Issuu on Google+

PUBLICAÇÕES PERÍÓDICAS

AUTORIZADO A CIRCULAR EM INVÓLUCRO FECHADO DE PLÁSTICO OU PAPEL PODE ABRIR-SE PARA VERIFICAÇÃO POSTAL

1

22/09/2011

DE02852011SNC/GSCCN

Na Internet

www.jornaldetondela.com.sapo.pt PREÇO AVULSO C/ IVA 5% INCLUIDO

FICTON

N.º 1066 * 22 de Setembro de 2011

*

II Série

*

Ano XXI

Director: Manuel Ventura da Costa

MOLELOS

atraiu milhares de visitantes

DESFOLHADA À MODAANTIGA pag. 10

CASTELÕES

PERCURSOS PEDESTRES “ROTA DOS LARANJAIS” pag. 10

DESPORTO Campeonato Nacional da 2ª Divisão Zona Centro

Tondela sofreu demais para conseguir vencer C.D. Tondela, 1 - Amarante F.C., 0 (Ao intervalo 1-0) pag. 11

CALENDÁRIOS DISTRITAIS TAÇA SÓCIOS DE MÉRITO JUNIORES “A” - SUL JUNIORES “B” - SUL JUNIORES “C” - SUL JUNIORES “D” SUB13 - SÉRIE F1 pág. 13

Museu Municipal inaugura exposição de Instrumentos Musicais Chineses pag. 3

“Os Caminhos de Santiago por Tondela” foram promovidos no “Encontro Internacional de Albergues do Caminho Português para Santiago”

CURSOS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA AGRICULTORES

pag. 3

pag. 3

Automóveis Clássicos de Visita ao Concelho pag. 5

Tondela

O simbolismo do feriado municipal

pág. 4

TAÇA FUTSAL A.F.VISEU DIVISÃO DE HONRA - FUTSAL

pags. 12 e 14

SANTA COMBA DÃO em notícia LARGO DO MUNICÍPIO SERÁ PALCO DE FEIRA À MODA ANTIGA A 16 DE OUTUBRO EXPOSIÇÕES DA CASA DA CULTURA O mundo do sonho aqui tão perto…

EXPRESSART’: ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O ANO LECTIVO DE 2011 /2012 pag. 6


2 OPINIÃO

22/09/2011

COMISSÃO DIOCESANA “JUSTIÇA E PAZ” Notas Semanais

Voluntariado e Justiça Social

CÍLIO CORREIA

O PATINHAS, O PATO DONALD E OS SOBRINHOS…

O

Tio Patinhas era um forreta. Infernizava a vida a Donald e dos seus sobrinhos. A Maga Patolójika falhava cada tentativa para se apoderar da “moeda da sorte” do Tio Patinhas que a mantinha no cofre-forte, ao abrigo dos intrometidos, onde tomava os seus revigorantes “spas” de dinheiro … Quando já ninguém se lembrava do Tio Patinhas, Donald e sobrinhos, menos ainda da Maga Patolójika e da Madame Min, sua eterna aliada, substituídos por Harry Potter, eis que surge o Sr. Warren Buffett, qual Tio Patinhas do século XXI, a dizer que queria pagar mais impostos. Podia terlhe dado um ataque de lombrigas ou de bexigas doidas, mas não… deu-lhe para aquilo. O Mundo mudou, e mudou muito. E então nos últimos tempos nem se fala. E mudou tanto que até as pincelagens dos muros no pós-25 de Abril - “os ricos que paguem a crise!” e outras que tais – parecem infantilidades. Mas, dizíamos nós, não é que um dos nossos milionários, o nosso “special one” (não me refiro a José Mourinho) das finanças e do comércio, o Sr. Américo Amorim, veio reclamar o estatuto de “mero trabalhador”, para se recusar a pagar uma taxa de solidariedade… Valha-nos que nestas coisas, como em muitas outras, andamos sempre atrás do leite derramado, ou seja, atrasados. Uma coisa sabemos, e de ciência certa: os relógios mesmo quando parados dão horas certas duas vezes por dia! ... Bom, mas tudo isto por que o Sr. Warren Buffett, o “oráculo de Omaha”, disse estar farto de ser “mimado” (“mimado”, disse ele) pelo fisco americano: quer pagar mais! Algo de novo se está a passar! … Certo mesmo é que

Barack Obama não esteve com meias medidas, vai fazer-lhe a vontade!... É o que dá brincar com coisas sérias. De seguida, milionários franceses afinaram pelo mesmo diapasão. Os espanhóis também parecem estar de acordo. Mas tinha que haver um desmancha-prazeres, e logo português, um “oráculo” ao contrário! … O Sr. W. Buffett foi demasiado atrevido. “Quem lhe encomendou o sermão?!”..., pensou o nosso misoneísta. E depois há um problema de fundo: como se define, em Portugal, uma “grande fortuna”?!... Em euros ou em escudos?! Sim, digam lá. Atrevam-se. O que vos parece?!... Pois, está visto, ninguém sabe ao certo, nem sequer Lavoisier, o tal que dizia “nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Bah!, ilusões!...Aliás, já Jesus Cristo, há mais de dois mil anos, dizia ser mais fácil um camelo passar pelo buraco da agulha que um rico entrar no reino dos céus… Mas também não definiu bem a “coisa”…. A modos que ficou a ideia a pairar e desde há dois mil anos que ninguém sabe, ao certo, por isso o melhor mesmo é ficar por aqui… Aliás, e ao jeito de anotação que não pretende ser de rodapé, diríamos que sempre preferimos a franqueza e a frontalidade do nosso misoneísta financeiro: “os pobres e os remediados que paguem a crise”! Prefiro isso à hipocrisia dos que concordam na distribuição das “migalhas” que sobram dos paraísos fiscais. Um cidadão comum, vulgaris de Lineu, que não consegue fugir ao epíteto de simples “trabalhador” até pode ficar de queixo caído, mas antes que a coisa agrave e a baba comece a escorrer pelo canto da boca aberta de espanto, com hemiplegia à direita ou à esquerda e convulsões, só

tem mesmo é que correr rápido, em direção ao frigorífico, pegar numa garrafa de água tónica, gelo q.b. e misturar tudo num copo alto, de boca larga, com vodka preta finlandesa, de preferência, mas também pode ser russa, tanto faz, e emborcar a mistura duma golada para fazer estremecer bem as entranhas e prevenir algo de inesperado como uma apoplexia… A sabedoria popular lembra-nos que quando a esmola é grande, o pobre desconfia… e muito. Entretanto, e para terminar esta crónica com uma nota de bom humor, veio-me à memória uma velha anedota em que um homem sentado no avião, à espera da descolagem para uma viagem transatlântica, resolve meter conversa com a jovem vizinha do lado: - E se conversássemos, para a viagem parecer mais pequena? - E sobre quê? – inquiriu a jovem. - Olhe, sobre Física Nuclear, por exemplo. – respondeu. - Pode ser - respondeu solícita, a jovem -. Mas antes diga-me cá: o cavalo, a vaca e a ovelha comem todos a mesma coisa, erva. Então como explica que os excrementos na ovelha sejam tal qual azeitonas, nas vacas saiam pastosos e nos cavalos bolas secas?!... O homem ficou surpreendido e depois de reflectir uns instantes, acabou por dizer que desconhecia as razões para tal diferença. A jovem voltou-se para ele e atirou com um sorriso escondido: - Ora bolas, como é que se sente preparado para discutir Física Nuclear, se não sabe nada de merda nenhuma?!... Bom, fiquemo-nos por aqui que a conversa já foi longe de mais. E assim se faz o Mundo, uns vão bem e outros …

N

o dia 27/11/2009 o Conselho de Ministros da U.E. declarou oficialmente 2011 como o “Ano Europeu do Voluntariado” com o objectivo de criar na sociedade civil condições propícias ao voluntariado na U.E., designadamente pelo reconhecimento do trabalho voluntário e sensibilização das pessoas para o valor e importância do voluntariado. Esta declaração é a confissão tácita do fracasso da “filosofia capitalista” como princípio regulador das relações sociais em que nada se faz sem contrapartida monetária. Ora, a exigência de contrapartida inquina o que de mais nobre e belo existe na relação humana, a gratuidade, porque tudo é graça, tudo é dom: a vida, as capacidades, os bens, tudo nos foi dada gratuitamente pelo Criador, sem exigência de contrapartida. A perda da dimensão da gratuidade na sua relação com o seu semelhante, fruto do egoísmo, é o primeiro passo de uma infindável caminhada de sistemática violação dos direitos sociais em que é fértil a sociedade actual com os paradoxos que gera: fartura, abundância, esbanjamento, com pobreza, fome e miséria, luxo e lixo lado a lado. Durante milénios, até ao século passado, a Terra nunca produziu o suficiente para todos os que nela habitavam, sempre houve fome e escassez de bens essenciais. As gerações com mais de 50/60 anos bem se lembram das carências da sua meninice. Depois seguiu-se um enorme surto de desenvolvimento económico, proporcionado pela paz na Europa com o fim da II Grande Guerra e os avanços da ciência e da técnica. Pela primeira vez na História, a produção dá para alimentar mais população do que a realmente existente, mas o certo é que quatro quintos da humanidade vive pior do que se vivia há 50/60 anos. A abundância em que se passou a viver habituou-nos mal, convenceu-nos que podíamos ter tudo o que quiséssemos, passámos a gastar o que tínhamos e o que não tínhamos, deixámos de acautelar o futuro e tornámo-nos incapazes de suportar sacrifícios e de dominar os instintos do ter e do gastar. Em suma, tornámo-nos uma geração embriagada com a fartura que, quando confrontada com a existência de pobres, procura justificar-se, ora imputando-lhes a responsabilidade da sua própria pobreza, como se alguém fosse pobre por opção, ora disponibilizandolhes as sobras que já não se aproveitam. Porém, a actual crise económicofinanceira em que nos encontramos mer-

gulhados vem pôr a nu a indesmentível situação de pobreza na nossa sociedade e o elevado número de pobres que não cessa de aumentar, cifras que as políticas sociais meramente assistencialistas não consegue deter. É que, para erradicar de vez a pobreza, não basta uma mentalidade antipobres, é necessário uma mentalidade antipobreza. É esta mentalidade antipobreza que está presente e anima o voluntariado, essa força que capacita e impulsiona a pessoa humana a ser “dom” para o outro, como o Criador o é para si, um dom para a mudança do paradigma civilizacional da sociedade actual. Na medida em que o motor da produção for o lucro pelo lucro, sem ter em conta a dignidade da pessoa humana que exige o “ser” antes do “ter”, este paradigma será sempre um factor de produção de pobreza, por mais que o neoliberalismo proclame a bondade do sistema. Milhares e milhares de voluntários e instituições, por todo o mundo dedicam, sem contrapartida monetária, o seu tempo e seus bens aos mais pobres a fim de os tornar menos pobres e mais felizes. Mas enquanto esta actividade for a excepção e não a regra, uma casuística e não uma mentalidade ou um estilo de vida, mais não será que um remendo numa peça em desagregação. Toda a pessoa tem o direito a viver com dignidade humana, o mesmo é dizer, o direito a não ser pobre, e isso é uma exigência da justiça. A solução do problema social não está, pois, em colocar remendos, está sim na criação de uma sociedade diferente em que se dê por justiça o que é devido por justiça. A luta pela justiça torna-se assim numa dimensão constitutiva do Evangelho, como se reconhece no documento sinodal dos Bispos de 1971: “não há verdadeira evangelização sem luta pela justiça” (Convenientes ex Universo, n.º 35). Criar uma nova mentalidade, um novo estilo de vida, uma sociedade diferente, onde o espírito do voluntariado seja a regra e não a excepção é o grande desafio que nos é colocado, como cristãos, neste momento difícil da actual crise, mas que diríamos também privilegiado na medida em que nos proporciona a oportunidade para uma profunda reflexão sobre o modo (egoísta) como estamos a fruir os bens que o Criador nos concedeu gratuitamente, mas onerados com a hipoteca social de os saber repartir solidária e fraternalmente com quem está mais carenciado. COMISSÃO DIOCESANA “JUSTIÇA E PAZ”

ORAÇÃO AO DIVINO ESPÍRITO SANTO Oh! Divino Espírito Santo, Vós que me esclareceis tudo, Vós que iluminais todos os meus caminhos para que eu atinja o meu ideal. Vós que me concedeis o sublime dom de perdoar e esquecer as ofensas e até o mal que me tenham feito. A Vós que estais comigo em todos os instantes da minha vida, eu quero neste curto diálogo agradecervos por tudo que sou, por tudo que tenho e confirmar mais uma vez a minha intenção de nunca me afastar de Vós, por maior que seja a ilusão ou tentação material, com a esperança de um dia merecer e poder juntar-me a Vós e todos os meus irmãos na perpétua Glória e Paz. Obrigado mais uma vez. - (a pessoa deve fazer esta oração 3 dias seguidos, sem dizer o pedido. Dentro de 3 dias será alcançada a graça, por mais dificil que seja. - Publicar assim que receber a graça).

M.A.G.R.


