Page 1

De pai pra filho Enólogo português mais aclamado da atualidade, Luís Duarte traz o primogênito para conhecer o novo mundo do vinho

Ano VI - Edição 61 - Agosto/2016

Pesca esportiva Desafio e consciência ambiental nessa modalidade que está movimentando a Serra Gaúcha Terno, stroller ou tuxedo? O mercado de trajes masculinos surpreende com a ousadia de pedrarias, estampas e metalizados


Eduardo Benini

Conceito Capa Luís Duarte e Luís Duarte Filho Cenário: Refinaria Deli Gourmet Foto: Eduardo Benini

Luís Duarte é um enólogo português que já assinou praticamente 400 vinhos e em muito contribuiu para o posicionamento do Alentejo enquanto principal região vinícola daquele país. Com uma marca de vinhos criada especialmente para o mercado brasileiro, Duarte desembarcou na Serra Gaúcha com o primogênito, que já imagina seguir os passos do pai. Veio conhecer as vinícolas locais e saiu satisfeito com a qualidade de muitos vinhos, a tecnologia empregada e a boa adaptação de castas portuguesas ao solo brasileiro. Nessa entrevista exclusiva, ele elogia o Vale dos Vinhedos e alerta que a nova safra de enólogos deve desafiar a geração anterior para imprimir seu nome no mundo do vinho. Conselho de sabedoria nesse mês dos Pais...


04 casa

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Administrativo: Rosângela Masutti Diagramação: Camila Cervieri Jornalista Responsável: Ana Carolina Azevedo | REG. 0017700/RS Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 | 2621 3134 contato@jornaldesign.com.br www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados.

12 26

vida

06

estilo

20 30


vida

Conexão com a natureza na pesca esportiva Como essa modalidade vem conquistando cada vez mais apreciadores de um bom desafio e formando defensores dos recursos naturais

Fotos: Matheus Oliveira/Pesca Sem Limites

aprende a conviver no silêncio ouvir o canto dos pássaros e respeitar o ritmo da natureza. E não precisa ir muito longe para isso. Nossa região tem lugares muito indicados”, incentiva. Em se tratando de pesca, existe a prática por prazer e a prática competitiva. A grande diferença está no investimento necessário. Ao mesmo tempo em que se pode pescar com uma varinha de bambu, existe uma indústria milionária que dá suporte a competidores de ponta.

A pesca como meio de subsistência fornece alimentos, gera emprego, potencializa o comércio, as artes e os saberes. Como hobby, movimenta o turismo e pode terminar em um grande assado ou caldeirão no fim do dia. À parte da prática ancestral onde o objetivo final é comer, a pesca é também uma modalidade esportiva levada a sério e que movimenta bilhões de dólares pelo mundo, com forte apelo ambiental e nenhuma pretensão gastronômica ao fim do dia. Nessa prática, a regra número 1 é sempre devolver o peixe à natureza com condições de sobrevivência. Pescaria geralmente é coisa que se aprende de pai pra filho. Foi assim com o dentista Marcelo Fellini e, por isso, ele é grande defensor da pesca por prazer estilo pega e solta, que tem grande preocupação em preservar os recursos para as gerações futuras – tanto a qualidade das águas, da flora e a própria oferta de peixes. Fellini conta que a modalidade é difundida especialmente na Argentina, mas que há grande potencial no Rio das Antas, que acabou perdendo muitos peixes

4 Jornal Design

pela pesca com redes e depois da usina 14 de Julho. Articulados em uma associação com estrutura no Clube Caça e Pesca Santo Humberto, os praticantes da região têm grande desempenho na pesca do peixe Black Bass. O time local conta, inclusive, com multicampeões dessa categoria. Com competições por peso, comprimento ou quantidade de peixes, os pescadores daqui – e algumas poucas pescadoras – representam Bento Gonçalves estadual e nacionalmente, trazendo belas fotografias como prova do feito e deixando o peixe de volta em seu habitat. A pesca esportiva exige certa habilidade do praticante, já que se faz apenas com vara e molinete e a corrente que defende as iscas artificiais é cada vez maior, pois elas facilitam a devolução do peixe para a água. Fellini, por exemplo, tem um longo currículo na pesca. De seu primeiro campeonato, aos 11 anos, trouxe o primeiro troféu. Mas ele garante que nunca é tarde para começar. “A pesca é um maravilhoso escape do dia a dia, em que se conhece lugares maravilhosos, se


Seis itens básicos para começar a pescar 1 – A vara: pode ser de bambu e custar R$ 5 ou de materiais sofisticados e passar dos R$ 5 mil. As varas são classificadas quanto ao comprimento, pesos de arremesso, poder ou força, capacidade de pesos e resistência das linhas e ações. Elas podem ser extrarrápidas, rápidas, moderadas e lentas. Esse comportamento está diretamente ligado á sua flexibilidade. Quanto mais lentas, mais flexíveis são. 2 – Molinete: pode ou não ser usado, mas para pescadores iniciantes, é aconselhável. O corpo do molinete pode ser feito de alumínio, plástico, grafite ou de uma mistura desses materiais. Os de alumínio pesam mais e são mais fortes. Já os de grafite são mais leves, menos propensos aos “trancos” do arremesso e mais resistentes à corrosão da água salgada. Os de plástico são mais baratos, porém menos duráveis. 3 – Linhas: no mercado de pesca é possível encontrar linhas de pesca de náilon, fluorcarbono, monofilamento e até mesmo as de multifilamento. Depois que essas últimas entraram no mercado, ficou mais complicado escolher a melhor linha de pescar para compor o conjunto com a vara de

pesca, mas considerar o tamanho do tipo de peixe pode servir como parâmetro. Quanto maior for o peixe que se pretende pescar, maior precisa ser a grossura da linha de pesca. 4 – Iscas artificiais: existem infinitos modelos. Uma dica na hora de escolher a isca artficial é avaliar a temperatura da água e o tipo de corrente. Outra dica é o tipo de peixe que se pretende pegar. Com informações sobre o ambiente em que se dará a pescaria, é possível definir quais peixes estarão disponíveis e qual tipo de isca artificial deve ser usada. Para não ficar refém de um tipo único de isca artificial, pode ser interessante contar com iscas versáteis que podem ser usadas em ambientes diferentes. 5 – Maleta: não dá para dizer que a mesma caixa serve para quem pesca com isca natural e quem pesca com isca artificial, ou água doce e salgada. Existem muitos tipos de caixas de pesca, cada uma com suas vantagens e desvantagens. O mais importante, para um pescador iniciante, na verdade, é o que vai dentro dela. 6 – Equipamento de proteção: é essencial se proteger. Alicates para soltar as iscas e um óculos de proteção são os itens mais recomendados.

“A pesca é um maravilhoso escape do dia a dia, em que se conhece lugares maravilhosos, se aprende a conviver no silêncio ouvir o canto dos pássaros e respeitar o ritmo da natureza. E não precisa ir muito longe para isso. Nossa região tem lugares muito indicados”

Jornal Design 5


É a hora de se apaixonar pela paternidade Fenômeno de crítica e vendas, o comunicador Marcos Piangers defende o prazer e a magia de estar presente no cotidiano dos filhos

Divulgação

que a gente não precisa comprar as coisas. As coisas não precisam estar prontas, podem ser construídas, feitas e isso é muito mais legal e divertido.

A discussão sobre o lowsumerism (redução do consumo) e sobre a qualidade do tempo que os pais dedicam a seus filhos vem colocando o comunicador Marcos Piangers no centro das atenções. Com o livro O Papai é Pop, ele entrou na lista dos mais vendidos da Amazon e Revista Veja. Em palestra promovida pela Clínica Jeito de Ser em Bento Gonçalves no dia 8 de setembro, Piangers vai contar como aproveita o tempo com suas filhas e como a nova geração de pais vem compreendendo que o consumo não supre a presença e o mais importante é estar presente. “Essa é uma consciência que deve vir da paternidade moderna, de um pai que opta por não trabalhar tanto, por ser mais focado profissionalmente no que dá resultado e não ficar fazendo serão de madrugada, e perdendo momentos preciosos com seus filhos”, analisa. Nessa entrevista exclusiva ao Jornal Design Serra, Piangers defende que apartamentos grandes, creches caras e carros confortáveis não suprem o que os filhos realmente necessitam: uma educação mais focada no ser e menos no ter.

6 Jornal Design

Jornal Design Serra | Você possui uma rotina de viagens bem intensa. Quando está fora de casa, costuma comprar presentes para as meninas? Nunca. Já aconteceu, inclusive, de eu estar fazendo uma matéria para a Fátima Bernardes, eles me darem um presente para as meninas e eu não levar para casa. Eu prefiro dar para alguém que está lá. Houve uma ocasião especificamente que eu dei para uma menina que trabalhava na limpeza do evento, porque eu acho que ela vai valorizar muito mais do que a gente ficar dando um monte de presente pras nossas filhas. A gente lá em casa tenta criar os nossos brinquedos. Tem uma brincadeira que a gente inventou, que é pegar uma cartolina e fazer o nosso tabuleiro, então a gente joga no tabuleiro que a gente mesmo desenhou em casa, então a gente pode colocar nossos personagens favoritos e até nossas professoras. Quando você cai na casa da professora, tem que contar até dez em inglês para conseguir sair daquela casa. Esse tipo de brincadeira faz com que elas entendam os processos da feitura, da brincadeira, da participação na hora de construir um evento lúdico e também a possibilidade de perceber

JDS | Por ser um profissional da tecnologia, como é a relação das suas filhas com esse mundo? Quando você acha que elas devem participar desse bombardeio de estímulos? Eu acho que a tecnologia é fantástica, é maravilhosa, nos traz conforto e faz o mundo andar para frente. E eu sempre comparo com a tecnologia do carro, que é incrível e encurtou distâncias, possibilitou o nascimento de várias outras indústrias. Mas um carro polui, um carro atropela, traz acidentes e pode matar, significa que muitas pessoas optam por não andar de carro, optam por andar de bicicleta, porque a bicicleta polui menos e é uma opção mais sustentável. Eu gosto dessa capacidade que as pessoas têm de refletir sobre o uso da tecnologia e optar por tecnologia no momento que convém, porque se você não tem essa liberdade, se você só usa essa tecnologia o tempo todo sem pensar e sem refletir, você é um escravo dela. Lá em casa, a gente percebeu que ter videogame e iPad nos distanciaria, faria com que a gente ficasse muito longe um do outro. Optamos por tentar ficar mais tempo junto, olho no olho e tudo mais. Ao mesmo tempo, a gente tem Netflix, as meninas assistem televisão, a minha filha mais velha tem um Iphone que ela herdou da gente, onde ela assiste Youtube, joga joguinhos, e, claro, eventualmente, baixa algum aplicativo que faz com que ela aprenda alguma coisa, como Duolingo, que ela aprende inglês, e outros aplicativos que ela aprende a falar japonês. É importante fazer sempre essa reflexão e entender quando a tecnologia é demais e quando a tecnologia pode ser usada para seu conforto, pro seu bem. JDS | Marcos e Ana são pais que dizem mais “sim” ou mais “não” para Anita e Aurora? Tentamos sempre achar o equilíbrio. O cara que diz sempre não optou por um modus operandi de impor o limite o tempo todo, mas o cara que fala sempre sim também optou por um modus operandi que é muito simples de ter, que é só falar sim sim sim. O grande desafio é perceber quando é a hora de dizer sim e quando é a hora de dizer não. A gente alterna, se esforça para alternar bem o sim e o não na hora certa. Quando estão muito bagunceiras, malcriadas, é a hora do não e quando elas estão muito boazinhas, comportadas, é a hora do sim. Entender isso


