Issuu on Google+

ESTE 1 ESPAÇO PODE SER SEU

22/04/2010 DE05412008GRC

Na Internet

www.jornaldetondela.com.sapo.pt PREÇO AVULSO C/ IVA 5% INCLUIDO

N.º 992

* 22 de Abril de 2010

*

II Série

*

Ano XXI

Director: Manuel Ventura da Costa

CONTACTE-NOS: 917 627 957

TONDELA

Barreiro de Besteiros

Protocolo entre o Município e a Associação de Freguesias da Serra do Caramulo

RECUO DE MURO EM BOA HORA pag. 4

CONCERTO DE PRIMAVERA DA BANDA FILARMÓNICA TONDELENSE pag. 6

Festa do Livro e da Leitura de Tondela

IX FEIRA DO LIVRO DE TONDELA / I FEIRA DO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA pag. 3 pag. 4

Ferreirós do Dão

Inauguração da ETAR dará melhores condições ambientais às populações

pag. 11

Ermida

ACRE promoveu 8.º Passeio BTT pelos trilhos dos manhosos pag. 20

A VEIA MUSICAL DO “QUIM BARREIROS DE TONDELA” pag. 5

DESPORTO Campeonato da 2ª Divisão Nacional – Zona Centro

TONDELA FORTE DEMAIS PARA UM LÍDER FRÁGIL CD Tondela, 3 – Pampilhosa, 1 pag. 17

10.ª EDIÇÃO DA TAÇA DA AMIZADE pag. 16


2 OPINIÃO

22/04/2010

VENTOS E MARÉS

OS PROBLEMAS DE PORTUGAL

A Voz dos Outros Coordenação de Manuel da Costa

O

s grandes problemas de Portugal não são o défice, as promessas não cumpridas, a má gestão. Esses ultrapassam-se com vontade, rigor e rumo corrigido. São maiores os problemas de natureza estrutural, educacional, de competência e de valores. E já se arrastam há muito tempo. Já não bastava a trapalhada do “Freeport”, da “Face Oculta”, dos “Cursos e Recursos”, da “Comunicação Social”, vieram agora possíveis rombos provocados por “agressivos”submarinos. Mais uma coisa a esclarecer, ou mais uma a “encalhar” nas águas da justiça? A não ser que os submarinos tenham vindo para a liça, com engenho e arte, de modo a fazer cair as trapalhadas anteriores, de que até alguma comunicação social já se vai esquecendo! Se é preciso esclarecer, rápida e objectivamente, o que se passou com a “história” dos submarinos, que agora e só agora, foi posto em causa, é bom que não se abandone o que está para

trás, que a certa gente interessa que fique no esquecimento, mas que há muito tempo já devia estar esclarecido. Estes casos, aliás todos os casos só sairão da mente e da dúvida do cidadão quando, através da justiça, a transparência e a verdade forem levadas ao conhecimento público pela competente decisão judicial. Enquanto tal não acontecer, as dúvidas persistirão e não serão os pareceres encomendados, as declarações de inocência, um ou outro comunicado, uma ou outra atabalhoada entrevista, ou até um ou outro “oportuno” favorzito da comunicação social, que acabarão com os receios instalados de que poucas são as verdades e de que a corrupção parece ter vindo para ficar. Como escreveu José António Saraiva, no semanário “Sol”, “ O que há a reter neste episódio é o comportamento ziguezagueante de alguns políticos: ontem tão agressivos em relação à imprensa, desejosos de encerrar o Face Oculta à pressa, diabolizando os jornalis-

tas e apontando a sua intenção persecutória – e hoje tão abertos à investigação do negócio dos submarinos, que pode desviar as atenções do país para outra área do leque político e dar algum descanso ao actual Governo no que toca a escândalos”. Os que disseram, quando rebentou o Face Oculta, que era ” brincar aos escândalos”, estão agora a ser brincalhões? Como também escreveu António Ribeiro Ferreira, no “Correio da Manhã”, “ Quem come milhões, teme sempre indigestões”. O que nós não podemos, portugueses reconhecidos como tal desde cinco de Outubro de 1143 (Tratado de Zamora) e confirmados em 1179 por reconhecimento Papal, é andar a ser tratados como gente menor. Cada vez se acentua mais a premunição de Zeca Afonso ao escrever a canção, que não terá sido para a altura, porque então havia poucos “comilões”. JOÃO DE BESTEIROS

CRONICA DO CARAMULANO Todos os dias nos diversos órgãos de informação ouço falar nas tão desgastadas palavras TRABALHADORES E DESEMPREGADOS! Se todos quiserem trabalho e ser produtivos tenho a certeza que não faltará colocação de pessoal por este País, o problema è que uma grande parte procura emprego e a diferença entre trabalho e emprego é abismal. A palavra trabalho é sinónimo de produtividade enquanto a palavra emprego tem um significado de quem quer cumprir horário mas que fica muito aquém da

produtividade e crescimento que se exige a alguém que é remunerado para tal. É aqui que reside o crescimento de qualquer economia pois se em vez de empregos forem criados postos de trabalho com gestão privada o crescimento aparece e ficaremos mais competitivos para ombrear com outras economias de mercado. Já tive uma fábrica de calçado onde cheguei a empregar cerca de 50 trabalhadores de ambos os sexos onde escrupulosamente garantia os ordenados justos e sempre em ordem, até que um dia no

pós 25 de Abril fui pressionado por agentes sindicais para dobrar o ordenado do pessoal o que era impossível e inviável (nem sequer me foi proposto aumentos de 5 ou 10 por cento) pois já me estava a preparar e a modernizar para a exportação. Tive que me conter e ficar por ali, alguns imigraram outros ainda hoje são meus empregados, afinal eu não pagava assim tão mal porque nunca me pediram aumentos paguei sempre o justo valor. GABRIEL ANTUNES DO POMAR

NÓS E OS OUTROS Nos anos 20 do século passado, Louis Bolk avançou com a teoria da neotenia, posteriormente seguida e aprofundada por biólogos e filósofos. Constata, no essencial, que o Homem é um prematuro – para fazer o que faz, precisaria de permanecer no ventre materno mais um ano, mas isso não é possível; assim, nasce no termo de 9 meses, em vez de passados 20 –, tendo, portanto, de receber por cultura aquilo que a natureza lhe não deu. Frágil segundo a natureza e sem especialização tem de criar uma espécie de segunda natureza ou habitat, precisamente a cultura. Como escreve o filósofo Robert Legros, “é na cultura ou no que a fenomenologia chama um mundo que a humanidade de Homo encontra a sua origem, e não na natureza. Quanto à origem da cultura, ela está por princípio votada a permanecer uma questão sem resposta”. Enquanto os outros animais nascem feitos, o Homem, nascendo por fazer, em aberto, tem de fazer-se a si mesmo e caracteriza-se por essa tarefa de fazer-se com outros numa história aberta, em processo. Constata-se deste modo que nos fazemos uns aos outros genética e culturalmente. Os meninos—lobo mostram-nos que nos tornamos humanos com outros humanos. Eles tinham a base genética de humanos, mas faltou-lhes o encontro com outros homens. O ser humano é, pois, sempre o resultado de uma herança genética e de uma cultura em história. Assim, no processo de nos fazermos, o outro aparece inevitavelmente. O outro não é adjacente, mas constitutivo. Só sou eu, porque há tu, em reciprocidade. O outro pertence-me, pois é pela sua mediação que venho a mim e me identifico: a minha identidade passa pelo outro, num encontro mutuamente constituinte. Repare-se, porém, como, analisando o étimo de encontro, aparece não só esta relação constituinte, mas também a indicação de embate e contraposição, assinalados no “contra” da palavra encontro, que aparece igualmente no espanhol “encuentro”, no francês “rencontre”, no italiano “rincontro”, no alemão “Begegnung”, com a presença de “gegen”, que significa contra, precisamente. Então, o outro é vivido sempre como fascinante e ameaça. Os gregos, por exemplo, chamavam bárbaros aos que não sabiam falar grego, mas tinham fascínio por outros povos, concretamente pelos egípcios. O outro é outro como eu, outro eu, e, simultaneamente, um eu outro, outro que não eu. Daí, a ambiguidade do outro. O outro enquanto outro escapa-se-me, não é dominável. Nunca saberei como é viver-se como outro. Quando olhamos para outra pessoa, perguntamos: como é que ela se vive a si mesma, por dentro?, como é que ela me vê?, como é o mundo a partir daquele foco pessoal? Porque é simultaneamente, tanto do ponto de vista pessoal como grupal e societal, um outro eu e um eu outro – outros como nós e outros que não nós –, o outro atrai ao mesmo tempo que surge como perigo possível. Há, pois, uma visão dupla do outro, que tanto pode ser idealizado – no amor, é divinizado –, como diabolizado. Atente-se na ligação entre hospitalidade e hostilidade, que derivam do latim “hospite” e “hoste”, respectivamente. Cá está: o outro é hóspede, por exemplo, no hotel e no hospital. Mas, no hotel, que em inglês se diz “hostel” e em espanhol “hostal”, em conexão com hostil, pedem-nos, por cautela, a identificação. E a fronteira, porta de entrada e de saída, em ligação com fronte – a nossa fronte somos nós voltados para os outros e ao mesmo tempo ela é limite e demarcação de nós –, anuncia o outro – outro país – e é espaço de acolhimento e também da independência. No quadro desta ambiguidade, entende-se como, por medo, ignorância, desígnios de domínio, se pode proceder à construção ideológica e representação social do outro essencialmente e, no limite, exclusivamente, como ameaça, bode expiatório, encarnação e inimigo a menosprezar, marginalizar, humilhar e, no limite, abater, eliminar. Num mundo global, cada vez mais multicultural e de pluralismo religioso, é urgência maior repensar a identidade e avançar no diálogo intercultural e interreligioso. ANSELMO BORGES-DN DE 17-4-2010

O QUE A MADEIRA NOS CONTINUA A ENSINAR Alberto João Jardim deu uma lição de sentido de Estado quando se aliou ao Governo – seu inimigo de eleição – na reconstrução da Madeira, após a catástrofe ambiental que se abateu sobre a ilha. Os resultados estão à vista: como prometido por Jardim, a Festa da Flor lá está a engalanar as ruas e a deslumbrar os turistas, o principal ganha-pão madeirense. A sociedade civil respondeu à altura e, depois dos donativos já entregues oriundos de todo o mundo, o Movimento Fãs da Madeira, liderado pelo jornalista Filipe Santos Costa, demonstrou que nem só os políticos fazem o mundo avançar. RUI HORTELÃO – DN DE 17-4-2010

O MANSO SÓCRATES E A TIA DE LOUÇÃ

LEIA, ASSINE, DIVULGUE O JORNAL DE TONDELA

José Sócrates falhou ontem naquilo em que é exímio perante as câmaras – o autocontrolo – e cedeu às provocações de Francisco Louçã, que, quanto mais não fosse por serem recorrentes, não deveriam merecer mais do que a indiferença do primeiro-ministro. O líder do Bloco acusou Sócrates de ser manso e este respondeu: “Manso é a tua tia, pá”. Mais um episódio triste, em que ninguém está inocente, a fazer lembrar os chifres que Manuel Pinho dirigiu a Bernardino Soares e lhe custaram o cargo de ministro da Economia. IDEM


CIDADE 3

22/04/2010

Apresentação do livro Intervenção Precoce e Educação Especial práticas de intervenção centradas na família de Maria Manuela Alves Teve lugar no passado sábado dia 10 de Abril, na sala polivalente da Biblioteca Municipal Tomaz Ribeiro, o lançamento do livro “Intervenção precoce e educação especial, práticas de intervenção centradas na família”, da autoria de Maria Manuela Alves. A assistência era c o n s t i t u í d a maioritariamente por professores, educadores e famílias. Na mesa de honra, além da autora, a presença da Sr.ª Eng.ª Carla Pires, Vereadora do Município, do Dr. Fernando Rodrigues, director executivo da editora Psicosoma, da Dr.ª Engrácia Castro, ex-Directora da DREC, da Dr.ª Ana Paula Aveleira, directora da Associação Nacional de Intervenção Precoce e de membros da direcção da IPSS - Centro Social de Castelo Viegas. A autora, Maria Manuela Alves é licenciada pela Escola Superior de Educação de Viseu, cem especialização em Educação Especial pela Universidade Católica Portuguesa nas áreas Mental e Motora e mestrado em Educação Especial nos domínios Cognitivo e Motor. Exerceu funções de coordenação em creche e jardim-de-infância e no âmbito da Educação Especial. É professora de Educação Especial no Agrupamento de Escolas de Tondela e exerce fun-

COMEMORAÇÃO DO 36.º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL Para comemorar o 36.º aniversário do 25 de Abril de 1974, realiza-se no próximo sábado, dia 24 de Abril de 2010, no Auditório 1, da Acert, às 21:45 horas, um espectáculo musical e teatral. Este acontecimento é comemorado na ACERT numa parceria com a própria ACERT, A CASA DO POVO DE TONDELA, NEW SKETCH E OUTROS AMIGOS.

Festa do Livro e da Leitura de Tondela

IX FEIRA DO LIVRO DE TONDELA / I FEIRA DO AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA

ções na DREC. Primeiro usou da palavra o Dr. Fernando R o d r i g u e s , neuropsicólogo e investigador, que representa a editora Psicosoma. Considerou este livro indispensável a qualquer profissional de Educação Especial por fazer uma síntese dos vários modelos e questões relacionadas com a intervenção precoce, além de ilustrar de forma prática e actual como intervir com práticas centradas na família. De seguida interveio a Vereadora Carla Pires, que saudou os presentes e felicitou a autora pelo

lançamento do livro agora lançado. O trabalho vem chamar a atenção para a necessidade da intervenção precoce e do trabalho com as famílias das crianças em idade pré-escolar que estejam em risco de atraso de desenvolvimento, ou que manifestem deficiência, ou necessidades educativas especiais, como forma de minimizar efeitos que prejudiquem o seu desenvolvimento. A Dr.ª Engrácia Castro, autora do prefácio, fez a apreciação da obra salientando o trabalho de pesquisa sobre a literatura publicada, o equilíbrio e a articulação entre os vári-

os capítulos que a compõem. Nas suas palavras, “sendo os primeiros anos de vida determinantes na construção do adulto de “amanhã”, a aposta na “prevenção” em idades precoces surge-nos, nesta obra, com a devida fundamentação, sendo realçada a importância da planificação e da programação, bem como das formas de agir, interagir e reagir, não só em contexto de “prevenção”, como em contexto de “remediação”. Finalmente, fez um ponto de reflexão sobre as mudanças na família, na sociedade e particularmente na escola, implicadas numa nova concepção teórica de Intervenção Precoce em que se assiste à passagem de uma abordagem “centrada na criança” para uma abordagem “centrada na família”. Seguiram-se as intervenções da Dr.ª Ana Paula Aveleira, dos representantes da direcção da IPSS Centro Social de Castelo Viegas e da autora da obra, a Dr.ª Maria Manuel Alves. A sessão foi animada no final com um agradável momento musical e de declamação de poesia pelo Grupo de Poesia e Canto da Casa do Povo de Tondela, a que se seguiu um lanche convívio.