CIDADE 3

22/09/2011

CURSOS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA AGRICULTORES Estão abertas na Câmara Municipal de Tondela as inscrições para os novos cursos profissionais obrigatórios para agricultores. A data prevista para a sua realização vai do dia 23 de Setembro a 07 de Outubro de 2011 e a duração do curso dera de 50 horas, As condições de acesso incluem: actividade no sector Agrícola; escolaridade obrigatória e idade igual ou superior aos 16 anos. Os formandos terão direito a: subsídio de transporte, subsídio de alimentação, seguro e certificado de formação. Para mais informações os interessados podem dirigir-se à Câmara Municipal ou servindo-se do tel. 232 811 110; telem. 968984361 ou pelo correio electrónico: rita. cunha@cm-tondela,pt

COLÉGIO TOMAZ RIBEIRO Reunião dos ex-alunos ÚLTIMO INFORME Por ordem expressa do real conselho (depois da nova ortografia até ficamos na duvida se é com S ou com C, de cachorro!...) dos Ex – Veteranos resistentes do velho CTR que Deus haja, no ano da graça de 2011, signatários e residentes aquém e além Caramulo, com a força que lhes advém daquele diamante alojado no torácico esquerdo, intimam-te a estares presente, com o/a “atrelado/a”, descendentes da primeira linha, da segunda e quiçá da terceira, sem esquecer aquela “santa” e se estiverem para te aturar, na próxima reunião comemorativa de mais um ano e conforme te der mais jeito. É já no próximo mês, como estás a ver, com todos os aliciantes, garantidos! Bota lá na tua agenda ou no bloco de notas a data 8 de Outubro do ano que vai a correr. Se ainda trabalhas fechas a porta da tasca onde exploras o “patego”, e não abres nesse dia, óviste ó meu? Metes uns canecos super no carrito centenário, ou na “alta cilindrada” e botas-te estrada arriba ou abaixo para o colossal encontro, que bem precisas para desopilar. E não julgues que não vale a pena. Aproveita todos estes momentos de convívio com colegas do nosso CTR, porque enquanto o pau (não é o que estão a pensar!...) vai e vem e marcar o compasso vital, há que aproveitar! E agora pranta o olhar no programa e ai verás o “menu” (se não recebeste em tempo a culpa é tua porque a direcção estava incompleta e os CTT não são como dantes. Agora não é assim e não fazem um esforçozinho para topar o destinatário. E não é que então resultava?!... Vá lá, não sejas sorna e responde logo quando leres o maior e mais completo hebdomadário de todos os tempos, o Jornal de Tondela e que os resistentes e magníficos organizadores muito lhe agradecem a colaboração. PROGRAMA: Dia 08-10-2011 10horas – Concentração no jardim de Tondela, junto ao Monumento ao Soldado Desconhecido 11horas – Missa na Igreja Paroquial 12horas – Romagem ao Cemitério 13horas – Almoço de Confraternização no Restaurante Catering, em Treixedo (antiga via Tondela – Santa Comba Dão) e depois às tantas regressas a casa, feliz e contente por este dia bem passado!... E agora basta enviares a Inscrição de acordo com a seguinte norma: Nome, Local, Código Postal, Telefone ou telemóvel e um cheque de 20,00 euros por pessoa para António A. Faria Gomes ou Manuel Ventura da Costa com os endereços respectivos: Rua Joaquim Valente de Almeida, 234 – 3750-154 Águeda ou R. Inácio P. Viegas, 239 – 3465-195-Tourigo. Cá te esperamos. Um Xi duplo. FG/VC

Museu Municipal inaugura exposição de Instrumentos Musicais Chineses O Museu Municipal de Tondela Terras de Besteiros inaugura amanhã sexta-feira dia 23 de Setembro de 2011, pelas 18.00 horas, na Galeria de Exposição do Mercado Velho em Tondela, uma exposição sobre Instrumentos Musicais Chineses. Com o apoio da embaixada da República Popular da China, esta exposição é a oportunidade única para todos os tondelenses se debruçarem sobre a cultura e música chinesa, uma das mais antigas do mundo. Na actualidade, a China atrai os olhares e a curiosidade de pessoas de todo o mundo, que procuram informações sobre os mais variados aspectos da sua cultura. Pos-

suidora de um vasto território, com um passado histórico e cultural de uma riqueza incalculável, a sua população é cerca de 1,3 biliões de habitantes, possuindo a mais longa tradição cultural do mundo. A cultura chinesa conheceu uma notável longevidade e a sua expansão geográfica remonta à altura em que este povo se concentrava na região do Rio Amarelo. Actualmente no seu território vivem 56 etnias, entre tibetanos, mongóis, daxi, manchu, uigures, han, etc. A música chinesa está entre as mais antigas do mundo. Entre os instrumentos mais conhecidos estão as cítaras, as flautas, os gongos e os sinos. Enquanto alguns instrumentos - de carácter

elitista – eram do foro restrito da nobreza (caso, por exemplo, da cítara Qin ou da viola Erhu), outros instrumentos, como os gongos, os tambores e as flautas, tinham presença assídua nas mais diversificadas festas populares, e ainda em cerimónias religiosas. A Exposição Instrumentos Musicais Chineses, que agora é apresentada em Tondela, é uma exposição didáctica e pedagógica, que revela a riqueza da tradição e da música chinesa e as suas profundas relações com a realidade cultural indiana, iraniana e da Ásia Central. Num total de cerca de 50 instrumentos musicais de sopro, cordas e de percussão, fabricados em osso, pedra, madeira,

bambu e terracota, o público visitante pode apreciar instrumentos e réplicas dos mais antigos instrumentos do mundo, ficando a conhecer a evolução da história musical chinesa e, ao mesmo tempo, compará-la com os instrumentos musicais ocidentais. Esta exposição estará patente no Mercado Velho de 23 de Setembro a 16 de Outubro, com o seguinte horário. De segunda a sexta, das 10.00 h às 12.30 h; das 14.00 h às 18.00 horas. Aos Sábados e Domingos das 15.00 h às 19.00 horas. A entrada é livre. MUSEU MUNICIPAL TERRAS DE BESTEIROS

“Os Caminhos de Santiago por Tondela” foram promovidos no “Encontro Internacional de Albergues do Caminho Português para Santiago” Inserido na Feira Medieval de Leça do Balio, realizou-se no dia 10 de Setembro de 2011, O Encontro Internacional de Albergues do Caminho Português para Santiago, onde estiveram presentes entre outros, o Prof. Dr. Juan Lopes Chavez da Universidade de Vigo e o Dom Celestino Lores Rosal, Presidente da Fundatión do Camiño Portugués de Santiago. A Câmara Municipal de Tondela, fez-se representar pelo Pelouro do Turismo, através da Comissão Executiva nomeada, para divulgar e desenvolver o Projecto “Os Caminhos de Santiago por Tondela” na pessoa do Eng. Gonçalo Calheiros. Neste âmbito, o Eng. Gonçalo Calheiros fez uma breve explanação sobre o levantamento já efectuado do caminho, aproveitando também para mostrar o vasto património existente nestas freguesias. Falou também da assistência aos peregrinos e do estudo de adaptação que está a ser feito, reaproveitando as antigas Escolas primárias

e uma das estações de caminho de ferro, existentes no Concelho, com o propósito de os transformar em locais de acolhimento e apoio para as pessoas que decidam fazer o caminho. A deslocação que fizemos a Leça do Balio, teve como objectivo a divulgação do trabalho feito no nosso Concelho, promovendo assim não só “Os Caminhos de Santiago por Tondela”, como também, todo um vasto património existente na “Rota dos Caminhos”. GABINETE DE TURISMO - C.M.T.


4 REPORTAGEM

22/09/2011

Tondela

FICTON atraiu milhares de visitantes

Presidente do Munícipio mostra livro de actividades TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

A

cerimónia de abertura da FICTON 2011 associada às festas do concelho decorreu ao final da tarde do dia 15 de Setembro e teve como primeiro passo um jantar que teve lugar nas instalações do Centro Escolar de Tondela. Os convidados na presença do secretário de Estado Adjunto da Economia, Almeida Henriques que presidiu à abertura oficial da feira dirigiram-se posteriormente para a zona onde foram proferidas as intervenções políticas alusivas à realização de mais uma edição da FICTON. Antes na passagem para o complexo a comitiva assistiu a um pequeno espectáculo de dança, seguindo-se a entrada no ginásio anexo ao pavilhão municipal, local que foi uma novidade onde decorreu o acto mais solene. Apraz registar a funcionalidade deste espaço em relação às edições anteriores, onde as pessoas não tinham manifestamente condições para circular à vontade junto aos stands para participarem como queriam na sessão de abertura. Carlos Marta foi o primeiro a intervir para dar as boas vindas a todos os presentes. Quem mereceu os primeiros elogios foram todas as instituições públicas ou privadas, movimento associativo do conce-

lho, diferentes expositores, funcionários do município e vereadores, em especial, José António de Jesus que coordenou a montagem do evento. A FICTON marca ano após ano a actividade económica da região, o presidente do município não esqueceu o pormenor, evocando a crise social, económica e financeira que o país atravessa que afecta pessoas famílias, empresas e instituições. A organização do evento apresenta-se como uma forma de todos darmos a volta aos enormes desafios que a todos são colocados pela frente, tendo acrescido um simbolismo de resistência neste tempo difícil conforme foi salientado por Carlos Marta e Almeida Henriques. Tondela tem definida uma estratégia há muito tempo que passa pela criação de riqueza e emprego que permite criar os recursos necessários para que se possa andar para a frente. Carlos Marta falou dos investimentos que têm sido concretizados num passado mais recente mas outros dois estruturantes vêm a caminho, a Praça de Besteiros e a segunda fase de ampliação do parque urbano da cidade num valor total de 2 milhões e meio de euros. A reconversão da antiga Escola Primária em Arquivo Municipal orçado em cerca de 400 mil euros é outro que já está em marcha para além do investimento em várias ETAR´s no valor que as-

cende a 5 milhões de euros. O presidente do município dirigiu-se ainda de forma particular a todos os expositores da feira que demonstraram ser portadores de enorme coragem, “porque não ficaram em casa à espera que alguém resolva os seus problemas, estão aqui com as suas empresas comerciais, industriais, artesanato, desenvolvimento local, os seus negócios, em suma o seu talento…”. Carlos Marta elogiou o seu esforço financeiro, incentivando-os a que não baixem os braços e não desistam, “até porque é nos momentos difíceis que é necessário arriscar e levantar a cabeça e ir em frente, sobretudo com confiança, em si próprios nos seus trabalhadores, nas suas empresas, no concelho e no país…”. O autarca pediu ainda que o Secretário de Estado Adjunto da Economia levasse ao Primeiro-Ministro a mensagem de que no concelho de Tondela há gente fantástica e trabalhadora “que nos permitem acreditar que iremos dar a volta a este estado de coisas, pondo de novo Portugal a crescer. Este é um bom exemplo de confiança e de responsabilidade que queremos enaltecer”.

ALMEIDA HENRIQUES FELICITOU A CAPACIDADE DE RESISTÊNCIA DE TONDELA

Secretário de Estado Adjunto da Economia elogiou empresários de Tondela O Secretário de Estado Adjunto da Economia começou por manifestar a honra de poder estar presente na sessão de abertura da FICTON, salientando a veia empreendedora do Município de Tondela como um exemplo para as restantes autarquias do país. Joaquim Almeida Henriques concretizou a ideia, afirmando que a utilização de fundos comunitários como os do QREN ou do FEDER, geridos pela secretaria de Estado que lidera, tem como bom exemplo a autarquia liderada por Carlos Marta. O governante particularizou a preocupação de índole social que existe por quem tem responsabilidades autárquicas no concelho de Tondela, contrabalançando com a influência económica que tem na região, lembrando mesmo que no pico da crise os empresários de

Tondela souberam reagir com responsabilidade social, sabendo preservar as competências e os postos de trabalho. No entender de Almeida Henriques, a FICTON, tem um papel fundamental na reorganização da Economia, mas também chamou atenção para o facto de ser um ponto de encontro das pessoas, permitindo que estas mostrem aos visitantes o que de melhor se faz no concelho de Tondela. O secretário de Estado Adjunto da Economia defende que devem existir nas autarquias, indicadores de empreendedorismo, ter capacidade para captar investimento, podendo este pode ser um contributo fundamental para arreganhar a economia nacional, defendendo ainda que todos devemos assumir apesar de tudo um discurso positivo.

Na sua opinião este é o momento para gerir bem os recursos que temos disponíveis já que “muito provavelmente os fundos comunitários são o único instrumento que existe para desenvolver Portugal e pelo contrário não se pode continuar a apoiar projectos que não contribuam para o desenvolvimento económico do país. Almeida Henriques terminou a sua intervenção para referir que o investimento no certame faz sentido na medida em que se aproximam as empresas dos consumidores. A FICTON 2011 seguiu o exemplo dos últimos anos, enchendo com expositores o interior do pavilhão municipal, tendo no exterior artesãos, para além das feias das freguesias e a exposição de aves que voltou a entusiasmar os visitantes, sendo uma das atracções do evento no presente ano.

Almeida Henriques e Carlos Marta a olharem para o futuro


CONCELHO 5

22/09/2011

Automóveis Clássicos de Visita ao Concelho

Tourigo MANUEL DA COSTA

CARRINHOS ROLAMENTOS NO TOURIGO

O Terceiro Passeio de Automóveis Clássicos realizado no passado dia 11 de Setembro de 2011, escolheu o nosso Concelho, para esta viagem ao passado, ao volante de carros, que serviam de transporte aos nossos antepassados e que hoje são autênticas relíquias. A organização deste Passeio esteve a cargo da “Associação de Desportos MK MAKINAS” e contou com cerca de 90 participantes. Ferreirós do Dão foi o

primeiro ponto de paragem e de visita. Em Tondela tinham à sua espera o Sr. Vereador do Pelouro do Turismo, Pedro Adão, que agradeceu a escolha do nosso Concelho, para esta magnifica mostra de carros antigos, convidandoos a voltar noutra ocasião e fazendo depois a entrega de lembranças a todos os participantes. Em Tondela tiveram ainda a ocasião de visitarem a cidade e o museu Terras de Besteiros,

acompanhados pela Técnica de Turismo do Município de Tondela. Partiram depois, para a linda Serra do Caramulo, onde almoçaram e visitaram todos os pontos emblemáticos desta Serra e ainda o museu do Caramulo, terminando o passeio e regressando às suas casas encantados com a beleza do nosso Concelho. GABINETE DE TURISMO-C.M.T.

Maria Manuela de Figueiredo Almeida NOTÁRIA NIF: 128 291 990 Av. Dr. António Manuel Tenreiro da Cruz, n.º 54

JUSTIFICAÇÃO NOTARIAL Certifico, narrativamente para efeitos de publicação que por escritura exarada de folhas 76 a folhas 77 verso do livro de notas número 115-I, deste Merceano Duarte da Costa e mulher Maria da Silva Gomes, casados sob o regime da comunhão de adquiridos, naturais freguesia de S. João do Monte, concelho de Tondela, onde residem no lugar de Caselho, se declararam, com exclusão de outrem, donos e legitimos possuidores do seguinte prédio: Urbano, sito no lugar de Caselho, freguesia de S. João do Monte, concelho de Tondela, composto por barracão destinado a arrumos, com a superficie coberta de duzentos metros quadrados e logradouro com a área de mil e trinta metros quadrados, a confrontar do norte e sul com caminho, do nascente com Celso Pereira e do poente com Adelino Henriques da Costa, inscrito na matriz, em nome do justificante, sob o artigo provisório P1257, correspondente à totalidade do artigo 3720, rústico, omisso na Conservatória do Registo Predial de Tondela. Que adquiriram a totalidade do mencionado prédio, ainda como rústico, mas no qual já se encontrava implantado um barracão para arrumos agrícolas, por compra que fizeram em mil novecentos e setenta e três, já então casados, a Fernando Firme Monteiro, viúvo, residente que foi em S. João do Monte, referido, mas só agora participado á matriz, sem que no entanto ficassem a dispor de qualquer título formal, que lhes permita efectuar o seu registo na Conservatória do Registo Predial, sendo certo porém, que sempre têm exercido os poderes de facto correspondente ao direito de propriedade, sem interrupção, fruindo como donos as utilidades possíveis, à vista de todos e sem discussão nem oposição de ninguém. Está conforme o original. Tondela, 15 de Setembro de 2011. A colaboradora da Notária, devidamente autorizada para a prática deste acto, Carine Maria Martins Agostinho, inscrita na Ordem dos Notários sob o n.º 110/2. (assina) (JORNAL DE TONDELA, 22 DE SETEMBRO DE 2011)

Está a chegar novamente ao Tourigo o Grande Prémio do Concelho de Tondela em Carrinhos de Rolamentos. No próximo Domingo, dia 25 de Setembro, irá decorrer a 1ª prova da sua 4ª edição. O Horário previsto é das 14h às 19h na Rua do Pedregulho e Rua do Calvário. A inscrição na prova é 5•, inclui seguro, refeição e prémio de participação. Mais informações em www.afert.tourigo.com. Se és amante desta modalidade, ou apenas gostas de uma tarde bem passada, vem até ao Tourigo, vem competir com os melhores pilotos ou vê-los passar a uma grande velocidade. A AFERT espera que todos se divirtam.

