Page 1

Especial noivas

O ressignificado da relação mãe e filha Testamos duas modalidades de ballet para adultos Milão: simplicidade inédita e a nobreza do mármore

Ano V - Edição 47 - Maio/2015


Studio Dal Monte

Conceito A capa de maio une dois temas igualmente importantes na vida de muitas mulheres: o casamento e a maternidade. A intensa amizade entre a noiva Clarissa e sua mãe, Elizete, ilustra as nuances da relação maternal e como ela ganha novos significados quando a filha decide dar início à sua própria família. Para colorir ainda mais esse mês duplamente emblemático, o Jornal Design produziu um ensaio de noivas divertido e sofisticado. Pretende casar? Aproveite o nosso especial para inspirar o seu grande dia!

4 Jornal Design

Capa Clarissa Custodio e Renato Benatti Trajes: Cozzire Alta Costura Cenário: Igreja Matriz de Farroupilha Foto: Studio Dal Monte


Confira nessa edição Vida 06. Como funciona o ballet clássico e o ballet fit para adultos 08. A quiropraxia associada ao ballet, por Kely Ana Mattei Divulgação

09. Como a musculação contribui no condicionamento para o ballet, por Sinara Gnoatto 10. Receitas práticas com Whey Protein 11. Histórias de emagrecimento saudável, por Letícia Bettinelli Carraro 12. Tudo o que você sempre quis saber sobre os benefícios do vinho 14. A revolução dos aparelhos auditivos inteligentes

Casa 16. As surpresas do Salão do Móvel de Milão 18. Giro do Design, lançamentos do ISaloni 2015 19. O clamor pelo design autêntico, por Juliana Rogério Silveira

Desconsi 20. Uma coleção de móveis assinados por brasileiros para Nova York 21. Notícias AEARV 22. Elegância e automação no apartamento de um jovem casal 23. Studio Nil, projetos residenciais e comerciais 24. A história e projetos dos 40 anos da Bentec 26. Sweet Home, soluções em automação para uma casa inteligente 27. Uma experiência de compra europeia, por Artelana 28. Expedição à Portobello, maior parque fabril concentrado da América Latina

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Administrativo: Rosângela Masutti Diagramação: Camila Cervieri Jornalista Responsável: Ana Carolina Azevedo | REG. 0017700/RS Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Caxias do Sul | Farroupilha | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo

Zéto Telöken Fotografia

Estilo 30. Capa do mês, uma história de amizade que une mãe e filha diante do altar 32. O grande dia, por Patrícia Fleck 34. Brilho e encanto no dia do sim 38. As delícias do Le Petit para adoçar a vida todo dia 40. Cenários de sonho com Linda Flores 42. A nova coleção da Mel de Assis para noivas 43. Atelier Dapieve, a perfeição está nos detalhes 44. Mães e filhas, loucas por sapatos na Couros do Valleh 45. Lindas joias para lindas mamães 46. Amor de mãe guardado para sempre com fotos da Retratus 48. As 10 edições de solidariedade do evento Eles na Passarela 50. Supertrip da moda em Londres, por Gabriela Francio 51. Vízia inaugura unidade em Caxias 52. Que tal saborear a tradição do Canta Maria sem sair de casa 53. Zaccaron Deli Gourmet, um espaço para se deliciar 54. Sociais

Contato: 54 | 2621 3134 www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados. Jornal Design 5


VIDA

Ana Carolina Azevedo

Ballet clássico qual o seu Não importa com quan­tos pas­sos se faz uma bai­la­ rina, o mais importante sempre será o primeiro. Quem sonha em participar de um corpo de dança, quer desempoeirar um tutu antigo ou apenas viver a magia do ballet pode começar a qualquer momento. E não apenas isso: se o objetivo é chegar à boa forma, o ballet também é para você. Cada vez mais mulheres adultas estão apostando no ballet para conquistar uma postura mais bonita e tornear o corpo. Afinal de contas, consciência corporal e disciplina são princípios dessa expressão artística nascida há mais de 500 anos na corte italiana. Não é o tipo físico que define o bai­la­rino, mas sua persistência e sua arte. A turma de ballet adulto da Escola Aplausos tem alunas de diferentes idades, portes e experiências pregressas com a dança. Algumas fizeram ballet na infância e estão voltando às sapatilhas. Outras estão vivendo seu primeiro contato com as barras os pliés. Uma aula voltada para mulheres acima dos 18 reúne diferentes vivências com a dança, mas as alunas de 20 a 40 têm em comum a dedicação para, brevemente, calçar as pontas com elegância. A professora dessa classe, a bailarina Patrícia Larentis, explica que o ballet adulto realmente se propõe a essa diversidade. As aulas envolvem dinâmica e técnica abordadas de forma mais acessível, já que a maioria das alunas não têm experiência anterior. “Minha aula

5 motivos para investir no ballet como atividade física 1 - Respiração A música clássica é calma para quem assiste o espetáculo, mas quem dança precisa de fôlego. Por isso, faz parte das aulas aprender a respirar aproveitando o máximo possível da capacidade do diafragma, o que exige de todo o sistema cardiovascular e respiratório.

O Jornal Design testou as duas modalidades e indica: O ballet clássico para ex-bailarinas ou, mesmo, para quem sempre sonhou em subir às pontas um dia. Nessa classe, as alunas não têm o objetivo de se tornarem bailarinas de competição, por exemplo. A ideia é participar de alguns espetáculos, desenvolvendo a capacidade motora. Já o ballet fit é um delicado, mas preciso exercício para definir o corpo sem aquele clima de sala de musculação. É um superdesafio! Ao final de uma hora, você terá sido levada à exaustão, mas é possível sentir o trabalho que o corpo realizou.

6 Jornal Design

2 – Postura Depois de um tempo dançando ballet, dificilmente o aluno terá aquela dor nas costas causada pela má postura. O balé clássico trabalha os principais grupos musculares responsáveis pela manutenção da postura, que são a musculatura abdominal, peitoral e das costas. Durante as aulas, os alunos são estimulados a manter a postura correta, com abdômen contraído, quadril encaixado e coluna alinhada. 3 – Flexibilidade A flexibilidade é trabalhada em todos os exercí-

vida


x ballet fit: estilo? é para quem nunca fez ballet e tem interesse em conhecer essa arte, que envolve condicionamento físico e a parte artística também. Por outro lado, também é uma chance de retomada para as mulheres que fizeram ballet quando criança”, conta. Do outro lado da cidade, também com seus colans e sapatilhas, a turma de ballet fit da professora Marina Aver dá tudo de si em exercícios de agachamento, abdominais e flexões pautados pelos movimentos do ballet. É tudo muito gracioso, mas essa aula não deve nada a uma sessão pesada de musculação. Isso porque a aula inclui também muitos exercícios isométricos, aqueles em que a pessoa fica certo tempo imóvel em uma posição fixa, provocando contração muscular sem a realização de movimentos. Para trazer a Bento Gonçalves essa técnica, Marina foi a São Paulo aprender essa modalidade que promete melhorar a postura, o tônus muscular, a flexibilidade, a respiração e o equilíbrio. O ballet fit também trabalha intensamente aquele pontinho do corpo com o qual as mulheres nunca estão satisfeitas: o abdômen. Embora tenham objetivos diferentes, as duas modalidades exploram os delicados e precisos movimentos do ballet e ajudam a conquistar flexibilidade e uma postura correta. Além do mais, exercícios físicos – ainda que não sejam de grande impacto – são sempre fonte de bem-estar e saúde.

Ballet clássico para adultos Jornal Design | Qual o objetivo? Patrícia Larentis | Apresentar o ballet clássico para adultos interessados em conhecer a técnica. A aula é voltada para quem nunca fez ballet ou quem fez há muito tempo, quando criança, e deseja lembrar. Jornal Design | Quem pode fazer? PL | Qualquer pessoa. No caso do ballet adulto, a partir dos 18 anos de idade. Jornal Design | Quais são as limitações para iniciantes? PL |As limitações estão apenas na cabeça de cada um. Não existem limitações físicas, os alunos têm apenas que perder o medo de começar. Jornal Design | Quantas aulas por semana? PL | Na Aplausos, temos uma vez por semana, às quartas, às 19h15min. Jornal Design | Quantas pessoas por turma? PL | Um limite de 10 alunos por turma.

X

Duelo de bailarinas

Ballet fit

Jornal Design | Qual o objetivo? Marina Aver | O ballet fit tem como objetivo a tonificação muscular e a perda calórica de forma divertida.

cios de ballet porque os movimentos precisam ser realizados com grande amplitude. O ballet alonga e trabalha os músculos ao mesmo tempo. Como resultado, os grupos musculares não ficam encurtados e há menor risco de lesões. 4 – Percepção corporal Os movimentos do ballet selecionam e ordenam de maneira independente diferentes partes do corpo, o que exige grande consciência corporal. Além disso, essa atividade é prazerosa, já que acontece de acordo com os compassos da música, e que também libera endorfina. 5 – Coordenação motora A complexidade dos movimentos aumenta em cada estágio, exigindo cada vez mais agilidade e coordenação motora. Uma das principais características do ballet é realizar os movimentos de forma leve e sutil, sem mostrar o esforço que está fazendo.

vida

Jornal Design | Quem pode fazer? MA | Essa é uma modalidade que pode ser realizada por qualquer pessoa, mesmo sem experiências anteriores com a metodologia do ballet clássico, já que o objetivo é outro. Com o passar do tempo, vamos procurando melhorar a técnica para uma melhor execução e aproveitamento dos exercícios. Jornal Design | Quais são as limitações para iniciantes? MA | Variam de acordo com cada pessoa. Sabemos que para muitos existem limitações e essas sempre serão observadas e respeitadas. A prática só não é indicada para pessoas que possuem lesões específicas. Jornal Design | Quantas aulas por semana? MA | Nossa escola disponibiliza de três horários durante a semana, que é o ideal. Com essa carga horária, o aluno pode substituir a musculação sem precisar de uma aula complementar. Jornal Design | Quantas pessoas por turma? PL | No máximo 12.

Jornal Design 7


Tratamento quiroprático associado à prática do ballet

Ana Carolina Azevedo

por Kely Ana Mattei | Quiropraxista

A dança é considerada a arte mais antiga e remota, e dentre todas as existentes é a única que dispensa quaisquer tipos de materiais ou instrumentos, sendo classificada como intrínseca ao ser humano. A arte em questão é avaliada como uma forma de atividade e exige alto desempenho físico de quem a pratica. Ela colabora no desenvolvimento da sensualidade, musicalidade, percepção, coordenação, equilíbrio, tônus, lateralidade, noção espacial, ritmo, relaxamento e respiração. A prática de ballet clássico propõe exercícios bilaterais com equilíbrio simétrico, semelhante a alguns outros esportes. Deste modo, esse estilo de dança se torna não apenas uma arte, mas também uma condição atlética e como tal deve ser tratada. Buscando melhor desempenho, as bailarinas adotam uma postura alongada e constantemente ereta,

8 Jornal Design

que pode levar ao desenvolvimento de vícios posturais e alterações anatômicas, biomecânicas, morfológicas e físicas. A postura inadequada geralmente é aprendida e reforçada a partir de desequilíbrios nos tecidos moles que ocorrem com o tempo e provocam desconforto, dor e instalação de padrões de compensação. O aprimoramento das técnicas da dança clássica pode interferir nas curvaturas fisiológicas da coluna vertebral, especialmente na região lombar, promovendo hiperlordose em decorrência do gesto postural exacerbado de arqueamento da coluna toracolombar, repetido inúmeras vezes durante os ensaios coreográficos. As articulações inferiores como pés, joelhos e quadris também sofrem danos decorrentes do giro forçado, saltos e até da posição adaptada à sapatilha de ponta, o que aumenta as estatísticas de lesões nos membros inferiores em bailarinas clássicas.

Além dos cuidados permanentes com a postura e o preparo físico, as bailarinas também necessitam de cuidados com as articulações e a Quiropraxia tem se mostrado muito eficaz na prevenção de lesões, no aumento da mobilidade articular ao executar movimentos da dança e na redução de queixas álgicas (dores), tanto na coluna vertebral como nas demais articulações do corpo. O ideal é fazer uma avaliação com um profissional da área para detectar as subluxações (desalinhamentos) decorrentes da prática da dança, e se possível, manter uma constância nas sessões de ajustamento, principalmente em épocas de apresentações ou competições. Para informações sobre o tratamento quiroprático, entre em contato pelo e-mail kely_quiro@hotmail.com ou consulte o site da Associação Brasileira de Quiropraxia: www.quiropraxia.org.br.

vida


Ballet e musculação: um casamento eficiente por Sinara Gnoatto | Profissional de Educação Física - CREF 003574-G/RS Quem está com vontade de iniciar os primeiros passos no ballet clássico ou outra dança na idade adulta, ou está pensando em sair da aposentadoria, deve considerar a musculação como um aliado importante para um bom desempenho. Além de proteger as articulações, ela prepara os músculos para a nova atividade.

