shopping do Vale do Aço e Centro de Ipatinga e ainda na secretaria do Clube - 31 3829-5222 e 3829- 5320

Hoje, aproximadamente 1200 alunos de quatro escolas municipais de Coronel Fabriciano assistem a uma apresentação de teatro do Grupo Armatrux, de Belo Horizonte. A apresentação do espetáculo será possível graças a uma parceria firmada entre o grupo teatral e a Secretaria de Educação

Educadores do Vale do Aço estarão reunidos no próximo sábado, 17 de setembro, em mais uma edição do “Encontro de Formação de Professores”, iniciativa realizada pelo Instituto Cultural Usiminas. Das 10h às 12h, os participantes estarão reunidos, no Centro Cultural, para conversar sobre a exposição

e Cultura da Prefeitura de Coronel Fabriciano. O espetáculo será apresentado em duas sessões: às 10h e 15h, no Centro de Arte e Educação, no Melo Viana. A peça será “Parangolé”, que trata da questão ambiental de forma lúdica. O espetáculo é voltado às crianças dos anos iniciais.

O casal Nero Mendes e Leandra

Jaqueline Prado

Praça

A cantora e artista circense Jaqueline Prado será atração desta quinta-feira (15) na Estação Memória Zeza Souto, Centro, onde é realizado o Projeto 5ª Cultural de Ipatinga. O show,

Hoje tem música diferenciada na Praça de Alimentação do Shopping do Vale. O músico Jefferson Rocha, acompanhado por Leandro Martins, comanda a tradicional Happy Hour a partir das

que terá repertório de MPB, integra o projeto cuja iniciativa é da Associação de Pais, Alunos e Amigos da Escola de Música Tom – AspemTom, em parceria com a Prefeitura de Ipatinga.

“Cadernos de Croquis”, do estilista Ronaldo Fraga, que entra em cartaz na Galeria Hideo Kobayashi no próximo dia 27. Os professores interessados em participar devem agendar sua presença no setor de Ação Educativa pelo telefone 31 3829-9654 ou pelo email acaoeducativa@usiminas. com.

Os empresários José Maria Facundes e Djalma Rodrigues

18h30, com entrada gratuita. Para o repertório, um som diferenciado, que envolve o pop, o jazz, a bossa, o rock clássico e uma pitada das influências montanhosas de Minas Gerais.


CIANO

12

MAGENTA

AMARELO

PRETO

esportes

Diário Popular

Quarta-feira, 14 de setembro de 2011 Divulgação

A competição, pioneira das categorias em Minas Gerais, acontecerá no Parque Aquático Toshiaki Kurosa nos dias 17 e 18 de setembro

Usipa promove a 21ª edição do Troféu Kurosa de Natação A competição terá a participação de 14 equipes e 350 atletas IPATINGA - A Usipa realizará no próximo fim de semana o 21º Troféu Kurosa de Natação Mirim-Petiz. A competição, pioneira das categorias em Minas Gerais, acontecerá no Parque Aquático Toshiaki Kurosa, nos dias 17 e 18 de setembro. O evento tem programação durante todo o dia e é aberto ao público. Na 21ª edição, a competição contará com a participação de 14 equipes de várias regiões do Brasil. Além de Minas Gerais, estados como o da Bahia, Distrito Federal e Espírito Santo marcarão presença no evento. Entre as equipes, estão a FIAT/Minas (MG), Mackenzie (MG), SESI Esporte (MG), Olympico (MG), Costa Verde (BA), Praia Tênis Clube (ES), Cultura Física (DF), além da Usipa Sicoob/Vale do Aço e outras. Espera-se para a competição a presença de 350 atletas. A maior delegação é da FIAT/Minas, com 104 competidores. A Usipa/Sicoob Vale do Aço estará representada por 25 nadadores. O técnico da equipe usipense, Alexandre Watanabe, destaca a importância da competição

