Issuu on Google+

PUBLICAÇÕES PERÍÓDICAS

AUTORIZADO A CIRCULAR EM INVÓLUCRO FECHADO DE PLÁSTICO OU PAPEL PODE ABRIR-SE PARA VERIFICAÇÃO POSTAL

12/04/2012

DE02852011SNC/GSCCN

Na Internet

www.jornaldetondela.com.sapo.pt PREÇO AVULSO C/ IVA 5% INCLUIDO

N.º 1095 * 12 de Abril de 2012

*

II Série

*

Ano XXII

Director: Manuel Ventura da Costa

ESTE 1 ESPAÇO PODE SER SEU CONTACTE-NOS: 917 627 957

TONDELA

Tondela

Queima do Judas expurgou a “troika” dos pecados

MUSEU MUNICIPAL COMEMORA DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS pág. 5

CAMINHADA TRILHO DO BODO pág. 5

ESCOLA SECUNDÁRIA DE TONDELA COM 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO DE TONDELA pág. 5

EPT PROMOVEU WORKSHOP DE DOÇARIA DA PÁSCOA pág. 5

DIA LIVRE A PRATICAR EXERCÍCIO FÍSICO pág. 6

DESPORTO

FOTO: FOTO RAF

últ. pág.

Ferreirós do Dão

Apresentação dos Jogos Desportivos 2012 pag. 4

Campeonato Nacional 2ª Divisão – Zona Centro

TONDELA QUASE PERFEITO RECUPERA LIDERANÇA

Tondela, 4- Espinho, 2 pag. 13

Tondela

EQUIPA DE FUTSAL S. L. BENFICA CONVIVE COM ADEPTOS pag. 6


2 OPINIÃO

12/04/2012

Postal de Lisboa

OS FERIADOS

É

dos livros! O homem por vezes tem enevoamentos de memória e deita fora elementos, achados e datas sagradas que, quer se queira ou não, sempre nos hão-de ligar ao passado, no respeito pelos nossos mortos e sua gesta, feitos marcantes na vida dos povos. É que se não tivermos em conta o passado, o mundo no seu avanço tem totalmente de estar ligado àquele, ou então estagnará. O que acabamos de escrever traz-nos á memória a ideia peregrina e desconchavada de quererem suprimir os feriados nacionais de 1º de Dezembro e 5 de Outubro. Será que o luminar de tal já perdeu o dever e honra de glorificar os nossos ancestrais que, pelos seus feitos e consequências daí resultantes, jamais deverão ser esquecidos? Se não vejamos: 5 de Outubro – Afonso VII de Castela e Leão, filho de D. Urraca e do conde de Borgonha proclama-se imperador dos vários condados, nas cortes de Leão, em 1135. Após longas batalhas, já que não estava na disposição de se submeter às irreverências do príncipe D. Afonso Henriques, pelejas essas que acabam por resultar infrutíferas e desgastantes. O torneio de Arcos-de-Valdevez é um marco histórico para a paz. Dadas as melhores posições do príncipe, Afonso VII envia emissários ao campo inimigo para que, em seu nome, solicitassem o arcebispo de Braga, no sentido de intervir para que se estabelecesse de vez a paz, vindo esta a ocorrer a 5 de Outubro de 1143. Ambos se dirigiram á conferência de Zamora e aí, Afonso VII, reconhece D. Afonso Henriques como rei de Portugal, ou seja, é reconhecida a independência de Portugal como novo

estado, em documento gizado naquela Chancelaria de Zamora. Até se pode pôr em dúvida a genuidade da data, decorridos que são oitocentos e sessenta e nove anos, por perda de elementos que o confirmem, mas a verdade é que a tradição que aqui faz lei, consagra o 5 de Outubro como fundação da nossa nacionalidade, no ano de 1143. Não é estranho, a esta tomada de posição, o facto de anteriormente o nosso agora Rei de Portugal, o primeiro, ter prestado vassalagem ao papa, apesar de só no pontificado de Alexandre III vir a serlhe reconhecido o titulo de rei, no ano de 1179, pela Santa Sé, que como sabemos, à época, a sua influência nos destinos dos povos em formação era vital. Estava assim concluído o processo que deu origem a Portugal “como estado independente ao gozar da sua plena soberania interna e internacional” Vem novamente o 5 de Outubro à ribalta, nos anos de 1910, com a instauração da Republica, após a queda duma monarquia de Bragança que, de tão abastardada, se vinha contorcendo e arrastando penosamente. Será que esta efeméride terá feito esquecer a primeira em detrimento da segunda, para assim, e de uma só penada, propor a eliminação? Ou será por qualquer ressentimento retrógrado do autor de proposta tão aberrante e tão chocante, na desonra que pretende infligir ao fundador do Pais que é o nosso e que é de todos aqueles que honram a memória, do seu primeiro Rei, D. Afonso Henriques. Vejamos agora o 1º de Dezembro de 1640. Quem tem umas noções do que seja a história sagrada da Pátria Portuguesa sabe que foi nessa data que a

Independência de Portugal, que foi conquistada, como vimos, por D. Afonso Henriques, após o Sebastianismo, cai nas mãos dos reis de Castela, em 1580, passando a integrar aquele país. Ora é naquela data que “valentes guerreiros nos deram livre nação” reconquistam novamente a nossa independência, libertando Portugal do jugo de Castela. É de pasmar a santa ignorância de factos tão marcantes da nossa história; é de pasmar haver quem pretenda “enterrar”, pela segunda vez, os nossos heróis, os nossos fundadores, ao tentar-se inumá-los, agora, em parto tão de absurdo como de aberrante a causar a maior náusea e indignação aqueles que verdadeiramente amam a Pátria Portuguesa e por ela lutam, dia-a-dia, passo a passo, no sentido da sua dignificação. E não se trata de “pieguice”; e não se tente ligar tal anormalidade ao combate à crise. Não! Esta não se combate assim. Há outros meios e há outros feriados a serem considerados que não estes e que não ligam o país à sua fundação, à reconquista da independência perdida. Senhores deputados, o assunto baixou à Assembleia da República, segundo foi anunciado e por favor não permitam tal incoerência governativa, com laivos de obnubilação mental, e possivelmente momentânea de cometer tal crime de lesa Pátria, contra os restos mortais dos nossos ancestrais respeitando factos históricos que tanto os honram e que merecem todo o respeito do mais humilde ao mais letrado dos portugueses. E mais não dizemos. ANTÓNIO FARIA GOMES

LEONEL MARCELINO

A MODERNIDADE

R

ecordemos hoje algumas ideias de Arjun Appadurai, estudioso indiano que, com o seu livro, “Dimensões Culturais da Globalização”, nos despertou para a análise da sociedade globalizada, com relevo para a percepção do mundo que nos foi envolvendo. A modernidade tem de ser funcional e aplicável a todas as comunidades. Já o iluminismo quisera criar pessoas capazes de quererem ser modernas, abrindo o caminho das luzes a quem quisesse pensar. A modernidade de Appadurai despertou em Bombaim, com a leitura da Life e dos catálogos de universidades americanas, o visionamento de filmes da série B de Hollywood, umas jeans trazidas da América pelo irmão... Seguiu-se a leitura de autores americanos que, a pouco e pouco, substituíram os ingleses e contribuíram para afastar o autor da influência da cultura do império britânico. Quando, em 1967, partiu para a Universidade de Brandeis, e, depois, para a de Chicago, já “tinha sido picado pelo bichinho americano”. A modernidade no mundo de hoje, afirma o filósofo, implica um corte com todo o tipo de passados (teoria da ruptura). Este corte explica-se pela teoria da modernização. Os dois diacríticos principais e interligados da teoria da ruptura são a comunicação social e a migração. Qual o efeito conjunto dos citados diacríticos sobre “a obra da imaginação como característica constitutiva da subjectividade moderna”?. O primeiro argumento probatório é o facto de as comunicações electrónicas terem alargado os meios de comunicação de massas e outros meios de comunicação tradicional. Os meios de comunicação electrónicos, através de condensação de notícias em bytes audiovisuais, da tensão entre espaços públicos do cinema e os espaços mais exclusivos do vídeo, da imediatidade da sua absorção no discurso público, associados a sedução, cosmopolitismo e novidade, impõem interrogações, subversões e transformações em relação a outras literacias contextuais. O autor vai procurar os modos como a comunicação electrónica transforma os meios de comunicação e de conduta preexistentes. Duas características da

comunicação electrónica – a mobilidade rápida e a multiplicidade de formas (cinema, telefone, televisão, computadores, Internet) - permitem que cada pessoa se pense como um projecto social em curso. Outro dos factores de ruptura da civilização dos nossos dias é a movimentação de massas justaposta à comunicação electrónica. A comunicação electrónica e a deslocação das pessoas, em simultâneo, e a nível global, contribuem para a transformação do mundo, alimentando e pressionando a obra da imaginação. «Esta relação amovível e imprevisível entre acontecimentos mediatizados e audiências migratórias define o âmago da ligação entre a globalização e o moderno». A obra da imaginação, afirma o autor, «é um espaço de contestação no qual indivíduos e grupos procuram anexar o global às suas próprias práticas do moderno». No século XIX, a imaginação tornou-se um facto colectivo, social. As novas tecnologias contribuíram para revolucionar o papel da imaginação. O autor fundamenta esta ideia com três distinções: A imaginação transferiu-se do espaço expressivo da arte, mito e ritual para integrar a actividade mental quotidiana da gente vulgar de muitas sociedades. Entrou na lógica da vida corrente. A segunda distinção é entre imaginação e fantasia. Em todo o mundo se assiste hoje a reacções às mensagens veiculadas pela comunicação electrónica. Reage-se com ironia, ódio, amor, humor, resistência. Enquanto a fantasia tem algo de individual, dispersivo, evasivo, a imaginação aliase a projectos, a acções: comunidades, governos, economia, emprego, salários, ensino, justiça, … A terceira distinção é entre o sentido individual e o sentido colectivo da imaginação. Veja-se como o capitalismo electrónico opera para lá do Estado-nação. Filmes, actuações de cantores, escritores e outros protagonistas divulgados mundialmente pela comunicação electrónica, criam comunidades de fãs, de seguidores, de fiéis parceiros, de confrarias. Da imaginação partilhada pode passar-se para a acção colectiva. Veja-se como funcionam hoje os terrorismos, as religiões, os fundamentalismos, mas também a democratização, os direitos humanos, o derrube de fronteiras e de tabus.


OPINIÃO 3

12/04/2012

Reflexões de cidadania HÉLIO BERNARDO LOPES

MAIS UM DESAGRADÁVEL MOMENTO DE ALEGRE

D

e um modo engraçadíssimo, foi como há pouco tomei conhecimento das palavras de Manuel Alegre em torno do lançamento de um livro, que tenho que comprar e ler, de Alfredo Barroso. Segundo o noticiado, Alegre terá dito que teve uma sorte enorme em não ter sido eleito, porque não teve que assistir, como Presidente da República, a que uma Tróika estrangeira tenha de indicar ao Governo de Portugal o que deve ser feito para conduzir a vida política do País. Simplesmente espantoso! Manuel Alegre tem uma confrangedora falta de visão política, porque se assim não fosse, pois, nunca se teria candidatado ao cargo de

Presidente da República, estivesse lá Mário Soares ou qualquer outro apoiado pelo PS. Não é, porém, apanágio de Alegre esta falta de visão política – ou de sensibilidade, se se preferir –, porque ainda há dias Francisco Assis apontou Maria de Belém como uma excelente candidata, entre outros possíveis!! Simplesmente, esta reação de agora de Manuel Alegre leva-nos mais fundo à compreensão da sua falta de visão política, e, até, ao desconhecimento da História na sua ligação com a Geografia e com a Cultura daí resultante. A uma primeira vista – e mesmo a uma segunda, terceira ou quarta –, Alegre acredita que o hábito faz o monge.

