Page 1

“A Alcoviteira”


Alcoviteira - pessoa que auxilia em relações amorosas ; mexeriqueiro ; aquele que vive à custa de prostitutas.


As alcoviteiras dedicam a sua vida a fazer arranjos amorosos, desencaminhar mulheres casadas e solteiras e a empurrar raparigas para a prostituição. Para as alcoviteiras não serem apanhadas a exercer esta “profissão” ilegal, fingiam que vendiam produtos cosméticos. O povo tratava-as como bruxas ou feiticeiras.


Ao ser recebida pelo diabo, ela declara possuir muitas jóias e três arcas cheias de materiais usados em feitiçaria. Mas seu maior bem são "seiscentos virgos postiços". Como a palavra "virgo" corresponde ao hímen, pode-se dizer que a alcoviteira Brísida Vaz prostituiu 600 meninas virgens. No entanto, o adjetivo postiço dá margem a interpretação de que as moças não eram virgens e Brísida Vaz enganou seiscentos homens.

Ela compara-se aos apóstolos, aos anjos e os mártires, por isso devia ter o mesmo destino que eles.


Mas ao saber qual era o destino do batel infernal, ela vai até à barca do

anjo e, com um discurso semelhante ao usado nas artes da sedução, tenta convencer o anjo a deixá-la embarcar. Mas essa tentativa é inútil, pois ela é condenada à barca do inferno pela prática de feitiçaria, prostituição e por alcovitagem.


Questionário do manual - Esta personagem é a que carrega consigo mais objetos caracterizadores. Prova que todos eles se enquadram no campo da ilegalidade e da marginalidade.

Todos os objectos que a alcoviteira carrega consigo estão ligados à ilegalidade, como ela própria assume: Transcrevemos do verso 493 ao verso 500 “Seicentos virgos postiça / e três arcas de feitiços / que nom podem mais levar /três almários de mentir / e cinco cofres de enleos, / e alguns frutos alheos, / assi em jóias de vestir, / guarda-roupa d’encobrir, / enfim- casa movediça, / um estrado de cortiça / com dous coxins d’encobrir”


Como explicas que a Alcoviteira esteja tão convencida da sua salvação?

A Alcoviteira diz ter sido muito atormentada em vida. Compara-se até aos apóstolos, aos anjos e aos mártires. Por isso tenciona ter o mesmo destino que eles, a Salvação.


A linguagem usada por esta personagem quando se dirige ao Anjo, para além da fonte do cómico, tem um objectivo bem definido. Indica-o.

A linguagem da Alcoviteira mostra hipocrisia, na maneira lisonjeira como fala com anjo. O objetivo da linguagem desta personagem é mostrar a forma como ela atraía as raparigas para a prostituição, marcando-a, assim, como personagem tipo da sua “profissão”.


Identifica o grupo social criticado por Gil Vicente nestas frases de Brísida Vaz: “a que criava as meninas / pêra os cónegos da Sé… “

O clero.


Com que sentido são usados pela Alcoviteira os verbos converter, salvar e perder?

O verbo converter é usado para explicitar que a Alcoviteira levava raparigas para a prostituição, salvar para explicitar que a personagem tirava as raparigas da pobreza e perder para explicitar que nenhuma se perdeu, todas tiveram sucesso.


ATIVIDADE: Alcoviteira? Quem ĂŠ que se atreveu a chamar-me alcoviteira?


Trabalho realizado por:

Andreia Valente

Miguel Ferreira

Mariana Gonรงalves


Auto da Barca do Inferno * Alcoviteira  

Estudo de uma cena pelos alunos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you