Page 1

PUBLICAÇÕES PERÍÓDICAS

AUTORIZADO A CIRCULAR EM INVÓLUCRO FECHADO DE PLÁSTICO OU PAPEL PODE ABRIR-SE PARA VERIFICAÇÃO POSTAL

1

02/06/2011

DE02852011SNC/GSCCN

Na Internet

www.jornaldetondela.com.sapo.pt PREÇO AVULSO C/ IVA 5% INCLUIDO

N.º 1050

* 2 de Junho de 2011

*

II Série

*

Ano XXI

Director: Manuel Ventura da Costa

Campo de Besteiros

Festa de Solidariedade

pág. 12

Tondela

TONDELA

O prazer de fazer as crianças felizes

ROTA DOS CALEIROS PELOS SÓCIOS DA CASA DO POVO DE TONDELA

Molelos

CASINHA DA LEITURA NO PARQUE URBANO

pág. 10

Farmácia incentivou 1500 pessoas a caminhar pela saúde

pág. 7

Tondela

Susto no Pingo Doce

pag. 6

NOTÍCIAS DE SANTA COMBA DÃO

3.ª FEIRA DO LIVRO INAUGURAA 09 DE JUNHO GALA DO 70.º ANIVERSÁRIO DA LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO O PINGUINZINHO É CAMPEÃO DISTRITAL DE FUTEBOL NA CATEGORIA BENJAMINS SUB-10 FREGUESIA EM FESTA DE 09 A 12 DE JUNHO

pag. 5

Viseu

pag. 3

pag. 3

CURSO EFA – ELECTRICISTA DE INSTALAÇÕES, DA ESCOLA PROFISSIONAL DE TONDELA, APRESENTA TEMA DE VIDA – O PATRIMÓNIO LOCAL pag. 3

D. Ilídio Leandro, Bispo da Diocese, explicou a mensagem de Bento XVI para o 45.º Dia Mundial das Comunicações Sociais

pág. 11

Campanha de recolha de alimentos em Tondela

pág. 7

GUARDÃO

FESTA DAS CRUZES pag. 12

SANTIAGO DE BESTEIROS

ASSINATURA DE PROTOCOLOS

pag. 4

VISEU

CCRD SANTIAGO BESTEIROS CONSIDERADA ASSOCIAÇÃO CULTURAL DO ANO 2010

pag. 10

DESPORTO

Clube Desportivo de Tondela

Treinador da próxima época já pensa no novo emblema pag. 17

Campeonato Nacional de Futebol Feminino

E.F.C. Molelinhos, 2 – Leixões, 1 pag. 18


2 OPINIÃO

02/06/2011

VENTOS E MARÉS

“Crónicas de Lisboa”

PASSOS PERDIDOS

O Que Querem os Jovens?

A

ndamos nisto há mais de um século, a dar passos que não chegam a lado nenhum. A andar ao Deus dará, com fracos guias e piores bússolas. Já em mil oitocentos e noventa e dois, em grave crise, por ela Dom Carlos doou 20% da sua dotação anual. Então era o Rei; agora é o Povo e aquele que tem menos recursos. Mas essa atitude nobre e outros feitos de patriotismo de Dom Carlos, não impediram que fosse traiçoeiramente assassinado. Curiosamente, eram então governantes, José Dias Ferreira, avô de Manuela Ferreira Leite e Oliveira Martins, tio bisavô do Presidente do Tribunal de Contas. Veio depois a República, promovida pela Carbonária e uns intelectuais de café, que logo se viram a braços e perdidos nos passos que deram, de que resultaram dezasseis anos de faz que anda, mas não anda, como nas paradas militares. E desse desbaratar de passos perdidos para o abismo, nasceu uma nova República, austera, espartana, de sacrifício, e de liberdade limitada justificada para acertar o passo, já que de liberdade esbandalhada estavam todos cheios. E veio o Estado do “orgulhosamente sós”, talvez por não haver então nenhuma “Provedora” da Europa, tal como agora, para mandar uns “bitates”. Veio a guerra do ultramar, trazida por um lado por não se ter sabido perscrutar os sinais dos tempos e, por outro, promovida por interesses externos quer ideológicos quer económicos, de que o petróleo não esteve ausente, e a que alguns locais deram cobertura. Sempre houve “vasconcelos”. O 25 de Abril apareceu, assim, como libertação e sinal de uma outra era, ainda que os cravos vermelhos (e não brancos), dessem para desconfiar que algo idêntico, ou ainda pior, estivesse para acontecer. E acontecia, se não fosse um punhado de Homens a que a Pátria muito deve ter travado esses ímpetos gélidos. A partir daí, e tenha-se em conta os esforços havidos para suster a “bagunça”, os passos continuaram a ser perdidos e deixaram marcas que não se apagam. E até a descolonização “exemplar”, foi também uma caminhada de passos mal dados. Veio então a União Europeia com dinheiros vindos de lá em canal directo. Mas nem aí os passos se acertaram, porque governantes e governados viram nisso um poço sem fundo, vai de fazer figura de rico e permitir que, do dia para a noite, uns tantos espertos tivessem enriquecido. E continuam. E se a União Europeia foi um bem e uma ajuda, foi também o descalabro, não por culpa dela, União, mas pela incompetência de quem nos tem governado. Passámos pelo pântano, pela tanga e estamos na nudez. Cem anos de uma República de passos perdidos; Trinta e sete anos de uma democracia sem acertar o passo. JOÃO DE BESTEIROS P.S. – BANCO ALIMENTAR – uma grande resposta do Povo às incapacidades.

de: António Luís Simões Dias - CANALIZAÇÕES - MONT AGENS MONTA

Energia Solar Ar Condicionado Aquecim. Central

- ELECTRICID ADE ELECTRICIDADE Telem.: 966 083 869

R. Principal, N.º 538 * Eiras * Castelões * 3465-126 Campo de Besteiros

F

oi grandiosa a manifestação do dia 12 de Março da “geração à rasca”, em Lisboa, à qual alguns políticos e partidos, numa colagem oportunista, se juntaram, pelo que aquele movimento acabou por incluir manifestantes desde “os netos aos avós”, como se a s o l i d a r i e d a d e intergeracional fosse ainda um valor, nos tempos actuais. O M12, como se passou a designar, acabou por revelar algumas das fragilidades dos jovens actuais e quase que se pode dizer que “a montanha pariu um rato”. Houve muita festa nessa manifestação, até porque muitos artistas nela marcaram presença, pelo que assim é fácil os jovens adiram a esses eventos “folclóricos” e, nalgumas situações, “hippies”. Gerar frutos dessas contestações e manifestações já é muito mais difícil, porque exige, desses militantes, um conjunto de acções e atitudes para as quais muitos deles não estão dispostos a contribuírem. “Festas sim, trabalho não”, poderia ser o seu slogan. Algo semelhante se passou noutras cidades europeias. Parafraseando uma reportagem que passou recentemente na RTP1 sobre a emigração dos portugueses qualificados, para o Reino Unido (UK), torna-se necessário que “a geração à rasca” se converta em “geração desenrascada”, como o foram os portugueses ao longo de muitos séculos, nomeadamente, nas descobertas e nos fluxos migratório para o Brasil, para as ex-colónias e para a França e a Alemanha. Mas será que preparámos, nestas três últimas décadas de “amplas liberdades e democracia”, os nossos filhos para uma nova realidade e para a globalização, porque esta derrubou barreiras, com os consequentes prós e contras? Soubemos educálos e encaminhá-los para a formação adequada ou enveredámos pelo facilitismo, “oferecendolhes” cursos universitários (existem no nosso país cerca de nove centenas de cursos universitário!) cuja

utilidade e aplicação profissional é difícil de compreender? Assim, não nos surpreende que os milhares de jovens desempregados, com diplomas universitários, tenham formação de que o nosso país não precisa, enquanto há carências em muitas outras áreas (em medicina – nesta por causa do lóbi da OM – em várias engenharias, incluindo as carências em técnicos com formação não universitária), cursos esses com graus de dificuldade maior, a começar logo no ensino secundário, para os quais muitos jovens não revelam aptidões ou preparação, porque, em muitos casos, o laxismo impera no nosso ensino secundário. Assim, por exemplo, uma das lideres do movimento “geração à rasca” , e cito, tem um mestrado (correspondente à licenciatura antes de Bolonha) de “História da Arte”, e muitos outros tinham cursos com designações deste tipo. Assim, com esses cursos, como podem eles aspirar a um trabalho consentâneo, se o país não tem mercado para eles? De qualquer modo, uma formação universitária pode ser sempre uma mais valia para poder aspirar a melhores empregos/trabalhos. Com baixa formação ou semi-analfabetismo, então a vida pode ainda ser mais difícil e isso os nossos jovens não entendem, quando dizem que assim era preferível que tivesse usado o tempo nas discotecas e o dinheiro em viagens, em vez de terem “investido” num curso superior! Investiram eles e o Estado, este, muitas vezes, para “entreter” os jovens, enganandoos. Os jovens conquistaram (ou fomos nós, individual e colectivamente, que lhes concedemos?), nestas três décadas, tanta coisa, mas muitas dessas conquistas revelaramse contra os próprios e tornaram-os vítimas dum “país cor de rosa”. Embriagados, nem se apercebem que o mundo atravessa uma fase de mudanças que só é comparável a outras que a humanidade sofreu ou foi ela mesma

agente dessas transformações. Hoje, nada é como dantes , em termos de trabalho, e os jovens ainda não se aperceberam disso, preferindo entrar no folclore das lamentações e das reivindicações, como se um diploma ou o facto de ser jovem lhe conferissem direitos e benesses. Têm que ir à luta e passarem a ser mais formigas e não tanto cigarras e as festas, com as quais os adultos os “drogam” (a indústria do lazer destinada aos jovens, teve um crescimento galopante nestes últimos anos e o Estado gasta muito dinheiro em acções destinadas aos jovens essencialmente para os “domesticar”), têm que acabar ou diminuir de ritmo. Queixam-se dos actuais políticos e dos partidos (por enquanto ainda não dos sindicalistas, cujos sindicatos acabam por ser os maiores inimigos dos jovens, porque protegem os trabalhadores “instalados”), mas o que fazem eles para inverter este estado das coisas? Olham para a escola como um castigo, mas não faltam aos concertos de música (sempre esgotados e a preços altos) e às discotecas, afogando os problemas no alcool, no tabaco e nas drogas. Exigem dos progenitores o sustento (cama, mesa, roupa lavada e uma mesada), mas nada lhes dão em troca e pouco se importando em gastarem, no ócio e no lazer, as poupanças dos “velhotes”, por vezes obtidas à custa de muitas privações e sacrifícios. Surgiu recentemente em Espanha um movimento (os “indignados”, acampados na principal praça de Madrid e de Barcelona), que já se alastrou a vários países da Europa, incluindo Lisboa (“We camp” = os “acampados” no Rossio) que exigem uma nova política. De facto, o mundo, principalmente o ocidental, tem que encontrar, rapidamente, um novo modelo e introduzir alterações significativas nos três pilares duma sociedade: político, económico e social.Mas onde estão os líderes dessa “revolução” e do seu

s u s t e n t á c u l o ? Lamentamo-nos de que não há políticos à altura para liderarem essas mudanças e, por exemplo, salvar a “união europeia”, mas, e eu pergunto, será que nós, cidadãos (eleitores), lhes concedemos o tempo necessário a esse projecto e permitimos que surjam novos e melhores líderes? Porque estão a prazo (curto), os políticos (des) governam para o imediato e, muitas vezes, enveredam pelo populismo irresponsável, premissas estas aplicadas a vários países e se não for invertida esta tendência, a qualidade das lideranças tenderá a deteriorar-se. A Europa, cada vez mais egoísta e egocêntrica, e o mundo estão à deriva e sem rumo e cujas consequências são imprevisíveis. Os tumultos ocorridos na Grécia alastraram já á ibéria, por enquanto de forma “pacífica e romântica”, a lembrar aos mais velhos os movimentos “hippies” ocorridos no passado, e suceder-seão manifestações semelhantes noutros países. Mas, afinal, o que querem os jovens que “acampam” nas praças públicas, prejudicando a própria economia da cidade e os cidadãos? Mais direitos e regalias? Uma democracia verdadeira? Provavelmente, não sabem o que reivindicam e de deveres não falam, sendo até curioso que se intitulam seguidores dos movimentos ocorridos nalguns países arábes, como se as diferenças não fossem abissais. Precisam-se, urgentemente, novos líderes e uma participação cívica activa e não folclórica e mais e melhor trabalho, incluindo o estudo. A participação cívica e politicopartidária tem que merecer maior dedicação e interesse dos jovens. Basta de festas, porque o dinheiro acabou e os jovens, bem como os outros, por exemplo os grevistas de empresas cujos défices crónicos são cobertos com os nossos impostos, ainda não entenderam isso? SERAFIM MARQUES ECONOMISTA


CIDADE 3

02/06/2011

Casinha da Leitura no Parque Urbano

Integrada na Festa do Livro e da Leitura, a equipa da Biblioteca Escolar dinamizou, no Parque Urbano, a “Casinha de Leitura no Parque Urbano”, no dia 21 de Maio. Foi uma manhã cheia de leituras coloridas e alegres com a participação de muitas crianças e pais.

Os presentes assistiram a um teatro de marionetas “ Grão de Milho”, dinamizado pelos alunos do 5º B, ouviram várias histórias e participaram num atelier de pinturas faciais e construções com balões. Paralelamente, os pais tiveram à disposição livros,

CURSO EFA – ELECTRICISTA DE INSTALAÇÕES, DA ESCOLA PROFISSIONAL DE TONDELA, APRESENTA TEMA DE VIDA – O PATRIMÓNIO LOCAL

jornais e revistas que puderam usufruir à sombra da esplanada. O Professor Cide Lourenço agradeceu aos pais a sua presença e a participação nas actividades. LUÍSA MELO, BIBLIOTECA MUNICIPAL TOMÁS RIBEIRO

Nos dias 19 e 20 de Maio, os formandos do Curso EFA – Electricista de Instalações da Escola Profissional de Tondela apresentaram o Tema de Vida – O Património Local. Durante os últimos meses, os formandos, com o apoio dos respectivos formadores das diferentes áreas, pesquisaram sobre o tema, elaboraram trabalhos e visitaram lo-

ROTA DOS CALEIROS

cais e monumentos. O resultado das actividades culminou numa Exposição Temática com objectos antigos ligados à electricidade, à carpintaria, ao linho, aos antigos sanatórios do Caramulo, peças domésticas, entre outros. A Exposição contou também com uma pequena mostra da gastronomia da região. Para além da Exposição, os formandos apre-

PELOS SÓCIOS DA CASA DO POVO DE TONDELA No dia 29 de Maio e aberta a todos o associados, e foram muitos os que se quiseram associar, a Direcção da Casa do Povo de Tondela, sob o impulso do Luís Cardoso, promoveu a realização do percurso designado por ROTA DOS CALEIROS. Concentrados junto do Auditório Municipal, os caminhantes rumaram ao Caramulinho onde após alguns aconselhamentos

prestados pelo Engº Santos Silva (que simpaticamente guiou o grupo no percurso) iniciaram pelas 9:30 horas a caminhada. Para a grande maioria, foi a primeira vez que percorreram o referido trajecto e todos ficaram deslumbrados com a sua beleza, bem como com a exigência física do mesmo. Findo o percurso as forças foram repostas com almoço convívio, no

parque Jerónimo Lacerda, previamente confeccionado pelos habituais cozinheiros. Uma palavra de agradecimento à Junta de Freguesia do Guardão, na pessoa do seu presidente, pela forma como nos recebeu e pela imprescindível e generosa colaboração. J.H.

sentaram a peça de teatro “Vida e Obra de Tomás Ribeiro”, peça esta originalmente escrita e encenada durante as sessões da área de Linguagem e Comunicação. Na qualidade de Mediadora do Curso agradeço aos formandos e aos formadores pelo empenho e pela dedicação, que certamente contribuíram para o sucesso da actividade. A MEDIADORA: SANDRA OLIVEIRA


4 CONCELHO

02/06/2011

SANTIAGO DE BESTEIROS ASSINATURA DE PROTOCOLOS

SAÚDE

A reforma dos cuidados de saúde primários Os ACES A legislação referente aos Centros de Saúde tem vindo a sofrer alterações ao longo destes anos, considerando-se pertinente que os cidadãos tenham conhecimento da nova organização e funcionamento dos serviços de saúde. Com o Decreto – Lei nº28/2008 de 22 de Fevereiro foram criados os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES). Estes serviços têm autonomia administrativa e são constituídos por várias Unidades Funcionais, que se organizaram em equipas multidisciplinares, com autonomia organizativa e técnica actuando em inter-cooperação. Os ACES que emergiram deste processo de reconfiguração, são unidades de gestão, integradas nas Administrações Regionais de Saúde (ARS), sendo responsáveis pela organização e integração dos vários níveis de prestação de cuidados de saúde primários, bem como de coordenação e ligação aos diversos parceiros comunitários. Em cada Centro de Saúde, que integra um ACES, funciona pelo menos uma Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) e/ou uma Unidade de Saúde Familiar (USF) e pelo menos uma Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC). Cada ACES tem somente uma Unidade de Saúde Pública (USP) e uma Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados

