Page 1

Vindima de encantos em toda Bento Gonçalves A colheita é um convite à celebração não apenas para o turista, mas para todos aqueles a quem a cultura da uva e do vinho toca a alma

Ano V - Edição 55 - Fevereiro/2016

Na volta às aulas, uma reflexão sobre inovação e criatividade nas escolas Meios-tons na moda e na casa evocam a sensação de paz interior para o ano


MONOCOMANDO TWIN


O FILTRO QUE É TORNEIRA AGORA TAMBÉM APRESENTA OPÇÕES DE ÁGUA QUENTE E FRIA.

AV. OSVALDO ARANHA, 1422 - CIDADE ALTA - BENTO GONÇALVES / RS - TEL. (54) 3452 5511 - WWW.DEMA.COM.BR


Jeferson Soldi Fotografia

Conceito Se o inverno na Serra Gaúcha é puro charme, o verão é a alegria de celebrar a colheita da uva. Há sete temporadas, a região vem se articulando com programações culturais e enogastronômicas para transformar a vindima em um atrativo turístico. Nesse ano, pela primeira vez, celebramos uma colheita oficialmente registrada no calendário de eventos turísticos do Estado do Rio Grande do Sul. Há muito a ser visto em cada uma das cinco rotas do interior e na área urbana. O Jornal Design é apaixonado por esta terra e também celebra as belezas de mais uma vindima, que poderá ser escassa em produção, mas transborda de encantos. 4 Jornal Design

Capa Soberanas do Vale dos Vinhedos: Júlia Barbieri Zorrer, Rochelli Conzatti Pereira e Graziela Feil Make e Cabelo: Iva Espaço da Beleza Cenário: Vinicola Larentis Fotografia: Jerferson Soldi


Jornal Design

Confira nessa edição Vida 6. Especial Vindima 2016 8. Jantar e piquenique na Lovara 9. Explosão de sabores na Zaccaron 10. Puricelli oferece pacotes de emagrecimento e rejuvenescimento 11. Parceria Amora e Max Muscle para pré e pós-treino

Casa 12. A tranquilidade das cores do ano 14. Giro do design, cores do ano 15. Duas cores para pintar 2016, por Juliana Desconsi 16. A aposta da PróCor para colorir o mercado imobiliário 17. A ação que brinda 20 edições de Movelsul Brasil 18. Compoarte Home, design exclusivo para a sua casa, por Marta Manente 20. Notícias AEARV 21. Artelana inicia 2016 com energias renovadas

Estilo

Divulgação

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Administrativo: Rosângela Masutti Diagramação: Camila Cervieri Jornalista Responsável: Ana Carolina Azevedo | REG. 0017700/RS Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Caxias do Sul | Farroupilha | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo

22. Inovação e criatividade nas escolas 24. Inglês e Espanhol na American Vision 26. Entrevista com Patrícia Chiela sobre estratégia nos negócios 28. Verão nas araras da Plissé 29. As cores de 2016 na moda, por Gabriela Francio 30. Couros do Valleh e o seu garimpo chique de verão 31. Novidades Vizia Óptica 32. Um mochilão “culinarístico” pela Europa 34. Lançamentos da pizzaria Sapore Sublime para a temporada 35. Novo endereço e novidades Sushi Mania 36. Cobertura do Happy Hour de fim de ano do Jornal Design Serra 38. Sociais

Contato: 54 | 2621 3134 contato@jornaldesign.com.br www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados. Jornal Design 5


VIDA

Vindima 2015, viver o vinho Sobre duas rodas, pisando as uvas ou na carona de um tuc tuc, o verão em Bento é a celebração da colheita A Vindima na taça

Ana Carolina Azevedo

Divulgação

O conhecimento é um aspecto relevante da vindima para os legítimos apreciadores de vinhos. Degustações especiais, somente guiadas ou também harmonizadas, fazem parte da programação de praticamente todas as vinícolas nesse período. Na Lídio Carraro, o visitante pode ter uma prova daqueles que foram os Vinhos da Copa e conhecer a história por trás dessa pequena vinícola boutique que agora servirá os vinhos e espumantes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Um momento emblemático para a região e os produtores do Vale dos Vinhedos, que conta com a primeira e única Denominação de Origem de Vinhos do país.

Em tempos de colheita amarga, a fartura pode estar na alegria de compartilhar um modo de vida e um modo de fazer. Se, por um lado, o colono trabalha de sol a sol em uma safra escasseada pela geada tardia, excesso de chuvas e granizo, por outro, multiplica-se o esforço da região para a consolidação do enoturismo. Nunca houve uma programação de vindima tão farta, integrada e plural, gerando atratividade para o verão da Serra Gaúcha. A vindima a grande festa do agricultor em que todos são convidados – os de longe e os de perto, todos aqueles que se encantam pela cultura do vinho. Essa cultura é reverenciada e transmitida pelo Instituto R. Dal Pizzol, que mantém no seu Ecomuseu em Faria Lemos uma das três maiores coleções particulares de uvas do planeta, com 400 variedades de 30 países dos cinco continentes. A colheita anual simbólica dessas castas resulta no especial VinumMundi, já com quatro safras simbólicas que não estão à venda. Rinaldo Dal

6 Jornal Design

Pizzol, idealizador do projeto, defende que vinho é estilo de vida e o vinhedo, por sua vez, é um elemento importante dentro do conjunto de experiências que o visitante busca na região. “O vinho é muito mais do que se apresenta no cálice. É um elemento cultural, que está nas artes e na história da civilização. E os vinhedos são a alma desse povo”, define. Neste ano, a programação oficial do Bento em Vindima chega a sua 7ª edição, com atrações em todas as cinco rotas turísticas do interior e também na cidade, como o Jantar Sob as Estrelas, dia 04 de março, e o já consagrado passeio de Maria Fumaça. As experiências vão da tradicional colheita e pisa das uvas até aventuras ciclísticas pelo interior, piqueniques e sessões de relaxamento sob os parreirais. A programação segue até 13 de março e pode ser consultada no portal do Turismo Bento na internet. Percorremos as atrações da Vindima 2016 e separamos cinco olhares para ajudar a guiar seu próximo passeio.

vida


A Vindima da tradição Colher, carregar e pisar a uva ganha ainda mais significado pelo privilégio de fazer tudo isso ouvindo histórias da imigração e do desenvolvimento da vitivinicultura na região. Na Casa Valduga, o simbolismo da colheita é preservado nos belíssimos parreirais de uva Isabel que datam de 80 anos atrás. Na Vinícola Cainelli, uma das paradas do passeio Fascínios da Vindima, comercializado pela Giordani Turismo, a lida nos parreirais termina com um farto merendin regado a vinho doce e a pisa das uvas animada pela figura emblemática de Nei Tomasi.

Entre uma refeição e outra, é bom gastar alguma energia. Aventura é a nova pegada da Capital Nacional do Vinho. No Parque Gasper, a expectativa é pela inauguração do maior pêndulo do país, radicalizando ainda mais a carta de atrações do lugar, que já inclui arvorismo, rapel com escalada em via ferrata, escalada artificial, paintball, tirolesa e trilha de quadriciclos. Para apreciar a região curtindo uma brisa no rosto, o projeto Que Tal de Bike oferece quatro roteiros de pedalada para turistas e locais com duração de quatro a oito horas. São diferentes níveis de dificuldade e a organização empresta as bicicletas e equipamentos de segurança. Os aventureiros são acompanhados todo tempo por condutores capacitados e veículos de apoio.

A Vindima que as crianças amam Se o programa inclui a criançada, precisa passar pela Casa da Ovelha, que está com uma programação cada vez mais estruturada e encantadora. O ingresso vale para o dia todo e todas as atrações, com a possibilidade de saída e retorno. É curiosa a saga da casa histórica que abriga o laticínio e varejo, comprada pela família Michelon e movida sobre um caminhão para evitar sua demolição na década de 1990. Pontos altos da visita é a amamentação dos filhotes e o pastoreio das ovelhas com auxílio dos cães da raça Border Collie comandados por Tarcio Michelon.

vida

Thais Soligo

A Vindima aventura

A Vindima para relaxar Um momento de profundo relaxamento e contato com a natureza é uma das propostas da Vinícola Cristófoli para essa vindima. Sob os cuidados da terapeuta holística Clari Tomasi, o projeto “Vinho e Bem-estar” é uma conexão com a terra, o sol e os aromas do parreiral com massagens para o rosto, mãos e pés para uma ou duas pessoas. Uma confortável poltrona colocada estrategicamente em meio aos vinhedos é o trono do cliente nesse dia de reinado. Na Vinhos Larentis, produtos típicos da região compõem um piquenique em um ambiente encantador, regado a vinhos, espumantes e sucos.

