Page 1

Meu lugar no mundo A busca pelo autoconhecimento como meio de vida e crescimento

Ano VI - Edição 59 - Junho/2016

Rústico + contemporâneo Uma combinação certeira que aquece e aconchega Dia dos Namorados Descobrir um amor além do que os olhos podem ver


Wagner Meneguzzi

Conceito Capa Caroline Dalcin Cabelo e make: Iva Espaço da Beleza Look: Natal Fitness | Columbia Cenário: Cantina Strapazzon | Caminhos de Pedra Foto: Wagner Meneguzzi Fine Art Photography

Conhecer a si mesmo para conhecer o outro. Essa edição tem o espírito do autoconhecimento, com histórias de pessoas que foram além para buscar o melhor de si. Existem vários caminhos para essa busca e todos estão certos. Essa é uma jornada muito pessoal e pode funcionar com terapias convencionais para uns ou com caminhos alternativos para outros. Nessa reportagem especial, o Jornal Design traz três histórias de transformação por meio da Yoga, Danças Circulares e do Caminho a Santiago de Compostela. A capa traz a nutricionista Caroline Dalcin, que já percorreu um longo caminho em diferentes práticas de autoconhecimento.


04 casa

vida

11

12 Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Administrativo: Rosângela Masutti Diagramação: Camila Cervieri Jornalista Responsável: Ana Carolina Azevedo | REG. 0017700/RS Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 | 2621 3134 contato@jornaldesign.com.br www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados.

28

25 estilo

33


vida

Você dá seu melhor para o mundo? Wagner Meneguzzi

Em tempos de revolução interior, o autoconhecimento é uma jornada com rotas diversas, mas trilhada por cada vez mais pessoas

Se, recentemente, você esteve pensando no propósito da sua existência, não se assuste, você não está sozinho. Nesses novos tempos de partilha, as pessoas estão se reconectando e a intenção de ser ultrapassa a intenção do ter. É um despertar natural, pois, como diz o filósofo Mario Sergio Cortella, uma vida pequena é aquela centrada em si mesmo. E ele garante que cada vez mais pessoas estão se antecipando ao juízo final para refletir sobre o que fizeram e o que deixaram de fazer. “O que importa é o que faço da vida enquanto a morte não chega, para que ela não seja banal, superficial, fútil, pequena. É preciso compartilhar, repartir”, reflete. É comum enxergar a si a partir do olhar do outro, pois aquele que está a seu lado é como um espelho que você precisa para se ver, mas essa imagem nem sempre reflete o seu interior. É aí que entra o auto-

conhecimento, um processo necessário para cessar a busca de referencial em outras pessoas e olhar para dentro, lidando com as limitações e imperfeições com mais compaixão, gerenciando aquilo que sente e deixando de estar tão vulnerável aos processos emocionais. A psicoterapeuta transpessoal Karine Zuglian explica que o autoconhecimento é como um túnel que passa por toda a história de vida da pessoa para, no final, mostrar a essência de quem ela é. “Presos à nossa própria história e a experiências dolorosas do passado, muitas vezes não conseguimos nos relacionar verdadeiramente com o outro. Esse processo de se voltar para dentro traz a compreensão do que é amar e ajuda a entender que somos parte de um todo”, explica. Na adolescência, a nutricionista Caroline Dalcin teve seu primeiro contato com práticas de espiritualização, mas aquilo pareceu inconsistente e só dez anos depois ela entrou novamente em uma escola de yoga. Naquele dia, foi como se entrasse em sua própria casa. Não era uma busca especulativa, mas uma entrega a algo maior. Ela conta que começou na yoga como prática, mas em seis meses sentiu um salto interno e descobriu ali uma ferramenta para lidar melhor com o dia a dia. Foi descobrindo como se relacionar consigo, com o meio e com Deus. A expansão da consciência, segundo ela, é algo possível a todos, desde que você se abra para o autoconhecimento. Na sua busca, Caroline viajou o mundo

Caroline está usando blusa e calça térmicas da Columbia, o colete de pena de ganso possui isolamento térmico

e conheceu as práticas indianas e tailandesas e agora ela sente que a força está dentro dela. Basta fechar os olhos e se ver. “A yoga é descobrir a vida, despertando para novos horizontes. Quando você está mais neutra, com um nível mais tranquilo de pensamentos, se abre para receber coisas maravilhosas. Quando deixa de visualizar apenas o resultado final de suas ações e passa a fazer pela responsabilidade que tem consigo, com a vida e com a sociedade, você passa a ter um pote infinito de intuição que guia para bons caminhos”, reflete. Em se tratando de caminhos para o autoconhecimento, há vários e todos estão certos. Essa é uma jornada pessoal e pode funcionar com terapias convencionais para uns ou com caminhos alternativos para outros. Nessa reportagem especial, o Jornal Design Serra traz três histórias de autoconhecimento e transformação:

Ana Cris Photo

4 Jornal Design


Mente e corpo em sintonia com a yoga

a paciência. A yoga é para todos que estejam abertos a se descobrir. Como exercício, contribui para a flexibilidade, tonificação, respiração e processos de emagrecimento. Como escolha de vida, melhora a qualidade dos pensamentos e desintoxica. Depois de um tempo, a pessoa consegue sentir fortemente sua capacidade de se explorar e de permitir que aflore o melhor de si. “A vida é fluidez e não se pode reter os processos orgânicos, mentais e emocionais” conclui. Arquivo Pessoal

As pessoas procuram a Yoga como exercício, como refúgio e, num estágio muito mais elevado, conseguem atingir a verdadeira meditação. Todos são caminhos possíveis e levam ao autoconhecimento, pois essa prática, em essência, oferece uma visão do ser interligado com o mundo. Para a ciência védica, ninguém no mundo é individual. As pessoas têm sua unicidade, mas estão interligadas a tudo que acontece. Na Yoga, a cabeça é o topo de uma antena, o cérebro é a consciência e o corpo é um veículo. Nesse pensamento, se você não está conectado com o superior e com boas ações, não vai trazer benefícios para si. As consequências são as doenças do corpo e da alma, que a Yoga enxerga como uma intoxicação do corpo. A experiência da Yoga enquanto prática de autoconhecimento é completa. Você sente a si ao mesmo tempo em que sente o espaço, o potencial do seu corpo e toma consciência de sua respiração. Os assanas, ou movimentos da Yoga, não são sempre tão delicados. Controlar o próprio corpo exige muita força e atenção,

mas acaba mostrando a cada um uma capacidade incrível de se explorar. O designer Alberto Lazzarotto, hoje também professor de yoga, explica que não existe mente separada do corpo. Na prática da Yoga, o aluno tem uma hora para sentar e observar a si mesmo, tomando o comando de sua vida e conseguindo estar cada vez menos vulnerável ao meio. “Se você não cuida de si, o corpo entra em colapso”, afirma. Lazzarotto explica que a Yoga muda as pessoas porque sua prática muda a conduta diária delas. Enquanto a sobrecarga diária provoca um gasto desnecessário de energia, o professor de yoga orienta movimentos que estabilizam o corpo. O aluno sente a mente aquietar, sua respiração ampliar e sua energia ser melhor direcionada. “Você se sente limpo e quanto mais sente isso, mais leva para a vida. A yoga é uma ciência muito bem embasada e que acredita na transformação”, defende. Cada pessoa tem em si própria o mecanismo físico e mental para melhorar sua condição. Diminuir o ritmo de pensamentos, como propõe a yoga, é simples, mas não fácil. Nessa prática, o desafio principal é exercitar

Tudo o que as pessoas procuram fora está dentro de si mesmas. Sendo melhor consigo você pode ser melhor com os outros

Danças circulares: de mãos dadas e em sintonia com o universo Danças em geral oferecem uma chance única de contato com o próprio corpo, troca de energias e vibrações de positividade. Na Dança Circular Sagrada, todos os processos são potencializados pelo entendimento de que ninguém é sozinho. Todos somos um e todos estão conectados pelas mãos. A focalizadora Karina Zuglian explica que a dança conecta as pessoas com a essência da vida, criando outro nível de relação entre os participantes. Em cada aula, são exploradas danças tradicionais de diversos povos, danças clássicas e contemporâneas. A mensagem é clara: em roda e unidas pelas mãos, cada pessoa é essencial para a formação. O círculo só existe porque, apesar de ser apenas um pequeno elo, você faz parte do conjunto. “É uma simbologia muito importante. Você está dando a mão e recebendo a mão de alguém. Ao mesmo tempo em que ajuda, está sendo ajudado”, pontua. A Dança Circular Sagrada foi criada por um bailarino e coreógrafo alemão, que buscava resgatar danças tra-

dicionais das mais variadas culturas ao redor do mundo. Ao colocá-las em roda, percebeu o incrível poder de transformação pessoal e coletiva que estas danças traziam. O enfoque aqui não é a técnica, e sim o sentimento de união de grupo e o espírito humanitário que se instala quando todos, de mãos dadas, apoiam e auxiliam os companheiros, bem como são apoiados e auxiliados. Fisicamente, a Dança Circular Sagrada ativa todos os músculos, aumenta capacidade cardiorrespiratória, fortalece os músculos e a flexibilidade do pescoço e da nuca. Corrige problemas de lateralidade, estimula a percepção espacial, ajuda nos problemas de desequilíbrio e deslocamento. No nível mental, estimula a atenção, concentração e memória, exigindo envolvimento pleno mental e físico. “Com uma atividade tão leve e prazerosa, conseguimos trabalhar a aceitação de si mesmo, liberar emoções reprimidas, estimular a perseverança, o respeito. O todo é maior que a soma das partes, pois a harmonia do circulo é mais do que a soma da ação de cada um”, conclui.

Divulgação

“A vida é como a dança, todos estão numa mesma roda, dançando uma mesma música”

Jornal Design 5


Algumas experiências na vida surgem como um chamado do divino. Uma força tão poderosa que quase se pode tocar, uma porta que o universo abre para almas corajosas, pois atravessá-la é uma escolha sem volta, uma estrada para o desconhecido que é conhecer a si mesmo. O Caminho de Santiago de Compostela é assim para muitas pessoas e foi assim para o Ricardo Orso, antes funileiro, agora peregrino. Essa é uma viagem que começa, mas nunca termina, e o caminhante de hoje colhe para sempre seus frutos. Com alegria e saudade, Ricardo Orso, o peregrino, vai às lágrimas quando tenta descrever o significado dessa jornada de autoconhecimento. Impossível não chorar junto, pois a sinceridade de suas palavras é tocante. No alto de seus 54 anos, sempre muito envolvido com o trabalho, convivendo com quatro hérnias de disco e um estilo “católico não praticante”, Orso levava uma vida relativamente nos eixos quando foi tirado do prumo pelo chamado de Santiago de Compostela, que milhares de peregrinos fazem todos os anos partindo de diversos lugares da Europa a pé ou de bicicleta em direção à cidade espanhola onde acredita-se estar os restos do apóstolo Tiago. Quando sentiu o chamado de Santiago, Orso não pôde ignorar: o que ele queria dizer a Ricardo? Naquele mesmo dia, começou a fazer pequenas caminhadas, que depois ganharam o peso da mochila e se transformaram em horas de treino. Oito meses depois, o funileiro de 52 anos que nunca tinha viajado tão longe nem tirado 30 dias de férias em toda sua vida estava diante de pé na porta de um albergue em Pamplona, absorto, ouvindo vozes de dezenas de nacionalidades. Conhecendo tanta gente, começou a conhecer-se a si

próprio. “Apesar de estranhos, todos se esforçavam imensamente para compreender uns aos outros”, relembra, com carinho. Seguindo as flechas amarelas do caminho, Orso caminhava mirando o horizonte terminava o dia anotando numa caderneta seus sentimentos. Mas no começo era como se ele peregrinasse pelas pessoas no Brasil, por aqueles que dele duvidaram, pelas mágoas do passado. Por muitas razões, mas não por ele. Depois de dias penosos, aos poucos Orso entendeu o sentido de sua peregrinação. Você vai caminhando e o Caminho fala a você. Ele sentiu como se caminhasse em frente a um espelho e viu toda sua vida por outro ângulo. “O Caminho de Santiago não está na Espanha, mas dentro de você. E percorrer 800 quilômetros dentro de você é muito caminho. Você percorre cada canto de si e revisita toda a sua vida, da infância até os tempos presentes”. Longe do dia a dia, Orso enxergou uma beleza inigualável na vida e viu seu Caminho de Santiago como uma pintura, uma obra de arte de 800 quilômetros pin-

Arquivo Pessoal

Uma incrível jornada de autoconhecimento a Santiago de Compostela

“Quanto menos peso você tem nas costas, melhor você anda”

6 Jornal Design

tada por ele a cada passada e que leva sua assinatura no final. Para Orso, o lance do Caminho de Santiago de Compostela é tirar o peso e deixar que a estrada passe sob seus pés. Essa viagem – para a Espanha e para dentro de si – mostrou a Orso que a vida não é uma guerra. Ao chegar a Santiago de Compostela, as lágrimas se misturaram à raiva, satisfação e um incrível sentimento de vitória. De lá para cá, o caminho de Orso nunca terminou; ele segue todos os dias, ensinando a compartilhar, a viver com menos e a praticar a verdadeira humildade. “Cada um tem o caminho que precisa para limpar-se por dentro e por fora. Assim como o trajeto a Santiago de Compostela é a vida. Você não tem a vida que merece, mas aquela que precisa para evoluir”, conclui.