A Phantom ajuda você a compreender os principais grupos musculares envolvidos na dança e a importância de tê-los resistentes para brilhar nos palcos da vida. E, para quem continua na zona de conforto, achando que nada disso lhe serve, arrisque-se! Experimente novas atividades. Seu corpo e sua mente agradecerão.

Consulte nossa grade de horários Contato: 54 | 3055.4491 www.phantomacademia.com.br

A

Costas: Os músculos das costas são responsáveis pela postura ereta e perfeita da bailarina, o que é fundamental para o equilíbrio e execução dos passos do ballet.

H

A

H

Pés (musculatura intrínseca): responsáveis por esticar o pé do bailarino, e promover estabilidade quando totalmente apoiado no chão.

A

Ana Carolina Azevedo

Abdômen: Juntamente com os músculos das costas e do quadrilpromove um perfeito alinhamento (postura do bailarino). Costas e abdômen auxiliam num perfeito equilíbrioe execução precisa dos passos.Os músculos do abdômen participam dos movimentos de flexão, inclinação e rotação do tronco, bem como da respiração.

o

Coxa – isquiossurais: Após sustentar a perna à frente, os isquiossurais conduzem a perna para sua posição normal. Junto com o glúteo eles sustentam a perna em movimentos realizados para trás (extensão), além de flexionar a articulação do joelho (dobrar a perna). Junto com a panturrilha é responsável pela impulsão nos saltos.

vida

A A

Panturrilhas – tríceps sural: Músculo que permite subir sobre as pontas dos pés. Junto com os isquiossurais proporcionam o impulso para saltos.

Ombros: O conjunto de músculos que compõem o ombro possibilitam amplos movimentos, em todas as direções. Devido a grande amplitude e variedade de movimentos realizados pelos braços, os músculos dos ombros devem estar fortes para proporcionar estabilidade e proteger a saúde das articulações. Outra função importante dessa musculatura é manter braços firmes para manutenção das posições do ballet.

A

Quadril: Parte determinante no corpo de um bailarino. São os músculos do quadril que farão a rotação externa da coxa típica do ballet clássico (endehors), e permitirão o “encaixe” através dos glúteos, músculos abdominais, isquiossurais e os rotadores.

Coxa – quadríceps: Um dos músculos mais fortes do corpo. Eles são responsáveis por movimentos essenciais no ballet, principalmente os que sustentam a perna à frente ou ao lado (em endehors) comopassé, plié, grandplié. Também é do quadríceps a função de estender a articulação do joelho (esticar a perna).

Tornozelos: Os músculos dos tornozelos são responsáveis pela estabilização dos pés quando em meia-ponta ou ponta, impedindo o desequilíbrio lateral, principalmente quando em equilíbrio em apenas um dos pés. Juntos, os músculos do tornozelo, da panturrilha e do pé, mantém o pé da bailarina perfeitamente esticado.

Jornal Design 9


Divulgação

Usos do Whey Protein na culinarária Whey Protein é a proteína do soro do leite. A principal vantagem em usar este produto é devido ao seu valor biológico aumentado quando comparado a outras fontes de proteína. Ou seja, quanto maior o valor biológico, melhor será a absorção no organismo. Existem três tipos de Whey Protein: o concentrado, o isolado e o hidrolisado. A nutricionista Hailê Viganigo explica a diferença: o concentrado tem absorção em torno de 80% e, além das proteínas também possui carboidratos e lipídeos na sua composição. Também apresenta um valor mais acessível. O isolado tem absorção em torno de 90% e possui praticamente só proteína em sua composição (a quantidade de carboidratos é tão baixa que nem é considerada). Por fim, o hidrolisado tem absorção em torno de 95% e, através do processo de hidrólise, que é a quebra de moléculas, é digerido mais facilmente. Segundo a nutricionista, a principal utilização é para promover o aumento de massa muscular. Porém, o Whey Protein também pode ser utilizado para emagrecimento, visando apenas à perda de gordura e preservando a massa magra. “Geralmente, o melhor momento para utilização deste suplemento é no pós-treino. Contudo, isso pode variar de acordo com o objetivo do indivíduo e suas particularidades. Existem várias estratégias para garantir o melhor aproveitamento do Whey, por isso sempre consulte um nutricionista”, indica.

Pudim com leite proteico Ingredientes 10 colheres de sopa de leite em pó magro 7 colheres de sopa de adoçante em pó 3 ovos 40 gramas de whey com sabor neutro (baunilha, por exemplo) 300 ml de bebida vegetal (bebida de amêndoa, por exemplo) 1 colher de chá de aroma de baunilha Modo de preparo Bater todos os ingredientes no liquidificador. Dispor em pequenas formas de silicone ou em uma forma grande para pudim (se for preciso untar, melhor fazê-lo com óleo de coco). Levar ao forno em banho-maria por cerca de 1h20min a 160°, com um prato por cima para não queimar.

Panqueca de aveia com calda de Whey Protein Ingredientes Panqueca: 1 ovo 2 col. sopa de farelo de aveia 1 col. sopa de farinha de linhaça 1 col. chá de chia 1 col. chá de Xylitol Modo de preparo: Misture todos os ingredientes, coloque em uma frigideira antiaderente e leve ao fogo em fogo baixo até ficar consistente dos dois lados. Calda: 1 col. sopa de Whey Protein(o sabor da tua preferência) Água

Suplementos Alimentares, Artigos Esportivos e Roupas Fitness Av. Assis Brasil, 310 | Bento Gonçalves Fone: 54 | 3055.2620

10 Jornal Design

Modo de preparo: Misture a água com o Whey Protein. Coloque pouquíssima água para a calda não ficar muito mole.

vida


Divulgação

Emagrecer: desvendando o segredo por Letícia Bettinelli Carraro | Nutricionista A mudança no estilo de vida traz muitos pontos positivos para quem está disposto a isso. No quesito alimentação, existem muitos tabus em relação ao emagrecimento. Muitas pessoas desistem por imaginar que a reeducação alimentar envolve passar fome, privar-se de uma vida social ativa ou, pior, que é um processo muito demorado. O tempo para se obter os resultados no emagrecimento é muito variável. Porém, ainda que demore um pouco além do esperado, o importante é atingir um resultado. Quanto mais o começo da mudança alimentar for adiado, mais longe estará a perda de peso. A nutrição personalizada é capaz de realizar mudanças incríveis na vida das pessoas. A partir de téc-

nicas específicas e um cardápio personalizado, ocorre a organização da alimentação, sempre observando a individualidade e rotina de cada um. Com dedicação, é possível atingir o sonho de emagrecer sem a preocupação de ganhar peso novamente - o terrível efeito sanfona. Os depoimentos a seguir mostram o segredo do emagrecimento: dedicação e persistência. Cada uma dessas pessoas que confiou no meu trabalho e na nutrição de verdade encontrou o segredo para emagrecer. Hoje, elas estão satisfeitas, felizes e saudáveis. A estes pacientes e todos os outros que atingiram seus objetivos e àqueles que estão no caminho certo, meus parabéns pela escolha – a escolha de viver melhor.

“Quando estava com sobrepeso, estava sempre para baixo não sentia vontade de sair nem de me arrumar. Entrar em uma loja de roupas era algo raro, pois eu pensava que nada iria ficar bom ou me servir. Fazer uma simples caminhada já me deixava ofegante e cansada, não conseguia dormir direito nem trabalhar, estava sempre com os pés inchados e doendo. Hoje, com 26 quilos a menos, tenho qualidade de vida e minha autoestima renovada, sinto vontade de sair de casa e não me importo mais com longas caminhadas. Além de tudo, consigo ter uma noite de sono tranquila sem roncos e apneias. Perder peso fez com que eu me sinta mais feminina e feliz”. Marinez Locatelli

“Um cardápio equilibrado e balanceado, elaborado de acordo com as minhas necessidades, tornou possível atingir o emagrecimento de inimagináveis 27 quilos, até o momento. A verdadeira reeducação alimentar experimentada, além dos efeitos visivelmente perceptíveis, proporcionou inclusive o impulso que faltava para a descoberta do prazer da prática habitual de exercício físico, antes realizado de maneira forçada. Tudo sem qualquer privação. Muita dedicação, por óbvio, mas de forma supervisionada, gradual e contínua. Vale muito a pena!” Vinícius Ben

“A minha experiência com a nutrição foi muito gratificante. Tive que aprender a lutar contra os meus maus hábitos, fazendo uma reeducação alimentar. Desde fevereiro de 2014, emagreci 21 quilos e estou orgulhosa por cada etapa. Hoje tenho noção da importância de cada alimento e me sinto muito saudável e motivada. Muitas pessoas acham que fiz dieta, que sofri, mas na verdade como de tudo, até chocolate, mas de forma moderada. Os grandes trunfos para essa transformação acontecer é ter força de vontade e consciência de que a mudança será benéfica para o resto da sua vida”.

“Estava numa situação de que não conseguia mais amarrar os tênis. Sempre achei que mudar a alimentação seria difícil, mas era só uma questão de tentar. Ao começar a dieta, vi que nada era impossível e que não era tão difícil como imaginava, então alcancei o objetivo”. Anderson Masutti Sartor

Cinthia S. Freire Baggio

vida

Jornal Design 11


Os maravilhosos mistérios do vinho Aprenda com o especialista Jairo Monson algumas verdades ocultas sobre esse elixir da saúde Vem aí o Dia do Vinho, com duas semanas de programação na Serra, Campanha e capital gaúcha. De 22 de maio a 07 de junho, as vinícolas estarão em festa e o consumidor pode desfrutar mais do que imagina sem peso na consciência. Você ficaria surpreso em saber que um estilo de vida saudável inclui algumas doses diárias de vinho? É científico! Nenhuma substância na medicina foi mais estudada que o álcool e as conclusões são impactantes. Pesa a favor do vinho a quantidade altíssima de polifenóis, moléculas encontradas especialmente na semente e casca da uva, que carregam inúmeros benefícios à saúde e que são solúveis principalmente no álcool. Isso explica porque comer uva ou beber suco não tem o mesmo efeito de degustar um bom cálice de vinho. Os estudos do cardiologista Jairo Monson de Souza Filho tornaram-se referência sobre as virtudes terapêuticas dessa bebida milenar. Segundo ele, pessoas que consomem vinho moderada e regularmente adoecem menos do coração e morrem menos de doenças cardiocirculatórias. Há mais de 20 anos, Monson dedica de 10 a 20 horas semanais para pesquisas sobre o tema nos arquivos da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos. Durante alguns anos, o médico preferiu manter reservadas suas teses. Afinal, estimular o consumo de bebidas alcoólicas é, no mínimo, con-

troverso, apesar de nada recente. A primeira publicação científica sobre as propriedades do vinho foi feita pela Escola Médica de Londres em 1724, mas a medicina moderna só passou a defender abertamente seus benefícios a partir de 1992, com a publicação do Paradoxo Francês¹. Monson pontua que as bebidas alcoólicas são diferentes e se comportam de maneiras específicas no organismo, de modo que não se pode comparar o vinho a destilados ou cervejas. “O vinho tem mais benefícios e menos danos que as demais bebidas. Ainda assim, sempre procuro destacar que vinho não é vacina e não é remédio, mas uma bebida de incrível potencial, desde que acompanhado por alimentos e em doses adequadas”, destaca Jairo Monson. As mais de duas décadas de estudos do cardiologista sobre os benefícios do vinho agora podem ser compartilhadas por todos os enoapaixonados. No fim do ano passado, a editora Vinho&Cia lançou o livro “Vinho é Saúde! – 50 respostas para entender por que a bebida de Baco pode fazer bem”. São perguntas que todo mundo sempre quis fazer a um médico e com respostas claras e objetivas, ressaltando os benefícios do consumo moderado e regular do vinho. Na página ao lado, selecionamos algumas das questões curiosas abordadas pelo cardiologista.

