Page 1

Ano II - Edição 16 - Julho/2012

VIDA

A importância da fonoaudiologia no desenvolvimento das crianças CASA

Construções de alto padrão; ESTILO

Gastronomia e harmonização no alto inverno da Serra


Editorial

Silvana Aibel Silvia Perusso

Capa Ezequiele Panizzi e Gilberto Ancezki Filho celebram o aconchego do inverno, usufruindo da poltrona Achego, da Casa de Pedra Estofados, próximos à lareira Firenze, da Castellar Lareiras, no projeto da arquiteta Adriana Peccin. Produzidos por Iva Vivan e Miriane Buckel, by Espaço da Beleza, os modelos vestem malhas Quorum, Mel de Assis Acessórios e manta Eliana Espaço de Arte para os clicks de Silvia Tonon.

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Equipe: Dirce Heuser e Camila Cervieri Jornalista Responsável: Marlove dos Santos REG. 6668/28/57 Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 2621 3134 | contato@jornaldesign.com.br www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados.

Fotos Silvia Tonon

O inverno chegou, o clima romântico está no ar. Lareira, cobertor, uma confortável poltrona e aquele vinho que você adora, tudo muito propício para curtir a pessoa amada, a família ou os amigos naquele cantinho preparado especialmente para esta estação. Para esta edição, preparamos um tour pelos segmentos mais badalados de seu dia-a-dia e, para ficarmos por dentro do mundo dos pequeninos, valem as dicas da fonoaudióloga Érica Cimadon sobre a importância da prática no desenvolvimento das crianças. No segmento Casa, as melhores dicas de quem entende do assunto envolvendo construções de alto padrão, incluindo a entrevista com o renomado designer italiano Francesco Lucchese. E para Estilo, além de um giro pelo mundo da moda, dica de viagem e curiosidades, contamos com o belo e simpático cozinheiro Olivier Anquier, que nos conta um pouco de sua trajetória, preferências e costumes envolvendo a sua paixão pela arte de cozinhar. Pratos, harmonizações, enfim, tudo preparado para aquecer de modo especial até as noites mais geladas da nossa linda Serra Gaúcha!


Fotos Divulgação

Fonoaudiologia para os pequenos A fonoaudióloga Érica Cimadon fala sobre a importância da prática no desenvolvimento da criança Jornal Design | Qual a importância do teste da orelhinha em bebês? Érica Cimadon | A audição é um dos mais importantes requisitos para a aquisição da fala e da linguagem. Portanto, a integridade desse sentido é essencial para o desenvolvimento social e educacional da criança. Cerca de três em cada 1.000 crianças apresentam perda auditiva ao nascimento. Para isso, todos os recém nascidos devem ter sua audição avaliada de preferência no primeiro mês de vida, mesmo quando não exista suspeita sobre dificuldades auditivas. Crianças com perda de audição, se forem diagnosticadas e receberem e tratamento correto antes dos quatro meses de vida, terão maiores chances de desenvolverem a fala como qualquer outra criança. O teste da orelhinha é um exame de rápida aplicação, totalmente objetivo e não causa qualquer incômodo à criança. JD | Quando a criança deve ser encaminhada à um especialista em fonoaudiologia? EC | A Fonoaudiologia é a profissão voltada para o desenvolvimento, aperfeiçoamento, distúrbios e diferenças em relação aos aspectos envolvidos na função auditiva, cognitiva, na linguagem oral e escrita, na voz e nas funções de mastigação, deglutição, respiração e sucção. A criança deve ser encaminhada para uma avaliação fonoaudiológica nas seguintes situações: - Quando o padrão da fala não corresponde à sua idade; - Quando a fala da criança for de difícil entedimento; - Quando a criança apresenta trocas que lhe causam incômodo ou vergonha para falar; - Quando a fala estiver alterada devido algum problema orgânico (“língua presa”, alterações dentárias, etc.); - Quando apresentar gagueira ou velocidade de fala

acelerada; - Quando apresentar problemas vocais, como rouquidão persistente; - Quando a criança apresentar dificuldades para atender ou compreender o que lhe é solicitado; - Quando a criança estiver apresentando dificuldades na escola(interpretação de textos, trocas de letras na escrita, dificuldades para se alfabetizar) JD | Como os pais podem perceber os problemas no desenvolvimento da aprendinzagem, linguagem e fala nas crianças? EC | A linguagem se refere à capacidade de se comunicar, de compreender e ser compreendido e é através da fala que transmitimos nossas idéias. Algumas crianças, no entanto, apresentam distúrbios de fala, o que interfere na compreensão do que está sendo dito, tornando-as incapazes de utilizar essa comunicação de maneira eficaz. Todos sabemos que ao aprender a falar, a criança comete erros de pronúncia, pois dessa forma vai se aprimorando ate chegar ao modelo adulto de fala. Devemos nos preocupar, portanto, se: - Aos dois anos de idade, a criança apresentar pouca ou nenhuma fala; - Se aos três anos a criança apresentar fala de difícil entendimento; - Se a criança prefere apontar para os abjetos que quer, ao invés de pedir verbalmente; - Se após os quatro anos e meio, a criança ainda apresenta trocas ou omissões de sons(letras) na fala; - Quando o padrão da fala não corresponde à sua idade; - Quando a criança apresenta trocas que lhe causam incômodo ou vergonha para falar; - Quando a fala estiver alterada devido algum problema

{

A audição é um dos mais importantes requisitos para a aquisição da fala e da linguagem. Portanto, a integridade desse sentido é essencial para o desenvolvimento social e educacional da criança.

}

pele suave. sem pelos. sem dor. A LightShape é sua nova opção de centro estético em

Laymark.com.br

Bento Gonçalves. Venha conhecer nosso espaço, serviços e fazer sua avaliação gratuita!

50 a partir de

,00

por área e sessão

L’América Shopping - Térreo Bento Gonçalves | RS | (54) 3055.3435 vida

Jornal Design | Serra 3


Fotos Divulgação

{

A linguagem se refere à capacidade de se comunicar, de compreender e ser compreendido e é através da fala que transmitimos nossas idéias.

}

orgânico (“língua presa”, má oclusão dentária, etc.). - Se as trocas persistirem até o momento da alfabetização, é muito provável que a criança também apresente trocas de letras na escrita. Neste caso, um problema se transforma em dois; JD | A televisão pode prejudicar o desenvolvimento das crianças? EC | Alguns programas de TV, como vídeos educativos e desenhos, podem ser ótimos estimuladores no desenvolvimento da criança, desde que sejam apresentados em associação a outros estímulos. A criança precisa, acima de tudo, interagir com outras pessoas e brincar para se desenvolver. JD | Pessoas próximas que possuem problemas de fala, podem influenciar o desenvolvimento da criança? EC | As crianças aprendem a falar por meio dos estímulos que recebe das pessoas que os cercam, ou seja, a criança só aprende a falar ouvindo alguém que fale com ela. Por este motivo é de suma importância darmos padrões corretos de fala às crianças, mesmo que sejam bebês.

JD | Quais as principais causas dos problemas de aprendizagem, linguagem e fala nas crianças? EC | Os fatores que podem interferir no desenvolvimento da fala são: perdas auditivas, infecções de ouvido frequentes, alterações nos órgãos fonoarticulatórios (lábios, língua, dentes), síndromes genéticas, deficiencias intelectuais, super proteção dos pais e pouca estimulação, além disso, existem os fatores emocionais e culturais. Quanto à aprendizagem, os fatores que mais causam dificuldades são, além dos problemas de linguagem e fala, dificuldades de processamento auditivo, consciência fonológica, além de problemas de memória, atenção, percepção, funções executivas, etc. JD | Existem medidas para evitar problemas no campo fonoaudiólogo das crianças? EC | Para que as crianças possam desenvolver cada fase da aquisição normal de fala, é preciso que os adultos que as rodeiam tomem alguns cuidados: - Não imitar o falar “errado” da criança, tampouco, pedir para repetir o que falou por achar engraçado ou bonito; - Quando a criança falar alguma palavra de forma incorreta, dar à ela o modelo correto sem repetir o erro; - Deixar que a criança expresse oralmente o que deseja, não atendendo de imediato uma solicitação através de gestos(como apontar para o que quer); - Não usar palavras no diminutivo pois, devido à suas semelhanças, sua memorização é dificultada; JD | Como estimular as crianças na fase de desenvolvimento da fala? EC | Desde o nascimento o bebê já começa a captar os estímulos do mundo à sua volta. Esses estilos serão a base para que ele desenvolva a fala. Portanto, pais e cuidadores devem propiciar às crianças um ambiente estimulador desde cedo. Conversar com a criança, ler histórias, cantar em uma linguagem clara, fazer perguntas conforme a criança já consiga responder e falar e valorizar a fala da criança são condutas que irão estimular e facilitar a aquisição e o desenvolvimento da fala.

JD | A partir de qual idade a fala da criança já deve estar totalmente desenvolvida? EC | A aquisição da fala segue uma série de etapas de ordem crescente, porém, pode apresentar ritmos de progressão variáveis e ocorre paralelamente ao desenvolvimento sensório-motor e cognitivo. Esta etapa depende das interferências que o meio e as pessoas que estão nesse meio exercem sobre a criança. Ou seja, quanto mais estimulador for o ambiente, mais fácil será o desenvolvimento da fala e da linguagem. O bebê, desde muito cedo, precisa que suas necessidades básicas sejam atendidas, para isso chora instintivamente. Esse choro é interpretado pelos seus pais, que atende a essas necessidades. Com o tempo, a criança aprende a conversar por meio do murmúrio, do balbucio e da imitação das vozes que ouve. Por volta do sétimo mês de vida, a criança começa adaptar suas vocalizações aos sons da sua língua. Por volta do décimo mês, a criança emite suas primeiras palavras. Com cerca de um ano e meio de vida, a criança já possui cerca dez a vinte palavras concretas em seu vocabulário. No segundo ano de vida, esse vocabulário expande e a criança já produz pequenas frases. Com três anos, já entende a maior parte do que ouve, faz uso de novas palavras e sabe usar a linguagem para conseguir para conseguir o que deseja, falando frases mais elaboradas. A aquisição dos sons da nossa língua e a estruturação da linguagem devem estar adequadas até quatro anos e meio de idade. No entanto, devemos estar atentos ao desenvolvimento da linguagem desde as primeiras palavras. Algumas crianças, mesmo antes dos quatro anos e meio já dão sinais de que o desenvolvimento da fala e da linguagem não vai bem. Vale lembrar que continuamos desenvolvendo a linguagem por toda a vida.