Tudo faz crer que Manuel Alegre terá acreditado, e continua a acreditar, na ideia de que a comunidade, especialmente se democrática, encontra sempre resposta para todos os problemas que possam surgir ou ser colocados. Alegre, por exemplo, não equaciona esta realidade que está agora mesmo a ter lugar: Sarkozy, não há muitos dias, salientou que a França não irá intervir no Mali. A uma primeira vista, o poeta parece não perceber que Sarkozy está a dizer que, neste caso, não se decidirá pela intervenção, ao contrário do que já se passou com antigas colónias francesas. Em contrapartida, nenhum português com um

DAVID MORGADO Agente de Execução (1.ª Publicação) EDITAL / ANÚNCIO DE VENDA EM PROCESSO EXECUTIVO David Morgado, agente de execução no processo abaixo indicado, informa o seguinte:

LOCAL E DATA LIMITE PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS Nos autos abaixo identificados foi designado o dia 2 de Maio de 2012, pelas 14:00 horas, para a abertura das propostas em carta fechada que sejam entregues, até esse momento, na Secretaria do Tribunal Judicial de Tondela. Será aceite proposta de melhor preço acima do valor de 70% do valor base, devendo os proponentes, nos termos do n.º 1 do artigo 897.º do Código Processo Civil, juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do agente de execução no montante correspondente a 5% do valor base dos bens, ou garantia bancária no mesmo valor. São fiéis depositários, do imóvel, os executados, Nélio José Castro Dias Pereira e Ana Maria dos Santos Ferreira Pereira, que os devem mostrar, sendo o pedido dirigido ao Agente de Execução, no domicilio profissional abaixo indicado. IDENTIFICAÇÃO DO PROCESSO Proc. 387/09.0TBTND - Tribunal Judicial de Tondela - 1.º Juízo EXECUTADO(S) NÉLIO JOSÉ CASTRO DIAS PEREIRA ANA MARIA DOS SANTOS FERREIRA PEREIRA BEM(S) A VENDER Identificação: Prédio urbano, sito na Quinta do Espinheiro, destinado a habitação inscrito na matriz predial urbana da freguesia de Tonda sob o art.º 1091, e descrito na Conservatória do registo predial sob o n.º 328. Composição: Casa de habitação, de rés-do-chão, 1.º andar e águas furtadas e logradouro. MODALIDADE DE VENDA - PROPOSTA POR CARTA FECHADA VALOR BASE - 123.000,00 EUROS VALOR MÍNIMO DAS PROPOSTAS - 70% do valor base FIEL DEPOSITÁRIO - Os executados, Nélio José Castro Dias Pereira e Ana Maria dos Santos Ferreira Pereira. O Agente de Execução David Lemos Morgado (JORNAL DE TONDELA, 12 DE ABRIL DE 2012)

ínfimo de lucidez imagina que Portugal, se os seus interesses legítimos forem postos em causa na Guiné, por via do golpe militar que possa vir a ter lugar, para ali mande as nossas fragatas Vasco da Gama e Corte-Real, com várias companhias de fuzileiros, pára-quedistas e comandos, para uma intervenção que possa defender os tais nossos interesses. Mesmo que legítimos. É claro que Manuel Alegre não é hoje o Presidente da República, mas é português e tem nisso um grande orgulho, pelo que terá de continuar a sentir-se humilhado. Aonde Alegre não chega é à realidade que está por detrás de tudo isto. Imaginemos, por exemplo, que não tinha tido lugar a Revolução de 25 de Abril. Será que Alegre acredita que o Estado Novo ainda hoje existia? E se não tivéssemos aderido às Comunidades Europeias? Estaríamos pior, na mesma ou melhor? Mas não é verdade que aderimos? E não estamos pelas horas da amargura? E será que Manuel Alegre acredita que o nosso futuro, numa perspetiva de crescimento económico, tem alguma coisa que ver com a iniciativa dos portugueses?

Manuel Alegre, num sentido que se compreende, fala para não estar calado. E porque, na circunstância, alguma coisa deste tipo teria de dizer. Mas evita reconhecer a realidade histórica do País, que não é só de hoje ou do Estado Novo. É como o outro, já vem de longe. Ou seja, é como no-lo diz Adriano Moreira: Portugal precisou sempre de ajuda. Mas será que Alegre já tinha ideia desta realidade quando combatia o regime constitucional da II República? Claro que não! Alegre foi vítima e foi culpado, porque nem as pessoas são todas iguais, nem os povos obedecem a tal regra de falsa igualdade. Aliás, a instalação da democracia em Portugal fez-se logo, após os momentos iniciais, com o suporte, e de ordem diversa, de Estados estrangeiros, sobretudo, europeus, mas também dos Estados Unidos. Se formos a ver bem, até a União Soviética do tempo também apoiou a estruturação da democracia portuguesa. É essencial uma deformação profissional profunda, para se poder imaginar como Kissinger defendia em Washington, de madrugada, e expôs a Mário Soares.

Por fim, um convite simpático a Manuel Alegre: tenha umas conversas cordiais com Adriano Moreira, e reflita sobre o que irá ouvir. Troque umas impressões com Raul Rosado Fernandes, com José Hermano Saraiva, Joaquim Veríssimo Serrão ou Pedro Soares Martinez, se a saúde ainda permitir, e constate as determinantes essenciais da História de Portugal. Compreenderá, então, a verdadeira razão de ser dos Descobrimentos, em paralelo com a ausência de triunfos em quase tudo o resto. O grande mal dos nossos políticos foi não se terem aberto ao Mundo, mas evitando embarcar em modas fatais, como aderir à Europa e adotar o Euro, em vez de promover um sistemático desenvolvimento do País e das suas diversas potencialidades, porfiando nos laços sempre quentes e afetuosos com as antigas províncias ultramarinas. Se é verdade que de Espanha nem bom vento nem bom casamento, também o é que para se chegar da Europa a Portugal tem de passar-se por Espanha. Há limites para a ideia do tudo igual.

ANTÓNIO FERNANDO CARVALHO DE MATOS 4 DE ABRIL 2005 // 4 DE ABRIL 2012 Partiste, meu irmão? Ou fizeram-te partir? Recordo o teu rosto todo arranhado por unhas selvagens... Teu sangue ainda vivo, em poça, na entrada de teu escritório, do teu espaço habitacional... Foi assim que eu te reconheci, senti com dor profunda, que o tempo não apaga jamais, e te trouxe para junto de nosso pai... Sozinho, partiste fugindo da injustiça de um saneamento selvagem, do teu País que tanto nos injustiçou... Procuraste um lugar, onde julgavas encontrar a felicidade... Sozinho lutaste pela tua sobrevivência... Sozinho viveste, na esperança de um dia tudo mudar... Sozinho regressaste, sob o banco, no qual eu me sentava... Foram 8 horas, nocturnas, de voo, sem sono, em que só as lágrimas de tua perda e as injustiças e oportunismo de outrem, ocupavam minha mente... Sinto a tua falta meu irmão, meu grande e melhor amigo, companheiro de nossas brincadeiras de crianças, de sonhos comuns, de projectos que não pudemos concretizar... Sinto muitas saudades tuas, meu irmão, porque já não moras no meu Mundo, mas naquele onde, um dia, te hei-de reencontrar... TUA IRMÃ


4 REPORTAGEM

12/04/2012

Ferreirós do Dão

Apresentação dos Jogos Desportivos 2012

TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

O

movimento associativo e desportivo voltou a estar todo reunido desta vez na freguesia de Ferreirós do Dão na Associação Vale do Dão, na quarta-feira, 4 de abril,

para o lançamento dos XIV Jogos Desportivos do Concelho de Tondela que decorrem de 6 de maio a 30 de junho, em mais uma organização do Município de Tondela. A cerimónia de abertura está marcada para o dia 5 do próximo mês no parque urbano e durante praticamente um mês e meio haverá encontros

desportivos nas modalidades de Andebol, Aquadanse, Basquetebol, Boccia, Capoeira, Carros de Rolamentos, Cicloturismo, Damas, Desportos de Aventura, Futebol 7, Futsal, Ginástica, Gira Volei, Jogos Tradicionais, Karaté, Natação, Orientação, Ori-BTT, Pétanca, Ténis, Ténis de Mesa, Tiro ao Alvo, Xadrez

e Rugby. O fim de semana dedicado aos dias dos jogos decorrerá nos dias 9 e 10 de junho com atividades desportivas no parque urbano com demonstrações da maioria das modalidades que preenchem a edição de 2012 dos jogos desportivos, a par do Aquadanse e o Gira-Vólei que evoluirão nas piscinas municipais. De salientar ainda que nestes mesmos dias decorrerá também, no parque urbano, o 1º Festival de Desporto do “Special Olympics Tondela 2012”, uma parceria com a Cooperativa Vários, que conta com o apoio também do Município de Tondela. Este festival contará com a participação de todos os atletas portadores de deficiência intelectual, a partir dos 8 anos de idade, que através de Clubes, Associações, IPSS ou outras instituições, se inscrevam nas modalidades de Pétanca e Futebol de 4. Através da apresentação pública do projeto dos jogos efetuada pelo professor Carlos Alberto Rodrigues, chefe do gabinete de Desporto do Município de Tondela, na sede da Associação Vale do Dão em Ferreirós do Dão foi possível relembrar a filosofia desta manifestação desportiva que já é uma referência do nosso território. Tal como consta do regulamento, os jogos podem trazer “grandes benefícios sociais à população pela via da ocupação saudável dos tempos livres dos jovens que ne-

les participam, milhares de adolescentes praticam desporto, na modalidade que mais gostam convivem com colegas e dirigentes de associações que desconheciam, visitam locais aonde nunca tinham ido, proporcionam belos espetáculos desportivos a milhares de pessoas que gostam de os ver, aprendem a respeitar os adversários, sentem o gosto de vencer dificuldades…”. No período destinado às intervenções das pessoas em representação das diferentes entidades começou por manifestar, António Mendes, presidente da associação anfitriã a sua satisfação por poder receber a apresentação dos jogos. Na mesa de honra presidida por Carlos Marta sentaram-se os vereadores, José António de Jesus, António Dinis, Carla Pires, Pedro Adão, Sérgio Rodrigues, em representação da Assembleia Municipal de Tondela, Maria João, dirigente associativa, António Mendes, da Associação Vale do Dão e o presidente da Junta de Freguesia de Ferreirós do Dão, Luciano Alves (Sénito). Este último agradeceu a presença de todos, especialmente, os membros da mesa e restante plateia com especial destaque para os presidentes de junta de freguesia que compareceram à apresentação da edição dos Jogos Desportivos do Concelho de Tondela. O autarca fez votos para que os jogos continuem nos próximos anos,

trazendo desta forma benefícios na educação dos jovens, conhecendo novas pessoas e novos locais, “o desporto e a saúde têm um elo de ligação muito forte, por isso participem todos nos Jogos Desportivos de 2012”. O presidente do Município, Carlos Marta encerrou a fase de intervenções para lembrar os números significativos da edição de 2011 em que participaram cerca de 1500 jovens em representação de cinquenta coletividades. Carlos Marta lembrou que os jogos desportivos já fazem parte da nossa vida, uma iniciativa que permite aos jovens praticarem diferentes modalidades desportivas, “independentemente ou não de participarem ou não nos quadros competitivos organizados pelas diferentes associações de modalidade…”. Nesse sentido o autarca considera que este projeto deve continuar a merecer um apoio claro e especifico do município para que ele possa ser cada vez mais forte, aproveitando para realçar a importância destas iniciativas se realizarem em diferentes locais do nosso concelho. Carlos Marta lembrou ainda que as pessoas da nossa terra colocam com o seu empenho, dando como exemplo a realização dos jogos desportivos o nosso concelho como uma referência na região no domínio desportivo, mas também social e cultural, servindo mesmo até como exemplo para o país.


