Page 1

Ano IV - Edição 44 - Fevereiro/2015


Capa Giovani Carlet, Janete Gregio e Rafael Fantin Looks: Cadoro e Couros do Valleh Locação: showroom Dell Anno Foto: Eduardo Benini

Conceito O ano começa com fôlego extra e muitos projetos profissionais para os três empreendedores que ilustram nossa capa e representam o tema central da edição: o equilíbrio entre o trabalho e o bem-estar. O home da Dell Anno, criado para um cliente contemporâneo e conectado ao design, completa essa produção moderna e despojada. 4 Jornal Design | Serra


Fotos Divulgação

Fotos Eduardo Benini

06

Corridas: tudo para você começar nesse esporte apaixonante

Foto Ana Carolina Azevedo

18

Como o coaching pode impulsionar sua carreira em 2015

20

As cores que vão pautar a moda e o mercado imobiliário

Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Administrativo: Rosângela Masutti Diagramação: Camila Cervieri Jornalista Responsável: Ana Carolina Azevedo | REG. 0017700/RS Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Caxias do Sul | Farroupilha | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo

36

Explore as sensações da Vindima 2015 Foto Arquivo Prefeitura

Expediente

Contato: 54 | 2621 3134 www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados. Jornal Design | Serra 5


Foto Ana Carolina Azevedo

Correndo pro abraço em 2015! Correr é apaixonante. Quem começa, em pouco tempo está envolvido até a cabeça, mas não se pode dar a volta ao mundo logo de cara – embora você tenha convicção de que poderia correr a São Silvestre de hoje para amanhã. Apesar da empolgação, o atleta iniciante precisa estar atento ao risco de overuse, ou sobrecarga, que é muito alto para quem exige excessivamente do corpo sem preparação prévia. O erro mais comum dos corredores de primeria viagem é ultrapassar os limites de esforço e levar o corpo a lesões na canela, joelho, quadril, tornozelo ou lombar. O educador físico Enos Lanfredi, da Phantom Academia, salienta que é justamente a intensidade do exercício que determina se o resultado será perda de peso ou ganho de resistência, por exemplo. Mas, antes de chegar a esses patamares, é preciso subir a escadinha que leva ao condicionamento físico, além de investir em um bom tênis e roupas adequadas. Se a intenção é participar de corridas longas e disputar provas, será preciso alcançar o máximo condicionamento físico. Embora óbvias, essas dicas são valiosas: o primeiro passo para quem nunca correu é caminhar. E, enquanto você vai aumentando pouco a pouco a distância e o ritmo da caminhada, é preciso consultar um médico e fazer uma bateria de exames. O

6 Jornal Design | Serra

acompanhamento de um educador físico é importante para a criação de uma planilha de treino que respeite o seu objetivo e limites. A planilha de treino, a propósito, é uma espécie de itinerário semanal ou quinzenal que o corredor segue para melhorar seu rendimento até atingir o objetivo proposto. “Alguns treinos têm base cardiorrespiratória, determinando uma corrida com baixa intensidade por longo período. Outros, vão preparar o corpo para tiros de velocidade e aclives, por exemplo”, enumera Enos. Sobre respirar Não confunda cansaço com dor. O corpo precisa sentir o esforço para gerar resultado, mas qualquer tipo de dor é sinal de alerta. Incômodo nos joelhos, coluna ou tornozelos indicam que é hora de parar e rever sua planilha de treinos. Da mesma forma, aquela dor abaixo das costelas não é normal e representa uma respiração feita incorretamente. Existem exercícios de respiração para corredores em estágio mais avançado, mas para principiantes já é uma grande conquista apenas respirar corretamente, puxando o ar pelo nariz e soltando pela boca. Se precisar do auxílio da boca para inspirar, é sinal de que a intensidade ultrapassou o seu limite.

Sobre descansar O overuse está ligado diretamente ao descanso. A pausa entre os treinos é altamente relevante para a evolução do corredor. É quando o organismo se recupera e se prepara para o próximo exercício. A recuperação do corpo ocorre principalmente durante o sono e a rotina do corredor também deve ser levada em conta. “Se a pessoa trabalha em pé ou carrega peso, precisará de um treinamento diferenciado e mais períodos de descanso. Da mesma forma, um profissional que precise de extrema concentração em seu trabalho precisa adequar até os horários de corrida para não prejudicar seu desempenho”, pontua Enos. Entenda os tipos de treino Treino Longo Pra que serve: melhora a capacidade cardiovascular. Como funciona: intensidade moderada e volume alto. Nesse treino, deve-se correr de 30% a 50% além da distância da prova pretendida. Ou seja, se você vai competir 5 km, nesse treino precisará percorrer de 6,5 a 7,5 km com intensidade de 60 a 80% da Frequência Cardíaca Máxima (FC Máxima). Para quem está iniciando um programa de treinos, é aceita uma caminhada no meio da sessão.

vida


Treino regenerativo Pra que serve: recupera o organismo para um próximo estimulo forte. Como funciona: intensidade baixa e volume moderado a baixo. Apesar de ser um treino mais “leve”, não deve ser menosprezado. O volume de treino é de 25 a 50% menor que o volume total da prova. A intensidade do treino é de 60 a 70% da FC Máxima. Treino intervalado Pra que serve: prepara o atleta para um final de pro-

va mais intenso. Como funciona: intensidade muito alta e volume baixo. Esse treinamento é constituído por períodos de estímulos e recuperação, que são determinados para aumentar a resistência anaeróbia, com intensidades bem acima das praticadas em uma prova de corrida. O volume de trabalho vai variar de 200, 400, 800 a 1000 metros, e o número de estímulos e intervalos de recuperação depende do período de treinamento em que o atleta se encontra. A intensidade do treino é mais de 90% da FC Máxima. Treino de ritmo Pra que serve: encontrar sua velocidade de trabalho ou o seu ritmo de prova. Como funciona: Intensidade alta e volume moderado. O volume de trabalho vai de 30 a 40% a menos que a distância da prova alvo. A intensidade do treino é de 85% a 90% da FC Máxima.

Foto Divulgação

Treino de estabilidade Pra que serve: adapta o atleta a correr no ritmo de prova com maior eficiência mecânica e metabólica. Como funciona: a intensidade varia de moderada alta a alta e o volume é moderado. Neste tipo de treino, corre-se de 65% a 70% do volume total da prova. A intensidade do treino é de 80% a 85% da FC Máxima.

Calendário de corridas no estado Fevereiro 07/02 | Circuito Sesc | Atlântida Sul 07/02 | Night Run | Xangri-Lá 08/02 |Maratona do vinho | Vale dos Vinhedos 08/02 | Meia Maratona da Guarda Municipal | Pelotas 14/02 | 11ª Ultramaratona de 6h da UFSM 21/02 | Summer Night Run | Capão da Canoa 22/02 | Circuito Brisa, etapa Vindima | Flores da Cunha Março 01/03 | 4ª Rústica de Verão | Nova Petrópolis 07/03 | Magical Fit Run Corpa | Porto Alegre 08/03 | Corrida da Mulher AVEGA | Porto Alegre 08/03 | Circuito das estações, outono| Porto Alegre 08/03 | Corrida Só Elas | Estrela 14/03 | Cyrela Night Run | Porto Alegre 15/03 | XXII Supermaratona Cidade do Rio Grande 15/03 | 1ª Corrida da Mulher Jornal Sprint Final | Porto Alegre 21/03 | Trilhas e Montanhas, etapa Serra dos Vales | Sério 22/03 | Circuito Brisa, etapa Colonial | Nova Pádua 22/03 | Volta ao Lago Negro | Gramado 22/03 | Corrida de Aniversário de Porto Alegre 22/03 | Track & Field | Moinhos Porto Alegre 29/03 | Circuito Santa Cruz, 1ª etapa | Parque da Oktoberfest 29/03 | Circuito Sesc | Caxias do Sul 29/03 | Circuito Running City 1ª Etapa | Porto Alegre Abril 11/04 | Night Run etapa Fogo | Porto Alegre 12/04 | Circuito Sesc | Camaquã 12/04 | 6ª Corrida de São Jorge | Porto Alegre 12/04 | Day Run Femaçã | Lajeadinho /Veranópolis 19/04 |3ª Rústica Três Coroas 25/04 | NaTTrilha | Porto Alegre 26/04 | Meia Maratona Cidade do Doce | Pelotas 27/04 | Meia Maratona de Porto Alegre

Maio 01/05 | Corrida do Trabalhador | Porto Alegre 02 e 03/05 |Ultramaratrona de Santa Maria 03/05 | Corrida Festimalha| Nova Petrópolis 16/05 | Trilhas e Montanhas, etapa Salto Ventoso | Farroupilha 17/05 | Circuito Brisa, etapa Fiori | Vila Flores 17/05 | Circuito Sesc | Rio Grande 17/05 | Poa Day Run Etapa 1 | Porto Alegre 23/05 |Winerun| Garibaldi/Bento Gonçalves 24/05 | Circuito Santa Cruz, 2ª etapa | Estação Férrea 24/05 | 2ª Corrida Aniversário de Cachoeirinha 27/05 | Circuito Sesc, etapa noturna | Porto Alegre Junho 07/06 | 1ª Corrida Lions Clube Igrejinha 14/06 | Maratona de Porto Alegre 28/06 | Circuito das estações, inverno | Porto Alegre 28/06 | Circuito Sesc | São Leopoldo 28/06 | Circuito Running City 2ª Etapa | Porto Alegre Julho 04/07 | Trilhas e Montanhas, etapa Borússia | Osório 12/07 | Circuito Sesc | Santa Maria 18/07 | NaTTrilha | Gramado 19/07 | 1ª Kids Run Porto Alegre 26/07 | Meia Maratona Mizuno | Porto Alegre Agosto 02/08 | Corrida Esperança | Porto Alegre 09/08 | PoA Day Run Etapa 2 | Porto Alegre 09/08 | 2ª Corrida Indígena | Porto Alegre 16/08 | Circuito Sesc | Santana do Livramento 16/08 | Corrida Sogipa | Porto Alegre 23/08 | Circuito Sesc | Ijuí 23/08 | Circuito das estações, primavera | Porto Alegre 23/08 | 2ª Corrida com obstáculos Leão da Serra | São Leopoldo 29/08 | Circuito Brisa, etapa noturna | Flores da Cunha 30/08 | Circuito Santa Cruz, 3ª etapa 30/08 | Circuito Caixa | Porto Alegre

Setembro 05/09 | Trilhas e Montanhas, etapa das Laranjeiras | Três Coroas 05 e 06/09 | 2° RunningCamp Serra Gaúcha, corrida de dois dias com acampamento | Três Coroas 13/09 | Circuito Sesc | Pelotas 13/09 | Track & Field Iguatemi | Porto Alegre 20/09 | 1ª Corrida Farroupilha Jornal Sprint Final | Porto Alegre 26/09 | Cyrella Night Run | Porto Alegre 27/09 | Circuito Sesc | Torres Outubro 10/10 | 3ª OktoberRun | Santa Cruz do Sul 12/10 | PoA Kids Run | Porto Alegre 18/10 | Circuito Sesc | Gramado 24/10 | Sparkling Night Run | Bento Gonçalves 25/10 | Circuito Brisa, etapa Rural | Criúva 25/10 | Let´s Run | Porto Alegre 31/10 | Trilhas e Montanhas, etapa noturna das Bruxas | Sertão Santana Novembro 05/11 | Cross Country AVEGA | Viamão 08/11 | Let´s Run | Porto Alegre 08/11 | Circuito Running City Etapa Cross | Porto Alegre 08/11 | Circuito Sesc | Santa Cruz do Sul 14/11 | Rústica da Redenção AVEGA | Porto Alegre 15/11 | Corrida pela Vida | Porto Alegre 20/11 | 1ª Corrida Consciência Negra | Porto Alegre 22/11 | Circuito Brisa, etapa Urbana | Farroupilha 22/11 | PoA Day Run Etapa 3 | Porto Alegre Dezembro 06/12 | Corrida do Grêmio | Porto Alegre 06/12 | Circuito Sesc, etapa final | Porto Alegre 20/12 | Circuito das estações, verão | Porto Alegre 20/12 | 3ª Corrida de Natal | Porto Alegre 31/12 | 2ª São Silvestre | Porto Alegre 31/12 | São Silvestre | Carlos Barbosa

* Calendário sujeito a alterações. Consulte os sites das provas para informações sobre modalidades e inscrições.

vida

Jornal Design | Serra 7


Foto Divulgação

O saudável vício da corrida por Sinara Gnoatto | Profissional de Educação Física - CREF 003574-G/RS Correr não é novidade para ninguém! É uma atividade natural do ser humano que existe há séculos. Uma simples pesquisa sobre nossos ancestrais que caminhavam e corriam para sobreviver sustentará essa afirmação. Recentemente, a corrida se tornou o esporte preferido entre pessoas das mais variadas origens, profissões e tipos físicos. Não importa se é uma corrida descomprometida, somente pelo prazer, ou se é uma prática esportiva profissional que visa resultados e premiações. O importante é correr para se sentir bem. Aliás, as pessoas estão correndo pelos mais variados objetivos: perder peso, melhorar o condicionamento, melhorar o bem-estar, reduzir o estresse, compartilhar atividades com outras pessoas ou, ainda, deliciar-se com um dos mais eficientes combustíveis do ser humano: a competição. A preocupação que traz essa onda de novos corredores, que se aventuram em ruas, parques e avenidas, é a falta de preparo para encarar esse novo desafio. A facilidade da oferta leva aspirantes a negligenciarem passos importantes referentes aos cuidados com o corpo. Algumas breves, mas importantes sugestões podem ajudar a iniciar o positivo “vício” da corrida evitando respostas negativas do corpo: 1. Qualquer pessoa com pressão alta, sobrepeso ou histórico familiar de doença coronária deve consultar um médico antes de começar qualquer atividade física extenuante. A consulta é válida para qualquer pessoa, mas, sobretudo, para os que se enquadram nos fatores de risco citados acima. 2. Trace um objetivo a longo e curto prazo. Ex: a longo prazo, desejo correr 30 minutos ininterruptamente;

