Page 1


LightBox Estúdio

Capa Daniel Camera, Eduardo Nuncio, Gemile Nondillo, Juliana Desconsi e Marta Manente Cabelo e make: Iva Espaço da Beleza Produção de moda: Gabriela Francio Looks delas: Couros do Valleh Looks deles: Globo Moda Homem Foto: LightBox Estúdio

Conceito Cinco anos, cinco designers. Convidamos um time especial para assoprar as velinhas do nosso aniversário. Designers que acreditam no poder das ideias para melhorar a vida das pessoas e criar momentos positivos e relevantes. O Jornal Design também é assim. Nossas ideias e nosso conteúdo estão sempre em movimento e, especialmente nesse abril de 2016, temos muito a comemorar. Essa edição traz algumas novidades gráficas para tornar ainda mais intuitiva a experiência de leitura. Que todos os nossos parceiros, clientes, fontes e amigos dessa caminhada se sintam parte da festa! Untitled-2.indd 1

4/4/16 4:00 PM


06 casa

12

vida

08 18 estilo

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Administrativo: Rosângela Masutti Diagramação: Camila Cervieri Jornalista Responsável: Ana Carolina Azevedo | REG. 0017700/RS Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 | 2621 3134 contato@jornaldesign.com.br www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados.

32

28


vida

Pensar orgânico, viver melhor Saiba onde encontrar hortifrúti livre de defensivos químicos e por que eles são muito melhores para a saúde e economia local

Divulgação

tões e começa a buscar alternativas mais naturais de alimentação, a ONG de Ipê presta uma importante assessoria para o agricultor da Serra Gaúcha e Litoral Norte do Estado, estimulando também a formação de cooperativas de consumidores de produtos ecológicos. É porque a participação ativa do cliente é condição indispensável para o desenvolvimento do trabalho com a agricultura ecológica, que faz bem para a saúde e para a economia, ao passo que estimula a permanência das famílias no meio rural e nas pequenas propriedades familiares. Dar preferência a uma alimentação orgânica é bom para a saúde e a agricultura, mas é preciso saber identificar. Segundo o biólogo Luiz Postingher, existe uma certificação que cria um elo entre o produtor e o consumidor. Essa certificação está prevista na lei número 10.831/2003, que aprova a cultura e comercialização dos produtos orgânicos no Brasil, e regulamentada pelo decreto número 6.323, de 2007. Nos alimentos, o consumidor pode buscar pelo selo Orgânico Brasil. Seja na feira, na fruteira ou entregue em casa, o produtor orgânico tem que ter certificação. Entretanto, a relação de confiança é um aspecto igualmente relevante. “A verdadeira agricultura orgânica prioriza valores humanos e ética”, destaca Postingher.

O Brasil é um dos principais consumidores de agrotóxicos do mundo e, no Rio Grande do Sul, o uso chega a quase o dobro da média nacional. É um engano imaginar que apenas o agricultor sofre as consequências desse uso indiscriminado. Mais do que uma tendência, um modismo ou uma filosofia de vida, a adoção de uma alimentação orgânica é uma questão de saúde pública. Os defensivos químicos utilizados em larga escala na agricultura contaminam a água, o solo e deixam resíduos nos alimentos que, mais tarde, estão à venda no varejo. A nutricionista Renata Boscaini David, Pós-graduada em Nutrição Clínica e Estética e em Fitoterapia, cita um alerta da Associação Brasileira de Saúde Coletiva: um terço dos alimentos consumidos cotidianamente pelos brasileiros está contaminado pelos agrotóxicos. O resultado são intoxicações, em diferentes graus, de agricultores e de consumidores. Em última instância, a exposição a pesticidas pode estar associada ao aumento do risco de doenças neurodegenerativas, particularmente a Doença de Parkinson. Muitos outros problemas de saúde mais corriqueiros também podem estar ligados aos resíduos de defensivos químicos nos alimentos. Os mais comuns são alergias respiratórias e

6 Jornal Design

enxaqueca. A agroecologia e a alimentação orgânica não são temas recentes no mundo – nem na região. Embora muitos olhares estejam se voltando agora para os malefícios de uma alimentação excessivamente industrializada e com resquícios de defensivos químicos, existem entidades que há muitos anos tentam propagar novas formas de desenvolvimento no meio rural, baseadas na agricultura ecológica. Há 30 anos, na cidade de Ipê, existe um centro ecológico em defesa da sustentabilidade na produção agrícola, com a adoção de tecnologias alternativas orientadas pela preservação ambiental e justiça social. A diferença básica entre a agroecologia e a agricultura convencional é que a segunda amplia sua produtividade utilizando agrotóxicos, fertilizantes químicos e pesticidas – o que favorece a monocultura. Já na agricultura orgânica, como explica o tecnólogo em horticultura Áureo Salvi, utiliza-se a adubação verde e fertiliza-se o solo com compostos orgânicos. “A rotação de culturas também é um aspecto essencial. O verdadeiro produtor orgânico tem na diversidade de culturas a tônica do seu trabalho”, conta. Enquanto o consumidor reflete sobre essas ques-


Existe uma feira orgânica perto de você Bento Gonçalves Feira Ecológica São Roque Praça Matriz Toda terça-feira, das 10h às 13h Feira Ecológica do Centro Rua Félix da Cunha, próximo à Praça Centenário Toda terça, das 13:45 às 18:30 Feira Ecológica da Cidade Alta Rua Fernandes Vieira Toda sexta, das 14h às 18h30min Garibaldi Feira Ecológica Praça Loureiro da Silva Todo sábado, das 7h às 12h Farroupilha Feira Agroecológica Praça da Bandeira Toda quinta, das 15h às 19h Aproveite o sabor dos orgânicos do outono Muitas frutas, legumes e folhosas têm ciclos de cultivo. Os antigos conheciam melhor as ofertas da natureza, mas o consumidor moderno acostumou-se a encontrar abacaxi no supermercado agora no outono quando seu ciclo encerrou com o verão, mesmo que isso tenha um alto custo ambiental, social e para o seu próprio bolso. Ao adotar uma alimentação mais saudável e natural, é importante aceitar que nem todos os alimentos estarão disponíveis na mesa o ano todo. E, contrariando o senso comum, alimentos orgânicos não custam necessariamente mais caro do que hortifruti convencionais, garante o chef de cozinha Rodrigo Bellora. O que encarece os produtos, segundo ele, são os atravessadores. “Se você comprar direto do produtor, na feira orgânica ou em grupos de defesa dos orgânicos, o preço basicamente se equivale”, destaca. Recentemente, o tema ganhou campanha nacional. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome lançou, em março, a campanha Brasil Saudável e Sustentável, em parceria com diversas entidades não-governamentais. O objetivo é promover a alimentação saudável e alertar quanto aos riscos à saúde decorrentes da má alimentação. Essa campanha está disseminando informações úteis ao consumidor e estimulando as pessoas a consumirem produtos locais frescos, vindos da agricultura familiar, da produção orgânica ou agroecológica. Uma das ações da campanha, por exemplo, é um mapa de feiras orgânicas de todo o Brasil. Acesse e saiba mais: brasilsaudavelesustentavel.gov.br.

Abacate: rico em gorduras monoinsaturadas e fibras. Ajuda a controlar o colesterol, melhora o sistema circulatório e a pele. Contém ácido fólico e potássio. Abobrinha: fonte de vitaminas do complexo B, possui poucas calorias. Contém também minerais como fósforo, cálcio e ferro. Berinjela: fonte de vitaminas e minerais. É um alimento pouco calórico e proporciona sensação de saciedade (devido o seu alto teor de fibras). É rico em proteínas, vitaminas C, B1 e B2. Possui também uma boa quantidade de minerais, como cálcio, ferro e magnésio. Bergamota: fonte de vitaminas A, B e C, e em menor grau, de sais minerais como cálcio, potássio, sódio, fósforo e ferro. Beterraba: a melhor época para adquiri-las é de março a maio. Sua cor vermelho-arroxeada deve-se à presença da betalaína, um corante que é importante antioxidante. Contém betacaroteno, vitaminas B1, B2, B5, e apresenta ainda minerais como o cálcio, sódio, fósforo e o silício; e o zinco, que juntamente com o ferro e o cobre ajuda na formação de glóbulos vermelhos.

Caqui: é rico em fibras e vitaminas A, C, B1 e B2. Possui cálcio e ferro. A fruta é considerada um antioxidante por combater os radicais livres. Figo: possui boa quantidade de magnésio, potássio, cálcio, ferro e fibras. Na fruta, destaca-se a pectina, uma fibra solúvel que ajuda a reduzir o colesterol no sangue. Goiaba: rica em vitaminas A, B1 e C, além de possuir cálcio, fósforo, ferro e fibras insolúveis. Não contém muito açúcar, gordura e calorias. Auxilia no combate a infecções e hemorragias; fortifica os ossos, os dentes e o músculo cardíaco; melhora a cicatrização e o aspecto da pele, retardando o envelhecimento; regula o aparelho digestivo e o sistema nervoso. Kiwi: são encontrados facilmente de abril a setembro. É uma fruta rica em vitamina C, E e potássio. Fonte de pectina, uma fibra que ajuda a controlar o nível de açúcar e colesterol no sangue. Tem efeito laxativo. Rúcula: tem grande quantidade de vitaminas C e vitamina A. Dentre os minerais, podemos destacar o potássio e o ferro, e por isso auxilia na prevenção da anemia.

Jornal Design 7


O melhor dos orgânicos em receitas caseiras

Divulgação

por Letícia Bettinelli Carraro | Nutricionista

8 Jornal Design

Tendo em vista todos os benefícios de rechear sua geladeira de vegetais orgânicos, a dica é sempre que possível se programar para uma visita à feirinha orgânica da sua cidade, conhecer os produtores ecologicamente corretos e também observar no produto que você compra no mercado se existe a indicação de produto orgânico. Além disso, ao comprar produtos industrializados, avalie os rótulos: não basta contar calorias. Ao adquirir um alimento, o mais importante é saber se na sua composição existem muitos conservantes, corantes, adoçantes e outros produtos artificiais. Eles devem ser evitados. A dica de ouro é preparar os alimentos em casa. Para evitar o contato com tantos produtos prejudiciais, faça você mesmo suas receitas orgânicas. Prepare seu bolo, seu suco, seus molhos. Além de muito mais nutritivos, o prazer do contato direto com os alimentos é gratificante.


Divulgação

Molho de abacate Esta receita, que usa produtos orgânicos, tem como elemento principal o abacate, que, além de todos os benefícios citados nesta matéria, tem efeitos positivos na redução de gordura abdominal, ou seja, auxilia no emagrecimento. Ingredientes ½ abacate ½ pote de iogurte natural desnatado (pode ser feito em casa) 2 colheres de cebolinha picada 1 dente de alho amassado 1 colher de sopa de azeite de oliva Sal e pimenta para temperar Modo de preparo Bata todos os ingredientes e armazene em um recipiente de vidro na geladeira por até 3 dias. Sugestão: acompanhar saladas ou passar em torradinhas.