e explicar o tempo todo para as meninas é o nosso desafio, explicar que se elas forem legais, pessoas boas, elas irão ouvir mais sim da gente. E se forem pessoas ruins, vão ouvir mais não. Acho que isso é a educação, né. JDS | Hoje você é referência para muitos pais. Que fatores levaram você a se tornar tão presente na vida das tuas filhas e qual o retorno dessa dedicação? Teve muito incentivo e até pressão da minha mulher para que eu participasse mais. Foi um presente que ela me deu porque participar da vida dos filhos é uma experiência mágica e poucos pais percebem isso. Muitos pais deixam passar, não percebem que o prazer e a magia está justamente no dia a dia, na realidade, no cotidiano, nas pequenas coisas difíceis do dia a dia. Você vai se apaixonando e se afeiçoando pela criança. Então esse é um processo trabalhoso, mas muito interessante, tudo se paga lá na frente. JDS | Sua esposa, agora autora do livro “Mamãe é Rock”, incentiva as mulheres a serem mais desencanadas. Por ela ser assim, ajudou você a ser mais participativo? Minha mulher está o tempo todo me ensinando. E evidentemente é incrível, brilhante em tudo o que faz. Ela me ajuda a conduzir as coisas com as meninas e me inspiro muito nela para ser um pai melhor. Acho que o livro dela justamente tira um pouco desse romantismo ideal da maternidade, enquanto meu traz um pouco de romantismo e do ideal de ser pai, porque eu acho que o homem está descobrindo esse romantismo, está descobrindo essa magia. E a hora é de se apaixonar, que todo homem se apaixone pela paternidade. JDS | Como pai, quais os programas prediletos do Piangers, Anita e Aurora? A gente adora viajar, eventualmente viajamos por causa de eventos. Nesse momento, estamos fazendo uma turnê do livro que passou por Florianópolis, Joinvile. Agora estamos na estrada, todo mundo junto,

ficando no mesmo hotel. É muito legal e divertido, as meninas participam dos lançamentos, é superengraçado o que elas têm para falar, para contar e contribuir, então está sendo muito massa. JDS | Quais os princípios que você busca passar para suas filhas? Empatia, humanidade, aprender com os outros, entender que a vida de várias pessoas é pior que as nossas e a gente pode fazer muito por elas, e tudo o que a gente puder fazer para ter mais equilíbrio no mundo é melhor. Tudo o que a gente puder dar pro mundo, devolver esse carinho que a gente tá recebendo, vai fazer bem pra gente, e entender que o mundo não se baseia na nossa existência. Muito pelo contrário, a gente é só uma parte bem pequenininha desse todo e a gente tem que aprender todos os dias a contribuir para o todo ser mais forte e melhor para todo mundo. JDS | A Jeito de Ser, clínica especializada no atendimento de crianças e adolescentes de Bento Gonçalves, completa nove anos de atividade em 2016 e escolheu Marcos Piangers como grande atração. O que isso significa para um pai de família? Fico muito agradecido, muito feliz sempre que alguém considera a minha participação em qualquer evento, eu fico agradecido e lisonjeado, fico feliz também de estar sempre convidado por instituições superinteressantes e comprometidas com o bem-estar social e com melhoria da vida das pessoas. Vai ser um prazer estar com vocês em Bento Gonçalves. JDS | Por fim, qual dos seus lindos textos seria a mensagem ideal para celebrar o Dia dos Pais? Se você quer um texto para indicar para os pais, eu acho que aquele texto chamado: “Trocar fralda é o básico” é um bom, e “Olha pai” eu também gosto muito, serve como uma reflexão para pais e para as crianças. Há outro que gosto muito, que é o meu texto favorito e eu escrevi para a Anita, que se chama: “Quero que você finja”.

Jornal Design 7


Alimentação e longevidade por Larissa F. Pistóia | Nutricionista

Divulgação

“É essencial que o idoso consuma alimentos naturais e livres de conservantes; frutas; legumes e vegetais; cereais integrais e carnes magras devem ser a base da alimentação dos idosos. O consumo de água é muito recomendado nessa fase da vida, uma vez que é comum o esquecimento da água e a ausência da sede.”

O envelhecimento é um fenômeno mundial e está ocorrendo de maneira rápida, principalmente em países em desenvolvimento, como o Brasil. As estimativas demonstram aumento na expectativa de vida. Em um futuro próximo o número de idosos irá duplicar e é necessário estarmos preparados para nossa velhice. Com certeza todos desejam viver mais, porém, em que condições gostaríamos que isso acontecesse? Imagino que a resposta seria envelhecer com saúde, mantendo a capacidade de gerir nossas vidas e não precisar ser dependente de ninguém... Mas o que você tem feito para envelhecer com qualidade de vida? Nutrição e saúde fazem parte da busca pela qualidade de vida, estão intimamente relacionadas e se remetem à noção de um estilo de vida saudável, que inclua a possibilidade de se manter ativo e independente, de forma a garantir a alimentação adequada que contribua para manutenção de uma qualidade de vida. A alimentação desempenha na vida das pessoas um papel que não envolve somente o ato de nutrir o corpo, envolve algo mais profundo, com significado subjetivo, social e cultural. Na população idosa, é comum encontrarmos uma monotonia alimentar, uma vez que idosos, devido ao baixo recurso financeiro decorrente de aposentadorias ou pensões, acabam optando por alimentos de baixo custo e de fácil preparo. Além disso, o isolamento familiar e social pode afetar a alimentação do idoso, levando à falta de cuidado consigo mesmo, resultando em

8 Jornal Design

um consumo elevado de alimentos industrializados ou de fácil preparo, fazendo com que eles tenham uma alimentação desbalanceada. Os alimentos industrializados mais consumidos pelos idosos normalmente são doces e massas, e os de fácil preparo são os chás, torradas, biscoitos, café com leite, entre outros. Outros fatores também influenciam o comportamento alimentar, como a perda do companheiro, morar sozinho, a sensação de abandono, perda de autonomia e autocuidado. Esses fatores são responsáveis pelo desinteresse das atividades diárias, entre elas o preparo das refeições e o ato de se alimentar. Atualmente, é comum encontrarmos instituições de longa permanência ou creches para idosos, que dão à alimentação a sua devida importância, tendo nutricionistas e outros profissionais que atuam para o bem-estar dos idosos, fazendo com que eles se alimentem adequadamente. É importante observar a alimentação do idoso, dar preferência aos alimentos de maior aceitação, mas nunca esquecendo da qualidade e quantidade necessária para cada indivíduo. É essencial que o idoso consuma alimentos naturais e livres de conservantes; frutas; legumes e vegetais; cereais integrais e carnes magras devem ser a base da alimentação dos idosos. O consumo de água é muito recomendado nessa fase da vida, uma vez que é comum o esquecimento da água e a ausência da sede. A alimentação saudável, manutenção do peso dentro da normalidade e atividade física são fatores essenciais para a longevidade.


A importância de um café da manhã saudável por Letícia Bettinelli Carraro | Nutricionista Arquivo Pessoal

Muitos já ouviram falar sobre a importância do café da manhã, mas você sabe o real motivo pelo qual essa refeição é considerada a mais importante do dia? É porque entre a última refeição do dia e a primeira (café da manhã), há um longo período de jejum. Durante o sono, o organismo continua trabalhando, em um ritmo menor, para manter as funções básicas como respirar, o funcionamento cardíaco, circulação, entre outros. Todas essas funções precisam de energia para serem realizadas. Assim, pela manhã, ao acordar, é necessário fornecer energia ao organismo para iniciar o dia com disposição. Além da função energética, realizar uma refeição logo que se acorda permite uma redução nos níveis de cortisol, hormônio do estresse. Para um café da manhã nutritivo, três grupos de alimentos são fundamentais: - Leite, iogurtes e queijos: principais fontes de cálcio, importantes para o tecido ósseo e ricos em proteínas. Também podem ser utilizadas fontes de proteínas alternativas, como ovos, ou de origem vegetal, como leite de amêndoas, oleaginosas, pasta de amendoim, entre outras. - Cereais, pães e biscoitos: fontes de carboidratos

e energia. Sempre preferir os carboidratos integrais e os de baixo índice glicêmico para um maior controle da glicemia, por conterem grande quantidade de fibras e serem absorvidos mais lentamente pelo organismo, atuando também no bom funcionamento do intestino; - Frutas (em suco ou in natura): ricas em vitaminas, minerais e fibras, elas favorecem o bom funcionamento do intestino. Além disso, para quem deseja emagrecer, é bom ficar atento! Realizar o café da manhã está associado à diminuição da fome nas refeições seguintes o que reduz o risco de comer excessivamente durante o dia. Agora que você sabe como é importante fazer escolhas saudáveis e completas para essa refeição, vamos lhe contar uma coisa! O Amora Sabores Especiais prepara todo segundo sábado de cada mês, das 08:30 às 11:30, um café da manhã mais que completo, riquíssimo em nutrientes, ideal para começar o sábado cheio de energia! No cardápio tem: frutas, iogurte, castanhas, sementes, omelete, sucos, café, chá, minitapioca, pão integral, ricota, queijo minas, bolo, pasta de amendoim e muito mais! Por isso programe-se e dê esse presente para seu corpo!

Avenida Planalto, 816 54 | 3702.3519 Amora Sabores Especiais amora@amorasaboresespeciais.com.br

Jornal Design 9


Fotos Jornal Design

Hidroterapia: saúde e bem-estar comprovados Principais benefícios da hidroterapia: • Reduz o espasmo muscular e dores; • Diminui a fadiga muscular; • Auxilia no alongamento muscular e na flexibilidade; • Melhora a resistência e a força muscular; • Diminui o impacto e a descarga de peso sobre as articulações; • Trabalha a coordenação motora global e a agilidade; • Facilita o ortostatismo e a marcha; • Estimula o equilíbrio, a consciência corporal, a propriocepção e a noção espacial, já que a água é um meio instável.

Arquivo Pessoal

As sessões de hidroterapia acontecem na piscina do Hotel Dall’Onder, em Bento Gonçalves

Andressa Bresolin é fisioterapeuta formada pela Universidade de Santa Cruz do Sul em 2005 e atua desde 2008 junto à Plena Fisioterapia, clínica especializada em fisioterapia, ergonomia, RPG e Pilates. Dentre as diversas atividades oferecidas, a profissional revela que a hidroterapia tem proporcionado inúmeros progressos em seus pacientes, tanto no aspecto físico quanto mental. “O melhor de tudo é que o paciente sai da piscina satisfeito, sem dor, sentindo-se bem! Essa é a maior satisfação para um profissional ”, finaliza a fisioterapeuta. A hidroterapia ou fisioterapia aquática são os termos mais conhecidos para os exercícios terapêuticos realizados em piscina aquecida que têm por finalidade a prevenção e o tratamento das mais variadas patologias. É de extrema importância o acompanhamento de um profissional fisioterapeuta com conhecimento das propriedades físicas da água, assim, os efeitos ganham real valor terapêutico. A hidroterapia é indicada para pós-operatórios em geral, dores nas articulações, na coluna, idosos, gestantes e pacientes que apresentam outras patologias neurológicas, reumatológicas, ortopédicas, pediátricas e respiratórias. Muito além das respostas do corpo, a hidroterapia consiste ainda na integração do corpo e da mente, bem como na reconstituição da autoconfiança e da autoestima.