¹ Essa tese reside na seguinte questão: por que os franceses, bons bebedores, famosos por gostar de foie gras, manteiga, queijos e de uma boa carne em geral, seriam, no entanto, três a quatro vezes menos vítimas de doenças cardiovasculares, apesar de fatores de risco clássicos elevados? O pai do paradoxo francês, Serge Renaud, comprovou cientificamente o consumo de vinho como um dos fatores de explicação, destacando que os franceses o fazem em quantidades moderadas e regulares, ao longo de refeições estruturadas.

12 Jornal Design

vida


O especialista responde Afinal, quanto é seguro beber? Dentre as cerca de mil substâncias conhecidas no vinho, existe apenas uma em quantidade suficiente para causar dano no organismo: o álcool. É ele quem vai determinar qual o limite seguro. A absorção de álcool sem a presença de alimentos no estômago é muito rápida e sobrecarrega as enzimas hepáticas. Por outro lado, a presença de alimentos no estômago retarda em muitas vezes esse processo. Não é o mais adequado considerarmos o volume de bebida para definir o limite seguro, já que as bebidas têm diferentes concentrações alcoólicas. É mais adequado avaliar a quantia de álcool, e isso é muito fácil conhecer: basta multiplicar o volume em mL pela graduação alcoólica da bebida e por 8, e depois dividir esse produto por 1.000. Ex.: 200 mL de um vinho com 13º GL de álcool têm 20,8 gramas de álcool porque (200 x 13 x 8) / 1.000 = 20,8.

*O consumo seguro é de 20 gramas de álcool para a maioria das mulheres e 30 gramas para a maioria dos homens. É verdade que vinho contribui para o emagrecimento? Sim, vários estudos encontraram efeitos favoráveis ao emagrecimento. Hoje já se sabe que a catequina (um polifenol abundante nos vinhos) diminui a absorção de gorduras pelo organismo. Isso é ótimo quando se quer emagrecer. O vinho também aumenta a sensibilidade da célula à ação da insulina. Este efeito favorece a queima dos carboidratos, dificultando o seu acúmulo, o que é extremamente favorável ao emagrecimento. Pessoas que bebem de um a dois copos de vinho por dia têm 27% menos obesidade. Associado a tudo isso está o fato de que as pessoas que bebem vinho regularmente comem melhor.

Vinho é Saúde! Jairo Monson de Souza Filho Editora Vinho&Cia R$ 70,00 Encomendas: edicao@jornalvinhoecia.com.br ou (11) 4192-2120

Uma receita nada convencional de vida saudável 1- Evitar a obesidade 2- Manter uma dieta saudável 3- Praticar exercícios físicos 4- Evitar o tabagismo 5- Consumir diariamente de um e meio a dois copos de bebida alcoólica

=

Risco de diabetes - 90% Risco de infarto - 87% Risco de AVC – 80%

vida

Divulgação

* Fonte: Mukamal, KJ et al. ArchIntern Med. 2006;166(19):2145-2150. Chiuve, SE er al. Circulation; 2008. 118:947-954. Stampfer, Ejet al. JAMA. 2000.343:16-22.

Jornal Design 13


Divulgação

Novas tecnologias inteligentes em aparelhos auditivos por Viviane Martins Scomazzon | Fonoaudióloga Como funcionam os aparelhos auditivos inteligentes Há mais de 500 milhões de pessoas com perda auditiva no mundo. Para o ano de 2015, há uma estimativa que esse número suba para 700 milhões. O principal motivo para este aumento é que estamos expostos a uma grande quantidade de ruídos ao nosso redor. É um preconceito afirmar que a perda auditiva afeta somente pessoas da terceira idade. Sabe-se que 50% das pessoas com perda auditiva estão abaixo dos 65 anos de idade e muitos são crianças e adolescentes. Após ter realizado a avaliação otorrinolaringológica e audiológica completa, se um paciente tiver a indicação do uso de aparelhos auditivos, é importante saber que já existem “aparelhos auditivos inteligentes”. Essa novidade foi apresentada no Congresso da Academia Americana de Audiologia, no Texas – evento do qual participei no último mês de março. Muitas vezes, a diminuição da audição se estende ao longo dos anos, o que não significa que a perda auditiva deva ser aceita passivamente, já que afeta a qualidade de vida, a autoestima e a comunicação com a família e amigos. Hoje em dia, com modernas tecnologias nos aparelhos auditivos e nos implantes cocleares, todo deficiente auditivo pode obter benefícios significativos e viver mais feliz.

- Eles analisam constantemente o ambiente para determinar o programa ideal para a situação em que o usuário se encontra, como um supermercado, uma biblioteca, um parque de diversão ou um escritório; - Eles automaticamente focam naquilo que o usuário quer ouvir, através dos ajustes de microfones direcionais. Por exemplo, em um restaurante, o usuário quer escutar seus amigos e familiares e não os demais ruídos; - Eles colocam o usuário no controle, através do uso de minúsculos controles remotos que possibilitam ajustar o aparelho de acordo com o ambiente sonoro que o usuário se encontra. Algumas empresas já estão desenvolvendo aparelhos inteligentes que se ajustam através de smartphones, podendo ouvir música no iTunes ou pareá-lo com a televisão para assistir filmes no Netflix; - Eles usam a tecnologia bluetooth para se transformarem em fones de ouvido sem fio e usam da conectividade interaural para receber comandos de ajustes ao mesmo tempo. Essa tecnologia tenta imitar como o cérebro ouve naturalmente, recebendo ao mesmo tempo o som binaural.

ANA PAULA SONAGLIO KÉTLIN BORDIN MANFROI Psiquiatria de Adultos e Adolescentes Psicóloga

Quando procurar uma avaliação fonoaudiológica para as crianças - Quando demora a começar a falar; - Quando fala poucas palavras, não estrutura frases; - Quando troca muitos sons na fala; - Quando apresenta dificuldade com o “r” após os quatro anos de idade; - Quando começa a gaguejar; - Quando a voz estiver rouca por um tempo superior a 15 dias; - Quando estiver respirando pela boca; - Quando apresenta dificuldades de aprendizagem; - E sempre que houver dúvidas sobre a comunicação. Renata Veronese, fonoaudióloga

TUANI BERTAMONI Psicóloga

Psiquiatra - CREMERS 32669/RQE 26272 Psiquiatria Clínica e Psicoterapia de Orientação Analítica

Psicoterapia de Orientação Psicanalítica de crianças, adolescentes e adultos.

Psicoterapia Cognitiva Comportamental para Adultos e Adolescentes

BRUNA TANSINI Fisioterapeuta

LETÍCIA BETTINELLI CARRARO Nutricionista

VIVIANE MARTINS SCOMAZZON Fonoaudióloga Especialista em Audiologia Clínica Adaptação e Indicação de Prótese Auditiva

CREFITO 114.137-F Estúdio de Pilates / TRX

Especialista em Nutrição Clínica Personalizada

ELIZABETH R. MENEGUZZI Pediatra

MONICA VAGLIATI Psicóloga

Médica Intensivista Pediátrica

JULIANA SACCOL MARTINS Fisioterapeuta

CREFITO 5-17.854-F Reabilitação Infantil e Adulto Reeducação Postural Global- RPG Intervenção Precoce Bebês 14 Jornal Design

Psicoterapia Cognitivo Comportamental de crianças, adolescentes e adultos.

NATALIA MAFACIOLI MARIN Coach de vida e carreira RENATA VERONESE Fonoaudióloga Infantil CRFa 9399/RS

Rua Olavo Bilac, 633 | Bairro Cidade Alta | 54 3453.6682 | BG vida


casa

Jornal Design 15


CASA

ISaloni surpreende com elegante simplicidade

Divulgação

Amenizado o furacão da crise europeia, as principais potências do design mundial voltaram a surpreender em Milão. O Salão Internacional do Móvel, que nos dois últimos anos trouxe estandes mais tímidos e apresentou muitos relançamentos, dessa vez impactou pelo ineditismo de sua simplicidade. Os 24 pavilhões do Isaloni, diversos FuoriSalones e as lojas de móveis e moda apostaram em projetos agradáveis ao olhar. O color block do passado deu espaço a uma cartela apastelada com tons neutros, do nude aos amendoados e acinzentados. Nuances claras de azul, verde e marsala formaram um leque de cores delicadas. As estampas também perderam espaço para as texturas, com muitos capitonês e matelassês. A exceção fica por conta de tie dies e do hit pied de poule, em diferentes cores e escalas. A designer Marta Manente, que há 12 anos peregrina pelos corredores do ISaloni, aponta outras mu-

Poliform, poltrona Mad King

Giorgetti Atelier

NAS COMPRAS A PARTIR DE R$ 8 MIL EM MÓVEIS, VOCÊ LEVA PARA CASA UM PRODUTO ACESSE E SAIBA MAIS: www.promocaobartzen.com.br Aproveite! 16 Jornal Design

Rua 13 de Maio, 675/sala 101 – Centro Bento Gonçalves – RS | (54) 3452.8705 comercial.infinitty@hotmail.com facebook.com/infinitty.bartzen

www.bartzen.com.br

casa


Desiree, sofá Nathan

Instalação da Kartell no ISaloni

danças que certamente ecoarão no Brasil brevemente. Segundo ela, tudo caminha para um minimalismo que, intencionalmente, volta às raízes familiares. O apelo emocional está presente no uso de fibras naturais, como o algodão e o linho, e nos trabalhos que remetem ao manual, embora totalmente mecanizados, como acabamento de estofados do tipo alinhavo. “As lacas brilhantes permanecem e se misturam com revestimentos foscos e madeirados com poros bem marcados e naturais”, descreve. Marcas como Kartell e Giorgetti Atelier apostaram no impacto do mármore, que aparece, inclusive, como revestimento de paredes. O dourado entra em cena em longilíneos pés em mesas de centro e aparadores. As poltronas com espaldar elevado ressurgem, numa cena aristocrática que também inclui muitos pufes. “Naturais ou artificiais, as pedras estavam em tampos de mesas, mesinhas de centro e lateral, criados mudos, balcões de buffet, portas de móveis e até mesmo nas paredes”, conclui.

casa

Valdichienti, poltrona com pufe

Poliform, cadeira Ipanema

Jornal Design 17


Giro do Design Milão

Cizeta, cadeira Aston www.cizetasedie.it Flou, mesas Olivier www.flou.it

Diesel e Seletti | Cosmic Dinner www.seletti.it/diesel

Divulgação

Deesawat, Nest Tree www.deesawat.com

Kartell, mesa Braque www.kartell.com

18 Jornal Design

Brunno Jahara, linha Contemporâneos www.brunnojahara.com

Xedra, cadeira X Gren www.xedra.eu

casa


O clamor pelo design autêntico por Juliana Desconsi | Designer

casa

caminho real para o fomento dos negócios. Com o design autêntico, os móveis têm uma grande qualidade construtiva, aliada a dos materiais e componentes. E a maior contribuição está nas soluções oferecidas, mostrando-se como uma atividade cotidiana pode ser mais prática com os móveis pensados em cada detalhe de uso do usuário. Para o setor moveleiro, é primordial entender e reconhecer que os móveis inteligentes ganham cada vez mais espaço e, assim, a proposta dessas novas criações está diretamente ligada aos mais recentes estilos de vida. Dessa forma, o mobiliário contribui de uma forma compacta com a demanda dessa realidade. Atento a esse movimento, o design é a estratégia mais segura e inteligente para que a empresa construa um trabalho inovador e original, pautado pela diferenciação. Pensar em design pode ser mais do que argumento competitivo: em um mercado em transição, o design é significado de experiência para o cliente.

