Page 13

29/05/12

A e a poucos pontos da descida. A responsabilidade na ligação defesa ataque, vai para dois jogadores bastante moralizados pelo que conseguiram este ano, Raul Meireles e João Moutinho deverão ser os titulares. No banco e preparados para entrar estarão Hugo Viana e R.Micael.

jogos ao serviço do Besiktas e é sempre uma boa opção. É verdade que não são considerados grandes matadores, mas principalmente N. Oliveira e H. Postiga sabem como ser jogadores chave e levar a seleção à final de uma grande competição.

A chamada do médio madeirense justifica-se por ser talvez o jogador com mais caraterísticas de número 10. A ausência de um jogador com essas caraterísticas pode causar alguns problemas, principalmente num estilo de jogo de posse de bola. Carlos Martins era o jogador que mais se aproximava dessa posição, mas infelizmente foi obrigado a abandonar o estágio devido a uma lesão muscular.

Tática

Ataque Nani e C.Ronaldo, nomes indiscutíveis para o onze inicial, jogarão nas alas e serão os grandes responsáveis por criar desiquilibrios e aparecer na zona de finalização. Soluções? Quaresma e Varela, que chegam a este europeu um pouco em baixo de forma. Esperemos que não se faça notar a ausência de Danny, jogador que se lesionou gravemente no joelho direito, e que tem pela frente 5 largos meses de recuperação. Finalmente os matadores, uma posição representada por H.Postiga, H.Almeida e o jovem N.Oliveira. O vila-condense leva vantagem na titularidade, marcou 9 golos em 33 jogos, e teve uma presença assídua e um papel importante no ataque do Saragoça. Já Hugo Almeida, conseguiu marcar 13 golos em 34

Portugal jogará com o habitual 4-12-3 desdobrado no ataque em 2-14-3 com apoio constante dos laterais e presença exporádica de um médio atacante na zona de finalização. Um estilo de jogo muito próprio que a nível ofensivo exige velocidade e  criatividade nas alas, e a nível defensivo, exige velocidade dos centrais nas dobras às costas dos laterais. Figura da equipa  Cristiano Ronaldo considerado por muitos o melhor jogador do mundo, chega a este europeu com números absolutamente impensáveis, 60 golos em 55 jogos sendo eleito melhor jogador da liga espanhola. Com uma boa prestação no europeu, poderá quebrar todas as dúvidas em relação à atribuição da bola de ouro. Conclusão Portugal é uma equipa que poderá causar muitos problemas aos adversários se sair rápido na transição defesa ataque e se as alas funcionarem. É uma seleção madura, com algumas debilidades é certo, mas mesmo no grupo da morte tem hipóteses de ir longe. Força Portugal!

Jornal Dez 29/05/12  

www.jornaldez.com www.facebook.com/jornaldez www.twitter.com/jornaldez

Jornal Dez 29/05/12  

www.jornaldez.com www.facebook.com/jornaldez www.twitter.com/jornaldez