Jornal Design 7


Eduardo Benini

Na sombra dos parreirais ou sob as estrelas, viva a vindima da Lovara A programação da Lovara Vinhas e Vinhos é para notívagos e diurnos, para comer e relaxar. Com o Brinde das Estrelas, o visitante desfruta de um jantar harmonizado com vinhos e espumantes curtindo a vista privilegiada do terraço para os vinhedos. Depois, conhece a estrutura da vinícola e das famílias e ainda curte música ao vivo num pergolado montado em meio aos parreirais. Tudo com a taça sempre cheia. Mas se a proposta é curtir a brisa do verão estirado sobre uma toalha xadrez na sombra dos parreirais, a Lovara também é o lugar perfeito. O Dolce Far Niente é uma experiência de piquenique em que o visitante escolhe o que

8 Jornal Design

comer e beber no cardápio da Lovara e a equipe providencia toda a estrutura para uma tarde de contemplação. A programação da Lovara segue durante toda a vindima. Os jantares ocorrem todas as quintas e sextas; nos sábados dias 06 e 20 de fevereiro e também durante o Carnaval – sempre mediante reserva com até 24 horas de antecedência. Já para o piquenique não precisa reserva e essa programação ocorre aos sábados, das 11h às 17h. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 54 2102 9005, pelo e-mail eventos@lovara.com.br ou pela fanpage no Facebook: Lovara Vinhas e Vinhos.

vida


Ana Carolina Azevedo

Delícias Zaccaron na vindima do Vale dos Vinhedos O roteiro enoturístico mais conhecido do Brasil, o Vale dos Vinhedos está vivendo a vindima até o mês de março e a Zaccaron Alimentos é parada obrigatória para quem ainda não conhece ou já é fã dos sorrentinos e dolcettos feitos artesanalmente. Além de ponto de venda com embalagens térmicas para levar, a pequena indústria de alimentos é o único ponto do roteiro que permanece aberto para almoço em qualquer horário do dia, sete dias por semana. Aberto ao público há pouco mais de um ano, a Zaccaron é um dos empreendimentos que ajudou o Vale dos Vinhedos a fechar 2015 com um total de 397.529

visitantes. O negócio das irmãs Daniela e Dione Zaccaron começou com a venda de massas recheadas, molhos, cookies e quatro sabores do dolcetto freddo, o docinho exclusivo da casa que é uma mistura de mousse e sorvete. Nesse ano, a empresa já estrutura seu processo de franqueamento, está percorrendo o litoral gaúcho e catarinense com o carrinho de dolcettos e ampliou sua linha de produtos para um catálogo com mais de 50 opções para restaurantes, delicatessens e venda direta ao consumidor. Para receber seus visitantes no período da vindima, a Zaccaron Alimentos oferece uma sequência de sorrentinos com molhos da casa e, para sobremesa, os dolcettos que conquistaram o paladar de comensais em todo o país. Visite: de segunda a sexta, das 10h às 17h30min; aos sábados, domingos e feriados das 10h às 18h30min.

vida

Estr. Linha 15 da Graciema, 332 Contato: 54 | 3055.0499 contato@zaccaronalimentos.com.br

Jornal Design 9


Descubra o emagrecimento com resultado cas individuais, é possível aumentar a massa muscular sem adquirir gordura corporal simultaneamente. A clínica Puricelli tem profissionais para atender necessidades de emagrecimento, suplementação farmacêutica, perda de peso e gordura corporal, aumento de massa magra, suplementação esportiva e reeducação alimentar, além de todos os tratamentos estéticos para tonificação, flacidez, peelings, clareamento e rejuvenescimento facial.

Divulgação

O fator que mais contribui para o emagrecimento é a alimentação. Só se consegue emagrecer ingerindo menos calorias do que aquelas que gastamos. Isso parece fácil de entender na teoria, mas na prática se torna uma tarefa difícil selecionar os alimentos corretos, as combinações favoráveis e as medidas certas para se obter o peso ideal ou o aumento de massa magra. Com um programa alimentar associado à rotina do paciente ou a seu treinamento físico e características metabóli-

Programa de emagrecimento. Antes e depois: -25kg

Programa de emagrecimento. Antes e depois: -15kg

10 Jornal Design

vida


A Max Muscle Bento Gonçalves é uma loja especializada em suplementos alimentares importados e nacionais, produtos naturais e funcionais. Os suplementos podem ser consumidos por atletas profissionais ou pessoas que queiram prevenir e tratar doenças (no fígado e nos rins, por exemplo), ou suprir a falta de apetite, restrições na dieta ou alimentação inadequada decorrente de estresse, correria ou maus hábitos. O Amora Sabores Especiais, em parceria com a Max

Jornal Design

Bem-estar de dentro para fora Muscle, desenvolveu um cardápio especial de pré e pós-treino, com novidades semanais, muita criatividade e produtos saudáveis. E agora, facilitando a vida, o Amora Sabores Especiais conta com o Tele-Amora. “Na sua casa ou no trabalho, mantenha uma alimentação saudável e equilibrada. Afinal, agora o Amora vai até você. Das 16h às 21h, faça seu pedido, entregaremos com todo amor”, destacam as proprietárias do Amora, Ananda e Morgana. Bolo de laranja, whey e castanhas Ingredientes: 2 laranjas inteiras 2 xícaras de suco de laranja 3 colheres de sopa de linhaça dourada 4 ovos 3 colheres de sopa de óleo de coco extra virgem líquido 1 e ½ xícara de chá de açúcar mascavo 3 xícaras de chá de farinha de trigo integral 2 scoops de whey protein isolado de baunilha (Isso Cool – Ultimate Nutrition) 1 colher de sobremesa de fermento em pó 3 colheres de sopa de castanha do Pará picadas grosseiramente Modo de Preparo: Lave bem a laranja inteira, corte-a ao meio e retire as sementes. No liquidificador, coloque a linhaça, os ovos, o óleo e o açúcar e processe por 5 minutos. Leve este creme para uma tigela, acrescente a farinha integral, o whey protein, o suco de laranja e as castanhas. Misture bem. Adicione o fermento e mexa levemente. Coloque a massa em uma forma untada e leve ao forno preaquecido por 35 minutos ou até assar. Retire o bolo do forno e espere esfriar para desenformar. Para a calda, será usado o suco da outra laranja espremida com ou sem adoçante, fica a seu critério. E para decorar corte uma laranja e posicione em cima.

Av. Planalto, 816 Fone: 54 | 3702.3519 Bento Gonçalves /Amora Sabores Especiais @amorasaboresespeciais

vida

Av. Assis Brasil, 310 Fone: 54 | 3055.2620 Bento Gonçalves /MaxMuscleBento @maxmusclebento

Jornal Design 11


CASA

Ano novo, cores novas

Divulgação

Apastelada, a paleta de cores sugerida pela Pantone para 2016 simboliza a busca pelo bem-estar que queremos encontrar em casa

É tempo de repensar os excessos de uma vida frenética e trazer para dentro de casa um sentimento de calmaria que frequentemente não acompanha as pessoas no trabalho. A dualidade inédita que a Pantone propõe como Cor do Ano 2016 é uma mensagem simbólica de harmonia e suavidade. Uma combinação de dois meios tons que funciona com naturalidade na arquitetura de interiores, trazendo conforto e alívio. A arquiteta Dayane Gallina, que costuma trazer elementos da psicologia das cores para seus projetos, pontua que uma proposta tão suave quanto o rosa Quartz e o azul Serenity tem vantagem sobre as cores marcantes, que se tornam cansativas com o passar do tempo. Especialmente em se tratando de paredes. Para além disso, a paleta proposta pela Pantone nessa temporada é viável tanto para tintas quanto papéis de parede e, segundo Dayane, reflete um estado de espírito que ainda é novidade para a maioria das pessoas. “Estamos vivendo uma época de busca pela saúde, por uma alimentação melhor, por uma vida alternativa. As cores apasteladas fazem essa conexão com a tranquilidade”, analisa. Dar novos ares à casa pode ser, inclusive, um momento de conexão consigo mesmo. O movimento “do it yourself” propõe que você seja a mão de obra para pequenas reformas e transforme os afazeres em hobby. Muitas indústrias de móveis e tintas, inclusive, estimu-

12 Jornal Design

Cadeira Lótus | Butzke

lam e orientam seus clientes com tutoriais na internet. A arquiteta Dayane Gallina é adepta à liberdade de estilos. “As tendências nos apresentam possibilidades, mas não precisamos nos apegar a isso. O importante é saber qual ou quais são seus estilos”, afirma. Ser livre é justamente a defesa da Pantone ao escolher duas cores para o ano. Rosa Quartz e azul Serenity funcionam bem na pintura, mas também são uma escolha acertada para acessórios. Fazer pares entre tecidos sólidos e estampados, mantas, travesseiros e roupa de cama nesses tons evoca um refúgio acolhedor e a sensação de bem-estar dentro de casa. Da mesma forma, ambos os tons ficam bem colorindo itens da cozinha e da mesa. Gostou das tendências Pantone para 2016? Que tal, então, pintar o teto de Azul Serenity, evocando a sensação de paz para um cômodo? Os tons mais claros têm aparência fria e celestial e criam um efeito relaxante. Porque elas têm um aspecto fresco e calmo. Os tons mais claros dão um ar mais fresco e limpo ao local. O verde, por exemplo, tem aspecto natural e combina com a maioria dos cômodos. As paredes nessa cor tendem a criar uma sensação calma e de segurança, mas também podem diminuir a iluminação e deixar o tom de pele pouco atraente, principalmente se o teto estiver verde. Assim, essa não é a melhor escolha para banheiros.

casa


Escolhendo a cor de acordo com o peso visual 1 - Pinte todas as paredes com uma cor clara para dar um aspecto maior a um cômodo pequeno. Um banheiro pequeno ou uma sala apertada, quando pintados de branco ou com um tom pastel, ficarão com um visual mais aberto e amplo. As cores pastéis frias são muito eficazes nisso.

1.

2 - Amplie o cômodo pintando as paredes com uma cor que combine com a mobília. A mobília não precisa ter a mesma cor que a parede, mas se as duas forem de tons da mesma família, elas combinarão e isso criará um aspecto mais ampliado e aberto para o local. 3 - Deixe uma parede com um aspecto mais pesado colocando cores fortes e brilhantes.  Essas cores chamam a atenção. Se você quiser destacar uma parede específica ou o teto, use uma cor mais forte do que as outras do cômodo. 4 - Reduza o peso de um cômodo com cores neutras.  Elas são perfeitas como pano de fundo, especialmente os tons de branco. Elas mostram menos a superfície da parede, diminuindo a sua presença e o peso visual.

2.

3.

5 - Pinte o teto com uma cor escura para chamar a atenção para as paredes. Os tons mais escuros fazem com que os seus olhos fiquem no nível da cabeça, o que manterá o foco nas paredes e na mobília. Entretanto, essas cores podem fazer com que um teto baixo fique muito pesado. 6 - Pinte o teto com uma cor clara para criar uma ilusão de altura.  As cores claras atraem atenção para o teto e assim, fazem o cômodo parecer mais alto do que realmente é. Essas cores são especialmente adequadas para tetos baixos a médios.

6.

4.

5.