8 Jornal Design | Serra

a curto prazo (hoje) desejo terminar minha caminhada de 30 minutos com sensação de bem-estar. 3. Comece andando normalmente para se sentir confortável e realizar seu objetivo diário até o final. Quando a caminhada em ritmo normal estiver fácil acelere o passo aumentando a velocidade. Quando a caminhada estiver fácil, chegou a hora de um novo objetivo. 4. Comece a inserir leves corridas (trote) entre as caminhadas. Uma boa alternativa é a cada cinco minutos de caminhada vigorosa correr um minuto em ritmo de trote. Com o passar dos treinos, um minuto será muito fácil, e será a hora de aumentar o tempo de corrida gradativamente. Se você começar lentamente, aumentando aos poucos o esforço, e descansar adequadamente durante o processo de treinamento, poderá melhorar sua condição rapidamente sem grandes riscos de sentir dor ou sofrer lesões. Porém, é fato que correr vicia! Ao realizar diariamente a dose do exercício aeróbio, com a circulação aumentada e a estimulação dos capilares, o corredor se sente bem demais para parar. Mas o que fazer quando surge uma lesão que impede o corredor de praticar seu esporte? A primeira providência é entender se a dor é decorrente de lesão ou se é aquela famosa “dor muscular”, que nada mais é do que a sensação de fadiga resultante de treinos intensos, muitas vezes sequenciais e sem o descanso necessário. A dor é uma forma de o corpo dizer que algo merece maior atenção. Caso a dor indique lesão, é fundamental suspender os treinos e procurar um médico (se possível ortopedista) para re-

solver logo o problema. Também é importante evitar o uso de expediente artificial, como remédio, por exemplo, para amenizar a dor e continuar correndo. Medidas como essas só tendem a agravar situações que poderiam ser facilmente revertidas com a ajuda de um bom profissional da saúde. Outra forma muito eficiente de evitar lesões e deixar o corpo preparado para a corrida é a prática regular do reforço muscular voltado para a corrida, que pode ser facilmente obtido numa sala de musculação. Sabe-se que as partes do corpo mais sensíveis de um corredor são os joelhos, tendões do calcâneo (conhecido com tendão de Aquiles), calcanhar, músculos que envolvem os tornozelos e ossos em geral. Com a preparação física adequada é possível progredir no esporte predileto com toda segurança e melhorando ao máximo o desempenho. Venha nos procurar! A equipe Phantom possui profissionais de Educação Física preparados para recebê-lo, orientá-lo e cuidar de seu corpo com a dedicação e o carinho que ele merece. Estabeleça seu objetivo, trace sua meta. Nós ajudamos a chegar lá!

Consulte nossa grade de horários Contato: 54 | 3055.4491 www.phantomacademia.com.br

vida


A importância da nutrição para corredores Há cada vez mais praticantes de corrida e o alto rendimento está ligado à alimentação diária desse atleta, além de sua capacidade cardiorrespiratória. A alimentação deve ser equilibrada, com carboidrato, proteína, gordura, vitaminas e minerais, como em qualquer outro esporte. Entretanto, existem alimentos que são prioridade nessa categoria, como explica a nutricionista esportiva Fernanda Godoy Farto. As dicas são valiosas, mas, para ter um projeto alimentar que corresponda aos objetivos e particularidades de cada praticante, o ideal é procurar um Nutricionista Esportivo.

Fotos Ana Carolina Azevedo

Carboidratos complexos: são os responsáveis pelo armazenamento do glicogênio muscular (é o sistema que fornece energia instantânea) que será usado durante a corrida. O tipo do carboidrato é de suma importância para evitar a perda de rendimento, principalmente relacionado ao hormônio insulina, que, em níveis baixos, pode levar à fraqueza e até desmaios. Para evitar isso, o ideal é manter os níveis de insulina estáveis durante todo o percurso da corrida. Quem fornece esse equilíbrio são os carbos complexos, ou seja batata doce, cereais, pão e massas integrais. Se o treino ou competição levar mais de 60 minutos, é necessária a ingestão de mais carboidrato. Nesse caso, o ideal é usar suplementos repositores de energia à base de carboidrato no formato de gel ou bebida.

Proteínas magras: elas são as construtoras dos músculos. São essenciais para o ganho, explosão e recuperação muscular. São compostas por AA (aminoácidos) e creatina. Os alimentos que fornecem proteínas magras são frango, peixe, carne vermelha, ovos, leite e laticínios. Para uma melhor performance, digestão e absorção, os suplementos à base de proteínas são muito úteis e práticos como whey, ou módulos isolados de albumina, creatina, aminoácidos, glutamina, caseína e BCAA.

Centro Profissional Serrano, José Mário Mônaco, 227 sala 1004 Contato: 54 | 2621.5738 fernanda_godoy@terra.com.br

vida

Hidratação: se não for um atleta que possui apoio para realizar o treino, hidratar-se pode ser complicado, pelo fato de não carregar uma garrafa de água. Então, o correto é hidratar-se antes e após o treino apenas com água. Se o treino for além de 60 minutos, é necessário usar um repositor isotônico, que repõe água e os sais minerais perdidos pelo suor. Além disso, essas bebidas têm o PH bem próximo ao do corpo humano, aumentando a velocidade de absorção pelo organismo.

Ômega 3: há muitos estudos falando sobre o Ômega 3 e os resultados são sempre positivos. É bom para os olhos, para a memória, para emagrecimento, controle de colesterol, anti-inflamatório e tantos outros benefícios. Na corrida, ele protege os músculos e melhora a performance do treino. Sua ação anti-inflamatória equilibra os processos oxidativos no corpo. Graças a isso, as fibras musculares sofrem menos estresse e, portanto, ficam mais íntegras, o que pode proporcionar mais benefícios no treinamento físico, já que, com o músculo mais protegido, a pessoa suporta mais os estímulos do treino. Como o Ômega 3 é um ácido graxo essencial, ou seja, não pode ser gerado pelo organismo, ele deve ser incorporado à dieta a partir de alimentos fontes do nutriente, como os peixes gordurosos, representados pela cavala, sardinha, salmão, truta, entre outros. Como o acesso a esses peixes não é fácil em nossa região, a indústria apresenta uma versão dessa gordura no formato de cápsulas que garantem a ingestão correta desse nutriente.

Vitamina C: é de extrema importância, porque o sol e o treino intenso aumentam a produção de radicais livres, que causam o envelhecimento precoce da pele, dores e até lesões musculares. Existem muitas fontes através da alimentação, como as frutas cítricas, mas indica-se aos corredores assíduos um suplemento para ter certeza da ingestão diária. Com o uso, evita-se também o famoso resfriado do atleta, dores e inflamação em tendões, cartilagens, articulações e ligamentos, já que ela auxilia na absorção do colágeno.

Suplementos Alimentares, Artigos Esportivos e Roupas Fitness Av. Assis Brasil, 310 | Bento Gonçalves Fone: 54 | 3055.2620

Jornal Design | Serra 9


Foto Divulgação

10 dicas que podem ajudar na transição de volta às aulas:

Ansiedade de separação na volta às aulas: e agora, o que fazer? Marli L.Trevisan Gasperin | Psicóloga, terapeuta de casal e família Márcia Anita R. Marini | Pedagoga/psicopedagoga As férias escolares estão chegando ao seu final e, aos poucos, é hora de se despedir dos dias de descontração e de folga e se preparar para a volta às aulas. Essa é uma fase muito importante na vida das crianças e, com ela, inicia-se um processo de saída do aconchego para se criar uma nova rotina. Muitas crianças já estão ansiosas por esse momento de rever os colegas, conhecer novos amigos, escolher seu novo lugar para sentar, onde será sua sala de aula e quem será sua nova professora! Por outro lado, outras crianças ainda não querem sequer falar sobre a nova etapa que logo iniciará, apresentando ansiedade, dor de barriga, resistência em tocar no assunto e até mesmo choro. Os pais, muitas vezes, não conseguem esconder suas preocupações, mesmo tendo consciência da importância que a escola tem para seu filho, do quanto é benéfica a socialização com o grupo e de que isso faz parte do desenvolvimento infantil. É um momento de muita apreensão e traz para esse lar a chamada ansiedade de separação, que acompanha questionamentos relacionados à adaptação. O ser humano começa a ter sentimento de ansiedade ainda quando bebê e a individualidade leva anos para se formar. Depois de acreditar que é a mesma coisa que a mãe, por volta do seis a nove meses, o bebê não só passa a ver a diferença como também entende

10 Jornal Design | Serra

CRP 07/07155

que pode ser deixado sozinho. É nessa fase que se inicia um medo de abandono conhecido como ansiedade de separação, algo que pode durar até os dois anos. É isso o que acontece na volta às aulas. A criança começa reviver esse tipo de ansiedade, principalmente quando está indo pela primeira vez à escola, mas também quando tem que enfrentar uma nova turma, novos colegas, uma nova professora. O ingresso na escola pode ser doloroso, mas é um grande aprendizado para todos. Depois de passar meses ou mesmo anos se dedicando exclusivamente ao bem-estar do seu filho, é natural que se distanciar dele, ainda que temporariamente, provoque dor. Pensar que ele vai sobreviver sem seu olhar atento parece pouco provável. Para os pequenos, a separação deve ser gradativa. Pode ser que um dos pais tenha que ficar um tempo na escola até a criança se adaptar. As combinações da hora de busca devem ser cumpridas à risca, pois a fantasia do abandono para quem está esperando é grande. É importante entender que a escola escolhida estará preparada para acolher a criança e auxiliar a família no início do processo. Essa parceria entre família e escola com certeza é um meio facilitador para que a vida escolar de seu filho seja vivenciada com maior tranquilidade. Ou seja: pais tranquilos transmitem segurança aos filhos e facilitam o processo da volta.

1 - A mudança deve ser gradual e a separação deve ser gradativa; 2 - Inicie colocando seu filho mais cedo na cama e o acordando mais cedo. Dessa forma, você já estará aproximando sua nova rotina tanto de sono como de suas refeições; 3 - É hora de preparar os materiais? Ótimo! Inclua seus filhos na tarefa de organizar uniformes, comprar materiais, identificá-los, organizar estojos, mochila e lancheira; 4 - Passe segurança e tranquilidade. Converse sobre o quanto será legal rever antigos colegas e conhecer novos amigos e professores; as coisas novas que aprenderá e que depois contará para sua família; 5 - Naturalidade: A ida à escola deve ser vista como qualquer outra situação normal, natural e esperada; 6- Chegou o grande dia e, talvez, venha acompanhado pelo choro! Leve seu filho até a sala de aula, procurando não levá-lo no colo e sim lhe dando a mão. Ao entregá-lo à professora, seja firme, dê um beijo e diga que irá buscá-lo no horário combinado. Lembre-o que a professora estará lá para ajudá-lo no que for preciso e que poderá contar sempre com ela; 7 - O controle da ansiedade dos pais ajuda bastante. Mostrar lágrimas ao deixar o filho na porta da escola sinaliza que algo doloroso está para acontecer. Seja paciente e demonstre tranquilidade; 8 - No final da tarde, quando for buscá-lo, seja curioso e pergunte sobre o dia dele; 9 - Essas pequenas mudanças permitirão que seu filho adquira confiança e independência; 10 - A ansiedade de separação é normal. Porém, caso se torne tão forte que a criança não consiga fazer nada sem os pais por perto, ou se torne inconsolável por muito tempo, procure ajuda de um profissional.

Rua Garibaldi, 314 | Bairro São Francisco Contato: 54 | 3451.1148 Marli: 8134.1312 / Márcia: 9176.7862

vida


Como usar a mochila escolar? por Juliana Saccol Martins | Fisioterapeuta Novidades para 2015

A mochila é um objeto escolar essencial para transportar o material didático necessário às atividades escolares e geralmente a escolha é pautada em aspectos estéticos e não técnicos. A maioria das crianças e adolescentes utiliza a mochila com excesso de peso e de forma inapropriada. A mochila com carga excessiva pode gerar deformidades nas articulações ou causar comprometimentos ósseos antes da maturidade esquelética. Conforme os achados na literatura, pode provocar pequenos desequilíbrios musculares e aparecimento de dor, o que obriga o corpo a realizar compensações corporais visíveis, como modificações na posição da cabeça, tronco e membros. Outra consequência pode estar relacionada a alterações na forma de caminhar, causando sobrecarga nas articulações dos membros inferiores. O ideal é que o peso da mochila não ultrapasse 10% do peso corporal da criança. Portanto, para uma criança que pesa 30 Kg, a mochila deve ter no máximo 3 kg. As alças devem ser acolchoadas e curtas para não deixar a mochila caída abaixo da cintura, o que acarreta aumento da sobrecarga sobre a coluna vertebral. Muitos pais pensam que a melhor opção para seu filho é uma mochila de rodinhas. Porém, essa também pode trazer prejuízos e deve obedecer a regra de limite de peso. Dicas para a utilização da mochila: - Levar para a escola somente itens necessários; - Substituir cadernos de várias matérias por cader-

vida

nos individuais; - Para levantar a mochila do chão, dobrar os joelhos, em vez de inclinar o corpo para frente; - Prender a mochila com o cinto na região da cintura para que ela fique firme; - Distribuir bem o peso dos materiais dentro da mochila; - Nunca carregar a mochila sobre um único ombro; - A mochila vazia deve pesar no máximo 0,5Kg. Lembre-se: É importante ter cuidado com posturas incorretas na escola e em casa quando estiver assistindo televisão, utilizando computador e jogando videogame. Sempre estimule a criança a realizar atividade física e brincadeiras ao ar livre.