Jornal Design 9


Quiropraxia no alívio da enxaqueca por Kely Ana Mattei | Quiropraxista Divulgação

Ultimamente, tenho acompanhado com certa frequência casos de cefaléia e enxaqueca nos atendimentos em meu consultório. Achei oportuno escrever sobre os benefícios e alívio que a quiropraxia pode proporcionar às pessoas que sofrem em decorrência desta condição. Enxaqueca é a síndrome periódica, constituída por dores na cabeça, geralmente sentidas apenas de um lado, acompanhadas ou não de náusea e vômito. A enxaqueca pode ou não ser acompanhada por aura (pontos brilhantes; sintoma que fica em média 20 minutos). Os pacientes acometidos que apresentam aura são a minoria, no máximo 15%. A crise de enxaqueca tem tempo variável. Em algumas pessoas a crise dura 3 horas, em outras, alguns dias. A dor pode ser muito forte, chegando a impossibilitar o paciente de ter suas atividades rotineiras, obrigando-o a ficar isolado em local silencioso e com pouca luminosidade. Vários pacientes relatam que antes da crise de enxaqueca sentem alteração no seu estado emocional, depressão ou ansiedade, outros pacientes relatam vontade de comer doces em período anterior à crise. Cada enxaqueca tem a sua característica. Mas a dor intensa é a principal característica.

10 Jornal Design

A quantidade de nervos e vasos presentes nesta região é enorme. Qualquer alteração, compressão ou irritação em raizes nervosas, mesmo que de pequeno porte, acabam causando dor, que pode ser apenas na região cervical (nuca) ou distribuída e vários pontos da região cefálica. Mesmo uma leve subluxação (desalinhamento articular) de alguma vértebra cervical pode resultar em desconfortos por muitos anos. Enquanto esta alteração vertebral não for corrigida, o paciente pode sofrer com crises periódicas ou constantes. Estudos realizados pela Associação Brasileira de Quiropraxia demonstram que o tratamento quiroprático é eficaz para o alívio das queixas e para a diminuição das crises de enxaqueca. As pesquisas mostram resultados significantes onde 100% dos pacientes tratados relatam redução e até o desaparecimento das crises. O tratamento é realizado através de ajustes (alinhamentos) das articulações da coluna cervical alta. O alívio das queixas está associado, principalmente, ao relaxamento da região que fica tensionada nas crises de dor de cabeça e, também, à liberação de endorfinas, um hormônio analgésico. Com sessões semanais é possível reduzir e até eliminar as crises de enxaqueca,

através da manipulação em locais específicos na região do pescoço. A quiropraxia não tem contraindicações. Todas as pessoas em todas as idades, bebês, crianças, adultos e idosos, podem ser tratados. Procure sempre um profissional membro da Associação brasileira de Quiropraxia para um tratamento seguro e eficaz!

Bento Gonçalves Av. Osvaldo Aranha, 1178 Ed. Uffício di Cremona, sala 304 Fone: 3451.9176 Carlos Barbosa Rua Elisa Tramontina, 338 Ed. Valentin Tramontina, sala 101 Fone: 3461.5924


Jornal Design

Divulgação

Max e Amora desmistificando a suplementação

Receita dos cookies: 1 scoop de Whey Protein Isolado - Iso Cool Ultimate Nutrition Baunilha 01 colher de café de cacau em pó (opcional) 03 colheres de sopa de aveia em flocos fina 01 colher de sopa de açúcar de coco - ou pode substituir por demerara Mistura tudo e coloca água aos poucos até dar um ponto de massa mole, separa uma porção de uma colher de sopa desta massa, coloca em um pires ou forminhas de silicone e leva ao micro por um minuto e meio. Para recheio: Use sua criatividade! Nossa sugestão: creme de amendoim integral ou creme de avelã com alfarroba Você já reparou que ao passar pelas prateleiras do supermercado e farmácias constantemente nos deparamos com dizeres como: enriquecido com ômega 3, mais cálcio, com fibra, vitaminado ou com antioxidantes? E por algum momento concluiu que tudo isso se trata de suplementação alimentar? Fique sabendo que sim. Suplementos são alimentos compostos pelos mesmos nutrientes existentes naquilo que comemos habitualmente e que são regulamentados dentro de padrões de rotulagem, origem e qualidade. Algumas pessoas costumam estranhar essa afirmativa porque tendem a associar os suplementos alimentares somente à prática de atividades físicas, em particular, à musculação e ao ganho de massa muscular. “A falta de conhecimento também leva a colocá-los no mesmo saco dos produtos químicos como esteroides, anabolizantes, medicamentos ou comprimidos de emagrecimento”, relata o diretor da MaxMuscle Bento Gonçalves, Oscar Junior. O estilo de vida que maioria das pessoas leva ultimamente não permite uma dieta rica e equilibrada. Dessa maneira, a suplementação é uma via que nos

permite uma maior controle sobre o que comemos. Ajuda-nos também a atingir os nossos objetivos como perder ou ganhar peso, corrigir problemas específicos decorrentes uma dieta deficiente ou otimizar a performance, no caso dos desportistas. “Em parceria com a MaxMuscle, aqui no Amora desenvolvemos receitas com suplementos, que fazem toda a diferença para uma vida saudável, contamos também com pré e pós treino”, finalizam as diretoras do Amora Sabores Especiais, Morgana e Ananda.

Av. Planalto, 816 Fone: 54 | 3702.3519 Bento Gonçalves /Amora Sabores Especiais @amorasaboresespeciais

Jornal Design 11


casa

Design límpido A transformação, o reuso e a reinterpretação dos objetos ganham espaço em um design cada vez mais fechado ao desperdício Por mais anseios e ideias que tenha um designer, seu trabalho é, inevitavelmente, um reflexo da sociedade e a sociedade vive tempos de racionalização. O juízo estético varia com o tempo, relacionando-se intimamente com o conceito de belo, desde a antiguidade clássica, até a modernidade e a idade contemporânea. E na época atual o juízo deixa de obedecer a qualquer dogma, passando a ser absolutamente relativo. Ele é plenamente pessoal e varia de acordo com a capacidade de cada um. É uma questão cognitiva, mas sofre a influência de fatores externos. E o design de produto é, como dito antes, reflexo da sociedade. Os lançamentos da temporada, não por acaso, mostram-se mais e mais minimalistas em suas matérias-primas e processos. É porque o design não está sozinho no mundo, como pontua o crítico de design, professor e museógrafo Ivens Fontoura. Segundo Ivens, ele é apenas uma peça no tabuleiro de xadrez que também inclui agentes como a economia, a política, a ciência, as tecnologias. Segundo ele, o jogo da vez aponta claramente para questões de sustentabilidade, indo na direção contrária da globalização. “Produzir objetos com menos nível de impacto ambiental e energético é necessário e bom para todos, e isso inclui minimizar os custos com transporte e energia”, explica. Em um momento de esgotamento dos recursos e reflexão sobre os processos, ganha força um design que

traga o menor impacto possível à sociedade. A Designer Eulália Anselmo entendeu isso e leva a efeito em suas criações. Com novelos de lã, retalhos de tecido, nós e tramas, ela vem repensando seus projetos. E isso não é um movimento recente. Há mais de 20 anos, Eulália cria peças utilizando lã de ovelha tramada em parceria com comunidades de artesãs da cidade de Bagé. Para ela, a reflexão sobre o consumo e o esgotamento de recursos é urgente. Existe espaço para a transformação, o reuso e a reinterpretação dos objetos, como o lançamento que assina para a Prima Design neste ano. “Estamos num momento muito propício para o trabalho em grupo, a coletividade e o redesign. Essa é uma busca e uma reflexão necessárias”, defende. Nessa lógica, o que está mais próximo é melhor, mas não apenas isso. A racionalidade no transporte assume um papel mais importante para o designer, que passa a priorizar produtos empilháveis, acopláveis ou, no mínimo, desmontáveis de forma mais eficiente. Por outro lado, existe a indústria do desejo, que se ocupa de oferecer conforto, estética e bem-estar. Durante muito tempo, os dois aspectos andaram em caminhos independentes, mas agora estão se aproximando. “A fórmula é complexa, mas se a sustentabilidade andar harmonicamente com a indústria do desejo levando em conta, ainda, o respeito à cultura, aí temos o design a serviço das pessoas”, conclui Ivens Fontoura.

Linhas simples nos lançamentos da Allê

Ana Carolina Azevedo

Esses lançamentos da Allê Design chegam ao mercado brasileiro apenas em agosto e vêm com uma pegada simplista e amigável. O tipo de mobiliário que se encaixa em qualquer ambiente e tem fácil entendimento pelo usuário. Com estrutura em jequitibá e assento em metacrilato 12mm, a Cadeira Pop estará disponível nessa cor polar, em preto ou camurça. A mesa Ufo, com pés em tauari e tampo em metacrilato cristal 18mm, é mais uma representação de técnicas construtivas simples para se atingir um produto de custo mais acessível, apesar da nobreza dos materiais. As peças foram criadas pelo estúdio Allê e já foram apresentadas em feiras de Las Vegas e Atlanta. A Allê trabalha apenas com produtos assinados e, além das coleções desenvolvidas por seu studio Allê, tem parceria com mais de uma dezena de designers consagrados, como Baba Vacaro, Jum Nakao, Adriano Design e Zanini de Zanine. As peças que levam a marca aliam tecnologia de ponta com acabamento artesanal, a partir de usinagens meticulosas e métodos produtivos exclusivos.

YÁZIGI BENTO GONÇALVES 3452 2120

12 Jornal Design AF_Outdoor_9x3.indd

1


Saccaro também aposta no minimalismo

Inspirado nas obras do escultor e artista plástico Sergio de Camargo, o designer Zanini de Zanine criou a primeira linha de mobiliários complementares da Ornare. Ele transportou as formas cilíndricas do artista para a madeira e criou bancos e mancebos torneados. Apesar da simplicidade dessas formas, Zanini fez questão de incorporar detalhes contemporâneos, como encaixes mais elaborados. De acordo com ele, isso garante a sofisticação do produto. Para o designer, o produto, de forma bem sucinta, é, ao mesmo tempo, simples e sofisticado. Você não demora muito para entendê-lo e, visualmente, ele ainda transmite leveza. Nesse mancebo masculino, Zanini aplicou bandejas divisórias de apoio, em que é possível colocar todas as informações contemporâneas que carregamos hoje, como celulares, fones e relógios.