Jornal Design 7


Casa de respouso Bella Vitta: acompanhamentos alternativos nos cuidados com idosos por Eugenia Ligoski | Enfermeira Sobre o método Reiki

Divulgação

O método Reiki é um sistema natural de harmonização e reposição energética que mantém ou recupera a saúde. É um método de redução de estresse. Reiki é um sistema próprio para despertar o poder que habita dentro de nós, captando, modificando e potencializando energia. Funciona como instrumento de transformação de energias nocivas em benéficas. Se o nível de “energia vital” está baixo, ficamos mais propensos às doenças ou mais estressados. Se estiver alta, somos mais capazes de nos sentirmos felizes e saudáveis.

Ao refletir sobre os cuidados de enfermagem nos dias de hoje e, sobretudo no processo de envelhecimento, acreditamos que devemos ir além do convencional. Isso significa focar as ações de enfermagem não só na doença, mas sim num processo de construção e autoconhecimento de nosso próprio corpo e da forma que interagimos com o mundo. Sendo assim, buscou-se trabalhar alternativamente com a Terapia Reiki, dessa forma complementando aos cuidados de enfermagem, através de uma harmonização entre corpo físico e psíquico, resgando a autoestima dos idosos. O Reiki é uma alternativa capaz de direcionar o envelhecimento a uma melhor qualidade de vida. Conhecemos essa terapia como uma energia ou sabedoria universal e uma prática que canaliza e transmite essa energia através das mãos, equilibrando os níveis físico, mental, emocional e espiritual. Além de cuidados tradicionais como enfermagem, fisioterapia, nutrição e atendimento médico, também proporcionamos serviços de musicoterapia, entreterimento e inovando com a Terapia Reiki, na busca de diferenciar somente do uso da medicina tradicional, assim voltando-se ao equilíbrio emocional e mental. O Reiki como uma opção diferenciada de cuidado e atenção, auxilia no tratamento de diversos sintomas como exemplo, no tratamento de cefaleia (dor de cabeça) um analgésico pode nos ajudar a aliviar a dor, mas pode não curar a causa. Com o Reiki, podemos

8 Jornal Design

buscar outras vias de aliviar a causa, que por muitas vezes pode estar ligada ao lado emocional, mental até mesmo espiritual, porque além de corpo físico somos energia. Envelhecer criticamente e sabiamente é uma verdadeira arte. Mas, para que isso aconteça, é necessário que ao longo do processo evolutivo, aprendamos tirar lições de nossas dificuldades, e saber enfrentar saudavelmente o processo de envelhecimento, tanto com uma saúde plena ou com as consequências de alguma dificuldade por uma doença. Ajudar as pessoas a terem uma vida saudável e um envelhecimento criativo faz parte de nossos cuidados nas ILPIs (Instituições de Longa Permanência Para Idosos) e para que possamos oferecer uma “melhor qualidade de vida” aos idosos, precisamos estar capacitados a oferecer para eles momentos de prazer, aconchego, carinho, atenção, lazer e cuidado, cuidado não só do corpo físico mas também da alma e com o Reiki conseguimos chegar mais perto do afeto do conforto. Paciência, sensibilidade e criatividade são qualidades fundamentais para cuidar de quem cuidou de nós. É importante nos conscientizarmos que nossa sociedade está passando por um período de transformações, onde nos encontramos com uma longevidade maior que no passado. Envelhecer não é sinônimo de final de vida, mas podemos sim transformar e viver bem, só que para isso precisamos nos preparar e nos adaptar

a essas mudanças. Vamos começar a construir hoje uma nova visão de futuro, valorizando nosso espaço e nossa época, encarando a velhice como um processo natural e bonito do ciclo da vida e não como sinônimo de “morte”, “fraqueza” e “doença”. O velho de hoje foi o jovem de ontem. O jovem de hoje será o velho de amanhã, então nos questionamos, o que estamos fazendo hoje para que nossa velhice possa ter um pouco mais de qualidade? Ou será que em algum momento já nos perguntamos como nós seremos quando “velhos”? Hoje tudo que buscamos e fizemos para nós ou nossos familiares, principalmente os pais, deverá ser para melhor desenvolvimento e refletirá para quando nós envelhecermos também. Assim, os idosos compõem um desafio para a nova sociedade que se forma em reflexo de uma expectativa de vida que aumenta gradativamente. Nós, da área de saúde, devemos procurar oferecer qualidade de vida apropriada e eficiente. Nessa perspectiva, a enfermagem é o elo fundamental, principalmente no que tange à promoção da saúde, prevenção e o bem-estar nas instituições que prestam cuidados aos idosos. Lembrando que podemos oferecer bem mais do que os livros e os bancos universitários nos proporcionam: compaixão e carinho a quem nos oferece uma vasta experiência de vida e sabedoria.


Musculação na infância e adolescência por Sinara Gnoatto | Profissional de Educação Física - CREF 003574-G/RS

Crianças são ativas por natureza e fazem, naturalmente, exercícios físicos através de brincadeiras, jogos, rotina diária. Crianças que nasceram nas décadas de 70 e 80 podiam desfrutar de uma rotina cercada de brincadeiras na rua, escaladas em árvores e uma vida cheia de aventuras onde o cenário era o terreno do vizinho ou a casa do amiguinho.

Esse estudo foi conclusivo e fez com que em 2001, a Academia Americana de Pediatria atualizasse sua posição e reconhecesse a eficácia do treinamento de força em pré-púberes. Aumentar a massa muscular, no entanto, só pode se tornar objetivo após o pico do estirão do crescimento, quando o corpo deixa para trás as feições infantis e ganha as características adultas. Nas meninas, ele costuma ocorrer entre 12 e 14 anos. Nos meninos, entre 14 e 16 anos.

Mas, se não é para ganhar músculos, para que serve a musculação nessa fase?

Porém, os tempos mudaram e viver na cidade, morar em apartamento ou numa casa com quintal pequeno, desfrutar da TV, computador, vídeo game, celular, criaram um estilo de vida sedentário para a maioria delas.

Uma boa alternativa para quem está saindo da infância e ensaiando os primeiros passos da pré-adolescência (ou pré-puberdade) é a musculação.

Divulgação

O assunto não é novo e sempre gerou polêmica entre os profissionais da saúde. Hoje é o dia de colocar o pingo nos “is”!

O exercício é o estímulo mais potente para liberação do hormônio do crescimento (GH), já presente em crianças pré-púberes. Estudos comprovam que pressões intermitentes causadas por exercícios com pesos nas articulações e nas linhas de crescimento ósseo, além de estimular a produção do GH, tendem a estimular o crescimento estrutural em adolescentes.

F

A questão era simples: se as mulheres que possuem um baixo nível de testosterona e conseguem ganhos significativos de massa muscular, por que crianças pré-púberes não podem obter ganhos similares?

No passado havia a crença de que crianças e adolescentes não tinham ganho de força devido ao baixo nível de hormônios sexuais masculinos. Porém, Bar-On (Pediatric Sports Medicine for the Practitioner. New York: Springer-Verlag), em 1983, comprovou que crianças pré-púberes tem capacidade de desenvolver ganhos de força em programas adequadamente realizados e supervisionados, com duração e intensidade suficientes e compatíveis com seu nível maturacional.

F

• Melhora da autoestima • Manutenção do peso corporal • Correção da postura • Socialização (há vida fora da escola) • Aumento da concentração • Desenvolvimento da flexibilidade e condicionamento físico • Melhora do condicionamento cardiovascular • Melhora das habilidades motoras • Aumento da densidade mineral dos ossos (evitando doenças ósseas futuras) • Combate o sedentarismo.

Porém, cuidado! Um treinamento inadequado, extremamente intenso, com suporte de peso excessivo e treinamento repetitivo que leve ao estresse crônico, pode provocar fechamento prematuro das placas de crescimento (estruturas cartilaginosas, entre as extremidades dos ossos (epífises), que são suscetíveis à lesão na juventude devido aos excesso de peso), e, consequentemente, retardar o crescimento normal dos ossos longos.

Exercícios com pesos para crianças e adolescentes devem ser simples, de menor intensidade e sem carga ou com pesos mínimos. Vale ressaltar que quando o treinamento é elaborado de forma sistematizada e própria para o nível maturacional os riscos de lesão são raros. O número de traumas ocorridos em salas de musculação, quando o programa é bem orientado, é insignificante. Recomenda-se programas de treinamento de peso cuidadosamente supervisionados por um Profissional de Educação Física, que enfatize a técnica apropriada e desencoraje o levantamento máximo de peso. O programa também deve ter os equipamentos adaptados ao tamanho da criança e favorecer o treinamento de baixa resistência.

Consulte nossa grade de horários Contato: 54 | 3055.4491 www.phantomacademia.com.br

Jornal Design 9


Divulgação

Sobre o amor... por Letícia Simioni Schossler | Psicóloga É chegado mais um Dia dos Namorados, e com ele algumas questões que tanto solteiros como casados podem se fazer em algum momento de sua solteirice ou relacionamento. Quando o sujeito se sente incomodado com aspectos de um relacionamento, é possível que surjam questões ligadas aos por quês de determinadas escolhas amorosas, sejam elas passadas ou presentes, às repetições envolvidas em tais escolhas, ao custo emocional da manutenção ou rompimento de um relacionamento, dentre outras. Em relação às respostas dadas pelos indivíduos, seja para si ou para os outros, é comum ouvir “explicações” quase mágicas, ora ligadas ao azar ou ao popular “dedo podre”. Mas será possível contentar-se com razões como essas, e que talvez possam levar o sujeito a tornar-se vítima e não autor de sua própria história? Certamente tais explicações dadas com frequência a si mesmo escondem por de trás de aparente simplicidade fatos muito relevantes da história de cada um, e consequentemente a forma como cada sujeito lida com isso. Antes de se falar em relacionamentos no geral, é importante pensar nos vínculos e na construção desses ao longo das etapas de desenvolvimento do ser humano. O primeiro vínculo que estabelecemos é vínculo

10 Jornal Design

entre mãe e bebê, no qual as satisfações referem-se não apenas aos aspectos orgânicos vitais, mas também aos afetivos. Apesar destes aspectos infantis parecerem talvez muito distantes para alguns em relação à temática relacionamento, é a partir da análise desse período que se torna possível compreender, por exemplo, porque muitas pessoas trocam de bastante de parceiros, mas mantém as características do tipo de vinculação, e dessa forma, acabam por repetir a escolha, apesar da aparente mudança. A partir da análise dos conteúdos do paciente, é possível explorar o tipo e a forma de amar e ser amado, além das ansiedades, fantasias, defesas, dentre outros aspectos possíveis ao se analisar um relacionamento, e assim, tornar conscientes conteúdos até então inconscientes, aumentando as possibilidades de escolha do indivíduo (ex.: manter-se em determinado relacionamento, consciente de sua escolha, do bônus e ônus da mesma) e diminuir a ocorrência de repetições na vida do sujeito. Nesse sentido, a Psicoterapia torna-se uma ferramenta valiosa não somente para aqueles que encontram dificuldades em relacionar-se, mas também para os que desejam compreender de forma consciente suas escolhas e a manutenção ou não dessas.