CONCELHO 5

12/04/2012

EPT promoveu Workshop de Doçaria da Páscoa Depois do sucesso que foi o primeiro Workshop de Cozinha de Natal, promovido em Dezembro pela EPT – Escola Profissional de Tondela, realizou-se no passado dia 3 de Abril, um novo Workshop, desta feita sobre doçaria de Páscoa, onde os participantes tiveram a oportunidade de confeccionar doces e sobremesas típicas desta quadra. À semelhança do último Workshop, foram utilizadas as novas e modernas instalações da cozinha pedagógica que serve para as aulas práticas do Curso de Restauração Restaurante/Bar e Cozinha/Pastelaria da EPT. Sob a orientação do Chefe Luís Almeida, uma dezena de pessoas, dos mais variados meios, puseram mãos à obra e confeccionaram diversas doçarias, que tiveram oportunidade de provar e levar para casa. No final, todos estavam visivelmente satisfeitos com a organização de mais uma iniciativa de carácter gastronómico e que contribuiu não só para o enriquecimento da “arte” culinária dos participantes, mas também para o salutar convívio e animação entre todos. MARTA ROSA - EPT

Escola Secundária de Tondela com 3.º Ciclo do Ensino Básico de Tondela Integrado no Palno Anual de Atividades, vai realizar-se na manhã de 18 de Abril a V Caminhada da Escola Secundária com 3.º Ciclo do Ensino Básico de Tondela, com o objectivo de promover hábitos de vida saudável. O percurso de cerca de 9 km terá inicio na Escola, cruzando a Ecopista entre o nó de Sernadas e nó de Valverde, com paragem na Associação Cultural e Recreativa “Os Sardões”, de Valverde para convivio e terminará com a atividade “Sopas na Escola”. Recomenda-se o uso de vestuário e calçado confortáveis, não esquecer de tomar o pequeno-almoço, levar água e um pequeno lanche (a escola fornece, a meio do percurso, uma sandes, uma peça de fruta e água), cumprir as normas de segurança, respeitar as orientações dos professores, respeitar a natureza ao longo do percurso, não deitar lixo no chão e evitar ruídos desnecessários. Parte do percurso é efectuado dentro do período de maior risco de radição solar (11 às 17 horas). A radiação ultravioleta, proveniente do sol, relaciona-se com o aparecimento de 90% dos casos daquele que é o mais frequente de todo os cancros - Cancro da Pele. Sabe-se que é na prevenção, particularmente dos mais jovens, que está a solução para o seu combate. Assim, na impossibilidade de caminharmos sempre pela sombra, recomenda-se - vestir roupa de cor escura, usar chapéu ou boné e óculos com filtro UVA/ UVB, antes de sair de casa aplicar protetor solar FPS >= a 30, ou superior caso tenha cabelo e olhos claros, pele clara com sardas e muitos sinais. (a escola fornecerá uma amostra para nova aplicação a meio da manhã). Programa: Chamada e marcação de faltas - 8h30; Saida da Escola - 8h45; Paragem a meio do percurso com diversas atividades e lanche - 10h00; Chegada à escola - 13h00; Final da atividade - 13h25. No final da caminhada os participantes têm á sua disposição diversos tipos de sopa, oferecida por colaboradores.

Museu Municipal comemora Dia Internacional dos Monumentos e Sítios O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, comemorado a 18 de Abril desde 1982, tem como objectivo sensibilizar o público em geral e a comunidade educativa em particular, para a diversidade e vulnerabilidade do património, bem como para os diferentes esforços envolvidos na sua protecção e preservação. Assim, através desta data comemorativa, pretende-se celebrar o património local e nacional, mas, também, a solidariedade internacional em torno da salvaguarda e da valorização do Património de todo o mundo. O tema proposto para este ano “Do Património Mundial ao Património Local: proteger e gerir a mudança”, leva-nos a reflectir sobre a importância do monumento megalítico situado na freguesia da Lajeosa do Dão, a Anta da Arquinha da Moura. A Anta da Arquinha da Moura assume-se como um excelente exemplo de Património Universal, com os seus mais de 5 mil anos de história, sendo classificado como Imóvel de Interesse Público desde 2002, pelo Decreto nº 5/2002 de 19 de Fevereiro. No próximo dia 18 de Abril, serão efectuadas visitas guiadas, por marcação, a este monumento localizado na freguesia da Lajeosa do Dão. Para além de mostrar e explicar um dos pólos

museológicos do Museu Terras de Besteiros, os Técnicos dos Serviços Educativos do Museu Municipal pretenderão sensibilizar os visitantes para a necessidade da

preservação e divulgação do património da sua freguesia, que pela sua importância e representatividade pode ser também considerado Património Universal.

As inscrições para marcação de visitas podem ser efectuadas para o e-mail museu.terras.besteiros@cmtondela.pt MUSEU TERRAS DE BESTEIROS

Caminhada Trilho do Bodo Inserida no projeto de Combate ao Sedentarismo do Município de Tondela, realiza-se no domingo, dia 29 de abril a caminhada Trilho do Bodo pelo 2.º ano consecutivo. Este ano estão previstas visitas aos poços de extração do Barro Preto de Molelos e à Estação de Arte Rupestre de Molelinhos…

As inscrições devem ser realizadas até ao dia 25 de abril e já estão disponíveis online em http:// www.adrt.pt/ . Deve ser consultada mais informação, assim como o regulamento, no sítio da internet na área das caminhadas.

MIGUEL P P.. CARDOSO

ANTÓNIO FIGUEIREDO

A DIREÇÃO DA ADRT

MÉDICO DENTISTA

ORTOPEDISTA

R. Comandante João Matos Ferreira, 88 (Junto às piscinas municipais) Telef.: 232821959-TONDELA * 917 373 426

CONSULTAS EM PARADA DE GONTA ÀS SEGUNDAS FEIRAS PELAS 15 HORAS

Com: IMPLANTOLOGIA e ORTODONTIA

Telem.: 967 851 889


6 CONCELHO

12/04/2012

Luxemburgo

Tondela

Nascimento

Dia livre a praticar exercício físico

Nasceu a 15 de fevereiro deste ano numa clinica de Ettelbruck no Luxemburgo, o menino Cédric Correia Lopes com 3,650 kg e 51,5 cm, filho de pais portugueses. Os pais deste bebé recém-nascido são Sílvia Marina Gonçalves Correia de Tondela e Rui André Lopes da Silva de Monte Real, sendo avós maternos, José Carlos Rodrigues Correia e Amélia Adelina Figueira Gonçalves Correia, assinantes do nosso jornal. Os avós paternos são Belmiro Gonçalves da Silva e Paula Maria Patrício Lopes. Este é também o primeiro bisneto de Maria Alcídia Figueira Nunes e António Fernandes Gonçalves, também este assinante do Jornal de Tondela. Parabéns a todos os familiares de Cédric Correia Lopes, em particular aos nossos conterrâneos pela alegria de ver nascer mais um rebento no seio da família, desejando que este menino traga a todos as maiores alegrias ao longo da sua vida. A.P.

NEUR OL OGIA NEUROL OLOGIA DR. PETER GREBE

TRATAMENTO DE ENXAQUECAS/CEFALEIAS DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO

CONSULTAS E MARCAÇÕES Tondelmédica Telef.: 232 821 815 Rua Dr. Flausino Torres - Tondela FICHATÉCNICA

Registo na DGCS nº 109 629 Depósito legal nº 54581/92 Semanário Regional Independente (Fundado em 10/08/1989) DIRECTOR: Manuel Ventura da Costa E-mail:mventuracosta@sapo.pt REDACÇÃO Arménio Pereira E-mail: armeniopereira@mail.telepac.pt PAGINAÇÃO E MONTAGEM Angelo M. S. Ferreira

O próximo sábado, 14 de abril, é marcado pelo “Open Day Primavera”, uma iniciativa da responsabilidade do ginásio “Ffitness Club”, situado na urbanização Bela Vista em Tondela que pretende por toda a gente a praticar exercício físico. As portas são abertas logo pela manhã a todos os interessados em treinar por um dia sem a preocupação de fazer qualquer tipo de vínculo, poderão desfrutar de muita boa disposição praticando desporto. Este “Open Day Primavera”, escusado será dizer estará aberto tanto ao sexo feminino, como masculino, convergindo todos em torno de um denominador comum, ou seja, zelar pela boa forma física de todos. Quem estiver presente poderá assistir a uma demonstração de várias aulas que habitualmente são dadas no “Ffitness Club”, neste dia em particular, de 30 em 30 minutos pelos profissionais da área da educação física. Para quem está mais ou menos por dentro do tipo de exercício físico que pode ser praticado no “Ffitness Club”, no próximo sábado, será possível logo pela manhã, 10:00, participar em aulas de Cycling, 10:30 – Fight-Do, 11:00 – Step e 11:30 – Oxigénio. Da parte da tarde as sessões são repetidas às 16:00 de Cycling, 16:30 de Fight-Do e 17:00 – Oxigénio, mas a última sessão deste período será de Pilates.

Esta iniciativa pretende incutir hábitos nas pessoas da prática de exercício físico, através de um acompanhamento especializado num local que oferece todas as garantias de que o poderão fazer com o máximo de qualidade. Os maiores benefícios recaem sobre os praticantes, quando cada vez mais são realçadas as

vantagens da prática de desporto, especialmente, no que diz respeito à nossa saúde. Muitos têm sido os testemunhos, incluindo médicos e científicos que convergem na ideia de que praticar exercício físico poderá prevenir um conjunto vasto de doenças. O concelho de Tondela

COLABORADORES: Hélio Bernardo Lopes, Cílio Correia, Maria da Conceição Marques Correia, João A. Ventura da Costa, Comendador Gilberto Ferraz (Londres), Rui Vale, Artur Jorge Amaral Leitão. CORRESPONDENTES: Elísio Gomes de Matos (Barreiro de Besteiros), Optacílio de Matos Fragoso (Cortiçada), Hermínio Henriques (Corveira), António Lopes da Silva (Ermida), António Pais Ferreira (Lobão da Beira), José da Cruz Mendes ( Mosteiro de Fráguas), Rodrigo Marques Xavier ( Parada de Gonta), Amadeu Dias dos Santos ( Tonda), Antonino Coimbra dos Santos (Vila Nova da Rainha), Paulo Manuel L. pereira da Fonseca (Campo de Besteiros), Eduardo Pereira Marques (Mouraz, Fausto Varela Macedo ( Alvarim) Graciete Gomes ( Ferreiros do Dão), José Fernando (Nandufe) Manuel da Costa (Tourigo) PROPRIEDADE / ADMINISTRAÇÃO COMPOSIÇÃO SEDITON - Soc. Editora Tondelense, Lda Registo na DGCS nº 215 348 - Nº Cont. 502468076 Detentores com mais de 10% do Capital da Empresa, Eduardo António Ferreira Marques Arménio Ferreira Marques R. Dr. Marques da Costa Apartado 97 - 3461-909 Tondela E-mail: jornaldetondela@mail.telepac.pt Site: jornaldetondela.com.sapo.pt

tem demonstrado ao longo dos últimos anos que ama o desporto, através do desenvolvimento de políticas locais que favorecem um incremento bastante alargado dessas práticas, beneficiado também pela construção de equipamentos fundamentais como ecopista do Dão. ARMÉNIO PEREIRA

IMPRESSÃO CORAZE - Oliveira de Azeméis Telef.: 256 600 580 - Fax: 256 600 589 E-mail: grafica@coraze.com ASSINATURAS E PUBLICIDADE Eduardo A.F. Marques TELEFONE: 232 822 137 FAX: 232 821 118 ASSINATURAS ANUAL (52 nºs) - NACIONAL = 25,91 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Europa) = 55,12 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Resto Mundo) = 68,35 Euros (c/IVA)

Avulso = 0,60 Euros (c/IVA) Números atrasados = 2,00 Euros (c/IVA) Dia de Saida: Quinta-Feira TIRAGEM NESTA EDIÇÃO 3.000 Exemplares ASSOCIADO DA

Jornal de Tondela, como orgão de informação independente, apartidário e apolítico, está aberto à participação de todos os cidadãos, pelo que a sua colaboração reflecte apenas ideias pessoais que não vinculam o estatuto editorial do Jornal.