(URAP). Para além destas Unidades funcionais existe ainda a Unidade de Apoio à Gestão (UAG) e o Gabinete do Cidadão (GC), que funcionam como unidades de apoio e estão directamente dependentes do Director Executivo (DE). No ACES Dão Lafões III estão em funcionamento 8 Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), aguardando-se que brevemente sejam aprovadas duas Unidades de Saúde Familiar (USF), uma no Concelho de Nelas e outra no Concelho de Mangualde. A Unidade de Saúde Pública está sediada no Centro de Saúde de Tondela, sendo a equipa constituída por dois médicos de saúde pública (1 médico em Carregal do Sal e 1 médico em Penalva do Castelo), por quatro técnicos de saúde ambiental (1 em Penalva do Castelo, 1 em Carregal do Sal, 1 em Tondela e 1 em Sta. Comba Dão) e três enfermeiros com especialidade em saúde pública (1 em Mangualde, 1 em Carregal do Sal e 1 em Tondela) que prestam apoio a toda a população da área de intervenção do ACES Dão Lafões III. A Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados está sediada em Mangualde, tendo os seus recursos humanos distribuídos da seguinte forma: no Centro de Saúde de Mangualde trabalha 1 Técnica Serviço Social, 1 Fi-

FICHATÉCNICA

Registo na DGCS nº 109 629 Depósito legal nº 54581/92 Semanário Regional Independente (Fundado em 10/08/1989) DIRECTOR: Manuel Ventura da Costa E-mail:mventuracosta@sapo.pt REDACÇÃO Arménio Pereira E-mail: armeniopereira@mail.telepac.pt PAGINAÇÃO E MONTAGEM Angelo M. S. Ferreira

sioterapeuta, 1 Técnica de Radiologia, 1 Psicóloga e 1 Nutricionista; no Centro de Saúde de Carregal do Sal trabalha 1 Fisioterapeuta e uma Médica Dentista; no Centro de Santa Comba Dão trabalha 1 Técnica de Serviço Social e 1 Técnico de Radiologia e no Centro de Saúde de Tondela trabalha 1 Técnica de Serviço Social. Relativamente à constituição das Unidades de Cuidados na Comunidade (UCC), foram apresentadas 7 candidaturas, tendo sido homologada até ao momento pela ARS Centro, IP a constituição da UCC de Nelas. Por fim, para um melhor esclarecimento aos cidadãos sobre as competências atribuídas às diferentes Unidades Funcionais que constituem o Aces, apresenta-se um breve resumo sobre as atribuições das mesmas. UCSP – Presta cuidados de saúde personalizados, garantindo a acessibilidade, a continuidade e a globalidade dos mesmos, sendo constituída por uma equipa multiprofissional composta por médicos, enfermeiros e assistentes técnicos não integrados em USF. USF – Pretendem promover a formação de equipas multidisciplinares para o desempenho de cuidados personalizados e estão regulamentadas por legislação própria. USP – Observatório de saúde da área geográfica onde se insere, desenvol-

ve actividades de planeamento em saúde, de promoção e protecção da saúde, incluindo a avaliação do impacto em saúde, de prevenção da doença, de vigilância epidemiológica, de vigilância em saúde ambiental, de investigação em saúde e de gestão ou participação em programas de saúde pública. URAP – Concentra, organiza e disponibiliza a oferta de cuidados assistenciais e serviços de consultadoria em áreas como a fisioterapia, a saúde oral, a psicologia, a nutrição, o serviço social e a radiologia. UCC – Assegura a prestação de cuidados de saúde e de apoio psicológico e social, de âmbito domiciliário e comunitário, especialmente às pessoas, famílias e grupos mais vulneráveis, em situação de maior risco ou depen-

Ao referirmos a assinatura de Protocolos, quando da recente visita do senhor Presidente da Câmara Municipal de Tondela a Santiago, que relatámos, não referirmos correctamente a natureza e abrangência dos mesmos, o que fazemos agora por julgarmos de interesse para os nossos leitores.

PROTOCOLO JUNTA DE FREGUESIA/ ASSOCIAÇÕES No montante de 14.450,00• para suportar despesas relacionadas com actividades desenvolvidas pelas diversas associações da Freguesia, destacandose a verba de 6.000,00• para o Centro Social, a pagar em tranches mensais de 500 euros, para a conclusão das suas obras, e a verba de 6.400,00• atribuída à Casa do Povo para auxiliar a suportar custos de actividades e manutenção de funcionamento do Posto Médico, incluindo o vencimento da funcionária e despesas administrativas.

PROTOCOLO CÂMARA/JUNTA DE FREGUESIA No valor de 62.000,00•, fundamentalmente destinado a ajuda na construção da Casa Mortuária; construção de muro na E.228 (Barrô) e cobertura dos balneários de S. Marcos. JAL/VC dência física e funcional. Actua ainda, na educação para a saúde, na integração em redes de apoio à família, e na implementação de unidades móveis de intervenção, na sua área de

COLABORADORES Eng.º Hélio Bernardo Lopes, Dr. Cílio Correia, Dr.ª Marta Catarina Rosa, Maria da Conceição Marques Correia, Prof. Sérgio Carvalho, Dr. Leonel Marcelino, João A. Ventura da Costa, Artur Jorge Amaral Leitão CORRESPONDENTES Dr. Elisio Gomes de Matos (Barreiro de Besteiros), Henrique Marques Gonçalves (Caparrosinha), Optacilio de Matos Fragoso (Cortiçada), Herminio Henriques (Corveira), António Lopes de Sousa (Ermida), António Pais Ferreira (Lobão da Beira), José da Cruz Mendes (Mosteiro de Fráguas), Rodrigo Marques Xavier (Parada de Gonta), Amadeu Dias dos Santos (Tonda), Antonino Coimbra dos Santos (Vila Nova da Rainha), Manuel Francisco de Figueiredo (Vilar de Besteiros), Paulo Manuel L. Pereira da Fonseca (C. de Besteiros), Ana Maria de Almeida Simões (Lajeosa do Dão), Joaquim VIegas Conceição (Freimoninho), José Manuel Gomes Ferreira (Coelhoso), Eduardo Pereira Marques (Mouraz), Fausto Varela Macedo (Alvarim), Graciete Gomes (Ferreirós do Dão) PROPRIEDADE / ADMINISTRAÇÃO COMPOSIÇÃO SEDITON - Soc. Editora Tondelense, Lda Registo na DGCS nº 215 348 - Nº Cont. 502468076 Detentores com mais de 10% do Capital da Empresa, Eduardo António Ferreira Marques Arménio Ferreira Marques R. Dr. Marques da Costa Apartado 97 - 3461-909 Tondela E-mail: jornaldetondela@mail.telepac.pt Site: jornaldetondela.com.sapo.pt

a b r a n g ê n c i a geodemográfica. Exerça o seu direito à cidadania em saúde, mantenha-se informado. GABINETE DO CIDADÃO ACES DÃO LAFÕES III

IMPRESSÃO CORAZE - Oliveira de Azeméis Telef.: 256 600 580 - Fax: 256 600 589 E-mail: grafica@coraze.com ASSINATURAS E PUBLICIDADE Eduardo A.F. Marques TELEFONE: 232 822 137 FAX: 232 821 118 ASSINATURAS ANUAL (52 nºs) - NACIONAL = 25,91 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Europa) = 55,12 Euros (c/IVA) ANUAL (52 nºs) - ESTRANGEIRO(Resto Mundo) = 68,35 Euros (c/IVA)

Avulso = 0,60 Euros (c/IVA) Números atrasados = 2,00 Euros (c/IVA) Dia de Saida: Quinta-Feira TIRAGEM NESTA EDIÇÃO 3.000 Exemplares ASSOCIADO DA

Jornal de Tondela, como orgão de informação independente, apartidário e apolítico, está aberto à participação de todos os cidadãos, pelo que a sua colaboração reflecte apenas ideias pessoais que não vinculam o estatuto editorial do Jornal.


02/06/2011

REGIÃO 5

NOTÍCIAS DE SANTA COMBA DÃO 3.ª FEIRA DO LIVRO INAUGURA A 09 DE JUNHO De 09 a 12 de Junho realiza-se, no Largo da Feira Semanal, a 3ª edição da Feira do Livro, uma iniciativa da Biblioteca Municipal Alves Mateus, co-organizada pela Junta de Freguesia de Santa Comba Dão e que conta com o apoio da Câmara Municipal e com o patrocínio da Caixa Geral de Depósito. Subordinada ao tema:”Livros, Melodias e Paladares nos Santos Populares” a edição de 2011 desta Feira do Livro, englobada na Freguesia em Festa, é constituída por um vasto programa cultural e de animação que conta com a colaboração das seguintes entidades: Universidade Sénior de Santa Comba Dão, Enseada, O Kioske, Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão, Profiacademius e Expressart’. Para além das actividades previstas no programa, a Feira do Livro inclui: Barraquinhas Gastronómicas, Espaço do Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão com exposição de trabalhos elaborados ao longo do ano lectivo pelos alunos Escola Profiacademus, Espaço das Papelarias Enseada e O Kioske e, como habitualmente, o Cantinho do Autor. Este espaço receberá a 09 de Junho, a Final do I Concurso de Leitura Concelhio e Encontros com Escritores Santacombadenses e, a 10 de Junho, o Encontro com a Escritora Manuela Gonzaga. Programa: 09 de Junho (5ª-feira) 15 horas – 3ª Fase do I Concurso de Leitura Concelhio (Final): 16 horas – Apresentação do livro: “ Era uma vez uma menina chamada Terra. A minha Terra! … “; 18 horas – Inauguração da Feira do Livro; 19 horas – Inauguração da Feira Gastronómica; 20:30 horas – Entrega dos Prémios (I Concurso de Leitura Concelhio; 21 horas - Encontro com os Escritores Santacombadenses: Catarina Rios (Programa de Promoção do Desenvolvimento da Consciência Tecnológica, Livro sobre Apoio às dificuldades da linguagem – Dislexia) e Carlos Edgar (24 HORAS, Livro sobre Saúde; Cuidados Básicos e Prevenção de Acidentes) 10 de Junho (6ª-feira); 18 horas - Abertura da Feira; 20:30 horas – Encontro com a Escritora Manuela Gonzaga (Autora de “Doida não e não!” Um escândalo em Portugal no inicio do Séc. XX. Presa num manicómio por um crime de amor – esconde-se como mulher do povo, em Santa Comba Dão); Dia 11 (Sábado), 18 horas – Abertura da Feira; 19:30 horas - “Lenda de Santa Columba “ (Universidade Sénior de Santa Comba Dão) Dia 12 (Domingo), 17 horas - Abertura da Feira; 18 horas – Animação Expressart’

POR R.B.

A Gala teve como objectivo principal comemorar os 70 anos da Luta Portuguesa Contra o Cancro, proporcionando um espaço de convívio promovendo, em simultâneo, a solidariedade no seio da comunidade local e a sensibilização para a prevenção e detecção precoce do cancro, bem como a angariação de fundos para o apoio ao doente oncológico. Neste espectáculo, o Grupo de Voluntariado Comunitário de Santa Comba Dão teve a oportunidade de divulgar o trabalho que tem sido desenvolvido ao longo dos anos, do qual se destaca o apoio a doentes oncológicos e familiares, a divulgação de informações sobre a doença, a angariação de fundos para a luta contra o cancro e o recrutamento de voluntários para esta causa. As receitas de bilheteira angariadas neste espectáculo de solidariedade reverteram a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

O PINGUINZINHO É CAMPEÃO DISTRITAL DE FUTEBOL NA CATEGORIA BENJAMINS SUB-10

GALA DO 70º ANIVERSÁRIO DA LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO A uma jornada do fim do Campeonato, a Associação de Formação Desportiva “O Pinguinzinho” sagrou-se Campeão Distrital de Benjamins Sub-10. O jogo, que permitiu à equipa da casa garantir o título nesta categoria, decorreu no passado dia 21 de Maio, Sábado, pelas 11:30h no Campo Ernesto Loureiro na Cancela, Santa Comba Dão. O Pinguinzinho recebeu e venceu a equipa dos Viriatos por 7 a 1. Os Benjamins Sub-10 terminam a época jogando com o Viseu e Benfica em Viseu no próximo sábado, dia 28 de Maio, pelas 16:00 horas no Estádio do Fontelo. Os parabéns aos atletas, técnicos, directores, acompanhantes e acima de tudo aos pais, que são o seu maior apoio.

FREGUESIA EM FESTA DE 09 A 12 DE JUNHO

Pelas 21:30h o Cineteatro da Casa da Cultura de Santa Comba Dão encheu-se para a Gala do 70º Aniversário da Liga Portuguesa Contra o Cancro. O espectáculo, dividido em diversos momentos de dança, música, canto e poesia teve organização conjunta da Casa da Cultura e da Expressart’ – Escola d’Artes do Município de Santa Comba Dão e contou com a presença de João Lourenço, Presidente da Câmara Municipal de Santa Comba Dão.

TIRA GEM DO "JORN AL DE TONDELA" TIRAGEM "JORNAL

Conforme estipula o Decreto-Lei nº 645/76, para os devidos efeitos se declara que a tiragem mensal do "Jornal de Tondela", no mês de Maio findo, foi de 12.000 exemplares, correspondendo à soma de 4 edições de 3.000 exemplares cada.

Entre os dias 09 e 12 de Junho, o Largo da Feira Semanal, será palco de mais uma edição da Freguesia em Festa, uma iniciativa conjunta da Junta de Freguesia de Santa Comba Dão e da Câmara Municipal e que conta com a colaboração da Tuna de Santo Estêvão, da Associação Arcadas e da Filarmónica de Santa Comba Dão. Com uma forte aposta na animação nocturna, Freguesia em Festa conta, ainda, com o 1.º Encontro de Bicicletas Antigas, organizado pelo Planeta Radical e Clube BTT, a acontecer no dia 10 de Junho, sexta-feira, com a habitual Mostra Gastronómica, com a Feira do Livro e com as Marchas Populares, uma organização da Filarmónica de Santa Comba Dão nos dias 11 e 25 de Junho. Programa: 09 de Junho (5ª-feira); 22 horas – Kotasasolta; 10 de Junho (6ª-feira); 1º Encontro de Bicicletas Antigas; 22 horas – Concerto; Filarmónica de Santa Comba Dão; 23:30 horas – Fãs da Farra 11 de Junho (Sábado), 21 horas – Marchas Populares; 12 de Junho (Domingo) 21 horas – Concerto Tuna de Santo Estêvão; 22 horas – Expressart’ Cem. Nancy; 25 de Junho (Sábado) , 21 horas – Marchas Populares


6 REPORTAGEM

02/06/2011

Tondela

São Miguel do Outeiro

Susto no Pingo Doce

ANA CRISTINA PINHEIRO

CAMPEONATO DE FUTEBOL FEMININO Realizou se no passado domingo, 29 de Maio em S. Miguel do Outeiro o primeiro jogo do Campeonato de Futebol feminino, organizado pela comissão de Festas de S. Miguel de 2011. Neste primeiro jogo participaram as equipas do Bairro do Calvário contra a equipa do Fial tendo o jogo ficado empatado por 1-1. De seguida jogou o bairro do Alqueve contra a equipa do Povo, tendo sido interrompido devido à forte chuvada que se abateu nesta freguesia e ficando adi-

ado, estando nesta altura a equipa do Povo a ganhar por 2-0. Patrocinaram estas equipas com oferta das camisolas as seguintes firmes: Bairro do Calvário a “HUF Portuguesa”; a equipa do Fial “ SAFIRA”; Bairro do Alqueve “Tondelar, Lda. Sociedade de Mediação Imobiliária”; e o Povo “MC Viseu”. Resta-me comentar a animação com que decorreu os jogos, tanto da parte das jogadoras como dos muitos espectadores que estavam a assistir e aproveito também para desejar Boa Sorte a todas as equipas participantes.

TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

U

ma parte do teto falso na entrada principal do supermercado “Pingo Doce” em Tondela desabou no final da tarde de domingo, 29 de Maio, pelas 18:30, gerando uma enorme confusão entre os funcionários e clientes que a esta hora frequentavam o espaço comercial. Os motivos da queda desta estrutura deveu-se presumivelmente à chuva intensa que tinha caído minutos antes e que tal como nos foi relatado no local pelo Adjunto do Comando, Nuno Pereira, provavelmente foi a causa maior deste acidente devendo-se tal a um escoamento pouco correto das águas a nível da cobertura.