10 Jornal Design

Os equipamentos utilizados na hidroterapia são itens importantes para um resultado completo

A fisioterapeuta Andressa e sua paciente em sessão de hidroterapia em recente passagem pelo renomado Hospital Sarah Kubitschek, em Brasília

Rua General Osório, 170 | 2 andar Centro | Bento Gonçalves 54 | 3702.3772 Plena Fisioterapia plena@plenafisioterapia.com.br www.plenafisioterapia.com.br


Vaidade masculina sem tabus por Felipe de David | Cirurgião Plástico Homens: um mercado em potencial

Divulgação

A vaidade masculina está em alta e mexe com os números do mercado. Os produtos de beleza para os homens – xampu, sabonetes, produtos de barbear e cremes – movimentaram cerca de US$ 5 bilhões em 2015, uma alta de 7,1% em relação ao ano anterior. A previsão da Euromonitor, líder mundial em pesquisa de estratégia para mercados consumidores, é de que o mercado de beleza masculino mantenha um ritmo de crescimento de 7,1% ao ano até 2019. Se isso realmente ocorrer, o Brasil se tornará o maior mercado de cuidados pessoais para homens em quatro anos, movimentando US$ 6,7 bilhões e superando os Estados Unidos, que terão um mercado de US$ 6,4 bilhões.

A busca pelo corpo e aparência perfeitos vem de milênios atrás. Os espartanos viviam para a guerra e para a perfeição do corpo e da mente. No Egito, os faraós esbanjavam seus pertences, até enterrando-os com eles. Como tudo, entretanto, o equilíbrio é sempre essencial. Nas farmácias ou nas ruas, os produtos de beleza exclusivo para homens e ambientes específicos para eles, como as barbearias, estão em alta. Essa é uma tendência cada vez mais evidente. O homem moderno está se preocupando com sua aparência, melhorando sua autoestima e autoconfiança. Nesse mês de agosto, com o Dia dos Pais, essa é uma dica apropriada. Os sinais de vaidade mais comuns são homens na academia, cuidando de seus corpos. A busca deles por procedimentos estéticos, todavia, vem crescendo também. É possível observar um aumento na procura por cirurgias plásticas. Essa tendência também é observada em outros setores que dizem respeito a vaidade masculina, como lojas com itens exclusivos para homens e barbearias.

De acordo com estatísticas divulgadas pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, em 2013, 184.933 operações estéticas foram feitas em homens no Brasil – 12% do total. A cirurgia mais procurada é a correção de ginecomastia (crescimento anormal das mamas). A seguir, estão lipoaspiração, blefaroplastia, rinoplastia e otoplastia. Diferente da estatística geral brasileira, existe, no Rio Grande do Sul, uma procura maior por rinoplastia, seguida por blefaroplastia e otoplastia. Além do aumento na procura por procedimentos, há um aumento na exigência dos homens no que se refere a beleza, com grande procura por implantes de panturrilha, peitoral e bíceps no estado de São Paulo, por exemplo, o que não ocorre no sul. Aos poucos, esse novo estilo vai conquistando a confiança de gaúchos, podendo se ver muitas barbearias que apostam nesse homem vaidoso, além de muitos produtos disponíveis para eles. Não há mal nenhum em se preocupar com a aparência, com equilíbrio e discernimento.

Jornal Design 11


casa

Adega de pai para filho Fotos Eduardo Benini

Em visita ao Brasil, o enólogo português Luís Duarte apresenta ao primogênito o principal mercado de sua linha autoral, Rapariga da Quinta

Esguio e observador, aos 15 anos o jovem Luís Duarte já imagina seguir os passos do pai, o enólogo português de mesmo nome. Nessas férias escolares, em vez de curtir o verão europeu com os amigos, veio acompanhando o pai em uma visita a vinícolas e parceiros na Serra Gaúcha. A intenção do garoto orgulha, mas nem por isso facilita seu caminho. Com 30 anos de uma carreira premiada, Duarte deseja ao primogênito o mesmo que deseja para a nova geração de enólogos da Serra Gaúcha: que caminhe na direção contrária. Luís Duarte conheceu e apreciou muitos vinhos no Vale dos Vinhedos e, por isso, aconselha que essa terceira geração de vinicultores na região não se acomode nos feitos de seus pais. Para ele, somente a paixão pelo desafio e até pela transgressão pode resultar em melhores e melhores vinhos. E, ainda que haja um choque com a geração anterior, ele considera que só desafiando o que está posto um enólogo pode deixar seu nome escrito no mundo do vinho. Foi assim que ele o fez. Angolano migrante para Portugal aos nove anos, Luís Duarte tinha em si o carinho e a habilidade para lidar com a terra. Herança dos pais e avós fruticultores. Mas extrapolou qualquer expectativa que houvesse sobre seu futuro formando-se na primeira turma de graduação em enologia da Universi-

12 Jornal Design

dade de Trás-os-Montes e Alto Douro, curso criado em 1989. Duarte é, portanto, integrante de uma geração pioneira de enólogos portugueses e o único do país eleito três vezes como melhor enólogo do ano. Se o Alentejo é, hoje, a principal região produtora de vinhos de Portugal em volume de produção e faturamento, certamente Duarte tem participação nisso. Assim que formado, aos 21 anos, saiu do Douro e desceu à região centro-sul do país, tendo integrado a equipe que fundou a marca Herdade do Esporão, hoje reconhecida mundialmente. Daí em diante, o resto é história. Desde meados de 2000, por exemplo, Duarte passou a atuar também como enólogo-consultor do Alentejo. Ao todo, ele estima já ter assinado cerca de 400 vinhos. Vinhos do Brasil A visita ao Brasil nessas férias de verão europeias foi um convite da importadora que representa seus vinhos no país, especialmente os de sua marca própria: Rapariga da Quinta, criado especialmente para o mercado brasileiro. A marca tem pouco mais de uma década e nasceu com vinhedos cultivados ao redor de sua casa e hoje chega a um total de 26 países.

Pela primeira vez na Serra Gaúcha, Luís Duarte ficou impressionado com a maturidade do enoturismo local, as tecnologias de produção empregadas e, por que não, a qualidade dos vinhos que degustou. “Os números do enoturismo português não chegam sequer perto daqui, embora lá o consumo de vinho per capita seja de 45 litros por ano, contra apenas dois do Brasil”, pontua, elogiando a boa adaptação de variedades de origem portuguesa ao terroir da Campanha Gaúcha. “É um reconhecimento à qualidade das castas portuguesas e, naturalmente, aumenta o mercado para os vinhos lusos”, comemora. O vinho Rapariga da Quinta mira justamente esse mercado potencial, com boa relação entre preço e qualidade, complementando a imensa cartela de vinhos ícone que Luís Duarte produziu até hoje em parceria com vinícolas portuguesas. A investida vem ganhando notoriedade no Brasil e expressa toda a identidade do Alentejo, com suas estações bem definidas e seus verões de dias quentes e noites frias. O sucesso dessa região vinícola, para Duarte, deve-se muito à jovialidade dessa região produtora, que, afinal de contas, despontou a partir de 1989. Para ele, o Alentejo e a Serra Gaúcha se assemelham por não carregarem o peso da tradição e os preconceitos que derivam dela. Isso dá chance para novas vinícolas, novos profissionais e abre espaços para novas tecnologias que beneficiam o produto final. “Fico satisfeito em ver o crescimento dos vinhos brasileiros. Sempre com respeito ao terroir, é possível fazer vinhos diferentes, escolher uvas atuais e melhor adaptadas ao consumidor internacional”, pontua.


Luís Duarte indica Vinhos com a assinatura do enólogo português para brindar em cinco diferentes ocasiões:

Para brindar com amigos: Rubrica Tinto 2009, feito com corte de Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Syrah, Aragonez e Petit Verdot. No paladar, tem um rico sabor rico em fruta preta concentrada, estrutura firme, com taninos bem presentes e uma refrescante acidez.

Para degustar a dois: Herdade dos Grous Moon Harvested, um vinho nobre, que se fundamenta na junção de conhecimentos ancestrais com estudos recentes, nos quais os ciclos da lua interagem com o desenvolvimento fisiológico das plantas. É proveniente de um ensaio com a casta Alicante Bouchet.

Para uma noite de frio: aposte no Rapariga da Quinta Reserva, o vinho que Luís Duarte dedicou ao mercado brasileiro. Feito com Alicante Bouschet, Aragonês e Trincadeira, é equilibrado, redondo e tem excelente preço. Intensas notas de frutas maduras se mesclam aos aromas caramelizados oriundos do estágio de nove meses em barricas francesas e americanas.

Para um almoço de domingo: a escolha certa é o Herdade dos Grous Colheita Tardia. Aromas de especiarias, ervas aromáticas, gengibre, mel e marmelada juntam-se nesse exemplar de colheita tardia, dando origem a um vinho sedutor e fascinante. Proveniente da casta Petit Manseng e inoculado com “Botritis Cinerea”, este é um vinho nobre, opulento com uma acidez equilibrada e final prolongado.

Para presentear seu pai: Herdade dos Grous Reserva Branco. Tem como castas o Antão Vaz, o Verdelho e o Viognier. Cor dourada, aroma de fruta que sugere pêssego e lima bem integrado, com notas de baunilha provenientes da madeira onde fermentou. Sabor rico em fruta, fino, mineral e com bom volume de boca.

Jornal Design 13


Dicas para uma adega em casa por Margit Arnold Fensterseifer | Arquiteta

Jornal Design

André Bastian

Estante da Artesano Móveis Gilmar Gomes

Adega em subsolo residencial que possui fundação de pedras

Armazenar em casa de forma adequada seus vinhos e espumantes exige cuidados que auxiliam na conservação do produto. O local escolhido dentro do apartamento ou da casa precisa apresentar condições importantes para a conservação e preservação da qualidade das bebidas. A armazenagem utilizada pelos imigrantes italianos, que produziam vinhos para o consumo familiar, era nos porões de pedra, já que esses mantinham uma temperatura constante em todas as estações do ano. O espaço destinado à adega não precisar ser amplo, porém é necessário que incida pouca luz e, em especial, que não receba diretamente os raios solares. O ideal é que seja escuro, pois a luz, mesmo artificial, altera a cor dos vinhos, principalmente os brancos. A temperatura ideal é de 12°: como em um ambiente doméstico é quase impossível manter uma temperatura constante, existem atualmente no mercado as adegas climatizadas que podem armazenar de seis a 24 garrafas (ou mais, se for executada sob medida). O local também precisa ser livre de trepidação (longe de motores de geladeiras e máquinas de lavar), pois o vinho é um organismo vivo e requer descanso. A disposição mais adequada de armazenar as garrafas é de forma horizontal, pois assim as rolhas, estando em contato direto com o líquido, permanecem úmidas

14 Jornal Design

e intactas. A rolha impede a entrada de oxigênio na garrafa de forma a mantê-lo livre de oxidação, que deteriora o vinho modificando seu aroma, cor e paladar. Algumas pessoas armazenam junto com vinhos e espumantes bebidas como uísques, conhaques e licores. A armazenagem dessas garrafas pode ser vertical, e proporciona ao conjunto uma bela composição estética. Deve se observar o tempo de armazenamento dos vinhos, que varia de acordo com o tipo. Brancos ou tintos, jovens ou envelhecidos, apresentam tempos diferenciados de armazenamento. Diversos materiais podem ser utilizados para a confecção das adegas domiciliares. Há uma variedade de móveis para adega que podem ser adquiridos diretamente em lojas especializadas. A possibilidade de executar um projeto exclusivo, planejado por um arquiteto, viabiliza uma criação diferenciada que preenche todos os espaços e inova no emprego de materiais alternativos. O ritual de consumir bons vinhos também passa pela seleção de boas taças, que, de preferência, sejam de cristal com tamanhos e formas adequados para cada bebida. Permita-se, depois de construir ou adquirir uma bela adega, apreciar seus bons vinhos e espumantes em boa companhia (ou na sua própria!).

Adega bar compacta em residência


/girododesign Valorizando a nossa pauta principal, o Giro do Design dessa edição não poderia ser mais coerente. Convidamos os sommeliers da Refinaria Deli Gourmet, André Valduga e Fabiano Valduga, para sugerir alguns rótulos nacionais e importados que não podem faltar na sua adega. Confira!