Letícia Simioni Schossler Psicóloga Clínica CRP- 07/23986 Rua Dr. José Mário Mônaco, sala 402 Edifício Serrano | Contato: 54 9121.3633 E-mail: leticiassc@terra.com.br PsicologiaLeticiassc/


Reabilitação cardiopulmonar e metabólica: sinônimo de qualidade de vida A reabilitação cardiopulmonar e metabólica é indicada para: • Pacientes portadores de pneumopatias crônicas (ex.: asma, bronquite crônica, enfisema pulmonar, fibrose pulmonar, fibrose cística e hipertensão pulmonar) e agudas (ex.: pneumonias e bronquites); • Pacientes em pós-infarto agudo do miocárdio, pós-cirurgia de revascularização miocárdica ou troca de válvulas cardíacas, portadores de insuficiência cardíaca, cardiopatias congênitas, hipertensão arterial sistêmica, nefropatia crônica, entre outras; • Pacientes com síndrome metabólica (diabetes, obesidade, dislipidemia, pós-operatório de cirurgia bariátrica); Todos os pacientes que, após avaliação de seu médico, necessitarem de um programa que contemple a melhora de sua capacidade física e, principalmente, de sua qualidade de vida são beneficiados com o programa, independente da faixa etária.

fere diretamente na sua qualidade de vida. Nesse processo, a Psicóloga avaliará os níveis de motivação do paciente, procurando entender as relações existentes entre o indivíduo e seu ambiente e pessoas de convívio. O acompanhamento nutricional é outro fator imprescindível na prevenção da desnutrição e na obtenção de melhores resultados durante o treinamento físico. O papel da nutricionista se torna fundamental para avaliar e orientar uma alimentação adequada para que a melhora funcional seja mais rápida e satisfatória. O programa de exercícios atua na melhora da capacidade cardíaca, musculoesquelética e pulmonar, no controle da pressão arterial, no perfil lipídico (colesterol e triglicérides), na tolerância à glicose (relacionado ao diabetes), no controle do peso, na saúde mental, imunidade e dispneia (relacionado ao sono). Além do Programa de Reabilitação Cardiopulmonar, o Reviva disponibiliza também atendimentos de fisioterapia convencional, com acompanhamento médico mensal, fato que torna o serviço diferenciado, proporcionando maior segurança ao paciente. “Nosso objetivo primordial é possibilitar que o indivíduo readquira o máximo de seu potencial funcional, psicológico e vocacional e aprenda a realizar o autocuidado, dando continuidade às medidas introduzidas pelo programa com a manutenção de atividade física regular com segurança”, finaliza a Dra. Lilian Pasin Jacobi.

Jornal Design

Antigamente, os pacientes com doenças pulmonares e cardíacas crônicas eram desencorajados a realizar qualquer tipo de exercício devido aos sintomas de falta de ar e cansaço extremos. Hoje, com o avanço dos estudos em todos os patamares das ciências da saúde, tem-se como recomendação primordial a prática de atividade física orientada por profissional especializado. É nesse contexto que se insere o Reviva - Centro de Reabilitação Cardiopulmonar e Metabólica. Formado por uma equipe multidisciplinar, a clínica tem seu trabalho voltado à melhora da qualidade de vida de seus pacientes através da visão médica da Pneumologista Dra. Lilian Pasin Jacobi, da Fisioterapeuta Renata Monteiro Weingert, da Psicóloga Tatiana Antoniolli e da Nutricionista Fabiana Goes Nogueira. O programa de tratamento inicia com uma avaliação médica especializada que vai determinar o nível de esforço a ser respeitado e a definição dos objetivos a serem atingidos. Com o suporte das demais profissionais, constrói-se um processo educativo e o paciente é provido de informações sobre a natureza da sua doença e a relação dela com suas atividades rotineiras. Com a avaliação médica em mãos, a fisioterapeuta dará sequência ao programa através de testes específicos que vão diagnosticar a capacidade funcional do paciente, traçando assim, um plano de atividade específico para atingir o melhor rendimento dentro do limite estabelecido. Uma alta porcentagem dos pacientes com doenças crônicas é ansiosa ou sofre de depressão, o que inter-

Jornal Design 11


casa

Um toque rústico, um toque de calor Materiais como a madeira de demolição e a madeira de pipas de vinho são elementos de aconchego para projetos contemporâneos Ana Carolina Azevedo

anos ou mais de origem e madeira Pequiá de origem certificada tanto para ambientes residenciais quanto comerciais. O processo é extremamente artesanal e valoriza as irregularidades da madeira. A empresária Kelen dos Santos explica que não se utiliza verniz para não dar brilho à madeira. Ao contrário, o objetivo é deixar a peça o mais natural possível, com a aplicação de óleos que contribuem para a conservação da madeira e fechamento dos poros. “Essas peças rústicas quebram a sobriedade do MDF e dos móveis planejados, trazendo vida para o ambiente”, reforça. Para pessoas ou empresas mais modernas, a arquiteta Adriana Peccin sugere a ousadia do rústico colorido, com a pintura dos móveis antigos ou aplicação de revestimentos como tecidos, ladrilhos e papéis. “O clean é muito bonito, mas esfria o ambiente”, argumenta.

Divulgação/AZ Móveis Rústicos

A mesa geométrica em madeira de pipa de vinho aquece a cozinha em vidro de cor petróleo e integra cozinha e sala

Projetos contemporâneos, com a praticidade e elegância dos móveis sob medida, garantem o melhor aproveitamento dos espaços e um visual muito atemporal, mas precisam de complementos para ganhar calor e oferecer a sensação de aconchego que todo mundo deseja em casa ou no seu restaurante favorito. Uma pincelada de rusticidade cai como uma luva, seja em peças de destaque, como mesas e aparadores, ou como revestimento para paredes em forma de painéis. A arquiteta Adriana Peccin indica que esse recurso pode ser usado até mesmo em lavabos, mas que é especialmente utilizado nas áreas sociais. Uma churrasqueira com detalhes em ladrilho hidráulico e emoldurada por fragmentos de madeira de demolição se transforma num belíssimo espaço gourmet. As paredes rústicas, segundo a arquiteta, ficam perfeitamente har-

12 Jornal Design

mônicas quando combinadas com peças em laca brilho, espelhos, molduras douradas, velas e relógios. O contrário também funciona. Com a escolha de revestimentos de última geração, como cerâmicas 3D, o toque rústico ganha destaque com mesas, cristaleiras e objetos de família. O vidro é um elemento que também funciona perfeitamente com a madeira em seu estado mais natural. No projeto criado pelo designer Ricardo Lima para seu próprio apartamento, a mesa entra como elemento de integração entre a cozinha e a sala, contrastando com a cozinha de cor petróleo totalmente em vidro. Para a mesa, também foram escolhidos pés de vidro, provocando sensação de flutuação. A angulação da mesa segue a planta do próprio imóvel. Em Pinto Bandeira, a AZ Móveis Rústicos cria peças em madeira de demolição, pipas de vinho com 100

Para uma clássica mesa em madeira de demolição, as cadeiras turquesa e as cores da natureza


Divulgação/Adriana Peccin

Cuide bem da sua madeira

Jornal Design

– Na madeira riscada, use óleo de bebê para tirar manchas e pequenos arranhões. Para riscos maiores, use giz de cera colorido. Misture cores para chegar ao tom da madeira e passe sobre o risco. Dê um leve polimento com pano seco e macio. – Para remover as marcas de calor, aplique cera de abelha morna com a parte externa da casca de limão. Se a marca for muito grave, passe a mistura de uma parte de bicarbonato e uma de azeite, deixe agir por alguns minutos e dê polimento com um pano. – A cera de abelha funciona também na remoção de manchas brancas na madeira escura, basta aplicar a mistura de cera de abelha com aguarrás na madeira. A quantidade dependerá do tamanho

O amplo estar ganha calor com a aplicação da madeira em painéis rústicos atrás da televisão. Projeto da arquiteta Adriana Peccin

Divulgação/AZ Móveis Rústicos

da mancha. Outra técnica é cortar ao meio uma noz descascada e esfregá-la na mancha para escurecê-la. – Para as gavetas que enroscam, uma boa solução é esfregar sabão, cera de vela ou talco nas partes corrediças. Caso as junções estejam soltas, passe cola para fixá-las. – Para evitar o mofo nos armários e gavetas, deixe dentro deles alguns pedaços de giz ou saquinhos cheios de cal. Você pode ainda vaporizá-los internamente com essência de terebintina. Pequenas lâmpadas infravermelhas, permanentemente acesas dentro dos armários, também previnem o mofo. Se o móvel estiver com mofo, pode-se removê-lo com querosene. Fontes: Quebra-Galho

Divulgação/AZ Móveis Rústicos

Divulgação/Adriana Peccin

No ambiente que todos amam da Amora Sabores Especiais, as mesas rústicas ganham alegria com inúmeros objetos de cor

Com um tratamento especial para impermeabilização, a madeira entra como elemento principal no lavabo

Cristaleiras são ícones do mobiliário rústico. Se não der para restaurar uma peça de família, o ideal é garimpar em antiquários. Projeto da arquiteta Adriana Peccin

Um clima de bar em casa com a bancada de Fabrício Zaffari

Jornal Design 13


Contemporâneo X Rústico por Margit Arnold Fensterseifer | Arquiteta

André Bastian

Showroom Roma, da estofados Vila Imperial

A arquitetura contemporânea, segundo alguns pesquisadores, é produzida na pós-modernidade. Começou a ser exercida no país a partir das décadas de 80 e 90 e perdura até os dias atuais. Esse estilo se apropria de alguns conceitos do modernismo (vigente no Brasil dos 1920 até 1970) com tendências fortes no minimalismo, ao conforto ambiental, à sustentabilidade e a utilização de materiais alternativos que sejam ecologicamente corretos. Essas são ideias que norteiam  o nosso tempo presente, caracterizado por uma vivência preferivelmente urbana. O mobiliário utilizado em ambientes contemporâneos tem formas que são extremamente retilíneas e geométricas, evitando curvas e primando pelas linhas horizontais (representados por grandes gavetões e portas largas de correr ou basculantes). Em termos de cor, predomina a neutralidade das madeiras patinadas claras, o eterno branco e off white ou os tons escuros chegando até ao preto. A  funcionalidaCasa Brasil, espaço da empresa Sofani

14 Jornal Design

de é assegurada por um bom projeto, e pela constante inovação das empresas de acessórios de puxadores, aramados, corrediças e gavetas com sistemas de amortecimento. Então por que a maioria das pessoas quer o rústico complementando o contemporâneo? Porque os detalhes rústicos quebram a monotonia, trazendo contraste e dinâmica ao contemporâneo que por vezes é frio, demasiado clean e despojado. Os detalhes rústicos são representados pelas madeiras de demolição (ou imitação delas), móveis em madeiras maciças rústicas, torneadas e entalhadas. O cuidado que precisamos ter com essa mescla é o exagero: ambientes contemporâneos podem receber mobiliários ou decorações rústicas pontuais como uma porta de entrada, uma cristaleira, uma mesa, uma cadeira ou até um painel em parede. O equilíbrio está em evitar misturas demasiadas e escolher detalhes em harmonia com a neutralidade dos ambientes atuais.