O resultado deste desabamento do teto falso felizmente não teve consequências graves, registando-se apenas duas vítimas ligeiras que foram socorridas pelos meios de socorro encaminhados para o local. Depois de encerradas as portas do supermercado e evacuados clientes e funcionários os Bombeiros Voluntários de Tondela (BVT) procederam à verificação de toda a estrutura ao nível de escoamento, caleiras e algerozes. Nuno Pereira deu como certeza o entupimento de muitos deles, afirmando à nossa reportagem que os bombeiros procederam à sua limpeza e desobstrução vistoriando todo o edifício em especial onde estava situada a caleira central. A elevada rapidez e eficiência da corporação dos BVT colocada nesta ope-

ração foi mais uma vez demonstrada assim que estes foram chamados ao cenário da ocorrência, dando também a garantia à população que dentro do papel que lhe está confiado podemos acreditar de que estamos devidamente protegidos. Depois da verificação no terreno de que as duas únicas vítimas ligeiras estavam bem e para além da acção de limpeza encetada na estrutura superior do supermercado, os bombeiros tiveram ainda como preocupação minimizar riscos, procedendo ao corte total da energia eléctrica, trabalhando no local aproximadamente três horas para proceder à reposição da normalidade. Estiveram nas instalações do Pingo Doce uma equipa de combate a incêndios, outra de desencarceramento e duas ambulâncias.


REPORTAGEM 7

02/06/2011

Molelos

Farmácia incentivou 1500 pessoas a caminhar pela saúde TEXTO E FOTOS: ARMÉNIO PEREIRA

P

elo terceiro ano con secutivo a Farmácia Molelos juntou mais de mil pessoas para cumprir numa caminhada um trajecto de praticamente 12 quilómetros pelas ruas da freguesia. A iniciativa tem sido uma aposta desta unidade farmacêutica que pretende “oferecer” um dia no ano completamente diferente aos seus clientes. Uma iniciativa que é alargada a muitas outras pessoas, mas que apesar de tudo sem estes não seria possível conforme salientou no final a sua directora técnica, Carla Soares. Antes do início da caminhada o complexo desportivo do Vale da Pata, em Molelos encheuse de gente para que fos-

Campanha de recolha de alimentos em Tondela Rastreio Cárdio-vascular sem avaliadas no rastreio cárdio- vascular organizado pela farmácia com a colaboração dos alunos da Escola Superior de Saúde de Viseu. Pessoas de todas as idades que se integraram no percurso cumpriram-no num ambiente de boa disposição pelo trajecto de-

senhado com a colaboração da Junta de Freguesia de Molelos. No Botulho foi efectuada uma paragem para repor algumas energias, especialmente junto daqueles que já denotavam maior fraqueza, retomando-se a segunda metade até ao local da parti-

Mais de 1000 pessoas a caminharem em Molelos

Aula de Aeróbica no Vale da Pata

da junto ao Vale da Pata. Depois de concluída a caminhada, Jorge Soares, o marido da diretora técnica da farmácia Carla Soares fez vários agradecimentos públicos a todos os presentes entre os quais à Junta de Freguesia de Molelos, palavras estas que antecederam uma aula de aeróbica no sintético do clube local dada pelo professor Rui Simões. Ainda antes dos agradecimentos à junta a primeira instituição a receber elogios foi o Clube Atlético de Molelos que gentilmente cedeu as instalações para a montagem de toda a logística do evento, desde os rastreios efectuados antes do início da caminhada, para a aula de aeróbica e o almoço que decorreu no pavilhão anexo no mesmo complexo desportivo. Nesta fase foram lembrados os contributos musicais do Grupo Cultural “Ponte Velha” de Sabugosa, o Grupo de Cavaquinhos e Rancho Infantil de Molelos, ao mesmo tempo que decorreram actividades radicais. Jorge Soares agradeceu também o apoio a algumas instituições privadas como o presidente da Junta de Castelões, Diamantino Costa e as suas laranjas, os laboratórios Santo Estevão, Clínica Dentária de Molelos, Pastelaria Rosicar, Dão Catering, Restaurante Nascer do Sol, Associação do Vale, Jornal e Folha de Tondela, bem como

Um total de 5.640 quilos de alimentos foi recolhido em Tondela neste último fim-de-semana no âmbito da campanha realizada nas várias superfícies comerciais da cidade. Na recolha, coordenada pelo Rotary Club local, estiveram envolvidas várias equipas de voluntários que se foram revezando ao longo dos dias 28 e 29 de Maio, durante o período de funcionamento dos estabelecimentos citadinos – Pingo Doce, Intermarché, Minipreço, Mathias e Lidl. Apesar das sombrias perspectivas da evolução da nossa economia, tanto em Tondela como nos outros locais onde se realizou a angariação de alimentos, a adesão foi notável o que mostra “a confiança que os portugueses depositam em particular no projecto da sociedade civil que constitui o Banco Alimentar Contra a Fome e em geral em quaisquer projectos que se mostrem claros e mobilizadores.” A recolha de alimentos continua a decorrer pela internet até domingo, depois da inauguração de um novo portal que permite ao doador a possibilidade de escolher alimentos e de os pagar electronicamente. A plataforma, que resulta de um projecto solidário com as empresas Microsoft e Link Consulting, ”caracteriza-se por uma grande simplicidade e acesso ao mais baixo preço do mercado a um conjunto de produtos alimentares essenciais para ajuda às famílias”. Após seleccionar os géneros e quantidades que pretende oferecer, os interessados pagam através do site do seu banco ou numa caixa Multibanco. Até domingo continua igualmente a iniciativa “Ajuda Vale”, que consiste na aquisição e entrega de vales com produtos das várias superfícies comerciais. Em nome do Banco Alimentar Contra a Fome, o Rotary Club de Tondela agradece a toda a população do concelho a solidariedade demonstrada nesta campanha a favor dos mais necessitados. Um reconhecido e sincero OBRIGADO a todos os voluntários que tão dedicadamente participaram na recolha dos alimentos nos vários estabelecimentos comerciais da cidade. V.C. a Emissora das Beiras, Centro Vida – Consultórios Médicos de Molelos, por último, e não menos importante às funcionárias da Farmácia Molelos. Na edição deste ano da caminhada pela saúde os adultos foram presenteados com várias surpresas, mas as crianças também foram lembradas de forma especial, divertindose com insufláveis, matraquilhos humanos,

ginástica de relaxamento e outros divertimentos Parabéns a esta unidade farmacêutica e aos seus proprietários pelo terceiro ano consecutivo organizarem uma caminhada com esta envergadura na freguesia da louça preta, contribuindo assim para a criação de hábitos saudáveis junto da população especialmente aquela que cultiva as rotinas mais sedentárias.


8 CONCELHO

02/06/2011

Tourigo MANUEL DA COSTA

PARCERIA ENTRE O CENTRO SOCIAL, IPSS E A FARMÁCIA DO TOURIGO Na passagem do primeiro aniversário da sua abertura e com a preocupação de alargar a sua acção de serviços à Freguesia, a Farmácia do Tourigo acaba de celebrar com o Centro Social do Tourigo, IPSS uma parceria que em muito benificia os utentes daquela Instituição. Além de outros cuidados uma equipa especializada fará todos os meses um rastreio na sede do Centro Social, IPPS, nomeadamente aos valores da glicemia, avaliação da tensão arterial, peso, risco cardiovascular, etc. Ficou também estabelecido que, em qualquer dia, caso haja necessidade, os utentes poderão beneficiar desses serviços na própria Farmácia. Congratulamo-nos por tal facto, pois numa altura em que as aldeias estão a ser abandonadas pelo Governo no que diz respeito à deslocalização de serviços de ajuda à população, há ainda quem arrisque e invista em

projectos olhando mais à solidariedade para com os mais carenciados do que propriamente aos lucros que deles possam advir. A Farmácia do Tourigo é um desses casos e aproveitamos para felicitar e agradecer ao Dr. João Almiro essa mais valia, esse engrandecimento que não só enaltece a Freguesia, mas que também beneficia todos os habitantes do Tourigo e das povoações limítrofes. É dever de todos nós, de todos os que lutam pelo desenvolvimento da sua terra natal, de apoiar, partilhar e ajudar as Instituições que ainda nos restam e que contribuem para o bem-estar de todos.

CENTRO SOCIAL, IPSS – VIAGEM A FÁTIMA O tradicional passeio anual dos Idosos do Centro Social do Tourigo, IPSS, realizou-se, este ano, no passado dia 27, sexta-feira. Como no ano anterior o destino foi também o Santuário de Fátima. Aos Idosos, à Direcção a às Colaboradoras da Instituição, juntaram-se também habitantes da Freguesia, perfazendo cerca de meia

CRISTIN A B APTIST A CRISTINA BAPTIST APTISTA

PEDIATRIA CONSULTAS E MARCAÇÕES

Tondelmédica Telef.: 232 821 815

Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

centena de participantes. Já passava das 11 horas quando a comitiva chegou ao Santuário e enquanto alguns acompanhantes com as pernas ainda pouco “enferrujadas” se dirigiram à Igreja da Santíssima Trindade para assistir à Eucaristia, os mais Idosos, optaram pela Capelinha das Aparições, onde ouviram missa enquadrados por uma moldura de crianças vindas de Lisboa, cuja participação nos cânticos e nas leituras enriqueceu e encheu de ternura a celebração. Um referência também para o celebrante que ao longo de toda a missa, se manteve sorridente cativando e contagiando toda a assembleia. Um exemplo que deveria ser seguido por muitos ministros da Igreja… A cerimónia demorou um pouco mais do que o habitual e já com o “estômago a dar horas”, o regresso ao autocarro onde se encontravam os farnéis foi, não a passo acelerado, porque as pernas se recusaram, mas com a rapidez possível. Mesas postas e pouco depois amainou a conversa para dar lugar ao aconchego dos estômagos, partilhando os farnéis. Satisfação geral e um estado emocional próprio de todos os que vêm a Fátima e que sentem a sua Fé mais reforçada. A viagem de regresso iniciou-se cerca das quatro da tarde num ambiente de descontracção e alegria em que os animadores de serviço “Célio & Lurdes” não pouparam as gargantas e brindaram o

pessoal com um variado reportório. Antes da chegada ao destino houve ainda uma paragem no Luso em que foi servido o lanche. Eram sete horas quando, já no Tourigo, os participantes posaram para a foto que ilustra esta notícia.

NOTÍCIAS DA AFERT IV PASSEIO PEDESTRE No passado domingo decorreu mais um passeio pedestre organizado pela AFERT. A partida deu-se pelas 9:30 com um pelotão de mais de 100 caminhantes. A partir daí foi “sempre a subir”, já que a chegada era na Tojeira. Aquando da chegada de todos os participantes realizou-se o almoço convívio. Às 3h da tarde realizou-se uma missa na capela da Tojeira, presidida pelo pároco Alcides Vilarinho. No fim foi voltar a preparar as pernas para

fazer o regresso ao Tourigo. Fica um especial agradecimento à colaboração da Farmácia Molelos por ter realizado um rastreio à saúde antes da partida para este dia. (Tiago Pereira)

CICLOPEREGRINAÇÃO A FÁTIMA – AFERT As inscrições estão abertas para a Cicloperegrinação a Fátima, que decorrerá já no próximo sábado, dia 4 de Junho. A hora de saída deverá ser pelas 5h com chegada a Fátima prevista para as 15h. Todos os amantes do ciclismo interessados em se associar a esta peregrinação deverão, o quanto antes, entrar em contacto com a direcção da AFERT ou com algum elemento da equipa Esmiúça Trilhos. (Ana Silva)

“MOINHOS DO TOURIGO” E “ROSAS DO

TOURIGO” No passado Domingo, dia 29 de Maio, alguns elementos do Grupo de Cavaquinhos Moinhos do Tourigo foram até à rádio Emissora das Beiras, participar no programa “Pelos Caminhos de Portugal”, onde divulgaram, não só o Grupo, como também outras actividades da AFERT e deram a conhecer a bela freguesia do Tourigo, seus costumes e tradições. Já pela tarde o Grupo Moinhos do Tourigo deslocou-se a Molelinhos para actuar na inauguração da sede do Clube Ornitológico de Tondela. No próximo Sábado, dia 4 de Junho, o Grupo irá estar na Rádio Arganil pelas 17h, a fim de participar na Festa das Madrinhas. Relativamente ao Rancho Folclórico Rosas do Tourigo, irá actuar no Lar da Marmeleira, no próximo Domingo, 5 de Junho. (Ana Silva)


OPINIÃO 9

02/06/2011

SÓ P’RA PENSAR!

G

ostei de ver, e segui com alguma atenção, o debate televisivo entre os candidatos Paulo Portas e José Sócrates, e pela primeira vez, com algum custo, é certo, o ainda Primeiro-Ministro demissionário admitiu que as dificuldades e a crise são uma realidade, e que as medidas que o Governo tinha delineado e apresentadas na AR para votação, conhecidas pelo PEC 4, ficavam aquém do necessário e do acordo entretanto formalizado com o FMI, BCE e CE, o que, à partida, significava que de nada valeria mais um compasso de espera e mais agravaria a situação, e daí a oposição ter chumbado tais medidas. Mas como a campanha eleitoral está a correr por este Portugal além, o novamente candidato a Primeiro-Ministro, Eng.º Sócrates, não se cansa de dizer que o estado de calamidade em que nos encontramos se deve em exclusivo, não a quem estava no Governo, a “desgovernar” há uns bons 6 anos a esta parte, mas sim a quem, apenas num dia, espatifou isto tudo, por terem chumbado o famigerado PEC4! Nem mais nem menos, com toda a “lábia” que se lhe conhece! E repete, vezes sem conta:”eles, os outros, é que abriram esta

crise. Nós, no Governo, tudo fizemos para não pedir ajuda externa e não chegar a este estado, mas eles, assim quiseram”! E depois continua o Eng.º Sócrates:”Agora é que vai ser a sério. Ai, eles pensavam que isto era brincadeira? Agora é a sério. Vamos governar com toda a nossa experiência, com todo o nosso empenho para salvar Portugal, porque eles, os outros, não tem experiência governativa, e nós vamos agarrar as novas oportunidades que temos pela frente, não as desperdiçando”! Isto é o que se ouve dizer aqui, não num País dos confins das Áfricas! E nós poderemos perguntar ao candidato Sócrates: novas oportunidades? Então e as outras, que foram tantas, foram desperdiçadas? Então agora vai ser a sério? E até esta altura, era a brincar com o indígena? Agora vão trabalhar em prol do País, e até aqui era só para o “clã pê-esse”? Se assim é, andaram-nos a enganar todos estes anos, mentindo descaradamente quanto á real situação do País, atirando para o abismo e vergonha um País e um Povo honrados, e são agora estes mesmos personagens, que a coberto de uma campanha eleitoral, vem dizer ao País que vão ser “diferentes”!