Divulgação

No ritmo crescente da modernidade, esperamos encontrar o novo em tudo. A expectativa por algo que nos surpreenda verdadeiramente é um episódio em aceleração e permanente. Essa sede pela inovação e diferenciação é constante em todos os setores – e ainda mais explícita quando falamos do mercado de móveis e acessórios. Nessa corrida frenética que exige a apresentação constante de novos produtos e conquistar o público, muitas empresas identificam como saída a reprodução de ícones já consagrados do mercado internacional e nacional, sem análise sobre sua aplicabilidade à realidade local e ao perfil do público alvo consumidor. Na lógica de consumo, apenas o que é verdadeiramente diferenciado se destaca, pois valorizamos o que é exclusivo. Mais do que modificar a forma e o conceito do que já é usual, o design é um fator evidente para o processo de oferta e procura dos produtos. Para contornar o cenário, o design se torna algo necessário, um

Legenda das fotos: Nova coleção de móveis desenvolvida pela Intervento, para a Sademi, mostra como a originalidade no design resulta em produtos realmente inovadores e com potencial competitivo perante o mercado e atrativo junto ao consumidor

Jornal Design 19


Design brasileiro tipo exportação Ana Carolina Azevedo

Projeto Orchestra Brasil apresenta coleção criada por 18 designers exclusivamente para o mercado norte-americano

Nos últimos seis meses, consultores norte-americanos ampararam o processo de criação dos designers do projeto

A equipe do Projeto Orchestra Brasil, uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e o Sindmóveis Bento Gonçalves que promove as exportações de fornecedores da indústria moveleira, concluiu a seleção de projetos de designers brasileiros que vão compor uma coleção destinada à promoção da diversidade

dos designers de moveis brasileiros no mercado de Nova York. Denominada Design Challenge, essa ação de posicionamento contou com o suporte de três consultores norte-americanos e vinha sendo desenvolvida desde o ano passado, resultando em uma coleção composta por 44 produtos de 18 designers. O objetivo dessa ação era proporcionar experiência aos designers no desenvolvimento de produtos adequados às preferências do consumidor dos Estados Unidos, mas capazes de expressar o design brasileiro. A dinâmica foi semelhante a um concurso, em que os designers integrantes do Projeto Orchestra Brasil se inscreveram e tiveram prazo para criar projetos de mobiliário com design contemporâneo. O presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio, explica que o intuito era desenvolver uma identidade de marca e ampliar a percepção mundial do design brasileiro. “O papel do Sindmóveis e da Apex-Brasil é ajudar a desenvolver um modelo de negócio viável e sustentável para os designers”, afirma. Os consultores contratados para acompanhar a ação e selecionar os finalistas são especializados em estratégia internacional, desenvolvimento de produtos e adequação ao mercado. A consultora Alison Littman, que trabalha com marcas de varejo e atacado, explica que, embora os americanos não tenham muito conhecimento sobre o design brasileiro, o mercado gosta

da cultura e imediatamente espera uma experiência positiva e colorida em se tratando de Brasil. Segundo ela, nos Estados Unidos há uma grande demanda de design contemporâneo e as pessoas estão procurando algo original e significativo. “Esse projeto não oferece apenas um aumento da exposição nos Estados Unidos, mas no mercado global, abrindo oportunidades para mostrar que o Brasil tem uma comunidade de design madura,cuja sensibilidade deriva de raízes clássicas e europeias”, sintetiza. O Design Challenge integra o plano de negócios criado pelo Orchestra Brasil para a inserção competitiva do design brasileiro no mercado norte-americano. Como próxima etapa, os consultores contratados acompanharão os designers do projeto, agora prestando consultoria individual para a prospecção de oportunidades de negócios, com assessoria para licenciamento e abordagem a canais de vendas nos Estados Unidos. O Projeto Orchestra Brasil existe desde 2006 e promove a inserção competitiva de fornecedoras do setor moveleiro no mercado internacional. Destinado a fabricantes de acabamentos, acessórios, ferramentas, máquinas, matérias-primas, químicos e tecnologia, a partir 2012 incluiu também os serviços de design. Atualmente, participam dessa ação 73 indústrias e 50 estúdios de design de todo o Brasil.

Estúdios selecionados para a coleção Alfio Lisi Bernardo Senna Bold Edu Bortolai Eulália Anselmo Fix Design Galinna Visentini Girona Indio Da Costa | A.U.D.T Lattoog LEO Romano Mameluca Marta Manente Marton NDT Projeto3 Quadrante Design Sergio Fahrer Sergio Fahrer

Rogério Silveira

Bernardo Senna

Indio Da Costa | A.U.D.T 20 Jornal Design

Marta Manente

casa


Parking Day: cara nova para o Centro de Bento Gonçalves Divulgação

Com bancos em vagas de carro, parklet instalado pela AEARV promove a democracia dos espaços e a qualidade de vida

Direito urbano ambiental: um debate multidisciplinar sobre a cidade

Em um primeiro olhar, a ideia parece ser bastante simples: uma área de vivência e interação, com bancos e plantas sobre a grama, formam uma minipraça em um local destinado para carros. Com mais atenção, é possível perceber que o conceito do “parklet” vai além, promovendo um debate construtivo sobre o uso e democratização dos espaços urbanos. A ideia, importada dos Estados Unidos, chegou pela primeira vez em Bento Gonçalves através da iniciativa da Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos. A intervenção pioneira no município ganha o nome de Parking Day, transformando a paisagem da rua Cândido Costa, no Centro da cidade. Ao renovar a proposta conceitual das áreas coletivas, a ação convidou a comunidade a fazer uma pausa na rotina e valorizar os momentos de integração. “O Parking Day teve o objetivo de aproveitar o potencial do município, convidando a comunidade para uma experiência única que é o exercício de pensar novas formas de uso para as áreas comuns, fugindo de sua funcionalidade habitual para criar oportunidades e vivências saudáveis e diferenciadas em meio a rotina”, explica o presidente da Associação dos Engenheiros

Arquitetos e Agrônomos da Região dos Vinhedos, Vinicius Peruffo. De acordo com o presidente da AEARV, a aplicação da proposta é ainda mais expressiva diante do momento pelo qual passa o município, com revisões de seu Plano Diretor e discussão de melhorias na mobilidade urbana. “Democratizar a rua e os espaços é fundamental para o desenvolvimento da nossa cidade. Queremos movimentar cada vez mais a cidade a fim de discutir o uso do espaço urbano e a sua importância. Tivemos uma excelente aceitação da comunidade e vamos buscar repetir a ação em breve também em outros pontos de Bento Gonçalves”, afirma Peruffo. O Parking Day tem origem no Parklet, uma intervenção urbana temporária que, através de extensões temporárias de calçada, melhora a paisagem urbana, permitindo que a comunidade construa seu próprio espaço de convívio. O Parklet faz uma brincadeira com o ato de estacionar (“parking”, em inglês) e parques (parks). No Brasil, o conceito de Parklet começou em São Paulo pela primeira vez em 2012. Em Bento Gonçalves, o Parking Day ficou disponível para a comunidade durante dez dias.

O compromisso da AEARV de colocar na pauta de debates soluções capazes de agregar mais qualidade de vida à comunidade perpassa, também, pelas atividades de formação e atualização dos profissionais do segmento – munindo-os do conhecimento necessário para propor mudanças relevantes e pertinentes. A promoção da palestra “Direito Urbano Ambiental – tendências contemporâneas na doutrina e na jurisprudência”, realizada no dia 08 de abril, está entre os exemplos dessas ações. Ministrada pela procuradora de Porto Alegre, Vanêsca Buzelato Prestes, reuniu engenheiros, arquitetos, administradores públicos e advogados no dia 8 de abril, no Hotel Dall’Onder Vittória em Bento Gonçalves. De acordo com o presidente da AEARV, Vinicius Peruffo, a iniciativa faz parte de um conjunto de ações estabelecidas pela entidade para contribuir com as políticas municipais de desenvolvimento. “Reunir profissionais com diferentes pontos de vista e opiniões é fundamental para fundamentarmos um debate construtivo ao que se refere a mobilidade e planejamento urbano de Bento Gonçalves”, destaca. Entre os temas amplos abordados pela procuradora, destaque para Patrimônio Histórico Cultural, Parcelamento de Solo, Estatuto da Cidade, as Competências Municipais – todos com enfoque nos conceitos relevantes da jurisprudência atual. Doutoranda in Forme Dell’evoluzione del diritto Università del Salento/Itália, Vanêsca Buzelato é Mestre em direito PUC/RS e professora convidada de diversos cursos de especialização em Direito Ambiental, Urbano-ambiental e Municipal. A representatividade da entidade junto a diversos conselhos municipais faz com que a Associação esteja presente, também, em ações que englobem o acompanhamento da revisão do Plano Diretor de Bento Gonçalves e os contornos do plano de mobilidade do município. Integrantes da entidade participam, no dia 19 de maio, de Audiência Pública sobre o tema, na Casa das Artes.

Seu Banho no clima perfeito

Água quente a qualquer hora do dia. A Sole traz para você as melhores soluções em Aquecedores a Gás e Aquecimento Solar para deixar seu banho sempre agradável.

soleaquecimento.com.br Rua Pedro Rosa, 327 . Progresso . Bento Gonçalves . RS Fone 54 3452.0333 . 54 3452.0999

nossa obra

Jornal Design 21


Apartamento para dois: a perfeita simbiose entre conforto e inteligência

Na sala, o grande pedido era ocultar os fios e aparelhos eletrônicos. A lareira abastecida por pellets pode ser acionada remotamente, assim como as cortinas e o ar condicionado

A união de um dormitório à suíte possibilitou a criação de um closet atendendo aos desejos de cada um. Quarto e closet estão separados por portas de correr, otimizando o uso do ar condicionado A área de churrasqueira e cozinha é integrada por uma bancada alta, onde foram colocados gavetões para manter a organização

22 Jornal Design

condicionado, baixar persianas. Enfim, ao toque de um botão, o ambiente fica preparado para o casal ver um filme, por exemplo”, destaca. Renan Vasques, da Moderna Automação, explica que a automação está presente, sobretudo, no living e na suíte do casal. A área social recebeu um home cinema 5.1 com caixas embutidas no teto para não interferir na decoração. O móvel projetado sob medida esconde os equipamentos de áudio e vídeo, além da sonorização ambiente. “O projeto de automação centraliza os controles de iluminação, cortinas, TV, DVD, som ambiente, ar condicionado e lareira automática para o smartphone, com telas intuitivas e práticas”, ressalta. Na suíte, a solução para o aproveitamento máximo do espaço e armários foi o flap de TV, que mantém o ambiente visualmente limpo. A praticidade desse dispositivo e sua angulação negativa quando aberto são ideais para quem gosta de assistir TV deitado na cama. O truque de mestre do apartamento é o multissensor de luminância, temperatura e presença que manda avisos para o celular dos moradores quando as luzes forem esquecidas ligadas; fecha as cortinas quando a luz solar ou a temperatura aumenta demais; e liga a lareira automática nos dias muito frios. Um sensor de fogo e fumaça garante a segurança do casal.

Jornal Design

Para iniciar a vida a dois, o jovem casal precisava de um apartamento prático, de fácil manutenção e aconchegante tanto para os momentos íntimos quanto para receber bons amigos. O resultado foi uma mistura eficaz de conforto, funcionalidade e tecnologia, com um projeto da arquiteta Sabrine Coppini Geimba em parceria com a Moderna Automação Residencial. O primeiro passo do projeto foi dar amplitude ao imóvel de 140 metros quadrados, integrando a sala, cozinha e área de churrasqueira e transformando um dos três quartos em closet integrado à suíte principal. O banho da suíte também passou por uma ampliação de alguns centímetros para comodidade do casal. A automação entra nesse projeto para conferir ainda mais conforto à residência, além de segurança e rapidez no uso dos espaços. A automação é um investimento útil e que resolve muitos pequenos imprevistos, como uma persiana esquecida aberta, por exemplo. A arquiteta Sabrine Geimba destaca, também, que os dispositivos instalados permitem aos moradores encontrar a casa resfriada ou aquecida ao chegar do trabalho. Além disso, a automação dá alma à casa, criando diferentes cenas de acordo com o desejo do casal. “Podemos diminuir a intensidade da luz, ligar a tv, as caixas de som, o ar

casa


Divulgação

Studio Nil: ambientes marcantes em residências e empresas

O desenvolvimento de ambientes comerciais, como essa loja de rupas, deve ser pautado pelo marketing e o merchandising, valorizando o espaço e o produto

Entregar ambientes residenciais e corporativos decorados com criatividade, inovação e adequação é a marca dos serviços prestados pela Studio Nil. Em caso de projetos mais ambiciosos, com a mesma competência e qualidade são feitas interferências arquitetônicas e construtivas. Os serviços são prestados de forma completa, do projeto à entrega do ambiente finalizado, com todos os detalhes de acabamento, pronto para ser habitado. O cliente pode participar ativamente das soluções e, acima de tudo, pode ter toda a confiança para “deixar a chave na mão” da equipe Studio Nil. Nessa cozinha, a mistura de materiais reflete o perfil moderno do cliente. Lâminas de Jacarandá conversam com a combinação de pastilhas e a sobriedade do tampo em Silestone branco

casa

Jornal Design 23


Jeferson Soldi

Bentec, rumo aos 40!