Jeferson Soldi/Sindmóveis

Dois lançamentos da Saccaro para 2016 mostram que a marca também aposta no “menos é mais”. A poltrona Azul, design de Emerson Borges, é contemporânea, despojada e minimalista. Ao mesmo tempo clássica, como as poltronas do início do século 20. A peça traz linhas sinuosas, que remetem ao movimento das águas azuis, propiciando uma sensação de relax e conforto. Já as mesas Mogano, design de Studio Saccaro, são projetadas para criar um espaço autêntico e moderno. Sugerem o uso em composição no ambiente. Sua base escultural possui dinamismo nas linhas e formas. Os tampos em vidro ou Slimstone trazem modernidade à peça.

Formas cilíndricas na coleção de Zanini para Ornare

Divulgação

Reciclar e redesign são propostas da Prima Design Os lançamentos em design assinado da Prima Design durante a Movelsul Brasil 2016 mostram claramente uma intenção de repensar recursos e minimizar impactos. O tecido reciclado surge como nova opção de estofamento das cadeiras da marca. Feito a partir de retalhos da indústria têxtil e de garrafas Pet, este tecido é produzido com matérias-primas renováveis, dispensando o uso de componentes químicos e água em sua fabricação, com zero emissão de carbono. Também um lançamento na feira foi o redesign do modelo Lodelô pela designer Eulália Anselmo.

Jornal Design 13


Divulgação

/girododesign

Jader Almeida para Sollos | Mesa lateral Jardim

estudiobola | Poltrona Mabelle + puff Eduardo Delfim

Zanini de Zanine para Ornare | Banco com prateleira

14 Jornal Design

Paulo Alves | Banquetas Descartes C38

Ronald Scliar Sasson | Poltrona Madonna


Jornal Design 15 24,5x32,5.indd 3

18/03/2016 11:33:40


Sindmóveis participa do iSaloni com projeto de exportações do design brasileiro Projeto Raiz, que tem apoio da Apex-Brasil, terá estandes no Salone del Mobile Milano e espaço de relacionamento na mostra Brazil S/A O Sindmóveis Bento Gonçalves terá dois estandes de 50 metros quadrados na próxima edição do Salão Internacional do Móvel de Milão (iSaloni), na Itália, de 12 a 17 de abril. Essa é a primeira participação da entidade na feira e tem apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), por meio do projeto Raiz, braço do Projeto Orchestra Brasil que promove as exportações do serviço do designer brasileiro. Mais de 300 mil visitantes profissionais de 160 países são esperadas nessa, que é a mais importante e reconhecida feira de mobiliário de alto padrão no mundo. O espaço no Projeto Raiz, localizado no pavilhão 12, terá produtos assinados de nove estúdios: Bruno Faucz, estudiobola, Guto Indio da Costa, Jader Almeida, Juliana Llussá, Marta Manente, Paulo Alves, Ronald Scliar Sasson e Sérgio Fahrer. O Projeto Raiz terá, ainda, um espaço de relacionamento na mostra Brazil S/A, onde também estarão presentes o DW! São Paulo Design Weekend e a High Design – Home &Office Expo, feira de tendências, inovações e lançamentos em mobiliário de alto padrão

que estreia em agosto desse ano como âncora do festival brasileiro. De forma inédita, o Projeto Raiz também está centralizando a comunicação dos eventos brasileiros em Milão no período. O informativo das ações está circulando no guia da Revista Interni. O Sindmóveis Bento Gonçalves investe e aposta no design como diferencial competitivo para o setor moveleiro nacional desde 1988, quando criou o Prêmio Salão Design. Consolidada, a premiação chegou este ano a sua 20ª edição com 12.588 projetos inscritos até hoje e sendo considerado o principal prêmio de design de produto na América Latina. Mais tarde, em 2007, o Sindmóveis criou a Casa Brasil, feira de mobiliário de complemento de alto padrão que, a partir deste ano, passa a ser realizada em São Paulo com novo nome: High Design – Home &Office Expo. As ações do Projeto Raiz de promoção do designer brasileiro de móveis no mercado internacional têm foco nos Estados Unidos e incluem uma consultoria de mercado. Ainda neste ano, o projeto terá participação na Maison&Objet Miami (10 a 13 de maio) e na ICFF New York (14 a 17 de maio).

Serviço: Projeto Raiz no iSaloni 2016 O que: mostra de produtos assinados por designers brasileiros Quando: 12 a 17 de abril, Milão, Itália Onde: Estande F16, pavilhão 12 Projeto Raiz no Brazil S/A O que: espaço de relacionamento em parceria com DW! e High Design Expo Quando: 12 a 17 de abril, Milão, Itália Onde: Università Degli Studi di Milano – Brazil S/A Pavilion

Divulgação/Sindmóveis

Juliana llussa | Penteadeira Vanitat

Marta Manente | Poltrona Donaire Plus

Jader Almeida | Cadeira Clad

Guto Indio da Costa Desgin Collection

estudiobola | Mesa lateral Balloon Paulo Alves | Cadeira Atibaia

Sérgio Fahrer | Mesa de centro Tapajós Bruno Faucz | Poltrona Trentini 16 Jornal Design

Ronald Scliar Sasson | Banco Doop


Sofá Nebbiolo por Marta Manente | Designer Lançado durante a feira Movelsul Brasil 2016, o moderno sofá Nebbiolo da Sofisticato Estofados leva a assinatura do Studio Marta Manente Design. Vanguardista nos seus traços contemporâneos, o Nebbiolo, assim como as castas do vinho, traduz personalidade marcante a quem degusta seu conforto e design. O sofá é componível e possui diversas composições para os mais variados tamanhos de ambientes, varian-

do de poltrona a espaçoso sofá de living. Impecável, suas costuras e acabamentos são diferenciados, pois fazem a marcação de modernos ângulos retos. A linha conta com uma especial seleção de tecidos em tons claros e naturais. Na finalização do produto, um delicado pé de alumínio desenvolvido exclusivamente para o Nebbiolo decorar residências de alto padrão.

Carlos Ben

Jornal Design 17


Design para a vida O atendimento diferenciado, responsabilidade ambiental e, sobretudo, a satisfação e respeito aos clientes integram a missão da Finotoc. “Nossos clientes são a razão do nosso trabalho, que vai além do conceito físico de um produto: surpreender para criar novas experiências para a vida!”, finaliza Claudiomir.

Rodovia BR 470 | Km 211 | São Roque 54 | 3454.1796 | Bento Gonçalves www.finotoc.com.br Finotoc @finotoc_moveis

18 Jornal Design

Divulgação

Fundada em 1998, a Finotoc é uma empresa especializada na produção de acabamentos de altíssimo padrão de qualidade. Laccato e madeira natural transformam ambientes quando aplicados nas portas dos móveis da cozinha, dormitórios, prateleiras, painéis, divisórias e peças personalizadas para uma série de projetos. A localização não poderia ser outra: Bento Gonçalves, cidade que marca a sua história como vanguarda da indústria moveleira e atualmente tem ditado novos rumos para o design nacional. Nesse contexto, a Finotoc se posiciona como uma empresa inovadora, que acredita no design e na sua capacidade de criar objetos de desejo. “Nossa inspiração é transformar ambientes em lugares onde a vida possa acontecer de forma elegante e funcional”, afirma o diretor geral Claudiomir Paloschi. Em 2016, a empresa celebra seus 18 anos com o lançamento da linha de complementos para mobiliário em geral: aparadores, mesas de jantar, mesas de centro, mesas laterais e cômodas. Motivo de orgulho para a equipe que, de forma comprometida, impulsiona o investimento em pesquisas e novas tecnologias, além do cuidado com o processo e a perfeição nos detalhes do acabamento.


Jornal Design 19


Opinião de arquiteto por Margit Arnold Fensterseifer | Arquiteta podem ser confeccionadas em materiais diferenciados como espelhos, madeira de demolição, troncos naturais e, em especial, destacamos as de cores vibrantes, como azul turquesa, amarelo e vermelho. Por serem coloridas, alegram e divertem muito os ambientes e por serem móveis pequenos são passiveis de serem repintados com o tempo, revitalizando e modificando os ambientes. Vale usar da criatividade para ousar também em tecidos coloridos com pegadas print, geométricos e estampados nas poltronas e pufes de acompanhamento. São estes detalhes que personalizam seu ambiente e diferenciam de forma elegante, despojada e descontraída seu espaço de viver.

20 Jornal Design

mas dicas para acertar na escolha: • Móveis de estilo ou antiguidades: geralmente têm um visual forte e diferenciado, o importante é que sigam a mesma linha. O ideal é que estejam em seu estado original, seja em madeira natural ou até pintados ou laqueados. Um ambiente contemporâneo ficará muito elegante quando complementado com um móvel de estilo, que poderá servir como obra de arte ou objeto de desejo ou lúdico, impondo originalidade ao ambiente (exemplos Móveis Boca do Lobo, Edra e Kartell). • Entre os móveis de apoio estão também mesinhas de centro e laterais para salas de estar. Atualmente disponíveis em diversas formas,

Fernanda Fronchetti Photopoesia

O que podemos chamar de móveis complementares? Ou então de apoio? Para que possamos determinar o que são, precisamos primeiramente falar sobre os móveis essenciais. O mobiliário prioritário nos ambientes é o de armazenagem e funcionalidade que facilita e organiza o espaço para morar ou para trabalhar. Esses espaços, que abrigam tanto roupas, utensílios (de cozinha ou ferramentas), livros e outros objetos, precisam ser planejados com layout adequado, estudado e programado para cada indivíduo de forma particular, segundo suas necessidades. Esse mobiliário muitas vezes acaba ocupando um volume considerável nos ambientes e tem formas rígidas e quase sempre retilíneas, por isso pede a utilização de padrões mais neutros que trazem leveza ao contexto, até por terem uma durabilidade maior nos espaços projetados. Os móveis complementares podem ser cristaleiras, mesinhas, consoles, pequenas poltronas, pufes, adegas e pequenos armários. Servem para alegrar e diferenciar os ambientes que já foram previamente ocupados pelos móveis essenciais e podem ser funcionais ou simplesmente decorativos. Destacamos alguns desses complementos e algu-


Jornal Design

Um olhar integrado sobre moda e decoração Eis um fato: moda e decoração caminham juntas, afinal, as tendências de cores, texturas e até formatos podem ser aplicadas igualmente nesses universos. Em média, duas vezes por ano as principais grifes de moda desfilam suas coleções nas grandes capitais do mundo. Por isso, a Artelana convidou a designer de moda e estilista da marca ‘Só Tubinhos’ Eliane Godoes para falar com profissionais parceiros sobre formas, estampas e texturas. “Analisando cada desfile, passo uma perspectiva sob meu olhar, do que se tornaria comercial, vendável e inovador. Modelagem de cortes nobres, tecidos pesados como brocados e jacquards para dias mais frios, nostalgia de moda anos 20 e 60 e a confirmação do estilo boho dos setentinha”. Assim, a designer de moda resumiu um pouco do que foi o encontro na Artelana. O bate-papo ocorreu durante um café da manhã e teve como tema, ainda, o processo criativo de estampas – desde suas inspirações para criações até a impressão das estampas nos tecidos. A conversa foi levada pela inovação e a importância de pesquisar o que o consumidor deseja para atender cada vez mais os seus anseios. Flores e listras, moderno e antigo, geométrico e romântico. Combinar estampas e estilos deixa a moda e a decoração muito mais interessantes. A Artelana agradece a presença de todos os profissionais que estiveram presentes neste café da manhã e a designer de moda Eliane Godoes.