Érica Cimadon Fonoaudióloga

4 Jornal Design | Serra

vida


Fotos Divulgação

Prepare seu corpo para o verão, no inverno

Mesmo no inverno, esta é a hora para começar a cuidar do corpo e da alimentação para colher os frutos no verão. Pois, não existe uma fórmula mágica para ficar em forma de um dia para o outro. Por isso, o melhor momento para pensar em uma saída é agora e, juntamente com atividade física e tratamentos estéticos orientados por profissionais capacitados, a alimentação saudável é a melhor opção, pois potencializa os efeitos dos demais tratamentos. Dentre as atitudes a serem tomadas, uma das mais importantes é investir no fracionamento da alimentação, ou seja, realizar pelo menos cinco refeições por dia, distribuídas a cada três horas. Ficar muito tempo sem comer, promove a produção de gordura corporal e deixa o metabolismo mais lento. Outro item importantíssimo é evitar uma alimentação inflamatória rica em carnes gordas, leite integral, alimentos refinados e alimentos industrializados em geral. Este tipo de alimento além de favorecer o aparecimento de doenças c rô n i c a s , promove o desenvolvimento da celulite, acne e envelhecimento precoce. Para combater estes sintomas, deve-se investir em alimentos antiinflamatórios como

peixes, farelos e grãos integrais, oleaginosas, frutas e verduras, além de uma hidratação adequada, com a ingestão de água e sucos naturais. Existem muitos alimentos que devem ser incorporados na alimentação diária, a fim de obter benefícios estéticos como redução de gordura corporal, gordura localizada, celulite, flacidez e outras alterações de pele, cabelos e unhas. - Controle as calorias: é importante adequar as calorias para manutenção ou perda de peso, mas acima de tudo, é fundamental observar a qualidade das calorias. - Evite retenção de líquidos: reduza a ingestão de sal, inclusive alimentos industrializados, embutidos e refrigerantes que possuem grande quantidade de sódio camuflado entre seus ingredientes. Inclua na sua alimentação produtos diuréticos como água de coco, ameixa seca, salsa e abacaxi. - Invista nas fibras: nutriente que mantém a glicose e o colesterol em níveis adequados e regula o intestino, além de garantir maior saciedade auxiliando no controle do apetite e consequentemente do peso. Para o consumo adequado de fibras, caprichar nas frutas com casca e bagaço e vegetais crus, alimentos integrais como pães, arroz, biscoitos, cereais e farelos. - Firmeza: para uma pele firme e sem estrias, alem de evitar a variação de peso (efeito sanfona) deve-se incluir na alimentação proteínas de boa qualidade como peixes, carnes magras, leites e iogurtes desnatados e queijos magros juntamente com fontes de vitamina C. Estes estimulam a produção de colágeno que confere a firmeza e resistência da pele. Pequenas atitudes no dia-a-dia farão toda a diferença na operação verão. Comece planejando sua alimentação e promovendo saúde e beleza com uma nutrição personalizada, na sua medida agora!

Letícia Bettinelli Nutrcionista

vida

Jornal Design | Serra 5


Foto Divulgação

Estrias, elas tem solução?! Na busca pelo personal trainer

As estrias representam uma das principais preocupações das mulheres e , ultimamente, de inúmeros homens também. Elas se formam devido ao rompimento das fibras elásticas da pele, formando uma lesão semelhante a um corte. Com o tempo, torna-se uma espécie de marca parecendo uma “cicatriz” no local. Nas mulheres, os principais locais de surgimento são as nádegas, o quadril, a região lombar, a barriga e os seios. Os fatores supostamente associados ao desenvolvimento das estrias são os seguintes: genéticos(pois a elasticidade e a resistência da pele são características herdadas), alterações hormonais, gestação, alterações de peso (famoso “efeito sanfona”), uso de corticóides e até mesmo a musculação, neste caso os mais afetados são os homens, pois quando exageram nos exercícios, o aumento muscular força as fibras fazendo com que as mesmas se rompam. As estrias podem ser classificadas de duas maneiras: rosadas, que são as estrias que se formaram mais recentemente, apresentando essa coloração devido ao rompimento dos vasos san-

6 Jornal Design | Serra

guíneos da região. E as nacaradas que são estrias antigas, nas quais já ocorreu a formação da fibrose (ou cicatriz), nessa fase, elas são esbranquiçadas. Existem várias técnicas eficientes contra as estrias, e a escolha de cada uma vai depender de cada caso. Dentre os tratamentos mais eficazes podemos citar: o peeling químico que utiliza substâncias que atuam levando à descamação da pele superficial, promovendo o crescimento de uma nova pele. A microdermatoabrasão que utiliza um aparelho capaz de esfoliar (“lixar”) a pele, com uma ponta de cristal ou diamante que leva a descamação da pele que recobre a estria, estimulando sua regeneração. Uma grande vantagem dessa técnica é que ela estimula também a produção da elastina, que é responsável pela firmeza e elasticidade da pele. E o que tem demonstrado os melhores resultados é a carboxiterapia, uma injeção de gás carbônico no local da estria. O gás provoca a distensão da pele, obrigando-a a se reorganizar. Nesse processo, o organismo produz colágeno e fibras elásticas, essenciais para deixar a pele firme, uniforme e para preencher a cicatriz da estria. Os efeitos da carboxiterapia são maravilhosos. Portanto, há solução sim para estrias, e a melhora depende de cada caso, por isso é de fundamental importância uma avaliação detalhada, para que a escolha do procedimento seja personalizada.

Bruna de Bacco Fisioterapeuta

Muitas pessoas que se preocupam com a saúde e com o corpo passam a praticar atividades físicas, no entanto, pelo motivo de não se adaptarem com o ambiente ou até mesmo pela ausência de tempo para frequentar uma academia, resolvem contratar um personal trainer, pois esta é sua solução. Dentre as vantagens de se contratar um personal trainer destacam-se o acompanhamento na realização de suas atividades físicas, treinos adequados para o seu perfil, horários mais flexíveis aos seus horários. Mas a principal vantagem é a motivação que o personal lhe proporciona quando surge a preguiça de praticar atividades físicas. Caso você tenha interesse em contratar um personal trainer, saiba que vale muito a pena, pois desta forma, você terá atenção redobrada e companhia permanente, com finalidade de orientar e melhorar a realização de seus exercícios, e consequentemente fazendo com que você se sinta bem com o

seu corpo e tenha os resultados que você tanto deseja. Para que você tenha bons resultados com a prática de exercícios físicos é preciso ter disciplina e seguir atentamente às recomendações de seu personal trainer, sobretudo, na realização adequada de seus exercícios. Um trabalho de exercícios físicos bem realizados ajuda você em suas atividades do dia-a-dia, no trabalho, na saúde e na sua aparência, adquirindo um corpo mais modelado e saudável. Para isso, a Axis Personal Trainer e Pilates oferece todos os benefícios que o seu corpo merece, tendo horários flexíveis e atendendo um ou no máximo dois alunos por horário com treinamento personalizado para cada objetivo, buscando em suas aulas o maior aproveitamento do tempo e dos exercícios para que você tenha seus resultados e sua satisfação sem perder a motivação. Sala de personal e de pilates com equipamentos modernos e completos, dispondo de aula experimental.

Rodrigo de Melo Dal Magro Personal Trainer e Pilates

vida


Construções de alto padrão O Presidente da ASCON Vinhedos Diogo Parisotto fala sobre a situação da região está nesse mercado Jornal Design | Quais são os projetos atuais da ASCON? Diogo Parisotto | A Ascon está com trabalhando com vários projetos, como o salão do imóvel, o censo imobiliário, meeting empresarial, um projeto novo de um caderno com informações do setor, cursos visando a qualificação de mão de obra, segurança no trabalho, cursos especializações profissionais, missões(estamos preparando algo novo para o ano que vem), entre outras ações.

Fotos Divulgação

JD | Quais os principais desafios enfrentados atualmente pela ASCON? DP | São muitas as frentes de trabalho, mas todas direcionadas em ajudar, auxiliar, e defender o associado, como, o enfoque na qualificação e a carência de mão de obra, representando o setor dentro da prefeitura buscando os interesses da área da construção civil, lutando sempre para melhorar e agilizar os processos e leis municipais que visem uma maior agilidade nos

casa

processos e projetos das empresas do setor, o plano diretor é outro assunto que enfrentamos dificuldades, pois em muitas ocasiões não atendem mais às demandas atuais. JD | Quais os principais investimentos que a ASCON está tomando para qualificar o mercado de construção civil da região? DP | Este ano iniciamos uma série de cursos em parceria com o Senai, todos focados em mão de obra, visando dar um passo inicial para ainda este ano iniciarmos, através das experiências obtidas, um plano maior, de maior abrangência envolvendo mais áreas do setor, podendo qualificar o funcionário desde a sua base até um nível maior. JD | Com sua experiência, qual o padrão que o mercado imobiliário de Bento Gonçalves se encontra? DP | Bento Gonçalves é uma cidade muito atrativa, tanto que muitas das empresas de construção que atuam

Jornal Design | Serra 7


na cidade é de fora. Nossa cidade tem um grande potencial econômico, aliado à um setor industrial muito forte que acaba gerando muitos empregos e criando uma grande demanda, e o nosso setor se alimenta desse potencial e reverte novamente para outros setores da nossa economia, como móveis, eletrodomésticos, entre outros, fortalecendo ainda mais nossa economia, portanto temos um padrão imobiliário muito bom, que atende a demanda de todas as classes econômicas na busca pelo seu imóvel, sendo residencial ou comercial. Se compararmos com cidades maiores, podemos perceber que nosso crescimento percentual é maior que as outras cidades. JD | Qual a tendência da construção civil em Bento Gonçalves? DP | Temos tendência de crescimento por mais alguns anos neste nível atual, não como foi em 2010, que foi o seu auge, mas sim de um crescimento mais controlado e sustentável, nosso setor sempre agiu de forma sazonal e é normal que existam anos bons e outros com índices inferiores, o que passamos nestes últimos anos foi de crescimento rápido constante por um período longo se compararmos às série históricas, então a tendência é que o mercado se adapte a esse novo ciclo, provavelmente se readaptando para seguir as tendências de mercado. JD | Aqui na região, temos público potencial para a construção civil de alto padrão? DP |Nosso município possui grandes indústrias e uma característica empresarial marcante e empreendedora,

8 Jornal Design | Serra

o que acaba gerando uma necessidade grande de qualificação profissional para atender a demanda de nossa indústria, comércio, serviços e também da parte agrícola que é um setor de grande peso em nossa cidade, o que acaba tornando um público com todas as características para atender imóveis de alto padrão, por mais que estes imóveis representem a menor parcela quantitativa entre todos, certamente temos um público muito qualificado para este padrão de imóvel.

Estamos em constante crescimento, onde o público busca sempre melhorar a sua condição de vida, trocando seu imóvel por um outro maior e com mais conforto. O que podemos ver nitidamente é que a maioria dos casais possuem dois automóveis, tendo a necessidade de duas vagas de garagem, buscam uma boa localização onde o entorno possa atender às suas necessidades básicas sem ter que se deslocar muito da sua residência, apartamentos funcionais e com uma planta flexível à implementações e mudanças.

JD | O mercado imobiliário local encontra-se em que posição em relação JD | Qual a situação atual do mercado ao mercado braimobiliário sileiro? de luxo no DP | Por se tratar Brasil? de uma cidade DP | Uma do interior e ainpopulação da em desenvolcrescente de vimento, as nomilionários vas tendências vem impulde mercado acasionando bam chegando o mercado sempre depois imobiliário para nós, mas de altíssimo de qualquer forluxo no Brama, o mercado Diogo Parisotto - Presidente da Ascon Vinhedos sil, verificaimobiliário está -se que uma absorvendo a demanda encontrada, grande parcela dessa da população ainda que muito tímida em relação aos pretende adquirir um novo imóvel grandes centros onde existem mais residencial em um curto período de oportunidades, uma maior velocidade tempo. A escolha destes clientes nornas vendas e um mercado com mais malmente é baseada principalmente opções de investimentos. no bem-estar. Esse consumidor quer conforto, segurança e mais espaço JD | Atualmente, quais as exigências para o seu lazer. Há uma demanda fordo público local? te nesse segmento, que normalmente DP | O público de forma geral está cada não é afetada diretamente pelas crises vez mais exigente e acompanhando o econômicas. São produtos com boa licrescimento do mercado imobiliário. quidez, mas é preciso acertar o terreno,

Grupo de construtores de Bento Gonçalves em visita a Arena do Grêmio em Porto Alegre.