Fotos Divulgação

- Orientação Vocacional; - Grupo de Reeducação Alimentar; - Grupo de Treinamento de Habilidades Sociais (versão adulto e infantil); - Grupo Trabalhando a Ansiedade (versão adulto e infantil); - Grupo de Estimulação da Linguagem e Audição ; - Grupo de Gestantes ; - Grupo Intervenção Precoce para bebês; - Oficina de Férias Julho; E muito mais...

Linguagem e aprendizagem O desenvolvimento adequado da linguagem é um dos fatores fundamentais para que o desenvolvimento infantil ocorra de forma harmônica em todas as esferas, seja do ponto de vista social, relacional ou na aprendizagem formal. Portanto, há uma relação direta da linguagem com a aprendizagem da leitura e da escrita. É importante uma avaliação fonoaudiológica detalhada no início do ano letivo. É rápida, indolor e pode prevenir dificuldades futuras para seu filho. Renata Veronese Fonoaudióloga infantil

Jornal Design | Serra 11


Foto Divulgação

Por que prestar os exames Cambridge English? A Actúa Idiomas explica para você

Variedade de exames para diferentes níveis e necessidades, de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR)

Estudar inglês desenvolve habilidades como compreender textos escritos, escrever, falar e compreender o que se escuta. Isso deve ocorrer em qualquer nível de aprendizagem do idioma, respeitando, obviamente, as limitações de cada nível. Em determinados momentos da aprendizagem ou quando o aluno necessita comprovar sua proficiência, é indicado prestar os exames Cambridge English, que avaliam e atestam o desempenho em situações reais de comunicação levando em conta as quatro habilidades mencionadas. Todos os anos, mais de 3,3 milhões de pessoas prestam esses exames em mais de 130 países. Eles abrangem diferentes níveis de conhecimento de inglês, diversas faixas etárias e estão alinhados ao Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (CEFR), elaborado pela ALTE (Associação de Instituições Examinadoras de Idiomas da Europa), da qual Cambridge

12 Jornal Design | Serra

ESOL é um dos membros fundadores. Além de exames para adolescentes, jovens e adultos, há exames destinados para alunos de sete a 12 anos, em que o principal objetivo é incentivar o estudo do Inglês. Ao prestar o Cambridge English, todos os candidatos recebem um certificado indicando o desempenho obtido em cada parte do exame. São três níveis: Starters (antes do nível A1); Movers (nível A!) e Flyers (nível A2). Em Bento Gonçalves, a Actúa Idiomas é a única escola com o selo Cambridge Educational Partner, da Cambridge University Press. Todos os seus cursos são nivelados de acordo com CEFR, oferecendo um método de ensino e aprendizagem de idiomas cujos níveis são reconhecidos mundialmente. A Actúa atende crianças a partir dos três anos, adolescentes, jovens, adultos e maioridade.

Entenda a relevância dos exames Cambridge English: - São reconhecidos internacionalmente por mais de 12.500 instituições internacionais, empresas e órgãos governamentais; - São aceitos como evidência de proficiência em inglês em cursos de pós-graduação no exterior; - Enriquecem o currículo, o que constitui um diferencial profissional; - Incentivam os alunos, tornando-os mais confiantes em seus estudos de inglês; - Conferem credibilidade às instituições que preparam alunos para os exames, além de amplo suporte; - São ferramentas de avaliação altamente confiáveis e imparciais.

vida


Foto Divulgação

A arte de cuidar A expectativa de vida dos idosos tem se modificado ao longo do tempo, isso levou a um aumento da busca por cuidados em saúde. Anteriormente, o bom cuidado baseava-se em técnicas específicas, como banho, administração de medicamentos e curativos – atividades estas de assistência direta ao paciente e geralmente em ambiente hospitalar. Com o crescimento populacional desta faixa etária e a alta ocorrência de doenças crônicas, cresce a necessidade de cuidados especializados em domicílio e a procura de instituições de longa permanência. A Enfermeira Gestora da Aconchego Casa de Repouso, Merlem Pavão, destaca que os cuidados com idosos hoje são mais complexos e extrapolam os conheci-

vida

mentos técnico e científico. Segundo ela, cuidar bem é uma arte que envolve emoção, razão, detalhismo e comunicação, sendo de extrema importância respeitar a singularidade do paciente. “Precisamos conhecer suas necessidades físicas, psíquicas, sociais e espirituais, e jamais esquecer que a matéria-prima do trabalho é o ser humano”, pontua. Merlem observa, ainda, que o cuidado com idosos não deve ser fracionado, pois cada indivíduo é único e convém que seja observado em sua integralidade. Existem atitudes indispensáveis como escutar com atenção sincera, acolher, ser empático, compreender as mudanças, trocar experiências, respeitar a integridade do outro, ser coerente, manter uma boa comu-

nicação verbal e não-verbal, ser humilde, saber sorrir, usar o toque como meio de aproximação, usar palavras de otimismo e segurança, e manter um ambiente aconchegante e participativo. “Cuidar de outra pessoa não é uma tarefa fácil, mas quem escolhe fazê-lo deve gostar e se envolver, prestando assistência com carinho, paciência, atenção e dedicação, o que torna o resultado diferenciado”, destaca. A estrutura e a equipe da Aconchego Casa de Repouso foram planejadas para atender a todos esses requisitos. O local oferece segurança, respeito e atividades que contribuem para o desenvolvimento de potencialidades, buscando proporcionar qualidade de vida aos seus moradores.

Jornal Design | Serra 13


Com 16 anos de tradição, a Medicinalles conta com um modelo de farmácia moderno, com a utilização de técnicas de manipulação bastante específicas, que garantem alto grau de qualidade e segurança. Além dos equipamentos de ponta, desenvolvidos especialmente para a produção de medicamentos em pequena escala, a farmácia conta com softwares que contribuem para a qualidade dos produtos, por disponibilizar rapidamente e com segurança informações aos farmacêuticos sobre dosagens, incompatibilidades, interações medicamentosas, efeitos adversos e farmacodinâmica. A Agência nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem feito sua parte, regulamentando cada vez mais o setor. Desde 2007, estabeleceu parâmetros fixos para controlar a qualidade das matérias-primas e das preparações, garantindo a eficácia dos medicamentos manipulados e contribuindo para a evolução do segmento. Na Medicinalles, as matérias-primas são adquiridas de fornecedores com Sistema de Qualidade que objetive o cumprimento da RDC - 204/06, “Boas Práticas de Distribuição e Fracionamento”, assim como as normas vigentes da Anvisa e suas respectivas atualizações. Elas são acompanhadas de laudo técnico confirmando o teor e a pureza dos princípios ativos. O cálculo e controle de fórmulas são feitos em programas que emitem fichas de pesagem e informações específicas para o rastreamento em todo o seu processo, desde o

cálculo da receita até a entrega do medicamento para o cliente. A farmacêutica responsável técnica da Medicinalles, Ivana Casagranda, destaca que ficaram para trás as pequenas boticas que preparavam apenas fórmulas mais simples de cremes e loções. Nos dias de hoje, as farmácias de manipulação possuem uma estrutura que permite produzir praticamente qualquer medicamento – dos mais simples aos mais sofisticados – e oferecer o tratamento terapêutico adequado a cada paciente, com medicação personalizada e dosagens específicas, de acordo com sua real necessidade. “Entre outros benefícios, o medicamento manipulado evita o desperdício e, é bom lembrar, impossibilita a automedicação, que tantos problemas causa, pois só pode ser adquirido com receituário médico”, frisa. A Medicinalles garante a procedência, qualidade e eficácia de seus medicamentos, cuidando das pessoas e também do meio ambiente, através de um projeto que gerencia os resíduos gerados e providencia um descarte adequado, sem agredir a natureza. “Qualquer princípio ativo liberado pela Anvisa pode ser manipulado, desde que ele não esteja protegido pela lei de patentes. Os medicamentos manipulados são utilizados para os mais variados tratamentos – desde os dermatológicos até psiquiátricos e cardíacos”, conclui a farmacêutica.

Fotos Ana Carolina Azevedo

Medicinalles, excelência em manipulação Laboratório de semissólidos e líquidos, para manipulação de medicamentos de uso externo, como cremes, xampus, condicionadores, soluções, pomadas e loções

Foto Divulgação

Laboratório especializado para manipulação de antibióticos

Laboratório de sólidos, onde são manipulados os medicamentos de uso interno, como cápsulas e sachês

14 Jornal Design | Serra

vida


Fotos Divulgação

Banho detox no Iva Espaço da Beleza Seu corpo é o seu templo e ele merece ser bem cuidado. Depois das férias, é importante retomar uma rotina alimentar adequada e, por que não, eliminar as toxinas também por meio de um bom tratamento corporal. Para valorizar a cor do verão e reduzir medidas, o Iva Espaço da Beleza oferece um banho detox com três horas de duração, que inclui desintoxicação, hidratação e relaxamento. É o presente que o seu corpo merece para engrenar em 2015 com todo o gás. Além desse pacote, o Iva Espaço de Beleza oferece uma ampla variedade de serviços e tratamentos estéticos. Entre em contato e conheça: www.ivaespacodabeleza.com.br.

vida

Jornal Design | Serra 15


Fotos Eduardo Benini

Vem com tudo, 2015! A primeira edição do Jornal Design em 2015 equilibra dois temas que vêm fazendo a diferença na vida de muitos empreendedores, sejam donos do próprio negócio ou executivos em ascensão: a busca pela saúde, representada na pauta de fevereiro pela corrida, e o aperfeiçoamento profissional através do coaching. Para representar uma rotina dinâmica e multitarefa, improvisamos uma reunião de negócios que explorou a energia e o dinamismo de três figuras que têm grandes planos para 2015: a cabeleireira Janete Gregio, o empresário do ramo da iluminação Giovani Carlet e o jogador de vôlei Rafael Fantin. Nesse ensaio marcado pelo bom humor, o trio foi clicado pelo fotógrafo Eduardo Benini num bate-papo sobre esportes e o cotidiano empresarial. O resultado foi espontâneo e, ao mesmo tempo, reflete o comprometimento dos três com o sucesso. A locação escolhida para enquadrar esses talentos foi o showroom da Dell Anno, em Bento Gonçalves. O home integrado é feito para pessoas com perfil contemporâneo e sofisticado, que valorizam o design. A proposta do ambiente é traduzir o californian lifestyle, valorizando o uso de muita luminosidade e tons de dourado, que remetem à atmosfera ensolarada da Califórnia. A porta com televisão embutida da Cinex não somente aproveita melhor o espaço, mas o torna ainda mais moderno, como os convidados dessa edição do Jornal Design.

16 Jornal Design | Serra

casa


Jane, uma maratonista nas ruas e nos negócios Ela tinha só 24 anos quando decidiu abrir o próprio salão de beleza, que logo se transformou em um centro estético multisserviços – hoje, com 38 funcionários. Há cinco anos, quando o trabalho já a estava levando à exaustão, começou a correr com o único objetivo de relaxar. A brincadeira se transformou em uma rotina seriíssima de treinamentos e, ao mesmo tempo em que buscava aperfeiçoar a gestão de sua equipe, foi aumentando um a um os quilômetros percorridos. No final de 2014, Jane conquistou o Selo Ouro do programa Q Comércio da CDL/RS, relacionado à gestão da qualidade e correu sua primeira São Silvestre. “Sou movida a desafios e, para mim, não há nada mais importante que acordar disposta, trabalhar com gente feliz e contribuir positivamente de alguma forma com cada pessoa que passa pelo meu dia”, destaca.

Dentinho: disciplina nas quadras e retorno ao lar

Giovani Carlet: guinada nos negócios da família

Jogador de vôlei com carreira internacional, o bento-gonçalvense Rafael Fantin escolheu retornar à cidade-natal para criar os dois filhos e defender novamente a camisa do Bento Vôlei. Aos 36 anos, o atleta conhecido como Dentinho também atua nos bastidores do esporte, contribuindo para o projeto de resgate do clube, que inclui a busca por novos patrocinadores e a volta para a elite do vôlei brasileiro com a conquista da Superliga B. Nos intervalos entre os treinos e as funções administrativas, ele ainda atua como diretor de Marketing da ExpoBento. Essa nova fase na vida de Dentinho, que jogou nas principais capitais brasileiras e chegou a morar na Itália por quatro anos, foi cuidadosamente planejada. “Com muito orgulho, quero usar minha experiência na elite do vôlei no atual projeto de reerguer nosso time”, conta.