É inaugurada hoje, dia 22 de Abril a Festa do Livro e da Leitura de Tondela, organizada pelo Pelouro da Cultura do Município de Tondela e pela Rede de Bibliotecas Concelhia, a par da IX Feira do Livro de Tondela, este ano complementada por uma mostra de Audiovisual e Multimédia. A Festa do Livro decorrerá todos os dias até 2 de Maio de 2010. À semelhança do último ano, o evento irá abarcar uma série de actividades promovidas pelos Agrupamentos de Escolas, e pelas Escolas Secundária e Profissional de Tondela, ligadas à leitura, às artes e à história: exposições, ateliês de histórias e de ilustração, hora do conto, teatro, encenações, teatros de sombras, de fantoches, histórias digitais, dança e canções. Também para grupos escolares teremos os espectáculos “Contos com história”, “Cegarrega dos bichos” e o atelier “Arca de Noé”, pela Acert. Do programa, destacamos os encontros com escritores e a apresentação dos livros: “Antologia poética de Rodrigo Emílio” por José Valle de Figueiredo, no dia 22 de Abril; “Fontes Pereira de Melo: uma biografia” pela investigadora Maria Filomena Mónica, no dia 30 de Abril; “Caramulo: apogeu e decadência de uma estância sanatorial”, pelo Doutor Barros Veloso, juntamente com a actuação do Coro Mozart, no dia 1 de Maio. Dos encontros com os escritores, destacamos Filipe Faria, no dia 23 de Abril e José Fanha, no dia 29 de Abril. Aos fins-de-semana haverá ateliês para os mais novos. A 24 de Abril, teremos uma “oficina de impressão em relevo” e uma oficina de encadernação “As páginas da árvores”, para crianças a partir dos seis anos, pela cooperativa de design Pé de Mosca. No dia 25 de Abril, a ilustradora Elisabete Ferreira dinamiza o atelier ”Constrói o teu pequeno monstro” e a 2 de Maio teremos o atelier “Lendas do Mar”, por Marta Silva e Micaela Ferreira. Um programa a não perder. BIBLIOTECA MUNICIPAL

JORNAL DE TONDELA


4 CONCELHO

22/04/2010

PARTIDO SOCIALISTA

Tondela

Recuo de muro em boa hora TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

N A Comissão Política Concelhia do Partido Socialista informa que os resultados da eleição do passado dia 9 do corrente mês de Abril foram os seguintes: Presidente da Comissão: Eng.º António Manuel Ferreira Henriques Pereira; Presidenta da mesa da Assembleia Geral de Militantes, Luís de Almeida de Figueiredo e Sá. Da Comissão Política Concelhia fazem ainda parte: Joaquim da Silva Mendes dos Santos, Mariana Leitão Venturini Carreira, Carlos Alberto Antunes Viegas, António Jorge Ferreira Figueiredo, Cidalina Loureiro de Figueiredo Santos, Martinho Loureiro Rodrigues, Jorge Manuel Mendes Batista, Maria da Conceição Pereira Ribeiro Gomes, Maria Paula Pereira Silva Carvalho, Riquito Manuel Ribeiro, Ana Luísa Silva Santos, António Costa Arede, Abel Homem Ferreira e Anabela Antunes do Amaral SUPLENTES: Eduardo Ferreira Gomes, Orlando Alves Rodrigues, Rita Maria Coimbra Costa Arede, Adelino Gonçalves Almeida, Fernando Carlos Natal, Lúcia Maria Duarte de Jesus Pereira, Alexandre de Sousa Coimbra, Joaquim António Faria Pereira, Maria Isabel Cid e Luís Carlos Mesquita Dinis E da Mesa da Assembleia Geral de Militantes: 1º Secretário: Eduardo Jorge Rolo Rodrigues Brás; 2.º Secretário, Clara Maria Ventura de Almeida Ferreira de Figueiredo; 1º Suplente, Manuel Luciano Laranjeira de Azevedo, 2º Suplente, Nuno Miguel Correia Santos.

FICHATÉCNICA

Registo na DGCS nº 109 629 Depósito legal nº 54581/92 Semanário Regional Independente (Fundado em 10/08/1989) DIRECTOR: Manuel Ventura da Costa E-mail:mventuracosta@sapo.pt REDACÇÃO Arménio Pereira E-mail: armeniopereira@mail.telepac.pt PAGINAÇÃO E MONTAGEM Angelo M. S. Ferreira

a visita que o presidente do Município de Tondela proporcionou recentemente para dar a conhecer as obras de profunda remodelação que foram efectuadas nas principais infra-estruturas desportivas, foi efectuada também uma paragem junto ao espaço da feira semanal. Neste local a comitiva pode ver o andamento dos trabalhos no recuo do muro que liga a entrada do parque urbano, confrontando com a quinta da família Almeida Cardoso, antigos proprietários da mata, até à rua principal,

junto à sede da Associação de Socorros Mútuos 19 de Março. Este investimento é de grande importância por várias ordens de razão, primeiro porque o muro antigo ameaçava ruir a qualquer momento, podendo provocar danos graves inclusive nas muitas pesso-

as que ali se encostavam principalmente em dias de feira. Segundo, porque permite alargar a via de acesso ao espaço onde é realizada a feira semanal e em terceiro porque com a beleza do parque urbano ali tão perto e com as obras que serão realiza-

COLABORADORES Eng.º Hélio Bernardo Lopes, Dr. Cílio Correia, Dr.ª Marta Catarina Rosa, Maria da Conceição Marques Correia, Prof. Sérgio Carvalho, Dr. Leonel Marcelino, João A. Ventura da Costa, Artur Jorge Amaral Leitão CORRESPONDENTES Dr. Elisio Gomes de Matos (Barreiro de Besteiros), Mário Correia Antunes (Canas de Santa Maria), Henrique Marques Gonçalves (Caparrosinha), Optacilio de Matos Fragoso (Cortiçada), Herminio Henriques (Corveira), António Lopes de Sousa (Ermida), António Pais Ferreira (Lobão da Beira), José da Cruz Mendes (Mosteiro de Fráguas), Rodrigo Marques Xavier (Parada de Gonta), Amadeu Dias dos Santos (Tonda), Antonino Coimbra dos Santos (Vila Nova da Rainha), Manuel Francisco de Figueiredo (Vilar de Besteiros), Paulo Manuel L. Pereira da Fonseca (C. de Besteiros), Ana Maria de Almeida Simões (Lajeosa do Dão), Joaquim VIegas Conceição (Freimoninho), José Manuel Gomes Ferreira (Coelhoso), Eduardo Pereira Marques (Mouraz), Fausto Varela Macedo (Alvarim) PROPRIEDADE / ADMINISTRAÇÃO COMPOSIÇÃO SEDITON - Soc. Editora Tondelense, Lda Registo na DGCS nº 215 348 - Nº Cont. 502468076 Detentores com mais de 10% do Capital da Empresa, Eduardo António Ferreira Marques Arménio Ferreira Marques R. Dr. Marques da Costa Apartado 97 - 3461-909 Tondela E-mail: jornaldetondela@mail.telepac.pt Site: jornaldetondela.com.sapo.pt

das no recinto da mesma feira, o dito muro apresentar-se ia perfeitamente desenquadrado. Assim o investimento de 125 mil euros que Carlos Marta disse que custará o referido muro é aquilo que se pode de chamar de um dinheiro muito bem empregue.

IMPRESSÃO CORAZE - Oliveira de Azeméis Telef.: 256 600 580 - Fax: 256 600 589 E-mail: grafica@coraze.com ASSINATURAS E PUBLICIDADE Eduardo A.F. Marques TELEFONE: 232 822 137 FAX: 232 821 118 ASSINATURAS ANUAL (52 nºs) - NACIONAL = 25,66 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Europa) = 54,60 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Resto Mundo) = 67,70 Euros (c/IVA)

Avulso = 0,60 Euros (c/IVA) Números atrasados = 2,00 Euros (c/IVA) Dia de Saida: Quinta-Feira TIRAGEM NESTA EDIÇÃO 3.000 Exemplares ASSOCIADO DA

Jornal de Tondela, como orgão de informação independente, apartidário e apolítico, está aberto à participação de todos os cidadãos, pelo que a sua colaboração reflecte apenas ideias pessoais que não vinculam o estatuto editorial do Jornal.


GERAL 5

22/04/2010 Do nosso assinante no Luxemburgo Sr. José Andrade da Costa

DEDICADO À GENTE DA SUA ALDEIA – O TOURIGO Sou filho do Tourigo De muitas as mais belas Fica pertinho do Barreiro No concelho de Tondela.

A veia musical do “Quim Barreiros de Tondela” TEXTO: ARMÉNIO PEREIRA

Tourigo és Freguesia Pousadas junto a ela Tu és a mais pequena Da cidade de Tondela. Pois pra esta elevação Tanta polémica se deu Ficámos aqui no cantinho Com o presidente Amadeu. Minha terra freguesia Cresceu muito devagar Com vontade e alegria Foi preciso trabalhar. Fez-se a nova a estrada Que veio embelezar Com o posto de gasolina Muito pertinho do lagar. Tem Zona de lazer bonita Com parque para merendar Também tem uma piscina Se alguém quiser nadar. No passado teve capela No presente Igreja é Em Março faz-se a festa Em louvor de São José. Tem uma Igreja bonita Com a sua cruz bem alta Olhando para Tondela Região da Beira Alta. Mesmo perto da Igreja Um dos locais maravilhosos Temos o Centro de Dia Onde estão os mais idosos. Tourigo terra de resineiros E de muitas outras coisas mais Do passado há recordações Tempos que já não voltam mais! Cumprindo uma tradição De todos de muito agrado Todos os anos em Janeiro Festeja-se o Sant’Amaro. Ainda há no Tourigo Um grupo engraçado Que as Janeiras vão cantando Recordando o Passado. Cavaquinhos com seu grupo E o Rancho a desfilar Saudades muitas eu sinto De lá não poder estar! Tourigo onde eu nasci Gente trabalhadora e leal Muitas saudades tenho de ti Pra mim não há igual. Papel mais não tenho A tinta está a acabar Muita força para o Tourigo É tudo que posso desejar. Terminei estas quadras Dedicadas com alegria Despeço-me dos meus amigos Adeus até qualquer dia!... JOSÉ ANDRADE DA COSTA LUXEMBURGO

J

orge Andrade, 17 anos, nasceu em Lisboa, mas veio para Ferreirós do Dão com apenas 7 anos de idade. Nesta freguesia deu os primeiros passos na aprendizagem de acordeon, em casa do Sr. Aurélio pessoa com experiência acumulada neste instrumento e que na altura acolheu da melhor maneira a vontade de aprender que o rapaz tinha. Mais tarde mudou de residência para Tondela, tendo assim a oportunidade de se aperfeiçoar musicalmente na Escola Musifesta, propriedade do também conhecido musico Toni e a quem o jovem músico agradece o facto de o ter ajudado a lançar-se no meio musical da região. As pessoas passaram a conhecer melhor este

jovem quando há 4 anos, no Carnaval de Mafra – Ericeira, Jorge Andrade, disfarçado, de Quim Barreiros, integrou uma excursão de tondelenses, promovida pelo Quiosque D. Afonso Henriques, tendo na altura arrebatado o

1º lugar de disfarces, organizado pela “Vefa” no restaurante “Cangalho” na Ericeira. O sucesso foi tanto deste jovem que teve como prémio uma viagem a Espanha de 4 dias, onde teve oportunidade de co-

nhecer, Ceuta, Gibraltar, Marrocos e Mijas, entre outras paragens no país vizinho, tendo sido acompanhado com a sua mãe, Teresa Simões. Foi nesta viagem que baptizaram este jovem talento musical do “Quim Barreiros de Tondela”. Já mais recentemente teve oportunidade de se deslocar aos Estados Unidos, à Florida, a Palm Coast, para uma actuação junto da comunidade portuguesa, essencialmente beirã, radicada nesta cidade americana. Na região tem actuado em muitos locais, tanto em grupo, integrando o “Conjunto Musical Atómika08” do Couço, como teclista e acordeonista, mas também faz parte de vários grupos musicais de música tradicional portuguesa na região, como o “Cana Verde” de Canas de Santa Maria e o Rancho Folclórico e Etnográfico de São Joaninho. A música é a paixão deste jovem tondelense, que estuda na Escola Profissional de Tondela, no curso de Técnico de Apoio Psicossocial que pretende acabar, mas o grande sonho é entrar para o Conservatório de Musica. Esperemos que os seus sonhos sejam realizados.


6 CONCELHO

22/04/2010

Tondela

Tondela

Convívio dos nascidos em 1935 TEXTO: ARMÉNIO PEREIRA Este encontro já vem sendo realizado nos últimos anos com as pessoas naturais ou residentes no concelho de Tondela que nasceram em 1935. O propósito é juntarem-se e conviverem para relembrarem o passado e celebrarem à própria vida. A data que é habitualmente utilizada é o segundo domingo de Maio, este ano calha no dia 9, estando já uma comissão a trabalhar na organização do evento para que esta confraternização seja vivida com muita alegria sem esquecer todos aqueles que partiram sem chegarem aos 75 anos de vida. O programa está delineado da seguinte forma: 10:30 – Concentração no Jardim Público de Tondela (Largo Prof. Dr. Anselmo Ferraz de Carvalho); 11 – Missa na Igreja Matriz de Tondela, altura em que será tirada a fotografia da praxe; 12:15 – Partida dos participantes para o Dão Catering em Treixedo, onde será feita uma recepção a todos os convivas com surpresa para os aniversariantes de 2010. 13:00 – Almoço servido nas instalações do Dão Catering. A comissão agradece que os interessados em tomar parte no mesmo a contactem até uma semana antes, ou seja, dia 2 de Maio para que todos os pormenores possam ser devidamente cuidados de forma atempada. Os contactos disponíveis são: Carlos Borges (Ferreirós do Dão) – 232816429; Fernando Ferreira (Ermida) – 232821810/967547166; Fernando Horta de Matos (Molelos) – 232821147; José Pizarro (Tondela) – 917131282; Henrique Simões (Lajeosa do Dão) – 232958933; Fernando Oliveira (Viseu) – 232081496 e António Rodrigues (Adiça) – 232817292. Que este convívio proporcione um dia de grande felicidade para todos aqueles que nasceram em 1935 e que Deus lhes dê muita saúde para que possam continuar a festejar esta data tão importante nas suas vidas.

Concerto de Primavera da Banda Filarmónica Tondelense No passado Domingo dia 18 de Abril pelas 16h00 subiu ao palco do Auditório Municipal a Banda Filarmónica Tondelense apresentando o seu Concerto de Primavera em homenagem aos músicos de mais idade. Júlio Ferreira Lopes, Sérgio Coimbra Morais, José Gomes da Silva e Mário da Graça Melo foram os músicos que a Direcção da Sociedade Filarmónica Tondelense juntamente com o vereador Dr. José António Gomes de Jesus e a vereadora Eng.ª. Fátima Carla Carmona Pires tiveram a honra de homenagear pelo empenho e dedicação que demonstraram estes anos todos ao serviço da Banda. Também foi dia de estreia para Carlos Santos, Francisco Viana e David Borges, três jovens trompetistas de Nagosela, que integraram a nossa Banda, recebendo uma lembrança do Vereador da Cultura e do Presidente da Sociedade Filarmónica Tondelense. Como apresentador e

animador, o concerto contou com um grande amigo desta colectividade o engenheiro Silva que com o seu jeitinho de cativar os ouvintes com as suas anedotas, teve mais uma vez uma apresentação bastante divertida. O Concerto foi Memorável com um vasto e agradável reportório que agradou a magnifica plateia presente. No final do espectáculo foi dada a palavra ao vere-

ador da Cultura que deu votos de louvor à Direcção e ao Maestro da banda pelo magnífico concerto e pelo trabalho que têm vindo a demonstrar nas suas várias actividades culturais ao longo destes anos. Seguidamente o Sr. Presidente da Direcção Cláudio Pereira fez vários agradecimentos: O apoio prestado pelo Município de Tondela á Sociedade Filarmónica Tondelense, ao convidado

e amigo percussionista Rui Silva por ter a amabilidade de se juntar à Banda de Tondela neste concerto, a todos os familiares dos músicos, a toda a plateia presente e claro a todos os elementos da Banda Filarmónica pelo empenho e dedicação musical que têm vindo a demonstrar nestes últimos anos. A DIRECÇÃO DA SOCIEDADE FILARMÓNICA TONDELENSE

Tondela

Clube Ornitológico promove concurso de Fotografia O Clube Ornitológico de Tondela tem abertas as inscrições para o 1º Concurso de Fotografia de Aves, que tem como objectivo associar a arte fotográfica ao gosto e a paixão pelas aves, bem como, o contacto com a natureza, praticando exercício físico. O concurso é aberto a todos os fotógrafos amadores e profissionais, des-

PUBLICIDADE? SÓ NO JORNAL DE TONDELA!

de que tenham mais de 16 anos, sendo vedada a participação de membros do júri, bem como aos seus familiares directos. Haverá duas categorias a concurso, a primeira a Aves em Liberdade, a segunda a Aves em Gaiola, estando as candidaturas abertas até ao dia 3 de Setembro de 2010. No site do Clube Ornitológico de Tondela

está disponível o regulamento e a ficha de inscrição para quem quiser participar neste concurso de fotografia, ficando os seus participantes habilitados a valiosos prémios. Para mais informações consultar: http://cottondela.blogspot.com), ou através dos contactos, João Cardoso – 962868426 ou 966007540.