Rubrica Origem: Alentejo - Portugal Uvas: Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Syrah, Aragonez e Petit Verdot Um grande tinto português, o Rubrica ostenta o segundo lugar no ranking dos melhores vinhos de 2013 da Wine Enthusiast, com 94 pontos na safra 2010. A mais recente (2011) saiu-se ainda melhor com 95 pontos. Trata-se de um sofisticado corte de várias uvas – Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Syrah, Aragonez e Petit Verdot –, compondo um tinto potente, rico e estruturado, com camadas de sabores. As notas de fruta preta, especiarias, menta e herbáceas lhe conferem um caráter distinto. “O perfil é algo austero mas também, por isso, atraente”, comentou o respeitado crítico português João Paulo Martins. Estágio em barrica: 9 meses Divulgação

Santa Augusta | Brut Origem: Brasil -Videira - Santa Catarina Uva: Cabernet Sauvignon (45%), Merlot (20%), Malbec (20%), Montepulciano (12,5%) e Cabernet Franc (2,5%). Miraval Provence Origem: Côtes de Provence - Provence - França Uva: Cinsault, Grenache Noir, Syrah e Rolle.

Cultivar Vinhas é uma arte. A Vinícola Santa Augusta reúne um seleto grupo de profissionais apaixonados por elaborar obras de arte em cada nova garrafa produzida. Esse espumante Rosé Brut foi elaborado com cinco uvas tintas, possui um aroma fino com notas de frutas vermelhas ideal para harmonizar com aperitivos, salmão, atum, peixes em geral, carnes brancas, pizzas queijos leves e risotos.

Vinho rosé produzido pelo famoso casal Angelina Jolie e Brad Pitt. A propriedade , chamada Miraval, fica na região da Provence na França e é a residência de verão do casal. Vinho leve, divertido, com aromas de cerejas e morangos frescos, ótima acidez e muito macio. Um vinho refrescante, feito para se beber na praia, à beira da piscina ou num piquenique, exatamente como pede o verão.

Don Melchor | Cabernet Sauvignon Origem: Puente Alto - Chile Uva: Cabernet Sauvignon (99%) e Cabernet Franc (1 %). Não por acaso, desde a safra de 1988 o emblemático rótulo chileno tem estado entre os mais bem pontuados vinhos do mundo nos rankings de respeitáveis publicações como Wine Spectator, Wine Enthusiast e Wine Advocate (Robert Parker), com notas que vão de 90 a 96 pontos de cem possíveis. A safra 2010 de Don Melchor ganhou, por exemplo, 95 pontos da revista Wine Spectator, que ainda o listou entre os dez melhores vinhos do mundo, em nono lugar. Don Melchor 2010 é composto por 97% de Cabernet Sauvignon e 3% de Cabernet Franc. É um vinho muito completo e elegante, com notas de grafite e fruta preta. Balanceado na boca, com final longo e cor intensa. Tem uma textura de taninos suaves, finos e elegantes, que lhe conferem uma grande concentração e densidade, formando camadas de aromas e sabores.

Garzon | Tannat Origem: Garzón - Uruguai Uva: Tannat (91%), Petit Verdot (9%). Localizado próximo a vários pontos turísticos uruguaios, como Punta del Leste e La Barra, a Bodega Garzon é a combinação perfeita entre história e futuro. Com grande influência da brisa do Oceano Atlântico (a apenas 18 Km de distância), os pequenos vinhedos, com menos de um hectare cada, revelam toda a expressão de seus microclimas. Para a vinícola, os grandes vinhos do mundo são elaborados onde a variedade de uva tem as melhores condições, tais como em Garzon, onde seus vinhos representam esta perfeita integração.

Maximo Boschi | Merlot Origem: Brasil - Serra Gaúcha Vale dos Vinhedos Uva: Merlot (100%). Vinhos de guarda, com fôlego para mais de dez anos, são relativamente comuns na Europa – mas raros no Brasil. Por aqui, nossos vinhos, em sua maioria, ainda são feitos para serem consumidos cedo. Dois jovens enólogos brasileiros, Daniel Dalla Valle e Renato Savaris, decidiram explorar este nicho. A proposta é fazer produtos do Velho Mundo, vinhos de estrutura, vinhos macios pelo tempo de envelhecimento em garrafa. São vinhos de guarda, trabalhados 100% na variedade e 100% na safra.

Jornal Design 15


Inspiração da natureza, inovação do design

Touché Imagens/Divulgação Meber

por Juliana Desconsi | Designer

Gosto de acreditar que o Design, em sua essência, é uma força transformadora. Essa ideia bem definida é acompanhada de uma metodologia com três etapas que envolvem o ponto de vista do usuário e do mercado, as intenções de negócios da empresa e a condição tecnológica. Mas não quero chamar atenção para a teoria e, sim, para o processo. Juntas, essas etapas convergem para a inovação e caracterizam o Design

16 Jornal Design

Thinking – um modelo de pensar o design com o compromisso de inovar. Uma das citações do designer Tim Brown traduz bem essa ideia. “Pensar como um designer pode transformar a forma como você desenvolve produtos, serviços, processos – e mesmo estratégia”. Neste sentido, o Design Thinking (DT) permite que as equipes criem soluções rentáveis e desejáveis, que observam as reais necessidades dos usuários. Ter o pensamento focado no ser humano e na sua qualidade de vida e bem-estar conduz a novos caminhos. Esse novo jeito de fazer design, compromisso adotado permanentemente pela Intervento, começa a ganhar mais força no Brasil quando percebemos que o empreendedor está cada vez mais apostando em inovação para se manter competitivo e contornar os desafios de gestão. Como é o caso da Meber que apresentou no último mês a coleção Angra com assinatura da Intervento Design. Inspirada nas formas pacientemente esculpidas pela ação da água na paisagem ao longo do tempo, Angra faz uma releitura dessa intervenção natural no desenho de cada produto. Composta por monocomandos, misturadores e torneiras, a linha de acabamentos valoriza a fluidez e harmonia na composição dos ambientes. O design orgânico permite construir espaços elegantes e com o indispensável apelo da funcionalidade. As formas robustas, com bica alta e composição que alterna entre o sólido e o vazado, emprestam toque de nobreza às peças.

A concepção de um produto que pretende ser atual e atemporal passa justamente por esse exercício de coletar uma porção de elementos e informações, desconstrui-los e, a partir de cada nuance percebido, desenhar o novo. Na coleção Angra, fazemos referência à força da natureza, que inspira formas perfeitas, reproduzidas em cada detalhe das peças da linha. A novidade no portfólio da Meber chega ao mercado com o desafio de contribuir para a retomada dos bons negócios, reafirmando seu compromisso com a inovação. Para nós, a nova coleção vai além. É uma homenagem à natureza, ao design e à coragem de poder transformar e evoluir.


Jornal Design 17


Bento Gonçalves participa com quatro empresas moveleiras Arvy, Dalmóbile, Dell Anno e Prima Design participam da primeira edição da feira, de 09 a 11 de agosto mo, a feira conta com a chancela do Sindmóveis, que assina a curadoria consultiva do novo projeto. O presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio, pontua que a Casa Brasil foi uma estratégia de agregação de valor promovida pela entidade a partir de 2007 para valorizar a produção moveleira de alto padrão. Complementar à Movelsul, ela cumpriu com sucesso sua missão de divulgar o segmento para arquitetos, designers de interiores, varejo de móveis de alto padrão e compradores internacionais. “Depois de quatro edições na Serra Gaúcha, o evento precisava se transformar em uma plataforma global de negócios. Estamos estruturando um ambiente de negócios e conteúdo inédito no segmento moveleiro nacional, totalmente conectado com a maior semana de design da América Latina”, destaca. A High Design Expo ocorre de 09 a 11 de agosto, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. Para mais informações, acesse www.highdesignexpo.com

Divulgação

A High Design – Home&Office Expo, nova versão da Casa Brasil em São Paulo, terá a participação de quatro indústrias do polo moveleiro de Bento Gonçalves. As empresas Dalmóbile e Dell Anno participam entre as expositoras de mobiliário planejado. A Prima Design levará poltronas e cadeiras de sua marca autoral Prima Store e a Arvy vai apresentar novidades no nicho de móveis corporativos – o segmento com maior expansão no país nos últimos 10 anos, ao lado dos móveis para sala de estar. A feira será uma das grandes atrações do DW! São Paulo Design Weekend, reunindo expositores de mobiliário de alto padrão; móveis planejados e complementos; móveis e objetos autorais; soluções para cozinhas e banheiros; superfícies; light design e automação. A High Design Expo surgiu a partir da experiência da Casa Brasil, realizada por quatro edições em Bento Gonçalves. Promovida pela gigante britânica de eventos Informa Group e idealizada pela Summit Pro-

A Dell Anno irá lançar em seu estande o padrão assinado pela estilista Glória Coelho com exclusividade para a marca. Será de uma forma bastante conceitual, em sintonia com as feiras internacionais, como o Salão de Milão. Para este trabalho, a estilista ampliou o desenho da madeira e colocou nele números binários para criar uma placa quântica.

Jeferson Soldi/Sindmóveis

A Dalmóbile vai apresentar dois processos recentemente inseridos em sua linha: a lacca, em 36 opções, e a pintura em vidros, com 36 cores. Ambas oferecem 72 possibilidades de acabamento. A empresa também apresentará na feira seu sistema de bordas em PUR (poliuretano reativo) – um sistema termofixo, que, após o processo de cura, nunca mais entra em atividade, impedindo derretimento e fundição a outro material, tornando impossível sua reativação.

18 Jornal Design

A Prima Design levará sua marca Prima Store, marcada pelo design autoral, materiais inusitados e ampla aplicação de técnicas artesanais. Em seu estande na High Design Expo, a empresa, que participou de todas as edições da Casa Brasil em Bento Gonçalves, vai comunicar sua trajetória no design brasileiro, levando algumas de suas peças icônicas para São Paulo, como as poltronas Abraço, Flor e Anelídeos.

A participação da Arvy Ambientes de Motivação será com suas linhas best sellers: Axio e Job. A indústria também apresentará lançamentos na coleção de planejados corporativos, DNA, que será mostrada em um moderno ambiente de hotel. Essa linha possui um módulo com função inovadora – armário com base bandeja – que pode ser utilizado como apoio do café, impressora ou objetos diversos. As mesas receberam detalhes no design dos pés, estilo “marchetaria” em tamburato, valorizando a espessura do painel e a combinação do madeirado.


Clara, luminosa e ilustre por Marta Manente | Designer contrastam com a delicadeza dos pés de madeira exclusivos da Clair. Os pés receberam os mesmos traços fluidos no projeto. Aliás, o uso da madeira natural para móveis de alto padrão deixa o design literalmente vivo. Todas as matérias-primas foram selecionadas a partir dos principais hits de tendências de design internacional. A peça com muita personalidade e delicadeza foi lançada em São Paulo, na feira de móveis e decoração 09:37:47 Abimad.