Reflexões de cidadania HÉLIO BERNARDO LOPES

Mas como acreditar? Em que pressuposto se podem apoiar para dizer ao eleitorado, e o eleitorado acreditar que afinal não são estes mesmos que há uns dias diziam uma coisa e nos conduziram a esta situação pela sua irresponsabilidade governativa, e agora estão a prometer outro tipo de governação? É fácil lavar as mãos, como Pilatos. Mas será que os eleitores, num destes dias, vão ter uma memória tão curta e não irão penalizar seriamente com o voto, este PS que tanta ruína nos tem causado? Vamos trabalhar, é certo, mas poderão ser infrutíferos tantos sacrifícios, dada a dimensão da situação financeira de Portugal. Os juros da divida e a sua amortização ao longo de tantos anos, a alienação aos privados de algumas empresas estatais que geravam alguns lucros e entregavam ao Estado alguns dividendos, o desemprego que continua a minar a já paupérrima situação de tantas famílias e Empresas, enfim, tudo isto e o mais que adiante se verá, vão-nos tirar alguns, direi mesmo, muitos dos nossos anéis. Mas que ao menos fiquem os dedos, que se calhar, de tão “mirrados”, nem sequer darão para tocar viola! CELSO MATOS

JORNAL DE TONDELA - A CIDADE E O CONCELHO SEMPRE EM FOCO

O FUTURO DO SISTEMA DE JUSTIÇA

S

e a eleição do próximo domingo vier a ser ganha pelo PSD de Pedro Passos Coelho, tal resultado passará a constituir uma singularidade nestes trinta e sete anos da nossa III República, porque será a primeira vez que o poder será detido em Portugal por uma Maioria, um Governo e um Presidente oriundos da direita política. Muitos, com alguma ingenuidade, real ou forçada, fazem desta realidade uma espécie de interpretação bissetriz, como se seja o mesmo um tal terno ser oriundo da direita, ou sê-lo da (dita) esquerda, como teve já lugar entre nós. Um pensamento que, claramente, dá para se ir parar ao Céu, logo que o decurso da vida assim o propiciar. Mas a prova de que tal atitude bissetriz é completamente irreal está no modo como a presença em Belém de uma personalidade da direita política, hoje claramente eivada de um pensamento neoliberal, de imediato proporcionou ao atual líder do PSD, Pedro Passos Coelho, tomar a iniciativa de apresentar uma ideia de revisão constitucional completamente virada para a rutura com a Constituição de 1976 e com o espírito do 25 de Abril, que lhe esteve subjacente, propondo em alternativa uma nova estrutura constitucional de raiz neoliberal. Ora, uma das estruturas da nossa soberania que mais importância apresenta no nosso ordenamento constitucional – e, portanto, jurídico – é o Sistema de Justiça, cuja imagem se encontra hoje muito atingida junto da generalidade dos portugueses e sobre cujos resultados o memorando de entendimento com a Troika deixou indicações muito objetivas. Também não pode hoje desprezarse o conflito que, de um modo aberto e forte, se criou entre as estruturas sindicais de magistrados, muito em particular o Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, e os Governos, atual e anterior, suportados no Partido (designado de) Socialista. E logo deste aquele mui pouco feliz discurso da tomada de posse do mais antigo daqueles. E também não pode esquecer-se o que se foi passando com as mais diversas personalidades políticas oriundas deste partido, incluindo o próprio Primeiro-Ministro, mas que acabaram por mostrar que tudo era simplesmente nada. Em contrapartida, pouco ou nada se vai sabendo, por via da grande comunicação social, sobre o desenrolar dos casos que envolvem gente ligada, de algum modo, ao PSD, ou mesmo a outros partidos. De resto, duvidam quase todos os interessados e atentos que tais processos venham a dar resultados razoavelmente palpáveis. Mais recentemente, surgiu essa impensável ideia de transferir para o Ministério da Administração Interna o grosso da investigação criminal, o que a colocaria completamente fora do ministé-

rio onde sempre esteve e deve estar, para a fazer funcionar à luz de uma perspetiva securitária, provavelmente dominada, num futuro a curto prazo, por entidades completamente exteriores aos Tribunais. De resto, não deixa de mostrar-se estranho o silêncio das entidades ligadas ao setor da Justiça, mormente os sindicatos de magistrados, em geral tão céleres a debaterem-se contra (quase) todas as iniciativas políticas do atual Governo de José Sócrates. Num ápice, surgiriam novas modificações ao nível da condução do Centro de Estudos Judiciários, da composição do Supremo Tribunal de Justiça e do respetivo acesso, com a introdução no seu seio das tais personalidades ditas de reconhecido mérito, mas que seriam apenas da cor política dos nomeadores, porventura, mesmo dos restantes tribunais superiores. Mas também na própria contingentação dos magistrados, logo ao início das carreiras, para o que é essencial não esquecer as considerações de Boaventura Sousa Santos num Prós e Contras. Passaríamos, quase com toda a certeza, a adotar os reconhecidamente falíveis mecanismos judiciários norteamericanos, que acabaram por levar um em cada cento e quarenta e três norteamericanos à prisão, para agora o Supremo Tribunal Federal determinar a libertação de cerca de quarenta e oito mil condenados, só no Estado da Califórnia. Tudo se tornaria muito menos garantístico ao nível do funcionamento do Sistema de Justiça, em nome de uma celeridade mais que duvidosa mas perigosíssima. E tudo seria assim porque é isso mesmo que pode observarse nos países onde tais metodologias foram introduzidas, e de que os Estados Unidos são o exemplo supremo: centenas de condenados inocentes, muitos deles já no corredor da morte. Basta acompanhar o cinema norte-americano e a generalidade da grande comunicação social, para se perceber que é esta a realidade. Mas também a escolha do Procurador-Geral da República viria a sofrer modificações, de molde a evitar a escolha de alguém que pudesse fazer abanar tanto baronato que por aí anda, e sobre que Fernando Pinto Monteiro se mostrou como uma novidade absoluta no panorama político-constitucional português. É, pois, essencial não esquecer os riscos que a tal mudança radical proposta inicialmente por Pedro Passos Coelho, através daquela triste ideia de uma revisão constitucional sem pés nem cabeça, inevitavelmente acarretará para o funcionamento pleno de um Estado onde a liberdade ainda pode ser vivida numa mui ampla medida, como a que hoje está presente no seio da sociedade portuguesa. A ver vamos.


10 REPORTAGEM

02/06/2011

Tondela

Viseu

CCRD Santiago Besteiros considerada Associação Cultural do Ano 2010

Na gala anual realizada no passado, dia 28 de Maio de 2011, no Teatro Mirita Casimiro – Viseu foi atribuído pela “Revista Anim’Arte”, um projecto editorial do GICAV - Grupo de Intervenção e Criatividade Artística de Viseu o prémio de “Associação Cultural do Ano 2010” ao Centro Cultural Recreativo e Desportivo (CCRD) de Santiago de Besteiros. Esta revista e o GICAV ao longo dos últimos 18 anos, tem prosseguido os seus objectivos prioritários de divulgação de projectos culturais e artísticos. Estes podem ser colectivos, individuais, que as Associações e Artistas de Viseu (e não só) realizam e por direito próprio, merecem ser divulgados junto do grande público. Esta entidade tem também pugnado pela dignificação dos Dirigentes Associativos, como agentes de desenvolvimento local e regional, retirando muita gente do anonimato e anualmente homenageados através dos “Prémios Anim’Arte” – um reconhecimento público do trabalho realizado por todo o tipo de agentes culturais. Neste contexto, o júri decidiu atribuir este prémio de “Associação Cultural do Ano 2010 ao CCRD de Santiago de Besteiros”, tendo esta entidade associativa sido representada pelo seu actual presidente, Rui Alberto dos Santos Ferreira. Este dirigente associativo no uso da palavra agradeceu a atribuição deste prémio ao CCRD, primeiro ao júri e a todas as pessoas e instituições que colaboram com o trabalho realizado pela associação a que preside. Nesse momento de grande significado para o CCRD de Santiago de Besteiros o seu presidente lembrou que esta instituição sem fins lucrativos, dirigida por pessoas voluntárias testemunham a enorme satisfação de verem o seu trabalho reconhecido e assim encherem-se de ânimo para continuar o bom trabalho realizado até ao momento. JÚLIO PACHECO

O prazer de fazer as crianças felizes

E

ra uma vez um grupo de seis “desgracados”, a Carla, a Fátima, a Dina, o Luís, a Marta e a Vanessa do 12º E da Escola Secundária de Tondela, que, necessitados de imaginação para uma boa nota, decidiram, no âmbito da disciplina de Área de Projecto oferecer sorrisos e felicidade a qualquer pessoa que lhes aparecesse na frente. Como “sem-abrigos”, foram acolhidos com toda a simpatia pelo Jardim de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Tondela. No dia 14 de Dezembro de 2010 conheceram os “Golfinhos”, os “Gatinhos” e os “Patinhos”, pelos quais se apaixonaram perdidamente e, por isso, não mais conseguiram deixá-los. Todas as terças-feiras entraram pela porta do infantário e derrubaram as paredes existentes com o seu amor, carinho e dedicação. Tiveram sempre a ajuda de pessoas fantásticas, como: O responsável pela Santa Casa da Misericórdia que acolheu e facilitou o arranque do projecto, as Educadoras e Auxiliares das três salas, Paula Silva e Quina (Golfinhos), Paula Milhães e Betty (Gatinhos), Adilia Lopes e Vitória (Patinhos) e ainda a Directora do Jardim de Infância, Ângela, que os ajudaram em todos os obstáculos e os receberam sempre de braços abertos. A Professora responsável pela disciplina, Ana Amaral, que os ajudou na procura de novas soluções e caminhos felizes, o director de turma, Silvino Machado, que possibilitou muitas das suas actividades e os incentivou nesta louca aventura, a professora de Português, Lucília Mota, que ajudou na realização dos vastos ofícios e documentos oficiais do projecto, o director da Escola, Júlio Valente, que permitiu todas as actividades que propuse-

ram e se disponibilizou para os ajudar na sua tarefa. A professora de ensino especial, Tânia Aparas, que nos abriu a janela quando as portas se fecharam bem na nossa frente, estabelecendo-nos o contacto com a Santa Casa da Misericórdia de Tondela e com a ASSOL. Esta instituição, através da coordenadora Anja Masteling e ainda a monitora Clara, companheiros de causa que os apoiaram e lhes mostraram que há mais para além do que inicialmente se vê em cada pessoa. A ACERT, a sua coordenadora, Marta, o técnico de iluminação, Paulo Neto, que acolheram a fase final e a apresentação tresloucada deste trabalho e permiti-

ram que fosse ainda mais especial esta festa para todos os envolvidos, dando-lhe cor e uma nova textura. A “Foto Coimbra” que nos facilitou a edição e impressão dos convites para a apresentação. A florista “Duplo Impacto”, que forneceu as fantásticas flores distribuídas aos convidados, abrilhantando mais ainda a iniciativa. A Junta de Freguesia de Molelos que permitiu e garantiu algumas deslocações do grupo, entre outras entidades. No passado dia 20 de Maio, estes loucos invadiram o auditório 2 da ACERT e proporcionaram aos seus convidados, as turmas 10ºA, 11ºH e 12ºE, os educandos das crianças do Jardim de Infância, os “Golfinhos”, os

“Gatinhos” e os “Patinhos”, acompanhados pelas educadoras e auxiliares, bem como todos os envolvidos que já enumerei. Esforçaram-se por fazer algo pouco convencional e resultou. Resultou numa festa rica em cor, animação e carinho. Não houve bocejos, preguiças ou chatice para ninguém, o ambiente infantil com todos os balões e almofadas que conseguiram proporcionar alguns momentos de puro entretenimento e gargalhada, tudo isto sem necessidade de pagamento de bilhete de entrada, por isso, “Sorriso Sem Preço”. ALUNOS 12º E – ESCOLA SECUNDÁRIA DE TONDELA (CARLA, FÁTIMA, DINA, LUÍS, MARTA E VANESSA)


REPORTAGEM 11

02/06/2011

Viseu

D. Ilídio Leandro, Bispo da Diocese, explicou a mensagem de Bento XVI para o 45.º Dia Mundial das Comunicações Sociais TEXTO E FOTO: ARMÉNIO PEREIRA

N

o próximo domingo, dia 5 de Junho, celebra-se o Dia das Comunicações Sociais e para além da mensagem que o Papa Bento XVI publicou para este dia, o Bispo da Diocese de Viseu aproveitou para fazer a síntese deste documento num encontro realizado na segunda-feira, dia 30 de Maio, no Seminário Maior com representantes dos órgãos de comunicação social do distrito. Este encontro anual serviu também para fazer uma abordagem de outros assuntos de carácter diocesano, marcando também presença o padre António Jorge Almeida, membro do Secretariado Diocesano das Comunicações Sociais, embora as informações que prestou tenham sido prestadas na qualidade de director do Secretariado da Juventude da Diocese. D. Ilídio Leandro começou por dizer que o título da mensagem efectuada pelo Papa Bento XVI é virado para a comunicação digital. Os novos meios tecnológicos estão no centro desta temática, respeitando e valorizando a sua acção, através das possibilidades que eles oferecem. O Bispo da Diocese de Viseu enalteceu o facto do Santo Padre saber lidar com as novas tecnologias, impressiona “naquela idade ser tão criativo e chamar a atenção dos bispos, padres, cristãos para se inserirem nestes novos meios tecnológicos modernos da era digital…”. A mensagem deste ano leva a que o Papa Bento XVI faça um apelo para que se assuma um “verdadeiro perfil digital católico” que é lido na capacidade que o comunicador cristão (leigo, sacerdote ou religioso) deve ter para entrar dentro destes meios. “A profunda transfor-

mação operada no mundo das comunicações guiam o fluxo de grandes mudanças culturais e sociais. As novas tecnologias estão a mudar não só o modo de comunicar, mas a própria comunicação em si mesma, podendo-se afirmar que estamos perante uma ampla transformação cultural…”.

BISPO DE VISEU NO “FACEBOOK” Estas mudanças fazem nascer uma nova maneira de aprender com oportunidades inéditas de estabelecer relações e de construir comunhão. Estas metas até agora impensáveis, com os meios oferecidos, “sendo usados sabiamente podem servir para estruturar o desejo de sentido, verdade e unidade na aspiração mais profunda do ser humano”. Na mesma mensagem pode ler-se também que a presença destes espaços virtuais pode ser o sinal de uma busca autêntica de encontro pessoal com o outro se assim estiver atento para evitar os seus perigos como refugiar-se no mundo paralelo, ou expor-se excessivamente ao mundo virtual. O Papa Bento XVI lem-

bra que todas as pessoas acabam sempre envolvidas naquilo que comunicam, “quando as pessoas trocam informações estão já a partilhar a sua visão do mundo, as suas esperanças, os seus ideais e a partir daqui nasce um estilo cristão de presença também no mundo digital…”. No final da mensagem o Santo Padre afirma querer convidar os cristãos a unirem-se confiadamente com criatividade consciente e responsável na rede de relações possível com a era digital. Esta tornou-se parte integrante da vida humana e a proclamação do Evangelho requer uma forma respeitosa e discreta de comunicação que estimule o coração e mova a consciência. D. Ilídio Leandro diz que a mensagem papal deste ano é muito rica e desafiadora para a igreja, motivando a olhar com coragem para estes novos mundos da comunicação da era digital, inserindo-se neles com humildade e simplicidade. O Bispo da Diocese de Viseu afirmou que já aderiu o ano passado ao “facebook” e apesar de ainda “não saber muito bem jogar por ali, estou lá e através desta rede soci-

al tenho recebido muitas mensagens às quais tenho respondido a diversos jovens e pessoas que conheço…”.

A DIMENSÃO SOCIAL DA DIOCESE Além da mensagem difundida pelo Papa para o Dia das Comunicações Sociais, D. Ilídio Leandro abordou mais três pontos de análise do balanço da sua acção na diocese, lembrando as visitas pastorais efectuadas aos Arciprestados de Fornos de Algodres e Mangualde, estando a terminar esta sequência desde Setembro de 2010. A dimensão social da diocese também foi abordada no que diz respeito ao aumento da pobreza, a situações de carência e em novos pobres que necessitam de apoio. O Bispo afirmou que este ano foram realizadas algumas iniciativas, concretamente da criação do fundo solidário diocesano, paralelamente com o fundo nacional. Houve um trabalho de incentivo à criação de grupos informais nas paróquias para que sejam um primeiro espaço de conhecimento das realidades de

pobreza que depois podem ser veiculadas para os órgãos respectivos da diocese. Há 15 dias houve uma reunião entre as misericórdias e os centros sociais e paroquiais e outras instituições, que são cem na Diocese, e apelou-se a uma inter-ajuda e uma colaboração com uma nec e s s á r i a complementaridade entre todas. O próximo plano pastoral da diocese 2011/2012 terá como centro da sua reflexão as preocupações sociais que a igreja deve ter, ligando ao terceiro ponto desta relação com o Sínodo Diocesano que está no final do primeiro ano, havendo neste momento 84 núcleos sinodais criados num total de 314 grupos. Este esforço de levar a diocese a uma reflexão que tenha em conta renovação, reestruturação e formação dos agentes, procura que os grupos de trabalho possam reflectir o documento que se põe periodicamente para estudo. No próximo dia 26 de Junho será celebrado o Dia da Diocese que irá ter como centro o encontro dos animadores que neste momento estão a liderar os grupos de trabalho

sinodal. Este será aproveitado também para a ordenação de um novo sacerdote. O Padre António Jorge Almeida aproveitou também este encontro com os jornalistas para, dada a proximidade das Jornadas Mundiais da Juventude que decorrerão de 16 a 21 de Agosto de 2011 em Madrid, partilhar o modo como a Diocese está a viver esta preparação. A temática será “Enraizados e Edificados em Cristo, Firmes na Fé” o Papa vai à sagrada escritura buscar esta motivação para nos ajudar a caminhar, o que faz destas jornadas um ponto de chegada de uma caminhada para a qual grupos, movimentos e obras diocesanas se estão a preparar. Neste momento já estão inscritos 200 jovens da diocese de Viseu. Estes ainda se podem inscrever até ao dia 15 de Junho, através de um dinamismo nacional para o qual este secretariado diocesano está em comunhão a partir do site que está disponibilizado para o efeito www.mergulha.org. A partir daqui os jovens podem aceder a toda informação relacionada com a Jornada Mundial da Juventude que também é um ponto de partida, estando também publicado neste site o “youcat” que é o catecismo jovem da Igreja Católica, transformado numa linguagem acessível para os jovens para que estes possam entender o que é que a Igreja lhes anuncia. O ponto alto é o encontro com o Papa e a partir daqui continuar a caminhar com espírito juvenil à volta da mensagem cristã para que estes encontrem o significado da sua vida. Os jornalistas presentes questionaram o Bispo D. Ilídio Leandro sobre outros assuntos a que o Bispo da Diocese de Viseu respondeu com argumentos objectivos sustentados no caminho defendidos pelo Evangelho.