CONVITE: PASSEIO DE SÓCIOS A AFERT realiza este ano o seu III Passeio de Sócios no dia 2 de Outubro. O programa inclui uma visita ao Convento de Cristo em Tomar, missa em Fátima e visita ao Mosteiro da Batalha. O preço da inscrição inclui o almoço. Todos os associados com as cotas em dia estão desde já convidados a participar, se ainda não é sócio dirija-se à AFERT e associe-se. As inscrições realizam-se na sede da AFERT.

(45km) ou passeio (20Km), vários reforços, banho, seguro, lembrança e almoço. Para além das classificações atribuídas ao pódio, todos os atletas inscritos participam directamente num sorteio de vários prémios como equipamento de BTT (capacetes, mochilas, luvas,

bombas de ar) ou um fimde-semana no Algarve para quatro pessoas em hotel de luxo. Inscreve-te já no site oficial do evento www.BTT.tourigo.com. Estas e mais informações em www.AFERT.tourigo.com ANA SILVA

BTTOURIGO 2011 Pelo terceiro ano consecutivo o Núcleo de Desporto da AFERT vai organizar o seu BTTourigo. O evento, que foi um enorme sucesso nos anos transactos, conta este ano com imensas novidades, desde o percurso aos parceiros que se associaram. O preço de inscrição é de apenas 8•, até ao dia 9 de Outubro, e dá direito a participar na prova

JORNAL DE TONDELA

PAULA M. PENEDOS

MÉDICA DENTISTA CONSUL TAS TODOS OS DIAS ÚTEIS CONSULT ACORDO C/ SAMS ENFERMÉDICA-Tel.: 232 813 556 Largo Visconde de Tondela (Finanças) - TONDELA


6 REGIÃO

22/09/2011

NOTÍCIAS DE SANTA COMBA DÃO LARGO DO MUNICÍPIO SERÁ PALCO DE FEIRA À MODA ANTIGA A 16 DE OUTUBRO A Câmara Municipal de Santa Comba Dão, através da Casa da Cultura, do Posto de Turismo e da Expressart’ – Escola d’Artes do Município de Santa Comba Dão, encontra-se a promover o evento Feira À Moda Antiga que terá lugar no Largo do Município a 16 de Outubro, domingo, entre as 10:30 e as 19 horas. A iniciativa, que pretende demonstrar as formas de vida, a cultura e as tradições do concelho de Santa Comba Dão no século XIX, está aberta a todos aqueles que queiram participar. Para fazer parte desta feira apenas terá de aparecer envergando um traje do século XIX e vender produtos agrícolas e tradicionais da região. As inscrições para o evento podem ser efectuadas na Casa da Cultura de Santa Comba Dão de domingo a sexta-feira, entre as 15 e as 19 horas, por telefone através do número: 91.20.10.663 ou através do correio electrónico: paula.francisca@cmsantacombadao.pt. O prazo para as inscrições termina a 07 de Outubro, sexta-feira.

EXPOSIÇÕES DA CASA DA CULTURA O mundo do sonho aqui tão perto… No passado dia 03 de Setembro, pelas 18 horas, a Casa da Cultura de Santa Comba Dão abriu as portas para mostrar as exposições temporárias que acolhe. Num primeiro momento, e no átrio principal, deram-se as boas-vindas a todos os que quiseram ver de perto as obras que compõem as exposições “Pintura Naif” e “Sombras Que a Luz Não Apaga”, de Amaral Campos e de Pedro Prata respectivamente. Seguiu-se uma visita atenta aos quadros dispostos no átrio e que fazem parte do mundo de Amaral Campos, pintor autodidacta residente em Ervedal da Beira, Olivei-

FICHATÉCNICA

Registo na DGCS nº 109 629 Depósito legal nº 54581/92 Semanário Regional Independente (Fundado em 10/08/1989) DIRECTOR: Manuel Ventura da Costa E-mail:mventuracosta@sapo.pt REDACÇÃO Arménio Pereira E-mail: armeniopereira@mail.telepac.pt PAGINAÇÃO E MONTAGEM Angelo M. S. Ferreira

POR R.B.

ra do Hospital. O autor apresentou mais pormenorizadamente cada quadro possibilitando a cada visitante um conhecimento sobre cada paisagem que, em aguarela, apresenta. Seguiu-se a visita à Galeria Principal, onde a exposição de Pedro Prata pôde ser vista, mas não sem antes se dar lugar às palavras o autor apresentou um amigo, Miguel de Carvalho, a quem coube a apresentação da exposição e, porque também este é dotado de talento, fê-lo com um poema da sua autoria intitulado POEMA MERIDIONAL. O fim de tarde continuou pautado com emoções de palavras, de onde se ressaltou a dedicatória da exposição ao pai do autor, e de olhares por entre cada um dos quadros deste artista natural de Santa Comba Dão cuja obra, talvez por ser surrealista, faz pensar, deixa marcas e é, sem margem para dúvida, a prova de que Pedro Prata fará história no mundo da arte. E os mundos dos sonhos destes artistas continuam na Casa da Cultura… Aqui tão perto de si e esperando a sua visita de Domingo a Sexta-feira das 15h00 às 19h00 até ao próximo dia 02 de Outubro, domingo.

EXPRESSART’: ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O ANO LECTIVO DE 2011 /2012 A Expressart’- Escola d’Artes do Município de Santa Comba Dão tem abertas as inscrições, destinadas a toda a população, no local ou por contacto telefónico, em diversas áreas artísticas para o ano lectivo de 2011 / 2012. No que se refere à Dança, estão abertas as inscrições para as seguintes àreas: Ballet, Danças de Salão (ministradas pelo professor Manuel Pereira de Melo), Dança Moderna e Dança Criativa. Relativamente à Música, a Expressart’ aposta num currículum variado com cursos de Bateria, Violino, Guitarra Eléctrica, Guitarra Clássica, Acordeão, Expressão Musical (aceitam-se alunos a partir dos 4 anos de idade), Violoncelo, Cavaquinho, Bandolim, Flauta Bissel e Teclado. O curso de Teclado encontra-se estruturado por três níveis de aprendizagem: Keypro vocacionado para profissionais e amadores com os seguintes módulos: Programação do teclado; Edição e mistura de sons; Criação, edição, mistura e armazenamento de estilos (ritmos); Harmonia – Acordes, bass inversion, fórmulas harmónicas; Programação de midi files; Criação e edição armazenamento e uso de samplers; Criação e edição de kits de bateria e percussão; Criação e edição de pads e multipads; Criação e edição de songbook, registration para alinhamento de reportório; Uso de software para criação e edição de samplers Styleworks (conversor de estilos) e Ajuda no tratamento e execução de temas; - Keyin direccionado para iniciantes e que compreende as àreas: Iniciação à teoria musical; Técnicas de execução; Abordagem de diferentes estilos musicais; Iniciação às tecnologias (relacionadas com os mais recentes teclados) e Iniciação à performance musical sem notação; - Keyfree destinado a quem deseja obter ou aperfeiçoar conhecimentos numa das áreas especificas, com toda a flexibilidade. Para além das áreas da Dança e da Música, a Escola d’Artes apresenta outras vertentes formativas como: Teatro, Pintura, Oficina de Formas Animadas, Inglês, Fotografia, Desenho e Workshops variados. Tal como no ano lectivo transacto, as aulas decorrem de segunda a sábado, através de aulas pré-marcadas, workshops, oficinas e ateliers de trabalho. Se está interessado em frequentar algum dos workshops ou cursos desta escola, contacte a Expressart’ através dos telefones: 91 05 42 198 - 96 433 58 18 ou dirija-se à Antiga Escola Primária nº 1. As inscrições podem ser efectuadas, ao longo do ano lectivo, de segunda-feira a sábado entre as 09 e as 19 horas.

COLABORADORES Eng.º Hélio Bernardo Lopes, Dr. Cílio Correia, Dr.ª Marta Catarina Rosa, Maria da Conceição Marques Correia, Prof. Sérgio Carvalho, Dr. Leonel Marcelino, João A. Ventura da Costa, Artur Jorge Amaral Leitão CORRESPONDENTES Dr. Elisio Gomes de Matos (Barreiro de Besteiros), Henrique Marques Gonçalves (Caparrosinha), Optacilio de Matos Fragoso (Cortiçada), Herminio Henriques (Corveira), António Lopes de Sousa (Ermida), António Pais Ferreira (Lobão da Beira), José da Cruz Mendes (Mosteiro de Fráguas), Rodrigo Marques Xavier (Parada de Gonta), Amadeu Dias dos Santos (Tonda), Antonino Coimbra dos Santos (Vila Nova da Rainha), Manuel Francisco de Figueiredo (Vilar de Besteiros), Paulo Manuel L. Pereira da Fonseca (C. de Besteiros), Ana Maria de Almeida Simões (Lajeosa do Dão), Joaquim VIegas Conceição (Freimoninho), José Manuel Gomes Ferreira (Coelhoso), Eduardo Pereira Marques (Mouraz), Fausto Varela Macedo (Alvarim), Graciete Gomes (Ferreirós do Dão), José Fernando (Nandufe) PROPRIEDADE / ADMINISTRAÇÃO COMPOSIÇÃO SEDITON - Soc. Editora Tondelense, Lda Registo na DGCS nº 215 348 - Nº Cont. 502468076 Detentores com mais de 10% do Capital da Empresa, Eduardo António Ferreira Marques Arménio Ferreira Marques R. Dr. Marques da Costa Apartado 97 - 3461-909 Tondela E-mail: jornaldetondela@mail.telepac.pt Site: jornaldetondela.com.sapo.pt

IMPRESSÃO CORAZE - Oliveira de Azeméis Telef.: 256 600 580 - Fax: 256 600 589 E-mail: grafica@coraze.com ASSINATURAS E PUBLICIDADE Eduardo A.F. Marques TELEFONE: 232 822 137 FAX: 232 821 118 ASSINATURAS ANUAL (52 nºs) - NACIONAL = 25,91 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Europa) = 55,12 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Resto Mundo) = 68,35 Euros (c/IVA)

Avulso = 0,60 Euros (c/IVA) Números atrasados = 2,00 Euros (c/IVA) Dia de Saida: Quinta-Feira TIRAGEM NESTA EDIÇÃO 3.000 Exemplares ASSOCIADO DA

Jornal de Tondela, como orgão de informação independente, apartidário e apolítico, está aberto à participação de todos os cidadãos, pelo que a sua colaboração reflecte apenas ideias pessoais que não vinculam o estatuto editorial do Jornal.


OPINIÃO 7

22/09/2011

Reflexões de cidadania

Notas & Comentários

HÉLIO BERNARDO LOPES

JOÃO VENTURA DA COSTA

Gordurentos

O 11 DE SETEMBRO DE 1973

E

m boa verdade, este texto devia ter sido escrito neste último domingo, e não hoje, mas decidi-me a proceder deste modo com a finalidade de evitar poder ser mal interpretado, como se estivesse a tentar relativizar o hediondo crime de que foram alvo, logo ali, cerca de três mil cidadãos de perto de noventa nacionalidades, uma das quais era até a nossa. Neste texto abordo um outro 11 de Setembro, mas que teve lugar no ano de 1973 e no Chile, por força do golpe militar chefiado por Augusto Pinochet, com a finalidade de derrubar o Governo do Chile, presidido por Salvador Allende, que havia sido legitimamente eleito pelo seu povo e nos termos da constituição chilena. Embora menos espetacular, até por não ter sido visto no seu desenrolar pelos chilenos e por todo o Mundo, como teve lugar nos atentados contra alvos diversos dos Estados Unidos, mormente as Torres Gémeas, a verdade é que o 11 de Setembro de 1973, operado por antidemocráticos e criminosos militares chilenos, teve um saldo em vidas humanas treze vezes superior ao 11 de Setembro dos Estados Unidos. Sabe-se hoje, já por via oficial, que o número de vítimas da Junta Militar do Chile atingiu as quatro dezenas de milhares. Salvador Allende havia já sido candidato ao cargo de Presidente da República, mas sempre derrotado. Apesar do Chile sempre ter vivido uma longa vida democrática, já então com muitas décadas, a verdade é que a vitória nunca havia sido conseguida por um candidato de esquerda. Ou seja, e tal como pude dizer ao meu velho amigo, a democracia só serve se for a direita a ganhar, porque se os eleitores escolherem um candidato de esquerda, e que se deter-

mine a aplicar o seu programa, de pronto surgirão escolhos de toda a natureza, que rapidamente acabarão por impedir a aplicação desse programa. Ora, sendo verdade que Salvador Allende foi o candidato mais votado dos três que se apresentaram a essa eleição, dois deles da direita, também o é que apenas conseguiu cerca de trinta e seis pontos percentuais. A constituição chilena, numa tal circunstância – nenhum dos candidatos com mais de cinquenta por cento dos votos –, determinava que o Senado e a Câmara de Representantes, em reunião conjunta, escolheriam o candidato que entendessem. Foi neste clima, e após longas negociações com Eduardo Frei, que o Congresso do Chile escolheu Salvador Allende. Ou seja: ele foi legal e constitucionalmente escolhido, mas apenas representava pouco mais de um terço do eleitorado, e que eram os mais pobres. Sabe-se hoje que os Estados Unidos, mormente através de Kissinger, tudo fizeram para impedir a vitória de Allende, o que não conseguiram, mas também para que não chegasse a tomar posse, o que também não conseguiram. Ou seja: os Estados Unidos falharam aqui na aplicação do método que haviam utilizado em Itália desde o final da II Guerra Mundial, onde a democracia nunca passou de uma trapaça, que deixava as eleições da nossa II República como coisa maravilhosa. Chegado ao poder, Salvador Allende começou a aplicar o seu plano de governação, embora este violasse muito do que teve de aceitar com Eduardo Frei para poder ser Presidente da República. E assim continuou a interferência grosseira e criminosa dos Estados Unidos na vida política e social do Chile, criando à

governação todo o tipo de dificuldades e levando ao surgimento de distúrbios de toda a ordem, incluindo a paralisação pelos patrões das empresas camionistas de transportes, estrutura absolutamente essencial para o funcionamento da sociedade chilena. Sucederam-se os atentados contra a democracia, contra ministros do Governo e contra o próprio Allende, sempre operados por militares ligados aos grandes interesses chilenos, e financiados pela CIA dos Estados Unidos. Por fim, o golpe militar que levou ao aparecimento de Pinochet e da criminosa Junta Militar, que cometeu no Chile cerca de quarenta mil homicídios, para não referir os que não morreram mas foram barbaramente torturados e os que tiveram de fugir. E, tal como teve lugar em Espanha, durante a guerra civil, e, sobretudo, depois dela, também aqui a Igreja Católica do Chile teve um papel determinante, embora, como é usual, discreto, através do apoio público incondicional, sempre silencioso perante a ditadura e os seus crimes. E mesmo hoje, depois de quanto se passou, e quando se temeu que um criminoso da estirpe de Pinochet fosse presente a juízo, lá surgiu de novo a Igreja Católica do Chile, pedindo aos chilenos e ao Mundo o perdão cristão… Pode ter estado aqui o início da razão que levou as autoridades judiciárias de Espanha à perseguição sobre Baltazar Garzón, por ter pedido a extradição de Augusto Pinochet, quando este se encontrava em visita particular a Inglaterra. Uma perseguição posteriormente reforçada pelas acusações por crimes económicos a membros do Partido Popular, igualmente operadas por Baltazar Garzón. Sempre me intrigou a

razão de ser da visita de Mário Soares ao Chile, onde se encontrou com Salvador Allende, e onde, nos termos do que mais tarde nos expôs, lhe salientou os riscos que o presidente chileno poderia vir a correr com a aplicação da sua política. E a razão da minha dúvida é esta: se ganhou eleições democráticas, como se deu agora com o PSD de Pedro Passos Coelho, porque não haveria de aplicar o seu programa? Que razões democráticas o deveriam levar a pôr a doutrina de parte em favor dos interesses dos Estados Unidos, que há tantas décadas esmagavam e exploravam os povos da América Latina? Talvez por se proceder assim na Europa os tais partidos do socialismo democrático tenham chegado ao lugar que hoje pode observar-se, e de que não deverão voltar a sair. A realidade é simples de perceber: não se pode passar a vida a enunciar o socialismo, ao mesmo tempo que se pratica o neoliberalismo, embora com algum cuidado social. Por fim, esta realidade: inquestionavelmente, e dentro das muitas dúvidas ainda hoje existentes, o crime cometido contra os Estados Unidos em 11 de Setembro é um crime sem perdão, mas o praticado em 11 de Setembro de 1973, contra o Chile, a sua soberania e o seu povo, foi incomensuravelmente mais grave, para já não referir tudo o que teve lugar, por exemplo, no Vietname. Sobre tudo isto, porém, pouco ou nada se fala. E muito menos envolvendo as autoridades americanas, sem o que nada do que se passou no Chile teria tido lugar. A nossa grande comunicação social, no fundo, tem uma espécie de poder de análise plástico, adaptando-se às conveniências de certos criminosos.