Divulgação

casa

Jornal Design 13


Giro do Design Divulgação

Cores do ano

Prato Sobremesa Color Time | Tok Stok www.tokstok.com.br

Memories Colcha Casal | Tok Stok www.tokstok.com.br

Cozinha Bola, by Marcelo Rosenbaum para Ornare www.ornare.com.br

Tigela Color Time | Tok Stok www.tokstok.com.br

Abajur Cool | Bertolucci www.bertolucci.com.br

Poltrona Biguá, by Carlos Motta | Butzke www.butzke.com.br

14 Jornal Design

Poltrona 401 | Artek www.artek.fi

casa


Pantone/Divulgação

Duas cores para pintar 2016 por Juliana Desconsi | Designer Todos os finais de ano a Pantone apresenta aquela que será a tendência de cor do próximo ano. Desde 2000, a empresa norte-americana mundialmente conhecida pelo seu sistema numérico cromático, nomeia a cor do ano – uma seleção forte, importante e poderosa que influencia o mercado, especialmente a indústria da moda e, sem dúvidas, o design. Se em 2015 a escolhida foi o Marsala e em 2014 o Radiant Orchid, esse ano a empresa reservou uma surpresa. Com o objetivo de encontrar o balanço cromático de equilíbrio e paz, a Pantone anunciou duas cores para o ano de 2016. Isso mesmo, elas são duas. Em uma nova abordagem, a Color of the Year são PANTONE 13-1520 e PANTONE 15-3919. Embaladas pela tendência das muted colors (cores suavizadas que transmitem calma e tranquilidade) elas foram nomeadas de Rosa Quartz e Serenity, uma mistura de um rosa quente e acolhedor, com um azul suave mais frio e calmo. Mais do que conduzir ao equilíbrio, a Pantone carrega muito significa à escolha apoiando e reforçando o debate acerca das cores e gêneros. O cenário atual que discute gênero, sexo e orientação sexual busca a igualdade. “Em muitas partes do mundo, estamos experimentando um borrão nos gêneros no que se refere à moda, que por sua vez está impactando as tendências de cores em todas as outras áreas do design, informou a Pantone em nota oficial. No último mês o filho do ator Will Smith, Jaden Smith, de 17 anos, estrelou a campanha da nova coleção de roupas femininas da grife francesa Louis Vuitton.

casa

24,5x16.indd 2

Ele, que é cantor e ator, apareceu vestindo uma jaqueta de couro, uma camiseta branca e preta com rendas na cintura e uma saia escura em fotos divulgadas pelo designer Nicolas Ghesquiére. Segundo Jaden Smith a oportunidade foi de “impactar o mundo”. E ele está certo! Para 2016 somos desafiados a mudar nossas percepções, assim como fez a Pantone elegendo duas cores. O risco é inevitável – o que está consolidado e parece imutável pode ganhar novos contornos, novas interpretações, a partir de ideias e objetivos diferentes. Nesse ano assumimos o risco para criar, movimentar, discutir pautas relevantes e tornar o design e todas as esferas mais abertas, dispostas a um novo olhar multicolorido.

Jornal Design 15 27/01/2016 15:03:22


Divulgação

Uma paleta de sensações Ano após ano, a PróCor Tintas se preocupa em antecipar as tendências do mundo das cores aos profissionais da arquitetura, decoração e interiores, através do Colour Futures. O catálogo é o resultado de uma grande pesquisa realizada por observadores de tendências e especialistas de todo o mundo no Centro de Estética Global da Akzo Nobel, fabricante de tintas da Coral. “O catálogo oferece um conteúdo valioso com objetivo de envolver e inspirar profissionais e consumidores no uso de tintas na arquitetura e decoração”, afirma o empresário da loja em Bento Gonçalves, Mauri Demarchi. Partindo do pressuposto de que ao contemplar o passado somos capazes de projetar o futuro, o Colour Futures 2016 tem como tema-chave “Olhando para os dois lados” e revela uma paleta de cores potencial-

mente relevantes para o cenário atual: sofisticação baseada em meios-tons suaves. A pesquisa também indicou uma influência do ocre-dourado para a cor do ano, ao identificar que os tons dourados estão sendo usados em todas as áreas do mundo do design. É uma cor e também um material recorrente nas feiras de design e de artes gráficas, assim como na arquitetura, moda, beleza e decoração de interiores. A arquiteta da Coral Tintas, Ana Luiza de Vasconcellos Silva, destaca o compromisso de uma paleta bem elaborada. “Trata-se de uma evolução natural, uma transição do tom de laranja acobreado que foi a cor do ano de 2015. E, com ela, uma paleta para criar efeito tonal, uma combinação suave ou até mesmo algo mais surpreendente”.

As tendências do ano em quatro pilares Tradição e futuro: as marcas globais de hoje acham importante explorar e expor seu passado, porque sua tradição lhes dá credibilidade, autenticidade e promove uma ideia de longevidade, inspirando a projetar seu futuro. Traduzindo isso em uma paleta de cores, os vermelhos refletem uma rica tradição, mas que têm também uma sensação viva e contemporânea que aponta para o futuro.

Palavras e imagens: em tempos de saturação visual, onde cada momento é registrado e postado, muitas vezes a imagem acaba desvalorizada. Como consequência, as palavras ganham força, especialmente quando usadas no contexto correto, principalmente quando aplicadas em detalhes da decoração. A paleta de cores correspondente utiliza a tinta azul e o cinza grafite, contrastando com os tons familiares das mídias sociais.

16 Jornal Design

Claro e escuro: essa tendência revela a importância da escuridão para o planeta, seja para um sono repousante dos seres humanos, ou para a atividade biológica das plantas e animais selvagens. Muitas cores desta paleta se mesclam suavemente, lembrando as nuances do anoitecer e do amanhecer.

Estrutura e liberdade: necessitamos de limites em nossas vidas, mesmo que queiramos nos rebelar contra eles; liberdade só tem significado dentro do contexto de uma estrutura. A utilização de formas orgânicas no design de produtos é um exemplo de como deixar a imaginação fluir por não se sentir presa a estruturas rígidas. Por isso, as cores nesta paleta são vivas e lúdicas, ainda que contidas pelo branco e preto das grades.

casa


Design transformador para as 20 edições de Movelsul Brasil Sindmóveis renova a Praça Achyles Mincarone com brinquedos exclusivos desenhados por designers locais Muito mais que agregar valor a um produto, o design é capaz de transformar espaços e criar movimento. Nas comemorações das 20 edições de Movelsul Brasil, o Sindmóveis levou o design de dentro da indústria para um espaço público que toda a comunidade de Bento Gonçalves conhece e utiliza. Como parte do projeto #SomosMóveis, a entidade doou novos brinquedos para a praça Achyles Mincarone, no bairro São Bento. O conjunto de balanços, gangorras, carrossel e casinhas é exclusivo no mundo, desenhado voluntariamente por designers de Bento Gonçalves. A ideia do

Gangorras, criação de Projeto3 Design e Arquitetura: atua na arquitetura e no design para indústria desde 1993, criando novos produtos como ferramenta estratégica para o desenvolvimento das empresas clientes.

Divulgação

Carrossel e balanços, criação de Bria Design: Com uma equipe multidisciplinar formada por designers, arquitetos, engenheiros e marketing, a empresa atende o segmento de produtos, acreditando no poder do design para alavancar negócios.

antigas relacionadas à Movelsul no portal na internet. Acesse www.somosmoveis.com.br e saiba como contribuir com essa rede participativa e colaborativa que narra em imagens a história da feira. A Movelsul Brasil é realizada em Bento Gonçalves desde 1977. São 20 edições acompanhando o mercado, marcando presença e ditando tendências. Neste ano, a feira será realizada de 14 a 18 de março, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, reunindo indústrias de móveis e complementos de todo o país para a apresentação de lançamentos ao mercado varejista.

Evandro Soares

Evandro Soares

Evandro Soares

Balanços, criação de UNT Design: Com experiência internacional consolidada, a UNT Intelligence Design conta com equipe especializada em desenvolvimento de produtos e posicionamento estratégico de marcas.

projeto, custeado pelo Sindmóveis, é reforçar a mensagem de que em Bento Gonçalves está o principal polo moveleiro do país. A iniciativa teve apoio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Turismo. “Queremos deixar um legado como retribuição a esta comunidade que sempre foi uma verdadeira embaixadora da Movelsul Brasil”, pontua o presidente do Sindmóveis, Henrique Tecchio. A partir de agora, o projeto segue percorrendo praças de Bento Gonçalves com o Móbil #SomosMóveis e convidando as pessoas a compartilharem fotografias

Escalada com escorregador, criação de Intervento Design: desenvolve projetos para produtos industriais com foco na inovação, por meio de uma abordagem metodológica centrada nas pessoas, oriunda do equacionamento entre Design Thinking e Human Centered Design.

Evandro Soares

casa

Evandro Soares

Evandro Soares

Escalada com túnel, criação de Studio Marta Manente: centro de design integrado, que atua há 11 anos com atividades no âmbito do design, comunicação, varejo de móveis e complementos, com foco no segmento moveleiro e de decoração.

Escalada com plataforma e escorregador, criação de Eduardo Nuncio: mestrando em Inovação e Tecnologia pela UFRGS, trabalha com desenvolvimento de novos mercados e lançamento de produtos.

Jornal Design 17


Compoarte Home, design exclusivo para a sua casa por Marta Manente | Designer Com a ferramenta do design estratégico, diversas ações da Compoarte Home estão sendo apresentadas neste início de ano. Além da nova identidade visual, que fortalece a marca e a posiciona para a venda de produtos de decoração, agora a empresa conta com peças de design exclusivas assinadas pelo Studio Marta Manente. A coleção foi inspirada em temas brasileiros e é de fácil combinação com diversos estilos de ambientes. As peças misturam cores, estampas e texturas.

Banqueta Cordel e Baião Com inspiração na cultura nordestina do Brasil, as banquetas possuem assento em papel kraft trançado: combinação moderna, ousada e elegante. O kraft é uma matéria-prima surpreendente para renovar a decoração de ambientes de espaços gourmet, por exemplo. Aliado à alta tecnologia do desenvolvimento do papel virgem e puro, a trama automatizada dos fios do assento e a impermeabilização desse material o tornam perfeito para o uso diário.