Na década de 1970, tomava corpo em Bento Gonçalves o primeiro polo moveleiro do país, com o surgimento de muitas novas empresas a partir da implantação da produção em série. Dezenas de pequenas indústrias surgiram nesse período, em que o associativismo dos empresários já estruturava também uma associação para defesa dos interesses da indústria e uma pequena mostra da produção local: o que hoje são o Sindmóveis e a Movelsul Brasil. Da sociedade entre a empresa Todeschini e a Vinícola Salgado, das famílias Bedenetti e Tecchio, nasce a Bentec, em 1976. A parceria durou alguns anos até que a Todeschini se retirou da sociedade e as famílias assumiram a gestão da empresa. O consumo de móveis, àquela época, passava por uma verdadeira revolução. A cozinha, que até então era território proibido às visitas, ganha lugar na casa com uma explosão de cores. Os laminados fazem sucesso absoluto e a cozinha vermelha torna-se desejo de todo recém-casado. Aproveitando esse momento ímpar, a Bentec produz a todo vapor pias em concreto com revestimento laminado e acabamento em inox. Com o fortalecimento da fábrica, a empresa pôde evoluir as linhas de produção, passando a fabricar seus próprios balcões e armários seriados. Com o inox sobressalente da produção de pias, a Bentec passou a desenvolver pequenos utensílios – bandejas, baixelas e travessas. Naturalmente, a empresa passou a produzir móveis componíveis a partir da década de 1980, já com o desenvolvimento de projetos levando em conta a arquitetura da residência – o que, anos mais tarde, daria origem ao mobiliário planejado. O sócio Roberto Benedetti exalta a trajetória da Bentec, que atualmente é uma das indústrias mais consolidadas no mercado brasileiro de móveis planejados, com 60 lojas exclusivas em todo o país. Ele revela que nem sempre foi tranquilo manter os níveis de cresci24 Jornal Design

mento da empresa diante das inúmeras mudanças de moeda, plano econômico e dos índices de inflação e deflação enfrentados nessa trajetória. A consolidação da Bentec só foi possível graças ao direcionamento linear de investimentos tanto para os produtos quanto para o desenvolvimento das equipes. “O respeito e o compromisso com as pessoas que aqui trabalham, com os fornecedores e clientes são valores que integram a missão Bentec”, ressalta. O planejamento da Bentec para esse ano que antecede as comemorações de quatro décadas prioriza o fortalecimento da rede de lojas e sua integração com a indústria – trabalho que está sendo conduzido pelo executivo Roberto Ruaro, novo diretor comercial. Um dos lançamentos em que a empresa investiu recentemente e que já está disponível para o consumidor é a linha Light, uma seleção de padrões e modulações simplificados para acessar o consumidor do primeiro planejado. “A grande transformação da Bentec está acontecendo na área comercial, com a designação de gerentes para diferentes áreas e expansão posicionada da rede de lojas. Naturalmente, sem esquecermos também os processos produtivos e demais processos da empresa, que passaram por uma revisão e otimização completa”, explica o diretor superintendente, João Paulo Pompermayer. O processo gradativo de sucessão também faz parte da nova fase da Bentec, com a implantação da governança corporativa, a profissionalização da diretoria e criação de um conselho, inclusive com consultores externos que estão dando suporte à transição. O trabalho do Núcleo de Atualização de Tendências também vem contribuindo para a coesão da rede – pois, além do desenvolvimento de produtos, planeja e promove os projetos de ambientação das lojas. A revisão dos processos entra nesse momento como estratégia para perpetuação da marca.

Visão de futuro - Rede de lojas sólidas e integradas à indústria; - Vocação para servir; - Ousadia para ir além; - Pré-disposição e agilidade na mudança; - Tecnologia e inovação; - Pessoas respeitadas, valorizadas e comprometidas; - Garantia ao acordado; - Desenvolvimento sustentável; - Lucro como garantia de perpetuação.

casa


casa

Jornal Design 25


A automação cada vez mais intuitiva e simples de lidar

Soluções modernas que vão mudar a casa: - Programe timers para funções e horários específicos, assista as câmeras em tempo real a partir de seu tablet ou qualquer computador; - Crie soluções simples para facilitar o dia a dia e reduzir o custo de mão de obra e gastos energéticos. Inúmeras construtoras já incorporaram essas soluções em seus projetos; - Para ambientes comerciais, conforto e praticidade para os clientes; segurança e economia para seu empreendimento. Para projetos de hotel, garanta um ambiente aconchegante pré-programados para cada hóspede.

26 Jornal Design

conforto, economia e segurança”, pontua o empresário Fábio Studzinki. Para minimizar os gastos de energia da empresa ou residência, a Sweet Home oferece um sistema de controle energético com total gerenciamento sobre o gasto por setor do imóvel, sobre o uso fantasma de energia e sobre a quantidade de carbono emitido. “Todos nossos sistemas são controlados por celular e também por tablets e computadores. Além disso, a empresa oferece ao cliente opções de sistema que não exigem mudanças na estrutura já instalada. Temos soluções que não envolvem reformas na estrutura da residência”, detalha Studzinki.

Divulgação

Eficiência e comandos intuitivos são palavras de ordem na nova geração de dispositivos para automação residencial e comercial. Muito mais que comodidade, essas soluções modernas são dirigidas à segurança do imóvel e redução do desperdício energético. A Sweet Home vem investindo cada vez mais em ferramentas intuitivas e práticas para reduzir os custos de instalação e minimizar prazos. Com sua nova marca para automação, Flex, a Sweet Home está levando ao mercado produtos fáceis de instalar, com interfaces intuitivas, de baixo custo e, principalmente, flexíveis. “A tecnologia Wireless Z-Wave é uma opção ideal para quem busca baixo investimento,

casa


Arquivo Pessoal

Artelana, trazendo histórias do mundo para seus parceiros e clientes A Artelana trouxe aos convidados a experiência europeia de conquistar clientes com histórias marcantes

Com maestria, o chocolatier Patrick Roger cria uma experiência gourmet

As criações de Roger com chocolate se aproximam da arte

casa

O workshop “Cool Tips Europa 2015”, uma iniciativa da Luxaflex® juntamente com a empresa de consultoria Sensorial Dezoito, foi uma viagem realizada pela Europa centrada nos pilares do emocional branding e do storytelling envolvendo experiências e aprendizagem que de Paris, Stuttgart e Amsterdã tornaram-se insights para o evento que aconteceu na Artelana. O poder de contar histórias impulsiona as inovações e as criações em todos os segmentos. O grande sucesso encontra-se quando conseguimos conectar a história do nosso negócio com a do cliente. Em Paris, Isabelle Pellas discorreu a história da Hermès de forma apaixonante. A sofisticada marca de bolsas francesa começou sua história em 1837 quando um seleiro Thierry Hermès abriu uma pequena oficina em Paris onde vendia acessórios em couro, como: selas, rédeas e estribos. Com o tempo, os produtos evoluíram, porém a forma artesanal de trabalhar o couro e a costura com perfeição é a mesma do século 18. Quando a história é contada é que se percebe o real valor da marca. Criar uma experiência de compra é algo que os europeus fazem com maestria. Cada interação é uma oportunidade de criar imagenseo resultado destas inúmeras interações vai definir como foi a experiência de compra. O chocolatier Patrick Roger faz esculturas monumentais em chocolate comestível, como uma galeria de arte. Patrick transforma o chocolate em um mundo de aroma e sabor. A delicadeza dos sabores, a combinação das texturas aliada à estética sublime das suas criações, fazem do mundo gourmet de Patrick Roger, uma fascinante experiência de compra. Do roteiro realizado pela Europa, destacamos também algumas marcas, como: Mercedes Benz, Porschem, Heinecken, Moooi, Gassan Diamonds, CireTrudon, que também trabalham com a emoção, deixando sempre a apresentação do produto para o “grandfinale”. Assim, trouxemos um pouco da nossa experiência para os profissionais que estiveram presentes na agradável manhã, na Artelana.

Na fábrica da Hunter Douglas Luxaflex, na Alemanha, a Artelana conheceu o processo de produção de cortinas e persianas Luxaflex

Em Paris, a Artelana conheceu por dentro a lendária marca de bolsas e acessórios Hermès

A Hermès trabalha com excelência e conseguiu transformar seus produtos em objetos de desejo em todo mundo

Jornal Design 27


Portobello Shop, explorando conceitos essenciais da arquitetura Jornal Design

O franqueado da Portobello Shop em Bento Gonçalves, Natalino Conci, e o coordenador de relacionamento, Gustavo Mantese, acompanharam o grupo de arquitetos durante visita à fábrica da Portobello

A Portobello Shop recebeu em grande estilo arquitetos da região em sua fábrica, na cidade catarinense de Tijucas. Acompanhados pelo franqueado da Portobello Shop em Bento Gonçalves, Natalino Conci, os profissionais conheceram todo o processo de produção da empresa e os benefícios do Programa Ser Portobello Shop, programa de relacionamento com Especificadores que, neste ano, possui um novo pacote de benefícios, com 10 categorias de prêmios, serviços e reconhecimentos. Com o maior parque fabril concentrado das Américas, a Portobello é trend quando o assunto é porcelanatos, pisos e revestimentos. Com capacidade produtiva beirando os 30 milhões de metros quadrados ao ano, a indústria não apenas conta com um arranjo produtivo ininterrupto, mas também com um projeto arrojado de entrega, que prevê a construção de centros de distribuição até o ano que vem. As coleções da Portobello refletem sempre macro e microtendências, o que nessa temporada remete à natureza, a um estilo de vida saudável e à reutilização de materiais. O gerente de design e desenvolvimento da Portobello, Stefano Galli, explica que a empresa desenvolve revestimentos em madeira, cerâmica, mármore, concreto e outros

materiais sintéticos. “Nessa coleção, pudemos abordar uma face arrojada e inovadora dos materiais essenciais à arquitetura, como formatos e tonalidades surpreendentes, com muitos aspectos atemporais”, define. Um dos conceitos explorados pela Portobello é o uso de relevos para criar superfícies tridimensionais interpretando formas naturais. Destaque especial para a coleção de cobogós com duas linhas: a Studio Craft, que apresenta diferentes desenhos em uma opção mais rústica, e a Planalto Central, com cobogós esmaltados coloridos, numa versão mais moderna desse tipo de elemento da decoração. A Portobello Shop, maior rede em porcelanatos e revestimentos exclusivos do Brasil, conta com mais de 130 lojas, sendo seis lojas próprias, localizadas em todas as regiões do Brasil, operadas por mais de 90 franqueados. O gerente comercial nacional da Portobello Shop, Caio Bizarria, destaca que a Portobello Shop não vende apenas produtos, mas soluções em serviço para otimizar o tempo de obra e economizar recursos. Todas as unidades contam com profissionais capacitados para medir e quantificar as medidas exatas de revestimentos necessários para a obra, determinar a necessidade de cortes especiais e programar a entrega.

Arquitetos extravasaram sua criatividade customizando as camisetas da Portobello Shop especialmente para a ocasião

O grupo acompanhou todo o processo produtivo da indústria, que funciona 24 horas por dia nos 365 dias do ano

28 Jornal Design

Designer da Portobello há mais de 10 anos, Stefano Galli

Caio Bizarria, gerente comercial nacional da Portobello Shop

casa


C

M

Y

M

Y

Y

MY

K

casa

Jornal Design 29


ESTILO

Quando nasce uma noiva, o amor de mãe fica ainda mais cúmplice

Studio Dal Monte

Quando as cortinas do provador se abriram e Elizete viu a primogênita vestida de noiva pela primeira vez, a emoção se confundiu com o sentimento de dever cumprido. Juntas na vida, no trabalho e na mesma casa, ela e Clarissa têm o laço genuíno de amizade que qualquer mãe adoraria ter com a sua prole. Diante da mãe, um filme recriou lembranças tristes e felizes, mas todas recompensadoras. Depois de meses preparando cada detalhe junto da filha, o grande dia chegou: o começo de outra linda história que passa a ser escrita por Clarissa e Renato. A psicóloga Caroline Martini Kraid Pereira, conselheira do Conselho Regional de Psicologia, explica que a união entre mãe e filha, ou mesma a falta dela, ganha novos significados durante a vida. No começo, existe a responsabilidade direta de uma em relação à outra. Com o amadurecimento da filha, a relação pode se tornar de amizade e parceria, como a de Elizete e Clarissa. “Mãe e filha adultas, vivendo situações felizes ou desafiadoras, podem se auxiliar mutuamente, criando uma relação de fortalecimento e com menos julgamentos”, pontua.