O

ntem, ao jantar, comi um hambúrguer do macodonaldo, um super menu big mac cheio de mau colesterol e uma porradaria de outras coisas igualmente más para a canalização que compõe o meu sistema de rega sanguíneo. Como muito bem disse sua excelência o nobilíssimo chefe da ordem dos senhores doutores de medicina, os nossos sábios governantes deviam taxar este tipo de comida para, com esses impostos, se ir juntando dinheiro para depois tratar das respectivas doenças de quem as come. Vê-se bem que sua excelência o nobilíssimo chefe da ordem dos senhores doutores de medicina pertence à ilustre casta dos portugueses iluminados que, graças a Deus, vieram a mundo só para nos salvar, pobres criaturas indefesas, das trevas e da ignorância através de leis e impostos para tudo e mais alguma coisa. Neste particular, contudo, vou mais longe do que o dito iluminado e mandei um e-mail, anónimo, para a direcção-geral das finanças aonde ponho a boca no trombone e denuncio outras pessoas e entidades que, a bem da saúde da nação, também devem pagar (mais) uma taxa de imposto adicional. E grande! Com muita pena minha, a senhora minha Mãe foi a primeira que denunciei para que seja obrigada a pagar uma pesada taxa de imposto porque o molho de natas que ela faz para acompanhar os bifes está carregadinho de deliciosas perigosas gorduras, quilotoneladas de perigosas gorduras saturadas aonde o nosso pão se banha e amolece antes de se derreter na nossa boca. Mas se fosse só este molho, enfim, do mal o menos, mas ao gajo há que juntar os fritos dos pasteis de bacalhau e dos rissóis de camarão, os crepes recheados com molho branco, o bacalhau verde, os ovos da Palmira, os salames de chocolate, os caramujos (eh lá, espera aí…eu disto já não me lembro, vou ter que encomendar…), enfim, tanta e tanta coisa, a mulher é uma verdadeira Bin Laden para a saúde dos seus comensais e, por consequência, uma ameaça para o equilíbrio do nosso sistema nacional de saúde. Mas não é só ela! Na vizinhança, que eu conheça, o leite-creme da tia Arlete é tão perigoso como qualquer iguaria da senhora minha Mãe, sei de gente de fora que traz taparueres de propósito para levar as sobras! E as três tascas que os meus filhos frequentam com mais regularidade? Aqueles pipis, moelas e até os caracóis, os enchidos e os queijos, tudo aquilo está tão cheio de porcarias como as tais das “fast food”. Felizmente que os putos depois despejam uma litrada de bagaço que desentope a canalização num instante. É como o desentupidor Forza. Com um bocado mais de imaginação e ambição, sua excelência o nobilíssimo chefe da ordem dos senhores doutores de medicina, pelo sim pelo não, recomendaria alargar a taxa a todo o imóvel nacional que tivesse uma cozinha (com duas cozinhas pagarse-ia o dobro do imposto, obviamente) de modo a não ficar ninguém de fora, matavam-se milhões de coelhos duma só cajadada e aumentavam-se as receitas para manter o sistema nacional de sáude com muita saudinha assim como ele está agora. Ou então e para simplificar os procedimentos e a papelada, em vez de sermos nós a receber, mensalmente, o nosso dinheiro e entregá-lo por via dos impostos, estes iluminados recebiam toda a massa por nós e entregavam-nos depois só uns trocos para a gente poder comprar umas quantas pastilhas para a tosse e bilhetes para o futebol. É que a gente semos burros...!


8 CONCELHO

EM CONVERSA COM Júlio Ferreira Lopes, individualidade daqui oriunda foi abordado “em conversa com”. Falámos um pouco da sua vida, pai, família, especialmente como músico e condecoração na Filarmónica Tondelense, acontecida no final de Dezembro 2010. Pela relevância do acontecido e porque nem sempre é tarde para fazer história, foi assim: tem 77 anos, casado com Maria de Lurdes Correia Mota é pai de Artemisa Conceição e António José Correia Mota, avô de André e Andreia Lopes Amaro de João Miguel e Pedro Miguel Travessa Banha Lopes. Passou por operário e mestre Obras. Passou por Moçambique, onde fez vida publica na profissão de Funcionário das Execuções Fiscais. Antes de partir e após seu regresso, actuou como músico executante em trompete na Sociedade Filarmónica de Tondela. Por essa razão em Dezembro/2009 a Direcção da Filarmónica, então presidida por Cláudio André Silva Pereira. O Júlio fez arte das orquestras os Pilinhas e Monte Crasto outrora existindo, e foi agraciado com várias lembranças (entre as quais o livro titulado O Solar de Santana de Inês da Conceição do Carmo Borges), pelos seus feitos enquanto elemento activo

22/09/2011

Lobão da Beira

Ermida (Tondela)

ANTÓNIO PAIS FERREIRA

ANTÓNIO LOPES DE SOUSA

(passando pelos órgãos sociais). Manifestou-nos a sua mágoa, mas a condição física não lhe permitiu dar o seu melhor, como sempre o fez. Por esse motivo afastou-se, não deixando, sempre que pode, de acompanhar o grupo, do qual fez parte activa. O Presidente do Município Dr. Carlos Marta felicitou-o no seu oficio 167 GAP, dizendo: “ao tomar conhecimento, da justa homenagem que lhe foi feita pela Direcção da Filarmónica Tondelense pela carreira musical ao longo de uma vida com muita dedicação, queria associar-me, apresentando as minhas sinceras felicitações e desejo de muita saúde”. Auguramos-lhes vida feliz.

VAI ACONTECER NO ARTERRA O programa está elaborado para que em 29 de Setembro pelas 19,30 horas, haja uma primeira sessão de trabalhos, aberta e grátis, explicativa e aconselhadora, em vista às próximas aulas de Yoga a decorrer entre Outubro e Dezembro. A presença dos interessados/as é fundamental. O local e Rua de Nossa Senhora do Crasto. Inscrições arterra residências rurais artísticas. Será coordenadora do projecto Maggie Oliveira.

INCÊNDIO Para os lados das várzeas?, um pouco antes das 13 horas ateou-se incêndio. Houve muita fumarada, em relativamente pouco tempo, era colocada água através de avionetas de incêndio. Tudo foi extinto graças à acção do trabalho aéreo e não só.

OBRAS EM VÁRZEA Da responsabilidade

PAUL O MONTEIR O ULO MONTEIRO MÉDICO ESPECIALISTA EM REUMATOLOGIA DOENÇAS REUMÁTICAS E OSTEOARTICULARES

Tondelmédica - Telef.: 232 821 815 Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

da Junta de Freguesia, estão a ser retomadas as obras que confluem com Rua do Vale e Rua das Pedras Maias. Acontecem agora, em tempo tiveram o seu início, estando a formar-se parede em bloco de suporte junto à que foi Laje do Vale. Alargou-se favorecendo melhor o trânsito quer proveniente de Tondela/Lobão e Povoa de Tonda/Lobão e vise versa. Era pois uma actividade há muito sonhada mas sempre adiada.

EXPOSIÇÕES NA FICTON A freguesia Lobanense, no seu local de exposição sito no pavilhão das freguesias, mostrou grande parte da vivência como povo e autarquia. Artefactos em latoaria pelo Coelho, madeira pelo Figueiredo, (alguns executados no momento), entre muitas outras belezas expostas, haveria lugar para um lindo vestido de noiva da loja Ninas’s Brides, e trajes alusivos ao Folclore. Estandartes de colectividades em laboração na autarquia, formaram um belo conjunto.

ACTUAÇÃO DO GOD BLESS A Presença do God Bless, conjunto musical do concelho que tem sede na Casa do Povo de Lobão esteve na Ficton, alias deu mote de abertura da noite cultural de 15/09/11, dando mostras daquilo que é capaz no seu mister, interpretar e alegrar gentes. Ouviu-se música seleccionada para agrado duma assistência embebida no gosto de ouvir e que não arredou pé, enquanto actuação. Um grupo que se entende muito bem em cena, com sorriso nos rostos dos executantes e boas vozes.

15.ª TORNEIO DE SUECA O 15.º Torneio de Sueca que a Associação de Cultura e Recreio Ermidense vai realizar, terá início no dia 8 de Outubro. As inscrições estão abertas até ao dia 5 de Outubro e podem ser feitas para os seguintes números, Arménio Tavares – 967953736 ou João Carlos – 917838390, ou ainda podem ser feitas no bar da Associação de sexta a domingo. O custo da inscrição é

o seguinte: sócios – 12,50 Euros e não sócios 17,50 Euros, com direito ao jantar na entrega dos troféus e taças. Há a salientar que este Torneio só se vai realizar se houver no mínimo 20 equipas e todos os participantes receberão taças ou troféus.

REPAROS Muitas das ruas da Ermida estão a precisar de uma limpeza nas bermas das mesmas, pois estão cheias de ervas, já

bastante altas, muito especial a nova rua que é a Rua das Raposeiras que tanto no alcatrão como nos passeios há muitas ervas e já não falta as silvas que muitos proprietários dos terrenos circundantes não limpam e dá muito mau aspecto. Também o alcatrão está a partir-se porque os terrenos estão a dar-se e não tarda a haver grandes buracos se nada for feito para repará-los.

Nandufe O CESTEIRO

"PASSEIO DOS SENIORES" Decorreu no passado dia 10 de Setembro o passeio Sénior à cidade espanhola de Salamanca. Eram quase 120 pessoas a marcar presença neste magnífico passeio. Ainda não eram 7 horas, quando no Largo do Povo já se aglomeravam algumas pessoas, que muito bem acompanhadas pelos seus cestos e mais uns apetrechos, para que mais tarde nada viesse a faltar. Assim, com dois autocarros da companhia tradicional que por aqui anda pelo concelho, Transdev, fomos conduzidos por dois magníficos motoristas, um deles, nosso conterrâneo e amigo António Imaginário, pois já anda nestas lides há muito tempo. Eram então 7 horas mais 30 minutos quando se deu a partida em direcção à fronteira, tendo como primeira paragem uns quilómetros mais adiante na primeira cidade depois de Vilar Formoso, surge então cidade Rodrigo. Foi aí tomado o pequeno almoço e para qual serviu para visitar alguns locais mais emblemáticos desta localidade. De salientar o seu

AL UGA-SE ALUGA-SE A PARTIR DO DIA 1 DE OUTUBRO/201 APART. T2 C/GARAGEM / NOVO EM LOBÃO DA BEIRA - PREÇO A COMBINAR Telf.: 232 812 987 * Tlm: 964 101 648

castelo que de algum modo protege toda a área que circunda esta terra que contém bonitos monumentos e uma esplêndida igreja. Em seguida retomaram a viagem em direcção à cidade de Salamanca para aí sim poderem apreciarem com abundância os monumentos, museus, as praças e igrejas magistrais. Para que se saiba, Salamanca é uma das cidades espanholas mais ricas em monumentos da Idade Média. Além da Praça Maior que é o centro e o principal símbolo da cidade, destaca-se, as catedrais Velha e a Nova, o Palácio da Salina, o Palácio de Anaya, o Palácio de Monterrey, o Convento das Senhoras, a Torre do Cravo, e o Museu Diocesano. As principais indústrias são os curtumes, a cerveja e a moagem de cereais. O Turismo também é uma actividade económica. Saliento que desde 1988 o seu centro histórico foi considerado Património Mundial da Humanidade. Foi uma visita curta, mas de muito significado pois como disse anteriormente, trata-se de uma cidade muito histórica.

Todos nós vínhamos deslumbrados, pois é uma cidade muito bonita. Por volta das 17 horas regressámos aos autocarros, para a viagem de regresso. Parámos ainda em Fuentes de Onoro para uma visita muito rápida, pois logo de seguida e com Vilar Formoso à vista aí sim, foi uma paragem mais prolongada. Aqui o nosso Reverendo senhor Padre Américo que nos acompanhou neste passeio, proporcionou com uma missa de muito significado para que todos nós continuássemos a contar com a presença do Espírito Santo nesta viagem. Após a missa seguiu-se então a merenda e provar os bons farnéis que os cestos traziam, para que os nossos estomagos ficassem muito bem compostos. Por fim, fizemos o regresso à nossa aldeia de Nandufe que como sempre algumas vozes mais entusiasmadas nos proporcionaram com cânticos muito alegres e divertidos. Parabéns Junta de Freguesia que tudo fizeram para que nada faltasse neste magnifico passeio. Até para o ano se Deus quiser e bem Hajam!