Coleção Atalaia A Linha Atalaia é marcada pela simplificação das formas. Básica e singular, a coleção é composta por cadeira, mesa de jantar, mesa de centro e aparador. A cadeira Atalaia possui a versão inovadora com capa estofada. Essa aplicação, além de proporcionar conforto ao usuário, permite a fácil higienizado da peça usada em ambientes gourmets. Aos tampos das mesas e aparadores dessa linha pode ser aplicado vidro ou madeira, de acordo com o estilo e gosto do cliente. Todas as peças possuem as opções de acabamentos de tubo cromado ou pintado com sete modernas cores: amarelo, marrom, vermelho, azul, laranja, branco, e preto. Para Bento Gonçalves e região, a fábrica conta com showroom, onde é possível adquirir essas e outras peças na Rua Antônio Gato, 100, Tamandaré, Garibaldi.

Coleção Cobogó Inspirado nos tijolos decorativos – o cobogó, presente na estética da arquitetura moderna brasileira. As banquetas e cadeiras dessa linha desenham sombras e causam efeitos de luz. Delicadas e, ao mesmo tempo, marcantes.

Divulgação Compoarte

18 Jornal Design

casa


casa

Jornal Design 19


AEARV elege e empossa diretoria para gestão 2016 Engenheiro Vinicius Peruffo foi reconduzido à presidência da entidade e já inicia o ano acompanhando a revisão do Plano Diretor do município

Diretoria AEARV 2016 Eng. Civil Vinicius Peruffo – presidente Eng. Bioq. Mateus Somensi – vice-presidente Eng. Civil Matheus Cenci Vanni – 1º tesoureiro Arq. Urb. Roberson da Fré – 2º tesoureiro Arquiteta Juliana Pereira da Silva – 1ª secretária Arquiteta Karina Guidolin – 2ª secretária Arquiteta Fabiana de Carli Ruaro, Engª Civil Daniele Artini Gujel Capellari, Eng. Civil Irani Raymondi, Arquiterto André Melati - suplentes Arquiteta Dayane Troost Gallina, Arquiteta Francine Trento - comissão de eventos

A Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos (AEARV) elegeu a diretoria que defenderá os interesses dos profissionais do setor no próximo ano. Em assembleia realizada no dia 04 de dezembro, o engenheiro civil Vinicius Peruffo foi reconduzido à presidência para a gestão de 2016. A eleição e solenidade de posse foram realizadas durante um coquetel na Cervejaria SudBrau, em Bento Gonçalves. Na oportunidade os profissionais e seus familiares celebraram o encerramento do ano e comemoraram o dia do Engenheiro e do Arquiteto. Com 98% dos votos, a chapa única liderada por Peruffo foi eleita e irá conduzir os trabalhos da enti-

dade. Para o presidente reeleito esta é uma oportunidade única de dar continuidade às ações iniciadas em 2015, um dos anos mais significativos para a entidade. “A partir de projetos, eventos e cursos desenvolvidos especialmente para arquitetos e engenheiros, a AEARV confirmou a sua representatividade diante da categoria. Parking Day, Projeto Ir Além e o Congresso Estadual AEARV foram alguns dos destaques do ano, atividades que colaboraram com o desenvolvimento urbano e dos profissionais. O planejamento estratégico da entidade terá sequência em 2016 quando trabalharemos ainda mais em prol dos associados”, afirma o presidente Vinicius Peruffo.

2016: um ano para se construir juntos AEARV apresenta planejamento anual e convida comunidade a respirar arquitetura e engenharia

20 Jornal Design

Neste sentido, a associação potencializa ações voltadas para a comunidade como o Congresso Estadual AEARV: em sua segunda edição, o evento deve reunir também em 2016 profissionais e estudantes de arquitetura e engenharia de Bento Gonçalves e região para promover uma análise do setor em busca da transformação do cenário atual. “Nos eventos encontramos oportunidades únicas de discutir e difundir conceitos que afetam a qualidade do ambiente urbano, sua arquitetura e engenharia, além da qualidade de vida em nossa cidade”, destaca Peruffo. Assim como em 2015, a AEARV continua um trabalho intenso de valorização dos profissionais e fortalecimento de parcerias. Para a entidade, difundir a importância da profissão e promover o acesso à arquitetura e engenharia só será possível com uma atuação coletiva. “A AEARV continua seu plano de consolidação do setor, trabalhando fortemente na valorização e capacitação de seus profissionais. Queremos que Bento respire arquitetura e engenharia em 2016 através de novas ideias, novos projetos e múltiplas parcerias”.

Evandro Soares

A arquitetura, o urbanismo e a engenharia como protagonistas na concepção e transformação de nossa cidade. A partir dessa diretriz, a AEARV conduz seu plano de atividades para o ano. Diante de um cenário desafiador em todos os setores, a entidade convida seus associados e toda comunidade a construírem juntos um 2016 significativo para a categoria. Logo no mês de fevereiro, a AEARV dá continuidade ao acompanhamento do projeto de revisão do Plano Diretor de Bento Gonçalves. Comprometida em colaborar com ações ligadas ao desenvolvimento do município, a entidade apresenta à prefeitura um estudo realizado por uma equipe de profissionais que avalia o Plano Diretor ao mesmo tempo em que sugere mudanças e prevê novas demandas. “O papel da AEARV está em contribuir para a construção de espaços dignos e democráticos em todas as escalas, de arquitetura e engenharia pública ou privada. É preciso garantir uma cidade mais humana, pensada para as pessoas, com valorização de espaços públicos e convívio social”, comenta o presidente, Vinicius Peruffo.

nossa obra


Luísa Cobalchini Damasio e Rejane Cobalchini

A Artelana está sempre buscando novas experiências para seus colaboradores e profissionais parceiros. Por isso, a empresa encerrou 2015 com um dia cheio de inspiração, descontração e boa gastronomia. A cidade de Gramado é conhecida por ser referência em decoração e culinária. Então, a Artelana levou seus profissionais parceiros a um agradável passeio no complexo Sérgio Bertti. As inspirações do dia vieram dos ambientes da mostra de decoração assinados por profissionais de decoração, arquitetura e paisagismo gaúchos. Além da experiência única de terem

Jornal Design

Iniciando o ano com energias renovadas a mostra aberta apenas para o grupo, os convidados da Artelana passaram o dia entre as obras de Hugo França. De renome internacional, o designer é conhecido pelo seu incansável trabalho com peças oriundas de resíduos ambientais. O toque especial foi o almoço – em um espaço da mostra transformado em um lindo recanto gourmet para receber os profissionais. Uma equipe de primeira linha se deslocou de Bento Gonçalves a Gramado, para receber e servir os profissionais parceiros. Esse encontro com os profissionais no final de 2015 fez o novo ano da Artelana iniciar repleto de boas energias.

Clarissa Tonial, Camila Padovani, Sandra Benvenutti, Rejane Cobalchini, Fabiane Ruaro e Luísa Cobalchini Damasio

Roberson da Fré, Cenira Mazzoti, Rejane Cobalchini e Valquíria Sfredo

Juliana Pereira, Fabiane Ruaro, Rejane Cobalchini, Monique Pedruzzi e Leticia Zanesco

Fabrício Zanotto, Maria Cristina Schneider, Rejane Cobalchini, Valquíria Sfredo e Elisabete Valduga

Artelana reuniu profissionais parceiros para uma visita exclusiva na Villa Sérgio Bertti em Gramado

Luísa Cobalchini Damasio, Monica Ferrari e Rejane Cobalchini

®

Suacortinaoupersianavale 15%dedescontonacomprade umprodutoLuxaflex. Válidode4dejaneiroa 29defevereirode2016paraas CortinasApplause,Nantucket, Rolô,Romanas,SoftRoman,Skyline, TwinlineePersianasAlumínio50mm.

TravessaMaranhão,55.Humaitá.BentoGonçalves www.artelana.com.br.54.3055.2417

casa

Jornal Design 21


ESTILO

Vamos pensar em educação? As férias estão acabando e a volta às aulas convida para uma reflexão sobre modelos de ensino e formação integralizada Em 2016, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional completa 20 anos. Ela prevê o direito universal à educação para todos e, entre as mudanças em relação à lei anterior, destaca-se a inclusão da educação infantil como primeira etapa da educação básica. Se, por um lado, a LDB conseguiu gerar a universalização do ensino, por outro, esse acesso não implica necessariamente em qualidade. É sabido que nem toda criança tem acesso a creches e escolas infantis e se a discussão passa pela ampliação do número de horas que os estudantes passam na escola, também deve-se falar sobre o uso dessas horas. O MEC vem trabalhando em um programa de estímulo à criatividade na Educação Básica que mapeou iniciativas em todo o Brasil voltadas à Inovação e Criatividade, considerando que práticas pedagógicas inovadoras têm relação direta com a qualidade da educação. Por meio de uma chamada pública, o grupo de trabalho composto por professores pesquisadores de todo o país selecionou iniciativas e elaborou um Mapa da Inovação e Criatividade na Educação Básica, mostrando que é possível a transformação do ambiente escolar – e que isso já está acontecendo. Essa transformação é necessária, segundo o professor doutor Vicente Concilio, que integra o grupo de trabalho de estímulo à criatividade na região Sul, porque os parâmetros da educação formal na atualidade precisam ser revistos. Segundo ele, a escola deve ser um lugar que forma pessoas com autonomia e capacidade

de seguir estudando e se desenvolvendo, e não uma instituição disciplinadora e que sirva para si mesma. “O modelo predominante no Brasil e também no mundo é o da educação tradicional, centrada na figura do professor que expõe conteúdos decididos por um currículo previamente organizado e que avalia através de provas focadas em medir o conteúdo absorvido pelo aluno”, explica. Esse modelo, conforme Concilio, foca na informação, mas deixa de lado a experiência concreta com os fenômenos do mundo. Esse modelo não considera o corpo, as relações entre as pessoas e os valores sociais e éticos da vida em comunidade. “O problema é que o modelo tradicional despreza o contato dos estudantes com o desenvolvimento das ciências, aspirações profissionais e seu vínculo com as mudanças necessárias a nossa vida no planeta, questionando nosso modelo de produção e consumo e com os debates sobre o meio ambiente, por exemplo”, reflete o professor. O projeto Inovação e Criatividade dá visibilidade a projetos que já existem em cinco sentidos: gestão, currículo, ambiente, metodologia e intersetorialidade. O mapa pontua projetos de escolas públicas, privadas e instituições de apoio ao ensino. Não há escolas da Serra Gaúcha no mapa, mas os critérios ajudam a refletir sobre a escola que se deseja para os filhos. O mapa tem certo equilíbrio entre instituições privadas e públicas e pode ser consultado no endereço www. criatividade.mec.gov.br.