12 CONCELHO

02/06/2011

Campo de Besteiros

Festa de Solidariedade

A Santa Casa da Misericórdia vem por este meio informar que no dia próximo 4 e 5 de Junho irá promover uma festa de solidariedade cujo objectivo é a angariação de fundos destinados a obras de melhoramentos das diversas respostas sociais desta instituição. Esta iniciativa lúdica decorre nas instalações dos Bombeiros Voluntários do Vale de Besteiros. No primeiro dia a acção do programa contempla o inicio da festa às 18 horas e às 22:30 a actuação do grupo Canal 18 anima os presentes. No dia 5 de Junho, domingo, do programa consta uma missa dominical

por volta das 11:30, que será realizada na capela da Nossa Senhora do Campo. No período da tarde, a partir das 15:30, estão confirmadas as presenças do Rancho Infantil da Freguesia de Castelões, o Rancho Infantil da Casa do Povo de Campo de Besteiros e por fim a actuação do Grupo Coral e Instrumental de Caparrosa. Esta iniciativa partiu de todos os colaboradores, que sentindo as dificuldades face à conjuntura política económica actual, se uniram num gesto de solidariedade para com a sua casa, contando para tal com a colaboração da

Junta de Freguesia do Campo de Besteiros e o Município de Tondela. A organização pretende dar a todos os que se solidarizem com esta causa as melhores condições para que se sintam bem nesta festa, dispondo para tal um serviço de bar, sardinhada, frango de churrasco, caldo verde, bifanas e quermesse. Uma festa pensada com um duplo sentido, ou seja, divertir as pessoas e ajudar quem precisa de mãos dadas para bem dos utentes da Santa Casa da Misericórdia do Vale de Besteiros. ARMÉNIO PEREIRA

Festa das Cruzes

Na freguesia do Guardão, onde a lenda se encontra com a história e a história se projecta na crença, na devoção e na promessa, celebra-se todos os anos a Festa das Cruzes. Esta tradição antiga já celebrada há 325 anos, reúne as gentes das freguesias de Castelões, do Guardão, de Santiago de Besteiros, bem como habitantes de outras freguesias e regiões, este ano a 2 de Junho. A tão afamada Festa das Cruzes proporciona momentos únicos para os forasteiros vindos de muitas zonas do país, que anseiam assistir e participar nesta bela cerimónia. As mulheres armam as cruzes, compõem-lhes o laço branco e dão os últimos retoques orgulhosamente ostentando o símbolo poderoso evocativo da

vida e da morte. Do maravilhoso vale de Besteiros ecoa o toque do sino que se propaga até às freguesias vizinhas. As freguesias participantes nesta cerimónia, fiéis do concelho e forasteiros, deslocam-se para observar o ponto alto dos festejos: o “abraçar das Cruzes”, símbolo do Abraço do Povo. Sobem à Capela de São Bartolomeu e, aí formam a procissão que ostentará, como é habitual, cruzes bastante ornamentadas, que “encherão os olhos”! Rumam á Igreja matriz do Guardão, seguindo-se a missa campal e a bênção dos campos e em procissão seguem para a Capela de São Sebastião, terminando a festa com um grandioso desfile de todas as freguesias participantes. O dia é de festa, ale-

grias e tradições, que se prolonga até à noite com um arraial de música variada. Do Programa consta: Quinta-Feira 2 de Junho 07:00h- Alvorada 08:30h- Chegada da Banda “Sociedade Musical de Moçamedes” 10:30h- Procissão com Banda 14:30h- Actuação do Grupo “Sinfonia” 16:00h- Rancho Folclórico de Santiago de Besteiros 17:30h- Rancho de Mamarrosa 19:00h- Continuação do Grupo “Sinfonia” 22h00- Grupo Musical “mg4” Visite-nos e viva os nossos costumes e tradições! GABINETE DE TURISMO’11 C. M. TONDELA

II Concurso “ Doce Regional Serra do Caramulo – Serra com Sabores” No âmbito da iniciativa V Semana Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo, XII Feira de Artesanato e Produtos Locais, que decorrerá no Caramulo, leva-se a efeito o II Concurso “ Doce Regional Serra do Caramulo – Serra com Sabores”. Este concurso, de acordo com o regulamento, tem como objectivo, a

criação original de um produto de referência, um bolo ou um doce regional, para a produção intensiva e comercialização do mesmo, associado à marca “Caramulo”, aproveitando assim os produtos endógenos do Concelho. As inscrições são gratuitas e estão abertas até ao dia 8 de Junho de 2011, encerrando pelas 17h00.

TEM AUTOMÓVEL? O SEGURO É OBRIGA TÓRIO! OBRIGATÓRIO! Está consciente das coberturas contratadas? Tenha entre si e a companhia de seguros um especialista. Preços especiais. CONTACTE: Eduardo Marques - Mediador de Seguros Rua Dr. Marques da Costa (junto à Escola de Condução) Tondela - Telef. 232 813 026 ou 91 762 79 57

Os interessados em participar podem preencher a ficha de inscrição que estará disponível no Posto de Turismo do Caramulo, no Posto de Turismo de Tondela ou, online, no nosso site do Município http://www.cm-tondela.pt. GABINETE DE TURISMO´11 C. M. TONDELA


CONCELHO 13

02/06/2011

Campo de Besteiros PAULO FONSECA

ENLACE MATRIMONIAL No passado dia 21 de Maio de 2011, na Igreja Paroquial da freguesia de Santiago de Besteiros, foi celebrado com hora marcada para às 12.00 horas, o casamento de Sílvia de Brito Pacheco e de Luís Pedro Brito da Costa. A noiva é filha de José Agostinho Marques Pacheco e de Maria Lúcia Brito Pacheco. Por sua vez, o noivo é filho de João Rodrigues da Costa e de Maria Licia de Brito. O acto solene, presidido pelo Padre Eugénio foi testemunhado por inúmeros convidados e amigos. Após o términus da cerimónia seguiram-se as tradicionais fotografias da praxe, por norma para marcar agora naquele jovem casal, o primeiro dia para o resto das suas vidas. Seguiram posteriormente para um Empreendimento turístico – Quinta da Ribeira sediado nos arredores da Cidade de Tondela, mais propriamente no Alto Pendão. Mas aproveitando e utilizando um estilo próprio que cada um desfruta e a oportunidade que o Jornal de Tondela tem dado aos seus correspondentes espalhados pelo Concelho e não só, com intuito de levar mais longe possível a informação sobre tudo o que se passa no interior do nosso Concelho em pleno índice de expansão, hoje “fotografamos” apenas o Luís e a Sílvia! Hoje, não comento o que está bem nem o que está mal, nem o que é preciso fazer neste caso, no que diz respeito à minha freguesia com as minhas tradicionais crónicas semanais. Hoje, comento apenas o início de um conto

de fadas de um jovem casal, natural de outra freguesia e que se encontram há bastante tempo ligados a Campo de Besteiros, uma vez que o Luís é sócio conjuntamente com seu irmão João Brito Rodrigues da Costa, do Café Snack “ a Lanterna “, um dos espaços mais carismáticos do ramo da Vila de Campo de Besteiros e a Sílvia, irmã do actual Comandante da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Vale de Besteiros, Pedro Miguel Brito Pacheco e da Cristina responsável pelo espaço do Café do Parque em Campo de Besteiros. Não poderia pois, terminar esta curta e recente página na história de vida do jovem casal, para em nome do Jornal de Tondela, desejar-lhes as maiores Felicidades.

CONVIDAMO-LO A UMA VIAGEM PELOS SABERES E SABORES NA SERRA DO CARAMULO

V Semana Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo, XII Feira de Artesanato e Produtos Locais

A V Semana Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo, XII Feira de Artesanato e Produtos Locais, terá lugar na semana de 9 a 12 de Junho de 2011, no Caramulo, organizada pela Confraria Gastronómica do Cabrito e da Serra do Caramulo, pela Junta de Freguesia do Guardão e pelo Pelouro do Turismo do Município de Tondela. Este evento serve para promover a gastronomia da Serra, a riqueza e a arte da boa mesa e tem ainda o intuito de divulgação do artesanato e de alguns produtos endógenos de prestigiada qualidade, existentes no Concelho de

Tondela. Este ano, contamos com a colaboração de 12 Restaurantes de diversas localidades da Serra, 3 dos quais estarão presentes no pavilhão onde decorre o respectivo evento. Contamos por isso consigo, para provar as mais diversas especialidades gastronómicas que temos ao seu dispor, em particular o tão apreciado cabrito assado, em loiça de Barro Preto de Molelos, confeccionado segundo receitas tradicionais. Para acompanhar, sugerimos um bom vinho da região Demarcada do Dão. Tem, também, a oportunidade de degustar as saborosas e tradicio-

nais sobremesas desta Região. Do programa da semana gastronómica destacamos o concurso de “Doce Regional da Serra do Caramulo”, uma peça de teatro do Grupo a TEIA “Um Casal Moderno”, o “Raid Fotográfico”, um Workshop com o tema “A Apicultura e o Mundo Rural”. Não deixe passar esta oportunidade de estar connosco e participar nestas e outras actividades que temos para si. Venha passar uns dias diferentes na Serra do Caramulo! GABINETE DE TURISMO´11 C. M. TONDELA

Guardão Actividades no Jardim-de-Infância

No dia 7 de Abril, quinta-feira, no Jardim-de-infância do Guardão realizou-se os “Contos ao Serão”, nesse acontecimento a professora Paula Cristina Fernandes contou e recontou com a ajuda dos seus alunos, histórias de encantar, algumas histórias muito interessantes que nos fazem pensar duas vezes, como por exemplo “ A Árvore Generosa” de Shel Siverstein, no fim ofereceram chá e biscoitos para todos os presentes. No dia 1 de Maio, Dia da Mãe, pais, encarregados de educação, familiares e amigos assistiram a mais um momento e actividades, onde foi apresentado um “PowerPoint” muito interessante com fotografias das crianças que frequentam o Jardimde-Infância do Guardão, houve também uma declamação de poesias para as mães, cada mãe lançou uma pomba ao ar, fizeram

uma serenata muito agradável e depois com o jogo do ovo com uma colher de pau esta oferecida ás mães pelas crianças onde se pode avaliar o equilíbrio das suas mães. Por fim houve um lanche de convívio. Com todas estas actividades é possível os pais e toda a comunidade escolar presente verificarem e compreenderem o papel do Jardim-de-Infância do Guardão com a principal ajuda e dedicação da Professora Paula Cristina Fernandes a promoção da educação para a cidadania e promover o gosto pela escola. Neste contexto as crianças também percebem que são apoiadas pelos pais e familiares. Mas não é só no Jardim-de-Infância do Guardão que se promovem actividades interessantes entre pais, encarregados de educação, familiares, auxiliares e pro-

fessores, também no Agrupamento de Escolas do Caramulo houve um encontro fantástico com vários declamadores de poesia, isto no dia 20 de Maio, tais como: Dr. Álvaro Assunção, Sr. José Manuel Vieira e Dr. Felisberto Figueiredo onde se pode ouvir várias poesias. Também o Agrupamento de Escolas do Caramulo vai presenciar mais actividades, estas no dia 2 de Junho a famosa Festa das Cruzes no Guardão, vai ser outro momento importante na vida das nossas crianças e adolescentes. Com estas actividades presenciadas pelos encarregados de educação, familiares e pais estão de parabéns a professora Paula Cristina Fernandes do Jardim-de-Infância do Guardão e o Sr. Director Luís Filipe Rodrigues da Costa do Agrupamento de Escolas do Caramulo. J.I. GUARDÃO


14 CONCELHO

PASSEIO CONVIVIO DA CASADO POVO Apontadas as razões para um grande CONVIVIO/2011 da casa do Povo teve lugar em 28 de Maio. Cumpriram-se os trajectos planeados com excepção da programada passagem pelo Piodão/ Arganil, que pelo adiantado houve decisão unânime de ficar para próxima acção. Um dos pontos altos da viagem acontece em Sangalhos na vista às Caves Aliança. Daqui faz parte um dos sectores da fundação BERARDO onde fomos recebidos de forma exemplar. Para muitos valeu, nem que o fosse tão só pela amostragem do museu e pela visita às ditas Caves Aliança. Na recepção foram encaminhados a visitar exposições de cultura africana, etnografia, fosseis, minerais, azulejos, escultura de Zimbabué, peças provenientes da extinta firma Bordalo Pinheiro/Caldas da Rainha, arte etnográfica africana, colecção arqueológica, seguindo-se pelo túnel para as ditas caves. Ali em local mais fresco, foi particularmente bem explicada a razão de ser de cada secção. Falou-se das marcas da empresa: aldeia velha, antiquíssima, aliança XO, Antiqua, Casal Mendes entre outras. Um complexo que alberga atractivos de muita valia, que muito se aconselha. Nazaré e Fátima como sempre, locais que não podiam deixar de ser visitados. A boa disposição e alegria a todos encheu, havendo lugar para agradecimento e elogio ao condutor do auto Sr. Armando da firma Berrelhas. Dia bem passado a requerer repetição no próximo, ano com todos e com saúde.

VÁRIOS COM ACTIVIDADES Neste fim-de-semana assistiu-se em Tondela a uma gala de actividades, promovida pela associa-

02/06/2011

Lobão da Beira

Ferreirós do Dão

ANTÓNIO PAIS FERREIRA

GRACIETE GOMES

ção Vários, com sede na cidade. Sábado 28/05 no requintado espaço do mercado velho, composto duma variedade de personalidades apoiantes daquela prestigiada colectividade, pode aplaudir-se um belíssimo momento de fado, por artistas do grupo de que faz parte o conterrâneo António Duarte. Antes e no decorrer da memorável noite, uma cozinha funcionava com variadas “ofertas” e serviços, em vista a conseguir fundos para apoio aos utentes que vivem na Vários. Tondela vê nas pessoas que lideram o grupo, um tenaz sentido de solidariedade e sensibilidade fora de série. Como alguém dizia: “convivemos com os meninos da Vários”. Na verdade é preciso doação e responsabilidade por os muitos com quem as pessoas se cruzam e convivem diariamente. Parabéns e muita força.

BICHO DESTRUIDOR ANDA POR AÍ Tem sido uma constante desoladora o que um qualquer bicho, faz nos lugares por onde passa, nomeadamente galinheiros. Tem-se notado em pequenos aviários particulares, degola aves pelo pescoço, deixa ficar, não comendo a sua presa. É um flagelo que a todos espanta e aflige. Moradores fazem caçadas mas sem resultado. Poderá nem ser um só, porque, trata-se de áreas diferenciadas onde isso acontece. Há quem afirme, tratar-se de determinados bichos já espalhados por aí. De qualquer modo existem prejuízos que causam mossa.

ÓRGÃOS SOCIAIS DA ARSCL Após contactos devidos, surge um elenco de gente, capaz de desenvolver e repor actividades à Associação Recreativa Social Cultural Lusitana sita no lugar de Várzea. Um elenco que congrega

ASSINE O JORNAL DE TONDELA - LIGUE 232 822 137

nomes de gente jovem, da qual esperamos, não deixe adormecer uma obra que os lobanenses se regozijam plenamente. Passou por ali muita dedicação e esforço o qual, gostamos de ver na sua continuidade. A constituição ficou assim: Assembleiageral: Presidente Jorge Baptista e vice José Adriano Dinis: 1ª secretária Cátia Pinho Martins, 2º secretário Cílio Mendes, vogal António Ferreira Pinheiro. Conselho Fiscal: preside o vice preside João Caetano Marques Almeida e António Dinis, secretária Andreia Filipa Costa Ângelo e vogal Mário Gonçalves Mendes. Na direcção: preside Hélio Duarte e vice-preside Francisco Machado da Silva. Tesoureiro José Alcino Sousa Alves; 1ºs secretário João Carlos Baptista Rodrigues: 2ª secretária Marina Salomão Baptista. São vogais da Direcção: José Carlos Ribeiro Dias, António Pereira da Silva, Bruno Pais, Fernando Jorge Brito, Mário Gomes Ferreira, José Manuel Lopes da Silva, Fernando Jorge Gonçalves Mendes e Tiago Daniel Almeida.

FALECIMENTOS Em 22/05 faleceu Maria de Fátima da Silva Figueiredo, foi residente na rua Cândido de Figueiredo/Casal e contava de 55 anos. Deixa viúvo Nelson Figueiredo Marques e filhos António Mário e Luís Carlos da Silva Marques. A Fátima passou largo tempo por muitas dificuldades de saúde, estando hospitalizada sem que a medicina pudesse superar o seu grave problema. Deus a chamou ao descanso, há muito merecido. Esteve em câmara ardente na casa mortuária, havendo santa missa pelas 18,00 horas de 23/05.