OPINIÃO 7

22/04/2010

Barreiro de Besteiros

Protocolo entre o Município e a Associação de Freguesias da Serra do Caramulo TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

A

Associação de Freguesias da Serra do Caramulo composta pelas juntas do Barreiro de Besteiros, Castelões, Guardão, Mosteirinho, Santiago de Besteiros e São João do Monte assinou com o Município de Tondela, no final da tarde do dia 16 de Abril no Barreiro de Besteiros um protocolo de colaboração para a realização de acções no âmbito da defesa da floresta contra incêndios no valor de 75 mil euros. Presentes estiveram todos os presidentes de junta de freguesia das freguesias com assento nesta associação, presidindo à cerimónia de assinatura o presidente da câmara municipal, Carlos Marta que se fez acompanhar pelos vereadores, José António de Jesus, António Dinis, Carla Pires, Pedro Adão e Cecília Fragoso. Dentro deste projecto de financiamento foram criados os sapadores florestais, intervenção na rede primária existente numa faixa de 120 metros, limpezas anuais das vias de comunicação, intervenção nas vias principais 60 hectares.

No plano de acção para 2010 está previsto um investimento na rede primária repartido entre o Município de Tondela e a Associação de Freguesias da Serra do Caramulo em pontos de água, candidaturas ao financiamento de galerias ripícolas, sessões de informação e sensibilização de prevenção e o Plano Municipal Defesa Florestal Contra Incêndios (PMFCI) que será colocado em prática em conjunto com as juntas de freguesias. O presidente da Junta de Freguesia de Castelões, Diamantino Costa que também lidera a Associação de Freguesias da Serra do Caramulo começou por agradecer em primeiro lugar a disponibilidade e franqueza da Junta do Barreiro e do presidente José Hélder, na cedência deste magnífico espaço para a realização deste acto simbólico da assinatura do protocolo. Neste acto o presidente da Associação de Freguesias da Serra do Caramulo dedicou uma palavra de apreço e respeito para com o nosso ex-colega, presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Besteiros, Élio Silva, pessoa sempre colaborante e empenhada na constituição da Associação de Freguesias. Mas quem mereceu

também palavras elogiosas de Diamantino Costa foi Pedro Adão, no seu entender, um dos grandes impulsionadores para a constituição desta associação, desejando-lhe as maiores felicidades, êxitos na vida política e pessoal. Relativamente à Associação de Freguesias da Serra do Caramulo, Diamantino Costa diz que esta está bem e se recomenda, porque tem uma génese impar no concelho e no distrito com uma actividade constante e dinâmica.

TRABALHOS FUNDAMENTAIS PARA A PRESERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DA NOSSA FLORESTA A juntar a estes factores afirmou também a ser cumpridos “integralmente os objectivos que nos propusemos para com os estatutos da Associação e paralelamente com os compromissos assumidos perante a Câmara Municipal”. Conjuntamente foram apresentadas várias candidaturas para a conclusão de alguns trabalhos importantes ou a criação de equipa de sapadores florestais, faixa de rede primária, faixa de galerias ripículas, limpeza urbana e florestal, limpeza da 230,

Diamantino Costa, Presidente da Associação de Freguesias da Serra do Caramulo

Assinatura do Protocolo limpeza da 228, limpezas florestais nas diversas freguesias, requalificação e limpeza de caminhos florestais, abertura do caminho do Caselho, limpeza e requalificação de caminho em Castelões e a abertura do caminho no Borralhal foi a actividade verificada no último ano. A importância da assinatura do protocolo foi também salientada para a execução destes trabalhos, sendo também um suporte financeiro fundamental para a concretização de obras fundamentais para a defesa da floresta da Serra do Caramulo. A satisfação é grande porque para Diamantino esta é uma aposta e confiança da Câmara Municipal de Tondela nas pessoas que estão nestas juntas de freguesias que compõem a Associação. Diamantino Costa terminou a sua intervenção, dizendo que apesar das condições económicas e financeiras o protocolo não sofreu qualquer alteração por parte do presidente do Município de Tondela, em relação ao ano transacto, contudo perante a diversidade de trabalhos que engloba este protocolo, “sentimos a necessidade de maior apoio, mas como o senhor presidente está atento a esta situação, de certeza que a curto prazo irá arranjar soluções ajustadas para os nossos problemas….”.

O presidente da Associação de Freguesias da Serra do Caramulo agradeceu ainda o apoio dado, através da vereadora, Carla Pires e do gabinete florestal com o engenheiro Carlos Jorge, manifestando ainda total disponibilidade para dar continuidade a esta parceria que valorizará e dignificará as terras e gentes do concelho de Tondela.

O presidente do Município, Carlos Marta manifestou-se agradado com o trabalho que tem sido desenvolvido pela Associação de Freguesias da Serra do Caramulo, reiterando a disponibilidade da autarquia em continuar a estabelecer parcerias que tenham como finalidade contribuir para a defesa da floresta do concelho de Tondela.

Vereadora Carla Pires


8 OPINIÃO

22/04/2010

Reflexões de cidadania

Crónicas de Londres

POR: HÉLIO BERNARDO LOPES

GILBERTO FERRAZ

HAVERÁ MESMO CORAGEM POLÍTICA?

C

om grande satisfação, mas também com admiração e muita dúvida, foi como hoje mesmo pude ler, num jornal nacional, a notícia de que vão ser tornados públicos os rendimentos auferidos pelos magistrados. Foi com grande satisfação, porque uns dias antes de me ter deslocado para Almeida tive a oportunidade de referir a minha surpresa por ver todos os nossos detentores de soberania serem publicamente escrutinados no domínio dos seus rendimentos, mas sem que os magistrados o sejam. Uma evidente inconsistência estrutural e doutrinária. Mas foi também com grande admiração, porque nunca me passou pela cabeça que uma tal lógica realidade pudesse vir a ver a luz do dia ao nível da nossa prática legislativa. Para mais, depois do conflito que, por ineficácia do Primeiro-Ministro, logo se criou no dia em que o seu primeiro Governo tomou posse. E foi com grande dúvida, porque pôr uma tal realidade em movimento requer que o Governo receba um apoio aberto por parte da Assembleia da República – situação duvidosa no actual clima de luta pela conquista do poder, por parte dos partidos da oposição –, mas também pelo lado do Presidente da República, de quem não é expectável uma qualquer reacção pública neste domínio. Embora, diga-se com verdade, também o PSD, no seu recente congresso, se tenha manifestado a favor de uma tal iniciativa. Devo, porém, acrescentar que esta medida se deve estender aos que exercem funções policiais, ou ligadas à segurança do Estado, bem como às estruturas militares e de finanças públicas. De outro modo, lá continua a presença de fortes inconsistências internas no domínio da prevenção e do combate a possíveis acções de ilicitude. Por fim, duas perguntas: para quando um quadro legal claro, eficaz e simples, para se controlar quem coloca o quê e quando fora do País, e quando será que virá a ter lugar, por parte do nosso Governo, e dos partidos da oposição, uma luta internacional, indubitável e pública, em favor do fim dos offshores por esse Mundo fora? Ficamos à espera das respostas.

ACTUALIZE A SUA ASSINATURA

CONTACTE-NOS PELO TELEFONE: 232 822 137

AS FALKLANDS / MALVINAS DE NOVO EM FOCO

C

om a descoberta de petróleo, o arquipélago das Falklands, para os britânicos e, Malvinas para os sul-americanos, volta às parangonas da comunicação social internacional. Para a Argentina, humilhada no recontro militar, em Abril de 1982, ao ser-lhe negada a ambição de reter o vizinho arquipélago, que tem insistido ser seu, a questão chamada Malvinas está de novo no topo da Agenda. Embora, segundo a companhia exploradora britânica, Desire Petroleum, a qualidade como a quantidade do produto não sejam economicamente viáveis, possa ter arrefecido os ânimos iniciais, isso não impediu que a Presidente da Argentina, Cristina Kirchner, tivesse imediatamente mobilizado tanto os seus homólogos do Continente Latino-Americano a favor do reconhecimnto do seu país ao direito da soberania das ilhas, procurando, ao mesmo tempo, impedir a circulação marítima internacional entre a Argentina e as Falklands/ Malvinas, como ter feito questão de ressuscitar o caso da soberania do arquipélago no Conselho de Segurança das Nações Unidas bem como tentar impedir as prospecções em curso, alegando violarem as recomendações da ONU no tocante a acções que possam agravar a disputa entre a Argentina e o Reino Unido. O governo britânico, porém, insiste que as explorações petrolíferas em curso não violam as leis internacionais. As prospecções tiveram início em 1998, mas com os preços do crude em descida vertiginosa nesse ano, quaisquer tentativas sérias de exploração foram consideradas infrutíferas. As expectativas de então da companhia Desire eram de 400 milhões de barris, resultando em mais de nove biliões de dólares de receita, com a possibilidade de outras explorações vizinhas contribuírem com mais outros biliões de bar-

ris. Segundo peritos como Daniel Litvin, director de Critical Resource, empresa especializada nas indústria de recursos naturais, as Falklands, entre a opinião pública britânica têm estado praticamente ignoradas desde o conflito de 1982, mas na expectativa de explorações viáveis, as tensões diplomáticas entre a Argentina e a Grã-Bretanha, inevitavelmente recrudescerão, pelo que o melhor será encontrar-se “um compromisso de partilha de recursos entre os dois países”. Esta, aliás, a posição do principal diário argentino. Segundo o Clarin, de 30 de Março passado, enquanto apontava a abundância de minas de guerra na vasta região marítima e a sua necessária limpeza, advogava um entendimento sobre a partilha dos recursos das ilhas entre os dois países. Além da Desire, outras duas companhias britânicas de exploração petrolífera – Rockhopper e Falkland Oil and Gas - estão, igualmene, a actuar ao largo do arquipélago. Mas depois da notícia difundida por Desire sobre a qualidade e a quantidade do produto as acções particularmene desta empresa afundaram-se, em cerca de metade, na Bolsa de Londres. E embora, mais estudos e prospecções tenham de ser feitas a fim de ser tomada uma decisão final, a tensão mantem-se entre os dois países. Se por um lado a Argentina insiste em tomar, as que afirma, “medidas adequadas”, contra a exploração petrolífera nas àguas que rodeiam o arquipélago, o Secretário Britânico de Defesa, Bill Rammell, reafirma o “direito legítimo” da GrãBretanha em continuar com as prospecções. O CONTEXTO HISTÓRICO DO DISPUTADO TERRITÓRIO (se possível em caixa) Recorde-se que embora ao navegador Inglês, John Davies, se atribua a primeira descoberta das Falklands/Malvinas, em

1592, o homólogo holandês, Sebald de Weerdt, detem a primazia da indisputável descoberta, em 1600. Porém, o primeiro navegador a abordar às duas ilhas principais foi o Inglês John Strong, em 1690, baptizando-as com o nome do oficial da Marinha Britânica, Visconde Falkland, nome que abraçaria, mais tarde, todo o arquipélago. Ao navegador francês, Louis-Antoine de Bougainville, porém, seria dado o crédito de fundar o primeiro acampamento no lado Ocidental das ilhas, em 1764, apelidando-as de Malovines. E embora o mérito da instalação de um acampamento, no lado oriental, tivese pertencido aos ingleses, em 1765, foram os Espanhóis que depois de expulsar os britânicos e adquirirem o território aos Franceses, se instalaram no Arquipélago a partir de 1767. Reconquistado pelos britânicos em 1771, decidiram, porém, em 1774, abandonar a região, por razões económicas, sem, no entanto, renunciarem a soberania das ilhas. Entretanto a Espanha, manteve um acampamento no lado ocidental, chamado Ilha Soledade (Ilha da Saúdade) até 1811. Com a independência da Argentina da Espanha em 1816, o governo de Buenos Aires proclamou a soberania das Falklands/Malvinas em 1820. Porém, em 1831, o navio de guerra americano, Lexington, em retaliação à detenção anterior de três navios americanos da caça às baleias na região, destruíu o acampamento, na parte ocidental do Arquipélago, competindo, aos ingleses, dois anos depois, forçar os sobreviventes argentinos a abandonar a área, sem o disparo de um só tiro. Em 1841 foi nomeado um governador civil para todo o arquipélago das Falklands e até 1885 prevalecia uma comunidade auto-suficiente de 1800 pessoas, embora a Argentina não deixasse de renunciar o seu direito à so-

berania das ilhas. Porém, depois da II Grande Guerra, o assunto voltou a ser debatido, em 1964, no Comité da Descolonização das Nações Unidas com a Argentina a invocar a Bula Papal de 1493, modificada pelo Tratado de Tordesilhas, do ano seguinte, em que atribuía à Espanha o direito dos territórios ou ilhas adjacentes ao continente sul-americano e, assim, o termo à colonização britânica. Porém, a Grã-Bretanha contrapondo o argumento de que a “aberta, contínua e efectiva posse, ocupação e administração” das ilhas por parte dos habitantes britânicos, desde 1833, outorgava-lhes o direito ao princípio da autodeterminação, em obediência à Carta das Nações Unidas. E adiantou que, em vez de se pôr termo à colonização, o pretendido controlo e soberania por parte da Argentina, face à recusa dos habitantes, criava, na realidade, uma colónia. Como resultado, em 1965, a Assembleia Geral da ONU aprovou uma Resolução em que convidava ambas as partes a encontrar uma solução pacífica para a disputa. Com as conversações consecutivamene adiadas até Fevereiro de 1982, as forças argentinas invadiram as Falklands, a 2 de Abril seguinte, resultando na Guerra das Falklands em que o país aul-americano foi derrotado, com enormes baixas, especialmente o afundamento do submarino Beltrano, e a humilhante retirada e regresso das forças invasoras ao seu país. Embora a Argentina e o Reino Unido reatassem as relações diplomáticas em 1990, a disputa da soberania continuou com a presença de 2000 tropas britânicas no arquipélago e a forte modernização, e enormes investimentos, nas infra-estruturas do território, por parte do Reino Unido.