Jornal Design 21


AEARV entrega relatório de análise do Plano Diretor à prefeitura preservem as características socioculturais importantes para a região, a AEARV busca participar de forma ativa de projetos que impactam a comunidade. “Por isso a criação desse comitê de análise do Plano Diretor foi tão importante. A partir do posicionamento dos profissionais, foi possível reunir em um relatório considerações, questionamentos e pontos que necessitam de uma intervenção, ou seja, que precisam ser revistos pelo Poder Público. Essa iniciativa representa o compromisso com o bem social da população”, analisa o presidente, Vinicius Peruffo. Conforme o posicionamento da entidade, é possível verificar uma falta de entendimento das regras gerais da nova proposta que tornam, para o momento, sua complicada aplicação e racionalização. O processo é dificultado pela falta de objetividade do conteúdo. O Comitê observou que as densidades aplicadas são extremamente baixas, sem motivo para tamanha diminuição. “É imprescindível um maior prazo, planejado, de amadurecimento e transição entre os planos atuais e novo Plano Diretor. Além disso é necessário tornar a proposta operacional, através de vasta discussão e treinamento de pessoal qualificado, o que deve acon-

tecer com o acompanhamento da equipe da UFRGS em conjunto com o corpo técnico do IPURB”, avalia o Comitê. A AEARV acredita que há muito ainda a ser debatido e transformado na proposta para que ela possa ser validade e aplicada. Em linhas gerais, o novo modelo de Plano Diretor é muito bom, mas carece de maior detalhamento, objetividade e amadurecimento para sua completa e adequada aplicação e operação. AEARV/Divulgação

Um dos mais aguardados projetos que estruturará o futuro de urbanismo para Bento Gonçalves – o Plano Diretor municipal – foi objeto de minuciosas análises pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos (AEARV) nos últimos meses. A entidade criou um comitê de trabalho para avaliar criticamente as determinações do documento, cuja versão final está em fase de elaboração. Composto por profissionais de arquitetura e engenharia que aceitaram, de forma voluntária, participar desse desafio, o grupo promoveu uma série de reuniões para troca de opiniões e debate acerca do projeto. Durante a revisão do Plano Diretor, foi realizada uma avaliação aprofundada das propostas do documento, com discussão dos termos e elaboração de sugestões referentes ao novo modelo. Todas as considerações foram reunidas e oficializadas em um relatório entregue ao prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, no final de março. Engajada no propósito de contribuir de forma ativa e positiva com a estruturação de proposta públicas que atendam às necessidades de desenvolvimento da cidade, sejam favoráveis à comunidade e, também,

Associação é presença confirmada na FIEMA Brasil 2016 Comprometida em colaborar com ações ligadas ao desenvolvimento de uma sociedade cada vez mais sustentável, a AEARV participa de forma ativa em projetos que engajam os profissionais da categoria e, também, a comunidade, nesse ideal. Ao confirmar sua participação na FIEMA Brasil 2016, a entidade reforça o seu compromisso com o meio ambiente em um dos mais expressivos encontros sobre gestão ambiental. Durante os três dias de programação da feira, a AEARV promove a pauta ambiental de forma estratégica também para arquitetura e engenharia. Entre tantos dados e informações que contornam

o tema, os profissionais batalham por um mesmo objetivo: a mudança. Estima-se que 50% da população mundial vive em cidades. A tendência é que esse indicador dobre até o ano de 2050. Os prédios, atualmente, usam 40% dos recursos do planeta. Uma média de 40% dos resíduos do mundo são oriundos das construções. Essa pauta em comum com a FIEMA Brasil 2016 conduz os trabalhos da AEARV durante a feira em um estande exclusivo – o objetivo é incentivar os associados a aprofundar o conhecimento em tecnologia em resíduos, águas, efluentes e energia. “O cenário econômico e ambiental impõe aos pro-

fissionais inúmeras barreiras. Buscar alternativas para que possamos transpor todos esses desafios faz parte do papel de atuação da AEARV. Com certeza a FIEMA Brasil é uma ferramenta fundamental de conhecimento para a área. O apoio à feira está diretamente ligado a proposta de atuação da AEARV: há mais de 30 anos a entidade consolida-se pela soma de ações desenvolvidas em prol de seus associados, promovendo atividades relevantes e sólidas para o setor”, afirma o presidente da entidade, Vinicius Peruffo. Compromisso estendido Durante a participação na FIEMA Brasil, a associação compartilha com o público um projeto lançado em 2015 e que também estimula a promoção dos conceitos da gestão ambiental – o Congresso AEARV. Com o tema “Ideias Sustentáveis, reflexão e consciência”, colocou em pauta os desafios sustentáveis. Ícones do setor se reuniram para uma reflexão sobre a construção de um ambiente urbano ético, responsável, sustentável e que envolva com qualidade as relações humanas. Oportunidade diferenciada de qualificação diante dos desafios do mercado de trabalho, o encontro buscou contribuir de forma efetiva com a comunidade profissional e o meio ambiente. Sua edição de 2016 já está em fase de organização, e deve ocorrer no segundo semestre. Visite o estande da AEARV durante a FIEMA Brasil - Feira de Negócios e Tecnologia em Resíduos, Águas, Efluentes e Energia – que ocorre de 05 a 07 de abril, das 13h às 19h, no Parque de Eventos, de Bento Gonçalves. Informações em www.fiema.com.br.

FIEMA Brasil/Divulgação

SERVIÇO: O quê: FIEMA Brasil 2016 Quando: 05 a 07 de abril de 2016 Onde: Parque de Eventos – Bento Gonçalves Estande AEARV – Rua E Informações: www.fiema.com.br 22 Jornal Design

nossa obra


Afetto Ambientes, personalização na medida do seu conforto

Loja Anvivere

sistema e máquina, o seu móvel pode ser customizado, criado e montado de forma eficiente”, destaca Cenci. Entre os diferenciais da empresa, estão a flexibilidade e personalização do móvel. “A Afetto Ambientes é versátil para se adaptar às necessidades de nossos clientes, sofisticada para entender os diferentes gostos e tecnológica para ligar todas as fases do projeto, produto e serviço até a entrega em sua casa com comodidade e confiabilidade”, enfatiza Sidinei Capitanio. No dia 31 de março, a empresa reuniu lojistas, colaboradores, fornecedores, clientes e amigos para apresentação da nova marca, desenvolvida pela Ye Design. A marca enfatiza o compromisso de relacionamento com proximidade junto aos colaboradores, parceiros e clientes e a paixão pelo que faz. A proposta do nome objetiva conquistar o respeito e confiança do cliente. “Estamos criando um novo segmento para o moveleiro: não é modulado, não é planejado é customizado”, finalizam os diretores.

Sidinei Capitanio e Fabiano Cenci, diretores da Afetto Ambientes

Daiana Denardi Fotografia

A Afetto Ambientes é a marca da 3C Móveis, uma empresa que foi pensada, planejada e criada com o propósito de inserir no mercado um sistema alternativo para o consumidor que quer adquirir seu móvel. Situada na cidade de Dois Lajeados, na Serra Gaúcha, próxima a um importante polo moveleiro Nacional, implementa um conceito diferenciado em seu produto: Altamente Flexível, com excelência em qualidade e sofisticação. A ideia é fazer o seu móvel se adaptar ao ambiente. O diretor Fabiano Cenci relata que a Afetto conta com um moderno software de projetos que permite a definição de medidas, acabamentos e outros, possibilitando que o móvel seja criado na medida exata do ambiente, oferecendo o máximo aproveitamento do espaço, além de torná-lo muito mais bonito. “Todo este sistema somente é possível porque a empresa conta com um sistema produtivo com avançados recursos de tecnologia e, através da integração total de projeto,

não é modulado. não é planejado. é customizado

Lojistas da Afetto Ambientes celebrando o sucesso da marca que já está em 12 cidades

Colaboradores, forncedores, lojistas e familiares prestigiaram o lançamento da marca

54 3471.1162 Afetto Ambientes www.afettoambientes.com.br Jornal Design 23


Jeferson Soldi/Sindmóvei

Uma corrida pela inovação por Juliana Desconsi | Designer

Foram mais de 40 horas intensas de muito trabalho e dedicação. No último mês, alguns profissionais da Intervento Design aceitaram o desafio de criar soluções para a cadeia produtiva da indústria, desenvolvendo projetos inéditos. Essa foi a proposta do Grand Prix Senai de Inovação – uma parceria entre a Movelsul Brasil 2016 e o sistema Fiergs, por meio do Instituto Senai de Tecnologia em Madeira e Mobiliário. Munidos de muita inspiração, criatividade e profissionalismo, vestimos a camiseta e demos forma e vida à Escuderia Vermelha. Em uma rede de inovação tecnológica para receber, selecionar, criar ideias e protótipos, desenvolvemos novos conceitos em apoio à competitividade da cadeia produtiva moveleira e à resolução de problemas da sociedade. Para a competição em tempo real, foi preciso criar projetos com foco em energia, água, resíduos e segurança no trabalho. E quando há sintonia combinada com profissionalismo, os resultados só podem ser excelentes. Dos três projetos selecionados pelo júri, dois foram desenvolvidos pela Escuderia Vermelha. Em 1º lugar fomos premiados com a Cervical Wearable, fita com sensores para a coluna cervical, responsável por diagnosticar a ergonomia durante as atividades. Os resultados são transformados em relatórios de postura, além de emitir alertas e mensagens para o usuário, quando detectado algum risco. Com o projeto Óculos 4.0 garantimos também o 3º lugar: o sistema consiste em auxiliar no controle do uso de óculos de proteção em áreas de utilização obrigatória.

24 Jornal Design

Escuderia Vermelha foi campeã com o projeto Cervical Wearable (1º lugar) e Óculos 4.0 (3º lugar)

Para a Intervento Design, a vitória da Escuderia Vermelha expressa também os objetivos da empresa. Caminhamos cada vez mais na missão de desenvolver projetos e ideias que despertem o olhar coletivo, contribuam para a indústria e desconstruam padrões. A palavra Intervento, proveniente do italiano, traduz essa mensagem: intervenção, intervir e presença. A utilização deste nome representa o ideal transformador, dinâmico e estratégico vislumbrado por nós.