ANTÓNIO FIGUEIREDO

ORTOPEDISTA CONSULTAS EM PARADA DE GONTA ÀS SEGUNDAS FEIRAS PELAS 15 HORAS Telem.: 967 851 889


CONCELHO 9

22/09/2011

PERGUNTA A MERECER APOIO Esta minha pergunta é dirigida à Direcção de Saúde e membros políticos que representam o nosso Concelho e Distrito nas Assembleias do Governo e nas Assembleias das Câmaras e Juntas de Freguesia. Com certeza que muitas mais perguntas e razões teríamos nós de fazer das dificuldades quotidianas porque andamos nós a sofrer com as asneiras de quem nos tem governado e com certeza daquelas que nos irão governar nos próximos anos. Mas o assunto da minha pergunta neste momento é sobre o que se passa na saúde no nosso Concelho e País, onde há anos se construíram vários postos de saúde para neste momento estarem fechados, irão fechar ou não há médicos para atenderem os seus doentes. Cito na nossa área Lajeosa, Lobão e neste momento Canas de Santa Maria onde a médica de família nos deixou em condições tristes, difíceis e mesmo muito precárias. Mas a pergunta que faço nada tem a ver com os médicos, mas queremos uma resposta daqueles que em campanhas eleitorais, gastam milhares e milhares de euros do País, onde todos eles fa-

Parada de Gonta

Ferreirós do Dão

RODRIGO XAVIER

GRACIETE GOMES

zem e dizem aquilo que lhes convêm para ganharem o poder e interesses pessoais. Não ouvi, nem li, qualquer comentário deles a respeito deste caso que merece gratidão, civismo e apoio principalmente para aqueles que infelizmente não têm reformas para pagarem consultas privadas, medicamentos sem receitas, análises e exames sem credenciais, etc. etc. Nós os que precisamos destes casos resolvidos aguardamos com paciência e esperança até que cheguem melhores momentos de vivermos neste mundo de tantas injustiças e desigualdades.

VINDIMAS É nestas alturas que no nosso País, de grande prestígio em grandes quantidades e qualidades de vinhos, se realizam as vindimas do norte a sul. Nós por cá na nossa Freguesia podemos informar que as colheitas não foram o que se esperava onde a quantidade não foi aquela que era prevista com a nascença das uvas no princípio do ano. A qualidade não posso informar, mas com as chuvas do fim de Agosto e princípio de Setembro todos os vitivinicultores ficaram contentes dizendo que as mesmas viriam ajudar a qualidade, que é o princi-

pal. Com respeito às vindimas cá na nossa terra, a maioria já foi feita prevendo-se que no final desta semana a fique resolvida totalmente.

DESPORTO NO ADRC Informações ouvidas por paredenses e lidas no Jornal de Tondela, onde vinha a lista das equipas inscritas para a disputa do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão da A. F. de Viseu, verifiquei com agrado, como era de esperar, o A.D.R.C. de Parada de Gonta estar presente nesta competição. Assim, tenho em minha posse o cartão enviado pela Associação de Futebol de Viseu para a época 2011/2012 onde continuareis a comentar os jogos onde estarei presente. Até lá vamos aguardar o decorrer dos treinos que servirão para por as equipas em forma. Relembro que no jogo de abertura deste Campeonato da 1.ª Divisão Distrital o A.D.R.C. de Parada de Gonta receberá no seu Estádio Tomaz Ribeiro a vizinha equipa de Farminhão. Um excelente derby para começar, no domingo, dia 2 de Outubro.

UM NOVO PADRE Recebemos no passado Domingo um novo Padre. O Sr. Padre José Fernando que foi colocado na nossa paróquia por 6 anos, e esperamos que o Sr.padre dê continuidade ao trabalho realizado pelo pároco anterior. Foi-nos apresentado pelo Álvaro de Oliveira do Conde e para além de Ferreirós também será pároco do Sobral e do Carregal do Sal.

FICTON Também no passado fim de semana se realizou a anual feira comercial de Tondela e mais uma vez e ainda bem a nossa freguesia foi representada na feira das freguesias. Pena e que não tenha também sido representada nas tasquinhas.

HOSPITALIZADO

Freimoninho (Mosteirinho) JOAQUIM VIEGAS DA CONCEIÇÃO

O TEMPO O tempo que se tem feito sentir aqui na serra do Caramulo. Há duas semanas atrás que temos tido muito calor com temperaturas muito altas. Parecia mais que estávamos no mês de Julho ou no mês de Agosto do que em meados de Setembro. Desde o dia 15 para cá que as temperaturas baixaram bastante mas sem chuva.

OS NOSSOS DOENTES Como já disse há tempos atrás encontrava-se internada no hospital em

CONSULTAS E MARCAÇÕES

Tondelmédica Telef.: 232 821 815

Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

Viseu a D. Natividade Pereira Fruela. Depois de um largo período de internamento na capital do distrito foi transferida para o hospital de Tondela onde se encontra. Também se encontra internado nesta unidade hospitalar, Manuel Rodrigues das Neves, onde fez uma cirurgia a uma anca. Neste momento, está tudo a correr da melhor forma possível. Também se encontra internado no hospital são Teotónio em Viseu, José Antunes Luís. Que todos tenham rápidas melhoras é o que lhes deseja o correspondente do Jornal de Tondela do Mosteirinho.

O ESTADO DO TEMPO PARA OS PRÓXIMOS DIAS TEMPO

5.ª

Predominância de sol

6.ª

Predominância de sol

Sáb.

Predominância de sol

Dom.

Predominância de sol

2.ª

Parcialmente nublado

3.ª

Predominância de sol

4.ª

PEDIATRIA

VINDIMAS Está praticamente terminada a época das vindimas da colheita de 2011/ 2012, este ano embora o ano não tenha corrido da melhor maneira, a colheita embora menor não foi de inferior qualidade. Mais uma vez fazemos juz ao famoso nome que os nossos vinhos adquiriram. Este ano o tempo no mês de Setembro ajudou imenso já que esteve um tempo maravilhoso com bastante calor e sem chuva.

Encontra-se hospitalizado o Sr. An-

DIA

CRISTIN A B APTIST A CRISTINA BAPTIST APTISTA

tônio de Jesus dos Santos, no Hospital de S. Teotônio de Viseu, foi submetido a uma operação cirúrgica à vesicula algo delicada e neste momento encontra-se em recuperação. Desejamos-lhe umas rápidas melhoras e esperamos que regresse rapidamente à companhia de todos os seus familiares.

VENDE-SE

APARTAMENTOS T2, T3 e Duplex LOJAS, ARMAZÉNS E GARAGENS Rua Dr. Almiro Vale - TONDELA (Junto ao Campo de Futebol) Vende: Consurbanas, SA Av. Alberto Sampaio, 134 - Viseu Telf.: 232 429537

Índice UV: 6 Moderado Índice UV: 6 Moderado Índice UV: 6 Moderado Índice UV: 6 Moderado Índice UV: 6 Moderado Índice UV: 6 Moderado

Aguaceiros Índice UV: 6 Moderado

MÁX.

MIN.

23.ºC

16.ºC

21.ºC

14.ºC

20.ºC

13.ºC

22.ºC

13.ºC

21.ºC

14.ºC

21.ºC

16.ºC

19.ºC

14.ºC

NEUR OL OGIA NEUROL OLOGIA DR. PETER GREBE

TRATAMENTO DE ENXAQUECAS/CEFALEIAS DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO

CONSULTAS E MARCAÇÕES Tondelmédica Telef.: 232 821 815 Rua Dr. Flausino Torres - Tondela


10 CONCELHO

22/09/2011

Molelos

Castelões

Percursos Pedestres

Desfolhada à moda antiga

“Rota dos Laranjais” Na promoção e animação dos percursos pedestres do concelho, vai realizar-se no próximo dia 25 de Setembro, a Rota dos Laranjais, nesta Freguesia. Como tem sido hábito é uma iniciativa de diversas entidades particularmente o Município de Tondela e a Junta de Freguesia e neste caso particular com o apoio do Clu-

be Recreativo de Castelões, inserido nos festejos do seu 103º Aniversário. O inicio da concentração será a partir das 8,30 horas, no Parque do Coração de Maria e a partida para a caminhada por volta das 9,00 horas. Haverá uma pequena paragem na Sede do Clube Recreativo de Castelões, com um reabastecimento de bebidas e frutas

por volta das 10 horas. Participe, venha valorizar a sua saúde e conhecer a nossa Freguesia. Da parte da tarde será celebrada uma missa no Santuário do Coração de Maria, por alma dos sócios já falecidos, e depois seguir-se-á um lanche convivio para todos os associados e familiares, na Sede do Clube. CRC

O Rancho Folclórico “As Cantarinhas de Molelos” promove no próximo sábado, dia 25 de Setembro, pelas 20:30, na antiga escola da Vela, uma desfolhada à moda

antiga. Os elementos que compõem o rancho têm estado sempre atentos, aquilo que mais caracteriza o passado do nosso povo. Ao mesmo tempo

ARREND A-SE ARRENDA-SE

CAFÉ SNACK-BAR EM BARREIRO DE BESTEIROS, NA AV. 8 DE DEZEMBRO, 788

têm procurado mostrar hábitos e tradições enquadrando iniciativas que mostrem às novas gerações o que os nossos passados faziam. Desta forma a desfolhada, tal como, era feita antigamente será mostrada na sede do rancho na noite do próximo sábado, convidando a direcção do Rancho Folclórico “As Cantarinhas de Molelos” a que a população em geral possa se associar ao momento.

CONTACTO: 961 285 904 ou 00352 621 156 630

A

VÁRIOS

marcou presença na FICTON

A.P.

GRANDE LEILÃO A CARGO DA LEILOEIRA DO DINHA DIA 1/10/2011 ÀS 9H30 (VISITA ÀS 8H30) AVENIDA DO SALGUEIRO - VILAR DE BESTEIROS, NAS ALMAS DA LIVRARIA, ANTIGAS INSTALAÇÕES DA RODOVIÁRIA

Cerca de 120 lotes para venda: Máquinas eléctricas de serralharia; Móveis antigo; Velharias; Máquinas de costura antigas; 1 Charrete; Fechaduras tipo Yal; Viaturas Renault 4L; 1 Volvo Sport; Vários lotes de prateleiras; Ferramentas Diversas; Geradores; Compressores; Máquinas Agrícolas; Moedas antigas, Diversos. ARTIGOS PROVENIENTES DE FALÊNCIAS

SEM COMISSÃO AO COMPRADOR

A Vários teve, este ano, uma tasquinha na Ficton. Para além dos petiscos tinha, cada dia um prato diferente, com os quais se deliciaram centenas de pessoas que por lá passaram. A todos quantos contribuíram, visitando e consumindo as iguarias lá

servidas, a Direção agradece. Todos os funcionários colaboraram, de forma entusiasmada e incansável, nesta iniciativa, tanto confecionando como servindo ou ainda trabalhando no bar. No pavilhão, como habitual, marcou presença, também com a colaboração dos funcioná-

TEM AUTOMÓVEL? O SEGURO É OBRIGA TÓRIO! OBRIGATÓRIO! Está consciente das coberturas contratadas? Tenha entre si e a companhia de seguros um especialista. Preços especiais. CONTACTE: Eduardo Marques - Mediador de Seguros Rua Dr. Marques da Costa (junto à Escola de Condução) Tondela - Telef. 232 813 026 ou 91 762 79 57

rios, vendendo artesanato produzido pelos utentes/ clientes. Com a ajuda de todos a VÁRIOS continuará a prestar um bom serviço a todos os que dela necessitam. À boa maneira beirã BEM HAJAM. NAZARÉ GOUVEIA


DESPORTO 11

22/09/2011

CONTACTAR 919 318 355

TONDELA SOFREU DEMAIS PARA CONSEGUIR VENCER

ARRENDA-SE

C.D. Tondela, 1 - Amarante F.C., 0

T1

Campeonato Nacional da 2ª Divisão – Zona Centro

(AO INTERVALO 1-0) TEXTO E FOTO: ARMÉNIO PEREIRA

ARRENDA-SE

T2

ARRENDA-SE

T2 MOBILADO

ARRENDA-SE

T3

C/GARAGEM

ARRENDA-SE LOJAS COMERCIAIS EM TONDELA APARTIRDE200EUROS/MÊS

ARRENDA-SE

GARAGENS ARRENDA-SE

VENDE-SE

T2 MOBILADO CENTRO DE TONDELA

VENDE-SE 919 318 355

TONDELA ESQUECE-SE SEMPRE DO GOLO DA TRANQUILIDADE Mesmo sem convencer os sócios, adeptos e simpatizantes o Tondela continua a vencer. Um único golo de Márcio Sousa apontado aos 11 minutos de jogo permitiu a equipa da casa conquistar três preciosos pontos, mantendo assim a invencibilidade na presente época desportiva. Nos primeiros 30 minutos os jogadores do CD Tondela ainda foram mostrando alguns apontamentos com grande mobilidade na frente de ataque, trocas de bola acertadas e velocidade explorada ao máximo por parte de Vieirinha e Pedrosa na criação de pânico no reduto adversário. E foi precisamente este último que logo aos 11 minutos de jogo conduziu sozinho um contra-ataque, apanhando a defensiva do Amarante em contra-pé sem capacidade de reacção. Com inteligência Pedrosa esperou que o capitão de equipa chegasse à grande área e depois de desmarcado endossoulhe o esférico para este com tranquilidade abrir o activo no estádio João

Jogo no Estádio João Cardoso em Tondela Árbitro, António Costa, árbitros auxiliares, Alcino Soeiro e Ricardo Pinho (Associação de Futebol de Aveiro)

CD TONDELA: Avelino Mangualde Materazi Pica Hélder Lopes Fábio Pacheco Vieirinha Luís Aurélio (Piojo 57m) Márcio Sousa (cap.) (Gomes 76m) Pedrosa (Tó Miguel 57m) Béré

Suplentes: Cláudio Ramos Carlos André Gomes Tó Miguel Piojo Ruca Ronan

Treinador: Vítor Paneira

Golo: Márcio Sousa (11m)

Acção disciplinar:

AMARANTE: Celso Pedro Carneiro Rochinha (cap.) César Bispo André Pires Tiago Martins (Pedro Miguel 79m) Nélson Campos Marquinhos (Tiago Silva 46m) Diogo Lamelas (Bruninho 70m) Bruno Teixeira

Suplentes: Sérgio Miguel Tiago Silva Pedro Miguel Bruninho Cláudio Joãozinho

Treinador: Arlindo Gomes

Acção disciplinar: Amarelo a Rochinha (22m), Diogo Lamelas (56m) e Nélson Campos (89m)

Amarelo a Fábio Pacheco (23m), Piojo (90m) e Gomes (92m). Cardoso. O Tondela estava com a pica toda e aos 16 minutos Béré desmarcado dentro da área falha de forma clamorosa só com o guarda-redes Celso pela frente naquele que foi o melhor período dos atletas da casa.

Na segunda-parte, o Tondela fraquejou de forma gritante, a zona intermediária deixou de ter posse de bola, era uma clareira enorme entre este sector e o ataque entregue a um Béré desamparado. O Amarante até podia ter empatado, mas no

sector mais recuado, o acerto dos centrais, Pica e Materazi e alguma sorte à mistura foram aguentando o golo madrugador de Márcio Sousa. Ainda assim a primeira grande oportunidade no segundo tempo pertenceu ao Tondela tendo como protagonista Vieirinha isolado que não conseguiu desfeitear o guarda-redes nortenho, mas o capitão de equipa Márcio Sousa também podia ter bisado aos 65m. Na parte final do jogo, o Amarante deu água pela barba à defensiva da casa, Bruninho, aos 74m teve tudo para empatar, o remate dentro da área saiu

enrolado em posição frontal, valendo o pronto-socorro, Materazi a despachar. Do lado do Tondela, Gomes ainda colou a defesa nortenha em sentido, aos 81m, isolado permitiu que o guardião Celso saísse aos seus pés e anulasse uma jogada de muito perigo, mas a melhor oportunidade para a equipa visitante aconteceu mesmo 85m com Pedro Miguel na cara de Avelino no lado esquerdo do ataque a rematar ao lado. Em relação à equipa de arbitragem o trabalho foi mais do que positivo, não se dando por eles no estádio João Cardoso.