REPORTAGEM 7

12/04/2012

Tondela

Equipa de Futsal S. L. Benfica convive com adeptos As estrelas da equipa de futsal do Benfica estarão em Tondela nos próximos dias 26 e 27 de abril para um mini estágio se assim se pode chamar, oferecendo uma oportunidade única a muitos adeptos poderem conviver com os seus ídolos. Esta honrosa presença permitirá também que toda a comitiva possa no primeiro dia, quinta-feira, participar no jantar comemorativo do 18.º Aniversário da Casa do Benfica de Tondela. Um encontro especial da família benfiquista marcado para as 19:30 decorrerá no Hotel Severino José e para a qual a dire-

ção desta coletividade apela para a participação maciça dos seus associados. No dia seguinte, sexta-feira, da parte da tarde haverá uma visita à escola Secundária de Tondela, momento, aproveitado para uma palestra com a equipa de futsal do Benfica. Nessa noite, os adeptos da modalidade poderão assistir a um jogo no pavilhão municipal de Tondela entre o S.L. Benfica e o ABC de Nelas, oportunidade excelente para ver todos virtuosismos técnicos de Ricardinho, o principal “crack” da equipa e com-

panhia. As inscrições para o jantar estão limitadas até ao dia 20 de abril na sede da Casa do Benfica ou através de 968770734/232 281389 ou mail: casabenficatondela@gmail.com. Tal como consta do cartaz promocional, a entrada é livre até aos 4 anos de idade, dos 4 aos 12, serão cobrados “5 águias”, sócios, “15 águias” e não sócios, “18 águias”. No jogo treino com o ABC de Nelas será sorteada uma camisola do Benfica autografada pelos elementos que constituem o plantel 2011/2012. ARMÉNIO PEREIRA

JORNAL DE TONDELA

Vila Nova da Rainha ANTONINO DOS SANTOS

AINDA O ACIDENTE E A FALTA DE SENTIDO SOCIAL Para saber o estado de saúde do jovem LEANDRO, vítima do acidente em 24 de Março, procuramos e entrevistamos seu pai, sr. ANTONIO MANUEL MARQUES DIAS que nos fez um relato apaixonado - um pouco estéril, entende-se perfeitamente, circunstanciado nos males que invadem o jovem LEANDRO seu filho, não só o jovem mas,

toda a família, cuja situação é preocupante pela delicada cirurgia para dar forma ao pé esmagado pelo monstro que há muito devia estar fora de serviço - o autocarro que transportava alunos das escolas de Tondela. Porem, António Manuel foi mais adiante, relativamente à falta de sensibilidade à falta de sensatez, pelo facto dos responsáveis de transportes escolares não terem uma palavra, um telefonema de solidariedade. Disse, no terreno ouvi muitas promessas, amizades. Tudo

iam fazer para que nada faltasse ao meu filho. Tudo isto não passou de palavras vãs. Tive sim, um telefonema seguida de visita que fez ao meu filho da Sra. SECRETÁRIA da Saúde. Há falta desse apoio prometido, minha família reveza-se, vamos dormir uma pessoa por noite junto do rapaz para o ajudar nos momentos críticos. Não há sentido social dizemos nós. Desejamos ao Leandro que volte à vida são e escorreito o mais breve possível.

Ao Tom Dela

New Sketch tour 2012 O projecto “New Sketch” conta com aproximadamente oito anos de trabalho. Trata-se de uma formação em expansão onde a festa, a boa disposição, as músicas e letras de intervenção têm um compromisso ímpar e no qual digase em abono da verdade têm sabido conquistar a critica local e expandir para outras paragens os sons que vão produzindo. A inovação está presente na musicalidade da banda com uma identidade muito própria onde se misturam conceções únicas originais de sons de diversas culturas e épocas, “o coletivo procura assim encontrar a sua autêntica forma de expressão musical através de um investimento na criação poética que lhe serve de suporte”. Tal como é possível ler na sua apresentação à imprensa, numa primeira fase, a formação dedicava-se a músicas de intervenção e contestação servindo-se do Rock e do RAP como sonoridades. Em 2007 gravaram o “New Sketch Multiplugged” ao vivo na ACERT, Tondela. A partir daqui e após diversas experiências, juntaram-se ao grupo mais músicos trazendo assim novas ideias e influências. Daí resulta o actual espectáculo “New Sketch – Ao Tom Dela” (gravado em 2011) onde uma mistura explosiva de sons e mensagens interventivas se fazem sentir. No mesmo documento são os próprios membros a definirem “A música não é como a água: insípida, inodora e incolor. A música tem múltiplos sabores pelas especiarias e por aquele paladar à terra que lhe dá raízes e a liberta para

ganhar novos paladares, pelas paixões por outras com que se mestiça. A música tem cheiros de uma pluralidade inimaginável: belos e aromatizados e também selvagens e agrestes A música tem cores de muitas matrizes, exaltando uma multiculturalidade que lhe insufla pigmentações de contestação defronte tonalidades hegemónicas de uma batuta globalizante e mercantilista. Ao Tom Dela é um sinal de alerta de quem deseja estar inquieto, comprometido com a poética interventiva e com uma música que não quer ser como a água: sem cheiro, sem sabor e sem cor. Sketch é obra artística instantânea, geralmente cómica, representada sem presunção. New é o começo. O que antes se ignorava. O que rebenta do que se cria para [e em] cada instante em que se vive e actua. Ao Tom Dela, são recados [Deles) para um mundo que, para ser New, tem que ser um Sketch.” Álbuns Editados New Sketch – Multiplugged 2007 Convidados: Fran Perez, Brian Carvalho, Juca e Zékinha New Sketch – Ao tom dela 2011 Convidados: Fran Perez, Bruno Abel, João Condesso, Wrainer, Hélder Almeida “Tsé-tsé” e Rui Pedro A banda tem como principais contactos de produção, Paulo Nuno Martins – 96 339 48 26 e André Silva – 91 615 68 58, o e-mail é newsketchband@gmail.com A.P.


8 CONCELHO

12/04/2012

Canas de Santa Maria

Nandufe

M.M.

O CESTEIRO

FALECIMENTO

”PASCOELA”

Faleceu no passado terça-feira, dia 6 de Abril, no Hospital de Tondela, a senhora Maria da Nazaré de Lurdes Simões, natural de Castanheira de Pêra, com 84 anos de idade. A extinta era viúva de Augusto de Silva Martins, filha de Sebastião Simões e Maria Preciosa, mãe de Manuel Silva Martins e de Maria de Fátima Simões Silva O seu corpo esteve em câmara ardente na Capela de S. Pedro, de onde saiu pelas 17 horas de sábado, dia 7 de abril, para ser celebrada a cerimónia fúnebre de corpo presente na Igreja Matriz da Vila, presidida pelo Sr. Padre João Dinis. Depois desta terminada, na qual se incorporou a Irmandade de Canas de Santa Maria, familiares, amigos e todos que se quiseram associar a este momento de pesar, dirigiram-se para o cemitério local para lhe prestar uma última homenagem. A senhora Maria estava pela primeira vez na nossa vila, na qual a mesma tinha vindo passar a Páscoa junto de familiares. O Jornal de Tondela e o seu correspondente nesta freguesia apresenta os seus sentimentos a toda a família a amigos, com os desejos de paz para a alma da senhora Maria do Céu.

Realiza-se no próximo Domingo a nossa Páscoa, uma vez que decorre como tem sido apanágio todos estes últimos anos no domingo a seguir à Pascoa, chamaram o Domingo de Pascoela. As celebrações começam logo pela manhã com a celebração da Santa Missa que se realiza às 9 horas, seguindo-se então a tradicional Visita Pascal.

JORNAL DE TONDELA Online Também nos pode ler na Internet em: http://jornaldetondela.com.sapo.pt

”MANIFESTAÇÃO CULTURAL E ETNOGRÁFICA” Conforme foi noticiado por toda a imprensa generalista, realizou-se no passado dia 31 de Março em pleno Rossio da cidade de Lisboa, a maior manifestação realizada na capital do País pelas Juntas de Freguesia. A concentração iniciou-se ainda na Avenida Fontes Pereira de Melo, Avenida António José Augusto de Aguiar, Parque Eduardo VII e Marquês do Pombal. A própria imprensa também o disse, que não havia memória de ver tanta gente na capital como nesta manifestação. A ra-

Maria Manuela de Figueiredo Almeida NOTÁRIA NIF: 128 291 990 Av. Dr. António Manuel Tenreiro da Cruz, n.º 54

JUSTIFICAÇÃO NOTARIAL Certifico, narrativamente para efeitos de publicação que por escritura exarada de folhas 116 a folhas 117 verso do livro de notas número 118-I, deste Cartório, António de Matos Rodrigues e mulher Olinda do Nascimento Rosa, casados sob o regime da comunhão geral, naturais do concelho de Tondela, ele da freguesia de Dardavaz, ela da freguesia de Mouraz, onde residem na Rua das Galinherias, n.º 160, lugar de Adiça, que se declaram com exclusão de outrem donos e legítimos possuidores do seguinte prédio: Rústico, sito na Mão de Ovelha, freguesia de Mouraz, concelho de Tondela, composto por pinhal, com a área de três mil cento e dez metros quadrados, que confronta do norte com António Dinis da Silva, do sul com Aníbal Ventura de Sousa, do nascente com Soares Bento e do poente com Francisco Fernandes, omisso na Conservatória do Registo Predial de Tondela, inscrito na matriz, em nome do justificante, sob o artigo 66. Que adquiriram a totalidade do mencionado prédio em mil novecentos e oitenta e seis, por compra que fizeram a António Braz e mulher Laura da Encarnação Marques, residentes em Saldonas, Tondela, sem que no entanto ficassem a dispor de qualquer título formal, que lhes permita efectuar o seu registo na Conservatória do Registo Predial, sendo certo porém, que sempre têm exercido os poderes de facto correspondente ao direito de propriedade, sem interrupção, fruindo como donos as utilidades possíveis, à vista de todos e sem discussão nem oposição de ninguém. Está conforme o original. Tondela, 3 de Abril de 2012. A colaboradora da Notária, devidamente autorizada para a prática deste acto, Carine Maria Martins Agostinho, inscrita na Ordem dos Notários sob o n.º 110/ 2. (assina) (JORNAL DE TONDELA, 12 DE ABRIL DE 2012)

zão é muito simples, tratou-se de uma manifestação de carácter cultural e etnográfica de muitas Freguesias espalhadas pelo País e acima de tudo, completamente despartirizada. Caros leitores, éramos milhares de pessoas a mostrar ao País na capital que desejamos que tudo o que há a fazer deve passar pelos Homens e Mulheres que estão à frente das Freguesias, ninguém se esqueça que fomos eleitos pelo Povo ao contrário dos senhores Governantes foram os Partidos que os elegeu. De salientar que só do Distrito de Viseu chegaram a Lisboa 18 autocarros. Do nosso Concelho, das 26 Freguesias, apenas só a Freguesia de Nandufe se apresentou com um autocarro de 55 Lugares completamente

cheio, que desde as oito da manhã até ao bater das dez da noite disse sempre presente e disposta a defender os interesses da sua Freguesia! Continuo a perguntar, se como diz a nova Lei que foi aprovada há pouco tempo na Assembleia da República, o Concelho de Tondela irá perder 7 Freguesias, sim e depois que irão dizer os senhores Presidentes de Junta de Freguesia aos seus eleitores e ao povo dessa Freguesia? Sendo esta Freguesia de Nandufe parte integrante do Conselho Geral da Associação Nacional de Freguesias Anafre, continuará sempre a informar e a dar conta da evolução de todos os acontecimentos que venham ocorrer sobre a Extinção/Fusão das Freguesias.