Na nova identidade visual da marca, lançada recentemente, foi realizada uma intervenção na palavra “Intervento” onde a letra “e” foi redesenhada fazendo alusão à forma de aspas. Representando pensamentos, ideias e argumentos, o uso das aspas caracteriza o próprio design que une a criatividade e inovação para criar novos produtos e possibilidades. Que esse prêmio possa nos inspirar ainda mais para um futuro de possibilidades, inovação e novas perspectivas para a indústria.


THE ART OF WINDOW DRESSING CORTINAS

VIGNETTE®

A cortina Vignette® possui visual elegante e clássico, formada por gomos de tecidos. Estes gomos podem ser volumosos (Tradicional, de 4”) ou retos (Tailored, de 6”). Possuí no verso um tecido neutro de revestimento, sempre na cor branca, que garante a uniformidade da fachada do ambiente. Além disso, a Vignette® dispensa varetas de sustentação, permitindo o recolhimento total da peça dentro do trilho e garantindo um visual muito sofisticado. Disponível em aproximadamente 12 coleções e mais de 90 combinações de cores. Revendas Talent Centurion Luxaflex® ARTELANA - Bento Gonçalves - RS - Tel.: 54 3055.2417 DECOR WINDOW - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3223.6536 ZÉLIA DECOR - Farroupilha - RS - Tel.: 54 3261.1448 Revenda Talent Luxaflex® PALLADIO’S DECOR - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3221.3333 ZEVIR REVESTIMENTOS - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3225.1355

www.hunterdouglas.com

Jornal Design 25


Divulgação

Água de qualidade ao alcance de todos

Todos sabem que beber água é fundamental para o bom funcionamento do organismo: ela ajuda a regular o intestino, melhora a qualidade da pele, acelera o metabolismo, entre outros infindáveis benefícios. A saúde das pessoas está ligada à qualidade de água que utilizam. Por isso é fundamental que a água esteja sempre livre de micro-organismos como vírus, parasitas, bactérias e também de poluentes químicos nocivos à saúde. Sabia que a água, mesmo aparentemente limpa, pode causar doenças? Não importa se é para beber, cozinhar, lavar alimentos: se a água estiver contaminada, pode causar desde verminose até doenças graves como hepatite. Mesmo com o avanço no tratamento de água pelas redes de abastecimento, que garantem a qualidade do

26 Jornal Design

líquido até o ponto de entrada das casas, há casos de tubulações antigas, vazamentos que contribuem para o acúmulo de sujeira e a agravante falta de limpeza nas caixas de água, além do uso do cloro, que pode alterar o gosto e o odor da água e quando presente em excesso. Isso pode causar problemas intestinais, azia, má digestão, gastrite e irritações na pele. Diante deste quadro, os purificadores são uma opção acessível e segura para obtenção de água potável, ou seja , apta a ser consumida sem causar danos à saúde e, por consequência, bem estar para toda família. O Grupo Europa é pioneiro no mercado brasileiro e é referência em purificadores de água há mais de 30 anos. Está presente no dia a dia e na memória de milhões de brasileiros. A marca busca constantemente o desenvolvimento de novas tecnologias, sendo re-

conhecida e certificada com mais de 40 prêmios que atestam sua qualidade e reconhecimento no mercado, incluindo a norma ISO 9001:2008, obtida pela Brasfilter - empresa do grupo que produz os purificadores Europa - e tem reconhecimento mundial, sendo outorgada pela RINA - entidade italiana, que atua na gestão da qualidade. A AVS Comércio de Purificadores é distribuidora exclusiva da linha Europa há mais de 25 anos em Bento Gonçalves e região, atendendo com vendas e assistência técnica em sua loja ou a domicílio. Sua equipe visita residências, empresas ou escritórios para que os clientes possam conhecer e escolher o melhor modelo que atende a sua necessidade. Esse é um cuidado que a AVS tem em oferecer o melhor produto e o melhor custo-beneficio para o seu cliente.


Masutti Copat e Lazza celebram parceria Soluções criativas e originais em destaque O rol de soluções com a assinatura da Masutti Copat compila uma série de utilitários que facilitam sua vida e tornam sua rotina muito mais bela, prática e funcional. Conheça

Guilherme Jordani

Fruteira Due: A fruteira DUE tem sistema construtivo inteligente, que lhe permite assumir diferentes disposições: dependendo da quantidade de frutas, pode ser utilizada aberta ou fechada. Esse, aliás, é um dos diferenciais exclusivos do produto: sua concepção funcional, que assegura praticidade e permite melhor aproveitamento de espaço nas situações de uso. Ele pode ser dobrado, conforme a necessidade de uso, reduzindo seu tamanho para ampliar a área útil dos balcões ou bancadas. Em qualquer uma das disposições, seu formato anatômico garante a delicadeza no acondicionamento dos alimentos. Fabricado em aço inox, oferece grande durabilidade e resistência, sendo fácil de higienizar e conservar.

As soluções exclusivas desenvolvidas pela Masutti Copat ganharam um novo ponto de exibição na Serra gaúcha – a Lazza Revestimentos e Banho, em Bento Gonçalves. Quem procura por acessórios para toda a casa e produtos premiados, com design original capaz de agregar mais funcionalidade, praticidade e beleza ao dia a dia, pode encontrá-los também na loja, que é especializada em artigos especiais e de alto padrão. A esse portfólio diferenciado a Lazza agrega os utilitários com a assinatura da Masutti Copat – entre os destaques estão o conjunto de nichos organizadores

para cozinhas da Linha Colors, contemplado com o Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira e o prêmio IDEA/Brasil 2014 (a edição nacional do maior prêmio de design industrial dos Estados Unidos); a Prateleira Porta-Bolsas e a Prateleira Organizadora, vencedores do Prêmio Inovação, da FIMMA Brasil 2013, e o Salão Design Casa Brasil 2013; e a Sapateira Suspensa, que recebeu o prêmio House & Gift de Design em 2014. Com propostas que inovam na relação entre produto e usuário, essas criações são exclusivas no mercado, desenvolvidas pelo escritório Intervento Design especialmente para a fabricante de acessórios.

Linha Colors: A linha exibe, ainda, complementos que atendem às necessidades utilitárias também em outros ambientes, como lavanderia e banheiro: as Colunas Organizadoras. Multifuncionais e compactas, permitem ordenar diversos utensílios de uso doméstico em um mesmo espaço graças a seu sistema construtivo inteligente: o produto utiliza a base e os acessórios de cada coluna, que são encaixados na estrutura em arame. Além disso, permitem versáteis composições, adequando-se às preferências de cada situação de uso. Com formas orgânicas combinadas a linhas retas, têm design diferenciado que imprime estilo moderno aos ambientes, funcionando como ponto de destaque na composição da decoração. As Colunas Organizadoras são fabricadas em chapa de aço e estão disponíveis nas opções de pintura epóxi vermelha, amarela, preta, cappuccino, branca e alumínio. Os arames são em aço inox 304L.A linha Colors tem assinatura do escritório Intervento Design.

Jornal Design 27


estilo

O encantamento de viver design Nos cinco anos do Jornal Design Serra, convidamos cinco designers para expressar seu fascínio pelo caminho que uma ideia percorre até se tornar um produto na casa de alguém ao redor do mundo

Em tempos de aniversário, reflexões são sempre bem-vindas. Quando a proposta do Jornal Design Serra foi lançada ao mercado, a intenção era atender um leitor desejoso de um produto local sofisticado, que desse o espaço merecido aos lançamentos do mercado de móveis e complementos. Com o tempo, entendemos que pautas sobre bem-estar também eram bem-vindas e que o design vai muito além do universo moveleiro. Estivemos atentos ao design de moda e, por que não, ao universo gastronômico. O design não é arte para ser contemplada, mas é a arte de transformar a vida das pessoas com objetos mais úteis, surpreendentes ou eficazes. Assim como o design não é estático, o Jornal Design Serra também não. Nossas ideias estão vivas, assim como nosso con-

teúdo. Nesse mês de abril, completamos cinco anos e esse nos pareceu o momento mais solene para trazer à capa uma visão sobre o design local, que tanto cresceu e ganhou o mundo desde nossa primeira edição. Então, convidamos cinco profissionais com atuação em Bento Gonçalves para definir: afinal, como o design deve ser? Em comum, eles têm uma inventividade que vem da infância e passagens – ainda que curtas – pela arquitetura. A formação em Design é recente no Brasil e a faculdade de Arquitetura foi o caminho natural de muitos dos profissionais que hoje atuam nas vertentes do design. Para essa sessão de fotos, cada convidado trouxe um produto de sua criação para falar um pouco de processos, trabalho e ideais. Para registrar esse momento, contamos com toda a

estrutura e a precisão das equipes do experiente Roberto Majola. Depois de 22 anos de atuação, a Majola agora é LightBox Estudio – uma nova proposta que vai muito além da fotografia, oferecendo conteúdo e concepção visual. A nova marca vai trabalhar em conjunto com a Majola Vídeo, impecável na captação imagens externas ou no amplo estúdio, localizado na rua Vitorio Carraro, 600. Com um serviço completo, LightBox e Majola Vídeo oferecem também a manipulação de imagens, fechamento de arquivos e prova de cor homologada, além de um serviço especial de fotos e conteúdos para sites e redes sociais. Um agradecimento especial aos parceiros que ambientaram nosso brinde: Casa com Tudo, Refinaria Deli Gourmet e Romeu & Julieta.

LightBox Estúdio

A complexidade do design para Daniel Camera

28 Jornal Design

Enquanto todos jogavam bola, batiam figurinhas, rodavam seus piões, Daniel Camera foi um garoto que, aos 14 anos, tinha mais interesse pelas aventuras da marcenaria. Ali mesmo, no curso do Senai, ele soube que fazer móveis era seu destino. Do desenho à execução, o menino queria tirar do papel suas próprias ideias e, por isso, decidiu estudar Arquitetura. Depois, buscou uma especialização em design e o que jamais imaginou é que em seus 22 anos de carreira seria professor de centenas de meninos e meninas que compartilhavam do mesmo sonho que ele. Para Camera, o design é um estudo complexo e vai muito além de desenhar objetos. Deve considerar a relação entre passado, futuro, mercado, tendências, pessoas, tecnologias e matérias-primas. Deve evitar problemas posturais às pessoas, deve preservar o meio ambiente. “O design está no coração e a curiosidade pela inovação, sempre presente. Quando temos isso como parte da vida, entendemos que às vezes, um objeto muito simples pode ter um grande design agre-

gado”, garante. Duas vertentes do design estão igualmente presentes no trabalho de Daniel Camera e sua equipe da Projeto3 Design e Arquitetura: a primeira, essa do design do dia a dia, da realidade da indústria e que aproveita os recursos e tecnóloga da melhor maneira, sem desperdício. A segunda é o design do sonho, que materializa as ideias do designer e se aproxima, em certo ponto, das obras de arte. Para Daniel, o design tem que ser correto. O produto: para a sessão de capa, Daniel trouxe a poltrona Dune, criada pela Projeto 3 para a fabricante Ancezki, de Bento Gonçalves. Essa é uma peça sofisticada, para ambientes marcantes, com base giratória em madeira maciça. Conforto é a palavra-chave dessa poltrona imponente, que tem estrutura em multilaminado e uma inclinação ideal para o bem-estar. Este foi um lançamento apresentado na Abimad desse ano.