30 Jornal Design

Um laço que se multiplica Com apartamento comprado e praticamente pronto para morar, a gerente financeira Clarissa Custodio já ensaiava a saída de casa quando foi pedida em casa-

estilo


Clarissa, a mãe Elizete e a irmã Ana Paula: laços fortes que inspiram

mento. A irmã mais nova já havia se casado e, no apartamento da família, moravam apenas ela e a mãe. Mais de uma vez, a noiva se pegou angustiada sobre a nova etapa, ainda que as duas trabalhem juntas diariamente. “Minha mãe lidou muito melhor que eu com esse processo de mudança. Senti como se estivesse deixando um pedaço para trás. A ruptura é difícil porque ela é meu maior espelho e fonte de inspiração”, emociona-se Clarissa. Ter filhos ainda é um plano futuro, mas Clarissa já projeta trilhar os mesmos caminhos da mãe. “Ela sempre ajeita as coisas quando parece que nada vai dar certo e contorna todas as situações. Vejo claramente que ela criou a mim e minha irmã para sermos pessoas corretas e quero conseguir transmitir esses princípios aos meus filhos”, conta. Os laços entre mãe e filha são sociais, não naturais, já que nem toda mulher deseja ser mãe, nem toda família tem consanguinidade e nem todo o filho nasce da barriga da mãe. A psicologia entende que esse laço inicial dará o tom das relações que esta menina, e depois mulher, vai constituir durante a vida. Daí a importância da cumplicidade entre mãe e filha, conforme a psicóloga Caroline Kraid Pereira. “Ser mulher é uma

construção sócio-histórica e a relação familiar inicial pode abrir inúmeras possibilidades de ser ou provocar a repetição dos papéis sociais patriarcais. Quanto mais verdadeira e aberta essa relação, mais fortalecida e estreita será o laço que as une”, explica. À sua maneira, Elizete construiu exatamente o que a psicóloga indica – uma mistura de liberdade, responsabilidade e amparo. “Fui uma mãe dedicada e, dentro dos meus conhecimentos, fiz o melhor possível com minhas duas filhas. Mas a verdade é que as criei para o mundo e para terem suas próprias conquistas. Chegou o momento e não poderia me sentir mais realizada com a história que construímos”, finaliza. Clarissa namorou pouco mais de dois anos até se casar. A cerimônia aconteceu em Farroupilha, no mês de março, e foi tomada pela emoção. Elizete esteve presente em cada decisão que envolveu o planejamento, mas sem jamais interferir nas decisões da filha. A cumplicidade entre as duas é tanta que em alguns momentos de nervosismo Clarissa deixou os preparativos nas mãos na mãe, que, nesse momento, já cumpria muito mais o papel de amiga. Independente dos papéis sociais que se assuma durante a vida (filha, mãe, avó, tia, madrinha ou amiga), a psicóloga Caroline Martini Kraid Pereira, do Conselho Regional de Psicologia, incentiva que as mulheres se enxerguem com profundo respeito, promovendo a compreensão entre todas, para que assumam os papéis que desejarem assumir. “Podemos constituir novas formas de ser e estar em sociedade, a partir da singularidade de cada traço, de cada família, de cada relação”, conclui.

“Ser mulher é uma construção sócio-histórica e a relação familiar inicial pode abrir inúmeras possibilidades de ser”

Zéto Telöken Fotografia

estilo

Jornal Design 31


O grande dia por Patrícia Fleck

Divulgação

Lugares inusitados e festas repletas de detalhes têm conquistado os jovens casais que planejam se casar. Festas de casamento estão ficando cada vez mais divertidas e criativas, com ideias que transmitem bem a história do casal e o que eles querem passar para os convidados. Escolher bem o local é o primeiro passo para tudo sair lindo e se você busca um casamento diferenciado, uma ótima dica é começar escolhendo um lugar que seja a cara do casal. Praia, fazenda, restaurante, balada, em casa, em um hotel, ou até mesmo em outro país. Uma tendência que vem crescendo é o destination weeding, onde os noivos escolhem se casar em uma cidade diferente da que vivem. Com as festas em lugares diferenciados surgem também dúvidas sobre o que vestir adequadamente nessas ocasiões. O convite do casamento deverá indicar bem a ideia de como será a festa e a partir daí você decidirá seu traje, porém se a dúvida persistir ligue para a noiva que, com certeza, não se importará em explicar como será a festa. Casamentos diurnos: Deve-se descartar o brilho, o preto e o branco, bordados excessivos e apostar em vestidos de tecidos nobres (seda, cetim), com estampas e cores alegres. Macacões, calças e blusas também são bem-vindos, desde que tenham cortes elegantes. Sapatos podem ter salto mais grosso, mas o modelo “Ana bela” deve ser evitado. Para os acessórios, invista em uma bolsa de tamanho médio a pequeno que também pode ter cor e para as jóias evite muito brilho, prefira pedras, prata ou dourado. Para os homens que forem vestir terno, podem procurar por tons terrosos (marrom, cáqui, bege) e cinza claro que é uma cor super coringa para ternos, podendo ser usado tanto de dia quanto a noite. Camisas podem ser de tons claros e gravatas estampadas e alegres. Outra dica super importante para os homens é observar bem o tamanho do terno e fazer ajustes sempre que necessário para nunca passar um ar de “desleixado” mesmo que esteja vestindo um traje elegante. Casamentos no inverno: Festas nesta época do ano acontecem geralmente à noite. Rendas, brilhos, bordados são permitidos e para não passar frio procure um vestido de mangas longas que pode ser curto ou comprido, se curto, use uma meia calça para proteger as pernas. Caso queira usar um vestido sem mangas, existem várias opções de echarpes (de lã, seda ou outro tecido nobre), que são ótimos para proteger do frio. Estolas ou boleros de pêlo ou pele também são excelentes escolhas.

32 Jornal Design

estilo


estilo

Jornal Design 33


Brilho e encanto no grande dia Encontrar o vestido ideal para o grande dia pode ser muito mais divertido e tranquilo se a noiva tiver a assessoria correta e puder dividir esse momento com sua mãe, madrinha e amigas. O drink dress da M.blanc alivia as tensões da noiva, em horários alternativos e com o atendimento exclusivo do atelier para alugar ou comprar o vestido dos sonhos. Os trajes da M.blanc são de marcas exclusivas e endossadas pelo empresá-

rio Gil Chiossi, que veste noivas, noivos, formandos, debutantes e convidados há mais de uma década. A M.blanc conta com uma cartela especial de vestidos plus size, trajes para daminhas e pajens, calçados e acessórios. Os ajustes são feitos por uma equipe interna, garantindo o ajuste ideal e o caimento perfeito. Nesse editorial de noivas, a M.blanc prova que a moda está cada vez mais presente nos casamentos, com vestidos que incorporam tendências ao clássico

e transformam uma mulher em uma estrela no seu grande dia. Para os modelos brilharem diante das lentes, o Jornal Design criou uma cena sofisticada com cabelo e maquiagem da Iva Espaço da Beleza, que oferece pacotes especiais para noivos e noivas com toda a estrutura de seu SPA e serviços para o corpo inteiro. Tudo para proporcionar tranquilidade e valorizar ainda mais a beleza dele e dela nesse grande dia, que é o matrimônio.

Zéto Telöken Fotografia

Toda a atenção para noivas no Iva Espaço da Beleza, com pacotes especiais para o dia

A sutileza dos buquês Vida e Flor exaltam a personalidade da noiva, valorizando as flores da estação. Com o arranjo de cabelo da Lábaro, a produção ficou elegantemente ousada

Para daminhas de honra, a Lábaro Variedades cria lindos buquês lúdicos, como esse, feito com marshmallows, além de carrinhos, bonecas e adereços para as alianças

Zéto Telöken Fotografia

34 Jornal Design

estilo


ZĂŠto TelĂśken Fotografia

Jornal Design 35

estilo


Editorial Noivas 2015 Modelos: Gabriele Saibel e Edson Viccari, Giulia Perusso Bettim, Júlia Hertz, Marina Selli, Morgana De Bortoli, Patricia Fleck, Raquel De Marco e Vanessa Miotto. Trajes: M.blanc. Acessórios: Mel de Assis Noivas e M.blanc. Cabelo e maquiagem: Iva Espaço Beleza (Make: Miriane, Andréia e Jane. Cabelos: Iva, Carol, Paloma, Fabiane e Lisa).

Buquês e arranjos: Vida e Flor. Adereços: Lábaro Variedades (buquê da daminha, máscara e balões). Sapatos: Carmen Steffens. Doces: Romeu e Julieta. Bandejas: Bazar Rampanelli. Objetos cênicos: Armazém da Locação. Paisagismo: Saara Garden Center. Cenário: Iva Espaço da Beleza. Perfumes: The Smell Perfumaria. Fotografia: Zéto Telöken.

Zéto Telöken Fotografia

Com as criações da Romeu e Julieta, a mesa de doces torna-se uma atração à parte

36 Jornal Design

estilo


estilo

Jornal Design 37


Eduardo Benini

Um pedacinho de Paris em Bento Gonçalves Que tal uma estação de trabalho tranquila, com cafés exclusivos e um docinho pra melhorar o dia? Não parece uma boa ideia embalar suas reuniões de negócios com clássicos da música francesa? Ou, quem sabe, terminar o dia dividindo um festival de chás com alguém especial? A qualidade da Le Petit na produção de macarons para festas e eventos todo mundo conhece, mas além das encomendas deliciosas, o café também está sempre aberto para momentos de lazer e trabalho. Além de todas as delícias que só a casa oferece, como os fudges e macarons, a Le Petit criou um espaço especialmente

38 Jornal Design

para resolver a vida dos clientes, com bancadas, tomadas e wi-fi. A localização da Le Petit é nobre, ao lado do Dall’Onder Grande Hotel, e o cardápio ganhou novidades. Os tradicionais doces e salgados da casa agora podem ser acompanhados por um festival de chás gelados e cafés espressos Illy. No happy hour, a carta de vinhos e espumantes transforma seu macaron, fudge, croissant ou quiche em uma festa! A Le Petit é para quem sabe apreciar os bons momentos da vida. Venha curtir um pedacinho de Paris no circuito gastronômico de Bento Gonçalves!

Herny Hugo Dreher, 227 Planalto | Bento Gonçalves Contato: 54 | 3701.0180 www.lepetitmacarons.com.br

estilo


estilo

Jornal Design 39

ZĂŠto TelĂśken Fotografia


Igor Guedes Fotografia

Arquivo Linda Flores

Vejo flores em você! A natureza das flores oferece cores e texturas capazes de expressar com delicadeza e perfeição o amor que une duas pessoas. A Linda Flores preza pela delicadeza de cada momento, cada festa, cada noiva, cada buquê! Tudo sempre é criado de forma única, com carinho e atenção a todos os detalhes, para que cada momento seja único e inesquecível! O mais importante na hora de escolher os elementos florais para a decoração é escolher arranjos e espécies que combinem com o estilo do casal. Para festas sofisticadas, o clássico dos clássicos continua sendo o tradicional branco, combinado com elementos que combinem com os noivos, podendo usar lustres em cristais ou peças em tons de dourado ou prata, ou ainda as charmosas pérolas, que sempre caracterizam um toque para o clássico. Já um mini-wedding informal ou uma festa diurna

40 Jornal Design

pode explorar muito mais as cores, incrementando os arranjos com os detalhes que só a florista e cerimonialista Adelinda Cavalet proporciona, em seus 20 anos de experiência como florista. Isso inclui detalhes como aplicação de tecidos, relíquias de família, entre muitas outras criações que a Linda Flores pode explorar. Para qualquer estilo de casal, qualquer estilo de festa, a Linda Flores tem o prazer de atender, independente do tamanho ou local. “Se você pensa em casar em casa ou sítio, salões de comunidade, clubes tradicionais ou hotéis, vamos amar criar e adaptar as situações”, ressalta Adelinda. A empresa pode criar uma cena romântica, natural, ecológica, chique, contemporânea ou rústica, mesclando flores, velas e acessórios. A consultoria de Adelinda cria o cenário inesquecível para casamentos íntimos ou grandiosos, como os noivos sempre sonharam.

estilo


CALÇADOS ROUPAS E ACESSÓRIOS RUA 13 DE MAIO, 975 | BENTO GONÇALVES - RS AIX-EN-PROVENCE BUENOS AIRES CANNES JOHANNESBURGO HOLLYWOOD LAS VEGAS NICE ORLANDO PUNTA DEL ESTE RIO DE JANEIRO SÃO PAULO 505 LOJAS - 18 PAÍSES

estilo

Jornal Design 41


Noiva radiante com a nova coleção da Mel de Assis centena de peças assinadas pela designer, mas a noiva também pode personalizar seus acessórios. Nesse ensaio produzido por Camila Paludo, a Mel de Assis cria um cenário romântico, mas moderno – como a nova coleção. Ela explica que as peças da linha noivas contrapõe toda a extravagância habitual da Mel de Assis, valorizando a delicadeza da noiva. “As mulheres podem ser clássicas, rebeldes ou modernas, mas no dia do seu casamento todas querem mostrar uma essência delicada e romântica”, conta Camila. A coleção Mel de Assis Noivas está à venda para todo o Brasil, pelo Facebook, Instagram e no atelier, em Bento Gonçalves.