para a categoria. “O Troféu Kurosa é um dos torneios mais tradicionais da natação brasileira, pelas categorias mirim e petiz. Vários talentos brasileiros já passaram pela competição e foram revelados aqui”, ressalta. DESTAQUES Os atletas da categoria petiz Luciana Pinheiros, Maria Luiza Guerra, Fabrício Júnior e Walbert Yuri, além de Letícia Pinheiros (mirim), são os destaques da equipe tricolor para a conquista de lugares ao pódio. “Estes cinco atletas são os que têm chances de faturar medalhas. O Fabrício entra brigando pelo bicampeonato nos 100 metros borboletas. Já as meninas e o Yuri tiveram excelentes resultados na Copa Minas”, disse. HOMENAGEM O Troféu Kurosa é uma homenagem ao professor de natação Toshiaki Kurosa, japonês que veio para a cidade de Ipatinga a convite da parceria entre Usiminas e a Nippon Steel, e se tornou um dos precursores da natação no clube. Toshiaki Kurosa também dá nome ao parque aquático da Usipa, onde

será realizada a competição. O Parque Aquático foi construído em 1974, contando com uma piscina olímpica com aquecimento, uma piscina em menor proporção e o Centro de Avaliação e Apoio ao Treinamento (CAAT), onde são realizados testes fisiológicos. Os boletins de resultados e a cobertura da competição poderão ser acessados na página especial da web, disponível em www.usipa.com.br/kurosa PARCERIAS O 21º Troféu Kurosa é uma realização da Usipa, patrocinado pelo Sicoob/Vale do Aço e Usiminas. Esta edição conta ainda com o apoio do Instituto Cultural Usiminas, Charme da Noiva, Garota de Ipanema, Kazzo Sério, Casa do Mecânico, Panorama Fretamento de Ônibus, Rumo Comunicação, Max Maltine, Gráfica e Embalagens Damasceno, Posto GT, Acquazul, Prodel, Confecção Ideal, Ibís Polux, Real Minas Serviços, Hotel Dom Henrique, Tear Telas, Milenium Inox, Puro Cloro, Outdoor Phrase, Cultura Racional, Casa Avenida e Mateco Ltda.

Esquenta a briga pela liderança do Supermaster IPATINGA - Mesmo folgando na rodada, o Diplomata, do bairro Bethânia, não foi ultrapassado na liderança do Campeonato Ipatinguense de Futebol Supermaster (Sub 45 anos). Após os jogos da 6ª rodada, no último domingo (11), o Diplomata passou a dividir a primeira colocação da chave B com Industrial e Rio Branco, que empataram em 1 a 1, no campo do bairro Bom Retiro. Os três estão embolados com 10 pontos. Os resultados dos outros jogos foram: Vasquinho 0 x 3 Águia do Vale, Itamarati 12 x 0 Tiradentes, Vila Nova 1 x 1 Bole Gole, Ipanema 1 x 1 Atlântico e Industrial 1 x 2 Amigos do Renato. No próximo domingo (18), o Diplomata enfrentará o Atlântico, às

Divulgação

O Diplomata volta ao campo do Itamarati no próximo domingo (18)

9h20, no campo do Itamarati, bairro Bethânia. A sétima e última rodada do turno ainda terá os seguintes jogos: Tiradentes x Vila Nova,

Águia do Vale x Naque, Bole Gole x Itamarati, Amigos do Renato x Ipanema e Industrial (Bom Retiro) x Industrial (Paraíso).

Classificação do Supermaster Chave A 1º - Itamarati – 15 2º - Bole Gole – 11 3º - Águia do Vale – 7 4º - Naque – 6 5º - Vila Nova – 6 6º - Vasquinho – 4 7º - Tiradentes – sem pontos

Chave B 1º - Diplomata – 10 2º - Industrial (Bom Retiro) – 10 3º - Rio Branco – 10 4º - Atlântico – 8 5º - Amigos do Renato – 7 6º - Industrial (Paraíso) – 4 7º - Ipanema – 1 ponto

FIQUE COM TUDO

EM DIA COM O

Há 10 anos levando solidariedade e alegria para você. O Projeto Cidadania do Shopping do Vale está completando 10 anos oferecendo gratuitamente diversos serviços para você, como emissão de documentos, assessoria jurídica, corte de cabelo, exames laboratoriais, palestras educativas, entre outros. Tudo rápido, prático e fácil. O Projeto Cidadania vai acontecer no próximo dia 25 de setembro, domingo, no Shopping do Vale, das 10 às 18 horas. PARTICIPE E FIQUE EM DIA COM A CIDADANIA.

Apoio:

Realização:

Produção:

Luiza Moreno


jornal 14-09-2011