III DIVISÃO NACIONAL

LIGA ZON SAGRES

Angrense ----------------- 1 Padroense --------------- 1

G. Vicente --------------- 1 Olhanense --------------- 1

Anadia -------------------- 3 Paredes ------------------ 0

Nacional ------------------ 1 P. Ferreira ---------------- 0

SJ Ver --------------------- 3 Cinfães -------------------- 2

U. Leiria ------------------ 1 Marítimo ------------------ 3

TONDELA ---------------- 1 Amarante ----------------- 0

V. Setúbal ---------------- 1 B. Mar -------------------- 0

A. Lordelos -------------- 1 O. Bairro ----------------- 1

Feirense ------------------ 0 FC Porto ------------------ 0

Sp. Espinho ------------- 1 Operário ------------------ 0

Benfica -------------------- 4 Académica -------------- 1

Gondomar Boavista

V. Guimarães ----------- 1 Sp. Braga ---------------- 1

Coimbrões Madalena

Rio Ave -------------------- 2 Sporting ------------------- 3

J

V E D

F

C

P

J

V E D

F

C

P

SJ Ver

2

2

0

0

4

2

6

Benfica

5

4

1

0

13

5

13

TONDELA

2

2

0

0

3

1

6

FC Porto

5

4

1

0

12

3

13

Anadia

2

1

1

0

5

2

4

SP. Braga

5

3

2

0

7

2

11

Sp. Espinho

2

1

1

0

2

1

4

Marítimo

5

3

1

1

8

6

10

Cinfães

2

1

0

1

6

5

3

Académica

5

3

0

2

8

7

9

Gondomar

1

1

0

0

2

1

3

Sporting

5

2

2

1

9

8

8

Padroense

2

0

2

0

3

3

2

V. Setúbal

5

2

1

2

5

7

7

Angrense

2

0

1

1

3

5

1

Olhanense

5

1

3

1

6

6

6

O. Bairro

2

0

1

1

2

3

1

Feirense

5

1

3

1

3

4

6

A. Lordelo

1

0

1

0

1

1

1

Gil Vicente

5

1

2

2

7

9

5

Paredes

2

0

1

1

1

4

1

Beira Mar

5

1

2

2

3

2

5

Coimbrões

1

0

1

0

0

0

1

V. Guimarães

5

1

1

3

6

8

4

Operário

2

0

1

1

0

1

1

P. Ferreira

5

1

1

3

5

7

4

Madalena

1

0

0

1

1

2

0

Nacional

5

1

1

3

2

10

4

Boavista

0

0

0

0

0

0

0

U. Leiria

5

1

0

4

6

12

3

Amarante FC

2

0

0

2

0

2

0

Rio Ave

5

0

1

4

3

7

1

PRÓXIMA JORNADA

PRÓXIMA JORNADA

Anadia - Angrense Padroense - SJ ver Cinfães - TONDELA Amarante - A. Lordelo O. Bairro - Gondomar Boavista - Coimbrões Madalena - Sp. Espinho Paredes - Operário

FC Porto - Benfica Sp. Braga - Nacional Sporting - V. Setúbal B. Mar - R. Ave P. Ferreira - G. Vicente Olhanense - U. Leiria Marítimo - V. Guimarães Académica - Feirense


12 DESPORTO

22/09/2011

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU CAMPEONATO DISTRITAL JUNIORES “A” SUL

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBO DE VISEU CAMPEONATO DISTRITAL JUNIORES “D” SUB13 SÉRIE F1

1.ª 15/10/2011 - JORNADA - 10.ª 21/01/2012

1.ª 22/10/2011 - JORNADA - 6.ª 10/12/2011

Mortágua - V. Benfica C. Senhorim - Santacomba P. Castelo - Vildemoinhos Campia - Repesenses A. MOLELOS - TONDELA

PESTINHAS - A. MOLELOS Pinguinzinho - C. Sal V. Açores - Mortágua

2.ª 22/10/2011 - JORNADA - 11.ª 28/01/2012 V. Benfica - C. Senhorim TONDELA - Mortágua Santacomba - P. Castelo Vildemoinhos - Campia Repesenses - A. MOLELOS

3.ª 29/10/2011 - JORNADA - 12.ª 04/02/2012 P. Castelo - V. Benfica C. Senhorim - Mortágua Campia - Santacomba A. MOLELOS - Vildemoinhos TONDELA - Repesenses

4.ª 05/11/2011 - JORNADA - 13.ª 11/02/2012 V. Benfica - Campia Mortágua - P. Castelo C. Senhorim - TONDELA Santacomba - A. MOLELOS Vildemoinhos - Repesenses

2.ª 29/10/201 - JORNADA - 7.ª 17/12/2011 A. MOLELOS - Pinguinzinho Mortágua - PESTINHAS C. Sal - V. Açores

6.ª 26/11/2011 - JORNADA - 15.ª 25/02/2012 V. Benfica - Repesenses Mortágua - A. MOLELOS C. Senhorim - Campia P. Castelo - TONDELA Santacomba - Vildemoinhos

7.ª 10/12/2011 - JORNADA - 16.ª 03/03/2012 Vildemoinhos - V. Benfica Repesenses - Mortágua A. MOLELOS - C. Senhorim Campia - P. Castelo TONDELA - Santacomba

9.ª 07/01/2012 - JORNADA - 18.ª 24/03/2012 TONDELA - V. Benfica Santacomba - Mortágua Vildemoinhos - C. Senhorim Repesenses - P. Castelo A. MOLELOS - Campia

Urgência

112

1.ª JORNADA - 02/10/2011 Mortágua - Repesenses Mangualde - V. Benfica Santacomba - Vouzela Ac. Viseu - Ranhados P. Castelo - A. MOLELOS TONDELA - Nelas

2.ª JORNADA - 09/10/2011

V. Açores - A. MOLELOS Pinguizinho - PESTINHAS Mortágua - C. Sal

4.ª 19/11/2011 - JORNADA - 9.ª 21/01/2012

3.ª JORNADA - 16/10/2011

3.ª 05/11/2011 - JORNADA - 8.ª 07/01/2012

A. MOLELOS - C. Sal PESTINHAS - V. Açores Pinguizinho - Mortágua

5.ª 26/11/2011 - JORNADA - 10.ª 28/01/2012 Mortágua - A. MOLELOS C. Sal - PESTINHAS V. Açores - Pinguinzinho

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU

TAÇA SÓCIOS DE MÉRITO 1.ª ELIMINATÓRIA S. Cassurrães - Roriz Sezurense - M. Dão P: GONTA - Vouzela O. Douro - Ceireiros Campia - F. Aves Sernancelhe - C. Viriato Farminhão - C. Sal Resende - C. S. MARIA Santar - Nelas Nespereira - Boassas

8.ª 17/12/2011 - JORNADA - 17.ª 17/03/2012 V. Benfica - Santacomba Mortágua - Vildemoinhos C. Senhorim - Repesenses P. Castelo - A. MOLELOS Campia - TONDELA

CAMPEONATO DISTRITAL JUNIORES “B” SUL

V. Benfica - Mortágua Vouzela - Mangualde Ranhados - Santacomba A. MOLELOS - Ac. Viseu Nelas - P. Castelo C. Senhorim - TONDELA

5.ª 12/11/2011 - JORNADA - 14.ª 18/02/2012 A. MOLELOS - V. Benfica Campia - Mortagua P. Castelo - C. Senhorim Repesenses - Santacomba TONDELA - Vildemoinhos

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU TAÇA FUTSAL A.F.VISEU 1.ª ELIMINATÓRIA 01/11/2011 Carbelrio - V. BESTEIROS IF Tarouca - O. Frades U. Estação - N. Viseu

PRECISA-SE

SERRALHEIRO CIVIL COM EXPERIÊNCIA BOA REMUNERAÇÃO CONTACTO: 938 039 084

Repesenses - V. Benfica Mortágua - Vouzela Mangualde - Ranhados Santacomba - A. MOLELOS Ac. Viseu - Nelas P. Castelo - C. Senhorim

4.ª JORNADA - 23/10/2011 Vouzela - Repesenses Ranhados - Mortágua A. MOLELOS - Mangualde Nelas - Santacomba C. Senhorim - Ac. Viseu TONDELA - P. Castelo

5.ª JORNADA - 30/10/2011 V. Benfica - Vouzela Repesenses - Ranhados Mortágua - A. MOLELOS Mangualde - Nelas Santacomba - C. Senhorim Ac. Viseu - TONDELA

6.ª JORNADA - 06/11/2011 Ranhados - V. Benfica A. MOLELOS - Repesenses Nelas - Mortágua C. Senhorim - Mangualde TONDELA - Santacomba P. Castelo - Ac. Viseu

7.ª JORNADA - 13/11/2011 Vouzela - Ranhados V. Benfica - A. MOLELOS Repesenses - Nelas Mortágua - C. Senhorim Mangualde - TONDELA Santacomba - P. Castelo

8.ª JORNADA - 20/11/2011 A. MOLELOS - Vouzela Nelas - V. Benfica C. Senhorim - Repesenses TONDELA - Mortágua P. Castelo - Mangualde Ac. Viseu - Santacomba

9.ª JORNADA - 27/11/2011 Ranhados - A. MOLELOS

Vouzela - Nelas V. Benfica - C. Senhorim Repesenses - TONDELA Mortágua - P. Castelo Mangualde - Ac. Viseu

10.ª JORNADA - 04/12/2011 Nelas - Ranhados C. Senhorim - Vouzela TONDELA - V. Benfica P. Castelo - Repesenses Ac. Viseu - Mortágua Santacomba - Mangualde

11.ª JORNADA - 11/12/2011 A. MOLELOS - Nelas Ranhados - C. Senhorim Vouzela - TONDELA V. Benfica - P. Castelo Repesenses - Ac. Viseu Mortágua - Santacomba

12.ª JORNADA - 18/12/2011 C. Senhorim - A: MOLELOS TONDELA - Ranhados P. Castelo - Vouzela Ac. Viseu - V. Benfica Santacomba - Repesenses Mangualde - Mortágua

13.ª JORNADA - 08/01/2012 Nelas - C. Senhorim A. MOLELOS - TONDELA Ranhados - P. Castelo Vouzela - Ac. Viseu V. Benfica - Santacomba Repesenses - Mangualde

14.ª JORNADA - 22/01/2012 Repesenses - Mortágua V. Benfica - Mangualde Vouzela - Santacomba Ranhados - Ac. Viseu A. MOLELOS - P: Castelo Nelas - TONDELA

15.ª JORNADA - 29/01/2012 Mortágua - V. Benfica Mangualde - Vouzela Santacomba - Ranhados Ac. Viseu - A. MOLELOS P. Castelo - Nelas TONDELA - C. Senhorim

16.ª JORNADA - 05/02/2012 V. Benfica - Repesenses Vouzela - Mortágua Ranhados - Mangualde A. MOLELOS - Santacomba Nelas - Ac. Viseu C. Senhorim - P. Castelo

17.ª JORNADA - 12/02/2012 Repesenses - Vouzela Mortágua - Ranhados Mangualde - A. MOLELOS

MIGUEL P P.. CARDOSO

MÉDICO DENTISTA Com: IMPLANTOLOGIA e ORTODONTIA

R. Comandante João Matos Ferreira, 88 (Junto às piscinas municipais) Telef.: 232821959-TONDELA * 917 373 426

Santacomba - Nelas Ac. Viseu - C. Senhorim P. Castelo - TONDELA

18.ª JORNADA - 19/02/2012 Vouzela - V. Benfica Ranhados - Repesenses A. MOLELOS - Mortágua Nelas - Mangualde C. Senhorim - Santacomba TONDELA - Ac. Viseu

19.ª JORNADA - 26/02/2012 V. Benfica - Ranhados Repesenses - A. MOLELOS Mortágua - Nelas Mangualde - C. Senhorim Santacomba - TONDELA Ac. Viseu - P: Castelo

20.ª JORNADA - 04/03/2012 Ranhados - Vouzela A. MOLELOS - V. Benfica Nelas - Repesenses C. Senhorim - Mortágua TONDELA - Mangualde P. Castelo - Santacomba

21.ª JORNADA - 11/03/2012 Vouzela - A. MOLELOS V. Benfica - Nelas Repesenses - C. Senhorim Mortágua - TONDELA Mangualde - P. Castelo Santacomba - Ac. Viseu

22.ª JORNADA - 18/03/2012 A. MOLELOS - Ranhados Nelas - Vouzela C. Senhorim - V. Benfica TONDELA - Repesenses P. Castelo - Mortágua Ac. Viseu - Mangualde

23.ª JORNADA - 25/03/2012 Ranhados - Nelas Vouzela - C. Senhorim V. Benfica - TONDELA Repesenses - P: Castelo Mortágua - Ac. Viseu Mangualde - Santacomba

24.ª JORNADA - 01/04/2012 Nelas - A. MOLELOS C. Senhorim - Ranhados TONDELA - Vouzela P. Castelo - V. Benfica Ac. Viseu - Repesenses Santacomba - Mortágua

25.ª JORNADA - 15/04/2012 A. MOLELOS - C. Senhorim Ranhados - TONDELA Vouzela - P. Castelo V. Benfica - Ac. Viseu Repesenses - Santacomba Mortágua - Mangualde

26.ª JORNADA - 22/04/2012 C. Senhorim - Nelas TONDELA - A. MOLELOS P. Castelo - Ranhados Ac. Viseu - Vouzela Santacomba - V. Benfica Mangualde - Repesenses


REPORTAGEM 13

22/09/2011

Tondela

O simbolismo do feriado municipal

Hastear das bandeiras em frente ao quartel dos Bombeiros TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

A

s comemorações do aniversário do feriado municipal deste ano tiveram o seu início logo pela manhã do dia 16 de Setembro. O primeiro acto aconteceu com o hastear da bandeira nos paços do concelho, tendo o corpo activo dos Bombeiros Voluntários de Tondela participado neste momento devidamente formados e em traje de gala. Esta cerimónia contou com a presença do presidente do município, Carlos Marta, vereadores, o presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tondela, Arménio Leite Marques, o novo comandante da corporação, Carlos Jorge Dias e o presidente da Junta de Freguesia, José Manuel Mendes. A mesma cerimónia de hastear a bandeira com

formatura dos bombeiros decorreu depois em frente ao quartel, seguindo-se uma romagem ao cemitério em que tomou parte o padre Rocha, tendo sido efetuada uma homenagem aos soldados da paz e sócios já falecidos. Na presença das entidades oficiais e vários convidados o presidente da direcção, Arménio Leite Marques salientou o papel dos bombeiros que têm de ser voluntários e amigos do povo sendo essa a razão principal que os distingue das outras pessoas. Em breves palavras, o próprio referiu: “Por essa razão estamos aqui com as autoridades locais a quem agradeço a presença, tendo em conta que é a última vez que falo para os bombeiros nesta cerimónia porque já vou sendo velho, o meu bemhaja, aos vivos que Deus os conserve e os que estão sepultados descansem em paz…”. Seguidamente o padre

Rocha fez uma oração em homenagem aos que já partiram deste mundo, “Oremos a Deus Pai Todo Poderoso que ressuscitou Jesus Cristo de entre os mortos e vivificará também os nossos corpos mortais…Dai-lhe Senhor o eterno descanso”. As celebrações religiosas do dia 16 de Setembro prosseguiram com a realização da missa e procissão em honra de Santa Eufémia, tendo esta cerimónia religiosa sido presidida pelo padre Rocha, contando com a colaboração dos padres deste arciprestado e do Grupo Polifónico da Casa do Povo de Tondela. Os Bombeiros Voluntários de Tondela transportaram o andor de Santa Eufémia da capela até à igreja matriz, fazendo no final da missa o percurso inverso pelas ruas da zona antiga da cidade juntamente com os outros santos e os muitos fiéis que vieram um pouco por toda a região para assistir à

José A. de Jesus apresentou os galardoados

Homeagem aos bombeiros e sócios falecidos celebração e procissão. Antes deste acto foi benzida no largo junto à escadaria que conduz a este templo religioso a nova ambulância da corporação que teve como padrinho Arménio Leite Marques.