Eduardo Nuncio e o fascínio pelo design industrial Apaixonado por pintura, escultura e desenho, Eduardo Nuncio cresceu com suas folhas e lápis como companhia frequente. Seu primeiro estágio profissional já foi na área do design, de onde ele jamais se afastou desde então. Formado em Design de Produto pela UCS, Nuncio é, atualmente, o designer responsável pelo desenvolvimento de produtos para as marcas Carraro e Morata. Nesse mês de abril, ele assume também a diretoria do Prêmio Salão Design. A inquietude que lhe é característica ajuda muito nesse trabalho que Nuncio já conduz há cinco anos. Afinal, o mercado exige o novo a todo tempo e ao designer cabe a difícil tarefa diária de traduzir desejos em produtos possíveis. Para ele, mais que uma utopia, o design traduz necessidades de consumo combinadas àquilo que a indústria pode oferecer. O profissional, nesse processo, está no meio do caminho entre quem faz e quem compra. “O designer dá significado a de-

sejos das pessoas. É simplesmente fascinante criar um objeto acessível ao consumidor e que é multiplicado aos milhares”, empolga-se. Para Eduardo Nuncio, o design tem que ser descomplicado. O produto: para nossa sessão de capa, Nuncio trouxe a cadeira ID, um objeto de formas limpas e minimalistas, que busca inspiração na moda para proporcionar ao consumidor a mudança constante que ele aspira. Sempre que quiser dar um novo visual ao produto, pode trocar suas cores, texturas e estampas, tudo de forma muito prática e rápida. Seu grande diferencial é o assento e encosto em couro sintético de alta resistência e com zípers que permitem ao consumidor revertê-los ou trocá-los com muita facilidade. Este é um lançamento da Carraro para a temporada.

Para Gemile Nondillo, o design decodifica comportamentos Ela foi professora em 18 das 20 turmas do curso de Design de Mobiliário do Senai. Foi autora de todas as seis edições do extinto caderno Referências do Mobiliário no Rio Grande do Sul. Percorreu todas as regiões moveleiras do Brasil e os principais polos de design do mundo. Compartilhar é vocação para Gemile Nondillo e ela vive essa filosofia tanto com sua equipe, na Bria Design, quanto nas salas de aula. Formada em Arquitetura e especializada em design, ela considera que desenhar novos produtos é apenas um dos aspectos da profissão. Muito além disso, no dia a dia, o designer é um observador do comportamento humano – alguém conectado à moda, a lugares, às tendências, às redes sociais e a todos os movimentos que afetam o consumo. Depois, ele transforma esses signos na linguagem da fábrica. “O resultado é um produto verdadeiramente feito para pessoas”, explica.

Ela é uma defensora do coletivo e diz que o design tem que cativar e emocionar e o profissional, por sua vez, é um agente que se dedica a fazer uma leitura da sociedade, um instrumento para viabilizar processos. “O designer nunca é, sozinho, o dono de uma obra. Ele é cocriador, é um curioso cuja pesquisa nunca acaba. Essa é minha visão do mundo”, emociona-se. Para Gemile, o design tem que ser investigador. O produto: A cidade de Brasília inspira por suas majestosas obras e pela história por trás de sua construção. Para nossa sessão de fotos, Gemile Nondillo trouxe o cabideiro Candango, que é inspirado na obra do artista Bruno Giorgi e foi feito para utilização em dormitórios no auxílio à armazenagem de roupas e objetos. Produzido em madeira pinus.

Jornal Design 29


LightBox Estúdio

Bem-estar pauta as criações de Marta Manente A movelaria vem de família para Marta Manente. Seu pai, dono de uma fábrica de móveis em Lagoa Vermelha, foi a grande inspiração para que ela deixasse a família para cursar Tecnologia em Produção Moveleira em Bento Gonçalves e, logo depois, se especializasse em Design de Produto com Ênfase em Móveis. Para ela, o design é um instrumento para facilitar a vida das pessoas, dando a elas mais qualidade de vida. É bem-estar, antes de estética. A ousadia é menos presente no trabalho do designer quanto se possa imaginar. Marta diz que, apesar do objetivo constante de fazer as pessoas felizes, existem objetivos comerciais que também devem ser levados em conta para o sucesso de um projeto. Segundo ela, considerando todos esses aspectos, é absolutamente incrível realizar os sonhos das pessoas e ver o nascimento, na fábrica e em grande volume, de ideias que nasceram no estúdio. “Às vezes me pego pensando quantas pessoas têm em casa um pouco da minha energia e quantos momentos felizes foram passados

Juliana Desconsi, o exercício diário de desconstruir conceitos Mais de uma vez, Juliana Desconsi deixou a família de cabelos em pé com verdadeiras revoluções que provocava em casa. As bonecas permaneciam intocadas enquanto, para ela, a brincadeira de verdade era desmontar objetos, mudar toda a mobília de lugar e inventar coisas com as linhas e tecidos da mãe. A intenção de criar sempre esteve presente e, na faculdade de Design, cada disciplina era uma celebração. Tanto que ela emendou uma pós-graduação e um mestrado, sem tempo para folga. Quando está no escritório, planejando, criando ou executando, Juliana conta que é seu momento de maior energia empregada. O design oferece, em diferentes níveis, o novo, a tradução de ideias e, obviamente, bons negócios. Para ela, o design por si só não existe. Ele depende de estratégia e respaldo industrial. “É minha missão nesse mundo e o que vivo diariamente. Tenho percebido uma função social muito maior e pouco explorada, como o design hospitalar, por exemplo”, reflete. Os resultados são importantes no seu trabalho. Ju-

30 Jornal Design

liana ama desenvolver coleções que vendam e que estejam realmente na vida e na casa das pessoas. Repensar a vida, sem abrir mão do que já foi construído, é um ideal. “Desconstruir conceitos para pensar o novo é um exercício diário”, conta. Para Juliana, o design simplesmente tem que ser. O produto: duas peças da Intervento aparecem nessa edição. Na capa, destaque para a Poltrona Revolve criada para a Omega Viratto. Seu formato arredondado, evidente no encosto, remete à proposta de envolver o usuário em uma experiência plena de acolhimento. Outra característica especial é a sobreposição do tecido, que surge do assento para cobrir, delicadamente, os braços do móvel. Nessa página, Juliana está sentada na Poltrona Abraço, em que o encosto envolve as almofadas, sobrepondo-se a elas para criar um nicho de acolhimento total. O visual ganha, também, o charme da madeira, que aparece na estrutura e nos pés desse móvel, que se propõe à imponência e elegância.

diante desses objetos. É fascinante”, conta. Para Marta, o design tem que ser para a vida. O produto: Donaire é tudo aquilo que é elegante, garboso, que tem graciosidade. É como a poltrona criada para a Tumar que Marta trouxe para a sessão de capa. As poltronas Donaire revelam traços elegantes e tem em si a valorização de pequenos detalhes na personalização da forma orgânica. Pés giratórios de madeira, encosto em multilaminado curvo, com cordas de fibra natural trançadas manualmente e assento estofado em linho são alguns dos detalhes exclusivos da peça. Singular e sofisticada, pode ser produzida com a versão de poltrona plus size com confortável estofamento interno e palha natural sextavada no encosto. Como os movimentos precisos e delicados de uma bailarina, a Donaire é única em suas curvas, que se entrelaçam à palha formando um conjunto resistente, mas de extrema elegância.


Jornal Design 31


Sucessos do inverno 2016 por Gabriela Francio | Assessora de Moda

32 Jornal Design

frio, sobretudos e capas sempre fizeram parte dos desfiles da estação, mas nesta temporada ganharam comprimentos maiores e muitas vezes tocam no chão. - Pantalona versão curta: A peça mais discutida da estação. Alguns amam e outros odeiam a pantalona cropped, versão mais curta da pantalona. Se você não tem medo de apostar, use-a com saltos para alongar a silhueta. - Anos 70: Looks coloridos e estampados fazem um revival boho aos anos 70. A túnica, de forma mais minimalista, ganha destaque nas passarelas. - Era vitoriana: Os designers das grandes marcas voltaram no tempo e trouxeram para seus desfiles elementos da rica era vitoriana, como golas altas, volumes localizados e cores neutras como preto e branco. - Animal print: A estampa foi grande aposta na semana de moda de Paris, presente em casacos e até colorida em diferentes tons. - Veludo: Migrado da passarela masculina para a feminina, o veludo aparece na maioria das vezes em looks inteiros, geralmente em preto ou azul marinho, e também combinado com rendas e bordados. - Tubinho: O vestido com modelagem tubinho, que já foi o queridinho da vez nos anos 60, está de volta, mas desta vez com dimensões e padronagens criativas.

Divulgação

A estação mais gelada do ano está prestes a se estabelecer e mais uma vez as vitrines das lojas e as passarelas da rua irão exibir novas peças que logo se transformarão nos hits da temporada. Para antecipar o que vai fazer sucesso no inverno 2016, separamos abaixo as tendências mais quentes das semanas de moda internacionais. Confira: - Moda sem gênero: Um movimento que vem contagiando o mundo fashion, trata-se da extinção dos limites entre o guarda roupa feminino e masculino, ou seja, uma moda sem gênero. Traz peças de alfaiataria e cores neutras como ponto alto. - Geek-retrô: Referências saídas do filme do diretor Wes Anderson, com uma estética geek-retrô e repleta de ideias esportivas. Destaque para um estilo ‘bibliotecária-chique’, com peças ‘comportadas’ e um visual nerd. - Peles: Destaque para as peles, verdadeiras ou falsas, tanto em peças inteiras como em pequenos detalhes localizados. - Cores de outono: Tons de outono que fazem referência a elementos da natureza. Marrom, laranja queimado, verde-oliva e vermelho são pontos altos nas passarelas. - Peças clássicas repaginadas: Para se proteger do


Outono da elegância trabalha exclusividade e inovação e que conquista, com tamanha presteza, grandes lojas do país. Uma marca com personalidade ousada e independente que está sempre focada no que existe de melhor no mundo fashion. Já na Globo Moda Masculina, as modelagens vão do clássico ao contemporâneo, sempre com a qualidade das grifes: Lacoste, Democrata, Dudalina, Fasolo, Fideli, Highstil e Individual. Vestiram os looks das lojas: Paula Milan, Giovani Francisco dos Santos e Joana Milan no Amora Sabores Especiais.