O empresário de 36 anos cresceu pelos corredores da loja de materiais elétricos da família e, desde cedo, viu arte na luz. Aos 13, começou a trabalhar no negócio, até abrir sua primeira loja de iluminação em sociedade com a mãe, que hoje conta com filiais em Caxias e Farroupilha. Apesar de ser um viajante em busca de novidades nas principais feiras do setor pelo mundo, Giovani aposta na qualificação acadêmica como meio de fortalecer os negócios. Pós-graduado na primeira turma do estado da especialização em iluminação, agora dedica boa parte de seu tempo ao MBA em Gestão Comercial pela FGV. Se lhe sobram alguns minutos no dia, a corrida tem sido um hábito para aliviar a estresse e cuidar da saúde.

casa

Jornal Design | Serra 17


Foto Ana Carolina Azevedo

Um novo olhar para os desafios por meio do coaching Para os numerólogos, 2015 será o ano do carma. Regido pelo número oito, traz a energia dos resultados, de colher aquilo que se plantou. Os economistas, céticos, prevêem crescimento minguado e inflação em alta no período – rescaldo de um 2014 bagunçado pela dobradinha Copa do Mundo e eleições presidenciais. Já os ambientalistas se preparam para a maior cúpula climática mundial desde Copenhague, marcada para novembro, em Paris. São esperadas de 40 a 50 mil pessoas para testemunhar a assinatura de um pacto, através da ONU, de combate às transformações que o clima mundial vem enfrentando.

18 Jornal Design | Serra

Nos quatro cantos do mundo, valores práticos ou intangíveis impactam com maior ou menor grau a vida cotidiana. Para muitos de nós, pessoas comuns, 2015 será um ano à imagem e semelhança daqueles que passaram – sem demais, sem de menos, transcorrendo com suas perdas e ganhos. Para muitos, mas não para a empresária Rosane Bastos, que começou 2015 com atitude renovada e muitas metas a cumprir. Esse impulso extra para fortalecer os negócios em equilíbrio com a família e o lazer é fruto do coaching que ela procurou no ano passado e que já mostra seus primeiros resultados.

“O coaching tem início no dia em que a pessoa decide fazer um inventário de si mesmo e projetar uma guinada, decidindo atingir os melhores resultados de sua vida em determinada área”

casa


O coaching para pequenos empresários O coaching está relacionado à solução de problemas e definição de metas factíveis. O processo tem começo, meio e fim, e usa técnicas para definir a posição atual do cliente e onde ele deseja chegar. Grandes empresas estão familiarizadas com esse método e praticamente todos os executivos em posições estratégicas já passaram pelo processo pelo menos uma vez na vida. Recentemente, o coaching vem se popularizando também entre empreendedores autônomos ou micro e pequenos empresários, que precisam dar conta das rotinas administrativas e práticas de seus negócios com pouca ou nenhuma equipe de apoio. Essa é a principal linha de atuação do coach Emiliano Boaro, que atende principalmente jovens executivos e empresários que buscam desenvolver o espírito empreendedor e aumentar o resultado em negócios. O trabalho é integralmente humano e propõe o autoconhecimento e o despertar de habilidades. Boaro

conta que parte importante do processo é instigar o coachee (como é chamado o cliente) através de questionamentos. “Motivação, bom humor e energia são palavras-chave. Ver o mundo de forma diferente e ter metas atingíveis e que valham o esforço de levantar todo dia”, afirma. O sucesso do coaching existe, segundo Boaro, porque as pessoas são altamente paralisadas por medos, crenças e mitos que sufocam sua capacidade empreendedora. O coaching não carrega o cliente em direção ao sucesso, mas oferece uma visão de futuro e o encoraja a obter novas conquistas e realizações. “O sucesso é como uma esteira de mudanças que caminha em direção a uma meta. Cada uma delas afeta nossa vida pessoal e profissional e vai nos direcionando a resultados bons”, define o coach. O presidente do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), José Roberto Marques, detalha que o coaching conecta diferentes áreas da ciência, criando um processo com início, meio e fim praticamente infalível e que depende 50% da metodologia em si e 50% do esforço dividido entre o coach e seu cliente. Ele exemplifica: o coaching tem início no dia em que a pessoa decide fazer um inventário de si mesmo e projetar uma guinada, decidindo atingir os melhores resultados de sua vida em determinada área. “O coach compartilha desse projeto, traçando metas e provocando a reflexão sobre atitudes, pensamentos e habilidades”, afirma. O presidente do IBC garante que o coach não ensina nada a ninguém. A grande capacidade desse profissional está na arte de fazer as perguntas certas, levando o cliente a encontrar as respostas que o guiam em direção ao crescimento. E por que o coaching faz tanto sucesso? Segundo Marques, é porque o brasileiro é extremamente disperso. “Diversas pesquisas nos mostram que o brasileiro produz efetivamente entre 2,5 e quatro horas de sua jornada diária de oito horas de trabalho. Tudo é motivo para se distrair e, muitas vezes, as pessoas acabam levando isso para a vida, perdendo o foco em seus objetivos”, conclui.

Sete passos para ser mais produtivo em 2015 A produtividade no trabalho está diretamente ligada à capacidade do colaborador em atender as demandas solicitadas com qualidade, responsabilidade, coerência e, especialmente, agilidade. Quanto melhor executamos nossas atividades, mais nos aperfeiçoamos no que tange o aprimoramento de nossa capacidade técnica, à melhoria dos nossos comportamentos e, com isso, crescemos profissionalmente. Outro ponto que destaca o profissional produtivo está em sua habilidade de fazer uma extraordinária gestão do seu tempo. Essa boa divisão é o que facilita a que possa atender as prioridades e ainda conseguir entregar, dentro dos prazos, todas as suas demandas. Já existem empresas que estimulam e “premiam” os profissionais pela produtividade. Na prática, isso significa dar mais liberdade quanto aos horários e autonomia para os colaboradores gerirem o próprio trabalho. Existem locais, por exemplo, onde os colaboradores que atingem suas metas, independente do período do mês, são premiados com dias de folga, pelo resto do mês, sem nenhum abatimento nas férias. Com esta alternativa, estas organizações têm notado um crescimento no desempenho dos profissionais, aumento da motivação para o trabalho e dos rendimentos. Nestes casos, as empresas comprovaram que oferecer flexibilidade também colabora para aumentar,

casa

Quer fazer coaching? Entenda melhor O coaching é realizado em sessões de pelo menos uma hora e ciclos de aproximadamente três meses ou 10 sessões. Um novo ciclo pode acontecer tanto para dar continuidade ao processo já em andamento, quanto para o início de um novo objetivo. No escritório de Emiliano Boaro, por exemplo, as metas mais recorrentes são alavancar os negócios; ter clareza para tomar uma decisão importante; aproveitar melhor o tempo e melhorar a capacidade de relacionamento nos negócios. A técnica mais comumente aplicada no início do processo é a roda da vida, um sistema de autoavaliação que mapeia as principais áreas da vida do coachee naquele momento. Com a análise desse panorama, é possível compreender e focar esforços para o campo que está menos desenvolvido ou que carece maior foco, como a saúde, a vida pessoal, reserva financeira ou as habilidades profissionais. Não existe uma formação exigida para atuar como coach, mas somente um profissional capacitado, certificado e experiente poderá conduzir o cliente ao objetivo desejado. Para atuar no ramo, Emiliano Boaro buscou certificação de Professional Executive Coach pela International Association of Coaching Institutes (ICI), dos Estados Unidos. Outros institutos com forte atuação são a Sociedade Latino Americana de Coaching e o Instituto Brasileiro de Coaching.

Foto Divulgação

A expressão é badalada no mundo dos negócios, mas seu propósito ainda é muito confundido com processos oferecidos por outros profissionais, como treinamento de líderes, neurolinguística ou terapia convencional. Assim como os demais, o coaching é uma ferramenta para o desenvolvimento pessoal e profissional. A diferença é que ele atua de forma muito prática e sempre voltado ao futuro, conduzindo a pessoa a uma versão melhor de si mesmo, seja para uma melhora geral ou para alcançar objetivos específicos. Rosane procurou o coaching para aperfeiçoar os processos de sua empresa, uma loja de roupas masculinas, mas as sessões acabaram impactando a relação com a família e a gestão do tempo. A principal mudança é a postura diante dos desafios cotidianos. “O coaching estabelece muitos porquês e te leva a uma atitude positiva diante da vida. Tracei metas fantásticas e todas elas vão sair do papel conforme seu grau de prioridade. Descobri capacidades que não imaginava ter”, conta.

por José Roberto Marques, presidente do Instituto Brasileiro de Coaching

significativamente, a produtividade de seus funcionários. Entretanto, cada caso deve ser analisado de forma isolada, pois nem para todas as organizações e profissionais, o método pode funcionar. Um dos benefícios de ser proativo está em ter mais tempo para dar atenção aos outros setores da vida. Com uma gestão de tempo, feita de modo eficiente, é possível conciliar o trabalho e aproveitar os momentos de lazer e com amigos e família. Sete dicas podem colaborar para uma rotina mais produtiva no trabalho: Organizar demandas – Para isso classifique as suas tarefas, comece pelas mais urgentes e importantes e depois faça as demais. Isso permite que você visualize o seu dia e se programe mentalmente para atender cada atividade, de acordo com a complexidade e o tempo necessário para executar cada uma. Gestão de e-mails e tarefas – Muitos profissionais reclamam do excesso de emails corporativos que recebem diariamente e da dificuldade em atendê-los. Caso este seja o seu problema também, converse com sua equipe, gestores ou colegas e avaliem o que pode ser filtrado, melhorado, ou se é preciso definir um período específico do dia, só para responder ao correio eletrônico. Evitar conversas fora de hora – além de dar pano de fundo para fofocas, isso prejudica a atenção dos cole-

gas que estão por perto, representa um bom tempo do seu dia desperdiçado. Se, por exemplo, você faz isso por 20 minutos, diariamente, numa semana você já perdeu uma hora de trabalho. Use o bom senso. Utilizar a Internet com moderação – pois quando o colaborador extrapola o bom senso, o que deveria ser um aliado, se torna prejudicial à execução de seu trabalho. Evite tomar seu tempo nas redes sociais, em bate-papos e outros sites. Lembre-se das suas demandas e responsabilidades consigo mesmo e à empresa; Focar nas demandas da empresa – atender ligações e responder aos emails pessoais, durante o expediente, além de ser antiético é um mau exemplo para os colegas. Em casos de urgência, existem exceções, porém fazer isso frequentemente, além de prejudicar sua produtividade mostra falta de profissionalismo. Ficar atento aos horários – Um profissional produtivo é um exímio gestor do próprio tempo. Por isso, organize-se para chegar sempre pontualmente no trabalho, respeite os horários estipulados, evite ficar enrolando e inicie suas atividades tão logo chegar à empresa. Eliminar a procrastinação – Este hábito de deixar tudo para depois é um dos principais inimigos da produtividade. Tenha foco em suas atividades e busque terminá-las o quanto antes. Quanto maior for a sua dedicação, melhores serão os seus resultados.

Jornal Design | Serra 19


Fotos Divulgação

Cores que exploram a magia do cotidiano

É simplesmente fascinante imaginar que, nesse exato momento, há profissionais mundo afora monitorando comportamentos sociais, econômicos e de design para gerar tendências de consumo que vão guiar os mais diferentes segmentos. No que diz respeito a cores para o mercado imobiliário, arquitetos, designers e consumidores se pautam pelas apostas da marca Pantone e pela Colour Futures, pesquisa feita há 12 edições pela AkzoNobel, fabricante das tintas Coral. Em 2015, as cores vêm intimamente ligadas ao estado de espírito daqueles que procuram e encontram algo mais em seu cotidiano. A Colour Futures, em especial, explora os espaços subutilizados da casa e o relacionamento dos seus moradores com o ambiente e seus frequentadores. O resultado desse estudo são cinco tendências pautadas em histórias do cotidiano e uma cor laranja-acobreada que se deriva em paletas

20 Jornal Design | Serra

secundárias para uso imobiliário. Graças a um comitê de especialistas em design independentes e espalhados pelo mundo, a Colour Futures consegue antecipar em dois anos a demanda de cores para o mercado global de tintas. A sustentabilidade agora é um requisito e não mais uma preferência e as tendências apresentadas pela Coral valorizam justamente a celebração das diferenças e a valorização das histórias individuais. O proprietário da Pró-Cor Tintas, Mauri Demarchi, explica que essa edição da pesquisa propõe a adição de cores que tornem a casa mais calorosa e generosa para todos. “Essas informações são valiosas tanto para arquitetos e designers de interiores quanto para um consumidor bem informado”, destaca. A pesquisa completa Colour Futures 2015 está disponível para dowload gratuito no endereço www.colourfutures.com.br.

Sombra de Cedro Os tons metálicos já vinham ganhando importância no design contemporâneo e agora serão mais vistos do que nunca, da moda à arquitetura. Substituindo os tons frios azuis e verdes dos últimos anos, uma paleta mais quente de rosas, vermelhos e laranjas vem para refletir uma visão mais positiva do mundo. Traduzindo essa tendência para o universo das tintas, a Colour Futures aponta para um matiz laranja-acobreado que recebe o nome de Sombra de Cedro. Uma tonalidade profunda que pode ser combinada com rosas, neutros, brancos e demais tonalidades de laranja, além de tons metálicos, como dourado e cores amadeiradas. Esta cor reflete e complementa as tendências mais importantes identificadas para 2015: calorosa enquanto atitude, representa uma ênfase renovada no ato de compartilhar. Lembra, ainda, a paleta natural da terra, desde tons de barro até matizes brilhantes de amarelo; tonalidades de pele que ecoam a interatividade entre os seres humanos e também as nuances de sépia que lembram o passado. O diretor de Marketing das Tintas Coral, Benito Berretta, pontua que, ao longo da última década, o mundo deixou de olhar para dentro (2004-2006); passou a ver o exterior e a estimular o crescimento (2007-2008); e, em seguida, despertou para um renovado sentido de consciência após a crise global de 2008. “Agora, 2015 mostra a celebração das diferenças e a sabedoria que é encontrada em histórias individuais e singulares. As tendências apontam, portanto, que estamos caminhando para achar o maravilhoso no cotidiano: a magia de todo dia”, destaca Berretta.

casa


Tendência 1: A natureza é grande, eu sou pequeno A ideia de uma existência mais autêntica e consciente vem inspirando um novo minimalismo, descartando tudo o que for desnecessário e superficial. Apesar da imponência dos imensos espaços arquitetônicos com pé direito alto e corredores sem fim, a sensação de segurança e aconchego só ocorre em espaços menores, em escala mais humana. Essa tendência copia o belo fluir das cores e matérias da natureza, criando uma atmosfera calorosa e aconchegante. A paleta captura a sensação ensolarada do deserto do Arizona, vasto e amedrontador, mas ainda assim incrivelmente belo. Os ricos tons terrosos de sépia, ocre, terracota e argila criam um conjunto natural e forte.