ATRIBUIÇÃO DOS GALARDÕES MUNICIPAIS A parte da tarde do ferido municipal é escolhida por parte da autarquia para atribuir as medalhas de mérito a todos aqueles que se distinguiram pela sua acção decorrente do trabalho desenvolvido nas mais diversas áreas. Este ano o mérito foi reconhecido a duas instituições, o Rancho Folclórico de Parada de Gonta e a Sociedade Filarmónica Tondelense. Da mesma forma também duas personalidades foram distinguidas, o presidente do Clube Desportivo de Tondela, Gilberto Coimbra

e o atirador José Gomes. O rancho foi criado em 1937 e foi reactivado em 1979, ano em que iniciou novo ciclo de actividade, alargando o seu leque e raio de acção em Portugal e no estrangeiro, actuando em países como Espanha, França, Itália, Alemanha, Polónia, Hungria, República Checa, Austria e Croácia. A Sociedade Filarmónica Tondelense e a sua banda de música tornaram-se ao longo da sua história uma referência cultural para o concelho de Tondela sendo por todos hoje reconhecido a sua abnegação às causas mais nobres que marcam o nosso concelho. Gilberto Coimbra desde muito cedo acompanhou de perto a vida directiva do Clube Desportivo de Tondela, desde o tempo em que o seu tio António Coimbra foi presidente da direcção do clube, durante vários anos, na década de 80. Em 2003 assumiu a

Assistência no Auditório

presidência da direcção do CDT e pelo entusiasmo contagiante, paixão, inteligência e capacidade de liderança tem conseguido levar o nome do clube para resultados desportivos e de gestão de grande qualidade. José Gomes nascido em 1955 cedo viu reveladas as suas capacidades como atirador, sendo inscrito como federado aos 18 anos de idade. Possui inúmeros títulos, tendo ganho o primeiro campeonato em 1999, organizado pela Confederação de Caçadores de Portugal na disciplina de TRAP. Um dos momentos altos da sua carreira aconteceu este ano em França ao vencer a Taça do Mundo na categoria de Veteranos. Pela extensão das intervenções produzidas nesta cerimónia de entrega dos galardões municipais voltaremos a desenvolver este tema numa das nossas próximas edições.


14 DESPORTO

22/09/2011

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU

DIVISÃO DE HONRA - FUTSAL

1.ª JORNADA – 01/10/2011 S: J. Pesqueira – S. Martinho Rio de Moinhos – B. Nova CB M. Beira – Armamar CB C. Daire – M. Mouros A. Girão – V. Futsal Sp. Lamego – 31 Barcos CD TONDELA – Pedreles

2.ª JORNADA – 08/10/2011 S. Martinho – CD TONDELA B. Nova – SJ Pesqueira Armamar – Rio de Moinhos M. Mouros – CB M. Beira V. Futsal – CB C. Daire 31 Barcos – A. Girão Pedreles – Sp. Lamego

3.ª JORNADA – 15/10/201 S. Martinho – B. Nova SJ Pesqueira – Armamar Rio de Moinhos – M. Mouros CB M. Beira – V. Futsal CB C. Daire – 31 Barcos A.Girão – Pedreles CD TONDELA - SP Lamego

4.ª JORNADA - 22/10/2011 B. Nova - CD TONDELA Armamar - S. Martinho M. Mouros - SJ Pesqueira V. Futsal - Rio de Moinhos 31 Barcos - CB M. Beira Pedreles - CB C. Daire SP. Lamego - A. Girão

5.ª JORNADA - 29/10/2011 B. Nova - Armamar S. Martinho - M. Mouros SJ Pesqueira - V. Futsal Rio de Moinhos - 31 Barcos CB M. Beira - Pedreles CB C. Daire - SP Lamego CD TONDELA - A. Girão

6.ª JORNADA - 05/11/2011 Armamar - CD TONDELA M. Mouros - B. Nova V. Futsal - S. Martinho 31 Barcos - SJ Pesqueira Pedreles - Rio de Moinhos SP. Lamego - CB M. Beira A. Girão - CB C. Daire

7.ª JORNADA - 12/11/2011 Armamar - M. Mouros B. Nova - V. Futsal S. Martinho - 31 Barcos SJ Pesqueira - Pedreles Rio de Moinhos - Sp. Lamego CB M. Beira - A. Girão CD TONDELA - CB C. Daire

8.ª JORNADA - 26/11/2011 M. Mouros - CD TONDELA V. Futsal - Armamar 31 Barcos - B. Nova Pedreles - S. Martinho Sp. Lamego - SJ Pesqueira A. Girão - Rio de Moinhos CB C. Daire - CB M. Beira

9.ª JORNADA - 03/12/2011 M. Mouros - V. Futsal Armamar - 31 Barcos B. Nova - Pedreles S. Martinho - Sp. Lamego SJ Pesqueira - A. Girão Rio de Moinhos - CB C. Daire

CD TONDELA - CB M. Beira

10.ª JORNADA - 10/12/2011 V. Futsal - CD TONDELA 31 Barcos - M. Mouros Pedreles - Armamar Sp. Lamego - B. Nova A. Girão - S. Martinho CB C. Daire - SJ Pesqueira CB M. Beira - Rio de Moinhos

11.ª JORNADA - 17/12/2011 V. Futsal - 31 Barcos M. Mouros - Pedreles Armamar - Sp. Lamego B. Nova - A. Girão S. Martinho - CB C. Daire SJ Pesqueira - CB M. Beira CD TONDELA - Rio de Moinhos

12.ª JORNADA - 07/01/2012 CD TONDELA - 31 Barcos Pedreles - V. Futsal Sp. Lamego - M. Mouros A. Girão - Armamar CB C. Daire - B. Nova CB M. Beira - S. Martinho Rio de Moinhos - SJ Pesqueira

13.ª JORNADA - 14/01/2012 31 Barcos - Pedreles V. Futsal - Sp. Lamego M. Mouros - A. Girão Armamar - CB C. Daire B. Nova - CB M. Beira S. Martinho - Rio de Moinhos SJ Pesqueira - CD TONDELA

14.ª JORNADA - 28/01/2012 S. Martinho - SJ Pesqueira B. Nova - Rio de Moinhos Armamar - CB M. Beira M. Mouros - CB C. Daire V. Futsal - A. Girão 31 Barcos - Sp. Lamego Pedreles - CD TONDELA

15.ª JORNADA - 04/02/2012 CD TONDELA - S. Martinho SJ Pesqueira - B. Nova Rio de Moinhos - Armamar CB M. Beira - M. Mouros CB C. Daire - V. Futsal A. Girão - 31 Barcos Sp. Lamego - Pedreles

16.ª JORNADA - 11/02/2012 B. Nova - S. Martinho Armamar - SJ Pesqueira M. Mouros - Rio de Moinhos V. Futsal - CB M: Beira 31 Barcos - CB C. Daire Pedreles - A. Girão Sp. Lamego - CD TONDELA

17.ª JORNDADA - 18/02/2012 CD TONDELA - B. Nova S. Martinho - Armamar SJ Pesqueira - M. Mouros Rio de Moinhos - V. Futsal CB M: Beira - 31 Barcos CB C. Daire - Pedreles A. Girão - Sp. Lamego

18.ª JORNADA - 25/02/2012 Armamar - B. Nova M. Mouros - S. Martinho V. Futsal - SJ Pesqueira

31 Barcos - Rio de Moinhos Pedreles - CB M. Beira Sp. Lamego - CB C. Daire A. Girão - CD TONDELA

19.ª JORNADA - 03/03/2012 CD TONDELA - Armamar B. Nova - M. Mouros S. Martinho - V. Futsal SJ Pesqueira - 31 Barcos Rio de Moinhos - Pedreles CB M. Beira - Sp. Lamego CB C. Daire - A. Girão

20.ª JORNADA - 10/03/2012 M. Mouros - Armamar V. Futsal - B. Nova 31 Barcos - S. Martinho Pedreles - SJ Pesqueira Sp. Lamego - Rio de Moinhos A. Girão - CB M. Beira CB C. Daire - CD TONDELA

21.ª JORNADA - 17/03/2012

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU

CALENDÁRIO JUNIORES C * SUL 1.ª JORNADA - 02/10/2011 Campia - PESTINHAS O. Crasto - P. Castelo Repesenses B - Vildemoinhos Ac. Viseu B - A. MOLELOS V. Benfica - Pinguinzinho C. Senhorim - Mangualde

2.ª JORNADA - 09/10/2011 P. Castelo - Campia Vildemoinhos - O Crasto A. MOLELOS - Repesenses B Pinguinzinho - Ac. Viseu B Magualde - V. Benfica Mortágua - C. Senhorim

3.ª JORNADA - 16/10/2011 PESTINHAS - P. Castelo Campia - Vildemoinhos O Crasto - A. MOLELOS Repesenses B - Pinguinzinho Ac. Viseu B - Mangualde V. Benfica - Mortágua

CD TONDELA - M. Mouros Armamar - V. Futsal B. Nova - 31 Barcos S. Martinho - Pedreles SJ Pesqueira - Sp. Lamego Rio de Moinhos - A. Girão CB M. Beira - CB C. Daire

4.ª JORNADA - 23/10/2011

22.ª JORNADA - 24/03/2012

5.ª JORNADA - 30/10/2011

V. Futsal - M. Mouros 31 Barcos - Armamar Pedreles - B. Nova Sp. Lamego - S. Martinho A. Girão - SJ Pesqueira CB C. Daire - Rio de Moinhos CB M. Beira - CD TONDELA

23.ª JORNADA - 31/03/2012 CD TONDELA - V. Futsal M. Mouros - 31 Barcos Armamar - Pedreles B. Nova - Sp. Lamego S. Martinho - A. Girão SJ Pesqueira - CB C. Daire Rio de Moinhos - CB M. Beira

24.ª JORNADA - 14/04/2012 31 Barcos - V. Futsal Pedreles - M. Mouros Sp. Lamego - Armamar A. Girão - B. Nova CB C. Daire - S. Martinho CB M: Beira - SJ Pesqueira Rio de Moinhos - CD TONDELA

25.ª JORNADA - 28/04/2012 31 Barcos - CD TONDELA V. Futsal - Pedreles M. Mouros - Sp. Lamego Armamar - A. Girão B. Nova - CB C. Daire S. Martinho - CB M. Beira SJ Pesqueira - Rio de Moinhos

26.ª JORNADA - 05/05/2012 Pedreles - 31 Barcos Sp. Lamego - V. Futsal A. Girão - M. Mouros CB C. Daire - Armamar CB M. Beira - B. Nova Rio de Moinhos - S. Martinho CD TONDELA - SJ Pesqueira

Vildemoinhos - PESTINHAS A. MOLELOS - Campia Pinguinzinho - O Crasto Mangualde - Repesenses B Mortágua - Ac. Viseu B C. Senhorim - V. Benfica P. Castelo - Vildemoinhos PESTINHAS - A. MOLELOS Campia - Pinguinzinho O Crasto - Mangualde Repesenses B - Mortágua Ac. Viseu B - C. Senhorim

6.ª JORNADA - 06/11/2011 A. MOLELOS - P. Castelo Pinguinzinho - PESTINHAS Mangualde - Campia Mortágua - O Crasto C. Senhorim - Repesenses B V. Benfica - Ac. Viseu B

7.ª JORNADA - 13/11/2011 Vildemoinhos - A. MOLELOS P. Castelo - Pinguinzinho PESTINHAS - Mangualde Campia - Mortágua O Crasto - C. Senhorim Repesenses B - V. Benfica

8.ª JORNADA - 20/11/2011 Pinguinzinho - Vildemoinhos Mangualde - P. Castelo Mortágua - PESTINHAS C. Senhorim - Campia V. Benfica - O Crasto Ac. Viseu B - Repesenses B

11.º JORNADA - 11/12/2011 Pinguinzinho - Mangualde A. MOLELOS - Mortágua Vildemoinhos - C. Senhorim P. Castelo - V. Benfica PESTINHAS - Ac. Viseu Campia - Repesenses B

12.ª JORNADA - 18/12/2011 Mortágua - Pinguinzinho C. Senhorim - A. MOLELOS V. Benfica - Vildemoinhos Ac. Viseu B - P. Castelo Repesenses B - PESTINHAS O Crasto - Campia

13.ª JORNADA - 08/01/2012 Mangualde - Mortágua Pinguinzinho - C. Senhorim A. MOLELOS - V. Benfica Vildemoinhos - Ac. Viseu B P. Castelo - Repesenses B PESTINHAS - O Crasto

14.ª JORNADA - 22/01/2012 PESTINHAS - Campia P. Castelo - O Crasto Vildemoinhos - Repesenses B A. MOLELOS - Ac. Viseu B Pinguinzinho - V. Benfica Mangualde - C. Senhorim

15.ª JORNADA - 29/01/2012 Campia - P. Castelo O Crasto - Vildemoinhos Repesenses B - A. MOLELOS Ac. Viseu B - Pinguinzinho V. Benfica - Mangualde C. Senhorim - Mortágua

16.ª JORNADA - 05/02/2012 P. Castelo - PESTINHAS Vildemoinhos - Campia A. MOLELOS - O Crasto Pinguinzinho - Repesenses B Mangualde - Ac. Viseu B Mortágua - V. Benfica

17.ª JORNADA - 12/02/2012 PESTINHAS - Vildemoinhos Campia - A. MOLELOS O Crasto - Pinguinzinho Repesenses B - Mangualde Ac. Viseu B - Mortágua V. Benfica - C. Senhorim