OPINIÃO 9

22/04/2010

CONTACTAR 919 318 355

Notas Semanais

Notas & Comentários

CÍLIO CORREIA

JOÃO VENTURA DA COSTA

ARRENDA-SE

T1

C/ GARAGEM

ARRENDA-SE

T2

COM GARAGEM EDIFICIO BELA VISTA

ARRENDA-SE

T2

C/ GARAGEM E LAREIRA

ARRENDA-SE

T3

C/ GARAGEM

ARRENDA-SE VIVENDA GEMINADA

V4

ARRENDA-SE LOJAS COMERCIAIS EM TONDELA APARTIRDE200EUROS/MÊS

ARRENDA-SE

GARAGENS ARRENDA-SE VENDE-SE

T2

MOBILADO CENTRO DE TONDELA

VENDE-SE

919 318 355

“O MIÚDO QUE PREGAVA PREGOS NUMA TÁBUA” “Se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um carregando um pão, e, ao se encontrarem, eles trocam os pães, cada um vai embora com um pão… Porém, se dois homens vêm andando por uma estrada cada um carregando uma ideia, e, ao se reencontrarem eles trocam as ideias, cada homem vai embora com duas ideias”. Provérbio Chinês No final da leitura do livro de Manuel Alegre, “O Miúdo que Pregava Pregos numa Tábua”, sentimos desejo de afagar a capa de cor vermelha, debruada a branco… Desenhámos com o indicador da mão direita as letras brancas do título, o nome do autor, a negro, e as iniciais, “.M.A”, sobrepostas, com a letra “A” sublinhada por um traço escuro em meia-lua e de concavidade para cima… Em cada um dos quatro cantos, pequenos pontos escuros com duplo sombreado. Sobre a última letra da palavra “miúdo” repousa uma ave, semelhante a um corvo, de atalaia. Ainda pensámos deixar o livro na mesa da esplanada do café para alguém que viesse depois. Nada que já não tenha sido experimentado noutros lugares, com sucesso, pensando que seria uma ideia interessante para o “Parque Urbano” e talvez daqui a alguns anos haja um miúdo que, já crescido, nos possa falar dum outro “miúdo que encontrou um livro perdido num banco de jardim”… Acabámos por não o fazer. Em primeiro lugar, por se tratar de uma primeira edição e, depois, pela quase certeza de que o empregado o iria guardar para o devolver, frustrando assim a nossa intenção… “O Miúdo Que Pregava Pregos Numa Tábua” conta-nos episódios da vida dum “miúdo”, Manuel Alegre, “que engolia os comprimidos do avô”; “que há muitos anos riscou a Ode Marítima no exemplar de Orpheu”; “que revelou que

ia continuar Os Lusíadas”; “que entrou no mar às costas do pai”; “que olhava as águas do rio que passavam”; “que contava as sílabas pelos dedos”; “que pedalava num carro de quatro rodas”… “que já foi miúdo”… até ao avô que é hoje, mas que não esqueceu “um avô que tocava guitarra”… Relata episódios do seu percurso poético e de cidadania, de resistente ao regime salazarista e de político empenhado na defesa da democracia e da liberdade, contra aquilo a que já Fernando Pessoa tinha chamado de combinação pouco saudável, entre “sal” e “azar” (Salazar)! … Na sua vasta obra literária está indistinta a distinção entre o trabalho artesanal de construção poética e a vibração inocente do aprendiz a lapidar a pedra bruta: um trabalho de precisão digno dos trabalhadores da filigrana, dos relojoeiros, ou, mais propriamente, dum arquitecto do conhecimento, onde não falta a métrica que se tornou omnipresente, ao longo da vida. No livro salienta-se o relato da visita a uma debilitada Sophia de Mello Breyner ou a um Miguel Torga descrito “a segurar o caderno e a empunhar a caneta até ao fim”, por causa daquilo que o próprio Torga apelidou como “o coice da literatura”. Os fragmentos autobiográficos aparecem como um grito telúrico contra o império do vazio e a cadência mórbida da rotina que assola o mundo actual fazendo com que a crise internacional seja, ela pró-

pria, o resultado duma profunda crise de valores e princípios éticos, humanistas, que sempre nortearam a “ética republicana”. Alegre começa por dizer como “é difícil escrever um livro”, para acabar, qual fénix liberta das suas pulsões fundamentais, a afirmar: - “Estou aqui a esconder-me e a mostrarme” (…) “O melhor é contar até vinte enquanto eles correm a esconder-se, ansiosos por serem descobertos. Como eu.”… Ao longo das cerca de cem de páginas do livro encarna a sabedoria do construtor, consciente da precariedade da existência, na contemplação da figura do pai que lhe abriu o caminho para “as coisas essenciais”, sem esquecer os lugares donde veio, por onde passou e os combates que travou, como em Nambuangongo (Angola), onde conheceu o som do “tiro que trazia a morte”… As pedras depois de arremessadas vão cair algures, é inevitável, ensinou Isaac Newton, mas os livros, enquanto fragmentos dispersos da vida humana, flutuam pela nossa memória, na linha do que escreve Manuel Alegre: “de trás para a frente e da frente para trás, um passo adiante, dois passos à retaguarda”… Tal como a girafa não consegue mudar as manchas que lhe invadem a pele, diz o ditado, também “o miúdo que pregava pregos numa tábua” não consegue mudar de feitio… e ainda bem.

Santa ignorância

O

senhor ministro da economia anda muito desconfiado por causa do preço dos combustíveis. O governante não compreende como é que os preços podem estar tão altos e já avisou que vai pedir explicações para ver se não há marosca na coisa. Na assembleia do povo, o Paulinho das feiras, o tele-evengelista frei Louçã e o chefe dos comunas, todos eles exigiram um conjunto de acções destinadas a travar a especulação e o enriquecimento dos gananciosos capitalistas selvagens das petrolíferas e dos respectivos distribuidores. Não sei se os representantes dos outros dois partidos socialistas presentes na assembleia – o propriamente dito e o social-democrata – também botaram faladura sobre o assunto, porque o resumo televisivo que vi a eles se não referiu, mas não me custa acreditar que tenham afinado pelo mesmo diapasão. Ignorando ventos e marés, unicamente interessado no bem público e para que o senhor ministro e os senhores deputados não desperdiçassem energias e dinheiro, tomei a meu cargo a arriscada missão de espionagem ao secreto e sofisticado mundo dos selvagens capitalistas (não esquecer: e perigosos neoliberais!) e fui, depois de me despedir da família, em busca dos segredos do cartel. Trinta e oito segundos e quarenta e quatro centésimos depois, entrei na posse dum dos mais bem guardados e preciosos segredos daquela trupe e, obviamente, vou lixá-los na praça pública. Em sete páginas, os malditos e gananciosos selvagens capitalistas (não esquecer: e perigosos neoliberais!) gabavam-se de como tinham determinado os preços de venda durante o ano passado. Então é assim: Para a gasolina 95, produto que enfio pela goela do meu popó, as principais parcelas foram: 0,583 euros por cada litro para ISP (o imposto sobre produtos petrolíferos) e 0,203 euros para o IVA. Repito: 0,789 euros por cada litro só para impostos. Dois terços do preço final de cada litro do produto! Somando dois mais dois e subtraindo o produto do saque, os gananciosos selvagens capitalistas (não esquecer: e perigosos neoliberais!) dos produtores do pitrol e respectivos revendedores alambazaram-se com um terço da pipa de massa que nos custa o combustível, (respectivamente 0,315 e 0,132 euros por cada litro). Regressado vivinho da costa desta arriscada missão, estou mais espantado do que o senhor ministro e bastante mais furioso do que os senhores deputados e gostaria muito que eles começassem já a investigar o cartel de chulos que nos chupam aqueles dois terços e que, com tanto êxito, sacodem a água do capote. Por falar em chulos, o futebolista Luís Figo, idolatrado símbolo nacional mas pobre figurão público, teve necessidade de, alegadamente, vender, a troco dumas centenas de milhares de euros dos nossos impostos, o seu apoio ao rocambolesco socialista que nos governa; porém, ao contrário de outros três conhecidos socialistas, não foi constituído arguido pelo Ministério Público do crime de corrupção, porque terá sido capaz de demonstrar às autoridades desconhecer que o Taguspark era uma sociedade de capitais maioritariamente públicos. É só craques! E todos com uma característica em comum: uma santa ignorância!


10 REPORTAGEM

22/04/2010

Ermida

ACRE promoveu 8º Passeio BTT pelos trilhos dos manhosos

TEXTO: ARMÉNIO PEREIRA

O

concelho de Tondela tem muitos amantes desta modalidade praticada com Bicicletas Todo-o-Terreno. Aos domingos e feriados as estradas das nossas freguesias são muitas vezes lugares comuns de ver pessoas que exercitam os seus atributos físicos em cima das bicicletas. O BTT é uma modalidade mais radical que sugere outros cenários mais arrojados, estimulando maiores desafios e performances aos seus praticantes. A Associação Cultural

e Recreativa Ermidense (ACRE) da Ermida, oito dias depois de ter comemorado 25 anos de existência organizou no domingo, dia 18 de Abril, o 8º Passeio BTT, reunindo cerca de 80 participantes para a sua realização. Este evento, a que foi dado o nome de “Nos trilhos dos Manhosos” – uma alusão à prestimosa ajuda e organização do grupo “Os Manhosos” – teve início por volta das 9 horas O Município e a Junta de Freguesia e os Bombeiros Voluntários de Tondela prestaram o apoio necessário à ACRE para que a logística da ACRE da Ermida pudesse realizar a prova, dando as melhores condições possí-

veis aos seus participantes. Antes que fosse dada a ordem para o início da prova foram dadas as boas vindas aos participantes por Eliseu Oliveira, tendo ainda oportunidade de dar uma breve explicação do que estes iriam encontrar nos trilhos da prova. O tiro de partida foi iniciada junto à sede da Associação em direcção ao Carvalhal de Tondela, zona das pontes do IP3, capela, Moitas, Saldonas, Adiça, Tonda, Couço, Vila Nova da Rainha, Gândara, Nagosela, Relvas, Dardavaz, Várzea do Homem e Molelinhos com regresso à ACRE. Ao todo foram percorridos cerca de 42 km, ten-

do a organização ficado satisfeita por tudo ter decorrido normalmente e sem qualquer tipo de problema, conseguindo os participantes fintar todos os trilhos manhosos com que se depararam ao lon-

go do percurso. Nas instalações sociais da ACRE, foi servido um almoço para repor as energias gastas durante toda a manhã, ficando patenteado uma vez mais nas diversas tarefas

logísticas a excelente organização do elenco directivo desta Associação que consegue em tempos particularmente difíceis manifestar a sua enorme vitalidade associativa.


REPORTAGEM 11

22/04/2010

Ferreirós do Dão

Inauguração da ETAR dará melhores condições ambientais às populações

TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

O

Município de Tondela continua apostado em cobrir a totalidade do território do concelho de uma rede completa de infra-estruturas que possam resolver os problemas que são colocados às populações relativamente aos esgotos e saneamento básico. No domingo, dia 18 de Abril, foi inaugurada a Estação de Tratamento das Águas Residuais (ETAR) da freguesia de Ferreirós do Dão, na presença do presidente do Município de Tondela, Carlos Marta, os vereadores, José António de Jesus, Carla Pires, António Dinis, Pedro Adão, Cecilia Fragoso, estando em representa-

ção da Assembleia Municipal de Tondela, o vicepresidente Fernando Ferraz. O presidente da Junta de Freguesia de Ferreirós do Dão, Luciano Alves Costa também esteve presente com o restante elenco autárquico, representantes das colectividades locais, António Mendes da Associação Vale do Dão, António Santos da Casa do Povo e Padre Maia da Fábrica da Igreja, que procedeu à bênção da ETAR, presidentes de junta de outras freguesias do concelho de Tondela e muitos populares. O presidente da junta local foi o primeiro que se dirigiu aos presentes depois da engenheira responsável do Município pelo sector de esgotos e sane-

amento básico, Maria João, prestar um breve esclarecimento sobre o funcionamento desta nova infra-estrutura. Maria João que explicou tecnicamente o funcionamento daquela estrutura, salientando que se trata de uma estação de tratamento de águas residuais, que cumpre escrupulosamente toda a legislação aplicável. “Este investimento faz um tratamento preliminar, seguindo-se outro secundário feito por um eco tanque, de alta eficiência e economia de consumo energético. Nesta ETAR faz-se ainda um tratamento terciário, que remove o fósforo, já que este curso de água entra na área de influência da Barragem da Aguieira”.

DIA ESPECIAL PARA FERREIRÓS Luciano Costa afirmou que o dia 18 de Abril foi um dia marcante para a freguesia de Ferreirós do Dão e para as pessoas que habitam na freguesia, “a ETAR é uma mais-valia, vai melhorar o nosso meio ambiente e por isso, enriquece a freguesia….esta obra foi um grande investimento do município e representou o empenho de várias pessoas, para que haja menos poluição. Faço um apelo à população para que solicitem a ligação dos respectivos ramais d o m i c i l i á r i o s , disponibilizando-se a junta de freguesia para acompanhar esses pedidos. Como presidente de junta

é a minha primeira inauguração, espero senhor presidente de câmara que seja a primeira de muitas, para que possamos enriquecer esta freguesia cada vez mais e assim também o concelho. Por fim quero dizer-vos que tenho muito orgulho em viver no nosso concelho e na freguesia mais bela e airosa que é Ferreirós do Dão”. O presidente do Município de Tondela, na sua intervenção voltou a falar do empenho do Município em querer dotar todo o concelho de infra-estruturas idênticas ou com as mesmas características daquela que foi inaugurada em Ferreirós do Dão. Carlos Marta, que lembrou o grande investimento nesta área, aumentan-

do assim a qualidade de vida dos munícipes e a qualidade do nosso meio ambiente. Estas estruturas espalhadas por todo o município “permitirão muito em breve ter uma cobertura ao nível de tratamento de águas residuais de cerca de 90% da área concelhia. Apesar de todas as adversidades que esta crise trouxe à comunidade que consequentemente se verificam nas Instituições, e com os cortes orçamentais verificados, o Município de Tondela não deixou de investir e de fazer infra-estruturas, que como esta, são fundamentais para o futuro das gerações vindouras, que permitem qualidade de vida e um desenvolvimento sustentado”.


12 CONCELHO

22/04/2010

Notícias do Guardão

Lobão da Beira ANTÓNIO PAIS FERREIRA

O JAVALI ANDA POR AÍ Está a ser calamitosa a situação vivida por certos agricultores. O javali entra nos batatais destruindo e consumindo a batata em formação, que vai encontrando. A queixa vem-nos de vários cidadãos residentes, que vêem o produto do seu trabalho destruído. Não é a primeira vez que, outras culturas são afectadas. Tudo tem os seus gastos, mas, o que fazer para melhorar?

ACÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO SOBRE QUEIMAS E QUEIMADAS – 18/04/ 2010 No Domingo, dia 18 de Abril de 2010, a Câmara Municipal de Tondela (Pelouro da Protecção Civil), em conjunto com a GNR Florestal e Junta de Freguesia do Guardão, levaram a cabo uma Acção de Sensibilização sobre Queimas e Queimadas; a mesma decorreu à saída das missas do Guardão e Caramulo e em algumas povoações da Freguesia. Pretendeu-se com esta a sensibilização alertar para os perigos e precauções a tomar aquando das queimas e queimadas, alertando para medidas de prevenção contra os incêndios florestais. O balanço da acção foi positivo, tendo-se chegado a um grande número da população.

SEMANA DOS CONSAGRADOS Decorre a semana de oração pelas vocações consagradas. Oração, é por isso uma prática que se deve implementar, para que haja, mais e melhores pessoas integradas em cargos de missão. Construir caminhos de justiça de verdade e rectidão só pode ser de gente vocacionada, de coração livre e grande.

NA RIBEIRA DE LOBÃO

ACÇÃO DE INFORMAÇÃO DO CNO – CENTRO DE NOVAS OPORTUNIDADES DA EPT - 23/04/2010 O Centro Novas Oportunidades da Escola Profissional de Tondela vai realizar, na próxima sex-

ta-feira, dia 23 de Abril, uma sessão de esclarecimento para todos aqueles que estejam interessados em concluir algum nível de ensino, seja o sexto, o nono ou o décimo segundo anos. A acção de informação, que terá início pelas

21 horas, vai realizar-se no Posto do Turismo do Caramulo e é dirigida a todos os interessados, maiores de 18 anos, residentes nas Freguesia do Guardão e de Santiago de Besteiros. A. FERREIRA

Associação Desportiva Radical de Tondela O Sobral Power, uma das equipas do distrito de Coimbra que participa no Circuito InterConcelhio de Carrinhos de Rolamentos promovido pela ADRT, realizou a sua prova anual no passado Domingo dia 18 de Abril. Em forma de intercâmbio deslocou-se uma equipa de 7 elementos desta instituição à Vila de Sobral de Ceira, junto à cidade de Coimbra para participar no IV Grande Prémio Sobral Power em Carrinhos de Rolamentos. O evento de perfil ibérico foi constituído por 3 classes – carrinhos de madeira, carrinhos de ferro e carrinhos alterados. A nossa equipa participou com um elemento na classe de ferro e seis elementos na classe de madeira. Foi nesta última classe que se viu chegar o nome de Tondela aos lugares mais altos. Os 3 troféus disponíveis para esta classe vieram para

Agricultores, confinantes com a Ribeira de Lobão, contactaram o executivo autárquico, a fim de libertar um pouco o volume de água passante. Sabe-se que na levada a vazante da ponte, em tempo e bem, foi colocada uma grande chapa para aproveitamento da água em ocasiões mais secas. A chuva não tem parado, daí a necessidade de eliminar a represa, o que vai tornar os lameiros mais apropriados às novas culturas. Essas tardam, por excesso de humidade, impeditiva do amanho da terra.