Divulgação

22 Jornal Design

estilo


Cinco parâmetros de uma escola inovadora 1 - Gestão Corresponsabilização na construção e gestão do projeto político pedagógico. Estruturação do trabalho da equipe, da organização do espaço, do tempo e do percurso do estudante com base em um sentido compartilhado de educação, que orienta a cultura institucional e os processos de aprendizagem e de tomada de decisão, garantindo-se que os critérios de natureza pedagógica sejam sempre preponderantes. 2- Currículo Três aspectos garantem um currículo inovador: 1) Desenvolvimento integral: estruturação de um currículo voltado para a formação integral, que reconhece a multidimensionalidade da experiência humana - afetiva, ética, social, cultural e intelectual; 2) Produção de conhecimento e cultura: estratégias voltadas para tornar a instituição educativa espaço de produção de conhecimento e cultura, que conecta os interesses dos estudantes, os saberes comunitários e os conhecimentos acadêmicos para transformar o contexto socioam-

biental; 3) Sustentabilidade (social, econômica, ecológica e cultural): estratégias pedagógicas que levem a uma nova forma de relação do ser humano com o contexto planetário.

Divulgação

3- Ambiente Ambiente físico que manifeste a intenção de educação humanizada, potencializadora da criatividade, com os recursos disponíveis para a exploração e a convivência enriquecedora das diferenças. Estratégias que estimulam o diálogo entre os diversos segmentos da comunidade, a mediação de conflitos por pares, o bem-estar de todos, a valorização da diversidade e das diferenças e a promoção da equidade.

estilo

4- Métodos Protagonismo: Estratégias pedagógicas que reconhecem o estudante como protagonista de sua própria aprendizagem; que reconhecem e permitem ao estudante expressar sua singularidade e desenvolver projetos de seu interesse que impactem a comunidade e que contribuam para a sua futura formação profissional. 5- Articulação com outros agentes Rede de direitos: estratégias intersetoriais e em rede, envolvendo a comunidade, para a garantia dos direitos dos estudantes, reconhecendo-se que o direito à educação é indissociável dos demais.

Jornal Design 23


American Vision Idiomas, excelência e qualidade!

Divulgação American Vision Idiomas

A escola American Vision Idiomas traz consigo o conceito de excelência e qualidade na formação de seus alunos nos cursos de inglês e espanhol. Para isso, conta com profissionais altamente qualificados e uma metodologia exclusiva, desenvolvendo a conversação, leitura e escrita, método voltado para crianças, jovens e adultos. É usado o método ESL, o mesmo aplicado em escolas estrangeiras, que tem como finalidade ensinar o Inglês e Espanhol como segunda língua. Desta forma, o idioma é introduzido na vida do aluno de forma natural, fazendo-o pensar diretamente no idioma através da associação e não tradução. Todos os anos a escola realiza intercâmbios escolhendo um país onde os alunos venham a ter contato com pessoas nativas para a prática e vivência do idioma.

24 Jornal Design

A escola oferece: Ênfase em conversação; Turmas de no máximo 6 alunos; Horários flexíveis; Intercâmbios; Curso de Pós para quem já possui conhecimento no idioma; Preparatórios para certificações internacionais; Cursos para Kids, Teens e Adults. Horário de atendimento segunda a sexta-feira das 8h às 22h e sábado das 9h às 16h

Recentemente, a escola realizou viagem de estudos para o Canadá, especialmente para a cidade de Toronto. Foram vinte dias de aprendizado e conhecimento da cultura do país, situado no norte da América. A observação dos alunos revela que o transporte público chama a atenção, funciona muito bem e de forma rápida, pontual e com qualidade. A segurança também é um ponto a destacar: pode-se andar na rua a qualquer horário com tranquilidade. A integração cultural entre os estudantes ocorre de forma natural, com pessoas de todos os cantos do mundo, pois há uma grande facilidade de fazer novas amizades. A condição climática é a primeira a ser sentida quando se chega ao país, a neve está presente em todos os lugares.

Rua Ramiro Barcelos, 452 | Centro Contato: 54 | 3453.7443 Bento Gonçalves www.americanvisionidiomas.com.br

estilo


estilo

Jornal Design 25


Estratégia de negócio para prosperar em 2016 cio, em Porto Alegre, e já deu vida a dezenas de empresas, auxiliou tantas outras no processo de reposicionamento e viu surgir diversas campanhas e marcas. Na primeira edição do ano, em entrevista exclusiva ao Jornal Design Serra, a consultora de negócios expõe seu ponto de vista para quem pretende abrir um novo negócio ou então para quem deseja reposicionar sua marca no mercado e torná-la mais atrativa.

Lisa Roos Fotografia

Todos os dias, inúmeras postagens na internet anunciam os passos fundamentais para empreender. Mais importante do que ter uma boa ideia, o desafio é planejar uma estratégia eficiente que garanta a profissionalização do negócio, construa seu valor e prospere. Paralelo a sua trajetória profissional que acumula 10 anos de experiência profissional, Patrícia Chiela está à frente da empresa Patrícia Chiela Estratégia de Negó-

Jornal Design | Muita gente sonha com o negócio próprio, qual o primeiro passo para acreditar que a ideia dará certo? Patrícia Chiela | Toda ideia no início parece boa, única e diferente, mas nem sempre é. O primeiro passo é entender se aquela ideia é, de fato, uma oportunidade, se existe demanda ou se é necessário sensibilizar o consumidor e o mercado para o negócio imaginado. Isso está diretamente relacionado com o grau de resposta que se pode esperar e também do esforço. Não tem dinheiro no mundo que faça um negócio sem diferencial dar certo. Somaria a isso a questão de trazer a ideia para a realidade, entender o quanto ela é viável para se transformar em um negócio. Hoje existem várias maneiras de se testar uma versão beta de negócio para medir potencial, isso minimiza o risco e é uma forma de coletar percepções em torno da ideia imaginada. JD | Atualmente, o que você julga ser o ponto chave para o sucesso? E para o fracasso? PC | Acho difícil resumir em um único ponto chave, mas se tivesse que elencar um único fator de sobrevivência considerando um negócio já estabelecido, seria a capacidade de lidar com a imprevisibilidade constante do mercado e dos consumidores. Vivemos hoje um cenário bastante disruptivo em termos de modelo de negócio e entrega de valor, as empresas que incorporarem a inovação na sua cultura e souberem olhar para as oportunidades desse cenário têm mais chances de ficar no jogo. E isso tem relação direta com o funcionamento interno do modelo de negócio como um todo e não só com a comunicação. Ou seja, a inovação precisa existir da porta para dentro e ser comunicada para fora. Ficar no modelo “sempre foi assim e deu certo” é assumir um risco. JD | Você acredita que os coworkings que estão sur26 Jornal Design

“Hoje, a expectativa das pessoas é a de que as empresas pensem além do seu produto e serviço, elas são um agente importante e poderoso de transformação da sociedade.”

gindo já são um sinal de que as pessoas estão mais à vontade para empreender? PC | Acredito que são parte desse movimento de gerar ideias, de uma economia mais orientada para a colaboração e a inovação – mesmo que inovar no Brasil seja ainda um grande desafio. Existe um forte movimento de pessoas buscando compartilhar conhecimento para viabilizar ideias de negócio. Esse modelo de funcionamento surgiu nos Estados Unidos em 2005 com o intuito de ser apenas um espaço de trabalho compartilhado. Hoje já se busca um coworking para fazer networking, ampliar a rede e gerar negócios. JD | No cenário atual, quais são as áreas que estão em crescimento? PC | Existem perspectivas de que as áreas ligadas à tecnologia cresçam em grandes proporções nos próximos anos. A ideia é que, cada vez mais, o mundo físico e o digital se tornem um só, através de dispositivos que se comuniquem com os outros, os data centers e suas nuvens. Já estamos vivendo a “Internet das Coisas”, se refere a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar os itens usados no dia a dia à rede mundial de computadores. A tecnologia será uma aliada a qualquer negócio, de diferentes segmentos. E a força de trabalho que vem aí colabora para esse movimento, uma vez que vivemos um momento em que as gerações que nasceram no ambiente digital estão entrando para o mercado de trabalho. Não conheceram o mundo offline e sem tecnologia. JD | Pela sua experiência, qual o maior desafio de uma empresa se manter hoje? PC | Percebo que o maior desafio é não parar de gerar valor. Por mais clichê que isso seja, é sustentar o diferencial no dia a dia, nas pequenas coisas. É aí que se ganha o consumidor. Ele não é mais convencido por

um bom anúncio de jornal, ele está em busca do que chamamos de “marcas íntegras”, ou seja, de empresas que entregam o que prometem. Nessa lógica, eu diria que a coerência entre a promessa e entrega é realmente um desafio e passa pelo olhar de integração entre o marketing, o desenvolvimento de produtos, a inovação e gestão de pessoas. Tudo isso comunica. Em negócios menores isso é menos complexo, mas em empresas de maior porte isso ainda é muito departamentalizado. Hoje os consumidores acreditam 9 vezes mais no que as pessoas falam de uma marca do que em anúncios. É preciso integrar olhares para proporcionar uma experiência positiva. JD | Com tanta praticidade nas compras virtuais, o que ainda faz uma empresa física ser sedutora? PC | A loja fisica muitas vezes complementa a loja virtual e precisa ser encarada como um local de experiência, proporcionar justamente aquilo que o canal virtual não consegue. Chamamos isso de gestão da experiência, que mais uma vez acontece pela união de diferentes fatores: a arquitetura da loja, o atendimento, a degustação de produtos, o sensorial da compra, entre outros itens. Existe um fenômeno chamado “showrooming”, onde os consumidores descobriram que é possível pesquisar e experimentar produtos em uma loja física e comprá-los por um preço mais barato em uma loja online. Isso é crescente e mais do que nunca exige que as marcas deem um show de experiência para a compra acontecer na loja. O ponto de venda é a hora da verdade, onde a promessa precisa acontecer e o valor do negócio deve aparecer para o cliente. Ele volta se a experiência como um todo for boa, simples assim. JD | Muito se fala sobre consumo consciente, como a estratégia da empresa lida com isso? PC | O consumidor está cada dia mais consciente ou