A iniciativa integra o plano de ação da ASCON, que busca, através de visitas técnicas, aproximar seus associados de obras que se destacam pelo seu porte ou inovação, além da gestão de negócios. a localização e o projeto, sem esquecer dos benefícios que cada cliente irá usufruir do empreendimento. JD | Existem fatores em Bento Gonçalves que motivem a construção de alto padrão? DP | Certamente nossa cidade possui muitos fatores, que levam a esse mercado ter espaço para a construção deste padrão de empreendimento. A nossa economia é a principal chave desses fatores, o que pode ser verificado no grande número de pequenas, médias e grandes epresas, além de muitos profissionais com alta qualificação que atuam em nossa cidade.

casa


Fotos Divulgação

Referência em empreendimentos de alto padrão

Hall de entrada Diamond Hill

Construtora Embraed é destaque em construção civil para um público exigente

casa

Edifício Diamond Hill Há 27 anos, determinado a garantir conforto e qualidade de vida aos seus clientes através do foco “perfeição além dos detalhes”, o visionário empreendedor Rogério Rosa acreditou no potencial de crescimento da então interiorana Balneário Camboriú, e fundou a Construtora Embraed. O Balneário cresceu e se desenvolveu de forma significativa, recebendo pessoas de todo o país e internacionais, fruto de investimentos públicos e privados, e especialmente da contribuição do mercado da construção civil. A cidade é reconhecida por seu exponencial crescimento horizontal, que abriga além dos moradores, um público sazonal que encontra no município excelentes opções de investimentos imobiliários, acima da média do mercado nacional. A Construtora Embraed, uma das empresas do Gru-

po Embraed, é referência em qualidade e alto padrão de seus empreendimentos. Tem entre seus valores investir em cada detalhe da obra e buscar as tendências mundiais do setor, oferecendo luxo, requinte e detalhes exclusivos nos acabamentos em seus diferenciados apartamentos. O público que tem imóvel na praia mais badalada do sul do país quer o mesmo conforto e sofisticação que encontra em casa. Por isso, a preocupação não está somente em oferecer um produto referência em qualidade, mas em trazer satisfação aos exigentes clientes e valorizar os apartamentos. Prova disso, é que a própria construtora administra os condomínios dos seus edifícios, por pelo menos cinco anos, garantido que o padrão não se perca com o tempo.

Jornal Design | Serra 9


A identificação do público classe A acontece naturalmente Ao primar pela qualidade de seu produto, o presidente Rogério Rosa acompanha cada fase da obra, desde a concepção do projeto, fundações até os últimos detalhes da decoração, o que garante a excelência da marca. A construtora busca inspirações nas tendências mundiais em arquitetura e decoração neoclássica, um estilo que não sai de moda. Quando o assunto é acabamento, a exclusividade é expressa pelas equipes especializadas. São cerca de 50 marceneiros que esculpem a madeira, construindo portas exclusivas e detalhes diferenciados para cada obra. Os desenhos em gesso, cores e formas contam com a perfeição da mão de obra especializada na área, assim como os famosos tapetes de mármore que são característicos ao requinte da decoração neoclássica utilizada.   As áreas de lazer dos luxuosos edifícios, contam com até cinco andares com toda infra-estrutura. São piscinas, saunas, academias, quadras poliespor-

10 Jornal Design | Serra

Praia semi privativa - Infinity Blue

tivas, playground, ludoteca, pista de cooper, lan house, espaço gourmet entre outras opções de diversão. Inovações   A construtora Embraed foi pioneira ao trazer ao sul do país os apartamentos com pé direito duplo de até 6m de altura. Esse tipo de construção traz amplitude aos ambientes, além de proporcionar um charme todo especial. A área de estar pode ganhar um mezanino, que cria um ambiente mais espaçoso e requintado. As áreas comuns de alguns edifícios também recebem esse toque de sofisticação, como o novo empreendimento da construtora, o Villa Serena Residence. O edifício, além de possuir um pé direito de 16m em seu hall de entrada, é destaque por ser o mais alto edifício de Balneário Camboriú e do estado de Santa Catarina, quinto do Brasil.  Grupo Embraed A   o misturar o clássico com o contem-

Loja Embraed Home porâneo, mobiliários nobres, tapeçaria, obras de artes e lustres magníficos em seus empreendimentos, a construtora se tornou sinônimo de bom gosto em decoração de ambientes. Assim surgiu a Embraed Home, preparada para atender não só o público da construtora. São peças, objetos, mobiliários e artigos para casa e decoração de renomadas grifes mundiais que podem ser encontrados em sua loja própria, localizada na cidade. A equipe preparada para atender com exclusividade cada cliente, busca inspirações em viagens internacionais, onde absorve as

tendências do setor. Por acreditar na qualificação do potencial turístico da praia de Balneário Camboriú, o Grupo adquiriu recentemente o Infinity Blue Resort e Spa. O espaço diferenciado, com praia semi-exclusiva, recebe as atenções da diretoria, que pretende modernizar o Resort e disponibilizar o que existe de melhor no ramo. O complexo atende turistas e moradores, com hospedagem, restaurantes e spa ou a possibilidade do day use abertos ao público, para conhecer o local e desfrutar bons momentos.

casa

Fotos Divulgação

Área de lazer edifício Diamond Hill


Fotos Divulgação

Cortina Vignette® Alustra® Luxaflex®

Cortina Pirouette® Alustra® Luxaflex®

Cortinas e Persianas de Luxo

Rejane Cobalchini Damasio Sócia proprietária da Artelana

casa

Além de filtrar a luz natural e garantir privacidade, as cortinas e persianas Luxaflex® dão um charme especial aos ambientes. Elas proporcionam o toque final de requinte à decoração, mas a escolha das cortinas e persianas de alto luxo vai muito além da beleza: envolve conhecimento, exclusividade, qualidade e prazer. A linha de cortinas e persianas Alustra® Luxaflex® foi lançada tendo como inspiração a expressão total de luxo, design e controle de luz. Assim ela re-presenta o que há de mais sofisticado no mercado mundial de cortinas e persianas. Cores e texturas em tecidos marcantes elaborados exclusivamente para a linha e acabamentos em bronze, prata e dourado que imprimem ao ambiente toda a beleza e exclusividade que se espera de um produto de altíssimo padrão. A linha Alustra® Luxaflex® é encontrada nas elegantes e sofisticadas cortinas Duette®,

Silhouette®, Pirouette®, Lumininette® e Vignette®. Para deixar o ambiente com muito mais luxo e tecnologia, as persianas e cortinas podem ser motorizadas: com apenas o toque de um botão, as persianas podem abrir, fechar ou regular a entrada da luz de acordo com a necessidade do usuário. Mas, ainda pode-se compor um cenário junto ao home theater, por exemplo, onde na hora em que inicia o filme as cortinas baixam escurecendo a sala. Ou então, no quarto podese fazer uma programação para que as cortinas se movimentem na hora que o usuário desejar: abrir na hora que nasce o sol e fechar quando o sol se põe. Para garantir segurança, mesmo quando o usuário não está em casa, pode- se fazer uma programação para que as cortinas e persianas abram e fechem numa certa hora do dia, nos dias programados.

Jornal Design | Serra 11


Tradição e qualidade no segmento A Funilaria CER, fundada por Clóvis Anhaia, atua no ramo da construção civil há mais de 18 anos, tendo como objetivo atender com satisfação seus clientes. A empresa dispõe de materiais personalizados e produzidos com o mais alto padrão de acabamento, como: terminal canhão, dutos, coifas, calhas, capeamentos, forração de aço inox em fogões de campanha e vários outros produtos. A equipe Funilaria CER é formada por profissionais capacitados

e qualificados para melhor atender às necessidades do local projetado. Através de visitas técnicas, a empresa agrega projeto, fabricação, instalação e montagem, possibilitando assim, maior agilidade e satisfação no resultado final. A proposta é oferecer soluções em metais para casas, obras, empreendimentos e todo o mercado de construção. Credibilidade e confiança são palavras-chave para a empresa, por estar comprometida com a busca constante de atualização no segmento.

Vânia Anhaia

Sócia-proprietária da Funilaria Cer

12 Jornal Design | Serra

Luxo e Sustentabilidade em Cores Falar de tintas em um caderno de construção de alto padrão se torna fácil, pois hoje as grandes empresas fabricantes de tintas estão colocando no mercado produtos que facilitam, e muito, a vida do consumidor final. Foi com essa preocupação que a Pró-Cor Tintas trabalha em parceria com a Akzo Nobel, que é a maior empresa tinteira do mundo, detentora da marca Coral no Bra-sil, e vem há muito tempo lançando produtos que chamamos de “Linha Solução”, produtos que atendem certas necessidades atípicas na patologia da pintura. Seguem alguns exemplos: Tinta Antimancha: esta tinta foi elaborada com um poderoso aditivo hidrofóbico que repele qualquer substância aquosa, impedindo-a de fixar nas paredes e facilitando a limpeza do dia-a-dia. Tinta Antibactéria / Antimofo / Sem Cheiro: esta tinta une três características em um só produto, eliminando 99,9% das bactérias com maior proteção e resistência dos demais produtos e ainda totalmente sem cheiro após três horas da aplicação. Tinta Luz & Espaço: esta tinta foi elaborada para dar mais luz e amplitude aos ambientes. Elaborada com o sistema lumitec, é o branco mais branco do mercado, oferecendo o dobro de luminosidade que qualquer outra tinta

branca. Muito indicada para ambientes pequenos e com pé-direto baixo. Impermeabilizantes: antigamente para corrigir uma fissura ou rachadura, tínha-mos que abrir o local afetado e trabalhar com pelo menos três tipos de produtos. Hoje existem impermeabilizantes que eliminam grande parte destas etapas, se trata de um produto de acabamento altamente flexível que trabalha junto com a dilatação onde podemos obter paredes mais uniformes. Nesta mesma linha de produto, existe a tinta emborrachada, excelente para pintura nova ou repintura e por se um produto flexível previne, cobre e trabalha junto com fissuras e pequenas rachaduras. Como estamos falando de produtos químicos, a preocupação com o meio ambiente é inevitável. Em se tratando de sustentabilidade, hoje no mercado existem produtos para todas as necessidades. São produtos à base de água com baixa emissão de “CO2” (dióxido de carbono), “VOC” (compostos orgânicos voláteis) e com qualidade semelhante aos produtos que usam como base o solvente. A Pró-Cor Tintas tem o prazer de comercializar produtos de uma empresa altamente sustentável recentemente contemplada com o selo “FSC”(Forest Stewardship Council), parceiros globais do meio ambiente.