FALECIMENTO Com 89 anos de idade, faleceu em 13/04, Emília Conceição Rodrigues Lopes. Foi moradora na Vila Jusã, e era viúva de António Rebelo Santos falecido há 23 anos. Deixa nora Maria Fernanda e filho João Manuel Lopes Santos. Pessoa cortês e afável era muito acessível no trato. Na sua bonita idade permanecia lúcida, fazendo alegrias à sua volta e visitava com frequência a casa de oração/Igreja Matriz para dialogar com o Senhor. Esteve em câmara ardente na capela mortuária Paroquial, aí reunindo familiares e amigos. Pelas 17,30 horas rumou em cortejo para a Igreja, realizando-se Santa Missa de corpo presente. Findo o acto, reunidas as condições, seu corpo foi a sepultar no cemitério local, aí terminando o acto fúnebre com as encomendações finais. Família, amigos, e sua terra natal, vê-se privada duma digna e particular referência. Passou por terras de África e por cá fica a saudade. Aos familiares enlutados, endereçamos os nossos sentidos pêsames.

S. O. S. – BOMBEIROS Ocorrências registadas pelos Bombeiros Voluntários de Tondela no período de tempo compreendido entre os dias 12 e 18 de Abril de 2010. Foram 165, as chamadas que envolveram 310 Bombeiros, que efectuaram 179 saídas com viaturas, percorreram 8.886 quilómetros, perfazendo, em tempo, 300h19m. O número de doentes transportados foi de 190. Tondela pelas mãos de Abel Almeida (1º), Márcio Ribafeita (2º) e Luís Alves (3º). Luís Pedro Correia, outro elemento da equipa arrancou o quarto lugar entre 26 concorrentes nesta classe. O bom desempenho destes elementos permi-

tiu ainda que viesse para Tondela o troféu relativo ao primeiro lugar por equipas premiando o grupo pela sua excelente classificação. De salientar também que a participação da equipa do CNE de Nandufe permitiu trazer para

Tondela na classe de carrinhos de ferro o troféu do primeiro e do terceiro lugar pelas mãos de Mauro Teles e António Figueiredo. A divulgação da actividade encontra-se disponível no site www.carrinhosrolamentos.pt

ANTÓNIO FIGUEIREDO

ORTOPEDISTA

CONSULTAS EM PARADA DE GONTA ÀS TERÇAS FEIRAS PELAS 15 HORAS Telem.: 967 851 889


CONCELHO 13

22/04/2010

FESTA DOS JORGE´S No próximo dia 24, sábado, os Jorges da nossa freguesia vão promover mais uma festa convívio. Ás 19h00 será celebrada na Igreja Matriz a Santa Missa em honra de S. Jorge, em sufrágio pelos Jorges já falecidos e por intenção dos presentes. Pelas 20h30 será servido no restaurante “Maçaroco” um lauto jantar convívio.

DOENTE Encontra-se internado no Hospital de S. Teotónio em Viseu, onde foi submetido a uma delicada intervenção cirúrgica o amigo Jorge Alberto Pereira (Sardinheiro), morador na Rua Beira Rio no Tojal do Moinho. Desejamos-lhe boas melhoras e uma rápida recuperação.

PASSEIO À SERÁ DA ESTRELA O Rancho da Boa União de Santa Ovaia sediado na Naia vai organizar o seu passeio anual no próximo dia 15 de Maio. O itinerário é o seguinte: Santa Ovaia – Tondela – Seia – Torre – Covilhã – Guarda e regresso a casa. As inscrições poderão ser feitas na sede do Rancho ou através dos telemóveis 966 780 275 /

Canas de Santa Maria

Nandufe

MÁRIO CORREIA ANTUNES

O CESTEIRO

965 675 785. O preço custa a módica quantia de 9 Euros para associados e 11 Euros para não sócios. Vai ser um passeio interessante por se poderem apreciar as ricas paisagens que a Serra mais alta de Portugal Continental oferece aos seus visitantes.

FALECIMENTOS Na passada semana mais 3 pessoas da nossa Freguesia partiram para o Além. No passado dia 14 faleceu em Cascais o sr. Eduardo Lourenço Loureiro que foi residente na povoação do Soitinho aqui na nossa Freguesia. O extinto era viúvo e contava 89 anos de idade. Em tempos da sua mocidade e já depois do seu regresso de África foi um grande entusiasta pelas causas culturais tendo sido um dos fundadores do Taso – Teatro Amador de Santa Ovaia, hoje com outro nome, ou seja, Associação Cultural e Recreativa de Santa Ovaia de Baixo. O seu corpo veio transladado para a Igreja Matriz no dia seguinte onde após cerimónias religiosas foi sepultado no cemitério da Freguesia. Também faleceu acometido de doença no passado dia 15 o sr. Eduardo Pereira Marques que residia na povoação de

Valverde. O finado era casado e contava 79 anos de idade. O seu corpo esteve em câmara ardente na sua residência tendose realizado o seu funeral no dia seguinte para o cemitério da Freguesia antecedido de missa de corpo presente na Igreja Matriz. Ainda no passado dia 16 faleceu em Lisboa onde estava radicada há muitos anos a sra. Professora Maria Leonor Loureiro Henriques natural de Santa Ovaia de Baixo onde possui-a residência. A extinta era casada e contava 80 anos de idade. O seu corpo veio transladado no dia seguinte para a Igreja Matriz onde após cerimónias religiosas foi a sepultar no cemitério da Freguesia. Realizou as cerimónias religiosas o nosso pároco sr. Padre João Dinis. A Irmandade do Sagrado Coração de Jesus também participou nos 3 funerais. Para estes conterrâneos que nos deixaram rogamos eterno descanso e para todos os familiares nesta hora de dor e saudade Jornal de Tondela e o seu correspondente apresentam os seus pêsames.

PESSOAS E ÁRVORES Como é bela a mocidade Que como as árvores vais crescendo Mais novas ou de mais idade Lentamente vão morrendo.

JORNAL DE TONDELA - A CIDADE E O CONCELHO SEMPRE EM FOCO

PEDIDO DE CARTÃO DE CIDADÃO DISPONÍVEL EM QUATRO NOVOS POSTOS CONSULARES Os cidadãos portugueses residentes na Alemanha, em Espanha e em França já podem efectuar o pedido do Cartão de Cidadão através dos serviços consulares presentes nas cidades de Hamburgo, Barcelona, Ajaccio e Bordéus, respectivamente. Com a prestação do serviço nestes quatro novos locais, passam a ser 21 os postos consulares onde os cidadãos portugueses residentes fora do país podem efectuar o pedido do novo documento de identificação.Desde dia 7 de Abril, é possível solicitar o Cartão de Cidadão no Consulado Geral de Portugal em Bordéus, localizado na Rue Henri Rodel n.º 11, bem como no Consulado Geral em Hamburgo, cuja morada é Büschstrasse n.º 7 - I e que se tornou o segundo posto de atendimento do Cartão de Cidadão na Alemanha.O Consulado Geral de Portugal em Barcelona, cujas instalações se situam na Ronda San Pedro n.º 7, 1.º - 1.ª, começou a aceitar pedidos de emissão do Cartão de Cidadão no dia 9 de Abril, a mesma data em que o Escritório Consular de Portugal em Ajaccio, situado na Boulevard Fred Scamaroni n.º 8, passou a ser o sexto posto consular a disponibilizar este serviço em França. Estamos em crer que os nossos emigrantes espalhados por estas regiões irão ter de futuro mais uma oportunidade de se sentirem mais perto o País que os viu nascer.

25 DE ABRIL São 36 anos de Democracia que procuramos ter uma Sociedade livre e democrática. Acontece que nos dias que correm, Portugal atravessa uma das crises mais graves da sua História. Estamos no fundo da tabela entre os países da UE, abaixo de nós apenas se encontra a Grécia. Todos falam do Plano de Estabilidade e Crescimento,(PEC), os senhores do Governo dizem que a situação económica do País está contolada, sinceramente nunca ouvi mentir tanto como agora! Com a crise que estamos mergulhados até dá para andar a dar prémios de “Milhões” de euros a gestores de empresas com capitais públicos. Até os próprios socialistas (alguns) consideram como “obsceno”, “vergonha” e “escândalo”. Tenho a percepção que este PS anda à deriva, pois acredito que muitos já não se revejam neste primeiro ministro. Creio que nunca houve até aos dias de hoje, que o País tivesse um primeiro ministro tão suspeito como agora. Portugal assim não vai lá, sem competividade na Economia, na Justiça, na Educação e no próprio sistema político. O País tem que mudar de política, criar riqueza e ser mais competitivo. Entrou há poucos dias um novo Código de Execução de Penas, apenas foi aprovado pelos senhores do Partido Socialista. Assim, qualquer criminoso, independentemente da natureza do crime, poderá sair da cadeia com um quarto de pena cumprida. O novo Código é um convite ao crime pela tolerância do crime. Já agora o PS poderia ter ido mais

longe, abolindo de uma vez por todas o sistema Judicial. Qualquer cidadão sabe que este facto raia o escândalo! Não terei dúvidas que serão libertados muitos presos, condenados por crimes violentos, gerando maior alarme social. Não foi para isto que foi criado o “Dia da Liberdade”.

ESCUTEIROS Vão levar a efeito no próximo dia 25 de Abril pelas 14 horas a 3ª Rampa de Carrinhos de Rolamentos 2010, no Bairro da Ponte nesta Freguesia. Haverá prémios de participação a todos os concorrentes, e, naturalmente os outros prémios serão para as secções Masculinos, Femininos e Júniores. A culminar esta prova será servido um lanche no pavilhão Multiusos (Cantina). Esperemos que tudo decorra com normalidade e naturalmente com desportivismo, sendo certa a presença de uma boa assistência, pois penso que o tempo irá contribuir para esta magnífica prova.

OS NOSSOS DOENTES O nosso conterrâneo senhor José Augusto dos Santos já se encontra na sua residência (em casa da sua filha D.Teresa) naturalmente ainda em convalescença, pelo que se deseja as suas melhoras. Quanto à Sra.D. Emília Jesus Ferreira (Paulina),mantém-se ainda no hospital de S.Teotónio em Viseu mas pelo nos foi informado, se encontra bastante melhor, pelo que é possivel que dentro de dias regresse há sua residência. Desejo também a esta nossa conterrânea os votos de rápidas melhoras.

TEM AUTOMÓVEL? O SEGURO É OBRIGATÓRIO! Está consciente das coberturas contratadas? Tenha entre si e a companhia de seguros um especialista.

Preços especiais.

CONTACTE: Eduardo Marques - Mediador de Seguros Rua Dr. Marques da Costa (junto à Escola de Condução) Tondela - Telef. 232 813 026 ou 91 762 79 57

OLHE PELA SUA SAÚDE, NÃO FUME E PRATIQUE DESPORTO


14 CONCELHO

22/04/2010

Tourigo

Cortiçada (Castelões)

MANUEL DA COSTA

OPTACILIO DE MATOS FRAGOSO

FALECIMENTO Depois de longo período de internamento hospitalar e com algumas intervenções cirúrgicas, faleceu com 77 anos de idade no hospital de Viseu o nosso conterrâneo Fernando Gomes de Matos. Era casado com Aurora Brás da Silva e irmão de Flausino, Arménio (já falecido), Zélia, Isolinda, Abissínia e Cidália. Este nosso amigo fazia parte dos órgãos directivos da Comissão de Compartes, deixando assim mais um lugar vago naquele organismo.

AS OBRAS DA ESTRADA Vemos com agrado o alargamento do espaço destinado aos passeios, junto à fonte da Corga da Amarela e esperamos que o trabalho acabe por ficar bem feito e que aquele sítio seja embelezado já que aquela fonte é o ex-líbris da povoação. Há, durante o ano, um período em que o líquido jorra da torneira e são muitos os automobilistas que param para mater a sede, tal é a qualidade daquela água!

Tal facto, aliado à frescura do lugar proporcionada pelas sombras das árvores, exige que o local seja preparado de forma a combinar a satisfação de matar a sede com a de gozar alguns momentos de lazer em lugar tão aprazível. Urge, pois que as autoridades competentes tentem conciliar as duas coisas para que o local se torna ainda mais apetecido não só pelos habitantes da Cortiçada, mas também pelos que ali passam. Fica a sugestão.

Freimoninho (Mosteirinho) JOAQUIM VIEGAS DA CONCEIÇÃO)

TEMPO ALMOÇO CONVÍVIO NO CENTRO SOCIAL, IPSS Conforme havíamos informado, realizou-se no passado domingo, dia 18 do corrente mês de Abril, o almoço convívio no Centro Social do Tourigo IPSS, tendo como objectivo a angariação de fundos para a ajuda à Instituição. A refeição começou cerca das 13 h 30 e prolongou-se até às 18 horas. Nela participaram 104 pessoas que num gesto de solidariedade quiseram contribuir com a sua quota parte para apoiar a manutenção de uma “Casa” que é de todos nós. Entre os convivas tivemos o prazer de ver conterrâneos nossos que, muito embora não habitem na povoação, quiseram estar presentes, dando-nos, além da sua con-

tribuição monetária, a alegria de os termos connosco, partilhando e reforçando amizades. Salientamos também a presença de um grupo de sócios do Rotary Clube de Tondela que, mais uma vez esteve entre nós – uma tradição que se vem mantendo há anos. Queremos agradecer a presença de todos, realçando a boa disposição e as provas de carinho que ao longo do almoço vimos e ouvimos de muitos participantes salientando, no entanto, o sentimento de solidariedade que presidiu a mais este almoço convívio. Um agradecimento a todos os que nos ajudaram para que a satisfação fosse geral e uma palavra de reconhecimento e louvor para as nossas colaboradoras do Centro que

ANTÓNIO MANUEL ANTUNES DINIS LIMPEZAS DE FLORESTAS E TERRENOS AGRÍCOLAS VENDA DE LENHAS Telem.: 961 121 182 * Telefs: 232 823 405 VÁRZEA * LOBÃO DA BEIRA

NUTRICIONISTA ANA OLIVEIRA

(Licenciada em Ciências da Nutrição pela Universidade do Porto)

ACORDO COM A MÉDIS

Educação / Orientação Alimentar em:

- Excesso de Peso - Magreza excessiva - Colesterol e/ou triglicerídios elevados - Doenças gastrointestinais - Diabetes

Consultas

R.Irmãos C. Matos Bloco 2 - R/C * Telem.: 919 239 783

foram inexcedíveis no desempenho das suas tarefas. Sinceramente agradecido, o Centro Social do Tourigo, IPSS, a todos agradece.