CORTINAS

DUETTE®

A cortina Duette® HunterDouglas® alia design e funcionalidade. Composta por tecido em formato celular, promove conforto térmico e acústico no ambiente. São aproximadamente 30 coleções e mais de 250 combinações de cores, que se adequam a todos os estilos de decoração. Disponível na exclusiva tecnologia Architella (célula dentro de célula) e Architella Trielle (com uma célula interna a mais), ampliando ainda mais o conforto e potencializando a tonalidade das cores. Aproveite, todas nossas cortinas, persianas e toldos podem ser adquiridos em até 15x*. *Mediante aprovação de crédito. A condição não é válida para pagamento com cartão de crédito. Revendas Talent Centurion Luxaflex® ARTELANA - Bento Gonçalves - RS - Tel.: 54 3055.2417 DECOR WINDOW - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3223.6536 ZÉLIA DECOR - Farroupilha - RS - Tel.: 54 3261.1448 Revenda Talent Luxaflex® PALLADIO’S DECOR - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3221.3333 ZEVIR REVESTIMENTOS - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3225.1355

Jornal Design 15


O conforto revolucionário do design

Divulgação/Intervento Design

por Juliana Desconsi | Designer

Ele geralmente é o primeiro da fila quando entra na pauta sobre corte de gastos nas indústrias. Um corte que pode deixar um vazio ainda maior para as corporações quando falamos em competitividade e diferenciação a partir do design. Quem não investe no design como ferramenta múltipla pode ficar afastado

16 Jornal Design

das necessidades mercadológicas. Além de estar cada vez mais democrático, ele marca presença em produtos e soluções inovadoras para a sociedade. Como um oxigênio para a indústria ele é capaz de impulsionar os negócios. Em outras palavras, quem aposta em design, mesmo quando o cenário econômico não é favorável,

alcança resultados palpáveis. O mais recente exemplo do uso do design como estratégia competitiva é a Casa de Pedra, de Bento Gonçalves. Ao escolher a Intervento Design para dar forma a sua nova coleção de estofados, a empresa garantiu a originalidade e qualidade de peças que chegam ao mercado alinhadas justamente com o que o consumidor final da marca busca. O requinte e aconchego são traduzidos em texturas e funcionalidade. As criações exclusivas da Coleção Traços exploram mais do que estética – elas desconstroem conceitos para construir design. Em quatro linhas diferentes, a Casa de Pedra imprime simplicidade, multifuncionalidade e muita personalidade. A linha Matiz, por exemplo, agrega um estilo limpo, linear e faz alusão à sutileza do design Scandinavo. A principal contribuição está no aproveitamento lateral para guardar revistas, jornais, livros e outros objetos. Já a linha Silhueta apresenta-se como um farto sorriso que é pura inspiração. A Silhueta Chaise traduz uma perfeita sintonia de estilo e conforto ao ser projetada para o conceito do sentar e do deitar, enquanto a linha Trama possui design simples e marcante agregando modernidade a qualquer ambiente. Seu desenho usufrui de formas angulares diferenciando-se do estereótipo comum de estofados modulares. Se o design pode integrar confortavelmente uma coleção completa de estofados, ele pode revolucionar empresas e transpor barreiras. E se inovar também é sinônimo de revolucionar, a Intervento Design acompanha o movimento e dá continuidade ao novo projeto de comunicação da marca. Neste mês, apresentamos nosso novo site – totalmente desenvolvido para atender da melhor forma nossos clientes e parceiros, a página alia informação, qualificação técnica e experiência prática de mercado. Dinâmico e funcional, o site é mais um caminho que nos leva a ampliar possibilidades, tanto para nós quanto para o futuro de nossos clientes. Acesse e confira a linha completa da Casa de Pedra, outros cases de sucesso, um pouco mais sobre a nossa filosofia e ainda faça parte do universo do design. Esperamos você! www.interventodesign.com.br.


/girododesign

Aparador Leblon, Ye Design para Anna Scotta www.annascotta.com.br

Lazzari Móveis

Divulgação

Lazzari Móveis

Bloco de ferro com silhueta | Les Maries www.lesmaries.com.br

Frase de ferro de mesa | Les Maries www.lesmaries.com.br

Cuco | HocDie Design www.hocdie.com.br

Banco Balance, Ye Design para Lazz Interni www.lazzinterni.com.br

Jornal Design 17


Milão, Nova York , São Paulo e Curitiba: nosso design nas capitais por Marta Manente | Designer

Nestes dois meses, nossas criações foram reconhecidas e coroadas nas principais capitais mundiais do design. Depois do sucesso na maior vitrine de móveis e design do mundo, o Salone de Móbile de Milano, em abril, participamos nos Estados Unidos, em Nova York, da feira ICFF - International Contemporary Furniture Fair. Nessas duas ações, fomos selecionados pelas curadorias das duas feiras internacionais e tivemos o apoio do Projeto Raiz, um projeto do Sindmóveis em parceria com a Apex-Brasil, representando o design brasileiro no exterior com uma seleta lista de profissionais. Nosso estande na capital americana contou com uma área de 18m² exclusivo do Studio Marta Manente Design com produtos assinados para as empresas Tumar Móveis e Estobel Estofados. Studio Marta Manente

Prêmio É com imenso prazer e alegria que anunciamos que o nosso projeto do Sofá Flag está na lista de premiados no Prêmio Objeto: Brasil, uma iniciativa da Associação Objeto Brasil que tem como objetivo chancelar a representatividade e a amplitude da produção brasileira de design, no Brasil e no exterior, no cenário da nova economia: a Economia Criativa. O evento acontece com mostra no MON - Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, com exposição de 28 de abril a 17 de junho. Também no dia 23 de maio, em

São Paulo, recebemos o prêmio Bronze em design de produto no OBA no IED - Istituto Europeo di Design. A exposição dos produtos premiados acontecerá até o dia 02 de junho. Essa página da história foi escrita com muito esforço e dedicação de muitas mãos. Sementes plantadas ao

longo de uma década e colhidos os frutos pelo reconhecimento nessas relevantes ações do cenário do design mundial. Aos colegas, colaboradores e parceiros que acreditam no design como força da economia criativa nossa gratidão a todos, inclusive ao Jornal Design pelo apoio e espaço.

Terreno com 1.118,58m², área construída de 324m², piscina com deck e pergolado, paisagismo e sistema de irrigação com acionamento automático. Acabamentos em alto padrão.

18 Jornal Design


Cadeiras ergonômicas, uma questão de saúde Divulgação

AF_AnuncioPortico_CMYK.pdf 1 17/05/2016 13:23:07

ando o desenvolvimento de produtos em estudos antropométricos. Segundo Cristiane, “é muito importante verificar se as cadeiras apresentam regulagens de altura e profundidade do assento, regulagens de altura e profundidade do encosto, apoio adequado para a coluna vertebral principalmente para a região lombar, mecanismos de regulagem com fácil acionamento, espessura de espuma adequada aos usuários. Além de revestimentos de qualidade que facilitem a transpiração e possuam um toque confortável”. Já o móvel deve ser universal, ou seja, todas as pessoas devem ter acesso a ele, sejam altas ou baixas e possuam biótipos diferentes. “É importante que o mesmo seja projetado com base em estudos antropométricos e que, preferencialmente, possua regulagem de altura de fácil acionamento. Também deve possuir profundidade suficiente para que os usuários, ao sentarem, permaneçam com as pernas confortavelmente posicionadas, além de conter espaço adequado para que haja livre movimentação de membros superiores e inferiores”. Preservar a saúde dos colaboradores é o bem mais precioso das corporações, por isso, vale a pena este cuidado e investimento em produtos ergonômicos, complementa Cristiane.

Aline Mariga

Conhecida comumente como estudo científico da relação entre o homem e seus ambientes de trabalho, a ergonomia tem alguns objetivos básicos, como possibilitar o conforto ao indivíduo no ambiente de trabalho, prevenir acidentes e aparecimento de patologias específicas, bem como contribuir para aumento da produtividade e bem estar. Convidamos a especialista em ergonomia Cristiane Nonemacher Cantele para nos falar deste assunto que é um dos mais atuais nos dias de hoje. Formada em Fisioterapia e pós-graduada em Fisioterapia do Trabalho, Cristiane é também Ergonomista certificada pela Associação Brasileira de Ergonomia, atua especificamente no desenvolvimento e concepção de produtos ergonômicos, e é Ergonomista da empresa Cavaletti S/A Cadeiras Profissionais. Para Cristiane, “uma empresa que investe em produtos ergonômicos realiza um grande investimento em seus colaboradores. Produtos verdadeiramente ergonômicos, ou seja, aqueles que são fundamentados em pesquisas nessa área, proporcionam mais conforto, produtividade e bem estar ao usuário. Tais fatores contribuem para que as pessoas trabalhem melhor, mais dispostas e com uma maior qualidade de vida nas atividades que desempenham.” Ao comprar uma cadeira, por exemplo, pode-se escolher pelo modelo, cor ou pelo conforto, mas as melhores indústrias pensam muito além disso, base-

Lançamento da Cavaletti, a linha Vélo é inspirada nos conceitos de flexibilidade e leveza para oferecer ergonomia e conforto dinâmico para todos os tipos de uso.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

A união da inovação, tecnologia e ergonomia no mesmo lugar. Firmamos parceria com a maior marca do Brasil.

Jornal Design 19


Linda Flores decora sua casa mtw digital

Arquivo Pessoal

mtw digital

Bom gosto e simplicidade é o que faz a Linda Flores ganhar força no mundo da decoração e também em sua casa. Sempre em busca da criatividade, de artigos com muita personalidade e peças únicas, o espaço oferece numerosas opções que, usadas em composè ou até mesmo sozinhas, transmitem charme e elegância a qualquer ambiente, seja sala, cozinha, banheiro, escritório ou, até mesmo, uma simples varanda. O espaço da Linda não é apenas atrativo por seus elementos de todos os gostos e cores, peças do clássico ao rústico e toques de contemporâneo. O diferencial fica por conta do atendimento de excelência a consultoria das atendentes em decoração. A arquiteta Claudia Alberici Pinto destaca que as peças são muito personalizadas e que a equipe pode levar até o cliente um conjunto de opções para compor o ambiente e optar pela melhor alternativa. “Em ocasiões em que o arquiteto não tem condições de acompanhar a visita até a loja, o cliente é prontamente recebido e, com a experiência de anos, suas necessidades são atendidas”, destaca. Não sendo exagero, basta dar uma passadinha pela vitrine da loja. As tendências estão sempre sendo expostas, os artigos constantemente renovados, tudo para satisfazer e atender à sua paixão pelas coisas novas e lindas, pois são elas que embelezam os ambientes. A Linda Flores entende, auxilia e é uma grande parceira dos que apreciam a decoração. Um ótimo espaço onde qualquer estilo é encontrado!

20 Jornal Design


Jornal Design 21 24,5x32,5.indd 4

31/05/2016 14:08:17


Tátum Business Comm.

Cardápio e ambiente transformados na nova Pastel 1000

Para reformar um ponto de shopping com 15 anos de tradição, a arquiteta Mônica Ferrari lançou mão de uma rede qualificada de fornecedores envolvendo desde agência de propaganda até a criação de móveis exclusivos para o espaço. A nova Pastel 1000 oferece a seus clientes um amplo e confortável ambiente, um projeto luminotécnico especial e todo o conforto para garantir encontros de muito prazer gastronômico. Com essa transformação, os sócios Carlos e Ana Lazzari desejavam ampliar o negócio, atraindo clientes interessados em degustar a receita dos elogiados pastéis e as novidades do cardápio. A arquiteta Mônica Ferrari projetou um ambiente alegre, remetendo à clientela jovem, mas também oferecendo conforto para um público mais exigente, visando todas as faixas etárias. No espaço disponível ao público, o padrão predominante é o madeirado noce, que confere elegância às cores vibrantes da marca. A parceria com a Nobratto Movelaria transformou o ambiente, com novos painéis, colunas, balcões e estofados –numa solução personalizada para as necessidades do projeto. A proposta é um trabalho primoroso de movelaria moderna, atuando somente com projetos especiais.

Os complementos do projeto A aplicação de papel de parede e revestimento em placas de PVC da Artelana conferem uma elegância contemporânea ao projeto, oferecendo conceitos atuais que tenham aderência com a proposta do negócio – despojado e aconchegante. Outro aspecto extremamente valorizado foi a conectividade. Todas as mesas têm tomadas aplicadas ou estão próximas a paredes, facilitando o carregamento de dispositivos móveis. O sistema de chamadas por pedidos também é inovador. A iluminação da Center Luz cumpre papel importante, tornando o ambiente mais contemporâneo e bem iluminado sem perder o aconchego. Os lustres na área de pé direito duplo são feitos a mão, assim como as receitas de sucesso dos pastéis. A finalização fica por conta dos revestimentos e cobogós da Lazza e todas as modificações na estrutura foram acompanhadas pela reformulação também do cardápio, agora muito mais atraente.