Ana Cris Photo

Toda noiva merece estar deslumbrante e brilhar nesse dia tão notável em que um sonho se torna real. Um belo vestido precisa de acessórios à altura para estar completo e a Mel de Assis sabe exatamente como ressaltar ainda mais a beleza da mulher diante de seu futuro esposo. A Mel de Assis Noivas, nova coleção criada especialmente para este grande dia, traduz toda a elegância do branco em uma interpretação que tem a assinatura da marca. São pulseiras, anéis, brincos e coroas cuidadosamente desenhados pela designer Cassiane de Assis, explorando a sofisticação de pérolas e pedrarias em um resultado que expressa delicadeza e romantismo. A coleção traz mais de uma

Ana Cris Photo

42 Jornal Design

estilo


Jornal Design Jornal Design

estilo

Ana Cris Photo

O sonho de um lindo casamento ainda é vivo para muitas mulheres e, apesar de toda a dedicação com o planejamento da cerimônia e da festa, é no vestido que a noiva brilha no seu grande dia. Criar um modelo exclusivo, sob medida e que exale elegância é o trabalho do Atelier Dapieve, com atenção aos mínimos detalhes e uma extensa pesquisa de tendências. O processo começa com uma conversa franca da cliente com a estilista Glauciane Dapieve, que assina as criações do atelier e participa de todas as etapas da confecção. Somente a partir dos indicativos da noiva, a estilista cria alguns croquis. O eleito dará origem a um belo vestido e todos os detalhes são esco-

Jornal Design

Atelier Dapieve, a perfeição reside em cada detalhe

lhidos para refletir exatamente o que a noiva espera – do tecido, às rendas, pérolas e pedrarias. “Um vestido sob medida se ajusta ao corpo e valoriza o que a mulher tem de melhor”, ressalta. Os modelos mais executados atualmente são longilíneos e fluidos, com menor volume na saia e proporcionando mais conforto para os movimentos da noiva. Para casamento ao dia, as rendas são as campeãs de preferência. Para a noite, os modelos ganham brilho e bordados. “Noivas ousadas também vêm optando por modelos curtos. Em relação à cor, o branco já não é obrigatório. O atelier tem criado modelos belíssimos em off-white e tons bege”, conclui a estilista.

Jornal Design 43


Jornal Design

Ian, Gisele e Lis Treml

Tânia e Eduarda Trevisan

Clara e Gissele Da Campo Salini

Caroline, Denise e Danielle Weirich

Nica Howes Arte e Fotografia

Paixão por sapatos, de mãe para filha que a cumplicidade entre uma mulher e seus sapatos, é a cumplicidade entre mãe e filha. Então, por que não reunir tudo em um lugar nesse Dia das Mães?

Camila Telles

Déris e Heidi Righesso

A Couros do Valleh é mais que uma loja, é um espaço dedicado ao prazer de ser mulher e essa paixão quase unânime que são as bolsas e sapatos. Maior

L’América Shopping | Sala 219 | Contato: 54 | 3701.2420 Galeria Dall’Onder | Sala 06 | Contato: 54 | 3453.5754 Via Trento, 40 | Vale dos Vinhedos | Contato: 54 | 3453.5754 facebook.com/couros.dovalleh Amanda e Débora Ansewki

Adriane e Clara Carrard

Valentina e Viviane Olbrisch

Laura e Michele Zorzi

Isabelli e Fernanda Godoy Farto

Catarina e Sheila Bertolini

Elia Martini e Jociane Martini Trindade

Idana e Neuremi Spassini

Rochele, Adelinda e Renata Cavalet

Sabrina, Helena e Renita Portaluppi

44 Jornal Design

estilo


Jornal Design

Nathália e Martina Cavagnoli

Adriana e Antônio Valiatti

Patricia com Augusto e Luiza Fontanive Mondadori

Daiana e Augusto Cézar Rizzon Soares

Silvania e Antônia Pilan

Uma linda joia para lindas mamães A Lilica e Tigor sabe que os filhos são os presentes mais especiais que as mamães podem ter, mas qual mulher não adoraria ganhar um lindo colar feito de cristais? Esse mimo superexclusivo foi criado em parceria com a marca austrí-

aca Swarovski para este Dia das Mães. De 30 de abril a 10 de maio, nas compras acima de R$ 500,00 as mães ganham um lindo colar, além de deixar seus filhotes com looks novos para a data mais emocionante do ano.

Claucia com Nicolas e Gabriel Basso

estilo

Jornal Design 45


Retratus Ateliê Fotográfico

Amor de mãe merece registro em todas as fases

Pelas lentes da Retratus, Daniele vem registrando momentos com Bernardo desde a gestação

46 Jornal Design

O Dia das Mães vem aí e a primeira cena que nos vem à mente se assemelha a essa fofa sessão de fotos feita pela Retratus, que registra os primeiros momentos entre mãe e filho e toda a mágica descoberta que envolve a maternidade. Daniele vem guardando todas as fases do seu bebê Bernardo e acompanhando seu desenvolvimento mês a mês, desde a gestação. Na sessão de oito meses, o clima ameno favoreceu as fotos externas – o que nem sempre é possível para preservar o bem-estar dos bebês. Nesses dias de outono, pode ser mais seguro e confortável optar pelas fotos em estúdio, que também oferecem um resultado muito bonito e explorando a cumplicidade entre mãe e filho. Seja como for, investir em fotografias é guardar para sempre as lembranças de um vínculo que se constrói a cada dia com novas descobertas. Por isso, o álbum de família não pode ficar restrito ao

primeiro ano do bebê. O acompanhamento mensal é precioso nessa fase, mas sempre vale a pena atualizar as fotos depois da primeira infância: aos cinco, 10, 15 anos e depois disso também. Afinal, amor de mãe merece essa lembrança. O Dia das Mães é um dos períodos mais movimentados do ano para os estúdios fotográficos, mas a equipe da Retratus é como coração de mãe: sempre cabe mais um. Agende seu horário para fotos de estúdio ou externas e não perca essa oportunidade de eternizar aquele abraço que só um filho pode dar.

Contato: 54 | 3451.7132 www.retratusbg.com.br

estilo


estilo

Jornal Design 47


Arquivo Abraçaí

Eles na Passarela

Um desfile pelo amanhã das nossas crianças Um desfile com mais de 130 modelos marcará as 10 edições do evento em prol da Abraçaí A 10ª edição do Eles na Passarela, dia 19 de maio, será, no mínimo, emblemática. A organização desse desfile solidário e bem-humorado assumiu a missão desafiadora de convidar todos os homens que já passaram pelas passarelas do evento a desfilar mais uma vez por essa causa nobre: a Associação Bento-gonçalvense de Convivência e Apoio à Infância e Juventude (Abraçaí). O resultado será o maior desfile da história do evento, em um reencontro do passado em nome de um futuro melhor para as mais de 230 crianças e adolescentes atendidos diariamente pela entidade. Mais de 130 homens já confirmaram seu retorno às passarelas e essa festa terá uma atração à parte, com ilhas gastronômicas comandadas por 12 superchefes de cozinha. O evento é sempre um sucesso e, nessa 10ª edição, espera receber mais de mil pessoas para aplaudir a disposição dos modelos. Tanto que foi preciso uma pequena alteração de script para acomodar tamanha plateia, deslocando o evento do Spa do Vinho excepcionalmente para os pavilhões da Fundaparque. Chegar nesse resultado anual, que é sempre um sucesso de público e crítica, é como alinhavar uma colcha de retalhos tecida apenas por voluntários – muitos deles envolvidos no evento desde sua primeira edição. Hoje consolidado e servindo como modelo para outras iniciativas no estado, o Eles na Passarela teve sua primeira edição de forma muito rudimentar e ainda beneficente ao antigo Patronato de Bento Gonçalves. O desfile daquele ano foi no teatro inacabado da Casa das Artes. “O que fica dessa história é a solidariedade e o sentimento de estar colaborando com uma causa importante. A Abraçaí prepara cidadãos para a vida e coloca valores tão necessários em nossa sociedade”, emociona-se a diretora do Abraçaí, Eliana Lorenzini. Nessa trajetória, o Patronato se transformou em

48 Jornal Design

Abraçaí, a entidade passou a receber meninos e meninas agora não mais em sistema de internato e multiplicou as atividades oferecidas todos os dias para crianças e adolescentes dos seis aos 17 anos. O desfile beneficente tomou ainda mais relevância diante dos recursos necessários para manter suas atividades, considerando o custo fixo de quase R$ 50 mil por mês – em parte, subsidiado pelo Comdica, por projetos específicos com apoio da prefeitura, pelo Imposto de Renda de algumas empresas do município e por doações da comunidade. A Abraçaí, hoje, é uma entidade que ampara o desenvolvimento de cidadão. Todos os meninos e meninas beneficiados têm família e residem nos bairros próximos, como Santa Helena, Santa Marta, Santo Antão, Botafogo e Imigrante. O requisito para participar não é a pobreza financeira, mas a vulnerabilidade social. Diante do amparo ofertado aos filhos e da qualidade da estrutura, muitos pais conseguem melhorar suas condições de vida e escrever uma nova história para suas famílias. A entidade, de fato, possui uma estrutura modelo. As crianças e adolescentes recebem transporte de ida e volta e são atendidos no turno inverno ao da escola. Nos corredores, todos circulam uniformizados e cumprimentam cordialmente os visitantes. Existe um cronograma de atividades semanais que incluem Educação Corporal, Educação Ambiental, Educação para a Vida, Tecnologia da Informação, Auxílio às Atividades Escolares e Musicalização. Cada menino e menina escolhe, de acordo com suas aptidões, se deseja aprender canto, violão, flauta, teclado ou escaleta. Os mais experientes podem entrar na orquestra de violões e os mais velhos participam de atividades de qualificação profissional.

estilo


Quem transforma o Eles na Passarela em realidade Parceiros há 10 anos Cadoro, parceria nos figurinos Eliana Lorenzini, diretora da Abraçaí Formatto Comunicação, comunicação visual do evento Identidade Homem, parceria nos figurinos Janete Gregio, cabelo e maquiagem Jovino Demari, fundador da Abraçaí Manoel Buj, voluntário na produção do evento Sandra Telli, organização do desfile Vladimir Oliveira, mestre de cerimônias Andreia Pilão, produção do evento há três edições Spa do Vinho, sede o local para o evento há sete edições

Serviço Eles na Passarela Quando: Dia 19 de maio Horário: Às 19h30min Onde: Na Fundaparque (alameda Fenavinho, 481) Ingressos: R$ 130,00, com jantar e bebida inclusos. Para comprar seu ingresso, entre em contato com a Abraçaí pelo telefone (54) 3453.3355

estilo

Jornal Design 49


por Gabriela Francio | Assessora de Moda

Nesta edição do Jornal Design Serra, vou me retirar por um momento da posição de colunista de Design de Moda e compartilhar com vocês uma experiência única que tive a oportunidade de viver no último mês: estudar moda em uma das melhores universidades de artes do mundo, em Londres. A ideia de ir estudar no exterior surgiu quando senti a necessidade de aperfeiçoar meus conhecimentos em áreas que não haviam ganhado destaque na minha vida acadêmica, mas que eu sou apaixonada e me identifico mais do que qualquer outra área do mundo fashion. Após muita pesquisa em universidades de diversas partes do mundo que oferecem milhares de cursos, resolvi arrumar as minhas malas – e livros – em direção a UAL - University of The Arts London, mais precisamente na renomada Central Saint Martins, universidade que formou Alexander McQueen e Stella McCartney. Lá, oferecem cursos de pré-graduação, graduação, pós graduação, mestrado, assim como cursos intensivos de curta duração em determinadas épocas do ano e em diversas áreas, os quais foram os que escolhi realizar.