NOTÍCIAS DA AFERT 1º PASSEIO PEDESTRE A AFERT – associação folclórica e recreativa do Tourigo, irá organizar no próximo dia 2 de Maio o seu 1º Passeio Pedestre. O percurso previsto fará a ligação entre Tourigo – Marruje – Tojeira. Este passeio terá início pelas 10h15, com a concentração na AFERT seguindo-se a partida pelas 10h30, e chegada à Tojeira prevista para as 13h. Neste local decorrerá o almoço convívio. O regresso ao Tourigo decorrerá pelas 15h00. As inscrições decorrerão até ao dia 30 de Abril, na sede da AFERT ou pelos contactos 914947136 e 967550255. Cada inscrição tem o valor simbólico de 3•, sendo gratuita para crianças até aos 12 anos de idade. Os 50 primeiros inscritos terão ainda direito a uma pequena lembrança. É aconselhável o uso de roupa leve e confortável, bem como de protector solar e uma pequena garrafa de água. Para mais informações dirija-se ao site www.afert.tourigo.com. Contamos com todos! Ana Silva

Após uma semana primaveril, eis que voltou a chuva, vento e trovoada e temperaturas baixas para a época. Esperamos que este tempo não se prolongue por muitos dias, segundo a meteorologia, já se fala há alguns dias que virá sol, hoje segunda-feira, ele está cá vamos ver se é para ficar.

BOM PASTOR No dia 25 de Abril, domingo, celebra-se no Mosteirinho a tradicional Festa do Bom Pastor. Esta festa principal da freguesia é na igreja paro-

quial, é pena que na dita povoação do Mosteirinho esteja tão desactivada, não há gente nova e assim torna-se complicado haver festa. A não ser da povoação da Frágua, a mais perto da sede da freguesia, ai nos anos anteriores os rapazes da Frágua com o amigo Hilário que já não faz parte dos vivos organizavam-se e participavam nessa festa. Não sei o programa, mas a missa é por volta do meio-dia, mesmo que não haja nada ao menos venham à nossa terra à missa, cá poderão encontrar gente hospitaleira e

amigos do seu amigo. Na procissão Agadão também se faz representar com as suas insígnias, retribuindo a ida do Mosteirinho aquela localidade do concelho de Águeda quando é realizada a festa do Coração de Jesus. Em tempos atrás até havia uma fé que quando o tempo assim o exigia, Agadão vinha em procissão até ao Mosteirinho, para rezáramos todos juntos para que viesse chuva e ou sol. Era a fé daquele tempo e das pessoas que tinham uma vida difícil de quem trabalhava na terra.

Anúncio n.º 2010.001 Concurso Público por proposta em carta fechada, de Concessão para Exploração da Infra-estrutura / Bar, sito ao Parque Urbano de Tondela / Mata, em Tondela, (nos termos do Decreto-Lei n.º 390/82, de 17 de Setembro e do Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro). Concurso público promovido pela TONDELVIVA – Investimentos Urbanos, SA, com sede no Edifício Novo Ciclo – Centro de Recursos Culturais, Ala A 3460613 Tondela; (Telefone: 232.811.129 – Fax: 232.811.120 – Telemóvel: 913.902.248 – Email: geral@tondelviva.pt ) O processo de concurso encontra-se patente na Sede da TONDELVIVA – Investimentos Urbanos, SA., onde poderá ser consultado ou adquirido, nos dias úteis das 9:30 horas às 16:30 horas, até ao dia 10 de Maio de 2010. O Prazo de entrega das propostas será até às 17:00 horas do dia 10 de Maio de 2010. O acto público do concurso terá lugar no dia útil seguinte ao término do prazo de entrega das propostas, pelas 11:00 horas, na sede da sociedade concedente. Tondela, 20 de Abril de 2010 O Presidente do Conselho de Administração, (Dr. Miguel Rodrigues)


CONCELHO 15

22/04/2010

Parada de Gonta

Ermida (Tondela)

RODRIGO XAVIER

ANTÓNIO LOPES DE SOUSA

FALECIMENTO No passado domingo, dia 11 de Abril, faleceu no IPO em Coimbra a sra. Maria de Lurdes Correia Carvalho de 53 anos de idade, natural de Parada de Gonta, casada e residente em Sabugosa. Deixou no luto profundo seu marido, sr. Carlos Alberto Rodrigues Carvalho de 53 anos de idade, natural de Sabugosa, seus filhos, Célia Maria de 30ª nos, casada com Rogério Ferreira, Carlos Manuel de 29 anos, casado com Lídia Carvalho, José Pedro de 26 anos, casado com Carina Carvalho e Paula Carvalho de 23 anos, solteira. Era avó de quatro netos. Esta nossa jovem conterrânea, que foi sempre uma pessoa cheia de saúde, alegre, bem disposta e sem sorridente, vivia uma vida de conforto junto com seu marido e filhos fruto do seu trabalho e do seu marido na sua residência em Sabugosa onde tudo fazia crer que estaria para viver longos anos junto dos seus mais íntimos e adorados familiares. Mas como o destino é cruel e injusto, todos os problemas graves de saúde começaram a aparecer a partir de Janeiro de 2010, os quais a levaram durante os primeiros meses deste ano a sofrer muito, tendo sido várias vezes hospitalizada no Hospitais de Tondela, Viseu e Coimbra e IPO, onde médicos, enfermeiros e familiares tudo do melhor que puderam lhe fizeram e ajudaram para que não tivesse este destino de os deixar e partir assim tão jovem para o mundo do além onde Deus assim a chamou para o Seu Reino Divino. Seu corpo esteve em câmara ardente na capela mortuária em Sabugosa até às 18h30 do dia 12 de Abril, seguindo para a Igre-

ja Matriz onde o Pároco Danilo celebrou missa de corpo presente perante uma imensa multidão de presentes. Finda a missa as centenas de pessoas vindas de Parada de Gonta, Sabugosa, S. Miguel do Outeiro, Mosteiro de Fráguas, Canas de Santa Maria, Tondela e outras localidades, acompanharam a nossa saudosa Lurdes para o cemitério da freguesia de Sabugosa, onde com muitos choros e lágrimas a deixámos nesta sua última morada. Jornal de Tondela e seu correspondente na freguesia de Parada de Gonta deixamos os nossos sentidos pêsames a toda esta família. A família agradece às centenas de pessoas que participaram neste funeral, assim como nas visitas hospitalares, nos apoios e encorajamento destes familiares assim como a presença do Rancho Folclórico de Parada de Gonta e Cantares “Fonte Velha” de Sabugosa. Termino dizendo que neste funeral ficou patente o quanto a nossa jovem Lurdes merecia de todos nos, a qual mostrou sempre um viver de virtudes sãs e puras. Descansa em paz, Lurdes (Carola).

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA Vai-se realizar no próximo dia 24 de Abril de 2010, sábado, pelas 19h30 no edifício da Junta de Freguesia uma

MIGUEL P P.. CARDOSO MÉDICO DENTISTA

Com: IMPLANTOLOGIA e ORTODONTIA

Praça do Comércio, nº 3 - 1º (Por cima da Rosicar) Telef.: 232821959-TONDELA * 917 373 426

Assembleia de Freguesia com os seguintes pontos: Período antes da ordem do dia – Leitura, discussão e aprovação da acta da sessão anterior; Leitura do expediente geral pela mesa de Assembleia de Freguesia; Exposição oral pelos membros da Assembleia. Período da ordem do dia: Apreciação das actividades da Junta de Freguesia; Discussão, apreciação e aprovação da conta de gerência relativa ao ano civil e financeiro de 2009; Apreciação do inventário de todos os bens, direitos e obrigações patrimoniais da freguesia; Outros assuntos de interesse para a Freguesia. Período aberto ao público.

OBRAS NA FREGUESIA Já há alguns meses que não víamos as máquinas do Município na nossa terra. Esta semana vimos com agrado as máquinas da Câmara Municipal por aqui, depois de outras visitas já efectuadas aquando da resolução do problema do chafariz da Estrada Principal, intervenção numa habitação particular com precisão de uma rápida ajuda por parte dos serviços sociais do Município, Seg. Social e Junta de Freguesia e uma brigada que nos visitou para tapar todos os buracos existentes no asfalto. Começamos a apercebermo-nos que esta jovem equipa do executivo da Junta está atenta e preocupada na resolução dos problemas dos habitantes. Em conversa com o Presidente da Junta de Freguesia, Luís Fernando Pereira, informou que existiam algumas lacunas no acesso a zonas habitacionais bem como a zonas que estão directamente ligadas à nossa indústria local. Ligações estas que são com caminhos em terra batida e que estão com muitas deficiências devido ao mau tempo que se fez sentir nestes últimos meses. Dai ser preciso o auxílio do Município para assim minimizar e solucionar as referidas lacunas. Obtivemos também a informação de que os trabalhos vão ter continuidade na nossa Freguesia.

CASAMENTO No passado dia 17 de Abril, na Igreja Matriz de Mouraz, tendo como celebrante o sr. Padre Flor, Pároco de Mouraz, os jovens Marco Alexandre Lopes Rodrigues, natural de Canas de Santa Maria, e a jovem Filipa Catarina Almeida Silva, natural de Saldonas, mas com laços familiares à Ermida, contraíram o seu matrimónio e também o baptizado do seu robusto rapaz que lhe deram o nome de Lucas Alexandre Silva Rodrigues. O Marco é filho de David Gonçalves Rodrigues e Maria dos Anjos Lopes Cabaças e apadrinharam-no a sua irmã, Maria Manuela Lopes Rodrigues e seu marido José Carlos Arrais Rodrigues. A Filipa é filha do sr. Eduardo Fernandes da Silva e Maria de Lurdes Almeida Costa Silva, e apadrinharam-na o seu tio Aristides Almeida Costa e sua esposa Ana Cristina Fonseca Silva, que devido aos problemas dos aviões na Europa não puderam estar presentes e alguém os representou.

Os nossos sinceros parabéns aos nubentes e seus familiares que residem e vão fixar residência aqui na Ermida. Apadrinharam o Lucas, no seu baptismo, os seus tios, Manuela Lopes Rodrigues e Eduardo Jorge Almeida Silva. No fim das cerimónias religiosas em caravana automobilística, foram para as instalações do amigo Pereira, o Dão Catering de Treixedo, onde foi servido um requintado, abundante e deliciosa boda a todos os seus convidados.

8.º PASSEIO DE BTT Decorreu muito bem este 8.º Passeio de BTT denominado “Rota do Mel”, nos trilhos dos manhosos. Das inscrições feitas durante a semana muitos faltaram à presença, talvez devido ao à ameaça de mau tempo que não se verificou. Estiveram aproximadamente 60 participantes para o passeio de aproximadamente 40 quilómetros, com algum grau de dificuldade, havendo ainda algumas quedas mas felizmente nada de grave.

O reforço foi excelente. Havia muita lama pelo percurso que percorreu muitas localidades como Nagosela, Couço, Mouraz, Vila Nova da Rainha, Relvas, Outeiros, Várzea do Homem, Mata, Carvalhal, Dardavaz e outras. Com a chegada foi a lavagem das máquinas e o banho quentinho indo em seguida o almoço que constava de carne mista grelhada com arroz de feijão e salada, bebidas à descrição. Estão de parabéns as senhoras cozinheiras e os grelhadores porque o almoço estava uma delícia, onde também não faltou a fruta. Há a salientar que na hora da inscrição os participantes receberam um saco com uma “t-shirt”, um boné e uma caneta, oferta da Câmara Municipal de Tondela, que sempre apoiou estas iniciativas, e oferta da organização de um pequeno frasco de mel da Ermida, também para todos os participantes. Está de parabéns a organização, os apoiantes, patrocinadores, cozinheiras e participantes por este sucesso desta 8.ª Prova de BTT.

O ESTADO DO TEMPO PARA OS PRÓXIMOS DIAS DIA 5.ª

TEMPO

MÁX.

MIN.

Chuva fraca

15.º C

9.ºC

16.ºC

9.ºC

16.ºC

8.ºC

17.ºC

10.ºC

17.ºC

11.ºC

17.ºC

11.ºC

17.ºC

10.ºC

Índice UV: 7 Alto

6.ª

Parcialmente nublado

Sáb.

Parcialmente nublado

Dom.

Parcialmente nublado

2.ª

Parcialmente nublado

3.ª

Parcialmente nublado

4.ª

Parcialmente nublado

Índice UV: 7 Alto Índice UV: 6 Moderado Índice UV: 7 Alto Índice UV: 8 Alto Índice UV: 7 Alto Índice UV: 8 Alto

VENDE-SE

Em Parada de Gonta, praça de Táxi com ou sem carro

Aceitam-se ofertas ou contactos pelos telems: 917 503 007 - 912 629 369


16 CONCELHO / DESPORTO

22/04/2010

Vila Nova da Rainha

10.ª Edição da Taça da Amizade

ANTONINO C. DOS SANTOS

APELO À SOLIDARIEDADE Uma desgraça nunca vem só! António Fernando Gonçalves Viana, a quem a vida nunca sorriu nem teve o dom de ser rico, a desgraça bateu-lhe à porta. A doença “roubou-lhe” ambas as pernas. Cortadas pelos joelhos, o Tónio “Alfaiate” com 68 anos vive na solidão numa casa sem condições para o seu estado físico e moral, quiçá para as exigências do mundo de hoje. Dependente de sua mulher Irene de 72 anos, em cadeira de todas, o mundo para ele é mais pequeno. António deseja ter uma cadeira eléctrica sobre rodas para melhor e maior mobilidade. Porém os 300 euros não chegam para comprar uma cadeira eléctrica que custa uns milhares de euros. Os portugueses são, certamente continuarão a ser solidários, poderão comprar a cadeira que o António deseja? Os donativos pode ser entregues a Sérgio Pereira da Silva – Vila Nova da Rainha; Valdemar Rodrigues – comerciante em Tondela; José Luís Rodrigues Lopes – Tondela; Natália Santos – V. N. da Rainha; Edite

Fernandes – V. N. Rainha; Cristina B. Borges – Gândara ou na conta da Caixa Geral de Depósitos: 003508160004956430060.

OS NOSSOS POETAS Poemas de D. Hermínia (continuação)

O Credo da Criança Em Deus, o Pai, eu creio Que a todos nós criou Que Terra, Céus, estrelas E lua e sol formou Ele é quem nos dá tudo E todo o bem nos faz Dizemos quando éramos “Pai que nos Céus estás”!..

Eu creio em Jesus Cristo Seu filho sem igual Que lá da glória veio Na noite de Natal Que, para libertar-nos Quis mesmo até morrer! Se nós o recebermos Seus filhos vamos ser. Eis que em minha alma habita O meu Consolador – O Espírito Divino Meu Santificador! Que as três pessoas Sejam um só e eterno Deus, Crerei Eternamente na terra e lá nos céus.