FALECEU Maria Fernanda Correia Figueiredo, contava 83 anos, e faleceu dia 27. Viúva de Joaquim Dinis, mãe de Arminda, António, Idalina, e Júlia (falecida há 5 anos) Correia Marques Dinis, avó de Ana Sofia, Elisabete, Sandy, Cristel, Andreia Sofia, Ana e Beatriz. Viveu largo tempo na Vila Jusã com a filha Júlia, estando nos últi-

mos tempos na residência da filha Idalina em Santa Ovaia de Baixo/Canas de Santa Maria. Dia muito marcada o do seu funeral, realizado pelas 10,00 horas do 28, após missa de corpo presente na Matriz de S. Julião. Dia a recordar pois sua neta Ana em Canas de Santa Maria, assumia publicamente, sua Profissão de Fé ou Sacramento do Crisma. Nestes dois funerais com sempre há muita solidariedade de familiares e amigos que de algum modo fazem cortejo de saudade. O senhor lhes dá o descanso que bem merecem. Aos familiares em sofrimento, deixamos nossos, muito sentidos pêsames.

A POESIA DOS NOSSOS Horácio Silva Antunes na provecta idade a rondar próximo dos noventa, tem consigo o engenho e arte de nos trazer uma vez mais, o que nos agrada, versos da sua lavra. Deu-lhe o título: O SIMBOLO Existem tantos momentos Que se podem descobrir Ideias, pensamentos, Nascem para discutir. Haja lá o que houver, Escolha-se a boa maneira O Símbolo, quem o souber Que são de uma bandeira. Vejamos pois, o valor Porque o Símbolo do Amor Que nossa mente conduz Muita gente a pensar Tantos e tantos a errar, Pela fome e pela dor. Desculpem não é por mal Que faço comparação Porque em cada ideal Existe muita ficção. Mas, que isto certamente Abunda em toda a terra Punho fechado, na gente Significa força e guerra. Muita gente tem o saber De ter errada a luz Mas que se pode perder Porque lhe falta uma Cruz. Podemos até desculpar Aos homens mais espertos Cristo deixou-se matar: Símbolo, braços abertos. Verdade pura e certa, Símbolo de punho fechado. Quem não tem a mão aberta Anda, de certo, errado. HORÁCIO SILVA ANTUNES

RECTIFICAÇÃO DA NOTICIA DA SEMANA ANTERIOR Na passada semana informei os nossos leitores da visita realizada por todo o staff camarário à nossa freguesia, e devido a uma informação mal interpretada referi que tinham sido acompanhados por alguns representantes da população, o presidente da Casa do Povo e o Segundo Comandante da unidade de protecção à floresta, mas na realidade foram apenas os membros da junta que acompanharam esta visita pelas ruas da freguesia. O equívoco deveu-se ao facto de, por coincidência, as pessoas serem as mesmas a função que representavam é que era outra. Por tal facto peço desculpa aos intervenientes e aos leitores.

SANTOS POPULARES Vamos entrar no mês dos Santos populares e a nossa terra como já vai sendo hábito, não vai deixar de festejar o S. João, com as duas associações a prepararem os seus arraiais. A Casa do Povo na sexta-feira 24 Dia de S. João vai oferecer a toda a população um uma sardinhada, regada com um bom tinto do Dão e uma boa música para acompanhar e ajudar à digestão. Vamos saltar à fogueira e “defumarmo-nos” para todo o ano. Estará a actuar o nosso conterrâneo “Jorgito” para que todos se divirtam a dançar toda a noite. Também a Associação Vale do Dão no sábado 25, vai oferecer a todos os sócios uma sardinhada, a partir das 19 horas, seguida de baile para toda a gente que se queira juntar à festa. Vai ser um fim-de semana em grande.

Freimoninho (Mosteirinho) JOAQUIM VIEGAS DA CONCEIÇÃO

ELEIÇÕES LEGISLATIVAS No próximo domingo, dia 5 de Junho, os portugueses vão ser chamados a escolher quem nos vai governar. Queira Deus que essas escolhas sejam bemfeitas e que do resultado das eleições saia um Primeiro-Ministro à altura com uma maioria forte. Se não for assim não sabemos mesmo onde é que isto irá parar os partidos políticos que andaram na pré-campanha e agora andam na campanha tiveram debates nos canais televisivos, mas talvez muitos eleitores não tenham ficado esclarecidos. Apenas sabemos que dos dois maiores partidos irá sair um Primeiro-ministro, ainda não sabemos quem, mas eles antes pouco ou nada esclareceram só falavam mal uns dos outros. Antes de falarem tanto no passado deviam olhar mais para o futuro. Estou convencido que tem de ser mesmo um Governo muito forte para ser capaz de cumprir à risca o que eles assinaram com a “troika” que esteve em Portugal para negociar o empréstimo.

TEMPO Toda a semana esteve um tempo muito instável, com algum sol, trovoadas e chuva, um tempo mesmo propicio para esta época do ano. Hoje segunda-feira continua a estar muito nublado e mesmo a querer vir chuva e trovoadas. Estamos a terminar o mês de Maio e irá começar o mês de Junho, mês das festas como o São João, Santo António, São Pedro e com outras que vão aparecendo por outros lados.


Tonda

02/06/2011

CONCELHO 15

AMADEU SANTOS

Mosteiro de Fráguas JOSÉ DA CRUZ MENDES

A CAMPANHA DE RECOLHA DE TAMPINHAS NÃO PÁRA

VINTE E CINCO ANOS Neste último domingo, 22 de Maio, as paróquias onde o nosso actual Padre, Sr. José Cardoso, prestou e presta o digníssimo serviço para que a Igreja o chamou, tiveram a feliz lembrança de lhe dar uma festinha simples mas cheia de carinho, pelos vinte e cinco anos ao serviço das mesmas. A festa iniciou-se com a Santa Missa estando presentes vários párocos de freguesias vizinhas, colegas do seminário, os pais carregados de boa disposição e o mais alto responsável pela Igreja Diocesana, Sua Exa. Reverendíssima D. Ilídio Leandro. O templo estava repleto de fiéis das várias freguesias mostrando assim ao seu pastor que estão com ele, dandolhe apoio tão necessário nos tempos actuais, pedindo a Deus que lhe dê força, ânimo e coragem. No decorrer das cerimónias religiosas foram entregues ao sr. Padre Cardoso lembranças das respectivas paróquias e de outras instituições simbolizando a gratidão merecida. Pela nossa parte e do nosso Jornal vão os desejos de muitas felicidades e muitos mais anos nestes serviços que

honram a Santa Igreja e os católicos seguidores de Cristo.

FALECIMENTO Um indisposição levou o Henrique Manuel de Almeida Marques ao Hospital de Tondela, tendo depois seguido para o de Coimbra de onde veio já sem esperança, vindo a falecer. Isto aconteceu na passa quarta-feira tendo sido o seu funeral na sexta-feira, dia 27. Este desfecho deixou familiares e amigos consternados, pois ninguém contava que o Manuel desse contas a Deus tão cedo, uma vez que aparentava viver boa saúde. Contava 58 anos de idade e era casado com a sra. Maria Dolores da Silva Ferreira. O seu funeral que se realizou após missa de corpo presente na Capela do Senhor dos Aflitos, foi uma autêntica manifestação de pesar, vendo-se muitas pessoas da freguesia e dos mais variados lugares das proximidades. Ao amigo e conterrâneo Henrique Manuel rogamos que esteja na paz do Senhor, aos familiares endereçamos sentidos pêsames.

Ao longo de vários meses decorreu este projecto de solidariedade, desencadeado pela professora Fernanda Rebelo residente em Santo Amaro e dinamizado pela educadora Madalena do Jardim de Infância, no qual também se envolveram ainda as professoras Isabel e Cândida da EB1 de Tonda, foi apoiado por iniciativas individuais e por instituições públicas e privadas. São recolhidas todo o tipo de tampas de plástico, como tampas de garrafas e garrafões de água ou refrigerante, iogurtes líquidos, garrafas de óleo, shampoo, frascos de café, detergentes vinho etc. As pegas dos garrafões de água ou anilhas, que são do mesmo material, também podem ser separadas. As tampinhas podem ser entregues na igreja, no jardim de infância ou na Junta de Freguesia. Este projecto consiste na entrega das tampas de plástico à empresa de reciclagem desse material e de outro tipo de polímeros Recypolym, Lda em Motágua. O Engenheiro Rui Matos da nossa terra, também se associou a esta causa. Em troca paga o valor correspondente à tonelagem entregue. Esse valor poderá reverter para a aquisição de cadeiras de rodas ou para a compra de outro tipo de material para o Centro Social e Paroquial São Salvador. A verdade é que não custa nada, não tem custos e proporciona uma ajuda que não tem preço. É assim a nossa campanha de “recolha de tampinhas” A cada pessoa só é pedida atenção diferente para aquilo que hora a hora, dia a dia, faz de forma tão mecânica que nem percebe a importância do gesto. Ou seja, sempre

que um qualquer recipiente com tampa de plástico chega ao fim, colocamos tudo no lixo – recipiente e tampa – ainda que façamos a respectiva separação do lixo. O gesto é tão natural que nem percebemos a importância do mesmo. Muitos de nós, ainda não estamos habituados a separar o lixo, e os que o fazem, pensam que o acto de separar o lixo já corresponde à responsabilidade ambiental que nos é exigida enquanto cidadãos. De facto também é assim, mas podemos ir mais além. Podemos, sem custos, contribuir para o bem-estar de alguém que pelas mais diferentes razões, requer cuidados especiais e não só ao nível dos afectos. Os cuidados estendem-se ao material que cada qual precisa para tornar o seu dia-a-dia mais natural e muito menos agressivo. Para além deste gesto nobre reciclar significa que os materiais podem ter uma nova vida e que entram num novo ciclo, o que se traduz na poupança de recursos naturais. Todo o lixo separado e depositado nos respectivos ecopontos e neste caso as tampinhas separadas, serão depois recicladas e utilizadas para a produção de novos objectos. Apesar de já ter sido efectuado o primeiro carregamento e termos concretizado esta primeira recolha de tampas e outros objectos de plástico, a campanha vai continuar, mas mais centrada na recolha de tampinhas que serão depositadas num saco gigante, que se enche devagarinho, com a colaboração de todos. Merece a pena reflectirmos todos enquanto cidadãos que não podemos deixar para os nossos netos uma herança má em termos de saúde e ambiente. Como exemplo; um saco de plástico leva

muitos anos a desfazer-se se for enterrado, mas se se mantiver ao sol desfazse mais rápido provavelmente num ano, porém as pequenas partículas são arrastadas através do vento e chuva que as transporta para os rios indo parar ao mar, que serve depois de comida aos peixes entrando assim na cadeia alimentar, lá vem depois ter ao nosso estômago. A educação ambiental é muito importante para o nosso dia a dia e cada vez mais, praticamente tudo o que consumimos hoje é embalado e muitas vezes mais que uma vez. Aproveito para lembrar que o ecocentro situado na zona industrial da Adiça, está receptivo a recolher todo o tipo de lixo; televisores, rádios, máquinas diversas, ferro etc. etc. Não façamos dos pinhais lixeiras, é seguramente mais perto de cada um de nós o contentor do lixo ou o ecoponto que por vezes os caminhos dos pinhais.

CEMITÉRIO DA FREGUESIA O cemitério da nossa freguesia está a necessitar de um pouco mais de cuidados de limpeza. Os nossos autarcas parecem ignorar que é aquela a última morada daqueles que já partiram e também de cada um de nós, por isso merece um pouco mais de atenção. É que estamos já em Junho e ainda existe lá lixo do ano passado!

VACINA CONTRA A RAIVA É no mínimo estranho o facto de até á data ainda não ter sido fixado o mapa da referida vacinação. Acabou o mês de Maio, em cujo mês normalmente era efectuada aquela acção entrámos em Junho e nada se vê! O que se passa? Será que agora os proprietários dos seus cães terão de os conduzir á veterinária ?


16 CONCELHO

02/06/2011

Parada de Gonta RODRIGO XAVIER

127.º ANIVERSÁRIO DA FREGUESIA Decorreu no passado domingo dia 29 de Maio, a celebração do centésimo vigésimo sétimo aniversário da Freguesia. As celebrações começaram logo pela manhã com a missa dominical em honra de todos aqueles que fizeram parte dos elencos da Junta de Freguesia e Assembleia de Freguesia já falecidos. De seguida e já na presença do Sr. Presidente do Município de Tondela, bem como a sua Vereação, foi assinado um Protocolo de colaboração entre o Município e a Junta de Freguesia, no valor de 22500•, que em boa altura esta prenda foi recebida pelo nosso Executivo, na presença de várias habitantes da Freguesia, no Salão da Junta de Freguesia. Usaram da palavra o Sr. Presidente da Freguesia, Luís Fernando que agradeceu a presença de todos e como não poderia deixar de ser, a presença do Sr. Presidente do Município e sua Vereação pela assinatura de um Protocolo que

irá assim colmatar algumas necessidades existentes na aldeia. Enalteceu também todos os Paradenses por mais um aniversário da Freguesia, e um agradecimento muito especial a todos os que contribuíram para o desenvolvimento da mesma. O Sr. Presidente do Município Dr. Carlos Marta no uso da palavra agradeceu também ao Sr. Presidente da Junta de Freguesia, não só o convite para estar presente nesta cerimónia, como também ao bom trabalho realizado por este jovem elenco. Enalteceu também os habitantes da Freguesia por mais um aniversário realizado que em muito orgulha as gentes de Parada de Gonta, aldeia acolhedora e com progresso no Concelho de Tondela. A seguir a esta cerimónia, todos os presentes efectuaram uma visita a alguns locais da F r e g u e s i a , à s requalificações já realizadas pela junta de Freguesia, bem como foram identificadas algumas necessidades a serem realizadas a curto prazo. Por fim, houve um al-

PAULA M. PENEDOS

MÉDICA DENTISTA CONSUL TAS TODOS OS DIAS ÚTEIS CONSULT ACORDO C/ SAMS ENFERMÉDICA-Tel.: 232 813 556 Largo Visconde de Tondela (Finanças) - TONDELA

moço servido no Salão da Junta de Freguesia.

RASTREIO DE SAÚDE No próximo dia 4 de Junho, sábado, pelas 17 horas, na antiga sede da Junta de Freguesia de Parada de Gonta, haverá um Rastreio Visual e Rastreio de Saúde, medição do colesterol e glicemia, tensão arterial, tensão ocular, entre outras. Esta iniciativa tem o apoio da Farmácia Tomás Ribeiro de Tondela e da Ergovisão de Tondela apoiada por Dr. Ergo, clínica especializada na visão e tem a colaboração da Junta de Freguesia, A.D.R.C. e ASSODREC.

CASAMENTO No passado sábado, dia 21 de Maio, pelas 12 horas, na Sé de Viseu, celebrou-se o casamento pelo Pároco João Dinis, dos jovens Ana Teresa da Silva Rodrigues, de 24 anos de idade, filha de Afonso Amaral Rodrigues da Cunha e de Cristina Maria da Silva Martins Cunha, com Filipe Brás

Almeida, de 30 anos, filho de António Pereira Cardoso de Almeida e de Maria de Lurdes Brás Almeida. Foram padrinhos da noiva, seu irmão, José Pedro Martins da Cunha e sua tia Maria Teresa Correia, do noivo, José Lázaro Almeida e Dolores Almeida. No final desta memorável união e depois das fotos da praxe, este novo e maravilhoso casal, juntamente com seus pais, irmãos, familiares, padrinhos e convidados partiram em caravana automóvel rumo a Vilar de Besteiros onde no Solar a excelente e reputada organização os esperava para assim lhes começarem, com grande profissionalismo a servir a grandiosa ementa a que tinham direito, à qual segundo informações nada faltou. Como era de prever a tarde foi longa mas convidativa para todos estarem presentes, onde não faltou música ao vivo e a surpresa final com fogo de artifício terminando para muitos já na madrugada de domingo, dia 22. No dia seguinte os noi-

vos seguiram em viagem de sonho e relaxamento para Veneza – Itália, onde passaram a sua primeira união a dois, continuando a mesma com residência futura na cidade de Viseu. Da parte do Jornal de Tondela e seu correspon-

dente nesta Freguesia, damos os parabéns aos pais deste casal pela excelente educação que lhe deram e para este novo casal os nossos desejos de muitos e longos anos de casados, com muita saúde, alegria e amor.