Mauri Demarchi

Sócio-proprietário da Pró-Cor Tintas

casa


Praça do fogo, playground e deck

Sustentabilidade na Serra Gaúcha A Engebento Engenharia e Construções foi nomeada distribuidora para todo o Brasil, da empresa Solsonica Spa, a número um em energia solar italiana produtora de painéis solares fotovoltaicos. Atualmente a Engebento realiza a instalação da primeira geração própria de energia solar para consumo em condomínio residencial no sul do Brasil, localizado na cidade de Bento Gonçalves. O projeto arquitetônico do Villaggio Di Toscana pode ser considerado um marco de referência em sustentabilidade na cidade. “A personalidade e o requinte que o revestem estão presente em cada detalhe”, enfatiza o engenheiro Ricardo Milani. O empreendimento possui plantas com dois e três dormitórios, com suítes americanas, além de infraestrutura completa de lazer, salão de festas, espaço gourmet, piscina adulto e infantil, home theater, playground e fitness. O projeto conta com o mais novo sistema de energia fotovoltáica, com equipamentos importados da Itália, que converte energia solar em energia elétrica, proporcionando uma grande economia de custo na taxa condominial e energia convencional, contribuindo para a diminuição do efeito estufa e preservação do meio ambiente. Para mais informações sobre esta nova tecnologia, entre em contato através do email contato@engebento.com.br, ou pelo fone(54) 3454.2383. Fornecemos orçamentos para instalações de equipamentos e mão de obra para qualquer edificação, seja condominial, industrial, pública, loteamentos, corporativa ou comercial.

Piscina adulto e infantil Imagens Divulgação

casa

Jornal Design | Serra 13


NCO BRA

COFFEE G RECCO

Translúcido é um laminado de alta resistência produzido com exclusividade pela Madepar Laminados, nos padrões Branco, Palha e Coffee Grecco com os acabamentos brilhante e texturizado.

PA L H A

Fotos Divulgação

Translúcido Perfeito para confecção de portas de armários, closets, frentes de gavetas, tetos, divisórias e luminárias, sua aplicação é bastante prática, podendo ser fixado em perfis de alumínio ou madeira, cortado e aparafusado, sendo altamente resistente à manchas, luz artificial, impactos e produtos de limpeza. O efeito de translucidez do laminado permite a passagem da luz difusa em substituição do vidro ou acrílico proporcionando luminosidade, modernidade, leveza e durabilidade para projetos de móveis e ambientes.

14 Jornal Design | Serra

an_MADEPAR_translucido_245x160mm_th_270212.indd 1

Confira nossa linha completa de produtos no website www.madepar.com.br casa

27/02/12 12:11


Esta é a filosofia adotada pelo arquiteto e designer Francesco Lucchese e sua equipe que, em entrevista para Jornal Design, fala sobre a experiência interativa que possui papel de destaque em seus projetos.

Jornal Design | No que você se inspira para suas criações? Francesco Lucchese | A Natureza sempre foi minha fonte principal de inspiração. É incrível, por exemplo, a quantidade de cores que se pode encontrar numa flor ou fruta quando são observadas com atenção.  A luz também tem máxima importância  no meu trabalho, pois influi nas cores e aspecto das superfícies.  

JD | Quando começou seu interesse pela arquitetura e decoração? FL | Desde jovem, sempre pintei, com as mais variadas técnicas, durante grande parte do meu tempo, chegando até mesmo  a organizar exposições.  Assim que me formei, porém, tendo ganhado um importante prêmio concedido pela Associação de Design Industrial, minha vida profissonal rapidamente decolou e meu tempo para essa atividade “lúdica”  tornou-se cada vez mais exíguo, fazendo com que canalizasse meu interesse pelas artes e pelas cores na atividade de arquiteto e designer, razão desses elementos desempenharem importantíssimo papel no meu trabalho. É por essa razão que me sinto enormemente realizado quando sou solicitado a desenvolver um projeto desafiador, que me dá a possibilidade de crescer e experimentar técnicas novas. É como se estivesse criando as obras de arte que me agradavam tanto criar no começo da minha carreira.  

JD | Quais são seus projetos atuais? FL | Acabo de desenvolver a poltrona Miami e o Sofá Jazz para a Swan Itália e a luminária Enck para a Fabbian, recentemente lançadas no último ISaloni. Desenvolvi o projeto arquitetônico de um bar-restaurante no lago de Iseo, perto de Brescia (norte da Itália) e também uma nova linha de metais para a Fir e uma linha de aquecedores para a Celeido, que serão apresentados na próxima Cersaie, de Bolonha, em setembro.

casa

Francesco Lucchese

“Observar o passado para projetar elementos do presente, mas com ideias voltadas à satisfação das necessidades futuras”

O arquiteto esteve, a convite do SIMMME, em parceria com a Movergs no Dall’Onder Grande Hotel, palestrando sobre o passado, presente e futuro do design

Jornal Design | Serra 15


Cineplex

Fotos Divulgação

Lareira Maunakea

Poltrana MIAMI for Swan Italia

JD | Que mensagem você busca transmitir através de sua arte? FL | A inovação deve ser considerada um fator intrínsico de qualquer trabalho como arquiteto ou designer, de modo a melhorar a vida de todos. Pouco me interessam os projetos extraordinários, mas de difícil compreesão. Os projetos devem ser, acima de tudo, funcionais.

JD | Quais as tendências que você vê para o futuro? FL | Na minha opinião, é importante, nos dias de hoje, ser verdadeiro no projeto. Entretanto, sei que todos vivemos de  fantasias e, portanto, frequentemente o projeto não é verdadeiro, mas imaginário. Nesse sentido, acredito que o futuro necessite de muitas “belas fábulas” (por exemplo, os filmes de Spielberg sugeriram os novos projetos arquitetônicos de Frank Gery), como as que permaneceram na história como uma importante referência e, com uma imaginação fértil, partindo de conceitos imaginários belos, criar novos projetos imaginários, mas dirigidos a uma nova bela realidade. 

JD | Como você vê a arquitetura atual? FL | Na habitação, a nova arquitetura deve nascer verde e socialmente possível. Os espaços públicos talvez possam ter um que de inovação e espetacularidade. O problema é que isso coloca mais em evidência o estrelismo do arquiteto que não a excelência do projeto.  

JD | Para você, assim como a moda, a arquitetura também é cíclica? FL | O que considero cíclico na arquitetura são os sinais de identidade do projeto. De fato, sempre nos deparamos a observar a história, acabamos repropondo as certezas da nossa memória, que empacam, de certo modo, nos sinais do passado. Portanto, acredito que devemos olhar para as certezas do passado e atualizando suas funções.

16 Jornal Design | Serra

anucio jornal design 16x12.indd 1

6/27/2012 10:43:43 AM

Luminária Enck

JD | Ao olhar seus trabalhos, vemos que você recorre muito à revestimentos, especialmente ladrilhos, por que? FL | Todo revestimento deve saber contar um pouco sobre a importância daquilo que reveste e eu tento, com todos os materiais à disposição, aproximar-me à natureza do projeto, ao que pode comunicar, a quanto de bom há na essência do material que vou revestir e, portanto, tanto a “embalagem” quanto o conteúdo devem ser encarados como uma roupa feita sob encomenda, como acontece na moda.

casa


Castellar Lareiras e Schott Robax, aquecendo os sentimentos Com fábrica e showroom em Carlos Barbosa, a Castellar Lareiras é especializada em lareiras de alto desempenho, atendendo desde o projeto até a insta- lação em residências e ambientes de trabalho. A empresa tem em seu portfólio os modelos Grand Firenze, Firenze, Vercelli, Abruzzo, Coletti e Riccia, sempre com novidades, a Castellar Lareiras continua desenvolvendo novos modelos e atualizando os existentes. A novidade de 2012 é a parceria firmada com a multinacional Schott Robax. Os novos uniformes e veículos da Castellar Lareiras contarão com a marca Schott Robax, fornecedora oficial de vidros cerâmicos de alta qualidade. As lareiras Castellar podem ser instaladas em casas e apartamentos em construção ou prontos. Todos os modelos fabricados pela empresa contam com a possibilidade de levar ar aquecido para outros ambientes através de dutos térmicos. Nas lojas também são oferecidos móveis sob medida. Agende uma visita e conheça esta novidade!

Gran Firenze

casa

imagens Divulgação

Jornal Design | Serra 17


Fotos Divulgação

Iluminação de Jardim

Giovani Carlet

Especialista em Iluminação

Um jardim bem iluminado e cuidado, além de transmitir o bem estar, valoriza as plantas, as cores, texturas, deixa o ambiente com mais segurança e enobrece toda a residência, edifício ou parques. Importante é definir qual é o “estilo” da luz que você irá optar para iluminar seu jardim, pode ser iluminação difusa ou pontual, isso dependerá das luminárias escolhidas, lembrando que cada tipo de luminária terá um efeito de luz diferente. Para deixar todo o seu jardim iluminado de forma uniforme você deverá optar pela iluminação geral, utilizando postes e refletores. Para valorizar pontos específicos do seu jardim, como arbustos, escultura ou qualquer objeto, você deverá optar pela iluminação direcionada. As luminárias podem ser embutidas no solo para evitar ofuscamento ou tipo espetos com o foco direcionáveis. Para valorizar aquela árvore linda, antiga e muito bonita que você possui em seu jardim opte pela iluminação Up Light, na qual as luminárias devem ser embutidas no solo. Sabe aquela sensação de estar sendo iluminada pela lua, então você poderá tê-la um belo jardim com a iluminação Moonlight, para obter este belo efeito as luminárias devem ser presas á copa das árvores ou em poste acima da copa. Para marcar caminhos ou escada chamada de iluminação de

balizamento você deverá ter luminárias conhecidas como balizadores ou mini-postes, , também poderá ser utilizado os nos degraus. Para deixar destacada sua textura, chamada de iluminação Wall Wash você deverá usar a técnica de banhar uma superfície com luz. Para deixar seu jardim com o aspecto de luz indireta na superfície ou em todo ambiente, você deverá colocar as luminárias na parede ou teto, chamada de iluminação indireta. Para deixar seu jardim com efeito de selva você deverá a iluminação Backlight a luminária deve ser colocadas entre a vegetação e as folhas irão formar sombras e vultos na parede e nas folhagens. Mas tome cuidado para que o calor da lâmpada não agrida as plantas, neste caso o LED é sempre a melhor solução. Lembrando que um ponto importante a ser consi-derado é adquirir produtos com qualidade e resistência a humidade, chuva e sol, para evitar transtornos futuros como queima precoce das lâmpadas e acessórios. Procure sempre lojas especializadas e com profissionais qualificados que fazem a diferença na hora da escolha dos produtos. A CenterLuz está preparada para lhe atender em três endereços: Bento Gonçalves, Farroupilha e Caxias do Sul.

cortinas persianas toldos

18 Jornal Design | Serra

Travessa Maranhão, 55 - Humaitá - Bento Gonçalves (54) 3055.2417 artelana@artelana.com.br www.artelana.com.br casa


casa

Jornal Design | Serra 19


A Sedução da Forma Curva A forma curva confere aconchego e segurança

Fotos Divulgação

Não é o ângulo reto que me atrai. Nem a linha reta, dura, inflexível criada pelo o homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que encontro no curso sinuoso dos nossos rios. Nas nuvens do céu. De curvas é feito todo o universo. O universo curvo de Einstein. As palavras do mestre Oscar Niemeyer definem com graça a variedade, o contraste, a plenitude das linhas curvilíneas na arquitetura. Também presentes no design de interiores, seja em propostas contemporâneas, as curvas transmitem sensação agradável de aconchego, intimidade e, usadas nos móveis e objetos, costumam reunir as pessoas. O objetivo principal é trazer conforto e aconchego às pessoas que estiverem nos ambientes. Além disso, as curvas e formas orgânicas conferem aos espaços beleza e harmonia. Como elas nos remetem às formas da natureza, a atmosfera criada em ambientes onde usamos este recurso é de bem-estar. Uma das principais tendências para o mobiliário, as formas orgânicas podem ser utilizadas para quebrar a monotonia dos ambientes minimalistas. Quando aplicado pequenos acabamentos ou detalhes com este formato, os ambientes inspiram e transpiram conforto. Em móveis produzidos com chapas BP, um puxador arredondado dará um final toque delicado. Em móveis mais sofisticados, a forma curva pode ser conferida em cantos de balcões para conferir graça e favorecer a acessibilidade e segurança. Até mesmo as portas curvas, voltaram com grande força para ambientes Style. Em estofados e pol-tronas as formas retas e frias, estão recebendo leves arredondados. Além disso, as formas curvas podem ser combinadas na arquitetura com a paginação do gesso dos tetos e pisos, conferindo movimento e beleza ao ambiente.