5

Tendência 2: Camadas + camadas Essa tendência é traduzida pela utilização sutil de agrupamentos de cores, em vez de uma cor sozinha. Ela traduz o modo de vida das pessoas atualmente, cada vez mais multidimensional. A profundidade em vários níveis se revela na medida em que as pessoas olham e exploram a si mesmas e ao meio ambiente. A combinação ocorre em nuances predominantemente suaves e tons pastéis (todas reforçadas pela cor do ano), enquanto o uso de materiais desgastados, sobrepostos e opacos dá maior sensação de profundidade.

histórias ilustram as tendências para 2015

Tendência 3: Espaços ignorados Na medida em que ter espaço é quase um luxo na vida moderna, valoriza-se a dá-se uso a áreas antes ignoradas e até desprezadas. Técnicas de decoração podem chamar atenção para esses pontos, que antes passavam despercebidos: seja um mezanino, um hall ou um canto sob a escada. A utilização de pinturas a óleo e com efeito de ilusão de ótica pode definir um novo espaço, levando o olhar àquela direção. Tons escuros e claros usados em conjunto podem dar a ilusão de profundidade tridimensional onde na realidade isso não existe. Com uma coleção extremamente sofisticada, esta paleta de cores segue três direções de nuances: cinza azulado, caqui e rosa neutro.

Tendência 4: Ele + ela Homens e mulheres estão florescendo na descoberta das particularidades de seu gênero e, ao mesmo tempo, reconhecendo como o masculino e o feminino podem complementar um ao outro. Após o período de androginia na moda, homens e mulheres estão cada vez mais sendo encorajados a assumir os papéis tradicionais de masculinidade e feminilidade. No que diz respeito à paleta de cores, essa tendência traz nuances tradicionalmente femininas, como ameixa, rosa pó e creme, combinadas com tons masculinos, como caqui, cinza ardósia e verde-azulado. Aqui as combinações de cores devem ser simples, em tom sobre tom, abraçando a qualidade atmosférica de uma única cor ou a parceria perfeita de nuances similares.

Tendência 5: Intercâmbio entre amigos Uma das mais significativas tendências sociais dos últimos anos tem sido repensar e redefinir o conceito de propriedade. Inspirada pela influência cada vez maior que o mundo digital tem em nossas vidas e a revolução gerada pelas mídias sociais, acabou se estabelecendo uma economia colaborativa e amiga baseada na troca. Este mesmo conceito de novas combinações e enfoque eclético na resolução de problemas está refletido nessa família de paletas, com cores quentes muitas vezes usadas de maneira imprevisível. Tanto para exteriores quanto interiores, amplos blocos de cores em harmonia criam efeitos surpreendentes e as combinações de cores sólidas em vez de estampas dão força à decoração como um todo.

casa

Jornal Design | Serra 21


Foto Courtesy of Vivienne Westwood

Foto Divulgação/Pantone

Como as terras sicilianas de Marsala e o vinho de mesmo nome, a aposta da Pantone para 2015 é uma tonalidade terrosa e robusta, contrapondo em absoluto a paleta tranquila do ano passado, onde o destaque foi a cor Orquídea Radiante. A Marsala é uma promessa de confiança e estabilidade, e foi bem recebida pela indústria da moda e arquitetura pela sofisticação de suas raízes marrom-avermelhadas. A diretora executiva do Pantone Color Institute®, Leatrice Eiseman, explica que a empresa vasculha o mundo para chegar à cor do ano. As pesquisas vão da moda ao entretenimento, incluindo os filmes que estão em produção, o mundo da arte, destinos de viagem e outras variáveis sócio-econômicas. “A cor de 2015 é universalmente atraente e traduz facilmente a moda, beleza, design industrial, artigos de decoração e interiores”, resume.

22 Jornal Design | Serra

Ilumina a maquiagem Funciona com misturas monocromáticas de rosa pêssego e brilhos contrametálicos, sendo uma cor incrivelmente versátil para a beleza e adequada a muitos tons de pele. A Marsala também ilumina uma série de combinações de cores neutras, tornando-se uma cor de sombra para os olhos que pode ser usado de manhã até a noite Unifica a decoração Na decoração, a Marsala funciona como elemento unificador. Usada em peças soltas, nos acessórios ou na pintura, confere elegância. Além disso, a cor tem características de pelúcia, que se reforçam em superfícies texturizadas, tornando-se uma escolha ideal para tapetes e estofados. A tonalidade será especialmente proeminente nas listras e florais encontrados em jogos americanos, louças e roupas de cama.

Foto Courtesy of Pottery Barn

Foto Courtesy of TOMS

Compatível na moda Encorpada, a Marsala combina com âmbar, úmero e amarelos dourados, verdes, turquesa, azul-petróleo e os azuis na faixa mais vibrante. Com a crescente popularidade de estampas florais e listras, variações desse matiz, sem dúvida, serão vistas nas ruas este ano. Marsala é também uma escolha popular para joias e acessórios, incluindo bolsas, chapéus e calçados.

Foto Courtesy of Sephora

Marsala, a aposta da Pantone para 2015

casa


TP 0039-14A TEMPORADA DE DESCONTOS - ANUNCIO - BENTO GONCALVES - 24,5x32,5.pdf

1

08/12/14

09:33

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

casa

Jornal Design | Serra 23


Giro do Design Marsala

Fotos Divulgação

Vitra para Micasa | Sunburst Clock

Lamps Plus | Red Chevron Shade Double Gourd www.lampsplus.com

Ligne Roset | Pumpkin www.ligneroset.com.br

Keurig | Cafeteira k400 www.keurig.ca

Breton | Banqueta seat Garden www.breton.com.br

24 Jornal Design | Serra

Ligne Roset | Moel www.ligneroset.com.br

Breton | Vaso Kenia www.breton.com.br

casa


Fotos Guilherme Jordani

A iluminação do ambiente é versátil com diversos pontos de luz. O destaque é para a luminária em madeira acima da mesa

O projeto é neutro mas ganha modernidade com complementos como as cortinas, a lateral em tecido, o tapete e as almofadas

Artelana por Fabiana Ruaro e Juliana Pereira O projeto de sala de estar e cozinha criado pelas arquitetas Fabiana Ruaro e Juliana Pereira foge totalmente ao clássico, explorando formas e materiais modernos e fugindo às regras tradicionais. O estilo para o apartamento foi sendo formatado aos poucos, conforme a execução da obra. A exigência principal do casal jovem com um filho foi espaço livre e cores neutras, porém modernas. “O desejo maior era a combinação de texturas diferentes em harmonia. Inserimos referências amadeiradas, claro, para conferir

aconchego ao espaço”, conta a arquiteta Fabiana Ruaro. A base do projeto é neutra, mas logo à entrada uma parede azul se destaca no ambiente. Outros pontos de textura valorizados são a parede em concreto e outra atrás da televisão. “A iluminação é versátil, foi pensada de forma a atender as diversas situações de uso em cada espaço. A luminária de madeira tem o seu destaque na mesa de jantar”, completa a arquiteta Juliana Pereira.

As arquitetas conseguiram total aproveitamento da cozinha estreita, com mobiliário em cores claras e destaque para a persiana em alumínio da Artelana

Projeto Fabiana Ruaro | Arquiteta Juliana Pereira | Arquiteta Rua Atilio Pompermayer, 13, sala 01 | bairro Botafogo Bento Gonçalves Contato: 54 | 3454.3909 fabiana@ateliearqui.com | juliana@ateliarqui.com

cortinas.persianas.toldos.papéisdeparede.tapetes.tecidos.peçasdecorativas.almofadas.cobogós.cortinasemtecido cortinas.persianas.toldos.papéisdeparede.tapetes.tecidos.peçasdecorativas.almofadas.cobogós.pisos.sancas

Asmelhoresmarcas vocêsóencontraaqui!

TravessaMaranhão,55.Humaitá.BentoGonçalves www.artelana.com.br.54.3055.2417 casa

Jornal Design | Serra 25


O novo jeito de morar do brasileiro Se você está mobiliando ou decorando, saiba que a indústria moveleira está atenta aos movimentos contemporâneos que pautam o estilo de morar do brasileiro: acolhimento, interação social, conectividade, consumo consciente e individualização. Uma das referências que o Sindmóveis acompanha é a pesquisa Tendências, da revista Casa Cláudia. A última edição traça um comparativo entre 2006 e 2015, pontuando esse como um ano divisor de águas, em que se reno-

vam as funções da casa e cresce o desejo de compartilhar o espaço com as pessoas próximas. Realizada desde 1998, a pesquisa projeta comportamentos relacionados à organização e uso dos espaços da casa. As tendências que se iniciam agora valorizam ainda mais a tecnologia e a interação, mas com fortalecimento da consciência em relação ao meio ambiente e a dinâmica social. A diretora de Comunicação do Sindmóveis, Vanessa Machado, explica que o significado da

casa ampliou-se muito em relação a 1998, quando foi realizada a primeira edição da pesquisa. Enquanto há 17 anos as famílias buscavam conforto, tranquilidade financeira e morar bem, atualmente as funções da casa de renovaram. “A pesquisa nos mostra que as pessoas atualmente valorizam outros aspectos, como a segurança e os espaços de convívio, e lidam melhor com certa instabilidade financeira, desde que tenham equilíbrio entre o trabalho, a vida social e pessoal”, analisa.

As seis previsões da pesquisa e como elas se concretizaram em 2015 Tendência 1 – Design-experiência O que é: A casa será um organismo vivo, espaço de ação e interação, que pressupõe movimento. A noção de aconchego vem pelas experiências e sensações que se tem com o espaço.

Tendência 2 – Casa portátil O que é: A casa é um lugar fixo, mas o indivíduo poderá transportar a sensação de pertencimento e acolhimento dessa casa para outros ambientes, onde quer que ele esteja.

Como se manifesta: Nos espaços: menos paredes, mais flexibilidade nos espaços físicos e nas suas formas. No mobiliário: peças que você olha e não entende imediatamente para quê servem. Peças com caráter lúdico.

Como se manifesta: Dentro de casa: Equipamentos portáteis e pessoais (celulares, notebooks) interferirão nos equipamentos domésticos. Fora da casa: com o avanço da tecnologia, as pessoas poderão levar consigo “pedaços” da sua casa, ou da sensação de casa.

Luminária Brutalista, design de Thiago Augusto Batista Soares, se destaca pela surpresa visual provocada pela ausência da lâmpada

Manilhão Moon, assinado por YE Industrial Design, ilumina a fechadura com a aproximação do usuário

Os tapetes da empresa Trapos e Fiapos, do Piauí, geram empregos em comunidades de Teresina e utilizam fibras naturais da região

Tendência 4 – Famílias camaleônicas O que é: Movimento permanente na estrutura e formação das famílias. As estruturas familiares não duram tanto como antes, possuem hoje novas e múltiplas configurações. Cada vez mais existem novos personagens e novos núcleos familiares.

Tendência 5 – Seres individuais O que é: Cresce a necessidade de um espaço exclusivo, que atenda o indivíduo e deixe claro que naquela casa habitam diferentes pessoas. A individualidade será preservada proporcionando a sensação de autossuficiência.

Tendência 6 – Residência inteligente O que é: A inteligência da casa e de quem mora nela será medida pelo tipo de material que ela tem, sua funcionalidade e otimização de recursos.

Como se manifesta: Nos espaços: diversas organizações familiares serão experimentadas ao longo da vida. Os planejamentos para o espaço serão de curto e médio prazos.

Como se manifesta: Nas casas: convergência tecnológica permitindo o desenvolvimento de núcleos individuais e autônomos dentro das moradias.

Tendência 3 – Referenciais O que é: Com a globalização e a sensação de anonimato, a busca pelo conhecido é um movimento forte. A valorização da própria história e do lugar em que se vive intensifica-se. As origens surgem como um porto seguro, que deve ser reconhecido de maneira nobre. Como se manifesta: Dentro da casa: processos artesanais ganham importância. Elementos da cultura popular brasileira aparecem como índices de identidade e particularidade. Fora de casa: desenvolvimentos de espaços individuais de bem-estar, num resgate aos lugares para práticas de hobbies.

Fotos Carlos Ben

Como se manifesta: Em duas ordens: tecnologia a serviço do bem e equilíbrio entre natureza e moradia. A consciência urbana e sua integração com o meio ambiente são valorizadas.