Jornal Design

A Globo Moda Homem e Moda Mulher não para de receber novidades outono/inverno 2016. E a nova estação chega glamourosa, viajando no tempo e trazendo o melhor dos anos 70 e 80, com padrões totalmente estilizados e um modernismo que se adéqua aos tempos de hoje e à mulher elegante e versátil, que busca peças-chave para completar seu closet e criar sua própria identidade. A Globo Moda Mulher trabalha com grifes diferenciadas, como Maria Valentina, Maria Vitória e Moikana, que

Jornal Design 33


Tal mãe, tal filha: entre rendas, pérolas e muito amor

Juliana Klering

mãe Kátia Fanton Rampanelli, que usaram vestidos de renda com bordados em pérola de arrancar suspiros no aniversário de um aninho. São modelinhos exclusivos, pensados e confeccionados especialmente para cada cliente e de acordo com a ocasião. Tudo sob medida, como num conto de fadas. E para os papais que também curtem essa moda, em breve o atelier terá muitas novidades em moda masculina, não perca!

Que criança nunca vestiu as roupas da mamãe, ou desfilou com sapatos de salto alto pelos corredores da casa? Uma fase muito gostosa e uma vivência muito significativa para a criança, que se sente importante reproduzindo cada gesto dessa figura célebre chamada mamãe. Com olhar sempre atento, o atelier Manu Dequigiovanni tem se voltado para essa delicadeza de moda que leva o nome “tal mãe, tal filha” de forma encantadora. Além do estilo casual, datas comemorativas são excelentes cenários para esse charmoso modo de vestir-se. Assim como a pequena Carolina e sua ma-

34 Jornal Design

A T E L I E R

Avenida Planalto, 816, São Bento | Bento Gonçalves manu.dequigiovanni@gmail.com | 54 9624.2929 Manu Dequigiovanni @manubdequigiovanni


Luz da Lua Day na Couros A moda é um trunfo para a mulher exercer a sua liberdade. A Couros do Valleh reuniu clientes e amigas para mostrar os lançamentos da moda couro e apresentar as novidades da Luz da Luz, que está sempre conectada às principais tendências para que o contato com as bolsas e calçados da marca sejam uma experiência verdadeira e completa. Couros especiais, texturas e cores exclusivas, toques hand made, metais personalizados, atenção aos detalhes. Características únicas que fazem das bolsas e calçados Luz da Lua objetos de desejo da mulher atual, sempre em movimento, independente e conectada às novidades do mundo fashion.

Jornal Design

L’América Shopping - 54 | 3701.2420 Galeria Dall’Onder - 54 | 3453.5754 Vale dos Vinhedos - 54 | 3453.5754 facebook.com/couros.dovalleh

Jornal Design 35


O primeiro e mágico aniversário

36 Jornal Design

versão da criançada. Muito mais que organizar festas, o trabalho da Moove é transformar sonhos em realidade. Assim foi a festa de um ano da princesa Sofia, um dia muito especial para ela e seus papais Giovani e Belisa Lazzarotto, que acompanharam cada detalhe da festa. “Há seis meses nos questionamos sobre fazer ou não uma festa. Mas como não comemorar um ano de amor, de saúde, de alegria e de muitas descobertas? Sou a favor de comemorações, sejam elas grandes ou pequenas, a razão da nossa vida merecia um dia só dela”, afirma a mamãe Belisa Lazzarotto, que ainda descreve a experiência desse dia. “Conhecemos a Andrea e quando nos apresentou a Moove ficamos encantados com o espaço, era exatamente tudo que queríamos: um lugar aconchegante onde pudéssemos nos sentir em casa e a Sofia pudesse se divertir ao lado das pessoas que amamos. Planejamos cada detalhe, a festa ficou do jeitinho que imaginávamos e permanecerá para sempre em nossos corações. Hoje me sinto muito feliz e realizada, se pudesse, voltaria o tempo para viver tudo novamente”, finaliza.

Natana Fontes Fotografia

Há quem diga que a festa de um ano não tem importância, já que a criança não vai lembrar, mas é impossível resistir aos encantos que envolvem o primeiro ano de vida dos pequenos que enchem nossos corações de alegria com tanta fofurice. É um momento muito especial, inicia-se uma nova fase, em que eles já se expressam através de balbucios, gestos e ensaiam os primeiros passos. Um momento mágico que deve ser comemorado e guardado para sempre nas fotos e no coração da família e amigos queridos. Organizar festas sempre exige muita atenção. São muitos detalhes importantes e a dica mais valiosa, sem dúvida, é contar com pessoas qualificadas e com experiência no mercado para que a sua festa seja um sucesso. A Moove Casa de Festas oferece atendimento personalizado, que envolve desde a contratação de fornecedores até a coordenação das equipes de decoração, seguranças, garçons e cozinheiros. Além de uma estrutura que se adapta às necessidades de cada festa, a Moove dispõe todo o conforto de um ambiente climatizado, estacionamento privilegiado para os seus convidados e uma variedade de brinquedos para a di-


Jornal Design

Ana Paula Valduga

Escolha a opção que harmoniza com você

Nesses dias de outono, clima ameno e ensolarado, nada melhor que desfrutar de uma excelente companhia e, é claro, a diferenciada gastronomia do Vallontano Risoteria e Café! Desde 2007, o Vallontano Café investe em receitas de deliciosos pratos, servidos em meio aos parreirais, ao longo do dia até o entardecer. “Agora a nossa grande especialidade, o risoto, conquistou até mesmo o nome da casa. Você é nosso convidado a visitar o Vallontano Risoteria e Café, para provar nossos deliciosos risotos, dos mais tradicionais até as exclusivas criações de nosso chef, em que sugerimos o vinho que melhor harmoniza com cada prato. Encante-

-se!”, convida Jaqueline, diretora do empreendimento. Enquanto o cliente aguarda seu pedido ser carinhosamente elaborado pelo chef, é possível conhecer e degustar os vinhos e espumantes da Vallontano Vinhos Nobres, cujo varejo é anexo ao restaurante. Durante todas as estações no Vale dos Vinhedos, é possível realizar as refeições no deck com uma bela vista para os parreirais e todos os pratos acompanham uma sugestão de harmonização com os vinhos da casa. Outro diferencial da casa é a oportunidade de levar o seu pet para o restaurante: lá ele será muito bem recebido.

Risoto de cordeiro com pesto de hortelã. Harmonização Reserva Merlot

Jornal Design

Risoto de moranga e alecrim. Harmonização Chardonnay

Panna Cotta. Harmonização Moscatel

Risoto de bacalhau. Harmonização brut Rosé

Jornal Design 37


Uma ode ao bom e velho pomodoro No Del Pomodoro, experimentei a contradição do simples e da fartura. O galpão anexo à Casa do Tomate, uma das atrações dos Caminhos de Pedra, tem aqueles objetos de família que são supercaracterísticos da Serra Gaúcha: um ferro a carvão, uma caixa registradora manual, Frigidaires nas cores de sucesso dos anos 1950: vermelho, amarelo, azul bandeira. O significado da família está em cada objeto do lugar e não apenas nas coisas, mas também nas pessoas. A decoração é à moda da nona, com todos aqueles retratos de época e a memorabília do imigrante italiano. Mas a própria nona também estava lá – discreta, sorrindo aos netos, acompanhando o movimento da casa e supervisionando a todos. Quando o serviço iniciou, eu estava faminta e cometi o erro de esvaziar

Ana Carolina Azevedo

Nessas andanças de restaurante em restaurante, a gente se acostuma a experimentar de tudo e, por vezes, cambiar do gourmet ao pé sujo num mesmo dia. A gastronomia tem esse poder de vestir o traje conforme a ocasião. É sábio reconhecer a beleza da simplicidade. O real sentido da Páscoa, por exemplo, passa longe da indústria do chocolate industrializado e seus brinquedos surpresa. Ainda que uma bela cesta espere seu filho no despertar, há coisas muito mais singelas capazes de evocar o sorriso sincero de uma criança. Foi uma caça ao ninho no meio do milharal que nos levou ao Ristorante Del Pomodoro. O que encontramos lá foi uma justa homenagem ao tomate, esse fruto onipresente em qualquer cozinha, mas que raramente ocupa lugar de protagonista.

a cestinha de pão caseiro com trio de pastas. Minha atitude precipitada acabou prejudicando o desempenho com os pratos seguintes, que são muitos e ricos em licopeno: polenta mole com molho de carne de panela, fortaia, almôndegas, arroz com tomate seco, tomates recheados, massas, costelinha suína e sobremesa à escolha (arroz doce ou pavê). Apesar de simples, esse almoço de domingo foi um banquete, porque diante de nós havia uma criança ansiosa por caçar seus ovinhos de Páscoa. Nada pode ser mais alegre do que ver nossos filhos nutrindo seus sonhos infantis e festejando suas conquistas.

Apoio:

38 Jornal Design

Ristorante Del Pomodoro Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves Aberto de quintas a terças-feiras das 11h30min às 17h Período de férias de segunda a segunda. À noite, sob reserva. Contato: 54 | 3455.6292 e 9104.0580 Ristorante Del Pomodoro


Tortelone aromático Especialmente para os amantes da cozinha, a chef Janete Canello revela o passo a passo de uma receita para impressionar, desde o preparo da massa fresca até a dica de empratamento.

Débora Chiari

Modo de preparo Massa: 1. Coloque a farinha em uma bancada e abra um buraco no centro. 2. Acrescente os ovos e o gengibre. 3. Amasse até desgrudar das mãos e a massa ficar bem lisa. 4. Enrole em um filme plástico e reserve.

Ingredientes: Massa 300g de farinha 2g de gengibre ralado 3 ovos Recheio ½ molho de salsinha 1 dente de alho 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem 2 abobrinhas Sal a gosto 100g de requeijão 70g de parmesão

Recheio: 1. Lave as abobrinhas, retire as pontas e corte em cubinhos. 2. Pique a salsinha e o alho. Refogue com o azeite de oliva. 3. Acrescente as abobrinhas e cozinhe em fogo baixo. 4. Esmague as abobrinhas e deixe esfriar. 5. Acrescente o queijo e o requeijão. Com um rolo ou cilindro lamine a massa, corte em pequenos círculos. Coloque o recheio e feche no formato de tortelone. Cozinhe em água fervente e com sal. Pode ser servido com molho de legumes, molho de tomate ou molho de cogumelos. Rendimento: aproximadamente 30 tortelones médios ou 16 tortelones grandes.