Marta Manente Designer

Projetos com estilo, que acompanham sua construção e deixam sua casa ainda mais charmosa. Segurança pode ser sim, sinônimo de beleza. Há 20 anos consolidada no mercado como fornecedora das melhores construtoras da região, a Metal Guerra está sempre atenta com a segurança do seu lar. Trabalhamos com variedades de grades, portões, corrimões conforme projetos de segurança, grades pantográficas, esta inclusive, é a única grade em ferro que lhe permite abrir e fechar, para você não se sentir prisioneiro em sua própria residência.

Rua Osvaldo Aranha, 157 |Carlos Barbosa - RS Fones (54) 3461.1431 e (54) 3461.3857 metalguerra@metalguerra.com.br 20 Jornal Design | Serra

casa


Condomínio Residencial Mirante do Vale, comemoração com condôminos A Lex Empreendimentos Imobiliários, através de seus diretores Ivo Siviero e os filhos Rafael, Ricardo e Ivo Filho, entregaram aos moradores e proprietários do Mirante do Vale as áreas sociais do condomínio, que compreendem o Club House, quadra poliesportiva, pórtico, playground, entre outros, além do mirante com vista para o Vale dos Vinhedos, que inspirou o nome do empreendimento. Em uma noite muito agradável, os convidados foram recepcionados com um cardápio diferenciado e o carinho da família que administra a Lex. “É com muito prazer que a Lex entrega as áreas sociais do Condomínio Residencial Mirante do Vale, o primeiro condomínio horizontal de terrenos de nossa cidade. Queremos que todos sejam bem-vindos e aproveitem esse espaço que foi planejado para vocês, para o seu bem-estar”, finalizou Ivo Siviero.

Rafael Siviero, Ivo Siviero, Ivo Siviero Filho e Ricardo Siviero da Lex Empreendimentos Imobiliários

www.leximoveis.com.br

Club House do Mirante do Vale

Ricardo com Raquel e Renan da Dell Anno

Condôminos do residencial na cerimônia de entrega

Cristiane Capoani e José Luiz de Medeiros com suas princesas Marina, Luísa, Bruna e Giulia

Isabela, Flávia Savaris e Fernando Toneser

Clécio e Débora Rasador com Margot e Antônio Longo

Caroline Carraro Michelon com seu Antônio casa

Janete Bertolini, Eduardo Bertolini, Carla Dalle Valle e Sheila Bertolini

Ivo Siviero com as netinhas Laura e Luísa Jornal Design | Serra 21


Foto Divulgação

Objetos de(o) Luxo?

Uma vida de luxo implica uma vida sem trabalho físico, mas um objeto de luxo não é necessariamente um objeto que não dê trabalho. Não é só na fabricação que se pode exigir esforço, mas também na manutenção. Polir prata, latão e cobre, conservar couro e esfregar pedra já foram o centro da vida doméstica. O luxo, em parte, é criado pelo uso de materiais que lhe são associados. O precioso e o raro em geral são os mais procurados, mas parecer caro simplesmente não basta, é preciso sinalizar valor e ambição da maneira correta. Com certos tipos de objetos, é preciso saber um pouco sobre eles para entender como são preciosos. Para certos objetos, o conceito de luxo é usado para criar a aura antes propiciada pela arte. Os sinais visuais e táteis do luxo são intimamente associados a valor, são os gatilhos que nos fazem acreditar que um objeto vale mais que outro com as mesmas características funcionais. O luxo pode ser sinalizado por deixas audíveis: o ruído do motor de um carro ou de uma porta sólida se fechando ou o clique de uma fechadura sendo trancada, ou a mensagem pode ser transmitida por sinais que sugiram desempenho. Por mais que tentamos, não podemos deixar de interpretar uma grade de ventilação próxima ao capô bem talhado de um carro senão como algo que se lhe agregasse valor. Já se considerou que o valor de um objeto tinha relação direta com a quantidade de coisas que pudesse fazer. A profusão de mostradores e marcadores em equipamentos eletrônicos de certa época refletia a necessidade de informar os proprietários do quanto sua máquina era capaz, mesmo se a informação transmitida por todos aqueles ponteiros dançantes maravilhosamente precisos não tivesse muita relevância prática para o proprietário. Atualmente, luxo, cada vez mais, são os detalhes que convencem os consumidores a gastar dinheiro. Mas outra definição de luxo – mais próxima do sentido original – talvez se mostre mais e mais pertinente. Por essa definição, o luxo é a maneira de propiciar um alívio da implacável maré de bens que ameaça nos afogar.

Juliana Desconsi

Moresco Studio

Designer

Sua casa

do seu jeito. Prática. www.masutticopat.com.br

24 Jornal Design | Serra

casa


Fotos Divulgação

Tamille, Naira e Nelcira

casa

Foto MarcelaBeltrão

Thiago, Sheila, Adriana, Diego

A equipe da Loja Exclusiva Todeschini de Bento Gonçalves, esteve em São Paulo conferindo novidades e tendências da Casa Cor, oportunidade em que puderam trocar ideias com arquitetos e analisar o que pode ser agregado aos projetos para a região. A satisfação do cliente é o ponto forte da empresa. “Estamos com uma equipe preparada, antenada, comprometida e integrada com as novidades mercado, onde temos a certeza de que nosso cliente terá atendimento personalizado, para que tenham plena satisfação no projeto de seus ambientes”, afirmam os empresários Diego e Thiago Trevisan. Modernidade, inovação e bem-estar andam juntos nos ambientes da Todeschini na Casa Cor São Paulo. O espaço oficial da marca, assinado por Débora Aguiar, marca a parceria da renomada arquiteta com a fábrica gaúcha de móveis, única do segmento moveleiro a patrocinar nacionalmente o evento. A casa de 300m² na mostra paulista, assinada por Débora Aguiar e denominada “Casa do Jatobá”, é o maior espaço de toda a Casa Cor SP e inclui terraço, home theater, biblioteca com home office, cozinha gourmet, sala de jantar, suíte master com closet e banheiro-jardim. Foi projetada para um casal dinâmico e moderno, que adora receber os amigos, viajar e colecionar lembranças como livros, quadros e fotos. O padrão Tagliato da Todeschini, inspirado nos desenhos e formas da natureza, reveste a maior parte das paredes, prateleiras e nichos decorativos, imprimindo um efeito de elegância irreverente ao ambiente. O passeio é conduzido pelos produtos da Coleção Vida e mostra a versatilidade dos móveis da Todeschini. Para finalizar os diretores Thiago e Diego convidam os clientes e amigos para visitar a loja, afim de compartilhar as novidades.

Foto Rômulo Fialdini

Loja Todeschini Bento Gonçalves visita a CasaCor São Paulo

A atriz Juliana Paes conheceu a “Casa do Jatobá”, com arquiteta Débora Aguiar

Rua Gomes Carneiro, nº 130 - Fone: 3454.1499

Jornal Design | Serra 25


Fotos Divulgação

Batalha Campal Final de semestre letivo é complicado, uma correria. A gente liga o piloto automático e tenta sobreviver uma luta por vez. Portanto, desculpem-me se o texto não for muito inspirador. Antes de abordar minha ideia central, gostaria de parabenizar o tricampeão do campeonato gaúcho de rugby – o Farrapos Rugby Club – ao vencer o time Charrua de Porto Alegre(da capital!), sob um céu nublado de chuviscos e névoa. Dura batalha travada no frio de um campo seco, aquecido somente por torcidas apaixonadas de ambos rivais. Que a comunidade (leia-se o governo e as empresas) de Bento Gonçalves reconheça com mais investimentos o esforço desses rapazes, de suas famílias e torcedores. Eles merecem e, no fim, é a cidade quem brilha. Nunca fiz nenhuma pichação. Não que eu me lembre. Já rabisquei muro, já pintei parede, mas pichação não. Por quê? Primeiro, pois minhas pinturas agradaram os proprietários dos objetos de suporte, especificamente quando eles eram eu mesmo. Em segudo, por eu ter um mínimo co-nhecimento de arte, sempre consigo algum argumento que justifique a obra. E em terceiro, pois o público aceita. Creio ser esse o ponto principal, principalmente em se tratando de arte. Depois de Duchamp, Tzara, Man Ray e companhia, depois do Dadaismo, da Arte Conceitual, da Arte Naïf, da Arte Bruta, da arte

sem razão, irracional, desracional, é difícil propor medidas e sistemas de valores sobre o que pode ser considerado arte ou não. Rios de tinta já foram gastos e inestimáveis quantias de neurônios serviram para pensar este problema que é um dos principais da arte contemporânea. Inclusive a própria pergunta já foi deslocada, pois perguntar com o verbo ser (mediante o “é”), significa buscar uma essência da arte, e essência é um problema metafísico, hoje considerado extra-vagante, bizantino, datado. Propôsse perguntar “quando há arte?”. Não sei se a situação melhorou. Há tempos filósofos discutem o fim da arte, e agora, da arte depois do fim da arte. Onde quero chegar? Em uma visita de estágio à uma gráfica de Caxias do Sul, consegui cinco folhas padrão A2 ilustradas com uma fotocópia de razoável qualidade de uma tela de Rembrandt. Logo pensei em colocá-las em exposição em um dos nossos murais. Pedi à aluna estagiária que montasse uma composição com elas sobre o mural. Resultado: uma semana depois, a moça retratada pelo pintor holandês aparece com bigode, cavanhaque e coisas do gênero. Na hora, não há como

negar que senti muita raiva. Raiva por alimentar o prazer de alguém romper com a ordem predeterminada, maculando com um ruído as reproduções de Rembrandt. Há algo de perverso nesse prazer, no prazer de sujar, estragar, atrapalhar. É uma violência, e parece haver algo de beligerante nisso, mas é uma tática de guerrilha, sem nome, sem face, donde só se percebe os rastros. Resolvi transcender a ira mediante um processo de racionalização, e cá estou eu, escrevendo este texto. Duchamp fez uma obra rabiscando um bigode em uma reprodução da Mona Lisa, chamou um mictório de “A Fonte”, meteu uma roda com um garfo de bicicleta em um banco de bar e, pelo que parece, fez obras de arte. No entanto, quando alguém rabisca, suja, mancha uma parede, não faz arte, mas pichação, e ainda pode ir para a cadeia por causa desse gesto. Correto? Não sei. Qual o limite e o que pode englobar o sistema de ordens da arte? O que dele fica excluído, por quais razões? Por ou-tro lado, o desejo da pichação é se tornar um objeto de arte? Ou subverter os valores da arte, corromper as coisas e seus devidos lugares? O que se ganha com essa corrupção? Uma nova ordem de expressões, de valores, de poderes? Seja com o bigode de Duchamp ou do meu aluno, lembrei-me de que também a arte, bem como o design, são campos de batalhas. Feliz do rugby que deixa isso sempre tão claro. Pelo menos nele, ganha quem é mais forte, quem tem a técnica mais desenvolvida, quem estuda e cria as melhores estratégias. Pois nos outros campos, sei não.