Feita com aproveitamento de material descartado, a luminária Cobra Grande, do designer Ronaldo Edson da Silva, se adapta a qualquer cômodo da casa e oferece uma infinidade de configurações Oferecendo grande mobilidade, a Arara Nômade, da Oboio Deisgn Studio, é desmontável e sua caixa torna-se parte do próprio produto 26 Jornal Design | Serra

Assinada por Alfio Lisi, a poltrona Sopro, que foi capa do Jornal Design em 2014, oferece um cantinho de sossego para leitura

*Os produtos que ilustram a reportagem são premiados e menções do Salão Design 2013 e 2014

casa


Impressões: IMM Colônia e Mason & Objet Paris

Fotos Arquivo Pessoal

por Juliana Desconsi | Designer

Viajar em busca de renovação e atualização é sempre uma das mais gratificantes experiências. Em um tour entre as gélidas Alemanha e França, para conferir as tendências do design Europeu através da IMM Koln e Mason & Objet Paris, pude absorver uma crescente necessidade deste setor em repensar o conceito do mobiliário: de uma forma mais humana, simples, inteligente e possível. Estes conceitos convergem com a vida pulsante dos elegantes bairros de Paris, ou com as descoladas e cinzentas ruas de Amsterdam, ou, ainda, com a organizada e precisa vida dos jovens alemãs que em nada se diferencia da rotina de qualquer outro europeu. Observa-se que esse comportamento determina o estilo existencial cada vez mais segmentado dos guetos, onde as pessoas procuram se expressar por meio da arte – por sua vez, repleta de estilo e influências. Direto da simpática Koln na Alemanha, a IMM configura-se como uma forte influência de tendências do mobiliário europeu. Diferente de outras exposições famosas que ocorrem nesse continente, a feira apresenta o morar de uma forma real – e possível. Isso significa que mostra soluções simples e inteligentes para a casa, com instalações menos conceitualmente glamorosas e mais comerciais. Como grande inspiração para o setor moveleiro, é primordial reconhecer que os móveis inteligentes ganham cada vez mais espaço. A proposta dessas novas criações está diretamente ligada ao eficaz ao estilo de vida dos pequenos espaços onde residem as famílias e ao conceito de morar nômade. Mais importante: o mobiliário contribui de uma forma

casa

compacta com a demanda dessa realidade. Outro aspecto importante é que esses móveis trazem, em si, grande qualidade construtiva, aliada à dos materiais e componentes. Porem, a maior contribuição está na propriedade das soluções que oferecem, mostrando como uma atividade cotidiana pode ser mais prática – e como um móvel pode ser multifuncional sem parecer uma engenhoca. Uma imagem que ilustra bem essa proposta é a da escrivaninha, que também pode ser um móvel com a função de penteadeira. É a prova de como revitalizar móveis que parecem estar fora de uso – mas que todos precisam e aproveitam em casa. Já na multidiversa feira Maison & Objet Paris, o conceito que impera é o da criatividade. Tudo, por mais simples que seja, pode ser mais elaborado. Tradicional por apresentar o que dá de novidades na decoração para a casa, mostrou o melhor do design oriundo dos grandes centros, com estandes demarcados pelos seus países de origem: França, Itália, Grã-Bretanha, Alemanha, Suíça, Japão, EUA, entre outros. Elegantes e bem decorados espaços mostraram conceitos já consagrados, como o uso das caveiras em tudo que se possa imaginar, ou a representação de animais em escala real na decoração ou servindo como móveis. Nas cores, as tendências em estofados, cama, mesa e banho são os tecidos neutros, lisos e com toque de alta costura, fugindo da onda das cores vibrantes. Nas poucas estampas que se viam, predominavam foram geométricas e delicadas. São propostas que, combinadas, rendem boa inspiração para o trabalho de criação.

Jornal Design | Serra 27


Elos Estofados, Affeto Collection por Marta Manente | Designer

Novas tramas, materiais nobres e uma pegada ecológica estão na nova coleção da marca assessorada pelo Studio Marta Manente

principais lojistas do Brasil da alta decoração. O projeto do espaço, construído no centro da produção da fábrica, também foi idealizado com o mesmo briefing de sensações e texturas. Optamos por trabalhar na fachada com revestimentos de parede e paginações em madeira de eucalipto, que é uma das principais matérias-primas utilizadas na construção do estofado. Internamente, aparadores e acabamentos foram desenhados especialmente para o local mesmo material. Fotos e vídeos exclusivos que abordam todo este projeto estão nas redes sociais apresentando toda a nova coleção da empresa.

Fotos Carlos Ben

Assessorada pelo Studio Marta Manente, a Elos Estofados lança ao mercado uma nova roupagem e muitas novidades para a coleção Affeto. Com uma nova gama de tecidos e cores escolhidos a dedo, os produtos que entram em linha trazem novas tramas, materiais nobres e uma pegada ecológica – parte da nova característica da marca neste 2015. Matelassê, sarja, algodão, linho e seda são algumas das texturas que fazem parte das escolhas para esse novo ciclo. A formação da nova Elos Estofados é resultado de muita pesquisa, levando em conta as tendências nacionais e internacionais. O showroom da fábrica, inaugurado no final de janeiro, foi apresentado para os

O novo showroom da Elos Estofados foi inaugurado em janeiro

28 Jornal Design | Serra

casa


Foto Ana Carolina Azevedo

Fotos Roberto Majola

Loja Dell Anno com nova identidade visual O principal destaque da coleção é o Moon, acabamento exclusivo assinado pelo estilista Pedro Lourenço

A loja Dell Anno de Bento Gonçalves entra em 2015 totalmente remodelada para marcar os cinco anos de funcionamento no atual endereço, na rua Herny Hugo Dreher, em frente ao Dall’Onder Grande Hotel. As mudanças incluíram a troca de toda a coleção e também uma completa reforma externa, deixando a loja com uma identidade visual mais forte e em sintonia com o espírito contemporâneo e minimalista da marca. Os lançamentos da Dell Anno, conforme o proprietário da loja, Renan Piccoli, acompanham as tendências mundiais, com padrões leves, contemporâneos e modernos. A aposta da marca é a neutralidade e sofisticação do cinza, com destaque para o acabamento Moon, criado com exclusividade pelo estilista Pedro Lourenço. Com inspiração nas transformações dos anos 60/70, seu desenho futurista e elegante traz a textura sinuosa da madeira com nuances metalizadas. Disponível para portas e prateleiras de home theater, a novidade é ideal para compor com outros aca-

casa

bamentos da marca como o minimalista em tons de bege Goya, o sutil madeirado ébano Tahiti, as pinturas unicolores One, Grígio e Noir e o espelho cinza escuro Louvre. “Nossa equipe atua conosco há muitos anos e têm exímio conhecimento dos padrões e como eles podem ser combinados para resultar no melhor projeto para o cliente”, destaca Piccoli. Já a reforma externa foi planejada para valorizar ainda mais os produtos da Dell Anno. Com projeto da arquiteta Letícia Zanesco, da Zanesco e Galeazzi Arquitetura, o projeto busca representar a identidade forte que a marca carrega. Segundo ela, a mudança na volumetria da fachada teve como objetivo permitir mais visibilidade da vitrine. “O projeto foi desenvolvido sem excessos, de forma a valorizar o entorno e destacar a loja na rua. É importante destacar que a reforma foi pensada de acordo com a lei da Publicidade e Propaganda e está em acordo com as normas de sinalização de nossa cidade”, pontua.

Closet com destaque para o padrão Chamalote Clair, assinado pelo estilista Reinaldo Lourenço

Para a cozinha da loja, o padrão madeirado Castello foi combinado com o sofisticado cinza Ópera

Jornal Design | Serra 29


FIMMA Brasil 2015 é palco para negócios do setor moveleiro Fotos Divulgação

Feira aponta caminhos para as empresas e lança tendências para o mercado em diferentes áreas

Oportunidades específicas para cada público Empreender com sucesso fica mais fácil para quem aproveita todas as possibilidades que a FIMMA Brasil apresenta. A feira coloca à disposição de visitantes e expositores projetos paralelos específicos para diferentes perfis de público e fotos de interesse: Projeto Comprador: Ao promover a internacionalização dos negócios das indústrias, o Projeto Comprador é a garantia de novas parcerias para toda a cadeia produtiva. Em sua oitava edição, coloca importadores, expositores e participantes do projeto Orchestra Brasil em contato direto, durante rodadas de negócios pré-agendadas conforme interesse mútuo dos participantes. FIMMA Marceneiro: O Projeto FIMMA Marceneiro traz oportunidades imperdíveis para o micro e pequeno empreendedor da cadeia produtiva de madeira e móveis. Sua programação traz oportunidades facilitadas de acesso à informação e às novas tecnologias disponíveis no mercado e apresentas na feira. Participando dessas atividades, o empreendedor poderá ampliar sua competitividade.

Uma feira focada em atender as reais necessidades do setor, oferecendo contrapartidas objetivas a expositores e visitantes. Com mais de duas décadas de expertise, a FIMMA Brasil acumula know-how necessário para promover um evento diferenciado, oportunizando à cadeia produtiva de madeira e móveis concretizar importantes negócios. Ao reunir os elos do setor durante cinco dias de contato direto com as mais aguardadas novidades para a indústria do segmento, a FIMMA Brasil 2015 é referência em acesso ao conhecimento, contato com a inovação e fortalecimento de parcerias. Sua 12ª edição concentra expoentes da cadeia produtiva, com lançamentos trazidos pelos expositores participantes. Durante a feira, devem circular pelos corredores do Parque de Eventos de Bento Gonçalves aproximadamente 40 mil pessoas, visitando os estandes cerca de 600 marcas. Nesses espaços é possível encontrar a melhor combinação entre diversificação e segmentação. Os expositores da FIMMA Brasil contemplam os ramos de máquinas e similares (33%); matérias-primas (23%); acessórios e componentes (21%), ferramentas (14%) e softwares, eletrônicos e serviços

30 Jornal Design | Serra

(9%). Sob o comando de Volmir Dias, a FIMMA Brasil 2015 tem a missão de construir um evento de excelência em organização e, principalmente, em resultados. “A cada edição, a FIMMA busca o aperfeiçoamento dos seus serviços. Esse compromisso com a evolução é permanente e continuado. Combinamos, na medida certa, tradição e inovação para promover um encontro diferenciado, rico em oportunidades. É essa bagagem que queremos compartilhar com profissionais e visitantes de diversas bases da cadeia produtiva nacional e mundial”, afirma. Reunindo as mais atuais soluções e máquinas, matérias-primas e acessórios, a FIMMA estimula as empresas a tornarem-se mais competitivas, facilitando o acesso à informação, inovação e conhecimento, Para expositores e visitantes é, também, oportunidade de estreitar relações de parceria com foco na geração de negócios – cuja projeção é superar os 300 milhões. A FIMMA Brasil 2015 ocorre de 16 a 20 de março de 2015, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. Mais informações em www.fimma.com.br

Projeto Inovação: Quem visita a FIMMA Brasil tem a oportunidade de conhecer, em primeira mão, as tendências e os lançamentos que pautarão os rumos da cadeia produtiva de madeira e móveis apresentados com exclusividade sob os holofotes do Prêmio Inovação. Nessa vitrine, indústrias, profissionais e estudantes expressam seu talento inovador, traduzido em soluções para o setor.

Acompanhe a contagem regressiva para a FIMMA Brasil 2015 Período: 16 a 20 de março Local: Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS) Horário: 10h às 18h www.fimma.com.br www.facebook.com/Fimma Brasil

casa


Foto Divulgação

Mais faxina com menos esforço Limpar a casa é uma tarefa que ninguém pode evitar e, por mais que você conte com o apoio de uma diarista ou faxineira, em algum momento, inevitavelmente, terá que colocar a mão na massa. A boa notícia é que se pode reduzir bastante o tempo e esforço investindo em produtos apropriados para cada função. Um roteiro de limpeza também pode facilitar bastante o processo. Siga as dicas da LimpBento e ganhe tempo: 1- O “Mop pó” é um bom investimento para recolher a sujeira do chão. Facilita a vida e oferece um resultado muito superior à boa e velha vassoura, que espalha ainda mais a poeira; 2- Quartos: um pano macio em microfibra retém o pó que se acumula. Dê atenção especial ao armário ou closet, fazendo uso de produtos específicos que eliminarão o mofo e a umidade e ainda deixarão o ambiente perfumado; 3- Sala: atenção especial aos estofados. Para eles, um limpador a seco eliminará a sujeira, resíduos de alimentos e até manchas. Sem enxágue, rápido e prático; 4- Banheiro: esse cômodo merece atenção especial. Além da limpeza geral, é preciso fazer a desinfecção

casa

do vaso sanitário, pia e piso utilizando um produto que contenha quaternário de amônia, um poderoso bactericida. Para os espelhos, o limpa vidros ou a pasta para vidros ajudam a evitar o embaçamento. Quanto ao box, invista no desengordurante, que limpa e remove os resíduos dos cosméticos e do próprio corpo sem danificar borrachas e metais. Utilize, para estas finalidades, fibras que vão em qualquer tipo de superfície e não riscam; 5- Cozinha: é a última peça da faxina e deve ser limpa com multiuso antibactericida e desengraxante. Sempre que a geladeira estiver mais vazia, aproveite para fazer uma limpeza geral. Utilize bicarbonato de sódio, que, além de higienizar, ajuda na eliminação de odores; 6- Tapetes e carpetes: varra ou aspire a peça semanalmente e, a cada 15 dias, faça uso de um limpador específico para esse fim. Esse produto deixará a superfície limpa, perfumada e com as cores renovadas; 7- Terminada a faxina, lave os panos coloridos ou brancos com alvejante que possua oxigênio ativo na formulação e lembre-se de separá-los de outras peças de tecidos.