“SPORTING CLUBE DE NANDUFE” A direcção do Sporting clube de Nandufe solicita aos seus sócios que ainda não pagaram as suas quotas, se podem efectuar o pagamento o mais rápido possível dado que o Clube tem necessidade de realizar fundos para poder fazer face às suas despesas. Como também se está atravessar esta festividade Pascal, a Direcção deseja a todos os colaboradores que de uma forma directa ou indirectamente têm ajudado o SCNandufe, os Sócios e muitos simpatizantes que se encontram espalhados pelo País e pelo Mundo uma Santa e Feliz Páscoa.


CONCELHO 9

12/04/2012

ANIVERSÁRIO DA ASSOCIAÇÃO Relembra-se a todos os sócios e simpatizantes do Centro Social Cultural Desportivo e Recreativo do Carvalhal que no próximo domingo, dia 15 de Abril, vai realizar o seu Almoço de Aniversário

Carvalhal (Tondela)

Ermida (Tondela)

AF

ANTÓNIO LOPES DE SOUSA

com o seguinte programa: 11H00 - Romagem ao cemitério; 12H00 - Missa na Capela em memória dos sócios falecidos; 13H30 - almoço de aniversário com a seguinte ementa: Caldo Verde, Arroz de Feijão com Rojões, Salada de Alface, Sobre-

mesa: Salada de Fruta, Bolo de Aniversário e Champanhe. As inscrições são na Sede da Associação e o valor é de: Sócios - 7,50 Euros / Não Sócios 10,00 Euros / Crianças até 8 anos - Grátis.

Ferreirós do Dão

VISITA PASCAL Decorreu muito bem a Visita Pascal na Ermida e este ano com ajuda de bom tempo que até parecia um autêntico Verão embora noutras regiões de Portugal houvesse chuva. Este ano foi feita com a colaboração do Sr. Victor Santos, como já é costume quando não vem o Sr. Padre Rocha, nosso Pároco de Tondela, e os restantes membros que

GRACIETE GOMES

UNIDADE DE PROTEÇÃO FLORESTAL Na passada semana a unidade de proteção florestal foi chamada a intervir para apagar um foco de incêndio, que teve o seu inicio numa pequena queimada que de repente ficou sem controlo, pondo em perigo para além dos bens materiais também animal que se encontravam num curral anexo ao foco de incêndio. A rápida intervenção da unidade com a ajuda de alguns populares fez com que o fogo rapidamente se extinguisse. Mas mais uma vez fica o alerta para o perigo de fazer queimadas já que os terrenos se encontram muito secos devido à falta de chuva que este ano se tem verificado.

CASA DO POVO A casa do Povo informa a todos os interessados que já aderiu às novas tecnologias sendo que

o seu email é: cpferreirosdodao@gmail.com e também já tem uma página no facebook,sendo este: Casa do Povo de Ferreirós do Dão. A direção espera que assim seja mais fácil principalmente para quem está longe, principalmente os nossos emigrantes saberem com mais facilidade aquilo que se passa na nossa associação.

ASSOCIAÇÃO VALE DO DÃO Foi com muita honra que a Associação Vale do Dão recebeu na passada semana a apresentação oficial dos jogos desportivos 2012 do nosso Conselho. A Câmara de Tondela, apesar da conjuntura em que o nosso pais se encontra, tem feito um esforço e com grandes resultados para manter as atividades que até então desenvolvia. Teve inicio pelas seis e meia da tarde com a palavra do Presidente da

de: António Luís Simões Dias - CANALIZAÇÕES - MONT AGENS MONTA

Energia Solar Ar Condicionado Aquecim. Central

- ELECTRICID ADE ELECTRICIDADE Telem.: 966 083 869

R. Principal, N.º 538 * Eiras * Castelões * 3465-126 Campo de Besteiros

associação que agradeceu a presença de todos e depois de um pequeno discurso passou apalavra ao Sr. Presidente da Junta de Freguesia o Sr. Luciano Costa, que ditas algumas palavras, cedeu o seu lugar à figura mais ilustre, o Sr. Presidente da Câmara Dr. Carlos Marta. Após os habituais discursos e a devida apresentação dos jogas a associação ofereceu o jantar a todos os que quiseram esperar pelo porco no espeto. Esperamos que os jogos sejam um sucesso ainda maior do que o do ano passado e que todos os que participarem tirem proveito do mesmo.

PASCOA Mais uma vez se cumpriu a tradição da nossa aldeia e a Cruz saiu à rua para entrar em todas as casas que acharam por bem abrir a porta e deixar o “Nosso Senhor” entrar. Foram bastantes os regressaram a sua terra natal para festejar a Páscoa. A alegria das pessoas nas ruas enche-nos de orgulho e mostra que as tradições são para se manter. Agradecemos ao Sr. Padre José Fernando o esforço que ele fez para poder estar presente no Compasso, já que ele tem três freguesias e não é fácil conseguir agradar a todos. Pascoa Feliz.

PUBLICIDADE? SÓ NO JORNAL DE TONDELA!

acompanham o grupo eram os mordomos da Capela de S. Silvestre, o sr. Fernando Ferreira e sr. Albertino Lopes com os acólitos. Houve muita alegria e pausadamente lá se foi fazendo a visita tendo sido muito bem recebidos e também notámos alguns emigrantes que quiseram passar esta quadra festiva junto dos seus familiares e amigos. Houve alguns foguetes, não muitos, mas ao

menos para dar sinal por onde passavam. Em linhas gerais, na Freguesia também decorreu muito bem e destacamos na segunda-feira na parte da manhã, na Estação de Tondela, um grande grupo de peregrinos que iam para Fátima a pé e pediram também para beijar a cruz e a bênção do Sr. Padre para que tudo lhes corresse pelo melhor e assim foi a Visita Pascal.

Lobão da Beira ANTÓNIO PAIS FERREIRA

FALECIMENTO Maria Carolina Pais, de 87 anos de idade que residia na rua do casal, faleceu em 04/04/12, após prolongada enfermidade. O funeral realizouse pelas 16.00 horas do dia 05 de Abril, partindo da casa mortuária onde esteve em câmara ardente. Depois da celebração da missa de corpo presente seguiu-se o funeral para o cemitério da freguesia, onde repousa. Deixa viúvo António dos Santos Vilareto e era mãe de Natália Pais Loureiro (falecida, porém, representada pelo marido), José António Pais Loureiro ausente no Canadá, José Fernando Pais Santos e Francisco Manuel Pais Santos, respectivamente casados com Odete, Lurdes e Clarinda Ferreira. Deixa 6 netos e 6 bisnetos. Lurdes acompanhou-a durante a sua vida de enfermidade, com esmero e dedicação, ultrapassando situações delicadas, no sentido de que sua sogra tivesse um fim de vida com máxima decência. Familiares e amigos juntaram-se neste acto de dor, manifestando o apreço nutrido pela Maria Carolina Pais. Também nós não a esqueceremos, sempre fazia parte na comemoração dos nascidos em 1945 em memoria da filha Natália. O Senhor a tem no devido descanso. Aos enlutados os nossos

sentidos pêsames.

O COMPASSO PASCAL 2012 Decorreu muito bem a visita pascal na freguesia. As horas habituais foram tidas em consideração, sendo de agrado geral. O acto processual foi ministrado por dois grupos de trabalho, fazendo-se um momento de oração com leitura de pensamentos pascais, ao que a assembleia reunida deveria responder a cada interpelação feita pelo orador enviado. Cumpriu-se a visita pascal, mas a PASCOA VIVE-SE até ao Pentecostes.

FESTA NA CASA DO POVO No fim-de-semana de 20 e 21, a Casa do Povo vai apresentar um aliciante programa de actividades musicais e outras, as quais com ele-

vado gosto daremos a conhecer na próxima semana. Desde já temos actuações escola de música, grupo de cantares e rancho folclórico do Cruzmaltina Lobanense. São dois dias em que a casa do povo promove estes acontecimentos abertos a todos os interessados. Apoiar o que existe de bom na nossa terra é dever de todos nós.

BAILE NO CRUZMALTINA Marcado para sexta feira dia 06 de Abril, o Baile abrilhantado pela já nosso conhecido Amigo Jorge Andrade de Tondela, teclas e voz, teve o seu êxito. Compareceram muitas pessoas que divertindo-se apoiaram de algum modo a Associação a viver da vontade de sócios e simpatizantes. Foi bom.

Agradecimento Albertina Ferreira do Vale Parada de Gonta A família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente como era seu desejo, vem por este meio agradecer a todas as pessoas que se dignaram acompanhar a sua ente querida à sua última morada e bem assim a quantas que de qualquer outra maneira lhe manifestaram o seu pesar. Serviço a cargo da Agência Funerária do DÃO, LDA.


10 CONCELHO

12/04/2012

Tourigo MANUEL DA COSTA

DOMINGO DE PÁSOA – VISITA PASCAL Enquanto nas aldeias limítrofes subiam no ar e estralejavam, quase ininterruptamente, foguetes, nas cinco zonas em que está dividida a freguesia do Tourigo para a visita pascal, apenas se ouviam os cânticos dos respectivos grupos que, com a Cruz, iam de casa em casa anunciando a Ressurreição. A visita começou cerca das nove horas percorrendo cada grupo o percurso que lhe estava destinado. É assim há vários anos e cerca das onze já os grupos se encontravam junto do Nicho de Nossa Senhora de Fátima de regresso da visita. Depois, em conjunto, e acompanhados por muitos habitantes da Freguesia, formou-se a procissão, até à Igreja matriz onde foi celebrada a eucaristia pelo responsável paroquial, Senhor Padre Alcides Vilarinho. Terminada a celebração foi o convívio familiar à volta das mesas, mais recheadas nesse dia até porque, em algumas, alguns dos membros da família, vieram de longe para se associar e come-

morarem em conjunto a alegria e a solenidade do dia. A Páscoa é a vitória da Vida sobre a Morte. E é também um apelo à nossa renovação. O caminho da fé é diferente em cada um, mas os descrentes quando sorriem, quando sonham, quando acreditam mais em si mesmo, não será isso uma ressurreição?

CRISTIN A B APTIST A CRISTINA BAPTIST APTISTA

PEDIATRIA CONSULTAS E MARCAÇÕES

Tondelmédica Telef.: 232 821 815

Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

CENTRO CULTURAL E D. DO TOURIGO 1.ª PEREGRINAÇÃO/ CAMINHADA A SANTIAGO DE COMPOSTELA No passado dia 28 de Março, o Centro Cultural e Desportivo do Tourigo levou a cabo mais uma iniciativa, desta feita a 1ª Peregrinação/Caminhada a Santiago de Compostela pelo Caminho Português.