®

54 | 3055.2417

22 Jornal Design

54 | 3452.0770

54 | 9611.5446

54 | 3451.9717


Móveis Delucci assina mobiliário exclusivo Tátum Business Comm.

O design original do ambiente ficou por conta do mobiliário. Seguindo a proposta de elegância do projeto, a Móveis Delucci desenhou uma cadeira exclusiva com o detalhe de um porta-bolsa. Para chegar à peça, a Delucci seguiu as orientações da arquiteta, que desejava um produto diferente do disponível no mercado, que oferecesse conforto ao sentar e facilidade de manutenção. A cadeira desenhada acabou se desdobrando em uma família de produtos, com banqueta e poltrona. A peça é leve, mas, ao mesmo tempo, resistente. A madeira aparente do mobiliário, em especial as cadeiras, remete ao design italiano, valorizando a matéria-prima e a impecável usinagem. Feita em Jequitibá de origem certificada, a cadeira tem estrutura robusta, mas leveza estética. A Delucci trabalha com projetos customizados para ambientes corporativos, oferecendo um trabalho primoroso com formas orgânicas.

54 | 3458.7174

Jornal Design 23


Exata Comunicação

Acessibilidade: vivência e conhecimento técnico marcam palestra promovida pela AEARV

De um lado a experiência de quem encara com coragem e determinação as limitações apresentadas pela vida e encontradas no dia a dia. De outro o conhecimento técnico e profissional capaz de transformar ambientes e garantir a acessibilidade de todos. Em um encontro especial, vivência e conhecimento técnico atuaram como aliados a fim de eliminar inúmeras barreiras. Durante palestra promovida pela AEARV, a mesatenista paraolímpica Rosângela Dalcin e o arquiteto Eduardo Ronchetti de Castro se uniram em um mesmo objetivo: influenciar e auxiliar profissionais a desenvolverem espaços acessíveis e inclusivos a todos. O evento, que reuniu engenheiros e arquitetos, foi realizado na noite de 24 de maio, no auditório da Meber. Em vigor desde outubro do ano passado, a revisão da NBR 9050/2015 ainda gera incertezas entre os profissionais. Para auxiliar o setor a aplicar a norma de maneira assertiva, a palestra sobre acessibilidade é uma referência para o setor. “A AEARV desenvolve continuamente atividades e ações para auxiliar o trabalho de seus associados. Esse contato mais próximo com quem convive diariamente com as dificuldades dos espaços urbanos e projetos é fundamental neste período de transição do mercado. A experiência proporciona ao

profissional um olhar diferente sobre a realidade e influencia os trabalhos que ainda irá desenvolver”, comenta o presidente da AEARV. Vinicius Peruffo. Listando as principais dificuldades que enfrenta na sua rotina, desde atividades simples, como escovar os dentes até as mais difíceis, como percorrer as ruas de cadeira de rodas, Rosângela Dalcin abriu a programação do encontro. Para a mesatenista paraolímpica a falta de acesso para pessoas com deficiência e o mal planejamento de espaços acaba limitando ainda mais a vida de quem já enfrenta limitações. “A nossa liberdade fica comprometida e abalada quando não conseguimos acessar um prédio ou utilizar um banheiro com tranquilidade, sem medo de cair, por exemplo. A autonomia da pessoa com deficiência precisa ser valorizada e respeitada por quem planeja e desenvolve a cidade, o nosso espaço”, afirma. Referência em acessibilidade, o arquiteto Eduardo Ronchetti de Castro utilizou exemplos mencionados por Rosângela para apresentar parâmetros técnicos da norma que devem ser aplicados tanto na etapa de projeto, quanto na construção, instalação e adaptação de edificações, no meio urbano e rural. “Segundo o IBGE, em 2000 o índice de pessoas idosas no país correspondia a 8,5%. Em 2015 esse número passou a 13,7%. O que a norma faz é atualizar os profissionais para uma nova realidade da população brasileira incluindo, não só pessoas com deficiência, mas obesos, crianças, gestantes e idosos”, explica. De acordo com Castro, os espaços têm que estar preparados para receber todas as pessoas e é dever do profissional criar soluções e estratégias que facilitem o acesso. “Por isso essa atualização e contato com a realidade é importante. O olhar do engenheiro e arquiteto precisam estar abertos para suprir as necessidades de todos”, complementa. A palestra “Acessibilidade: conhecendo e aplicando a NBR 9050/2015” foi direcionada a associados da AEARV e profissionais do setor. Os alimentos arrecadados

durante o evento serão distribuídos a uma instituição de caridade. O encontro foi realizado em parceria com a Ascon Vinhedos com apoio da Meber. 2º Congresso Estadual AEARV é lançado oficialmente Durante o encontro, o presidente da AEARV, Vinicius Peruffo anunciou oficialmente a data do 2º Congresso Estadual AEARV. Os profissionais das áreas de arquitetura e engenharia já podem reservar em suas agendas as datas de 25 e 26 de agosto de 2016. Com o tema “Urbanidade – Cidade para as pessoas” a segunda edição do encontro reunirá ícones do setor para debater importantes conceitos ligados à urbanidade, criando contribuições reais para os profissionais e acadêmicos. O evento também reforça a proposta de atuação da AEARV: há mais de 30 anos consolida-se pela soma de ações desenvolvidas em prol de seus associados, promovendo atividades relevantes e sólidas para o segmento. Conheça o Congresso Estadual AEARV e acompanhe informações pelo site do evento em www.congressoaearv.com.br ou pelo telefone (54) 3451.9533.

Divulgação AEARV

AEARV fortalece alianças com parceiros do setor

A consolidação e qualificação de parcerias é um dos componentes principais da metodologia de atuação da AEARV. Em 2016, a estratégia se torna essencial para a manutenção e ampliação de práticas voltadas à engenharia e arquitetura. Ao definir este posicionamento como um de seus eixos prioritários, a entidade estabelece alianças com representantes do setor. Ainda no primeiro semestre do ano, a AEARV anuncia suas novas parcerias. Bento Gesso, Cristo Rei Materiais Elétricos e Trevizzo Esquadrias são as empresas que passam a fazer parte de uma ampla rede de relacionamento, visibilidade e benefícios. Além de fortalecer a entidade diante do setor e do mercado, as novas parcerias buscam aproximar o asso-

24 Jornal Design

ciado de fornecedores e da comunidade – as alianças fomentam a geração de negócios ao mesmo tempo em que possibilita alternativas aos profissionais. “Reconhecemos a importância de trabalhar em conjunto para conseguir resultados cada vez melhores para a entidade e comunidade. Para isso, a AEARV escolhe parceiros que compartilham da nossa busca pela excelência e auxiliam neste permanente processo de evolução”, afirma o presidente da entidade, Vinicius Peruffo. A Bento Gesso empresta seu know-how de mais de 18 anos de mercado e passa a figurar entre as empresas apoiadoras da entidade. A parceria garante ao associado a qualidade dos serviços da empresa, o comprome-

timento da equipe e a fabricação própria e exclusiva das placas em gesso. “Firmamos esta parceria porque sabemos do comprometimento e da representatividade da AEARV junto aos associados. Trabalhamos diretamente com o segmento de construção e decoração, então estamos integrados ao foco da entidade. Esperamos ampliar nossos parceiros, participando com orçamentos e com novos serviços a serem executados”, comenta Samara Bertuzzi Scheuer, gerente administrativa da Bento Gesso. Até o final de 2016, a AEARV busca ampliar ainda mais o quadro de parceiros. Acompanhe as novidades da entidade pelo site oficial www.aearv.com.br. Informações pelo telefone (54) 3451.9533.

nossa obra


StudioFAV destaque em site internacional de espaços de varejo Fernanda Fronchetti Photopoesia

Eduardo Benini

Projeto e execução Dona Florinda Floricultura Arquivo Pessoal

Projeto e execução Office OffWhite

O trabalho do StudioFAV Arquitetura, especializado em espaços destinados à venda de produtos e serviços e coordenado pela arquiteta Fernanda Pruinelli, foi selecionado e publicado pelo maior site de referências em retail design (design de varejo) do mundo! O projeto escolhido foi o espaço da Offwhite publicado na edição noivas. Fernanda é especializada em desenho de espaços comerciais: Retail Design pela Elisava Barcelona School of Design e Engineering, na Espanha, e desenvolveu todo o processo de criação, projeto e execução do office seguindo à risca os princípios de todos os ambientes que assina. São espaços com criações originais que reforçam a identidade das marcas e clientes que os ocupam e surpreendem por detalhes personalizados. O site é da empresa hungra Artica, que faz parte do grupo de importante reputação mundial em espaços de varejo, o Megaholz. Recebe mais de 20.000 visitantes/dia e publica diariamente uma seleção de ambien-

tes de todo o mundo como lojas, escritórios e restaurantes. Entre as publicações, aparecem nomes como Google, Prada e Nike e cidades como Nova York, Milão e Shanghai. Por isso, esse reconhecimento é muito importante para a região, que já tem grande engajamento em design de produtos e serviços, e agora marca presença internacionalmente também no mapa do segmento que é a casa deles – o local e a forma como são apresentados, o design de ambientes de varejo. O StudioFAV inova com uma metodologia única de trabalho que entende como capturar a autenticidade de cada marca para promovê-la fisicamente, e vem alcançando êxito na entrega e nos resultados de ambientes comerciais, expositivos e promocionais como lojas, stands de feira, espaços de trabalho e showroom. O trabalho publicado pode ser acessado no link: http://goo.gl/ibm11q ou pela fanpage www.facebook. com/studiofav.

Projeto e execução Gift Fair SP 2016 Simonaggio INOX

www.studiofav.com 54 9929.9962

Jornal Design 25


Salão do Imóvel 2016 apresentará imóveis e serviços durante os 12 dias da ExpoBento De 2 a 13 de junho, visitantes poderão também conferir as novidades da construção civil A maior feira multissetorial do Brasil, a ExpoBento, já teve início no dia 2 de junho e pelo terceiro ano consecutivo agrega ainda mais valor ao sediar o Salão do Imóvel, evento promovido pela Ascon Vinhedos. Em 2016, os mais de 200 mil visitantes aguardados para a feira, que segue até o dia 13 de junho, terão a oportunidade de conferir nos dez espaços destinados à construção civil os lançamentos em imóveis e uma série de outras opções em empreendimentos que estão à venda em Bento Gonçalves e região, assim como demais

serviços ligados ao setor. Diariamente, no Pavilhão A, poderão ser visitadas as seguintes empresas expositoras: MPA Incorporadora, Lex Empreendimentos Imobiliários, Construtora e Incorporadora Nunes, Molder Estruturas, Panazzolo Construção e Incorporações, Loppiano Incorporação e Construção e Parisotto Construções. De acordo com o presidente da Ascon Vinhedos, Andrey Arcari, a ExpoBento é uma vitrine para os mais

Jeferson Soldi

diversos setores da cidade e região e não poderia ser diferente com a construção civil por meio do Salão do Imóvel. “No espaço estarão diversas opções de imóveis residenciais e comerciais, tanto para moradia quanto para investimento. É o ambiente ideal para quem está planejando comprar um imóvel e também para os empresários que estão em busca de novos clientes”, ressalta.

Serviço: Evento: Salão do Imóvel 2016 Data: 2 a 13 de junho de 2016 Local: ExpoBento - Parque de Evento de Bento Gonçalves Endereço: Alameda Fenavinho, Bento Gonçalves Realização: Ascon Vinhedos Apoio: Sinduscon-RS

Empresas expositoras:

Apoiadores:

26 Jornal Design


Oi Biscoito

#amordemãe

Sabe aquele evento que tem muito amor envolvido? Pois assim foi esse dia tão especial que escolhemos para homenagear esse sentimento tão puro que é o amor de mãe.