Divulgação Tumar Móveis

Nosso design sempre ilustra um historytelling interessante. Pesquisa e inspiração fazem parte do processo criativo das peças de sucesso que criamos. A cadeira, que também pode ser utilizada como poltronete, tem o significado do nome Clair: clara, luminosa, ilustre. Clara, pela proposta do seu estofamento em tecido de linho natural, e ilustre por ter acabamentos singulares em couro pespontado que fazem a marcação do seu design orgânico. AF_SINDMOVEIS_ANUNCIO HIGH DESIGN_245X160.pdf 1 22/07/2016 No encosto, o detalhe em couro e fios de cobre, que

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Jornal Design 19


Todeschini lança produto inédito no Brasil por Luciane Rocha Martins | Jornalista Divulgação Todeschini

Tradicional por antecipar as principais tendências em arquitetura e decoração no mundo, Milão é fonte inesgotável para os apaixonados por design. E foi lá que a Todeschini buscou inspiração para seu último lançamento, o Malbec Sincro! Reconhecida por ter produtos inovadores, a marca apresenta de forma pioneira na América Latina o padrão madeirado escuro com um grande diferencial: textura sincronizada ao veio, com acabamento nas duas faces. Nesse lançamento, o toque corresponde exatamente ao desenho original, diferente de outros padrões, nos quais a mesma textura é utilizada para representar vários tipos de madeira. O objetivo da Todeschini é criar ambientes que agucem os sentidos,

trabalhando a percepção das pessoas. E é isso que o Malbec Sincro oferece ao se aproximar da lâmina natural, reproduzindo o toque e o visual da madeira, com desenho atraente e acetinado típico do material natural – suas características mais marcantes. O tom sóbrio desse padrão permite que componha estilos de decoração diferentes. Do clássico, em combinações unicolores com os tons neutros da marca, como o Palha, Sisal, Bianco e Nata, até as cores mais ousadas, com o Cajá, Matone, Fendi ou Turquesa. O Malbec Sincro é elegante e sofisticado, mas, ao mesmo tempo, moderno e despojado. E é essa versatilidade que faz com que ele seja uma tendência tão forte, mas não passageira. Esse madeirado escuro veio para ficar.

MINHA CASA TEM QUE SER MODERNA.

20 Jornal Design 24,5x9,5.indd 1

22/07/2016 10:57:10


Jornal Design 21


Fotografia profissional para valorizar seu produto Eduardo Benini

Estabelecer sentimentos, capturar essências, imortalizar sensações, criar lembranças, promover intercâmbio, alimentar desejos e inspirar pessoas. Essa é a missão do Estúdio de Fotografia Eduardo Benini, que atende demandas empresariais, atendendo agências, indústrias e editoras de todo o estado, em diversos segmentos: corporativo, produto, gastronomia, formaturas e eventos. Sempre buscando expandir fronteiras, a equipe revela que o diferencial do estúdio está na primeira etapa de um trabalho - a pesquisa. “Criamos conceitos

22 Jornal Design

únicos com base em todas as referências e vivências que temos, além de sempre procurar pelo novo. Estudamos os produtos de nossos clientes, fazemos testes e nos dedicamos ao máximo para que o resultado seja o melhor possível”, acrescentam. A harmonia das texturas, cores e demais itens cênicos resultam numa composição original, revelando toda a sensibilidade do momento bem como a identidade do estúdio que, além de investir em equipamentos de ponta, acredita que o conhecimento é seu maior capital.

Contato: 54 3052.0396 info@eduardobenini.com.br www.eduardobenini.com.br


Revendas Talent Centurion HunterDouglas® ARTELANA - Bento Gonçalves - RS - Tel.: 54 3055.2417 DECOR WINDOW - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3223.6536 ZÉLIA DECOR - Farroupilha - RS - Tel.: 54 3261.1448 Revenda Talent HunterDouglas® PALLADIO’S DECOR - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3221.3333 ZEVIR REVESTIMENTOS - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3225.1355

*Mediante aprovação de crédito. A condição não é válida para pagamento com cartão de crédito.

A Hunter Douglas tem uma grande variedade de cortinas, persianas e toldos para você deixar sua casa combinando com seu estilo. A cortina Pirouette® HunterDouglas® é uma delas. Seu design inovador possui gomos que se movimentam para melhor controle da iluminação natural e privacidade. Acesse nosso site e conheça nossos produtos.

Jornal Design 23


II Congresso Estadual AEARV

Evento reúne ícones do setor para um debate sobre Urbanidade Profissionais e acadêmicos colocam em pauta a relação entre as cidades e as pessoas nos dias 25 e 26 de agosto, em Bento Gonçalves O II Congresso Estadual AEARV reúne neste mês engenheiros, arquitetos e acadêmicos para um debate comprometido em mostrar o protagonismo das pessoas nas cidades. Interessados em acompanhar a programação ainda podem realizar a inscrição online no site exclusivo do evento. Na página é possível garantir a participação, conferir as apresentações agendadas e conhecer mais sobre os palestrantes. Promovido pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos e CREA-RS, a segunda edição do Congresso Estadual AEARV ocorre nos dias 25 e 26 de agosto, na Fundação Casa das Artes, em Bento Gonçalves. Com o tema ‘Urbanidades: cidade para as pessoas’, o Congresso Estadual AEARV dá continuidade à ideia de oferecer meios que promovam reflexões e estudos sobre o desenvolvimento das cidades e a preservação dos espaços. Na programação, ícones confirmados como Triptyque Architecture, com a palestra do arquiteto Grégory Bousquet, escritório Una Arquitetura, representado pela arquiteta Cristiane Muniz, Erminia Maricato, professora titular aposentada da USP e ex-secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano de São Paulo e Antônio Macedo Filho. O evento recebe

também o arquiteto colombiano Ricardo Montezuma, Renato Saboya, Tomaz Lotufo e escritório Maena Design Conecta. Oportunidade diferenciada de qualificação diante da expansão urbana, o encontro setorial dá suporte aos participantes para que visualizem novas possibilidades e caminhos. “A urbanidade é, acima de tudo, uma experiência de mundo social e compartilhada. Reconhecer que as cidades devem ser construídas para o bem-estar e desenvolvimento das pessoas é o pilar que sustenta a segunda edição do Congresso”, destaca Vinicius Peruffo, presidente da AEARV. O 2º Congresso Estadual AEARV ocorre na Fundação Casa das Artes, em Bento Gonçalves (RS), com expectativa de reunir mais de 200 participantes vindos de todo o Estado. As inscrições podem ser feitas pelo site www.congressoaearv.com.br. O segundo lote de ingressos está disponível até 21 de agosto: os valores ficam R$ 110,00 para associados AEARV, ASCON e estudantes, e R$ 220,00 para não-associados. Estudantes da UCS pagam preço único de R$ 70,00. Confira a programação completa na página do evento ou pela fanpage em Facebook.com/aearvbg. Mais informações pelo

telefone (54) 3451.9533. Parceiros consolidados Neste ano, o congresso também consolida uma sólida rede de parceiros que vão garantir o sucesso de sua segunda edição. Diante do desafio de integrar os profissionais do segmento em um encontro diferenciado, a AEARV conta o apoio de importantes aliados. Esse time tem nomes como CREA-RS, que contribui com a realização do evento, e marcas consagradas no rol de apoiadores, como Cristo Rei Materiais Elétricos, Artelana, Perlare, Eko Ambientes, Gallina Visentini, Costaneira, Pró-Cor, Altero, Espaço Decor, UCS, Pinusplac, Byrne e ASCON. Há, ainda, o suporte institucional de CAU/RS, PROAMB, Unisinos, Salão Design e Fundação Casa das Artes. Somados, esses nomes refletem a relevância que a promoção vem construindo junto ao público. “O Congresso Estadual AEARV é referência ao indicar realidades de mercado, tendências, qualificação e conhecimento. Este cenário só é possível a partir do suporte de parceiros como esses com os quais contamos”, ressalta Vinicius Peruffo.

Serviço O que: 2º Congresso Estadual AEARV – Urbanidades: cidade para as pessoas Quando: 25 e 26 de agosto Local: Fundação Casa das Artes – Bento Gonçalves Facebook.com/aearvbg Ingressos Segundo lote até 21 de agosto: Associados AEARV, ASCON e estudantes (mediante apresentação de comprovante): R$ 110,00 Não-associados: R$ 220,00 Estudantes da UCS: R$ 70,00 (valor único) Informações e ingressos: www.congressoaearv.com.br

Programação 25 de agosto (quinta-feira): 9h: credenciamento e coffee break 10h30min: abertura Oficial 10h45min: TRIPTYQUE (Grégory Bousquet) 12h: intervalo 13h30min: Antônio Macedo 14h45min: Maena Design Conecta 16h: coffee break 16h40min: UNA ARQUITETURA (Cristiane Muniz) 18h: encerramento 26 de agosto (sexta-feira): 9h: Erminia Maricato 10h30min: Tomáz Lotufo 12h: intervalo 13h30min: Ricardo Montezuma 14h45min: Renato Saboya 16h: encerramento 24 Jornal Design

nossa obra


Desfrute desta vista espetacular, o lugar perfeito para você! ENTREGA DEZ/2016

Apartamentos com churrasqueira.

Espera para lareira a Pellet.

Espera para split nas áreas sociais e dormitórios.

Porcelanato nas áreas sociais e laminado nos dormitórios.

Possibilidade de 2 a 4 boxes e depósito por apartamento.

Medição de água, gás e luz individuais.

Tratamento acústico no contrapiso para atenuação de ruídos.

Esquadrias em alumínio com vidros duplos nos dormitórios.

Hall social, salão de festas e academia entregues mobiliados e decorados.

Gerador de energia exclusivo para elevadores e portões de garagem.

Captação e reaproveitamento da água da chuva para fins de limpeza e jardim.

PLANTÃO DE VENDAS NO LOCAL Segunda a sexta: das 16 às 18h30 Sábados e domingos: das 9 às 12 horas.

Apartamentos de 2 e 3 dormitórios, todos com 1 suíte. Av. Osvaldo Aranha, 303 • Cidade Alta

Segurança, tranquilidade e lazer em um único lugar! • 2 torres com 4 apartamentos por andar.

• Na parte externa piscina com deck e playground.

• 2 elevadores por torre.

• No 3° pavimento brinquedoteca, área fitness e apartamento para zelador.

• Apartamento de 2 dormitórios com 90 m². • Apartamentos de 3 dormitórios com 117m². • Sala para 2 ambientes com lareira e sacada integrada. • Cozinha americana com churrasqueira. • 2 box na garagem e depósito. • Esquadrias em PVC. • Guarita de segurança. • Salão de festas mobiliado com espaço gourmet, churrasqueira, lareira canadense, forno para pizza e home theater.

PRONTO PARA MORAR

• Construído com blocos de concreto celular, imprescindível para o clima da nossa região, proporciona isolamento termo-acústico, que é a melhor opção de aumentar a performance energética diminuindo o consumo de energia. • Geração própria de energia fotovoltaica, onde a energia elétrica é produzida a partir de luz solar, e pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. ESPAÇO GOURMET

VENHA CONHECER O APARTAMENTO DECORADO

Coberturas duplex e apartamentos de 2 e 3 dormitórios, com opção de até 3 suítes. Rua Olavo Bilac, 830 • São Bento DECK / PISCINA

Fone 3055.3355 Plantões Permanentes 9978.8925 e 9125.2659 / zattimoveis | www. zattimoveis .com.br Jornal Design 25


estilo

Um novo paradigma para trajes masculinos Cristais, pedrarias, estampas e tecidos tecnológicos trazem o estilo do homem ao centro das atenções