Conheca nossa

vitrine de destaques DO MÊS DE ABRIL

• Vinho Château La Tour de By • Chá Basilur Present Pink • Panela Wok Le Creuset

R. José Martelli, 58 - Bento Gonçalves-RS (54) 3454-3116 /refinariadeligourmet www.refinariadeligourmet.com.br Jornal Design 39


O futuro vai ser muito legal por Bruno Dreher Divulgação

transporte que é mais rápido que o avião, mais barato que o trem e usa energia 100% limpa. Esta inovação incrível tem previsão de entrar em operação no decorrer de 2018. Chama-se Hyperloop. Vale a pesquisa. Todas essas inovações têm como um dos objetivos reduzir os riscos que vivemos diariamente em transportes. Assim, por consequência, a tendência é que as pessoas vivam em média mais tempo. E a saúde também passa por milhares de transformações. Hoje, cerca de 80% dos gastos em saúde são para a cura de doenças e não para a prevenção. Algumas pessoas estão empenhadas em levar a prevenção até você. Tive a oportunidade de ver mais de 20 aplicativos que farão diagnóstico de doenças pelo celular. É a medicina preventiva chegando até você através da tecnologia. Enfim, para escrever todas as mudanças que farão parte das nossas vidas nos próximos anos, seriam necessárias dezenas de horas, discussões e linhas. Mas uma certeza fica dessa viagem incrível: o homem construiu um presente melhor que o passado. E não tenho dúvidas que construirá um futuro ainda melhor que o presente. SXSW, nos vemos em 2017!

Entender como será o futuro é algo que vem me fascinando ao longo dos últimos anos. E, parando para pensar, todo mundo tem interesse no futuro. Todos fazem planos, e sempre que fazemos planos, o fazemos pensando para o futuro: como emagrecer, como ganhar mais dinheiro, como encontrar um par romântico, etc. É sempre interessante entender o que vai acontecer para podermos estar preparados para as mudanças que vêm por aí. Mas, de fato, como vai ser o nosso futuro? Pensando em encontrar essas respostas, passei a procurar pessoas que pudessem me ajudar na busca: futuristas formados pela NASA, especialistas em tecnologia, mestres da inovação, referências da comunicação. E a grande maioria dessas pessoas dizia: você tem que ir para o SXSW, o maior festival de tecnologia e inovação do mundo. Depois de muito tentar, consegui ir para este festival em 2016. Depois de comprar a passagem, a hospedagem e a entrada para o festival, comecei a tentar escolher o que faria lá. Afinal, são centenas de palestras (mais de 30 por horário), dezenas de casas alugadas por algumas das maiores e melhores empresas de tecnologia do mundo e shows incríveis na noite. Uma maratona que começa às 8h da manhã e termina a meia-noite durante 10 dias. E então sai o anúncio da cereja do bolo: o presidente Barack Obama faria a palestra de abertura do evento. Na quinta-feira, um dia antes do início do festival, começo a ouvir de amigos que praticamente ninguém havia sido escolhido para a palestra do Obama que

40 Jornal Design

aconteceria no dia seguinte. Obviamente, achei que eu também não teria essa oportunidade. Mas, ao acordar na sexta-feira, antes de ir para a feira eu decidi dar uma checada nos meus e-mails só para confirmar. E aí veio a surpresa: “Parabéns! Você conseguiu o ticket para a palestra do presidente”. O presidente falou sobre o engajamento social no século XXI e mostrou por que é, quem sabe, o melhor orador do mundo atualmente. Abordou assuntos como a espionagem de dados, as inovações que o governo americano fez nos últimos anos e revelou que após deixar a presidência no fim de 2016, irá continuar trabalhando em seu propósito. Algo que impressionou foi a capacidade do presidente em manter as pessoas concentradas e interessadas no que estava sendo discutido. Saí correndo do local onde a palestra foi feita em direção a outro lugar que ficava a 1,5km de distância para ver uma palestra sobre carros autônomos que começava em 15 minutos. Mas consegui chegar. E foi mais uma vez impressionante. É um carro que dirige sozinho e traz uma série de vantagens comparadas com o carro comum: já foi testado por mais de 1,5 milhão de kms sem nenhum acidente grave. E os acidentes leves, aqueles do dia a dia, reduziram para um terço dos acidentes leves em carros dirigidos por humanos. E ainda tem mais: pessoas que antes não poderiam dirigir, como cegos, em breve poderão se locomover de um ponto a outro, sozinho dentro de um carro, sem qualquer restrição. Ainda falando de transporte: uma empresa criou um


Moysés Luiz Michelon lança livro de histórias e de vida Moysés Michelon e sua família: genro Juhaeri Juhaeri, filha Elisabete Michelon, neta Isabela Michelon Juhaeri, esposa Leonora Arioli Michelon, filha Elaine Michelon e o genro João Mattielo

Merlo Fotografias

Salão de Eventos ficou lotado para o lançamento da obra

Uma trajetória que se confunde com a história do município de Bento Gonçalves. Mais do que um livro de memórias, “Longa Tarde no Paiol”, que conta a vida do empresário Moysés Luiz Michelon, traz em seus capítulos momentos emblemáticos da vida dos imigrantes italianos no município. Em 142 páginas do livro, familiares, amigos e parceiros de Moysés Luiz Michelon poderão conhecer histórias curiosas das origens, anseios e êxitos do empreendedor que há 15 anos está à frente do primeiro complexo turístico do Vale dos Vinhedos. O lançamento e a sessão de autógrafos reuniu cerca de 120 pessoas no Centro de Eventos do Hotel Villa Michelon na noite de quarta-feira, 30 de março. Recheada de fotos e documentos, a obra, escrita pela relações públicas Ana Inês Facchin e pelo professor, escritor e poeta Roni Dall´Igna, inicia em São Luiz da 9ª Légua, em Caxias do Sul, por meio do relato de um frágil e amedrontado menino que acabara de conhecer o poder da “psicologia” paterna da época. Nos capítulos seguintes, a mudança junto à família para Bento Gonçalves aos 10 anos de idade, as lições de economia e disciplina e a trajetória profissional de Michelon são episódios contados com leveza e riqueza de detalhes que foram guardados na memória ao longo de seus quase 82 anos de vida. Foi na Capital Brasileira do Vinho que Moysés começou a demonstrar seu empreendedorismo, herdado do pai visionário, Antonio Michelon. Entretanto é da mãe, Josephina Cassol Michelon, de saúde bastante frágil, que lembra com carinho. Membro de uma família com oito irmãos, Moysés é o mais velho dos homens, precedido apenas por Olinda Michelon, que após or-

denação, passou a ser conhecida como Irmã Placídia. “Longa Tarde no Paiol” rememora detalhes, como a horta cuidadosamente mantida por Antonio e Josephina e o empreendedorismo do pai Antonio à frente do Hotel Bela Vista. Entre as tantas memórias e relatos, sem dúvida, boa parte do livro é dedicado aos 42 anos, de 1956 a 1998, à frente da Massas Alimentícias Ltda, que mais tarde passou a se chamar Isabela S/A e se tornou líder absoluta do setor de massas e biscoitos no Sul do Brasil. Além disso, estão o trabalho no Hotel Bela Vista, empreendimento da família que era localizado no centro de Bento Gonçalves, a lição de disciplina no 1º Batalhão Ferroviário, o primeiro convite para comandar uma fábrica, a presidência da I Fenavinho, a vida política, o apoio e participação a uma série de entidades sociais, representativas e empresariais locais e a experiência de dar início a um novo empreendimento aos 65 anos de idade, o Hotel Villa Michelon, instalado no Vale dos Vinhedos, que preside até o momento. “A inspiração veio diante da dificuldade que tive em encontrar informações sobre as minhas origens. Diante disso, a publicação de minhas memórias tem como grande objetivo fazer com que as gerações futuras tenham em mãos um pouco da história de seus antepassados”, explica Moysés Luiz Michelon. “Longa Tarde no Paiol” tem tiragem de mil exemplares e não será destinado à venda. Exemplares foram doados para a Biblioteca Pública Municipal e estão disponíveis para consulta. Conceitocom

Moysés Michelon entregou um dos primeiros exemplares para a neta Isabela, que veio dos Estados Unidos especialmente para prestigiar o avô

Moysés entregou um livro autografado para cada convidado

Jornal Design 41


Sociais Silvana Aibel, Eduardo Nuncio, Juliana Desconsi, Iva Vivan, Gemile Nondillo, Daniel Camera, Marta Manente e Silvia Perusso nos bastidores da produção de capa dos cinco anos do Jornal Design Serra

No Jantar Sob as Estrelas: Renan Piccoli, Dione Zaccaron e Márcia Ferronatto, na Dell Anno

Manu Dequigiovanni, a fashion designer da Plissé

Tiago Junqueira e Patricia Chiela, na Eko Ambientes

Fabiano e Gisele Valduga, Jéssica Cavalheiro, Caroline Cusin e Leonardo Cury e André Valduga

André Possamai e Gilberto Durante, na Anvivere

Wilian Coser e Idana Spassini, parceria de sucesso no Biroska

Jornal Design

Fernanda Fronchetti Photopoesia

Evandro Soares

Mariana e Eliane Piccoli, Adiana Peccin

Morgana Peruffo Forti e Ananda Pooli, no Amora Sabores Especiais

42 Jornal Design


Diego Frigo Fotografia

Eduardo Liotti

Eduardo Liotti

Marcelo Siviero, diretor nacional da Hunter Douglas, Luísa Damasio, Rejane Cobalchini, Elisabete Valduga, Mônica Ferrari e Fabrício Zanotto Zéto Telöken Fotografia

Entrega do livro Decoração de Janelas para as arquitetas premiadas no programa Talent Club Elisabete Valduga e Mônica Ferrari

Fernando Marini, com seus orgulhosos pais Adelina e Danilo, na comemoração da formatura em Administração de Empresas

Juliano Bergamini e Débora Reis radiantes no dia do sim

Evandro Soares

Evandro Soares

Evandro Soares

Fabrício Zanotto, Elisabete Valduga, Pauline Fardo e Rejane Cobalchini na premiação do Talent Luxaflex 2015, em parceria com a Artelana

Aline Canossa, Karine Furlanetto e Iris Schmitt, em evento da Lazza e Masutti Copat

Natana Angheben Eitelven, Karina Guidolin, Kelly Peruffo, Aline Roberti e Joana Milan

Sidinei Capitanio e Fabiano Cenci (ao centro), comemorando a parceria com Leandro Gava e Muriele Vivian da Ye Design

Patrícia Mondadori, diretora da Couros do Valleh, no Luz da Lua Day com os modelos Fabiano, Camila, Mariane e Rafael

Adriane Rech Carrard, Vanira Rech, Camila Dall’Agnol e sua Milena, Daniela Dall’Agnol e Sabrina Portaluppi no evento da Couros do Valleh

Daiana Denardi Fotografia

Rodrigo Zini, Morgana Miolo, Edson e Camila Lazzarotto e Rodrigo Copat no espaço da Lazza Revestimentos e Banho

Jornal Design

Jornal Design 43


Jornal Design | Edição 57  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you