VENDE-SE

NEUR OL OGIA NEUROL OLOGIA

Rua Dr. Almiro Vale - TONDELA (Junto ao Campo de Futebol) Vende: Consurbanas, SA Av. Alberto Sampaio, 134 - Viseu Telf.: 232 429537

TRATAMENTO DE ENXAQUECAS/CEFALEIAS DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO

APARTAMENTOS T2, T3 e Duplex LOJAS, ARMAZÉNS E GARAGENS

DR. PETER GREBE CONSULTAS E MARCAÇÕES Tondelmédica Telef.: 232 821 815 Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

LEIA, ASSINE, DIVULGUE O JORNAL DE TONDELA


CONCELHO / DESPORTO 17

02/06/2011

Canas de Santa Maria Jogos Tradicionais entre os Utentes da Residência de Santa Maria e entre os Utentes do Centro Paroquial São Vicente Paulo

Clube Desportivo de Tondela

Treinador da próxima época já pensa no novo emblema TEXTO: ARMÉNIO PEREIRA

R No passado, dia 16 de Maio, a Estagiária de Gerontologia da Residência de Santa Maria, organizou uma actividade dirigida às pessoas idosas Institucionalizadas. Esta actividade realizou-se em Canas de Santa Maria, no Centro Paroquial São Vicente Paulo, consistindo na realização de jogos tradicionais, derrubar as latas, jogo dos arcos, jogo da colher e do ovo, são alguns dos desafios lançados nesta manhã de diversão. Sendo a manha dedicada aos mesmos,

onde os utentes tiveram a oportunidade de desenvolverem e manterem a sua saúde física, desenvolverem as suas capacidades mentais, tal como recordarem os jogos tradicionais que foram outrora praticados e que passaram de geração em geração. Tendo tido a experiência enriquecedora de contactarem com outros utentes de outra Instituição, reverem amigos e conhecidos, criarem laços afectivos e a partilha e transmissão de novos saberes e de novos valores. A par do calor que se

fazia sentir, foi também contagiante o calor humano, presente na actividade com cerca de vinte idosos. São estes convívios que os retiram dos seus pensamentos solitários da vida e que dão mais vida aos anos. A todos os que contribuíram directamente ou indirectamente para a realização da actividade, um grande bem-haja. CRISTINA PEREIRA, ESTAGIÁRIA DE GERONTOLOGIA DA RESIDÊNCIA DE SANTA MARIA

O ESTADO DO TEMPO PARA OS PRÓXIMOS DIAS DIA 5.ª 6.ª Sáb. Dom. 2.ª 3.ª 4.ª

TEMPO Ensolarado Índice UV: 9 Alto

Ensolarado Índice UV: 9 Alto

Ensolarado Índice UV: 9 Alto

Aguaceiros Índice UV: 9 Alto

Predominância de sol Índice UV: 9 Alto

Aguaceiros Índice UV: 9 Alto

Predominância de sol Índice UV: 9 Alto

MÁX.

MIN.

23.ºC

12.ºC

22.ºC

13.ºC

22.ºC

14.ºC

22.ºC

14.ºC

22.ºC

14.ºC

21.ºC

14.ºC

23.ºC

14.ºC

igor e exigência parece ser a fórmula que Vítor Paneira novo treinador do Clube Desportivo de Tondela (apresentação via mail no dia 24 de Maio) quer impor naquelas que serão as ambições da equipa na época 2011/2012. O nosso jornal falou com o próprio (via telefone) na tarde do dia 25 de Maio tendo este sintetizado de forma breve a forma como foi levado a aceitar o convite efectuado pelo presidente do clube Gilberto Coimbra. O treinador que o ano passado estava ao serviço do Gondomar afirmou também que já foi inteirado da realidade e infra-estruturas do clube, factores que contribuíram para a sua disponibilidade em embarcar neste projecto.

Vítor Paneira assume também que o facto de vir na próxima época para o interior do país não o assusta e para além disso prova também que ao deixar um grande centro, indo para Tondela só se justifica com o objectivo de vencer. O novo técnico do Tondela assumiu à nossa reportagem que a base do plantel manter-se-á inalterável, mas que logicamente terá alguns ajustamentos de acordo com aquilo que pretende para a equipa. A vontade manifestada é “pensar jogo a jogo, cada jogo é para ganhar e será esse o espírito que será enquadrado nas ambições da equipa, ou seja, lutar todos os domingos até à exaustão pelos três pontos…”. Nesta altura Vítor Paneira já está a trabalhar na nova época desportiva numa altura em que a direcção e ele próprio estão a construir o plantel que lutará pelos mesmos objectivos da época passada e que passa pela vontade de aceder a um lugar na Liga de Honra.

Jogo de Veteranos

C.D.Tondela, 6 – S.P.D´Alva, 3 Realizou-se no complexo desportivo de Tondela, no dia 28 de Maio, o jogo entre a equipa local e o S. P. D´Alva. As equipas alinharam: C. D. Tondela: José Luís, Fernando, João Paulo, Stromberg, Luís Freixo, Luís Carlos Viteta, Paulo Freixo, Zé Luís, Boby Charlton, João Fernandes, Zé Alberto, Maneira, Quim Jó, Élio, Pedro, Amadeu, Paulito, Pinheiro, Pedrosa e Luís Filipe. Treinador: A. Alexandre. Director: Boby Charlton. S. P. D´Alva: Pedro Mendes, João Carlos, Pedro Santos, Miguel Oliveira, Carlos Borges, Paulo Oliveira, Chico Fonseca, José Carlos, Luís Correia, Rodrigo Pela, Moisés Mendes, Pedro Oliveira, António Pena e Nuno Casimiro. Treinador: Dr. Morgado. Arbitragem: Luís Pinho, Alfredo Cocó e Ricardo Pereira. Dia maravilhoso para a prática de futebol e com um sintético muito bom a convidar os jogadores a fazer um bom espectáculo, nada melhor para espevitar o jogo, os forasteiros faziam o 0 a 1 aos 30 segundos. Talvez o golo mais rápido até hoje

nos jogos dos Veteranos, por Pedro Oliveira, mas como se costuma dizer que não há um sem outro a acompanhar, eis que o 0 a 2 apareceu logo aos 4 minutos por Nuno Casimiro. Coisa que os veteranos do Tondela já não estejam habituados, pois nos últimos jogos tem acontecido sempre a mesma coisa, é por tudo isso que os tondelenses nunca baixam os braços, mas sim procurando recuperar o resultado, e numa jogada rápida de contraataque aos 7 minutos, Viteta reduz para 1 a 2. Animados os locais mas os forasteiros não davam tréguas e mais uma vez através de outra boa jogada aparece Paulo Freixo a restabelecer a igualdade a 2 bolas, iam decorridos 16 minutos. O jogo acalmou um pouco e as equipas a respeitarem-se mutuamente. Mas os locais a não quererem perder a chance de ganhar este jogo e por isso aparecem sempre com mais perigo e é com alguma naturalidade que Zé Alberto, aos 31 minutos, faz o 3 a 2 e pela primeira vez os locais na frente. A segunda parte começou praticamente com o

golo de Maneira aos 46 minutos, também numa bela jogada, os forasteiros reagiram mas eram nesta altura os locais a tomar conta do jogo e eis que aparece o momentos do jogo, iam decorridos 58 minutos, Stromberg faz um grande golo, um belo golpe de cabeça e põe o resultado em 5 a 2. O S. P. D´Alva fez o seu 3.º golo num lance infeliz de Pedrosa que introduz a bola na sua própria baliza, aos 72 minutos. O jogo ainda tinha outro belo momento, é que no ultimo minuto Zé Amadeu faz um passe magistral para Zé Alberto que numa bela execução fixa o resultado em 6 a 3. De destacar a presença do amigo “Dr. Perna de Pau”, Sr. Victor Correia, no jogo assim como no jantar convívio, aonde lhe foram dados os parabéns pela homenagem que lhe foi feita em noite dos ABRAÇOS promovido pela ACERT. UM ABRAÇO, para todo o pessoal da ACERT, por tudo que têm feito pelo nosso Concelho e que certamente irão continuar a fazer. A. ALEXANDRE


18 DESPORTO

02/06/2011

Campeonato Nacional de Futebol Feminino

CONTACTAR 919 318 355

ARRENDA-SE

T1

ARRENDA-SE

T2

ARRENDA-SE

T2 MOBILADO

ARRENDA-SE

T3

C/GARAGEM

ARRENDA-SE LOJAS COMERCIAIS EM TONDELA APARTIRDE200EUROS/MÊS

ARRENDA-SE

GARAGENS ARRENDA-SE

VENDE-SE

T2 MOBILADO CENTRO DE TONDELA

VENDE-SE 919 318 355

TELEFONES

E.F.C. Molelinhos, 2 – Leixões S. C., 1 Com uma assistência fantástica, tudo para cima de 500 pessoas, acabou o Campeonato Feminino 2010-2011. Foi um bom jogo de futebol realizado ontem no Estádio do Repeses em Viseu. Estava em jogo a equipa que ficaria em 3.º lugar visto que ao Leixões bastava um empate, ao Escola só a vitória servia. As jogadoras tinham essa responsabilidade dentro das quatro linhas. No onze do Escola faltava duas pedras fundamentais, Neide que se lesionou com gravidade no último treino e Catarina Almeida, como se sabe cumpre serviço militar em S. Jacinto, Aveiro. A equipa de Molelinhos cedo começou a construir o seu futebol de ataque com boas oportunidades de marcar, mas também os nervos por vezes não deixa fazer melhor. A equipa que veio de Matosinhos remeteu-se no seu meio

CAMPEONATO NACIONAL DE FUTEBOL FEMININO 2.ª FASE APUR. CAMPEÃO ESCOLA ----------------- 2 Leixões ------------------- 1 Cadima ------------------- 3 1.º Dezembro ----------- 5 J V E D F C P 1.º Dezembro

6 4 2 0 18

Cadima

6 3 0 3 13 19 24

ESCOLA

6 2 1 3 10

Leixões

6 1 1 4 10 16 19

8 8

37 19

campo a tentar segurar o jogo, mas não deu os seus frutos e por várias vezes o Escola podia ter chegado ao golo por Mikas e Noémia. Foi numa grande combinação entre Mikas e Inês Cruz que num pequeno espaço toca ligeiramente para a entrada da grande área onde aparece Noémia e marca um golo como ela sabe e que foi a melhor marcadora desta grande equipa do Escola F. C. Molelinhos. O segundo tempo começou com tudo igual, sem alterações. A jovem guarda-redes do Escola, Catarina Sousa, a fazer boas defesas e a dar confiança às colegas, a ser apoiada pelo público e Neide, sempre por perto a dar-lhe instruções. Sofre um golo aos 60 minutos, sem culpas, um mau alivio, fez duas defesas seguidas, à segunda desvia para o lado direito e com uma jogadora do Leixões faz o golo do 1 a 1. Só restava 30 minutos de jogo e com este golo o Leixões não mais saiu do seu meio campo. Mesmo assim o Escola teve mais duas grandes perdidas que podia resolver o jogo. O tempo era mais curto. O treinador Luís Carlos arrisca tudo, tira Catarina Bernardes, esgotada, e entra para o seu lugar Inês Aguiar. Depois entra Marta para o lugar de Leila. Marta fica a central e Chica vai para ponta de

Árbitra, Soraia Teles auxiliada por Paulo Costa e Nuno Teles da Associação de Aveiro.

EFC MOLELINHOS: Catarina Sousa Mikas Sandrine Chica (cap.) Inês Cruz Catarina Bernardes Barbara Carolina Sueli Leila Noémia

Suplentes: Carla (ex júnior) Andreia Gabriela Melanie (ex júnior) Marta Beatriz (ex júnior) Inês Aguiar

LEIXÕES S. C.: Jéssica Morty Chu Sónia Manh Dorinha Vemen Kate Adily Marlene Dervio

Suplentes: Amerosa Trapecas Hever

Golo: Dervio 60 minutos

Treinador: Golos: Noémia aos 30 minutos e Barbara aos 92. todos os membros deste prestigiado Clube, muito obrigado. Ao sr. Lopes, uma figura sempre por perto no auxilio das nossas necessidades. Mais uma vez obrigado. Ao Clube Atlético de Molelos também um agradecimento por a sua direcção nos facilitar tudo que foi possível. Todas as jogadoras estiveram em bom plano. Parabéns ao treinador Luís Carlos por este golpe final. C. MANEIRA

MIGUEL P P.. CARDOSO

MÉDICO DENTISTA Com: IMPLANTOLOGIA e ORTODONTIA

Praça do Comércio, nº 3 - 1º (Por cima da Rosicar) Telef.: 232821959-TONDELA * 917 373 426

PAUL O MONTEIR O ULO MONTEIRO MÉDICO ESPECIALISTA EM REUMATOLOGIA DOENÇAS REUMÁTICAS E OSTEOARTICULARES

Tondelmédica - Telef.: 232 821 815 Rua Dr. Flausino Torres - Tondela

B.de Tondela ----------- 232 814 110 ----------------- 232 814 111 ----------------- 232 814 112 B. C. de Besteiros --- 232 851 115 ----------------- 232 857 000 Bombeiros de S. João do Monte (Secção) --- 232 866 166 Bombeiros de Lajeosa do Dão (Secção) ------ 232 957 366 Hospital Distrital de Tondela ------ 232 819 060 Centro de Saúde Tondela ------ 232 814 040 EXTENSÕES DE SAÚDE Barreiro de Besteiros 232 871 209 Campo de Besteiros - 232 851 497 Canas de S. Maria --- 232 841 172 Caparrosa --------------- 232 856 290 Caramulo ---------------- 232 861 499 Lajeosa do Dão -------- 232 958 347 Lobão da Beira --------- 232 822 434 Molelos ----------------- 232 822 638 Santiago de Besteiros 232 851 112 São João do Monte -- 232 866 137 Tonda ----------------- 232 816 373 Vilar de Besteiros ----- 232 841 319

Luís Carlos

lança. Era o tudo por tudo. Mais um risco, entra Gabriela, sai Mikas, Barbara junta-se à frente visto a árbitra dar 4 minutos de compensação. Foi um sufoco que num canto marcado por Inês Cruz, Barbara marca para delírio do público aqui presente. Foi uma vitória suada mas justa. A Direcção do Escola Futebol Clube de Molelinhos quer agradecer a maneira simpática como foi tratada em Repeses, a

ÚTEIS

PR OCURA-SE PROCURA-SE

DESAPARECEU NA PASSADA SEXTA-FEIRA NA ZONA DO ALTO DO PENDÃO, UM CÃO DE RAÇA LABRADOR, ADULTO, PELO CASTANHO CLARO OFERECE-SE RECOMPENSA A QUEM O ENCONTRAR

TLM: 966916684 / 966916686

ANTÓNIO FIGUEIREDO

ORTOPEDISTA CONSULTAS EM PARADA DE GONTA ÀS SEGUNDAS FEIRAS PELAS 15 HORAS Telem.: 967 851 889

JORNAL DE TONDELA

FARMÁCIAS Horta - Tondela -------- 232 822 304 Matos - Tondela ------- 232 822 227 Moura - Tondela ------- 232 822 237 Gama Vieira - Tondela 232 841 259 Molelos ----------------- 232 813 957 Canas de S. Maria --- 232 841 323 Campo de Besteiros - 232 851 290 Lajeosa do Dão -------- 232 957 477 Caramulo ---------------- 232 861 257 Sabugosa ---------------- 232 841 259 MÉDICOS Dr. Samuel Bernardes 232 813 943 Dr. Zé Ni Abreu ------- 232 822 833 Dr. Mário João Rodrigues -- 232 821 959 Dr. Jorge Brás --------- 232 822 254 Dr.ª Cristina Cordeiro 232 812 872 Dr. Abilio Oliveira (Dentista) ---- 232 813 158 Dr. Malva Correia ---- 232 821 965 Dr. Elísio de Matos --- 232 822 569 Dr.ª Aurora T. C. Carnevale -- 232 822 176 Dr. Gil Morgado ------- 232 813 619 Dr.ª Florbela Melo C. Besteiros ----- 232 852 728 Dr.ª Basseliça ---------- 232 812 018 Dr.ª Paula Matos (Dentista) ---- 232 813 556 Dr.ª Isabel Mimoso --- 232 812 923 GNR Tondela ----------GNR C.de Besteiros GNR Caramulo -------Guarda Florestal ------

232 819 370 232 851 387 232 861 326 232 813 775

CORREIOS Campo de Besteiros - 232 857 010 Caramulo ---------------- 232 868 024 Centro Dist. Postal --- 232 814 120 Parada de Gonta ------ 232 951 444 Sabugosa ---------------- 232 841 638 Tondela ----------------- 232 819 080 DIVERSOS Inf. Pop. de Tondela - 232 822 157 Novo Ciclo ACERT - 232 814 400 Praça de Táxis -------- 232 822 067 Soc.T. Caramulo ----- 232 822 235 Águas do Planalto ---- 232 819 240 CENEL ----------------- 232 813 670 Aterro Sanitário do Planalto Beirão B. Besteiros 232 870 020 Turismo ----------------- 232 811 110 Câmara M. Tondela - 232 811 110 Tribunal Judicial ------- 232 814 280 Rep.de Finanças ----- 232 822 259 Centro de Emprego -- 232 819 320 Bib.Tomás Ribeiro --- 232 811 110 Cons.R. Predial ------- 232 814 160 Registo Civil ------------ 232 819 310 Secretaria Notarial ---- 232 814 180 Soc.Filarmónica Tondelense - 232 822 414 Piscinas Municipais - 232 813 757 Serviços Municipais de Metrologia ----------- 917 503 254 Estaleiros Municipais 232 811 110 Rigorauto - Centro de Inspecções --------- 232 813 827 Esc.Cond.Tondelense 232 822 420 Esc.Cond.Sr.Calvário 232 851 510 Adega C. de Tondela 232 819 030 Jornal “Folha de Tondela” 232 812 074 Emissora das Beiras 232 861 333 Zona Agrária ------------ 232 813 775


PENÚLTIMA PÁGINA 19

02/06/2011

Sudoku

Momentos de Poesia MARIA DA CONCEIÇÃO

SOLUÇÃO DO NÚMERO ANTERIOR.