54 3055.2417

Jornal Design 27


estilo

Amor sem barreiras Porque a imagem que se tem de uma pessoa pode ir muito além do que vê. É um toque, é o afeto

28 Jornal Design

programa DOSVOX, um sistema operacional com síntese de voz desenvolvido no Brasil, permitindo às pessoas cegas utilizarem computadores normalmente. Do outro lado da linha, atendeu Bernard, um dos pesquisadores envolvidos no projeto e que perdera a visão aos 25 anos depois de um acidente com ácido aos 16. Juliana pediu suporte técnico a ele e a vida seguiu seu curso, sem ela jamais imaginar que estaria numa loja fazendo compras com a mãe e dessa vez seria Bernard a ligar. À distância, os dois trocaram palavras por longos quatro meses até se encontrarem em Gramado e engatarem o namoro. Lá se vão quatro anos. Apesar de ela viver na Serra Gaúcha e ele, na Serra Carioca, em Itaipava, todos os anos eles passam longas temporadas juntos. Com Bernard, Juliana aprendeu a cozinhar, cavalgou em campo aberto e fundou bases que hoje são mais fortes que o namoro em si. Como se apaixonar por alguém que você não vê? De uma forma

Arquivo Pessoal

Com a alegria dos apaixonados e a serenidade de quem encontrou um par para a caminhada, Juliana Grando Peixoto faz planos para o próximo encontro com o namorado, o programador carioca Bernard Condorcet Porto. A distância é só mais uma das barreiras que eles enfrentam nesses quatro anos de namoro, mas o que não veem com os olhos, enxergam com a alma. Um amor como esse, que constrói laços e traceja o futuro, é uma inspiração no Dia dos Namorados. Juliana é uma educadora conectada a todas as facilidades que a tecnologia possa oferecer. Nascida prematura, passou um longo tempo na incubadora e, por excesso de oxigênio, acabou perdendo a visão. Isso não impediu que ela estudasse, viajasse e fosse surpreendida pelos encontros e reencontros que a vida oferece. Foi assim que, num certo dia da década de 1990, ela telefonou para a Universidade Federal Rio de Janeiro buscando orientações para melhor utilizar em casa o


muito simples, como a vida deveria ser. “Eu me pauto na delicadeza da relação que construímos, no toque, no cuidado com as palavras, no cuidado que um despende ao outro. Assim a gente cria um alicerce, porque imagem é mais do que se pode ver. É um conjunto de coisas do dia a dia: o cheiro, o afeto, o amor”, conta. Não menosprezando aqueles que enxergam, Juliana reflete que o olhar, por vezes, pode ser superficial. Embaixo dessas camadas que os olhos julgam de imediato, há outros meandros mais profundos e que merecem ser decifrados. “Para mim, o amor é estar bem, compartilhar e construir coisas boas apesar dos percalços – sempre lembrando que as pessoas têm sua individualidade e todo um universo particular que deve ser respeitado”. Nesse Dia dos Namorados, Juliana e Bernard estarão longe, mas já fazem planos de aventuras, caminhadas e cafezinhos para quando se reencontrarem.

Seu eterno Valentim No Brasil, o Dia dos Namorados é comemorado em 12 de junho, para os católicos, véspera de Santo Antônio, também conhecido pela fama de “casamenteiro”. Mas em boa parte do mundo, principalmente em países do hemisfério norte, a data é celebrada em 14 de fevereiro, naquele que é denominado Dia de São Valentim. As origens do Dia dos Namorados estão no século IV a.C., com a festa romana feita em homenagem ao deus Lubercus, o Festival de Lupercalia. Naquela época, o festival, que ocorria em fevereiro, servia para que a população pedisse proteção aos pastores e abundância nas colheitas. Contudo, durante a festa, havia um jarro de cerâmica com os nomes das moças da região para que os rapazes pudessem escolher quem seria a companheira para as festividades do dia e de outros eventos até o próximo ano. Alguns pares, em função da convivência e da proximidade, apaixonavam-se e acabavam se casando. Depois, com o surgimento do cristianismo, o homenageado tornou-se impróprio para a nova

ideologia, já que Lubercus era um deus pagão. Em função disso, surgiu a ideia de santificar o presbítero Valentim. Diz a lenda que, antes de morrer, no dia 14 de fevereiro de 269 d.C. (na véspera do Festival de Lupercalia), Valentim se disse apaixonado pela filha do guarda da prisão, que era cega. A moça levava refeições diariamente para os prisioneiros e foi ela quem recebeu a última carta de Valentim, que, ao se despedir, fez com que ela pudesse enxergar. Na carta de despedida estava assinado: “seu eterno Valentim” (frase que ainda é impressa em cartões do dia de São Valentim). Mesmo sendo a data mais reconhecida em todo mundo para comemorar o dia dos apaixonados, há vários países que comemoram o amor dos casais em ocasiões diferentes. No Brasil, por exemplo, até 1949 não existia data no calendário para festejar o romance entre namorados, pretendentes e apaixonados. Aqui, a data foi instituída pelo publicitário João Dória, que criou uma campanha para melhorar as vendas de junho. A data teve início no comércio paulista e depois foi assumida por todo o país, incentivando a troca de presentes entre os enamorados.

harmonizam VINHOS QUE

com boas

c o m pa n h i a s • Altolandon Rayuelo • Catena Malbec • Tandem Syrah

R. José Martelli, 58 - Bento Gonçalves-RS (54) 3454-3116 /refinariadeligourmet www.refinariadeligourmet.com.br Jornal Design 29


Eduardo Benini

Dia dos Namorados made in Chicago!

E para o fim de semana mais romântico do ano, a programação está imperdível. O Dia dos Namorados será celebrado nos dias 11 e 12 de junho, somente através de reservas, no horário de sua preferência. O menu exclusivo para a ocasião será servido em cinco etapas ao estilo “share” e devidamente harBuscando sempre oferecer a melhor experiência gastronômica, o Bistrô Café com Arte, em parceria com o SEBRAE RS e SEGH Região Uva e Vinho, esteve recentemente na maior feira de restaurantes do mundo: o NRA Show 2016. Promovido pela Associação de Restaurante dos Estados Unidos, o imponente evento acontece anualmente na cidade de Chicago e tem como propósito oferecer soluções tecnológicas, de gestão e de inspiração para o segmento. Já podemos sentir o aroma de novidade no ar!

Rua Marques de Souza, 354 São Francisco | Bento Gonçalves 54 | 2621.5302 comunica@cafecomarte.co Café com Arte

30 Jornal Design

Reconhecido pelo cenário charmoso e acolhedor, o Bistrô ganha destaque nos pratos sempre elaborados com ingredientes selecionados e temperos especiais que levam a assinatura do chef César Brandelli. Ele que, neste ano, foi convidado para integrar a bancada do Mesa Ao Vivo, na ExpoBento, e também assinar o prato de um dos jantares Magno, que acontecem nos restaurantes da cidade.

monizados com os premiados vinhos da Salton. O ambiente ficará ainda mais romântico para acolher os casais, que receberão mimos da casa e ainda concorrerão a uma diária numa pousada da região. Uma oportunidade única para brindar o amor com as delícias do Café com Arte Bistrô!


Dia dos Namorados é na Debianchi Ótica

concorre a um lindo anel em ouro 18k com brilhantes! Basta fazer seu par de alianças conosco que já estará concorrendo ao lindo anel. Para aqueles que não desejam as jóias, temos as opções em relógios que também são peças exclusivas e também são bastante desejadas. As peças estão com preços excelentes, a partir de 10x de 19,90 ou R$ 179,00 à vista. São modelos masculinos e femininos, e com certeza é um excelente presente também. Há os que preferem ganhar ou presentear com um lindo solar e, com certeza, é um ótimo presente também. A Debianchi recebeu todos os lançamentos e tendências para o inverno 2016 que chegou com toda a intensidade, pois, apesar do frio, quando o sol resolve aparecer devemos proteger e cuidar dos nossos olhos sempre. As melhores condições, as melhores promoções e as melhores mercadorias você sempre encontra na Debianchi! E as notícias boas não param por aí: temos uma promoção rolando em nosso facebook. Curta nossa página e poste uma foto com o seu amor e as quatro fotos mais curtidas serão presenteadas com um lindo jantar romântico em uma pizzaria no dia 12 de junho, para a comemoração desse dia ser ainda mais especial. Não é maravilhoso tudo isso? Não tenha dúvidas: para presentear nesse Dia dos Namorados é na Debianchi Ótica. Venha que estamos esperando por você!

Divulgação

O Dia dos Namorados é uma data comemorativa, destinada aos casais de namorados, pretendentes e apaixonados. É tradição a troca de presentes, bombons e cartões com mensagens de amor entre namorados ou pessoas que se amam. Nessa data tão especial, os casais procuram presentear uns aos outros da melhor maneira possível. Todos os anos, a Debianchi Ótica, sempre está presente para auxiliar na escolha do tão esperado presente. Muitos procuram por presentes simbólicos, duradouros, aqueles que definitivamente marcam o relacionamento, e é ai que estamos presentes. Nada melhor do que presentear o seu amor com um lindo presente da Debianchi Ótica. As joias são uma ótima opção de presente. São peças que marcam na hora da entrega e duram para todo o sempre. Para essa data especial, temos joias com 20% de desconto à vista. São anéis, brincos, correntes, pulseiras e pingentes para agradar todos os gostos e fazer essa data ser mais especial ainda. As tão esperadas e desejadas alianças estão na Debianchi Ótica. São lindos modelos, para todos os gostos e para todos os bolsos. Trabalhamos com alianças em prata, ouro 10k e ouro 18k. Temos peças a partir de 10x de 27,60. Sem desculpas para assumir o compromisso! E, nesse ano, a Debianchi Ótica quer participar de uma maneira mais especial ainda. Na compra de seu par de alianças, você

Jornal Design 31


Um recanto tibetano que vale a pena Numa manhã úmida, mas ensolarada, subi a Serra buscando uma experiência de paz. Acredite: até o mais cético dos homens um dia recorrerá às preces, aos livros ou aos sábios para encontrar em si mesmo a parte que há do universo. Para mim, uma caminhada breve e silenciosa no templo budista de Três Coroas é o suficiente para confortar a alma por um bom tempo. É curioso e fascinante acompanhar as legiões de formigas que seguem seu rumo, protegidas, quem diria, pelo homem. O ritual de uma boa refeição tem disso também. Mais que alimentar o corpo, reconforta o espírito. Foi assim que me senti no Espaço Tibet, um centro cultural ainda em desenvolvimento que abriga uma pequena loja e o restaurante Tashiling. O lugar representa muito do que é o Tibet, afinal, eles garantem que apenas três tibetanos residem no Brasil e dois deles estão ali, servindo ao pú-

blico sabores incríveis ao som de mantras e músicas folclóricas. O ambiente tem um quê de hipnótico – sobretudo se você conseguir deixar o celular na bolsa e apenas comer, beber e relaxar. Os garçons quase levitam e seu tom de voz é sereno, constante. Mal sentei e já estava hipnotizada pelas dança típica de um vídeo que passava em televisores virados para os dois lados do salão. Não tinha como escapar daquela dança sincronizada. O garçom, deslizando no piso úmido, interrompeu meu transe trazendo chás de boas-vindas. Chá preto com limão e gengibre, cortesia da casa. O garçom não mentiu ao dizer que a comida tibetana é aromática e leve. Realmente, os temperos é que dão todo o toque, como nessa entrada tradicional: os momos, acompanhados por molho de manjericão e molho de tomate. É difícil decifrar as especiarias e ervas. A combinação é

Culinarismo

complexa e agrada principalmente pela riqueza de sabores com pouquíssimo sal. Há três sabores de momos que servem duas pessoas na medida: carne, batata e legumes. O cardápio traz algumas opções de prato principal com peixe e filé mignon. Pedi ao garçom algo que realmente representasse o lugar e ele indicou o Racha: Pernil de cordeiro ao molho de cravos, arroz flambado com castanhas e gergelim, cenoura caramelada e batata com ervas finas. Já tinha provado em outra ocasião a variação desse mesmo prato com molho de anis e achei a carne mais adocicada do que devia. Dessa vez, entretanto, o equilíbrio estava perfeito. Mesmo com a fortidão do cravo, senti nitidamente um vinho tinto ao fundo, e a carne estava bem macia. Como sempre, não tive forças para

Apoio:

32 Jornal Design

chegar à sobremesa e nem precisava. Foi uma experiência inusitada e buscar lugares assim é o impulsiona esse trabalho. Mas, dessa vez, além da comida diferente, havia uma atmosfera única. Uma sensação de completa tranquilidade.