Rua Visconde de São Gabriel, 196 | Cidade Alta Bento Gonçalves Contato: 54 | 3055.2412 www.limpbento.com.br

Jornal Design | Serra 31


Convidados foram recepcionados pela direção da empresa, nas novas instalações

Foto Exata Comunicação

Quem procura as soluções diferenciadas em metais sanitários, utilitários e decorativos assinadas pela Meber tem destino certo em Bento Gonçalves: a Lazza Design. No espaço elegante e requintado da loja é possível encontrar diversas opções em linhas de monocomandos, misturadores, duchas e acessórios, para sala de banho e cozinha, incluindo as coleções Studio Meber. “Oferecer produtos reconhecidos pelo padrão de excelência, como os metais Meber, é, sem dúvida, um atrativo extra que podemos disponibilizar aos nossos clientes. Ficamos muito contentes com a parceria firmada”, diz o proprietário Edson Lazzarotto. Selando essa aliança de sucesso, uma programação especial envolveu a equipe da loja, os profissionais da empresa e especificadores da região em dezembro de 2014. O grupo pôde conhecer o espaço da Meber na Lazza, com expositor exclusivo para os destaques do portfólio da marca; conferir as novas instalações da empresa em uma visita técnica e, ainda trocar experiências durante um jantar. “Foi uma alegria receber os amigos da Lazza e os profissionais parceiros na nova casa da Meber, construindo uma relação importante que já tem trazido e certamente ampliará os bons resultados”, avalia o diretor Carlos Bertuol.

A designer Juliana Desconsi apresentou as criações desenvolvidas por seu escritório para a Meber Foto Exata Comunicação

Foto Exata Comunicação

Meber e Lazza consolidam parceria

Ângela Petroli e Teresa Federizzi

Foto Exata Comunicação

Juliana Pereira e Fabiana Ruaro

Carlos Bertuol, Taís Medeiros, Edson Lazzarotto, Camila Arioli, Rodrigo Zini, Daiane Tomkiel

Roberson Da Fré, Adriana Peccin, Fernanda Versetii

Rogério Rigol, Edson Lazzarotto, Evangelo Camargo, Alexandre Gargioni

Juliana Pereira, Rogério Rigol, Fabiana Ruaro, Edson Lazzarotto

Fernanda Versetti, Monica Ferrari, Adriana Peccin, Juliana Jaconi Carlotto e Andréa Jaconi

Sandra Benvenutti, Natana Angheben Eitelven e Silvia Menegat

Izabel Nascimento, Angélica Piva, Rogério Rigol e Aline Canossa

Foto Exata Comunicação

Fotos Jornal Design

Foto Exata Comunicação

Taís Medeiros, Daiane Tomkiel e Camila Arioli

32 Jornal Design | Serra

Juliana Pereira, Ângela Petroli e Rodrigo Zini

casa


RUA 13 DE MAIO | SALA 102 - TERREO | CIDADE ALTA | BENTO GONÇALVES - RS ROUPAS, CALÇADOS E ACESSÓRIOS AIX-EN-PROVENCE BUENOS AIRES CANNES HOLLYWOOD LASVEGAS NICE ORLANDO PUNTA DEL ESTE RIO DE JANEIRO SÃO PAULO 505 LOJAS - 18 PAÍSES

estilo

Carmen Steffens Jornal Design | Serra 33


Revlon Photoready, formulada com pigmentos fotocromáticos de reflexão de luz que minimizam as falhas da pele

Revlon Chubby, batom em forma de lápis que tem alto poder de hidratação e nutrição

34 Jornal Design | Serra

O ano novo pede uma pele bem cuidada e, por que não, produtos novos na nécessaire. A Sensuale Cosméticos tem os lançamentos das principais marcas nacionais e importadas, com destaque para a paleta de sombras Indice Tokyo Naked em tons da pele. São 88 cores nudes em tons de marrom, bege, laranja, verde, rosa e cinza. Além de ter produtos de qualidade, é preciso saber aplicá-los corretamente, aproveitando o melhor efeito da maquiagem, que é valorizar a beleza natural disfarçando imperfeições da pele. Por isso, a Sensuale já está com inscrições abertas para as turmas de automaquiagem, com aulas completas e apenas três alunas por sessão.

Cândido Costa, 65 | Palazzo del Lavoro Fone: 54 | 3452.8664 | sensualecosméticos@hotmail.com

Fotos Divulgação

Renove a nécessaire em 2015 com produtos da Sensuale

Indice Tokyo Naked, paleta de sombras com 88 cores nudes com ótima cobertura e fixação

Máscara de Cílios High Impact Curling, que resiste a borrões, descamação e manchas por até 24 horas com os olhos abertos

estilo


Fotos Divulgação

Summer off

20% 10% Joias, o luxo do verão O mercado de joias acompanha a moda e, no verão, as cores ganham espaço e os tamanhos se ampliam. Nessa estação, o sucesso está garantido com anéis, brincos e gargantilhas em gemas brasileiras lapidadas de maneira exótica. Peças em citrino, topázio, ametista e turmalina estão presentes nas coleções dos principais joalheiros do país. Outra tendência que chegou nesse verão, mas vai seguir inverno adentro, é o pile up, em que joias pequenas de diversos estilos, época e tamanhos são usadas juntas criando um resultado volumoso. A cor do ano Pantone, um tom marrom-avermelhado que recebe o nome de Marsala, também aparece nas joias, oferecendo uma sobriedade e sofisticação que enriquecem qualquer look. Naturalmente, o mercado joalheiro também está muito ligado à memória afetiva e momentos marcantes na vida das pessoas. Nesse sentido, peças clássicas como as pérolas e diamantes jamais caem em desuso, independente da estação e das tendências das passarelas. Para o dia a dia, as temáticas lúdicas ainda são uma boa aposta divertida e que funciona bem nas produções para o trabalho e lazer: coroas, sapos, princesas, chaves – enfim, objetos que revelem traços da personalidade de sua dona. As peças consagradas nesse verão e uma prévia do inverno 2015 estão na Gehlen com condições especiais: em fevereiro, toda linha de joias e relógios com 20% à vista ou 10% a prazo.

a prazo

*Promoção válida enquanto durarem os estoques.

à vista

EXCLUSIVIDADE E SOFISTICAÇÃO L’América Shopping . Loja 203 . Bento Gonçalves Fone: 54 3052-0399

estilo

Jornal Design | Serra 35


Atrações da Vindima para quem é da terrinha da colheita. A Vindima já é conhecida nos quatro cantos do país, mas nem sempre quem mora aqui conhece as maravilhas locais. O fato é que uma parte das atrações é destinada a grupos fechados e outra fatia bem considerável exige reserva antecipada. Mas ainda sobram muitas atividades pra curtir sozinho, com amigos ou com a família – algumas até gratuitas! A Vindima em Bento Gonçalves segue até o dia 15 de março.

Foto Divulgação

Foto Arquivo Prefeitura

Há pelo menos cinco anos, Bento Gonçalves vem promovendo o turismo de verão por meio das atrações ligadas à vindima, o período de colheita da uva. Nesse esforço, os hotéis e vinícolas, que habitualmente já ofereciam aos visitantes ações isoladas, uniram forças para estruturar uma programação que reúne mais de uma centena de atividades. A programação desperta os sentidos, resgata a cultura da imigração italiana e envolve o turista no clima

Programação diária aberta ao público: 07/02: 3ª Caminhada Ecológica e Cultural, com as refeições servidas nas propriedades rurais. Às 8h. Contato: Cristiano 54 |9173.7277 / www.indiadabuena.com.br/

Durante todo o período: Até 28 de fevereiro: Concurso Fotográfico Amador Raízes da Imigração. Informações sobre regulamento, formulário de inscrição e premiação pelo e-mail circolotrentinobento@gmail.com, 54 | 3451.1472 ou 54 | 9142.7711 Armazém Das Cantinas Históricas: 8h às 19h. Degustação de uvas diversas e vinho doce, venda de produtos típicos da região. Nos fins de semana, pisa de uva. Informações: 54 |3439.1168 / 54 |9931.3748 Casa Bucco: visita guiada, com curso de degustação de destilados. Para realização do curso, é necessário agendamento. Informações: 54 | 9112.1517 / 54 |3504.2026 Casa Valduga: programação aos sábados, até a primeira semana de março, com início no café da manhã e encerramento no jantar. Informações e reservas: 54|2105.3154 /reservas@villavalduga.com.br Engenho do Vale – Saka Rolha: móveis rústicos e loja de vinhos. Superpromoção de espumantes e degustação com petiscos no deck. Informações: 54 | 3459.1400 / contato@sakarolha.com.br Festa da Colheita no Vale das Antas: nos fins de semana até 06 de março. Colheita no vinhedo, merendim sob o vinhedo e pisa das uvas. Informações: valedasantas@hotmail.com Fundação Casa das Artes: Cine + Animação, todas as quartas-feiras de fevereiro, às 15h. Informações: 54 |3454.5211 Lidio Carraro Vinícola Boutique: das 8h às 18h, degustação de vinhos Premium e Top Premium. Durante todo o período, degustação de uvas e harmonização de chocolates e vinhos (com agendamento). Informações: atendimento@lidiocarraro.com ou 54 | 2105.2555 36 Jornal Design | Serra

Pizzato Vinhas e Vinhos: Vista ao vinhedo, vinícola e degustação variada de rótulos. Gratuito e sem necessidade de agendamento até 8 de março. Programação paralela: degustação Vertical (várias colheitas do mesmo vinho), necessário pré-agendamento. Informações: 54 |3055.0440/ pizzato@pizzato.net

07/02: Curso de Degustação de vinhos e espumantes. Gratuito. Local: Farina Park Hotel, às 18h. Reservas e Informações: 54 |3055.7141 14/02: Curso de Degustação de vinhos e espumantes. Gratuito. Local: Dall’Onder Vittoria Hotel, às 18h. Reservas e Informações: 54 |3055.7141

Restaurante e Café Vallonano, com varejo aberto diariamente, das 10h às 19h. Pratos e sobremesas elaborados a base de vinhos, espumantes e uvas colhidas na época. Informações: 54|3459.1006 / cafe@vallontano.com.br

14/02: Vivenda dos Chocolates: Espumante com chocolate no Vale dos Vinhedos. Clientes serão recebidos com degustação de espumante, combinando com os melhores chocolates artesanais produzidos no local. Informações: 54 |9161.2458

Valle Rustico Restaurante: Cardápio inspirado na colheita da uva e Slow Food. Oficinas de risoto, oferecidas no restaurante e orientadas pelo chef Rodrigo Bellora. Informações: 54|3459.1164 /restaurante@ vallerustico.com

06/03: Jantar Sob as Estrelas, na rua Henry Hugo Dreher e avenida Planalto. Informações: 54 |3453.8000

Vinhos Larentis: piquenique nos parreirais. Somente com agendamento antecipado. Informações: 54 |3453.6469 / larentis@larentis.com.br Vinícola Aurora: minicurso de degustação gratuito mediante agendamento antecipado. De segunda a sexta, às 9h e às 14h. Informações: 54 | 3455.2051 / turismo@vinicolaaurora.com.br Vinícola Cainelli: passeio de Tuc-Tuc, com agendamento individual ou para grupos. Informações: contato@ vinicolacainelli.com.br / 54 | 3458.1441 Vinícola Lovara: Colheita ao Luar, nas quintas, sextas e sábados, das 19h às 22h. Informações: 54 | 2102.9005 / wwwvinicolalovara.com Vivenda dos Chocolates: aos sábados, domingos e feriados, degustação gratuita de chocolates. Promoção especial de morango e uva cobertos com chocolate. Informações: 54 | 9161.2458

07/03: Curso de Degustação de vinhos e espumantes. Gratuito. Local: Farina Park Hotel, às 18h. Reservas e informações: 54 |3055.7141 07/03: Dia Mágico Dolcetto do Vale: preparação de cookies personalizados para crianças de 2 a 8 anos, às 15h30min. Vagas limitadas. Informações: 54|3055.0499 / www.zaccaronalimentos.com.br 14/03: Jantar Especial da Vindima no Restaurante Arte In Tavola (Farina Park Hotel), às 20h. Reservas: 54 | 3458.7033 / reservas@hotelfarina.com.br 15/03: Caminhada das Cantinas Históricas, belas paisagens e colheita de uvas nas pequenas cantinas. Contato: Cristiano 54 |9173.7277 / www. indiadabuena.com.br/ 15/03: 6ª Sagra Trevisana di Faria Lemos, que apresenta saberes e fazeres das 9h30min às 15h30min, na sede do distrito de Faria Lemos. Passeio livre e almoço com reservas. Informações: Milena Poloni: 54 |9905.5997

estilo


Foto Ana Carolina Azevedo

Venha curtir o happy hour na Zaccaron

estilo

As férias acabaram para a maioria dos brasileiros, mas dá para encerrar a semana com a esplêndida vista do Vale dos Vinhedos e uma deliciosa degustação de sorrentinos no happy hour da Zaccaron Alimentos. Às sextas, sábados e domingos, no fim da tarde, a casa estende seu horário de atendimento para grupos com reserva. As tentações da Zaccaron, quem ainda não provou precisa conhecer: sorrentino ao molho em pratos com seis unidades ou degustação de diferentes sabores, cookies e os exclusivos dolcettos de banana, doce de leite e brigadeiro – o docinho que é meio mousse,

meio sorvete. Para acompanhar, cervejas artesanais, espumante gelada, sucos e cafés. No coração do Vale dos Vinhedos, diante de parreirais e casas centenárias, a Zaccaron não apenas recebe seus visitantes, mas também produz as receitas de família que podem ser degustadas ali mesmo, levadas para casa e encontradas em restaurantes e delicatessens do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Projetado para receber visitantes que busquem uma experiência gastronômica exclusiva, o espaço atende diariamente: de segunda a sexta, das 10h às 17h30min; aos sábados e domingos, das 10h às 18h30min.