O Caminho de Santiago de Compostela é uma rota secular de peregrinação religiosa, até aquela cidade espanhola, onde se encontra o túmulo do apóstolo Tiago. A peregrinação a Santiago transformou-se num acontecimento religioso destacável, sendo reconhecido pelo Parlamento Europeu, o qual designou o Caminho “Primeiro Itinerário Cultural Europeu”, e pela UNESCO, que o declarou Património da Humanidade.

VENDE-SE

APARTAMENTOS T2, T3 e Duplex LOJAS, ARMAZÉNS E GARAGENS Rua Dr. Almiro Vale - TONDELA (Junto ao Campo de Futebol) Vende: Consurbanas, SA Av. Alberto Sampaio, 134 - Viseu Telf.: 232 429537

Assim, pelas 9 horas da manhã, os peregrinos rumaram na carrinha de apoio até Valença, onde iniciaram a jornada. Na bagagem levavam motivação, alegria e boa disposição. Após o almoço, junto ao Albergue de São Teotónio na bela cidade minhota, os peregrinos encetaram a caminhada através da Fortaleza de Valença, onde deliciados com a paisagem deixaram o nosso país percorrendo a Ponte Internacional Valença/Tui, até ao território de nuestros hermanos, encontrando do outro lado a maravilhosa cidade de Tui. Passados cerca de 20 km chegaram a O Porriño, onde pernoitaram a primeira noite. No segundo dia, os caminhantes tiveram oportunidade de bater um dos troços mais bonitos e difíceis do Caminho, que os levou até à encantadora cidade de Pontevedra, percorridos mais 33km. Mais um dia e após 23km o grupo chegou a Caldas de Reis, de onde saíram na manhã seguinte, no último dia de Março, passando por Padrón, chegando a Teo para pernoitar, a última noite, antes da chegada a Santiago de Compostela. Parecendo mentira, no domingo dia 1

de Abril, os 9 peregrinos chegaram à cidade galega, onde se encontra a imponente Catedral de Santiago de Compostela, que comemorou os seus 800 anos em 2011. Já esquecidos das maleitas, fruto dos cerca de 120km do Caminho, os peregrinos assistiram à procissão do dia de Ramos, assim como à Missa do Peregrino. O grupo teve ainda oportunidade de abraçar Santiago e percorrer as admiráveis ruas da cidade, onde aproveitaram para adquirir a desejada Compostela e comprar os regalos. A experiência marcou, de alguma forma, todos os participantes, não só pela excelência do Caminho mas pela partilha, conhecimento, amizades, cheiros, cores colecionados ao longo da jornada e também pelos manjares confecionados pela cozinheira de serviço a D. Felismina, que gentilmente acompanhou o grupo até à cidade galega. A Direção do CCDT aproveita para agradecer o apoio da Junta de Freguesia do Tourigo e do Centro Social do Tourigo, IPSS. Texto: Rita Rosa)

PAULA M. PENEDOS

MÉDICA DENTISTA CONSUL TAS TODOS OS DIAS ÚTEIS CONSULT ACORDO C/ SAMS ENFERMÉDICA-Tel.: 232 813 556 Largo Visconde de Tondela (Finanças) - TONDELA


CONCELHO 11

12/04/2012

Caparrosinha (Caparrosa) J. A.

CELEBRAÇÃO PASCAL Cumpriu-se mais uma tradição pascal na aldeia de Caparrosinha. O tempo apresentou-

se cinzento e quando o sol descobria não se aguentava o calor. Na parte da manhã, ultimavam – se os últimos preparativos para os católicos, bem receber em suas casas,

Jesus Cristo Ressuscitado em forma de cruxifixo, e quem nesta altura nos visitam nomeadamente familiares e amigos que vivendo distante, escolhem esta quadra, para

nos visitarem. As ruas estavam limpas, algumas atapetadas como manda a tradição, com junco e rosmaninho. A missa foi celebrada pelas 14H30, pelo Padre Armando, que se deslocou da Paróquia de Campo de Besteiros, por impossibilidade do Parco da Freguesia, Padre Felisberto. Embora houvesse alguns lugares vagos dentro da igreja, não eram menos vagos os lugares no recreio, ou melhor no adro da igreja em que as crianças se portaram como se estivessem no intervalo das aulas, sob a passividade dos pais e olhar atento dos adultos, que com as suas conversa e a brincadeira dos mais pequenos, perturbavam os mais devotos e atentos. Houve mesmo

quem se manifestasse de que era melhor ficarem em casa. Ai o antigamente. Criança que fizesse barulho durante a missa… Os valores e o respeito da família estão a desmoronar-se. Aliás, já estamos a senti-lo. Depois da missa, mais uma vez coube a tarefa ao António Silva, Olívia, Cilio, e Helena Margarida, (que fazendo hoje anos, foram –lhe cantados os parabéns quando da visita á sua casa, ) de levar a cada casa Jesus Cristo Ressuscitado, começando a visita pascal as 15H30, acabando cerca das 20H00, na casa do Carlos Gonçalves, onde também aí o que já é tradição, foi servido caldo verde entre outras iguarias, aos cerca quarenta

presentes. Contámos na casa do Sr. Carlos Lopes, cerca de oitenta pessoas que na altura da visita pascal, marcaram presença. A juventude como sempre marcou presença, não deixando os créditos por mãos alheias, e que alguma casa deixasse de ser vistoriada. Já tarde, no centro associativo ARCAPA, ai se fêz o balanço de toda a atividade exercida durante a tarde, sendo que não chegaram a nenhuma conclusão. “ Apenas era bom”… Na segunda-feira, no recinto desportivo do vale dos Mamourais, foram ali queimadas as calorias do dia anterior.

O ESTADO DO TEMPO PARA OS PRÓXIMOS DIAS DIA 5.ª 6.ª Sáb. Dom.

TEMPO

MÁX.

MIN.

Aguaceiros

12.ºC

6.ºC

10.ºC

6.ºC

9.ºC

6.ºC

9.ºC

4.ºC

11.ºC

4.ºC

13.ºC

5.ºC

14.ºC

6.ºC

Índice UV: 7 Alto

Aguaceiros Índice UV: 6 Moderado

Aguaceiros Índice UV: 6 Moderado

Encoberto Índice UV: 7 Alto

2.ª

Predominância de sol

3.ª

Predominância de sol

4.ª

Índice UV: 7 Alto Índice UV: 7 Alto

Ensolarado Índice UV: 7 Alto


12 CONCELHO

12/04/2012

Parada de Gonta RODRIGO XAVIER

FALECIMENTO

Na passada segundafeira, dia 2 de Abril, faleceu no Hospital S. Teotónio em Viseu a sra. Albertina do Vale de 64 anos de idade, natural desta Freguesia de Parada de Gonta. Esta nossa conterrânea deixou na dor do luto profundo seu marido, Fernando Pereira, de 64 anos, seus filhos, Maria de Fátima Vale Pereira Marques, casada com António Jorge Almeida Marques, Carmem Vale Pereira Correia, casada com Rui Filipe Correia, Andreia Cristina do Vale Pereira, solteira, e Luís Fernando do Vale Pereira, solteiro e atual Presidente da Junta de Freguesia de Parada de Gonta. Era ainda avó de Diana Marques, Fernando Marques e Adriana Correia. Seu corpo veio para a sua residência onde esteve em câmara ardente até terça-feira dia 3 de Abril, saindo pelas 17h30 para a Igreja Matriz onde foi celebrada missa de corpo presente pelo Pároco João Dinis. Terminada esta cerimónia seguiu-se a sua

última homenagem de acompanhamento, com o Pároco João Dinis, Irmandade do Santíssimo Sacramento, familiares, imensa multidão de amigos vindos de várias localidades até ao cemitério local onde seu corpo foi depositado em cavouco familiar junto de sua mãe. Esta nossa saudosa Albertina passou por vários problemas de saúde onde nos últimos anos andou pelo Hospital de Tondela, Coimbra, Viseu onde médicos, enfermeiros e auxiliares tudo de melhor fizeram para salvar esta nossa doente os quais nada puderam fazer, chegando assim a fatídica hora de Deus a chamar para o Seu Reino Divino. Nesta imensa multidão presente neste funeral destaca-se a presença do Município de Tondela com a presença do Dr. Carlos Marta, Vicepresidente Dr. José António Jesus, Vereadores, Eng.º Dinis, Eng.ª Carla, Eng.º Adão, Dr.ª Cília Marques, Presidentes de Juntas de várias freguesias do Concelho, e outras personalidades, assim como representantes associativos paradenses, etc. Jornal de Tondela e seu correspondente nesta freguesia apresentam a todos os familiares sinceras e sentidos pêsames com desejos de paz para a alma da sra. Albertina.

PASCOA 2012 Com base naquilo que se vem estabelecendo ao

dos alunos dos Jardins de Infância de Lajeosa e Ferreirós do Dão, dos alunos do 3º e 4º anos da escola de Lajeosa do Dão, da Direção do Agrupamento de Escolas de Lajeosa, dos elementos da Junta de Freguesia, do Vereador Dr. José António e de outros elementos da Câmara Municipal de Tondela. Para além da venda de diversos produtos, houve muita animação, apresentação de uma história pela equipa da Biblioteca do Agrupamento, jogos lúdicos, música, peddy paper, pinturas faciais e balões de modelagem. Foi um dia diferente e divertido! longo dos anos anteriores, a Associação “Os Amigos” de Parada de Gonta, realizaram este ano mais uma vez dois dias de atividade. As comemorações da Páscoa, começaram na sexta-feira dia 06 de Abril, com a encenação da Via Sacra. Este espetáculo de rua, onde se vivem as últimas horas de Jesus Cristo, foi vivido e seguido por uma grande multidão, que seguia de perto toda a ação desenvolvida por as pessoas que interpretaram de uma forma realista a história tal como ela é transmitida ao longo dos séculos. Mais uma vez a encenação foi muito boa, estando de parabéns todos os participantes deste espetáculo de rua. No dia seguinte, sábado dia 07 de Abril, deslo-

cou-se desde Tondela a banda Just Rock It, que não se ficaram só pela promessa de animar a noite, foram cerca de 3 horas de música sempre em grande espetáculo, que agradou a todos os que quiseram estar presentes. Foi uma noite bem passada, onde o único senão foi o facto de se notar a falta de presença de público em comparação com atividades passadas, facto este que durante a noite não foi tomado em conta tal era a animação que se vivia na sede da Associação “Os Amigos” de Parada de Gonta. Em contas de resumo geral, foram dois dias de atividade de grande qualidade, tal como vem sendo habito. A Associação “Os Amigos” de Parada de

Gonta, agradece a todos os que passaram pela sede da Associação nestes dias, agradece também aqueles que ajudaram a que a Via Sacra fosse possível realizar, e a todos os que aderiram quer num dia quer no outro.

FEIRA DA PRIMAVERA EM PARADA DE GONTA No dia 22 de março, realizou-se uma vez mais a “Feira da Primavera”, em Parada de Gonta. Esta atividade foi dinamizada pela EB1 de Parada de Gonta e com a colaboração do Jardim de Infância, Junta de Freguesia, Sapadores Florestais e Associações locais. Foi um dia que contou com a presença da Comunidade Educativa Local,

RETIFICAÇÃO Retificamos com pedido de desculpas à família Moura Coutinho pelo lapso da nossa parte nas notícias do funeral da D.ª Elvira Valdez onde vinha o nome de Sabino o qual se chama Sabil e no nome de Céu Gabriel a qual se chama Maria do Céu Correia.

FESTAS 2011 No relatório das contas das Festas de Santa Ana 2011, nas notícias publicadas, vinha apenas o saldo positivo na totalidade de 1.487,77 Euros. Vamos retificar este saldo final esclarecendo que foram distribuídas a quatro Associações paradenses 900,00 Euros deixando assim um total final positivo de 598,77 Euros.