Fotos divulgação Raffer

No que se trata de cerimoniais como casamentos e formaturas, existe um mundo paralelo e um mercado bilionário voltado à festa e às mulheres. Tudo o que diz respeito a vestidos, cabelos e acessórios femininos movimenta meses de planejamento, escolha e prova. Enquanto isso, o homem estava à margem dos holofotes, restando a eles um terno de cor neutra e, talvez, um sapato novo. Essa era uma realidade. Agora, não mais. O mercado notou esse desequilíbrio e marcas de trajes masculinos como a Raffer passaram a investir pesado em coleções inteiras para tirar o homem do papel de coadjuvante da festa. A Raffer lançou recentemente ao mercado uma coleção voltada especialmente para os noivos, por exemplo. A regra é simples: o noivo merece tudo o que é permitido à noiva. Ainda que ela prefira um terno mais casual ou, mesmo, case descalço na praia usando linho, ele deve estar à altura de sua futura esposa e de todos os convidados. Sua gravata pode trazer madrepérolas ou cristais Swarovski. Não há restrições ao clássico traje preto que depois poderá ser usado no casamento de um amigo, mas as lojas já oferecem uma infinidade de opções para o dia, noite, cerimônias ao ar livre ou clássicas. O designer da marca, Luis Alberto Placeres Neri, conta que, baseado numa pesquisa internacional de tendências, criou peças estreitas, com acessórios sofisticados, mas com facilidade de ajuste. “Na linha Cerimonial, temos dois modelos de meio fraque e seis smokings. Lapelas tacheadas, debruns de veludo são diferenciais e a cintura com ajustes facilita a adaptação a noivos de diferentes portes físicos. No lugar da tradicional tira lateral de cetim, as calças trazem fivelas de ajuste”, conta. Ousadia nas cores O Brasil é o segundo maior mercado de cerimoniais das Américas, atrás

26 Jornal Design

do Estados Unidos. Com tantas oportunidades de vestir um homem para ocasiões especiais, a Raffer buscou se diferenciar pela ousadia. Com tecidos desenvolvidos exclusivamente para a empresa, Luis Placeres defende que a temporada é dos monocromáticos – que, nem por isso, são monótonos. Segundo ele, muitas das regras num casamento, que eram demasiadamente rígidas, não precisam mais ser seguidas. Sem pecar no estilo e alinhado às vestes da noiva, o noivo pode ousar o quanto quiser. Embora os tons de cinza, antracite, marinho e preto ainda sejam os preferidos, existem opções de tecidos maquinetados e os chamados new shining, combinações de poliéster e viscose que dá efeito metalizado. Para surpreender, o noivo pode escolher um traje em cinza pérola, azul cobalto e até mesmo celeste. Para um toque de ousadia sem fugir totalmente do clássico, as cores e estampas podem estar presentes na gravata, no lenço, no colete e no verso do paletó. Luis Placeres conta que os casacos estão mais curtos e as lapelas, mais estreitas, com uma silhueta realmente ajustada ao corpo. Segundo ele, as roupas quadradas perderam espaço e o comprimento das calças subiu um pouco. “A evolução da vestimenta masculina é muito grande. O homem passou a desejar sofisticação e, no dia do seu casamento, ele não quer usar um traje que pareça de outra pessoa. T u d o d e v e estar perfeitamente alinhado e cuidadosamente ajustado”, finaliza.


Quatro trajes impecáveis O traje do noivo deve ser especial, como pede a ocasião, mas pode variar de um terno quase casual até um sofisticado fraque, de acordo com o estilo, o horário da cerimônia e o vestido da noiva.

Tuxedo ou smoking: o smoking é o traje de gala mais convencional, mas nem por isso ele será básico. As coleções atuais da Raffer saem do convencional com forros coloridos, aplicação de pedrarias e tecidos metalizados.

Stroller: o meio fraque é praticamente um fraque, mas sem a cauda longa do casaco. É composto por colete, camisa e gravata.

Divulgação

Street suits: são o mais próximo possível de um terno tradicional, que se pode utilizar em outras ocasiões especiais depois do casamento. Apesar disso, não é um terno comum. Ele traz corte impecável slim ou super slim e surpreende nas cores. Numa pegada de ousadia, não é surpresa ver um noivo de azul celeste ou off White.

Fraque: é uma escolha para noivos tradicionais e saiba que há muitos deles por aí – que apostam, inclusive, num traje completo com cartola. Sempre elegante, só deve ser usado se casamento for realmente clássico, com pompas e circunstâncias.

Jornal Design 27


Jornal Design

Dia dos Pais com muito estilo e aventura

Valter e Gustavo Neis conferindo a cor lançamento do Jeep Renegade

Todo o estilo e elegância da tradicional loja masculina Globo Moda Homem e os aventureiros e modernos SUV´s da Jeep Bento Gonçalves unidos para prestar uma homenagem a todos os pais. A Globo Moda Homem trabalha com marcas consagradas do vestuário masculino como Lacoste, Democrata, Dudalina, Fasolo, Fideli, Individual, e Highstil, sempre com atendimento personalizado. Já a Gambatto Jeep Bento Gonçalves está localizada em modernas instalações, com espaço para crianças, loja de acessórios e uma oficina especializada - tudo nos exigentes padrões da Jeep, com uma equipe altamente treinada para oferecer o modelo que mais combina com o perfil de cada pai. Neste editorial, muitas dicas para o

28 Jornal Design

presente ideal, seja para vestir ou dirigir. As crianças vestiram looks da By Meny, loja que está chegando em Bento Gonçalves, especialmente para os pequenos de zero a seis anos.

Luiza e Theo com o papai Gustavo Cecon


Larri e Thiago Cusin

Vicente Sperotto Chies e os seus Anita e Pedro

Rua Arthur Schilchting, 65 | Jardim Glรณria | BG Contato: 54 | 3052.0455 ou 54 8439.2192 GambattoJeep

Rua 13 de Maio, 372, Bento Gonรงalves Contato: 54 3451.1325 Jornal Design 29


Fotos Retrauts Ateliê Fotográfico

Primeira edição do Desfile Solidário reúne grande público e centenas de doações

Promotoras da primeira edição do evento: Paula Razador Uliana, Lorenza Dall’Onder, Leandra da Silva, Diana Fontanive Sartori, Caroline Campos De Boni, Deisi Galiazzi, Samantha Paz e Silvana Aibel

Em uma linda ação beneficente, as empresas Retratus Ateliê Fotográfico, Espaço de Festas Lorenza Dall’Onder, Amarelo Doce, MamaDama, Identidade Homem e Jornal Design Serra se uniram em prol de um desfile solidário no qual roupas e brinquedos arrecadados como entrada do evento foram doados para o Lar da Caridade. A iniciativa mobilizou dezenas de pessoas numa linda tarde de sábado para acompanhar o desfile de crianças, famílias e futuras mamães.

Além de um belo exercício de solidariedade, a oportunidade foi também de conhecimento para quem planeja a festa de seu pequeno. Muito mais que locação, fotografia e roupas de festa para toda a família, o evento reuniu fornecedores de doces e salgados, que ofereceram degustação de seus produtos durante a tarde: Romeu e Julieta, Cups da Serra, Saratée Boutique de Doces, Siminéia Lima, Lú Cupcakes, Vanessa Tomasin, Eight Fit e Jaé Personalizados.

Lorenza Dall’Onder e Leandra da Silva entregando as doações arrecadadas no evento para a representante do Lar da Caridade, Luciane Oliveira Falquette

A tarde de sábado foi de muita diversão e solidariedade no Espaço de Festas Lorenza Dall’Onder

30 Jornal Design


Modelos: Isadora Geremia e Bruno Miguel Civardi Cyntia Kuffel e Mateus Morini com Paola e Manuela Paula e Vander Geremia com Bernardo e Isadora Ciane Zanotto e Amanda César Baldasso e Arthur Luana Pedroti e Arthur Aline Tedesco e Daniel Angheben com Ester Karine Callegari e Leonardo

Monica Razador Bianca Bagatini Bruno Miguel Civardi Heloísa Rigoni Tafne Vargas Lucas Gallazzi Os papais vestem Identidade Homem, as mamães desfilaram com os looks MamaDama e as crianças, peças da Amarelo Doce.

Jornal Design 31


Moda, beleza e estilo no blog de Patricia Fleck

A modelo Patricia Fleck, que já trabalha na profissão há 15 anos, começou a mostrar seu gosto pelo lado fashion através do seu blog, que logo mais estará completando um ano de vida. Na internet, ela posta dicas de beleza, de moda, seus trabalhos, viagens e também looks inspiradores com dicas de onde você pode encontrar as peças. “A ideia do blog iniciou quando as pessoas começaram a pedir dicas de moda e maquiagem, também da minha vontade de falar sobre o assunto e mostrar para os outros um pouquinho do que aprendi nesses 15 anos como modelo. Poder transferir conhecimento é incrível e farei sempre que estiver ao meu alcance”.

Arquivo Pessoal

O ponto alto do blog são os looks do dia, que a modelo faz com vários parceiros e ainda dá dicas e opções de como você pode usar aquelas peças da melhor forma possível. Na aba beleza, Patricia passa todas as informações de produtos testados por ela mesma para ajudar as leitoras a arrumarem o cabelo, tratarem a pele e também fazerem uma make linda. Para conferir as dicas da modelo, o blog é www. patriciafleck.com.br e logo mais ela estará ministrando um Curso De Modelo ao lado do também modelo Diego Lodi. Para mais informações, é só entrar na página do curso facebook.com/cursoDiegoePatricia.

INCRíveis de 20 a 70%! LIQUIDA DESCONTOS Não perca!

Cotelê

Rua Aguinaldo da Silva Leal, 187 Bento Gonçalves/RS Telefone: (054) 37025842

32 Jornal Design


Como usar acessórios com terno de forma harmoniosa por Gabriela Francio | Assessora de Moda tons cáqui. Já ternos em tons de cinza e azul marinho combinam com ambas opções de sapatos, preto e marrom. - Apesar dos mais despojados e modernos apostarem em meias listradas e coloridas, a escolha certeira é combinar a cor da meia com a cor do sapato. - Para um toque extra de estilo, use colete. Um colete é mais usado com ternos single- breasted ( por isso é realmente visível). Se você estiver vestindo

masculina se altere, sempre será indispensável: o terno. Juntamente com o terno, diversos acessórios compõem o look social dos homens. Gravatas, cintos, sapatos e abotoaduras tornam a lista de opções extensas e muitas vezes podem gerar dúvida no momento do uso. Porém, com as simples dicas abaixo é possível aprender a usar estes acessórios de maneira harmoniosa. Confira: - Lapelas mais finas geralmente combinam com os mais jovens, por serem mais modernas despojadas. Já as lapelas largas são mais old-school, para pessoas mais clássicas e tradicionais. - Um lenço quadrado de bolso, adiciona um nível extra de estilo. Mas certifique-se que não coincide com a sua gravata em qualquer padrão ou escolha de tecido. Antes de ser totalmente conservador, lembre-se que o lenço é onde você obtém o máximo de liberdade e o único lugar onde você adiciona um toque especial a seu terno. - O cinto deve ser fino e combinar com a cor de seu sapato. Afinal os acessórios devem compor o look, e não destoar dele. Preto é geralmente uma boa cor para tudo, exceto para ternos em tons cáqui, que devem ser usados com cintos marrons. A fivela do seu cinto deve combinar com todos os outros acessórios que você está vestindo. - A cor do sapato deve combinar com a cor do terno: sapato preto para terno preto, e sapato marrom para terno em

seu terno em um clima frio, um colete pode adicionar uma grande quantidade de calor. Ele também adiciona um toque formal ao seu terno. - Com um smoking preto, tente uma gravata prata, ou uma levemente listrada ou ondulada. Gravatas brancas são ultraformais. Gravata preta é formal. Gravatas coloridas podem caber em uma variedade de ocasiões — apenas certifique-se de que ela não tire o foco de seu terno. - A largura da gravata deve coincidir com a largura da lapela. Tudo é uma questão de equilíbrio. - Uma boa dica para tornar a combinação do terno e gravata harmoniosa, é optar por uma gravata em cor mais escura do que a camisa. - O prendedor de gravata nunca deve ficar maior do que a própria gravata. - Outros acessórios a considerar são conjuntos de abotoaduras. O mais indicado é usá-las com camisas de punho duplo, mas nada impede de você usar com camisas de punho simples. Indica-se também o uso de um relógio acompanhando a abotoadura no pulso. Lembrando que o metal da abotoadura deve ser o mesmo do relógio, isso é, se a abotoadura for de ouro, o relógio também deverá ser de ouro. - Evite o excesso de acessórios. Se você já está usando um lenço de bolso, e um prendedor de gravata, talvez seja melhor reconsiderar aquele broche na lapela, por exemplo.