Jornal Design | Serra 37


Fotos Ana Carolina Azevedo

Espaço conta com toda a estrutura de alimentação e serviço do Canta Maria, mas com privacidade para os convidados

Piso superior foi reformado para comportar um espaço de eventos com capacidade para até 170 pessoas

Canta Maria, a escolha perfeita para sua festa O novo espaço para eventos do Canta Maria, no andar superior da tradicional casa de massas de Bento Gonçalves, está fazendo sucesso nas comemorações de formaturas, casamentos, aniversários e eventos corporativos. Reformado para receber confortavelmente até 170 pessoas, o salão conta com toda a estrutura de serviço e alimentação do Canta Maria e ainda comporta a estrutura de som e luz que garante a festa após o jantar. Montado no antigo armazém do Canta Maria, o espaço para eventos possibilita a realização de festas paralelamente ao funcionamento normal do restaurante, mas com a privacidade de um ambiente exclusivo. Além da tradicional sequência de massas e grelhados, a casa oferece variações do cardápio especialmente para os eventos, com risotos e outros pratos. O serviço

38 Jornal Design | Serra

também pode ser empratado ou no tradicional sistema de rodízio. O contrato para eventos inclui ar condicionado, estacionamento, gerador de energia, louças, serviço de garçom e toda a estrutura do restaurante de toalhas e decoração – caso o cliente prefira não contratar decoração à parte. O jantar pode ser harmonizado com a carta de vinhos do Canta Maria, que contempla os principais rótulos da Serra Gaúcha e outras regiões produtoras mundo afora. O Canta Maria completou recentemente 15 anos de tradição com reconhecimento nacional e local, como a premiação por voto popular no Divina Cozinha Top Bento Gonçalves, em que o restaurante levou quatro categorias: Melhor Restaurante, Melhor Cozinha Italiana, Melhor Carta de Vinhos e Melhor Sagu.

Salão pode ser locado para eventos particulares e corporativos

RST-470, km 217,05, ao lado da Pipa-Pórtico Contato: 54|3453.1099 Bento Gonçalves cantamaria@cantamaria.com.br www.cantamaria.com.br

estilo


Fotos Retratus Ateliê Fotográfico

Emoção e ternura nos ensaios da Retratus Quando engravidou de seu segundo filho, a gerente de Recursos Humanos Paula Lazzaron Bandeira já havia nomeado a Retratus como estúdio oficial da família. Nos últimos dois anos, as fotógrafas Leandra da Silva e Angela Sulzbacher vinham acompanhando e registrando o crescimento da primogênita Bárbara e, agora, a mamãe de segunda viagem precisava de um ensaio que expressasse toda a alegria da nova gestação. Admiradora de fotos naturais e ao ar livre, Paula apaixonou-se pelas imagens captadas no Vale dos Vinhedos e já se prepara para uma nova sessão, dessa vez com o pequeno Lucas nos braços. Assim é o trabalho da Retratus com as grávidas: natural e tranquilo, dedicado a capturar a essência de cada gestante, valorizando a beleza da gestação e deixando as mamães à vontade para curtir esse momento. A escolha do local contribui para a desenvoltura da modelo. Se as fotos forem externas, a locação deve

estar relacionada a momentos dos pais – locais que remetam a lembranças, hobbies ou paixões. Angela explica que os ensaios com gestantes também exigem uma atenção especial à pré-produção. Definida a data e local, a equipe da Retratus entra em ação nos dias que antecedem as fotos para orientar as clientes sobre o que vestir e como cuidar do corpo no dia anterior. O período ideal para ensaios de gestação, caso a grávida opte por fazer apenas uma bateria de fotos, é por volta do sétimo mês. “Nosso trabalho é traduzir a emoção com sutileza e sem causar nenhum desconforto à mãe, que já está naturalmente ansiosa pela chegada do bebê”, enfatiza a fotógrafa. As imagens captadas pela Retratus podem virar fotolivro, álbum ou serem impressas individualmente. Depois do nascimento, o estúdio oferece ensaios de newborn e todo o acompanhamento do bebê mês a mês até o seu primeiro ano.

Paula e Leandro escolheram um belo cenário no Vale dos Vinhedos para a sessão de gestante ao ar livre

A pequena Bárbara, fotografada pela Retratus desde o nascimento

O trabalho da Retratus com gestantes valoriza imagens sutis e tranquilas, que traduzam a alegria da espera com naturalidade

estilo

Rua Ramiro Barcelos, 159, loja 1 | Bento Gonçalves Contato: 54 | 3451.7132 | www.retratusbg.com.br

Jornal Design | Serra 39


Fotos: divulgação/Revelare

Escola Revelare de Fotografia com novas turmas neste semestre

A escola oferece cursos para amadores e turmas de formação profissional em fotografia

Há 12 anos formando fotógrafos e inspirando os apaixonados pela oitava arte, a escola Revelare de Fotografia está com vagas abertas para novas turmas de seu curso técnico. As aulas são ministradas pelo fotógrafo James Rodrigues, que atua profissionalmente desde a adolescência e já completa 37 anos de profissão. Em duas modalidades, para amadores e profissionais, a escola oferece

40 Jornal Design | Serra

aulas teóricas e práticas, incluindo passeios diurnos e noturnos para fixação do aprendizado. O curso profissional tem duração de seis meses, com uma aula por semana. Já o curso amador dura três meses. James explica que a estrutura da escola inclui estúdio completo, voltado a ensinar as técnicas da fotografia de bebês, crianças, gestantes, famílias e fotoprodutos. “O aluno aprende a conhecer as técnicas mais utilizadas e tirar um melhor resultado do seu equipamento”, enfatiza. Ao final do curso, James destaca que o aluno estará apto a fotografar eventos como casamentos, formaturas, 15 anos e festas infantis. As aulas iniciam em fevereiro e a Revelare também pode abrir turmas em outras cidades da região, como Farroupilha, Garibaldi e Carlos Barbosa.

James iniciou a carreira aos 15 anos por influência do pai, que tinha a fotografia como hobby

Rua General Gomes Carneiro, 261 | Centro Contato: 54 | 3452.1139 / 3701.0828 / 9999.5000 estudiorevelare@gmail.com | facebook.com/estudiorevelare

estilo


14 dias de trip em duas rodas pela Patagônia

Bariloche

Vulcão Lanin, divisa Chile Argentina

estilo

Se a viagem é o caminho e não o destino, essa dupla começa 2015 com missão cumprida e muitas histórias pra contar. Felipe Belitzki e Raquel Flamia – ele, atleta e estudante de Educação Física; ela, uma arquiteta apaixonada por bikes – saíram de Bento Gonçalves no primeiro dia do ano com suas bicicletas, o mínimo possível de bagagem e reserva em um hostel apenas para a primeira noite. A partir daí, a viagem pela Patagônia seguiu ao sabor do vento. Por indicação ou sorte, a dupla acabou explorando roteiros pouco convencionais e conhecendo outras dezenas de viajantes franceses, americanos, suíços e israelitas. Uma experiência que misturou desafio, superação e deslumbramento em cada parada. Ao fim de 14 dias, essa pequena equipe pedalou 500 quilômetros, ultrapassou os limites do corpo, conheceu lagos, vulcões, cumes nevados e pessoas incríveis. Dormindo em campings e cozinhando suas próprias refeições, a aventura saiu por menos de R$ 3.000 por pessoa. A amizade que começou com pedaladas pelo interior da Serra Gaúcha saiu fortalecida e agora segue com novos planos de aventura mundo afora. O roteiro A primeira parada de Felipe e Raquel foi em San Carlo de Bariloche, onde há muitos aventureiros iniciando percursos que perduram por semanas ou meses. O propósito de todos é o mesmo: desbravar da forma mais simplória possível a Patagônia. No dia 1, Raquel e Felipe tiveram o primeiro de uma série de pequenos contratempos que acabaram por colorir ainda mais essa aventura. Sem as bikes, que só chegaram ao aeroporto horas depois dos viajantes, eles aproveitaram para explorar a cidade e, só no dia seguinte, partiram para a primeira pedalada de 110 quilômetros em direção a Villa La Angostura. Lá, navegaram em um veleiro pelo Lago Naheuapi e voltaram ao camping por uma trilha de 12 quilômetros

pelo Parque Nacional Arrayanes. No dia 4, Raquel e Felipe partiram para mais um trecho de pedalada – dessa vez, 117 quilômetros até San Martin de Los Andes, percorrendo o Caminho dos Sete Lagos. “Cruzamos com um casal levando seu filhinho em um reboque especial na bike. Foi emocionante enxergar aquilo”, lembra Felipe. Na cidade turística, todos os leitos de hotel estavam ocupados e eles precisaram dividir um quarto de apart hotel com um casal de norte-americanos também sem pouso. Os 180 quilômetros em direção a Pucon, no Chile, encerram o circuito a bordo das bikes. No trajeto, Raquel e Felipe a acamparam uma noite aos pés do imponente vulcão Lanin. Descansados, seguiram em direção à alfândega e, dali, iniciaram a descida pela Cordilheira dos Andes até chegarem a Pucon, que rendeu quatro dias de exploração turística. O balanço é mais que positivo, é fascinante. Raquel conta que a Patagônia os presenteou com um sol ameno e que brilhava até as 21h30min; com lagos azuis de águas cristalinas; com florestas, trilhas e mata circundada por grandes lagos; com uma lua cheia esplêndida e estrelas que iluminavam as pequenas comunidades. “Encontramos muitas pessoas gentis, que se esforçaram para nos ajudar, entender nosso portunhol, indicar, guiar e expressar sua afeição pelo Brasil. Nossa bandeira era sinônimo de buzinaço, gritos, acenos e do encanto das crianças argentina”, conta. “Voltamos, mas um pouco de nós ficou na Patagônia, para, quem sabe em breve, voltarmos a revê-la”, conclui.

Villa La Angostura

A Bex Intercâmbio Cultural é patrocinadora da equipe de corrida Run Forrest, de Bento Gonçalves, que tem Felipe Belitzki como um dos fundadores. Além de apoiar o esporte, a agência também oferece pacotes exclusivos com destino a eventos esportivos, como a Maratona de Punta Del Este, prevista para setembro deste ano.

BEX Brazilian Exchange Rua Visconde de São Grabriel, Centro Profissional São Rafael, 396, sala 56 Bento Gonçalves, RS Fone: 54-26215036 www.bexintercambio.com.br Jornal Design | Serra 41


Foto Leila Pompermayer

Social Fotos Jornal Design

Diretoria AEARV 2015, liderada pelo engenheiro Vinicius Peruffo (E): Roberson Da Fré, Matheus Cenci Vanni, Fábio Ticiani, Fabiana de Carli Ruaro, Juliana Pereira da Silva, Karina Guidolin, Rafael de Toni, Daniele Artini Gujel Capellari, Letícia Zanesco, Dayane Troost Gallina, Mateus Somensi e Eduardo Pasqualoto

As farmacêuticas da Medicinalles, Giovana Sartori Romio e Ivana Casagranda

Euclides Longhi, Maristela Longhi e Ivo Cusin comemoram os 20 anos da Multimóveis em 2015

Anelise e Daniel Gerardi celebrando sua união às margens do Guaíba

Fabio Gregio, Gioconda Pozza e a mana Luiza Pozza Gregio abraçando a aniversariante Beatriz Pozza Gregio

Equipe Batuca fazendo muito barulho em sua nova sede

Felipe de Lavra Pinto Moraes, Giovanna Maioli, Úrsula Muller e Fábirico Ruzzarin

Foto Eduardo Benini

Foto Eduardo Benini

Foto Revelare

Fotos Retratus Ateliê Fotográfico

Leonardo Giordani e o secretário de Desenvolvimento Econômico Neri Mazzochin na abertura da Vindima

Foto Divulgação Multimóveis

A presidente e a conselheira do Bento Convention Bureau, Maria Alice Farina e Márcia Ferronato

André Lima, Helena Ben e Fernando Masutti radiantes com a nova casa Batuca

42 Jornal Design | Serra

estilo


Milia Frantz e Lucas de Souza

Douglas Capelli, Hellen Calloni e Cristiano Creczyenski

Henrique Nuncio, Marcos Fracalossi, Raquel Rossatto, André Lima e Moises Scussel Neto

Patricia Silva, Marçal Salatino dos Reis e Renata Galiotto

Miguel Scarpetta e Verônica Miranda

Bruna Souza, Thiago Sacchett e Gabrielle Signor Rodrigues

Juliana Sacchett, Pamela Rosa, Bárbara Chiês e Clara Pasqualini

Fernando Dal Pizzol e Maico Massignan

Deise Biasus, Joyce Argenta e Maria Cristina Meneghin

Camila Locatelli e Darlene Tomazini

Patrícia De Toni, Jordana Ferrari, Tuani Bertamoni e Leonardo Volpatto

Fotos Jornal Design

Jean Carlo Oro, Guilherme Bitencourt e Marcelo Piccoli

estilo

Jornal Design | Serra 43


Jornal Design | Edição 44  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you