CONCELHO 13

12/04/2012

Campeonato Nacional 2ª Divisão – Zona Centro

Tondela quase perfeito recupera liderança

Tondela, 4- Espinho, 2 (3-1 AO INTERVALO)

TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

Jogo no estádio João Cardoso Árbitro, Luís Ferreira, auxiliares, Miguel Silva, José Silva (A.F. de Braga)

C. D. TONDELA: ESPINHO: Cláudio Pedrosa (Tiago Lopes 51) Pica Materazi Hugo Costa Fábio Pacheco Tiago Barros Márcio Sousa (cap.) Marcelo Piojo (Pedro Costa 20m) Rafael (Luís Aurélio 80m)

VITÓRIA À PANEIRA E PIOJO ETERNO Uma entrada alucinante do Tondela na partida a fazer lembrar a raça que o seu treinador espalhava como jogador nos relvados de futebol foi absolutamente fundamental para levar de vencida o líder da classificação. O primeiro quarto de hora foi preenchido com pormenores claros de futebol avassalador, traduzido numa vantagem de 2-0 que se revelou determinante nesta vitória do Tondela. Três pontos que se podem revelar fundamentais para que consiga atingir os seus objetivos de subida de divisão. Para tal superioridade inicial a equipa da casa contou também com o argentino Piojo em grande, que praticamente, sozinho conseguiu enquanto jogou depois saiu lesionado atarantar por completo a defesa contrária. Depois disso só falta-

Suplentes:

va mesmo o brasileiro Rafael abrir o livro e a vitória foi-se construindo com segurança defensiva num meio campo confiante e com centrais de betão. A marcha do marcador foi iniciada com golo madrugador de Rafael depois de uma bola mal aliviada do Espinho após um canto, logo a seguir Piojo sofreu penalty e converteu para o 2-0. O argentino em lágrimas saiu com vinte minutos de jogo decorridos, o Espinho saiu do “colete de forças” e reduziu, atra-

vés de Ricardo Teixeira nas alturas dentro da área, mas novo penalty a cinco minutos do intervalo permitiu que Rafael bisasse na partida e o Tondela fosse mais tranquilo para os balneários. No reatamento o Espinho vinha determinado a fazer a vida negra à equipa da casa, os locais abanaram e Valença aproveita uma bola mal rechaçada pela defensiva contrária para reduzir para a margem mínima e fazer pairar o espectro do empate. Mas, o Tondela cheio

de determinação voltou à partida, Marcelo a meia hora do fim num lance fantástico ainda conseguiu fazer bater a bola na barra do Espinho e Pedro Costa não fez melhor isolado dentro da área, para grande defesa de Marco. A partir daqui os atletas da casa acreditaram que podiam matar o jogo e a três minutos do fim, Tiago Barros, com uma grande exibição, entrou pelo lado esquerdo da defesa contrária e assina mais um golo espetacular, sentenciando a partida.

João Guerra Tiago Lopes Pedro Costa Magano Luís Aurélio Vieirinha Mauro Bastos

Treinador: Vítor Paneira

Golos: Rafael (8m), Piojo g.p. (14m) Rafael g.p. (40m) e Tiago Barros (87m)

Disciplina: Amarelo (Pedrosa 28m), Tiago Barros (31m), Pica (43m), Hugo Costa (47m), Rafael (68m), Cláudio (93m)

Marco Boswingwa (Fábio Ferreira 42m) Paulo Monteiro Ricardo Correia Rainho Valença Barbosa (Letz 27m) Carlos Manuel (cap.) Fabinho (Edu 57m) Ruizinho Ricardo Teixeira

Treinador: Rui Ferreira

Golo: Ricardo Teixeira (34m), Valença (58m)

Disciplina: Amarelo para Paulo Monteiro (14m), Ruizinho (23m), Valença (39m), Marco (39m), Ricardo Correia (71m) e Letz (89m).


14 DESPORTO LIGA ZON SAGRES

12/04/2012 II DIVISÃO NACIONAL ZONACENTRO

U. Leiria ---------------- 0 G. Vicente ------------- 0

Angrense --------------- 2 Madalena --------------- 2

B. Mar ------------------ 2 Académica ------------ 1

Paredes ---------------- 0 Gondomar -------------- 1

V. Setúbal -------------- 1 V. Guimarães --------- 0

A. Lordelo -------------- 0 Coimbrões ------------- 0

R. Ave ------------------- 2 Feirense ---------------- 2

TONDELA -------------- 4 Sp. Espinho ----------- 2

Olhanense ------------- 1 P. Ferreira -------------- 2

S. J. Ver ---------------- 1 Operário ---------------- 0

Maritimo ---------------- 2 Nacional ---------------- 4

Anadia ------------------ 0 Boavista ---------------- 0

Sp. Braga -------------- 0 FC Porto ---------------- 1

Padroense ------------- 2 O. Bairro --------------- 3

Sporting ----------------- 1 Benfica ------------------ 0

Cinfães ------------------ 1 Amarante FC ---------- 1

J V E D F

C

P

J V E D F

C

P

FC Porto

26 19 6

1

57

17

63

TONDELA

27 18 5

4

47

20

59

Benfica

26 18 5

3

56

23

59

Sp. Espinho

27 18 4

5

46

29

58

SP. Braga

26 18 4

4

54

23

58

Boavista

27 14 5

8

40

27

47

Sporting

26 15 5

6

39

19

50

Operário

27 13 7

7

30

23

46

Marítimo

26 14 6

6

39

31

48

Amarante FC 27 11 9

7

41

26

42

V. Guimarães 26 12 3 11 32 32

39

SJ Ver

27 12 4

11 35

43

40

Nacional

26 10 5

11 37

44

35

Coimbrões

27 8

28

28

38

V. Setúbal

26 8

6

12 23

41

30

Gondomar

27 11 4

12 23

30

37

Olhanense

26 6

11 9

31

36

29

Cinfães

27 10 7

10 31

38

37

P. Ferreira

26 8

4

14 31

47

28

A. Lordelo

27 10 6

11 38

34

36

Gil Vicente

26 6

9

11 24

37

27

Padroense

27 10 5

12 44

46

35

Beira Mar

26 7

5

14 23

32

26

Anadia

27 9

7

11 41

39

34

Rio Ave

26 7

4

15 27

33

25

O. Bairro

27 6

7

14 29

43

25

Académica

26 5

8

13 23

34

23

Paredes

27 6

5

16 28

45

23

U. Leiria

26 5

4

17 21

45

19

Angrense

27 5

8

14 31

40

23

Feirense

26 3

9

14 20

43

18

Madalena

27 4

5

18 27

48

17

14 5

PRÓXIMA JORNADA

PRÓXIMA JORNADA

P. Ferreira - Sp. Braga Benfica - Maritimo V. Guimarães - U. Leiria FC Porto - B. Mar G. Vicente - R. Ave Feirense - V. Setúbal Nacional - Sporting Académica - Olhanense

Coimbrões - Gondomar Sp. Espinho - A. Lordelo Boavista - Angrense O. Bairro - Anadia Amarante FC - Padroense Cinfães - Parede Operário - TONDELA Madalena - S. J. Ver

Agradecimento

Associação de Freguesias da Serra do Caramulo EDITAL Nº 1/2012 Diamantino Fernando Ferreira da Costa, Presidente da Associação de Freguesias da Serra do Caramulo Informa todos os proprietários de terrenos marcados na cartografia anexa, que foi submetida uma candidatura no âmbito do PRODER, que tem como objectivos desencadear acções de limpeza selectiva de vegetação, com vista à promoção da biodiversidade e valor ambiental dessa área. Para alcançar este resultado e tratando-se de um território com enorme potencial em termos de valores ambientais, mas que é retalhado pela propriedade privada, de um grande número de proprietários, que por diversas razões se foram afastando da região agro-florestal, a Associação de Freguesias, no âmbito da candidatura ao PRODER (acção 2.3.3.1 Promoção do valor ambiental dos espaços florestais ) tenciona, no âmbito da candidatura, durante o ano de 2012, executar operações técnica necessárias à intervenção baseando-se no recurso à maquinas moto manuais de acordo com a seguinte sequência: 1ª fase – desmatação moto manual (corte e destroçamento de matos); desbaste selectivo; desramação com manutenção de espécies de interesse botânico; 2ª fase – corte de árvores caídas que impedem o correcto prosseguimento do leito do rio, como moto serras e remoção de lenhas, sem remoção radicular. A área objecto de intervenção, encontra-se marcada na carta topográfica abaixo, mas para uma consulta mais pormenorizada da cartografia das áreas em que se pretende intervir, bem como outros esclarecimentos sobre trabalhos previstos, deverão os interessados dirigir-se à sede da Associação de freguesias da Serra do Caramulo, sito na Av. Jerónimo Lacerda edifício dos CTT, 877 Caramulo, telefone 232 861175 telefax 232 868769 e-mail freguesiaguardao@sapo.pt Os titulares dos Prédios rústicos abrangidos pela operação, ou os seus representantes, deverão entregar na Associação, as respectivas autorizações para a realização das intervenções mencionadas, considerando-se essas autorizações dispensadas caso os referidos titulares não se identifiquem, no prazo de 60 dias a partir da data de publicação do edital. CARAMULO, 02 DE ABRIL DE 2012 O PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE FREGUESIAS DA SERRA DO CARAMULO

JORNAL DE TONDELA, 12 DE ABRIL DE 2012

Maria Carolina Pais Lobão da Beira A família, na impossibilidade de o fazer pessoalmente como era seu desejo, vem por este meio agradecer a todas as pessoas que se dignaram acompanhar a sua ente querida à sua última morada e bem assim a quantas que de qualquer outra maneira lhe manifestaram o seu pesar. Serviço a cargo da Agência Funerária TONDELFÚNEBRE, LDA.

TEM AUTOMÓVEL? O SEGURO É OBRIGA TÓRIO! OBRIGATÓRIO! Está consciente das coberturas contratadas? Tenha entre si e a companhia de seguros um especialista. Preços especiais. CONTACTE: Eduardo Marques - Mediador de Seguros Rua Dr. Marques da Costa (junto à Escola de Condução) Tondela - Telef. 232 813 026 ou 91 762 79 57


PENÚLTIMA PÁGINA 15

12/04/2012

Sudoku

Momentos de Poesia MARIA DA CONCEIÇÃO

SOLUÇÃO DO NÚMERO ANTERIOR.

Se, por um rosto, correm gotas de água, Pensamos logo: são sinais de dor… Nem sempre são lembranças duma mágoa, Ou saudade dum primeiro amor. Lágrimas são, às vezes, de alegria, Que há emoções difíceis de conter, De tudo se compõe o dia a dia Do tempo que teremos pra viver. Lágrimas são bocadinhos de nós, Se estamos tristes, ou sentimos sós, Momentos há, nos quais faz bem chorar. Na vida, todos nós vamos seguindo, Ora cantando, ou chorando e rindo, Guardando mil histórias por contar.