Divulgação

A moda masculina, a cada dia que passa, ganha maior espaço no mercado fashion. Marcas que antes se dedicavam apenas ao universo feminino, hoje abriram espaço para o novo conceito do homem da atualidade: mais consumista, vaidoso e preocupado com a imagem. Entre tantas novidades e tendências lançadas a cada semana, a moda masculina possui um look clássico, que por mais que o tempo passe e a imagem

Jornal Design 33


Debianchi Ótica inova com dois lançamentos imperdíveis Cleunice Pellenz, Jornal Semanário

Uma das inovações é a tecnologia das lentes digitais, que possibilita a implementação de um design verdadeiramente único, dentro da necessidade de cada usuário, tornando as lentes mais finas, consequentemente mais leves e com uma qualidade de visão incomparável.

Helena Pasini Pandolfo, Ênio Bianchetti, Milene Betinelli e Rodrigo Cavanus

Atenta aos novos lançamentos do mercado óptico, a Debianchi Ótica agora conta duas novidades. Uma delas trata-se da Kosmos Takubomatic, o equipamento garante muito mais rapidez e precisão na confecção de seu óculos de grau, utilizando-se da mais alta tecnologia mundial. Outra inovação é a tecnologia das lentes digitais, que possibilitam o que antes era considerado impossível: a implementação de um design verdadeiramente único, dentro da necessidade de cada usuário, tornando as lentes mais finas e, consequentemente, mais leves, com uma qualidade de visão incomparável. A partir deste mês, a Debianchi Ótica já disponibiliza essas duas tecnologias para todos os usuários de

óculos de grau: as lentes digitais da Marca Prime, e o equipamento Takubomatic, oferecendo assim agilidade, qualidade e precisão, benefícios que já são referência na Debianchi Ótica. E mais: a Debianchi conta com profissionais altamente qualificados, conta também com sete técnicos em ótica, profissionais estes que recebem treinamento exclusivo sobre lentes e dificuldades visuas, bem como todo o funcionamento e estrutura dos olhos. Nesse mês, a Debianchi está com promoções imperdíveis, e como não poderia faltar, todos podem aproveitar para conferir os recém-chegados lançamentos das marcas Ana Hickmann, Ray Ban, Carolina Herrera, Police, Oakley.

34 Jornal Design Design Serra 24,5x6 .indd 1

27/07/2016 14:18:53


Empório Beauty Store: cosméticos, perfumaria e bem-estar em um ambiente exclusivo Fotos Carlos Ferrari

As consultoras de venda, Nathiele Becker e Jucemara Ianoski, com os sócios Thais Stail e Juliano Pessali

A bancada das maquiagens como um dos destaques da Empório Beauty Store

Desde o último dia 13 de julho, Bento Gonçalves conta com um espaço exclusivo, onde cada detalhe foi pensado e escolhido para oferecer produtos diferenciados e atendimento personalizado para os clientes. A inauguração da loja Empório Beauty Store foi regada de muitas novidades e recheada de bons momentos. Localizada em um dos pontos mais nobres da cidade, a Empório Beauty Store apresenta um novo conceito em loja de cosméticos, perfumaria, produtos importados, nacionais e tratamentos para beleza e bem-estar.

Todas as linhas foram segmentadas para aprimorar a experiência de compra e os produtos foram divididos em feminino, masculino, infantil e orgânicos. A Empório Beauty Store oferece a exclusividade que você busca em um ambiente ímpar, aconchegante e inspirador. Visite o espaço de segunda a sexta das 10h às 19h, sem fechar ao meio-dia, e aos sábados das 10h às 16h. Quer fazer um tour virtual? Acesse a fanpage www. facebook.com/EmporioBeautyStore e confira!

Os sócios da Empório Beauty Store em frente a loja, localizada em ponto nobre da cidade

Jornal Design 35


Fotos Eduardo Benini

Refinaria Deli Gourmet: cinco anos de mesa farta!

Com fortes laços de uma tradicional família italiana, os primos André e Fabiano Valduga cresceram na região do Vale dos Vinhedos em torno dos parreirais cultivados pelos seus patriarcas, onde, mais tarde, adquiriram experiência profissional no setor vitivinícola assumindo gerência comercial em vinícolas de grande representatividade no país. O grande número de viagens a trabalho possibilitou um conhecimento relevante na linha de produtos especiais, e, desse olhar atento, nascia um sonho: uma loja de produtos gourmet em Bento Gonçalves. Gisele Antoniazzi Valduga, esposa de Fabiano, comprou a ideia e juntos iniciaram uma pesquisa de mercado através da assessoria do escritório Patrícia Chiela Estratégia de Negócio, de Porto Alegre. Foram inúmeras as visitas pelo país explorando mercados, analisando produtos nacionais e importados e selecionando

36 Jornal Design

o que de melhor poderiam trazer para a nova loja da cidade, que já tomava forma e ganhava identidade – a Refinaria Deli Gourmet. Promover sensações, refinar o paladar, ir além. Segundo os consultores de negócios Patrícia Chiela e Tiago Junqueira, a marca Refinaria é a soma de especiarias, aromas e sabores que convida para uma nova experiência. “A Refinaria é uma marca que carrega no seu DNA a diferenciação como estratégia. Tudo o que a marca realiza tem a premissa de carregar excelência, da promessa até a experiência na loja, passando pelos produtos e marcas que fazem parte do nosso mix, as embalagens e ações de comunicação. É isso que torna uma marca íntegra e forte na cabeça das pessoas: a coerência entre o que se promete e entrega. E isso tudo está muito presente na forma como os sócios e equipe trabalham. Para nós, é uma satisfação ver o quanto

André Valduga, Fabiano Valduga e Gisele Antoniazzi Valduga, sócios da Refinaria Deli Gourmet


e confiança, o que se refletiu no resultado: o espaço vibra com a boa energia da equipe e ficou preparado para privilegiar o vinho e seu contexto”, comenta Vanja. A Refinaria Deli Gourmet é também conhecida pela proximidade que mantém com seu cliente através de encontros regulares com degustação de vinhos e menus especiais preparados com produtos da própria loja, reafirmando que comida e um bom vinho conecta e fortalece as relações. “Celebrar os primeiros cinco anos de loja é uma grande conquista pra nós, e ter a maior adega da cidade é um título muito expressivo, principalmente porque esse mundo vitivinícola se fez muito presente desde a nossa infância, quando provávamos os vinhos artesanais feito pelos nossos pais e avôs. E se relembrarmos nossos antepassados, desde o almoço, colación até o jantar, o vinho esteve sempre presente na mesa farta das famílias. Origens que muito nos orgulha”, finalizam os empresários André e Fabiano Valduga.

evoluímos juntos nesses cinco anos.”, acrescentam. Em agosto, a loja completa cinco anos. Uma jornada marcada pela alegria de viver, pela busca incessante de qualidade nos produtos que oferece e pela melhor experiência de compra. O espaço cresceu e, no final de 2015, passou por uma repaginação. A loja ganhou mais vida e a adega, mais importância para o negócio, sendo hoje a maior de Bento Gonçalves, com mais de 1.500 rótulos. Além de uma área externa, o Open Wine, que é um convite para que as pessoas possam apreciar ali mesmo, rótulos e produtos que a loja oferece. A arquiteta Vanja Hertcert, que assinou o projeto da

Refinaria, afirma o prazer de trabalhar com uma equipe tão comprometida com o negócio, e qualifica o espaço como vibrante e acolhedor. “Foi um privilégio para nosso escritório desenvolver este trabalho tão especial, que proporciona aos clientes um espaço onde se pode escolher os vinhos com privacidade, orientação e acolhimento. Quando recebemos a missão de requalificar a loja, sabíamos a extensão da intervenção e apostávamos numa grande virada na imagem da empresa. E a surpresa maior foi conhecer uma equipe tão afinada e guerreira como a formada por André, Fabiano e Gisele. Toda a reforma foi conduzida com muito bom humor

Rua José Martelli, 58 | Maria Goretti Bento Gonçalves | 54 3454.3116 Jornal Design 37


Osteria Della Colombina: mais que uma refeição, uma contemplação Quando criou o movimento Slow Food, há 26 anos, o jornalista italiano Carlo Petrini o fez por acreditar na gastronomia como via de transformação. Por acreditar no respeito ao meio ambiente, na biodiversidade e num modo de vida menos massivo. Eu também acredito nisso. A gastronomia boa, limpa e justa movimenta o corpo, a alma, comunidades inteiras, a economia e o planeta. Vi de perto essa transformação quando bati à porta da Osteria Della Colombina e provei de uma comida tratada como expressão cultural. São 15 anos de uma autêntica experiência slow. Coisas mágicas acontecem da propriedade Bettú Lazzari, no interior de Garibaldi, que pertence à família desde o primeiro imigrante a pisar no Brasil. Por três gerações de agricultores, a mesma terra deu-lhes sustento, mas, viúva precocemente, Odete e as três filhas mulheres não puderam manter o

ritmo de produção das videiras e vacas leiteiras. A propriedade começou a se degradar e as duas filhas mais velhas se mudaram para a cidade, num movimento de êxodo rural que se repetiu com centenas de famílias na Serra Gaúcha. A caçula Raísa provavelmente seria a próxima a deixar o interior se a mãe não estivesse com o ouvido ligado no radinho quando a prefeitura de Garibaldi anunciava a criação de um projeto-piloto de turismo rural. Durante dois anos, Odete e a filha preparam a casa e a propriedade para a criação da Estrada do Sabor. Em 2001, abriram as portas para os primeiros turistas e aí começa a transformação que a comida boa, limpa e justa é capaz de promover. Para começo de conversa, a propriedade agrícola tem certificado de produção orgânica. Tudo o que é produzido na horta, nos pomares e no curral é livre de agrotóxicos e vai direto da terra para a cozinha. Impressionantes 75% do

Fotos Culinarismo

que é servido aos clientes é produzido ali mesmo – incluindo o queijo, o suco e o vinho. Além de parada obrigatória na Estrada do Sabor, a família Bettú Lazzari é uma das fundadoras do convívio local do Slow Food na Serra Gaúcha. Também é um dos estabelecimentos que faz parte do Tour da Experiência, uma iniciativa do Sindicato Empresarial da Gastronomia e Hotelaria (SEGH). Isso é movimento, é engajamento, é a transformação de que Carlo Petrini fala. No porão da casa da família, ainda de chão batido e ornamentado com objetos centenários, serve-se muito mais que um cardápio farto. Serve-se um resgate histórico da imigração italiana, representado por objetos de família e pela honestidade de cada receita. O limoncello, feito com os limões do pomar, a tradicionalíssima polenta brustolada com queijo e salame, a sopa de capeletti, a salada orgânica e a delicadeza das flores comestíveis.

A sequência de pratos que vem a seguir é tipicamente italiana: farta e forte. O nhoque aos três queijos acompanha uma galinha ao molho lentamente cozida em molho de tomate e especiarias. Como se já não fosse suficiente, escalopes de carne com legumes grelhados e bacon e uma tradicional fortaia. Uma mesa de doces encerra esse banquete slow food. Tudo é feito por dona Odete: sorvete de creme e limão siciliano com goiabada; compota de laranja e os biscoitinhos típicos chamados de sfregolá. A Osteria Della Colombina atende somente com reservas para grupos, mas você pode fazer como eu e se encaixar em um grupo maior, aproveitando a agenda de abertura da casa. Vá com tempo: essa é uma refeição que não se faz em menos de duas horas. Na saída, cada visitante da osteria leva consigo uma pequena colombina, tradição dos imigrantes que Odete orgulhosamente preserva e dissemina.