Espaço Tibet Rua Alagoas, 361, bairro Águas Brancas | Três Coroas Telefones: 51 | 3546.5763 e 9678.3184 www.espacotibet.com.br


Café europeu com toque sustentável Schaffen Fotografie

Nova cafeteria de Bento traz proposta do velho continente, com design de objetos reutilizados

Quando o casal de jornalistas Vanessa Botega e Pablo Furlanetto voltou da Europa, em 2015, a ideia era uma só: empreender o que eles aprenderam e vivenciaram no exterior. Depois de alguns cursos de gestão e consultoria feitos junto ao Sebrae, eles abriram o Ricordare – Lo Spazio della Felicità em Bento Gonçalves. A dupla queria um espaço onde as pessoas pudessem se encontrar, trabalhar e ficar sem pressa de sair. Mas, ao mesmo tempo empolgado com o novo ciclo de suas vidas, o casal questionava-se: como executar uma obra tão diferente do convencional em um local onde não conheciam ninguém? “Lembro da época em que estávamos fazendo o plano de negócios. Caminhávamos pelo Bairro São Bento, analisando as salas disponíveis e pensando em quem poderia montar a loja”, relata Vanessa. Foi em uma dessas caminhadas de pesquisa de campo que os dois chegaram até Vinicius Guglielmin, proprietário da VGS Serviços Gerais, empresa especializada em todo o tipo de reforma para casas e empreendimentos. “Fizemos amizade com o Fernando Alessandri (da Planalto Barber Shop), que nos falou do Vini. Eles são sócios da barbearia”, relembra Pablo.

isso incluí a minha parceira nesses tipos de projeto”, fala Vinicius mencionando a designer Juliane Simioni, profissional que atua há dez anos na área e está acostumada com “ideias diferentes”. “Sou entusiasta do design thinking e o projeto do Ricordare me instigou desde o início. O Pablo e a Vanessa trouxeram muitas referências da Europa, dos locais que visitaram e trabalharam. Fiz um balanço entre o meu estilo e o que eles esperavam”, diz Juliane. Quem frequenta o Ricordare hoje confere uma mistura de vintage, rústico e moderno. Paletes foram transformados em poltronas, carreteis e latões, em mesas. Pablo enfatiza que no exterior é prática serem reutilizados materiais usados, principalmente em cafés. “Além de sustentável, fica muito mais bonito do que os móveis convencionais. Acertamos na ideia”. “Aqui no Brasil, as pessoas ainda têm muito preconceito com a reutilização. Por quê? Nós temos resultados maravilhosos, deixando ambientes mais familiares e aconchegantes”, diz Juliane. A dificuldade em utilizar reciclados está em achá-los e produzi-los. Se você acha que é apenas dar duas marteladas e pronto, está enganado. Pensar em como aquele material pode ser adaptado não é simples. Vinicius é a prova. Fez muitos quilômetros para achar a matéria-prima perfeita. O resultado pode ser conferido na Av. Planalto, 1029. Tome um café italiano e sinta-se na Europa.

Mentes pensantes = criatividade “Desde as primeiras reuniões, ainda no orçamento, eu vi que a obra seria desafiadora. Eram ideias diferentes, desde o estilo de atendimento aos móveis. Por Vinicius, Juliane, Vanessa e Pablo Jornal Design 33


Detalhes nobres por Ricardo Rambo | Personal Stylist

34 Jornal Design

em tricô, dobrada. O styling do inverno masculino, foca em sobreposições “inacabadas”, ou seja, nem tudo está certinho, arrumado. Botões saem abertos, camisas com a gola levantada, por exemplo. A brincadeira “séria” derruba as velhas convenções e regras de vestir masculino. É puro streetwear, é bem divertido e viril. Tendências para o homem que nunca está parado; que viaja, trabalha, estuda, nem que seja virtualmente por diferentes continentes e culturas, absorvendo elementos de cada lugar e aplicando isso em seu habitat urbano.

Rua 13 de Maio, 372, Bento Gonçalves Contato: 54 3451.1325

Divulgação

O que está bombando no universo masculino? O que está em alta no inverno masculino nesse ano? O panorama do que é tendência é o encontro da elegância masculina urbana com o casual dinâmico, cheio de contrastes vintage. A identidade do homem de barba cheia, com ares rústicos está em alta. Casacos encorpados, como o trench coat, aparece em uma silhueta mais seca, slim e alongada. Ótimos para aguentar bem o frio, chuva e vento. A atemporal jaqueta perfecto em couro está bombando novamente, é versátil, é casual e formal ao mesmo tempo. A camisaria é impecável, com modelagem slim exclusiva, colarinhos democráticos, falsos lisos, nos quais as texturas dão o charme. As calças, por sua vez, aparecem com quadril mais solto afinando a partir dos joelhos, para que caia bem com as botas “chelsea boots” – estilo vaqueiro, em camurça ou couro. Aconchegantes tricôs de ponto ultragrosso ganham a rua e viram base para produções casuais, descontraídas e sem vergonha. Roupas desgastadas, puídas, furadas, com sinais de uso intenso são a nova mania. As blusas e camisetas são mais compridas e oversized – largas. Um acessório que ganha visibilidade é a touca


Bendïz Moda & Arte: mais que uma marca, um conceito por Gabriela Francio | Assessora de Moda Nesta edição do Jornal Design, me retiro da posição de assessora de moda para compartilhar com vocês minha mais nova experiência como empreendedora. Em tempos de crise, e recém-formada na universidade, começava minha jornada pela procura de um emprego. Porém, trabalhar com moda é muito mais difícil do que parece: encontrar empresas, cargos e pessoas que compartilham dos mesmos pensamentos que eu tornou-se uma tarefa praticamente impossível. Então, surgiu a oportunidade de, em parceria com meu sócio, fundar um e-commerce de acessórios de moda. Depois de muita pesquisa de mercado, e diversas ideias que migravam de um foco ao outro, surgiu a Bendïz Moda & Arte. Agregando minha formação em Design de Moda, e a formação em Marketing do meu sócio, começamos juntos a construir um conceito de marca que logo acabou se transformando em uma identidade: produtos produzidos 100% em território nacional e que expressam brasilidade. Relógios, bonés e mochilas fazem parte da coleção ‘É de casa’, primeira da marca, que tem como inspiração as belezas do território, da cultura e da população brasileira, e deseja mostrar às pessoas o que vem por aí, nos próximos trabalhos da Bendïz. As vendas, realizadas através do site e a entrega em todo o Brasil, além de aproveitarem a oportunidade de crescimento do mercado eletrônico, acontecem também para que os produtos possam ser usados país afora, e espalhar brasilidade em cada canto do espaço brasileiro.

A ideia de valorizar as belezas do nosso país e o trabalho de nossas pessoas, e a vontade de criar produtos com um significado e um diferencial, deu origem a Bendïz Moda & Arte, que anseia levar o orgulho de viver em um paraíso tropical para dentro do coração de cada jovem de espírito. Acesse o site, conheça nossa marca e nossos produtos criados com tanto carinho, e ajude a espalhar brasilidade você também!

Modelos: Bruna Lago e Diego Lodi Fotos: Zeit Fotografia

www.bendiz.com.br /bendizmodaearte @bendizmodaearte blog.bendiz.com.br

Jornal Design 35


Nica Howes - arte e fotografia

Tuy Flores completa 25 anos deixadas aparentes, como se a história quisesse segurar o passado e resgatá-lo ao presente”, destaca. A arquiteta destaca ainda que a arquitetura traduz a forma de evoluir criando o novo, o prático, sem esquecer o antigo, propiciando sempre novos cenários e exposições. Para o projeto da Tuy, apostou-se em um ambiente flexível. “Com os diferentes expositores utilizados, conseguiu-se proporcionar um cenário perfeito para os produtos. A vitrine longitudinal, em forma de fita, cria um cenário exclusivo. A iluminação pontual favorece o destaque”, conclui Cátia Giacomello.

Jornal Design

No ano de comemoração dos 25 anos, a Tuy Flores reforma a loja e recebe amigos. A ideia para o projeto da nova loja foi criar uma linguagem atemporal, mesclando elementos clássicos e contemporâneos em sua concepção, com sofisticação e requinte. A arquiteta Cátia Giacomello pontua que foi tirado proveito do telhado original da casa. Num mesmo ambiente, encontram-se diferentes referências estéticas, que se misturam e se agregam como se o passado e o presente fossem agora. “Com a retirada do forro, a surpresa ficou por conta das tesouras em madeira que foram preservadas e

Nica Howes - arte e fotografia

Contatos: 54 3452.6569 ou 3452.4095 www.tuyflores.com.br tuyflores@terra.com.br Rua Barão do Rio Branco, 617 Centro | Bento Gonçalves 36 Jornal Design


Jornal Design

Reinauguração Couros do Valleh Galeria Hotel Dall Onder

Camila Telles Fotografia

Uma loja moderna, espaçosa, aconchegante e cheia de estilo e novidades para melhor receber as clientes de Bento Gonçalves, região e os turistas que não dispensam produtos de qualidade. Especialistas na arte de bem receber, Alexandre e Patricia Fontanive Mondadori reinauguraram a Couros do Valleh na Galeria do Dall’Onder Grande Hotel em grande estilo: casa cheia! As profissionais Juliana Pereira e Fabiana Ruaro assinaram a arquitetura da loja, que une o moderno e o clássico em perfeita sintonia. A noite foi também de informação: um workshop de tendências com a gerente nacional da Capodarte, Juliana Cambruzzi, que cativou os convidados com sua proatividade.

L’América Shopping - 54 | 3701.2420 8136.6507 Galeria Dall’Onder - 54 | 3702.3122 81631516 Vale dos Vinhedos - 54 | 3453.5754 81147463 facebook.com/couros.dovalleh

Jornal Design 37


Kid Play: conforto e segurança para a sua festa!

com qualidade, profissionalismo e custo-benefício. Você escolhe o melhor dia da semana para chamar a turma do seu filho, eles vão adorar a ideia de ter uma festa de colegas no shopping. Contate-nos e reserve a sua data! Shopping Bento Marechal Deodoro, 238 | Sala 70 54 | 3702.1510 L’América Shopping Rua 13 de maio, 877 | Sala 324 54 | 3702.0291

Jornal Design

O dia do aniversário é uma passagem extremamente marcante na vida de um criança, um momento cheio de significados. Muito mais do que ser a estrela da festa, o soprar das velinhas ao som das palmas dos colegas eleva a autoestima da criança, além de proporcionar as mais lindas lembranças que uma infância feliz requer. A festa de colegas é uma atividade consolidada da Kid Play, que atende em dois nobres endereços da cidade: shoppings Bento e L’América. Além de excelente localização, os shoppings oferecem comodidade, conforto e segurança aos papais que levam, buscam ou até mesmo aproveitam o momento para desfrutar de um café ou um cinema enquanto os pequenos se divertem. Os pacotes que a Kid Play oferece são ótimas opções para quem deseja proporcionar uma linda festa

Kid Play

SALGADOS +

DOCINHOS

DECORAÇÃO PROVENÇAL BRANCA

38 Jornal Design


Inverno quentinho e divertido para os pequenos

Karinny Matias

Projetada para instigar a ludicidade existente no mundo infantil, a Amarelo Doce prioriza o trabalho com marcas que seguem essa mesma filosofia. A Fábula e Reserva Mini são cases que carregam em seu DNA o conceito da diversão, da imaginação, de sonhos e histórias. E foi entre plantas e flores da Saara Garden Center que a fotógrafa Karinny Matias registrou um editorial de inverno cheio de charme, cores e atitude. O sapeca Luigi Capovilla vestiu três lookinhos Reserva Mini de arrancar suspiros e a gatinha Fernanda Tecchio Wronski arrasou nas poses exibindo as lindas estampas da Fábula. Os calçados da Tip Toey Joey que integraram esse editorial também estão disponíveis no mundo Amarelo Doce. Não deixe de conferir as novidades de inverno de todas as marcas que a loja oferece. São peças especialmente selecionadas para uma infância feliz, porque brincar é urgente! Fique atento para o novo horário de atendimento: de segunda a sexta das 9h às 12h | 13h30min às 18h30min, e aos sábados das 9h às 13h.