Douglas Pastori

Coor. Design Gráfico UCS

26 Jornal Design | Serra

casa


casa anuncio 245x160.indd 1

Jornal Design | Serra 27 02/07/2012 15:21:45


Linha 3P

O nome é a linha 3P, inspirada no desenho dos arcos da ponte do Rio das Antas: um arco de três pontos. Também chamada de 3P pois o mobiliário desta linha é composto por três partes que combinam entre si através de seus acabamentos.

Fotos Divulgação

Coleção Itaiandê

Um dos objetivos quando criamos a Coleção Itaiandê foi a de proporcionar aos consumidores linhas retas, mais conservadoras indo até as linhas mais circulares, orgânicas e arrojadas sem se perder o principal fundamento da criação: a Serra Gaúcha. Assim, poderíamos colocar à disposição peças para todos os gostos, sem perder o foco do projeto. Toda a criação e desenvolvimento tiveram como requisito básico a utilização da tecnologia disponível na indústria, o uso racional dos materiais e, tão próximo, a adequação aos custos industriais. O trabalho tem merecido destaque nos principais meios de comunicação, em especial os do centro do país. Tem despertado o interesse de conceituados críticos de design e vem recebendo elogios a nível internacional.

Mesa Assim

A concepção do móvel foi inspirada nos morros que circundam o Rio das Antas, formando um vale, conhecido como Ferradura. A mesa “Assim” ganhou tal nome por ser simétrica e assimétrica em sua forma, dependendo de como se olha, ou seja, de um lado ela é SIMétrica e, de outro, ASSIMétrica.

Cristiano Gallina

GallinaVisentini Designers

veja os investimentos da prefeitura para deixar bento mais feliz. segurança

saúde

administração espalha saúde pela cidade

projeto da guarda municipal apresentado, aprovado pela câmara de vereadores e em desenvolvimento. mais segurança para bento gonçalves unidade básica de saúde BAirro sAntA mArtA

unidade básica de saúde BAirro ProGresso

As novAs unidAdes de sAúde estão sendo construídAs: BAirro cohAB: ruA João GuindAni tonello BAirro vilA novA ii (Arco íris): ruA AméliA B. FerrAri BAirro FenAvinho: ruA GiovAni siGnor BAirro tAncredo neves: cruzAmento dAs ruAs eloi secondo com AdelAide PAsquAlli vAle dos vinhedos: novA suBPreFeiturA com Posto de sAúde

hospital do trabalhador obras da primeira fase em conclusão e equipamentos já licitados.

obras de tratamento de esgoto um novo marco para a cidade. em 120 anos é a primeira vez que a administração pública investe nessa área. é mais saúde e qualidade de vida para os cidadãos.

conheça muitos outros projetos e ações: confira em WWW.bentogoncalves.rs.gov.br ou WWW.bentomaisfeliz.com.br 28 Jornal Design | Serra

casa


nossa obra

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

Redécor A personalização em meio à produção em série

nossa obra

Fotos Divulgação

De olho nas principais tendências de décor, arquitetura e design, é possível dar um up no visual de sua casa ou office resgatando algumas peças que estavam de lado e tornando-as destaque na decoração. A mistura de estilos confere autenticidade e charme ao ambiente. Vale qualquer estilo(clássico, moderno, retrô, vintage), desde que escolhido com consciência, na busca por uma composição equilibrada e harmônica. Design revisitado: peças clássicas de design vêm sendo reestudadas e surgem com uma nova

roupagem. Vale portanto recuperar aquele móvel antigo mas com valor para você. Peças de diferentes épocas criam, no contraste entre o contemporâneo e o vintage, ambientes conceitualmente riquíssimos através da herança que é resgatada. Reciclagem: a questão da sustentabilidade nunca esteve tão em alta. Esse movimento vem adquirindo força, influenciando a criação de diferentes peças, exclusivas e personalizadas, produzidas com material natural, reciclável e reutilizável. Resultado de pesquisas de designers materiais como, corda, palha, plástico, bambu, são repensados como matéria-prima e atribuídos a diferentes funções. Artesanato: as pessoas redescobriram a beleza das criações únicas produzidas com fios, franjas, bordados e peças costuradas à mão. Nessa proposta, invista em tecidos étnicos, tricô, crochê, e peças exclusivas.

As peças concebidas à partir dessas tendências possuem grande expressão. Para que o resultado fique satisfatório, é importante associá-las à uma base(estrutura, móveis e adornos) neutra. O destaque deve ser dado justamente a elas, que de forma pontual agregam cor e textura ao espaço. Ao final, cria-se uma atmosfera moderna e sofisticada em um ambiente com muita vida e história para contar.

Arq. Daiane Trevisan Arq. Franciele Piva

Jornal Design | Serra 29


Modernidade e alto padrão em todos os detalhes

A Nimbus Empreendimentos Imobiliários é referência na construção de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão. Fruto da união de empresas tradicionais do ramo da construção civil de Bento Gonçalves mantém o foco na exclusividade de seus empreendimentos, buscando diferenciais para total satisfação de seus clientes. Hoje, seus principais residenciais são o Porto Maiori e Vivaldi, ambos com localização privilegiada e infraestrutura completa, o que garante bem estar aos clientes. As obras estão em ritmo acelerado, mais uma marca registrada da empresa, que objetiva cumprir os prazos estabelecidos, construindo com agilidade e praticando a pontualidade. Em breve a Nimbus lançará um novo empreendimento, em localização nobre, na Cidade Alta, com apartamentos de metragens entre de 170 m2 e 230 m² privativos, todos com frente norte e vista para o centro da cidade. Também serão lançadas salas comerciais na área central, com diferenciais como pé direito duplo, mezzanino e grande número de vagas de estacionamento. Para melhor atender seus clientes a NIMBUS cria neste mês uma central de vendas exclusiva de seus empreendimentos. Procure informações nos corretores credenciados: Pontual Imóveis (54) 3055.2200 | Reginatto Imóveis (54) 3454.3599 | Imobiliária Maxxi 4 (54) 3701.4430.

www.portomaiori.com.br

diogo@construtoranimbus.com.br www.construtoranimbus.com.br

30 Jornal Design | Serra

casa


Fotografia com estilo e emoção Ser fotógrafa é um privilégio, disso eu sempre soube. Trabalho com a emoção mais pura, crio memórias e registro a história de crianças, casais, famílias. Tudo começa no momento da sessão, quando tenho a honra de compartilhar momentos onde o amor é sempre evidente. Depois, no estúdio, em frente ao computador, editando as fotos e preparando a apresentação final, volto a me emocionar, muitas vezes chego a ficar com lágrimas nos olhos, tanto que me envolvo e identifico com as imagens que crio. Eu me entrego ao que faço de corpo e alma, e busco sempre a emoção mais profunda. Fotografo cada família, cada história, como se fosse a minha. Meu olhar se encanta sempre como se fosse a primeira vez, a primeira sessão, a primeira foto.

www.silviatonon.com.br

estilo

Jornal Design | Serra 31


Fotos Divulgação

Denim Jeans Ícone, Básico, Versátil, Prático, Fundamental Tão tradicionais no guarda roupa das mulheres quanto no dos homens, as calças jeans continuam como preferência quando a ocasião pede por looks práticos e casuais. Nas versões básicas, os modelos sequinhos de skinny e aqueles em cortes retos seguem em evidência, trazendo formas mais democráticas e atemporais como opções fáceis e seguras para as estações mais frias do ano. E para dar conta de atualizar esses modelos de ares clássicos, são as lavagens que chegam como características das peças. O denim escuro, em índigos intensos ou na cor black   chega como proposta da grife de  Vivienne Westwood, que trabalhou com superfícies mais neutras para equilibrar as informações elaboradas. Contudo, há espaço também para superfícies clarinhas em um visual  bleached  ou com aplicações localizadas estonadas que conferem contrastes entre toques claros sobre fundos escuros. Destaque, ainda, para os visuais desgastados, resultantes das lavagens  destroyed  que, apesar de mais restritas, prometem continuar nos looks de jovens mais descolados.  Dando vida à algumas das tendências mais frequentes nas passarelas italianas e francesas, a estética resinada que resulta no chamado  leather denim  segue como uma das grandes apostas, entre outros, da Diesel

32 Jornal Design | Serra

para o jeanswear masculino de 2012. Como o próprio nome indica, o jeans que passa por esse processo de beneficiamento resulta com uma superfície encerada bastante similar à do couro, que chega, agora, mais maleável sendo que esse dá forma, então, a calças, coletes, camisas e jaquetas modernas e repletas de personalidade. Com a proposta de roupas bem pesadas no melhor estilo “cebola”, com várias camadas, sim, o termo é esse mesmo. O trio camiseta, tricot e jaqueta também são uma boa pedida na coleção, basta saber coordenar e escolher os modelos com o acabamento certo e renovar os looks mais casuais dessa temporada!

Rodrigo Britzke Personal stylist

estilo


Nesta edição irei falar de itens que são tão importantes quanto a roupa que vestimos, pois todo o nosso estilo está nos acessórios. Não importa se você é alta ou baixa, magra ou gorda – eles são o que há de mais fácil para comprar e ao investir em bons acessórios, você pode economizar nas roupas. As mulheres projetam muitas das suas fantasias nos sapatos e bolsas, é como se fosse um símbolo do que elas almejam ser. Vamos quebrar um mito: muitas mulheres pensam que vão ficar mais bonitas de salto alto, eis o grande equívoco. Elas deviam perguntar aos homens, nenhum deles dirá: “Eu te amarei mais se você tiver mais 10 centímetros de altura”. Sem contar que, são raras as mulheres que sabem andar de salto alto. Não há nada mais feio que uma mulher tentando se equilibrar em cima dos sapatos. Se tratando de calçados, toda mulher deveria ter: - Sapatilha, felizmente é possível encontrar modelos para todas as ocasiões, elas combinam com tudo; - Rasteiras, impossível passar um verão sem elas; - Scarpin, tenha primeiro um preto, atemporal, pode-se viver muito bem só com ele. Em certas épocas valem os arredondados, em outras o bico fino; - Mocassim, é uma peça inevitável, a felicidade é simples como um mocassim; - Botas de montaria, com saia, vestido, jeans, pretas ou marrons, são acessórios indispensáveis para o frio; Outro item, em que mulheres morrem de amores, é a bolsa, um dos elementos fundamentais do estilo de uma mulher. Ela pode facilitar a sua vida ou infernizá-la, então é importante escolher bem. Você não deve escolher a it-bag do momento, e sim, uma “bolsa-ícone”, atemporal. E lembre-se, melhor uma bolsa de couro fake, que uma imitação de bolsa de grife. Bolsas com estampas e desenhos de bichinhos e personagens animados, nem pensar! Modelos essenciais: - A bolsa grande, a amiga de todo dia; - A carteira, o acessório essencial da noite ou do dia; - A bolsa estilo carteiro, para o look descontraído; - A bolsa clássica, de couro bem rígida, de cor neutra; Feito isso, boas compras e critério, na hora de comprar seu novo acessório.