50 Jornal Design

Minha chegada em Londres foi repleta de surpresas, afinal nunca havia conhecido a cidade, e jamais esperei me apaixonar tanto por um lugar! Lá, tudo funciona perfeitamente e de um modo organizado. O transporte público é o melhor exemplo disso: o metro é extremamente eficiente, seguro, rápido, fácil de entender e se localizar, e as pessoas são muito educadas e sempre dispostas a ajudar. Com a universidade, a mesma grandeza: estrutura física excelente, salas de aula super bem equipadas e uma biblioteca de deixar qualquer apaixonado por livros em estado catatônico. O primeiro curso que realizei, Bag design and commutication, foi dedicado ao estudo de desenvolvimento de coleção de bolsas, abrangendo também tipos de materiais, acabamentos, técnicas de montagem, modelagem das peças, e representação técnica dos modelos em fichas e desenhos. O segundo curso, entretanto, foi em uma área completamente diferente e muito mais subjetiva do que a anterior: Cool Hunting, onde aprendemos, literalmente, a “caçar” o que vai virar uma febre, seja no mercado de moda, móveis, beleza, maquiagem, música ou até na própria sociedade. Circulamos pelas ruas de Londres observando o comportamento

Arquivo Pessoal

Estudando moda em londres

de pessoas, lojas, marcas, vizinhanças, visitamos museus, galerias e exposições, e analisamos cada detalhe observado pensando em como eles poderiam afetar o futuro. Os professores de ambos os cursos eram extremamente qualificados e capacitados, com mais de 20 anos de atuação no mercado de moda, e os alunos variavam de idade, nacionalidade e principalmente áreas: haviam designers, atuantes dos ramos de maquiagem, comunicação, economia, jóias, arquitetos e até um instrutor de tênis! Cada lugar e cada pessoa que conheci, cada aprendizado que tive, cada sensação e cada momento que vivi foi de uma validade indescritível. Caracterizo esta viagem como a melhor experiência da minha vida, afinal me enriqueceu muito como designer, mas principalmente como pessoa. E em julho parto para outra aventura, agora na Itália, onde mais uma vez quero expandir meu conhecimento e me tornar cada vez mais apta para o gigante mercado da moda. Aproveito e finalizo agradecendo a equipe da BEX Intercambio Cultural de Bento Gonçalves, que tornou todo este sonho realidade, de uma maneira muito mais fácil e eficiente. Obrigada!

estilo


Divulgação

Vizia inaugura segunda loja em Caxias

A Vizia Óptica atua no ramo ótico há mais de 40 anos, sempre investindo em tecnologia de ponta para a fabricação das lentes de grau mais modernas. Seguindo seu conceito, especialista em visão, a empresa segue em busca constante das soluções mais avançadas para que seus clientes tenham uma qualidade de visão o mais próxima possível do natural. Para tanto, o investimento em treinamentos constantes através da escola de treinamentos própria é uma medida que a empresa adota para a preparação de suas equipes de vendas. Outra medida, é a participação em palestras, convenções e workshops que as entidades locais (CIC, CDL e Sindilojas) propõem aos associados: “Uma empresa avança quando sua equipe está preparada para atender à demanda dos clientes. E isso só se consegue com qualificação constante. O comércio de nossas cidades da serra tem a felicidade de poder participar de projetos como o Viva Bento, que visam um único objetivo: qualificação e

desenvolvimento. Isso é o segredo para qualquer negócio! – diz o diretor da rede, Jamirton A. Benazzi. No dia 06 de abril, a Vízia Óptica inaugurou sua 2ª loja em Caxias do Sul. Totalmente projetada seguindo o conceito da marca, especialista em visão, a loja possui espaço reservado para a tomada das medidas através do equipamento Visioffice, que permite maior precisão para a fabricação das lentes de grau. Para isso, o espaço com autosserviço, possibilita que o cliente se sinta à vontade na escolha dos óculos, podendo provar quantas peças quiser. “Toda a loja foi pensada para atender a individualidade de cada cliente no momento da escolha de seus óculos. Queremos dar comodidade e tranquilidade aos nossos clientes, aliando bom gosto e tecnologia no mix dos produtos oferecidos.”, relata Daniel Orso, diretor de prospecção da empresa. Hoje, a Vízia Óptica possui oito pontos de venda para melhor atender suas clientes:

O diretor da Vízia Óptica, Jamirton Benazzi, orgulhoso com o empreendimento

Visual de ponto de venda totalmente remodelado

Bento Gonçalves: Rua Marechal Deodoro, 139 | Sala 11 | Fone: 3452.5933 Rua Saldanha Marinho, 10 | Fone: 3452.2149 Rua Ramiro Barcelos, 550 | Sala 105 | Fone: 3453.6406 Rua José Mário Mônaco, 393 | Loja 02 | Fone: 3452.5796 Carlos Barbosa: Rua Eliza Tramontina, 11 | Sala 109 | Fone: 3461.2284 Caxias do Sul: Rua Garibaldi, 766 | Fone: 3537.8356 Rua Júlio de Castilhos, 2546 | Fone: 3536.3310 Garibaldi: Rua Buarque de Macedo, 3168 | Fone: 3462.2284

estilo

Jornal Design 51


Divulgação

O melhor do Canta Maria na sua casa Nada é tão prazeroso quanto desfrutar de uma boa refeição ao lado da família ou amigos. O Canta Maria sabe disso e há 15 anos recebe seus clientes de braços abertos, com ingredientes de qualidade e o melhor galeto do Brasil. Mas, além de bem servir em seus restaurantes, agora do Grupo Di Paolo também quer levar essa experiência de bem comer para a casa dos clientes. Com a telebusca do Canta Maria e do Canta Maria Expresso, é possível ter em casa esse sabor tradicional. São galetos, massas, grelhados, saladas e acompanhamentos com a garantia de sabor que é exclusividade do Canta Maria. Além disso, o restaurante inaugurou seu novo espaço para eventos, no andar superior. Ideal para comemorações sociais, o espaço também comporta confortavelmente eventos corporativos como convenções, palestras e meetings. O salão foi totalmente reformado para receber confortavelmente até 170 pessoas, e conta com toda a estrutura de serviço e

52 Jornal Design

alimentação do Canta Maria. O espaço para eventos possibilita a realização de festas paralelamente ao funcionamento normal do restaurante, mas com a privacidade de um ambiente exclusivo. Além da tradicional sequência de massas e grelhados, a casa oferece variações do cardápio especialmente para os eventos, com risotos e outros pratos. O serviço também pode ser empratado ou no tradicional sistema de rodízio. A estrutura para eventos inclui o espaço montado, ar condicionado, estacionamento com segurança, gerador de energia e serviço de garçom. O Canta Maria completou recentemente 15 anos de tradição com reconhecimento nacional e local, como a premiação por voto popular no Divina Cozinha Top Bento Gonçalves, em que o restaurante levou quatro categorias: Melhor Restaurante, Melhor Cozinha Italiana, Melhor Carta de Vinhos e Melhor Sagu.

Aveninda Osvaldo Aranha, 801 Contato: 54 | 3055-3600

RST-470, km 217,5 | Ao lado da Pipa Pórtico Contato: 54 | 3453-1099 cantamaria@cantamaria.com.br www.cantamaria.com.br

estilo


Ana Carolina Azevedo

Zaccaron Deli Gourmet, um convite para turistas e locais

estilo

No coração do Vale dos Vinhedos, diante de parreirais e casas centenárias, a Zaccaron não apenas recebe seus visitantes, mas também produz as receitas de família que podem ser degustadas ali e encontradas também em restaurantes e delicatessens de toda a região Sul. A empresa familiar abriu suas portas em outubro passado, apresentando saborosas massas recheadas com molhos artesanais (os sorrentinos) e também a linha Dolcetto do Vale, que inclui cookies e dolcettos freddos, o docinho que é uma mistura de sorvete e mousse. Projetada para receber visitantes que busquem uma experiência gastronômica exclusiva, a Zaccaron atende diariamente: de terça a sexta, das 10h às 17h30min; aos sábados e domingos, das 10h às 18h30min. Mais informações sobre os produtos podem ser encontradas nos sites www.zaccaronalimentos.com.br e www. dolcettodovale.com.br.

Divulgação

O espaço Zaccaron Deli Gourmet é um receptivo para turistas que desejam novas e saborosas experiências gastronômicas e também para visitantes locais, oferecendo as massas e molhos Zaccaron e os dolcettos freddos e caldos para degustação e venda. O varejo da empresa funciona, ainda, como uma vitrine das melhores ofertas da região, como vinhos, especiarias e sucos. Estruturado para a circulação de visitantes no horário de funcionamento da Zaccaron, o espaço serve degustações até o fim da tarde, possibilitando que o turista encontre um bom almoço no Vale dos Vinhedos em qualquer horário. A casa também pode receber pequenos grupos para almoço, happy hour, eventos empresariais e outras ocasiões. A capacidade é para 30 pessoas e nesses encontros, inclusive, é possível desenvolver cardápios exclusivos, a partir da linha de sorrentinos ou dos dolcettos.

Jornal Design 53


Presidente do CIC, Leonardo Giordani, Magda Brandelli Zandoná, diretora de eventos, e o presidente da Expobento, Laudir Picoli, no lançamento dos shows da feira

Eduardo, Marilene, Carlos e Ana Lazzari, família prestigiando Mérito Lojista

Sabino e Ladi Rampanelli, Carla e Antonio Razador, no Mérito Lojista do CDL

Tina e Jamirton Benazzi, comemorando o Mérito Lojista da Vizia Optica

Gilberto Souza de Souza e Jaqueline Tonietto, Rose Munari e Sidnei Fochi

Patricia e Alexandre Mondadori, finalistas do Mérito Lojista

Gilberto Durante e o presidente do CDL Marcos Carbone, no Mérito Lojista

Juliana Fajardo e Giuliano Fossati, anfitriões dos seis anos da Jardim Brasil

Edson Pereira Fotografia

Sociais A arquiteta Cristina Mioranza deixou seu abraço a Marco Antonio Girardi na comemoração de seu aniversário

Camila Telles

Vanessa Boscardim De Oliveira e Maria Eduarda, comemorando o dia das mães na Couros do Valleh

54 Jornal Design

estilo


Jornal Design

Os sócios da Debianchi Ótica, Dejair De Biasi e Ênio Bianchetti, visitaram a Abiótica, feira em São Paulo

Fafá Neis e a carinhosa Catarina, curtindo o espaço da Maria Fulana neste dia das mães

Andréia Ferreto, Rejane e Isabela Marini, prestigiando a empresária Paula Araújo, na Maria Fulana

Rejane Cobalchini, diretora da Artelana, e Fabrício Zanotto, diretor da Luxaflex, com as arquitetas Cenira Mazzotti, Angela Petroli e Monique Pedruzzi

Rejane Cobalchini e Fabrício Zanotto, com as arquitetas Letícia Zanesco e Fabriana Ruaro

Rejane Cobalchini, Mônica Ferrari e Angélica Piva, Luísa Cobalchini Damasio e Fabrício Zanotto

Rejane e Luísa Cobalchini com as arquitetas Adriana Peccin, Karina Guidolin e Juliana Pereira

O presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio, liderou a comitiva da entidade em missão prospectiva a Milão durante o Salão Internacional do Móvel

Rodolfo da Costa e Fernando Chiminazzo com o escritor Pedro Foncesa (C), que palestrou no evento em comemoração aos três anos da Berrô

Tiago Somensi e Claudia Magro Reolon, conferindo as pizzas da Sapore Sublime

Eduardo Benini

A fonoaudióloga Viviane Martins Scomazzon esteve no Congresso da Academia Americana de Audiologia no Texas, realizado em março

Uegli Poletto e Ricardo de Lima saboreando as delícias da Le Petit Macarons

estilo

Jornal Design 55


Deixe sua casa ainda mais aconchegante neste inverno: sistema de aquecimento de lareiras através de dutos que conduzem o calor para os demais ambientes

Sua casa no melhor clima!

//Calefação //Fogão à lenha //Piso aquecido //Aspiração central //Aquecedor de água //Lareira de alto rendimento //Aquecimento solar para água de banho e piscina

Rua Olavo Bilac, 290 | Cidade Alta Bento Gonçalves - RS | 54 2621.6060 contato@servlarbg.com.br | www.servlarbg.com.br

Jornal Design | Edição 47  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you