estilo


Arquivo Pessoal

sendo conscientizado. Ele espera cada dia mais verdade das empresas e atitudes positivas diante de questões que até então não estavam relacionadas diretamente com o mundo dos negócios. Hoje, a expectativa das pessoas é a de que as empresas pensem além do seu produto e serviço, elas são um agente importante e poderoso de transformação da sociedade. Existem marcas que se utilizam desse contexto apenas como discurso de venda ou de marketing. Existem outras que incorporaram iniciativas no seu modelo de negócio e que enxergam nisso realmente valor, essas começam a sentir que o consumidor está cada dia mais disposto a comprar de negócios consicentes e com propósito. JD | Qual o erro mais comum que você percebe nas empresas que lhe procuram? PC | Tanto em empresas já estabelecidades quanto em novos negócios, acho que o maior erro é a pressa. A pressa e a urgência fazem com que o empreendedor tope qualquer coisa, sacrifique os passos certos que precisam ser dados. No caso de empresas que estão nascendo, acredito que o mais comum é abrir um negócio esperando um lucro imediato. Depois de aberto o negócio não está pronto. Ele só começou. Portanto, o trabalho está no início, assim como os investimentos. Depender financeiramente de um negócio que está em introdução no mercado é não respeitar a maturidade natural de uma empresa. Ela precisa ser conhecida, precisa vender, fidelizar clientes e mostrar seu valor e isso demanda tempo. Em negócios mais estabelecidos, o mais comum é a empresa estar há anos atuando da mesma forma, sofrendo as consequências disso e querer revolucionar e ser reconhecida como diferente e inovadora em um curto espaço de tempo. Ninguém reposiciona um negócio de uma hora para a outra. É o preço que se paga por ficar estagnado. JD | Quando uma empresa resolve inovar e ampliar seu leque de trabalho, o que é crucial para esse novo

produto ter uma integração com a marca? PC | Toda expansão precisa fazer sentido dentro da proposta do negócio e estar diretamente relacionada com os objetivos estratégicos da empresa. Muitas vezes, a empresa está ansiando por lucro e acaba focando em nichos que mais prejudicam a imagem da marca e confundem o consumidor do que contribuem para a rentabilização do negócio. É preciso entender como os novos produtos ou serviços reforçam o valor institucional da empresa ao tempo em que trazem inovação e crescimento. Existem metodologias que garantem que esses movimentos atendam tanto ao mercado quanto ao negócio e que estejam reforçando o posicionamento da empresa diante do seu consumidor potencial ou do seu prospect. Aí, sim, temos o lucro somado à geração de valor e imagem de marca. JD | Entre tantas grandes empresas detentoras de cases de sucesso, qual delas tem sua admiração pela estratégia de negócio aplicada. PC | Eu gosto muito do case do Airbnb. Um modelo de negócio disruptivo, como toda inovação normalmente é. Ele resolve o mesmo problema, que é hospedagem, de outra forma. É simples e criativo. Três destaques em torno do case: a história por trás da empresa é a de que

dois estudantes alugaram a república em que moravam para outras pessoas e tiveram a ideia de fazer disso um negócio, oferecendo espaços particulares como alternativa para hotéis. Temos aí a percepção de oportunidade em uma situação corriqueira. Outra questão é a melhoria que fizeram no negócio comprando uma câmera fotográfica e tirando fotos artísticas dos espaços de locação, o que duplicou o faturamente em um mês. Temos aí a noção de que coisas simples podem melhorar um negócio. E por fim, mas talvez o mais genial, é que um dos sócios encarregados da visão estratégica e do desenvolvimento da empresa mudou-se do seu apartamento para viver em casas ofertadas pelo Airbnb para aperfeiçoar e amplificar o negócio. É isso, levantar da cadeira e ir aonde o negócio acontece de verdade.

Verão Refinaria Um espaço novo e mil motivos para você brindar.

Nossa loja deli gourmet e nossa adega com mais de mil rótulos ganharam um espaço de brindes e degustação ao ar livre: o Espaço Open Wine. Nossos horários de funcionamento são flexíveis conforme a sua reserva.

O brinde de boas-vindas é por nossa conta R. José Martelli, 58 - Bento Gonçalves-RS (54) 3454-3116 /refinariadeligourmet www.refinariadeligourmet.com.br

estilo

Jornal Design 27


Este é o clima na Plissé, uma charmosa boutique que emana boas vibrações e enriquece a beleza da menina mulher através de looks exclusivos. Localizada na avenida mais badalada da cidade, a Plissé Moda Feminina trabalha com minicoleções de marcas e estilistas gaúchos, também com perfil jovem e arrojado. O compromisso com suas clientes impulsiona a busca pelas peças mais trends da estação, além disso, a comunicação da loja com suas seguidoras é outro ponto forte, não só pela selfie ao estilo “look do dia” que arranca suspiros das conectadas, mas de mensagens cheias de amor, que alegram a timeline e o dia de qualquer fã. De segunda a sábado, a Plissé atende das 9h às 11h:30min e 13h30min às 18h45min, sempre com lindas novidades.

Jornal Design

Avenida Planalto, 816, São Bento 54 9624.2929 | Bento Gonçalves plissemodafeminina@gmail.com Plissé @plissemoda

28 Jornal Design

estilo


As cores de 2016 por Gabriela Francio | Assessora de Moda no nosso vestuário? Essas tonalidades lavadas costumam dar um toque ainda mais feminino aos looks, mas se você não faz o estilo romântico invista em  shapes  mais retos e peças com estilo   hard   para contrapor a delicadeza da cor. Já se você for 100% candy colors team, se jogue nas infinitas possibilidades que essa tendência oferece: Por serem cores suaves e de pouco impacto para os olhos, é possível apostar sem medo em um visual monocromático; Caso prefira escolher apenas uma peça na cor tendência, combine ela com cores neutras, como branco, preto, cinza e nude; As candy colors combinam perfeitamente entre si, então misture! Verde menta com Rose Quartz, amarelo claro com Serenity; Brinque com sobreposições e faça a clássica mistura hi-lo para fugir do look princesinha: combina cores doces com jeans destroyed, por exemplo. Mas acima de tudo e acima de qualquer dica, lembre-se que moda é expressão e moda é personalidade. Então, vista o que faça você ser você, e divirta-se.

CALÇADOS, ROUPAS E ACESSÓRIOS RUA 13 DE MAIO, 975 | CIDADE ALTA | BENTO GONÇALVES - RS AIX-EN-PROVENCE BUENOS AIRES CANNES HOLLYWOOD LAS VEGAS NICE ORLANDO PUNTA DEL ESTE RIO DE JANEIRO 550 LOJAS - 18 PAÍSES

estilo

Divulgação

“A cor é o catalisador que pode definir uma venda, alterar o espaço e criar a magia. No processo de criação e desenvolvimento de qualquer produto, saber quais cores usar é fundamental para seu sucesso”. Como faz anualmente, há pouco tempo a Pantone – empresa que criou um sistema inovador de identificação de cores – divulgou, após uma vasta pesquisa de tendência, mercado e consumidor, as cores do ano de 2016. Após o sucesso da cor Marsala em 2015, neste novo ano a marca aposta em uma dupla que acredita que estará nas vitrines e passarelas daqui para a frente: Rose Quartz e Serenity, tons de rosa e lilás claros e românticos. Não é novidade vermos cores com essas características adocicadas invadirem o mundo do design. Afinal, como esquecer a megatendência das candy colors em 2012/2013? Segundo a diretora executiva do Instituto de Cor da Pantone, Leatrice Eiseman, “o fato da tecnologia ter se tornado tão esmagadora e presente 24 horas por dia realmente criou grande parte da necessidade por essas cores aconchegantes e mais leves”. Mas pensando em moda, como introduzir as cores de 2016

Carmen Steffens Jornal Design 29


Garimpo Chic Couros do Valleh O verão ainda promete altas temperaturas e a boa notícia é que ainda dá tempo de chamar de seu aquele acessório-desejo que costuma roubar seus pensamentos. De rasteiras a sandálias de festa, garimpamos lindas peças Luz da Lua, Capodarte, Santa Lola e Shutz que garantem sofisticação tanto às produções mais despojadas quanto às mais sociais. Aproveite o mês de fevereiro para conferir as condições imperdíveis na Couros do Valleh na loja do Viverone Hotel.

L’América Shopping - 54 | 3701.2420 Galeria Dall’Onder - 54 | 3453.5754 Vale dos Vinhedos - 54 | 3453.5754 facebook.com/couros.dovalleh

Jornal Design

NA MAMADAMA VOCÊ ENCONTRA PEÇAS COM CONFORTO E ELEGÂNCIA, PARA ANTES, DURANTE E PÓS GESTAÇÃO.

MEGADOSE RUA JOAQUIM PEDRO SALGADO FILHO, 78 - CIDADE ALTA BENTO GONÇALVES - (54) 3701-4557 - FACEBOOK/MDMAMADAMA 30 Jornal Design

estilo


Vízia Óptica: exclusividade em cada detalhe

De: R$ 349,00

por: R$ 189,50 por: R$ 244,30

Divulgação

De: R$ 379,00

moda. Agrega um ar moderno aos seus produtos realçando uma mulher inteligente, bem informada, ousada e inovadora, e em consequência, conquista a fidelidade de suas consumidoras. Outra marca italiana que possui o luxo em seu DNA é a Dolce & Gabbana. Não há quem resista aos suspiros mais profundos a cada nova coleção lançada, com destaque para os modelos desenvolvidos por artesãos através da técnica de Micro Mosaico, que consiste em aplicações bem precisas e calculadas, para o encaixe perfeito na armação. Um trabalho manual, que resultou em peças delicadas e femininas.