Apoio:

Osteria Della Colombina Estrada do Sabor, comunidade Linha São Jorge, Garibaldi Reservas: (54) 3464 7755 ou (54) 9121 1040 colombina@estradadosabor.com.br 38 Jornal Design


França e Itália = crepe de Nutella

Fotos Schaffen Fotografie

Quitute é comum nas ruas parisienses e tem em Bento Gonçalves a sua versão original

O cheirinho de massa e óleo é um marco do cotidiano parisiense. Em cada canto da capital francesa, você encontrará uma banca de crepe, a principal comida de rua de lá – quiçá, de toda a França. Vendidos dentro de embalagens de papel especiais para o seu consumo, são o ingrediente perfeito para uma experiência gastronômica. Os indícios da origem do crepe divergem, mas os romanos trataram de popularizá-lo, chamando-o de crispus. Hoje, é um prato difundido em todo o mundo. Fácil de fazer, sua receita varia. Feita à base de ovos por alguns, no Ricordare – Lo Spazio della Felicità a massa do crepe não contém ovo e nem leite. No preparo, apenas água, farinha, sal e óleo. Um estilo saudável e que prima pelo destaque ao recheio. “Aprendi essa receita em Dublin”, comenta Vanessa Botega, proprie-

tária do Ricordare. “No local onde eu trabalhava, o sabor mais consumido era o de Nutella, especialmente entre os italianos. Era uma forma de matarem a saudade de casa”, lembra. A Nutella é uma invenção de Pietro Ferrero, confeiteiro piemontês, após a Segunda Guerra Mundial para suprir a falta de cacau. É por isso que o crepe mais badalado é o de Nutella, principalmente na Itália. No Ricordare, além de Nutella, ainda são oferecidas outras opções de doce, como com chocolate belga. Há ainda as versões salgadas, que contam com ingredientes famosos na Itália, como o presunto cru, além do margherita. “Buscamos manter a tradição europeia, seguindo o estilo de preparo de lá. Incentivamos também o consumo do crepe na embalagem de papel, que é o jeito mais tradicional e temático”, destaca Vanessa.

Av. Planalto, 1029 | Bairro São Bento Contato: 54 | 3702.2909

Jornal Design 39


Restaurante Videiras 1535: uma nova opção no Vale dos Vinhedos

Cardápio: Entrada: salame, queijo colonial, azeitona, sopa de capelleti, pão e parmesão Saladas: mix de folhas e maionese Risotos: gaúcho ao vinho e quatro queijos Massas: buona chiamata, tortéi de tomate seco, espaguetti ao molho branco e brócolis Carnes: picanha, vazio, entrecot, frango e sobrepaleta suína

40 Jornal Design

Jornal Design

Localizado dentro da Vinícola Dom Cândido, o Restaurante Videiras 1535 oferece mais uma deliciosa opção gastronômica para turistas e moradores de Bento e região. O Vale dos Vinhedos, já consagrado por suas belas paisagens, tradição e referência vinícola, passa a contar com a experiência culinária já conhecida e consolidada dos proprietários. O Videiras 1535 abre suas portas com um cardápio típico regional ítalo-gaúcho, mantendo as características tradicionais da região para enriquecer ainda mais o passeio daqueles que buscam um pouco das experiências vividas por nossos queridos antepassados. Aproveite o Dia dos Pais e o surpreenda com um cardápio de qualidade e um ambiente acolhedor.


Jornal Design 41


A nostálgica Lisboa Arquivo Pessoal

por Neusa Zoldan Spagnol | Professora de italiano Depoimento Ivana Hilgert A Rota da nossa descoberta iniciou em Lisboa, onde longas caminhadas nos fizeram viver a história dessa linda cidade, como o Castelo de São Jorge, Monumento do Descobrimento, pastel de Santa Clara, entre tantas outras atrações, como o museu Oceanográfico e o parque das Nacões. Recomendamos uma semana para a capital. Depois, passamos por Santarém e suas Portas do Sol. Exploramos Coimbra, cheia de saberes e culinária. Na sequência, fomos a Porto, cidade de muitas histórias e seu vinho. Não deixamos de provar o bacalhau e a famosa Francezinha. Já no final, nos perdemos nos encantos de Aveiro, a Veneza portuguesa, onde a nova arquitetura se mistura com o antigo de seus galpões de sal ao longo da Riva e seus bairros remodelados. Dá vontade de ficar. Visitamos o farol mais antigo de Portugal na Praia da Barra, subimos todos seus degraus e, a cada janela, tons de azul do mar deixavam a vista ainda mais deslumbrante. Vale também conhecer a Praia da Costa Nova para contemplar as suas típicas casas de riscas coloridas. Passamos em Óbidos, visitando o famoso Festival de Chocolate, onde lindas esculturas são feitas desta delícia. E finalizamos em Sintra, com o castelo dos Mouros e o cabo das Rocas.

Museu Oceonográfico

Lisboa, uma cidade emoldurada por sete colinas, cheia de personalidade, com uma longa história, animada pelos simpáticos portugueses, com monumentos tombados pela Unesco, museus, espetáculos, restaurantes, bares e hotéis fantásticos, muito além de qualquer expectativa. Banhada pelo Tejo, com seu imenso estuário, que lhe atribui uma luz ímpar, é uma cidade cheia de subidas íngrimes, becos, vielas e escadarias que proporcionam um cenário instigante, onde o prazer se traduz em longas e gostosas caminhadas tendo como pano de fundo um horizonte de casarios. Lisboa é apaixonante pelo seu ar boêmio, com suas cerâmicas brancas e azuis, seus terraços panorâmicos, seus telhados e varais por todo o lado, tudo traduz-se em simplicidade e, talvez, justamente por isso, é tão acolhedora. A cidade, vislumbrada do Bairro Alto de Lisboa, onde noitadas embaladas pelo melancólico fado que inspirou escritores e desbravadores, é uma pérola portu-

guesa, onde não falta nada, somente esquecer o tempo, colocar sapatos confortáveis e caminhar sem rumo. Imperdível beber um copo di moscatello, um vinho verde, e uma ginginha em um bar do Chiado, pegar o trem 28, o elevador de Santa Justa - uma verdadeira obra de arte vertical; a torre de Belém – símbolo de Lisboa; o castelo de São Jorge; O Alfama, - coração do centro histórico; o Oceanógrafo - maior aquário da Europa; e impossível não mencionar a vizinha e charmosa Cascais. Um clima nostálgico permeia toda a cidade, um sentimento refletido pelo passado, de onde partiam navegadores e exploradores para a descoberta de novos mundos e de novas oportunidades, essa capital europeia remete a mundos longevos e desconhecidos, e presenteia aos visitantes experiências inesquecíveis e sensoriais. Um destino, sem dúvida, com bom clima, boa comida e inúmeras coisas para fazer, visitar, ver e viver. Lisboa é perfeita. Além de econômica e de fácil acesso.

Monumento do Descobrimento

Torre de Belém

Vista do elevador de Santa Justa

Viajar é nossa vida!

www.setenoveturismo.com.br 42 Jornal Design

R. Camilo Leindecker, 31 | 54 3055.2979 91139569 | setenove@setenoveturismo.com.br


O novo programa Yázigi e o Blended Learning

O programa conta com uma plataforma inovadora que pode ser acessada no endereço www.yconnect. yazigi.com.br. As matrículas já estão abertas para a primeira turma desse programa em Bento Gonçalves. Quem quiser fazer parte desta turma pode entrar em contato com a escola, se inscrever e aproveitar os benefícios do YEP – Yconnect. Os dez primeiros matriculados serão presenteados com um tablet. Mais informações: 54 3452 2120 ou na Rua Julio de Castilhos 614, São Francisco.

Divulgação

O Yázigi lança um novo material cujo público-alvo são jovens a partir de 13 anos, jovens adultos e adultos iniciantes. O novo programa traz o conceito do blended learning. Uma nova metodologia educacional que une situações presenciais e virtuais.“No nosso dia a dia o online e o off line fazem parte do mesmo bloco. Muitas vezes, estamos usando o nosso computador e, ao mesmo tempo, lendo um livro; o impresso e o digital trabalham juntos e é este modus vivendi do século 21 que estamos trazendo para a sala de aula do ensino de um segundo idioma”, afirma a diretora da escola Andrea Brum. “Não é simplesmente blend do livro impresso com tecnologia, na verdade estamos blending a sala de aula Yázigi com o mundo real. O aluno, sob a orientação do professor, poderá usar o computador ou tablet e conseguirá contar com o recurso do QRCode para desempenhar as atividades solicitadas”, completa.

Jornal Design 43


44 Jornal Design


Jornal Design 45


Jeferson Soldi

Sociais Os 30 anos do Iva Espaço da Beleza foram comemorados em grande estilo, com desfile de tendências e coquetel para clientes, parceiros e amigos. A renda obtida com o evento será destinada a quatro entidades locais

Maria Luiza Poletto, Marli Tramontina e Tessalia Tegon Celso no Encontro Refinado da Refinaria Deli Gourmet

Fabiano Valduga, Luli Dias, Luis Duarte e André Valduga

Daiane Anderle e Sandra Gotardo, do Sandra Artes, em evento da Identidade Homem

Viviane Vandresen, supervisora comercial da Raffer, Samantha Paz e Anderson Pereto, da Identidade Homem, com o estilista da grife Raffer, Luís Placeres

Mariana Bertuol, Stefannie Wiesioek, Carlos Bertuol, Cristina Mioranza e Dhenifer Molon, no lançamento da Linha Angra da Meber

Jael Zardin e Rogério Rigol, na apresentação da coleção Angra de metais para as linhas banho e cozinha

Jornal Design

Evandro Soares

Guilherme Dalla Laste, Orlando Righesso e Fernando Toneser

Iva Vivan e Giovano Buckel no Momento Raffer promovido pela Identidade Homem

46 Jornal Design


Natana Fontes

Eduardo Vanassi

Os noivos André Castilhos e Sabrina Zucchi comemoraram sua união em uma bela festa no Centro de Eventos Marco Luigi, orquestrada pela cerimonialista Adelinda Cavalet. O noivo veste Identidade Homem

Andréia Pilão, Thais Stail, Juliano Pessali, Danielle Scotti e Kátia Marcon na inauguração da Empório Beauty Store

Carlos Ferrari

Patrícia Pompermayer Schneider, Marcia e Elise Di Bernardo

Caroline Campos De Boni e Deisi Galiazzi celebram o primeiro aniversário da MamaDama com descontos imperdíveis durante todo o mês de agosto

Sheila e Catarina Bertolini conferindo a nova opção de beleza em Bento Gonçalves

Thais Stail com Alessandra Souza no Makeup Day Revlon na Empório Beauty Store

Márcia Ferronatto e Ana Paula Soliman no espaço do SEGH durante a passagem da Tocha Olímpica

Cândida Redante, Theo, Gustavo Ceccon e Luísa conhecendo os lançamentos da Gambatto Jeep BG

Marilene Garcia e Eliana Casagrande Lorenzini prestigiando o evento de 30 anos do Iva Espaço da Beleza

Evandro Soares

Jeferson Soldi

Os sócios Juliano Pessalli e Thais Stail com as arquitetas Fabiane Brum e Tatiane Peruffo

Karina Guidolin, Juliana Pereira da Silva e Kelly Peruffo, na Meber

Jornal Design 47


seu pai charmoso CUIDAR DO

COM

Promoção válida para relógios Technos.. Imagens meramente ilustrativas

é deixar ele mais

84,15 748

a partir de

88,10 783

a partir de

10x à vista

mensais

Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Caxias do Sul | Garibaldi

SAC: (54) 3452-5933

10x à vista

mensais

Jornal Design | Edição 61  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you