Maria Manuela de Figueiredo Almeida NOTÁRIA NIF: 128 291 990 Av. Dr. António Manuel Tenreiro da Cruz, n.º 54

JUSTIFICAÇÃO NOTARIAL Certifico, narrativamente para efeitos de publicação que por escritura exarada de folhas 66 a folhas 68 do livro de notas número 103-I, deste Cartório Carmindo Ribafeita Martins e mulher Virginia de Jesus Melo, casados na comunhão geral, naturais da fregusia de Molelos, concelho de Tondela, onde residem na RUa das Hortas, n.º 47, que são, com exclusão de outrem, donos e legítimos possuidores do seguinte prédio: Rústico, sito no Quintal, freguesia de Molelos, concelho de Tondela, composto por terreno com oliveiras e videiras, com a área de quarenta e nove virgula cinquenta metros quadrados, que confronta do norte com caminho fazendeiro, do sul com Rua das Hortas, do nascente com Ilda de Jesus Ribeiro e do poente José Coimbra Morais, omisso na Conservatória do Registo Predial de Tondela, inscrito na matriz, em nome dos justificantes, sob o artigo 2357. Que adquiriram a totalidade do mencionado prédio por volta de mil novecentos e setenta, por partilha que dele fizeram com os demais interessados, por óbito de Aníbal Ribeiro de Melo e mulher Maria de Jesus, pais da justificante, que foram residentes no lugar de Hortas, freguesia dita de Molelos, sem que no entanto ficassem a dispor de qualquer titulo formal que lhes permita efectuar o seu registo na Conservatória do Registo Predial, sendo certo porém, que sempre têm exercido os poderes de facto correspondente ao direito de propriedade, sem interrupção, fruindo como donos as utilidades possíveis, à vista de todos e sem discussão nem oposição de ninguém. Está conforme o original. Tondela, 16 de Abril de 2010. A colaboradora da Notária, devidamente autorizada para a prática deste acto, Carine Maria Martins Agostinho. (assina) (JORNAL DE TONDELA, 22 DE ABRIL DE 2010)

O Novo Capitulo Clube vai levar a efeito a 10ª Edição da Taça da Amizade que neste ano se realiza em módulos diferentes, vão participar alem do Novo Capitulo, mais três formações. Esta edição terá jogos no dia 24 e 25 de Abril. No dia 24 as 15 horas NOVO CAPITULO CLUBE - C.A.MOLELOS

(VETERANOS) e as 17 horas A.D.CASTRO DAIRE - S.CABANAS DE VIRIATO E BENFICA. No dia 25,dia de São Marcos, as 15 horas, jogo pós 3º e 4º lugares e as 17 horas a final da 10ª Edição da Taça da Amizade. Esperamos ter apoio de todos os amantes do

futebol amador. Este torneio é organizado pelo Novo Capitulo Clube com a colaboração da Junta de Freguesia de Santiago de Besteiros, a Câmara Municipal de Tondela e O Bar de Jardim, do Campo de Besteiros. N.P.

Necrologia Maria da Conceição Carvalho da Silva faleceu no dia 6 de Abril de 2010 pelas 3h10 no Hospital Universitário de Coimbra. Natural do Barreiro de Besteiros e residente no Tourigo, era filha de Henrique Pereira da Silva e Maria dos Anjos de Matos Carvalho e mãe de Maria Teresa e Mário Jorge Carvalho da Silva Loureiro. Foi a sepultar no dia 7 de Abril de 2010 pelas 16 horas para o cemitério de Tourigo. Vitor Manuel Mota Fernandes faleceu no dia 12 de Abril de 2010 pelas 17 horas no Lar Bom Samaritano em Tondela. Natural de Lisboa e residente em Tondela, era filho de António Augusto Fernandes e Gracinda da Mota. Foi a sepultar no dia 13 de Abril de 2010 pelas 15h30 para o cemitério de Santiago de Viseu. Emilia da Conceição Rodrigues Lopes faleceu no dia 12 de Abril de 2010 em Lobão da Beira, de onde era natural e residente. Era filha de António Luis Lopes e Maria da Luz Marques Rodrigues e mãe de José Manuel Rodrigues dos Santos. Foi a sepultar no dia 13 de Abril de2010 pelas 17 horas para o cemitério de Lobão da Beira. João Cândido faleceu no dia 14 de Abril de 2010 pelas 6 horas em Ferreirós do Dão, de onde era natural e residente. Era filho de António Cândido e Maria dos Prazeres e pai de Jorge Duarte Cândido, António Duarte Cândido e Helena Duarte Cândido. Foi a sepultar no dia 15 de Abril de 2010 pelas 17 horas para o cemitério de Ferreiros do Dão. Serviço a cargo da Agencia Funerária do TONDELFÚNEBRE, Lda.


DESPORTO 17

22/04/2010

Campeonato da 2ª Divisão Nacional – Zona Centro

Tondela forte demais para um líder frágil

CD Tondela, 3 – Pampilhosa, 1

CD Tondela

CD TONDELA

PAMPILHOSA

Bruno Sousa Vítor Borges Abel Carlos André Luís Carvalho Diego Gomes (cap.) (Dani 59m) Ruca (Chico 70m) Piojo Luís Santos (Hélio 66m) Ricardo

Eduardo Rui Daniel (cap.) Litos (Leonel 51m) Bébé (Antunes 74m) João Paulo (Roberto 36m) Hélder Name Fernando Chico Marcelo Bruno Resende

Suplentes Rui Vale Chico Espanhol Ewerton Hélio Dani Ricardo

Treinador António Jesus

Acção disciplinar Amarelo para Carlos André (3m), Vítor Borges (23m), Gomes (48m), Piojo (54m) e Bruno Sousa (72m)

Golos Piojo (24m) Ruca (26m) Piojo (49m)

TEXTO E FOTO: ARMÉNIO PEREIRA

Suplentes Ricardo Roberto João Mendes Leonel Antunes Hernâni Fachada

Treinador Fernando Niza

Acção disciplinar Amarelo para Name (16m), Bruno Resende (33m) e Chico (55m).

Golo Roberto (88m)

Jogo no Estádio João Cardoso. Árbitro, Pedro Vilaça, Ferreira da Silva e António Oliveira.

PAMPILHOSA VERGADO À QUALIDADE DE GOMES, PIOJO E RUCA O CD Tondela regressou às vitórias no seu es-

Pampilhosa tádio ao vulgarizar o líder Pampilhosa que perdeu a liderança para o Arouca depois deste jogo com uma primeira parte de grande nível, alcançando dois golos e tornando impossível a recuperação do adversário na segunda parte. O CD Tondela entrou como na maioria dos jogos que realizou em casa neste campeonato acutilante no ataque, rápido sobre a bola, a baralhar as marcações do adversário e Gomes a desequilibrar no último passe. Na recepção ao Pampilhosa aconteceu isto tudo, o CD Tondela rapidamente conseguiu impor a sua estratégia de jogo numa equipa mais ofensiva do que é normal com Ruca a surgir no onze inicial no lugar de Penela, de características mais defensivas que esteve na bancada a cumprir castigo. O primeiro golo do Tondela surgiu aos 24m, numa jogada fantástica de Gomes que conduziu a bola no meio campo ofensivo a grande velocidade, desmarcando à entrada da área Piojo, no limite do fora de jogo. O jogador argentino contornou o guarda-redes Eduardo e atirou para o fundo das malhas, abrindo assim o marcador. O entusiasmo foi tal que Gomes só precisou de dois minutos para repetir a façanha só que desta vez mais descaído para o lado esquerdo, desmarcando desta feita Ruca que não precisou de contornar o guarda-redes

adversário, pois o pé esquerdo permite-lhe grande simplicidade de processos e com toda a tranquilidade aumentou para 2-0. O treinador do Pampilhosa começou a ver a sua vida andar para trás, ao cabo da primeira meia hora já perdia por dois golos e aos 36m de jogo tirou um defesa, João Paulo, e meteu um avançado Roberto para tentar chegar-se mais à frente. No minuto seguinte foi Ruca que esteve perto do 3-0, do lado do Pampilhosa a resposta foi ténue, Name só assustou a defensiva da casa na marcação de um livre aos 40m, não se registando mais nada de especial até ao intervalo.

VITÓRIA AMPLIADA DEPOIS FOI SÓ GERIR O MARCADOR Na segunda-parte, o CD Tondela carregou de novo no inicio, Luís Carvalho interceptou uma bola no flanco esquerdo correu praticamente todo o meio campo, cruzando na linha para a área onde surgiu Piojo à ponta de lança para o 3-0. A partir daqui o CDT relaxou, mas sem permitir grande perigo aos homens do Pampilhosa. A meia hora do fim, António Jesus refrescou a equipa com a entrada de Dani saindo o mágico, Gomes e o cabo verdiano bem se pode dizer que foi o jogador mais perigoso até ao final da partida. Hélio aos 66m entrou por sua vez para o lugar do

apagado Luís Santos, mas no minuto seguinte foi o Pampilhosa que criou uma grande oportunidade com Marcelo atirar de fora da área à base do poste direito de Bruno Sousa. Com 20 minutos para jogar Chico entrou para o lugar de Ruca e Name no Pampilhosa continuava a ser o homem mais perigoso, tentando a sua sorte por duas vezes, testando atenção do guarda-redes da casa. Nos dez minutos finais da partida, o Tondela desperdiçou três excelentes ocasiões de golo para ampliar a vantagem, primeiro por Piojo, depois duas vezes por Chico que apareceu na cara do guarda-redes Eduardo, mas deslumbrou-se com tanta facilidade. Como quem não marca, normalmente sujeitase a sofrer foi o Pampilhosa que ainda reduziu por Roberto num excelente lance de futebol com este jogador a receber em corrida um passe de uns bons 30 metros no lado direito do ataque e já dentro da área atirou cruzado para dentro da baliza de Bruno Sousa. Resultado final que peca por escasso, houve muito CD Tondela para pouco Pampilhosa, mas depois de terminado o encontro parece que estava tudo satisfeito, com o desfecho do marcador. Arbitragem das melhores que se viram no Estádio João Cardoso esta época, nem se deu por os seus elementos, com os jogadores de ambas as

equipas também facilitarem o trabalho do trio que viajou do Porto. II DIVISÃO NACIONAL ZONA CENTRO Operário ------------------ 0 Arouca -------------------- 1 Mafra ---------------------- 0 Praiense ------------------ 0 Sertanense -------------- 2 Monsanto ---------------- 1 TONDELA ---------------- 3 Pampilhosa -------------- 1 V. Pico -------------------- 1 Ac. Viseu ---------------- 0 Eléctrico ------------------ 2 Marinhense -------------- 0 Esmoriz ------------------ 0 Tourizense --------------- 2 UD Serra ----------------- 1 O. Bairro ----------------- 0 F

C

P

Arouca

28 15

J

V E D 6

7

37

23

51

Pampilhosa

28 14

7

7

40

28

49

Tourizense

28 13

7

8

33

24

46

TONDELA

28 13

6

9

46

26

45

Mafra

28 12

9

7

28

24

45

Esmoriz

28 12

6

10 26

26

42

Sertanense

28 11

6

11 31

31

39

U. Serra

28 10

8

10 25

25

38

Eléctrico

28 10

7

11 30

33

37

Praiense

28

9

10

9

23

22

37

Operário

28 10

6

12 29

32

36

Ac. Viseu

28

8

9

11 32

33

33

Marinhense

28

8

7

13 18

33

31

O. Bairro

28

8

6

14 30

43

30

Monsanto

28

6

10 12 24

35

28

V. Pico

28

8

38

28

4

16 24

PRÓXIMA JORNADA Operário - O. Bairro; Arouca - Mafra; Praiense - Sertanense; Monsanto TONDELA; Pampilhosa V. Pico; Ac. Viseu Eléctrico; Marinhense Esmoriz; Tourizense - UD Serra


18 DESPORTO

VEJA A SUA SORTE! TOTOBOLA 111 2XX 1XX X11 1 M:M

PRÉMIOS Super 14 1.º 2.º 3.º

0 0 3 64

X X X X

0.00 € JACKPOT 0.00 € 9.346.72 € 438.12 €

JOKER 9 572 695 PRÉMIOS 1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º

0 1 9 149 1573 14504

X X X X X X

0.00 € JAKCPOT 50.000.00 € 5.000.00 € 500.00 € 50.00 € 5.00 €

TOTOLOTO 01 08 11 12 43 44 + 26

PRÉMIOS 1.º 2.º 3.º 4.º 5.º

0 3 46 2939 59409

X X X X X

0.00 € JACKPOT 14.665.92 € 1.663.43 € 27.98 € 4.86 €

LOTO 2 09 13 16 33 39 42 + 41

PRÉMIOS 1.º 2.º 3.º 4.º 5.º

1 0 65 3779 65332

X 1.000.000.00 € X 0.00 € X 1.447.87 € X 16.99 € X 3.45 €

EUROMILHÕES 09 11 17 26 40 03 09

PRÉMIOS 1.º 0 2.º 6 3.º 8 4.º 40 5,º 674 6.º 1061 7.º 1405 8.º 21829 9.º 17337 10.º 33006 11.º 80636 12.º 253933

X X X X X X X X X X X X

0.00 € JACKPOT 321.166.32 € 45.570.89 € 3.898.26 € 175.78 € 80.62 € 63.66 € 22.67 € 21.22 € 14.15 € 10.08 € 8.19 €

LOTARIA CLÁSSICA 1.º 2.º 3.º

PRÉMIO PRÉMIO PRÉMIO

22897 21253 15152

LOTARIA POPULAR 1.º 2.º 3.º 4.º

PRÉMIO PRÉMIO PRÉMIO PRÉMIO

34213 47720 12637 61488

SÉRIE SORTEADA: 03 INFORMAÇÃO:

CASA TAPADA, LDA. AGÊNCIA N.º 20-01010 Rua Tenente Valadim (Carril) * 3460-615 TONDELA A CONSULTA DESTE CARTAZ NÃO DISPENSA A CONSULTA DO CARTAZ OFÍCIAL.

22/04/2010 DISTRITAL JUNIORES A - SUL

TELEFONES

DISTRITAL JUNIORES C - SUL

I DIVISÃO NACIONAL

DISTRITAL DIVISÃO DE HONRA

FC Porto ------------------ 3 V. Guimarães ----------- 0

Parada -------------------- 2 Campia ------------------- 0

MOLELOS ------------ 2 Mortágua -------------- 1

P. Castelo --------------- 1 Pinguinzinho ----------- 1

Sporting ------------------- 2 V. Setúbal ---------------- 1

Carvalhais ---------------- 2 Lamelas ------------------ 1

Mangualde ------------ 2 C. Viriato -------------- 0

PESTINHAS Nelas

Mortágua ----------------- 0 C. Senhorim ------------- 1

Repesenses ---------- 2 Ac. Viseu ------------- 2

MOLELOS -------------- 9 Campia ------------------ 0

Sp. Lamego -------------- 1 Tarouca ------------------- 0

Campia ---------------- 1 Silgueiros ------------- 1

Paradinha --------------- 0 Mortágua ---------------- 4

Paivense ------------------ 3 MOLELOS --------------- 0

Povoenses ------------ 6 Santar ------------------ 0

Académica -------------- 2 Benfica -------------------- 3 Nacional ------------------ 2 U. Leiria ------------------ 0 Sp. Braga ---------------- 3 Leixões ------------------- 1 P. Ferreira ---------------- 1 Naval ---------------------- 3 Olhanense --------------- 1 Marítimo ------------------ 2 Belenenses -------------- 0 Rio Ave -------------------- 0 J

V E D

F

C

P

Benfica

27 22

4

1

70

16

70

Sp. Braga

27 20

4

3

42

19

64

FC Porto

27 18

5

4

58

22

59

Sporting

27 12

8

7

39

23

44

V. Guimarães

27 10

7

10 28

32

37

Nacional

27 10

6

11 31

41

36

U. Leiria

27

9

7

11 31

31

34

Marítimo

27

9

7

11 38

42

34

Naval

27

9

6

12 19

30

33

P. Ferreira

27

8

9

10 29

33

33

Rio Ave

27

6

11 10 21

31

29

Académica

26

6

V. Setúbal

27

Olhanense

8

12 30

38

26

5

10 12 26

48

25

27

4

13 10 28

39

25

Leixões

27

5

16 23

45

21

Belenenses

27

2

11 14 16

39

17

6

PRÓXIMA JORNADA Naval - Sp. Braga; Leixões - Académica; U. Leiria Sporting; Benfica Olhanense; V. Setúbal FC Porto; V. Guimarães Belenenses; Rio Ave Maritimo;Nacional - P. Ferreira