Imagens meramente ilustrativas.

Há mais de 40 anos primando pela saúde ocular da população, a Vízia Óptica vai muito além de seus princípios. Beleza, sofisticação e exclusividade são alguns atributos que enaltecem as peças disponíveis nas lojas de Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Caxias do Sul e Garibaldi. Atendendo a um público cada vez mais exigente, a empresa trabalha com renomadas grifes de óculos, conhecidas por levar inovação e referencial às passarelas do mundo fashion. O conceito Prada, por exemplo, é uma marca certeira de qualidade aliada ao célebre mercado milanês da

Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Caxias do Sul | Garibaldi www.viziaoptica.com.br | facebook.com/viziaoptica estilo

Jornal Design 31


Um mochilão muito gastronômico pela Europa A viagem durou duas semanas e o saldo foi transformador. Todo dia, caminhando a favor ou contra o vento outonal que se fazia ameno em Barcelona e gélido em Paris, me senti viva. Essa mistura de história da civilização e comida de raiz pode acabar em paixão suprema. Tão próximos entre si e tão distantes no que servem à mesa, os quatro destinos me fizeram suspirar, cada um a sua maneira. Que os bons ventos me levem sempre de volta a novas aventuras e que você se sinta inspirado a, quem sabe, conhecer alguns desses restaurantes pessoalmente.

Uma multidão caminha a passos curtos e olhos fixados no céu, refletindo a imponência metálica e as luzes piscantes da Torre Eiffel. Paris é o encanto do extraordinário, o paraíso dos apaixonados e a brisa gélida do Sena quando o inverno se aproxima. É o suprassumo do turismo clichê, mas também vai muito além disso. Paris é aquilo que seus olhos permitirem ver e um roteiro gastronômico revela descobertas que apenas um parisiense pode desfrutar no cotidiano. Essas férias teriam valido a pena somente pelos bistrôs da Cidade Luz, mas nesse #mochilaoculinarismo ainda passei por Barcelona, Florença e Roma. Uma viagem gastronômica pode

Para ler todas as postagens sobre restaurantes visitados, acesse o blog: www.culinarismo.com.br

trazer uma vivência genuína do seu destino se você estruturar os roteiros com o máximo de caminhadas quanto possível. Minhas férias começaram dois meses antes do embarque. Num bloquinho de estimação, organizei a viagem dia a dia, anotando informações importantes sobre a culinária local e colando um mapinha das atrações turísticas localizadas ao redor de cada restaurante. Essa aventura foi um pouco ao contrário do que a maioria das pessoas faria. O foco primordial eram os restaurantes “não-turísticos”, que expressassem do se trata ser barcelonense, parisiense, fiorentino ou romano. No tempo que sobrou, aí sim, conheci as atrações turísticas.

Barcelona: o mar e a terra amarrados pela gastronomia Se, de dia, os frutos do mar fazem o front vip da gastronomia catalã, a noite é das tapas e do jamón. Barcelona tem uma atmosfera excitante e sua gastronomia é também visceral, feita para sujar os dedos. As raízes mediterrâneas e receitas camponesas compõem um repertório encantador e, além dos frutos do mar, os feijões e pimentões estão sempre presentes. Logo no meu primeiro dia em terras da Catalunha, percorri tabernas locais em um tour de tapas oferecido pelo blog Sol de Barcelona. Um investimento sem erro, já que o contexto histórico é a peça central desse quebra cabeça que estrutura a

32 Jornal Design

gastronomia local. Barcelona foi fundada por romanos no século I e a cidade se estrutura a partir do bairro Gótico. Ruínas originais da primeira muralha que cercava a cidade ainda fazem parte do cenário urbano. É ao redor dos bairros Gótico e Raval é que se desenrolam as descobertas sobre as tapas espanholas, que surgiram na Idade Média, na região da Andaluzia. Tapas não se comem sozinho. Elas servem para acompanhar a bebida e dividir com amigos. Numa das paradas desse tour, mais do que desfrutar das empanadas galegas, tive uma aula sobre a história mais recente da Espanha. O bar La Llibertária é um memorial às mulheres que se rebelam contra o governo da república na Guerra Civil Espanhola, em 1936. Em fotos, documentos e recortes de jornal, o bar conta as passagens dessas cidadãs que criaram uma organização feminista chamada “Mujeres Libres” e pegaram em armas durante o movimento libertário espanhol. Uma experiência para ser apreciada sem moderações.

estilo


Desfrutei de Paris nas carnes, peixes, guarnições, sobremesas e iguarias que degustei em bistrôs tipicamente parisienses. Nesses lugares, por exemplo, não existe wifi para a clientela e o ambiente é perfeitamente aquecido. Algo a se acostumar: não julgue um restaurante pela primeira impressão. Você poderia passar direto pelos melhores lugares de Paris procurando por uma fachada atraente ou uma hostess à porta. Não há nada de turístico nos bons bistrôs, mas há o verdadeiramente importante, a comida francesa. Ao contrário de um menu extenso com páginas a folhear, o menu dos bistrôs é minimalista e dá preferência ao prato do dia, com ingredientes frescos e da estação. São comuns os combos de entrada + prato principal OU prato principal + sobremesa. Num bistrô como o Vivant Table, por exemplo, comi uma maravilhosa entrada com lula para de-

Culinarismo

A Paris dos pequenos bistrôs e iguarias

pois deleitar-me no filé com legumes grelhados. Não fosse a quantidade absurda de manteiga, a culinária francesa seria até muito saudável. Coisas como tartar e foie gras fizeram parte do meu roteiro, mas não é algo que tenha me tocado profundamente. Pelas ruas, um pouco da cidade se revela nas pessoas, no seu estilo despretensiosamente elegante, nos chapéus e, infelizmente, na brasa de suas cigarrilhas. Não importa o quanto você pense conhecer sobre Paris, sempre há motivos pra voltar. Colocando a mão na massa em Florença Florença veio pra mim como uma revelação, uma epifania, um acontecimento extraordinário. De dentro do táxi, a caminho do hotel, foi que se deu minha primeira impressão sobre essa cidade que realmente é divina e realmente é comédia. Sorri acompanhando a dança sincronizada dos carros, bicicletas, motos e pedestres numa disputa engraçada pelo espaço quase intransitável das ruas estreitas. No centro de Florença, um morador apressado jamais escolheria o carro como meio de transporte, mas pedalaria com vigor sua bicicleta sem marchas guiando-se a uma só mão enquanto a outra se concentraria em buzinar aos caminhantes distraídos que ultrapassaram os limites das calçadas estreitas. Cheguei ao hotel, não contive minha excitação: o prédio era, provavelmente,

mais antigo que a descoberta do Brasil e estava maravilhosamente localizado poucos passos da Piazza Duomo. Minha programação em Florença incluiu um curso rápido de pizza e gelatos, que rendeu verdadeiras gargalhadas e um diploma para a posteridade. Eu talvez não consiga precisar em palavras, mas o gelato italiano de pistache é uma das coisas mais incríveis que já tive a oportunidade de provar. Sobre a pizza, como pode algo tão simplista ser tão absurdamente delicioso? Um bom molho de tomate, queijo de qualidade, ervas ou pimenta e talvez umas azeitonas ou fatias de salame. Nada mais consta na tradicional receita italiana, mas isso é mais que suficiente.

Restaurantes citados aqui Em Roma, o minimalismo de uma receita que desafia até os melhores cozinheiros

La Llibertária - Barcelona facebook.com/la-llibertaria Vivant Table - Paris www.vivantparis.com

Na capital do Império Romano, longas caminhadas valem a pena. Afinal, você cruzará por muitos vestígios da civilização antiga. Mas, se fui tropeçando na história em cada esquina, não se pode dizer o mesmo sobre a gastronomia tipicamente romana. Com tanto apelo turístico, você pode ser enganado pela fome e entrar no primeiro restaurante que alega servir comida italiana. Não fosse o fato de realmente estarem localizados na Itália, eu poderia dizer que certos restaurantes não oferecem nada de italiano. Nem tudo é fresco, nem tudo é autêntico – em suma,

Making pizza&gelato - Florença facebook.com/florencetown.chefs Felice a Testaccio - Roma www.feliceatestaccio.it

Blogs para planejar as férias Sol de Barcelona Conexão Paris Viva Toscana Roma pra Você nem tudo é bom. Há que se pesquisar, porque a culinária italiana é como a brasileira e muda de região para região. Especificamente em Roma, o cordeiro é um ingrediente característico, assim como a alcachofra. Enfim, no último dia de viagem, fiz uma longa caminhada do centro de Roma até o bairro de Testaccio para

estilo

desfrutar de uma receita tão minimalista quanto deliciosa: o espaguete a cacio e pepe. Essa, sim, é uma receita tipicamente romana que provei no Felice, um restaurante tipicamente romano. Sobre a massa, apenas queijo pecorino e pimenta, que o garçom mistura diante do cliente num remexer de ingredientes que transforma tudo em uma coisa só. Jornal Design 33


Sapore Sublime começa o ano com inovação e criatividade

Um novo cardápio com pizzas sem lactose e sem glúten (não para celíacos), além da pizza fit, com massa feita à base de whey e batata doce.