De Tudo um Pouco MVC

DA NOSSA LÍNGUA…

Palavras cruzadas MANUEL DA COSTA Horizontais: 1-Marcara com algarismos. 2- O conjunto dos leigos. Interj. usada para chamar porcos. 3Instrumento de defesa. Refeição do meio-dia. 4-Poeta da antiga Grécia que cantava ou recitava (pl.). 5-Mandara. Aqui. 6-Forma erudita de leigo. Vazio sem a vogal final. 7-Espécie de pano com que antigamente se ornavam as paredes das salas. Laços. 8-Instituto Agrícola espanhol (inic.). 9-Aversão, nojo. Caminha. 10Peça de madeira que se fixa à pata dos animais domésticos para que não se afastem para longe. 11Soara. Pequenos rios. Verticais: 1- Fila, renque. Árvore ornamental também chamada árvore-da-judeia (pl.). 2-Casa (fig.). Coisas difíceis de encontrar. 3-Instrumento com que se encurvam as calhas das linhas-férreas. Diz-se do transporte que não tem paragens. 4-Mau cheiro, fedor. Teca sem uma das consoantes. Mas. 5-Batráquio. Em os. Parecença. 6-Antónimo de volta. Gosta muito. 7Respeitante ao sol. Nabo sem vogais. 8-Canal muito pequeno. Sofrimento. 9-Dá dote (inv.). Naquele lugar. 10-Estilo artístico do século XVIII. Existe. 11-Porto marítimo do Japão. Poeira (pl.).

«...O que é que nós temos feito para restaurar os valores estéticos e culturais da Língua Portuguesa? Pergunto: os nossos alunos sabem falar? E sabem escrever? Mas é preciso não ficar por aqui e não temer a pergunta mais dolorosa: os nossos professores sabem escrever e sabem falar?...» (J. H. SARAIVA, A LÍNGUA PORTUGUESA E O FUTURO DA HERANÇA DOS DESCOBRIMENTOS)

E DOS ACORDOS Versão Normal: O cágado está de facto na praia. Versão Novo Acordo Ortográfico: O cagado está de fato na praia. Então e onde se põe a blinha vernelha?- acrescento eu.

VOCABULÁRIO DA VIDA. Adeus: É quando o coração que parte deixa a metade com quem fica. Amigo: É alguém que fica para ajudar quando todo mundo se afasta. Amor ao próximo: É quando o estranho passa a ser o amigo que ainda não abraçamos. Caridade: É quando a gente está com fome, só tem uma bolacha e reparte. Ciúme: É quando o coração fica apertado porque não confia em si mesmo. Carinho: É quando a gente não encontra nenhuma palavra para expressar o que sente e fala com as mãos, colocando o afago em cada dedo. Evangelho: É um livro que só se lê bem com o coração. LUIZ GONZAGA PINHEIRO, IN “O HOMEM QUE VEIO DA SOMBRA”

DOIS... QUE ERAM TRÊS! Era um homem muito rico que habitava num castelo, e que tinha dez criados. Um dia, quando chegava a casa, depois de entregar o sobretudo e o chapéu ao que habitualmente fazia o serviço da portaria, este, calmamente, informou o seu amo e senhor: - Chegais hoje, cedo de mais, senhor! A senhora vossa esposa, certamente, não vos esperava tão cedo. Ela vai certamente ficar admirada. E o senhor também! Enfim, quero dizer que o meu senhor e a minha senhora vão ficar muito surpreendidos... os três!

Reflexão da Semana

Solução do nº 1094 Horizontais: Antropófago, neurastenia, ama, t, irar, tília, t, campeã, na, orada, suo, nivelada, si, doar, e, risadas, u, luar, lírios, a, Salazar, o.

Ponto Final

GOTAS DE ÁGUA

O mundo, tal como o conhecemos, tem sido feito pelos livros. Da Bíblia, do Alcorão, do Mahabharata ao Capital e a Freud, da Ilíada e da Odisseia a Voltaire e a Hugo, dos Upanishad a Hegel, a Proust e aos nossos livros escolares, os homens vivem de ideias transportadas por livros, que nem sempre leram, mas dos quais eles são os filhos. JEAN D’ORMESSON

MANUEL VENTURA DA COSTA

Um frente a frente matinal

A

quela cara não me era estranha!...Então, ainda com os olhos ensonados, disse baixinho, não fosse a minha chefe ouvir e pensar que eu começava a tresler logo no começo do dia: «Eu conheço-te!...» Depois, com calma, arregalei os olhos e surpreso, mas sorridente, fixei a imagem. E então o espelho reflectiu uma cara ensaboada, o braço no ar e a máquina de barbear parada junto ao nariz. Era eu!..... E sorri. E ao sorrir, as rugas do rosto fizeram-se mais notadas, e os olhos humedeceram-se levemente. E numa espécie de diálogo virtual com o espelho, interpelei a imagem. E como num rosário, – rosário da vida, com estações e mistérios!... – lá fomos desfiando as contas já puídas pela erosão do tempo, e já desbotadas pelos sóis que as alumiaram, e que depois as escureceram - emoções, anseios, alegrias, tristezas, esperanças, desilusões - todos os ingredientes de que é feita a vida, elas tudo guardam. São os símbolos vivos de muita coisa que já morreu! Perdido nesta divagação íntima e silenciosa, deixei que a lâmina penetrasse mais fundo na pele. E voltei à realidade, regressei ao Presente. A imagem que o espelho reflectia era já diferente. Era a actual. Uma cara enrugada e carrancuda. Apenas uma réstia de um sorriso antigo tinha ficado esquecido no canto do olho... O tempo não pára! E é talvez por isso que a nossa convivência com ele nem sempre é pacífica. Por vezes o relacionamento torna-se mesmo difícil. Sobretudo, quando na esperança de o fazermos parar, o corpo nos atraiçoa, reavivando as marcas que a passagem dos anos deixou. O tempo não pára! Os anos passaram a correr e, a certa altura, é preciso assumir, com coragem e resignação, os estragos que eles deixaram na sua passagem. Envelhecer é uma arte. E, como todas as artes, é preciso cultivá-la. Gostar dela. Admitir as suas limitações e brincar com elas. Cada idade tem os seus encantos. O que acontece é que muitas vezes não os sabemos procurar. Sucede também que, ao afirmarmos tudo saber pela experiência adquirida, cavamos um fosso à nossa volta. E somos rejeitados. As novas gerações são avessas a conhecimentos baseados na prática e na experiência. É a teoria que impera. Não adianta remar contra a maré. Envelhecer é uma arte. E nesta sociedade materialista em que vivemos ou a cultivamos e a renovamos constantemente, evoluindo e adaptando-nos aos novos ventos que sopram ou corremos o risco de cair no isolamento – essa ilha perdida no mar imenso que é a indiferença. A boa disposição e o bom humor são ajudas imprescindíveis. Não esqueçamos que o riso é como o limpa brisas do automóvel: - mesmo sem conseguir parar a chuva, ele permite que continuemos a viagem...


Tondela

Queima do Judas expurgou a “troika” dos pecados

16

12/04/2012

TEXTO: ARMÉNIO PEREIRA FOTOS: FOTO RAF

A

tradição mantemse de rebentar e queimar o judas na véspera da Páscoa, naquela que é desde há vários anos um dos acontecimentos mais marcantes com realização na cidade de Tondela. Um espetáculo cénico que se repete todos os anos no recinto exterior da Escola Básica 2,3 com largas centenas para não falar de alguns milhares de pessoas a assistir e a companhia teatral ACERT assumir o papel organizador. A inspiração que motivou o impulso criativo de 2012 acabou por ser encontrado na própria “troika” que tantos sacrifícios nos tem trazido e que os males se procuraram exorcizar, através da sátira mordaz, protagonizada pelo grupo de teatro Trigo Limpo e seus figurantes. As coisas não estão fáceis para ninguém mas

na verdade não há quem trave esta força criativa que a ACERT transporta consigo, aglutinando cumplicidades, várias que ajudam à consolidação de um projeto cultural reconhecido em Portugal e no estrangeiro. Desde 1985 que a tradição se mantem, queimando o judas e fazendo da sátira critica o guião da festa, tendo como já foi dito a “troika” no centro do fogo e rebentamento na qual estavam centradas em três figuras do demónio, apoiada numa barca, alusiva à obra de Gil Vicente. O mesmo “Auto da Barca do Inferno” em que este Portugal se viu obrigado a embarcar para pedir auxílio monetário para nos salvar do naufrágio titânico. A voz de José Rui Martins fez-se ouvir bem alto no firmamento, tentando expurgar a força das forças maquiavélicas que nos conduziram até a este ponto. Para que não ficassem dúvidas do efeito que as suas palavras podiam ou não produzir o efeito desejado não houve mesmo outra hipótese que o judas fosse mesmo queimado,

procurando quem sabe possamos ter quem a partir de agora mais sossego. É importante também salientar que este espetáculo continua atrair muita gente, sendo claramente, nesta altura, uma das realizações, organizadas em Tondela que mais gente mobiliza, incluindo muitas de outros pontos do país, aproveitando de uma forma natural, a presença de pessoas que nesta época festiva visitam os seus familiares no concelho. A mensagem deste ano do rebentamento do judas procura também acicatar ao afrontamento de uma nova ordem que se quer impor, resistindo a uma “troika” despudorada e sobre a qual não existem assim tantas certezas que nos levem a um porto seguro, ou um cais redentor. Para além da força criativa da ACERT e do público em grande número que ocorre a esta realização deve-se ainda também destacar a colaboração extraordinária de mais de 200 pessoas que compõem o elenco, desde, atores, músicos e figuran-

tes do espetáculo. “Uma ópera despretensiosa e popular que reuniu músicas vestindo o contar da história com interpretações teatrais, coreografias, surpreendentes num cenário gigantesco e efémero que no final o jogo destrói para exorcização dos sofrimentos”.

FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA Direcção Artística e Dramaturgia: José Rui Martins Concepção do Espectáculo e Figurinos: Equipa Artística do Trigo Limpo teatro ACERT Encenação dos Quadros: Ilda Teixeira e Sandra Santos Música e Direcção Musical: Fran Pérez Orquestração: Rui Lúcio Participação Musical Especial: Coral Polifónico da Casa do Povo de Tondela, Conservatório de Música de Coimbra (Grupo de Alunos e Professores); New Sketch Direcção Coral: Cristóvão Ramalho

Coreografia e Movimento: Ruy Malheiro Cenografia e Construção: Marta Silva e ZéTavares Coordenação de Montagem: Miguel Torres e Pompeu José Direcção Técnica: Luís Viegas, Paulo Neto Design Gráfico: ZéTavares Cobertura Foto-Diária: Carlos Teles, Claudio Alves, Fernando Ribeiro, José Coelho, José Vaz e Silva, Miguel Valle de Figueiredo, Paulo Leão, Ricardo Chaves e Rui Apolinário Vídeo e Multimédia: Zito Marques Pirotecnia: Pirotecnia do Dão Mais de 200 participantes: Actores, Músicos, Cenógrafos, Construtores, Técnicos Ficha Técnica e Artística Direcção Artística e Dramaturgia: José Rui Martins Concepção do Espectáculo e Figurinos: Equipa Artística do Trigo Limpo teatro ACERT Encenação dos Quadros: Ilda Teixeira e Sandra Santos Música e Direcção

Musical: Fran Pérez Orquestração: Rui Lúcio Participação Musical Especial: Coral Polifónico da Casa do Povo de Tondela, Conservatório de Música de Coimbra (Grupo de Alunos e Professores); New Sketch Direcção Coral: Cristóvão Ramalho Coreografia e Movimento: Ruy Malheiro Cenografia e Construção: Marta Silva e ZéTavares Coordenação de Montagem: Miguel Torres e Pompeu José Direcção Técnica: Luís Viegas, Paulo Neto Design Gráfico: ZéTavares Cobertura Foto-Diária: Carlos Teles, Claudio Alves, Fernando Ribeiro, José Coelho, José Vaz e Silva, Miguel Valle de Figueiredo, Paulo Leão, Ricardo Chaves e Rui Apolinário Vídeo e Multimédia: Zito Marques Pirotecnia: Pirotecnia do Dão Mais de 200 participantes: Actores, Músicos, Cenógrafos, Construtores, Técnicos


JT 1095