Foto Divulgação

Foco nos Acessórios

Ricardo Rambo Estilista

estilo

Jornal Design | Serra 33


A carga tributária brasileira

A estação

Fotos Retratu`s Ateliê Fotográfico

Inverno: estação fria e chuvosa e também a mais charmosa. As pessoas capricham no visual, vestem seus elegantes casacos, se aproximam mais umas das outras. Fotografar crianças nessa estação, traduz automaticamente todo o glamour: ambiente quentinho, onde os brinquedos preferidos dão lugar a ursos e outras pelúcias, mantas, gorros, cachecóis xadrezes, mimos e aconchego. Tudo propício para que aflore a genuidade de suas ações e movimentos, olhares e sorrisos. E voilá, começam as gracinhas! Importante mesmo, é registrar todos esses bons momentos e, para nós, fazer parte disso é o que nos motiva todo dia, o fazer melhor.

do charme

Em um estudo da FIPE/SP foi constatado que as pessoas de baixa renda estão tendo que arcar com cerca de 70% a mais de impostos do que há 10 anos atrás. Esse mesmo estudo revelou que o governo já abocanha mais de 50% da renda das famílias que ganham até dois salários mínimos por mês. Em 1996, essa “mordida” era de apenas 28%, uma expressiva diferença com o passar dos anos. A maior parte da sangria tributária imposta à população é provocada pelos chamados impostos invisíveis, embutidos nos preços das mercadorias, tais como – IPI, ISS, PIS/Cofins e ICMS, assim chamados por que a maioria das pessoas não tem idéia do peso deles em seu orçamento. Diante desse quadro é necessário tecer algumas considerações: O sistema tributário brasileiro, foi construído para arrecadar o máximo de recursos para o governo, não importa de quem, também, chega-se a conclusão de que para o governo é muito cômodo arrecadar impostos sobre o consumo, por que as pessoas muitas vezes não percebem o que estão pagando. A carga tributária penaliza pessoas de todos os níveis socioeconômicos. Além de o imposto ser alto e o retorno em serviços ser baixo, há o excesso de burocracia que custa muito dinheiro e afeta a competitividade do produto nacional em relação ao mercado externo. Nesse sentido, é fácil chegar à conclusão que temos carga tributária de países europeus, mas serviços e crescimento de paises subdesenvolvidos. Em nosso país, o imposto pago, não tem, na maioria das vezes a destinação correta, geralmente servem para “tapar furos” nas finanças do governo e não reverter em investimentos ao fim específico vão para o chamado caixa único onde é des-

tinado a diversas questões, inclusive para financiar cargos de confiança com salários elevadíssimos, desvios, obras superfaturadas e etc. Também, quem não recorda a criação da CPMF, que seria a salvação para o caos na saúde pública, mesmo com a enorme arrecadação, a má gestão governamental não foi capaz de acabar com desvios e tampouco gerenciar a correta alocação de recursos. Seria aceitável se os recursos fossem usados para ampliar investimentos, para apresentar serviços dignos à população, hospitais públicos bem equipados, forças de segurança bem treinadas e capacitadas, educação pública eficiente, estradas bem conservadas, investimentos na capacitação dos servidores públicos entre outros, todavia temos muito pouco pela contraprestação elevada. Em tempo de campanha para eleições, não vemos candidatos apresentar projetos de redução de impostos, todos querem cada vez mais dinheiro para os governos, a fim de darem as mais diversas destinações, como financiar obras superfaturadas, beneficiar pequenos grupos, cargos de confiança e etc, enfim atestam a incompetência de gerir a máquina pública com os recursos já abundantes e disponíveis. Menos impostos reduzem a informalidade, aumentam a competitividade, os investimentos e até a arrecadação.

Sidgrei A. Machado Spassini Advogado - OAB/RS 66.077

34 Jornal Design | Serra

estilo


Jantar de Aniversário O Clube Aliança realizará no dia 04 de agosto, o tradicional jantar de aniversário e a coroação da Rainha 2012. O evento será realizado no salão de festas Aristocrático, a partir das 20:30h, com buffet de Dirceu Dalla Riva e o show da Orquestra Voga. Traga sua família e amigos para comemorar os 106 anos do clube, o traje é passeio e toda a comunidade está convidada. Convites poderão ser adquiridos na secretaria do clube, ou reservados através do fone (54) 3055.4688.

Projeto Estações: Verão O Ministério da Cultura e a Transportes Bertolini apresentam o projeto Estações: Verão”, que tem o intuito de mostrar algumas das belas paisagens culturais, representativas da viticultura de Bento Gonçalves, assim como um pouco de seu patrimônio histórico material, sob olhar do fotógrafo Wagner Meneguzzi.

em registros que identificam as relações existentes entre o homem, o meio e a cultura.

Expressa, também, sem receio ou vergonha de suas mãos calejadas, a essência do homem agricultor que planta, cuida e colhe as uvas para a geração dos melhores vinhos do lugar. O Verão de 2012, por meio desta coletânea de fotografias, foi testemunha inspiradora para que Meneguzzi transformasse hábitos e costumes que perduram no tempo,

Cada estação do ano possui luz própria e oferece momentos únicos e mágicos. A partir da observação e a escolha da hora certa, Wagner Meneguzzi nos presenteia com suas belas imagens. Este projeto é um pouco do intenso e generoso Verão de 2012, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, Rio Grande do Sul, Brasil.

estilo

A apresentação das fotografias, em formato de um Box, possibilita a utilização como porta-retrato ou permite ainda que as fotografias, soltas, sejam emolduradas para decoração de ambientes.

Curso de Modelo adulto e infantil O Sindicato dos Modelos Manequins e Recepcionistas de Eventos do Rio Grande do Sul, realiza o projeto de qualificação profissional manequim e modelo nível I itinerante. O curso foi idealizado para atender a necessidade do mercado com relação à qualificação dos interessados em ingressar na profissão de manequim e modelo, dando uma opção ao público como forma de enfrentamento às ofertas de empresas ilegais e mal intencionadas.

O programa foi elaborado dentro da nova regulamentação seguindo os critérios básicos para formação de manequins e modelos, onde todos os professores foram selecionados pela sua experiência profissional.Em Bento Gonçalves, o evento acontecerá no Clube Aliança, de 07 de Julho a 06 de outubro. Mais informações pelo fone (54) 3052.0073 ou pelo e-mail: simmrerspoa@terra.com.br.

Jornal Design | Serra 35


Fotos Divulgação

Conhecemos através de entrevista um Olivier encantador que nos contou um pouco de sua história, paixões e suas especialidades na cozinha. E ele tem propriedade para falar sobre o assunto, afinal, Anquier nasceu em uma família que fazia da culinária uma filosofia de vida e de felicidade. Além disso, em função da “boa cozinha”, comanda o programa Diário do Olivier – exibido pelo canal a cabo GNT –, ministra aulas-show pelo Brasil afora, já escreveu quatro livros sobre o tema e, é claro, administra com precisão o bistrô L´Entrecôte de Ma Tante, que, como o nome sugere, serve apenas o entrecôte da francesa Nicole, tia de Anquier, como prato principal.

36 Jornal Design | Serra

estilo


Foto Caio Freitas

{...o que chamo de filosofia é busca de prazer, de emoções através do momento da refeição, de proporcionar prazer aos outros.}

Fotos Divulgação

Jornal Design | O que fez com que se apaixonasse pelo Brasil? Olivier Anquier | Eu tinha 20 anos, cheguei para passar um mês de férias. Esse mês virou dois, e eu acabei percebendo que estava, de fato, querendo ficar aqui. Tive um encantamento com o Brasil, por conta basicamente do contraste com tudo que tinha vivido até então na França. Era uma sociedade nova, cheia de costumes dife-rentes, com um jeito próprio de encarar a vida. Quando percebi que estava ficando, decidi arranjar um trabalho. Mas o que eu podia fazer? Não tinha profissão definida. Então um amigo francês que morava no Rio de Janeiro me falou: “Por que você não vira modelo?”. “Modelo, eu? Eu nem me olho no espelho!”. Mas percebi que podia ser uma boa, porque eu não precisaria falar – afinal, falava português mal pra danar. Enfim, era um jeito de me alimentar até aprender a língua e, aí sim, buscar outra profissão. Só que gostei, e

estilo

É com esse Fusca 62 , que desde 2004, Olivier percorre quilômetros Brasil adentro em busca de histórias e receitas para o seu programa, o Programa do Olivier. Um programa transmitido pela internet, que busca entender e ao mesmo tempo divulgar o Brasil, sua gente e sua cultura.

acabei me tornando um modelo realmente profissional. JD | A paixão pela comida sempre esteve em você? OA | É uma filosofia de família, que vem do lado do meu pai. Mas até a minha geração, ninguém havia se envolvido profissionalmente com culinária. Porém, sempre houve isso que chamo de filosofia, que é a busca de prazer, de emoções através do momento da refeição, de proporcionar prazer aos outros. Não estudei para isso. Não fiz absolutamente nenhum “investimento de sofrimento”, que é algo que você faz para adquirir um conhecimento, uma ciência. Culinária para mim sempre foi uma coisa ligada à emoção, o que, de certa forma, tento repassar aos outros, principalmente através do meu trabalho televisivo. JD | De modelo bem sucedido para cozinheiro. Como aconteceu essa mudança? OA | Em meados dos anos 80, já fazia parte dos top 10 modelos masculinos do mundo, uma carreira bem sucedida e essa carreira me levou de volta para a Europa. Após a morte de meu pai, senti a necessidade de dar uma reviravolta em minha vida, e foi aí que decidi me

dedicar para a culinária, e o lugar escolhido para seu primeiro restaurante foi o Bra-sil, no paraíso cearense de Jericoacoara. Ele funcionou de 1990 a 1992. Depois veio o Malaica, em Florianópolis, até 1995. Aí abri a minha primeira padaria. A panificação era a bandeira profissional da família da minha mãe. Tanto é que minha mãe é padeira até hoje na Austrália. JD | Como você define gastronomia? OA | Resumindo em poucas palavras, gastronomia é a Fórmula 1 da culinária. A culinária é a cozinha de casa, a cozinha da gente, o que está próximo das pessoas. A gastronomia é o aperfeiçoamento da culinária em um altíssimo nível técnico, executada por verdadeiros profissionais, que são os chefs. Eu nunca me coloco como chef. Eu não faço gastronomia, é um outro mundo que não me pertence. O que faço é culinária. Eu faço cozinha de casa. Comparando, a culinária é um fusca; a gastronomia, uma Ferrari. JD | Qual foi a última maravilha gastronômica que você provou? OA | Em Belém descobri o mais brasileiro de todos os pratos e me esbaldei com a fartura de produtos naturais que a cidade oferece. Tudo muito fresco, é claro, e o prato que me surpreendeu foi o Tacacá, um caldo à base de tucupi (sumo de mandioca brava fermentada), goma (amido da mandioca), jambu (uma planta da região) e camarão seco. Para mim, além de uma delícia, o Tacacá é uma síntese gastronômica do Brasil, pois combina influências indígenas, negras e portuguesas.