Eduardo Benini

Jornal Design

O empresário Ronei Fernando da Silva recebendo o chef e consultor gastronômico do Instituto Gourmet da Pizza de Curitiba, Isaias Soares

A Pizzaria Sapore Sublime começa o ano com a implantação de diversas novidades. Os empresários Ronei Fernando da Silva e Jô Almeida da Rosa trouxeram o chef e consultor gastronômico do Instituto Gourmet da Pizza de Curitiba, Isaias Soares, para uma remodelação, incluindo criação do novo cardápio, desenvolvimento de novas técnicas e atendimento ao cliente. O Chef Isaias trabalhou com a equipe no desenvolvimento de receitas saborosas, inovadoras e alinhadas com a expectativa do cliente, além de buscar complementações culinárias regionais e composição de cardápios autorais. Para as crianças, massas sabor chiclete, chocolate, menta e morango, além das terças dos mi-

34 Jornal Design

nichefs, onde as crianças podem preparar as próprias pizzas, com acompanhamento da equipe da Sapore. O novo cardápio também terá pizzas sem lactose e sem glúten (não para celíacos), além da pizza fit, com massa feita à base de whey e batata doce. A carta gourmet a la carte ganhará sabores premium, desenvolvidos especialmente para a Sapore Sublime. Quanto ao atendimento, é importante pensá-lo de forma com que o cliente satisfeito retorne e traga os amigos. “Aspectos básicos como cortesia, atenção e simpatia são fundamentais, mas, além disso, é importante saber transmitir a cultura e os valores do negócio no atendimento”, finaliza Ronei.

Rua Herny Hugo Dreher, 540 Tele-entrega grátis: 54 3451.3160 www.saporesublime.com.br facebook.com/saporesublime

estilo


Sushi Mania: novo endereço e muitas novidades

estilo

vando”, afirma o jovem empresário Cristyan William de Souza, que ainda anuncia mais novidades na infraestrutura no decorrer do ano.

Novidade! Em breve você poderá montar seu combo através do aplicativo Sushi Mania Delivery. Avenida Planalto, 915 | Bento Gonçalves Atendimento de segunda a sábado, das 15h às 22h Tele-entrega: 54 | 3125.0003 Sushi Mania Delivery

Jornal Design

Reconhecido pela excelência no atendimento e qualidade dos insumos, o Sushi Mania Delivery inicia o ano com muitas novidades. O novo endereço é um presente para os clientes que já apreciavam o serviço delivery e agora podem desfrutar de um amplo espaço físico. A charmosa Avenida Planalto ganhou mais uma referência de qualidade: o Sushi Mania oferece uma confortável sala de estar, com televisão e lareira, para os dias de temperaturas amenas, 32 lugares para desfrutar as novidades constantes que o cardápio oferece, acompanhado de bebidas especiais. Além da tradicional bebida oriental, Saquê, o estabelecimento está com uma seleção de cervejas artesanais e chopp da Elementum, que harmonizam perfeitamente com a culinária japonesa. E as novidades não param por aí: o aplicativo do estabelecimento, em desenvolvimento há nove meses, está prestes a ser lançado. “É uma ferramenta muito utilizada em grandes metrópoles, e mais do que agilizar pedidos, é missão da empresa estar sempre ino-

Jornal Design 35


Happy Hour de Natal Jornal Design Estreando nosso hall de parceiros neste evento, apresentamos a Refinaria Deli Gourmet. Localizada na rua José Martelli, no bairro Maria Goretti, a loja trabalha com mais de 1.000 rótulos de vinhos nacionais e importados, além de cervejas e destilados de primeira linha. Renomadas marcas da alta gastronomia também ganham destaque na Refinaria, que oferece um ambiente agradável e uma equipe afinada para uma degustação de qualidade.

Gilliard Bressan

O ano de 2015 foi de grandes desafios, entretanto, as belas parcerias que firmamos no decorrer do mesmo, com certeza, serão sempre as melhores lembranças. E como é bom celebrar com aqueles que, assim como nós, se reiventam todos os dias em busca de inovação, fomento e sucesso de suas marcas. Assim foi o lançamento da edição de dezembro, um happy hour entre pessoas especiais, um cardápio singular preparado pelo chef César Brandelli e boa música, no jardim encantado do Bistrô Café com Arte.

Com sede na Linha 15 da Graciema, 332, no Vale dos Vinhedos, a Zaccaron Alimentos também deu o ar de sua graça em nosso happy hour com os deliciosos cookies e dolcettos freddos. A empresa, que está em expansão através de projeto de franquias, trabalha com 14 sabores de sorrentinos e três opções de molhos, além de cinco sabores de cookies e 16 opções de dolcettos freddos, da marca Dolcetto do Vale. Dia de happy hour é dia de brindar! E para os amantes de vinho, a Dal Pizzol Vinhos Finos esteve refrescando nosso paladar com seu Gamay Beaujolais, vinho de caráter jovial que exalta notas de banana madura, pêra e frutas vermelhas, bem como o Sauvignon Blanc, um vinho leve e delicado com aroma pronunciado lembrando frutas tropicais mesclado com um toque herbáceo. A vinícola, que elabora anualmente 300 mil garrafas (225 mil litros), faz parte da Rota das Cantinas Históricas e está localizada no Distrito de Faria Lemos, RS 431, Km 5,3.

36 Jornal Design

estilo


& Café com Arte

A “granja” Don Giovanni, como é chamada pelos seus proprietários, tem uma história de mais de 40 anos na elaboração de vinhos. Localizada na Linha Amadeu, Km12, em Pinto Bandeira, a vinícola emprega modernos processos e avançada tecnologia de vinificação, expressando o potencial máximo da matéria-prima. E as borbulhas finas, intensas e elegantes da Linha Stravaganzza de espumantes também estiveram desfilando pelo nosso happy hour. O sabor da tradição em cada pedaço. Esse é o lema da Aida Alimentos, que enriqueceu o paladar de nossos convidados com sua linha de frios. Localizada na Rua Guilherme Fasolo, 192, Maria Goretti, a tradicional empresa familiar atua no mercado há mais de 80 anos e com uma vasta linha de produtos, que evolui a cada nova geração. E compondo nosso time de gigantes, Kissa Braga, Lu Ferreira e Gui Lorenzini, do Acústico Três Quartos, foram os convocados para completar nossa festa. O repertório do trio é desenvolvido com muito zelo especialmente para cada ocasião garantindo assim uma apresentação dinâmica e envolvente. Vanguardista na produção orgânica de vinhos e sucos de uva, com certificação de qualidade reconhecida internacionalmente, a Vinícola Mena Kaho também esteve conosco. As instalações da empresa, localizada na rua Joaquim Toniollo, 635, Linha Eulália, ainda possibilitam a produção de partidas de vinhos, com cortes especiais de duas ou mais variedades viníferas, o que garante um vinho único, inclusive com rótulo exclusivo.

estilo

Jornal Design 37


Jeferson Soldi

Sociais Diretoria do CIC Gestão 2016/2017, liderada por Laudir Piccoli Lucinara Masiero

Jeferson Soldi

Leonardo Giordani com Francisco Faggion, Sérgio Dalla Costa e Artur Zorzi, vencedores do Mérito Empresarial 2015

Carolina Bortoncello e Jorge Angulo, da Byrne Brasil (ao centro), com Renato Bernardi e Ricardo dal Piva, do Senai Cetemo

Casa da Liga, projeto da Liga de Combate ao Câncer para hospedar familiares de pacientes de outras cidades

Jeferson Soldi

A nova diretora da Ascon Vinhedos, empossada em evento no Mamma Gema Trattoria

O secretário municipal de Turismo, Gilberto Durante, com as soberanas do Vale dos Vinhedos na abertura oficial do Bento em Vindima 2016

Sirlei Lorenzi, Nadine Poletto Milani, Agnes Flack, Vanessa Schimidt e Aida Manfroi Sperotto em evento do Aline Grasselli Studio Pilates

Os sócios Alex Pliski, Paulo Bruschi e Gregório Bruschi na festa de 30 anos da rede de Supermercados Grepar

Jornal Design

Ana Paula, Rejane, Leticia, Fabiane, Sandra, Luísa, Rafael, Silvana, Myriam, Elisabete, Fabricio, Maria Cristina e Juliana com Cristiano Berti

38 Jornal Design

Lucas Pasquali, Vanessa Stefani Pasquali, Carolina Neis, Fabiane Piovesan, a anfitriã Aline Grasselli e Maikon Salvador

estilo


Gilliard Bressan

Silvia Perusso e Silvana Aibel com a capa da edição de dezembro, Roberta Barbosa, no Happy Hour de Natal do Jornal Design Serra

Silvana Aibel, Ângela Sulzbacher e Paula Uliana

Ana Paula Soliman, Silvana Aibel, Silvia Perusso, Andréia Zucchi, Márcia Ferronatto e Daniel Amadio

Fabiano Valduga, Silvana Aibel e André Valduga

Jaime Dal Pai, Lislaine Dal Pai, Franciele Tecchio, Alison Dal Pai e Silvana Aibel

Alexandre e Patrícia Fontanive Mondadori, Silvia Perusso e Silvana Aibel

Dione Zaccaron, Caroline De Boni, Sandra Benvenutti, Deisi Galiazzi e Silvana Aibel

Kelly, Bárbara e Vinícius Peruffo, Adriana Peccin, Leila Pompermayer, Silvia Perusso, Juliana Pereira e Fabiana Ruaro

Silvia Perusso e Silvana Aibel com César Brandelli, Simara Rosalem e Eduardo Benini, do Bistrô Café com Arte Melhor SMS

Camila Cervieri, Vania Pavoni, Silvia Perusso, Silvana Aibel e Rosângela Masutti

estilo

Equipe Iva Espaço da Beleza começando 2016 com tudo!

Jornal Design 39


THE ART OF WINDOW DRESSING CORTINAS

SKYLINE

Sua cortina ou persiana vale 15% de desconto na compra de um produto HunterDouglas® Luxaflex®. Válido de 4 de janeiro a 29 de fevereiro de 2016 para as Cortinas Applause, Nantucket, Rolô, Romanas, Soft Roman, Skyline, Twinline e Persianas de Alumínio 50mm. Acesse nosso site, leia o regulamento e encontre a revenda participante mais próxima. *Condição de pagamento sujeita a aprovação de crédito.

Revendas Talent Centurion Luxaflex® ARTELANA - Bento Gonçalves - RS - Tel.: 54 3055.2417 DECOR WINDOW - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3223.6536 ZÉLIA DECOR - Farroupilha - RS - Tel.: 54 3261.1448 Revenda Talent Luxaflex® PALLADIO’S DECOR - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3221.3333 ZEVIR REVESTIMENTOS - Caxias do Sul - RS - Tel.: 54 3225.1355

www.hunterdouglas.com

Jornal design | Edição 55  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you