Rua João Pessoa, 282 | Botafogo contato@amarelodoce.com.br 54 | 3012.0242 Amarelo Doce

Jornal Design 39


Jornal Design

Geane Fiorin, Daiane, Cristiane Frare, Lisete Pasquali e Haidê Pigatto

Mareli Giaretta, Rojane Romagna, Neusa Roso, Vanessa Pedretti e Suelen Antunes

Marilei Zanini, Vilda Nadal, Michele, Franciele Furlan e Vanessa Petroli

Patrícia Centena, Michele Missiaggia, Felipe de David, Cristiane Frare e Ana Luísa Borges

Fuzuê para as mães A Fuzuê Baby & Kids estendeu a homenagem às mães no mês de maio, reunindo-as em uma noite muito especial no Allegria Festas com dicas de saúde e beleza. Para essas convidadas muito especiais, o cirurgião plástico Felipe de David falou sobre os padrões de beleza das últimas décadas e a possibilidade de libertar-se deles. “Hoje não existe mais um padrão de beleza, são inúmeras influências e cada pessoa define o que é beleza para si”, destacou. O cirurgião também aproveitou para elencar procedimentos não-evasivos e

Giovana Mokwa, Adriana Fra Capovilla, Samara Bertuzzi, Márcia Denardi e Daniela Piletti

as mudanças no corpo pós-gestação. A noite de cuidados seguiu com dicas da maquiadora Patricia Centena, do La Casa Beleza e Cuidado. Ela revelou várias técnicas de automaquiagem e produtos para cada tipo de pele. A troca de ideias seguiu com as gostosuras de Gérson Bem Gastronomia e Eventos, os grissinis da Dani e Nira e o sorteio de presentes do La Casa, Andréia D. Fotografia e da Fuzuê Baby & Kids, que há quatro anos veste os pequenos para o mundo!

Av. São Roque, 1439 Bairro São Roque | 54 3701 2228 Fuzuemodainfantil As proprietárias da Fuzuê Michele Missiaggia e Cristiane Frare

Angelica Machado, Luana Bernardi, Andreia Zucchi, Simone Giordani e Carolina Reginatto

Patrícia mostrando algumas técnicas de auto maquiagem em Ana Laura Nascimento

40 Jornal Design

Giovana Mokwa, Thais Vasselai, Graziela Gheno, Gabriela Ficagna Dias, Jaqueline Rother

Leda Frare, Ester dos Santos, Estela Rossatto, Juliane Gazoli, e Graziela Gheno

Débora dos Santos e Gisele Gheno

Daniele Pierozan, Roberta de Marco, Daiane Spanholo, Siane Righesso e Cíntia Weirich

Vilma Vanazzi, Mara Missaggia, Juliana Lima, Leonira Hummes e Marli Sartor

Ana Luísa Borges, do Allegria Festas, Michele e Cristiane, da Fuzuê, celebrando parcerias


Jornal Design 41


Dolce vita na Holanda por Neusa Zoldan Spagnol | Professora de italiano O que dizer de um país no qual os caminhos são verdadeiras rotas românticas? As paisagens que se descortinam, em que os protagonistas são hora os moinhos de vento, hora os canais e as tulipas, tornam-se verdadeiros cartões postais, onde também, os simbólicos tamancos de madeira e os queijos são as marcas registradas da Holanda. O clima bucólico e romântico é de tirar o fôlego e, a cada passeio, novas descobertas surgem, quer seja passeando pela cidade, fazendo uma viagem de barco pelos canais ou lagos ou ainda, circulando pelos caminhos ou bosques. Um roteiro incrível é conhecer a histórica Zaanse Schans, com o conjunto de casas tradicionais, moinhos de vento, armazéns e oficinas. A cidade oferece uma perspectiva preservada da Holanda nos séculos XVIII e XIX. Na época, a região de Zaan foi uma importante área industrial e as centenas de moinhos de vento por ali ajudaram a produzir óleo de linhaça, mostarda, papel e outros produtos. Muitas das casas características do lugar abrigam museus, lojas ou oficinas e algumas mantêm-se como residências particulares até os dias de hoje. Zaanse Schans desperta o interesse do mundo todo e a cidade recebe anualmente quase um milhão de visitantes, tornando-se, assim, umas das atrações mais populares da Holanda. Os vilarejos típicos holandeses de Volendam e Marken localizam-se na região rural do

país, onde encontram-se, também, os moinhos de vento e uma tradicional fábrica dos tamancos de madeira e uma fábrica de queijo. Além do interior, como não falar de Amsterdã, a Veneza do norte, um dos destinos mais visitados pelos brasileiros e considerada uma das cidades mais liberais do mundo. A cada estação, muito a descobrir, os cenários mudam, transforma-se as cores e a cara da cidade com suas casas e edifícios edificadas de tijolinhos à vista enfeitam o cenário e são uma verdadeira imersão no mundo da fantasia e do romantismo. Romantismo que se eterniza, também, nos cruzeiros noturnos com jantar à luz de velas, onde vários ângulos da cidade e aspectos surpreendentes são revelados sob diferentes perspectivas a cada minuto, causando diferentes sensações, nessa cidade onde a liberdade e a beleza são fontes inspiradoras até para os menos românticos.

Depoimento Jaqueline Milani Jaqueline Milani

Conhecer a Holanda era um antigo sonho e, neste ano, meu marido me levou para comemorar meu aniversário naquele país. A Holanda é linda, bem cuidada e com suas peculiaridades. Amsterdam chama atenção por seus casarios, muitos deles tortos, casas barco, ótimos museus, gastronomia e bicicletas por todo lado. O Parque de Keukenhof é uma visita imperdível durante a primavera. Também chamado de “Jardim da Europa”, é o maior jardim de flores do mundo. Situado em Lisse, a 30km de Amsterdam, todo ano são plantados sete milhões de flores de bulbo. Quem for a Holanda, não deixe de conhecer seu interior, como Zaanse Schans, com seus moinhos de vento e outras cidades como Rotterdam, Utrech e Haia.

Viajar é nossa vida!

www.setenoveturismo.com.br R. Camilo Leindecker, 31 | 54 3055.2979 91139569 | setenove@setenoveturismo.com.br 42 Jornal Design


Eles na Passarela: 40 modelos desfilam solidariedade Foi um sucesso a 11ª edição do evento Eles na passarela, promovido pela Associação Bento-gonçalvense de Convivência e Apoio à Infância e Juventude (Abraçaí). Ao todo, 40 personalidades locais desfilaram em prol da entidade, que atende diariamente 250 crianças, adolescentes e jovens com atividades no turno inverso à escola. Realizado desde 2006, o Eles na Passarela integra o Calendário Oficial de Eventos do Município e tem como objetivo, além de levantar fundos, propagar o trabalho realizado pela entidade. O desfile foi viabilizado por meio de voluntários e parceiros, como as lojas Cadoro, Identidade Homem, Vizia Óptica e o Hotel & Spa do Vinho Caudalie. Um jantar assinado pela equipe do hotel e a apresentação da Orquestra de Violões e Coro Abraçaí Canta tornaram a noite ainda mais especial.

Carlos Ferrari

Jornal Design

idade

A SUA

VALE O

DE DESCONTO MAIS VIDA, MAIS CUIDADO, MAIS DESCONTO.

80 anos

R$

160,00 Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Caxias do Sul | Garibaldi

PROMOÇÃO VÁLIDA SOMENTE PARA A COMPRA DA LENTE + ARMAÇÃO DONATTI. O DESCONTO É SOMENTE NO VALOR DA ARMAÇÃO.

SAC: (54) 3452-5933 Jornal Design 43


Jornal Design

“Quem abraça uma criança ou adolescente saberá que colaborou com a construção de um sonho e uma história de vida diferente”. Marco Machado

Luciano Fedatto

Lucas Marconi

Márcio Possamai

João Manoel Custódio

Fábio Roberti

Eduardo Meotti

Dênis Salvador

Lucas Dalmolin

Giovanni Oro

Abel Donadel Venturella

Daniel Orso

Mateus Gentilini

Eduardo Capitânio

Daniel Jimenez

Cristiano Bortolini

Alberto Luchese

César Veiga

44 Jornal Design


Jornal Design

Carlos Schramm

Gustavo Predebon

Laudir Picolli

Sílvio Sandrin

Zéto Teloken

Evaristo Pizzi

Gustavo Schramm

Jeferson Soldi

Vanderlei Dalla Costa

Mauri Demarchi

Diego De Paris

Rafael Carrard

Mateus Gobatto

Leonardo Carboni

Rodrigo Moré

Márcio Neves da Silva

Fabiano Bellé

Rafael Fantin

Léo Morandi

Alexandre Mondadori

Jornal Design 45


Fernanda Fronchetti Photopoesia

Sociais Lediane Scottá, Karla Facchinelli, Patrícia Fior Postingher, Silvana Aibel, Ananda Pooli e Silvia Perusso no lançamento de edição de noivas do Jornal Design em parceria com Vinhos Dal Pizzol, Karla Facchinelli Doçaria, Hope e Amora Sabores Especiais

Fernanda Fronchetti Photopoesia

Fernanda Fronchetti Photopoesia

Fernanda Fronchetti Photopoesia

Silvana Aibel com Kátia Marcon e Danielle Scotti, da All Think

Silvia Perusso com Morgana Miolo e Patrícia da Rosa, da Miolo Wine Garden

Jéssica da Rosa, Aline Winoski De Toni, Zéto e Débora Teloken, Aline Scalon e Cláudia Scalon

Alessandra Pinho

Fernanda Fronchetti Photopoesia

Fernanda Fronchetti Photopoesia

Patrícia Fior Postingher, Eliane e Suelem Fabbris, Ivani Poletto e Mônica Poletto Camargo

Fernanda Fronchetti Photopoesia

Josiane Rauber, Fernanda Pruinelli e Karla Facchinelli na Hope Bento Gonçalves

Jornal Design

Glau Dapieve e Deise Nunes no lançamento da coleção do Dapieve Atelier no Viverone Moinhos

46 Jornal Design

As empreendedoras da Casa 816 celebrando o sucesso da edição inverno do evento Seu Momento

Diana Fontanive Sartori com Melissa Schenatto em evento da Amarelo Doce que homenageou as mães


Carla Almeida

Anderson Pereto e Samantha Paz, da Identidade Homem, felizes por apoiar mais um evento de sucesso da Abraçaí

Eduardo Vanassi

Sempre simpática, a equipe Vízia Óptica arrasou compondo os looks dos modelos solidários da Abraçaí

Ilse e Carlos Oro, da Cadoro, apoiando mais uma edição do Eles na Passarela

Luana Schenato e Felipe Oro radiantes no dia do sim em Punta Cana

Franciele Panizzi, representante de Bento Gonçalves no concurso Miss Rio Grande do Sul Plus Size

Alexandre e Patrícia Mondadori recepcionando o atleta Alex Telles com sua irmã Hellen

Patrícia Mondadori, recepcionando Denise Araújo e Tarcísio Michelon, diretor do Dall’Onder Grande Hotel

Eliane Fabbris com suas filhas Fernanda e Suelem no dia da inauguração do Eliane Spa da Beleza

Jornal Design

André Valduga, Diana G. Dalla Costa, Dirceu Dalla Costa e Fabiano Valduga no Encontro Refinado com degustação de vinhos Pizzato

Gisele Antoniazzi Valduga, Viviane Maldotti, Liliane Maldotti e Paula Tasca Valduga

Aristides Anselmi, Anelise T. Ritter Anselmi e Fábio Anselmi na Refinaria Deli Gourmet

Jornal Design 47


ção to Cora Quarte otro de P

Grupo T ropilha Gaviona

Nilton Ferreira

Jornal Design | Edição 59  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you