Os eleitores, de fraudes, ‘stão cansados, É vê-los, da política, afastados, A comunicação traz tudo a lume… Esta ruína, desde o chão ao teto, Prova a carência dum bom arquitecto Que, com mão firme, toda a casa aprume!

De Tudo um Pouco MVC

DEFINIÇÕES

MANUEL DA COSTA Horizontais: 1- Lugar onde se morre mais (pl.). Lado da medalha oposto ao reverso. 2-Fio de qualquer metal puxado à fieira. Zangara. 3-Espécie de cinto que segura a sela dos animais. Grande quantidade de água (pl.). 4-Nome do autor dos Maias. 5-Chifre. Lamas. 6-Rapa sem vogais. Interj. Que exprime dor. Justapõe invertido. 7-Caminhavas. Cozes no forno. 8-Til sem começo. 9-Deusa da mitologia que inspirava os poetas (pl.) Epístola. 10- Cerca com arame. Artesão que trabalha o barro sem a vogal final. 11-Planta africana da qual se fazem fibras têxteis. Parte do vestuário das mulheres. Verticais: 1- Quando a ela se junta a pedra, é mesmo para ficar. Sacramento da confirmação (pl.). 2-Roda. Capa sem mangas. Úrico sem a última sílaba. 3-Grande quantidade. Imposto de transmissão (pl.). 4-Aio. Sem roupa. Lodo. 5-Catedral (pl.). Curso de água, invertido. Condimento. 6— 7-Produto de beleza usado pelas mulheres nas pestanas. Tira de pano que remata peças de vestuário no lugar em que cingem a cintura. 8-Preces. Lado. 9-Curados. Monarca. 10-Metade de tréguas. Opaco sem a última sílaba. Irmã do pai. 11-Sadio (inv.). Asas sem começo. Atmosfera.

Definição de burocracia: -Um agricultor tem duas vacas; o governo fica com as duas, mata uma delas, extrai o leite da outra e deita-o pelo cano abaixo. Definição de Capitalismo: - Um agricultor tem duas vacas; vende uma e compra um touro. Definição de Fascismo: - Um agricultor tem duas vacas; o governo fica com ambas e vende-lhe o leite. Definição de Nazismo: - Um agricultor tem duas vacas; o governo fica com ambas e mata-o. Definição de Comunismo: -Um agricultor tem duas vacas; o governo fica com ambas e oferece-lhe uma parte do leite. Definição de Socialismo: - Um agricultor tem duas vacas; o governo fica com uma e dá a outra ao seu vizinho. Definição de Democracia: - Toda a gente tem duas vacas! Vai-se a votos e o perdedor protesta que a votação foi manipulada. O conflito vai a tribunal que demora meses a resolvê-lo. O perdedor tem de vender as duas vacas para pagar ao tribunal e o vencedor tem de fazer o mesmo para pagar aos advogados!

HINO AO VINHO Jean Cocteau, o autor de “Les Enfants Terribles”, disse um dia que a Academia Francesa, (a que ele também pertencia) deveria ter entre os seus membros um poeta que, nos seus versos, cantasse o vinho! Com isso a França ganharia mais prestígio no estrangeiro e enquanto essa falta não fosse superada, dir-se-ia, e com razão, que os imortais franceses não tinham a noção do que perdiam, preferindo a parra à uva, ou o chá de papoila ao vinho palhete… A propósito, deixamos aqui a opinião do célebre gastrónomo Grimod de la Reynière, que ao pressentir a morte perto, pediu um copo de água que bebeu dizendo: «No momento de partir para junto de Deus, quero reconciliar-me com o maior inimigo que tive na terra…»

INGENUIDADE Um homem descalço e com ar cansado está sentado num banco do jardim. Passa um polícia e pergunta: - Posso ajudar em alguma coisa? – Pergunta o agente da ordem. - Olhe, senhor agente, comprei uns sapatos e como me apertavam muito os pés, um cavalheiro que estava aqui sentado ofereceu-se para ir à sapataria trocá-los. - E então?... - Já lá vão quatro horas e estou com receio que tenha acontecido algum percalço ao homem.

Pensamento da Semana Solução do n.º 1049 Horizontais: Caramulo, ag, avo, enologia, Oeiras, oras, trapo, vá, colheres, apara, sasa, larocas, s,s, orem, renas, Marta, Eça, orações, Sá, sãos, Lua.

MANUEL VENTURA DA COSTA

Tanta disputa à caça de um poder!... Que seja, ao menos, feita com rigor, Lugares são para ganhar, ou não perder, Parece não sentir-se o que é pudor. Nos descalabros, sem razão de ser, Qualquer desculpa perde o seu valor, Se a má governação fará sofrer, Nos responsáveis tem que haver rigor.

Palavras cruzadas

Ponto Final

FRENESIM

Os Governos têm a idade das suas finanças, como os homens a têm das suas artérias. A. MAUROIS

ROLETA RUSSA

C

om esta proliferação de sondagens que variam todos os dias e com este chorrilho de promessas, de insultos mútuos e de falta de ética, tudo isso na mira de angariar votos para as eleições que estão à porta, arvorei-me em “estudioso” e entretive-me a fazer pesquisas. Será que o sufrágio eleitoral corresponde àquilo que os doutrinários, teóricos ou utopistas dele esperam? O problema parece que não é novo. Contudo, possui, hoje como ontem, flagrante actualidade, e nunca será de mais formular algumas perguntas, às quais interessa, naturalmente, responder, a fim de tentar lançar luz sobre tão apaixonante assunto. E eis-me a folhear livros, procurar, interpretar, tirar conclusões… No século XIX, Pinheiro Chagas escrevia, depois de pôr em dúvida a consciência dos eleitores, dirigindo-se a uma senhora: «... Com a mão na consciência, na atitude mais solene lhe afirmo que ninguém lhe tem impingido mentira tamanha, tão formidável peta como a que eu lhe impinjo agora: o sufrágio popular.» «É preciso ter muita imaginação e fechar os olhos e tapar os ouvidos para falar em vontade popular, expressa livre e claramente pelo sufrágio...», escreveu o francês, Gaston Jèze, professor de Direito. Já o filósofo espanhol, Ortega Y Gasset é de opinião que «no sufrágio universal não decidem as massas; o seu papel consiste em aderir à decisão de uma ou outra minoria. Estas apresentam os seus “programas” que são programas de vida colectiva. Neles se convida a massa a aceitar um projecto de decisão...» Servindo-nos da prata da casa, Almeida Garrett afirmava que «de todas as dificuldades da administração e governo de um povo, a escolha das pessoas é a maior e a mais agra; nessa falham todos os dias os mais espertos, os melhores intencionados: tão fácil é o iludirem-nos aparências, tão difícil conceituar dos homens e do seu interior, que entre as nações mais habituadas ao governo representativo, mais afeitas a exercerem as perigosas funções do eleitorado, todos os dias há erros fatais, funestíssimos enganos…» Citando, finalmente, Mário Gonçalves Viana, «votase, muitas vezes num sector, para prejudicar outro sector e não por concordância com o primeiro. As massas de votantes são, em parte, constituídas por indivíduos que votam apenas por gratidão, por imitação ou por estupidez…» Aqui têm assunto para reflexão antes de dobrar o papelinho e o depositarem nessa caixinha a que, morbidamente, deram o nome de urna… E depois destas minhas “pesquisas” e quaisquer que sejam as interpretações, se me perguntardes a minha opinião, dir-vos-ei que sim, que irei votar. Não por gratidão, não por imitação, muito menos por estupidez, o que não significa que apesar de todos esses considerandos a minha escolha seja a acertada….


20

Carvalhal (Tondela) AF

3.º PASSEIO CONVÍVIO DE MOTORIZADAS CLÁSSICAS Como já se tornou tradição, vai o Centro Social Cultural Desportivo e Recreativo do Carvalhal realizar o seu Passeio Convívio de Motorizadas Clássicas no próximo dia 19 de Junho, domingo. O trajecto é o seguinte: Associação do Carvalhal (Partida), Ermida, Saldonas, Santuário N. S. Esperança, V. Nova da Rainha, Nagozela, Treixedo, Vila Pouca, S. Joaninho, Alvarim, Dardavaz, Várzea do Homem (Reforço- Rio Criz), Vale, Borralhal, Tourigo, Barreiro de Besteiros (Visita ao BODO), Corveira, Molelinhos,

Botulho. Tondela, Associação do Carvalhal (Chegada). A chegada dos participantes será pelas 8 horas com saída prevista pelas 9,00 horas. Às 13h30 será o almoço convívio que constará de porco no espeto com arroz de feijão. Haverá animação musical durante e após o almoço com a Banda “Malta” que de certeza irá alegrar e animar ainda mais todos os convivas. Para se inscreverem podem fazêlo na sede da Associação, pelo telemóvel 918 623 605, e emails: centro.carvalhal@gmail.com / cscdrcarvalhal@hotmail.com. O valor das inscrições é de 10 Euros para sócios e 12,50 para não sócios.

Molelos

Actividades do grupo “Sempre a 30” 02/06/2011

Nandufe O CESTEIRO

“FALECIMENTO” Faleceu na passada quarta feira dia 18 de Maio a senhora D. Albertina da Luz Figueiredo, era muito conhecida como a “Tia Albertina Cachetas”, viúva de Joaquim de Sousa, também conhecido por Joaquim Cachetas. A dita senhora contava 75 anos de idade, quando se sentiu indisposta e teve de recorrer ao hospital Cândido de Figueiredo em Tondela. Sem que nada o fizesse prever a Tia Albertina não resistiu a este ataque fulminante, pois segundo os médicos era impossível evitar. Era mãe do José António Cachetas, Fernando Sousa Cachetas, do João Paulo Figueiredo Cachetas e do mais novo Hélder Cachetas. A urna esteve em câmara ardente no salão Paroquial da Freguesia. No dia seguinte foi realizada a Missa de corpo presente seguindo depois para o nosso o cemitério com um grande acompanhamento dado tratar-se de uma pessoa com muita estima. Apresento a toda a Família os meus sentidos pêsames. Dado que na noticia anterior que por lapso não foi mencionado o nome do João Paulo Figueiredo Cachetas, também filho da Tia Albertina Cachetas, fica a noticia assim corrigida, apresentando as minhas sinceras desculpas ao João Paulo.

“ABASTECIMENTO DE ÁGUA” A Junta de Freguesia de Nandufe informa todos os seus habitantes sobre a obrigatoriedade de ligação ao sistema público de abastecimento de água/celebração de contrato de fornecimento de água nos locais onde a rede pública de água se encontra disponível. Assim, ao abrigo do disposto na legislação aplicável, nomeadamente, no nº2 do Decreto Lei nº 379/93 de 5 de Novembro, conjugado através de outros artigos de Decretos Leis, que se encontram específicos nos respectivos Editais afixados nos painéis espalhados pela Freguesia, informa-se que é obrigatória a ligação à rede pública de distribuição de água para con-

sumo humano, sem estarem devidamente licenciados, designadamente poços, furos e outras captações. A obrigação de ligação justifica-se como forma de garantir a qualidade da água consumida e a gestão racional e sustentada dos recursos hídricos. Todos os interessados devem dirigir-se à Secretaria da Câmara Municipal no sentido de regularizar o pagamento do respectivo ramal, podendo, se para tal tiver necessidade, solicitar o pagamento fraccionado em prestações. Tem o prazo para proceder à celebração de contrato de fornecimento de água, até ao dia 17 de Junho do corrente ano. O incumprimento desta obrigação constituiu uma multa entre 1500• a 3740• para pessoas singulares, pois se tratar de empresas a multa será de 7500• a 44890•. Se por acaso houver dúvidas, devem os interessados dirigiremse à Junta de Freguesia no seu horário habitual e procurarem ser esclarecidos.

“CENTRO DE DIA/CENTRO DE ANIMAÇÃO LOCAL” Aqui está uma boa notícia para a nossa Freguesia e principalmente para os mais idosos, mesmo debaixo destas adversidades que o nosso País se encontra! A nossa Junta de Freguesia vai dar à classe mais idosa um Centro de Dia/Centro de Animação Local. Lá mais para diante, com certeza que se vão realizar estas obras para que este “Centro Idoso” seja uma realidade independentemente de noutras Freguesias da nossa proximidade já possuírem outros tipos de Centro de Dia! A realidade é que Nandufe se encontra a emergir e também vai ter o seu Centro para acolher os seus idosos! Pelo menos e pela informação obtida, é que as pessoas vão passar o dia de manhã à noite neste Centro, onde não vai faltar uma lavandaria, onde irão ter uma alimentação mais completa, enfim, muitas outras coisas irão proporcionar o bem estar destes “nossos idosos”. Oportunamente e assim que houver mais informações voltarei a falar sobre este assunto.

No dia 22 Maio, o Grupo de Cicloturismo “Sempre a 30” participaram na Maratona de BTT Instituto de Gouveia organizada pelo IG Gouveia. Esta Maratona de BTT contou com 3 opções de percurso com níveis de dificuldade física e técnica distintos. As distâncias previstas eram as seguintes: Maratona - 70 Km (nível de dificuldade Difícil), Meia-maratona - 40 Km (nível de dificuldade Médio), Mini-maratona - 25 Km (nível de dificuldade Fácil). Foram também atribuídos Troféus e Prémios aos três melhores tempos masculinos e femininos da maratona e meia maratona, bem como um Troféu Montanha ao primeiro participante da maratona a chegar ao ponto mais alto da prova (1595m de altitude). O grupo “Sempre a 30” obteve excelentes resultados na Maratona de Gouveia: Primeiro e Segundo classificados Masculinos Meia Maratona; Segundo e Terceiro classificados Femininos Meia Maratona, 5 de 7 elementos no Top 20 e foi também considerada a melhor equipa na meia maratona.

TÁBUA No dia 29 Maio Participação dos ”SEMPRE A 30" na V MARATONA “MK MÀKINAS” – Tábua (Paraíso do BTT). Mais um fim-de-semana, mais uma prova em que os “Semprea30” participaram. Neste último domingo dia 29 de Maio deslocaram-se a Tábua para par-

ticiparem na V Maratona dos “MKMÀKINAS” (Associação de Desportos), e mais uma vez um elemento do grupo subiu ao pódio, o que já tinha acontecido no fim-de-semana anterior em Gouveia onde se destacaram o 1º e 2º classificado masculino, além dos 2º e 3º na classe feminina. No domingo passado António Dinis subiu ao pódio perante um pavilhão Multiusos, que oferece todas as condições as associações do Concelho de Tábua, conforme foi proferido pelo presidente de Câmara, na presença das instalações completamente cheias, e da qual toda a logística passou por aqui numa organização a todos os níveis 5 estrelas, como não podia deixar de ser, já que o evento começou a ser preparado há nove meses. E de louvar estas participações deste grande grupo oriundo da terra da Loiça preta, que elevam ainda mais o nome por esse país fora tornando-se digno de registo, o sacrifício em prol de uma causa que muita gente desconhece, porque se levantam de madrugada, quando podiam estar a passar o domingo em familia. Se no passado dia 22 de Maio, a Maratona de BTT - Instituto de Gouveia a organização deste evento pertenceu ao IG e à Escola Profissional de Gouveia, com a colaboração do Clube de Praticantes de BTT de Gouveia “BTTribo”, já neste ultimo pertenceu a Associação de Desportos de Tábua “MK MÁKINAS”. De salientar ainda que

no passado dia 15 de Maio também estiveram presentes no BTT da Ermida, como maior Grupo, como não podia deixar de ser, porque este grupo gosta de participar em todos os eventos. Não é muito de ser divulgado, mas este grupo participa em inúmeras provas e com grandes êxitos, que muita gente desconhece, e porque nem só de futebol vive o Concelho, nem de associações de Tondela, porque esta pertence a Molelos e também está viva. Já agora, está a ser programada também a ida entre os dias 10 e 12 de Junho a Santiago de Compostela, viagem essa que se desenrolará pelos Trilhos de Santiago na distância calculada de 260km. Por isto tudo acho que este grupo é dos mais activos do Concelho, e que muita gente desconhece, porque além de ter maioritariamente elementos da Freguesia de Molelos, já nos foi pedido para integrar novos elementos oriundos de freguesias vizinhas, como é o caso de Nandufe e Tonda. E porque o grupo não esquece quem lhes faz bem, outra palavra de agradecimento em nome do Grupo de Cicloturismo “Sempre a 30” de Molelos, fica aos diversos patrocinadores que contribuíram para a elaboração dos novos equipamentos que tanto gozo dá a mostrar por esse Portugal à beira mar plantado. GRUPO DE CICLOTURISMO “SEMPRE A 30” – MOLELOS

JT 1050  

Jornal de Tondela