18.ª JORNADA - 19/02/2012 Vildemoinhos - P. Castelo A. MOLELOS - PESTINHAS Pinguinzinho - Campia Mangualde - O Crasto Mortágua - Repesenses B C. Senhorim - Ac. Viseu B

19:º JORNADA - 26/02/2012 P. Castelo - A. MOLELOS PESTINHAS - Pinguinzinho Campia - Mangualde O Crasto - Mortágua Repesenses B - C. Senhorim Ac. Viseu B - V. Benfica

20.ª JORNADA - 04/03/2012 A. MOLELOS - Vildemoinhos Pinguinzinho - P. Castelo Mangualde - PESTINHAS Mortágua - Campia C. Senhorim - O Crasto V. Benfica - Repesenses B

21. ª JORNADA - 11/03/2012 Vildemoinhos - Pinguinzinho P. Castelo - Mangualde PESTINHAS - Mortágua Campia - C. Senhorim O Crasto - V. Benfica Repesenses B - Ac. Viseu B

22.ª JORNADA - 18/03/2012 Pinguinzinho - A. MOLELOS Mangualde - Vildemoinhos Mortágua - P. Castelo C. Senhorim - PESTINHAS V. Benfica - Campia Ac. Viseu B - O Crasto

23.ª JORNADA - 25/03/2012 A. MOLELOS - Mangualde Vildemoinhos - Mortágua P. Castelo - C. Senhorim PESTINHAS - V. Benfica Campia - Ac. Viseu B O Crasto - Repesenses B

24.ª JORNADA - 01/04/2012 Mangualde - Pinguinzinho Mortágua - A. MOLELOS C. Senhorim - Vildemoinhos V. Benfica - P. Castelo Ac. Viseu B - PESTINHAS Repesenses B - Campia

25.ª JORNADA - 15/04/2012 Pinguinzinho - Mortágua A. MOLELOS - C. Senhorim Vildemoinhos - V. Benfica P. Castelo - Ac. Viseu B PESTINHAS - Repesenses B Campia - O Crasto

26.ª JORNADA - 22/04/2012 Mortágua - Mangualde C. Senhorim - Pinguinzinho V. Benfica - A. MOLELOS Ac. Viseu B - Vildemoinhos Repesenses B - P. Castelo O Crasto - PESTINHAS

9.ª JORNADA - 27/11/2011 A. MOLELOS - Pinguinzinho Vildemoinhos - Mangualde P. Castelo - Mortágua PESTINHAS - C. Senhorim Campia - V. Benfica O Crasto - Ac. Viseu B

10.ª JORNADA - 04/12/2011 Mangualde - A. MOLELOS Mortágua - Vildemoinhos C. Senhorim - P. Castelo V. Benfica - PESTINHAS Ac. Viseu B - Campia Repesenses B - O Crasto

de: António Luís Simões Dias - CANALIZAÇÕES - MONT AGENS MONTA

Energia Solar Ar Condicionado Aquecim. Central

- ELECTRICID ADE ELECTRICIDADE Telem.: 966 083 869

R. Principal, N.º 538 * Eiras * Castelões * 3465-126 Campo de Besteiros


PENÚLTIMA PÁGINA 15

22/09/2011

Sudoku

Momentos de Poesia MARIA DA CONCEIÇÃO

SOLUÇÃO DO NÚMERO ANTERIOR.

Ponto Final

RELÓGIO AO PEITO Vemos relógios com beleza e arte, Outros mais simples, sempre, necessários, E, porque úteis, ‘stão em toda a parte, Amigos de quem quer cumprir horários. De peças belas não há quem se farte, Horas eles dão, até nos campanários, Relógios de valor são baluarte Pra quem encheu, com eles, seus mostruários.

MANUEL VENTURA DA COSTA

Reflexão em tempo de férias

Todos sentimos um bater interno, Dentro do peito está quem nos acorda Ou quem nos faz dormir o sono eterno. Mas o relógio com que deus dotou O ser humano, vai ficar sem corda, Então, não bate mais, de vez, parou…

De Tudo um Pouco MVC

LEITURAS I

Palavras cruzadas MANUEL DA COSTA

Horizontais: 1-Fruto silvestre. Referente a coros. 2-Difíceis de encontrar. 3-Nome de homem. Vazias. 4Ânsia, canseira. 5-São três. Mistura (a farinha). 6adj.Para que lugar. Parecença. 7-Superiora de convento (pl.). Margem, beira. 8-Põe sem consoante. 9-Lista. Gargalhadas. 10-Acto ou efeito de acenar. 11-Nome de homem. Tornara raso, nivelara. Verticais: 1.Anel. Frutos da tamareira. 2-Dificuldade. Rate. Vazia. 3-Rezo. Propensão natural. 4-Gracejar. Saco de pele para transporte de líquidos. Sódio s.q. 5-As duas primeiras sílabas de asilo. Vogal repetida. Grande quantidade. 6-Sozinho. 7-Metade de “cimo”. Antes do meio-dia. Toa. 8-Que se alimenta de carne crua. 9-Penhascos no mar, rochas. Vem a seguir à noite. 10-Serve para as aves voarem. Tempero de comida. 11-transpirara. Toa.

A única crítica é a gargalhada! Nós bem o sabemos: a gargalhada nem é um raciocínio, nem um sentimento; não cria nada, destrói tudo, não responde por coisa alguma. E no entanto é o único comentário do mundo político em Portugal. Um Governo decreta? Gargalhada. Reprime? Gargalhada. Cai? Gargalhada. E sempre esta política, liberal ou opressiva, terá em redor dela, sobre ela, envolvendo-a como a palpitação de asas de uma ave monstruosa, sempre, perpetuamente, vibrante, e cruel – a gargalhada! Política querida, sê o que quiseres, toma todas as atitudes, pensa, ensina, discute, oprime – nós riremos. A tua atmosfera é de chalaça. EÇA DE QUEIRÓS, IN ‘UMA CAMPANHA ALEGRE’

II O perfil da nossa personalidade profunda, que é inconfundível, que é verdadeiro, não tem, por variadas razões, a nitidez de contornos de que se podem gabar homens doutros meridianos. Um espanhol, um francês, um alemão, um inglês, são incompreensíveis fora das suas raias. Um português, apesar das fortes raízes nacionais que o individualizam, entende-se perfeitamente longe de Portugal. Há nele uma fraqueza de eterna disponibilidade, de pronta e conciliante aceitação do que se lhe opõe, de amável adaptação ao meio hostil, que o fazem capaz em todo o mundo, mas incapaz no seu mundo. Daí não ter possivelmente grandes coisas para exprimir, a não ser o lirismo de ser assim. Infelizmente, não é por intermédio dos seus poetas líricos que um povo pode comunicar com os outros. MIGUEL TORGA, IN “DIÁRIO (1941)”

III “Os portugueses deixaram de olhar para fora. Só contemplam o umbigo. Na ditadura, sonhavam com o império ou melhores dias. Depois, na era da liberdade, Portugal empolgou-se de valores abstractos. Na época do desenvolvimento assustou-se com as ameaças europeias. Até na era da facilidade se embebedou com benefícios do progresso. Agora deixou de ter impérios, ambições, desafios ou sequer desejos. Está mergulhado na intriga, palermice, acanhamento.” JOÃO CÉSAR DAS NEVES

Pensamento da Semana Solução do n.º 1065 Horizontais: Retrógrado, íris, Aurora, mala, sede, r, lenha, corja, arcar, opa, z, a, a, ritmos, asas, Noé, e, samaritas, tu, varetas, arre, aio, al.

A velhice tem duas grandes manifestações: a primeira é a falta de memória; a outra… já não me lembro. (AUTOR DESCONHECIDO)

H

oje, já em começo de férias e com pouca inspiração para a minha habitual crónica semanal, resolvi traduzir e adaptar um texto do célebre escritor e humorista francês, Alphonse Allais, autor do famoso Captain Cap. Achei que a história se prestava a uma profunda reflexão, porque nesta sociedade de postiços em que vivemos e em que todos os dias assistimos a incríveis transformações, é bom não esquecer que há um limite para tudo e que, por isso, ninguém pode forçar ou contrariar a Natureza. Mas vamos à história... Era uma vez um cidadão norueguês, distinto naturalista e fervente admirador de Darwin que quis seguir, em todas as suas fases, a evolução de um ser animado. Com essa ideia na mente, foi, um dia, à lota, procurar um carapau que tivesse sido apanhado vivo. Comprou o peixe, colocou-o num aquário com água salgada e à medida que os dias iam passando, foi também diminuindo a quantidade de líquido. A princípio, o carapau, ainda que contrariado, lá foi aguentando e passou a ter uma vida anfíbia – ora vivendo na água, ora fora dela. Entretanto, o nosso homem, na continuação da experiência, um belo dia, esvaziou o aquário. O carapau sentiu-se incomodado, mas filosofando sempre, lá se foi habituando ao regime seco e começou a respirar como qualquer terráqueo. Escusado será dizer que, com isso, ele subiu vários degraus na escala da consideração em que era tido pelo seu dono. Este, por sua vez, para o compensar, tirou-o da redoma de vidro, colocou-o no chão e começou a ensiná-lo conforme as regras que o seu novo estatuto e a respectiva dignidade exigiam. O animal mostrava-se inteligente, afectuoso e obediente, fazendo tudo o que dele reclamavam. Quanto à alimentação, ele foi também evoluindo, esquecendo a pouco e pouco os alimentos próprios da sua classe, habituando-se aos que lhe davam em substituição, acabando até por vir comer à mão do dono. E era tão grande a amizade e a dedicação que lhe devotava, que ficava triste quando o dono deixava a casa e partia para o seu trabalho. Um dia, vendo que a evolução do bicho se processava de acordo com o que sempre pensara, o norueguês, resolveu passar à etapa seguinte: começou então a ensinar o animal a rastejar como as serpentes. Os resultados foram surpreendentes e passado pouco tempo o carapau começou a acompanhá-lo nos seus passeios, como qualquer lulu de estimação. Mas o drama espreitava... E um dia, durante o seu passeio habitual pelos arredores do porto, ao atravessarem uma ponte feita de tábuas soltas, o carapau escorregou e, por uma fenda, tombou na baía. E nunca mais foi visto... No dia seguinte, o incidente foi anunciado nos vários meios de comunicação e a causa do desaparecimento, era, em todos, a mesma – o carapau, desabituado da água, afogou-se... Que história extravagante! E que tema para reflexão! Um carapau que morreu afogado e tantos homens que sem saberem nadar, conseguem manter-se sempre na crista da onda!


Tondela

16

22/09/2011

I Encontro dos antigos alunos do Infantário da Santa Casa da Misericórdia

Antigos frequentadores do Infantário nascidos em 1986 TEXTO: ARMÉNIO PEREIRA FOTOS: RENATO SILVA

O

s antigos alunos do Infantário da Santa Casa da Misericórdia de Tondela nas-

cidos no ano de 1986 reencontraram-se na tarde do dia 16 de Setembro de 2011. Palco do encontro, as actuais instalações deste estabelecimento pré-escolar, objetivo conviver à luz das recordações que ficaram de um tempo de in-

fância que marca a existência do ser humano como dizia Jean Paul Sartre. Joana Matos licenciada em Enfermagem e Ana Margarida Pereira licenciada em Medicina Veterinária foram rostos da organização, mas à chamada

Antigos alunos com colaboradores também acorreram Abna, André Leandro, Diana, Guilherme, Gustavo, Marta, Renato e Rui Sérgio. O encontro era dos meninos e meninas de 1986, mas os adultos que os fizeram crescer também marcaram presença. As educadoras e auxiliares associaram-se ao encontro e ajudaram a fazer a festa. O respeito por quem desempenhou um papel tão importante junto dos jovens foi relembrado com a Ana Bastos, Alice, Bety, Bita, Céu, Joana, Júlio, Lena, Lília, Lisete, Maria, Nanda, Paula Silva, São, Victória, Zé Virgílio e Zézita. Das antigas crianças, hoje homens e mulheres nem todos puderam estar, mas compreende-se o impedimento. Uns vivem por outras paragens, alguns até fora do país, provavelmente, outros tiveram compromissos inadiáveis mas a maior parte marcou presença e a semente está lançada para o futuro. Ana Margarida Pereira explicou ao nosso jornal a motivação do encontro convívio. A própria lembrou que a ideia surgiu, naturalmente, tendo sido pensada com uma série de colegas, “depois fomos falando, ou em conversas de café, ou com a facilidade inerente às redes sociais a Joana começou por partilhar fotos da altura, as saudades vieram ao de cima e tudo começou…”. O segredo foi mesmo recriar os laços que existiam quando estes jovens tinham 5 anos de idade, a tarefa não se apresentou fácil até porque não se

conseguiu contactar toda a gente para poderem estar presentes, mas o importante era mesmo começar para que no futuro este encontro seja ainda mais forte. Ana Margarida explicou o sentimento do convívio: “Temos 25 anos, estamos a recordar coisas que se passaram há 20, não sei se será pouco ou muito, depende da perspetiva de cada um, mas é sempre bom recordar esses tempos…”. Afirmou também que, tanto ela como os seus colegas quiseram marcar este encontro com fotografias, alguns vídeos e músicas da altura. A intenção foi reviver o passado e tentar reaproximar as pessoas “das quais deixámos de ter contacto e como mudámos tanto ao longo destes anos, no fundo achamos que era importante juntarmo-nos outra vez…”. Ana Margarida considera que é muito bom o reencontro porque se as antigas crianças do Infantário da Santa Casa da Misericórdia de Tondela se marcaram num determinado período das suas vidas coloca a questão “porque não continuar a marcarmo-nos mutuamente agora?”. Talvez por isso se explique a insistência em todos quererem se juntar de novo com as educadoras, auxiliares de cozinha, “porque essas são as pessoas que nos ajudaram a ser o que somos hoje. Fizeram tanto por nós na altura que nós queríamos retribuir com um mimo e gostávamos de fazer alguma coisa por elas...”. Modesta, ponderada e

tranquila, Ana Margarida reconhece que esta intenção não passa de simbólica, porque é impossível agradecer o que estas pessoas fizeram, mas o importante foi mostrar essa vontade, partilhando fotos, vivências e conviver com amor e alegria. Quanto ao dia e o local da organização deste encontro, o espaço do infantário era incontornável, “depois pensou-se num fim de semana ou feriado, para que não tivesse ocupado com meninos e chegou-se à conclusão que, o 16 de Setembro, era o dia ideal”. Ana Margarida terminou com um desejo “que o bichinho fique em cada um de nós e que em 2012 se repita o encontro”. Mas quem também fez questão de associar ao momento foi o Vice-Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Tondela, Vítor Santos que numa breve alocução aos presentes não deixou de endereçar os mais rasgados elogios aos promotores da iniciativa. Uma acção desta natureza quando vem da parte dos jovens tem mais valor tendo este responsável reforçado esse facto, para além disso lembrou que se os antigos alunos quiseram reviver os tempos que passaram no Infantário da Santa Casa da Misericórdia de Tondela é porque estes deixaram marcas positivas. Vítor Santos incentivou os jovens a continuar com a iniciativa e mais do que isso aconselhou a que ela seja divulgada o mais possível entre todos os antigos alunos e porque não a própria comunidade.


JT 1066