JD | Para você, qual o prato que lhe encanta no Rio Grande do Sul? OA | Sem dúvida o galeto, o qual tive a oportunidade de acompanhar o belíssimo preparo, com muito tempero e carinho, juntamente com meu amigo Paulo Geremia, na Casa Di Paolo que, inclusive, foi tema do programa que apresento e dirijo desde 1998, na GNT. JD | Hoje dá para definir a sua culinária mais como brasileira do que francesa? OA | Não. A minha culinária nunca teve a pretensão de ser brasileira, assim como nunca teve a pretensão de ser francesa. Ela é de casa. Ela é de qualquer casa. De certa forma, é isso que tento passar quando faço as minhas receitas na televisão. Afinal, os ingredientes que temos numa geladeira brasileira são essencialmente os mesmos de uma cozinha qualquer do mundo. Manteiga é manteiga, ovo é ovo, carne é carne, salada é salada, cebola é cebola. Vai ter arroz, vai ter feijão – talvez não seja da mesma cor, mas terá feijão também. Então o que faz a diferença é a maneira de se preparar, de se relacionar com esses ingredientes. JD | Qual seu prato predileto? OA | O tradicional e universal bife com batata-frita. JD | Qual é o ingrediente que não pode faltar em sua casa? OA | Música. JD | Depois do prazer de cozinhar, qual seu maior prazer? OA | Fotografar.

Jornal Design | Serra 37


Fotos Divulgação

Galeto na Brasa Di Paolo

Ingredientes 6 kg de galeto ; 1 punhado cheio de sálvia; ½ punhado de manjerona; ½ punhado de salsa; 1 cebola média; 100g de sal; 2 dentes de alho; Orégano (a gosto); Pimenta branca (a gosto); 1 copo de vinho branco; 100 ml cerveja ; 100 ml de azeite;

Preparo Pique a sálvia, a manjerona, a cebola e a salsa. Misture os temperos, adicionando o sal, o alho, o orégano e a pimenta. Divida o galeto no meio tirando a espinha dorsal e lave em água corrente para, em seguida, cortá-lo em pedaços. Em um recipiente, faça camadas de galeto, temperos verdes, sal e cerveja. Deixe marinando por, no mínimo, 12 horas. Depois de marinar, regue o galeto com o vinho branco, espete e asse na brasa por aproximadamente 30 minutos. Serve 10 pessoas;

As casas Di Paolo são famosas por seu galeto assado na brasa de carvão, que crocante por fora e suculento por dentro. O prato é considerado o melhor do Brasil pelo Guia Quatro Rodas há 11 anos consecutivos e foi tema do último programa de fim de ano do cozinheiro francês Olivier Anquier, na GNT.

38 Jornal Design | Serra

estilo


Cervejas de Inverno No Basilico Casa Gourmet você encontra mais de 200 rótulos de cervejas. Com a chegada do frio, que tal experimentar as chamadas “cervejas de inverno”? Seja apenas para degustar ou para acompanhar pratos típicos do inverno, atualmente existe no mercado uma grande variedade de cervejas para serem experimentadas nesta estação. Os estilos mais alcóolicos e encorpados, por possuírem uma maior complexidade de aromas e sabores, são os mais recomendados, já que o álcool ajuda na sensação de aquecimento do corpo. Estilos como Bock, Weizenbock, Dunkel, Porter, Stout, Dubbel, Tripel, Schwarzbier e India Pale Ale são ideais para serem apreciados nos dias de temperatura mais baixa. Vale lembrar que os principais países produtores de cerveja são localizados em regiões frias. Realizamos eventos de harmonização de cerveja em nosso espaço gourmet e sempre passamos a dica aos participantes que, primeiramente degustem a cerveja com o paladar limpo, para sentir melhor suas características e, após provar o prato e ingerí-la novamente para ver como ficou. Abaixo, sugestões de cervejas para voce degustar neste inverno: Colorado Demoiselle: esta Porter de Ribeirão Preto leva café em sua formulação e é considerada uma das melhores cervejas do mundo. Ela combina com carnes assadas, feijoada e também com tiramissú e fondue de chocolate (não muito doce). La Trappe Bock: esta cerveja trapista é produzida sazonalmente com maltes tostados, apresentando bom amargor e sabor de chocolate. Tem 7% de álcool e combina com carnes, pratos alemães e doces. Kostritzer Schwarzbier: ela é a cerveja preta mais antiga do mundo e a mais vendida na Alemanha. A produção desta cerveja é baseada no tipo Pilsen, mas utiliza malte torrado. É uma cerveja com amargor equilibrado e um corpo marcante. Possui boa espuma, e seu gosto lembra café. Chimay Tripel: fabricada na Bélgica, na Abadia de Scourmont, é uma cerveja trapista de aparência âmbar-alaranjada com boa formação de creme bege denso e duradouro. Aromas e sabores cítricos e frutados. Álcool bastante perceptível. Brooklyn India Pale Ale: coloração âmbar, translúcida, com espuma bege volumosa no início e de média duração. Final seco e amargo, que convida ao novo gole. Ela é bem lupulada, sem, todavia, ser agressiva. Excelente cerveja. Ótimo custo-benefício. Aguardamos sua visita! Basilico Casa Gourmet Ramiro Barcelos, 324 Centro Bento Gonçalves - 54-3701-0240

estilo

Fotos Divulgação

Jornal Design | Serra 39


Meu roteiro de viagem Malta

por Maura Ambrosi

Maura Ambrosi, sócia proprietária da loja Soniane Decorações, tem 25 anos e há alguns meses viajou para Malta, ilha localizada no centro do Mediterrâneo, com o objetivo de aperfeiçoar seu inglês e lá permaneceu por 30 dias onde se dedicava aos estudos pela manhã, tendo as tardes, noites e finais de semana livres. Malta faz parte de um conjunto de ilhas, entre elas Comino(famosa ilha onde está localizada a praia da Lagoa Azul) e Gozo. O povo Maltês é dos mais antigos povos católicos, fortemente influenciada pelo calendário religioso, local onde tem cerca de 365 igrejas e sua arquitetura é medieval, com igrejas e palácios barrocos. A linguagem oficial é o maltês e inglês, mas o italiano também é muito falado já que a ilha fica próxima a Sicília, na Itália. Em relação à gastronomia, não há nada típico, pois tem muita influência dos italianos, mas sua carne nacional é o coelho. No que diz respeito à economia, Malta é muito conhecida pela pedra calcária, turismo, indústrias têxteis, e diversas escolas de inglês. Com aproximadamente 40 cidades, cada uma com seus atrativos, podemos citar, Sliema que possui o maior shopping da ilha, está concentrada a maior parte das lojas e a maioria das escolas, inclusive a que eu estudei, a IELS e o hotel dos estudantes que fiquei hospedada o Day´s Inn que fica a três quadras da escola. Valletta é a capital de Malta, onde existe um estilo único e medieval. Palácios, jardins, catedrais, edifícios históricos, sem contar a vista para o Mediterrâneo. Para quem visitar Mdina, cidade construída entre muros, não deve deixar de comer o famoso bolo de chocolate no restaurante Fontanella, onde também pode ser vista umas das mais lindas vistas da ilha. Paceville é a cidade dos bares e baladas, todas elas com entrada free podendo entrar e sair a qualquer momento, se o lugar não esta bom é só partir para outro, mas a principal deles é a Footloose, que serve os famosos jarrões de vodka com energético bebidos com canudo, e nos sábados o DJ é brasileiro. St. Julians, apesar de ter começado a vida como pequeno porto de pesca com base em baías Spínola e Balluta, agora é um grande centro residencial e turístico, com muitos restaurantes e lar de alguns dos hotéis mais recentes de Malta. A pitoresca Baía de Spínola ainda é usada por pescadores cujos barcos tradicionais estão alojados logo abaixo dos restaurantes. A Baía é particularmente atraente à noite, como um local para refeições ao ar livre. Fotos Arquivo Pessoal

#ficaadica Um grande ponto turístico é a Popeye Village onde tem shows, restaurantes, atividades, e o set das filmagens. Para ir a Ilha de Gozo, onde tem a Blue Windows, é preciso pegar uma balsa onde leva mais ou menos uma hora pra chegar a outra ilha. Em Comino temos a Blue Lagoon também um ponto turístico muito interessante. Malta, não existe nada no mundo que eu possa descrever essa ilha louca!

40 Jornal Design | Serra

estilo


Foto Divulgação

Inez, Nice, Daiane, Cris, Alda, Emi e Camila, equipe Porta Azul

A Porta Azul recepcionou convidados em um coquetel exclusivo para comemorar os seus 29 anos. Também foram apresentadas a nova marca e a nova identidade visual da loja, que agora tem como assinatura sua principal característica: o Fashion Design. Segundo Inez Arioli, sócia-proprietária, o evento foi um sucesso e contou com a presença de amigos, parceiros e clientes.

Fotos Sílvia Tonon

Cassiano e Vanise De Paris paparicando a bela top Marília

As amigas de POA Helena Gonçalves e Helena Weiler sempre prestigiando a Inez Arioli

Camila e Márcio Arioli

Cris Romagna e Eliane Zanluchi

verticecom.com.br

www.perlare.com

estilo

Jornal Design | Serra 41


Juliana Nilsson | Novalle Eventos, o estilista Ricardo Rambo, Lisiane Vebber | Eccentric Shoes , Cris Guerra e Morgana Megiolaro | Jardim Brasil, parceiros na “tarde com Cris Guerra”

Vilma De Toni Cusin, Leonides Cusin e Maristela Cusin Longhi

Neusa Zoldan Spagnol e Lilian Caron prestigiando o evento Eles na Passarela

Juliana Nilsson e Caroline Cusin

O prefeito Roberto Lunelli prestigiando Wagner Meneguzzi, com Arthur Burlin e Maria Dalcin

Deborah Villas-Bôas Dadald e Jovino Demari

42 Jornal Design | Serra

Leila Pompermayer e Silvia Tonon presentes na palestra de Cris Guerra

Alessandra Salton e seu lindo filhinho Marco Antônio Salton Magnaguagno

estilo


Astor Schmitt , Julia Dunia Tomé Schmitt, Daiane P. Argenta e Deunir Argenta

A gatinha Ellis comemorou 10 anos ao lado da dinda Sirley Fronza e Sergio Molter

Um giro pelos eventos da região Luiza Horn Iotti apresentando seu livro para a Confraria do Champanhe na Vinícola Luiz Argenta

Edegar Scortegagna, o reitor da UCS Isidoro Zorzi e o presidente da F.I.S.A.R. Internacional Rabachino Roberto também estiveram na Luiz Argenta

Irone Covolan e Maria do Rosário da Confraria do Champanhe da Serra Gaúcha

estilo

Luiz Rotta, Miguel Rotta, Taís Rotta, Luiz Damasio, Rejane Cobalchini, Luísa Damasio e João Rauber

Diego e Thiago Trevisan, da loja Todeschini Bento Gonçalves, prestigiando o evento no Mirante do Vale

Silvana DalleGrave, Karen Panizzon e Marli Trentin na belíssima paisagem da vinícola Luiz Argenta em evento da Confraria do Champanhe da Serra Gaúcha

Jornal Design | Serra 43


Edição 16  

Edição 16 - Jornal Design

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you