M. Beira ------------------ 0 Sátão ---------------------- 1 Sampedrense ----------- 2 Santacomba ------------- 1

J

V. Benfica ------------- 1 TONDELA ------------- 0 Nelas ------------------- 4 Ranhados ------------- 2 J

O. Frades ---------------- 2 Vildemoinhos ------------ 1 J

V E D

F

C

P

C. Senhorim V. Benfica

V E D

1

4

58

15

49

21 13

5

3

52

17

44

V. Benfica

20 13

5

2

50

26

44

Mortágua

21

9

5

7

35

29

32

Ranhados

21

8

2

11 30

42

26

C. Senhorim

21

8

2

11 27

45

26

PESTINHAS

20

6

6

8

32

31

24 20

V. Benfica

25 21

3

1

85

14

66

Campia

21

4

4

13 30

58

16

Ac. Viseu

25 19

4

2

105

25

61

Repesenses

21

3

5

13 25

46

14

Repesenses

25 17

3

5

82

27

54

Paradinha

21

0

0

21 11

95

0

TONDELA

25 16

4

5

80

26

52

MOLELOS

17

59

25 15

5

5

72

32

50

Mortágua

52

25 15

2

8

62

35

47

22

Sátão

Nelas

25 12

2

11

59

65

38

27 16

2

9

43

32

50

Santacomba

Mangualde

25

8

3

14

34

53

27

27 13

5

9

40

31

44

C. Senhorim

C. Viriato

25

7

3

15

27

72

24

26 11

8

7

34

25

41

Lamego

Ranhados

25

7

1

17

35

64

22

27 11

7

9

31

32

40

Lamelas

Campia

25

5

5

15

33

57

20

27 10

7

10 35

33

37

Silgueiros

Vildemoinhos

25

4

3

18

28

96

15

27 11

4

12 33

33

37

Santar

25

3

4

18

27

109

13

Carvalhais

27

9

10

8

24

29

37

Povoenses

25

2

6

17

22

76

12

Tarouca

27

9

8

10 29

30

35

Parada

27

9

7

11 33

37

34

MOLELOS

27

9

4

14 40

51

31

Paivense

27

9

4

14 35

34

31

Campia

26

8

3

15 33

43

27

M. Beira

27

6

5

16 31

52

23

Mortágua

27

5

4

18 32

51

19

MÉDICA DENTISTA

21 16

Penalva

48

42

PAULA M. PENEDOS

MOLELOS

11 29

37

R. Principal, N.º 538 * Eiras * Castelões * 3465-126 Campo de Besteiros

59

5

3

- ELECTRICID ADE ELECTRICIDADE Telem.: 966 083 869

11

5

2

- MONT AGENS MONTA

84

21

8

Energia Solar Ar Condicionado Aquecim. Central

0

Nelas

27 14 10

- CANALIZAÇÕES

P

2

P

27 17

de: António Luís Simões Dias

V E D

C

O. Frades

Lamelas - Campia; C. Senhorim - Carvalhais; Tarouca - Mortágua; MOLELOS - Sp. Lamego; Sátão - Paivense; Santacomba - M. Beira; Vildemoinhos Sampedrense; O. Frades - Parada

C

21 19

F

Sampedrense

PRÓXIMA JORNADA

F

Pinguinzinho

PRÓXIMA JORNADA Pinguinzinho - Ranhados; Repesenses - P. Castelo; Campia - PESTINHAS; Mortágua - MOLELOS; V. Benfica - Paradinha

PRÓXIMA JORNADA C. Viriato - MOLELOS; Ac. Viseu - Mangualde; Silgueiros - Repesenses; Santar Campia; TONDELA - Povoenses; Ranhados - V. Benfica; Mortágua - Nelas

PEDIATRIA

CONSULTAS E MARCAÇÕES

Tondelmédica Telef.: 232 821 815

Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

NEUR OL OGIA NEUROL OLOGIA DR. PETER GREBE

CONSUL TAS TODOS OS DIAS ÚTEIS CONSULT ACORDO C/ SAMS ENFERMÉDICA-Tel.: 232 813 556 Largo Visconde de Tondela (Finanças) - TONDELA

TRATAMENTO DE ENXAQUECAS/CEFALEIAS DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO

PAUL O MONTEIR O ULO MONTEIRO

VENDE-SE

MÉDICO ESPECIALISTA EM REUMATOLOGIA DOENÇAS REUMÁTICAS E OSTEOARTICULARES

Tondelmédica - Telef.: 232 821 815 Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

Bombeiros de Tondela232 814 110 ----------------- 232 814 111 ----------------- 232 814 112 Bombeiros do Campo de Besteiros ------------ 232 851 115 ----------------- 232 857 000 Bombeiros de S. João do Monte (Secção) --- 232 866 166 Bombeiros de Lajeosa do Dão (Secção) ------ 232 957 366 Hospital Distrital de Tondela ------ 232 819 060 Centro de Saúde Tondela ------ 232 814 040 EXTENSÕES DE SAÚDE Barreiro de Besteiros 232 871 209 Campo de Besteiros - 232 851 497 Canas de S. Maria --- 232 841 172 Caparrosa --------------- 232 856 290 Caramulo ---------------- 232 861 499 Lajeosa do Dão -------- 232 958 347 Lobão da Beira --------- 232 822 434 Molelos ----------------- 232 822 638 Santiago de Besteiros 232 851 112 São João do Monte -- 232 866 137 Tonda ----------------- 232 816 373 Vilar de Besteiros ----- 232 841 319 FARMÁCIAS Horta - Tondela -------- 232 822 304 Matos - Tondela ------- 232 822 227 Moura - Tondela ------- 232 822 237 Molelos ----------------- 232 813 957 Canas de S. Maria --- 232 841 323 Campo de Besteiros - 232 851 290 Lajeosa do Dão -------- 232 957 477 Caramulo ---------------- 232 861 257 Sabugosa ---------------- 232 841 259 MÉDICOS Dr. Samuel Bernardes 232 813 943 Dr. Zé Ni Abreu ------- 232 822 833 Dr. Mário João Rodrigues -- 232 821 959 Dr. Jorge Brás --------- 232 822 254 Dr.ª Cristina Cordeiro 232 812 872 Dr. Abilio Oliveira (Dentista) ---- 232 813 158 Dr. Malva Correia ---- 232 821 965 Dr. Elísio de Matos --- 232 822 569 Dr.ª Aurora T. C. Carnevale -- 232 822 176 Dr. Gil Morgado ------- 232 813 619 Dr.ª Florbela Melo C. Besteiros ----- 232 852 728 Dr.ª Basseliça ---------- 232 812 018 Dr.ª Paula Matos (Dentista) ---- 232 813 556 Dr.ª Isabel Mimoso --- 232 812 923 GNR Tondela ----------GNR C.de Besteiros GNR Caramulo -------Guarda Florestal ------

CRISTIN AB APTIST A CRISTINA BAPTIST APTISTA

CONSULTAS E MARCAÇÕES Tondelmédica Telef.: 232 821 815 Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

APARTAMENTOS T2, T3 e Duplex LOJAS, ARMAZÉNS E GARAGENS Rua Dr. Almiro Vale - TONDELA (Junto ao Campo de Futebol) Vende: Consurbanas, SA Av. Alberto Sampaio, 134 - Viseu Telf.: 232 429537

ÚTEIS

232 819 370 232 851 387 232 861 326 232 813 775

CORREIOS Campo de Besteiros - 232 857 010 Caramulo ---------------- 232 868 024 Centro Dist. Postal --- 232 814 120 Parada de Gonta ------ 232 951 444 Sabugosa ---------------- 232 841 638 Tondela ----------------- 232 819 080 DIVERSOS Inf. Pop. de Tondela - 232 822 157 Novo Ciclo ACERT - 232 814 400 Praça de Táxis -------- 232 822 067 Soc.T. Caramulo ----- 232 822 235 Águas do Planalto ---- 232 819 240 CENEL ----------------- 232 813 670 Aterro Sanitário do Planalto Beirão B. Besteiros 232 870 020 Turismo ----------------- 232 811 110 Câmara M. Tondela - 232 811 110 Tribunal Judicial ------- 232 814 280 Rep.de Finanças ----- 232 822 259 Centro de Emprego -- 232 819 320 Bib.Tomás Ribeiro --- 232 811 110 Cons.R. Predial ------- 232 814 160 Registo Civil ------------ 232 819 310 Secretaria Notarial ---- 232 814 180 Soc.Filarmónica Tondelense - 232 822 414 Piscinas Municipais - 232 813 757 Serviços Municipais de Metrologia ----------- 917 503 254 Estaleiros Municipais 232 811 110 Rigorauto - Centro de Inspecções --------- 232 813 827 Esc.Cond.Tondelense 232 822 420 Esc.Cond.Sr.Calvário 232 851 510 Adega C. de Tondela 232 819 030 Jornal “Folha de Tondela” 232 812 074 Emissora das Beiras 232 861 333 Zona Agrária ------------ 232 813 775


PENÚLTIMA PÁGINA 19

22/04/2010

Sudoku

Momentos de Poesia MARIA DA CONCEIÇÃO

SOLUÇÃO DO NÚMERO ANTERIOR.

Seria bom, olhando à nossa volta, Poder amar, a todos, por igual, Sem, de diferença, haver algum sinal, Nem ponto de discórdia ou de revolta. Amor e igualdade, como escolta, Tentando preservar, de todo o mal, Um sonho que se quer tornar real Se o homem não fizer reviravolta… Será preciso ver, talvez, mais fundo, Pra vislumbrar tesouro mais profundo Que a indiferença nunca deixa ver. Só olhos de alma vêem, com verdade, Que um sonho pode ser realidade Quando, em nós, houver um forte querer!

De Tudo um Pouco MVC

PALAVRAS SÁBIAS

Palavras cruzadas MANUEL DA COSTA Horizontais: 1-Proprietários. Estaleiros. 2-Andai. Bebedeira (Minho). Lavra. 3-Nada. Elem. de formação de palavras que exprime a ideia de igual. Terceira nota da escala musical. 4-Remar em sentido contrário para retroceder. 5-Símbolo químico do Rádon. Tira de couro que revestia a palma da mão dos besteiros. Sufixo de origem latina que exprime a ideia de ferimento. 6-Estime. Nome de homem. 7-Base aérea. Parecenças (fig.). Igreja episcopal. 8~Unidade monetária italiana. 9-Símbolo do electrão-volt. Variante de arqui e arque que exprime a ideia de chefia. Despovoada. 10-Contr. Da prep. a com o art.º def. os. Seguiam. Massa gelatinosa. 11Separa do outro. Pessoa a quem se tributa grande veneração. Verticais: 1-Aconselha. Encerai. 2-Composição poética. Indígenas. 3-Nero sem fim. Imensidão (fig.). Ermo. 4-Nome de letra. Palavra havaiana que designa lava áspera. 5-Solitário. Zombava. 6-3,1416. Aqui. 7-Ofereces. Nota musical. 8-Língua que se falava outrora ao Sul do rio Loire (França). 9-Meia caça. Continuavas. Ponho a prumo sem a primeira letra. 10-Conjunto de navios (pl.). Substância doce produzida pelas abelhas. 11-Fora à rua. Interj. Usada para chamar ao telefone.

** A calúnia é como a vespa que voa à nossa volta e contra a qual não se deve fazer qualquer movimento, a não ser que se tenha a certeza de a matar. Se assim não for, ela voltará à carga e cada vez mais furiosa. ** Os novos amigos que fazemos, depois de uma certa idade, e por intermédio dos quais nós tentamos substituir os que perdemos, são, em relação a eles, o que os olhos de vidro, os dentes postiços e as pernas de pau, são aos verdadeiros olhos, aos dentes naturais e às pernas de carne e osso. ** A educação deve assentar sobre duas bases, a moral e a prudência: a moral para apoiar a virtude; a prudência para nos defender contra os vícios dos outros. ** Destruí as minhas paixões, da mesma maneira que um homem violento mata o seu cavalo por não conseguir dominá-lo. CHAMFORT-MAXIME ET PENSÉES (TRAD.)

CAUTELA, MINHA SENHORA!... Uma mulher foi levada de urgência para a Unidade de Cuidados Intensivos de um Hospital. Ao chegar teve aquela quase morte, que é uma situação pré-coma. E, neste estado, encontrou-se com Deus: -Que é isso? - perguntou ao Criador – eu morri?... - Não, pelos meus cálculos, a senhora morrerá daqui a 43 anos, 8 meses, 9 dias e 16 horas – respondeu o Eterno. Ao voltar a si, sabendo quanto tempo ainda tinha de vida, resolveu, ali mesmo, numa clínica, fazer uma lipoaspiração, uma plástica de restauração dos seios, plástica no rosto, no nariz, na barriga, tirou todos os excessos, ficando linda, jovial e teve alta uma semana depois. No dia seguinte, ao atravessar uma rua, veio um veículo a grande velocidade que a atropelou, matando-a imediatamente. Ao encontrar-se de novo com Deus, ela perguntou: - Senhor meu Deus, estou de novo aqui? Eu achei que tinha mais 43 anos de vida. Porque morri? Logo depois de toda aquela despesa com cirurgias plásticas! E Deus, aproximando-se dela e olhando-a directamente nos olhos respondeu: - Estás diferente, não te reconheci. Não pareces a mesma e, por isso, te chamei! …

Pensamento da Semana Solução do n.º 991 Horizontais: Omnicolores, viador, pára, al, orada, ML, adros, quinta, au, a, urze, sal, ida, sor, sar, Mira, Er, dilúvios, radiouvinte, asarina, vás.

Ponto Final

SONHO BELO

Há casamentos que são como o creme – qualquer coisa os faz talhar. (BALZAC)

MANUEL VENTURA DA COSTA

“Fatos Domingueiros”

L

i e reli a crónica da semana passada do nosso colaborador João de Besteiros, intitulada “Fatos Domingueiros”e não posso deixar de partilhar a minha opinião com a do autor, não só pela subtileza e pertinência com que aborda o assunto, mas também pela análise desapaixonada e isenta que faz. Que me desculpe por lhe ter roubado o título desta minha crónica de hoje, mas deixando de fora outros aspectos que focou, gostaria de abordar aqui e agora a questão das Homilias que muitas vezes não cativam a assembleia e se tornam enfadonhas, fazendo com que muitas missas se transformem numa “seca”!... Peço perdão pelo termo, talvez pouco apropriado neste caso, mas é a palavra que se ouve frequentemente, no adro, da boca de muita gente à saída da Igreja. Li ainda há pouco tempo num resumo de um livro, – “A Palavra de Deus” da autoria do Secretário do Sínodo dos Bispos, Arcebispo Nikola Eterovic – que as homilias não devem durar mais de oito minutos, tempo em média da concentração dos ouvintes. O celebrante deve preparar a homilia antecipadamente, determinar o tema principal e explicálo de forma a suscitar o interesse dos fiéis escolhendo as palavras segundo as pessoas que o escutam. O padre Marcelo Rossi disse um dia numa entrevista, que as homilias não deviam ultrapassar os três minutos… Não será tanto assim, mas se há padres que cativam, que sabem o que hão-de dizer, outros há que dizem o que acham que devem dizer. E aí reside toda a diferença. Não importa falar muito, o que importa é falar

bem. É preciso saber adaptar as parábolas e os Evangelhos a este tempo em que vivemos, pois tanto aquelas como estes são tão ricos em substância e ensinamentos, que a sua mensagem, quando bem orientada, pode ser captada pela mente mais incrédula e empedernida. É tudo uma questão de descodificar sem alterar. Um padre com a homilia bem preparada diz muito em poucas palavras. A homilia deve ajudar a compreender o que Deus nos diz. A homilia deve ser uma espécie de poesia, breve, simples e doce, que toque os corações dos fiéis e lhes transmita alegria, esperança e amor. A homilia deve ser apropriada para o dia e não é de excluir que nela sejam abordados temas ou factos do momento, de que todos falam, e que jornais, rádios ou televisões comentem. O essencial é que a finalidade da sua abordagem sirva para reforçar a fé quando bons e para impedir a sua repetição ou prática quando maus. Nós, os homens de hoje, apesar de todas as descobertas e conquistas, temos, muitas vezes, uma perspectiva pessimista que nos envenena o coração e a existência. Há dias em que nos sentimos perdidos. Temos necessidade de pôr a nossa fé em dia e fazer renascer a esperança dentro de nós. E é ao padre, através da homilia, que incumbe suprir essa carência, estabelecendo esse diálogo de aliança que faz com que Deus e a pessoa humana se juntem e se falem como membros da mesma família.


20

22/04/2010


JT 992